Page 1

22ª Fitness Brasil abre o calendário de wellness

Conteúdo que acompanha o seu ritmo Ano 3 | 18ª Edição

Vida Saudável:

Esporte previne contra o câncer de mama Nocaute:

Por dentro da casa do TUF Brasil Olímpico:

Após 16 anos:

Marcelinho Machado ajuda a recolocar o Brasil nas Olimpíadas Equipados:

Spinning a satisfação indoor

Edição

especial

Marta “O futebol feminino não tem o prestígio que merece”


O MELHOR PRODUTO NAS MELHORES LOJAS: “NÃO CONTÉM GLÚTEN” | “NÃO CONTÉM AÇÚCARES” “O MINISTÉRIO DA SAÚDE ADVERTE: NÃO EXISTEM EVIDÊNCIAS CIENTÍFICAS COMPROVADAS DE QUE ESTE ALIMENTO PREVINA, TRATE OU CURE DOENÇAS” | “Crianças, gestantes, idosos e portadores de qualquer enfermidade devem consultar o médico e ou nutricionista.” L-CARNITINE REG. MS: 5.9544.0054 | LIPOWAY REG. MS: 5.9544.0033 | COLÁGENO REG. MS: 5.9544.0053

Assista as melhores dicas de treino, alimentação e mecanismo de ação dos produtos em www.MIDWAYLABS.com.br

ADQUIRA SUPLEMENTOS QUE TENHAM COMPROVAÇÃO CIENTÍFICA E APROVADOS PELA ANVISA


Michelly revela o segredo para uma rápida transformação muscular: a fórmula exclusiva da L-CARNITINE®, a primeira e única do Brasil. Faça como ela e perca peso ao transformar sua gordura gorporal em energia. Conheça este suplemento que age nos tecidos musculares para desenvolver a massa muscular, aumentar a disposição e a resistência física. L-CARNITINE® MIDWAY, emagrecimento, definição e energia.

Acesse www.facebook.com/MIDWAYLABS e concorra a uma consulta especial com o Personal Carlos Tomaiolo


[ Ano3 | NĂşmero18 ] 2012

8

www.revistaendorfina.com.br


www.revistaendorfina.com.br

9


Receba a Endorfina em sua

casa!

1 ano por apenas R$ 59,80

Você terá o conteúdo que acompanha o seu ritmo. Acesse: www.portalendorfina.com e preencha o formulário

Três anos em três minutos

F

eliz aniversário, envelheço na cidade. É com a tradicional música da banda Ira, que a Endorfina comemora mais um ano de vida, ou melhor, três anos. Neste período já se foram 18 edições, porém cada uma com peculiaridades e histórias diferentes. Histórias que buscamos escrever a cada dia, e trazer sempre o melhor conteúdo para você. Para celebrar a data, essa edição merecia um nome de peso e alguém que representasse a “brasilidade” e a essência do esporte brasileiro. E não há nada mais tupiniquim que o futebol, principalmente quando nos referimos à Marta Vieira da Silva, a Rainha Marta. Cinco vezes eleita como a melhor do mundo, e responsável direta pelo “desenvolvimento” do futebol feminino no país (ainda que tardio), Marta é aclamada no mundo inteiro, porém diz sentir certa frustração por atuar em terras estrangeiras, devido à falta de prestígio do futebol feminino no Brasil. Nessa edição também prestamos um serviço de utilidade pública. Em Vida Saudável, você confere a importância do esporte e de uma boa alimentação, na prevenção do câncer de mama. Você sabia que esse é um problema que também atinge os homens? Fique ligado! Já na seção Maratona, fica claro porque temos esse nome. Endorfina é uma substância responsável pelo bem estar, e que ajuda no combate a depressão. Então saia do sofá, corra e libere sua Endorfina. Dando prosseguimento a nossa “home-

nagem” aos atletas olímpicos, Marcelinho Machado, grande responsável pela classificação do basquete brasileiro às olimpíadas, revela em bate papo exclusivo que a seleção brasileira vive um novo momento e espera brigar por medalhas em Londres-2012. No campo da nutrição apresentamos os benefícios e os diversos tipos de farinha. A Farinha de Berinjela é ótima para o coração, já a de laranja amarga ajuda na redução de medidas. Em Beleza Pura, ressaltamos a importância dos cuidados com a pele, cabelos e unhas no pós-verão, principalmente por conta de estragos causados pela água do mar. Mar que oferece uma ótima opção de esporte, de lazer e de contato com a natureza: o Mergulho. Endorfina te leva até as profundezas na seção Aquáticos. Termos como “free style”, “back flip” e “back hand”, já são usuais em nossas páginas. Conheça o BMX e suas principais modalidades. Se a radicalidade é uma de nossas marcas, as artes marciais também são. A seção Nocaute apresenta um raio-x de um dos reality shows de maior sucesso nos Estados Unidos, e que agora chega ao Brasil. O TUF (The Ultimate Fighter) estreou no início de abril, e busca novos ídolos para o UFC. Confira com exclusividade o que há por trás dos bastidores da TV. Ufa!... Enquanto você lia a este editorial creio que três minutos se passaram rapidamente, assim como os três anos de Endorfina, e muito mais está por vir. Boa Leitura! Diogo Patroni / Diretor de Redação

www.revistaendorfina.com.br


www.revistaendorfina.com.br

11


expediente 22ª Fitness Brasil aBre o calendário de wellness

Endorfina #18 - Marta

EXPEDIENTE Diretor Executivo e Publisher: Michel Kaminski Gerente Executiva: Caroline Corso

EDITORIAL Diretor de Redação e Jornalista Responsável: Diogo Patroni Revisão e Edição de Texto: Diogo Patroni e Eder Brito Editores: Eder Brito e Gabriel Nicolatti Colaboradores: Adriane Schultz, Erica Brito,Flávia Ribas, Felipe Araujo e Letícia Martines

ARTE E FOTOGRAFIA Projeto Gráfico e Diagramação: Vitor Gomes www.estudiolia.com.br Imagens: Divulgação

CAPA Marta Foto: Futura Press

Conteúdo que acompanha o seu ritmo Ano 3 | 18ª Edição

Vida SaudáVel:

esporte previne contra o câNcer de mama Nocaute:

Por dentro da casa do TUF braSil olímpico:

Após 16 anos:

Marcelinho Machado ajuda a recolocar o Brasil nas oliMPíadas equipadoS:

SpiNNiNg a satisFação indoor

FaleMarta conosco Para sugestões, críticas ou elogios: edição

redacao@revistaendorfina.com.br “o futebol femiNiNo

especial

CONSELHO EDITORIAL Walter Feldman Thiago Lobo

ENDORFINA Rua Mont Kemel, 36 CEP: 04155-030 São Paulo-SP Tel: 3227-9555 ou 3228-8696 redacao@revistaendorfina.com.br www.revistaendorfina.com.br @ Rev_Endorfina

[ Ano3 | Número18 ] 2012

fb.com/Revista-Endorfina

AGRADECEMOS AOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE E EDUCAÇÃO FÍSICA QUE NOS AJUDARAM NESTA EDIÇÃO: A equipe de jornalismo da Revista Endorfina agradece a todos os profissionais das diversas áreas de conhecimento que nos ajudam a construir o conteúdo desta publicação. Enfatizamos que as declarações emitidas por entrevistados e os artigos assinados não representam necessariamente a opinião da Revista

acesse:

www.revistaendordina.com.br

o portal referência no segmento Fitness e wellness

CURTA A REVISTA ENDORFINA NO FACEBOOK, NOS SIGA NO TWITTER

12

www.revistaendorfina.com.br

não tem o prestígio que merece”

A Revista Endorfina é uma publicação especial e bimestral da Kaminski Editora e Publicidade. Distribuição e comercialização em academias, clínicas de nutrição e fisiologia, clínicas de fisioterapia e de pilates, clubes esportivos, hotéis e spas, condomínios e flats com academias, universidades, escolas, cursos técnicos, associações e eventos esportivos, estabelecimentos comerciais direcionados ao segmento esportivo, lojas de suplementos e de produtos naturais, lojas de equipamentos, roupas e acessórios fitness, federações e confederações esportivas, principais construtoras e administradoras do setor imobiliário. Praça: Nacional. Tiragem: 20.000 exemplares. A redação da Endorfina não se responsabiliza por conceitos emitidos em artigos assinados ou por qualquer conteúdo publicitário e comercial, sendo este último de inteira responsabilidade dos anunciantes.


Reduz a gordura abdominal localizada; Acelera o metabolismoooooooooooooooooooo oooooooooooooooooo Aumento da taxa da lipólise, � o oo oooo o o o o o o o dual phase time release technologyyyyyyyyyyy yyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyy

O programa de gerenciamento de pesoooooo LADYYYYYY

� o� o o oYo �o o ooo� oo oo o y o o o oo o o o�

oo o

Yo o o

Y��Y�Y����o��o�������o�Yo���Y�Y�Yo�o�������o���Y�Y����o������Y�o���o

� �

(11) 4508-0980

www.smartlife.com.br

www.revistaendorfina.com.br

13


índice

COMA BEM

20

Da berinjela ao maracujá: Conheça os tipos de farinhas e seus benefícios

70

Rainha Marta: Maior jogadora do mundo quer o ouro olímpico e o título mundial

46 acontece fitness

equipados Spinning: Rentável para fabricantes e academias

82 Aquáticos Mergulhe de cabeça com a Endorfina

94

100 nocaute

Radicais

106

54

Novidades da 22ª Fitness Brasil Internacional

brasil olímpico Basquete renascido: Batepapo com Marcelinho Machado

34

Câncer de mama: Saiba como prevenir e tratar

Capa

suplementos Mercado aquecido: Segmento alcança crescimento significativo

Vida Saudável

Saiba mais sobre o BMX e suas vertentes

116

Bastidores do TUF: Confira o que rola na casa dos futuros campeões

18 CURTAS | 24 Beleza Pura | 28 Maratona | 38 Entrevista | 62 Especial Aniversário | 74 Espaço Saúde | 76 Espaço Treino 78 Espaço Wellness | 80 Espaço Nutrição | 90 Tendência Fit | 112 Na Moda | 122 Na Academia | 124 Pilates 130 Endorfina em Ação | 132 Fisioshop | 134 Sô Frazão Responde

14

www.revistaendorfina.com.br


www.revistaendorfina.com.br

15


[ Ano3 | NĂşmero18 ] 2012

16

www.revistaendorfina.com.br


www.revistaendorfina.com.br

17


Curtas

CURTAS Por Érica Brito

Agora é que são elas O número de adeptos do MMA cresce a cada dia, principalmente entre o público feminino. Para atender as necessidades deste novo grupo, marcas como a Pretorian, investem em produtos especialmente para elas. A linha inclui luvas de boxe, bate-saco, caneleiras e bandagens, tudo na cor branca, com detalhes em tons de rosa. As luvas são elaboradas com a tecnologia PPS 3 (Pretorian Protection System), um sistema de três camadas que ajuda no contato suave com a mão e na absorção de impacto. Os acessórios ainda trazem revestimento externo de PU (couro sintético) elástico e costuras duplas, o que torna o produto ainda mais resistente.

[ Ano3 | Número18 ] 2012

Sua pílula é a mais indicada para você?

18

A pílula anticoncepcional é a opção de aproximadamente 80% das mulheres para evitar a gravidez. No entanto, há algumas condições que limitam a escolha do contraceptivo oral combinado (aquele que contém dois tipos de hormônio: estrogênio e progesterona). A presença do hormônio estrogênio, por exemplo, potencializa alguns riscos quando associado a condições frequentes como fumo e sobrepeso. A obesidade, hipertensão, enxaquecas, diabetes, alterações lipídicas e o histórico de doenças do coração também são outros fatores que podem limitar o uso dos anticoncepcionais hormonais combinados. Por isso, é importante conhecer os fatores que interferem na escolha da pílula anticoncepcional mais indicada e utilizar o método contraceptivo de acordo com a prescrição e a orientação médica.

www.revistaendorfina.com.br

Entre as Sete Melhores Curitiba passou para a segunda fase do concurso que escolherá as 7 Melhores Cidades do Mundo. O ranking é elaborado pela Fundação New7Wonders, que, em 2011, elegeu as novas 7 Maravilhas do Mundo. Na primeira fase do concurso, disputada por 1.200 cidades, Curitiba ficou entre as 300 mais lembradas. A votação para a segunda fase do concurso vai até 23 de novembro e deve ser feita pela internet, no site: www.new7wonders.com/cities/en


Rugby nas telinhas

Fast Food Saudável

O sucesso dos eventos nacionais e internacionais organizados pela Confederação Brasileira de Rugby (CBRu) deram muitos frutos, inclusive um lugar cativo na TV brasileira. A CBRu e a GLOBOSAT, por meio do canal à cabo SPORTV, firmaram uma parceria pelos direitos de mídia do esporte até 2016, ano que marca a volta da modalidade ao programa olímpico. Números da emissora mostram que a audiência do esporte foi superior à média de modalidades como natação, basquete e atletismo.O acordo envolve a transmissão do Super 10 (Campeonato Brasileiro de Rugby XV), Brasil Sevens, além de amistosos e eventos da seleção brasileira realizados no Brasil.

A Keep Light, desenvolve programas alimentares personalizados, com refeições congeladas e saudáveis. São pacotes para sete dias, de 800 e 1200 calorias diárias, que incluem alimentos funcionais, sem glúten, sem lactose ou dieta líquida, proteica e vegetariana, entre outras especificidades. O cardápio é supervisionado por nutricionistas e renovado periodicamente. O consumo regular dos menus proporciona a possível perda de peso, sem a diminuição da qualidade nutricional e do sabor. Os pedidos podem ser feitos pelo site www.keeplight.com.br

Na corrida pelo planeta Inovação e sustentabilidade são as duas principais características do Run 4 The Planet, um circuito de 10 corridas de rua que acontecerá entre 2012 e 2014. Ao todo serão contempladas quatro importantes regiões brasileiras, São Paulo (20 de maio), Rio de Janeiro, Distrito Federal e Nordeste. A ideia é mobilizar os corredores a incorporar práticas sustentáveis, a fim de cuidar dos problemas do planeta. As etapas também estarão atreladas aos quatro elementos da natureza. O percurso total de cada prova é de 21,1 km. Vale ressaltar que parte da renda das inscrições dos participantes será revertida para o Greenpeace, e os corredores recebem ainda um certificado de neutralização de carbono. www.run4theplanet.com.br

Fitness profissional O Instituto Movement, inaugurado no ano passado tem como principal objetivo aperfeiçoar o desenvolvimento técnico de profissionais ligados ao segmento de fitness. A iniciativa conta com o apoio da Escola de Educação Física da USP, do Sebrae, do Instituto Fitness Brasil e da própria Movement, uma das principais marcas de equipamentos esportivos. A chamada Universidade do Fitness fica localizada em Pompeia, cidade do interior paulista, próxima a região de Marília. No local também está instalado o Parque Industrial da Movement.

www.revistaendorfina.com.br

19


coma bem

Farinha para que te quero De cereais, frutas, ou vegetais, e voltadas para os mais variados propósitos, elas conquistam o seu espaço na alimentação do consumidor brasileiro

“P

roduto obtido pela moagem da parte comestível de algum alimento”, assim é definida a farinha. O nutriente já está presente na nossa alimentação à milhares de anos, sendo a mais comum entre elas a farinha de trigo, um dos principais ingredientes utilizados em pães, bolos, massas, tortas e etc. Mas nem só de cereais são feitas as farinhas. Recentemente descobriu-se que a moagem de outros tipos de alimentos, como frutas e vegetais também pode resultar em farinhas com o poder de desenvolver benefícios para as mais

[ Ano3 | Número18 ] 2012

“farinhas funcionais” podem ser facilmente introduzidas na dieta. “Cada farinha tem uma função...”

20

Por Érica Brito

é conhecer cada uma, saber diferenciálas e incluir na alimentação a que mais se adéqua à necessidade de cada um”, diz. A forma de consumi-las também é algo que depende dos objetivos ou do gosto de cada consumidor. “Elas podem ser ingeridas diariamente com iogurtes, misturadas com granola, batidas com vitaminas ou mesmo salpicadas sobre frutas ou alimentos”, destaca a engenheira de Alimentos da Vitalin, Stephanie J. Modes. A especialista enfatiza que aqueles que gostam de “colocar a mão na massa”, também podem usá-las no preparo de receitas de pães e bolos, na qual a farinha de trigo é parcialmente substituída pela farinha escolhida.

variadas funções no nosso organismo. Seja para ajudar no controle do peso, ou para evitar algum tipo de doença, as farinhas conquistam cada vez mais espaço na mesa do brasileiro. A nutricionista Funcional, Esportiva e Pediatria, Dra. Fernanda Granja explica que as “farinhas funcionais” podem ser facilmente introduzidas na dieta. “Cada farinha tem uma função. O importante

www.revistaendorfina.com.br


Farinha de feijão branco: fornece nutrientes como cálcio, ferro, potássio, magnésio, minerais, vitaminas E e K, folato e fibra responsável por produzir substâncias que servem como fonte de energia para a produção de bactérias benéficas ao nosso intestino;

A nutricionista Fernanda Granja, indica alguns tipos de farinhas e suas principais funções. Conheça:

Farinha de linhaça: é rica em um composto fitoquímico chamado lignina, com estrutura química semelhante ao estrógeno, o que ameniza os sintomas da TPM. Outra característica é a concentração de Ômegas 3 e 6, importantes para o cérebro. Desta forma é possível diminuir os sintomas como depressão e irritabilidade; Farinha de maracujá: é rica em fibras e pobre em carboidratos, por isso é a mais indicada para o controle da glicemia, sendo uma aliada para os diabéticos dos tipos 1 e 2. Outra substância presente é a pectina, uma fração de fibra solúvel que promove a sensação de saciedade, ajudando no emagrecimento e na melhora do trânsito intestinal;

Farinha de uva: possui ótimas fontes naturais de antioxidantes como a luteonina, quercetina, procianidinas e o resveratrol. As procianidinas e o resveratrol são agentes antioxidantes muito estudados nas doenças cardiovasculares. A luteonina é importante para a visão, o consumo é indicado especialmente para diabéticos; Farinha de laranja amarga: contém citrus aurantium, um princípio ativo que acelera o metabolismo local de gordura corporal. Este tipo de farinha ajuda na eliminação de gorduras localizadas na cintura e nas coxas;

Farinha de banana verde: é uma rica fonte de potássio, fósforo, magnésio, cobre, manganês e zinco, sendo ótima para a saúde dos ossos, fertilidade e imunidade. No entanto, a principal propriedade da farinha de banana verde é o amido resistente, similar à fibra,

www.revistaendorfina.com.br

Farinha de berinjela: contém fibra em quase toda totalidade. A principal é a solúvel, que age na diminuição do colesterol e glicemia no sangue. Também protege as funções hepáticas, pois aumenta a produção de bílis. É uma farinha rica em antocianinas, combate os radicais livres em excesso e protege os órgãos de doenças inflamatórias e do envelhecimento precoce. Também possui minerais, que ajudam no combate a câimbras e espasmos musculares, além de cólica e enxaqueca. Farinha de feijão branco: fornece nutrientes como cálcio, ferro, potássio, magnésio, minerais, vitaminas E e K, folato e fibra. Além disso, possui uma proteína chamada faseolamina, que funciona como um bloqueador de carboidratos. A infinidade de nutrientes contribui para o bom funcionamento do organismo de modo geral, desde a manutenção dos ossos até o emagrecimento.

Farinha de agrião: apresenta uma alta concentração de clorofila, pró-vitamina A, vitaminas A, B, E, K, B17, betacaroteno, magnésio, cálcio, manganês, fósforo, potássio, ferro, zinco, iodo, selênio e demais minerais. Possui ação desintoxicaste, retarda o envelhecimento, auxilia na manutenção da glicose e

21


coma bem

do colesterol. Apresenta propriedades adstringentes, anti-inflamatórias e antisépticas das vias respiratórias. É uma fonte importante de Luteína, e previne a Degeneração Macular Senil (DMS) e a consequente cegueira.

Farinha de chia: A chia é o alimento vegetal com maior concentração de Ômega 3, além de fibras, cálcio, magnésio, potássio, proteínas e vitaminas do complexo B. Contribui para a saúde na redução do colesterol, controle da glicemia, boa formação óssea, na prevenção do envelhecimento precoce e na melhora geral da imunidade do organismo. Ração Humana: A mistura de cereais integrais contém grande quantidade de fibras, vitaminas e minerais. As fibras solúveis e insolúveis ajudam na saciedade, e no funcionamento intestinal. Já os

Suco para o Coração • 1 colher de sopa de linhaça dourada • 1 colher de sopa de extrato de soja • 1 colher de sopa de farinha de agrião • 6 laranjas

Preparo:

nutrientes auxiliam no emagrecimento saudável, e melhoria da pele, cabelos e unhas, além de elevar os índices de imunidade do organismo. De modo geral todas as farinhas funcionais são ricas em fibras e por isso podem auxiliar no emagrecimento. “Vale ressaltar, que esse tipo de alimento deve ser acrescentado a uma dieta equilibrada, e a prática de exercício físico para um emagrecimento saudável.”, completa Fernanda Granja.

Manípulos e Puxadores

Bata tudo no liquidificador e sirva gelado Suco Antioxidante 150 ml de água de coco 1 maçã 1 colher de farinha de uva 1 colher de sopa de farinha de berinjela Preparo: Bata tudo no liquidificador e sirva gelado

Batentes

Pisantes Tampas Internas

Pinos de Carga

Roldanas

Redutores

[ Ano3 | Número18 ] 2012

Manoplas

Há 30 anos oferecendo soluções

22

Anéis e Hastes para Tijolinhos

www.emar.com.br (17)www.revistaendorfina.com.br 3269-9990

Ponteiras Externas


www.revistaendorfina.com.br

23


beleza pura

sos verão: saiba como se recuperar dos estragos da estação!

O excesso de sol, água salgada e cloro deixam a pele e o cabelo superestragados! Recupere-se da estação e fique com tudo em cima!

O

verão acabou e, após passar meses se preparando para a estação mais quente do ano, chegou a hora de se recuperar dos estragos pós-verão. O excesso de sol, a água salgada do mar e o cloro da piscina prejudicam bastante a pele, o cabelo e até as unhas. A Endorfina ajuda você a corrigir os danos e ficar inteira de novo!

Pele

[ Ano3 | Número18 ] 2012

De acordo com Fernanda Filgueiras, dermatologista da clinica All+, a pele tende a ficar mais seca após a exposição solar, já que o sol danifica a camada ex-

24

Por Adriane Schultz

terna e faz com que a camada nova já nasça prejudicada. O sol também destrói a matriz extracelular, levando à perda de água, o que deixa a pele ressecada. “É importante manter a umidade e a oleosidade naturais da pele para acabar com o aspecto envelhecido. O ideal é aplicar hidratante, pois a pele queimada perde muita água. Isso evitará a sensação de ressecamento posterior”, explica. Para ela, o ideal é usar produtos que venham com ativos como alantoína, vitamina E, óleo de uva, aloe vera, pantenol, além de loções com ceramidas, óleo de girassol e manteiga de karité.

“Mesmo com todos os tratamentos disponíveis no combate às sardas brancas, a medida mais eficiente ainda é a prevenção...”

www.revistaendorfina.com.br

Com a exposição solar, é comum também o surgimento de sardas, tanto as amarronzadas como as brancas. Para Fernanda, no caso das sardas amarronzadas, é importante evitar a exposição solar intensa e usar protetor solar. Algumas terapias podem acelerar esse processo como o uso de substâncias despigmentantes em casa, peelings, luz pulsada e/ ou laser. “A escolha depende do tipo de pele, da rotina e da exposição ao sol. O melhor é aguardar o fim do verão para iniciar o tratamento”, revela. Já o tratamento para as sardas brancas inclui o uso de cremes, loções ou géis à


“É preciso limpar a pele duas vezes ao dia com creme ou gel de limpeza, protegê-la com filtro solar e fazer uma hidratação profunda”

base de substâncias clareadoras e peelings, a fim de homogeneizar o tom da pele. “Mesmo com todos os tratamentos disponíveis no combate às sardas brancas, a medida mais eficiente ainda é a prevenção. A dica é utilizar regularmente o filtro solar e usar bonés, viseiras e óculos escuros”, comenta a dermatologista Bruna Falcone. Além das sardas, há também o aparecimento de manchas causadas pelo sol, conhecidas como melasmas. “São manchas que, em geral, acometem, principalmente, a testa, o buço e as maçãs do rosto, que são áreas mais expostas. Elas podem surgir devido a fatores genéticos, uso de anticoncepcionais, gestação e abuso de sol. São também mais presentes em mulheres de pele morena”, diz Bruna. Este tipo de mancha deve ser examinada e tratada por um dermatologista para evitar sua piora e possibilitar a eliminação. No tratamento, pode-se usar substâncias despigmentantes e até mesmo peelings químicos e físicos. Nos casos resistentes aos tratamentos, o

laser pode ser indicado. Jacqueline Wataki, esteticista e proprietária do Espaço Estético Wataki, recomenda três cuidados para a pele do rosto: “É preciso limpar a pele duas vezes ao dia com creme ou gel de limpeza, protegê-la com filtro solar e fazer uma hidratação profunda. O ideal é escolher o produto adequado de acordo com o tipo de

pele e não deixar de hidratá-la duas vezes ao dia. O rosto é nosso cartão de visita. Não adianta estar com a cor bronzeado canela e a pele ressacada e com marcas de envelhecimento” Em relação aos pés, Ricardo Fernandes, dermatologista e responsável pelo ambulatório de cosmiatria do Instituto de Cir. Plástica Santa Cruz em São Paulo, sugere produtos específicos para hidratação: “deve-se usar produtos próprios para a pele espessa, com maior resistência à penetração de ativos. Podem ser utilizados produtos com uréia concentrada ou ácidos. Há produtos industrializados e fórmulas que podem ser prescritas pelo dermatologista”, orienta. Para os lábios, Fernandes indica o uso de manteiga de cacau. “Em casos mais graves, pode-se lançar mão de produtos próprios para uso labial, contendo polímeros, ceras e esqualenos, que acalmam, isolam e reparam os danos labiais”, completa.

Cabelo Depois da exposição solar exagerada, o cabelo costuma ficar bem mais ressecado e desbotado. Segundo o hairstylist Luiz Cintra, do salão Emília Borges, isso

www.revistaendorfina.com.br

25


beleza pura

acontece porque o calor do sol abre a cutícula do fio e o vento, a água do mar ou da piscina ajudam a retirar a pigmentação, as proteínas e a queratina do cabelo. “ É importante o uso da queratina, além de diversos ativos, desde óleos essenciais, extrato de sementes até vitaminas que ajudam a deixar o cabelo mais maleável, com textura saudável e sedosa”, afirma. Para recuperar os fios, o hairstylist recomenda um tratamento reconstrutor térmico. “Este tratamento é conhecido como a popular cauterização. Neste processo, conseguimos recompor toda a matéria da estrutura do fio com uso de produtos específicos e, com a ajuda da chapinha específica para esse tipo de tratamento e aquecida no máximo a 60 graus, selamos a cutícula do fio”, explica. Já para hidratar o cabelo em casa, Cintra aconselha o uso de máscaras de hidratação ou ampolas vendidas em farmácias: “a principio, pode-se usar o produto uma vez por semana. Se o cabelo estiver ficando pesado ou oleoso, deve-se diminuir a frequência para uma vez a cada duas semanas”.

para hidratar o cabelo em casa, Cintra aconselha o uso de máscaras de hidratação ou ampolas vendidas em farmácias

Produtos A Endorfina sugere alguns produtos para cuidados com o corpo e o cabelo pós- verão!

Loção hidratante de amêndoas com colágeno, da Muriel, R$ 5,00

Hidratante intensivo para cabelo, da Bioderm, R$15,00

Ampola Power Repositor Hídrico Nutritivo para cabelo, da Alta Moda, R$ 12,00

Óleo de argan da Sachê Profissional, R$ 50,00

Água termal, da La Roche- Posay, R$ 28,90

Unhas As micoses nas unhas são muito comuns nesta época do ano e surgem, principalmente, pela falta de cuidado. De acordo com a esteticista Jacqueline Wataki, é importante não retirar as cutículas, pois elas são a proteção natural das unhas. “Do mesmo modo, não puxe a pele que fica saindo do dedo, porque isso pode causar infecções nas unhas. Lave sempre as mãos ao sair da piscina ou do mar, secando bem as unhas. O mesmo procedimento vale para as unhas dos pés. Neste período, opte por passear com as unhas curtas para não juntar sujeira”, recomenda.


www.revistaendorfina.com.br

27


maratona

+Endorfina

no combate a depressão A liberação da substância ocasionada durante a corrida é preponderante para auxiliar quem se encontra nesse estágio, pois melhora o humor, a disposição e a qualidade de vida

S

nal, para correr a Maratona de Nova York que será realizada no dia 4 de novembro. Entretanto, quem vê Bianca com tanta disposição, não imagina como era sua vida há alguns anos. “Morei nos Estados Unidos, durante um ano e engordei demais nesse período. Percebi que estava prejudicando minha própria saúde”, diz. Depois que começou a correr ela confes-

A endorfina é produzida na hipófise – glândula situada na base do cérebro – de maneira idêntica em homens e mulheres, e liberada para o sangue com outros hormônios como o GH... O que é a endorfina? A endorfina é produzida na hipófise – glândula situada na base do cérebro – de maneira idêntica em homens e mulheres, e liberada para o sangue com outros hormônios como o GH (hormônio do crescimento) e ACTH (hormônio adrenocorticotrófico), que estimula a produção de adrenalina e cortisol. Ela pode ter efeito tanto nas áreas cerebrais responsáveis pela modulação da dor, do humor, ansiedade e depressão como pela inibição do sistema nervoso simpático – responsável pela modulação de diversos órgãos como intestino e coração. A endorfina é liberada durante a prática do exercício físico, e segundo pesquisas recentes, até

[ Ano3 | Número18 ] 2012

eja de curta, média ou longa distância. De alta velocidade, com obstáculos, ou barreiras. Não importa. O que vale é correr. Pode ser por lazer, por objetivos profissionais ou, simplesmente por preocupação com a saúde. A corrida auxilia no sistema cardiorrespiratório, queima calorias, além de tonificar e dar forma às pernas e glúteos. “Comecei a correr porque queria emagrecer. Praticava exercícios na academia e nos parques da cidade. Gostei tanto, que hoje participo de até duas provas de rua por mês. Posso dizer que a corrida mudou minha vida”. Mais do que participar de provas, a pedagoga Bianca de Paula, após sete anos de prática, está em fase de preparação intensa, orientada por um perso-

Por Felipe Araújo

28

sa: “Mudou tudo, e para melhor, é claro. O esporte me ajuda a ser saudável, inclusive na parte estética. Melhorou meu emocional, tenho mais anseio de atingir meus objetivos e ir atrás de novas metas pessoais e profissionais. Tenho mais disposição até no trabalho. Assim como na corrida, quero sempre me superar com novas conquistas”, conta. A Doutora Tathiana Tarmigiano, ginecologista e médica do esporte, explica que é comum praticantes de corrida se sentirem mais estimulados. “A prática do exercício físico produz a liberação de hormônios neurotransmissores, principalmente da endorfina, conhecida como o hormônio do prazer. Esta substância é transportada pelo sangue e faz comunicação com outras células. A resposta é a sensação de relaxamento, que desperta a impressão de euforia e bem-estar. A liberação da endorfina melhora o humor, controla a depressão e a ansiedade. Nas mulheres ajuda até na TPM”, afirma.

www.revistaendorfina.com.br


www.revistaendorfina.com.br

29


maratona

sanguíneos, melhora a concentração no trabalho e promove mudanças com o corpo”, conta. Assim como em qualquer esporte, todo praticante está sujeito a lesões musculares e nas articulações, principalmente na panturrilha, sola do pé e no calcanhar. Por isso é fundamental fazer 10 minutos de alongamento para se prevenir contra a possibilidade de lesão. Na corrida o corpo perde muito líquido, contudo é de

[ Ano3 | Número18 ] 2012

duas horas depois de encerrada as atividades. Por isso os atletas se sentem mais tranquilos após as atividades físicas. No caso de exercícios mais puxados como uma maratona, por exemplo, estudos observaram aumento das dosagens deste hormônio para até setenta e duas horas. “Produzir endorfina é altamente recomendado para pessoas que têm nível de stress elevado, sentem-se irritadas e mal humoradas”, aconselha Rafael Lago, personal trainer, formado em Educação Física, e pós-graduado em Reabilitação Cardíaca e em Fisiologia do Exercício.

30

“Produzir endorfina é altamente recomendado para pessoas que têm nível de stress elevado, sentem-se irritadas e mal humoradas” extrema importância se hidratar antes e depois do exercício. A alimentação é outro aspecto fundamental para atingir resultados satisfatórios. Sódio, potássio, cálcio, magnésio, fosfato, sulfato, entre

Atenção as recomendações!! Não é preciso ser nenhum grande atleta de alto rendimento para praticar a corrida, contudo é necessário seguir algumas recomendações básicas. Homens, mulheres, jovens e idosos, cada um dentro das suas capacidades e limitações, têm todo o respaldo para correr. Para Lago a corrida é de fato, capaz de proporcionar inúmeros benefícios, devido a ação da endorfina no corpo humano. “Antes de qualquer coisa é uma forma de atividade física que mexe com a musculatura de forma geral. Tira do sedentarismo e libera hormônios. É cientificamente provado que a endorfina aumenta a resistência, bloqueia lesões nos vasos

www.revistaendorfina.com.br

outros componentes auxiliam para bons efeitos estéticos e de saúde. A frequência cardíaca não deve ultrapassar 80% do normal, ou seja, o ritmo da corrida deve estar de acordo com sua condição física. “Iniciantes devem começar com caminhada rápida, em seguida passar para corridas básicas, depois alternar corrida e caminhada e ir aumentando gradativamente”, orienta Rafael Lago. Indiferente do rendimento físico, a corrida deve ser iniciada num ritmo moderado, aumentando ao longo do percurso, até chegar ao ápice. Na hora de parar, o processo é inverso. Diminuir a velocidade aos poucos evita que os batimentos cardíacos caiam depressa. Durante todo o percurso a respiração deve ser controlada. Os cuidados recomendados por Lago se estendem aos equipamentos utilizados pelos corredores. “Roupas leves com boa absorção de suor e tênis apropriado são essenciais. O calçado confortável e ao mesmo tempo capaz de amortecer o impacto da corrida protege as articulações do joelho”, explica. Pronto. Com todas as consignações básicas, qualquer atleta – amador ou


www.revistaendorfina.com.br

31


maratona

“Correr é sinônimo de vitalidade, evita ganho de peso e traz a sensação de bem estar” esporte pode ser praticado na gestação. Claro que cada caso é um caso, mas se a mulher já tinha costume de correr e a gravidez está normal, não tem nenhum problema”, ressalta. Praticamente não existe contraindicação para praticar o esporte, mas é sempre interessante passar por avaliação médica e seguir orientação de profissionais de educação física. Escolha o lugar apropriado mais próximo para liberar a endorfina que existe dentro de você e boa corrida.

[ Ano3 | Número18 ] 2012

profissional – com responsabilidade, está apto a correr, melhorar seu ânimo, ter mais disposição, sensação de bem-estar, gastar de 600 a 800 calorias por hora e se prevenir contra ataques cardíacos. A corrida funciona não apenas como esporte independente, mas também como atividade aeróbica complementar a outros esportes. É uma forma especial de conhecer o próprio corpo. Quando respiramos fundo durante a corrida, automaticamente o pulmão é forçado a usar mais tecido, potencializando sua capacidade. Baixa a pressão do sangue e mantém a elasticidade das artérias. Quem corre, melhora a capacidade de controlar o peso do próprio corpo. “Correr é sinônimo de vitalidade, evita ganho de peso e traz a sensação de bem estar”, destaca a ginecologista e médica do esporte, Tathiana Tarmigiano. A especialista enfatiza ainda que a corrida também é indicada para mulheres no período de gestação. “Previamente o

32

www.revistaendorfina.com.br


vida saudável

Adeus ao

câncer de mama! O diagnóstico precoce por meio de exames e a adoção de hábitos saudáveis como boa alimentação e prática de esportes podem reduzir a mortalidade

[ Ano3 | Número18 ] 2012

D 34

e acordo com o INCA (Instituto Nacional de Câncer), 52.680 é o número previsto de novos casos de câncer de mama apenas para 2012. Em 2010, a estimativa foi de 49.900. Segundo tipo de câncer mais frequente no mundo, é o mais comum também entre as mulheres, respondendo por 22% dos casos novos a cada ano. As estatísticas provam que o diagnóstico tardio, ainda dificulta a cura deste tipo de câncer.

Por Adriane Schultz

Para Maria Luisa Nazar, médica ginecologista do Hospital Edmundo Vasconcelos, o diagnóstico precoce é o fator mais importante para salvar vidas. “A mulher deve ir todo ano ao ginecologista e realizar exames. A mamografia é feita a partir dos 40 anos e é fundamental para descobrir se há algum tumor. Já mulheres com menos de 40 possuem o seio mais denso e a mamografia não consegue identificar possíveis nódulos. Neste caso, o ideal é o ultrassom”, explica.

www.revistaendorfina.com.br

Eduardo Blanco Cardoso, ginecologista, pesquisador e Coordenador Científico do Instituto Se Toque, destaca que o câncer de mama é o desenvolvimento anormal das células da mama, que crescem e substituem o tecido saudável, levando à produção de tumores. “O sinal mais frequente é a presença de nódulo ou caroço, geralmente indolor que pode crescer lenta ou rapidamente. Outros sintomas incluem mudança na cor da pele, reentrâncias, enrugamentos ou elevação em uma determinada área, mudança do tamanho ou formato da mama, presença de secreção no bico do seio e palpação de um ou mais nódulos nas axilas”, ressalta. Este tipo de câncer também costuma ser o mais temido pelas mulheres. “Isso acontece, sobretudo, pelos efeitos psicológicos, que afetam a percepção da sexualidade e a própria imagem pessoal. De fato, muitas chegam a se preocupar mais com o problema estético da mutilação do que com a própria gravidade da doença. A mama é muito mais do que um


órgão de estímulo sexual, é na realidade, quase que o próprio símbolo da feminilidade”, comenta Cardoso. Apesar de não ser comum, alguns homens também podem desenvolver a doença. Entre os fatores que podem causar o câncer, estão: ter mãe, irmã ou tia com câncer de mama, nunca ter tido filhos ou ter o primeiro filho após os 30 anos, excesso de álcool, fumo, uso de tratamento hormonal, obesidade, sedentarismo, entre outros. Para o ginecologista, o esporte é um ótimo aliado na prevenção do câncer: “estudos demonstram que a prática regular de atividade física pode diminuir o risco de contrair a doença. Pessoas com bom condicionamento físico estão menos expostas do que as sedentárias aos cânceres de mama, de intestino e próstata”. Cardoso alerta que não existem fórmulas para evitar o aparecimento do câncer, porém é possível aumentar ou diminuir os riscos de desenvolvê-lo, conforme os hábitos de vida. Assim, a prática de atividade física regular, de uma dieta equilibrada, amamentar pelo menos por um ano, evitar o sobrepeso, não abusar

Você sabia?

Autoexame: não é ideal para a

detecção do câncer de mama, pois se a mulher sente o tumor pelo toque, significa que a doença já está em um estágio avançado. O diagnóstico precoce com exames como mamografia e ultrassom é fundamental para a cura.

das bebidas alcoólicas, entre outras medidas, podem reduzir os riscos. A doença no futuro De uns anos para cá, alguns avanços colaboraram para a cura da doença. Entre eles, estão as modificações nos procedimentos cirúrgicos que reduzem o risco de morbidade e privilegiam a estética da mama; a biópsia do linfonodo sentinela, que permite identificar a presença de comprometimento neoplásico; o uso de uma abordagem multidisciplinar no manejo da doença; além da introdução de novas terapias sistêmicas, que de fato

“Estudos demonstram que a prática regular de atividade física pode diminuir o risco de contrair a doença...”

doença é maior, pois o corpo passa a reservar o estrogênio por mais tempo do que deveria.

Reconstrução do seio: toda mulher tem o direito garantido por lei de passar por cirurgia de reconstrução da mama tanto pelo SUS como por convênio particular.

Brócolis, couve-flor e repoSilicone: de acordo com a gineco- lho: são alimentos que vêm com

logista Maria Luiza Nazar, o silicone nos seios dificulta o diagnóstico do câncer de mama através da mamografia. O material deixa mais difícil a visualização de calcificações no exame.

Menstruação precoce e menopausa tardia: nestes casos, a chance de desenvolver a

melhoram a qualidade de vida e sobrevida das mulheres portadoras. Para o ginecologista, pesquisador e Coordenador Científico do Instituto Se Toque, Eduardo Blanco Cardoso, ainda é necessário um trabalho de conscientização junto às famílias de baixa renda, cujo acesso as práticas preventivas de saúde é quase restrito. “A realização de campanhas de sensibilização voltadas à promoção da saúde e prevenção de doenças fortalecerá as capacidades e o engajamento de pacientes, familiares, governantes e comunidade no processo”, ratifica.

indole3 carbinol, substância anticancerígena. O que é a mamografia? O exame faz a radiografia das mamas para a detecção de um possível tumor. O seio é comprimido para que a detecção possa ser feita.

Instituto Se Toque Mônica Serra, fundadora do Instituto Se Toque, fala sobre o projeto

1

Como surgiu o Instituto Se Toque e com qual objetivo? Mônica Serra: O Instituto Se Toque foi fundado em 2005, com o objetivo de reduzir as mortes causadas pelo câncer de mama, utilizando a educação como forma de estimular a prevenção primária da doença. Nossos projetos têm como diferencial atuar junto a crianças e adolescentes, em escolas da rede pública de ensino. A partir desta proposta surgiu o “Programa Colar da Vida”, que busca incentivar as mães a quebrarem os mitos em relação a doença e a adotar hábitos saudáveis de vida, na procura pelo diagnóstico precoce. O Colar da Vida é um instrumento educativo utilizado pelo Instituto Se


vida saudável Toque em seus projetos. Ele é feito com imitações de pérolas que representam, em tamanho e textura, os nódulos que podem existir na mama. O Colar é entregue às crianças e adolescentes para que presenteiem suas mães, se tornando deste modo agentes de transformação de hábitos de saúde em suas famílias.

2

tratamento, se necessário, em hospitais de referência com os quais o Se Toque mantém parceria.

3

Quantas pessoas já foram beneficiadas pelo Instituto Se Toque? Mônica Serra: Em 2011, foi possível ampliar em 11% o número de pessoas atendidas com relação ao ano anterior,

[ Ano3 | Número18 ] 2012

Quais são as formas de atuação do Instituto? Mônica Serra: O Instituto promove a educação para a saúde em escolas da rede pública do Estado de São Paulo, e utiliza como instrumento de mudança de hábitos de vida, Teatro, Oficinas de Prevenção e Palestras, estimulando a busca pelo diagnóstico precoce do câncer de mama. Outra forma encontrada para atingir o objetivo do Instituto é disponibilizar o acesso à mamografia. Deste modo, asseguramos o pronto atendimento das mulheres logo que tiverem sido conscientizadas, e com a garantia de

36

www.revistaendorfina.com.br

o que resultou em 31 mil pessoas sensibilizadas, e mais de 2.600 mamografias agendadas. Desde que o Instituto iniciou suas atividades, em 2005, cerca de 149 mil pessoas foram sensibilizadas, e a partir de 2009, quando iniciamos o encaminhamento para mamografia, mais de 6 mil exames foram agendados.


www.revistaendorfina.com.br

37


Entrevista

A política do

esporte Aurélio Miguel tenta terceiro mandato como vereador em São Paulo e explica porque a disciplina do esporte também funciona no poder legislativo; conheça outros ex-atletas que emprestam seus nomes e experiência à política partidária brasileira Por Eder Brito

[ Ano3 | Número18 ] 2012

A disciplina do judô na câmara municipal A primeira vez que Aurélio Miguel vestiu um quimono foi contra sua própria vontade. O pai, catalão, provavelmente dono de um daqueles temperamentos latinos típicos, o obrigou a iniciar a prática do esporte, junto com a orientação

38

E

sporte é superação de desafios. Mesmo nas modalidades coletivas, os grandes resultados sempre são uma coleção de pequenas vitórias pessoais, com atletas quebrando pequenas barreiras individuais, gradualmente e alcançando um novo posto, resolvendo um problema antigo, transformando-o em solução e, consequentemente, em novo desafio. A disciplina para fazer o que é certo, o compromisso para manter-se sempre focado no resultado e nunca

desviar a atenção para objetivos escusos, que atrapalhem a obtenção de uma meta maior e mais séria, são algumas das características da vida de atleta. Toda essa reflexão pode levar a uma óbvia comparação entre esporte e política. Em ano de eleições municipais, a Endorfina também adota um papel “analítico” e traça um perfil de atletas que se aposentaram de carreiras esportivas bem-sucedidas e emprestaram seu prestígio e sua disciplina à política, em busca de novas vitórias e novos resultados.

www.revistaendorfina.com.br

“Sempre que consegui fazer com que o dinheiro público fosse respeitado, também comemorei. Quem pratica judô desde cedo termina influenciado pela disciplina do esporte” médica que indicava o judô como forma de prevenir os problemas respiratórios. Então com quatro anos, o garotinho nem imaginava que a obrigação se transformaria no principal motivo (e motivação) de uma carreira vitoriosa, dentro e fora dos tatames. No começo, Aurélio também detestava a própria ideia de disputar torneios. “Ficava horrorizado, escapava como podia. Mas meu pai era duro e exigia”, lembra.


www.revistaendorfina.com.br

39


[ Ano3 | Número18 ] 2012

Entrevista

40

Depois de mais de dez anos e de se acostumar à rotina de treinos, os títulos também passaram a fazer parte do dia a dia do judoca e em 1980 já era considerado o melhor do Estado de São Paulo. A primeira conquista internacional veio em 1982, com um segundo lugar na Finlândia, no mundial universitário. Também naquele ano, subiu ao ponto mais alto do pódio no Pan-americano do Chile. A carreira começava a deslanchar. Campeão mundial júnior, campeão sul-americano e o título de melhor judoca do país em 1983 também marcaram aquele início de década, seguido de outro título mundial dos meio-pesados na França em 1984. A década de 80 também envolveu vários períodos e estágios no Japão, rotina que culminou em seu resultado mais conhecido e que o consagrou na história do esporte nacional: a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Seul, em 1988. Com outra medalha olímpica (bronze em Atlanta, 1996), Aurélio só decidiu encerrar a carreira em 2001. “A decisão não foi tomada da noite para o dia. Foi fruto de um processo. As contusões, as cirurgias, a idade, o longo tempo sem uma vida familiar normal e outras questões

pesaram. Não foi algo fácil e não foi nada planejado”, relembra. Em 2002, já aposentado do judô, depois de um convite do PPS (Partido Popular Socialista), candidatou-se a deputado federal e não foi eleito. Em 2004, decidiu tentar uma vaga de vereador em São Paulo, dessa vez pelo PR (Partido da República). Foi eleito com 38.419 votos, o 26º mais votado entre os 55 eleitos naquele ano. Em 2008, tentou a reeleição e com 50.084 votos termina agora o seu segundo mandato consecutivo como vereador. Do esporte, ficaram a disciplina e os percalços da vida pública. “A vida pública nos reserva alegrias e tristezas, algumas vitórias e derrotas. Todas as vezes em que consegui aprovar projetos em prol do esporte na cidade de São Paulo, senti-me recompensado, como por exemplo, em relação ao Bolsa Atleta Municipal”, explica. Aurélio Miguel não trabalhou apenas pelas políticas públicas e projetos de lei esportivos. Saúde, transportes e proteção animal também estão na lista de projetos

de lei apresentados (e alguns aprovados) pelo vereador no período que já completa quase oito anos. Até CPI´s (Comissões Parlamentares de Inquérito) o ex-judoca presidiu. Foram três em áreas totalmente distintas: esportes, IPTU e vigilância sanitária. “Sempre que consegui fazer com que o dinheiro público fosse respeitado, também comemorei. Quem pratica judô desde cedo termina influenciado pela disciplina do esporte. Meu primeiro professor foi o ‘sensei’ Massao Shinohara, da escola japonesa. Não tive escapatória, fui moldado na fôrma da disciplina oriental”, avalia. Conhecido na Câmara como um dos principais cobradores e críticos da gestão Kassab em São Paulo, Aurélio admite que a postura também é herança dos tempos de tatame. “Como atleta, sempre mantive essa posição crítica em relação aos dirigentes do esporte. Na política não está sendo diferente”, conclui Aurélio, que em 2012 deve tentar a reeleição para o terceiro mandato consecutivo.

OUTROS ATLETAS POLÍTICOS No país do futebol, com Copa do Mundo e Olimpíadas programadas para os próximos cinco anos, o esporte já é assunto oficial também na agenda parlamentar do país. Aurélio Miguel não é o único atleta que viu na carreira política uma continuidade natural após o encerramento da carreira no esporte. Confira a lista de outros ex-profissionais do desporto que ocupam ou já ocuparam lugares de destaque no dia a dia legislativo ou executivo.

Romário – Eleito o melhor do mundo em 1994, e considerado um dos responsáveis pelo tetracampeonato brasileiro na Copa do Mundo de Futebol disputada naquele mesmo ano, nos Estados Unidos. Depois de mil gols e uma invejável carreira, Romário elegeu-se deputado federal em 2010 pelo PSB (Partido Socialista Brasileiro) do Rio de Janeiro com mais de 146 mil votos. Na Câmara e na Imprensa, o “baixinho” é conhecido por fiscalizar e cobrar seriedade na Lei Geral da Copa e em toda a atuação do legislativo que envolve a organização do Brasil no Mundial de 2014. Romário também atua nas Comissões de Turismo, Educação e Cultura, é vice-presidente da Frente Parlamentar da Pessoa Com Deficiência e Diretor de Assuntos Esportivos e Acessibilidade da Frente Parlamentar da Atividade Física.

www.revistaendorfina.com.br


www.revistaendorfina.com.br

41


Entrevista

Ademir da Guia – Ídolo do Palmeiras onde jogou por dezesseis anos e atingiu a marca de terceiro maior goleador da história do clube, Da Guia também já viveu as emoções do legislativo municipal paulistano. Foi vereador pelo PC do B (Partido Comunista do Brasil), em São Paulo entre 2005 e 2008.

Bebeto – Parceiro-mor de Romário na conquista do Tetra em 1994, Bebeto também enveredou para a política e também no Estado do Rio de Janeiro. Pelo PDT (Partido Democrático Trabalhista), ele somou mais de 28 mil votos nas eleições em 2010 e hoje é um dos representantes na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.

Oscar Schmidt – Um dos maiores nomes da história do basquete nacional. Oscar candidatou-se Senador pelo Estado de São Paulo em 1998, pelo PP (Partido Progressista), mas não foi eleito. Seus dias na política foram vividos principalmente entre 1996 e 1997, quando foi Secretário de Esportes da Cidade de São Paulo.

Roberto Dinamite – O eterno ídolo vascaíno talvez seja um dos esportistas que mais teve mandatos consecutivos. Começou como vereador pela cidade do Rio de Janeiro, em 1992 e agora já está em seu quinto mandato como Deputado Estadual. Dinamite atua também com políticas para a terceira idade, defesa do consumidor, deficiente físico e já aprovou leis que criam bibliotecas itinerantes na cidade e uma outra que proíbe o uso de cigarros em creches e jardins de infância.

[ Ano3 | Número18 ] 2012

Acelino Popó Freitas – O boxeador baiano, tetracampeão mundial na modalidade, agora é deputado federal pelo PRB (Partido Republicano Brasileiro) da Bahia e preside a Frente Parlamentar do Esporte. Popó também volta a maioria dos esforços em seus projetos de lei para o esporte e para a organização da Copa do Mundo 2014 e dos Jogos Olímpicos do Rio em 2016.

42

www.revistaendorfina.com.br


www.revistaendorfina.com.br

43


suplementos

Explosão nutricional Por Diogo Patroni

Crescimento de 20% ao ano do mercado brasileiro de suplementos, resulta no aumento da demanda de produtos para diversos gêneros

U

[ Ano3 | Número18 ] 2012

m setor em franca expansão com crescimento significativo de dois dígitos ao ano. Este é o mercado brasileiro de suplementos, segmento que mais cresce no que diz respeito ao bem-estar. Endorfina ouviu fabricantes como Integralmédica, Labrada-GT Nutrition, Carduz, Grupo Cimed, além da Abenutri (Associação Brasileira das Empresas de Produtos Nutricionais), e apresenta as projeções e tendências para os próximos anos. “O mercado brasileiro cresce em torno de 20 a 25 % ao ano. Os brasileiros estão se preocupando cada vez mais com seu bem estar e saúde”, diz a gerente de produtos da Nutracom, empresa ligada ao Grupo Cimed, Analine Pereira. Baseada nessa premissa a Labrada Nutrition, na visão de seu fundador e ex-mister Olímpia, Lee Labrada, também tem apostado no Brasil. “Vemos como um mercado potencialmente grande para o futuro dos suplementos alimentares. Estamos muito entusiasmados, pois é um país com 190 milhões de habitantes preocupados com a saúde”, enaltece Lee Labrada.

46

profissionais, praticantes de atividades físicas ou simplesmente por quem busca melhorar a qualidade de vida. As opções vão desde hipercalóricos, protéticos, nutracêuticos, emagrecedores, antioxidanetes, multivitamínicos, dentre outros. “O portfólio da Integralmédica está segmentado em três diferentes linhas Body Size, Darkness e VO2. Possuímos ainda, a marca Nutricé, linha de suple-

Oferta para todos Foi-se o tempo em que suplemento alimentar era considerado alternativa apenas para quem queria ficar “forte”. Atualmente os produtos são consumidos por diversos nichos, como atletas

www.revistaendorfina.com.br

mentos orais com função cosmética, conhecidos como nutricosméticos. Eles atuam com o conceito ‘in to out care’ (cuidados de dentro para fora)”, declara o presidente da Integralmédica, Filipe Bragança. Para o diretor geral da GT Nutrition, André Joyce Cunha, a empresa busca atender diversas demandas, porém um dos objetivos é desmistificar a visão “distorcida” que ainda paira sob o setor. “É difícil achar uma pessoa que consiga ingerir a quantidade ideal de macro e micro nutrientes que o corpo precisa para se manter 100% saudável. De fato existem produtos voltados especificamente para atletas, mas não podemos (ou não devemos) limitar a evolução da tecnologia nutricional apenas a esse nicho de mercado”, esclarece Cunha. Já a Carduz, uma das principais importadoras e distribuidoras brasileiras que comercializa as marcas: EAS, Twinlab, Hammer Nutrition, Barlean’s, Solo Gi e Zone Perfect, divide seu ramo de atuação em sub-categorias. “Analisamos os lançamentos no cenário americano, quer seja com nossos fornecedores atuais ou


com novos parceiros. Para a demanda de géis e repositores eletrolíticos trouxemos a Hammer. Para o mercado de óleos funcionais firmamos parceria com a Barlean’s. É assim que atuamos”, diz Fábio Carduz, presidente da Carduz.

entre as opções mais buscadas estão os proteicos, que proporcionam o ganho de massa muscular Os preferidos De acordo com André Joyce Cunha, entre as opções mais buscadas estão os proteicos, que proporcionam o ganho de massa muscular. “As proteínas estão diretamente ligadas ao ganho de massa, um dos objetivos mais procurados pelos consumidores. Não há dúvidas de que esses são de longe os suplementos mais consumidos do mundo! Além disso, os hiperproteicos são de fácil encaixe em uma dieta”, afirma. “A proteína alimenta os músculos e evita o catabolismo, no momento em que o corpo queima massa ao repor a energia gasta no treinamento”, completa Analine Pereira. Para Cunha os benefícios do Whey Protein vão além da conquista de músculos. “Se as pessoas soubessem, todos desde crianças a idosos consumiriam diariamente. Lançamos o Lean Pro 8, que é a combinação de 8 proteínas Premium, e fornece por um longo período, a liberação de aminoácidos de rápida e lenta absorção, mantendo o corpo nutrido por muito mais tempo”, finaliza. Segundo Carduz, a alta procura pelo Whey Protein, se deve especificamente ao fato de ser um alimento, entretanto ele enfatiza que há outra vertente despontando no mercado. “O consumo se

deve pela praticidade de se ingerir uma alimentação rica em proteínas, de sabor agradável (diferentemente da albumina de tempos atrás) e fácil preparação. Também temos visto muito destaque para os probióticos”, projeta Fabiano Carduz. Para Filipe Bragança a Integralmédica tem buscado oferecer aos consumidores outras opções, além do Whey Protein, como os aminoácidos e termogênicos, que compõem o mix de produtos que auxiliam na consolidação desse mercado. “Não podemos rotular um único produto. Nossa preocupação é manter a atualização com excelência em qualidade, pois a inovação faz parte do nosso DNA”, destaca. Abenutri Apesar da gama ofertada pelas grandes marcas de suplementos, o mercado brasileiro ainda é muito “carente”, se comparado ao norte-americano. Uma das razões pode ser explicada pelas pos-

turas e portarias impostas pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). No entanto, a Abenutri (Associação Brasileira das Empresas de Produtos Nutricionais) tem buscado gerenciar e “facilitar” o trâmite entre os fabricantes e a Agência, conforme destaca a porta-voz, Karina Kwasnicka. “A Abenutri mantém uma conversa contínua com a Anvisa no sentido de esclarecer qual a real demanda do consumidor brasileiro, e fornecer dados científicos que comprovem a segurança e eficácia destes produtos”, ressalta, Karina. A porta voz afirma que uma das maiores dificuldades remete as resoluções criadas pela Agência Nacional. “Muitas substâncias não são permitidas no Brasil, ou são permitidas apenas na forma pura, sem misturar com outras substâncias, ou ainda só são permitidas como medicamentos, o que aumenta o preço, restringe os canais de venda e, muitas vezes, inviabiliza o comércio” completa.

Dentre as possíveis substâncias “proibidas” ou permitidas pela Agência, apenas na forma pura estão: Creatina em formas diferentes da Creatina Monohidratada ou misturada com outros componentes proteicos; Aminoácidos isolados, como Taurina, L-Carnitina e Leucina não podem ser adicionados aos suplementos nacionais; L-Glutamina só pode ser comercializada para dietas enterais, normalmente realizadas em hospitais e não pode ser comercializada para praticantes de atividades físicas pela legislação da Anvisa; Extratos de plantas (chá verde, ginseng, gengibre, etc) não podem ser adicionados aos suplementos no Brasil, pois são considerados medicamentos;

47


suplementos

ExpoNutrition São Paulo De 10 a 12 de maio, a cidade de São Paulo promove a primeira edição da ExpoNutrition São Paulo. Com duas edições já realizadas no Rio de Janeiro, durante a Rio Sports Show (uma das principais feiras de esporte, fitness e qualidade de vida), o evento chega a capital paulista e promete movimentar a industria de suplementos. “Esse é o grande encontro de negócios do segmento. A oportunidade dos lojistas perceberem a grandiosidade do segmento da Nutrição Esportiva, uma das áreas que mais cresce no Brasil e no mundo”, destaca a sócia diretora da Savaget – organizadora da feira,

Ana Paula Leal Graziano. Estima-se que a edição paulista movimente algo em torno de R$ 20 milhões, em volume de negócios, com público aproximado de 25 mil pessoas. Segundo Ana Paula, os números se baseiam no poderio econômico da cidade, um dos fatores que contribuíram para a vinda da Expo Nutrition. “São Paulo é a cidade que congrega o maior PIB do Brasil. É o coração do business na América Latina. Mais de 60% das multinacionais estabelecidas no Brasil, encontram-se em São Paulo. A realização de uma edição da ExpoNutrition, permite a elevação de vendas e divulgação no setor”, destaca.

Opções do mercado 2Hot

[ Ano3 | Número18 ] 2012

Hardcore Yellow Caps

48

420 mg de cafeína anidra por cápsula, extratos de chá verde e chá branco compõem o pré-treino da Athletica Evolution. O produto está disponível em frascos com 120 cápsulas e blister com um cápsula. Para mais informações acesse: www.atlheticaevolution.com.br

Ultimate 2Hot auxilia no controle de peso e no aumento de energia. Seu blend foi formulado com altas doses de substâncias termogênicas, que também promovem a saciedade. Para mais informações acesse: www.supley.com.br

Recovery Pro-R4

Iso Whey

Indicado para a recuperação muscular ou para o ganho de perfomance do pré-treino. O produto possui uma combinação de vitaminas, carboidratos e proteínas (Whey Protein e Caseína), na proporção de 4:1. Para mais informações acesse: www.dynamiclab.com.br

Ideal para quem necessita de proteínas de rápida absorção e com elevada concentração BCAA’s. Iso Whey NO2+Cálcio Quelato Glutamina é composto por Whey Protein Isolado, vitaminas e minerais. Para mais informações acesse: www.peterfood.com.br

HICA-Max

Iso Pro Whey

O alpha-hydroisocaproic acid (HICA), conhecido como Ácido Lêucico, é um metabólito da Leucina, e atua na recuperação muscular, reduzindo as dores pós-treino. HICA-Max está disponível em tabletes mastigáveis, com 4 sabores: Limão, Morango, Melancia e Fruit Punch. Para mais informações acesse: www.labradabrasil.com.br

www.revistaendorfina.com.br

A nova versão de Whey Protein, em sachês vem com a quantidade exata de proteína recomendada ao dia. O produto está disponível em três versões: Iso Pro Whey (60g), 100% Whey Protein (30g) e RX-Pro (36g). Para mais informações acesse: www.probiotica.com.br


suplementos Óleo de Coco Age

Óleo de Peixe Ômega 3

Opção para quem busca emagrecer e reduzir medidas. O produto 100% puro é composto de óleo de coco extravirgem e cápsula de gelatina, além de ser prensado a frio para garantir a alta concentração dos ativos. Para mais informações acesse: www.nutilatina.com.br

O suplemento promove a saúde cardiovascular e mental, além de proporcionar mais força e energia para o dia o dia. O produto está disponível em potes com 120 capsulas. Para mais informações acesse: www.dna.ind.br

Suplemento energético para atletas, disponível no sabor guaraná, com corante sintético de caramelo, aromatizante sintético de guaraná e aromatizante artificial de tutti-frutti. Para mais informações acesse: www.grupocimed.com.br

Importante na estrutura e funcionamento do sistema metabólico, com destaque para a regulação hormonal, do sistema imunológico e produção de energia. Promove benefícios para a pele, cabelo e corpo, pois age como um hidratante natural. Para mais informações acesse: www.carduz.com.br

Final Cut

Arnold 3D

Voxx Sport Malto

[ Ano3 | Número18 ] 2012

O termogênico possui 420mg de cafeína por capsula, auxilia na definição muscular, no aumento da performance e no emagrecimento. É ideal aos praticantes de treinos hardcore e para quem busca o “bodybuilding style”. Para mais informações acesse: www.integralmedica.com.br

50

Coconut Oil

www.revistaendorfina.com.br

A Arnold Nutrition lança novos sabores para o Arnold 3D. O suplemento agora está disponível nos sabores: Laranja, Uva e Frutas. Arnold 3D é indicado para treinos de força e resistência, por conta de seu efeito energético prolongado que aumenta o poder de concentração. Para mais informações: www.nutribrands.com.br


www.revistaendorfina.com.br

51


ATIVE SEU METABOLISMO. Utilize o leitor de QR Code do seu smartphone e surpreenda-se com a última tecnologia em definição muscular.

ADQUIRA SUPLEMENTOS QUE TENHAM COMPROVAÇÃO CIENTÍFICA E APROVADOS PELA ANVISA O MELHOR PRODUTO NAS MELHORES LOJAS:

Para maiores informações acesse:

www.midwaylabs.com.br/ www.facebook.com/MIDWAYLABS Curta nossa FanPage e ganhe prêmios


Com a Midway Labs você descobre a equação que te leva mais rápido ao seu melhor resultado. O pack HIGH DEFINITION

combina

3

produtos

para dobrar a sua performance e gerar

uma

construção

muscular

excepcional.

L-CARNITINE FIRE® promove a perda de peso ao transformar os depósitos de gordura acumulados em energia. BCAA PUMPMAX® proporciona aos atletas a defesa do catabolismo na massa magra, recuperação muscular e retarda a fadiga. ISO WHEY PROTEIN PURE® é a mais nobre proteína, excelente para o desenvolvimento muscular e para a recuperação no pós-treino.

www.revistaendorfina.com.br

53


capa

Marta Gêniadabola

Cinco vezes eleita como melhor jogadora do mundo, a Rainha do futebol feminino superou as dificuldades da carreira para cravar seu nome na história do esporte brasileiro e mundial

O

futebol é o esporte mais praticado no planeta, estima-se que o número de adeptos no mundo beire os 270 milhões. O Brasil se auto proclama o “país do futebol”, em função dos cinco títulos mundiais (1958-19621970-1994-2002), e principalmente por revelar nomes como: o Rei Pelé, Garrincha, Sócrates, Zico, Romário, Ronaldo, Kaká e recentemente a última joia lapidada pelo Santos Futebol Clube, Neymar. Motivos não faltam para que o esporte seja considerado paixão nacional entre meninos e meninas. Sim, as mulheres tem conquistado seu espaço nesse cenário que antes era “dominado” por homens. No entanto, a difusão do futebol feminino, nos campos de pelada remete ao sucesso de uma brasileira, natural de Dois Riachos-Alagoas, que corria atrás de uma bola em meio aos garotos, em

54

Por Diogo Patroni

um campinho de terra batida. Marta Vieira da Silva, ainda jovem deixou a casa humilde em que morava com os pais, para se aventurar num cenário totalmente “desconhecido”: o futebol feminino. Foram muitos percalços e passagens por clubes como: CSA de Alagoas, Vasco da Gama, Santa Cruz-MG, Umea IK-Suécia, Los Angeles Sol-Estados Unidos, Santos Futebol Clube, FC Gold Pride-Estados Unidos, Western New York Flash-Estados Unidos e Tyresso-Suécia (clube atual). Desde então passou a ser conhecida como Marta, a Rainha Marta, em virtude de uma trajetória marcada por uma carreira vitoriosa, que culminou na conquista de prêmios individuais e coletivos. Os destaques são: o título de melhor jogadora do mundo-FIFA, por cinco vezes (2006-2007-2008-2009 e 2010), e os títulos pan-americanos de


“Eu sou exigente e estou sempre me cobrando. Não posso ficar numa zona de conforto. Sei que ainda posso ganhar muita coisa, tanto pela seleção, como no meu clube ou individualmente” 55


capa

[ Ano3 | Número18 ] 2012

“Agora nós só miramos o ouro em Londres. Tenho certeza que vamos em busca dele, com toda garra e determinação”

56

2003 e de 2007 com a seleção brasileira. “Quando fui eleita pela primeira vez (melhor do mundo), o que me veio à cabeça foi a lembrança da minha casa em Dois Riachos. Agradeço muito a minha família por ser quem sou, principalmente minha mãe que cuidou de mim e de meus dois irmãos. Ela sempre me deu força para continuar”, relembra a camisa 10 da seleção brasileira. Entretanto aos 26 anos, a atleta diz querer ainda mais. “Eu sou exigente e estou sempre me cobrando. Não posso ficar numa zona de conforto. Sei que ainda posso ganhar muita coisa, tanto pela seleção, como no meu clube ou individualmente”, afirma Marta. Dentre as aspirações da jogadora estão a conquista do inédito ouro olímpico, e o título mundial de futebol

À frente da equipe de Vila Belmiro, Marta conquistou a Copa do Brasil e a Copa Libertadores da América feminino, além do prêmio de melhor jogadora do mundo pela sexta vez consecutiva. “Agora nós só miramos o ouro em Londres. Tenho certeza que vamos em busca dele, com toda garra e determinação. Mas de nada adianta

www.revistaendorfina.com.br

ser a melhor do mundo, se eu não tiver sucesso com o grupo. Acho que tudo é uma consequência natural em cima do sucesso coletivo”, ressalta. Por falar em olimpíadas Marta sabe que a tarefa das meninas do Brasil, não será fácil por conta do momento de renovação atravessado pela seleção brasileira. “Em toda renovação é preciso ter paciência, e sabemos que esse grupo é jovem e está se moldando. Mas o fundamental essas meninas tem que é a força de vontade”. Em Londres, Marta, Maurine, Érika, Cristiane, e as demais comandadas do técnico Jorge Barcellos, medirão forças contra suecas, norte-americanas, alemãs, chinesas e japonesas na busca pelo tão sonhado ouro olímpico.


Brasil país do futebol.... masculino Cinco vezes campeão do mundo, e enaltecido pelo escritor, Nelson Rodrigues como a “Pátria de Chuteiras”, o Brasil se caracteriza por ser o país do futebol, entretanto a afirmação é valida apenas para o futebol masculino, pois a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) não possui uma liga oficial. Alguns clubes já investiram na modalidade, sendo que o exemplo mais recente foi o Santos Futebol Clube, porém as equipes foram desfeitas por motivos “inexplicados”. É verdade que o futebol feminino também “sofre” com o desinteresse da população, pois frequentemente os estádios estão vazios. Exceção feita a final do Pan-Americano de 2007, quando mais de 70 mil pessoas deram um verdadeiro “show” nas arquibancadas do Maracanã. (O Brasil venceu os Estados por 5 a 0 e conquistou o ouro). “Infelizmente o futebol feminino não tem o prestígio que merece. Nós lutamos para mudar esse quadro, mas depende

também das autoridades e dirigentes”, rebate Marta. A atleta já atuou em clubes tradicionais como Vasco da Gama e Santos, nesse último alías integrou as “Sereias da Vila”, com Andréia Suntaque, Aline Pellegrino, Érika, Fran, Cristiane e Maurine. À frente da equipe de Vila Belmiro, Marta conquistou a Copa do Brasil e a Copa Libertadores da América, ambas em 2009, e o Torneio Internacional Interclubes em 2011. Mas a equipe foi desfeita no início de 2012, sob a alegação de que o clube não teria recursos financeiros para manter o departamento de futebol feminino. Mais uma vez a atleta se viu na “obrigação” de retornar ao exterior, a fim de dar prosseguimento à sua carreira vitoriosa. “Realmente fica uma ponta de tristeza, porque o sonho de qualquer atleta é desenvolver a carreira em seu país de origem. Lamento que existam questões como essa no Brasil, mas o meu patriotismo sempre vai prevalecer”, desabafa a rainha do futebol feminino. Apesar desses percalços a jogadora

www.revistaendorfina.com.br

57


capa

Rainha do Brasil Nome: Marta Vieira da Silva Data de nascimento: 19/02/1986 Local: Dois Riachos – Alagoas – Brasil Clubes que já atuou: CSA, Vasco da Gama, Santa Cruz-MG, Umea IK-Suécia, Los Angeles Sol-Estados Unidos, Santos Futebol Clube, FC Gold Pride-Estados Unidos, Western New York Flash-Estados Unidos Clube atual: Tyresso-Suécia Prêmios Melhor jogadora do mundo-FIFA: 2006, 2007, 2008, 2009 e 2010 Títulos por clubes Umea IK Liga dos Campeões da UEFA: 2003-04 Campeonato Sueco: 2005, 2006, 2007 e 2008 Copa da Suécia: 2007 Santos Copa Libertadores da América: 2009 Copa do Brasil: 2009 Gold Pride Liga de futebol feminino dos Estados Unidos: 2010 Western New York Flash Liga de futebol feminino dos Estados Unidos: 2011 Seleção Brasileira • Medalha de ouro Jogos Pan-Americanos: Santo Domingo-2003 e Rio-2007 Campeonato Sul-Americano: 2003 e 2010 • Bicampeã Torneio Internacional Cidade de São Paulo: 2009 e 2011 • 2º lugar - Copa do Mundo de Futebol Feminino 2007 • 2º lugar Campeonato Sul-Americano Feminino 2006 • Medalha de prata Jogos Olímpicos: Atenas-2004 e Pequim-2008

58

Marta chegou a ser comparada com o Rei do futebol Pelé, e recebeu o apelido de “Pelé de Saias” diz que o futebol é sua maior paixão e que ainda tem muito a conquistar. “O que me motiva é a minha alegria em jogar futebol. Quero continuar jogando com prazer e satisfação. Eu sei que posso mais, quero chegar longe e ir além”, ressalta. Aquarela verde-amarela Por conta de sua agilidade, dribles rápidos, passes precisos, força de vontade e grande poder de finalização, Marta chegou a ser comparada com o Rei do futebol Pelé, e recebeu o apelido de “Pelé de Saias”. Alguns

www.revistaendorfina.com.br

feitos repercutiram no mundo inteiro, como o gol marcado contra os Estados Unidos, na vitória por 4 a 0, durante a Copa do Mundo de Futebol Feminino, disputada na China em 2007. A jogada até surpreendeu o narrador Luciano do Vale com a expressão “Gol de gênio”. Aos 79 minutos do segundo tempo, a camisa 10 recebe a bola de costas e de perna esquerda dá um toque de chaleira sobre a zagueira norte-americana, em seguida com um drible de corpo pega bola do outro lado. Na sequência corta mais uma adversária e manda para as redes. “Golaço, Gol de gênio. Não há palavras para descrever o gol. Marta um fenômeno mundial, sabe tudo e mais alguma coisa”, narrou do Vale. Se fosse possível comparar ou descrever a camisa 10 da seleção brasileira, o saudoso jornalista, Armando Nogueira nos diria que: “Marta é o retrato translúcido, puro e simples da mulher brasileira, que luta pelo seu ‘pão’ e sobrevivência, em meio à tantas desigualdades”.


[ Ano3 | NĂşmero18 ] 2012

60

www.revistaendorfina.com.br


www.revistaendorfina.com.br

61


Especial

atuação da abenutri auxiLia

r o bronzeado do verão

no crescimento do mercado

À moda dos pés - os lançamEntos

de supLementos

da couromoda 2011

REVISTA ENDORFINA

Coma bem: Saiba Como ConServa

Conteúdo que acompanha o seu ritmo

Conteúdo que acompanha o seu ritmo

Conteúdo que acompanha o seu ritmo

Ano 2 | 11ª Edição

dEstaquE:

falcão

Ano 3 | 13ª Edição

Ano 3 | 17ª Edição

nocaute:

uFc rio

Murilo :

maior evento de mma do mundo está de voLta ao brasiL

“Hoje eu Sei daS minHaS reSponSabilidadeS”

CAPA RODRIGO MINOTAURO

endres:

música:

O que toca na sua academia?

aquáticos:

Reinaldo Colucci fala sobre os desafios do triathlon

conhEça a trajEtória do rEi do futsal

stand up padle

é a moda do verão

saiba como tratar os fios após o

verão

Leve e nutritivo

Encontre o seu

hora dE EscolhEr

Relógios que podem melhorar o seu treino

Brasil olímpico:

daiane dos santos estreia nova seção

Longe do mar sou um cidadão infeLiz”

na moda:

Fight wear:

grael

você conhEcE o

parkour?

O estilO dOs lutadOres

mineirinho é o primeiro brasiLeiro campeão mundiaL de uma etapa de Wt

usiva coma EntrEvista Excl íconE do mm iro

Edição

entrevista:

Hugo Hoyama, vida em prol do TêniS de meSa O UFC vOltOU – EntrEvista COm

Tecnologia FiTness

ANO 2 | NÚMERO 11

Rio PRó suRF

as FEras JOsé aldO E vitOr BElFOrt

O realismO virtual a serviçO dO espOrte

minotauro

brasilE

Conteúdo que acompanha o seu ritmo Ano 3 | 16ª Edição

na academia:

entre em forma para o verão entrevista:

EmanUEl, O vErdadEirO “rEi da praia” aquáticos:

skimboard ou sonrisal?

l a i c e p es Beleza pura:

saiBa COmO COmBatEr a celulite

fabiana

murer

da ginástiCa para a glória nO salto com vara

a excluSiva com Felipe França “Serei campeão olímpico” entreviSt

Conteúdo que acompanha o seu ritmo Ano 3 | 15ª Edição

Anderson

silvA o maior lutador de todoS oS tempoS na moda:

BelezA pArA As unhAs

dê adeuS ao roSinha claro

[ Ano3 | Número18 ] 2012

radicais:

62

equilibriSmo ou malabariSmo?

conheça o

slakcline

Surf ou BodyBoard

eScolha a Sua modalidade

1 WWW.PORTALENDORFINA.COM

Mercado MoviMentado: confira

a cobertura das principais

feiras do segMento de wellness

Conteúdo que acompanha o seu ritmo Ano 3 | 14ª Edição

na moda:

Moda

pradeia maiôs e

Opções biquínis para arrasar nO verãO

Solange Frazão

praticar saúde é uM direito de todos nocaute:

entrevista coM a Musa do jiu jitsu, Kyra Gracie

FitneSS SenSual

&

Pole dance reduz calorias e tonifica os músculos

www.revistaendorfina.com.br

1 WWW.PORTALENDORFINA.COM


Endorfina

3anos:

“Ói nóis aqui traveis” Baseada na famosa música dos Demônios da Garoa, Endorfina comemora mais um ano de vida, e faz uma retrospectiva das últimas seis edições

T

rês anos se passaram e a Revista Endorfina, mais uma vez celebra seu aniversário em cima do sucesso e do reconhecimento conquistado, perante leitores e formadores de opinião. Desde sua fundação em 2009, a Endorfina sempre procurou levar o que de melhor acontece no segmento de wellness. Quando iniciamos éramos apenas uma revista com 38 páginas, depois passamos a 96, 128 e agora estamos com 136 páginas. No entanto, sempre primamos pela qualidade em nosso conteúdo editorial, e buscamos apresentar as principais novidades em: nutrição, beleza, moda, fitness, artes marciais, pilates, corridas, esportes aquáticos e esportes radicais, além de tudo que norteia o mercado. Ao todo já se passaram 18 edições, com destaque para as últimas seis capas: Daniela Cicarelli, Lars Grael, Solan-

Por Diogo Patroni

Quando iniciamos éramos apenas uma revista com 38 páginas, depois passamos a 96, 128 e agora estamos com 136 páginas ge Frazão, Anderson Silva, Fabiana Murer e Murilo Endres. Com isso sempre buscamos prestigiar todos os segmentos do esporte. Novas seções e Espaços Em 2011 lançamos a seção Nocaute, por conta da onda ocasionada pelo “boom” do MMA, esporte que mais cresce no Brasil e no Mundo. A estreia foi em grande estilo com o ícone da

www.revistaendorfina.com.br

modalidade, Antonio Rodrigo Minotauro Nogueira. Grandes nomes como Kyra Gracie, Maurício Shogun, Vitor Belfort e José Aldo, também já estiveram em nossas páginas. Também nos aprofundamos mais nas modalidades de água com a seção Aquáticos, que já apresentou novidades em: surf, kitesurf, bodyboard, rafting e Stand Up Padle. Outra grande novidade desse ano é a seção Brasil Olímpico, espaço que vai trazer entrevistas exclusivas com os nomes que representarão o Brasil, nas Olimpíadas de Londres-2012. Daiane dos Santos foi a primeira entrevistada e nos revelou que ainda sonha com a medalha olímpica. Enquanto nessa edição (atual) você pode acompanhar a história de Marcelinho Machado, responsável por levar o Brasil de volta aos jogos após 16 anos. A apresentadora e rainha do “fitness” Solange Frazão, se tornou uma de

63


Especial nossas colunistas no Espaço Sô Frazão Responde. Assim como, o Dr. Moisés Cohen (Espaço Treino), a Dra. Miriam Loiola (Espaço Nutrição), e dos Espaços volantes: Wellness e Nutrição, que sempre trazem profissionais renomados. Feiras e expansão A Endorfina também tem sido presença constante nas feiras que compõem o setor, como: Fitness Brasil Internacional, IRHSA, Enaf, Jopef, Rio Sports Show & Expo Nutrition, Brazil Sports Show, dentre outras. Afinal somos mais um produto desse imenso mercado chamado “wellness”. Tais ações integram nosso projeto de expansão, porém sempre queremos mais. Como o próprio nome diz “Endorfina é uma substância, responsável por liberar sensação de bem estar”, bem estar esse que pode ser lido, tanto na revista como no Portal Endorfina. Afinal nosso lema é “produzir conteúdo que acompanha o seu ritmo”, e seguiremos nessa toada para os próximos 10, 20, 30 ou 100 anos, e que venham os próximos.

Saiba como oS paíSeS do oriente enxergam a atividade fíSica e o bem-eStar

Conteúdo que acompanha o seu ritmo

atuação da abenutri auxiLia no crescimento do mercado de supLementos

Conteúdo que acompanha o seu ritmo

Ano 2 | 12ª Edição

Conteúdo que acompanha o seu ritmo

Ano 3 | 13ª Edição

daniella

Edição especial

2

CiCarelli

ANos

de endorfina

Um bate-papo Com a apresentadora qUe viroU maratonista

Ano 3 | 14ª Edição

na moda:

nocaute:

uFc rio

Moda

praia

maior evento de mma do mundo está de voLta ao brasiL

Opções de maiôs e biquínis para arrasar nO verãO

Solange

música:

O que toca na sua academia?

inverno 2011:

Vista-se sem perder o

Frazão

Golpe na rotina confira o treinamento de um atleta do mma

praticar saúde é uM direito de todos

Longe do mar sou um cidadão infeLiz”

Negócio milioNário

[ Ano3 | Número18 ] 2012

Body Tech expande a sua rede de academias com grandes nomes do esporte nacional

64

Mercado MoviMentado: confira a cobertura das principais feiras do segMento de wellness

grael

Rio PRó suRF

mineirinho é o primeiro brasiLeiro campeão mundiaL de uma etapa de Wt

Pele ressecada? dicas para hidratação do seu corpo

nocaute:

entrevista coM a Musa do jiu jitsu, Kyra Gracie

Tecnologia FiTness

O realismO virtual a serviçO dO espOrte

FitneSS SenSual

&

Pole dance reduz calorias e tonifica os músculos

Edição 12

Edição 13

Edição 14

Daniela Cicarelli

Lars Grael

Solange Frazão

- Eu só quero Chocolate - Do espaço para as academias - Quer radicalizar? A escalada pode ser mais interessante do que você imagina - Negócio fenomenal

- Mel: Um adoçante natural e saudável - Acessórios Funcionais - Cirurgia plástica aliada do esporte - Fitness 2.0

- Pele impecável - A expansão do wellness - O prazer de voar - Pilates na gestação? Uma boa alternativa

“É importante trazer grandes eventos esportivos para o país, mas é muito mais importante trabalhar o esporte de base” – Lars Grael

“Priorize sua saúde, faça exercícios e desenvolva uma boa alimentação e hábitos saudáveis. Assim, você terá mais tempo para a casa família, trabalho e para si mesma” – Solange Frazão

“Minha relação com a atividade física é de amor profundo, faz parte da minha vida, da minha rotina”- Daniela Cicarelli

www.revistaendorfina.com.br


www.revistaendorfina.com.br

65


Especial O UFC vOltOU – EntrEvista COm as FEras JOsé aldO E vitOr BElFOrt

“Serei campeão olímpico” entreviSta excluSiva com Felipe França

Conteúdo que acompanha o seu ritmo Ano 3 | 15ª Edição

Anderson

silvA o maior lutador de todoS oS tempoS

na moda:

BelezA pArA As unhAs

Conteúdo que acompanha o seu ritmo

Conteúdo que acompanha o seu ritmo

Ano 3 | 16ª Edição

Ano 3 | 17ª Edição

Murilo

na academia:

entre em forma para o verão

endres:

entrevista:

EmanUEl, O vErdadEirO “rEi da praia”

“Hoje eu Sei daS minHaS reSponSabilidadeS”

aquáticos:

skimboard ou sonrisal?

aquáticos:

stand up padle

é a moda do verão Brasil olímpico:

dê adeuS ao roSinha claro

Beleza pura:

saiBa COmO COmBatEr a celulite

radicais:

equilibriSmo ou malabariSmo?

fabiana

conheça o

slakcline

murer

Surf ou BodyBoard

da ginástiCa para a glória nO salto com vara

eScolha a Sua modalidade

daiane dos santos estreia nova seção na moda:

Fight wear: O estilO dOs lutadOres

entrevista:

Hugo Hoyama, vida em prol do TêniS de meSa

Edição 15

Edição 16

Edição 17

Anderson Silva

Fabiana Murer

Murilo Endres

- Saúde Bucal e alto rendimento - Fabricantes de tendências - Equilíbrio Radical - Serei campeão olímpico

- Sorvete sem culpa - Adeus celulite - Rei da Praia e dos Jogos Olímpicos - O retorno do gigante

- Energia que vem do touro - Ping-pong com Hugo Hoyama - Brasileirinha quer a medalha em Londres - UFC do amadorismo ao show-business

“O Anderson é acima do normal, ele tem uma consciência tática muito grande e consegue assimilar as técnicas rapidamente. Com certeza é diferenciado e merece tudo o que está colhendo” - Luiz Dórea sobre Anderson Silva

“Temos que mudar essa concepção, a educação física é muito mais que jogar bola numa quadra. Os professores precisam fazer despertar nas crianças o gosto pelo esporte” - Fabiana Murer

“Ano olímpico é diferente, é um sonho. A gente fala e espera por isso há 4 anos. Estar na Vila Olímpica é maravilhoso. Você convive e vê atletas e cada um serve como exemplo de superação” - Murilo Endres

[ Ano3 | Número18 ] 2012

66

Coma bem: Saiba Como ConServar o bronzeado do verão

www.revistaendorfina.com.br


www.revistaendorfina.com.br


[ Ano3 | NĂşmero18 ] 2012

68

www.revistaendorfina.com.br


www.revistaendorfina.com.br

69


Acontece fitness

22ª Fitness

l i s a r B Internacional: Do fitness ao MMA

O presidente da Fitness Brasil, Waldyr Soares apresenta as principais novidades da 22 ª Fitness Brasil Internacional, com exclusividade para a Endorfina

[ Ano3 | Número18 ] 2012

C

70

ursos, capacitação de profissionais, espaço de lutas, Aulas em Grupo, mais de 100 expositores, 80 mil visitantes e 5 mil congressistas. São essas as atrações da 22ª Fitness Brasil Internacional, realizada de 28 de abril à 1º de maio, no Mendes Convention Center, em Santos-SP. A Endorfina conversou com o presidente da Fitness Brasil, Waldyr Soares e traz uma prévia do que será o maior evento fitness da América Latina. Há exatos 22 anos, Santos era vista como a principal cidade do litoral paulista, em função de seu Porto, que movimenta a economia, porém ainda faltava algo relacionado ao esporte, e que não fosse por intermédio apenas do futebol. Foi então que Waldyr Soares, criador da Fitness Brasil, decidiu apostar no poderio da cidade que “transpirava” qualidade de vida. “Escolhi Santos, por causa das praias e porque lá o bem-estar era mais evidente, e parece que deu certo. Eu diria que hoje Santos é a Capital Brasileira do Fitness”, enaltece Soares.

Foto: Luiz Moreaux

Por Diogo Patroni

Assim como a cidade praiana, a feira também cresceu e hoje movimenta mais de 15 milhões de reais para o segmento de wellness. Números que atestam o reconhecimento da Fitness Brasil, como um dos principais eventos do setor. “A gente vem se preocupando com cada público. Santos abre o calendário e a feira deve se transformar a cada edição. A infraestrutura da cidade vai melhorar por conta do Pré-Sal e Santos vai abraçar todos os esportes”, planeja o presidente da Fitness Brasil. Tamanho otimismo pode ser explicado pela conjuntura econômica favorável ao país no segmento de wellness, conforme aponta Waldyr Soares, durante sua recente experiência na IHRSA (International Health, Racquet & Sportsclub Association - maior feira de bem estar do mundo). “O Brasil está num momento próspero economicamente, pois acabei de voltar dos Estados Unidos, e constatei uma movimentação relativamente baixa. Embora o trimestre não tenha sido tão bom para a indústria,

www.revistaendorfina.com.br

“O MMA está vindo como o maior produto da cesta do ‘supermercado’ do wellness. Essa é a tendência nas principais academias do país, por isso vamos auxiliar na capacitação de professores”


fotos: Zumba Fitness - LLC

auxiliar na capacitação e na “reciclagem” dos profissionais de educação física. Desta forma estão previstos mais de 100 cursos e palestras, divididos em 12 módulos (Musculação e Personal Training; Bem-Estar; Treinamento Funcional; Fitness e Ginástica; Acqua Fitness; Esportes; FB Science; Nutrição; Fisioterapia; Carreira; Escolar e Lazer). Já o time de palestrantes é formado por grandes nomes que compõem o segmento de wellness como: Cida Conti, Dilmar P. Guedes, Douglas Brooks, José Anchieta, Juan Carlos Santana, Julio Serrão, Junior Crocco, Luis Perdomo, Mauro Guiselini, MarioYamasaki, Mohamad Barakat, Mônica Tagliari, Oscar Galindez, Susane

acredito que o segmento será promissor para nós. Estamos com um crescimento acima da média de 4% ao ano, apesar dos Estados Unidos”, ratifica. De acordo com dados da IHRSA, O Brasil é o segundo país em números de academias no mundo, perdendo apenas para os Estados Unidos. Atualmente são mais de 16 mil estabelecimentos credenciados. Momento do MMA A feira sempre traz algo novo para seu público, uma vez que a ideia é mostrar as principais tendências ao mercado. O MMA desponta como uma das modalidades preferidas do brasileiro, em virtude do crescimento adquirido nos últimos anos. Por isso será um dos principais atrativos da 22ª Fitness Brasil Internacional, assim como o TRX e as

Aulas em Grupo. “O MMA está vindo como o maior produto da cesta do ‘supermercado’ do wellness. Essa é a tendência nas principais academias do país, por isso vamos auxiliar na capacitação de professores, para que eles possam ministrar as aulas com qualidade nas academias”, esclarece Waldyr Soares. O principal objetivo do curso é qualificar os profissionais e principalmente mostrar que o MMA pode ser praticado por todos os públicos, sem restrições de sexo, idade ou biotipo. “Toda academia deve ter um espaço para lutas. Hoje 65% dos praticantes de artes marciais são mulheres. E o público feminino é um dos que mais buscam a vida saudável”, ressalta Soares. Cursos e capacitação A principal característica da feira é

www.revistaendorfina.com.br

Pata, Tânia Rodrigues, Tavico Moscatello, Tiago Aquino, dentre outros. “O mercado está crescendo e o educador físico está evoluindo. O Brasil é o segundo país no mundo em números de educadores. Nós precisamos investir na profissionalização e essa é uma feira voltada para a capacitação. Serão mais de 5 mil congressistas e todos serão certificados pela Fitness Brasil”, reitera Waldyr Soares. Outro grande atrativo da 22ª Fitness Brasil Internacional será a realização de 20 workouts, ou seja, aulas em que os inscritos participam ativamente. Dentre as atrações destacam-se: Alongamento, Zumba, Treinamento Funcional, Power Jump, Gymstick, Ginástica Natural e Kangoo Jumps.

71


Acontece fitness

[ Ano3 | Número18 ] 2012

Da Cumbia nasce a Zumba

72

Um programa dançante criado a partir da mistura de ritmos caribenhos e que já virou febre em mais de 125 países, com mais de 12 milhões de praticantes espalhados pelo mundo. Essa é a Zumba, aula desenvolvida pelo coreógrafo colombiano, Beto Perez, na década de 90, e que pela primeira vez terá um estande na 22ª Fitness Brasil Internacional. “As pessoas poderão se familiarizar com o mundo da Zumba, incluindo: a linha de vestuário e acessórios; DVDs de fitness; CDs, e os jogos de videogame para Wii, Xbox, e PS3. Nosso espaço vai contar com algumas aulas-demo, para apresentar as modalidades que logo estarão disponíveis no Brasil, incluindo Zumba Gold (para adultos), Zumbatomic (para crianças), Sentao Zumba (aula com cadeiras que fortalece, balanceia e estabiliza) e Toning Zumba (com o auxílio de pesos). Também teremos dois cursos de formação de novos instrutores”, revela o CEO da Zumba, Alberto Perlman. Apesar de ser “reconhecida” pela dança,

www.revistaendorfina.com.br

a Zumba Fitness já se tornou uma marca global em termos de estilo de vida. Durante as aulas embaladas pelas batidas de: Cumbia, Salsa, Merengue, Mambo, Flamenco, Reggaeton, Samba, dança do ventre, Hip-Hop, Axé, Tango, dentre outros, é possível queimar até 1.000 calorias, durante uma hora de aula. Assim fica mais divertido aliar a prática de atividade física com o emagrecimento saudável. “A Zumba Fitness alcança públicos diferentes, inclusive alunos que não iriam à academia para aulas convencionais. A aula resulta em bem-estar, ajuda a combater o estresse e melhora o condicionamento físico”, esclarece Perlman. A Zumba também busca formar novos instrutores aptos a ministrar as aulas nas academias credenciadas. Para isso, são realizados cursos mensais voltados à certificação e reconhecimento desses profissionais. Mais informações podem ser obtidas em: www.brazil.zumba.com


Espaço Saúde

Sono e

alimentação A qualidade do sono tem um enorme impacto sobre a nossa vida diária. Um sono deficiente ou desordenado poderá afetar o trabalho, a concentração e o relacionamento com outras pessoas

[ Ano3 | Número18 ] 2012

D

74

urante o sono, o corpo e a mente se recuperam, e faz com que estejamos descansados pela manhã. Algumas substâncias químicas do organismo reforçam o sono e sabe-se que a dieta também influi neste processo. Sentir fome como comer em demasia pode causar desconforto e insônia. Fazer um lanche leve antes de dormir é o ideal. É recomendável que se evite qualquer alimento ou bebida que contenha cafeína, pois pode interferir diretamente no sistema nervoso central, levando a um estado de excitação, que dificulta o relaxamento necessário para o sono profundo. Assim como o álcool em excesso. Já o triptofano, um aminoácido essencial, é o indutor natural do sono, e responsável por aumentar a quantidade de serotonina (um sedativo natural), no cérebro. Por isso, que um dos remédios caseiros para insônia é uma xícara de leite, (rico em triptofano), com uma colher de mel (rico em açúcares), pois os carboidratos facilitam a entrada do triptofano no cérebro. Outros alimentos com elevados níveis de triptofano são: massa de cacau em pó, banana, batata com casca, uva pas-

sa, nozes e castanhas. Outras opções de alimentos fontes de carboidratos são: açúcar mascavo, batata-doce, mandioca, mandioquinha-salsa, arroz e macarrão. Outra forma de melhorar a qualidade do sono são as ervas consideradas indutoras de sono, como a valeriana, o chá de camomila, lúpulo, erva-cidreira e hortelã. Além dos alimentos ricos em magnésio, como os grãos e os cereais integrais, visto

uma refeição noturna com alta quantidade de gordura ou de alimentos que provocam azia e má digestão pode causar um sono inquieto que este é um mineral que influencia no relaxamento muscular e na redução da ansiedade e irritabilidade. Por outro lado, uma refeição noturna com alta quantidade de gordura ou de alimentos que provocam azia e má digestão pode causar um sono inquieto. São exemplos de alimentos que devem ser evitados na última refeição do dia: em-

www.revistaendorfina.com.br

butidos, pizzas, queijos amarelos, frituras, grande quantidade de carnes ou ovos. No Ocidente, estima-se que de 20 a 30% das pessoas sofrem ocasionalmente com distúrbios noturnos. Com a idade o sono se torna menos profundo, o que pode implicar em noites menos repousantes. A insônia pode ser resultado de ansiedade, depressão, estresse ou pode ser causada por uma doença. Tratar a verdadeira causa destes distúrbios é essencial para melhorar a qualidade do sono, mas é importante também observar a nutrição e os hábitos diários. Portanto, a atenção aos hábitos alimentares, com o consumo preferencial dos alimentos benéficos e a redução dos alimentos prejudiciais ao sono pode modificar para melhor a qualidade de vida como um todo, com muito mais disposição física e mental.

Miriam Loiola: Coordenadora Técnica da NeoNutri Suplementos Nutricionais, nutricionista especialista em Nutrição Clínica Funcional e em Bioquímica, Fisiologia, Treinamento e Nutrição Desportivas.


www.revistaendorfina.com.br

75


Espaço Treino

Doutor, não consigo

correr?

A Síndrome Compartimental gera desconfortos conforme o aumento da intensidade durante a corrida

[ Ano3 | Número18 ] 2012

“A

76

pós algum tempo de inicio de corrida, minha perna fica dura, a dor é forte, aumenta progressivamente e eu tenho que parar de correr”. Com essa queixa, relativamente comum nos consultórios de traumatologistas do esporte, o corredor está desenvolvendo a chamada “Síndrome Compartimental” em uma, ou ambas as pernas. Os músculos da perna estão dispostos em quatro compartimentos envolvidos por um tecido fibroso, e pouco elástico chamado fascia. É como se esses músculos ficassem “semiblindados”, dentro desse compartimento de paredes firmes. A síndrome se caracteriza por uma condição em que o trauma, ou exercício repetitivo causa aumento da pressão do compartimento musculofascial, causando dor, inchaço, formigamento e fraqueza muscular. Ela pode ser crônica ou aguda, localizada preferencialmente nas pernas. Essa é uma das lesões mais recorrentes induzidas por exercício em esportitas, devido à sobrecarga acompanhada do impacto repetitivo. O que é comum nos esportes de corrida e treinamentos militares. As causas não estão totalmente esclarecidas, sabemos que ocorre aumento da pressão intramuscular durante exercí-

cios por alteração da perfusão sanguínea local, resultando na isquemia tecidual com falta de irrigação sanguínea e dor. O atleta inicia a atividade física sem dor, mas após determinado período de exercício ocorre a dor associada (ou não) à alterações de sensibilidade na região la-

O atleta inicia a atividade física sem dor, mas após determinado período de exercício ocorre a dor associada (ou não) à alterações de sensibilidade na região lateral da perna teral da perna. Os sintomas surgem com a mesma periodicidade, geralmente o atleta refere dor após determinado tempo ou distância percorrida. As manifestações são bilaterais em 75% a 95% dos casos. No entanto, é possível aliviar os sintomas com repouso durante o dia a dia. Para o diagnóstico preciso o médico deve ter conhecimento das atividades do atleta e da patologia. Os exames de imagem convencionais devem ser reali-

www.revistaendorfina.com.br

zados para afastar os diagnósticos diferenciais como tibialgia, perostite ou fratura por estresse. Ainda sim são necessários exames dinâmicos, realizados durante e logo após atividade física. Ao iniciar a dor se realiza a Ressonância Magnética, ou eventualmente o ultrassom. Um diagnóstico mais preciso pode ser obtido por meio de medidas da pressão intra-compartimental, avaliada nos períodos pré e pós-exercício, por meio de instrumentos de precisão. A opção de tratamento fisioterápico dever ser considerada, porém nos casos em que a evolução não é satisfatória, o tratamento é cirúrgico e consiste na liberação da fáscia, tecido pouco elástico que envolve os compartimentos musculares afetados. O que permite a contração e expansão muscular, sem que haja a compressão da musculatura da perna pela fascia pouco elástica, embora o resultado às vezes pode não ser o esperado.

Dr. Moisés Cohen Chefe do Departamento de Ortopedia e Traumatologia da Unifesp, Presidente da Sociedade Mundial de Artroscopia, Cirurgia do Joelho e Trauma Desportivo (ISAKOS) e diretor do Instituto Cohen de Ortopedia, Reabilitação e Medicina do Esporte Instituto Cohen Tel.: (11) 3093-9000 www.institutocohen.com.br


www.revistaendorfina.com.br

77


Espaço Wellness

A

IHRSA vem aí...

Maior encontro de negócios ligados ao bem-estar da América Latina deve movimentar R$ 40 milhões

[ Ano3 | Número18 ] 2012

C

78

onsiderado o 3º maior encontro de negócios em bem-estar e fitness da América Latina, a 13ª IHRSA Fitness Brasil Latin American Conference & Trade Show terá muitas novidades em 2012. A feira acontece de 30 de agosto à 1º de setembro, no Transamérica Expo Center em São Paulo. Principal ponto de encontro para os profissionais e gestores de fitness, o evento contará com quatro módulos no congresso: Gestão, Coordenadores, Professional Premium Conference e Viva Melhor, além do trade show que movimenta mais de R$ 40 milhões e apresenta tudo para o segmento, em mais de 130 estandes. Os visitantes e congressistas poderão acompanhar uma programação diversificada, com renomados profissionais das mais variadas esferas, para abordagem das principais tendências da indústria do bem-estar. A grande novidade desta edição é o módulo Viva Melhor, realizado em parceria com o Hotel Transamérica. Trata-se de uma conferência multidisciplinar da área de saúde, que reunirá palestras ministradas por médicos, educadores físicos, nutricionistas e fisioterapeutas. Os profissionais vão abordar a questão da longevidade de uma forma bem abrangente: que irá da criança ao idoso. Nosso intuito é oferecer ao profissio-

Os visitantes e congressistas poderão acompanhar uma programação diversificada, com renomados profissionais das mais variadas esferas nal do fitness conhecimento para saber o que fazer hoje, na busca pela prevenção, qualidade de vida e bem-estar futuro. O módulo Professional Premium Conference, sucesso em 2011, também traz novidades significativas. Além dos cursos Personal Training Experience e Functional Conference , que foram “re-

paginados”, os congressistas poderão se especializar no Encontro de Natação com a presença de grandes ícones aquáticos. Já sobre as novidades no trade show, posso adiantar que além dos segmentos já esperados: equipamentos, pisos, acessórios esportivos, metodologias, pilates, licenciamentos, suplementos, arquitetura, entre outros. Contaremos com diversos expositores internacionais e nacionais, para apresentar o que há de mais novo em: programa para alimentação saudável, acessórios para reabilitação, franquia voltada para o personal trainner, programa para lutas, consultoria, controle de acesso, climatizadores e até poltronas para massagem. Esperamos por vocês!

Gustavo Almeida Formado em comunicação pela ESPM, especialista em Gestão de Projetos pela FGV e Marketing de Serviços pela FIA, é diretor da Fitness Brasil

www.revistaendorfina.com.br


www.revistaendorfina.com.br

79


Espaço Nutrição

suplementação proteica no ganho de

massa

muscular

A ingestão mínima recomendada de proteínas durante o dia é 2g para cada quilo corporal, porém essa quantidade não pode ser atingida apenas com os alimentos sólidos

[ Ano3 | Número18 ] 2012

A

80

prática sistemática de treinamento com pesos estimula o aumento da massa muscular corpórea, sendo dependente da ingestão adequada de alguns nutrientes para ganhos otimizados. Vale observar entre estes nutrientes a ingestão equilibrada das proteínas, como fator indutor da construção de tecidos, neste caso o anabolismo muscular. Praticantes de atividades físicas, particularmente aqueles que visam o aumento de muscular, buscam na proteína a chance de incrementar seus ganhos e força, refletindo na melhora da performance esportiva. O nutriente também tem papel importante no aumento da massa óssea, pois previne a osteoporose, evita a perda fisiológica do tecido ósseo e a sarcopenia no envelhecimento. Portanto, promove o envelhecimento saudável. Sendo assim a suplementação proteica é extremamente indicada. Segundo estudos em nutrição, recomenda-se a ingestão diária deste macro nutriente em 1,5 ou 2,0g para cada quilo corporal, conforme as necessidades especiais atléticas e distribuídas em varias refeições. Se compararmos os alimentos “comuns” durante uma refeição equilibrada como: 1 ovo, ou 1 copo de leite, encontramos cerca de 7 gramas de pro-

O suplemento hiperproteico oferece praticidade para o consumo, pois atende as necessidades dos esportistas com eficiência e segurança teínas. Já na carne a proporção é de 20g de proteínas para 100g do alimento. Desta forma fica claro que um praticante de musculação (ou de outra modalidade), não encontra em sua dieta a quantidade ideal de proteínas para favorecer o ganho de massa muscular e melhora de performance. Seria necessário então, consumir uma grande quantidade de alimentos sólidos para atingir tal valor. O que causaria desconforto digestivo, além de dificuldade de transporte e pre-

paro, devido às atividades da vida diária. Por este motivo a tecnologia em nutrição esportiva desenvolveu os chamados suplementos proteicos, produzidos a partir de fontes alimentares naturais respeitando normas e padrões exigidos pelos órgãos regulamentadores. O suplemento hiperproteico oferece praticidade para o consumo, pois atende as necessidades dos esportistas com eficiência e segurança. Além disso, atua como importante aliado na dieta dos atletas. É importante ressaltar que em momento algum estes suplementos devem substituir as principais refeições do dia, como o nome diz “sua utilização é como um coadjuvante para atingir objetivos de desenvolvimento da massa muscular e aumento de performance”. Lembrando sempre que para uma boa adequação alimentar e correta indicação de suplementação, um profissional da nutrição deve ser consultado.

Prof. Carlos Tomaiolo Fisioterapeuta, provisionado do Cref, Especialista em Fisiologia do Exercício e Treinamento Resistido na saúde, na doença e no envelhecimento pela FM-USP, Treinador de Musculação, Consultor Técnico Midway Labs, Gerente de Marketing Midway Labs e Consultor em treinamentos e suplementação

www.revistaendorfina.com.br


www.revistaendorfina.com.br


[ Ano3 | NĂşmero18 ] 2012

Equipados

82

www.revistaendorfina.com.br


Spinning:

o poder da Modalidade movimenta a indústria de equipamentos e já possui até versão em 3D Por Eder Brito

A solução tornou-se um padrão de treinamento indoor e hoje representa um dos produtos mais importantes para a indústria de equipamentos. É o caso da Wellnes, um dos principais nomes em território nacional quando o assunto são bicicletas para ciclismo indoor. “Comercializamos oito modelos de bicicletas

P

edalar, pedalar e nunca sair do lugar. Falando assim, parece até que a tentativa é descrever algo inerte, ineficaz, que não funciona e não faz diferença nenhuma para o condicionamento físico. Mas é exatamente esta a essência do Spinning, exercício que une força, resistência e intensidade e certamente é sempre uma das opções mais procuradas em qualquer academia de ginástica. Como toda boa ideia, o conceito nasceu da mente e da necessidade de alguém que decidiu resolver um proble-

ma que antes não tinha gerado preocupação. O ciclista sul-africano Johnnathan Goldberg, que mais tarde se tornaria conhecidíssimo no meio fitness sob a alcunha de Johnny G., procurava uma solução para treinos de bike que não envolvessem o risco de pedalar em estradas cheias de automóveis. Acostumado a provas malucas que poderiam chegar a mais de mil quilômetros, encontrar uma alternativa de treinamento que pudesse permitir passar mais tempo perto da mulher também era algo extremamente bem-vindo.

www.revistaendorfina.com.br

A bicicleta mais procurada pelos clientes da marca(wellness) é a Schwinn AC Performance para indoor cycling, com pedais duplos, pedal triplo, bermudas, camisetas, meias e luvas”, explica Heloísa Di George, assessora de marketing da Wellness. “Trabalhamos diretamente com a matriz nos Estados Unidos, portanto recebemos produtos já desenvolvidos pela engenharia e testados para entrar no merca-

83


Equipados

[ Ano3 | Número18 ] 2012

foto: Bike 3d

do mundial”, descreve. A bicicleta mais procurada pelos clientes da marca é a Schwinn AC Performance. “Esta bike é em alumínio, com frenagem magnética e tem painel com informações fundamentais para a atividade indoor, como tempo, cadência, frequência cardíaca, calorias, carga, velocidade e distância percorrida”, analisa Heloísa. Outras das “grandes” do cenário nacional, a Movement também investe forte na criação de produtos específicos para spinning. A marca deve lançar novos modelos durante a 22ª Fitness Brasil Internacional, em Santos. “O grande destaque do ano é a Spinning Tour S, com um sistema de transmissão com correia, movimento suave e silencioso”, adianta

84

de produtos, incluindo o Spinning. “Nossa meta é elevar muito o percentual, não só de bikes, mas de toda a linha fitness. Estamos lançando um novo modelo que deve chegar às lojas no início do segundo semestre deste ano..”, explica Paulo Rubens Fontenelle, gerente de marketing da Houston. Interessante para os fabricantes de equipamentos, lucrativo para as academias e eficaz para o aluno, que pode perder até 800 calorias em uma aula mais “empolgada”. “A Bike de Spinning possui um número maior de ajustes, e se adéqua ao corpo de cada praticante. Normalmente é feita de um material mais resistente, possibilitando manobras que se assemelham ao ciclismo outdoor”, ex-

“A Bike de Spinning possui um número maior de ajustes, e se adéqua ao corpo de cada praticante”

Marco Corradi, supervisor de marketing da Movement. O novo modelo também oferece boas opções para treinos avançados. “A bike conta com uma roda de inércia de 30 quilos, uma ótima relação de carga e microregulagens de distância de guidão”, destaca Corradi. Em processo de reestruturação, a Houston planeja uma nova fábrica em Manaus, além do aumento do catálogo

www.revistaendorfina.com.br

plica Aílton Moreira, coordenador de Spinning da Academia Rio Sport, de Belo Horizonte. “É possível pedalar em pé, por exemplo, e fazer as movimentações que chamamos de jump”, diz. Segundo o profissional de educação física, antes de praticar spinning, é preciso realizar uma avaliação física. Para a aula, o aluno deve sempre carregar garrafa d´água, toalha, bermuda acolchoada e/ou banco de gel, uma sapatilha de ciclismo ou tênis que tenha um solado mais resistente, além de “prestar bastante atenção no professor, que vai ensinar a fazer o ajuste na bike”.


www.revistaendorfina.com.br

85


Equipados Modalidade já tem versão 3D ano passado, inspirada em algo que trouxesse movimento. Nós fizemos uma pareceria com a Bio Ritmo, e estamos expandindo para o Brasil inteiro”, declara Bozelli. A novidade permite que o aluno, utilizando um óculos em uma sala especialmente preparada para a prática, com telão, possa escolher cenários diferentes, variando entre cidade, campo e até cenas “surreais”, que simulam túneis e passagens que não devem em nada aos jogos de vídeo game. “Nós já gravamos no Rio de Janeiro, e demais cidades do país. A ideia também é estimular o turismo, pois o aluno pode pedalar pelo calçadão de Copacabana, por exemplo”, aponta Bozelli. Fazer os vídeos, aliás, é um dos diferencias e um dos maiores desafios de quem trabalha com um produto tão específico. “Fazer filme 3D não é nada

[ Ano3 | Número18 ] 2012

Famosa no cinema, totalmente instituída na indústria de games e recentemente ajudando o mercado de TV paga a angariar novos clientes, a tecnologia 3D também já se solidificou como opção no mercado fitness, mais especificamente nas aulas de Spinning. “O Spinning 3D está apenas começando. Estamos levando para as academias uma nova maneira de fazer esta atividade, mais estimulante, mais agradável”, diz Freddy Zular, idealizador e criador da Faz Digital, uma das empresas que desenvolvem a tecnologia. A Bike 3D, também oferece a solução e tem conquistado inúmeras academias por conta do “diferencial” proposto, conforme ressalta o sócio-diretor, Eduardo Bozelli. “ Sempre fiz aulas de spnning, mas achava um pouco monótono e precisava de algo que ficasse só olhando para a parede. Então criei a técnica no

86

www.revistaendorfina.com.br

fácil. É preciso câmeras especiais, programas especiais, meios de transporte especiais e, principalmente, profissionais especializados”, analisa Michel Esquenazi, gerente comercial da marca Spinning 3D. “Pegamos as câmeras e adaptamos em veículos com uma série de recursos anti-trepidação”, explica. No ramo há mais de 15 anos, a Faz Digital projeta um crescimento significativo. Para fazer isso, a técnica será simples: investir em novas produções e aumentar o cardápio de opções dos alunos. “Vamos trazer novos filmes, novas tecnologias interativas e de sensações ao praticar a atividade. Imagine uma aula de spinning com aromas (praia, montanha etc.), ventos com diferentes temperaturas e mais integração entre outras tecnologias”, indaga Michel Esquenazi. É esperar para ver. E experimentar.


www.revistaendorfina.com.br


www.revistaendorfina.com.br


Tendência fit

Caminhada

nórdica Por Érica Brito

[ Ano3 | Número18 ] 2012

Conheça a modalidade finlandesa que tem atraído adeptos pelos quatro cantos do mundo

90

N

ordic Walking, Caminhada nórdica, Corrida com bastões, você já ouviu falar em algum destes nomes? Trata-se da modalidade que tem crescido e atraído cada vez mais adeptos entre o público fitness. Criada na Finlândia, por esquiadores que utilizavam os bastões de esqui como apoio, a prática

chegou ao Brasil, em 2010, por intermédio da diretora da FIT.PRO e Radical Fitness, Cida Conti. “Conheci em uma conferência anual do GymStick, na Finlândia. No Brasil a modalidade não era tão conhecida, até que resolvi organizar o primeiro curso de Nordic Walking, em setembro de 2010”, diz Cida, que também é criadora dos programas Jump Fit, Jump Fit Circuit, Fast e Flexi Bar. Se comparado a caminhada convencional, o Nordic Walking, não difere apenas pela utilização dos bastões, mas principalmente por trabalhar todo o cor-

www.revistaendorfina.com.br

po. Além disso, requer a participação dos músculos do tronco e dos braços. “Diferente da caminhada regular, esses músculos são mais trabalhados. Por isso a diferença é de 70 contra 90% para o Nordic Walking”, explica Cida Conti. Apesar de exigir mais do corpo, o equipamento não dá a impressão de tanto esforço, o que permite aliar prazer e eficiência ao praticá-lo.

Se comparado a caminhada convencional, o Nordic Walking, não difere apenas pela utilização dos bastões, mas principalmente por trabalhar todo o corpo


www.revistaendorfina.com.br

91


Tendência fit

Benefícios proporcionados pela

caminhada com bastões:

[ Ano3 | Número18 ] 2012

Ativação de 90% dos músculos do corpo, contra 70% na caminhada regular; Melhora da postura e redução dos riscos de dores lombares em função do uso dos braços e tronco; Aumento da densidade óssea dos membros superiores em decorrência da “vibração” produzida pelo movimento de “fincar os bastões” no chão; Maior consumo energético se comparado à caminhada convencional; Gasto calórico de aproximadamente 450 cal/h, contra 280 cal/h na caminhada regular sem bastões; Redução do impacto sobre os membros inferiores e stress articular sobre o quadril, joelhos, tornozelos e outras articulações; A caminhada nórdica oferece mais benefícios à saúde que a caminhada convencional, o ciclismo, ou do que a corrida regular;

92

Por ser considerado um exercício de baixo impacto, o Nordic Walking não apresenta restrições especificas quanto a prática. Recomenda-se apenas uma avaliação médica prévia (procedimento indicado para quem deseja iniciar qualquer tipo de atividade física). Pessoas obesas com restrições motoras, e que estejam impedidas de praticar outros exercícios podem encontrar no Nordic Walking, uma alternativa para uma vida saudável. Entre os benefícios também estão: a melhora cardíaca e respiratória. A estudante de educação física Nathalia Ferreira Rodrigues, conheceu a modalidade em setembro do ano passado, e desde então tem conquistado resultados satisfatórios. “Já tinha ouvido falar, entre os colegas de trabalho, sobre o Nordic Walking e resolvi acompanhar um workshop feito pela Cida, em setembro do ano passado. Foi ai que tive o primeiro contato com a modalidade. É uma atividade divertida e a vontade aumenta conforme você pratica. A opção de ser praticada a céu aberto causa uma sensação mais gostosa e prazerosa”, revela.

Apesar de o NW ser relativamente novo, a aceitação tem sido grande e rápida. Desta forma a prática é indicada para todas as faixas etárias, a partir dos 12 anos. Mas é entre as pessoas com mais de 35 anos que o acessório costuma ser mais popular, conforme observa a precursora Cida Conti. “O Nordic Walking é saudável, divertido e proporciona grandes benefícios para saúde e estética, sem

que o praticante tenha a sensação de exaustão durante o treino”. A prática pode variar de 20 minutos a 2 horas. Para as caminhadas mais longas recomenda-se uma frequência menor de sessões, (de 3 a 4 vezes por semana). Já para quem busca perder peso, a opção deve ser por atividades de longa duração e intensidade moderada. Os treinos devem durar no mínimo 60 minutos.

Os acessórios Parte integrante da modalidade os bastões são os responsáveis pela prática bem sucedida. Conheça alguns modelos: • Bastões Gymstick Walker 1 + Walker 2 (R$190,00) Estes bastões básicos possuem comprimento fixo entre 105 cm e 125 cm. • Bastões FitWalker Telescópicos (R$265,00) Ideais para uso coletivo, devido ao mecanismo de ajuste de comprimento que varia entre 83 cm e 135 cm. • Bastões Gymstick Health (R$295,00) Os bastões Nordic Walking Health não são dimensionados apenas para caminhar, mas sim para funcionarem como uma “verdadeira academia portátil”. Em apenas alguns segundos é possível transformar o equipamento numa barra Gymstick. Basta retirar os tubos elásticos acoplados dentro dos bastões. A multifuncionalidade permite que o usuário realize o treino cardiovascular na caminhada, além de um completo condicionamento muscular em qualquer hora e qualquer lugar. O comprimento varia entre 105 cm e 125 cm.

www.revistaendorfina.com.br


www.revistaendorfina.com.br

93


brasil olímpico

[ Ano3 | Número18 ] 2012

foto: Divulgação FIBA

94

www.revistaendorfina.com.br


De volta à

Olimpíada

Por Flávia Ribas

Após 16 anos sem conseguir a classificação para os jogos olímpicos, o basquete brasileiro carimbou o passaporte rumo a Londres. O ala, Marcelinho Machado, nos conta mais sobre o feito e suas expectativas para as olimpíadas

A

partir de 27 de julho, a terra da rainha, das mais performáticas bandas de rock – como Beatles e Rolling Stones - e dos inúmeros pubs abre as portas para receber o maior evento esportivo do planeta: os Jogos Olímpicos 2012. Para começar com uma cesta de três pontos, Endorfina bateu uma bola com o craque da Seleção Brasileira de Basquete, Marcelinho Machado. Aos 37 anos, o ala diz que está no auge da sua experiência e muito confiante para Londres. Após um jejum de 16 anos, a seleção brasileira masculina conquistou uma das vagas para as olimpíadas, durante o Pré-Olímpico de Basquete de Mar del Plata (Argentina), realizado em setembro de 2011. A vitória teve um gostinho ainda melhor, pois o feito foi realizado em cima dos “hermanos” argentinos.

“Nasci numa família de basqueteiros. Meu tio, Sérgio Macarrão, foi jogador da Seleção Brasileira” foto: Mauricio VAL - VIP COMM

www.revistaendorfina.com.br

95


brasil olímpico foto: Bruno Spada - VIP COMM

Então conheça um pouco mais sobre esse carioca, que cresceu respirando basquete, adquiriu maturidade jogando em times fora do país e, atualmente, defende as cores do tradicional Clube de Regatas do Flamengo.

[ Ano3 | Número18 ] 2012

Revista Endorfina: Como foi o seu início no basquete? Marcelinho Machado: Nasci numa família de basqueteiros. Meu tio, Sérgio Macarrão, foi jogador da Seleção Brasileira, medalhista olímpico e mundial. Meu pai, René, também jogou, assim como meus irmãos, Ricardo, que jogou e hoje é fisioterapeuta do Flamengo, e Duda, que joga comigo. Então, o fato de ter me tornado jogador foi um caminho natural dentro do esporte.

96

“Oscar não era apenas um cestinha, era um jogador de muita visão de jogo, inteligência e liderança”

MM: Meu tio, Sérgio Macarrão, foi uma das pessoas mais importantes na minha carreira. Tiveram também outros jogadores e treinadores. Muitos me ajudaram, cada um foi importante à sua maneira. Da mesma forma que meus companheiros e as comissões técnicas do Flamengo e da Seleção Brasileira são hoje. Como a maioria, sou fã do Michael Jordan, para mim o jogador mais completo, mais espetacular que já vi. Ele fazia as coisas parecerem fáceis.

RE: Entre os anos 80 e 90, o Oscar Schmidt foi um jogador que fez história e influenciou muitos garotos. Você gostava de vê-lo jogar? MM: Claro, como todos gostavam. Oscar não era apenas um cestinha, era um jogador de muita visão de jogo, inteligência e liderança. Além disso, jogava muitas vezes na mesma posição que eu jogo e com característica semelhante, dos chutes de fora. Tive o prazer de jogar contra ele e, em 2004, de jogar no time dele, o Telemar, no Rio de Janeiro. Fomos campeões brasileiros em 2005, e ganhamos tudo o que disputamos.

RE: Você acredita que a nova geração do basquete ainda precisa morar fora do país para adquirir experiência? MM: Acho que a experiência no exterior é válida, é importante. Hoje, o basquete brasileiro, especialmente com o NBB (Novo Basquete Brasil – Liga Nacional), evoluiu, melhorou muito, mas ir para fora do país não tem a ver apenas com jogar em grandes centros. Tem a ver com amadurecimento também, crescimento pessoal e profissional. Joguei na Itália, na Espanha e na Lituânia. Há ligas muito fortes na Europa, além da NBA, campeonatos que estão num nível ainda superior ao nosso e onde os brasileiros tem cada vez mais espaços. Isso é importante também para a afirmação do nosso basquete lá fora e só ajuda à nossa

RE: Quais foram as suas principais influências, e quem são os seus ídolos no esporte?

www.revistaendorfina.com.br

Perfil:

Nome: Marcelo Magalhães Machado Apelido: Marcelinho Nascimento: 12/04/1975 Local: Rio de Janeiro Idade: 37 anos Altura: 2,00m Peso: 88 kg Clube Atual: C. R. Flamengo

Títulos por clube:

Campeonato Carioca de Basquete: 2004 (Telemar/Rio de Janeiro), 2007, 2008, 2009 e 2010 (Flamengo) Campeonato Mineiro de Basquete: 2005 (Uberlândia) Liga Nacional de Basquete: 2005 (Telemar/Rio de Janeiro), 2008 e 2009 (Flamengo) Liga Sul-Americana: 2009 (Flamengo) Campeonato Lituano: 2007 (Žalgiris Kaunas-LIT) Copa da Lituânia: 2006 (Žalgiris Kaunas-LIT) Títulos pela Seleção Medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos: 1999, 2003 e 2007 Copa América: 2005 e 2009 Sul-americano: 1999 e 2003 Copa Tutto Marchand: 2007


www.revistaendorfina.com.br

97


brasil olímpico

foto: CBB

chegar em condições de brigar por uma medalha, com certeza. Temos que pensar passo a passo, num jogo de cada vez, em jogar o nosso melhor, sempre. RE: Após a classificação na Argentina, o jogador Huertas ressaltou a sua importância na equipe. Como você recebeu essa homenagem? MM: Fico orgulhoso de ainda estar ajudando o Brasil, de poder dar a minha contribuição à Seleção. Treino muito para isso, jogar basquete é o que mais gosto de fazer e, por isso, me dedico 100% ao esporte. Temos um grupo muito bom na Seleção Brasileira, um grupo que sabe bem o que quer e ainda vai dar muitas alegrias aos torcedores. RE: Na sua opinião, Ruben Magnano acrescentou o que à equipe brasileira? MM: Liderança, experiência e confiança. Tudo isso ficou claro, mudamos a nossa postura. A filosofia do Magnano é de vencedor, ele é um vencedor, o currículo dele fala por si só e a equipe conseguiu perceber isso. É um técnico inteligente, que vai ajudar muito o nosso basquete.

[ Ano3 | Número18 ] 2012

Seleção Brasileira, pois temos jogadores cada vez mais experientes e acostumados a enfrentar europeus e americanos, enfim, jogadores de outros países.

98

RE: A classificação olímpica foi um momento muito importante para o basquete nacional. Como você avalia a atual seleção brasileira? MM: Temos uma equipe muito forte, com jogadores que tem papéis importantes em suas equipes, seja no Brasil, nos Estados Unidos ou na Europa, além de jovens que estão chegando e ganhando espaço. A vaga no Pré-Olímpico de Mar del Plata foi muito merecida, foi uma recompensa ao nosso trabalho, ao nosso esforço, à dedicação de todos e acho que podemos sonhar com voos mais altos.

“Temos uma equipe muito forte, com jogadores que tem papéis importantes em suas equipes, seja no Brasil, nos Estados Unidos ou na Europa” RE: Quais são as reais chances da conquista de uma medalha? MM: Temos time para jogar de igual para igual com os melhores do mundo, teremos tempo para trabalhar e vamos

www.revistaendorfina.com.br

RE: Depois de tantas conquistas, qual é o seu sonho dentro do basquete brasileiro? MM: Hoje, é disputar os Jogos Olímpicos de Londres, estar no grupo que vai à Olimpíada e poder brigar por uma medalha! RE: Você já se imaginou com a medalha olímpica no peito e cantando o hino nacional? Com qual trecho do hino você se identifica mais? MM: Quero muito que isso aconteça, seria mais do que um sonho. Qual o trecho do hino? Acho que a frase final “Pátria amada, Brasil”. Sou muito patriota, gosto de vestir a camisa do Brasil, tenho orgulho de representar o meu país e espero que a gente consiga fazer um grande campeonato em Londres e voltar com uma medalha.


www.revistaendorfina.com.br

99


aquáticos

DeCabeça Mergulho ainda é considerado “esporte caro”, mas praticantes avaliam que o custo-benefício é sempre positivo

[ Ano3 | Número15 ] 2011

P 100

ublicado pela primeira vez em 1870, Vinte Mil Léguas Submarinas, obra literária do escritor francês Júlio Verne, já representava a paixão do homem pelo ambiente subaquático mesmo antes de algumas técnicas mais modernas se perpetuarem. Na obra, o submarino Nautilus, idealizado e guiado pelo Capitão Nemo, vive no fundo do mar e sobrevive somente do que o mar lhe dá. Energia, comida, matéria-prima... tudo acontece no ambiente submarino.

Por Eder Brito

Guardadas as devidas proporções, é possível encontrar apaixonados pelo mundo subaquático, especialmente por uma das atividades que envolve o movimento básico do humano que se aventura neste ambiente: o mergulho. Não existem estatísticas oficiais imediatamente acessíveis, mas a Associação dos Mergulhadores Autônomos PADI (Professional Association of Diving Instructors – em inglês) estima ter credenciado cerca de 20 milhões de mergulhadores desde sua fundação em 1967. No Brasil, entidades como

www.portalendorfina.com

a CBPDS (Confederação Brasileira de Pesca e Desportos Subaquáticos) já chegou a estimar uma estatística nacional que variava entre 100 e 200 mil praticantes, mas é difícil encontrar dados oficiais. Independentemente dos números, Alexandre Rocha e Júlia Trevisan ajudam a engrossar a fileira de brasileiros amantes do mergulho. Recém-casados, os dois começaram a mergulhar juntos antes mesmo do noivado, graças a uma ideia original de presente de aniversário. “Ele tinha comprado uma caixa estanque para a máquina fotográfica dele (essas para mergulho mesmo) e tomei isso como uma indireta”, brinca Júlia, responsável pela compra do principal presente de aniversário de Alexandre naquele ano: a inscrição do casal no primeiro curso de mergulho. Apesar de saberem que o mergulho não é uma das modalidades esportivas mais baratas, os dois acharam justo o preço pago pelo curso. “O preço que paguei está de acordo com o mercado.


Não é barato, mas por se tratar de um esporte envolvendo vários riscos, pagar bons equipamentos e uma equipe bem qualificada vale cada centavo”, avalia Júlia. “Sim, mergulhar é uma atividade cara”, concorda quase em uníssono o relações Públicas Pedro Prochno, que conheceu e se apaixonou pelo mergulho há mais de 12 anos. “Envolve sempre uma viagem, com gasto de gasolina, pedágio, alimentação. Por vezes hospedagem, aluguel de equipamento. É algo que gira no mínimo entre, 300 e 400 reais para cada saída”, avalia. Mesmo com o potencial de gastos, ele acha o investimento rentável. “Quando se coloca na ponta do lápis fica caro, mas é totalmente válido”, releva o mergulhador, que ainda consegue se lembrar das histórias e sensações da primeira vez que experimentou a modalidade. “Foi no dia 4 de abril de 1999, lembro que fiquei super empolgado com a ideia de mergulhar. Os três primeiros mergulhos que fizemos foram para a realização de exercícios. O último mergulho era de turismo”, relembra Prochno, revelando que o dia do primeiro mergulho também foi o dia do primeiro susto. “Saímos muito longe do barco e havia uma corrente muito forte. Tivemos que nadar bastante para voltar e no meio do caminho meu cinto de lastro se soltou e afundou. Perdi dezenas de reais, mas fiquei bem mais leve para retornar”, conclui.

“Envolve sempre uma viagem, com gasto de gasolina, pedágio, alimentação. Por vezes hospedagem, aluguel de equipamento. É algo que gira no mínimo entre, 300 e 400 reais

para cada saída”

Conhecendo a biodiversidade Com menos sustos no currículo, Alexandre e Julia conseguem também contabilizar os benefícios “intangíveis” da vida de mergulhos. “Me sinto mais corajosa e tenho mais respeito a vida marinha, mas acredito que já tinha a predisposição para esses sentimentos”, explica Júlia. Para ela o mergulho, na verdade, a auxiliou a “resgatar e exaltar essas características”. E a prática também influencia o casal em outra vertente, de relação quase inevitável com o mergulho: as viagens. “Escolhemos com antecedência quais as viagens queremos fazer para mergulhar, a fim de organizar o nosso calendário e nos prepararmos financeiramente”, ressaltam. Pedro Prochno também já investiu em viagens específicas. “Tive a oportunidade de mergulhar no Mar Vermelho, no

Egito. O lugar é incrível! Água cristalina e vida marinha exuberante. No Brasil, um dos meus pontos favoritos é a costa de Ubatuba. Tem profundidade adequada e vida marinha diversificada”, recomenda Prochno. “No Brasil, Fernando de Noronha continua sendo o melhor ponto de mergulho”, avalia Patrícia Prattes, divemaster PADI (mergulhadora profissional) e sócia da Koka Sub, empresa paulistana que oferece cursos de mergulho. “Sem esquecer também Ilha Grande, Laje de Santos, Bonito e Recife. No exterior existem pontos incríveis como Maldivas, Galápagos, Taiti, Fiji, Cozumel, Nassau, Roatan, Curaçao”, recomenda Patrícia. A profissional revela que os cursos não atendem a uma demanda específica.

www.revistaendorfina.com.br

“Atendemos de 8 a 80 anos, ambos os sexos. A maior faixa de público é de 25 a 40 anos”, revela. Sócia de uma empresa com 21 anos de existência e atuação no mundo do mergulho, Patrícia só discorda da maioria quando o assunto é o custo. “O mergulho não é um esporte caro, mesmo considerando o custo de viagens para praticar. Hoje um curso completo de mergulho básico PADI, incluindo material didático, aulas em sala de aula, aulas em piscina e uma viagem para Angra dos Reis com transporte, hospedagem, quatro mergulhos e pensão completa sai por mil e duzentos reais”, avalia. “E os equipamentos variam bastante, mas kits básicos de máscara, nadadeira e snorkel custam menos de duzentos reais”, reitera.

101


aquáticos FITNESS

Acessórios para Fitness, Pilates, Yoga, Tatami, Hidroginástica,Natação e Hidroterapia

Soft Ball

Equipamentos Básicos para Mergulho

Balance Dome

Máscara – Essencial para manter uma visão nítida durante o mergulho

Disco de equilibrio

Bola 65cm

Exercise ball

Extensor corrida triplo Rolo p/ alongamento

[ Ano3 | Número18 ] 2012

viass Rubber band

Medicine ball

Visite nossa loja virtual Aceitamos cartões Master e Visa Participe de nosso blog interativo.

1. 6. Cilindro de ar comprimi2.do – Os mais utilizados tem entre 12 e 15 quilos. A capacidade do equipamento depende da profundidade (e portanto da pressão) e da capacidade respiratória de cada mergulhador; Regulador de Pressão – Acoplado ao cilindro, este equipamento pode parecer um daqueles medidores tradicionais de pressão a um leigo desavisado. No entanto, é responsável por adaptar a pressão do ambiente e a pressão do cilindro; Roupas Isolantes – Ajuda a evitar perda de calor, protege contra as indesejáveis queimaduras de corais e evita o contato com animais venenosos e cortes de pedras. As melhores são feitas de neoprene, um tipo especial de borracha; Snorkel – Tubo de aproximadamente trinta centímetros, com um bocal que permite ao mergulhador respirar o ar do ambiente

3.

4. 5.

www.aquaticaslade.com.br

102

Tel. (11) 4413-5722 ou (11) 4413-4996

www.revistaendorfina.com.br

pela boca, debaixo d´água; Cinto de lastro – Com a roupa isolante e com a gordura corporal, a tendência é boiar. O cinto evita que isto aconteça, graças ao chumbo colocado em sua composição;

7.

Nadadeiras – Diferentemente

da natação tradicional, no mergulho as pernas trabalham Tatami em quase e.v.a.100% siliconizado com s do tempo e ostextura braços ficam parados. oficiais aprova e desenho COMPROVE peça a su Daí o papel essencial da nadadeira, normalmente feitas de borracha, silicone ou fibra de carbono;

Colete Equilibrador – Mais um compensador de flutuação, como o cinto de lastro. Trata-se de um conjunto de bolsas que se inflam de ar quando o mergulhador aciona um botão próprio para isso. Serve também para segurança, ajudando no controle da estabilidade do mergulho;

8.

Lanterna – Dependendo de quão ousado e profundo é o seu mergulho e principalmente se ele é noturno, a lanterna é um equipamento de segurança obrigatório;

9.


www.revistaendorfina.com.br

103


[ Ano3 | NĂşmero18 ] 2012

www.revistaendorfina.com.br


Victor Luna

Atleta IFBB NEONUTRI

Marcello Rafaelli

Imagens ilustrativas.

Atleta IFBB NEONUTRI

www.revistaendorfina.com.br


Radicais

bmx e suas m Conheça mais sobre o esporte que estreou nos Jogos Olímpicos de Pequim 2008, e promete ser uma das principais atrações em Londre-2012

A

nne-Caroline Chausson e Maris Strombergs. Nomes estranhos, não? Porém bastante conhecidos entre os amantes do BMX. A francesa Anne-Caroline foi a primeira mulher a conquistar uma medalha de ouro olímpica no Bicicross. Mesmo caso do atleta Strombergs, da Letônia. Ambos venceram suas provas quando o esporte estreou em Olimpíadas na região de Laoshan, em Pequim - 2008. Por ser um esporte que atrai principalmente o público jovem, o COI (Comitê Olímpico Internacional) determinou que o BMX se transformasse numa modalidade olímpica permanente. O Bicycle Motocross surgiu no final dos anos 50 na Europa, mas ganhou popularidade na Califórnia (EUA), durante os anos 60. A brincadeira de crianças que

106

“O Bicicross é minha paixão. Ainda garoto tentei jogar futebol, mas quando tive minha primeira bicicleta fiquei encantado”

www.revistaendorfina.com.br

queriam apenas imitar seus ídolos do MotoCross com suas bicicletas se transformou no esporte praticado por milhares de pessoas ao redor do mundo. “O Bicicross é minha paixão. Ainda garoto tentei jogar futebol, mas quando tive minha primeira bicicleta fiquei encantado. Ali era só eu e ela, não dependia de mais ninguém”, conta o bacharel em direito, Paulo Ricardo, mais conhecido pela “galera” do BMX como Batata, que dedicou 22, dos seus 35 anos de vida ao esporte. O BMX abrange diversos estilos, mas para Batata sua modalidade preferida é a corrida. “Gosto de todos, mas treino mesmo é para o BMX Racing (corrida). São uns 35 segundos de pura explosão, a prova não admite falha. Qualquer erro é fatal”, admite.


modalidades Por Felipe Araújo

Vertentes e variações O estilo praticado por Batata é disputado por, no máximo, até oito ciclistas por bateria que buscam a melhor posição final. Não é permitido grid com menos de três bikes. Passam quatro para a fase seguinte, até a última etapa, quando é definida a ordem de classificação. Existe a etapa classificatória, oitavas de final, quartas, semi e final. Em competições, os pilotos são separados por idade. Eles partem do início da pista ao cair de um portão de largada conhecido como ‘gate’, disparam em alta velocidade pela pista cheia de obstáculos, semelhante às de MotoCross, até chegarem ao final do percurso. Radicalismo e adrenalina são as duas principais vertentes do BMX. Para executar as manobras é preciso ter coragem,

www.revistaendorfina.com.br

107


Radicais ousadia, disciplina e, principalmente, muito treinamento sobre a bicicleta de aro 20. Além do BMX Race, o esporte é dividido em outras cinco modalidades que compõem o estilo Freestyle (livre). São elas: Mini Ramp, Dirt Jump, Flatland, Street e Vertical. As diferenças entre cada modalidade são as manobras e o local em que elas são executadas.

[ Ano3 | Número18 ] 2012

Tombos, arranhões e persistência

108

Para se aventurar no BMX é necessário se precaver contra possíveis quedas, afinal, fazer manobras, ultrapassar obstáculos e desafiar a velocidade gera certo risco. Os atletas utilizam luvas que protegem os dedos, capacete que também protege o queixo, calças grossas, sweat de mangas e tênis. A grande motivação para os praticantes do BMX são os constantes desafios a serem encarados rotineiramente, a busca pela manobra perfeita e a emoção do acerto de uma manobra difícil. Para atingir bons resultados é fundamental estar preparado fisicamente e ter reflexos rápidos. No Brasil, apesar da falta de incentivo para o desenvolvimento da modalidade, o esporte tem sido levado a sério por muitos jovens há alguns anos, inclusive pelas mulheres. Priscila Carnaval, Camila Brustolin, Aline Lustosa e Bianca Quinalha são algumas brasileiras que disputam competições pelo país afora. Desde a criação da primeira pista de BMX no país em 1978, no Guarujá-SP, muitos nomes se destacaram, tais como Gustavo Mesquita, Felipe Brick, Fernando Montenegro e Leandro Uchôa. Porém, atualmente, de olho em participar das Olimpíadas de Londres, Renato Rezende, da categoria Elite Men, é o principal candidato a representar o país nos próximos Jogos. Renato, que recentemente venceu o Campeonato Internacional de BMX em Santiago, no Chile e a Copa Internacional de BMX realizada em Paulínia, interior de São Paulo, vive a expectativa de competir na Terra da Rainha, a partir de julho. “Estou dando meu máximo nos trei-

de olho em participar das Olimpíadas de Londres, Renato Rezende, da categoria Elite Men, é o principal candidato a representar o país namentos. Vou fazer tudo que estiver ao meu alcance para ser o primeiro brasileiro a participar de uma Olimpíada. Estou confiante de que o Brasil estará em Londres. Além de mim, temos outros atletas que vêm muito bem”, diz o carioca de apenas 21 anos de idade que ocupa a 16ª posição no ranking mundial

www.revistaendorfina.com.br

da modalidade, na última lista divulgada em fevereiro. O atleta treina pelo menos duas vezes por dia na pista do Clube de Paulínia, e pratica atividades de descida de ladeira, treinos de resistência, explosão, agachamento, academia e sessões de circuito de pista. “O treino precisa ser estratégico para não haver desgaste físico”, conta. Para conquistar a tão esperada vaga, as regras são claras. Somente as 11 nações melhores colocadas terão direito a competir em Londres. A Inglaterra como anfitriã já tem duas vagas garantidas. Os cinco primeiros países têm direito a levar três atletas de sua seleção. Outros seis pilotos serão classificados através de pontuação nos campeonatos mundiais, continentais, nacionais e eventos internacionais. Os principais concorrentes dos brasileiros são atletas dos Estados Unidos, Alemanha, Itália e França, além


www.revistaendorfina.com.br

109


Radicais Mini Ramp: geralmente é realizado em rampas

[ Ano3 | Número18 ] 2012

da própria Grã-Bretanha. Com o apoio da Confederação Brasileira de Ciclismo e do Comitê Olímpico Brasileiro, Renato Rezende e seus companheiros de seleção unem esforços para que o nome do Brasil esteja incluído na lista de nações que participarão das Olimpíadas. Contudo, independente de qualquer resultado, o BMX é sem dúvida, mais que um esporte para os pilotos. É um estilo de vida.

de madeira com manobras de bordas, associadas a manobras de salto e aéreos. Muitas vezes são adaptados obstáculos como spines, sub-box e wall ride que acrescentam dificuldade e radicalidade à apresentação. Dirt Jump: é praticado em rampas de terra com alturas e distâncias variadas. Existem as rampas únicas, doubles, sequenciais e de madeira tipo mesa. Flatland: não há circuitos, rampas e obstáculos, por isso abrange a capacidade técnica, a criatividade e o estilo de cada atleta. O piso deve ser liso, limpo e plano. É considerada a modalidade precursora do Freestyle. Street: é praticado nas ruas ou em pistas que simulam este cenário com corrimãos, escadas e rampas. Neste estilo são usadas manobras do Mini Ramp, Dirt ,Vertical e Flatland. Vertical: é executado em rampas no formato de “U”, conhecidas como Half Pipe. O objetivo é explorar o grau de dificuldade das manobras feitas nas laterais (bordas) e nos aéreos (vôos para fora da rampa).

110

www.revistaendorfina.com.br


www.revistaendorfina.com.br

111


Na moda

Grunge ou O xadrez conquista seu espaço nos guarda-roupas masculinos e femininos e revela-se uma peça versátil e indispensável, independente da época ou estação

[ Ano3 | Número18 ] 2012

P

112

or volta de 700 a 50 a.c, o xadrez já marcava presença na história da humanidade, consequentemente da moda. Sua primeira aparição foi na Europa, e as peças costumavam ser em fio de lã, tecido 2x2 em forma de losango. “Medevi square” - o xadrez vermelho e branco, “Vichy” - a padronagem xadrez branco e preto, ambos de origem sueca assim como os “Tartans” – símbolos dos clãs escoceses, são exemplos de como a estampa tem história, e ao longo dos anos vêm conquistando homens e mulheres. No entanto, hoje já se tornou tão indispensável quanto o branco ou o preto “básico”. Responsável por criar conceitos e estilos para uma determinada tribo, o xadrez também fez sucesso na década de 90, conforme explica a coordenadora de Produto Feminino da Nicoboco, Verusa Macedo. “Eu diria que se estabeleceu com o grunge, vindo diretamente de bandas de rock de Seattle-Estados Unidos, que explodiram nos anos 90,. Assim atingiu o público mais jovem. Mas, este foi só o primeiro passo para que se firmasse como tendência e permanecesse até os dias atuais”, afirma. No entanto, engana-se quem pensa que devido a essa ligação com o grunge a estampa esteja predestinada apenas aos mais “descolados”. “Hoje o xadrez aparece tanto em um look clássico e social, como nos looks mais modernos”, comenta o estilista da Sideway, Marcos Ferreira. Para os especialistas em moda uma peça pode compor tanto um look, quanto outro dependendo

Por Érica Brito

da combinação feita. Não é a toa que volta e meia o xadrez marca presença nas coleções das quatro estações. Desta forma as marcas apostam ainda mais na estampa, e trazem novidades (masculinas e femininas) para a moda Outono e Inverno 2012.

Para eles

Marcos Ferreira acredita que o público masculino é o que mais se beneficia deste estilo, sendo a camisa xadrez uma peça “coringa”, que pode ficar bem com jeans, calça de sarja ou até com uma bermuda de sarja modelo cargo. Ele ressalta ainda que a Sideway, sempre tem buscado inovações e inspirações das tendências de moda. “Na coleção da Sideway, posso dizer que todos os xadrezes foram desenvolvidos a partir de pesquisas, de formas e cores, seguindo as tendências internacionais. Não corremos nenhum risco de cometermos um ‘mico fashion’”, relata.

www.revistaendorfina.com.br


www.revistaendorfina.com.br


Na moda Para elas

Já a marca feminina Nica (Nicoboco) aposta em peças com modelagens diferenciadas, que fogem do convencional. Os modelos são mais acinturados, mais compridos, com capuz e cores fortes. Para Verusa Macedo o xadrez é sem dúvida uma opção versátil. No entanto, é preciso evitar exageros como a mistura de estampas, por exemplo. “A pessoa tem que se sentir bem”, completa a coordenadora de Produto Feminino da Nicoboco.

“a diversidade dos estilos que vêm da rua. Tons como petróleo, mostarda, páprica e telha, vinho, vermelho, azul, além dos metalizados e dos tradicionais branco e preto, fazem parte da cartela de cores que promete ditar a moda durante a estação

Para os dois

[ Ano3 | Número18 ] 2012

A coleção Renner Outono Inverno 2012 traz como tema: “a diversidade dos estilos que vêm da rua. Tons como petróleo, mostarda, páprica e telha, vinho, vermelho, azul, além dos metalizados e dos tradicionais branco e preto, fazem parte da cartela de cores que promete ditar a moda durante a estação. Já os materiais utilizados nas peças femininas variam desde o couro like, resinado e tricô ao nylon, lurex, paetê e rendas. Enquanto as peças masculinas são confeccionadas com couro like, resinados, tricô, nylon, moleton, jeans e sarja. Já em relação as estampas o xadrez não poderia faltar.

114

www.revistaendorfina.com.br


www.revistaendorfina.com.br

115


nocaute Fotos: Divulgação UFC

116

www.revistaendorfina.com.br


É Ultimate

Fighter Conheça o reality show exibido pela primeira vez em TV aberta, no Brasil, na busca por um novo ídolo do UFC

U

Por Diogo Patroni

m contrato milionário com o Ultimate Fighting Championship (UFC), e o status de ídolo do MMA, no Brasil e no mundo. Esse é o principal propósito do reality show The Ultimate Fighter (TUF), uma das atrações criadas pelo UFC, em 2005 e de grande sucesso nos Estados Unidos. A edição brasileira produzida pela Floresta, em parceria com o UFC, foi exibida pela primeira vez em TV Aberta, no Brasil, pela Rede Globo, no dia 1º de abril, e contará com 13 episódios até o confronto final, válido pelo UFC 147. Integram a casa do TUF 16 lutadores (oito da categoria pena – até 66 kg e oito da categoria médio – até 84 kg), divididos em dois grupos: Time Vitor e Time Wanderlei. Na atração eles literalmente “lutam” pela oportunidade de suas vidas: a chance de integrar o hall de lutadores badalados do UFC, maior franquia de MMA do mundo. Para isso contarão com o apoio técnico dos profissionais Vitor Belfort e Wanderlei Silva, treinadores de cada uma das equipes. Para apimentar ainda mais a rivalidade, Belfort e Silva, vão se enfrentar no UFC 147, em due-

lo que marcará o final da atração. Assim como ocorre no TUF norte-americano, os lutadores que perderem seus duelos, não podem deixar a casa e devem

Assim como ocorre no TUF norte-americano, os lutadores que perderem seus duelos, não podem deixar a casa e devem permanecer no confinamento até o final permanecer no confinamento até o final. “Existem duas razões para eles ficarem. A primeira é que devem ajudar suas equipes nos treinamentos, e a segunda que podem substituir alguém que venha a se contundir”, explica a diretora geral da atração e produtora da Floresta, Elisabetta Zenatti.

Ostreinadores Time Vitor

Time Wanderlei

Técnico: Vitor Belfort Rodrigo Artilheiro (Wrestling) Francisco Filho (Karatê) Luiz Carlos Dórea (Boxe) Gilbert “Durinho” Burns (Jiu-Jitsu)

Técnico: Wanderlei Silva Rafael Cordeiro (Muay Thai e MMA) Fabrício Werdum (Jiu-Jitsu) Renato Babalu (Wrestling e MMA) Andre ‘Dida’ Amade (Boxe)

www.revistaendorfina.com.br

117


nocaute Conheça os times:

Time Vitor (Verde) Hugo Wolverine

Rodrigo Damm

Godofredo Pepey

Anistávio Gasparzinho

Cézar Mutante

Peso Pena

Daniel Sarafian

Thiago Bodão

Sérgio Moraes

Peso médio

Time Wanderlei (Azul) Rony Jason

John Macapá

Marcus Vinícius Vina

Wagner Galeto

Delson Pé de Francisco Chumbo Massaranduba

Peso Pena

Peso médio

[ Ano3 | Número18 ] 2012

118

Renée Forte

www.revistaendorfina.com.br

Leonardo Macarrão


Sangue e suor brasileiro produzindo equipamentos de qualidade

www.fightbrasil.com.br Contato: Tel.: (32) 3554-1323 E-mail: fightbrasil@uol.com.br


nocaute

[ Ano3 | Número18 ] 2012

A estreia do TUF no Brasil vem de encontro ao momento vivido pelo “boom” do MMA no país, principalmente por conta da divulgação dos eventos na TV Globo. Segundo Elisabetta o reality show chega para deixar a sua marca. “O Brasil amadureceu e a paixão pelo UFC cresceu rapidamente. Isso só acelerou o processo, já que vínhamos nessa pré-produção sigilosa há quase um ano”, declara.

120

Provocações O jogo de intrigas é evidente. Durante os episódios os treinadores se “alfinetam” e se provocam, por conta da animosidade existente entre ambos desde a vitória de Belfort sobre Wanderlei Silva, no UFC Brasil, realizado em 1998, na cidade de São Paulo. Momentos antes da estreia do primeiro episódio, Belfort que comanda os atletas da equipe verde postou em sua conta no twitter: “Não percam hoje à noite o time verde (Hulk) contra o time azul (Smurfs)”. O Cachorro Louco, como é chamado Wanderlei não ficou atrás, e em um dos episódios questionou o posicionamento de Belfort no programa e perguntou. “O cara pediu para ser chato e entrou três vezes na fila. Será que o chato, sabe que é chato?”, indagou. De acordo com Elisabetta Zenatti, essa

“O programa é muito real, a gente deixa rodar da forma como ele exatamente é”

é a essência do reality show, porém a fórmula norte-americana envolve mais conflitos e discussões. “O programa é muito real, a gente deixa rodar da forma como ele exatamente é. Diria que se assemelha mais a um documentário. Nos Estados Unidos o convívio dos lutadores é muito mais agressivo. Já os nosso são mais calminhos”, compara a diretora geral. Celeiro de campeões A atração popular nos Estados Unidos, já revelou nomes como Forrest Griffin (campeão peso meio pesado TUF1), Kenny Florian (2º colocado peso médio TUF1), Rashad Evans (campeão peso pesado TUF2), Michael Bisping (campeão meio pesado TUF3), Ryan Bader (campeão meio pesado – TUF Team Nogueira x Team Mir). Até o “gordinho” Roy Nelson já foi campeão do reality, na edição do TUF Pesos Pesados, contra Brendan Schaub.

www.revistaendorfina.com.br

Os brasileiros Rodrigo Minotauro e Junior Cigano dos Santos, já participaram da atração como treinadores. Minotauro comandou o Team Nogueira contra o Team Mir, de Frank Mir. Na luta final o norte-americano levou a melhor sobre o brasileiro. Já Junior Cigano dos Santos foi treinador do Team dos Santos, enquanto Brock Lesnar comandou o Team Lesnar, porém o duelo entre os dois técnicos não ocorreu por conta de uma diverticulite de Lesnar. Dentre os participantes, Diego Ceará Brandão é o único brasileiro a vencer o reality show, quando participou do TUF Team Bisping x Team Miller. Brandão que integrou a equipe treinada por Michal Bisping derrotou Dennis Bermudez do time de Jason Miller, no dia 3 de dezembro de 2011. Sonho do UFC Ao todo foram mais de 5 mil lutadores inscritos de todos os cantos do país, sendo que 500 passaram pela observação criteriosa do staff do UFC. Em seguida foram escolhidos os 32 que participariam do primeiro episódio. Destes apenas os 16 vencedores seguiram na atração e partiram para o confinamento, mas apenas dois (um de cada categoria) poderá assinar um contrato milionário com o UFC. “Esses meninos serão campeões mundiais. A partir do momento que eles entrarem no UFC vão virar ídolos. Isso é bom para o marketing pessoal. É como se você fosse escolhido para pilotar um fórmula 1”, avalia Zenatti. De acordo com a diretora geral, a atração já superou as expectativas e o sucesso faz com que os brasileiros tenham uma nova edição do TUF (The Ultimate Fighter) programada para o futuro. “O programa está no começo e vão ter mudanças, emoções e algumas viradas. Certeza que vai ter a segunda edição, só não sei quando”, despista. No entanto, rumores dão conta que na segunda atração os treinadores seriam: Maurício Shogun e Lyoto Machida. Agora só nos resta aguardar e torcer!


www.revistaendorfina.com.br

121


na academia

Forca

debaixo d’água Conheça o Hidro Band Ball, aula que fortalece os músculos e possibilita maior resistência corporal, além de outras modalidades aquáticas oferecidas por diversas academias!

[ Ano3 | Número18 ] 2012

Por Adriane Schultz

122

U

ma aula na piscina nunca uniu tantos benefícios como a Hidro Band Ball. A aula, que acaba de ser lançada na academia Competition, está atraindo cada vez mais alunos para a água! O diferencial é um objeto utilizado durante a aula que é uma combinação de elástico e bolsa flutuante. “O Hidro Band Ball é uma forma dife-

rente de utilizar acessórios na hidroginástica. Acrescentamos um equipamento que contém uma bola de borracha com dois extensores em sua lateral. Assim conseguimos realizar um trabalho de resistência e força muscular devido aos componentes elásticos que não perdem suas propriedades dentro d’água”, explica Daniela Regina da Silva, responsável por trazer a nova modalidade aquática para

www.revistaendorfina.com.br

a rede Competition. Além de trabalhar a postura do aluno, a aula ainda ativa a circulação sanguínea, melhora o condicionamento físico e respiratório, dá mais flexibilidade e equilíbrio ao corpo. “Há um trabalho de força muscular, tanto de membros superiores como inferiores. O equipamento cria uma instabilidade na água, causando desequilíbrio e, assim, forçando o aluno a exercitar os músculos. A aula também tem ótima funcionalidade sobre os músculos do glúteo, abdutores e adutores de coxa, quadríceps e posteriores de coxa”, comenta Daniela. O empresário José Luiz Ziembik pratica a aula há um mês e se interessou pela modalidade após ler uma reportagem. “Percebi uma melhora na respiração, além de maior concentração no dia a dia. A aula também me trouxe maior força muscular”, comentou. Vera Borges também é fã da modalidade aquática: “A aula tem uma dificuldade maior, pois os movimentos feitos na água são diferentes dos habituais de uma hidroginástica. É uma aula que trabalha muito os braços e as pernas”. O Hidro Band Ball começa com um aquecimento, que é a parte principal, quando se utiliza o Band Ball como um acessório que potencializa os exercícios. Ao final da aula, o ritmo diminui e vem o relaxamento. O ideal é usar roupas adequadas para a prática do exercício aquático. A aula dura em torno de 45 minutos e pode eliminar até 500 calorias! “Para os nossos alunos que tem apenas a hidroginástica como atividade física, às vezes por gosto ou por limitações e restrições médicas, essa aula traz um amplo repertório de movimentos e diferentes experiências, obtendo ótimos resultados”, completa Daniela.


Fotos: Competition

Novidades aquáticas nas academias Outras academias também estão investindo em diferentes e criativas formas de fazer exercícios na água Boot Camp Acqua Imagine fazer parte de um treinamento militar dentro d’água! No Boot Camp Acqua, os alunos simulam atividades de circuitos militares como escaladas e remadas, além de salvamentos e exercícios que exijam força na água. O grupo de alunos pode ser dividido em subgrupos como se fossem pequenos pelotões. Prepare-se para uma aula bem pesada e de muito gasto calórico! Onde encontrar: Academia Runner e Companhia Athletica Acqua Spin Já pensou em andar de bicicleta dentro d’água? Esta aula fortalece a musculatura dos membros inferiores e superiores, melhora a capacidade respiratória e reduz a sobrecarga na coluna vertebral, joelhos e tornozelos. É uma ótima opção para quem quer deixar o sedentarismo, perder peso, reduzir a celulite e melhorar o condicionamento físico. São usadas bicicletas especiais e sapatilhas de neoprene. Cada aluno define a carga e o ritmo de pedalada. Músicas agitadas são fundamentais para deixar a aula mais empolgante. Onde encontrar: Bodytech

Acqua Trainning É dividida em três etapas para dinamizar o treino: Acqua Spin, Hidro Power e Deep Running. É a união perfeita de atividades com baixo impacto para manter ou conquistar a boa forma durante o inverno. Exercícios na piscina são indicados para recuperação de lesões, podem ser praticados por pessoas de todas as idades e para quem deseja melhorar o condicionamento físico. - Acqua Spin: desenvolve a capacidade aeróbica, força e resistência muscular. - Hidro Power: hidroginástica de alta intensidade, que fortalece o sistema funcional e muscular, com ênfase nos membros inferiores. Também melhora os níveis de força, flexibilidade e aumenta a circulação sanguínea e a resistência cardiorrespiratória. - Deep Running: a corrida aquática é uma atividade completa e une condicionamento aeróbico, muscular, perda de peso e tonificação corporal. Pode ser praticada para reabilitação. Durante a aula são utilizados coletes de sustentação para facilitar a flutuação. Diferente da corrida indoor, os pés não podem ser apoiados no piso da piscina e ficam suspensos. O ritmo é intenso e

www.revistaendorfina.com.br

trabalha força, flexibilidade, equilíbrio e resistência. Resultados: melhora a performance de corrida, a postura e desenvolve a capacidade cardiorrespiratória e consciência corporal. Onde encontrar: Bodytech Hidro Jump Reebok Aulas de hidroginástica com exercícios realizados sobre um mini trampolim (Jump). Tem alto gasto calórico e baixo impacto. A modalidade é indicada para praticantes de todos os níveis de condicionamento físico e para recuperação de algumas lesões. Melhora o tônus muscular dos membros inferiores. Onde encontrar: Reebok Triathlon Indoor Aula aeróbica e de intenso gasto calórico composta por três atividades: natação, ciclismo e corrida. As sessões possuem duração de 70 minutos. Onde encontrar: Bodytech Condicionamento Surf No total, são 60 minutos de condicionamento específico para o surf. A aula inclui treinamento de remadas em prancha, apnéias e exercícios abdominais. Onde encontrar: Reebok

123


pilates

Pilares para o

Pilates A popularização do Pilates contribui para que os estúdios especializados sejam vistos como uma boa alternativa de negócio. Endorfina reuniu dicas para quem pensa em investir na criação do seu próprio espaço

N

“Muita poluição visual, sonora e do ar, pode atrapalhar o processo de sensibilização e concentração”

Fotos: Physio Pilates

ão é de hoje que o Pilates vem acumulando fãs. A versatilidade da técnica, que exige concentração e força, conquistou diferentes públicos e proporcionou a popularização do segmento. Hoje em dia, academias, clínicas, além de pequenos estúdios independentes, têm se encarregado de disseminar o método. Apesar do reconhecimento e aceitação do Pilates, a tentativa de se “aventurar” como empreendedor na área requer cuidados. Ainda que remeta a uma iniciativa com grande reputação, a ideia não deixa de ser um negócio. Sendo assim, também são necessários aprimoramentos técnicos para que o projeto seja de fato rentável.

Por Leticia Martines

[ Ano3 | Número18 ] 2012

Onde começar

124

Ainda assim, por mais que esses detalhes tornem os primeiros passos um pouco mais suaves, o esforço para se estabelecer no mercado ainda é grande. Nessas duas opções, a montagem do estúdio deve priorizar o cuidado com a sala, a fim de proporcionar um ambiente tranquilo para a atividade. Isso significa que no caso da academia, a sala utilizada deve tentar isolar o barulho, principalmente aquele vindo das trilhas sonoras agitadas das salas de musculação. “Muita poluição visual, sonora e do ar, pode atrapalhar o processo de sensibilização e concentração”, destaca Alice Becker, diretora da Physio Pilates. Já em relação às clínicas, deve-se dedicar atenção ao desenvolvimento de um local agradável e descontraído. Para que o estúdio passe bem longe da ideia de um simples espaço para tratamento e recuperação física. Outra opção é começar um estúdio independente, em um local específico para as aulas de Pilates. Para seguir este modelo de negócio, o proprietário deve programar o investimento em relação aos possíveis gastos, como luz, água, aluguel e funcionários. Apesar de necessitar de maior organização prévia,

Inicialmente, vale considerar o tipo de estúdio que se deseja montar. Começar o projeto em academias ou clínicas pode ser uma boa alternativa, visto que as duas opções contam com a vantagem de já terem estrutura e, principalmente clientela. “A grande maioria dos nossos pacientes vê o Pilates como modalidade que complementa o tratamento pretendido”, revela Daniela Zavatini, médica proprietária da clínica Daniela Zavatini.

www.revistaendorfina.com.br


www.revistaendorfina.com.br

125


pilates

Caso a sala vá receber poucos alunos por aula (sem intenção de aumentar), já é possível organizar um estúdio a partir de 20m² o formato permite que o ambiente seja totalmente planejado para receber apenas as aulas de Pilates, e sem dividir o local com outras técnicas.

Preparação da sala

Para deixar o ambiente do estúdio conforme as recomendações mencionadas, algumas dicas são essenciais. A primeira diz respeito ao espaço físico dedicado para as aulas. Ainda que não exista uma regra fixa é preciso pensar sempre no tamanho do local, em relação ao número de alunos que se pretende receber. Para ajudar, pode-se

um bom resultado, eu recomendo que a sala tenha no mínimo 30m², mas o ideal mesmo é em torno de 40m² e 50m². É como apartamento, uma coisa é morar em uma quitenete, e outra é morar em um de dois quartos.”, exemplifica. Outro ponto importante para que o estúdio receba bem os alunos é a higiene e iluminação. Como muitos exercícios são feitos no solo, é imprescindível que a sala passe constantemente por algum processo de limpeza. Para completar, a iluminação também deve ser observada com atenção durante o projeto. Além de lâmpadas tradicionais,

[ Ano3 | Número18 ] 2012

Como muitos exercícios são feitos no solo, é imprescindível que a sala passe constantemente por algum processo de limpeza. Para completar, a iluminação também deve ser observada com atenção durante o projeto

126

calcular que para cada aparelho são necessários 7m² e, para trabalhos no solo, aproximadamente 4m² por aluno. Caso a sala vá receber poucos alunos por aula (sem intenção de aumentar), já é possível organizar um estúdio a partir de 20m², mas conforme alerta Marcelo Sampaio, gerente de produção da Mardam, se for possível investir em uma sala maior, não pense duas vezes, pois o conforto é primordial. “Para conseguir

a luz natural é sempre bem-vinda, pois colabora para criar o clima agradável e mais harmonioso. Outra indicação é investir em luzes indiretas, para evitar que a iluminação direta atrapalhe a visão dos alunos e instrutores.

Hora da aula

Depois de tudo pronto, é chegada a hora de equipar o estúdio, tanto com aparelhos e acessórios quanto com

www.revistaendorfina.com.br

bons profissionais. Esta, sem dúvida, é a etapa mais importante. No início das atividades, alguns equipamentos básicos já suprem as necessidades e podem servir como base para boas aulas. Segundo Marcelo Sampaio, os itens principais para começar são: Reformer, Cadeira, Barreira, Cadillac, Wall Unit, Soft Ball, Bola 65, Bola 55, Meia Lua e Magic Circle. Os preços são variados, mas Sampaio alerta: “Existem equipamentos


A STILE PILATES TEM ORGULHO DE APRESENTAR SUA LINHA DE EQUIPAMENTOS PARA PILATES E PROPORCIONAR: PARA VOCÊ

PARA SEU ALUNO

Conforto

Flexibilidade

Segurança

Vitalidade

Resistência

Coordenação

Satisfação

Força

E AINDA, UM PRESENTE ESPECIAL PARA VOCÊ: ESTADIA NO CARIBE*

*Vide regras no estande

www.stilepilates.com.br Rua Bernardo Monteiro, 295 - Santa Edwiges | Contagem | Minas Gerais |Brasil | CEP 32040-250 www.revistaendorfina.com.br Telefones: (031) 3334-0232 | (031) 25116236 | (031) 25116230

127


pilates

[ Ano3 | Número18 ] 2012

Ainda que os equipamentos sejam os grandes responsáveis pelo bom andamento das aulas, a peça chave para que tudo corra bem é o instrutor

128

www.revistaendorfina.com.br

com qualidade de oito a 80. Eu diria que o oito sai bem mais caro porque em seis meses, você já vai ter problemas e vai enfrentar a manutenção.” Ainda que os equipamentos sejam os grandes responsáveis pelo bom andamento das aulas, a peça chave para que tudo corra bem é o instrutor. Vale analisar com atenção o currículo, principalmente a parte de cursos realizados pelo profissional. A preferência deve ser por cursos de no mínimo 180 horas, sendo 80 horas de teoria e 100 de prática. Ainda é importante observar a frequência de cursos ou workshops de atualização, para perceber como anda a reciclagem do professor e também o seu interesse no assunto. Para finalizar, a escolha do instrutor ainda depende de alguns detalhes menos objetivos, como analisa Marcelo Sampaio. “O professor deve saber criar uma expectativa para a nova aula, e também tem que demonstrar atenção e até carinho pelo aluno”.


O principal evento de negócios em fitness da América Latina

Este é o ponto alto do ano para todos os decisores do setor de fitness e bem-estar: empresários, gestores, investidores e coordenadores. • Mais de 130 expositores com as maiores tendências e novidades do mercado; • 3 dias de conferência com dezenas de palestrantes nas áreas de marketing, vendas e retenção, finanças, liderança, gestão de pessoas e muito mais; • Oportunidade única para fazer networking. Saiba mais: www.fitnessbrasil.com.br

www.revistaendorfina.com.br

129


endorfina em ação

Mande sua foto A Endorfina quer aumentar a interatividade, e aproximar o contato com os leitores. Mande sua foto, divulgue sua academia. No final do ano a foto mais criativa e inusitada vai receber prêmios especiais. Participe.

29/03/2012 Prof. Kelli Muller. Vidativa Academia - sala de Pole Dance. R. São Francisco de Sales, 171 Vila Salermo - Jundiai-SP. Foto: Sandra Marassato.

28/02/2012 Inauguração da Academia Central Park Jardins. Harry Rosenberg (personal trainer) e a Rainha Hortência. Academia Central Park Jardins. Al. Ministro Rocha Azevedo, 523 – Cerqueira César.

João Roberto Menezes. Academia AmericanGym, Rua Dr. Barcelos, 2035 – Centro - Porto Alegre - RS. Foto: João Roberto Menezes .

12/04/2012

12/04/2012

29/03/2012 Estande da Endorfina na Goiânia Capital Fitness. Centro de Exposições Goiânia.

30/03/2012

Sala de musculação Academia Vila Olímpica. Rua Norma, 58 Campo Grande - Santo Amaro - São Paulo-SP. Foto: Marco Andrade, coordenador de musculação.

Marcos “Juggernaut” Dumont. Academia BH Força. Av. Artur Bernardes, 30 - sobre loja - Santa Lucia - Belo Horizonte – MG. Foto: Tatiana Fontes.

Envie sua foto para

[ Ano3 | Número18 ] 2012

redacao@revistaendorfina.com.br

130

As imagens devem obrigatoriamente conter a Revista Endorfina (pode ser qualquer edição); A imagem deve estar em alta resolução e com boa visualização; A resolução mínima é de 300 dpi; Enviar dados contendo: nome de quem tirou a foto ( ou de quem está na foto), data e local em que a foto foi tirada; 12/04/2012 Endorfina marca presença no 7º Intercâmbio dos Profissionais de Educação Física Sem Fronteiras da FIEP Brasil. Universidade Paulista Unip – Campus Marquês. Av. Marquês de São Vicente, 3001 - São Paulo - SP.

www.revistaendorfina.com.br


www.revistaendorfina.com.br

131


fisioshop

Fisioshop endorfina indica

moda

Calçado minimalista

Óculos para running e indoor A Mormaii Óculos, apresenta mais uma linha voltada para a prática de esportes. Os modelos Athlon são ideais para corredores, ciclistas e triatletas e estão disponíveis em sete cores. O design arrojado se adéqua perfeitamente ao rosto do usuário e dificulta a entrada de vento, poeira e demais detritos. Já as lentes transparentes P400, em policarbonato oferecem proteção total contra a incidência de raios UV, são resistentes à impactos e podem ser utilizadas em diversos ambientes, tanto ao ar livre, indoor ou durante a noite. Além disso, são substituídas conforme a luminosidade do ambiente. Para mais informações acesse: www.mormaioculos.com.br

Cada vez mais a tecnologia está evidente nos calçados. A Adidas apresenta o adiPure Training, calçado exclusivo para os corredores de performance. No entanto, o diferencial está no formato idêntico aos pés descalços, pois separa os dedos, possibilita maior contato com o solo e permite o movimento natural em todas as direções. AdiPure Training chega para inovar o conceito de corrida, uma vez que melhora o desempenho do atleta, e auxilia no fortalecimento e na tonificação muscular das pernas e do quadril. Para mais informações acesse: www.adidas.com

Libere os movimentos

132

fitness

[ Ano3 | Número18 ] 2012

A Nike lançou recentemente mais um modelo da linha de tênis Nike Free Run +, baseado no conceito barefoot, que proporciona o movimento natural e ajuste ao formato dos pés. O Nike Free Run, possui entressola com cortes que facilitam os deslocamentos e dão mais flexibilidade e estabilidade ao usuário. Assim como o cabedal em tela mesh, que aumenta a ventilação e transpiração. A linha conta com três modelos: Nike Free 3.0 , Nike Free 4.0 e Nike Free Run+3. Esse último vem com o chip Nike plus, compatível com Ipod e Iphone para que o corredor acompanhe melhor a sua performance. Para mais informações acesse: www.nike.com.br

Bandagens para atletas Atenção corredores e demais praticantes de atividades físicas. Acabam de chegar ao Brasil, as bandagens rígidas Endura Tape, exclusivas para o tratamento de lesões musculares, entorses e demais problemas nos ombros, joelhos e articulações. Diferentemente das bandagens elásticas, as fitas rígidas proporcionam mais resultados, pois agem diretamente no local afetado. O produto (tradicional no exterior) será comercializado no mercado brasileiro, por intermédio da White Shark, e pode ser encontrado em duas formas: Bandagem Endura Tape normal, ou Endura Fix, bandagem antialérgica para aplicação sob a Endura Tape. Para mais informações acesse: www.whitesharksports.com

www.revistaendorfina.com.br


Saúde Adeus gordura O Oxylin Pro é mais um lançamento da Arnold Nutrition, e atua como termogênico na queima de gorduras, redução de medidas e na promoção de energia para o treinamento. A exclusiva fórmula ajuda na melhora do humor e na busca por resultados duradouros. O produto está disponível em packs com 90 cápsulas. Para mais informações acesse: www.nutribrands.com.br

Sobremesa saudável
 Para quem busca saciar a vontade de comer doces, mas deseja manter uma alimentação equilibrada e com baixos teores de açúcar. A Trio Alimentos lança a linha barras de cereais de sobremesas. Agora é possível saborear o pavê de chocolate, o mousse de chocolate, a torta de maça e o tradicional morango com chantily. Todas as opções podem ser encontradas na versão light, com apenas 69 calorias por embalagem. Para mais informações acesse: www.trio.net.br

Inovação na proteína A Bodytek, empresa de suplementos nutricionais, lança no mercado brasileiro a sua mais nova proteína isolada, o Iso Whey Dual Action. Com altos níveis de aminoácidos, o produto é fonte para a boa nutrição muscular, uma vez que é considerado proteína pura e constituído por mais de 90% de proteína com alto valor biológico. Para mais informações acesse: www.bodytekbrasil.com.br

Academia em casa

Elíptico circular

O Rubber Fit é um equipamento versátil que possibilita o treino de diversos grupos musculares, em um único equipamento. Ele conta com todos os benefícios que o treinamento com rubber oferece. Fixado na parede permite o posicionamento da altura e ajuste conforme o exercício realizado. Além disso, é possível alterar a carga de treino e aumentar ou diminuir a intensidade, com os conjuntos de rubbers. Para mais informações acesse: www.sanny.com.br

O Elíptico Circle Fit 250, da Embreex traz ao mercado um novo conceito em equipamentos para fitness. Diferentemente dos elípticos tradicionais, o aparelho realiza movimentos circulares laterais, tanto no sentido horário como anti-horário. Com isso é possível reduzir medidas, tonificar e modelar o corpo. Circle Fit 250 traz ainda: Painel em LCD com monitoramento da velocidade, tempo, distância percorrida, perda calórica e níveis de pulsação; 11 programas de exercícios; carenagem em alumínio; regulagem eletrônica e sapatas auto-ajustáveis. Para mais informações acesse: www.embreex.com.br

Pedal elétrico Sustentabilidade é o tema da vez, pois diversas são as campanhas incentivando o consumo consciente dos recursos naturais e a preservação ambiental. Baseada nessa premissa, a Evolui Bike lança a bicicleta elétrica Classic, com baterias recarregáveis. O modelo é prático e conta com design clássico, quadro em aço, câmbio shimano 6V e motor de 250 watts. Já a bateria possui autonomia para 40 km e recarga de seis horas. Com isso a bike pode atingir até 25km/h, e auxiliar nos deslocamentos do dia a dia. . Para mais informações acesse: www.evoluibike.com.br

www.revistaendorfina.com.br

133


sô frazão responde

Perguntas & respostas com Solange Frazão

[ Ano3 | Número18 ] 2012

1. Olá Solange, gostaria de saber como faço para eliminar as “terríveis” celulites? Já não tomo mais refrigerante e reduzi a ingestão de frituras, porém sempre sobra um espacinho para o pastel de feira. Tenho 28 anos, e quando posso costumo dar uma leve caminhada no final do dia, mas os furinhos ainda continuam. Me ajude por favor! Débora Cristina Casteloni – São Paulo-SP Olá Minha querida Débora. A celulite é realmente um problema difícil de eliminar, porque envolve muitas coisas ao mesmo tempo como: alimentação errada, falta de exercícios, dormir pouco (ou muito), retenção de líquidos devido aos fatores hormonais, falta de hidratação, entre outros. Para definitivamente combater a celulite você deve se dedicar 100% nesta jornada. Não pode sobrar nenhum “espacinho” para frituras, doces, refrigerantes e demais guloseimas. Você também vai precisar se dedicar mais aos exercícios. Uma simples caminhada é pouco. Terá que acrescentar a musculação, ou qualquer outro exercício que trabalhe a musculatura por pelo menos quatro vezes por semana. Para completar você deve dormir melhor e tomar oito copos de água durante o dia. O resultado será incrível e vai melhorar a sua saúde. Beijos!

2.

Após um longo tempo inativo, estou voltando a praticar atividade física. Não gosto de puxar ferro, e prefiro algo mais light como ca-

minhada e quem sabe uma corrida. Será que posso ganhar músculos com essas atividades ou vou apenas emagrecer? Thiago Luis Bispo – São Paulo-SP Thiago, realmente não será possível ganhar músculos apenas com uma caminhada, ou até mesmo com a corrida. Para se obter uma hipertrofia (aumento do tamanho do músculo), você precisa estimulá-lo de maneira mais intensa e específica. A musculação desempenha este papel de maneira perfeita, e previne lesões que podem ser originadas em atividades como a corrida. A musculação é parte fundamental desta preparação. Por isso querido, vale a pena você repensar e partir para a musculação. O resultado será fantástico.

Solange Frazão é apresentadora, defensora da qualidade de vida e colunista da Revista e do Portal Endorfina.com

Mande sua pergunta para redacao@revistaendorfina.com.br que a Sô Frazão Responde

www.revistaendorfina.com.br


www.revistaendorfina.com.br

135


Acesse www.facebook.com/MIDWAYLABS e concorra a uma consulta especial com o Personal Carlos Tomaiolo

“Com a Midway tive minha maior evolução muscular.”

[ Ano3 | Número18 ] 2012

O MELHOR PRODUTO NAS MELHORES LOJAS

136

www.revistaendorfina.com.br

Revista Endorfina 18 - Especial Três Anos  

Edição comemorativa de aniversário com a rainha Marta