Page 1

5

Ceará em Brasília Jornal Casa do Ceará

DEVOLUÇÃO GARANTIDA

CORREIOS

www.casadoceará.org.br

Ano XXIX - Ed. 318 de Dezembro de 2018

Fotos: Sue Mendes

Casa do Ceará homenageou seus empregados com festa natalina. Leia mais na pág. 10

Presidente do conselho Fiscal Evandro Pedro Pinto, Superintendente Antônia Lúcia Guimarães, Comendador Albery Mariano, Diretor Administrativo e Financeiro José Sampaio de Lacerda Júnior, Presidente Osmar Alves de Melo, Diretor de Comunicação Social João Bosco Serra e Gurgel, 1º Vice-Presidente Estenio Campelo Bezerra, Diretor de Educação e Cultura Vicente Nunes Magalhães, Diretor de Planejamento e Orçamento José Aldemir Holanda e Diretora de Promoção Social Maria Djanira Gonçalves.

Ganhadores dos prêmios.

Casa do Ceará entregou placa de gratidão ao comendador Francisco Albery Mariano. Leia mais na pág. 10 Leia nesta edição Michelle Bolsonaro, filha de cearense de Crateús, nascida na Ceilândia, a maior cidade satélite de Brasília. Nas voltas em que o mundo dá, vai morar no Palácio do Alvorada. Leia mais na pág. 6

Fotos: Sue Mendes

Editorial, pág. 2 Expediente, pág. 2 Espaço Luciano Barreira, pág. 2 Conversando com o Leitor, pág. 2 Samburá, pág. 3 Sérgio Parente é escolhido novo desembargador do Tribunal de Justiça, pág. 4 Galeria de Ex-Presidentes do TJCE passa a contar com as fotos de Gerardo Brígido e Iracema Vale, pág. 5 Escritora cearense Inez Figueiredo estreia no romance, pág. 5 Anúncio do Uniceub, pág. 5 Leituras I - artigo de Fernando Milfont, pág. 6 Futura primeira-dama, Michelle Bolsonaro é filha de cearense de Crateús Paulo Negão, pág. 6 Leituras II - artigo de Wilson Ibiapina, pág. 7 Governo do Ceará busca consolidar protagonismo em investimento público, pág. 7 Câmara Municipal elegeu nova Mesa diretora para biênio 20019-2020, pág. 7 Leituras III - artigo de Gonzaga Mota, pág. 8 Obras da Bica do Ipú – TCE manda ex-gestores ressarcirem o Estado em quase R$ 1 milhão, pág. 8 Dos 50 principais destinos da CVCV – maior operadora brasileira de turismo - seis estão mo Ceará, pág. 8 Leituras IV - artigo de JB Serra e Gurgel, pág. 9 Estudante de Cedro recebe Prêmio Jovem Cientista, pág. 9 Anúncio de M Dias Branco, pág. 11 Leituras V - Artigo de Narcélio Limaverde, pág. 12 Fortaleza ganhou Centro de Inteligência de Segurança Pública, pág. 12 Após repercussão, novo governo recua sobre junção de BNB e BNDES, pág. 12 Inaugurada a Casa da Mulher Brasileira no Ceará, pág. 12 Leituras VI - artigo de Clauder Arcanjo, pág. 13 Governo do Ceará prepara incentivos para atrair voos para mais seis cidades, pág. 13 Governo do Ceará doa equipamento de radioterapia para Instituto do Câncer, pág. 13 Leituras VII - artigo de Edmilson Caminha pág. 14 Leituras VIII - artigo Macário Batista, pág. 15 Bancada cearense quer R$ 1,8 bi para o Estado no orçamento de 2019, pág. 15 Fundação Edson Queiroz lança catálogo de sua coleção, em São Paulo, pág. 16 Anúncio da Nacional Gás, pág. 16 Momentos Marcantes na vida do comendador Francisco Albery Mariano, pág. 17 Leituras IX - artigo de Regina Stela, pág. 18 Órgão Especial do TJCE promove 14 magistrados e aprova remoção de nove juízes, pág. 18 Leitura X - artigo de Thais Machado, pág. 18 Leituras XI - Humor Negro e Branco Humor, pág. 19 Os cearenses na Cozinha de Brasília, pág. 19 O POVO comemora 90 anos de história é homenageado na Assembleia Legislativa, pág. 2 Anúncio do Beach Park, pág. 20

Coral “Bom Mesmo é Ser Feliz” da Pousada Crysantho Moreira da Rocha

Senhora Rosa Helena e Senhora Antônia Gomes

Diretor de Obras Carlos Euler Currlin Perpétuo, Senhora Ângela Parente, Diretor de Planejamento e Orçamento José Aldemir Holanda, Senhora Rosa Helena, Diretor de Educação e Cultura Vicente Nunes Magalhães, Diretor Jurídico João Rodrigues Neto, Doutora Marili Amorim, Diretora de Promoção Social Maria Djanira Gonçalves e Diretor Administrativo e Financeiro José Sampaio de Lacerda Júnior.

Senhora Eliane Pinto Macedo e Senhora Zilma Lavorato

Senhora Antônia Rita e Senhor Lincoln Brum

Servindo a Ceia

Seis nomes ligados ao Ceará no Governo Bolsonaro. Um é o Ministro de Infraestrutura, Tarcício Gomes de Freitas (Crateús). Leia mais na pág. 14


acesse o site: www.casadoceara.org.br

Edi t o r i a l

As eleições presidenciais de 2018 sacudiram o país, com a radicalização e alteração dos paradigmas. Cristalizou-se o ódio ao PT que apesar de ter 40 milhões de votos amargou uma contundente derrota. No Rio de Janeiro, elegeu um só deputado federal. A renovação no Congresso, tanto no Senado quanto na Câmara, foi expressiva e acima do que imaginavam certos analistas. As mídias sociais exerceram pela primeira vez um papel preponderante. As pesquisas e as mídias tradicionais pipocaram, mas prevaleceu, lamentavelmente, o financiamento público. Criaram um cavalo de batalha sobre o papel do r=horário eleitoral gratuito. Afirmava-se que definiriam a eleição quem tivesse tempo de TV. Aconteceu juntamente o contrário, Ganhou a eleição que não tinha horário. Outra balela que ruiu por terra é que os debates na televisão definiram os pleitos. Deu tudo errado. Agora os salvados do incêndio precisam dizer a que vieram, dar as cartas e jogar o jogo, pois a descrença neste tiro de democracia, em que roubam, assaltam e nada faz pelo país,está se acentuando, O país está sendo governador de dentro de presídios, o que é horror, Mas é fato. Tudo pode acontecer inclusive nada. Vamos aguardar, A violência atingiu a barbárie no Ceara e no Brasil. Inácio de Almeida (Baturité) diretor responsável Expediente

Fundada em 15 de outubro de 1963 Fundadores – Chrysantho Moreira da Rocha (Fortaleza) e Álvaro Lins Cavalcante (Pedra Branca) Diretoria Presidente - Osmar Alves de Melo (Iguatu): Estênio Campelo Bezerra (Crateús) 1º vice; Adirson Vasconcellos (Santana do Acaraú), 2º vice; José Sampaio de Lacerda Júnior (Fortaleza), Administração e Finanças; José Aldemir Holanda (Baixio) Vicente Magalhães (Aurora), diretor de Educação e Cultura; Francisco Machado da Silva (Pedra Branca), Saúde; JB Serra e Gurgel (Acopiara), Comunicação Social, Carlos Euler Currlin Perpétuo (Joinville/SC) Maria Djanira Gonçalves Brito (Aurora), Promoção Social, e João Rodrigues Neto (Independência), Jurídico. Conselho Fiscal Membros efetivos: Evandro Pedro Pinto (Fortaleza) presidente, José Ribamar Oliveira Madeira (Uruburetama), José Colombo de Souza Filho (Fortaleza) ( Itapipoca); Membros suplentes: José Aldemir Holanda (Baixio). Maria Aurea Assunção Magalhães (Fortaleza) e Antônio Assunção (Iguatu) Jornal da Casa do Ceará Fundador e Editor Emérito - Lúciano Barreira (Quixadá) Conselho Editorial Adyrson Vasconcellos (Santana do Acaraú), Ary Cunha (Fortaleza), Carlos Pontes (Nova Russas), Edmilson Caminha (Fortaleza), Egidio Serpa (Fortaleza), Frota Neto (Ipueiras) Geraldo Vasconcelos (Tianguá), Gervásio de Paula (Fortaleza), Haroldo Hollanda (Fortaleza), Jorge Cartaxo (Crato), J. Alcides (Juazeiro do Norte), José Jézer de Oliveira (Crato), Luís Joca (Fortaleza), Marcondes Sampaio (Uruburetama), Milano Lopes (Fortaleza), Narcélio Lima Verde (Fortaleza), Paulo Cabral Jr. (Fortaleza), Raimunda Ceará Serra Azul (Uruburetama), Roberto Aurélio Lustosa da Costa (Sobral) e Tarcisio Hollanda (Fortaleza). Diretor Inácio de Almeida (Baturité) Editores JB Serra e Gurgel (Acopiara) e Wilson Ibiapina (Ibiapina) serraegurgel@gmail.com / zewilsonibiapina@gmail.com Editoração Eletrônica: Vanessa Gonçalves Campos Distribuição: Antônia Lúcia Guimarães Circulação: apoio da ANASPS O jornal não se responsabiliza por textos assinados. Banco de dados com apoio da ANASPS - Brasília – DF SGAN Quadra 910 Conjunto F - Asa Norte | Brasília-DF CEP 70.790-100 | Fone: 3533 3800 Email: casadoceará@casdoCeará.org.br / www.casadoceará.org.br

Dezembro/18

2

Espaço Lúciano Barreira

Estou fundando um movimento radical de direita: Brasil Unido Contra a Esquerda Totalitária e Anasquista O problema é a sigla. Impublicável.

Promoção de vinhos portugueses

Na compra de Periquita e Anus você leva Rola, de graça.

Pensa bem...

Querem que a gente tenha juízo Como isso é possível? Desde pequenos vimos o Tarzan andando nu, A Cinderela só chegava em casa depois da meia noite. O Pinóquio mentia pra caramba, O Aladim era ladrão, O Batman dirigia a 320km/h. A Branca de Neve morava com 7 homens. O Popeye fumava uma ervinha estranha e ficava loucão! O cascão não tomava banho, Cebolinha falava tudo errado Monica baixava o pau nos meninos. E o Mickey nunca casou com a Minnie. O pior exemplo de todos!”! Esses foram os exemplos que tivemos desde pequenos... E depois querem que tenhamos juízo!!! Mande para todos os velhos sem juízo que você conhece Eu fiz a minha parte

Aconteceu em São Paulo

Um homem comprou um produto que prometia aumentar pênis; Recebeu uma lupa.

Você já viu ou conhece

1, cabeça de bacalhau 2, filho de puta chamado Junior; 3, Santo de óculos; 4 chester vivo; 5, o Lombardi do sbt; 6, roberto carlos de bermuda; 7, Dercy Gonçalves quando era jovem 8, beliche de casal 9, enterro de anão

Humilhação

Fui doar sague e me perguntaram quantas vezes faço sexo po rano, A gente quer ajudar e ainda passa por humilhação.

Intenção

Um homem internado no hospital, quase morrendo, diz para a esposam com cara de doida. - Amor, quando eu morrer case-se com o compadre Zé. - Meu nego você odeia o Ze, - Por isso mesmo, quero, que ele se foda!!! Em Lisboa: horário de trabalho, Abrimos quando quando chegamos. Fechamos quando saímos. Se vier e não estiver rmos é porque não chegamos ou já saímos.. Depois de certa idade somos igual ao fusca, O qe vale é o estado de conversvação e não o ano da fabricação. Dia 1, de janeiro entra em vigor a nova lei Ruaneles.. Petista é aquele sabe tudo o que vai acontecer os proximos 4 anos...mas não sabe de nada que aconteceu nos utimos 16.

Conversando com o Leitor + O nosso Portal bateu os 367.568 acessos. O número é expressivo. +O nosso site sobre os 50 anos da Casa do Ceará chegou ao 16.226 acessos. + O nosso site sobre Brasília 50 anos de Ceará chegou aos 146.673 acessos. +O Google Analystics que nos acompanha há anos informou nos que nos mês de novembro foram visitados em 15 países e em 125 cidades brasileiras, + Países onde fomos acessados: Estados Unidos, Índia, Canadá, Suiça, Espanha, Holanda, Bélgica, Paraguai, Rússia, Argentina, Alemanha. + Principais cidades onde fomos acessados: Novo Gama, Rio de Janeiro, Fortaleza, São Paulo, Valparaíso, Cidade Ocidental, Planaltina, Águas Lindas de Goiás, Belo Horizonte Campo Grande, Santo Antônio do Descoberto, Sobral, Recife, Osasco, Natal, Florianópolis, Maceió, Manaus, Cuiabá, Teresina, Barreira, Guarulhos, Rio Preto, Aracaju, Vila Velha, Marabá, Cascavel, Curitiba, Paraná, Porto Alegre. + Recebemos a edição de novembro do Jornal da Associação nacional de Escritores com artigos de Manuel Higino, Odorico Leal, Ana Maria Lopes, Danilo Gomes, Ariovaldo Pereira de Souza, M. Paulo Nunes, Flávio

acesse o site: www.facebook.com/casadoceara

Kothke, Vera Lúcia de Oliveira, Valfredo Melo e Sousa, Emanuel Medeiros Vieira. Elza Zarur, Raquel Naveira, Marcelo Torres, poesias de José Augusto de Castro e Costa, Diego Mendes Sousa, Mário Faustino, Anderson Braga Horta, Alberto da Costa e Silva, Arlete Sylvia, Rul Bopp, Astrid Cabral Noélia Ribeiro,Lina Tâmega Peixoto, Esmerino Magalhães Jr. Emiliano Perrneta. + Na edição de novembro do Jornal da ANE artigos de autores cearenses, Ana Miranda, Sânzio de Azevedo, Márcio Catunda e a poesia de J. Peixoto Jr. + Recebemos o Binóculo de novembro com artigos de Dias da Silva, Batista de Lima, Dimas Macedo, Jacob Fortes, Januário Bezerra, Cladioberto Xavier, Clauder Arcanjo, Maria Lúcia Silveira Rangel (in memoriam) poesias de Francisco Carvalho (in memoriam), a Antônia Sampaio Fontes (in memoriam), Januário Bezerra e Esmerino Magalhães Jr. além de um texto sobre Voz Verso e Viola em Mangabeira III.

+ Audiência Facebook novembro/2018 Ações na página 19 Visualizações da página 428 Alcance 3789 Envolvimentos 1126 Vídeos 31 Curtidas 64

Ceará em Brasília


acesse o site: www.casadoceara50anos.com.br

SAMBURÁ - Avenida Beira Mar Deputados dos Inhamuns

Paz Loureiro (Arneiroz) nos envia Deputados dos Inhamuns (Nascidos na Freguesia de Arneiroz), com prefacio do deputado Audic Mota. O primeiro deputado de Arneiroz foi o comendador José Joaquim Silva Braga (835-1837) O último foi o deputado federal Luiz Odorico Monteiro de Andrade (2015-2018) É um livro rico de informações e registros históricos. Prof. Benedito Vasconcelos Mendes em Sobral O prof. Benedito Vasconcelos Mendes lançou na Academia Sobralense de Estudos e Letras-ASEL o seu livro “Lembranças Campestres, saudado pela presidente da ASEL, profa. Crislne Carvalho Cavalcante, participando o secretário executivo Liduino Sá e a presidente do Linons Clube Sobral Caiçara, empresaria Francina Angelim. Da organização do evento ajudara acadêmico Arnaud de Holanda Cavalcante, escritor Joab Aragão o e o empresário Antônio Melo. Participaram ainda o escritor José Ferreira Portela Neto, escritor João Edson de Andrade, empresário Valmir Andrade genealogista Assis Arruda; o Livro conta a infância do prof. Benedito vivida em Sobral; Homenagem ao Ceará A União da Ilha vai homenagear Ceará no samba enredo de seu carnaval em 2019. Quem vai pagar a conta? Maria da Penha no Chile Ela foi uma das expositoras no evento de celebração dos 70 Anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos. Esse encontro foi promovido pelo Escritório Regional para a América do Sul do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos. Foi dia 10.12 em Santiago do Chile O General Theóphilo foi a Tasso Após ser confirmado titular da Secretaria Nacional de Segurança Pública, o General Theóphilo tomou uma providência: foi ao gabinete de Tasso Jereissati, no Senado, pedir apoio para seu trabalho. O setor vai precisar do aval da Casa em alguns projetos. Ari de Sá Neto com o Troféu Equilibrista Ari de Sá Neto, sócio-fundador e CEO da Arco Educação (Sistema Ari de Sá de Ensino), recebeu o Troféu Equilibrista 2018. A comenda é concedida pelo Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças do Ceará (IBEF/CE). O Troféu Equilibrista destaca empresários do mundo das finanças e reconhece o trabalho e desenvoltura de executivos diante das adversidades.

Ceará em Brasília

A despedida de Luis Joca Uma multidão foi se despedir do Luis Joca, que está voltando a Fortaleza, depois de longa temporada em Brasília. Chegou chegou com seu velho companheiro, o chapéu de massa. Tocando bumbo, Inácio de Almeida. Joca ficou de mandar a lista dos presentes, que publicaremos na próxima edição desta flamante folha. Novo livro de João Teófilo Pierre O Presidente do Instituto Cultural do Cariri ICC, Dr. Heitor Feitosa Macedo, o Presidente da Associação dos Ex-Alunos do Venerável Casarão de São José do Crato – Adsum, Mons. João Bosco Cartaxo Esmeraldo, convidaram para o lançamento do livro Crato, Europa, França e Bahia, Vol. IV, da lavra do Prof. João Teófilo Pierre, prefaciado pelo Dr. Paulo de Tarso Barreto Alves de Sousa, apresentado pelo Dr. Tibúrcio Bezerra de Morais Neto, Foi em 06.12 ma sede do Instituto Cultural do Cariri - ICC, Avenida Maildes Siqueira, s/n, em frente à ExpoCrato. João Teófilo Pierre é um eximinio narrador de fatos. Desembargadora A Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) recebeu denúncia, contra a desembargadora Sérgia Maria Mendonça Miranda e outros acusados de participar de esquema de venda de decisões judiciais no Estado entre 2012 e 2013. Com a decisão, a desembargadora se torna ré no STJ. De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), por meio de mensagens de WhatsApp, eram comercializadas decisões liminares que eram concedidas por Sérgia Miranda, durante seu plantão no Tribunal de Justiça, favorecendo clientes de advogados que integravam o grupo criminoso. 80 anos de Fernando César Os 80 anos de Fernando César Mesquita foram comemorados no Rosário com Claudia Carneiro e amigos, reunidos por Djalma Amazonas, presentes. Procurador Roberto Gurgel e sra. Claudia, sra. Fátima Costa, Paulo Medeiros e sra; Estela Abritta. Carlos Euler e Ângela Parente. Em recuperação O fotografo Hermínio Oliveira finalmente colocou os “stends” nas veias do coração. Um monte. Tudo pelas mãos do cirurgião Evandro Osterne, na companhia de seus filhos, que seguem a bela trajetória do pai.

Jezer O ex-presidente da Casa do Ceará, José Jezer Oliveira, já recuperado de uma ofensiva cirúrgica.

Ex-deputado cearense na ANM Eduardo Pragmácio, Tomás Figueiredo Filho e Hugo Leão. O ex-deputado estadual Tomás Figueiredo Filho tomou posse,, em Brasília, como diretor da Agência Nacional de Mineração. Ele cumprirá mandato de dois anos à frente da função. Tomás, que já foi do PSDB, é filiado hoje ao MDB e sua indicação teve o aval do presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira. A posse foi prestigiada por grupo de cearenses e, entre estes, os advogados Eduardo Pragmácio Filho e Hugo Leão, este da Federação do Comércio do Ceará (Fecomércio). Arco Educação A Arco Educação, holding que é dona de 100% do SAS (Sistema Ari de Sá), administrada por Ari de Sá Neto, é um empreendimento que vem crescendo ao longo dos anos. Fato demonstrado pelo desempenho da empresa, que de acordo com a oferta inicial de ações (IPO) na Nasdaq, realizada em 26 de setembro, a Arco arrecadou US$ 195 milhões, suas ações valorizaram 34,29% e a empresa atingiu o valor de US$ 1,2 bilhão. Tarciso Viriato Retornou no Japão onde ocupou espaços em galeria e na mídia. Não dá para ler nem a legenda, mas parece muito festejado, pela quantidade de texto ilustrando fotos. Tarciso passa o Ano Novo em NovaYork. Novo arcebispo de Fortaleza Dom José Antônio Tosi, arcebispo de Fortaleza, sofrendo problemas graves de diabetes, já encaminhou pedido de renúncia ao papa Francisco. Deixará sua missão, tranquilo com a chegada de dois novos bispos que, somando aos existentes, já fortalecem a divisão de missões e tarefas. São mais de 150 paróquias e um número elevado de religiosos. Quem será o novo arcebispo? Comentam que o nome sairá entre os bispos já trabalhando na arquidiocese de Fortaleza. Teleférico de Juazeiro O turismo religioso que movimenta também a economia da Região do Cariri vai ganhar um importante reforço. O governador Camilo Santana (PT) lançará a licitação para a implantação de um teleférico no horto do Padre Cícero, em Juazeiro do Norte. O projeto está orçado em R$ 74 milhões, sendo 70% da verba oriunda do Ministério das Cidades e os 30% restantes do Governo do Estado. A licitação é de caráter nacional e empresas da Itália, Suíça e França já se interessaram no projeto que deverá ter obras iniciadas a partir de fevereiro.

Veja a TV Casa do Ceará - acesse: tvcasadoceara/youtube

3

Dezembro/18


acesse o site: www.casadoceara.org.br

Sérgio Parente é escolhido novo desembargador do Tribunal de Justiça O Pleno do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) elegeu, pelo critério de merecimento, o juiz Sérgio Luiz Arruda Parente para o cargo de desembargador. “Com 26 anos dedicados à magistratura de 1º Grau, minha expectativa é montar um Gabinete produtivo e contribuir, de maneira mais técnica, para agregar, ainda mais, valores à jurisprudência do Tribunal de Justiça, levando ao jurisdicionado decisões justas e céleres”, disse Sérgio Parente, que vai integrar a 2ª Câmara Criminal. A posse está marcada para o dia 23, às 16h, no TJCE. O magistrado já havia concorrido ao cargo outras duas vezes, ambas pelo critério de merecimento. Os outros dois juízes mais bem votados foram Francisco Luciano Lima Rodrigues (auxiliar da Presidência) e José Ricardo Vidal Patrocínio (diretor do Fórum Clóvis Beviláqua). Ao todo, concorreram 14 magistrados. A eleição ocorreu em sessão

Gerardo Brígido e Iracema Vale na Galeria de Ex-Presidentes do TJC

pública, com votação nominal, aberta e fundamentada, conforme previsto na Resolução nº 106/2010 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Na Gestão do desembargador Gladyson Pontes, que se encerra em 31 de janeiro de 2019, foram promovidos ao TJCE, os desembargadores Francisco Carneiro Lima e Marlúcia de Araújo Bezerra (pelo critério de antiguidade); e, por merecimento, os desembargadores Francisco Mauro Ferreira Liberato e Henrique Jorge Holanda Silveira, além de Sérgio Parente, que ingressou na vaga do desembargador Carlos Rodrigues Feitosa, aposentado em 24 de setembro deste ano. Ele é natural de Fortaleza e nasceu em 18 de setembro de 1962. É filho de Luis Ideburque Mendes Parente e Eliane Arruda Parente e casado com Vânia Leal Chagas Parente, sendo pai de dois filhos.

O Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) afixou as fotos dos desembargadores Luiz Gerardo de Pontes Brígido (aposentado) e Maria Iracema Martins do Vale na Galeria de Ex-Presidentes da instituição, localizada no andar térreo do prédio. A solenidade foi em 09.11. O presidente do Tribunal, desembargador Gladyson Pontes, afirmou que “é um momento de grande simbologia para o Judiciário afixar as fotografias daqueles que passaram por sua história e contribuíram para sua evolução. Além de preservar a história, é também uma forma de valorização”. A desembargadora Iracema Vale, que atualmente é conselheira do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), presidiu o TJCE em 2015 e 2016. A magistrada destacou o empenho da equipe de trabalho do Gabinete da Presidência; do então vice-presidente e do corregedor-geral, desembargadores Francisco de Assis Filgueira Mendes e Francisco Lincoln Araújo e Silva, respectivamente; e dos servidores da Justiça. Ela esteve acompanhada do filho Paulo Vale e do desembargador Lincoln Araújo na ocasião do descerramento da foto na Galeria. “Quero agradecer a todos os desembargadores que confiaram em mim, para que eu pudesse estar à frente do TJCE.”

Há 46 anos

Dezembro/18

4

acesse o site: www.facebook.com/casadoceara

Ceará em Brasília


acesse o site: www.casadoceara50anos.com.br

Escritora cearense Inez Figueiredo estreia no romance

nagem vai entendendo também a sua origem: a morte da mãe, a cegueira do tio Páris, e deixa entrever a descoberta de que é filha dele com uma irmã, tomando consciência da “doçura louca do amor entre irmãos, a concupiscência da coleteira proximidade” (p. 70). Ela é, pois, irmã de Gudá por parte de mãe e prima por parte de pai, pois que sua mãe a concebeu com o irmão Páris, e concebeu Gudá com Menelau, o outro irmão. Permanece uma indagação: quem seria a mãe dos dois? Sugiro, pelo contexto, a deusa das águas, Uiara, que, em sua história mitológica, mata os irmãos e é jogada nas águas, onde é coroada rainha. De certo modo, no enredo do romance Há um Deus, a mãe de Gradiva e Gudá também mata os dois irmãos ao envolver-se com eles: a severidade de Têmis castiga Páris com a cegueira e Menelau com o isolamento. A narrativa, arquitetada num “facho de sombra” (Giorgio Agamben), desafia o leitor a percorrer um tempo que “é largo dentro da brevidade” (p. 46). A volta da protagonista da Itália para o Brasil, depois dos fatos transcorridos, marca o início do relato pautado por belas imagens poéticas como a fazer a depuração de um amor do passado que ainda pulsa na alma. O tempo esgarçado atravessa a narrativa no (re)montar dos acontecimentos, mas é impossível resgatar o vivido senão pela palavra. Quanto ao discurso de Inez, pode-se dizer que ele se afina esteticamente com o de Virgínia Wolf, James Joyce, Clarice Lispector e Walter Hugo-Mae, no pensamento arquitetônico, no apuro da forma, no descompromisso com a lógica. O “como se conta” sobrepõe-se ao “o que se conta”. Não que a narrativa seja desprovida de sentido. Há uma coerência interna que se resgata a partir das relações simbólicas e que se constrói ao juntar as pontas da narrativa cíclica que consegue, de fato, “verbalizar o deserto do verbo” (p. 107). E assim como desconstrói os gêneros literários, a obra também toca em relações de gênero, no sentido de desconstruí-los com a concepção de que há diversas maneiras de se viver as feminilidades e as masculinidades socialmente construídas. Serviço Lançamento do livro “há um deus na minha casa dos sonhos”, de Inez Figueiredo, no auditório da biblioteca da Unifor (Av. Washington Soares, 1321, Edson Queiroz). ailasampaio@ unifor.br

Ceará em Brasília

O QUE IMPORTA É AGORA!

*CONSULTE O MANUAL NO SITE

Publicado pela editora portuguesa Chiado Books, “Há um Deus na minha casa dos sonhos” será lançado nesta segunda na Biblioteca da Unifor Em seu novo livro - Há um deus na minha casa dos sonhos, lançado pela editora Chiado, Inez Figueiredo reafirma o seu estilo marcado pela hibridização dos gêneros, o que condiz com as tendências contemporâneas, mas, mais ainda com a sua concepção de literatura e com sua própria identidade como escritora. Há um trânsito natural entre o verso e a prosa, incluindo o texto poético como parte dos relatos, haja vista que seus protagonistas são poetas e têm os seus versos compartilhados com o leitor oportunamente. A maioria dos nomes dos personagens remetem à mitologia grega, como Menelau, Helena e Páris, retirados da epopeia Ilíada e Têmis, a deusa da justiça. A narradora os descreve como “velhos e amorosos tios”: Menelau, o erudito; Páris, o fantasioso; Helena, a feita de doçura, e Têmis, a justa e seca. Completa-se a família com o cão Ulisses, remetendo ao herói que aliava à astúcia a valentia. O nome da narradora e protagonista - Gradiva - foi retirado do romance homônimo publicado em 1903 pelo escritor alemão Wilhelm Jensen que, por sua vez, inspirou-se numa escultura de uma moça dançando e levantando parte da saia que data da primeira metade século II. A Gradiva de Inez é irmã gêmea de Gudá (Ganimedes), que, na mitologia, é um mortal raptado por Zeus para o Olimpo. Há um diálogo claro do romance de Inez com o de Jensen, já que ambos trazem um amor idealizado e impossível, com projeções e idealizações amorosas que vêm da infância. O discurso inevitavelmente lança os questionamentos: os protagonistas são irmãos gêmeos, filho de uma relação impura vivida por Menelau? São primos órfãos, um filho de Menelau e outro de Páris, criados pelos tios? Serão filhos da mesma mãe com pais diferentes (Menelau e Páris) como nas histórias dos gêmeos mitológicos a que a narradora se refere ao citar A história de Lince, de Claude Levi-Strauss, de onde a Bá tirou a lenda do personagem Gudá? Gradiva busca, nos escombros do passado, sua relação com Gudá, seu amor de infância consumado na fase adulta, que já está morto. Ao tentar entender sua relação com ele, a perso-

ÚLTIMAS BOLSAS

Veja a TV Casa do Ceará - acesse: tvcasadoceara/youtube

*

5

Dezembro/18


acesse o site: www.casadoceara.org.br

Leituras I A ÓPERA

Fernando Milfont (*) A ópera teria surgido na Itália, no século XVII, da união da poesia dramática com a música, muito provavelmente dos cantos gregorianos. É decorrente do desenvolvimento das estruturas musicais anteriores, pelos mestres flamengos e venezianos, que remontam às tragédias gregas e cantos carnavalescos italianos do século XIV, bem como aos diversos cantos eclesiásticos, de melodia simples, desenvolvidos em meio aos séculos III e IV, nos recitativos da liturgia das primeiras gerações dos cristãos. Cada região desenvolvia seu próprio repertório, bem como sua forma particular de execução, daí surgindo o Canto Gregoriano, como o Ambrosiano e outros. Por volta do século VI, o papa Gregório Magno compilou e sistematizou os cânticos eclesiásticos e diferentes liturgias orientais da Europa, com o propósito de unifica-los e utilizá-los nas celebrações católicas, com o estilo ensinado nas igrejas e mosteiros europeus. O Canto Gregoriano é uma oração cantada em uníssono, com um cantor e repetição por um coro. É a mais antiga manifestação musical do Ocidente. Tem suas raízes nos cantos das antigas sinagogas, desde o começo do século I, de nossa Era. É também chamado de Cantochão - gênero musical vocal monofônico (uma só melodia). Suas características decorrem dos Salmos judaicos, em conjunto com os costumes locais, como das igrejas orientais e dos chamados modos gregos (ou escalas), eram usados especialmente na música litúrgica). Jamais pode ser entendido sem o texto, que deve ser em latim, e que tem a primazia sobre a melodia e a esta dá sentido. Foi caindo em desuso na Idade Média, com o surgimento da polifonia, harmonia obtida com mais de uma linha de contraponto. O estilo voltou a ser utilizado graças ao abade beneditino Prosper Guérangen (1805-1875), que teve a iniciativa de fazer o processo de restauração. A primeira ópera de que se tem notícia surgiu no final do Renascimento, em Florença, em 1594, chamada Dafne, tendo seus registros desaparecido. Foi escrita por Jacobo Peri e Renuccini, numa tentativa de reviver as tragédias gregas, como parte de uma ampla reaparição da antiguidade que caracterizou a Renascença. Um trabalho posterior, de Peri, intitulado Eurídice, em 1600, prevaleceu como sendo a primeira ópera. A escola mais importante foi a de Veneza, onde surgiu o primeiro gênio do estilo: Cláudio Monteverdi (1567-1643). Seu discípulo foi Francisco Cavalli (1599-1676), que aperfeiçoou o trabalho de seu mestre, introduzindo elementos cômicos, agregando várias vozes em duetos, tercetos e quartetos, com coros. A chamada ópera conhecida como melodrama, refere-se a um estilo nobre que predominou na Itália, na década de 1710. Em seguida surgiu o estilo cômico - ópera buffa ou divertimento giocoso, no início do século XVIII. Os diálogos eram apresentados em estilo recitativo. No século XIX surgiu o bel canto, que se firmou, valorizando, sobretudo, a melodia, alcançando alto índice de desenvolvimento, com as óperas de Rossini, Belini e Donizetti, dentre outros famosos autores. A Alemanha foi outro importante cenário para o desenvolvimento da ópera, desde meados do século XVII. As casas reais financiavam artistas, construíram teatros populares, abertos ao público. Mozart foi um dos grandes nomes, como Weber e, posteriormente, um dos mais famosos, Richard Wagner, que revolucionou o romantismo alemão. Após Wagner, o mais importante foi Richard Strauss. No Brasil, a ópera, no século XIX, era apresentada em residências particulares. A primeira composta no país foi I due Gemelli, de José Maurício Mendes Garcia, cujo texto se perdeu. A primeira ópera com texto em português foi “A noite de São João”, de Elias Álvares Lobo. O compositor brasileiro mais famoso foi Carlos Gomes, embora tenha apresentado boa parte de suas composições na Itália, cantadas em italiano, cuja temática era brasileira, com ”II Guarany” e “Lo Schiavo.” Outros compositores notáveis foram Villa-Lobos e Camargo Guarnieri. Fernando Milfont é jornalista, sociólogo, escritor, membro da ACCLARJ.

Dezembro/18

6

Futura primeira-dama, Michelle Bolsonaro é filha de cearense de Crateús Paulo Negão.

cumprimentar um homem identificado como Sebastião, natural de Crateús, a quem chama de “cabra da peste”. Michelle de Paula Firmo Reinaldo Bolsonaro, 36 Apesar de não ter nascido no Ceará, sangue cearense corre nas veias de Michelle de Paula Firmo Reinaldo anos, nasceu em Ceilândia, no Distrito Federal, mas Bolsonaro, casada com o presidente da República Jair tem um pé no Ceará. O pai da futura primeira-dama do País, Vicente de Paulo Reinaldo, Bolsonaro (PSL) desde 2013. chamado pelo presidente eleito A primeira-dama eleita é filha de “Paulo Negão”, é natural de de Vicente de Paulo Reinaldo, Crateús. Familiares lembram conhecido como “Paulo Negão” que, na década de 1970, ele e os e nascido em Crateús, distante três irmãos deixaram o Interior 359,4 km de Fortaleza. cearense rumo à Brasília, para Durante a campanha presitentar a vida. dencial, Bolsonaro fez questão Foi lá que Paulo conheceu a de ressaltar a naturalidade, a raça mulher que daria luz à Michelle. e cor de pele de seu sogro para Em Crateús, terra natal dele, a defender que não é racista por A brasiliense de 38 anos foi discreta durante a campanha presidencial (Foto: Ricardo Moraes/ AFP) primeira-dama eleita tem duas conta de algumas declarações já tias-avós e dois tios-avôs, além dadas por ele. de outros parentes espalhados Em entrevista ao programa pelo Interior do Estado e por Pânico, da Rádio Jovem Pan, no Fortaleza. último dia 9 de outubro, começo A última vez que “Paulo Neda campanha do 2º turno, Paulo gão” esteve no Ceará foi no ano Negão foi citado em aceno feito passado, para visitar o pai - avô ao Nordeste. “O meu sogro é de Michelle - que estava doente. o Paulo Negão, de Crateús, no Já a futura primeira-dama esteve Ceará. A minha filha [Laura] na capital cearense em 2016. tem sangue de cabra da peste correndo em suas veias”, comen- Bolsonaro cumprimentou “cabra da peste” de Crateús AFP Segundo aliados, estava nos planos dela acompanhar o maritou Bolsonaro, afirmando ainda do na agenda de campanha que que “é apaixonado por uma filha Bolsonaro cumpriria no Estado, de pau de arara” referindo-se a no último dia 20 de setembro, Michelle. mas, após atentado sofrido pelo Nascida em Ceilândia, no marido, a vinda do clã teve que Distrito Federal, Michelle, de ser adiada. 38 anos, tem familiares espalhaFilha de cearense dos pelo interior do Ceará. Em No Distrito Federal, Michelle entrevista à TV Record, que foi era secretária parlamentar na ao ar nesse domingo, 28, após o Câmara Federal, onde conheceu resultado das eleições, ela cita A brasiliense de 38 anos foi discreta durante a campanha o deputado Jair Bolsonaro, que que seu pai é cearense e usou viria a ser o seu futuro marido. o fato como argumento para Depois, passou a trabalhar no tentar afastar imagem de que gabinete dele, mas foi exoneseu marido é xenófobo, como já rada em 2008, após o Supremo foi acusado. Tribunal Federal (STF) proibir No geral, ela foi discreta duo nepotismo nos Três Poderes. rante a campanha presidencial. Depois das bênçãos do pastor No domingo, no discurso da Silas Malafaia, da Assembleia vitória, Bolsonaro agradeceu de Deus, sobre a união dos dois, o apoio da esposa e no final o casal foi morar em um condoperguntou se ela queria falar. A Um artista cearense fez foto-pintura para presentear a mínio de mansões, na Barra da primeira-dama, com sorriso enfutura primeira-dama Tijuca, no Rio de Janeiro, com a vergonhado no rosto, se recusou. Bolsonaro cumprimenta eleitores de Crateús, terra filha, a Laura, de oito anos. Michelle Bolsonaro é vista por amigos como uma natal do pai de Michelle mulher “simples” e “discreta” no jeito de se vestir. Ela Presidente eleito fez elogios ao Ceará O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), mandou gosta de usar sapatilhas, jeans e camisetas básicas. Em um recado para os eleitores de Crateús, terra natal do um dos vídeos de campanha gravados por Bolsonaro, aparece traduzindo o discurso dele para Libras, já que pai de sua esposa, Michelle. “Parabéns, Crateús. Muito obrigado aí. O meu sogro é especializada na língua. A esposa do presidente eleito é conhecida, também, que nasceu aí...sou casado com a filha dele obviamente, estou muito feliz. O Ceará mora no meu coração”, por ser uma mulher dedicada à Igreja. Michelle costuma disse, em vídeo, o capitão reformado do Exército, ao frequentar os cultos aos domingos, mas também curte passear em shoppings e gosta de ir para a cozinha. Durante a campanha presidencial, Bolsonaro fez questão de ressaltar a naturalidade, a raça e cor de pele de seu sogro.

acesse o site: www.facebook.com/casadoceara

Ceará em Brasília


acesse o site: www.casadoceara50anos.com.br

Leituras II O editorialista

Por Wilson Ibiapina (*) Um jornalista de peso que marcou seu tempo na imprensa cearense. Odalves Lima era de uma família de jornalistas. Primo de Fernando César Moreira Mesquita e sobrinho de Perboyre Silva, fundador da Associação Cearense de Imprensa. Odalves só tinha um defeito, gostava de tomar umas. Diariamente, depois de certa hora conversar com ele só amenidades. Chegou a escrever os editoriais de dois jornais adversários. O Estado matutino que apoiava o governo e o vespertino O Povo, de Paulo Sarasate Ferreira Lopes, que fazia oposição. De manhã, ele elogiava o governo. À tarde, descia o cassete na pagina de opinião do Povo Durante meses brigou com ele mesmo. Criticava à tarde e defendia na manhã seguinte. Uma noite, em plena semana santa, bebíamos todos no Café da Imprensa, um bar fuleiro que ficava na rua Guilherme Rocha, quase na praça José de Alencar. A turma na cerveja e o Odalves no Liebfraumilch, um vinho alemão de baixa qualidade leve e doce que era vendido numa garrafa azul. Diziam que Liebfraumilch significa o leite da mulher amada. Todo mundo já pra lá de Marrakesh quando chega um portador procurando seu Odalves. O jornal queria que ele preparasse um editorial sobre Jesus Cristo para um caderno especial que dependia só desse artigo para ser fechado ainda naquela noite. Odalves fez um bilhete e mandou pelo rapaz. E pediu mais uma uma garrafa do vinho. O bilhete, disse ele aos curiosos, é só para ganhar tempo para beber mais esse “Leite da Mulher Amada”. Estava no bilhete de Odalves: “Vocês querem ou artigo contra ou a favor de Jesus?”

História Os boêmios e o ceguinho Foi na década de 60 do século passado. Ainda estudantes, Fausto Nilo, Rodger Rogério e Antônio Carlos Coelho voltavam a pé de uma farra no bar do Anísio, na beira mar de Fortaleza. O dia estava amanhecendo quando chegaram à praça José de Alencar, terminal de ônibus no centro da cidade. O Sol já tinindo, gente fervilhando, bares começando a receber os primeiros fregueses. Os três são acometidos de uma vontade louca de tomar uma geladinha. Sem dinheiro, surge a idéia quando encontram na esquina um ceguinho pedindo esmola. Viola no braço, chapéu no chão, mas ninguém ajudar. Pedem licença ao pedinte e assumem. Era um domingo de manhã. O ceguinho tocava flauta, Rodger acompanhava no violão, o Fausto cantava e o Antônio Carlos passava o chapéu. Em pouco tempo, a grana começava a sobrar pelas bordas. Tiraram o da cerveja, devolveram o chapéu. Quando o ceguinho passou a mão e sentiu o volume do apurado não se conteve. Abriu um sorriso e antes de agradecer, perguntou: - pessoal, quando é que vocês voltam aqui? (*) Wilson Ibiapina é jornalista, escritor, imortal e meu amigo. Emais: não duvido nada que tenha um quinto personagem entre os protagonistas citados. Já ouviram falar em sujeito oculto?

Ceará em Brasília

Governo do Ceará busca consolidar protagonismo em investimento público

“Nós fomos o estado que mais fez investimentos públicos no Brasil. Poderíamos ter feito o equilíbrio fiscal e ter deixado recursos em caixa para o estado, porém o mais importante para nós é o que traz o retorno para a população. Já estamos nos preparando para os próximos quatro anos, para garantir que possamos começar 2019 com equilíbrio, manter o estado com o maior número de investimentos e fortalecer áreas estratégicas do governo”, disse o governador do Ceará, Camilo Santana, durante confraternização com representantes da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), na Casa da Indústria. O encontro com os empresários da indústria cearense celebrou as conquistas do Ceará nos últimos quatro anos e reforça o compromisso entre o setor produtivo e o poder público em prol dos avanços do Estado. Na ocasião, Camilo Santana fez um balanço das dificuldades enfrentadas pelo governo em sua primeira gestão, como a seca e a instabilidade econômica e política do país, porém destacou que a boa gestão fiscal e os investimentos podem abrir as portas do Ceará para o desenvolvimento. “Quando a economia cresce, quando os investidores investem no estado, o estado também ganha muito com a receita, o que possibilita investir em saúde, em educação, em segurança e

em infraestrutura para o Ceará”, afirmou. Dentre os avanços, o governador citou a localização privilegiada e a implantação da trinca de hubs no Estado. “Procuramos enxergar o potencial do Ceará. Somos o ponto mais próximo tanto da Europa quanto das Américas. Procuramos que o Ceará fosse um grande centro de conexão com o mundo”, acrescentou. Com o hub aéreo, durante o ano de 2018, a capital cearense passou de 8 para 48 frequências aéreas internacionais semanais. O governador também destacou o hub portuário e o acordo firmado com o Porto de Roterdã, e o hub de dados. O presidente da Fiec, Beto Studart, agradeceu a parceria com o governo. “Este momento foi construído para refletirmos juntos sobre a administração pública estadual e a indústria. Recordo ainda em 2015, primeiro ano desse encontro, a presteza e o cuidado dispensados pelo governador e sua equipe na análise das sugestões encaminhadas pela agenda da indústria. Diversas ações propostas foram acatadas. Desde então a relação mantida tem se mantido em nível elevadíssimo, incluindo nessa parceria a academia, em um tripé que nos tem legado grandes avanços institucionais”, disse.

Em sessão extraordinária, foi realizada a votação e eleição da nova Mesa Diretora da Câmara Municipal de Fortaleza para o biênio 2019-2020. A chapa única na disputa obteve 42 votos favoráveis e uma abstenção do vereador Márcio Martins (PROS). O pedetista Antônio Henrique foi escolhido o presidente da Mesa e comandará os trabalhos do Legislativo Municipal nos próximos dois anos. A nova Mesa, que assume em 2019, será formada pelos vereadores: Antônio Henrique – PDT (Presidente), Adail Júnior – PDT (1° Vice-Presidente), Raimundo Filho – PRTB (2° Vice-Presidente) e Gardel Rolim – PPL (3° Vice-Presidente). Como primeiro-secretário permanece o vereador Idalmir Feitosa (PR) e a novidade fica nos nomes; do vereador Ziêr Férrer (PDT) como 2° Secretário e Lucimar Martins (PTC) como 3° Secretária. Os suplentes da nova Mesa Diretora é composta pelos vereadores; Márcio Cruz (PSD), Casimiro Neto (MDB) e John Monteiro (PDT). A votação foi conduzida pelo presidente Salmito Filho (PDT), que parabenizou a todos vereadores pelo diálogo e a construção da chapa única. “Quero aqui parabenizar a nova Mesa Diretora e desejar que ela possa conduzir de forma republicana e transparente os destinos do Legislativo no próximo biênio 2019-2020. Parabenizar todos também pelo diálogo na construção dessa chapa única.”, frisou. O presidente eleito, Antônio Henrique (PDT) ressaltou que o colegiado garantirá condição para todos os vereadores exercerem o mandato com excelência. “Queremos que a Casa continue no rumo certo e trabalhando muito pela população de Fortaleza. Vamos manter o diálogo com todos os vereadores e garantir condições para que todos realizem seu trabalho com excelência.”. Na justificativa, o vereador Márcio Martins (PROS) pon-

tuou que se absteve por considerar que a chapa não cumpriu a proporcionalidade partidária. “Na minha avaliação nós deveríamos ter cumprido a proporcionalidade das bancadas. O PROS é um partido que tem três vereadores e não foi contemplado na Mesa, por isso me abstive em respeito ao meu partido. Mas vivemos numa democracia e temos que aceitar a decisão da maioria.”, destacou. Antônio Henrique faz pronunciamento como novo Presidente da Câmara Municipal Durante sessão extraordinária, o vereador Antônio Henrique (PDT) fez seu primeiro pronunciamento como Presidente da Câmara Municipal de Fortaleza. Emocionado, o novo presidente expressou sua gratidão à família, especialmente ao filho e esposa. O parlamentar estendeu reconhecimento à toda população fortalezense, servidores e aos 42 vereadores que foram favoráveis à sua eleição para presidir o Legislativo Municipal. “Saibam que a função dessa Mesa Diretora eleita é poder ajudá-los a exercer com eficiência e protagonismo os seus mandatos”, afirmou. Antônio Henrique ainda ressaltou a postura do presidente municipal do PDT, prefeito Roberto Cláudio, durante o processo de sucessão da Mesa, congratulando também o vereador Salmito Filho(PDT) pelas inovações, aprimoramento de processos e seriedade em seu trabalho à frente da Câmara Municipal nos últimos quatro anos. Sobre o papel do parlamento, evidenciou a função e o desafio diário que lhe cabe de falar em nome do povo, com ampliação do alcance nas discussões e decisões municipais. “Cada um de nós precisa ter sempre em mente esse fato e nortear o trabalho a partir da premissa de que os cidadãos que moram e trabalham na nossa cidade são a razão de estarmos aqui. À eles devemos um trabalho sério e eficiente”.

Câmara Municipal elege nova Mesa Diretora para biênio 2019-2020

Veja a TV Casa do Ceará - acesse: tvcasadoceara/youtube

7

Dezembro/18


acesse o site: www.casadoceara.org.br

Leituras III

Justiça democrática

Por Gonzaga Mota (*) A democracia moderna baseia-se em um sistema de instituições construídas na expectativa de garantir a representatividade e a legalidade das decisões políticas. Entretanto, infelizmente, constatamos que este equilíbrio institucional tem sido seriamente desvirtuado. Um olhar acurado sobre o relacionamento dos poderes constituídos torna este desequilíbrio de fácil constatação e a confirmação de que as instituições democráticas não estão cumprindo o seu papel de canalizar as demandas da cidadania. Existe um fenômeno mundial de agigantamento do Poder Executivo que reduziu o Legislativo a um papel secundário e homologador das decisões provindas daquele poder. A perda de autonomia do parlamento, em todo o mundo, deu oportunidade ao incremento da corrupção nos sistemas políticos. Denúncias de favorecimento são constantes. Partidos tornaram-se máquinas de arrecadação de fundos, usados nem sempre de forma transparente. Neste contexto de baixa representatividade e legitimidade não causa surpresa o desejável crescimento institucional do Judiciário. Um Judiciário forte, capaz de garantir a legalidade e legitimidade constitucional é algo necessário à boa saúde do sistema político. Por outro lado, um Judiciário intimidado em seu papel de defensor da ordem legal abre a chancela para a arbitrariedade de quem esteja ditando a agenda política. Com o Judiciário fraco, qualquer controle legal e constitucional se torna pouco crível. Precisamos recuperar, no mundo, a superioridade moral de nossos regimes democráticos. Para tanto, é desejável que o Poder Legislativo resgate sua capacidade deliberativa e representativa, e que o Poder Judiciário garanta a ordem legal e constitucional. É preciso também que as democracias realmente atendam às demandas da cidadania, seja em termos sociais, econômicos e políticos. Viva a Democracia..

Brasil: reflexões Segundo Amartya Sen, Prêmio Nobel de Economia de 1998, “A privação de liberdade econômica pode gerar a privação de liberdade social, assim como a privação de liberdade social ou política pode, da mesma forma, gerar a privação de liberdade econômica”. Dentro desta linha de raciocínio, seria fundamental alcançar a cooperação entre governo, sociedade civil e setores empresariais e trabalhistas. O desenvolvimento integrado e sustentável somente ocorrerá na medida em que haja uma participação responsável dos diversos segmentos da sociedade. Questões tão complexas exigem, igualmente, tratamento complexo. No caso brasileiro, é urgente a necessidade de programas e ações estruturantes que, voltados para a área sócio- econômica, promovam e consolidem os direitos fundamentais. Sem crescimento econômico, não há de que se falar em geração de renda ou de empregos, e nem de melhorias que repercutam significativamente na vida do cidadão, seja quanto à segurança, à educação, à saúde ou a quaisquer outros temas que o afetam diretamente. Em termos de globalização econômica, com seus efeitos positivos e negativos, a busca da estabilidade macroeconômica é vital para que a retomada do desenvolvimento seja eficaz. Ao Brasil será impossível destacar-se em meio às economias avançadas, se mantidas a miséria e a exclusão social de que somos testemunhas. O desenvolvimento precisa ser integral, abrangendo todas as áreas, ou seja, visando o bem-estar da coletividade e o equilíbrio ambiental. Desejamos que o engajamento da sociedade se dê de forma crítica e atuante, garantindo a transformação de nossa realidade. Assim, estaremos participando de transformações esperadas, respeitando o regime democrático e a liberdade. O Papa Paulo VI disse: “O desenvolvimento é o novo nome da paz”. Com amor e sem ódio esperamos melhores dias.. (*) Gonzaga Mota (Fortaleza) ex-governador, ex-deputado federal, professor da UFC e escritor

Dezembro/18

8

Obras da Bica do Ipú – TCE manda ex-gestores ressarcirem o Estado em quase R$ 1 milhão

Soraia Victor foi a relatora do processo. O Tribunal de Contas do Ceará determinou a três gestores públicos o ressarcimento de R$ 967,8 mil aos cofres estaduais, a serem ainda atualizados monetariamente, em virtude de irregularidades, que causaram dano ao erário, em obras da 1ª etapa do Complexo Turístico da Bica do Ipú. A informação é da assessoria de imprensa do TC, adiantando que o serviço de engenharia foi objeto dos Convênios nºs 21/2010 e 03/2011, celebrados entre a Prefeitura de Ipú e a Secretaria de Turismo do Estado. A decisão foi tomada de forma unânime por conselheiros reunidos em sessão plenária extraordinária ocorrida nessa quinta-feira no julgamento do processo nº 09799/2012-6, uma Tomada de Contas Especial instaurada a partir de Representação do Ministério Público de Contas e relatada pela conselheira Soraia Victor. Os conselheiros acordaram ainda em remeter cópia do processo à Procuradoria-Geral do Estado e ao Ministério Público Estadual bem como dar ciência do julgamento à Comissão de Fiscalização e Controle da Assembleia Legislativa. Obras A execução da 1ª Etapa do Complexo Turístico compreendia a construção de um totem, um pórtico, um estacionamento e um restaurante. Para isso, foi firmado em 15/06/2010 o Convênio nº 021/2010, no valor de R$ 3.059.787,51, sendo R$ 2,8 milhões provenientes do Tesouro Estadual e R$ 259.787,51 de contrapartida da Prefeitura de Ipú. Entretanto, o referido convênio foi encerrado por decurso de prazo em 30/6/2011, tendo prestação de contas no valor de R$ 1.632.491,60, sendo R$ 1,5 milhão oriundos do Tesouro Estadual, e não pôde ser prorrogado devido à inadimplência da Prefeitura. Como o empreendimento não foi concluído durante a vigência do Convênio nº 21/2010 e, para que não houvesse prejuízo do objeto pactuado, em 21/11/2011 foi firmado o Convênio nº 003/2011 para complementação da obra, no valor de R$ 1.427.295,90, sendo R$ 1,3 milhão oriundos do Tesouro Estadual e R$ 127.295,90 como contrapartida da Prefeitura. Foram responsabilizados solidariamente pela devolução dos recursos o então prefeito municipal, o então

gerente de Monitoramento e Controle da UGP – Prodetur – Setur e a coordenadora do Prodetur – Setur à época. Do valor total do dano, R$ 600 mil deverão ser ressarcidos pelo ex-prefeito em razão da não apresentação da prestação de contas final do Convênio nº 003/2011; R$ 245.040,69 solidariamente pelos três agentes devido à não execução do estacionamento em sua totalidade; e R$ 122.761,41 solidariamente pelos três agentes devido a medição de serviços em período anterior à vigência do Convênio nº 003/2011. Foi determinada também a citação da Empresa Enpecel Engenharia de Projetos e Construções Ltda para que recolha o montante de R$ 245.040,69 ou apresente defesa sobre o fato de ter recebido a totalidade dos valores concernentes à construção do estacionamento, sendo que, quando da inspeção in loco realizada por servidores do TCE, constatou-se que não foram executados vários itens previstos no orçamento do serviço. Por sua vez, as multas foram de 20% do valor total do dano para o ex-prefeito e 5% para cada um dos demais, de acordo com o grau de culpabilidade e circunstâncias envolvidas. A sanção foi aplicada ao ex-chefe do Executivo pela não execução do estacionamento em sua totalidade, pela apresentação de prestação de contas contendo medições em períodos fora da vigência do Convênio nº 003/2011 e pela não prestação de contas final dos recursos recebidos pelo Convênio nº 003/2011. Ao então gerente de Monitoramento e Controle da UGP – Prodetur – Setur e à então coordenadora do Prodetur – Setur, as multas tiveram como causas: a emissão de parecer atestando a formalização do segundo Convênio, validando as alterações propostas pela Prefeitura, em virtude de falhas no orçamento do Convênio nº 021/2010 já aprovadas, sem a devida inclusão de recurso necessário para a execução do estacionamento; e a emissão de outro parecer atestando a execução da 1ª parcela do Convênio nº 003/2011, a despeito das irregularidades constatadas na pelo TCE. Foi fixado prazo de 30 dias para que os três agentes comprovem, perante o Tribunal, o recolhimento dos valores atribuídos.

Dos 50 principais destinos da CVC - maior operadora brasileira de turismo - seis estão no Ceará. Fortaleza é o destino turístico mais comercializado pela CVC, informa o secretário de Turismo do Ceará, Arialdo Pinho. Ele acrescenta que, dos 50 destinos mais vendidos pela CVC – maior operadora brasileira de turismo – seis estão no Ceará: além de Fortaleza, que é a primeira colocada, incluem-se Juazeiro do Norte (26ª), Jericoacoara (28ª), Cumbuco (32ª), Beberibe (36ª) e Porto das Dunas (49ª). Outra informação transmitida pelo secretário Arialdo

acesse o site: www.facebook.com/casadoceara

Pinho – que será homenageado pela seção cearense da ABIH na sua festa de confraternização e que deverá ser confirmado como Secretario para o segundo mandato do governador Camilo Santana – foi a de que a base de operações da Gol Linhas Aéreas em Fortaleza terá, até março, hospedados nesta capital, 595 tripulantes. Tudo isso graças ao Hub Air France-KLM-Gol. Tripulantes de avião, incluindo seus comandantes, são pessoas de renda média alta, o que significará mais consumo para o comércio de Fortaleza.

Ceará em Brasília


acesse o site: www.casadoceara50anos.com.br

Leituras IV O Atlântico, o Seaview, Acopiara e nós de novo

Por JB Serra e Gurgel (*)

O Oceano Atlântico com uma área de aproximadamente 106.400.000 km², cerca de um quinto da superfície da Terra, 20%. Só perde para o Oceano Pacífico com 161.800.000 km²; É oito vezes maior do que a Europa com 405.000 km2. A profundidade média é de 3.926 km reduzida a 3.382 m consideradas as áreas adjacentes, A maior profundidade é de 9.219 no abismo de MIllwaukee, localizada na Fossa Porto Rico, a 1.,135 km de Porto Rico,A largura varia dentre 2.848 km no ponto mais estreito entre o Brasil e a Libéria e 4.830 km entre os Estados Unidos e o Norte da África, Acopiara´está 365 km do Oceano Atlântico, longe mas nem tanto, O Brasil tem um litoral com 7.367 km, banhado a leste pelo oceano Atlântico. A costa brasileira aumenta para 9.200 km se forem consideradas as saliências e reentrâncias do litoral. O Ceará, embora seja um dos menores Estados do Brasil em área, tem uma das maiores costas, com 578 km de extensão. O Seaview é um dos maiores navios de cruzeiro da MSC, com 323 metros de comprimento, 72 de altura, 41 de largura, com 19 decks (pontes/andares), com 2.067 cabines,sendo 739 com varandas, e capacidade para 5.179 passageiros e 1.493 tripulantes. Na tripulação, muitos cearenses especialmente como camareiros, garçons e cozinheiros, Em Fortaleza, há um centro de recrutamento e seleção de pessoal da MSC. O Seaview é uma pequena grande na cidade com o mais elevado Índice de Desenvolvimento Humano do planeta. Por suas cozinhas e restaurantes passam 30 mil refeições diárias, com piscinas, milhares de metros de corredores, dezenas de elevadores, bares, boates, salões, lojas, butiques, teatro gigantesco, parque temático, Panorama Pool, Sunset Beach Pool, Atrium de quatro andares. MSC Yacht Ckub, MSC Aurea Spa. Vendes se de tudo : bebidas, roupas perfumes, cigarros, bolsas de marcas e chinesas. É uma cidade bem menor do que Acopiara, mas séculos à frente, A infraestrutura é completa: água, esgoto, tudo tratado,

energia, limpeza, centro medico, tecnologia de ponta em tudo que existe em termos de instalações e equipamentos. Um senão desabonador:. Acabaram com o espaço de livraria, que existe em outros navios da MSC,e puseram uma estante de livros, que chamam de “Library” o ao lado de uma mesa de bilhar e de sinuca. A grande vantagem é que não tem políticos nem empregos para vagabundos. Nem terceirizados, nem comissionados nem temporários. O regime é de competência, mérito e mercado. Com forte compromisso social, a MSC mesmo considerando que os oceanos abrigaram cerca de 20 mil espécies de peixes mas há forte ameaça a sobrevivência de muitas espécies. A FAO estimou em 2916 que 89,5 % das unidades populacionais de peixe estão totalmente pescadas ou sobre pescadas.. Vem ai uma nova geração de peixes chineses, feitos com isopor ou produzidos em criatórios poluídos da China. Entre Genova e Rio de Janeiro, não vi um só peixe saltando no Atlântico. De Genova a Barcelona 366 milhas. De Barcelona a Cadiz, 603,milhas, de Cadiz a Lisboa, 251 milhas. De Lisboa a Funchal, 530 milhas. de Funchal a Tenerife 262 milhas., de Tenerife a Salvador, 2;834 milhas. 603, de Salvador Búzios 661 milhas. De Salvador ao Rio de Janeiro, 753 milhas. Nos cinco dias de navegação no Atlântico, também não vi nenhum. Estão acabando. Salvemos os peixes e não apenas as baleias!, O Seaview não atracou em Fortaleza, pois há 518 anos espera-se uma solução para o Porto do Mucuripe receber navios grande calado. Só blábláblá; Fala-se em turismo mas não tem portos adequados, Hub aeronáutico não tem turismo, tem passageiro saindo de um avião e entrando em outro. Recife Natal, João Pessoa,Vitória Florianópolis, Porto Alegre não tem piers. Salvador tem, mas a infraestrutura bahiana caiu na miséria. O Mercado Modelo é um,lixo se comparado com Mercado Central de Fortaleza. O mercado Modelo está cercado de prédios caindo aos pedaços. Uma tristeza para o turismo bahiano.

Um milagre o turismo em Ilha Bela, Camboriu, Ilha Grande, Búzios, destinos sem portos, operados por toners que vão e voltam dos navios fundados para piers provisórios. O Seaview saiu de Genova, na Itália, pátria de Cristóvão Colombo, para o Brasil transportando 90 %de idosos com mais de 70 anos, uma vitória da longevidade, da qualidade de vida da demografia. Pouquíssimas crianças; gente de diferentes países;. Tinha cadeirantes, com andador, muletas, bengalas, cuidadores. O importante é viver a vida superando as limitações da idade com respeito e dedicação ao próximo. Muitas viúvas e viúvos ricos, não considerando o grupo fechado da elite que não tem contato com os demais viajantes. Não se misturam, nem são visíveis a olho nu. Desta vez, vi pouca gente lendo mas não vi a bordo ninguém com lap top, palm top., zap zap, de resto, muito caro. A MSC faz o que os presídios no Brasil não sabem fazer: bloqueiam com eficiência sinal telefônico em qualquer tecnologia. De Acopiara, estávamos eu, minha mulher Marília que é de Niterói, meus primos Jaile, com sua mulher Ivonete, que é de Volta Redonda e José com sua mulher, Maria Fernandes, que também é de Acopiara. Conosco estávamos dois amigos mineiros, Henrique e Beth Tolomelli, hoje morando em Vila Vielha/ ES. Falamos muito sobre a Acopiara que não existe mais, pois todo os que lá nascemos, temos mais de 50 anos de distancia. A geração atual de lá não sabe quem somos nem o que fizemos na vida,na luta pela sobrevivência. Era penosa mas gratificante. Pelo menos deu para usufruirmos a benesse de várias viagens transatlânticas, com dignidade. Relembramos a Acopiara de nossos bisavós avos, pais, irmãos, amigos, muitos já na eternidade. A infância em sítios e fazendas, com moagem de cana, banhos de açude, produção de rapadura e alfenin. foram revividos bons momentos e concluímos que lamentavelmente Acopiara ficou para trás na nossa memoria e continua para trás no presente, por força de visões indecentes do mundo contemporâneo. (*) JB Serra e Gurgel (Acopiara), jornalista e escritor. serraegurgel@gmail.com.

Estudante de Cedro recebe Prêmio Jovem Cientista

Leonardo Silva de Oliveira, concludente do curso Técnico Integrado em Informática do campus do Cedro, recebeu o prêmio de terceiro lugar na categoria “Estudante do Ensino Médio” no XXIX Prêmio Jovem Cientista. A cerimônia ocorreu nessa quarta-feira, no Palácio do Planalto. O tema deste ano foi “Inovações para Conservação da Natureza e Transformação Social”. Leonardo recebeu um laptop e bolsa de iniciação científica júnior ou de iniciação científica. O prêmio foi entregue ao aluno pelo presidente do Conselho de Administração do Grupo Boticário, Miguel Krigsner. A informação é da assessoria de imprensa do IFCE. Participaram da cerimônia o presidente da república, Michel Temer, os ministros Gilberto Kassab (Ciência,Tecnologia, Inovações e Comunicações), Eliseu Padilha (Casa Civil) e o presidente do Cnpq, Mario Neto Borges. O reitor do IFCE, professor Virgílio Araripe, também participou da solenidade. Projeto O projeto é intitulado “Aquameaça: uma aplicação Android para identificação e monitoramento de ameaças a Ecossistemas Aquáticos”. Os professores Humberto Beltrão e Evaldo Azevedo orientaram o projeto, do qual também participou o aluno Rodrigo Cadeira, do curso de Sistemas de Informação e, na época da criação do aplicativo, estava no Integrado em Informática. Em maio deste ano, os orientadores acompanharam a realização dos testes no Açude Ubaldinho, em Cedro. A proposta foi criar um aplicativo de celular para monitoramento participativo dos ecossistemas aquáticos, o qual recebe informações dos usuários sobre ameaças aos rios e açudes como descarte

Ceará em Brasília

de lixo, despejo de esgoto ou pesca excessiva e ilegal. A ideia da criação partiu da tese de doutorado do professor Evaldo que mapeou seis ameaças à conservação de ecossistemas aquáticos no semiárido: lixo ou esgoto, desmatamento, pesca excessiva, queimadas, retirada de água e espécies exóticas. Em maio, a agricultura e agrotóxicos foram incluídos após conversas com o gerente regional da

Reitor Virgílio Araripe, Leonardo e professor Humberto Beltrão.

Bacia do Rio Salgado,da Companhia de Gestão de Recursos Hídricos do Ceará (Cogerh), Alberto Brito. Quando se abre o aplicativo, explicou Leonardo, encontram-se as opções de tipos de ameaça. “A pessoa que está usando o aplicativo se ver uma ameaça pode reportar, mandar uma foto e uma descrição para o aplicativo, aí vai ser armazenado no banco de dados e esse banco de dados vai ser analisado”, afirmou. O aluno informou que o apli-

cativo pode ser usado com ou sem internet, ainda está em fase de desenvolvimento e o acesso está atualmente restrito aos participantes do projeto. “Ser reconhecido em uma cidade pequena como o Cedro, é algo muito bom”, disse Leonardo. O estudante deixou mensagem de incentivo a outros alunos. “Nunca tenha receio de fazer ciência, apesar de que às vezes pareça que seja inútil, mas todo tipo de conhecimento é útil”. Na opinião de Leonardo, a realização de pesquisa não dever ser feita apenas visando premiação. “Você precisa fazer uma pesquisa para contribuir para a sociedade”, declarou. Participante do projeto até julho deste ano, Rodrigo Cadeira explicou que o projeto visa diminuir o impacto ambiental e orientar a população para os cuidados com o ecossistema por meio de uma tecnologia da informação que proporcione o monitoramento participativo e incentive a prática da sustentabilidade. Rodrigo disse que foi importante ter colaborado com o desenvolvimento do aplicativo. “Ressalto a magnitude que é trabalhar em atividades interdisciplinares dentro da instituição por enriquecer conhecimento advindo da busca pela informação (pesquisa). Agradeço aos orientadores pelo incentivo e a todos envolvidos nessa conquista”, falou. Jovem Cientista Instituído em 1981,o Prêmio Jovem Cientista é uma iniciativa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e conta com parceria da Fundação Roberto Marinho e com o patrocínio da Fundação Grupo Boticário e do Banco do Brasil. O objetivo é estimular a pesquisa no país e investir nos estudantes que trazem projeto de inovação e solução para a sociedade.

Veja a TV Casa do Ceará - acesse: tvcasadoceara/youtube

9

Dezembro/18


acesse o site: www.casadoceara.org.br

Superintendente Antônia Lúcia Guimarães, Encarregada do RH Rayanne Alves, Senhora Aldanilse Pereira, Doutora Julyana Rodrigues, Senhora Cleuza Mariano, Diretor Jurídico João Rodrigues Neto, Comendador Albery Mariano, Presidente Osmar Alves de Melo, Diretor de Obras Carlos Euler Currlin, Diretor de Comunicação Social João Bosco Serra e Gurgel, Diretor Administrativo e Financeiro José Sampaio de Lacerda Júnior e Presidente do Conselho Fiscal Evandro Pedro Pinto.

Encarregada do RH Rayanne Alves, Presidente do Conselho Fiscal Evandro Pedro Pinto, Superintendente Antônia Lúcia Guimarães, Senhora Cleuza Mariano, Diretor Jurídico João Rodrigues Neto, Comendador Albery Mariano, Diretor Administrativo e Financeiro José Sampaio de Lacerda Júnior, Diretor de Comunicação Social João Bosco Serra e Gurgel e Presidente Osmar Alves de Melo.

Encarregada do RH Rayanne Alves, Presidente do Conselho Fiscal Evandro Pedro Pinto, Superintendente Antônia Lúcia Guimarães, Senhora Cleuza Mariano, Diretor Jurídico João Rodrigues Neto, Comendador Albery Mariano, Diretor Administrativo e Financeiro José Sampaio de Lacerda Júnior, Diretor de Comunicação Social João Bosco Serra e Gurgel e Presidente Osmar Alves de Melo.

A diretoria da Casa do Ceará em Brasília presidida por Osmar Alves de Melo (Iguatu) entrou uma placa de gratidão ao comendador Francisco Allbery Mariano (Santana do Acaraú) e sua esposa, Cleuza Mariano, pelos relevantes serviços prestados à Casa do Ceará, apoiando financeira todos os eventos institucionais, o jornal Ceará em Brasília e mais recentemente por ter doado, com escritura pública, um terreno para a Casa no município de Caldas Novas. A entrega da placa se deu com as presenças dos diretores José Sampaio de Lacerda Júnior (Fortaleza), JB Serra e Gurgel (Acopiara), João Rodrigues Neto (Independência) e Carlos Euler Curlin Perpétuo (Joinville) e o presidente do Conselho Fiscal, Evandro Pedro Pinto (Fortaleza|), a associada Aldenise Pereira e a Superintendente da Casa, Antônia Lúcia Guimarães (Riachinho/MG). Um café da manhã foi organizado pela Diretoria. Emocionado o comendador Francisco Albery

Mariano lamentou que por longo tempo ignorou a Casa mesmo tendo chegado a Brasília em antes de 1960, ainda no governo JK. “Isso se deu pela intensidade de,meu trabalho. Desde que descobri a Casa e constatei os serviços que presta aos cearenses e

as comunidades de Brasília e Entorno me apaixonei juntamente com minha esposa. Cleuza Mariano. Hoje fazemos pela Casa tudo o que for possível e só temos agradecer aos diretores e aos servidores pela acolhida generosa que nos deram”. Terminou sua oração, recitando um poema que escreveu sobre Santana do Acaraú. D, Cleuza Mariano revelou algumas passagens da vida em comum do casal, hoje com filhos e netos. Ressaltou a generosidade de Albery com sua família em Santana do Acaraú e com seus pais em Minas Gerais. Ressaltou que Albery viveu muito tempo trabalhando em três turnos, no setor publico e no magistério, dedicando-se por completo aos seus. Ao final, expôs sua veia poética ao declamar um poema dedicado a Albery, celebrando os 50 anos de casado, de lutas, sacrifícios e muitas vitorias especialmente no campo das letras, com amplo reconhecimento em Brasília e Caldas Novas.

A Casa do Ceará realizou no dia 07 de dezembro a Ceia Natalina com os idosos da Pousada Crysantho Moreira da Rocha, seus familiares e todos os voluntários que atendem os idosos. A Assistente Social e Responsável Técnica da Pousada Ivete Simonette, abriu o evento fazendo a Oração do Pai Nosso e leu uma passagem da Bíblia. Participaram do evento o Grupo Chorões do Cerrado que são alunos da Escola Brasileira de Choro Raphael Rabelo, o professor Raphael Cortez fez uma apresentação de dança cigana junto com a professora Marlete Queiroz. Marcaram presença no evento: Os diretores José Sampaio de Lacerda Júnior (Fortaleza), José Aldemir

Holanda (Baixio), Carlos Euler Currlin Perpétuo (Joinville/SC), Maria Djanira Gonçalves (Aurora), Vicente Nunes Magalhães (Aurora), João Rodrigues Neto (Independência), os Conselheiros Evandro Pedro Pinto (Fortaleza) e José Ribamar Madeira (Itapipoca) a Superintendente Antônia Lúcia Guimarães. Contamos também com a colaboração das madrinhas: Maria Djanira, Rosa Helena Lenira Vasconcelos Alvanira Sousa, Aldanilse Pereira Ivete Simonette Andreia Carusa, Eliane Pinto Macedo, Ângela Parente, Antônia Rita, Marili Amorim, Julyana Rodrigues, Antônia Guimarães, Denise Pinto, Virgínia Magalhães, Aurelita Pereira, Shirley Gurgel e Ângela Dalcantara que fizeram a entrega

dos presentes para os idosos da Pousada Crysantho Moreira da Rocha. O grande momento da festa foi a apresentação do Coral “Bom mesmo é ser feliz” formado pelos idosos residentes na Pousada sob o comando da Supervisora Eloísa Marques. A apresentação emocionou os convidados. A animação da festa ficou por conta do Grupo Moda de Viola com os integrantes: Roberto Amorim, Sinval Gomes, Marcos Alves, Walter Rodrigues, Ramos dos Santos Rosa, José Augusto de Souza, Trabalharam voluntariamente na organização do evento, os funcionários da Casa do Ceará.

Na oportunidade, o presidente da Casa, Osmar Alves de Melo, agradeceu o empenho do pequeno grupo de servidores, que atuam de forma dedicada nos diversos da Casa, destacando que eles “contribuem decisivamente para que a Casa possa atender a comunidade de Brasília do Entorno de forma efetiva”, Lembrou que ”os empregados da Casa do Ce-

ará se comportam de forma exemplar, doando permanente aos objetivos assistenciais da Casa, constituindo um grupo familiar, com ma comovente doação de todos aos programas desenvolvidos pela Casa”. Participaram do evento os diretores Osmar Alves de Melo (Iguatu), João Estênio Campelo Bezerra (Crateús com seu filho Guilherme), José Sampaio

de Lacerda Júnior (Fortaleza), Vicente Magalhães (Aurora), Djanira Gonçalves (Aurora), José Aldemir Holanda (Baixio) e sra. Rosa, JB Serra e Gurgel (Acopiara), João Rodrigues Júnior (Independência) e sua filha Julyana Rodrigues, Evandro Pedro Pinto, (Fortaleza), presidente do Conselho Fiscal e Antônia Lúcia Guimarães. Diretora Superintendente.

Casa do Ceará promoveu o Natal dos Idosos da sua Pousada

A Casa do Ceará homenageou em 14.12 os seus empregados com uma confraternização natalina, oportunidade em que foram distribuídos presentes de Natal, comprados ou oferecidos por parceiros e diretores da Casa.

Dezembro/18

10

acesse o site: www.facebook.com/casadoceara

Ceará em Brasília

Fotos: Sue Mendes

Casa do Ceará entregou placa de gratidão ao comendador Francisco Albery Mariano


acesse o site: www.casadoceara50anos.com.br ANC_MDBCasa_doCeará.pdf

1

15/02/2018

09:07

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

Ceará em Brasília

Veja a TV Casa do Ceará - acesse: tvcasadoceara/youtube

11

Dezembro/18


acesse o site: www.casadoceara.org.br

Leituras V O cinema na Fortaleza antiga Narcélio Limaverde (*) Creio que todos os de minha idade, gostam de falar nas divas do cinema de Holywood, as belíssimas estrelas dos anos 50. E não só as de Holywood, as belas italianas, francesas, mexicanas e as nossas brasileiras, também mereciam nossa admiração. Ah, aqueles beijos de Humphrey Bogart em Ingrid Bergman encabulavam a meninada. Sim, os conhecidos beijos de desentupir pia... Os cômicos como Jerry Lewis, Red Skelton, o mexicano Cantinflas, o brasileiro Oscarito, nos faziam rir com suas palhaçadas. E nem esqueço o Gordo e o Magro, Stan Laurel e Oliver Hardy com inocentes brincadeiras, sem apelo ao indecente. É... as graças, as piadas eram diferentes e, convenhamos, mais engraçadas. Claro que aprecio os nossos humoristas, principalmente os cearenses, principalmente Chico Anísio, ainda hoje fazendo sucesso. Mas, sou contrário as histórias grosseiras, que, no meu tempo, encabulavam principalmente se tinha mulheres por perto... Mas, isso é próprio dos inocentes, como nós éramos... Aqui pra nós, eu gosto das besteiras do Chaves, seu Madruga, o Kiko, que já morreram e continuam repetindo suas estórias na televisão. Outro dia parei no televisor, num canal, porque notei que estavam exibindo o Gordo e o Magro, Stan Laurel e Oliver Hardy. Pensei logo nos filmes Fra Diavolo, Dois Palermas em Oxford, e lembro as filas que se formavam no Cine Centro, em Fortaleza, para assistir essas películas. Claro que admirava Charles Chaplin, que revi outro dia, na tv, no filme O Grande Ditador, uma crítica inteligente ao bandido Hitler. Carlitos foi um gênio que, no começo, no tempo do filme mudo, nada dizia, mas todos riam. Sim, no tempo antigo, o cinema era nossa diversão diária. Naquela época, no Cine Centro, em Fortaleza idosos como eu, recordam, de vez em quando faltava luz o salão ficava no escuro e, nós gritávamos “ Olha a senha, olha a senha”, vigiados de perto pelo Pedro Guarda e o gerente Seu Nascimento, cada qual mais enérgico e ciosos de suas obrigações, impedindo a anarquia na sala de projeção: ” Zuada, meninos!!!” Acreditem, eu me emociono, quando lembro o Cine Centro, as séries, os filmes mexicanos e brasileiros. Era a Fortaleza Antiga. Recordo quando passou no Cine Diogo, “...E o vento levou...”, com 3 horas e 45 minutos de projeção, levamos para a sala de projeção, sanduíche e copo de garapa para a merenda. Eram os gostosos tempos da Fortaleza Antiga. Quem viveu, sabe... (*) Narcélio Limaverde (Fortaleza) jornalista, radialista,apresentador, comentarista ancora. Escritor;

Dezembro/18

12

Fortaleza ganhou Centro de Inteligência de Segurança Pública O objetivo é unificar a ação de combate ao crime organizado por regiões e são compostos por agentes de inteligência dos Estados, da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal e da Secretaria Nacional de Segurança Pública O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, inaugurou, em Fortaleza, o Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública – Regional Nordeste (CIISPR-NE). É a segunda de cinco unidades regionais a serem implantadas no País e integradas ao centro nacional, em Brasília (DF), para o combate ao crime organizado, presentes ao evento

o governador do Estado do Ceará, Camilo Santana, o secretário Nacional de Segurança Pública, major brigadeiro João Tadeu Fiorentini, e o secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, André Santos Costa. Os Centros Integrados de Inteligência de Segurança Pública têm o objetivo unificar a ação de combate ao crime organizado por regiões e são compostos por agentes de inteligência dos Estados, da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal e da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).

Após repercussão, novo governo recua sobre junção de BNB e BNDES

Mal recebida pelo empresariado do Nordeste, o novo questão. Até o momento, não (há essa intenção). Não pode governo não deve seguir adiante com a proposta que previa ser assim, porque o BNB opera um fundo constitucional”, fundir o Banco do Nordeste do Brasil (BNB) e o Banco da apontou o parlamentar. Amazônia (Basa) ao Banco Nacional de Desenvolvimento Especialistas e líderes do setor produtivo avaliam como Econômico e Social (BNDES). De acordo com Heitor Freire, prejudicial à região Nordeste a união dos bancos em uma dirigente estadual do PSL - partido do presidente eleito Jair só instituição. Um dos entraves para a consolidação dessa Bolsonaro -, o futuro ministro da ideia seria a diferença entre os Economia, Paulo Guedes, já teria públicos-alvos e programas de recuado da ideia da fusão. financiamento dos bancos. “Paulo Guedes avaliou isso aí Disputa pela presidência (o projeto de fusão dos bancos), A definição de quem assumirá mas não está sendo bem aceito. o comando do BNB vai ficar para Ele está querendo mesmo fazer o próximo ano, segundo Freire. essa fusão, mas não está sendo Questionado pela reportagem, bem aceito”, reafirmou Freire. ele afirma que não há nada de “Eu soube, por cima, que ele ticoncreto ainda e que caberá ao nha tido essa ideia, mas que tinha próprio Paulo Guedes indicar o recuado. Nada mais além disso”. próximo presidente da instituição. O deputado federal RaimunConforme o Diário do NorSegundo o futuro presidente do BNDES, fusão do BNB não poderia do Gomes de Matos (PSDB) acontecer deste informou, quatro nomes por conta do fundo constitucional operado pelo banco regional também disse, após encontrar o são cotados para assumir a lidefuturo presidente do BNDES e ex-ministro do Planejamen- rança do BNB: o empresário Geraldo Luciano, do Grupo to do governo Dilma Rousseff, Joaquim Levy, que não há M. Dias Branco; Marcos Holanda, ex-presidente do banco; por parte dele qualquer iniciativa no sentido de fundir os Nicola Miccione, diretor de controle e risco da instituição; bancos federais. “Ninguém sabe de quem está partindo essa e Romildo Rolim, atual presidente do BNB.

Inaugurada a Casa da Mulher Brasileira no Ceará

“Nós, a sociedade como um todo, recebemos uma Casa dessas como uma vitória, uma vitória numa luta muito grande ainda relacionada ao enfrentamento da violência contra a mulher. Essa Casa dá condições de implantar um modelo mais eficaz para fazer um enfrentamento com maiores chances de sucesso. Nossa grande esperança é poder replicar modelos assim no Ceará todo”. Assim a vice-governadora do Ceará, Izolda Cela, destacou a importância de contar com uma unidade da Casa da Mulher Brasileira, inaugurada em Fortaleza. O equipamento, que funciona desde junho deste ano em regime de implementação, foi construído e equipado pelo Governo Federal, a partir de iniciativa do Ministério dos Direitos Humanos (MDH). A Casa possibilita o acolhimento e o encaminhamento da denúncia de forma ágil e especializada, prestando suporte às mulheres em situação de violência. O Governo do Ceará é o responsável pela administração do local, que conta com Comitê Gestor formado por representantes do Governo Federal, Estadual, Ministério Público e Poder Judiciário. De acordo com a titular da Secretaria Nacional de Políticas para Mulheres do MDH, Andreza Colatto, a Casa é o principal equipamento que compõe o plano de

acesse o site: www.facebook.com/casadoceara

enfrentamento à violência “Mulher, Viver sem Violência”.. Grande nome da luta contra a violência doméstica no país, a farmacêutica Maria da Penha esteve presente na ocasião e afirmou a importância de contar com um equipamento para fazer com que a Lei nº 11.340 (Lei Maria da Penha) saia do papel. Segundo a ativista, apesar dos 12 anos de criação da lei, muitas mulheres ainda precisavam passar por várias instituições para formalizar uma denúncia ou apenas se informar, o que dificultava a vida daquelas em situação de desespero. “Contar com um local onde funcionam todas as políticas públicas, como acolhimento, abrigamento, Juizado, Defensoria Pública, Ministério Público, isso é o ideal para atender a lei do enfrentamento à violência contra a mulher”, afirmou. “Nesse momento, a gente sente uma alegria muito grande por sentir que estamos fazendo as coisas da forma correta. Além do equipamento, nós aprovamos um atendimento em 25 macrorregionais da saúde para as meninas em situação de violência. Isso mostra o compromisso do Governo com as políticas públicas voltadas para o fim da violência contra as mulheres”, destacou Camila Silveira, coordenadora especial de Políticas Públicas para as Mulheres do Governo do Ceará.

Ceará em Brasília


acesse o site: www.casadoceara50anos.com.br

Leituras VI

Marques Rebelo

Clauder Arcanjo (*) Ser ocupante da Cadeira XXXI, da Academia de Letras do Brasil (ALB), cujo patrono é Marques Rebelo, é ofício para o qual me declaro “incompetente”. Não tenho a grandeza do criador de A estrela sobe, não sou detentor da maestria de um autor que abre um dos seus romances — O trapicheiro — com: “Entrou em passos de borracha e vestido amarelo — Jurandir farejou possibilidades — espremendo a bolsa de camurça contra a ilharga. Tosca, informe, adivinhei-a como se na fosforescente massa de uma nebulosa antevisse o universo, claro e úbere, silente e apaziguante, que se formaria num futuro milenar. Era a múltipla visão salvadora — seio e umbela! — em mil sonhos sonhada, essência misteriosa de um mundo sem mistérios, sufocado de anseios e de portas cerradas. Tocou-me o sorriso compreensivo e maternal.” Marques Rebelo, pseudônimo literário de Edi Dias da Cruz, nasceu no Rio de Janeiro, aos 6 de janeiro de 1907, e encantou-se na cidade do Rio de Janeiro, aos 26 de agosto de 1973. Foi um escritor brasileiro da tradição iniciada por Manuel Antônio de Almeida e continuada por Machado de Assis e Lima Barreto. Jornalista, poeta, contista, romancista, cronista, homem de muitos livros publicados, plenos de vigor e lirismo. Sempre amparado na palavra certa, a captar, como poucos, “a alma das cidades”, Marques Rebelo é tão superior a mim que “correr com a sela” seria a minha ação mais digna. Contudo, cá não há selas nem bridão, apenas o esporear do tempo e o espiar deste microfone; porém, como sou provinciano teimoso, permitam-me, não vou afrouxar. O protocolo, quando da minha posse na ALB, em primeiro de novembro de 2018, exigia-me discorrer acerca da vida e da obra de Rebelo, livros que orgulham sobremaneira as letras nacionais. Um exemplo de intelectual para as gerações atuais. ......... Marques Rebelo, com um estilo moderno, multifacetado e delicioso, é festejado pela intelectualidade brasileira. Além de fundador de vários museus (Museu de Arte de Santa Catarina, Museu de Arte Popular do Colégio de Cataguases, Museu de Belas-Artes de Cataguases, Museu de Arte Moderna de Resende), Rebelo promoveu, entre nós e no exterior, pintores, exposições de artistas plásticos e escritores (Portinari, Di Cavalcanti, o português Miguel Torga, Herberto Sales). Culminando seu reconhecimento, Marques Rebelo foi eleito, em 1964, à cadeira nº 9 da Academia Brasileira de Letras. Infelizmente, Marques Rebelo vem sendo pouco lido pelos atuais escritores. Entrei, nessas últimas semanas, em várias livrarias e recintos de literatos, e pus-me a sondar sobre Rebelo. Poucos haviam-no lido; outros, pasmem, nunca ouviram, dele, sequer falar. Se me assustei? Eu, não!... Mas, quando eu discorria sobre Rebelo, os “novos gênios” nem se assustavam, pois, desconfio, era simplesmente burrice. Não, não riam. Citando, mais uma vez Brodsky: “Eu entendo o quão risível é, mas não é assunto para rir porque, bem, pessoas burras são terrivelmente más.” No caso, assusta-me a má literatura. Vade retro! ....... A ALB congrega a inteligência cultural que honra a memória e a riqueza do nosso povo. Para tal mister, haveremos de ousar, ter “ambição de propósitos”. E isto me lembra de uma lição de Ítalo Calvino, em seu memorável Seis propostas para o próximo milênio: “A excessiva ambição de propósitos pode ser reprovada em muitos campos da atividade humana, mas não na literatura. A literatura só pode viver se se propõe a objetivos desmesurados, até mesmo para além de suas possibilidades de realização. Só se poetas e escritores se lançarem a empresas que ninguém mais ousaria imaginar é que a literatura continuará a ter uma função”. Sem esquecer Fernando Pessoa, quando propaga em Livro do Desassossego: “Toda alma digna de si própria deseja viver a vida em Extremo. Contentar-se com o que lhe dão é próprio dos escravos.” Infelizmente, alguns de nós somos atraídos pelo “mavioso e perigoso canto de sereia” da vida literária e não pela literatura. ........ Um homem mede-se, também, pelo tamanho da sua teimosia. Meço 1,67m, mas, como bom nordestino, na métrica da teimosia seria um bom candidato ao basquete da NBA. Como escritor, estou por inteiro em meus escritos. Sete livros-filhos (Licânia, Lápis nas veias, Novenário de espinhos, Uma garça no asfalto, Pílulas para o silêncio, Cambono, e Separação), um na gráfica (O Fantasma de Licânia) e outros na sementeira, todos filhos peregrinos e (a)letrados deste exilado licaniense. Quando da criação, a paciência e o incentivo de minha musa: Luzia, minha Biscuí. Com ela, gestamos três lindas obras-filhos: Artur, Mateus e nosso benjamim, o Lucas Francisco. ............. Que, assim como Marques Rebelo, eu saiba me “comportar” no mundo das letras nacionais e me faça um “provinciano exilado”, todavia digno das obrigações e dos elevados deveres que terei que honrar com a honorável Academia de Letras do Brasil. Clauder Arcanjo (Santana do Acaraú) engenheiro de petróleo e escritor, membro da Academia de Letras do Brasil. clauderarcanjo@gmail.com

Ceará em Brasília

Governo do Ceará prepara incentivos para atrair voos para mais seis cidades

Segundo secretário do Turismo, Arialdo Pinho, projeto voos semanais com destino a três cidades do Interior cepara estimular os aeroportos de Iguatu, Crateús, Tauá, arense (Juazeiro do Norte, Jericoacoara e Aracati) terão Campos Sales, São Benedito e Sobral deve ser divulgado direito a incentivo que reduz em 64% na base de cálculo até fevereiro do próximo ano. para o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços Após lançar um pacote de incentivos para aéreas operarem (ICMS) incidente sobre o querosene de aviação. O decreto nos aeroportos de Juazeiro do Norte, Jericoacoara e Aracati, o do governador Camilo Santana foi publicado na última Governo do Estado prepara agora um novo projeto para atrair semana no Diário Oficial do Estado. voos regionais para terminais de menor porte nas cidades de A medida visa ampliar a oferta de voos para outros desIguatu, Crateús, Tauá, Campos Sales, São Benedito e Sobral. tinos do Estado. Apenas os aeroportos de Juazeiro do Norte De acordo com o secretário do Turismo, Arialdo Pinho, as e Jericoacoara recebem hoje voos regulares das principais medidas devem ser anunciadas até fevereiro do próximo companhias brasileiras, nenhuma delas opera simultaneano. “O projeto é para aviões de pequeno porte, de 12 a 70 amente nos três destinos. Dessa forma, quem aderir ao lugares. Esse que já lançamos programa de incentivo pagará tem o objetivo de impulsionar apenas 9% de ICMS sobre o o turismo nesses três aeroporquerosene, um dos insumos tos e abrange aviões de médio que mais pesam nos custos porte, a partir de 70 lugares”, das companhias. explicou. Atração Segundo Pinho, já exisDesde a disputa com outem companhias interessadas tras capitais do Nordeste em operar nesses aeroportos, para a instalação de um hub porém ainda não foi assinado no Aeroporto de Fortaleza, o nenhum contrato. “Até janeiGoverno do Estado tem conro, a gente já deve rodar inicedido diversos incentivos cialmente em três aeroportos. para o setor, entre os quais a Estamos aguardando a autoisenção de ICMS para a comProjeto para aeroportos de menor porte, como o de Iguatu, deve ser anunciarização da Agência Nacional do em fevereiro de 2019. Nesta semana, o governo já concedeu incentivos para panhia aérea que opere cinco de Aviação Civil (Anac) para os terminais de Jericoacoara, Aracati e Juazeiro do Norte Foto: Honório Barbosa voos internacionais semanais Aracati receber voos domésticos”, acrescentou. com aeronaves de corredor duplo (widebody) e 50 voos De acordo com o coronel Paulo Edson Ferreira, gerente domésticos diários (chegadas e partidas). de Obras e Instalações Aeroportuárias do Departamento Neste ano, o Governo do Ceará também determinou a Estadual de Rodovias (DER), a Anac já fez uma inspeção concessão de um subsídio de até R$ 20 milhões por ano técnica de certificação. “Estamos só aguardando a publica- a companhias que iniciem operações de linhas aéreas não ção da portaria para a Azul Linhas Aéreas iniciar os voos existentes em aeroportos do Estado até 1º de janeiro deste de acordo com o planejamento dela. A gente espera que ano, desde que somem, pelo menos, cinco novas operações esse resultado da inspeção também sai até o fim deste mês”. de voos internacionais operados por aeronaves de correIncentivo dor duplo, vinculadas a um hub com pelo menos 50 voos As companhias aéreas que operarem pelo menos três domésticos (contando pousos e decolagens).

Governo do Ceará doa equipamento de radioterapia para Instituto do Câncer Foi inaugurado na manhã no dia 10, o Acelerador vidas e gerando esperanças para os cearenses”, disse o Linear para tratamento de radiação do Instituto do governador. O presidente do ICC, Lúcio Alcântara, destacou a Câncer do Ceará (ICC). importância do equipamenO equipamento, estimato para o instituto. “Hoje o do em R$ 1 milhão, foi doICC atende cerca de 70% ado pelo Governo do Ceará dos pacientes com câncer e implementado no ICC, no Ceará e a implantação com o objetivo de ampliar deste equipamento nos dará em cerca de 25% os atencondições não somente a dimentos da radioterapia ampliar a capacidade de no hospital, desafogando a atendimento, como tamfila de pacientes na área. O bém dar mais qualidade e governador Camilo Santana segurança no tratamento”, recebeu homenagem de afirmou o gestor. reconhecimento durante a O projeto, que inclui solenidade. sistemas de planejamento e “A doação veio como Equipamento amplia em 25% capacidade de atendimento radioterápico gerenciamento de controles uma forma do Governo do Estado de reiterar a parceria e reconhecer o trabalho de doses, além de proteção com paredes de concreto, dessa instituição que atende cerca de 300 mil pessoas foi construído segundo normas da Comissão Nacional por ano. Acreditamos que é nosso dever, através da de Energia Nuclear, e garante radioproteção contra a implantação deste equipamento de última geração, incidência de energia para profissionais e transeuntes de dar condições a ampliar o atendimento, salvando que estejam no hospital.

Veja a TV Casa do Ceará - acesse: tvcasadoceara/youtube

13

Dezembro/18


acesse o site: www.casadoceara.org.br

Leituras VII

Marxista, da linha Groucho

Edmílson Caminha (*) Se há felicidade maior do que rir... é fazer rir, alegrar as pessoas, tornar-lhes a vida menos dura, menos séria, menos má. Ainda que só os amigos, os colegas, e já sentiremos que Deus nos abençoou com sua graça (no sentido, também, do humor). Divertir multidões em todo o mundo será, então, privilégio de poucos escolhidos, para quem o paraíso devia ser redondo e coberto de serragem, como o picadeiro de um circo. Essa, a razão pela qual chamar os políticos de palhaços, e suas baboseiras de palhaçadas, sempre me soou como falta de respeito ‒ aos palhaços, naturalmente. Entre os gigantes da comédia, em todos os tempos, prefiro Groucho, ou melhor, Julius Henry Marx, judeu (também pudera, com esse sobrenome!) de Yorkville, no Upper East Side de Nova York, que com os irmãos Chico, Harpo, Gummo e Zeppo (sobretudo com os dois primeiros) começaria nas peças de “vaudeville”, a quatro dólares por semana mais quarto e comida, para terminarem, os três, donos de milhões de dólares, como os mundialmente famosos Irmãos Marx. É a impressionante história contada na autobiografia “Groucho e eu”, publicada no Brasil com tradução de Maria José Silveira. Depois saíram, dele, as “Memórias de um amante desastrado”, traduzidas por José Simão e Bira Borges. Com o grande e falso bigode que parecia pintado a carvão e o longo charuto no canto da boca, Groucho surpreende os que não o conhecem, ao escrever, entre piadas muitas vezes sobre si próprio, coisas que tocam pela sabedoria e pela seriedade: “Meu palpite é que não existem cem grandes comediantes profissionais, masculinos ou femininos, no mundo inteiro. Eles são uma mercadoria mais rara e valiosa do que todo o ouro e pedras preciosas do mundo. Mas como riem de nós, não acredito que as pessoas realmente compreendam como somos essenciais para a saúde delas. Se não fosse pelo breve descanso que damos ao mundo com nossa insensatez, veríamos suicídios em massa (...)”. De vez em quando, impressiona pela franqueza: “O sucesso permanente no “show business” é imperdoável. (...) ‘Bravo’ é uma palavra maravilhosa quando a gritam para você, mas um galardão dos mais perturbadores quando dirigida a um concorrente. (...) Ninguém fica completamente infeliz com o fracasso do seu melhor amigo.” Prestes a filmar “Uma noite em Casablanca”, Groucho, Harpo e Chico são avisados pelos Irmãos Warner, donos de uma das mais poderosas empresas cinematográficas de Hollywood, de que o nome “Casablanca” era propriedade deles, como produtores do célebre filme com Humphrey Bogart e Ingrid Bergman. A carta de Groucho, em resposta, é hilariante, um primor de irreverência e de criatividade: “Vocês reivindicam a posse de Casablanca, e que ninguém mais possa usar esse nome sem sua permissão. E quanto a ‘Irmãos’ Warner? Vocês também são proprietários desse nome? Provavelmente vocês têm o direito de usar o nome Warner, mas e ‘Irmãos’? Profissionalmente, éramos irmãos antes de vocês (...) e mesmo antes de nós houve outros irmãos ‒ os Irmãos Smith, os Irmãos Karamazov (...)” A última parte das “Memórias de um amante desastrado” é “A filosofia marxista, segundo Groucho”, em que declara: “Eu gosto é de fazer barulho. A campanha ‘Marx para Vice-Presidente’ nunca teve meu apoio, nem chegou muito longe. Foi lançada por um obscuro californiano, politicamente inexperiente e, por acaso, bêbado”. Diz que, ao perguntar-lhe por que deveria concorrer ao cargo, teve a explicação: “Porque o vice-presidente geralmente fica de boca calada, o que poderia ser uma experiência interessante para você.” Embora não candidato, afirma que os Estados Unidos precisam mesmo é de um bom sanduíche de presunto, camisas que não venham da lavanderia com alfinetes e de aspiradores de pó que não ronquem como um Boeing 707. E arremata: “Sei que dizem que dinheiro não traz felicidade, o que é uma verdade indiscutível, mas como o resto também não traz, é uma ótima coisa tê-lo por perto”. Por essas e por outras, sempre fui marxista. Da linha Groucho, claro. (*) Edmilson Caminha (Fortaleza) membro das Academias de Letra doso do Brasil e Brasiliense de Letras e diretor da Associação Nacional dos Escritores,

Dezembro/18

14

Seis nomes ligados ao Ceará no Governo Bolsonaro Com General Theóphilo e Mayra Pinheiro, aumenta eleitoral e transformar o Brasil em uma “ilha de segurança”, o número de representantes cearenses na formatação do protegendo as fronteiras. Theóphilo revelou que conversou futuro Governo. ontem com o governador Camilo Santana e agendou uma O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) está na reta final reunião no ano que vem. “Vou recebê-lo aqui em Brasília, de montagem do corpo ministerial que terá como base a vou reforçar a segurança do nosso Estado. Isso aí é fundapartir de 2019, e o Ceará tem, até o momento, ao menos seis mental para mim”. quadros de malas prontas para o Planalto. Nesta terça-feira, a Dobradinha equipe do militar anunciou para pastas estratégicas o General A médica Mayra Pinheiro, ainda filiada ao PSDB, Theóphilo e a médica esteve lado a lado com Engenheiro de formação, Waldery Rodrigues Júnior, Mayra Pinheiro, que foTheóphilo durante a camnatural de Missão Velha, se especializou em Economia. ram candidatos no pleito panha eleitoral. Agora, Mais um cearense está na equipe de transideste ano no Estado. Um será colega no governo. sétimo nome pode ser ção do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL): Ela foi convidada pelo confirmado em breve: o o economista Waldery Rodrigues Júnior, futuro ministro da Saúde, deputado federal Danilo natural de Missão Velha. Além do especialista Luiz Henrique Mandetta Forte (PSDB) informou em energia, Lúciano Irineu de Castro Filho, (DEM-MS), para assumir ter sido convidado pelo que também integra a equipe, Waldery Roa Secretaria da Gestão do futuro ministro da Casa drigues, foi escolhido pelo futuro ministro da Trabalho e da Educação Civil, Onyx Lorenzoni, Economia, Paulo Guedes. Atualmente, ele é da Saúde (SGTES). para cargo de articulação consultor de política econômica do Senado Federal. “Fiquei surpresa com Waldery é de um distrito de Missão Velha chamado Jandacaru. o convite. Quando chevoltado ao Nordeste. Postulante ao Go- Ele ficou lá até os 6 anos de idade. Depois, se mudou para Fortaleza guei (em Brasília), ele foi verno do Ceará pelo com os pais, onde ele diz que “se projetou”.Na escola, Waldery já bem objetivo, queria que PSDB contra o reeleito gostava de cálculo. Ele participou de olimpíadas cearenses de ma- eu assumisse a secretaria. Camilo Santana (PT), temática e foi campeão em duas. Na faculdade, ingressou no curso Nós já nos conhecíamos. Guilherme Theóphilo foi de Engenharia Civil e em um ano foi selecionado para o Instituto Sei da competência dele, anunciado pelo futuro Tecnológico da Aeronáutica (ITA). acredito no trabalho, se O cearense foi para a Universidade de Brasília (UNB), onde fez não acreditasse não asministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio mestrado em Economia e emendou doutorado na área também pela sumiria”, disse. Moro para a Secretaria Universidade de Michigan, nos Estadados Unidos. Mais Saúde De volta ao Brasil, o cearense passou no concurso público para o Nacional de Segurança A pediatra, que já preInstituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), onde ficou 18 anos. sidiu o Sindicato dos Pública. “Tem uma larga exMédicos do Ceará e se periência, um longo currículo de trabalhos relevantes posicionou contra a vinda de médicos cubanos ao Brasil, efetuados no Exército e, mais do que um homem de ação, pretende alterar o nome do programa “Mais Médicos” para queria um homem de gestão”, destacou, ao incumbir o mi- “Mais Saúde”, complementando os atendimentos com outros litar reformado de “padronizar procedimentos” no Brasil e profissionais. Mayra Pinheiro acredita que a indicação foi “resguardar as autonomias” dos estados. técnica, não política, assim como aconteceu com General Ao Diário do Nordeste, General Theóphilo disse que Theóphilo, e revelou que não pretende sair do partido, como ficou feliz com o convite para, no futuro governo federal, fez o militar. “integrar a equipe de um homem sério, uma referência O terceiro nome que pode desembarcar em Brasília é nacional”. o do deputado federal Danilo Forte (PSDB), que afirmou “Tenho experiência muito grande não só no Brasil, como à reportagem ter sido convidado publicamente por Onyx no exterior. Tenho muito a contribuir com todo o País no Lorenzoni, em reunião da bancada do PSDB com o futuro que se refere à Segurança Pública”, completou. ministro. Segundo ele, o cargo que pode assumir deve fazer O militar nasceu no Rio de Janeiro, mas se reconhece “uma interlocução e integração do Nordeste com o Govercearense, por ter crescido no Estado e ter raízes familiares. no”. O tucano reconheceu que é um convite difícil de ser Pretende implementar o que defendia durante a campanha recusado, mas ponderou que ainda está avaliando a proposta.

Danilo Forte é convidado para cargo de articulação voltado ao Nordeste no Governo Bolsonaro

A criação de uma Secretaria do Nordeste, cujo comando foi anunciado pelo próprio parlamentar tucano, não foi confirmada por participantes da reunião da bancada do PSDB com o futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni Convidado para compor o futuro governo de Jair Bolsonaro (PSL), o deputado federal Danilo Forte (PSDB) deve assumir posto voltado à articulação política para o Nordeste, mas a criação de uma Secretaria Especial da região não foi confirmada por interlocutores do governo e tucanos. Presente em reunião do futuro ministro Onyx Lorenzoni (Casa Civil) com a bancada do PSDB, em Brasília, o deputado federal Raimundo Gomes de Matos (PSDB) esclareceu que o papel a ser desempenhado pelo correligionário cearense na futura gestão Bolsonaro, caso aceite o posto, será de “coordenar a articulação” do governo com a bancada federal do Nordeste. Danilo Forte não foi reeleito em outubro último e, portanto, não terá mandato no ano que vem.

acesse o site: www.facebook.com/casadoceara

No início da noite desta terça-feira (5), o próprio deputado informou que, na reunião, teria sido convidado publicamente para assumir uma Secretaria do Nordeste a partir de 2019. > Seis nomes ligados ao Ceará no Governo Bolsonaro “O deputado Onyx estabeleceu um grupo de parlamentares para fazer uma articulação com as bancadas para tratar de assuntos relativos às votações dos projetos de lei, das medidas provisórias, dos decretos, como também das questões relativas às emendas, então esse grupo de parlamentares vai ajudar o ministro Onyx a fazer esse diálogo, como também com os senadores”, declarou Raimundo Gomes de Matos. “É questão legislativa, não é executiva. (Não é para) Fazer obras para o Dnocs, fazer poços profundos... Não foi criada uma Secretaria do Nordeste”, acrescentou o tucano. De acordo com o parlamentar, Onyx Lorenzoni definirá um “articulador” por região, que fará uma ponte do Congresso Nacional com a Casa Civil.

Ceará em Brasília


acesse o site: www.casadoceara50anos.com.br

Leituras VIII

Capítulo novo numa novela velha

Macário Batista (*) Esses dias a Assembléia do Estado do Ceará voltou a um tema que, de quando em vez, volta à baila: a venda de cerveja nos estádios do Ceará, mais precisamente no Castelão. Gony Arruda, defensor ardoroso do projeto que libera “cerveja” nos estádios, entende que os times, os comerciantes, o público, todos perdem com a proibição. E Gony tem razão quando mostra que no mundo inteiro a cerveja é liberada, seja nos estádios seja em quadras poliesportivas. E nunca se ouviu falar de alguém enchendo a cara, pra arrumar confusão, até porque em duas horas nenhum cervejista enche a cara pra fazer besteira. Cerveja é um refrigerante metido a besta, afirmam os verdadeiros profissionais dão cangibrina, essa, proibida, mas de entrada ilegal nos estádios. Cachaça e uísque, entram ilegalmente nos estádios do Ceará e como se isso não bastasse, é comum o cidadão apertar e acender um cigarrinho do diabo durante as partidas de futebol. Quando não corre uma mão de cafungada. Tem de tudo nos estádios, ilegalmente, mas não tem uma inocente cerveja para o público que vai aos estádios. Corro, sem ser pedido, em socorro a Gony Arruda e aos deputados que votam pela aprovação do projeto para lembrar que no velho Presidente Vargas, sempre houve cerveja, fosse no Doca ou nas cercanias. Por sinal, neguim que é chegado, bebe na periferia dos estádios antes de chegar à praça esportiva; se tivesse uma cerveja lá dentro, seria bem mais saudável esse consumo. Sei o que digo porque por muito anos freqüentei estádios do mundo inteiro como narrador de futebol e jamais vi uma briga por conta de embriagues e desordem. Liberem a cerveja e voltarei aos estádios de que me afastei pela violência por motivos outros, diferentemente no leve consumo de cerveja. Por fim, pergunto: se foi liberada a cerveja na copa do Mundo, motivos quais não sê-lo agora para os campeonatos? A frase:”O Natal está chegando e devemos pensar naquele que veio para nos salvar; o décimo terceiro”. Isso só poderia ter saído da cabeça do Faustão, o gênio. O presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Salmito Filho (PDT), encerra, no dia 30 deste mês, um ciclo de dois mandatos consecutivos no comando da Mesa Diretora e deixa em seu lugar o aliado Antônio Henrique (PDT). Antônio, que está no terceiro mandato consecutivo, costurou, ao longo dos últimos 12 meses, o consenso para, com o aval do prefeito Roberto Cláudio (PDT), conquistar, nesta segunda-feira, uma vitória para dirigir o Legislativo Municipal no biênio 20192020. Salmito troca a Câmara pela Assembleia Legislativa onde chega, em janeiro, para assumir o seu primeiro mandato de deputado estadual. Uma das propostas de trabalho, em seu mandato, segundo Antônio Henrique, é fortalecer o papel do Legislativo para maior aproximação com a população. “Cada um de nós precisa ter sempre em mente esse fato e nortear o trabalho a partir da premissa de que os cidadãos que moram e trabalham na nossa cidade são a razão de estarmos aqui’’, acrescentou. Antônio Henrique antecipou, em seu discurso, que um dos desafios para os próximos dois anos é a aprovação de um novo plano diretor para a cidade de Fortaleza. ‘’Nos próximos dois anos dedicaremos esforços em torno do debate e aprovação de um novo plano diretor que esteja alinhado aos atuais interesses e necessidades da cidade”, finalizou o novo presidente, frisando seu compromisso em atender as diferentes demandas sociais. A dra. Mayra, segundo relatos do HGF teria publicado vídeo mostrando os corredores do hospital com macas pelos corredores e super lotação,com motivação política.. (*) Macário Batista (Sobral), jornalista, blogueiro, multimídia, colunista.

Ceará em Brasília

Bancada cearense quer R$ 1,8 bi para o Estado no orçamento de 2019 Os parlamentares que representam o Ceará no Congresso definiram os projetos prioritários no Orçamento do Governo Federal para 2019. Foram definidas 16 emendas coletivas. Agora é esperar e ver se valor se confirma A bancada federal do Ceará definiu para o próximo ano as 16 emendas coletivas que devem constar no projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) 2019, oito dessas emendas serão destinadas exclusivamente para o gerenciamento do Estado. O valor aproximado das emendas ultrapassa R$ 1,8 bilhão, mas poderá sofrer reajustes ou cortes na Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional (CMO) que analisa as emendas da LOA. O valor de recursos indicados neste ano é menor do que o destinado no final do ano passado para a Lei Orçamentária Anual de 2018 que somava R$ 2,5 bilhões. Pela LDO 2019, aprovada em julho deste ano, o montante obrigatório de emendas de bancada deve ser equivalente ao valor de 2018 corrigido pela inflação. Cada bancada estadual tem o direito de apresentar seis emendas impositivas em 2019, no valor total de R$ 169,6 milhões, sendo três emendas obrigatoriamente destinadas para áreas sociais, como saúde, educação e segurança pública. Prioridades Os parlamentares cearenses junto com o governador Camilo Santana, segundo o coordenador da bancada deputado Cabo Sabino (Avante), optaram por priorizar quatro emendas de execução obrigatória para o próximo ano. Uma emenda impositiva no valor de R$ 150,6 milhões será para o incremento temporário do custeio de assistência hospitalar no Estado do Ceará. Os parlamentares definiram R$ 1 milhão para a educação básica e também para a modernização das instituições de Segurança do Estado. O município de Maracanaú será contemplado com uma emenda impositiva no valor de R$ 16,9 milhões para o custeio de Assistência Hospitalar. Segurança Pública Cabo Sabino ressaltou que, pelo segundo ano consecutivo, a bancada soube contemplar a Segurança Pública entre as emendas, com o valor de R$ 150 milhões para a modernização dos equipamentos. Sabino explicou também que o combate à seca e à

questão hídrica do estado receberá a quantia de R$ 250 milhões para gestão de projetos públicos de irrigação no município de Pentecoste. “Hoje, o setor de irrigados passa por uma dificuldade muito grande, isso não é necessariamente em Pentecoste, mas se colocássemos Dnocs iria para todos os estados que o Dnocs contempla”, explicou. Cada senador tem o direito de destinar uma emenda para complementar as da bancada do seu estado. O senador Eunício Oliveira (MDB) destinou R$ 200 milhões para o custeio das Unidades de Atenção Básica, enquanto que o senador José Pimentel (PT) destinou R$ 200 milhões para a reestruturação das Instituições Federais de Educação e Tecnológica. J á Ta s s o J e r e i s s a ti (PSDB) definiu uma emenda de R$50 milhões para o Fundo Nacional de Saúde que será destinado ao Instituto de Ciências Médicas Paulo Marcelo Martins Rodrigues. Aprovação As propostas seguem agora para a comissão especial, onde, normalmente sofrem cortes significativos. No entanto, a grande preocupação dos parlamentares não é exatamente esses cortes, mas sim a liberação da verba aprovada pelo governo federal. “Para 2019 estamos em um campo novo e nem sabemos como o mercado vai reagir, havendo incremento é possível que as emendas ganhem um aporte maior, havendo queda na arrecadação existe um corte linear”, explicou o coordenador da bancada. Contingenciamento Segundo Cabo Sabino, as emendas impositivas já estão garantidas para o próximo ano porque essas não podem ser contingenciadas. O parlamentar informou que, nessa legislatura, foi quando o Estado do Ceará arrecadou mais recursos através da bancada. “Antes as emendas não eram impositivas e você conseguia aprovar, mas não recebia o financeiro, era apenas o perfume. O contingenciamento na CMO não significa dizer uma perda, porque as impositivas garantem o ganho”. Sabino adiantou também que para o próximo ano, o Ceará terá um aporte maior de recursos, porque dessa vez não há o contingenciamento de 30% dos recursos da bancada para o Fundo Eleitoral como ocorreu em 2017. “O Estado vai ter um ganho de 30% a mais”, diz o coordenador da bancada cearense.

Veja a TV Casa do Ceará - acesse: tvcasadoceara/youtube

15

Dezembro/18


acesse o site: www.casadoceara.org.br

Fundação Edson Queiroz lança catálogo de sua coleção, em São Paulo Na noite de 26.11, a cidade de São Paulo foi palco do que reúne grande parte do acervo da Fundação Edson especiais”, afirmou Perlingeiro. lançamento do Catálogo da Coleção Fundação Edson Quei- Queiroz, foi produzida pelas Edições Pinakotheke, teve “O Catálogo Coleção Fundação Edson Queiroz roz, publicação que reúne, em dois volumes, cerca de 870 curadoria de Max Perlingeiro e coordenação dos textos consiste no registro de um dos acervos de artes visuais obras de importantes artistas nacionais e internacionais, críticos da historiadora Aracy Amaral e da professora de mais importantes do país, que agora pode ser consultado abrangendo cinco séculos da história da arte. história da arte Regina Teixeira de Barros. pelo público apreciador de arte. A publicação apresenta O lançamento aconteceu na sede do Itaú Culimagens e dados detalhados de obras tural e foi realizado pela presidente da Fundação, das mais diversas épocas e vanguardas, Lenise Queiroz Rocha. A cerimônia contou com representando um consistente banco de a presença de artistas plásticos, colecionadores, dados da arte brasileira e internacional”, galeristas e representantes das mais importantes Randal Pompeu, vice-reitor de Extensão instituições culturais do País, a exemplo de Edue Comunidade Universitária da Unifor. ardo Saron, anfitrião do evento. Na ocasião, o historiador Pedro Corrêa Em seu discurso, a presidente Lenise Queiroz do Lago realizou uma palestra sobre os Rocha destacou os idealizadores do acervo da destaques da publicação. “Falo hoje de Fundação Edson Queiroz, seus pais Edson e uma coleção excepcional. Trata-se do Yolanda, e o irmão Airton. “A Fundação Edson maior e mais representativo acervo da Queiroz se orgulha de suas obras que circulam arte brasileira construído fora do eixo Rio pelo Brasil e pelo mundo”, afirmou, referindo-se - São Paulo. Sem dúvida alguma, isso é às recentes exposições realizadas pela instituição um feito excepcional e, esta coleção, uma em Lisboa e Roma e à presença de obras de seu coleção modelar”, comentou. acervo em mostras na capital paulista, como as O primeiro volume, em edição bilíngue Bienais de Arte e a do artista Lasar Segall, atu(português-inglês) e ilustrado por 220 almente em cartaz no SESC 24 de Maio. imagens, apresenta textos de críticos de A presidente agradeceu ainda o empenho e arte renomados: Giancarlo Hannud, Julio No lançamento, a presença de Sílvio Frota, Paula Queiroz, Igor Queiroz Barroso, Aline Félix Barroso, paixão de todos os que participaram da produção Bandeira, André Toral, Márcio Doctors, Cláudio e Lenise Rocha, Felipe Rocha, Abelardo Rocha, Viviane Rocha, Ticiana Rolim, Edson Queiroz do catálogo. “Mais do que um documento necesMaria Izabel Branco Ribeiro e Moacir dos Neto, Manoela Queiroz e Ricardo Bacelar (Foto: Iara Morselli/SP) sário para contar a história da arte, o catálogo da Anjos. Já o segundo volume apresenta Fundação Edson Queiroz é um instrumento de educação, “Peço licença para mais uma vez homenagear o chan- todas as 870 obras reproduzidas, acompanhadas de ficha fomentador da cultura e guia para as futuras gerações da- celer Airton Queiroz, idealizador desse projeto. Com a técnica e de informações de bibliografia e exposições, quilo que fazemos de melhor”, ressaltou. sua visão de grande empreendedor, criou uma das mais distribuídas em 432 páginas e divididas em 12 núcleos Fruto de pesquisa iniciada há cinco anos, a publicação, expressivas coleções de arte e uma biblioteca de acervos históricos.

Dezembro/18

16

acesse o site: www.facebook.com/casadoceara

Ceará em Brasília


acesse o site: www.casadoceara50anos.com.br

Momentos Marcantes na vida do Comendador Albery Mariano O Comendador e Poeta Dr. Albery Mariano, faz elogios aos proprietários do Restaurante Coco Verde.

Coco Verde

I No Lago Sul tem todo dia, Comida boa e cheirosa Tudo é variado e limpo, Refeição quente e gostosa. II Pratos bem selecionados, De vez em quando, um pirão. Peixe frito é o preferido; Fregueses fiéis, todos são. III Pedindo “Baião de Dois” Com frango, bife e verdura. Paladar dos nordestinos ; Divulgando a literatura. IV O patrão é boa praça, A madame é exigente.

P Esprojeto eci s ais

Funcionários dedicados, Povo bom e paciente.

Muitos são da melhor idade; São saudosos e têm saber.

V Os garçons são solidários, Bons amigos e queridos Cozinheiras bem prendadas; Todos são bons e unidos.

IX Tem torcida do Fluminense, E os torcedores do Mengão. Tudo faz parte do contexto, Brincadeira e distração.

VI Comidas variadas e fortes, Feitas com muito carinho. Tem fregueses, bem famosos, Vão com camisa de linho.

X Professor fui do goleiro Paulo Vitor, Disciplinado e inteligente. Também, freguês do Coco Verde. A foto dele é um presente.

VII Jornal “Casa do Ceará”, E o Jornal E+ Noticias. Divulgam as boas novas, Degustando as delicias.

XI De gente boa e alvissareira, A cultura é um prazer. Sou “Poeta e voz do povo”, Curto a vida ao escrever.

VIII Estou falando a verdade, Poesias, eles vão ler.

Poeta Comendador Dr. Albery Mariano Brasília, Natal/2018.

O manto da gastronomia do amor Cleuza você é como: - O melhor sabor das frutas do nordeste; - O cuscuz feito pela mãe da Nilma; - O arroz-doce da madrinha Helena; - A tapioca cearense da Torre de TV; - O café da manhã, com pão e queijo na chapa; - O pedacinho de linguiça que saciava minha fome; -O ovo cozido com sal e farinha, feito pelo meu pai; - O cajuzinho de amendoim, preparado pela sua mãe. - O saboroso sorvete da “Claerrô de Caldas Novas”; - A balinha de café, que saboreio após o almoço; - A Coca-Cola de sabor inigualável; - O bolo-de-noiva das festas de casamento; - O saquinho de pipocas do Posto de São Miguel; - A almôndega preparada com carinho, pela minha mãe; - A pitanga vermelha do quintal da nossa casa; - A água de coco amarelo, puro e medicinal; - O pavê feito por você na véspera do noivado; - O saudável caju na época da safra; - O sanduíche com pimentão, do piquenique da minha infância; - A vitamina de abacate, que substituía o meu almoço; - O macarrão com sardinha, na época da dificuldade;

Ceará em Brasília

-A sopa de mocotó da casa do “Chopp do senhor Elias”; -A paçoca salgada com farinha de mandioca de pilão; - Os biscoitos recheados da lancheira da nossa filha; - O licor de menta, que degusto, nos momentos felizes; - A canjica com amendoim das festas juninas; - O quentão que me aquece, nas noites frias de junho; - O vinho branco, nas noites de lua cheia;

- O frescor de água de coco, após o banho de mar; - O camarão empanado das barracas cearenses; - O lanche quentinho, quando visitamos nossos compadres; - A peixada do Alfredo da “Volta da Jurema”; - O suco de limão que purifica meu sangue; - O mel “Europa” que cura minha tosse; - A maçã nacional que reduz o meu colesterol; - O picolé de coco queimado de nossa lua de mel; - O sapoti adocicado do quintal de nossa casa; - O gostoso e cheiroso frango caipira, feito pelo seu pai; - A ceia de natal festejada em família; - O feijão com arroz e a carne assada, o meu prato predileto; - O bolo para visitas feito no Pão de Queijo & Cia; - O curau delicioso da Pamonharia “ Ki-Delícia”; - A paixão junto às minhas guloseimas da manhã ao por do sol; Você é mais que tudo isso que saboreio no dia-a-dia. É o amor caliente que dá sabor à minha vida e mais vida a minha vida. Com bênçãos de Deus e a mãe Rainha, serei feliz eternamente. Seu grande amor. Autor : Comendador Dr. ALbery Mariano

Veja a TV Casa do Ceará - acesse: tvcasadoceara/youtube

17

Dezembro/18


acesse o site: www.casadoceara.org.br

Leituras IX

Andarilho do tempo

Regina Stela (*) Tem o Homem um longo caminho a percorrer como resposta imperiosa à sua intrínseca necessidade de tender para o melhor. Nunca dá um basta a si mesmo, andarilho do tempo, irremediavelmente compelido a avançar, a perseguir um ideal, a buscar algo que ainda não conseguiu, a desvendar um segredo no qual ainda não se apossou. E em busca desse mais que o espicaça, que o incita, que o instiga, se sacrifica, se mortifica, se humilha e se exalta, na tentativa de encontrar, de descobrir, de criar, de dar um passo â frente e prosseguir. Acredito no homem e na sua predestinação para subir, na certeza de que num mundo sem fronteiras se entregará a inconcebíveis façanhas e atingirá fantásticas descobertas. Muito além da imaginação passeará a sua inteligência e o seu talento, na ousadia de se ultrapassar e se exceder. Pelos meios de comunicação transformou-se o mundo em pequena vila, onde instantaneamente tudo se conhece e sabe. Pelos céus os satélites prosseguem na sua trajetória a enviar ao homem suas mensagens sobre o que vê e perscruta gigantesco olho no cosmo, a esmiuçar os segredos do céu e a desvendar os mistérios das profundezas da Terra. Vivemos a era da comunicação, da eletrônica, da informática, que os nossos antepassados jamais suspeitaram ou pressentiram! E Agradecemos com certo ar condescendente, e sem muita festa ao constatar as descobertas que fizeram, hoje tão familiares e acessíveis. Há precisamente cem anos, Pasteur descobriu que as doenças infecciosas eram causadas por germes, revolucionando os métodos de combate às doenças. E nas suas pesquisas, em imunologia, sua grande vitória para toda a humanidade foi a descoberta da vacina contra a Raiva, obstinação que lhe custou dias e noites ininterruptas debruçado num laboratório, anos a fio de estudo e novos caminhos para a medicina. Há menos de cem anos foram usadas, pela primeira vez, num hospital americano, luvas de borracha, para evitar infecção! E feitas as primeiras experiências com a telegrafia sem fio. E construído na Inglaterra o primeiro prédio com estrutura de aço. Os últimos 15 anos que antecederam a virada do Século XX, foram marcados por extraordinários feitos como ponto de partida para a fantástica façanha que se desenrolaria no Século que orgulhosamente chamamos de Século da tecnologia. Ford constrói seus primeiros automóveis, os Lumiére fabricam a primeira Câmera de cinema, Lorentz formula a teoria eletrônica da matéria explicando os fenômenos da eletricidade e Becquerel descobre a radioatividade. Freud publica seus primeiros estudos sobre a histeria. E Pierre e Marie Curie à custa de um abnegado e sacrificado trabalho, desacreditado e perseguido, descobrem o radio e o polônio, extraordinária teimosia e persistência que tanto alivio trouxe à humanidade e tanto minorou seu sofrimento. Nessa prodigiosa sequência de descobertas e invenções com que o homem brindou o alvorecer de uma nova era, o nosso século XX, ficamos a indagar, com que feitos, com que proezas, com que avanços, ergueremos a nossa taça ao tempo para comemorar mais uma etapa do homem na longa jornada que lhe foi proposta. Atendendo ao irreprimível apelo de esgotar a sua capacidade e o seu potencial para atingir o melhor, por certo há o homem de escancarar portas e janelas ao cosmo e a0 seu mundo interior, para descobrir a perfeição que já existe, harmonia e equilíbrio concebidos por uma inteligência superior, e usa-la, para completar a obra da criação, do que ela possui de flexibilidade, de multiplicidade, de universalidade. Usufruindo do privilégio de ainda estarmos vivos, já adentrados no terceiro milênio, que não haja omissão nos anos que ainda são nossos. Que há participação deste andarilho do tempo seja forte e decisiva para o novo amanhecer que se avizinha. (*) Regina Stela (Fortaleza), jornalista e escritora

Dezembro/18

18

Órgão Especial do TJCE promove 14 magistrados e aprova remoção de nove juízes O Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) aprovou a promoção de 14 juízes, sendo sete por antiguidade e sete por merecimento, além da remoção de nove juízes. Todos os magistrados atuam em comarcas da Capital e do Interior. A sessão ocorreu em 06.12 e foi conduzida pelo vice-presidente do Corte, desembargador Washington Luis Bezerra de Araújo, no exercício da Presidência. Juízes promovidos por merecimento Renato Esmeraldo Paes foi para 3ª Vara Cível de Juazeiro do Norte; Antônio Washington Frota para a 1ª Vara Cível de Sobral; Wyrllenson Flávio Barbosa Soares foi para 2ª Vara de Família e Sucessões de Sobral, criada pela lei nº 16.397/2017 (nova Lei de Organização Judiciária do Poder Judiciário). Saulo Gonçalves Santos foi para Vara Única da Infância e da Juventude de Sobral, criada pela lei nº 16.397/2017; Antônio Carneiro Roberto foi para a 2ª Vara Cível de Sobral; Alexsandra Lacerda Batista Brito foi para 2ª Vara de Família e Sucessões de Juazeiro do Norte, criada pela lei nº 16.397/2017; Hugo Gutparakis de Miranda foi para 3ª Unidade do Juizado Auxiliar da 7ª Zona Judiciária. Juízes promovidos por antiguidade Álisson do Valle Simeão foi para 6º Juizado Auxiliar das Varas Cíveis Comuns, Cíveis Especializadas nas Demandas em Massa, Recuperação de Empresas e Falências, e Registros Públicos de Fortaleza; Mônica Lima Chaves foi para 3ª Turma Recursal do Juizado Especial da Fazenda Pública, em Fortaleza; Welton José da Silva Favacho foi para 2ª Unidade do Juizado Auxiliar das Varas Criminais; de Delitos de Tráfico de Drogas; de Penas Alternativas; da Auditoria Militar e da Vara de Delitos de Organizações Criminosas; Rômulo Veras Holanda foi para 4ª Unidade Juizado Auxiliar das Varas Criminais; de Delitos de Tráfico de Drogas; de Penas Alternativas; da Auditoria Militar e da Vara de Delitos de Organizações Criminosas de Fortaleza; Paulo Santiago de Andrade Silva de Castro foi para 2ª Vara Criminal de Sobral; Larissa Braga Costa de Oliveira foi para 2ª Vara Criminal de Juazeiro do Norte; José Valdecy Braga de Sousa foi para 6ª Unidade do Juizado Auxiliar da 5ª Zona Judiciária. Juízes removidos Paulo Jeyson Gomes Araújo foi para 3ª Vara de Itapipoca; Marcelino Emídio Maciel Filho foi para 2ª Vara de Barbalha; José Hercy Ponte de Alencar foi para Juizado Especial Cível e Criminal de Quixadá; Giselli Lima de Sousa Tavares foi para 2ª Vara de Quixadá; Mikhail de Andrade Torres para 1ª Vara de Camocim; Cláudia Waleska Mattos Mascarenhas foi para 2ª Vara de Itapajé; Fábio Rodrigues Sousa foi para 2ª Unidade do Juizado Auxiliar da 8ª Zona Judiciária; Francisco Gilmário Barros Lima foi para 2ª Vara de Santa Quitéria; Adriana da Cruz Dantas foi para 17ª Vara Criminal de Fortaleza.

acesse o site: www.facebook.com/casadoceara

Leituras X

Nordestino tem cara de quê?!

Thaís Machado (*) Festa australiana, gente do mundo todo, mas, claro, um brasileiro parou ao meu lado. “Posso conversar com você?” Eu, ironicamente conhecida pela simpatia e paciência pra “conversas de balada”, lembrei que tenho 30 anos e tô solteira (algo que claramente não me incomoda), disse: “claro!” Depois de nos apresentarmos, começamos a cumprir a cartilha de perguntas tipicamente feitas por aqui. “Chegou há quanto tempo? Qual seu visto? É de onde lá no Brasil?” Seria tão mais fácil ter respondido logo a essa última, mas na tentativa de jogar um charme, respondi: “adivinha!” Pra quê?! Já fui mineira pra muita gente, mas como o dito cujo era de lá, percebeu que eu não era conterrânea. “Rio? São Paulo?” Por um segundo me perguntei se ele não era gringo, porque geralmente eles só conhecem duas cidades no Brasil, mas vieram as últimas cartadas: “Brasília? Vitória!”, então eu logo tratei de ajudar o rapaz desesperado. “Sou da maior região do Bra…” Nem terminei e ele gritou: “SUUULLL!!! É DO SUUULLL!”, numa empolgação de quem tá certo que vai ganhar um milhão de reais em barras de ouro. E eu? Ainda tô me recuperando, mas respirei fundo e entendi que ninguém é obrigado a saber que O NORDESTE É A MAIOR REGIÃO DO BRASIL. Mero detalhe. Quem se prende à detalhes? Odeio detalhes. Mas o mais curioso (sim, tem mais!) foi a surpresa dele acompanhada da frase, velha conhecida minha: “Mas você não tem cara de nordestina!” Aprendi com uma amiga que às vezes é bom falar consigo e me dei um conselho: “Respira, Thaís! Respira!” NORDESTINO TEM CARA DE QUÊ?! É simples! A gente tem cara do Brasil, oras! Cara de miscigenação. A gente tem olho puxado e cabelo enrolado. A gente tem pele negra e olho azul. A gente é alto. A gente é baixo. A gente é bonito, mas pode até ser feio, porque aí depende de quem vê, né? “Ah! Mas você às vezes puxa o ‘s’ como carioca, e depois fala como paulista!” Eu falo “feXta” como cearense fala festa. Eu falo “ThaíS” como cearense fala Thaís. Tem cearense que chama mãe de mainha. Eu chamo minha mãe de mãe. Nossa Miss é loira de olhos verdes, e pasmem, brasileiros, nem só de virgens dos lábios de mel somos feitos. Nem só cabeças-chatas se balançam de rede. Não. Não gostamos de ser chamados de “paraíba” ou “baiano” quando a gente diz que é de Fortaleza, de Natal ou de (do) Recife. Não. Não é tudo a mesma coisa. Seja forte, seja fraco… Não. Não existe sotaque certo ou errado. Sim. Nordestino espera que você se lembre do Nordeste. Porque o Nordeste é um pouquinho do Brasil também. Quer dizer, o Nordeste é muito do Brasil. A maior parte, tá, amigo mineiro? O Nordeste é tão grande que se espalha pelo Brasil. É tão grande que se espalha pelo mundo. Onde quer que você vá, ali tem um nordestino. E se vier pra Austrália, esteja certo: vai encontrar uma mulher arretada, com cara de cearense e com orgulho de ser nordestina. Ah! A quem interessar possa, a conversa parou por ali. Continuo solteira e mineiros não foram excluídos. Oremos! (*) Thais Machado (Fortaleza) Dona de uma coragem titubeante e de uma insegurança convicta que me perseguem há 30 anos, há um decidi largar tudo e trocar a cidade do sol pela terra dos cangurus. “Um passo pra trás, alguns pulos pra frente”, eu diria. Praia sem caranguejo, mar gelado, água de coco de caixinha e tapioca vendida à preço de ouro por brasileiro desunido. Ninguém disse que ia ser fácil, né?! Como tudo tem seu lado bom, brinco que aqui virei até vidente. Quer saber do futuro? Pergunte-me como! Tô 13 horas à frente

Ceará em Brasília


acesse o site: www.casadoceara50anos.com.br

Leituras XI

Culinária

Tabela internacional de graduação de macho cho cho... Esportes Futebol, automobilismo, sinuca, truco, esportes radicais, Macho Boliche, Golfe, Polo – Tendências Gay Aerobica, Spinning – Gay Patinação do gelo, Ginastica Olimpica, Crossfit – Peteca bichona Os mesmos anteriores, usando short de lycra – Bichona louca. Comidas Capivara, javali, comida muito apimentada – Conan Churrasco, Massas, Frituras – Macho PEIXE e salada – Fresco Sanduiches integrais – Gay Aves acompanhadas de vegetais cozidos no vapor Bicha assumida Bebidas Cachaça, cerveja, whisky – Macho Vinho, vodka, homem Capifruta Campary – Gay Suco de frutea- frutas normais e licores doces – Muito Gay Suco de açaí, carambola, acerola, cupuaçu, com adoçante – Perdidamente Gay Higiene Toma banho rapido, usa sabão em pedra ou barra – Legionário Toma banho rápido, usa xampu e esquece das orelhas e do pescoço – Macho Toma banho no capricho pra sair com uma gostosa – Homem Demora meia hora e usa sabonete liquido – Tendências gays preocupantes Toma banho com sais e espuma na banheira – Viadaço sem cura Cerveja Gelada e em grandes quantidades – destroçado Só cervejas extra premium e importadas - homem fino demais (desconfie) Só uma as vezes para matar a sede - bichice sob controle Com limão e guaraná em pó em volta do copo.- bicha Sem álcool – gazela saltitante Presentes que gosta de ganhar: Ferramentas p – ogro Garrafa de whisly – macho Eletrônicos, informática, roupas de homem – homem moderno Flores - viado Velas aromáticas, perfumes doces, caramelos, bombons – donzela virgem Cremes Usa cremes no verão – bicha fresca Usa cremes o dia todo – bichona total Não vive sem hidratante - consta na fila de esperança da operação para troca de sexo Plantas Nem pra comer algumas de vez em quando – rambo Tem umas no quintal, mas nem são regadas – holmem Tem plantinhas na varanda do apartamento – viado Rega, poda, e conversa com os flores bo jardim – bicohna perdida

Bar dos Cunhados Pedro Prado e Paulo Prado Donos (Hidrolândia). Garçons: Raimundo Vieira(Viçosa do Ceará), Edmilson Bezerra, (Poranga), Johnson de Souza (Santa Quitéria). CLN 115 BL B lj 21- Asa Norte 70772-520Tel(61) 3274-7805. Bar dos Cunhados no Tênis do Iate Clube Damázio Prado (Hidrolândia) arrendatário – 337988763 Setor de Clubes Esportivos Norte Trecho 2Conj 4 -70800-120 Bar dos Cunhados Veleiro no Iate Clube Antônio Prado (Hidrolandia) arrendatário 3329 8761 e 3323 4207 Bartolomeu SHCS Quadra 409 bloco C loja 06 Asa Sul 70257-180-3442 1169 - Chefe de Cozinha: Maitre Wellington (Ipu), Maitre e sommelier: José Felismino(Cintra Netro) (Fortaleza), Cozinheiros: Francisco Leonardo Nascimento (Bela Cruz) e José Alex Facundo de Almeida (Boa Viagem) Beirute Sul Proprietário Francisco Marinho(Ipu) SCLS109 Bloco”A” Loja 2/4 – Asa Sul /3244 1717 Bloco C CLS 211 Bloco C Loja 17., CEP 70.272.530 Reservas 3363 30 62 e 3245 3463 Gerente Edison Carlos Vidal (Russas) Chefe de Cozinha Francisco Lopes (Quixadá) Beirute Norte Maitre Bartolomeu Marinho (f.cearense, Brasília) Coco Bambu – Frutos do Mar Gerente Geral EilsonStudart (Fortaleza) Diretores: Beto Pinheiro (Fortaleza), Daniel Sherrabe e Hegel Barreira (Fortaleza) Gerentes Fábio Pereira de Sousa( Viçosa)-CE e Raimundo Auzivan Pinheiro ( Milhã) - SCES Trecho 02, Conjunto 36, Parte CÍcone Parque - 70200-002 Tel. 3224 5585 Brasília Shopping Endereço: Setor Comercial Norte Q 5 Bloco A Brasília shopping Lojas 2w, 3w, 4w - Asa Norte, Brasília - DF, 70297-400 Telefone:(61) 3038-1818 Coco Bambu Aguas Claras Localizado em: DF Century Plaza Endereço: Rua Copaíba, 1 - Águas Claras, Brasília - DF, 72010110 - Telefone:(61) 3262-0559 Baby Beef Rubaiyat - Brasília Maitres: José Itamar Ferreira Gomes (Acaraú), Silva (Ubajara) e Manoel Adilson Rodrigues (Jijoca), Garçons: Luis Neto Alves Sobrinho (Acopiara) e Antenor Neto Rodriges (Ibiapina), bar-men: Doniseti Ferreira Chaves (Ibiapina), Hernandes Freitas (Jijoca) e Gleison Ferreira da Silva (São Benedito), Recepcionista Viviane Bezerra da Silva (Ipueiras). SCES – Setor de Clubes Esportivos Sul, Trecho 1, lote - 1 A - Asa Sul - Tel 61. 3443.5000 Dom Francisco SCS 402 Bloco B Loja 09, 3224 1634 3226 1816 Gerente: Wilton Melo (Ipu); maitre : Valdemir Alves Souza (Sobral); garçon: Evandro Magalhães (Santa Quitéria) Dom Francisco ASBAC SCES Trecho 02 Conj 3226 2005 3224 8429 3223 5679 Garçons: Iran Matos (Independência), Antônio Melo (Independência) Antônio José Barbosa (Monsenhor Tabosa). Elisimar Barbosa Oliveira (Monsenhor Tabosa); barman Francisco Ricardo Ferreira Gomes (Nova Russas); cozinheiros: Romário Vieira Barreto (Tauá) e Francisco Dermival dos Santos (Nova Russsas). Dona Graça Maitre – Carlos Ângelo Veras (Viçosa do Ceará) casa 15 Vila Planalto -Tel 3032 1062 - 70804-270 Feitiço Mineiro Garçons: Robero Rodrigues Araujo (Tamboril), Paulo César Lima da Silva (Tamboril). Antônio Fernandes Neto (Tamboril). João Batista (Ubajara), Edson Lima (Ubajara) e Leonardo Biano, filha de mãe cearense. SHCN CL Q da. 306 Bloco B Lojas 03,45 e 41 3272-3032 / 3347 5751 / 99983 4852 Forneria Parole Maitre Antônio Carlos de Souza (Guaraciaba do Norte) ;garçon: José Gerardo de Azevedo (Guaraciaba do Norte); cozinheiros, pizzaioloSinobilinoBezerra Neto (Tauá) QI 9/10 Comércio Local Loja 39 Lago Norte - 3368 3337 Gero Gerente: Célio Freitas (Hidrolândia) Maitre:Alexandro Araújo Nascimento (Itarema) cozinheiro: João Moura Rodrigues (Ita-

O Humor Negro e o Branco Humor

Ceará em Brasília

Os Cearenses nas Cozinhas de Brasília

rema) - SHIN C04 Lote A Loja 22 Térreo Iguatemi 3577 5522 8110 0209 Galeteria Beira Lago Proprietário João Miranda Lima (Ipueiras) Gerente José Afonso Miranda Lima (Ipueiras). Maitre: Raimundo, Chaves de Carvalho (Nova Russas) garçons: Hélio Martins de Melo (Nova Russas) e Antono Alcimario (Pereiro (churrasqueiro: Valdemar Araújo de Souza; serviços gerais: Joaquim Rodrigues Ferreira (Nova Russas) - SCES Trecho. 02 conjunto 33, ao lado do PIER 21 Ki Filé Maitre – Maitre,Roberto Cavalcante (f.Cearense), Chefe de Cozinha, RaimundoCavalcante (Sobral). GerenteEduardo Vasconcelos (f.Cearense), garçons: Francisco Souza (Sobral) e Raimundo Mourão (Nova Russas), cozinheiro: Francisco Ferrreira (Granja) 405 Norte, bloco A - lojas 55/65/69 - (61)3274-6363 Le Palace Proprietário: Edilson Aguiar (Sobral); Cozinha: Marilza / Regina (Camocim); Garçom: Zé Vanildo (Sobral) - Especialidade: Picanha na chapa; Pratos da terrinha: Carne de sol, baião de dois, panelada, rabada, sarapatel, peixada; Q-04 Conjunto J Lote 60 Planaltina-DF (em frente à Feira de Confecções de Planaltina) - 33897000 Libanus Proprietário Narciso Marinho (Ipu) SCLS 206, Bloco “C”,loja 36 – Asa Sul / 3244 9795 Endereço: Vitrinni Shopping - Rua 14 Norte, 135 - Águas Claras, Brasília - DF, 71910-000 Telefone: (61) 3382-0444 Moqueca do Chefe 404 Norte, Bloco B, Loja 2 3201 5204 - Dono e Maitre – Francisco Holanda (Cascavel) Garçonete Maria Pereira (Beberibe) Moranguim Chefe de Cozinha Francisco da Silva (Icó) SHIN QI2, Área Especial, Quiosque 14, Lago Norte/21947641 Em frente a loja do Pão de Açucar. New Koto (comida japonesa) SQS 212 loja 20 - 3346 9668 - Garçons: Francisco Olavo Aprigio, Francisco Antônio Souza, Gelinaldo Brito e Genildo Brito, todos de Guaraciaba do Norte, José Wilson (Boa Viagem), cozinheiro José Aurélio (Sobral), sushiman Joao Carlos Nascimento e o ajudante dele, Eridam Lopes e o ajudante de cozinha Francisco Alan, todos de Guaraciaba do Norte Oxente Carne de Sol: Q 04, Conjunto J ite, Vila Buritis, Planaltina DF, 3389, 4005 - Copeiro Francisco das Chagas Aguiar (Sobral Pizzaria Primu’s Grill Dono: Chico Élcio (Sobral) Quadra 4. Conj, A Lt 60 – 9627 6430 - Planaltina - 73.300-000; Praliné SCLS 205 Bloco A – Loja 03 – ASA Sul 70.235-510 – 3443 7490, 3443 7090 - Garçons – Raimundo Viana (Crateús), José Osmar Gabalia (Sobral), Caixa: Eliane Paiva (Groaíras) Recanto do Norte Donos: Eudes Braga Mesquita e Antônia (Toinha) Celeste, Jorge Mesquita (Santa Quitéria). 409 Norte, Bloco B, Loja 65 – Tel 3271 8722 Restaurante Central Proprietário: José Maria Aguiar (Sobral); Churrasqueiro e especialista em pratos e tira gostos especiais: Titico (Sobral). Especialidades: Self service, caldo de mocotó, sarapatel; Aos Sábados: Feijoada. Praça de Alimentação da Feira de Confecções de Planaltina-DF 96313335 (Vivo) 92322855 (Claro) Restaurante Nordestino Dono: Francisco Valdenir Machado Elias (Independência); Gerente Thiago Machado (f.cearense) cozinheiro. João Batista Souza Sampaio (Sobral) - 3ª Avenida Área Espcial S/N - Mercado do Núcleo Bandeirante boxes 13/15/17 71710-350 - 98147 0585 3021 4577 Santana Dono: Adonias Santana (Independencia) Manuel Messias Lima da Silva (Ipu) cozinheiro; Marco de Oliveira (Nova Russas) cozinheiro CNA 03 Lote 08 Lojas 01 e 02 Taguatinga Norte – 72110 035 Tel 3563 4674 Silvio’s Bar e Restaurante CLN 114 Bloco D Loja 56 Tel 33495650 Maitre e proprietário: Silvio Ronaldo (Boa Viagem) Taperas Restaurante Maitre – Francisco Tadeu de Oliveira (Iguatu) Sobreloja do Garvey Palace Hotel - Tel 33 28 4265

Veja a TV Casa do Ceará - acesse: tvcasadoceara/youtube

19

Dezembro/18


acesse o site: www.casadoceara.org.br

O POVO comemora 90 anos de história e é homenageado na Assembleia Legislativa A celebração das nove décadas de Jornalismo do O POVO e da história dos profissionais que o constroem foi, antes de tudo, uma manifestação pela liberdade de expressão. A trajetória do veículo, que se entrelaça com a história do Ceará, foi tema de sessão solene na Assembleia Legislativa, ocorrida na tarde de ontem. Na ocasião, profissionais, entre diretores e colaboradores, foram homenageados. “O POVO é uma casa de amigos. Então, homenageá-los nos homenageia duas vezes. E, sim, a gente continua contando histórias a caminho dos 100 anos e com muita alegria”, afirmou a jornalista Luciana Dummar, presidente do Grupo de Comunicação O POVO (GCOP), uma das homenageadas. Em discurso, ela defendeu a liberdade jornalística. “A imprensa livre e independente nunca se fez tão necessária. Somente com a imprensa o contraditório é possível. Precisamos reformar o Brasil, sim, mas essa reforma só será bem sucedida com respeito à pluralidade de pensamentos e a intransigente defesa das conquistas sociais”. O requerimento da sessão solene foi assinado pelos deputados Carlos Matos (PSDB), Heitor Férrer (SD), Fernanda Pessoa (PSDB), Bruno Pedrosa (PP) e Carlos Felipe (PCdoB). Carlos Matos ressaltou o protagonismo do jornal na construção de memória da região. “Na medida em que deu voz a diferentes atores políticos, talentos que surgem na cultura, na economia, em varias áreas, foi construindo um Ceará que nós todos nos orgulhamos”. Além da presidente do GCOP, foram homenageados

20

Dezembro/1812324.30.2_ANUNCIO_BP_25x15cm.indd 1

D. Luciana Dumar - foto : Marcos Moura

Demócrito Dummar (in memoriam), Dummar Neto, Arlen Medina Néri, Daniela Nogueira, Lúcio Brasi-

acesse o site: www.facebook.com/casadoceara

leiro, Sônia Pinheiro, Neila Fontenele, Lêda Maria, Valdenora Sales, Maria Tereza Lima, Ivonilo Praciano, Mauri Melo, Eliomar de Lima, Jocélio Leal, Valdemar Menezes e Plínio Bortolotti. Dentro dessas nove décadas estão muitas histórias. Uma delas é a de Mauri Melo, repórter fotográfico e com 60 anos de trabalho na casa. “Comecei entregando jornal na rua quando a sede do grupo ainda era na Senador Pompeu, ia andando”, relembra. Ou a de Valdenora Sales, ex-secretária de Demócrito Dummar e hoje assistente social do GCOP, que relembra dos atuais gestores ainda crianças. “Este é um reconhecimento ao trabalho de toda a equipe e de colaboradores, dos jornalistas, dos impressores, dos mecânicos… Essas pessoas que fazem o dia a dia”, reforça Dummar Neto, vice-presidente do Grupo. Também estiveram na solenidade a defensora pública geral do Estado, Mariana Lobo; o reitor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), Virgílio Araripe; o secretário do Meio Ambiente do Estado, Artur Bruno; e o presidente da Associação Cearense de Imprensa (ACI), Salomão de Castro. “Esses 90 anos são para celebrar, mas também para que a gente possa fortalecer um veículo que tem sido sempre uma resistência, na perspectiva de pautar não só as políticas de direitos humanos, mas o direito de cada cidadão cearense de se expressar, de ser ouvido, e o contraponto das ideias”, conclui Mariana Lobo. (O POVO – Repórter Eduarda Talicy/Foto – Mateus Dantas)

Ceará em Brasília

2/5/18 12:09 PM

Profile for shadown shadown

Jornal da Casa do Ceará  

Jornal da Casa do Ceará  

Profile for shadown21
Advertisement