Page 1


Project3:Layout 1 11/2/10 4:30 PM Page 1


blue LINK:blue LINK 11/11/10 10:54 AM Page 1

qlink

www.rolex.com


BT-SUMARIO 83.qxd:BT-SUMARIO 79.qxd 11/2/10 5:02 PM Page 4

BLUE TRAVEL N.ยบ 83 www.blue.com.pt


BT-SUMARIO 83.qxd:BT-SUMARIO 79.qxd 11/2/10 5:54 PM Page 5

ESTE

MÊS

NA

BLUE

TRAVEL

Nesta edição o viajante e aventureiro, Filipe Morato Gomes, deixa-nos o relato de uma expedição que o levou pelo deserto de Gobi, na Mongólia. Uma aventura contada na primeira pessoa, para acompanhar a par e passo. Já a pensar nos amantes do ski preparámos um “especial” de neve com as novidades da temporada para marcar o quanto antes. Pedimos a quatro experts que partilhassem connosco as suas escolhas e segredos bem guardados por esse mundo fora. Desde as melhores estâncias para ir com os amigos ou em família, os hotéis mais bem localizados, entre muitas outras dicas úteis, viaje de mão dada com quem sabe. Por cá sugerimos-lhe uma escapadela à cidade de Coimbra para experimentar novos restaurantes, ir a exposições e visitar os monumentos de sempre, como o recuperado Mosteiro de Santa Clara-a-Velha. Se ainda não tem destino para o próximo fim-de-semana, opte por ir até à Barragem de Santa Clara e ficar instalado na Moura Encantada. Com uma villa para alugar mesmo junto à água, propõe actividades ao ar livre como observação de aves, passeios de barco ecológico, caminhadas pedestres e provas de aguardente de medronho. Conheça ainda os turismos rurais premiados com o galardão Chave Verde para gozar umas férias cem por cento sustentáveis. Até lá desejamos-lhe boas leituras e ainda melhores viagens! A

08 VIAJANTES 19 ISTO É BLUE 30 ISTO É GREEN 32 HOTÉIS DE ESTILISTAS 42 PROGRAMAS DE VIAGEM 46 MOURA ENCANTADA, ALENTEJO 62 PORTUGAL ECOLÓGICO 70 ESPECIAL NEVE 92 VOUCHERS BLUE TRAVEL

FOTO: ARQUIVO BLUE MEDIA

R E D A C C A O


EMOÇÃO É DAR MAIS À FAMÍLIA Com um carro assim e o fim-de-semana à porta, só apetece viajar. No novo Seat Alhambra o espaço é totalmente versátil. Cabem as crianças, o cão, as malas e, desta vez, ainda levamos tudo para a festa da Maria. A família, encantada. Tecnologia da mais avançada, segurança garantida, portas de correr eléctricas e tecto de abrir panorâmico! Eu, feliz. Um motor potente, económico e com emissões de carbono reduzidas! Um automóvel surpreendente.

www.clubseat.pt

SEAT ALHAMBRA.indd 1

10/15/10 1:08:58 PM


blue LINK:blue LINK 11/11/10 10:59 AM Page 1

qlink

www.seat.pt


BT-VIAJANTES 83 - MONGÓLIA.qxd:BT-VIAJANTES NOVA ZELÂNDIA.qxd 11/2/10 11:53 AM Page 8

V I A J A N T E S

B L U E

MONGÓLIA OVERLAND PELO DESERTO DE GOBI Filipe Morato Gomes dedica-se a viajar, a fotografar e a escrever sobre gentes e lugares nos quatro cantos do mundo – é cronista de viagens freelancer e editor do site Alma de Viajante (www.almadeviajante.com). Nas raras vezes em que não viaja sozinho, lidera pequenos grupos da agência Nomad em expedições pela Mongólia e pelo Irão. Quando está em Portugal, partilha a paixão ministrando workshops de escrita de viagens. Em 2007 editou o homónimo livro “Alma de Viajante”, com as crónicas de viagem resultantes de uma volta ao mundo com 14 meses de duração. Já visitou mais de 80 países, e gosta de pensar que o mundo é a sua casa. Nunca esqueceu um peixe cozinhado em folhas de bananeira que comeu no Vietname. Deixa-nos aqui o relato de uma expedição que o levou pelas areias do deserto de Gobi, ao encontro de paisagens quase lunares e um povo hospitaleiro.

POR

Filipe Morato Gomes

TEM ESPÍRITO BLUE? Procura sempre uma forma inteligente de viajar? Escolhe os hotéis que contribuem para o bem-estar das populações locais e para preservar o ambiente? Viveu momentos únicos que mudaram a sua vida? Partilhe connosco e sinta-se parte da equipa blue. Escreva-nos para avaliarmos a sua experiência para viajantesblue@blue.com.pt ou para Revista BLUE TRAVEL/viajantes blue, Rua Vera Lagoa, n.º 12, 1649 – 012 Lisboa.

8

B L U E

T R A V E L

Havia poucos minutos que o Sol tinha anunciado a Ulan Bator o nascer de um novo dia. Era Verão, e as sombras longilíneas de algumas árvores instalavam-se pouco a pouco numa pequena praceta rodeada de edifícios decrépitos e sem graça, a fazer lembrar um velho bairro soviético. À hora marcada, Kim Chong Su chegou com uma feliz má notícia na ponta da língua: “Filipe, temos um problema; vais ter que mudar de condutor”. Kim é um empresário sul-coreano radicado em Ulan Bator há vários anos, que eu já conhecia de outras viagens à Mongólia e que, para além de uma das mais famosas guesthouses da capital, gere também dezenas de velhas carrinhas russas de tracção total usadas no transporte de intrépidos viajantes para o interior da Mongólia. Era ele o responsável pela logística desta viagem. “Afinal, vais partir com o Nêma”, rematou, antes de conferir uma última vez o equipamento da expedição. Não contive um sorriso ao ouvir aquele nome – Nêma era um velho conhecido, condutor cuidadoso, indiferente ao vodka e mecânico exímio. E perceber de mecânica é valência imprescindível quando as carripanas amuam, a demasiadas horas a pé de qualquer possibilidade de auxílio que não dependa da fortuna de um outro condutor passar nas proximidades. Tinha, pois, a certeza de estar em boas mãos.


BT-VIAJANTES 83 - MONGÓLIA.qxd:BT-VIAJANTES NOVA ZELÂNDIA.qxd 11/2/10 11:54 AM Page 9

ATÉ AO FIM DO MUNDO Com uma área de cerca de 1.300.000km2, e abarcando parte da Mongólia e da China, o deserto de Gobi oferece extensões intermináveis a quem se aventura por ele adentro. Se for o seu caso, parta à aventura com um guia experimentado, e lembre-se de abastecer-se de combustível e víveres para vários dias


BT-VIAJANTES 83 - MONGÓLIA.qxd:BT-VIAJANTES NOVA ZELÂNDIA.qxd 11/2/10 11:54 AM Page 10


BT-VIAJANTES 83 - MONGÓLIA.qxd:BT-VIAJANTES NOVA ZELÂNDIA.qxd 11/2/10 12:02 PM Page 11

VIAJANTES BLUE

|

MONGÓLIA

DE CORAÇÃO ABERTO O sol ameaçava fundir-se no vermelho da terra quando cheguei a Bayanzag. No interior de um dos tradicionais gers, uma simpática velhinha preparava o jantar sentada no chão. Havia uma cómoda cor de laranja com pertences familiares, por cima da qual estavam penduradas inúmeras fotos de família; uma pequena cama; e, no centro, como sempre acontece nos gers mongóis, um fogareiro aceso. Ofereceu-me biscoitos, airag, infindável simpatia e um lugar para dormir. Trocámos sorrisos e palavras mutuamente imperceptíveis. Senti-me bem-vindo. Senti-me em casa. Como se fora parte da família.

Com as compras efectuadas e a carrinha abastecida de víveres para os próximos dias – enlatados diversos, pão e compotas, fruta e massas, café e leite em pó, detergentes e papel higiénico e, em especial, uma apreciável quantidade de água para enfrentar os rigores estivais do Sul da Mongólia –, partimos de Ulan Bator em direcção a Baga Gazrim Chulee, a primeira paragem no trajecto que me haveria de levar ao esparsamente populado deserto de Gobi.

OS SEGREDOS DO DESERTO. Nos arredores de Ulan Bator, os edifícios em altura foram dando lugar a enormes bairros de casas coloridas protegidas por cercas de madeira desordenadas e muitos gers – a tradicional tenda circular mongol, normalmente de cor branca. Quando Nêma saiu do asfalto e virou à esquerda para entrar num pequeno trilho de terra batida não sinalizado, avistámos a última manada de vacas. Daí para a frente, os bovinos dariam lugar às aves de rapina, aos iaques, aos camelos e às cabras de montanha. Começava a aventura na Mongólia rural. Sabia da existência de figuras rupestres na região e, com o intuito de as conhecer, mostrei ao patriarca da família que me hospedou em Gazrim Chulee uma fotografia com umas quaisquer gravuras na pedra, enquanto, na universal linguagem corporal, encolhi os ombros, abri ambas as mãos com as palmas viradas ao céu e estiquei o sobrolho: "Onde?". O velho percebeu e soltou uma gargalhada, fazendo um sinal com as mãos a indicar que era algo muito pequeno. Acedeu, ainda assim, a mostrar-nos um exemplar das gravuras perdidas nos planaltos da Mongólia central. Entrou no carro e conduziu-nos pelo meio de pedregulhos ao longo de uns vinte minutos totalmente off-road, até que deu ordem de paragem; saiu e apontou para uma pedra do tamanho de uma cabra adulta deitada: as figuras rupestres estavam – e estavam mesmo! – ali gravadas. Seguimos então em direcção a Luns, entreposto fundamental para reabastecimento de combustível, não sem antes contemplarmos as ruínas do imponente templo Sum Kokh Bund, localizado numa ilha do que costuma ser um pequeno lago. Face à ausência de chuva, o lago dera lugar a um verdejante campo de pastagens aproveitado por cavalos em hora de refeição. Era a antítese perfeita da região montanhosa de Tsagaan Suvarga, o próximo local digno de nota na lenta mas fascinante mutação da paisagem rumo a Sul, com areias a perder de vista em tons de amarelo, laranja, salmão, vermelho, bege e branco.

GESTOS MILENARES Ao fazer rodar os cilindros de oração, os budistas acreditam que libertam para o mundo as preces neles contidas

B L U E

T R A V E L

11


BT-VIAJANTES 83 - MONGÓLIA.qxd:BT-VIAJANTES NOVA ZELÂNDIA.qxd 11/2/10 11:55 AM Page 12

VIAJANTES BLUE

|

MONGÓLIA

O sol aproximava-se furiosamente do horizonte quando me sentei num tosco alpendre de madeira construído perto dos gers onde viviam os anfitriões em Tsagaan Suvarga. Uma viajante de longa data de origem alemã abriu uma maleta, já carcomida pelo tempo e por muitas viagens, de onde retirou o seu inseparável cachimbo de água. Fumou-se shisha, bebeu-se chá, enquanto o Sol se alaranjou, se avioletou, se eclipsou de forma surpreendentemente e o silêncio tomou conta das estepes escurecidas. Pouco depois, Nêma apareceu para comunicar o que acabara de saber através de um outro condutor mongol: em Tsogt Ovoo, uma localidade relativamente próxima, começava na tarde seguinte o festival Naadam. A jornada terminava em grande.

UMA CASA PORTÁTIL Um simples estrutura de madeira coberta de tecido basta para montar os gers, tradicionais tendas usadas pelos nómadas das estepes da Ásia central

12

B L U E

T R A V E L

NAADAM EM TSOGT. As datas oficiais do Naadam, a mais emblemática manifestação cultural do país, tinham sido há muito ultrapassadas, mas por circunstâncias especiais que ninguém soube explicar de forma inequívoca, em Tsogt Ovoo começava apenas naquela tarde. Sem hesitar, mudei a rota. À volta de um descampado com o tamanho de um pequeno campo de futebol, as mulheres estavam impecavelmente trajadas com vestidos de cerimónia de cores garridas e seda brilhante, empoleiradas em saltos altos desconfortáveis, passeando sombrinhas abertas para se protegerem da inclemência do astro-rei. Os homens esmeravam-se nos cintos e chapéus e na limpeza dos seus melhores deel, a roupa tradicional dos nómadas mongóis. Havia uma bancada coberta para as personalidades da terra, vendedores de comes e bebes, e muitos curiosos que iam chegando a cavalo. O ambiente era o de uma feira popular, sem carrosséis. Ao longo do dia, decorreram corridas de cavalo com jóqueis de apenas quatro ou cinco anos de idade, tiveram lugar jogos tradicionais entre homens, competições de arqueiros, e a mais aguardada de todas as disputas: o tradicional wrestling. Os lutadores, envergando calções e um pequeno top que cobre os ombros mas deixa os peitorais à mostra (conta-se que, no passado, uma lutadora ganhou vários combates sem que ninguém desconfiasse do seu género, sendo esta a fórmula agora encontrada para garantir que não há mulheres a competir e, assim, evitar tamanha humilhação para os corpulentos e orgulhosos machos mongóis), eram apresentados com grande pompa por um megafone rouco e estridente. Lutavam durante breves minutos, de forma quase cavalheiresca, após o que o vencedor declarado rodopiava de braços abertos como uma ave de rapina, agradecendo os aplausos da bancada VIP.


BT-VIAJANTES 83 - MONGÓLIA.qxd:BT-VIAJANTES NOVA ZELÂNDIA.qxd 11/2/10 11:55 AM Page 13

B L U E

T R A V E L

13


BT-VIAJANTES 83 - MONGÓLIA.qxd:BT-VIAJANTES NOVA ZELÂNDIA.qxd 11/2/10 11:56 AM Page 14

14

B L U E

T R A V E L


BT-VIAJANTES 83 - MONGÓLIA.qxd:BT-VIAJANTES NOVA ZELÂNDIA.qxd 11/2/10 11:56 AM Page 15

VIAJANTES BLUE

AS AREIAS DO GOBI. Depois de uma paragem em Dalanzadgad, a maior cidade erigida no deserto de Gobi e virtualmente o único local da região onde, com alguma sorte, se encontram legumes e fruta num mercado ao ar livre a fervilhar de vida, rodeado de pequenas mercearias de bairro e cheio de habitantes das redondezas nos seus tradicionais deel, prosseguimos por estradas que não o eram até Yolin An (o Vale do Gelo). Trata-se de um vale assombroso, onde é possível fazer caminhadas ao longo do que no Inverno é o leito de um rio, observar animais selvagens ou, simplesmente, contemplar a paisagem. A envolvência mudara radicalmente, havendo lugar a algum frio e resquícios de gelo nas escarpas, mas não haveria de demorar até estarmos de novo em ambientes desérticos, à medida que os vestígios de dinossáurios escondidos sob as areias avermelhadas de Bayanzag e, mais tarde, as areias de Khongoryn, se aproximavam. Já em Khongoryn, uma família instalada no sopé das dunas – bem longe dos pretensiosos tourist camps da região, demasiado caros e sem pinga de carácter –, deu-me as boas-vindas debaixo de uma forte e improvável chuvada em pleno deserto de Gobi. Estacionámos a velha carrinha russa junto de quatro gers perfeitamente alinhados. "Pilip, sleep here", disse Nêma no seu básico inglês, apontando para a fileira de tendas. Saiu do carro para indagar se a família nos receberia. Segui-o. Cá fora, um homem velho em tronco nu e olhos claros como a água, com as costas curvadas por anos de trabalhos duros, esbanjava sorrisos e copos de aguardente local. Um par de crianças aproveitou a nossa chegada para tentar vender pequenas peças de artesanato decorativo feito com lã de ovelha. Havia camelos para quem quisesse conhecer as dunas no dorso das pouco esbeltas mas resistentes criaturas. Junto aos gers, como em quase todas as tendas espalhadas pela Mongólia rural, antenas parabólicas funcionavam com recurso a geradores a gasóleo, contrabalançando a rusticidade do acampamento familiar. Dispensei os herbívoros e segui a pé para o cordão dunar. No alto das dunas, a vista apresentava-se absolutamente deslumbrante: de um lado, uma estreita língua de dunas estende-se ao longo de incontáveis quilómetros; do outro, em cujo solo os gers estão instalados, uma espécie de oásis esverdeava de forma ligeira o amarelo dominante da paisagem. Deixei-me ficar. O vento soprava cada vez mais forte. De pé, no cocuruto de uma duna, quase empurrado por uma tempestade de areia que começou a tomar forma, estava no ponto mais extremo desta incursão por terra ao deserto de Gobi. A partir dali, a velha carrinha russa conduzida por Nêma começaria a dirigir-se para as florestas, montes e lagos da Mongólia Central. O Sul ficaria nas nossas costas, o deserto no coração.

|

MONGÓLIA

O PÓ DOS DIAS É em velhas carrinhas russas de tracção total que os intrépidos viajantes se aventuram para o interior da Mongólia

B L U E

T R A V E L

15


Celebrar, sempre! Sabe-me bem a chegada do Outono. Gosto dos dias frios, do calor da lareira, de gozar a casa, de receber mais vezes os amigos. Razões para celebrar, nunca faltam...

Seja Responsável. Beba com Moderação.


blue LINK:blue LINK 11/11/10 11:03 AM Page 1

qlink

www.mateusrose.eu


Project4:Layout 1 11/2/10 4:44 PM Page 1


BT83-ISTOÉBLUE.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/2/10 4:02 PM Page 19

L I V I N G

>

ISTO E BLUE!

N O V I D A D E S

T E N D Ê N C I A S

G O U R M E T

HOTEL DE CHARME Faça já a sua reserva e venha descobrir a nova aposta do grupo Lágrimas em Lisboa. Interiores surpreendentes e uma experiência original esperam por si.

LISBOA | HOTEL DA ESTRELA

T E X T O Patrícia Cabral

New!

A MELHOR CAMA DA CAPITAL... Se ainda não ouviu falar das camas Hästens, considerada a melhor marca do mundo, chegou a altura de experimentar uma numa noite de sono reparadora no novo Hotel da Estrela, gerido pelo grupo Lágrimas Hotels&Emotions. Mesmo ao lado da Escola de Hotelaria e Turismo, antiga Escola Machado de Castro, o edifício foi o antigo palácio dos Condes de Paraty. Com 19 quartos e suites, os interiores têm a assinatura de Miguel Câncio Martins. No restaurante Cantina da Estrela poderá experimentar pratos da cozinha criativa, num ambiente descontraído e preços surpreendentes. Tem ainda a vantagem de estar a dois passos de Campo de Ourique, uma óptima zona de shopping, já a pensar nas compras de Natal... Duplo a partir de €110; Rua Saraiva de Carvalho, 35; Tel.: 211.900.100; www.lagrimashotels.com

B L U E

T R A V E L

19


ISTO É BLUE

©FOTOS RICARDO POLÓNIO

BT83-ISTOÉBLUE.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/2/10 4:02 PM Page 20

New! RESTAURANTE PEDRO E O LOBO Rua do Salitre, 169/169A Tel.: 211.933.719; www.pedroeolobo.pt Horário: De segunda a sexta das 13h às 15h, e de segunda a sábado das 20h às 23h. Encerra sábado ao almoço e domingo todo o dia

FACA VOCÊ MESMO {Receita dos chefs } ROBALO DO MAR, FEIJAO BRANCO, OSTRAS DE SETÚBAL E SALICÓRNIA 1 Robalo de 1kg; Feijão branco - 250g; 1 raiz de Funcho Osso de presunto; 1 rama de alho francês, 2 Cenouras 1 Cebola; 5 Ostras de Setúbal; 50g de Salicórnia 20g de Miso; 1,5g de Lecitina de soja Água q.b.; Sal q.b.; 10g de Aneto

LISBOA | PEDRO E O LOBO

Diogo Noronha, Nuno Bergonse, José Maria Vieira da Silva e Luís Baptista são os sócios do restaurante Pedro e o Lobo. A funcionar numa antiga galeria contemporânea o espaço foi transformado pelo arquitecto Luís Baptista, um dos donos. « Quis criar um lugar com o qual as pessoas se identificassem e que se adequasse a qualquer parte do mundo», explica. A cozinha está a cargo dos chefs Diogo Noronha e Nuno Bergonse. Ambos muito jovens mas já com uma carreira de sucesso apostam na valorização dos produtos portugueses. « As nossas ementas reflectem a forma de vermos a cozinha. Usamos produtos biológicos e locais na preparação dos pratos», diz Diogo Noronha. Ao almoço tem pratos mais simples e ligeiros e ao jantar tem um menu de degustação. Entre as especialidades destaca-se o Rabo de boi com puré de batata doce e o Tamboril areado aveludado. 20

B L U E

T R A V E L

ROBALO Limpar o robalo e filetear. Temperar com sal fino e marcar na chapa do lado da pele. AR DE MISO Juntar o miso, água, 1,5 gramas de lecitina de soja e sal. Turbinar com a varinha mágica até fazer uma espuma. EMPRATAMENTO Colocar o estufado de feijão branco na base do prato. Em cima do feijão o robalo marcado, e em seguida juntar o ar de miso e a salicórnia. Flor de sal para acabar e está pronto.

T E X T O Patrícia Cabral

SABORES PORTUGUESES COM TOQUE CONTEMPORÂNEO

ESTUFADO DE FEIJAO BRANCO Colocar o feijão branco de molho 12h. Refogar ligeiramente a cebola, o alho-francês, a cenoura e o funcho. Juntar o osso de presunto e cobrir com água. Temperar com sal e cozer lentamente durante 45 minutos a 1 hora. Assim que estiver cozinhado, adicionar o aneto picado e as ostras cortadas em 4 com a sua água.


BT83-ISTOÉBLUE.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/2/10 4:02 PM Page 21

Nova geração de chefs Diogo Noronha e Nuno Bergonse, com 26 e 23 anos respectivamente, podem gabar-se de ter uma carreira meteórica. Diogo passou pelo restaurante Per Se, em Nova Iorque, detentor de três estrelas Michelin e Nuno pelo famoso Moo, em Barcelona. Agora juntos surpreendem com as suas criações no Pedro e o Lobo.


BT83-ISTOÉBLUE.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/2/10 4:03 PM Page 22

ISTO É BLUE

LISBOA LA COTTURA Rua Fradesso da Silveira, 4, loja 7; Alcântara Tel.: 218.036.136; www.lacottura.com Restaurante, enoteca e salumeria: o casamento perfeito para uma noite de tapas e bons petiscos. Se ainda não conhece este novo espaço faça já a sua reserva e delicie-se com uma ementa recheada de pratos da cozinha italiana como o linguine, tagliatelle e ravioli. Todos os produtos usados na confecção são provenientes da agricultura biológica, o que torna tudo mais saudável e apetitoso. Na loja gourmet pode comprar os azeites, biscoitos, pastas, entre outros produtos. Pode ainda assistir a concertos de jazz, graças a uma parceria feita com o famoso Hot Club.

CASCAIS PÁTRIA LUSA Rua Regimento 19 de Infantaria, Ed. Baía Center, loja 27 Tel.: 214.868.403; www.patrialusa.com Com vista para a Baía de Cascais, o restaurante Pátria Lusa dá-nos a provar os bons sabores da cozinha tradicional portuguesa. Seja o Lombo de bacalhau com crosta de broa ou o Bife da vazia com molho de vinho do Porto deixe-se tentar por estas sugestões. Às quintas não perca as noites de fado e às sextas, sábados e domingos os ritmos variam entre a música africana, brasileira e portuguesa.

RESTAURANTES

LISBOA RESTAURANTE BONSAI

BOAS SUGESTÕES PARA JANTAR FORA Com as noites frias de regresso apetece aquelas jantaradas na companhia de amigos a dois ou em família. No Clubhouse Marinha Guincho Living faça aquelas refeições ligeiras no restaurante, às quintas à noite oiça fado no Pátria Lusa e descubra os sabores do sushi com o novo chef do restaurante Bonsai, no Fontana Park Hotel.

Rua Eng.º Vieira da Silva, 2, Saldanha/Picoas Tel.: 210.410.600; www.fontanaparkhotel.com Miguel Oliveira é o novo Master Sushi Chef do restaurante japonês Bonsai, no Fontana Park Hotel. No seu currículo guarda a passagem pelo Midori, no hotel Westin Osaka, e quatro meses de formação em Osaka, Quioto e Nara. Agora vai ter a possibilidade de ver ao vivo o trabalho deste sushiman que surpreende com a sua mestria.

GUINCHO MARINA GUINCHO LIVING Tel.: 218.027.688; Horário: De terça a sábado das 10h às 19h; encerra ao domingo; www.marinhaguincho.pt O Marinha Guincho Living é das mais recentes novidades do Aldeamento Turístico Marinha Guincho. Este clubhouse tem uma piscina para adultos, outra para crianças, court de ténis e um restaurante com zona lounge e esplanada exterior. Pode comer uma refeição leve a qualquer hora do dia ou recorrer ao serviço de take-away. Tem ainda a possibilidade de pedir o Gourmet Tailor Made, no qual os clientes podem pedir o que desejarem e serem servidos na privacidade do seu apartamento.

22

B L U E

T R A V E L

T E X T O S Patrícia cabral

Taste!


BT83-ISTOÉBLUE.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/2/10 4:03 PM Page 23

PÁTRIA LUSA

LA COTTURA


BT83-ISTOÉBLUE.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/2/10 4:04 PM Page 24

ISTO É BLUE ONDE DORMIR VILA GALE COIMBRA Rua Abel Dias Urbano, 20; Tel.: 239.240.000 Duplo a partir de €88; www.vilagale.pt/pages/hoteis Numa próxima ida a esta cidade opte por ficar no novo Vila Galé. Em pleno centro histórico tem vista para o Mondego e 229 quartos, dos quais 18 suites juniores. De manhã ou ao fim do dia pode relaxar no spa Satsanga e fazer as refeições num dos dois restaurantes do hotel.

QUINTA DAS LÁGRIMAS Rua António Augusto Gonçalves; Tel.: 239.802.380; Duplo a partir de €130; www.quintadaslagrimas.pt

PISCINAS DO MONDEGO

UM DIA NA CIDADE

Para uma estadia romântica a Quinta das Lágrimas é o cenário ideal para desfrutar daqueles momentos a dois. Desde os magníficos jardins à mata que circunda o hotel vale a pena percorrer os caminhos que serviram de palco aos amores proibidos de Pedro e Inês de Castro. No restaurante Arcadas, com uma estrela Michelin, pode provar as iguarias preparadas pelo chef Albano Lourenço. Inscreva-se ainda num dos cursos de cozinha da Escola dos Chefes, onde vai poder aprender todos aqueles truques dos grandes cozinheiros.

Venha sentir o pulsar de uma cidade que nunca dorme. Desde os estudantes universitários que animam os cafés e ruas, aos monumentos históricos ou às novidades que nos esperam viva a alma deste lugar mágico que se debruça sobre o rio Mondego. Deixamos boas propostas para “terminar o primeiro período lectivo” em grande estilo.

24h 24

B L U E

T R A V E L

T E X T O S Patrícia Cabral

COIMBRA: VIDA A BEIRA RIO


BT83-ISTOÉBLUE.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/2/10 4:04 PM Page 25

HOTEL ASTÓRIA

TEATRO ACADEMICO GIL VICENTE

Avenida Emídio Navarro, 21; Tel.: 239.853.020; Duplo a partir de €65; www.almeidahotels.com

Tel.: 239.855.630 www.tagv.info

Inaugurado em 1926 está situado na zona nobre da cidade, a dois passos da Baixa. Um excelente ponto de partida para um dia de shopping ou se preferir visitar a Sé Velha, a Universidade de Coimbra e a Biblioteca Joanina. Os 60 quartos e duas suites estão decorados com mobiliário dos anos 20 e têm vista para o rio Mondego. Ao fim do dia aproveite para tomar um copo no Bar 21, um excelente ponto de encontro de amigos.

Considerado um dos pólos mais importantes de divulgação cultural e artística, o Teatro Académico Gil Vicente foi inaugurado em 1961. Desde ciclos de jazz, ópera, exposições, dança contemporânea, recitais de poesia, concertos de música clássica, entre outros tem sempre uma agenda muito diversificada.

VISITAS MOSTEIRO DE SANTA CLARA-A-VELHA

BOAS REFEICOES

www.culturaonline.pt/MuseusMonumentos/Monumentos/ Pages/Mosteiro_Santa_Clara_Velha.aspx

PISCINAS DO MONDEGO Rotunda das Lages, Sta. Clara, Parque Verde do Mondego Tel.: 239.441.591; www.piscinasdomondego.com Horário: das 9h às 2h00 de segunda à sábado, domingo encerra às 18h.

HOTEL ASTÓRIA

Neste restaurante, situado no complexo Piscinas do Mondego, a cozinha tradicional portuguesa ocupa lugar de destaque. Desde o peixe fresco grelhado às cataplanas ou veado, tem uma grande variedade de escolha. O espaço contempla ainda uma loja gourmet, onde pode encontrar azeites, doces e vinhos.

Fundado em 1283 pela Abadessa D. Mor Dias foi refundado pela Rainha Dona Isabel de Aragão em 1314, tendo sido abandonado em 1677. No início do século XX foi decretado Monumento Nacional e em 2001 foi lançado um concurso para a recuperação do edifício. Concluído em 2008 foi aberto ao público no ano seguinte com um centro interpretativo que alberga salas de exposições, loja e cafetaria.

CONVENTO DE SANTA CLARA-A-NOVA De segunda a domingo, entre as 8h30 e as 11h ou das 13h às 18h, não perca as visitas guiadas ao Convento de Santa Clara-a-Nova. Neste imponente edifício de estilo barroco pode ver o claustro datado de 1733.

STILL Rua Alexandre Herculano, 37; Tel.: 239.841.292 Horário: De segunda a domingo das 11h30 às 4h Inaugurado há quatro meses este restaurante-bar já está a fazer sucesso na noite conimbricense. Aqui pode provar aqueles petiscos da cozinha tradicional portuguesa como moelas, pica-pau, camarão frito, polvo, entre outros. Na lista também encontra pratos da cozinha italiana como as pizzas que se vendem a metro, o que se torna mais económico para o cliente.

GIUSEPPE&JOAQUIM

Saiba mais em www.turismodecoimbra.pt

HOTEL ASTÓRIA - BAR 21

Rua das Azeiteiras, 66; Tel.: 239.098.990 www.giuseppe-joaquim.com Horário: aberto todos os dias das 12h às 24h

New!

Dois sócios: um português outro italiano uniram-se há cinco anos e fizeram nascer o restaurante Giuseppe&Joaquim. À mesa pode experimentar os sabores de ambas as cozinhas que vão desde as suculentas pizzas ao linguini, passando por especialidades lusas bem típicas da nossa gastronomia como o Polvo à Lagareiro e a Açorda de bacalhau.

EXPOSICOES A VER MUSEU DE ÁGUA Parque Dr. Manuel Braga, Parque da Cidade Tel.: 239.102.115 www.museudaagua.com Água, visões de um planeta vivo. Até 12 de Dezembro. Trata-se de uma instalação comemorativa do ano internacional da biodiversidade que estimula os visitantes à observação das temáticas sobre o ambiente.

RESTAURANTE STILL

PISCINAS DO MONDEGO

B L U E

T R A V E L

25


BT83-ISTOÉBLUE.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/2/10 4:05 PM Page 26

New!

ISTO É BLUE

+ 3 NOVAS ABERTURAS!

THE OITAVOS

. The Oitavos |

Guincho

Este exclusivo hotel de cinco estrelas destaca-se pelas linhas de design contemporâneo. Totalmente integrado na paisagem envolvente tem 142 quartos, dos quais 16 são suites com vista para o mar ou para o campo de golfe. Um spa e Fitness Center, piscina interior e exterior, restaurantes e bares são outros dos atractivos. Quinta da Marinha; Tel.: 214.860.020 Duplo a partir de €275; www.theoitavos.pt

. The Yeatman Hotel

| Vila Nova de Gaia

Situado na zona histórica de Vila Nova de Gaia, este hotel vínico vem homenagear as famílias britânicas que se dedicaram ao comércio do vinho do Porto. Com 82 quartos e suites, em cada estão expostos quadros e objectos escolhidos por um produtor de uma determinada região. Um spa Vinothérapie, onde os tratamentos são feitos com produtos da marca Caudalie, e um restaurante com uma carta que combina o melhor da gastronomia e dos vinhos são os principais cartões de visita. Tel.: 220.134.200; Duplo a partir de €154 www.the-yeatman-hotel.com

THE YEATMAN HOTEL

HOTEIS

ABERTURAS DE NORTE A SUL Dos hotéis low-budget aos mais exclusivos muitas são as novidades para fazer uma escapadela de uns dias. Propomos-lhe várias sugestões de norte a sul do país onde pode fazer actividades ao ar livre, provar bons vinhos, saborear o melhor da gastronomia e carregar baterias para o novo ano que se avizinha.

. Vale da Lapa Resort&Spa | Carvoeiro Este resort a 40 minutos do aeroporto de Faro tem villas e suites para duas, quatro ou seis pessoas. No exterior jardins, lagos e ribeiros convidam a relaxar. Se preferir ir até à praia conte com as dos Caneiros e a do Carvoeiro com extensos areais desertos para explorar. Tel.: 282.380.800; Duplo a partir de €77 www.valedalapa.aguahotels.pt

LISBOA EVIDÊNCIA HOTEIS Dormir por €36 num quarto duplo nos tempos que correm é daquelas oportunidades a não desperdiçar. Faça já a sua reserva no novo Evidência Light Santa Catarina Hotel, perto do miradouro de Santa Catarina, e adira ao slogan «faça e desfaça a sua cama». À chegada os hóspedes recebem um kit com roupa de cama e banho para fazer como em casa. Tem 17 quartos, um deles múltiplo e lugar para 14 pessoas. A decoração bastante funcional tem o toque de design característico da marca. Outra das aberturas a destacar é o Evidência Light Suites Bairro Alto, na Rua da Rosa. Com quatro andares e um apartamento por piso tem preços a partir de €90 para duas pessoas. Se quiser trazer o seu cão será bem recebido. Tem ainda o restaurante Bistrot Les Mauvais Garçons, que serve almoços, lanches e jantares light.

26

B L U E

T R A V E L

EVIDENCIA HOTEIS

T E X T O S Patrícia Cabral

www.evidenciahoteis.com


BT83-ISTOÉBLUE.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/4/10 11:57 AM Page 27

Relax! CUIDAR DE SI NO FRIO . Vilalara Thalassa Resort | Alporchinhos Agora com os dias mais frios sabe bem aquelas sessões de spa que deixam o corpo e alma revigorados. Já a pensar no Inverno o Vilalara Thalassa Resort tem no cardápio um novo tratamento chamado Lavanda. Trata-se de um ritual de boas vindas com uma esfoliação aos pés e uma massagem relaxante à base de óleos essenciais de lavanda. Durante 60 minutos, por €90, feche os olhos e entregue-se às mãos de quem sabe numa viagem com os cinco sentidos. www.vilalararesort.com

LANCHE EM SETEAIS

A RECUPERAR TRADIÇÕES Agora com a chegada do Outono e os dias mais frios já apetece aqueles lanches da avozinha, onde não faltam as torradas, doces, biscoitos, bolos e o chá. Aos fins de semana, entre as 16h e as 18h30, o Tivoli Palácio de Seteais recuperou este ritual e serve o tradicional lanche à portuguesa. O buffet tem quadrados de chocolate, os russos de amêndoa, feitos com nata fresca batida, pães regionais, entre outras especialidades bem caseiras. Custa €18 por pessoa e as crianças até aos 12 anos têm 50% de desconto. Aproveite ainda para ir com os miúdos ao Centro Equestre, a mais recente novidade de Seteais, onde podem dar uma volta de pónei, ter aulas de equitação ou dar passeios a cavalo pela magnífica serra de Sintra. Pode ainda organizar a festa de aniversário do seu filho neste espaço que teve obras de remodelação. www.tivolihotels.com

Cascais | Grande Real Villa Itália Hotel&Spa A MODA DOS CUPCAKES Venha experimentar os coloridos Villa Cupcakes no bar La Terraza do Grande Real Villa Itália. O novo chá das cinco com a assinatura do chef pasteleiro Paulo Fernandes inclui ainda scones, pastéis de nata, croissants e areias de Cascais. Tel.: 210.966.000; www.hoteisreal.com

. Bspa | Altis Belém A água do mar, sal, vento e sol deixam marcas na cara e corpo difíceis de apagar. Para mimar e tratar de si o Bspa do hotel Altis Belém propõe uma série de tratamentos revitalizantes, caso dos rituais de esfoliação. Pode também fazer a hidratação optimal, que estabiliza a pele do rosto em água regenerando-a. www.altisbelemhotel.com

. Tróia Design Hotel | Tróia Se ainda não conhece os novos tratamentos do The Spa do Tróia Design Hotel, esta é a melhor altura do ano para o fazer. Entre as novidades destacam-se os quatro Rituais Blue&Green: La Culla di olos, Momentos Yin-Yang, O mundo a seus pés e Neróli, uma esfoliação à base de laranja e alfazema biológica. www.troiadesignhotel.com


BT83-ISTOÉBLUE.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/2/10 4:05 PM Page 28

PROPOSTAS MÊS

ISTO É BLUE

POR MENOS DE €100 Na beira ou Alentejo faça uma escapadela e quebre a rotina do dia-a-dia. Desde as actividades ao ar livre, aos serões passados em redor da lareira, aproveite para descansar. Sempre a preços surpreendentes.

MONTARGIL MONTE DE PORTUGAL Tel.: 919.952.497; Duplo a partir de €55 www.montedeportugal.com Em pleno Alto Alentejo esta propriedade que se estende ao longo de 350 hectares, e tem como principal actividade a exploração agrícola, virou-se agora para o turismo rural. As antigas instalações dos trabalhadores e celeiros foram transformadas em apartamentos T1, T2 e sala de convívio, sendo as características arquitectónicas originais do monte alentejano mantidas. Durante a estadia os hóspedes podem usufruir das bicicletas, moto4 e piscina. Todos os desportos como pesca ou passeios de caiaque podem ser feitos na barragem de Montargil.


blue LINK:blue LINK 11/11/10 11:11 AM Page 1

qlink

www.ana.pt


BT83-ISTOÉBLUE.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/2/10 4:05 PM Page 30

ISTO É GREEN

MOCAMBIQUE PARQUE NACIONAL DA GORONGOSA CONTRIBUIR PARA A PRESERVACAO No ano em que o Parque Natural da Gorongosa celebra 50 anos faz um apelo à solidariedade de todos para apoiar os programas de conservação em vigor. Seja a replantação de árvores, na ajuda à construção de escolas ou adoptando um animal, o seu pequeno contributo pode fazer toda a diferença. A sua visita também vai ajudar os vários projectos entre eles a criação de emprego para a comunidade local e assistência sanitária. A preservação da flora e fauna locais, algumas em vias de extinção, são outras das missões dos investidores envolvidos. www.gorongosa.net

AMBIENTE HAVAIANAS ECO SOUL COLLECTION USAR TENIS ECO A marca Havaianas lançou a linha Eco Soul Collection – um modelo de ténis feito de fibra de juta, uma matéria-prima oriunda da região amazónica, e uma das principais actividades económicas da população local. Tem ainda uma sola exterior em borracha natural, permitindo que seja reutilizada evitando a sua eliminação no meio ambiente. Para quem é sensível à natureza esta é certamente uma compra que deve estar no topo da lista das suas prioridades. www.havaianas.com

3 PROPOSTAS

Seja a comprar ténis, a escolher peças de vestuário ecológico ou a contribuir para os programas de preservação do Parque Nacional da Gorongosa, em Moçambique, nunca é tarde para começar a ajudar a salvar o nosso planeta.

30

B L U E

T R A V E L

TIMBERLAND RESPONSABILIDADE SOCIAL RESPEITAR O AMBIENTE Totalmente virada para a natureza e actividades outdoor, a Timberland tem vindo a assumir cada vez mais a sua preocupação com o meio ambiente. Para além de desenvolver produtos de qualidade como calçado e vestuário tem uma linha como a Earthkeepers que utiliza materiais ecológicos no fabrico das suas peças. Para além disso a empresa disponibiliza a cada trabalhador 40 horas de trabalho remunerado para que preste serviço comunitário. Tarefas como limpeza de parques locais ou fazer a manutenção de escolas são algumas das missões desenvolvidas para ajudar a comunidade local.

T E X T O S Patrícia cabral

ECO-FRIENDLY


blue LINK:blue LINK 11/11/10 11:19 AM Page 1

qlink

www.sograpevinhos.eu


BT83-ISTOÉBLUE.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/4/10 11:52 AM Page 32

TCHERASSI HOTEL + SPA


BT83-ISTOÉBLUE.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/2/10 4:06 PM Page 33

MAISON MOSCHINO

LIFESTYLE

|

H O T E I S D E E S T I L I S TA S

DORMIR EM GRANDE ESTILO Em Paris, Milão ou nas suas próximas férias caribenhas, reserve um quarto decorado pelo bom gosto de estilistas de renome. Noites de bons sonhos em ambientes únicos, para quem procura algo muito especial. T E X T O Rosário Sá Coutinho


BT83-ISTOÉBLUE.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/2/10 4:06 PM Page 34

LIFESTYLE HOTEIS DE ESTILISTAS

Go! Moschino, Christian Lacroix, Armani ou Missoni são alguns dos nomes da alta moda que decidiram abrir hotéis únicos, onde os interiores vivem da sua marca pessoal. Espaços com muita personalidade, de onde não apetece sair...

TCHERASSI HOTEL + SPA

COLÔMBIA | CARTAGENA DAS ÍNDIAS TCHERASSI HOTEL + SPA Calle del Sargento Mayor, 6–21, Tel.: +57.5.664.4445, www.tcherassihotels.com. Duplo a partir de €225 Abriu há um ano e é o primeiro hotel da estilista colombiana Sílvia Tcherassi. O seu estilo ecléctico e delicado transmite uma força muito própria e vai buscar inspiração seja a uma imagem bonita, um local exótico, às emoções ou a figuras femininas como Frida Khalo. Nesta mansão colonial com 250 anos, totalmente recuperada, no coração da cidade, mantiveram-se os tectos altos, pavimentos de madeira e outros vestígios de tempos antigos que convivem com um toque de contemporaneidade. Há apenas sete quartos, incluindo uma suite, todos eles únicos e com nomes dos tecidos usados nas suas colecções. O restaurante e lounge tem vista para o jardim com mais de três mil plantas locais, e há um terraço com vista para a cidade e o mar do Caribe.

TCHERASSI HOTEL + SPA

FRANCA | PARIS HOTEL LE NOTRE DAME 1, Quai Saint-Michel, Tel.: +33.1.4354.2043, www.hotelnotredameparis.com. Duplo a partir de €190 Um hotel que é a imagem do estilo de Christian Lacroix, responsável pela redecoração dos interiores que levou à sua reabertura em Janeiro deste ano. As tapeçarias nas paredes, o papel de parede a imitar couro ou rendas, os pavimentos de troncos de árvore ou pedras, e a combinação de tudo isto cria um efeito original e espaços únicos – enfim, um hotel difícil de pôr em palavras! Tem apenas 26 quartos e uma vista rasgada para a catedral de Notre Dame e para o rio Sena, num edifício com mais de 400 anos classificado onde encontramos os confortos modernos como o acesso Wi-Fi livre à Internet. Mas são as texturas, os tecidos, as cores e os materiais que lhe dão força e personalidade.


BT83-ISTOÉBLUE.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/2/10 4:06 PM Page 35

HOTEL LE NOTRE DAME

HOTEL LE NOTRE DAME


BT83-ISTOÉBLUE.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/2/10 4:06 PM Page 36

TCHERASSI HOTEL + SPA

Classificada Património Mundial, a cidade colonial de Cartagena de Índias merece bem uns dias de visita pela sua riqueza histórica. Reserve a estadia no novo Tcherassi Hotel e viva os ambientes criados por uma das mais badaladas estilistas colombianas 36

B L U E

T R A V E L


BT83-ISTOÉBLUE.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/4/10 11:54 AM Page 37


BT83-ISTOÉBLUE.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/2/10 4:07 PM Page 38

38

B L U E

T R A V E L

MAISON MOSCHINO


BT83-ISTOÉBLUE.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/2/10 4:07 PM Page 39

HOTEL LE NOTRE DAME

Tecidos, tapeçarias e texturas vestem os quartos destes hotéis criando ambientes envolventes. Os antigos edifícios assim recuperados ganharam uma vida nova e um estilo digno da passerelle

B L U E

T R A V E L

39


BT83-ISTOÉBLUE.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/2/10 4:07 PM Page 40

MAISON MOSCHINO


BT83-ISTOÉBLUE.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/2/10 4:07 PM Page 41

MAISON MOSCHINO

LIFESTYLE HOTEIS DE ESTILISTAS

ITÁLIA | MILAO MAISON MOSCHINO Viale Monte Grappa, 12, Tel.: +39.2.2900.9858, www.maisonmoschino.com. Duplo a partir de €270 + taxas Uma antiga estação de comboios de 1840 no centro da cidade transformada num boutique hotel pelo génio da casa Moschino, aberto aos viajantes desde Março deste ano. A recuperação do edifício manteve elementos da arquitectura original, como as amplas janelas para a rua, mas nos interiores tudo é original. 65 quartos com um toque de magia levam-nos ao mundo dos sonhos, com nomes como “A Vida numa Cama de Rosas”, “Dormindo num Vestido de Baile”, “Zzzzzzzzz”, “O quarto da Alice” ou “Capuchinho Vermelho”. Dos candeeiros às colchas, das cores a cada pormenor da decoração, uma noite aqui vai ser diferente de tudo aquilo que já experimentou.

+ 10 HOTÉIS DE ESTILISTAS

. Emirados Árabes Unidos

| Dubai

Armani Dubai www.armanihotels.com

.

Escócia | Edimburgo Hotel Missoni www.hotelmissoni.com

.

França | Paris Hotel du Petit Moulin www.paris-hotel-petitmoulin.com

.

França | Courchevel Cheval Blanc www.chevalblanc.com

.

Itália | Florença Hotel Continentale www.lungarnohotels.com

.

Itália | Florença Galery Art Hotel www.lungarnohotels.com

.

República Dominicana | Punta Cana Tortuga Bay Villas www.puntacana.com

.

Indonésia | Bali Bulgari Bali www.bulgarihotels.com

.

Austrália | Queensland Palazzo Versace www.palazzoversace.com.au

.

Irlanda | Galway The G Hotel www.theghotel.ie

B L U E

MAISON MOSCHINO

MAISON MOSCHINO

T R A V E L

41


BT-3PROGRAMAS.qxd:BT- ISTOÉBLUE.qxd 11/2/10 4:57 PM Page 42

PROGRAMAS

1.CANADÁ

COMO IR

Go!

Com a Scott Walking Adventures, uma empresa com 18 anos de experiência na organização de passeios no Canadá. Consulte o site para saber as datas disponíveis, ou peça para lhe organizarem uma viagem por medida. O preço é de cerca de €1.740 por pessoa, incluindo refeições e estadia em estalagens históricas.

SCOTT WALKING ADVENTURES Tel.: +1.902.858.2060 www.scottwalking.com

42

B L U E

T R A V E L

Se o Canadá faz parte dos seus próximos destinos de férias, aproveite esta sugestão para conhecer melhor um dos spots mais interessantes dos pais, na companhia de bons insiders. A partida é de Sydney, na ilha de Cape Breton junto ao golfo de São Lourenço, ao largo da costa ocidental do Canadá. Logo no primeiro dia será levado até à vila de Baddeck onde começa o trilho de Cabot Trail, seguindo as margens dos lagos de Brass d’Or onde Alexander Graham Bell tinha uma casa de Verão e desenvolveu muitas das suas invenções. No segundo dia a caminhada é no Parque Nacional das montanhas de Cape Breton, onde a paisagem proporciona vistas de cortar a respiração. Durante os dois dias seguintes ficará alojado na vila piscatória de Cheticamp, com a oportunidade de conhecer melhor melhor a cultura local. Entre passeios ao longo de rios, cascatas, florestas e montanhas, poderá avistar as ilhas de la Madeleine, no golfo de são Lourenço, bem como as baleias que passam ao largo. Considerado um dos dez melhores passeios do mundo pela revista “National Geographic Traveler”, este programa de cinco dias e quatro noites prevê caminhadas entre 7km a 15km por dia de dificuldade moderada, sendo os passeio de manhã e as tardes livres.

T E X T O S Rosário Sá Coutinho

CAMINHADAS NA NOVA ESCÓCIA


BT-3PROGRAMAS.qxd:BT- ISTOÉBLUE.qxd 11/2/10 4:58 PM Page 43

Enjoy!

2.ESPANHA

A CAVALO NAS ASTÚRIAS

COMO IR Esta é uma rota circular que demora dois dias a percorrer, ao ritmo de cerca de 25km por dia que se vencem em aproximadamente cinco horas por dia a cavalo, acompanhada por um guia. O preço é de €160 por pessoa e inclui refeições, alojamento, seguro e carros de apoio.

Durante dois dias percorra a costa asturiana, ao longo das praias banhadas pelo mar cantábrico, ao encontro de pueblos parados no tempo e gente hospitaleira. Jesus Puga Ramallal, proprietário da empresa Aventuras a Caballo é filho da terra e começou estas aventuras há 18 anos. É ele quem nos guia nestas rotas, além de tratar de tudo o que concerne os 21 cavalos, desde domá-los a limpá-los e escová-los. Esta rota de dois dias parte da povoação costeira de Lamuño, nas faldas da Sierra de los Vientos, e passa por várias praias, incluindo a de San Pedro com quase 1km de extensão onde ainda há vestígios de um castro celta. A brisa marinha dá lugar aos mil tons de verde na subida ao bosque, onde bambus, loureiros, carvalhos e freixos bordejam regatos de águas cristalinas. Do alto dos montes vale a pena abrandar o ritmo para apreciar a vista deslumbrante para a costa. Depois de uma noite de sono descansado, no dia seguinte irá percorrer parte do caminho de Santiago de Compostela, atravessar a serra pueblos e campos de cultivo, com uma paragem para saborear os pratos da gastronomia local como a favada, o pote asturiano, o javali e as deliciosas sobremesas.

AVENTURAS A CABALLO Tel.: +34.985.597.323 www.aventurasacaballo.com

B L U E

T R A V E L

43


BT-3PROGRAMAS.qxd:BT- ISTOÉBLUE.qxd 11/2/10 4:58 PM Page 44

PROGRAMAS

3.EUA

OESTE AMERICANO

COMO IR

Go!

Com a Kuoni, numa viagem de 15 dias/13 noites com partidas até Março de 2011. Consulte o site para saber as datas disponíveis bem como mais informações sobre o circuito. O preço por pessoa em quarto duplo é a partir de €1.563, e inclui voos, alojamento, transferes, entradas nos principais pontos de interesse, acompanhamento de um guia e seguro.

KUONI Paseo de La Habana, 18, Madrid Tel.: +34.91.577.6198 info@kuoni.es, www.kuoni.es

44

B L U E

T R A V E L

Um circuito de 15 dias para partir à conquista do oeste dos Estados Unidos, desde as grandes cidades como Los Angeles, Phoenix, Las Vegas ou San Francisco, até às belezas naturais do Grand Canyon e do Parque Natural de Yosemite. A partida é de Madrid e o circuito começa em Los Angeles, onde vai poder ver de perto o célebre bairro de Beverly Hills e o passeio das estrelas em Hollywood, seguindo depois pelo deserto de Mojave ao longo do rio Colorado até Phoenix, no estado do Arizona. Tempo para explorar o Castelo de Montezuma, o Grand Canyon, Monument Valley, o Lago Powell, a pitoresca vola de Kanab, no Utah, onde se filmaram vários westerns, e o Parque Nacional de Zion, antes de partir para a vibrante Las Vegas. Segue-se a visita ao Parque Nacional de Yosemite, classificado como Património da Humanidade e habitat de sequóias gigantes, e depois a cidade de San Francisco, com a sua arquitectura victoriana e o seu charme incomparável, descendo ao longo da costa da Califórnia até Santa Maria, Santa Bárbara e Los Angeles, de regresso ao ponto de partida.


BT-3PROGRAMAS.qxd:BT- ISTOÉBLUE.qxd 11/2/10 4:58 PM Page 45

B L U E

T R A V E L

45


REP-MOURA ENCANTADA-final.qxd:REP. VILA LARA 11/2/10 3:32 PM Page 46

JUNTO AS MARGENS DA BARRAGEM DE SANTA CLARA, esconde-se um lugar carregado de misticismo que convida a gozar uns dias de total isolamento. Na Moura Encantada o tempo parece ter parado como a lenda que inspirou e dá o nome a esta propriedade na fronteira entre o Alentejo e Algarve. Aqui fazem-se passeios num barco ecológico, wakeboard, caminhadas pedestres para observação de aves, prova-se mel e medronho produzidos de forma artesanal e apanham-se legumes na horta. Com uma filosofia sustentável vive-se em harmonia com a natureza e saboreiam-se as coisas mais simples da vida. Por P A T R Í C I A Fotos R I C A R D O

C A B R A L P O L Ó N I O

{ FIM-DE-SEMANA BLUE NO BAIXO ALENTEJO }

NATURAL


MOURA ENCANTADA

REP-MOURA ENCANTADA-final.qxd:REP. VILA LARA 11/2/10 3:32 PM Page 47

ESCAPE A blue ESTEVE LÁ! Setembro 2010


REP-MOURA ENCANTADA-final.qxd:REP. VILA LARA 11/2/10 3:33 PM Page 48

Lugar místico Na Moura Encantada tudo foi pensado para lhe proporcionar uma experiência diferente. Autenticidade e simplicidade são as palavras de ordem para gozar dias descontraídos em total harmonia com a natureza envolvente.

DIA 1 | S Á BAD O Depois das curvas e contracurvas da estrada entre São Martinho das Amoreiras e a barragem de Santa Clara avistámos o primeiro poste assinalado com o M de Moura Encantada. Pouco depois aparecia o Victor, o dono da propriedade, para nos conduzir por um caminho de terra batida até à casa. À nossa espera estava a Lu, mulher do Victor, e a Ginja – um rafeiro alentejano que tem a missão de guardar o monte. Deixámos os sapatos à porta, uma regra cumprida por moradores e visitantes, e entrámos no mundo deste casal que trocou a vida citadina por este lugar mágico. Da varanda que cerca a casa avistam-se as encostas verdejantes cobertas de pinheiros que se estendem até ao leito da barragem. Ao todo são 20 hectares de terreno onde existem desde árvores de fruto como a romãzeira, amendoeira, nespereira, figueira, laranjeira, medronheiro entre outras, a uma horta biológica e ainda uma vinha. Com o objectivo de fazer o levantamento da fauna e flora locais o casal publicou o livro « A Vida na Moura Encantada», que nos dá a conhecer as diferentes espécies que residem neste habitat de forma a preservá-las. Antes do almoço acompanhámos a Lu à horta que nos mostrou as abóboras, pimentos, beringelas e outros vegetais que servem de base a coloridas receitas inventadas pelo Victor. As refeições custam €30 por pessoa e podem ser servidas na única casa disponível para alugar.

COMO IR Tomar a A2 e sair para Beja/Ferreira. Prosseguir pela estrada antiga, passando pela Mimosa, e virar à esquerda onde diz Oeste-Odemira. Seguir até indicação São Martinho das Amoreiras e depois Barragem de Santa Clara. Passando a aldeia de Santa Clara virar onde diz Cortes Pereira. Passar uma primeira sinalética que diz Paradise in Portugal, na segunda placa com a mesma indicação virar numa estrada de terra à direita (Quinta do Barranco da Estrada) e prosseguir até encontrar o primeiro poste de madeira assinalado com o M de Moura Encantada.

ALMOCO SURPRESA. Não estávamos de olhos vendados mas o famoso « Bacalhau à Moura Encantada», criado pelo chef brasileiro William Ribeiro, distinguido com o prémio revelação 2010-2011, durante a sua estadia na propriedade, terá de ser mantido no segredo dos deuses. Desta vez foi o nosso anfitrião que lhe deu o seu toque pessoal, embora seguindo a receita original do mestre. >>>

VILLA PARA ALUGAR Moura Encantada, Barragem de Santa Clara; Tel.: 919.178.801; www.mouraencantada.pt Casa para 4 pessoas: €200 por noite, com pequeno-almoço A casa, uma antiga ruína em taipa recuperada, tem dois quartos, uma casa de banho e mezzanine. Pode fazer as refeições na sala de estar que tem lareira, televisão e uma estante recheada de livros.

48

B L U E

T R A V E L


REP-MOURA ENCANTADA-final.qxd:REP. VILA LARA 11/2/10 3:33 PM Page 49


REP-MOURA ENCANTADA-final.qxd:REP. VILA LARA 11/2/10 3:33 PM Page 50

PAIXAO PELA NATUREZA Victor e Maria da Luz partilham este projecto de vida que vai continuar a crescer com a abertura de um hotel prevista para 2013.

???????????????????????????? ????????????????????????? ?????????????????????????????????? ????????????????????????????????????


REP-MOURA ENCANTADA-final.qxd:REP. VILA LARA 11/2/10 3:33 PM Page 51

VISTA SOBRE A BARRAGEM No deck suspenso, um dos nossos refúgios de eleição, tem uma vista panorâmica sobre a barragem de Santa Clara e vales circundantes.

« Este prato foi considerado o melhor do restaurante O Pote do Rei, em São Paulo, o que nos deixou muito orgulhosos porque foi aqui preparado», contou-nos Victor. Nós provámos e repetimos, acompanhando com o vinho branco gelado que a Lu insistia em verter nos nossos copos. E foi ali à mesa que soubemos como este refúgio se transformou num projecto de vida. « Tudo começou há dez anos, numa altura em que nem sequer existia plano de ordenamento de território aqui na zona. Inicial mente recuperou-se uma ruína em taipa, onde passávamos o fim-desemana, e só mais tarde se construiu a casa para viver», acrescentou. Todo o projecto arquitectónico foi concebido pelo Victor, que é designer, estando perfeitamente integrado na paisagem envolvente. « Apostei numa arquitectura contida que aproveitasse a taipa e a pedra da região. A minha ideia foi criar algo intemporal, que daqui a 100 anos continuasse actual». Nós ficámos instalados na villa para os hóspedes, inaugurada este Verão, que tem dois quartos, mezzanine, casa de banho e sala. Perfeita para vir com um casal amigo ou com as crianças tem um deck exterior suspenso sobre a barragem.

FILOSOFIA ECOLÓGICA Desde a combustagem do lixo, ao uso de painéis solares térmicos e mini ETARs com tratamento por macrofitas, a Moura Encantada obedece aos padrões ecológicos.

B L U E

T R A V E L

51


REP-MOURA ENCANTADA-final.qxd:REP. VILA LARA 11/2/10 3:34 PM Page 52

AUTODIDACTA NA COZINHA Victor Moura, não esconde o seu gosto pela cozinha, e surpreende os hóspedes com as suas receitas originais e coloridas. As refeições, a pedido, custam €30 por pessoa.


REP-MOURA ENCANTADA-final.qxd:REP. VILA LARA 11/2/10 3:34 PM Page 53

Basta descer umas escadas e tem acesso a uma plataforma sobre a água com duas espreguiçadeiras para se sentar a observar a paisagem. Em 2013 estará concluído o projecto final da Moura Encantada, com a inauguração de 14 casas, piscina e de um edifício principal onde funcionará o restaurante, a zona de estar e uma biblioteca. « Vai ser um hotel virado para a experiência, para a ecologia, o ambiente e a própria história do lugar», explicou Victor. Terminámos o longo almoço a suspirar pelos suspiros da Lu, que desde já convidamos os nossos leitores a fazer em casa seguindo a receita passo a passo. [ VER CAIXA AO LADO ]

PROGRAMAS NA NATUREZA. Explorar a propriedade a pé é uma das melhores formas de apreciar a beleza natural desta zona, ainda pouco conhecida, tornando-a ainda mais selvagem. O filho do Victor estava desejoso de nos mostrar a sua destreza a bordo de um O’pen BIC (espécie de laser) na barragem. O vento estava de feição e a embarcação ganhava velocidade, enquanto o Filipe controlava habilmente a vela. Se trouxer os miúdos, este é um dos desportos náuticos que podem fazer sem qualquer custo adicional. O wakeboard é outra das actividades muito praticadas aqui, chegando a vir adeptos de todo o mundo para praticar ou ter aulas com Kaspars Slavinskis, um expert da modalidade. Por diversas vezes avistámos o barco laranja a puxar os praticantes a toda a velocidade naquele espelho de água. Outro dos programas a não perder é a visita à Quinta do Barranco da Estrada, a seis quilómetros da Moura Encantada, um excelente observatório de aves. Frank, guia profissional há 15 anos, conduz os grupos de jipe num passeio de três horas ou de um dia para ver diferentes espécies como a Águia-Cobreira, o Falcão-Abelheiro, o Gavião da Europa, a Águia-de-Asa-Redonda, entre outras mais raras.

Do! (FACA EM CASA)

SUSPIROS DA LU Ingredientes 10 claras de ovo 15 c. de sopa de açúcar açúcar em pó q.b. 1. Colocar na batedeira as 10 claras de ovo e bater na velocidade máxima, quando começarem a ficar em neve adicionar aos poucos as 10 colheres de sopa de açúcar. 2. Deixar bater até atingir um ponto de consistência compacto e firme. Forrar de papel vegetal um tabuleiro de ir ao forno e com duas colheres de sopa formar bolinhos com o creme de claras, como se estiver a fazer pastéis de bacalhau. 3. Colocar por cima de cada suspiro bastante açúcar em pó. Deixar no forno em temperatura mínima até estarem dourados.

SABORES PORTUGUESES E BEM AROMÁTICOS convidam a refeições caseiras renda-se aos dotes culinários de Victor e às SOBREMESAS CRIATIVAS DA LU

B L U E

T R A V E L

53


REP-MOURA ENCANTADA-final.qxd:REP. VILA LARA 11/2/10 3:34 PM Page 54


REP-MOURA ENCANTADA-final.qxd:REP. VILA LARA 11/2/10 3:35 PM Page 55

LICOR DE MEDRONHO José Guerreiro (na imagem) não esconde o orgulho da sua produção artesanal de aguardente e licor de medronho.

NA MOURA ENCANTADA recuperam-se velhas tradições e dá-se a conhecer esta região faça parte desta experiência e descubra o essencial da vida NOS PEQUENOS PRAZERES DIA 2 | D OM I N G O Pouco passava das 8h00 já o nosso fotógrafo se equipava com o fato especial para fotografar as colmeias de abelhas que existem na propriedade e fabricam o delicioso mel servido ao pequeno-almoço. Nesta aventura, em que nunca estamos livres de uma ferroada, eu optei por ficar tranquilamente no deck sobre a barragem a folhear o livro « O Tesouro da Moura Encantada», editado em 2008. Escrito por Inês Barros Baptista este conto infanto-juvenil revela-nos os segredos da Barragem de Santa Clara, os animais que habitam nas suas margens, as plantas e flores que cobrem os vales, entre outras curiosidades deste lugar. Pode comprá-lo por €20 e oferecê-lo no Natal aos seus filhos. O aroma a torradas de pão alentejano levou-me até à mesa do pequeno-almoço, que a pedido e se o tempo o permitir pode ser servido cá fora. Doces feitos pela Lu, sumo de laranja, queijo e, claro, mel iam atraído vespas que teimavam em poisar nas travessas. A nossa manhã não podia começar melhor: a barragem parecia um espelho e convidava a navegar no barco Água Moura, desenhado pelo Victor. >>>

HORTA BIOLÓGICA Junto à casa de Victor e Lu existe uma horta biológica com uma estufa. Aqui são apanhados os legumes da estação que servem de base às deliciosas refeições feitas na casa.

B L U E

T R A V E L

55


REP-MOURA ENCANTADA-final.qxd:REP. VILA LARA 11/2/10 3:35 PM Page 56

OS PASSEIOS TRANQUILOS no barco ecológico Água Moura são um dos musts da estadia totalmente desenhado por Victor inspira-se num BARCO DE PESCA TRADICIONAL PORTUGUÊS


REP-MOURA ENCANTADA-final.qxd:REP. VILA LARA 11/2/10 3:35 PM Page 57

ACTIVIDADES A FAZER WAKEBOARD Kaspars Slavinskis Tel.: 913.121.263; www.delawake.lv OBSERVACAO DE AVES Quinta do Barranco da Estrada Santa Clara-a-Velha; Tel.: 283.933.065 www.paradiseinportugal.com www.birdinginportugal.com PASSEIOS DE JIPE Passeios de jipe de três horas para 2 a 3 pessoas: €100 PASSEIO NO ÁGUA MOURA Barragem de Santa Clara (Os preços são por pessoa e para grupos de 2 a 3 passageiros) De meio dia: €100 por pessoa Dia Inteiro: €150 por pessoa, incluindo almoço a bordo Ao Pôr do Sol: €100 Ao Luar: €80 Os valores diminuem, quanto maior for o número de passageiros


REP-MOURA ENCANTADA-final.qxd:REP. VILA LARA 11/2/10 3:35 PM Page 58

Observatório de aves No livro «A Vida na Moura Encantada», escrito por Victor e Lu, que pode comprar por €60, ficará a conhecer em detalhe a fauna e flora dominantes na barragem de Santa Clara.

PASSEIO NO BARCO ECOLÓGICO. Inspirado no modelo da Canoa da Picada, um barco de pesca tradicional português, tem dois motores eléctricos alimentados pela energia do sol através de nove painéis solares sobre uma estrutura em inox, que serve de toldo. Para além de ser não poluente é totalmente silencioso durante a deslocação. A velocidade, apesar de ser muito reduzida, permite que possamos apreciar a paisagem envolvente ou estar deitado na zona lounge a ler um livro ou a fazer uma longa sesta. A nossa viagem começou a meio da manhã, enquanto a Liliana, caseira da Moura Encantada, preparava as travessas para o almoço a bordo desfrutávamos do magnífico dia de sol. As refeições servidas estão incluídas nos passeios de um dia e são preparadas pelo Victor, que desta vez nos presenteou com uma salada de camarão e para sobremesa uma bavaroise de morango com a assinatura da nossa anfitriã e doceira de serviço. Logo a seguir ao almoço esperavam-nos uma longa subida até ao monte do José, que faz medronho de forma artesanal.

MEL BIOLÓGICO Os hóspedes podem comprar os frascos de mel, produzidos de forma biológica na propriedade, por €5, ou provar ao pequeno-almoço.

58

B L U E

T R A V E L


REP-MOURA ENCANTADA-final.qxd:REP. VILA LARA 11/2/10 3:35 PM Page 59

PROGRAMAS EM FAMÍLIA Se o seu filho sabe andar num O’pen BIC (na imagem), basta pedir ao Victor para dar uma volta e divertirem-se juntos sem qualquer custo adicional.


REP-MOURA ENCANTADA-final.qxd:REP. VILA LARA 11/2/10 3:36 PM Page 60


REP-MOURA ENCANTADA-final.qxd:REP. VILA LARA 11/2/10 3:36 PM Page 61

Noites de lua cheia No deck, sempre que o tempo o permitir, pode fazer um churrasco para os amigos e ficar à conversa pela noite dentro. Entre lendas e histórias descubra a magia deste lugar isolado de tudo onde se pode refugiar...

SEGREDOS DA AGUARDENTE DE MEDRONHO. Já sentados à sombra do alpendre, a recuperar do mini trekking, vimos chegar a camioneta do José e da Maria Joaquina – o simpático casal que nos transportou até ao alambique. Ali podemos observar as diferentes etapas que antecedem a preparação do tão afamado néctar. Desde o acender a fogueira para aquecer a caldeira aos diferentes rituais de passagem, José explicou esta técnica com séculos de tradição. No final acabámos todos a provar as diferentes combinações que se pode fazer com o licor de medronho, sendo o mais votado pelo grupo o com poejo, mel e casca de laranja. Era altura de regressar ao barco e dizer adeus à tranquila barragem à medida que nos aproximávamos do ancoradouro. Ali recordei a lenda da Moura Encantada na qual donzelas que viviam sobre a forma de cobras em rios e riachos pediam a quem passasse que lhes quebrasse o feitiço a troco de tesouros. Neste lugar místico, nas profundezas do Alentejo, espera-o uma experiência de encontro consigo mesmo e com a natureza. Com um conceito simples a única pretensão é proporcionar a quem aqui vem momentos felizes. E

2 dias a partir de…

VAMOS A CONTAS

PORTUGAL

BARRAGEM DE SANTA CLARA

Gasóleo Portagens

40€ 26,50€

Refeições

120€

1 noite na Moura Encantada

200€

386,50€

{ Total por casal } * Os valores indicados estão sujeitos a alterações conforme a época do ano

B L U E

T R A V E L

61


BT83-ESCAPADELAS VERDES.qxd:BT83-ESCAPADELAS VERDES.qxd 11/2/10 3:02 PM Page 62

ESTADO PURO 10 ESCAPADELAS VERDES EM PORTUGAL Em todo o país seleccionámos dez turismos ecológicos distinguidos com Chave Verde, para um fim-de-semana ou mesmo umas mini-férias com espírito e atitude responsável. Desde as boas práticas de sustentabilidade, aos projectos que envolvem a comunidade local ou a agricultura biológica muitas são as medidas para preservar o ambiente. Opte com consciência e contribua para um Portugal mais puro e natural. Por

PATRÍCIA CABRAL e RITA DO AMARAL DIAS


BT83-ESCAPADELAS VERDES.qxd:BT83-ESCAPADELAS VERDES.qxd 11/2/10 3:02 PM Page 63


BT83-ESCAPADELAS VERDES.qxd:BT83-ESCAPADELAS VERDES.qxd 11/2/10 3:02 PM Page 64

LAPA DOS DINHEIROS CASAS DA LAPA Duplo a partir de €90; Tel.: 934.560.401 www.casasdalapa.com Na aldeia Lapa dos Dinheiros, numa encosta do Parque Natural da Serra da Estrela, ficam as Casas da Lapa. Resultante de um projecto de recuperação das ruínas de uma casa preservou-se a traça original. Para a construção foram utilizados materiais da região como o granito e a madeira. Nos interiores a aposta vai para uma decoração contemporânea mas extremamente acolhedora. Com oito quartos, que variam entre os tons verde e vermelho, destacam-se objectos de design como as cadeiras e candeeiros. O pequeno-almoço, servido sem hora marcada, é composto por sumo de laranja natural, queijo da serra, requeijão, doces caseiros, bolo e fruta. Aproveite a estadia para fazer um trekking na zona, aceder aos lugares mais recônditos do maciço central em viaturas todo-o-terreno e visitar lugares como os Buracos da Moura, Vale do Porto do Boi e Bosque da Lapa.

Respeitar a natureza As Casas da Lapa estão em sintonia com o meio ambiente. Desde o uso de materiais naturais à produção local muitas são as medidas de sustentabilidade implementadas pelos proprietários.

. Uso de painéis solares . Recolha selectiva de lixo . Uso de produtos regionais e de produção local . Toda a construção tem um bom isolamento térmico . Utilização de materiais naturais como a pedra e madeira

QUINTA DA DOURADA

. Turismo de natureza

QUINTA DA DOURADA

PORTALEGRE QUINTA DA DOURADA Duplo a partir de €65 Tel.: 937.218.654 www.quintadadourada.com Na Quinta da Dourada ser "eco" não é um esforço. "As práticas ambientais são recorrentes para nós desde sempre, estamos apenas a executar em pleno século XXI o que já se fazia nos anos 60 e 70 por aqui... Como acender velas e candeeiros a petróleo à noite", explica-nos o seu proprietário Nuno Malato Correia. Em pleno Parque Natural de São Mamede, esta quinta com quatro casas e dois quartos proporciona dias de pleno contacto com a natureza, utilizando materiais da região como a ardósia e a pedra. Aproveite para passear a pé, de bicicleta, observar pássaros e outras espécies de fauna e flora, viver o melhor que o campo tem para dar, tudo com a garantia de que não há gesto ou a mais pequena atitude que faça mal ao ambiente. "Até os hóspedes são convidados a reciclar!", acrescenta Nuno.

64

B L U E

T R A V E L

Herança verde A Quinta da Dourada é ecológica desde sempre. Da compostagem ao reaproveitamento das águas, há práticas que se mantêm há mais de 200 anos e outras que surgiram e prevalecem desde que o Diploma Chave Verde existe em Portugal.

. Separação dos lixos orgânicos . Reaproveitamento de lenhas . Iluminação através de velas e candeeiros a petróleo . Lâmpadas de baixo consumo (interior e exterior) e sensores de luz

. Reservatórios de água para aproveitamento de água das nascentes

. Isolamento natural e com material da região (em cortiça) . Redução das temperaturas com janelas de vidro . . .

duplo térmico e estores de palha exteriores (que baixam a temperatura no Verão até 3 graus) Evitar esforços térmicos e grandes amplitudes Todos os detergentes utilizados são ecológicos e os electrodomésticos classe A Não são usados adubos químicos na quinta


BT83-ESCAPADELAS VERDES.qxd:BT83-ESCAPADELAS VERDES.qxd 11/2/10 3:02 PM Page 65

B L U E

T R A V E L

65

CASAS DA LAPA


BT83-ESCAPADELAS VERDES.qxd:BT83-ESCAPADELAS VERDES.qxd 11/2/10 3:03 PM Page 66

CASA DAS PIPAS

66

B L U E

T R A V E L


BT83-ESCAPADELAS VERDES.qxd:BT83-ESCAPADELAS VERDES.qxd 11/2/10 3:03 PM Page 67

MOIMENTA DA BEIRA MOINHOS DA TIA ANTONINHA

CELEIRÓS DO DOURO CASA DAS PIPAS

FAIAL QUINTA DAS BUGANVÍLIAS

Duplo a partir de €70; Tel.: 254.588.095 www.moinhostiaantoninha.com

Duplo a partir de €100; Tel.: 259.937.000 www.quintadoportal.com

Duplo a partir de €70; Tel.: 292.943.255 www.quintadasbuganvilias.com

A um quilómetro da Vila de Leomil fica este turismo rural, distinguido com a Chave Verde, e recuperado a partir de um núcleo de três moinhos datados de 1184. Actualmente dispõe de três quartos duplos, três de casal e um apartamento. Todos têm casa de banho privativa e aquecimento central para aqueles dias mais frios. Durante a estadia pode fazer caminhadas pedestres pela serra de Leomil, andar de bicicleta, a cavalo ou jipe pelos trilhos disponíveis. Durante estes percursos poderá avistar o lobo ibérico, uma espécie dominante nesta zona. Existem ainda outros lugares de interesse histórico e cultural que deve visitar como a Necrópole Megalítica, em plena serra, Mosteiros de São João de Tarouca e Salzedas, pontes e estradas romanas.

Inserida na Quinta do Portal, um enoturismo premiado internacionalmente, a Casa das Pipas é uma excelente opção para uma escapadela no Douro. Com dez quartos, voltados a sul, está equipada com todo o conforto. No exterior tem uma piscina panorâmica que convida a banhos nos dias de sol. Durante a sua estadia, dependendo da época do ano, pode participar nas vindimas e outras actividades vinícolas. Desde provas de vinhos a visitas guiadas à adega ou cursos vínicos tem muito por onde escolher. Pode também degustar uma das refeições gourmet preparadas pelo chef. Aproveite ainda para observar as paisagens naturais num passeio de barco romântico pelo Douro, andar a cavalo ou passear pelos campos circundantes.

Na mesma família desde o século XX, a Quinta das Buganvílias, na ilha do Faial, Açores, manteve a traça original embora tenham sido introduzidos vários elementos de conforto. Tem duas casas, uma com três quartos duplos e outra com quatro duplos e um single. Num outro edifício funciona a recepção e o bar. A área exterior envolvente estende-se ao longo de dois hectares de terreno com árvores exóticas e frondosas que servem de sombra aos caminhantes. Pode dar passeios pela propriedade, colher os frutos, dormir uma sesta ou simplesmente pôr a leitura em dia. Com o mar ali mesmo ao lado e a 9km da cidade da Horta pode combinar o melhor dos dois mundos em clima de grande tranquilidade e descanso.

Aposta nas energias renováveis Os Moinhos da Tia Antoninha são autónomos em termos energéticos. Para o efeito foram instalados vários sistemas que permitem poupar mais energia.

. Campo Fotovoltáico Este sistema permite transformar a energia solar em energia eléctrica. Com um total de 12 módulos solares fotovoltáicos, controlados automaticamente, maximiza a produção energética ao longo do dia e em qualquer estação do ano.

. Energia Micro-hídrica A microturbina hidráulica existente na propriedade, situada junto à boca de afluência do riacho, serve para o reaproveitamento hidroeléctrico com potência inferior a 100kw.

Poupar para ganhar Cada vez mais verde e ecológica a Casa das Pipas assumiu uma série de medidas sustentáveis.

.

Boas práticas sustentáveis A economia na água e electricidade são os dois principais objectivos da Quinta das Buganvílias, que adoptou uma série de medidas inteligentes.

A mudança das toalhas das casas de banho é feita apenas mediante o pedido dos hóspedes

. Separação de resíduos

. Separação de resíduos e rolhas de cortiça para reciclagem

. Todos os produtos de limpeza usados neste turismo rural são ecológicos

. Sistema de rega é comandado por um relógio, para evitar as horas de maior calor

. A mudança de toalhas na casa de banho apenas é feita mediante o pedido dos hóspedes

. Instalação de um mecanismo na casa de banho que permite ter água quente automaticamente

. Evitar ligar o ar condicionado sempre que as janelas estiverem abertas

. Lâmpadas de baixo consumo . No exterior foram instaladas células fotovoltáicas para que as lâmpadas se acendam apenas quando há escuridão

.

Todas as portas e janelas têm vidros duplos e o aquecimento é ligado apenas nas áreas comuns e quartos ocupados

. A comunicação por e-mail é privilegiada

. Plantação ecológica de próteas, uma planta oriunda da África do Sul


BT83-ESCAPADELAS VERDES.qxd:BT83-ESCAPADELAS VERDES.qxd 11/2/10 3:03 PM Page 68

+ 5 destinos ecológicos DE NORTE A SUL PARA MARCAR JÁ! Todos os anos concorrem várias unidades de turismo ao Programa Diploma Chave Verde, todos os anos há cada vez mais galardoados. O esquema funciona um pouco como o da Bandeira Azul, tanto que estão ambos sob o tecto do mesmo organismo. Preenchidos os requisitos há que mantê-los e que cumpri-los a cada época. Fique com mais cinco locais que mereceram distinção em 2009 e/ou 2010.

VIANA DO CASTELO QUINTA DA BOUÇA D'ARQUES

SERRA DE SÃO MAMEDE QUINTA DO BARRIEIRO

Duplo a partir de €75 com pequeno-almoço Vila de Punhe, Viana do Castelo Tel.: 968.044.992 www.boucadarques.com

Duplo a partir de €85 com pequeno-almoço Reveladas, Marvão; Tel.: 245.964.308 ou 964.054.935 www.quintadobarrieiro.com

Aqui até a piscina é amiga do ambiente. Das vindimas ao pequeno-almoço, passeios pelo campo, escolha uma casa mais rústica e clássica ou mais moderna e com design e aproveite a estadia ao mais pequeno pormenor, a começar pela rota gastronómica que pode percorrer a partir da quinta.

Materiais da terra e amigos do ambiente, sabores regionais, sossego e hospitalidade, não pedimos mais nada nesta quinta onde somos recebidos por simpáticos anfitriões. Tudo 100% por cento lusitano e em plena natureza.

TERCEIRA QUINTA DO MARTELO SERRA DO CARAMULO HOTEL RURAL QUINTA DE BISPOS Duplo a partir de €75 com pequeno-almoço Campo de Besteiros, Tondela Tel.: 232.857.010 www.quintadebispos.com Conquistou recentemente o rótulo ecológico europeu. Para usufruir da natureza o hotel promove, entre muitas outras coisas, uma série de actividades ecológicas, tais como passeios pedestres pelo meio ambiente circundante, a cavalo ou de bicicleta.

MARVÃO O POEJO BOUTIQUE HOTEL Quarto duplo a partir de €79,50 com pequeno-almoço Santo António das Areias, Marvão Tel.: 245.992.640 www.a-opoejo.com Conforto, charme, património, cultura e natureza estão garantidos neste boutique hotel. Treze quartos à escolha onde pode descansar depois de passeios na Serra de São Mamede e seu parque natural, na vila de Marvão e suas ruelas com casas caiadas ou mesmo de uma visita às ruínas da Cidade Romana de Ammaia.

Duplo a partir de €85 com pequeno-almoço São Mateus da Calheta, Angra do Heroísmo, Terceira, Açores; Tel.: 295.642.842 www.quintadomartelo.com Viver nos Açores de antigamente com todo o conforto dos tempos que correm num turismo rural que é um autêntico museu vivo do passado. Ar puro, mar cristalino, práticas sustentáveis e refeições tradicionais esperam por nós em dias de puro descanso.

Turismo responsável, turismo sustentável "Este projecto nasceu na Dinamarca em 1994 e iniciou a sua implementação em Portugal em 2007. Esta iniciativa da responsabilidade da Fundação para a Educação Ambiental é coordenada em Portugal pela Associação Bandeira Azul com o apoio da Comissão Nacional constituída pelas entidades do sector tanto públicas como privadas", in www.abae.pt/programa/ChaveVerde. "Os objectivos do Programa Chave Verde são sensibilizar para a alteração de práticas e comportamentos entre os responsáveis, participantes e decisores do sector turístico (empresas, autoridades, clientes e comunidades locais) através da Educação Ambiental; envolver estes 'actores' na responsabilização face ao Turismo Sustentável, através da Educação Ambiental; reconhecer as iniciativas de gestão ambiental de sucesso como mais valias no caminho para um Turismo Sustentável; contribuir através de um melhor desempenho ambiental do sector do turismo para a promoção de Agendas 21 Locais", explicam no site, e os seus critérios passam por ítems como:

. Gestão ambiental . Envolvimento dos colaboradores . Informação aos clientes . Água . Higiene e limpezas . Resíduos . Energia . Alimentação e bebidas . Ambiente interior . Ambiente exterior, parques e áreas ajardinadas . Actividades ao “ar livre” . Gestão de topo 68

B L U E

T R A V E L


BT83-ESCAPADELAS VERDES.qxd:BT83-ESCAPADELAS VERDES.qxd 11/2/10 3:03 PM Page 69

QUINTA DO BARRIEIRO

QUINTA DO BARRIEIRO

QUINTA DA BOUÇA D'ARQUES

QUINTA DA BOUÇA D'ARQUES

QUINTA DO MARTELO

QUINTA DO MARTELO

QUINTA DO BARRIEIRO

QUINTA DA BOUÇA D'ARQUES

QUINTA DO MARTELO


VICIADOS NA NEVE

BT83–NEVE:BT83–NEVE 11/2/10 5:23 PM Page 70

[ T E M P O R A D A

2 0 1 0 / 2 0 1 1 ]


Fotos A R Q U I V O B L U E

2 0 1 0 / 2 0 1 1

Por P A T R Í C I A C A B R A L e R O S Á R I O S Á C O U T I N H O

faça a escolha inteligente e viaje ao melhor preço.

perfeitas para quem vai em família; organize tudo, passo a passo, para ir à neve com um grupo de amigos;

T E M P O R A D A

guardados. Conheça os spots a não perder nesta temporada; as estâncias fora dos domínios mais concorridos,

na próxima estância, por isso, pedimos a quatro “viciados” que partilhassem connosco os seus segredos mais bem

o vício da neve é incurável. Quem nunca perde uma semana na montanha sabe que está na hora de começar a pensar

FALÁMOS COM OS AMIGOS, COM OS ENTENDIDOS, com os amantes do ski, e todos estão de acordo:

BT83–NEVE:BT83–NEVE 11/2/10 5:24 PM Page 71

VICIADOS NA NEVE

B L U E

T R A V E L

71


BT83–NEVE:BT83–NEVE 11/2/10 5:24 PM Page 72

VICIADOS NA NEVE ★

T E M P O R A D A

2 0 1 0 / 2 0 1 1

NUNO ROXO | UM VÍCIO IRREPARÁVEL PARA OS AMANTES DO SKI, NUNO ROXO DISPENSA APRESENTACOES. COMECOU A ESQUIAR AOS 16 ANOS, QUANDO AINDA NAO SE OUVIA FALAR DE NEVE EM PORTUGAL, E FOI AMOR À PRIMEIRA VISTA. COM UMA EXPERIÊNCIA DE NEVE DE QUASE 30 ANOS, E DEPOIS DE UMA PASSAGEM PELO OPERADOR MUNDOVIP, ONDE FOI RESPONSÁVEL PELO DEPARTAMENTO DA NEVE, ESTÁ AGORA EM FASE DE LANCAMENTO DO SEU NOVO PROJECTO LIGADO A NEVE.

BLUE TRAVEL – Como é que começou a sua paixão pela neve?

NUNO ROXO – Começou há muitos anos, tinha cerca de 16 anos, talvez por uma mera curiosidade já que, na altura, muito pouco ou mesmo nada se ouvia falar de férias na neve em Portugal. Foi um fascínio imediato e foi o começo da minha aventura! Para mim evoluiu até ao ponto de se ter tornado o meu projecto profissional já lá vão quase 30 anos, estando neste momento a lançar um novo projecto em que neve será, mais uma vez, o meu grande enfoco, sempre com o mesmo empenho e interesse e entusiasmo como há anos atrás. BT – E porquê todo esse fascínio?

Apesar de já pesquisarem tudo na net – os voos mais baratos, as características das estâncias, os hotéis onde querem ficar, etc. – os portugueses acabam por marcar a viagem com as agências porque sabem que é onde conseguem os melhores preços.

NR – As paisagens fantásticas, as montanhas, a neve, o Sol, e o calor a esquiar, a sensação de liberdade, o convívio entre os praticantes, o ambiente de alegria, boa disposição e entreajuda nas pistas, enfim a neve reúne tudo isto e muito mais! Cria mesmo um vício irreparável. BT – Qual foi para si a(s) melhor(es) estância de ski de sempre e porquê?

NR – Para quem de facto gosta de neve é difícil definir uma estância de eleição; todas elas são diferentes, com as suas características especiais e o seu encanto, tendo em conta o envolvimento natural que as rodeia. Talvez destaque mais aquelas cujas características naturais e de paisagem são mais fascinantes, e em que as pequenas vilas circundantes guardam os

seus aspectos característicos do que é vida da montanha, e que preservam igualmente os verdadeiros traços da arquitectura local. Mas é muito difícil apontar esta ou aquela. BT – Mas há sempre as favoritas...

NR – Gosto particularmente de Courchevel, Megève e Val d’Isère. Tive também uma experiência fantástica a esquiar em Vail, nas backbawls, que nunca me esquecerei. Mas como referi, seja nos Pirenéus ou nos Alpes, em Espanha, França, Itália e noutros países, existem inúmeras estâncias fantásticas, com uma paisagem magnífica e com excelentes domínios para esquiar e infra-estruturas e recursos hoteleiros francamente bons para quem quer passar uns excelentes dias na neve. BT – Para os portugueses a neve já não é novidade e conta com cada vez mais adeptos que repetem a experiência todos os anos. Quais são as tendências mais marcantes na forma como os portugueses viajam para a neve?

NR – Cada vez há mais portugueses a viajar todos os anos para a neve. Continua a ser um mercado emergente, com índices de crescimento na ordem dos 20% de ano para ano. Os portugueses continuam a optar muito pelo regime de “autoférias”, pelo que concentram as suas idas para Espanha, nomeadamente Sierra Nevada e Andorra. Embora já exista uma percentagem considerável de clientes que vão para os Alpes, de facto Espanha e Andorra continuam a ser uma forte tendência do nosso mercado. >>>

72

B L U E

T R A V E L


BT83–NEVE:BT83–NEVE 11/2/10 5:24 PM Page 73


BT83–NEVE:BT83–NEVE 11/2/10 5:24 PM Page 74


BT83–NEVE:BT83–NEVE 11/2/10 5:24 PM Page 75

T E M P O R A D A

2 0 1 0 / 2 0 1 1

VICIADOS NA NEVE

NUNO ROXO | NEVE BUDGET >>>

Geralmente a duração das estadias é de cinco dias, não mais que isso, e em termos de idades, cada vez é mais abrangente, sendo que o mercado jovem continua a ser um segmento com forte potencial. BT – Quais são as estâncias que recomenda para esta temporada de 2010/11 para ir com amigos ou em família, e porquê?

NR – Nos últimos anos é evidente que existe uma forte aposta na remodelação de algumas unidades hoteleiras, bem como, nas infra-estruturas adjacentes em algumas das estâncias dos Pirenéus franceses e, por essa razão, vamos também dar a conhecer o melhor destes locais. Por outro lado, até pelos maus momentos que todos nós estamos a viver, reflexo de uma conjectura económica nada favorável, a aposta passará por estadias mais curtas e, por essa razão, pensamos que a procura por estâncias mais próximas mas diferentes das tradicionais irá crescer. Apontamos nomeadamente Manzaneda, San Isidro ou La Covatilla, em Espanha, estâncias estas que ainda são pouco conhecidas dos portugueses e, que pelas suas características, permitem, a um custo relativamente baixo, desfrutar do “vício” da neve em estadias curtas. Itália, será a outra grande aposta. Estâncias como Madonna di Campligio, que pelo seu cachet continuam a estar no topo do interesse de alguns esquiadores, e que será com certeza uma excelente recomendação para todos aqueles que podem dispor de mais uns dias na neve.

ESPANHA

ESPANHA

MANZANEDA

LA COVATILLA

A estância galega situa-se na província de Ourense, a apenas 257km do Porto. Para quem tem equipamento de ski próprio pode poupar no aluguer uma vez que a distância se vence bem de carro e pode assim levar os skis, pranchas de snowboard, etc. É uma boa opção para fazer um “aquecimento”, antes de partir para umas férias de neve em estâncias mais distantes. Saiba mais em www.manzaneda.com

Fica na província espanhola de Salamanca e é uma estância de fácil acesso para os portugueses, principalmente para uma escapadela curta durante a temporada de ski. Basta reunir a família ou desafiar os amigos, carregar o carro e partir! Se levar as crianças, aproveite o Chiqui-Park para entreter os mais novos enquanto os pais andam nas pistas. Saiba mais em www.sierradebejar-lacovatilla.com

Localização: a 110km de Chaves e 257km do Porto Temporada: de 27 de Novembro a 24 de Abril Altitude: entre os 1.500m e os 1.800m Pistas: 11,25km Forfait: adultos a partir de €17/dia

Localização: 80km a sul de Salamanca e a 185km da Guarda Temporada: de 1 de Dezembro a 30 de Abril de 2011 Altitude: entre os 1.995m e os 2.369m Pistas: 24km Forfait: adulto a partir de €30/dia ou €114/5 dias

APROVEITE AS OFERTAS €30 POR PESSOA POR DIA Para jovens dos 8 aos 18 anos em grupos a partir de 25 pessoas em época baixa e estadias de 2 a 5 dias, com alojamento em beliches no Albergue Turístico Queixa, refeições em self-service, programa de actividades, uso da piscina coberta aquecida e seguro de acidentes pessoais.

ITÁLIA

MADONNA DI CAMPLIGIO

SAN ISIDRO

Uma estância que celebra este ano o centenário, e que inclui quatro zonas. A grande novidade desta temporada é a abertura da nova zona de ski criada pela ligação de Madonna di Campiglio às zonas de Pinzolo, Folgarida e Marilleva. São 150km de pistas todas interligadas por modernos meios mecânicos, que vai poder desfrutar sem nunca ter que tirar os skis dos pés. Saiba mais em www.campiglio.to

A estância está dividida em duas zonas e quatro sectores. Na zona baixa fica o sector de Salencias/La Raya, e na zona mais elevada os sectores de Cebolledo, Requejines e Riopinos, que chegam a alcançar uma altitude de mais de 2.000m. Saiba mais em www.san-isidro.net

Localização: nas Dolomitas de Brenta, a a 220km de Milão Temporada: de 1 de Dezembro a 27 de Abril Altitude: entre os 1.550m e os 2.580m Pistas: 60km Forfait: adulto a partir de €36/1 dia, €179/6 dias

ESPANHA

Localização: Na Cordillera Cantábrica a Norte da província de León e junto ao Principado de Astúrias, a 66km da cidade de Oviedo Temporada: de 27 de Novembro a 1 de Maio de 2011 Altitude: entre os 1.500m e os 2.100m Pistas: 31km Forfait: adulto a partir de €16/dia ou €53/5 dias

APROVEITE AS OFERTAS SEMANAS POR MENOS DE €300 7 noites em regime de meia pensão ou com pequeno-almoço incluído em guesthouses, apartamentos ou hotéis aderentes, com 6 dias de skipass gratuito e 20% de desconto no aluguer de equipamento e nas aulas de ski de grupo. A partir de €280 por pessoa em quarto duplo. Consulte o site para ver as semanas disponíveis.

B L U E

T R A V E L

75


BT83–NEVE:BT83–NEVE 11/2/10 5:25 PM Page 76

VICIADOS NA NEVE ★

T E M P O R A D A

2 0 1 0 / 2 0 1 1

GONCALO BOAVIDA | A ESCOLHA INTELIGENTE É O DIRECTOR DA OPERADORA PURAVIDA, DETENTORA DA MARCA SPORSKI QUE TODOS OS ANOS LEVA OS AMANTES DO SKI E DO SNOWBOARD A VIVEREM MOMENTOS INESQUECÍVEIS. A FORMACAO E EXPERIÊNCIA NAS ÁREAS DO TURISMO E GESTAO ALIADOS AO GOSTO E CONHECIMENTOS TECNICOS SOBRE MUNDO DA NEVE, LEVARAM GONCALO BOAVIDA E MARIA MONTEVERDE A CRIAR A SPORSKI EM DEZEMBRO DE 1995. FOI O PRIMEIRO OPERADOR TURÍSTICO ESPECIALIZADO NA ORGANIZACAO DE PROGRAMAS DE FERIAS PARA A NEVE, MAIS TARDE INTEGRADO NA OPERADORA PURAVIDA, E CONTA JÁ COM UM CURRÍCULO DE MAIS DE 15 ANOS.

BLUE TRAVEL – Como é que começou a sua paixão pela neve?

GONCALO BOAVIDA – Comecei na neve aos seis anos iniciado pelo avô materno que era um apaixonado pela neve. BT – Qual foi para si a(s) melhor(es) estância de ski de sempre e porquê?

Há mais de 15 anos que a Sporski se dedica a levar os portugueses à neve. Para saber quais os melhores programas da temporada e aproveitar as férias de neve aos melhores preços, consulte os sites www.sporski.com e www.puravida.pt

GB – Nesta selecção não posso deixar de incluir a Serra Nevada, que foi onde aprendi e passei férias durante muitos anos em criança, onde mais tarde me iniciei como professor de ski, sendo também o berço da Sporski. É a estância pela qual tenho mais carinho. Um lugar especial com uma luz única, boas pistas, muita altitude e um clima seco que traz boa qualidade de neve. É o único sítio do mundo com um après-ski de tapas ao som de espanholadas... Por outro lado tenho de incluir Vail, no Colorado, pela extensão do domínio (uma grande parte virgem...) e principalmente pela qualidade de neve, seca e solta. BT – Para os portugueses a neve já não é novidade e conta com cada vez mais adeptos que repetem a experiência todos os anos. Quais são as tendências mais marcantes na forma como os portugueses viajam para a neve?

GB – Depois de terem experienciado várias estâncias os portugueses passaram a repetir aquela que mais gostaram em vez de mudar todos os anos, o que se notava inicialmente. Notamos que o nosso mercado já viaja em qualquer altura do ano,

76

B L U E

T R A V E L

procurando os meses com melhor preço, melhor neve e menos gente nas pistas, como por exemplo o mês de Janeiro. Notamos que também existe mais flexibilidade e procura por fins-de-semana prologados e por destinos mais longínquos como por exemplo os EUA. BT – Quais são as estâncias que recomenda para esta temporada de 2010/11 para ir com amigos ou em família, e porquê?

GB – Entre amigos, e falando de Alpes, recomendaria Ischgl na Áustria, para quem procura um domínio bem desportivo com um après-ski fantástico. No caso dos Pirenéus recomendaria Cerler, uma estância pouco conhecida, mas com bastante altitude, boa neve e um domínio bem divertido. Em família recomendaria Vallnord, em Andorra, uma estância pequena, com bom alojamento e totalmente virada para a família. Não temos na Península nenhuma estância com tão boa relação qualidade preço como esta (oferecem estadias e descontos às crianças, entre muitas outras vantagens) e hoje em dia o total da viagem é determinante para uma família... No outro extremo, e para quem estiver disponível para ir mais longe, então a “rainha” do ski para família é Beaver Creek no Colorado. Um domínio fantástico com todos os serviços , acessos etc. pensados para umas férias na neve em família.


BT83–NEVE:BT83–NEVE 11/2/10 5:25 PM Page 77


BT83–NEVE:BT83–NEVE 11/2/10 5:25 PM Page 78


BT83–NEVE:BT83–NEVE 11/2/10 5:25 PM Page 79

T E M P O R A D A

2 0 1 0 / 2 0 1 1

VICIADOS NA NEVE

GONCALO BOAVIDA | A ESCOLHA INTELIGENTE COM AMIGOS

EM FAMÍLIA

ÁUSTRIA

ANDORRA

ISCHGL

VALLNORD

Em pleno Tirol austríaco e no domínio esquiável de Silvretta, a estância de Ischgl é conhecida como “a Ibiza dos Alpes” pela sua animada vida nocturna. Esta temporada vê inaugurado um novo chairlift de seis lugares, com cadeiras aquecidas e uma cobertura para protecção das intempéries. O Lange Wandbahn viaja a uma velocidade de cinco metros por segundo levando os esquiadore até ao ponto mais alto da estância, o pico de Greit, a 2.850m de altitude. Saiba mais em www.ischgl.com

Inclui as zonas de Pal (La Massana), Arinsal e Arcalís. Para os mais pequenos – entre um ano (se já andarem sozinhos) e os 4 anos – há baby clubs com actividades próprias, bem como parques de neve infantis para as crianças dos 4 aos 8 anos. Os mais velhos podem aproveitar todo um leque de actividades alternativas ao ski, como mushing, motos de neve, passeios de raquetes, ou heliski, entre muitas outras . Saiba mais em www.vallnord.com

Localização: a cerca de 220km de Zurique, 100km de Innsbruck e 44km de St. Anton am Arlberg Temporada: de 26 de Novembro a 1 de Maio de 2011 Altitude: entre os 1.400m e os 2,872m Pistas: 238km Forfait: adultos a partir de €44,50/1 dia, €236/6 dias

TECNOLOGIA AO SERVICO DO SKI TUDO NO SEU IPHONE A nova aplicação iSki Ischgl com GPS permite a quem tiver um iPhone, Blackberry ou Android saber imediatamento tudo o que se passa em Ischgl. Para fazer o download basta seguir o link no site da estância,

Localização: a 200km de Barcelona e a 5km de Andorra la Vella Temporada: de 28 de Novembro a 18 de Abril 2011 Altitude: entre os 1.550m e os 2.625m Pistas: 93km Forfait: adulto a partir de €33/dia, €168/6 dias

APROVEITE AS OFERTAS AS CRIANCAS ESQUIAM GRÁTIS! Os filhos até aos 11 anos recebem um forfait gratuito quando os pais comprarem o seu forfait. Os jovens com menos de 17 anos beneficiam de um desconto.

EUA

BEAVER CREEK

Se é a primeira vez que vai a Cerler, encontre-se numa segunda-feira às 10h30 em frente à cafetaria Remáscaro, em Cerler 1.500, com um dos embaixadores da estância que o levará a esquiar e a conhecer as melhores pistas. O serviço é gratuito. E quando já não precisar do seu forfait, entregue-o na mesma cafetaria e saboreie uma bebida e uma tapa de despedida. Saiba mais em www.cerler.com

Todas as tardes, depois da última descida das pistas, é hora dos biscoitos nesta estância, onde tudo parece pensado para as famílias. Vários chefs preparam deliciosos biscoitos crocantes de cholote, que vêm oferecer, ainda quentinhos, aos esquiadores. Entre muitos outros mimos, conte com postais e correio gratuito para fazer inveja aos amigos, visitas guiadas grátis e programas nocturnos para aprender mais sobre a natureza e a fauna locais, ideias para fazer em família. E não, também não paga nada... Saiba mais em www.beavercreek.com e www.snow.com

Localização: No Pirenéu Argonês, a 300km de Barcelona Temporada: de 26 de Novembro a 23 de Abril de 2011 Altitude: entre os 1.500m e os 2.630m Pistas: 76km Forfait: adulto a partir de €39,50/dia ou €145,50/6 dias

Localização: no Colorado, a 160km do aeroporto de Denver Temporada: de 24 de Novembro a 17 de Abril 2011 Altitude: entre os 2.255m e os 3,488m Pistas: 7.35km2 Forfait: adulto a partir de €55/dia, €284/6 dias

APROVEITE AS OFERTAS UM DIA DE SKI GRÁTIS

APROVEITE AS OFERTAS UMA NOITE E UM DIA DE SKI GRÁTIS!

Para estadias de 5, 6 ou 7 dias nos hotéis aderentes, pague um dia a menos no alojamento, forfait, aluguer de equipamento, aulas e nos restaurantes. Consulte o site para saber quais são as semanas disponíveis.

Pague 3 noites de alojamento e 2 dias de ski e receba uma noite e um dia de ski grátis. Tarifas a partir de €593 por estadia, válido durante a temporada. Saiba mais em www.snow.com

ESPANHA

CERLER

Serra Nevada, foi onde Gonçalo Boavida aprendeu a esquiar e onde passou férias durante muitos anos. “É a estância pela qual tenho mais carinho”, diz o director da Puravida, a operadora da marca Sporski. “Um lugar especial com uma luz única e boa qualidade de neve. É o único sítio do mundo com um après-ski de tapas ao som de espanholadas...”

B L U E

T R A V E L

79


BT83–NEVE:BT83–NEVE 11/2/10 5:25 PM Page 80

VICIADOS NA NEVE ★

T E M P O R A D A

2 0 1 0 / 2 0 1 1

PEDRO MAIA | SLOW SKIING PEDRO MAIA NASCEU EM LISBOA, E ADVOGADO, E VAI TODOS OS ANOS TRÊS OU QUATRO VEZES A NEVE COM TODA A FAMÍLIA, OU SÓ COM A MULHER OU SÓ COM O FILHO. JÁ CONHECEU MAIS DE 70 ESTÂNCIAS EM PORTUGAL, ESPANHA, ANDORRA, ITÁLIA, SUÍCA, ÁUSTRIA, ALEMANHA, LIECHTENSTEIN, REPÚBLICA CHECA E CANADÁ, MAS PREFERE AS DE ITÁLIA (DOLOMITAS), ÁUSTRIA E CANADÁ. COLABORA COM O SITE WWW.NEVASPORT.COM, O MAIOR PORTAL DE NEVE DA PENÍNSULA IBERICA (EM ESPANHOL), E E AUTOR DO BLOG SLOW SKI ONDE PARTILHA AS SUAS EXPERIÊNCIAS NA NEVE.

BLUE TRAVEL – Como é que começou a sua paixão pela neve?

O “Slow Ski” traduz-se na busca de estâncias mais autênticas e tradicionais, fora dos circuitos turísticos e massificados, e de hotéis de charme e restaurantes acolhedores, onde se podem provar especialidades locais. A ideia é esquiar sem pressa de chegar a lado nenhum, com tempo para ver a vista, tirar uma fotografia, ou tomar um chocolate quente ou um copo de vinho num restaurante perdido no meio da neve.

PEDRO MAIA – Não sei... desde pequeno que gosto de neve, ia quase todos os anos à Serra da Estrela, uma ou outra vez à Serra de Gredos. A primeira vez que esquiei foi mais tarde, já adulto, na Sierra Nevada, como acontece com muitos portugueses. Depois vieram os Pirenéus, aí já passou a ser um “vício”, mas acho que foi quando comecei a ir aos Alpes que essa paixão se “agravou”; são umas montanhas fantásticas, onde há cerca de mil estâncias, desde as mais pequenas com uma única pista onde as crianças locais aprendem a esquiar como os miúdos portugueses aprendem a jogar à bola, até domínios enormes que juntam várias estâncias com centenas de quilómetros de pistas ligadas entre si. É uma zona com uma cultura de neve muito difícil de encontrar noutros lados. Enfim, já não há volta a dar, se pudesse ia viver para as montanhas, pelo menos uma boa parte do ano. BT – Como é que surgiu o conceito de Slow Ski?

PM – Slow Ski é só o nome, inspirado no movimento Slow Food, que dei à ideia que tenho do esqui e, ao contrário do que possa parecer, não tem nada a ver com esquiar devagar. A ideia é mais esquiar sem pressa de chegar a lado nenhum, sem contar os quilómetros de pistas que faço; é esquiar com tempo para desfrutar tudo o que a montanha oferece e que é muito mais do que descer as pistas; é também parar para ver uma vista,

para tirar uma fotografia, para tomar um chocolate quente ou um copo de vinho num restaurante perdido algures no meio da neve. É também preferir estâncias autênticas, tradicionais, algumas delas fora dos circuitos do turismo internacional, sem blocos de betão tipo Benidorm da neve, e que ainda não se transformaram em parques de atracções no meio da montanha, e procurar hotéis de charme, restaurantes acolhedores onde se pode comer as comidas tradicionais do local e provar os vinhos da zona. Slow Ski é uma ideia simples e que não tem nada de original a não ser talvez o nome, e é a ideia de entender o esqui não como um fim em si mas sim como parte essencial duma viagem com muito mais para descobrir, tudo à volta da neve, como não podia deixar de ser. BT – As estâncias mais pequenas, fora dos grandes domínios mais concorridos, encontram-se por vezes a baixa altitude, sem garantia de boa neve, e têm poucas pistas para desfrutar. Para si, como amante do ski, estas questões diminuem o prazer de umas férias na neve?

PM – De maneira nenhuma, o que é preciso é procurar as estâncias que têm melhores condições em cada momento. As estâncias de baixa altitude encontram-se na zona mais oriental dos Alpes, que é mais fria, por isso a neve aguenta-se melhor do que a igual altitude na zona mais ocidental, além de que normalmente têm a maior parte das pistas viradas para Norte, pelo que sofrem menos os efeitos do sol. Normalmente as estâncias de baixa altitude aguentam bem a neve até >>>

80

B L U E

T R A V E L


BT83–NEVE:BT83–NEVE 11/2/10 5:25 PM Page 81


BT83–NEVE:BT83–NEVE 11/2/10 5:26 PM Page 82


BT83–NEVE:BT83–NEVE 11/2/10 5:26 PM Page 83

T E M P O R A D A

PEDRO MAIA | SLOW SKIING

2 0 1 0 / 2 0 1 1

VICIADOS NA NEVE

[CONT.]

>>>

ao princípio de Março, depois já começa a ser muito arriscado. A escassez de pistas das estâncias mais pequenas não é para mim um problema; normalmente são estâncias que visito num único dia ou até numa manhã. Já esquiei em algumas estâncias que não têm mais do que um telesqui que dá acesso a uma única pista ou pouco mais, e nunca deixei de desfrutar por causa disso. BT – O que é que considera importante na escolha de uma estância, para quem vai em família?

PM – Tudo depende do nível de esqui dos membros da família. Sobretudo quando os miúdos estão a começar a aprender é importante ir para estâncias mais pequenas, onde tudo está mais concentrado, com uma boa zona de principiantes e com algumas pistas de nível fácil para poderem progredir. Nessa fase acho que é de evitar os grandes domínios, até porque os pais não vão poder andar muito longe dos filhos mesmo quando eles estão nas aulas, e por isso não vão poder “amortizar” devidamente o custo dos forfaits, que é tanto mais elevado quanto maior é a estância. No fundo acho que o mais importante é colher a maior quantidade de informação sobre o destino que se está a escolher para se ter a certeza de que a estância tem pistas com grau de dificuldade adequado a todos os membros da família, e hoje em dia isso é muito simples porque toda a informação está disponível na Internet, e a preparação acaba por ser já a primeira parte da viagem. BT – Qual foi para si a(s) melhor(es) estância de ski (ou momento na neve) de sempre e porquê?

PM – É difícil de dizer mas penso que em termos globais as melhores estâncias em

que estive talvez tenham sido Lech, na Áustria, Corvara, em Itália (Dolomitas) e Lake Louise, no Canadá. BT – E a pior?

PM – Escolher a pior estância que conheço ainda é mais difícil porque passei bons momentos em todas as estâncias onde estive. Acho que é tudo uma questão de adequarmos as nossas expectativas, além de que num dia de sol depois dum nevão todas as estâncias são boas, enquanto que, se estiver a chover e houver falta de neve, as nossas impressões não podem ser as melhores. Acho que gostei de esquiar em todas as estâncias onde fui. BT – Que estâncias pensa conhecer nesta temporada de 2010/11 e porquê?

15 ESTÂNCIAS “SLOW”

. SUÍCA Lenzerheide, www.lenzerheide.com Pizol, www.pizol.com Klosters, www.davos.ch Prattigau (inclui as estâncias de Grüsch-Danusa, Fiseriser Heuberge, Pany-Luzein, e Junker/St. Antonien), www.praettigau.info Saas-fee, www.saas-fee.ch Villars-sur-Ollon, www.villars.ch Les Diablerets, www.diablerets.ch

. ÁUSTRIA Kuthai, www.schneegarantie.at Pillersee, www.pillerseetal.at St. Johan in Tyrol, www.st.johann.tirol.at Loferer Alm, www.ski-lofer.at

. ITÁLIA Santa Caterina di Valfurva, www.santacaterina.it, www.valfurva.org Alta Valtelina, www.valtline.it, www.altavaltellina.com Madona di Campiglio, www.campiglio.to Alta Pusteria, www.hochpustertal.info

PM – Para já tenho programadas duas viagens para conhecer algumas das estâncias mais clássicas dos Alpes: Grindelwald/ Wengen, Adelboden e Gstaad na Suíça, Kitzbuhel na Áustria e Garmisch-Partenkirschen na Alemanha. São das estâncias mais tradicionais que existem e, à excepção de Gstaad, são todas pontos de passagem obrigatória da Taça do Mundo de esqui, e acho que quem quer conhecer as melhores estâncias deve visitá-las pelo menos uma vez. Nessas viagens vou ainda ter tempo de visitar uma ou outra estância mais pequena e desconhecida do grande público, algo que tento sempre fazer. Tenho ainda previsto um fim-de-semana nos Pirenéus mas só vou escolher as estâncias em cima da hora em função das condições da neve. Uma das estâncias que gostava de conhecer é Cerler, da qual tenho recebido muito boas referências.

B L U E

T R A V E L

83


BT83–NEVE:BT83–NEVE 11/2/10 5:27 PM Page 84

VICIADOS NA NEVE ★

T E M P O R A D A

2 0 1 0 / 2 0 1 1

PEDRO MAIA | AS SUAS PREFERIDAS O mais importante é colher a maior quantidade de informação sobre o destino que se está a escolher para se ter a certeza de que a estância tem pistas com grau de dificuldade adequado a todos os membros da família

ITÁLIA

ÁUSTRIA

CORVARA

LECH

Corvara está no meio das montanhas mais espectaculares da Europa, os Alpes Dolomitas, e é também um lugar muito autêntico e com a particularidade de ter feito parte da Áustria até ao final da I Guerra Mundial, o que lhe dá um carácter muito especial. Além do mais, tem acesso a um dos maiores domínios de esqui do mundo, mas sem ter nada que ver com os mega-resorts que há nalgumas partes dos Alpes, onde o betão impera. Ao pé de Corvara, mas noutra estância que já pertence ao domínio de Cortina d´Ampezzo, fica aquela que é provavelmente a pista de esqui de que mais gostei até à data: a descida desde Lagazuoi até Armentarola, uma pista totalmente isolada entre rochas enormes, no meio duma paisagem única. Saiba mais em www.altabadia.org

É uma das estâncias favoritas de Pedro Maia, porque apesar de ser uma estância bastante sofisticada é também uma das mais tradicionais e autênticas dos Alpes, com construções características da zona, todos os hotéis e apartamentos são estabelecimentos familiares, é uma comunidade que já existia antes de se ter inventado o turismo de Inverno e, apesar de não ser muito alta, recebe sempre enormes quantidades de neve. É uma das melhores estâncias da Áustria, e a Áustria é um país onde o esqui é quase uma religião. Saiba mais em www.lech-zuers.at e www.skiarlberg.at

Localização: no domínio esquiável de Alta Badia, que inclui as zonas de Corvara, Colfosco, San Cassiano, La Villa e Badia, entre outras Altitude: entre os 1.324m e os 2.778m Temporada: de 27 de Novembro a 10 de Abril de 2011 Pistas: 130km Forfait: adulto a partir de €37/1 dia, €188/6 dias

APROVEITE AS OFERTAS AS CRIANCAS DORMEM GRÁTIS! Com a promoção DolomitiSuperKids, válida de 19 de Março a 10 de Abril de 2011, as crianças com menos de 8 anos alojadas no quartos dos pais não pagam, e com menos de 12 anos têm desconto de 50%. Válido para estadia de 7 noites nos hotéis aderentes, com pequeno almoço ou kids menu incluído.

SKI PASS GRATUITO... Para crianças com menos de 8 anos, e com 50% de desconto para os filhos com menos de 12 anos, quando acompanhadas por um adulto portador de um skipass para o mesmo período (mínimo de 6 dias)

Localização: Na região de Arlberg, 190km a sul de Munique e a 117km de Innsbruck Altitude: entre os 1.300m e os 2.811m Temporada: de 26 de Novembro a 1 de Maio de 2011 Pistas: 276km Forfait: adulto a partir de €42,50 /dia, €202/6 dias

CANADÁ

LAKE LOUISE Lake Louise fica noutro mundo, nas montanhas rochosas canadianas, um lugar muito mais selvagem do que as montanhas europeias, onde é possível ver um urso pardo desde a estrada de regresso ao hotel. Os espaços são enormes, as paisagens são majestosas, e as vistas das pistas para o lago gelado são incríveis. Não é uma estância de grandes dimensões por comparação com as grandes estâncias europeias, mas tem um conjunto de pistas excelente, muito boa neve e uma qualidade de serviço que não se encontra em lado nenhum na Europa. Saiba mais em www.skilouise.com Localização: no estado de Alberta, em pleno Parque Nacional de Banff, a 188km de Calgary Altitude: entre os 1.540m e os 2.637m Pistas: 17km2 Forfait: adultos, €55/dia

A PENSAR NOS MAIS NOVOS SIGA AS SETAS VERDES Todas as pistas têm uma alternativa de descida mais fácil, ideal para crianças e principiantes. Basta seguir a indicação das setas verdes que se encontro no topo de cada ski lift da estância

84

B L U E

T R A V E L


BT83–NEVE:BT83–NEVE 11/2/10 5:27 PM Page 85

B L U E

T R A V E L

85


BT83–NEVE:BT83–NEVE 11/2/10 5:27 PM Page 86


BT83–NEVE:BT83–NEVE 11/2/10 5:27 PM Page 87


BT83–NEVE:BT83–NEVE 11/2/10 5:27 PM Page 88

VICIADOS NA NEVE ★

T E M P O R A D A

2 0 1 0 / 2 0 1 1

PATRÍCIA REIS | COM AMIGOS PATRÍCIA REIS, ECONOMISTA, DESCOBRIU A SUA PAIXAO PELA NEVE JÁ ADULTA. TUDO COMECOU EM 1996, NUMA IDA DE DOIS DIAS A ESTÂNCIA DE CERVINIA, EM ITÁLIA, COM UM BLUSAO DE PENAS DOS ANOS OITENTA E UM SNOWBOARD DEMASIADO GRANDE... DESDE 2000 QUE SE TORNOU FA INCONDICIONAL E VAI A NEVE UMA OU DUAS VEZES POR ANO. PODE GABAR-SE DE CONHECER MAIS DE VINTE ESTÂNCIAS EM CINCO PAISES. TODOS OS ANOS, JUNTAMENTE COM OUTRA AMIGA, ORGANIZA UMA VIAGEM PARA UM DESTINO DIFERENTE COM O MESMO GRUPO DE AMIGOS.

BLUE TRAVEL – Como é que começou a sua paixão pela neve?

PATRÍCIA REIS – Bastou experimentar a primeira vez, convencida por amigos que já tinham feito ski. BT – Quais são para si as melhores estâncias de ski e porquê?

Há mais de dez anos que a Patrícia Reis, com a ajuda da amiga Ana Barbado, organiza a ida à neve do seu grupo de amigos. Siga as suas dicas e veja como fazer, passo a passo

88

B L U E

T R A V E L

PR – Aspen, Snowmass, Vail e Breckenridge pela neve fantástica. Os mimos do serviço americano como hot tubs ao ar livre em qualquer alojamento, lareiras para aquecer e bolachas de chocolate ao fim das pistas, lenços de papel nos meios mecânicos, protector solar nas casas de banho e uma simpatia imbatível. Wengen pela paisagem e ambiente deslumbrante. Poder ir de comboio para as pistas é um must, e descer a mesma montanha que o James Bond desceu uma satisfação. Zermatt tem óptima comida em qualquer restaurante das pistas, e um après-ski com muita animação e estilo. Gressoney é um segredo bem guardado, apenas a duas horas de carro de Milão. É uma estância bastante familiar, só com locais e pouco turistas. Tem pistas fabulosas. Chamonix tem pistas para todos os gostos e o alojamento Chalet Vert e Blanc para grupos é perfeito.

BT – E a pior?

PR – Numa ida à Serra Nevada, em que caí e magoei uma perna. BT – Que conselhos pode dar a quem está a pensar organizar uma ida à neve?

PR – Fazer a sua reserva com um agente especializado, durante muitos anos fomos através da Sporski. Aconselho ainda a escolher uma estância pequena e a viajar com alguém que já pratique a algum tempo. BT – Quanto custa, em média, uma semana de neve na Europa com tudo incluído – voos, transfers, refeições, forfait, aluguer de equipamento?

PR – Há preços para todas as bolsas. Tem preços a partir dos €500 com voos low-cost e alojamento. BT – Quais são as maiores preocupações quando organiza estas viagens para os amigos?

PR – Que a estância seja interessante para todos os níveis de ski/snowboard do grupo e que o alojamento esteja bem localizado. BT – Além do ski/snowboard, que outras actividades preenchem o tempo do grupo?

PR – Enquanto há energia tentamos organizar festas temáticas à noite. Se a estância o proporcionar, fazemos passeios até aos miradores /glaciares. Gostamos de estar na piscina, fazer sauna, banho turco e massagens para relaxar ao fim do dia.


BT83–NEVE:BT83–NEVE 11/2/10 5:28 PM Page 89


BT83–NEVE:BT83–NEVE 11/2/10 5:28 PM Page 90


BT83–NEVE:BT83–NEVE 11/2/10 5:29 PM Page 91

T E M P O R A D A

2 0 1 0 / 2 0 1 1

VICIADOS NA NEVE

PATRÍCIA REIS | DICAS, MUSTS E SECRETS… COMO ORGANIZAR UMA IDA A NEVE

EUA

SUÍCA

PASSO A PASSO

ASPEN, VAIL, BEAVER CREEK E BRECKENRIDGE

WENGEN

Estas são as sete etapas essenciais que fazem parte da preparação de uma viagem à neve organizada por Patrícia Reis. Aproveite estas dicas e vá com quem sabe!

Neve fabulosa, serviço de qualidade das estâncias e simpatia. Saiba mais em www.aspensnowmass.com, www.vail.com, www.beavercreek.com e www.breckenridge.com

Pelas paisagens deslumbrantes, e o charme dos comboios de montanha. Saiba mais em www.wengen.com.

1. Definir o orçamento por pessoa, o que limita logo os locais ou meios de transporte utilizados.

Localização: no estado do Colorado, a 160km de Denver Altitude: entre os 2.421m e os 3.913m Temporada: de Fevereiro a Abril Pistas: 650 no total dos 4 domínios Forfait: adulto a partir €343/7 dias para esquiar nas três estâncias de Vail, Beaver Creek e Breckenridge; a partir €35 por dia para Aspen e Snowmass

2. Escolher dois ou três destinos/estâncias que queiram conhecer e pesquisar características (localização, dimensão , tipo de pistas, distâncias, meios mecânicos, transportes). Os sites das estâncias têm normalmente toda esta informação. 3. Escolher o destino e marcar o avião com antecedência. Nós marcamos com seis meses de antecedência para conseguir os melhores preços. Estar atento às promoções das companhias aéreas incluindo as low cost. 4. Pesquisar alojamentos tendo em conta a localização. Consultar o Tripadvisor, www.tripadvisor.com, para saber as opiniões de outros viajantes. Pedir preços a 10 ou 20 hotéis/apartamentos diferentes com quatro meses antecedência, se for um grupo grande, para que possam ficar todos juntos.

ONDE DORMIR HOTEL BELVEDERE www.belvedere-wengen.ch

ONDE DORMIR EM ASPEN MOLLY GIBSON LODGE www.mollygibson.com

ONDE DORMIR EM VAIL LODGE AT LIONSHEAD www.lodgeatlionshead.com

ONDE DORMIR EM BRECKENRIDGE THE VILLAGE HOTEL www.breckresorts.com/villagehotel

A NÃO PERDER EM BRECKENRIDGE MI CASA MEXICAN RESTAURANT AND CANTINA

5. Em caso de alugar carro, consultem o site www.aluguerdecarros.pt

www.micasamexicanrestaurant.com

6. Os sites das estâncias têm sempre os contactos para pedirem preços para transferes. Devem solicitar vários orçamentos e negociar o preço.

FRANCA

7. Fazer um seguro de saúde completo que inclua os desportos de neve e tratamento em Portugal.

Localização: nos Alpes suíssos, a 127km de Zurique e 224km de Genève Altitude: entre os 1.274m e os 2.970m Temporada: de Janeiro a Março Pistas: 53 Forfait: adulto a partir de €50 /dia ou €244/6 dias

ZERMATT Pelos óptimos restaurantes nas pistas. Pela proximidade com a fronteira italiana, é possível esquiar também nas estâncias de Cervinia e Valtournenche tomando uma ligação de gôndola ou ski-lift. Saiba mais em www.zermatt.ch. Localização: a 240km de Genève e 213km de Milão Altitude: entre os 1.620m e os 3.820m Temporada: de Janeiro a Abril Pistas: 60 Forfait: adulto a partir de €54/dia ou €264/6 dias

ONDE DORMIR HOTEL ALFA www.reconline.ch/metropol/alfa/gesamt.htm

CHAMONIX Pelo melhor après-ski no Chalet Vert et Blanc, e pela descida do Valée Blanche. Saiba mais em www.chamonix.com. Localização: nos Alpes franceses, junto às fronteiras italiana e suíssa, a 83km de Genève Altitude: entre os 1.035m e os 3.840m Temporada: de Janeiro a Março Pistas: 69 Forfait: adulto a partir de €50 /dia ou €250/6 dias

ONDE DORMIR CHALET VERT ET BLANC www.vertetblanc.com Excelente ambiente. Um must com muito espírito blue!

BOAS REFEICOES STAFELALP www.stafelalp.ch Recomendo o bife na Pedra. A vista é majestosa sobre o Matterhorn.

CHAMI HITTA www.zermattch/chaemi-hitta. Aconselho a sopa de rabo de boi.

O MELHOR APRÈS-SKI BAR HENNU STALL http://www.hennustall.ch/lage.html Uma ida a este bar antes do jantar é imperativo. Um local de encontro para toda a gente.

B L U E

T R A V E L

91


•BDayBT83.qxd:BDayBT78.qxd 11/2/10 2:13 PM Page 92

6 EXPERIÊNCIAS A DOIS VOUCHERS PARA PARTILHAR COM QUEM MAIS GOSTA

EXPERIÊNCIAS | EM TODO O PAÍS

ODISSEIAS Apetece estar a dois. Aproveitar que o frio começa a chegar, tirar as mantas da gaveta, ver um filme no sofá... Apetece partilhar tudo. Ir ao cinema, ao teatro, ao spa... Fique com as escolhas deste mês da empresa de experiências Odisseias: uma estadia, um jantar, um pequeno-almoço e uma massagem! www.odisseias.com

ESTADIA FEEL GOOD CONDE BARÃO

DEGUSTACAO NO CHEDDAR

A EXPERIÊNCIA: os apartamentos Conde Barão ficam ao lado do Rio Tejo. Desde aqui poderá caminhar até à famosa Praça do Comércio ou sentir-se como um “lisboeta” e entrar no eléctrico 25 que pára mesmo à beira da sua porta. Ficará deliciado com as ruas estreitas e calcetadas durante o seu passeio até ao Bairro Alto e Chiado.

.

A EXPERIÊNCIA: aceite a nossa sugestão e saboreie um prato inesperadamente romântico, o Fondue. Situado na praia de Matosinhos, Cheddar Tea & Fondue é um restaurante de fondues onde pode ter um jantar divertido enquanto cozinha o seu próprio manjar e o vai degustando... Vai querer repetir!

. DURACÃO: 1 noite

HORÁRIOS: almoço, de terça a sexta, das 12h30 às 14h30; jantar, de segunda a quinta e feriados, das 20h00 às 23h00; sexta e sábado, das 20h00 às 24h00.

. LOCAL: Conde Barão, Lisboa .

INCLUI: uma noite de alojamento em quarto duplo, sem pequeno-almoço.

.

OUTRAS INFORMACÕES: serviços disponíveis: aquecimento, ar-condicionado, berço (a pedido), chaleira, check-in express, cozinha, frigorífico, internet sem fios grátis, máquina de café, máquina de lavar loiça, micro-ondas, parque de estacionamento, televisão, WC privativo, entre outros. Preço: €49,90 (válido para 2 pessoas)

92

B L U E

T R A V E L

.

.

. LOCAL: Cheddar Tea & Fondue, Matosinhos .

INCLUI: Fondue de queijo de entrada; Fondue de carne, aves ou peixe à carta. Sem bebidas e sobremesas. Preço: €24,90 (válido para 2 pessoas)


•BDayBT83.qxd:BDayBT78.qxd 11/2/10 2:13 PM Page 93

Com a chegada do Outono apetece tomar o pequeno-almoço na cama, fazer um jantar romântico, uma massagem a dois... Aproveite esta oportunidade e passe dias tranquilos dentro de portas.

Viva todos os dias um momento blue com a Odisseias...

BOM DIA A DOIS

FRUIT PASSION

A EXPERIÊNCIA: Quer surpreender quem mais gosta? Não precisa de uma data especial, nem de grande aparato. Já imaginou levar-lhe o pequeno-almoço à cama, sem ter que abandonar a cama a correr e fazer tudo à pressa? Todos os pequenos-almoços podem ser especiais, e este vai ser inesquecível!

.

A EXPERIÊNCIA: As frutas são tonificantes e hidratantes naturais, muito ricas em nutrientes e vitaminas A e C, evitando o envelhecimento precoce. Este tratamento inclui uma massagem energizante, com máscara de frutos para duas pessoas, realizada em simultâneo.

.

DURACÃO: 30 min. (sujeito a disponibilidade e marcação)

HORÁRIOS: durante a semana até às 07h30; aos fins-de-semana e feriados, até às 09h30.

. LOCAL: Casa do cliente na zona de Lisboa ou Almada

. INCLUI: 1 Sumo de Laranja 100% natural, 1 mini-Mafra/pão-de-lenha, 1 carcaça de cereais/pão de milho e Soja, 2 pastéis de nata, 1 bola de Berlim, 2 croissants, compota, fruta, saco de pano tradicional Bom Dia. Todos os produtos são 100% portugueses.

. OUTRAS INFORMACÕES: encomendas com 48h de antecedência.

.

.

. LOCAL: Day Break Medical Spa, Lisboa Preço: €34,90 (válido para 2 pessoas)

ODISSEIAS

10 % Desconto VOUCHERS BLUE

01 A 04

VOUCHERS DISPONÍVEIS NA PÁG. 95

Preço: €24,90 (válido para 2 pessoas)

B L U E

T R A V E L

93


•BDayBT83.qxd:BDayBT78.qxd 11/2/10 2:14 PM Page 94

VOUCHERS

Para além das habituais refeições japonesas, no Rock ‘n Sushi faça um Curso de Sushi.

EXPERIÊNCIAS | LISBOA

ROCK N’ SUSHI Para os amantes de sushi, eis duas oportunidades de ouro! Por um lado, um jantar a dois (atenção, requer marcação), no privado do restaurante, com um menu exclusivo muito romântico. Por outro, o Curso de Sushi ministrado pelo sushimaster da casa, com almoço incluído – aprenda a arte e convide a sua cara-metade a aparecer pelas 14h para provar as iguarias que preparou. www.rocknsushi.com

EXPERIÊNCIA A DOIS

CURSO DE SUSHI

. ONDE: Espaço Biombo do Rock ‘n Sushi

. ONDE: Rock ‘n Sushi

. QUANDO: todos os dias, com marcação

. QUANDO: sábados das 11h às 15h

. INCLUI: 2 Sakerinhas (lima/lima +

. INCLUI: faca, esteira e almoço com bebidas

hortelã/kiwi/maracujá/frutos silvestres) 2 Temaki (à escolha); 14 peças Sushi; 10 peças Sashimi; 2 Sobremesas; + Bebidas à discrição: chá, água, imperial, refrigerante, café

(saké, imperial, chás, refrigerantes) para o aluno e um convidado que poderá chegar pelas 14h

ROCK ‘N SUSHI

20 % Desconto VOUCHERS BLUE Nº

05 E 06

VOUCHERS DISPONÍVEIS NA PÁG. 95

Preço: €60 (para 2 pessoas)

94

B L U E

T R A V E L

Preço: €85 (por pessoa para o nível 1)


•BDayBT83.qxd:BDayBT78.qxd 11/2/10 2:15 PM Page 95

Viva todos os dias um MOMENTO BLUE... ESCOLHA, MARQUE E APROVEITE ESTES VOUCHERS!

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 01

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 02

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 03

ODISSEIAS

ODISSEIAS

ODISSEIAS

ESTADIA FEEL GOOD CONDE BARÃO

DEGUSTACÃO NO CHEDDAR

BOM DIA A DOIS

10%

10%

. Os apartamentos Conde Barão ficam ao lado do Rio

. Aceite a nossa sugestão e saboreie um prato

Tejo. Desde aqui poderá caminhar até à famosa Praça do Comércio ou sentir-se como um “lisboeta” e entrar no eléctrico 25 que pára mesmo à beira da sua porta.

inesperadamente romântico, o Fondue. Situado na praia de Matosinhos, Cheddar Tea & Fondue é um restaurante de fondues onde pode ter um jantar divertido enquanto cozinha o seu próprio manjar e o vai degustando...

VALIDADE: 28 DE FEVEREIRO DE 2011

10% . Quer surpreender quem mais gosta? Não precisa de uma data especial, nem de grande aparato. Já imaginou levar-lhe o pequeno-almoço à cama, sem ter que abandonar a cama a correr e fazer tudo à pressa? Todos os pequenos-almoços podem ser especiais, e este vai ser inesquecível!

VALIDADE: 28 DE FEVEREIRO DE 2011

VALIDADE: 28 DE FEVEREIRO DE 2011

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 04

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 05

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 06

ODISSEIAS

ROCK N’ SUSHI

ROCK N’ SUSHI

FRUIT PASSION

EXPERIÊNCIA A DOIS

CURSO DE SUSHI

10%

20%

20%

. As frutas são tonificantes e hidratantes naturais, muito ricas em nutrientes e vitaminas A e C, evitando o envelhecimento precoce. Este tratamento inclui uma massagem energizante, com máscara de frutos para duas pessoas, realizada em simultâneo.

. 20% de desconto na Experiência a Dois

. 20% de desconto no Curso de Sushi Nível 1

VALIDADE: 28 DE FEVEREIRO DE 2011

VALIDADE: 28 DE FEVEREIRO DE 2011

VALIDADE: 28 DE FEVEREIRO DE 2011

B L U E

T R A V E L

95


•BDayBT83.qxd:BDayBT78.qxd 11/2/10 2:15 PM Page 96

R E G U L A M E N T O

V O U C H E R S

1. Todos os meses seleccionamos os melhores locais para que desfrute ao máximo do espírito blue, podendo utilizar os vouchers que lhe proporcionamos!

4. Para utilizar os vouchers deverá apresentá-los no local que escolheu ou em caso de marcações por telefone mencioná-los na reserva e, depois, na chegada ao local.

2. Cada vouchers pode ser utilizado apenas uma vez e unicamente até à sua data-limite, indicada no respectivo cupão. Para que possa ser validado por cada entidade (hotel, spa, loja, etc.) aquando da sua utilização é imprescindível a sua entrega no local pretendido.

5. Os vouchers não são acumuláveis com outras promoções e dependem das vagas disponíveis.

3. Os vouchers poderão ter especificidades diferentes, pelo que deverá sempre consultar o cupão da oferta desejada.

6. Os preços apresentados nas páginas da revista correspondem aos preços de balcão e em vigor, recaindo sobre os mesmos os descontos de cada voucher. Para mais informações contacte o Tel.: 217.203.340

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 03

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 02

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 01

ODISSEIAS

ODISSEIAS

ODISSEIAS

BOM DIA A DOIS

DEGUSTACÃO NO CHEDDAR

ESTADIA FEEL GOOD CONDE BARÃO

– Horários: almoço, de 3ª a 6ª, das 12h30 às 14h30; jantar, de 2ª a 5ª e feriados, das 20h00 às 23h00; 6ª e sábado, das 20h00 às 24h00.

– Duração: 1 noite – Local: Conde Barão, Lisboa

– Preço: €24,90 (válido para 2 pessoas)

– Preço: €49,90 (válido para 2 pessoas)

Rua Quinta das Palmeiras, Lj. 31A | Oeiras Tel.: 707.208.020 ou 214.589.800 (atendimento dias úteis, das 10h às 19h) www.odisseias.com

Rua Quinta das Palmeiras, Lj. 31A | Oeiras Tel.: 707.208.020 ou 214.589.800 (atendimento dias úteis, das 10h às 19h) www.odisseias.com

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 06

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 05

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 04

ROCK N’ SUSHI

ROCK N’ SUSHI

ODISSEIAS

CURSO DE SUSHI

EXPERIÊNCIA A DOIS

FRUIT PASSION

– Horário: sábados, das 11h às 15h.

– Horário: das 12h às 15h, de segunda a sexta. Todos os dias das 20h às 24h.

– Horários: durante a semana até às 07h30; aos fins-de-semana e feriados, até às 09h30. – Local: Casa do cliente na zona de Lisboa ou Almada – Preço: €24,90 (válido para 2 pessoas) Rua Quinta das Palmeiras, Lj. 31A | Oeiras Tel.: 707.208.020 ou 214.589.800 (atendimento dias úteis, das 10h às 19h) www.odisseias.com

– Preço: €85 (por pessoa para o nível 1)

– Duração: 30 min. (sujeito a disponibilidade e marcação) – Local: Day Break Medical Spa, Lisboa

– Preço: €60 (para 2 pessoas) – Preço: €34,90 (válido para 2 pessoas) Edifício Alcântara Terra Rua Fradesso da Silveira, Bloco C, Loja 3 Lisboa | Tel.: 913.840.839 www.rocknsushi.com

96

B L U E

T R A V E L

Edifício Alcântara Terra Rua Fradesso da Silveira, Bloco C, Loja 3 Lisboa | Tel.: 913.840.839 www.rocknsushi.com

Rua Quinta das Palmeiras, Lj. 31A | Oeiras Tel.: 707.208.020 ou 214.589.800 (atendimento dias úteis, das 10h às 19h) www.odisseias.com


Project2:Layout 1 10/29/10 12:57 PM Page 1


BT-FICHA TÉCNICA 2010:BT-FICHA TÉCNICA 2010 11/2/10 2:23 PM Page 98

OFEREÇA UMA ASSINATURA BLUE TRAVEL CONTACTOS PARA ASSINATURAS: Tel.: 214 142 909; Fax: 214 142 951; E-mail: assinaturas@jmtoscano.com

12 Edições

38€

12 X 3,95€ = 47,40€

24 Edições

POUPE 9,40€

70€

24 X 3,95€ = 94,80€ POUPE 24,80€ FOTOCOPIE ESTE CUPAO E ENVIE PARA: JMTOSCANO LDA; Rua Rodrigues Sampaio N.º 5; 2795-175 Linda-a-Velha; todos os preços incluem portes de correio. NOME: MORADA: LOCALIDADE: TEL. | TELEMÓVEL:

CÓDIGO POSTAL: IDADE: PROFISSAO:

E-MAIL: N.º DE CONTRIBUINTE

Cheque à ordem de: JMTOSCANO-Comunicação e Marketing Lda Transferência Bancária: N I B 0 0 4 5 4 0 6 0 4 0 1 0 2 9 7 2 0 7 3 1 9 , da Caixa Crédito Agricola

t BLUE MEDIA Rua Vera Lagoa, n .º 12, 1649 - 012 Lisboa, Tel.: 217 203 340 | Fax geral: 217 203 349 | Contribuinte n.º 508 420 237 DIRECTOR GERAL Paulo Ferreira | DIRECTOR DE ARTE E PROJECTO GRÁFICO Pedro Antunes, pantunes@blue.com.pt COORDENADORA Rosário Sá Coutinho, rcoutinho@blue.com.pt | EDITORA DE TEMAS NACIONAIS Rita do Amaral Dias, rdias@blue.com.pt REDACCAO Patrícia Cabral, pcabral@blue.com.pt | FOTOGRAFIA Ricardo Polónio, rpolonio@blue.com.pt | ARTE Susana Alcântara (colaboradora) DIRECTOR COMERCIAL Paulo Ferreira, pferreira@blue.com.pt | DEPARTAMENTO DE MARKETING & PUBLICIDADE Maria Reis, mreis@blue.com.pt; Fax publicidade: 217 203 349 PRE-IMPRESSAO Nuno Barbosa, nbarbosa@blue.com.pt IMPRESSÃO União Europeia | DISTRIBUICAO Logista | DEPÓSITO LEGAL n.º 194642/03; Registado no E. R. C. n.º 124216 PROPRIEDADE MBC Lazer, S.A. | Tiragem: 20.000 exemplares { INTERDITA A REPRODUÇÃO DE TEXTOS E IMAGENS POR QUAISQUER MEIOS }

O seu comentário é fundamental para melhorarmos a blue Travel a cada edição. Assim, criámos este e-mail para que nos possa apontar todos os defeitos que for encontrando na sua revista. Muito obrigado! qualidade@blue.com.pt


blue LINK:blue LINK 11/11/10 11:22 AM Page 1

qlink

www.fluxograma.com


blue LINK:blue LINK 11/11/10 11:25 AM Page 1

qlink

www.rolex.com

blue travel 83  

Viciados na Neve - Powder Edition; Portugal Ecológico; Viajantes Blue - Mongólia; Barragem de Sta. Clara

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you