Issuu on Google+

cmyb

Terça-feira 260 150

DIRETOR: BENEDITO FRANCISQUINI

17 DE JUNHO DE 2014

ANO XVII - N0 2651- R$ 1,00

www.tribunadovale.com.br

DENÚNCIA

Bolsistas da UENP denunciam atraso no repasse dos benefícios Antônio de Picolli

CIDADES

Alunos da Universidade Estadual do Norte Pioneiro (UENP) alegam estar sendo prejudicados pela instituição por conta da demora no repasse dos valores dos recursos do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica e de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (Pibic), que segundo acusam, estariam sendo pagos com até 40 dias de atraso. O benefício, bastante criterioso para se obter, garante aos universitários o pagamento de boa parte das despesas pessoais. No entanto, o atraso no repasse do recurso estaria comprometendo o orçamento dos alunos. A pró-reitoria de Finanças da UENP nega os atrasos e diz que está pagando as bolsas de acordo com os repasses e seus vencimentos.

Obra interrompe abastecimento em Tomazina amanhã „

PÁG. A5

LUTO

Enfermeiro platinense morre aos 30 anos „

TRIBUNAL DE CONTAS

Julgamentos de municípios correm risco de anulação

PÁG. A3

PROFLETRAS

UENP oferece mestrado profissional em Letras „

PÁG. A4

Bolsistas da UENP denunciam que estão sendo prejudicados pelo atraso no pagamento dos benefícios

PÁG. A4

EMATER

PÁG. A3

PECUÁRIA

Lista de espera para Cmeis tem 216 crianças

Antônio de Picolli

Técnicos debatem virose do maracujá Técnicos da Emater de Santo Antônio da Platina se reuniram na semana passada na propriedade da empresária Andrea Vaz em Guapirama para debater medidas de enfrentamento da virose do maracujá. O encontro foi uma iniciativa para informar aos produtores de maracujá as práticas adotadas no combate à doença, que já vem causando problemas aos pequenos agricultores da região de Santo Antônio da Platina. „

PÁG. A5

A YAZAKI DO BRASIL POSSUI VAGAS PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA, OS INTERESSADOS EM PARTICIPAR DE PROCESSO SELETIVO, DEVERÃO ENVIAR CURRÍCULUM PARA A EMPRESA NA RUA ARTUR CELESTINO DA SILVA, 600, FAZENDA BOI PINTADO.

Creche no centro da cidade em fase final de construção terá 60 vagas para crianças de 0 a 5 anos

O recadastramento para atendimento nos Centros Municipais de Educação Infantil de Santo Antônio da Platina realizado nos dias 24 e 25 de maio – e depois estendido até o dia 30 do mesmo mês - apontou uma fila de espera de 216 crianças de zero a quatro anos de idade. Esse número deve subir nos próximos meses por conta de novos interessados. A lista foi publicada no Diário Oficial e também está exposta na recepção da Secretaria Municipal da Educação. As matrículas vão obedecer a ordem de solicitação pela vaga. „

PÁG. A8

cyan magenta yellow black


A-2 Opinião

TRIBUNA DO VALE Terça-feira, 17 de junho de 2014

Alagoas é um minúsculo estado da Federação. Tem um litoral lindo, mas não tem indústrias e vive da cana e do turismo” Renato Follador

Trabalhadores, inves!dores e a população toda que acreditou na Petrobras perderam as suas economias de 40 anos economizando e guardando e foi quando a Petrobras desvalorizou 70% do seu valor por má administração do governo federal.” J.A.Puppio

E DITORIAL

Uma reunião para justificar Nos dias 27 e 28 de maio, o Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) fez sua reunião de número 183, na qual foi mantida a taxa básica de juros, a Selic, em 11% ao ano. Participaram da reunião oito membros do órgão, mais sete chefes de departamento do Banco Central (B C). Além de def inir a taxa de juros, o Copom faz análise da economia para justificar sua decisão e a ata publicada é rica em informações sobre os principais indicadores econômicos e as expectativas sobre os rumos do país. Os capítulos principais abordados nessa ata foram a evolução recente da economia, a avaliação prospectiva das tendências da inflação e a implementação da política monetária. A decisão de manter a Selic em 11% pode ser exHORÁRIO DE FECHAMENTO

22:10

plicada por alguns fatores já conhecidos. O primeiro tem a ver com a taxa de inflação, que ficou em 6,28% no acumulado de 12 meses, abaixo do teto da meta, que é de 6,5%. Vale lembrar, entretanto, que o alvo do BC é perseguir a meta de 4,5%, com margem de tolerância de dois pontos porcentuais para mais ou para menos. Os 6,5% são um teto tolerável, mas não deveriam ser a inflação buscada. A julgar por esse ponto, o BC poderia ter elevado a taxa de juros, principalmente porque os preços livres têm aumentado acima de 7% ao ano, e o grupo de alimentos e bebidas havia registrado, em abril, elevação de 14% no acumulado de 12 meses. Como nas últimas semanas, houve certo arrefecimento do ímpeto altista dos preços; por esse ponto, o BC

optou por não elevar a Selic. Outro ponto que colaborou para a manutenção da taxa de juros foi o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IB C-Br), que faz estimativa para a produção mensal dos três setores da economia (primário, secundário e terciário). O fato é que, mais u ma ve z , o c re s c i me nto anual do Produto Interno Bruto (PIB) ficará muito abaixo da pre vis ão feit a pelo governo no início do ano e já há quem fale em 1%. Apesar da decisão de manter a Selic nos 11%, o BC faz comentários sobre a inflação, sugerindo que não haverá tolerância do órgão com eventual elevação dos preços acima do teto da meta. Pelo contrário: a ata afirma que mesmo a taxa de 6,28% não é a meta (que, lembremos, é de 4,5%) e ex-

C HARGE

plica seus malefícios. Na ata, o BC diz textualmente: “O Copom ressalta que a evidência internacional, no que é ratificada pela experiência brasileira, indica que taxas de inflação elevadas geram distorções que levam a aumentos dos riscos e deprimem os investimentos. Essas distorções se manifestam, por exemplo, no encurtamento dos horizontes de planejamento das famílias, empresas e governos, bem como na deterioração da confiança de empresários. O Comitê enfatiza também que taxas de inflação elevadas subtraem o poder de compra de salários e de transferências, com repercussões negativas sobre a confiança e o consumo das famílias. Por conseguinte, taxas de inflação elevadas reduzem o potencial de crescimento

chargeonline.com.br

da economia, bem como de geração de empregos e de renda”. Esses pontos destacados na ata sugerem que o BC tem disposição para elevar a taxa de juros a fim de conter a inflação e somente não o fez em razão do fraco desempenho do PIB. Eventual aumento da taxa Selic agora poderia contribuir para desaquecer ainda mais a economia, com consequências negativas sobre o nível de emprego. Embora não tenha dito explicitamente, o Copom certamente levou em conta a elevação da taxa de desemprego que, segundo o IBGE, passou dos 7% da população economicamente ativa. A conjugação de crescimento baixo, inflação alta e desemprego crescendo indica que o atual momento da economia brasileira não é bom.

Segundo o Copom, também o cenário internacional passa por restrições que dificultam a situação brasileira. Exemplo disso é o déficit brasileiro de mais de US$ 81,6 bilhões nas transações correntes no acumulado de 12 meses (diferença entre as importações e exportações de mercadorias e serviços). A ata do Copom faz algumas previsões otimistas e sinaliza que os problemas atuais tendem a ser revertidos, prevendo melhoria de alguns indicadores mais à frente, mas sem muito otimismo. Tanto o BC quanto seu Comitê de Política Monetária são órgãos do governo; logo, suas análises mais duras não vêm de setores de oposição. Justamente por isso, devem ser olhadas com atenção e como sinal de alerta para o risco de problemas mais à frente.

A RTIGO

NESTA EDIÇÃO TEM

J.A.Puppio

08 PÁGINAS CADERNO PRINCIPAL - OPINIÃO - POLÍTICA - GERAL - CIDADES - COTIDIANO - ESPORTES - AGRONEGÓCIO

A 01 - 08 A 02 A 03 A 04 A 05 A 06 A 07 A 08

O BRASIL SEM FUTURO

Nosso problema é que aqui no Paraná não sabemos ser adversários, mas inimigos; e para toda a vida. Talvez a colonização europeia do estado, de povos que guerrearam entre si a vida inteira, explique um pouco isso, mesmo nenhuma guerra justificando em qualquer época a paz dela resultante. Vem eleição aí. Não basta escolher o melhor se em torno dele, depois, não se unirem os derrotados. E, infelizmente, não há no horizonte a figura desse estadista, que consiga que não todos, mas muitos dos antigos adversários o apoiem sem a oferta de benesses ou poder. Sempre seremos menores enquanto nossas ambições e ódios pessoais forem maiores que nosso bom senso e humildade.

Enquanto a produção brasileira está estagnada, as perspectivas de crescimento a curto prazo não existem e as reservas que o Brasil possuía em 2003 foram queimadas em desmandos e má administração,o PT – Partido dos Trabalhadores -já completou 12 anos no poder,sendo que nesse período só conseguiu trazer para o brasileiro, o mensalão e outros mensalinhos, construindo o porto em Cuba e perdoando a dívida de Angola e Moçambique. Hoje, dentro desse cenário, a confiança dos empresários está muito baixa, não por motivos empresariais, de mercado ou pela economia mundial, mas sim por falta de administração federal.Administração essa que está deixando o País totalmente desacreditado, interna e externamente e especialmente pela questão da Petrobrás. Trabalhadores, investidores e a população toda que acreditou na Petrobras perderam as suas economias de 40 anos economizando e guardando e foi quando a Petrobras desvalorizou 70% do seu valor por má administração do governo federal. Em uma sondagem recente, 2.000 empresas pequenas, médias e grandes demonstram total insatisfação com um lucro irrisório, frente ao tamanho da carga tributária. Se antes o empresário obtinha entre 25 a 30% de lucro, hoje somente consegue entre 3 a 5% de lucro. Certamente não foi a administração do empresário, não foi a economia global e também não foi a oposição ao governo que trouxe esta situação, mas certamente está na condução do governo petista. O que havia sido prometido por Lula/PT que era a reforma tributária e que a presidente Dilma havia salientado que seria feito continua fora dos planos do PT/Lula/Dilma. Outra reforma, a trabalhista, onde estamos 80 anos atrasados, também parece fora dos planos do PT. E a principal reforma que precisamos, a reforma do sistema sindical, feita no mundo inteiro não se ouve menção. Hoje os sindicatos transformaram-se em clubes sociais onde sua arrecadação está nos sócios e o governo já não tira da população nenhum centavo para o sustento de sindicatos. Por último, mas urgente, devemos citar a reforma política onde os estados não autosuficientes deveriam ter prazos para ficarem autosuficientes ou então perderem o estado de estado vindo a ser territórios administrados por funcionários federais mas sem governadores, deputados, senadores e prefeitos. Hoje somente 7 estados são autosuficientes os demais 20 estados são inadimplentes. O PT tinha respaldo político, mas não foi corajoso para enfrentar os poderosos, grupos como petroleiras, sindicatos, lobistas e quadrilhas que roubam o futuro do país. Talvez devêssemos tomar como exemplo a Coreia do Sul, que arrumou a casa em 8 anos

Renato Follador é especialista em Previdência.

J.A Puppio é presidente da Air Safety e autor do livro Impossível é o que não se Tentou

PREVISÃO PARA HOJE

260 150

SANTO ANTÔNIO DA PLATINA

A RTIGO Renato Follador

Alagoas é um minúsculo estado da Federação. Tem um litoral lindo, mas não tem indústrias e vive da cana e do turismo. É uma das piores economias do país. O Paraná é grande em área territorial, fortemente industrializado, poderosa agricultura exportadora e é a quinta economia do país. Alagoas já teve ministros do Supremo Tribunal Federal (como Mendonça Uchoa), presidente do Congresso Nacional (Renan Calheiros), presidente de importante partido político (Teotônio Vilela, do PSDB) e até presidente da República (Fernando Collor de Mello). O Paraná nunca teve ninguém em posições de tal relevância em toda a sua história. Seria por que aqui não temos gente capaz? Não – exatamente o contrário, pois somos exemplo em inúmeros setores, como urbanismo,

Somos inimigos

agricultura, energia – temos a maior hidrelétrica do mundo – e medicina (somos referência em transplante de medula, cirurgias cardíacas e neurocirurgia); nossa previdência é copiada país afora; temos a maior empresa brasileira de hardware, a Positivo Informática; e, no ensino, temos as universidades estaduais. Por que, então, somos medíocres representativamente na política nacional? E olhe que isso é fundamental em um país que adotou o sistema político federativo e tem um sistema tributário que canaliza a maioria dos recursos de impostos para a União para depois redistribuí-los a estados e municípios, processo no qual quem tem mais poder recebe mais. Somos medíocres porque em nenhum outro lugar do país há tanta inveja do sucesso dos conterrâneos. E aqui prevalece a

TRIBUNA DO VALE

O Diário da nossa região - Fundado em agosto de 1995 Editora Jornal Tribuna do Vale LTDA CNPJ 01.037.108/0001-11 Matriz: Travessa Audi 35, Centro Santo Antônio da Platina, PR Fone/Fax: 43 3534 . 4114

Diretor Responsável Benedito Francisquini - MTB 262/PR tribunadovale@tribunadovale.com.br tribunadovale@uol.com.br

visão provinciana de que o que vem de fora é melhor, de que o diálogo só é bom quando para referendar posições de quem o provocou. Aqui não há grandeza de espírito de respeitar o momento da estrela em ascensão e de se unir em torno de causas comuns dos interesses maiores do estado. Alguns senadores paranaenses que, ao longo das últimas décadas, bloquearam empréstimos federais e internacionais ao seu próprio estado que o digam! O nosso problema é de falta: falta de visão estratégica, falta de solidariedade e falta de grandeza de espírito. Trabalhei com Ney Braga e sei das dificuldades que ele tinha para reunir os paranaenses em torno de uma causa que promovesse um dos nossos. Só ocupamos espaço, mas de menor importância que os citados, na ditadura.

Representação: MERCONET Representação de Veículos de Comunicação LTDA Rua Dep. Atílio de A. Barbosa, 76 conj. 03 - Boa Vista - Curitiba PR Fone: 41-3079-4666 ¦ Fax: 41-3079-3633 Vendas Assinatura Anual R$ 200,00 Semestral R$ 100,00

Impressão e Fotolito: Editora Jornal Tribuna do Vale Fone/Fax : 43 3534 . 4114

Circulação: Abatiá ¦ Andirá ¦ Arapoti ¦ Bandeirantes ¦ Barra do Jacaré ¦Cambará ¦ Carlópolis ¦ Conselheiro Mairink ¦ Figueira¦Guapirama ¦ Ibaiti ¦ Itambaracá ¦ Jaboti ¦ Jacarezinho Jaguariaíva ¦ Japira ¦ Joaquim Távora ¦ Jundiaí do Sul ¦ Pinhalão ¦ Quatiguá ¦ Ribeirão Claro ¦ Ribeirão do Pinhal ¦ Salto do Itararé ¦Santana do Itararé¦ Santo Antônio da Platina ¦ São José da Boa Vista ¦ Sengés ¦ Siqueira Campos ¦Tomazina ¦ Wenceslau Bráz

Filiado a Associação dos Jornais Diário do Interior do Paraná

* Os artigos assinados não representam necessariamente a opinião do jornal, sendo de exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.


Geral A-3

TRIBUNA DO VALE

Terça-feira, 17 de junho de 2014

TC descumpre lei, e julgamentos de municípios correm risco de anulação CONTAS»Conselheiros com parentes que tiveram ao menos 1% dos votos numa cidade têm de se declarar impedidos de julgar contas dessas prefeituras. Mas há vários casos em que isso não ocorreu EUCLIDES LUCAS GARCIA/GAZETA DO POVO

Prefeitos de várias cidades do Paraná estão estudando a possibilidade de ingressar na Justiça contra o Tribunal de Contas do Estado (TC). Eles pretendem anular dezenas – talvez centenas – de julgamentos que desrespeitaram a regra da Lei Orgânica do TC segundo a qual conselheiros não podem participar de decisões envolvendo municípios em que parentes deles tiveram pelo menos 1% de votos nas eleições. A irregularidade envolve o atual presidente do tribunal, Artagão de Mattos Leão, e o conselheiro aposentado Hermas Brandão. Uma eventual decisão judicial a favor das prefeituras pode instalar o caos no tribunal. Conjunto de normas que regula o funcionamento do TC, a Lei Orgânica é clara,

no artigo 140, ao proibir que conselheiros exerçam “suas funções nos processos de qualquer natureza” que envolvam municípios onde um cônjuge ou parente de até segundo grau seja detentor de mandato eletivo. O mesmo vale para casos em que a pessoa tenha recebido 1% ou mais de votos em uma disputa eleitoral. Pelo texto, o próprio conselheiro deverá se declarar impedido quando ocorrer esse tipo de situação, “caracterizando a não declaração cometimento de falta grave”. Dos atuais sete conselheiros do tribunal, dois se enquadram na restrição. Arta¬gão é pai do deputado estadual Arta¬gão Jr. (PMDB), enquanto Her¬mas – que se aposentou no ano passado – é pai de Hermas Jr. (PSB) e avô de Evan¬dro Jr. (PSDB), ambos exercendo mandato na Assem¬bleia Legis¬lativa. Por enquanto, nenhum

prefeito fala abertamente sobre a intenção de resolver o problema na Justiça. Nos bastidores, entretanto, eles não escondem o desejo de “dar o troco” no TC – de quem reiteradamente cobram mais flexibilidade para a prestação de contas – e ver anulada uma série de julgamentos com resultado adverso aos municípios. “Isso aí vai dar um pepino enorme”, prevê um deputado estadual da base aliada, com quem os gestores municipais já abordaram o tema. Irregularidades Na eleição de 2010, Ar¬tagão Jr. recebeu mais de 1% dos votos válidos em 67 cidades paranaenses. Pela legislação, o pai dele não poderia participar de nenhum julgamento envolvendo esses municípios durante os quatro anos de mandato do peemedebista. Apesar disso, o atual presidente do TC foi designado,

»INVESTIGAÇÃO

por exemplo, como relator das contas de 2011 de quatro dessas prefeituras: Cruzeiro do Iguaçu, Itaúna do Sul, Mallet e Uniflor. Já Hermas Brandão, durante a atual legislatura da Assembleia, não poderia ter se envolvido em julgamentos de 50 cidades por causa do neto e de outras 63 por causa do filho. Enquanto estava no TC, porém, ele relatou as contas de 2011 do município de Reserva, apesar de Hermas Jr. ter recebido 4,39% dos votos para deputado do município no pleito de 2010. Além disso, no caso de ambos, deve-se levar em conta também as dezenas de julgamentos semanais do Pleno do tribunal em que os dois participaram dando seu voto – sem se declararem impedidos –, não apenas em relação às contas das prefeituras, mas também envolvendo câmaras de vereadores, autarquias, fundações, institutos.

Tribunal diz não seguir a regra por considerá-la inconstitucional Por meio de nota, o Tribunal de Contas do Estado (TC) informou que, desde a sessão do pleno realizada em maio de 2006, deixou de aplicar a restrição imposta pelo artigo 140 de sua Lei Orgânica por considerá-la inconstitucional. Para tomar a decisão, os conselheiros à época se basearam na súmula 347 do Supremo Tribunal Federal (STF), segundo a qual “o Tribunal de Contas, no exercício de suas atribuições, pode apreciar a constitucionalidade das leis e dos atos do poder público”. Também foi levada em conta a ação direta de inconstitucionalidade (Adin) ajuizada no STF pela Asso-

ciação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon). Na mesma nota, o conselheiro Artagão de Mattos Leão informou que, na condição de presidente do TC, não participa do julgamento de prestações de contas desde janeiro de 2013. Portanto, não teria “qu a l qu e r rel a ç ã o c om a emissão de pareceres técnicos acerca das contas das prefeituras municipais ou de aprovações ou desaprovações de contas de câmaras municipais”. Procurado por telefone, o ex-conselheiro Hermas Brandão não foi encont rado p ara coment ar o assunto. (EL/GP)

»LUTO

PC vai investigar morte de morador Enfermeiro platinense morre de Salto do Itararé agredido na Fapi vítima de infarto aos 30 anos A Polícia Civil de Ourinhos (SP) instaurou inquérito para investigar a morte de um morador de Salto do Itararé, vítima de agressão da na noite do dia 07 de junho, dentro do estacionamento da Feira Agropecuária e Industrial de Ourinhos (Fapi), durante a realização da Exposição. Lucas Felipe Marques, 18, estava internado na UTI do Instituto de Cardiologia de Ourinhos (ICO) - local para onde foi levado após ter sido socorrido -, onde faleceu na manhã de ontem (16). De acordo com o depoimento de testemunhas ao delegado responsável pelo caso, Marques participava de uma excursão para a Exposição na companhia de amigos, onde assistiriam ao show do cantor Luan S a nt a n a . Ao d e s c e r d o veículo no estacionamento do parque o rapaz foi surpreendido pelo agressor, que após iniciar uma discussão com a vítima a agrediu com uma paulada na cabeça. As causas que teriam motivado o crime, as-

Arquivo pessoal

Arquivo pessoal

Luiz Guilherme Bannwart

Felipe Fernandes foi vítima de um infarto fulminante enquanto tomava banho Luiz Guilherme Bannwart

Lucas Marques faleceu na manhã de ontem

sim como a identidade do agressor, ainda são desconhecidas pela polícia, que

conta com a participação da população para identificar e prender o suspeito.

A notícia da morte precoce do enfermeiro Felipe Barducco Fernandes, 30, ocorrida na tarde de domingo (15), chocou não só a família do profissional da área da saúde, mas amigos e populares de Cambará, onde trabalhava, Jacarezinho, onde residia, assim como também de Santo Antônio da Platina, sua cidade natal, onde mati-

nha uma verdadeira legião de amigos. Fernandes fazia tratamento contra um câncer, mas foi vítima de um infarto em quanto tomava banho em sua casa, conforme informou uma fonte ligada à família. O corpo do enfermeiro foi encontrado pela própria esposa, Susana Scandolo Mano, chefe administrativa do Instituto Médico Legal (IML) em Jacarezinho, que

teria encontrado o marido caído ao chão, já sem vida, com um corte na cabeça decorrente ao choque contra um suporte instalado na parede do banheiro. Fernandes foi sepultado sob forte comoção na tarde de ontem (16), no Cemitério São João Batista, em Santo Antônio da Platina. Cerca de 200 pessoas acompanharam o cortejo. O enfermeiro não tinha filhos.

»MEDIDOR

Tecpar vai certificar equipamento para postos de combustíveis Da Agência Estadual

O Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) é a primeira instituição do país a receber a credencial para homologar o Medidor Volumétrico de Combustíveis, equipamento que pode ser instalado em postos de combustíveis para aumentar a segurança das informações fiscais enviadas à Receita Estadual. O medidor também pode ser uma ferramenta de gerenciamento para os empresários. O credenciamento do Tecpar foi feito pelo Conselho

Nacional de Política Fazendária (Confaz), órgão deliberativo constituído pelos secretários da Fazenda dos estados, e pelo ministro da Fazenda, e tem como base o Convênio ICMS 59/11, que estabelece normas para a homologação do aparelho. Com a intenção de diminuir as brechas da sonegação fiscal, membros do Confaz decidiram emitir uma normativa que regulamenta o uso do aparelho, que ainda não é produzido no Brasil. Hoje, fabricantes do setor estão desenvolvendo o equipamento,

que antes de chegar aos postos será certificado pelo Tecpar. A implantação do equipamento nos postos de combustíveis não é obrigatória ainda, já que fica a critério de cada secretaria estadual da Fazenda definir pela obrigatoriedade ou não do seu uso, assim como determinar quais estabelecimentos devem implementar o sistema e em que prazo. Por enquanto, o estado de Santa Catarina já determinou que os postos de combustíveis devem instalar o Medidor Volumétrico de Combustíveis em um prazo de até 180 dias após

a homologação do primeiro aparelho pelo Tecpar. A intenção do Confaz é que progressivamente mais estados venham a aderir ao equipamento e novas instituições sejam credenciadas a homologá-lo. COMO FUNCIONA O Medidor Volumétrico de Combustíveis permite que as informações de compra e venda do produto sejam enviadas, em tempo real para órgãos fiscalizadores. O equipamento mede o volume de estoque, a quantidade de combustíveis descarregada e o quanto saiu da bomba. Ele monitora e

audita as informações porque é instalado tanto no tanque quanto no bico da bomba. O medidor também registra, armazena e envia o histórico de operações volumétricas do posto. Se decidir pela implantação, a secretaria estadual da Fazenda de cada unidade da federação vai determinar a frequência do envio das informações, assim como o volume mínimo de combustível vendido ou descarregado no posto. As informações serão encaminhadas pela internet e, em caso de locais com carência

de infraestrutura de telecomunicações, pode ser armazenada em um pendrive, que será entregue à Receita Estadual, conforme determinação de cada secretaria estadual da Fazenda. Além de ser um dispositivo fiscal, o Medidor Volumétrico de Combustíveis permite ao empresário gerenciar, em tempo real, a venda de combustíveis e controlar seu estoque de maneira segura. Ainda não há previsão de quando o primeiro equipamento deve ser entregue ao Tecpar para a certificação.


TRIBUNA DO VALE

A-4 Geral

Terça-feira, 17 de junho de 2014

Bolsistas da UENP reclamam de atraso no repasse do benefício DENÚNCIA»Valores repassados pela Fundação Araucária estariam sendo pagos com até 40 dias de atraso Luiz Guilherme Bannwart

Alunos da Universidade Estadual do Norte Pioneiro (UENP) alegam estar sendo prejudicados pela instituição por conta da demora no repasse dos valores dos recursos do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica e de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (Pibic), que segundo acusam, estariam sendo pagos com até 40 dias de atraso. O benefício, bastante criterioso para se obter, garante aos universitários o pagamento de boa parte das despesas pessoais. No entanto, o atraso no repasse do recurso estaria comprometendo o orçamento dos alunos, que por determinações contratuais ficam impedidos de poder trabalhar em qualquer segmento que necessite de registro junto ao Ministério do Trabalho ou até mesmo do fornecimento de recibos, o que poderia amenizar os problemas financeiros. Conforme explicaram os

alunos - que por temerem represálias preferiram manter o anonimato das suas identidades -, o problema estaria ocorrendo desde outubro de 2013. De acordo com um levantamento feito pelos universitários junto a Fundação Araucária, responsável pelo repasse a UENP, todos os pagamentos foram devidamente efetuados nas datas previstas. Porém, os valores sempre foram repassados aos estudantes com no mínino 30 dias de atraso. No demonstrativo apresentado pela fundação, o repasse feito a UENP referente ao mês de novembro de 2013 foi efetuado no dia 23 de outubro daquele ano, mas os alunos só receberam os recursos no dia nove de dezembro. Procurada pela reportagem a pró-reitoria de Administração e Finanças da Universidade Estadual do Norte Pioneiro (UENP) informou através de nota enviada pela Assessoria de Comunicação que a instituição recebeu com surpresa

Arquivo

Bolsistas da UENP alegam estar sendo prejudicados pela instituição pela demora no repasse dos valores do Pibic

o recebimento de dois e-mails enviados a inúmeras pessoas e instituições relatando sobre atraso nos pagamentos das Bolsas do Pibic e que efetuou o levantamento dos dados relativos aos créditos dos recursos recebidos da Fundação Araucária e também das datas de pagamento das bolsas aos beneficiários do programa,

onde nenhuma irregularidade foi encontrada. Na nota a UENP explica ainda que o programa foi iniciado em setembro de 2013, mas que os pagamentos são efetuados nos meses subseqüentes pela Fundação Araucária, e que somente alguns dias depois universitários são favorecidos.

A entidade, no entanto reconhece o atraso, porém apenas referente ao mês de setembro de 2013, logo no início do programa, mas justifica o fato ao cadastramento dos 120 bolsistas contemplados. A pró-reitoria ressaltou que nunca deixou de prestar os devidos esclarecimentos quanto ao pagamento de quaisquer

obrigações da Universidade e solicitou a todos os bolsistas do Programa que, “antes de se dirigirem a qualquer lugar para reclamar de atrasos ou coisas semelhantes, que façam contato com a pró-reitoria para esclarecer e buscar a solução adequada para os fatos por ventura possa acontecer no futuro”.

» PROFLETRAS

» CONSUMO

Sódio na água atrapalha dieta UENP oferece mestrado profissional em Letras YURI AL HANATI/GAZETA DOPOVO

Tomar dois litros de água por dia é a chave para uma vida saudável. Você provavelmente já ouviu alguém dizendo isso. O consumo da água está ligado diretamente à saúde, mas isso não necessariamente pode ser uma verdade indiscutível. Uma análise da composição dos rótulos das marcas de água mineral comercializadas no Paraná revelou uma grande discrepância no teor de sódio entre elas. O levantamento foi feito pela Go4! Consultoria de Negócios, a partir de uma preocupação com a saúde, de acordo com o consultor da empresa, Peter Takagi. “A gente se preocupa com tantos aspectos da nossa alimentação, como agrotóxico, gordura trans e até o sódio nos alimentos, mas damos pouca atenção à água. Por essa razão, resolvemos verificar essa questão”, conta. Das 12 marcas verificadas, seis são produzidas no Paraná e seis são de outros estados. Na média geral, as marcas locais apresentam teor de sódio inferior. A marca Fontana Oro, de Cascavel, apresenta a menor quantidade: apenas 0,2 miligramas por litro (mg/L). Já a Serra da Graciosa, de Curitiba, tem o maior teor do estado: 9,501 mg/L. Apesar da diferença grande entre as composições químicas, o salto é ainda maior se comparado com outras fontes. A água São Lourenço, comer-

cializada pela Nestlé, apresenta 30,17 miligramas de sódio por litro e a fonte Ijuí, do Rio Grande do Sul, uma das fontes da marca Crystal, da Coca-Cola, tem a maior concentração de sal: 103,6 mg/L. A diferença ocorre pela formação geológica próxima às fontes, segundo Takagi. Nenhuma delas ultrapassa o limite recomendado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que é de 600 mg/L. Mesmo assim, uma água com mais sódio pode desequilibrar uma dieta saudável na conta total, na opinião da nutricionista Gisele Raymundo. Ela explica que a recomendação da

Organização Mundial da Saúde (OMS) para uma pessoa adulta é de 2.400 mg de sódio por dia, o que equivale a 5 ou 6 gramas de sal, mas a maioria dos alimentos consumidos hoje em dia já são ricos no mineral – e o alimento não precisa ser necessariamente salgado. “Produtos como a Coca-Cola são doces, mas têm sódio na forma do ciclamato de sódio e da sacarina monossódica, que são adoçantes. O pão tem sódio na forma do benzoato de sódio, que é um dos conservantes usados, e por aí vai”, explica. “A água com muito sódio pode contribuir para chegar perto desse total”, completa.

Da Assessoria

A Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) ofertará pós-graduação stricto sensu do Programa de Mestrado Profissional em Letras (Profletras), no campus de Cornélio Procópio. A aprovação do projeto de adesão da Universidade, formulado por uma comissão especial da UENP, composta por docentes dos Centros de Letras, Comunicação e Artes (CLCA) dos campi de Cornélio Procópio e Jacarezinho, foi divulgada na terça-feira, 10, no site da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). O Profletras é uma iniciativa nacional, sob a responsabilidade da UFRN, ofertada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). O programa é voltado para professores com vínculo efetivo que atuam nas redes públicas estaduais e municipais. Na UENP, serão ofertadas 20 vagas no primeiro edital. O período de inscrições para os interessados em ingressar no curso ainda não foi definido, mas deve acontecer ainda neste primeiro semestre, conforme as orientações que serão repassadas pela coordenação geral do programa. Os trabalhos para oferta do programa de mestrado na UENP tiveram início em 2012, e foram coordenados pelas professoras-doutoras Vanderléia de Oliveira (diretora do CLCA/CCP) e Luciana Brito (diretora do CLCA/CJ), com apoio da então pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação, Hiudea Boberg, e teve participação dos professores Eliana Merlin, Miguel Heitor, Sonia Brochado, Adenize Franco. A coordenadora da proposta, Vanderléia de Oliveira, explica que, em 2013, não foi possível a adesão da UENP para oferta da primeira turma do Profeletras,

mas que, neste ano, com o edital de chamamento para adesão de novas IES, a UENP teve oportunidade de apresentar proposição. A professora destaca a integração entre os dois centros de estudos, com apoio da nova equipe da pró-reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação: professor-doutor Jorge Sobral da Silva Maia (pró-reitor

Esta aprovação é resultado do esforço dos professores dos dois centros que trabalharam para atender às exigências do edital, o que demonstra, de fato, ser fundamental a parceria para que a UENP possa caminhar rumo à verticalização em algumas áreas”

de Pesquisa e Pós-Graduação), professor-doutor Fernando Moreno da Silva (diretor de Pesquisa) e Silvio Tadeu de Oliveira (diretor de Pós-Graduação), para que a proposta pudesse ser apresentada. O reitor em exercício, Rinaldo Bernardelli Junior, comemorou a aprovação, afirmando que o novo programa aprovado para a UENP é um passo importantíssimo para a Universidade no que tange a verticalização do ensino. “Esta é mais uma grande conquista da UENP que agora passa a contar

com três cursos de mestrado. Este programa aprovado deverá proporcionar aos professores da região uma prática profissional transformadora, influenciando diretamente no contexto de sala de aula, o que beneficiará toda a região. Quero parabenizar a todos os professores envolvidos pela conquista e pelo trabalho realizado”, disse o reitor. O pró-reitor da PROPG, Jorge Sobral, recebeu com grande alegria a notícia da aprovação, pois ela demonstra o esforço conjunto do grupo de professores. Ele destaca também que a implantação do Profletras irá contribuir para melhorar o Índice Geral de Cursos da UENP, visto que a universidade passará a contar com três programas em nível de mestrado. “Esta aprovação é resultado do esforço dos professores dos dois centros que trabalharam para atender às exigências do edital, o que demonstra, de fato, ser fundamental a parceria para que a UENP possa caminhar rumo à verticalização em algumas áreas”, ressalta a professora Vanderléia. Os doze docentes envolvidos na proposta comemoram o resultado, entendendo que o programa é uma grande conquista e que ele contribuirá para o fortalecimento dos cursos de Letras ofertados pela UENP nos dois campi, além de contribuir para o cumprimento de metas da Universidade no que se refere às políticas de verticalização. Do campus de Jacarezinho, comporão a proposta os professores Fernando Moreno, Adenize Franco, Marilucia Striquer, Sonia Brochado, Nerynei Carneiro e Luciana Brito; de Cornélio, os professores Thiago Alves Valente, Eliana Merlin, Ana Paula Brandileone, Diná Brito, Eliane Registro e Vanderléia de Oliveira.


TRIBUNA DO VALE

Cidades A-5

Terça-feira, 17 de junho de 2014

Técnicos debatem virose do maracujá EMATER»Produtores são orientados sobre o enfrentamento da doença para evitar prejuízos como os que aconteceram no Estado de São Paulo Da Assessoria/Redação

Técnicos da Emater de Santo Antônio da Platina se reuniram na semana passada na propriedade da empresária Andrea Vaz em Guapirama para debater medidas de enfrentamento da virose do maracujá. O encontro foi uma iniciativa do gerente regional, o engenheiro agrônomo Maurício Castro Alves e do coordenador regional de fruticultura engenheiro agrônomo Edson Roberto Vaz Ronqu. Eles sentiram necessidade de informar aos produtores de maracujá as práticas adotadas no combate à doença, que já vem causando problemas aos pequenos agricultores da região de Santo Antônio da Platina. A mesma virose já atingiu culturas no Estado de São Paulo e provocou grandes prejuízos. Segundo Maurício, em alguns municípios paulistas, ela inviabilizou os plantios. Participaram do encontro em Guapirama técnicos do grupo de fruticultura do Instituto Emater, Seab/Adapar, representantes de prefeituras da região, técnicos da Co-

operativa de Produtores de Corumbataí do Sul, pesquisador da Unesp de Bauru, e empresários. A propriedade de Andréa Vaz, em Guapirama, foi escolhida para realização do curso, porque tem recebido acompanhamento técnico do agrônomo Maurício Castro Alves desde o início da plantação da cultura. A produtora investiu na aquisição de mudas prontas, manejos fitossanitários adequados, ferti-irrigação e adubação equilibrada. Segundo o coordenador regional, o agrônomo Edson Ronque, o debate permitirá um enfrentamento à doença na região favorecendo a eficácia das práticas adotadas e o acompanhamento do desenvolvimento da virose. De acordo com Maurício, a regional da Emater tem a preocupação de repassar conhecimentos aos técnicos bem como a adoção de práticas viáveis para o produtor evitando que a doença se alastre, como ocorreu em São Paulo. O coordenador estadual Élcio Felix Rampazzo, comen-

Produtores de maracujá recebem orientações da Emater contra virose

tou que a cultura do maracujá exige muita mão de obra e por isso tem um lado social importante. “Por isso, várias entidades devem se preocupar com a sua produção e produtividade para abastecer o mercado regional. O seu excedente vai para outras regiões e até para a exportação.

» RIBEIRÃO CLARO

Departamento de Cultura divulga música para Fescafé Divulgação

A produção do maracujá tem que estar vinculada também à industrialização”, disse. O pesquisador da Unesp, Aloísio Costa Sampaio, do departamento de Ciências Biológicas de Bauru parabenizou o Instituto Emater pela iniciativa. “É uma ação de articulação, que envolve

diversos setores e técnicos que trabalham com a cultura para discutir soluções sobre a doença com o objetivo de garantir que o sistema de produção seja viável para o pequeno agricultor”, disse. O pesquisador também elogiou a parceria existente na região entre a extensão rural, pes-

quisa, defesa sanitária para atender os produtores rurais e suas necessidades. A próxima ação do grupo será a discussão e elaboração de uma proposta para tentar apoio legal, em âmbito municipal, para a implantação das práticas de controle preconizadas.

» COLETA SELETIVA

Secretaria de Meio Ambiente de Ribeirão Claro fecha Sipat com palestra Da Assessoria

A secretária de Turismo, Meio Ambiente, Esportes e Lazer da prefeitura de Ribeirão Claro, Edilaine Cavalhiéri Faganelli e a responsável pelo Departamento de Meio Ambiente, Camila Silvério do Morais Amadeu, ministraram uma palestra sobre coleta seletiva de lixo para os funcionários da empresa Laticínios Carolina. A iniciativa fechou a Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho, na sexta-feira (6). No total, 114 funcionários

assistiram a palestra, além de diretores e encarregados da empresa. Foram apresentados vídeos e fotosda Usina deReciclagem e destinação do lixo produzido no município. Durante a palestra os funcionários aprenderam a fabricar um sabão caseiro feito com óleo de cozinha reaproveitado após o uso. Segundo Camila, a palestra foi produtiva e marcou o início da campanha de conscientização a respeito da separação de materiais recicláveis do lixo orgânico. “Acredito que alcançamos nosso objetivo

que era mostrar como vem sendo realizado esse trabalho em nosso município”, avaliou. “E pudemos também dar o primeiro passo da nossa campanha Coleta Seletiva de Lixo 2014”, completou. A secretária Edilaine Cavalhiéri Faganelli, agradeceu a oportunidade e revelou que uma nova parceria com a empresa será realizada em breve. “Foi uma grande satisfação podermos falar sobre a coleta seletiva de lixo para os funcionários da Laticínios Carolina nessa semana da SIPAT”, concluiu.

» TOMAZINA

Obra interrompe abastecimento em Tomazina nesta quarta, 18 Da Assessoria

Equipe responsável pelo arranjo e versão da música da Fescafé Diógenes Gonçalves

O Departamento de Cultura da prefeitura de Ribeirão Claro divulgou na última sexta-feira (13) a música para a Fescafé. De autoria do produtor rural Valdemir

Desde muito pequena participo da Fescafé e sem duvida é muito gratificante saber que minha voz está na canção oficial da festa”

Baggio, a canção será usada na divulgação e durante o evento. A música foi aprovada pela presidente da Comissão Organizadora da Fescafé, Cleide Maria Baggio Araújo e pode ser obtida no site www.

ribeiraoclaro.pr.gov.br. A composição original ganhou um arranjo e versão novos feitos pela equipe formada por Anselmo Oliveira, Narda Helena Jorosky, Kelfyson Gonçalves Kafler, Eliel Melchior e Diógenes Gonçalves dos Santos. A interpretação ficou por conta de Lizandra Monteiro. Segundo o compositor, Valdemir Baggio, a música foi feita em 15 dias, após algumas tentativas de construir a melodia e letra mentalmente. “Depois de pronta escrevi em um papel e comecei a mostrar para várias pessoas”, lembrou. “Aí a rapaziada colocou outro ritmo, trocaram algumas palavras e achei que ficou ótima”, avaliou. De acordo com a intérprete, Lizandra Monteiro, gravar a música foi a realização de um sonho de infância. “Desde criança gosto muito de cantar, cantar é uma das coisas mais importantes da minha vida e por isso fiquei

muito feliz de poder participar desse projeto, com certeza isso vai marcar para sempre minha vida”, disse. “Desde muito pequena participo da Fescafé e sem duvida é muito gratificante saber que minha voz está na canção oficial da festa”, completou. Para o diretor do Departamento de Cultura, Anselmo Oliveira, a música vai agregar ainda mais valor ao evento, ajudando a fixar detalhes da atração na mente da população e visitantes. “Foi um projeto Fantástico, seu Valdemir deu o ponta pé nos trazendo a ideia, logo vimos a grande oportunidade de produzir uma musica que representasse o espirito da festa, sendo assim esse foi nosso grande objetivo, mostrar nesta canção o gostinho da Fescafé, nela poder transportar a memoria do ouvinte para grandes emoções da 18º Fescafé, que já está chegando e que sem duvida vai surpreender como todo ano, que venha Fescafé”, concluiu.

A Sanepar comunica que em função da execução de obra de melhoria na rede de distribuição de água, amanhã (18), haverá interrupção do abastecimento na cidade de Tomazina. A obra deve ser realizada das 9h às 15h. A normalização da distribuição de água está prevista para as 16h30.

Clientes que não possuem caixa-d’água domiciliar podem ficar desabastecidos temporariamente. A Sanepar lembra que, de acordo com norma da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), cada imóvel deve ter caixa-d’água com capacidade para atender as necessidades dos moradores por, no mínimo, 24 horas. O reservatório do-

miciliar deve armazenar pelo menos 500 litros. A Sanepar pede a colaboração de todos e orienta para que a população utilize a água com racionalidade, evitando desperdícios. O Serviço de Atendimento ao Cliente Sanepar é feito pelo telefone 115. Ao ligar, tenha em mãos a conta de água ou o número de sua matrícula.


A-6 Atas & Editais 1° TERMO ADITIVO – FISCAL DO CONCEDENTE AO CONVÊNIO N° 002/2014 – ENTRE O ASILO SÃO VICENTE DE PAULO DE CAMBARÁ E O MUNICÍPIO DE CAMBARÁ ESTADO DO PARANÁ. CLÁUSULA PRIMEIRA Alteração do Fiscal da transferência ora estipulado no sistema SIT – Sistema Integrado de Transferências do TCE – PR de ALEXANDRE LATOELIS para PAULA ELISIE MADOGLIO IZIDORO e acrescentandose ao presente convênio. CLÁUSULA SEGUNDA Permanecendo inalteradas as demais cláusulas que não conflitem com as deste aditivo. E assim, por estarem certas e ajustadas, firmam o presente aditivo, em 2 (duas) vias de igual teor e forma. Cambará – Pr, 12 de Junho de 2014. ANTÔNIO CARLOS MICHELATO CPF: 004.547.379-04 RG: 404.463.-0 SSP-PR PRESIDENTE JOÃO MATTAR OLIVATO PREFEITO MUNICIPAL TESTEMUNHAS: 1 – ALEXANDRE LATOELIS 2 – EMILIANA BUENO DE OLIVEIRA CPF: 046.722.139-19 CPF: 678.093.169-15 2° TERMO ADITIVO – FISCAL DO CONCEDENTE AO CONVÊNIO N° 003/2014 – ENTRE A ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE CASA DE MISERICÓRDIA DE CAMBARÁ E O MUNICÍPIO DE CAMBARÁ ESTADO DO PARANÁ. CLÁUSULA PRIMEIRA Alteração do Fiscal da transferência ora estipulado no sistema SIT – Sistema Integrado de Transferências do TCE – PR de ALEXANDRE LATOELIS para PAULA ELISIE MADOGLIO IZIDORO e acrescentandose ao presente convênio. CLÁUSULA SEGUNDA Permanecendo inalteradas as demais cláusulas que não conflitem com as deste aditivo. E assim, por estarem certas e ajustadas, firmam o presente aditivo, em 2 (duas) vias de igual teor e forma. Cambará – Pr, 12 de Junho de 2014. PAULO SÉRGIO DE MARCO LEAL CPF: 738.749.908-00 RG: 5.924.069 SSP-PR PRESIDENTE JOÃO MATTAR OLIVATO PREFEITO MUNICIPAL TESTEMUNHAS: 1 – ALEXANDRE LATOELIS 2 – MARIA APARECIDA TINELLI CPF: 046.722.139-19 CPF: 487.970.499-72 1° TERMO ADITIVO – FISCAL DO CONCEDENTE AO CONVÊNIO N° 004/2014 – ENTRE A ASSOCIAÇÃO DOS ESTUDANTES DO ENSINO SUPERIOR DE CAMBARÁ E O MUNICÍPIO DE CAMBARÁ ESTADO DO PARANÁ. CLÁUSULA PRIMEIRA Alteração do Fiscal da transferência ora estipulado no sistema SIT – Sistema Integrado de Transferências do TCE – PR de ALEXANDRE LATOELIS para PAULA ELISIE MADOGLIO IZIDORO e acrescentandose ao presente convênio. CLÁUSULA SEGUNDA Permanecendo inalteradas as demais cláusulas que não conflitem com as deste aditivo. E assim, por estarem certas e ajustadas, firmam o presente aditivo, em 2 (duas) vias de igual teor e forma. Cambará – Pr, 12 de Junho de 2014. ALINE DA FONSECA RG.10.982.383-0 CPF.090.406.069-19 PRESIDENTE JOÃO MATTAR OLIVATO PREFEITO MUNICIPAL TESTEMUNHAS: 1 – ALEXANDRE LATOELIS 2 – HUMBERTO BELOMO FURLAN CPF: 046.722.139-19 CPF: 031.153.579-82 1° TERMO ADITIVO – FISCAL DO CONCEDENTE AO CONVÊNIO N° 005/2014 – ENTRE O LAR ANÁLIA FRANCO DE CAMBARÁ E O MUNICÍPIO DE CAMBARÁ ESTADO DO PARANÁ. CLÁUSULA PRIMEIRA Alteração do Fiscal da transferência ora estipulado no sistema SIT – Sistema Integrado de Transferências do TCE – PR de ALEXANDRE LATOELIS para PAULA ELISIE MADOGLIO IZIDORO e acrescentandose ao presente convênio. CLÁUSULA SEGUNDA Permanecendo inalteradas as demais cláusulas que não conflitem com as deste aditivo. E assim, por estarem certas e ajustadas, firmam o presente aditivo, em 2 (duas) vias de igual teor e forma. Cambará – Pr, 12 de Junho de 2014. ALMIR DEL PADRE CPF: 536.948.139-34 RG: 3.124.637-7 SSP-PR PRESIDENTE JOÃO MATTAR OLIVATO PREFEITO MUNICIPAL TESTEMUNHAS: 1 – ALEXANDRE LATOELIS 2 – NEUSA DE FÁTIMA PIRES CPF: 046.722.139-19 CPF: 587.016.809-00 1° TERMO ADITIVO – FISCAL DO CONCEDENTE AO CONVÊNIO N° 006/2014 – ENTRE O LAR ANÁLIA FRANCO DE CAMBARÁ E O MUNICÍPIO DE CAMBARÁ ESTADO DO PARANÁ. CLÁUSULA PRIMEIRA Alteração do Fiscal da transferência ora estipulado no sistema SIT – Sistema Integrado de Transferências do TCE – PR de ALEXANDRE LATOELIS para PAULA ELISIE MADOGLIO IZIDORO e acrescentandose ao presente convênio. CLÁUSULA SEGUNDA Permanecendo inalteradas as demais cláusulas que não conflitem com as deste aditivo. E assim, por estarem certas e ajustadas, firmam o presente aditivo, em 2 (duas) vias de igual teor e forma. Cambará – Pr, 12 de Junho de 2014. ALMIR DEL PADRE CPF: 536.948.139-34 RG: 3.124.637-7 SSP-PR PRESIDENTE JOÃO MATTAR OLIVATO PREFEITO MUNICIPAL TESTEMUNHAS: 1 – ALEXANDRE LATOELIS 2 – NEUSA DE FÁTIMA PIRES CPF: 046.722.139-19 CPF: 587.016.809-00 1° TERMO ADITIVO – FISCAL DO CONCEDENTE AO CONVÊNIO N° 007/2014 – ENTRE A ASSOCIAÇÃO BOM JESUS DE CAMBARÁ E O MUNICÍPIO DE CAMBARÁ ESTADO DO PARANÁ. CLÁUSULA PRIMEIRA Alteração do Fiscal da transferência ora estipulado no sistema SIT – Sistema Integrado de Transferências do TCE – PR de ALEXANDRE LATOELIS para PAULA ELISIE MADOGLIO IZIDORO e acrescentandose ao presente convênio. CLÁUSULA SEGUNDA Permanecendo inalteradas as demais cláusulas que não conflitem com as deste aditivo. E assim, por estarem certas e ajustadas, firmam o presente aditivo, em 2 (duas) vias de igual teor e forma. Cambará – Pr, 12 de Junho de 2014. JACQUELINE A. NASSIF ANTUNES CPF: 057.067.948-63 RG: 5.707.846-4 SSP-PR PRESIDENTE JOÃO MATTAR OLIVATO PREFEITO MUNICIPAL TESTEMUNHAS: 1 – ALEXANDRE LATOELIS 2 – EDNA GONÇALVES DE CARVALHO CPF: 046.722.139-19 CPF: 506.307.509-63

1° TERMO ADITIVO – FISCAL DO CONCEDENTE AO CONVÊNIO N° 008/2014 – ENTRE A ASSOCIAÇÃO BOM JESUS DE CAMBARÁ E O MUNICÍPIO DE CAMBARÁ ESTADO DO PARANÁ. CLÁUSULA PRIMEIRA Alteração do Fiscal da transferência ora estipulado no sistema SIT – Sistema Integrado de Transferências do TCE – PR de ALEXANDRE LATOELIS para PAULA ELISIE MADOGLIO IZIDORO e acrescentandose ao presente convênio. CLÁUSULA SEGUNDA Permanecendo inalteradas as demais cláusulas que não conflitem com as deste aditivo. E assim, por estarem certas e ajustadas, firmam o presente aditivo, em 2 (duas) vias de igual teor e forma. Cambará – Pr, 12 de Junho de 2014. JACQUELINE A. NASSIF ANTUNES CPF: 057.067.948-63 RG: 5.707.846-4 SSP-PR PRESIDENTE JOÃO MATTAR OLIVATO PREFEITO MUNICIPAL TESTEMUNHAS: 1 – ALEXANDRE LATOELIS 2 – EDNA GONÇALVES DE CARVALHO CPF: 046.722.139-19 CPF: 506.307.509-63 1° TERMO ADITIVO – FISCAL DO CONCEDENTE AO CONVÊNIO N° 010/2014 – ENTRE A ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS DE CAMBARÁ E O MUNICÍPIO DE CAMBARÁ ESTADO DO PARANÁ. CLÁUSULA PRIMEIRA Alteração do Fiscal da transferência ora estipulado no sistema SIT – Sistema Integrado de Transferências do TCE – PR de ALEXANDRE LATOELIS para PAULA ELISIE MADOGLIO IZIDORO e acrescentandose ao presente convênio. CLÁUSULA SEGUNDA Permanecendo inalteradas as demais cláusulas que não conflitem com as deste aditivo. E assim, por estarem certas e ajustadas, firmam o presente aditivo, em 2 (duas) vias de igual teor e forma. Cambará – Pr, 12 de Junho de 2014. LUIZ DARIVA CPF: 074.648.869-68 RG: 599.237-0 SSP-PR PRESIDENTE JOÃO MATTAR OLIVATO PREFEITO MUNICIPAL TESTEMUNHAS: 1 – ALEXANDRE LATOELIS 2 – ELIZETE F. FAEDA CIA CPF: 046.722.139-19 CPF: 367.080.209-63 CÂMARA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO DO PINHAL = P O R T A R I A 024/2014= O Senhor Cícero Rogério Sanches Presidente da Câmara Municipal de Ribeirão do Pinhal, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais: R E S O L V E: Conceder, a servidora Rita de Cássia Sene, ocupante do cargo Serviços Diversos da Câmara Municipal de Ribeirão do Pinhal, 30 (trinta) dias de férias regulamentares, a partir do dia 16 de junho de 2014, referente ao período aquisitivo de 13 de março de 2013 a 12 de março de 2014, bem como 1/3 constitucional. Usufruindo as férias de 16 de junho de 2014 a 13 de julho de 2014. REGISTRE-SE E PUBLIQUE-SE Secretaria da Presidência da Câmara Municipal de Ribeirão do Pinhal, aos dezesseis dias do mês de junho de dois mil e quatorze. CÍCERO ROGÉRIO SANCHES Presidente do Legislativo DECRETO Nº 260/14 O Prefeito Municipal de Santo Antônio da Platina, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei e de acordo com o requerimento nº 2014/04/005310, resolve: DECRETA: Art. 1º - Fica anulado o Contrato nº 162/2013; Art. 2º - Revogam-se as disposições em contrário. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA / ESTADO DO PARANÁ / PAÇO MUNICIPAL DR. ALÍCIO DIAS DOS REIS, aos 16 de junho de 2014. PEDRO CLARO DE OLIVEIRA NETO Prefeito Municipal

TRIBUNA DO VALE

Terça-feira, 17 de junho de 2014 LICITAÇÃO MODALIDADE “PREGÃO PRESENCIAL SRP Nº 019/2014”. PREFEITURA DO MUNICIPIO DE ABATIÁ – PR RESULTADO DE HOMOLOGAÇÃO O Município de Abatiá – Estado do Paraná torna público a homologação do procedimento licitatório em epigrafe do objeto, sendo “REGISTRO DE PREÇOS PARA FUTURA E EVENTUAL AQUISIÇÃO DE PNEUS, CÂMARAS E PROTETORES, PARA OS VEÍCULOS E MÁQUINAS DESTA MUNICIPALIDADE, POR UM PERÍODO DE 12 (DOZE) MESES, ATRAVÉS DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTES, SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE PÚBLICA, SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS PÚBLICAS, HABITAÇÃO E URBANISMO, CONSELHO TUTELAR, CENTRO DE REFERÈNCIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL (CRAS) E GABINETE DA PREFEITA”, para as empresas MODELO PNEUS LTDA, estabelecida na Rua Mal. Humberto de Alencar Castelo Branco nº 56, cidade de Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul, inscrita no CNPJ sob nº 94.510.682/000126, com valor de R$ 992,00 (novecentos e noventa e dois reais), EDSON NÉIA CUNHA - ME, estabelecida na Avenida João Carvalho de Mello nº 004, Cidade de Abatiá, Estado do Paraná, inscrita no CNPJ sob nº 81.119.893/0001-90, com valor de R$ 10.928,00 (dez mil novecentos e vinte e oito reais), PNEUS PROCOPENSE LTDA, estabelecida na Avenida XV de Novembro nº 1300, Cidade de Cornélio Procópio, Estado do Paraná, inscrita no CNPJ sob nº 05.196.169/0001-82, com valor de R$ 212.536,00 (duzentos e doze mil quinhentos e trinta e seis reais), J.K. PNEUS LTDA, estabelecida na Rua Dr. João Colin, Cidade de Joinville - SC, inscrita no CNPJ sob nº 78.653.946/0005-78, com valor de R$ 49.910,00 (quarenta e nove mil novecentos e dez reais) e TEREZA PNEUS LTDA, estabelecida na Rua Francisco Nunes s/n, Bairro Rebouças, Cidade de Curitiba, Estado do Paraná, inscrita no CNPJ sob nº 01.179.914.0001.24, com valor de R$ 7.327,00 (sete mil trezentos e vinte e sete reais). Abatia – Paraná, aos dezesseis dias do mês de junho do ano de 2014. MARIA DE LOURDES FERRAZ YAMAGAMI PREFEITA MUNICIPAL

DECRETO Nº. 262/2014 Dispõe sobre a abertura de crédito adicional suplementar no Orçamento Programa vigente. O Prefeito Municipal de Santo Antônio da Platina, Estado do Paraná, usando das atribuições que lhe são conferidas pelo Art. 4º, § 1º da Lei Municipal nº. 1.290, de 24 de janeiro de 2014, decreta: Art. 1. º - Fica aberto ao Orçamento-Programa do Município, para o corrente exercício, crédito adicional suplementar no valor de R$. 220.000,00 (Duzentos e vinte mil reais), assim discriminado: 03.001 – 04.122.0021.2.013 – GABINETE DO SECRETARIO DE GESTÃO 3.3.90.39.00.00 – Outros Serviços de Terceiros – P. Jurídica – FR 000 R$ 10.000,00 03.009 – 04.122.0021.2.220 – DIVISÃO DE INFORMÁTICA 3.3.90.39.00.00 – Outros Serviços de Terceiros – P. Jurídica – FR 000 R$ 10.000,00 10.013 – 15.452.0323.2.031 – OBRAS E SERVIÇOS URBANOS 3.3.90.39.00.00 – Outros Serviços de Terceiros – P. Jurídica – FR 507 R$ 200.000,00 TOTAL R$ 220.000,00 Art. 2. º - Para dar cobertura ao crédito aberto no Artigo 1.º, serão utilizados recursos provenientes do cancelamento parcial da seguinte dotação do Orçamento vigente: 03.001 – 04.122.0021.2.013 – GABINETE DO SECRETARIO DE GESTÃO 3.3.90.14.00.00 – Diárias – Pessoal Civil – FR 000 R$ 6.000,00 03.004 – 04.122.0021.2.052 – DIVISÃO DE EXPEDIENTE E COMUNICAÇÃO 3.3.90.30.00.00 – Material de Consumo – FR 000 R$10.000,00 03.009 – 04.122.0021.2.220 – DIVISÃO DE INFORMÁTICA 4.4.90.52.00.00 – Equipamentos e Material Permanente – FR 000 R$ 4.000,00 10.013 – 25.752.0327.1.033 – REDE DE ENERGIA ELETRICA 4.4.90.51.00.00 – Obras e Instalações – FR 507 R$200.000,00 TOTAL R$ 220.000,00 Art. 3º. – Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA / ESTADO DO PARANÁ / Paço Municipal Dr. Alicio Dias dos Reis, aos 16 de junho de 2014. PEDRO CLARO DE OLIVEIRA NETO Prefeito Municipal eep

MUNICIPIO DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA - PARANÁ PREGÃO PRESENCIAL R P Nº 032/2014 - PROCESSO nº 2047/2014 - AVISO DE HOMOLOGAÇÃO O Prefeito do Município de Santo Antônio da Platina - Estado do Paraná, Torna publica a Homologação do Procedimento Licitatório Modalidade Pregão Presencial SRP sob o nº 032/2014 que tem como objeto a Contratação de empresas especializadas no fornecimento de Combustíveis (Óleo Diesel S10 e Gasolina), Hospedagem e Refeições para atender 11 (onze) operadores de máquinas e motoristas que estarão a serviço do Município através do Programa Patrulha do Campo, por um período de 40 (quarenta) dias; a serem adquiridos conforme a necessidade, neste exercício; à(s) proponente (s): FORNECEDOR CNPJ/CPF VALOR AUTO POSTO ALADIM LTDA 78.748.720/0001-27 137.814,00 P H SILVA - MARMITEX - ME 16.782.043/0001-06 9.064,00 TOTAL è 146.878,00 Santo Antônio da Platina - PR, 11 de junho de 2014. PEDRO CLARO DE OLIVEIRA NETO - Prefeito Municipal

MUNICÍPIO DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA - PARANÁ PREGÃO PRESENCIAL R P Nº 031/2014 - PROCESSO nº 2046/2014 - AVISO DE HOMOLOGAÇÃO O Prefeito do Município de Santo Antônio da Platina - Estado do Paraná, Torna publica a Homologação do Procedimento Licitatório Modalidade Pregão Presencial SRP sob o nº 031/2014 que tem como objeto a Aquisição de Gêneros alimentícios, Pães, Cestas básicas, Marmitex, Coffe Break, Água mineral e Botijões de gás para diversas Secretarias, Departamentos e Divisões Municipais; a serem adquiridos conforme a necessidade, por um período de 12 (doze) meses; à(s) proponente s): FORNECEDOR CNPJ/CPF VALOR SILVA GÁS- COM. TRANSP. GÁS LTDA 82.008.574/0001-70 10.575,40 NEUSA PERES DE CASTRO 76.794.536/0001-98 13.674,40 CÉSAR MARTINS PRODUTOS ALIMENTÍCIOS - ME 79.133.971/0001-60 82.976,50 SUPERMERCADO DAYEH - TEREZA ENERSTINA DAYEH 78.767.480/0001-08 79.659,75 ATACADO MARINGÁ INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE ALIMENTOS LTDA 72.272.149/0001-30 143.167,05 TUFAI NATUREZA ALIMENTOS LTDA ME 00.198.240/0001-42 5.318,45 SUPERMERCADO BRUNHARI LTDA - EPP 04.525.675/0001-05 4.742,58 KLEBER ARRABAÇA BARBOSA 11.507.711/0001-73 10.753,65 P H SILVA - MARMITEX - ME 16.782.043/0001-06 12.762,00 TOTAL è 363.629,78 Santo Antônio da Platina - PR, 11 de junho de 2014. PEDRO CLARO DE OLIVEIRA NETO - Prefeito Municipal


Atas & Editais A-7

TRIBUNA DO VALE Terça-feira, 17 de junho de 2014 PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ-ESTADO DO PARANÁ LICITAÇÃO MODALIDADE PREGÃO PRESENCIAL Nº 17/2014 RESULTADO DE JULGAMENTO E CLASSIFICAÇÃO Em cumprimento ao disposto no art. 109, parágrafo 1º da Lei nº 8.666/93, atualizada pela Lei nº 8.883/94, torna-se público o resultado da renegociação da proposta comercial referente ao item nº 05, da licitação em epígrafe, cuja classificação dá-se da seguinte forma: OBJETO: registro de preços destinado a futuras e eventuais aquisições de combustíveis e agente redutor líquido automotivo (ARLA 32). • 1ª Colocada: Posto Farol de Combustíveis. Valor Unitário: R$ 34,90 (trinta e quatro reais e noventa centavos). Valor Total do Item: R$ 5.235,00 (cinco mil e duzentos e trinta e cinco reais). Quatiguá-PR, Sala de Licitações, em 13 de junho de 2014. GENIVALDO VALLE Pregoeiro Substituto

PREFEITURA DO MUNICIPIO DE CAMBARÁ Estado do Paraná

Exercício:

Exercício:

Exercício:

2014

03.000.00.000.0000.0.000. 03.003.00.000.0000.0.000. 03.003.04.122.1002.2.003. 115 - 3.3.90.39.00.00 04.000.00.000.0000.0.000. 04.001.00.000.0000.0.000. 04.001.04.123.1002.2.140. 126 - 3.3.90.39.00.00 04.003.00.000.0000.0.000. 04.003.04.129.1002.2.010. 150 - 3.3.90.39.00.00 05.000.00.000.0000.0.000. 05.001.00.000.0000.0.000. 05.001.12.361.1005.2.100. 221 - 4.4.90.52.00.00

272 - 3.3.90.39.00.00 06.000.00.000.0000.0.000. 06.001.00.000.0000.0.000. 06.001.27.812.1002.2.130. 282 - 3.3.90.39.00.00 07.000.00.000.0000.0.000. 07.002.00.000.0000.0.000. 07.002.10.301.1006.2.012. 312 - 3.3.90.30.00.00 311 - 3.3.90.30.00.00 321 - 3.3.90.39.00.00

07.002.10.304.1008.2.018. 448 - 4.4.90.52.00.00

15.000,00

00511 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA DEPARTAMENTO DE TRIBUTACAO MANUTENCAO DO DEPARTAMENTO DE TRIBUTACAO

10.000,00

01000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCACAO E CULTURA DEPARTAMENTO DE EDUCACAO MANUTENCAO ENSINO FUNDAMENTAL OUTROS RECURSOS

15.000,00

461 - 3.3.90.32.00.00

637 - 3.3.90.39.00.00

668 - 3.3.90.30.00.00 669 - 3.3.90.39.00.00

486 - 3.3.90.30.00.00 488 - 3.3.90.39.00.00 489 - 4.4.90.51.00.00 08.001.08.244.2490.2.590. 670 - 3.3.90.30.00.00 493 - 3.3.90.39.00.00 08.001.08.244.2520.2.600. 671 - 4.4.90.51.00.00

31772 MATERIAL DE CONSUMO 31772 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA 31772 OBRAS E INSTALAÇÕES MANUTENCAO DO CREAS

27.000,00 27.000,00

31773 MATERIAL DE CONSUMO 31773 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA MANUTENCAO DO PROJOVEM

50.000,00 32.000,00

31773 OBRAS E INSTALAÇÕES

32.000,00

08.001.08.244.2530.2.610. 498 - 3.3.90.30.00.00 500 - 3.3.90.39.00.00

105 - 3.1.90.11.00.00 04.000.00.000.0000.0.000. 04.001.00.000.0000.0.000. 04.001.04.123.1002.2.140.

498 - 3.3.90.30.00.00 500 - 3.3.90.39.00.00

01000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA SECRETARIA MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER DEPARTAMENTO DE ESPORTE E LAZER MANUTENCAO DEPARTAMENTO ESPORTE E LAZER

15.000,00

01000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAUDE FUNDO MUNICIPAL DE SAUDE ATENCAO BASICA DA SAUDE

13.000,00

01000 MATERIAL DE CONSUMO 00303 MATERIAL DE CONSUMO 01000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA 01495 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA 00303 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA VIGILANCIA SANITARIA E PROMOCAO DA SAUDE

40.000,00 40.000,00 50.000,00

501 - 4.4.90.52.00.00 08.001.08.244.2540.2.620. 502 - 3.3.90.14.00.00 504 - 3.3.90.30.00.00 505 - 3.3.90.33.00.00

31776 DIÁRIAS - PESSOAL CIVIL 31776 MATERIAL DE CONSUMO 31776 PASSAGENS E DESPESAS COM LOCOMOÇÃO

24.000,00

121 - 3.3.90.30.00.00

143 - 3.1.90.11.00.00 05.000.00.000.0000.0.000. 05.001.00.000.0000.0.000. 05.001.12.361.1005.2.100.

171 - 3.1.90.11.00.00 176 186 196 211 -

6.000,00 6.000,00

3.1.90.13.00.00 3.1.91.13.00.00 3.3.90.30.00.00 3.3.90.39.00.00

15.000,00

216 - 4.4.90.51.00.00 05.001.12.365.1005.2.008.

7.000,00 4.500,00 12.000,00

05.002.00.000.0000.0.000. 05.002.13.392.1002.2.210.

250 - 3.3.90.39.00.00

Total Suplementação:

265 - 3.1.90.11.00.00

264.000,00

06.000.00.000.0000.0.000.

Artigo 2º - Como Recurso para atendimento do crédito 06.001.00.000.0000.0.000. aberto pelo artigo anterior, na forma do disposto pelo artigo 43 da lei 4320 de 17 de março de 1964, o 06.001.27.812.1002.2.130. Superavit Financeiro; 284 - 4.4.90.52.00.00 Artigo 3º publicação, revogadas as disposições em contrário. Edifício

da

Este

Prefeitura

Decreto

entrará

Municipal

de

em

vigor

CAMBARÁ

Paraná, em 16 de junho de 2014.

na

,

data

31772 MATERIAL DE CONSUMO 31772 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA 31772 OBRAS E INSTALAÇÕES MANUTENCAO DO CREAS

13.000,00 13.000,00

31773 MATERIAL DE CONSUMO 31773 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA MANUTENCAO DO PROJOVEM

20.000,00 8.000,00

Estado

31773 OBRAS E INSTALAÇÕES

295 - 3.1.90.11.00.00

501 - 4.4.90.52.00.00 08.001.08.244.2540.2.620. 502 - 3.3.90.14.00.00 504 - 3.3.90.30.00.00 505 - 3.3.90.33.00.00

31776 DIÁRIAS - PESSOAL CIVIL 31776 MATERIAL DE CONSUMO 31776 PASSAGENS E DESPESAS COM LOCOMOÇÃO

Receita: Receita: Receita: Receita: Receita:

1.7.2.1.34.99.07.00 1.7.2.1.34.99.12.00 1.7.2.1.34.99.11.00 1.7.2.1.34.99.03.00 1.7.2.1.34.99.10.00

Fonte: Fonte: Fonte: Fonte: Fonte:

50.000,00

2.000,00

73.000,00

01000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA

10.000,00

00511 VENCIMENTOS E VANTAGENS FIXAS PESSOAL CIVIL DEPARTAMENTO DE LICITACOES E COMPRAS MANUTENCAO DEPTO DE COMPRAS E LICITACAO

8.000,00

01000 VENCIMENTOS E VANTAGENS FIXAS PESSOAL CIVIL SECRETARIA MUNICIPAL DE FINANCAS DEPARTAMENTO FINANCEIRO MANUTENCAO DO DEPARTAMENTO FINANCEIRO

15.000,00

00511 MATERIAL DE CONSUMO

2.000,00

DEPARTAMENTO DE TRIBUTACAO MANUTENCAO DO DEPARTAMENTO DE TRIBUTACAO 01000 VENCIMENTOS E VANTAGENS FIXAS PESSOAL CIVIL SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCACAO E CULTURA DEPARTAMENTO DE EDUCACAO MANUTENCAO ENSINO FUNDAMENTAL OUTROS RECURSOS

15.000,00

01107 VENCIMENTOS E VANTAGENS FIXAS PESSOAL CIVIL 01107 OBRIGAÇÕES PATRONAIS 01107 OBRIGAÇÕES PATRONAIS 01107 MATERIAL DE CONSUMO 01107 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA 01107 OBRAS E INSTALAÇÕES MANUT. ED. INFANTIL - OUTROS RECURSOS

186.000,00 2.000,00 30.000,00 34.000,00 21.000,00 24.000,00

01107 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA DEPARTAMENTO DE CULTURA MANUTENCAO DO DEPARTAMENTO DE CULTURA

3.000,00

01000 VENCIMENTOS E VANTAGENS FIXAS PESSOAL CIVIL SECRETARIA MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER DEPARTAMENTO DE ESPORTE E LAZER MANUTENCAO DEPARTAMENTO ESPORTE E LAZER

15.000,00

01000 EQUIPAMENTOS E MATERIAL PERMANENTE

13.000,00

10.000,00

01497 OBRIGAÇÕES PATRONAIS 00303 OBRIGAÇÕES PATRONAIS SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSISTENCIA SOCIAL DEPARTAMENTO DE ACAO SOCIAL MANUTENCAO FUNDO MUNICIPAL ASSIST. SOCIAL

2.000,00 10.000,00

sua

do

Decreto nº 1540/2014 de 16/06/2014 Ementa: Abre Crédito outras providências.

05.000.00.000.0000.0.000. 05.001.00.000.0000.0.000. 05.001.12.361.1005.2.100. 218 - 4.4.90.52.00.00

01000 SUBVENÇÕES SOCIAIS

73.000,00

PROCURADORIA JURIDICA PROCURADORIA JURIDICA MANUTENCAO DA PROCURADORIA JURIDICA

Edifício

da

Prefeitura

Decreto

entrará

Municipal

de

da

300.000,00

1000

Edifício

da

Este

Prefeitura

Decreto

entrará

Municipal

de

em

4.500,00 683.000,00

CAMBARÁ

Paraná, em 16 de junho de 2014.

JOAO MATTAR OLIVATO PREFEITO

na

,

data

Estado

de

sua

do

aberto

300.000,00 300.000,00

vigor

CAMBARÁ

Paraná, em 16 de junho de 2014.

1.000,00 4.500,00

vigor

Crédito

300.000,00

Total da Receita:

4.500,00 20.000,00

em

Fonte:

Artigo 3º publicação, revogadas as disposições em contrário.

10.000,00

Total Redução:

Este

e

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCACAO E CULTURA DEPARTAMENTO DE EDUCACAO MANUTENCAO ENSINO FUNDAMENTAL OUTROS RECURSOS 00103 EQUIPAMENTOS E MATERIAL PERMANENTE

Receita: 1.7.2.1.01.02.00.00

60.000,00

01000 MATERIAL DE CONSUMO 01000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA FÍSICA 01000 OBRAS E INSTALAÇÕES

Artigo 3º publicação, revogadas as disposições em contrário.

Suplementar

Artigo 2º - Como Recurso para atendimento do crédito pelo artigo anterior, na forma do disposto pelo artigo 43 da lei 4320 de 17 de março de 1964, o Excesso de Arrecadação;

20.000,00

12.000.00.000.0000.0.000.

Adicional

Suplementação

5.500,00

12.001.00.000.0000.0.000. 12.001.02.061.1017.2.030.

638 - 4.4.90.51.00.00

de

Estado

Artigo 1º - Fica aberto no corrente Exercício o Adicional Suplementar, no Orçamento Geral do Município, no valor de R$ 300.000,00 (trezentos mil reais), destinado ao reforço das seguintes Dotações Orçamentárias.

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAUDE FUNDO MUNICIPAL DE SAUDE ATENCAO BASICA DA SAUDE

424 - 3.1.90.13.00.00 422 - 3.1.90.13.00.00 08.000.00.000.0000.0.000. 08.001.00.000.0000.0.000. 08.001.08.244.2450.2.490.

634 - 3.3.90.30.00.00 636 - 3.3.90.36.00.00

data

,

2014

JOAO MATTAR OLIVATO PREFEITO

07.002.10.304.1008.2.018.

458 - 3.3.50.43.00.00

na

** Elotech ** 16/06/2014 Pág. 1/1

Total Suplementação:

10.000,00

418 - 3.3.90.32.00.00

vigor

Decreta:

01000 MATERIAL, BEM OU SERVIÇO PARA DISTRIBUIÇÃO GRATUITA VIGILANCIA SANITARIA E PROMOCAO DA SAUDE

07.002.10.303.1012.2.023.

em

CAMBARÁ

O Prefeito Municipal de CAMBARÁ, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais e das que lhe foram conferidas pela Lei Orçamentária nº 1562/2013 de 20/12/2013.

01000 VENCIMENTOS E VANTAGENS FIXAS PESSOAL CIVIL ASSISTENCIA FARMACEUTICA BASICA

369 - 3.1.90.11.00.00

de

JOAO MATTAR OLIVATO PREFEITO

SECRETARIA MUNICIPAL ADMINISTRACAO DEPARTAMENTO ADMINISTRATIVO MANUTENCAO DO DEPARTAMENTO ADMINISTRATIVO

10.000,00

357 - 3.1.90.13.00.00 07.002.10.301.1006.2.015.

entrará

Municipal

Paraná, em 16 de junho de 2014.

Exercício:

01000 VENCIMENTOS E VANTAGENS FIXAS PESSOAL CIVIL 01000 OBRIGAÇÕES PATRONAIS SAUDE BUCAL

354 - 3.1.90.11.00.00

Prefeitura

Decreto

aberto

32.000,00 52.500,00 34.500,00 43.000,00 36.000,00 198.000,00

683.000,00

20.000,00

333 - 3.1.90.13.00.00 07.002.10.301.1006.2.014.

da

Este

PREFEITURA DO MUNICIPIO DE CAMBARÁ Estado do Paraná

01000 VENCIMENTOS E VANTAGENS FIXAS PESSOAL CIVIL 01000 OBRIGAÇÕES PATRONAIS AGENTES COMINITARIOS DE SAUDE

330 - 3.1.90.11.00.00

13.000,00 5.500,00 16.000,00 198.000,00

Total da Receita:

Artigo 3º publicação, revogadas as disposições em contrário. Edifício

50.000,00

324 - 4.4.90.51.00.00 323 - 4.4.90.51.00.00 07.002.10.301.1006.2.013.

9.000,00 9.000,00 25.000,00

1000 1000 1000 1000 1000

50.000,00

01495 VENCIMENTOS E VANTAGENS FIXAS PESSOAL CIVIL 00303 VENCIMENTOS E VANTAGENS FIXAS PESSOAL CIVIL 01000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA FÍSICA 01000 OBRAS E INSTALAÇÕES 00303 OBRAS E INSTALAÇÕES PROGRAMA SAUDE DA FAMILIA

318 - 3.3.90.36.00.00

8.000,00

MANUTENCAO IGD - PBF 31775 MATERIAL DE CONSUMO 31775 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA 31775 EQUIPAMENTOS E MATERIAL PERMANENTE MANUTENCAO IGD-SUAS

Artigo 2º - Como Recurso para atendimento do crédito pelo artigo anterior, na forma do disposto pelo artigo 43 da lei 4320 de 17 de março de 1964, o Excesso de Arrecadação;

01000 MATERIAL, BEM OU SERVIÇO PARA DISTRIBUIÇÃO GRATUITA PROCURADORIA JURIDICA PROCURADORIA JURIDICA MANUTENCAO DA PROCURADORIA JURIDICA

07.002.00.000.0000.0.000. 07.002.10.301.1006.2.012.

do

6.000,00

SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSISTENCIA SOCIAL DEPARTAMENTO DE ACAO SOCIAL MANUTENCAO FUNDO MUNICIPAL ASSIST. SOCIAL

de07.000.00.000.0000.0.000. sua

293 - 3.1.90.11.00.00

JOAO MATTAR OLIVATO PREFEITO

7.000,00 10.500,00

Total Suplementação:

01497 EQUIPAMENTOS E MATERIAL PERMANENTE

04.003.00.000.0000.0.000. 04.003.04.129.1002.2.010.

MANUTENCAO IGD - PBF 31775 MATERIAL DE CONSUMO 31775 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA 31775 EQUIPAMENTOS E MATERIAL PERMANENTE MANUTENCAO IGD-SUAS

671 - 4.4.90.51.00.00

31778 MATERIAL DE CONSUMO 31778 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA MANUTENCAO DO CRAS

08.001.08.244.2530.2.610.

DEPARTAMENTO DE CULTURA MANUTENCAO DO DEPARTAMENTO DE CULTURA

03.000.00.000.0000.0.000. 03.001.00.000.0000.0.000. 03.001.04.122.1002.2.070.

03.003.00.000.0000.0.000. 03.003.04.122.1002.2.003.

3.000,00 3.500,00

08.001.08.244.2520.2.600.

300.000,00

13.000,00 22.000,00

Redução

14 - 3.1.90.11.00.00 SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSISTENCIA SOCIAL DEPARTAMENTO DE ACAO SOCIAL MANUTENCAO DO C.C.C.A JOAO PIRES

31778 MATERIAL DE CONSUMO 31778 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA MANUTENCAO DO CRAS

670 - 3.3.90.30.00.00 493 - 3.3.90.39.00.00

SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSISTENCIA SOCIAL DEPARTAMENTO DE ACAO SOCIAL MANUTENCAO DO C.C.C.A JOAO PIRES 31778 MATERIAL DE CONSUMO 31778 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA MANUTENCAO DO CAESC

Artigo 2º - Para atender o disposto no Artigo 1º deste Decreto, servirá como recurso o Cancelamento de Dotações Orçamentárias, conforme discriminação abaixo, de acordo com o Artigo 43, § 1º, Inciso III da Lei Federal nº 4.320/64. Crédito

Suplementação

668 - 3.3.90.30.00.00 669 - 3.3.90.39.00.00

486 - 3.3.90.30.00.00 488 - 3.3.90.39.00.00 489 - 4.4.90.51.00.00 08.001.08.244.2490.2.590.

Total Suplementação:

08.001.08.244.2480.2.580.

08.001.08.244.2450.2.510.

08.001.08.244.2480.2.580.

01107 EQUIPAMENTOS E MATERIAL PERMANENTE

08.000.00.000.0000.0.000. 08.001.00.000.0000.0.000. 08.001.08.244.2450.2.490.

12.000.00.000.0000.0.000. 12.001.00.000.0000.0.000. 12.001.02.061.1017.2.030.

08.000.00.000.0000.0.000. 08.001.00.000.0000.0.000. 08.001.08.244.2450.2.500. 666 - 3.3.90.30.00.00 667 - 3.3.90.39.00.00

01000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA SECRETARIA MUNICIPAL DE FINANCAS DEPARTAMENTO FINANCEIRO MANUTENCAO DO DEPARTAMENTO FINANCEIRO

Crédito

Suplementação

SECRETARIA MUNICIPAL ADMINISTRACAO DEPARTAMENTO DE LICITACOES E COMPRAS MANUTENCAO DEPTO DE COMPRAS E LICITACAO

05.002.00.000.0000.0.000. 05.002.13.392.1002.2.210.

O Prefeito Municipal de CAMBARÁ, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais e das que lhe foram conferidas pela Lei Orçamentária nº 1562/2013 de 20/12/2013.

08.001.08.244.2450.2.510.

da

Crédito noventa e oito mil reais), destinado ao reforço das seguintes Dotações Orçamentárias.

Suplementação

2014

7.000,00 8.000,00

e

Artigo 1º - Fica aberto no corrente Exercício o Adicional Suplementar, no Orçamento Geral do Município, no valor de R$ 198.000,00 (cento e

Artigo 1º - Fica aberto no corrente Exercício o Adicional Suplementar, no Orçamento Geral do Município, no valor de R$ 683.000,00 (seiscentos e oitenta e três mil reais), destinado ao reforço das seguintes Dotações Orçamentárias.

320 - 3.3.90.39.00.00

31778 MATERIAL DE CONSUMO 31778 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA MANUTENCAO DO CAESC

Suplementar

Decreta:

Ementa: Abre Crédito Adicional Suplementar e da outras providências.

666 - 3.3.90.30.00.00 667 - 3.3.90.39.00.00

Adicional

O Prefeito Municipal de CAMBARÁ, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais e das que lhe foram conferidas pela Lei Orçamentária nº 1562/2013 de 20/12/2013.

Decreta:

Decreto nº 1538/2014 de 16/06/2014

08.000.00.000.0000.0.000. 08.001.00.000.0000.0.000. 08.001.08.244.2450.2.500.

Ementa: Abre Crédito outras providências.

O Prefeito Municipal de CAMBARÁ, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais e das que lhe foram conferidas pela Lei Orçamentária nº 1562/2013 de 20/12/2013.

322 - 3.3.90.39.00.00

Artigo 1º - Fica aberto no corrente Exercício o Adicional Suplementar, no Orçamento Geral do Município, no valor de R$ 264.000,00 (duzentos e sessenta e quatro mil reais), destinado ao reforço das seguintes Dotações Orçamentárias.

Decreto nº 1539/2014 de 16/06/2014

Decreto nº 1541/2014 de 16/06/2014

** Elotech ** 16/06/2014 Pág. 1/1

Decreta:

** Elotech ** 16/06/2014 Pág. 1/1

2014

Ementa: Abre Crédito Adicional Suplementar e da outras providências.

PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ-ESTADO DO PARANÁ EXTRATO CONTRATUAL CONTRATO Nº 08/2014 Partes: Município de Quatiguá e Copel Telecomunicações S/A. Objeto: Contratação da Companhia de Energia Elétrica – COPEL, por meio de sua subsidiária, COPEL TELECOMUNICAÇÕES S/A, para a prestação de serviços de acesso à internet através de fibra óptica. CNPJ/MF: 04.368.865/0001-66 Valor Mensal: R$ 1.462,38 (um mil, quatrocentos e sessenta e dois reais e trinta e oito centavos). Valor Global: R$ 17.548,56 (dezessete mil, quinhentos e quarenta e oito reais e cinqüenta e seis centavos). Vigência: 12 (doze) meses. Serviço contratado: IP_DIR_100 10 Mbps. Execução: parcelada. Data: 20 de maio de 2014. Luis Fernando Dolenz – Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ-ESTADO DO PARANÁ PROCESSO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 08/2014 Processo Administrativo nº 33/2014 Objeto: Contratação da CAIXA ECONOMICA FEDERAL, para a prestação de serviços de arrecadação no processo de recolhimento de taxas, tributos e outros débitos sob a responsabilidade da Prefeitura Municipal de Quatiguá. Empresa contratada: Caixa Econômica Federal. CNPJ/MF: 00.360.305/0001-04. Período: 12 (doze) meses. Valor Global Máximo: R$ 23.000,00 (vinte e três mil reais). Embasamento: Art. 24, Inciso VIII, da Lei de Licitações nº 8.666/93 e alterações. Data: 16 de junho de 2014. LUIS FERNANDO DOLENZ Prefeito Municipal PREFEITURA DO MUNICIPIO DE CAMBARÁ Estado do Paraná

PREFEITURA DO MUNICIPIO DE CAMBARÁ Estado do Paraná

** Elotech ** 16/06/2014 Pág. 1/1

na

,

data

Estado

de

sua

do


cmyb

A-8 Educação

TRIBUNA DO VALE

Terça-feira, 17 de junho de 2014

Lista para Cmeis é de 216 crianças

EDUCAÇÃO»Quatro Cmeis vão atender alunos durante o recesso escolar - de 30 de junho a 13 de julho Gladys Santoro

O recadastramento para atendimento nos Centros Municipais de Educação Infantil de Santo Antônio da Platina realizado nos dias 24 e 25 de maio – e depois estendido até o dia 30 do mesmo mês apontou uma fila de espera de 216 crianças de zero a quatro anos de idade. Esse número deve subir nos próximos meses por conta de novos interessados. A lista foi publicada no Diário Oficial e também está exposta na recepção da Secretaria Municipal da Educação. As matrículas vão obedecer a ordem de solicitação pela vaga. Segundo a secretária municipal da Educação Estela Garcia Noal e a coordenadora das Cmeis, Rosiléia Braga da Luz, o número de crianças na fila de espera era de 657 entre 2009 e 2014. “Não dá para precisar os motivos da redução, mas entre eles estão crianças que já saíram da idade de frequentar Cmeis, mudança de município e os atendimentos já ocorridos”, explicaram. Além desses motivos, os pais também podem ter deixado de comparecer à secretaria nos dias de recadastramento. “Isso não poderia acontecer diante da enorme divulgação que fizemos em todos os meios de

comunicação e também através de carro de som. Fizemos plantão na secretaria até o no final de semana. Quem não compareceu pode ainda solicitar vaga, mas ficará no fim da fila”, orientou a secretária. A coordenadora Rosiléia acredita que depois do recadastramento, ficará mais fácil monitorar as vagas das Cmeis. “Agora temos os endereços atualizados e telefones para contato dos pais que cadastraram seus filhos. Dessa forma vamos nos organizando de maneira a atender o máximo possível de crianças obedecendo a ordem de solicitações”, disse. TAC A Secretaria de Educação também está cumprindo o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado no ano passado com o Ministério Público, que determinou que fossem feitas pelo menos 20 matrículas na educação infantil por mês. “Com o recadastramento vamos atender ao TAC de maneira justa, tanto que a lista de espera já foi até publicada no Diário Oficial”, disse Rosiléia. Cmeis em construção – Além das 11 Cmeis existentes na cidade e que atendem ao todo 573 crianças, há mais três em construção: A Cmei do Parque Rennó (perto do

Coordenadora Rosiléia e secretária Estela apresentam resultado do recadastramento

hospital Nossa Senhora da Saúde), vai receber 60 crianças em período integral. A obra está 94,61% concluída. O mobiliário já chegou, mas faltam a instalação de uma caixa d´água, terminar o muro e fazer as rampas de acesso. A Cmei do bairro Vitória Régia, também para 60 crian-

ças em período integral está com obra67,60% concluída. A Cmei da Vila Ribeiro – conhecida como supercreche, está com 57,77% da obra concluída e deve receber 120 crianças em período integral. Se a secretaria decidir por período parcial, poderão ser atendidas 240 crianças. Porém, ainda

Definitivamente, o prédio do antigo Seminário dos frades Capuchinhos, no Jardim Santa Cruz, não será aproveitado para creche. Segundo a secretária e a coordenadora, as adaptações que deveriam ser feitas para que ele cumpra essa finalidade ficam mais caras do que a construção de uma nova Cmei. “A Educação Municipal

vai utilizar aquele prédio para abrigar o Centro de Atendimento Integral (CAI), e parte dele ficará para a secretaria da Saúde, que vai instalar ali uma Unidade Básica de Saúde”, explicou Estela. Férias Quatro Cmeis ficarão abertas para atender cerca de 150 filhos de trabalhadores

em 2015, as vagas abertas nas novas creches não devem ser suficientes para zerar a fila de espera. “A fila aumenta dia-a-dia. Já a construção de imóveis é bem mais lenta”, comentou a secretária lembrando que essa defasagem deve ser atenuada apenas em 2016, quando as creches atenderão

apenas crianças de zero a três anos. As de quatro anos serão incluídas na Educação Básica. “Atender crianças pequenas exige espaço, estrutura e corpo docente. Há regras a serem cumpridas. Uma delas exige uma professora e uma auxiliar para 10 bebês”, informou a secretária.

Seminário é descartado durante o recesso escolar, que vai de 30 de junho a 13 de julho. “Só vamos receber filhos de pais que trabalham fora e que não têm com quem deixar as crianças nesse período. Para isso, já escalamos dois pedagogos e equipes de serviços gerais. As atividades serão recreativas e em período integral”, disse a coorde-

nadora Rosileia. A Secretaria de Educação também ficará de plantão durante o recesso escolar. As creches que funcionarão nas férias são: Monte Real, São Gabriel, no Conjunto Álvaro de Abreu, Sebastião Dávilla no centro e Avenida, também no centro da cidade.

O M E L H O R E S TA D O PA R A S E V I V E R TA M B É M É O M E L H O R PA R A M O R A R .

Nunca no nosso Estado se investiu tanto em habitação, mais de 100 mil famílias estão sendo beneficiadas na cidade e no campo. São R$ 4,5 bilhões em parceria com as Prefeituras e Governo Federal, contemplando 100% dos municípios do Paraná. Em outras palavras, é garantia de qualidade de vida e futuro melhor para todos os paranaenses.

cyan magenta yellow black


cmyb

TRIBUNA DO VALE Terça-feira, 17 de junho de 2014

Economia

B-1

www.tribunadovale.com.br

Capal lança nova marca Reajuste de 32,4% na »CUSTOS

MARCA»Para reforçar conceito de desenvolvimento, sustentabilidade e inovação, Capal Cooperativa Agroindustrial lança nova marca

Divulgação

tarifa da Copel vai causar forte impacto na indústria

AGÊNCIA FIEP

Da Assessoria

“Com o passar do tempo uma marca pode deixar de transmitir o que a empresa de fato representa e oferece, por isso essa necessidade da modernização. A Capal precisava passar por esse processo, mas conduzimos isso com muita responsabilidade”, afirma o presidente Erik Bosch. Após intenso trabalho de pesquisa sobre a história, segmentos e trajetória de crescimento da Cooperativa, foi desenhada uma nova marca, mais moderna, inspirada em tudo aquilo que move a Capal dia a dia: a natureza, que é a base do trabalho; o azul do céu, que significa a ética, a seriedade; o amarelo do sol, que representa a energia, e o verde dos campos, que através dos seus associados tem a honra de plantar e colher. A letra C une e representa esses elementos, se desdobrando, vencendo as etapas de forma dinâmica, se movimentando, assim como a Capal. A primeira logomarca foi criada no início das atividades da Cooperativa e passou por pequenos ajustes neste tempo,

Nova logomarca da Capal é mais moderna, inspirada em tudo aquilo que move a Capal dia a dia

ela representava claramente o cooperativismo e a sua seriedade. Agora a nova marca se abre mais para o mercado, abraçando novas possibilidades e avançando para novas fronteiras, sem perder a essência cooperativista através do desenho dos dois pinheiros. “Com a nossa nova identidade queremos demonstrar todo o respeito pela história, as nossas origens, mas também o arrojo e vigor de uma Cooperativa dinâmica, que está em forte e sólido desenvolvimento”, comenta o superintendente Adilson Roberto Fuga. Apresentação – a nova marca foi apresentada para funcionários e cooperados em primeira mão, em eventos realizados em cada uma das Unidades. Os presentes pu-

deram relembrar um pouco da história da Cooperativa e entender como foi a concepção desta nova logomarca. “A nova marca surpreendeu, eu estava presente no lançamento na filial de Wenceslau Braz e percebi que todos gostaram muito, acreditando nesta mudança ligada ao desenvolvimento da Capal. É um novo momento para cooperados e colaboradores e a forma de mostrar isso através de um vídeo, explicando o significado das cores foi excelente. Demonstrar na logo toda a preocupação com o meio ambiente também é importante”, conta a funcionária Ana Paula Silva. Para o veterinário Diogo Augusto Cleto Souto, este é um passo importante que a Cooperativa está dando em relação ao

fortalecimento da sua imagem. “Os produtores já têm a marca Capal como sinônimo de qualidade, inovação e tecnologia e essa nova imagem condiz com esse cenário” comenta. História A história de transformação e superação vista hoje é fruto do trabalho dedicado que começou em 1960, em Arapoti-PR, pelas mãos de imigrantes holandeses. Hoje, com mais de 1600 cooperados, cerca de 500 funcionários e 11 unidades de negócios, nos estados do Paraná e São Paulo, o desenvolvimento da Cooperativa é forte, alcançando R$700 milhões de faturamento anual e com números cada vez mais importantes no cenário do agronegócio na região onde atua.

COMUNICADO EM GERAL A EMPRESA CONCESSIONÁRIA DE RODOVIAS DO NORTE S.A. comunica a quem possa interessar que em apoio a Polícia Rodoviária foi(ram) apreendido(s) animal(is) nos termos do art. 269, inc. X do Código de Trânsito, pela autoridade de trânsito competente, encontrando-se à disposição de seus proprietários os referidos animais consoante descrições abaixo, que após o pagamento de multa, taxas e despesas o mesmo será liberado. (i)especificação dos animais: ANIMAL (Quantidade)

ESPÉCIE

PELAGEM / COR

RAÇA

SEXO

01

Equino (Burro)

Ruano

Comum

Macho

01

Equino

Branca

Pé duro

Fêmea

Esclarecemos mais que, em não sendo reclamado a propriedade do(s) animal(is) em referência, no prazo de 90 (noventa) dias, o mesmo será doado a instituições competentes. Londrina, 16 de junho de 2014.

Fabricação de produtos de madeira será um dos mais impactados Da Assessoria

O reajuste médio de 32,4% na tarifa de energia elétrica solicitado pela Copel vai causar grande impacto nos custos de produção da indústria paranaense, caso seja autorizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Levantamento da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep) aponta que o aumento fará com que a participação da energia nos custos e despesas totais do setor industrial do Estado tenha um crescimento imediato de 0,5 ponto percentual. O presidente do Sistema Fiep, Edson Campagnolo, afirma que, além de sofrer com os mesmos problemas que afetam a indústria brasileira como um todo, como carga tributária elevada e altos encargos trabalhistas, a indústria paranaense tem sido obrigada a enfrentar outras questões específicas do Estado que reduzem ainda mais a competitividade das empresas. “Já convivermos, por exemplo, com tarifas de pedágio muito superiores às praticadas em outras partes do país, que aumentam os custos de transportes para nossas empresas”, diz Campagnolo. “Agora, se esse elevado reajuste solicitado pela Copel for aprovado, as tarifas de energia elétrica serão outro problema, elevando significativamente também os custos de produção, especialmente para setores que têm grande dependência desse insumo”, completa. Segundo levantamento realizado pelo Departamento Econômico da Fiep, baseado em dados da Pesquisa Industrial Anual do IBGE, um reajuste de 32,4% nas

tarifas cobradas pela Copel fará com que a participação média da energia elétrica no total de custos e despesas da indústria paranaense suba dos atuais 1,54% para 2,04%. “Esse aumento de 0,5 ponto percentual, que pode parecer pequeno, na verdade representa um grande impacto nos custos e despesas totais das empresas”, afirma o economista Roberto Zurcher. Em alguns setores bastante dependentes da energia elétrica para sua produção, o impacto será ainda mais significativo. No caso das indústrias metalúrgicas, a energia passará a representar 5,99% do total de custos e despesas das empresas, contra os atuais 4,52%. Já nas indústrias de produtos de madeira, a participação da energia passaria dos atuais 4,43% para 5,87%. Quem também teria um aumento sensível em suas planilhas de custos seriam as empresas de fabricação de produtos têxteis, com a energia passando a responder por 5,53% do total, ao invés dos 4,17% atuais. O pedido da Copel O que tem o maior índice entre todas solicitações de reajustes que foram entregues pelas distribuidoras de energia à Aneel – é para que as novas tarifas passem a valer a partir de 24 de junho. A solicitação deve ser analisada pela agência durante reunião prevista para a próxima terça-feira (17). “Esperamos que a Aneel leve em conta a realidade do setor industrial paranaense e o impacto que um reajuste nesses patamares terá para a competitividade do setor produtivo do Estado”, conclui Campagnolo.

cyan magenta yellow black


B-2 Atas&Editais VENDO CHÁCARA COM CASA MISTA - 120M2, COM ÁGUA, LUZ, TELEFONE - TODA MURADA. VÁRIAS ÁRVORES FRUTÍFERAS E PALMITO4000 MTS2- VALOR A COMBINAR- ACEITO CARRO. FONES 43- 3564-2769 OU 9658- 2630 (TIM)- FALAR COM IRACI - QUATIGUÁ - PR

VENDO TERRENO COM MAIS DE 7.017.62 M2 E OUTRO NO MESMO LOCAL DE 249.00 M2 NO CONJUNTO JOÃO FURTADO EM SANTO ANTÔNIO DA PLATINA NO PONTO MAIS ALTO DO LOTEAMENTO FAZENDO DIVISA COM ARÉA DE RESERVA PERMANENTE, DOC. EM DIA, VALOR R$ 150 MIL. FONES (43) 9959-1916 VENDO LOJA LOJA DE INFORMÁTICA SITUADA AO LADO DE BANCOS E COMÉRCIOS NO CENTRO DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA-PR, A EMPRESA É BEM CONCEITUADA COM MAIS DE 14 ANOS NO MERCADO É TODA EQUIPADA COM GRANDES ESTANTES E BALCÃO DE VIDROS, MESAS PARA ATENDIMENTO E ESCRITÓRIO, E UM ESPAÇO GRANDE PARA ASSISTÊNCIA TÉCNICA COM BANCADAS, FERRAMENTAS E EQUIPAMENTOS MODERNOS, MEZANINO, ESTANTES, ETC... TEM GRANDE FLUXO DE CLIENTES DA CIDADE E REGIÃO. VALOR R$ 90 MIL . FONES (43) 9959-1916 Roberto Carlos Grando, inscrito no CPF 266.579.508-61, torna público que recebeu do IAP, a Licença de Instalação para Avicultura a ser implantada Sítio Vista Bela - Carlópolis (PR). R.C.S Brito Incorporação e Administração-EIRELI-ME CNPJ:18.800.848/0001-60 Residente à Rua Lions Clube ,1258-sala 2-Centro –Ribeirão do Pinhal –Paraná;Torna público que recebeu do IAP-Licença de Instalação para Loteamento “Residencial Laura e Livia Brito”,situado no Prol. Rua Tibagi Santiago Salles ,s/n –Ribeirão do Pinhal –Paraná. PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ - PARANÁ EXTRATO DE CONTRATO Nº. 0097/2014 Partes: MUNICÍPIO DE BARRA DO JACARÉ/PR E A EMPRESA DILMA DE FREITAS AGUIAR CALIXTO, CNPJ/MF sob nº 07.285.584/0001-38 Objeto: Aquisição de produtos de gêneros alimentícios. Contas Dotações: 3000 do exercício de 2014 Valor: R$ 8.282,55 (oito mil, duzentos e oitenta e dois reais e cinqüenta e cinco centavos). Período: 12 (doze) meses, a partir de 12/06/2014. Data da Assinatura: 12/06/2014 Foro: Comarca de Andirá – PR EDIMAR DE FREITAS ALBONETI Prefeito Municipal

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ - PARANÁ EXTRATO DE CONTRATO Nº. 0096/2014 Partes: MUNICÍPIO DE BARRA DO JACARÉ/PR E A EMPRESA DANIELLE REGINA BENETTI, CNPJ/MF nº 17.659.014/0001-14 Objeto: Aquisição de produtos de gêneros alimentícios. Contas Dotações: 3000 do exercício de 2014 Valor: R$ R$ 520,10 (quinhentos e vinte reais e dez centavos). Período: 12 (doze) meses, a partir de 12/06/2014. Data da Assinatura: 12/06/2014 Foro: Comarca de Andirá – PR EDIMAR DE FREITAS ALBONETI Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAPIRAMA – PARANÁ EXTRATO DO CONTRATO -20/2014 Pregão 027/2014 DATA DE ASSINATURA DO CONTRATO: 16 de Junho 2014 CONTRATANTE: MUNICÍPIO DE GUAPIRAMA CONTRATADA: GIRAR COMERCIO DE PEÇAS E ACESSORIOS VALOR: R$ 195.400,00 (cento e noventa e cinco mil quatrocentos reais) OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA QUE FORNEÇA SERVIÇOS MECANICOS ESPECIALIZADOS PARA REPAROS NOS VEICULOS DA FROTA MUNICIPAL PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAPIRAMA – PARANÁ EXTRATO DO CONTRATO -21/2014 Pregão 027/2014 DATA DE ASSINATURA DO CONTRATO: 16 de Junho 2014 CONTRATANTE: MUNICÍPIO DE GUAPIRAMA CONTRATADA: WALDEMAR AUTO PEÇAS LTDA VALOR: R$ 92.000,00 (noventa e dois mil reais) OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA QUE FORNEÇA SERVIÇOS MECANICOS ESPECIALIZADOS PARA REPAROS NOS VEICULOS DA FROTA MUNICIPAL LICITAÇÃO MODALIDADE “PREGÃO PRESENCIAL Nº 009/2014”. PREFEITURA DO MUNICIPIO DE ABATIÁ – PR RESULTADO DE HOMOLOGAÇÃO E ADJUDICAÇÃO O Município de Abatiá – Estado do Paraná torna público a homologação do procedimento licitatório em epigrafe e adjudicação do objeto, sendo “AQUISIÇÃO DE SISTEMA DE ABATE HUMANITÁRIO PARA BOVINOS E SUÍNOS, ATRAVÉS DA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE PÚBLICA”, tendo como vencedora a empresa HÉLIO EURÍPEDES VENDRESQUI - ME, com sede na Rua Geraldo Magela Silva nº 652, Bairro Jardim São Carlos, Cep 14.300-000, Batatais, São Paulo, inscrita no CNPJ sob nº 07.557.913/0001-52, com valor de R$ 18.050,00 (dezoito mil e cinquenta reais). Abatia – Paraná, aos dezesseis dias do mês de junho do ano de 2014. MARIA DE LOURDES FERRAZ YAMAGAMI PREFEITA MUNICIPAL

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ - PARANÁ EXTRATO DE CONTRATO Nº. 0095/2014 Partes: MUNICÍPIO DE BARRA DO JACARÉ/PR E A EMPRESA : EDITORA AMIGOS DA NATUREZA LTDA - EPP, CNPJ/MF sob nº 04.096.738/0001-55 Objeto: Aquisição de materiais da Editora Amigos da Natureza. Contas Dotações: 1710 do exercício de 2014 Valor: R$ 1.075,00 (um mil e setenta e cinco reais). Período: 3 (três) meses, a partir de 12/06/2014. Data da Assinatura: 12/06/2014 Foro: Comarca de Andirá – PR EDIMAR DE FREITAS ALBONETI Prefeito Municipal ID nº: 354 CONTRATO Nº: 34/2014 CONTRATANTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARÁ - PARANÁ CONTRATADO: CERTIFIC INFORMAÇÕES CADASTRAIS LTDA OBJETO: Estabelecer o acesso da CONTRATANTE às informações constantes no Sistema Procob, desenvolvido pela CONTRATADA, através de consultas específicas, via WEB.. VALOR MENSAL : R$- 40,00 VALOR GLOBAL : R$- 480,00 PROCESSO: N° 1657/2014 FUNDAMENTO: Lei Federal nº 8.666/93 DISPENSA: N° 47/2014 DECRETO N.º 031/2014, de 09 de junho de 2014. A Prefeita Municipal de Abatiá, Estado do Paraná, usando das atribuições legais, com base na Lei Federal nº 4.320/1964 e na Lei Municipal nº 593/2014 de 14 de março de 2014, D E C R E TA Art. 1.º - Fica autorizada a abertura de crédito adicional suplementar no Orçamento Geral do Exercício corrente do Município de Abatiá, Estado do Paraná, de acordo com a Lei Federal nº 4.320/1964, o valor de R$ 249.900,00 (duzentos e quarenta e nove mil e novecentos reais), conforme descrito abaixo: 02 – Executivo Municipal 001 – Gabinete do Prefeito 04.122.0201.2.002 – Manutenção do Gabinete do Prefeito FR 000 – 4.4.90.52.00.00 – Equipamentos e Material Permanente R$ 47.000,00 05 – Secretaria da Saúde 001 – Fundo Municipal de Saúde 10.301.0502.2.025 – Manutenção dos Serviços de Transporte da Saúde FR 000 – 4.4.90.52.00.00 – Equipamentos e Material Permanente R$ 171.900,00 06 – Secretaria da Educação, Cultura e Esportes 001 – Departamento de Ensino 12.361.0601.2.033 – Manutenção da Secretaria da Educação, Cultura e Esportes FR 103 – 4.4.90.52.00.00 – Equipamentos e Material Permanente R$ 20.000,00 FR 104 – 4.4.90.52.00.00 – Equipamentos e Material Permanente R$ 11.000,00 Art. 2º – Para dar cobertura aos créditos abertos no artigo anterior, será indicado como recurso o superávit financeiro apurado em balanço do exercício anterior (2013), das seguintes fontes: Fonte de recurso 000, o valor de R$ 218.900,00 (duzentos e dezoito mil e novecentos reais); Fonte de recurso 103, o valor de R$ 20.000,00 (vinte mil reais); e da Fonte de recurso 104, o valor de R$ 11.000,00 (onze mil reais). Art. 3º – Este Decreto entra em vigor nesta data, revogadas as disposições em contrário. Edifício da Prefeitura Municipal de Abatiá, Estado do Paraná, aos 09 dias do mês de junho do ano de 2014. Maria de Lourdes Ferraz Yamagami Prefeita Municipal DECRETO n.º 033/2014, de 09 de junho de 2014. A Prefeita Municipal de Abatiá, Estado do Paraná, usando das atribuições legais, com base na Lei Federal nº 4.320/1964 e na Lei Municipal nº 599 de 29 de maio de 2014, D E C R ETA Art. 1.º - Fica autorizada a abertura de crédito adicional suplementar no Orçamento Geral do Exercício corrente do Município de Abatiá, Estado do Paraná, de acordo com a Lei Federal nº 4.320/1964, o valor de R$ 143.805,59 (cento e quarenta e três mil oitocentos e cinco reais e cinqüenta e nove centavos), conforme descrito abaixo: 06 – Secretaria da Educação, Cultura e Esportes 001 – Departamento de Ensino 12.361.0601.2.036 – Manutenção da Educação – Demais Recursos 0131 - FR 129 – 4.4.90.52.00.00 – Equipamentos e Material Permanente R$ 20.251,50 06 – Secretaria da Educação, Cultura e Esportes 001 – Departamento de Ensino 12.365.0603.2.039 – Manutenção da Educação Infantil – Demais Recursos 0139 - FR 108 – 3.3.90.30.00.00 – Material de Consumo R$ 15.996,00 0144 - FR 108 – 4.4.90.52.00.00 – Equipamentos e Material Permanente R$ 24.470,00 08 – Secretaria de Assistência Social 002 – Fundo Municipal de Assistência Social 08.244.0808.2.053 – Manutenção do Centro de Referência da Assistência Social – CRAS 0189 – FR 739 – 3.3.90.39.00.00 – Outros Serviços de Terceiros R$ 57.100,00 08 – Secretaria de Assistência Social 002 – Fundo Municipal de Assistência Social 08.241.0806.2.057 – Manutenção do Programa de Apoio a Pessoa Idosa 0195 – FR 735 – 3.3.90.30.00.00 – Material de Consumo R$ 944,75 08 – Secretaria de Assistência Social 002 – Fundo Municipal de Assistência Social 08.243.0802.6.059 – Programa de Erradicação do Trabalho Infantil – PETI 0203 – FR 000 – 3.3.90.30.00.00 – Material de Consumo R$ 8.836,24 0203 – FR 742 – 3.3.90.30.00.00 – Material de Consumo R$ 16.207,10 Art. 2º – Para dar cobertura aos créditos abertos no artigo anterior, será indicado os seguintes recursos: 1. superávit financeiro apurado em balanço do exercício anterior (2013), das seguintes fontes: • Fonte de recurso 000, o valor de R$ 8.836,24 (oito mil oitocentos e trinta e seis reais e vinte e quatro centavos); • Fonte de recurso 108, o valor de R$ 40.466,00 (quarenta mil quatrocentos e sessenta e seis reais); • Fonte de recurso 735, o valor de R$ 944,75 (novecentos e quarenta e quatro reais e setenta e cinco centavos; • Fonte de recurso 739, o valor de R$ 57.100,00 (cinqüenta e sete mil e cem reais); e da • Fonte de recurso 742, o valor de R$ 16.207,10 (dezesseis mil, duzentos e sete reais e dez centavos). 2. Excesso de arrecadação da fonte de recurso 129, no valor de R$ 20.251,50 (vinte mil duzentos e cinqüenta e um reais e cinqüenta centavos). Art. 3º – Este Decreto entra em vigor nesta data, revogadas as disposições em contrário. Edifício da Prefeitura Municipal de Abatiá, Estado do Paraná, aos 09 dias do mês de junho do ano de 2014. Maria de Lourdes Ferraz Yamagami Prefeita Municipal

TRIBUNA DO VALE

Terça-feira, 17 de junho de 2014 DECRETO n.º 035/2014, de 09 de junho de 2014. A Prefeita Municipal de Abatiá, Estado do Paraná, usando das atribuições legais, com base na Lei Federal nº 4.320/1964 e na Lei Municipal nº 601 de 29 de maio de 2014, D E C R ETA Art. 1.º - Fica autorizada a abertura de Crédito Adicional Especial no Orçamento Geral do Exercício corrente do Município de Abatiá, Estado do Paraná, de acordo com a Lei Federal nº 4.320/1964, o valor de R$ 70.059,27 (setenta mil cinquenta e nove reais e vinte e sete centavos), conforme descrito abaixo: 05 – Secretaria da Saúde 001 – Fundo Municipal de Saúde 10.305.0510.1.004 – Programa VigiaSUS – Vigilância Epidemiológica FR 497 – 3.3.90.14.00.00 – Diárias – Pessoal Civil R$ 7.984,08 FR 497 – 3.3.90.30.00.00 – Material de Consumo R$ 17.540,00 FR 497 – 3.3.90.39.00.00 – Outros Serviços de Terc. - Pessoa Jurídica R$ 14.460,00 FR 497 – 4.4.90.52.00.00 – Equipamentos e Material Permanente R$ 30.075,19 Art. 2º – Para dar cobertura aos créditos abertos no artigo anterior, será indicado como recurso o provável excesso de arrecadação da fonte de recurso 497. Art. 3º – Este decreto entra em vigor nesta data, revogadas as disposições em contrário. Edifício da Prefeitura Municipal de Abatiá, Estado do Paraná, aos 09 dias do mês de junho do ano de 2014. Maria de Lourdes Ferraz Yamagami Prefeita Municipal DECRETO N.º 032/2014, de 09 de junho de 2014. A Prefeita Municipal de Abatiá, Estado do Paraná, usando das atribuições legais, com base na Lei Federal nº 4.320/1964 e na Lei Municipal nº 594/2014 de 14 de março de 2014, D E C R E TA Art. 1.º - Fica autorizada a abertura de Crédito Adicional Especial no Orçamento Geral do Exercício corrente do Município de Abatiá, Estado do Paraná, de acordo com a Lei Federal nº 4.320/1964, o valor de R$ 70.984,00 (setenta mil novecentos e oitenta e quatro reais), conforme descrito abaixo: 05 – Secretaria da Saúde 001 – Fundo Municipal de Saúde 10.304.0510.1.003 – Programa VigiaSUS – Vigilância Sanitária FR 497 – 3.3.90.14.00.00 – Diárias – Pessoal Civil R$ 1.000,00 FR 497 – 3.3.90.30.00.00 – Material de Consumo R$ 1.000,00 FR 497 – 3.3.90.39.00.00 – Outros Serviços de Terc. - Pessoa Jurídica R$ 5.320,00 05 – Secretaria da Saúde 001 – Fundo Municipal de Saúde 10.305.0510.1.004 – Programa VigiaSUS – Vigilância Epidemiológica FR 497 – 3.3.90.14.00.00 – Diárias – Pessoal Civil R$ 4.000,00 FR 497 – 3.3.90.30.00.00 – Material de Consumo R$ 3.750,00 FR 497 – 3.3.90.39.00.00 – Outros Serviços de Terc. - Pessoa Jurídica R$ 24.914,00 FR 497 – 4.4.90.52.00.00 – Equipamentos e Material Permanente R$ 30.075,19 FR 000 – 4.4.90.52.00.00 – Equipamentos e Material Permanente R$ 924,81 Art. 2º – Para dar cobertura aos créditos abertos no artigo anterior, será indicado como recurso o superávit financeiro apurado em balanço do exercício anterior (2013), das seguintes fontes: Fonte de recurso 000, o valor de R$ 924,81 (novecentos e vinte e quatro reais e oitenta e um centavos); e da Fonte de recurso 497, o valor de R$ 70.059,19 (setenta mil cinquenta e nove reais e dezenove centavos). Art. 3º – Este Decreto entra em vigor nesta data, revogadas as disposições em contrário. Edifício da Prefeitura Municipal de Abatiá, Estado do Paraná, aos 09 dias do mês de junho do ano de 2014. Maria de Lourdes Ferraz Yamagami Prefeita Municipal DECRETO n.º 034/2014, de 09 de junho de 2014. A Prefeita Municipal de Abatiá, Estado do Paraná, usando das atribuições legais, com base na Lei Federal nº 4.320/1964 e na Lei Municipal nº 600 de 29 de maio de 2014, D E C R ETA Art. 1.º - Fica autorizada a abertura de Crédito Adicional Especial no Orçamento Geral do Exercício corrente do Município de Abatiá, Estado do Paraná, de acordo com a Lei Federal nº 4.320/1964, o valor de R$ 323.500,00 (trezentos e vinte e três mil e quinhentos reais), conforme descrito abaixo: 07 – Secretaria da Agricultura e Meio Ambiente 001 – Departamento de Agricultura 20.122.0706.1.005 – Aquisição de Veículo e Equipamento - PRONAF FR 000 – 4.4.90.52.00.00 – Equipamentos e Material Permanente R$ 23.500,00 FR 702 – 4.4.90.52.00.00 – Equipamentos e Material Permanente R$ 300.000,00 Art. 2º – Para dar cobertura ao crédito aberto no artigo anterior, será indicado os seguintes recursos: O valor de R$ 23.500,00 (vinte e três mil e quinhentos reais) de Superávit financeiro apurado em balanço do exercício anterior (2013) da fonte de recurso 000, e; O valor de R$ 300.000,00 (trezentos mil reais) de provável excesso de arrecadação da fonte de recurso 702. Art. 3º – Este Decreto entra em vigor nesta data, revogadas as disposições em contrário. Edifício da Prefeitura Municipal de Abatiá, Estado do Paraná, aos 09 dias do mês de junho do ano de 2014. Maria de Lourdes Ferraz Yamagami Prefeita Municipal DECRETO n.º 036/2014, de 09 de junho de 2014. A Prefeita Municipal de Abatiá, Estado do Paraná, usando das atribuições legais, com base na Lei Federal nº 4.320/1964 e na Lei Municipal nº 602 de 29 de maio de 2014, D E C R ETA Art. 1.º - Fica autorizada a abertura de Crédito Adicional Especial no Orçamento Geral do Exercício corrente do Município de Abatiá, Estado do Paraná, de acordo com a Lei Federal nº 4.320/1964, o valor de R$ 481.288,04 (quatrocentos e oitenta e um mil duzentos e oitenta e oito reais e quatro centavos), conforme descrito abaixo: 05 – Secretaria da Saúde 001 – Fundo Municipal de Saúde 17.512.0512.1.006 – Ampliação de sistema de esgotamento sanitário – Convênio 0202/2011 FR 000 – 4.4.90.51.00.00 – Obras e Instalações R$ 9.625,78 FR 743 – 4.4.90.51.00.00 – Obras e Instalações R$ 471.662,26 Art. 2º – Para dar cobertura ao crédito aberto no artigo anterior, serão indicados os seguintes recursos: O valor de R$ 9.625,78 (nove mil seiscentos e vinte e cinco reais e setenta e oito centavos) de Superávit financeiro apurado em balanço do exercício anterior (2013) da fonte de recurso 000, e; O valor de R$ 471.662,26 (quatrocentos e setenta e um mil seiscentos e sessenta e dois reais e vinte e seis centavos) de excesso de arrecadação da fonte de recurso 743. Art. 3º – Este Decreto entra em vigor nesta data, revogadas as disposições em contrário. Edifício da Prefeitura Municipal de Abatiá, Estado do Paraná, aos 09 dias do mês de junhol do ano de 2014. Maria de Lourdes Ferraz Yamagami Prefeita Municipal


TRIBUNA DO VALE

Terça-feira, 17 de junho de 2014

AVISO DE LICITAÇÃO EDITAL DE LICITAÇÃO DE LEILÃO Nº 002/2014 O MUNICÍPIO DE TOMAZINA, ESTADO DO PARANÁ, torna público, a quem interessar possa, que, nos termos da Lei nº 8666/93, alterada pela Lei nº 8883/94, fará realizar em sua sede, LICITAÇÃO, na modalidade de LEILÃO, objetivando a alienação bens móveis inservíveis. Objeto: bens móveis inservíveis Data da realização do leilão: 18/07//2014 Horário: 14:00 HORAS Local: Secretaria Municipal de Obras e Urbanismo Demais informações poderão ser obtidas na Prefeitura Municipal de Tomazina, no setor de Licitações pelo telefone 43-3563-1133, no horário das 08:00 horas às 11:30, bem como pelo email: licitação_tomazina@ hotmail.com. Tomazina, 16 de junho de 2014. Luciano Pereira Gomes Leiloeiro PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARÁ Processo nº 1725/2014- PMC – Inexigibilidade nº 18/2014 – Autorizo a despesa e a emissão de empenho, em favor de João Roberto Davóglio - EPP – CNPJ 02.419.903/0001-37, para o fornecimento 840 (oitocentos e quarenta) conjuntos de alunos CJA-03 e 08(oito) Mesa pessoa em cadeira de Rodas MA-01. para realizar diversas atividades fundamentais para o ensino, conforme pedido, bem como justificativas, através do processo acima com valor global de será de R$ 99.984,00 (noventa nove mil novecentos e oitenta quatro reais), e está em conformidade com a Constituição Federal, Artigo 37 - XXI Lei 10.520 de 17/07/2002, em consonância com a Lei 8.666 de 21/06/1993 Artigo 15, V. Fundamentado na Ata do Registro de Preços do Pregão Eletrônico número 16/2013/FNDE/MEC. Cambará,13 de junho de 2014. JOÃO MATTAR OLIVATO Prefeito ID nº 339 CONTRATO Nº 27/2014 CONTRATANTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARÁ – PARANÁ – JOÃO MATTAR OLIVATO CONTRATADO: JOÃO ROBERTO DAVÓGLIO - ME. OBJETO: Aquisição de mobiliário escolar, sendo 840 conjunto de alunos CJA-03 e 08 Mesa pessoa em cadeira de Rodas MA-01 com recursos 100% do F.N.D.E pregão eletrônico de número 16/2013. VALOR : R$- 99.984,00 PROCESSO: N° 1725/2014 FUNDAMENTO: Lei Federal nº 5.537/68 e 8.666/93 INEXIGIBILIDADE: N° 18/2014 ATA DE REGISTRO DE PREÇO N° 0015/14 – ID.331 MUNICIPIO DE CAMBARÁ – 75.442.756/0001-90 MODELO PNEUS LTDA, CNPJ N° 94.510.682/0001-26 OBJETO: REGISTRO DE PREÇO PARA AQUISIÇÃO DE PNEU, CAMARA DE AR E PROTETOR VALOR: R$ 616.959,20 VIGÊNCIA 12 (DOZE) MESES DATA: 29 DE ABRIL DE 2014 / PP 20/2014 JOÃO MATTAR OLIVATO – PREFEITO ATA DE REGISTRO DE PREÇO N° 0015/14 – ID.330 MUNICIPIO DE CAMBARÁ – 75.442.756/0001-90 JK PNEUS LTDA, CNPJ N° 78.653.946/0005-78 OBJETO: REGISTRO DE PREÇO PARA AQUISIÇÃO DE PNEU, CAMARA DE AR E PROTETOR VALOR: R$ 616.959,20 VIGÊNCIA 12 (DOZE) MESES DATA: 29 DE ABRIL DE 2014 / PP 20/2014 JOÃO MATTAR OLIVATO – PREFEITO

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO DO PINHAL - PR AVISO DE LICITAÇÃO Pregão Presencial nº. 062/2014 Encontra-se aberto na PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO DO PINHAL – ESTADO DO PARANÁ, processo licitatório na modalidade Pregão, do tipo menor preço global por lote, cujo objeto é a contratação de empresa especializada no fornecimento e instalação de manta geomembrana, a ser aplicada no Aterro Sanitário. Assim sendo, a realização do referido pregão será no dia: 01/07/2014, a partir das 09h00min, na sede da Prefeitura Municipal, localizada à Rua Paraná, nº. 983 – Centro, em nosso Município. O edital na íntegra estará disponível para consulta e retirada mediante pagamento de taxa no endereço supra, junto ao Setor de licitações, de segunda a sexta-feira, no horário das 09h00min às 11h00min e das 13h30min às 15h30min. Ribeirão do Pinhal, 16 de junho de 2014. Fayçal Melhem Chamma Junior Pregoeiro Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO DO PINHAL - PR AVISO DE LICITAÇÃO Pregão Presencial nº. 063/2014. Encontra-se aberto na PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO DO PINHAL – ESTADO DO PARANÁ, processo licitatório na modalidade Pregão, do tipo menor preço global por lote, cujo objeto é a contratação de empresa especializada para locação de trator de esteira e escavadeira para retirada de cascalho destinado a conservação de vias urbanas e rurais do município, pelo sistema registro de preços. Assim sendo, a realização do referido pregão será no dia: 01/07/2014, a partir das 10h00min, na sede da Prefeitura Municipal, localizada à Rua Paraná, nº. 983 – Centro, em nosso Município. O edital na íntegra estará disponível para consulta e retirada mediante pagamento de taxa no endereço supra, junto ao Setor de licitações, de segunda a sexta-feira, no horário das 09h00min às 11h00min e das 13h30min às 15h30min. Ribeirão do Pinhal, 16 de junho de 2014. Fayçal Melhem Chamma Junior Pregoeiro Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE ABATIÁ Decreto nº 39, de 16 de junho de 2014. A Prefeita Municipal de Abatiá, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais e,Considerando o feriado nacional de Corpus Christi no dia 19 de junho de 2014; Considerando a descontinuidade dos serviços administrativos prestados; DECRETA: Artigo 1º - Fica declarado ponto facultativo nas repartições públicas municipais de Abatiá no dia 20 de junho de 2014. Artigo 2º - Os serviços de Saúde e Limpeza Pública deverão funcionar para o atendimento aos usuários, podendo adotar equipes de plantão para realização das atividades. Artigo 3º - Revogam-se as disposições em contrário. Gabinete da Prefeita Municipal de Abatiá, em 16 de junho de 2014. Maria de Lourdes Ferraz Yamagami Prefeita PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO DO PINHAL = P O R T A R I A 036/2014= O Senhor Dartagnan Calixto Fraiz, Prefeito Municipal de Ribeirão do Pinhal, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais e na forma da Lei. RESOLVE: NOMEAR, a Sra. DELAMIR DE SOUZA, brasileira, portadora do RG. 16520349 SSPPR, e inscrita no CPF 279.700.949-53, para o Cargo em Comissão de Diretora do Departamento de Saúde, a partir da presente data do corrente exercício (16/06/2014). REGISTRE-SE E PUBLIQUE-SE Edifício da Prefeitura Municipal de Ribeirão do Pinhal, Estado do Paraná, aos dezesseis dias do mês de Junho do ano dois mil e quatorze. Gabinete do Prefeito. DARTAGNAN CALIXTO FRAIZ Prefeito Municipal

Atas&Editais B-3 PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 031/14 O Prefeito Municipal de Santo Antônio da Platina, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei e, de conformidade com o Requerimento nº 005318/14 de 08/04/14, resolve: I – CONVOCAR o candidato abaixo relacionado, aprovado no Concurso Público Municipal, homologado através do Decreto nº 002/12, de 04 de janeiro de 2012, para comparecer na Divisão de Recursos Humanos desta Prefeitura Municipal, no prazo de 05 (cinco) dias, contados da data da publicação, como segue: RELAÇÃO DOS CONVOCADOS Cargo: TÉCNICO AGRICOLA 01- PEDRO DE OLIVEIRA GOMES II – O candidato convocado deverá comparecer munido dos seguintes documentos: a) Carteira de Trabalho e Previdência Social original. b) Certidão de nascimento ou casamento, conforme o caso (fotocópia autenticada ou acompanhada do original) c) Cédula de identidade (fotocópia autenticada ou acompanhada do original) d) Cadastro de Pessoa Física – CPF (fotocópia autenticada ou acompanhada do original) e) Diploma ou certificado de conclusão de curso emitido por Instituição reconhecida pelo MEC, na escolaridade exigida para o cargo (fotocópia autenticada ou acompanhada do original) f) Prova de quitação com o Serviço Militar para os candidatos do sexo masculino, certificado de reservista ou de dispensa de incorporação (fotocópia autenticada ou acompanhada do original) g) Prova de quitação com as obrigações eleitorais (fotocópia autenticada ou acompanhada do original) h) Certidão de nascimento dos filhos menores de 21 anos, se for o caso (fotocópia autenticada ou acompanhada do original) i) Prova de ser brasileiro e, no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos, na forma do disposto no art. 13 do Decreto n.º 70.436, de 18 de abril de 1972. j) Uma fotografia 3x4 datada de 2011. k) Comprovante de endereço atual (fotocópia autenticada ou acompanhada do original) l) Declaração de Bens e ou Declaração de Imposto de Renda GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA / ESTADO DO PARANÁ / PAÇO MUNICIPAL DR. ALÍCIO DIAS DOS REIS, aos 11 de junho de 2014. PEDRO CLARO DE OLIVEIRA NETO Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE ABATIÁ – PARANÁ AVISO DE LICITAÇÃO O MUNICÍPIO DE ABATIÁ – ESTADO DO PARANÁ TORNA PÚBLICO QUE FARÁ REALIZAR LICITAÇÃO NA MODALIDADE PREGÃO PRESENCIAL Nº 021/2014, QUE TEM POR OBJETO “AQUISIÇÃO DE UNIFORMES, MÓVEIS, ELÉTRODOMÉSTICOS, CAMA, MESA E BANHO, EQUIPAMENTOS DE ÁUDIO, VIDEO, FOTO E INFORMÁTICA, ATRAVÉS DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTES, COM VALOR MÁXIMO DE R$ 40.466,00 (QUARENTA MIL QUATROCENTOS E SESSENTA E SEIS REAIS)”. AS PROPOSTAS (ENVELOPES “A”) E DOCUMENTAÇÃO DE HABILITAÇÃO (ENVELOPES “B”) SERÃO RECEBIDAS PELO PREGOEIRO E EQUIPE DE APOIO ATÉ AS 14:00 (QUATORZE) HORAS DO DIA 02 (DOIS) DE JULHO DO ANO DE 2014, [02/07/2014], NO EDIFÍCIO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE ABATIA – PARANÁ, SITUADO À AVENIDA JOÃO CARVALHO DE MELLO, Nº 135 – ABATIA – PR. A ABERTURA DOS ENVELOPES “A” E “B” OCORRERÁ NO DIA 02 (DOIS) DE JULHO DO ANO DE 2014, [02/07/2014], ÀS 14:00 (QUATORZE) HORAS NO EDIFÍCIO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE ABATIA – PARANÁ, SITUADO À AVENIDA JOÃO CARVALHO DE MELLO, Nº 135 – ABATIA – PR. A ÍNTEGRA DO EDITAL E OUTRAS INFORMAÇÕES PODERÃO SER OBTIDAS NA PREFEITURA MUNICIPAL DE ABATIÁ, NO ENDEREÇO ACIMA MENCIONADO, EM HORÁRIO DE EXPEDIENTE DAS 8:00 ÀS 11:30 E DAS 13:00 ÀS 16:30 HORAS , PELO TELEFONE (43) – 35561545 OU PELO SITE www.abatia.pr.gov.br. EDIFÍCIO DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ABATIA- PR, EM 16/06/2014. MARIA DE LOURDES FERRAZ YAMAGAMI PREFEITA SÉRGIO HOSOUME PREGOEIRO DO MUNICIPIO PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAPIRAMA DECRETO nº 884/2014 SÚMULA: Dispõe sobre homologação de licitação. PEDRO DE OLIVEIRA, Prefeito do Município de Guapirama, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais, tendo em vista o parecer, julgamento e adjudicação promovida pela Pregoeira, com referência ao Pregão Presencial sob nº 030/2014, que tem por objeto a : AQUISIÇÃO DE CARTUCHOS, TONERS E FITAS PARA IMPRESSÃO, DESTINADAS AOS VARIOS ORGÃOS DA ADMINISTRAÇÃO PUBLICA MUNICPAL. D/E/C/R/E/T/A/ Artigo 1º: Fica homologada a licitação de modalidade Pregão Presencial sob nº 030/2014, que tem por objeto a: AQUISIÇÃO DE CARTUCHOS, TONERS E FITAS PARA IMPRESSÃO, DESTINADAS AOS VARIOS ORGÃOS DA ADMINISTRAÇÃO PUBLICA MUNICPAL. Artigo 2º: Em face da homologação estabelecida pelo artigo anterior, fica declarada vencedora do certame licitatório a seguinte empresa: Para a empresa F.J SANTOS SUPRIMENTOS LTDA- EPP pelo valor de R$ 12.054,00 ( doze mil e cinquenta e quatro reais) Para a empresa KLEBER ARRABAÇA BARBOSA- EPP pelo valor de R$ 18.105,00 (dezoito mil cento e cinco reais) Para a empresa WP DO BRASIL LTDA EPP pelo valor de R$ 4.443,00(quatro mil quatrocentos e quarenta e três reais) Artigo 3º: Em consequência, fica convocada a proponente para a assinatura do instrumento de contrato, nos termos do artigo 64, caput, da Lei 8.666/93, sob pena de decair o direito à contratação, sem prejuízo das sanções previstas no artigo 81. Artigo 4º: Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Guapirama (PR), 16 de Junho de 2014. PEDRO DE OLIVEIRA Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO DO PINHAL PORTARIA Nº. 037/2014 SÚMULA: Designa os novos membros da Unidade Gestora de Transferência (UGT) do Município de Ribeirão do Pinhal com vigência até 31 de dezembro de 2016 com atribuições contidas na Resolução nº. 28/2011 e Instrução Normativa 61/2011, do Tribunal de Contas do Estado do Paraná e dá outras providências. O Prefeito de Ribeirão do Pinhal no uso de suas atribuições que lhe são conferidas por Lei e nos termos da Resolução nº. 28/2011 e Instrução Normativa nº. 61/2011 do Tribunal de Contas do Estado do Paraná, RESOLVE: Art. 1º. – DESIGNAR como membros da Unidade Gestora de Transferência (UGT), no âmbito da Administração Pública do Município de Ribeirão do Pinhal, os seguintes servidores: • Alcídio Balduíno de Sousa Jr, servidor efetivo, portador do CPF. nº. 927.152.659-49; • Jackson Fructuoso de Mello Coelho, servidor efetivo, portador do CPF. Nº. 539.772.389-49; • Maria Magali Mossato Corrales, servidora efetiva, portadora do CPF. Nº. 541.273.199-68. Art. 2º - A UGT terá atribuições conforme, Resolução nº. 28/2011 e Instrução Normativa nº. 61/2011, dentre outras, do Tribunal de Contas do estado do Paraná, atuando especialmente nesta área. Parágrafo Único: Os pareceres colegiados da UGT serão emitidos por, no mínimo, três de seus membros. Art. 3º. Esta portaria entra vigor nesta data, com posterior publicação e revoga as disposições contrárias. Edifício da Prefeitura Municipal de Ribeirão do Pinhal, em 16 de junho de 2014. Registre e Publique-se. DARTAGNAN CALIXTO FRAIZ Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARÁ DECRETO Nº. 1542, DE 16 JUNHO DE 2014 Súmula: Concede Aposentadoria por Idade à Sra. Sebastiana das Graças Correa O Prefeito do Município de Cambará, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições que lhe são conferidas por Lei, e considerando o processo de aposentadoria da servidora Sra. Sebastiana das Graças Correa, DECRETA: Art. 1º - Fica concedida Aposentadoria por Idade à Sra. Sebastiana das Graças Correa, lotada no Quadro de Pessoal de Provimento Efetivo, portadora da Cédula de Identidade RG n.º 6.598.376-1 SSP/PR, devidamente inscrita no CPF/MF sob nº. 966.874.879-49, no cargo de Agente Operacional II. Art. 2º - A presente aposentadoria é concedida pela regra prevista no Art. 40, § 1º, inciso III, “b”, da Constituição Federal, com média de contribuição previdenciária de R$ 581,71 (Quinhentos e oitenta e um reais e setenta e um centavos), ficando garantido conforme preceitos legais, o menor piso vigente no país, R$ 724,00 (setecentos e vinte e quatro reais). Art. 3º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação, retroagindo seus efeitos ao dia 01 de junho do corrente ano. .Gabinete do Prefeito Municipal de Cambará, Estado do Paraná, em 16 de junho de 2014. JOÃO MATTAR OLIVATO Prefeito Municipal de Cambará PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA PORTARIA Nº 339/14 O Prefeito Municipal de Santo Antônio da Platina, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei, e de acordo com Ofício nº 053/14 – Sec. Mun. Agricultura, protocolado sob nº 008201/14 em 28/05/14, resolve: I – NOMEAR uma Comissão composta pelos senhores RODOLFO MILLARCH BARBOSA DE AZEVEDO, NELSON LUIZ E MOACIR FERREIRA DAL BIANCO, para proceder a Avaliação do imóvel constante da matrícula n° 6.263 – CRI local. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA / ESTADO DO PARANÁ / PAÇO MUNICIPAL DR. ALÍCIO DIAS DOS REIS, em 12 de junho de 2014. PEDRO CLARO DE OLIVEIRA NETO Prefeito Municipal


cmyb

TRIBUNA DO VALE

B-4 Saúde

Terça-feira, 17 de junho de 2014

Inverno aumenta risco da pré-eclâmpsia

Arquivo

GESTAÇÃO»Dias frios aumentam os casos de hipertensão e isso pode ser ainda mais prejudicial para as gestantes Das Agências

O frio característico do inverno pode trazer mais problemas do que gripes e resfriados. No caso das mulheres grávidas é preciso redobrar os cuidados, pois com a temperatura mais baixa é comum o aumento da pressão arterial por conta da contração dos vasos sanguíneos para conservar o calor no corpo. E a consequência disso para as gestantes é o aumento da probabilidade de pré-eclâmpsia, doença que eleva a pressão durante a gestação e pode trazer danos graves à mãe e ao bebê. A doença não possui uma causa específica, mas há diversos fatores que tentam explicar o seu aparecimento. A hipótese mais discutida pela medicina envolve fatores maternos e placentários e a principal teoria é uma anomalia no desenvolvimento dos vasos sanguíneos da placenta no início da gestação, que faz com que haja diminuição do fluxo sanguíneo placentário que causa a liberação de fatores antiangiogênicos e outras substâncias na circulação materna, que acabam resultando em hipertensão. Por se tratar de uma complicação grave, é preciso tomar muitos cuidados, como explica o ginecologista Mario Macoto, do Hospital e Maternidade Santa Joana. “A gravidade da doença é influenciada pelos fatores maternos e específicos da

gravidez, mas fatores paternos e ambientais também podem estar relacionados”. A doença ocorre em cerca de 7% das gestações, sendo mais comuns em casos de gravidez múltipla, adolescentes e mulheres com mais de 40 anos . A maior parte dos casos de pré-eclâmpsia se manifestam na segunda metade da gestação, a partir da 20ª semana, e é uma ameaça para o feto, pois pode diminuir o fluxo de sangue para a placenta, que é responsável pelo transporte de oxigênio e de nutrientes. É importante ter muita atenção, já que o aumento da pressão leva a uma alteração do fluxo de sangue útero-placentário podendo ocorrer a restrição do crescimento fetal e alteração da vitalidade, sendo necessário, muitas vezes, antecipar o parto. Assim como, há o risco de ocorrer o descolamento prematuro da placenta, que é uma emergência obstétrica com indicação de parto imediato. São diversos os fatores de risco que podem ocasionar a pré-eclâmpsia ou DHEG (Doença Hipertensiva Específica da Gravidez) como uma primeira gravidez, hipertensão crônica, diabetes mellitus – decorrente do aumento anormal do açúcar ou glicose no sangue - obesidade, gravidez múltipla, neoplasia trofoblástica gestacional, doenças do colágeno, problemas renais e anteceden-

Pré-eclâmpsia eleva a pressão durante a gestação e pode trazer graves danos à mãe e ao bebê

te pessoal de pré-eclâmpsia em gestação anterior ou familiar (mãe ou irmãs). Para não correr riscos, toda mulher deve ter consciência de que o momento da gravidez, além de especial, demanda muitos cuidados. Desta forma, é indispensável o acompanhamento pré-natal regular, como explica o dr. Macoto. “Para evitar o surgimento da doença grave, o principal é fazer um bom pré-natal para garantir que a mãe e o bebê estejam bem, e em presença de ganho de peso súbito, inchaço principalmente de mãos e rosto, procurar imediatamente o seu médico. As futuras mamães devem praticar atividade física moderada, como caminhar

trinta minutos três vezes por semana, além de beber bastante água diariamente, por exemplo.” Ainda com todos esses cuidados, os casos mais graves de pré-eclâmpsia necessitam de internação imediata, para isso, o diagnóstico precoce é essencial. Deste modo, o Hospital e Maternidade Santa Joana instituiu o protocolo DHEG para aumentar o controle da doença que é a maior causa de mortalidade materna no país. Assim, uma equipe multidisciplinar composta por médicos e enfermeiras que realizam um atendimento baseado em rigorosos critérios clínicos garante mais segurança à gestante. No protocolo

DHEG, se forem identificados parâmetros de risco, a gestante é encaminhada para a UTI, para coleta de exames, avaliação fetal, monitorização clínica e tratamento. Nos casos graves, a internação é necessária para controle pressórico com medicação hipotensora, avaliação diária da vitalidade fetal e exames laboratoriais para seguimento da condição clínica materna, sendo muitas vezes necessária a antecipação do parto. “O principal objetivo do protocolo é evitar a eclampsia, diminuir a prematuridade extrema e a morbidade materno-fetal, tudo isso mediante a padronização do atendimento de uma condição obstétrica”, esclarece o dr. Macoto.

O médico ainda explica que sendo identificado uma pré-eclâmpsia leve, o tratamento pode ser feito sem internação. ‘’Nesses casos, a indicação é a diminuição do estresse, fracionamento da alimentação com cuidado na ingestão de sódio e carboidratos, controle no ganho de peso, atividade física moderada, uso eventual de medicação hipotensora e avaliação fetal quinzenal’’, conta o especialista. Se não tratados, os casos graves podem evoluir para a eclâmpsia – quando ocorre a convulsão - sendo necessário o tratamento e estabilização do quadro materno e avaliação da vitalidade fetal para indicar o parto.

»SUS

Estado garante mais recursos para Hospital do Câncer de Londrina AEN

Richa cumprimenta pacientes do Hospital do Câncer de Londrina durante visita à casa de saúde Da Agência Estadual

O Hospital do Câncer de Londrina, que tem 48 anos de atuação e atende em média, por dia, 1,2 mil pessoas do município e região, já recebeu do governo estadual R$ 3,5 milhões para ampliação e deverá receber mais R$ 5,7 milhões para aumentar a estrutura em mais cinco andares. Os recursos estão previstos no orçamento deste ano. Mais de 90% dos tratamentos feitos no Hospital são encaminhados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Os investimentos e o atendimento humanizado feito pelo hospital foram ressaltados pelo governador Beto Richa durante a visita que fez à instituição ontem, 16. “Este hospital merece grandes investimentos do governo estadual pela importância que tem para a região, com atendi-

mento de qualidade às pessoas que precisam de tratamento”, disse o governador, ao lado prefeito de Londrina, Alexandre Kireeff, e do presidente do Hospital, Nelson Dequech. Richa contou que em suas visitas ao hospital se sensibilizou com o trabalho cotidiano realizado na instituição. “São profissionais dedicados, que proporcionam atendimento humanizados às pessoas, no momento em que elas mais precisam”, afirmou o governador. MAIS ESTRUTURAS Os R$ 5,7 milhões, já previstos no orçamento de 2014, serão empregados na construção de mais cinco andares no Hospital. A nova ala terá centro cirúrgico com seis salas, Unidade de Terapia Intensiva com até 15 leitos (adulto e pediátrico), quimioterapia ambulatorial, equipamentos de diagnóstico (ressonân-

cia magnética e tomografia), pesquisa clínica, residência médica multidisciplinar e serviços multiprofissionais (como fonoaudiologia e fisioterapia). “O hospital está se expandido graças a essa parceria com o Governo do Estado, que colabora para que o hospital exista”, afirmou o presidente do Câncer de Londrina, Nelson Dequech. Ele contou que com os recursos já repassados pelo governo estadual foi construída uma sala de espera, espaço muito importante dentro do hospital. “Antes as pessoas ficavam na rua. Hoje ficam em local confortável, climatizado, com boas cadeiras”, disse ele. Atualmente, a unidade recebe R$ 1.6 milhão por ano do Governo do Estado para custeio. O governador Beto Richa afirmou que já autorizou que o volume de repasse seja mais que dobrado, passando a ser de R$ 3.6 milhões por ano.

cyan magenta yellow black


Pdf2651