Page 1

02 A 08 DE DEZEMBRO DE 2018

Rafael Amaral O peixinho mais lindo. PÁGINA 02

Pedro Gabriel e a mamãe Gabriela Peixoto Lucas e a mamãe Juliana Beshara mais a Maria Fernanda e a mamãe Fernanda Guimarães PÁGINA 02

Grudadinho com Tia Gê, a linda Valentina Cardoso PÁGINA 06


02

Aniversariantes

Já é Natal!

Maria Antônia Moralles

Os irmãos Sophia e Heitor Brito

As gêmeas Lara e Sofia Rangel com os pais Rosana e Frederico

Dona Cegonha

Grudadinhas no papai

Chegou Letícia para os papais Ana Paula Rangel e Bruno Viana

Maria Eduarda e Isabela Siqueira Cezario e o papai Thiago

Princesas

Vem Verão

Grudadinhos na mamãe

A DOCE Valentina Manhães

Heitor Passos Ferreira e o dindo Fábio Abud

Rafael Amaral

Alice Silva Baars Baptista

Livinha Correa

Pedro Tinoco

A A FOFA Catarina Duarte PRINCESA moderna Jade Waked Tanus “foca nos pés”

Maria Valentina Jassus

Carlinhos e a mamãe Liliany Carvalho

Isabela Gomes e a mamãe Erika

Alice Machado Nogueira e a mamãe Geise

Thomaz e a mamãe Priscyla Bezerra


@ Como estimular a criança no esporte@

Q

uem tem criança dentro de casa sabe o quão desafiador é estimulá-las a praticar alguma atividade física ou levá-las para um passeio. Boa parte prefere o computador e o videogame. Como falamos na semana passada, o sedentarismo e a obesidade infantil já atingem cerca de 15% dos brasileirinhos entre cinco e nove anos, segundo dados o IBGE. A recomendação de praticar exercícios físicos e mudar os hábitos alimentares da criançada são medidas fundamentais para combater esse mal. Geralmente, entre oito e nove anos é a fase mais complexa do desenvolvimento infantil. Por isso, as atividades físicas são muito bem-vindas, pois beneficiam a coordenação motora, tonificam a musculatura, viabilizam o controle do nível de açúcar do sangue, da pressão arterial, e o batimento cardíaco. Nesta fase o mais importante é gastar energia. Quanto às atividades mais importantes, levemos em conta que o esporte deve ser motivador, divertido e construir habilidades. Os pais devem oferecer condições para que os pequenos possam descobrir quais são suas atividades favoritas, como por exemplo: jogar bola, andar de bicicleta, correr ou participar de alguma modalidade esportiva em grupo. ATENÇÃO: antes de iniciar qualquer atividade física, as crianças devem passar por uma avaliação médica, porque na infância, fazer exercícios sem orientação pode desencadear distúrbios nos tendões, ossos ou músculos, influenciando diretamente no crescimento e no desenvolvimento das crianças dos pequenos. A musculação e/ou atividades com peso, por exemplo, só é recomendada após 14 anos, pois pode alterar diretamente na cartilagem de crescimento. Antes desta idade as atividades aeróbicas são as indicadas. #dicadopediatra

PÁGINA

03

02 A 08 DE DEZEMBRO DE 2018

@ Mudança de turma na mesma escola @

M

esmo quando as crianças permanecem na mesma escola, o fato de ter uma nova professora e novos colegas pode gerar ansiedade e insegurança. A primeira coisa a fazer é conversar com os pequenos, deixar claro o que vai acontecer: o tempo de férias, e o retorno, no ano seguinte. De nada adianta adiar o assunto, mas sim ser honesto com as crianças sobre os colegas que ela vai encontrar. Normalmente, as turmas não são completamente desfeitas, mas é recomendado trocar alguns alunos de sala e acolher novas crianças, justamente para que todas aprendam a acolher novos relacionamentos e fortifiquem seu processo de socialização. Portanto, não apenas tranquilize os pequenos dizendo que seus antigos amigos continuarão lá, e que eles conhecerão outras pessoas e farão novos amigos. Mostre a mudança como algo positivo, não assustador.

@ Significado da cor da roupa @ Do dia do nascimento e na saída da maternidade

@Aplicativo para Alfabetização V de Crianças com Autismo@

E

stima-se que 3 milhões de brasileiros são autistas. Isso representa 1 em cada 68 crianças que além de conviverem com a doença, tem que lidar com o preconceito, o maior entrave no seu desenvolvimento. O jeito como pensam, assimilam e compreendem o mundo a sua volta é peculiar de tal forma que muitas vezes nem mesmo os familiares e educadores estão preparados para lidar. Já pararam para imaginar as dificuldades que enfrenta um adulto autista, em um mundo que não está preparado para lidar com suas diferenças. Agora imagine um adulto autista e que ainda por cima não sabe ler e escrever. A pesquisadora mineira, Ana Sarrizo, desenvolveu um jogo interativo que estimula a compreensão e desenvolvimento da linguagem, um dos maiores desafios para os que convivem com autistas. Trata-se de aplicativo, disponível para android e iOS, o Brainy Mouse (Rato Inteligente ou Rato Atrevido), em formato de jogo, que de forma lúdica, auxilia os portadores de TEA no processo de aprendizagem. O game trabalha a leitura da esquerda para direita, formação de palavras usando sílabas, interação com cores, sons e outros “dispositivos cognitivos”, que ajudam o usuário a trabalhar seu desenvolvimento de forma lúdica. De maneira bem interativa, a criança pode customizar seu ratinho, além de ser desafiada a conseguir “cheesecoin”, uma espécie de moeda virtual. Uma das principais apostas do game é o dispositivo chamado “Rato Amigo”, que tem como objetivo trabalhar, de forma inconsciente, a atitude de pedir ajuda ao próximo, e assim estimular essa ação no dia a dia. Dá uma olhada na interface do jogo é encantador. Menos preconceito e mais amor, por favor!!! #ficaadica

ocê já notou que os filhos dos famosos saem da maternidade sempre com uma peça de roupa, sapatinho ou manta na cor vermelha? É porque há uma tradição aqui no Brasil de que o bebê deve usar roupa amarela no dia do nascimento e vermelha na saída da maternidade. E a razão é simples, o significado da cor. Porém existem muitas outras cores com significados bacanas e que podem fazer parte do guarda-roupa do bebê. Olha o significado das cores:

Amarelo: Vida, riqueza e prosperidade; Vermelho: Proteção e boas energias (inclusive protegendo de mau-olhado e inveja). Azul: paz e tranquilidade; Rosa: amor e felicidade Verde: saúde e serenidade; Branco: pureza e leveza; Lilás: delicadeza.


PÁGINA

05

02 A 08 DE DEZEMBRO DE 2018


06

Muito linda, Valentina Cardoso

A fashion Sophia Dias, pronta para o verão A fofura Antônia Arêas

Bem blogueirinha Lis Brum

A sapeca Clara Hadam Pinto

A nossa bailarina Mariana Villela

A top Mariah Gregório Mussa

A bonequinha Angelina Cobucci


PÁGINA

07

02 A 08 DE DEZEMBRO DE 2018

amei

O Batman Lorenzo aproveitando a sua festa do primeiro aninho

Nosso super herói Lorenzo com os papais Juliana Viana e Rafael Abreu

Super estilosos Fred Souza e Nano Gomes usando peças da loja colaborativa Parceirinhos Kids!!!

Davi Enzo comemorando seu 1º aninho com a mamãe Luana

Tia Gê com a linda famosinha Gabrielly Paes

Somos todos

Tarde de autógrafo com o escritor Rafael recebendo o carinho da mãe Dene Colares

Manu!

Nossa querida Manu foi diagnosticada com leucemia. Precisamos da sua ajuda para ajudar nos custos da estadia da família no Rio de Janeiro. Os seus pais estão envolvidos integralmente com a recuperação da Manu e precisam das nossas orações e apoio. #somostodosmanu

As modelos irmãs Flávia e Bia vestindo esse lindo look da Bellaninakids

Davi Cruz em momento de fé com Deus em sua Primeira Comunhão

Manu adora dançar balé, como toda menina gosta muito de se divertir e brincar com suas amigas. É temente a Deus. Muito curiosa, organizada e destemida, gosta de saber o porquê de tudo. Um amor de criança!

Faça a sua doação Banco Bradesco (237) Agência: 3953 Conta Corrente: 0001259-9 Simone Crespo Morais Ribeiro - Mãe da Manu CPF:. 055.501.097-00

ou pelo site www.vakinha.com.br/ vaquinha/somos-todos-manu

Comemorando o mesversário de 8 meses da princesa Nina e recebendo o carinho do irmão Théo Damas

Júlia Rangel modelando para a coluna no evento Fashion Garden


A difícil arte de tirar as crianças da cama dos pais PÁGINA

08

02 A 08 DE DEZEMBRO DE 2018

Q

uando um bebê nasce é natural ter dúvidas sobre como cuidar, alimentar e educar. E entre os questionamentos está o de deixar a criança dormir em seu próprio quarto. Alguns pais optam pela comodidade de ter o bebê mais próximo e acabam deixando - o dormir na mesma cama. O problema é que, depois de um certo tempo, fazer a mudança para o outro quarto pode ser uma tarefa difícil. A psicopedagoga Bianca Acâmpora aconselha a preparar um local bem atrativo para a criança para que ela possa ter vontade de dormir no novo espaço. É necessário que os pais permaneçam do lado do filho até que ele adormeça. Outra dica importante é levar a criança de volta para o quarto sempre que ela levantar no meio da noite e voltar para a cama dos pais. “No início, é bem cansativo. Mas é importante não desistir. Esse processo leva em torno de um mês até que o pequeno consiga se adaptar a essa nova realidade e se sinta segura. É necessário muita paciência e perseverança”, diz Bianca. Para a psicóloga Nílvia Coutinho manter os pequenos dormindo no mesmo quarto dos pais pode trazer sérios danos à sua formação psicológica. Segundo Nílvia, o “dormir juntos” prejudica a independência da criança sua autonomia e capacidade de resolver problemas simples. Ela pode se tornar insegura, com mais dificuldades de fazer as tarefas mais simples porque essa questão não foi trabalhada. “Não tem autonomia porque nunca levantou para ir sozinha ao banheiro, tomar água. E essa postura começa com os pais. A criança vai testá-los. Vai criar resistência para sair do quarto mas isso não deve ser respeitada pelos responsáveis. Temos que aprender desde sempre a lidar com frustrações. Se for protegida a vida inteira, não sair da redoma, não vai saber como agir quando estiver lá fora. A veterinária Raquel Marques tem um filho de 4 anos e ele nunca dormiu sozinho. Quando ele nasceu, a família morava junto com os sogros e não havia quarto disponível na casa. No ano passado ela se separou e, diante disso, não viu motivos para colocar o Miguel em outro quarto. “Não acredito que isso vá causar problemas a ele posteriormente. Talvez um pouco de dependência mas nada tão prejudicial assim. Não vejo sentido eu dormir sozinha e ele em outro local. Já fico o dia inteiro longe dele e quando chego quero me manter próxima. Ainda não pensei sobre o que fazer ou quando vou colocá-lo para dormir em um quarto só dele”, finaliza Raquel.

Hora da diversão Labirinto Ajude o jogador a marcar o gol. Divirta-se e pinte!

Cinema Tudo Por Um Pop Star A banda pop masculina Slavabody, febre entre as mocinhas de todo o Brasil, anuncia que irá tocar no Rio de Janeiro. Fãs de carteirinha do grupo, a jovem Gabi (Maísa Silva) e junto com suas duas melhores amigas, farão de tudo para convencer seus pais a deixarem elas saírem de uma cidade no interior para assistir a apresentação do grupo Classificação: Livre Gênero(s): Comédia | Romance Duração: 115 minutos

Via Kids ed22  
Via Kids ed22  
Advertisement