Issuu on Google+

Quarta-feira 180 110

aro

Idade

icípios

OS DONOS DA RUA

28 DE AGOSTO DE 2013

DIRETOR: BENEDITO FRANCISQUINI

ANO XVIII - N0 2462 - R$ 1,00

www.tribunadovale.com.br

Antônio de Picolli

Enquanto motoristas rodam a procura de uma vaga para estacionar no centro de Santo Antônio da Platina, boa parte dos espaços delimitados para os carros ficam o dia todo ocupada por cones de empresas, fitas de sinalização amarradas a caçambas estacionárias e material de construção. Não bastasse isso, ainda há os motociclistas que insistem em estacionar nas vagas destinadas aos carros. Tudo isso acontece aos olhos de todos, mas além dos próprios motoristas, poucos se importam com o problema. Em Santo Antônio da Platina até a rua tem dono. „ PÁG. A3

Na rua Marechal Deodoro, no centro de Santo Antônio da Platina, vaga destinada a veículo é ocupada por cone

TALENTO

RIB. CLARO

O fotógrafo do jornal Tribuna do Vale em Santo Antônio da Platina, Antônio de Picolli Neto venceu o concurso de fotografia promovido pelo departamento de Cultura da prefeitura de Ribeirão Claro. O profissional disputou com outras 41 obras. Além do certificado, o vencedor também vai receber R$ 900 como prêmio. Todo participantes vão receber certificados. „ PÁG. A8

O deputado estadual Hermas Brandão Júnior (PSB) conseguiu ontem, 27, junto ao Departamento de Estradas e Rodagens (DER) do Paraná a confirmação de obras de sinalização e construção de uma área de escape no quilômetro 24 da rodovia PR-151, entre Ribeirão Claro e Carlópolis, no Norte Pioneiro do Paraná. O deputado foi recebido pelo diretor-geral do DER, Nelson Leal Júnior. „ PÁG. A5

Fotógrafo da Tribuna Hermas Júnior viabiliza do Vale vence concurso obras de segurança na rodovia PR-151 em Ribeirão Claro

ACIDENTE

Mulher de 60 anos cai de ônibus e fratura braço

Antônio de Picolli

Dona Antônia da Silva caiu do ônibus e fraturou o braço: falta de segurança

POR TRÊS HORAS

Rompimento em rede de energia deixa moradores no escuro Antônio de Picolli

Técnicos da Copel trabalham na noite de segunda-feira para restabelecer abastecimento de energia em Santo Antônio da Platina

O rompimento de um cabo de alta tensão na rede elétrica de Santo Antônio da Platina deixou parte dos bairros no escuro na noite de segunda-feira (26). O apagão ocorreu por volta das 21 horas, depois que uma descarga elétrica atingiu e rompeu um dos cabos da rede na rua Sete de Setembro, próximo ao cruzamento com a rua Coronel Joaquim Rodrigues do Prado. „ PÁG. A5

Uma idosa de 60 anos fraturou uma dos braços ontem, 27, pela manhã ao cair de ônibus que faz o transporte coletivo urbano em Santo Antônio da Platina. De acordo com a Polícia Militar, a passageira desembarcava do ônibus no ponto que fica em frente a Igreja Matriz, no centro da cidade, quando se desequilibrou e caiu do coletivo. „ PÁG. A5

EDUCAÇÃO

PASSA BEM

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná (APP) de Jacarezinho, Nilton Aparecido Stein afirmou, segunda-feira, 26, que a adesão dos professores à paralisação marcada para sexta-feira, 30, com o objetivo de lembrar o massacre aos professores de rede estadual terá praticamente 100% de adesão. Porém, a chefe do Núcleo Regional de Educação (NR) em Jacarezinho, Silvia Regina de Souza garantiu que as aulas não serão paralisadas. „ PÁG. A4

Professores paralisam, mas NR descarta suspensão de aulas

José Ritti tem alta depois de mais de um mês internado PÁG. A3

EDITAL NA PÁGINA: B2


A-2 Opinião

TRIBUNA DO VALE Quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Obviamente, o incremento de polí•cas públicas nas áreas da educação, saneamento, assistência médico-hospitalar, inclusão social e mul•plicação de empregos será fundamental para um novo salto no Índice de Desenvolvimento Humano.” Ariovaldo Caodaglio

A ex•nção da CPMF só aumentou os lucros dos empresários, nenhum preço foi reduzido, como eles prometeram quando fizeram forte lobby no Congresso pela derrubada da contribuição que garan•a mais recursos para a saúde pública.” Vagner Freitas

E DITORIAL

Código Penal No ano passado, uma comissão de juristas recrutada pelo então presidente do Senado, José Sarney, elaborou uma proposta de reforma do Código Penal que em muitos trechos parecia movida mais por paixões militantes e pelo politicamente correto que por qualquer senso de justiça. Na época, Sarney pediu pressa aos senadores para que analisassem a proposta, mas o próprio relator da matéria, Pedro Taques (PDT-MT), admitiu que o prazo era curto demais para avaliar algo tão importante e polêmico, e colocou o pé no freio. Os senadores apresentaram cerca de 600 emendas e, na terça-feira passada, um ano depois do início da tramitação do Projeto de Lei 236/2012, Taques apresentou um parecer que melhora vários dos pontos propostos pelos juristas, embora ainda tenha ficado aquém do que poderia ter sido. Os juristas, por exemplo, queriam descriminalizar o plantio, a compra e o porte de qualquer droga, desde que para consumo próprio (embora, de forma contraditória, tenham deixado punições para o vendedor do entorpecente). O projeto afirmava que se presumia a destinação da droga para uso pessoal caso a quantidade apreendida fosse suficiente para cinco dias de consumo individual. O substitutivo de Taques retirou esse trecho, que podia servir de brecha para o pequeno tráfico, mas manteve a exclusão de crime para quem compra, planta ou estoca drogas em casa, livrando-os de qualquer pena. Nesse sentido, o substitutivo tem avanços em relação ao projeto original, mas ainda é mais permissivo que a política atual, de não encarcerar o usuário, ao tratar esses casos como excludente de crime e dispensar as HORÁRIO DE FECHAMENTO

22:10

penas de advertência, prestação de serviços à comunidade e medidas educativas previstas na atual Lei de Drogas. No caso do aborto, o substitutivo também repudiou a legalização total até a 12.ª semana de gestação, prevista no projeto original com uma inócua exigência de atestado médico ou psicológico. A nova redação retirou essa possibilidade, mas ainda deixou trechos preocupantes, como o próprio caput do artigo 127, que usa o termo “não há crime”, em vez do “não se pune” da legislação atual, dando a entender que existiria, assim, um “direito ao aborto” – ou, em outras palavras, o direito de a mãe eliminar seu próprio filho, um ser humano indefeso e inocente. Além disso, manteve-se no inciso I o termo “risco à vida ou à saúde da gestante”, e o “risco à saúde” é um conceito amplamente subjetivo. E o inciso III permite o aborto “se comprovada a anencefalia ou quando o feto padecer de graves e incuráveis anomalias que inviabilizem a vida extrauterina”, outro conceito bem elástico e que dá margem à ampliação do aborto eugênico. Curiosamente, o relatório de Taques, ao tratar do tema, traz bons argumentos tanto de ordem científica quanto ética, e cuja conclusão lógica seria a rejeição completa ao aborto; faltou, no entanto, a coragem de levar ao texto do substitutivo as consequências do raciocínio desenvolvido no relatório. Outro acerto foi tentar eliminar uma absurda desproporção entre penas que relativizava o valor da vida humana. O exemplo mais surreal do projeto original era a comparação das penas por deixar de socorrer crianças, inválidos ou feridos (1 a 6 meses de prisão, ou multa) e por deixar de socorrer animais (1 a 4 anos,

C HARGE

chargeonline.com.br

a mesma pena para abandono de animais). O substitutivo eliminou os dois crimes referentes aos animais e, para a omissão de socorro a seres humanos, elevou a pena para 2 a 4 anos, o que já reflete uma hierarquização mais coerente dos valores protegidos pela legislação. No entanto, uma omissão lamentável foi a manutenção, no artigo que define o crime de terrorismo, do parágrafo segundo o qual “não constitui crime de terrorismo a conduta individual ou coletiva de pessoas movidas por propósitos sociais ou reivindicatórios, desde que os objetivos e meios sejam compatíveis e adequados à sua finalidade”. É o exato texto do projeto original, feito sob medida para livrar certas entidades conhecidas por suas afinidades ideológicas com o governo atual. Taques alega que essa questão estava sendo discutida por uma comissão mista no Congresso. Ainda assim, teria sido melhor eliminar esse parágrafo, que cria privilégios para alguns grupos, dependendo da causa que defendam. Quando a proposta de reforma do Código Penal foi apresentada, o jurista Miguel Reale Júnior foi enfático, chamando o texto de “obscenidade” que “não tem conserto”. O substitutivo de Taques tem melhoras indiscutíveis, mas mantém algumas deficiências, e ainda receberá uma nova rodada de emendas, resultando em um novo relatório no fim de setembro. Que até lá os senadores sejam capazes de seguir incrementando o texto, apesar das observações de Reale, que demonstram a evidente dificuldade de transformar, à base de remendos, algo tão ruim em uma legislação boa e justa.

Rela da pr

BENEFÍCIOS MP foi criad para atende produtores do Nordeste do país, que tiveram prejuízo devi às variações climáticas

A RTIGO

NESTA EDIÇÃO TEM

12 PÁGINAS CADERNO PRINCIPAL - OPINIÃO - POLÍTICA - GERAL - CIDADES - COTIDIANO - ESPORTES - AGRONEGÓCIO

A 01 - 08 A 02 A 03 A 04 A 05 A 06 A 07 A 08

2ª CADERNO - ATAS & EDITAIS - ATAS & EDITAIS

B 01 - 04 B 01 B 02 - 04

Vagner Freitas *

Contrapartida social e compromisso com os mais pobres

PREVISÃO PARA HOJE

180 110

SANTO ANTÔNIO DA PLATINA

A RTIGO Ariovaldo Caodaglio *

IDHM seria melhor com avanço da política de resíduos sólidos Sob o aspecto da saúde pública, em especial nas áreas urbanas nas quais a habitação e os sistemas de água e esgoto são precários, é preocupante o atraso, em pelo menos metade dos 5.564 municípios brasileiros, no calendário de implantação do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos, fundamental para a qualidade da vida nas cidades. Isso é grave, pois o descumprimento de seu cronograma já comprometeu a erradicação dos lixões em todo o País até 2014, originalmente prevista na Política Nacional relativa ao tema (Lei nº 12.305). É negativa a postergação na execução de políticas públicas, em especial quando se trata de matéria tão significativa para o meio ambiente e o bem-estar da população. A análise desse problema e de seus efeitos a médio e longo prazos não pode ser esquecida neste momento em que o Brasil comemora os

avanços observados, nas duas últimas décadas, no Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM). Como se sabe, a recente divulgação do Atlas de Desenvolvimento Humano 2013 apontou que a média nacional evoluiu de uma situação intermediária para o nível 0,727, classificado como “alto” na metodologia que regula o estudo, cujos parâmetros são os indicadores de “saúde/longevidade”, “acesso ao conhecimento/ensino” e “padrão de vida/renda”. É um padrão mundial de avaliação adotado no âmbito das Nações Unidas. No item “saúde”, não há dúvida de que poderíamos ter nota mais elevada se já tivéssemos implantado com eficácia — e nos prazos previstos — a Política Nacional de Resíduos Sólidos. Lembrando que, resíduos sólidos são parte integrante do saneamento. Ao lado da água, esgoto e drenagem urbana,

TRIBUNA DO VALE

O Diário da nossa região - Fundado em agosto de 1995 Editora Jornal Tribuna do Vale LTDA CNPJ 01.037.108/0001-11 Matriz: Rua Tiradentes 425, Centro Santo Antônio da Platina, PR Fone/Fax: 43 3534 . 4114

Diretor Responsável Benedito Francisquini - MTB 262/PR tribunadovale@tribunadovale.com.br tribunadovale@uol.com.br

seu impacto positivo no meio ambiente urbano contribuiria de modo sensível para a reversão de algumas doenças. Todos sabemos que habitat mais saudável significa redução da demanda médico-hospitalar. Também é preciso considerar que, apesar do avanço no IDHM, ainda temos de melhorar esse índice num universo muito grande de cidades. Tal necessidade está muito clara nos números desse estudo periódico realizado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), que conta, no Brasil, com a parceria do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e da Fundação João Pinheiro. Vejamos: dentre os 5.564 municípios brasileiros, apenas 44 (representando 0,7% do total nacional) têm IDH “muito alto” e 1.889 (33,9%), “alto”. Outros 2.233 (40,1%) registram nota “média” e 1.367

(24,5%), “baixa”. Somando-se os dois últimos grupos, temos 3.600 cidades, ou 65% do total brasileiro, com IDHM abaixo do desejável. Obviamente, o incremento de políticas públicas nas áreas da educação, saneamento, assistência médico-hospitalar, inclusão social e multiplicação de empregos será fundamental para um novo salto no Índice de Desenvolvimento Humano. Contudo, a postergação dos programas de tratamento adequado dos resíduos sólidos não só pode retardar esse avanço, como também provocar um retrocesso nos indicadores relativos à saúde. Sem qualquer intenção de trocadilho, não podemos jogar nosso IDHM no lixo! *Ariovaldo Caodaglio, cientista social, biólogo, estatístico e pós-graduado em meio ambiente, é presidente do SELUR (Sindicato das Empresas de Limpeza Urbana no Estado de São Paulo).

Representação: MERCONET Representação de Veículos de Comunicação LTDA Rua Dep. Atílio de A. Barbosa, 76 conj. 03 - Boa Vista - Curitiba PR Fone: 41-3079-4666 ¦ Fax: 41-3079-3633 Vendas Assinatura Anual R$ 200,00 Semestral R$ 100,00

Impressão: GrafiNorte FONE: 43 3420-7777

O veto da presidente Dilma à extinção da multa adicional de 10% sobre o saldo do FGTS de trabalhadores demitidos sem justa causa precisa ser mantido pelo Congresso Nacional para garantir a realização do maior sonho de milhões de brasileiros: a compra da casa própria. Os recursos dessa multa são usados exclusivamente no programa Minha Casa, Minha Vida, e os beneficiários são majoritariamente os correntistas do FGTS. Os parlamentares precisam lembrar que são eleitos para representar toda a sociedade, ou seja, ter compromisso também com os mais pobres, não apenas com os empresários que querem derrubar a multa. E não adianta argumentar que esse adicional representa um custo a mais às empresas ou uma distorção tributária. Esse custo já foi incorporado e repassado para os produtos e serviços, e a desoneração não resultaria em redução de preços aos consumidores. A extinção da CPMF só aumentou os lucros dos empresários, nenhum preço foi reduzido, como eles prometeram quando fizeram forte lobby no Congresso pela derrubada da contribuição que garantia mais recursos para a saúde pública. Outro argumento facilmente contestável é o de que a multa de 10% sobre o FGTS é um entrave à geração de empregos e investimentos das empresas, como dizem alguns empresários. Se a afirmação fosse verdadeira, o número de demissões sem justa causa não seria tão alto no país. A taxa de rotatividade no Brasil é de 54%, uma das mais altas do mundo. Apesar da multa, os empresários demitem para contratar trabalhadores com um salário menor. Se as empresas perdessem com a multa, nada mais lógico que diminuir o número de demissões. Vale lembrar ainda que a manutenção desses recursos é uma importante e justa contrapartida social, já que o governo vem beneficiando empresários com diversos incentivos fiscais sem exigir nada em troca, nem mesmo a manutenção dos postos de trabalho com a qual eles se comprometeram. Desde a criação da CUT, em 1983, lutamos pelos direitos dos trabalhadores a mais empregos e salários decentes, saúde, educação e segurança públicas de qualidade, e também acesso à moradia. Nossa luta é por um Brasil com desenvolvimento sustentável com justiça social e distribuição de renda. E disso não abrimos mão. Apoiamos a decisão corajosa da presidente de vetar o fim da multa. Era previsível a crítica dura e, em alguns casos, agressiva dos empresários. A decisão é também coerente porque desde 2002 o governo fez uma opção clara pelos mais pobres, o que tem provocado críticas cada vez mais ácidas da elite brasileira. Para nós, este é o papel do Estado. Ele tem de induzir o desenvolvimento econômico com transferência de renda, até mesmo porque o país tem uma imensa dívida social com as minorias e com todos que dependem de serviços públicos. A CUT vai mobilizar sua militância em todo o país para lutar pela manutenção do veto da presidente Dilma e denunciar os deputados e senadores que atenderem o lobby dos empresários. O parlamento tem obrigação de ajudar a melhorar a qualidade de vida do povo. * Vagner Freitas é presidente nacional da CUT. Circulação: Abatiá ¦ Andirá ¦ Arapoti ¦ Bandeirantes ¦ Barra do Jacaré ¦Cambará ¦ Carlópolis ¦ Conselheiro Mairink ¦ Figueira¦Guapirama ¦ Ibaiti ¦ Itambaracá ¦ Jaboti ¦ Jacarezinho Jaguariaíva ¦ Japira ¦ Joaquim Távora ¦ Jundiaí do Sul ¦ Pinhalão ¦ Quatiguá ¦ Ribeirão Claro ¦ Ribeirão do Pinhal ¦ Salto do Itararé ¦Santana do Itararé ¦ Santo Antônio da Platina ¦ São José da Boa Vista ¦ Sengés ¦ Siqueira Campos ¦Tomazina ¦ Wenceslau Bráz

Filiado a Associação dos Jornais Diário do Interior do Paraná

* Os artigos assinados não representam necessariamente a opinião do jornal, sendo de exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.

REMUNERA

Agriculto


TRIBUNA DO VALE

Política A-3

Quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Vagas ocupadas irregularmente motoristas não têm onde estacionar TRÂNSITO »Comerciantes usam objetos para demarcar área de carga e descarga sem sinalização Maurício Reale

O mecânico Carlos Roberto de Melo precisa estacionar todos os dias nas proximidades do colégio Santa Terezinha, na aven i d a O l ive i r a Mot a , e m Santo Antônio da Platina, por volta das 16h30, para buscar o filho de nove anos. Ele gasta, em média cerca de dez minutos para achar uma vaga próxima ao colégio, mas a demora costuma aumentar quando uma vaga está ocupada irregularmente. É comum flagrar diariamente no centro da cidade vagas ocupadas por comerciantes que delimitam com

cones um local público que fica em frente ao estabelecimento comercial. Também não é raro encontrar motos ocupando vagas destinadas a carros, material de construção às margens das ruas ao lado de obras e até caçambas colocadas em áreas destinadas a idosos e deficientes físicos. “Já é difícil achar uma vaga no centro no horário comercial e a situação piora quando vagas que poderiam ser ocupadas por carros são guardadas para outro fim”, reclama o mecânico. Numa rápida passagem pelas ruas centrais da cidade na manhã de ontem, a reportagem flagrou duas vagas demarcadas por cones em frente a duas lojas de móveis, duas motos ocupando vagas destinadas a carros, tábuas utilizadas numa construção ocupando a lateral de uma rua e uma caçamba em frente a uma agencia bancária colocada em cima de uma vaga destinada a idosos. Segundo o diretor municipal de Trânsito, Orlando Pimentel, há um convênio

Antônio de Picolli

Tábuas utilizadas em construção tiram vagas de pelo menos dois veículos

entre a prefeitura e a Polícia Militar que é responsável pela aplicação das multas. Ele explicou que as sinalizações na cidade obedecem ao Código de Trânsito Brasileiro (CTB), mas admitiu que há casos em que determinados procedimentos são feitos irregularmente por alguns comerciantes. Utilizar materiais como caixas, cones ou fitas para

delimitar uma área de carga e descarga é proibido. O CTB determina que estes lo cais s ejam sina lizados com pl ac as indic ando o horário para que este tipo de serviço seja realizado. O mesmo vale para embarque e desembarque, que deve ser sinalizado com placas no local. “O comerciante que delimitar locais para carga e

»S. A. PLATINA

»TCE

Ritti deixou hospital e encontra-se na casa de um filho

A partir de agora, qualquer cidadão paranaense pode fiscalizar os repasses feitos por entes e órgãos públicos municipais e estaduais a entidades do chamado terceiro setor – entidades privadas sem fins lucrativos e com perfil assistencial, como Oscips, ONGs, Organizações Sociais e outras. O controle pode ser feito a partir da página do TCE na internet. Entrando, por exemplo, com o nome do município repassador, estarão disponíveis informações como o nome do tomador, data do repasse, valores e identificação do termo de convênio. Para ter acesso aos dad o s , o i nt e re s s a d o d e ve entrar no portal do TCE na internet, em www.tce. p r. g ov. b r, c l i c a r n a a b a “Cidadão” e, em seguida, em “C onsulta a Transferências Voluntárias”, situada no menu que se abre à esquerda. Para encontrar as informações, basta digitar um dos parâmetros de

descarga por conta própria está sujeito à multa e o próprio motorista pode tirar os materiais e estacionar”, explica o diretor. Ele também informou que já há um estudo para mapear os locais onde este tipo de serviço é realizado para sinalizá-los. O empresário Luiz Alberto Pereira Leite é proprietário de uma loja no centro da cidade onde o local para

carga e descarga ésinalizado. Ele diz que o movimento de motoristas que procuram vagas é intenso e não acredita que o problema seja resolvido em curto prazo. “Aumentou demais o número de veículos circulando e realmente já é necessário locais no centro destinado a estacionamento”, pontua. O empresário tem razão, em Santo Antônio da Platina, em um ano, houve um aumento de 7% na frota de veículos. O município – que tem uma população de 42,8 mil habitantes – registra 22,2 mil veículos, praticamente um carro para cada dois habitantes. A situação se repete em outras cidades da região como Jacarezinho e Ibaiti. De acordo com Pimentel, a prefeitura deve investir, por meio de um convênio com o Departamento Estadual de Trânsito do Paraná (Detran), em melhorias na sinalização das ruas da cidade. O objetivo é instalar placas em todas as ruas – inclusive placas aéreas, que ficam no alto fixadas por duas hastes laterais – para facilitar a visualização.

José Ritti tem alta hospitalar Cidadão pode fiscalizar transferências pela internet Da Assessoria

Da Redação

Depois de mais de um mês internado, o ex-prefeito de Santo Antônio da Platina, José Ritti Filho teve alta do hospital Evangélico de Londrina na semana passada. Segundo informações de amigos, ele encontra-se na casa de um de seus filhos, em Londrina. Ritti teve complicações graves pulmonares. Inicialmente, foi internado no Hospital Nossa Senhora da Saúde, em Santo Antônio

da Platina. Em seguida foi para a Unidade de Terapia Intensiva da Santa Casa de Misericórdia de Jacarezinho, onde ficou uma semana. No dia primeiro deste mês, o ex-prefeito foi transferido para a UTI do Hospital Evangélico, onde ficou mais oito dias. No dia 9, as notícias da assessoria do Hospital já davam conta de uma melhora significativa. Ele havia deixado a UTI e sido levado para um quarto, sem uso de medicamentos controlados

e respirando naturalmente. José Ritti foi prefeito de Santo Antônio pela primeira vez em 1988. Concluiu o mandato em 1992, quando conseguiu eleger sua esposa, na época, Eni Ritti. Ficou doze anos fora da política, quando em 2004, elegeu-se novamente prefeito da cidade, mas acabou sendo acusado de uma série de irregularidades. Dessa data em diante, Ritti se afastou da política e também dos amigos, preferindo o isolamento.

pesquisa solicitados. “Este novo serviço é mais uma iniciativa que fortalece a transparência do Tribunal e o acesso à informação pública”, comenta o presidente do órgão, conselheiro Artagão de Mattos Leão. O sistema de consulta foi desenvolvido, em dois meses, pelos técnicos da Diretor i a de Te cnolog i a da Informação (DTI), em conjunto com os servidores da Diretoria de Análise de Transferências (DAT) do TCE. “As informações que permitem a consulta são fornecidas pelas próprias entidades repassadoras e tomadoras. Elas são obrigadas a prestar contas, eletronicamente, por meio do Sistema Integrado de Transferências (SIT)”, explica Sandra Maritza Becher de Oliveira, titular da DAT. A ferramenta também foi desenvolvida pelo Tribunal. O TCE fiscaliza, atualmente, 4.134 entidades. O valor dos repasses chega a R$ 3,6 bilhões. Para que o sistema seja usado de forma correta,

a DAT, c om o ap oi o d a Escola de Gestão Pública do TCE, tem ministrado cursos constantes de capacitação, em todo o Paraná. Somente neste ano, até o di a 13 de agosto, foram seis encontros, nas cidad e s d e Telê ma c o B orb a , Francisco Beltrão, Campo Mourão, Londrina, Paranavaí e Curitiba. Ao todo, 1136 pessoas foram capacitadas, em temas que vão da formalização do ato de convênio, até a execução e a prestação de contas. Ofício Na segunda-feira (26) o TCE, por meio da DAT, começou a oficializar as e nt i d a d e s qu e e s t ã o e m atraso com o fechamento das informações de conv ê n i o s j u n t o a o S I T. A partir do recebimento da comunic aç ão, el as terão dez dias para regularizar os registros no Sistema, sob pena de ter instaurada u m a Tom a d a d e C ont a s Extraordinária. Os gestores resp onsáveis estarão sujeitos, ainda, a sanções administrativas.

»JACAREZINHO

Vereadores cobram qualidade nos serviços da Sanepar Da Redação

Os vereadores de Jacarezinho se reuniram na semana passada com a direção regional da Sanepar para cobrar mais qualidade nos serviços prestados pela empreiteira terceirizada da empresa. Segundo a vereadora Luciane Aparecida Alves (PT), os recortes feitos na pavimen-

tação asfáltica e nas calçadas da cidade para serviços de ligação de esgoto, consertos, encanamentos e outros, são mal acabados deixando as vias irregulares e até com pedras soltas. “Os operários abrem os buracos e na hora fechá-los deixam a pavimentação ‘mascada’, irregular, horrível. Desse jeito, nossas ruas nunca ficarão boas. Já

entrei até em contato com o Ministério Público para denunciar esse serviço. É nosso dinheiro sendo jogado no ralo”, desabafou. Para a vereadora, o problema não é exatamente contra a Sanepar, mas sim contra a terceirizada. “Acredito que a direção regional da Sanepar não tinha conhecimento disso. Por isso fizemos essa reunião

e pedimos uma providência imediata”, disse contando que participaram da sessão, o gerente regional de Santo Antônio da Platina, Gandy Ney e Camargo e equipe de Londrina da Sanepar. O acordo, segundo a vereadora, foi marcar um dia para que vereadores, moradores e funcionários da Sanepar visitem as obras e avaliem os serviços.

‘Acredito que essa visita ocorra na próxima semana”, afirmou. O gerente regional da Sanepar, Gandy Ney de Camargo disse que está esperando a vereadora marcar a data para a visita. “Vamos fazer um tour pela cidade para avaliar as obras. Se realmente se constatar os problemas relatados na Câmara, vamos tomar as providências neces-

sárias. Mas precisamos fazer a vistoria com olhar técnico. Saber se o serviço foi realizado de maneira correta ou errada. Muitas vezes, a pessoa não tem noção do tipo de serviço que tem que ser feito em determinados locais, são questões técnicas. Mas, com certeza, vamos fazer essa vistoria. É de nosso interesse”, garantiu.


TRIBUNA DO VALE

A-4 Geral

Quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Professores paralisam, mas NR descarta suspensão de aulas

Antônio de Picolli

MANIFESTAÇÃO»Categoria pretende rememorar a tragédia de 30 de agosto de 1988 e cobrar reivindicações que ainda não foram atendidas Maurício Reale

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná (APP) de Jacarezinho, Nilton Aparecido Stein afirmou, segunda-feira, 26, que a adesão dos professores à paralisação marcada para sexta-feira, 30, com o objetivo de lembrar o massacre aos professores de rede estadual promovido durante o governo de Álvaro Diasterá praticamente 100% de adesão, porém, a chefe do Núcleo Regional de Educação (NR) de Jacarezinho, Silvia Regina de Souza garantiu que as aulas serão realizadas normalmente e acredita que poucos professores participarão do manifesto. “O ano passado havia a mesma expectativa de que a maioria dos professores participaria da manifestação que ficou restrita apenas aqueles que ocupam algum cargo no sindicato”, lembrou a chefe. A orientação do NR para as diretoras das escolas é que as aulas sejam realizadas normalmente e os pais devem levar os filhos. Já o presidente da APP acredita que a manifestação mobilizará a maioria dos profissionais e, por isso, não

haverá aula no dia 30 em praticamente todas as escolas estaduais da região. Ele também quer a participação dos alunos para conscientizá-los acerca da importância do papel do professor na sociedade. Em Jacarezinho a programação na sexta-feira começa às 8h30 com a concentração em frente ao colégio Rui Barbosa, na avenida Manoel Ribas e às 10h30 está previsto um debate sobre a educação pública no Conjunto Amadores de Teatro (CAT) na avenida Getúlio Vargas. Em Cambará, segundo o presidente da APP daquela cidade, Paulo Fonseca, os professores participarão dos eventos programados em Curitiba. Além de rememorar as lutas, especialmente as do dia 30 de agosto de 1988, a categoria também vai cobrar as reivindicações que ainda não foram atendidas pelo governo do Estado. Fonseca afirmou que dois ônibus já estão fretados para transportá-los na noite de amanhã e caso seja necessário mais um ônibus poderá ser fretado. Os professores retornarão na sexta-feira depois de um almoço de confraternização. Stein reconhece que o go-

verno atendeu a maioria das reivindicações cobradas desde que Beto Richa (PSDB) assumiu em 2011, mas ainda falta conceder mais 3% nas horas atividades para totalizar os 33% reivindicados, aumentar em 0,6% o valor do piso salarial para se equiparar ao piso nacional que é de R$ 1.567,00 e melhorar a qualidade do plano de Saúde que atende aosservidores de todas as categorias do Estado. Para que o plano de Saúde seja melhorado, Stein admite até o recolhimento de uma taxa, já que, atualmente, o plano é gratuito. “É gratuito, mas é precário, queremos mais qualidade e mais abrangência. Atualmente o plano só cobre custos na região onde o servidor mora e em muitos lugares não há hospitais, clínicas e consultórios que atendam às necessidades do profissional”, explica. Já para a chefedo NR de Jacarezinho, Silvia Regina de Souza, não há necessidade de pagar uma taxa para que o plano seja melhorado. “O governo vai investir R$ 5 milhões ainda este ano no plano de Saúde dos servidores”, revelou. Silvia também ressalta os avanços que a categoria conseguiu durante o governo de

Depu obra

RIB. CLARO conhecido c Morte já cau oito pessoas

Ass

S.A.PLATIN

Nilton Stein diz que classe está unida e confirma paralisação

Beto Richa. “O governo atendeu a maioria das reivindicações dos professores e houve investimentos em todos os

setores da Educação. Não há motivo para paralisação e os colégios funcionarão normalmente. Caso algum professor

falte os alunos não serão prejudicados porque a aula será reposta provavelmente num sábado”, disse a chefe.

PM reca matou a

APP-Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Estado do Paraná • Av. Iguaçu, 880 - Rebouças - Curitiba - Paraná - CEP 80.230-020 Fone: (41) 3026-9822 / Fax: (41) 3222-5261 • Site: www.appsindicato.org.br • Presidente: Marlei Fernandes de Carvalho • Secretário de Comunicação: Luiz Carlos Paixão da Rocha. Jornalistas responsáveis: Adir Nasser Junior (3819-PR), Francielly Camilo (9561-PR), Uanilla Piveta (8071-PR) e Valnísia Mangueira (893-SE). Diagramador: Rodrigo Augusto Romani (7756-PR).

Nº 840 - 28 de agosto de 2013

30 de Agosto: a Educação pública estadual vai parar Todos nas ruas para lembrar a repressão policial de 1988 e para lutar pela qualidade da Educação Há 25 anos os trabalhadores e trabalhadoras da Educação realizam, no dia 30 de agosto, uma mobilização estadual. Neste dia, as escolas param suas atividades e professores e funcionários participam de uma grande marcha pública para melhorar as condições de ensino e trabalho. A data é uma referência histórica ao dia 30 de agosto de 1988, quando educadores, em manifestação na frente do Palácio Iguaçu, foram atacados com violência pela polícia do então governador, Álvaro Dias. Neste ano, além dos atos em diversas cidades do Estado, professores e funcionários das escolas, organizados pela APP-Sindicato, farão uma grande manifestação em Curitiba. A concentração será na Praça Santos Andrade, às 9h, que será seguida de caminhada até o Palácio Iguaçu, com a presença de caravanas de todo Estado. No mesmo dia, em Brasília, um ato nacional, convocado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), reivindicará a aprovação do Plano Nacional de Educação (PNE), que aguarda há três anos e meio o

fim de sua tramitação no Congresso Nacional. Os manifestantes montarão um acampamento em frente ao Senado Federal para pressionar os parlamentares. Nesses 25 anos, a categoria segue firme na luta para garantir conquistas e o cumprimento dos seus direitos. Em consonância com a pauta estadual da APP, a mobilização reivindica do governador Beto Richa o pagamento dos reajustes atrasados desde 2012 e políticas para combater o quadro de adoecimento dos servidores, uma promessa feita à sociedade e servidores e, até agora, não cumprida. Pedimos o apoio de toda sociedade para se unirem nesta luta por escolas com cada vez mais qualidade, garantindo aos jovens o conhecimento científico, tecnológico e artístico pautados nos valores de solidariedade e da justiça social. Convidamos aos pais, mães, estudantes e comunidade geral para participarem juntos deste grande ato político, pois acreditamos que só com uma Educação Pública de qualidade é possível construir um país melhor.

Informações: Grande ato em Curitiba, a partir das 9 horas na Praça Santos Andrade, rumo ao Centro Cívico. Acesse o site da APP (www.appsindicato.org.br) e saiba mais.

APP-Sindicato divulga documentário sobre os 25 anos do 30 de Agosto Em parceria com a empresa de comunicação W3ol a APP acaba de lançar o documentário especial em lembrança dos 25 anos da tragédia ocorrida no dia 30 de Agosto de 1988. Para fortalecer ainda mais a paralisação deste ano, é muito importante que todas as escolas passem e discutam o documentário. Nós educadores e educadoras, não podemos esquecer essa história, a fim de que nenhum governo trate a educação com agressão física ou moral. A sugestão é de que a última aula de cada período

seja utilizada para a realização do debate. A indicação é de que o documentário, de aproximadamente 15 minutos, seja utilizado logo na abertura das falas. O documentário pode ser exibido também para professores e funcionários durante o intervalo das aulas de cada período. Este material é também uma boa indicação para trabalho com estudantes. O vídeo está disponível, em destaque, no site da APP (www. appsindicato.org.br) e também na fanpage da entidade (www.facebook.com/appsindicato)

Luiz Guilherme Ba

No 30 de agosto, todos também na luta contra o PL 4.330 A Central Únicas dos Trabalhadores (CUT), em conjunto com as outras centrais sindicais, está travando uma grande luta contra o Projeto de Lei 4.330/2004, que escancara as terceirizações no Brasil. As entidades já realizaram atos em todas as cidades do Paraná e mobilizaram milhares de trabalhadores nas principais cidades do Brasil. Agora, a luta chega a um ponto crucial. “É neste momento que precisamos dar um gás final, reunindo toda nossa militância, para fazermos história no Brasil, ou deixarmos passar um projeto que, seguramente, alterará a vida da classe trabalhadora e a forma como nos relacionamos em nossos ambientes de trabalho”, alerta a presidenta da CUT Paraná Regina Perpetua Cruz. Por este motivo, a CUT está organizando, no dia 30 de agosto, um grande ato no Paraná. Ele pre-

cederá a mobilização em Brasília, marcada para o dia 03 de setembro, data em que o Projeto de Lei deverá estar na pauta do CCJ. A soma destas manifestações, 30 de agosto de forma regionalizada e 3 de setembro centralizada em Brasília, é o que pode fazer a diferença. Além do ‘Dia de Luto e de Luta da Educação do Paraná’, promovido pela APP-Sindicato, a data também terá atos e mobilizações regionais, somados às atividades dos educadores e educadoras do Paraná. Em Curitiba, as entidades promoverão, pela manhã, atos em suas bases pela manhã e acompanharão as atividades do 30 de agosto da APP. No período da tarde, a partir das 13h, os trabalhadores e trabalhadoras das várias categorias e centrais sindicais deverão se concentrar na frente da FIEP, na Rua Cândido de Abreu, próximo ao Shopping Muller.

Acesse:

www.appsindicato.org.br @appsindicato

AppSindicato

APPSINDICATO

APAGÃO

Rompim

Luiz Guilherme Ban


as

Cotidiano A-5

TRIBUNA DO VALE Quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Deputado Hermas Júnior viabiliza obras de segurança na PR-151

ASSESSORIA HBJ

RIB. CLARO»Trecho da rodovia conhecido como Serra da Morte já causou o óbito de oito pessoas em dois anos Assessoria

O deputado estadual Hermas Brandão Júnior (PSB) conseguiu ontem junto ao Departamento de Estradas e Rodagens (DER) do Paraná a confirmação de obras de sinalização e construção de uma área de escape no quilômetro 24 da rodovia PR-151, entre Ribeirão Claro e Carlópolis, no Norte Pioneiro do Paraná. O deputado foi recebido pelo diretor-geral do DER, Nelson Leal Júnior. Hermas Júnior também estava acompanhado do diretor-financeiro do Detran-PR, Mário Pereira. Na audiência, o parlamentar explicou ao diretor do Detran a necessidade urgente de obras que ofereçam mais segurança para os

motoristas que trafegam pelo trecho conhecido como Serra da Morte. Hermas Júnior apresentou ainda uma relatório que aponta que entre janeiro de 2012 e agosto de 2013 o trecho de pouco mais de um quilômetro já matou oito pessoas em acidentes de automóveis. Nelson Leal Júnior atendeu a solicitação do deputado e determinou o início imediato dos procedimentos técnicos para as obras. No local serão reforçadas a sinalização horizontal e vertical, assim como será construído uma área de escape à margem da rodovia em brita. No entanto o DER não soube informar em quanto tempo as obras serão iniciadas. Para o deputado, a rodovia tornou-se um dos trechos

Hermas Júnior (D), com Mário Pereira (C) e Nelson Leal Júnior: obras de segurança na PR151

mais perigosos do Norte Pioneiro, palco freqüente de acidentes quase sempre fatais. “O que queremos evitar é que mais vidas se percam naquele trecho da rodovia. Não é uma obra cara e que vai evitar tragédias. Vou pessoalmente acompanhar a

»S.A.PLATINA

PM recaptura foragido que matou amante em 2004

Luiz Guilherme Bannwart

Raimundo da Silva foi preso pela PM quando chegava em casa Luiz Guilherme Bannwart

O pedreiro Raimundo Carlos da Silva, 52, foragido da justiça desde 2010 pelo crime de homicídio, foi recapturado na tarde de segunda-feira (26) pela Polícia Militar, em Santo Antônio da Platina. Silva foi preso por policiais da Equipe Motos da 4ª Companhia, depois de uma denúncia anônima, no momento em que chegava em sua casa na rua Frei Henrique, no Morro do Sabão. Em 2004 o pedreiro as-

sassinou a golpes de faca a amante, Lourdes Amaro da Silva, à época com 38 anos. Condenado a 12 anos de prisão em regime fechado, Silva cumpriu parte da pena na Penitenciária Estadual de Londrina (PEL), onde aguardava transferência para a Colônia Penal Agrícola em Curitiba. Em 2010, beneficiado por uma portaria, o pedreiro ganhou a liberdade provisória, e desde então não se apresentou mais à Justiça. Na sede da Polícia Militar

o pedreiro disse que durante os três anos em que esteve foragido permaneceu em Santo Antônio da Platina. Ele admitiu ter matado a amante e alegou crime passional, e disse que não se arrepende do que fez. Além da condenação pelo crime de homicídio, Silva também já foi preso por furto e estelionato. Ele foi levado para a carceragem da 38ª Delegacia Regional de Polícia e deve ser transferido para a Colônia Penal Agrícola, em Curitiba, nos próximos dias.

execução dessa obras”, garante Hermas Júnior. Serra da Morte O trecho da PR-151 conhecido como Serra da Morte registrou somente esse ano dois acidentes que causaram a morte de quatro pessoas. O último delas aconteceu na

semana passada quando um caminhão carregado com ração animal matou o motorista e o seu ajudante. No local da tragédia, à margem da rodovia, várias cruzes indicam o número de vítimas que morreram em acidentes ocorridos no

trecho apenas nos últimos meses. O local onde o acidente aconteceu não é bem sinalizado. Trate-se de um longo trecho em declive com uma curva à direita que termina no trevo de acesso ao distrito de Cachoeira.

»ACIDENTE

Idosa de 60 anos cai de ônibus e fratura braço

Antônio de Picolli

Da Redação

Uma idosa de 60 anos f r atu rou u m d o s br a ç o s ontem, 27, pela manhã ao cair de ônibus que faz o transporte coletivo urbano em Santo Antônio da Platina. De acordo com a Polícia Militar, a passageira desembarcava do ônibus no ponto que fica em frente a Igreja Matriz, no centro da cidade, quando se desequilibrou e caiu do coletivo. De acordo com o boletim de ocorrência registrado na polícia, o ônibus teria arrancado com a porta traseira aberta antes de a idosa desembarcar. O Corpo de Bombeiros foi acionado e atendeu a ocorrência. Antônia Lopes da Silva foi encaminha ao Pronto Socorro Municipal onde foi confirmada a fraturas no punho e antebraço esquerdo. Ela precisou ser medicada e vai ser submetida a uma cirurgia no Hospital Regional do Norte Pioneiro. O motorista do ônibus Claudio Revelino Santos Marinho nega a versão apresentada pela mulher. Segundo ele, a idosa teria se desequilibrado ao descer do veículo.

Dona Antônia da Silva caiu do ônibus e fraturou o braço

No entanto, ao apresentar os documentos do veículo a Polícia Militar constatou que o coletivo estava com a sua documentação atrasada. O

ônibus chegou a ser recolhido até a 4ª Companhia, mas após o recolhimento dos impostos e taxas, a empresa que opera a linha teve o ônibus liberado.

»APAGÃO

Rompimento em rede deixa moradores no escuro Luiz Guilherme Bannnwart

O rompimento de um cabo de alta tensão na rede elétrica de Santo Antônio da Platina deixou parte dos bairros no escuro na noite de segunda-feira (26). O apagão ocorreu por volta das 21 horas, depois que uma descarga elétrica atingiu e rompeu um dos cabos da rede na rua Sete de Setembro, próximo ao cruzamento com a rua Coronel Joaquim Rodrigues do Prado.

Funcionário da Copel identificaram o problema logo após o apagão e, cerca de uma hora depois, alguns bairros atingidos tiveram o fornecimento de energia elétrica normalizado. No entanto, a manutenção para o restabelecimento total só foi concluída por volta das 0h30 de ontem. Ao todo, seis bairros (jardim Saúde, jardim do Sol, vila Ribeiro, Aparecidinhos 1,2 e 3) e parte do centro foram afetados. De acordo com a assessoria

da Copel, o apagão ocorreu em toda a cidade depois que o sistema de segurança da subestação Vila Ribeiro - localizada na Vila Rica - detectou que um dos cabos da rede elétrica havia se rompido. No entanto, o restabelecimento da energia elétrica na maioria dos bairros ocorreu minutos depois, assim que a área onde o ocorreu problema foi detectada e isolada pelas equipes da companhia. Até o momento não houve registro de danos por conta do apagão.

Cabo rompido na rua 7 de Setembro deixou bairros sem energia elétrica por três horas


TRIBUNA DO VALE

A-6 Variedades

Quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Luverdense aproveita exposição; autor de gol dispensa holofotes FAMA »Integrantes do modesto time falaram por mais de uma hora e presidente distribuiu seu cartão de visitas Gazeta Esportiva

Em vantagem diante do Corinthians na briga por uma vaga nas quartas de final da Copa do Brasil, o Luverdense procura aproveitar a exposição na véspera do confronto decisivo. Por outro lado, o atacante Misael, autor do polêmico gol no primeiro jogo, prefere se resguardar. Nesta terça-feira, a assessoria de imprensa do clube

organizou uma entrevista no hotel que abriga a delegação em São Paulo. O lateral direito Raul Prata, o vol ante Jú lio Terceiro e o técnico Júnior Rocha conversaram com a imprensa. O pronunciamento do presidente Helmute Lawish não estava previsto, mas ele também respondeu perguntas. No total, os integrantes d o mo d e sto Luve rd e ns e falaram durante mais de 1 hora, algo inimaginável e nt re o s g r and e s club e s do futebol paulista. Antes conceder entrevista, Lawish distribuiu seu cartão de visitas e, ao começar o discurso, procurou ser simpático. “Q uero ag rade cer em nome do clube. É uma satisfação ver a imprensa que cobre futebol dando luzes ao Luverdense. Não chegamos até aqui por acaso, mas sim com planejamento”, declarou o presidente do clube, que cumprimentou cada repórter ao final do evento. Contratado junto ao Vila Aurora-MT, Raul Prata, 26

Volante Júlio Terceiro concede entrevista

anos, vê os confrontos com o Corinthians, transmitidos pela TV aberta para todo o Brasil, como uma oportunidade de mostrar serviço com a finalidade de tentar defender um clube de primeira linha no futuro.

»JUSTIÇA

“Todo jogador pensa em jogar em um time grande. Estamos tendo a chance de mostrar nosso futebol para o Brasil e para o mundo inteiro. Alguns dos nossos jogos na Série C são transmitidos, mas não na T V

aberta. É uma chance única para nós e um jogo especial na história do clube”, declarou. Um dos jogadores mais experientes do grupo, Júlio Terceiro citou até a Copa do Mundo. “Nosso foco é divulgar o futebol do Mato Grosso. Teremos a Arena Pantanal em 2014 e essa é uma chance ótima de dar maior visibilidade ao futebol do estado”, afirmou. Enquanto seus companheiros concediam longas entrevistas, Misael ficou calado. O atacante chegou a falar na chegada do Luverdense ao Aeroporto de Cumbica, mas, de acordo com a assessoria de imprensa, preferiu não participar da coletiva desta terça-feira. “Respeito as particularidades de cada um. Estamos em um país democrático e as pessoas têm livre arbítrio. Essa foi a escolha dele e não posso obrigá-lo. É um jogador experiente, já defendeu o Vasco e sabe o que faz”, declarou o técnico Júnior Rocha.

»VERDÃO

Corinthians e Vasco responderão Palmeiras confirma por briga de torcidas em Brasília Valdivia fora contra Gazeta Esportiva

Corinthians e Vasco terão que responder no Superior Tribunal de Justiça Desportiva pela confusão em que se envolveram

Tomei conhecimento que a Procuradoria vai apresentar denúncia até a próxima quintafeira. A partir do momento em que isso chegar ao Tribunal, eles serão notificados”

membros de organizadas dos dois clubes, em Brasília, no úl-

timo domingo. Foi o que o próprio presidente do STJD, Flávio Zveiter, revelou nesta terça-feira. “Tomei conhecimento que a Procuradoria vai apresentar denúncia até a próxima quinta-feira. A partir do momento em que isso chegar ao Tribunal, eles serão notificados”, disse em entrevista à SporTV. Caso sejam considerados culpados, os clubes terão que pagar uma multa que vai de R$ 100 a R$ 100 mil ou poderão perder mandos de campo. É comum que as equipes distribuam entradas para torcedores organizadores, os quais, na visão do próprio Zveiter, são os maiores culpados pela violência. “Os clubes precisam se envolver para acabar com isso. Quem vai ao estádio para brigar não é torcedor, é criminoso. Eles vão para o jogo com ingressos cedidos pelos clubes. Precisamos de uma participação das equipes, do Ministério Público e da Justiça para

que essas coisas não se repitam”, afirmou, lembrando que o STJD não tem permissão para punir ou impedir que torcedores entrem no estádio. “Isso cabe à Justiça comum.” Corinthians e Vasco empataram por 1 a 1 no Mané Garrincha, no último domingo. Como não havia divisão do público na maior parte da arena, projetada para a Copa do Mundo, membros de organizadas do Timão partiram em direção ao espaço onde estavam as do Cruz-maltinos. Havia poucos policiais no local, e a confusão só foi encerrada com a chegada de um efetivo maior. Cassetetes e sprays de pimenta foram usados na solução do problema, que causou ferimentos e afetou quem nada tinha a ver com as brigas. Quatro corintianos foram detidos para prestarem depoimento, mas acabaram liberados horas depois.

Atlético-PR; Leandro volta Bruno Oliveira / Gazeta Esportiva

Afastado dos gramados desde o último dia 10 de agosto, quando voltou a sentir dores musculares na coxa direita, o meio-campista Jorge Valdivia está fora do embate entre Palmeiras e Atlético-PR, nesta quarta-feira. Em atividade realizada no Centro de Treinamento da Barra Funda, nesta terça-feira, o atleta chileno não trabalhou ao lado do grupo e acabou de fora da lista de relacionados de Gilson Kleina. Com a confirmação da ausência de Valdivia, o técnico deve manter esquema com três volantes e um armador no meio-campo. Assim como nos últimos jogos, o paraguaio William Mendieta será o principal responsável pela criação de jogadas na faixa central do gramado, auxiliado por Márcio Araújo, Charles e Wesley. Além do meio-campista, o Palmeiras terá outros desfalques em território paranaense: Vinícius (em fase de recuperação de lesão no tornozelo direito), Marcelo Oliveira (fisgada na panturrilha direita)

e Ananias (dores musculares na coxa esquerda). Por outro lado, o atacante Leandro foi relacionado e deve retornar ao time titular. Nesta temporada, o meio-campista disputou 16 partidas, sendo 11 como titular, e marcou três gols. Após superar problemas físicos, Valdivia conseguiu sequência de sete jogos entre julho e agosto e chegou a ser convocado pela seleção chilena. Entretanto, o camisa 10 teve um edema muscular na coxa direita detectado e sequer entrou em campo por seu país. O elenco alviverde segue ainda na tarde desta terça-feira para Curitiba, onde realiza os últimos ajustes para o duelo no Durival de Britto, às 21h50 (de Brasília). Por ter triunfado por 1 a 0 no Pacaembu, na última quarta-feira, o Palmeiras entra em campo com a vantagem do empate. Se balançar as redes, o time comandado por Gilson Kleina pode até perder por um gol de diferença. Em caso de vitória por 1 a 0 do Atlético-PR, a decisão será nos pênaltis.

N OTAS Alerta A abertura de solicitação de ingressos para a Copa 2014 fez o Procon alertar para situações que podem dar um nó na cab eça do consumidor. O órgão lembra que o cadastramento, que começou na última terça-feira (20), não garante a compra da e nt r a d a e p e d e q u e o s interessados leiam atentamente a regulamentação da Fifa antes de manifestarem interesse. No escuro Outro ponto que chama atenção é para quais jogos que os ingressos estão sendo pedidos. Como as seleções que vão participar do Mundial ainda não estão definidas, não é possível comprar ingresso s ab endo os advers ár ios d a pr imeira fas e. A lém disso, o pedido de compra também é feito no escuro p orqu e o s i nte re ss a d o s selecionam apenas o setor do estádio, sem a opção d e e s c o l h a d o a s s e nt o, tampouco a possibilidade de troca dos lugares demarcados. Atenção S e g u n d o a a s s e s s or a de prog ramas esp e ci ais do Procon, Maíra Feltrin, este processo tem dado nó na c ab e ç a d o s i nte ress ados. Maíra lembra que é importante prestar at e n ç ã o n o s t e r m o s d e adesão desde a fase de cadastramento, já considerando valores os quais possa mesmo adquirir.

Vaga moto

TRÂNSITO Comerciante usam objetos para demarca área de carga descarga sem sinalização

Maurício

S. A. PLATI

José Rit

Confuso Este processo da Fifa p are c e e s t ar u m p ou c o confuso mesmo. Até onde a gente consegue identificar, são alguns pontos que não estão claros para os torcedores. O que o Procon recomenda com mais força é que o consumidor ten ha cl are za p ara este processo. A venda efetiva c o m e ç a e m n o v e m b r o, mas, desde já, há uma vinculação. Categorias A Fifa disponibiliza quatro categorias de ingressos para as partidas da Copa 2014. A categoria 1 tem os preços mais elevados e, em tese, os melhores lugares dos estádios; já a categoria 4 é a mais acessível, exclusiva para residentes no Brasil e geralmente localizada atrás dos gols e nos anéis mais altos das arquibancadas. Sem padrão C omo os estádios da Copa do Mundo não têm limitação física entre os setores, como pedia o tão falado “padrão Fifa”, torcedores de diferentes c ategor i as p o dem est ar separados apenas por um corredor. Para a partida de abertura da Copa do Mundo, em 12 de junho, no Itaquerão, em São Paulo, um ingresso de categoria 1 custa R$ 990 e pode cair bem próximo ao de categoria 2, que custa R$ 330 a menos. Essa mesma diferença de lugares sobe para R$ 660 para a final em 13 de julho, no Maracanã, no Rio de Janeiro.

Da R

JACAREZIN

Veread

Da R


Geral A-7

TRIBUNA DO VALE Quarta-feira, 28 de agosto de 2013

eitas

Relator inclui Paraná na MP da produção da cana-de-açúcar BENEFÍCIOS »MP foi criada para atender produtores do Nordeste do país, que tiveram prejuízo devido às variações climáticas

Da Assessoria

a social so com bres

O deputado federal João Arruda (PMDB-PR), presidente da Comissão Mista d o C o n g r e s s o Na c i o n a l conseguiu incluir, no relatório final, os produtores de cana-de-açúcar e de etanol do Paraná, para receber os benefícios previstos na Medida Provisória 615/2013. A MP foi criada para atender produtores do Nordeste do país, que tiveram prejuízo de vido às variações climáticas (estiagem). “Defendi junto ao relator que o Paraná também

foss e atendido, uma vez que nosso estado sofre com variações climáticas. Além da estiagem, a geada também afeta muito a produção de cana-de-açúcar o de etanol”, frisou o deputado. Segundo João Arruda, as regiões Noroeste, Norte e Norte Pioneiro do Paraná, são grandes produtoras de cana-de-açúcar, que é praticamente o único cultivo. A incidência de baixas temperaturas na cana-de-açúcar, lembra João Arruda, compromete a cultura para os anos de colheita futura, de modo que o prejuízo do produtor é muito significativo. “Razão pela qual é imperativo estender a subvenção também aos p r o d u t o r e s d o P a r a n á”, destacou o deputado. “A queda na produção em virtude das mudanças climáticas foi muito grande nos últimos anos”, lembrou. De acordo com João Arruda, o fato de ser presidente da Comissão Mista, por indicação do líder do PMDB, deputado Eduardo Cunha, p es ou muito na hora de fechar o relatório. “Foi uma grande conquista, resultado de muita luta e diálogo junto

(PSA). Com essa ferramenta, será possível determinar o valor a ser repassado, referente às categorias biodiversidade, reservas particulares do patrimônio natural (RPPNs) e conservação de recursos hídricos. A remuneração também vai garantir a compensação dos agricultores e proprietários de áreas conservadas. “É um projeto de incenti-

PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ-ESTADO DO PARANÁ EXTRATO CONTRATUAL - CONTRATO Nº 24/2013 Partes: Município de Quatiguá e Valéria Nazareth Valle 00476594910. Objeto: Ensino de artes e cultura ministrando aulas de artesanato compreendendo pintura em tecido e emborrachado, pintura em madeira, trabalhos em feltro, patchwork, reciclagem, crochê e fuxico no CRAS Municipal e no Projeto Piá. Vigência: até 31 de dezembro de 2013. Valor Contratual: R$ 8.320,00 (oito mil e trezentos e vinte reais). Carga horária: 640 (seiscentos e quarenta) horas. Execução: Parcelada Data: 27 de agosto de 2013. Luis Fernando Dolenz – Prefeito Municipal EDITAL DE CONVOCAÇÃO Pelo presente Edital, o Sindicato Rural de Abatiá, através de seu presidente infra-assinado, no uso de suas atribuições legais estatutárias, CONVOCA, todos os senhores: Associados desta entidade sindical, quites com suas obrigações sociais, para participarem da Assembleia Geral Ordinária à realizar-se no dia 09/09/2013, às 09:00 horas da manhã na sede do Sindicato Rural de Abatiá, situado à Rua Vicente Machado, 186 – Centro, cuja ordem do dia será a seguinte: a) Leitura, discussão e Aprovação da ata da Assembléia; b) Apresentação, Discussão e Aprovação do Balanço Financeiro e Parecer do Conselho Fiscal, referente o exercício de 2012;. c) Outros assuntos de interesse da classe. Nota: A Assembléia Geral deverá ser realizada com a presença mínima de 1/3 dos representantes da categoria (CLT – Art. 515 – “a”). Abatiá-Pr, 28 de Agosto de 2013. Ronaldo Casado Figueiredo Presidente

tigos assinados não representam ecessariamente a opinião do endo de exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.

Contexto A MP 615/2013 vai atender produtores de cana-de-açúcar e de etanol da região Nordeste, que tiveram prejuízo devido variações climáticas. A medida, cujo relatório final deverá ser votado nesta quarta-feira

(28), vai p er mit ir ainda o financiamento da renov a ç ã o e i mpl ant a ç ã o d e canaviais com equalização de taxas de juros. A MP dispõe também sobre os arranjos de pagamento e as instituições de pagamentos integrantes

do Sistema de Pagamentos Brasileiro – SPB e altera a lei 12.783, de 11.01.2013, para autorizar a União a emitir, sob a forma de colocação direta, em favor da Conta de Desenvolvimento Energético - CDE, títulos da dívida pública mobiliária federal.

Agricultores vão começar a receber recursos por conservação ambiental O Governo do Estado vai começar a pagar donos de propriedades que preservam o meio ambiente ainda este ano, pelo Programa Bioclima Paraná. Até fim de outubro, o Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio) entrega para a Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos o sistema de Pagamento por Ser viços Ambientais

ará ¦ Carlópolis ¦ Conselheiro Mairink ¦ riaíva ¦ Japira ¦ Joaquim Távora ¦ Jundiaí ¦ Salto do Itararé ¦Santana do Itararé ¦ a Campos ¦Tomazina ¦ Wenceslau Bráz

aos demais membros da C omissão Mista”, frisou. Além do Paraná, destaca João Arruda, também foram incluídos para receber o benefício os produtores de cana-de-açúcar e etanol dos estados que integram a região da Sudene.

»REMUNERAÇÃO Da Agência Estadual

da CUT.

Deputado João Arruda comemora a inclusão dos produtores de cana-de-açúcar do Paraná, para receber subvenção

vos econômicos para aqueles que conservam e auxiliam na manutenção das espécies de fauna e flora, na estabilidade de ecossistemas, para a qualidade dos recursos hídricos e a fixação de carbono. Nada mais justo do que compensar as pessoas que ajudam a manter o meio ambiente do Paraná protegido”, explicou o secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídrico, Luiz Eduardo Cheida.

A secretária-geral do Funbio, Rosa Maria Lemos, esteve na Secretaria do Meio Ambiente para apresentar o andamento dos serviços contratados pelo Governo do Paraná como parte do Programa Bioclima. “A parceria com o Paraná está na apresentação do mecanismo financeiro que vai mostrar como o Estado deverá aplicar o recurso da melhor forma possível”, disse Rosa.

EDITAL N.º 05/2013 – CÂMARA MUNICIPAL DE TOMAZINA O Presidente da Câmara Municipal de Tomazina, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais e consoante com o regimento interno desta casa, bem como a Lei Orgânica Municipal, tendo em vista as disposições do inciso II, do Art. 37 da Constituição Federal, publica o ensalamento dos inscritos para o Concurso Público para Provimento de Cargo Público Municipal. Cargo CONTADOR Nº de Inscrição Nome do Candidato UF 12 ALEKSANDRO STEFANO BALTAZAR PR 13 SIDNEI CRUZ DE SOUZA PR 14 ALINE CRISTINA DE GOUVEIA DA SP 15 LUIZ CARLOS DOS SANTOS SP 16 DIEGO HENRY NAGATA SP 17 RODRIGO LEAL RAMOS PR 18 ADAUTO VIEIRA SP 19 CRISTIAN DE ANDRADE URBAN PR 20 LUIZ HENRIQUE HASS SP 24 JADFER SANTOS CAMARGO LUCIANO PR 25 EDNEIA SHEINA DA SILVA PR CÂMARA MUNICIPAL DE TOMAZINA, em 28 de agosto de 2013 Presidente da Câmara Municipal de Tomazina HÉLIO TARGINO RIBEIRO

MUNICÍPIO DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA – ESTADO DO PARANÁ EXTRATO DO 1° TERMO ADITIVO À ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N° 57/2013 REF. AO PREGÃO ELETRÔNICO N° 020/2013 CONTRATANTE: MUNICÍPIO DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA – PARANÁ. CONTRATADA: R. MARTINS PRODUTOS ALIMENTÍCIOS LTDA - ME OBJETO: O presente Termo Aditivo tem por objeto a manutenção do equilíbrio econômico-financeiro da Ata de Registro de Preços n° 057/2013 – Pregão Eletrônico n° 020/2013, mediante justificativa apresentada pela CONTRATADA, informando o reajuste de preços dos produtos, ficando reajuste de preços dos produtos, ficando os preços reajustados conforme abaixo: Saldo Valor Valor do Valor Lote Item Quant. Unidade Descrição Total Remanes. Registrado Reajuste Reajustado Macarrão espaguete c/ ovos 30 01 2.000,00 2.000,00 Unid. 0,99 0,10 1,09 200,00 (500gr) Macarrão tipo parafuso c/ 31 01 2.000,00 1.000,00 Unid. 1,01 0,10 1,11 100,00 ovos (500gr) TOTAL 300,00 VALOR: R$ 300,00 §1° - A importância acima foi calculada tomando=se o valor do reajuste multiplicado pelo saldo remanescente. § 2° - Diante do reequilíbrio econômico – financeiro concedido atualiza-se o valor global estimado da Ata de Registro de Preços 057/2013 para R$ 7.795,00 (sete mil setecentos e noventa e cinco reais). DATA: 26 de agosto de 2013.

Ela acredita que o Paraná terá uma das ferramentas mais avançadas do país no que se refere ao Pagamento por Ser viços Ambientais (PSA). Segundo Rosa Maria, a entidade já desenvolve o PSA, em parceria com o governo do Rio de Janeiro, desde 2010, em 32 unidades de conservação. “O Paraná sairá à frente dos outros estados, devido à proporção do Programa

Bioclima e das ferramentas que estamos desenvolvendo. A iniciativa é muito inovadora porque trabalha não só com a compensação ambiental, mas envolve a questão de clima, o que é uma nov id ade. Nen hum outro estado terá algo tão avançado e será uma experiência que poderá ser exemplo para outras regiões inseridas no bioma Mata Atlântica”, ressaltou Rosa.

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ AVISO DE LICITAÇÃO MODALIDADE: EDITAL DE LICITAÇÃO TOMADA DE PREÇO Nº 32/2013. MENOR PREÇO POR ITEM. SÍNTESE DO OBJETO: CONTRATAÇÃO DE PSICÓLOGO E PROFISSIONAL PARA MINISTRAR AULAS DE DANÇA, conforme especificações contidas no anexo I, do edital. VALOR MÁXIMO: O valor total máximo da licitação é de R$ 60.768,00 (Sessenta Mil, Setecentos e Sessenta e Oito Reais) DATA DA EMISSÃO DO EDITAL: 27/08/2013 DATA DE APRESENTAÇÃO DOS ENVELOPES: 16/09/2013. DATA DA SESSÃO DE JULGAMENTO: 16/09/2013 às 14h. O edital e seus anexos poderão ser retirados no setor de licitações da Prefeitura Municipal de Barra do Jacaré, sito à Rua Rui Barbosa, nº 96, Bairro Centro ou através do e-mail pmbj@uol.com.br, mais informações pelo Fone/Fax (43) 3537-1212. Prefeitura Municipal de Barra do Jacaré, em 27 de agosto de 2013. Adenilson Silva Presidente da CPL PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAPIRAMA – PR LICITAÇÃO - MODALIDADE PREGÃO PRESENCIAL Nº. 027/2013 TIPO: MENOR PREÇO POR LOTE O Município de Guapirama, Estado do Paraná, torna público que fará realizar licitação, na modalidade Pregão Presencial, que tem por objeto a AQUISIÇÃO DE MAQUINAS DE COSTURAS INDUSTRIAL, MONTAGEM E MANUTENÇÃO DAS MESMAS , seleção de proposta visando à, conforme lote descrito no edital do pregão presencial 027/2013, valor máximo de R$ 7.540,00 (sete mil quinhentos e quarenta reais). De acordo com especificações e condições constantes do edital de licitação pregão presencial 027/2013 e seus anexos. Data e Horário da Sessão Pública: 10 de setembro de 2013 ÀS 09:00 HORAS, na sede da Prefeitura Municipal de Guapirama, sita à Rua Dois de Março, 460. O edital completo e informações estão disponíveis aos interessados na Secretaria Geral do Município de Guapirama, na Rua Dois de Março, 460, nos horários das 08:00 às 11:00 e 13:00 às 16:00 horas. A pasta técnica, com o inteiro teor do edital e seus respectivos modelos, adendos e anexos poderão ser examinados no endereço, acima indicado, no horário comercial, ou pelo endereço eletrônico www.guapirama.pr.gov.br. Informações adicionais, dúvidas e pedidos de esclarecimento deverão ser dirigidos à Comissão de Licitação no endereço acima mencionado – fone/fax: (0**43) 3573-1122. Guapirama - PR, 27 de agosto de 2013 ANGELA SOARES DE OLIVEIRA PREGOEIRA


A-8 Cidades

TRIBUNA DO VALE Quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Fotógrafo da Tribuna do Vale vence concurso em Ribeirão Claro FOTOGRAFIA »Ao todo, foram enviadas 41 obras, que ficaram expostas na Biblioteca Cidadã por uma semana

Gladys Santoro

O fotógrafo do jornal Tribuna do Vale em Santo Antônio da Platina, Antônio de Picolli Neto venceu o concurso de fotografia promovido pelo departamento de Cultura da prefeitura de Ribeirão Claro. O profissional disputou com outras 41 obras. Além do certificado, o vencedor também vai receber R$ 900 como prêmio. Todo participantes receberão certificados. Picolli Neto venceu o concurso com o registro de uma imagem noturna da Ponte Alves de Lima, entre Ribeirão Claro e Chavantes (SP). A imagem, intitulada como “À luz da Lua” foi feita durante

Antônio de Picolli

um passeio do fotógrafo a um dos pontos turísticos de Ribeirão Claro. Segundo a diretora de Cultura, Narda Helena Jorosky, o evento recebeu fotografias até do Estado de Tocantins. “Tivemos participantes de vários pontos do país e ficamos felizes de o vencedor ser de Santo Antônio da Platina, cidade vizinha à nossa”, disse ela. Narda contou que o concurso teve início o ano passado, como forma de divulgar a cidade e também de homenagear os profissionais da área, que têm o dia 19 de agosto como data oficial. “Esse concurso já entrou para o nosso calendário de atividades e deve acontecer anualmente. É um evento que agrada as pessoas e que pode até incentivar a profissão”, disse. Este ano, cada participante pode enviar três fotos e o tema foi livre. “No ano passado, fizemos a exposição das obras na Casa da Cultura. Este ano, como o local está em reforma, as fotos foram expostas na Biblioteca Cidadã. Convidamos as escolas municipais e estaduais para visitar a mostra, e cada visitante pode expressar sua opinião”, disse destacando que essa é maneira interessante

O

À luz da Lua de Antônio de Picolli foi a obra vencedora

de integração entre o público e as promoções do município. “É interatividade. As pessoas não visitam apenas. Elas deixam suas opiniões e avaliações”, contou. Também foram chamados cinco jurados para avaliar os trabalhos, mas eles estiveram no local em dias diferentes.

“Dessa forma, os jurados não se encontraram e não trocaram ideias. Cada um, após a visita, preencheu uma ficha e deu a sua nota em cada critério pré-estabelecido. No dia 23, abrimos as fichas e somamos as notas. Houve empate no primeiro lugar, e a comissão organizadora ficou

responsável pelo desempate. Um dos itens que pesou a favor do vencedor foi a foto ser de nossa cidade, que Antônio de Picolli soube tão bem captar a beleza”, disse. O segundo lugar ganhou R$ 700 e o terceiro R$ 500. Os seis primeiros colocados foram Antônio de Picolli

Neto com a obra “À Luz da lua”; Reinado dos Santos com “A Despedida de mãe e filho”, Iamina Resende Romero com “Mito de Narciso”; Ary Atab com “Pelas ruas da cidade”; Jorge Fernandes Filho com “Lugar para Dormir” e Marcelo Henrique Poleto com “As luas da terra”.

TALENTO

Fotógrafo d do Vale ven em Ribeirã

»LAZER

Prefeitura instala cinco novas Academias da 3ª Idade

DIÓGENES GONÇALVES)

Diógenes Gonçalves

A prefeitura de Ribeirão Claro iniciou a instalação de cinco novas Academias da Terceira Idade (ATI) em vários locais do perímetro urbano e zona rural. As academias fazem parte do programa para melhorar a saúde e qualidade de vida dos idosos de Ribeirão Claro, incluído no plano de governo do prefeito Geraldo Maurício Araújo (PV).A previsão é que todos os equipamentos já estejam instalados e prontos para o uso

nos próximos dias. Das cinco ATIs adquiridas, quatro foram compradas com recursos próprios pela Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, no valor total de R$ 24,8 mil. O quinto conjunto foi adquirido através de um convênio com o governo federal, pelo Fundo Municipal de Assistência Social, com custo de R$ 7,9 mil. Além dos aparelhos, a prefeitura arcou com o valor correspondente à instalação das ATIs, trabalho orçado em R$ 8,8 mil, também executado com recursos

próprios. Os locais escolhidos possuem terreno plano, atendendo todos os requisitos necessários para proporcionar uma ótima experiência aos usuários. O chão recebeu uma camada de concreto para nivelar o solo, fixar melhor os aparelhos e facilitar a realização de atividades físicas. O objetivo é disponibilizar novas formas de exercício físico entre membros da terceira idade. O município já promove, em parceria com a Secretaria de Saúde, o projeto

PÁG.

POR TRÊS HO

Rompim deixa m

DIÓGENES GONÇALVES)

Prefeitura quer melhorar condições de saúde e qualidade de vida da população

Empresa instalou ATIs em locais estratégicos do município

Caminhada na Praça. Nele, idosos caminham ao redor da praça Padre Max Kley, com acompanhamento de profissionais de saúde. Com a ampliação da rede de ATIs, a expectativa é que o número de pessoas comprometidas com uma rotina de exercícios físicos regulares aumente. Segundo o secretário de Administração, Fábio de Lucca, a prática de exercícios físi-

cos regulares é essencial para o aumento da expectativa de vida e para melhorar as condições de saúde de idosos do município. “A atividade física é reconhecida por especialistas como fator importante para o controle e prevenção de doenças, além de proporcionar benefícios psicológicos e sociais”, definiu. O prefeito Geraldo Maurício Araújo esclareceu que

as ATIs são destinadas tanto para os idosos quanto para jovens e adultos. “É do conhecimento de todos que hábitos saudáveis refletem em diversos aspectos positivos como a economia na compra de remédios, por exemplo”, explicou. “Nossa administração quer contribuir oferecendo estrutura para que nossos idosos possam praticar atividades físicas”, concluiu.

»PAM

Recursos a fundo perdido atendem 70% dos municípios Da Agência Estadual

Cerca de 70% dos 399 municípios do Paraná já estão dentro do Plano de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios (PAM) para ter direito a uma parcela dos R$ 150 milhões, a fundo perdido, previstos pelo Governo do Paraná. Os recursos serão aplicados pela Secretaria de

Estado do Desenvolvimento Urbano na melhoria da qualidade de vida da população. A previsão do Governo do Paraná é chegar a 361 municípios. At é o m o m e nt o, 2 6 3 municípios participam do PAM, com 390 projetos, que totalizam R$ 86,6 milhões a fundo perdido. Os municípios que ultrapassam a sua

cota, calculada em relação ao número de habitantes, entram com contrapartida. Esse valor chega a R$ 6,4 milhões. “A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano ainda tem R$ 73,3 milhões para aplicar nos nossos municípios, para melhorar a vida da nossa gente em todos os cantos do Paraná”, informa o secretá-

rio Ratinho Junior. Já estão empenhados R$ 52,8 milhões para 156 municípios, com contrapartida de R$ 5,1 milhões, em 247 projetos. Os recursos serão usados para aquisição de terreno para projeto habitacional; construção ou reforma de capelas mortuárias, cemitério, portal da cidade, sedes de entidades

( C a s a d o Id o s o, Ap a e e Provopar), usina de asfalto a frio, barracão industrial e casas populares. Muitos projetos estão voltados para estudantes, com salas de aula, creches, reformas e melhorias em escolas, mas também abrangem mobilidade urbana, com aquisição de veículos, terminal de ônibus, ciclo-

vias e calçadas, além de praças, ginásios e campos de futebol. Outros municípios, vão investir em prédios públicos e aquisição de caminhões e máquinas para manutenção das vias urbanas. Números R$ 52,8 milhões já foram empenhados para 156 municípios

EDUCAÇÃO

Professores


Pdf2462