Page 1

revista

AGENDA CULTURAL

JUNHO / JULHO

TEATRO . DANÇA LIVROS . WORKSHOPS FILMES . MÚSICA

+

ESTILO COMPORTAMENTO CASA&DECORAÇÃO PAIS&FILHOS VIAJAR

PIT BULL

BABY-SITTER UM OLHAR DIFERENTE SOBRE O CÃO MAIS ODIADO PELO HOMEM

GUER RA das SEMENTES

RICARDO ENTREVISTA AO ETERNO MAJOR ALVEGA

CARRIÇO

MULTINACIONAIS E ONG'S EM LUTA! ESTA DISCUSSÃO NÃO LHE PODE PASSAR AO LADO!

GEOCACHING PROCURAR TESOUROS EM CAIXAS DE PLÁSTICO

*VÍCIOS & CULPAS

>ÓCULOS DE SOL

5 MODELOS PARA USAR ESTE VERÃO

> CHOCOLATES

LOJAS PARA PERDER A CABEÇA JUNHO 2013 • N.º 88 • 2,5€

> SURF

PRANCHAS, FATOS E CERAS PARA SURFAR COMO UM PRO


ABERTURA

editorial

R

O lado bom da vida

icardo Carriço é um dos mais respeitados atores nacionais, com um percurso consolidado na moda e na representação. Esteve em Coimbra a convite da Fundação Beatriz Santos, que facilitou a entrevista de balanço dos seus quase 25 anos de carreira que publicamos nesta edição da Revista C e com a qual fazemos capa! Vale a pena ler e rever alguns dos personagens mais marcantes do ator e descobrir o interessante trabalho de troca de experiências que Ricardo Carriço iniciou, ao partilhar com os outros a sua visão pessoal sobre os assuntos da vida. Esta C está cheia de pessoas verdadeiramente excecionais, que provam que ao Centro há muito valor: no Teatrão ensaia-se uma nova produção de rua em três episódios. Sob a proposta de “Arruinados” o texto de Jorge Louraço Figueira faz uma viagem ao fantástico para falar de coisas sérias… na tradição da grande escola de teatro vicentina! Um projeto que a Revista C vai acompanhar de perto. Daniel Pinheiro tem o sonho de filmar o Portugal selvagem e para já, parece estar a dar os passos certos: falámos com o realizador de “Mondego” e “Entre o céu e as marés” numa pausa das filmagens que está a fazer na Amazónia. O chef Gil Edgar é daquelas pessoas com quem apetece estar mais um pouco à conversa. No dia em que conversámos com o autor da casa de pasto “Dona Especiaria” tinha chegado de uma louca viagem gastronómica pelo mundo árabe... Síria, Marrocos, Dubai, Índia… uma viagem sensorial que se serve depois à mesa, em pratos estudados para uma refeição completa, saborosa, saudável e muito criativa! Não perca e descubra o segredo de aliar a nutrição e o prazer à mesa, numa combinação de alquimia! Não podíamos deixar de agradecer aos responsáveis do Museu da Ciência da Universidade de Coimbra pela oportunidade com que nos brindaram: a produção de moda deste mês retrata o ambiente mágico e surreal das galerias

PUBLISHER

best dream makers productions

best dream makers productions

A C deste mês coloca, ainda, dois temas em debate: a reputação dos pit bulls e a disputa a nível mundial sobre a propriedade das sementes. Dois assuntos que nos relacionam com o mundo e que tantas vezes nos parecem distantes quando, afinal, estão dentro das nossas casas. Chocolates, óculos de sol, gadgets e surf! Os viciados nestes temas encontram na C deste mês um “cardápio” de boas dicas e sugestões para alimentar o prazer das coisas boas da vida. O turismo do centro de Portugal ganhou mais território nas suas competências e registamos, das palavras do seu presidente, Pedro Machado, a intenção de tornar o Centro o terceiro destino turístico mais visitado a nível nacional. E a região tem potencial para isso: a Região Centro é ímpar em beleza. Nesta edição levamos o leitor a conhecer algumas das mais belas cascatas, locais cheios de verde e frescura onde vale a pena mergulhar em águas cristalinas e perder-se um dia destes… e por falar em perder… descobrimos que há “exploradores” que passam os tempos livres, por aí, à procura de caixas. Chama-se Geocaching e pode perceber do que se trata ao ler o artigo sobre esta atividade inventada nos Estados Unidos da América e que já conquistou grande parte do mundo. Na nossa página do facebook (www.facebook.com/revistac) afixámos o nosso lema: “Revista C: um novo olhar sobre o lado bom da vida!”. Está a gostar? Nem imagina o que somos capazes de fazer para o surpreender! António Abrantes, diretor

DIRETOR: António Abrantes BDMP, Produções audiovisuais e musicais, Lda. NIPC: 510 272 487. Capital Social 5.000€. SEDE: Rua António Bentes, n.º 44, 4.º O - 3030-487 Coimbra. dream makers best dream makers Email:best geral@bdmp.pt productions productions ESCRITÓRIO: Urbanização Quinta da Portela,

Rua Maria Victória Bourbon Bobone, n.º 16.4 - Loja B 3030-481 Coimbra. Telefone: 239 045 550.

A BDMP não é responsável pelo conteúdo dos anúncios nem pela exatidão das características e propriedades dos produtos e/ou bens anunciados. A respetiva veracidade e conformidade com a realidade são da integral e exclusiva responsabilidade dos anunciantes e agências ou empresas publicitárias. Interdita a reprodução, mesmo parcial, de textos, fotografias ou ilustrações, - sob quaisquer meios e para quaisquer fins, inclusive comerciais.

4

da ala de Zoologia (que se encontram, de momento, encerradas ao público). Convidámos a modelo e apresentadora do canal MVM, Carine Zanatta para ser o rosto de uma produção exclusiva, elegante e surpreendente!

REDAÇÃO: REVISTA C - Urb. Quinta da Portela, Rua Maria Victória Bourbon Bobone, n.º 16.4 - B 3030-481 Coimbra. Telefone: 239 045 550. Email: geral@cnoticias.net COLABORAÇÕES: MODA MACC, Daniel Casteleira (produção), Margarida Camacho (copy); Margarida Cardoso (literatura); Vera Ferraz (à mesa); Ana Oliveira (psicologia); André Navega (infografia e paginação), Vanessa Kuzer (editora beleza), Nuno Pimenta CRONISTA PERMANENTE: Luís de Matos. Colaboram, ainda, nesta edição: FOTOGRAFIA M. Crespo, João Azevedo; OPINIÃO Frederico Dinis e Francisco Ferreira; SPORTS Fit & Fun e Eurico Gonçalves; VIAJAR: Pedro Caldeira. ESTAGIÁRIA Marta Malva (multimédia); Diana Antunes e Francisca Delgado (redação) PUBLICIDADE, MARKETING E ASSINATURAS Direção de contas: BDMP, LDA email: comercial@cnoticias.net. | Telf.: 239 045 550 Telm.: 914 108 398 IMPRESSÃO Joartes, the printing lab - Artes Gráficas Zona Industrial de Barrô 3750351 Barrô Águeda DISTRIBUIÇÃO VASP-MLP, MediaLogistics Park Quinta do Granjal - Venda Seca. TIRAGEM DESTA EDIÇÃO: 5.000 exemplares. Registo ERC com o n.º 126017, de 12/01/2011 | Depósito legal n.º 322204/2011. PERIODICIDADE: Mensal Publicada por BDMP, Produções Audiovisuais e Musicais, Lda sob licença de Medinforma, Lda - Taveiro - Coimbra. NIPC 509 711 537. Capital Social: 50.000€

2013


58 Futuro

ARTES & CULTURA 8

64

Sardinha Assada

 icardo Carriço o ator que esteve em R Coimbra, a convite da Fundação Beatriz Santos, falou com a Revista C sobre os seus quase 25 anos de carreira, os projetos culturais e a sua mais recente paixão… a música.

14  Agenda cultural Programação dos

eventos culturais da região até à primeira quinzena de julho.

ESTILO

26 Streetstyle 28 Tendências Vestidos. 29 Produção Uma noite no Museu da Ciência. 33 Cabelos Hairigami by Carlos Gago. 34 Maquilhagem Cuidar da pele para o verão. 36 Eventos

NÓS

46 Pitbull O cão baby-sitter. 48 Daniel Pinheiro Define-se como um

48

Daniel Pinheiro

72

Dona Especiaria

contador de histórias. Esteve quase para ser biólogo, mas preferiu as artes do cinema para traduzir a sua imensa paixão pela vida selvagem. 50 Infografia: "A Guerra das Sementes" - Fique a saber por que são as sementes alvo de tanta polémica. 52 Geocaching Andam por aí pessoas à procura de tesouros em caixas de plástico. 54 RFM SOMNII Figueira da Foz vai ser palco do "maior sunset de sempre". 56 Opinião "Inovação e regiões: solução para o desenvolvimento?" e " Insustentável!"

COMPORTAMENTO 58 Negócios do futuro Biotecnologia, nano-

tecnologia, sustentabilidade são algumas das póximas tendências de mercado. 60 Ser Feliz! Conheça quais as quinze coisas que deve abdicar para ser feliz. 62 Startup Pedimos a cinco empreendedores que recomendassem um livro para quem se quer lançar no mercado! Start (it) up!

À MESA

72 Dona Especiaria restaurante com assinatura nos sabores do chef Gil Edgar

74 Receitas do blogue "Hoje para jantar"

Vera Ferraz apresenta quatro receitas, para uma refeição de excelente apresentação.

VÍCIOS & CULPAS

76 Chocolate O chocolate é uma das melhores invenções do homem... não se consegue resistir. 78 Vícios e Culpas Cinema, café, gadgets e outras culpas... 80 Óculos Cinco peças, com estilo e sofisticação, para andar com os olhos bem protegidos do sol. Viva o verão! 81 Surf Os conselhos de Eurico Gonçalves.

MOTORES

83 Clássicos Mata do Buçaco apresenta passeios históricos em carros de coleção.

84 Opel Cascada Descapotável com charme.

CASA & DECORAÇÃO 87 | Dicas de decoração, por Tralhão Design Center 88| Decore um terraço com pouco dinheiro 90 | Ikea: coisas práticas com cores e às riscas! 91 | B  ang&Olufsen: O novo sistema de som Beo-

Lab 14 vem definir novos níveis de qualidade e alta definição para os amantes de um som límpido e definido.

VIAJAR

92 Destino: Dubrovnik 94 Roteiro: 12 cascatas que

 prometem refrescar o seu verão. Prepare a mochila e aproveite os dias de sol! 96 Last minute 97 Instantâneo

IDEIAS DOS OUTROS

98 Luís de Matos

SAÚDE & BEM ESTAR

64 Marchas populares e sardinha assada 67 Fitness Exercícios by Fit & Fun

PAIS & FILHOS

29 Produção C

Capa

Ricardo Carriço

66 Bebés 70 Problemas de comportamento

46 Pit Bull

76 Chocolates

FOTO DE: ANTÓNIO GAMITO AGRADECIMENTOS: CENTRAL MODELS

COLUNAS BEOLAB 14


colaboram nesta edição

Vanessa Kuzer

Uzebiquistão

A especialista em maquilhagem e cosmética que já trabalhou para as mais prestigiadas marcas internacionais assume, a partir desta edição, a responsabilidade de editar a secção Estilo: Beleza.

SKARDU

Irão Paquistão

Índia

Pedro Caldeira O fotógrafo Pedro Caldeira partilha com os leitores um pouco da sua obra fotográfica. Pedro Caldeira viaja para fotografar. Quase sempre sozinho. Nunca expôs, não tem um blogue ou página pessoal. A primeira vez que torna pública a sua obra apaixonada é nas páginas da Revista C. Na secção Instantâneo, Pedro Caldeira apresenta-nos a história de "O menino de Skardu" no Baltistão (Paquistão).

Frederico Dinis

Eurico Gonçalves foi campeão nacional de longboard nacional em 2008. Responsável pela nova dinâmica do surf ao centro, assina a rubrica "Viciados em Surf".

Francisco Ferreira

Luís de Matos

O doutorando do CES , e um dos responsáveis por trazer o projeto TEDx para Coimbra, assina um artigo de opinião sobre a importância das regiões para a inovação.

O atual vice-presidente da Quercus coordena as áreas das alterações climáticas e energia da organização. Para a Revista C assina um artigo de opinião que alerta para a necessidade de uma humanidade sustentável.

Cronista residente da Revista C, a estrela mundial do ilusionismo partilha uma história surpreendente de como a capacidade de nos rirmos de nós próprios pode ter resultados altamente motivadores.

Vera Ferraz, A autora do blogue www. hojeparajantar.blogspot.com sugere receitas para uma refeição completa muito saborosa e fresca.

Margarida Cardoso escolheu a obra "O Ouro dos Corcundas", de Paulo Moreiras, como sugestão de leitura para este mês de junho.

Ana Oliveira indica orientações e estratégias para lidar com crianças com problemas de comportamento e indisciplina.

Making of

Produção moda Carine Zanatta Veja o vídeo do making of em: www.cnoticias.net 6

Eurico Gonçalves

A modelo e apresentadora da MVM foi a convidada para a produção de moda deste mês.


ARTES & CULTURA

Ricardo Carriço esteve em Coimbra, a convite da Fundação Beatriz Santos, e falou com a Revista C sobre os seus quase 25 anos de carreira, os projetos culturais e a sua mais recente paixão… a música. POR MÁRCIA DE OLIVEIRA FOTOS DE ANTÓNIO GAMITO PARA CENTRAL MODELS

Ricardo

CARRIÇO A celebração do Dia da Solidariedade foi o pretexto ideal para falarmos com o eterno Major Alvega. Nesta conversa informal ficámos a saber mais sobre a maneira como encara as suas personagens, como é que é fazer um percurso profissional inverso ao habitual, a paixão pelo design de interiores e a formação com base na experiência de vida. P: A Fundação Beatriz Santos escolheu o Ricardo para dar o seu testemunho de vida na conferência dedicada ao Dia da Solidariedade. Como reagiu a este convite? R: É curioso o facto de, de repente, quererem que eu partilhe a minha experiência de vida destes oito anos e toda esta ligação, ou quase paralelismo que se pode criar, entre trabalhar na área da cultura e promover aquilo que é a relação entre as pessoas. Começamos a perceber que estamos todos muito próximos uns dos outros e que, com um simples click de dedos, conseguimos fazer com que essas sinergias comecem a surgir e conseguimos de forma tão simples construir uma sociedade melhor, mais justa e mais respeitada. Nós vivemos numa sociedade facilitista e quase descartável e acabamos por assistir, inclusivamente por televisão, a essas coisas diariamente. Portanto às vezes é bom dizer a alguém que ponha os pés no chão ou que ajude a promover pequenas ações que podem vir a tornar-se grandes ações. P: A cidade de Coimbra diz-lhe alguma coisa? R: Não tenho ligação nenhuma com a cidade de Coimbra, mas já trouxe alguns espetáculos aqui. Passei por Coimbra nalgumas situações normais, espontâneas e até por alguma curiosidade. Coim8

bra é uma cidade engraçada: apaixona-me, acho graça a este lado universitário da própria cidade e também ao lado cultural e à história que ela tem. P:Começou por ser modelo, depois passou para as novelas e finalmente para o teatro. Este percurso foi um bocadinho diferente do habitual… R: Normalmente faço sempre tudo ao contrário daquilo que as outras pessoas fazem. Na época que comecei a trabalhar como modelo, toda a gente tirava primeiro os chamados cursos de passerelle e depois é que faziam fotografia. Eu não, primeiro comecei pela fotografia e depois é que foi para a passerelle. Quando começo a trabalhar como ator, início o meu percurso na televisão e acabo em teatro, quando o normal é fazer o contrário. Eu tenho uma formação, apesar de não ser na área de representação, mas hoje em dia aconselho toda a gente a fazer uma formação, seja ela de que área for, quanto mais não seja porque temos de ter a segurança de que se uma coisa não funcionar, temos a outra. A minha escola foi sempre “a esponja”, no fundo acabei por aprender sempre com os atores mais velhos e tive sorte de os ter e de muitos ainda estarem vivos. Já faço 25 anos de carreira para o ano…(relembra). E foi engraçado ter a capacidade de aprender com o Armando Cortez, com o Carlos Daniel, entre muitos outros atores, e ser muito próximo do Ruy de Carvalho que considero como pai e é uma pessoa com quem partilho uma série de aventuras, histórias e conhecimentos nesta área da representação. JUNHO 2013


"O TRABALHO DE ATOR TEM ESTE LADO, É QUASE UM EXORCIZAR DE MALES, É TERAPÊUTICO"


ARTES & CULTURA Major Alvega

"SOU MUITO PRÓXIMO DO RUY DE CARVALHO, QUE CONSIDERO COMO PAI"

Rick Planeta

Professor Miguel

Chef Jaime

CINCO PERSONAGENS MARCANTES DE RICARDO CARRIÇO Ricardo Carriço já foi modelo, mas é como ator que a sua carreira atinge grande notoriedade, nomeadamente em produções para televisão. Sejam séries ou telenovelas, Ricardo Carriço tem-nos marcado com personagens fortes que fazem parte da memória coletiva e que ainda recolhem enorme simpatia junto do público nacional: Jornalista Rick Planeta (Claxon) 1991; Major Alvega – 1998; Professor Miguel (Querido professor) 2000; Chef Jaime Vilar (Laços de sangue) - 2010; Artur (Diretor da Blondie) – Dancing Days - 2012. 10

P: E agora também é formador… R: Agora também sou formador, mas um formador relativo. Nós fazemos workshops de iniciação ao teatro. O que eu faço tem sido mostrar, no fundo, aquilo que tem sido a minha experiência de vida enquanto ator, o que aprendi com os outros, o trabalho que fui desenvolvendo, inclusivamente com a própria Confluência. Descobrir por mim que só acredito que se consegue representar bem quando nós utilizamos a nossa própria verdade, quando sabemos os nossos medos, os nossos receios, as nossas angústias, os nossos defeitos e as nossas qualidades e pomos isso ao dispor do personagem. Eu costumo dizer que, apesar de estarmos sempre rodeados de pessoas, ser ator acaba por ser sempre um trabalho solitário. É como irmos a Fátima: o importante não é o chegar, é dizer quando vamos. E quando tomamos essa atitude e nos disponibilizamos a fazer todo esse percurso, por muitas pessoas que tenhamos à nossa volta, é sempre um percurso solitário. O trabalho de ator é isso mesmo. E se nós não estivermos bem connosco próprios, se não conhecermos bem o nosso material de trabalho, às vezes temos problemas, temos de nos encaixar, depois não nos en-

tendemos com o personagem e levamo-lo para casa… Acho que este trabalho de ator tem este lado, é quase um exorcizar de males, é terapêutico. Representar e fazer teatro é terapêutico, devia haver teatro nas escolas, todos os dias não digo, mas pelo menos uma vez por semana e com tempo. E o que tem acontecido, às duas por três, e não enquanto formador, mas sim enquanto alguém que passa a sua experiencia de vida aos outros, é que acabamos por descobrir que esta “brincadeira” tem ajudado algumas pessoas, e de repente tenho psicólogos que me mandam pacientes seus para fazer estes workshops. Acaba por se tornar um elemento de reinserção social, obriga-se, se é que se pode assim dizer, as pessoas todas a falarem a mesma língua, a serem iguais. P: Nestes quase 25 anos de personagens, há alguma que o marcou mais? R: Várias. Uma delas foi o Major Alvega que hei de levar comigo para a cova, como se costuma dizer (risos). Eu era jovem, foi dos primeiros personagens que eu fiz e foi dos que mais gozo me deu fazer. Houve outro que foi o Pedro Veiga, na minha primeira novela (“Cinzas”), entre tantos outros. Eu tenho a tendência de matar os meus personagens. JUNHO 2013


Coisas que deve saber sobre Ricardo Carriço CLUBE Seleção Nacional (também sou simpatizante do Futebol Clube do Porto e da Académica de Coimbra) PRATO PREFERIDO Bacalhau com todos CIDADE Lisboa

P: Há algum que ainda não tenha feito e gostasse de fazer? R: O papel de vilão é sempre divertido de se fazer e assustador ao mesmo tempo, porque a uma dada altura quando temos de fazer verdade as palavras dos outros de repente colocamos na nossa boca e no nosso corpo atitudes, expressões e palavras que têm que nos sair como se fosse verdade. E para nos sair verdade quer dizer que também temos esse lado dentro de nós, só que está adormecido, e de repente é assustador. Eu lembro-me quando fiz a novela “Flor do mar”, onde o meu personagem não era nada simpático, e a uma dada altura eu dei comigo a pensar “Pera ai, eu disse isso e soou-me verdadeiro”. Chocou-me e assustei-me, mas percebi que o bicho está cá dentro. Portanto todos nós temos de ter a noção que temos os dois lados, o bom e o mau. P: Um dos primeiros papéis que fez e que o marcou muito foi de jornalista, agora está a fazer de diretor de uma revista. Há ai algum “bichinho” da comunicação social? R: Não, nada disso. Achei engraçado quando me convidaram para fazer este personagem (diretor da Blondie, na novela “Dancing Days”) e, de repente, fiz uma viagem no tempo. Ainda há pouco tempo estava a www.cnoticias.net

falar com a Fernanda Dias, da revista Caras. Conheci-a quando estava na redação da nova gente e fui lá muitas vezes, assim como a outras redações de muitas revistas, onde contactei com muitos jornalistas e, além disso, muitos dos meus amigos também eram jornalistas. Foi uma realidade, com a qual contactei de muito perto. E foi engraçado, a primeira vez que conversei com a Fernanda depois de ter começado a fazer este personagem, perguntei-lhe o que é que ela achava e ela disse que estava perfeito. Obviamente não se pode mostrar muito mais, mas as dinâmicas acho que estão lá. P: Os anos 90 foram muito importantes para a sua carreira. Também ficou conhecido como sexy symbol português. Como é que lida com este estatuto? R: Não ligo patavina muito sinceramente. Sou o Ricardo. Preservo a minha identidade, aquilo que os outros acham de mim. Se me acham um sex symbol acho graça, confesso, mas não é uma coisa que me enche de orgulho. Acho divertido, brinco com isso, mas não dou a importância que algumas pessoas dão. Gosto de passar despercebido. P: Já falamos um pouco de teatro, televisão…e cinema? R: Acabei de fazer um filme agora com o

PAÍS Portugal SONHO REALIZADO Consegui realizar vários felizmente SONHO POR REALIZAR Não vou aprofundar muito, porque quero que se realize (risos) VIAGEM Médio Oriente. Adorei a Tailândia MELHOR MOMENTO Todos os momentos em que posso fazer alguém feliz PIOR MOMENTO Sempre que alguém parte, apesar de já ter construído em mim a capacidade de aceitação MÚSICA Tantas… mas posso destacar a Marcha Triunfal ÍDOLO Ruy de Carvalho SE NÃO FOSSE ATOR ERA… Se calhar seria pintor, cantor ou mesmo designer de interiores 11


ARTES & CULTURA

Alexandre Valente. Chama-se “Eclipse” em Portugal e vai ser o filme com a maior estupidez por metro quadrado, como o próprio genérico diz (risos). É engraçado porque todos os atores vão andar na linha do overacting e acaba por se criar uma dinâmica com muita graça. A maior parte das pessoas vão ver grandes atores em papéis completamente diferentes daquilo que é habitual, a fazer coisas que de algum modo até podem receber alguma crítica ou não, mas no fundo acho que aquele filme critica as pessoas, não as entidades, não as instituições. Critica a pessoa, o ser humano. P: Vai fazer 25 anos de carreira e de diversos sucessos. Foi bafejado pela sorte ou a sorte constrói-se? R: Acho que nalgumas coisas tive sorte, noutras fui eu que construí. É importante que sejamos verdadeiros para que as pessoas acreditem no nosso trabalho e esse tem sido a meu lema. P: Qual foi o momento mais marcante da sua carreira? R: Houve vários momentos marcantes, mas um dos principais foi a minha estreia no teatro. Liguei ao Carlos Avilez (que na época exercia o cargo de diretor do Teatro Nacional D. Maria II) e perguntei se tinha lugar para mim na peça “Ricardo II”, de William Shakespeare, e 12

a resposta foi “claro que sim Ricardo, ia ligar precisamente porque tenho aqui três papéis que se podem enquadrar em ti e por isso quero que venhas cá para escolhermos qual é o melhor”. Fiquei mesmo muito feliz. P: Ainda acredita no amor? R: Acredito sempre no amor. Desde a mais pequena ação à maior. Acho que o amor deve ser praticado todos os dias. P: Ter filhos ficou para segundo plano? R: Aceito o que a vida tem para me dar. E se ainda não tive filhos até agora foi por alguma razão, mas quem sabe… É das tais coisas que entrego a Deus. P: Já não é a primeira vez que aposta numa carreira musical. Qual a diferença entre o momento atual e a altura em que fez parte de uma banda? R: Na altura em que entrei para a banda era um bocadinho inconsciente e, por isso, foi tudo um bocado na aventura. O tempo deu-me a maturidade para olhar para um trabalho musical e respeitá-lo. A diferença é mesmo essa. E espero bem não ficar por aqui, até porque tenho estado em formação com a academia “Vocal Emotions”, do Manuel Rebelo, para ter uma melhor preparação.

P: É ator, já teve uma experiência como apresentador, gosta de pintura e é formado em design de interiores. Onde é que fica essa parte da sua vida? R: A parte da licenciatura em Design de Interiores e Equipamento Geral fica exatamente no Espaço-Teatro Confluência ou no Teatro Maria Helena Torrado, que acaba por ser o espaço onde tenho estado a aplicar tudo o que aprendi em termos de design de interiores. Aquele espaço inicialmente foi um armazém de batatas, depois foi um armazém de conservas, mais tarde uma discoteca e, entretanto nesta fase, os carros alegóricos de carnaval dos corsos de Cascais eram feitos lá dentro. O que nós encontramos foi um espaço descaracterizado e vazio. Portanto brincámos um bocadinho com os excessos de materiais que as pessoas não estão a utilizar, reaproveitámos e tornámos o espaço completamente reciclado. Criámos também com esses materiais, através da lei do mecenato, todo um espaço que poderá ser visitado na Internet. E ai sim, aproveitei os conhecimentos que tinha, em termos de acústica, do que é melhor ou pior, e dei asas à minha imaginação e, com toda a minha equipa, transformarmos todo aquele espaço. P: Nestes 25 anos falta-lhe concretizar algum sonho? R: Estou a começar a concretizar, mas falamos para o ano (risos). Tem a ver com o canto, mas logo se vê.

DE JORNALISTA... A DIRETOR Já foi o famoso jornalista Rick Planeta, o jornalista Guilherme Fontes da série "Os jornalistas" e agora é o diretor da revista Blondie na telenovela Dancing Days. Coincidência ou não, Ricardo Carriço tem jeito para as notícias.


ARTES & CULTURAagenda TEATRO GUARDA Um Teatro Às Escuras, de Pedro Tamen Projéc~, 6 a 8/06, 21h30, Pequeno Auditório TMG. “Um Teatro às Escuras” é um conjunto de poemas a várias vozes, como se de uma peça de teatro se tratasse. Uma peça que se desenrola na escuridão de um teatro onde Ele e Ela são as personagens principais, protagonistas de uma ruptura que adivinhamos, mas onde o público, o contra-regra, o encenador, o electricista, e até haydn, o autor da música têm uma palavra a dizer. 6€ FIGUEIRA DA FOZ “As Muralhas de

Elsinore“ 08/06, 21h30 CAE. O Outro lado da stória de “Hamlet, O Príncipe da Dinamarca”, de William Shakespeare. Nesta peça podemos acompanhar a trama de “Hamlet”, do ponto de vista dos dois guardas Bernardo e Francisco, eles que nunca saem das muralhas do castelo. O ponto de vista de quem ri e chora sem que ninguém repare. “As Muralhas de Elsinore”, com texto e encenação de Hugo Barreiros, propõe que se deixe levar para um mundo onde a fantasia e a (dura) realidade andam de mãos dadas. “Porque estamos aqui num momento, e no momento seguinte…”. Esta peça estará pela primeira vez na Figueira da Foz, e pela mão do próprio autor, através da companhia Mecanismo Criativo, residente em Lisboa. Conta com um elenco de grande qualidade que tem a particularidade de incluir o figueirense Miguel Babo. A banda sonora estará a cargo de outro artista figueirense, Luís Albuquerque, e será interpretada ao vivo no decorrer da peça. COIMBRA HYSTERIA Grupo XIX de Teatro/Cooperativa Paulista de Teatro –São Paulo, 8 e 9/06, 17h Colégio das Artes. Integrado na mostra São Palco (O Teatrão). No final do século XIX, nas dependências de um hospício feminino carioca, cinco personagens internadas como histéricas revelam os seus desvios e contradições -reflexos diretos de uma sociedade em transição, na qual os valores burgueses buscavam adequar a mulher a um novo pacto social. Cenicamente, abdica-se do palco e dos recursos de sonoplastia e iluminação, optando-se por um espaço não convencional, no qual a plateia masculina é separada da plateia feminina que é convidada a interagir com as atrizes. Esta interação, aliada a textos previamente elaborados, gera uma dramaturgia híbrida, única a cada apresentação. 5€ CARREGAL DO SAL Contracanto. 8 a 10/06, Centro Cultural. ContraCanto é o nome do espetáculo de teatro e música encenado por António Leal. Mergulha no universo alegórico-poético de Zeca Afonso para refletir o contraste mas também a coincidência

DESTAQUE

das realidades de duas gerações de portugueses. Com a produção da Fundação Lapa do Lobo, em parceria com a Câmara Municipal de Carregal do Sal, ContraCanto conta com um elenco de jovens a talentosos atores profissionais, músicos com créditos firmados e ainda uma figuração ativa de jovens e adultos do concelho.

WORKSHOP "VOANDO COM ELES” A Fundação Mata do Buçaco e a ArtFalco organizam um workshop de falcoaria no dia 15 de junho. No entanto, as inscrições podem ser alargadas até ao dia 16 de junho se o número mínimo de participantes ficar assegurado para dia 15. Serão realizadas quatro sessões: duas de manhã e duas tarde. O mínimo de inscrições, por cada sessão, é de seis participantes e o máximo de 14 inscritos. O valor da inscrição é de 40 euros e os interessados devem inscrever-se até dia 8 de

GRÁTIS COIMBRA “Areia”, da Circolando.

junho. O programa de cada sessão contém receção aos participantes, uma breve história da falcoaria, utensílios: designações e história, normas de segurança, coffee break, manuseamento de aves, voo livre participado e simulação de caça com aves.

STAND UP COMEDY

SHOW NICO de Nicolau Breyner TER 11 JUNHO, 21H30 TAGV

13 e 14/06, 21h30 Teatro da Cerca de São Bernardo. Num encontro há muito ansiado pel'A Escola da Noite, a Circolando vem pela primeira vez ao TCSB. A 13 e 14 de junho, a companhia do Porto apresenta “Areia”, um espetáculo de dança e música que junta em palco André Braga e Tó Trips, o guitarrista dos Dead Combo. Do encontro entre os dois, entre um corpo a indagar os seus limites e uma música poderosa, e do diálogo entre ambos e “uma matéria íntima” (a areia) resulta uma excitante travessia do deserto a que ninguém ficará indiferente. “Num tempo em que todos nos inquietamos com um Portugal a ruir”, escreve a Circolando, a areia serve de matéria “que nos inspira reflexões sobre o fim e o recomeço. Fim de uma era, fim de um ciclo e a travessia exigente pelos nossos desertos”.

Cultura, artes, eventos, espetáculos! Envie info por email para cult@cnoticias.net. Teremos todo o gosto em publicar (enviar até dia 20 a programação do mês seguinte)

TÁBUA O principezinho no século XXI. 14/06, 21h CCT Texto adaptado do livro “O principezinho ” de Saint-Exupery. Espetáculo apresentado pela Oficina de Teatro I, da Biblioteca Pública Municipal de Tábua. 45 min. de duração. GRÁTIS M/12 anos

"Show Nico" é uma viagem introspetiva pela vivência individual e coletiva de Nicolau Breyner, enriquecida pela observação e a experiência ao longo dos anos, onde todas as crises são questionadas e desmistificadas pelo olhar crítico e pontos de vista muito próprios. É um espetáculo de stand-up. Pelo meio, Nicolau canta e encanta acompanhado de uma magnífica banda ao vivo e veste a pele de vários personagens satiricamente criados para retratar algumas temáticas.

FIGUEIRA DA FOZ Um Grito Parado no Ar, por O Teatrão. 15/06, 21h30 CAE Escrito em 1973 por Gianfrancesco Guarnieri, foi um dos textos que mais comoveu o Brasil nos tempos de resistência e que agora, adaptado à nossa realidade, onde o samba de Toquinho se transforma em fado, nos mostra as voltas que as pessoas dão à vida para poderem ter ou manter o seu trabalho e concretizar os seus sonhos. Sonhos em tempos difíceis, mas sonhos dos quais as personagens não podem abrir mão, embora corram o risco de serem engolidos pela realidade vertiginosa do quotidiano. 5€/7€

As informações presentes nesta agenda não dispensam a consulta das programações oficiais. Os textos dos colunistas são livres e não refletem, de qualquer modo, as opiniões da REVISTA C.

14

JUNHO 2013


COIMBRA Cândido - O Melhor Dos

Mundos Possíveis 19 a 29/06, 21h30; 17h. Sala Grande da OMT. A partir de Voltaire, pelo Curso de Teatro e Educação da ESEC. Sempre disseram e ensinaram ao Cândido que este é o melhor dos mundos possíveis, porque é o único mundo possível. Mas quando ele é expulso de casa aos pontapés, perde a sua amada Cunegundes, se vê exilado, sequestrado pelo exército búlgaro, açoitado pela Santa Inquisição, soterrado no terramoto de Lisboa, roubado, quase afogado num naufrágio, começa a desconfiar que há algo que não bate certo no melhor dos mundos. COIMBRA “Projecto H” 20 a 24/06,

21h30 TCSB Depois do sucesso em Ourense e em Lisboa (onde venceu o FATAL – Festival Anual de Teatro Académico de Lisboa), o TEUC apresenta uma segunda temporada de “Projecto H” no TCSB. O espetáculo, dirigido por Joana Providência e inspirado nas pinturas de Edward Hopper, estreou nesta sala no início de abril e contará agora com mais cinco apresentações. A última destas sessões assinala simultaneamente o arranque da mostra de Teatro Universitário do TAGV, com a qual A Escola da Noite colabora recebendo no seu espaço dois espetáculos.

CASTELO BRANCO HEY YOU Desculpem

o incómodo, estamos a tentar mudar o mundo! 21/06, 21h30 Cine-Teatro Avenida Prelúdio para uma mudança, porque o fim do mundo é o início de um outro por vir. 5€

COIMBRA Gonger Camaleão, 21/06, 21h30 Café Teatro TAGV. Gonger é um projeto, da autoria de Gonçalo Barros e José Geraldo, que alia a voz humana com a música eletrónica. Na linha do trabalho de Kenneth Goldsmith em Singing the Classics, os textos utilizados não foram escritos para serem interpretados, ditos ou cantados diante de uma assistência: notícias de jornais, informação retirada da internet, manuais escolares, etc. Gonger é um projeto que procura novas fronteiras, territórios inexplorados. 3€ AVEIRO Le Papalagui pela Compag-

nie 2T3M, 21/06, 22h Teatro Aveirense. Do Festival de Teatro Almada chega este belo objeto teatral em que um chefe de uma tribo da Polinésia faz uma descrição saborosa e irónica do Papalagui, o homem branco. 5€ ESTARREJA Que vida de dragão,

23/06, 16h Acolhimentos CTE

COIMBRA Aconteceu... numa noite. 28 e 29/06 (21h30) e 30/06 (17h) Teatro Loucomotiva. Original de Jorge Geraldo, com encenação de Alexandre Oliveira e Luís de Melo.

www.cnoticias.net

MONTEMOR-O-VELHO A Missão, de

Ferreira de Castro. 28 a 30/06. Convento dos Anjos. Organiza o CITEC, integrado na Missão no Convento – Teatro no convento.

COIMBRA Funerarium, de Nathalie

Albar 11/07 TAGV. Cinco pessoas vão passar a noite no salão da funerária municipal de Saint-Martin-d'Auxigny: Paul, o empregado de serviço da funerária recebe esta noite a visita intempestiva da sua prima Maria Carmen, em crise. Sasha e Hadrien reencontram-se no velório de um homem que não conhecem. A vizinha do falecido faz a sua aparição a meio da peça... Com legendas em português. 7€

DANÇA GUARDA Cara, de Aldara Bizarro.

08/06, 16h, TMG Uma bailarina desenha no chão os limites geográficos de Portugal, contando os segredos da sua formação através dos seus movimentos e desenhos. Portugal é um país pequeno que faz por caber numa Europa cansada. Esbraceja e tenta a todo o custo manter-se à tona. E se tal, como José Saramago, em Jangada de Pedra, ou Emir Kusturika, em Gato Preto Gato Branco, nos sugerem, pudéssemo-nos afastar com um pedaço de terra, de país ou de península, e com a ajuda de uma pagaia nos deslocássemos para outros pontos do globo cujo convívio já fez mais sentido na nossa existência. 6€

Festival das Artes & Companhia Nacional de Bailado

O 5º Festival das Artes de Coimbra regressa este ano de 16 a 23 de julho tendo como tema central “A Natureza” e celebra, juntamente com a Companhia Nacional de Bailado, 100 anos sobre a estreia da consagrada obra de Stravinsky – A Sagração da Primavera. A Companhia Nacional de Bailado (CNB) decide homenagear a obra prima através do programa La Valse/ A Sagração da Primavera. "La valse" é uma curta-metragem de João Botelho e Paulo Ribeiro onde a composição de Ravel assume papel principal, transpondo para a atualidade, uma metáfora de decadência, que contrasta, com o apelo à redenção e à confiança no futuro, proposto pela coreografia de Olga Roriz em "A Sagração da Primavera". 16/07 21h30 TAGV Coimbra

Beethoven assinala 500 Anos da BGUC

AVEIRO Volátil + T4, 14/06 22h, Teatro Aveirense. LPmovimento, companhia de dança aveirense, apresenta um espetáculo com duas coreografias de Lara Pereira. Volátil é o tempo, um trio entre o passado, o presente e o futuro. M/6 | PLATEIA 8€ | BALCÃO 6€ COIMBRA Menina do Mar 15/06, 21h30 Teatro Loucomotiva. Escola de Dança Professora Sara Martins 3€ A 5€ FIGUEIRA DA FOZ Ouro Sobre Azul

22/06, 21h30 CAE. Este ano letivo a Escola de Artes do CAE – Área Dança e Cruzamentos Disciplinares, trabalhou a partir da análise da obra dos pintores Gustav Klimt e Yves Klein. Duas formas de pintar distintas, que oscilam entre o figurativo delicado da época dourada de Klimt e o elogio da cor de Klein com a sua pintura monocromática em que é o corpo que dá movimento e dimensão à obra. O dourado é a cor comum aos dois artistas e Klein muitas vezes cobriu de dourado o azul dos seus monocromos, que para ele representam a ausência de limite entre o céu e o mar; a união, o todo. 3€

Orquestra do Norte Enquadrando-se nas comemorações dos 500 anos da Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra, o Coro Sinfónico Inês de Castro, o Orfeon Académico de Coimbra e o Coro Misto da Universidade de Coimbra, em colaboração com a Orquestra do Norte, interpretam a Sinfonia nº9 de Ludwig Van Beethoven. O concerto realizar-se-á no próximo dia 15 de junho, pelas 18h30, no Pátio das Escolas da Universidade de Coimbra, com a direção do Maestro Artur Pinho Maria e os solistas convidados Carla Caramujo (Soprano), Cátia Moreso (Mezzo Soprano), João Terleira (Tenor) e Nuno Dias (Baixo). Bilhetes à venda no TAGV, Biblioteca Geral da UC e Cowork.Coimbra. 20€ 15/06 18h30 Pátio das Escolas da Universidade de Coimbra

15


ARTES & CULTURAagenda Performance “Receita” - Sezen Tonguz E Julia Salaroli 25 e 26/06, 21h Galeria Santa Clara. Receita é um projeto de dança/performance que traz uma brasileira e uma turca juntas no pro¬cesso de criação e em cena. Na peça as duas artistas convidam o público para uma viagem através de geografias imaginárias propondo também uma coreografia dos sentidos a partir de um itinerário culinário e sonoro.

LEIRIA Moustache - Someone

COIMBRA

Al Di Meola plays Beatles and more...

COIMBRA “Manhã” pelo GEFAC, 28/06,

21h30 TCSB 3€

Márcia – “Casulo” 21/06, 22h, Casino Figueira 10€

FIGUEIRA DA FOZ

babysitting. 5€

medo do pequeno mundo 8/06, 21h45, Auditório 1 ACERT. O regresso desejado do reconhecido músico de Tondela num concerto de afetos e talento. Preparem-se os aplausos! Nascido no decote da nação, entre o Caramulo e a Estrela (Tondela), Úria leva para os palcos o blues do Delta do Dão. De lenda rural para lenda urbana, tudo está certo: meio homem meio gospel, mãos de fado e pés de roque enrole. 5€ / 7,5€ PROENÇA-A-NOVA Festas do Muni-

cípio 7 a 13/06 Parque Urbano Banda Red (07/06); Deolinda (08/06); Fados Al-Mouraria (09/06); Velha Gaiteira (10/06), COIMBRA SLIMMY 08/06 17h FNAC A Fnac apresenta um dos mais respeitados músicos da cena alternativa nacional em formato íntimo e exclusivo. Neste showcase, onde se poderão ouvir alguns dos temas mais conhecidos de Slimmy, segue-se uma conversa sobre os 10 anos de carreira e a sua experiência na música passada entre Portugal e Inglaterra. GRÁTIS COIMBRA Eggbox 15/06, 17h FNAC Os Eggbox apresentam na Fnac um som que navega entre o rock e o indie. A energia do grupo não se esgota por entre sopros de eletrónica e guitarras de alta voltagem. A banda faz parte da nova fornada criativa da cena musical bracarense e participam na quarta edição da coletânea À Sombra de Deus. GRÁTIS COIMBRA Capitão Romance 15/06,

22h, Galeria Santa Clara. GRÁTIS

16

FIGUEIRA DA FOZ Pedro Abrunhosa, 14/06, 22h, Casino Figueira. 18€

Lokomotiv, 20/06, 22h Café Concerto do TMG. Este é um dos trios mais interessantes da atualidade e Carlos Barretto um vulto incontornável do panorama artístico português, cujo percurso musical foi marcado por uma clara inovação estética, desde o neo-bop até ao jazz europeu dos nossos dias. GRÁTIS

ESTREIA MUNDIAL 28 e 29/06. O Cine-Teatro de Estarreja é o palco privilegiado para a estreia mundial deste projeto assinado pelo coreógrafo Rui Horta, uma encomenda da Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro (CIRA) que conta com a envolvência de centenas de intervenientes dos quais se destacam as bandas filarmónicas da região. Espetáculo com

TONDELA Samuel Úria “O grande

GRÁTIS

GUARDA Carlos Barreto Trio

ESTARREJA ONZE, de Rui Horta

POP / ROCK / JAZZ

Else 15/06, 22h, FNAC. Os Moustache acabam de gravar o seu primeiro disco. Someone Else reúne composições de Fabrício Cordeiro, composições essas que começam sempre ao piano e ganham forma nos muitos encontros do grupo. Os temas do disco refletem um universo interior com tonalidades jazzísticas de vincada sensibilidade.

DOM 09 JUN 21H30 TEATRO AVEIRENSE BILHETES A PARTIR DE 15€ Um dos mais proeminentes e virtuosos guitarristas de jazz contemporâneo apresenta, acompanhado por uma secção de cordas, as suas versões de Beatles bem como alguns temas novos inspirados no imaginário dos fabulosos quatro.

. . e Rabih Abou-Khalil em Estarreja Com um percurso musical à escala do globo, Rabih Abou-Khalil desconstrói as fronteiras estéticas e mistura a tradição árabe com jazz, rock e música erudita, elevando a interpretação do alaúde a um sublime virtuosismo, em sonoridades atrevidas e, ao mesmo tempo, magnéticas. Foi neste exercício de ousadia musical que surgiu a fusão do músico libanês com o fado e a voz apaixonante de Ricardo Ribeiro. Este encontro improvável acontece no Cine-Teatro de Estarreja, num concerto que celebra o 8º aniversário do equipamento cultural estarrejense e que marca a presença de mais uma edição do Festim - Festival Intermunicipal de Músicas do Mundo. 22 SAB 22H00 6€ CONCERTO COMEMORATIVO DO 8º ANIVERSÁRIO DO CINE TEATRO DE ESTARREJA

ESTARREJA Fishtails Get yourself together, 21/06, 23h30, Bar do CTE CASTELO BRANCO JOHN PIZZA-

RELLI Noites Azuladas 27/06, 21h30 Cine-Teatro Avenida John Pizzarelli cultivou uma carreira internacional vencedora, cantando temas clássicos e baladas de fim de noite, tocando guitarra de forma sublime e inventiva. Apropriando-se de grandes nomes como Nat King Cole e Frank Sinatra e canções de autores como Sammy Cahn e Jimmy Van Heusen, Pizzarelli está entre os revivalistas do Great American Songbook, trazendo para a sua obra o sabor cool jazz da performance brilhante na guitarra. 8€ Casino Royal – “My Moon” 28/06, 22h, Casino Figueira FIGUEIRA DA FOZ

FIGUEIRA DA FOZ Boss AC “AC para

os amigos” reeditado, 05/07, 23h Casino Figueira 10€

ESTARREJA Miguel Araújo Cinco Dias e Meio, 06/07, 22h CTE

João Conde “Duma Vez”06/07, 23h, Casino Figueira 5€ FIGUEIRA DA FOZ

CLÁSSICA PAMPILHOSA DA SERRA Orquestra Clássica do Centro 8 e 9/06 Em parceria com a Câmara Municipal de Pampilhosa da Serra e a Orquestra Clássica do Centro, o Villa Pampilhosa Hotel abre as suas portas no dia 8 de junho, pelas 21h30, para acolher o concerto com o Grupo de Câmara da Orquestra Clássica do Centro e

JUNHO 2013


casino royal

DESTAQUE

JAZZ LOUNGE MADE IN TENTÚGAL P: Uma dos novidades dos Casino Royal é a mudança de vocalista feminino… R: A Mafalda (nova vocalista) foi-nos apresentada numa altura em que já estava a fazer os Morangos com Açúcar (Missy M). Quando a série terminou, estava disponível, convidámos, ela veio, ouviu e gostou do som da banda. Também achámos que era a pessoa certa para encarnar este universo dos Casino Royal. É atriz, tem o seu lado dramático, domina bem o palco, está à vontade e canta muito bem! O trabalho que ela fazia nos Morangos é bem diferente do que faz connosco mas tem plasticidade suficiente para se adaptar ao nosso registo. P: Os Casino Royal já estão no ponto em que querias? R: Musicalmente, nunca vamos estar. Isto é um processo evolutivo que faz parte de uma aprendizagem constante. Nós vamos estar sempre insatisfeitos. Estamos sempre a aprender coisas novas. Nos Casino Royal, quando fizemos o primeiro disco não tinha as mesmas ferramentas que tenho hoje e do ponto de vista tecnológico há sempre coisas novas a aparecer. Mesmo nós próprios como pessoas, como músicos, como intérpretes, acabamos por evoluir e o disco que fizemos há um ano atrás era interessante naquele tempo. Hoje temos uma linguagem diferente. Somos constantemente estimulados por outros tipos de sons, que gostamos e queremos integrar no nosso tipo de música, embora os Casino tenham uma matriz base que nos identifica e que tem de se manter mas a partir daí constrói-se uma nova linguagem, como novos timbres, com novas pessoas… P: E qual é essa matriz dos Casino Royal? R: (Risos) Eu gostava de te conseguir definir o nosso estilo. A matriz dos Casino Royal bebe muito do registo da música para cinema, sobretudo música de filmes do Jonn Barry, compositor

www.cnoticias.net

A Revista C foi a Tentúgal, ao estúdio da banda, falar com Pedro Janela o mentor dos Casino Royal

Casino Royal Concerto de apresentação do álbum “My Moon”. Casino Figueira Dia 28 de junho, 23h00. 5€

que gosto imenso e que fez grande parte dos filmes do 007. Há aí um ambiente cinematográfico mas não é música de filmes, não é uma banda sonora. Mas também não é pop anglo-saxónico... Há uma fusão entre a música de cinema e a canção popular e há um gosto pelos timbres, pelos sons da Sul da Europa, do mediterrâneo. Neste disco temos Itália, cantada pela atriz Dalila Carmo… há um som que é característico do mediterrâneo, fundido pelos sons de orquestra, metais e cordas que resulta num som que algumas editoras colocaram numa gaveta a que chamam jazz lounge… O João Gobern diz que podíamos ser a banda que fez nascer o lounge português… P: Há um pouco de easy listening também… R: Sim, tem a ver com as referências ao cinema e ao lifestyle dos anos 70… eu não tento colar-me a um estilo muito definido. Trazemos as coisas que gostamos e traduzimos em músicas dos Casino Royal. P: O que é que andas a ouvir agora? R: Ouço muitas coisas… Não ouço muitas coisas novas… Ouço John Adams, mais minimalista… ouço muito rádio… Gosto muito do que ouvi do novo trabalho dos Daft Punk… aliás toda a french touch, Air, Daft Punk, Dimitri

from Paris… os M… gosto muito desse som. Houve uma altura em que ouvia a Melody Gardot, um disco lindíssimo que ouvia de manhã à noite… mas neste momento não estou agarrado a nada de especial. P: Como é que funciona o vosso processo criativo? R: Habitualmente faço aqui tudo no estúdio. Depois os músicos vêm gravar, mas já está tudo composto. Normalmente escrevo e envio para a vocalista para ela escrever as letras, habitualmente é ela que escreve, embora neste disco não tenha sido tanto assim… tive várias colaborações, uma delas foi do Nuno Júdice que é um escritor que eu admiro imenso. Assim que tenho uma música construída, uma canção completa, tentamos gravar as vozes e vamos construindo a partir daí. Mas quando chegam ao estúdio já está tudo escrito. P: Isso é assim… linear? R: Eu estimulo os músicos para levar para a estrada coisas diferentes do que foi feito em estúdio para o disco. Acho que é giro apresentar coisas diferentes ao vivo… não quer dizer que a música fique igual ou melhor, mas tentamos na medida do possível apresentar ao vivo composições diferentes. E cinco músicos pensam melhor e isso é enriquecedor para o projeto.

17


ARTES & CULTURAagenda soprano Cecília Fontes, e no dia 9 de junho pelas 16h00, o concerto para bebés. GRÁTIS sujeito a inscrição. FIGUEIRA DA FOZ Tenor Luis Pinto -

Prestige Concert 9/06, 21h30 CAE O “Prestige Concert”, do tenor Luís Pinto, é um espetáculo musical visualmente marcante que terá a execução de uma orquestra preparada, formada por músicos e instrumentistas de alto nível, nomeadamente sob a presença de piano, violinos, guitarra acústica, flauta transversal, acordeão, entre outros. A renovação da música clássica aqui proposta, conduz o público para o universo rico das obras geniais a par de temas inéditos, quase que “teletransportando” o espetador para um ambiente verista/renascentista das ruas de Itália, em fusão com uma grande diversidade instrumental. 7€

CASTELO BRANCO Série ibérica de música antiga, 11/06, 21h30, Cine Teatro Avenida O agrupamento profissional Concerto Ibérico Orquestra Barroca emerge da dinâmica de difusão cultural desenvolvida pela MAAC - Música Antiga Associação Cultural na Beira Interior, na qual se inscrevem os bem sucedidos Cursos Internacionais de Música Antiga de Castelo Branco. A constituição de uma orquestra de amplitude transfronteiriça, com sede no Cine-Teatro Avenida de Castelo Branco, e com residências pontuais nos dois lados da fronteira, visa não só dar expressão a esta dinâmica mas, sobretudo, oferecer novas oportunidades de trabalho a músicos ibéricos numa área da atividade performativa em franca expansão. Paralelamente, desenvolverá uma plataforma de formação avançada, a fim de proporcionar estágios e intercâmbios internacionais para músicos em início de carreira. 5€

NOITE MÍSTICA! 15/06 Misteriosa, mística e natural é esta atividade noturna na Mata do Buçaco. Ambiente fora do comum mas divertido e diferente, onde as sacerdotisas se encontram em meditação. 10€/px

AVEIRO Orquestra das Beiras

com Carlos Guilherme e Isabel Alcobia 15/06, 21h30 Teatro Aveirense. Concerto de beneficência do Lions Clube Santa Joana Princesa, a favor das instituições Florinhas do Vouga e Santa Casa Misericórdia de Aveiro. 10€; 12€; 15€ AVEIRO Michael Nyman 27/06, 21h30, Teatro Aveirense Uma das mais incontornáveis referências da música contemporânea revela-nos a sua mú-

18

sica profundamente poética, com projeção simultânea de uma seleção de filmes curtos da sua autoria da série 'Cine Opera'. Michael Nyman é uma das mais incontornáveis referências da música contemporânea, compositor de exceção com uma obra vasta e reconhecida. O pianista regressa agora ao nosso país para se apresentar a solo, um dos formatos com que tem recolhido maiores elogios ao longo dos anos. 15€, 20€, 25€ Música & Muralhas 29/06, 21h30 Castelo. Ensemble de trombones do Conservatório de música David de Sousa. Momentos teatrais. Organiza a Rede dos Castelos e Muralhas do Mondego.

MONTEMOR-O-VELHO

WORKSHOPS OFICINAS CURSOS MEALHADA Equilibre as emoções – Dia Relax. Ateliers de Pilates, Zumba, massagem de Som, Piquenique ecológico, Caminhada Ecológica, massagem relaxante na natureza, Qi gong. 8/06 das 10h às 17h no Miradoura das portas de Coimbra da Mata do Buçaco. Info: 231 937 000 COIMBRA Workshop de Raku (2.ª

sessão) 9/06, 14h às 22h Galeria Santa Clara. Pelo Espaço Biscoito.

COIMBRA Workshop de movimento, dirigido por André Braga da Circolando. 10 e 12/06 Centro de Artes Visuais. COIMBRA O Seu Melhor Negócio... Saber Vender-se! Livraria Almedina Estádio Cidade de Coimbra 11 e 12/06, 18h30 Duração: 3 horas (1h30m + 1h30m) Oferta do livro de apoio Você, LDA, na inscrição no workshop. O livro será entregue no 1.º dia do workshop. Melhore a sua comunicação! Saiba como se "vender" melhor! Descubra a melhor forma de se apresentar! Saber como se "vender" é uma das ferramentas mais importantes para conseguir sobreviver no seu local de trabalho e conquistar os seus objetivos pessoais. Formadora: Ana Silva Monteiro Campos Sá €29.90 TÁBUA A arte de ser pai – Curso sobre a educação dos filhos. 15/06, 15h. Centro Cultural de Tábua. Segunda sessão, com a presença do Dr. Laborinho Lúcio. GRÁTIS MEALHADA Oficina “Maravilhosos morcegos”, 16/06, 14h às 17h Mata do Buçaco. Saem ao crepúsculo estes fascinantes animais e noite dentro são presença constante nas cidades, nas aldeias, nas florestas… Mas afinal, quem são estes bichos? Esta atividade pretende dar a conhecer os morcegos e explicar a sua ecologia, hábitos e a

O

Teatrão apresenta em julho e agosto a sua nova produção de rua em três episódios: sob a proposta de “Arruinados em três atos” o texto de Jorge Louraço Figueira faz uma viagem ao fantástico para falar de coisas sérias: a construção de projetos em coletivo, num território comum a uma rede de pessoas e coisas, mais concretamente a história de Portugal num alargado século XX que o autor situa entre 1890 e 2020. Ao longo de três episódios a companhia de teatro faz uma viagem num tempo que nos parece a história recente

do país numa narrativa com colagens à grande escola vicentina: “Arruínados” conta as aventuras do grupo de teatro Faunos do Rio, uma companhia teatral fictícia que tem a arte de viajar pelos tempos (já os vimos como trupe medieval em 2011, em 2012 assumiu uma companhia renascentista e, agora, será um grupo de teatro independente semiamador, da segunda metade do século XX). Quando a história começa, a companhia encontra-se desmembrada e cada um dos seus atores encontra-se atrofiado nas suas profissões antigas “fingindo que fazem alguma coisa, em edifícios arruinados que fingem estar JUNHO 2013


Revista C assistiu aos ensaios no Convento da Trindade da nova produção de rua de "O Teatrão"

DESTAQUE

ARRUINADOS

Trilogia da resistência BRUNO VALE

de pé, para fiscais, clientes e turistas que fingem que não veem nada”. “Coimbrinha” é o único inconformado com a situação que insistentemente promove o regresso dos atores à companhia de teatro, visitando cada um nas suas profissões. É neste gesto de verdadeira provocação ao despertar das consciências, que a companhia embarca numa viagem pelas ruínas, num alerta ao Portugal postal ilustrado: o primeiro ato decorre nas ruínas do Convento da Trindade, em Coimbra, projeto secular símbolo dos sonhos adiados da cidade(para quem não se está a situar, o Convento da Trindade é aquele espaço paredes meias com a Universidade de Coimbra mais www.cnoticias.net

conhecido por ter albergado a Tasca do Pratas). E é neste espaço, desconhecido para uma imensa maioria, que Coimbrinha começa a acordar consciências e, um a um, vai convencendo os atores para que se lhe juntem e o sigam até Verride, localidade outrora sede do concelho de Montemor-o-Velho e, agora, uma terra deixada ao sabor dos dias onde, por artíficio do argumentista, pulsa uma leva de novos personagens capazes de aderir (ou não) ao projeto de “Coimbrinha”. E é em Verride que decorrerá o segundo ato da peça, na ruína da Quinta das Pretas espaço que recebeu brasão em 1620 com as armas dos Araújos, Pintos, Mouras e Criados.

“Arruínados” reúne cerca de 80 atores selecionados da formação do Teatrão, mas também de mais de uma dezena de grupos de teatro amador dos concelhos de Coimbra, Montemor-o-Velho e Figueira da Foz. É na riqueza e diversidade dos personagens que a peça ganha a sua dimensão de absoluta resistência aos tempos que correm: “Coimbrinha” fica frustrado por não conseguir cativar as paixões em voltar a representar e, tendo perdido a última época de exames no Direito, só lhe resta seguir para a Figueira da Foz, para arranjar um emprego daqueles em que “se faz pouco e se ganha o mínimo”. A "companhia" segue “Coimbrinha” e é no porto comercial da

Figueira da Foz (terceiro ato) que veremos a verdadeira extensão de um projeto arruinado: não sabemos se realmente será assim mas a companhia pretende, toda, emigrar!

“Arruínados”, Teatrão Texto: Jorge Louraço Figueira Direção de Isabel Craveiro Apresentações: Coimbra (Convento da Trindade) 3, 4, 5 e 6 de julho Verride (Convento das Pretas) 17, 18, 19, 20 e 21 de julho Figueira da Foz (Porto Comercial) 31 de julho, 1, 2 e 3 de agosto

19


ARTES & CULTURAagenda

15

canções QUE NOS FIZERAM

Grunge GOSTAR DE

POR NUNO PIMENTA DJ RCP Live A SUA NOVA ALTERNATIVA RCP FM PARA OUVIR 24H EM WWW.RCPLIVE.NET

STONE TEMPLE PILOTS

Plush

 NIRVANA

In Bloom

 FOO FIGHTERS

Everlong

 ALICE IN CHAINS

Man In The Box

 SMASHING PUMPKINS

Bullet With Butterfly Wings  SOUNDGARDEN

Black Hole Sun

 COLLECTIVE SOUL Não concorda com o Nuno Pimenta? Envie email para cult@ cnoticias.net com a sua lista!

Shine

 PEARL JAM

Jeremy

 NIRVANA

Smells Like Teen Spirit  PEARL JAM

Alive  L7

Pretend We´re Dead  HOLE

Malibu  BUSH

Swallowed

 CANDLEBOX

You

 NIRVANA

All Apologies

sua importância para os ecossistemas e para o homem. A atividade será adaptada à faixa etária dos participantes, variando entre jogos didáticos e uma explicação mais técnica sobre metodologias de deteção e identificação de morcegos. 5€ PROENÇA-A-NOVA Oficina de pasta

Decoclay 16/06 14h30 – 17h30 Por Marina Wilson (Zicraft). Inscrições até 14/06. Mais info: www.floresta. cienciaviva.pt 35€ (materiais incluídos) MEALHADA Buçaco Ao Luar - Vi-

sita orientada em noite de lua cheia. 23/06 É o regresso das noites quentes com atividades noturnas na Mata Nacional do Buçaco. Os próximos meses vão passar a ter novos encantos na Mata Nacional do Buçaco. “Buçaco ao Luar” é o nome do programa que inclui uma série de visitas orientadas nas noites de lua cheia, workshops e passeios fotográficos, naquele bosque encantado. 4€ Mais info 231 937 000 ou atividades@ fmb.pt FIGUEIRA DA FOZ Oficina Fotografia

Museológica 17/06 Museu Municipal Santos Rocha. Por: António José Cabeço. Inscrições até 11/06 para arqfoto@ cm-figfoz.pt 40€ MEALHADA II Mini Curso de Botâ-

nica 29 e 30/06 São mais de 400 as espécies da flora autóctone nacional que estão à espera de ser descobertas nos dias 29 e 30 de junho, na Mata Nacional do Buçaco. O Curso de Botânica, iniciativa da Fundação Mata do Buçaco, em parceria com o Departamento de Biologia da Universidade de Aveiro, dará a conhecer algumas das espécies existentes na Mata. Mais info 231 937 000 ou atividades@fmb.pt VOUZELA Go Up Dão Lafões Sum-

mer Camp 2/07 a 6/07 É um campo de férias residencial que pretende, de uma forma dinâmica e divertida, despertar o espírito empreendedor dos jovens dos 15 aos 18 anos. Atividades: Empreendedorismo | Criatividade e geração de ideias | Visita ao BIOCANT Park | Atividades no Bioparque S. Pedro do Sul | Marketing | Jogos didáticos | Finanças | Festas Temáticas | Pitching | Apresentações de projetos a empresários locais | Construção de uma proposta de valor. As pré-

-inscrições decorrem até 14 de junho para o email empreendedorismo@cimrdl.pt MEALHADA Workshop de Fotografia In Vivo 6 e 7/07 Mais informações em www.fmb.pt ou http://invivofoto. wordpress.com/ MEALHADA Oficinas de Ferro For-

jado 07/07 Aprenda a trabalhar o Ferro Forjado, na Mata do Buçaco, com o artista do Reino Unido Steve Jones, e leve para casa a peça criada por si.

Combinando as técnicas tradicionais do ferreiro com o instinto contemporâneo de Steve Jones, trabalhar o ferro será a melhor forma de descontrair aos domingos. A Fundação Mata do Buçaco propõe uma tarde de domingo diferente. Participe na oficina de Steve Jones e aprenda as técnicas tradicionais para trabalhar o ferro! Mais info 231 937 000 ou atividades@ fmb.pt 25€ GÓIS IV Estágio de Orquestra de

Sopros. Estão abertas as inscrições até dia 21/06 para o estágio que irá decorrer entre 5 e 10/08 em Góis. O projeto surgiu de uma conversa informal de amigos com a finalidade de juntar jovens músicos de todo o país constituindo-se assim, uma Orquestra de Sopros que permitisse a execução de repertório em conjunto (orquestra) e por pequenos grupos (música de câmara) em diversas apresentações. O estágio vai na quarta edição e visa, para além de proporcionar uma semana de lazer e trabalho musical a jovens músicos de todo o país, o conhecimento de novas realidades por parte dos músicos goienses, bem como a divulgação e promoção da vila de Góis.

CONFERÊNCIAS PALESTRAS TERTÚLIAS GUARDA Café a meias: partilha de

livros, discos, filmes e outros prazeres. 13/06, 22h Café Concerto TMG

COIMBRA Ciclo de conferências

“Esferas da Educação – olhares plurais”. Que lugar para a Educação Estética na Escola - António Pedro Pita, 18/06,18h, Casa Municipal da Cultura de Coimbra. Participação musical de Manuel Rocha COIMBRA Ciclo Visões O VIH e o uso de drogas em contexto recreativo 25/06, 18h, Almedina Estádio. O Visões sobre… é um ciclo de debates / tertúlias, dedicado a várias áreas do social, como as dependências, o VIH/sida, a violência, a saúde mental, a parentalidade, entre outras. Pretende-se que este seja um espaço mensal de partilha das diferentes visões sobre estas temáticas, num tom acessível e aberto a todas as pessoas interessadas, nomeadamente àquelas que, com o seu mérito, queiram contribuir para o enriquecimento do debate através da partilha da sua experiência pessoal e/ou profissional. PROENÇA-A-NOVA À Conversa com

António Vitorino 28/06, 18h30, Auditório Municipal Antigo ministro e comissário europeu, António Vitorino dispensa apresentações e vem partilhar as reflexões sobre as perspetivas de evolução do sistema

eleitoral e das organizações públicas. Uma oportunidade de debate sobre temas de atualidade e um convite à reflexão sobre a participação cívica e a cidadania. COIMBRA Ciclo de conferências

“Esferas da Educação – olhares plurais”. A paz e os direitos humanos já não são o que eram. Desafios para a educação - José Manuel Pureza, 02/07, 18h Casa Municipal da Cultura de Coimbra . Leitura de textos por atores da Bonifrates.

LITERATURA Por ocasião da edição do novo livro de Miguel Esteves Cardoso "Como é linda a *** da vida" a Porto Editora volta a editar "O amor é ***", "Os meus problemas", "A causa das coisas" e "Explicações de Português". Feliz união, dizemos nós... TÁBUA Homenagem à escritora Sarah Beirão, 07/06, 21h, Biblioteca Pública Municipal de Tábua. Com a participação da Doutora Zília Osório de Castro SANTA COMBA DÃO V Feira do Livro de 09 a 11/06 Galerias da Casa dos Arcos. Organiza a Câmara Municipal de Santa Comba Dão, através da Biblioteca Municipal Alves Mateus COIMBRA Clube de Leituras Alma Azul 16/06, 18h Galeria Santa Clara FIGUEIRA DA FOZ Quintas de Leitura

– Inês Pedrosa 20/06, 21h30. Com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian, a biblioteca municipal promove uma vez mais um encontro com escritores nacionais às quintas-feiras. Desta vez a convidada é a escritora Inês Pedrosa, que estará com o público figueirense, na biblioteca municipal. GRÁTIS

EXPOSIÇÕES SEIA FESTIVAL ARTIS XI até 9/06 Ao retomar a realização deste festival de artes plásticas, pretende-se proporcionar aos artistas locais a oportunidade de apresentar os seus trabalhos e estimular a criatividade, nas áreas de: pintura, fotografia, escultura, música, teatro e outras. FIGUEIRA DA FOZ Pintura de Isa

Nunes de 1/06 a 21/06, Galeria Magenta. Nesta mostra poderão ser observadas excelentes obras da artista Isa Nunes, conjugando luz, cores e criatividade. JUNHO 2013


OLIVEIRA DO HOSPITAL Exposição de Pintura de Emma Henriot, 08 a 23/06 Casa da Cultura César Oliveira COIMBRA Comemoração Dos 20 Anos Da Galeria Santa Clara Inauguração Da Exposição “A Vida É Formidável, Fotografias De Fernando Marques” 16/06, 16h Galeria Santa Clara COIMBRA A Arte Saiu À Rua, até 24/06, Fnac Coimbra A FNAC, numa parceria inédita com a TASCHEN e com o desenhador urbano Pedro Soares Neves, apresenta uma seleção de fotografias que testemunham a intensa e diversificada atividade artística que percorre as ruas um pouco por todo o mundo e, simultaneamente, os primórdios do movimento de pintura de graffiti na grande Lisboa. COIMBRA Maré baixa. Exposição

antológica do artista plástico Marco Mendes, até28/06, Colégio Das Artes Da Universidade De Coimbra. Coordenação de António Olaio, Pedro Pousada e José António Bandeirinha. Esta exposição antológica será certamente uma oportunidade única para estarmos perante um trabalho já tão vasto e coerente.

De olhos nos olhos Fotografia de Maria João Arcanjo até 29/06 Museu Municipal Santos Rocha FIGUEIRA DA FOZ

GRÁTIS FIGUEIRA DA FOZ Memórias do Olhar

Pintura de Clotilde Fava até 29/06 Museu Municipal Santos Rocha GRÁTIS

COIMBRA Imagens idealizadas a vapor para um compêndio incompleto de retórica e performance, até 29/06, Círculo de Artes Plásticas de Coimbra. Nesta exposição para o Círculo de Artes Plásticas de Coimbra, António Melo apresenta-nos pintura, objetos e vídeo. Assumindo a possibilidade do artista prestidigitador, António Melo deixa-nos sobretudo uma atmosfera melancólica como Buster Keaton, num imaginário simultaneamente maravilhoso e decetivo. “Imagens idealizadas a vapor” como tudo na arte, nesta relação orgânica com as coisas, nestes mecanismos que prolongam a mente e o corpo como uma respiração. OLIVEIRA DO HOSPITAL Exposição de Trabalhos em Madeira do Entalhador João Monteiro 01 a 30/06 Museu Dr. António Simões Saraiva PROENÇA-A-NOVA Exposição De Carlos Farinha Pintura até 30/06 Galeria Comendador João Martins Depois de Santarém, em que nasceu em 1971, e da infância vivida em França, Carlos Farinha passou a adolescência em Proença, concelho de origem dos

www.cnoticias.net

pais. Licenciado em Artes Plásticas, vertente Escultura, pela Faculdade de Belas Artes da Universidade Clássica de Lisboa, cria figuras com uma dimensão satírica que lançam um olhar muito próprio sobre locais, ambientes sociais e personagens típicas. É autor do quadro que, no átrio dos Paços do Concelho, retrata todas as suas freguesias, território e gentes.

UM LIVRO... UM AUTOR

O Ouro dos Corcundas

FIGUEIRA DA FOZ Cores da Alma

pintura e fotografia, pela associação Magenta até 30/06 Sala de Exposições Temporárias Guilherme Filipe - Associação dos Artistas pela Arte – Magenta. A seleção de trabalhos que trazem até nós – “Cores da Alma” – apresenta-se como uma mostra diversa e rica, fruto da criação artística dos artistas desta associação, que através da linguagem comum que é a arte, pretende a transmissão de ideias, despertar de sentimentos e fortes emoções. A Magenta, associação oriunda da Figueira da Foz, nasce em 2003 com o objetivo de promover, divulgar e desenvolver atividades artísticas, assim como a criação entre os agentes culturais, nacionais e estrangeiros, de intercâmbios de ideias e ideais.

CANTANHEDE O Anjo que me guarda, Exposição de pintura de Isabel Barbas até 30/06 Casa Municipal da Cultura de Cantanhede LOUSÃ Exposição fotográfica

“Centenário do nascimento de Álvaro Cunhal”, de 01/06 a 30/06, Átrio da Biblioteca Municipal Comendador Montenegro

Pintura de João Viola com workshop Galeria de Arte da AAAGP, de 01/06 a 30/06 FIGUEIRA DA FOZ

"O Mundo Anacrónico" Pintura de Paulo Diogo Biblioteca Municipal, de 01/06 a 30/06 No âmbito da parceria estabelecida com a Divisão de Cultura da Câmara Municipal da Figueira da Foz e a Associação de Amizade e das Artes Galego Portuguesas, a biblioteca municipal recebe, no mês de junho, uma exposição de pintura de Paulo Diogo. FIGUEIRA DA FOZ

FIGUEIRA DA FOZ Imagem Real Fotografia de Tiago Marques Galeria Plaza D'Art 3/06 a 30/06 . A fotografia com a sua capacidade de representação do real tem na sociedade contemporânea um valor acrescido. Numa sociedade

Os meninos das escolas e Municípios da Rede Aldeias Históricas de Portugal lançaram um crowdfunding para verem o seu livro "Histórias Criativas" publicado. Até 30/07 é possível fazer donativos em http://ppl. com.pt/pt/prj/historias-criativas

O Ouro dos Corcundas. Título enigmático… Mergulhando no romance, o leitor satisfaz a curiosidade ao ser arrebatado para o Portugal oitocentista, em que liberais e absolutistas, isto é, malhados e corcundas, se digladiam numa guerra fratricida. Neste cenário histórico, são também reveladas as injustiças que impelem o protagonista, Vicente da Bufarda, para a margem da sociedade. Sujeito a dormir “em palheiros, currais e todo o tipo de choças que o puderam acoitar, abrigando-se das noites frias e cheias de orvalho, sempre com as tripas a roncar as suas naturais necessidades e os joanetes a suplicarem água fresca para amenizar as dores”, acaba por, juntamente com o bando do Alfrocheiro, se transformar num dos heróis do assalto à carruagem do ouro que D. Miguel destinava à compra de um exército, em Inglaterra. Atrapalhando “o ardil de el-rei”, os bandoleiros fazem cair por terra “todo o seu sonho de poder e de um reino absolutista”. De Lisboa a Chão de Couce, entre pícaras aventuras, decorre ainda uma história de amor que une Vicente à prostituta Tomásia, seres honestos confrontados com impunes abusos de poder por parte de tiranetes frustrados. Vivendo anos “de ânsias e saudades” estão, todavia, destinados a um futuro risonho, depois de uma catarse que os liberte das memórias do mal de que foram vítimas e, sobretudo, da inveja que, “concebida nos espíritos rasteiros, não permite que outros possam alcandorar diferentes horizontes e diferentes vontades”. Com efeito,

O Ouro dos Corcundas Autor: Paulo Moreiras Editora: Casa das Letras / Leya, 2011 ISBN 9724620441, 9789724620442 FNAC: 14,90€

Paulo Moreiras nasceu em 1969 em Lourenço Marques, Moçambique.

“desde o princípio do mundo que a inveja cega os homens e toma, nas paixões da alma, vaidoso domicílio. E tão cegos se acham esses invejosos, tão ofuscados no seu entendimento, que cuidam que os outros é que são cegos e incapazes de lobrigar o cortejo de enganos que usam semear com as suas atitudes mesquinhas e torpes. É um vício difícil de tragar, pois, se todos se dispõem a apontar a inveja ao próximo, a verdade é que se escusam a vê-la em si mesmos; homem algum será capaz da assunção desse horrível predicado perante outros e apenas no seu íntimo, no escuro dos seus sentimentos, reconhecerá a sua maior dor e a sua maior fraqueza”. Cultor de uma linguagem riquíssima, Paulo Moreiras escreveu também A Demanda de D. Fuas Bragatela, romance que traça um notável e divertido retrato do Portugal medieval. 21


ARTES & CULTURAagenda de imagens, em que tudo tem um reflexo virtual a fotografia “real” torna-se banal. Todos fotografamos, todos expomos fotografias e criamos um mundo real-virtual nas redes, passamos a viver num mundo de imagens. E quando a fotografia deixa de ser uma representação? Este trabalho coloca exatamente esta questão, o apagamento da imagem fotográfica permite assim uma regeneração dos conceitos. A multidisciplinaridade, cruzamento entre fotografia e pintura, assume neste trabalho uma preponderância evidente, levando ao questionamento não só das imagens mas também das próprias fronteiras entre meios artísticos. GRÁTIS LOUSÃ Exposição colectiva de pin-

tores Lousanenses 20/06 a 24/06. Átrio do Edifício dos Paços do Concelho

COIMBRA Sílvia Peça “Vida(s)” pintura até 27/06 Casa da Mutualidade, Galeria de Arte e Centro de Mutualismo. Sílvia Peça nasceu em outubro de 1980, em Coimbra. Reside em Cantanhede e é licenciada em Psicologia, pela Universidade de Coimbra. Em Janeiro de 2007 iniciou-se na pintura a óleo e integrou o Grupo TPC, sob orientação do Mestre J. Nelson/ Ermio. Representada em coleções particulares, desenvolve trabalhos por encomenda. Participação em exposições/concursos nacionais e internacionais.

Especializado de Produção Artística com especialização em Cerâmica. Em 2011 finalizou a licenciatura em Escultura na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa. GRÁTIS FIGUEIRA DA FOZ Sardinha - Uma

A vida amorosa das plantas A vida amorosa das plantas é o tema da próxima sessão de Infusão de Ciência no Jardim Botânico da Universidade de Coimbra, um fim de tarde regado a chá e acompanhado por uma conversa sobre a reprodução no mundo vegetal. Tal como os animais, também as plantas gostam de se reproduzir e ter descendência. No entanto, as plantas têm de ultrapassar um desafio adicional uma vez que não se podem levantar e procurar uma namorada/o! As plantas tiveram de desenvolver estratégias que permitem levar os seus gâmetas masculinos até aos gâmetas femininos… Mas, onde estão os gâmetas? Como viajam eles até à futura parceira? Nesta infusão, os investigadores Sílvia Castro, Ruben Torices e João Loureiro levam os participantes a viajar pela diversidade fabulosa das flores e suas estratégias e, desta forma, perceberem os mistérios da sua vida mais íntima.

que se afogaram no rio - Assoreamento do Rio Mondego fotografia até 01/07 Museu da Água de Coimbra. LOUSÃ Exposição de brinquedos

tradicionais Portugueses, 01/07 a 31/07 Sala de Exposições Temporárias do Museu Etnográfico Dr. Louzã Henriques. Inauguração dia 06/07 Com palestra proferida pela Dr. Louzã Henriques sobre o tema da exposição. LEIRIA SERGE GAINSBOURG Fo-

tografias de Tony Frank até 11/07, Fnac Leiria. Uma seleção de momentos que revelam um lado mais íntimo e apresentam fragmentos do universo familiar e profissional de um artista desaparecido há mais de 20 anos.

LOUSÃ Exposição de Fotografia

“Lousã, 5 séculos de memórias” 20/06 a 31/08. Átrio do Edifício dos Paços do Concelho

MUSEUS

26/06 - 18h Portão do JBUC (Arcos do Jardim) PUB

COIMBRA As pontes de Coimbra

exposição das profundezas do mar até à mesa Exposição de Filipe Couto. Núcleo Museológico do Mar 01/06 a 31/08 Filipe Couto, um jovem de 26 anos, escolheu a sardinha como tema da sua tese de mestrado da Faculdade de Letras da Universidade do Porto. O resultado da pesquisa irá estar disponível aos olhos do público, no Núcleo Museológico do Mar, para que os mais novos conheçam a importância da sardinha, desde a sua captura até à chegada ao prato. Até final de agosto, cerca de 70 peças das áreas do artesanato, pintura, fotografia e desenho mostram o percurso da sardinha das profundezas dos oceanos até a mesa portuguesa, passando pelas redes dos pescadores, da sua venda e a sua transformação na indústria conserveira. GRÁTIS

Museu do Vinho Bairrada Avenida Eng.º Tavares da Silva – Anadia. Telf. 231 519 780 PERMANENTES: Percursos do Vinho – viagem interativa e multimédia por todo o processo de vitivinicultura Exposição de rótulos históricos dos vinhos Bairrada – desde finais do século XIX até

à atualidade

Exposição da maior coleção de saca-rolhas Portuguesa, também considerada

como uma das maiores e mais importantes coleções em todo o mundo Escultura de Rogério Timóteo – maior flute/taça do mundo de espumante – tributo ao espumante bairradino Em exposição no museu também coleção de artesanato oriundo de diversos países – coleção Pascoal Montezuma de Carvalho Escultura Bairrada de Rico Sequeira

POMBAL Exposição de Arte Sacra

de Virgínia Estorninho, até 14/07 Claustro dos Paços do concelho.

NOITE

GUARDA Tornar-se Principiante,

FEITO CONCEITO

de Mariana Fernandes. De 2 a 21/07. Café Concerto do TMG. “Não consigo imaginar um saber mais sagrado do que este: O homem deve tornar-se um principiante. O que escreve a primeira palavra de uma tirada secular.” in Notas sobre a melodia das coisas de Rainer Maria Rilke. Mariana Costa Fernandes nasceu 1990. Em 2008, concluiu o Curso Artístico

22

Programação: 08/06 Kid Tutti; 14/06 Miss Honey White; 15/06 Noir; 21/06 Herr doctor; 22/06 Magníficos; 28/06 Mr. Fresh; 29/06 Cobra! Vintage e retro são as palavras que definem o espirito deste espaço na sua totalidade, onde poderá encontrar um bar e ainda um salão de cabeleireiro. R. Alexandre Herculano, nº16 Coimbra http://www.feitoconceito.pt.

JUNHO 2013


SALÃO BRAZIL

7 e 08/06 22h30 Ana Paula Sousa Quarteto – Ana Paula Sousa (piano e Composição), Afonso Pais (Guitarra), Francisco Brito (Contrabaixo), Luís Candeias (bateria) 5€ Um espaço com mais de cem anos com um novo conceito - restaurante, bar, convívio, espaço cultural. Uma sala com um pé direito de cinco metros, janelas amplas. Espaço onde se pode estar, para alguns um refúgio entre acordes de jazz, folk, blues, música! Largo do Poço,3, 1º andar, 3000 Coimbra // www.facebook.com/Salaobrazil

apresentará publicamente, numa sessão de entrada livre, na Casa das Caldeiras. As sessões terão lugar no 2.º sábado de cada mês, entre as 21h30 e as 23h00. FIGUEIRA DA FOZ Manuel Santos - 120 Anos de Memórias, até 16/06, Sala 3, CAE No ano em que se celebram os 120 anos do nascimento de Manuel Santos (5 de junho de 1893), o CAE, em parceria com o Arquivo Fotográfico Municipal da Figueira da Foz, realiza um evento com o sentido de homenagear um pioneiro do seu tempo, na arte do cinema e da fotografia.

Rabih Abou-Khalil e Ricardo Ribeiro (Líbano /Portugal) D'Callaos (Espanha)

The Klezmatics (EUA)

deer é Mark van den Heuvel, um holandês com paixão pelos jogos de computador de outrora e com uma sonoridade 8-bit. Apresenta o seu projeto baseado em 2 gameboys; 29/06 Fitacola | Concerto

de celebração dos 10 anos da banda. O bar, dirigido a um público urbano, contemporâneo e sem rótulos sociais, nasce da conservação de um edifício, antiga sede da PSP, bem no centro da cidade de Coimbra. Com um design vintage e algumas peças criativas contemporâneas de autor à mistura, pretende-se usufruir ao máximo do edifício dos anos 40 em que o espaço se encontra instalado. Rua Venâncio Rodrigues, nr 8, Coimbra.

FOTOGRAFIA COIMBRA Photobook Club Coim-

bra [6.ª Edição] 08/06, 21h30 Casa das Caldeiras. O Photobook Club Coimbra é um evento para a promoção do livro de fotografia enquanto forma particular de discurso fotográfico, convidando fotógrafos, galeristas e editores a apresentar os seus livros de eleição. O PhotoBook Club Coimbra é uma organização do The Portfolio Project, em colaboração com o Teatro Académico de Gil Vicente. O evento é dinamizado localmente pela fotógrafa Susana Paiva, e pelos participantes do workshop de fotografia do espetáculo, no âmbito da escola informal de fotografia de espetáculo. Todos os meses, o PhotoBook Club Coimbra elegerá um livro de fotografia que Os monumentos de Óbidos contam com uma nova funcionalidade: os Qr Codes. Com a implementação desta tecnologia o visitante dispõe de uma nova forma de ter acesso a informação turística via smartphone.

Susheela Raman (Índia) H'Sao (Chade)

AQUI BASE TANGO

Programação: 08/06 Mil Balas | Concerto - Banda alternativa de Coimbra; 15/06 Casulo | Instalações interativas, exposição de fotografia e vários concertos e mostras de música; 22/06 Monodeer | Concerto - Mono-

Wazimbo (Moçambique)

FILMES CICLO JOHNNY DEPP Para comemorar os 50 anos de Johnny Depp, a Fnac apresenta uma seleção de filmes do ator. Premiado também enquanto músico, produtor de cinema e realizador, Johnny Depp é bastante conhecido pelas personagens excêntricas que representa como o capitão Jack Sparrow, em Piratas das Caraíbas ou Willy Wonka, em Charlie e a Fábrica de Chocolate. FNAC COIMBRA

8/06 17H00 Sombras da Escuridão

Filme de Tim Burton

10/06 21H00 Charlie e a Fábrica de

Chocolate Filme de Tim Burton 11/06 20H30 Alice no País das Maravilhas Filme de Tim Burton 12/06 20H00 Inimigos Públicos Filme de Michael Mann 13/06 21H00 O Turista Filme de Florian Henckel Von Donnersmarck 14/06 21H00 Piratas das Caraíbas: Por Estranhas Marés Filme de Rob Marsha TAGV COIMBRA 15/06 15h

EXTENSÃO CINANIMA - CINEMA EM FAMÍLIA Compilação de curtas-metragens, de vários países europeus: Bélgica, Alemanha, Suíça, França, Letónia, Espanha, Irlanda, especialmente escolhidas a pensar nos mais novos. Coordenação de Luísa Lopes 4€ GUARDA O Circo De Charlie Chaplin,

25/06, 14h30 TMG “O Circo” é um dos mais divertidos e encantadores filmes do genial Charlie Chaplin. O vagabundo vai parar a um circo enquanto foge da polícia, que o confunde com um ladrão de carteiras. Sem querer, acaba por entrar no espetáculo fazendo grande sucesso com o público, e apaixonando-se pela acrobata, filha do dono do circo. Aventuras e diversão sempre atuais. 2€

Festim traz seis grandes nomes da World Music Único festival português a integrar a rede europeia “European Forum of Worldwide Music Festivals”, a edição deste ano do Festim inicia um novo ciclo de quatro anos, até 2016, numa cooperação entre os municípios parceiros e a Direcção-Geral das Artes. Com um total de 13 concertos em rede, o cartaz deste ano foi revelado na sua totalidade, contando com seis reconhecidos nomes das músicas do mundo e reiterando a habitual excelência e diversidade musical que o Festim tem assinalado ao longo dos anos. A partir de 21 de junho, todo o mundo no Festim! 21/06 a 26/07 Mais info em http://www.festim.pt/

Refresh Arts & Music está de volta Inspirado na ecologia, nas energias renováveis, na sustentabilidade e na melhoria da qualidade de vida, o Refresh 2013 promete brindar todos os presentes com um fantástico alinhamento! Mais info em www.refreshfestival.net LINE UP (em atualização) INTERNACIONAIS STEVE BUG • MAX COOPER • MATADOR • D-NOX & BECKERS • BORIS BREJCHA • GREGOR TRESHER • FORMAT:B • KHAINZ • PERFECT STRANGER • AHMET SENDIL • SQL • GLITTER • AVROSSE • MANDRAKS • MONIQUE PASCALL NACIONAIS • LOUIE CUT • PENA • JOHN-E • FRESHKITOS • DIOGO RIBEIRO • TECHYON • DANI THE MENACE • MIDINOIZE • KAESAR • RITA ZUKT • LEWIS FAUTZI • GLOVE • DOUBLE REAKTION • MAURO FERNO & MESTIVAN • REMOTION • JOEL CAMPOS • ANDY BURTON • ERIC C • PEDRO ZOY • SAM U • MYRO • JON PULSE • MIDI • ALIF • ZEDER • BENVINDA • JAMIE BOY • RED SQUARES • CHERRY BASS • YOZ • RAZAT • UNION SOUNDS • NOKIN & MOLIN MC • JAAKKO

1 a 4 de Agosto - Parque de Campismo de São Gião Oliveira do Hospital | Bilhete Geral 40€


ARTES & CULTURAagenda OUTROS COIMBRA Condomínio Vale das Flores – 10/06 Uma bela de uma sardinhada, acompanhada de sessões de histórias e de um concerto do Ciclo Repicar Giacometti pelo grupo coral AD LIBITUM, tudo ao ar livre. Celebre este feriado, enquanto não o tiram: sardinhas, vizinhos e Giacometti numa tarde à portuguesa, a prenunciar o verão na OMT. CANTANHEDE Latino Model’13 Um concurso de moda para jovens entre os 14 e os 25 anos de idade: Eliminatórias – Magnólia bar (01 e 15/06). Final na Praia olhos de Fervença 29/06. MONTEMOR-O-VELHO Quarteirão Primavera 08/06 a 23/06 Workshops e videomapping. Organiza o Teatro dos Castelos LOUSÃ Descida Noturna da Serra

da Lousã, 15/06 Integrado na Feira Anual de São João

PEDRÓGÃO GRANDE Pedrógão

Fashion’13 15/06 Desfile de moda com os alunos e crianças do concelho como modelos e as lojas da região como estilistas. LOUSÃ Lousã à Antiga: Feira Quinhentista 15 e 16/06 Praça Cândido dos Reis LOUSÃ Feira Anual de São João 20

a 24/06 Mostra Comercial e Industrial, Espetáculos, Marchas Sanjoaninas, Exposições

TÁBUA FACIT – Feira Agrícola, Comer-

cial e Industrial / Festas do Concelho de Tábua 2013. 26 a 30/06

OLIVEIRA DO HOSPITAL Há Festa na Zona Histórica 28 a 30/06 Pelas ruas da cidade: Tasquinhas, Esplanadas, Música, Exposição Urbana PEDRÓGÃO GRANDE IX Triatlo do

Zêzere 29/06 Prova a contar para o Campeonato Nacional de Clubes. OLIVEIRA DO HOSPITAL Moda Bobade-

la 06/07, 21h30 Anfiteatro Romano da Bobadela

LOUSÃ Ceia Medieval 06/07 Junto ao Castelo da Lousã

PARA CRIANÇAS ALVAIÁZERE BEBETÉCA - Atelier "Música para Bebés” aos sábados das 11h às 12 Biblioteca Municipal. Coordenadora Técnica: Andreia Pinheiro OLIVEIRA DO HOSPITAL 6º Festival Infantil da Canção 08/06, 20h30 Parque do Mandanelho

24

www.cnoticias.net

COIMBRA VI Mercado de Trocas para Crianças 8/06, 16h – 19h Museu Nacional Machado de Castro. Traz a tua manta e vem tocar connosco! Podes trocar brinquedos, livros, jogos, material escolar, etc. Para crianças e jovens dos 0 aos 16 anos Organiza a Casa da Esquina.

Oficina Ao Ar Livre - Na Horta Com Filipe Silva 15/06, 09h – 11h Galeria Santa Clara. Atividade para crianças dos 6 aos 12 anos. Plantar, zelar e cuidar das plantas faz parte do crescimento e da aprendizagem saudável de cada um de nós. A Galeria Santa Clara propõe uma oficina em que cada participante crie o seu canteiro e plante as hortícolas da época. Futuramente poderá acompanhar o desenvolvimento das plantas e colher os seus frutos. 5€ (inclui refresco da

COIMBRA

época) FIGUEIRA DA FOZ “O Sal e a Água ", de abril a junho, Núcleo Museológico Do Sal. Com base na recolha feita por Teófilo Braga do conto popular "O Sal e a Água", colaboradoras do serviço educativo criaram uma pequena peça de teatro, que permite conhecer um rei que tinha três filhas.Um convite para conhecer o final deste conto num espaço repleto de sal e água. POMBAL Ulisses 8/06, 16h, Teatro-Cine de Pombal. Produção infantil do Teatro Amador de Pombal, sobre as aventuras do herói da Odisseia de Homero. MEALHADA Falcoaria na Mata, 14

a 16/06 A Fundação Mata do Buçaco organiza com a ArtFalco atividades de falcoaria para crianças e para todos os amantes desta arte. A falcoaria ou cetraria é a arte de criar, treinar e cuidar de falcões e outras aves de presa para a caça. Inscrições em atividades@fmb. pt ou 231937000

ESCOLA DE HOTELARIA E TURISMO DE COIMBRA ESCOLAS DE VERÃO 28/06 – Mini barbecue e Cesto de Piquenique 09h30 – 17h30. 6-12 anos 25€ (inclui almoço e lanche) Mercado de moda em segunda mão 29/06, 14h30 – 23h Galeria Santa Clara

COIMBRA Trend market

PINGU’S English - Coimbra 08/06 Workshop origamis - Para comemorar o dia mundial do ambiente As crianças fazem vários origamis de vários animais. 15/06 Fábrica de reciclagem. Vamos fazer animais a partir de rolos de papel e com moldes. 22/06 Dia Olímpico - As crianças participam em vários jogos e brincadeiras com o Pingu! 29/06 Moldura de massas - As crianças elaboram uma moldura original com cartão e massinhas de várias formas.

Ana Moura e Herman José em Tábua As festas do concelho de Tábua, que decorrem de 26 a 30 de Junho já têm cartaz. A fadista Ana Moura e Herman José & Big Band são os nomes em destaque para as animadas noites no pavilhão Multiusos de Tábua PROGRAMA 26/06 Fado ao Centro "Fado Cruzado" 27/06 Stand up comedy 28/06 ANA MOURA 29/06 HERMAN JOSÉ & BIG BAND 30/06 Gabriell

Monodeer Gameboys no Aqui Base Tango Monodeer é Mark van den Heuvel, um holandês com paixão pelos jogos de computador de outrora e com uma sonoridade 8-bit. Apresenta-se em palco com dois gameboys... bip bip bop.

MONODEER (NL) + QUIEN PUEDE MATAR A UN NIÑO + JOÃO OLIVEIRA 22/06 23H30 AQUI BASE TANGO GRÁTIS

Trouxa Mocha O projeto Trouxa Mocha, do castelhano ‘a troche y moche’, que significa “fazer de uma forma atabalhoada, confusa, a despachar” tem por base a criação de artigos a partir de tecidos típicos adquiridos em feiras, mercados e lojas. Na recém inaugurada loja no Quebra Costas (Coimbra) pode descobrir todo o universo destas "trouxas" made in coimbra que se fartam de viajar e dar a volta ao mundo! Mais info em http://trouxa-mocha.blogspot.pt/

JUNHO 2013


CANTANHEDE · COIMBRA · FIGUEIRA DA FOZ · LEIRIA · POMBAL T (+351) 239 096 900 · uhc@idealmed.pt · facebook.com/IdealMedUnidadeHospitalarDeCoimbra · WWW.IDEALMED.PT


ESTILOstreetstyle por MACC

LUÍS CUNHA

27 ANOS, VETERINÁRIO COIMBRA T-SHIRT: H&M CASACO: ZARA CALÇAS: ZARA BOTAS: PULL & BEAR

ARTURAS SLIDZIAUSKAS

26 ANOS, MÉDICO COIMBRA

TÉNIS: ZARA CALÇÃO: COMPRADO EM SEGUNDA MÃO CASACO: COS BONÉ: URBAN OUTFITERS

ÓSCAR 4 MESES

ANA CAMPOS

22 ANOS, ESTUDANTE, GUIMARÃES SAPATO: CALCANTES CALÇÃO: STRADIVARIUS TOP E PULSEIRAS: BLANCO BLAZER E COLAR: ZARA CLUTCH: H&M ÓCULOS: MANGO

26

JOANA PINTO

20 ANOS, ESTUDANTE, AVEIRO SAPATOS: GUIMARÃES CALÇÃO: FOI A MÃE QUE FEZ T-SHIRT: LEFTIES

BRUNA CORBY

18 ANOS. ESTUDANTE AVEIRO BLAZER E T-SHIRT: ZARA CALÇÃO: TOPSHOP SANDÁLIA E CARTEIRA: PRIMARK JUNHO 2013


ESTILOtendências

#Cor

por MACC

TOPSHOP 60,00€

BLANCO 35,99€ TOPSHOP 52,00€

#Bodycon PULSEIRA PARFOIS 9,99€

CORRENTE ZARA 19,95€

CARTEIRA H&M 14,95€ MANGO 39,99€

MANGO 25,99€

CARTEIRA PARFOIS 22,99€

O vestido é uma peça chave do guarda-roupa feminino, sobretudo no verão. Selecionámos por isso quatro grandes tendências desta estação, que poderá usar durante o dia, numa festa ou numa saída à noite. Escolha a que mais se adequa ao seu corpo… e personalidade!

LOVE 35,67€

CLUTCH BLANCO 17,99€

#Padrão

SAPATO ZARA 19,95€

BRINCOS PARFOIS 12,99€

PRIMARK 12,00€ BLANCO 17,99€

i l♥ve

my Dress #Little Black Dress

LOVE 31,85€

MANGO 39,99€

SANDÁLIA CORTIÇA ZARA 59,95€

STRADIVARIUS 25,95€

SANDÁLIA AZUL ELECTRICO ZARA 25,95€

COLAR ZARA 17,95€ H&M 24,95€

CARTEIRA MANGO 35,99€

SANDÁLIA ZARA 29,95€


ESTILOprodução

CASACO HUGO WOMAN 398,00€

BLUSA 130,00€ CALÇA 190,00€ MARCA LINGO ÓCULOS THIERRY LASRY X STEFFIE CHRISTIAENS 489€

Produção e Styling de Black at White Fotografia: João Azevedo Cabelos: Carlos Gago - Ilídio Design Cabeleireiros Maquilhagem: Vanessa Kuzer VIP Management: Teresa Arsénio Assistente B@W: Andreia Pinto Modelos: Carine Zanatta e Daniel Coca Artigos: Loja ViaCelas, Cruz Oculista

Museu UMA NOITE NO

DA CIÊNCIA Carine Zanatta

para ViaCelas e Cruz Oculista A apresentadora do programa Universo Chic, da MVM, acedeu ao convite da Revista C para protagonizar uma sessão fotográfica nesse tesouro que é a ala de Zoologia do Museu da Ciência da Universidade de Coimbra. 29


ESTILOprodução

BOSS BLACK MAN FATO 679,00€ LENÇO 29,95€ CAMISA HUGO MAN 125,00€

FATO SUPER BLACK HUGO MAN 795,00€ CAMISA 125,00€ LENÇO 39,95€ LAÇO 49,95€ MARCA HUGO MAN BOSS BLACK WOMAN VESTIDO 449,00€ CASACO 369,00€ ÓCULOS Miu Miu, SS13 260€

SAPATO BOSS BLACK MAN 279,00€ ÓCULOS RETROSUPERFUTURE 115€


TOP BOSS BLACK WOMAN 179,95€ CALÇA LINGO 190,00€ ÓCULOS COCO AND BREEZY 130€

BOSS BLACK WOMAN CASACO 289,00€ TOP SEDA 189,95€


ESTILOprodução

VESTIDO BOSS BLACK WOMAN 389,00€

BLUSA EM SEDA BOSS BLACK WOMAN 199,95€

POLO BOSS GREEN MAN 79,95€ ÓCULOS RETROSUPERFUTURE 115€

ARTIGOS DAS LOJAS: VIACELAS AV. DR. ARMANDO GONÇALVES EDIFICIO PLAZA LOJA 11 3000-059 COIMBRA 239 483 089

CRUZ OCULISTA AV. DR. ARMANDO GONÇALVES EDIFICIO PLAZA LOJA 17 3000-059 COIMBRA 239 482 466

AGRADECIMENTOS MUSEU DA CIÊNCIA DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA: PAULO GAMA MOTA CARLA COIMBRA CRISTINA RUFINO

JUNHO 2013


ESTILOcabelos

Nova coleção Carlos Gago

A

coleção Hairigami é inspirada nas formas triangulares dos Origamis, das pontas isoladas dos cartoons de Manga e dos movimentos musicais Grunge e Punk Rock, como Pearl Jam, Nirvana e Green Day dos anos 80 e 90, que influenciam as novas coleções outono/inverno 2013/2014 de Chanel, Louis Vuitton, Lanvin, Saint Laurent, Jean Paul Gautier, Marni, Fendi, Paul Smith e Burberry.

A inspiração das franjas é a primeira dobragem triangular do origami: provocam franjas de risco ao lado descaídas sem volume e muito brilho. Os looks curtos feminino e masculino tem volumes triangulares de design Origami e separados do alto da cabeça, Punk-Rock com alguma assimetria de pontas isoladas tipo Manga e inspirados nas coleções de Jean Paul Gaultier , Fendi e Saint Lauren.

Todos os novos looks da coleção Hairigami têm styling messy dressy que consiste em cabelos despenteados, naturais e com muito brilho. As colorações são suaves, com sombreados naturais, criando um aspeto de isolamento.

ILÍDIO DESIGN CABELEIREIROS CENTRO COMERCIAL GIRA.SOLUM - COIMBRA

www.cnoticias.net

Carlos Gago, estilista L'Oréal, apresentou a nova coleção inspirada nas formas delicadas de origamis, nos personagens de Manga e no look desarrumado do grunge!

FOTOS DE JOÃO AZEVEDO

O look médio de volumes e movimentos de design triangular Origami, com pontas manga clean,com influência Grunge na forma e no efeito Messy Dressy inspirados nas coleções de Lanvin, Chanel , Marni e Louis Vuitton.

33


ESTILObeleza

Cuidar da pele para o verão

Para o baton durar mais pressione com um kleenex en tre a primeira e a segunda c a m a da .

Dicas & Truques Se acorda r com os olh os inchados, pode embeber d ois discos de algodã o em leite frio e deix ar sobre o s olhos dura nte 10 minutos.

Por Vanessa Kuzer, maquilhadora profissional

Midnight recovery eye LANCÔME MASCARA DE PESTANAS HYPNOSE DOLL EYES Pestanas espessas, preenchidas e alongadas 26,50€ PERFUMES & COMPANHIA DOLCE VITA COIMBRA

Pestanas de boneca

KIEHL'S Restaura e dá conforto na zona dos olhos, reduz inchaço e olheiras. 28€ KIEHL'S LOJA DO CHIADO (LX)

D Regenerante e Calmante EISENBERG EXCELLENCE SUBLIME TAN Cuidados antienvelhecimento da pele do rosto (after sun) 59€ PERFUMES & COMPANHIA DOLCE VITA COIMBRA

Vitamina C e SPF 50 KIEHL’S SKIN TONE CORRECTING & BEAUTIFYING BB CREAM 29€ KIEHL'S LOJA DO CHIADO (LX)

34

ormir, praticar exercício físico e ter um ritual de beleza adequado para as necessidades da pele é essencial. Esfoliar a pele ajuda na renovação e dá à tez um aspeto mais luminoso. Com a chegada do calor procure bases com menor poder de cobertura e atreva-se a experimentar uma máscara de pestanas colorida.

Super desmaquilhante SEPHORA SUPER DÉMAQUILLANT YEUX WATERPROOF Elimina maquilhagem à prova de água e pode ser utilizado por pessoas com olhos sensíveis. 6,90€ SEPHORA ARMAZÉNS DO CHIADO (LX)

JUNHO 2013


PUB

Máquina de cápsulas Máquina de cápsulas (P.V.P. 124.99€)

(P.V.P. 124.99€)

(Máquina de café)

Máquinada de Revista cápsulas C Oferece-lhe assinaturaanual anual da oferece-lhe a aassinatura Revista C (P.V.P. 124.99€) De 07/06 a 07/10/13De 07/06 a 07/10/2013

a assinatura anual dadespertar Revistaemoções C A Feb Cafésoferece-lhe e a Revista C juntam-se este Verão para lhe novo olhar sobre o lado bom da vida. Na compra de uma máquina de café febicap, (Máquina de café) olhar sobre o lado De 07/06 a 07/10/2013 e novo bom daRevista vida. C, Nano compra uma máquina a um Feb Cafés oferece-lhe uma assinatura da valor dede 25€*. de café febicap, a Feb Cafés oferece-lhe uma assinatura da Revista C, no A Feb Cafés e a Revista C juntam-se este Verão para lhe despertar emoções e um Poderáde aderir à promoção na loja da fábrica (nas instalações da Feb Cafés), ou valor 25€*. novo olhar sobre o lado bom da vida. Na compra de uma máquina de café febicap, A Feb Cafés e a Revista C juntam-se este Verão para lhe despertar emoções e um

através dos nossos contactos, Feb Cafés e Revista C.

a Feb Cafés oferece-lhe uma assinatura da Revista C, no valor de 25€*.

Poderá aderir à promoção na loja da fábrica (nas instalações da Feb

cafesfeb@cafesfeb.com Telef. 239 701 171

desperta emoções | desde 1944

cafesfeb@cafesfeb.com cafesfeb@cafesfeb.com Telef. 239 701 171 Telef. 239 701 171

revista

desperta emoções | desde 1944

revista

Poderá aderir à promoção na loja da fábrica (nas instalações da Feb Cafés), ou Cafés), ou através dos nossos contactos, Feb Cafés e Revista C. através dos nossos contactos, Feb Cafés e Revista C.

comercial@noticias.net

comercial@noticias.net

comercial@cnoticias.net


EVENTOS

Sanfil e Urgicentro celebram união

Henrique Amaral Dias e Frederico Teixeira

Carla Ribeiro e Pedro Marques

Cláudia Prata e Dina Figueiredo

Vera Teixeira, Mónica Vasconcelos e Leninha Teixeira José Belo e Agostinho Almeida Santos

José Relvão, António Cró e José Carlos Neves Lurdes Cró e Henrique Amaral Dias

Castanheira Neves, Luís Teixeira e Vera Teixeira

Marisa Vicente 36

Ernesto Vieira Agostinho Almeida Santos e Olga Almeida Santos

A Sanfil e a Urgicentro celebraram uma parceira que vai dotar a Urgicentro de atendimento de urgência 24 horas por dia. Frederico Teixeira e Henrique Amaral Dias salientaram a importância desta união de esforços, no sentido de oferecerem melhores serviços. A Quinta das Lágrimas recebeu o evento que marcou esta parceria sob o lema "A saúde não pode esperar", que contou com a presença de várias personalidades ligadas à saúde.

FOTOS DE M. CRSPO

Joana Mota, Cláudio Sousa e Frederico Teixeira

JUNHO 2013


EVENTOS

Feira Medieval de Penela Penela foi, mais uma vez, palco da tradição medieval. A organização esteve a cargo do Agrupamento de Escolas Infante D. Pedro e da associação de pais, com o apoio da Câmara Municipal de Penela. Esta viagem medieval contou com a presença de personagens da Idade Média, como mercadores, mendigos e artesãos.

Confraria do Chícharo (Ansião)

Confraria do Bodo (Pombal)

Fernando Antunes, Licínia Neves, Ana Ferreira e Francisco Brito

Mário Nunes (Confraria do Rabaçal)

Fernando Antunes e Luís Matias

Luís Reis e António Alves

O hotel Tivoli Coimbra prestou homenagem aos saberes e sabores de Sicó, com uma ementa especial, onde os produtos endógenos dessa zona - o queijo Rabaçal, o chícharo, o azeite, o mel e os frutos secos - foram os protagonistas. Os confrades e os meios de comunicação social foram os primeiros a degustar a ementa que ficou, desde logo, unanimemente aprovada.

FOTOS DE M. CRSPO

Confrarias promovem produtos de Sicó

JUNHO 2013


André Santo, Pedro Soares e Eduardo Almeida

O restaurante Piscinas do Mondego recebeu a 2.ª Mostra de Espumantes da Bairrada. Os visitantes tiveram direito a degustar os espumantes representados no evento e a animação cultural e musical durante toda a iniciativa. O espumante da Bairrada é conhecido por ser um dos melhores de Portugal e, por isso, o objetivo desta iniciativa passou não só por divulgar o produto, mas também por enfatizar o trabalho que tem sido desenvolvido pelos produtores de espumantes na Bairrada.

www.cnoticias.net

REVISTA C

Bairrada meets Coimbra

39


EVENTOS

A geração Scotch está de volta! A festa fez-se nas Piscinas do Mondego, não muito longe da antiga discoteca que fez parte da vida de muitas pessoas nos anos 90. Nesta festa, organizada por um grupo de revivalistas, os participantes tiveram a oportunidade de tirar do fundo do baú aqueles bons momentos do seu passado dos quais nunca se esqueram... A festa seguiu, depois, para o Rock Planet!

40

FOTOS DE M. CRSPO

Geração SCOTCH

JUNHO 2013


Na segunda edição da CLUBBING Xperience, o The Rock Planet, em Coimbra recebeu DJ Sexation, a Dj mais sexy do planeta! Sexation é conhecida pela sua energia, paixão, técnicas de mistura harmónicas e estilo (muito)próprio.

FOTOS DE ROCK PLANET

DJ Sexation

PUB


EVENTOS

O clube de Oliveira do Hospital recebeu a nova estação com a festa de inauguração da esplanada lounge.

Cláudia Jacques e Litério Marques

Figueira da Foz Umbrella party

REVISTA C

42

A Praça da Juventude, em Anadia, recebeu a "Fashion Night", um evento organizado pela Câmara Municipal de Anadia. A iniciativa, apresentada por Cláudia Jacques, contou com o desfile das coleções das várias lojas de comércio tradicional que se associaram ao evento.

O Bairro Novo, na Figueira da Foz, levou um banho de cor. Com o intuito de ajudar o comércio local, os participantes cobriram a rua com chapéus de chuva coloridos e divertidos. O resultado está à vista!

MAURO CORREIA

Anadia Cláudia Jaques na Fashion Night MARCOS SANTIAGO

OLIVEIRA FOTOS

Espíritos Club recebeu o verão

JUNHO 2013


Sonny Fodera

FOTOS DE RAUL BOTELLERO

O NB Coimbra foi pequeno para receber o artista que está no top com o mega hit Should Be, tema com voz de Natalie Conway. O som de Sonny Fodera convida a dançar quem gosta de ser seduzido por um ritmo quente e contagiante.

NB Figueira Gold night

43

FOTOS CEDIDAS POR NB

Um projeto com dois anos, com o objetivo de recordar hits dos anos 90 do house music. Zé Veneno foi o dj residente dessa noite e comandou a cabine, sempre acompanhado de um convidado.


PROMO

Entradas e petiscos para todos os gostos!

Fingerfood Workshop

Foram 14 os participantes no workshop de Fingerfood organizado pela Revista C e por Vera Ferraz, autora do blogue “Hoje para jantar” (e nossa colaboradora). No dia 8 de junho, o Hotel D. Luís preparou-se a rigor para receber os participantes que fizeram um pouco de tudo (e agora deliciem-se a ler): sushi fingido, mini croissants de camembert e maçã, bombons de alheira e requeijão, bruschettas de tomate e mozzarella, cestinhos de frango com caril, palmiers folhados de queijo e tomate seco, canapés, cogumelos recheados…e muito mais. Foram quatro horas a cozinhar para depois finalizar com a degustação dos mais apetitosos petiscos que, segundo os “aprendizes de chefs”, estavam de comer e chorar por mais. A iniciativa correu na perfeição e, por isso, já se perspetiva um novo workshop para julho sob a temática “Comida saudável”. Os interessados podem inscrever-se através do email: workshops@ cnoticias.net.

Algumas das saborosas entradas confecionadas

Vera Ferraz foi exemplificando todo os passos

a em Não perc shop ork W o o lh ju l". Saudáve "Comida e s e õ ç a Inform s s atravé inscriçõe ops@ h s rk o de w s.net cnoticia

Um grupo muito animado e que encheu o hotel D. Luís de um delicioso aroma a petiscos e entradinhas!

44

JUNHO 2013


DEBATE

PIT BULL O CÃO BABY SITTER Durante mais de 100 anos, os Pit bulls foram conhecidos nos Estados Unidos da América por aquilo que melhor sabiam fazer: tomar conta de crianças. Hoje é considerada a raça mais perigosa do mundo. Mas quem será o culpado: o cão ou o dono?

D

urante grande parte da História americana, os Pit Bulls foram apelidados de «cães amas». Durante muitas gerações, quem tinha filhos e queria mantê-los protegidos queria um Pit Bull. "Pit Bull" não descreve uma única raça de cão, é um termo genérico usado para definir várias raças de cães de trabalho que foram inicialmente criados pelo cruzamento de Bulldogs com Terriers. As raças principais incluem o American Pit Bull Terrier, American Staffordshire Terrier e o Staffordshire Bull Terrier, mas o termo é usado agora para abranger uma grande variedade de cães musculados, com pelo curto, muitos dos quais são raças misturadas com um aspecto semelhante, mas de diferente linhagem. Acredita-se que os Pit Bulls foram introduzidos nos Estados Unidos da América por imigrantes ingleses e irlandeses ainda antes da Guerra Civil. Na Europa, estes cães eram usados ​​como cães de trabalho no campo e para proteger a família. Eram utilizados ainda em lutas com touros

46

selvagens, prática que foi proibida pelo Ato de 1835 contra a crueldade dos animais. No início de 1900, o Pit Bull era uma das raças mais populares em todo o território norte-americano, tornando-se um símbolo do orgulho: serviram de modelos em cartazes para recrutar soldados. A raça foi também mascote de empresas e clubes bem como muito requisitada para publicidade. Figuras populares desta época, como Theodore Roosevelt, Laura Ingalls Wilder e Helen Keller foram todos donos orgulhosos de Pit Bulls. As suas características de lealdade e temperamento paciente fizeram apelidar a raça de "ama canina", confiada a vigiar e proteger as crianças, enquanto os pais trabalhavam na fazenda. Após a Segunda Guerra Mundial, a popularidade do Pit Bull começou a declinar. Mas foi só a partir da década de 80 que começaram a ser mais temidos, quando o mito do cão de combate perigoso começou a ganhar peso na imprensa. A publicidade negativa em torno desta criação, na verdade, serviu para incentivar pessoas com más intenções para comprar e criar estes cães, usando a brutalidade e tortura para ensinar luta e

Crescer com Pit Bulls Por Cesar Millan Cesar Millan é um popular treinador de cães norte-americano. O seu programa de televisão "O Encantador de Cães" passa na SIC Mulher

Os meus filhos cresceram com Pit Bulls. Na altura havia muito preconceito contra estes cães, assim como há hoje, tal como me lembro de lhes perguntarem o que achavam dos Pit Bulls. Eles não sabem como responder a essa pergunta. Porque os meus filhos, assim como todas as crianças, desconhecem o conceito de raça. "Raça" é algo que a sociedade ensina mais tarde na vida. Eu tenho fotos do André, com o seu biberão, deitado sobre

JUNHO 2013


Theodore Roosevelt posa com a família e o seu Pit Bull. (nos lados) Cartazes usados para captar voluntários para o exército.

agressão. Os gangues começaram a introduzir Pit Bulls nas suas movimentações, e os cães acabaram por ficar associados a esta cultura violenta e criminosa. Os cães que nascem e são criados neste ambiente são vítimas: são espancados, eletrocutados e acorrentados, passam fome, suportam uma série de crueldades para torná-los mais resistentes. Os que não lutam são mortos ou utilizados como isco em combates de cães. São vistos como uma forma de proteção e símbolo de força nessas comunidades, e continuam a ser explorados para o lucro fácil em lutas de cães, uma prática cruel e sádica que agora é ilegal em todos os estados americanos. Toda esta exploração em torno do animal, associada à disseminação da espécie um pouco por todo o lado, conduziu os cães a todo o tipo de donos. Como qualquer membro de uma família ou comunidade, o comportamento é o resultado de uma série de fatores que se reconhecem ao "chefe da matilha". Na relação dos seres humanos com os cães há chefes de matilha com boas atitudes e há chefes de matilha que perseguem as más atitudes. E com os Pit Bulls o fenómeno é igual: geralmente, associado

a uma notícia de incidentes com cães, vem a lume a prática de treinos e ou ensinamentos que incitam a um comportamento mais selvagem. A abordagem da imprensa relativamente a estes cães, é, também, pouco criteriosa e contribui para denegrir a imagem coletiva de Pit Bulls: muitas vezes, cães de focinho achatado, pelo curto e orelhas curtas são denominados de Pit Bulls, não o sendo. Também, por alguma razão menos inteligível, ataques que envolvam estes cães são mais noticiados que ataques com outras raças. Na verdade, o Pit Bull é um cão inteligente e a grande maioria é obediente e dócil; são cães saudáveis que reclamam pouco e oferecem muito aos seus donos. Há até mesmo casos de cães que servem de guias para cegos e já são usados como cães de terapia em hospitais e clínicas para ajudarem crianças deficientes. Assim como outros cães, os Pit Bulls podem ser defensivos em relação ao seu território, mas, de modo geral, cães de luta não são territoriais. Como em todas as outras raças, alguns de seus membros mostram uma desconfiança com outros animais. Como já foi dito, devem ser sociabilizados desde filhotes com todo o tipo de pessoas, desde

o Daddy [Pit Bull]. A primeira vez que ele brincou com a água num alguidar, foi cercado pelos meus cães, cães a pular sobre ele e água por todo o lado. Eles estavam apenas a divertir-se. Para os meus filhos, o Daddy era um amigo para brincar, uma almofada confortável para se deitarem, um amigo muito paciente que sempre os entendeu. Daddy era incrível no contacto com todos os membros do agregado familiar. Quando alguém não se estava a sentir bem, ele sentia isso mesmo antes de entrar em casa (até abrandava, para me informar). Ele sabia a diferença entre adultos e crianças e foi muito mais paciente e tolerante com as crianças, quase como um avô. Era assim que os meus filhos o viam: como um amigo compreensivo com eles. Daddy fez muito para enriquecer a minha vida e as vidas dos meus filhos. Quando ouço histórias sobre pais que querem separar os filhos de Pit

Bulls, isso deixa-me triste por causa das crianças. Há crianças com deficiências que preferem, por exemplo, ler para um cão do que para os seus próprios pais. Considerando que o pai vê uma criança com deficiência, o cão só vê a necessidade que a criança precisa: ser aceite. A separação também me deixa triste com os cães, uma vez que os impede de mostrar o seu outro lado, como cães de serviço. Que tipo de mensagem quer passar aos seus filhos, quando dizemos "nós amamos cães", mas depois rejeitamos determinadas raças de cães? Assim como eu não gostaria que meus filhos fossem mal vistos porque são mexicanos, eu não gostaria que o meu cão fosse erradamente mal visto só porque é um Pit Bull. Quero que as pessoas os avaliem com base nas ações que tomam e o que fazem para a sociedade, não pela carga a que sua raça lhes atribui.

www.cnoticias.net

crianças a idosos, pois como qualquer cão, podem estranhar crianças se nunca tiverem visto uma. Pit Bulls são bons animais de estimação, mas devem ser tratados com cuidado e respeito por quem decidir criá-los. O seu treino é essencial e quando andam na rua devem usar sempre trela curta, açaime e estrangulador, devendo ser conduzidos por pessoas com força física suficiente para conter o animal em caso de euforia. Aliás, este conselho é válido para qualquer cão de médio ou grande porte. Segundo os resultados da Sociedade Americana para o estudo do Temperamento(ATTS), instituição que estuda e avalia o temperamento e comportamento de milhares de cães de diversas raças, face a situações variadas, pessoas diferentes, capacidade de avaliação e reação, instinto de proteção e agressividade, o American Pit Bull Terrier teve um dos maiores índices de aprovação, estando entre os mais dóceis e menos propensos a atacarem uma pessoa. Ficaram inclusive à frente de Collies, Cockers, Pastores Alemães, Golden Retrievers e Dálmatas. Um pouco por todo o mundo a tónica é comum: transferiu-se a responsabilidade de um ataque para o animal, ilibando-se o comportamento dos donos. Cães que se envolvam em ataques são retirados aos donos e eutanasiados. Nos Estados Unidos da América, quase todos os estados tentam aprovar leis de restrição à criação desta raça específica. No Texas, os polícias do Controlo Animal têm ordens legítimas para atirar à vista de um Pit Bull... mesmo que o cão esteja dentro de portas, acorrentado ou açaimado. Para os defensores dos animais esta é "a mais concentrada forma de violência legal contra uma raça específica". O paradigma pode mudar com alguns políticos a apontar no sentido de penalizar os donos: um breve olhar sobre a história de Pit Bulls permite perceber que os cães não são o problema, os seres humanos que abusam deles é que o são. Ao longo de mais de 100 anos, o facto dos proprietários serem pessoalmente responsáveis foi suficiente para evitar ataques e a raça foi percebida como muito amiga das crianças. Com orientação e educação é possível restaurar essa imagem e reabilitar a reputação do Pit Bull, um ícone americano. FONTES: http://www.ywgrossman.com/photoblog/?p=676 For over one hundred years americans knew pit bulls for what they did best. babysitting. part i. http://www.cesarsway.com/dogbehavior/basics How Did Pit Bulls Get a Bad Rap http://www.pitbullportugal.com/ http://pt.wikipedia.org/wiki/Pit_bull http://news.yahoo.com/blogs/upshot/pitbulls-surprising-past-nanny-dogs-195612543.html Pit bulls’ surprising past: Nanny dogs http://www.care2.com/causes/heres-what-pit-bulls-are-really-bred-to-do.html What Pit Bulls are Really Bred to Do COMENTÁRIO DE CESAR MILLAN Solicitámos, por email, via website oficial, comentário sobre esta questão ao conceituado treinador de cães Cesar Millan.

47


NÓS

Daniel Pinheiro

T

irou o curso de Design Multimédia em Coimbra, especializou-se em Londres, mas é mais fácil apanhar Daniel Pinheiro embrenhado pelas matas da Amazónia do que em Portugal. Daí que, quando soubemos que o realizador de vida selvagem estaria a mostrar o seu trabalho no Museu da Ciência da Universidade de Coimbra, arriscámos e solicitámos uma entrevista. Ficou marcada para uma anónima terça-feira, ali debaixo da enorme árvore da borracha do Jardim Botânico. Há em Daniel Pinheiro uma certa introversão e cuidado em falar no que faz… quando no final da entrevista, enquanto nos despedíamos, nos atira que se ganha menos dinheiro a fazer filmes de vida selvagem do que a afinar pianos, ficámos estáticos e sem qualquer pergunta de seguimento. Perante o nosso embaraço lá desdobrou que enquanto estudava em Coimbra ganhava a vida a afinar pianos por todo a região o que, afinal, até bate certo com a profundidade do personagem que havíamos conhecido há relativamen-

48

te pouco tempo. Aprendeu com Sir David Attenborough, Paul Reddish, Neil Lucas, Martin Elsbury ou John Wood o que equivale a dizer os melhores profissionais no cinema de vida selvagem da prestigiada escola que é a BBC – unidade de história natural. De momento está a trabalhar para a Light and Shadow, uma produtora alemã que está a filmar para a National Geographic uma série intitulada “Wild Brazil” em seis episódios sobre os grandes biomas do Brasil: Amazónia, Pantanal, Cerrado, Caatinga, Costa e Ilhas.

Coimbra, Gulbenkian, Londres Começou a dar que falar com “Mondego” o trabalho que realizou para a pós graduação da especialização do Mestrado em Wildlife Documentary Production tirado em Salford (Inglaterra). Para Daniel Pinheiro os documentários de vida selvagem são “uma paixão antiga” que quase o fez enveredar pelas ciências e pela biologia. Quando chegou a altura de decidir o curso, escolheu as artes e o curso de Design e Multimédia. Juntou, assim,

a formação em audiovisual à paixão pela vida selvagem. Soma-se uma passagem pela Fundação Gulbenkian para uma especialização em áudio e o mestrado em Londres que lhe permitiu “aprender com os melhores da indústria: a Inglaterra é o país mais desenvolvido nesta área”. “Mondego” é o projeto final de curso: “sempre tive a ideia de filmar o meu país e o mestrado permitia-me filmar em qualquer local do mundo. Escolhi o Mondego, pelas minhas naturais ligações à cidade, nasci em Coimbra, e também para dar a conhecer o Mondego que permite uma história muito especial desde a nascente até à foz e que em termos cénicos é muito rico" esclarece. O filme mereceu distinção um pouco por todo o mundo e gerou bastante burburinho nas redes sociais. O trabalho seguinte “Entre o céu e as marés” retrata o quotidiano das aves no estuário do Sado, uma encomenda da Reserva Natural do Estuário do Sado, que teve já exibição na SIC, e que colheu a preferência de milhares de telespectadores: “O meu trabalho é traduzir conceitos científicos mais complicados em imagens JUNHO 2013


O afinador de pianos que filma a vida selvagem Define-se como um contador de histórias. Esteve quase para ser biólogo, mas preferiu as artes do cinema para traduzir a sua imensa paixão pela vida selvagem. POR BRUNO VALE

Papagaios e textos mais simples e que o público possa perceber. No fundo é contar histórias… e Portugal tem material e pano para mangas para se contar histórias muito locais e específicas, mesmo fugindo do elenco dos parques naturais. O apelo das pessoas a estes filmes deve-se ao facto de as pessoas terem um enorme desconhecimento do que os rodeia. O sucesso do Mondego e do Sado… mostram zonas e espécies que as pessoas normalmente não veem. Eu mostro outro lado, outro ponto de vista sobre a nossa riqueza em termos de biodiversidade”. Nesta pausa das filmagens na Amazónia o realizador conta completar um outro projeto que tem em mãos sobre o Alentejo: “está a decorrer desde o ano passado, em Castro Verde. A estação seca está filmada. Agora estamos a filmar a primavera… Lidar com a natureza não é uma coisa imediata. Há horizontes temporais que temos de respeitar”. Interrogamos Daniel Pinheiro acerca de dificuldades crescentes no seu trabalho: “em Portugal é muito complicado encontrar uma paisagem que não esteja invadida por eucalipto, que não é uma árvore portuguesa, é um vestígio humano. E há muitas eólicas que moldam completamente uma serra. Para se conseguir um plano do Caramulo para a Serra da Estrela… não conseguimos filmar uma cadeia de montanhas sem eólicas o que é um bocado... No filme do estuário do Sado foi assumida a presença humana, até porque a comwww.cnoticias.net

ponente humana no Sado e no Alentejo é fundamental…. e com impacto na biodiversidade. Há zonas de cultura intensiva que potenciam a biodiversidade.”

Conservacionismo E em relação ao desaparecimento diário de espécies animais? “Sim, as espécies estão muito ameaçadas e portanto o nosso trabalho já não é tanto cinematográfico, mas quase conservacionista. Mas aprendemos a não intervir. Por exemplo, a zona da Caatinga, que é uma zona semidesértica do Brasil, no interior do nordeste - o chamado Sertão - é uma das zonas mais difíceis de viver, muito quente, muito seca e onde praticamente não chove. Estávamos lá a filmar a vegetação arbustiva (que é única e só se encontra ali) e víamos os animais em muito mau estado... O mocó, um roedor médio, em muito má condição, o pelo a cair, só ossos, a passar fome e sede e não há nada a fazer, é o ciclo da vida… outros animais, cascavéis em muito mau estado, sem alimentação. Dois anos de seca e os animais, mesmo adaptados aquele extremo, estavam em muito mau estado. Mete impressão filmar isso mas eticamente não devemos interferir nessas coisas. Não interferimos em tudo o que é natural ,porque faz parte da vida selvagem. É um sítio bom para os abutres… há sempre animais que ficam por cima! É a natureza!”. Enquanto Daniel Pinheiro ia falando acabamos por nos abstrair a fitar o verde do

É-me difícil olhar para papagaios engaiolados. Depois de irmos lá ver milhares de papagaios naquela imensidão da Amazónia, muda-se completamente… é um fascínio para mim.

jardim botânico e a viajar mentalmente pelos locais que nos vai descrevendo (e a dar graças por estarmos a gravar a entrevista) e não resistimos a perguntar se sentia urgência em voltar para o Brasil e fugir destes esquemas de dar entrevistas ou procurar um lugar para estacionar: “acho que conseguimos gerir esse distanciamento. Mas, por exemplo, ficar sem rede de telemóvel é complicado… No Brasil sente-se bem o isolamento… consegue-se andar quilómetros (mesmo de carro) sem qualquer vestígio de presença humana. Há zonas no Brasil tão inacessíveis que só mesmo o exército é que lá vai… podemos passar semanas sem rede de telemóvel, sem poder contactar a família… mas também faz parte… alhearmo-nos do mundo para perceber outras paisagens, outras culturas… O Brasil é enorme… é um continente. Os melhores parques são aqueles onde estão os índios. A lei lá é deles. A lei brasileira não interfere com essas reservas e são as áreas mais protegidas e equilibradas em termos ecológicos. Os índios mantêm com sucesso o equilíbrio ecológico há milhares de anos, porque não assumir esse padrão?”. 49


A Guerra

NÓS

Desde o princípio da humanidade, as sementes acompanham a caminhada das comunidades tradicionais, por isso, a história das sementes está intimamente associada à história do homem.

Sementes DAS

E

BRUNO VALE (PESQUISA) e ANDRÉ NAVEGA (INFOGRAFIA)

stá para ser discutida uma das questões mais importantes para o futuro da civilização humana. O controlo sobre os direitos de propriedade de sementes está em discussão com grandes multinacionais a registarem patentes de sementes geneticamente modificadas mais resistentes e produtivas. Organizações por todo o mundo defendem a semente como património comum e a importância de manter o sistema de trocas e melhoramentos pela forma natural. Pensa que esta questão está distante de si? Saiba mais nesta infografia.

ALIMENTOS GENETICAMENTE MODIFICADOS (AGM) São alimentos produzidos a partir de organismos cujo embrião foi modificado em laboratório, pela inserção de pelo menos um gene de outra espécie. Alguns dos motivos de modificação desses alimentos são para que as plantas possam resistir às pragas (insetos, fungos, vírus, bactérias e outros) e a herbicidas. O uso de herbicidas, inseticidas e outros agro tóxicos pode diminuir com o uso dos transgénicos, já que eles tornam possível reduzir o uso de produtos químicos (são "programados" para isso.)

SHIVA VANDANA É uma física, eco feminista e ativista ambiental da Índia. Ganhou o Right Livelihood Award em 1993, considerado uma versão alternativa do Prémio Nobel da Paz. Entre as suas atividades mais recentes, incluem-se iniciativas de ampla divulgação para a preservação das florestas da Índia, luta em favor das sementes como património da humanidade e programas sobre biodiversidade dirigidos a diferentes coletividades, além de pesquisas para o desenvolvimento de uma nova estrutura legal para os direitos de propriedade coletivos.

A POSIÇÃO DA GREEN PEACE A transgenia permitiu desenvolver o conceito de que uma empresa pode patentear um ser vivo. A engenharia genética permite aos cientistas criar plantas, animais e microrganismos manipulando o seu conteúdo genético dum modo que não ocorreria naturalmente. Estes organismos podem espalhar-se pela biosfera e interagir com organismos naturais, contaminando ecossistemas naturais duma maneira imprevisível e incontrolável. A biodiversidade deve ser protegida e respeitada como uma herança global da humanidade e como uma das fontes essenciais de sobrevivência.

AGM NA SUA DESPENSA A Plataforma Transgénicos Fora realizou nos hipermercados, no final de 2012 e início de 2013, um levantamento dos alimentos que contêm ingredientes transgénicos. Essa presença limita-se à soja transgénica utilizada nos óleos alimentares. Visite www.stopogm.net para verificar se o seu óleo de cozinha é refinado a partir de sementes geneticamente modificadas.

Cronologia dos cultivos experimentais de transgénicos em Portugal (exemplos)

2010 Cultura: Milho (Zea mays) variedade NK603 Empresa: Monsanto Onde: Monforte, Monção 2009 Cultura: Milho (Zea mays) variedade NK603 Empresa: Monsanto Onde: Évora, Salvaterra de Magos 2008 Cultura: Milho (Zea mays) variedade GA21 Empresa: Syngenta Onde: Monforte e Ferreira do Alentejo 2008 Cultura: Milho (Zea mays) variedade 98140 Empresa: Pioneer Onde: Monforte e Ferreira do Alentejo A SOJA Um dos primeiros AGM é o que tem mais patentes de comercialização. Utilizado para a indústia alimentar em óleo, leite de soja, tofu e bebidas de frutas. Por todo o mundo agrícola tem-se assistido a uma migração para as sementes modificadas de cerca de 10 multinacionais.

FONTES: https://pt.wikipedia.org/wiki/Transg%C3%AAnese#Alimentos_transg.C3.A9nicos http://pt.wikipedia.org/wiki/Vandana_Shiva http://transgenicidade.blogspot.pt/2010/11/artigo-da-greenpeace-sobre-ogm.html http://stopogm.net/?q=taxonomy/term/46 http://ec.europa.eu/dgs/health_consumer/pressroom/animal-plant-health_en.htm http://pt.wikipedia.org/wiki/Monsanto_(empresa) Sites oficiais das empresas citadas e www. noticias.uol.com.br

2013


Nos tempos dos Descobrimentos, o primeiro fenónemono de globalização, sementes e especiarias eram moeda de troca entre nações e garantia de alimentação das populações.

GRUPO MONSANTO É uma indústria multinacional de agricultura e biotecnologia. Situada nos EUA, é hoje, na sua maioria, francesa. É a líder mundial na produção do herbicida glifosato, vendido sob a marca Roundup. Também é, de longe, o produtor líder de sementes geneticamente modificadas (transgénicos), respondendo por 70% a 100% do market share para variadas culturas. PATENTES (segundo www.monsanto.com.br/): sorgo, algodão, milho, soja, tomate, cana-de-açúcar e pesticidas.

Vernon Bowman é um agricultor canadiano que guardou sementes Monsanto de uma colheita para outra. Foi condenado em tribunal a ressarcir a Monsanto por infração de patente.

DOW A gigante norte americana está a desenvolver uma nova variedade de milho, o "Enlist" que tem sido alvo de intenso debate, não pelo milho em si, mas pelo potente herbicida desenvolvido para proteger essa variedade. Especialistas receiam que o herbicida 2,4-D possa causar danos generalizados a cultivos que não passaram por processos de engenharia para serem tolerantes ao mesmo.

A POLÉMICA LEI DA UE A 6 de maio a UE aprovou uma resolução que propõe ilegalizar todas as sementes que não sejam registadas nos Catálogos Nacionais de Variedades. Apenas exclui desta obrigação as sementes utilizadas na investigação ou em bancos oficiais de sementes e a troca informal e gratuita entre pessoas que não sejam criadores ou agricultores. O termo “comercialização” foi ampliado, passando a incluir qualquer troca ou cedência, mesmo gratuita, entre quaisquer pessoas ou organizações ligadas à produção de sementes.

O abrigo subterrâneo do Banco Mundial de Sementes de Svalbard, a 180 metros acima do nível do mar, está, sob camadas de permafrost. As sementes estão protegidas de guerras, catástrofes ou das mudanças climáticas globais.

DUPONT É dos EUA e a segunda maior empresa química do mundo em termos de volume de capital, e a quarta em termos de receita. Através da sua marca Pioneer comercializam sementes melhoradas de milho, algodão, mostarda, arroz, sorgo, soja, girassol, trigo, entre outros.

Gigantes da genética Os novos donos das sementes

U

m relatório divulgado pelo Grupo ETC alerta que seis gigantes da genética multinacionais controlam as prioridades atuais e de direção futura das pesquisas da agricultura mundial. Syngenta, Bayer, BASF, Dow, Monsanto e DuPont controlam 59,8% de sementes comerciais, 76,1% de agroquímicos e pelo menos 76% de todo o investimento do setor privado nesse campo. Com o crescimento da população mundial, cresce também a necessidade de produzir alimento. As empresas da biotecnologia prometem cumprir essas necessidades através de avanços na área agrícola, promovendo uma maior variedade, plantas mais nutritivas e controlo de pragas mais eficazes e com menor impacto ambiental.

BAYER A gigante das farmacêuticas, através da sua Bayer Crop Science, comercializa produtos para o setor da vinha. Tem tentado aprovar, sem sucesso, uma patente de arroz geneticamente modificado.

BASF Produção de alimentos seguros e saudáveis é o objetivo da BASF. É fornecedora líder de mercado em herbicidas, fungicidas e insecticidas. Define-se como especialista em fitofarmacêuticos e promete reforçar a investigação biotecnológica para o cultivo de vegetais que suportem os períodos de frio, que sejam menos sensíveis à seca e que apresentem um conteúdo maior em vitaminas e ácidos gordos .

SYNGENTA Resulta da fusão da Novartis com a AstraZeneca. É uma empresa de proteção de cultivos e biotecnologia com sede em Basileia, Suíça. Considerada uma das maiores indústrias de sementes do mercado global, a empresa trabalha com pesquisa e venda de soluções em sementes e químicos para usos agrícolas.

AGM E CANCRO Ratos alimentados com alimentos transgénicos morrem antes do previsto e sofrem de cancro com mais frequência do que os outros animais da espécie, destaca um estudo publicado em 2012 pela revista Food and Chemical Toxicology. Os cientistas compararam tumores que apareceram em ratos que comeram milho geneticamente modificado durante dois anos. Segundo o estudo, a mortalidade das fêmeas que receberam esse tipo de alimento é duas ou três vezes maior em comparação com as que comeram alimentos não alterados geneticamente.

SEMENTES NO GELO Banco genético numa ilha do Ártico já contém mais de 500 mil sementes e no futuro deverá armazenar todas as espécies vegetais do planeta.

51


NÓS

a che é um aUma ca rw e p p u po t caixa, ti e à prova de ada h c ueno fe , re um peq ) e ue tem ok o b g o água, q (l gistos re e o cad m o ro c liv tos tais je b o , bos s n a algu moed u lápis, aixo b e d netas o s u outro necos o para troca. valor

Geocaching Andam por aí pessoas à procura de tesouros em caixas de plástico Detalhe das caches registadas na zona centro. Sim, são aqueles pontos verdes todos!

Será um geocacher nato? Para ser um geocacher tem de respeitar uma série de regras que estão no site Geocaching. com. Depois de submeter a sua cache a validação, os próprios revisores vão ver se está de acordo com os parâmetros definidos. A Revista C decidiu aderir ao Geocaching e, por isso, propõe um desafio: será capaz de encontrar a nossa cache? Basta seguir as nossas coordenadas (40.185138, -8.403918) – e as dicas que damos no site. Quando chegar lá vai ficar surpreendido. Boas “cachadas”!

52

J

oana Mendes mora em Pereira do Campo e é rececionista. Há um ano atrás estava longe de imaginar que ia ser conhecida pelo nickname “Captis” e que hoje andaria pelos montes e vales, cidades e aldeias mais bonitas de Portugal, de GPS na mão, à procura de tesouros escondidos. Não, não se tratam de potes com moedas de ouros, nem de joias. São as famosas caches (ou caixas) que andam a fazer com que os milhares de geocachers do nosso país corram dezenas (e até centenas de quilómetros) para chegarem aos mais belos recantos de Portugal. Joana faz parte da comunidade mundial de Geocaching desde 2012. Pode parecer pouco tempo, mas até agora já “descobriu” mais de 300 caches: “Conheci este jogo através do meu colega de trabalho e agora já não passo sem isto. Saio muitas vezes do trabalho e começo a pensar em fazer uma cache e isso é muito bom, porque descontrai”. O problema, segundo a entendida, é encontrar a primeira cache, porque depois torna-se um vício… saudável. O Geocaching é denominado de caça ao tesouro do século XXI, também conhe-

MÁRCIA DE OLIVEIRA

cido como geoturismo. Aqui o objetivo é escolher o nosso tesouro e colocá-lo num local que merece ser partilhado. Depois é só tirar as coordenadas desse local (com smartphone ou gps) e colocar lá a cache (bem disfarçada) que contém um logbook (para as assinaturas com os nicknames dos que por lá passam e a encontram) e, muitas vezes, objetos que podem ser trocados por outros de valor igual ou superior. Os geocachers chegam lá através das coordenadas fornecidas por cada um dos exploradores na página do Geocaching (www. geocaching.com) e depois podem partilhar a sua experiência nessa mesma página (o chamado log virtual). As caches podem ir desde as tradicionais e com um grau de dificuldade básico, até às múltiplas que nos levam a seguir pistas, mesmo depois de chegarmos à coordenada correta, o que a torna uma cache com dificuldade avançada. “É uma forma de conheceres mais zonas”, afirma Joana Mendes. Além disso, existem ainda aquelas que, pela sua ampla dificuldade, apenas podem ser alcançadas através de escalada, rapel, mergulho… aí vai ter de ir bem preparado. JUNHO 2013


Joana Mendes e Pedro Longuinho conheceram-se através do Geocaching

Equipamento essencial • Telemóvel com GPS e Internet • Equipamento GPS ou tablet • Caneta • Calçado e roupa confortável • Água • Protetor solar • Repelente de insetos • Bateria extra para o recetor do sinal GPS • Lanterna

A “cachar” desde 2001 Apesar de não ser tão conhecido quanto se pensa, o geocaching já existe desde 2001, ano em que abriram o sinal GPS. Começou nos Estados Unidos da América, mas rapidamente se espalhou pelo mundo e, hoje em dia, a Europa e a América são os dois continentes com mais geocachers. Em Portugal, até 2010, estavam registadas cerca de 9000 caches. Pedro Longuinho, ou “lupinlongo” como é conhecido na comunidade de geocaching, pratica esta atividade oficialmente desde 2009, mas já a conhece desde o início: “em 2004 os equipamentos de GPS ainda eram muito caros, só os arqueólogos é que podiam investir nesse tipo de equipamento. Por isso é que só me inscrevi no geocaching quando tive um telemóvel com GPS” explica o enfermeiro que já é um sénior nestas andanças. De 2009 para cá, "lupinlongo" já descobriu mais de 2000 caches em várias localidades de Portugal e uma em Espanha. Para encontrar algumas, com a Linha do

Caches urbanas são, normalmente, um pouco mais pequenas.

Os geocachers deixam comentários e apreciações nos logbooks.

Douro e a Rota dos Túneis, já chegou a fazer mais de 50 quilómetros a pé mas, como diz, vale a pena. “Conheço o caso de um pai que é geocacher e que registou o filho no site logo depois do nascimento. A fotografia que marcou esse registo foi tirada na cache “Natal” que está junto à maternidade”. A Região Centro está “minada” de caches e, em Coimbra, a cache da Mata do Choupal é a mais antiga (está ativa desde 2005).

Os grupos, os encontros e as histórias que ficam Mais do que uma caça ao tesouro, o geocaching permite conhecer lugares maravilhosos e, muitas vezes desconhecidos, assim como pessoas e histórias incríveis. “Existe uma cache na estação velha e quando decidi que a ia descobrir, discretamente, um segurança apercebeu-se e veio direito a mim. Ao contrário do que eu esperava (um ralhete), ele prontificou-se a dizer em que local é que estava a cache. Foi muito engraçado, porque

Logbooks podem ser rolos de papel ou pequenos cadernos. Haja imaginação!

Para encontrar as caches, marcamse coordenadas em equipamentos com GPS. As caches são em plástico para proteger os "tesouros" do clima.

ele já tinha visto muitas pessoas a irem lá, mas nunca ninguém lhe tinha explicado do que se tratava. É de louvar, porque mesmo assim ele manteve o espírito do jogo” explica Joana Mendes enquanto Pedro Longuinho refere que normalmente “os que não fazem geocaching não partilham da mesma magia dos geocachers, são os chamados muggles (como no Harry Potter) e muitos roubam as caixas e destroem a beleza da atividade”. Eles sabem do que falam, porque já viram algumas caches serem roubadas e, mesmo, apreendidas pela polícia. “O mais engraçado é que tenho logbooks com assinaturas de guardas e até de presidentes de junta, que partilham deste espírito e gostam de proteger os locais” refere Pedro. Estes dois geocachers fazem caches individuais, mas também fazem caches em grupo. Geosmile, Geogang e Pontos Cardeais são alguns dos grupos que se formaram para “cachar”… sem espaço para rivalidades. Durante o ano, são vários os eventos que organizam para também se conhecerem para além do nickname. O próximo é já no dia 22 de junho, o “GoodFellas”, organizado pelo Geogang. Momentos de diversão e convívio ao ar livre que não deixam os membros indiferentes.

Apps de referência • • • • • • •

C:geo Geocaching Toolkit iGCT Geocaching Groundspeak GeoBucket Opencaching Cache Me Geosphere 53


INICIATIVAS

Cupcake gigante entrou no Guiness Book! Coimbra entrou no Livro de Recordes do Guiness com o maior cupcake do mundo, com três metros e meio de altura e cerca de 782 quilos! Lúcio Borges, dono do café “A Brasileira” e da pastelaria “Moeda”, é o mentor deste evento, cuja equipa englobou oito pessoas durante dois dias inteiros, os membros da Associação Olhar 21 e… muitos ingredientes: 400 quilos de farinha, 200 quilos de açúcar, 120 quilos de chocolate, 120 quilos de gordura vegetal, 90 litros de Licor Beirão…e muito trabalho e dedicação. A marca Coimbra ficou ainda mais visível com a “cabra” (Torre da Universidade de Coimbra) feita com açúcar, o remate perfeito para um doce gigante que ao início era só para ter 600 quilos e cujo resultado final se revelou bastante acima do esperado e, por isso, muito satisfatório. No final, e para festejar, o bolo foi vendido às fatias à multidão que passou pela Praça 8 de Maio para assistir ao evento.

PUB

Verbas das arrecada a ra a p o vã 21 o Olhar ã ç ia c o s o As n s a d a utiliz e serão a nova d to n e m melhora recida sede, ofe C M C la e p


a

A Revista C em parceria com o Hotel D. Luís, em Coimbra, tem em curso um ciclo de workshops multidisciplinares. Temas interessantes em sistema de formação complementar e destinados a universo alargado de interessados.

Revista C e Hotel D. Luís em ciclo de workshops Workshop: Aula ou curso prático sobre uma atividade ou um assunto específico

Workshop

Problemas de Comportamento e Indisciplina Porque é que não consigo controlar o meu próprio filho? Estarei a estabelecer regras de forma eficaz? Como posso minimizar a ocorrência de problemas de comportamento? Será que se passa algo de errado com o meu filho?

Estes são exemplos de questões que poderá ver respondidas no workshop “Problemas de Comportamento e Indisciplina” dinamizado por Ana Oliveira, autora do artigo das páginas 70 e 71. Se pretende obter informação especializada acerca desta temática, colocar questões, aprender técnicas específicas ou apenas ter acesso a conhecimento atualizado, inscreva-se! Data: 26 de junho Hora: 21h00 às 23h00 Preço: 25€ por pessoa (20€ assinantes Revista C) Inscrições para o email: workshops@cnoticias.net.

Workshop

NOTA: Haverá um número mínimo de inscrições a registar para levar o workshop a cabo. PUB

Tratamento fotográfico em Photoshop Além de ser um poderoso instrumento informático, o Photoshop é hoje o herdeiro dos processos laboratoriais que sempre fizeram parte essencial do trabalho, do encanto e do mistério da fotografia. Permite o tratamento das imagens digitais, levando os seus utilizadores a patamares criativos quase sem limites ou fronteiras. Neste workshop vão ser lecionados os conceitos base para o tratamento de fotografias: apresentação do programa, principais métodos de alteração de cor, seleções, filtros, modos de mistura e opções de camadas, diferenças entre formatos e espaços de cor e preparacão para impressão/web. Por André Navega. Data: 15 de junho Hora: 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 19h00 Preço: 35€ por pessoa (30€ assinantes Revista C) Inscrições para o email: workshops@cnoticias.net.

www.cnoticias.net

NOTA: Haverá um número mínimo de inscrições a registar para levar o workshop a cabo.

55


OPINIÃO

INOVAÇÃO E REGIÕES: SOLUÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO? FREDERICO DINIS DOUTORANDO CES

N

as últimas décadas a inovação ultrapassou a clássica dimensão tecnológica, tornando-se um ponto fundamental na análise da dinâmica territorial e nas teorias de desenvolvimento económico. Hoje em dia o modelo de inovação linear, descendente da era industrial, foi ultrapassado pelos modelos de inovação interativos que têm em consideração aspetos cada vez mais importantes como os contactos informais e os fluxos de conhecimento tácito entre os diferentes tipos de atores. Assim, existe uma mudança no sentido de se perceber o processo de inovação como sendo um mecanismo construído socialmente com base na acumulação de conhecimento, através de um processo contínuo e interativo.

56

Neste âmbito, os sistemas de inovação de âmbito nacional são de grande importância pois a maioria das políticas públicas que influenciam a inovação e a atividade económica são desenhadas e concretizadas a nível nacional. Mas, este nível é por vezes demasiado amplo, podendo assim beneficiar quadros setoriais, sendo mais vantajosa a definição de estratégias ao nível regional.

Associado a estas dinâmicas e à capacidade regional de inovar, tal como referido anteriormente, estão os sistemas de inovação que incluem um conjunto de elementos e aspetos da estrutura económica e do quadro institucional que afetam os processos de aprendizagem, de investigação e exploração de novos conhecimentos, englobando alguns vetores essenciais como: a organização interna das empresas, as relações interempresas, o setor público, as instituições científicas e tecnológicas, o sistema de ensino-formação e o sistema financeiro.

Estudos recentes apresentam um conjunto de casos de regiões inovadoras, que pertencem a países que não têm um sistema nacional de inovação forte, onde os sistemas regionais de inovação são a resposta para aumentar a competitividade desses países. A grande vantagem do desenvolvimento de sistemas regionais de inovação é a sua fácil implementação no terreno devido ao nível de “derrames” de conhecimento entre organizações, à mobilidade “localizada” de trabalhadores qualificados e ao nível de colaboração entre organizações dentro da região.

(...) as regiões têm vindo a tornar-se importantes zonas de desenvolvimento e as redes de âmbito regional são a esfera privilegiada para o estabelecimento das relações de confiança essenciais aos processos de aprendizagem e inovação (...)

DR

A competitividade territorial está intimamente associada à criação de conhecimento e ao desenvolvimento de capacidades localizadas que promovem o processo de aprendizagem. Neste sentido, as dinâmicas de inovação têm por base recursos específicos dos locais, sendo os sistemas de inovação e produção baseados numa região instrumentos cada vez mais privilegiados para a disseminação do conhecimento.

Assim, as regiões têm vindo a tornar-se importantes zonas de desenvolvimento e as redes de âmbito regional são a esfera privilegiada para o estabelecimento das relações de confiança essenciais aos processos de aprendizagem e inovação. A própria União Europeia tem vindo a destacar esta mesma ideia ao referir que, tal como se considera a inovação como um elemento chave da política de desenvolvimento económico, a dimensão regional é cada vez mais um elemento potenciador de atividades de inovação levadas a cabo pelo tecido produtivo e que podem ser vistas como um potencial endógeno para o desenvolvimento de um ambiente dinâmico favorável ao desenvolvimento da inovação de base regional.

ABRIL 2013


INSUSTENTÁVEL!

N

os últimos tempos a crise económica, seja ela no país, na Europa ou no mundo, domina as primeiras páginas. Ocupa-nos a mente, preocupa-nos, faz-nos refletir sobre a incerteza e as dificuldades de já vivermos ou termos de viver sem emprego, sem rendimento. Olharmos para um horizonte de décadas, pensarmos nas próximas gerações, numa escala que não a nossa em termos de tempo e também de espaço, isto é, no nosso planeta, torna-se difícil, ou pelo menos pouco prioritário. Estou convencido que as soluções económicas e financeiras que até possamos encontrar para a dita crise, são passageiras e de curta duração, porque o verdadeiro problema é muito mais profundo. Se tivesse que apontar alguns dos aspetos determinantes, a população mundial, seria dos primeiros. Mais de sete mil milhões de habitantes (a caminhar para 9 mil milhões em 2050), num planeta com recursos limitados e sobre explorados, implica uma aposta enorme em recursos renováveis e num uso tão eficiente quanto possível desses mesmos recursos. Depois, há um problema de valores, onde a qualidade de vida não se mede pela felicidade e pelo bem-estar, mas sim por um consumo exponencial, onde os países em desenvolvimento seguem as passadas erradas dos ditos países desenvolvidos. Acabamos assim por estar a usar recursos que demoraram muitos anos, como é o caso das pescas, ou mesmo milhões de anos, como sejam o carvão, o petróleo ou o gás natural, de forma rápida e extremamente penalizadora, ou porque extinguimos espécies e destruímos diretamente ecossistemas, ou porque emitimos com a queima dos

www.cnoticias.net

Quando se ouve falar que combater a crise se faz pelo crescimento económico, é preciso de uma vez por todas entender que o planeta tem limites, que já foram ultrapassados, e que já estamos a ir buscar muitas das poupanças que deveriam ser intocáveis. Deveríamos também ler os inúmeros relatórios de especialistas e das próprias Nações Unidas que nos apresentam dados explicando as atividades que são importantes na geração de emprego, na redução da nossa pegada ecológica, e que passam por áreas como as energias renováveis, a reabilitação urbana, a agricultura biológica, o primado da qualidade dos produtos, o ecodesign, entre outras vertentes de uma economia chamada de verde. Mas isso não chega – só a mudança de paradigma sobre o que é verdadeiramente um desenvolvimento sustentável, que olha

para os materiais, para a energia, para a água, mas também para a educação, a cultura, os valores individuais e comunitários de uma sociedade democrática e partilhada, é que nos poderá apontar um caminho de futuro longínquo com qualidade de vida. Podemo-nos sentir impotentes, mas é o papel de cada um no dia-a-dia, na conjugação de esforços das associações e das comunidades alertando os decisores e os empresários em qualquer parte do mundo, que é fundamental para inverter a insustentabilidade de um planeta que, no entanto, ainda acredito e desejo que seja viável para todos.

(...) Se tivesse que apontar alguns dos aspetos determinantes, a população mundial, seria dos primeiros. Mais de sete mil milhões de habitantes , num planeta com recursos limitados e sobre explorados, implica uma aposta enorme em recursos renováveis (...)

DR

FRANCISCO FERREIRA QUERCUS

combustíveis fósseis quantidades enormes de dióxido de carbono causadoras do maior problema ambiental deste século, as alterações climáticas. A forma como os recursos são depois usados ou distribuídos nos diferentes continentes é determinante para desigualdades enormes entre países, mas também internamente no seio de cada um dos países.

57


COMPORTAMENTO

Os negócios do futuro já estão em progresso pelo mundo Testes de DNA Por uma baixa quantia, a 23andMe oferece testes de DNA caseiros aos consumidores e explica como analisar o próprio DNA na base de dados online. O resultado pode revelar tendência para mais de 100 tipos de doenças - incluindo cancro da próstata, Parkinson e diabetes tipo 1 e 2 - e mais informações sobre a genealogia.

Metro do Japão do Leste A empresa de Metro do Japão do Leste (JR East) investiu numa fonte de energia alternativa. Na estação de Tóquio, a empresa instalou placas de energia no chão, entre os torniquetes( de entrada e saída) por onde passam os passageiros, que utilizam a tecnologia piezoelectric flooring. Elas absorvem o impacto das pisadas dos passageiros e convertem em energia elétrica. Por enquanto, a estação só utiliza essa eletricidade para manter um painel que mostra a energia gerada pelos passos. Mas, num futuro próximo, o objetivo é usá-la nos torniquetes eletrónicos e para iluminar toda a sinalização da estação.

Tecnologia CEye A Tobii é a maior empresa a trabalhar com tecnologia que permite o controlo ocular. A empresa desenvolveu um conjunto de aparelhos – Tobii I-Series - com a tecnologia CEye. Trata-se de um método que substitui - ou complementa - o rato e o teclado. Através dos olhos é possível controlar o cursor na tela e clicar num arquivo piscando ou fixando o olhar. Uma das vantagens dessa tecnologia é que pode ser usada para facilitar a vida de pessoas que possuem limitações de movimentos, dando um sentido de controlo e uma maior independência. O equipamento pode ser também utilizado em áreas 58

A Sueca Tobii está a preparar um sistema em que através dos olhos é possível controlar o cursor na tela e clicar num arquivo piscando ou fixando o olhar.

A japonesa Shimano desenvolveu uma tecnologia que utiliza dínamos nas rodas

a, logi cno ogia, e t o l Bi no e, são otec nan abilidad ximas pó ent sust as das s de a m i u c g n ê al tend rcado e m

como jogos de computador, instrumentos médicos, pesquisa de marketing e de comportamento do consumidor e educação.

Shimano com dínamos A maioria de nós cresceu com as bicicletas Shimano (ou pelo menos com conhecimento da marca). A empresa japonesa desenvolveu uma tecnologia que utiliza dínamos nas rodas para alimentar os faróis e o computador de bordo das bicicletas com energia. A empresa criou também o conceito de coasting, que consiste em pedalar de forma casual para aumentar a qualidade de vida, e faz campanhas do uso da bicicleta como meio de transporte alternativo, contribuindo para a sustentabilidade.

MonoTracer Produzido pela empresa suíça Peraves, é um veículo que alia o tamanho e a experiência de uma mota à segurança e conforto de um carro desportivo. O cockpit é feito de kevlar (material muito resistente) e fibra de carbono, tem ar condicionado e faz 28 quilómetros com um litro de gasolina. O formato foguetão comporta um motorista e um passageiro e pode ser uma boa alternativa num futuro próximo.

Pagamentos com telemóvel A Nokia está a lançar telemóveis que

permitem ao utilizador fazer pagamentos usando apenas o aparelho - sem cartão, sem enviar mensagem – somente através da aproximação da máquina, como bilhete em transportes públicos. Mas esta tecnologia, desenvolvida pelo MIT, tem muito mais potencial. Transferências de dinheiro de um telemóvel para o outro, envio de arquivos, cálculo de calorias consumidas na alimentação e queimadas durante exercícios, consulta dos itinerários dos transportes públicos (com o horário a que eles vão chegar em cada ponto), análise da pegada de carbono... Tudo apenas com a aproximação do seu telmóvel a outros aparelhos. Em conjunto com a empresa alemã G&D, a Nokia está a aumentar os serviços e aplicativos disponíveis para telemóveis com essa tecnologia.

Sky WindPower A quilómetros de altura, um objeto enorme fica conectado à terra por fios condutores. É o Sky WindPower, um aparelho que recolhe energia elétrica a partir do vento a grandes alturas. O aproveitamento da energia eólica convencional nunca foi muito alto, mas essa realidade pode mudar. O Sky WindPower tem turbinas que colhem energia eólica a altitudes entre cinco e 10 quilómetros. Quanto mais alto estiver, mais forte e constante é o vento. O aproveitamento em grandes altitudes chega aos 90%. Além disso, é uma energia mais barata. O preço ideal da energia eólica terrestre é 60 dólares por 1 MW/h. A empresa calcula que, em grandes altitudes, 1 MW/h saia por três vezes menos. JUNHO 2013


As placas de energia instaladas no pavimento do metro do Japão do Leste fornecem energia após as pisadas dos passageiros.

Tratamento com extrato de fígado fetal é um dos melhores do mundo por tratar a beleza e o bem-estar como uma questão médica

A 23andMe criou testes de DNA caseiros. O resultado pode revelar tendência para mais de 100 tipos de doenças

Cimento que melhora o ar Smog é um termo inglês que junta smoke e fog (fumaça e neblina). É geralmente traduzido por "névoa seca" e é um grande problema para a saúde de quem vive nas grandes metrópoles. O vapor de água condensa-se no ar com outros poluentes e reduz a sua qualidade, deixando-o seco, poluído e acinzentado. Para combater isso, o grupo italiano Italcementi acrescentou ao cimento comum uma componente que quebra a partícula de smog e melhora a qualidade do ar. A cidade de Segrate, na Itália, já utiliza o novo cimento (TX Active) numa rua movimentada. Além dos prédios construídos com o material ficarem mais limpos, a empresa afirma que houve redução de 60% de óxidos nítricos na área.

Prótese i-Limb Uma pessoa que perde um membro tem bastante dificuldade com as limitações motoras de uma prótese. As próteses de mão do mercado normalmente têm apenas um movimento básico, o de fechar com maior força que a média das pessoas, e possuem apenas um motor, o que deixa o movimento com aspeto artificial. No entanto, o primeiro passo para sair dessa situação já foi dado. A Touch Bionics, empresa do Reino Unido, desenvolveu a i-Limb, uma prótese que possui um motor para cada dedo, o que dá um efeito final mais natural aos movimentos. Mesmo com maior consumo de energia, www.cnoticias.net

O MonoTracer tem ar condicionado e faz 28 quilómetros com um litro de gasolina.

A Nokia está a lançar telemóveis que permitem efetuar pagamentos

A Touch Bionics, desenvolveu a i-Limb, uma prótese que possui um motor para cada dedo

A italiana Italcementi inventou um tipo de cimento, mais ecológico, que quebra a partícula do "smog"

uma recarga durante a noite mantém a prótese em funcionamento durante um dia inteiro. A presença de cinco motores garante diversas combinações de movimentos que não existiam antes: segurar e girar uma chave; segurar algo da grossura de um cartão até uma garrafa de vinho; e apontar o dedo indicador.

Chips ecologicamente corretos A alemã Infineon criou um sistema de chips que verifica baterias de telemóveis e impede aqueles que são ecologicamente incorretos de funcionar. Mas o seu principal ramo desenvolve componentes eletrónicos de carros híbridos, movidos a combustíveis fósseis e eletricidade. Os seus esforços produziram baterias com recarga mais rápida e que recarregam a cada travagem do veículo, algo que colabora para o carro ir mais longe. A tecnologia está em protótipos da Mitsubishi, Audi, BMW e no modelo Volt, da GM.

Revitalização com extrato CLP Imagine-se num spa que parece um castelo, rodeado por imagens oníricas de montanhas e pradarias, a receber um

A alemã Infineon produz baterias com recarga mais rápida e que recarregam a cada travagem do veículo A norte americana Sky WindPower criou um objeto que fica suspenso por um cabo no ar e capta energia através do vento.

tratamento luxuoso. Além de relaxante, a estadia na Clínica La Prairie, na Suíça, é acompanhada de perto por médicos, enfermeiros e instrutores alimentares e lá são realizados diversos exames dermatológicos, cardíacos, dentais, além de cirurgias estéticas. O tratamento mais famoso é a revitalização, que utiliza um extrato de fígado fetal, o extrato CLP, que tem grandes propriedades de desintoxicação e melhora o sistema imunológico. Apesar de caro, o tratamento é considerado um dos melhores do mundo por tratar a beleza e o bem-estar como uma questão médica e oferecer tudo o que uma pessoa pode querer para relaxar e cuidar-se. 59


NOME DA SECÇÃO COMPORTAMENTO

15 coisas que deve abdicar para

E

stá sempre a imaginar o seu mundo muito melhor do que é hoje? E se lhe dissermos que desistir de algumas coisas vai tornar a sua vida muito mais fácil e mais feliz? Nós aguentamos diariamente tantas coisas que nos causam dor, sofrimento e stress e, em vez de deixar ir todos esses sentimentos apegamo-nos a eles. É altura de dizer chega! A partir de hoje vamos desistir de todas essas coisas que não nos servem mais e vamos aceitar a mudança. Preparado?

60

1

2 3 4 5

! z i l e f r e S

Desista dessa necessidade de estar sempre certo.

Muitos de nós não suportam a ideia de estarem errados e querem estar sempre certos, mesmo correndo o risco de acabar com relacionamentos ou de causar stress e dor. Não vale a pena! Sempre que sentir a necessidade “urgente” de saltar para uma batalha sobre quem está certo e quem está errado, pergunte a si mesmo: “Prefiro estar certo ou ser gentil? Que diferença é que isso vai fazer?” O seu ego é assim tão grande?

6

Deixe essa necessidade de controlar tudo e todos. Temos de estar dispostos a desistir da necessidade de estar sempre a controlar tudo o que acontece à nossa volta - situações, eventos, pessoas, etc. Quer sejam familiares, colegas de trabalho ou apenas estranhos que encontramos na rua - apenas temos de permitir que eles sejam como são. Isso vai fazer com que veja o mundo com outros olhos e se sinta muito melhor.

7

Desista de se autodestruir. Quantas pessoas é que se estão a prejudicar por causa das suas atitudes autodestrutivas negativas, poluídas e repetitivas? Não se fie em tudo o que a sua mente lhe diz - especialmente se for negativo e autodestrutivo. Acredite, qualquer pessoa é melhor que isso.

Não estabeleça limites para as suas crenças. Não diga o que pode ou não pode fazer, o que é possível ou impossível. A partir de agora, não permita que as suas crenças estejam limitadas e que o mantenham preso no lugar errado. Deixe a sua imaginação voar!

Deixe de se queixar. Deixe a constante necessidade de reclamar acerca de diversas coisas - pessoas, situações,

8

acontecimentos que o fazem infeliz, triste e deprimido. Ninguém o pode fazer infeliz, nenhuma situação o pode tornar triste ou infeliz, a menos que permita. Não é a situação que desencadeia esses sentimentos, mas sim a maneira como a encara. Nunca subestime o poder do pensamento positivo.

Esqueça as críticas. Essa necessidade de criticar as coisas, acontecimentos ou pessoas que são diferentes está completamente ultrapassada. Somos todos diferentes, mas todos iguais (já diz o ditado…). Todos queremos ser felizes, todos queremos amar e ser amados e todos queremos ser compreendidos. Nós todos queremos algo que é desejado por todos.

Desista de viver a sua vida de acordo com as expectativas das outras pessoas. Existem muitas pessoas que estão a viver uma vida que não é a deles. Que vivem as suas vidas de acordo com o que os outros acham que é melhor para eles, de acordo com o que pais, amigos, inimigos, professores e governo acham que é melhor para eles. Estão tão ocupados em agradar a todos, em estar à altura das expectativas das outras pessoas, que perdem o controlo sobre as suas vidas. Esquecem o que os faz felizes, o que querem, o que precisam.... E, eventualmente, esquecem-se de si mesmos. Nós temos uma vida e temos de vivê-la, possuí-la, e, especialmente, não deixar que a opinião das outras pessoas nos distraia do nosso caminho.

Desista dessa necessidade de impressionar os outros. Pare de tentar ser o que não é apenas para fazer com que os outros gostem. Não funciona. No momento em que deixar cair essa máscara e aceitar abraçar o seu verdadeiro “eu”, as pessoas serão atraídas para si sem esforço. JUNHO 2013


9 10 11 12

Desista de resistir à mudança. Mudar é bom. Além disso, vai ajudar a melhorar a sua vida e também a vida daqueles que estão à sua volta. Siga a sua felicidade, abrace a mudança - não resista.

Não coloque rótulos. Pare de rotular as coisas, pessoas ou eventos que entende como sendo estranhos ou diferentes e tente abrir a sua mente aos poucos. As mentes só funcionam quando estão abertas.

Desista de culpar os outros.

13

Desafie os medos. O medo é apenas uma ilusão, não existe – nós é que o criamos. Corrija o seu interior e o exterior vai ao sítio.

15

“Despeça” as desculpas e diga que não precisa mais delas. Limitamo-nos muitas vezes por causa das desculpas que usamos. Em vez de crescer e trabalhar para melhorar a vida, ficamos presos, mentimos a nós mesmos, e usamos todo o tipo de desculpas que, em 99,9% dos casos não são reais.

14

Não culpe os outros pelo que tem ou não tem, pelo que sente ou não sente. Chega uma altura em que devemos parar de desperdiçar as forças e começar a assumir as responsabilidades pela nossa vida.

Diga não às desculpas esfarrapadas.

Deixe o passado.

Nós sabemos, é difícil. Especialmente quando o passado parece muito melhor do que o presente, e o futuro parece tão assustador. No entanto, tem que ter em consideração o facto de que o momento presente é tudo o que tem e tudo o que vai sempre ter. O passado do qual tem saudade - o passado com que sonha - foi ignorado por si quando era presente. Pare de se iludir. Esteja presente em tudo o que faz e aproveite a vida. Afinal a vida é uma viagem, não um destino. Tenha uma visão clara do futuro, prepare-se, mas esteja sempre presente no momento.

Deixe de se "apegar". Este é um conceito que, para a maioria de nós, é difícil de entender, mas não é algo impossível. No momento em que se separar de todas as coisas (e isso não significa que você desista do seu amor por elas - porque o amor e o "apegar" não têm nada a ver um com o outro, o "apego" vem de um lugar de medo, enquanto o amor... bem, na verdade o amor é puro e bondoso, onde há amor não pode haver medo, e por causa disso, o "apego" e o amor não podem coexistir), torna-se tão pacífico, tão tolerante, tão amável e tão sereno. Vai chegar a um lugar onde vai ser capaz de compreender todas as coisas, sem sequer tentar. Um estado que vai para além das palavras…

O caminho para a felicidade encontrase, sempre, dentro de nós! PUB


COMPORTAMENTO Pedimos a cinco empreendedores que recomendassem um livro para quem se quer lançar no mercado! Start (it) up!

The Startup Owner’s Manual STEVE BLANK E BOB DORF PORQUÊ Escolhi este livro, porque apresenta a metodologia de customer development e customer validation, a qual consiste na validação do modelo de negócio junto de clientes efetivos antes de avançar com investimentos para o desenvolvimento do produto e da empresa.

JOSÉ BASÍLIO SIMÕES CEO e presidente do conselho de administração da ISA

SEGREDO PARA O SUCESSO Não há segredo para o sucesso de uma startup, pois não existe uma fórmula que funcione sempre. Há ingredientes que ajudam a que o sucesso possa acontecer! Escolho três: equipa coesa, capacidade de sofrimento, persistente iteração até descobrir o modelo que funcione.

Os Senhores da Guerra JORGE VASCONCELLOS E SÁ

livros essenciais para o sucesso de uma startup

PEDRO MARANHA Administrador do Curia Tecnoparque e Professor

SEGREDO PARA O SUCESSO Conceber muito bem o modelo de negócio, definir quem é a equipa de sócios e inequivocamente o papel de cada um na organização, identificar com rigor o segmento de mercado e o posicionamento da empresa e, de seguida, juntar trabalho, dedicação, responsabilidade, vontade permanente de fazer melhor e por último (last but not the least) paixão e magia.

FOTO DE HENRIQUE PATRÍCIO

PORQUÊ É um livro de um professor português, especialista em temas de gestão e fundamental como manual de estratégia para um negócio. Apesar de ser de 1997, explica de uma forma muito clara para quem se quer iniciar nas lides da gestão, alguns conceitos intemporais e fundamentais para a estratégia empresarial.

ALEXANDRE LEMOS Country manager da LANZANOS e da BUBOK em Portugal

PORQUÊ O livro fala do percurso de um empreendedor, das suas venturas e desventuras, das experiências como executivo de uma grande empresa, como administrador de uma PME familiar, do tempo de pausa e reflexão e da sua opção de criação da própria empresa. Aqui, um dos fatores mais importantes foi a rede de relações e a sua prática constante de networking, de que nos relata algumas passagens, conselhos e dicas.

62

PORQUÊ Taleb tem o mérito de conseguir colocar em perspetiva neste livro o impacto dos acontecimentos altamente improváveis nas nossas vidas e a sua contextualização posterior por uma sociedade obcecada com a previsão do futuro. Penso, por exemplo, no que aconteceria se amanhã se descobrisse petróleo em Portugal, nesta altura nada o faz prever, mas pouco depois de confirmada a notícia haveriam de ser recuperados todos os estudos que apontavam levemente essa hipótese e os seus autores passariam a messias. Passa-se muitas vezes o mesmo nos negócios, com empresas que conseguem o impensável, com recursos muito parcos, mas que depois de estabelecidas são uma evidência consumada e previsível. As startups que desenvolvem tecnologia em Portugal numa conjuntura adversa podem muito bem ser esse “previsível” petróleo da nossa economia no futuro próximo, mas é “altamente improvável”. SEGREDO PARA O SUCESSO Só me ocorre dizer o evidente: é altamente improvável que exista um qualquer ingrediente que possa assegurar o sucesso a uma startup, mas por cada startup que inventa o sucesso há-de sempre haver quem invente um segredo para esse sucesso.

PORQUÊ A Bíblia é o único livro que acompanhará o empreendedor em todo o seu percurso. O primeiro livro do génesis começa com a criação, tal como uma empresa. Pelos seguintes livros da Bíblia vão-se descrevendo situações de grandes dificuldades, de desespero, salvação, vida e morte. É assim também nas empresas onde o empreendedor tem obrigatoriamente de ter uma fé no seu projeto. A Bíblia termina então com o livro do apocalipse, um livro que ainda não é compreendido e motivo de grandes divergências. Esta minha escolha tem uma simples razão: nenhum empreendedor conseguirá encontrar num livro o que necessita para ter sucesso, tem de o encontrar dentro de si e isso consegue-se tendo uma dimensão de vida diferente

KEITH FERRAZZI, TAHL RAZ

JOÃO ABREU Professor

NASSIM NICHOLAS TALEB

A Bíblia

Nunca almoce sozinho

SEGREDO PARA O SUCESSO Não existe sucesso, mas resultado de um conjunto de pressupostos da sua atuação como empreendedor: apostar nas microtendências, no improvável, no conceito e na marca, no networking, no crowdsourcing e crowdfounding, na competição, na formação do ser, nas metacompetências e na trabalhabilidade, na resiliência e no high touch.

O Cisne Negro

PEDRO GONÇALVES Diretor Geral da Pictonio

SEGREDO PARA O SUCESSO Só um! Pessoas. Mas tal como uma boa “pasta italiana” os ingredientes para o sucesso têm de ser da melhor qualidade, e os sabores têm de ficar bem, juntos.


DENUNCIE ESSES EMPREGADORES “SEM VERGONHA”

Trabalho a custo zero? Eles andam aí! Trabalhos disfarçados de estágios, nos quais são exigidas altas qualificações a troco de salário zero ou claramente mal pagos. Há de tudo um pouco na plataforma “Ganhem Vergonha”, criada com o intuito de denunciar empregadores “sem vergonha”.

A

núncio de estágio não renumerado durante seis meses publicado no Portal de Emprego da Universidade de Coimbra. Esta é uma das mais recentes propostas anunciadas na plataforma “Ganhem Vergonha” (ganhemvergonha.pt) que, apesar de ter três meses de existência, já tem mais de 50 denúncias de empresas prevaricadoras. Segundo informação publicada na página do Facebook, a plataforma já recebeu “centenas de denúncias, meia dúzia de ameaças e inúmeras mensagens de apoio”. 

Nas páginas “Precários Inflexíveis” e “Queixas .net” também p odem encontrar ou fazer denúncias .

www.cnoticias.net

Petição pública já tem mais de 1000 assinaturas Casos reais que envergonham o país Um dos casos que está na plataforma é o de uma jornalista que conta ter sido contratada para ser correspondente de um novo canal de televisão nos distritos de Vila Real e Bragança a troco de 680 euros, a recibos verdes. “Fui informada que, além de ser, na altura, a única pessoa no país que iria desenvolver uma espécie de “one woman show” (repórter de imagem, editora de imagem, jornalista de tv, jornalista de imprensa e fotógrafa,) para as áreas de Vila Real e Bragança, (...), também seria a única pessoa no país a utilizar viatura própria e a ter de suportar com o meu ordenado (...) os gastos associados ao desgaste do carro”, afirma na plataforma. Segundo conta, aderiu ao projeto em janeiro, mas decidiu “despedir-se” em março. A maioria dos casos reportados é nas áreas da tradução, marketing, comunicação e design. No caso dos criativos, há uma reputada agência de marketing e comunicação, sediada no Porto, que ofereceu 200 euros mensais a um licenciado em Design de Comunicação para trabalhar em full-time.  “Está a ver aquela pilha de currículos? Dali alguém há-de aceitar”, argumentou a pessoa responsável pelo recrutamento perante a recusa de um desempregado, um jovem que passou 16 dos seus 30 anos a estudar. “Ganhem Vergonha” chama a atenção para o facto do salário mínimo em Portugal ser de 485 euros…

Casos como os já referidos estão a indignar a maioria das pessoas que procuram emprego, principalmente os mais jovens. “A resolução do grave problema de desemprego em Portugal esbarra logo no ponto de partida: temos um sistema de procura e oferta de emprego desregulado e obsoleto. Os desempregados, sobretudo os licenciados, não atribuem grande credibilidade ao IEFP, pois sabem que não tem capacidade para ajudá-los na procura de trabalho. Além disso, o sistema está repleto de anúncios de emprego falsos, criados apenas para encher bases de dados e fazer estudos de mercado” esclarecem os criadores da plataforma, realçando ainda “além dos anúncios falsos, abundam os que não respeitam a lei laboral”. Com o objetivo de criar uma regulamentação efetiva das ofertas de emprego e que estas passem a ter informação como a que consta nos anúncios do IEFP, a “Ganhem Vergonha” lançou uma petição pública (http://peticaopublica.com/pview. aspx?pi=P2013N70012) onde propõe que todos os anúncios sejam obrigados a conter: nome do empregador; tipo de contrato e a sua duração; salário associado ao cargo e horário a cumprir.  “Desta forma, achamos que a concorrência entre as empresas será mais justa e os processos de recrutamento serão mais eficazes. Poupar-se-á tempo aos candidatos e às empresas e, assim, afastar-se-á quem se aproveita da crise para não pagar o que a lei obriga e quem cria anúncios falsos para fins promíscuos” esclarecem. 63


SAÚDE E BEM-ESTAR

TAMBÉM FAZEM BEM À SAÚDE

MARCHAS POPULARES

Junho é mês de fogueiras, santos, romarias, marchas, muito convívio e animação. E tudo isto faz muito bem à sua saúde! Divirta-se! Após uma gargalhada a respiração torna-se mais profunda, o que contribui para uma redução da tensão arterial, uma melhor oxigenação do sangue e aporte de nutrientes ao organismo.

Música por todo o lado! Ouvir música faz muito bem ao coração e, a longo prazo, previne doenças cardíacas diversas, ao diminuir o stress e trazer bem estar, relaxando todo o corpo. Não pare! Dançar ou caminhar durante uma hora pode queimar até 500 calorias.

Coma nas barraquinhas: estamos a entrar na estação do ano em que os alimentos vibram de cor, vitaminas e nutrientes. (ver pág. do lado)

Respire fundo: o ar de verão está carregado de iões negativos as chamadas "vitaminas do ar".

Onde ir às Marchas? Um pouco por todo o lado a tradição de marchas vai-se enraízando. Contudo, na região há locais incontornáveis onde as marchas são o chamariz para grandes multidões:

64

Figueira da Foz

Noite de S. João 23/06, 22h Desfile na Av. 25 de Abril Arraial popular na Rua de São Lourenço Dia de S. João - 24/06, 22h Marchas populares no Coliseu Figueirense

Lousã

Noite de S. João - 23/06 Marchas Sanjoaninas e Arraial popular - Pavilhão de Exposições

Figueiró dos Vinhos

Noite de S. João - 23/06, Marchas populares e sardinhada popular com baile e fogo de artifício - jardim municipal


Sardinha assada & companhia COMA DE TUDO... MAS NÃO ABUSE

Azeitona Muito rica em gorduras monoinsaturadas, essenciais para a preservação das nossas células. A azeitona, para além de ser rica em vitaminas, protege contra doenças cardíacas, problemas gastrointestinais e tem ação anti-inflamatória. Uma azeitona preta tem cinco calorias. Comem-se bem, uma atrás da outra, mas no final de uma refeição podem ter ingerido mais azeitonas do que o necessário.

Azeite É uma arma poderosa contra a doença e o envelhecimento e, paradoxalmente, o azeite pode contribuir para combater a flacidez. Excelente para a fertilidade!

Tomate Um forte antioxidante que ajuda a tratar insónias e doenças da próstata, reduz o colesterol LDL, previne o AVC e enfarte do miocárdio.

Sardinha assada é que não pode faltar em noites de santos e festas populares. Sempre bem acompanhada de saladas, pão ou broa e um copo de bom tinto, esta é uma saudável refeição. Lá diz o ditado: “No S. João a sardinha pinga no pão” e se os antigos o dizem é porque faz bem! Pão e broa Essencial numa dieta pela sua capacidade de saciedade e libertação lenta de açúcares para o organismo, o pão é um alimento muito completo: hidratos de carbono na forma de amido, proteínas vegetais, sais minerais (ferro e cálcio), vitaminas (em especial as do complexo B e fibras).

Vinho tinto Para além de reduzir o risco de doenças cardíacas, protege contra disfunções neurológicas, aumenta a longevidade e possui um poder anticancerígeno.

O vinho tinto contém etanol que, quando tomado em doses elevadas, pode aumentar o risco de morte por cancro, doença hepática ou cardíaca e trauma, onde se incluem os acidentes de viação.

Pimento São ricas fontes de vitamina C e vitamina A (através da sua concentração de carotenóides), dois antioxidantes muito poderosos para neutralizar os radicais livres. São uma boa fonte de fibra e protegem contra as cataratas dos olhos.

Sardinha Em junho a sardinha está gorda, a pele liberta-se com facilidade e a gordura embebe o pão de forma gulosa. É muito rica em Ómega 3, um velho conhecido da saúde, que ajuda a espaçar as crises de asma, além de facilitar o processo da respiração.

Batata com pele É rica em carbohidratos, sais minerais e vitaminas (B e C), magnésio e potássio.

Não coma sardinhas muito passadas ou demasiado esturricadas. Um estudo da Universidade do Porto adianta que a sardinha, nestas condições, pode adquirir compostos cancerígenos.


SAÚDE E BEM-ESTAR 4. Prancha estática

1. Abs superior

Apoie o corpo sobre a bola e avançe com a ajuda dos membros superiores, até a bola passar os joelhos.

Pés à largura dos ombros, costas apoiadas sobre a bola, braços em extensão junto às orelhas.

1

1

Expire e descole os ombros da bola.

2

6

2

2. Abs total

Com as mãos alinhadas com os ombros, tente colocar o corpo em extensão, evitando curvaturas exageradas da coluna.

1

Expire, eleve os membros superiores e inferiores e transfira a bola.

2

3

A PARTIR DE 12€

5. Prancha com joelhos ao peito

1

exercícios para fazer abdominiais

Costas e cabeça no solo, bola nas mãos.

Aproveite este plano de exercícios com bola para desenvolver os músculos do core (abdominais e costas) Por Bárbara Bernardes, Carlos Correia e Norberta Silva, Instrutores / PT Fit& Fun. Fotos de MCrespo

2

Partindo da posição anterior, expire e aproxime os joelhos do peito. Ao voltar à posição de prancha verifique se a bacia esta alinhada com os ombros.

6. Segmentos alternados Apoie o tronco sobre a bola, coloque os pés e as mãos no sólo e divida o peso pelos 4 apoios. 1

O seu plano

3. Oblíquos

Iniciado: 2 séries de 15 repetições Moderado: 3 a 4 séries de 15 repetições Prancha Estática: 15 a 30 segundos, 2 repetições para Iniciado, 3-4 para Moderado. Descanso: 30 segundos entre séries e 30 segundos entre exercícios Frequência: 3-4 treinos por semana, intercalados com treinos de cárdio e treinos de força.

Na lateral, corpo em extensão, bola entre os pés.

1

Eleve as pernas, durante a expiração, mantendo a cabeça apoiada.

2

66

BOLA SUIÇA Disponível em qualquer loja de desporto. Para escolher a bola ideal, sente-se e veja se as suas pernas formam um ângulo de 90º ou ligeiramente superior. (A bola usada na sessão tinha 55 cm de diâmetro)

2

Expire e suba alternadamente, os membros inferiores e superiores (ex: braço esquerdo-perna direita).

Dica de Segurança: área de treino livre de obstáculos.

Oferta válida na apresentação ho da edição de jun da Revista C (até 30/06)

Uma semana de treinos gratuita e oferta de taxa de inscrição http://www.fitandfun.com.pt/


PAIS E FILHOS

Como preparar o quarto para a chegada do bebé?

A

chegada do bebé a casa é um dos momentos da gestação que deve ser pensado com antecipação: a sua criança vai ser mais um a morar em casa e há que preparar todo o conforto. Nos primeiros meses o bebé é muito dependente, portanto o quarto deve refletir ordem e boa logística para os pais!

As cortinas protegem o berço do sol, e dão aquele ar de conforto e aconchego . Devem ser fáceis de tirar, pois devem ser lava das de 15 em 15 dias.

Cheiro a tinta não combina com recém-nascidos . Prefira tintas à base de água e termine a pint ura com pelo menos um mês de antece­ dência.

Descubra o caminho da corrente de ar e posicione o berço e a poltrona de amamen tação fora desse espaço. Se se sentir mais segura compre um intercomunicado r eletrónico. Experim ente com o de algum con hecido para ver se gos ta ou se fica muito ansiosa.

Em cima do muda fralda coloque uma fralda antes de trocar o beb é. Ele pode fazer xixi e escorrer pelo móvel ou até mesmo para cima de si. A cadeira de amamentação vai ser o seu melhor amigo nos primeiros meses. Escolha mod elos que permitam apoiar bem as costas e os pés no chão.

Dimers (que regulam a intensidade da luz) são ótimos aliados. Compre um abajour que tenha essa função.

Berço, cómoda e outros móveis devem ter os cantos arredondados.

Decoração o mais clean possível para ser fácil de limpar e evitar acumulação de pó.

Compre uma almofada de amamentação. Serve de apoio ao bebé e assim não faz tanta forç a nos braços para o segurar.

Livre-se de tapetes ou carpetes que acumulam pó e libertam pêlos PUB

RESERVAS ON LINE EM

WWW.COIMBRATUR.COM

RESERVAS ON LINE EM

ALGARVE VERÃO 2013 ESPECIAL COIMBRATUR

BENIDORM EM AUTOCARRO VERÃO 2013 ESPECIAL COIMBRATUR

O F E R TA D E V E R Ã O A LG A RV E C O I M B R AT U R

E m t o d a s a s r e s e r va s c o m m a i s d e 7 d i a s o f e r t a d e We l c o m e D i n n e r e m Re s t a u r a n t e associado na cidade de Coimbra 1 va l e d e v i a g e m n o va l o r d e 5 0 € 239 840 080 w w w. c o i m b r a t u r. c o m Ao adquirir um Produto Coimbratur está a ajudar o Serviço de Oncologia do H. Pediátrico de Coimbra

Em Coimbra, de Coimbra e para Coimbra RNAVT 2259

WWW.COIMBRATUR.COM

O F E R TA D E V E R Ã O B E N I D O R M C O I M B R AT U R

E m t o d a s a s r e s e r va s c o m m a i s d e 7 d i a s o f e r t a d e We l c o m e D i n n e r e m Re s t a u r a n t e associado na cidade de Coimbra 1 va l e d e v i a g e m n o va l o r d e 5 0 € 239 840 080 w w w. c o i m b r a t u r. c o m Ao adquirir um Produto Coimbratur está a ajudar o Serviço de Oncologia do H. Pediátrico de Coimbra

Em Coimbra, de Coimbra e para Coimbra RNAVT 2259


Vencedor de maio PASSATEMPO REVISTA C

BEBÉ do Mês

AVISO Esta págin a pode conte r excesso de fofura!

Leonor Magano 10 MESES

Porque "o melhor do mundo são as crianças", a Revista C desafia os leitores a escolherem o Bebé do Mês. Vote em www.facebook.com/RevistaC

REGULAMENTO

Ana Coelho 4 meses

Duarte Jesus 5 meses

Francisco Santos 4 meses

Maria Melo 3 anos

• Para concorrer basta enviar uma fotografia do seu bebé, com indicação do nome, idade e autorização de publicação de fotografia para o email paisefilhos@cnoticias.net • Idade máxima: 3 anos • Os pais só poderão colocar a criança a concurso uma única vez. • As votações decorrem online, no facebook da Revista C, e contam desde a data de publicação das fotos até ao momento em que a revista anuncia o fim das votações. • A fotografia do bebé mais votado (com mais "likes" na foto publicada no facebook da Revista C, e apenas naquela página) ganha o prémio mensal. • No final do ano todos os "Bebés do mês" voltarão a concurso e será escolhido o Bebé do Ano (prémio a anunciar) • Não há recurso da decisão. Apenas contam os "likes".

PRÉMIO MENSAL Uma sessão fotográfica + book no estúdio m

http://www.estudio-m.com/


PAIS & FILHOS

O

s pais sentem muitas vezes que apesar do estabelecimento de regras, valores e princípios, os seus filhos mantêm comportamentos desajustados e indesejáveis. Importa compreender que por vezes podemos não estar a utilizar as melhores estratégias e precisamos de agir, articulando a nossa forma de atuar com outras pessoas envolvidas na vida dos nossos filhos. Sabemos de antemão que as crianças e adolescentes que apresentem problemas de comportamento imprimem um impacto negativo em todos os que a ou o rodeiam; consequentemente, existe uma devolução de comportamentos igualmente negativos, o que origina um ciclo vicioso de mal-estar. Aqui ficam algumas orientações para os pais relativas à prevenção dos problemas de comportamento e indisciplina. Por Ana Oliveira, Mestre em Psicoterapia e Psicologia Clínica

Descreva à criança ou jovem quais as at ividades diárias ou semanais a realizar

Problemas de Comportamento e Indisciplina Evite estilos de atuação diferenciados entre pai e mãe. A coerência entre os progenitores é um dos melhores preditores do sucesso comportamental.

Utilize um estilo de comunicação assertivo. Os pais têm como responsabilidade cumprir o que dizem, dando ordens de forma educada, mas firme. Aqui o estabelecimento adequado do contacto visual com a criança é importante antes de emitir uma ordem, assegurando-se de que esta será cumprida de imediato. Se a criança/jovem o tentar convencer a desistir de uma ordem, deve manter-se firme na sua posição.

Estabeleça regras e limites que orientem a atuação do seu filho. Não será aconselhável a tentativa de estabelecimento de regras no momento em que os problemas se apresentam, mas de preferência, numa altura calma e na presença de todos os implicados no cumprimento dessas mesmas regras.

carinho e o encorajamento nestes momentos são fatores determinantes. Experimente o elogio verbal, o sorriso, o abraço ou uma recompensa não material, como por exemplo um passeio com amigos ou uma ida ao cinema em família. Para que as orientações descritas possam produzir os efeitos desejados importa manter em mente que estas deverão ser aplicadas de forma consistente e coerente. Tanto quanto possível, em todos os ambientes em que a criança ou o jovem se movimente, com particular destaque para o ambiente familiar e o contexto escolar.

Deverá ex por aquilo que pretende q ue o aluno fa ça, ao invé s daquilo qu e não quer q ue ele faça

Faça uso de reforços positivos. Tal como se revela importante a intervenção dos pais em situações de crise, também é importante recompensar em situações em que as coisas correm bem, assim, a atenção, o MAIO 2013


Porque falamos em triangular a intervenção comportamental (casa, escola e criança ou jovem) serão descritas de seguida mais algumas orientações, agora, para aplicar em contexto de sala de aula.

Evitar expor a criança a situações que sabemos à partida que terá maiores dificuldades em controlar. A criança/jovem poderá deixar os brinquedos ou consolas que traga de casa numa caixa à entrada da sala de aula,

evitando a exposição a estes distratores. O professor pode também nomear o aluno como encarregado de fechar a porta da sala de aula na hora do intervalo, evitando assim, que este saia da sala a correr de forma impulsiva.

A criação e implementação de rotinas diárias ou semanais. A estruturação do dia escolar revela-se como muito importante, descreva à criança ou jovem quais as atividades diárias ou semanais a realizar, o respetivo material e a duração prevista.

Repreensões adequadas para a manutenção da autoestima. Quando a criança ou jovem fala demasiado ou faz comentários inconvenientes, deverá ser chamado à atenção sem ser ridicularizado perante os colegas. No entanto, se o comportamento se repetir, deverá ser chamado à atenção de modo mais individualizado lembrando-lhe o que se espera dele e também as regras que deve cumprir.

Utilize instruções curtas e sistemáticas. Deverá expor aquilo que pretende que o aluno faça, ao invés daquilo que não quer que ele faça, tomando sempre como obrigação confirmar junto da criança ou jovem se compreendeu a mensagem.

Forneça feedback imediato e continuado. Identifique os pontos fortes do aluno, reconhecendo as suas competências e reforçando-as, tanto no que se refere às aquisições académicas como no que se refere ao comportamento e disciplina. No caso dos problemas de comportamento e da indisciplina persistirem poderá procurar ajuda de um profissional, nomeadamente de um Psicólogo, que possa acompanhar, orientar e auxiliar a implementação de um plano de intervenção.

INICIATIVA WORKSHOP PROBLEMAS DE COMPORTAMENTO E INDISCIPLINA

É importan te recompen sar a criança o u jovem em situaçõ es em que as coisas correm bem

Porque é que não consigo controlar o meu próprio filho? Estarei a estabelecer regras de forma eficaz? Como posso minimizar a ocorrência de problemas de comportamento? Será que se passa algo de errado com o meu filho? Estes são exemplos de questões que poderá ver respondidas no Workshop “Problemas de Comportamento e Indisciplina” dinamizado por Ana Oliveira, autora do artigo que acaba de ler. Se pretende obter informação especializada acerca desta temática, colocar questões, aprender técnicas específicas ou apenas ter acesso a conhecimento atualizado, inscreva-se!

Envie email para workshops@cnoticias.net


À MESA

Dona Especiaria A alquimia ao serviço da nutrição e do prazer à mesa Aqui promove-se o bem-estar através da nutrição pelas mãos do chef Gil Edgar. Nesta casa de pasto, acredite, come do bom e do (que lhe faz) melhor!

Chef Gil Edgar

Na Dona Especiaria a sopa é obrigatória. Quem não comer sopa, não comerá mais nada. Na Dona Especiaria cheira ao doce dos aromas das vagens de alfarroba, a cravo, a cominhos, a pimentas...

72

À

primeira estranha e depois entranha, lá diz o ditado. Na Alta de Coimbra existe uma casa de pasto que está a mudar o conceito de bem comer. A Dona Especiaria é todo um mundo novo de sabores e saberes gastronómicos. Porquê? Em primeiro lugar, porque é o único sítio onde aprende realmente a desfrutar da comida e de todos os seus benefícios: a nutrição e prazer à mesa. Depois, porque todo o conceito que envolve a refeição é mágico… É um prazer falar com Gil Edgar e perceber que este especialista na alquimia da cozinha, mais do que um chef empreendedor, é um estudioso da ciência passada e presente da gastronomia. No dia da reportagem tinha acabado de chegar de uma viagem que durou mais de duas semanas pelo mundo árabe, fazendo o percurso de tascas e restaurantes pela India, Dubai, entre outros, numa maratona de comida. Em 16 dias degustou mais de 60 pratos em locais diferentes. Começa por defender a ideia de que o prazer e a nutrição devem andar de braço dado. E lá na casa não se esconde

nada: a refeição é explicada passo a passo e as especiarias fazem sempre parte de todos os pratos. A ideia é fazer com que os comensais percam o medo e, em casa, também se aventurem a fazer este tipo de alimentação. Quanto mais colorido for um prato, mais nutricional é. É assim que o chef ensina e é essa mensagem que passa na casa de pasto. Tal como as casas de pasto antigas, quem vai lá não sabe o que vai comer. Quando marca o jantar tem de informar se tem alguma restrição alimentar, seja de carácter religioso ou fisiológico e a partir dai… está nas mãos do chef. Todo o momento da refeição é uma viagem por Portugal, com aromas e paladares conhecidos de todos nós, numa conjugação feliz que estimula todos os sentidos. Por isso não vá com pressa. Sente-se e desfrute deste momento com tempo. A refeição é diferente todos os dias e começa sempre à meia-luz, para estimular a visão, e com uma música de fundo para descomprimir os comensais. Todo o trabalho vai sendo apresentado pelo chef Gil - primeiro ao olfato (que consegue identificar 10 mil matrizes) e depois à boca -, porque é defensor que o restaurante tem JUNHO 2013


de fornecer mais informação aos comensais e não só “encher o bandulho”. A refeição começa sempre com fruta e uma tisana, servida sempre à temperatura do corpo, que substitui a cerveja fresca (e faz barriguinha). Depois de a fruta assentar vem a sopa, servida numa chávena com duas fatias de pão e uma composição de requeijões, rebentos e sementes, que é obrigatória. A sopa é a tranca da barriga e quem não comer a sopa na Dona Especiaria pode levantar-se e dar meia volta, porque com certeza que não comerá mais nada. Tudo tem um porquê e neste caso a concentração de fibras da sopa vai estimular uma boa digestão. Ah, e bebidas alcoólicas, só depois da sopa. Segue-se o prato de peixe (limpo de espinhas), cozinhado a frio no frigorífico e acabado de cozinhar a vapor, para que continue com a sua humidade e nutrientes. Leva o vinagre à base de mel e especiarias.

Depois é servida a carne, desde cordeiro a borrego ou cabrito. Não tem segredo nenhum, diz Gil Edgar, é a alquimia, a forma como é temperada. A refeição termina da melhor maneira, com as sobremesas, onde o chef tenta sempre recriar sessões de criança, com flocos de aveia, mel… Esteja atento, porque há sempre uma especiaria que não é revelada propositadamente para despertar os sentidos dos comensais. Ao almoço, pode apreciar o menu "pasto" por apenas 7 euros. Ao jantar, se quiser desfrutar do repasto de degustação (35 euros) tem de marcar antecipadamente. No entanto, pode optar também pelo repasto do dia, não necessita de marcação e inclui a fruta, tisana, sopa, prato principal (carne, peixe ou vegetariano), sobremesa, uma bebida e um café. Tudo por 15 euros. Aqui aprende a comer e a gostar até do que pensa que não gosta. É este o segredo desta alquimia. Experimente…

DONA ESPECIARIA Rua Dr. Joaquim António Aguiar, 43-53, 3 Coimbra Reservas 922 040 194 donaespeciaria@gmail.com HORÁRIO DA SALA: Almoço 12h00 às 15h00 de 3ª feira a Sábado Jantar 19h45 às 22h00 de Domingo a 5ª feira 19h00 às 24h00 6ª feira e Sábado PUB


À MESA http://hojeparajantar.blogspot.pt/ Vera Ferraz (texto, fotos e produção)

CROUTONS DE PÃO DE MAFRA • 1 fatia de pão de Mafra • 3 c. sopa de azeite • 1 dente de alho com casca • Corte a fatia em cubos pequenos. • Coloque uma frigideira no fogão e junte o azeite e o alho. Esmague um pouco o dente de alho, com a ajuda da faca. Deixe refogar até o alho começar a libertar o seu aroma. • Junte o pão e vá mexendo para fritar.

INGREDIENTES: (SOPA) • 1 batata • 2 cenouras grandes • 1 alho francês • 1 cebola • 1 dente de alho • 300 g de abóbora (ou a quantidade que desejar) • 3 colheres de sopa de azeite • sal q.b.

PREPARAÇÃO: • Lave e arranje os legumes. • Leve um tacho ao lume e junte a cebola e alho francês picados. Deixe refogar em lume brando, durante 10 minutos, mexendo de vez em quando. Acrescente os restantes ingredientes e tape-os com água. • Deixe cozer durante 25 minutos. • Triture com a varinha mágica.

Peixe

Arroz de tamboril e camarão

INGREDIENTES: • 1 embalagem de tamboril congelado aos cubos • 125 g de camarões grandes • 350 g de arroz para paelha • 1 pimento vermelho • 1 cebola grande • 1 folha de louro • 1 tomate maduro • 100 ml de azeite • 2 dentes de alho • sal, pimenta, piri piri, q.b. • 1 raminho de coentros frescos 74

Sopa

Creme de abóbora e cenoura com croutons de pão de Mafra

PREPARAÇÃO: • Descasque os camarões tendo o cuidado de manter a cauda e leve as cascas e cabeças ao lume com 1,5l de água, sal, louro e piri piri. Deixe ferver durante 5 minutos, triture num robot e coe o líquido. Reserve o fumet para o arroz. • Num tacho, aqueça metade do azeite e junte a cebola picada. Deixe refogar por uns minutos até esta começar a ficar macia. • Lave o tomate, retire-lhe as sementes e a pele e corte-o aos cubinhos. Junte ao refogado. • Corte o pimento às tiras e acrescente. Junte o tamboril e deixe cozinhar por uns minutos. Retire-o e acrescente o fumet (caldo) de camarão. • Quando começar a ferver, junte o arroz e mexa para o soltar. Retifique os temperos e deixe cozinhar em lume brando.  • Uns minutos antes de terminar a cozedura, junte o tamboril e envolva no arroz. • Numa frigideira, leve o restante azeite a aquecer. Junte os dentes de alho picados finamente e acrescente o camarão. Salteie-o até mudar de cor. Desligue e reserve para enfeitar o prato. • Quando o arroz estiver cozido (cerca de 10 minutos), transfira para a travessa de servir, enfeite com o camarão frito e com coentros picados. ABRIL 2013


PREPARAÇÃO:

INGREDIENTES PARA 2:

• •

Coloque a gelatina em pó numa taça e junte as duas colheres de sopa de água para hidratar. Coloque as natas numa caçarola e junte o açúcar refinado. Corte a vagem de baunilha longitudinalmente, retire o interior com a ponta da faca e junte às natas. Aqueça as natas e mexa sem deixar ferver. Assim que começarem a ficar um pouco mais espessas, retire-as do lume e junte a gelatina. Mexa bem para que esta se dissolva totalmente. Coloque a panacota em formas molhadas com água e leve ao frigorífico pelo menos duas horas para solidificar.

• • • • • • •

1 pacote de natas 1 colher de sobremesa de gelatina em pó 2 colheres de sopa de água meia vagem de baunilha 2 colheres de sobremesa de açúcar refinado (pode substituir por frutose) 8 morangos 2 colheres de sopa de açúcar amarelo 1 colher de sopa de vinagre balsâmico folhas de hortelã para decorar

PREPARE O MOLHO: • Lave e corte os morangos. Coloque-os num tachinho e junte o açúcar e o vinagre balsâmico. Deixe reduzir, em lume brando, mexendo de vez em quando para não agarrar ao fundo. • Deixe arrefecer e sirva por cima da panacota.

Sobremesa

Panacota com morangos e redução de balsâmico

Bebida

Granizado de morango

www.cnoticias.net

INGREDIENTES PARA 1 DOSE: • Gelo picado q.b. • 6 morangos • 1 rodela de limão sem casca • 1 pau de canela • Licor Beirão a gosto

PREPARAÇÃO: • Triture os morangos e o limão num robot de cozinha até obter um puré. • Num copo de vidro, deite gelo picado, a polpa de morango e Licor Beirão a gosto. Termine de encher o copo com o gelo e mexa com um pau de canela. • Sirva de imediato com palhinhas.

75


VÍCIOS & CULPAS

PARA Coimbra JUST GOOD Abriu no Dolce Vita uma casa de chocolates à boa maneira da tradição belga. Arcádia e outras marcas reputadas portuguesas estão à disposição dos mais gulosos. Para criar os seus sortidos, em caixinhas muito bem recheadas (coma um logo na loja...)

VICIADOS

EM CHOCOLATE

Figueira da Foz CHOCOLATEfest 2013 De 7 a 30 de junho, o chocolate invade o Casino Figueira, com exposições, mostra e vendas, gastronomia e cocktails, workshops e showcookings, harmonizações com outros produtos e a confeção de uma torta gigante...

Aveiro CHOCOLATE CHOCOLATE No n.º 44 da Rua dos Combatentes da Grande Guerra, em Aveiro, encontra uma loja capaz de o fazer entrar em loucuras. Apetece levar os embrulhinhos de chocolates de todas as formas e feitios, e provar as bebidas quentes, espumosas, densas e cheias de chocolate.

Viseu Leiria DANIEL'S CHOCOLATE Na Rua Machado dos Santos encontra a Daniel’s Chocolate, uma casa que inova na confeção do chocolate, mas que mantém a tradição como ingrediente principal. Encontra um ambiente achocolatado, onde pode desfrutar de uma boa leitura com o castelo como pano de fundo, sempre acompanhado de um bom chocolate.

Guarda FEITORIA DA BÉLGICA Na Guarda existe uma botique conceptual com o melhor dos chocolates belgas: Neuhaus e Ballotin dizem-lhe alguma coisa? Então vá provar e delicie-se com estes pralines que fazem crescer água na boca...

CHOCOLATE DELÍCIA Aqui tudo é feito de forma artesanal, à vista dos clientes. Recheios novos, com texturas diferentes, tudo para agradar os clientes. Lembra-se dos corações, os ratinhos, os carrinhos e as sombrinhas, embrulhados em pratas coloridas e brilhantes? Agora pode degustá-los novamente.

Castelo Branco SWEET CHEESE Queijo de Castelo Branco, envolvido em chocolate negro. Pode parecer uma combinação estranha mas, segundo os entendidos, funciona na perfeição. Estas perfeitas delicias podem ser adquiridas através do site saboresdaidanha. pt/bombons.

Trincar um pedaço de chocolate e deixar derreter lentamente na boca... uma experiência que não deixa ninguém indiferente! O chocolate é assim uma das melhores invenções do homem... não se consegue resistir a esta delícia de cacau e açúcar que tantas desculpas usamos para comer só mais um bocadinho! 76

ABRIL 2013


VICIOS&CULPAS

12

ost se g

a de fi

AS ESTRELAS DE HOLLYWOOD QUE MAIS MORREM NOS FILMES

lmes isto é para si!

Go Pro 3 A super-mini-máquina que é toda em HD o

h Taman real

Parece incrível mas as nossas estrelas de cinema favoritas não vivem "felizes para sempre". Os atores principais também se deixam matar nos filmes... e não é pouco!

ROBERT DE NIRO NÚMERO DE MORTES

14

FILMES O Dia da Violência; Toca o Tambor Devagar; Os Cavaleiros do Asfalto; Brazil; A Missão; O Cabo do Medo; A Vida Deste Rapaz; Frankenstein de Mary Shelley; Cidade Sob Pressão; Adepto Fanático; Jackie Brown; Grandes Esperanças; 15 Minutos; O Amigo Oculto

BRUCE WILLIS NÚMERO DE MORTES

11

FILMES Billy Bathgate; Pensamentos Mortais; 12 Macacos; O Chacal; Armageddon; O Sexto Sentido; Em Defesa da Honra; Charlie's Angels: Potência Máxima; Cidade do Pecado; Planeta Terror

DUSTIN HOFFMAN NÚMERO DE MORTES

9

FILMES O Cowboy da Meia-Noite; Quem é Harry Kellerman?; Lenny; A Morte do Caixeiro Viajante; Billy Bathgate; Hook; Manobras na Casa Branca; O Perfume; O Maravilhoso Mundo dos Brinquedos

JACK NICHOLSON NÚMERO DE MORTES

9

FILMES Easy Rider; Voando Sobre Um Ninho de Cucos; Profissão: Repórter; Shining; Batman; Hoffa - O Preço do Poder; Marte Ataca! ; Entre Inimigos; Nunca é Tarde Demais

JOHNNY DEEP NÚMERO DE MORTES

10

FILMES Pesadelo em Elm Street; Platoon - Os Bravos do Pelotão; O Último Pesadelo em Elm Street; Ed Wood; Homem Morto; A Mulher do Astronauta; A Verdadeira História de Jack, o Estripador; O Libertino Sweeney Todd; Piratas das Caraíbas 2

BRAD PITT NÚMERO DE MORTES

9

FILMES Duas Vidas e um Rio; Kalifornia; Lendas de Paixão; Perigo Íntimo; Tróia; O Assassínio de Jesse James Pelo Cobarde Robert Ford; Destruir Depois de Ler; O Estranho Caso de Benjamin Button

AL PACINO NÚMERO DE MORTES

9

FILMES A Força do Poder; Dick Tracy; O Padrinho: Parte 3; Perseguido Pelo Passado; Donnie Brasco; Insónia; Gente Conhecida; O Recruta; A Dupla Face da Lei

DENZEL WASHINGTON CHRISTIAN BALE NÚMERO DE MORTES

NÚMERO DE MORTES

FILMES Grita Liberdade; Tempo de Glória; Heart Condition; Malcolm X; A Queda; Espírito do Desejo; Dia de Treino; Homem em Fúria

FILMES Anastasia: The Mystery of Anna; Henrique V ; O Agente Secreto; Maria, Mãe de Jesus; Shaft; Tempos Cruéis; O Terceiro Passo; O Comboio das 3 e 10

8

GEORGE CLOONEY ROBERT DOWNEY JR NÚMERO DE MORTES

5

FILMES Return to Horror High; Juventude Perigosa; Tempestade; Confissões de Uma Mente Perigosa; Syriana

NÚMERO DE MORTES

5

FILMES A Última Viagem em Beverly Hills; Assassinos Natos; Ricardo III; Caminhos Perigosos; U.S. Marshals - A Perseguição

8

MEL GIBSON

Anda meio mundo louco por esta máquina. A Go Pro tem acompanhado as façanhas de desportistas e outros radicais. Com o lançamento da GoPro Hero 3, a marca quer chegar a toda a gente!

MicroSD até 64GB Mais espaço para a criatividade já que a Hero 3 aceita cartões de memória até 64 GB

Áudio A Hero3, promete um som melhor e mais profundo, além de um aperfeiçoamento no sistema redutor de ventos.

NÚMERO DE MORTES

3

FILMES O Fogo da Paixão; Hamlet; Braveheart - O Desafio do Guerreiro

Fotos Permite 30 disparos num segundo, a 12 MP

Foto ou vídeo? .A Amb os m até ae lm fi 3 H e ro irando 24fps t a 14 4 0 p/ M P, ou , par , 12 s e n d u s m o foto is c s ões ma re soluç m 10 8 0 p/ 30 fp o filma e 6 0 fps tirand p ou 720 s de 8 M P foto

Wi-fi embutido Em todas as Hero3, o Wi-Fi vem embutido, poupando baterias e permite a habitual conetividade com dispositivos iOs ou Android

Resolução de vídeo Filma em 1080p a 30 fps ou a 60 ps. O que quer dizer que filma em HD e permite filmar a velocidades mais altas


Viciados em Café

A "Fábrica Estrela da Beira" é, desde 1944, sinónimo de bom café. E é, também, sinónimo de bom café em cápsula. Febicap está no mercado desde 2010 com máquinas italianas de elevada capacidade de pressão e aquecimento para proporcionar uma experiência de café em cápsula "sem diferença comparada com a tradicional "bica" de café". Os responsáveis da marca garantem que "o café sabe a café porque é só café que é colocado nas cápsulas". Às referências de café em cápsula a Febicap disponibiliza, ainda, chá em cápsulas e chocolate quente... sem precisar de mais nenhuma máquina!

Roland com mega campanha em junho A loja de música musica.com está com uma campanha de descontos em pianos marca Roland. Até 30 de junho vá a www.rolandiberia.com, faça download do seu cupão e consiga descontos até 400€ no piano da sua escolha.

SLR é Mount cie de é p s e is uma e depo dor qu e adapta do no iPhon ca lde apli montar qua e e virar permit DSLR e t n le com quer ógrafo s um fot bom a muito ! o t pe

Microscópio Transforme o seu iPhone 4 num mini microscópio. Para isso, basta fixar o microscópio ao seu iPhone para transformá-lo num mini microscópio portátil capaz de aumentar tudo o que for colocado à sua frente até 60 vezes

SLR Mount

es, ês lent São tr m ainê (que v ée um trip da com ), e podem apa uma c ladas não só op c mo a ser a one co dos ao iPh ria e maio s. grand ne o h smartp

Trio de lentes

Macro permite fotos mais detalhadas, de perto.

Telephoto serve para imagens “panorâmicas.

Fisheye para fotos com aquele efeito arrendondado.

"Quitar" o iPhone

Provavelmente já sabia que pode baixar aplicações para colocar o iPhone a fazer outras coisas para além de telefonar. Agora, também pode comprar aparelhos para "adicionar" ao seu gadget favorito e transformá-lo no rei dos aparelhos!


VICÍOS & CULPAS

Óculos de sol para proteger a visão com muito estilo

Cinco peças, com estilo e sofisticação, para andar com os olhos bem protegidos do sol. Viva o verão!

PRADA BAROQUE 2013 VERSION 230€

ITALIA INDEPENDENT 155€

THIERRY LASRY x MIROSLAVA DUMA 339€

COCO AND BREEZY MOSI 190€

DIOR BY RAF SIMONS, AMBASSADORS EXCLUSIVE VERSION 350€

Cake Design de

POR GULODICE www.porgulodice.blogspot.com 964820606 . por.gulodice@gmail.com FOTO DE M.CRESPO

80

seleção e produto por

CRUZ OCULISTA AV. DR. ARMANDO GONÇALVES EDIFICIO PLAZA LOJA 17 3000-059 COIMBRA 239 482 466

JUNHO 2013


Para transportar as pranchas no tejadilho do carro.

Para viciados em surf

FITAS DE AMARRAR DAKINE 25,60€ BILLABONG SGX 3'2 99€

Desafiámos um verdadeiro campeão a selecionar as melhores opções para quem não abdica dos fins de semana a quebrar ondas!

campeão nacional Eurico Gonçalves foi 08, é responsável 20 em de longboard S 6 entre outros pelo retorno do WQ stígio para a pre de f sur de eventos z. Coordena Fo da ra cidade da Figuei vo projeto na no um y, em ad Ac a iSURF ção e desenvolviárea do ensino, promo ião de Coimbra. mento do Surf na reg

The Fonz

Existem em todos os tamanhos de prancha. Ideal para quem vai viajar de avião. Proteção total da prancha. CAPA OU MEIA DAKINE 38.50€ Existem em todos os tamanhos de prancha. Capas para uso diário. Protege do sol e de pequenos toques.

desde 600€

O Fonz é um longboard clássico, mas muito versátil, que funciona tão bem nos dias mais pequenos como em ondas mais cavadas. O outline mais estreito que o normal e os rails aguçados fazem deste um longboard perfeito para os nossos beachbreaks.

TAMANHOS De 9' a 9'8'', perfeito nos 9'4''.

ONDAS Do joelho até onde te conseguires aventurar de pranchão!

desde 550€ O Sheriff's Horse é um Hull para os dias especiais. A "barriga" a meio da prancha convida a um surf de pés juntos e a procurar uma linha limpa na parede, no entanto o pintail em V fá-la pivotar agressivamente quando se põe o pé de trás sobre a quilha. O cavalo do xerife exige mão firme na rédea, mas é perfeito para os dias de surf mais exigentes.

urfista Para o s o u it hab ad ias cras in s s io id às oard do longb . ic s clás o

"The SeaHog" DWC desde 500€

O Seahog é um "egg" que garante divertimento para todos. O bottom é composto por um tri-plane hull (uma barriga com uma secção plana a meio) que se transforma num V ao chegar ao tail. Ao contrário da maioria dos Hulls, o Seahog é uma prancha verdadeiramente fácil e divertida de surfar. O volume extra debaixo do peito oferece a remada de um longboard, mas o S-deck liberta o peso do nariz, o que associado a um rail super fino no tail, resulta numa excelente manobrabilidade.

The Sheriff's Horse" DWC

iramente Verdade para id divert a níveis todos os de surf.

TAMANHOS Este shape funciona bem entre os 6' e os 8' pés.

Produtos podem ser adquiridos em http://driftwoodcollective.org/ e na oficina perto dos Bombeiros Voluntários da Figueira da Foz. iSurf Academy a sua escola deste verão... Praia do Cabedelo - Figueira da Foz www.isurfacademy.com

ncha Uma pra ente, ig x e mais faz e mas qu cer re a p il íc o dif . il c fá

TAMANHOS Entre 7 e 8 pés ONDAS A partir de 1 metro preferencialmente tubular.

ONDAS Perfeita para LEASH DAKINE qualquer 23,10€ onda do joelho até ligeiramente As leash's servem para ligar a acima da prancha ao Surfista e existem cabeça, em vários tamanhos que vão quer seja ela de 6'ft a 9'ft. deitada ou FU WAX tubular. 2€

RELÓGIO NIXON THE 5130 CHRONO 429€ Para saber as marés e às quantas andamos... cronometrar a duração das baterias em competição.

Para uma melhor aderência na prancha, o melhor Wax do mercado.

BILLABONG FOIL 4'3 149€

Este é um fato média gama, de fecho atrás. Extremamente confortável, com uma espessura de 4'3 m. Ideal para os dias mais frios.

BILLABONG SGX 3'2 259€ Este é um fato topo de gama. De fecho à frente. Extremamente flexível com uma espessura de 3'2 m. Ideal para os dias de verão.


MOTORES

A

Fundação Mata do Buçaco, em parceria com a empresa de animação turística Margens (RNAAT 85/2002) e com o apoio do clube Luso Clássicos, tem disponível para os visitantes da Mata Nacional do Buçaco passeios em carros clássicos pela Mata e pelo concelho.

82

Passeios históricos em carros clássicos Estes programas têm como objetivo criar uma experiência diferente que permita vivenciar a Mata Nacional do Buçaco e a zona onde se insere de um modo diferente e personalizado. Para clientes que são amantes dos clássicos e gostam de desfrutar de uma experiência única, este projeto vai levá-los às zonas e locais mais característicos, permitindo-lhes sentir e conhecer

os valores e modos de vida, desde os valores naturais à gastronomia, vinhos, história, cultura e tradições da região. MODELOS DISPONÍVEIS: VW Carocha 1200 Ano – 1956 TRIUMPH TR3 A Ano – 1960 Ford Cortina 1600 GT Ano – 1970 Mini Morris 1000 MKII Ano – 1972 BMW 2002 Ano – 1974

JUNHO 2013


CTRADICIONAL PARTY'S 10% na organização de Festas 10% e Programas para crianças e adultos

TOTAL TURBO OFICINA AUTO 10% em todos os serviços

MELIÁ VIAGENS VIAGENS E LAZER Oferta de 25€ por cada 500€ em compras

SPOTHERAPY SAÚDE E BEM ESTAR rta Oferta de 1ªconsulta e 10% nas restantes

25€

RUA DA SOFIA, 33 - COIMBRA - WWW.VIAGENSMELIA.COM

E.P.ARQUITECTURA PROJECTOS ARQUITECTURA 20% em todos os serviços

20%

RUA MARQUES BOM LOTE 6, COIMBRA | arquytectar@gmail.com

PRINCALCULO CONTABILIDADE E GESTÃO ta Oferta de 1ªmensalidade para novos clientes

r ofe

SANTA APOLÓNIA - COIMBRA TLF. 239 430 603 | www.princalculo.com

PIN UP DESIGN GRÁFICO E IMPRESSÃO em Design + 10% desconto em impressão 20% 20% para 150 Calendários de Mesa CHÃO DO BISPO - COIMBRA TLF. 239 714 507 | www.pin-up.pt

PESO CERTO PT SAÚDE E BEM ESTAR 2 semanas gratuitas e 50% na 1ª mensalidade

50%

QT.ª DA PORTELA - COIMBRA TLM. 915 904 499 | www.pesocerto.com.pt

CERTENERGIA PROJECTOS ENGENHARIA 30% em todos os serviços

30%

RUA DO BRASIL - COIMBRA TLM. 239 092 939 | www.certenergia.com

PINGU'S ENGLISH COIMBRA CENTRO DE ESTUDOS 20% em todos os serviços, excepto ateliers

20%

VARANDAS QT.ª LOMBA - COIMBRA www.coimbra.pingusenglish.pt

LIMOCOS CONSTRUÇÃO CIVIL 10% em produtos (identificados na loja)

10%

10% ofe

PEDRULHA - COIMBRA TLF. 239 496 164

R. PADRE ESTEVÃO CABRAL - COIMBRA / WWW.SPOTHERAPY.PT

BEM-ME-QUERO SAÚDE E BEM ESTAR 10% a 30% em todos os serviços 30% (identificados no espaço)

QT. SÃO JERÓNIMO - COIMBRA TLM. 918 962 127 | www.bemmequero.pt

CASA BRANCA OFICINA AUTO 25% em todos os serviços

25%

COIMBRA - TELF. 239715149 - casabranca.auto@gmail.com

SIDDHARTHA SAÚDE E BEM ESTAR 15% em todos os serviços

15%

QT.ª DAS FLORES - COIMBRA . www.clinicasiddhartha.com

ESTUDA E TAL PLATAFORMA E-LEARNING 20% na aquisição do Membro Plus e 10% nos 20% restantes serviços COIMBRA . http://www.estudaetal.com

CRUZ OCULISTA SAÚDE E BEM ESTAR 20% nos produtos assinalados nas lojas

20%

LOJAS EM COIMBRA . TLF.: 239482466 . www.cruzoculista.com

IDEAL ELECTRICISTA SERVIÇOS ELÉTRICOS 20% em todos os serviços

20%

URB. QTA DAS LÁGRIMAS - COIMBRA . TLF.: 239107822. www. idealelectricista.pt

RUA DA AMIZADE - ANSIÃO TLF. 236 677 185 | www.limocos.pt

ABÍLIO DAS NEVES RODRIGUES CONST. CIVIL 10% em produtos (identificados na loja)

10%

ANSIÃO TLF. 236 677 721 | Email: abilio.n.rodrigues@gmail.com

MADEIRA E MADEIRA SEGUROS 10% em todos os serviços para novos contratos

10%

RUA DE ANGOLA - COIMBRA TLF. 239 405 107 | www.madeiraseguros.pt

Descubra mais descontos em WWW.CTRADICIONAL.COM A Ctradicional é uma rede de cooperação empresarial. Ao aderir ao cartão Ctradicional ganha acesso imediato a um universo de empresas e estabelecimentos que lhe OFERECEM descontos nas suas compras. Apresente o seu cartão CTRADICIONAL ou esta edição da REVISTA C e beneficie dos muitos descontos que os parceiros CTRADICIONAL preparam para si. Visite o site, descubra mais descontos e compre já o seu cartão!

PARCEIRO


MOTORES O sucessor do Astra TwinTop tem um design muito elegante e boas dimensões. Forte aposta na qualidade e tecnologia.

CABRIOLET PARA TODO O ANO COM CAPOTA MUITO SOFISTICADA • • •

Capota abre em 17 segundos, a velocidades até 50 km/h; Soft top de qualidade elevada com níveis superiores de isolamento acústico e térmico; Bagageira de grande volume e bancos rebatíveis 50:50 com sistema FlexFold.

Tenha a capota subida ou descida, o novo Opel Cascada é sempre um descapotável muito atraente, com uma silhueta longa e extremamente elegante. De capota aberta, a linha superior da carroçaria é "limpa" e contínua, sem perturbações de elementos como uma cobertura protuberante do compartimento da capota ou barras de proteção de capotamento. Quando recolhido, o soft top desaparece por completo por baixo de uma tampa plana de elevada qualidade.

BAGAGEIRA GENEROSA E SOLUÇÕES DE ARRUMAÇÃO MUITO PRÁTICAS O Cascada também fixa novos padrões em espaços de arrumação e bagageira, que não fazem recear a utilização intensa no dia-a-dia ou em viagens de longo curso.

FICHA RÁPIDA OPEL CASCADA CABRIO EXCELLENCE 1.6 TURBO 170HP Capacidade 1598 cc. Potência 170 cv / 6000 rpm Vel. Máxima 222 km/h Acel. 0-100 km/h 9.6s Consumo combinado 5.3l/100 km Emissões de CO2 148g/km Preço desde 33.990 €

84

O

novo Cascada marca o regresso da Opel ao segmento dos descapotáveis. Trata-se de um "cabriolet" para todas as estações do ano, com quatro lugares, silhueta alongada e capota em tecido de alta qualidade. Apontado ao topo da gama de modelos da Opel, o Cascada integra-se no segmento dos automóveis médios não somente pelas dimensões (comprimento: 4696 mm; largura: 2020 mm) mas também pela aparência sedutora e pelas tecnologias e funcionalidades de topo que oferece. A chegada ao mercado português está marcada para este mês. O Cascada oferece um comportamento dinâmico ímpar graças a diversos fatores, nomeadamente a carroçaria extremamente rígida, a suspensão dianteira HiPerStrut – desenvolvida inicialmente para a berlina de altas

performances Insignia OPC - e o sistema eletrónico de chassis adaptativo FlexRide. As operações de abertura e fecho da capota duram apenas 17 segundos graças a um sistema eletro-hidráulico que pode ser acionado em andamento, a velocidades até 50 km/h. Para reforçar o conforto a bordo, o Cascada possui mecanismos elétricos de aproximação dos cintos de segurança aos passageiros, sistema elétrico EasyEntry, bancos ergonómicos ventilados forrados a couro e sistemas invisíveis de segurança destinados a tornar a condução mais confortável e segura. Depois de várias gerações mais recentes de descapotáveis compactos baseados no Kadett e no Astra, a Opel retoma uma antiga tradição da década de cinquenta e sessenta de produzir automóveis descapotáveis exclusivos e de prestígio, com quatro lugares e soft top - tal JUNHO 2013


Novo Opel Cascada DESCAPOTÁVEL COM CHARME

como os modelos Kapitän e Rekord - mas de uma forma inovadora com recurso a modernas tecnologias.

A elegância pura do ‘soft top’ A linguagem de design da Opel, que dá ênfase a carroçarias largas com formas esculturais e linhas fluidas marcantes, está presente no Cascada. O novo descapotável evoca também a elegância clássica e intemporal dos “Grandes Estradistas” das eras mais glamorosas. Com a capota aberta, o Cascada exibe um perfil contínuo, sem nada a perturbar a silhueta. Para isso contribuem a inclinação acentuada do pilar A e a cobertura bem integrada do compartimento para onde recolhe a capota, bem como a ausência de roll bar. A subtil forma de lâmina embutida no desenho dos www.cnoticias.net

flancos da carroçaria está espelhada na linha de cintura por um vinco que flui em direção ascendente para a secção traseira, até aos contornos envolventes dos faróis traseiros. Esta linha é salientada por uma barra cromada que envolve o habitáculo de forma elegante, definindo a separação entre a capota e a carroçaria.

Conforto e funcionalidade O habitáculo do novo Cascada destaca-se com pormenores fabricados artesanalmente e montados com extrema precisão. O tabliê, revestido com materiais de toque muito suave, tem um formato harmonioso que envolve os ocupantes dos bancos da frente. Os bancos oferecem uma escolha alargada de tecidos e couros. Topo de gama, com certificação ergonómica AGR,

são forrados a couro perfurado e integram sistemas de aquecimento e ventilação. Esta funcionalidade, especialmente útil nos dias mais quentes, faz a circulação de ar fresco através dos orifícios dos estofos em couro, aumentando o conforto dos passageiros. O Cascada dispõe de equipamentos que só estão disponíveis em descapotáveis premium e de luxo. Para permitir mais comodidade na colocação dos cintos de segurança, o novo descapotável da Opel conta com braços telescópicos elétricos que aproximam os cintos de segurança dos passageiros.

AUTO-INDUSTRIAL, SA

COIMBRA AV. FERNÃO DE MAGALHÃES Tel: 239 003 050 www.auto-industrial.pt

85


PUB

assine a revista c

POUPA DUAS EDIÇÕES POR ANO PREÇO VÁLIDO APENAS PARA PORTUGAL CONTINENTAL

25

€ ano

PARCERIA

Fuga

cartão idealcare

a dois GRÁTIS

GRÁTIS

e ganhe, sem sorteio, uma Fuga a dois no valor de 48,90€ Fuga na Quinta do Pendão – São Pedro do Sul, Viseu Fuga na Quinta do Engenho – Sever do Vouga, Aveiro Satsanga peeling para 2 – Vila Galé Coimbra, Coimbra Fuga no La Fontaine Hotel – Esmoriz, Ovar (Aveiro) Fuga na Estalagem Riabela – Torreira, Murtosa (Aveiro) Fuga na Vila Guiomar – Alvarenga, Arouca Massagem & Chá Costa Prata Htl & Spa Aventura em Aveiro a dois – Aveiro Fuga na Casa de Santa Catarina – Penha Garcia Fuga na Quinta das Pias – Pinhel, Guarda Fuga na Casa de Pedra – Almeida, Guarda Fuga na Vila Isaura – Pedrogão Grande. Leiria E mais de 300 experiências em todo o país entre passeios, massagens, noites a dois. Assine a Revista C e escolha a sua oferta.

+

e um Welcome Card IDEALCARE com 10% desconto Ao assinar a Revista C oferecemos ainda um Welcome Card Idealcare. O Welcome Card garante o acesso preferencial à rede de serviços de excelência IDEALMED onde poderá usufruir de 10% de desconto em todos os serviços, nomeadamente: · Consultas de Medicina Geral e Familiar (08h00 – 20h00) - marcação prévia 24 horas · Atendimento Médico Permanente (24h) · Consultas de Especialidade · Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica · Internamento (sobre a diária de internamento) · Cirurgias (acto médico cirúrgico)

Contacte-nos já!

Envie email para comercial@cnoticias.net Temos todo o gosto em facilitar todas as informações necessárias.


CASA & DECORAÇÃO VASO TranSglass by Tord Boontje

1

2

dicas Tralhão Design Center...

Remodelar sem obras A vontade de mudar a sua casa é muita mas o orçamento não lhe permite grandes despesas. Uma maneira simples de dar um toque novo a sua casa é através dos acessórios e objetos de decoração. Uma nova mesa de centro ou banco de apoio, almofadas ou tapetes, podem enriquecer o seu espaço com novos apontamentos de cor ou até mesmo mudar o seu estilo de decor dependendo das linhas que adoptar.

Amplie o espaço

CANDEEIROS Tolomeu by Michele de Lucchi & Giancarlo Fassina Tolomeo combina as vantagens da tecnologia LED com os da tecnologia de luz branca. Permitindo inúmeras variações de luz branca para ser obtida, com diferentes intensidades e variedades de temperatura e de cor. Sistema de balanceamento de mola, com base e estrutura de alumínio, está disponível numa gama de cores diferentes.

O uso de espelhos em pontos estratégicos amplia o espaço. O espelho é sempre um objecto crucial na decoração, podendo fazer com que o espaço pareça maior.

3

3

CADEIRAS Mademoiselle by Philippe Starck Brilhante, cores modernas e um design simplificado e linear fazem da cadeira Mademoiselle uma escolha elegante e luxuosa para sentar.

POLTRONA Proust by Alessandro Mendini Alessandro Mendini volta a reinterpretar a sua “Poltrona di Proust”, desta vez tornando-a numa peça industrial acessível, disponível numa nova gama de cores e possível de se adaptar a ambientes de interiores e exteriores.

Pinte um novo look Também poderá optar por pintar. Não podendo ser considerado obra e sendo muito pouco invasivo e requerendo o mínimo de custo e esforço, a opção de colocar uma nova cor nas paredes é sempre a forma mais prática de dar ao seu espaço aquele novo ar que tanto queria.

BANCOS DE CORTIÇA Corks by Jasper Moris

BANCO Julian by Javier Mariscal Julian é um brinquedo divertido e contemporânea para crianças. É ótimo para as crianças brincarem, feito de polietileno durável, Julian pode funcionar como uma cadeira ou brinquedo dentro de casa ou ao ar livre.

Tralhão Design Center e a sua equipa de designers de interiores vão dizer-lhe como. Siga esta coluna e as muitas dicas, pois é nosso lema “tornar fácil o seu projeto de interiores”. We just love design www.tralhaodesigncenter.com


CASA & DECORAÇÃO

PAPAJA-VASO IKEA 1,50€

Limpeza geral A chave para obter um terraço novo está em fazer uma limpeza completa em todos os sentidos: paredes, teto e chão, pintar onde é necessário e começar a decoração do zero.

Decorar com pouco dinheiro... e muita imaginação

TERRAÇO

Móveis Já imaginou o que pode fazer com paletes? Se não pode pagar móveis caros, então com um pouco de jeito pode criar um espaço acolhedor com algumas paletes pintadas, umas almofadas e… voilá! Tem mesas, cadeiras e sofás para acolher todos os seus amigos.

Espaço Verde As flores e plantas são ótimas, porque além de decorarem são muito baratas e fáceis de manter (se souber como é que se faz, é claro). Compre vasos de diferentes tamanhos e variedades e agrupe-os nos cantos do terraço com as mais diversas plantas e flores … vai ficar um espaço lindo!

Quando pensamos num terraço, o que nos vem à cabeça são imagens de um lugar para relaxar, excelente durante os meses de verão para desfrutarmos do nosso tempo e espaço pessoal ao ar livre, longe da azáfama da rua. Esta é a altura ideal para decorar o seu terraço para as festas que vai dar no verão. No entanto, os tempos que correm não estão para grandes gastos… mas sim para grandes ideias! Por isso, se quer transformar o seu terraço num espaço agradável tenha em conta estas dicas.

Acessórios Os detalhes simples e de baixo custo são muitas vezes os que dão mais personalidade aos espaços. Dê vida e cor aos tecidos (com tapetes, capas e almofadas coloridas), crie um ambiente acolhedor com algumas velas e dê um toque inovador com candeeiros solares. 88

GRINALDS SOLAR LEROY MERLIN 19,99€ JUNHO 2013


RAMSÖ GUARDA-SOL 9,99€

cadeiras

para a praia... para piqueniques... para viver o verão! O verão chegou (ou, pelo menos, está a caminho) e a IKEA tem cadeiras para completar todos os momentos de lazer. KALVÖ CADEIRA REALIZADOR 29,99€

HÅMÖ ESPREGUIÇADEIRA 29,99€

LOCKSTA POLTRONA 39,99€

ROXÖ CADEIRA 19,99€

ROXÖ BANCO 8,99€ PUB


CASA & DECORAÇÃO

Bang & Olufsen apresenta BeoLab 14 O novo sistema de som BeoLab 14 vem definir novos níveis de qualidade e alta definição para os amantes de um som límpido e definido. E como são tão atraentes completam qualquer decoração! Bang & Olufsen Atrium Solum COIMBRA Telf.: 239 406 820

PUB

Design elegante, inúmeras combinações e acústica de alta qualidade... nunca foi tão fácil desfrutar de cinema em casa sem comprometer a decoração.

BeoLab 14 pode ser ligado a televisões Bang & Olufsen, mas também é compatível com qualquer receptor de TV ou AV trazendo novos níveis de desempenho de áudio.


www.cnoticias.net

91


VIAJARdestino por Manuel Lemos

DUBROVNIK Conhecida como a pérola do Adriático, a cidade croata tem sabido atravessar os tempos e chegar aos dias de hoje como um fantástico destino turístico. Dobrodošli u Hrvatsku *!!

L

á mesmo no fundinho da Croácia, onde quase já se avista o Montenegro, a cosmopolita cidade de Dubrovnik é uma surpresa para quem pouco (ou nada) conhece acerca da Croácia, um país que se prepara para aderir à grande família da União Europeia. Dubrovnik (em italiano Ragusa) está localizada no extremo sul da Dalmácia uma região onde se cruzam territórios croatas, bósnios e montenegrinos. Cidade costeira, tem, do outro lado do Mar Adriático, Itália, o principal mercado emissor de turistas, mas em tempos o povo invasor. Dubrovnik tem sido, assim, uma cidade muito apetecida ao longo dos tempos: a fortificação que, no fundo é a cidade, é imponente, pesada, bastião da

92

segurança necessária à proteção de um território historicamente muito disputado. Conhecida como a Pérola do Adriático e reconhecida pela UNESCO como Património da Humanidade, Dubrovnik exibe ainda as suas fortes e bem conservadas muralhas do século XIV, local onde, centenas de turistas se alinham diariamente para assistir ao pôr-do-sol, um dos mais bonitos do mundo, especialmente se estiver voltado para a ilha de Lokrum. O centro histórico é dividido pela elegantíssima Placa, a principal artéria da cidade antiga. Tem cerca de 300 metros e une as portas de Pile e Ploce, toda em calçada de calcário que polida por séculos de uso, brilha como vidro quando chove. Aqui pontuam as esplanadas com os seus clientes sofisticados: americanos, alemães, austríacos, italianos, russos, chineses...

vêm de todos os pontos do mundo atraídos pelo clima quente, as águas tépidas, as grandes marcas e esse povo simpático de feições quase semelhantes às nossas (não parecem latinos... parecem mesmo portugueses!).

Para lá da cidade

Vajar pela Croácia é extremamente sedutor: opte por alugar uma motorizada e siga para as praias mais a sul da cidade: mergulhe nas águas cristalinas e tépidas e conheça a gastronomia característica da zona. Tome nota: as praias são de cascalho (não há areia), portanto previna-se com uma esteira ou algo mole para se deitar. Por outro lado, o Montenegro (a sul) está mesmo a dois passos e, para portugueses, a entrada no país é extremamente simples. Mas se o seu intuito é descobrir JUNHO 2013


DUBROVNIK é um importante ponto turístico croata. À cidade chegam, diariamente, cruzeiros e ferry boats com turistas. Mas o ideal é fazer a costa de carro.

TORRE MINČETA. É a torre mais imponente da cidade antiga, situada na parte norte das muralhas de onde se podem apreciar das melhores vistas da cidade. Alguns eventos do festival de verão têm lugar no terraço.

RIVIERA DE MAKARSKA contém praias belíssimas de águas cristalinas e a uma ótima temperatura!

A PLACA é a via principal da cidade

PORTO ANTIGO é o sítio ideal para descansar a beber uma pivo (cerveja) e ver os barcos a chegar.

a Dalmácia (para norte), alugue um carro e faça a fotogénica estrada desde Dubrovnik até Zadar. Reserve dois ou três dias para visitar todas as pequenas povoações: as paisagens são mesmo de cortar a respiração, misturando a beleza do recorte de ilhéus floridos de lavanda com a frescura verde de imensos parques naturais com os seus grandes lagos e cascatas. Zadar, Šibenik (lê-se Chibenic) e Split são cidades a norte de Dubrovnik, todas muito pitorescas, e para lá chegar terá de atravessar a chamada Riviera de Makarska: não é ardil! As praias são de uma beleza estonteante. Dubrovnik é assim ponto de partida para um território rico em gastronomia, paisagens, praias e monumentalidade. E repetimos... às vezes parece tanto Portugal! * Benvindo à Croácia!! www.cnoticias.net

Dicas • Opte por arrendar quartos. Sai mais em conta e a grande maioria oferece excelentes condições. • Aprenda: dobar dan. Significa "bom dia". Os croatas irão apreciar. • Leve consigo o seu passaporte: se fizer trajetos a partir de Dubrovnik para norte, irá atravessar uma fatia de quatro quilómetros que é território Bósnio e terá de se identificar às autoridades. • Alugue um carro com matrícula italiana: terá menos chances de ser mandado parar.

PARQUES NATURAIS, grandes lagos, cascatas imponentes e uma beleza sem descrição.93


VIAJARroteiro

CASCATAS

onde vai querer mergulhar

1

ARGANIL

Cascata da Fraga da Pena A aldeia de Benfeita, em Arganil, acolhe uma das mais bonitas quedas de água da região. Antes de lá chegar apanha uma estrada cheia de curvas e contracurvas, mas vai ver que vale a pena. A origem da cascata deve-se a um acidente geológico que faz com que as águas se precipitem para uma pequena lagoa. A água cai de cerca de 20 metros de altura, em plena Mata da Margaraça, e é considerada uma mais-valia entre os recursos naturais da paisagem protegida da Serra do Açor. Coordenadas GPS 40°13'8"N | 7°56'6"W

2

Dar um mergulho numa cascata natural lava a alma. E se existem paisagens bonitas em Portugal, as cascatas formam algumas das visões mais incríveis da natureza. A Região Centro tem algumas das maiores e mais bonitas cascatas do país, em horizontes preservados e únicos. Venha conhecê-las.

SEVER DO VOUGA

Cascata da Cabreia Esta paisagem única fica na aldeia de Silva Escura, precisamente por detrás de uma vasta área onde o tom verde se estende até se perder de vista. São 25 metros de altura, com origem no Rio Mau, que detêm qualquer olhar. A força das águas é o único som que ouve naquele espaço envolto numa atmosfera romântica, onde impera o silêncio. Se for à Cascata da Cabreia não perca a oportunidade de experimentar o percurso pedestre que começa no parque de merendas.

3

AROUCA

Cascata da Frecha da Mizarela A Frecha da Mizarela é uma das cascatas mais altas da Europa. Do alto dos seus imponentes 75 metros, esta cascata está localizada no concelho de Arouca, em pleno rochedo granítico do planalto da Serra da Freita, e encontra-se numa paisagem serena rodeada por uma atmosfera campestre e bucólica onde a natureza se encontra num estado puro. Dispõe ainda de um miradouro que proporciona uma vista privilegiada sobre a queda de água. Se é amante de desportos radicais, não perca a oportunidade de descer até ao sopé desta através de acessos pedonais e praticar rapel.

4

CASTRO DAIRE

Cascatas da Serra de Montemuro Na Serra de Montemuro, na parte norte do concelho, vai encontrar cascatas de grande beleza formadas por cursos de água que correm para o Rio Paiva e Douro, como por exemplo a Cascata da Tojosa. A serra é povoada até cerca dos 1100 metros de altitude, com aldeias espalhadas por todo o lado, quase sempre perto de cursos de água. Coordenadas GPS 40º 58' N 07º 58' W

Coordenadas GPS 08º23’25,925” | 40º45’09,738”

Coordenadas GPS 08º23’25,925” | 40º45’09,738” 94

2013


5

PENELA

Cascata da Pedra da Ferida É no Espinhal que podemos encontrar a fascinante paisagem da Cascata da Pedra da Ferida, ideal para quem gosta de estar em contacto com a natureza e apreciá-la em todo o seu esplendor. Trata-se de uma queda de água de cerca de 25 metros, em plena rocha, numa ribeira que desce a serra, rodeada por encostas abruptas e muita vegetação. Os últimos 600 metros do caminho são obrigatoriamente efetuados a pé, mas vale a pena o esforço.

9

Coordenadas GPS 40°1'9.91"N 8°19'27.10"W

7

Poucos são aqueles que conhecem esta maravilha da mãe natureza na Figueira da Foz: a misteriosa cascata de Quiaios. Constituída por diversos socalcos e protegida por uma intensa vegetação, esta queda de água surge-nos como se fosse o postal de um país tropical. Um local perdido no tempo, que a mão humana ainda não conseguiu destruir. Coordenadas GPS: N 40° 12.584 W 008° 51.831

11

LOUSÃ

Cascata da Serra da Lousã A Serra da Lousã está repleta de pequenas quedas de água, como a cascata da Ermida da Senhora da Piedade e a cascata de Trevim. Para além das cascatas e de muitos recantos ainda pouco explorados, é a oportunidade ideal para descobrir os trilhos, os ribeiros, as piscinas naturais, as aldeias de xisto, entre outras maravilhas do campo e da serra. Coordenadas GPS: 40° 5' N 8° 10' W

NELAS

Cascata da Pantanha

Coordenadas GPS 08º23’25,925” | 40º45’09,738” VILA DE REI

Cascata do Penedo Furado Uma praia fluvial que termina numa cascata. A cascata do Penedo Furado caracteriza-se pela água cristalina que nela desfila, deslizando pelo estreito caminho talhado na rocha. A queda de água termina num trecho calmo do rio dando origem a uma piscina natural envolta em vegetação exuberante, à qual apenas os mais aventureiros conseguem alcançar… Coordenadas GPS 39º37’34,54’’N | 8º10’02,21’’W

www.cnoticias.net

GÓIS

Cascata da cortada Entre a Sandinha e o Colmeal, depois de passar a aldeia de Candosa e a cortada para o Sobral, mais cedo ou mais tarde vai encontrar um pequeno largo de estacionamento que fica do lado direito numa curva à esquerda e neste largo há uma caixa de correio branca. Este é o único marco para o carreiro que desce para um poço bonito com cascata. É um pouco afastado e implica uma descida um bocadinho difícil para lá chegar. Mas vai ver que vale a pena. Coordenadas GPS: Não disponíveis.

A Cascata da Pantanha é uma cascata de origem fluvial, que se localiza em Caldas da Felgueira, no concelho de Nelas. Se a princípio é pouco mais do que um fio de água que desliza calmamente pelas colinas da região, depois vai aumentando e saltitando sobre as rochas vestidas de verde até encontrar um mar de espuma branca onde se precipita, na Ribeira da Pantanha.

GONÇALO MANUEL MARTINS

6

Cascata da Pedreira

RUI MAIA

8

FIGUEIRA DA FOZ

10

MIRANDA DO CORVO

Cascata do Penedo dos Corvos Localizada em Miranda do Corvo, esta cascata está inserida num trilho complexo mas de uma beleza extraordinária, com o verde a dominar ao seu redor. Uma autêntica maravilha da natureza no seu estado puro e selvagem que parece ter sido retirado de algum filme, com a água cristalina a correr de forma fulgurante encosta a baixo. Coordenadas GPS: Não disponíveis.

12

MANTEIGAS

Cascata do Poço do Inferno É um dos ex-libris da Serra da Estrela. Esta cascata, com cerca de 10 metros, é um monumento geológico de extrema beleza. Parece uma “garganta aberta” pela Ribeira de Leandres, que desce das alturas do Curral na linha de contactos do xisto com o granito. Local de muita afluência turística, pela rara beleza e efeito espetacular da queda de água cristalina e gélida, que rasga por força da natureza o rochoso granito e xisto. Coordenadas GPS: N 40º 22' 59.75'' ,W 7º 31' 18.42'' PUB

ROTEIRO É PATROCINADO POR


VIAJARlast minute

Salvador BRASIL PARADISÍACO Salvador é uma das mais belas e visitadas cidades do Brasil. Reúne inúmeras atrações para todos os gostos: praias e belezas naturais, locais históricos, que remetem ao inicío da colonização brasileira, muita música, gastronomia típica, religiosidade, capoeira, além de possuir o maior carnaval do mundo. A Soltrópico propõe este destino a partir de 879€, válido para reservas até 30 de

junho de 2013. O programa inclui voo direto para o destino, transfer para hotel selecionado e regime APA. A duração total da estadia é de 11 dias sendo os voos diretos, à quinta-feira e com partida Lisboa. Consulte o programa detalhado em www. coimbratur.com

desde 430€

desde 76€/px

Escapadinha às capitais do Báltico

Praia da Rocha: Hotel Algarve Casino

Para viagens até 15 de setembro de 2013, a nordictur propõe uma "escapada" de seis dias às capitais do Báltico: Vilnius e Riga. As partidas são sempre ao Domingo, a partir de Lisboa ou Porto. Se aprecia destinos mais culturais não deixe de visitar o site do operador e consultar, também, os programas "O melhor do Báltico" ou "Impressões do Báltico" | www.nordictur.pt

Fim de semana para dois com tratamento VIP: alojamento com pequeno almoço e em quarto vista mar frontal, garrafa de água e cesta de fruta no quarto à chegada, sala fitness grátis e uma bebida nos bares do Casino. www.halcon.pt

PUB

LAST MINUTE É PATROCINADO POR

5*****

desde 1.167€

CANCUN RIVIERA MAYA - ÚLTIMA HORA! Oferta de última hora para a partida de Lisboa a 24 de junho: férias em grande, num lugar idílico, num paraíso por descobrir. Quebre a rotina com programa de 7 noites em hotéis 5 estrelas da cadeia Grand Bahia Principe (TI) http://www.abreu.pt/

Lucinda Torres e Fernando Oliveira receberam um voucher para umas férias de sonho! Num sorteio realizado entre os assinantes de verão da Revista C, a sorte coube à pastelaria “O Conventual”, de Pereira do Campo, com uma viagem à República Dominicana, em regime de tudo incluído. A Coimbratur entregou o voucher a Lucinda Torres e Fernando Oliveira, em representação de “O Conventual” e que lhes dá direito a usufruir daquele prémio. A viagem longa para o outro lado do Oceano fez com que os premiados optassem por uma solução mais perto e, assim, vão rumar ao Algarve para um merecido descanso. Boas férias!


VIAJARinstantâneo

O MENINO DE SKARDU PEDRO CALDEIRA FOTÓGRAFO SOLITÁRIO

Esta fotografia possui uma composição longe de ser perfeita. A técnica e a exposição também não o são de todo, mas continuo a revê-la regularmente. De cada vez que o faço, reparo nos pequenos detalhes que indicam a quase indigência em que a generalidade dos habitantes deste canto do mundo vivem. Apesar da sujidade do cabelo do menino, que parece nunca ter sido lavado, e do desgaste das suas roupas andrajosas, não posso deixar de reparar no facto de a sua indumentária incluir um cachecol, que parece ali ter estado todos os dias da sua agitada vida de garoto e já se encontrar de tal modo moldado ao seu corpo que não cairá. Imagino a sua preocupação em não sair sem o seu cachecol. Surpreende-me ainda mais porque nos encontramos numa região em que não é invulgar as temperaturas subirem aos cinquentas graus. Creio que seria impossível alguém obrigar um menino europeu a usar algo assim. Tive apenas alguns segundos para me aperceber da sua aparição quando chegou a correr, a soluçar em pânico, ali parar por um instante a olhar para trás para logo a seguir virar a esquina e desaparecer a correr novamente de modo desajeitado. Fugia decerto de alguém que viria cobrar uma sua traquinice. Muitas vezes penso naquele a que chamo menino de Skardu, por ter sido nesta cidade do Baltistão uma região no nordeste do Paquistão no sopé do Karakorum, uma das maiores cordilheiras do mundo que conflui com os Himalaiais e com os quais concorre em altitude e rudeza de geografia sendo ainda mais inóspita. Encontram-se aqui os maiores glaciares do mundo fora dos círculos polares. Recorda-me também, a oportunidade que tive de me juntar a um grupo que ia para Gondgoro La uma passagem nas montanhas a 6000 metros com uma aproximação algo técnica e duríssima (um dos trekkings mais duros do mundo, quer pela dureza do calor até aos 4000 metros, muitas vezes a rondar os cinquenta graus, quer pelo frio nas altitudes mais elevadas), mas com a recompensa

de passarmos por alguns picos míticos com mais de 8000 metros (o K2 escalado por João Garcia exatamente nesse ano, os Gasherbrum's, Broad Peak). Fazer aquela passagem e transitar para o vale de Hushe em que os seus habitantes já começam a ostentar os traços fisionómicos dos tibetanos, compensou todo o esforço despendido. A viagem entre Skardu e Askole onde iniciámos o trajeto a pé revelou-me um território lunar em que a altitude vai aumentando gradualmente, completamente desértico e poeirento, mas sempre com uma imensa presença humana vinda não se sabe de onde nem como sobrevive, uma vez que não se vislumbravam habitações nem qualquer estrutura de subsistência.

Uma vez na montanha, numa das zonas mais remotas em que já estive, fomos auxiliados por carregadores, verdadeiros heróis, sem óculos no glaciar que cega, que caminhavam quase descalços sobre o gelo e dormiam desprotegidos a vinte graus negativos. Pensava muitas vezes que éramos cruéis, porque por causa do nosso desejo de ir ali os expúnhamos a situações tão dramáticas, mas por outro lado proporcionávamos um rendimento que de outro modo era impossível obterem, e pelo qual lutavam, pois era visível o desespero dos que iam sendo dispensados à medida que a expedição ia avançando, bem revelador da dificuldade de subsistir por aquelas paragens. Muito aconteceu naqueles dias e desde aí. O que será deles e do menino de Skardu?... 97


IDEIAS DOS OUTROS#088

GANGNAM

LUÍS DE MATOS

E

m Seul, Gangnam era até julho de 2012 uma zona da capital, da Coreia do Sul, desconhecida para grande parte do mundo. Uma espécie de bairro remotamente comparável a Beverly Hills, nos Estados Unidos, e frequentado por pessoas da classe alta e por todos aqueles que escolhiam poupar na comida para gastar nos bares da moda. Psy, de batismo chamado Park Jae-sang, deu a conhecer ao mundo aquilo a que chamou "Gangnam Style".

A música e o seu videoclip tornaram-se virais em agosto de 2012 e conquistaram uma popularidade meteórica sendo, até hoje, o mais visto no YouTube com mais de um bilião e meio de visualizações. A sua omnipresença, sonora e coreográfica, é hoje inquestionável e a viralidade longe de ter abrandado. De escolas a empresas, da rua à televisão, os movimentos de Psy são por todos identificáveis e frequentemente reproduzidos, incluindo-se nesse grupo muitos líderes políticos notáveis, como o primeiro-ministro britânico, David Cameron, o presidente dos EUA, Barack Obama, ou o Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon.

Ainda em 2012, a canção chegou ao topo das tabelas musicais de mais de 30 países, incluindo Austrália, Canadá, França, Alemanha, Itália, Rússia, Espanha e no Reino Unido. Já este ano, a 7 de maio, na Casa Branca, numa reunião bilateral entre a Presidente da Coreia do Sul, Park Geun-hye, e o presidente dos EUA, Barack Obama, o sucesso de "Gangnam Style" foi citado como um exemplo de como as pessoas ao redor do mundo estão sendo "varridos" pela onda de cultura Coreana. Goste-se ou não, Psy captou a essência da música pop em era YouTube, numa perfeita combinação de estranheza, viralidade, coreografia e sonoridade que insiste em permanecer na memória, fazendo deste tema do seu sexto álbum uma das peças mais populares de entretenimento nos últimos tempos.

Entre elogios arrebatadores e críticas demolidoras, "Gangnam Style" assumiu-se como um marco histórico na indústria musical e na cultura popular mundial. Reconhecido pelo Guinness World Records, premiado em múltiplos festivais mundiais da indústria discográfica, tornou-se uma fonte de paródias e vídeos de intervenção realizados por indivíduos, grupos e organizações, ao mesmo tempo que está na base de inúmeras manifestações artísticas, e não só, em muitas capitais mundiais, com dezenas de milhares de participantes.

Mas a história mais curiosa, e a todos os níveis exemplar e inspiradora, acaba de ser dada a conhecer ao mundo. No Reino Unido, Jeff Hughes, diretor da Penketh High School, em Warrington, prometeu em nome do corpo docente que todos os professores dançariam Gangnam Style de Psy se os alunos obtivessem excelentes resultados nas provas nacionais. O pouco ortodoxo compromisso não poderia ter sido mais eficaz, colocando a Penketh High School no topo da tabela nacionais das escolas com melhores resultados. Não só os professores cumpriram a promes-

LUÍS DE MATOS, MÁGICO, ASSINA MENSALMENTE ESTE ESPAÇO DE PARTILHA E OPINIÃO

98

Porco a andar de mota? Isto é muito mais surpreendente! sa, como acabariam por protagonizar e produzir um videoclip que a todos os níveis, até ao mais ínfimo pormenor, reproduziu o vídeo original de Psy. O diretor Jeff Hughes aparece na qualidade de protagonista e o vídeo já conta com cerca de 200 mil visualizações. A capacidade de motivar, rindo-se de si mesmos, foi por estes docentes, com um extraordinário sentido de humor, levada ao extremo. Será que não é mesmo esse o truque para tornar o impossível realidade?

Com a ajuda de um leitor de QR Code (a imagem pontilhada impressa nesta página) utilize o seu telemóvel ou webcam para descobrir o caminho apontado por Luís de Matos

JUNHO 2013


C junho 2013  

Entrevista com Ricardo Carriço

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you