Page 1

mais te

s à noite

Sábado e Domingo 320 170

09 E 10 DE NOVEMBRO DE 2013

ANO XVIII - N0 2514 - R$ 1,00

DIRETOR: BENEDITO FRANCISQUINI

www.tribunadovale.com.br

GRÃOS

Safra pode ultrapassar 196milhõesdetoneladas Arquivo

Estimativa de colheita prevê uma produção de grãos de 3 a 5% maior que a safra 2012/13

A safra brasileira de grãos para o período 2013/2014 está estimada entre 192,4 e 196,6 milhões de toneladas, o que representa uma variação percentual de 3,0 a 5,3% acima da safra 2012/2013, quando foram colhidas 186,8 milhões de toneladas. Os números são do segundo levantamento realizado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e divulgado ontem, 8, em Brasília. O segundo estudo traz ainda a soja como o produto de maior destaque tanto em crescimento de produção quanto de área, graças aos bons preços do grão no mercado. A produção está situada entre 87,9 e 90,2 milhões de toneladas e a área, entre 28,8 e 29,5 milhões de hectares. f

BANANEIRA NA BENEDITO LÚCIO

Luiz Guilherme Bannwart

PÁG. A3

SANTO ANTÔNIO DA PLATINA

FUTEBOL

A Unidade Básica de Saúde recém-inaugurada na Vila Ribeiro é a única da cidade a oferecer atendimento noturno. A unidade, que fica aberta até às 22 horas nas segunda, quartas e quintas-feiras realiza mais de 500 procedimentos diariamente. A partir da pró-

f

UBS da Vila Ribeiro atende mais de 500 pessoas dia e noite

f

xima semana, também haverá expediente nas noites de sextas-feiras. O horário estendido tem a finalidade de atender os trabalhadores rurais, que passam o dia fora da cidade e não têm como procurar auxílio médico à noite, exceto no Pronto Socorro Municipal.

Figueira e Tomazinadecidem Copa Amunorpi domingo PÁG. A6

PÁG. A8

ABATIÁ Moradores e comerciantes da rua Deputado Benedito Lúcio Machado, em Santo Antônio da Platina, “plantaram” (foto) uma bananeira no meio da via, durante a tarde de ontem, 8, para chamar a atenção das autoridades. O ato ocorreu próximo à entrada da vila Popular Velha, e segundo os populares, o protesto foi feito em razão dos inúmeros buracos existentes na extensão da rua, que comprometem o trânsito e a mecânica dos veículos. Por volta das 15 horas, equipes da prefeitura retiraram a bananeira “plantada” e iniciaram a manutenção.

MP firma TAC para garantir segurança em rodeio f

PÁG. A3

EDITAL NA PÁGINA: A7


A-2 Opinião

TRIBUNA DO VALE Sábado e domingo 09 e 10 de novembro de 2013

Não se pode parar alguém e examinar sua mochila por receio de violar seu direito à privacidade... E se houver um coquetel molotov dentro dela? ” Editorial

O argumento ilusionista para a introdução de cotas raciais no ingresso às universidades residia na suposta desvantagem escolar prévia dos “negros” – algo que, de fato, é uma desvantagem prévia dos pobres de todas as cores de pele. ”

E DITORIAL

A RTIGO

Até onde e quando? Até onde e quando irá essa mistura de selvageria, oportunismo político de grupelhos radicais e alegre impunidade para bandidos de todos os naipes em que estão se transformando inexoravelmente as “manifestações populares” de São Paulo e Rio? Enquanto continuarmos a ver os governantes dos dois estados completamente apalermados diante do que está acontecendo, balbuciando explicações inconsistentes, demonstrando não apenas despreparo técnico, mas igualmente dubiedade, ingenuidade política e incapacidade de entender a real dimensão do risco que as instituições estão correndo, não é possível prever. Some-se a isso o beletrismo e o bizantinismo de uma parte de nossa elite cultural e jurídica e uma indisfarçada simpatia juvenil pelo desafio à ordem que muitos jornalistas e observadores mais jovens não conseguem esconder, atribuindo-lhe caráter gramsciano, e o caldo de cultura para o desastre está feito. Não acreditam? Como HORÁRIO DE FECHAMENTO

22:10

diria Groucho Marx, o que vocês preferem: acreditar em mim ou nos seus próprios olhos? Vemos a todo momento na tevê: grupos violentos não surgem nos lugares como por encanto; vêm em carros, ônibus, trens, caminhões, a pé, e têm sido filmados pela imprensa sem qualquer dificuldade. Onde estaria, então, a dificuldade de a polícia se antecipar, pará-los, revistar mochilas, verificar documentos? Grupos de depredadores e saqueadores têm sido filmados agindo com absoluta desenvoltura. Mas, se o cinegrafista estava ali, a poucos metros, onde estava o agente da ordem para coibir seu vandalismo? E aí vem o beletrismo entranhado em nossa cultura e nossa história: um caminhão que havia sido roubado por “manifestantes” é filmado trafegando na contramão em uma rodovia, passando por carcaças de veículos em chamas, enquanto a polícia observava do acostamento. A explicação? Ora, tratava-se de uma rodovia federal e portanto só policiais federais

poderiam agir. Não é um primor? A estrada em polvorosa, veículos em chamas e os políticos/burocratas discutindo a jurisdição sobre a via... Não se pode parar alguém e examinar sua mochila por receio de violar seu direito à privacidade... E se houver um coquetel molotov dentro dela? Nada a fazer, uma vez que o artefato não foi lançado e, portanto, não há nenhum crime em carregar uma garrafa cheia de gasolina com um pavio; quem sabe o portador pretendesse lavar algumas peças sujas de graxa de um carro enguiçado... Surrealismo explícito! Que direitos devem ter precedência (pois em toda sociedade civilizada há direitos que precedem outros) nesses episódios? O direito de qualquer pessoa a ter sua vida e sua propriedade protegida contra a violência e o esbulho, ou o direito à privacidade das mochilas? E assim ataca-se e destroi-se o patrimônio alheio sob os olhares aparvalhados da polícia e lenientes da Justiça e do Ministério Público,

C HARGE

Demétrio Magnoli

que se esmeram em manter aparências de atuação sem se preocupar com a eficácia do que estão fazendo; no começo os alvos eram os bancos e os vândalos defendiam sua fúria destruidora demonizando o sistema financeiro e o lucro dos grandes banqueiros. Agora são pequenos comerciantes e bancas de jornais, caminhoneiros autônomos e passantes inocentes, que pagam a mensalidade de seus veículos com seu suado trabalho e dificilmente podem ser enquadrados entre os “tubarões” capitalistas, que estão sendo saqueados e “expropriados” de maneira sumária e violenta. O perigo é evidente. Democracias muito mais consolidadas e institucionalmente aparelhadas que a nossa sofreram abalos profundos quando enfrentaram problemas semelhantes com igual incompetência. Lembremo-nos do que aconteceu na Itália mussolinista e na Alemanha hitlerista quando grupos privados armados agiram sem controle nas ruas. Qualquer semelhança não é mera coincidência. chargeonline.com.br

NESTA EDIÇÃO TEM

12 PÁGINAS CADERNO PRINCIPAL

A 01 - 08

- OPINIÃO

A 02

- POLÍTICA

A 03

- GERAL

A 04

- ATAS E EDITAIS

A 05

- ATAS E EDITAIS

A 06

- ATAS E EDITAIS

A 07

- SOCIAL

A8 PREVISÃO PARA HOJE

320 170

SANTO ANTÔNIO DA PLATINA

A RTIGO Joel Krüger

O Brasil não precisa importar engenheiros

Após meses de polêmicas envolvendo a contratação de médicos estrangeiros, começam a circular informações sobre a intenção do governo federal de importar profissionais de outros segmentos. O foco da vez são as áreas tecnológicas, em especial as engenharias, com o principal argumento de suprir as administrações municipais de profissionais que possam elaborar projetos técnicos, essenciais ao repasse de verbas federais. Vamos jogar um pouco de luz nesta discussão dividindo o tema em duas situações que são bastante distintas. Uma delas diz respeito ao interesse estratégico de mobilidade profissional em relações bi ou multilaterais. Outra é a entrada de profissionais para suprir uma eventual demanda emergencial de mercado. Entidades representativas de nossas profissões, como a Federação Interestadual de Sindicatos de Engenheiros e o Sindicato dos Engenheiros no Estado do Paraná, afirmam cat-

egoricamente que essa demanda não corresponde à realidade. O que existe são profissionais formados que não estão no exercício de suas profissões ou migraram para outras áreas, como o mercado financeiro ou o setor bancário. Além disso, os baixos salários praticados, principalmente no setor público, os distanciam de suas reais competências, já que a administração pública não é regida pela Lei do Salário Mínimo Profissional (4.950/A), que, desde 1966, estabelece uma remuneração mínima aos profissionais da engenharia e agronomia. Tenho a convicção de que o Brasil não precisa importar profissionais para suprir essa eventual “carência de engenheiros”. Precisa, sim, antes de qualquer medida, oferecer salários dignos aos nossos profissionais para atraí-los para o setor público. E, claro, criar condições favoráveis para a permanência nestas carreiras, como, por exemplo, oferecer cursos de atualização, além de um pla-

TRIBUNA DO VALE

O Diário da nossa região - Fundado em agosto de 1995 Editora Jornal Tribuna do Vale LTDA CNPJ 01.037.108/0001-11 Matriz: Rua Tiradentes 425, Centro Santo Antônio da Platina, PR Fone/Fax: 43 3534 . 4114

Demétrio Magnoli

Diretor Responsável Benedito Francisquini - MTB 262/PR tribunadovale@tribunadovale.com.br tribunadovale@uol.com.br

no de carreira que dê reconhecimento e permita real evolução. Paralelamente, é preciso realizar programas de valorização e recuperação das engenharias, da agronomia e das geociências no setor público, que sofrem com a falta de profissionais. Criar mecanismos para suprir carências em modalidades específicas, como na área de petróleo e gás, fomentado a criação desses cursos nas universidades brasileiras. E, por fim, definir como essenciais e exclusivas de Estado as atividades exercidas por engenheiros e agrônomos ocupantes de cargo efetivo no serviço público, como prevê o Projeto de Lei Complementar 13/2013, em discussão no Senado. Já a reciprocidade profissional vem sendo bastante discutida dentro do Colégio de Presidentes do Sistema Confea/Crea, no qual coordeno o Grupo de Trabalho “Estrangeiros”. Temos realizado reuniões para promover o intercâmbio de informações sobre a autorização para o trabalho e o exer-

cício profissional de estrangeiros no Brasil. O objetivo não é barrar a entrada de imigrantes, mas evitar a ilegalidade desses profissionais no exercício da profissão. E, principalmente, que a entrada de estrangeiros seja recíproca, agregando conhecimento à ciência e à tecnologia nacional. Para resolver o problema da falta de profissionais no serviço público, o governo precisa entender que a engenharia pública precisa ser revigorada, renovada, tratada como prioridade. Não é por falta de engenheiros que o Brasil tem entraves em sua infraestrutura e enormes gargalos logísticos. É por falta de políticas públicas que valorizem e deem condições de trabalho justas aos nossos profissionais. Joel Krüger, engenheiro civil, é presidente do Crea-PR e coordenador do Grupo de Trabalho “Estrangeiros” do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea).

Representação: MERCONET Representação de Veículos de Comunicação LTDA Rua Dep. Atílio de A. Barbosa, 76 conj. 03 - Boa Vista - Curitiba PR Fone: 41-3079-4666 ¦ Fax: 41-3079-3633 Vendas Assinatura Anual R$ 200,00 Semestral R$ 100,00

Impressão: GrafiNorte FONE: 43 3420-7777

O Brasil e a nação diaspórica A gloriosa Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que estabelece cotas raciais na representação parlamentar do povo. Ignorando tanto a Constituição quanto a Justiça, a CCJ aprova qualquer coisa que emane de um grupo de interesse organizado, o que é um sintoma clamoroso da desmoralização do Congresso. Nesse caso, viola-se diretamente o princípio fundamental da liberdade de voto. Por isso, a PEC de autoria dos petistas João Paulo Cunha (SP) e Luiz Alberto (BA) provavelmente dormirá o longo sono dos disparates nos escaninhos da Câmara. Mas ela cumpre uma função útil: evidencia o verdadeiro programa do racialismo, rasgando a fantasia com que se adorna no debate público. O argumento ilusionista para a introdução de cotas raciais no ingresso às universidades residia na suposta desvantagem escolar prévia dos “negros” – algo que, de fato, é uma desvantagem prévia dos pobres de todas as cores de pele. A fantasia da compensação social começou a esgarçar-se com a extensão das cotas raciais para cursos de pós-graduação, cujas vagas são disputadas por detentores de diplomas universitários. A PEC aprovada na CCJ comprova que as políticas de raça não são motivadas por um desejo de corrigir distorções derivadas da renda. O racialismo exibe-se, agora, como ele realmente é: um programa de divisão dos brasileiros segundo o critério envenenado da raça. De acordo com a PEC, na Câmara dos Deputados e nas Assembleias Legislativas estaduais, será reservada uma parcela de cadeiras para parlamentares “negros” equivalente a dois terços do porcentual de pessoas que se declaram pretas ou pardas no mais recente censo demográfico. As bancadas “negras” não serão inferiores a um quinto ou superiores à metade do total de cadeiras. Os deputados proponentes operam como despachantes de ONGs racialistas e expressam, na PEC, a convicção política que as anima: o Brasil não é uma nação, mas um espaço geopolítico no qual, sob a hegemonia dos “brancos”, pulsa uma “nação africana” diaspórica. A presença parlamentar de bancadas “negras” representaria o reconhecimento tácito tanto da inexistência de uma nação brasileira quanto da existência dessa nação na diáspora. Os eleitores, reza a PEC, darão dois votos: o primeiro, para um candidato de uma lista geral; o segundo, para um candidato de uma lista de “negros”. A proposta desvia-se, nesse ponto, de uma férrea lógica racialista. Segundo tal lógica, os eleitores deveriam ser, eles também, bipartidos pela fronteira da raça: os “negros” votariam apenas na lista de candidatos “negros” e os demais, apenas na lista geral. A hipótese coerente não violaria o princípio da liberdade de voto, pois estaria ancorada num contrato constitucional de reconhecimento da nação diaspórica. Como inexiste esse contrato, os racialistas optaram por um atalho esdrúxulo, que escarnece da liberdade de voto com a finalidade de, disfarçadamente, inscrever a nação diaspórica no ordenamento político e jurídico do país. Nações não são montanhas, rios ou vales: não existem como componentes do mundo natural. Na expressão certeira de Benedict Anderson, nações são “comunidades imaginadas”: elas podem ser fabricadas na esfera da política, por meio das ferramentas do nacionalismo. A PEC não caiu do céu. A “nação africana” na diáspora surgiu no nacionalismo negro do início do século 20 com o americano W. E. B. Du Bois e o jamaicano Marcus Garvey. No Brasil, aportou cerca de três décadas atrás, pela nau do Movimento Negro Unificado, entre cujos fundadores estava Luiz Alberto. No início, a versão brasileira do nacionalismo negro tingia-se com as cores do anticapitalismo. Depois, a partir da preparação da Conferência de Durban, da ONU, em 2001, adaptou-se à ordem vigente, aninhando-se no colo bilionário da Fundação Ford. “Afroamericanos”, nos EUA, e “afrodescendentes”, no Brasil, são produtos identitários paralelos dessa vertente narrativa. O acento americano do discurso racialista brasileiro é tão óbvio quanto problemático. Nos EUA, o projeto político de uma identidade negra separada tem alicerces sólidos, fincados nas leis de segregação que, depois da Guerra de Secessão, traçaram uma linha oficial entre “brancos” e “negros”, suprimindo no nascedouro a possibilidade de construção de identidades intermediárias. No Brasil, em contraste, esse projeto choca-se com a noção de mestiçagem, que funciona como poderoso obstáculo no caminho da fabricação política de raças. A solução dos porta-bandeiras do nacionalismo negro é impor, de cima para baixo, a divisão dos brasileiros em “brancos” e “negros”. As leis de cotas raciais servem para isso, exclusivamente. As diferenças históricas entre EUA e Brasil têm implicação direta na gramática do discurso político. Lá, o nacionalismo negro é uma proposição clara, que provoca um debate público informado – e, quando Barack Obama se define como mestiço, emerge uma resposta desconcertante no cenário conhecido da polaridade racial. Aqui, os arautos do nacionalismo negro operam por meio de subterfúgios, escondendo-se atrás do pretexto fácil da desigualdade social – e encontram políticos oportunistas, juízes populistas e intelectuais preguiçosos o suficiente para conceder-lhes o privilégio da prestidigitação. “Tirem a máscara!” – eis a exigência que deve ser dirigida aos nossos racialistas, na hora em que apresentam a PEC do Parlamento Racial. Saiam à luz do dia e conclamem o Brasil a escrever uma nova Constituição, redefinindo-se como um Estado binacional. Digam aos brasileiros que vocês não querem direitos iguais e oportunidades para todos numa república democrática, mas almejam apenas a condição de líderes políticos de um movimento racial. Vocês não têm vergonha de ocultar seu programa retrógrado à sombra da persistente ruína de nossas escolas públicas? Demétrio Magnoli é sociólogo. Circulação: Abatiá ¦ Andirá ¦ Arapoti ¦ Bandeirantes ¦ Barra do Jacaré ¦Cambará ¦ Carlópolis ¦ Conselheiro Mairink ¦ Figueira¦Guapirama ¦ Ibaiti ¦ Itambaracá ¦ Jaboti ¦ Jacarezinho Jaguariaíva ¦ Japira ¦ Joaquim Távora ¦ Jundiaí do Sul ¦ Pinhalão ¦ Quatiguá ¦ Ribeirão Claro ¦ Ribeirão do Pinhal ¦ Salto do Itararé ¦Santana do Itararé ¦ Santo Antônio da Platina ¦ São José da Boa Vista ¦ Sengés ¦ Siqueira Campos ¦Tomazina ¦ Wenceslau Bráz

Filiado a Associação dos Jornais Diário do Interior do Paraná

* Os artigos assinados não representam necessariamente a opinião do jornal, sendo de exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.


am

ocidade

TRIBUNA DO VALE

Geral A-3

Sábado e domingo 09 e 10 de novembro de 2013

Safra de grãos pode ultrapassar 196 milhões de toneladas

PRODUÇÃOPesquisa foi feita no período de 28 de outubro a 1º de novembro, nas principais regiões produtoras de grãos do país Das Agências

A safra brasileira de grãos para o período 2013/2014 está estimada entre 192,4 e 196,6 milhões de toneladas, o que representa uma variação percentual de 3,0 a 5,3% acima da safra 2012/2013, quando foram colhidas 186,8 milhões de toneladas. Os números são do segundo levantamento realizado pela C ompanhia Nacional de Abastecimento (Conab) e divulgado nesta sexta-feira (8), em Brasília. O segundo estudo traz ainda a soja como o produto de maior destaque tanto em crescimento de produção quanto de área, graças aos bons preços do grão no mercado. A produção está situada entre 87,9 e 90,2 milhões de toneladas e a área, entre 28,8 e 29,5 milhões de hectares. Teve crescimento em área, também, o feijão 1ª safra, que sai de 1,13 milhões de hectares no último estudo para 1,17 e 1,21 milhões de ha, com um incremento que varia de 3,9 a

8,0%. Outro destaque é a área plantada de algodão, que deve apresentar um incremento percentual de 16,5 a 22,0%, além do trigo, que tem uma elevação de 15,1%. A área total destinada ao plantio da safra deve passar dos 53,3 milhões de hectares, podendo chegar a 55,5 milhões, o que representa uma variação entre 2,0 a 4,2% em relação à área plantada em 2012/2013, que chegou a 53,27 milhões de hectares. A pesquisa foi feita pelos técnicos da Conab no período de 28 de outubro a 1º de novembro, nas principais regiões produtoras de grãos do país. IBGE prevê safra menor O Brasil deve produzir no próximo ano 184,2 milhões de toneladas de cereais, leguminosas e oleaginosas. O montante é 1,4% menor do que o obtido na safra de 2013 até o mês de outubro. Já a área a ser colhida em 2014 deverá alcançar 53,6 milhões de hectares, 1,8% maior do que a colhida neste ano. Os dados fazem parte do

Arquivo

Números da nova estimativa da safra de grãos são do segundo levantamento da Conab e divulgado ontem

primeiro prognóstico de área e produção para a safra agrícola de 2014, divulgado hoje (8) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A décima estimativa da safra nacional de cereais, leguminosas e oleaginosas – referente aos dez primeiros meses do ano e também divulgada nesta sexta – apon-

W. BRAZ

ta uma produção de 186,8 milhões de toneladas, 15,4% maior do que a obtida em 2012 no mesmo período, quando foram produzidas 161,9 milhões de toneladas. A estimativa da área colhida até outubro teve aumento em relação ao ano passado. O IBGE prevê que o acumulado do ano feche em

52,7 milhões de hectares, 8% maior do que os 48,8 milhões de hectares dos dez primeiros meses de 2012. De acordo com o IBGE, o arroz, o milho e a soja são os três principais produtos da safra. Somados, eles representam 93% da estimativa de produção e 86,2% da área a ser colhida. “Em relação ao

ano anterior, houve acréscimo na área de 7,6% para o milho, 11,2% para a soja e decréscimo de 0,6% na área colhida de arroz. No que se refere à produção, os acréscimos foram de 2,7% para o arroz, de 12,9% para o milho e de 23,8% para a soja, quando comparados a 2012”, diz o instituto.

MÁQUINAS

Santo Antônio receberá NRE promove 3ºFestival de Arte Estudantil Regional motoniveladora do governo Divulgação

Da Assessoria

O município de Santo Antônio da Platina vai receber uma motoniveladora do Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA), por meio do PAC2. A cerimônia de entrega do equipamento acontece hoje , pelo ministro do MDA, Pepe Vargas e a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann. O evento será no Parque de Exposições Ney Braga. Nesta entrega, 40 cidades paranaenses serão contempladas com o equipamento. As regiões beneficiadas serão o Norte Pioneiro, Sudoeste, Vale do Ribeira e Vale do Iguaçu. Além de municípios dessas regiões, três municí-

pios em situação emergência devido ao excesso de chuva também receberão os equipamentos. “[Os equipamentos] serão de auxílio imensurável para os municípios, especialmente agora quando as chuvas são mais intensas”, explica o vice-presidente da Câmara, deputado federal André Vargas (PT). Ao todo, já foram sete etapas de entregas de máquinas como motoniveladoras, retroescavadeiras e caminhões basculante. Os equipamentos são entregues pelo governo federal sem qualquer custo aos municípios de até 50 mil habitantes Mais contemplados Abatiá, Carlópolis, Conse-

lheiro Mairinck, Guapirama, Ibaiti, Jaboti, Jacarezinho, Japira, Joaquim Távora, Jundiaí do Sul, Pinhalão, Quatiguá, Ribeirão Claro, Ribeirão do Pinhal, Salto do Itararé, Santana do Itararé, Santo Antônio da Platina, São José da Boa Vista, Tomazina, Wenceslau Braz, Congonhinhas, Nova Fátima, Nova Santa Bárbara, Santa Amélia, Santa Cecília do Pavão, Santo Antônio do Paraíso, São Jerônimo da Serra, Sapopema, Adrianópolis, Bocaiúva do Sul, Cerro Azul, Doutor Ulysses, Tunas do Paraná, Antônio Olinto, Paulo Frontin, São Mateus do Sul, São João do Triunfo, Rosário do Ivaí, Nova Prata do Iguaçu e Verê.

PREVENÇÃO Wenceslau Braz sediou festival que reuniu alunos de toda a região Da assessoria

A terceira edição do Festival de Arte Estudantil Regional (FAER) promovido pelo Núcleo Regional de Educação aconteceu esta semana, na quinta e sexta-feira (7 e 8). O evento, que foi sediado em Wenceslau Braz, reuniu grande número de alunos e professores dos municípios de Arapoti, Jaguariaíva, Salto do Itararé, Santana do Itararé, São José da Boa Vista e Sengés. Com o slogan ‘Meu Brasil Brasileiro – a juventude de hoje tecendo o amanhã’, o festival teve início na manhã desta quinta feira, com a concentração dos alunos no

Espaço “Chico”. Em seguida osparticipantes desfilaram pelas ruas centrais de Wenceslau Braz, com destino ao Clube Estação, onde aconteceu a abertura oficial com apresentação do Teatro Poético ‘Amar e desregrar é só começar’, encenado por alunos e professores do Colégio Estadual Júlia Vanderley, do município de Jaboti, que pertence ao NRE de Ibaiti. A assessora de comunicação do NRE, Grasiele Pontes informou que durante todo o dia na quinta e sexta-feira, houve apresentação de diversas modalidades de dança, música, teatro, artes visuais e exposição de trabalhos. “O evento oferece uma diversidade de oportuni-

dades aos educandos para a revelação de talentos, além de aprimorar os conhecimentos sobre arte”, disse ela. A chefe do NRE Sheila Alvarez Ferreira frisou que essas iniciativas facilitam e incentivam o aprendizado dos alunos que, privilegiados, satisfazem suas necessidades subjetivas lúdicas como a criatividade e a liberdade de expressão, conectada aos valores e formas de produção artística nos meios socioculturais. Ela agradece a toda sua equipe, bem como a comunidade escolar pela criatividade e empenho nos trabalhos apresentados, além do público que presenciou o festival.

MP firma TAC para garantir segurança em rodeio de Abatiá Da Redação com Assessoria

A Promotoria de Justiça de Ribeirão do Pinhal, firmou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com a Comissão Organizadora da 15.ª Festa do Peão de Abatiá, para garantir que a realização do evento aconteça com segurança. A organização se comprometeu a contratar, no mínimo, 50 seguranças de uma empresa privada, capacitados para trabalhar durante os três dias de evento (de 14 a 17 de novembro). Os realizadores da festa também deverão identificar os locais onde serão vendidas

bebidas alcoólicas e fixar, em ponto visível, o alerta sobre a proibição da venda de bebidas a crianças e adolescentes. Todos os locais de realização do evento deverão ainda cumprir as normas de segurança e higiene e ser submetidos a prévias vistorias por parte do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Polícia Civil e Vigilância Sanitária. A documentação, atestando as condições necessárias à realização do evento, deverá ser apresentada 24 horas antes do início da festa. Outros órgãos, como a Polícia Ambiental, o Conselho Tutelar, a prefeitura municipal e a Polícia Rodoviária Estadual devem ser comunicados sobre

a realização do evento cinco dias antes de sua realização. Além disso, a comissão organizadora deverá respeitar o trajeto proposto pelas ruas da cidade para a realização da “Cavalgada”, no último dia do evento, identificar seus participantes e impedir a venda e o consumo de bebidas alcoólicas durante a sua realização. Segundo o TAC, há a necessidade “de se garantir a realização do evento com segurança e sem abuso do direito por parte dos participantes e visitantes que desejam prestigiar a festa”. Em caso de descumprimento de qualquer um dos termos do TAC, a multa será de R$ 50 mil.


A-4 RegiĂŁo

TRIBUNA DO VALE SĂĄbado e domingo 09 e 10 de novembro de 2013

Ajadavi oferece EJA para cegos e surdos

Divulgação

JACAREZINHO Â?A partir dos 17 anos, qualquer pessoa com deďŹ ciĂŞncia auditiva e visual pode participar das aulas de alfabetização Gladys Santoro

A Associação Jacarezinhense de Reabilitação ao Deficiente Auditivo e Atendimento ao Deficiente Visual (Ajadavi) estå oferecendo o curso de Educação para Jovens e Adultos (EJA) para cegos, pessoas com baixa visão e surdos acima dos 17 anos, com professores especializados nessas deficiências. Atualmente, a escola atende apenas oito estudantes – cinco com deficiência auditiva e três visuais. A diretora da entidade, Tereza de Oliveira Fonseca

avisa que a Ajadavi estĂĄ aberta para receber mais interessados, inclusive, no perĂ­odo noturno. “Queremos que essas pessoas tenham a oportunidade de se alfabetizar. Por isso, estamos dispostos a receber quantas pessoas forem necessĂĄrias. Podem se matricular alunos acima dos 17 anos e nĂŁo hĂĄ limite de idade mĂĄximaâ€?, garantiu. Tereza explica que as aulas para cegos utilizam o sistema braile, que ĂŠ a escrita por pontos em relevo que o deficiente consegue ler atravĂŠs do tato (pontas dos dedos). Eles tambĂŠm apren-

dem o “Sorobaâ€?, que ĂŠ uma tĂŠcnica japonesa usada para realizar operaçþes bĂĄsicas de matemĂĄtica. Os professores tambĂŠm orientam a mobilidade para que eles possam adquirir independĂŞncia e autonomia. AlĂŠm destas ofertas de ensino, os educandos recebem atendimento clĂ­nico especializado nas ĂĄreas de Fonoaudiologia, psicologia, terapia ocupacional, fisioterapia, assistĂŞncia social e serviço mĂŠdico especializado em neurologia, atravĂŠs de um convĂŞnio firmado com o SUS. Estes atendimentos

sĂŁo realizados na prĂłpria entidade todos os dias; exceto no caso de neurologista, que o atendimento ĂŠ feito em clĂ­nica especializada. Segundo a diretora, atualmente, a Ajadavi atende 74 alunos de vĂĄrias cidades da regiĂŁo, como Santo AntĂłnio da Platina, Siqueira Campos, Joaquim TĂĄvora, Conselheiro Mairinck, CambarĂĄ, Ibaiti, Tomazina, RibeirĂŁo Claro, Japira, Guapirama, Barra do JacarĂŠ e tambĂŠm do Estado de SĂŁo Paulo, dos municĂ­pios de Ourinhos e Salto Grande. A entidade ĂŠ presidida por Luiz OtĂĄvio Rocha de Meneses, e

Entidade atende 74 alunos de vĂĄrias cidades da regiĂŁo

todo atendimento realizado ĂŠ gratuito. A Ajadavi ĂŠ uma entidade nĂŁo governamental, sem fins lucrativos, reconhecida como Utilidade PĂşblica Municipal, Estadual e Federal. Funciona na cidade de Jacarezinho hĂĄ 23 anos, atendendo pessoas cegas, surdas e baixa visĂŁo,

sem limite de idade, residentes na zona rural, urbana e de toda regiĂŁo. Os interessados poderĂŁo entregar em contato pelo telefone (43) 3525-6960 ou se dirigirem Ă  rua Doutor HerĂĄclio Gomes, 651, no centro de Jacarezinho ao lado da Esportiva.

Â?DECORAĂ‡ĂƒO

VoluntĂĄrios fabricam enfeites de Natal em RibeirĂŁo Claro Da Assessoria

Um g r u p o d e 1 0 v o l u nt ĂĄ r i o s t r a b a l h a p a r a confeccionar os enfeites de Natal que serĂŁo usados p ar a d e c or ar o mu n i c Ă­ pio de RibeirĂŁo Claro, no Norte Pioneiro. Feitos de material reciclado, em sua maior i a gar rafas p et, as peças tornaram o municĂ­pio referĂŞncia regional e m d e c o r a ç ĂŁ o n at a l i n a . O trabalho ĂŠ coordenado pela primeira-dama e presidente do Programa do Voluntariado Paranaense (Provopar), Cleide Maria Baggio AraĂşjo. HĂĄ trĂŞs anos, os voluntĂĄrios passaram por uma capacitação com o artista plĂĄstico conhecido como “JoĂŁo do Lixoâ€?, reconhecido internacionalmente por

seu trabalho com matĂŠria prima reciclada. Ap Ăłs o curso, o conhecimento foi multiplicado repassando- s e as tĂŠ c n i c as a out ro s voluntĂĄr ios. Ap Ăłs quas e quatro anos decorando a cidade, os enfeites evoluĂ­ram e ganharam um estilo prĂłprio. Esse ano a novidade ĂŠ a incorporação de luzes internas nas peças que serĂŁo instaladas nas ruas, praças e repartiçþes pĂşblicas. Segundo a voluntĂĄria, Odete Leite, o trabalho foi iniciado em setembro e a previsĂŁo ĂŠ que atĂŠ o dia 18 os enfeites comecem a ser instalados no municĂ­pio. “Estamos em fase final de fabricação e atĂŠ o dia 18 desse mĂŞs o material começarĂĄ a ser colocado nos locais planejadosâ€?, concluiu.

Divulgação

Enfeites ganharam iluminação interna esse ano

EDITAL DE LEILĂƒO NÂş. 001/2013 1 – PREĂ‚MBULO 1.1 - O MUNICĂ?PIO DE RIBEIRĂƒO DO PINHAL, pessoa jurĂ­dica de Direito PĂşblico Interno, com sede na Rua ParanĂĄ, nÂş 983, Centro, CEP: 86.490-000, nesta cidade de RibeirĂŁo do Pinhal, Estado do ParanĂĄ, inscrito no CNPJ sob o nÂş 76.968.064/0001-42, neste ato representado por seu Prefeito Municipal, Sr. DARTAGNAN CALIXTO FRAIZ, torna pĂşblico aos interessados que farĂĄ realizar LEILĂƒO EXTRAJUDICIAL, aberto ao pĂşblico em geral, para a venda de bens descritos no presente Edital, tornando o ato pĂşblico e de acordo com os princĂ­pios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade, economicidade e da eficiĂŞncia que devem conduzir os atos da Administração. 1.2 – O ato pĂşblico do processamento do leilĂŁo serĂĄ feito pelo Leiloeiro PĂşblico Oficial FĂ BIO GONÇALVES BARBOSA, regularmente inscrito na JUCEPAR sob nÂş. 12/042-L, designado por esta Prefeitura, a ser realizado no dia 04 de dezembro de 2013, a partir das 16:30 horas, na Sala de ReuniĂľes da Câmara Municipal de Vereadores, situada Ă  Rua ParanĂĄ - 983 - RibeirĂŁo do Pinhal/ PR, ocasiĂŁo em que os interessados deverĂŁo oralmente e de forma sucessiva apresentar lances verbais, os quais serĂŁo devidamente registrados em ata. 1.2.1 – Somente serĂŁo aceitos lances ou ofertas iguais ou superiores ao valor de avaliação constantes do item 2.0, sub-item 2.1.1, deste Edital. As ofertas abaixo dos valores estabelecidos como lance inicial, sĂł poderĂŁo ser aceitas com autorização da Prefeitura. 2 – OBJETO 2.1 – O objeto do LeilĂŁo se constitui de lotes de veĂ­culos e bens inservĂ­veis da Prefeitura Municipal, Ă  disposição para verificação de interessados antes do LeilĂŁo com o seguinte endereço: No pĂĄtio da Prefeitura, Rua ParanĂĄ, nÂş 983, Centro, RibeirĂŁo do Pinhal, de 2ÂŞ a 6ÂŞ feira, das 8:30 Ă s 11:00 e das 14:00 Ă s 16:00 hrs. Maiores informaçþes pelo telefone (043) 3551-8320 e/ou 0800707-9272. 2.1.1 – Descrição e Avaliação: Lote 01 – 01 (uma) Camionete, marca/modelo GM/CHEVROLET/D-20, ABERT/C. DUPLA, placas AFH-3294, chassi 9BG258NNHHC017503, ano 1987, renavam 52.096920-0. AVALIAĂ‡ĂƒO: R$ 5.000,00 (cinco mil reais); Ă”NUS: Constam dĂŠbitos no Detran/PR no valor R$ 165,96 (cento e sessenta e cinco reais e noventa e seis centavos), atĂŠ 07 de novembro de 2013. Outros eventuais constantes no Detran/PR. Lote 02 - 01 (uma) Camionete, marca/modelo Toyota/Bandeirantes, ABERT/C. DUPLA, placas AHL-6724, chassi OJ77855, ano 1985, renavam 53.968615-8. AVALIAĂ‡ĂƒO: R$ 6.000,00 (seis mil reais); Ă”NUS: Eventuais constantes no Detran/PR. Lote 03 - 01 (um) Ă”nibus, marca/modelo M. Benz/0 364 11R, 45 passageiros, 145 CV, placas BSF-6171 chassi 36417311043337, ano de fabricação/modelo 1980/1981, renavam 37.809151-4. AVALIAĂ‡ĂƒO: R$ 4.000,00 (quatro mil reais); Ă”NUS: Constam dĂŠbitos no Detran/PR no valor R$ 307,19 (trezentos e sete reais e dezenove centavos), atĂŠ 07 de novembro de 2013. Outros eventuais constantes no Detran/PR. Lote 04 - 01 (um) Ă”nibus, marca/modelo Scania/K112 33S, 51 passageiros, 305 CV, placas GKW1268, chassi 9BSKC4X2Z03453921, ano de fabricação/modelo 1985/1985, renavam 41.813633-5. AVALIAĂ‡ĂƒO: R$ 8.000,00 (oito mil reais); Ă”NUS: Constam dĂŠbitos no Detran/PR no valor R$ 392,31 (trezentos e noventa e dois reais e trinta e um centavos), atĂŠ 07 de novembro de 2013. Outros eventuais constantes no Detran/PR. Lote 05 - 01 (um) Ă”nibus, marca/modelo Volvo/B58 4x2, 46 passageiros, 224 CV, placas ACP0826, chassi 9BV58GC10ME306302, ano de fabricação/modelo 1991/1992, renavam 60.283019-2. AVALIAĂ‡ĂƒO: R$ 10.000,00 (dez mil reais); Ă”NUS: Constam dĂŠbitos no Detran/PR no valor R$ 307,19 (trezentos e sete reais e dezenove centavos), atĂŠ 07 de novembro de 2013. Outros eventuais constantes no Detran/PR. Lote 06 – 01 (um) AutomĂłvel Imp, marca/modelo Ford/Escort 1.8I GL, 05 passageiros, 90 CV, placas AGM-8661, chassi 8AFZZZ54ATJ042907, ano de fabricação/modelo 1996/1996, renavam 66.210527-3. AVALIAĂ‡ĂƒO: R$ 1.500,00 (um mil e quinhentos reais); Ă”NUS: Eventuais constantes no Detran/PR. Lote 07 – 01 (um) Trator, modelo John Deere, ano 2006, sĂŠrie: 7.515, 140 CV, chassi CQ7515AA608-73. AVALIAĂ‡ĂƒO: R$ 80.000,00 (oitenta mil reais); Ă”NUS: Nada consta. Lote 08 - 01 (uma) Caçamba coletora de lixo. AVALIAĂ‡ĂƒO: R$ 500,00 (quinhentos reais);

Ă”NUS: Nada consta. Lote 09 – 12.000 Kg (doze mil quilos) de sucatas, AVALIAĂ‡ĂƒO: R$ 0,25 (vinte e cinco centavos) o quilo, totalizando R$ 3.000,00 (trĂŞs mil reais); Ă”NUS: Nada consta. Lote 10 - 01 (um) CaminhĂŁo, marca/modelo M. Benz/LK 1113, ano de fabricação/modelo 1977/1977, placas AJI-9058, chassi 34404112351272, renavam 52.446401-4, caminhĂŁo reduzido, com motor fundido. AVALIAĂ‡ĂƒO: R$ 7.500,00 (sete mil e quinhentos reais); Ă”NUS: Constam dĂŠbitos no Detran/PR no valor R$ 170,67 (cento e setenta reais e sessenta e sete centavos), atĂŠ 07 de novembro de 2013. Outros eventuais constantes no Detran/PR. Lote 11 - 01 (um) CaminhĂŁo, marca/modelo M. Benz/L 1113, basculante, ano de fabricação/ modelo 1979/1979, placas AIU-4802, hidrĂĄulico, chassi 34404112402378, renavam 51.127103-4, AVALIAĂ‡ĂƒO: R$ 15.000,00 (quinze mil reais); Ă”NUS: Consta Reserva de domĂ­nio em favor dos IrmĂŁos Jabur S/A. Outros eventuais constantes no Detran/PR. Lote 12 - 01 (um) AutomĂłvel, marca/modelo VW/Gol Special, 05 passageiros, 062 CV, placas AKV-7196, chassi 9BWCA05Y23T147583, ano de fabricação/modelo 2003/2003, renavam 80.2375480. AVALIAĂ‡ĂƒO: R$ 5.000,00 (cinco mil reais); Ă”NUS: Constam dĂŠbitos no Detran/PR no valor R$ 165,96 (cento e sessenta e cinco reais e noventa e cinco centavos), atĂŠ 07 de novembro de 2013. Outros eventuais constantes no Detran/PR. Lote 13 - 01 (um) AutomĂłvel, marca/modelo FIAT/UNO MILLE FIRE FLEX, 05 passageiros, 066 CV, placas AOD-2877, chassi 9BD15802774895603, ano de fabricação/modelo 2006/2007, renavam 89.732945-7. AVALIAĂ‡ĂƒO: R$ 5.000,00 (cinco mil reais); Ă”NUS: Constam dĂŠbitos no Detran/PR no valor R$ 165,96 (cento e sessenta e cinco reais e noventa e cinco centavos), atĂŠ 07 de novembro de 2013. Outros eventuais constantes no Detran/PR. Lote 14 - 01 (um) AutomĂłvel, marca/modelo VW/LOGUS GLS 2.0, 05 passageiros, 116 CV, placas AEC-9697, chassi 9BWZZZ55ZPB391688, ano de fabricação/modelo 1993/1994, renavam 61.407748-6. AVALIAĂ‡ĂƒO: R$ 2.000,00 (dois mil reais). Ă”NUS: Eventuais constantes no Detran/PR. TOTAL: R$&13-0) 152.500,00 (cento e cinquenta e dois mil e quinhentos reais).  AVALIAĂ‡ĂƒO  RibeirĂŁo do Pinhal/PR, 07 de novembro de 2013. 5XDGHPDUoR7HOHIRQH)D[   MUNICĂ?PIO DE RIBEIRĂƒO DO PINHAL *XDSLUDPDÂą3DUDQi DARTAGNAN CALIXTO FRAIZ Prefeito Municipal 35()(,785$081,&,3$/'(*8$3,5$0$ '(&5(721| 6Âœ08/$  2  3UHIHLWR  0XQLFLSDO  GH  *XDSLUDPD ಌ 3DUDQÂŁ  QR  XVR  GH  VXDV  DWULEXLŠ¡HV  OHJDLV  H  WHQGR  HP  YLVWD  D DXWRUL]DŠ¼RFRQWLGDQD/HL0XQLFLSDOQ|SXEOLFDGDHP '(&5(7$ $UWLJR|)LFDDEHUWRQR2UŠDPHQWR*HUDOGR0XQLFÂŻSLRSDUDRFRUUHQWHH[HUFÂŻFLRXP&UÂŤGLWR$GLFLRQDO(VSHFLDOQR YDORUGH5 7UH]HQWRVPLOUHDLV FRQIRUPHGHPRQVWUDWLYRDEDL[R  

'RWDŠ¼R

)RQWH

(OHPHQWR

ದ3ODQRGH$SRLRDR'HVHQYROYLPHQWR 



GR0XQLFÂŻSLR





9DORU  

 7RWDO



$UWLJR|3DUDFREHUWXUDGR&UGLWRFLWDGRQRDUWLJRDQWHULRUVHUYLU£GHUHFXUVRRH[FHVVRGHDUUHFDGDŠ¼RFRPRULJHPQR FRQYHQLRಌ6('83$0TXHWHPFRPRREMHWRDಯDTXLVLŠ¼RGHHTXLSDPHQWRVGHOLPSH]DHFRQVHUYDŠ¼RGDVYLDVರ FRPSUHYLV¼RGHUHSDVVHGH5 $UWLJR|(VWH'HFUHWRHQWUDU£HPYLJRUQDGDWDGHVXDDVVLQDWXUDUHYRJDGDVDVGLVSRVLŠ¡HVHPFRQWU£ULR *DELQHWHGR3UHIHLWR0XQLFLSDOGH*XDSLUDPDGHQRYHPEURGH

3('52'(2/,9(,5$ 3UHIHLWR0XQLFLSDO


TRIBUNA DO VALE Sábado e domingo 09 e 10 de novembro de 2013



OHJDLV  H  WHQGR  HP  YLVWD  D

&U«GLWR$GLFLRQDO(VSHFLDOQR

QWR

9DORU 



 7RWDO



GHDUUHFDGD©¥RFRPRULJHPQR

PSH]DHFRQVHUYD©¥RGDVYLDVರ

L©·HVHPFRQWU£ULR

UDPDGHQRYHPEURGH

Geral A-5


TRIBUNA DO VALE

A-6 Esporte

Sábado e domingo 09 e 10 de novembro de 2013

Figueira e Tomazina começam a decidir título domingo

MARCO GILMAR AMARAL

COPA AMUNORPIFinalíssima será disputada em Jaboti e deve ser apitada por um juiz da FIFA Maurício Reale A 7ª Copa Amunorpi de futebol de campo começa a ser decidida domingo, 10, em Figueira em partida que será realizada no Estádio Municipal João Luiz de Souza às 16 horas entre Figueira e Tomazina. A finalíssima será disputada em Jaboti, domingo, 24, também às 16 horas. Os jogos de Tomazina são mandados em Jaboti desde a enchente que atingiu a cidade em 2010 destruindo o estádio municipal. Neste dia também haverá uma preliminar entre Guapirama e Wenceslau Braz que disputarão o terceiro lugar. Caso haja uma vitória para cada equipe o título ficará com o time que somar mais gols nas duas partidas, se houver dois empates ou igualdade no saldo de gols, o título será decidido nos pênaltis.Para chegar a final Figueira eliminou a equipe de Wenceslau Braz e Tomazina despachou Guapirama. Ambos os confrontos foram decididos nos pênaltis. O professor de Educação Física Marcos Gilmar Amaral, um dos coordenadores do evento, destaca a importância

da arbitragem nestes dois jogos. O confronto em Figueira será arbitrado por um juiz da Federação Paranaense de Futebol (FPF) e a finalíssima em Tomazina deve ser apitada por um juiz da Federação Internacional de Futebol (Fifa), a exemplo do que ocorreu em 2011 na final entre Figueira e Jacarezinho apitada pelo renomado juiz Paulo César Oliveira. Em busca do tetra Desde que a Copa Amunorpi começou a ser disputada, em 2007, Figueira se destaca como a equipe mais vencedora. O time conquistou três títulos e pode se tornar tetra campeão se passar por Tomazina nos dois jogos da final. Em 2007 o título ficou dividido entre as equipes de Siqueira Campos e Andirá. No ano seguinte Figueira conquistou o primeiro título derrotando Tomazina – o adversário de domingo. Em 2009 Figueira chegou novamente a final, mas perdeu o título para Siqueira Campos. Em 2010, numa reedição da final do ano anterior, Figueira deu o troco ao derrotar Siqueira Campos.

Saf

PRODUÇÃO período de 2 novembro, n produtoras d

Das Ag

Tomazina tenta o primeiro título diante do experiente time de Figueira

O tricampeonato veio em 2011 durante um jogo tenso arbitrado pelo renomado juiz da FIFA, Paulo César Oliveira, quando Figueira derrotou Jacarezinho no estádio municipal João Luiz de Souza, em Figueira. No ano passado Jacarezinho volta a final e conquista o título diante da equipe

de Siqueira Campos. Para o lateral direito da equipe de Figueira, Odair Vigilato – que também é secretário municipal de Esportes – esta foi a edição mais equilibrada da Copa Amunorpi. Ele atuou em todas as edições e afirmou que Santo Antônio da Platina, adversário da fase de

grupos da Copa, foi a equipe mais difícil enfrentada por Figueira que não saiu do empate nos dois jogos. Vigilato também prevê dificuldades nos jogos contra Tomazina, mas acredita que a experiência de Figueira poderá fazer a diferença nos confrontos.

Premiação A organização do evento premirá com troféus e medalhas as três primeiras equipes do torneio. Também serão premiados o artilheiro da competição com o troféu Chuteira de Ouro, o goleiro menos vazado com o troféu Luva de Ouro e a equipe mais disciplinada.

W. BRAZ

ARCCA

Ribeirão Claro é bicampeã paranaense de Canoagem Velocidade Da Assessoria

Atletas da Associação Ribeirão-Clarense de Canoagem (ARCCA) venceu pelo segundo ano consecutivo o Campeonato Paranaense de Canoagem Velocidade. O torneio realizado na cidade de Tomazina entre os dias 2 e 3 desse mês, com a participação de canoístas de Cascavel, Foz do Iguaçu, Siqueira Campos, Londrina e Paranaguá. Foram 16 medalhas de ouro, 19 de prata e 18 de bronze, totalizando 53 medalhas. A delegação dominou a maioria das categorias, com atletas subindo no pódio em todas as finais disputadas. Na K1 Infantil Masculino, vitória de Igor Francisco, com Vinícius Augusto da Silva (3º), João Vitor Barbosa (4º) e Emanuel (5º). Na K1 Menor Masculino, prata para Lucas Henrique Figueiredo e bronze para Felipe Walan Ferreira. Na K1 Cadete Masculino, primeiro lugar para Leonardo Silva, com Weliton Henrique Soares (2º) e Alexander Tófoli (3º) completando o pódio. Na K1 Júnior Masculino, quarto lugar para Fabiano do Lago. Na K1 Sênior Masculino, Leandro do Prado chegou em terceiro, seguido por Danilo da Silva (4º) e Bruno Santiago (5º).Na K2 Menor Masculino, ouro para Lucas Henrique Figueiredo e Wallison Benfica, com Felipe Walan Ferreira e João Vitor Barbosa terminando em segundo.Weliton Henrique Soares e Alexander Tofoli ficaram com a prata na K2 Cadete Masculino. Emerson Amantino e Paulo Gabriel terminaram em terceiro. Na K2 Júnior Masculino, Fabiano

Aparecido Lago e Pedro Henrique da Silva conseguiram a segunda posição, enquanto João Vitor Freitas Rosa e Anderson Ferreira ficaram com o bronze. Na categoria K2 Sênior Masculino, vitória de Leandro Prado Correa e Bruno Santiago, seguidos de Fabiano do Lago e Pedro Henrique da Silva (2º). Na C1 Cadete Masculino Emerson Amantino e Leonardo Silva terminaram nas duas primeiras posições, respectivamente. Na C1 Sênior Masculino, Ribeirão Claro dominou o pódio com Edilson Oliveira Cunha (1º), Danilo Silva (2º) e Bruno Aparecido Santiago (3º). Na C1 Menor Masculino, Felipe Caina (1º) e Igor Francisco (2º) concluíram a prova. A classificação completa em todas as categorias pode ser conferida no site www.ribeiraoclaro.pr.gov.br. Segundo a diretora do Departamento de Esporte da prefeitura de Ribeirão Claro, Edilaine Cavalhiéri Faganelli, a vitória na classificação geral cumpriu a meta traçada para os atletas antes da competição. “Confirmamos nosso planejamento e os atletas estão preparados para o próximo compromisso que é o Campeonato Brasileiro de Canoagem Velocidade, que acontece entre os dias 28 de novembro e 1º de dezembro, em São Paulo”, avaliou.“Atletas e professores estão de parabéns pelo esforço e dedicação, agradeço também à secretária de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Cleuza Molini Ormeneze e ao prefeito Geraldo Maurício Araújo pelo apoio e incentivo ao esporte”, concluiu.

NRE pro de Arte

Da ass


gnoli

nação a

rĂĄ ÂŚ CarlĂłpolis ÂŚ Conselheiro Mairink ÂŚ iaĂ­va ÂŚ Japira ÂŚ Joaquim TĂĄvora ÂŚ JundiaĂ­ Salto do ItararĂŠ ÂŚSantana do ItararĂŠ ÂŚ Campos ÂŚTomazina ÂŚ Wenceslau BrĂĄz

tigos assinados nĂŁo representam cessariamente a opiniĂŁo do endo de exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.

Atas & Editais A-7

TRIBUNA DO VALE SĂĄbado e domingo 09 e 10 de novembro de 2013

GOVERNO DO PARANĂ SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAĂ‡ĂƒO AVISO DE CHAMADA PĂšBLICA 001/2013-SEED/SUDE

Processo nÂş 12.096.730-4 OBJETO: PROCESSO DE SELEĂ‡ĂƒO DE COOPERATIVAS E ASSOCIAÇÕES, PARA AQUISIĂ‡ĂƒO DE GĂŠNEROS ALIMENTĂ?CIOS DA AGRICULTURA FAMILIAR. PERĂ?ODO DE INSCRIĂ‡ĂƒO: DAS 8:00H DO DIA 08/11/2013 Ă€S 17:00H DO DIA 27/11/2013, ATRAVÉS DE SISTEMA ELETRĂ”NICO NO ENDEREÇO www.comunidade.diaadia.pr.gov.br/ DATA DA ENTREGA DA DOCUMENTAĂ‡ĂƒO NA SUDE: DAS 8:00H DO DIA 08/11/2013 Ă€S 17:0OH DO DIA 02/12/2012, Ă€ RUA DOS FUNCIONĂ RIOS, 1323, CABRAL, CURITIBA-PR, CEP 80035-050. VALOR MĂ XIMO: R$ 58.000.000,00 O EDITAL ENCONTRA-SE Ă€ DISPOSIĂ‡ĂƒO NO MESMO ENDEREÇO ELETRĂ”NICO.

CURITIBA, 07 DE NOVEMBRO DE 2013. SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAĂ‡ĂƒO

MUNICĂ?PIO DE SANTO ANTĂ”NIO DA PLATINA – PARANĂ EXTRATO DO 1° TERMO ADITIVO AO CONTRATO N° 096/2012 INEXIGIBILIDADE DE LICITAĂ‡ĂƒO N° 011/12 CONTRATANTE: MUNICĂ?PIO DE SANTO ANTĂ”NIO DA PLATINA – PARANĂ . CONTRATADA: GOVERNANÇA BRASIL S/A OBJETO: O presente Termo Aditivo tem por objeto a prorrogação do prazo de vigĂŞncia do Contrato 096/2012, Inexigibilidade de Licitação n° 011/2012, referente a contratação de empresa especializada para dar continuidade na Prestação de Serviços de Manutenção e Atualizaçþes Mensais do Software ARNET – Atendimento ao CidadĂŁo, de acordo com o objeto do Processo de Inexigibilidade de Licitação n° 011/12, por mais 12 (doze) meses, ou seja, de 13/11/2013 para 13/11/2014. VALOR: O valor total do presente Termo Aditivo serĂĄ de R$ 8.160,00 (oito mil cento e sessenta reais), divididos em 12 parcelas mensais de R$ 680,00 (seiscentos e oitenta reais). DOTAĂ‡ĂƒO: 04.001 – 04.123.0030.2.059 – 3390.39.11.00 (2429) – 510 Taxas – ExercĂ­cio Poder de polĂ­cia DATA: 06 de Novembro de 2013. MUNICĂ?PIO DE SANTO ANTĂ”NIO DA PLATINA – PARANĂ EXTRATO DO 4° TERMO ADITIVO AO CONTRATO N 138/2011 REFERENTE Ă€ CONCORRĂŠNCIA N° 003/2011 LOCATĂ RIO: MUNICĂ?PIO DE SANTO ANTĂ”NIO DA PLATINA – PARANĂ . LOCADOR: STELL SISTEMAS ELÉTRICOS LTDA OBJETO: O presente Termo Aditivo tem por objeto o acrĂŠscimo quantitativo de 11,71062% do valor inicial atualizado do contrato e a prorrogação de prazo de 11/11/2013 para 11/11/2014, referente ao Contrato 138/2011, ConcorrĂŞncia n° 003/2011, cujo objeto ĂŠ a contratação de empresa especializada para execução dos serviços de manutenção do sistema de iluminação pĂşblica no MunicĂ­pio de Santo AntĂ´nio da Platina, Distritos de Monte Real e Conselheiro Zacarias e Povoado da Platina. ParĂĄgrafo Ăşnico: O acrĂŠscimo quantitativo concedido no 3° termo aditivo, por equĂ­voco, foi calculado o percentual sobre o saldo remanescente de R$ 109.118,08 (cento e nove mil e cento e dezoito reais e oito centavos). Dessa forma, o valor real do acrĂŠscimo quantitativo do 3° termo aditivo sobre o valor inicial do contrato atualizado ĂŠ de 2,92765% e nĂŁo de 11,28%. VALOR: R$ 469.656,19 (quatrocentos e sessenta e nove seiscentos e cinquenta e seis reais e dezenove centavos) DOTAĂ‡ĂƒO: 10.013 – 15.452.0323.2.031 – 3390.39.43.10.00 (3213) 507 COSIP DATA: 07 de Novembro de 2013. PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANTĂ”NIO DA PLATINA DECRETO NÂş 450/13 O Prefeito Municipal de Santo AntĂ´nio da Platina Estado do ParanĂĄ, no uso das atribuiçþes que lhe sĂŁo conferidas pela Lei, e de acordo com requerimento nÂş 015839/13 de 04/11/2013, decreta: art.1Âş - Fica EXONERADA, a partir de 04 de novembro de 2013, a servidora IOLANDA DE SOUZA BERTOLETTI, ocupante do cargo de Auxiliar de Serviços PĂşblicos, Regime EstatutĂĄrio deste MunicĂ­pio, em virtude de aposentadoria junto ao INSS – BenefĂ­cio n° 6037096272. Art.2Âş - Revogam-se as disposiçþes em contrĂĄrio. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE SANTO ANTĂ”NIO DA PLATINA / ESTADO DO PARANĂ / PAÇO MUNICIPAL DR. ALĂ?CIO DIAS DOS REIS, aos 08 de novembro de 2013. PEDRO CLARO DE OLIVEIRA NETO Prefeito Municipal

PREFEITURA MUNICIPAL DE TOMAZINA 000266 – 4490.52.00.00 – Equipamentos e Material DECRETO N.Âş 021/2013. Permanente...............................................................2.300,00 SĂšMULA: Abre CrĂŠdito Adicional Suplementar no Orçamento Geral de Fonte de Recurso: 301006.03.99.01 TransferĂŞncias VoluntĂĄrias PĂşblicas 2013 do MunicĂ­pio de Tomazina, e dĂĄ outras providĂŞncias. Federais. O PREFEITO MUNICIPAL DE TOMAZINA, Estado do ParanĂĄ, no uso 000259 – 3390.30.00.00 – Material de de suas atribuiçþes, de conformidade com a Lei Municipal nÂş 336/2012, de Consumo........................................................................................3.089,20 05 de novembro de 2012, combinada com o Art. 43, parĂĄgrafo 1Âş, da Lei 000260 – 3390.36.00.00 – Outros Serviços de Terceiros de Pessoa Federal nÂş 4.320, de 17/03/64. FĂ­sica.................................................2.500,00 DECRETA 000261 – 3390.39.00.00 – Outros Serviços de Terceiros de Pessoa Artigo 1Âş - Fica aberto no Orçamento Geral do MunicĂ­pio para o JurĂ­dica.................................................120,00 corrente exercĂ­cio de 2013, um crĂŠdito adicional suplementar no valor de 000257 – 4490.52.00.00 – Equipamentos e Material R$ 508.667,59 (quinhentos e oito mil, seiscentos e sessenta e sete reais e Permanente.............................................................29.080,45 cinquenta e nove centavos), nas seguintes dotaçþes orçamentĂĄrias: Artigo 2Âş - ServirĂĄ de recurso para cobertura dos crĂŠditos referidos no 03 – ADMINISTRAĂ‡ĂƒO E FINANÇAS. artigo anterior, o cancelamento parcial ou total das seguintes dotaçþes 01 – ASSESSORAMENTO SUPERIOR. orçamentĂĄrias, tal como previsto no inciso III, constante do § 1Âş do art. 43 04.122.0004.2.005 – MANUTENĂ‡ĂƒO ADMINISTRAĂ‡ĂƒO GERAL. da Lei Federal nÂş. 4.320/64, o excesso de arrecadação da receita da conta Fonte de Recurso: 100000.01.07.00 Recursos OrdinĂĄrios (Livres). 1.7.6.1.99.29.00.00.00 – ConvĂŞnio Pavimentação SapĂŠ - FONTE 766, 0 0 0 0 1 4 – 3 3 9 0 . 9 3 . 0 0 . 0 0 – I n d e n i z a ç Ăľ e s e no valor de RS 58.953,54 (cinquenta e oito mil, novecentos e cinquenta Restituiçþes.....................................................15.000,00 H WUrV UHDLV H FLQTXHQWD H TXDWUR FHQWDYRV  H R VXSHUiYLW ÂżQDQFHLUR GR 000020 – 3390.91.00.00 – S e n t e n ç a s exercĂ­cio de 2012 das seguintes fontes de recursos: fonte 498, no valor Judiciais...........................................................15.000,00 de R$ 53.818,04 (cinquenta e trĂŞs mil, oitocentos e dezoito reais e quatro 000021 – 4490.51.00.00 – Obras e centavos); fonte 773, no valor de R$ 5.709,20 (cinco mil, setecentos e nove Instalaçþes............................................................7.461,80 reais e vinte centavos); fonte 777, no valor de R$ 29.080,45 (vinte e nove Fonte de Recurso: 101006.03.99.01 TransferĂŞncias VoluntĂĄrias PĂşblicas mil, oitenta reais e quarenta e cinco centavos) e da fonte 778, no valor de Federais. R$ 105.711,72 (cento e cinco mil, setecentos e onze reais e setenta e dois 000256 – 4490.51.00.00 – Obras e centavos), tal como previsto no inciso I, constante do § 1Âş do art. 43 da Lei Instalaçþes..........................................................58.953,54 Federal nÂş. 4.320/64. 04 – VIAĂ‡ĂƒO E OBRAS PĂšBLICAS. 03 – ADMINISTRAĂ‡ĂƒO E FINANÇAS. 01 – OBRAS PĂšBLICAS. 01 – ASSESSORAMENTO SUPERIOR. 26.782.0019.2.015 – MANUTENĂ‡ĂƒO DO DEPARTAMENTO 04.122.0004.2.005 – MANUTENĂ‡ĂƒO ADMINISTRAĂ‡ĂƒO GERAL. RODOVIĂ RIO. Fonte de Recurso: 100000.01.07.00 Recursos OrdinĂĄrios (Livres). Fonte de Recurso: 100511.01.07.00 Taxas – Prestação de Serviços. 000018 – 3390.39.00.00 – Outros Serviços de Terceiros de Pessoa 0 0 0 0 4 4 – 3 3 9 0 . 3 0 . 0 0 . 0 0 – M a t e r i a l d e JurĂ­dica............................................35.961,80 Consumo.......................................................7.500,00 0 0 0 0 1 9 – 3 3 9 0 . 4 7 . 0 0 . 0 0 – O b r i g a ç Ăľ e s Tr i b u t ĂĄ r i a s e 05 – FUNDO MUNICIPAL DE SAĂšDE Contributivas.............................................................1.500,00 01 – FUNDO MUNICIPAL DE SAĂšDE PĂšBLICA. 04 – VIAĂ‡ĂƒO E OBRAS PĂšBLICAS. 10.301.0011.2.018 – MANUTENĂ‡ĂƒO DOS SERVIÇOS DE SAUDE. 01 – OBRAS PĂšBLICAS. Fonte de Recurso: 100497.09.02.06 Vigilância em SaĂşde. 26.782.0019.2.015 – MANUTENĂ‡ĂƒO DO DEPARTAMENTO 000264 – 3390.39.00.00 – Outros Serviços de Terceiros de Pessoa RODOVIĂ RIO. JurĂ­dica............................................60.000,00 Fonte de Recurso: 100511.01.07.00 Taxas – Prestação de Serviços. 10.301.0011.2.027 – MANUTENĂ‡ĂƒO PROGRAMA AGENTES 000050 – 3390.39.00.00 – Outros Serviços de Terceiros de Pessoa COMUNITĂ RIOS DE SAĂšDE - PACS. JurĂ­dica..............................................7.500,00 Fonte de Recurso: 100495.09.02.06 Atenção BĂĄsica. 05 – FUNDO MUNICIPAL DE SAĂšDE 000101 – 3190.13.00.00 – Obrigaçþes 01 – FUNDO MUNICIPAL DE SAĂšDE PĂšBLICA. Patronais..............................................52.000,00 10.301.0011.2.023 – AÇÕES SAĂšDE POVOS INDĂ?GENAS. 10.301.0031.2.029 – MANUTENĂ‡ĂƒO PROGRAMA INCIDĂŠNCIA Fonte de Recurso: 100495.09.02.06 Atenção BĂĄsica. BUCAL. 000091 – 3390.39.00.00 – Outros Serviços de Terceiros de Pessoa Fonte de Recurso: 100495.09.02.06 Atenção BĂĄsica. JurĂ­dica............................................64.000,00 000105 – 3190.13.00.00 – Obrigaçþes 10.301.0012.2.022 – AÇÕES BĂ SICAS VIGILĂ‚NCIA SANITĂ RIA. Patronais.................................................12.000,00 Fonte de Recurso: 100497.09.02.06 Vigilância em SaĂşde. 10.301.0034.2.024 – MANUTENĂ‡ĂƒO ASSISTENCIA FARMĂ CIA 000081 – 3390.30.00.00 – Material de BASICA Consumo......................................................................................29.000,00 Fonte de Recurso: 300498.09.02.06 AssistĂŞncia FarmacĂŞutica. 000082 – 3390.36.00.00 – Outros Serviços de Terceiros de Pessoa 000258 – 3390.32.00.00 – Material, Bem ou Serviço para Distribuição FĂ­sica.................................................6.000,00 Gratuita.....................................53.818,04 000083 – 3390.39.00.00 – Outros Serviços de Terceiros de Pessoa 06 – EDUCAĂ‡ĂƒO JurĂ­dica............................................25.000,00 01 – EDUCAĂ‡ĂƒO INFANTIL 06 – EDUCAĂ‡ĂƒO 12.365.0015.2.032 – MANUTENĂ‡ĂƒO CRECHE MUNICIPAL. 02 – ENSINO FUNDAMENTAL Fonte de Recurso: 100103.03.01.01 5% sobre TransferĂŞncias 12.361.0014.2.036 – MANUTENĂ‡ĂƒO ENSINO FUNDAMENTAL – 40%. Constitucionais FUNDEB. Fonte de Recurso: 100102.02.01.00 Fundeb 40%. 0 0 0 11 0 – 3190.13.00.00 – Obrigaçþes 000122 – 3190.11.00.00 – Vencimentos e Vantagens Fixas – Pessoal Patronais..........................................30.000,00 Civil............................................20.000,00 06 – EDUCAĂ‡ĂƒO 000124 – 3390.30.00.00 – Material de 02 – ENSINO FUNDAMENTAL Consumo......................................................................................20.000,00 12.361.0014.2.036 – MANUTENĂ‡ĂƒO ENSINO FUNDAMENTAL – 40%. 12.361.0014.2.040 – MANUTENĂ‡ĂƒO ENSINO FUNDAMENTAL. Fonte de Recurso: 100102.02.01.00 Fundeb 40%. Fonte de Recurso: 100103.01.01.00 5% sobre TransferĂŞncia 000123 – 3190.13.00.00 – O b r i g a ç Ăľ e s Constitucionais FUNDEB. Patronais...................................................20.000,00 000144 – 3390.39.00.00 – Outros Serviços de Terceiros de Pessoa 000126 – 3390.39.00.00 – Outros Serviços de Terceiros de Pessoa JurĂ­dica............................................30.000,00 JurĂ­dica............................................20.000,00 08 – AGROPECUĂ RIA 08 – AGROPECUĂ RIA 01 – AGROPECUĂ RIA 01 – AGROPECUĂ RIA 2 0 . 1 2 2 . 0 0 2 0 . 2 . 0 4 8 – M A N U T E N Ç Ăƒ O D E PA RTA M E N TO 2 0 . 1 2 2 . 0 0 2 0 . 2 . 0 4 8 – M A N U T E N Ç Ăƒ O D E PA RTA M E N TO AGRICULTURA. AGRICULTURA. Fonte de Recurso: 100000.01.07.00 Recursos OrdinĂĄrios (Livres). Fonte de Recurso: 100000.01.07.00 Recursos OrdinĂĄrios (Livres). 000171 – 3390.30.00.00 – Material de 0 0 0 1 7 4 – 4 4 9 0 . 5 2 . 0 0 . 0 0 – E q u i p a m e n t o s e M a t e r i a l Consumo........................................................................................5.000,00 Permanente...............................................................8.600,00 000173 – 3390.39.00.00 – Outros Serviços de Terceiros de Pessoa 0 0 0 1 7 5 – 4 4 9 0 . 6 1 . 0 0 . 0 0 – A q u i s i ç ĂŁ o d e I m Ăł v e JurĂ­dica..............................................8.600,00 is........................................................................................5.000,00 09 – FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTĂŠNCIA SOCIAL Fonte de Recurso: 301006.03.99.01 TransferĂŞncias VoluntĂĄrias PĂşblicas 01 – FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTĂŠNCIA SOCIAL Federais. Fonte de Recurso: 101006.03.99.01 TransferĂŞncias VoluntĂĄrias PĂşblicas 0 0 0 2 6 5 – 4 4 9 0 . 5 2 . 0 0 . 0 0 – E q u i p a m e n t o s e M a t e r i a l Federais. Permanente...........................................................105.711,72 000185 – 3390.36.00.00 – Outros Serviços de Terceiros de Pessoa 09 – FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTĂŠNCIA SOCIAL FĂ­sica....................................................532,84 01 – FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTĂŠNCIA SOCIAL 000188 – 3390.39.00.00 – Outros Serviços de Terceiros de Pessoa 08.244.0007.2.055 – MANUTENĂ‡ĂƒO DO FUNDO MUNICIPAL DE JurĂ­dica..............................................2.300,00 ASSISTĂŠNCIA SOCIAL. Artigo 3Âş - Este Decreto entrarĂĄ em vigor na data de sua publicação, Fonte de Recurso: 101006.03.04.01 TransferĂŞncias VoluntĂĄrias PĂşblicas revogadas as disposiçþes em contrĂĄrio. Federais. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE TOMAZINA, em 24 de   &13-0) 0 0 0 2 6 2 – 3 3 9 0 . 3 0 . 0 0 . 0 0 – M a t e r i a l d e outubro de 2013 5XDGHPDUoR7HOHIRQH)D[   Consumo...........................................................................................532,84 _______________________________________ *XDSLUDPDÂą3DUDQi Fonte de Recurso: 101006.03.99.01 TransferĂŞncias VoluntĂĄrias PĂşblicas GUILHERME CURY SALIBA COSTA Federais. Prefeito Municipal

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANTĂ”NIO DA PLATINA EDITAL DE CONVOCAĂ‡ĂƒO NÂş 009/13 O Prefeito Municipal de Santo AntĂ´nio da Platina, Estado do ParanĂĄ, no uso das atribuiçþes que lhe sĂŁo conferidas por Lei e, de conformidade com os OfĂ­cios nÂş 877, 919 e 955/13 – Secretaria Municipal de Educação, protocolados respectivamente sob nÂş 014081, 014748 e 015456/13, CONSIDERANDO a Lei Municipal nÂş 689/2008, regulamentada pelo Decreto Municipal nÂş 409/2009, alterada pela Lei 790/2009, e a Lei Federal nÂş 11.788/2008. RESOLVE: I – CONVOCAR os candidatos abaixo relacionados, aprovados no TESTE SELETIVO NÂş 01/2013 – Cadastro de reserva, destinado ao Desenvolvimento de EstĂĄgios na Prefeitura Municipal de Santo AntĂ´nio da Platina, homologado atravĂŠs do Edital de Teste Seletivo nÂş 004/13 – Classificação Final, de 15 de abril de 2013, para comparecer na DivisĂŁo de Recursos Humanos desta Prefeitura Municipal, no prazo de 02 (dois) dias, contados da data da publicação, como segue: RELAĂ‡ĂƒO DOS CONVOCADOS: NOME CURSO NĂ?VEL CLASSIFICAĂ‡ĂƒO JÉSSICA CAROLINE BERTHOLINI ROCHA LETRAS -ESPANHOL LARISSA FERRARI PEDAGOGIA JOSILENE CANEDO PADILHA PEDAGOGIA PRISCILA STEPHANIE OTTILIO PEDAGOGIA ANA PAULA DA SILVA VICENTE PEDAGOGIA JAQUELINE REGINA SANTOS PEDAGOGIA II – O candidato convocado deverĂĄ comparecer munido dos seguintes documentos: 1. 2. 3. 4. 5. 6.

SUPERIOR SUPERIOR SUPERIOR SUPERIOR SUPERIOR SUPERIOR

10° 11° 11° 11° 12° 13°

Declaração de frequência escolar (original); Fotocópia do RG, CPF, Título de Eleitor; Fotocópia da certidão de nascimento/casamento; 01 (uma) foto 3x4; Fotocópia do comprovante de endereço; Atestado MÊdico Admissional (expedido pelo MÊdico do Trabalho da Prefeitura).

GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA / ESTADO DO PARANà / PAÇO MUNICIPAL DR. AL�CIO DIAS DOS REIS, aos 06 de novembro de 2013. – PEDRO CLARO DE OLIVEIRA NETO Prefeito Municipal

MUNICIPIO DE SANTO ATONIO DA PLATINA – ESTADO DO PARANĂ TOMADA DE PREÇOS NÂş 05/2013 - PROCESSO NÂş 835/2013 - AVISO DE ADJUDICAĂ‡ĂƒO E HOMOLOGAĂ‡ĂƒO Torna publica a Homologação e Adjudicação do Procedimento LicitatĂłrio Modalidade Tomada de Preços sob o nÂş 05/2013 que tem como objeto a Contratação de Empresa de Engenharia devidamente registrada no CREA ou CAU, para a execução de adequação e reparos no GinĂĄsio de Esportes Henrique Schmidt; com fornecimento de materiais e mĂŁo de obra, e, com prazo de execução de 30 (trinta) dias; Ă (s) empresa(s): Nome do Fornecedor CNPJ Valor METROENGENHARIA CONSTRUTORA LTDA - ME 17.133.465/0001-13 89.359,63 Santo AntĂ´nio da Platina, 08 de novembro de 2013. PEDRO CLARO DE OLIVEIRA NETO - Prefeito Municipal

EXTRATO DE ADITIVO PROCESSO LICITATĂ“RIO – MODALIDADE PREGĂƒO NÂş: 032/2013. Eu Fayçal Melhem Chamma Junior, Pregoeiro Oficial do MunicĂ­pio de RibeirĂŁo do Pinhal – ParanĂĄ comunico a quem possa interessar, que o procedimento licitatĂłrio, visando a contratação de empresa especializada no fornecimento de materiais de construção, pintura, e elĂŠtricos para reforma, reparos e manutenção na Escola Triolândia, Escola Tancredo Neves e demais Escolas Municipais, foi aditado na data de 08/10/2013, em 25%, conforme abaixo discriminado: LOTE EMPRESA CNPJ Valor 02 NARDI & NARDI LTDA 75.389.304/0004-34 R$ 3.412,14. RibeirĂŁo do Pinhal, 08 de outubro de 2013. Fayçal Melhem Chamma Junior Pregoeiro Municipal

35()(,785$081,&,3$/'(*8$3,5$0$ '(&5(721| 6Âœ08/$  2  3UHIHLWR  0XQLFLSDO  GH  *XDSLUDPD ಌ 3DUDQÂŁ  QR  XVR  GH  VXDV  DWULEXLŠ¡HV  OHJDLV  H  WHQGR  HP  YLVWD  D DXWRUL]DŠ¼RFRQWLGDQD/HL0XQLFLSDOQ|SXEOLFDGDHP '(&5(7$ $UWLJR|)LFDDEHUWRQR2UŠDPHQWR*HUDOGR0XQLFÂŻSLRSDUDRFRUUHQWHH[HUFÂŻFLRXP&UÂŤGLWR$GLFLRQDO(VSHFLDOQR YDORUGH5 6HVVHQWDH8P0LOH4XLQKHQWRV5HDLV FRQIRUPHGHPRQVWUDWLYRDEDL[R 

'RWDŠ¼R

)RQWH

(OHPHQWR



ಌ'HYROXŠ¼RGH6DOGR5HPDQHVFHQWH 





GH&RQYHQLRದ&DO©DGDV)5





'HYROX©¥RGH6DOGR5HPDQHVFHQWH 





GH&RQYHQLRಌ5HIRUPDGR+RVSLWDOಌ)5







  $TXLVLŠ¼R GH YHLFXOR ಌ 5HFXUVR 





$OLHQDŠ¼R



















9DORU         7RWDO



$UWLJR|3DUDFREHUWXUDGRFU«GLWRFLWDGRQRDUWLJR DQWHULRUVHUYLU¥RSDUDR3URMHWRRVXSHU£YLWDSXUDGRGH5 DFUHVFLGRGHSURY£YHOH[FHVVRGHDUUHFDGD©¥RQRYDORUGH5WRWDOL]DQGR5SDUDR3URMHWRದ RVXSHU£YLWDSXUDGRGH5DFUHVFLGRGHSURY£YHOH[FHVVRGHDUUHFDGD©¥RQRYDORUGH5WRWDOL]DQGR5 HSDUDRSURMHWRRVXSHU£YLWGH5DFUHVFLGRGHSURY£YHOH[FHVVRGHDUUHFDGD©¥RQRYDORUGH5 WRWDOL]DQGR5 $UWLJR|(VWH'HFUHWRHQWUDU£HPYLJRUQDGDWDGHVXDDVVLQDWXUDUHYRJDGDVDVGLVSRVL©·HVHPFRQWU£ULR *DELQHWHGR3UHIHLWR0XQLFLSDOGH*XDSLUDPDGHQRYHPEURGH

3('52'(2/,9(,5$ 3UHIHLWR0XQLFLSDO PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUĂ -ESTADO DO PARANĂ EXTRATO DO ADITIVO I Ă€ ATA DE REGISTRO DE PREÇOS NÂş 16/2013 PMQ-PREGĂƒO PRESENCIAL NÂş 13/2013-SRP CONTRATANTE: MunicĂ­pio de QuatiguĂĄ, Estado do ParanĂĄ. DETENTORA: F J Santos Suprimentos Ltda.-ME. OBJETO: O objeto do presente aditivo ĂŠ a alteração da quantidade registrada para o item nÂş 19065, ordem nÂş 9, (CARTUCHO COM TONNER PARA IMPRESSORA HP LASER P1102W/M1212NF - CE285A), marca QUALLIPRINTING, com fulcro no que dispĂľe o art. 65, inciso I, da Lei Federal nÂş 8.666/93 e alteraçþes. QUANT. VALOR VALOR QUANT. VALOR ORDEM ITEM DESCRIĂ‡ĂƒO MARCA UNID. ADITIVADA TOTAL TOTAL REGISTRADA ADITIVADO 25% REGISTRADO GLOBAL CARTUCHO COM TONNER PARA R$ 9 19065 IMPRESSORA QUALLIPRINTING UNID. 10 R$ 1.460,00 R$ 365,00 HP LASER 40 1.825,00 P1102W/M1212NF - CE285A VIGĂŠNCIA: Conforme vigĂŞncia da ata de registro de preços nÂş 16/2013. DATA: 08 de novembro de 2013.


A-8 Local

TRIBUNA DO VALE Sábado e domingo 09 e 10 de novembro de 2013

UBS da Vila Ribeiro promove mais de 500 atendimentos dia e noite

SAÚDENa próxima semana, unidade deve começar a atender também nas sextas-feiras à noite Antônio de Picolli

Unidade de saúde foi inaugurada em setembro e atende moradores da região da Vila Ribeiro Gladys Santoro

A Un i d a d e B á s i c a d e Saúde recém-inaugurada na Vila Ribeiro é a única da cidade a oferecer atendimento noturno. Até o momento, o posto fica aberto até às 22 horas nas segunda, quartas e quintas-feiras. A partir da próxima semana, também haverá expediente nas noites de sextas-feiras. O horário estendido tem a finalidade de atender os trabalhadores rurais, que passam o dia fora da cidade e nã o tê m c omo pro c urar auxílio médico à noite,

exceto no Pronto Socorro Municipal. Outra novidade é a presença de um pediatra na rede municipal de Saúde. Há meses, a Secretaria não conseguia a contratação de um especialista em crianças. Ele atende nas tarde das quartas-feiras, na Vila Ribeiro, e nos demais dias da semana, se divide no atendimento a outros postos. Ao todo, ele realiza cerca de 75 consultas semanais. Au n i d a d e a i n d a v e m re a lizando cerc a de 300 procedimentos de enfermagem ao dia, inclusive

com aplicação de medicamentos intra- muscular e endovenosa, com o objetivo de aumentar a resolutividade dos tratamentos prescritos pelo médico e facilitar os objetivos da Estratégia de Saúde da Família. C om iss o, a procura p e l o Pron t o S o c or ro deve ser reduzida.

Luiz Guilherme Bannwart

Saf 196

UBS atende uma população estimada em 15 mil pessoas

O prefeito Pedro Claro de Oliveira Neto (Democratas) já autorizou a contratação de mais um farmacêutico. Segundo o secretário municipal da Saúde, Alexandre Levatti,a previsão éque a partir do dia 18 de novembro a farmácia da UBS estará aberta. “Dessa forma, facilitaa dis-

Dessa forma, facilitaa dispensação de medicamentos à população daquela área, estimada em 15 mil pessoas

pensação de medicamentos à população daquela área, estimada em 15 mil pessoas, evitando que elas se desloquem até a farmácia básica do centro social. Com a presença de um farmacêutico, a sala de observação será mais utilizada, já que o paciente pode ser acompanhado pelo profissional. Na nova UBS da Vila Ribeiro, foram investidos R$ 527,7 mil sendo R$ 350 mil por meio de uma emenda parlamentar do deputado federal Abelardo Lupion (DEM) e R$ 177,7 mil de

contrapartida do município. O prédio – que fica rua Antônio de Castro Villas Boas, na Vila Ribeiro - ocupa uma área de 570 metros quadrados e conta com quatro consultórios médicos, dois odontológicos, sala de vacina, farmácia, sala de procedimentos, fichário, sala de curativos, sala de reuniões, duas salas de obser vação onde a população será assistida com atenção médica intermediária, como nos casos de crise hipertensiva leve, febre alta, cortes, soro para hidratação entre outros procedimentos.

BANANE


e de vens

Geral B-1

TRIBUNA DO VALE Sábado e domingo 09 e 10 de novembro de 2013

Israelenses voltam a Ribeirão Claro para discutir produção de Tilápia

Diógenes Gonçalves

PARCERIARepresentantes da empresa Mitrelli Israel se inteiraram sobre custos de produção e demanda; governo garantiu apoio Diógenes Gonçalves

O prefeito de Ribeirão Claro, Geraldo Maurício Araújo (PV), recebeu na última quinta-feira (7) os representantes da empresa israelense Mitrelli Israel para discutir a parceria com prefeituras e o governo do Paraná para produção de Tilápia em larga escala, usando tanques-rede e taques-escavados. Durante todo o dia, empresários e autoridades conversaram sobre custos de produção, mercado, licenciamentos ambientais, outorgas e apoio governamental. O deputado federal, Abelardo Lupion (DEM), o deputado estadual, Pedro Lupion (DEM), o secretário de estado da Agricultura e Abastecimento (Seab), Norberto Ortigara, o presidente do Instituto Ambiental do Paraná (IAP), Luiz Tarcísio Mossato Pinto, o diretor-

-presidente do Instituto das Águas, Márcio Fernando Nunes, vereadores, técnicos e autoridades regionais e estaduais também participaram do encontro. O dia começou com um passeio por propriedades no entorno da represa Xavantes, que poderão participar do intercâmbio de conhecimento e tecnologia. Os israelenses d a Mit rel li são reconhecidos mundialmente pelo uso de tecnologia de ponta na fabricação de ração, melhoramento genético dos peixes e produção de Tilápias em locais com escassez de água. O que chamou a atenção dos empresários desde a primeira visita à região foi a abundância de recursos hídricos e o

potencial da represa para a instalação de tanques-rede. Após a visita técnica em algumas propriedades de Ribeirão Claro e Carlópolis, os participantes ouviram uma apresentação preparada pelo chefe do Núcleo Regional da Seab em Cornélio Procópio, Maurício Reis Koch. Maurício esteve em Israel para conhecer a empresa e é um dos responsáveis pela vinda dos empresários ao Norte Pioneiro. Ele entregou aos representantes da empresa um estudo feito pela Seab, em parceria com o Departamento de Economia Rural (Deral). Após o almoço realizado no Resort Tayayá, os israelenses ouviram dos responsáveis pela Seab, IAP e Instituto das Águas garantias de

De fato as outorgas são necessárias, mas serão obtidas naturalmente”,

Autoridades políticas garantiram apoio ao convênio

que uma eventual parceria terá total apoio do governo. Segundo Mossato, são necessárias algumas outorgas legais relacionadas ao meio ambiente, mas o diretor do IAP não vê problema para o início da produção. “De fato as outorgas são necessárias, mas serão obtidas naturalmente”, disse. O secretário Ortigara reiterou o apoio do governo do Paraná. “No

que depender do estado, daremos todo o apoio”, frisou. O presidente da Mitrelli, Jaime Taib, sinalizou o convênio com os brasileiros depois de questões técnicas sejam esclarecidas. “Faremos um estudo para definir se o consumidor brasileiro come peixe com frequência e se não come, temos que descobrir o porquê”, declarou. “As pessoas que não comem

peixe não o fazem por causa do preço, da falta de peixe ou porque não gostam?”, questionou. Por fim, Taib e Eliezer Levin falaram sobre o interesse da empresa em compartilhar informações e tecnologia sobre outras áreas com o governo brasileiro. “Podemos colaborar na educação, agricultura, tratamento de água e muitas outras coisas”, concluiu.


B-2 Atas&Editais

VENDO CHĂ CARA COM CASA MISTA - 120M2, COM Ă GUA, LUZ, TELEFONE - TODA MURADA. VĂ RIAS Ă RVORES FRUTĂ?FERAS E PALMITO4000 MTS2- VALOR A COMBINAR- ACEITO CARRO. FONES 43- 3564-2769 OU 9658- 2630 (TIM)- FALAR COM IRACI - QUATIGUĂ - PR VENDO TERRENO NO CENTRO DE SIQUEIRA CAMPOS, Ă“TIMO TERRENO C/ 600M2 DOC OK. TELEF(11) 975117926 C/ GUILER.

Marcos Roberto Gualiume, torna público que requereu do IAP, a Licença PrÊvia para Licenciamento de fornos para produção de carvão a ser implantada no Bairro Corredeira, Estrada Principal, s/n, Tomazina/PR. A POLIJAC INDÚSTRIA E PROCESSAMENTO DE MATERIAIS PLà STICOS LTDA., inscrita sob o CNPJ 17.337.300/0001-63, torna público que requereu ao IAP, a licença de operação para recuperação de materiais plåsticos para a atividade de comÊrcio atacadista instalada na 5RGRYLD%5NP3DUTXH,QGXVWULDO0XQLFtSLRGH-DFDUH]LQKR3U Não foi determinado estudo de impacto ambiental.

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANTĂ”NIO DA PLATINA PORTARIA NÂş 704/13 O Prefeito Municipal de Santo AntĂ´nio da Platina, Estado do ParanĂĄ, no uso das atribuiçþes que lhe sĂŁo conferidas por Lei, CONSIDERANDO o Processo de Sindicância nÂş 012/2013, instaurado pela Portaria nÂş 564/2013 de 05/09/13 e alterado pela Portaria 587/13 de 16/09/13; CONSIDERANDO o Parecer JurĂ­dico nÂş 1167/2013 e com fundamento no artigo 182, da Lei Municipal 02/1993, RESOLVE: DETERMINAR: A) Ao Departamento de Compras e Licitação para que seja efetuado pagamento da franquia do seguro do carro do requerente Farley Ferreira Barbosa; B) Ao Departamento de Recursos Humanos, para que arquive o traslado do Processo Administrativo Disciplinar 012/13, por prazo indeterminado. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE SANTO ANTĂ”NIO DA PLATINA / ESTADO DO PARANĂ / PAÇO MUNICIPAL DR. ALĂ?CIO DIAS DOS REIS, em 07 de novembro de 2013. PEDRO CLARO DE OLIVEIRA NETO Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANTĂ”NIO DA PLATINA DECRETO NÂş 449/13 Outorga de PermissĂŁo de Uso, gratuita, a tĂ­tulo precĂĄrio, a AMANDA OLIVEIRA DA SILVA de bem mĂłvel do MunicĂ­pio de Santo AntĂ´nio da Platina. O Prefeito Municipal de Santo AntĂ´nio da Platina, Estado do ParanĂĄ, usando das atribuiçþes que lhe sĂŁo conferidas por lei e, de acordo com o ofĂ­cio nÂş 303/13, do Departamento de PatrimĂ´nio e Segurança, protocolado sob nÂş 015884/13 de 05/11/2013, e CONSIDERANDO a extrema necessidade devidamente comprovada atravĂŠs de documentos juntados no requerimento 015884/13, de um OxĂ­metro de Pulso PortĂĄtil, para atendimento a menor Amanda Oliveira da Silva portadora de seqĂźelas respiratĂłrias devido Ă  meningite viral. CONSIDERANDO ainda o relatĂłrio com a descrição fĂ­sica do Bem 0yYHOR0XQLFtSLRÂżFDLVHQWRGHTXDLVTXHUUHVSRQVDELOLGDGHVFDXVDGDV pelo uso incorreto do aparelho. CONSIDERANDO que este deve ser devolvido ao municĂ­pio caso nĂŁo haja mais necessidade a este paciente. DECRETA: Art. 1Âş - Fica outorgada a Amanda Oliveira da Silva, inscrita no CPF/ MF sob nÂş. 062.000.809-17, de Santo AntĂ´nio da Platina, ParanĂĄ, com sede na Rua Maria Jesus da Silva, nÂş. 111, Aparecidinho II, neste ato representado pelo seu Pai, Sr. Paulo Alves da Silva, brasileiro, casado, portador da cĂŠdula de identidade RG sob o nÂş. 6.154.491-7/SSP-PR, e inscrito no CPF/MF sob o nÂş.881.844.479-49, nesta cidade e comarca, com base no artigo 17 § 3Âş. – da Resolução nÂş. 01/90 – Lei Orgânica do MunicĂ­pio CapĂ­tulo IV artigo 17 – a PermissĂŁo de Uso, Gratuita, a TĂ­tulo PrecĂĄrio do Bem MĂłvel abaixo descrito. $UWžÂą(VSHFLÂżFDomRGREHPFHGLGR NÂş PATRIMONIAL DESCRIĂ‡ĂƒO DO BEM QUANTIDADE NOTA FISCAL 27.681 OxĂ­metro de Pulso PortĂĄril 01 N° 000.009.507 $UWžÂą$3HUPLVVLRQiULDÂżFDREULJDGDDSURYLGHQFLDUDPDQXWHQomR GREHPPyYHODFLPDHVSHFLÂżFDGRQRVPROGHVGDOHJLVODomRYLJHQWHFRP o acompanhamento da SecretĂĄria de SaĂşde Municipal, devendo este estar sempre em boas condiçþes de uso, zelando a PermissionĂĄria por sua conservação. $UW ž Âą 2 GHVFXPSULPHQWR GD ÂżQDOLGDGH RX GD UHVSRQVDELOLGDGH assumida, pelo contrato da PermissĂŁo de Uso, acarretarĂĄ automaticamente, a revogação da PermissĂŁo. § 1Âş - A presente PermissĂŁo nĂŁo gera privilĂŠgios nem direitos sobre o %HP0yYHORUDSHUPLWLGRDTXDOÂżFDUiFRQGLFLRQDGDjVSRVVLELOLGDGHVGH revogação a qualquer tempo, e a faculdade do Poder PĂşblico, resolve-la sem qualquer indenização Ă  PermissionĂĄria. † ž  5HYRJDGD D SHUPLVVmR GH XVR D TXDOTXHU WHPSR ÂżFDUi D PermissionĂĄria obrigada a restituir o Bem MĂłvel permitido, a tĂ­tulo precĂĄrio, nas condiçþes das melhorias estabelecidas sem ressarcimento e entregues ressalvado o desgaste natural pelo tempo de uso. Art. 5Âş - CaberĂĄ Ă  permissionĂĄria a responsabilidade da manutenção HFRQVHUYDomRGR%HP0yYHOHVSHFLÂżFDGRDGYLQGRGRXVRHDTXHGHU causa, enquanto perdurar a PermissĂŁo de uso. Art. 6Âş - O prazo desta permissĂŁo de uso serĂĄ de 2 (dois) anos, podendo ser renovado por iguais e sucessivos perĂ­odos. Art. 7Âş - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE SANTO ANTĂ”NIO DA PLATINA / ESTADO DO PARANĂ / PAÇO MUNICIPAL DR. ALĂ?CIO DIAS DOS REIS, aos 06 de novembro de 2013. PEDRO CLARO DE OLIVEIRA NETO Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARĂ PORTARIA No 407/2013 O ExcelentĂ­ssimo Senhor JoĂŁo Mattar Olivato, Prefeito Municipal de CambarĂĄ, Estado do ParanĂĄ, usando de suas atribuiçþes legais, que lhe sĂŁo conferidas por lei, R E S O L V E: Art. 1Âş Exonerar, a pedido, a partir de 08/11/2013, o servidor VINICIUS FRANCO GALERANI, portador do RG nÂş 8.025.617-5-SSP/PR, CPF nÂş 047.411.609-39, ocupante do cargo de TECNICO DESPORTIVO. A presente Portaria entra em vigor na data de sua publicação. Publique-se,    1RWLÂżTXHVH Cumpra-se. Gabinete do Prefeito Municipal de CambarĂĄ, Estado do ParanĂĄ, em 08 de novembro de 2013. JOĂƒO MATTAR OLIVATO PREFEITO MUNICIPAL DE CAMBARĂ

PREFEITURA MUNICIPAL DE TOMAZINA LEI N.Âş 0359/2013 SĂšMULA: “Denomina as Ruas do loteamento Residencial Campo Beloâ€? A Câmara Municipal de Tomazina, Estado do ParanĂĄ, aprovou, e eu, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte Lei: Artigo. 1Âş: As ruas no Loteamento Residencial, Campo Belo, passam a ter as seguintes nomenclaturas: A) LOTEAMENTO RESIDENCIAL CAMPO BELO – BAIRRO JOĂƒO PRONKO: Rua A – NADIA PRONKO; Rua B – MATILDE APARECIDA TEIXEIRA BALTAZAR; Rua C – MARIA FRANCISCA BOMFIM; Rua D – EUDĂ“CIO APARECIDO FURINI; Rua F – VEREADOR RAIMUNDO PEREIRA DA SILVA; Rua G – ANA BUCKO; Rua H – JOSÉ FARIA; Rua I – JOĂƒO BUCKO Artigo 2Âş: Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposiçþes em contrĂĄrio. Gabinete do Prefeito municipal de Tomazina, em 08 de novembro de 2013. Guilherme Cury Saliba Costa Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE TOMAZINA AVISO DE PREGĂƒO PRESENCIAL NÂş 041/2013 Objeto: CONTRATAĂ‡ĂƒO DE EMPRESA PARA PRESTAĂ‡ĂƒO DE SERVIÇOS MÉDICOS HOSPITARES PARA PLANTĂ•ES PARA O DEPARTAMENTO DE SAUDE DO MUNICĂ?PIO DE TOMAZINA. A Prefeitura Municipal de Tomazina, atravĂŠs da comissĂŁo de Licitaçþes, torna pĂşblico para conhecimento dos interessados que realizarĂĄ a licitação referente ao PREGĂƒO PRESENCIAL n.Âş 041/2013. Abertura da Licitação: 10:00 horas do dia 22/11/2013. Local da Abertura: Prefeitura Municipal de Tomazina – Rod. Avelino AntĂ´nio Vieira, 117 – Tomazina – PR. A cĂłpia do Edital, bem como maiores esclarecimentos estarĂŁo Ă  disposição dos interessados de segunda Ă  sexta-feira, das 8h Ă s 11h30min., atĂŠ vinte e quatro horas antes do certame, e pelo email:licitação_tomazina@hotmail.com. Tomazina, 08 de novembro de 2013. PREGOEIRO OFICIAL

TRIBUNA DO VALE SĂĄbado e domingo 09 e 10 de novembro de 2013

PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUĂ -ESTADO DO PARANĂ AVISO DE LICITAĂ‡ĂƒO PREGĂƒO PRESENCIAL NÂş 49/2013-SRP Objeto: Registro de preços destinado a contratação de empresa SDUD SUHVWDomR GH VHUYLoRV HVSHFLDOL]DGRV GH UDLR[ WRPRJUDÂżD XOWUD VRQRJUDÂżDH[DPHVHFRQVXOWDVGRFRUDomRORFDOL]DGRVDWp FHP NP da sede da cidade de QuatiguĂĄ, para atender a demanda da população do municĂ­pio (serviços que nĂŁo podem ser realizadas pelo hospital local, FOtQLFDVFRQYHQLDGDVHSHORFRQYrQLRÂżUPDGRSHOR&,61253,  Tipo: Menor Preço. Credenciamento: 27/11/2013 das 08h00min Ă s 09h00min. Abertura: ApĂłs credenciamento. Informaçþes sobre a retirada do edital atravĂŠs do site: www.quatigua. pr.gov.br, ou atravĂŠs do e-mail: licitacao@quatigua.pr.gov.br. QuatiguĂĄ-PR, Sala de Licitaçþes, em 08 de novembro de 2013. Gilvan de Oliveira – Pregoeiro.

PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUĂ -ESTADO DO PARANĂ AVISO DE LICITAĂ‡ĂƒO PREGĂƒO PRESENCIAL NÂş 48/2013 Objeto: contratação de empresa especializada em prestação de serviços de administração de estĂĄgios de estudantes para desenvolvimento de atividades na Administração PĂşblica Municipal. Tipo: Menor Preço. Credenciamento: 26/11/2013 das 13h00min Ă s 14h00min. Abertura: ApĂłs credenciamento. Informaçþes sobre a retirada do edital atravĂŠs do site: www.quatigua. pr.gov.br, ou atravĂŠs do e-mail: licitacao@quatigua.pr.gov.br. QuatiguĂĄ-PR, Sala de Licitaçþes, em 08 de novembro de 2013. Gilvan de Oliveira – Pregoeiro. LEI No 1551 DE 07 DE NOVEMBRO DE 2013. SĂšMULA: DispĂľe sobre a alteração no Artigo 1Âş da Lei nÂş 1541/2013, PRGLÂżFDQGRRFyGLJRGHXP3URMHWR$WLYLGDGH A Câmara Municipal de CambarĂĄ, Estado do ParanĂĄ aprovou e eu, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte Lei: Art. 1Âş - Na Lei 1541/2013, aprovada em 10/07/2013, em seu Artigo 1Âş, onde se lĂŞ: 08.002 – CMDCA – Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente 08.243.2580 – Manutenção da AssistĂŞncia a Criança e Adolescente 08.244.2580.2640 – AssistĂŞncia a Criança e Adolescente Passa-se a ler: 08.002 – CMDCA – Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente 08.243.2580 – Manutenção da AssistĂŞncia a Criança e Adolescente 08.244.2580.60 – AssistĂŞncia a Criança e Adolescente Art. 2Âş Esta lei entra em vigor na data de sua publicação. Gabinete do Prefeito do MunicĂ­pio de CambarĂĄ, Estado do ParanĂĄ, em 07 de novembro de 2013. JOĂƒO MATTAR OLIVATO Prefeito de CambarĂĄ LEI No 1552 DE 08 DE NOVEMBRO DE 2013. SĂşmula – Abre crĂŠdito adicional especial no Orçamento Geral do MunicĂ­pio, para o exercĂ­cio de 2013. A Câmara Municipal de CambarĂĄ-Estado do ParanĂĄ e eu Prefeito Municipal sanciono a seguinte Lei: LEI Art. 1Âş - Fica aberto no Orçamento Programa, para o exercĂ­cio de 2013, aprovado pela Lei nÂş 1509/2012, de 12/12/2012, um CrĂŠdito Adicional Especial no valor de R$ 40.000,00 (Quarenta Mil Reais), assim discriminado: 03 – Secretaria Municipal de Administração 03.001 – Departamento Administrativo 04.122.1215.2075 – Repasse Financeiro ao CODEPACI 3.1.71.70.00.00.00 – Rateio Pela Participação em Cons. PĂşblico FR.000 R$ - 36.000,00 3.3.71.70.00.00.00 – Rateio Pela Participação em Cons. PĂşblico FR.000 R$ - 4.000,00 Total......................................... R$ - 40.000,00 Art. 2Âş - Para dar cobertura ao crĂŠdito aberto no artigo anterior, serĂĄ feita a redução na seguinte dotação orçamentĂĄria: 03 – Secretaria Municipal de Administração 03.001 – Departamento Administrativo 04.122.0402.2070 – Manutenção do Departamento Administrativo 3.1.90.91.00.00.00 – Sentenças Judiciais FR.000 R$ - 40.000,00 Total........................................ R$ - 40.000,00 Art. 3Âş - Esta lei entrarĂĄ em vigor na data de sua publicação. Gabinete do Prefeito Municipal de CambarĂĄ-Estado do ParanĂĄ, em 08 de novembro de 2013. JoĂŁo Mattar Olivato Prefeito Municipal


GH UDLR[ WRPRJUDÂżD XOWUD RFDOL]DGRVDWp FHP NP

RSHOR&,61253, 

GH

TRIBUNA DO VALE

Atas & Editais B-3

SĂĄbado e domingo 09 e 10 de novembro de 2013 PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ ESTADO DO PARANĂ DECRETO NÂş 790 / 2013 SĂšMULA: DispĂľe sobre abertura de Credito Adicional Suplementar, autorizado pela Lei nÂş 472/2012 de 18/12/2012. O PREFEITO MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ, ESTADO DO PARANĂ , NO USO DAS ATRIBUIÇÕES QUE LHES SĂƒO CONFERIDAS POR LEI, DECRETA Art. 1Âş - Fica aberto no corrente exercĂ­cio financeiro, CrĂŠdito Adicional Suplementar no valor de R$ 78.250,00 ( Setenta e oito mil, duzentos e cinquenta reais ), com a seguinte dotação orçamentĂĄria: 02.00 – EXECUTIVO MUNICIPAL 02.001– GABINETE DO PREFEITO 04.122.0003-2004 – MANUTENĂ‡ĂƒO DAS ATIVIDADES DO GABINETE DO PREFEITO 00120 – 33.90.14.00.00 – 00.000 – DiĂĄrias – Pessoal Civil .. ................................................R$ 2.000,00 0 3 . 0 0 – S E C R E TA R I A M U N I C I PA L D E A D M I N E PLANEJAMENTO 03.001– DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAĂ‡ĂƒO 04.122.0004.2011 – MANUTENĂ‡ĂƒO DO DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAĂ‡ĂƒO 00390 – 33.90.39.00.00 – 00.000 – Outros Serviços de Terceiros - Pessoa JurĂ­dica............R$ 44.850,00 05.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE SAĂšDE 05.001– FUNDO MUNICIPAL DE SAĂšDE 10.301.0006-2031 – MANUTENĂ‡ĂƒO DE VEĂ?CULOS 01310 – 33.90.39.00.00 – 00.303 – Outros Serviços de Terceiros – Pessoa JurĂ­dica............R$ 2.500,00 06.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSISTĂŠNCIA SOCIAL 06.003– DEPARTAMENTO DO BEM ESTAR SOCIAL 08.244.0005-2048 – MANUTENĂ‡ĂƒO DO BEM ESTAR SOCIAL 02400 – 33.90.36.00.00 – 00.000 – Outros Serviços de Terceiros – Pessoa FĂ­sica ..............R$ 1.600,00 08.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE VIAĂ‡ĂƒO, OBRAS E SERV PĂšBLICOS 08.001– DEPARTAMENTO DE OBRAS, SERV URBANOS ELIMPEZA PĂšBLICA 15.452.0009-2071 – MANUTENĂ‡ĂƒO DO DEPARTAMENTO DE SERVIÇOS URBANOS 02790 – 33.90.30.00.00 – 00.000 – Material de Consumo ... ................................................R$ 8.000,00 02810 – 33.90.39.00.00 – 00.000 – Outros Serviços de Terceiros - Pessoa JurĂ­dica............R$ 2.000,00 0 8 . 0 0 2 – D E PA R TA M E N T O D E V I A Ç Ăƒ O E S E R V I Ç O S RODOVIĂ RIO 2 6 . 7 8 2 . 0 0 11 . 2 0 7 6 – M A N U T E N Ç Ăƒ O D O S V E Ă? C U L O S E MAQUINĂ RIOS 3060 – 33.90.39.00.00 – 00.000 – Outros Serviços de Terceiros - Pessoa JurĂ­dica..............R$ 1.500,00 0 9 . 0 0 – S E C R E TA R I A M U N I C I PA L D E E D U C A Ç Ăƒ O , ESPORTES E CULTURA 09.001– DEPARTAMENTO DE EDUCAÇAO 12.361.0007.2079 – MANUTENÇAO ENSINO FUNDAMENTAL – Fonte 103 03130 – 33.90.14.00.00 – 00.103 – DiĂĄrias – Pessoal Civil .. ...............................................R$ 150,00 03140 – 33.90.30.00.00 – 00.103 – Material de Consumo ... ................................................R$ 500,00 12.361.0007.2081 – MANUTENÇAO DO TRANSPORTE ESCOLAR – Fonte 103 03240 – 33.90.39.00.00 – 00.103 – Outros Serviços de Terceiros - Pessoa JurĂ­dica............R$ 2.500,00 MANUTENĂ‡ĂƒO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAĂ‡ĂƒO 03490 – 33.90.36.00.00 – 00.103 – Outros Serviços de Terceiros - Pessoa FĂ­sica ..............R$ 500,00 12.361.0007.2095 – MANUTENĂ‡ĂƒO DO ENSINO FUNDAMENTAL – SALĂ RIO EDUCAĂ‡ĂƒO-FR 107 03540 – 33.90.14.00.00 – 00.107 – DiĂĄrias – Pessoal Civil .. ...............................................R$ 3.700,00 03560 – 33.90.39.00.00 – 00.107 – Outros Serviços de Terceiros - Pessoa JurĂ­dica...........R$ 500,00 12.364.0007-2096 – MANUTENĂ‡ĂƒO ENSINO SUPERIOR 03590 – 33.90.30.00.00 – 00.000 – Material de Consumo .... ............................................................R$ 7.950,00 TOTAL .. R$ 78.250,00 Art. 2Âş - Para dar cobertura ao CrĂŠdito autorizado no artigo anterior, serĂŁo indicados como recursos o disposto na Lei Federal 4.320/64, no Artigo 43 § 1Âş; b) Inciso III – redução na seguinte dotação orçamentĂĄria 05.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE SAĂšDE 05.001– FUNDO MUNICIPAL DE SAĂšDE 10.301.0006-2030 – AQUISIĂ‡ĂƒO DE VEĂ?CULOS 01280 – 44.90.52.00.00 – 00.303 – Equipamento e Material Permanente ..........................R$ 2.500,00 0 9 . 0 0 – S E C R E TA R I A M U N I C I PA L D E E D U C A Ç Ăƒ O , ESPORTES E CULTURA 09.001– DEPARTAMENTO DE EDUCAÇAO 12.361.0007.2095 – MANUTENĂ‡ĂƒO DO ENSINO FUNDAMENTAL – SAĂ RIO EDUCAĂ‡ĂƒO-FR 107 03550 – 33.90.30.00.00 – 00.107 – Material de Consumo ... .................................................R$ 4.200,00 12.361.0007-2086 – MANUTENĂ‡ĂƒO DO ENSINO FUNDAMENTAL – Fonte Livre 03370 – 44.90.52.00.00 – 00.000 – Equipamento e Material Permanente.............................R$ 7.950,00 09.002– DEPARTAMENTO DE ESPORTES E CULTURA 27.812.0008-2106 – MANUTENĂ‡ĂƒO DAS ATIVIDADES DO CENTRO CULTURAL 03920 – 31.90.11.00.00 – 00.000 – Vencimentos e Vantagens Fixas-Pessoal Civil............R$ 3.650,00 99 – RESERVA DE CONTINGĂŠNCIA 99.999 – RESERVA DE CONTINGĂŠNCIA 99.999.0999-9112 – RESERVA DE CONTINGĂŠNCIA 04180 – 99.99.99.00.00. – 00.-999 – Reserva de ContingĂŞncia ...........................................R$ 59.950,00 TOTAL ...... R$ 70.300,00 Art. 3Âş - Este Decreto entra em vigor a partir desta data, revogadas as disposiçþes em contrĂĄrio. Paço Municipal JosĂŠ Galdino Pereira, em 08 de Novembro de 2013. EDIMAR DE FREITAS ALBONETI Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ ESTADO DO PARANĂ DECRETO NÂş 783 / 2013 SĂšMULA: DispĂľe sobre abertura de Credito Adicional Especial, autorizado pela Lei nÂş 499/2013 de 09/10/2013. O PREFEITO MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ, ESTADO DO PARANĂ , NO USO DAS ATRIBUIÇÕES QUE LHES SĂƒO CONFERIDAS POR LEI, DECRETA Art. 1Âş - AtravĂŠs da presente Lei 499/2013, fica autorizado o Poder Executivo Municipal efetivar a restituição de valores ao MinistĂŠrio da SaĂşde, relativos Ă  restituição de convĂŞnio, consoante Processo nÂş 25023.007783/2012-67, relativo ao convĂŞnio nÂş 425/2009, segundo determinação contida na Portaria MS nÂş 1.751/2002. Art. 2Âş - A restituição dos valores relativos ao convĂŞnio citado no artigo 1Âş, jĂĄ obteve parecer positivo do MinistĂŠrio da SaĂşde, para que seja efetivado parcelamento em favor dos cofres pĂşblicos federais, em atĂŠ 30 ( Trinta ) parcelas, atualizados pelo IPCA, ou outro Ă­ndice oficial que venha a substituĂ­-lo, acrescido de juros de 1% ( Um por cento ) ao mĂŞs, tendo por valor principal a quantia de R$ 200.154,79 ) Duzentos mil,, cento e cinquenta e quatro reais e setenta e nove centavos ), atualizado atĂŠ o mĂŞs de Outubro /2012 por ser o mĂŞs de requisição de restituição perante

o MinistĂŠrio da SaĂşde. Art. 3Âş - Os valores de cada parcela mensal serĂĄ atualizados pelo Fundo Nacional de SaĂşde e serĂŁo restituĂ­dos atravĂŠs de GRU – Guia de Recolhimento da UniĂŁo, especĂ­ficas em favor da Diretoria Executiva do Fundo Nacional de SaĂşde. Art. 4Âş - Fica Aberto no corrente exercĂ­cio financeiro CrĂŠdito Adicional Especial, com a seguinte dotação orçamentĂĄria: 05.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE SAĂšDE 05.001– FUNDO MUNICIPAL DE SAĂšDE 2 8 . 8 4 3 . 0 0 0 0 - 0 1 3 7 – R E S T I T U I Ç Ăƒ O D E VA L O R E S A O MINISTÉRIO DA SAĂšDE 000453 – 32.90.21.00.00 – 0.0 - 000 - Juros Sobre a DĂ­vida por Contrato...................................R$ 5.000,00 000454 – 46.90.71.00.00 – 0.0 - 000 - Principal da DĂ­vida Contratual Resgatado ......................R$ 33.359,10 TOTAL ... R$ 38.359,10 Art. 5Âş - Para dar cobertura ao CrĂŠdito autorizado no artigo anterior, serĂŁo indicados como recursos o disposto na Lei Federal 4.320/64, no Artigo 43 § 1Âş; b) Inciso III – Cancelamento das seguintes dotaçþes orçamentĂĄria: 05.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE SAĂšDE 05.001– FUNDO MUNICIPAL DE SAĂšDE 10.301.0006-2028 – ATIVIDADES DO SETOR DE SAĂšDE – Fontes Livres 001230 – 33.90.30.00.00 – 0.0 - 000 - Material de Consumo ......................................................R$ 38.359,10 Art. 6Âş - Este Decreto entra em vigor a partir desta data, revogadas as disposiçþes em contrĂĄrio. Paço Municipal JosĂŠ Galdino Pereira, em 10 de Outubro de 2013. EDIMAR DE FREITAS ALBONETI Prefeito Municipal AVISO DE LICITAĂ‡ĂƒO PregĂŁo Presencial nÂş079/2012. Encontra-se aberto na PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRĂƒO DO PINHAL – ESTADO DO PARANĂ , processo licitatĂłrio na modalidade PregĂŁo, do tipo menor preço global por lote, cujo objeto ĂŠ a contratação de empresa especializada em serviços de recreação para desenvolvimento de atividades com os idosos atendidos pelo CRAS, pelo sistema registro de preços, conforme solicitação da Secretaria de AssistĂŞncia Social. Assim sendo, a realização do referido pregĂŁo serĂĄ no dia: 22/11/2013, a partir das 09h00min, na sede da Prefeitura Municipal, localizada Ă  Rua ParanĂĄ, nÂş. 983 – Centro, em nosso MunicĂ­pio. O edital na Ă­ntegra estarĂĄ disponĂ­vel para consulta e retirada mediante pagamento de taxa no endereço supra, junto ao Setor de licitaçþes, de segunda a sexta-feira, no horĂĄrio das 09h00min Ă s 11h00min e das 13h30min Ă s 15h30min. RibeirĂŁo do Pinhal, 08 de novembro de 2013. Fayçal Melhem Chamma Junior Pregoeiro Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANTĂ”NIO DA PLATINA Portaria nÂş 679/2013. O Prefeito Municipal de Santo AntĂ´nio da Platina Estada do ParanĂĄ, no uso das atribuiçþes que lhe sĂŁo conferidas por Lei, resolve: DESIGNAR: Artigo 1Âş - Fica DESIGNADA a ComissĂŁo de Implantação do Curso de Medicina no MunicĂ­pio de Santo AntĂ´nio da Platina, sob a presidĂŞncia do primeiro, composta pelos seguintes membros: I - Alexandre Jesus Levatti – SecretĂĄrio Municipal de SaĂşde; II - Lilian Cristina Lemes de Toledo – SecretĂĄria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Recreação; III - Luciana Aparecida da Silva Mendes – Diretora Municipal do Departamento de Projetos e ConvĂŞnios; IV - Carlos Alexandre Ferreira da Silva – Assessor JurĂ­dico; V - Aguinaldo Roberto do Carmo – Vereador em Santo AntĂ´nio da Platina; VI – Andrea Perri Massuia Vaz – Associação Comercial de Santo AntĂ´nio da Platina. Artigo 2Âş - As atividades formuladas pela comissĂŁo serĂŁo de relevante consideração pĂşblica e nĂŁo terĂĄ qualquer remuneração. Artigo 3Âş - Para secretariar os trabalhos da ComissĂŁo de Implantação GR&XUVRGH0HGLFLQDÂżFDGHVLJQDGRRVHQKRU&DUORV$OH[DQGUH)HUUHLUD da Silva. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE SANTO ANTĂ”NIO DA PLATINA / ESTADO DO PARANĂ / PAÇO MUNICIPAL DR. ALĂ?CIO EM 25 DE OUTUBRO DE 2013. _____________________ Jorge Cendon Garrido. Prefeito em exercĂ­cio. PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANTĂ”NIO DA PLATINA PORTARIA NÂş 703/13 O Prefeito Municipal de Santo AntĂ´nio da Platina, Estado do ParanĂĄ, no uso das atribuiçþes que lhe sĂŁo conferidas por Lei, CONSIDERANDO o ofĂ­cio n° 299/13 de Departamento de PatrimĂ´nio e Segurança, protocolado sob n° 015636 em 30/10/13; RESOLVE: I - DETERMINAR Ă  DivisĂŁo de PatrimĂ´nio e Segurança que efetue a BAIXA PATRIMONIAL do bem patrimonial nÂş 20.424, VeĂ­culo modelo FIESTA HATCH 1.6, Flex, Placa ARK 3814, RENAVAM nÂş 14.852.178-9, conforme Processo nÂş 984.3.0784252-1 – Departamento de Trânsito de ParanĂĄ – DETRAN PR - dano de Grande Monta, ocorrendo, assim, o Bloqueio do Registro do VeĂ­culo. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE SANTO ANTĂ”NIO DA PLATINA / ESTADO DO PARANĂ / PAÇO MUNICIPAL DR. ALĂ?CIO DIAS DOS REIS, em 06 de novembro de 2013. PEDRO CLARO DE OLIVEIRA NETO Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUĂ -ESTADO DO PARANĂ ERRATA Onde-se lĂŞ na pĂĄg. A-6/Atas & Editais do Jornal Tribuna do Vale, Edição nÂş 2512, do dia 07 de novembro de 2013, no aviso de homologação e adjudicação do processo de inexigibilidade de licitação nÂş 04/2013: &2175$7$'2,QÂżQLW\,PSRUWDomRH([SRUWDomR/WGD Leia-se: &2175$7$'2,QÂżQLW\0iTXLQDVH(TXLSDPHQWRV/WGD QuatiguĂĄ-PR, em 07 de novembro de 2013. Luis Fernando Dolenz – Prefeito Municipal

CĂ‚MARA MUNICIPAL DE GUAPIRAMA PORTARIA nÂş 006/2013, de 07 de novembro de 2013. “Nomeia ComissĂŁo Especial para processo licitatĂłrioâ€? O Presidente da Câmara Municipal da Guapirama, no uso de suas atribuiçþes que lhe confere a Lei Orgânica Municipal, o Regimento Interno e demais legislaçþes pertinentes. CONSIDERANDO o disposto na Lei 8.666/1993; &216,'(5$1'2RQ~PHURGHVHUYLGRUHVHIHWLYRVLQVXÂżFLHQWH &216,'(5$1'2RQ~PHURGHVHUYLGRUHVGHVLPSHGLGRVLQVXÂżFLHQWH RESOLVE: Art. 1Âş. Fica designada e assim constituĂ­da a ComissĂŁo Especial de licitação, de carĂĄter temporĂĄrio, para dirigir, julgar e praticar todos os atos necessĂĄrios, buscando escolher a proposta mais vantajosa para a administração pĂşblica, referente procedimento licitatĂłrio tendo como objeto a contratação de empresa especializada na elaboração de projetos de engenharia, arquitetura, hidrĂĄulico, elĂŠtrico e estrutural, destinados Ă  construção da futura sede do Poder Legislativo Municipal de Guapirama: Presidente: ANDERSON TONIETTE SecretĂĄria: JOSIANE APARECIDA MENDES Membro: EDÉSIO ANTONIO OLIVEIRA Art. 2Âş. Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposiçþes em contrĂĄrio. Câmara Municipal de Guapirama, Estado do ParanĂĄ, aos sete dias do mĂŞs de novembro do ano de dois mil e treze. Jusandro Bubna Presidente CĂ‚MARA MUNICIPAL DE GUAPIRAMA PORTARIA nÂş 007/2013, de 07 de novembro de 2013. “Nomeia ComissĂŁo TemporĂĄria Especial para elaborar RevisĂŁo e atualização do Regimento Internoâ€? O Presidente da Câmara Municipal da Guapirama, no uso de suas atribuiçþes que lhe confere a Lei Orgânica Municipal, o Regimento Interno e demais legislaçþes pertinentes, RESOLVE: Art. 1Âş. Constituir a ComissĂŁo TemporĂĄria Especial para elaborar revisĂŁo e atualização do Regimento Interno da Câmara Municipal de Guapirama, (Resolução nÂş 001, de 31 de julho de 1998). $UWž$UHIHULGD&RPLVVmRÂżFDUiDVVLPFRQVWLWXtGD Presidente: ANTONIO RODRIGUES DE SOUZA Relator: DENIS FRANK RODRIGUES Membro: EDÉSIO ANTONIO OLIVEIRA Art. 3Âş. A ComissĂŁo terĂĄ um prazo de 25 (vinte e cinco) dias, contados da data da publicação desta portaria para apresentar minuta do novo texto regimental. Art. 4Âş. Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposiçþes em contrĂĄrio. Câmara Municipal de Guapirama, Estado do ParanĂĄ, aos sete dias do mĂŞs de novembro do ano de dois mil e treze. Jusandro Bubna Presidente CĂ‚MARA MUNICIPAL DE GUAPIRAMA PORTARIA nÂş 008/2013, de 07 de novembro de 2013. “Nomeia ComissĂŁo TemporĂĄria Especial para elaborar Emenda Ă  Lei Orgânicaâ€? O Presidente da Câmara Municipal da Guapirama, no uso de suas atribuiçþes que lhe confere a Lei Orgânica Municipal, o Regimento Interno e demais legislaçþes pertinentes, RESOLVE: Art. 1Âş. Constituir a ComissĂŁo TemporĂĄria Especial para elaborar proposta de emenda Ă  Lei Orgânica do MunicĂ­pio de Guapirama (Resolução nÂş 001, de 05 de abril de 1990). $UWž$UHIHULGD&RPLVVmRÂżFDUiDVVLPFRQVWLWXtGD Presidente: ELIZEU FIORANTE ALVAREZ Relator: PEDRO SCATAMBULI Membro: ANTONIO RODRIGUES DE SOUZA Art. 3Âş. A ComissĂŁo terĂĄ um prazo para conclusĂŁo dos trabalhos de 15 (quinze) dias, contados da data da publicação desta portaria para apresentar minuta do novo texto regimental. Art. 4Âş. Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposiçþes em contrĂĄrio. Câmara Municipal de Guapirama, Estado do ParanĂĄ, aos sete dias do mĂŞs de novembro do ano de dois mil e treze. Jusandro Bubna Presidente PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUĂ -ESTADO DO PARANĂ DECLARAĂ‡ĂƒO DE PROCESSO LICITATĂ“RIO DESERTO Processo Administrativo nÂş 76/2013 Luis Fernando Dolenz, Prefeito Municipal de QuatiguĂĄ, Estado do ParanĂĄ, no uso de suas atribuiçþes conferidas por Lei e tendo em vista o nĂŁo comparecimento de nenhum proponente para participar no certame licitatĂłrio sob a modalidade PregĂŁo Presencial nÂş 47/2013-SRP, cujo objeto era o registro de preços visando futuras e eventuais aquisiçþes de cartuchos com Toners (remanufaturados) para as impressoras HP LASER P1102W/M1212NF-CE285A, de todos os setores pertencentes Ă  estrutura municipal, DECLARA a presente licitação DESERTA. QuatiguĂĄ-PR, Gabinete do Prefeito Municipal, em 07 de novembro de 2013. LUIS FERNANDO DOLENZ Prefeito Municipal ALTERAĂ‡ĂƒO DE EDITAL E NOVA DATA DA SESSĂƒO MUNCĂ?PIO DE CAMBARà – PR PREGĂƒO PRESENCIAL 63/2013 è2%-(72$TXLVLomRGHYHLFXORNP ABERTURA: 09H DO DIA 22/11/13 LOCAL: AV. BRASIL, 1.082, CENTRO, CAMBARĂ - PR. DISPONIBILIDADE DO EDITAL E DAS ALTERAÇÕES - REQUISITADO, GRATUITAMENTE, PELO E-MAIL: MUNICIPIOCAMBARA@GMAIL.COM CAMBARĂ , 08 DE NOVEMBRO DE 2013. JOĂƒO MATTAR OLIVATO PREFEITO

INEXIGIBILIDADE NÂş. 007/2013. PREFEITURA MUNICIPAL DE ABATIà – PR RESULTADO DE HOMOLOGAĂ‡ĂƒO E ADJUDICAĂ‡ĂƒO PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUĂ -ESTADO DO PARANĂ Torna-se pĂşblico a homologação do procedimento em epigrafe e LICITAĂ‡ĂƒO MODALIDADE PREGĂƒO PRESENCIAL NÂş 45/2013 adjudicação do objeto, sendo: CONTRATAĂ‡ĂƒO DE 03 (TRĂŠS) SHOWS RESULTADO FINAL DE JULGAMENTO E CLASSIFICAĂ‡ĂƒO SERTANEJOS UNIVERSITARIOS PARA APRESENTAĂ‡ĂƒO EM NOSSO Em cumprimento ao disposto no art. 109, parĂĄgrafo 1Âş da Lei MUNICIPIO NOS DIAS 14, 15 E 16 DE NOVEMBRO DO ANO DE 2013, Federal nÂş 8.666/93, atualizada pela Lei Federal nÂş 8.883/94, torna-se ONDE ESTAREMOS DANDO CONTINUIDADE AS FESTIVIDADES S~EOLFRRUHVXOWDGRGDOLFLWDomRHPHStJUDIHFXMDFODVVLÂżFDomRGiVHGD ALUSIVAS AO ANIVERSĂ RIO DO MUNICIPIO, tendo contratadas seguinte forma: as empresas EVOLUTIONS – PROMOÇÕES E REALIZAÇÕES DE Objeto: Contratação de empresa visando Ă  prestação de serviços de transporte escolar de alunos da rede municipal de ensino, atravĂŠs da EVENTOS LTDA - EPP, da cidade de SĂŁo Paulo, Estado de SĂŁo Paulo Inscrito no CNPJ sob NÂş. 17.077.593/0001-97, com valor R$ 8.000,00 (oito locação de 02 (dois) veĂ­culos tipo perua/van, com motorista. Lote nÂş 01: Locação de 01 (um) veĂ­culo tipo Perua/Van, com motorista. mil reais), W R DE OLIVEIRA STUDIO MUSICAL ME, da cidade de Assis, 1ÂŞ colocada: Empresa – PAULO CEZAR DA FONSECA 66761417953 Estado de SĂŁo Paulo, inscrita no CNPJ sob nÂş. 09.041.663/0001-29, com Valor Global: R$ 43.420,00 (quarenta e trĂŞs mil e quatrocentos valor de R$ 8.000,00 (oito mil reais), ALLYSSON KALIL CORDEIRO ME, e vinte reais). da cidade de CornĂŠlio ProcĂłpio, Estado do ParanĂĄ, inscrita no CNPJ sob Situação: empresa habilitada nÂş. 14.921.812/0001-84, com valor de R$ 8.000,00 (oito mil reais). Lote nÂş 02: Locação de 01 (um) veĂ­culo tipo Perua/Van, com motorista. AbatiĂĄ – ParanĂĄ, 08 de Novembro de 2013. Situação: Fracassado MARIA DE LOURDES FERRAZ YAMAGAMI QuatiguĂĄ-PR, Sala de Licitaçþes, em 07 de novembro de 2013. PREFEITA MUNICIPAL GILVAN DE OLIVEIRA Pregoeiro

PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUĂ -ESTADO DO PARANĂ DECLARAĂ‡ĂƒO DE PROCESSO LICITATĂ“RIO DESERTO Processo Administrativo nÂş 77/2013 Luis Fernando Dolenz, Prefeito Municipal de QuatiguĂĄ, Estado do ParanĂĄ, no uso de suas atribuiçþes conferidas por Lei e tendo em vista o nĂŁo comparecimento de nenhum proponente para participar no certame licitatĂłrio sob a modalidade PregĂŁo Presencial nÂş 46/2013, cujo objeto era DDTXLVLomRGH XP YHtFXORDXWRPRWRUWLSRKDWFK ]HUR NPDQR 2013 ou superior, DECLARA a presente licitação DESERTA. QuatiguĂĄ-PR, Gabinete do Prefeito Municipal, em 07 de novembro de 2013. LUIS FERNANDO DOLENZ - Prefeito Municipal

MUNICĂ?PIO DE SANTO ANTONIO DA PLATINA – PARANĂ PREGĂƒO PRESENCIAL NÂş 088/2013 - PROCESSO n° 825/2013 AVISO DE HOMOLOGAĂ‡ĂƒO Torna publica a Homologação do Processo LicitatĂłrio Modalidade PregĂŁo Presencial nÂş 088/2013, que tinha como objeto a Contratação de Empresa Especializada em Energia ElĂŠtrica (mĂŠdia tensĂŁo) para a execução de ampliação de rede de energia elĂŠtrica, com materiais e mĂŁo de obra, na Rua Agenor Juliano (Centro de Hemodinâmica) que deverĂŁo ser executados conforme memorial descritivo elaborado pelo engenheiro elĂŠtrico Norival Batista de Oliveira, com o prazo de execução de 60 (sessenta) dias, o qual foi considerado DESERTO. Santo AntĂ´nio da Platina, 08 de novembro de 2013. PEDRO CLARO DE OLIVEIRA NETO - Prefeito Municipal


B-4 Região

TRIBUNA DO VALE Sábado e domingo 09 e 10 de novembro de 2013

Projovem transforma ambiente de trabalho com qualificação de jovens

Israe para

TRABALHOAlunas receberam qualificação e estão aptas para ingressar no mercado de trabalho, graças ao incentivo do governo

PARCERIAR Israel se intei demanda; go

Da Assessoria

O secretário do Trabalho, Emprego e Economia Solidária e deputado estadual Luiz Claudio Romanelli enfatizou na noite desta quinta-feira, 7, em Santa Cecília do Pavão, no norte do Paraná, que os trabalhadores qualificados pelo programa Projovem – Juventude Cidadã estão transformando o ambiente de trabalho em que estão inseridos. Romanelli participou da solenidade de formatura de 15 trabalhadoras, que concluíram curso de qualificação profissional na área de Serviços Pessoais. A formatura aconteceu na sede da Associação Atlética Banco do Brasil e contou com a participação de várias lideranças, dentre elas, o prefeito José Sérgio Juventino, o padre Zezinho e o chefe da 18ª Regional

de Saúde de Cornélio Procópio, ex-prefeito Edimar Santos. Segundo Romanelli, as alunas formadas pelo Projovem Trabalhador ao diferentes daquelas que se iniciaram no curso, que teve duração de seis meses. “Vocês que participaram deste curso nos últimos seis meses já na são mais as mesmas pessoas. Tenho certeza de que cada uma de vocês tem hoje uma visão diferente daquela que vocês tinham há seis meses. E o que faz a gente mudar e ver o mundo de uma nova perspectiva, é o conhecimento. Por isso, avancem em busca do conhecimento e continuem a vencer os desafios que só podem ser vencidos pela Educação”, enfatiza Romanelli. O prefeito padre Zezinho também destacou que a Educação Profissional transforma as

Este é apenas o início de uma nova etapa. Que vocês continuem se aperfeiçoando cada vez mais, para melhorar o nível de empregabilidade e de renda

Valdr Amaral

Diógenes Go

O secretário do Luiz Claudio Romanelli participou da formatura de 15 trabalhadoras, que concluíram curso na área de Serviços Pessoais

pessoas em cidadãs responsáveis e comprometidas com o desenvolvimento. “Vivemos numa sociedade onde ainda há muita exclusão. No entanto, o Governo do Paraná, por meio da Secretaria do Trabalho, coopera para envolver os jovens e mostrar a importância da Educação na formação do cidadão, transformando os nossos jovens trabalhadores em cidadãos respeitados e qualificados”, comenta o prefeito. O diretor da Bandeirantes Desenvolvimento Profissional,

Alonso dos Santos, lembrou da importância da parceria do município com o Estado para garantir a execução do curso em Santa Cecília do Pavão. “Este é apenas o início de uma nova etapa. Que vocês continuem se aperfeiçoando cada vez mais, para melhorar o nível de empregabilidade e de renda e, dessa forma, melhorar a qualidade de vida de toda a família”, acrescenta. Qualificação A conselheira tutelar Daniele Pereira Costa, 28 anos, ainda não havia tido a oportunidade de trabalhar com Serviços Pessoais, área em que recebeu qualificação profissional pelo Projovem Trabalhador. Para ela,

o curso foi muito bom porque o aprendizado possibilitou a inserção dela no mercado de trabalho. “Agora tenho clientes que eu atendo em casa, com serviços de manicure, hidratação e outros serviços pessoais. A meta agora é abrir o meu próprio salão de beleza”, estima. Assim como ela, outras 14 alunas receberam qualificação e estão aptas para ingressar no mercado de trabalho, graças ao incentivo e apoio do Governo do Paraná, por meio da SETS, que oportuniza a realização de cursos profissionalizantes em todas as regiões do Estado. O Projovem é um programa do Governo Federal, realizado

em parceria com o Governo do Paraná, que visa à qualificação de jovens entre 18 e 29 anos, qualificando-o para o mercado de trabalho. A carga horária exigida para o curso é de 350 horas, das quais 100 horas são destinadas à qualificação social, onde são abordados questões de Ética e Cidadania, Educação Ambiental, Noções de Direitos Trabalhistas e Qualidade de Vida. As outras 250 horas são dedicadas à teoria e prática da qualificação profissional. Em todo o Paraná, o Projovem está capacitando 7 mil jovens de 143 municípios para que estes trabalhadores estejam preparados para o mercado de trabalho.


Pdf2514  

TRIBUNA DO VALE - EDIÇÃO Nº 2514

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you