Page 1

SÁBADO E DOMINGO

07 E 08 DE ABRIL DE 2018

ANO XXII - N0 3572 R$ 1,00

DIRETOR: BENEDITO FRANCISQUINI

www.tribunadovale.com.br

S.A.PLATINA

Vereadores vão pedir anulação de audiência que discutiu orçamento

Mais uma atrapalhada da administração do prefeito José da Silva Coelho Neto, o professor Zezão (PHS), promete agitar os meios políticos de Santo Antônio da Platina na próxima semana. A bancada de oposição, liderada pelo vereador José Jaime Mineiro (PSDB), promete apresentar aos demais membros da Casa uma proposta para forçar o Executivo a anular uma audiência pública realizada na última quarta-feira (4) no gabinete do prefeito, para debater as propostas da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2019.A legislação que rege a matéria determina que os prefeitos façam ampla divulgação deste tipo de evento visando atrair os representantes dos segmentos sociais para agregar propostas para a elaboração do orçamento municipal do ano seguinte. Não foi o que ocorreu em Santo Antônio da Platina. Nem mesmo os vereadores da base do prefeito foram convidados para o encontro, que contou com a presença apenas dos assessores mais próximos.

Vereador Mineiro promete apresentar aos demais membros da Casa uma proposta para forçar o Executivo a anular à audiência

NORTE PIONEIRO

„

PÁG. A3

PARANÁ

Emater leva tecnologia Cida é a primeira mulher a assumir o Governo Catarinense de Caà produção de peixes çador, onde nasceu em 18 de fevereiro de 1965, em tanques escavados filha dos descendentes

Na região do Norte Pioneiro, a Emater trabalha para promover a divulgação de tecnologias para a produção intensiva de peixes em viveiros de tanques escavados. Como parte desta estratégia promoveu no final de março, em Santa Mariana, um evento técnico chamado "tarde de tanque", na propriedade do piscicultor Antônio Augusto de Paiva Neto, que é referência na criação de tilápias em tanques escavados, onde cultiva uma área de 3,5 hectares de lâmina de água. „

PÁG. A8

de imigrantes italianos Ires Anna e Severino Ivo Borghetti, Cida Borghetti (PP) é a primeira mulher a chegar ao Governo do Paraná, estado que adotou como sua terra. Chegou com apenas dois anos, e é a décima entre 13 irmãos. „

PÁG. A4


A-2 Opinião

TRIBUNA DO VALE

O melhor a fazer é submeter-se, recorrer nos devidos foros e aguardar a decisão soberana da Justiça. ” Editorial

Sábado e domingo, 07 e 08 de abril de 2018 Isso aconteceu na maioria dos municípios brasileiros, havendo casos em que vereadores se elegeram com baixíssimo número de votos, o que quer dizer que não adianta repudiar pela omissão, alguém será eleito.”

A RTIGO

E DITORIAL

Daniel Medeiros

O Brasil e a prisão de Lula Chegou, finalmente, o dia do ex-presidente Lula curvar-se à lei e ao Estado. Depois dos recursos à segunda instância e tentativas de trancamento da sentença condenatória nas cortes superiores, recebeu ele ordem de prisão. Por mais diferenciado que se ache ou seja, não terá como dela fugir, a não ser que renuncie à cidadania. Mas, se o fizer, também perderá a oportunidade de defender-se e, de alguma forma, safar-se das imputações. O melhor a fazer é submeter-se, recorrer nos devidos foros e aguardar a decisão soberana da Justiça. Retirante nordestino fugido da seca e da miséria, Lula é um vencedor. Aproveitou a térmica do fim do regime militar, estabeleceu-se como sindicalista e

político e foi o primeiro operário a conquistar a presidência. Privilegiou o marketing e ganhou popularidade, mas é acusado de graves atos de corrupção e violação de princípios governamentais e administrativos. Viu-se lançado à vala comum dos corruptos e, embora se vitimize e recite o mantra de que "não há provas", já foi condenado num e responde a outros processos resultantes de delações de corruptos corporativos que com ele se relacionaram e dizem ter lhe pago propinas. Sua condenação é um duro golpe às esquerdas brasileiras e, em especial ao seu partido. A prisão é uma cena de corte na vida política nacional. É o primeiro ex-presidente a ser condenado e preso, mesmo desfrutando de boa posição em

C HARGE

pesquisas de intenção de votos e reunindo muitos seguidores. Oxalá o bom senso impere, a defesa faça seu trabalho pelos canais competentes e seus seguidores não transformem os protestos em desobediência civil. Se o fizerem, as autoridades constituídas têm o dever de impedir, mantendo a ordem pública e principalmente o direito de ir e vir da população. As ameaças de mobilização de "exércitos" informais e outras bravatas lançadas tanto pelo condenado quanto pelos seus seguidores e simpatizantes, não podem prevalecer, pois comprometem a democracia que todos dizem defender. Vivemos um ano eleitoral atípico. Além da prisão do ex-presidente e de outras ex-estrelas do mundo político e

empresarial, temos centenas de políticos, potenciais candidatos, também enrolados com a Justiça. A execução das sentenças deve ser ato rotineiro, assim como a defesa dos réus. Será um grande retrocesso se o regular funcionamento do Poder Judiciário desaguar em crise. Democracia não é um regime onde tudo pode, mas um sistema que garante a liberdade de todos os cidadãos mas deles exige o estrito cumprimento das leis e, através do devido processo legal, pune os que insistirem em não observá-las... O país precisa de paz para trabalhar, eleger seus governantes e parlamentares e, até, exigir que os acusados de irregularidades prestem contas de seus atos. Tudo o que divergir disso, será impróprio..

chargeonline.com.br

A RTIGO Claudio Stringari

Lula, a vontade coletiva e o culto da personalidade

Um dos mais argutos filósofos, de certo modo desconhecido, Frans Schopenhauer, sustenta que a vontade é o motor (coisa-em-si) de tudo quanto existe, natureza, homem, humanidade; não se trata da vontade individual de comer, por exemplo, mas da grande vontade que movimenta todos os fenômenos. Expôs o filósofo sua teoria num dos mais preciosos livros dos dois últimos séculos, denominado "O mundo como vontade e como representação". O problema é que a vontade, voltada ao melhor mundo possível, como dizia seu colega Leibniz, é constatada, no mundo real, com sua negação reiterada. A vida proporciona tristezas que são mais contundentes, e perduram mais em nossas memórias, que os passageiros momentos de alegria. Estes são muito mais fugazes, passageiros. Todos sentimos que é assim mesmo. A humanidade fica mais sujeita aos sofrimentos, que marcam a existência geral. Por isso, nosso pensador foi conhecido como o filósofo do pessimismo, o que deve ter justificado a fuga de seus

seguidores, porque todos nós queremos ser felizes e temos medo das tragédias. Qual a razão de viver um mundo de sofrimento? Entretanto, no exame profundo de sua filosofia, vemos conceitos perturbadores dessa simples desolação: conhecer a verdade faz com que o homem conviva com os ventos contrários; e aprofundar nossa felicidade, torná-la possível em cada momento da vida, é nossa grande luta para escapar daquela vontade fundamental e incontrastável, metafísica, da "sofrência". Decorre que nenhum homem, por seu carisma, por sua capacidade de comunicação às grandes massas, por sua vocação à liderança, consegue transformar esse estado de coisas, que é dependente de cada um de nós, não de um outro homem, por mais poderoso que seja. Consequentemente, o culto da personalidade é uma redução ao absurdo de nossa consciência. Alienamo-nos e deixamos a outrem o encontro de nossa felicidade. Fés religiosas como as que encontramos no budhismo, no brahmanismo, no catoli-

TRIBUNA DO VALE

O Diário da nossa região - Fundado em agosto de 1995 TV Editora e Gráfica - Eireli - ME CNPJ 28.454.259/0001-21 Matriz: Gilberto Madureira, 111, Jardim Oliveira Reis - Santo Antônio da Platina, PR - Fone/Fax: 43 3534 . 4114

Claudio Stringari Medeiros

Diretor Responsável

cismo, condenam o culto da personalidade. No entanto, o homem, em sua fragilidade psíquica e espiritual, em sua história, busca o nirvana, a terra prometida, o paraíso, na ação política de outros homens. Os tempos mais recentes conviveram com o culto à personalidade de Vladimir Lênin, Joseph Stálin, Adolph Hitlher, Mao Tsé Tung. Todos os resultados frustrantes do acontecimento dito como AQUELE QUE VIRÁ, MAS QUE NUNCA VEIO E NÃO VIRÁ, estão aí, devidamente registrados. No Brasil, talvez não pudéssemos fugir do fenômeno. Conhecemos os episódios de Antonio Conselheiro, Padre Cícero e, em tempos modernos, a adoração de Lula, por expressiva parte da população, especialmente do sofrido nordeste. Este último atinge o término do culto, que não poupou nenhuma das personalidades veneradas, do modo menos nobre possível, prisão por corrupção comprovada. O homem endeusado, em seu íntimo, tinha fragilidades que vontades coletivas não poderiam admitir.

É provável que hoje seja seu primeiro dia de encarceramento. O culto transforma-se numa peça teatral de tragédia, encenada por seus adeptos, que fazem do acontecimento algo extraordinário e que confirma a percepção do filósofo alemão: o mundo objetivo é feito de ilusões, que somente cada um de nós pode desfazer, por meio do conhecimento do real e das práticas menos gananciosas, satisfeitas nossas necessidades materiais razoavelmente, como a arte em geral, a poesia, a música, a pintura, a arquitetura, enfim de tudo aquilo que pode transformar nossas vidas para o bem, independentemente de esperarmos um milagre a cargo de um outro ser humano, tão limitado como nós.Hoje é o dia brasileiro da demonstração do equívoco das esperanças vãs, do culto da personalidade e de um dia sublime, em que um notável acontecimento histórico transformaria para melhor nossas vidas.

Impressão e Fotolito: Editora Tribuna do Vale Fone/Fax : 43 3534 . 4114

Comercial

Priscila Simões - (43) 9 9619-9645

tribunadovale@tribunadovale.com.br

tribunadovale1@gmail.com

tribunadovale@uol.com.br

No próximo mês de outubro, teremos novas eleições no Brasil. Porém, o resultado das últimas eleições apresentou um aspecto que foi muito comentado na época: os votos brancos, nulos e abstenções atingiram números elevadíssimos extremamente preocupantes. Segundo dados finais e oficiais da Justiça Eleitoral, no primeiro turno das últimas eleições municipais, a soma de brancos, nulos e abstenções superou o número de votos do candidato primeiro colocado em nove capitais brasileiras. No segundo turno da mesma eleição, a situação se repetiu em três capitais: Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre. As três cidades tiveram mais votos inválidos que o candidato primeiro colocado. Isso aconteceu na maioria dos municípios brasileiros, havendo casos em que vereadores se elegeram com baixíssimo número de votos, o que quer dizer que não adianta repudiar pela omissão, alguém será eleito. O interessante, e negativo, foi a forma de como tais números foram encarados e, de certa forma, justificados. E nos cabe analisar o porquê do alerta. Os políticos e lideranças da situação debitaram a avalanche de repulsa retratada pelas urnas aos malfeitos do governo anterior, associando o fato à corrupção. Já as lideranças da oposição, que representam o governo passado, sublinharam que os brancos, os nulos e as ausências eram a posição dos eleitores contra o processo de impeachment de Dilma Rousseff, que chamam de ‘golpe’, e à posse de Temer, que qualificam de usurpação. Os dois posicionamentos são facciosos, parciais e remetem apenas ao desejo de uma justificativa perante os eleitores em particular e à populaçãoem geral. Ambosos lados contribuíram – e continuam contribuindo – para o descrédito da classe política que afeta, infelizmente, a política que em origem e princípio é sadia, positiva e honesta, sendo os maus políticos que deturpam essa essência. A política é o grande instrumento para a boa e correta administração dos governos e da sociedade. Portanto, acusações ou recriminações mútuas por parte de quem mutuamente contribui para denegrir a política nada acrescentam, a não ser acentuar o descrédito. O momento é de falar aberta e sinceramente com a sociedade, para que esse ano a resposta negativa não venha a se repetir. A classe política tem obrigação de convencer a população, em particular o eleitorado, que política é ciência indispensável. A sociedade tem obrigação cívica de participar, de atuar, de discutir e votar. Antes se usava a alegação de que no período militar havia tolhimento tanto em participação e discussão como de oportunidade do voto. Agora, que a liberdade é assegurada, os eleitores jogam as conquistas no cesto de lixo. Se a situação e o panorama não são bons com a plenitude democrática, pior serão se as oportunidades de mudança forem desprezadas. Os eleitores devem ser conscientizados de que votar em branco, anular o voto ou desprezar as urnas é omissão e irresponsabilidade. Cabe aos líderes políticos e aos formadores de opinião transmitir essa mensagem, embora para isso devam reconquistar o respeito e a credibilidade. E, por fim, cabe aos cidadãos em geral, tão enfáticos em protestos, passeatas e manifestações, ter o entendimento de que não adianta ir para as ruas e não comparecer à seção eleitoral. A mudança se faz através da prática política e do voto, símbolo maior da democracia. Luiz Carlos Borges da Silveira é empresário, médico e professor. Foi Ministro da Saúde e Deputado Federal.

Amadeu Garrido de Paula, é Advogado, sócio do Escritório Garrido de Paula Advogados.

Vendas Assinatura Anual R$ 200,00 Semestral R$ 100,00

Benedito Francisquini - MTB 262/PR

Nos falta responsabilidade política

E-mail: cartaleitor@tribunadovale.com.br

Circulação: Abatiá ¦ Andirá ¦ Arapoti ¦ Bandeirantes ¦ Barra do Jacaré ¦Cambará ¦ Carlópolis ¦ Conselheiro Mairink ¦ Figueira¦Guapirama ¦ Ibaiti ¦ Itambaracá ¦ Jaboti ¦ Jacarezinho Jaguariaíva ¦ Japira ¦ Joaquim Távora ¦ Jundiaí do Sul ¦ Pinhalão ¦ Quatiguá ¦ Ribeirão Claro ¦ Ribeirão do Pinhal ¦ Salto do Itararé ¦Santana do Itararé¦ Santo Antônio da Platina ¦ São José da Boa Vista ¦ Sengés ¦ Siqueira Campos ¦Tomazina ¦ Wenceslau Bráz

Filiado a Associação dos Jornais Diário do Interior do Paraná

* Os artigos assinados não representam necessariamente a opinião do jornal, sendo de exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.


Geral A-3

TRIBUNA DO VALE

Sábado e domingo, 07 e 08 de abril de 2018

Vereadores vão pedir anulação de audiência que discutiu orçamento

Antônio de Picolli

S.A.PLATINA Prefeito Zezão promoveu reunião em seu gabinete sem convidar nem mesmo vereadores de sua base Da Redação

Mais uma atrapalhada da administração do prefeito José da Silva Coelho Neto, o professor Zezão (PHS), promete agitar os meios políticos de Santo Antônio da Platina na próxima semana. A bancada de oposição, liderada pelo vereador José Jaime Mineiro (PSDB), promete apresentar aos demais membros da Casa uma proposta para forçar o Executivo a anular uma audiência pública realizada na última quarta-feira (4) no gabinete do prefeito, para debater as propostas da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2019. A legislação que rege a matéria determina que os prefeitos façam ampla divulgação deste tipo de evento visando atrair os representantes dos segmentos sociais para agregar propostas para a elaboração do orçamento municipal do ano seguinte. Não foi o que ocorreu em Santo Antônio da Platina. Nem mesmo os vereadores da base do prefeito foram convidados para o encontro, que contou com a presença apenas dos assessores mais próximos. “Em pleno século 21, em que se apregoa a ampla participação popular nas decisões

que afetam o interesse de toda população, é inadmissível que o prefeito reúna em seu gabinete meia dúzia de assessores para elaborar um plano de interesse coletivo. Vivemos numa democracia ou numa ditadura em que os mandatários decidem o destino de toda uma população?”, questiona Mineiro, que planeja apresentar uma proposta para que o prefeito Zezão anule a falsa audiência pública. O vereador cobra do Executivo a definição de um local apropriado para a audiência, com ampla divulgação que permita a presença de líderes dos bairros, representantes de entidades sociais, imprensa, vereadores e todos os interessados em debater o destino do município. “Não me venham com essa conversa de que ninguém participa. Essa desculpa interessa aos falsos líderes, que querem manipular a vontade popular”, critica Mineiro. Segundo a legislação que rege a matéria, após este tipo de evento, cabe ao Executivo dar ampla publicidade aos assuntos debatidos e a presença dos representantes da comunidade. Até o início da noite de ontem, nenhum documento sobre o assunto havia sido publicado no Portal do Município. Falta transparência

“Vivemos numa democracia ou ditadura em que os mandatários decidem o destino da população?”, questiona Mineiro

A Constituição Federal e a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) estabelecem normas visando democratizar a elaboração dos orçamentos em todos os níveis das administrações públicas. Em Santo Antônio da Platina, no entanto, transparência é letra morta, tanto que o principal assessor do prefeito, o Coronel Diniz, numa das primeiras inciativas da administração, estabeleceu na prefeitura a “lei da mor-

POLÍTICA

Romanelli deixa a liderança e diz que maior desafio foi o ajuste fiscal Da Assessoria

Depois de três anos e três meses no exercício do cargo, o deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) deixa a liderança do Governo na Assembleia Legislativa fazendo um balanço positivo dos resultados obtidos num período de grandes dificuldades não só regionais, mas, principalmente nacionais. Reconhecendo que se trata de uma atividade extremamente complexa e exaustiva, ele conclui que era hora de deixar a função, desejando sucesso à nova governadora, Cida Borghetti (PP) e ao colega que assumirá seu antigo posto, deputado Pedro

Lupion (DEM), a quem conhece desde criança e admira pela atuação parlamentar madura e equilibrada. “Continuarei a integrar a base de apoio do Governo e passarei a seguir as orientações do líder Pedro Lupion”, enfatizou. Para ele, os fatos mais relevantes e difíceis de sua gestão foram aqueles relacionados à tramitação dos projetos tratando do Programa de Reajuste Fiscal, que teve início ainda em 2014, envolvendo a elevação de tributos e corte de despesas e a consequente reação dos setores afetados: “Esse é o maior desafio de qualquer governo. Todos apoiam medidas de contenção

ORIENTADOR DE ATIVIDADES

DANÇA

Vaga nº 074/18 para Santo Antônio da Platina Pré-requisitos: Ensino superior completo com Licenciatura ou Bacharelado em Dança ou Bacharelado em Educação Física (com registro no CREF/PR) e experiência comprovada nas atribuições do cargo.

Acesse www.sescpr.com.br/trabalheconosco verifique os pré-requisitos e inscreva-se até dia 15/04/2018.

de despesas e organização da economia, mas ninguém quer perder nada”, constatou. Momentos difíceis - Romanelli atuou como negociador nos momentos de impasse junto a representantes de sindicatos dos servidores estaduais, procurando manter o diálogo, mesmo em momentos críticos que culminaram com as manifestações do dia 29 de abril de 2015: “O Paraná tem hoje uma situação diferenciada no País, com suas contas em ordem e até mesmo a possibilidade de vir a discutir com os servidores a hipótese de recomposição salarial parcelada”, observou. Lembrou também a polêmica estabelecida em relação a nova lei da pequena e micro empresa, que durante a tramitação do projeto sofreu intensa reação das oposições: “Aprovamos a proposta e a lei já está em vigor. Alguém tem visto reclamação e protestos do segmento afetado?”, indagou, questionando posições contrárias adotadas sem o necessário conhecimento da matéria. O parlamentar elogiou a atuação do deputado Ricardo Barros (PP) frente ao Ministério da Saúde, o trabalho desenvolvido pelo secretário da Fazenda Mauro Roberto Costa com uma gestão austera em busca da racionalização dos gastos públicos e disse que o Governo Richa implementou novos programas estruturantes, ao mesmo tempo em que deu continuidade aos programas sociais de seu antecessor, como o “Leite das Crianças” e o Luz Fraterna: “O Paraná tem hoje uma situação de muito equilíbrio. O desafio que temos pela frente é manter o que está sendo feito e cumprir os compromissos assumidos”, arrematou.

daça”. Servidor público que não seja o próprio coronel e outros integrantes do primeiro escalão estão proibidos de passar informações à imprensa, estabelecendo na cidade um modelo cubano ou venezuelano de governar. O resultado neste período é um festival de gafes e trapalhadas que envergonham aqueles que trabalharam pela vitória de Zezão. Em poucos momentos da história do município se

viu um nível de desmoralização tão gritante. No caso específico da audiência pública, nem mesmo os vereadores da base do prefeito, Luciano de Almeida Moraes (PTB), o ‘Vermelho’, Mirian Montanheiro (PTN), os maiores defensores do prefeito Zezão, tinham conhecimento da realização do evento. Consultados no final da tarde de quarta-feira, eles informaram que não sabiam da audiência.

Outro da base de Zezão que desconhecia o fato, Odemir Jacob (PHS), o ‘Breno’, disse que nem sequer comentaram com ele da realização da consulta popular. Diante deste quadro desalentador, os vereadores de oposição esperam que o prefeito tenha o bom senso de anular a audiência e marcar outro evento para que a comunidade possa, efetivamente, opinar sobre o que é melhor para sí.

DEPUTADO ESTADUAL

Marcello Richa anuncia pré-candidatura

"Aprendi com meu avô e meus pais que a política não pode estar distante da população”, diz Marcello Da Assessoria

O presidente do Instituto Teotônio Vilela do Paraná (ITV-PR), Marcello Richa, confirmou na quinta-feira (5/4) sua pré-candidatura a deputado estadual para as eleições de 2018. O anúncio aconteceu no lançamento do programa Paraná+20, promovido pelo ITV-PR e que irá promover reuniões para debater problemas, ideias e novos projetos em diversos municípios e regiões do estado. “Me s i nt o p r e p a r a d o para enfrentar esse desafio e representar os paranaenses, construindo junto com a população políticas públicas que irão contribuir para a melhoria e futuro do nosso estado”, disse Marcello Richa. Com um longo histórico na política partidária, em

que foi presidente da Juventude do PSDB Nacional, e na gestão pública, sendo duas vezes secretário municipal do Esporte, Lazer e Juventude (Smelj) de Curitiba, o tucano ressaltou a capacidade de transformação social da política. “Aprendi com os exemplos do meu avô e dos meus pais que a política não pode estar distante da população, mas feita por meio do diálogo e usada como um instrumento para que possamos servir e transformar a vida das pessoas, especialmente aquelas que mais precisam.” Apoio C erca de 400 p ess oas prestigiaram o lançamento do projeto Paraná+20, com muitos prefeitos e vereadores apoiando a pré-candidatura de Marcello Richa. “É um jovem com grandes ideias, vontade de trabalhar,

com espírito municipalista e que valoriza o diálogo e proximidade com a população”, destacou o prefeito de Irati, Jorge Derbli. “Conheço o Marcello há anos, acompanhei sua trajetória profissional e sei que possui todas as condições para contribuir muito para o Paraná continuar crescendo e avançando”, disse o vereador de Almirante Tamandaré, Laércio Souza. O ex-governador do Paraná, Beto Richa, prestigiou o evento e ressaltou o trabalho realizado pelo filho. “Em todo estado só escuto os melhores elogios pelas pessoas que o conheceram e pelo trabalho que realiza. O Marcello construiu seu próprio caminho, correu atrás de seus objetivos e mostrou que tem condiçõ es p ara representar a população na Assembleia.”


A-4 Região

TRIBUNA DO VALE

Sábado e domingo, 07 e 08 de abril de 2018

Cida Borghetti é a primeira mulher a assumir o Governo

PARANÁ» Beto Richa transferiu o governo para a vice e pretende disputar uma vaga no Senado; a solenidade de transmissão de cargo ocorreu na manhã desta sexta-feira Alep

Catarinense de Caçador, onde nasceu em 18 de fevereiro de 1965, filha dos descendentes de imigrantes italianos Ires Anna e Severino Ivo Borghetti, Cida Borghetti (PP) é a primeira mulher a chegar ao Governo do Paraná, estado que adotou como sua terra. Chegou com apenas dois anos, e é a décima entre 13 irmãos. É casada com o deputado federal Ricardo Barros (PP), ex-ministro da Saúde e ex-prefeito de Maringá, com quem tem uma filha, a deputada estadual Maria Victória Borghetti Barros (PP). Empresária e jornalista, Cida formou-se em Administração Pública, com especialização em Políticas Públicas e coordenou as relações do Paraná com a bancada federal e com o Governo Federal. Deu seus primeiros passos na política como militante do PDS Jovem. Elegeu-se para dois mandatos consecutivos de deputada estadual e um de deputada federal, no período de 2011 a 2014. Chefiou a Secretaria de Representação do Governo do Paraná em Brasília entre 1998 e 2000 e foi presidente voluntária do Provopar de Maringá. Reconhecida nacionalmente pelo trabalho em favor da saúde preventiva e em defesa dos direitos das mulheres, crianças e adolescen-

tes, é autora da Lei do Dia de Luta contra o Câncer de Mama, comemorado em 27 de novembro. A data mobiliza milhares de pessoas em todas as cidades paranaenses e em diversas outras regiões do País. Como deputada estadual foi autora de 101 projetos que se tornaram leis, entre elas a que cria e regulamenta as Regiões Metropolitanas do Estado. Na Câmara dos Deputados se destacou na presidência da Comissão Especial da Primeira Infância, que trata de direitos e politicas públicas voltadas as crianças de zero a seis anos. Liderou o processo de aprovação do Marco Legal da 1ª Infância e é autora do projeto de lei nº 267/2011, que assegura a paz nas escolas. Foi uma das proponentes da Lei que criou o “vale cultura” para trabalhadores. Richa diz que deixa o governo com a cabeça erguida O governador Beto Richa afirmou nesta sexta-feira (06/04) que deixa o Governo do Estado com sensações de gratidão, honra e orgulho. Ao transmitir o cargo para a vice-governadora Cida Borghetti, no Palácio Iguaçu, ele disse ter convicção de que sua administração contribui para melhorar a vida de todos os paranaenses. “No discurso de posse, eu disse que queria ser governador porque tinha orgulho do que o Paraná era e ainda seria.

Divulgação

Solenidade de transmissão de cargo ocorreu na manhã desta sexta-feira, 6

Hoje, esse orgulho é muito maior. O Paraná que entrego hoje nas mãos da governadora Cida Borghetti é um Estado muitíssimo melhor do que aquele que recebi”, afirmou Richa. Segundo ele, o Estado “está mais preparado para dar respostas aos anseios dos paranaenses por mais desenvolvimento econômico, justiça social e respeito ao meio ambiente”. “A história

»ANDIRÁ

Prefeitura consegue mais de R$ 1 milhão em emendas para ampliação da frota

Divulgação

Andirá recebeu um onibus uma motoniveladora e um caminhão Da redação/Assessoria

A Prefeitura de Andirá está trabalhando na ampliação da frota municipal. Somente com os novos veículos apresentados nesta quinta-feira, 5, à população, foi investido R$ 1.140 milhão. São eles: uma motoniveladora, no valor de R$ 450 mil, para a Secretaria Municipal da Agricultura para atendimento da zona rural; conseguida por meio de emenda parlamentar do senador Roberto Requião; um caminhão para coleta seletiva de lixo, que será destinado à Samae para modernização do serviço, no valor de R$ 290 mil, por meio do deputado estadual Evandro Júnior, e um ônibus para a secretaria da Saúde, emenda do deputado federal João Arruda, no valor de R$ 400 mil. Diversas autoridades, entre as quais vereadores, se-

cretários, representantes de instituições sociais, imprensa e servidores da Prefeitura estiveram no ato simbólico de entrega dos veículos, ocorrido em frente ao prédio administrativo do governo. Além da Prefeita, Ione Abib; do vice-prefeito, Antônio Carlos dos Santos; o evento também contou com a participação do representante do deputado Evandro Júnior. Durante o encontro, a prefeita discursou e destacou que os veículos são importantes conquistas para o município, que luta para substituir a frota. Alguns são bem antigos. Ione ainda enalteceu que a conquista também é significativa por que o município não financiou as aquisições. Elas foram frutos de emenda parlamentar. Além de agradecer aos deputados, ela também declarou que, pela primeira vez, um senador da República

direciona recursos de emendas para Andirá e agradeceu ao Requião pelo apoio. A prefeita lembrou, ainda, de outros veículos e recursos que já foram empenhados ou entraram como emendas de deputados. Ela citou alguns e agradeceu cada um dos políticos que buscou votos na comunidade e retornou para ajudar o povo andiraense. No mesmo tom, Ione fez questão de enaltecer a presença e o apoio dos vereadores que articulam pedidos para a cidade junto aos seus deputados. Segundo ela, esta parceria com a Câmara tem sido fundamental para as novas conquistas do povo de Andirá. Os novos veículos fazem parte da visão da gestão municipal de buscar à fundo perdido as conquistas para a comunidade, ampliando, assim, a atenção e garantia de direitos ao povo.

que construímos juntos produziu transformações importantes e nos legou novas perspectivas, renovou a nossa crença de que é possível fazer bem feito”. Ao fazer um balanço do mandato, Richa disse que todos os municípios paranaenses receberam apoio do Governo do Estado durante sua administração, destacando que foi o único governante que esteve nas 399 cidades paranaenses

no exercício do mandato. “Não há um só canto, uma só cidade, um só rincão do Paraná que tenha sido esquecido”, declarou. “Todos foram tratados com respeito e atenção. Com dedicação e consideração. Com obras e programas sociais”. Richa também ressaltou que o esforço para o equilíbrio das contas públicas, que além de restabelecer a capacidade investimentos do

Estado, fez com que o Paraná gastasse menos com a máquina pública. Durante seu discurso de despedida, Richa fez um balanço dos investimentos feitos em sua gestão. “Essa conquista é de todos nós e precisa ser preservada”, sustentou ele. “O resultado é que temos uma taxa de investimentos que chega 10,5% das receitas próprias. O Paraná de hoje é um canteiro de obras”.

»CAGED

Ibaiti tem saldo positivo na geração de empregos

Agricultura foi o setor que mais empregou trabalhadores formais em Ibaiti Da Assessoria

Ibaiti teve saldo positivo na geração de empregos formais no mês de fevereiro deste ano, segundo o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) do Ministério do Trabalho. Do total dos 24 municípios da região, 21 tiveram saldo negativo ao encerrar o mês com mais demissões do que admissões. Com quase 32 mil habitantes, Ibaiti se destacou na região com 170 admissões contra 129 demissões no mesmo período, obtendo um saldo positivo de 41 empregos formais no mês de fevereiro. O setor que mais contribuiu foi o da Agricultura, com 40,8%, seguido pelo Comércio,

responsável por 28,8% dos postos de trabalho. O setor de Serviços e Indústria vem na sequência, com respectivamente 24,5% e 5,9%. A Agência do Trabalhador de Ibaiti, localizada na Rua José de Moura Bueno, 267, em frente à Prefeitura Municipal, tem a função de prestar um serviço público de qualidade, visando a colocação do trabalhador, encaminhando-o para o mercado de trabalho, facilitando a intermediação entre empresa e trabalhador, bem como, atendendo as necessidades de mão de obra das empresas contratantes. Neste mês de abril através da Agência do Trabalhador já foram preenchidas mais 51

Antônio de Picolli

vagas de empregos por uma empresa de pavimentação asfáltica que fará a recuperação do trecho da BR-153 entre Ibaiti e Ventania, 18 vagas por uma nova rede de farmácias que está se instalando na cidade e 22 empregos formais por uma indústria de compensados e outra de álcool. Segundo o Ipardes (Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico Social), ligado à Secretaria de Planejamento e Coordenação Geral, o processo de recuperação do emprego no Paraná pode ser fortemente atribuído às microempresas do Estado. O Paraná começou o ano de 2018 gerando 6.195 empregos em microempresas.


Cotidiano A-5

TRIBUNA DO VALE

Sábado e domingo, 07 e 08 de abril de 2018

Rotam prende homem em flagrante por posse irregular de arma de fogo

PINHALÃO Acusado pagou R$ 1 mil de fiança para responder pelo crime em liberdade Da Redação

Um homem foi preso em flagrante por policiais da Rotam no início da madrugada desta sexta-feira (6), em Pinhalão, pelo crime de posse irregular de arma de fogo. De acordo com a PM, a equipe fazia o patrulhamento pela avenida Gerald Vieira, quando avistou um homem correndo próximo ao terminal rodoviário da cidade. O suspeito entrou em uma caminhonete Ford F4000, de cor vermelha, e seguiu sentido à avenida Renato Ogando Vanzeli, onde foi interceptado e recebeu voz de abordagem. Durante a revista, nada de ilícito foi encontrado com o

motorista. No entanto, durante as busca no interior do veículo os policiais localizaram sobre o painel uma bolsa de cor preta contendo um revolver calibre .38 (Smith Wesson), o qual estava carregado com quatro munições intactas, junto a outros quatros cartuchos deflagrados. Indagado sobre o motivo da pressa, o suspeito informou que estaria indo ajudar um amigo. O motorista e a arma foram apresentados na Delegacia de Polícia Civil de Tomazina. O titular da unidade, Isaías Fernandes Machado, informou que o preso permaneceu calado durante o interrogatório, e que pagou R$ 1 mil de fiança para responder pelo crime em liberdade.

Divulgação

Suspeito portava revólver com munições intactas e deflagradas, mas permaneceu calado

SEGURANÇA

JACAREZINHO

Motociclista morre em colisão contra poste na Avenida Brasil

Jigavo França

Governador entrega 150 novas viaturas para a Polícia Militar

Jaelson Lucas / AEN

Luciano Almeida atingiu um poste com a motocicleta que conduzia; morte instantânea Jigavo França - Portal JNN

Luciano Donizetti Almeida, 37, morreu na noite de quinta-feira (5) após bater a motocicleta que conduzia contra um poste na avenida Brasil, próximo ao trevo da BR-153, em Jacarezinho. O acidente foi registrado

INÉDITO

pouco antes das 23 horas. A vítima completaria 38 anos no próximo sábado (7). Ele era morador no bairro Parque Santa Albertina, popularmente conhecido por ‘Papagaio’. Equipes da Polícia Militar fizeram a segurança do local até a chegada da Polícia Civil

Paraná terá uma mulher no Comando-Geral da PM

e do Instituto Médico Legal (IML), que recolheu o corpo. Familiares da vítimas estiveram no local. O tráfego ficou lento na avenida, pois metade da via sentido cidade – rodovia ficou interditada pela PM, onde estava o corpo de Luciano.

AEN

Coronel Audilene Dias deixa a função de chefe do Estado maior para responder pelo Comando-Geral da PM Da Redação com AEN

Na solenidade de transmissão de cargo, a governadora Cida Borghetti deu posse a novos secretários de Estado e anunciou que pela primeira vez no Paraná uma mulher estará à frente do Comando-Geral da Polícia Militar. A Coronel Audilene Rosa de Paula Dias deixa a função de chefe do Estado maior para responder pelo Comando-Geral

da PM. Foi chefe também do 3º Comando Regional de Maringá, que abrange as regiões de Maringá, Paranavaí, Campo Mourão, Umuarama e Arapongas. Também comandou interinamente o 8º Batalhão de Paranavaí. No 4º Batalhão de Maringá passou pelo Pelotão de Trânsito, chefe da Seção de Inteligência e outros setores. Bacharel em Segurança Pública e em Direito, é formada em Ma-

gistratura pela Escola Superior de Magistratura do Paraná, tem especialização em Planejamento e Controle da Segurança Pública, além de especialização em Gestão de Pessoas. O coronel Maurício Tortato deixa o Comando-Geral da PM e assume a chefia da Casa Militar. O novo chefe do Estado Maior é o coronel Elio de Oliveira Manoel, que deixa o cargo de chefe da Casa Militar.

Dos 150 novos veículos, 120 são modelo Fiat/Palio Weekend e outros 30 são modelo Renault/Duster Da Agência Estadual

O governador Beto Richa entregou na quinta-feira (5), no Palácio Iguaçu, 150 novas viaturas para a Polícia Militar. No mesmo evento, assinou a lei que regulamenta o exercício de poder de polícia administrativa pelo Corpo de Bombeiros para atuação em eventos e locais onde tenha concentração de pessoas. As novas viaturas fazem parte do lote de 1.100 adquiridas pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Segurança Pública, com um investimento de R$ 112,3 milhões. “Com esta entrega, atingimos 3,3 mil viaturas no Paraná em pouco mais de sete anos. Em maio, vamos fechar 3,7 mil novos veículos destinados às forças policiais pelo nosso governo”, afirmou Richa. “É a maior aquisição de viaturas que o governo já fez”, salientou. Ele disse que os investimentos feitos pelo Estado na área de segurança pública, que inclui a contratação de 11 mil policiais desde 2011 e a aquisição de armamentos e equipamentos para as forças de segurança, ajudaram a diminuir os índices de criminalidade do Estado. “Os números atestam o resultado desses investimentos: a menor taxa de homicídios em dez anos. Temos um Paraná mais seguro e mais tranquilidade para todos os paranaenses”, afirmou. TODO O ESTADO A distribuição das viaturas pelo Estado é feita a partir de um planejamento estratégico elaborado pelas próprias instituições, tendo como base os

índices de criminalidade registrados nos municípios paranaenses, procurando atender todas as regiões do Estado. Dos 150 novos veículos, 120 são modelo Fiat/Palio Weekend e outros 30 são modelo Renault/Duster. O Governo do Paraná adquiriu, desde 2011, mais de 3 mil viaturas policiais. Uma licitação para compra de 1.400 veículos foi feita em 2012/2013 e outro 2016, que adquiriu 1.100 viaturas que estão sendo entregues desde o ano passado. “É um número significativo que melhora muito a qualidade das ações da polícia, permite um policiamento preventivo da PM muito mais eficiente e o policiamento investigativo também por parte da Polícia Civil com mais estrutura”, afirmou o secretário estadual da Segurança Pública e Administração Penitenciária, Julio Reis. “Com isso, aumentou muito o número de prisões diárias pela Polícia Militar. Temos em média de 200 prisões diárias no Paraná, reduzindo os índices de criminalidade no Estado”, acrescentou. INVESTIMENTOS Além da contratação de policiais e entrega de viaturas, o Governo do Estado investiu na aquisição de aparelhos e equipamentos especializados para as tropas. Foram compradas cerca de mil pistolas calibre 9 milímetros da marca Glock (utilizadas pelo FBI e pela Polícia Federal brasileira). O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Maurício Tortato, afirmou que essas medidas estruturantes dão melhores condições de

trabalho aos policiais. “O policial militar pode exercer o seu papel de forma mais eficiente e eficaz, voltados à segurança do cidadão”, disse. “Tivemos avanços para serem comemorados. Fechamos um círculo virtuoso no tocante à mobilidade e ostensividade da Polícia Militar”, afirmou coronel Tortato. CORPO DE BOMBEIROS A regularização do exercício de Polícia Administrativa pelo Corpo de Bombeiros é reflexo da chamada Lei da Boate Kiss (Lei 13.425/17), que estabelece as diretrizes gerais sobre medidas de prevenção e combate a incêndio e a desastres em estabelecimentos, edificações e áreas de reunião de público. De acordo com o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Fábio Mariano de Oliveira, o objetivo é proteger vidas e diminuir os danos ao meio ambiente e a patrimônios em caso de sinistros. “O Corpo de Bombeiros tem agora, dentro de uma hierarquia, não só a notificação, como pode até embargar algumas obras que não se adequarem às normas de segurança”, disse. A corporação também vai diminuir o valor da taxa de vistoria para incentivar a procura pela adequação dos prédios e estabelecimentos onde há a reunião de público, como templos religiosos, centros de convenções, estabelecimentos de lazer, bares e baladas. “Prevenção é sempre o carro-chefe do Corpo de Bombeiros. Porém, se precisar dar uma resposta às ocorrências, a corporação está preparada e equipada”, acrescentou coronel Fábio.


A-6 Atas & Editais MUNCÍPIO DE CAMBARÁ – PR PREGÃO PRESENCIAL 22/2018 2ª ALTERAÇÃO OBJETO: REGISTRO DE PREÇO DE SERVIÇO DE BALANCEAMENTO, ALINHAMENTO E FUNILARIA. Não havendo a participação de nenhum MEI, ME ou EPP no certame exclusivo, será aberto a sessão para concorrência geral em data e horário a ser oportunamente designada no mesmo local e conduzidos pelo Pregoeiro com o auxílio da Equipe de Apoio, designados nos autos do processo em epígrafe. ABERTURA: 24/04/2018 AS 09:00h LOCAL: AV. BRASIL, 1.229, CENTRO, CAMBARÁ - PR. DISPONIBILIDADE DO EDITAL RETIFICADO: REQUISITADO, GRATUITAMENTE, PELO E-MAIL: municipiocambara@gmail.com e Portal Transparência. Cambará, 06 de abril de 2018. JOSE SALIM HAGGI NETO PREFEITO SÚMULA DE RECEBIMENTO DE LICENÇA DE OPERAÇÃO IVANILDO DE JESUS BENEDETTI, CPF:531.926.059-87torna público que recebeu do IAP, a Licença de Operação para avicultura de corte instalada no Sitio São Pedro, bairro Monte Real, município de Santo Antonio da Platina-PR. SÚMULA DE RECEBIMENTO DE LICENÇA DE INSTALAÇÃO WALDER DE FREITAS AGUIAR, CPF:088.505.309-51 público que recebeu do IAP, a Licença de Instalação para avicultura de corte instalada no Sitio do Barreiro, bairro Barreiro, município de Barra do Jacaré-PR PRIMEIRO TERMO DE ADITIVO DE PRAZO CONTRATO 78/2017 – ID 5052017 TOMADA 15/2017 MUNICIPIO DE CAMBARÁ - JOSE SALIM HAGGI NETO. SIDINEI DA SILVEIRA ME - CNPJ 08.435.427/0001-24 OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA AMPLIAÇÃO DO CEMITÉRIO MUNICIPAL. DO ADITIVO: Fica prorrogado o prazo de execução da obra de 07 de abril de 2018, para 06 de junho de 2018, em conformidade com o art. 57, § 1º, inciso II da Lei 8.666/93. No contrato original permanecem inalteradas as demais condições e cláusulas, não modificadas por este instrumento, declarando-se nesta oportunidade a ratificação das mesmas. Cambará 06 de abril de 2018. JOSE SALIM HAGGI NETO PREFEITO CÂMARA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO DO PINHAL EXTRATO DO CONTRATO ADMINISTRATIVO N° 003/2018 PROCESSO ADMINISTRATIVO N° 005/2018 DISPENSA DE LICITAÇÃO N°005/2018 Data da assinatura: 03 de abril de 2018. Contratante: CÂMARA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO DO PINHAL. CNPJ: 77.778.751/0001-68 Contratada: INSTITUTO FILADÉLFIA DE LONDRINA CNPJ: 78.624.202/0001-00 Modalidade: Dispensa de Licitação - Lei Federal nº 8.666/1993, art. 24, XIII. Objeto: Contratação de Instituição para prestação de serviços especializados de planejamento, organização e realização de Concurso Público de Provas Objetivas para a seleção de candidatos para provimento de vagas em cargos de Nível Médio para atender a Câmara Municipal de Ribeirão do Pinhal – Paraná, com o fornecimento completo de recursos materiais e humanos e a execução de todas as atividades envolvidas e correlatas, em especial com a elaboração, impressão, aplicação e correção das provas, assim como toda e qualquer logística necessária à execução dos serviços. Valor Global: R$ 10.500,00 (dez mil e quinhentos reais), até 400 (quatrocentos) candidatos; R$ 30,00 (trinta reais) por candidato adicional). Vigência: 90 (noventa) dias, a partir da data da assinatura do contrato. Ribeirão do Pinhal, 03 de abril de 2018. WILLIAN ANTONIO DE PAIVA Presidente do Legislativo CÂMARA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO DO PINHAL = P O R T A R I A N° 030/2018 = O Senhor WILLIAN ANTONIO DE PAIVA, Presidente da Câmara Municipal de Ribeirão do Pinhal, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais: R E S O L V E: Nomear a servidora Eluane de Lima Corrales, ocupante do cargo de Auxiliar Legislativo, como fiscal para o acompanhamento da execução do Contrato Administrativo nº 003/2018, do Processo Administrativo nº 005/2018, Dispensa de Licitação nº 005/2018. Secretaria da Câmara Municipal de Ribeirão do Pinhal, 06 de abril de 2018. WILLIAN ANTONIO DE PAIVA Presidente do Legislativo CÂMARA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO DO PINHAL EXTRATO PARA PUBLICAÇÃO CÂMARA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO DO PINHAL PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 009/2018 INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO N° 002/2012 Objeto: Contratação da Companhia de Saneamento do Paraná – SANEPAR, concessionária de serviço público, para o fornecimento de água e serviço de esgotamento sanitário à Câmara Municipal, com valor anual estimado em R$ 2.000,00 (dois mil reais). Fornecedor: COMPANHIA DE SANEAMENTO DO PARANÁ - SANEPAR CNPJ: 76.484.013/0001-45 Valor estimado: R$ 2.000,00 (Dois mil reais). Embasamento: Artigo-25 – caput da Lei Federal 8.666/93 e alterações; Ribeirão do Pinhal, 06 de abril de 2018. WILLIAN ANTONIO DE PAIVA Presidente do Legislativo CÂMARA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO DO PINHAL EXTRATO PARA PUBLICAÇÃO CÂMARA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO DO PINHAL PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 008/2018 INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO N° 001/2018 Objeto: Contratação da empresa pública Copel Distribuição S.A., CNPJ n° 04.368.898/0001-06, para o fornecimento de energia elétrica à Câmara Municipal, pelo período de 12 (doze) meses, com valor anual estimado em R$ 5.000,00 (cinco mil reais). Vencedor: COPEL DISTRIBUIÇÃO S. A. CNPJ: 04.368.898/0001-06 Valor estimado: R$ 5.000,00 (cinco mil reais). Embasamento: Artigo-25 – caput da Lei Federal 8.666/93 e alterações; Ribeirão do Pinhal, 06 de abril de 2018. WILLIAN ANTONIO DE PAIVA Presidente do Legislativo MUNICIPIO DE CAMBARÁ - PR Dispensa Nº 12/2018 Processo nº 1528/2018 – Secretaria de Infraestrutura Urbana Objeto: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM SERVIÇOS DE IMPLANTAÇÃO DE 50 POSTES DE CONCRETO COM 9 METROS DE COMPRIMENTO E (DAN 200) PARA REPOSIÇÃO DE ILUMINAÇÃO. Homologo para todos os fins de direito, o objeto da Dispensa de Licitação nº 12/2018, à empresa vencedora JOAO PAULO VIEGAS TERRAPLANAGEM ME, inscrita no CNPJ: 28.353.980/0001-25, tendo como objeto de CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM SERVIÇOS DE IMPLANTAÇÃO DE 50 POSTES DE CONCRETO COM 9 METROS DE COMPRIMENTO E (DAN 200) PARA REPOSIÇÃO DE ILUMINAÇÃO. O valor global é de R$ 3.950,00 (três mil novecentos e cinquenta reais) e está em conformidade com o Art. 24, Inciso II, da Lei Federal nº 8.666/93 e suas alterações. Cambara, 06 de abril de 2018. JOSÉ SALIM HAGGI NETO Prefeito

TRIBUNA DO VALE Sábado e domingo, 07 e 08 de abril de 2018

A RTIGO Marcello Richa

Novos caminhos

Sempre que penso em gestão pública, lembro-me do meu avô. Não de suas obras ou conquistas do passado, que foram muitas, mas do seu jeito de pensar sempre á frente do seu tempo. Ele mostrou que o desenvolvimento passa por transformações que muitas vezes assustam as pessoas que estão engessadas em sistemas antigos e que a ousadia e diálogo são ferramentas essenciais para superar adversidades. Vivemos ainda as graves consequências da pior crise econômica da história do Brasil, que atinge diretamente as administrações municipais. Dessa forma, é cada vez mais relevante aplicar metodologias que fujam do padrão público tradicional, com propostas que atendam as realidades de cada região e sejam atraentes para a população, iniciativa privada e terceiro setor. Isso exige ao representante público estar sempre próximo das comunidades para conhecer suas demandas e vocações, que irão orientar um planejamento eficiente para economizar recursos, estimular parcerias e executar políticas que promovam, efetivamente, a melhoria da qualidade de vida e o desenvolvimento estrutural e econômico. Foi com esse objetivo que aceitei o convite do prefeito Rafael Greca para assumir a Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude de Curitiba. Nesse período tive o privilégio de trabalhar com uma equipe qualificada e dedicada, que acreditou e ajudou a construir uma gestão inovadora que em pouco tempo trouxe grandes avanços ao município. Fortalecemos a intersetorialidade com outras pastas, com destaque para o trabalho com a Secretaria Municipal da Educação no desenvolvimento do programa Escola+Esporte=10 (EE10), que ampliou em 62% o número de vagas para crianças e adolescentes nas atividades esportivas de contraturno escolar. Também formalizamos parcerias com a iniciativa privada, federações, clubes e entidades, permitindo criar novas turmas para atividades sistemáticas e promover ações como a Virada Esportiva, que se tornou o maior evento esportivo da história de Curitiba. Outros destaques ficam com a ampliação em 29% do número de vagas para atividades com idosos, a retomada das Audiências Públicas Jovens, o aumento do número de atletas e entidades com projetos de iniciação esportiva e alto rendimento beneficiados pela Lei Municipal de Incentivo ao Esporte. Em março criamos o Lazer no Clube, que pela primeira vez abriu as piscinas públicas para atividades e convívio familiar nos finais de semana. Foram diversas conquistas que nos encheram de orgulho e que ampliaram os horizontes em relação ao potencial de construção e transformação do poder público. É sempre difícil saber o momento certo de mudar, especialmente quando gostamos do ambiente e área que trabalhamos, mas aceitei o desafio de levar essas experiências de sucesso para diferentes municípios por acreditar que chegou à hora de trilhar novos caminhos que venham a contribuir para o desenvolvimento do Paraná. Assim, no dia 6 de abril, irei me descompatibilizar da secretaria e voltarei a promover encontros, ações, ciclos de debates e palestras em todo o estado por meio do Instituto Teotônio Vilela. Agradeço a todos que, com sua dedicação, histórias e ideias me ajudaram a ampliar o trabalho na área de esporte, lazer e juventude em Curitiba. Tenho certeza que novos projetos irão surgir e permitir que possamos continuar atuando juntos na construção de políticas públicas que resultem em melhores condições e oportunidades para todos. Marcello Richa é presidente do Instituto Teotônio Vilela do Paraná (ITV-PR) Guilherme Dala Barba Assessoria de Imprensa - ITV-PR (41) 98821-0875

SÚMULA DE REQUERIMENTO DE LICENÇA PRÉVIA LUCAS RIBEIRO ROCHA, CPF: 087.988.169-00 torna público que irá requerer ao IAP, a Licença Prévia para avicultura de postura a ser implantada no Sitio Beira Rio, bairro Agua das Perobas, município de Abatia-PR. PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARÁ AVISO A PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARÁ, de acordo com a Lei de Responsabilidade Fiscal, convida autoridades, as Entidades representativas do Município e toda a população em geral para participar da AUDIÊNCIA PÚBLICA, visando apreciação da LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS e seus Anexos para o exercício de 2019, do Município de Cambará-PR, a ser realizada no Recinto da CÂMARA MUNICIPAL no dia 13 de abril de 2018, (Sexta- feira), à partir das 13:30 hrs. Cambará, 13 de Abril de 2018. ROGÉRIO DI CREDO GILIOLI Secretário Municipal de Planejamento PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARÁ PORTARIA N.º 98/2018 “Prorroga em 15 dias o prazo para conclusão dos trabalhos da Comissão instituída pela Portaria nº 74/2018”. JOSÉ SALIM HAGGI NETO, Prefeito Municipal de Cambará, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais, conferidas pela lei orgânica do Município; Considerando a importância do exercício do poder disciplinar, como garantia da ordem administrativa; Considerando que a Administração Pública possui na Sindicância e no processo disciplinar os instrumentos legítimos para apuração de irregularidades no serviço público; Considerando o disposto no Ofício nº 03/2018 da Comissão de Sindicância instituída pela Portaria nº 74/2018; R E S O L V E: Art. 1º. Fica, a partir da publicação da presente, prorrogado em 15 (quinze) dias o prazo para conclusão da apuração dos fatos, objeto da Comissão, ora instituída pela Portaria nº 74/2018. Art. 2º. Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. Registre-se. Publique-se. Cumpra-se. Prefeitura Municipal de Cambará, 06 de março de 2018. JOSÉ SALIM HAGGI NETO Prefeito Municipal AUDIÊNCIA PÚBLICA DO MONITORAMENTO DO PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO A Secretaria Municipal de Educação e Cultura do Município de Cambará – Paraná divulga para conhecimento público que, no dia 11 de abril de 2018, a partir das 17h no Espaço Cultural “Prof. Nilza Furlan”, na Av. Brasil n.º 1192, realizar-se à AUDIÊNCIA PÚBLICA para a apresentação do Monitoramento do PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, objetivando a garantia da participação popular, conselhos e associações representativas da comunidade. Cambará, 06 de março de 2018 CLAUDIA HELENA NEGRÃO BATISTA Secretária Municipal de Educação e Cultura Portaria 10/2018 SÚMULA DE REQUERIMENTO DE LICENÇA DE OPERAÇÃO DE REGULARIZAÇÃO HENRI MARTINUS KOOL, torna público que irá requerer ao IAP, LICENÇA DE OPERAÇÃO DE REGULARIZAÇÃO, para ATIVIDADE DE BOVINOCULTURA, situado na CHÁCARA CRISTINA, s/n, município de ARAPOTI.


Geral A-7

TRIBUNA DO VALE

Sábado e domingo, 07 e 08 de abril de 2018

Sicredi apresenta crescimento de 20% em 2017 ECONOMIA Poupança teve destaque em depósitos, com incremento de 39,4%, alcançando R$ 9,59 bi

Antônio de Picolli

Fachada da agência do Sicredi de Santo Antônio da Platina Da Assessoria

O Sicredi – instituição financeira cooperativa com mais de 3,7 milhões de associados e atuação em 21 estados brasileiros – anuncia os resultados financeiros auditados de 2017. No ano passado, a instituição registrou 20% de crescimento, alcançando o resultado líquido de R$ 2,35 bilhões. Os ativos totais apresentaram crescimento de 17,3%, na comparação com o ano anterior, chegando a R$ 77,3 bilhões. Em patrimônio líquido, o Sicredi também conquistou resultado positivo, com aumento de 18,2%, totalizando R$ 12,8 bilhões. O

Índice de Basileia Aglutinado (análise gerencial que compara o patrimônio de referência de todas as entidades do Sistema com os riscos de suas atividades) foi de 24,03%, em dezembro de 2017, o que representa confortável situação patrimonial. Os depósitos totais cresceram 17,5%, com volume de R$ 50,4 bilhões. A poupança foi a categoria que apresentou o melhor desempenho, com aumento de 39,4%, alcançando R$ 9,59 bilhões de carteira. Na sequência, estão os “depósitos à vista”, com incremento de 23,9%, totalizando R$ 7,16 bilhões. “O ano d e 2 0 1 7 foi

um dos melhores da traj e t ó r i a d o S i c re d i , p o i s continuamos contribuindo fortemente com os nossos associados e com o desenvolvimento local. Conquistamos um crescimento sólido em indicadores financeiros, mesmo com todas as adversidades d o c e n á r i o e c o n ô m i c o. Também cabe destacar o processo de transformação dig it a l p or meio do qual estamos realizando a substituição progressiva dos sistemas que processam os nossos produtos e ser viços (core bancário) e o d e s e nvolv i me nto d a nossa plataforma digital Wo op Sicredi”, af ir ma o presidente-exe c ut ivo do

Banco Cooperativo Sicredi, João Tavares. A c ar te i r a d e c ré d ito totalizou R$ 43,9 bilhões no final de dezembro de 2017, aumento de 21,1% na comparação com o mesmo período no ano anterior. Desse total, R$ 25,2 bilhões foram destinados para o crédito geral, enquanto o crédito rural recebeu R$ 18,7 bilhões. A taxa de inadimplência fechou 2017 com 1,74%, apresentando decréscimo de 0,64 pontos percentuais na comparação com dezembro de 2016. As receitas de serviços somaram R$ 1,56 bilhão, aumento de 21,0% nos últimos 12 meses, com

destaque para as receitas originárias de tarifas e ser viços bancários (R$ 6 1 9 , 4 m i l hõ es), s eg u ros (R$ 263,7 milhões), cartões (R$ 219,8 milhões), cobranças (R$ 212,0 mil hõ e s ) e c ons órc i o s ( R $ 141,0 milhões). Tamb é m n o an o p a s sado, o Sicredi – pioneiro em cooperativismo de crédito no País e modelo de governança no segmento – atingiu a marca de 1.575 agências, em 21 est ados brasileiros, com um portfólio que oferece mais de 300 soluções financeiras para os associados. A instituição financeira cooperativa conta com 22,8 mil colaboradores em 1.212 ci-

dades. Em 199 municípios, o Sicredi é a única instituição financeira presente. Sobre o Sicredi O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão valoriza a participação dos 3,7 milhões de associados, os quais exercem um papel de dono do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 21 estados*, com mais de 1.500 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros. Mai s i n for m a ç õ e s e st ã o disponíveis em www.sicredi.com.br.

EDUCAÇÃO

Prazo para pedir isenção no Enem é ampliado para 15 de abril

Divulgação

Serviços de Encomendas da Emp. Princesa do Norte

As encomendas transportadas em ônibus não aguardam lotação e seguem no primeiro horário, Inúmeras viagens cobrem diariamente mais de 150 cidades nos Estados de São Paulo, Paraná,Minas Gerais, Goiás, Sta Catarina e Distrito Federal .

Curitiba – PR :

Rua Jackson Figueiredo, 72 - Parolim (garagem) Fone: (41) 3332-1244 / 3332- 5526 /3030-1078

Londrina -PR :

R. Antônio Mano, 1065 Jd. Pacaembu ( garagem da Til ) Fone: (43) 3329-0630

São Paulo -SP :

Av. Comendador Martinelli, 276 – Água Branca ( garagem) Central: 3333-7900 Tem direito a isenção participante que declarar vulnerabilidade socioeconômica Sabrina Craide – Repórter da Agência Brasil

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) prorrogou o prazo para solicitação de isenção da taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A data final, inicialmente marcada para 11 de abril, foi adiada para o dia 15 de abril. Também foi prorrogado o prazo para os candidatos que tiveram isenção no ano passado e faltaram aos dois dias de prova justificarem sua ausência, para continuar tendo o benefício. Segundo o Inep, o objetivo da mudança é dar mais tempo

para que os participantes possam se adequar às novidades desta edição, “garantindo, assim, a isonomia a todas as pessoas com direito à gratuidade da taxa de inscrição do Exame”, diz o instituto. Tanto o pedido de isenção como a justificativa de ausência devem ser feitas na Página do Enem 2018. Todos os interessados em fazer o Enem 2018, isentos ou não, deverão fazer a inscrição no exame entre 7 e 18 de maio. Quem pode pedir isenção Tem direito à isenção os estudantes que estejam cursando a última série do ensino médio neste ano em escolas da rede pública, ou que tenham cursado todo o ensino médio

em escola da rede pública ou como bolsista integral na rede privada e tenham renda per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio. Também pode solicitar isenção o participante que declarar situação de vulnerabilidade socioeconômica por ser membro de família de baixa renda e que esteja inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). Neste ano, também são isentos os participantes do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) do ano passado, que tenham atingido a nota mínima do exame.

Brasília -DF :

S.G.C.V. Sul lote 18 (garagem ) Fone: (61) 3362-9651

Uberlândia -MG :

Av. Estrela do Sul, 758 Martins ( garagem ) Fone: (34)3235-4585

Avaré -SP :

Av. Pará,791 Terminal Rodoviário Fone: (14) 3733-5090

EMPRESA PRINCESA DO NORTE S/A. Matriz: Rua 24 de Maio, 253-A - Vila Claro CEP: 86.430-000 - Santo Antônio da Platina - PR Fone: (43) 3534-8400 - Fax (43) 3534-1616 Informações: (43) 3534- 1826 site: www.princesadonorte.com.br

QUALIDADE, SEGURANÇA E EFICIÊNCIA COM SUAS ENCOMENDAS


A-8 Cidades

TRIBUNA DO VALE

Sábado e domingo, 07 e 08 de abril de 2018 Emater

Tarde de Tanque reúne produtores de peixes em Santa Mariana

Emater leva tecnologia à produção de peixes em tanques escavados

Emater

NORTE PIONEIRO » A “tarde de tanque” é uma metodologia utilizada com bastante sucesso na região, com grande número de participantes Da Assessoria

Na região do Norte Pioneiro, a Emater trabalha para promover a divulgação de tecnologias para a produção intensiva de peixes em viveiros de tanques e s c av a d o s . C o m o p a r t e dest a est ratég i a promo veu no final de março, em Santa Mariana, um evento técnico chamado "tarde de tanque", na propriedade d o p i s c i c u l t o r A nt ô n i o Au g usto d e Paiv a Ne to, que é referência na criação de tilápias em tanques e s c av a d o s , ond e c u lt iv a uma área de 3,5 hectares de lâmina de água. A “tarde de tanque” é uma metodologia utilizada com bastante sucesso n a r e g i ã o, c o m g r a n d e número de participantes, por apresentar resultados in loco, com a divulgação

de informações tecnológicas e resultados econômicos, baseados na realidade da propriedade utilizada para realização do evento. In f o r m a ç õ e s d e g r a n d e utilidade para produtores que já estão na atividade e também para aqueles que analisam a possibilidade de ingressar neste negócio. E ste e ve nto d e S ant a Mariana aconteceu com a parceria de empresas que estão investindo forte no setor de piscicultura e que acreditam no potencial da atividade na região. A empresa Induscava apresentou aeradores, alimentadores automáticos e geradores, equipamentos fundamentais para o desenvolvimento da atividade dentro do modelo de produção intensiva, e a SuperBac, empresa ligada ao ramo da biotecnologia, mostrou os produtos

Evento foi realizado na propriedade do piscicultor Antônio Augusto de Paiva Neto - referência na criação de tilápias

desenvolvidos para melhoria da qualidade da água, que também é fundamental no processo de criação de

peixes. Eventos como este têm se tornado uma rotina na reg i ão e cont r ibuído para mudança de compor-

tamento dos piscicultores, que estão investido cada vez mais em tecnologias que contribuem para au-

mento da produtividade, da lucratividade e fortalecem toda a cadeia produtiva da piscicultura da região.

UENP

Centro de Odontologia promove aula inaugural sobre saúde mental

Divulgação

Da Assessoria

O Centro Acadêmico de Odontologia José Sidney Roque (CAO) da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) promoveu aula inaugural com o tema “Saúde Mental do Contexto Universitário: Um Diálogo Necessário”. O evento aconteceu no Auditório da Clínica Odontológica da UENP, no Campus de Jacarezinho, na terça-feira, 3 de abril. Além do debate, o evento teve como objetivo apresentar aos alunos as instituições estudantis e as instalações do curso de Odontologia da UENP. Por isso, participaram com falas a presidente do CAO, Laura Camargo, a presidente da Associação Atlética IX de Outubro, Aline Rover, e a presidente da Bateria Ixteria, Marcela Malaguitti. As falas foram sucedidas por uma apresentação da bateria do curso.

O tema voltado à saúde mental dos estudantes foi escolhido por ser extremamente atual e condizente com a realidade do ensino superior, segundo a presidente do CAO, Laura Camargo. Para falar sobre essa questão, a organização convidou o professor e psicólogo Marcos Antonio Hoffmann Nunes para ministrar a palestra. O palestrante do evento, mestrando em Psicologia e Sociedade pela Unesp, é especialista nas áreas de Cultura, Tecnologia e Ensino (UTFPR) e Gênero e Sexualidade (UERJ). “Debater saúde mental no contexto universitário é uma boa ferramenta de prevenção, bem como abre espaço para pensar questões que têm impacto direto no desenvolvimento acadêmico e pessoal. O silenciamento produz doença enquanto o diálogo produz vida e saúde”, afirma o palestrante.

Para a presidente do CAO, o evento teve uma ótima recepção, tal como a de 2017, cujo tema era empreendedorismo. “Bastante gente veio agradecer. Disseram que adoraram e que estes debates são necessários. Para mim, foi um sucesso, e as falas dos professores também foram muito assertivas”, comenta Laura. Para a acadêmica de Odontologia do 4º ano, Geovana Moretti, eventos como esse ajudam na motivação dos estudantes e no incentivo a um ambiente de maior harmonia entre alunos, docentes, família e comunidade. “Esses momentos acrescentam à nossa vida acadêmica. Foi uma palestra boa de assistir e bem aberta à participação. Para a maioria de nós, alunos, a universidade é uma nova fase, e pode vir acompanhada de cobranças excessivas e desmotivação. O centro acadêmico mais um vez acertou em

Professor e psicólogo Marcos Hoffmann Nunes fala aos acadêmicos de Odontologia

cheio na aula inaugural. Era exatamente o que os alunos precisavam”, relata. O diretor da Clínica de Odontologia, professor João Lopes Toledo Neto, diz ter dado todo o apoio à realização do evento, especialmente em um contexto em que Universidade, alunos e comunidade combinam esforços para dar melhores condições psicológicas aos acadêmicos. “É um assunto muito im-

portante. As pessoas sofrem pressões de todos os lados e isso pode afetar o emocional. No curso de Odontologia, a estabilidade emocional é fundamental, pois o profissional está lidando com vidas humanas. Em momentos de dificuldades emocionais, ele pode não executar corretamente seu trabalho”, diz. O diretor do Campus de Jacarezinho, Fábio Antonio Neia Martini, parabenizou o CAO

pela realização e organização do evento. “Foi com grande satisfação que participei da aula inaugural realizada pelo Centro Acadêmico de Odontologia. Essa organização denota uma grande maturidade de nossos estudantes. A escolha do tema discutido na palestra vem ao encontro dos anseios de toda a comunidade universitária no sentido de garantir melhores condições para a realização dos cursos”, acentuou.

3572  

TRIBUNA DO VALE

3572  

TRIBUNA DO VALE

Advertisement