Page 1

TEATRO 08jan

Clube de Leitura Teatral

POESIA 10jan

declAMAR Poesia

CINEMA FAM. 12jan

Beast

MÚSICA 17jan

HUMOR 18jan MÚSICA 19jan

CINEMA 21jan

CINEMA 21jan PERFORM. 22jan CINEMA 24–25jan

BEASTKids The House That Jack Built

CINEMA 14jan

CINEMA 16jan

Scott Matthews MÚSICA 31jan

CINEMA FAM. 02fev CINEMA 04fev

Mektoub, My Love: Canto Uno

TEATRO 05fev

Clube de Leitura Teatral

TEATRO 08fev

The End

CINEMA 11fev

Segredos e Mentiras

CINEMA 11fev

Selvagens

Concerto de Ano Novo – Banda Sinfónica do Exército Birds Are Indie + Spicy Noodles

O Amante Duplo MB#6 (2018) CineEco

Cati Freitas MÚSICA 16fev

Bruno Nogueira

Bergman – Um Ano, Uma Vida

KINO

CINEMA 18fev

Recordações da Casa Amarela

CINEMA 18fev

Vai e Vem

CINEMA 20fev

Sessões do Carvão – O Cinema Falado

HUMOR 21fev

Salvador Martinha

Dar a Volta ao Sol

CINEMA 25fev

Phoenix

CINEMA 28jan

Terra Franca

CINEMA 25fev

Transit

CINEMA 28jan

Dovlatov

EXPOSIÇÃO 25–28jan

KINO DRAMATURG. 28fev

CINEMA 26–27fev

O Meu País é o Que o Mar Não Quer


TEATRO 08jan

Clube de Leitura Teatral

POESIA 10jan

declAMAR Poesia

CINEMA FAM. 12jan

Beast

MÚSICA 17jan

HUMOR 18jan MÚSICA 19jan

CINEMA 21jan

CINEMA 21jan PERFORM. 22jan CINEMA 24–25jan

BEASTKids The House That Jack Built

CINEMA 14jan

CINEMA 16jan

Scott Matthews MÚSICA 31jan

CINEMA FAM. 02fev CINEMA 04fev

Mektoub, My Love: Canto Uno

TEATRO 05fev

Clube de Leitura Teatral

TEATRO 08fev

The End

CINEMA 11fev

Segredos e Mentiras

CINEMA 11fev

Selvagens

Concerto de Ano Novo – Banda Sinfónica do Exército Birds Are Indie + Spicy Noodles

O Amante Duplo MB#6 (2018) CineEco

Cati Freitas MÚSICA 16fev

Bruno Nogueira

Bergman – Um Ano, Uma Vida

KINO

CINEMA 18fev

Recordações da Casa Amarela

CINEMA 18fev

Vai e Vem

CINEMA 20fev

Sessões do Carvão – O Cinema Falado

HUMOR 21fev

Salvador Martinha

Dar a Volta ao Sol

CINEMA 25fev

Phoenix

CINEMA 28jan

Terra Franca

CINEMA 25fev

Transit

CINEMA 28jan

Dovlatov

EXPOSIÇÃO 25–28jan

KINO DRAMATURG. 28fev

CINEMA 26–27fev

O Meu País é o Que o Mar Não Quer


O ano de 2019 abre em modo de leitura pública, ampliando a experiência partilhada do Clube de Leitura Teatral a outras formas e géneros.

jan

Ler, sublinhar, dizer, sussurrar ou declamar são práticas que um teatro só pode acarinhar neste tempo de mediatização globalizada, em busca de uma voz situada, um corpo presente, um argumento defendido para além da concordância do mesmo.

Ricardo Neves-Neves e Marta Freitas são os convidados para as sessões do Clube, duas propostas para se ativar o diálogo entre escrita, encenação e interpretação, partindo de dramaturgia própria e tendo como destinatários todos quantos desejem participar neste laboratório, continuamente aberto entre os espaços do TAGV e d’A Escola da Noite. 4


fev

Fernando Matos Oliveira

Embalados pelo ritmo festivo da passagem de ano, os meses de janeiro e fevereiro integram propostas musicais de alta voltagem, incluindo concertos de Birds Are Indie (com Spicy Noodles), a presença inédita do músico britânico Scott Matthews, que apresenta o álbum “The Great Untold”, e o novo projeto “Estrangeira” de Cati Freitas. A anteceder este conjunto de propostas teremos o Concerto de Ano Novo, oferecido à cidade pela Brigada de Intervenção, com a participação habitual da Banda Sinfónica do Exército. A programação de cinema será marcada por três festivais que ilustram a diversidade de temas e linguagens que definem a programação do TAGV. BEAST - Festival Internacional de Cinema volta a Coimbra, desta vez com dois momentos complementares. No dia 12 serão exibidas sete curtasmetragens, no contexto da rubrica BEASTKids, especialmente integrada na campanha solidária Bilhete Suspenso, em parceria com a RTP e a Rádio Zig Zag, sendo os bilhetes oferecidos às crianças da Casa da Infância Doutor Elysio de Moura. Num segundo momento, será exibido o filme “Marina Abramovic no Brasil: O Espaço Além”, uma grande produção sobre uma artista marcante nas artes performativas do nosso tempo, desde que em finais da década de setenta desafiou a cultura patriarcal-militar na antiga Jugoslávia. A Mostra de Cinema de Expressão Alemã/KINO constitui outro dos momentos relevantes na programação de cinema do TAGV. A edição de 2019 abre com o mais recente filme de Emily Atef, sobre uma das mulheres célebres da história do cinema alemão, Romy Schneider. “3 Tage in Quiberon” estreou na Berlinale 2018 e foi galardoado em sete categorias no Prémio do Cinema Alemão. Além disso, KINO apresentará filmes de Angela Schanelec, Sonja Maria Kröner e Thomas Stuber. Regressa igualmente o único festival de cinema ambiental em Portugal e um dos festivais de cinema sobre ambiente mais antigos do mundo. O CineEco propõe uma antologia das mais recentes produções nacionais e internacionais sobre questões ambientais; promoveremos diversos debates, em colaboração com o Jardim Botânico da Universidade de Coimbra e o Centro de Ecologia Funcional da FCTUC. A rubrica Cinema à Segunda permanecerá como olhar contínuo lançado sobre o cinema: passarão pelo auditório sucessivamente filmes de Lars von Trier, Jane Magnusson, François Ozon, Aleksey German Jr., Abdellatif Kechiche, Mike Leigh, Dennis Berry, Christian Petzold e João César Monteiro. A propósito de “Luz Obscura”, Susana de Sousa Dias estará em diálogo com o público nas Sessões do Carvão— O Cinema Falado. Miguel Bonneville estará pela primeira vez no TAGV com a performance MB#6 (2018), um trabalho que prossegue a sua criação e pesquisa continuadas em torno da constituição da identidade, passando pela narrativa, pela biografia e pelos lugares nos quais (e com os quais) a identidade persiste como composição fragmentada e não-totalizante do sujeito. A linguagem de Bonneville é um lugar singular de fala nas artes performativas em Portugal. O dia 8 de fevereiro marca também a apresentação em Coimbra da Estrutura, uma das mais jovens companhias de criação teatral, com sede no Porto. “The End” é uma criação conjunta da dupla fundadora deste coletivo, Cátia Pinheiro & José Nunes, a que se juntou André Godinho. O público terá ocasião de confrontar o seu registo conceptual deliberado e o trabalho sobre as formas do teatro que a Estrutura vem desenvolvendo desde 2009. “The End” é um espetáculo sobre o fim e a própria finitude, mas é factualmente parte da abertura do TAGV para um novo ano, onde tudo o que acontece começa sempre pela ação instrumental, discreta e tantas vezes nos bastidores, onde trabalha a equipa incansável do Teatro.

5


TEATRO TER • 18H30

POESIA QUI • 22H00

08

10 JAN

1H30 ENTRADA LIVRE

ENTRADA LIVRE

Clube de Leitura Teatral

Leitura com Ricardo Neves-Neves — Centro de Dramaturgia Contemporânea Ricardo Neves-Neves é diretor do Teatro do Eléctrico, onde escreve e encena. Encenou obras de Edward Albee, Karl Valentin, Copi, Spiro Scimone, Martin Crimp, Rousseau, Mozart. Peças suas foram encenadas por Mónica Garnel, Sandra Faleiro, Ana Lázaro e Paula Sousa. Tem peças publicadas na Cotovia/Artistas Unidos, TNDMII, Companhia das Ilhas. Autor e co-encenador de “Floating Island” (Théâtre de la Ville e “Taipei” Arts Festival). Encenou “Canção do Bandido”, com música de Nuno Côrte-Real e libreto de Pedro Mexia (TNSC, Teatro da Trindade e Temporada Darcos). Colaborou com Artistas Unidos, Teatro da Terra, Primeiros Sintomas, Teatroesfera, Teatro Meridional, Casa Conveniente, Teatro dos Aloés e Comédias do Minho. É o convidado do clube de leitura teatral, iniciativa que junta o Teatro Académico de Gil Vicente e A Escola da Noite, coordenada respetivamente por Ricardo Correia e por António Augusto Barros. Acontece mensalmente, com leituras informais dedicadas a textos de um dramaturgo/ escritor. O objetivo é a divulgação, o conhecimento e a promoção da dramaturgia.

Coordenação Ricardo Correia, António Augusto Barros Coprodução TAGV, A Escola da Noite Local Teatro da Cerca de São Bernardo Inscrições para leitores clube.leitura.teatral@gmail.com

6

declAMAR Poesia — Nascimentos

Tendencialmente mensal promovido por um colectivo de leitores de poesia que gostam de partilhar em voz alta as suas escolhas. Definem um tema, selecionam autores e poemas, e desafiam o público a assistir e a dizer poesia própria ou alheia. O evento nasceu e costuma Leitores Catarina Matos, decorrer no Salão Brazil mas Lurdes Telmo, Olga Coval, também já passou pela Casa da Rui Amado, Vanda Ecm Escrita. A próxima sessão será Local Café TAGV no Café TAGV.

©Cláudia Morais

JAN


CINEMA EM FAMÍLIA SÁB • 11H30

12 JAN

1H00 • M6 4€*

BEASTKids — Cinema de Animação

Para os mais novos o beast traz, até ao TAGV, sete curtasmetragens da Rússia, República Checa e Letónia, cheias de imaginação, fantasia e muitas lições.

Extensão BEAST Festival Internacional de Cinema Local auditório TAGV

* Famílias 1 bilhete é válido para 1 adulto + 1 criança até aos 12 anos

O Passarinho de Yekaterina Filippova Origem Rússia, 2015

03M00

A história da improvável amizade entre um passarinho e um hipopótamo que começam a viver juntos.

SEM LEGENDAS

Os Frutos das Nuvens de Kateřina Karhankova Origem República Checa, 2017 10M00

A história de um pequeno ser felpudo que faz uma grande descoberta ao ultrapassar o seu medo do desconhecido.

SEM LEGENDAS

Os Primeiros Flocos de Neve de Lenka Ivančíková Origem República Checa, 2015

14M00

Conto de fadas sobre um pequeno e curioso ouriço que se perde numa floresta com neve, embarcando numa perigosa aventura para encontrar a sua toca.

SEM LEGENDAS

Neil de Martin Pošta Origem República Checa, 2017

06M00

Para poder realizar o seu sonho, Neil, o Urso do Espaço, aterra com a sua nave após uma longa e difícil viagem num planeta desconhecido. Sem saber o que o futuro reserva, viaja para uma cidade abandonada onde talvez encontre o que tem andado à procura este tempo todo.

SEM LEGENDAS

Waikiki de Maris Brinkmanis Origem Letónia, 2017 10M00

A noite numa pastelaria, grãos escuros de cacau e batata-doce caem da prateleira num prato de zephyrs (marshmallows).

SEM LEGENDAS

A Viagem do Piglet de Dace Riduze Origem Letónia, 2016

13M00

História sobre o pequeno Piglet que prefere doces sonecas do que fazer os seus trabalhos de casa. Chatty Magpie conta ao pequeno Piglet sobre uns parentes generosos e ricos da floresta. Acreditando nas suas palavras, parte pela floresta adentro em busca de uma vida melhor. Mas os sonhos tornam-se ilusões e a sua viagem transforma-se numa aventura perigosa.

LEGENDADO EM PORTUGUÊS

Eu Quero Viver no Zoo de Evgenia Golubeva Origem Rússia, 2017

06M00

Sasha tem dificuldades em casa. Os seus pais esperam que ela arrume o quarto, coma papas de aveia e faça os trabalhos de casa. Sasha acredita que a vida num zoo seria mais interessante e, por isso, decide partir para tentar encontrar o seu lugar entre os pinguins (ou talvez entre as girafas?).

LEGENDADO EM PORTUGUÊS

7


CINEMA SEG • 18H30/21H30

CINEMA QUA • 21H30

JAN

16

2H35 4€/3€

1H25 • M12 4€/3€

14

JAN

The House That Jack Built De Lars von Trier — Cinema à Segunda

Estados Unidos da América, anos 70. Seguimos Jack ao longo de 12 anos e presenciamos os crimes que o definem como um ardiloso assassino em série. A sua história é-nos apresentada pelo próprio, sendo cada crime pensado como uma obra de arte. À medida que a polícia se aproxima, Jack arrisca-se cada vez mais, tentando criar a sua obraprima. “the house that jack built” é uma história negra e sinistra, mas apresentada Com Matt Dillon, Bruno Ganz, como um conto filosófico com Uma Thurman laivos de humor. Origem EUA, 2018 Local auditório TAGV

Beast — Festival Internacional de Cinema

O BEAST – festival internacional de cinema volta a Coimbra, desta vez com a exibição do filme “Marina Abramovic no Brasil: O Espaço Além”, uma grande produção sobre uma das maiores artistas performativas dos nossos tempos que nasceu na antiga Jugoslávia. Marina Abramović viaja pelo Brasil, em busca de cura espiritual e inspiração artística, vivendo 8


MÚSICA QUI • 21H30

17 JAN

1H45 C/INTERV • M3 ENTRADA GRATUITA*

Concerto de Ano Novo Banda Sinfónica do Exército rituais sagrados e revelando os seus processos criativos. A estrada é feita de encontros comoventes com curandeiros e anciãos do Brasil rural, explorando os limites entre a arte e a espiritualidade. A viagem externa aciona em Marina uma profunda viagem introspetiva pelas memórias, angústias e experiências passadas. Uma mistura entre filme de viagem e thriller espiritual, o documentário traz-nos uma abordagem sem De Marco Del Fiol precedentes do íntimo Origem Brasil, 2016 Local processo criativo auditório TAGV Legendado de uma das mais Português/Inglês importantes artistas Extensão BEAST Festival dos nossos dias. Internacional de Cinema

Cumprindo a tradição, a Produção Brigada Brigada de Intervenção, com de Intervenção o apoio da Câmara Municipal Apoio Câmara Municipal de Coimbra e do Teatro de Coimbra, TAGV Académico de Gil Vicente, Local auditório TAGV oferece à Cidade de Coimbra um concerto para celebrar o * Bilhetes disponíveis na Ano Novo. a banda sinfónica Bilheteira TAGV a partir de do exército, herdeira das mais 14 de janeiro (limitado a 4 antigas tradições musicais bilhetes p/pessoa) do Exército Português, sob direção do seu maestro titular Capitão, Alexandre Coelho, interpreta obras de Dimitri Shostakovich, Aram Khachaturian, Duarte Ferreira Pestana, Philip Sparke, Frank Ticheli, Stephen Melillo, Adam Gorb e Arturo Márquez. Com a realização deste concerto, a Brigada de Intervenção pretende criar uma oportunidade, que contribua para estreitar o convívio com as entidades da cidade e a sua população.

9


HUMOR SEX • 21h30

18 JAN

1H30 • M16 15€/13€

Bruno Nogueira — Depois do Medo

O regresso de Bruno Nogueira ao stand up e, adicionalmente, o regresso à escrita de sinopses na terceira pessoa do singular. Neste novo espetáculo, Bruno Nogueira aborda questões que só incomodam pessoas que têm demasiado tempo livre. Entre os temas, a intrigante problemática das pessoas que, sem terem nada na boca, mastigam quando estão a olhar para alguém a comer. Um encantador processo mental. O mundo, tal como o conhecem, vai ficar exatamente igual. Mas o Bruno, tal como o conhecem, vai ficar muito mais aliviado de ter semeado os problemas dele na nossa cabeça.

Produção Força de Produção Local auditório TAGV

10

Bruno Nogueira divide a sua carreira entre o teatro, a televisão e a rádio. No teatro participou em espetáculos com encenação de António Pires, António Feio, Beatriz Batarda, ou Marco Martins. É o criador do espetáculo “Deixem o Pimba em Paz” (2013). Na televisão ganhou notoriedade no início da sua carreira a fazer stand up comedy. Recentemente, apareceu ao lado de Miguel Esteves Cardoso em “Fugiram de Casa de Seus Pais” (RTP), uma ideia original de ambos. Em 2018 assina a criação e coescreve a série “Sara” realizada por Marco Martins e protagonizada por Beatriz Batarda, cujos dois primeiros episódios estrearam no IndieLisboa – Festival Internacional de Cinema. Na rádio foi autor, juntamente, com João Quadros do “Tubo de Ensaio”, na TSF e da rúbrica “Mata-bicho” na Antena 3.


©Francisca Moreira

MÚSICA SÁB • 21H30

19 JAN

1H45 • M6 10€/8€

Birds Are Indie + Spicy Noodles — A Date With Lux

Os birds are indie nasceram em Coimbra, em 2010, entre Ricardo Jerónimo e Joana Corker, que se apaixonaram há 20 anos e aos quais se juntou Henrique Toscano, um amigo de longa data. Banda independente, tem-se afirmado junto do público e da crítica; tem tocado por todo o país e por Espanha, onde apresenta a sua forma peculiar de estar em palco. Depois de vários EP’s e três álbuns, 2018 trouxe consigo o quarto álbum de longa duração “Local Affairs”, com canções pop, de melodias contagiantes e descontraídas. Com arranjos elaborados, acrescentam uma faceta algo musculada às composições, onde se sente a pulsão do baixo e o impulso da bateria, que convidam a abanar a anca e a bater o pé. spicy noodles nasceu no verão de 2016, quando Érika Machado (BR) e Filipa Bastos (PT) puderam experimentar, pela primeira vez, uma imersão numa residência artística. Essa experiência teve duração de três meses e aconteceu em três pequenas vilas alentejanas, onde surgiram as primeiras músicas do projeto e os primeiros vídeos. A sonoridade deste duo é imersa em samplers, guitarras, teclados, baixo e bits electrónicos, que são misturados como pacotes de temperos para uma explosão de sensações em cada uma das canções.  As duas bandas fazem o segundo concerto do a date with lux. Não é um festival. Não é um concerto. Não é uma performance. É um ciclo de atividades artísticas e de multimédia de entidades com ligações umbilicais, passadas, presentes ou futuras, à editora conimbricense Lux Records, histórica editora de Coimbra, cuja atividade tem fervilhado nos últimos anos, com edições de The Twist Connection, Ghost Hunt, d3ö, Raquel Ralha & Pedro Renato, The Legendary Tigerman, Sean Riley & The Slowriders, entre muitos outros.

Birds Are Indie Voz, guitarra Ricardo Jerónimo Voz, bateria teclado Joana Corker Guitarra, bateria Henrique Toscano Baixo, teclado Jorri (convidado especial) Spicy Noodles Voz, guitarra, teclado Érika Machado Voz, baixo, teclado, sampler Filipa Bastos Local auditório TAGV Concerto integrado no A Date With Lux

11


CINEMA SEG • 18H30

CINEMA SEG • 21H30

JAN

21

1H57 4€/3€

1H47 4€/3€

Bergman – Um Ano, Uma Vida

O Amante Duplo

21

De Jane Magnusson — Cinema à Segunda Durante um período de 6 anos, no meio do século XX, algo insuperável aconteceu. Um sueco, por volta dos 40 anos, entra num período de produção cinematográfica sem precedentes. Entre 1957 e 1963 dirige alguns dos maiores clássicos da história do cinema, produzindo uma série de espetáculos para teatro e rádio, e dirigiu 6 filmes de TV. Em termos de cineastas contemporâneos, ingmar bergman permanece em grande parte inigualável, e sua vida está prestes a se revelada nesse Com Ingmar Bergman, Lena documentário que celebra Endre, Thorsten Flinck o seu centenário.

JAN

De François Ozon — Cinema à Segunda

Chloé, uma jovem e frágil mulher, apaixona-se por Paul, o seu psicanalista. Quando decidem viver juntos alguns meses mais tarde, Chloé apercebe-se de que o seu companheiro está a ocultar uma parte da sua identidade.

Origem Suécia, Noruega, 2018 Local auditório TAGV

Com Marine Vacth, Jacqueline Bisset, Jérémie Renier Origem França, 2017 Local auditório TAGV

12


PERFORMANCE TER • 21H30

22 JAN

1H30 • M6 5€/3€

MB#6

(2018)

De e com Miguel Bonneville — Performance, Agora!

Direção e interpretação Miguel Bonneville Co-criação (2018) Isadora Alves, Joana Craveiro, Isabela Figueiredo, Maria Gil, Carlota Lagido, Joana Linda, Mariana Sá Nogueira, Rita Só, Cláudia Varejão, Sara Vaz Edição vídeo (2018) Joana Linda Produção Cristina Correia, Vanda Cerejo-Teatro do Silêncio Coprodução Festival FITEI, Festival Temps d’Images O Teatro do Silêncio é uma estrutura apoiada pela República Portuguesa-Cultura/ Direção-Geral das Artes Local auditório TAGV (lotação limitada)

mb#6 é uma experiência de narração autobiográfica. Bonneville trabalha sobre a sua história pessoal como momento de profundo encontro existencial entre diversas identidades. Convida algumas mulheres, que fazem parte da sua vida, para falarem sobre si mesmas, sobre as suas experiências relacionadas com o facto de serem mulheres, adultas, artistas, no formato de vídeo-retratos. As histórias de cada uma delas, no entanto, são-nos devolvidas pelo intérprete, numa dobragem ao vivo, que reúne as diferentes histórias sob a mesma voz e as funde, tornando-as parte de um único grande retrato que descreve uma nova identidade. As autobiografias feitas por mulheres sempre foram, ao longo da história, vistas como incompletas, descontinuas, incoerentes, fragmentadas ou privadas. Bonneville vê assim também o seu trabalho, qualquer autobiografia será sempre incompleta, e estará em contínua transformação e regeneração. Por isso, decidiu revisitar o espectáculo, 10 anos depois, entrevistar novamente as mesmas mulheres, e também outras que ao longo deste período foram influenciando o seu percurso, de forma a continuar a refletir sobre o que é ser-se mulher hoje, tornar-se mulher hoje, sobretudo quando o(s) feminismo(s) e as questões de género e da sexualidade têm adquirido cada vez mais protagonismo nas esferas pública e política. Miguel Bonneville (n. 1985) introduz-nos a histórias autobiográficas centradas na desconstrução e reconstrução da identidade através de performances, desenhos, fotografias, vídeo, música e livros de artista. Desde 2003, tem apresentado o seu trabalho em galerias de arte e festivais nacionais e internacionais, sobretudo os projetos seriados “Family Project”, “Miguel Bonneville” e “A Importância de Ser”. Fez parte do núcleo de artistas da produtora de dança contemporânea Eira (2004-2006) e da Galeria 3+1 Arte Contemporânea (2009-2013). Foi artista residente no Sítio das Artes, CAMJAP – Fundação Calouste Gulbenkian (Lisboa, 2007), Homesession (Barcelona, 2008), Mugatxoan – Fundação de Serralves (Porto, 2010), Festival Transeuropa2012 (Hildesheim, 2012), Arts Printing House (Vilnius, 2013), Arte y Desarrollo (Madrid, 2014), e La Box (Bourges, 2018), entre outros. Recebeu o Prémio Ex Aequo (2015) pelas performances ‘Medo e Feminismos’, em colaboração com Maria Gil, e ‘A Importância de Ser Simone de Beauvoir’. 13


CINEMA QUI 10H00 (ESCOLAS) QUI E SEX 18H30/21H30

24 JAN

25 JAN

CineEco

— Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra da Estrela A extensão a Coimbra do único festival de cinema ambiental em Portugal, e um dos festivais de cinema sobre ambiente mais antigos do mundo, com as mais recentes produções nacionais e internacionais sobre questões ambientais.

Produção TAGV, Jardim Botânico da Universidade de Coimbra, Centro de Ecologia Funcional da FCTUC Local auditório TAGV Extensão CineEco – Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra da Estrela * Informações e reservas escolas (mediante marcação prévia) bilheteira@tagv.uc.pt

ENTRADA GRATUITA*

ESCOLAS 10H00

QUI

24

JAN

DURAÇÃO 40M00

Mar de Heloísa Passos Origem Espanha, 2017

Pânico a Bordo Origem Bélgica, 2017

Um Amanhã Azul Origem Turquia, 2017

A plasticaria Origem Espanha, 2017

Os Amigos do Labareda Conversando Sobre os Incêndios Florestais Origem Brasil, 2017

CONVERSA PÓS-FILMES COM JOANA CABRAL OLIVEIRA, INVESTIGADORA DA CÁTEDRA UNESCO EM BIODIVERSIDADE E CONSERVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA 18H30

Macoconi – As Raízes dos Nossos Filhos de Fábio Ribeiro Origem Moçambique, 2017

Construindo Pontes de Heloísa Passos

DURAÇÃO 01H10

Nove Meses de Inverno e Três de Inferno de João Pedro Marnoto

DURAÇÃO 35M00

Origem Brasil, 2017

18H30

DURAÇÃO 35M00

Origem Portugal, 2018

CONVERSA PÓS-FILME COM HELENA FREITAS, PROFESSORA DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA E DIRETORA DO CENTRO DE ECOLOGIA FUNCIONAL DA FCTUC

SEX 18H30

25

JAN

O Homem de Trás-os-Montes de Miguel Moraes Cabral

DURAÇÃO 30M00

Muito Além da Fordlândia de Marcos Colón

DURAÇÃO 01H15

Origem Portugal, 2017

Origem EUA, Brasil, 2017 21H30

O Cremoso Musgo de Johannes Broux

DURAÇÃO 20M00

Didi Contractor – Casando a Terra com a Arquitetura de Steffi Giaracuni

DURAÇÃO 01H15

Origem Bélgica, 2017

Origem Suíça, Alemanha, 2017

14

CONVERSA PÓS-FILMES


EXPOSIÇÃO SEX–QUI

CINEMA SEG • 21H30

JAN

28

25

JAN

2H05 • M14 4€/3€*

28 FEV

ENTRADA LIVRE

Dovlatov

De Aleksey German Jr. — Cinema à Segunda

Dar a Volta ao Sol

— Um projeto do Colégio das Artes da Universidade de Coimbra “dar a volta ao sol” é um projeto do Colégio das Artes da Universidade de Coimbra, iniciado na Cafetaria do Museu da Ciência, e que irá ser concluído no Café do Teatro Académico de Gil Vicente. Com base numa única fotografia e num excerto de um texto, esta exposição dará origem a uma edição em livro (em 2019) com o conjunto de 12 fotografias e 12 textos completos. Local Café TAGV seg a sáb 14h00 — 00h00

CINEMA SEG • 18H30

28 JAN

1H20 4€/3€*

Terra Franca De Leonor Teles — Cinema à Segunda

À beira do Tejo, numa antiga comunidade piscatória, um homem vive entre a tranquilidade solitária do rio e as relações que o ligam à terra. “terra franca” retrata a vida deste pescador, atravessando as quatro estações e acompanhando as contingências da vida de Albertino Lobo. Origem Portugal, 2018 Local auditório TAGV

“dovlatov” é o mais recente filme de Aleksey German Jr. que, pela primeira vez, vira a câmara para a sua cidade natal, Leningrado, nos anos 70, para mergulhar no burburinho quotidiano de uma franja de intelectuais soviéticos dissidentes, Sergei Dovlatov, Joseph Brodsky, entre outras referências a reconhecidos gigantes literários do século XX, que não passarão despercebidos (Yevtushenko, Mandelstam, Steinbeck, Nabokov). Inspirado na obra “O Ofício” (1985), agora em edição portuguesa, pela Editora Antígona, “Dovlatov” Com Milan Maric, acompanha seis dias na vida do Danila Kozlovsky, brilhante escritor russo. Helena Sujecka Origem Rússia, Polónia, Sérvia, 2018 Local auditório TAGV

15


MÚSICA QUI • 21H30

31 JAN

1H15 • M6 12€/10€

Scott Matthews — Novo álbum “The Great Untold”

Um homem. Uma guitarra. O novo disco de scott matthews “the great untold” é uma obra-prima. Scott Matthews foi, desde cedo, apresentado a artistas emblemáticos como Marc Bolan, The Beatles, Led Zeppelin, Joni Mitchell e Bob Dylan. Quando comprou a primeira guitarra, aos sete anos de idade, não demorou muito até perceber que a música era a sua verdadeira vocação. O gosto Produção Luckyman Apoio Vodafone FM musical diversificado levou a que mais tarde fizesse experiências Local auditório TAGV no funk, soul e indie rock, com várias bandas locais, antes de finalmente decidir uma carreira a solo numa mistura eclética de estilos. O primeiro single “Elusive” foi lançado em setembro de 2006 e, desde então, tem acompanhado artistas conceituados – Foo Fighters, Snow Patrol, Rufus Wainwright, Tori Amos e Robert Plant. O músico Cristóvam fará a primeira parte do concerto. Flávio Cristóvam é um cantautor açoriano que remete para o universo indie-folk. Ao longo da sua carreira foi distinguido com diversos prémios de composição musical, tendo sido o primeiro português a vencer o International Songwriting Competition (2018). 16


CINEMA EM FAMÍLIA SÁB • 11H30

CINEMA SEG • 18H30/21H30

02

04

1H40 • M6 4€*

2H55 • M16 4€/3€*

KINO

Mektoub, My Love: Canto Uno

FEV

— Mostra de Cinema de Expressão Alemã Pelo segundo ano consecutivo, o Teatro Académico de Gil Vicente e a kino apresentam uma pré-sessão da Mostra de Cinema de Expressão Alemã no âmbito do programa Cinema em Família, com a exibição do filme ““Timm Thaler ou o riso vendido/Timm Thaler Oder Das Verkaufte Lachen” de Andreas Dresen. Ninguém consegue resistir ao riso de Timm Thaler. É tão desarmante que o rico Barão Lefuet quer desesperadamente possuí-lo. Por isso, propõe um negócio ao menino órfão: se Timm vender o seu riso, a partir de ali ganhará todas as apostas. Com Arved Friese, Justus Timm assina o contrato, von Dohnányi, Axel Prahl esperando que todos os seus Origem Alemanha, 2017 desejos se tornem realidade. Extensão Goethe-Institut Mas fica também cada vez Portugal mais solitário e nas garras do Barão. Os seus amigos Ida e * 4€ Kreschimir fazem tudo para 4€ Famílias 1 bilhete é que Timm recupere o riso. válido para 1 adulto + 1 criança até aos 12 anos Legendado em português do Brasil

FEV

De Abdellatif Kechiche — Cinema à Segunda

Amin, um aspirante a argumentista a viver em Paris, vai passar o verão a casa, numa aldeia piscatória no sul de França. É uma altura em que se reencontra com a família e os amigos de infância. Com o seu primo Tony e a sua melhor amiga Ophélie, passa o tempo entre o restaurante tunisino dos pais, os cafés da localidade, e as praias que as raparigas frequentam nas férias. Encantado pelas várias personagens femininas que o rodeiam, Amin fica pasmado com aquelas sereias estivais, enquanto o seu primo dionisíaco se entrega com euforia às delícias carnais. Armado com a sua câmara e guiado pela luz clara do verão da costa mediterrânica, Amin prossegue a sua busca filosófica enquanto procura inspiração para os seus argumentos. No que diz respeito ao amor, apenas o destino, apenas mektoub pode decidir. Esta saga sobre a passagem à idade adulta, que decorre em 1994, espalha um brilho nostálgico sobre as maravilhas Com Shaïn Boumedine, da juventude. Ophélie Bau, Salim Kechiouche, Origem França, Itália, 2017 Local auditório TAGV

17


TEATRO SEX • 21H30

05 FEV

08

1H30 ENTRADA GRATUITA

1H30 • M16 7€/5€*

©António MV

TEATRO TER • 18H30

FEV

Clube de Leitura Teatral

Leitura com Marta Feitas — Centro de Dramaturgia Contemporânea Como dramaturga, Marta Freitas conta com várias peças levadas a cena. Coordena regularmente oficinas de escrita criativa e de escrita para teatro. Paralelamente, tem vindo a desenvolver uma carreira de atriz. É fundadora e diretora da empresa cultural Bastidor Público e da associação cultural Mundo Razoável. É a convidada do clube de leitura teatral, iniciativa que junta o Teatro Académico de Gil Vicente e A Escola da Noite, coordenada respetivamente por Ricardo Correia e por António Coordenação Augusto Barros. Acontece Ricardo Correia, mensalmente, com leituras António Augusto Barros informais dedicadas a textos de um dramaturgo/escritor. Coprodução O objetivo é a divulgação, o TAGV, A Escola da Noite conhecimento e a promoção Local da dramaturgia. TAGV Inscrições para leitores clube.leitura.teatral@gmail.com

The End — de Cátia Pinheiro & José Nunes (Estrutura) + André Godinho

©Cláudia Morais

“The End” é o fim. O fim de finis. O fim de telos. O fim de tudo. O fim de nada. O fim do mundo. O fim de um espetáculo. O fim de uma relação. O fim da comunicação. O fim da identidade. O fim da identidade mediatizada. O fim da comunicação digital. O fim do videotelefone. O fim do teatro. O fim do cinema. O fim da realidade. O fim da ficção. O fim do público. O fim do privado. O fim do eu. O fim do nós. O fim do eu inanimado. O fim das espécies. O fim de tudo o que há. O fim da humanidade. O fim de um espetáculo que nunca começou. O fim de algo que nunca começou. O fim dos meios que justificam os fins. O fim dos fins. O fim de citação. O fim da sinopse. The end. 18


CINEMA SEG • 18H30

11 FEV

2H20 • M12 4€/3€

Segredos e Mentiras De Mike Leigh — Cinema à Segunda

A Estrutura foi fundada em 2009 pelos criadores Cátia Pinheiro e José Nunes e tem desenvolvido a criação e produção de espetáculos de teatro e projetos transdisciplinares, bem como atividades de programação e formação. Desde a sua fundação apresentou os seus espetáculos em colaboração com instituições como o Teatro Municipal do Porto, Teatro Nacional Dona Maria II, São Luiz Teatro Municipal, Centro Cultural Vila Flor, entre outros. O trabalho da Estrutura assenta numa lógica colaborativa, onde são regularmente convidados outros artistas para partilhar a criação dos projetos, como foi o caso de Rogério Nuno Costa, Pedro Zegre Penim ou António MV. Criação Cátia Pinheiro & José Nunes (Estrutura) + André Godinho Interpretação Ana Tang, André Godinho, Cátia Pinheiro, José Nunes, Tiago Jácome Vídeo André Godinho Conceção plástica Cátia Pinheiro Figurinos Jordann Santos Som Vasco Rodrigues Colaboração técnica e plástica António MV, Daniel Worm d’Assumpção, Pedro Nabais Assistência Tiago Jácome

Fotografia e vídeo de divulgação António MV Produção Natasha Bulha Costa Coprodução Estrutura, Teatro Municipal do Porto, Festival Temps d’Images Lisboa/ Teatro da Trindade Inatel Residência O Espaço do Tempo Apoio República Portuguesa – Cultura/Direção-Geral das Artes Local auditório TAGV

O enredo centra-se na história de Hortense, uma optometrista negra de classe média que, após a morte da mãe adotiva, decide descobrir a identidade da sua progenitora biológica. O que ela encontra é uma mulher branca de classe baixa, Cynthia, que atualmente vive com a filha adulta, mas depende financeiramente da caridade do irmão mais novo. Quando Hortense é apresentada ao resto da família, o caos daí resultante leva a que uma série de segredos e mentiras sejam finalmente revelados. Esta obra foi Palma de Ouro no Festival de Cannes. Com Timothy Spall, Brenda Blethyn, Phyllis Logan Origem Reino Unido, 1996 Local auditório TAGV

CINEMA SEG • 21H30

11 FEV

1H30 4€/3€

Selvagens De Dennis Berry — Cinema à Segunda

Nora é libertada da prisão e tem apenas uma coisa em mente: encontrar uma jovem artista neo-punk que admira, Léa. Espelho uma da outra, estas duas almas-gémeas vão conhecer-se e reconstruir a sua vida juntas.

Com Nadia Tereszkiewicz, Catarina Wallenstein, João Nunes Monteiro

Origem Portugal, França, 2018 Local auditório TAGV

19


©Miguel Ângelo

Voz Cati Freitas Piano e teclado Fernando Rodrigues Contrabaixo e baixo Miguel Ângelo Guitarras Cláudio Ribeiro Bateria João Cunha Produção Bairro da Música
 Local auditório TAGV 12€ 1ª plateia 10€ < 25, estudante, > 65, comunidade UC, grupo ≥ 10, desempregado, parcerias TAGV 10€ 2ª plateia/balcão 8€ < 25, estudante, > 65, comunidade UC, grupo ≥ 10, desempregado, parcerias TAGV

MÚSICA SÁB • 21H30

16 FEV

1H30 • M6

Cati Freitas

— Novo álbum “Estrangeira”

Em 2013, o disco de estreia “Dentro” mostrou uma cantora e uma compositora expressiva e sensível. Em 2018, "Estrangeira" apura essas mesmas qualidades de Cati Freitas mas com uma segurança e um sentido artístico notáveis. A cantora, que guarda em si uma portugalidade universal, comprova que a elegância a que nos habituou – elemento de equilíbrio entre o seu lado da tradição e o da modernidade – consegue ganhar ainda mais sofisticação através das suas melodias refinadas e versos gentis. 20


CINEMA SEG • 18H30

18 FEV

2H20 • M12 4€/3€

Recordações da Casa Amarela De João César Monteiro — Cinema à Segunda

Lisboa, 1989: Um pobre-diabo de meia idade vive no quarto de uma pensão barata e familiar, na zona velha e ribeirinha da cidade. Atormentado pela doença, e por vicissitudes de ordem vária, o idiota, que se alimenta de Schubert e, quiçá, de uma vaga cinefilia como forma de resistência à miséria, é posto no olho da rua, após tentativa fruste contra o pudor da filha da dona da pensão. Sozinho, e privado de quaisquer recursos, vê-se confrontado com a dureza do espaço urbano, e é internado num hospício, de onde sairá por ponderada decisão de homem livre, para cumprir uma missão "rica e estranha" que lhe é indicada por um velho amigo, doente mental como ele: "Vai, e dá-lhes trabalho!". E aqui para nós, a rir a rir, algum tem dado. Com João César Monteiro, Manuela de Freitas, Ruy Furtado

Origem Portugal, 1989 Local auditório TAGV

Os filmes em exibição integram uma homenagem ao realizador, no mês em que se cumprem 16 anos da sua morte.

CINEMA SEG • 21H30

18 FEV

3H00 • M16 4€/3€

Vai e Vem De João César Monteiro — Cinema à Segunda

João César Monteiro é o senhor João Vuvu, viúvo e muito pouco sociável, que efetua diariamente o mesmo passeio no autocarro nº100, entre a Praça das Flores e o Jardim do Príncipe Real, em Lisboa. Durante as viagens de autocarro, a vontade de isolamento do Sr. Vuvu é perturbada: envolvido nas mais curiosas aventuras e desventuras filosofico-eróticas, encontra-se com os mais insólitos personagens, que lhe vão dar muito que pensar. A casa, onde livros e discos são as suas únicas companhias, começa a requerer urgentemente os préstimos de uma mulher-a-dias que teima em não aparecer. É o último opus de João César Monteiro, que morreu pouco depois de terminar o filme. Apresentado no Festival de Cannes 2003 na Seleção Oficial, "vai e vem" foi unanimemente aplaudido pela imprensa internacional e considerado como a obra-prima de um dos maiores cineastas portugueses e mundiais. Com João César Monteiro, Joaquina Chicau, Rita Pereira Marques Origem Portugal, 2003 Local auditório TAGV

21


CINEMA QUA • 20H30

HUMOR QUI • 21H30

FEV

21

1H20 • M12 ENTRADA LIVRE

1H10 • M16 15€/12€*

Sessões do Carvão

Salvador Martinha

20

— O Cinema Falado

Que rede familiar se esconde por detrás de um único preso político? Como dar corpo a quem desapareceu sem nunca ter tido existência histórica? Partindo de fotografias da polícia política portuguesa (1926-1974), o documentário “Luz Obscura” procura revelar como um sistema autoritário opera na intimidade familiar, fazendo emergir, simultaneamente, zonas de recalcamento atuantes no presente. O carvão é escuro. Também De Susana de Sousa Dias estas sessões são escuras, Origem Portugal, 2017 iluminadas apenas pela luz Conversa pós-filme com do projetor. Esta atividade Susana Sousa Dias propõe um encontro mensal com um convidado, ligado Coordenação Sérgio Dias ao ensino, investigação, Branco, Luísa Lopes Produção Faculdade de Letras produção, distribuição, exibição ou preservação do da UC (Curso de Estudos cinema. A projeção de um Artísticos e Laboratório filme (ou conjunto de filmes) é de Investigação e Práticas seguida de um comentário do Artísticas/LIPA), TAGV convidado, que serve de ponto Local Sala do Carvão — Casa de partida para a conversa das Caldeiras posterior com o público. Com esta nova série de sessões do carvão, pretende gerar-se discussões críticas sobre o cinema, valorizando o cruzamento entre a investigação e a prática, a experiência e o discurso.

FEV

— Cabeça Ausente

Salvador Martinha está de volta para falar sobre o seu défice de atenção. Todos os dias o diálogo repete-se: – Salvador, estás a ouvir? Salvador? Salvador, não estás cá, pois não? Pronto, já estás ausente. Estavas a pensar em quê? Onde estavas? – Ah, desculpa. Não estava aqui. “cabeça ausente” é um share location do seu pensamento alheado. Em que pensa Salvador Martinha quando desliga do mundo? Por que desliga tanto e ao mesmo tempo está tão ligado? Sobre medo e sobre verdade. Para rir, claro.

Produção Primeira Linha Local auditório TAGV

22


CINEMA SEG • 18H30

CINEMA SEG • 21H30

FEV

25

2H00 • M12 4€/3€*

1H40 4€/3€*

25

Phoenix

De Christian Petzold — Cinema à Segunda

Alemanha, outono de 1945. Nelly Lenz é uma sobrevivente dos campos de concentração nazis. Apesar de ter escapado à morte, sofreu vários ferimentos que lhe deixaram o rosto totalmente desfigurado. Lene Winter, que trabalha para uma agência judaica, cuida dela e leva-a para Berlim. Quando, após uma cirurgia de reconstrução facial, Nelly se apercebe de que está quase irreconhecível, sente-se perdida. É então que decide ficar na cidade e procurar Johnny, o marido, que tudo indica ter sido quem a denunciou às autoridades alemãs e a julga morta. Quando finalmente se encontram, este não a reconhece mas faz-lhe uma proposta: dadas as semelhanças com a esposa que julga falecida, pede-lhe que finja ser ela própria e o ajude a reclamar uma herança em seu nome. Determinada a descobrir a verdade sobre as intenções do homem com quem casou e que nunca deixou de amar, Com Nina Hoss, Ronald Nelly concorda. Zehrfeld, Nina Kunzendorf

FEV

Transit

De Christian Petzold — Cinema à Segunda

Quando Georg foge de França após a invasão nazi, assume a identidade de um escritor que cometeu suicídio. Preso em Marselha, ele conhece uma jovem desesperada para encontrar o seu marido desaparecido – o mesmo homem por que Georg se está a fazer passar.

Com Franz Rogowski, Paula Beer, Godehard Giese Origem Alemanha, 2018 Local auditório TAGV

Origem Alemanha, 2014 Local auditório TAGV

23


KINO

— Mostra de Cinema de Expressão Alemã Extensão Goethe-Institut Portugal Local auditório TAGV Filmes legendados em português do Brasil

CINEMA TER–QUA 18H30/21H30

26 FEV

27

FEV • M12 3,5€/3€*

A Mostra KINO volta a Coimbra, apresentando algumas das mais proeminentes obras cinematográficas alemãs dos últimos tempos. Tal como em Lisboa, a Mostra abre com o mais recente filme de Emily Atef, sobre uma das mulheres mais célebres e singulares da históriado cinema alemão, Romy Schneider. “3 Dias em Quiberon/3 Tage in Quiberon”, estreado na Competição da Berlinale 2018 e galardoado em sete categorias no Prémio do Cinema Alemão, é uma peça de câmara sobre uma profunda crise existencial da atriz, pouco antes da rodagem do seu último filme. Além disso, a KINO apresenta o filme “O Caminho Sonhado/Der Traumhafte Weg” da realizadora Angela Schanelec, a estreia na realização de Sonja Maria Kröner, “Casa de Verão/Sommerhäuser”, premiada com o prémio de cinema jovem em Munique em 2017, e Entre Corredores/In Den Gängen”, a segunda longa metragem de Thomas Stuber, igualmente estreada na Competição do Festival de Berlim.

TER

26

FEV

3 Dias em Quiberon / 3 Tage in Quiberon

de Emily Atef

• 18H30 • 1H25

França, 1981: Romy Schneider passa uma temporada em Quiberon, estância balnear na Bretanha, em tratamento. Nesses dias, dá uma entrevista lendária ao jornalista Michael Jürgs, acompanhado pelo fotógrafo Robert Lebeck cujas imagens circularam pelo mundo. A entrevista, em que a atriz se abre sem reservas, e as fotografias que a mostram num estado de espírito que oscila entre uma exuberância cintilante e uma profunda melancolia, formam a base do filme de Emily Atef. “3 tage in quiberon” é o retrato multifacetado de uma mulher fascinante e do seu desejo de reconhecimento, filmado no preto e branco característico das fotografias de Lebeck. Com Marie Bäumer, Birgit Minichmayr, Charly Hübner, Robert Gwisdek

Origem Alemanha, Áustria, França, 2018

O Caminho Sonhado / Der Traumhafte Weg

de Angela Schanelec

• 21H30 • 1H25 • M12

Grécia, 1984. Um casal de jovens, Kenneth e Theres, canta na rua para pagar as férias. Quando Kenneth recebe a notícia que a mãe sofreu um acidente, volta apressadamente para casa, deixando Theres para trás. Trinta anos mais tarde, em Berlim, os seus caminhos voltam inesperadamente a cruzar-se. Um homem muda-se para um apartamento perto da estação central. Da janela, vê um sem-abrigo na rua. É Kenneth que não sabe que, entretanto, Theres também mora na capital alemã. O oitavo filme de Angela Schanelec trata, no estilo minimalista próprio da realizadora, de crises pessoais numa Europa também em crise. Com Maren Eggert, Miriam Horwitz, Helena Hentschel

24

Origem Alemanha, 2016


QUA

27

FEV

Casa de Verão / Sommerhäuser

de Sonja Maria Kröner

• 18H30 • 1H35 • M12

No verão quente e abafado de 1976, o jardim da casa de férias de uma família torna-se palco de pequenos e grandes dramas. Enquanto os adultos não conseguem chegar a acordo sobre a venda do terreno, as crianças partem à descoberta do jardim e aventuram-se pelo dos vizinhos. Subitamente, o ambiente quase idílico deste verão é perturbado pela notícia de uma menina desaparecida. Com Mavie Hörbiger, Christine Schorn,

Laura Tonke Origem Alemanha, 2017

DRAMATURGIA QUI • 18H00

28 FEV

ENTRADA LIVRE

O Meu País é o Que o Mar Não Quer — Apresentação do livro de Ricardo Correia A Coleção Dramaturgia dedica-se à escrita para teatro, acolhendo clássicos, modernos e contemporâneos, autores consagrados e emergentes, com atenção especial dedicada aos processos de transformação da escrita de palco. A coleção apresenta no espaço da língua portuguesa Coleção Dramaturgia uma proposta editorial de Centro de Dramaturgia referência no domínio do teatro, Contemporânea, Imprensa propondo edições criteriosas e da Universidade de acompanhadas de aparato crítico. Coimbra, Teatro Académico de Gil Vicente

Local Café TAGV

Entre Corredores / In Den Gängen

de Thomas Stuber

• 21H30 • 2H00 • M12

O mais recente entre os trabalhadores do hipermercado, Christian mergulha silenciosamente nesse universo desconhecido: os longos corredores, a ordem eterna dos armazéns, a mecânica surreal das empilhadoras, o colega do departamento de bebidas, sem esquecer Marion, que trabalha nos corredores dos doces. Quando Christian começa a apaixonar-se por ela, todo o hipermercado torce entusiasticamente por ele. No entanto Marion é casada – mas não muito feliz, diz-se. Na sua segunda longa-metragem, baseada num conto homónimo de Clemens Meyer, Thomas Stuber conta, num tom de realismo mágico, o dia-a-dia e os anseios dos trabalhadores numa província do leste da Alemanha.

Com Franz Rogowski, Sandra Hüller, Peter Kurth

Origem Alemanha, 2018

25


Apoio à divulgação

Apoio à divulgação

Parceria

Parceria cinema à segunda Cinema à segunda

Temporada 2018/19 jan

fev

Diretor Fernando Matos Oliveira Diretora adjunta Luísa Lopes Administração António Patrício

O TAGV é membro

O TAGV é membro

Mecenas para a reabilitação

Mecenas reabilitação

Apoio para a reabilitação

Parcerias

Apoio reabilitação Parcerias

Teatro Académico de Gil Vicente Praça da República 3000-342 Coimbra, Portugal teatro@tagv.uc.pt +351 239 855 630

Apoios institucionais

Produção Coordenação Elisabete Cardoso Cláudia Morais Diretor técnico José Martins Equipa técnica Luz Celestino Gomes, João Conceição Sonoplastia e audiovisual José Balsinha Som Mário Henriques Carpintaria cénica Laurindo Fonseca Maquinaria de cena João Silva, Laurindo Fonseca Auxiliar técnico Rui Ventura Frente de casa Rosa Maria Marques Bilheteira Catherine Carvalho, Inês Patrício, Vicente Paredes

Receção segunda a sexta 239 855 630 teatro@tagv.uc.pt

14h00 às 19h00

Bilheteira segunda a sábado 17h00 às 22h00 239 855 636 bilheteira@tagv.uc.pt, tagv.bol.pt e FNAC Em espetáculos a realizar fora do horário de funcionamento, a bilheteira abre 1h00 antes dos mesmos, encerrando 30 minutos após o seu início. Descontos para os espetáculos assinalados aplicam-se a menores de 25 anos, estudantes, comunidade Universidade de Coimbra, maiores de 65 anos, grupo ≥ 10, desempregados e parcerias TAGV. Café TAGV seg a sáb 239 052 563

Apoios institucionais

Comunicação Coordenação Marisa Santos Fotografia, Centro de Dramaturgia Contemporânea Cláudia Morais Arquivo André Heitor Apoio à divulgação Vicente Paredes Estágio FLUC Fábio Costa

14h00 às 00h00

Os lugares A23 e A24 situados ao lado da zona PMR (pessoas de Mobilidade Reduzida) são reservados, até 3 dias antes do dia do evento, para acompanhantes PMR e deverão ser solicitados na bilheteira local através do endereço bilheteira@tagv.uc.pt ou pelo telefone 239 855 630 (14h00 às 19h00) e bilheteira 239 855 636 (17h00 às 22h00).

TAGV é uma estrutura da Universidade de Coimbra

Assistência de sala André Gomes, Andreia Silva, Catherine Carvalho, Fábio Costa, Hélder Rodrigues, Inês Patrício, João Correia, Joana Amado, Joana Pereira, João António Rico, Lurian Klein, Pedro Vaz, Raquel Couto, Vicente Paredess Limpeza Coordenação Antónia Mimoso, Ana Moniz Design gráfico Bürocratik Edição e Revisão Marisa Santos, Cláudia Morais Papel GF Smith Extract Mustard 130grs Fedrigoni Arcoprint Milk 70 grs Impressão e acabamento Lusoimpress Depósito Legal Tiragem 4000 exemplares Este programa pode ser alterado por motivos imprevistos. Informação atualizada em www.tagv.pt


Apoios institucionais

Apoios institucionais

O TAGV é membro

O TAGV é membro Mecenas para a reabilitação

Mecenas reabilitação Apoio para a reabilitação

Parcerias

Apoio reabilitação Parcerias

Parceria

Parceria cinema à segunda Cinema à segunda

Apoio à divulgação

Apoio à divulgação

TAGV jan-fev — Temporada 18/19  

jan—fev

TAGV jan-fev — Temporada 18/19  

jan—fev

Advertisement