Page 1

Revista da Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação Edição 27 - Novembro e Dezembro de 2017 - Ano VI

Menos barulho mais conforto Cada vez mais em evidência, conforto acústico cresce em importância no segmento HVAC

Refrigeração industrial rumo à plena eficiência energética

Noite do Clima reúne associados e parceiros celebrando o ano


Programa ASBRAV de Ensino e Treinamento

PatrocĂ­nio


TURNO VALOR (mensais) Tarde R$ 295,20 Noite R$ 369,00

TURNO VALOR (mensais) Tarde R$ 287,20 Noite R$ 359,00


editorial

Qualificar para ampliar mercados Percebemos que o mercado deu uma leve guinada positiva em 2017, comparando com os momentos difíceis que vivemos nos anos de 2015 e 2016. A expectativa de ASBRAV é de crescimento do setor de aproximadamente 7% até o final deste ano, com a importante parcela de aumento de cerca de 20% nas vendas dos minisplits nos últimos doze meses. Os dados ainda nem se comparam com aqueles que tivemos em anos como 2013 e 2014, mas já demonstra que podemos sonhar com um futuro mais próspero a partir de janeiro. Muito trabalho nos espera em 2018 e a ASBRAV segue desenvolvendo qualificações fundamentais para que o nosso segmento continue forte e atualizado. O mercado está começando a aquecer e precisamos estar preparados. Por isso, estamos avaliando as principais necessidades do setor e vamos oferecer diversos cursos nos próximos meses. Nosso objetivo é qualificar, cada vez mais, os profissionais que trabalham e levam qualidade até o consumidor final, estejam eles em mercados, frigoríficos, empresas de diversos segmentos ou nas residências. Uma das novidades deverá ser o curso de mecânico de sistemas de água gelada, que deverá ocorrer em março de 2018. Além disso, manteremos qualificações como psicrometria, ventilação, carga térmica, difusores e dutos, ciclos de refrigeração, equipamentos de ar condicionado, mecânico de ar condicionado, instalação de split e split inverter, por exemplo. Eduardo Hugo Müller Presidente da ASBRAV

DIRETORIA EXECUTIVA Gestão 2017/2018 Presidente: Eduardo Hugo Müller 1ª Vice-presidente: Paulo Fernando Presotto 2º Vice-presidente: João Carlos Antoniolli 3º Vice-presidente: Mário Alexandre Möller Ferreira Secretário: Anderson Rodrigues Tesoureiro: Adão Webber Lumertz Diretoria de Comunicação e Marketing: Márcio Hoffchneider Diretoria Administrativa Financeira: Luiz Afonso Dias Secretário: Anderson Rodrigues Diretoria Institucional:Sérgio Helffensteller Diretoria de Ensino e Treinamento: Paulo Otto Beyer Diretoria Técnica: Ricardo Albert Diretoria Patrimônio: Adão Lumertz Diretoria Social: Hani Lori Kleber Diretoria Setorial Ar Condicionado: Fernando Pozza Diretoria Setorial Refrigeração: Marcelo Marx Diretoria Escritório Regional SC: Arivan Zanluca Diretoria Escritório Regional PR: Carlos Ribeiro CONSELHO DELIBERATIVO Gestão 2017/2018 Conselheiros Titulares: Bolivar Peres Fagundes Gilmar Luiz Pacheco Roth Luiz Alberto Hansen Madeleine Schein Marcos Kologeski Mario Henrique Canale Mauricio Fernandes Barbosa de Carvalho Rafael Torres Telmo Antonio de Brito Conselheiros Suplentes: João Henrique Schmidt dos Santos Marco Machado Cesa Ricardo Vaz de Souza CONSELHO EDITORIAL REVISTA ASBRAV Coordenadora: Madeleine Schein, Cristiane Paim, Hani Lori Kleber, Luiz Afonso Dias e Márcio José Pereira Hoffchneider, Rafael Leal Guimarães e Telma Rosa Jornalista Responsável: Marcelo Matusiak (MTB 10063) Redação PlayPress: Francine Malessa, Mariana da Rosa Tiragem: 400 exemplares impressos e 10 mil contatos eletrônicos Impressão: Gráfica Odisséia

assessoria@asbrav.org.br (51) 3342-2964 / 3342-9467 (51) 9 8634 2416 / 9 8634 2417 SEDE RIO GRANDE DO SUL (PORTO ALEGRE) Rua Arabutan, 324 Bairro Navegantes Porto Alegre/RS CEP 90240-470 ESCRITÓRIO REGIONAL DE SANTA CATARINA E-mail: asbrav.sc@gmail.com ESCRITÓRIO REGIONAL DO PARANÁ E-mail: asbrav.pr@gmail.com

www.asbrav.org.br

04 - Revista ASBRAV


índice

06 Para não entrar no vermelho Entrevista: Engenheiro eletricista Julio Cezar Kalata

14 Estudo em tanques térmicos cilíndricos e semicilíndrico

16 Em alta: vendas de ar condicionado devem subir 20% por causa do verão

17 21 22

56ª Noite do Pinguim reúne empresas do setor

Artigo Técnico: Refrigeração industrial rumo à plena eficiência energética Projeto e obra com toque sustentável

Revista ASBRAV - 05


entrevista

Para não entrar no vermelho Entrevista: Engenheiro eletricista Julio Cezar Kalata

ambientes residenciais, contudo, sempre deverá ser considerada a necessidade de investimento. Faz-se necessário um diagnóstico correto do cenário onde o equipamento está ou será instalado, das características do ambiente e do comportamento dos usuários. Podem ser adotadas soluções complexas, incluindo automação, sistemas de controle, condicionadores com alta tecnologia agregada ou simplesmente melhorias na isolação do ambiente e conscientização.

Revista ASBRAV - Um estudo realizado pelo governo apontava que o horário de verão não reduzia mais o consumo de energia. Pode-se afirmar que a popularização dos equipamentos de A chegada do verão vem acompanhada do re- ar condicionado é o principal responsável por ceio dos consumidores com o aumento da conta esse fenômeno? de energia elétrica devido ao uso frequente de equipamentos de ar condicionado e por exigir Julio Cezar Kalata - Este é um dos fatores que mais dos aparelhos refrigeradores. O engenheiro contribui para o aumento do consumo, porém eletricista Julio Cezar Kalata explica que indepen- não é o principal. As perdas por falta de investidente da época do ano, o modo de utilização é o mentos no sistema elétrico que vão acumulando principal responsável pelo aumento de consumo. ao longo do tempo e ausência de indicadores de Kalata é especialista em eficiência energética, desempenho adequados na indústria fazem com mestre em sistemas de energia e meio ambiente que a diferença seja cada vez menor no horário de verão. Uma oportunidade seria a implantação e consultor em sistemas de gestão de energia. do sistema de gestão de energia na indústria seguindo a norma ABNT NBR ISO 50001 tornando, Revista ASBRAV - Quanto representa para o desta forma, uma ação permanente e indepenconsumidor a utilização frequente dos equipadente do horário verão. mentos de ar condicionado? Como aplicar um projeto de eficiência energética nas residências? Julio Cezar Kalata - A representatividade é uma função direta da capacidade do aparelho e as características do ambiente. Quanto maior for o tempo em o que o compressor estiver em funcionamento, maior será o consumo e, portanto, mais significativa será a utilização do ar condicionado em relação aos outros equipamentos. Em determinadas situações pode representar até 50% do consumo total. Com relação aos projetos, existem muitas possibilidades para reduzir o consumo e aumentar a eficiência energética em

06 - Revista ASBRAV


Revista ASBRAV - O refrigerador também pode aumentar o consumo de energia durante este período?

Julio Cezar Kalata - Independentemente do período, o modo de utilização é o principal responsáJulio Cezar Kalata - Podemos considerar dois vel pelo aumento de consumo. A quantidade de tipos de medidas: racionar ou tornar eficiente. vezes que a porta é aberta, manutenção, limpeza Utilizar um programador para desligar é uma e instalação são fatores que devem ser monitomaneira de reduzir o consumo através do racio- rados. namento, porém, pode gerar insatisfação dos usuários ou até mesmo o impedimento de algum Revista ASBRAV - Nos últimos meses temos tipo de trabalho. Tornando o sistema eficiente, acompanhado a manutenção da bandeira vero consumo de energia vai reduzir de forma sus- melha nas contas de luz. Acreditas que este tentável. Por exemplo, a escolha correta do con- comportamento deve permanecer? Quais são dicionador, a instalação adequada e o ambiente os hábitos que os consumidores podem adotar isolado termicamente irão tornar o sistema efi- para evitar uma fatura alta? ciente sem gerar desconforto aos usuários. Julio Cezar Kalata - Comentar que falta de planeRevista ASBRAV - Quais serão os impactos da jamento e investimentos podem resolver o prosuspensão da produção e venda de equipamen- blema não é nenhuma novidade, estes são obritos de ar condicionado, refrigeradores e conge- gatórios e têm que ser realizados na prática e não ladores que consomem muita energia? somente na teoria. Para o consumidor, cabe o entendimento que pequenas ações e pequenas Julio Cezar Kalata - Esta é uma excelente medida mudanças de hábitos vão produzir reduções na que deveria ter sido adotada há muito tempo. conta de energia ao longo do tempo. Também, Tanto os consumidores quanto o sistema elétrico quando possível, realizar a troca de produtos de serão beneficiados. Em termos de consumo de baixa eficiência por produtos de alta eficiência, energia elétrica, o impacto é imediato. Em ter- como, por exemplo, a substituição de luminárias, mos de custo, a competitividade entre as empre- eletrodomésticos e condicionadores de ar. sas deve manter o mercado próximo aos preços atuais.

Revista ASBRAV - 07

entrevista

Revista ASBRAV - Quais medidas podem contribuir para a redução da conta de luz? Programar o equipamento para desligar dentro de um período específico e manter uma determinada temperatura colaboram?


notas e lançamentos

Ação reforça compromisso com ONU Mulheres

Aplicativo brasileiro atinge 75 mil usuários

A Ingersoll Rand, líder mundial na criação de ambientes confortáveis, sustentáveis e eficientes, das marcas Club Car, Ingersoll Rand, Thermo King e Trane, participou como empresa parceira do 7º Fórum Mulheres em Destaque, que aconteceu nos dias 29 e 30 de novembro de 2017, em São Paulo, como forma de incentivar a discussão sobre a equidade de gêneros nas corporações. O evento realizado no Villa Blue Tree, na Chácara Santo Antônio, teve a cooperação da ONU Mulheres e do HeForShe. Na ocasião, a Ingersoll Rand reiterou o compromisso no Brasil com a Diversidade e a inclusão, como empresa signatária da ONU Mulheres. Para oficializar esse apoio à causa, estiveram presentes no Fórum o vice-presidente para a América Latina da empresa, Ricardo Abdalla, e Plínio Kato, diretor de Projetos da Ingersoll Rand.

Solução em economia de energia a partir de retrofit

O aplicativo Be-a-Bá da Elétrica, disponibilizado de modo gratuito e cujo público alvo são profissionais das diversas áreas da Engenharia, tem apresentado um alto índice de downloads em outros países. O app consiste em um guia prático de elétrica, que reúne conceitos, normas e tabelas, além da ferramenta Be-a-Bá PRO, que permite cálculos automáticos para todos os tipos de dimensionamentos.

A Superfrio, empresa especializada em soluções de refrigeração para o varejo, realizou, pela primeira vez, o procedimento de retrofit com a utilização da linha de fluidos refrigerantes sustentáveis OpteonTM em uma loja de uma das maiores redes varejistas do Brasil localizada em São Paulo.

O aplicativo foi idealizado pelo Engenheiro Eletricista e empresário paranaense Fábio Amaral, da Engerey Painéis Elétricos, e lançado em parceria com a Reymaster Materiais Elétricos. Disponibilizado no final de 2015, o app já contabiliza 75 mil downloads, sendo um sucesso em sua área.

Em parceria com a Chemours, empresa líder em produtos fluorados, a Superfrio tornou-se a primeira companhia da América Latina a aplicar OpteonTM XP40 em um supermercado. Opteon™ XP40 faz parte da linha de fluidos refrigerantes à base de Hidrofluorolefina (HFO) que possuem zero potencial de degradação da camada de ozônio e baixo potencial de aquecimento global.

O Be-a-Bá da Elétrica já existia em sua versão impressa desde 2003, com distribuição dirigida a estudantes e profissionais da área em todo o Brasil. Durante a publicação da sexta edição do guia, Amaral decidiu criar um aplicativo com o conteúdo do guia impresso, incluindo ferramentas para cálculos elétricos. Em pouco mais de seis meses no ar, o app atingiu 20 mil downloads em mais de 50 países. Para baixar o app acesse: www.engerey.com.br/be-a-ba-da-eletrica.

08 - Revista ASBRAV


A Trane - líder global no fornecimento de soluções e serviços de conforto interior e uma marca da Ingersoll Rand, investe constantemente em inovações para atender as necessidades do mercado brasileiro e reforça a sua liderança com a nova linha de equipamentos Mini-split voltada para ambientes residenciais e pequenas áreas comerciais. Atualmente o ar condicionado residencial deixou de ser um artigo de luxo e passou a ter papel fundamental na qualidade de vida dos brasileiros. Por isso, é importante utilizar um equipamento adequado para climatizar o ambiente com controle de temperatura, umidade, renovação e filtragem de ar. Todos estes opcionais estão disponíveis através da nova linha Mini-split Trane: U-Match, com fluido refrigerante R-410A, que oferece ao consumidor a opção de selecionar a unidade condicionadora que melhor cumpra as suas expectativas de design e conforto para cada ambiente.

Danfoss doa tecnologias para retrofit Para aproximar ainda mais o aluno do mercado, a Danfoss colaborou com o retrofit do laboratório de refrigeração comercial da Escola SENAI Oscar Rodrigues Alves, localizada no bairro do Ipiranga, na cidade de São Paulo. A empresa doou soluções como o ADAP-KOOL, Interface Homem Máquina (IHM), controladores eletrônicos e válvulas eletrônicas de última geração, focando na melhoria do desempenho energético dos sistemas que compõem o laboratório. A aplicação ocorreu em todo o laboratório de refrigeração comercial da Escola. A parceria entre a Danfoss e o SENAI-SP teve aplicação direta na automação e controle do rack de resfriados e das unidades condensadoras, além de compor painéis para automação de expositores e câmaras frigoríficas.

Soluções inovadoras exibidas em Seminário

Equipamentos que emitem menos ruídos e sistemas que se adaptam de maneira mais simples às necessidades do cliente. Estas foram algumas das novidades apresentadas pela Evapco Brasil em seminário realizado na sede da ASBRAV em Porto Alegre (RS). O encontro reuniu empresários do setor e teve a apresentação do especialista em refrigeração e ar condicionado da empresa, Bruno Bonaldi, que falou sobre condensadores evaporativos. Segundo o diretor comercial da Evapco Brasil, Wagner Marinho Barbosa, os novos equipamentos possuem tecnologias inéditas no país.

Frigelar entre as melhores empresas online A Frigelar foi reconhecida como uma das melhores empresas para o consumidor no prêmio Revista Época ReclameAqui, na categoria de “E-commerce/Refrigeração”. A empresa ficou em 3° lugar e somou 15.957 pontos e 15.939 votos. O evento movimenta mais de 1.400 empresas no Brasil. Só no ano passado foram mais de 4 milhões de votos para as 300 empresas que estavam concorrendo em 85 categorias. No total, a premiação recebeu mais de cinco milhões de votos.

Revista ASBRAV - 09

notas e lançamentos

Trane atualiza portfólio de Mini-splits


capa

Menos barulho. Mais conforto Certificação Well impulsiona negócios e ajuda a pensar no conforto do usuário Montar um ambiente confortável passa, sem dúvida, pelos especialistas do segmento HVAC, que podem interferir diretamente no conforto térmico de quem vai habitar o local. Porém, outra sensação de bem-estar está cada vez mais em evidência no mercado: o conforto acústico. Estudos mostram que uma pessoa passa cerca de 90% da vida dentro de ambientes fechados. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), os efeitos do ruído sobre o corpo humano são devastadores, com consequências fisiológicas e patológicas, causando problemas que vão desde a hipertensão até transtornos psíquicos e sexuais, desordem do sono, perda de audição, úlceras gástricas e estresse crônico.

Trane preocupada com diminuição do ruído

cárias, e em outros, não muito precisos, o que acarreta vez por outra sérios problemas entre clientes, projetistas, fabricantes e instaladores, logo após ás suas aplicações. Outra questão, são os custos para execução de projetos acústicos, com diferenciais consideráveis entre uma obra a - Mesmo pessoas que se dizem acostumadas ser instalada, e outra já existente, esta sempre com o ruído, não percebem que, na verdade, fica mais dispendiosa, em virtude dos níveis de essa convivência pacífica com o problema é de- pressão sonora que deverão ser atingidos para terminada por uma gradual e irrecuperável per- atender a legislação, da pressão estática dispoda auditiva. Para a solução dos problemas cita- nível nas máquinas, e não menos importantes, dos, convém lembrar sobre a necessidade dos os espaços disponíveis no entorno das mesmas projetistas e proprietários dos empreendimen- – salienta. tos, buscarem assessoria de profissionais especializados na área de acústica, observando corre- O profissional relata que, em relação a pressão ta avaliação e aplicação das principais normas na estática disponível, que é de fundamental imfase de projeto. É importante termos ciência que portância para o desenvolvimento de projetos a poluição sonora é a 3ª maior causa de polui- acústicos, é preciso trazer a luz que em alguns ção ambiental, conforme levantamento da OMS casos ocorrem dificuldades em obtê-la junto ao – explica o presidente do Conselho Deliberativo fabricante. É de fundamental importância que da ASBRAV, Gilmar Roth. Com experiência de muitos anos trabalhando para resolver problemas de ruídos do segmento, através da empresa Acústika Sul, Roth destaca quais são as principais dificuldades nesse processo. - As primeiras dificuldades são as informações acústicas dos equipamentos em geral (os espectros de LwA, potência sonora e LpA, nível de pressão sonora) que em alguns casos são pre- Produto da Evapco

10 - Revista ASBRAV


O engenheiro salienta que cada suspensão tem uma frequência própria de funcionamento, que confere o grau de isolamento adequado a cada os projetistas de climatização e refrigeração, so- caso. Por isso, a importância de entender as rolicitem um estudo prévio de monitoramento de tações dos equipamentos a serem suspensos. ruído no entorno do local onde serão instaladas Não só os equipamentos, mas também tubulaas máquinas, prevendo pontos críticos e a partir ções que são instaladas rigidamente, são propados níveis de pressão sonora (SPL) obtidos, faze- gadoras de esforços dinâmicos; para tanto, os rem as projeções do impacto deste ruído gerado pendurais de baixa frequência são muito utilizados para a instalação. para a comunidade. Danfoss investe em novas tecnologias

- Em fan coils e chillers, a instalação é simples e sem o uso de bases especiais, e no caso de motobombas monobloco, o uso de uma base de perfil de chapa dobrada é utilizada apenas para distribuir uniformemente a carga dos isoamortecedores. Antigamente, o uso de bases de inércia - São vários modelos que se destinam a atender era muito difundido, mas hoje tal procedimento as peculiaridades de projetos distintos e suas é dispensável; a suspensão de baixa frequência variáveis. Neste quesito ruído, observa-se um tem a vantagem de diluir as tensões internas dos ganho significativo em qualidade, devido à con- equipamentos, prolongando a vida útil dos mescorrência entre fabricantes que estão investindo mos – finaliza. e conquistando espaços com equipamentos de reduzido nível de ruído – afirma. Nos últimos anos, de acordo com Roth, passou a existir um leque de opções de fabricantes de equipamentos de climatização e refrigeração preocupados em diminuir os ruídos dos produtos.

Outro ruído que pode ser gerado devido ao uso de máquinas do sistema HVAC é de vibrações. O associado da ASBRAV, César De Santi, trabalha com o objetivo de atenuar este tipo de incômodo. - Em uma instalação de casa de máquinas de sistemas HVAC, principalmente quando a mesma está situada em andares superiores, a vibração gerada por motobombas, chillers, ventiladores e fan coils é transmitida às lajes, gerando o ruído via estruturas, propagado em paredes, janelas e Produtos da Carrier com preocupação acústica

Revista ASBRAV - 11

capa

outras dependências. Para a atenuação dos esforços dinâmicos geradores desta vibração convertida em ruído, a suspensão elástica de baixa frequência à base de molas helicoidais metálicas vem se mostrando a mais efetiva, a mais simples e a mais econômica, com resultados de percentual de isolamento na ordem de 87% a 93%, com uma suspensão bem dimensionada, em função principalmente das rotações dos equipamentos – detalha.


capa

Certificação Well Assim como a certificação LEED ajuda o segmento da construção civil a pensar em questões de sustentabilidade, a certificação Well tem um objetivo ainda mais humano: deixar registrado quais obras estão preocupadas com o conforto dos usuários. Há um movimento emergente para implementar mais estratégias voltadas ao meio ambiente, focadas em sustentabilidade, saúde e bem-estar no ambiente construído. Para complementar a certificação LEED, a certificação WELL, desenvolvida no Instituto Internacional de Edificações WELL, é um novo padrão voltado inteiramente para a saúde e o bemestar dos ocupantes do edifício. Dentro das mais abrangentes categorias de avaliações, está a questão do conforto acústico. - A preocupação com a questão acústica já existia na certificação LEED, mas ficou ainda mais ex-

Equipamento da Embraco plícita com a certificação WELL. Realizamos uma pesquisa com usuários de edifícios certificados por nós. Foram 786 respostas e o resultado mostrou que os confortos acústico e térmico ficaram em primeiro lugar na percepção dos clientes como os mais importantes avanços da obra depois de pronta e entregue – explica o diretor executivo do GBC Brasil, Felipe Faria. Para saber mais sobre a certificação Well acesse o site do GBC Brasil: gbcbrasil.org.br.

Empresas investem no conforto acústico A empresa Annemos está preocupada com a diminuição do barulho. Responsável pela engenharia de desenvolvimento e aplicação das torres de resfriamento, Bolivar Fagundes apresenta a linha Green Tower, projetadas para uso ecologicamente correto. Equipadas com ventiladores centrífugos, as torres Green Tower são indicadas para instalações onde haja exigência de baixo níveis de ruído e tratamento eficaz da água de circulação.

- O desenvolvimento de nossa linha de chillers de condensação a ar Aquaforce® 30XV exemplifica nosso compromisso em oferecer a nossos clientes o melhor em eficiência de Aquecimento e Resfriamento da Indústria. Isto se traduz em economia de energia, um chiller silencioso em aplicações sensíveis e que utiliza a menor área de instalação em sua categoria - comenta o diretor de marketing da Carrier Commercial Systems, Chris Opie.

A Carrier lançou o novo chiller de condensação a ar Aquaforce®30XV, com inteligência Greenspeed®. Acionado por tecnologia de velocidade variável, que entrega o melhor em eficiência energética e operação silenciosa para atender a uma ampla gama de ranger operacional e flexibilidade de projetos, o Aquaforce®30XV é o próximo passo no compromisso da Carrier em permanecer na vanguarda da tecnologia de controle do clima.

Com relação a desenvolvimento de produtos visando maior nível de conforto e baixo nível de ruído, a Daikin tem trabalhando no desenvolvimento de produtos, seja para os segmentos residencial onde silêncio é e importante para um bom sono, quanto para aplicações comerciais e industriais. Todos componentes são projetados e fabricados para garantir uma operação correta dos equipamentos sem vibrações anormais, com o nível de ruído dentro do especificado.

12 - Revista ASBRAV


Tecnologia da LG atenta ao ruído das máquinas Quem também focou na diminuição dos ruídos foi a Danfoss, que lançou unidade condensadora carenada para aplicações externas e com baixo nível de ruído. A empresa apresenta a nova unidade condensadora Optyma™ Slim Pack, projetada para utilização em áreas externas e com baixo nível de ruído (até 55 dB a uma distância de três metros). Na Embraco, a empresa aposta no compressor VESF, considerado o mais eficiente e silencioso entre os compressores com tecnologia Fullmotion, de acordo com o diretor de Pesquisa e Inovação, Rodolfo Cereghino.

Com relação a novas tecnologias com foco em redução na potência e pressão acústica, a Johnson Controls Hitachi é uma empresa que segue norma internacional, atestada pela AHRI 575. A geração de máquinas com mancal magnético da York, que não requer lubrificação, gera menor nível de ruído do que máquinas domésticas como máquina de lavar louça, liquidificador. Com a tecnologia de velocidade variável VSD, em cargas parciais onde trabalha 99% do seu tempo, chega a impressionantes 60 dBA em algumas condições de operação. Somente com o funcionamento do variador de frequência no compressor já se consegue por volta de 6% de redução no ruído pelo fato de trabalhar com menores esforços no motor-compressor e as demais partes do acionamento.

Os condicionadores de ar Inverter da LG estão preocupados em garantir conforto térmico e acústico. Desde 2012, a LG promove a campa- Graças a sua rotação mínima reduzida de 950 nha “Pratique Arterapia: Respire Saúde, Inspire rpm, o VESF é capaz de reduzir o consumo de Conforto”, que tem o compromisso de apresenenergia em refrigeradores em mais de 25% – tar os benefícios proporcionados pela linha de ar quando comparado à tecnologia convencional – condicionado Inverter V – economia de energia, e de atingir um nível de ruído mais baixo que o maior conforto térmico, menor ruído, filtros esde uma biblioteca – afirma Cereghino. peciais e ionizadores. A Evapco foca seus esforços em diminuir barulhos em torres de resfriamento. Pensando nisso, lançou ao mercado o equipamento com atenuadores de ruídos. Segundo o diretor comercial da empresa, Wagner Marinho, existe solução para qualquer caso de barulho que exceda a legislação do país ou de cada cidade.

A Trane mostra que também está envolvida na busca por produtos mais silenciosos e lança novos equipamentos capazes de praticamente zerar a emissão de ruídos. Segundo o executivo da empresa, Rafael Dutra, o chiller RTAE está mudando o cenário destes produtos. Dutra afirma que algumas pessoas nem acreditam que o chiller está funcionando e precisam encostar a mão - Em muitos casos, o mercado ou a indústria re- no equipamento, para sentir os motores em mocebe alguma reclamação dos vizinhos e, por isso, vimento. acaba percebendo que o equipamento está emi-

capa

tindo algum ruído exagerado. O assunto é tão sério que muitos empresários são processados judicialmente devido aos ruídos que incomodam a região onde está seu empreendimento. Nossa empresa vai até o local, analisa a situação, verifica como está a instalação e depois apresentamos uma solução – relata Marinho.


destaque mercofrio

Estudo em tanques térmicos cilíndricos e semicilíndricos Artigo apresentado no 10º Mercofrio na categoria fontes energéticas O estudo trata sobre a estratificação térmica em reservatórios de geometrias cilíndricas e meia -lua. Apresenta-se a modelagem matemática do problema e a correspondente solução numérica via método dos volumes finitos. Conclui-se que o formato tipo meia-lua pode apresentar vantagens quando a razão de aspecto do reservatório cilíndrico for superior a 2.75. Neste trabalho, a convecção natural e forçada em tanques cilíndricos e semicilíndricos são estudadas numericamente, utilizando simulação numérica. Nos sistemas solares de aquecimento de água, os tanques cilíndricos geralmente têm um comprimento muito maior do que o diâmetro. A razão de aspecto (r = L / D) de tais tanques varia de 2 a 5. O diâmetro máximo é de 0,7m, porque o espaço disponível para a instalação abaixo do telhado é limitado. De modo a armazenar um volume de água suficiente, esses tanques podem ter mais de 3 m de comprimento. Uma alternativa para evitar tanques longos que foi pouco explorada até agora é a substituição da geometria cilíndrica por outra, semicilíndrica, como mostrado na figura 1.

Resultado para a simulação do consumo de água quente (figura 2)

Resultados para a simulação do consumo de água quente (figura 3)

com metade do comprimento (altura fixa para ambos); menor custo de fabricação e menor área de troca de calor, quando o tanque cilíndrico convencional apresenta razão de aspecto elevada (acima de 2,75); fácil instalação, devido ao fundo plano. Para as simulações do processo de carga e descarga, o domínio de cálculo é 1/2 do domínio físico, considerando a simetria no plano através do diâmetro vertical. Foi considerada uma taxa de consumo de 8 litros por minuto, durante 10 minutos.

Os resultados para a simulação do consumo de água quente (figuras 2 e 3) mostram que os tanques semicilíndricos reduzem rapidamente a veOs tanques semicirculares possuem característi- locidade do jato de entrada da água fria e, assim, cas desejáveis, tais como, armazenar o mesmo reduzem a turbulência e a mistura. Além disso, volume que o tanque cilíndrico convencional, os tanques semicilíndrico têm uma área do fundo maior, que fica em contato com água fria, de modo que há uma redução na perda de calor. Deve-se enfatizar que a proposta aqui apresentada visa contornar o problema de usar tanques cilíndricos longos e com razão de aspecto elevada, quando, por limitações de projeto, diâmetros elevados tornam-se proibitivos. Substituição da geometria cilíndrica por outra semicilíndrica (figura 1)

14 - Revista ASBRAV

Autor: Darci Luiz Savicki Doutor em engenharia mecânica e professor universitário


destaque mercofrio Revista Asbrav - 13


notícias

Em alta: vendas de ar condicionado devem subir 20% por causa do verão De acordo com levantamento da ASBRAV – Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação, o comércio destes equipamentos deve crescer cerca de 20% entre os meses de dezembro e janeiro, em comparação com o mesmo período do ano passado. Segundo o presidente da ASBRAV, Eduardo Hugo Müller, os dados trazem fôlego para o setor, após forte queda nas vendas, sentida em 2015 e em 2016. - É um aumento importante, ainda mais depois de dois anos difíceis para o setor. O aumento da procura mostra que os consumidores voltaram a investir em conforto, depois de um período de recessão, em que as pessoas estavam evitando qualquer gasto fora do orçamento – avalia Müller.

O levantamento mostra, ainda, que os equipamentos splits lideram a procura nas lojas. A entidade aconselha que os consumidores busquem empresas e instaladores com qualificação comprovada e associados da ASBRAV, evitando erros e dores de cabeça.

Impacto imediato após retirada de aparelhos do mercado A conta de luz poderá ficar mais barata para quem adquirir ar condicionado, refrigeradores e congeladores nos próximos anos. A consulta pública proposta pelo Ministério de Minas e Energia (MME), que encerrou em 27 de novembro de 2017, tem como objetivo regulamentar e criar o novo programa de eficiência energética. A medida, que deve resultar na suspensão escalonada da produção e venda de equipamentos que consomem muita energia, é vista com bons olhos pela ASBRAV - Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação. - Esta atitude deveria ter sido tomada há muito tempo. Tanto consumidores quanto o sistema elétrico serão beneficiados. O impacto no consu-

16 - Revista ASBRAV

mo de energia será imediato, pois em vez de gastar “x”, o modelo eficiente vai gastar “x-1” - explica o engenheiro eletricista Julio Cezar Kalata. Um dos principais exemplos são os aparelhos de ar condicionado split, que representam 80% do mercado. Recentemente, o Comitê Gestor de Indicadores de Eficiência Energética (CGIEE) do MME decidiu aumentar o Coeficiente de Eficiência Energética (CEE) mínimo de 2,6 para 3,02. Caso aprovada a medida, nos próximos dois anos devem permanecer no mercado somente aparelhos que apresentem este CEE, o que significa a retirada de 40% dos modelos do mercado.


atividades do ano. O evento aconteceu no Buffet França, em São Paulo, em 1o de dezembro. - Está foi uma Noite especial! Sinto a sensação de dever cumprido com sucesso. Que venha a edição de 2018 - afirmou o presidente da comissão organizadora desta 56ª. Noite do Pinguim, Eduardo Brunacci. A Noite do Pinguim foi aberta pelo presidente da ABRAVA, Arnaldo Basile, que agradeceu a preA 56ª Noite do Pinguim, tradicional festa de con- sença de todos e deu a palavra para o deputado fraternização do setor HVAC-R realizada pela Arnaldo Faria de Sá, criador do Dia do RefrigerisAbrava – Associação Brasileira de Refrigeração, ta e relator do Projeto de Lei 7260 do PMOC, o Ar-condicionado, Ventilação e Aquecimento tem processo já foi aprovado pela Camara, Senado e como objetivo reunir profissionais dos quatro se- esta em vias de ser sancionado pela Presidência tores que representa, para o encerramento das da República. FINAL-Anuncio-Mercofrio2018-MeiaPagina.pdf 1 19/12/2017 11:25:36

25, 26 e 27 de setembro de 2018 Centro de Eventos BarraShoppingSul em Porto Alegre/RS Construindo Soluções de HVAC-R para o ambiente do amanhã

Revista ASBRAV - 17

notícias

56ª Noite do Pinguim reúne empresas do setor


notícias

Noite do Clima reúne associados e parceiros Empresários e profissionais do setor refrigerista confraternizaram com otimismo e descontração

que o empresário não saiba que caminho tomar para o sucesso do seu negócio. A ASBRAV trabalha em prol do setor há 22 anos, e ser sócio da ASBRAV possibilita uma série de benefícios, como trocar experiências e adquirir conhecimentos que podem agilizar tomadas de decisões ao empresariado – afirmou Eduardo Müller. Durante o encontro, realizado na noite de 24 de novembro, no Restaurante Panorama da PUCRS, em Porto Alegre (RS), o presidente da entidade destacou ainda a preocupação com o futuro.

- Seguimos com a preocupação de escrever um A tradicional atividade que marca o encerramen- futuro ainda melhor promovendo a qualificação to do ano para o setor refrigerista foi marcada profissional e, também, recrutando associados pelo otimismo com a retomada dos negócios e que tragam novas práticas, perspectivas e horiboas perspectivas para 2018. A Noite do Clima zontes - completou contou com a presença de aproximadamente duzentas pessoas dos segmentos que integram a ASBRAV - Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação. - Reforço os agradecimentos aos nossos patrocinadores, que nos ajudaram a realizar esse evento especial. As entidades parceiras aqui representadas, aos diretores, conselheiros, associados e demais convidados. Gostaria de aproveitar o momento e reforçar a importância do associativismo. A instabilidade econômica atual tem gerado muitas incertezas e faz, muitas vezes, com

18 - Revista ASBRAV


A ASBRAV agradece aos patrocinadores que propiciaram a realização da Noite do Clima 2017 e a todos os participantes que abrilhantaram esta noite.

Anuncio-NC-revista.pdf 1 15/12/2017 10:15:27

Patrocínio:

FACULDADE PROFISSIONAL

notícias

As atenções em 2018, voltam-se para realização de mais uma edição do Mercofrio, encontro que reúne as maiores empresas e profissionais do setor no Brasil e na América Latina. O encontro acontece nos dias 25, 26 e 27 de setembro no Centro de Eventos do BarraShoppingSul, em Porto Alegre (R�).


notícias

Noite do Clima no Paraná Evento ocorreu em Curitiba e teve homenagem a empresário do segmento

considerado o profissional com mais tempo em atividade ininterrupta no Brasil. - Embora ainda gradual, pudemos registrar ao longo deste ano a recuperação do setor. Nossa perspectiva para 2018 é aumentarmos os índices para que possamos voltar a celebrar mais um ano de sucesso – destacou o diretor da Escola Técnica Profissional, Alexandre Fernandes Santos.

Empresários e profissionais do setor refrigerista do Paraná celebraram, em dezembro, mais um ano de trabalho. A Noite do Clima do Paraná contou com uma homenagem a uma das principais personalidades do setor HVAC-R paranaense, Reginaldo Vieira. Atuando desde 1944 em empresas de refrigeração e climatização, Vieira é

Semana da Refrigeração e Climatização em SC

A ASBRAV foi parceira da realização da 2ª edição da Semana da Refrigeração e Climatização, que ocorreu entre os dias 20 e 23 de novembro no auditório do SENAI de São José (SC). O evento contou como parceiros as empresas Aliquan, Arkema, Deltafrio, Elgin, Inovendas, Johnson Controls Hitachi, Komeco, LG, Mimipa e Sicflux e as entidades ABRAVA, FIESC/IEL e SIMMMEF.

O presidente da ASBRAV, Eduardo Müller, também explanou sobre o mercado e as expectativas para o próximo ano. O evento reuniu 75 pessoas e contou com a presença de autoridades do município. A Noite do Clima da ASBRAV Paraná foi patrocinada pela Escola Técnica Profissional, Girelli Refrigeração, Petinelli, Disfustherm, Trane e JCH.

Visita técnica aproximou empresas e estudantes

Com o objetivo de mostrar como é a rotina de uma cervejaria e como funcionam os processos industriais dentro deste segmento de mercado, o grupo Student Branch da ASHRAE Brasil promoveu visita técnica na Cervejaria Steilen Berg, em Porto Alegre (RS). O engenheiro da ASHRAE, Adenílson Cristiano Belizário, apresentou as teorias e práticas da refrigeração no segmento cervejeiro. A visita técnica ocorreu no dia 11 de Criado a partir da parceria de entidades do seg- novembro. O evento teve o apoio da ASBRAV mento, o evento contou com quatro dias de ex- e o patrocínio das empresas Airside, Alenge, posições e palestras. Entre os temas abordados Deltafrio, Full Gauge, Johnson Controls Hitachi, estão a qualidade do ar de interiores, futuro das Kleber, Klift, Mercato, RAC e Grupo São Carlos. centrais de água gelada, evaporadores, refrigeração sustentável e Plano de Manutenção, Operação e Controle (PMOC) para sistemas de climatização.

20 - Revista ASBRAV


De forma geral, as instalações de refrigeração industrial são constituídas por sistemas com a finalidade de congelamento ou resfriamento de produtos, bem como o controle de temperatura de ambientes ou processos industriais. Embora tenhamos avançado na melhoria da eficiência dos equipamentos, ainda caminhamos para ótimas condições de eficiência energética das instalações. A mudança de chave acontece quando o conceito de eficiência energética é considerado de forma ampla, ou seja, não apenas na aplicação de equipamentos eficientes, mas também no conceito do projeto, na operação e na manutenção, com foco total na busca da melhor eficiência possível. Muitas vezes, os custos de energia representam cerca de 70% a 80% do custo total de utilização de uma instalação em um ciclo de 15 a 20 anos. Pensar em eficiência energética depois que o sistema já está em operação é possível, mas os resultados serão sempre menores do que àqueles que poderiam ser obtidos se o foco em eficiência energética estivesse presente desde o início.

da eficiência, verificamos uma tendência na redução da carga de amônia nas instalações e também a busca por instalações com refrigerantes naturais, como amônia, CO2 e hidrocarbonetos. A refrigeração industrial apresenta características diferentes do que se vê no segmento de ar condicionado e conforto térmico. Historicamente, enquanto estas áreas estão fortemente baseadas nos fluidos sintéticos, que eram condenados por agredir a camada de ozônio (antigos CFCs e HCFCs) e, ainda agora, contribuir para o aumento do efeito estufa (CFCs, HCFCs e HFCs), a refrigeração industrial sempre foi baseada nos fluidos naturais como gás carbônico (CO2), hidrocarbonetos (como propano) e, sobretudo, Amônia. Desta forma, os novos fluidos atingirão uma pequena faixa de aplicação na refrigeração industrial, em casos que os fluidos naturais não possam ser empregados de maneira eficiente. A busca por melhor eficiência nos sistemas de refrigeração industrial é uma constante. Vale lembrar que a Amônia é um fluido de excelentes características operacionais.

A automação de sistemas de refrigeração tem contribuído e muito para os avanços em relação ao consumo energético. Nossa experiência indica que a utilização de automação integrada em todo o sistema pode representar uma economia de energia entre 15% a 20%. Esta automação pode ser feita por meio de CLP ou de rede de controladores dedicados a cada um dos componentes da instalação, que trabalham de forma integrada, buscando o ponto ótimo de desempenho em função das condições operacionais.

A tecnologia empregada em sistemas com R717 é conhecida há muitos anos, gerando sistemas com alto COP (coeficiente de performance), além de ser um fluido com o melhor coeficiente de transferência de calor para aplicações de refrigeração industrial. Está disponível no mercado e com baixo preço em todo o mundo e, por fim, vale lembrar que a Amônia é um fluido natural que não contribui para o efeito estufa e nem destrói a camada de ozônio.

A melhoria nos sistemas de controle, automação e o uso mais frequente de compressores é um ponto positivo a ser ressaltado no segmento.

* Celina Bacellar é gerente de produto de refrigeração industrial e José Castro é diretor de refrigeração industrial da Johnson Controls Hitachi

Embora não esteja diretamente ligada à questão

Revista ASBRAV - 21

artigo técnico

Refrigeração industrial rumo à plena eficiência energética


obra destaque

Projeto e obra com toque sustentável Maiores desafios foram atingir níveis de excelência em um mercado que ainda engatinhava na certificação LEED A construção do edifício Mr. Shan, em Porto Alegre (RS), iniciou em 2012, com um projeto que teve um grande diferencial para aquele ano: a utilização da simulação termo energética como uma ferramenta de tomada de decisões, não só para a climatização como para a arquitetura do empreendimento. A inovação foi usada desde a concepção inicial do produto, auxiliando no desenvolvimento da fachada do empreendimento e da seleção de equipamentos e materiais. Todo o processo de design foi pautado na busca de um prédio mais eficiente e confortável, garantindo a qualidade do espaço com um baixo custo de operação.

tratação do projeto em fase inicial do desenvolvimento do produto, bem como a participação da consultoria de desempenho energético nessa fase, garantiram que o empreendimento pudesse ter um excelente desempenho térmico e energético, sem sair do orçamento definido pelo incorporador.

O projeto de climatização e a definição por sistemas ocorreu nas fases iniciais de projeto, sempre avaliando a necessidade do produto e a melhor - Quando falamos em conforto, definir a arquirelação de LCC para o empreendimento. A con- tetura é fundamental para atingir os níveis mais

22 - Revista ASBRAV


- O LEED Platinum foi um esforço em conjunto de todos os envolvidos, sempre buscando soluções simples para o empreendimento. Acredito que esse seja o diferencial do Mr.Shan, um empreendimento de alto grau de desempenho sustentável, com soluções simples e muito bem aplicadas – relata. elevados possíveis. A utilização dos peitoris e a solução de casa de máquinas foram tomadas em conjunto entre o projetista de climatização e o arquiteto. Essa decisão aconteceu nas fases iniciais do desenvolvimento do produto, o que facilitou muito a integração do sistema e da arquitetura - afirma o diretor-técnico da Petinelli, Ricciano Liberali.

Ficha Técnica: Arquitetura: Ronaldo Rezende Arquitetura Climatização: Artetec Arquitetura e Engenharia Elétrico: Artetec Arquitetura e Engenharia Equipamento HVAC: Daikin Gerenciamento: Construtora Tedesco Construtora: Construtora Tedesco Instalador HVAC: Nakada Cobertura: Telhado verde + Laje impermeabilizada Paredes: Estrutura metálica com paredes externas em bloco cerâmico e acabamento em reboco. Na face externa o vidro transpassa a parede para acabamento. Vidros: Vidros Sunguard Neutral. Fator solar = 35,6 e Transmissão Luminosa = 25,4 Consumo Anual de Energia: 775369 (simulação para o LEED) Intensidade de Energia: 55.26 kh/m2 Carga Térmica: 40TR (áreas comuns)

O Mr. Shan conta com sete andares, mais um mezanino. Além disso, possui uma sala de convenções com capacidade para 92 pessoas, cafeteria e restaurante com quarenta lugares, quatro elevadores, 253 vagas de estacionamento e gerador de energia que atende 100% do local. O edifício pertence à empresa Bird Fundos de Investimentos Imobiliários. Possui área total de 14.031m², com 6.857m² de área climatizada.

Geração de energia: 10% do consumo das áreas comuns do prédio (8 kWp) Sustentabilidade: Área Permeável: 25% maior do que o necessário para atendimento às legislações locais Eficiência Energética: 32% mais eficiente do que o padrão de referência do LEED Irrigação: Plantas nativas ou adaptadas, sem necessidade de irrigação permanente Renovação de Ar: 30% superior às taxas recomendados pela ASHRAE 62.1 - 2007 Iluminação: 100% luminárias LED, com projeto desenvolvido para ser 40% mais eficiente que a ASHRAE 90.1 - 2007 Climatização: Sistema VRF de alta performance nas áreas comuns do empreendimento Estrutura Metálica: Empreendimento em estrutura metálica reduziu a quantidade de resíduos gerados em loco Destinação de Resíduos: Mais de 75% dos resíduos foram desviados de aterros (reciclagem ou reuso)

Revista ASBRAV - 23

obra destaque

A empresa ajudou na aprovação da certificação LEED, promovida pelo GBC Brasil.


opinião

Cuidados indispensáveis com o sol O câncer de pele é o tipo de câncer mais comum no Brasil e no Rio Grande do Sul temos a maior mortalidade pelo tipo de câncer de pele mais grave, que é o melanoma. Isso ocorre porque em torno de 80% da população apresenta pele clara, que sofre mais os efeitos dos altos índices de radiação ultravioleta, característicos do nosso país. Os efeitos da radiação ultravioleta são cumulativos. Por isso, a preocupação com a proteção solar deve iniciar desde cedo. A criança até os seis meses de idade não pode usar filtro solar e deve ser protegida da queimadura através da sombra, roupas apropriadas, chapéus, guarda-sóis, entre outros. Após, filtros adequados para crianças podem ser prescritos e utilizados. Adolescentes e adultos devem também utilizar filtro solar com fator de proteção solar adequado nas situações nas quais a exposição poderá ser intensa. O Dezembro Laranja é uma Campanha promovida pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) em todo Brasil que tem como objetivo alertar as pessoas que apresentam maior risco para o desenvolvimento de câncer de pele. Os fatores de risco mais importantes para o câncer de pele são: história familiar ou pessoal de câncer de pele, história de muitas queimaduras solares durante a vida, pele clara, olhos claros, cabelos loiros ou ruivos, dificuldade de bronzear-se, presença de sardas e muitos nevos melanocíticos As medidas protetivas são muito importantes (pintas) distribuídos pelo corpo. Felizmente, com para diminuir a quantidade cumulativa de radia- a evolução da dermatologia, os melanomas esção ultravioleta. São elas: manter-se na sombra tão sendo diagnosticados mais precocemente, o ou embaixo de obstáculos aos raios solares, uso que aumenta muito a taxa de sobrevida e cura. de filtro solar, uso de roupas adequadas, cha- A Sociedade Brasileira de Dermatologia – Secção péus e bonés e uso de óculos escuros. RS recomenda que as pessoas realizem exame dermatológico regular com o dermatologista O sol também é importante para a produção de para orientação, diagnóstico e manejo adequado vitamina D na pele, por isso exposições solares das suas lesões cutâneas. em horários adequados podem ser saudáveis. A questão da vitamina D deve ser avaliada indivi- Dra. Taciana Dal’Forno Dini dualmente, pois esta vitamina também pode ser Vice-presidente da Sociedade Brasileira de obtida através da alimentação ou pela reposição Dermatologia - Secção RS oral. É importante evitar os horários que a radiação é maior, entre as 10h e 16h, pois é quando o ultravioleta B é mais forte e a chance de queimadura é maior. Estudos mostram que o número de queimaduras solares durante toda a vida, em pessoas de pele clara, está associado ao surgimento de melanoma. Por isso, para pessoas que já tiveram muita exposição solar e queimaduras, o ideal é ficar sempre muito protegido.

24 - Revista ASBRAV


Cód

Fone

CURTIS CONSULTORIA S/C LTDA

51

3019.37.23

ACEL

51

3211.45.30

DAIKIN MCQUAY AR CONDICIONADO BRASIL LTDA

51

99866.15.52

ACJ ENERGIA E CLIMATIZAÇÃO LTDA

51

3041.48.45

DANIEL HOFFMANN SCHARDONG - HSCLIMATIZAÇÕES

51

99699.01.09

ACMASUL SISTEMAS DE VENTILAÇÃO E CONTROLE AMBIENTAL

51

99971.26.49

DARLEI CARVALHO - ME FRIO DO VALE NA TEMPERATURA CERTA

51

99606.62.09

ACUSTIKA SUL ENGENHARIA LTDA

51

3344.11.88

DEIVI TEIXEIRA HOMEM

51

3446.17.32

ADEMILSON DOS SANTOS XAVIER

51

98575.07.97

DELEON DOS REIS VITH

51

3529.50.62

ADEMIR SILVA

51

3347.70.79

DELTA FRIO INDUSTRIA DE REFRIGERAÇÃO LTDA

51

3536.15.51

AERIS QUALIDADE DO AR EIRELI ME

51

99963.51.79

DIFUSTHERM INDUSTRIAL DE METAIS LTDA

41

3059.82.00

AERODUTO

51

3343.49.83

DIMENSIONAR ENGENHARIA SISTEMAS DE CLIMATIZAÇÃO

51

3029.70.75

AGRAZ REFRIGERAÇÃO LTDA

51

3751.26.91

DOCTOR FRIO - GRM AR CONDICIONADO LTDA-EPP

51

3557.83.84

AGST CONTROLES E AUTOMAÇÃO LTDA

51

3343.04.73

E W CLIMATIZAÇÃO LTDA - GRUPO E W

47

99948.73.19

AIR CLEAN - M C PEREIRA & CIA LTDA

51

3426.16.76

EDSON M BIONDO & CIA LTDA ME - SUL FRIO REFRIGERAÇÃO

55

3026.21.70

AIR COOL MANUTENÇÃO E INSTALAÇÃO LTDA

51

3478.43.23

EDUARDO GUS BROFMAN

51

99981.17.51

AIR SHOP EQUIP CONFORTO TERMICO LTDA

51

3094.28.88

EJR ENGENHARIA LTDA

51

3201.37.00

AIRSIDE IND COM DE PRODUTOS PARA CLIMATIZAÇÃO LTDA

51

3473.62.58

ELETRO AR SUL LTDA

51

3340.12.47

AIRSTUDIO ENGENHARIA LTDA

51

3326.19.33

ELIAS DA SILVA MOURA

51

98917.78.81

ALBERT ENGENHARIA DE INSTALAÇÕES LTDA

51

3342.39.05

ENCLIMAR ENGENHARIA DE CLIMATIZAÇÃO LTDA

51

3371.28.41

CARAVAGGIO REFRIGERAÇÃO E SERVIÇOS

55

3421.19.41

ENGE REPRESENTAÇÕES TÉCNICAS LTDA - ME

51

3737.77.51

ALEXANDRE TOCCHETTO

51

3357.22.25

ENGEMESTRA

51

3061.39.35

ALIMAC REPRESENTAÇÕES - EIRELI

51

2112.81.92

ENGENHAR CLIMATIZAÇAO EIRELI

51

3594.78.30

AMANDA LAMIM DOS SANTOS EIRELI - EPP

47

3323.32.77

ENGETÉRMICA AR CONDICIONADO LTDA

51

3342.54.33

AMBIENTALIS ANALISES DE AMBIENTES LTDA

48

3028.30.69

EPEX IND COM DE PLÁSTICOS LTDA

47

3334.31.00

AMILLPASSOS REFRIGERAÇÃO INDL LTDA

51

3581.54.56

ESCOLA TÉCNICA PROFISSIONAL LTDA

41

3332.70.25

ARCONET LTDA

41

3032.43.90

EUROCABLE BRASIL IMP E EXP LTDA

51

3375.82.00

ARMACELL BRASIL LTDA

11

3146.20.50

EWARE CLIMATIZAÇÃO LTDA - EWARE SERVICE

51

3475.70.00

ARMANT AR CONDICIONADO LTDA

51

3085.80.50

EXXA CONSTRUTORA LTDA

41

3074.11.44

ARMAX AR CONDICIONADO COM E SERV LTDA

51

3339.29.31

FERNANDO DUTRA DEL CASTILLO

53

98125.58.07

ARSA CONSULTORIA COM REPRES LTDA

51

3332.18.20

FLÁVIO RIBEIRO TEIXEIRA

51

98424.36.45

ARSELF AR CONDICIONADO LTDA

51

3337.34.34

FLAVIO VANDERLEI ZANCANARO JUNIOR

55

99958.53.65

ARTECH CLIMATIZAÇÃO LTDA ME

51

3033.29.12

FREDERICO BRUNO SPIER

51

3431.30.40

ARTECNICA LTDA - A.R.TECNICA LTDA EPP

51

3212.34.90

FRIGELAR COMERCIO E INDUSTRIA LTDA

51

3396.59.53

BARELLA ENGENHARIA LTDA

54

3314.87.55

FRIZA COMERCIO MATERIAIS ELETRICO E HIDRAULICO LTDA

54

3462.15.19

BDS AR CONDICIONADO LTDA

51

3337.33.55

FULL GAUGE ELETROCONTROLES

51

3475.33.08

BERLINERLUFT DO BRASIL LTDA

51

3101.90.01

GBF VENTILADORES ELEFANT

51

3352.03.33

BETO REFRIGERAÇÃO E CLIMAT - LUIZ ROBERTO COSTA DA ROSA

51

3416.09.00

GIRELLI REFRIGERAÇÃO LTDA

41

3349.29.64

BRY-AIR BRASIL CLIMATIZAÇÃO LTDA

41

3698.22.22

GLOBUS SISTEMAS ELETRÔNICOS LTDA

51

3374.05.55

CASC - CORREA MANUTENÇÃO

51

3273.05.25

GM AR CONDICIONADO LTDA

51

3451.16.00

CERT LTDA

51

3711.78.89

GOOD SERVIÇOS DE CLIMATIZAÇÃO LTDA

41

3667.20.10

CEZAR AUGUSTO GORRESE RAYMUNDO

51

99806.30.04

HEATEX BRASIL TROCADORES DE CALOR LTDA

47

3366.27.33

CLEMAR ENGENHARIA LTDA

48

3331.30.00

IMARCON PRESTADORA DE SERVIÇOS LTDA ME

51

3446.25.97

CLIMA SHOP QUALIDADE DO AR INTERIOR LTDA

48

3028.28.25

INGERSOLL RAND IND COM SER AR CON LTDA

41

3641.45.37

CLIMATIZA COMÉRCIO DE PRODUTOS E SERVIÇOS LTDA

51

3059.90.90

INSTATEC INDÚSTRIA METALÚRGICA LTDA

51

3061.39.68

CLIMAZON INDUSTRIAL LTDA

51

3477.96.87

INTERTECH CONSULT

21

2426.30.44

CLOVIS FERNANDO VASQUEZ AMARO

51

99164.86.67

ISOTERM-KOPI INSTALAÇÕES LTDA

51

3465.55.30

COLD FRIGOR - R & R ENGENHARIA DE SIS TERMICOS EIRELE -ME

51

3074.99.97

JOÃO CARLOS BIDEGAIN SCHMITT

51

3209.43.42

COLDAR ENGENHARIA E COMÉRCIO LTDA

51

3343.33.15

JOAPE IND EQUIPAMENTOS AMBIENTAIS LTDA

51

3205.25.55

COLDBRAS S/A

51

3303.22.22

JOHNSON CONTROLS-HITACHI AR CONDICIONADO DO BRASIL LTDA

51

2102.62.93

CONCEITO TECNICO PROJ PLANEJ ASSESSORIA LTDA

51

3221.21.37

JOSE ANGELO MOREN DOS SANTOS

51

99952.96.16

CONFORTARE AR CONDICIONADO LTDA

51

3311.00.00

JOSE HAROLDO CARVALHO SALENGUE

51

3430.30.02

CONSTARCO ENGENHARIA E COMERCIO LTDA

11

3933.50.00

JOSE RENE FREITAS GASSEN

51

3731.11.11

CREAR CENTRO REFERENCIA AR COND-DANILO MAXIMO DA SILVA

47

99128.24.49

JULIO CESAR SILVA DA SILVA

51

3367.10.59

DOS SANTOS

Revista ASBRAV - 25

guia de associados

Razão Social


guia de associados

JULIO CEZAR SCHRAMM SCHENKEL

51

98124.08.10

RONI DE LIMA SANTOS

51

9175.24.61

JULIO ZIMMERMANN

51

3712.29.41

S & P BRASIL VENTILAÇÃO LTDA - OTAM

51

3349.63.63

KLEBER REPRESENTAÇÕES LTDA

51

3021.67.18

SÃO CARLOS AR CONDICIONADO LTDA

51

3473.94.17

KLIFT SERVIÇOS DE CLIMATIZAÇÃO LTDA

51

2117.78.55

SCHEIN GESTÃO EMPRESARIAL

51

3337.11.18

KLIMASUL - JB & MP COM REPRESENTAÇÃO LTDA

51

4103.05.25

SERRAFF INDUSTRIA DE TROCADORES DE CALOR LTDA

51

3716.14.48

LF WOLMANN

51

99849.54.60

SERVTECH SERVIÇOS E PEÇAS P/AR CONDICIONADO LTDA

51

98298.86.94

LG ELECTRONICS DO BRASIL LTDA

51

98117.65.12

SICTELL IND COM PRODUTOS ELETRICOS E METALICOS LTDA

47

3452.30.03

LINDOMAR VIEIRA DA COSTA SILVA

51

3673.15.70

SO FRIO INDUSTRIA E COMERCIO DE REFRIGERAÇÃO LTDA

51

3330.15.64

LUCIANO LOPES SIMÕES

51

3086.40.35

SOCLAM AR CONDICIONADO LTDA

51

3207.99.10

LUCIO ALBINO AMARO DA SILVA

51

98496.28.95

SMART SOLUÇÕES LTDA-MERCATO AUTOMAÇÃO

51

3032.17.77

M CESA

51

3338.74.39

SPM ENGENHARIA S/C LTDA

51

3332.11.88

MAGNUS RECUPERADORA DE COMPRESSORES

51

3473.35.40

SR REFRIGERAÇÃO E MANUTENÇÃO

51

3261.48.74

MARCELO GOMES CAJU

51

99304.52.75

SUPERMERCADOS GUANABARA S/A

53

3230.12.00

MARCELO PERES BECHSTEDT ACCURSO

51

99492.86.86

TEC AR COMÉRCIO DE AR CONDICIONADO LTDA

51

3032.54.52

MARCOS ANDRE RIBEIRO HORBACH

51

98051.95.51

TECNOLÓGICA CONFORTO AMBIENTAL LTDA

48

3240.05.05

MARCUS VINICIUS SIMIONI

51

3208.29.68

TELCO EQUIP REFRIGERAÇÃO LTDA

51

3354.67.97

MARIO CESAR OSORIO

48

99971.64.83

TELEINFORMATICA SUL LTDA

51

3358.65.00

MAURO CESAR RABUSKI GARCIA

51

3022.14.93

TEMPCONFORT ENGENHARIA DE CLIMATIZAÇÃO LTDA

51

3362.64.27

MAURO ULLMANN CLIMATIZAÇÃO E REFRIGERAÇÃO

51

3013.51.41

TERMOPROL ZANOTTI DO BRASIL

51

3341.48.05

MEDEIROS ENGENHARIA DE CLIMATIZAÇÃO LTDA

51

3012.76.44

TESTONI INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA

51

3341.44.11

MIGUEL CHAVES CUSTODIO

51

99277.22.27

TIAGO JOSÉ BULLA

51

3092.38.01

MONOFRIO - HBSR REFRIGERADORES DE LIQUIDOS LTDA-EPP

54

3458.12.22

TIMOTEO FERNANDES DE SOUZA

51

3215.32.49

MONTERMICA REFRIG E AR CONDICIONADO LTDA

51

3435.40.07

TROMPOWSKY REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS LTDA ME

48

99185.94.94

MP AUTOMAÇÃO LTDA

51

3465.55.13

UDO ADOLF

51

99985.32.54

MRI ENGENHARIA LTDA

51

3471.55.32

URANUS AR CONDICIONADO LTDA

51

3222.89.54

NEOCLIMA - NCLIMA ENGENHARIA DE CLIMATIZAÇÃO LTDA

51

3061.50.40

VERTICON SERVIÇOS E COMERCIO LTDA ME

51

3118.01.73

NILTON LUIS BATISTA CALEGARI

51

3344.53.34

VG PETINELLI CONSULTORIA TÉCNICA LTDA

51

3094.33.96

NOVUS PRODUTOS ELETRÔNICOS LTDA

51

3323.36.00

VIDALAR PROJETOS E INSTALAÇÕES DE AR CONDICIONADO LTDA

49

3319.93.00

OCTO CLIMATIZAÇÃO E REFRIGERAÇÃO LTDA ME - OCTO CLIMA

51

3428.70.65

VINICIUS JOSE NEIS CRUZ

51

98182.75.98

PALMEIRAS SOLUÇOES EM ENGENHARIA ENERGETICA LTDA ME

41

3257.72.43

VOLTYS SOLUÇÕES EM CLIMATIZAÇÃO

54

3435.12.79

PATRICIA DOS SANTOS DUARTE

51

99865.69.73

VRF ENGENHARIA DE CLIMATIZAÇÃO LTDA ME

51

3073.57.01

PAULO DE TARSO FONTOURA DA SILVA

55

3221.67.66

WELSON DE SOUZA FRANÇA

51

99537.76.42

PAULO OTTO BEYER

51

3217.47.24

VIDALAR PROJETOS E INSTALAÇÕES DE AR CONDICIONADO LTDA

49

3319.93.00

PAULO RENATO DOS REIS

54

3028.14.60

VINICIUS JOSE NEIS CRUZ

51

98182.75.98

PAULO RENATO PEREZ DOS SANTOS

51

98141.60.21

VOLTYS SOLUÇÕES EM CLIMATIZAÇÃO

54

3435.12.79

PERFECTIO CONSULTORIA - EIRELI

41

4042.06.00

VRF ENGENHARIA DE CLIMATIZAÇÃO LTDA ME

51

3073.57.01

PERTILE AR CONDICIONADO LTDA

51

3464.12.01

WELSON DE SOUZA FRANÇA

51

99537.76.42

PLANIDUTO AR CONDICIONADO LTDA

51

3336.26.33

PROJELMEC VENTILAÇÃO INDUSTRIAL LTDA

51

3451.51.00

PROJETOS AVANÇADOS ENGENHARIA LTDA

51

3330.64.00

PROTERMICA CLIMATIZAÇÃO LTDA

48

3342.00.49

QUADCLIMA QUADRANTE SOLUÇÕES LTDA

51

3086.43.12

QUIMITEC QUÍMICA INDUSTRIAL LTDA

41

3668.20.55

RECOM RECUPERADORA DE COMPRESSORES LTDA

51

3343.92.54

RECOMSERVICE SUL COMP E SIST AR COND REFRIG LTDA

51

3065.67.01

REFRIGERAÇÃO DE CONTO AR CONDICIONADO

51

3336.19.20

REFRIGERAÇÃO DUFRIO COM IMP LTDA

51

3778.75.55

REFRIGERAÇÃO TUDO FRIO-JOELCI VIEIRA DA SILVA -ME

51

3443.88.45

REFRIMAK PEÇAS E SERVIÇOS LTDA

51

3473.63.88

REGENTECH REGENERADORA DE GASES LTDA

51

3341.73.62

ROGER MERG SARAIVA

51

98131.96.04

26 - Revista ASBRAV

Seja um anunciante Consulte condições através do email assessoria@asbrav.org.br


Revista ASBRAV nov dez  
Revista ASBRAV nov dez