Issuu on Google+

cmyb

Terça-feira 200 60

DIRETOR: BENEDITO FRANCISQUINI

03 DE JUNHO DE 2014

ANO XVII - N0 2641- R$ 1,00

www.tribunadovale.com.br

SEGURANÇA

Escola vai à Câmara pedir novo local para feira livre

Depois de pedir à prefeitura de Santo Antônio da Platina e apelar à ao Ministério Público, a direção da Escola Santa Terezinha vai à próxima segunda-feira, 9, na sessão ordinária da Câmara de Vereadores para pedir aos parlamentares que ajudem a conseguir retirar as barracas da feira livre do quarteirão da escola. As barracas bloqueiam o portão e a entrada principal do estabelecimento. A feira é realizada todas as tardes e noites das terças-feiras e nas manhãs dos sábados na avenida Oliveira Motta. A intenção da direção não é prejudicar os feirantes e sim garantir a segurança dos 1, 2 mil alunos entre 4 e 14 anos que frequentam o estabelecimento, que também abriga a Escola Municipal Sagrada Família. „

PÁG. A3

Antônio de Picolli

Direção reclama que barracas atrapalham a evacuação rápida dos alunos da Escola Santa Terezinha

LOCAL

S.A.PLATINA

Pato fujão mobiliza Beto Richa confirma construção de Corpo de Bombeiros Subgrupamento do Corpo de Bombeiros Antônio de Picolli

Antônio de Picolli

O governador Beto Richa confirmou na sexta-feira, 30, em Jacarezinho, a construção de uma unidade do Corpo de Bombeiros de Santo Antônio da Platina, que vai sediar o Subgrupamento Independente do Corpo de Bombeiros (SGBI). Richa disse que a licitação para contratação de empresa responsável pela obra, acontecerá em breve.

Terreno que pertence ao DNIT vai dar lugar ao SGBI do Corpo de Bombeiros

Ave se acomodou na rede elétrica e teve que ser resgatada

Um pato fujão, de aproximadamente cinco quilos, foi resgatado ontem, 2, pelo Corpo de Bombeiros no centro de Santo Antônio da Platina. A ave estava alojada no alto do prédio de uma clínica odontológica, na avenida Oliveira Motta, no centro da cidade, mas com freqüência se posicionava sobre a rede elétrica correndo risco. O seu resgate mobilizou o Corpo de Bombeiros que fez várias tentativas de capturar a ave durante a manhã e a tarde. As tentativas chamaram a atenção de curiosos que passavam pelo local, assim como crianças que estudam nas escolas Santa Terezinha e Sagrada Família. „

PÁG. A8

PÁG. A3

INTERCÂMBIO

REGIÃO

Mais três alunos da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) foram aprovados para o programa Ciência Sem Fronteiras do Governo Federal. A coordenadora geral do programa na UENP, professora Eliane Segati Rios Registro, realizou, na manhã de quinta-feira, 29, uma reunião com os bolsistas aprovados na modalidade graduação sanduíche. A UENP, atualmente, possui sete alunos em intercambio: três na Austrália e quatro nos Estados Unidos.

Alunos da UENP são aprovados no programa Ciência Sem Fronteiras

PÁG. A4

PERIGO

Pilha de madeira pega fogo na margem estrada da Platina „

PÁG. A5

PC prende casal por tráfico de drogas em Ibaiti PÁG. A5

ESPORTE

Participação de atletas nos Jogos scolares aumenta 100% „

PÁG. A6

cyan magenta yellow black


A-2 Opinião

TRIBUNA DO VALE Terça-feira, 03 de junho de 2014

Nunca •tubeou, mesmo como magistrado ou presidente da Corte, em performar para as massas, usando inclusive gestos e linguagem inteligíveis por elas.” Editorial

Colocar-se contra a Copa é colocar-se contra o símbolo máximo do projeto de poder do PT, que não necessariamente coincide com o que se chama de esquerda. R$ 10 bilhões não é quan•a que se jogue fora. ”

A RTIGO

E DITORIAL

Joaquim Barbosa: popular ou populista? Por força da parábola “A tábua e os pregos” se sabe que uma ferida verbal (uma ofensa) é tão maligna para a alma como uma agressão física. Quando você ofende alguém, ficam as marcas. Você pode enfiar uma faca em alguém e depois retirá-la. Não importa quantas vezes você peça desculpas, a cicatriz ainda continuará lá. Joaquim Barbosa, que disse que vai deixar em breve a magistratura, foi um juiz independente e corajoso, mas deixa cicatrizes profundas nas almas de todas as pessoas que foram vítimas das suas temperamentais ofensas. Muitos vão comemorar sua saída; outros irão lamentar profundamente. Para alguns ele já vai tarde; para muitos ele fará muita falta na desprestigiada magistratura brasileira. De qualquer modo, para quem nunca acreditou na punição dos poderosos no Brasil, JB se mostrou, especialmente no julgamento do mensalão do PT, um exemplo de juiz autônomo e idealista. Precisamente porque fugiu HORÁRIO DE FECHAMENTO

22:10

do figurino demarcado pelo exercício do poder no Brasil, JB se tornou o mais popular julgador do país (de todos os tempos). Jamais um juiz da Suprema Corte foi tão adorado, mas, ao mesmo tempo, tão odiado, inclusive pelos seus colegas de tribunal, pelo seu irascível temperamento, pela sua incapacidade de dialogar, de buscar consensos. Penso que a melhor comparação para se definir JB é com Ayres Britto. A personalidade de ambos encaixa-se na demarcação esquadrinhada por Nietzsche, no final do século XIX, que distinguia duas morais: a nobre (aristocrática) e a plebeia (rancorosa). São duas escalas de valores completamente opostas: guerras nobres, aventuras, a dança, os jogos, os exercícios físicos, a poesia, o diálogo, a busca de consenso, as atividades robustas, livres, alegres: isso tudo faz parte da moral nobre, que não tem nada a ver a moral rancorosa, ressentida, odiosa, vingativa, impotente etc. JB se mostrou independen-

te porque não compactuava com os grandes conchavos entre os donos do poder (elites econômicas e políticas), terrivelmente perniciosos para os interesses da nação. Mas ao mesmo tempo maltratava os advogados assim como seus pares, mostrando-se muitas vezes (como diz a mídia compartilhada) um imbatível “barraqueiro”, identificando-se nessas horas com o pensamento ressentido das massas rebeladas. Daí, aliás, seu prestígio grandioso perante as massas de todas as classes sociais. Respeitando-as, sabiamente decidiu não ingressar na política partidária, que não é mesmo a sua praia (como disse FHC). A política não é olocus adequado para quem gosta de tomar decisões sozinho, sem apego, muitas vezes, às formas e solenidades (como fez no mensalão, ao não separar o julgamento dos que não tinham foro privilegiado, negando-lhes o duplo grau de jurisdição, assegurado pelo sistema interamericano de direitos humanos).

C HARGE

JB, que mandou para a cadeia quem violou as bases sagradas da democracia, comprando votos de parlamentares venais e corruptos, se tornou extremamente popular justamente porque conta com perfil populista. Nunca titubeou, mesmo como magistrado ou presidente da Corte, em performar para as massas, usando inclusive gestos e linguagem inteligíveis por elas. Nessa arte mostrou-se insuperável. Proferiu votos importantes (quando aprovou o aborto anencefálico, por exemplo), mas nunca deixou de se mostrar agressivo, autoritário e deselegante em suas manifestações. Ficará para a memória do tempo como um juiz controvertido, sem meio termo: tanto quanto todos os populistas da história (Getúlio, Jânio, Peron etc.), sempre será amado por alguns e odiado por outros (sobretudo pelos que ainda não curaram as cicatrizes nas suas almas dilaceradas pelas ofensas barbosianas). chargeonline.com.br

NESTA EDIÇÃO TEM

12 PÁGINAS CADERNO PRINCIPAL - OPINIÃO - POLÍTICA - GERAL - CIDADES - COTIDIANO - ESPORTES - AGRONEGÓCIO

A 01 - 08 A 02 A 03 A 04 A 05 A 06 A 07 A 08

2ª CADERNO - AGRONEGÓCIO - ATAS & EDITAIS - SOCIAL

B 01 - 08 B 01 B 02 - 07 B 08

JOEL PINHEIRO

PREVISÃO PARA HOJE

200 60

JOEL PINHEIRO *

A Copa da decisão Os conflitos que cercam a Copa são mais complexos do que a dicotomia PT x PSDB, ou direita x esquerda. Cada vez mais a briga se configura como governo versus todo o resto. Colocar-se contra a Copa é colocar-se contra o símbolo máximo do projeto de poder do PT, que não necessariamente coincide com o que se chama de esquerda. R$ 10 bilhões não é quantia que se jogue fora. É mais de um terço do gasto anual com o Bolsa Família. Ainda assim, é uma gota no orçamento estatal. Sua importância maior é como símbolo vistoso de um governo que quer se afirmar, dentro e fora de casa, como um sucesso absoluto. Só que nem todos estão felizes. Com a situação econômica cada dia mais preocupante – com direito a contabilidade criativa, manipulação de preços do índice de inflação, naufrágio da Petrobras, endividamento dos cidadãos e esfriamento do consumo – e com velhos problemas sociais longe de resolvidos, todo mundo que não partilha do sentimento de oba-oba do governo federal encontrou a oportunidade ideal para protestar. O governo conta com o mérito de ter aumentado o poder de consumo da parcela mais pobre da população. Entretanto, negligenciou as reformas estruturais que permitiriam avanços qualitativos na sua capacidade produtiva, para aí sim crescer sustentavelmente. A Copa, afinal, também simboliza o que está errado na administração: o império das aparências. A simbiose com a Fifa reproduz a política de compadrio que marcou a atuação sufocante do Estado sobre a economia: escolha de empresas campeãs em detrimento do processo de mercado; obras monumentais de grande visibilidade, feitas por critérios políticos, sem nenhuma preocupação com os afetados. O uso político de todos os eventos e instituições. A Fifa sai com os lucros, o governo federal faz seu marketing, tudo isso pago pelos impostos da população exaurida e atropelando as necessidades de setores mais frágeis. Não é segredo que, para levar adiante sua ideia de modernização, o governo Dilma azedou a relação com os índios. Ambientalistas também veem o modelo de desenvolvimento com preocupação. Setores que há tempos acumulam reivindicações (professores, médicos) aproveitam o momento. E, por fim, os problemas perenes da corrupção e da violência invadem os noticiários e as vidas como nunca antes na história deste país. O clima de protesto, portanto, não é monopólio “da direita” ou de um grupo qualquer; reúne um pouco de todos os descontentes no momento de maior visibilidade. Para o governo, o fiasco é inaceitável, e já tivemos mostras de sua opção preferencial pela repressão violenta. Ao mesmo tempo, intensifica-se uma campanha ideológica pró-Copa. Quem não louva a Copa é um vendido ao pessimismo, é um derrotista, ou mesmo um golpista que odeia o Brasil. Voltamos ao “Ame-o ou deixe-o”. Sempre achei que o brasileiro, mesmo incomodado, se acomodaria. Que a Copa seria um período caótico, mas de festa geral. Agora tenho dúvida; desde os protestos de junho passado, o cenário mudou. A proximidade das eleições acirra os ânimos; tal como em final de campeonato, sente-se no ar um clima de “tudo ou nada”. Este, mais do que todos, é o momento de expressar o descontentamento. Que as oposições, contudo, façam-se ouvir não só pela revolta, mas também proponham alternativas. Joel Pinheiro é mestre em Filosofia pela USP e assina a coluna Lesa-Majestade para o sitewww.liberzone.com.br.

SANTO ANTÔNIO DA PLATINA

A RTIGO Adriano Dias Nunes*

O verdadeiro aprendizado é como uma boa música: fica para sempre! No mês de maio, comemora-se o aniversário do músico russo Pyotr Ilitch Tchaikovsky. Nascido em 1840, o compositor de clássicos como O lago dos cisnes, A bela adormecida, O quebra nozes e a Abertura-fantasia Romeu e Julieta morreu aos 53 anos, vítima de cólera. Passados 120 anos de sua morte, comparamos seu trabalho, que nos deixou um rico legado de composições talentosas e criativas, à atuação de um professor em sala de aula. Entre outros significados, a música é descrita no dicionário como “arte e técnica de combinar sons de maneira agradável ao ouvido”. Se trocarmos a palavra “sons” por “conhecimento”, obteremos uma poética explicação

para o ofício do docente. Assim como os grandes músicos, os bons educadores têm o poder de transformar a teoria em uma linguagem viva e dinâmica. Como o aluno de hoje está conectado a um universo de informações e possibilidades, o educador deve assumir o papel de maestro. Assim como os regentes que conduzem um grupo de músicos, cabe ao professor estabelecer a harmonia entre instrumentos de aprendizado, conteúdos e metodologia. Ao deixar de ser o agente central do processo e se tornar mediador, o professor assegura que os temas sejam discutidos com propriedade pelos alunos, que devem desenvolver habilidades e competências, construir

TRIBUNA DO VALE

O Diário da nossa região - Fundado em agosto de 1995 Editora Jornal Tribuna do Vale LTDA CNPJ 01.037.108/0001-11 Matriz: Travessa Audi 35, Centro Santo Antônio da Platina, PR Fone/Fax: 43 3534 . 4114

Diretor Responsável Benedito Francisquini - MTB 262/PR tribunadovale@tribunadovale.com.br tribunadovale@uol.com.br

argumentações e resolver desafios apresentados por meio de situações-problema. Uma estratégia que pode ser um recurso para atrair e manter o interesse do aluno é empregar uma metodologia que faça com que ele teste seus limites por meio de um conjunto de atividades que valorizem o pensamento investigativo e o raciocínio lógico. Ao lidar com situações que fazem sentido para o aluno, torna-se mais fácil despertar sua vontade de aprender. Além disso, é fundamental oferecer soluções educacionais que combinem o que há de mais atual em metodologia com recursos interativos e modernos para que o aprendizado do aluno seja de fato uma experiência

dinâmica e sensorial. Porque sabemos que cada vez mais os conhecimentos devem ser vivenciados pelo aluno em tempo real. E transformar o aprendizado em experiência prática deve ser o maior propósito. Para que aluno e professor estejam em harmonia, o repertório de soluções educacionais precisa acompanhar o ritmo de cada estudante, com auxílio de recursos interativos e dinâmicos que permitam ao aluno vivenciar todas as suas descobertas. E esse é justamente um dos diferenciais do Ético Sistema de Ensino, que prepara o professor para assumir a função de maestro e conduzir o aprendizado, sempre buscando a harmonia entre o ensinar e o aprender.

Representação: MERCONET Representação de Veículos de Comunicação LTDA Rua Dep. Atílio de A. Barbosa, 76 conj. 03 - Boa Vista - Curitiba PR Fone: 41-3079-4666 ¦ Fax: 41-3079-3633 Vendas Assinatura Anual R$ 200,00 Semestral R$ 100,00

Impressão e Fotolito: Editora Jornal Tribuna do Vale Fone/Fax : 43 3534 . 4114

O Ético é referência na área educacional, tanto por sua excelência editorial, pioneirismo e liderança, como por fazer parte de uma das 50 maiores editoras do mundo, a Saraiva. Para que educadores e alunos possam compor suas próprias trilhas, o Ético oferece materiais que organizam o currículo da escola e os conteúdos das disciplinas, aula a aula, com extremo rigor conceitual, propostas educacionais e soluções interativas que tornam as habilidades e competências dos alunos cada vez mais afinadas. Não há espaço para reutilizar materiais segregados ou adaptar conteúdos planejados para outras finalidades. Nossos alunos merecem excelência editorial e

pedagógica, o que é um ótimo ponto de partida para que se sintam motivados a estudar e sejam conduzidos a um notável aprendizado. Assim como o músico se atualiza e busca construir seu trabalho de forma a se adequar aos tempos modernos, estamos sempre reinventando nosso material didático, incorporando soluções visuais que o tornam tão atrativo quanto uma tela de computador e apresentam conceitos e atividades que despertem no jovem o gosto pelo desafio. Adriano Dias Nunes é publicitário, pós-graduado em comunicação visual e coordenador de marketing da Saraiva, Divisão de Sistemas e Ensino.

Circulação: Abatiá ¦ Andirá ¦ Arapoti ¦ Bandeirantes ¦ Barra do Jacaré ¦Cambará ¦ Carlópolis ¦ Conselheiro Mairink ¦ Figueira¦Guapirama ¦ Ibaiti ¦ Itambaracá ¦ Jaboti ¦ Jacarezinho Jaguariaíva ¦ Japira ¦ Joaquim Távora ¦ Jundiaí do Sul ¦ Pinhalão ¦ Quatiguá ¦ Ribeirão Claro ¦ Ribeirão do Pinhal ¦ Salto do Itararé ¦Santana do Itararé¦ Santo Antônio da Platina ¦ São José da Boa Vista ¦ Sengés ¦ Siqueira Campos ¦Tomazina ¦ Wenceslau Bráz

Filiado a Associação dos Jornais Diário do Interior do Paraná

* Os artigos assinados não representam necessariamente a opinião do jornal, sendo de exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.


Geral A-3

TRIBUNA DO VALE

Terça-feira, 03 de junho de 2014

Direção de escola vai à Câmara pedir mudança da feira livre

S. A. PLATINA»Diretora quer sensibilizar os vereadores de que evacuação de alunos fica comprometida nos dias de feira

Antônio de Picolli

Gladys Santoro

Depois de pedir à prefeitura de Santo Antônio da Platina e apelar à ao Ministério Público, a direção do Escola Santa Terezinha vai à próxima segunda-feira, 9, na sessão ordinária da Câmara de Vereadores para pedir aos parlamentares que ajudem a conseguir retirar as barracas da feira livre do quarteirão da escola. As barracas bloqueiam o portão e a entrada principal do estabelecimento. A feira é realizada todas as tardes e noites das terças-feiras e nas manhãs dos sábados na avenida Oliveira Motta. Segundo a diretora, irmã Faustina Eirnasky, a intenção não é prejudicar os feirantes e sim garantir a segurança dos 1.200alunos entre 4 e 14 anos que frequentam o estabelecimento, que também abriga a Escola Municipal Sagrada Família. “Não queremos prejudicar os feirantes, mas essa situação não pode se prolongar mais. Se acontecer algum acidente com uma criança, não temos como socorrê-la de maneira eficaz. As entradas ficam bloqueadas com as barracas e nenhum veículo consegue entrar, nem uma

ambulância do Samu nem o resgate do Corpo de Bombeiros”, justificou. A irmã contou que há cerca de um ano, um aluno caiu na quadra e os socorristas precisaram sair com ele de maca e atravessar a feira para poder leva-lo até a ambulância, que ficou do outro lado da avenida. “Temos o compromisso de garantir a segurança de nossos alunos, e do jeito que está não pode mais ficar. Além do mais, o transporte escolar também está prejudicado. Nos dias de feira, os alunos precisam atravessar a avenida para pegar a condução do outro lado. É muito perigoso e pode ocorrer um atropelamento”, disse. A diretora salientou, ainda, que em muitas ocasiões o colégio funciona aos sábados. “Não estamos pedindo a mudança apenas na terça-feira, mas também aos sábados, porque no decorrer do ano, há diversas atividades que são realizadas nesse dia”, disse. Para a direção da escola, é preciso que a feira desocupe todo aquele quarteirão. “Ficamos reféns da feira. Para chegar até o colégio, os veículos

Barracas da feira bloqueiam entrada e saída do escola Santa Terezinha

têm que estacionar longe. Isso pode prejudicar um possível socorro às crianças”, enfatizou. O barulho da rua e a fumaça que sai das barracas de espetinhos e outros salgados também incomodam quem está dentro da escola. “É difícil se concentrar com tanto barulho na rua, isso sem falar

na fumaça de fritura, que invade as salas. Não é implicância nossa. Pelo contrário. Entendemos que os feirantes precisam trabalhar, mas é necessário que nos entendam também. A direção da Escola Ubaldino do Amaral tem as mesmas queixas’, contou lembrando que dias atrás,

»S.A. PLATINA

uma criança cadeirante ficou doente e os professores não conseguiram retirá-la do prédio pelo portão que dá acesso à avenida. “A sorte é que o imóvel do Ubaldino conta com uma saída lateral”, disse. A irmã Faustina quer falar na sessão da Câmara da próxima segunda-feira. “Estamos

protocolando um ofício pedindo a palavra na Câmara. Queremos sensibilizar os vereadores. Há muito tempo pedimos essa mudança, mas ninguém nos ouve. Não precisamos esperar acontecer uma tragédia para fazer o que é preciso. Podemos evita-la se formos ouvidas”, concluiu.

»SETI

Beto Richa confirma construção de Secretário se reúne Subgrupamento do Corpo de Bombeiros com reitoria UENP Antônio de Picolli

Da Assessoria

Área do DNIT doada ao governo do estado abrigará subgrupamento dos bombeiros Da Redação

O governador Beto Richa confirmou na sexta-feira, 30, em Jacarezinho, a construção de uma unidade do Corpo de Bombeiros de Santo Antônio da Platina, que vai sediar o Subgrupamento Independente do Corpo de Bombeiros (SGBI). Richa disse que a licitação para contratação de empresa responsável pela obra, acontecerá em breve. “A obra está confirmada. Na semana passada, recebi o prefeitoPedro Claro de Oliveira Neto e o deputado estadual Pedro Lupion para tratar do assunto. A licitação será realizada logo”, disse. O prefeito contou que,

com o novo quartel, a cidade sediará o SGBI, com o vindade 150 profissionais da corporação. “Isso vai aquecer a economia da cidade. São famílias novas que vão morar aqui, alugar imóveis, gastar no nosso comércio. É uma conquista que vai for talecer nosso município”, disse. Segundo Pedro Claro, toda a obra e trâmites legais são da alçada do governo do Estado. “O prédio será construído em um terreno de cerca de 5 mil metros quadrados doado ao Estado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit)”, disse salientando que a obra

deverá custar aproximadamente R$ 2,5 milhões. Pe d ro C l a ro t a m b é m falou que o governador já aprovou o novo projeto de construção da Unidade de Terapia Intensiva Adulta (UTI), que será construída anexa ao Hospital Regional do Norte Pioneiro. “O novo projeto prevê uma construção de 880 metros quadrados ao lado do HR, com 10 leitos. Com isso, estamos terminando a parte elétrica do Centro de Hemodinâmica, que foi construído na minha primeira gestão, com verba conseguida pelo deputado federal Abelardo Lupion.C om ambos funcionando, o HR vai poder

atender muito melhor não somente a p opulação de Santo Antônio, mas de toda região”, disse salientando que a construção da UTI adulta está orçada em R$ 3.800 milhões. “Estou com pouco mais de um ano de mand ato. Tenho trabalhado intensamente para trazer benefícios para Santo Antônio, mas todo o processo é lento, porque são conquistas de grande porte, mas daqui para frente, o meu trabalho realmente começa a aparecer. As pessoas não entendem todo esse processo, mas agora elas poderão ver os acontecimentos”, disse animado.

O secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti), João Carlos Gomes, esteve em reunião, na sexta-feira, 30, na reitoria da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), onde foi recebido pelo reitor em exercício da Instituição, Rinaldo Bernardelli Junior, pelo chefe de Gabinete, Alfredo Moreira Junior, e pelos pró-reitores da Universidade. D u r ante a reu n i ã o, o secretário apresentou detalhes técnicos e financeiros sobre o curso de Odontologia que será implantado na Universidade. "O professor João Carlos, que é doutor em Odontologia, pode nos dar importantes contribuições para o andamento do proj eto de impl ant aç ão, lembrando que, na UEPG, ele foi o responsável pela ide a lização do c urs o de Odonto com suas respectivas clínicas", disse o reitor da UENP. Rinaldo comentou ainda que "Ele, gentilmente, colocou-se à disposição, como profissional da área, para auxiliar naquilo que for necessário". "O decreto autorizando a abertura de vestibular e a implantação do curso de Odontologia na UENP, sem dúvida nenhuma, é um dos fatos mais importantes da história desta Universidade", exaltou João Carlos. O secretário ressaltou ainda: "Estamos implantando em uma universidade pública de qualidade no Norte Pioneiro do Estado o curso de Odontologia, permitindo assim que esta região entre

no circuito da saúde bucal do Paraná". Salientando os investimentos de cerca de 11 milhões previstos para os cinco primeiros anos do curso, pontuou: "Isso é também uma forma de reconhecimento do Governo do Estado à UENP e ao Norte Pioneiro". Participaram do encontro os pró-reitores de Graduação, Marivete Bassetto de Quadros; de Administração e Finanças, José Paulo Guandelini; de Pós-Graduação, Jorge Sobral da Silva Maia; de Planejamento e Ava li aç ão Inst ituciona l, Paulo Ribeiro; de Extensão e Cultura, Aécio Rodrigues de Melo, além do reitor e do assessor de gabinete da Instituição. Odontologia O governador Beto Richa assinou na sexta-feira (30), o decreto de autorização de vestibular e implantação do curso de Odontologia UENP. O novo curso será ofertado no Centro de Ciências da Saúde (CCS), do Campus de Jacarezinho. O pedido para a criação teve início em 2010 e passou pela análise técnica da Coordenadoria de Ensino Superior da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SETI) para avaliação da viabilidade financeira. O curso funcionará em regime integral e irá ofertar 40 vagas anuais, a partir de 2015. Estão previstos investimentos de cerca de 11 milhões para estrutura física, equipamentos, bibliografia e contratação de pessoal (agentes universitários e docentes) nos cinco primeiros anos.


TRIBUNA DO VALE

A-4 Educação

Terça-feira, 03 de junho de 2014

Alunos da UENP são aprovados no programa Ciência Sem Fronteiras

Divulgação

EXTERIOR»Universidade enviou sete alunos em intercambio: três na Austrália e quatro nos Estados Unidos TIAGO ÂNGELO

Mais três alunos da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) foram aprovados para o programa Ciência Sem Fronteiras do Governo Federal. A coordenadora geral do programa na UENP, professora Eliane Segati Rios Registro, realizou, na manhã de quinta- fe i r a , 2 9 , u m a re u n i ã o com os bolsistas aprovados na modalidade graduação sanduíche. A UENP, atualmente, possui sete alunos em intercambio: três na Austrália e quatro nos Estados Unidos. O reitor em exercício da UENP, Rinaldo Bernardelli Junior, parabenizou os alunos pela conquista e destacou a oportunidade que estão tendo de conhecer novas culturas e aperfeiçoar o idioma. “Esta é uma chance única na vida de vocês. Aproveitem ao máximo cada momento desse intercâmbio. Vocês já são vencedores”. Rinaldo, que responde pelas Relações Internacionais da UENP, p arab eniza a profess ora Eliane Segati. “Precisamos destacar novamente o gran-

de trabalho realizado pela professora Eliane Segati e sua dedicação a este processo de internacionalização da nossa Universidade”. Entre os bolsistas aprovados está o acadêmico do curso de Ciências Biológicas do CLM, Pedro Henrique Noronha Quesada, 21 anos, que foi contemplado com uma bolsa de 11 meses na Universidade de Limerick, na Irlanda. O e s tu d ant e p ar t i l h a que sua expectativa maior é fazer contatos e conhecer o país, além de se dedicar a uma nova área de estudos. “Quero me dedicar à Biologia Marinha, área do conhecimento que a gente não tem aqui. Estou indo previamente para melhorar o inglês e dar conta do recado”. Pedro embarca em 23 de junho. Nicole Zanetti Teles de Souza, 21, do curso de Veterinária, não esconde a ansiedade pela viagem que acontecerá em agosto. A acadêmica irá estudar, por um ano, na Universidade de Pizza, da Itália. “Quero poder melhorar o idioma, conhecer a cultura e ter contato com a tecnologia

Reitor recepciona alunos em reunião; estudantes embarcam para Irlanda, Itália e Estados Unidos pelo Programa Ciência Sem Fronteiras

relacionada à minha área de atuação”. Já o aluno de Agronomia, Matheus Fabris, 21, estudará na Angelo State University, de Sant Angelo, no Texas. O jovem embarca em 19 de junho para 14 meses de intercambio. “Buscarei aproveitar ao máximo esta oportunidade”, disse Matheus. A coordenadora do Ciê n c i a S e m Fronte i r a n a UENP comenta que a reunião foi um momento imp or t ante p ara o rep ass e

d e i n for ma ç õ e s s obre o programa e também sobre a situação acadêmica dos estudantes. Ela parabeniza a todos os bolsistas e deseja sucesso nessa nova etapa, na certeza de que a UENP estará muito bem representada no cenário internacional. Participou da reunião também a professora Laila Herta Mihsfeldt, coordenadora do curso de Biologia do Centro de Ciências Biológicas (CCB) do Campus Luiz Meneghel.

Ciência sem Fronteiras O prog rama “Ciênci a sem Fronteiras” é uma iniciativa que busca promover a consolidação, expansão e internacionalização da ciência e tecnologia, da inovação e da competitividade brasileira por meio do intercâmbio e da mobilidade internacional. Cinco alunos da UENP já concluíram participação no Projeto e outros três acadêmicos da Instituição estão em processo de alo-

cação em Universidades estrangeiras com previsão de início de intercâmbio ainda neste ano. Como nova prerrogativa para participação no Ciência Sem Fronteiras, o Governo Federal estipulou uma média de 600 pontos no Enem para que o aluno possa se inscrever para seleção inicial. Não há previsão de chamadas ainda para este semestre. Mais informações: www. uenp.edu.br/csf

$336LQGLFDWRGRV7UDEDOKDGRUHVHP(GXFDomR3~EOLFDGR(VWDGRGR3DUDQi‡$Y,JXDoX5HERXoDV&XULWLED3DUDQi&(3 )RQH  )D[  ‡6LWHZZZDSSVLQGLFDWRRUJEU‡3UHVLGHQWH0DUOHL)HUQDQGHVGH&DUYDOKR‡6HFUHWiULRGH&RPXQLFDomR/XL]&DUORV3DL[mRGD5RFKD -RUQDOLVWDVUHVSRQViYHLV)UDQFLHOO\&DPLOR 35 8DQLOOD3LYHWD 35 H9DOQtVLD0DQJXHLUD 6( 'LDJUDPDGRU5RGULJR$XJXVWR5RPDQL 35 

Nº 879 - 28 de maio de 2014 Editais de convocação NS APUCARANA Assembleia Extraordinária Regional

NS CASCAVEL Assembleia Regional Extraordinária

NS LARANJEIRAS DO SUL Assembleia Regional Extraordinária

2SUHVLGHQWHGD$336LQGLFDWRGRVDV7UDEDOKDGRUHVDVHP(GXFDomR3~EOLFDGR3DUDQi 16GH$SXFDUDQDQRXVRGHVXDVDWULEXLo}HVHVWDWXWiULDVFRQYRFDRVDV7UDEDOKDGRUHV DVGD(GXFDomRVLQGLFDOL]DGRVDVSDUD$VVHPEOHLD5HJLRQDO([WUDRUGLQiULDDVHUUHDOL]DGDQRGLDGHMXQKRGHjVKHPSULPHLUDFRQYRFDomRHKHPVHJXQGDQD VHGHGR16GH$SXFDUDQD5XD'RXWRU2VYDOGR&UX]žDQGDUVDOD(GLItFLR 3DOiFLRGR&RPpUFLR&HQWUR$SXFDUDQD3DUDQiFRPDVHJXLQWH3DXWD,QIRUPHVJHUDLVHQHJRFLDo}HVFRPR*RYHUQR(QFDPLQKDPHQWRVHGHOLEHUDo}HVGD$VVHPEOHLD (VWDGXDOGHGHPDLRGH5HIHUHQGRGD&RPLVVmR(OHLWRUDO5HJLRQDO $UWGR (VWDWXWRGD$336LQGLFDWR H2XWURV$VVXQWRV

2 SUHVLGHQWH GD$33±6LQGLFDWR GRV 7UDEDOKDGRUHV HP (GXFDomR 3~EOLFD QR 3DUDQi 16 GH &DVFDYHOQRXVRGHVXDVDWULEXLo}HVHVWDWXWiULDVFRQYRFDRVDVWUDEDOKDGRUHVDVHPHGXFDomR VLQGLFDOL]DGRVDVSDUD$VVHPEOHLD5HJLRQDO([WUDRUGLQiULDDUHDOL]DUVHQRGLDjV KHPSULPHLUDFRQYRFDomRHjVKHPVHJXQGDQR$Q¿WHDWURGD8QLRHVWHVLWRj5XD 8QLYHUVLWiULD  FRP D VHJXLQWH SDXWD   ,QIRUPHV GDV QHJRFLDo}HV FRP R *RYHUQR  ±(QFDPLQKDPHQWRVGDVGHOLEHUDo}HVGD$VVHPEOHLD(VWDGXDO([WUDRUGLQiULD± 5HIHUHQGRGD&RPLVVmR(OHLWRUDO5HJLRQDO $UWGR(VWDWXWRGD$336 2XWURV$VVXQWRV

$ SUHVLGHQWD GD$33 ± 6LQGLFDWR GRV7UDEDOKDGRUHV HP (GXFDomR GR 3DUDQi 16 GH /DUDQMHLUDVGR6XOQRXVRGHVXDVDWULEXLo}HVHVWDWXWiULDVFRQYRFDRVDVWUDEDOKDGRUHV DVHPHGXFDomRVLQGLFDOL]DGRVDVSDUD$VVHPEOHLD5HJLRQDO([WUDRUGLQiULDDUHDOL]DUVHQRGLDHPSULPHLUDFRQYRFDomRjVKHHPVHJXQGDjVKQR&ROpJLR (VWDGXDO*LOGR$OXLVLR6FKXFNVLWRj5XD*HQHUDO(VSLULWR6DQWRFRPDVHJXLQWH SDXWD,QIRUPHVGDVQHJRFLDo}HVFRPR*RYHUQR±(QFDPLQKDPHQWRVGDVGHOLEHUDo}HVGD$VVHPEOHLD([WUDRUGLQiULD(VWDGXDORFRUULGDHP±5HIHUHQGR GD&RPLVVmR(OHLWRUDO5HJLRQDO $UWGR(VWDWXWRGD$336 2XWURV$VVXQWRV

ARILDO FERREIRA DE CASTRO Presidente do NS Apucarana

NS ARAPONGAS Assembleia Regional Extraordinária 2SUHVLGHQWHGD$336LQGLFDWRGRV7UDEDOKDGRUHVHP(GXFDomR3~EOLFDQR3DUDQi16 GH$UDSRQJDVQRXVRGHVXDVDWULEXLo}HVHVWDWXWiULDVFRQYRFDRVDVWUDEDOKDGRUHVDVHP HGXFDomRVLQGLFDOL]DGRVDVSDUD$VVHPEOHLD5HJLRQDO([WUDRUGLQiULDDUHDOL]DUVHQRGLD jVKHPSULPHLUDFRQYRFDomRHjVKHPVHJXQGDQR&ROpJLR(VWDGXDO 0DUTXHVGH&DUDYHODVVLWRj5XD8LUDSXUXFRPDVHJXLQWHSDXWD,QIRUPHVGDV QHJRFLDo}HVFRPR*RYHUQR±(QFDPLQKDPHQWRVGDVGHOLEHUDo}HVGD$VVHPEOHLD([WUDRUGLQiULD(VWDGXDO±5HIHUHQGRGD&RPLVVmR(OHLWRUDO5HJLRQDO $UW GR(VWDWXWRGD$336 2XWURV$VVXQWRV MANOEL DOS SANTOS VIDAL Presidente do NS Arapongas

NS ASSIS CHATEAUBRIAND Assembleia Regional Extraordinária $ SUHVLGHQWD GD$336LQGLFDWR GRV 7UDEDOKDGRUHV HP (GXFDomR 3~EOLFD QR 3DUDQi 6 GH$VVLV &KDWHDXEULDQG QR XVR GH VXDV DWULEXLo}HV HVWDWXWiULDV FRQYRFD RVDV WUDEDOKDGRUHVDV HP HGXFDomR VLQGLFDOL]DGRVDV SDUD$VVHPEOHLD 5HJLRQDO ([WUDRUGLQiULD D UHDOL]DUVHQRGLDQDVHGHGR1~FOHRGH$VVLV&KDWHDXEULDQGVLWRj5XD5LR GH-DQHLURHPSULPHLUDFRQYRFDomRjVKHjVKHPVHJXQGDFRPDVHJXLQWHSDXWD,QIRUPHVGDVQHJRFLDo}HVFRPR*RYHUQR(QFDPLQKDPHQWRVGDVGHOLEHUDo}HV GD$VVHPEOHLD([WUDRUGLQiULD(VWDGXDO±3UHVWDomRGH&RQWDVGD*UHYH $TXLVLomRGHXPFDUURSDUDR1~FOHR6LQGLFDO5HIHUHQGRGD&RPLVVmR(OHLWRUDO 5HJLRQDO $UWGR(VWDWXWRGD$336 H2XWURV$VVXQWRV GISELLE SIMONE DOS SANTOS LOPES Presidenta do NS Assis Chateaubriand

NS CAMPO MOURÃO Assembleia Regional Extraordinária 23UHVLGHQWHGD$33±6LQGLFDWRGRV7UDEDOKDGRUHVHP(GXFDomR3~EOLFDQR3DUDQi 1~FOHR6LQGLFDOGH&DPSR0RXUmRQRXVRGHVXDVDWULEXLo}HVHVWDWXWiULDVFRQYRFDRV DVWUDEDOKDGRUHVDVHPHGXFDomRVLQGLFDOL]DGRVDVSDUD$VVHPEOHLD5HJLRQDO([WUDRUGLQiULDDUHDOL]DUVHQRGLDjVKHPSULPHLUDFKDPDGDHjVKHP VHJXQGDQR&ROpJLR(VWDGXDOGH&DPSR0RXUmRVLWRj$Y*XLOKHUPHGH3DXOD;DYLHU  &DPSR 0RXUmR35 FRP D VHJXLQWH SDXWD   ,QIRUPHV GDV QHJRFLDo}HV FRP R *RYHUQR±(QFDPLQKDPHQWRVGDVGHOLEHUDo}HVGD$VVHPEOHLD(VWDGXDO([WUDRUGLQiULD±5HIHUHQGRGD&RPLVVmR(OHLWRUDO5HJLRQDO $UWGR(VWDWXWRGD $336 2XWURV$VVXQWRV VALDAIR DA SILVA Presidente do NS Campo Mourão

PAULINO PEREIRA DA LUZ - Presidente do NS Cascavel ROSANGELA DE FÁTIMA RODRIGUES Presidenta do NS Laranjeiras do Sul

NS CIANORTE ASSEMBLEIA REGIONAL EXTRAORDINÁRIA 2SUHVLGHQWHGD$33±6LQGLFDWRGRV7UDEDOKDGRUHVHP(GXFDomR3~EOLFDQR3DUDQi16GH &LDQRUWHQRXVRGHVXDVDWULEXLo}HVHVWDWXWiULDVFRQYRFDRVDVWUDEDOKDGRUHVDVHPHGXFDomRVLQGLFDOL]DGRVDVSDUD$VVHPEOHLD5HJLRQDO([WUDRUGLQiULDDUHDOL]DUVHQRGLDGHMXQKR GHjVKHPSULPHLUDFRQYRFDomRHjVKHPVHJXQGDQDVHGHGD$33±6LQGLFDWR 1~FOHRGH&LDQRUWHVLWRj$YHQLGD$PpULFDFRPDVHJXLQWHSDXWD,QIRUPHVGDVQHJRFLDo}HVFRPR*RYHUQR(QFDPLQKDPHQWRVGDVGHOLEHUDo}HVGD$VVHPEOHLD([WUDRUGLQiULD (VWDGXDOGLD5HIHUHQGRGD&RPLVVmR(OHLWRUDO5HJLRQDO $UWGR(VWDWXWRGD $336LQGLFDWR 2XWURV$VVXQWRV ADERIZON AMORIN - Presidente do NS Cianorte

NS CORNÉLIO PROCÓPIO Assembleia Regional Extraordinária $SUHVLGHQWDGD$33±6LQGLFDWR16GH&RUQpOLR3URFySLRQRXVRGHVXDVDWULEXLo}HVHVWDWXWiULDVFRQYRFDRVDVWUDEDOKDGRUHVDVHPHGXFDomRVLQGLFDOL]DGRVDVSDUD$VVHPEOHLD5HJLRQDO ([WUDRUGLQiULDDUHDOL]DUVHQRGLDjVKHPSULPHLUDFRQYRFDomRHjVKHP VHJXQGDQDVHGHGR16GH&RUQpOLR3URFySLRVLWRj5XD3DUDtED&RUQpOLR3URFySLR35 FRPDVHJXLQWHSDXWD,QIRUPHVGDVQHJRFLDo}HVFRPR*RYHUQR±(QFDPLQKDPHQWRVGDV GHOLEHUDo}HVGD$VVHPEOHLD(VWDGXDO([WUDRUGLQiULD±5HIHUHQGRGD&RPLVVmR (OHLWRUDO5HJLRQDO $UWGR(VWDWXWRGD$336 2XWURV$VVXQWRV SIDINEIVA GONÇALVES DE LIMA - Presidenta do NS Cornélio Procópio

NS CURITIBA SUL Assembleia Regional Extraordinária $SUHVLGHQWDGD$33±6LQGLFDWRGRV7UDEDOKDGRUHVHP(GXFDomR3~EOLFDGR3DUDQi16&XULWLED6XOQRXVRGHVXDVDWULEXLo}HVHVWDWXWiULDVFRQYRFDRVDVWUDEDOKDGRUHVDVHPHGXFDomR VLQGLFDOL]DGRVDVSDUD$VVHPEOHLD5HJLRQDO([WUDRUGLQiULDDUHDOL]DUVHQRGLDjV KHPSULPHLUDFRQYRFDomRHjVKHPVHJXQGDQDVHGHGR16&6VLWRj5XD$OIHUHV 3ROLVREUHORMD5HERXoDV&WED35FRPDVHJXLQWHSDXWD,QIRUPHVGDVQHJRFLDo}HV FRPR*RYHUQR±(QFDPLQKDPHQWRVGDVGHOLEHUDo}HVGD$VVHPEOHLD(VWDGXDO([WUDRUGLQiULD±5HIHUHQGRGD&RPLVVmR(OHLWRUDO5HJLRQDO $UWGR(VWDWXWRGD$33  VERONI SALETE DEL’RÉ - Presidente do NS Curitiba Sul

NS JACAREZINHO - Assembleia Regional Extraordinária 2SUHVLGHQWHGD$33±6LQGLFDWRGRV7UDEDOKDGRUHVHP(GXFDomR3XEOLFDGR3DUDQi16GH -DFDUH]LQKRFRQYRFDRVDV7UDEDOKDGRUHVDVHP(GXFDomRVLQGLFDOL]DGRVDVSDUD$VVHPEOHLD 5HJLRQDO([WUDRUGLQiULDDVHUUHDOL]DGDQRGLDjVKHPSULPHLUDFKDPDGDHHP VHJXQGDjVKQDVHGHGR1~FOHR6LQGLFDOFRPDVHJXLQWHSDXWD,QIRUPHVGDVQHJRFLDo}HVFRPR*RYHUQR±(QFDPLQKDPHQWRVGDVGHOLEHUDo}HVGD$VVHPEOHLD([WUDRUGLQiULD (VWDGXDO±5HIHUHQGRGD&RPLVVmR(OHLWRUDO5HJLRQDO $UWGR(VWDWXWRGD $336 2XWURV$VVXQWRV NILTON APARECIDO STEIN - Presidente do NS Jacarezinho

NS PONTA GROSSA Assembleia Regional Extraordinária $ SUHVLGHQWD GD$33±6LQGLFDWR GRV7UDEDOKDGRUHV HP (GXFDomR 16 GH 3RQWD *URVVD QR XVR GH VXDV DWULEXLo}HV HVWDWXWiULDV FRQYRFD RVDV WUDEDOKDGRUHVDV HP HGXFDomR VLQGLFDOL]DGRVDV SDUD$VVHPEOHLD 5HJLRQDO ([WUDRUGLQiULD D UHDOL]DUVH QR GLD jVKHPSULPHLUDFRQYRFDomRHjVKPLQHPVHJXQGDQDVHGHGR16 VLWRj5XD&DPSRV9HUJXHLURHP3RQWD*URVVDFRPDVHJXLQWHSDXWD,QIRUPHV GDVQHJRFLDo}HVFRPR*RYHUQR±(QFDPLQKDPHQWRVGDVGHOLEHUDo}HVGD$VVHPEOHLD([WUDRUGLQiULD(VWDGXDO±5HIHUHQGRGD&RPLVVmR(OHLWRUDO5HJLRQDO $UWGR(VWDWXWRGD$336 2XWURV$VVXQWRV VERA ROSI LOPES DE MORAIS Presidenta do NS Ponta Grossa

NS UMUARAMA Assembleia Regional Extraordinária 2SUHVLGHQWHGD$33±6LQGLFDWRGRV7UDEDOKDGRUHVHP(GXFDomR3~EOLFDGR3DUDQi 16GH8PXDUDPDQRXVRGHVXDVDWULEXLo}HVHVWDWXWiULDVFRQYRFDRVDVWUDEDOKDGRUHV DVHPHGXFDomRVLQGLFDOL]DGRVDVSDUD$VVHPEOHLD5HJLRQDO([WUDRUGLQiULDDUHDOL]DUVHQRGLDjVKHPSULPHLUDFRQYRFDomRHjVKHPVHJXQGDQDVHGH GR1~FOHR6LQGLFDOVLWRj5XD+HOHQD.RORG\FRPDVHJXLQWHSDXWD,QIRUPHVGDV QHJRFLDo}HV FRP R *RYHUQR  ± (QFDPLQKDPHQWRV GDV GHOLEHUDo}HV GD$VVHPEOHLD ([WUDRUGLQiULD(VWDGXDO±5HIHUHQGRGD&RPLVVmR(OHLWRUDO5HJLRQDO $UW GR(VWDWXWRGD$336 2XWURV$VVXQWRV SERGIO MARSON Presidente do NS Umuarama

- Edital Municipal Assembleia Extraordinária Municipal de Matinhos 2 SUHVLGHQWH GD$336LQGLFDWR GRV 7UDEDOKDGRUHV HP (GXFDomR 3~EOLFD GR 3DUDQi 16GH3DUDQDJXiQRXVRGHVXDVDWULEXLo}HVHVWDWXWiULDVFRQYRFDRVDVSURIHVVRUHV DVPXQLFLSDLVGH0DWLQKRVSDUDD$VVHPEOHLD0XQLFLSDO([WUDRUGLQiULDDUHDOL]DUVHQR GLDGHPDLRGHVH[WDIHLUDQR&ROpJLR*DEULHOGH/DUD&HQWUR0DWLQKRV35 jVKHPSULPHLUDFKDPDGDHjVKHPVHJXQGDFKDPDGDFRPDVHJXLQWHSDXWD  ± ,QIRUPHV   0DQLIHVWDomR$QLYHUViULR  GD &LGDGH   5HDMXVWH ËQGLFH 3LVR 1DFLRQDO$YDOLDomRH+RUD$WLYLGDGH5HWURDWLYRMDQHLUR³3LVR1DFLRQDO´&DUWDGH &RQVFLHQWL]DomRDRV3DLV5iGLR /HLWXUDGDFDUWDHP5HVSRVWDDR3URQXQFLDPHQWR GR3UHIHLWR 2ItFLRGH$JUDGHFLPHQWRj&kPDUD0XQLFLSDOSHODDWHQomRGDGDjHVWD &RPLVVmRH0DQLIHVWR CLAITON LUÍS DA ROCHA Presidente do NS Paranaguá


TRIBUNA DO VALE

Cotidiano A-5

Terça-feira, 03 de junho de 2014

Pilha de madeira pega fogo na margem estrada da Platina

PERIGO»Corpo de Bombeiros passou quase toda manhã apagando focos de incêndio que queimavam na parte de baixo da pilha Da Redação

Uma pilha de restos de madeira depositada na frente da Serraria Vitória, que fica na Estrada da Platina, em Santo Antônio da Platina, pegou fogo na madrugada de ontem, 2. Os bombeiros passaram quase toda a parte da manhã apagando pequenos focos que persistiam em queimar na parte de baixo da pilha. Apesar de não terem ocorrido labaredas de fogo, a fumaça era constante, sinal que ainda havia focos. Segundo o sargento Luiz Carlos Souza do Corpo de Bombeiros, tudo indica que o incêndio foi proposital. “Não houve riscos para quem morava aos fundos da serraria porque a madeira estava isolada, e também porque o vento estava no sentido contrário, mas tivemos que jogar água

até acabar com os focos, que podiam se alastrar. Desde a hora que chegamos já usamos cerca de 12 mil litros de água. Esse tipo de incêndio é complicado porque o pó de serra fica muito tempo queimando”, disse salientando que nesse período do ano, a seca e o vento contribuem para a propagação de incêndios. O proprietário da serraria Celso Pereira, estava com uma máquina revirando os restos de madeira queimados enquanto os bombeiros jogavam água nos focos que apareciam. “Só percebi o que estava acontecendo quando cheguei de manhã para trabalhar. Fiquei preocupado dos focos aumentarem com o vento e chamei os bombeiros”, disse. Ele contou, ainda, que não teve prejuízos financeiros porque aquelas madeiras já estavam destinadas ao lixo.

MUNICÍPIO DE SANTO ANTONIO DA PLATINA – ESTADO DO PARANÁ AVISO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO - JUSTIFICATIVA Nº 293/2014 - PROCESSO Nº 2053/2014 CONTRATANTE: PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA-PR A CONTRATAR: ELETROTECH - IRMÃOS OLIVEIRA COM. DE MAT. ELÉTRICOS LTDA. CNPJ: 08.154.939/0001-12 OBJETO: Contratação de Empresa Especializada para reparos na bomba elétrica do Poço Artesiano localizado no Distrito de Monte Real, o qual abastece a população daquela localidade, inclusive a Escola e CEMEI Municipal, em caráter emergencial.. VALOR MÁXIMO ADMITIDO: R$ 13.517,43 (treze mil quinhentos e dezessete reais e quarenta e três centavos). AMPARO LEGAL: Artigo 24, inciso XXIV da Lei Federal n° 8.666/93 e art. 2º, parágrafo 1º, inciso III da Lei Federal nº 11.107/2005. Santo Antônio da Platina - PR, 02 de junho de 2014. PEDRO CLARO DE OLIVEIRA NETO - Prefeito Municipal AVISO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO INEXIGIBILIDADE Nº 0010/2014 PROCESSO Nº 2051/2014 CONTRATANTE: PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA-PR A CONTRATAR: J. R. EHLKE E CIA. LTDA. CNPJ: 76.730.076/0001-34 OBJETO: Aquisição de Materiais Laboratoriais: Reagentes e Diluentes a serem utilizados pelo Laboratório Municipal.. VALOR MÁXIMO ADMITIDO: R$ 6.720,36 (seis mil setecentos e vinte reais e trinta e seis centavos). AMPARO LEGAL: Artigo 25, inciso I, da Lei n° 8.666/93. Santo Antônio da Platina - PR, 02 de junho de 2014. PEDRO CLARO DE OLIVEIRA NETO Prefeito Municipal AVISO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO INEXIGIBILIDADE Nº 0011/2014 PROCESSO Nº 2052/2014 CONTRATANTE: PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA-PR A CONTRATAR: RODO SERVICE LTDA. CNPJ: 00.688.075/0002-98 OBJETO: Franquia de Sinistro de Seguro do veículo Micro Ônibus AXR 8528. VALOR MÁXIMO ADMITIDO: R$ 12.000,00 (doze mil reais). AMPARO LEGAL: Artigo 25, inciso I, da Lei n° 8.666/93. Santo Antônio da Platina - PR, 02 de junho de 2014. PEDRO CLARO DE OLIVEIRA NETO Prefeito Municipal MUNICÍPIO DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA – ESTADO DO PARANÁ 3º TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº 103/2012 TOMADA DE PREÇOS N°012/2012 CONTRATANTE: Município de Santo Antônio da Platina – PARANÁ. CONTRATADA: VALLE & ASSIS LTDA. OBJETO: O presente Termo Aditivo visa retificar a descrição do objeto do Contrato nº 103/2012, referente à Tomada de Preços 12/2012, sendo que o correto é a Contratação de Empresa de Engenharia ou de Arquitetura e Urbanismo, a qual fornecerá materiais e mão de obra para a execução de ampliação com área de 35,21m² e reforma com área de 60,80m², totalizando uma área de 96,01 m², na UBS – Povoado de Platina, sem implicar alteração de valor inicialmente contratado. Data: 30 de Maio de 2014.

Pequenos focos de fogo queimaram durante toda a manhã

“A prefeitura já havia retirado uma boa parte desse entulho, mas ele aumenta conforme vamos jogando fora o que não se vai mais utilizar. Naverdade, não sei o destino que devo dar aos restos que vão se acumu-

lando”, disse. Um morador do Povoado da Platina disse que viu a fumaça naquele local já no sábado. Incêndio em residência Na manhã de domingo (2), um incêndio atingiu uma resi-

dência no Jardim Bela Manhã, em Santo Antônio da Platina. O fogo teve início pouco antes das 8 horas e só foi contigo com a chegada do Corpo de Bombeiros. De acordo com o registro

de atendimento da corporação, não houve feridos e as causas do incêndio ainda são desconhecidas. A Polícia Civil deverá instaurar inquérito para investigar o caso.

» ACIDENTE

Carreta com óleo vegetal tomba em rodovia após problema mecânico

Gilson Sarrafo

Luiz Bannwart com Gilson Sarrafo

Uma carreta que transportava óleo vegetal tombou na tarde de sábado (31), no quilômetro 119 da rodovia BR153, no trecho entre Ibaiti e Ventania. O acidente ocorreu por volta das 9 horas, próximo ao bairro Fazendinha, após um problema mecânico. Segundo informações dos Bombeiros Comunitários de Ibaiti que atenderam a ocorrência, o pino que prendia a carreta ao cavalo mecânico (caminhão) se soltou causando o acidente. “O veículo chegou a inclinar para um dos lados, mas a perícia do condutor evitou que o caminhão tombasse. No entanto, com o peso da carga a carreta acabou virando, mas a carga de óleo não vazou”, contou um dos

Carreta com óleo vegetal tombou no acostamento, mas carga não vazou

socorristas. O motorista Carlos Alberto

de Campos, 27, não se feriu no acidente. Ele informou que

transportava óleo vegetal de Cambará para Itajaí (SC).

» REGIÃO

Polícia Civil prende casal por de tráfico de drogas em Ibaiti Gilson Sarrafo

Luiz Guilherme Bannwart com Gilson Sarrafo

Investigadores do Serviço de Inteligência da 37ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Ibaiti prenderam na tarde de sexta-feira (30), Rafael de Souza Moreira, 25, e a esposa dele, Josilene Joana Martins, 30, acusados de tráfico de drogas. A prisão ocorreu na residência do casal, na rua Abiel José Martins, no Jardim Serra Dourada, na parte alta da cidade. Os agentes já monitoravam Rafael e Josilene havia dois meses. Os policiais informaram ter entrado na residência em posse de um mandado de busca e apreensão expedido pelo poder judiciário local, onde apreenderam 66 pedras de crack e seis buchas de cocaína. Rafael, ainda tentou jogar parte

Investigadores da Polícia Civil apreenderam crack e cocaína na residência do casal

da droga na privada do banheiro, mas foi contido pelos agentes. Josilene foi surpreendida no quarto do casal com uma quantidade de crack e cocaína. A mulher tentava escon-

der a droga no guarda-roupas, mas foi flagrada pelos investigadores. Além da droga, os policiais apreenderam um pequeno valor em dinheiro e dois celulares.

Uma adolescente de 16 anos, que estava na casa com o casal, foi conduzida ao conselho Tutelar. A Polícia Civil investiga a participação da jovem na venda de drogas.


TRIBUNA DO VALE

A-6 Esporte

Terça-feira, 03 de junho de 2014

Participação de atletas nos Jogos Escolares aumenta 100%

AEN

JEPS »Governo do Paraná tem buscado valorizar o esporte praticado nas escolas

Mais de 65 mil estudantes de 11 a 17 anos participam da edição desse ano dos Jogos Escolares do Paraná

nas 4.991 jovens participaram das competições. Em relação a 2012 e 13 é observada uma diminuição nos participantes das fases regionais e macrorregionais, porém essa diferença é tirada nas finais quando 2013 teve participação maior se comparado a 2012. Para 2014 nas fases finais A e B também são esperados grande número de participações. Em 2011 a final dos Jogos Escolares ocorreu em seis cidades diferentes com divisões por modalidades. No total foram atendidos 7.018 atletas. Já em 2012 e 2013 com as finais já ocorrendo com divisão de categorias e, em duas cidades distintas, os Jogos Escolares reuniram 9.678 e 10.816 participantes respectivamente. Os números totais de participação nos JEPs foram de 44.719 atletas em 2011, 68.182 em 2012 e 65.894 em 2013.

Esse crescimento dos JEPs é comprovado na participação do Estado do Paraná nos Jogos Escolares da Juventude, competição de nível nacional. Na competição, a delegação paranaense tem crescido a cada ano e as vitórias também. Atualmente o Paraná é uma das forças do esporte escolar do Brasil. MUNICÍPIOS Um fator que mostra o crescimento da competição é a participação dos municípios. No ano passado, 386 das 399 cidades paranaenses participaram das fases regionais. Em 2014 um recorde foi batido e 100% das cidades do estado marcaram presença na primeira fase dos Jogos Escolares. “Hoje os Jogos Escolares estão muito organizados, conseguimos aumentar o número de participantes, valorizando a prática esportiva e principalmente o espírito de união entre

os atletas. Os Jogos Escolares aqui no Paraná são muito mais que esporte”, comentou Marcia Tomadon, coordenadora do evento. Outro fator importante e que engrandece os Jogos Escolares é a participação das instituições de ensino do estado. Nas fases regionais já realizadas em 2014 estiveram presentes oito estabelecimentos de ensino federais, 23 municipais, 202 particulares e dos 2.149 estabelecimentos estaduais, 1.291 estiveram participando das disputas. Números que comprovam a aceitação e a confiança que os JEPs tem junto aos professores paranaenses. Para o secretário Diego Gurgacz, o esporte no Paraná recebeu o destaque que merece no atual governo e crescerá muito mais daqui para frente. “O momento do esporte no estado é muito bom, ele rece-

beu a valorização que sempre mereceu. No Paraná o esporte é melhor hoje, e será maior amanhã”. NOVOS ATLETAS Os Jogos Escolares do Paraná também se tornaram um grande celeiro para novos atletas. Vários campeões da competição obtiveram importantes resultados nacionais e internacionais. O alto nível dos atletas dos JEPs é comprovado pelo grande número de contemplados do Programa Talento Olímpico do Paraná (TOP) nas competições. O TOP é o maior programa de entrega de bolsas de um estado brasileiro, idealizado pelo governador Beto Richa o projeto é mais uma ação que tem como objetivo a valorização e o enriquecimento do esporte paranaense. Atualmente o TOP possui 1.500 atletas e técnicos contemplados.

»RIB. CLARO

Associação Ribeirão-Clarense de Canoagem conquista 10 medalhas no Brasileiro de Canoagem Maratona DIÓGENES GONÇALVES

Diógenes Gonçalves

A Associação Ribeirão-Clarens e de C anoagem (ARCCA) ganhou 10 medalhas no Campeonato Brasileiro de Canoagem Maratona, realizado na cidade de Redenção da Serra (SP), entre os dias 23 e 25 de maio. As provas aconteceram na Represa da Redenção da Serra e Ribeirão Claro ficou com a quarta colocação na classificação geral entre equipes, com 478 pontos. Ao todo, 19 agremiações participaram da competição. O município foi representado por uma delegação de 18 atletas. No K1 Masculino Sênior, primeiro lugar para Leandro do Prado Correa, com Bruno Aparecido Santiago completando a prova na segunda posição, Juliano Darlan Crai Dal Molin em terceiro e Danilo da Silva chegando em quinto.Na C2 Masculino Cadete, quarta posição para Emerson Amantino e Phylipe Kainã. Bruno Aparecido Santiago e Leandro do Prado Correa venceram a categoria

Sem representante O Brasil iniciará a Copa do Mundo sem força nos bastidores da Fifa. O país não possui nenhum representante no Comitê de Arbitragem nem no Comitê de Competições da entidade. O órgão de arbitragem é presidido por um cartola da Irlanda do Norte, tendo como vice um chinês. Já o Comitê de Competições tem como membros um argentino, um italiano, um uruguaio e até dirigentes do Sudão, do Bahrein e da Guatemala. Lado a lado José Maria Marin e Marco Polo Del Nero, atual e futuro presidente da CBF, vão acompanhar a seleção nos dois amistosos pré-Copa. Estarão em Goiânia, contra o Panamá, e em São Paulo, contra a Sérvia.

Da Agência Estadual

Os Jogos Escolares do Paraná, maior competição estudantil da América Latina, têm conquistado a cada ano melhores resultados, e desde 2011 o número de participantes tem aumentado, o que deixa claro que o Governo do Paraná tem buscado valorizar o esporte praticado nas escolas. Para se ter uma ideia, as fases regionais da competição tiveram um salto no número de participantes de pouco mais de 32 mil atletas em 2011 para quase 50 mil em 2014. Os números da coordenação dos Jogos Escolares ainda mostram detalhadamente a participação em cada uma das fases e sedes que receberam a competição. As regionais são as que concentram o maior número de participantes por contarem com 32 sedes no estado. As regionais de 2014 se encerraram recentemente classificando os campeões para as macrorregionais que se iniciam no próximo dia 4 de junho, nessa fase também é esperado um crescimento no número de participantes em relação aos anos anteriores. Em 2012 as oito macrorregionais tiveram a participação de 14.436 atletas, já em 2013 cerca de 14 mil jovens estiveram presentes. Números muito superiores aos registrados no ano de 2011, quando ape-

N OTAS

Dezoito atletas da ARCCA participaram da prova em Redenção da Serra (SP)

K2 Masculino Sênior. Na K2 Masculino Menor, segundo lugar para Felipe Wallan e

Igor Diniz, terceiro lugar para Lucas Henrique Figueiredo e Walison Benfica dos

Santos e sexta posição para Emanuel Batista da Silva e João Vitor Barbosa. Nas ca-

tegorias femininas, quinto lugar para Angélica Carolina na K1 Feminino Menor e sexto para Luma Rovina. Segundo a secretária de Turismo, Meio Ambiente, Esportes e Lazer, Edilaine Cavalhiéri Faganelli, a falta de temp o para a preparação pode ter impedido um resultado melhor na competição. “Infelizmente o projeto iniciou-se após a data esperada, interferindo no desempenho dos atletas”, explicou. “Mesmo assim, com esforço e dedicação de todos, a Associação Ribeirão-Clarense de Canoagem conseguiu uma boa colocação ficando em quarto lugar dentre as 19 equipes participantes d o e v e nt o”, c o mp l e t o u . “Ag rade ço imens amente ao presidente da ARCCA Ruy Edison Rodrigues de Oliveira e aos professores do projeto Rodrigo Jorge da Silva, Bruno Aparecido Santiago e Leandro do Prado Correa pela dedicação e pelo trabalho que vem sendo realizado”, concluiu.

Lado a lado 2 Del Nero e Marin, que também já estão programados para assistir nos estádios a todas as partidas da seleção na Copa do Mundo, não devem ir assiduamente aos treinos na Granja Comary, onde estiveram na última sexta. Tempo... Os agentes de Ralf entendem que o Corinthians está tentando negociá-lo a qualquer custo durante a Copa. A leitura dos empresários é que, ao dar a entender para o mercado que o volante está disponível, o clube está queimando seu jogador. ...fechado Nem Ralf nem seu estafe querem a saída do Corinthians. Segundo os agentes do volante corintiano, não há nenhuma proposta para que Ralf deixe o Parque São Jorge neste período de parada para o Mundial. Pedido de perdão Após ter publicado no Instagram texto que diz que “o que tinha que ser gasto, roubado, já foi” e de ter constrangido a organização da Copa, Joana Havelange ligou para o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, pedindo desculpas pela polêmica suscitada às vésperas da abertura. A filha de Ricardo Teixeira também discutiu o assunto com os chefes do Comitê Organizador Local, órgão do qual é uma das principais executivas. Futuro certo Passada a Copa, o plano de Joana Havelange é fazer doutorado no exterior. Ela é formada em administração pela faculdade Estácio de Sá, do Rio. Casa livre A CBF abrirá o centro de treinamento da seleção no sábado para um de seus patrocinadores. A English Town, escola de inglês, levará 19 alunos para assistir ao treinamento do time de Luiz Felipe Scolari. Reunião... A presidente Di lma Rousseff estará em Salvador, no dia 16 de junho, quando se enfrentarão Alemanha e Portugal, na Fonte Nova, às 13h. A presidente se encontrará na capital baiana com a chanceler alemã, Angela Merkel, e com o primeiro-ministro português, Pedro Passos Coelho.


Atas & Editais A-7

TRIBUNA DO VALE Terça-feira, 03 de junho de 2014

PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAPIRAMA – PARANĂ EXTRATO DO ATA -31/2014 PregĂŁo 21/2014 DATA DE ASSINATURA DA ATA: 21 de MAIO 2014 CONTRATANTE: MUNICĂ?PIO DE GUAPIRAMA CONTRATADA: MEGA PAPER PAPELARIA E INFORMATICA LTDA VALOR: R$ 24.441,45 (vinte e quatro mil quatrocentos e quarenta e um reais quarenta centavos) OBJETO: AQUISIĂ‡ĂƒO DE MATERIAIS DE EXPEDIENTE E PAPELARIA PARA DIVERDOS DEPARTAMENTOS DAADMINISTRAĂ‡ĂƒO PUBLICA

Sumula de EmissĂŁo de Licença de Instalação Loteadora AssaĂ­ S/S Ltda, torna pĂşblico que recebeu do IAP/ Jacarezinho, a Licença de Instalação nÂş19. 265, do Loteamento denominado de Residencial Bella Toscana, localizado neste municĂ­pio de CambarĂĄ-ParanĂĄ. Extravio de Nota Fiscal Declaramos para devidos ďŹ ns o extravio de nota ďŹ scal de produtor rural nÂş 22 em nome de Jorivaldo Zava , do Sitio Agua Boa , Bairro Agua da Areia , do MunicĂ­pio de Santo Antonio da Platina - PR, CAD/PRO :9561060956. Com essa publicação ďŹ ca sem valor comercial. Santo Antonio da Platina, 02/06/2014. a)Jorivaldo Zava .

MUNICĂ?PIO DE CAMBARĂ -PR EXTRATO DE CONTRATO CONTRATO 24/2014 ID. DE CONTRATO NÂş336 CONTRATANTE – MUNICĂ?PIO DE CAMBARĂ CONTRATADO: PICCININI SAUDE OCUPACIONAL S/S LTDA-ME OBJETO – CONTRATAĂ‡ĂƒO DE EMPRESA PARA PRESTAĂ‡ĂƒO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO VALOR GLOGAL R$ 123.700,00 (cento e vinte e trĂŞs mil reais) PP NÂş 23/2013 VIGĂŠNCIA: 12 meses DATA DA ASSINATURA: 27/05/2014 DOTAĂ‡ĂƒO ORÇAMENTĂ RIA: 03.001.04.122.1002.2.070.3.3.90.39.00.00-1000 03.001.04.122.1002.2.080.3.3.90.39.00.00-1000 03.001.04.122.1002.2.070.3.3.90.39.00.00- 510 03.001.04.122.1002.2.070.3.3.90.39.00.00- 511 JOĂƒO MATTAR OLIVATO PREFEITO MUNICIPIO DE CAMBARĂ SEGUNDO ADITIVO – Prazo PREGĂƒO PRESENCIAL - NÂş 02/2013 CONTRATO NÂş 06/2013 ID. DE CONTRATO NÂş 106/2013 CONTRATANTE – MUNICĂ?PIO DE CAMBARĂ PREFEITO: JOĂƒO MATTAR OLIVATO CONTRATADO - EDITORA TRIBUNA DO VALE LTDA ME REPRESENTANTE: BENEDITO FRANCISQUINI OBJETO – A contratação de empresa para publicação dos atos oďŹ ciais do MunicĂ­pio de CambarĂĄ PR em Jornal impresso de abrangĂŞncia local, de acordo com as necessidades e quantidades determinadas pelo MunicĂ­pio. PRORROGAĂ‡ĂƒO: DO FORNECIMENTO. O prazo estabelecido no contrato de origem ďŹ ca prorrogado por 90 (noventa) dias a partir de 03 de junho de 2014 com nova data de tĂŠrmino no dia 01 de setembro de 2014.

SĂšMULA DE RECEBIMENTO DE RENOVAĂ‡ĂƒO DA LICENÇA DE OPERAĂ‡ĂƒO FERNANDO RIBEIRO PINHEIRO, CNPJ 07.818.790/0001-66 torna pĂşblico que recebeu do IAP, a Renovação da Licença de Operação para Extração de DiabĂĄsio, pedra britada e poliedros manuais instalada na Rodovia BR 151, Km 14 – Bairro Fazenda Velha, MunicĂ­pio de Wenceslau Braz. SĂšMULA DE RECEBIMENTO DE LICENÇA PRÉVIA LUCIMARA FADEL DE MORAIS, CNPJ 18.891.613/0001-21 torna pĂşblico que recebeu do IAP, a Licença PrĂŠvia para MINERAĂ‡ĂƒO – EXTRAĂ‡ĂƒO DE CASCALHO a ser implantada na Fazenda Realeza, Bairro Vassoural, MunicĂ­pio de Ibaiti/Pr. SĂšMULA DE REQUERIMENTO DE LICENÇA DE INSTALAĂ‡ĂƒO LUCIMARA FADEL DE MORAIS, CNPJ 18.891.613/0001-21 torna pĂşblico que requereu do IAP, a Licença de Instalação para MINERAĂ‡ĂƒO – EXTRAĂ‡ĂƒO DE CASCALHO a ser implantada na Fazenda Realeza, Bairro Vassoural, MunicĂ­pio de Ibaiti/Pr. EDITAL DE LEILĂƒO PĂšBLICO EXTRAJUDICIAL DE BENS IMĂ“VEIS. Com base na Lei 9.514/97 AVISO DE VENDA AGILIZA ADMINISTRADORA DE RECEBĂ?VEIS LTDA., sociedade empresĂĄria com CNPJ 09.099.038-0001/38, na qualidade empresa organizadora e promotora de leilĂľes pĂşblicos atravĂŠs do leiloeiro PĂşblico Oficial, contratado, vinculado Ă  Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania e da Junta Comercial do ParanĂĄ, matriculado sob o nÂş 10/030-L – LUIZ BARBOSA DE LIMA JUNIOR. -, torna pĂşblico aos interessados que levarĂĄ a venda pela maior oferta, respeitado as normas da Lei 9.514/97, preço mĂ­nimo de venda e autorização expressa dos comitentes nos caso em que nĂŁo for por eles fornecido o valor mĂ­nimo, os imĂłveis constante na relação de lotes deste Edital, no estado fĂ­sico e de ocupação em que se encontram, imĂłveis recebidos em garantia nos contratos inadimplentes de Alienação FiduciĂĄria. O Edital do LeilĂŁo PĂşblico Extrajudicial de Bens ImĂłveis e as Condiçþes BĂĄsicas, do qual ĂŠ parte integrante o presente Aviso de Venda, estarĂĄ Ă  disposição dos interessados, no 2Âş CartĂłrio de TĂ­tulos e Documentos da Comarca de Londrina, PR, onde se encontra registrado sob o nÂş 00249926, no site da empresa organizadora www.agilizarecebiveis.com.br e no escritĂłrio da empresa promotora e organizadora, localizado na Av. HigienĂłpolis, nÂş 1.601, EdifĂ­cio Eurocente, 13Âş andar, sala nÂş 1.305, Centro, Londrina, PR, CEP 86.015-010, Telefone: (43) 3878 7000. O LeilĂŁo realizar-se-a em: 1Âş PRAÇA: 05.06.2014 Ă s 9:30 horas. 2Âş PRAÇA: 06.06.2014 Ă s 9:30 horas. LOCAL DO LEILĂƒO: Av. HigienĂłpolis, nÂş 1.601, Edifico Eurocenter, Londrina, PR, ( tĂŠrreo/auditĂłrio). Londrina, 26 de maio de 2014. AGILIZA ADMINISTRADORA DE RECEBĂ?VEIS LTDA. LUIZ BARBOSA DE LIMA JUNIOR.

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ PORTARIA nº 087/2014. O Prefeito Municipal de Barra do JacarÊ, Estado do Paranå, no uso de suas atribuiçþes legais, e considerando o artigo 15 §I a VI da Lei Municipal nº 376 de 04/12/010, que dispþe sobre o Plano de Cargos e Salårios dos Servidores Públicos Municipais de Barra do JacarÊ que dispþem sobre o enquadramento dos atuais servidores efetivos: RESOLVE: Art. 1º - Reenquadrar a partir de junho/2014, os servidores efetivos desta municipalidade, em nova faixa de vencimento do cargo – progressão na tabela de vencimentos, conforme abaixo: Nome do Servidor Tabela Atual: Tabela após progressão: Aparecida de Fatima Lourenço Aguiar K01=22anos L01=23anos Debora Cristina Calixto dos Santos K01=22anos L01=23anos Elio Penteado da Cruz K07=22anos L07=23anos Maria das Graças Pereira Oliveira K05=22anos L05=23anos Valdir de Freitas Aguiar E03=10anos F03=11anos Art. 2º - O vencimento båsico de cada servidor efetivo do Quadro de Pessoal do Município de Barra do JacarÊ, serå correspondente à nova Estrutura do Plano de Cargos e Salårios, art. 15 itens I a IV e anexo V da Lei nº 376/2010, que dispþe sobre o Plano de Cargos e Salårios da Prefeitura Municipal de Barra do JacarÊ. Art. 3º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, revogando as disposiçþes em contrårio. Registre-se e Publique-se. Prefeitura Municipal de Barrado JacarÊ, em 30 de maio 2014. EDIMAR DE FREITAS ALBONETI Prefeito Municipal

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARĂ Processo nÂş 1680/2014 - Dispensa de Licitação nÂş 45/2014 – Autorizo a despesa e a emissĂŁo de empenho, em favor da empresa Arieta Utilidades DomĂŠsticas Ltda. CNPJ 75.719.724/0001-99, tendo como objeto aquisição de 01 Refrigerador para guarda de Insulinas e outros insumos de alto custo que sĂŁo enviados pela Regional de SaĂşde, para atender pacientes com Diabetes Mellitus, Artrite Reumatoide dentre outras enfermidades, conforme pedido, bem como justiďŹ cativas da Secretaria de SaĂşde, atravĂŠs do processo acima, no valor de R$ 1.380,00 (hum mil trezentos e oitenta reais), e estĂĄ em conformidade com o Artigo 24, inciso IV, da Lei Federal nÂş 8.666/93, e suas alteraçþes. CambarĂĄ PR, 03 de junho 2014. JOĂƒO MATTAR OLIVATO Prefeito 35()(,785$081,&,3$/'(*8$3,5$0$ '(&5(721| 6Âœ08/$23UHIHLWR0XQLFLSDOGH*XDSLUDPDಌ3DUDQÂŁQRXVRGHVXDVDWULEXLŠ¡HVOHJDLVHWHQGRHP YLVWDDDXWRUL]DŠ¼RFRQWLGDQD/HL0XQLFLSDOQ|GH '(&5(7$ $UWLJR  |    )LFD  DEHUWR  QR  2UŠDPHQWR  *HUDO  GR  0XQLFÂŻSLR  SDUD  R  FRUUHQWH  H[HUFÂŻFLR  XP  &UÂŤGLWR $GLFLRQDO6XSOHPHQWDUQRYDORUGH5 9LQWHH&LQFR0LO5HDLV FRQIRUPHGHPRQVWUDWLYRDEDL[R 

'RWDŠ¼R

)RQWH

(OHPHQWR



'ಌ ಌ0DQXWHQŠ¼RGD&R]LQKD 





&HQWUDO





7RWDO

9DORU 25.000,00 

 $UWLJR|3DUDFREHUWXUDGR&UGLWRFLWDGRQRDUWLJRDQWHULRU VHU¼RXWLOL]DGRVRFDQFHODPHQWRVGDV GRWDŠ¡HVDEDL[RGHVFULWDV 

'RWDŠ¼R

)RQWH

(OHPHQWR



' ದ   ದ  $PSOLD©¥R GD *DUDJHP 





0XQLFLSDO





7RWDO

9DORU 25.000,00 

$UWLJR|(VWH'HFUHWRHQWUDU£HPYLJRUQDGDWDGHVXDSXEOLFDŠ¼RUHYRJDGDVDVGLVSRVLŠ¡HVHP FRQWU£ULR *DELQHWHGR3UHIHLWR0XQLFLSDOGH*XDSLUDPDGH-XQKRGH

3('52'(2/,9(,5$ Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAPIRAMA PORTARIA NÂş 022/2014 O cidadĂŁo PEDRO DE OLIVEIRA, Prefeito Municipal de Guapirama, Estado do ParanĂĄ, no uso de suas atribuiçþes legais, nos termos do Inciso VII, do Artigo 69, da Lei Orgânica do MunicĂ­pio, de acordo com a Lei Municipal nÂş 334/2013 de 29 de Abril de 2013. RESOLVE Art. 1Âş - Fica InstituĂ­da a GratiďŹ cação Por Tempo Integral e Dedicação Exclusiva (GTIDE) ao servidor efetivo abaixo relacionado do municĂ­pio de Guapirama, no valor de 40% (quarenta por cento) de seu vencimento ďŹ xo, conforme Art; 1Âş da Lei acima mencionada, a partir desta data. a) Nivaldo Fermino, brasileiro, casado, Mecânico, portador da CĂŠdula de Identidade RG nÂş 5.858.217-4, inscrito no CPF/MF sob o nÂş 195.213.058-19. ArtÂş.2Âş -Fica a critĂŠrio do executivo Ă  interrupção do pagamento da referida GTIDE, ao servidor acima descrito que nĂŁo atender o contido na Lei Municipal nÂş 334/2013. EdifĂ­cio da Prefeitura Municipal de Guapirama, Estado do ParanĂĄ, aos 02 (dois) dias do mĂŞs de Junho de 2014. PEDRO DE OLIVEIRA Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARĂ PORTARIA No 186/2014 O ExcelentĂ­ssimo Senhor JoĂŁo Mattar Olivato, Prefeito Municipal de CambarĂĄ, Estado do ParanĂĄ, usando de suas atribuiçþes legais, que lhe sĂŁo conferidas por lei, R E S O L V E: Art. 1Âş Exonerar, a pedido, a partir desta data, o servidor GIOVANI BORGES GRACIANO, admitido em 13/06/2012, portador da CTPS nÂş 0948165 SĂŠrie 002, RG nÂş 9.866.930-2 SSP/PR, ocupante do cargo de PROFESSOR DE EDUCAĂ‡ĂƒO FISICA. Art. 2Âş- A presente Portaria entra em vigor na data de sua publicação. Publique-se, NotiďŹ que-se, Cumpra-se. Gabinete do Prefeito Municipal de CambarĂĄ, Estado do ParanĂĄ, em 02 de junho de 2014. JOĂƒO MATTAR OLIVATO PREFEITO MUNICIPAL DE CAMBARĂ

PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUĂ -ESTADO DO PARANĂ AVISO DE LICITAĂ‡ĂƒO TOMADA DE PREÇOS NÂş 02/2014 Objeto: contratação de empresa para a construção de cobertura de quadra poliesportiva padrĂŁo FNDE, com ĂĄrea coberta de 627m² (seiscentos e vinte e sete metros quadrados), a ser executada sobre quadra existente junto ao prĂŠdio da Escola Municipal Bom Pastor-EF, localizada na Rua Nicodemus Rodrigues de Paula, Centro, QuatiguĂĄPR - Termo de Compromisso PAC204610/2013, MunicĂ­pio de QuatiguĂĄ/ Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Tipo: menor preço. Valor Global: R$ 184.569,30 (cento e oitenta e quatro mil, quinhentos e sessenta e nove reais e trinta centavos). Prazo de Execução: 150 (cento e cinqĂźenta) dias. Abertura: 24 de junho de 2014. HorĂĄrio: 13h30min. Local da licitação acima: Sede da Prefeitura Municipal de QuatiguĂĄ, Estado do ParanĂĄ, na Av. Dr. JoĂŁo Pessoa, nÂş 1.300, Centro, CEP: 86.450-000. Aquisição do edital e informaçþes: Sede da Prefeitura Municipal de QuatiguĂĄ, das 08h00min Ă s 11h00min e das 13h00min Ă s 17h00min QuatiguĂĄ-PR, em 02 de junho de 2014. Gilvan de Oliveira – Presidente da CPL.

SERVIÇO AUTÔNOMO MUNICIPAL DE à GUA E ESGOTO ABATIà – PARANà PORTARIA Nº 13/2014 O Diretor do Serviço Autônomo Municipal de à gua e Esgoto - SAMAE de Abatiå - Paranå, no uso das atribuiçþes que lhe são conferidas: RESOLVE: I – Nomear, a senhora Alexandra Vieira Ibiapina, CPF nº 027.972.629-56, para o cargo de TÊcnico em Saneamento, conforme Lei Municipal nº 556 de 31/10/2012 e 568/2013 de 06/05/2013, regido pelo regime Estatutårio, devendo entrar em exercício no prazo de 03 (três) dias úteis, contados a partir desta data, sob perda do direito à referida vaga. II - Registre-se. III - Publique-se. Abatiå – Estado do Paranå, aos 30 de maio de 2014. Dilson Evangelista do Nascimento/Diretor do SAMAE

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRĂƒO DO PINHAL = P O R T A R I A 035/2014= O Senhor Dartagnan Calixto Fraiz, Prefeito Municipal de RibeirĂŁo do Pinhal, Estado do ParanĂĄ, no uso de suas atribuiçþes legais e na forma da Lei. RESOLVE: INSTITUIR, o ComitĂŞ Gestor Estadual do PDDE Interativo com o objetivo de organizar e integrar as açþes dos programas vinculados ao sistema PDDE Interativo, serĂĄ composto pelos seguintes membros abaixo designados sob a coordenação do primeiro. I – Juliano Zacarias Ferreira; II – Jane Maria de Oliveira; III – Maria Regina de Oliveira e; IV – Fernando Sabchuck Moreira. REGISTRE-SE E PUBLIQUE-SE EdifĂ­cio da Prefeitura Municipal de RibeirĂŁo do Pinhal, Estado do ParanĂĄ, aos dois dias do mĂŞs de Junho do ano dois mil e quatorze. Gabinete do Prefeito. Dartagnan Calixto Fraiz Prefeito Municipal MUNICĂ?PIO DE CAMBARĂ ESTADO DO PARANĂ PREGĂƒO PRESENCIAL 30/2014 O MunicĂ­pio de CambarĂĄ torna pĂşblico o resultado do PregĂŁo Presencial n° 30/2014 – Processo n° 1486/14, REGISTRO DE PERCENTUAL DE DESCONTO PARA CONTRATAĂ‡ĂƒO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA SERVIÇOS DE ESTERILIZAĂ‡ĂƒO. Vencedor: DESERTO. CambarĂĄ, 02 de junho de 2014. MAYKON PEREIRA MOREIRA Pregoeiro PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ-PARANĂ DECRETO NÂş 837/ 2014 SĂšMULA: DispĂľe sobre abertura de Credito Suplementar, autorizado pela Lei nÂş 503/2013de 04/12/2013. O PREFEITO MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ, ESTADO DO PARANĂ , NO USO DAS ATRIBUIÇÕES QUE LHES SĂƒO CONFERIDAS POR LEI, DECRETA Art. 1Âş - Fica aberto no corrente exercĂ­cio ďŹ nanceiro,CrĂŠdito Suplementar no valor de R$ 33.000,00 ( Trinta e TrĂŞs mil reais ), com as seguintes dotaçþes orçamentĂĄria: 03.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE ADIM E PLANEJAMENTO 03.001 – DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAĂ‡ĂƒO 04.122.0004-2009 - MANUTENĂ‡ĂƒO DO DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAĂ‡ĂƒO 00320 – 33.90.14.00.00 – 0.0 - 000 - DiĂĄrias - Pessoal Civil ..................................... .......................R$ 2.500,00 03.003 – DEPARTAMENTO DE LICITAĂ‡ĂƒO, COMPRAS, ALMOX. E PATRIMONIO 04.122.00047-2017 - MANUTENĂ‡ĂƒO DO DEPARTAMENTO DE LICITAĂ‡ĂƒO 00630 – 33.90.14.00.00 – 0.0 - 000 - DiĂĄrias - Pessoal Civil ..................................... .......................R$ 500,00 05.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE SAĂšDE 05.001 – FUNDO MUNICIPAL DE SAĂšDE 10.301.0006-1024 - CONCLUSĂƒO POLO ACADEMNIA SAĂšDE 01010 – 44.90.51.00.00 – 0.0 - 000 -Obras e Instalaçþes ..................................................................R$ 20.000,00 08.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE VIAĂ‡ĂƒO, OBRAS E SERV PĂšBLICOS 08.002 - DEPARTAMENTO DE OBRAS PĂšBLICAS 15.451.0009-2069 - PAVIMENTAĂ‡ĂƒO/RECUPERAĂ‡ĂƒO DE CALÇADAS E VIAS URBANAS 02770 – 44.90.30.00.00 – 0.0 - 000 -Material de Consumo...............................................................R$ 10.000,00 TOTAL R$ 33.000,00 Art. 2Âş- Para dar cobertura ao CrĂŠdito autorizado no artigo anterior, serĂŁo indicados como recursos o disposto na Lei Federal 4.320/64, no Artigo 43 § 1Âş; a) Inciso III – redução nas seguintes dotaçþes orçamentĂĄrias: 03.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE ADIM E PLANEJAMENTO 03.001 – DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAĂ‡ĂƒO 04.122.0004-2010 - MANUTEĂ‡ĂƒO PAGAMENTO APOSENTADORIAS E PENSĂ•ES 00370 – 31.90.01.00.00 – 0.0 - 000 - Aposentadoria do RPPS, Reserva Rem..................................R$ 13.000,00 08.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE VIAĂ‡ĂƒO, OBRAS E SERV PĂšBLICOS 08.002 - DEPARTAMENTO DE OBRAS PĂšBLICAS 15.451.0009-1067 - ACADEMIA POPULAR 02750 – 44.90.51.00.00 – 0.0 - 000 -Obras e Instalaçþes........... .......................................................R$ 20.000,00 TOTAL R$ 33.000,00 Art. 3Âş - Este Decreto entra em vigor a partir desta data, revogadas as disposiçþes em contrĂĄrio. Paço Municipal JosĂŠ Galdino Pereira, em 23 de Maio de 2014. EDIMAR DE FREITAS ALBONETI Prefeito Municipal


cmyb

A-8 Cidades

TRIBUNA DO VALE

Terça-feira, 03 de junho de 2014

Pato fujão se aloja em prédio e mobiliza Corpo de Bombeiros

Antônio de Picolli

RESGATE»Ave pode ter fugido de propriedade próxima a cidade e se abrigou no alto de uma clínica odontológica Marco Martins

Um pato fujão, de aproximadamente cinco quilos, foi resgatado ontem, 2, pelo C or p o de B omb eiros no centro de Santo Antônio da Platina. A ave estava alojada no alto do prédio de uma clínica odontológica, na avenida Oliveira Motta, no centro da cidade, mas com freqüência se posicionava sobre a rede elétrica correndo risco. Além disso, a movimentação atraiu também a atenção de mo-

tor ist as e p e d est res qu e poderiam causar acidentes na avenida. Apesar do risco a via não precisou ser interditada. O seu resgate mobilizou o Corpo de Bombeiros que f e z v á r i a s t e nt at i v a s d e capturar a ave durante a manhã e a tarde. As tentativas chamaram a atenção de curiosos que passavam pelo local, assim como crianças que estudam nas escolas Santa Terezinha e Sagrada Família. De acordo com o sar-

gento do Corpo de Bombeiros, Luiz Carlos Souza, a ave apareceu no sábado na avenida Oliveira Motta e passou a ser notado por quem passava ou trabalha naquela região. Segundo Souza, o animal deve ter escapado de alguma propriedade próxima à cidade e buscado abrigo no alto da clínica. Apesar de complexo, o resgate teve que ser feito de forma rápida porque o pato estava desde sábado sem água e sem alimentação. Antônio de Picolli

Ave se alojou em um prédio da Oliveira Motta, mas passou por toda rede elétrica na via

O bombeiro revelou que foi o resgate de animal mais inusitado que já fez. “Estamos acostumados a resgatar gato, roedores e quase to d a e sp é c i e d e an i mais selvagens da nossa fauna, mas resgatar um pato foi a primeira vez”, comenta com bom humor o sargento Luiz Souza. Os home ns d o C or p o de Bombeiros usaram uma rede para capturar o animal. O resgate foi concluído por volta das 16 horas. Recolhido, o animal foi levado a um abrigo provisório na Escola Municipal Franklin Delano Roosevelt, na área r u r a l d e S a nt o A nt ô n i o da Platina, onde recebeu água, alimento e cuidados da equipe do local. Ele não apresentava ferimentos ou sinais de estar debilitado mesmo estando há três dias sem água e comida. A ave vai permanecer no abrigo à disposição do seu proprietário. Se não aparecer alguém reclamando a sua propriedade, o pato que ainda não tem nome, deve ser encaminhado para a adoção. Quem quiser adotar a ave deve entrar em contato com os técnicos do Departamento Municipal de Meio Ambiente que dão expediente no próprio abrigo.

Pato deu trabalho para os homens do Corpo de Bombeiros Antônio de Picolli

O sargento Luiz de Souza no momento da captura do pato

»ADAPTADOS

Novos ônibus transportam alunos com mais segurança Da Agência Estadual

O novo ônibus us ado pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Campo Bonito, município do Oeste, transporta com mais segurança os alunos e produz economia para a escola. Por mês R$ 700,00 deixaram de ser gasto com combustível depois que o Governo do Estado entregou no início desse ano um micro-ônibus adaptado e a escola passou a fazer apenas uma única viagem para transpor tar diariamente os 52 alunos de casa para a escola. A Apae contava apenas c om u m a Kombi p ar a o transporte dos alunos. Com pouco espaço, o veículo fazia até três viagens para atender a todos os estudantes. Com um veículo maior e mais apropriado, o

percurso foi reduzido para 35 quilômetros diários. “O ônibus trouxe muitos benefícios para a nossa escola, além da economia com os gastos em combustível, mas o mais importante foi o conforto e a segurança para nossos alunos”, comemora a diretora Elena Salete Schandeski. O micro-ônibus é equipado com plataformas elevadas, cadeiras de rodas e 44 bancos mais largos. O mesmo veículo faz parte da rotina dos alunos da Apae Emílio Mudrey, do município de Anahy. “Esse ônibus foi a realização de um sonho para os nossos alunos, entre eles o meu filho que também estuda na Apae e depende de transporte”, diz Iris Cesário Lima, mãe do aluno Lucas Cesário Lima. A história da Apae de Ana hy é prat ic amente a

AEN

Micro-ônibus adaptado oferece mais segurança para crianças e economia para Apaes

mesma de C amp o B onito. Uma Kombi que fazia mais de uma viagem. Para acomodar os alunos cadeirantes o banco de trás do veículo era retirado e outros estudantes seguravam a cadeira dos colegas. Com o espaço limitado, o veículo fazia até quatro viagens todos os dias para atender a demanda da escola. A realidade do transp or t e d a s du a s Ap a e s é outra. Todos os alunos vão sentados com mais conforto e segurança. Os ônibus

comportam até dois alunos cadeirantes por vez com espaço esp ecíf ico e com cinto de segurança individual. “Era complicado, mas é o que tínhamos para oferecer. Agora, cada um vai sentado no seu lugar”, fala Luciane Aparecida Nunes Estevão, diretora da Apae. O novo veículo também mel horou o t rab a l ho do motorista Sergio Depiere, que era resp ons ável p or erguer e descer os alunos c a d e i r a nt e s d o v e í c u l o. “Hoje eu preciso apenas

apertar o botão do elevador. Tanto para mim como para as crianças ficou muito melhor”, diz. E m 2 0 1 3 , o G ov e r n o do E st ado ent regou 180 micro-ônibus novos para diferentes regiões do Estado. Par te dos veículos foi adquirida com dinheiro economizado pela Assembleia Legislativa do Paraná com medidas administrativas. A outra parte dos ônibus são investimentos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação.

cyan magenta yellow black


Pdf2641