Issuu on Google+

egos rinck

Quarta -feira 320 190

12 DE MARÇO DE 2014

ANO XIX - N0 2586 - R$ 1,00

DIRETOR: BENEDITO FRANCISQUINI

www.tribunadovale.com.br

JOAQUIM TÁVORA E CARLÓPOLIS

Limite de velocidade na rodovia PR-218 aumenta de 60 para 80 Km/h Antônio de Picolli

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) determinou no mês passado a mudança do limite de velocidade na rodovia PR-218, entre os municípios de Joaquim Távora e Carlópolis após a insistência de vereadores e parte da comunidade local. No trecho ainda é possível ver placas que sinalização que indicam a velocidade permitida anteriormente. De acordo com os moradores, o limite estabelecido anteriormente além de ser incompatível com a rodovia – a estrada não é sinuosa e de tráfego intenso – gerava uma série de multas a moradores de Carlópolis e turistas. Além disso, a baixa velocidade oferecia risco constante de acident e s , p r i n c i p a l m e nt e e m trechos de reta.

f

Placas indicam antigo limite de velocidade na rodovia PR-218

SALÁRIO

PÁG. A5

ECONOMIA

Moradores do bairro Iniciativas ajudam a criar empregos e gerar renda em Conselheiro Mairinck Lajeadinho pedem ponte há seis meses Antônio de Picolli

edi 2014

f

Criança se equilibra entre manilhas para chegar até sua casa no bairro Lajeadinho

Os moradores do bairro Lajeadinho, na zona rural de Santo Antônio da Platina, enfrentam uma rotina árdua há mais de seis meses com a ausência de uma ponte que liga o bairro ao sítio Santa Verônica. Quem mora naquela região precisa andar seis quilômetros a mais para chegar até o distrito do Monte Real. Quem se arrisca a passar pelo ribeirão no ponto onde um dia existia a ponte precisa passar por uma barreira de manilhas deixas pela prefeitura.

f

PÁG. A3

Erramos,

Por um erro de edição, a grafia de uma das palavras da manchete da edição de ontem (2585) foi publicada errada. Em vez de “Vítima de motorista embriago, menino de cinco anos é enterrado” o correto é “Vítima de motorista embriagado, menino de cinco anos é enterrado”. Mais uma vez pedimos desculpas aos leitores e anunciantes pela falha.

AEN

C onselheiro Mairinck tem pouco mais de 3,6 mil habitantes e cerca de 80 pontos comerciais. As oportunidades de trabalho são poucas e os empreendedores locais tinham dificuldade de acesso ao crédito para ampliar os negócios porque a cidade conta apenas com uma agência bancária. Essa situação começou a mudar com a atuação da Fomento Paraná, em parceria com a prefeitura, que mantém um agente de crédito ativo. Hoje, mais de 90% dos empre endimentos lo cais possuem financiamentos de baixo custo oferecido pela Fomento Paraná. PÁG. A8

Maria das Graças e Francisco Ribeiro de Siqueira, proprietários da Pousada do Chicão, em Conselheiro Mairinck


A-2 Atas & Editais Âą

Âą

TRIBUNA DO VALE Âą

Quarta-feira, 12 de março de 2014

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ ATA DE ABERTURA E JULGAMENTO DA LICITAĂ‡ĂƒO ConcorrĂŞncia 02/2014



Aos vinte e oito dias de fevereiro de 2014, as 14:00 horas, no EdifĂ­cio da Prefeitura do MUNICĂ?PIO DE BARRA DO JACARÉ, com endereço a Rua Rui Barbosa, nÂş 96, Bairro Centro, nesta cidade, reuniu-se a ComissĂŁo Permanente de Licitação da Municipalidade, designada pela Portaria nÂş 6/2014 de 20/01/2014, constituida pelas seguintes pessoas: LUCIANA AGUIAR CRUZ DUTRA, Presidente, CPF: 056.733.199-75; ADENILSON SILVA, SecretĂĄrio, CPF: 438.471.459-91 e ELIO PENTEADO DA CRUZ, Membro, CPF: 362.768.209-20, com o objetivo de julgar a Licitação PĂşblica, sob a modalidade ConcorrĂŞncia, veiculado atravĂŠs do nÂş 2/2014, que tem como objeto a aquisição de AQUISIĂ‡ĂƒO DE PRODUTOS GĂŠNEROS ALIMENTĂ?CIOS: CARNES. Iniciado os trabalhos verificou-se que retiraram edital as empresas convidadas: DILMA DE FREITAS AGUIAR CALIXTO, CNPJ: 07.285.584/0001-38, RUA RUI BARBOSA , 47 CASA - CEP: 86385000 - BAIRRO: CENTRO CIDADE/UF: Barra do JacarĂŠ/PR, DILMA DE FREITAS AGUIAR CALIXTO, CPF: 733.622.129-72 e OCELINA DE MELLO TARDELI, CNPJ: 01.875.909/0001-56, RUA AIMORE X C - TUPINAMBAS, 85 - CEP: 86380000 - BAIRRO: VILA AMERICANA CIDADE/UF: AndirĂĄ/PR, CRISTIANE DE MELLO TARDELI, CPF: 808.224.369-49. Pela ComissĂŁo Permanente de Licitação, foi decidida a abertura dos envelopes de nÂş 01, contendo os documentos de Habilitação, que, apĂłs receber as rĂşbricas autenticatorias pertinentes, foi constatado que ocorrerem ao feito as empresas DILMA DE FREITAS AGUIAR CALIXTO, OCELINA DE MELLO TARDELI. Nesta fase, nĂŁo verificou-se a desclassificação de nenhumas das empresas proponentes participantes. ApĂłs, passou-se a abertura dos envelopes contendo as propostas de cada uma das empresas consideradas habilitadas na primeira fase, dando-se conhecimento aos presentes do inteiro teor das mesmas, a medida que tambĂŠm eram rubricadas. Ao exame das propostas, nĂŁo houve a desclassificação de nenhuma das participantes. Diante dos elementos constantes dos documentos de habilitação e propostas, atendendo-se aos critĂŠrios de interesse pĂşblico neste processo de licitação ConcorrĂŞncia, do tipo Menor Preço a ComissĂŁo Permanente de Licitação, por decisĂŁo unânime de seus Membros, levando-se em consideração ser mais vantajoso e de interesse para a Administração PĂşblica Municipal, julgou esta licitação pelos critĂŠrios de menor preço e qualidade, cabendo a empresa DILMA DE FREITAS AGUIAR CALIXTO Classi Lote Item CĂłdigo Nome do produto/serviço Valor do item 1 1 1 662 COXA E SOBRE-COXA DE FRANGO RESFRIADO 975,00 1 1 3 765 SALSICHA - 1ÂŞ QUALIDADE C/ 01kg 1.147,50 1 1 4 768 FRANGO ABATIDO RESFRIADO - 1ÂŞ QUALIDADE 1.378,00 1 1 9 5542 LINGUIÇA CALABRESA - 1ÂŞ QUALIDADE 550,00 1 1 10 5543 LINGUIÇA TOSCANA - 1ÂŞ QUALIDADE 3.612,00 1 1 12 8121 PEITO DE FRANGO RESFRIADO -1ÂŞ QUALIDADE 648,00 1 1 13 11735 PEITO DE FRANGO REFRIADO C/ OSSO - 1Âş 425,00 QUALIDADE OCELINA DE MELLO TARDELI Classi Lote Item CĂłdigo Nome do produto/serviço Valor do item 1 1 2 663 CARNE BOVINA COCHĂƒO MOLE EM BIFE - 1Âş 4.245,00 QUALIDADE 1 1 5 5494 CARNE BOVINA EM CUBOS ACÉM - 1ÂŞ 5.726,80 QUALIDADE 1 1 6 5495 CARNE BOVINA MOĂ?DA MĂšSCULO - 1ÂŞ 5.726,80 QUALIDADE 1 1 7 5496 LINGUIÇA MISTA CASEIRA - S/ PIMENTA 3.357,20 1 1 8 5540 CARNE DE PORCO PERNIL S/ OSSO 1.250,00 1 1 11 7826 CARNE SUĂ?NA PERNIL S/ OSSO - 1ÂŞ QUALIDADE 2.500,00 vencedoras por apresentarem o Menor Preço, perfazendo um valor total de R$ 31.541,30 (Trinta e Um Mil, Quinhentos e Quarenta e Um Reais e Trinta Centavos). Estavam presentes a esta sessĂŁo a representante de uma das proponentes participantes do certame licitatĂłrio. Sendo assim, dĂĄ-se como feita a intimação do ato de julgamento das propostas nos termos do art. 110 da Lei 8.666/93, para o prazo recursal previsto no art. 109 inciso I, alĂ­nea 'b', da mesma lei antes citada. Nada mais havendo a tratar, foi encerrada a ata de reuniĂŁo que segue assinada pela ComissĂŁo Permanente de Licitação e pela representante da empresa presente.

35()(,785$081,&,3$/'(*8$3,5$0$ '(&5(721| 6Âœ08/$23UHIHLWR0XQLFLSDOGH*XDSLUDPDಌ3DUDQÂŁQRXVRGHVXDVDWULEXLŠ¡HVOHJDLVHWHQGRHPYLVWDD DXWRUL]DŠ¼RFRQWLGDQD/HL0XQLFLSDOQ|GH '(&5(7$ $UWLJR|)LFDDEHUWRQR2UŠDPHQWR*HUDOGR0XQLFÂŻSLRSDUDRFRUUHQWHH[HUFÂŻFLRXP&UÂŤGLWR$GLFLRQDO 6XSOHPHQWDU  QR  YDORU  GH   5  4XDWURFHQWRV H FLQTXHQWD H 7UÂŹV 0LO  5HDLV   FRQIRUPH  GHPRQVWUDWLYR DEDL[R 

'RWDŠ¼R ' ಌ     ಌ (QFDUJRV *HUDLV GD 'LYLGD 



3XEOLFD



'ಌ ಌ0DQXWHQŠ¼RGRV6HUYLŠRVGH 



$UUHFDGDŠ¼RH)LVFDOL]DŠ¼R7ULEXW£ULD

' ದ    ದ )RUWDOHFLPHQWR GD UHGH GH 



SURQWRDWHQGLPHQWR

LUCIANA AGUIAR CRUZ DUTRA Presidente 056.733.199-75

CĂ‚MARA DE VEREADORES DE JUNDIAĂ? DO SUL ESTADO DO PARANĂ DECRETO LEGISLATIVO NÂş. 001 /2014 O Presidente da Câmara de Vereadores de JundiaĂ­ do Sul, Estado do ParanĂĄ, usando das atribuiçþes que lhe sĂŁo conferidas. DECRETA Artigo 1Âş - Fica aberto no atual orçamento vigente do Legislativo Municipal, um CrĂŠdito Adicional Suplementar no valor de R$ 140.000,00 (Cento e quarenta mil reais), autorizado pela Lei nÂş. 456/2013, para reforço das seguintes dotaçþes: 001 – Câmara Municipal 03.031.0001-1002 – Manutenção das Atividades de Tecnologia da Informação 3.3.90.39.00.00 – Outros Serviços de Terceiros – Pessoa JurĂ­dica................ 40.000,00 01.031.0001-1005 – Atividades do Legislativo Municipal 3.3.90.14.00.00 – DiĂĄrias – Pessoal Civil....................................................... 3.000,00 3.3.90.30.00.00 – Material de Consumo......................................................... 2.000,00 3.3.90.39.00.00 – Outros Serviços de Terceiros - Pessoa JurĂ­dica................. 30.000,00 4.4.90.52.00.00 - Equipamentos e Material Permanente................................ 65.000,00 TOTAL ........................................................................................................ R$ 140.000,00 Artigo 2Âş - ServirĂĄ como recurso o cancelamento da seguinte dotação do atual orçamento vigente: 001 – Câmara Municipal 01.031.0001-1001 – Construção da nova sede da Câmara de JundiaĂ­ do Sul 3.3.90.39.00.00 – Outros Serviços de Terceiros – Pessoa JurĂ­dica................... 20.000,00 4.4.90.51.00.00 – Obras e Instalaçþes............................................................... 80.000,00 4.4.90.61.00.00 – Aquisição de ImĂłveis........................................................... 40.000,00 TOTAL ........................................................................................................... R$ 140.000,00 Artigo 3Âş - O presente Decreto Legislativo entrarĂĄ em vigor a partir desta data, com posterior publicação, revogando as disposiçþes contrĂĄrias. JundiaĂ­ do Sul, 11 de março de 2014. Terezinha Romana da S. Lemes Joel Barbosa Vieira SebastiĂŁo Teodoro da Silva Vice Presidente Presidente 1Âş SecretĂĄrio MUNCĂ?PIO DE CAMBARà – PR PREGĂƒO PRESENCIAL 010/2014 OBJETO: Registro de preço para aquisição de Material de Expediente. ABERTURA: 09H DO DIA 25/03/2014 LOCAL: AV. BRASIL, 1.082, CENTRO, CAMBARĂ - PR. DISPONIBILIDADE DO EDITAL: REQUISITADO, GRATUITAMENTE, PELO E-MAIL: MUNICIPIOCAMBARA@GMAIL.COM CAMBARĂ 11 DE MARÇO DE 2014. JOĂƒO MATTAR OLIVATO PREFEITO MUNCĂ?PIO DE CAMBARà – PR PREGĂƒO PRESENCIAL 011/2014 OBJETO: Registro de percentual de desconto sobre tabela inditec. ABERTURA: 14H DO DIA 25/03/2014 LOCAL: AV. BRASIL, 1.082, CENTRO, CAMBARĂ - PR. DISPONIBILIDADE DO EDITAL: REQUISITADO, GRATUITAMENTE, PELO E-MAIL: MUNICIPIOCAMBARA@GMAIL.COM CAMBARĂ 11 DE MARÇO DE 2014. JOĂƒO MATTAR OLIVATO PREFEITO AVISO DE LICITAĂ‡ĂƒO PregĂŁo Presencial nÂş. 025/2014. Encontra-se aberto na PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRĂƒO DO PINHAL – ESTADO DO PARANĂ , processo licitatĂłrio na modalidade PregĂŁo, do tipo menor preço global por lote, cujo objeto ĂŠ a contratação de empresa especializada no fornecimento e instalação de aparelhos de ar condicionado split para a Administração Municipal, pelo sistema registro de preços. A realização do pregĂŁo presencial serĂĄ no dia: 24/03/2014 partir das 13h30min, na sede da Prefeitura Municipal, localizada Ă  Rua ParanĂĄ, nÂş. 983 – Centro, em nosso MunicĂ­pio. O edital na Ă­ntegra estarĂĄ disponĂ­vel para consulta e retirada mediante pagamento de taxa no endereço supra, junto ao Setor de licitaçþes, de segunda a sexta-feira, no horĂĄrio das 09h00min Ă s 11h00min e das 13h30min Ă s 15h30min. RibeirĂŁo do Pinhal, 11 de março de 2014. Fayçal Melhem Chamma Junior Pregoeiro Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ - PARANĂ AVISO DE EDITAL DE LICITAĂ‡ĂƒO Modalidade ConcorrĂŞncia 008/2014 – Registro de Preços 1.0. DO OBJETO: 1.1. Serviços de Som para AnĂşncios, Publicidades e Eventos. 2.0. DA ABERTURA E RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS: 2.1. A data da abertura das propostas serĂĄ no dia 11/04/2014, Ă s 14:00 horas, na sala de reuniĂľes da ComissĂŁo de Licitação, da Prefeitura Municipal de Barra do JacarĂŠ, na Rua Rui Barbosa n.Âş 96. 2.2. O prazo mĂĄximo para protocolo e apresentação das propostas pelos interessados serĂĄ atĂŠ 14:00 horas, do dia 11/04/2014, quando acontecerĂĄ a abertura dos envelopes. 3.0. DO JULGAMENTO DAS PROPOSTAS: 3.1. SerĂĄ considerado vencedor o licitante que oferecer o objeto compatĂ­vel com o anexo I do edital, pelo menor preço por item. 4.0. DO FORNECIMENTO DO EDITAL: 4.1. EstĂĄ disponĂ­vel aos interessados o texto integral do Edital de Licitação ConcorrĂŞncia, nÂş 08/2014, no site www.pmbarradojacare.pr.gov.br, ou na sede da Prefeitura Municipal de Barra do JacarĂŠ - PR, informaçþes pelo fone Fax - 43-35371212, conforme ParĂĄgrafo 1Âş do art. 21 da lei 8.666/93. Paço Municipal JosĂŠ Galdino Pereira de Barra do JacarĂŠ - PR, em 11/03/2014. Luciana Aguiar Cruz Dutra Presidente da CPL

TRIBUNA DO VALE

O DiĂĄrio da nossa regiĂŁo - Fundado em agosto de 1995 Editora Jornal Tribuna do Vale LTDA CNPJ 01.037.108/0001-11 Matriz: Rua Tiradentes 425, Centro Santo AntĂ´nio da Platina, PR Fone/Fax: 43 3534 . 4114

Diretor ResponsĂĄvel Benedito Francisquini - MTB 262/PR tribunadovale@tribunadovale.com.br tribunadovale@uol.com.br

40.000,00

 

20.000,00

 



190.000,00





'     ದ )RUWDOHFLPHQWR GD UHGH GH 



SURQWRDWHQGLPHQWR



'ಌ ಌ(QFDUJRVFHQWUDOL]DGRVFRP 





HVWDJL£ULRVHSUHVWDGRUHVGHVHUYLŠRV







'ಌ 0DQXWHQŠ¼RGR¾UJ¼RJHVWRUGDSRO¯WLFDVRFLDO





















182.000,00

6.000,00

15.000,00 7RWDO



$UWLJR|3DUDFREHUWXUDGR&UGLWRFLWDGRQRDUWLJRDQWHULRUVHU¼RXWLOL]DGRVRFDQFHODPHQWRVGDVGRWDŠ¡HV 

ELIO PENTEADO DA CRUZ Membro 362.768.209-20

9DORU







(OHPHQWR 



DEDL[RGHVFULWDV

Paço Municipal JosÊ G. Pereira, Barra do JacarÊ, em 28/02/2014.

ADENILSON SILVA SecretĂĄrio 438.471.459-91

)RQWH



(OHPHQWR



GH3HVVRDO



' ಌ    ಌ  6HUYLŠRV GH $GPLQLVWUDŠ¼R 



GH3HVVRDO





 





' ಌ     ಌ (QFDUJRV *HUDLV GD 'LYLGD 





3XEOLFD





'ಌ &RQVWUXŠ¼RGHJDOHULDVSOXYLDLVFRPVDUMHWDHPHLR 





ILR





' ಌ 



8UEDQLVPR



' ಌ 



8UEDQLVPR







'ಌ 0DQXWHQŠ¼RGD8QLGDGHH3UHVWDŠ¼RGH6HUYLŠRV









   0DQXWHQŠ¼R GR GHSDUWDPHQWR GH 2EUDV H  

 0DQXWHQŠ¼R GR GHSDUWDPHQWR GH 2EUDV H 

9DORU



' ಌ    ಌ  6HUYLŠRV GH $GPLQLVWUDŠ¼R 

120.000,00

10.000,00

$UWLJR ž (P FRQVHT r 100.000,00

 

80.000,00



23.000,00

80.000,00 

$UWLJR|(VWH'HFUHWRHQWUDU£HPYLJRUQDGDWDGHVXDSXEOLFDŠ¼RUHYRJDGDVDVGLVSRVLŠ¡HVHPFRQWU£ULR



*DELQHWHGR3UHIHLWR0XQLFLSDOGH*XDSLUDPDGH0DUŠRGH

3('52'(2/,9(,5$ 3UHIHLWR0XQLFLSDO

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRĂƒO DO PINHAL HOMOLOGAĂ‡ĂƒO DE LICITAĂ‡ĂƒO “TERMO DE HOMOLOGAĂ‡ĂƒO Homologo a decisĂŁo da ComissĂŁo Permanente de Licitaçþes, que adjudica a Contratação de empresa especializada para construção de uma Unidade BĂĄsica de SaĂşde – UBS – porte I no municĂ­pio, com IRUQHFLPHQWRGHPDWHULDOHPmRGHREUDGHDFRUGRFRP0HPRULDO'HVFULWLYR&URQRJUDPDItVLFRÂżQDQFHLUR e Projetos de Engenharia, de acordo com a realização de Licitação na modalidade Tomada de Preços n.Âş 001/2014, ao proponente: EMPRESA CNPJ VR TOTAL Aguiar & Rodrigues ComĂŠrcio e Serviços Ltda Me. 06.085.306/0001-74 166.192,41 RibeirĂŁo do Pinhal, 11 de março de 2014. NADIR SARA MELO FRAGA CUNHA GESTORA DO FUNDO MUN.SAĂšDE RIB.PINHAL

ImpressĂŁo: GraďŹ Norte FONE: 43 3420-7777

Circulação: Abatiå Œ Andirå Œ Arapoti Œ Bandeirantes Œ Barra do JacarÊ ŒCambarå Œ Carlópolis Œ Conselheiro Mairink Œ FigueiraŒGuapirama Œ Ibaiti Œ Itambaracå Œ Jaboti Œ Jacarezinho Jaguariaíva Œ Japira Œ Joaquim Tåvora Œ Jundiaí do Sul Œ Pinhalão Œ Quatiguå Œ Ribeirão Claro Œ Ribeirão do Pinhal Œ Salto do ItararÊ ŒSantana do ItararÊ Œ Santo Antônio da Platina Œ São JosÊ da Boa Vista Œ SengÊs Œ Siqueira Campos ŒTomazina Œ Wenceslau Bråz

Filiado a Associação dos Jornais Diårio do Interior do Paranå

ÂżFDGHFODUDGDYHQFHGRUDGR

40.000,00

7RWDO

Representação: MERCONET Representação de Veículos de Comunicação LTDA Rua Dep. Atílio de A. Barbosa, 76 conj. 03 - Boa Vista - Curitiba PR Fone: 41-3079-4666 Œ Fax: 41-3079-3633 Vendas Assinatura Anual R$ 200,00 Semestral R$ 100,00

)RQWH

'RWDŠ¼R



* Os artigos assinados nĂŁo representam necessariamente a opiniĂŁo do jornal, sendo de exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.


A-4 Rural

TRIBUNA DO VALE Quarta-feira, 12 de março de 2014

Patrulha do Campo atende 202 cidades AGRICULTURA Â?Programa jĂĄ recuperou 1,7 mil km de estradas rurais em 202 municĂ­pios paranaenses Da AgĂŞncia Estadual

As Patrulhas do Campo do Governo do ParanĂĄ completaram um ano em fevereiro e jĂĄ atenderam 202 municĂ­pios, beneficiando 100 mil paranaenses. As patrulhas percorreram 17,3 mil propriedades rurais e readequaram mais de 1,7 mil quilĂ´metros de estradas rurais. O impacto positivo do trabalho ĂŠ perceptĂ­vel aos olhos e no dia a dia de quem mais precisa. “A diferença agora ĂŠ que mesmo com chuva temos acesso Ă  cidade. Ficou cem por cento. E com a mel hor ia dess a

estrada estou investindo na propriedade. Agora dĂĄ pra investirâ€?, conta Ricardo Batista dos Santos, morador de Congonhinhas, cidade do Norte Pioneiro. “A obra estĂĄ aprovadĂ­ssima. NĂŁo existe mais aquele pro b l e m a d e p at i n a ç ĂŁ o, barro, lama na estrada. Na ĂĄrea da Educação, os alunos chegavam a ficar 16 dias sem ir Ă  aula em ĂŠpoca de chuva. Hoje nĂŁo temos esse problema. Podemos dizer que agora existe realmente uma ligação para a cidade, devido a essa estradaâ€?, reforça Jorge Silvestre, produtor de C afĂŠ naqu el e me s mo

municĂ­pio. “A Patrulha do Campo ĂŠ um sucesso por onde passa. AlĂŠm de recuperar as vias, dando qualidade de trĂĄfego para o escoamento da produção, ela leva mais segurança ao transporte escolar e Ă  ligação entre o campo e a cidade. Os nĂşmeros demonstram o sucesso absoluto deste programaâ€?, afirma o governador Beto Richa. Desenvolvimento O grande foco do governo ĂŠ minimizar um dos principais gargalos do homem do campo. Uma boa estrada ĂŠ fundamental para o escoamento da produção.

Prefeitos destacam trabalho no campo O resultado do trabalho das patrulhas do campo nĂŁo se restringe apenas Ă  readequação de estradas rurais. O programa ganha apoio dos prefeitos que nĂŁo usam recursos municipais na manutenção das estradas e dinheiro resultante da economia, as prefeituras podem investir em outras ĂĄreas, como educação e saĂşde. O gasto na manutenção de estradas rurais ĂŠ quase que contĂ­nuo em municĂ­pios de base econĂ´mica agrĂ­cola ou que tem boa parte da população no meio rural. Com dificuldades para realizar um trabalho adequado, as prefeituras acabam por fazer apenas a manutenção bĂĄsica e paliativa das estradas, trabalho que dura no mĂĄximo dois anos. Ou seja, quase todos os anos hĂĄ gasto em readequação. “Quando assumi o governo muitos prefeitos me pediram ajuda. Era preciso recuperar as estradas rurais e nĂŁo tinham condiçþes e nem verba para isso. Resolvemos lançar este programa e dar fĂ´lego Ă s prefeiturasâ€?, lembra o governador Beto Richa. O governador ressalta que as estradas

deixadas pelas patrulhas do campo tĂŞm mais durabilidade e gera uma grande economia. “NĂŁo se trata apenas de recuperar, mas sim dar qualidade. SĂŁo estradas que vĂŁo duras 15, 20 anos. Isto significa economia para os municĂ­pios que geralmente tinham de recuperar essas vias quase todos os anosâ€?. â€œĂ‰ a estrada do futuro. Uma estrada de qualidade, que as prefeituras tĂŞm dificuldade de fazer, e que vai durar por muitos anos, dando as condiçþes necessĂĄrias para que o produtor possa levar insumos e trazer sua produção, mesmo em dias de chuvaâ€?, avaliou o prefeito de Vitorino, Juarez Votri. Mais de 20 quilĂ´metros de estradas foram recuperados na cidade. Em Doutro Ulysses, na regiĂŁo metropolitana de Curitiba, o programa atendeu 500 famĂ­lias com a recuperação da estrada que liga o municĂ­pio a cidade de Cerro Azul. “NĂŁo tem como expressar a importância deste trabalho que estĂĄ sendo feito. Quero agradecer a Deus e a equipe do Governo do Estado pelo belo trabalhoâ€?, disse o prefeito Josiel dos Santos.

AEN

Recla altera

CARLĂ“POL limite aume

Projeto do governador Beto Richa, “Patrulhas do Campo) completou um ano em fevereiro

O ParanĂĄ tem 110 mil quilĂ´metros de estradas rurais que escoam milhĂľes de toneladas de grĂŁos e um grande volume de frangos, suĂ­nos, bovinos, leite, madeira, entre outros produtos do meio rural. Estradas ruins encarecem os custos logĂ­sticos e, consequentemente, afetam o preço e a competitividade do produto. “Depois que a patrulha passou tudo ficou mais fĂĄcil. Carregar e transportar o produto das localidades atĂŠ Ă  Ceasa, por exemplo. Antes, tĂ­nhamos que puxar de trator atĂŠ a BR, porque nĂŁo entrava caminhĂŁo atĂŠ as propr i e d ade s . Agor a, caminhĂľes trucados saem daqui carregados de hortifrutigranjeiros, porque a estrada ĂŠ boaâ€?, relata Joaquim da Rosa, produtor hĂĄ 23 anos no municĂ­pio de Doutor Ulysses, na regiĂŁo

metropolitana de Curitiba. Oradino Palmeira, produtor de madeira em CuriĂşva, conta que ficava dias com o caminhĂŁo a espera de tempo bom e estrada com condiçþes de trĂĄfego para poder carregar. “A condição da estrada agora estĂĄ Ăłtima. Desse jeito nĂŁo vai mais perder tempo esperando. A gente sĂł tem a agradecer esta iniciativa do governo, pois ĂŠ uma melhoria para o municĂ­pio e principalmente pra genteâ€?, disse. Futuro Uma d as f rentes ino vadoras do projeto ĂŠ a cap a c it a ç ĂŁ o d e mor a d ore s das prĂłprias cidades que operam as mĂĄquinas. Mais de 660 pessoas jĂĄ receberam capacitação tĂŠcnica do programa. AlĂŠm de gerar emprego, o governo forma nessas pessoas o conceito correto de readequação e

manutenção das estradas. “Esses trechos funcion a m c o m o l a b o r at Ăł r i o s ou modelos a ser seguidos pelos tĂŠcnicos municipais. Agora que foram conscientizados e capacitados pelo Estado, passarĂŁo a aplicar o aprendizado nas demais estradas adequadas e melhoradas por eles em seus municĂ­pios, atĂŠ o retorno da patrulha da patrulhaâ€?, explica Jair Vendruscolo, coordenador do programa Patrulhas do Campo. As patrulhas sĂŁo compostas por escavadeira, trator de esteira, motoniveladora, pĂĄ-carregadeira, rolo compactador, caminhĂŁo-comboio, carreta para as mĂĄquinas e cinco c aminhĂľes basculantes. Trinta conjuntos foram disponibilizado pelo governo a 202 municĂ­pios organizados em 26 consĂłrcios.

Gladys S

$336LQGLFDWRGRV7UDEDOKDGRUHVHP(GXFDomR3~EOLFDGR(VWDGRGR3DUDQi‡$Y,JXDoX5HERXoDV&XULWLED3DUDQi&(3 )RQH  )D[  ‡6LWHZZZDSSVLQGLFDWRRUJEU‡3UHVLGHQWH0DUOHL)HUQDQGHVGH&DUYDOKR‡6HFUHWiULRGH&RPXQLFDomR/XL]&DUORV3DL[mRGD5RFKD -RUQDOLVWDVUHVSRQViYHLV$GLU1DVVHU-XQLRU 35 )UDQFLHOO\&DPLOR 35 8DQLOOD3LYHWD 35 H9DOQtVLD0DQJXHLUD 6( 'LDJUDPDGRU5RGULJR$XJXVWR5RPDQL 35 

Nº 867 - 05 de março de 2014

Governo corta auxílio-transporte de educadores(as) doentes A APP-Sindicato estå analisando juridicamente as açþes cabíveis diante deste quadro 2JRYHUQRGR3DUDQiDFDEDGHLPSODQWDUPDLVXPDPHdida desumana contra os(as) HGXFDGRUHV DV &RPEDVHHP XP SDUHFHU GD 3URFXUDGRULD *HUDOGR(VWDGR 3*( DSDUWLU GHVWHPrVRVSURIHVVRUHV DV  H IXQFLRQiULRV DV  TXH QHFHVVLWDUDP XWLOL]DU OLFHQoD PpGLFDWLYHUDPSDUWHGHVHXV YHQFLPHQWRV FRUWDGRV (P DOJXQV FDVRV SURIHVVRUHV UHFHEHUmRQDIROKDGHSDJDPHQWR GH IHYHUHLUR 5  UHDLVDPHQRV2PRWLYRSDUD isto? Ficar doente! A maior SDUWH GDV OLFHQoDV GH VD~GH UHWLUDGD SRU QRVVD FDWHJRULD WHP FRPR FDXVD D H[DXVWmR GRSUySULRWUDEDOKR2TXDGUR de adoecimento na Educação pFUHVFHQWHHDODUPDQWH  2  D X [ t O L R  W U D Q V S R U W H IRL XPD FRQTXLVWD KLVWyULFD dos(as) trabalhadores em (GXFDomR GR 3DUDQi DWUDYpV GRV SODQRV GH FDUUHLUD GRV SURIHVVRUHV DV  GH  H GRVIXQFLRQiULRV DV HP 1RFDVRGRPDJLVWpULRRDX[tOLRWUDQVSRUWHVXEVWLWXLXD*UDWL¿FDomRGH'LItFLO$FHVVRTXH HUDSDJDDXPJUXSRPHQRUGH SURIHVVRUHV'HVGHR3ODQRGH &DUUHLUD R DX[tOLRWUDQVSRUWH SDVVRXDVHUSDJRDWRGRVRV

CARTA AOS PAIS, MĂƒES, RESPONSĂ VEIS E COMUNIDADE ESCOLAR Caros pais, mĂŁes, estudantes e comunidade, NĂłs, professores(as) e funcionĂĄrios(as) das HVFRODVS~EOLFDVGR3DUDQiUHDĂ€UPDPRVQRVVR compromisso com vocĂŞs de continuar nossa luta em defesa de uma educação pĂşblica de qualidade para todos e todas. Hoje, uma das principais reivindicaçþes de nossa categoria ĂŠ que o governo implemente 1/3 de hora-atividade em nossa jornada de trabalho, conforme estabelecem as leis nacional do piso do magistĂŠrio e a lei estadual que trata da carreira do(a) professor(a). A hora-atividade ĂŠ um perĂ­odo de trabalho que os(as) professores(as) tĂŞm para corrigir provas, elaborar aulas, realizar estudos e pesquisas para tornar o perĂ­odo em sala cada vez mais dinâmico e produtivo. Um direito assegurado por lei que contribui com a qualidade do trabalho dos(as) educadores e, com certeza, garantirĂĄ aulas melhores e um acompanhamento PDLVDGHTXDGRDRGHVHQYROYLPHQWRHGXFDFLRQDOGHVHXĂ€OKR D 

SURIHVVRUHV FRP LQFLGrQFLD LQFOXVLYHQRžVDOiULRH GHIpULDV1RPRPHQWRGHVXD FRQTXLVWD KRXYH XP DFRUGR com os(as) educadores(as) SDUD TXH QmR RFRUUHVVH HVWH WLSR GH PHGLGD DGRWDGD SHOR DWXDOJRYHUQRGR(VWDGR $ VLWXDomR p EHP SUHRFXSDQWH H D $33 UHFHEHX D QRWtFLD FRP VXUSUHVD ³e UHYROWDQWH D LQVHQVLELOLGDGH GRJRYHUQR3RUXPODGRFULD DX[tOLRPRUDGLD SDUD MXt]HV H SRU RXWUR FRUWD R DX[tOLRWUDQVSRUWHGHVHUYLGRUHVTXH HVWmR GRHQWHV 1R PRPHQWR TXH HVWHV PDLV SUHFLVDP GD

DWHQomRGR(VWDGRHVWHOKHV YLUDDVFRVWDV´D¿UPDRVHFUHWiULRGH&RPXQLFDomRGD$33 /XL]&DUORV3DL[mRGD5RFKD A direção da entidade TXHVWLRQRX D PHGLGD GR JRYHUQR QD ~OWLPD UHXQLmR UHDOL]DGD QHVWD WHUoDIHLUD   com a Secretaria de Educação 6HHG  2 GLUHWRU JHUDO -RUJH :HNHUOLQD¿UPRXTXHD6HHG YLQKDSRVWHUJDQGRDDSOLFDomR GRFRUWHPDVQHVWHPrVWHYH TXH LPSOHPHQWDU D GHFLVmR GR 3*( GR (VWDGR $ $336LQGLFDWRHVWiDQDOLVDQGRMXULGLFDPHQWHDVDo}HVFDEtYHLV GLDQWHGHVWHTXDGUR

Diante disso, em assembleia estadual, nossa categoria decidiu realizar, desde o início do ano letivo, a campanha "Hora-atividade pra Valer". A campanha surge mediante a negativa do JRYHUQRHPUHVSHLWDUD/HLGR3LVR6DODULDO3URÀVVLRQDOGRPDJLVWpULRTXHJDUDQWHRVGR período da jornada para a hora-atividade. No ano passado, a categoria se mobilizou em um intenso calendårio de mobilização durante os primeiros meses e conquistou o compromisso GHRJRYHUQRLPSODQWDUHPMXOKRHQRLQtFLRGHGHKRUDDWLYLGDGH0DVQmRIRL isso o que aconteceu. Desta forma, independente do governo, vamos fazer valer o nosso direito. Um dia por semana, os(as) estudantes serão dispensados(as) na última aula para que os(as) professores(as) possam FRPSOHWDURVTXHFRQVLVWHHPXPDKRUDDWLYLGDGHDPDLVDFDGDKRUDVGHWUDEDOKR $WXDOPHQWHVmRDSHQDVKRUDVGHKRUDDWLYLGDGHDFDGDKRUDVHPVDODGHDXOD Todas as escolas estão se organizando e viemos pedir a sua colaboração, mais uma vez, para que essa importante demanda seja conquistada. Os dias em que os(as) estudantes sairão mais cedo da escola serão: 07 de março (sexta-feira)

11 de março (terça-feira)

24 de março (segunda-feira)

6DEHPRVTXHSDUDDJDUDQWLDGHXPDHVFRODPHOKRUSDUDRVQRVVRVÀOKRV DV SUHFLVDPRV da união e do apoio não só da categoria, mas de toda a comunidade escolar – pais, mães e responsåveis. Por isso, desde jå contamos com seu o apoio para esta luta! APP-Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Estado do Paranå

Â?INFRAESTR

EdĂŁo a

Da Asse


TRIBUNA DO VALE

Cidades A-3

Quarta-feira, 12 de março de 2014

ANTÔNIO DA PLATINA –

EDIĂ‡ĂƒO DE 11/03/2014 –

GĂƒO PRESENCIAL RP NÂş

FRV QHFHVViULRV SDUD DV no Sistema de Registro de cessidade, por um perĂ­odo

tocolo atĂŠ as 09h00min, do

E JULGAMENTO DAS

tocolo atĂŠ as 09h00min, do

E JULGAMENTO DAS

Sem ponte, famĂ­lia precisa andar seis quilĂ´metros para chegar em distrito Luiz Guilherme Bannwart

RG 101236293 66700020 95537103 355042836 RG 87418871 89645930 RG 77552979 RG 81975620 RG 95789986 92336832 94922038

Municipal a abrir CrĂŠdito cinqĂźenta e oito mil reais),

, estado do ParanĂĄ aprovou. pal sanciono a seguinte Lei:

m Recursos provĂĄvel excesso nquenta e oito mil reais), nas DUCAĂ‡ĂƒO, ESPORTE E

)RQH)D[  ² KDO#XROFRPEU anutenção do Departamento

000789 - 3.3.90.30.00.00 –

000789 - 3.3.90.39.00.00 –

00 – Outras Indenizaçþes e

o custeio do presente CrÊdito ara o Município pelo Instituto , nos moldes do Termo de  na data de sua publicação,

o do Pinhal, em 11 de março

FEITO DO MUNIC�PIO DE , no uso de suas atribuiçþes ecisão Judicial dos Autos nº

, a servidora MARIA IZAIRA cargo de professora, relativo junto a esta municipalidade.

AntĂ´nio de Picolli

SEM ACESSO �Crianças se arriscam entre manilhas para cruzar ribeirão e pegar transporte escolar Os moradores do bairro Lajeadinho, na zona rural de Santo Antônio da Platina, enfrentam uma rotina årdua hå mais de seis meses com a aus��ncia de uma ponte que liga o bairro, ao sítio Santa Verônica. O trajeto Ê utilizado pelos populares para chegar atÊ o distrito do Monte Real, assim como pelos veículos do transporte escolar que buscam as crianças da localidade para estudar. Sem resposta, os moradores cobram solução das autoridades para o problema. A diarista Gisele Fernanda de Souza Lima, 29, conta que desde setembro ela e o marido buscam uma solução para o problema, mas que o casal enfrenta resistência por parte do poder público e atÊ mesmo do MinistÊrio Público, a quem recorreu para tentar garantir o direito das filhas com 9 e 10 anos de estudar. A filha mais velha do casal Ê especial. Segundo Gisele, que mora no b air ro hå mais de dois anos, o problema Ê

antigo e constantemente se repete. “Basta uma chuva forte para a ponte desmoronar. NĂŁo sei se o serviço ĂŠ mal feito ou o material usado que ĂŠ de mĂĄ qualidade, mas a verdade ĂŠ que nĂŁo dura muito tempoâ€?, disse a diarista. Sem passagem entre as est radas, os veĂ­c u los do transporte escolar ficam impedidos de buscar os estudantes no bairro, com isso as duas filhas da diarista estĂŁo sem estudar desde o ano passado. Gabriele, de nove anos, parou de ir Ă  escola apĂłs a queda da ponte e reprovou por falta. JĂĄ a filha mais velha do casal, Isabela, de 10 anos, que ĂŠ especial e desde novinha estuda na Apae, tambĂŠm estĂĄ sem nenhum tipo de acompanhamento especializado. A mĂŁe conta que as filhas, por algumas vezes, atĂŠ chegaram a se arriscar na travessia do ribeirĂŁo - feita de forma improvisada coma alguns pedaços de madeira - para poder chegar atĂŠ o transporte que aguardava as crianças do outro lado da estrada, mas que depois de

Menina de nove anos se equilibra entre manilhas, onde deveria existir uma ponte, para chegar ao sĂ­tio da famĂ­lia no bairro Lajeadinho

alguns sustos e um acidente, Gisele impediu que as filhas continuassem se arriscando. “Era apenas um pedaço de madeira estreito para cruzar o rio e somente uma pessoa podia passar por vez. Minha filha mais velha nĂŁo enxerga, mas mesmo assim ainda se arriscou por algumas vezes. Mas depois que a mais novinha caiu dentro de uma das manilhas e se machucou elas nunca mais atravessa-

Â?JACAREZINHO

ram. É um absurdo! Queremos apenas dignidade, pois vou cedo para a cidade com o meu marido para trabalhar e tenho que deixar as crianças com a minha mãe, sendo que poderiam estar estudando para ser alguÊm no f utu ro. Nã o te mo s a atenção que precisamos. Jå falamos com o diretor de obras, com o prefeito e atÊ com o promotor, mas nada foi feito. Estamos abando-

nados!�, desabafou Gisele. Outro lado A diretora do Departamento de Obras Rurais e Urbanas de Santo Antônio da Platina, Marlene da Silva Barreto,informou que as obras deverão ser retomadas na quarta-feira, 19, quando uma equipe irå refazer o serviço que jå estava praticamente concluído, mas que segundo a diretora, foi destruído pelas åguas das

chuvas enquanto a cabeceira da ponte era concluída. A d i re t or a j u s t i f i c ou o atraso na execução das obras alegando que outros bairros rurais estão sem ne n hu m t ip o d e a c e ss o, tambÊm por conta da queda de pontes, ao contrårio do bairro Lajeadinho, que mesmo sem a conclusão da obra que ligarå as estradas, ainda pode ser acessado por outro caminho.

Â?PRESERVAĂ‡ĂƒO

Diretora do Cisnorpi deixa UTI Curso de conservação Arquivo Pessoal

Da Redação

A diretora executiva do ConsĂłrcio Intermunicipal de SaĂşde do Norte Pioneiro (Cisnorpi), Crisleini Carulla deixou ontem, a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa Nossa Senhora do Rocio da cidade de Campo Largo, mas continua internada sem previsĂŁo de alta. Cris Carulla, como ĂŠ mais conhecida, sofreu uma embolia pulmonar dia 22 do mĂŞs passado,um dia apĂłs se submeter a uma cirurgia na Santa Casa de MisericĂłrdia de Jacarezinho. Com o quadro agravado, ela foi internada na UTI de Jacarezinho e em seguida transferida para a unidade de Campo Largo. Segundo seu primo, Cleber Carulla, foram 16 dias de apreensĂŁo. “Ficamos muito preocupados com o quadro grave que a Cris apresentava, mas agora, estamos aliviados e comemorando o s e u re s t ab e l e c i m e nt o. Embora ela tenha deixado a UTI, continua internada em um apartamento no mesmo hospitalâ€?, contou. Segundo informaçþes nĂŁo oficiais, Cris havia se internado para fazer uma cirurgia estĂŠtica e outra para corrigir uma disfunção. Os procedimentos foram bem-sucedidos, e a embolia pulmonar ocorreu quando ela jĂĄ estava em recuperação na sua casa. De acordo com Cleber, a famĂ­lia agradece todas as manifestaçþes de apoio e oraçþes pelo seu restabelecimento. “Agora ĂŠ sĂł aguardar ela ficar mais forte para voltar para casa “, disse.

e museografia em Ibaiti Da AgĂŞncia Estadual

A Secretaria de Estado da Cultura promove a partir desta quarta-feira (12), em parceria com a Prefeitura de Ibaiti, o curso båsico de capacitação em conservação e museografia. O evento, que Ê gratuito e faz parte do programa Museus do Paranå, segue atÊ sexta-feira (14). Informaçþes e inscriçþes

pelo telefone (43) 3546-2640. O curso reunirå participantes de toda a regional de Ibaiti, composta por 26 cidades. Esta capacitação båsica irå auxiliar os municípios a preservar seus bens culturais históricos. O curso vai contribuir, por exemplo, para a organização do Museu Histórico de Histórico de Ibaiti, a ser inaugurado no

prĂŠdio restaurado que antigamente abrigava a Câmara Municipal. “ApĂłs esta capacitação faremos a catalogação das obras do museu. Queremos deixar tudo certo para a abertura do espaço, no segundo semestre de 2014â€?, explica a diretora do Departamento de Cultura e Eventos de Ibaiti, Poliana Carvalho Constantino.

Â?TRABALHO

MTE quer ouvir a opinião dos empresårios sobre novas regras para insalubridade Da Redação com Assessoria

Cris Carulla ĂŠ diretora-executiva do Cisnorpi

Os critÊrios que determinam a insalubridade no ambiente produtivo estão sendo revistos pelo MinistÊrio do Trabalho e Emprego. A Norma Regulamentadora 15 (NR-15) estå sendo reavaliada em dois pontos: limites de tolerância para exposição ao calor e vibração – anexos III e VIII do documento. AtÊ o dia 19 de março, a norma serå exposta à consulta pública e o Departamento de Segurança e Saúde no Trabalho (DSST) receberå sugestþes de alteraçþes. As propostas de mudança estão sendo acompanhadas pelo Sistema Federação das Indústrias do Paranå (Fiep), por meio do Conselho de Relaçþes do Trabalho da Fiep, pela consultoria do Sesi e pela Gerência da Central de Relaçþes com Sindicatos e Coordenadorias Regionais da Fiep. O Sesi no Paranå avaliou o novo documento proposto pelo

MTE e fez consideraçþes sobre as mudanças. Segundo a engenheira do Sesi, Sibele Zadoronsny, o novo texto, se aprovado, implicarĂĄ em mudanças que serĂŁo onerosas nas folhas de pagamento das indĂşstrias. De acordo com a engenheira, hĂĄ alternativas que garantiriam melhora na gestĂŁo da insalubridade e que demandariam menos recursos do setor produtivo. “HĂĄ questĂľes muito pontuais e que na nova versĂŁo da NR-15 ganham tom genĂŠricoâ€?, avaliou, referindo-se ao anexo III, sobre exposição ao calor. E em relação ao Anexo VIII, hĂĄ algumas partes do texto proposto que nĂŁo estĂŁo explicadas. O coordenador do Conselho TemĂĄtico de Relaçþes do Trabalho da Federação das IndĂşstrias do ParanĂĄ (Fiep), Carlos Walter, acompanha o processo proposto pelo MTE, com a preocupação de que os industriais nĂŁo estejam atentos Ă  necessidade de parti-

cipar da consulta pĂşblica, que poderĂĄ definir as novas regras. â€œĂ‰ fundamental que o industrial tenha voz ativa neste processo. Precisamos da participação de todos, com sugestĂľes de alteraçþes que possibilitem a construção de normas mais condizentes com a realidade econĂ´mica do empresariado brasileiroâ€?, pontuou. As mudanças nas regras de insalubridade devem atingir, sobretudo, as indĂşstrias da panificação, construção civil, moveleira, madeireira, siderĂşrgica, metalĂşrgica e sucroalcooleira. Os empresĂĄrios interessados em participar do processo, com sugestĂľes ou comentĂĄrios, devem entrar em contato com a engenheira Sibele Zadorosny, responsĂĄvel pela elaboração do documento do Sesi, pelo e-mail sibele.zadorosny@sesipr.org.br, com cĂłpia para o Departamento de AssistĂŞncia Sindical da Fiep (DAS).


TRIBUNA DO VALE

A-6 Atas & Editais PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ – PARANĂ L E I NÂş 531 / 2014 DispĂľe sobre autorização para abertura de CrĂŠdito Adicional Especial e da outras providĂŞncias. A CĂ‚MARA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ ESTADO DO PARANĂ , APROVOU, E EU PREFEITO MUNICIPAL SANCIONO A SEGUINTE; L E I $UWž)LFDDEHUWRQRFRUUHQWHH[HUFtFLRÂżQDQFHLUR&UpGLWR$GLFLRQDO Especial no valor de R$ 250.000,00 ( Duzentos e cinquenta mil reais ), com a seguintes dotação orçamentĂĄria: 07.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRIC. ABASTEC E MEIO AMBIENTE 07.001– DEPARTAMENTO MUN DE AGRICULTURA E SERVIÇOS RURAIS 20.602.0010-1114 – CONVĂŠNIO MINISTÉRIO DA PESCA 002439 – 44.90.52.00.00 – 0.0 - 769 - Equipamento e Material Permanente...............................R$ 245.000,00 002441 – 44.90.52.00.00 – 0.0 - 000 - Equipamento e Material Permanente................................R$ 5.000,00 TOTAL ... R$ 250.000,00 Art. 2Âş - Para dar cobertura ao CrĂŠdito autorizado no artigo anterior, serĂŁo indicados como recursos o disposto na Lei Federal 4.320/64, no Artigo 43 § 1Âş; a) – Inciso I – SuperĂĄvit Financeiro - Fonte 000 .............................. ................................................ R$ 5.000,00 b) – Inciso II – Excesso Recursos Vinculados- Fonte 769 - atravĂŠs da Receita – 24.71.99.99.13.00 – CONVĂŠNIO MINISTÉRIO DA PESCA - FR 769 ................................................................... R$ 245.000,00 TOTAL ... R$ 250.000,00 Art. 3Âş - Ficam alteradas os anexos das Leis nÂş 502/2013 de 04/12/2013 ( PPA ) e nÂş 486/2013 de 18/07/2013 ( LDO ). Art. 3Âş - Esta lei entra em vigor a partir da publicação, revogadas as disposiçþes em contrĂĄrio. Paço Municipal JosĂŠ Galdino Pereira, em 11 de Março de 2014. EDIMAR DE FREITAS ALBONETI Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ – PARANĂ L E I NÂş 532 / 2014 DispĂľe sobre autorização para abertura de CrĂŠdito Adicional Especial e da outras providĂŞncias. A CĂ‚MARA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ ESTADO DO PARANĂ , APROVOU, E EU PREFEITO MUNICIPAL SANCIONO A SEGUINTE; L E I $UWž)LFDDEHUWRQRFRUUHQWHH[HUFtFLRÂżQDQFHLUR&UpGLWR$GLFLRQDO Especial no valor de R$ 300.000,00 ( Trezentos mil reais ), com a seguintes dotação orçamentĂĄria: 08.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E SERV PĂšBLICOS 08.001– DEPARTAMENTO DE OBRAS, SERV. URBANOS E LIMPEZA PĂšBLICA 15.451.0009-1115 – CONVĂŠNIO CALÇADAS PARANĂ 002514 – 44.90.51.00.00 – 0.0 - 770 - Obras e Instalaçþes ............ ..............................................R$ 300.000,00 Art. 2Âş - Para dar cobertura ao CrĂŠdito autorizado no artigo anterior, serĂŁo indicados como recursos o disposto na Lei Federal 4.320/64, no Artigo 43 § 1Âş; a) – Inciso II – Excesso Recursos Vinculados- Fonte 770 - atravĂŠs da Receita – 24.72.99.99.05.00 - ConvĂŞnio Calçadas ParanĂĄ - FR 770 ................................................................................. R$ 300.000,00 Art. 3Âş - Ficam alteradas os anexos das Leis nÂş 502/2013 de 04/12/2013 ( PPA ) e nÂş 486/2013 de 18/07/2013 ( LDO ). Art. 4Âş - Esta lei entra em vigor a partir da publicação, revogadas as disposiçþes em contrĂĄrio. Paço Municipal JosĂŠ Galdino Pereira, 11 de Março de 2014. EDIMAR DE FREITAS ALBONETI Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ – PARANĂ L E I NÂş 533 / 2014 DispĂľe sobre autorização para abertura de CrĂŠdito Adicional Especial e da outras providĂŞncias. A CĂ‚MARA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ ESTADO DO PARANĂ , APROVOU, E EU PREFEITO MUNICIPAL SANCIONO A SEGUINTE; L E I $UWž)LFDDEHUWRQRFRUUHQWHH[HUFtFLRÂżQDQFHLUR&UpGLWR$GLFLRQDO Especial no valor de R$ 204.000,00 ( Duzentos e quatro mil reais ) com a seguinte dotação orçamentĂĄria: 05.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE SAĂšDE 05.002– SETOR DE SANEAMENTO 10.512.0006.1116 – CONVENIO EXECUĂ‡ĂƒO SANEAMENTO BĂ SICO URBANO (Convenio 658/2008) 01441 – 44.90.51.00.00 – 0.0 . 331 - Obras e Instalaçþes .............. ..................................................R$ 204.000,00 Art. 2Âş - Para dar cobertura ao CrĂŠdito autorizado no artigo anterior, serĂŁo indicados como recursos o disposto na Lei Federal 4.320/64, no Artigo 43 § 1Âş; a) – Inciso II – O proveniente de excesso de arrecadação, atravĂŠs da Receita 24.23.01.03.00.00 –CONVENIO EXEC. SANEAMENTO BASICO URBANO Fonte 331.............R$ 204.000,00 Art. 3Âş - Ficam alteradas os anexos das Leis nÂş 502/2013 de 04/12/2013 ( PPA ) e nÂş 486/2013 de 18/07/2013 ( LDO ). Art. 4Âş - Esta lei entra em vigor a partir da publicação, revogadas as disposiçþes em contrĂĄrio. Paço Municipal JosĂŠ Galdino Pereira, em 11 de Março de 2014. EDIMAR DE FREITAS ALBONETI Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARĂ PORTARIA No 078/2014 O ExcelentĂ­ssimo Senhor JoĂŁo Mattar Olivato, Prefeito Municipal de CambarĂĄ, Estado do ParanĂĄ, usando de suas atribuiçþes, que lhe sĂŁo conferidas por lei, RESOLVE Art. 1Âş Concecer Licença-PrĂŞmio por assiduidade ao servidor LUIZ JOSE DE ANDRADE FILHO, portador do CPF nÂş 490.330.349-72, RG 4.240.238-9, ocupante do cargo de AGENTE DE MANUTENĂ‡ĂƒO II, por um perĂ­odo de 06 (seis) meses, a contar de 10 de março de 2014 e termino em 09 de setembro de 2014, em conformidade com a Lei nÂş 1.191/2001, Art. 102. Art. 2Âş A presente Portaria entra em vigor na data de sua publicação Publique-se, 1RWLÂżTXHVH Cumpra-se. Gabinete do Prefeito Municipal de CambarĂĄ, Estado do ParanĂĄ, em 11 de março de 2014. JOĂƒO MATTAR OLIVATO PREFEITO MUNICIPAL DE CAMBARĂ ERRATA MunicĂ­pio de CambarĂĄ. Dispensa de Licitação nÂş 16/2014. AC MATERIAIS MEDICOS LTDA (Mix SaĂşde) Na publicação. : Onde se lĂŞ: Processo nÂş 983/2014 - Dispensa de Licitação nÂş 16/2014 – Autorizo a despesa e a emissĂŁo de empenho, em favor de AC MATERIAIS MEDICOS LTDA (Mix SaĂşde) CNPJ – 11.138.620/000108., tendo como objeto Compra em carĂĄter de urgĂŞncia de Leite Neocate Advance, com o valor global desta dispensa serĂĄ de R$- 4.650,00 (quatro mil seiscentos e cinquenta reais), em conformidade com o art. 26 da Lei 8.666/93 e suas alteraçþes, com base no artigo 24, inciso II Leia-se: Processo nÂş 983/2014 - Dispensa de Licitação nÂş 16/2014 – Autorizo a despesa e a emissĂŁo de empenho, em favor de AC MATERIAIS MEDICOS LTDA (Mix SaĂşde) CNPJ – 11.138.620/0001-08., tendo como objeto Compra em carĂĄter de urgĂŞncia de Leite Neocate Advance, com o valor global desta dispensa serĂĄ de R$- 4.650,00 (quatro mil seiscentos e cinquenta reais), em conformidade com no Artigo. 24, Inciso IV da Lei Federal nÂş 8.666/93. CambarĂĄ Pr 11 de Marco de 2014. JoĂŁo Mattar Olivato Prefeito do MunicĂ­pio de CambarĂĄ

EXTRATO DE CONVĂŠNIO DE TRANFERĂŠNCIA VOLUNTĂ RIA – SUBVENĂ‡ĂƒO SOCIAL- RECURSOS DO TESOURO MUNICIPAL NÂş. 11/2014 ENTIDADE CONVENENTE: LAR SĂƒO VICENTE DE PAULO DE RIBEIRĂƒO DO PINHAL – CNPJ 77.426.922/0001-90 ENTIDADE CONCEDENTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRĂƒO DO PINHAL – CNPJ 76.968.064/0001-42 DOTAĂ‡ĂƒO ORÇAMENTĂ RIA: 06-Secretaria Municipal de AssistĂŞncia Social - 002 – Fundo Municipal de AssistĂŞncia Social – 08.244.0012.6038 – Repasse a Entidades – LOM-SAS-RP – 3.3.50.43.00.00 – Subvençþes Sociais – 01350 – 00000 – recursos ordinĂĄrios livres. VIGĂŠNCIA: 11/03/2014 a 31/01/2015 VALOR ANUAL: R$ 48.754,88 VALOR DO DESEMBOLSO MENSAL: mar a dez/14 R$ 4.875,49 OBJETO: atender necessidades sociais, higiene, saĂşde, e autoestima dos idosos, em consonância com o Plano de Trabalho. EMBASAMENTO: Lei 4320/1964, RESOLUĂ‡ĂƒO 28/2011 e IN 61/2011/ TCPR, Lei Municipal 1287/05 promulgada pela Lei Municipal 1287/06, Leis Municipais 578/1977 e 1331/07, Lei 8666/93, CE, CF, e demais atos normativos do Poder PĂşblico aplicĂĄveis. RibeirĂŁo do Pinhal, 11/03/2014. Dartagnan Calixto Fraiz Prefeito Municipal JoĂŁo Luiz Corinth Presidente do Lar sĂŁo Vicente de Paulo de RibeirĂŁo Pinhal MUNICĂ?PIO DE SANTO ANTĂ”NIO DA PLATINA – ESTADO DO PARANĂ Contrato nÂş 10/2014 referente ao Processo de Inexigibilidade de Licitação nÂş 001/2014 CONTRATANTE: MunicĂ­pio de Santo AntĂ´nio da Platina – PARANĂ . CONTRATADA: PARANĂ EQUIPAMENTOS S/A OBJETO: O Objeto do presente Contrato ĂŠ a contratação de empresa especializada e exclusiva para prestação de serviços mecânicos e aquisição de peças originais para o veĂ­culo Motoniveladora Caterpillar 120-H, a serem adquiridos conforme a necessidade, pelo perĂ­odo de 12 (doze) meses, relativo ao objeto da Inexigibilidade de Licitação nÂş 001/2014 FRQIRUPHDEDL[RHVSHFLÂżFDGR a) Prestação de serviços mecânicos ................................ R$ 23.757,00; b) AquisisĂŁo de Peças originais ................................R$63.588,00; DO VALOR: R$ 87.345,00 (oitenta e sete mil e trezentos e quarenta e cinco reais). DA DOTAĂ‡ĂƒO ORÇAMENTĂ RIA: 10.012 – 15.451.0323.2.022 – 3390.30.39.99 (3402) - 000 Recursos OrdinĂĄrios (Livres) – Peças 10.012 – 15.451.0323.2.022 – 3390.39.19.99 (2305) - 000 Recursos OrdinĂĄrios (Livres) – Serviços DA VIGĂŠNCIA: O presente Contrato terĂĄ vigĂŞncia pelo perĂ­odo de 12 (doze) meses, podendo o CONTRATANTE optar pela prorrogação desse prazo, atĂŠ igual perĂ­odo, nos termos do inciso II do Artigo 57 da Lei nÂş 8.666/93. DATA: 07 de março de 2014. EXTRATO DE CONVĂŠNIO DE TRANFERĂŠNCIA VOLUNTĂ RIA – SUBVENĂ‡ĂƒO SOCIAL- RECURSOS DO TESOURO MUNICIPAL NÂş. 11/2014 ENTIDADE CONVENENTE: LAR SĂƒO VICENTE DE PAULO DE RIBEIRĂƒO DO PINHAL – CNPJ 77.426.922/0001-90 ENTIDADE CONCEDENTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRĂƒO DO PINHAL – CNPJ 76.968.064/0001-42 DOTAĂ‡ĂƒO ORÇAMENTĂ RIA: 06-Secretaria Municipal de AssistĂŞncia Social - 002 – Fundo Municipal de AssistĂŞncia Social – 08.244.0012.6038 – Repasse a Entidades – LOM-SAS-RP – 3.3.50.43.00.00 – Subvençþes Sociais – 01350 – 00000 – recursos ordinĂĄrios livres. VIGĂŠNCIA: 11/03/2014 a 31/01/2015 VALOR ANUAL: R$ 48.754,88 VALOR DO DESEMBOLSO MENSAL: mar a dez/14 R$ 4.875,49 OBJETO: atender necessidades sociais, higiene, saĂşde, e autoestima dos idosos, em consonância com o Plano de Trabalho. EMBASAMENTO: Lei 4320/1964, RESOLUĂ‡ĂƒO 28/2011 e IN 61/2011/ TCPR, Lei Municipal 1287/05 promulgada pela Lei Municipal 1287/06, Leis Municipais 578/1977 e 1331/07, Lei 8666/93, CE, CF, e demais atos normativos do Poder PĂşblico aplicĂĄveis. RibeirĂŁo do Pinhal, 11/03/2014. Dartagnan Calixto Fraiz Prefeito Municipal JoĂŁo Luiz Corinth Presidente do Lar sĂŁo Vicente de Paulo de RibeirĂŁo Pinhal CĂ‚MARA MUNICIPAL DE JUNDIAĂ? DO SUL Estado do ParanĂĄ EXTRATO DE TERMO ADITIVO 4Âş TERMO ADITIVO DO CONTRATO DE PRESTAĂ‡ĂƒO DE SERVIÇOS NÂş. 004/2014 PARTES: Câmara de JundiaĂ­ do Sul e a empresa Contabilidade e InformĂĄtica Municipal. ESPÉCIE: Quarto Termo Aditivo ao Contrato de Prestação de Serviços nÂş. 004/2011. OBJETO: Prorrogação do Prazo de VigĂŞncia, com autorização legal do artigo 57, Inciso IV, da Lei 8.666/93 e alteraçþes posteriores. DOTAĂ‡ĂƒO ORÇAMENTĂ RIA: Com previsĂŁo na Lei OrçamentĂĄria nÂş 456 de 21 de junho de 2013. VIGĂŠNCIA: atĂŠ 30/06/2014 DATA DA ASSINATURA: 10 de março de 2014. FORO: Comarca de RibeirĂŁo do Pinhal – Pr. JundiaĂ­ do Sul – PR, 11 de março de 2014. Joel Barbosa Vieira - Presidente da Câmara Municipal

Quarta-feira, 12 de março de 2014 PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANTĂ”NIO DA PLATINA – ESTADO DO PARANĂ ERRATA, REFERENTE PUBLICAĂ‡ĂƒO EDIĂ‡ĂƒO DE 11/03/2014 – PAGINA B-3/ATAS & EDITAIS AVISO DE LICITAĂ‡ĂƒO - EDITAL PREGĂƒO PRESENCIAL RP NÂş 010/2014 - PROCESSO nÂş 2017/2013. 2%-(72$TXLVLomR GH 0DWHULDLV *UiÂżFRV QHFHVViULRV SDUD DV atividades de diversas Unidades Municipais; no Sistema de Registro de Preços, a serem adquiridos conforme a necessidade, por um perĂ­odo de 12 (doze) meses. Onde se lĂŞ: RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS: Protocolo atĂŠ as 09h00min, do dia 24/03/2014. CREDENCIAMENTO; ABERTURA E JULGAMENTO DAS PROPOSTAS: 24/03/2014. Leia-se: RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS: Protocolo atĂŠ as 09h00min, do dia 26/03/2014. CREDENCIAMENTO; ABERTURA E JULGAMENTO DAS PROPOSTAS: 26/03/2014. Santo AntĂ´nio da Platina, 11 de março de 2014. PEDRO CLARO DE OLIVEIRA NETO - Prefeito Municipal

Sem quilĂ´

SEM ACESSO arriscam en para cruzar transporte e

Luiz Guilherme Ban

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ - PARANà EXTRATO DE CONTRATO Nº. 012/2014 Partes: MUNIC�PIO DE BARRA DO JACARÉ/PR E A EMPRESA CENTRO DE EXAMES LABORATORIAIS LUIZ S/C LTDA - CNPJ/MF nº. 06.254.467/0001-44. Objeto: contratação de Serviços de Exames Laboratoriais, a partir do encaminhamento realizado pelo Departamento Municipal de Saúde, conforme anexo I, do edital de licitação Tomada de Preço, nº 004/2014.

Contas Dotaçþes: 2014 2014 2014

01160 01170 01220

00303 00303 00303

Valor: R$ 35.875,84 (trinta e cinco mil, oitocentos setenta e quatro reais, oitenta e quatro centavos). Período: 12 (doze) meses, a partir de 11/03/2014. Data da Assinatura: 11/03/2014. Foro: Comarca de Andirå – PR EDIMAR DE FREITAS ALBONETI Prefeito Municipal

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ - PARANà EXTRATO DE CONTRATO Nº. 013/2014 Partes: MUNIC�PIO DE BARRA DO JACARÉ/PR E A EMPRESA ANDERSON DA SILVA SOFTWARE W CONSULTORIA ME - CNPJ/MF nº. 07.942.200/0001-02. Objeto: Contratação do Sistema de Informatização de Controle e Gerenciamento Hospitalar. Contas Dotaçþes: 2014 2014 2014

001160 001170 001220

0303 0303 0303

Valor: R$ 3.720,00 (três mil, setecentos e vinte reais). Período: 12 (doze) meses, a partir de 10/03/2014. Data da Assinatura: 10/03/2014. Foro: Comarca de Andirå – PR EDIMAR DE FREITAS ALBONETI Prefeito Municipal

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRĂƒO DO PINHAL = P O R T A R I A 032/2014= O Senhor Dartagnan Calixto Fraiz, Prefeito Municipal de RibeirĂŁo do Pinhal, Estado do ParanĂĄ, no uso de suas atribuiçþes legais e na forma da Lei. RESOLVE: CONTRATAR, para esta Municipalidade, de acordo com o Concurso PĂşblico 002/2009, para ocuparem seus respectivos cargos a partir do dia dez de Março (10/03/2014) do corrente exercĂ­cio, com regime C.L.T., conforme relação que segue abaixo : AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS I: Candidato Luiz Patrick DionĂ­sio Pulcinelli Reginaldo Veronico Clodoaldo Gomes Reginaldo Gonçalves

RG 101236293 66700020 95537103 355042836

MOTORISTA:

Candidato Valdemir Coelho de Lima JoĂŁo Fernando Carneiro OPERADOR DE MAQUINAS II: Candidato Ronaldo Roberto Batista Pereira

RG 87418871 89645930 RG 77552979

AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS II:

Candidato Sirlei Aparecida de Oliveira AGENTE DE SAĂšDE: Candidato Leandro Rodrigues de Paula e Silva Suzamara de Souza Brito Evelyn Moraes de Oliveira

RG 81975620 RG 95789986 92336832 94922038

REGISTRE-SE E PUBLIQUE-SE Edifício da Prefeitura Municipal de Ribeirão do Pinhal, Estado do Paranå, aos dez dias do mês de Março do ano dois mil e quatorze. Gabinete do Prefeito.

Dartagnan Calixto Fraiz

Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRĂƒO DO PINHAL LEI NÂş. 1.626/2014 SĂšMULA: Autoriza o Poder Executivo Municipal a abrir CrĂŠdito Adicional Especial, valor de R$ 58.000,00 (cinqĂźenta e oito mil reais), com recursos de provĂĄvel excesso de arrecadação. A Câmara Municipal de RibeirĂŁo do Pinhal, estado do ParanĂĄ aprovou. E, eu Dartagnan Calixto Fraiz, prefeito municipal sanciono a seguinte Lei: ARTIGO 1Âş- Autoriza o Executivo Municipal a abrir no orçamento vigente um CrĂŠdito Adicional Especial com Recursos provĂĄvel excesso de arrecadação, no valor de R$ 58.000,00 (cinquenta e oito mil reais), nas PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARĂ seguintes dotaçþes orçamentĂĄrias: PORTARIA No 079/2014 Ă“rgĂŁo:- 07 - DEPARTAMENTO DE EDUCAĂ‡ĂƒO, ESPORTE E O ExcelentĂ­ssimo Senhor JoĂŁo Mattar Olivato, Prefeito Municipal de CambarĂĄ, Estado do ParanĂĄ, usando de suas atribuiçþes, que lhe sĂŁo conferidas CULTURA. 5XD3DUDQi²&DL[D3RVWDO²&(3²)RQH)D[  ² por lei, considerando a realização de Concurso PĂşblico Municipal atravĂŠs do Unidade:- 002– DivisĂŁo de Esporte e Recreação. Edital nÂş 001/2012, em conformidade com os Decretos nÂşs 1267/2012 de &13-(PDLOSPUSLQKDO#XROFRPEU Projeto/Atividade:- 27.812.0007.2034 – Manutenção do Departamento 03/05/2012 e 1271/2012 de 17/05/2012, considerando rigorosamente a ordem de Esporte e Recreação. GHFODVVLÂżFDomR Conta de Despesa:- 002051 – 3.1.00.000789 - 3.3.90.30.00.00 – RESOLVE Material de Consumo. I- Chamar os candidatos aprovados no Concurso PĂşblico, para exercerem Valor R$ 37.000,00 (trinta e sete mil reais). suas funçþes. Conta de Despesa:- 002041 – 3.1.00.000789 - 3.3.90.39.00.00 – ASSISTENTE ADMINISTRATIVO I Outros Serviços de Terceiro-Pessoa JurĂ­dica. CLASS. NOME RG Valor R$ 16.000,00 (dezesseis mil reais). 24 MONIA MAZIERO GARCIA DOS REIS 8.780.330-9 001622 - 3.1.00.000789 - 3.3.30.93.99.00 – Outras Indenizaçþes e AGENTE OPERACIONAL FEMININO Restituiçþes ao Estado. CLASS. NOME RG 26 ELAINE CRISTINA SANTOS PORTO 54.308.677-X Valor R$ 5.000,00 (cinco mil reais). 27 CRISLEINE SANTOS DE ALMEIDA 8.738.298-2 ARTIGO 2Âş- ServirĂĄ como recursos para o custeio do presente CrĂŠdito V- No ato da nomeação o candidato deverĂĄ apresentar os seguintes Especial, os recursos a serem repassados para o MunicĂ­pio pelo Instituto documentos: Paranaense de CiĂŞncia do Esporte - IPCE, nos moldes do Termo de 1- Duas fotos 3 X 4 recentes; &RQYHQLRQžÂżUPDGRHP 2- CĂłpia autenticada do RG, do CPF, do PIS/PASEP, do TĂ­tulo de Eleitor (com ARTIGO 3Âş- Esta Lei entrarĂĄ em vigor na data de sua publicação, comprovação de votação na Ăşltima eleição), da CertidĂŁo de Nascimento (se for revogadas as disposiçþes em contrĂĄrio. VROWHLUR RXGH&DVDPHQWR VHIRUFDVDGR GR&HUWLÂżFDGRGH5HVHUYLVWDRXGH EdifĂ­cio da Prefeitura Municipal de RibeirĂŁo do Pinhal, em 11 de março quitação com o Serviço Militar (se for do sexo masculino e menor de 45 anos), da &HUWLGmRGHQDVFLPHQWRGRVÂżOKRVPHQRUHVGH TXDWRU]H DQRV VHRVSRVVXLU  de 2014. DARTAGNAN CALIXTO FRAIZ - Prefeito municipal GD V &DUWHLUD V GHYDFLQDomRGRVÂżOKRVPHQRUHV TXDQGRH[LJLGDV  PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ 3- CertidĂŁo negativa de antecedentes criminais expedida pelo ĂłrgĂŁo competente da regiĂŁo de seu domicĂ­lio. PORTARIA NÂş 048, DE 11 DE MARÇO DE 2014. 4- Comprovante da escolaridade ou requisitos exigidos, conforme consta EDIMAR DE FREITAS ALBONETI, PREFEITO DO MUNICĂ?PIO DE dos itens 1.1.2 a 1.31.2 do Edital de Concurso PĂşblico nÂş 001/2012. BARRA DO JACARÉ, ESTADO DO PARANĂ , no uso de suas atribuiçþes VI- Fica estipulado o prazo de 72 (setenta e duas) horas, para que os legais, bem como para dar cumprimento a DecisĂŁo Judicial dos Autos nÂş FDQGLGDWRVVHDSUHVHQWHPHFRQÂżUPHPDDFHLWDomRGRVFDUJRVGHDFRUGR 0002229-38.2013.816.0039, com o item 9.3 do Edital de Concurso PĂşblico nÂş 001/2012. RESOLVE: 9,, &DVR QmR FRPSDUHoDP RX FRPSDUHFHQGR QmR FRQÂżUPDUHP D Art. 1Âş REINTEGRAR, a partir desta data, a servidora MARIA IZAIRA aceitação, serĂŁo considerados desistentes e perderĂŁo, conseqĂźentemente, o direito Ă s vagas, de acordo com o Ă­tem 9.4.1 do Edital de Concurso PĂşblico MATTA FALASCA, CPF: 121.622.309-25, ao cargo de professora, relativo ao 2Âş padrĂŁo em que ocupava anteriormente, junto a esta municipalidade. nÂş 001/2012. Art. 2°- Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. O presente ato entra em vigor na data de sua publicação. REGISTRE-SE, PUBLIQUE-SE, CUMPRA-SE. 3XEOLTXHVH1RWLÂżTXHVH&XPSUDVH Prefeitura Municipal de Barra do JacarĂŠ, 11 de março de 2014. Gabinete do Prefeito Municipal de CambarĂĄ, Estado do ParanĂĄ, em 11 de março de 2014. EDIMAR DE FREITAS ALBONETI JOĂƒO MATTAR OLIVATO - PREFEITO MUNICIPAL DE CAMBARĂ Prefeito Municipal

Â?JACAREZIN

Diretora

Da Re


ades

paranaenses

XHJDUDQWHRVGR

DWLYLGDGH0DVQmRIRL

KRUDVGHWUDEDOKR DODGHDXOD

Ă€OKRV DV SUHFLVDPRV

Cidades A-5

TRIBUNA DO VALE Quarta-feira, 12 de março de 2014

Reclamaçþes e ação de vereadores alteram limite de velocidade da PR-218

CARLĂ“POLISÂ?EmpresĂĄrio iniciou a discussĂŁo pelo Facebook e vereadores conseguiram que limite aumentasse de 60 para 80 km/hora

AntĂľnio de Picolli

AntĂľnio de Picolli

Presidente da Câmara Jorge Damin recebeu oficio que acata a alteração ontem Apesar de movimentada, rodovia não Ê sinuosa e tem poucos trechos perigosos Gladys Santoro

Quem trafega pela PR-218, rumo a Carlópolis ainda pode ver as placas do Departamento de Estradas e Rodagens (DER), que determinam que a velocidade måxima permitida na estrada Ê de 60 quilômetros por hora. Mas esse limite foi alterado para 80 km/h, no dia 19 de fevereiro, depois que o presidente da Câmara Municipal de Carlópolis Jorge Luís Damin (PSB) e as vereadoras Ivete Machado (PSDB) e Rafaela Carriel de Souza (PSC) imprimiram uma infinidade de comentårios sobre o assunto feitos em uma rede social, e levaram os papÊis para a Secretaria Estadual de Infraestrutura e Logística, órgão que coordena o DER-PR. Segundo Damin, hå muitos anos o limite de velocidade da PR-218 era 60 km/h, mas ultimamente, a Polícia Rodoviåria Estadual tem feito blitz constantes com radar em alguns

trechos e com isso, o nĂşmero de multas cresceu assustadoramente. “Numa estrada como aquela ĂŠ impossĂ­vel trafegar a 60 por hora. Ela nĂŁo ĂŠ sinuosa, mas tem um fluxo grande de veĂ­culos. Se trafegarmos lento demais corremos o risco de causar acidentes graves. AlĂŠm do mais, muitas pessoas trabalham em municĂ­pios vizinhos e nĂŁo estĂŁo passando por ali a passeio. Acredito que esse limite tem que ser respeitado apenas em locais perigosos, onde hĂĄ curvas acentuadas, e nas proximidades de trevos. Mas nĂŁo em toda a sua extensĂŁoâ€?, disse. Toda a discussĂŁo que acabou aumentando o limite de velocidade teve inĂ­cio com alguns comentĂĄrios feitos pelo empresĂĄrio LĂĄzaro Alves, na sua pĂĄgina do facebook . Segundo ele, no ano passado, ao fazer a primeira reclamação, recebeu uma infinidade de ‘curtidas’ e tambĂŠm de comentĂĄrios. “Fiz comentĂĄrios pergun-

tando se o ParanĂĄ tinha policiais rodoviĂĄrios sobrando, jĂĄ que diariamente havia uma viatura no trecho pronta para multar os motoristas que ultrapassavam o limite. TambĂŠm questionei se deveria respeitar as placas mesmo com caminhoneiros apressados querendo me abalroarâ€?, contou. Um dos amigos de facebook de LĂĄzaro, JoĂŁo Eduardo Carrula tambĂŠm questionou os motivos da exigĂŞncia de velocidade tĂŁo baixa numa rodovia predominada por retas. Outro comentĂĄrio salienta que esse limite de velocidade ĂŠ permito atĂŠ em avenidas urbanas. Silvana Baniu Rocha tambĂŠm trocou ideias com LĂĄzaro pela rede social. “Gente, nĂŁo aguento mais isso. Domingo saĂ­ para andar um pouco e tinha um policial no sentido CarlĂłpolis/Fartura. É um absurdo 60km/h, NĂŁo tem jeito, ainda mais quando tem um caminhĂŁo pressionando. Fazer o caminho de minha

EmpresĂĄrio LĂĄzaro Alves deu inĂ­cio atoda a polĂŞmica por meio do Facebook

casa virou um tormento. Em minha opiniĂŁo, tinha que ser 80km/hâ€?, disse. Reivindicando – Tanta polĂŞmica levou os vereadores reivindicar alteração do limite. “Fui a Secretaria de Infraestrutura e LogĂ­stica e levei cĂłpias da discussĂŁo para o secretĂĄrio. Ontem recebi um ofĂ­cio do

diretor geral do DER, Nelson Leal Júnior dizendo que nossa solicitação havia sido acatada. O documento dele Ê datado de 19 de fevereiro�, contou. AlÊm da alteração na PR218, o diretor do DER enviou tambÊm uma relação de outras rodovias que tambÊm foram beneficiadas com a medida.

Na regiĂŁo, constam trechos da PR 218, como o que liga Guapirama a RibeirĂŁo do Pinhal, PR 436 que liga RibeirĂŁo do Pinhal a Nova FĂĄtima, PR-422, que liga Tomazina a Br-153, PR-436 de AbatiĂĄ a Santa AmĂŠlia, alĂŠm de vĂĄrios trechos de rodovias na regiĂŁo de Londrina.

Â?INFRAESTRUTURA

Edão assina com o Programa Calçadas do Paranå Da Assessoria

O prefeito de Barra do JacarĂŠ, Edimar de Freitas Alboneti (EdĂŁo- PP) assinou, na terça-feira (11), o programa Calçadas do ParanĂĄ. Acompanhado pelo deputado estadual Pedro Lupion (Demo cratas), o chefe do executivo municipal recebeu do secretĂĄrio estadual do Desenvolvime nto Ur b ano, R at i n ho Ju n i o r a s d i r e t r i z e s d o programa. De acordo com Ratinho Jr, esse ĂŠ o maior programa de investimento em calçadas da histĂłria do ParanĂĄ e tambĂŠm pioneiro no PaĂ­s. “Esse programa ĂŠ uma demonstração do respeito do governo Beto Richa com o cidadĂŁo paranaense, pois atende e melhora a acessibilidade, a segurança e a qualidade de vida dos cidadĂŁos, especialmente das pessoas com deficiĂŞncia, idosos e criançasâ€?, defende o secretĂĄrio. Segundo o deputado Pedro Lupion, a prefeitura contemplada recebe investimentos a fundo perdido para construção de calçadas em ruas pavimentadas, em locais como nas proximidades de escolas, hospitais, centros comerciais e outros de grande fluxo

de p e ss o as . As c a l ç ad as novas terĂŁo rampas de acesso e os trajetos receberĂŁo, tambĂŠm, melhoria na iluminação. “Fico extremamente satisfeito em poder participar do atual governo estadual. O governador Beto Richa ĂŠ, acima de tudo, um municipalista preocupado com o cidadĂŁo. Nossa Barra do JacarĂŠ foi contemplada com essa conquista importante para q u a l q u e r c i d a d eâ€?, d i s s e Lupion. De acordo com a secretaria de Desenvolvimento Urbano, na primeira etapa do programa sĂŁo atendidos 31 municĂ­pios, de atĂŠ 5 mil habitantes. O s ecretĂĄrio estadual Ratinho Jr salienta que o Programa de Calçadas do ParanĂĄ reforça outra iniciativa jĂĄ adotada pelo Governo do Estado. “Todos os projetos de pavimentação de ruas apresentados pelos municĂ­pios sĂł sĂŁo aprovados para receber financiamento do ParanĂĄ Cidade s e contempl ar, t amb ĂŠm, a construção de calçadas para pedestresâ€?, explica. Os municĂ­pios beneficiados na primeira etapa do programa sĂŁo: Altamira do ParanĂĄ, SabĂĄudia, Barra do JacarĂŠ, Boa Esperança do Iguaçu, Bom Sucesso,

Da Assessoria

Prefeito EdĂŁo, secretario Ratinho Jr e deputado Pedro Lupion na assinatura do programa

Brasilândia do Sul, Cruzmaltina, Flor da Serra do Sul, Cruzmaltina, Flor d a S e r r a d o Su l, F l or aí,

FlĂłrida, Godoy Moreira, Guaporema, Ivatuba, Jussara, LidianĂłpolis, KalorĂŠ, L e Ăłp olis, Mar ia Helena,

Morumbi,Mato Rico, MauĂĄ da Serra, Novo Itacolomi, Quarto CentenĂĄrio, Porto Rico, Rio Bom, Santo An-

tônio do Paraíso, São Carlos do Ivaí, Serranópolis do Iguaçu, Sulina, Tapira e Boa Esperança.


Geral A-7

TRIBUNA DO VALE Quarta-feira, 12 de março de 2014

DLVHWHQGRHPYLVWDD

XP&UÂŤGLWR$GLFLRQDO

FRQIRUPH  GHPRQVWUDWLYR

HQWR

9DORU











 7RWDO



HODPHQWRVGDVGRWDŠ¡HV

HQWR

9DORU













 7RWDO



SRVLŠ¡HVHPFRQWU£ULR



DGH0DUŠRGH

3('52'(2/,9(,5$ 3UHIHLWR0XQLFLSDO

a Contratação de empresa porte I no município, com RQRJUDPDItVLFR¿QDQFHLUR ade Tomada de Preços n.º

arĂĄ ÂŚ CarlĂłpolis ÂŚ Conselheiro Mairink ÂŚ riaĂ­va ÂŚ Japira ÂŚ Joaquim TĂĄvora ÂŚ JundiaĂ­ ÂŚ Salto do ItararĂŠ ÂŚSantana do ItararĂŠ ÂŚ a Campos ÂŚTomazina ÂŚ Wenceslau BrĂĄz

tigos assinados nĂŁo representam ecessariamente a opiniĂŁo do endo de exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.

VENDO CHĂ CARA COM CASA MISTA - 120M2, COM Ă GUA, LUZ, TELEFONE - TODA MURADA. VĂ RIAS Ă RVORES FRUTĂ?FERAS E PALMITO4000 MTS2- VALOR A COMBINAR- ACEITO CARRO. FONES 43- 3564-2769 OU 9658- 2630 (TIM)- FALAR COM IRACI - QUATIGUĂ - PR PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAPIRAMA DECRETO nÂş 850/2014 SĂšMULA: DispĂľe sobre homologação de licitação. PEDRO DE OLIVEIRA, Prefeito do MunicĂ­pio de Guapirama, Estado do ParanĂĄ, no uso de suas atribuiçþes legais, tendo em vista o parecer, julgamento e adjudicação promovidos pela Pregoeira, com referĂŞncia ao PregĂŁo Presencial sob nÂş 006/2014, que tem por objeto a CONTRATAĂ‡ĂƒO DE ASSESSORIA TRIBUTĂ RIA. D/E/C/R/E/T/A/ Artigo 1Âş: Fica homologada a licitação de modalidade PregĂŁo Presencial sob nÂş 006/2014, que tem por objeto a CONTRATAĂ‡ĂƒO DE ASSESSORIA TRIBUTĂ RIA. Artigo 2Âş: Em face da homologação estabelecida pelo artigo anterior, ÂżFDGHFODUDGDYHQFHGRUDGRFHUWDPHOLFLWDWyULRDVHJXLQWHHPSUHVD LOTE ĂšNICO para a empresa G.L. ASSESSORIA TÉCNICA ADMINISTRATIVA LTDA-EPP pelo valor de R$ 19.450,00 (dezenove mil quatrocentos e cinquenta reais). $UWLJR ž (P FRQVHT rQFLD ÂżFD FRQYRFDGD D SURSRQHQWH SDUD D assinatura do instrumento de contrato, nos termos do artigo 64, caput, da Lei 8.666/93, sob pena de decair o direito Ă  contratação, sem prejuĂ­zo das sançþes previstas no artigo 81. Artigo 4Âş: Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Guapirama (PR), 11 de março de 2014. PEDRO DE OLIVEIRA Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRĂƒO DO PINHAL EXTRATO DE CONTRATO “Extrato de Contrato celebrado entre o MUNICĂ?PIO DE RIBEIRĂƒO DO PINHAL, CNPJ n.Âş 76.968.064/0001-42 e a Empresa AGUIAR & RODRIGUES COMÉRCIO E SERVIÇOS LTDA, CNPJ n.Âş 06.085.306/000174; Objeto: Construção de Unidade BĂĄsica de SaĂşde – UBS – Porte 01; Valor: R$ 166.192,41; Final de VigĂŞncia: 120 dias. Data e Assinaturas: 11/03/2014, APARECIDA VEDOVATO AGUIAR (CPF/MF n.Âş 871.222.27987) e DARTAGNAN CALIXTO FRAIZ (CPF/MF n.Âş 171.895.279-15)â€?. Fayçal Melhem Chamma Junior Gerente Municipal de ConvĂŞnios AVISO DE LICITAĂ‡ĂƒO PregĂŁo Presencial nÂş. 024/2014. Encontra-se aberto, processo licitatĂłrio na modalidade PregĂŁo, do tipo menor preço global por lote, cujo objeto ĂŠ a contratação de empresa especializada no fornecimento de medicamentos a serem utilizados durante o exercĂ­cio de 2014 pela Secretaria de SaĂşde pelo sistema registro de preços. Assim sendo, a realização do referido pregĂŁo serĂĄ no dia: 24/03/2014, a partir das 09h00min, na sede da Prefeitura Municipal, localizada Ă  Rua ParanĂĄ, nÂş. 983 – Centro, em nosso MunicĂ­pio. O edital na Ă­ntegra estarĂĄ disponĂ­vel para consulta e retirada mediante pagamento de taxa no endereço supra, junto ao Setor de licitaçþes, de segunda a sexta-feira, no horĂĄrio das 09h00min Ă s 11h00min e das 13h30min Ă s 15h30min. RibeirĂŁo do Pinhal, 11 de março de 2014. Fayçal Melhem Chamma Junior Pregoeiro Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ TERMO DE HOMOLOGAĂ‡ĂƒO LICITAĂ‡ĂƒO MODALIDADE ConcorrĂŞncia NÂş 01/2014. OBJETO: AQUISIĂ‡ĂƒO DE PRODUTOS DE GĂŠNEROS ALIMENTĂ?CIOS: FRUTAS E HORTALIÇAS, NO SISTEMA REGISTRO DE PREÇOS. Em cumprimento ao disposto no art.109, parĂĄgrafo 1 da Lei 8.666, de 21 de junho de 1993, torna-se pĂşblico o resultado da licitação em epĂ­grafe, apresentando os vencedores pelo Sistema Registro de Preços; declarando-se como vencedoras as empresas DANIELLE REGINA BENETTI, DILMA DE FREITAS AGUIAR CALIXTO, por apresentar menor valor perfazendo um valor total para esta licitação de R$ 36.251,01 (Trinta e Seis Mil, Duzentos e CinqĂźenta e Um Reais e Um Centavo), conforme adjudicação e ata. Paço Municipal JosĂŠ G. Pereira, Barra do JacarĂŠ/PR, em 07 de março de 2014. EDIMAR DE FREITAS ALBONETI Prefeito Municipal TERMO DE HOMOLOGAĂ‡ĂƒO LICITAĂ‡ĂƒO MODALIDADE Tomada de preços NÂş 04/2014. OBJETO: EXAMES DE LABORATĂ“RIOS. Em cumprimento ao disposto no art.109, parĂĄgrafo 1 da Lei 8.666, de 21 de junho de 1993, torna-se pĂşblico o resultado da licitação em epĂ­grafe, apresentando o vencedor pelo critĂŠrio Menor Preço; declarando-se como vencedora a empresa CELC - CENTRO DE EXAMES LABORATORIAIS CALDI S/C LTDA, CNPJ-06.254.467/0001-44, por apresentar menor valor global, perfazendo um valor total de R$ 35.875,84 (Trinta e Cinco Mil, Oitocentos e Setenta e Cinco Reais e Oitenta e Quatro Centavos). Paço Municipal JosĂŠ G. Pereira, Barra do JacarĂŠ/PR, em 11 de março de 2014. __________________________ EDIMAR DE FREITAS ALBONETI Prefeito Municipal

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRĂƒO DO PINHAL = P O R T A R I A 033/2014= O Senhor Dartagnan Calixto Fraiz, Prefeito Municipal de RibeirĂŁo do Pinhal, Estado do ParanĂĄ, no uso de suas atribuiçþes legais e na forma da Lei. RESOLVE: CONTRATAR, para esta Municipalidade, de acordo com o Concurso PĂşblico 003/2009, para ocuparem seus respectivos cargos a partir do dia dez de Março (10/03/2014) do corrente exercĂ­cio, com regime C.L.T., conforme relação que segue abaixo : AUXILIAR DE ENFERMAGEM : Candidato RG Silvia Regina de Moraes 61578935 Samantha Caroline Ferreira 90714350 Renata da Cruz Medeiros 101236137 Marlene de FĂĄtima Ferreira de Lima 52347769 REGISTRE-SE E PUBLIQUE-SE EdifĂ­cio da Prefeitura Municipal de RibeirĂŁo do Pinhal, Estado do ParanĂĄ, aos dez dias do mĂŞs de Março do ano dois mil e quatorze. Gabinete do Prefeito. Dartagnan Calixto Fraiz Prefeito Municipal

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ-PARANĂ DECRETO NÂş 812/ 2014 SĂšMULA: DispĂľe sobre abertura de Credito Adicional Especial, autorizado pela Lei nÂş 527/2014 de 10/03/2014. O PREFEITO MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ, ESTADO DO PARANĂ , NO USO DAS ATRIBUIÇÕES QUE LHES SĂƒO CONFERIDAS POR LEI, DECRETA $UWž)LFDDEHUWRQRFRUUHQWHH[HUFtFLRÂżQDQFHLUR&UpGLWR$GLFLRQDO Especial no valor de R$ 600.000,00 ( Seiscentos mil reais ), com a seguintes dotação orçamentĂĄria: 07.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRIC. ABASTEC E MEIO AMBIENTE 07.001– DEPARTAMENTO MUN DE AGRICULTURA E SERVIÇOS RURAIS 20.606.0010-1110 – AQUISIĂ‡ĂƒO DE UMA PĂ CARREGADEIRA E UM CAMINHĂƒO BASCULANTE 002433 – 44.90.52.00.00 – 0.0 - 765 - Equipamento e Material Permanente...............................R$ 585.000,00 002434 – 44.90.52.00.00 – 0.0 - 000 - Equipamento e Material Permanente...............................R$ 15.000,00 TOTAL ... R$ 600.000,00 Art. 2Âş - Para dar cobertura ao CrĂŠdito autorizado no artigo anterior, serĂŁo indicados como recursos o disposto na Lei Federal 4.320/64, no Artigo 43 § 1Âş; a) - Inciso I – SuperĂĄvit Financeiro – Fonte 000 ................................ .............................................R$ 15.000,00 b) – Inciso II – Excesso Recursos Vinculados- Fonte 765 - atravĂŠs da Receita – 24.71.99.99.13.00 – Aquisição de uma PĂĄ-Carregadeira e um CaminhĂŁo Basculante FR-765............................................................... R$ 585.000,00 TOTAL ... R$ 600.000,00 Art. 3Âş - Ficam alteradas os anexos das Leis nÂş 502/2013 de 04/12/2013 ( PPA ) e nÂş 486/2013 de 18/07/2013 ( LDO ). Art. 4Âş - Este Decreto entra em vigor a partir desta data, revogadas as disposiçþes em contrĂĄrio. Paço Municipal JosĂŠ Galdino Pereira, em 11 de Março de 2014 EDIMAR DE FREITAS ALBONETI Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ - PARANĂ DECRETO NÂş 813/ 2014 SĂšMULA: DispĂľe sobre abertura de Credito Adicional Especial, autorizado pela Lei nÂş 528/2014 de 10/03/2014. O PREFEITO MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ, ESTADO DO PARANĂ , NO USO DAS ATRIBUIÇÕES QUE LHES SĂƒO CONFERIDAS POR LEI, DECRETA $UWž)LFDDEHUWRQRFRUUHQWHH[HUFtFLRÂżQDQFHLUR&UpGLWR$GLFLRQDO Especial no valor de R$ 538.160,00 ( Quinhentos e trinta e oito mil, cento e sessenta reais ), com a seguintes dotação orçamentĂĄria: 07.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRIC. ABASTEC E MEIO AMBIENTE 07.001– DEPARTAMENTO MUN DE AGRICULTURA E SERVIÇOS RURAIS 20.606.0010-1111 – PAVIMENTAĂ‡ĂƒO POLIÉDRICA DE ESTRADAS RUAIS 002435 – 44.90.51.00.00 – 0.0 - 766 - Obras e Instalaçþes .............. ............................................R$ 472.500,00 002436 – 44.90.51.00.00 – 0.0 - 000 - Obras e Instalaçþes .............. ............................................R$ 65.660,00 TOTAL ... R$ 538.160,00 Art. 2Âş - Para dar cobertura ao CrĂŠdito autorizado no artigo anterior, serĂŁo indicados como recursos o disposto na Lei Federal 4.320/64, no Artigo 43 § 1Âş; a) - Inciso I - SuperĂĄvit Financeiro - Fonte 000 ................................. ..............................................R$ 65.660,00 b) – Inciso II – Excesso Recursos Vinculados- Fonte 766 - atravĂŠs da Receita – 24.72.99.99.04.00 – Pavimentação PoliĂŠdrica de Estradas Rurais - FR 766 ................................................................. R$ 472.500,00 TOTAL ... R$ 538.160,00 Art. 3Âş - Ficam alteradas os anexos das Leis nÂş 502/2013 de 04/12/2013 ( PPA ) e nÂş 486/2013 de 18/07/2013 ( LDO ). Art. 4Âş - Este Decreto entra em vigor a partir desta data, revogadas as disposiçþes em contrĂĄrio. Paço Municipal JosĂŠ Galdino Pereira, em 11 de Março de 2014 EDIMAR DE FREITAS ALBONETI Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAPIRAMA – PARANĂ EXTRATO DE CONTRATO -004/2014 DATA DE ASSINATURA DA ATA: 25 de fevereiro 2014 CONTRATANTE: MUNICĂ?PIO DE GUAPIRAMA CONTRATADA: ISAC DIEGO DA ROSA-ME VALOR : R$ 69.490,00 ( sessenta e nove mil quatrocentos e noventa reais) OBJETO: CONTRATAĂ‡ĂƒO DE EMPRESA PARA FORNECIMENTO DE OXIGENIO MEDICINAL PARA HOSPITAL MUNICIPAL SĂƒO JOSÉ E UMIDIFICADOR DE AR PARA O ANO DE 2014

LICITAĂ‡ĂƒO - MODALIDADE PREGĂƒO PRESENCIAL NÂş. 011/2014 PROCESSO 021/2014 TIPO: MENOR PREÇO O MunicĂ­pio de Guapirama, Estado do ParanĂĄ, torna pĂşblico que farĂĄ realizar licitação, na modalidade PregĂŁo Presencial, que tem por objeto a seleção de proposta visando CONTRATAÇAO DE EMPRESA PARA PRESTAĂ‡ĂƒO DE SERVIÇOS NA AREA DE MANUTENĂ‡ĂƒO DE MICROCOMPUTADORES, MANUTENĂ‡Ă‡ĂƒO DE REDE LĂ“GICA ESTRUTURADA, FORMATAÇÕES, INSTALAÇÕES E CONFIGURAÇÕES EM MICROCOMPUTADORES EM DOMINIO, CONFIGURAĂ‡ĂƒO EM SISTEMA DE TERCEIRO TAIS COMO CERTIFICAĂ‡ĂƒO DIGITAL, SEFIP, CETIL, WINDOWS SERVER 2008, BPA, DARASUS, SIS E A DEVIDA MANUTENĂ‡ĂƒO EM SETORES DA EDUCAĂ‡ĂƒO, SAĂšDE, ADMINISTRATIVO, ENTRE OUTROS DEPARTAMENTOS. 'HDFRUGRFRPHVSHFLÂżFDo}HVHFRQGLo}HVFRQVWDQWHVGRHGLWDOGHOLFLWDomR pregĂŁo presencial 011/2014 e seus anexos. Data e HorĂĄrio da SessĂŁo PĂşblica: 25 de março de 2014 Ă€S 09:00 HORAS, na sede da Prefeitura Municipal de Guapirama, sita Ă  Rua Dois de Março, 460. A pasta tĂŠcnica, com o inteiro teor do edital e seus respectivos modelos, adendos e anexos poderĂŁo ser examinados no endereço, acima indicado, no horĂĄrio comercial, ou pelo endereço eletrĂ´nico www.guapirama.pr.gov.br. Informaçþes adicionais, dĂşvidas e pedidos de esclarecimento deverĂŁo ser dirigidos Ă  ComissĂŁo de Licitação no endereço acima mencionado – fone/fax: (0**43) 3573-1122. Guapirama - PR, 11 de Março de 2014. WANDERLY DE OLIVEIRA DOS SANTOS PREGOEIRA TERMO DE HOMOLOGAĂ‡ĂƒO LICITAĂ‡ĂƒO MODALIDADE ConcorrĂŞncia NÂş 02/2014 - Registro de Preços OBJETO: AQUISIĂ‡ĂƒO DE PRODUTOS GĂŠNEROS ALIMENTĂ?CIOS: CARNES. Em cumprimento ao disposto no art.109, parĂĄgrafo 1 da Lei 8.666, de 21 de junho de 1993, torna-se pĂşblico o resultado da licitação em epĂ­grafe, apresentando os vencedores pelo critĂŠrio Menor Preço; declarando-se como vencedora a empresa DILMA DE FREITAS AGUIAR CALIXTO, nos itens 01, 03, 04, 09, 10, 12, 13; OCELINA DE MELLO TARDELI, nos itens 02, 05, 06, 07, 08, 11 por apresentar menor valor no Sistema Registro de Preços, perfazendo um valor total de R$ 31.541,30 (Trinta e Um Mil, Quinhentos e Quarenta e Um Reais e Trinta Centavos). Paço Municipal JosĂŠ G. Pereira, Barra do JacarĂŠ/PR, em 11 de março de 2014. __________________________ EDIMAR DE FREITAS ALBONETI Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ - PARANĂ DECRETO NÂş 814/ 2014 SĂšMULA: DispĂľe sobre abertura de Credito Adicional Especial, autorizado pela Lei nÂş 529/2014 de 10/03/2014. O PREFEITO MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ, ESTADO DO PARANĂ , NO USO DAS ATRIBUIÇÕES QUE LHES SĂƒO CONFERIDAS POR LEI, DECRETA $UWž)LFDDEHUWRQRFRUUHQWHH[HUFtFLRÂżQDQFHLUR&UpGLWR$GLFLRQDO Especial no valor de R$ 76.000,00 ( Setenta e seis mil reais ), com a seguinte dotação orçamentĂĄria: 07.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRIC. ABASTEC E MEIO AMBIENTE 07.001– DEPARTAMENTO MUN DE AGRICULTURA E SERVIÇOS RURAIS 20.601.0010-1112 – CONVĂŠNIO CALCĂ RIO – FR 767 002437 – 33.90.30.00.00 – 0.0 - 767 - Material de Consumo ..................... ..................................R$ 76.000,00 Art. 2Âş - Para dar cobertura ao CrĂŠdito autorizado no artigo anterior, serĂŁo indicados como recursos o disposto na Lei Federal 4.320/64, no Artigo 43 § 1Âş; a) – Inciso II – Excesso Recursos Vinculados- Fonte 767- atravĂŠs da Receita – 17.22.01.14.00.00 - ConvĂŞnio CalcĂĄrio - FR 767 .............................. ......................................................... R$ 76.000,00 Art. 3Âş - Ficam alteradas os anexos das Leis nÂş 502/2013 de 04/12/2013 ( PPA ) e nÂş 486/2013 de 18/07/2013 ( LDO ). Art. 4Âş - Este Decreto entra em vigor a partir desta data, revogadas as disposiçþes em contrĂĄrio. Paço Municipal JosĂŠ Galdino Pereira, em 11 de Março de 2014 EDIMAR DE FREITAS ALBONETI - Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ - PARANĂ DECRETO NÂş 815/ 2014 SĂšMULA: DispĂľe sobre abertura de Credito Adicional Especial, autorizado pela Lei nÂş 530/2014 de 10/03/2014. O PREFEITO MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ, ESTADO DO PARANĂ , NO USO DAS ATRIBUIÇÕES QUE LHES SĂƒO CONFERIDAS POR LEI, DECRETA $UWž)LFDDEHUWRQRFRUUHQWHH[HUFtFLRÂżQDQFHLUR&UpGLWR$GLFLRQDO Especial no valor de R$ 25.200,00 ( Vinte e cinco mil e duzentos reais ), com a seguinte dotação orçamentĂĄria: 07.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRIC. ABASTEC E MEIO AMBIENTE 07.001– DEPARTAMENTO MUN DE AGRICULTURA E SERVIÇOS RURAIS 20.606.0010-1113– CONVĂŠNIO Ă“LEO DIESEL 002438 – 33.90.30.00.00 – 0.0 - 768 - Material de Consumo ..................... ...................................R$ 24.000,00 002439 – 33.90.30.00.00 – 0.0 – 000 – Material de Consumo .................... ....................................R$ 1.200,00 TOTAL .. R$ 25.200,00 Art. 2Âş - Para dar cobertura ao CrĂŠdito autorizado no artigo anterior, serĂŁo indicados como recursos o disposto na Lei Federal 4.320/64, no Artigo 43 § 1Âş; a) – Inciso II – Excesso Recursos Vinculados- Fonte 765 - atravĂŠs da Receita –17.22.01.15.00.00 – CONVĂŠNIO Ă“LEO DIESEL - FR 768 .............. ........................... R$ 24.000,00 b ) Inciso III– Cancelamento da seguinte dotação orçamentĂĄria 07.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRIC. ABASTEC E MEIO AMBIENTE 07.001– DEPARTAMENTO MUN DE AGRICULTURA E SERVIÇOS RURAIS 20.606.00102-058– MANUTENĂ‡ĂƒO DOS VEĂ?CULOS/TRATORES E MAQUINĂ RIOS 002350 – 33.90.30.00.00 – 0.0 - 000 - Material de Consumo ..................... ...................................R$ 1.200,00 Art. 3Âş - Ficam alteradas os anexos das Leis nÂş 502/2013 de 04/12/2013 ( PPA ) e nÂş 486/2013 de 18/07/2013 ( LDO ). Art. 4Âş - Este Decreto entra em vigor a partir desta data, revogadas as disposiçþes em contrĂĄrio. Paço Municipal JosĂŠ Galdino Pereira, em 11 de de 2014. EDIMAR DE FREITAS ALBONETI - Prefeito Municipal MUNICĂ?PIO DE SANTO ANTONIO DA PLATINA – PARANĂ AVISO DE LICITAĂ‡ĂƒO - EDITAL PREGĂƒO PRESENCIAL NÂş 011/2014 - PROCESSO nÂş 2018/2014 OBJETO: Contratação de Empresa Especializada para realizar a atualização e revisĂŁo do LTCAT – Laudo TĂŠcnico das Condiçþes Ambientais de Trabalho; PPRA – Programa de Prevenção de Riscos Ambientais e PCMSO – Programa de Controle MĂŠdico e SaĂşde Ocupacional de 1.060 (hum mil e sessenta) servidores municipais; Ministrar 05 (cinco) Treinamentos de Primeiros Socorros; 05 (cinco) Treinamentos de Combate a IncĂŞndios e 05 (cinco) Treinamentos de Ergonomia e Motivação; e Realizar Audiometria em 50(cinquenta) servidores em situação de exposição; a serem realizados durante um perĂ­odo de 12 (doze) meses. VALOR MĂ XIMO ADMITIDO: R$ 26.766,85 (vinte e seis mil setecentos e sessenta e seis reais e oitenta e cinco centavos). RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS: Protocolo atĂŠ as 09h00min, do dia 27/03/2014. CREDENCIAMENTO; ABERTURA E JULGAMENTO DAS PROPOSTAS: 27/03/2014, Ă s 09h10min na Sede da Prefeitura do MunicĂ­pio de Santo AntĂ´nio da Platina, sito a Praça N. S. Aparecida, s/ nÂş - Centro. INFORMAÇÕES: A cĂłpia do Edital e demais informaçþes e elementos, encontram-se Ă  disposição dos interessados no endereço acima citado, no horĂĄrio comercial, das 08h30min Ă s 11h00min e da 13h00min Ă s 17h00min, telefone (43) 3534-8700 - 3534-8702 Fax: (43) 3558-1615 – e-mail: licitacao@santoantoniodaplatina.pr.gov.br Santo AntĂ´nio da Platina, 11 de março de 2014. PEDRO CLARO DE OLIVEIRA NETO - Prefeito Municipal


A-8 Cidades

Quarta-feira, 12 de março de 2014

TRIBUNA DO VALE

Iniciativas ajudam a criar empregos e gerar renda em Conselheiro Mairinck

AEN

ECONOMIA Mais de 90% dos empreendimentos locais possuem financiamentos de baixo custo oferecido pela Fomento Paraná Da Agência Estadual

Conselheiro Mairinck tem pouco mais de 3,6 mil habitantes e cerca de 80 pontos comerciais. As oportunidades de trabalho são poucas e os empreendedores locais tinham dificuldade de acesso ao crédito para ampliar os negócios porque a cidade conta apenas com uma agência bancária. Essa situação começou a mudar com a atuação da Fomento Paraná, em parceria com a prefeitura, que mantém um agente de crédito ativo. Hoje, mais de 90% dos empreendimentos locais possuem financiamentos de baixo custo oferecido pela Fomento Paraná. “Das 80 empresas da cidade, mais de 70 tem finan-

ciamentos conosco”, contabiliza o agente de crédito Davi Francisco de Oliveira Siqueira. Um dos empreendimentos é uma fábrica de biscoitos de polvilho, criada em 1999 por Aílton Ferreira de Almeida e que hoje já está na segunda geração da família. No início, a família usava uma caminhonete para distribuir os produtos de uma indústria paulista de porta em porta, no Norte Pioneiro. A clientela cresceu e decidiram montar uma fábrica própria de biscoitos de polvilho, com a marca “Saboritos”, que ocupava um barracão de 80 metros quadrados. Três pessoas mantinham a empresa funcionando. “O início foi difícil. A gente não tinha crédito. Não tinha

nome”, lembra Seila Almeida, que toca o negócio com o irmão, Alexandro Ferreira de Almeida. Até que um agente de crédito da Fomento Paraná visitou a fábrica e mostrou as linhas de crédito da instituição. “Foi no momento oportuno, na hora em que a gente mais precisava”, afirma Alexandro. Eles reformaram o barracão antigo, construíram um novo, compraram maquinário moderno, fornos para assar os produtos e criaram uma linha de produção de pipoca doce. Com a ampliação, foram contratados novos funcionários. “Antes eu trabalhava a quarenta quilômetros daqui. Ficava sempre longe da família. Agora, posso almoçar em casa com a esposa. É muito melhor”, AEN

Lim PR-2 Maria das Graças e Francisco Ribeiro de Siqueira, proprietários da Pousada do Chicão, em Conselheiro Mairinck

comemora Jessé de Sales, que trabalha na recém-inaugurada linha de produção de pipocas. Hoje a empresa emprega 13 funcionários, além dos irmãos que administram a fábrica. “A Saboritos sustenta quatro famílias, além das de 13 funcionários”, conta Alexandro. “E temos planos de ampliar ainda mais a fábrica, contratar mais funcionários e aumentar

a produção”, completa. HOTELARIA A Fomento Paraná financiou a construção da primeira e única pousada do município. Francisco Ribeiro de Siqueira e a esposa Maria das Graças Nascimento de Siqueira foram os primeiros empreendedores da cidade a obterem financiamento na instituição, há 14 anos. “Aqui

onde está a pousada era uma lanchonete. Hoje temos orgulho do nosso negócio”, sorri Francisco. O casal já usou o crédito da Fomento Paraná quatro vezes. “Sempre fomos muito bem atendidos. Quando precisarmos de novo de dinheiro para investir no nosso negócio, já sabemos onde procurar crédito”, afirma Maria das Graças.

CRÉDITO ORIENTADO

A Fomento Paraná é uma instituição financeira de desenvolvimento do Governo do Paraná. Tem por objetivo fornecer apoio técnico e financeiro para estimular iniciativas de empreendedores de micro, pequeno ou médio porte, do campo ou da cidade, para promover o aumento da produtividade, a geração de emprego e renda e o desenvolvimento regional. As ações acontecem por meio de um modelo de crédito orientado, com a oferta de linhas de crédito com taxas de juros reduzidas que financiam projetos de pessoas

físicas ou jurídicas, formalizadas ou não, em valores que vão de R$ 300 até R$ 3 milhões de apresentam taxas de juros reduzidas, que estão entre as mais baixas do país - entre 0,51% e 1,07% ao mês. Desde 2011, a instituição contabiliza 7.750 contratos com empreendedores da indústria, do comércio, do setor de serviços e da agroindústria, o que representa aproximadamente R$ 133 milhões em recursos injetados diretamente na economia, proporcionando a geração de emprego, renda e melhoria da qualidade de vida.

Alexandro Ferreira de Almeida e Seila Raquel de Almeida, proprietários da Fábrica de Biscoitos Saboritos

COOPERATIVISMO

SALÁRIO

Morador Lajeadin ponte há

Cerca de 1,7 mil associados participam das Assembleias de Núcleo Sicredi 2014 Da Assessoria

Nos mes es de janeiro e fevereiro a C ooperativa Sicredi Norte Sul PR/ SP reuniu mais de 1.700 associados em Assembleias de Núcleo 2014. Os debates e as deliberações sobre os assuntos da Cooperativa ocorreram nos eventos assembleares, que reuniram os 50 núcleos de 18 municípios da região, e agora cabe ao coordenador de núcleo o papel de levar as decisões para a Ass e mbl e i a G e r a l qu e ocorrerá em abril. No encontro, entre outros assuntos, o presidente Paulo José Buso Júnior apresentou os resultados d e 2 0 1 3 , a c omp an ha d o s d o p are c e r d a au d itor i a externa e do Conselho Fiscal. Também foi definido o que será feito com os R$ 4,4 milhões gerados e m s o br a s ( re s u lt a d o s ) . Juntos, os associados decidiram que 60% deste t o t a l s e r á i nv e s t i d o n o Fundo de Reser va, criado para atender o desenvolvimento de suas atividades e dar mais solidez à cooperativa. O Fundo de Reser va compõe o patrimônio da cooperativa, que def ine o quanto ela poderá emprestar para financiar as atividades de seus associados. Quanto maior o patrimônio, mais forte a cooperativa.

Divulgação

A l é m d i s s o, 6 , 5 % f oi destinado como remuneração para o Capital Social investido pelos associados, e 5% foi direcionado para o Fates (Fundo d e As s i s t ê n c i a Té c n i c a , Educacional e Social), reser vado à prestação de assistência educacional aos associados através dos programas sociais, e aos colaboradores da cooperativa. Na prestação de contas d e 2 0 1 3 for am apre s e n tados, ainda, os investim e nt o s d a C o o p e r at i v a nos Programas Sociais, e no Programa A União Faz a Vida, desenvolvido em 05 municípios da região (Jaboti, Quartiguá, Santo Antônio da Platina, Conselheiro Mairinck e Ribeirão Claro) a cooperativa investiu em 2013 mais de 30 mil reais. Para Pau lo Jos é Bus o Júnior, presidente da Sicredi Norte Sul PR/SP, as a s s e mbl e i a s e v i d e n c i am os diferenciais do Sicredi como uma instituição f inanceira cooperativa e reforçam que os associados s ã o o s prot agon i st a s d a gestão e do fortalecimento do empre endimento. “O voto de todos tem o mesmo valor”, complementa Buso. Sobre a Sicredi Norte Sul PR/SP Sediada em Santo Antônio da Platina (PR), é uma das 100 cooperativas

Mais de 1.700 associados em Assembleias de Núcleo 2014, a adesão torna as decisões mais fortes e representativas Divulgação

que integram o sistema Sicredi. Fundada em 1985, tem em sua história 28 anos de plena expansão for talecendo os municípios e associados de toda a região do norte pioneiro d o Pa r a n á e s u l d e S ã o Pau lo. Pres ente em 18 municípios* a cooperativa tem hoje mais de 26 mil associados, e encerrou o segundo semestre de 2013 com um volume de R$ 4,4 milhões em sobras, mais de R$ 204 milhões em recursos administrados e R$ 154 milhões em operações de crédito.

Er

Os debates e as deliberações sobre os assuntos da Cooperativa ocorreram nos eventos assembleares, que reuniram os 50 núcleos de 18 municípios da região


Pdf2586