Issuu on Google+

ela aparece s 17 netos, 31

Marcos Paulo nge. Amigos e

Sexta-feira 260 50

06 DE SETEMBRO DE 2013

www.tribunadovale.com.br

PARANÁ

Mortes no trânsito caem 21% Policiamento ostensivo no trânsito tem ajudado a diminuir o número de mortes no Paraná

O número de homicídios culposos de trânsito (sem intenção de matar) teve queda de 21% no primeiro semestre deste ano, quando comparado com o mesmo período do ano anterior, em todo o Paraná. Levantamento da Coordenadoria de Análise e Planejamento Estratégico (Cape) da Secretaria da Segurança Pública mostra 982 ocorrências no acumulado dos primeiros seis meses do ano. Em 2012, foram 1.239. Os dados se referem a trechos urbanos, rodovias estaduais e federais. f

PÁG. A4

UENP

Veículo usado pelo ex-reitor é registrado em nome de empresa de Curitiba Um Honda Civic EXS, placas AWR-5767, adquirido no início deste ano pela reitoria da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) é o centro da mais nova polêmica envolvendo a instituição. O carro, que custou cerca de R$ 85 mil aos cofres públicos, além de estar desaparecido,

está registrado em nome da empresa Rodo Service, com sede em Curitiba, conforme certidão obtida pela Tribuna do Vale junto a 48ª Ciretran de Santo Antônio da Platina. Com a posse do vice-reitor, professor Rinaldo Bernardelli Junior, no último 31, a polêmica veio à tona, f

fato agravado com a ausência do veículo, que não foi repassado na transmissão de cargo pelo antecessor, Meneghel Rando. O novo reitor deve abrir um processo administrativo para apurar o caso e denunciar a irregularidade á polícia.

PÁG. A3 Antônio de Picolli

SAÚDE

UBS pode atender 100 pacientes por dia O secretário Municipal de Saúde de Santo Antônio da Platina, Alexandre Jesus Levatti afirmou na manhã de ontem, durante a inauguração da Unidade Básica de Saúde (UBS) na Vila Ribeiro, que cerca de 100 pacientes poderão ser atendidos no local diariamente a partir de hoje. A unidade funciona em três períodos: das 7 às 11 horas, das 13 às 18 horas e das 18 às 21 horas, para atender também aos trabalhadores rurais.

f

PÁG. A3

MP-PR

Núcleo do Patrimônio Público comemora 10 anos CAMBARÁ

f

PÁG. A4

Yoki anuncia assistência médica para funcionários f

PÁG. A5

ESTRADAS

Informação sobre pedágio pode ser acessada pela rede f

PÁG. A3 Thannillo Araújo

Aquário Erros na contabilidade podem ser corrigidos agora; cite a atenção nos dees pra não se endividar deixar contas a pagar. contrate alguém que isto por você. A hora ta, não enrole mais: ção em Virgem traz anças, prepare-se.

Peixes Foco nos parceiros, nos sócios, no cônjuge a partir de a serão mais conscienas ligações se revestem gnificados mais claros. nova em Virgem: quatro anas pra escolher muito com quem vai andar! exato, discriminativo, ucioso nisso.

ANO XVIII - N0 2469 - R$ 1,00

DIRETOR: BENEDITO FRANCISQUINI

AEN

TRÁFICO

PM prende grupo com mais de 60 pedras de crack f

PÁG. A4

Policiamento ostensivo no trânsito tem ajudado a diminuir o número de mortes no Paraná


A-2 OpiniĂŁo

“

TRIBUNA DO VALE Sexta-feira, 06 de setembro de 2013

KĆŒÄ‚Ć?Ĺ?ĹŻÄ?ĆŒÄžĆ?Ä?Ĺ?Ä‚ƉŽƾÄ?Ĺ˝Ć‰Ĺ˝ĆŒĹ˝ĆľĆšĆŒÄ‚Ć?ĆŒÄ‚ÇŒĆ ÄžĆ?Í•Ä?ŽžŽÄ‚ĹšĹ?Ć‰ÄžĆŒĹ?ĹśĹ‡Ä‚Ä•Ä†Ĺ˝Í˜ ĆŒÄžĆ?ĆšĆŒĹ?ĕĆŽÄžĆ?ƚĂǀĂŜĂĨĂůƚĂĚĞĚĞžĂŜĚĂÄžŜĆŽĞžÄ¨Ä‚ĆšĹ˝ĆŒÄžĆ?ĚĞ Ĺ˝Ä¨ÄžĆŒĆšÄ‚Í˜Í&#x; Editorial

“

Elizabeth Kipman Cerqueira

RH[WUDYLRGDV1RWDV)LVFDLVV DVPHVPDVFDQFHODGDV VHP

E DITORIAL

&13-

Educação por produtividade Educação foi uma das palavras mais repetidas durante as manifestaçþes que marcaram o mês de junho no Brasil. Faz sentido. Apesar dos avanços das últimas dÊcadas, ainda estamos defasados. Pesquisas sugerem que a qualidade do ensino evoluiu pouco, professores são mal remunerados e o desempenho dos alunos em testes internacionais Ê abaixo da mÊdia. Essa constatação, cruzada com dados do mercado de trabalho, Ê fundamental para entender o estågio atual da economia brasileira. Não Ê de hoje que a educação precisa melhorar. Mas no passado não muito distante, a falta de HORà RIO DE FECHAMENTO

22:10

 WR

ZÄžÄ?ĞŜƚĞžĞŜƚĞ͕ŜĂŜŽǀĞůĂĹľĹ˝ĆŒăsĹ?ĚĂ͕ƾžžĠĚĹ?Ä?Ĺ˝Ć?ÄžŜĞĹ?ŽƾÄ‚Ä‚ĆšÄžĹśÄšÄžĆŒƾžĂ ƉĂÄ?Ĺ?ĞŜƚĞƋƾĞÄ?ŚĞĹ?ŽƾÄ‚Ĺ˝ŚŽĆ?ƉĹ?ƚĂůĞžÄžĆ?ƚĂĚŽĚĞÄ?ŚŽƋƾĞĂƉſĆ?ĆšÄžĆŒĆ‰ĆŒĹ˝Ç€Ĺ˝Ä?ĂĚŽ ƾžÄ‚Ä?Ĺ˝ĆŒĆšĹ˝Ĺ?ĹŻÄžĹ?Ä‚ĹŻÍ•Ä‚ĹŻÄžĹ?ĂŜĚŽƋƾĞĹ?Ć?Ć?Ĺ˝Ĺ?ĆŒĹ?Ä‚Ä?Ĺ˝ĹśĆšĆŒÄ‚Ć?ƾĂÄ?ŽŜĆ?Ä?Ĺ?ÄĄĹśÄ?Ĺ?Ă͘Í&#x;

educação formal era menos importante para explicar seu crescimento. Na dÊcada de 90, por exemplo, a taxa de desemprego era perto de 15% e tínhamos gente bem qualificada desempregada. Se uma empresa precisasse ampliar seu quadro de funcionårios, era fåcil e atÊ barato contratar. O Brasil crescia pouco por outras razþes, como a hiperinflação. A restrição estava na falta de demanda e não em fatores de oferta. Talvez por isso não tivÊssemos o incentivo para investir em qualificação. Felizmente, passamos a crescer mais. Por quase dez anos, o PIB avançou a mais de

4% ao ano impulsionado pela demanda. Desde 2011, no entanto, limitaçþes de oferta nos levam a um crescimento mais baixo. O desemprego hoje estå próximo de 5% e o custo do trabalho passou a ser uma das principais preocupaçþes dos gestores. Para que os avanços do mercado de trabalho sejam permanentes, a melhor forma de equacionar o problema Ê com ganhos de produtividade. Estudos mostram que a educação Ê uma maneira eficiente de melhorar a produtividade. É possível, inclusive, quantificar o efeito da melhor educação no crescimento econômico, usando, por exemplo, os resultados

C HARGE

do Pisa – o teste da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OECD), que mede os conhecimentos e habilidades de adolescentes de 15 anos de idade ao redor do mundo. Para o Brasil, se tivÊssemos um desempenho no teste semelhante ao do Chile, alcançaríamos um crescimento mÊdio, ao ano, de 3,5% atÊ 2020. Se atingíssemos a mÊdia dos países da OECD, o crescimento seria de 4,4%. Aos níveis atuais de desempenho, estimamos que o crescimento mÊdio não chegue a 3% na mÊdia dos próximos anos. Defasagem educacional implica baixa qualificação chargeonline.com.br

mÊdia do trabalhador. Segundo dados do Banco Mundial, apenas 10% da força de trabalho no Brasil possui ensino superior completo, ante 25% no Chile e 40% no Peru. Nada menos do que 40% dos trabalhadores no país possuem apenas ensino fundamental. A boa notícia Ê que, pressionado, o Brasil começa a responder. Muitas empresas investem na qualificação de seus funcionårios e o governo anunciou que pretende destinar os royalties do petróleo à educação pública. Podemos ajudar nessa transformação tambÊm dentro de casa. Em artigo recÊm publicado, os professores Guyonne Kalb e Jan

C. van Ours reúnem evidências de que ler para os filhos, desde seus primeiros anos, aumenta a capacidade de concentração e a probabilidade de ser um bom (e bem remunerado) profissional no futuro. O clamor das ruas reforça a necessidade urgente do avanço. Transformar a educação requer perseverança. É preciso investir de forma eficiente para que os brasileiros cresçam em igualdade de condiçþes. As empresas e as famílias tambÊm têm seu papel. A educação consistente para todos abre espaço para ganhos de produtividade e para um crescimento mais sólido e equânime ao longo do tempo.

A RTIGO

&(3 6ROLFLWDPRV TXH D 65 GD FDUWHLUD SURÂżVVLRQDO 

UHVROYH 352552*$5SRU V

*$%,1(7( '2 35()( 3/$7,1$(67$'2'23$ '265(,6HPGHVHWHP

&216,'(5$1'2R3UR

&216,'(5$1'2R3D

   '(7(50,1$5 $ $'LYLVmRGH([SHGLH

NESTA EDIĂ‡ĂƒO TEM

8 PĂ GINAS CADERNO PRINCIPAL

A 01 - 08

- OPINIĂƒO

A 02

- POLĂ?TICA

A 03

- GERAL

A 04

- CIDADES

A 05

- ATAS & EDITAIS

A 06

- ATAS & EDITAIS

A 07

-SOCIAL

A 08

Aborto e objeção de consciência

PREVISĂƒO PARA HOJE

260 50

SANTO ANTÔNIO DA PLATINA

A RTIGO Dirceu Cardoso Gonçalves

Eleitos sem voto... Não! Dezenas – talvez centenas – de municípios brasileiros são hoje governados p e l o pre s i d e nt e d a C â mara porque os prefeitos que elegeram no último pleito cometeram alguma irregularidade e tiveram o d i p l o m a c a s s a d o. A í p e rg u nt a - s e : Por qu e o vice não assumiu? Simplesmente porque, embora seja o seu substituto legal, o v i c e - pre fe ito – a ss i m como o vice-governador e o vice-presidente da República – tem sua candidatura atrelada à do titular e, por isso, acaba atingido pela mesma punição, especialmente quando a falha ocorre no processo eleitoral. O resultado Ê que o governo acaba caindo nas m ã o s d o p r e s i d e nt e d a Câmara, que o povo elegeu para ser vereador e não prefeito. Ainda mais: seu governo Ê provisório pois, na maioria das vezes, o eleitorado Ê convocado

para novas eleiçþes. Uma perda de tempo e de foco na administração pĂşblica.No perĂ­odo democrĂĄtico de 1947 a 64, os vices eram todos eleitos em separado dos titulares do governo.Cada um fazia s u a c amp an h a e a qu e l e que tivesse mais votos, nas respectivas posiçþes, era o eleito e diplomado. Assim, dificilmente, titular e vice tinham problemas ao mesmo tempo, e o vice cumpria integralmente o seu papel de substituição. SĂł nas eleiçþes municipais de 1968 ĂŠ que surgiram os vices atrelados, desde e nt ĂŁ o c ar re g a d o s p e l o s votos do titular. Os vice-governadores foram instituĂ­dos em 1982 e o vice-presidente da RepĂşblica em 1989, anos em que o povo voltou a votar diretamente nos administradores estaduais e federais, todos “nomeadosâ€? durante o perĂ­odo autoritĂĄrio. O caso mais marcante

TRIBUNA DO VALE

O DiĂĄrio da nossa regiĂŁo - Fundado em agosto de 1995 Editora Jornal Tribuna do Vale LTDA CNPJ 01.037.108/0001-11 Matriz: Rua Tiradentes 425, Centro Santo AntĂ´nio da Platina, PR Fone/Fax: 43 3534 . 4114

% ÂŹ3URFXUDGRULD-XUtG

Elizabeth Kipman Cerqueira

Diretor ResponsĂĄvel Benedito Francisquini - MTB 262/PR tribunadovale@tribunadovale.com.br tribunadovale@uol.com.br

de vice desatrelado Ê o de João Goulart, que foi vice de Juscelino Kubistchek (1955-60) e re elegeu-s e como vice de Jânio Quadros para o período 196165, sem ser correligionårio de um nem do outro. Na renúncia de Jânio, em 61, assumiu o governo sob op o s i ç ã o d o s m i l it are s , que o acabariam derrubando em 1964. Só assumiu, com tanta oposição armada, porque tinha os votos do povo a sustentå-lo. Jå, em 1968, quando o presidente e o vice eram nomeados – no processo de eleição indireta – o vice Pedro Aleixo não teve o seu direito respeitado no impedimento de Costa e Silva, e o governo foi entregue a uma junta militar. O voto Ê a gênese do cargo eletivo. Governante sem voto Ê a mesma coisa que leão desdentado e sem unhas. Os democratas de hoj e, p or c om o d i s m o e

interesse, não fizeram retornar a eleição do vice. Mas, para o bem e fortalecimento da democracia, deveriam fazê-lo. Assim como acabar com a figura do suplente d e s e n a d or, n a m ai or i a verdadeiros ETs que, no impedimento do titular, chegam à mais alta corte l e g i s l at i v a d o p aí s s e m qualquer experiência ou tradição política. Se dependessem de represent at iv id ade p opu l ar, não poderiam passar nem na porta do Senado. Quando se fala em reforma política, Ê preciso pensar na extinção da indesejada figura do eleito sem voto. Ele jamais deveria ter existido... Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves - dirigente da ASPOMIL (Associação de Assist. Social dos Policiais Militares de São Paulo) aspomilpm@terra.com.br

Representação: MERCONET Representação de Veículos de Comunicação LTDA Rua Dep. Atílio de A. Barbosa, 76 conj. 03 - Boa Vista - Curitiba PR Fone: 41-3079-4666 Œ Fax: 41-3079-3633 Vendas Assinatura Anual R$ 200,00 Semestral R$ 100,00

ImpressĂŁo: GraďŹ Norte FONE: 43 3420-7777

Recentemente, na novela Amor à Vida, um mÊdico se negou a atender uma paciente que chegou ao hospital em estado de choque após ter provocado um aborto ilegal, alegando que isso iria contra sua consciência. No entanto, a cena misturou dois conceitos, omissão de socorro e objeção de consciência, com o risco de o espectador não perceber a diferença entre as duas situaçþes. Por isso, Ê preciso fazer observaçþes importantíssimas sobre esta questão apresentada com frequência pela mídia. O mÊdico tem obrigação Êtica de prestar socorro a qualquer pessoa em risco de morte ou em situação de emergência; portanto, não existe o recurso da objeção de consciência diante de uma mulher em situação de risco após tentativa de aborto, não importa como ele tenha sido realizado. Isso Ê completamente diferente de afirmar que um mÊdico Ê obrigado a realizar um aborto. Neste caso, Ê-lhe assegurado o direito de objeção de consciência. Assim, o que houve na novela não corresponde à realidade dos hospitais: negar-se a salvar uma vida em risco iminente Ê uma infração grave, diferente da objeção de consciência. Inclusive nem Ê preciso haver uma lei sobre omissão de socorro, porque isso jå estå no Código de Ética MÊdica. Entretanto, algumas leis atuais no Brasil têm, na verdade, o objetivo de forçar a liberação do aborto, alegando não existir direito à objeção de consciência para instituiçþes e para o mÊdico nestes casos, porque a mulher correria risco se procurasse um aborto ilegal. PorÊm, consideremos: uma pessoa que quiser amputar sua própria mão sem ser por motivo de saúde não pode ser auxiliada pelo mÊdico, que sofrerå severa punição se o fizer – apesar do risco que esta pessoa corre se insistir em fazer o ato de forma insegura. Mas, quando existe a ameaça da realização de um aborto provocado, o mÊdico seria obrigado a fazê-lo? Para dizer que sim Ê preciso negar a existência de um ser vivo humano em gestação. É preciso negar a humanidade daquele que se quer eliminar. Uma única morte materna devida ao aborto provocado deve ser lamentada, mas esta não Ê uma das principais causas de morte de mulheres no Brasil. Dados oficiais do MinistÊrio da Saúde declaram que ocorrem em torno de 450 mil mortes do sexo feminino ao ano. Destas, 66.400 são mulheres em idade fÊrtil, sobretudo devido a doenças do aparelho circulatório e a tumores malignos. O número de mortes após o aborto desde 1996 variou entre 115 e 169 casos por ano, sendo que uma grande parte nada tem a ver com o aborto clandestino, mas com patologias diversas da gestação. Entre as 450 mil mortes femininas anuais, existem causas graves e evitåveis que matam maior número de mulheres no Brasil – essas, sim, são uma verdadeira questão de saúde pública. O fato de que o aborto Ê praticado, gerando internaçþes e gastos públicos, tambÊm não Ê argumento, porque a experiência em outros países mostra que a liberação aumenta o seu número, bem como as internaçþes por outros problemas de saúde da mulher no curto, mÊdio e longo prazo; alÊm disso, uma contravenção não deve ser liberada apenas porque Ê praticada. O recurso à objeção de consciência Ê exigência do regime democråtico, garantindo ao cidadão o direito de não participar de ato criminoso ou que esteja contra seus princípios. Assim como Ê dever de consciência oferecer informaçþes verdadeiras à população, sem distorção do significado das palavras e atitudes. Elizabeth Kipman Cerqueira, mÊdica ginecologista e obstetra, Ê coordenadora nacional de BioÊtica do movimento Brasil sem Aborto. Circulação: Abatiå Œ Andirå Œ Arapoti Œ Bandeirantes Œ Barra do JacarÊ ŒCambarå Œ Carlópolis Œ Conselheiro Mairink Œ FigueiraŒGuapirama Œ Ibaiti Œ Itambaracå Œ Jaboti Œ Jacarezinho Jaguariaíva Œ Japira Œ Joaquim Tåvora Œ Jundiaí do Sul Œ Pinhalão Œ Quatiguå Œ Ribeirão Claro Œ Ribeirão do Pinhal Œ Salto do ItararÊ ŒSantana do ItararÊ Œ Santo Antônio da Platina Œ São JosÊ da Boa Vista Œ SengÊs Œ Siqueira Campos ŒTomazina Œ Wenceslau Bråz

Filiado a Associação dos Jornais Diårio do Interior do Paranå

* Os artigos assinados nĂŁo representam necessariamente a opiniĂŁo do jornal, sendo de exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.

*$%,1(7('235()( 3/$7,1$(67$'2'23$ '265(,6HPGHVHWHP

FRPRUHTXHULPHQWRQƒ 352552*$5SRU GRV WUDEDOKRV GD &RPLVVm

*$%,1(7('235()( 3/$7,1$(67$'2'23$ '265(,6HPGHVHWHP

&216,'(5$1'2RLWH

 '(&5(7$ $UWž)LFD352552* GR 7HVWH 6HOHWLYR 6LPSOL¿F

+RPRORJDGRDWUDYpVGR(G

*$%,1(7('235()( 3/$7,1$(67$'2'23$ '265(,6DRVGHVHWH

&216,'(5$1'2R'H 5(62/9( ,Âą&2192&$5RVFD 7(67(6(/(7,926,03/, KRPRORJDGRDWUDYpVGR(G &ODVVLÂżFDomR)LQDOGHG GH5HFXUVRV+XPDQRVGHV GLDFRQWDGRVGDGDWDGDS 5(/$d­2'26&219 3$0(/$48$'5, &/(8',1(7($1 )Ăˆ7,0$$3$5(& 0Ăˆ5&,275$-$1 )$%5Ă‹&,20$54 $/(;$1'5(7$) -26e/8,=52'5 /8,=$/%(572) 0$5,$$/,&('$ 0$5/(1($3$5( 6,/9,/(1($3$5( :(//(5621%8 0$5/21$8*86 52'5,*2'(62 5,&$5'27(2'2 ,,Âą2FDQGLGDWRFRQYRFD GRFXPHQWRV   

(QFRQWUDUVHQRS &RPSURYDQWHGH )RWRFySLDGR5*



 XPD IRWR[

 $WHVWDGR0pGLFR$ GD3UHIHLWXUD  *$%,1(7('235()( 3/$7,1$(67$'2'23$ '265(,6DRVGHVHWH


TRIBUNA DO VALE

Política A-3

Sexta-feira, 06 de setembro de 2013

Carro de reitoria está registrado em nome de empresa de Curitiba UENP »Novo reitor dá ultimato até segundafeira para que veículo seja entregue na sede da Universidade

Benedito Francisquini

Um Honda Civic EXS, placas AWR-5767, de cor cinza, o mais sofisticado d a c at e g or i a , a d qu i r i d o no início deste ano pelo ex-reitor da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), Eduardo Meneghel Rando, está sen-

do o centro da mais nova p o l ê m i c a e nv o l v e n d o a instituição. O carro, que custou cerca de R$ 85 mil aos cofres públicos, além de estar desaparecido, desc obr iu - s e qu e o ve í c u l o está registrado no Detran-PR em nome da empresa Rodo Service, de Curitiba, conforme certidão obtida pela Tribuna do Vale junto a 48ª Ciretran de Santo Antônio da Platina. Com a posse do vice-reitor, professor Rinaldo Bernardelli Junior, no último 31, a polêmica veio à tona, fato agravado com a ausência do veículo, que não foi repassado na transmissão de cargo pelo antecessor, Meneghel Rando. Logo em seguida, Bernardelli exonerou Cesar Madeira, que respondia pela Coordenadoria de Gestão de Bens Patrimoniais da UENP. Durante visita que fez ontem à sede

da Tribuna do Vale, Bernardelli Junior, que estava acompanhado do chefe de gabinete, professor Alfredo Moreira da Silva Junior, disse que deu um ultimato ao pessoal da área de patrimônio da Universidade, para que devolvam o veículo até a próxima segunda-feira (9), caso contrário, determinará abertura de processo administrativo e levará o caso à polícia. A versão dada pelo pessoal da área de patrimônio é que o carro estaria sendo consertado em uma oficina, primeiro em Bandeirantes, onde mora o ex-reitor. Outra versão é que o carro estaria em Londrina, numa concessionária da Honda. Lambança geral O mais difícil será explicar como um carro, comprado com dinheiro público, num processo licitatório exibido no Portal da Trans-

parência do Governo do Estado, foi registrado no Detran em nome de uma empresa privada. Nem a mais brilhante mente consegue entender a manobra, pois tudo foi feito dentro das regras que regem a administração pública. A abertura de compra do carro foi publicada no Diário Oficial do Estado (DO-PR), número 8840, de 19 de outubro de 2012. Em 27 de dezembro de 2012, no mesmo DO-PR, edição número 8866, foi homologada a licitação, tendo como vencedora, a Prixx Veículos Ltda, de Curitiba. A compra do carro foi formalizada na edição 8888, do DO-PR de 30 de janeiro deste ano. Porém, na certidão do Detran, a empresa Rodo Ser vice, aparece comprando o mesmo carro junto a Prixx, no dia 14 de janeiro. História absurda

»INAUGURAÇÃO Antônio de Picolli

Maurício Reale

Governo do Paraná cria link para que a população saiba mais sobre pedágio Da Agência Estadual

Pedro Claro e Lupion conferem instalações da USB

“O mínimo exigido por lei para ser investido na Saúde é de 15% da arrecadação ao ano e, este ano, já investimos 17% e de veremos fe char o ano com 18% de investimento na Saúde”, enfatiza Levatti. “Gostaria que o governo federal contribuísse com o repasse de pelo menos 10% da arrecadação para a S aú d e d o s mu n i c ípi o s que já recebem verbas do Estado”, pontua. O autor da emenda, deputado Lupion, também afirmou que a Saúde precisa ser tratada com prioridade e vai procurar atender aos pedidos dos prefeitos para investimentos na área. “Pedi ao meu assessor, João Na i m e , p a r a f a z e r u m a pesquisa com os prefeitos do Norte Pioneiro com o objetivo de identificar as principais necessidades de cada município”, afirmou. “Peço também aos outros deputados que receberam votos na região, que olhem com atenção para a Saúde e destinem emendas com verbas para investimento na área. O governo federal tem a obrigação de destinar verbas para as emendas parlamentares”, disse o deputado

visivelmente nervoso. Ele nem soube dizer como uma empresa do porte da Rodo Service tem um carro registrado em seu nome, mas ser vindo a diretoria de uma universidade. “Vou levantar a situação e volto a falar com você”, concluiu Procurado pela reportagem, um gerente da Prixx Veículos, de Curitiba, que se identificou apenas como Emerson (não quis dar o nome completo) confirmou que a empresa vendeu um veiculo à Rodo Service com as características do carro usado pelo reitor Eduardo Meneghel Rando, mas não soube informar se a empresa fez algum negócio com a UENP, prometendo pesquisar na contabilidade, informação que prometeu passar nesta sexta-feira. Eduardo Rando foi procurado pela reportagem, mas não foi encontrado.

»CONTRATOS

UBS pode atender 100 pacientes por dia O secretário municipal de Saúde de Santo Antônio da Platina, Alexandre Jesus Levatti afirmou na manhã de ontem, durante a inauguração da Unidade Básica de Saúde (UBS) na Vila Ribeiro, que cerca de 100 pacientes poderão ser atendidos no local diariamente a partir de hoje. A Unidade funciona em três períodos: das 7 às 11 horas, das 13 às 18 horas e das 18 às 21 horas, para atender também aos trabalhadores rurais. O investimento total é de R$ 527,7 mil sendo R$ 350 mil por meio de uma e me nd a p arl ame nt ar d o deputado federal Abelardo Lupion (DEM) e R$ 177,7 mil de contrapar tida do município. O prédio – que fica rua Antônio de Castro Villas Boas, na Vila Ribeiro - ocupa uma área de 570 metros quadrados e conta com quatro consultórios médicos, dois odontológicos, sala de vacina, farmácia, sala de procedimentos, fichário, sala de curativos, sala de reuniões, duas salas de observação onde a população será assistida com atenção médica intermediária, como nos casos de crise hipertensiva leve, febre alta, cortes, soro para h i d r at a ç ã o e nt re out ro s procedimentos. Segundo o secretário, o funcionamento da USB vai desafogar o atendimento no Pronto Socorro (PS) e no posto do Centro Social Urbano (CSU). Cinquent a f u nc i onár i o s – s ob o c omand o d a e n fe r me i r a Cr istiane C orsini Arantes – trabalham no local. “Este investimento prova que a Saúde é prioridade n o g ov e r n o d o pre f e it o Pedro Claro. Sabemos que a falta de estrutura é um dos principais problemas da Saúde no Brasil e aqui temos o básico para atender a população”, afirmou o secretário.

Na empresa Rodo Service, o gerente comercial Altair Pacheco confirmou que a concessionária venceu uma licitação para venda de um carro Honda Civic para a reitoria da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP). A Rodo Service é especializada na comercialização de ônibus para prefeituras e outros orgãos públicos e não vende veículos de passeio. Questionado a respeito disse que a firma também atua neste tipo de negócio. O gerente perdeu a autoconfiança que demonstrava, quando o repórter questionou porque então o carro estava registrado em no d a R o d- S er v ice. “ E s s e n ã o é a s s u nt o d e minha alçada. Você deve perguntar para o pessoal da UENP porque emplacaram o car ro em nome da nossa empresa”, reagiu,

que, neste mandato, já destinou R$ 3 milhões em verbas da Saúde para os municípios da região e deverá destinar mais R$ 1 milhão este ano. Ele também garantiu que o deputado estadual Pedro Lupion (DEM) – que não pôde comparecer devido a um problema de Saúde do filho – vai equipar a USB com um kit completo. Lupion também destacou a eficiência da administração do prefeito platinense. “Pedro Claro é o prefeito que tem menos secretários no país, são apenas três. Isto é respeito com o dinheiro público, no governo federal há 39 ministros e o governo do Estado conta com 18 secretários”, comparou. Para o prefeito Pedro C l a r o d e O l i v e i r a Ne t o (DEM) a conclusão da obra é fruto da parceria entre ele e o deputado. “O deputado Lupion elaborou esta emenda em 2008, na minha primeira gestão e hoje a obra vai beneficiar toda a população, principalmente os 18 mil habitantes da Vila Ribeiro e dos bairros próximos”, ressaltou o prefeito que também agradeceu o apoio que tem recebido dos vereadores.

Depois da inauguração houve uma palestra no local, às 14 horas, para gestantes na sala dos agentes c omu n it ár i o s . O e ve nto foi promovido p ela prefeitura em parceria com a concessionária do pedágio das rodovias BR 153 e BR369 –Econorte. Depois da palestra as gestantes receberam um kit completo de enxoval de bebê. Também havia tendas para corte de cabelo e lanches. Harmonia O presidente da Câmara dos Vereadores, Sebastião Vitral dos Santos Furtado (PMDB), o Santinho afirmou qu e na h istór i a d e Santo Antônio da Platina jamais houve um prefeito que contasse com unanimidade na Câmara. “As críticas ao prefeito estão diminuindo e ele pode contar conosco, mas queremos uma placa com os nomes de quem colaborou com a construção desta obra”, cobrou. A USB foi inaugurada sem placa porque, segundo o secretário de Saúde, Alexandre Levatti, o Ministério Público (MP) orientou as prefeituras a não ressaltar nomes em placas fixadas em obras públicas.

O Governo do Paraná reuniu em um mesmo local todas as informações sobre os contratos de pedágios e aditivo, firmados ao longo de 16 anos de concessão. Agora a população poderá acessar livremente as cópias dos contratos originais e também dos termos de ajustes para saber detalhes sobre os seis lotes de concessão do Anel de Integração. O link está na página da Secretaria de Infraestrutura e Logística (www.infraestrutura.pr.gov. br), no banner “Saiba mais sobre Pedágio”. O diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PR), Nelson Leal Junior, disse que diante dos pedidos da população foram reunidos em um mesmo local todas as informações sobre as concessões, que antes estavam dispersas no site do DER. “Agora estão agrupados facilitando o acesso a qualquer cidadão, mostrando transparência a respeito das concessões”, disse Leal Junior. Os documentos, que podem ser baixados em arquivos PDF, têm todos os dados referentes ao contrato das concessões. Além dos contratos, há também o aditivo firmado em 2002, que postergaram ou retiraram obras do contrato original. O DER vai colocar ainda neste mês os termos de ajustes administrativos estabelecido após 2002. Estes termos de ajustes também alteraram o projeto original, da mesma forma que o aditivo de 2002. O contrato de pedágio, firmado em 1997, começou a cobrança em 1998. No mesmo ano, houve redução unilateral pelo Governo do Estado, cuja decisão foi derrubada na justiça em 2000. Em 2002, foi firmado um termo aditivo, retirando obras, que somam mais de 487 quilômetros de duplicações, marginais

e terceiras faixas. De 2003 a 2008 aconteceram alguns ajustes administrativos, que retiraram novas obras, como as duplicações entre Foz do Iguaçu e Cascavel e de Guarapuava e Palmeira, além das terceiras faixas entre Guarapuava e Ponta Grossa. Por causas destas mudanças, há quase 200 ações pendentes na Justiça questionando as alterações de pedágios. Entre as ações, há pedidos de reparações financeiras pelos atrasos em aplicar a reposição inflacionária anual prevista em contrato, no período de 2003 a 2010. A atual gestão conseguiu suspender os processos judiciais, buscando a negociação com as concessionárias. O Governo do Paraná já conseguiu a retomadas de obras, como as do Contorno de Mandaguari e o de Campo Largo e as duplicações entre Jandaia do Sul e Apucarana, Matelândia a Medianeira. Estão começando as obras na PR 445, entre Londrina e o distrito de Warta, além das duplicações programadas entre Matelândia e o trevo de Ramilândia e o viaduto São Cristovão e a Ferroeste, em Cascavel. Tem também a duplicação da PR 407, em fase final de negociação, e a duplicação da Rodovia do Café, entre Ponta Grossa e Apucarana. Ao todo as estas negociações, que incluíram novas obras e a antecipação de outras, somam R$ 1,2 bilhão. CPI do pedágio O DER encaminhou ontem, 5, aos integrantes da Comissão Parlamentar de Inquérito do Pedágio, da Assembleia Legislativa, 6 caixas e 16 pastas contendo mais de 6 mil documentos com as informações sobre a concessão rodoviária do Estado. Também foram entregues dois DVDs, constando também as medições e tabelas que originaram os contratos.


A-4 Geral

TRIBUNA DO VALE Sexta-feira, 06 de setembro de 2013

Mortes no trânsito caem 21% no PR PREVENÇÃO Com aumento das blitze, realização de testes do bafômetro e de prisões de motoristas bêbados número de mortes reduziu Da Agência Estadual

O número de homicídios culposos de trânsito (sem intenção de matar) teve queda de 21% no primeiro semestre deste ano, quando comparado com o mesmo período do ano anterior, em todo o Paraná. Levantamento da Coordenadoria de Análise e Planejamento Estratégico (Cape) da Secretaria da Segurança Pública mostra 982 ocorrências no acumulado dos primeiros seis meses do ano. Em 2012, foram 1.239. Os dados se referem a trechos urbanos, rodovias estaduais e federais. A ação das polícias, com aumento das blitze, de realização de testes do bafômetro e de prisões de motoristas bêbados contribuiu para reduzir o número de mortes. Em Curitiba, a redução foi de 20% (97 ocorrências no acumulado de janeiro a junho, contra 121 no mesmo período de 2012).

Na Região Metropolitana de Curitiba, a redução também foi expressiva: 45% de queda, passando de 71 homicídios culposos de trânsito para 39. Outras regiões que registraram uma redução acentuada foram as de São Mateus do Sul (-55%); Laranjeiras do Sul (-55%); União da Vitória (-52%); Londrina (-47%) e Toledo (-45%). De acordo com o capitão Cristiano Carrijo Gonçalves Mota, da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), um dos principais fatores que acarretam a perda de vida nas estradas é a alta velocidade dos motoristas. “Neste segundo semestre vamos intensificar os trabalhos, com a chegada de novos equipamentos, etilômetros (bafômetros) e radares, para coibir excessos de velocidade e embriaguez ao volante”, aponta ele. Os aparelhos foram adquiridos a partir de repasse de recursos do Departamento de

AEN

Núcl come

MINISTÉRIO Santo Antô o Estado do

Gladys S

Blitze tem ajudado a reduzir número de mortes no trânsito

Estradas de Rodagens (DER). Somente na capital, operações realizadas pelo Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) resultaram em 287 prisões de condutores que ingeriram bebida alcoólica antes de dirigir, de janeiro a junho deste ano. O número representa crescimento de

176%, se comparado com os resultados do mesmo período do ano anterior, quando foram presas 104 motoristas. PREVENÇÃO O Governo do Estado também tem investido em campanhas educativas, promovidas tanto pelas unidades da Polícia Militar quanto pelo Departa-

JACAREZINHO

mento de Trânsito do Paraná (Detran/PR), que realiza a campanha “Se Liga no Trânsito”, para conscientizar os motoristas, principalmente os jovens, dos riscos de beber e dirigir. A íntegra do Relatório Estatístico Criminal referente a Homicídio Culposo de Trânsito, elaborado pela

Cape, está disponível no site da Secretaria da Segurança Pública (www.seguranca. pr.gov.br), clicando no menu ao lado esquerdo em “Gestão da Segurança” e, em seguida, “Estatísticas”. É possível verificar os dados de cada um dos 399 municípios do Paraná e dos 75 bairros da capital.

TRÁFICO

Acusado de tráfico é preso com crack, PM prende grupo dinheiro e objetos que podem ser roubados com mais de 60 Divulgação

pedras de crack

Luiz Guilherme Bannwart

LICITAÇÃO

Program

Da Redação com ass

Droga, dinheiro e objetos apreendidos pela PM Luiz Guilherme Bannwart

Policiais mi lit ares da Agência Local de Inteligência (ALI) e da Rotam do 2º Batalhão, prenderam na madrugada de ontem, 5, por volta das 2 horas, João Pereira, 45, acusado de tráfico de drogas. O homem foi preso em casa, na rua Edwirges Nucini, no

bairro Nossa Senhora das Graças, em Jacarezinho. Depois de receberem informações de que no local estaria ocorrendo o tráfico de drogas os PMs monitoraram o endereço e constataram a movimentação de várias pessoas na casa. Em seguida, no momento em que o suspeito deixou a residência, as equipes o

abordaram e encontraram a quantia de R$ 54 em dinheiro trocado e um celular. Em seguida, durante buscas pelo quintal da casa, os policiais encontraram 15 pedras de crack embaladas para a venda escondidas em um buraco no chão, além de uma pedra da mesma substância que pesou 36 gramas.

Dentro da casa os PMs também apreenderam um notebook de e um relógio de pulso que podem ser produto de furto, além de materiais utilizados para a embalar a droga. Pereira recebeu voz de prisão por tráfico de drogas e foi encaminhado com à droga e os objetos encontrados para a Delegacia de Jacarezinho.

Luiz Guilherme Bannwart

AGEPAR

Rodovias terão monitoramento eletrônico Da Agência Estadual

O Conselho Diretor da Agência Reguladora de Serviços Públicos de Infraestrutura do Paraná (Agepar) aprovou resolução sobre a implantação de sistemas eletrônicos de monitoramento do volume e da evolução do tráfego de veículos nas

Grupo escondia 63 pedras de crack e dinheiro trocado

rodovias concedidas do Estado. A resolução, publicada no Diário Oficial do Estado no dia 29 de agosto, regula e determina que em 180 dias o Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PR) implante, mantenha e opere sistema de coleta e armazenamento de dados de tráfego nos contratos que integram o

Programa de Concessões do Estado. O diretor-presidente da Agepar, Antonio José Correia Ribas, entende que a contagem eletrônica do fluxo de veículos nas rodovias vai gerar informações para o planejamento e projetos futuros, como necessidade de duplicações, avaliações de ní-

veis de serviço e restauração de pavimentos, entre outros. “Além disso, servirá para avaliação dos atuais contratos de rodovias concedidas”, destacou Ribas. As informações coletadas formarão um banco de dados que oferecerá subsídio para a análise de Fluxo de Caixa Marginal.

Cinco pessoas acusadas de envolvimento com o tráfico de drogas foram detidas na manhã de ontem (5) por policiais militares da Rádio Patrulha da 4ª Companhia, em Santo Antônio da Platina. Os acusados foram abordados na rua João Inácio Cirino, no jardim Baggio, por volta das 11 horas. Com o grupo os PMs apreenderam

63 pedras de crack, além de R$ 272 em dinheiro trocado, que segundo a polícia, caracteriza o tráfico de drogas. Dos cinco detidos - todos com passagens pela polícia por uso e comercialização de drogas - dois são maiores de idade e três são adolescentes, com idades entre 13 a 15 anos. Os envolvidos e a droga apreendida foram apresentados na Delegacia de Polícia Civil.

VLJ HF P P 5 JU FR JR FR SR Qt DX OX QD GD


o PR

grupo e 60 rack

Esporte A-5

TRIBUNA DO VALE Sexta-feira, 06 de setembro de 2013

NĂşcleo do PatrimĂ´nio PĂşblico comemora 10 anos no Norte Pioneiro

Fotos: Gladys Santoro

MINISTÉRIO PÚBLICO�Núcleo sediado em Santo Antônio da Platina Ê o único em todo o Estado do Paranå e atende 49 municípios Gladys Santoro

Mais de 400 pessoas entre prefeitos, vereadores, servidores pĂşblicos e autoridades regionais jĂĄ confirmaram presença na ReuniĂŁo Administrativa promovida pelo NĂşcleo Regional de Trabalho de Proteção ao PatrimĂ´nio PĂşblico do Norte Pioneiro – braço do MinistĂŠrio PĂşblico do Estado do ParanĂĄ - marcada para Ă s 13 horas da prĂłxima sexta-feira, no Centro de Eventos do Parque de Exposiçþes AlĂ­cio Dias dos Reis, em Santo AntĂ´nio da Platina. O evento comemora os 10 anos da criação do NĂşcleo – o Ăşnico em todo o Estado. Segundo a promotora de Justiça Kele Cristiani Diogo Bahena, coordenadora do NĂşcleo, o encontro terĂĄ o objetivo de repassar aos presentes recomendaçþes gerais sobre gestĂŁo pĂşblica. “SerĂŁo distribuĂ­dos materiais de apoio aos presentes, que servirĂĄ de diretriz para o trabalho diĂĄrioâ€?, contou. A promotora disse, ainda, que durante a reuniĂŁo serĂŁo divulgadas as açþes do NĂşcleo nesses 10 anos de trabalho. “Temos nĂşmeros de açþes movidas e os resultados delas. Algumas culminaram em afastamento de prefeitos, suspensĂŁo de direitos polĂ­ticos, devolução de recursos pĂşblicos, reparaçþes de danos materiais e atĂŠ moraisâ€?, resumiu.

Durante encontro serĂĄ distribuĂ­do material informativo aos presentes

Apesar de todas as açþes, a promotora afirma que nos Ăşltimos anos os gestores pĂşblicos vĂŞm trabalhando com mais seriedade. “HĂĄ uma mudança significativa no comportamento de muitos prefeitos. Essa pode ser considerada uma das marcas da atuação do NĂşcleo, que atravĂŠs das medidas preventivas, como as recomendaçþes, tambĂŠm age na repreensĂŁo. O que acontece hoje ĂŠ uma mudança no ‘agir’. Os gestores atuavam de forma muita mais amadora, o que causava uma sĂŠrie de complicaçþes junto Ă  justiça. Hoje, a melhoria na qualidade administrativa jĂĄ ĂŠ perceptĂ­velâ€?, afirmou. O NĂşcleo Regional de Trabalho de Proteção AP PatrimĂ´nio PĂşblico do Norte Pioneiro foi criado em 2003, por meio da Resolução nÂş

1766/2003, da Procuradoria-Geral de Justiça. Recebeu, inicialmente, o nome de “Grupo de Trabalho nas Ă reas de Proteção ao PatrimĂ´nio PĂşblico e Defesa do Meio Ambienteâ€?, e a sede era em Ibaiti. A partir de 2009, recebeu nova denominação: “NĂşcleo Regional de Trabalho de Proteção ao PatrimĂ´nio PĂşblico do Norte Pioneiroâ€?, passando a ser sediado em Santo AntĂ´nio da Platina. Atualmente, estĂŁo Ă  frente do NĂşcleo os promotores de Justiça Kele Cristiani Diogo Bahena e Joel Carlos Beffa. Seu objetivo consiste na atuação regionalizada em defesa do patrimĂ´nio pĂşblico, e abrange 49 municĂ­pios: AbatiĂĄ, AndirĂĄ, Arapoti, AssaĂ­, Bandeirantes, Barra do JacarĂŠ, CambarĂĄ, CornĂŠlio ProcĂłpio, CarlĂłpolis,

Promotora Kele Bahena ĂŠ coordenadora do NĂşcleo

Congonhinhas, Conselheiro Mairinck, CuriĂşva, Figueira, Guapirama, Ibaiti, ItambaracĂĄ, Jaboti, Jacarezinho, JaguariaĂ­va, Japira, Jataizinho, Joaquim TĂĄvora, JundiaĂ­ do Sul, LeĂłpolis, Nova AmĂŠrica da Colina,

Nova FĂĄtima, Nova Santa BĂĄrbara, PinhalĂŁo, QuatiguĂĄ, Rancho Alegre, RibeirĂŁo Claro, RibeirĂŁo do Pinhal, Salto do ItararĂŠ, Santa AmĂŠlia, Santa CecĂ­lia do PavĂŁo, Santa Mariana, Santana do ItararĂŠ, Santo

Â?LICITAĂ‡ĂƒO

Â?CAMBARĂ

Programa quer aumentar participação das empresas Da Redação com assessoria

O ComitĂŞ Gestor da Lei Geral da Microempresa lançou na manhĂŁ de ontem, 5, um programa permanente de incentivo e capacitação das empresas locais interessadas em participar das compras efetuadas pelos ĂłrgĂŁos pĂşblicos. O evento aconteceu na Câmara Municipal e contou com o prefeito S ĂŠ rg i o E du ardo de Faria, Dr. SĂŠrgio (DEM), com o vice JosĂŠ Carlos Molini, vereadores Diogo Augusto Biato Filho, Fabiano Saad, FĂşlvio Boberg, JosĂŠ IzaĂ­as Gomes e Luciane Alves, alĂŠm de representantes de vĂĄrios ĂłrgĂŁos pĂşblicos. O consultor regional do Sebrae, Odemir Capello estima que, em carĂĄter preliminar, o potencial de compras pĂşblicas ĂŠ de R$ 50 milhĂľes ao ano. “Isso significa que a economia do municĂ­pio pode movimentar R$ 300 milhĂľes graças Ă s compras governamentais, com reflexos positivos sobre o nĂ­vel de emprego, aumento na lucratividade e na produti-

“

AntĂ´nio da Platina, Santo AntĂ´nio do ParaĂ­so, SĂŁo JerĂ´nimo da Serra, SĂŁo JosĂŠ da Boa Vista, SĂŁo SebastiĂŁo da Amoreira, Sapopema, SengĂŠs, Sertaneja, Siqueira Campos, Tomazina, UraĂ­ e Wenceslau Braz.

vidade das empresasâ€?, avaliou. Para ele, o maior desafio ĂŠ levantar o valor dessas compras e ampliĂĄ-las. Jacarezinho ĂŠ um dos 13 municĂ­pios do estado do ParanĂĄ a desenvolver o programa, graças a adesĂŁo ao “Cidade Empreendedoraâ€?, iniciado no mĂŞs de abril. A iniciativa conta com a parceria de diversas entidades, coordenadas pela Secretaria Municipal do ComĂŠrcio, IndĂşstria, Turismo e Serviços. O prefeito de Jacarezinho disse tem feito convidado empresas para se instalarem na cidade. “Este programa ĂŠ uma somatĂłria de esforços, que torna o trabalho mais leve para cada um dos parceiros e faz com que os objetivos sejam alcançados mais rapidamenteâ€?, ressaltou. Segundo o vice, JosĂŠ Carlos Molini, as iniciativas desenvolvidas pelo ComitĂŞ Gestor se tornam importantes na

Isso VLJQLÂżFDTXHD HFRQRPLDGR PXQLFtSLRSRGH PRYLPHQWDU 5PLOK}HV JUDoDVjV FRPSUDV JRYHUQDPHQWDLV FRPUHĂ€H[RV SRVLWLYRVVREUHR QtYHOGHHPSUHJR DXPHQWRQD OXFUDWLYLGDGHH QDSURGXWLYLGDGH GDVHPSUHVDV

Divulgação

Yoki anuncia assistĂŞncia mĂŠdica aos funcionĂĄrios e dependentes Da Assessoria

Odemir Capello estima que existe um potencial de compras pĂşblicas de R$ 50 milhĂľes ao ano

atração de novas empresas. “Primeiro, o empresĂĄrio estuda a cidade para ver se ĂŠ rentĂĄvel para seus negĂłcios. No momento, ĂŠ preciso investir nos pequenos e micro empreendedores para fortalecĂŞ-los cada vez maisâ€?, explicou. Como funciona Na primeira etapa, o Programa necessita da criação de um ambiente favorĂĄvel para que as açþes possam acontecer. Gestores dos ĂłrgĂŁos pĂşblicos existentes na cidade foram convidados para a reuniĂŁo de ontem, que destacou a importância do Programa, mostrando suas vantagens econĂ´micas, tirando dĂşvidas e constituindo um grupo de

trabalho. O Sebrae vai identificar o real potencial de compras pĂşblicas em Jacarezinho por meio de pesquisas. O prĂłximo passo ĂŠ relacionar as empresas interessadas em participar de licitaçþes e vender seus produtos ou serviços, identificar entraves e apontar soluçþes. “Muitas empresas deixam de aproveitar oportunidades de negĂłcios por falta de conhecimento. A Ass o ci aç ĂŁo C omerci a l e Industrial de Jacarezinho (Acija) vai oferecer suporte aos empresĂĄrios, em parceria com o Sebrae, e estruturar um escritĂłrio de compras pĂşblicas, onde eles saberĂŁo

quem estĂĄ comprando o que, quando, e principalmente, auxiliando-os a entender os editais de licitaçþesâ€?, explica LaĂŠrcio Taborda, presidente da entidade. O SecretĂĄrio Municipal de IndĂşstria e ComĂŠrcio, Homero Pavan Filho, ressalta que a oferta de serviços de suporte Ă  entidades e ĂłrgĂŁos pĂşblicos interessados faz parte das açþes do “Compra Jacarezinhoâ€?. “JĂĄ realizamos dez encontros do ComitĂŞ Gestor e todos os ĂłrgĂŁos estĂŁo convidados para trabalharmos em conjunto neste projeto de fortalecimento das empresas locaisâ€?, finaliza Homero Pavan Filho.

A unidade da Yoki Alimentos de CambarĂĄ anunciou que a partir deste mĂŞs, todos os 1.300 funcionĂĄrios e seus dependentes legais, que totaliza cerca de 3 mil pessoas, passam a contar com um plano de assistĂŞncia mĂŠdica. A ação ĂŠ extensiva a outros empregados da empresa em todo o Brasil. Segundo o gerente da unidade de CambarĂĄ, Edson Luis Silva, a iniciativa estĂĄ alinhada Ă  missĂŁo da companhia. “A empresa tem como meta nutrir vidas e tornĂĄ-las mais saudĂĄveis. Respeitar, investir e desenvolver pessoas. Desta forma, entendemos que estamos colaborando com o bem-estar de nossos funcionĂĄrios, seus familiares e da comunidadeâ€?, ressalta Silva. A Yoki tem mais de 50 anos de histĂłria oferecendo produtos prĂĄticos e convenientes, de acordo com o gosto do consumidor brasileiro. A companhia trabalha com grandes marcas (Yoki, Kitano, Mais Vita, Yokitos e Lin Tea) e atua nas categorias de pipocas, temperos, sopas, acompanhamentos, sobremesas, bebidas Ă  base de soja, snacks, entre outros. LĂ­der em diversos segmentos, a Yoki agora faz parte da General Mills, que no Brasil atua tambĂŠm com as marcas Häagen-Dazs e Nature Valley.


TRIBUNA DO VALE

A-6 Atas & Editais

Sexta-feira, 06 de setembro de 2013

CÂMARA MUNICIPAL DE TOMAZINA EDITAL N.º 08/2013 – CÂMARA MUNICIPAL DE TOMAZINA Decisão da Comissão do Concurso O Presidente da Câmara Municipal de Tomazina, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais e consoante com o regimento interno desta casa, bem como a Lei Orgânica Municipal, tendo em vista as disposições do inciso II, do Art. 37 da Constituição Federal, resolve publicar a decisão da Comissão do Concurso no que se refere à nota da prova e a classificação dos candidatos ao concurso público, cargo de contador informa abaixo: Do Edital 01/2013 6.6 Para os candidatos em igualdade de condições nas notas alcançadas, o desempate darse-á, por ocasião da convocação, considerando-se a ordem e os critérios abaixo: 6.6.1 Nota obtida nos conhecimentos específicos da Prova Objetiva. 6.6.2 Maior idade. 6.6.3 Maior Nota obtida em Matemática 6.6.4 Maior Nota obtida em Língua Portuguesa

Nº INSCRIÇÃO

CANDIDATO

RG

UF

Nota

CLASSIFICAÇÃO

12

ALEKSANDRO STEFANO BALTAZAR

60077533

PR

5,00

14

ALINE CRISTINA DE GOUVEIA DA ROSA

87043746

PR

5,00

19

CRISTIAN DE ANDRADE URBAN

83437596

PR

4,75

ABAIXO DA MÉDIA

15

LUIZ CARLOS DOS SANTOS

101937127

PR

4,50

ABAIXO DA MÉDIA

24

JADFER SANTOS CAMARGO LUCIANO

67964705

PR

3,75

ABAIXO DA MÉDIA

20

LUIZ HENRIQUE HASS

75315660

PR

3,50

ABAIXO DA MÉIDA

17

RODRIGO LEAL RAMOS

79712671

PR

2,75

ABAIXO DA MÉDIA

13

SIDNEI CRUZ DE SOUZA

75315708

PR

AUSENTE

AUSENTE

16 18

DIEGO HENRY NAGATA ADAUTO VIEIRA

103133815 70999765

SP SP

AUSENTE AUSENTE

AUSENTE AUSENTE

25

EDNEIA SHEINA DA SILVA WATANABE

PR

AUSENTE

AUSENTE

83846925

CÂMARA MUNICIPAL DE TOMAZINA, em 05 de Setembro de 2013 Presidente da Câmara Municipal de Tomazina HÉLIO TARGINO RIBEIRO

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO PINHAL AVISO DE LICITAÇÃO Pregão Presencial nº: 066/2013 Encontra-se aberto na PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO DO PINHAL – ESTADO DO PARANÁ , processo licitatório na modalidade Pregão, do tipo menor preço global por lote, cujo objeto é a contratação de seguro para o ônibus Volvo B10M (NBH3694); Renault Clio 13/14, e a renovação de seguro para o Fiat Siena ELX 1.4(ASW4066) e dos ônibus IVECO/FIAT City Class Escolar 2.8TB (AUC4518) e do ônibus Volkswagem 15.190EOD (AUC4514). A realização do pregão presencial será no dia: 18/09/2013, a partir das 09h00min, na sede da Prefeitura Municipal, localizada à Rua Paraná, nº. 983 – Centro, em nosso Município. O edital na íntegra estará disponível para consulta e retirada mediante pagamento de taxa no endereço supra, junto ao Setor de licitações, de segunda a sexta-feira, no horário das 09h00min às 11h00min e das 13h30min às 15h30min. Ribeirão do Pinhal, 05 de setembro de 2013. Fayçal Melhem Chamma Junior Pregoeiro Municipal

CÂMARA MUNICIPAL DE TOMAZINA

1 2 3 4 5 6 7

E E A E C E D

21 22 23 24 25 26 27

E D B B D A A

8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

B C B A D E D C B E E C D

28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40

A B D B C A C A E B B D D

CÂMARA MUNICIPAL DE TOMAZINA, em 05 de setembro de 2013 Presidente da Câmara Municipal de Tomazina HÉLIO TARGINO RIBEIRO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARÁ DECRETO Nº. 1406 DE 05 DE SETEMBRO DE 2013 O Prefeito Municipal de Cambará-Estado do Paraná, no uso de suas atribuições que lhe confere a Lei Orgânica do Município e autorização contida na Lei Municipal nº. 1.509, de 12 de Dezembro de 2012, em consonância com a Lei 4.320/64, DECRETA: Art.1º - Fica o Executivo Municipal autorizado a realizar no Orçamento-Programa do Município de Cambará-Estado do Paraná, para o exercício de 2013, um Crédito Adicional Suplementar no valor de R$ 140.000,00 (Cento e Quarenta Mil Reais), assim discriminado: Fonte Suplementação

Redução

511

0,00 100.000,00

06.153.6182.2560 - Manutenção da Defesa e Segurança 3390.30.00.00.00 - Material de Consumo

511

0,00

40.000,00

09. Sec. Munic. Agricultura Meio Ambiente e Turismo 09.003 – Departamento de Meio Ambiente 18.541.2430.2270 - Manutenção Departamento do Meio Ambiente 3390.39.00.00.00 - Outros Serviços de Terceiros - Pessoas Jurídica

511

70.000,00

0,00

511

UENP Novo reitor dá ultimato até segundafeira para que veículo seja entregue na sede da Universidade

Benedito Franc

INAUGURA

Maurício

O Presidente da Câmara Municipal de Tomazina, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais e consoante com o regimento interno desta casa, bem como a Lei Orgânica Municipal, tendo em vista as disposições do inciso II, do Art. 37 da Constituição Federal, resolve publicar a decisão da Comissão do Concurso no que se refere ao gabarito definitivo, informa abaixo:

10. Secretaria Municipal de Infra - Estrutura Urbana 10.005 – Departamento de Serviços Urbanos 15.452.2510.2350 - Manutenção do Departamento dos Serviços Urbanos 3390.39.00.00.00 - Outros Serviços de Terceiros - Pessoas Jurídica Total

Carr em n

UBS pod

CÂMARA MUNICIPAL DE TOMAZINA EDITAL N.º 07/2013 – CÂMARA MUNICIPAL DE TOMAZINA Decisão da Comissão do Concurso

Discriminação 03. Secretaria Municipal de Administração 03.001 – Departamento Administrativo 04.122.0402.2070 - Manutenção Departamento Administrativo 3390.30.00.00.00 - Material de Consumo

CÂMARA MUNICIPAL DE CAMBARÁ LEI Nº 1.543 DE 05 DE SETEMBRO DE 2013. Súmula: Dispõe sobre a implantação e regulamentação do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência – PROERD no Município de Cambará. O PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE CAMBARÁ, ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições legais, faço saber que a Câmara Municipal de Cambará aprovou e eu, em razão da sanção tácita e nos termos do art. 21, inciso IV, da Lei Orgânica do Município, promulgo a seguinte Lei: Art. 1º - O presente projeto de Lei tem por objetivo regulamentar a implantação do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência – PROERD, no âmbito do Município de Cambará, por meio de atividades sistemáticas do referido programa para que haja continuidade e eficácia no trabalho a ser desenvolvido. §1º O PROERD é um programa desenvolvido pelas Polícias Militares do Brasil com atuação diretamente nas escolas onde Policiais Militares instrutores realizam seu trabalho instrutivo-preventivo, com aulas presenciais, utilizando-se de recursos e didáticas devidamente direcionados a cada público assistido de forma que aproxima e fortalece os trabalhos de Segurança Pública junto à comunidade através dessa modalidade de policiamento comunitário. §2º O programa será ministrado por membros da Polícia Militar do Paraná por meio de atividades desempenhadas em escolas da rede municipal de ensino, monitoradas pela Secretaria Municipal de Educação, e tem como objetivo principal a prevenção ao uso indevido de drogas e a prática de violência por parte de crianças e adolescentes em formação; §3º Serão realizados trabalhos direcionados ao público alvo e de acordo com as discriminações abaixo mencionadas: I – aplicação de instruções para crianças da Educação Infantil Nível III; e II – aplicação de instruções para crianças de 09 a 12 anos – 5º Ano do ensino fundamental. Art. 2º - Constituirão atividades de prevenção do uso indevido de drogas, para efeito desta Lei, aquelas direcionadas para a redução dos fatores de vulnerabilidade e risco e para a promoção e o fortalecimento dos fatores de proteção. Art. 3º - As atividades de prevenção do uso indevido de drogas devem observar os seguintes princípios e diretrizes: I - o estabelecimento de políticas de formação continuada na área da prevenção do uso indevido de drogas para profissionais de educação (Professores) nos 03 (três) níveis de ensino; II - a implantação de projetos pedagógicos de prevenção do uso indevido de drogas, nas instituições de ensino público e privado, alinhados às Diretrizes Curriculares Nacionais e aos conhecimentos relacionados às drogas. Art. 4º - O Instrutor do PROERD será exclusivamente um Policial Militar do Paraná devidamente capacitado para esse fim através de curso de formação de instrutores oferecido por sua instituição de origem. Art. 5º - Caberá ao Município de Cambará a aquisição do material didático (livro do estudante PROERD e certificado) para que o Policial possa ministrar as aulas, uniformes para os alunos assistidos usarem no dia da formatura, bem como toda arrumação e cerimonial de formatura. Parágrafo único. O Programa será desenvolvido durante o ano letivo, na zona urbana do Município de Cambará. Art. 6º - Ficará sob a responsabilidade do PROERD a organização e distribuição das atividades dos instrutores participantes. Art. 7º - O Instrutor do PROERD, ao terminar seus trabalhos no Município, deverá apresentar relatório detalhado das atividades desenvolvidas pelo programa à Secretaria Municipal de Educação. Art. 8º - Caberá à Secretaria Municipal de Educação, em parceria com o PROERD, a adequação do programa nas escolas da rede pública de ensino, respeitando os critérios de funcionamento do Programa, visando o melhor desempenho e aprendizado dos instruendos. Art. 9º - O Poder Executivo Municipal baixará os atos necessários à regulamentação desta Lei, bem como firmará os convênios necessários, com amparo nos arts. 18 e 19, X e XI, da Lei Federal nº 11.343/2006. Art. 10 - Esta lei entra em vigor na data de sua publicação. Gabinete da Presidência da Câmara Municipal de Cambará, Estado do Paraná, em 05 de setembro de 2013. João Antonio Tinelli Presidente da Câmara Municipal

70.000,00 0,00 140.000,00 140.000,00

Art. 2º - Este decreto entra em vigor na data de sua publicação. Cambará-Pr, 05 de Setembro de 2013. João Mattar Olivato Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARÁ PORTARIA No 363/2013 O Excelentíssimo Senhor João Mattar Olivato, Prefeito Municipal de Cambará, Estado do Paraná, usando de suas atribuições legais, que lhe são conferidas por lei, R E S O L V E: Art. 1º Exonerar, a pedido, a partir de 05/09/2013, o servidor DANIEL LUIZ DOS SANTOS MARTINS, portador do RG nº 8.057.938-1-SSP/PR, CPF nº 037.536.799-33, ocupante do cargo de TECNICO DESPORTIVO. A presente Portaria entra em vigor na data de sua publicação. Publique-se, Notifique-se, Cumpra-se. Gabinete do Prefeito Municipal de Cambará, Estado do Paraná, em 05 de setembro de 2013. JOÃO MATTAR OLIVATO - PREFEITO MUNICIPAL DE CAMBARÁ


Ä‚ĆšÄžĹśÄšÄžĆŒƾžĂ ÄžĆŒĆ‰ĆŒĹ˝Ç€Ĺ˝Ä?ĂĚŽ Ä?ŽŜĆ?Ä?Ĺ?ÄĄĹśÄ?Ĺ?Ă͘Í&#x;

n Cerqueira

eção de cia

inecologista e obstetra, o movimento Brasil sem

arĂĄ ÂŚ CarlĂłpolis ÂŚ Conselheiro Mairink ÂŚ riaĂ­va ÂŚ Japira ÂŚ Joaquim TĂĄvora ÂŚ JundiaĂ­ ÂŚ Salto do ItararĂŠ ÂŚSantana do ItararĂŠ ÂŚ a Campos ÂŚTomazina ÂŚ Wenceslau BrĂĄz

tigos assinados nĂŁo representam ecessariamente a opiniĂŁo do endo de exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.

Atas& Editais A-7

TRIBUNA DO VALE Sexta-feira, 06 de setembro de 2013 SĂšMULA DE RECEBIMENTO DE LICENÇA PRÉVIA RENAN ROSISCA WRUQD S~EOLFR TXH UHFHEHX GR ,$3 ,QVWLWXWR Ambiental do ParanĂĄ, a Licença PrĂŠvia para a ampliação de aviĂĄrio avicultura de corte - a ser implantada no sĂ­tio Recanto, bairro MacĂĄria, municĂ­pio de Conselheiro Mairinck -Pr. Comunicado de Extravio de Notas Fiscais A Empresa Moscon & Piccoli Ltda. &13-FRPXQLFD RH[WUDYLRGDV1RWDV)LVFDLVVpULHÂł'´GHQƒD HPEUDQFR ÂżFDQGR DVPHVPDVFDQFHODGDV VHPHIHLWR 4XDWLJXi 35  COMUNICADO DE ABANDONO DE EMPREGO Solicitante: R44 artigos esportivos ltda &13- Av. Silveira Pinto – 833 RibeirĂŁo do Pinhal – PR &(3 6ROLFLWDPRV TXH D 65$ 0DULD -RVp 0HQGHV 5H]HQGH SRUWDGRUD GD FDUWHLUD SURÂżVVLRQDO  VpULH  35TXH FRPSDUHoD D nosso Departamento Pessoal no prazo de 72 horas. Sob pena de restar caracterizado o abandono de emprego com a conseqĂźente rescisĂŁo do contrato de trabalho por justa causa. RibeirĂŁo do Pinhal 06 de Setembro de 2013 PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANTĂ”NIO DA PLATINA PORTARIA NÂş 560/13 O Prefeito Municipal de Santo AntĂ´nio da Platina, Estado do ParanĂĄ, no uso das atribuiçþes que lhe sĂŁo conferidas por Lei e, de conformidade com o OfĂ­cio nÂş 003/2013 – PAD 010/13, protocolo n° 012627/13 de UHVROYH 352552*$5SRU VHVVHQWD GLDVRSUD]RSDUDHQFHUUDPHQWRGRV trabalhos da ComissĂŁo de Processo Administrativo Disciplinar nÂş 010/13, designada pela Portaria nÂş 423/13 de 27 de junho de 2013. *$%,1(7( '2 35()(,72 081,&,3$/ '( 6$172$17Ă?1,2 '$ 3/$7,1$(67$'2'23$5$1Ăˆ3$d2081,&,3$/'5$/Ă‹&,2',$6 '265(,6HPGHVHWHPEURGH PEDRO CLARO DE OLIVEIRA NETO Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANTĂ”NIO DA PLATINA PORTARIA NÂş 558/13 O Prefeito Municipal de Santo AntĂ´nio da Platina, Estado do ParanĂĄ, no uso das atribuiçþes que lhe sĂŁo conferidas por Lei, &216,'(5$1'2R3URFHVVRGH6LQGLFkQFLDQžLQVWDXUDGR pelas Portarias nÂş 053/2013 de 24/01/13; &216,'(5$1'2R3DUHFHU-XUtGLFRQžHFRPIXQGDPHQWR no artigo 168, parĂĄgrafo Ăşnico da Lei Municipal 02/1993,    5(62/9( '(7(50,1$5 $ $'LYLVmRGH([SHGLHQWHH&RPXQLFDomRTXHHQFDPLQKHRRULJLQDO dos autos do Processo Sindicante nÂş 001/2013, bem ainda cĂłpia do Procedimento de Dispensa de Licitação nÂş 1401/2009 – PMSAP – ao MinistĂŠrio PĂşblico do Estado do ParanĂĄ. % ÂŹ3URFXUDGRULD-XUtGLFD0XQLFLSDOSDUDTXHDUTXLYHRWUDVODGRGR Processo Sindicante, por prazo indeterminado. *$%,1(7('235()(,72081,&,3$/'(6$172$17Ă?1,2'$ 3/$7,1$(67$'2'23$5$1Ăˆ3$d2081,&,3$/'5$/Ă‹&,2',$6 '265(,6HPGHVHWHPEURGH PEDRO CLARO DE OLIVEIRA NETO Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANTĂ”NIO DA PLATINA PORTARIA NÂş 554/13 O Prefeito Municipal de Santo AntĂ´nio da Platina, Estado do ParanĂĄ, no uso das atribuiçþes que lhe sĂŁo conferidas por Lei e, de conformidade FRPRUHTXHULPHQWRQƒGHUHVROYH 352552*$5SRU VHVVHQWD  GLDVRSUD]R SDUD HQFHUUDPHQWR GRV WUDEDOKRV GD &RPLVVmR GH 6LQGLFkQFLD Qž  GHVLJQDGD SHOD Portaria nÂş 459/13 de 10 de julho de 2013. *$%,1(7('235()(,72081,&,3$/'(6$172$17Ă?1,2'$ 3/$7,1$(67$'2'23$5$1Ăˆ3$d2081,&,3$/'5$/Ă‹&,2',$6 '265(,6HPGHVHWHPEURGH PEDRO CLARO DE OLIVEIRA NETO Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANTĂ”NIO DA PLATINA DECRETO NÂş 371/13 O Prefeito Municipal de Santo AntĂ´nio da Platina, Estado do ParanĂĄ, no uso das atribuiçþes que lhe sĂŁo conferidas por Lei, e de acordo com ofĂ­cio nÂş 638/13 da Secretaria Municipal de SaĂşde, protocolo nÂş 011174/13 de 07/08/13, &216,'(5$1'2RLWHPGR(GLWDOGH7HVWH6HOHWLYR6LPSOLÂżFDGR nÂş 001/13;  '(&5(7$ $UWž)LFD352552*$'2SRU VHLV PHVHVRSUD]RGHYDOLGDGH GR 7HVWH 6HOHWLYR 6LPSOLÂżFDGR FRQVWDQWH GR (GLWDO Qž  GH  GH março de 2013, autorizado pelo Decreto 139/13 de 20 de março de 2013, +RPRORJDGRDWUDYpVGR(GLWDOGH7HVWH6HOHWLYR6LPSOLÂżFDGRGH 10 de abril de 2013. Art.2Âş - Revogam-se as disposiçþes em contrĂĄrio. *$%,1(7('235()(,72081,&,3$/'(6$172$17Ă?1,2'$ 3/$7,1$(67$'2'23$5$1Ăˆ3$d2081,&,3$/'5$/Ă‹&,2',$6 '265(,6DRVGHVHWHPEURGH PEDRO CLARO DE OLIVEIRA NETO Prefeito Municipal

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANTĂ”NIO DA PLATINA EDITAL DE CONVOCAĂ‡ĂƒO NÂş 004/13 O Prefeito Municipal de Santo AntĂ´nio da Platina, Estado do ParanĂĄ, no uso das atribuiçþes que lhe sĂŁo conferidas por Lei e, de conformidade com o ofĂ­cio nÂş 638/13-Secretaria Municipal de SaĂşde, protocolado sob nÂş 011174/13 em 07/08/2013, &216,'(5$1'2R'HFUHWRQžGHGHPDUoRGH 5(62/9( ,Âą&2192&$5RVFDQGLGDWRVDEDL[RUHODFLRQDGRVDSURYDGRVQR 7(67(6(/(7,926,03/,),&$'21žÂą$JHQWHVFRPXQLWiULRV KRPRORJDGRDWUDYpVGR(GLWDOGH7HVWH6HOHWLYR6LPSOLÂżFDGRQžÂą &ODVVLÂżFDomR)LQDOGHGHDEULOGHSDUDFRPSDUHFHUQD'LYLVmR GH5HFXUVRV+XPDQRVGHVWD3UHIHLWXUD0XQLFLSDOQRSUD]RGH XP  GLDFRQWDGRVGDGDWDGDSXEOLFDomRFRPRVHJXH 5(/$d­2'26&2192&$'26 3$0(/$48$'5,&$5'2621$7$/ &/(8',1(7($17­2'(628=$ )Ăˆ7,0$$3$5(&,'$3$/0,(5, 0Ăˆ5&,275$-$12 )$%5Ă‹&,20$548(66,0ÂŽ(6 $/(;$1'5(7$))$5(/*21d$/9(66$/9(*2 -26e/8,=52'5,*8(6 /8,=$/%(572)$*Ăˆ 0$5,$$/,&('$6,/9$ 0$5/(1($3$5(&,'$=$))$1, 6,/9,/(1($3$5(&,'$3,172 :(//(5621%8(12'(&$67,/+2 0$5/21$8*86720,/.6=$ 52'5,*2'(628=$ 5,&$5'27(2'252'$&81+$ ,,Âą2FDQGLGDWRFRQYRFDGRGHYHUiFRPSDUHFHUPXQLGRGRVVHJXLQWHV GRFXPHQWRV 1. Comprovar o preenchimento dos requisitos especĂ­ficos, mediante apresentação de documentos competentes;  (QFRQWUDUVHQRSOHQRH[HUFtFLRGRV'LUHLWRV&LYLVH3ROtWLFRV  &RPSURYDQWHGH(VFRODULGDGH RULJLQDO   )RWRFySLDGR5*&3)7tWXORGH(OHLWRU 5. FotocĂłpia da certidĂŁo de nascimento/casamento;   XPD IRWR[ 7. FotocĂłpia do comprovante de endereço;  $WHVWDGR0pGLFR$GPLVVLRQDO H[SHGLGRSHOR0pGLFRGR7UDEDOKR GD3UHIHLWXUD  *$%,1(7('235()(,72081,&,3$/'(6$172$17Ă?1,2'$ 3/$7,1$(67$'2'23$5$1Ăˆ3$d2081,&,3$/'5$/Ă‹&,2',$6 '265(,6DRVGHVHWHPEURGH PEDRO CLARO DE OLIVEIRA NETO PREFEITO MUNICIPAL

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARĂ DECRETO NÂş.1405 , DE 05 DE SETEMBRO DE 2013 O Prefeito Municipal de CambarĂĄ-Estado do ParanĂĄ, no uso de suas DWULEXLo}HV TXH OKH FRQIHUH D /HL 2UJkQLFD GR 0XQLFtSLR H DXWRUL]DomR contida na Lei Municipal nÂş. 1.509, de 12 de Dezembro de 2012, em FRQVRQkQFLDFRPD/HL '(&5(7$ $UWž)LFDR([HFXWLYR0XQLFLSDODXWRUL]DGRDUHDOL]DUQR2UoDPHQWR 3URJUDPDGR0XQLFtSLRGH&DPEDUi(VWDGRGR3DUDQiSDUDRH[HUFtFLR de 2013, um CrĂŠdito Adicional Suplementar no valor de R$ 74.932,85 6HWHQWD H 4XDWUR 0LO H 1RYHFHQWRV H7ULQWD H 'RLV 5HDLV H 2LWHQWD H &LQFR&HQWDYRV DVVLPGLVFULPLQDGR 6(&5(7$5,$081,&,3$/'(6$Ă’'( '(3$57$0(172'(6$Ă’'( Âą$TXLVLomRGH9HtFXORV 4490.52.00.00.00 – Equipamentos e Material Permanente F.R.1497 28.000,00 10.301.2290.2040 – Manutenção Departamento da SaĂşde 3390.30.00.00.00 – Material de Consumo F.R.1497 22.417,66    2XWURV 6HUYLoRV GH 7HUFHLURV Âą 3HVVRD )tVLFD F.R.1497 8.040,00 Âą2XWURV6HUYLoRVGH7HUFHLURVÂą3HVVRD-XUtGLFD F.R.1497 14.400,00 4490.52.00.00.00 – Equipamentos e Material Permanente F.R.1497 2.075,19 727$/ Art. 2Âş -- SerĂŁo utilizados ainda, para dar cobertura ao crĂŠdito realizado QRDUWLJRžRV5HFXUVRVGH3URYiYHO([FHVVRGH$UUHFDGDomRQDIRQWH FRQIRUPHDUWLJRQžLQFLVR,,GD/HLQž  )5       Âą        9LJLOkQFLD HP 6D~GH      9,*,$686      74.932,85 Art. 3Âş - Este decreto entra em vigor na data de sua publicação. CambarĂĄ-Pr, 05 de Setembro de 2013. JoĂŁo Mattar Olivato Prefeito Municipal SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAĂ‡ĂƒO E CULTURA PORTARIA N° 02/2013 A Secretaria Municipal de Educação e Cultura no uso de suas atribuiçþes legais, que lhes sĂŁo conferidas por lei, e com base no artigo 43 da Lei n° 31/2012 que institui o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração do MagistĂŠrio PĂşblico de CambarĂĄ – PR e com o disposto no artigo nÂş. 106, parĂĄgrafo Ăşnico da Lei Municipal, nÂş. 1191 de 17 de outubro de 2011. 5HVROYH 'HÂżQLUDGDWDGHGHVHWHPEURSDUD~OWLPDHQWUHJDGRVUHTXHULPHQWRV dos professores interessados em usufruir de Licença-PrĂŞmio, o qual deverĂĄ VHUSURWRFRODGRQR'HSDUWDPHQWRGH5HFXUVRV+XPDQRVGD3UHIHLWXUD Municipal de CambarĂĄ. CambarĂĄ, 05 de setembro de 2013. Francielli Axman Tavares Duarte SecretĂĄria Municipal de Educação e Cultura Portaria 131/2013 Conselho Municipal de SaĂşde de RibeirĂŁo do Pinhal – Pr . Resolução nÂş 07/2013, de 04 de setembro de 2013, do Conselho Municipal de SaĂşde de RibeirĂŁo do Pinhal – Pr . DispĂľe sobre o Plano Descritivo da Aplicação dos Recursos do 3URJUDPDGH4XDOLÂżFDomRGDV$o}HVGH9LJLOkQFLDHP6D~GHB9,*,$686 no Estado do ParanĂĄ, do municĂ­pio de RibeirĂŁo do Pinhal. O Pleno do Conselho Municipal da SaĂşde de RibeirĂŁo do Pinhal – Pr, em reuniĂŁo ordinĂĄria realizada no dia 04/09/2013, no uso das prerrogativas conferidas pela Lei Federal nÂş 8.080 de 19/09/1990, Lei Federal nÂş 8.142 de 28/12/1990 e pela Lei municipal nÂş 1,311/06 que revogou a Lei nÂş 889/1991. 5(62/9( $UWžDSURYDUDUHWLÂżFDomRGR3ODQR'HVFULWLYRGD$SOLFDomRGRV 5HFXUVRVGR3URJUDPDGH4XDOLÂżFDomRGDV$o}HVGH9LJLOkQFLDHP6D~GH B9,*,$686QR(VWDGRGR3DUDQiGRPXQLFtSLRGH5LEHLUmRGR3LQKDO RibeirĂŁo do Pinhal em 04 de setembro de 2013. Marcos Pinto de Miranda 35(6'2&06$8'('(5,%'23,1+$/ +RPRORJRD5HVROXomRGR&RQVHOKR0XQLFLSDOGH6D~GHGH5LEHLUmR do Pinhal de nÂş 07/2013 de 04/09/2013, nos termos do parĂĄgrafo 2Âş do artigo 1Âş da Lei Federal nÂş 8.142 de 28/ 12/1990. Nadir Sara Melo Fraga Cunha SECRETĂ RIA MUNICIPAL DA SAĂšDE

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARĂ&#x2030; â&#x20AC;&#x201C; ESTADO DO PARANĂ TERMO ADITIVO I AO CONTRATO NÂş. 16/2013, FIRMADO ENTRE O MUNICIPIO DE BARRA DO JACARĂ&#x2030; E CONSTRUPARANĂ LTDA. 2081,&,3,2'(%$55$'2-$&$5e(VWDGRGR3DUDQiSHVVRD MXUtGLFD GH GLUHLWR S~EOLFR LQWHUQR FRP VHGH QD 5XD 5XL %DUERVD QÂ&#x17E;  LQVFULWR QR &13- QÂ&#x17E;  GHQRPLQDGD GH &2175$7$17(UHSUHVHQWDGRSRUVHX3UHIHLWR0XQLFLSDO(',0$5'( )5(,7$6$/%21(7,EUDVLOHLURFDVDGRSRUWDGRUGR5* 66335HGR&3)UHVLGHQWHQD5XD-DFDUH]LQKR QHVWDFLGDGHGD%DUUDGR-DFDUp35HDHPSUHVD&2167583$5$1Ă&#x2C6; /7'$SHVVRDMXUtGLFDGHGLUHLWRSULYDGRLQVFULWDQR&13-0)VREQÂ&#x17E; FRPVHGHQD$YHQLGD%UDVLO%DLUUR&HQWUR FLGDGH GH$WDODLD35 QHVWH DWR UHSUHVHQWDGD SRU %UiXOLR GD 6LOYD brasileiro, portador do CPF/MF sob o n.Âş 321.707.329-34, residente e domiciliado na cidade de Atalaia-PR, celebram o termo Aditivo, mediante DVFOiXVXODVTXHVHJXHP &/$868/$35,0(,5$'235$=2 'HDFRUGRFRPR$UWSDUiJUDIR,,GD/HLGHGHMXQKR GH  H  &OiXVXOD WHUFHLUD 9,*Ă&#x2021;1&,$  GR &RQWUDWR$GPLQLVWUDWLYR QÂ&#x17E;ÂżFDSURUURJDGRRSUD]RSRUGLDVDFRQWDUGDGDWDGH assinatura. &/$868/$6(*81'$Âą'$,1$/7(5$d­2 ParĂĄgrafo Ăşnico. As demais clĂĄusulas do contrato, nĂŁo atingidas por HVWH7HUPR$GLWLYRSHUPDQHFHPLQDOWHUDGDV (SRUDVVLPHVWDUHPDMXVWDGRVÂżUPDPRSUHVHQWHHP GXDV YLDV GHLJXDOWHRUHIRUPDQDSUHVHQoDGDVWHVWHPXQKDVDEDL[R 3DoR0XQLFLSDO-RVp*DOGLQR3HUHLUDHPGHVHWHPEURGH EDIMAR DE FREITAS ALBONETI Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE TOMAZINA PORTARIA NÂş 114/2013 2 6HQKRU *XLOKHUPH &XU\ 6DOLED &RVWD 3UHIHLWR 0XQLFLSDO GH 7RPD]LQD (VWDGR GR 3DUDQi XVDQGR GH VXDV DWULEXLo}HV OHJDLV H QRV WHUPRV GD /HL QÂ&#x17E;  (VWDWXWR GRV 6HUYLGRUHV 0XQLFLSDLV GH 7RPD]LQD UHVROYH '(6,*1$5 $VVHQKRUDV(OLDQD%DOWD]DU0DUWLQV&RUUHLD0DULDGH)iWLPD/HPHV *DOGLQRH0DULDGDV'RUHV0RUDHVSDUDVREDSUHVLGrQFLDGDSULPHLUD FRPSRUHPD&RPLVVmRGH,QTXpULWRGHVWLQDGDDDSXUDUSRVVtYHLVIDOWDV DGPLQLVWUDWLYDV FRPHWLGDV SHOD VHUYLGRUD 1iJLOD GD 6LOYD (OLDV )DULD SUHYLVWDVQRDUWLJR,,H9,DPERVGD/HL0XQLFLSDOQÂ&#x17E; &8035$6( 5(*,675$6(38%/,48(6( *DELQHWHGR3UHIHLWR0XQLFLSDOGH7RPD]LQDHP 03 de setembro de 2013. Guilherme Cury Saliba Costa Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARĂ PORTARIA NÂş 362/2013 -2­20$77$52/,9$723UHIHLWR0XQLFLSDOGH&DPEDUi(VWDGR do ParanĂĄ, no uso de suas atribuiçþes legais, 5(62/9( $UWÂ&#x17E;'(6,*1$5DVHUYLGRUD&5,6/$<1(0$5,$'(67()$1, SRUWDGRUDGR5*QÂ&#x17E;66335RFXSDQWHGRFDUJRGH$X[LOLDU GH9LJLOkQFLD6DQLWiULDSDUDÂżFDUUHVSRQViYHOSHOD2XYLGRULDGD5HGH Municipal de SaĂşde, nos termos da Lei Complementar nÂş 34 de 14 de maio de 2013. Art. 2Âş - A presente portaria entra em vigor nesta data, retroagindo seus efeitos ao dia 15 de maio de 2013. CambarĂĄ/PR, 05 de setembro de 2013. JOĂ&#x192;O MATTAR OLIVATO - Prefeito de CambarĂĄ PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUĂ -PARANĂ DECLARAĂ&#x2021;Ă&#x192;O DE PROCESSO LICITATĂ&#x201C;RIO DESERTO Luis Fernando Dolenz, Prefeito Municipal de QuatiguĂĄ, Estado do ParanĂĄ, no uso de suas atribuiçþes conferidas por Lei e tendo em vista o nĂŁo comparecimento de nenhum proponente para participar do certame licitatĂłrio sob a modalidade PregĂŁo Presencial nÂş 36/2013-SRP, cujo objeto era registro de preços visando futuras e eventuais aquisiçþes de materiais de construção, hidrĂĄulico, elĂŠtrico e outros, para todos os setores pertencentes Ă  estrutura administrativa municipal, DECLARA a SUHVHQWHOLFLWDomR'(6(57$ 4XDWLJXi35*DELQHWHGR3UHIHLWR0XQLFLSDOHPGHVHWHPEUR de 2013. LUIS FERNANDO DOLENZ - Prefeito Municipal

MUNICĂ?PIO DE SANTO ANTĂ&#x201D;NIO DA PLATINA â&#x20AC;&#x201C; ESTADO DO PARANĂ EXTRATO DO 1Âş TERMO ADITIVO AO CONTRATO NÂş 078/2012 DISPENSA DE LICITAĂ&#x2021;Ă&#x192;O POR JUSTIFICATIVA NÂş 611/2012 LOCATĂ RIO: 081,&Ă&#x2039;3,2 '(6$172$17Ă?1,2'$3/$7,1$â&#x20AC;&#x201C; 3$5$1Ă&#x2C6; LOCADOR: -26e$/(;*21d$/9(6),*8(,RA OBJETO: 2SUHVHQWH7HUPR$GLWLYRWHPSRUREMHWRRUHDMXVWHGHDFRUGRFRPR,*30QRSHUtRGRGHMXOKRDMXOKRFRQIRUPHSUHYLsto na clĂĄusula terceira do Contrato nÂş 078/2012, referente ao aluguel do imĂłvel localizado na Rua Dos Estudantes, nÂş 715 - Centro, nesta cidade, para DEULJDUDVLQVWDODo}HVGD%LEOLRWHFD0XQLFLSDO-RVpGH$OHQFDU VALOR ANTERIOR DO ALUGUEL (MENSAL) VALOR REAJUSTADO (5,18%) R$ 800,00

R$ 841,00

DOTAĂ&#x2021;Ă&#x192;O: 08.008 -12.392.0247.2.133 â&#x20AC;&#x201C;    DATA: 03 de setembro de 2013 MUNICĂ?PIO DE SANTO ANTĂ&#x201D;NIO DA PLATINA â&#x20AC;&#x201C; ESTADO DO PARANĂ EXTRATO DO CONTRATO NÂş107/2013 REFERENTE AO PREGĂ&#x192;O PRESENCIAL N° 64/2013 CONTRATANTE: 081,&Ă&#x2039;3,2 '(6$172$17Ă?1,2'$3/$7,1$â&#x20AC;&#x201C; 3$5$1Ă&#x2C6; CONTRATADA: GUAPI DISTRIBUIDORA LTDA OBJETO: O Objeto do presente Contrato ĂŠ Contratação de Empresa Especializada em ApreensĂŁo e Remoção de Semoventes que se encontram VROWRV QR SHUtPHWUR XUEDQR H iUHDV GH SUHVHUYDomR SHUPDQHQWH GHVWH PXQLFtSLR D VHU FRQWUDWDGD SRU XP SHUtRGR GH  GR]H  PHses, conforme quantitativo, especificaçþes e detalhamentos consignados nos Lotes elaborados pelo Departamento de Planejamento, objeto do PregĂŁo Presencial nÂş 64/2013, que juntamente com a proposta da CONTRATADA, para todos os fins de direito, obrigando as partes em todos os seus termos, passam a integrar este instrumento, independentemente de transcrição; VALOR DO CONTRATO: 5 TXDUHQWDHRLWRPLOUHDLV SHOR0HQRU3UHoRDSUHVHQWDGR VIGĂ&#x160;NCIA: 2SUHVHQWH&RQWUDWRWHUiYLJrQFLD GR]H PHVHVSRGHQGRDCONTRATANTE optar pela prorrogação desse prazo, atĂŠ igual perĂ­odo, SDUDRVXEVHTXHQWHH[HUFtFLRILQDQFHLURQRVWHUPRVGRLQFLVR,,GR$UWLJRGD/HLQÂ&#x17E; DOTAĂ&#x2021;Ă&#x192;O: Ă&#x201C;rgĂŁo Funcional Fonte de Cat. Econ. Despesa Descrição Descrição Unid. ProgramĂĄtica Recurso Recursos '(0$,66(59'(7(5&(,526 OrdinĂĄrios 10.13 15 452 323 31 339039999900 3552 000 3(662$-85Ă&#x2039;', /LYUHV

DATA: 04 de setembro de 2013 PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUĂ -PARANĂ EXTRATO DE ADITIVO CONTRATUAL ADITIVO VII AO CONTRATO NÂş 33/2011 3DUWHV0XQLFtSLRGH4XDWLJXiHDHPSUHVD,QQRYDUH&RQVWUXWRUD/WGD0( 2EMHWR&RQFOXVmRGHFRQVWUXomRGHXPDHVFROD3URJUDPD3UyLQIDQFLD $OWHUDomR 3URUURJDomRGDYLJrQFLDGRFRQWUDWRRULJLQDOSRUPDLV FHQWRHTXLQ]H GLDVH[SLUDQGRVHHPGHGH]HPEURGH 'DWDGHDJRVWRGH Luis Fernando Dolenz â&#x20AC;&#x201C; Prefeito Municipal

PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUĂ -ESTADO DO PARANĂ PROCESSO DE DISPENSA DE LICITAĂ&#x2021;Ă&#x192;O NÂş 17/2013 AVISO DE HOMOLOGAĂ&#x2021;Ă&#x192;O E ADJUDICAĂ&#x2021;Ă&#x192;O Processo Administrativo nÂş 55/2013 7RUQR S~EOLFR D KRPRORJDomR H D DGMXGLFDomR GR REMHWR GR SUHVHQWHSURFHVVRj (PSUHVD /RFDGRUD $VVRFLDomR GR &RQVHOKR &DWHTXpWLFR GR MunicĂ­pio de QuatiguĂĄ. &13-0) 2EMHWR/RFDomRGHLPyYHOSDUDXVRGDVDWLYLGDGHVGHSDUWHGR &HQWUR 0XQLFLSDO GH (GXFDomR ,QIDQWLO Âą &0(,  GR PXQLFtSLR GH QuatiguĂĄ. 9DORU0HQVDO5 XPPLOHTXLQKHQWRVUHDLV  3HUtRGR VHLV PHVHV 9DORU*OREDO5 QRYHPLOUHDLV  4XDWLJXi35*DELQHWHGR3UHIHLWR0XQLFLSDOHPGHVHWHPEUR de 2013. LUIS FERNANDO DOLENZ Prefeito Municipal

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRAĂ&#x192;O DO PINHAL PORTARIA nÂş. 093/2013 23UHIHLWR'DUWDJQDQ&DOL[WR)UDL]QRXVRGHVXDVDWULEXLo}HV 5(62/9( &ULDU&RPLVVmR2UJDQL]DGRUDSDUDD5HDOL]DomRGH7HVWH6HOHWLYR para contratação de Pai e MĂŁe Social, com a função de dedicar-se j DVVLVWrQFLD DR PHQRU DEDQGRQDGR H[HUFHQGR R HQFDUJR HP QtYHO social, dentro da casa-lar, mantida pelo MunicĂ­pio de RibeirĂŁo do Pinhal, em conformidade com a Lei Municipal nÂş. 1.595/2013, composta pelos VHJXLQWHVPHPEURV  &DUORV$OH[DQGUH%UD]  -DQH0DULDGH2OLYHLUD  9DQGHUOHQH6LOYHLUDGH5H]HQGH  5HJLQD7RSDQ Âą3DXOR*HUDOGR%RUJHV 7- Wagner Wenceslau AlmirĂŁo. 5(*,675(6((38%/,48(6( EdifĂ­cio da Prefeitura Municipal de RibeirĂŁo do Pinhal, em 03 de setembro de 2013. *DELQHWHGR3UHIHLWR DARTAGNAN CALIXTO FRAIZ Prefeito Municipal


TRIBUNA DO VALE

Social

Sexta-feira, 06 de setembro de 2013

E-mail: social@tribunadovale.com.br

al

Pesso Arquivo

Veícu em 100 anos

Euridice Candido Ranea comemorou aniversário de 100 anos no último dia 29 em Santo Antônio da Platina. Na foto ela aparece ladeada pelos filhos Osmar, Ivone, Yone e Jose Ademar. Além dos filhos também felicitam a aniversariante pela data os 17 netos, 31 bisnetos e 2 tataranenos, além das noras, genros e demais familiares. Parabéns!

Cropped Como a primavera-verão são estações bem leves, o top cropped será certamente uma ótima pedida, principalmente em dias mais quentes bem comuns aos verões brasileiros. Mas como usar essa tendência sem medo de errar? Podem ser combinados com shorts, saias longas, midi ou mini, calça, peças de alfaiataria, enfim têm para todos os gostos e estilos, desde os mais despojados aos mais sofisticados.

SAÚDE

Pensamento

UBS pod 100 pacie

Não se pode criar experiência. É preciso passar por ela. (Albert Camus)

Arquivo Pessoal

Mocassim Dùvidas quanto a qual sapato usar não passa apenas pela cabeça das mulheres. Pode ser em outra proporção, mas homens também são atingidos pela indecisão na hora de escolher peças de roupas. Para quem gosta de conforto e também de sofisticação, uma opção para deixar os questionamentos de lado é o mocassim. Tradicional, ele é uma das peças de roupa que atravessa décadas de uso.

MP-PR

Núcleo do Público com CAMBARÁ

Yoki anunc médica par

Casamento

ESTRADAS Muitas felicidades aos noivos Amanda Deliberador e Marcos Paulo Rubira que casaram-se no último dia 16 no Estação Lounge. Amigos e familiares parabenizam o casal. Tim-tim!

Informação pode ser ac

H ORÓSCOPO PARA HOJE Áries Um mês lunar começa hoje, ótimo pra você estabelecer critérios objetivos pra tocar sua vida cotidiana com mais eficiência. Estes critérios devem nascer da observação e da prática, teste-os durante as próximas quatro semanas e obterá mais qualidade de vida.

Gêmeos aVocê tem rodinhas nos pés, e agora com o novo mês lunar em Virgem terá motivo de testar novos percursos. Em casa, serão 4 semanas ótimas pra arrumar, organizar, catalogar, reformar - e também pra dar um fim útil ao que não serve mais. O passado será fonte de inspiração.

Leão Dê a partida em iniciativas que visem mais segurança material. No embalo da lunação em Virgem, signo produtivo que melhora a observação e traz refinamento nas escolhas, terá recursos extra pra definir onde investir seu dinheiro e o quanto cobrar por seu trabalho. Prosperidade a vista!

Libra Um novo início se aproxima; enquanto ele não vem, aproveite pra fazer revisões de metas, exames internos, reavaliações de todo tipo. Você se encontra no pico do processo de revisão que antecede seu aniversário. Que a autocritica seja útil pra reformular o que atrapalha!

Sagitário Já pensou em traduzir sua intuição poderosa em métodos eficientes e condutas aplicáveis, na vida real, no trabalho, nas relações com o mundo? Pois você tem o momento presente pra tentar, os astros abrem seu caminho nesta tarefa. Visão ampla e observação de detalhe.

Aquário Erros na contabilidade podem ser corrigidos agora; exercite a atenção nos detalhes pra não se endividar ou deixar contas a pagar. Ou contrate alguém que faça isto por você. A hora é esta, não enrole mais: lunação em Virgem traz cobranças, prepare-se.

Touro A lunação em Virgem é auspiciosa aos taurinos; são 30 dias pra você focar na exploração dos próprios talentos, dar mais espaço em sua vida pra tudo que lhe traz alegria e bem estar. A sensualidade transborda, a criatividade idem. Reconhecimento de seu valor a vista!

Câncer A época do ano pra você treinar suas habilidades com sucesso começa agora. Tudo que começar a estudar agora será ganho enriquecedor e agregará valor ao seu currículo profissional e sua vida intima. Conecte-se melhor com amigos. Explore novos caminhos. Livre-se de preconceitos.

Virgem É no seu signo que ocorre a Lua nova de hoje; episódio astral marcante pois é como um ano novo particular, um momento de reunir cabeça e coração, a favor de uma vida melhor, mais integra e fiel a quem você é agora. São 30 dias pra focar desde a saúde até metas mundanas.

Escorpião Novos amigos ou resgates dos antigos? Amizades que nascem de interesses em comum recebem impulso agora, e nos próximos 30 dias poderá construir ou reforçar sua network . Abra-se para iniciativas futuras, associe-se, viva mais a perspectiva real do coletivo.

Capricórnio Teorias e filosofias com argumentos bem amarrados e compreensíveis são do seu agrado. Com a lunação em Virgem, começa hoje um período excelente pra saborear e testar algumas delas. Viajar pode ser um gesto essencial nestes 30 dias. Você verá mais agudo e mais longe.

Peixes Foco nos parceiros, nos sócios, no cônjuge a partir de agora serão mais conscientes, as ligações se revestem de significados mais claros. Lua nova em Virgem: quatro semanas pra escolher muito bem com quem vai andar! Seja exato, discriminativo, minucioso nisso.

TRÁFICO

PM pre com ma 60 pedr


Pdf2469