Page 1

QUARTA-FEIRA

DIRETOR: BENEDITO FRANCISQUINI

16 DE MAIO DE 2018

ANO XXII - N0 3597 R$ 1,00

www.tribunadovale.com.br

PINHALÃO

Convênios terminam, mas obra de frigorífico não sai Antônio de Picolli

Em pronunciamento que realizou seu sua página numa rede social, o deput a d o f e d e r a l , Jo ã o Arruda (MDB), veio a público se defender da acusação de que ter i a sido responsável pela paralização da construção do frigorífico do peixe, um complexo industrial de processamento de pescados cujas obras tiveram início em 2013, e que estão paralisadas há anos sem solução de continuidade. Foi

A obra está paralisada apesar de investimentos de R$ 9 milhões

TRAGÉDIA ANUNCIADA

Motoristas transformam rua em pista de corrida Pavimentada há quase dois anos, a rua Dário Fonseca Martins, que cruza os bairros Murakami e Popular Velha (paralela a rua deputado Be-

nedito Lúcio ), em Santo Antônio da Platina, se transformou em pista de corrida para motoristas imprudentes. A via, em toda a sua extensão, 

praticamente não tem calçadas e os moradores são obrigados a disputar espaço com carros, caminhões, motos, ônibus, ambulâncias, e bicicletas.

just amente p ara s e defender dessas acusaçõ es que o parlamentar acabou descobrindo que os dois convênios formalizados p elo ex-prefeito Claudinei Benetti (PSD), com o extinto Ministério da Pesca e Aquicultura, no valor de R$ 12.936.155,24, concluíram sem que as obras fossem rea lizad as e que não houve p e dido p ara dilação do prazo p ar a o t é r m i n o d a construção.

PÁG. A3

INVESTIGAÇÃO

PC cumpre mandados para esclarecer caso Jennifer

PÁG. A8

A Polícia Civil de Santo Antônio da Platina realizou operação de cumprimento de mandados de busca e apreensão na manhã desta terça-feira (15). O objetivo da operação, liderada pelo delegado Tristão Antônio Borborema de Carvalho, era angariar mais acervo probatório para aprofundar as investigações direcionadas a apurar a tentativa de homicídio contra a empresária Jennifer de Freitas Vieira ocorrida no dia 12 de abril deste ano. Na ocasião, um homem descrito como calvo, com barba e gordo abriu fogo contra a empresária. Após ser ferida, a empresária foi socorrida e medicada, recebendo alta médica. 

PÁG. A5


A-2 Atas & Editais

TRIBUNA DO VALE

O objetivo é reduzir o gasto com energia elétrica, através da substituição de chuveiros elétricos por aquecedores solares, seguindo regras estabelecidas e com eficiência comprovada por instituições governamentais.” Dilceu Sperafico

A RTIGO

Quarta-feira, 16 de maio de 2018

É inadmissível que quase 60 mil ocupantes de cargos e funções sejam isentos de responder judicialmente pelos atos cometidos.” Editorial

E DITORIAL

A reproclamação da República

Dilceu Sperafico

A alternativa da geração de energia e a redução da conta de luz Em muito boa hora, a governadora Cida Borghetti sancionou no dia 25 de abril, lei que obriga a instalação de painéis solares para aquecimento de água em habitações populares financiadas pelo poder público federal, estadual e municipal, no Paraná. O objetivo é reduzir o gasto com energia elétrica, através da substituição de chuveiros elétricos por aquecedores solares, seguindo regras estabelecidas e com eficiência comprovada por instituições governamentais.O que se espera com isso é a abertura de caminho para a geração de energia elétrica pelo mesmo sistema, regulamentado em 2012, com previsão de recuperação do investimento que já caiu para apenas quatro ou cinco anos, estimulando sua adoção, segundo especialistas do setor. A redução deve-se, inclusive, à queda no custo dos equipamentos, com redução de 30% nos preços em 2017. A continuidade dessa redução certamente será acelerada pelo crescimento da demanda, viabilizando sua adoção por famílias de baixa renda. Neste início de 2018, o custo da instalação de sistemas de energia solar em residências e pequenos comércios vai de 15 mil até mais de 100 mil reais. A opção cabe a técnicos e proprietários, após testar opções para reduzir a conta mensal de luz. As placas, pelo que se sabe, podem, inclusive, ser instaladas em prédios vizinhos, com maior exposição ao sol. Em média, os sistemas mais utilizados geram energia no valor de até 10 mil reais por mês, em cidades de diversas regiões do País. Conforme especialistas, a adoção da alternativa pelos proprietários de imóveis começa pela realização de estudo detalhado das necessidades do cliente, com base na fatura mensal de energia e disponibilidade de telhados ou áreas de solo, para a instalação de painéis, que só geram energia elétrica quando bate a luz do sol.Após comprovada a viabilidade do investimento por técnicos especializados, com aprovação do interessado, é elaborado o projeto elétrico a ser encaminhado para a concessionária de energia.A empresa analisa e aprova a iniciativa em até 15 dias. Com o projeto aprovado, se pode iniciar a instalação dos painéis fotovoltaicos, inversores, aterramento e toda instalação elétrica necessária.Finalizado o processo, a concessionária faz a vistoria para verificar se a instalação está de acordo com as normas da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Após a conclusão e aprovação do projeto, ele passa a ser considerado pela instituição como nova "usina", de geração de energia elétrica. Em seguida, é realizada a substituição do relógio tradicional de medição convencional de consumo por equipamento bidirecional, que irá registrar a produção e o consumo de energia do proprietário do sistema. O processo de instalação e liberação da inovação pode levar até 30 dias. Com tudo concluído, a energia gerada pelo sistema poderá ser usada pelas luzes da casa, eletrodomésticos e tudo que esteja ligado nas tomadas. Se não houver tempo e intensidade de sol suficiente para abastecer toda a demanda da unidade, o restante da energia será fornecido pela distribuidora. Quando o sistema particular gerar mais do que o consumo da unidade, a energia excedente irá para a rede da distribuidora e gerará crédito que poderá ser utilizado pelo proprietário em até 60 meses. Nesse caso, compensará o consumo em períodos de muita chuva ou de tempo nublado.

O avanço da Operação Lava Jato, que já levou ao cárcere um ex-presidente, ex-governadores, ex-ministros, parlamentares, grandes empresários e outros figurões até então inatingíveis, somada à extinção do foro privilegiado e aos esquemas que se elabora para o aperto à fiscalização fazendária de agentes públicos, podem representar a proclamação de uma nova república. Principalmente quando vem acompanhada da nova legislação trabalhista tendente a acabar com os sindicatos pelegos e politiqueiros, que em vez de servir às classes que representam, atuam como aparelhos político-ideológicos. Outro ponto que poderia ajudar é a privatização das mais de 150 empresas estatais que, em vez de servir ao país e à sociedade, têm sido usadas como cabides de emprego para a acomodação de cabos eleitorais e até para a prática da corrupção. A república que pode surgir da grave crise que vivemos, onde está difícil até encontrar verdadeiras lideranças para concorrer à presidência, tem de ser a verdadeira representação daquilo que sonharam os precursores dessa forma de

governo. Diferente do que ocorre atualmente no país, seus titulares não podem deter foro especial e nem direitos que os tornem diferentes do cidadão a quem, quando se candidatam, se propõem a representar. É inadmissível que quase 60 mil ocupantes de cargos e funções sejam isentos de responder judicialmente pelos atos cometidos. O máximo que se pode admitir de imunidade é para os cargos e não para seus ocupantes enquanto cidadãos. A pessoa física do presidente da República, do governador estadual, senador, deputado, prefeito e vereador, assim como a dos magistrados e ocupantes de funções públicas de todas as espécies não pode ser blindada pelas garantias do cargo que exerce. Se um deles bateu na mulher, sonegou imposto ou cometeu ato de corrupção, tem de ser processado e apenado, pois esses atos não fazem parte da liturgia de sua função pública ou oficial. O Estado, por seu turno, não tem de ser empresário. Seu papel deve ser normativo e licenciador. Foi-se o tempo em que o Brasil era um país distante e

C HARGE

atrasado que não interessava aos investidores e, por isso, o Estado era obrigado a atuar no ramo da infraestrutura e do fomento. Hoje, em vez de manter estatais inchadas e sujeitas à corrupção, temos de transferi-las à iniciativa privada, que produz melhor e mais barato, e fiscalizar para que seus operadores atuem dentro da legislação, paguem seus tributos e cumpram suas obrigações sociais conforme as necessidades e interesses nacionais. É interessante, também, a ideia que surge de, em vez de manter estatais o transporte e a merenda escolar, onde ultimamente se apura focos de corrupção, distribuir os recursos diretamente aos alunos ou suas famílias, para que adquiram os serviços de prestadores particulares. A nova república que pode estar se desenhando como resultado da crise, precisa reforçar a igualdade entre os cidadãos, acabar com os feudos e oligarquias, fortalecer o poder fiscalizador do Estado e potencializar a iniciativa privada. Temos tudo para ser uma das potências mundiais. Basta eliminar os vícios que sempre nos impuseram o atraso...

chargeonline.com.br

Dilceu Sperafico - O autor é deputado federal pelo Paraná

A RTIGO Dilceu Sperafico

Nos próximos seis meses, assistiremos a três eventos: bons jogos de futebol, repetitivas eleições e promessas inviáveis. Os primeiros, em função da Copa do Mundo, serão prazerosos. As segundas, em função dos pleitos nos estados e na União, serão cansativas. As terceiras, em função da cultura demagógica vigente, serão incumpríveis. Qualquer um de nós que queira fazer o bem tem de enfiar a mão no bolso e gastar seu próprio dinheiro. Já os políticos têm o privilégio de praticar um esporte delicioso: gastar o dinheiro dos outros. Só que os “outros” somos nós, todos os que produzem e pagam impostos. Roberto Campos ironizava dizendo que, no parlamento, temos um problema e uma sorte. O problema, dizia ele, é que “todos os que chegam aqui querem fazer alguma coisa”. A sorte é que “a maioria não conseguirá fazer o que promete”. Sinto arrepios quando um político começa a prometer um monte de coisas ao povo, pois a mais elementar lição da economia é que o governo não dá nada à sociedade que antes dela não tenha tirado. Quando tenta dar ao povo o que não tirou em forma de tributos, o governo ou emite moeda (que cria a tragédia da inflação) ou faz dívida (que eleva os juros e reduz o crescimento econômico). O Brasil produziu R$ 6,53 trilhões no ano de 2017. Esse é o produto interno bruto (PIB), que é igual à renda nacional. Mais de um terço foi

TRIBUNA DO VALE

O Diário da nossa região - Fundado em agosto de 1995 TV Editora e Gráfica - Eireli - ME CNPJ 28.454.259/0001-21 Matriz: Rua Infante Vieira, 36, Centro - Santo Antônio da Platina, PR Fone/Fax: 43 3534 . 4114

Diretor Responsável

Promessas inviáveis

entregue ao governo em tributos, nos três níveis, algo em torno de R$ 2,2 trilhões. Mesmo com essa montanha de dinheiro, o governo gastou R$ 110,6 bilhões a mais do que arrecadou, que é o déficit primário antes de contar os juros da dívida pública. Como o governo vem gastando mais do que arrecada há décadas, a dívida pública já chegou a 74,3% do PIB, e vai custar mais de R$ 400 bilhões de juros em 2018. Uma das causas do desemprego é a dívida consolidada de todo o setor estatal. A sociedade como um todo – pessoas e empresas – deposita dinheiro nos bancos. E os bancos têm apenas três clientes: as pessoas, as empresas e o governo. Se o governo avidamente vai aos bancos pedir dinheiro emprestado, por meio de emissão de títulos públicos e outros empréstimos, falta dinheiro para financiar as pessoas (consumidores) e as empresas. E com isso, o PIB não cresce, logo, não há criação de empregos. Se você é um desempregado, saiba que os déficits do governo e a dívida pública são os principais culpados. Alguém pode perguntar: mas por que o governo tem tanto déficit e tanta dívida? Vamos lembrar de dois pontos. Um é o aumento dos gastos com salários e custeio dos serviços públicos e da máquina administrativa nos 5.570 municípios, 26 estados, Distrito Federal e União. Outro, em 2017, o déficit do INSS (previdência dos trabalhadores do setor privado) mais o Vendas Assinatura Anual R$ 200,00 Semestral R$ 100,00

Impressão e Fotolito: Editora Tribuna do Vale Fone/Fax : 43 3534 . 4114

Comercial

Benedito Francisquini - MTB 262/PR

Priscila Simões - (43) 9 9619-9645

tribunadovale@tribunadovale.com.br

tribunadovale1@gmail.com

tribunadovale@uol.com.br

E-mail: cartaleitor@tribunadovale.com.br

déficit da previdência somente dos servidores federais deu um total de R$ 270 bilhões, sendo R$ 180 bilhões de déficit do INSS (para pagar 30 milhões de beneficiados) e R$ 90 bilhões de déficit (para pagar apenas um milhão de servidores públicos federais).O quadro de déficit e de dívida acumulada responde pelo baixo volume de investimentos em infraestrutura e pelo baixo crescimento da economia, logo, pela baixa renda per capita e pelo alto desemprego. Aumento de tributos é algo contra o qual a sociedade deve se rebelar e não aceitar. Então, governo bom será aquele que conseguir consertar essa confusão financeira e o estado de desequilíbrio das contas públicas, não aquele que prometer gastar mais. Novamente: o governo só dá a João o que tirou de Pedro, Maria, Antonio e demais brasileiros. Não há milagres. Quem diz que há, é apenas um demagogo.As eleições estão próximas. Tão logo termine a Copa do Mundo, entrará em cena a campanha eleitoral e a promessa de gastar o dinheiro dos outros. Caso tentem cumprir suas promessas, terão que enfiar a mão no bolso do povo, a menos que façam promessas boas como reduzir o tamanho do governo, combater o desperdício, aumentar a eficiência da administração, reduzir a corrupção, adotar a austeridade, reformar a previdência e liberar o espírito de iniciativa dos que querem empreender. José Pio Martins é economista e reitor da Universidade Positivo Circulação: Abatiá ¦ Andirá ¦ Arapoti ¦ Bandeirantes ¦ Barra do Jacaré ¦Cambará ¦ Carlópolis ¦ Conselheiro Mairink ¦ Figueira¦Guapirama ¦ Ibaiti ¦ Itambaracá ¦ Jaboti ¦ Jacarezinho Jaguariaíva ¦ Japira ¦ Joaquim Távora ¦ Jundiaí do Sul ¦ Pinhalão ¦ Quatiguá ¦ Ribeirão Claro ¦ Ribeirão do Pinhal ¦ Salto do Itararé ¦Santana do Itararé¦ Santo Antônio da Platina ¦ São José da Boa Vista ¦ Sengés ¦ Siqueira Campos ¦Tomazina ¦ Wenceslau Bráz

Filiado a Associação dos Jornais Diário do Interior do Paraná

* Os artigos assinados não representam necessariamente a opinião do jornal, sendo de exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.


Geral A-3

TRIBUNA DO VALE

Quarta-feira, 16 de maio de 2018

Convênios terminam, mas obra de frigorífico não sai

PINHALÃO - Governo federal liberou quase R$ 9 milhões em projeto de industrialização de pescado em Pinhalão, dinheiro jogado fora Antônio de Picolli

Benetti reuniu autoridades regionais para o lançamento da Pedra Fundamental do Frigorífico Da Redação

Em pronunciamento que realizou seu sua página numa rede social, o deputado federal, João Arruda (MDB), veio a público se defender da acusação de que teria sido responsável pela paralização da construção do frigorífico do peixe, um complexo industrial de processamento de pescados cujas obras tiveram início em 2013, e que estão paralisadas há anos sem solução de continuidade. Foi justamente para se defender dessas acusações que o parlamentar acabou descobrindo que os dois convênios formalizados pelo ex-prefeito Claudinei Benetti (PSD), com o extinto Ministério da Pesca e Aquicultura, no valor de R$ 12.936.155,24, concluíram sem que as obras fossem realizadas e que não houve pedido para dilação do prazo para o término da construção. Por conta disso, os R$ 8.705.595,91 liberados pelo governo federal, praticamente se perderam. “Lamentavelmente estamos verificado uma montanha de dinheiro literalmente jogada fora. Recursos do contribuinte, numa obra que

desde o primeiro momento ficou patente que era inviável economicamente, sem contar os graves erros na elaboração dos projetos”, lamenta João Arruda, que se vê obrigado a vir a público para esclarecer a comunidade que sua única interferência foi para preservar a correta aplicação do dinheiro público e os benefícios que o investimento poderia trazer à economia regional. Arruda realizou uma consulta à Secretaria Nacional da Pesca e Aquicultura, órgão que sucedeu ao extinto ministério e foi informado que os dois convênios para construção do abatedouro de peixes, fábrica de ração e fábrica de farinha, na área denominada Parque Industrial de Pinhalão, venceram no dia 30 de maio, o segundo, no 31 de dezembro, ambos no mesmo ano de 2015. Apenas em relação ao primeiro foi pedida a prorrogação de vigência no dia 11 de maio de 2015, 19 dias antes do encerramento do convênio. Com relação ao segundo contrato sequer foi feito solicitação de prorrogação. A secretaria indeferiu pedi-

do de prorrogação do convênio encerrado em 30 de maio porque o mesmo não atendia exigências do órgão acerca de adequações necessárias ao pleno funcionamento do objeto do convênio, inviabilizando sua continuidade. Em síntese: a própria administração do ex-prefeito Claudinei Benetti foi a responsável pelo vencimento dos dois convênios sem que a obra fosse concluída. O que revolta o deputado João Arruda é que uma cifra milionária foi liberada, quase R$ 9 milhões, sem correção monetária, e as edificações e equipamentos comprados estão se deteriorando ao relento. Segundo a própria Secretaria Nacional da Pesca, até o momento sequer foi realizada prestação de contas das aplicações dos recursos liberados ao município. Desde o anúncio do empreendimento, a escolha do local para a construção do frigorífico mereceu severas críticas de técnicos ligados a área. Pinhalão e municípios limítrofes não possuíam produção de peixes que justificasse o investimento. Para esses técnicos,

BANDEIRANTES

Antônio de Picolli

A obra está paralisada apesar de investimentos de R$ 9 milhões

municípios como Ribeirão Claro e Carlópolis, banhados pela represa da hidrelétrica de Chavantes reuniam as condições adequadas por já possuírem estrutura de produção em larga escala com uso dos chamados tanques redes. Polêmica Não bastassem os problemas apontados desde a elaboração dos convênios para a instalação do frigorífico do peixe, a execução das obras vem causando polêmica, chegando, inclusive, a ser objeto de investigação do Ministério Público Federal no Paraná e da Controladoria Geral da União (CGU) em consequência de uma operação deflagrada no dia 15 de fevereiro de 2017 pela Polícia Federal em três estados para apurar crimes de fraude em licitações e desvio de recursos públicos em convênios firmados entre o extinto Ministério da Pesca e Agricultura e prefeituras. No Paraná, os mandados foram cumpridos em Joaquim Távora e Pinhalão. As investigações apontaram irregularidades praticadas em projetos idênticos em ou-

tros estados, tendo em comum o fato de terem sido objetos de convênios do Ministério da Pesca e contratado a mesma empresa para fornecer os equipamentos, embora cada município tivesse realizado sua própria licitação. Vem ampliar a polêmica um relatório do Tribunal de Contas da União (TCU), assinado pelo relator Raimundo Carreiro apontando que pelo menos R$ 3,5 milhões podem ter sido desviados das obras de construção do Frigorífico do Peixe em Pinhalão. De acordo com o documento publicado no dia 29 de julho do ano passado, o valor foi pago a Fex do Brasil Montagens Industriais Ltda pela entrega e montagem de equipamentos para o complexo, no entanto, a aparelhagem da unidade nunca foi feita. Conforme o relatório, o prefeito de Pinhalão, Claudinei Benetti responsável pela obra e instalação do complexo, chegou a licitar os equipamentos e a fazer os pagamentos, mas nenhuma máquina foi instalada no local. Pior, questionado pelo próprio TCU, Benetti

confirmou que os equipamentos teriam sido entregues e instalados, porém o prefeito nunca conseguiu comprovar que os aparelhos chegaram à cidade. O relatório do Tribunal de Contas da União também aponta mais de uma dezena de irregularidades cometidas em várias fases da obra física que está paralisada desde 2015, depois que uma comissão formada por técnicos do próprio órgão, Controladoria Geral da União e Câmara dos Deputados fiscalizou as obras. Segundo o relatório, há fortes indícios que o projeto para a construção do frigorífico do peixe teve números maquiados para poder garantir a aprovação da proposta no Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA), dirigido na época por Marcelo Crivella, hoje prefeito do Rio de Janeiro. Crivella e Benetti chegaram a viajar juntos para Israel em 2013 para conhecer estruturas parecidas e supostamente fazer contato com autoridades e empresários ligados à cadeia produtiva do peixe naquele país.

EMPRESAS

Prefeito destaca mais de R$ 20 mi Junta Comercial retoma em investimentos no último ano atendimento em Jacarezinho

Prefeito Lino Martins com deputados Pedro Lupion, Romanelli e autoridades municipais Marco JR

O prefeito de Bandeirantes, Lino Martins, comemorou na sexta-feira, 11, os investimentos que o governo do Estado fez ao município no último ano por meio do trabalho dos deputados estaduais Pedro Lupiom (DEM) e Luiz Claudio Romanelli (PSB). Segundo o prefeito, a cidade foi contemplada com cerca de R$ 20 milhões para serem aplicados em diversas áreas. “Quero agradecer a estes

dois deputados que trabalham em prol de todo o Norte Pioneiro e também por nossa cidade”, disse Lino Martins. A informação foi repassada durante a entrega de R$ 200 mil para aquisição de 1.200 manilhas para recuperação de galerias e duas viaturas policiais. O deputado estadual Luiz Cláudio Romanelli ressaltou que há anos a cidade vem trabalhando seriamente para o desenvolvimento. “Sempre tivemos bons prefeitos que

realizaram trabalhos sérios”, complementa. O deputado estadual Pedro Lupion destacou que os investimentos não param. “Tivemos nesta manhã a liberação de mais manilhas para o trabalho de galerias pluviais”, disse. Entre os investimentos, foram destacados pavimentação, construção da ponte entre Bandeirantes e Itambaracá, veículos para atendimentos, pinturas de sinalização, cozinha comunitária, entre outros.

Junta Comercial funciona no mesmo prédio da Acija Portal JNN

A Junta Comercial de Jacarezinho retomou as atividades este mês. Os atendimentos estão sendo realizados das 8h às 12h e das 13h às 17h de segunda a sexta-feira. O órgão funciona no mesmo prédio da Associação Comercial e Empresarial de Jacarezinho (ACIJA) na rua Dr. Heráclio Gomes, 732 em frente ao estádio Pedro Vilela no centro da cidade.

O atendimento voltou ao normal após uma rápida paralisação no mês de abril. A Junta Comercial é uma autarquia do Estado do Paraná com a qual a ACIJA tem convênios responsáveis pelos registros e cadastramento de empresas. Além disto, a Junta Comercial é responsável, ainda, pela emissão de certidões, consultas, emissão de guias, formulários entre outras funções. Presta atendimento à empresas e escritórios de contabilidade.

A Junta Comercial em Jacarezinho foi inaugurada em abril de 2012 e trouxe várias melhorias para a cidade. Ana Carla Molini, presidente da ACIJA destacou a importância do órgão: “Com o atendimento da Junta Comercial voltando ao normal, fica muito mais fácil para abertura de empresas e esclarecimentos aos empresários. Com ela temos um panorama geral do crescimento econômico da cidade”, destacou a presidente.


A-4 Geral

TRIBUNA DO VALE

Quarta-feira, 16 de maio de 2018

Em 40 dias, Estado confirma R$ 235 milhões para as cidades

BALANÇO » Desempenho foi destacado pela governadora Cida Borghetti durante reunião da Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba (Assomec). AEN

A governadora Cida Borghetti participou nesta terça-feira (15) da reunião da Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba (Assomec) e destacou o balanço do atendimento às prefeituras desde que iniciou a gestão, há pouco menos de 40 dias. Foram autorizados R$ 235 milhões para mais de 200 municípios, por meio de cerca de 300 convênios. A determinação, afirmou a governadora, é que o Estado trabalhe junto com os prefeitos para agilizar os projetos e atender as demandas da população. “Somos um governo municipalista, estamos todos do mesmo lado com o objetivo de trabalhar para as pessoas”, disse ela no encontro, realizado no auditório da Polícia Rodoviária Federal, em Curitiba. Os recursos repassados às prefeituras se destinam a projetos apresentados pelas prefeituras, principalmente para obras de melhoria da infraestrutura urbana e para modernização do parque de máquinas. METROPOLITANAS - A governadora disse que, como

deputada estadual, foi autora de estudos para a criação das Regiões Metropolitanas. “Fiz isso porque sei da importância do trabalho em conjunto e a importância da parceria com o Estado para levar os serviços do governo”, afirmou. “Com essa integração quem ganha é a população”, afirmou o presidente da Assomec e prefeito de Fazenda Rio Grande, Márcio Wozniack. “A relação com o Governo do Estado sido muito boa, com portas abertas aos prefeitos para ouvir as demandas e pensar soluções”, disse ele. A Assomec representa 29 municípios, onde vivem mais de onde vivem cerca de 4 milhões de habitantes. Durante a reunião, os prefeitos discutiram ações e projetos de interesse da região e alinharam as pautas que serão levadas à Marcha dos Prefeitos, em Brasília. Também falaram sobre a importância dos consórcios intermunicipais. “Somos municípios com problemas comuns, por isso, temos que discutir e buscar soluções”, disse Márcio Wozniack INTEGRAÇÃO - Para o vice-prefeito de Curitiba, Eduardo Pimentel, a presença da governadora na reunião reforça

Tamyris Zago

Governadora Cida Borghetti fez um balanço dos investimentos feitos aos municípios em sua gestão

o compromisso do Estado com a Região Metropolitana. Ele citou obras importantes como as ligações metropolitanas, as obras da Linha Verde Norte e Sul e da Rodovia da Uva, que é uma importante ligação da região norte da cidade. “Temos o entendimento de que Curitiba é uma só, seja no transporte coletivo, no atendimento a saúde, na educação e, principalmente, na infraestrutura, que atende não só a capital mas também a Região Metropolitana”, disse ele. Reuniões como essa, disse o prefeito de Campo Magro, Cláudio Casagrande, permitem

transmitir de uma forma mais rápida ao Governo do Paraná as necessidades de cada município. Na semana passada, por exemplo, o Estado liberou R$ 5 milhões para a construção do primeiro binário do seu município, que vai regulamentar o trânsito numa região onde se encontra cerca de 45% da população da cidade. “Percebemos que realmente o Governo do Estado está participando junto com os prefeitos na busca de soluções para resolver com agilidade os problemas do Paraná”, afirmou. De acordo com o presidente da Associação dos Municípios

do Paraná (AMP) e prefeito de Coronel Vivida, Frank Schiavini, a união entre os municípios e o Governo do Estado fortalece as entidades na busca de melhorias e qualidade de vida à população. “Quando brigamos pelos mesmos objetivos conseguimos ganhar mais força e, assim avançar no desenvolvimento dos municípios como um todo. A governadora tem se mostrado municipalista e aberta ao diálogo, o que é muito importante para chegar a um consenso e discutir propostas em benefício da população”, disse. PRESENÇAS – Participa-

ram da reunião o presidente da Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec), Louvanir Menegusso; o representante da Confederação Nacional dos Municípios (CNN), Joarez Herinchs; o superintendente da Polícia Rodoviária Federal do Paraná, Adriano Furtado; a ex-governadora Emília Belinati; o deputado federal Alex Canziani, o ex-presidente do Consórcio Público Intermunicipal de Inovação e Desenvolvimento do Estado do Paraná (Cindepar), Arquimedes Ziroldo, prefeitos da Região Metropolitana de Curitiba; vereadores e lideranças.

INFORME PUBLICITÁRIO

APP-Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Estado do Paraná • Av. Iguaçu, 880 - Rebouças - Curitiba - Paraná - CEP 80.230-020 - Fone: (41) 3026-9822 / Fax: (41) 3222-5261 • Site: www.appsindicato.org.br • Presidente: Hermes Silva Leão • Secretário de Comunicação: Luiz Fernando Rodrigues • Secretário Executivo de Comunicação: Claudinei Pereira • Assessor de Comunicação: Tiago Somma • Jornalistas: Aline D’avila de Lima, Fabiane Lourencetti Burmester (4305-PR), Gelinton Batista (8027-PR) e Uanilla Pivetta (8071-PR). Diagramador: Rodrigo Augusto Romani (7756-PR) • Técnica em atendimento (fale conosco): Valdirene de Souza • Monitor de redes e mídias sociais: Luan Pablo Romero de Souza

Nº 1081 - 09 de maio de 2018 EDITAIS DE CONVOCAÇÃO Assembleia Regional Ordinária Núcleo Sindical de Cianorte

Assembleia Regional Extaordinária Núcleo Sindical de Foz do Iguaçu

O Presidente do Núcleo Sindical de Cianorte, no uso de suas atribuições estatutárias, convoca os/as Trabalhadores/as em Educação Pública, sindicalizados/as para Assembleia Regional Ordinária, a ser realizada no dia 11/05/2018, nas dependência do núcleo sindical, Avenida América, 4719, Cianorte/PR, em primeira convocação às 18:00h e em segunda convocação as 18h30min, para tratar dos seguintes assuntos: 1) Apreciação dos Balanços Financeiro Patrimonial e do Relatório de Atividades Políticas e Sindicais de 2017 do Núcleo Sindical; 2) Aprovação do Plano Anual de Aplicação Orçamentária para 2018.

A Presidenta do Núcleo Sindical de Foz do Iguaçu no uso de suas atribuições estatutárias, convoca os/as Trabalhadores/as em Educação sindicalizados/as, para a Assembleia Regional Extraordinária a ser realizada no dia 12/05/2018, logo após a Assembleia Regional Ordinária no mesmo local, com a seguinte pauta: 1) Informes; 2) Mobilizações; 3) Código de Ética e 4) Outros assuntos.

Marcos Alberto de Lima Fernandes | Presidente Assembleia Regional Extraordinária Núcleo Sindical de Cianorte O Presidente do Núcleo Sindical de Cianorte, no uso de suas atribuições estatutárias, convoca os/as Trabalhadores/as em Educação Pública, sindicalizados/as para Assembleia Regional Extraordinária, a realizar-se logo após a Assembleia Regional Ordinária no mesmo dia e local, com a seguinte pauta: 1 - Mobilização; 2 - Informes; 3 - Outros assuntos. Marcos Alberto de Lima Fernandes | Presidente Assembleia Regional Ordinária Núcleo Sindical Curitiba Sul A Presidenta do Núcleo Sindical Curitiba Sul, no uso de suas atribuições estatutárias, convoca os/as Trabalhadores/as em Educação sindicalizados/as, para a Assembleia Regional Ordinária a ser realizada no dia 12/05/2018, às 8h30min em primeira convocação e em segunda às 9h, na sede do Núcleo Sindical Curitiba Sul, sito à Rua Alferes Poli, 405 sobreloja, Rebouças, Curitiba/PR, com a seguinte pauta: 1) Apreciação dos Balanços Financeiro, Patrimonial e do Relatório de Atividades Políticas e Sindicais de 2017 do Núcleo Sindical; 2) Aprovação do Plano Anual de Aplicação Orçamentária para 2018. Natalia dos Santos da Silva | Presidenta Assembleia Regional Extraordinária Núcleo Sindical Curitiba Sul A Presidenta do Núcleo Sindical Curitiba Sul, no uso de suas atribuições estatutárias, convoca os/as trabalhadores/as em educação sindicalizados/as para Assembleia Regional Extraordinária, a realizar-se após a Assembleia Regional Ordinária no mesmo local, com a seguinte pauta: 1 - Informes 2- Mobilizações; Natalia dos Santos da Silva | Presidenta Assembleia Regional Ordinária Núcleo Sindical de Foz do Iguaçu

Catia Ronsani Castro | Presidenta Assembleia Regional Ordinária Núcleo Sindical de Irati O Presidente do Núcleo Sindical de Irati, no uso de suas atribuições estatutárias, convoca os/as trabalhadores/as em educação sindicalizados/ as para Assembleia Regional, a realizar-se no dia 16/05/2018, às 18h em primeira convocação e em segunda convocação às 18h30min, nas dependências do Núcleo de Irati, sito à Rua Barão do Rio Branco, 43, Centro, com a seguinte pauta: 1 - Apreciação dos Balanços Financeiro, Patrimonial e do Relatório de Atividades Políticas e Sindicais de 2017 do Núcleo Sindical e 2 - Aprovação do Plano Anual de Aplicação orçamentária para 2018. Guilherme Maier | Presidente Assembleia Regional Extraordinária Núcleo Sindical de Irati O Presidente do Núcleo Sindical de Irati, no uso de suas atribuições estatutárias, convoca os/as trabalhadores/as em educação sindicalizados/ as para Assembleia Regional, a realizar-se após a Assembleia Regional Ordinária no mesmo local, com a seguinte pauta: 1 - Mobilização; 2 Informes; 3 - Outros assuntos. Guilherme Maier | Presidente Assembleia Regional Ordinária Núcleo sindical de Ivaiporã O Presidente do Núcleo Sindical de Ivaiporã, no uso de suas atribuições estatutárias, convoca os/as trabalhadores/as em educação sindicalizados/ as para Assembleia Regional Ordinária, a realizar-se no dia 12/05/2018, no CEEBJA Prof. Milton Pirolo, 375, Ivaiporã/Pr, em primeira convocação às 8h e 8h30min em segunda convocação, com a seguinte pauta: 1 - Apreciação dos Balanços Financeiro, Patrimonial e do Relatório de Atividades Políticas e Sindicais de 2017 do Núcleo Sindical e 2 - Aprovação do Plano Anual de Aplicação orçamentária para 2018. Eliaquim Sergio Chaves da Conceição | Presidente Assembleia Regional Extraordinária Núcleo Sindical de Ivaiporã O Presidente do Núcleo Sindical de Ivaiporã, no uso de suas atribuições estatutárias, convoca os/as trabalhadores/as em educação sindicalizados/ as para Assembleia Regional, a realizar-se após a Assembleia Regional Ordinária no mesmo local, com a seguinte pauta: 1 - Mobilização; 2 Informes; 3 - Outros assuntos. Eliaquim Sergio Chaves da Conceição | Presidente Assembleia Regional Ordinária Núcleo Sindical de União da Vitória

A Presidenta do Núcleo Sindical de Foz do Iguaçu, no uso de suas atribuições estatutárias, convoca os/as Trabalhadores/as em Educação sindicalizados/as, para a Assembleia Regional Ordinária a ser realizada no dia 12/05/2018, às 8h30m em primeira convocação e em segunda às 9h, no auditório do Sindicato dos Servidores Municipais de Foz do Iguaçu - SISMUFI, sito à Rua Tarobá, 249, Centro, com a seguinte pauta: 1) Apreciação dos Balanços Financeiro, Patrimonial e do Relatório de Atividades Políticas e Sindicais de 2017 do Núcleo Sindical; 2) Aprovação do Plano Anual de Aplicação Orçamentária para 2018.

A Presidente do Núcleo Sindical de União da Vitória, no uso de suas atribuições estatutárias, convoca os/as Trabalhadores/as em Educação sindicalizados/as, para a Assembleia Regional Ordinária a ser realizada no dia 18/05/2018, às 17h30min em primeira convocação e em segunda às 18h na Escola Municipal Professor Serapião sito à Praça Coronel Amazonas, 04, Centro, com a seguinte pauta: 1 - Apreciação dos Balanços Financeiro, Patrimonial e do Relatório de Atividades Políticas e Sindicais de 2017 do Núcleo Sindical e 2 - Aprovação do Plano Anual de Aplicação Orçamentária para 2018.

Catia Ronsani Castro | Presidenta

Salete Tonon | Presidente

Assembleia Regional Extraordinária Núcleo Sindical de União da Vitória A Presidente do Núcleo Sindical de União da Vitória, no uso de suas atribuições estatutárias, convoca os/as Trabalhadores/as em Educação sindicalizados/as, para a Assembleia Regional Extraordinária a ser realizada no dia 18/05/2018, logo após a Assembleia Regional Ordinária na Escola Municipal Professor Serapião, Praça Coronel Amazonas, 04, Centro, com a seguinte pauta: 1) Informes; 2) Avaliação da Pauta da categoria; 3) Outros Assuntos. Salate Tonon | Presidente

ASSEMBLEIAS MUNICIPAIS Assembleia Municipal Ordinária e Extraordinária das/os trabalhadoras/es em educação pública da rede municipal de educação de Roncador O pre sidente do Núcle o Sindical de C ampo Mour ão da A PPSINDICATO, no uso de suas atribuições estatutárias e de acordo com o Regimento de Eleição das Direções Municipais resolve convocar as/os trabalhadoras/es em educação pública da rede municipal de educação de Roncador para participarem da Assembleia Municipal Ordinária para a eleição da Direção Municipal, a ser realizada no dia 16/05/2018, às 17h (dezessete horas) em primeira convocação e às 17h30min (dezessete horas e trinta minutos), em segunda convocação, na Câmara de Vereadores, localizada na Rua São Paulo, nº 865, no Município de Roncador, a fim de deliberar acerca da seguinte pauta: 1) Constituição da Direção Municipal; 2) Aprovação do Regimento Específico de Funcionamento da Direção Municipal e 3) Eleição das/os integrantes da Direção Municipal. Em ato contínuo, no mesmo local, para Assembleia Municipal Extraordinária, a fim de deliberar acerca da seguinte pauta: 1) Informes; 2) Negociações; 3) Deliberação sobre Mobilizações/Greve; e 4) Outros Assuntos.

Assembleia Municipal Ordinária e Extraordinária das/os trabalhadoras/es em educação pública da rede municipal de educação de Goioxim A presidente do Núcleo Sindical de Guarapuava da APP-SINDICATO, no uso de suas atribuições estatutárias e de acordo com o Regimento de Eleição das Direções Municipais resolve convocar as/os trabalhadoras/ es em educação pública da rede municipal de educação de Goioxim para participarem da Assembleia Municipal Ordinária para referendar a Direção Municipal eleita em novembro/2017, a ser realizada no dia 16/05/2018, às 18h (dezoito horas) em primeira convocação e às 18h30min (dezoito horas e trinta minutos), em segunda convocação, no Auditório do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, localizado na Rua São Sebastião, nº 190, no município de Goioxim, a fim de deliberar acerca da seguinte pauta: 1) Referendo da Direção Municipal; 2) Aprovação do Regimento Específico de Funcionamento da Direção Municipal e 3) Definição das mensalidades da categoria. Em ato contínuo, no mesmo local, para Assembleia Municipal Extraordinária, a fim de deliberar acerca da seguinte pauta: 1) Informes; 2) Alterações no Plano de Carreira do Magistério Municipal e 3) Outros Assuntos. TEREZINHA DOS SANTOS DAIPRAI | Presidente NS de Guarapuava Assembleia Municipal Ordinária das/os trabalhadoras/es em educação pública da rede municipal de educação de Pato Branco

IRONEI DE OLIVEIRA Presidente NS de Campo Mourão

O presidente do Núcleo Sindical de Pato Branco da APP-SINDICATO, no uso de suas atribuições estatutárias e de acordo com o Regimento de Eleição das Direções Municipais resolve convocar as/os trabalhadoras/es em educação pública da rede municipal de educação de Pato Branco para participarem da Assembleia Municipal Ordinária para a eleição da Direção Municipal, a ser realizada no dia 11/05/2018, às 17h30min (dezessete horas e trinta minutos) em primeira convocação e às 18h (dezoito horas), em segunda convocação, na Sede do Núcleo Sindical da APPSINDICATO, localizada na Rua Doutor Sílvio Vidal, nº 720, Bairro La Salle, no Município de Pato Branco, a fim de deliberar acerca da seguinte pauta: 1) Constituição da Direção Municipal; 2) Aprovação do Regimento Específico de Funcionamento da Direção Municipal; 3) Definição das mensalidades da categoria; e 4) Eleição das/os integrantes da Direção Municipal.

Assembleia Municipal Ordinária e Extraordinária das/os trabalhadoras/es em educação pública da rede municipal de educação de Boa Ventura de São Roque

Assembleia Municipal Ordinária e Extraordinária das/os trabalhadoras/es em educação pública da rede municipal de educação de Boa Ventura de Ouro Verde do Oeste

A presidente do Núcleo Sindical de Guarapuava da APP-SINDICATO, no uso de suas atribuições estatutárias e de acordo com o Regimento de Eleição das Direções Municipais resolve convocar as/os trabalhadoras/ es em educação pública da rede municipal de educação de Boa Ventura de São Roque para participarem da Assembleia Municipal Ordinária para a eleição da Direção Municipal, a ser realizada no dia 17/05/2018, às 16h45min (dezesseis horas e quarenta e cinco minutos) em primeira convocação e às 17h15min (dezessete horas e quinze minutos), em segunda convocação, na Escola Municipal Nossa Senhora Aparecida, localizada na Rua 18 de Setembro, nº 80, Centro, no município de Boa Ventura de São Roque, a fim de deliberar acerca da seguinte pauta: 1) Constituição da Direção Municipal; 2) Aprovação do Regimento Específico de Funcionamento da Direção Municipal; 3) Definição das mensalidades da categoria; e 4) Eleição das/os integrantes da Direção Municipal. Em ato contínuo, no mesmo local, para Assembleia Municipal Extraordinária, a fim de deliberar acerca da seguinte pauta: 1) Informes; 2) Alterações no Estatuto dos Servidores Municipais e no Plano de Carreira do Magistério Municipal e 3) Outros Assuntos.

O presidente do Núcleo Sindical de Toledo da APP-SINDICATO, no uso de suas atribuições estatutárias e de acordo com o Regimento de Eleição das Direções Municipais resolve convocar as/os trabalhadoras/es em educação pública da rede municipal de educação de Ouro Verde do Oeste para participarem da Assembleia Municipal Ordinária para a sindicalização dos/as trabalhadores/ as em educação municipais e eleição da Direção Municipal, a ser realizada no dia 16/05/2018, às 19h (dezenove horas) em primeira convocação e às 19h30min (dezenove horas e trinta minutos), em segunda convocação, no Centro Cultural, localizado na Rua Washington Luis, nº 322, Centro, no Município de Ouro Verde do Oeste, a fim de deliberar acerca da seguinte pauta: 1) Filiação da categoria a APP-Sindicato; 2) Constituição da Direção Municipal; 3) Aprovação do Regimento Específico de Funcionamento da Direção Municipal; 4) Definição das mensalidades da categoria; e 5) Eleição das/os integrantes da Direção Municipal. Em ato contínuo, no mesmo local, para Assembleia Municipal Extraordinária, a fim de deliberar acerca da seguinte pauta: 1) Definição das Pautas de Reivindicações da Categoria, 2) Negociações e Mobilizações e 3) Outros Assuntos.

EVERSON JOSÉ LOPES | Presidente NS de Pato Branco

TEREZINHA DOS SANTOS DAIPRAI Presidente NS de Guarapuava

ESION FERNANDO FREITAS | Presidente NS de Toledo


Cotidiano A-5

TRIBUNA DO VALE

Quarta-feira, 16 de maio de 2018

PCcumpremandadosemSantoAntônioeSão JerônimodaSerraparaesclarecercasoJennifer

Divulgação / Polícia Civil

INVESTIGAÇÃO Empresária foi vítima de tentativa de homicídio no dia 12 abril; suposto mandante ficou preso durante 13 dias Da Redação com Assessoria

A Polícia Civil de Santo Antônio da Platina realizou operação de cumprimento de mandados de busca e apreensão na manhã desta terça-feira (15). O objetivo da operação, liderada pelo delegado Tristão Antônio Borborema de Carvalho, era angariar mais acervo probatório para aprofundar as investigações direcionadas a apurar a tentativa de homicídio contra a empresária Jennifer de Freitas Vieira ocorrida no dia 12 de abril deste ano. Na ocasião, um homem descrito como calvo, com barba e gordo abriu fogo contra a empresária. Após ser ferida, a empresária foi socorrida e medicada, recebendo alta médica. No curso das investigações, a polícia civil cumpriu mandados de prisão temporária de um empresário suspeito de ser o

autor intelectual do crime. Aind a foram c umpr id as buscas em sua residência e empresa, mas a polícia ainda não dispõe do resultado da perícia. O empresário permaneceu preso por 13 dias até s er b enef iciado por uma liminar deferida pelo Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR). A Polícia Civil platinense solicitou os mandados à Justiça, os quais foram acolhidos pela juíza Maristela Andrade de Carvalho nesta segunda feira (14). A ação teve início às 6 horas, e se concentram nos municípios de Santo Antônio da Platina e São Jerônimo da Serra. As ordens de busca foram cumpridas nas duas cidades de forma simultânea. E m S ã o Je rôn i m o d a Serra, a equipe deparou-se com o pai do empresário investigado como mandante. Foi aprendido arquivo de mídia com fotografias de

Mandados de busca e apreensão foram cumpridos simultaneamente em Santo Antônio e São Jerônimo da Serra

terceiros. De acordo com o a Polícia Civil, havia fotografia, no material apreendido na sede da propriedade rural, com imagem de pessoa com a descrição fornecida por testemunhas que visualizaram o autor na cena do crime.

IBAITI

Mulher escondia porções de maconha em cômoda Da Redação

Uma mulher foi detida na tarde de segunda-feira (14) pela Polícia Militar, por esconder drogas em sua casa, na rua Nilo Sampaio, em Ibaiti. Após denúncias anônimas, a PM foi até o endereço e abordou a suspeita, que mostrou aos policiais o local onde ela guardada porções de maconha, na gaveta de uma cômoda guardada embaixo de sua cama. A moradora disse que teria recebido a droga do ex-namorado, que se encontra preso na Cadeia Pública de Ibaiti. Segundo ela, o ex-companheiro traficava drogas antes de ser preso. A mulher e o entorpecente apreendido foram apresentados na 37ª Delegacia Regional de Polícia.

O delegado Tristão ass e vera que "est amos tomando todas as cautelas. Ainda haverá o procedimento de reconhecimento fotográfico pelas pessoas já ouvidas no inquérito, e ainda não temos a conclusão". Em Santo Antônio da

Platina, no bairro Murakami, os policiais civis cumpriram mandado de busca domiciliar na residência de uma pessoa próxima ao empresário suspeito de ser o mandante do crime. O material recolhido passará por exame pericial e análi-

se do Setor de Inteligência da Polícia Civil de Santo Antônio da Platina. A polícia ainda investiga a operação financeira realizada para aquisição da propriedade rural em São Jerônimo da Serra, objeto de parte das buscas.

S.A.PLATINA

PM recaptura foragidos da Justiça, apreende armas e droga

Gabriel Lourenço, o ‘Baby’, e Eleine Auk eram procurados pela Justiça

Droga e dinheiro apreendidos pela PM na casa da suspeita

IBAITI

Trio monitorado pela PM é flagrado com cocaína Da Redação

Dois homens (28 e 37 anos) e uma mulher (38 anos) foram presos pelo crime de tráfico de drogas na tarde de terça-feira (14), na BR-153, em Ibaiti. O trio estava sendo mon it or a d o p e l a P M ap ó s informações de que eles estariam trazendo drogas de Londrina para a região de Ibaiti. Um bloqueio foi montado pelos policiais próximo à base de atendimento do Samu na rodovia federal, porém, ao perceberem que seriam abordados os suspeitos dispensaram um pacote e fugiram em alta velocidade. O carro, um Ford/Fiesta Sedan, foi alcançado e os suspeitos acabaram presos.

Suspeitos tentaram dispensar a porção de cocaína

No pacote que eles haviam jogado pela janela do veículo, os policiais encontraram cocaína. Além da droga, os PMs também apreenderam R$1.030,00, três celulares

e o automóvel usado para o narcotráfico. O trio e os objetos apreendidos foram apresentados na 37ª Delegacia Regional de Polícia.

Armas, droga e objetos sem procedência apreendidos pela PM Luiz Guilherme Bannwart

Dois foragidos da Justiça foram recapturados pela Polícia Militar na tarde desta terça-feira (15), no Conjunto Habitacional Aparecidinho 2, em Santo Antônio da Platina. Durante a ação, os policiais encontraram armas, droga e objetos sem procedência que podem ter sido usados como moeda de troca por usuários com traficantes.

Gabriel Guilherme Lourenço, o ‘Baby’, foragido da cadeia de Santo Antônio da Platina, e Eleine Augustinho Auk, procurada pela Justiça de Rondônia pelo crime de tráfico de drogas, foram presos durante a abordagem policial em duas casas no bairro.Em um dos endereços, os PMs também encontraram uma garrucha e um revólver calibre .32 municiado, além de 59 gramas de cocaína, televisores, aparelhos de som,

celulares e outros objetos sem procedência. Há suspeita de que uma das armas pode ter sido usada no homicídio ocorrido na madrugada de domingo (13) no Conjunto Habitacional Aparecidinho 3, que vitimou Alexsander Martins da Silva, o ‘Limãozinho. Os foragidos recapturados e os objetos apreendidos foram apresentados na 38ª Delegacia Regional de Polícia.


A-6 Atas & Editais PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARÁ SEGUNDO ADITIVO A ATA DE REGISTRO Nº 44/2017 ID 3652017 PREGÃO PRESENCIAL 63/2017 VALOR CONTRATANTE: MUNICÍPIO DE CAMBARÁ – CLAUDIA HELENA NEGRÃO BASTISTA CONTRATADO: RISEL COMBUSTIVEL LTDA. CLÁUSULA PRIMEIRA O presente Termo Aditivo tem por objeto o reequilíbrio econômico-financeiro dos preços registrados, com fundamento no artigo 65, da Lei n. 8.666/93 e Decreto n. 7892/13, por estarem presentes requisitos da teoria da imprevisão, em face de aumento de preços de combustíveis no mercado. PARÁGRAFO PRIMEIRO Considerando o reequilíbrio econômico-financeiro dos preços, a CONTRATANTE pagará à CONTRATADA, pelo serviço de fornecimento de OLEO DIESEL S10 os seguintes valores unitários por litro: R$ 3,47 com efeitos financeiros a partir do dia 11 de maio de 2018. CLÁUSULA SEGUNDA ALTERAÇÃO - DO COMPROMISSO Fica o fornecedor obrigado a manter todas as condições ofertadas em suas propostas técnicas durante a execução contratual, em consonância com o que dispõe o artigo 55, inciso XIII da lei 8.666/93. Os preços licitados permanecerão fixos e irreajustáveis, salvo os permitidos em lei. CLAUSULA SEGUNDA - DA INALTERABILIDADE Permanecem inalteradas as demais cláusulas, parágrafos, condições e obrigações da Ata inicial que não colidirem com o disposto neste Termo Aditivo. Cambará, PR, 15 de maio de 2018. PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARÁ CLAUDIA HELENA NEGRAO BATISTA Prefeita Municipal de Cambará em Exercício MUNCÍPIO DE CAMBARÁ – PR PREGÃO PRESENCIAL 42/2018 EXCLUSIVO PARA MEI/ME E EPP 1ª ALTERAÇÃO O MUNICÍPIO DE CAMBARÁ torna pública a alteração do processo licitatório na modalidade Pregão Presencial, objetivando o REGISTRO DE PREÇO DE MATERIAIS DE LAVANDERIA, HIGIENE E LIMPEZA HOSPITALAR. Fica alterado o tipo de julgamento do processo licitatório. Onde se lê: TIPO: Menor preço por Item Leia-se: TIPO: Menor preço por lote NOVA ABERTURA: 29/05/2018 AS 09:00h LOCAL: AV. BRASIL, 1.229, CENTRO, CAMBARÁ - PR. DISPONIBILIDADE DO EDITAL E ALTERAÇÕES: REQUISITADO, GRATUITAMENTE, PELO E-MAIL: municipiocambara@gmail.com e Portal de Licitações. Cambará, 14 de maio de 2018. CLAUDIA HELENA NEGRÃO BATISTA Prefeita Municipal em exercício MUNCÍPIO DE CAMBARÁ – PR PREGÃO PRESENCIAL 47/2018 OBJETO: AQUISIÇÃO DE UM PICADOR/TRITURADOR DE GALHO ABERTURA: 30/05/2018 AS 14h LOCAL: AV. BRASIL, 1.229, CENTRO, CAMBARÁ - PR. DISPONIBILIDADE DO EDITAL: REQUISITADO, GRATUITAMENTE, PELO E-MAIL: municipiocambara@gmail.com e Portal de Licitação. Cambará, 15 de maio de 2018. CLAUDIA HELENA NEGRÃO BATISTA Prefeita Municipal em exercício SÚMULA DE REQUERIMENTO DE LICENÇA AMBIENTAL SIMPLIFICADA Vaz e Nogueira Dedetizadora Ltda, inscrita no CNPJ nº 19. 859.029/0001-51 torna público que requer ao IAP (Instituto Ambiental do Paraná) a Licença Ambiental Simplificada para atividade de Imunização e controle de pragas urbanas, localizada na Avenida José Palma Rennó, nº 1330, bairro Residencial Tarumas no município de Santo Antônio da Platina, CEP: 86.430-000 SÚMULA DE RECEBIMENTO DE LICENÇA DE OPERAÇÃO BANDMIX - CONCRETO E ARGAMASSA LTDA ME , inscrita no CNPJ 81.434.557/0001-32, torna público que recebeu do IAP – Instituto Ambiental do Paraná, a Licença de Operação nº 139768, válida até 02/05/2022, para a atividade de para a atividade de preparação de massa de concreto e argamassa para construção, localizado na Rua Teodoro Bomfant, 50- Jardim União, no município de Bandeirantes/PR. SÚMULA DE RECEBIMENTO DE LICENÇA PRÉVIA Claudemir dos Santos, portador do CPF nº 481.826.729-53, torna público que recebeu do IAP a Licença Prévia, sob nº 140364 e validade até 30/04/2020, para atividade de Avicultura de Corte a ser implantada no Sítio São José, Bairro Bom Jesus, Município de Siqueira Campos – PR. SÚMULA DE REQUERIMENTO DE LICENÇA DE INSTALAÇÃO Claudemir dos Santos, portador do CPF nº 481.826.729-53, torna público que irá requerer ao IAP a Licença de Instalação, para atividade de Avicultura de Corte a ser implantada no Sítio São José, Bairro Bom Jesus, Município de Siqueira Campos – PR. CÂMARA MUNICIPAL DE CAMBARÁ TERMO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 12/2018 O Excelentíssimo Senhor Walcir Joaquim, Presidente da Câmara Municipal de Cambará, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais e de conformidade com o inciso II, do artigo 24, da Lei Federal nº. 8.666 de 21 de junho de 1993 e suas alterações, dispensa a licitação para a recarga de extintores de incêndio da Câmara Municipal de Cambará (Dotação Orçamentária 01.001-01.031.1001.2001 - 3.3.90.30 – Material de consumo. Subelemento: 04 – Gás e outros materiais engarrafados) da empresa TABORDA COMÉRCIO DE CHAVES E EXTINTORES – LTDA., inscrita no CNPJ nº 77.275.501/0001-05, com sede na Rua Marechal Floriano Peixoto, nº 200, Centro, na cidade de Jacarezinho/PR, CEP: 86400-000, no valor de R$ 150,00 (cento e cinquenta reais), tendo em vista que o valor da referida contratação não ultrapassará o teto limite de R$ 8.000,00 (oito mil reais). Gabinete da Presidência da Câmara Municipal de Cambará, Estado do Paraná, em 15 de maio de 2018. Walcir Joaquim Presidente

Serviços de Encomendas da Emp. Princesa do Norte

As encomendas transportadas em ônibus não aguardam lotação e seguem no primeiro horário, Inúmeras viagens cobrem diariamente mais de 150 cidades nos Estados de São Paulo, Paraná,Minas Gerais, Goiás, Sta Catarina e Distrito Federal .

Curitiba – PR :

Rua Jackson Figueiredo, 72 - Parolim (garagem) Fone: (41) 3332-1244 / 3332- 5526 /3030-1078

Londrina -PR :

R. Antônio Mano, 1065 Jd. Pacaembu ( garagem da Til ) Fone: (43) 3329-0630

São Paulo -SP :

Av. Comendador Martinelli, 276 – Água Branca ( garagem) Central: 3333-7900

Brasília -DF :

S.G.C.V. Sul lote 18 (garagem ) Fone: (61) 3362-9651

Uberlândia -MG :

Av. Estrela do Sul, 758 Martins ( garagem ) Fone: (34)3235-4585

Avaré -SP :

Av. Pará,791 Terminal Rodoviário Fone: (14) 3733-5090

EMPRESA PRINCESA DO NORTE S/A. Matriz: Rua 24 de Maio, 253-A - Vila Claro CEP: 86.430-000 - Santo Antônio da Platina - PR Fone: (43) 3534-8400 - Fax (43) 3534-1616 Informações: (43) 3534- 1826 site: www.princesadonorte.com.br

TRIBUNA DO VALE Quarta-feira, 16 de maio de 2018 SÚMULA DE REQUERIMENTO DE LICENÇA SIMPRIFICADA Eu, Francisco Noga, torna público que ira requerer ao IAP, a licença simplificada para a cria de frangos de corte A ser implantada no Sitio Rosa Azul, distrito do Alecrim, Município de Curiúva, Paraná. PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARÁ PORTARIA No 118/2018 A Excelentíssima Senhora Claudia Helena Negrão Batista, Prefeita Municipal em Exercício, usando de suas atribuições, que lhe são conferidas por lei, considerando a realização de Concurso Público Municipal em conformidade com o Edital 026/2016, considerando rigorosamente a ordem de classificação final. RESOLVE Art. 1º- Nomear, face habilitação em Concurso Público, para exercer o cargo de Técnico em Enfermagem, a candidata, VIVIANE RODRIGUES ALVES, portadora da C.I. RG nº 9.919.338-7 SSP/PR, com lotação na Secretaria Municipal de Saúde. Art. 2º- A presente portaria entra em vigor na data de sua publicação. Gabinete do Prefeito Municipal de Cambará, Estado do Paraná, em 15 de maio de 2018. CLAUDIA HELENA NEGRÃO BATISTA PREFEITA MUNICIPAL EM EXERCÍCIO SÚMULA DE RECEBIMENTO DE LICENÇA AMBIENTAL SIMPLIFICADA Marcos Elias Mendes Porfirio, portador do CPF nº 024.721.709-39, torna público que recebeu do IAP a Licença Ambiental Simplificada, sob nº 178 e validade até 28/06/2018, para atividade de Avicultura de Corte implantada no Sítio Porfirio, Bairro Serrinha, Município de Jaboti – PR. SÚMULA DE REQUERIMENTO DE RENOVAÇÃO DE LICENÇA AMBIENTAL SIMPLIFICADA Marcos Elias Mendes Porfirio, portador do CPF nº 024.721.709-39, torna público que irá requerer ao IAP a Renovação da Licença Ambiental Simplificada para atividade de Avicultura de Corte implantada no Sítio Porfirio, Bairro Serrinha, Município de Jaboti – PR. Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Cambará – PR, Portaria 03/2018 “Dispõe sobre a concessão de aposentadoria ao Sr. PEDRO SOARES DA SILVA” O Diretor-Presidente do CambaraPrev – Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Cambará – PR, no uso de suas atribuições legais: Resolve: Art. 1º - Conceder por motivo de aposentadoria Voluntária Por Idade e tempo de contribuição, com provento integral, com paridade, utilizando-se do último salário de contribuição, de acordo com RT – Transição – art 6º da EC 41/2003, O servidor PEDRO SOARES DA SILVA, portador do RG nº 10.268.723 SSp/SP, CPF nº 828.846.338-04, ocupante do cargo de MOTORISTA DE ONIBUS do quadro de pessoal deste Munícipio, com fundamento no art. 17, da Lei Municipal nº 1316/06, com proventos mensais de R$ 2.958,44 (dois mil novecentos e cinquenta e oito reais e quarenta e quatro centavos). Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. Registre-se, publique-se, cumpra-se Cambará/PR, 15 de maio de 2018 Juliano Ribeiro Michelato Diretor-presidente PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARÁ Decreto 2145/2017 “Dispõe sobre a concessão de aposentadoria ao Sr. PEDRO SOARES DA SILVA” A senhora Claudia Helena Negrão Batista, Prefeita Municipal em exercício, de Cambará, Estado do Paraná, usando de suas atribuições que lhe são conferidas por lei, Decreta Art. 1º - Fica desligado do serviço público, por motivo de aposentadoria Voluntária Por Idade e tempo de contribuição, com provento integral, com paridade, utilizando-se do último salário de contribuição, de acordo com RT – Transição – art 6º da EC 41/2003, O servidor PEDRO SOARES DA SILVA, portador do RG nº 10.268.723 SSp/SP, CPF nº 828.846.338-04, ocupante do cargo de MOTORISTA DE ONIBUS do quadro de pessoal deste Munícipio, com fundamento no art. 17, da Lei Municipal nº 1316/06, com proventos mensais de R$ 2.958,44 (dois mil novecentos e cinquenta e oito reais e quarenta e quatro centavos). Art. 2º - Os proventos devidos terão como base o que dispõe as Leis nº 1.316/06 e 1.362/07. Art. 3º - Este decreto entra em vigor na data de sua publicação. Gabinete da Prefeita Municipal em exercício de Cambará, Estado do Paraná, em 15 de maio de 2018. CLAUDIA HELENA NEGRAO BATISTA Prefeita Municipal de Cambará em exercício Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Cambará – PR Portaria 02/2018 “Dispõe sobre a concessão de aposentadoria ao Sr. ANTONIO AUGUSTO LEONEL” O Diretor-Presidente do CambaraPrev – Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Cambará – PR, no uso de suas atribuições legais: Resolve: Art. 1º - Conceder aposentadoria por Invalidez, com proventos integrais, com paridade, utilizando-se do último salário de contribuição da Ativa, de acordo com o art. 1º da E.C. 70/2012, ao servidor ANTONIO AUGUSTO LEONEL, portador do RG nº 1.578.561-6, CPF nº 206.880.249-04, ocupante do cargo de Motorista de Ônibus do quadro de pessoal deste Munícipio, com fundamento no art. 17, da Lei Municipal nº 1316/06, com proventos mensais de R$ 2.797,87 (dois mil e sessenta e noventa e sete reais e oitenta e sete centavo). Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. Registre-se, publique-se, cumpra-se Cambará/PR, 14 de maio de 2018 Juliano Ribeiro Michelato Diretor-presidente PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARÁ Decreto 2144/2017 “Dispõe sobre a concessão de aposentadoria ao Sr. ANTONIO AUGUSTO LEONEL” A senhora Claudia Helena Negrão Batista, Prefeita Municipal em exercício, de Cambará, Estado do Paraná, usando de suas atribuições que lhe são conferidas por lei, Decreta Art. 1º - Fica desligado do serviço público, por motivo de aposentadoria Por Invalidez, com proventos integrais, com paridade, utilizando-se do último salário de contribuição da Ativa, de acordo com o art. 1º da E.C. 70/2012, o servidor ANTONIO AUGUSTO LEONEL, portador do RG nº 1.578.561-6, CPF nº 206.880.249-04, ocupante do cargo de Motorista de Ônibus do quadro de pessoal deste Munícipio, com fundamento no art. 17, da Lei Municipal nº 1316/06, com proventos mensais de R$ 2.797,87 (dois mil e sessenta e noventa e sete reais e oitenta e sete centavo). Art. 2º - Os proventos devidos terão como base o que dispõe as Leis nº 1.316/06 e 1.362/07. Art. 3º - Este decreto entra em vigor na data de sua publicação. Gabinete da Prefeita Municipal em exercício de Cambará, Estado do Paraná, em 14 de maio de 2018. CLAUDIA HELENA NEGRAO BATISTA Prefeita Municipal de Cambará em exercício

SINDICATO RURAL DE RIBEIRÃO CLARO ÓRGÃO SINDICAL PATRONAL - 1º GRAU C.N.P.J. N.º 75 448 712/0001-77 - FONE/FAX (43) 3536-1295 – e-mail: srural@uol.com.br PRAÇA PADRE MAX KLEY, 291 - CEP 86410-000 - RIBEIRÃO CLARO – PR

EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA Pelo presente edital ficam convocados todos os associados deste Sindicato, quites e em pleno gozo dos seus direitos estatutários, para reunirem-se em Assembléia Geral Extraordinária, a realizar-se no dia 25 de maio de 2018, às 19:00 horas, na sede do Sindicato na Praça Padre Max Kley nº 291, nesta cidade, cuja pauta do dia será o seguinte: a) Leitura, discussão e votação da Ata da Assembléia anterior; b) Votação para eleição do Grupo de Negociação encarregado da Convenção Coletiva de Trabalho, vigência 2018/2019; c) Autorização para o presidente assinar a Convenção Coletiva de Trabalho; d) Apreciação e deliberação da constituição e normas de funcionamento da Comissão de Conciliação Prévia a ser criada com o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Ribeirão Claro, nas formas da Lei nº 9.958, de 12 de janeiro de 2000; e) Assuntos Gerais. Não havendo número legal de associados presentes para a realização da Assembléia em primeira convocação, fica determinada a Segunda para as 20:00 horas, no mesmo dia e local. Ribeirão Claro-PR, 15 de maio de 2018.

QUALIDADE, SEGURANÇA E EFICIÊNCIA COM SUAS ENCOMENDAS

Marcos Minghini Coelho Loureiro Presidente


TRIBUNA DO VALE

Quarta-feira, 16 de maio de 2018

Autônomos fecham rodovias contra aumento do diesel

PROTESTO  Associação quer que governo retire os impostos do combustível e ameaça greve; em Londrina, trecho urbano da BR 369 foi bloqueado Revista Carga Pesada

Geral A-7 COLUNA AB PARANÁ Supervisão de Ayrton Baptista

PROTEÇÃO DA LAVOURA

O Instituto Agronômico do Paraná oferece um serviço de alerta entre maio e setembro para auxiliar os produtores do Estado a decidir sobre a aplicação de técnicas de proteção das lavouras cafeeiras. Quando houver o alerta de geada, as mudas com até seis meses devem ser enterradas. E as que tiverem até 24 meses devem ser cobertas de terra até a altura dos primeiros ramos. OVELHA E CARNEIRO O setor de ovinocultura tem ganhado mercado no Paraná. Por ano, a criação das ovelhas e carneiros tem crescido 20% em todo o Estado. Com o mercado em alta, o fortalecimento do negócio tem sido a reprodução através de inseminação artificial. O melhoramento genético dos cerca de 800 mil animais criados no estado tem garantido mais qualidade à carne e conquistado o consumidor. MELHORIAS NO PARANÁ Construção de escola para a educação infantil, melhorias de parques e praças, aquisição de equipamentos, obras de pavimentação e recape asfáltico são algumas das ações que serão implantadas por 34 municípios paranaenses, de diversas regiões do Estado, com apoio do governo do Estado. O investimento soma aproximadamente R$ 17,1 milhões.

Em Londrina, um grupo fechou a BR 369, no trecho urbano Nelson Bortolin

Pelo menos cinco protestos de caminhoneiros autônomos contra a alta do preço do diesel foram realizados no País na segunda-feira (14). Em Minas Gerais, houve bloqueios na BR 040, perto d e C ons el he i ro L af ai e te e na 381, em João Monl e v a d e . E m S ã o Pau l o, a manifestação foi na R aposo Tavares, no município de Angatuba. Em Londrina, no Paraná, um grupo fechou a BR 369, no trecho urbano. E também

houve protesto no Porto de Salvador. Desde que a nova política de preços da Petrob r a s f o i i mp l a nt a d a e m julho do ano passado, o diesel comum subiu 19% na média nacional, segundo a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natu r a l e B i o c ombu s t í veis). O aumento do S10 foi de 17%. No início da noite dest a s e g u n d a - fe i r a , qu an do a reportagem chegou ao lo cal do protesto em L ondr ina, os b omb eiros apagavam o fogo colocado

em pneus por manifestantes para liberar a pista de BR 369. Embora tenha o cor r ido diante da s e de d o S i n d i c a m ( S i n d i c at o dos C amin honeiros Autônomos) de Londrina, o pre s i d e nt e d a e nt i d a d e , Carlos Roberto Dellarosa, nega que tenha responsabilidade pela manifestação. “Não concordo com esse tipo de manifestação com pneu queimado”, disse. Dellarosa tem ido a Brasília participar de discussões com deputados a respeito da situação do caminhoneiro autô-

nomo, que estaria sendo remunerado com valores abaixo do custo de sua atividade. Para ele, se o governo fiscalizasse a e m i s s ã o d o s c on h e c i mentos eletrônicos de frete seria mais difícil o c o r r e r t a l e x p l o r a ç ã o. “Num frete de Londrina a Cu i a b á v o c ê g a s t a R $ 3 mil de óleo diesel. Mas te m t r ansp or t a d or a qu e coloca R$ 1 mil para pagar menos imposto”, conta. Segundo ele, o Estado de Mato Grosso é o único que fiscaliza a emissão do documento.

GERENCIAMENTO

Grupo vai discutir destinação de resíduos que geram odor

VAGA PARA PROFESSOR A prefeitura municipal de Apucarana no norte do Estado abriu um processo seletivo para a contratação temporária de dez professores que atuarão nas escolas da rede municipal. As inscrições podem ser feitas no site www.apucarana.pr.gov.br até 23 de maio. Os candidatos devem possuir magistério em nível médio, curso normal superior ou licenciatura em pedagogia plena. AGROINDÚSTRIA A Secretaria da Educação tem uma oferta variada de cursos profissionalizantes ligados ao agronegócio. Um deles é o Curso Técnico em Agroindústria, disponível em Castro, no Campos Gerais. O curso é gratuito, tem duração de um ano e meio e está disponível para qualquer pessoa com ensino médio completo. Novas turmas são formadas a cada seis meses, com um mínimo de 35 alunos matriculados. EM LONDRINA Um chá beneficente realizado pela Associação de Voluntários do Hospital Universitário será promovido no dia 24 de maio, no salão da paróquia Sagrados Corações em Londrina. O objetivo é arrecadar recursos para a construção da nova Casa de Apoio do HU. Os convites podem ser adquiridos na divisão de serviço social do HU. OPORTUNIDADE Os concursos públicos e processos seletivos com inscrições abertas no Paraná oferecem 460 vagas. As oportunidades para contratação imediata e formação de cadastro de reserva são para cargos em prefeituras, câmaras municipais, consórcios de saúde e universidades. EXAME PROFICIÊNCIA O Centro de Ensino de Línguas da Universidade Estadual do Oeste do Paraná em Toledo oferece exame de proficiência em inglês, francês e espanhol. O exame será realizado no dia 24 de maio, com inscrições até 21 de maio. Para se inscrever basta comparecer no setor de protocolo ou enviar um e-mail para toledo.celto@unioeste.br. NEGÓCIOS A criação de cavalos tem atraído cada vez mais empresários no Paraná, já que os resultados nos negócios tem chamado a atenção. Somente na ExpoLondrina, quase 1 mil cavalos foram expostos, com volume de negócios de R$ 2 milhões.

Grupo de trabalho do IAP quer alternativas para o gerenciamento de resíduos orgânicos AEN

O Instituto Ambiental do Paraná (IAP) criou nessa terça-feira (15), através da portaria nº 086/2018, um grupo de trabalho para encontrar alternativas e melhorar os critérios para o gerenciamento de resíduos gerados por empreendimentos de tratamento, reciclagem e destinação final de resíduos

orgânicos de frigoríficos e abatedouros. Tais atividades podem gerar odor e ser um dos motivos pelos quais vêm sendo registradas diversas reclamações de mau cheiro nas regionais de O Grupo de Trabalho composto por oito servidores da instituição, incluindo seu diretor-presidente, Paulino Mexia, deverá tratar do ma-

nuseio desses resíduos nos geradores, transporte, tratamento e destinação final, principalmente, por empreendimentos frigoríficos e abatedouros. “Essas atividades podem e, muito provavelmente, estão sendo realizadas de maneira correta e seguindo as normas existentes. Porém, podem estar gerando odores devido às condições climáti-

cas de inversão técnica e falta de atualização de normas. É o que devemos checar nesse trabalho”, explica a diretora de Monitoramento Ambiental e Controle da Poluição e coordenadora do grupo, Ivonete Chaves. O prazo estabelecido para o término das atividades é de 60 dias, contanto a partir da data de publicação da presente portaria.

BENEFÍCIOS ABACAXI A fruta abacaxi tem ação diurética, ou seja, ajuda a eliminar a água do corpo evitando a retenção de líquido. Por este motivo ela é recomendada para dietas de emagrecimento e para os casos de gota e acido úrico. A fruta possui vitamina C, antioxidante que protege o organismo contra o envelhecimento das células e melhora o sistema imunológico. DIVÓRCIO CRESCE O Paraná é o Estado com mais divórcios no país, atrás apenas de São Paulo e Minas Gerais. Segundo a Associação dos Notários e Registradores do Estado do Paraná só neste ano, já foram registrados 2.079 divórcios pelos tabelionatos de notas.


A-8 Cidades

TRIBUNA DO VALE Quarta-feira, 16 de maio de 2018

Motoristas transformam rua em pista de corrida

Antônio de Picolli

TRAGÉDIA ANUNCIADA » Rua Dário Fonseca Martins se tornou uma pista de corrida para motoristas imprudentes; em toda a sua extensão, quase não existem calçadas e pedestres disputam espaço com veículos Gladys Santoro

Pavimentada há quase dois anos, a rua Dário Fonseca Martins, que cruza os bairros Murakami e Popular Velha (paralela a rua deputado Benedito Lúcio ), em Santo Antônio da Platina, se transformou em pista de corrida para motoristas imprudentes. A via, em toda a sua extensão, praticamente não tem calçadas e os moradores são obrigados a disputar espaço com carros, caminhões, motos, ônibus, ambulâncias, e bicicletas. Crianças e idosos correm riscos a todo o momento. Animais – gatos e cachorros – são atropelados com frequência. A redação da Tribuna do Vale tem recebido reclamações constantes dos mora-

dores, porém, mais do que se queixar, eles podem socorro. “Aqui vai acontecer uma tragédia a qualquer momento. De manhã e no final da tarde são horários mais perigosos. Os motoristas passam voando. Esses dias, uma caminhonete se perdeu e quase entrou no muro da minha casa. Se tivesse uma criança na calçada teria morrido”, lamentou um dos muitos moradores preocupados. Além da falta de calçadas, a rua é estreita e mão dupla. A sinalização horizontal consiste apenas nas faixas para pedestres. A vertical indica que a velocidade máxima de 40 km/h. Para complicar a vida dos moradores, a via dá acesso direto à rodovia, o que eleva além do normal, o movimento de veículos,

inclusive de ambulâncias do Samu e do resgate do Corpo de Bombeiros. “Sabemos que a rua, depois de asfaltada, virou uma alternativa para desafogar o trânsito da Benedito Lúcio Machado, mas não para se transformar em uma pista de corrida. Temos mães levando e buscando crianças à escola, que precisam disputar enfrentar os veículos pela falta de calçadas e ainda correm riscos pelo excesso de velocidade que os motoristas passam por aqui. Nos finais de semana, o movimento ainda é pior”, reclamou outro morador. O problema se tornou tão grande, que os moradores não sabem apontar qual medida seria necessária para obrigar os veículos a reduzir

2017

CTG Brasil divulga relatório de sustentabilidade

a velocidade na via. Alguns acreditam que lombadas ajudariam, outros pensam em semáforos, radares, e maior fiscalização pela Polícia Militar. “Não estamos nem reclamando. Estamos pedindo que alguém – prefeitura, polícia ou outro órgão competente, até a Câmara Municipal de Vereadores, nos proteja, com uma providência efetiva”, comentou uma senhora. A reportagem da Tribuna do Vale ligou várias vezes para o celular do secretário municipal de Obras, Everton José Panegada, para saber se a prefeitura tem algum projeto de construção de lombadas ou outra medida de segurança para os pedestres da rua Dário Fonseca Martins, mas ele não atendeu as ligações.

Além do excesso de velocidade, rua não tem calçadas

RIBEIRÃO CLARO

Henrique Manreza

Programação dos 110 anos empolgou o público

CTG Brasil administra as hidrelétricas Chavantes e Jurumirim na região Da Assessoria

A CTG Brasil divulgou seu relatório de sustentabilidade referente ao ano de 2017, mostrando o compromisso de prover energia limpa para as pessoas por meio de projetos em harmonia com o planeta. De acordo com o documento, disponível em www.ctgbr.com. br/relatorioanual2017, para se aproximar cada vez mais desse ideal “a empresa tem centralizado seus esforços em aprimorar suas práticas de gestão e preparar-se para novos ciclos de crescimento, baseando-se em práticas sustentáveis e na geração de valor em longo prazo”. A diretora de Marca, Comunicação e Sustentabilidade, Salete da Hora, diz que a publicação proporciona à CTG Brasil a oportunidade de expor suas ações e sua visão à sociedade. “Dessa forma, é um instrumento importante para que as comunidades vizinhas de nossos empreendimentos conheçam melhor a empresa com a qual se relacionam”, ressalta. De acordo com Salete, em 2017 o tema sustentabilidade foi definido como um dos direcionadores para a criação de valor da

CTG Brasil. Ao longo do ano, a empresa investiu R$ 436,3 milhões, dos quais R$ 400,1 milhões (91,7%) ut i l i z a d o s e m mo d e r n i zação e atualização de equipamentos, de forma a manter a disponibilidade e confiabilidade das unidades geradoras. Os projetos de Pesquisa e Desenvolvimento receb eram invest imentos de R$ 6,4 milhões, sendo que o maior volume, 34% foi d e st i na d o a proj e to s d e natureza ambiental. Os investimentos foram feitos pelas quatro geradoras de energia da CTG Brasil – Rio Paranapanema (hidrelétricas Jurumirim, Chavantes, Salto Grande, Canoas I e II, Capivara, Taquaruçu e Rosana), Rio Paraná (UHE Ilha Solteira e Jupiá), Rio Verde (UHE Salto) e Rio Canoas (UHE Garibaldi). Entre os principais projetos da CTG Brasil de Pe s q u i s a e D e s e nv o l v i mento estão o do Veículo Aéreo Não Tripulado – um drone para monitoramento remoto de res er vatórios de hidrelétricas premiado c o m o Me l h o r Tr a b a l h o em Pesquisa e Desenvolvimento, no Congresso de Inovação Tecnológica em Energia Elétrica (Citenel), em 2017 – e o de Reve-

getação, que busca novas tecnologias para conhecer e avaliar o que ocorre nas faixas de revegetação em corredores ecológicos, como a presença e a diversidade de fauna e sua funcionalidade em promover o trânsito das espécies. “O s p ro j e t o s d e Pe s quisa e Desenvolvimento prom ove m a c u ltu r a d a inovação e estimulam a geração de conhecimento no setor elétrico para resolver ou minimizar os problemas, pelo uso da pesquisa. Na prática, sua aplicação contribui para aprimorar o setor elétrico no Brasil, o que é bom para toda a sociedade”, diz Salete. CTG Brasil Criada em 2013, a CTG Brasil é uma subsidiária 100% controlada pela China Three Gorges Corporation. Com investimentos em 17 usinas hidrelétricas e 11 parques eólicos, o portfólio da CTG Brasil hoje tem uma capacidade total instalada de 8,27 GW. Segunda maior geradora privada de energia do país, a CTG Brasil conta com a dedicação de seus talentos locais e está comprometida em contribuir com matriz energética br as i l e i r a , p aut a d a p el a responsabilidade social e respeito ao meio ambiente.

Participação de artistas locais e da região no Renasceartes foi expressiva Da Assessoria

Os eventos promovidos pela prefeitura de Ribeirão Claro para comemorar os 110 anos de emancipação política do município foram sucesso de público. A programação foi coordenada pela Secretaria de Educação e Cultura e Departamento de Cultura. O primeiro dia do Show de Talentos abriu as festividades no palco montado na praça Rui Barbosa, na sexta-feira (11), a partir das 19h30. O evento teve a participação dos alunos do projeto cultural de bateria e violão, Banda Municipal, Coral Municipal e da dupla sertaneja De Lima e Paraná, além de apresentações de artistas locais e da região. O evento continuou na noite de sábado (12), a partir das 20h. No domingo (13), foi realizada uma missa es pecial na Igreja Matriz a partir das 10h, fechando a programação. O diretor do Departamento de Cultura, Den-

ner Andrade, destacou as participações especiais no Show de Talentos. “Tivemos a participação de várias escolas que apresentaram com danças e músicas, além de crianças atendidas pelo Lar da Criança Jesus Amigo e por iniciativas da Secretaria de Assistência Social”, lembrou. “Foram duas noites de muita alegria e emoção”, avaliou. ‘Renasceartes’ O Renasceartes - mostra de várias artes e estilos - reuniu artistas ribeirão-clarenses e da região na praça Rui Barbosa, no domingo (13), a partir das 10h. O evento foi criado p el a profe ss or a D an i el a Ramim Pelizares da Escola Municipal do Campo João Teodoro da Silva, localizado no bairro rural Três Corações. A iniciativa faz parte de um projeto artístico-c ultural trabalhado com os alunos da Educação Infantil que concorrerá ao Agrinho 2018. Os objetivos foram promover a arte no município e proporcionar um inter-

c âmbi o e nt re as e s c ol as municipais, que também e x pu s e r am o s t r ab a l ho s feitos pelos alunos. A professora falou sobre a expressiva participação dos artistas locais e da reg ião no e vento. “D est a q u e p a r a o g r a f it e d e Lucas Silva, que grafitou o ícone Luíz Carlos Paraná, Claudinei Azevedo, José Au g usto Monte i ro, Lu ís Miguel Rojas, José Renato Rocha, Lucas Gosmati, Vanderlei Pioli, Paola Pedrette, Juliana Chiarotti, Lu a n Pe d re t t e , Gu s t av o Ramim, Marcos Almeida, Lucas Ribeiro, Carlos Kalado, Fernando Fogaça e da equipe da Secretaria de Cultura de Joaquim Távora”, disse. “Muito obr igad a ao prefeito Mário Pereira, à secretária de Educação e Cultura, Ana Maria Molini, a ser vidora Regimara Ru v i n a e a o d i r e t o r d e Cultura, Denner Andrade, bem como a todos os artistas que abrilhantaram o evento com sua presença”, concluiu.

3597  

TRIBUNA DO VALE

3597  

TRIBUNA DO VALE

Advertisement