Issuu on Google+

orde vorável

Quarta -feira 260 180

08 DE JANEIRO DE 2014

ANO XIX - N0 2544 - R$ 1,00

DIRETOR: BENEDITO FRANCISQUINI

www.tribunadovale.com.br

GUAPIRAMA

Mulher é executada com tiro na cabeça JR Diário

A dona de casa Vanderli Souta, 42, foi assassinada na manhã de ontem, quando preparava o café na cozinha de sua residência, no sítio Pedra de Fogo, no bairro Serraria Queimada, em Guapirama. O delegado da 35ª Delegacia Regional de Polícia (DRP), em Joaquim Távora, Rubens José Perez, instaurou inquérito para investigar o crime. Conforme o delegado, a vítima estava sozinha quando um homem se aproximou da janela pelo lado de fora e a chamou pelo nome, e em seguida efetuou apenas um disparo. O tiro acertou a cabeça de Vanderli, que teve morte instantânea. No local, os policiais encontraram uma cápsula de munição calibre 765 caída próxima ao corpo da mulher. Para a polícia, o atirador estava no máximo a dois metros de distância quando atirou contra a vítima.

Vanderli morava com o marido, que não estava em casa na hora do crime

f

RIBEIRÃO CLARO

S.A.PLATINA

46 quilômetros de estradas rurais são recuperados

Dnit vai recuperar 305,6 km da BR-153

Divulgação

O D e p ar t am e nto Na cional de Inf raestr utura Terrestre (Dnit) informou que tem um cronograma de obras previstas para facilitar a conclusão da Rodovia Transbrasiliana – trecho Paraná. A BR-153, entre o entroncamento da PR-092 (Santo Antônio da Platina, no Norte do estado) e Paulo Frontin, no Sul, no total de 305,6 quilômetros, passará por obras de recuperação. A l i c it a ç ã o e s t á n a f a s e f inal de anális e. O Dnit informou também que o trecho de 600 metros no perímetro urbano de Ventania, nos Campos Gerais, será finalizado. A licitação está em curso.

f

PÁG. A5

PÁG. A4

A prefeitura de Ribeirão Claro recuperou 46 quilômetros de estradas rurais no município no segundo semestre de 2013. O trabalho foi realizado com equipamentos da Patrulha do Campo e da frota municipal. As obras são parte do programa de recuperação de estradas rurais iniciado em 2009 pelo prefeito Geraldo Maurício Araújo (PV). Estradas de bairros rurais como Bocaiúva, Canta Galo, João Néia, Três Corações, Bananeira, Sasdelli, Limeira, Torre de Pedra e Pedra do Índio foram recuperadas. f

PÁG. A5 Antônio de Picolli

LAZER

Norte Pioneiro integra mapa turístico do Paraná

Após estudo desenvolvido pela área de regionalização da Paraná Turismo, em parceria com as Instâncias de Governanças Regionais (IGRs), o Paraná aumentou de dez para 14 o número de regiões turísticas no Estado. O Norte Pioneiro passou a integrar o mapa turístico, com 12 municípios. Entre os principais atrativos destacam-se a Represa de Chavantes e o Rio das Cinzas, com potencial para o turismo náutico, de pesca e esportivo, além de passeios de barco, campeonatos de pesca e canoagem. A oferta hoteleira inclui um resort com piscinas de água mineral e pousadas. Há ainda o patrimônio cultural das edificações religiosas da Rota do Rosário. f

PÁG. A8


A-2 OpiniĂŁo

“

TRIBUNA DO VALE Quarta-feira, 08 de janeiro de 2014

A maior certeza, no entanto, Ê que temos pela frente um novo calendårio e que, todos nós, cidadãos, precisamos trabalhar com determinação em busca de nossos ideais� Editorial

“

Um dos desígnios dos Globalistas Ê o da implementação de uma moeda única à escala planetåria, facto que transforma os Países em Naçþes pårias, sobretudo as de Economia dÊbil�

A RTIGO

E DITORIAL

Petrônio Souza Gonçalves *

Mais Dias, menos Dias! Estamos neste início de ano dando partida em definitivo para dois importantes eventos a ocorrerem no país: a Copa do Mundo de Futebol e as eleiçþes em diferentes setores da atividade política. Na opinião do jornalista Ayrton Baptista, como ficamos mais próximos da Arena da Baixada, em princípio, o que interessa Ê saber-se se a Espanha sai daqui com um grande saldo esportivo. O AtlÊtico, o nosso AtlÊtico, não o mineiro do paranaense Cuca, deverå ter as honras, desde que se consiga terminar as obras do velho e reformado estådio. É de se torcer pela Espanha, pois se ela prosseguir bem na disputa, teremos aqui e onde prosseguir a Copa para os espanhóis uma imensidão de turistas, ainda que o país não esteja com essa bola toda em termos financeiros. É claro, entretanto, que a Espanha nesse particular não estå sozinha. O que ela continua Ê um importante centro turístico, pousada obrigatória dos brasileiros ano após ano. Messi, Cristiano Ronaldo, Barcelona e Madri, contribuem um pouco bastante para as viagens de brasileiros. Chegarå a vez de Neymar, por quem todos nós torcemos e esperamos seja brindado logo logo, com um prêmio à altura de seu futebol. A Copa do Mondo, porÊm, se vai na metade do ano. Se ficar conosco, melhor ainda, bem melhor. E serå sucedida com muito barulho pelas eleiçþes que vão de deputado estadual à presidente da República, podendo ser tambÊm presidenta. Por aqui na província, sabemos todos que Beto Richa vai desfilar como favorito para ficar no Palåcio Iguaçu. Tem, entretanto, o perigo de Gleisi Hoffmann, do PT. Richa estå tranquilo, segundo as últimas e todas as pesquisas. A tarefa de Gleisi não serå fåcil, mas poderå ter a ajuda indireta do tri-governador Roberto Requião, hoje entrando no påreo como azarão. Mas tudo pode mudar e seria muita leviandade, hoje, apontar o HORà RIO DE FECHAMENTO

22:10

próximo ocupante da nossa sede do Governo. Mas não só de presidente e governador vivemos. Os irmãos Dias estão por aí. Infelizmente a vaga para o Senado Ê uma só. Como jå assinalamos, quando as vagas são duas, não tem pra ninguÊm: uma Ê para Roberto Requião, o que nos leva a lembrar que o ex-governador MoysÊs Lupion nos anos 50 chegou a renunciar a um mandato, ou pedaço dele, para deixar que seu amigo e correligionårio Alô Guimarães ficasse no parlamento pelo tempo merecido. Lupion deu lugar ao suplente Alô e o ex-governador adversårio de Munhoz da Rocha, tambÊm de Ney Braga, disputou o mesmo pleito e ficou com mais oito anos. Lupion que nos referimos Ê o mesmo que fez um bom governo, o primeiro, não foi bem no segundo. Foi muito combatido, apontado como promotor de irregularidades, mas que deixou o governo com as finanças próprias, dele, bem abaladas. Coisas da política, embora às vezes com frequência se dê ao contrårio. E qualquer semelhança Ê mera coincidência. Estamos falando lå de cima, em outro planalto. E nisso tudo, duas figuras da mais alta projeção, os irmãos Dias, estarão sendo assediados. à lvaro nem tanto, porque não då vez ao azar. A coisa pintou, lå estå ele e agora vem para a eleição que poderå ser a quarta ao Senado. Jå Osmar, hoje em função das mais importantes no Banco do Brasil, demora um pouco mais para ajeitar-se. Quando pode, vai com Requião, como aconteceu nas suas duas eleiçþes para o Senado. E quando a sorte não estå a seu lado, pega uma disputa com uma vaga só. E para complementar, não costuma brigar com o irmão, pelo menos de público, por isso, não dando o Senado, pode sair para o Iguaçu, como vice de Gleisi. É na verdade, o que o PT quer. Aí o jogo esquenta, ainda que depois da Copa.

C HARGE

chargeonline.com.br

NESTA EDIĂ‡ĂƒO TEM

08 PĂ GINAS CADERNO PRINCIPAL - OPINIĂƒO - POLĂ?TICA - GERAL - CIDADES - COTIDIANO - ESPORTES - AGRONEGĂ“CIO

Arthur Teixeira

A 01 - 08 A 02 A 03 A 04 A 05 A 06 A 07 A 08

PREVISĂƒO PARA HOJE

260 180

Depois do mar

Na praia paradisĂ­aca, quase deserta, frente ao azul sem fim, enquanto a renda branca das ondas beijava-lhes os pĂŠs, o casal de namorados se abraçava, quando ela, mirando o infinito, virou-se para ele: â€œĂŠ claro que eu gosto de vocĂŞ, mas nĂŁo dĂĄ mais, entende?...â€? NĂŁo consegui ver o seu rosto, mas senti a sua dor, quando o vento que soprava benfazejo levou seu choro para alĂŠm daqui. Continuei a caminhada imaginando a histĂłria daquele casal que ali se despedia. Ela, natural de Vila Velha, EspĂ­rito Santo. Ele, do Mato Grasso do Sul. Encontraram-se naquela mesma praia do sul da Bahia, dois anos antes, durante o rĂŠveillon. RecĂŠm saĂ­da de um namoro duradouro, deixou na sua praia seu velho barco, seguia em busca de um outro mar. Mas algo se abriu dentro dela quando o jovem esguio de sotaque indecifrĂĄvel lhe entregou a canga que o vento queria roubar. Ao agradecer, espontaneamente, ofereceu-lhe uma ĂĄgua de coco, como depois viria comentar. Ele, sem saber o porquĂŞ, se sentou sobre a canga, junto dela, antes mesmo de aceitar o convite, quando o silĂŞncio revelou o que seus coraçþes jĂĄ sabiam. Constrangidos, perguntaram juntos: de onde vocĂŞ ĂŠ? Quando, entre risos, responderam ao mesmo tempo, como se recebessem do inesperado um longo e duradouro beijo. Se entreolharam, pausadamente, quando ele sugeriu entrar no mar. Na volta, se lembrou que sua irmĂŁ e o namorado dela o esperavam na prĂłxima praia, como haviam combinado, quando o inesperado resolveu cruzar o seu caminho. Se desculpou, com o compromisso de apenas ir avisar a irmĂŁ, e voltou a passos largos, o que impressionou a menina. Ele esclareceu: â€œĂŠ que eu sou piloto de kart e para dirigir bem aquilo lĂĄ, tem que ter um bom preparoâ€?. Ela se lembrou que estava fazendo uma dieta Ă  base de peixes e sementes, o que lhe ajudava na disposição e no poder de concentração. De volta Ă  pousada - os dois estavam hospedados na mesma - o comentĂĄrio: â€œĂ‰, nĂłs tĂ­nhamos mesmo que nos encontrar aqui! Se nĂŁo fosse na praia, seria por esses corredores.â€? Ela ponderou: “mas nĂŁo haveria o mar e a paisagem... Seria um encontro comum. Ainda bem que o mar estava em nosso caminho...â€? Dois anos depois, voltaram ao ponto original de tudo, ao inĂ­cio da histĂłria, depois de muitas viagens e alguns desencontros, como que se quisessem acordar dentro deles o que estava adormecido. Passaram o rĂŠveillon em Arraial d´Ajuda, na mesma praia, na mesma pousada. Dessa vez, tudo estava combinado, nĂŁo permitindo a participação do inesperado, esse deus que age nas entrelinhas tortas e incompreendidas da histĂłria. Nem o azul do cĂŠu e do mar foi capaz de dar uma nova cor ao que era velho e cansado. E apenas a lĂĄgrima da menina triste foi se juntar ao sal do mar de Portugal. PetrĂ´nio Souza Gonçalves

SANTO ANTÔNIO DA PLATINA

-$&$5(=,1+2D/LFHQoD3

LQVFULWD QR &3)0) VRE R H[HUFHU D IXQomR JUDWL¿FDGD JUDWL¿FDomRGH YLQWH ¿[RFRQIRUPHD/HL0XQLFLSD $UWž$SUHVHQWHSRU

 GRLV GLDVGRPrVGH-D

PIVRERQž

 VHWH GLDVGRPrVGH-D

2 ([FHOHQWtVVLPR 6U

0HPEURV 'pERUD* 3URFXUDGRUD-XUtGLFD  'RQL]HWH)LGHOLV

*DELQHWHGD3UHVLGrQF

A RTIGO Artur Rosa Teixeira

2 ([FHOHQWtVVLPR 6U

NĂŁo se iludam...

O ano de 2014, na opinĂŁo do assistente Operacional de Construção Civil, Artur Rosa Teiceira, marca o fim formal do Resgate Financeiro e a consequente partida da Troika. Algumas cabecitas desinformadas ou formatadas jĂĄ estĂŁo para aĂ­ a dizer que a Austeridade tambĂŠm vai embora... Ledo engano! A Austeridade, ĂŠ infelizmente como a Toyota‌ Veio para ficar. O Capital Financeiro irĂĄ continuar a expropriar a riqueza daqueles que trabalham e irĂĄ, porque o gigantesco buraco que abriu na Economia Mundial, nĂŁo estĂĄ e nem vai estar tapado pelos tempos mais prĂłximos. Estamos convencidos que nunca estarå‌ O resto sĂŁo falĂĄcias para iludir incautos. Os “Senhores dos Mercadosâ€?, acolitados por polĂ­ticos apĂĄtridas, criaram a Austeridade para gerar ativos que compensem as perdas financeiras que todo o Sistema Financeiro Internacional teve em resultado da excessiva especulação com produtos de Engenharia Financeira de alto risco. Os ditos Reguladores do Mercado, os Bancos Centrais (FED, BCE, etc.), sabem que qualquer Bolha Especulativa, mais cedo ou mais tarde, dĂĄ o berro‌ Mais, sabem que as flutuaçþes financeiras nas principais praças de Capital Especulativo, Wall Street e na City Londrina, nĂŁo dependem da “mĂŁo invisĂ­velâ€? do mercado‌ TĂŞm quem as manipule‌ Todavia fecham os olhos e permitem, com a conivĂŞncia de Governos corrompidos, toda a espĂŠcie de veleidades aos “mercadores de moeda desmaterializada e contrafeitaâ€?, como ĂŠ de facto o Capital Especulativo. NinguĂŠm sabe o valor do prejuĂ­zo e se calhar, nem convĂŠm saber‌ Contudo hĂĄ quem afirme que o montante dos chamados ativos tĂłxicos ultrapasse a soma dos PIBs dos USA e da Europa. Um valor astronĂłmico‌ Um dos desĂ­gnios dos Globalistas ĂŠ o da implementação de uma moeda Ăşnica Ă  escala planetĂĄria, facto que transforma os PaĂ­ses em Naçþes pĂĄrias, sobretudo as de Economia dĂŠbil. A moeda, num sentido mais lato, como qualquer mercadoria estĂĄ tambĂŠm sujeita Ă  lei de Oferta e Procura. Significa que o seu valor depende da sua quantidade no mercado. A abundância de moeda tem como consequĂŞncia a perda de valor unitĂĄrio; pelo contrĂĄrio, a escassez, aumenta-lhe esse valor. Por outro lado, a moeda tem a particularidade de sĂł poder ser produzida por uma Ăşnica entidade. Atualmente, no caso da UniĂŁo Europeia, compete ao Banco Central Europeu, que mais nĂŁo ĂŠ que um Cartel dos grandes Bancos Privados Europeus, a emissĂŁo do Euro em exclusivo. Anteriormente cada PaĂ­s emitia a sua prĂłpria moeda e fazia-o de acordo com as suas necessidades. O monopĂłlio da moeda dĂĄ a quem a produz um poder extraordinĂĄrio sobre a Sociedade. Permite manipular a Economia em função dos interesses do Cartel BancĂĄrio, os quais nĂŁo sĂŁo obviamente coincidentes com o bem geral de um Povo, embora certos polĂ­ticos e economistas procurem escamotear esse facto. Esse poder de manobra torna-se mais facilitado quando o dinheiro em circulação, como o Euro, tem uma origem extranacional. Tal como o agricultor que, para manter um preço expectĂĄvel da sua produção, provoca uma aparente escassez, queimando uma parte dela, o Cartel BancĂĄrio controla a emissĂŁo de moeda e a taxa de referĂŞncia

TRIBUNA DO VALE O DiĂĄrio da nossa regiĂŁo - Fundado em agosto de 1995 Editora Jornal Tribuna do Vale LTDA CNPJ 01.037.108/0001-11 Matriz: Rua Tiradentes 425, Centro Santo AntĂ´nio da Platina, PR Fone/Fax: 43 3534 . 4114

Diretor ResponsĂĄvel Benedito Francisquini - MTB 262/PR tribunadovale@tribunadovale.com.br tribunadovale@uol.com.br

de modo a garantir que o valor unitĂĄrio da mesma nĂŁo se deteriore. Permita inclusive, pela escassez, gerar a necessidade de CrĂŠdito. É aqui que se entronca toda a problemĂĄtica da DĂ­vida Soberana os Estados. Portugal, embora tenha potencialidades, raramente teve uma Economia sustentĂĄvel, pelo que a sua Balança Comercial foi quase sempre deficitĂĄria. A contrastar com o nĂ­vel de vida baixo da população, as Elites, quer a monĂĄrquica, quer a republicana, nĂŁo se coibiam de “viver Ă  grande e Ă  francesaâ€?‌ como aliĂĄs ainda acontece. As DĂ­vidas Soberanas antigas tiveram sobretudo origem nesse facto. No livro “Portugal na Bancarrota – Cinco sĂŠculos de HistĂłria da DĂ­vida Soberana Portuguesaâ€?, de Jorge Nascimento Rodrigues, citando o historiador Adriano Vasco Rodrigues, podemos ler o seguinte: “Das Flandres exportavam-se para Portugal pergaminhos, lanças, chumbo, redes, cordas do Barbante, saleiros de prata, guardanapos, vestuĂĄrio de linho e veludo, pratos de estanho e de latĂŁo, tapeçarias de Arras, pinturas, esculturas e obras de arte, iluminuras, livros impressos, papel de impressĂŁo, instrumentos musicais, chapĂŠus eclesiĂĄsticos e civis, botas e instrumentos litĂşrgicosâ€?. Grande parte destas importaçþes, como se constata, sĂŁo bens de luxo, que obviamente nĂŁo se destinavam ao consumo popular‌ Claro que esses bens eram pagos com moeda de ouro e prata, em crĂŠditos obtidos junto de prestamistas nacionais e estrangeiros. Outra conclusĂŁo, ĂŠ o facto do nosso PaĂ­s ter sido sempre pobre em manufaturas para consumo prĂłprio e exportação Tal parece-nos devido Ă  fraca iniciativa do Capital Nacional, mais propenso ao ComĂŠrcio que Ă  IndĂşstria‌ Com a perda das colĂłnias, a Globalização dos mercados, o advento da Produção em Escala e a adesĂŁo ao Euro, a Economia portuguesa ficou ainda mais vulnerĂĄvel e a sua Balança Comercial, tendencialmente deficitĂĄria, agravou-se, aumentando a dependĂŞncia de importaçþes e logo de crĂŠdito para pagar as mesmas, tal como no passado, pelo que vivemos sobretudo uma penĂşria de moeda. A DĂ­vida PĂşblica Bruta de 2012 e 2013, segundo dados da Pordata, ultrapassou a fasquia mĂ­tica dos 200 mil milhĂľes de Euros. O ano de 2013 deverĂĄ fechar nos 220 mil milhĂľes de Euros. A este ritmo, e com uma Economia a crescer Ă s dĂŠcimas de centĂŠsimas, nĂŁo nos espantarĂĄ que no final do presente ano aquela dĂ­vida esteja prĂłximo dos 260 mil milhĂľes de Euros. Ora para quem acreditava que a Troika iria pĂ´r um travĂŁo na Divida Soberana, atĂŠ porque o seu programa se chama Programa de Resgate Financeiro, bem pode “tirar o cavalo da chuvaâ€?‌ Pior ĂŠ que toda essa dinheirama nĂŁo ĂŠ para o investimento pĂşblico, mas para pagar dĂ­vidas vencidas, serviço da dĂ­vida, dĂŠfices das parcerias pĂşblico privadas, rendas e o “diabo a quatroâ€?‌ DaĂ­ que haja quem diga que “as dĂ­vidas nĂŁo sĂŁo para pagar, mas para gerirâ€?. O ex- Primeiro-ministro JosĂŠ SĂłcrates apenas esqueceu-se de dizer, ou nĂŁo se esqueceu‌ que as dĂ­vidas sĂŁo para ir pagando com os rendimentos do Trabalho. Eis porque a Austeridade ĂŠ para continuar. Artur Rosa Teixeira (artur.teixeira1946@gmail.com)

Representação: MERCONET Representação de Veículos de Comunicação LTDA Rua Dep. Atílio de A. Barbosa, 76 conj. 03 - Boa Vista - Curitiba PR Fone: 41-3079-4666 Œ Fax: 41-3079-3633 Vendas Assinatura Anual R$ 200,00 Semestral R$ 100,00

ImpressĂŁo: GraďŹ Norte FONE: 43 3420-7777

Circulação: Abatiå Œ Andirå Œ Arapoti Œ Bandeirantes Œ Barra do JacarÊ ŒCambarå Œ Carlópolis Œ Conselheiro Mairink Œ FigueiraŒGuapirama Œ Ibaiti Œ Itambaracå Œ Jaboti Œ Jacarezinho Jaguariaíva Œ Japira Œ Joaquim Tåvora Œ Jundiaí do Sul Œ Pinhalão Œ Quatiguå Œ Ribeirão Claro Œ Ribeirão do Pinhal Œ Salto do ItararÊ ŒSantana do ItararÊ Œ Santo Antônio da Platina Œ São JosÊ da Boa Vista Œ SengÊs Œ Siqueira Campos ŒTomazina Œ Wenceslau Bråz

Filiado a Associação dos Jornais Diårio do Interior do Paranå

* Os artigos assinados nĂŁo representam necessariamente a opiniĂŁo do jornal, sendo de exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.

 'pERUD*RQoDOYHV7 3URFXUDGRUD-XUtGLF  'RQL]HWH)LGHOLV

,,Âą(VWD3RUWDULDHQWUD

*DELQHWHGD3UHVLGrQF

HPSUHVDSDUDSUHVWDomRGH XOWUDVRQRJUDÂżDH[DPHVHF

GRPXQLFtSLR VHUYLoRVTXH FOtQLFDVFRQYHQLDGDVHSHOR


Cotidiano A-5

TRIBUNA DO VALE Quarta-feira, 08 de janeiro de 2014

Mulher é executada com tiro na cabeça em Guapirama

HOMICÍDIODelegado diz que crime foi uma emboscada e instaurou inquérito de homicídio qualificado para investigar o assassinato Luiz Guilherme Bannwart

O delegado da 35ª Delegacia Regional de Polícia (DRP), em Joaquim Távora, Rubens José Perez, instaurou inquérito para investigar o assassinato de uma mulher de 42 anos, ocorrido na manhã desta terça-feira, 7, em Guapirama. O homicídio foi registrado por volta das 7 horas, no sítio Pedra de Fogo, no bairro Serraria Queimada, a cerca de três quilômetros da PR-218. Conforme o delegado, a vítima estava na cozinha da residência onde morava com o marido, preparando o café da manhã, quando um homem se aproximou da janela pelo lado de fora e a chamou pelo nome, e em seguida efetuou apenas um disparo. O tiro acertou a cabeça de Vanderli Souta, que teve morte instantânea. No local do crime os policiais encontraram uma cápsula de munição calibre 765 caída

próximo ao corpo da mulher. Para a polícia, o atirador estavano máximo a dois metros de distância quando disparou contra a vítima. Rubens Perez disse que “Vanderli era uma pessoa sem motivos para ser morta”, e que instaurou o inquérito como homicídio qualificado para investigar o crime. “Ela (vítima) não tinha antecedentes criminais e nenhum tipo de envolvimento com bebida ou droga, o que habitualmente estão relacionados a crimes desta natureza. Era de família tradicional em Guapirama, mãe de apenas um filho do primeiro casamento e tinha uma relação estável. O que sabemos até agora é que se trata de um crime hediondo e que Vanderli foi vítima de uma emboscada. É um quebra cabeças a ser montado!”, analisou o delegado. No local da tragédia, pa-

JR Diário

Vanderli morava com o marido em um imóvel na zona rural de Guapirama

rentes e vizinhos de propriedade custavam a acreditar no que viam. Assustados, todos preferiam o silêncio temendo

RIBEIRÃO CLARO

represálias. Vanderli era casada com o agricultor José Carlos Maia, 60 - que não estava na casa

na hora do crime - e mãe de um filho. O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico

Legal (IML) de Jacarezinho e será sepultado nesta quarta-feira, 8, no Cemitério Municipal de Guapirama.

JUSTIÇA

Prefeitura recupera 46 Motorista embriagado que causar quilômetros de estradas rurais morte poderá perder o veículo Arquivo

Divulgação

feriados ublicado icial

Pena valerá para condenados que tenha praticado o crime alcoolizado ou sob a influência de drogas Caminhões da Patrulha do Campo fizeram o transporte de pedras Da Assessoria

A prefeitura de Ribeirão Claro recuperou uma extensão total de 46 quilômetros de estradas rurais no município no segundo semestre de 2013. O trabalho foi realizado com equipamentos da Patrulha do Campo e da frota municipal. As obras são parte do programa de recuperação de estradas rurais iniciado em 2009 pelo prefeito Geraldo Maurício Araújo (PV). Estradas de bairros rurais como Bocaiúva, Canta Galo, João Néia, Três Corações, Ba-

naneira, Sasdelli, Limeira, Torre de Pedra e Pedra do Índio foram recuperadas. O trabalho incluiu alargamento das vias, pavimentação com cascalho compactado, instalação de bocas de lobo e sistemas de drenagem de água. O trabalho foi coordenado pelo vice-prefeito Jovadir Blum (PV) e o secretário de Obras, Antônio Carlos Chiarotti. O prefeito Maurício frisou que o município mantém um plano de trabalho ininterrupto para manter as estradas rurais em boas condições. “Com a Patrulha do Campo, temos

feito um grande trabalho de recuperação das estradas rurais, como nunca foi feito antes”, comparou. “Isso depende totalmente do tempo, mas bueiros, saídas de água e pontes precisam ser constantemente reavaliados”, completou. O mandatário destacou alguns pontos considerados críticos, incluindo as regiões da Fazenda Bocaiúva e da propriedade de Roberto Vita, na estrada de acesso para o bairro rural Cantagalo. “Estamos fazendo um estudo para a execução de um trabalho perene”, concluiu.

Agência Câmara

A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 5441/13, do deputado Fábio Trad (PMDB-MS), que pune com a perda do veículo o motorista condenado por homicídio culposo no trânsito que tenha praticado o crime alcoolizado ou sob a influência de drogas. A proposta altera o Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503/97), que já pune com detenção, de dois a quatro anos, e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação

para dirigir nos casos de homicídio culposo. O código também prevê detenção, de seis meses a três anos, multa e suspensão ou proibição da carteira de motorista para quem dirigir sob efeito de álcool ou drogas. Fábio Trad ressalta que a pena de perdimento de bens já é prevista na Constituição. Para ele, o acréscimo dessa norma à legislação de trânsito deve diminuir o número de homicídios cometidos por pessoas embriagadas ou drogadas, além de aumentar o poder dissuasório da lei. Ele desta-

ca ainda que isso facilitará a indenização das vítimas, ao reter os veículos usados nos crimes. Segundo o deputado, a punição atingirá até mesmo os veículos que tenham sido emprestados para os motoristas condenados. “Assim, maior cuidado terá o proprietário antes de emprestar o veículo a pessoa que faz uso de álcool ou entorpecentes e dirige em contrariedade à lei”, afirma. O projeto será analisado em caráter conclusivo pelas comissões de Viação e Transportes; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

SEGURANÇA

DER intensifica fiscalização de ônibus intermunicipais no Paraná AEN

Durante a Operação Verão, que segue até março, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PR) vai intensificar a fiscalização do transporte coletivo rodoviário em função do grande fluxo de veículos que passam pelo Litoral para-

naense. A ação acontece nas rodovias estaduais e conta com o apoio das policias rodoviárias estadual e federal. O objetivo é impedir a circulação de ônibus clandestinos nas rodovias, sem registro ou licença. O coordenador de Transporte Rodoviário Comercial do DER-PR, Sérgio Bonato

Cardozo, explica que a fiscalização é feita o ano todo, mas é intensificada durante o verão e nos feriados prolongados. “Nesse período, os fiscais do DER trabalham de forma fixa nos postos das polícias, fazendo uma fiscalização geral para verificar itens de segurança, a documentação e o registro

junto ao DER”. A inspeção é concentrada nos principais acessos rodoviários ao Litoral, as rodovias PR 412 (Guaratuba), PR 508 (Alexandra-Matinhos), PR 410 (Graciosa) e PR 407 (Pontal do Paraná), além do acesso às praias de Guaratuba pela estrada de Garuva (SC).

FISCALIZAÇÃO – A intensificação da fiscalização busca aumentar a segurança dos passageiros que viajam não só para o Litoral, mas também para outras regiões do Paraná. Cardozo alerta que o usuário deve evitar ser atraído pelas ofertas de serviços irregulares de transporte porque as des-

vantagens são muitas. O principal problema é a falta de segurança dos veículos clandestinos que circulam no litoral nesse período. Outras irregularidades comuns são o atraso no início das viagens, emissão de bilhetes duplicados e defeitos nos equipamentos de segurança.


e mão

XQLFtSLRGHDFRUGRFRPDV R SHUtRGR GR H[HUFtFLR GH

DO

TRIBUNA DO VALE

Política A-3

Quarta-feira, 08 de janeiro de 2014

Ribeirão Claro inicia novo ano com quatro novos convênios

OBRASPrefeitura prepara projetos, documentação e licitações; convênios somam R$ 1,7 milhão Da Assessoria

Convênios entre a prefeitura de Ribeirão Claro e o governo federal melhoraram a frota e transformaram o município em um canteiro de obras nesse início de ano. Foram aprovadas quatro emendas para construção de um parque ecológico, aquisição de um trator agrícola, caminhão traçado com caçamba e a pavimentação de 1,5 quilômetro da estrada entre o Centro Municipal de Eventos Barão Victor Von Rainer Harbach e o distrito da Cachoeira. Juntos, os convênios totalizam R$ 1,7 milhão. As emendas foram obtidas pelo prefeito Geraldo Maurício Araújo (PV), com o apoio de deputados federais aliados. O mandatário comemorou a obtenção dos recursos, classificados por ele como de grande relevância para o trabalho da prefeitura e para a melhoria das condições oferecidas aos moradores, bem como disponibilizar novas opções de entretenimento. Atualmente, a prefeitura prepara a documentação exigida pelo governo para que os recursos sejam

liberados pela Caixa Econômica Federal. Todos as obras tem previsão de início para os próximos meses. O Parque Ecológico será construído na margem da PR 151, no trecho entre os municípios de Ribeirão Claro e Chavantes – SP. O terreno está localizado a pouco mais de um quilômetro e passará a ser mais uma opção de entretenimento para famílias do município, além de turistas e visitantes. A estrutura oferecida contará com pista de caminhada e corrida, lago e Academia da Terceira Idade (ATI). A obra será custeada com um recurso de R$ 995 mil, vindo de uma emenda parlamentar da deputada federal Rosane Ferreira (PV), junto ao Ministério do Turismo. A rodovia Francisco Paladino (RM 400), receberá pavimentação poliédrica no trecho após o término do asfalto, entre o Centro Municipal de Eventos e o distrito administrativo da Cachoeira. A obra dará melhores condições de trafegabilidade à estrada, especialmente na região da serra, que apresenta uma

Divulgação

Prefeito comemorou obtenção de verbas para projetos importantes para o município

grande declividade. No total, será coberto 1,5 quilômetro de extensão. O valor da emenda é de R$ 300 mil. A estrada é a rota mais curta do perímetro urbano para o distrito da Cachoeira, mas as condições da estrada nos períodos de chuva fazem que os motoristas utilizem a PR 151. Reforço da frota municipal Duas novas aquisições de

veículos pesados reforçarão a frota municipal. Também estão aprovadas emendas de R$ 275 mil e R$ 153 mil, para a compra de um caminhão traçado com caçamba e um trator agrícola, respectivamente. A emenda para a aquisição do caminhão traçado é do deputado federal licenciado Reinhold Stephanes (PSD) junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

(Mapa). O recurso para a compra do trator foi conseguido graças à emenda do deputado federal André Vargas (PT) junto ao Ministério do Desenvolvimento Agrário. Segundo o prefeito Maurício, a aquisição do caminhão traçado é um marco importante para a prefeitura, já que será o primeiro veículo desse porte adquirido na história do município. “Será um equipa-

mento muito útil para nós, por nos permitir chegar a locais de difícil acesso”, antecipou. “O trator será destinado para o atendimento aos produtores rurais, e à recuperação de estradas rurais, juntamente com o caminhão traçado com caçamba”, explicou. “São duas das principais atividades desenvolvidas pela prefeitura e agora o trabalho terá melhor estrutura”, concluiu.

JUSTIÇA ELEITORAL

JACAREZINHO

Ruas passarão por alterações Candidatos e eleitores devem ficar atentos às regras Divulgação

Da Assessoria

O Conselho Municipal de Trânsito de Jacarezinho se reuniu na manhã desta terça-feira, 7, para definir alterações no sentido de duas ruas na área central. A rua Professor Antônio Lemos que atualmente sobe sentido centro até o Colégio Estadual Rui Barbosa, agora irá descer. Já a Rua Benjamin Constant, paralela, fará o sentido inverso. “A medida visa maior segurança. Elas têm um fluxo muito grande. Além disso, após o estabelecimento de ensino elas ficam mão dupla e causam uma preocupação nos horários de entrada e saída de veículos”, comenta José Carlos Molini, Presidente do Conselho de Trânsito e Vice-Prefeito. A medida começará a valer a partir do dia 15 de janeiro. “Iremos inverter as placas e orientar os motoristas esta semana”, alerta Aparecido

Agência Brasil

Conselho se reuniu para alterar trânsito

Donizete Elero, diretor de trânsito. Mudanças Em dezembro, o Conselho de Trânsito também aprovou a mudança da Rua José Pavan para mão única. Além disto, com a mão dupla durante todo o trajeto era complicado trafegar. Primeiramente era possível estacionar nos dois lados da rua deixando o trânsito ainda mais complicado. O diretor ressalta que a primeira alternativa foi proibir o esta-

cionamento de um lado. “Realizamos um estudo. Como a descida sentido centro a Vila São Pedro não havia mais parada, colocamos duas lombadas para reduzir a velocidade dos motoristas”, enfatiza. Com a mudança desta semana, os dois redutores de velocidade foram retirados. Os motoristas que forem em direção a Vila São Pedro poderão passar pelas ruas Paraná ou Vereador Arnaldo Bardelli (paralela a José Pavan).

MELHORIAS

Andirá terá R$ 456 mil para recape asfáltico Da Assessoria

A população de Andirá entrou em 2014 com boas notícias de investimentos em obras de infraestrutura, conquistadas com apoio do deputado estadual e secretário do Trabalho, Emprego e Economia Solidária, Luiz Claudio Romanelli. Romanelli confirmou a liberação de recursos de ordem de R$ 455.459,61 que serão investidos em recapeamento e recuperação da malha viária urbana.

Os recursos são da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano (SEDU). “A liberação deste recurso no final do ano. repassado ao município de Andirá, demonstra o compromisso do governador Beto Richa com o desenvolvimento do Estado. Como deputado estadual licenciado, tenho orgulho de representar vários municípios do Norte do Paraná e Norte Pioneiro, ajudando os prefeitos destas regiões a construir um Paraná mais forte, com desenvolvimento

e união”, destaca Romanelli. Além dos recursos liberados pela SEDU, a Prefeitura irá aplicar outros R$ 5.459,61. Desta forma, o município dará continuidade do processo licitatório para contratação da empresa que irá executar os serviços de recapeamento asfáltico e de reestruturação da malha viária urbana em vários bairros da cidade. Para Romanelli, o investimento é importante para garantir melhoria em vários setores da comunidade local.

O ano eleitoral começou e, com ele, um calendário voltado para o pleito que ocorrerá em outubro d e v e c om e ç ar a s e r o b s e r v a d o p or c a n d i d at o s e el e itore s . D e s de o di a 1º, por exemplo, diversas regras da Justiça Eleitoral já estão valendo, fixando prazos e proibições para quem for disputar as próximas eleições. É o caso, por exemplo, da obrigatoriedade de registro das pesquisas eleitorais a partir deste mês. No caso de pesquisas sobre a eleição presidencial, elas devem ser registradas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Já os demais levantamentos devem ser registrados nos tribunais regionais eleitorais. Isso deve ser feito exclusivamente por meio eletrônico do Sistema de Registro de Pesquisas Eleitorais (PesqEle). D es de o dia 1º a Administração Pública está proibida de distribuir bens, valores ou benef ícios gratuitamente, exceto em casos de calamidade pública, situaçõ es de emergência ou programas sociais cuja execução orçamentária já esteja prevista. Esses programas, inclusive, não podem ser executados por entidades nom i na l me nte l i g a d as a c a n d i d at o s , m e s m o q u e já estejam em andamento. Já as doações aos partidos políticos devem ser fe it as e m c ont as b anc á -

rias específicas. A medida passou a valer desde o dia 2. Os tesoureiros das ag re m i a ç õ e s p ar t i d ár i as devem solicitar a abertura desse tipo de conta no portal do Tribunal Superior E leitoral (T SE) e p ass ar a utilizar apenas ela para arrecadar os recursos da campanha. Eles tamb ém precisam emitir o recibo eleitoral para cada doação recebida pelo partido. O objetivo é evitar fraudes e facilitar a fiscalização da Justiça Eleitoral sobre as contas de campanhas dos partidos. Os aumentos concedidos a servidores públicos ficam restritos à recuperação do poder aquisitivo deles a partir do dia 8 de abril. Aos agentes públicos fica vedada a possibilidade de rever a remuneração desses ser vidores para além das perdas inflacionárias no ano eleitoral a partir dessa data. As contratações e demissões injustificadas dos servidores também ficam vedadas a partir de 5 jul ho, exceto em c as os de cargos em comissão e funções de confiança, no caso de demissões, e de nomeação de pessoas aprovadas em concursos já homologados até a data prevista. Essa também é a data limite para que os agentes públicos que participarão do pleito apareçam em propagandas que deem publicidade institucional dos atos, programas, obras, ser viços e campanhas dos órgãos públicos

fe d e r ai s e e st a du ai s , ou das respectivas entidades da administração indireta, salvo em caso de grave e urgente necessidade pública, assim reconhecida pela Justiça Eleitoral. A presidenta Dilma Roussef f, os ministros e chefes de Poderes também ficam proibidos de fazer pronu nc i ame nto e m c a deia de rádio e televisão a partir de 5 de julho. Esse tip o de pronunciamento só poderá ser feito em c a s o s d e u rgê nc i a e e x trema relevância, que serão definidos pela Justiça Eleitoral. Os eleitores também têm obrigações a cumprir. O s d o D i s t r it o Fe d e r a l , têm até o dia 31 de março para fazer o recadastramento biométrico, no qual for ne c e m as i mpre ss õ e s digitais à Justiça Eleitoral e at u a l i z a m s e u s d a d o s cadastrais, recebendo um novo título de eleitor ao fim do processo. Até o momento, cerca de 70% dos eleitores do DF já cumpriram com a obrigação. Os que perderem o prazo estarão em débito c o m a Ju s t i ç a E l e i t o r a l e imp e didos de assumir cargos públicos e tirar passaporte, além de sujeitos a pagamento de multa. O descumprimento das demais regras pode levar os candidatos a sofrerem diversas punições, que v ã o d e s d e o p a g a m e nt o d e mu lt a até a c ass a ç ã o do registro eleitoral, ou d o d ip l om a , c a s o e l e j á tenham sido eleitos.


TRIBUNA DO VALE

A-6 Esportes

Quarta-feira, 08 de janeiro de 2014

Mano repete fim de Era Tite e sofre com setor ofensivo no timĂŁo

Divulgação

CORINTHIANS Â?Logo no primeiro dia de trabalho em 2014, o novo treinador da equipe paulista precisou conviver com ausĂŞncia de Emerson Sheik UOL

O ano e o tĂŠcnico mudaram, mas o setor que aflige o Corinthians continua o mesmo. O time alvinegro, que apresentou Mano Menezes na Ăşltima segunda-feira, segue tendo o ataque como principal foco de problemas. Logo no primeiro dia de trabalho em 2014, o novo treinador da equipe paulista precisou conviver com ausĂŞncia de Emerson Sheik e questionamentos sobre Alexandre Pato. Sheik foi o Ăşnico desfalque do Corinthians na segunda-feira. O elenco fez testes fĂ­sicos, e o camisa 11 foi liberado, segundo a diretoria, por causa da morte de um parente – ele teria ligado no domingo Ă  noite para avisar. “Vamos esperar o Emerson. Ele nĂŁo conseguiu se apresentar, mas entrou em contato e solicitou uma dispensa. NĂłs concedemos porque entendemos que o motivo era justo.

NĂŁo se pode colocar em um mesmo pacote motivos diferentes e situaçþes diferentesâ€?, explicou Mano Menezes. A ausĂŞncia do atacante, porĂŠm, serviu para o treinador dar um contundente recado sobre comportamento para os atletas: “A questĂŁo disciplinar ĂŠ inegociĂĄvel. Valores sĂŁo assim. Todos que trabalharem conosco nesta temporada vĂŁo entender isso. NĂŁo estou falando especificamente sobre ele ou sobre outro, mas isso ĂŠ a base de tudo. EstĂĄ inserido entre os mandamentos principais das vitĂłrias. Tenho certeza absoluta de que todos entenderĂŁo porque todos jĂĄ conquistaram coisas dessa maneiraâ€?. Em 2013, Emerson atrasou-se em dois treinos no primeiro semestre. Ele tambĂŠm alegou problemas pessoais na ĂŠpoca, mas acabou multado pela diretoria do Corinthians. Na semana que precedeu a eliminação do Corinthians na Copa do Brasil, Emerson

Ribe com

OBRAS�Pre projetos, do licitaçþes; c R$ 1,7 milh

Da Ass

Mano se apresentou na segunda-feira ao elenco do Corinthians

protagonizou outro episĂłdio polĂŞmico. O jogador pediu liberação para tratar de problemas pessoais no Rio de Janeiro e se juntou Ă  delegação em Itu na sexta-feira. A diretoria disse que havia autorizado o jogador a fazer isso, mas o entĂŁo tĂŠcnico Tite tratou o assunto abertamente como atraso em entrevista coletiva. Emerson ainda foi expulso no jogo que culminou com a eliminação do Corinthians na Copa do Brasil. O vermelho recebido contra o GrĂŞmio foi o segundo do camisa 11 na competição – ele jĂĄ havia sido excluĂ­do do duelo com o Luverdense. A “questĂŁo Emersonâ€?, po-

rĂŠm, nĂŁo foi o Ăşnico motivo para o ataque do Corinthians ter sido colocado na berlinda no inĂ­cio da temporada 2014. No inĂ­cio de sua nova incursĂŁo no clube, Mano Menezes tambĂŠm precisou responder sobre Alexandre Pato. Principal contratação do Corinthians para a temporada 2013, Pato nĂŁo deslanchou no clube. O camisa 7 nĂŁo conseguiu sequer se consolidar como titular e ainda perdeu o pĂŞnalti que eliminou a equipe alvinegra da Copa do Brasil. “A questĂŁo do Alexandre Pato estĂĄ na normalidade do futebol. Ă€s vezes as coisas precisam de um tempo, e penso que a

primeira passagem foi extremamente rica em detalhes para que a segunda etapa dele no clube produza resultados cada vez maioresâ€?, disse Mano Menezes. â€œĂ‰ desnecessĂĄrio falar sobre o Pato, e eu nem gosto muito de falar dessas questĂľes individuais. Ele ĂŠ um grande jogador, tem capacidade tĂŠcnica indiscutĂ­vel, como outros do grupo tambĂŠmâ€?, completou o novo treinador alvinegro. Em 2013, sobretudo no segundo semestre, o ataque foi o setor que mais criou problemas para o Corinthians de Tite. O time comandado por ele terminou o Campeonato Brasileiro com a defesa menos

vazada (22 gols sofridos), mas marcou apenas 27 vezes no certame nacional, desempenho que superou apenas o do lanterna NĂĄutico. “Eu nĂŁo vejo futebol separado entre ataque, meio-campo e outros setores. NĂŁo ĂŠ assim hoje. Certamente, os nĂşmeros excepcionais do sistema defensivo do Corinthians incluem uma participação muito grande de meias e atacantes. Se eu falar de setores, amanhĂŁ vocĂŞs vĂŁo dizer que setores nĂŁo servem e que nĂŁo fazem parte dos planos. Eu nĂŁo vou criar isso para os jogadores porque nĂŁo ĂŠ inteligente para mimâ€?, encerrou Mano. Divulgação

Â?JACAREZIN

Â?LUTA

Wanderlei Silva cutuca Chael Sonnen, e reclama de torcida Uol

A grande rivalidade e nt re C h a e l S on n e n e Wa n d e r l e i S i l v a n ã o Ê novidade para ninguÊm. Por muitas vezes ela extrapolou os limites e amb os lut adores quase jå brigaram fora do octógono. Mas o tão esperado combate entre eles estå confirmado e vai acontecer após a gravação da terceira temporada do The Ult i m at e F i g ht e r Br a s i l .

E as provocaçþes continuam. D e s t a ve z foi Wan derlei Silva quem provo cou. Por meio de s u a c ont a n o Tw itt e r, o brasileiro chamou a torcida para o seu lado e cutucou o americano. “A m o v o c ĂŞ s ! ! ! E s s e safado nĂŁo vai nos enganar falando esse monte de besteiras! NĂŁo adianta, esses aqui sĂŁo os meus! NĂŁo vĂŁo torcer para vocĂŞâ€?, disse Wanderlei em recado direto

a Sonnen. O lutador chegou atĂŠ a citar uma mĂşsica para mostrar a força d a u n i ĂŁ o d o t orc e d or brasileiro. “Conto com o apoio de todos os meus, agora estĂĄ chegando a hora de mostrar quantos somos!!! VĂŁo se assustar com noss o t aman ho e nosso poder, pois como diz aquela mĂşsica, “Because together we have the powerâ€?!!!â€?, escreveu o brasileiro.

Ruas pa

Da Ass

Mas nem tudo foram f lores para Wanderlei, que em respostas a suas publicaçþes viu que Sonnen tambÊm terå torcedores brasileiros. Fato o que o irritou. Te m ge nt e s e m n o ç ã o. To r c e r p a r a e s s e individuo depois de tudo que falou de nós! E u n ã o a c r e d i t o. Vo cês tem que torcer pra nós. Venham pro nosso time. #teamwand # w and d o e s�, f i na l i z ou Wanderlei Silva.

PREFEITURA MUNICIPAL DE JABOTI RETIFICAĂ‡ĂƒO DA DATA DE ABERTURA DO PREGĂƒO PRESENCIAL NÂş 88/2013. AVISO DE LICITAĂ‡ĂƒO PREGĂƒO PRESENCIAL N. Âş 88/2013 5HVXPRSDUDÂżQVGHSXEOLFDomR

A PREFEITURA MUNICIPAL DE JABOTI, Estado do ParanĂĄ, torna pĂşblico que farĂĄ realizar licitação, conforme segue: 1 - MODALIDADE: PregĂŁo Presencial nÂş. 88/2013. TIPO DE LICITAĂ‡ĂƒO: Menor Preço por item. 2 – OBJETO: Formação de Registro de Preço de Auto Peças, visando futura aquisição destinada Ă  manutenção da Frota Municipal para o exercĂ­cio de 2014. 3 - ABERTURA DOS ENVELOPES: Dia 27/01/2014 Ă s 09h30min na Prefeitura Municipal de Jaboti. 4 – INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES: Demais informaçþes bem como cĂłpias completas do Edital poderĂŁo ser obtidas pessoalmente, junto ao Departamento de Administração, na Prefeitura Municipal de Jaboti, na Praça Minas Gerais, 175, no horĂĄrio das 08h00minh Ă s 11h00minh e das 13h00minh Ă s 16h00minh. EdifĂ­cio da Prefeitura Municipal de Jaboti, 07 de janeiro de 2014. Silvana Gonçalves Siqueira, 3UHJRHLUD2ÂżFLDO

PREFEITURA MUNICIPAL DE JABOTI RETIFICAĂ‡ĂƒO DA DATA DE ABERTURA DO PREGĂƒO PRESENCIAL NÂş 87/2013 AVISO DE LICITAĂ‡ĂƒO PREGĂƒO PRESENCIAL N. Âş 87/2013 5HVXPRSDUDÂżQVGHSXEOLFDomR

O FUNDO MUNICIPAL DE SAĂšDE DE JABOTI, Estado do ParanĂĄ, torna pĂşblico que farĂĄ realizar licitação, conforme segue: 1 - MODALIDADE: PregĂŁo Presencial nÂş. 87/2013. TIPO DE LICITAĂ‡ĂƒO: Menor Preço por item. 2 – OBJETO: Formação de Registro de Preço de Medicamentos e Material de Consumo Hospitalar, visando futura aquisição destinada Ă  manutenção do Hospital Municipal para o exercĂ­cio de 2014. 3 - ABERTURA DOS ENVELOPES: Dia 22/01/2014 Ă s 09h00min na Prefeitura Municipal de Jaboti. 4 – INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES: Demais informaçþes bem como cĂłpias completas do Edital poderĂŁo ser obtidas pessoalmente, junto ao Departamento de Administração, na Prefeitura Municipal de Jaboti, na Praça Minas Gerais, 175, no horĂĄrio das 08h00minh Ă s 11h00minh e das 13h00minh Ă s 16h00minh. EdifĂ­cio da Prefeitura Municipal de Jaboti, 07 de janeiro de 2013. Silvana Gonçalves Siqueira, 3UHJRHLUD2ÂżFLDO

LICITAĂ‡ĂƒO MODALIDADE “PREGĂƒO PRESENCIAL NÂş 043/2013â€?. PREFEITURA DO MUNICIPIO DE ABATIà – PR RESULTADO DE HOMOLOGAĂ‡ĂƒO O MunicĂ­pio de AbatiĂĄ – Estado do ParanĂĄ torna pĂşblico a homologação do procedimento licitatĂłrio em epigrafe do objeto, sendo “REGISTRO DE PREÇOS PARA FUTURA E EVENTUAL “AQUISIĂ‡ĂƒO DE MATERIAIS ODONTOLĂ“GICO, NO EXERCĂ?CIO DE 2014, ATRAVÉS DA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAĂšDEâ€?, para a empresa DUOMED PRODUTOS MÉDICOS E HOSPITALARES LTDA – EPP, Rua Firenze nÂş 254, Terreo, Montecatini, CEP 86.180-000, Cidade de CambĂŠ, Estado do ParanĂĄ, inscrita no CNPJ sob nÂş 82.387.226/0001-51, com valor de R$ 15.957,87 (quinze mil novecentos e cinquenta e sete reais e oitenta e sete centavos). Abatia – ParanĂĄ, aos vinte e trĂŞs dias do mĂŞs de dezembro do ano de 2013. MARIA DE LOURDES FERRAZ YAMAGAMI PREFEITA MUNICIPAL

PREFEITURA MUNICIPAL DE JABOTI RETIFICAĂ‡ĂƒO DA DATA DE ABERTURA DO PREGĂƒO PRESENCIAL 86/2013 AVISO DE LICITAĂ‡ĂƒO PREGĂƒO PRESENCIAL N. Âş 86/2013 5HVXPRSDUDÂżQVGHSXEOLFDomR

A PREFEITURA MUNICIPAL DE JABOTI, Estado do ParanĂĄ, torna pĂşblico que farĂĄ realizar licitação, conforme segue: 1 - MODALIDADE: PregĂŁo Presencial nÂş. 86/2013. TIPO DE LICITAĂ‡ĂƒO: Menor Preço por item. 2 – OBJETO: Formação de Registro de Preço de GĂŞneros AlimentĂ­cios, Produtos de Higiene e Limpeza e utensĂ­lios, visando futura aquisição destinada Ă  manutenção de todas as Secretarias Municipais para o exercĂ­cio de 2014. 3 - ABERTURA DOS ENVELOPES: Dia 20/01/2014 Ă s 09h00min na Prefeitura Municipal de Jaboti. 4 – INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES: Demais informaçþes bem como cĂłpias completas do Edital poderĂŁo ser obtidas pessoalmente, junto ao Departamento de Administração, na Prefeitura Municipal de Jaboti, na Praça Minas Gerais, 175, no horĂĄrio das 08h00minh Ă s 11h00minh e das 13h00minh Ă s 16h00minh. EdifĂ­cio da Prefeitura Municipal de Jaboti, 06 de janeiro de 2014. Silvana Gonçalves Siqueira, 3UHJRHLUD2ÂżFLDO

Â?MELHORIA

Wanderlei Silva durante treinamento no JapĂŁo PREFEITURA MUNICIPAL DE JABOTI RETIFICAĂ‡ĂƒO DA DATA DE ABERTURA DO PREGĂƒO PRESENCIAL 85/2013 AVISO DE LICITAĂ‡ĂƒO PREGĂƒO PRESENCIAL N. Âş 85/2013 A PREFEITURA MUNICIPAL DE JABOTI, Estado do ParanĂĄ, torna pĂşblico que farĂĄ realizar licitação, conforme segue: 1 - MODALIDADE: PregĂŁo Presencial nÂş. 85/2013. TIPO DE LICITAĂ‡ĂƒO: Menor Preço Global. 2 - OBJETO: Contratação de serviço de jornal com periodicidade GLiULDSDUDSXEOLFDomRGHDWRVRÂżFLDLVGRPXQLFtSLRGHDFRUGRFRPDV HVSHFLÂżFDo}HV FRQVWDQWHV HP DQH[R SDUD R SHUtRGR GR H[HUFtFLR GH 2014. 3 - ABERTURA DOS ENVELOPES: Dia 21/01/2013 Ă s 13h30min na Prefeitura Municipal de Jaboti. 4 – INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES: Demais informaçþes bem como cĂłpias completas do Edital poderĂŁo ser obtidas pessoalmente, junto ao Departamento de Administração, na Prefeitura Municipal de Jaboti, na Praça Minas Gerais, 175, no horĂĄrio das 08h00minh Ă s 11h00minh e das 13h00minh Ă s 16h00minh. EdifĂ­cio da Prefeitura Municipal de Jaboti, 07 de janeiro de 2014. Silvana Gonçalves Siqueira, 3UHJRHLUD2ÂżFLDO Portaria nÂş 02/2014.

AndirĂĄ para re

Da Ass


A-4 Geral

TRIBUNA DO VALE Quarta-feira, 08 de janeiro de 2014

Dnit confirma obras no trecho paranaense da BR-153 RODOVIANo total, serão 305,6 quilômetros de obras, entre Santo Antônio da Platina e Paulo Frontin, no Sul do Estado Da Assessoria

O Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre (Dnit) informou que tem um cronograma de obras previstas para facilitar conclusão da Rodovia Transbrasiliana – trecho Paraná. A BR-153, entre o entroncamento da PR-092 (Santo Antônio da Platina, no Norte do estado) e Paulo Frontin, no Sul, no total de 305,6 quilômetros, passará por obras de recuperação. A licitação está na fase final de análise. O Dnit informou também que o trecho de 600 metros no perímetro urbano de Ventania, nos Campos Gerais, será finalizado. A licitação está em

Divulgação

Mulh na ca

HOMICÍDIO que crime fo e instaurou i homicídio qu investigar o a

Luiz Guilherme Ba

Obras na BR 153 totalizarão mais de 300 quilômetros de melhorias

curso. O órgão afirma ainda que o trecho entre Alto do Amparo, nos Campos Gerais, e Imbituva, no Centro-Sul, será pavimentado após licitação programada para o segundo semestre de 2014. A notícia confirma a informação recebida no mês de outubro pela prefeita Angela Mercer de Mello, em encontro com a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann. Histórico A Transbrasiliana corta o Brasil entre as cidades de Marabá (PA) e Aceguá (RS), pela parte central no total de 4.355 quilômetros de extensão. De todo o trajeto, apenas o trecho entre Tibagi (Alto do

Amparo) e Imbituva continua sem asfalto. Em novembro de 2011 foi inaugurado o trevo construído entre a BR-153 Transbrasiliana e a BR- 376, Rodovia do Café, em Tibagi, na região do distrito de Amparo. A obra iniciada em setembro de 2009 contou com cerca de R$ 19 milhões em recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do governo federal para a edificação de oito alças de acesso entre as duas importantes rodovias federais. O trecho de 82 km entre Ventania e Tibagi usou mais de R$ 120 milhões em investimentos. Ainda em Ventania aconteceu em 2011 a inaugura-

ção de casas construídas para realocar 59 famílias que viviam em área de ocupação irregular sobre trecho de 440 metros da Transbrasiliana. As casas de 40 m² foram edificadas em área cedida pela Prefeitura de Ventania na rua Profeta João Maria, área central da cidade, com o investimento de R$ 6 milhões que inclui a operação de realocação e pavimentação do trecho e a construção de uma interseção em desnível (trincheira) no cruzamento com via urbana. O perímetro de ocupação ainda não pôde ser pavimentado por conta do impasse que deveria ser solucionado com a entrega das moradias.

SAÚDE

Trevo A pista da Rodovia Transbrasiliana (BR-153) no sentido Tibagi - Imbituva passa agora sob o viaduto construído no trevo com a BR-376, em Amparo. A obra iniciada em 25 de setembro de 2009 foi concluída em outubro de 2011 com a liberação do trevo que tem oito ramos, incluindo quatro folhas, para viabilizar acesso seguro no entroncamento. A extensão total de pavimento chega a 27 quilômetros de pista. Das fases de construção, a movimentação de mais de 600 mil metros cúbicos de terra foi o que chamou mais atenção no local numa obra que envolveu

várias etapas que incluíram desde a desapropriação de áreas, limpeza, terraplanagem, arte especial, com construção em concreto para implantação de viaduto, drenagem, pavimentação e sinalização de todas as oito pistas que compõem as alças do trevo, além de obras complementares, com cerca e grama. As trincheiras foram feitas com superlargura de mais de seis metros já prevendo a futura duplicação da 376, que deve ser feita pela Concessionária que administra o trecho. A obra do trevo foi efetuada em consórcio pelas empreiteiras CR Almeida e J. Malucelli.

RIBEIRÃO C

Prefeitu quilôme

BRASIL

Jacarezinho renova contrato com Casa de Apoio Calendário de feriados em 2014 é publicado no Diário Oficial Da Assessoria

A Prefeitura de Jacarezinho já prorrogou o Contrato Administrativo com duas Casas de Apoio para atendimento a pacientes em Londrina. A intenção é proporcionar apoio e conforto aos pacientes que em hospitais daquela cidade. A Prorrogação 48/2013 visa o acolhimento de jacarezinhenses no Centro de Apoio Esperança e o 62/2013 com o Instituto Pio XII. Os dois contratos têm validade até o final deste ano. O prefeito de Jacarezinho

Sérgio Eduardo de Faria, Dr. Sérgio ressaltou a importância da prorrogação do contrato. “O vencimento seria em janeiro, mas é um mês mais complicado. Então já providenciamos a renovação para o atendimento dos pacientes que precisam se deslocar até Londrina, para não acontecer o que houve no início de 2013”, ressalta o prefeito. Situação regional - Pacientes que precisam de atendimento nos grandes centros é uma preocupação também dos prefeitos

integrantes do Consórcio Intermunicipal para o Desenvolvimento da Bacia do Paranapanema (G5) que estão estudando a viabilidade de proporcionar uma Casa de Apoio para pacientes das cidades de Jacarezinho, Guapirama, Ribeirão Claro, Carlópolis e Joaquim Távora em Curitiba. Na ocasião, o prefeito de Ribeirão Claro e presidente do G5, Geraldo Mauricio, explicou que com a concretização do local deverá ser fornecido café da manhã, jantar e local para descanso

com banho. Além do projeto da Casa de Apoio também está sendo estudada a Linha Saúde. Um ônibus com 48 lugares para atender aos cinco municípios diariamente diminuindo o número de veículos que trafegam para Curitiba em busca de atendimento médico. Para o prefeito de Jacarezinho, a intenção é boa. “Os pacientes têm que se deslocar diariamente. Com este ponto de apoio eles poderão esperar o retorno para as cidades de origem com mais conforto”, ressalta.

COMUNICADO EM GERAL

A EMPRESA CONCESSIONÁRIA DE RODOVIAS DO NORTE S.A. comunica a quem possa interessar que em apoio a Polícia Rodoviária foi(ram) apreendido(s) animal(is) nos termos do art. 269, inc. X do Código de Trânsito, pela autoridade de trânsito competente, encontrando-se à disposição de seus proprietários os referidos animais consoante descrições abaixo, que após o pagamento de multa, taxas e despesas o mesmo será liberado. (i)especificação dos animais: ANIMAL (Quantidade)

ESPÉCIE

PELAGEM / COR

RAÇA

SEXO

01

Mula

Marrom

Pé duro

Femea

02

Equino

Marrom

Turdinha Alasan

Femea

01

Equino

Marrom com testa branca

Pé duro

Femea

Esclarecemos mais que, em não sendo reclamado a propriedade do(s) animal(is) em referência, no prazo de 90 (noventa) dias, o mesmo será doado a instituições competentes. Londrina, 07 de Janeiro de 2014

Agência Brasil

Em 2014, apenas cinco fe r i a d o s c ai r ã o e m d i a s úteis. Por taria do Minist é r i o d o P l a n e j a m e n t o, publicada na segunda-feira, (6) no Diário Of icial da União, estabelece o calendário oficial de fe r i a d o s p ar a o s órg ã o s e entidades da Admin i st r a ç ã o P úbl i c a Fe d e r a l d i re t a , au t á rq u i c a e f undaciona l do Po der E xe c ut ivo, s em prejuízo da prestação dos ser viços considerados essenciais. As demais datas, este ano, s erão em f ins de s e mana . A p or t ar i a nã o estabelece se nos dias dos jogos da Copa do Mundo, entre 12 de junho e 13 de julho, em 11 capitais e no Distrito Federal, os expedientes serão suspensos. São feriados nacionais, em 2014, as seguintes datas: 1 º d e j an e i ro – C on f r at e r n i z a ç ã o Un i v e r s a l (quarta-feira) 18 de abril – Paixão de Cristo (sexta-feira) 21 de abril – Tiradentes (segunda-feira) 1º de maio – Dia do Trabalho (quinta-feira) 7 de setembro – Dia da Independência (domingo) 12 de outubro – Noss a S e n h o r a Ap a r e c i d a ,

padroeira do Brasil (domingo) 2 de novembro – Dia de Finados (domingo) 15 de novembro – Proclamação da República (sábado) 25 de dezembro – Natal (quinta-feira) São considerados pontos facultativos os dias: 3 de março – segunda-feira de carnaval 4 de março – terça-feira de carnaval 5 de março – Quarta-Feira de Cinzas (até as 14h) 19 de junho – C orpus Christi (quinta-feira) 28 de outubro – Dia do S er vidor Público (terça-feira) 24 de dezembro – vésp e r a d a Nat a l ( a p a r t i r das 14h) 31 de dezembro – véspera de Ano-Novo (a par tir das 14h) Além desses, as datas comemorativas de credos e religiões, de caráter local ou regional, podem ser respeitadas, mediante autorização da chef ia imediata do trabalho do s er v idor, p ara p oster ior comp ens aç ão. C ab erão aos dirigentes dos órgãos e entidades a preser vação e o f u n c i o n a m e nt o d o s ser viços essenciais afetos às respectivas áreas de competência.

Da Ass

SEGURANÇ

DER inte


eira

mar

arĂĄ ÂŚ CarlĂłpolis ÂŚ Conselheiro Mairink ÂŚ riaĂ­va ÂŚ Japira ÂŚ Joaquim TĂĄvora ÂŚ JundiaĂ­ ÂŚ Salto do ItararĂŠ ÂŚSantana do ItararĂŠ ÂŚ a Campos ÂŚTomazina ÂŚ Wenceslau BrĂĄz

tigos assinados nĂŁo representam cessariamente a opiniĂŁo do endo de exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.

TRIBUNA DO VALE Quarta-feira, 08 de janeiro de 2014

VENDO CHĂ CARA COM CASA MISTA - 120M2, COM Ă GUA, LUZ, TELEFONE - TODA MURADA. VĂ RIAS Ă RVORES FRUTĂ?FERAS E PALMITO4000 MTS2- VALOR A COMBINAR- ACEITO CARRO. FONES 43- 3564-2769 OU 9658- 2630 (TIM)- FALAR COM IRACI - QUATIGUĂ - PR SUMULA DE EMISSĂƒO DE LICENÇA PRÉVIA LOTEADORA ASSAĂ? S/S LTDA ,torna pĂşblico que recebeu do IAP/ -$&$5(=,1+2D/LFHQoD3UpYLDQžSDUDR/RWHDPHQWRGHQRPLQDGRGH Residencial Bella Toscana ,localizado neste municĂ­pio de CambarĂĄ - ParanĂĄ. PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAPIRAMA PORTARIA NÂş 001/2014 O cidadĂŁo PEDRO DE OLIVEIRA, Prefeito Municipal de Guapirama, Estado do ParanĂĄ, no uso de suas atribuiçþes legais, nos termos do Inciso VII, do Artigo 69, da Lei Orgânica do MunicĂ­pio, de acordo com a Lei Municipal nÂş 269/2011, Art. 39 c.c. a Lei Municipal nÂş 270/2011, Art. 13. RESOLVE Art. 1Âş - Fica designada a servidora SILVIA ANDREIA DE OLIVEIRA GONÇALVES, brasileira, casada, residente e domiciliada em Guapirama, Estado do ParanĂĄ, portadora da CĂŠdula de Identidade RG nÂş 5.328.733-6, LQVFULWD QR &3)0) VRE R Qž  2ÂżFLDO$GPLQLVWUDWLYR SDUD H[HUFHU D IXQomR JUDWLÂżFDGD GH &21752/$'25 ,17(512 FRQFHGHQGR JUDWLÂżFDomRGH YLQWHHFLQFRXPSRUFHQWR VREUHVHXYHQFLPHQWR Âż[RFRQIRUPHD/HL0XQLFLSDOQžDSDUWLUGHGH-DQHLURGH $UWž$SUHVHQWHSRUWDULDHQWUDHPYLJRUQHVWDGDWDÂżFDUHYRJDGDD portaria de nÂş 048/2011 de 30 de dezembro de 2011. EdifĂ­cio da Prefeitura Municipal de Guapirama, Estado do ParanĂĄ, aos  GRLV GLDVGRPrVGH-DQHLURGH PEDRO DE OLIVEIRA Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAPIRAMA PORTARIA NÂş 002/2014 O cidadĂŁo PEDRO DE OLIVEIRA, Prefeito Municipal de Guapirama, Estado do ParanĂĄ, no uso de suas atribuiçþes legais, nos termos do Inciso II, do Artigo 95, e Incisos VII do Artigo 69, da Lei Orgânica do MunicĂ­pio, com observância no disposto no Artigo 14, c.c. Art.91 da Lei Municipal nÂş 238/93. RESOLVE Art. 1Âş - Conceder Licença para Tratar de Interesses Particulares, a Servidora, SANDRA MARIA LANDES DE SOUZA, brasileira, casada, residente e domiciliada em Guapirama, Estado do ParanĂĄ, inscrita no cpf/ PIVRERQžSHORSHUtRGRGH GRLV DQRVLQLFLDQGRHP 08.01.14 ĂĄ 08.01.16. Art. 2Âş - A presente portaria entra em vigor nesta data. EdifĂ­cio da Prefeitura Municipal de Guapirama, Estado do ParanĂĄ, aos  VHWH GLDVGRPrVGH-DQHLURGH PEDRO DE OLIVEIRA Prefeito Municipal

CĂ‚MARA MUNICIPAL DE CAMBARĂ PORTARIA NÂş 02/2014 2 ([FHOHQWtVVLPR 6U -RmR$QWRQLR 7LQHOOL 3UHVLGHQWH GD &kPDUD Municipal de CambarĂĄ, Estado do ParanĂĄ, no uso das atribuiçþes que lhes sĂŁo conferidas pelo Regimento Interno: RESOLVE I – Fica instituĂ­da a ComissĂŁo Permanente de Licitação, para o processamento e julgamento das licitaçþes a serem executadas pela Câmara Municipal de CambarĂĄ, durante o exercĂ­cio de 2014, com as atribuiçþes conferidas pela Lei nÂş8666/93. II – A ComissĂŁo Permanente de Licitação terĂĄ a seguinte composição: Presidente: Carla Gabriela de Oliveira Agente Administrativo RG: 8.178.415-9/ PR 0HPEURV 'pERUD*RQoDOYHV7RPLWD 3URFXUDGRUD-XUtGLFD RG: 34.992.768-6/ SP  'RQL]HWH)LGHOLV TĂŠcnico em InformĂĄtica RG: 8.701.412-6/ PR III – Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposiçþes em contrĂĄrio. Registre-se. Publique-se. Cumpra-se. *DELQHWHGD3UHVLGrQFLDGD&kPDUD0XQLFLSDOGH&DPEDUi(VWDGR do ParanĂĄ, em 07 de janeiro de 2014. -RmR$QWRQLR7LQHOOL Presidente CĂ‚MARA MUNICIPAL DE CAMBARĂ PORTARIA NÂş 03/2014 2 ([FHOHQWtVVLPR 6U -RmR$QWRQLR 7LQHOOL 3UHVLGHQWH GD &kPDUD Municipal de CambarĂĄ, Estado do ParanĂĄ, no uso das atribuiçþes que lhes sĂŁo conferidas pelo Regimento Interno, RESOLVE I – Nomear como Pregoeira e membros da Equipe de Apoio, para julgar e conduzir os Processos LicitatĂłrios na modalidade PregĂŁo da Câmara Municipal de CambarĂĄ, durante o exercĂ­cio de 2014, os servidores abaixo relacionados: Pregoeira: Carla Gabriela de Oliveira Agente Administrativo RG: 8.178.415-9/ PR Equipe de Apoio:  'pERUD*RQoDOYHV7RPLWD 3URFXUDGRUD-XUtGLFD RG: 34.992.768-6/ SP  'RQL]HWH)LGHOLV TĂŠcnico em InformĂĄtica RG: 8.701.412-6/ PR ,,Âą(VWD3RUWDULDHQWUDHPYLJRUQDGDWDGHVXDSXEOLFDomRÂżFDQGR revogadas as disposiçþes em contrĂĄrio. Registre-se. Publique-se. Cumpra-se. *DELQHWHGD3UHVLGrQFLDGD&kPDUD0XQLFLSDOGH&DPEDUi(VWDGR do ParanĂĄ, em 07 de janeiro de 2014. -RmR$QWRQLR7LQHOOL Presidente PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUĂ -ESTADO DO PARANĂ LICITAĂ‡ĂƒO MODALIDADE PREGĂƒO PRESENCIAL NÂş 49/2013SRP DECISĂƒO REFERENTE Ă€ HABILITAĂ‡ĂƒO DE EMPRESA O Prefeito Municipal de QuatiguĂĄ, Estado do ParanĂĄ, Luis Fernando Dolenz, no uso de suas atribuiçþes, comunica a quem possa interessar que REVOGA A DECISĂƒO DO PREGOEIRO quanto a Inabilitação da empresa MERLIM & RODRIGUES S/C LTDA. declarando a mesma HABILITADA para o certame e vencedora dos itens nÂşs 01, 02, 07, 08, 09, 10, 11, 12, 13, 14, 17, 20, 21, 22, 24, 27, 29, 31, 32, 33, 34, 35, 36, 37, 38, 39, 40, 41, 42, 43, 44, 45, 51, cujo objeto ĂŠ o registro de preços destinado a contratação de HPSUHVDSDUDSUHVWDomRGHVHUYLoRVHVSHFLDOL]DGRVGHUDLR[WRPRJUDÂżD XOWUDVRQRJUDÂżDH[DPHVHFRQVXOWDVGRFRUDomRORFDOL]DGRVDWp FHP  km da sede da cidade de QuatiguĂĄ, para atender a demanda da população GRPXQLFtSLR VHUYLoRVTXHQmRSRGHPVHUUHDOL]DGDVSHORKRVSLWDOORFDO FOtQLFDVFRQYHQLDGDVHSHORFRQYrQLRÂżUPDGRSHOR&,61253,  QuatiguĂĄ-PR, Gabinete do Prefeito, em 06 de janeiro de 2014. LUIS FERNANDO DOLENZ Prefeito Municipal

Atas & Editais A-7 CÂMARA MUNICIPAL DE CAMBARà PORTARIA Nº 04/2014 2 ([FHOHQWtVVLPR 6U -RmR$QWRQLR 7LQHOOL 3UHVLGHQWH GD &kPDUD Municipal de Cambarå, Estado do Paranå, no uso das atribuiçþes que lhes são conferidas pelo Regimento Interno: RESOLVE I – Fica instituída a Comissão de Controle de Bens Patrimoniais, com a ¿QDOLGDGHGHSURFHGHUjDTXLVLomRLQFRUSRUDomRFDGDVWUDPHQWRJXDUGD movimentação e baixa dos bens atuais e futuros da Câmara Municipal de Cambarå, durante o exercício de 2014. II – A Comissão de Controle de Bens Patrimoniais terå a seguinte composição: Presidente: Marcelo Grandisolli Cury Contador RG: 32.451.099-8/ SP  0HPEURV 0DtVD'LDV3LPHQWD  3URFXUDGRUD-XUtGLFD RG: 9.418.786-9/ PR  3DXOD&RHOKR%HUWROL 2¿FLDO$GPLQLVWUDWLYR RG: 8.375.051-0/ PR III – Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposiçþes em contrårio. Registre-se. Publique-se. Cumpra-se. *DELQHWHGD3UHVLGrQFLDGD&kPDUD0XQLFLSDOGH&DPEDUi(VWDGR do Paranå, em 07 de janeiro de 2014. -RmR$QWRQLR7LQHOOL Presidente CÂMARA MUNICIPAL DE CAMBARà PORTARIA Nº 05/2014 2 ([FHOHQWtVVLPR 6U -RmR$QWRQLR 7LQHOOL 3UHVLGHQWH GD &kPDUD Municipal de Cambarå, Estado do Paranå, no uso das atribuiçþes que lhes são conferidas pelo Regimento Interno, CONSIDERANDO o disposto nos artigos 18 a 21, da Lei Complementar nº 02/2006, que tratam do Estågio Probatório e da Avaliação de Desempenho dos Servidores da Câmara Municipal de Cambarå, RESOLVE I – Fica instituída a Comissão Especial de Avaliação de Desempenho, SDUDRH[HUFtFLRGHTXHWHPD¿QDOLGDGHGHDIHULUREMHWLYDPHQWH o resultado do trabalho efetivo dos servidores desta Casa de Leis, nos termos dos Anexos IV e V da Lei Complementar nº 02/2006. II – A Comissão Especial de Avaliação de Desempenho serå composta GH WUrV 9HUHDGRUHVHWHUiDVHJXLQWHIRUPDomR - Claudinei Guimarães Tironi; 0DUFLR-RVp$OEHUWLQL - RogÊrio de Lima. III – Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposiçþes em contrårio. Publique-se. Registre-se. Cumpra-se. Gabinete do Presidente da Câmara Municipal de Cambarå, Estado Do Paranå, aos 07 de janeiro de 2014. -RmR$QWRQLR7LQHOOL Presidente CÂMARA MUNICIPAL DE CAMBARà PORTARIA Nº 06/2014 2 ([FHOHQWtVVLPR 6U -RmR$QWRQLR 7LQHOOL 3UHVLGHQWH GD &kPDUD Municipal de Cambarå, Estado do Paranå, no uso das atribuiçþes que lhes são conferidas pelo Regimento Interno: RESOLVE I – Fica instituído o Sistema de Controle Interno do Poder Legislativo Municipal, compreendendo o conjunto de atividades relacionadas com o acompanhamento e avaliação da ação de governo, da gestão dos administradores do patrimônio municipal e dos atos dos responsåveis pela arrecadação e aplicação de recursos públicos, na forma estabelecida na Resolução nº 04 de 05 de abril de 2012 desta Câmara Municipal, durante o exercício de 2014. ,,¹)LFDGHVLJQDGRSDUDH[HUFHUDIXQomRJUDWL¿FDGDGH&RQWURODGRU Interno, durante o exercício de 2014, o servidor efetivo LU�S CARLOS CHAGAS, portador do RG nº 10.031.744-3/PR, TÊcnico em Contabilidade desta Casa de Leis. III – Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposiçþes em contrårio. Registre-se. Publique-se. Cumpra-se. *DELQHWHGD3UHVLGrQFLDGD&kPDUD0XQLFLSDOGH&DPEDUi(VWDGR do Paranå, em 07 de janeiro de 2014. -RmR$QWRQLR7LQHOOL Presidente CÂMARA MUNICIPAL DE CAMBARà PORTARIA Nº 07/2014 2([FHOHQWtVVLPR6U-RmR$QWRQLR7LQHOOL3UHVLGHQWHGD&kPDUD0XQLFLSDO de Cambarå, Estado do Paranå, no uso das atribuiçþes que lhes são conferidas pelo Regimento Interno: RESOLVE I – Fica instituída a Comissão para Recebimento de Bens Adquiridos, durante o exercício de 2014. II – A Comissão para Recebimento de Bens Adquiridos terå a seguinte composição: Presidente: Olavo Mafra Sanches Diretor Administrativo RG: 547.895/ PR 0HPEURV 0DtVD'LDV3LPHQWD 3URFXUDGRUD-XUtGLFD RG: 9.418.786-9/ PR  3DXOD&RHOKR%HUWROL 2¿FLDO$GPLQLVWUDWLYR RG: 8.375.051-0/ PR III – Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposiçþes em contrårio. Registre-se. Publique-se. Cumpra-se. *DELQHWHGD3UHVLGrQFLDGD&kPDUD0XQLFLSDOGH&DPEDUi(VWDGRGR Paranå, em 07 de janeiro de 2014. -RmR$QWRQLR7LQHOOL Presidente SERVIÇO AUTÔNOMO MUNICIPAL DE à GUA E ESGOTO ABATIà – PARANà PORTARIA Nº 03/2014 O Diretor do Serviço Autônomo Municipal de à gua e Esgoto - SAMAE de Abatiå - Paranå, no uso das atribuiçþes que lhe são conferidas: RESOLVE: I - CONCEDER, conforme o artigo 113 da Lei Municipal 12/93 de  OLFHQoD SUrPLR SRU DVVLGXLGDGH D VHUYLGRUD (GQpLD GH 2OLYHLUD 3HGURVR$VVRODULRFXSDQWHGRFDUJRGH2¿FLDO$GPLQLVWUDWLYRQtYHO(9 referente ao período aquisitivo de 2009/2013, com período de gozo do dia j II - Revogam-se as disposiçþes em contrårio. III - Publique-se. Gabinete do Diretor do SAMAE, aos 06 de janeiro de 2014. Dilson Evangelista do Nascimento/Diretor do Samae

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARĂ PORTARIA No 005/2014 2([FHOHQWtVVLPR6HQKRU-RmR0DWWDU2OLYDWR3UHIHLWR0XQLFLSDOGH CambarĂĄ, Estado do ParanĂĄ, usando de suas atribuiçþes, que lhe sĂŁo conferidas por lei, RESOLVE 1RPHDU$/0(,5,1'2%$55(,526-81,25SRUWDGRUGD&,5*Qž 66363SDUDRFDUJRHPFRPLVVmRGH$VVHVVRU-XUtGLFR do Prefeito, sĂ­mbolo CC-01, nos termos da Lei Municipal nÂş 1.191/2001 e da Lei Complementar nÂş 027/2011. O presente ato, entra em vigor na data de sua publicação. 3XEOLTXHVH1RWLÂżTXHVH&XPSUDVH Gabinete do Prefeito Municipal de CambarĂĄ, Estado do ParanĂĄ, em GH-DQHLURGH -2­20$77$52/,9$7235()(,72081,&,3$/'(&$0%$5Ăˆ

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARĂ PORTARIA NÂş 002/2014 Instaura Processo Administrativo Disciplinar e designa comissĂŁo para apuração dos fatos. -2­20$77$52/,9$723UHIHLWR0XQLFLSDOGH&DPEDUi(VWDGR do ParanĂĄ, no uso de suas atribuiçþes legais, RESOLVE: Artigo 1Âş – DETERMINAR a instauração de Processo Administrativo 'LVFLSOLQDUSDUDDSXUDUSRVVtYHODEDQGRQRGHFDUJRDWULEXtGRj6LOYLD Aparecida Zanardo Martins, Professora de Ensino Fundamental, com base no artigo 150 do Lei 1.191/2001. Artigo 2Âş – Para cumprimento ao disposto no artigo anterior, a ComissĂŁo serĂĄ composta pelos servidores indicados pela Portaria nÂş 400/2013: Lodomira Ferreira de Moraes, ocupante de cargo de Professor GH(QVLQR)XQGDPHQWDO0DWUtFXODQžFRPRSUHVLGHQWH-XOLDQR Ribeiro Michelato, ocupante de cargo de Auxiliar Administrativo, MatrĂ­cula QžFRPRPHPEUR-HDQ9LWRU/HLWHGH/LPDRFXSDQWHGHFDUJR de SecretĂĄrio Escolar, MatrĂ­cula nÂş. 24661, como SecretĂĄrio. $UWLJRžÂą$&RPLVVmRRUDFRQVWLWXtGDWHUiRSUD]RGH VHVVHQWD  dias, a partir da data da publicação desta Portaria, para concluir a DSXUDomRGRVIDWRVGDQGRFLrQFLDD$GPLQLVWUDomR6XSHULRUQRVWHUPRV da Portaria nÂş 400/2013. Artigo 4Âş - Para bem cumprir as suas atribuiçþes, a ComissĂŁo terĂĄ DFHVVRDWRGDGRFXPHQWDomRQHFHVViULDjHOXFLGDomRGRVIDWRVEHP como deverĂĄ colher quaisquer depoimentos e demais provas que entender pertinentes. ParĂĄgrafo Ăšnico – Aplica-se aos termos constantes desta Portaria, o contido no artigo 3Âş da Portaria nÂş 400/2013. Artigo 5Âş - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. Registre-se. Publique-se. Cumpra-se. Prefeitura Municipal de CambarĂĄ/PR, 7 de janeiro de 2014. -2­20$77$52/,9$72 Prefeito Municipal EDITAL DE REGISTRO DO CHAPA SINDICATO RURAL DE IBAITI Em cumprimento ao disposto no estatuto desta entidade, comunico TXHIRLUHJLVWUDGDDFKDSDVHJXLQWHFRPRFRQFRUUHQWHjHOHLomRDTXH se refere o aviso resumido, publicado no dia 17 de Dezembro de 2013, FRQFRUUHQWHj neste jornal.



NOME DA CHAPA: CHAPA 1 Cargo

Nome do Candidato

Presidente

Claudio Gerolimo

Vice-presidente

Eneovaldo Abucarub

SecretĂĄrio

Cristino Paterlini Vieira

Tesoureiro

Eduardo Cabertte Xavier Filho

Suplente de diretoria

Dario da Silva Reis

Suplente de diretoria

RogĂŠrio Peres Penha

Suplente de diretoria

Marcio Henrique de Oliveira Carvalho

Conselho Fiscal

Ademar Vidal

Conselho Fiscal

Luiz Carlos Roque

Conselho Fiscal

Marcelo Pinto de Carvalho

Suplente de Conselho Fiscal

Luiz Regazzo

Suplente de Conselho Fiscal

Benedito Donizete da Costa

Suplente de Conselho Fiscal

*RQoDOR9LHLUD3LPHQWHO-XQLRU

Delegado representante

Claudio Gerolimo

Suplente de delegado representante

Marcio Henrique de Oliveira Carvalho

2 SUD]R SDUD LPSXJQDomR GH FDQGLGDWXUDV p GH  FLQFR  GLDV D FRQWDU GD SXEOLFDomR GR SUHVHQWH 2SUD]RSDUDLPSXJQDomRGHFDQGLGDWXUDVpGH FLQFR GLDVD

contar da publicação do presente aviso, conforme estabelece o estatuto desta entidade. ___________________________________________ ,EDLWLGH-DQHLURGH ,EDLWLGH-DQHLURGH _______________________________________ Claudio Gerolimo Presidente do Sindicato Rural de Ibaiti PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARĂ PORTARIA No 003/2014 2([FHOHQWtVVLPR6HQKRU-RmR0DWWDU2OLYDWR3UHIHLWR0XQLFLSDOGH CambarĂĄ, Estado do ParanĂĄ, usando de suas atribuiçþes, que lhe sĂŁo conferidas por lei, nos termos da Lei nÂş 8666/93. RESOLVE 'HVLJQDUD(TXLSHGH$SRLRWHQGRFRPRÂżQDOLGDGHGLULJLUHMXOJDU as licitaçþes realizadas no MunicĂ­pio de CambarĂĄ, Estado do ParanĂĄ, para o exercĂ­cio de 2014, a qual ĂŠ composta pelos seguintes servidores: PREGOEIRO: LUCIANA BRIZOLA FRUTUOSO MEMBRO:ROSILENE APARECIDA SANTIAGO MEMBRO: ALEXANDRE LATOELIS MEMBRO; MAYKON PEREIRA MOREIRA MEMBRO; EMANUELE CUSTODIO EVANGELISTA MEMBRO; THIAGO DE ATHAIDE ORLANDINI 0(0%52-8/,$125,%(,520,&+(/$72 MEMBRO; MARIELI MARCHIONE MEMBRO; MARLUCE MENDES MARCELINO DA SILVA O Mandato da Equipe de Apoio terĂĄ prazo para executar os trabalhos atĂŠ o dia trinta e um de dezembro de dois mil e quatorze. 2SUHVHQWHDWRHQWUDHPYLJRUQDGDWDGDVXDSXEOLFDomRÂżFDQGR revogada a portaria de nÂş 395/2013. Publique-se, 1RWLÂżTXHVH Cumpra-se. Gabinete do Prefeito Municipal de CambarĂĄ, Estado do ParanĂĄ, em GH-DQHLURGH -2­20$77$52/,9$72 PREFEITO MUNICIPAL DE CAMBARĂ PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARĂ PORTARIA No 004/2014 2([FHOHQWtVVLPR6HQKRU-RmR0DWWDU2OLYDWR3UHIHLWR0XQLFLSDOGH CambarĂĄ, Estado do ParanĂĄ, usando de suas atribuiçþes legais, que lhe sĂŁo conferidas por lei, R E S O L V E: Art. 1Âş Exonerar, a pedido, a partir de 06/01/2014, o servidor RAFAEL GERMANO ARGUELLO, portador do RG nÂş 8.834.671-8-SSP/PR, CPF QžRFXSDQWHGRFDUJRHPFRPLVVmRGH$VVHVVRU-XUtGLFR do Prefeito, sĂ­mbolo CC-01, nos termos da Lei Municipal 1191/01 e da Lei Complementar nÂş 027/2011. A presente Portaria entra em vigor na data de sua publicação. Publique-se, 1RWLÂżTXHVH Cumpra-se. Gabinete do Prefeito Municipal de CambarĂĄ, Estado do ParanĂĄ, em GH-DQHLURGH -2­20$77$52/,9$72 PREFEITO MUNICIPAL DE CAMBARĂ LICITAĂ‡ĂƒO MODALIDADE “PREGĂƒO PRESENCIAL NÂş 042/2013â€?. PREFEITURA DO MUNICIPIO DE ABATIà – PR RESULTADO DE HOMOLOGAĂ‡ĂƒO E ADJUDICAĂ‡ĂƒO O MunicĂ­pio de AbatiĂĄ – Estado do ParanĂĄ torna pĂşblico a homologação do procedimento licitatĂłrio em epigrafe e adjudicação do objeto, sendo Âł$48,6,d­2'( 75(=(0,/(75(=(1726 /,7526'(/(,7( PASTEURIZADO INTEGRAL, PARA O EXERCICIO DE 2014, ATRAVÉS DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAĂ‡ĂƒO, CULTURA E ESPORTESâ€?, tendo como vencedora a empresa PRODUTOS LĂ CTEOS NOVA AURORA LTDA, estabelecida PR 439, Km 50, Estância Materdei, Cep 86.490-000, GDFLGDGHGH5LEHLUmRGR3LQKDO(VWDGRGR3DUDQiLQVFULWDQR&13-VRE Qž  FRP YDORU GH 5  XP UHDO H VHWHQWD H RLWR FHQWDYRV  SRU OLWUR7RWDO GH 5  YLQWH H WUrV PLO VHLVFHQWRV H VHWHQWDHTXDWURUHDLV  $EDWLDÂą3DUDQiDRVYLQWHHWUrVGLDVGRPrVGHGH]HPEURGRDQRGH 2013. MARIA DE LOURDES FERRAZ YAMAGAMI PREFEITA MUNICIPAL


A-8 Especial

Quarta-feira, 08 de janeiro de 2014

TRIBUNA DO VALE

Norte Pioneiro entra no mapa turístico do Paraná

REORGANIZAÇÃOMunicípios banhados pelo Rio das Cinzas e represa do rio Paranapanema são atrativos turísticos regionais AEN

Após estudo desenvolvido pela área de regionalização da Paraná Turismo, em parceria com as Instâncias de Governanças Regionais (IGRs), o Paraná aumentou de dez para 14 o número de regiões turísticas no Estado. O Norte Pioneiro passou a integrar o mapa turístico, com 12 municípios. Entre os principais atrativos destacam-se a Represa de Chavantes e o Rio das Cinzas, com potencial para o turismo náutico, de pesca e esportivo, além de passeios de barco, campeonatos de pesca e canoagem. A oferta hoteleira inclui um resort com piscinas de água mineral e pousadas. Há ainda o patrimônio cultural das edificações religiosas da Rota do Rosário. As características produtivas e naturais da região também favorecem o desenvolvimento de atividades de turismo rural

e lazer, incluindo antigas fazendas produtoras de café que integram a Rota do Café. A mudanç a e re organização atendem às novas diretrizes do Programa Nacional de Regionalização do Turismo, que priorizam a gestão descentralizada, os investimentos em qualificação profissional e infraestrutura. As novas regiões são Vale do Ivaí, Norte Pioneiro, Cantuquiriguaçu e Roteiros da Comcam (Comunidade dos Municípios da Região de Campo Mourão). A diretora-presidente da Paraná Turismo, Juliana Vosnika, explica que para se chegar aos resultados finais foram realizados seminários em todas as regiões turísticas do Estado, com representantes regionais e municipais. O objetivo foi informá-los sobre os novos critérios e possibilitar que assinassem um termo de compromisso com o Ministério do Turismo para se inserirem no

Antônio de Picolli

Mulh

Prainha de Ribeirão Claro é um dos atrativos turísticos regional

programa. “O papel da Paraná Turismo é identificar os atrativos turísticos nos municípios e orientar para o fortalecimento da região como um todo, buscando investimentos e a abertura de novos mercados”, explica Juliana. O resultado deste trabalho foi a adesão voluntária e formal de 261 municípios que se comprometeram a criarem ou fortalecerem seus órgãos municipais de turismo, além da criação de quatro novas regiões turísticas no Paraná, número que passou de dez para 14. Houve subdivisões nas regiões Norte, Corredores das Águas (Noroeste), Estradas e Caminhos (Centro), além de pequenas mudanças dos municípios que integravam as demais regiões. Juliana lembra que o processo de regionalização foi intensificado na gestão do governador Beto Richa por intermédio do programa

de interiorização das ações de governo para facilitar e garantir agilidade aos trabalhos em todas as regiões. A próxima etapa a ser desenvolvida pelo Ministério do Turismo junto aos Estados será a busca de uma rede de interlocutores municipais, regionais e estaduais para estabelecer o nível de desenvolvimento (que varia de um a três) de cada uma das regiões turísticas e definir as necessidades de investimento de cada localidade. Confira as outras novas regiões turísticas Vale do Ivaí - É composta por 18 municípios. Concentra dois importantes santuários religiosos do Estado, um dedicado a Santo Expedito e outro à Santa Rita de Cássia, ambos interligados pelo circuito Rota da Fé. Os recursos naturais e o setor agrícola favorecem as atividades vinculadas ao turismo rural, ecoturismo e turismo de aventura, com destaque

para as quedas d’água do município de Faxinal. Roteiros da Comcam – É composta por 24 municípios. Entre os principais atrativos turísticos da região destacam-se as edificações religiosas, as peregrinações da Rota da Fé e a gastronomia com pratos típicos e festividades como a Festa do Carneiro no Buraco e a Comcam Fest. Com pousadas rurais e um dos mais expressivos equipamentos hoteleiros do Estado com fontes de águas termais, a região é opção para descanso e lazer na área rural. Conta também com duas unidades de conservação – a Estação Ecológica do Cerrado, que preserva remanescentes deste ecossistema e desenvolve atividades de educação ambiental, e o Parque Estadual de Vila Rica do Espírito Santo, que além ser refúgio de flora e fauna, possui um rico patrimônio arqueológico com ruínas de

uma das 16 comunidades jesuíticas espanholas fundadas nos séculos XVI e XVII. Cantuquiriguaçu – Composta por 20 municípios, a região é margeada pelo Rio Iguaçu e conta com inúmeras hidrelétricas e lagos que favorecem a prática de esportes náuticos e a pesca esportiva, além de recantos de lazer nas represas de Foz do Areia, Salto Osório e Salto Santiago. A transformação ocorrida no território pode ser vista no Museu Regional do Iguaçu, que possui um dos mais expressivos acervos regionais do Paraná. A região também concentra reservas indígenas e oferece belas paisagens como a do Horto Florestal, na Vila de Faxinal do Céu, e rica agricultura familiar. Outro destaque é a Festa Nacional do Charque com seu ponto alto na gastronomia, além de atividades artísticas e feira agropecuária.

S.A.PLATINA

Dnit vai recuperar 305,6 km da BR-153

AGRICULTURA

Colheita da safra recorde começa com clima favorável Gazeta do Povo

A colheita da maior safra de soja já plantada no Brasil está começando em Mato Grosso e as previsões são de chuva nas principais regiões produtoras do país. Aos poucos, o temor de perdas expressivas por estiagens vai ficando para trás. Na próxima semana, as colheitadeiras avançam também no Oeste do Paraná, onde faltou umidade em dezembro, com perdas localizadas. Um dos primeiros a colher, Gilberto Possamar, de Sorriso (MT), conta que a oleaginosa está rendendo mais. Ele alcança 67 sacas/ha em área irrigada (mil hectares) e espera média de 60 incluindo a área sem irrigação (também mil hectares). No ano passado, a marca foi de 57 sacas/ha, ou seja, 5% menor. “Até agora está bom demais para ser verdade. Tem chovido mas estamos conseguindo iniciar a colheita”, afirma. O agricultor vendeu antecipadamente toda a produção, por preços entre R$ 50 e R$ 56/ saca. Possamar melhorou sua posição, um ano atrás entre R$ 40 e R$ 63/saca, apesar da previsão de queda nos preços. “A colheita vai engrenar mesmo daqui duas semanas”, afirma Laércio Lenz, produ-

Antônio de Picolli

f

PÁG. A4

LAZER

Norte Pion mapa turí

Previsão de chuva anima produtores de soja em todo o país

tor e presidente do Sindicato Rural de Sorriso. No Oeste mato-grossense, os produtores aplicam dessecante para encerrar o ciclo. O plantio dos

8,4 milhões de hectares foi concentrado (2 milhões numa única semana, no final de outubro) e a colheita também deve ocorrer rapidamente.


Pdf2544