Page 1

Revista da Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação Edição 31 - Julho e Agosto de 2018 - Ano VII

Ambiente do Amanhã Tema central do Mercofrio 2018 reflete sobre as tendências para o mercado de HVAC&R


Programa ASBRAV de Ensino e Treinamento

PatrocĂ­nio

www.asbrav.org.br


editorial

Como será o amanhã? A realização de um evento como o Mercofrio é sempre um desafio. Por um lado, a economia estagnada nos últimos anos impôs enormes dificuldades para toda indústria e o setor de HVAC&R não passou incólume. Ao mesmo tempo, o mercado competitivo e cheio de inovações obriga as empresas a buscarem qualificação e investimento no conhecimento de novas tecnologias e processos. Entre os debates, um deles é a necessária eficiência energética dos equipamentos. Considerando que entre 40% e 60% do consumo de energia em uma edificação está relacionado ao sistema de climatização, os sistemas de HVAC&R possuem importante papel para sua redução. As inovações tecnológicas despertam grande interesse e geram muita expectativa. A cada ano, surgem verdadeiras revoluções que tornam os equipamentos mais eficientes e sustentáveis. A qualidade do ar interno deve ser outro assunto em destaque, alavancado ainda mais com a recente entrada em vigor da legislação do Plano de Manutenção, Operação e Controle de Ar Condicionado (PMOC). Será um momento importante para compreender e identificar oportunidades nessa área. Além disso, o evento é, também, uma oportunidade para intenso networking entre profissionais de diversas áreas que compõem a cadeia de climatização e refrigeração. Esses são contatos importantes para troca de experiências e aprendizado. Nos vemos no Mercofrio! Eduardo Hugo Müller Presidente da ASBRAV

04 - Revista ASBRAV

DIRETORIA EXECUTIVA Gestão 2017/2018 Presidente: Eduardo Hugo Müller 1ª Vice-presidente: Paulo Fernando Presotto 2º Vice-presidente: João Carlos Antoniolli 3º Vice-presidente: Mário Alexandre Möller Ferreira Secretário: Anderson Rodrigues Tesoureiro: Adão Webber Lumertz Diretoria de Comunicação e Marketing: Márcio Hoffchneider Diretoria Administrativa Financeira: Luiz Afonso Dias Secretário: Anderson Rodrigues Diretoria Institucional:Sérgio Helffensteller Diretoria de Ensino e Treinamento: Paulo Otto Beyer Diretoria Técnica: Ricardo Albert Diretoria Patrimônio: Adão Lumertz iretoria Social: Hani Lori Kleber Diretoria Setorial Ar Condicionado: Fernando Pozza Diretoria Setorial Refrigeração: Marcelo Marx Diretoria Escritório Regional SC: Arivan Zanluca Diretoria Escritório Regional PR: Carlos Ribeiro CONSELHO DELIBERATIVO Gestão 2017/2018 Conselheiros Titulares: Bolivar Peres Fagundes Gilmar Luiz Pacheco Roth Luiz Alberto Hansen Madeleine Schein Marcos Kologeski Mario Henrique Canale Mauricio Fernandes Barbosa de Carvalho Rafael Torres Telmo Antonio de Brito Conselheiros Suplentes: João Henrique Schmidt dos Santos Marco Machado Cesa Ricardo Vaz de Souza CONSELHO EDITORIAL REVISTA ASBRAV Coordenadora: Madeleine Schein Cristiane Paim, Luiz Afonso Dias, Márcio José Jornalista Responsável: Marcelo Matusiak (MTB 10063) Redação PlayPress: Francine Malessa, Mariana da Rosa Tiragem: 800 exemplares impressos e 13 mil contatos eletrônicos Impressão: Gráfica Odisséia

assessoria@asbrav.org.br (51) 3342-2964 / 3342-9467 (51) 9 8634 2416 / 9 8634 2417 SEDE RIO GRANDE DO SUL (PORTO ALEGRE) Rua Arabutan, 324 Bairro Navegantes Porto Alegre/RS CEP 90240-470 ESCRITÓRIO REGIONAL DE SANTA CATARINA E-mail: asbrav.sc@gmail.com ESCRITÓRIO REGIONAL DO PARANÁ E-mail: asbrav.pr@gmail.com

www.asbrav.org.br


índice

10 Reforma trabalhista exige responsabilidade

12 Mercofrio debate o futuro do segmento de climatização e refrigeração

16

Tudo pronto para o Mercofrio 2018 Depoimentos de empresas participantes

28 33 35

ASBRAV inicia mais uma turma de curso para operação de sistemas de água gelada Artigo Técnico Conexão ideal entre hidrônicos e automação predial Obra Destaque Conforto térmico e alto desempenho energético no Tecnosinos

Revista ASBRAV - 05


entrevista

Muita evolução, mas há bastante a ser feito Congresso Mercofrio traz o tema do Ambiente do Amanhã Revista ASBRAV - A eficiência energética é um tema constante no setor. Nesse aspecto, a indústria chegou já no limite do que pode ser feito ou há ainda espaço para desenvolver ainda mais equipamentos eficientes que consumam menos? João Pimenta - Significativos avanços têm sido obtidos na melhoria da eficiência energética dos equipamentos de ar condicionado e refrigeração. Isso tem ocorrido de forma mais sensível nos últimos 40 anos e continua em permanenUm novo cenário que se desenha dentro te evolução. Contudo, enquanto nas décadas da sociedade, é refletido com intensidade de 1980/90 havia muito o que ser feito e dessa no segmento de HVAC&R. O Congresso Mercofrio 2018 provoca uma reflexão sobre o desenvolvimento econômico e sustentável ao mesmo tempo. Sobre esse assunto, a Revista ASBRAV, conversou com o integrante da comissão organizadora do Mercofrio, professor João Pimenta. Revista ASBRAV - O tema central do evento, esse ano, é o Ambiente do Amanhã. O que significa e que características o setor certamente terá no futuro? João Pimenta - Tal tema pode ter dupla interpretação. Em qualquer caso relevante e correlacionados. Num primeiro momento, a menção ao Ambiente do Amanhã carrega consigo a conotação com o Meio Ambiente do nosso planeta que vem se degradando desde a Revolução Industrial com o avanço e expansão de nossa sociedade tecnológica moderna. Em particular, no setor de ar condicionado e refrigeração, o meio ambiente é afetado seja pela emissão de substâncias nocivas que destroem a camada de ozônio e contribuem para o aquecimento global da atmosfera. Tal impacto é diretamente relacionado com a expansão do setor e pelo seu consumo de energia.

06 - Revista ASBRAV


Revista ASBRAV - A sustentabilidade deve ser outra pauta presente no evento. Na sua avaliação o Brasil está ainda muito distante do que é feito em outros países? João Pimenta - Sim, na minha percepção o Brasil está muito distante e muito ainda precisa ser feito.

forma avanços significativos podiam ser obtidos, existe uma tendência natural para a redução nos ganhos de eficiência desses equipamentos. Não acredito que a indústria tenha chegado ao seu limite. Penso que esse limite é, na verdade, inatingível e ganhos de eficiência continuarão a ocorrer. Entretanto, percebo que existe um potencial de obtenção de elevação da eficiência energética dos sistemas de ar condicionado e refrigeração, muito mais que de seus componentes, a ser explorado. Nos próximos anos prevejo que a Internet das Coisas afetará enormemente o setor e tornará a manutenção operação dos sistemas mais eficiente com benefícios significativos para a eficiência energética global. Revista ASBRAV - Na sua visão, o quanto o setor está bem preparado em termos de qualificação profissional e quais os principais desafios nesse aspecto?

Revista ASBRAV - O que é preciso para que as empresas e produtos se tornem mais sustentáveis? João Pimenta - Em primeiro lugar acredito que é preciso que se desenvolva uma maior consciência ambiental entre os consumidores pois, na medida em que o mercado consumidor passe a exigir produtos comprometidos com a conservação do meio ambiente, as empresas do setor irão ser levadas a orientar sua atuação nesse sentido. Em segundo lugar entendo que é preciso haver incentivo do Estado, através de diferentes mecanismos, que venham a promover a sustentabilidade. Estes dois aspectos serão os principais indutores da promoção da sustentabilidade nas empresas. Creio que isso virá, inevitavelmente. Essa é a tendência mundial que se pode verificar. Não há outro caminho em todo caso pois o nosso futuro é indissociável do futuro do planeta e assim as mudanças ocorrerão.

João Pimenta - Realizei pesquisa recente entre os profissionais do setor a respeito de formação profissional e mercado de trabalho. Até o momento obtive 150 respostas de parte de uma comunidade bastante qualificada, oriunda de diferentes estados do Brasil. Com base nessa pesquisa, entendo que a qualificação profissional atualmente praticada no país é satisfatória contudo é possível identificar algumas falhas. Como professor da área e consultor, acredito que o desafio principal está no fortalecimento da formação prática, através de uma maior proximidade

Revista ASBRAV - 07

entrevista

com o setor produtivo.


notas e lançamentos

Doces com sabor de economia

Danfoss presente em relatório de refrigeração A Danfoss apoiou o lançamento do novo relatório de refrigeração Chilling Prospects: Providing Sustainable Cooling for All, divulgado pela Sustainable Energy for All (SEforALL). O primeiro relatório para quantificar os riscos crescentes e avaliar as oportunidades do desafio global de refrigeração foi desenvolvido com contribuições do Painel Global de Acesso à Refrigeração.

O gasto com eletricidade predomina entre os custos de um negócio. Por isso, a Panificadora e Confeitaria MAFRA, localizada em Joinville, Santa Catarina, decidiu implementar um sistema de gerenciamento remoto para controlar suas instalações. O sistema escolhido foi o Sitrad, software de administração remota desenvolvido pela Full Gauge Controls, fabricante de controladores para refrigeração, aquecimento e climatização.

08 - Revista ASBRAV

As conclusões do relatório incluem o importante papel da indústria para resolver a crescente demanda de refrigeração de forma sustentável. Segundo o presidente da Danfoss Cooling e representante do setor no Painel Global do Cooling for All, Jürgen Fischer, por meio do investimento contínuo em inovação, a melhor tecnologia pode ajudar a resolver alguns dos maiores problemas do mundo.


A auditoria ocorreu entre os dias 6 e 14 de março na fábrica de Araucária, no centro de distribuição de Curitiba e, em São Paulo, os escritórios da Trane®, no Jabaquara; da Thermo King® e de Tecnologias e Serviços de Compressão da Ingersoll Rand® (CTS) em Barueri. Para o analista de qualidade da Ingersoll Rand no Brasil, Roberto Bohrer, a conquista da certificação é resultado de um trabalho contínuo com base nos sistemas de gerenciamento de qualidade (em inglês QMS: Quality Management System) que foi projetado e revisado para atender aos novos padrões exigidos. A certificação ISO 9001 define requisitos para sistemas de gerenciamento de qualidade (QMS) que ajudam a garantir a eficiência e a satisfação do cliente.

Com produtos e serviços que abrangem todas as partes de um projeto a JPG Group apresentou uma série de inovações para os empresários que visitaram a Expoagas, entre os dias 21 e 23 de agosto no Centro de Fiergs, em Porto Alegre (RS). Segundo o presidente da JPG Group, Jaime Panerai Gavioli, o objetivo é oferecer desde o projeto, fachada com painéis led e automação que revolucionam o atendimento facilitando a vida do consumidor e permitindo ganhos de eficiência e redução de custos para o empresário. Foram expostos adegas, fatiadores, fornos, equipamentos de refrigeração, leitores digitais de preço, rack de compressores para áreas externas e internas e equipamentos de hortifrutigranjeiros.

ABRAVA renova 7ª fase do convênio com Apex-Brasil Com o objetivo de inserir empresas do setor HVAC-R em mercados internacionais, o Programa Abrava Exporta chega a 7ª. fase e tem como meta aumentar em 25% o volume de exportação das participantes. O projeto prevê a introdução na África, América Latina, Estados Unidos, México e Oriente Médio. Projeto de parceria entre a ABRAVA - Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento e a Apex-Brasil - Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos, desde 2004, é renovado e entra em

sua 7ª fase que se estende até 2020. Em 2017, as empresas participantes do Programa exportaram cerca de US$ 415 milhões, com um crescimento de 22,5% no valor exportado em relação à 2016. A meta para 2018 é 25% de incremento neste faturamento. As empresas interessadas na adesão ao Programa Abrava Exporta podem obter mais informações sobre suas ações com Leila Vasconcellos por meio do e-mail abravaexporta@abrava.com. br, no portal www.abravaexporta.com.br ou no telefone (11) 3361.7266 r.120.

Revista ASBRAV - 09

notas e lançamentos

Ingersoll Rand Brasil recebe Inovações tecnológicas nos certificação ISO 9001:2015 supermercados


Sindratar-RS

Reforma trabalhista exige responsabilidade Em palestra promovida por entidades do setor de climatização e refrigeração, em Porto Alegre (RS), empresários puderam compreender as mudanças propostas

entanto, precisamos ter responsabilidade para lidar com ela. Desta forma, queremos apresentar as mudanças que pensamos serem principais e que foram utilizadas na convenção coletiva firmada entre o Sindratar-RS e o Sindicato dos Trabalhadores em Refrigeração, Aquecimento e Tratamento de Ar Condicionado (Sindigel-RS) – comentou Webber.

Segundo o advogado, uma das principais vantagens do novo regime de trabalho no setor é a possibilidade de profissionais que oferecem serviço especializado poderem firmar diferentes contratos, atendendo empresas diversas. Já sobre as negociações coletivas, Webber afirma que o dispositivo serve, justamente, para tentar dar Palestra promovida pelo Sindratar-RS mais segurança jurídica. Durante a exposição, o Entendida como um meio de oferecer maior advogado destacou, ainda, que muitas situações segurança jurídica e liberdade para as relações são novas e não podem ser avaliadas. Ao todo, entre empregadores e colaboradores, a Reforma 106 dispositivos da Consolidação das Leis do TraTrabalhista ainda gera dúvidas. O Sindicato das balho (CLT) foram alterados. Empresas Prestadoras de Serviços no Segmento de Refrigeração, Aquecimento, Climatização O Sindratar-RS, em parceria com a ASBRAV, pree Ventilação do Estado do Rio Grande do Sul tende realizar outras formações voltadas aos (Sindratar-RS), com apoio da ASBRAV - Associa- empresários do setor como gestão empresarial, ção Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicio- eSocial, tributos, planejamento estratégico e nado, Aquecimento e Ventilação realizou uma cursos sobre normas reguladoras. palestra no dia 16 de agosto com empresários do setor de climatização e refrigeração e responsáveis pelo departamento de Recursos Humanos nas empresas do segmento. Ministrada pelo advogado atuante na área trabalhista, especialista em direito do trabalho pela Unisinos, Júlio Fernando Webber, a exposição destacou seis pontos principais da nova legislação: aspectos relativos à jornada de trabalho; compensação e banco de horas; contrato de trabalho intermitente; home office; trabalho autônomo e terceirização. - A Reforma Trabalhista oferece maior segurança jurídica, nos possibilitando mais liberdade. No Advogado Júlio Fernando Webber

10 - Revista ASBRAV


capa

Mercofrio debate o futuro do segmento de climatização e refrigeração Evento ocorre entre os dias 25 e 27 de setembro, no Centro de Eventos do BarraShoppingSul, em Porto Alegre

Entre os temas confirmados para o evento estão eficiência e inovação em sistemas de água gelada; Co-geração e absorção; uso da ferramenta CFD para HVAC&R e Comissionamento que é o processo de assegurar que os sistemas e componentes de uma edificação ou unidade industrial estejam projetados, instalados, testados, operados e mantidos de acordo com as necessidades e requisitos operacionais do proprietário. Estarão em pauta, ainda, Ar Condicionado de precisão para Data Centers; estratégias para qualidade do ar interno do ambiente condicionado; VRF; Aplicação de modelagem BIM em HVAC&R. A programação conta ainda com a abordagem do tema “O que há de novo na nova edição do PBE Edifica”; Refrigeração comercial e Simulação energética de edificações.

Para o diretor setorial de Ar Condicionado da ASBRAV – Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação, Considerado como uma referência nacional no Fernando Pozza, um dos destaques aguardados segmento, o Mercofrio 2018 - 11º Congresso serão os debates sobre as tendências dos novos Internacional de Ar Condicionado, Refrigeração, fluidos refrigerantes e sistema dedicados para ar Aquecimento e Ventilação traz grande expecta- externo. tiva para o setor. As atividades acontecem entre os dias 25 e 27 de setembro reunindo autorida- - Todos os temas são relevantes, mas destaco des nas mais diversas áreas do setor e convida- esses por lidarem com ferramentas que auxiliam dos internacionais. O congresso tem a tradição projetistas e arquitetos a fazerem projetos mais em apresentar trabalhos de alta notoriedade, relevância técnica e utilidade mercadológica. - É um momento de aproveitar as imensas oportunidades que um evento como esse nos proporciona através do conhecimento de novas tecnologias e processos usados no segmento, além da chance de aprofundar contatos com empresas e parceiros. A grade de programação é variada, o que permite a participação de profissionais de diferentes áreas dos segmentos que representamos de ar condicionado, refrigeração, aquecimento e ventilação – afirma o presidente da Última edição do Mercofrio ASBRAV, Eduardo Hugo Müller.

12 - Revista ASBRAV


Luiz Afonso Dias (d) no último Mercofrio sofisticados com menor custo. Percebemos no segmento uma característica constante de novas tecnologias que ajudam a reduzir o consumo de energia e, logo, promovem melhorias do ponto de vista de sustentabilidade – afirmou.

- Sabemos que é o local que se atinge o último elo desta cadeia: o usuário final. É ele que nos traz a demanda por conforto, por refrigeração, ventilação, qualidade do ar, eficiência energética, automação e que, por sua vez, justifica os investimentos na busca por inovações, um processo contínuo dentro dos centros de pesquisa e desenvolvimento do fabricante – disse.

O programa do Congresso Mercofrio 2018 será múltiplo, combinando sessões técnicas, seminários, mini-cursos e fóruns de discussão. Nas Sessões Técnicas são apresentados artigos técnicos A sistemática diferenciada do evento e a escolha – papers – que atenderam a chamada de trabade um novo local, é destacada pelo membro da lhos e foram submetidos a revisão da comissão comissão organizadora, Luiz Afonso Dias. científica. Os trabalhos apresentados concorrem ao Prêmio ANPRAC, nas categorias de melhor - Estamos muito otimistas em virtude da série trabalho de Ar Condicionado, melhor trabalho de de novidades que estão sendo oferecidas ao Refrigeração e Destaque Inovação. Os Seminápúblico. O escopo do Congresso está um pou- rios seguirão o modelo da ASHRAE, divididos em co diferente com palestras simultâneas, além blocos temáticos, onde serão apresentadas pade termos ampliado o volume de conteúdos. O lestras de profissionais renomados da indústria objetivo é permitir uma gama de temas que são do HVAC&R, com o compromisso de apresentar de interesse dos profissionais das mais variadas trabalhos isentos de comercialismo, trazendo esáreas e, certamente, todos encontrarão assun- tudos de caso, experiências e novas ideias. Com tos que são do seu interesse profissional – disse. a presença de profissionais qualificados do setor de HVAC&R vindos de todo Brasil e exterior, será O 1o vice-presidente da ASBRAV, Paulo Fernando promovido o debate de ideias através da realizaPresotto, reforça que foram integradas questões ção de Fórum. Os temas propostos estão listados técnicas com seminários e ampliação do espaço em sequência. Como em anos anteriores serão para o patrocinador. Isso tudo, faz a edição do disponibilizados cursos em formato short-courMercofrio 2018, ser especial. ses para aprimoramento técnico em disciplinas do HVAC&R, ministrados por profissionais expe- O mundo está em transformação e as relações rientes e especialistas em suas disciplinas. entre empresas está mudando a cada dia. Hoje, vemos uma geração surgindo no mercado de O Marcofrio 2018 acontece nos dias 25, 26 e 27 trabalho muito sustentada em novas tecnologias de setembro no Centro de Eventos BarraShocomo smartphones, block chain, smart grid, in- ppingSul, em Porto Alegre. O evento tem como ternet das coisas, entre outros. Isso tudo exige tema central "Construindo Soluções de HVAC&R que empresas e profissionais busquem atualiza- para o Ambiente do Amanhã. Outras informação. Procuramos fazer um evento agradável em ções podem ser obtidas no site asbrav.org.br.

Revista ASBRAV - 13

capa

todos os aspectos – comentou. Para o 2º Vice-presidente da ASBRAV, João Carlos Antoniolli, há uma importante contribuição para a qualificação de toda a cadeia de fornecimento do setor.


O futuro. Hoje. O primeiro chiller completamente otimizado para um desempenho superior, com um refrigerante de última geração e baixo potencial de aquecimento global (GWP), que oferece maior desempenho em condições reais de operação, menor custo de propriedade e uma nova definição de sustentabilidade. É o primeiro chiller desenvolvido para superar todas expectativas - hoje e amanhã.

CHILLER CENTRÍFUGO COM MANCAIS MAGNÉTICOS YZ

SÃO PAULO/SP (11) 3475-6700

RIO DE JANEIRO/RJ (21) 3906-5900

RECIFE/PE (81) 3414-9888

MANAUS/AM (92) 3211-5000

BRASÍLIA/DF (61) 3255-8000

CANOAS/RS (51) 2102-6200

Johnson Controls-Hitachi Ar Condicionado do Brasil Ltda www.jci-hitachi.com.br

14 - Revista ASBRAV

YORK.com/Next


CRIADO PRA

*Fornecimento e instalação com a garantia e a qualidade Panasonic.

Eficiência energética em climatização para grandes ambientes. Criado pra você reduzir o consumo de energia elétrica e o custo operacional de sua empresa.

Nossas soluções de climatização em modelo Turn Key são desenvolvidas sob demanda, contando com serviços de análise de viabilidade, planejamento, hardware, instalação, startup e manutenção do projeto. Elas entregam uma redução de consumo de energia de até 90% ao cliente, reduzindo, assim, os custos operacionais, além de ser uma solução silenciosa e sustentável. Saiba mais em www.panasonic.com/br/business

panasonic.br

22916389_B2B_ANUNCIO MERCOFRIO_PANASONIC 2018_210x297mm.indd 1

@PanasonicBrasil

Revista ASBRAV - 15

9/4/18 6:41 PM


capa

Tudo pronto para o Mercofrio 2018 Patrocinadores falam sobre a expectativa para o evento que tornou-se uma referência no segmento

Conhecimento e integração Para a Midea Carrier a alta adesão de patrocinadores ao evento demonstra a capacidade da organização em reunir as principais empresas neste importante evento do setor. "Nossa expectativa é de que as palestras e seminários tragam novidades e informações relevantes para o fortalecimento do setor, além de promoverem um momento de congregação. O encontro acontece em um momento importante para que as empresas se apresentem para a sociedade, demonstrem que continuam apostando no desenvolvimento do país, na geração de empregos e que continuam atentas às tendências de mercado com novos produtos e regulações", afirma o coordenador de Engenharia de Aplicação, Cristiano Rayer Brasil.

Diferencial em climatização Apresentar conceitos e técnicas de climatização para Data Centers, visando elucidar para o mercado as diferenças destes ambientes dos ambientes de conforto, além de mostrar o que há de inovação tecnológica nos condicionares de precisão é o objetivo principal da Vertiv. A empresa estará presente no Mercofrio 2018 acreditando que o evento é um importante canal para que profissionais do mercado de HVAC possam discutir inovações tecnológicas e tendências. Segundo o representante da empresa, Sérgio Ribeiro, o Mercofrio vem se tornando um dos melhores espaços para se obter sucesso neste quesito e a Região Sul, historicamente, reúne grandes empresas do setor, o que contribui significativamente para o sucesso do evento.

16 - Revista ASBRAV


O diretor da Dannenge, Fernando Abreu, ressalta que o Mercofrio é uma oportunidade para expor a marca e facilitar o contato direto com clientes e instaladores. “ Este é o melhor meio de divulgação para a apresentação de uma nova linha de produtos. A Dannenge está colocando no mercado uma linha completa de produtos com tecnologia ativa para purificação de ar e pretende ter seus produtos conhecidos por especificadores, instaladores e clientes finais. O Sul do Brasil é uma região diferenciada, com alta taxa de industrialização e geralmente o contato pessoal é oneroso, na medida em que são muitos os deslocamentos necessários. Por isso queremos aproveitar o encontro que, no nosso entendimento, oportuniza a exposição conjunta de produtos e serviços, assim como facilita o contato com usuários, que podem expor de forma direta suas necessidades e expectativas".

Compromisso com o meio ambiente O gerente de Negócios para Fluorquímicos da Chemours Brasil, Renato Cesquini, acredita que o Mercofrio seja uma grande oportunidade de expor o compromisso com a inovação e de concretizar o posicionamento e presença da Chemours. “Mostraremos as categorias de fluidos refrigerantes HFOs e suas vantagens para os clientes, principalmente no que diz respeito ao seu baixo potencial de aquecimento global e zero potencial de degradação da camada de ozônio. Este é um encontro de referência em inovação e tecnologia para o setor, já que poderemos mostrar como temos investido em tecnologias sustentáveis. Além disso, é uma vitrine para o mercado, onde podemos fazer negócios, expor e conhecer novidades".

Revista ASBRAV - 17

capa

Exposição da marca


capa

Soluções para o mercado A expectativa da participação da Panasonic no congresso Mercofrio 2018 é apresentar todas as soluções de climatização/eficiência energética para o setor, além de contribuir positivamente com uma palestra e discussões sobre as soluções disponíveis no mercado. "O Congresso é extremamente importante e relevante para o setor. Além de abrir discussões de alto nível sobre temas importantes relacionados a HVAC&R, acaba aproximando fornecedores de qualidade a potenciais clientes", afirma o Gerente Nacional de Vendas – Soluções de Eficiência Energética, Leandro Miquiniot.

Desenvolver melhorias O engenheiro de Aplicação da Daikin, Fernando Pozza, reforça que o Mercofrio é um importante instrumento para desenvolver o segmento com compartilhamento de conhecimentos. “A expectativa é que seja um ótimo congresso por ser um evento já consolidado em sua 11° edição e também por ter dois fatores adicionais para contribuir com o sucesso do evento e de público, que é o novo local do evento e o novo conceito com palestras simultâneas com diferentes temas de interesse do setor. A Daikin tem como expectativa fortalecer o seu relacionamento com o mercado, como uma empresa que apoia a construção e desenvolvimento do conhecimento e estará com um espaço preparado para receber e apresentar aos visitantes novidades em equipamentos e aplicações para área de climatização. O Mercofrio tem uma grande importância para o setor por proporcionar a qualificação técnica e fortalecimento dos profissionais e empresas da área, difundindo novos conhecimentos, aplicações e melhores práticas em projetos e instalações".

18 - Revista ASBRAV


"O encontro é de extrema importância, pois proporciona a integração de toda a cadeia produtiva e auxilia na difusão de tecnologias importantes para o desenvolvimento do mercado de climatização a gás natural no Rio Grande do Sul ", afirma o coordenador do segmento veicular da Sulgás, Marcelo Bastos.

Troca de conhecimento e relacionamento O coordenador de Aplicação de Produtos HVAC da Johnson Controls, João Carlos Antoniolli destaca a oportunidade de interagir com os participantes do Mercofrio e construir e fortalecer relacionamentos com as pessoas que fazem parte deste segmento. “Esta integração entre indústria, academia e usuários nos coloca em posição de obrigatoriedade de estar presente e reconhecer o esforço feito pelos colaboradores da ASBRAV que se dedicam a organizar um evento com expressão internacional. Também destacamos a importante contribuição para a qualificação de toda a cadeia de fornecimento do setor. Sabemos que é o local que se atinge o último elo desta cadeia: o usuário final".

Revista ASBRAV - 19

capa

A Sulgás estará presente no Mercofrio com o objetivo de estreitar relacionamento com público-alvo do evento, buscando difundir a solução da tecnologia GHP (VFR a Gás Natural) a todos os players desse setor.

integração da cadeia produtiva


capa

Conhecimento e qualificação para o setor A BerlinerLuft, multinacional alemã, é mais uma parceira do Mercofrio que enxerga no evento, uma grande oportunidade de qualificação profissional e troca de conhecimento. A empresa oferece uma ampla linha de soluções globais na área de sistemas de ventilação e ar condicionado e pretende dividir conhecimento e expertise do setor. O encontro reúne empresas e profissionais que estão focados em preocupações atuais como a sustentabilidade e a necesssidade de promover cada vez mais a eficiência energética nos produtos e para BerlinerLuft esses valores são considerados fundamentais para um trabalho de sucesso.

Guia 2018 Para download gratuito no site da ASBRAV


ito


capa

Relacionamento e negócios A expectativa da Industrilas para o Mercofrio é a melhor possível. Para Sidney Vertuoso, representante da empresa, ter a oportunidade de encontrar os melhores projetistas de HVAC do Brasil vai proporcionar a oportunidade de oferecer-lhes o que há de melhor no mercado global de acessórios para a linha de HVAC&R. “Nossos sistemas de travamento são utilizados pelos maiores fabricantes mundiais deste segmento. As novas demandas do setor, como conservação de energia e adequação às normas ambientais nos força a buscar algo mais e na nossa opinião toda a vez que trocamos experiências e nos atualizamos saímos fortalecidos. Compartilhar conhecimento e novas tecnologias vai fortalecer nosso segmento e trazer progresso para todos”, disse.

Inovação em fluidos refrigerantes A oportunidade de disseminar informações de qualidade para um público qualificado é o grande diferencial do Mercofrio, na visão do representante da Arkema Brasil, uma das empresas presentes no encontro. Segundo Alexandre F. Lopes, a intenção é apresentar os fluídos refrigerantes atuais, solução para o retrofit do R22 e discutir os principais desafios do futuro sobre os HFO’s. Para a Arkema, é importante munir os profissionais atuantes deste mercado de informações que proporcionam uma melhor performance do setor, dar a importância devida na parte ambiental e inspirar os participantes com a troca de experiências.

22 - Revista ASBRAV


Quando você é o líder em eficiência em Chiller Parafuso¹, te manter numa boa é tudo em um dia de trabalho.

Tecnologia em chillers compressor parafuso com velocidade variável eleva o nível em eficiência4 para chillers.

EXCEDE O STANDARD ASHRAE 90.1 EM ATÉ

75%

3

42%

2

DE REDUÇÃO DE VELOCIDADE

IPLV TÃO BAIXO QUANTO

0.299

5

Onda de calor? Pode vir. Tempestades? Moleza. Falha em ventiladores das torres de resfriamento? Sem problemas. O chiller parafuso AquaEdge®com inteligência Greenspeed® da Carrier é projetado para prosperar em situações que outros chillers não podem sobreviver. Com desempenho livre de surge, faixa de velocidade variável duas vezes maior que de outros chillers³ e um design único de compressor que minimiza a necessidade de manutenções programadas. Ah, e é incrivelmente silencioso comparado a chillers centrífugos. Quando submetida a diversas condições de operação, a tecnologia de chillers parafuso com velocidade variável, como utilizada no chiller Carrier 23XRV, foi 11% mais eficiente que a tecnologia com mancais magnéticos.

Dia após dia, nenhum chiller te mantém numa boa como o chiller AquaEdge®.

Chiller condensação a água AquaEdge® 23XRV.

Para mais informações sobre o chiller Aquaedge® 23XRV e o estudo GPG, visite carrier.com/proof. 1Entre

os chillers parafuso elétricos de condensação à água medidos em condições de IPLV reportados pelo Estudo de Eficiência Energética do DOE/FEMP. 2Condições de Integrated Part Load Value (IPLV) baseada nos requerimentos mínimos do Standard ASHRAE 90.1 2016 nos chillers selecionados. 3Validado por teste de performance. 4Fonte: www.gsa.gov/gpg. GPG Program Summary, GPG 031, Agosto 2017, Variable-Speed Direct-Drive Screw Chiller. O estudo GSA aqui mencionado não é um endosso, recomendação ou preferência pelo produto do Governo dos EUA ou por qualquer agência dele ou do Pacific Northwest National Laboratory/Oak Ridge National Laboratory. 50.299 kW/ton nos modelos selecionados. ©Carrier Corporation 1/2018. Uma unidade da United Technologies Corporation. Stock symbol UTX.

www.carrierdobrasil.com.br - 0800-887-6707 ou 4003-6707


capa

Aproximação de clientes e parceiros

O coordenador da Engenharia de Produtos e Aplicação da Armacell, Antônio Borsatti, lembra que o Mercofrio é uma oportunidade para construir laços e reforçar parcerias no segmento. “Nossa expectativa é aproveitar o congresso, que reúne um grande número de importantes profissionais e empresas do setor no país, para apresentar novas tecnologias e reforçar o relacionamento com o mercado e parceiros da região. O Mercofrio tem grande importância para a difusão de conhecimento técnico e para a consolidação e crescimento do setor de ar condicionado e refrigeração, principalmente na Região Sul, polo da indústria da refrigeração com importantes fabricantes de equipamentos e projetistas que atuam em todo o país", afirmou.

Conceitos e tecnologias da Europa a serem aplicados no Brasil A expectativa da Weger do Brasil no evento Mercofrio é, além da divulgação da marca e captação de novos clientes, contribuir com o setor através de inovações que a empresa trouxe da Europa para o Brasil. A Weger do Brasil trouxe tecnologias e conceitos que já são aplicados no continente europeu e possuem o foco de proporcionar economia de energia. "Entendemos que a Mercofrio é um evento que contribui ricamente para o Setor de HVAC&R, visto que a Febrava (principal evento no segmento no Brasil) acontece apenas de dois em dois anos. Além das empresas exporem seus produtos e tecnologias, as palestras contribuem com conteúdo de alta qualidade para todos os participantes", afirma a engenheira Fernanda Beni.

24 - Revista ASBRAV


O diretor de Soluções Ductless da Trane no Brasil, Matheus Lemes, avalia o Mercofrio como um dos principais eventos voltados ao segmento. “A ASBRAV tem essa característica muito interessante no que tange o conhecimento técnico e a valorização da divulgação do conhecimento. Mais do que qualquer outro interesse, percebemos que a entidade é focada em qualificar o mercado de trabalho. O Mercofrio é um exemplo, pois as palestras são técnicas e fogem do caráter comercial. Isso faz com que os palestrantes tragam assuntos diferentes. O resultado é a melhora da qualidade técnica dos nossos projetos, com mais responsabilidade e segurança. A Região Sul é reconhecida pelos profissionais e pelo ótimo trabalho desenvolvido. Este reconhecimento é, também, da ASBRAV, pela constante preocupação com a qualificação”.

Novas tecnologias em sistemas de VRF

A LG Eletronics estará presente no Mercofrio com a intenção de introduzir conceitos sobre novas tecnologias em sistemas de VRF (Volume de Refrigerante Variável). O objetivo é prover os profissionais de conhecimento sobre aplicações diversas com sistemas de VRF, utilizando acessórios e controles que proporcionem maior economia de energia, melhor controle ambiental e conforto. “Nosso setor carece de iniciativas que proporcionem conhecimento, seja básico, intermediário ou avançado. Precisamos reciclar e dar oportunidade aos profissionais do setor e aos usuários mostrando o que existe de melhor, desmitificando conceitos e paradigmas. Não adianta exigirmos dos profissionais excelência sem oferecermos treinamentos, sem compartilharmos novos conceitos e novas tecnologias”, afirma o gerente de aplicação de engenharia da LG Eletronics, Celso Doná.

Revista ASBRAV - 25

capa

Difundir conhecimento


notícias

Curso apresenta detalhes do sistema de velocidade variável em Chillers Sistema VSD ganha espaço no mercado

Em sintonia com um dos focos centrais da ASBRAV que é o treinamento e qualificação, foi realizada em 19 de julho uma aula especial sobre o tema. - No papel de fabricantes sentimos que temos uma obrigação de contribuir na formação profissional. Investimos no projeto Qualificar da ASBRAV, pois vemos que há uma imensa oportunidade de estar em contato direto com quem trabalha com os equipamentos – afirmou o coordenador de Aplicação de Produtos HVAC da Johnson Controls–Hitachi e 2o vice-presidente da ASBRAV, João Carlos Antoniolli.

26 - Revista ASBRAV

A palestra abordou uma das partes mais importantes do curso de "água gelada" que é direcionado a velocidade variável em chillers.

2o vice-presidente da ASBRAV, João Carlos Antoniolli

©C Ol *Da


Preço dos equipamentos e da instalação mais baixos antes do início do verão

existem diversas vantagens como a presença de mais profissionais disponíveis – relata.

Quem está pensando em comprar um ar A corrida em busca dos equipamentos condicionado para aproveitar o próximo verão normalmente inicia em outubro e vai até o final sem sofrimento devido ao calor, agora é o do verão. momento mais propício para esta aquisição. De acordo com o engenheiro mecânico e conselheiro da ASBRAV - Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação, Ricardo Vaz de Souza, a economia nos custos pode ser de até 25%. - É o período ideal para a compra e a instalação de ar condicionado. Neste momento, os preços dos produtos nas lojas estão mais em conta, além do estabelecimentos estarem com todos os produtos disponíveis. Para o segundo passo desta compra, que é a instalação, também

Opt

for better

Opte para melhor Opte por eficiência energética e menor impacto ambiental Opteon™ XP40 é um fluido refrigerante que oferece excelente capacidade de refrigeração para os seus sistemas de congelados e resfriados, com até 12% de redução no consumo de energia, além de uma redução de 67% no potencial de aquecimento global, quando comparado ao fluido R-404A.

Saiba mais sobre os fluidos refrigerantes Opteon™ www.opteon.com.br 0800 110 728

©Copyright 2018. Opteon™ é uma marca registrada ou marca comercial da The Chemours Company FC, LLC. O logotipo da Chemours e Chemours™ são marcas da The Chemours Company, LLC. *Dados de acordo com a norma AR5.

notícias

Instalação de ar condicionado nesta época do ano gera até 25% de economia


notícias

Manutenção de ar condicionado é essencial para garantir a saúde Assunto é tratado na Lei n° 13.589, que tornou PMOC obrigatório desde o dia 3 de julho A lei, sancionada pelo presidente Michel Temer em janeiro, exige a execução de um Plano de Manutenção, Operação e Controle (PMOC) de sistemas e aparelhos de ar condicionado em edifícios de uso público e coletivo, com o objetivo de eliminar ou minimizar riscos potenciais à saúde dos ocupantes. O assunto foi tratado no dia 9 de junho em curso promovido pela ASBRAV. Quem ministrou foi o engenheiro mecânico com mais de 35 anos de especialização em ar condicionado e refrigeração, Gilsomar Gabriel da Silva. - Os sistemas de climatização e os respectivos planos de manutenção devem obedecer a parâmetros de qualidade regulamentados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). As legislações estabelecem os parâmetros de qualidade do ar, como temperatura ambiente, de conforto e umidade do ar, por exemplo – explicou.

Curso do PMOC ocorreu na sede da ASBRAV em Porto Alegre

A Vigilância Sanitária será responsável por fiscalizar. A penalidade pode variar de RS 2 mil até R$ 1,5 milhão para quem descumprir a lei do PMOC, que é destinada para locais comerciais ou industriais que tenham soma total de 60 mil BTUs instalados.

ASBRAV inicia mais uma turma de curso para operação de sistemas de água gelada Aulas ocorrem de julho até 20 de novembro de 2018 na sede da ASBRAV - Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação A atividade é voltada para empresas instaladoras, de assistência técnica, fabricantes e responsáveis pela manutenção de Sistemas de água gelada. O professor e diretor de Ensino e Treinamento da ASBRAV, Paulo Otto Bayer, ressaltou que a atividade está alinhada com o papel da entidade em entregar para o mercado pessoas com bom conhecimento em sistemas de água gelada.

28 - Revista ASBRAV

Curso de qualificação

Anu


CJ13

TÃO SILENCIOSO QUE NÃO VAI SER NOTADO.

ULTRA SILENCIOSO Disponível em duas versões

Liebert® HPC CAPACIDADES DE 80 a 400 TR

ALTA EFICIÊNCIA, ROBUSTEZ E BAIXO NÍVEL DE RUÍDO PARA GARANTIR A TRANQUILIDADE DE TODOS. É crescente os empreendimentos que usam sistemas de ar condicionado com água gelada em áreas urbanas, de modo que a preocupação com o nível de ruído gerado pelos chillers se torna fator preponderante. Pensando na comodidade dos nossos clientes, desenvolvemos o HPC QUIET VERSION, que além de ser um dos equipamentos com menor nível de ruído do mercado mundial, atende aos mais exigentes critérios de eficiência energética.

MADE IN

ITALY

VERSÃO “QUIET” COM PRESSÃO SONORA INFERIOR A 66 dB(A) A 1 METRO Conforme ISO 3744 e 100% da capacidade

Nossas principais marcas Chloride® Liebert® NetSure™

Trellis™ Energy Labs™ Geist™

VertivCo.com Um mundo onde as tecnologias críticas sempre funcionam.

LinkedIn /company/vertivco

AnuncioAbrava_Vertiv_EdJunho2018.indd 1

Facebook /VertivCo

Twitter @VertivCo_HQ

Youtube Vertiv Co

Fale com a gente

(11) 3618-6600

22/06/18 16:29


Sem tĂ­tulo-2 1

31/08/2018 16:29:17


29:17

notĂ­cias 32 - Revista ASBRAV


Hoje, a eficiência energética está na vanguarda na construção de edifícios comerciais, assim como o conforto e a flexibilidade do usuário e, mais recentemente, a construção de informações. Mas o custo e o tempo são os fatores limitantes com os quais planejamos, projetamos e construímos.

na construção. A responsabilidade pela função HVAC está no instalador hidrônico e no integrador de sistemas. O sistema comanda os atuadores, mas não sabe se o comando foi atendido. Os edifícios são dinâmicos e as exigências de HVAC variam de acordo com uso, ocupação e clima. A maioria das construções padrões apenas requer balanceamento hidrônico estático na demanda máxima de aquecimento ou resfriamento, que não pode se adaptar a cargas reduzidas, o que aumenta a pressão do sistema, causando overflows, oscilando loops PID e consequentemente baixo delta-T e menor eficiência de chillers e caldeiras. Válvulas independentes de pressão, como a AB-QM, possue um regulador de pressão integrado e fornecem balanceamento dinâmico automaticamente para todas as condições de demanda do edifício com característica de curso/ fluxo linear. A única influência na faixa de vazão é o próprio atuador.

Nem sempre é necessário investir mais para economizar mais. Produtos conectados inteligentes, como o atuador Novo-Con® da Danfoss, economizam mais do que custam, mesmo durante a fase de construção. Isso é obtido economizando tempo e esforço usando o BACnet para ativar o comissionamento remoto, a detecção remota de falhas e a manutenção remota com o bônus de dados de desempenho e alocação de energia. É o que a automação predial está esperando. A automação predial é certamente a chave para alcançar uma maior eficiência energética, mas depende da performance correta dos dispositivos de campo. Um deles é o atuador de válvula, que controla a faixa de vazão de água para resfriamento de HVAC ou de aquecimento, que representa os maiores custos operacionais

Se as pré-configurações da válvula que limitam a saída de energia estiverem incorretas, os algoritmos de controle não funcionarão. O mesmo se aplica à sujeira e ar no fluxo do fluido. A maioria dos integradores já presenciou atuadores pendurados pelos seus cabos próximo à válvula que estes supostamente deveriam controlar, ou cabos desconectados. O sistema não pode detectar esses erros, a não ser o baixo desempenho do sistema de HVAC. Tais problemas só podem ser detectados visitando o prédio, abrindo o forro no teto, subindo em uma escada e verificando dentro do forro. Uma atividade como está, além de demorada, é impraticável se o cliente já se mudou para o edifício. O atuador inteligente sabe se está conectado a uma válvula, se há partículas impedindo a

Revista ASBRAV - 33

artigo técnico

Conexão ideal entre hidrônicos e automação predial


artigo técnico

válvula de fechar e se os cabos de controle estão conectados. Os alarmes de falha são sinalizados por LEDs no corpo do atuador e via BACnet Fieldbus no sistema de automação predial. O pré-ajuste da válvula é feito remotamente via BACnet e a sujeira e o ar podem ser removidos dos tubos sem a necessidade de uma inspeção nas salas - centenas de válvulas podem ser totalmente abertas para flushing em segundos.

a adaptação da taxa de transmissão reduzem o tempo requerido pelo integrador de sistema.

A adição de sensores de temperatura no fluxo de entrada e no retorno, combinada com o feedback preciso da taxa de fluxo, indica a quantidade de energia fornecida para cada sala. Além disso, os dados de desempenho são armazenados no atuador para recuperação e análise, permitindo que o uso de energia de um edifício seja ainda O instalador hidrônico pode ajustar válvula mais otimizado. Adicionando inteligência e e atuador ao mesmo tempo, sem pré-ajuste BACnet ao NovoCon® nos permite obter mais manual. Cabos Fieldbus com plug-in para da automação predial, economizando tempo conexões em cadeia de atuador para atuador, ao instalador, ao integrador economizando quantidade de cabos e evitando do sistema e à empresa de excesso de fiação, economizando tempo e manutenção. evitando erros de instalação. Essa funcionalidade remota reduz os custos de manutenção e * Diretor global de OWM para aumenta a flexibilidade para mudanças no uso controles comerciais da Danfoss, da construção. O endereçamento automático e Sean Boden

FLUIDO REFRIGERANTE NA MEDIDA DA SUA

NECESSIDADE DIVERSAS EMBALAGENS:

PROXIMO À VOCE:

Isotanque

4 filiais no Brasil

Ton tanque e Half ton tanque

Cobertura Nacional e Latino americana

Cilindros retornáveis

Liderança global na produção de fluído refrigerante

Cilindros descartáveis Latas

Isto é Forane®, uma marca global da Arkema.

Entre em contato conosco: Tel: 11 2148-8513 contato.brasil@arkema.com

www.forane.com

Revista ASBRAV - 19


Empreendimento oferece quase cem salas comerciais no complexo da Unisinos

Construído para locação e venda de salas comerciais, o Partec Green é o primeiro empreendimento para este fim que terá certificação LEED Platinum, em São Leopoldo, no Parque Tecnológico da Unisinos (Tecnosinos). O reconhecimento deve ser confirmado até o final de 2018, de acordo com o diretor do escritório da Petinelli em Porto Alegre, Ricciano Liberali. - O foco no conforto térmico e lumínico garantiu um empreendimento com excelente desempenho energético. A sua localização, dentro do Tecnosinos, também influenciou para que suas características atendessem todas as demandas necessárias. As pessoas do meio tecnológico reconhecem a certificação LEED, pois geralmente são empresas multinacionais. Desta forma, o prédio atrai este perfil de organizações – comenta Liberali.

Empreendimento possui fachadas personalizadas sombreamento com balcões no norte e redução máxima de área de vidros no leste e oeste. Além disso, as fachadas norte e sul possuem janelas operáveis, dimensionadas para proporcionar ventilação natural em todos os ambientes. Já o sistema de energia renovável apresenta painéis fotovoltáicos instalados para atendimento de 100% das cargas de áreas comuns.

A climatização conta com uma casa de máquinas dimensionadas para uso de sistema de Com 22 mil m² de área total, o Partec Green climatização e ventilação mecânica. O sistema, possui fachadas definidas a partir de simulações split inverter ou VRF, pode ser escolhido pelo termoenergéticas e de iluminação natural, com cliente final. características próprias: vidros no lado sul;

• Arquitetura: O foco no conforto térmico e lumínico garantiu um empreendimento com excelente desempenho energético. O diálogo entre arqutietura, climatização e certificação, logo na fase inicial do projeto foi fundamental para os resultados obtidos. • Resíduos: 90% dos resíduos da obra foram encaminhados para reuso ou reciclagem.

- A carga térmica foi dimensionada levando em conta todas as características arquitetônicas do empreendimento, como sombreamento, seleção de vidros e potência de iluminação. A simplificação das instalações garante alto desempenho do conjunto com foco no conforto térmico e lumínico dos ocupantes – explica Ricciano Liberali. Outros diferenciais do empreendimento são o reaproveitamento dos resíduos do banheiro e de todas as águas cinzas (que saem das torneiras) no sistema de reutilização, assim como a captação da chuva. Ainda, 90% dos resíduos da obra foram encaminhados para reuso ou reciclagem.

Revista ASBRAV - 35

obra destaque

Conforto térmico e alto desempenho energético no Tecnosinos


obra destaque

Dados Técnicos: Nome: Partec Green Localização: Polo Tecnológico Unisinos Endereço: Avenida Theodomiro Fonseca 3101, São Leopoldo Proprietário: Partec Incorporações e H.Lar Incorporações Uso Principal: Comercial - Empresas de Tecnologia Ocupação: 30% Área Total: 22000 m² Área Climatizada: 12000 m² CREA/CAU: Ingrid Dahm - CAU A60472-0 Equipe de trabalho: Arquitetura: Cubo Verde Arquitetura Sustentável Climatização: Thermo Engenharia em Climatização Elétrico: Vale do Rio Caí Hidro: Cyro Carlos Bonetto Silva Automação: Vale do Rio Caí Gerenciamento: H.Lar Incorporações Construtora: H.Lar Incorporações LEED: Petinelli Envelope: Cobertura: Laje impermeabilizada com isolamento em XPS e pintura branca Paredes: Parede de alvenaria com reboco em ambas faces Vidros: Neutral On Green (Sunaguard/Guardian) - NP41 on green Relação Parede/Vidro : 27% Área de Estacionamento: 9000

36 - Revista ASBRAV

Características sustentáveis: Iluminação Natural: Todas as fachadas foram definidas a partir de simulações termoenergéticas e de iluminação natural. Ventilação Natural: As fachadas norte e sul possuem janelas operáveis, dimensionadas para proporcionar ventilação natural em todos os ambientes. Energia Renovável Sistema de painéis fotovoltáicos instalados para atendimento a 100% das cargas de áreas comuns. Climatização: Casas de máquinas dimensionadas para uso do sistema de climatização e ventilação mecânica. O sistema pode ser escolhido pelo cliente final (split inverter ou VRF). A carga térmica foi dimensionada levando em conta todas as características arquitetônicas do empreendimento (sombreamentos, seleção de vidros, potência de iluminação...) LEED: Empreendimento será certificado LEED Platinum, a mais alta certificação de sustentabilidade na construção civil mundial. Eficiência no Uso de Água: 100% dos efluentes tratados in loco. 100% das águas cinzas reutilizadas no empreendimento, além da utilização de águas de chuvas.


guia de associados

Razão Social

Cód

Fone

CONSTARCO ENGENHARIA E COMERCIO LTDA

11

3933.50.00

ACEL AR CONDICIONADO ECOLÓGICO EIRELE EPP

51

3211.45.30

CORREA MANUTENÇÃO

51

3273.05.25

ACJ ENERGIA E CLIMATIZAÇÃO LTDA

51

3041.48.45

CURTIS CONSULTORIA S/C LTDA

51

3019.37.23

ACMASUL SISTEMAS DE VENTILAÇÃO E CONTROLE AMBIENTAL

51

3013.42.89

DAIKIN MCQUAY AR CONDICIONADO BRASIL LTDA

11

3123.25.25

ACUSTIKA SUL ENGENHARIA LTDA

51

3344.11.88

DARLEI CARVALHO – FRIO DO VALE NA TEMP CERTA

51

99606.62.09

ADEMILSON DOS SANTOS XAVIER

51

98575.07.97

DEIVI TEIXEIRA HOMEM

51

3446.17.32

ADEMIR SILVA

51

3347.70.79

DELEON DOS REIS VITH

51

3529.50.62

AERIS QUALIDADE DO AR EIRELI ME

51

99963.51.79

DELTA FRIO INDUSTRIA DE REFRIGERAÇÃO LTDA

51

3536.15.51

AERODUTO AR CONDICIONADO LTDA

51

3343.49.83

DIFUSTHERM INDUSTRIAL DE METAIS LTDA

41

3059.82.00

AGRAZ REFRIGERAÇÃO LTDA

51

3751.26.91

DIMENSIONAR ENGENHARIA SISTEMAS DE CLIMATIZAÇÃO

51

3029.70.75

AGST CONTROLES E AUTOMAÇÃO LTDA

51

3343.04.73

DOCTOR FRIO - GRM AR CONDICIONADO LTDA-EPP

51

3557.83.84

AIR CLEAN - M C PEREIRA & CIA LTDA

51

3426.16.76

EDSON M BIONDO & CIA LTDA ME - SUL FRIO REFRIG

55

3026.21.70

AIR COOL MANUTENÇÃO E INSTALAÇÃO LTDA

51

3478.43.23

EDUARDO GUS BROFMAN

51

3574.50.71

AIR DATUM ENGENHARIA LTDA

51

3326.19.33

EDUARDO HUGO MÜLLER

51

99324.90.05

AIR SHOP EQUIP CONFORTO TERMICO LTDA

51

3094.28.88

EJR ENGENHARIA LTDA

51

3201.37.00

AIRSIDE IND COM DE PRODUTOS PARA CLIMATIZAÇÃO LTDA

51

3473.62.58

ELETRO AR SUL LTDA

51

3340.12.47

AIRTEK COM MANUT INST DE MAQUINAS LTDA EPP

51

3590.61.77

ELTON ALOISO THOMÉ

51

99277.55.02

ALBERT ENGENHARIA DE INSTALAÇÕES LTDA

51

3342.39.05

ENCLIMAR ENGENHARIA DE CLIMATIZAÇÃO LTDA

51

3371.28.41

ALBERTO TOGNI

51

99702.71.26

ENGE REPRESENTAÇÕES TÉCNICAS LTDA - ME

51

3737.77.51

ALEXANDRE TOCCHETTO

51

3357.22.25

ENGEMESTRA

51

3061.39.35

ALIMAC REPRESENTAÇÕES - EIRELI

51

2112.81.92

ENGENHAR CLIMATIZAÇAO EIRELI

51

3594.78.30

AMANDA LAMIM DOS SANTOS EIRELI - EPP

47

3323.32.77

ENGETÉRMICA AR CONDICIONADO LTDA

51

3342.54.33

AMBIENTALIS ANALISES DE AMBIENTES LTDA

48

3028.30.69

EPEX IND COM DE PLÁSTICOS LTDA

47

3334.31.00

AMILLPASSOS REFRIGERAÇÃO INDL LTDA

51

3581.54.56

ESCOLA TÉCNICA PROFISSIONAL LTDA

41

3332.70.25

ANTONIO CARLOS DA ROSA DA COSTA-ME NIVEL A CLIMATIZAÇÃO

51

99868.50.78

EUROCABLE BRASIL IMP E EXP LTDA

51

3375.82.00

ARMACELL BRASIL LTDA

11

3146.20.50

EWARE CLIMATIZAÇÃO LTDA - EWARE SERVICE

51

3475.70.00

ARMANT AR CONDICIONADO LTDA

51

3085.80.50

EXXA CONSTRUTORA LTDA

41

3074.11.44

ARMAX AR CONDICIONADO COM E SERV LTDA

51

3339.29.31

FERNANDO DUTRA DEL CASTILLO

53

3235.90.20

ARSA CONSULTORIA COM REPRES LTDA

51

3332.18.20

FLÁVIO RIBEIRO TEIXEIRA

51

98424.36.45

ARSELF AR CONDICIONADO LTDA

51

3337.34.34

FLAVIO VANDERLEI ZANCANARO JUNIOR

55

3313.79.19

ARTECH CLIMATIZAÇÃO LTDA ME

51

3033.29.12

FRIGELAR COMERCIO E INDUSTRIA LTDA

51

3396.59.53

ARTECNICA LTDA - A.R.TECNICA LTDA EPP

51

3212.34.90

FRIZA COMERCIO MATERIAIS ELETRICO E HIDRAULICO LTDA

54

3462.15.19

BARELLA ENGENHARIA LTDA

54

3314.87.55

FULL GAUGE ELETROCONTROLES

51

3475.33.08

BDS AR CONDICIONADO LTDA

51

3337.33.55

GHS INDUSTRIA E SERVIÇOS LTDA

21

2471.59.60

BERLINERLUFT DO BRASIL LTDA

51

3101.90.01

GLOBUS SISTEMAS ELETRÔNICOS LTDA

51

3205.05.55

BETO REFRIG E CLIMATIZAÇAÕ - LUIZ ROBERTO COSTA DA ROSA

51

3416.09.00

GM AR CONDICIONADO LTDA

51

3451.16.00

BRY-AIR BRASIL CLIMATIZAÇÃO LTDA

41

3698.22.22

GOOD SERVIÇOS DE CLIMATIZAÇÃO LTDA

41

3667.20.10

CARAVAGGIO REFRIGERAÇÃO E SERVIÇOS

55

3421.19.41

HEATEX BRASIL - ENEXCO SOLUÇÕES

47

3366.27.33

CBS AR CONDICIONADO CLIMATIZAÇÃO DE AMBIENTES REFRIG INDL

51

3452.30.65

IMARCON PRESTADORA DE SERVIÇOS LTDA ME

51

3446.25.97

CERT LTDA

51

3711.78.89

INGERSOLL-RAND IND COM SERV DE AR COND AR COMP REFRIG

11

5014.63.00

CEZAR AUGUSTO GORRESE RAYMUNDO

51

99806.30.04

JOÃO CARLOS BIDEGAIN SCHMITT

51

3209.43.42

CHARLES VALENTIM DOMINGUES

21

9998953.86

JOAPE IND EQUIPAMENTOS AMBIENTAIS LTDA

51

3205.25.55

CLEMAR ENGENHARIA LTDA

48

3331.30.00

JOHNSON CONTROLS-HITACHI AR COND DO BRASIL LTDA

51

2102.62.82

CLIMA SHOP QUALIDADE DO AR INTERIOR LTDA

48

3028.28.25

JOSE ANGELO MOREN DOS SANTOS

51

99952.96.16

CLIMAZON INDUSTRIAL LTDA

51

3477.95.00

JOSE HAROLDO CARVALHO SALENGUE

51

3430.30.02

CLOVIS FERNANDO VASQUEZ AMARO

51

99164.86.67

JOSE RENE FREITAS GASSEN

51

3731.11.11

COLD FRIGOR - R & R ENG DE SISTEMAS TERMICOS EIRELE -ME

51

3074.99.97

JOSEFA NARA REIS DA SILVA EIRELLI-ME - GILSOMAR

51

3593.42.12

COLDAR ENGENHARIA E COMÉRCIO LTDA

51

3343.33.15

JULIO CEZAR SCHRAMM SCHENKEL

51

98124.08.10

COLDBRAS S/A

51

3303.22.22

JULIO ZIMMERMANN

51

3712.29.41

CONCEITO TECNICO PROJ PLANEJ ASSESSORIA LTDA

51

3221.21.37

KETZER E SOUTO REFRIG MANUT INDL-THERMAQ

51

3568.05.94

CONFORTARE AR CONDICIONADO LTDA

51

3311.00.00

KLEBER REPRESENTAÇÕES LTDA

51

3021.67.18

38 - Revista ASBRAV


51

2117.78.55

RM COSTA EIRELI - INSTATEC

51

3377.88.63

KLIMA COLD REFRIGERAÇÃO LTDA

RS

3726.33.09

ROGER MERG SARAIVA

51

98131.96.04

KLIMASUL - JB & MP COM REPRESENTAÇÃO LTDA

51

4103.05.25

S & P BRASIL VENTILAÇÃO LTDA - OTAM

51

3349.63.63

KOPI INSTALAÇÕES LTDA - ISOTERM

51

3465.55.30

SÃO CARLOS AR CONDICIONADO LTDA

51

3473.94.17

LF WOLMANN

51

3414.54.60

SCHEIN GESTÃO EMPRESARIAL

51

3337.11.18

LG ELECTRONICS DO BRASIL LTDA

11

2162.58.39

SERRAFF INDUSTRIA DE TROCADORES DE CALOR LTDA

51

3716.14.48

LINDOMAR VIEIRA DA COSTA SILVA

51

3673.15.70

SICTELL IND COM PRODUTOS ELETRICOS E METALICOS LTDA

47

3452.30.03

LUCIANO LOPES SIMÕES

51

3086.40.35

SMART SOLUÇÕES LTDA-MERCATO AUTOMAÇÃO

51

3032.17.77

LUCIO ALBINO AMARO DA SILVA

51

98496.28.95

SOCLAM AR CONDICIONADO LTDA

51

3207.99.10

M CESA COMPONENTES PARA AR CONDICIONADO E REFRIGERAÇÃO

51

3338.74.39

SPM ENGENHARIA S/C LTDA

51

3332.11.88

MAGNUS RECUPERADORA DE COMPRESSORES

51

3473.35.40

SR REFRIGERAÇÃO E MANUTENÇÃO

51

3261.48.74

MARCELO GOMES CAJU

51

99304.52.75

SUPERMERCADOS GUANABARA S/A

53

3230.12.00

MARCELO PERES BECHSTEDT ACCURSO

51

99492.86.86

TEC AR COMÉRCIO DE AR CONDICIONADO LTDA

51

3032.54.52

MARCOS ANDRE RIBEIRO HORBACH

51

98051.95.51

TECNOLÓGICA CONFORTO AMBIENTAL LTDA

48

3240.05.05

MARCUS VINICIUS SIMIONI

51

3208.29.68

TELCO EQUIP REFRIGERAÇÃO LTDA

51

3354.67.97

MARIO CESAR OSORIO

48

99971.64.83

TELEINFORMATICA SUL LTDA

51

3358.65.00

MATEUS ANTOINI ABEDALA

48

98458.70.93

TEMPCONFORT ENGENHARIA DE CLIMATIZAÇÃO LTDA

51

3362.64.27

MAURO CESAR RABUSKI GARCIA

51

3022.14.93

TERMOPROL ZANOTTI DO BRASIL

51

3341.48.05

MAURO ULLMANN CLIMATIZAÇÃO E REFRIGERAÇÃO

51

3013.51.41

TESTONI INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA

51

3341.44.11

MIGUEL CHAVES CUSTODIO

51

3331.40.07

TIMOTEO FERNANDES DE SOUZA

51

3215.32.49

MONOFRIO - HBSR REFRIGERADORES DE LIQUIDOS LTDA-EPP

54

3458.12.22

TROMPOWSKY REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS LTDA ME

48

99185.94.94

MONTERMICA REFRIG E AR CONDICIONADO LTDA

51

3435.40.07

UDO ADOLF

51

99985.32.54

MP AUTOMAÇÃO LTDA

51

3465.55.13

URANUS AR CONDICIONADO LTDA

51

3222.89.54

MRI ENGENHARIA LTDA

51

3471.55.32

VERTICON SERVIÇOS E COMERCIO LTDA ME

51

3118.01.73

NATÁLIA BRONDANI BORGES

55

99664.66.63

VG PETINELLI CONSULTORIA TÉCNICA LTDA

51

3094.33.96

NEOCLIMA - NCLIMA ENGENHARIA DE CLIMATIZAÇÃO LTDA

51

3061.50.40

VIDALAR PROJETOS E INSTALAÇÕES DE AR COND

49

3319.93.00

NOVUS PRODUTOS ELETRÔNICOS LTDA

51

3323.36.00

VINICIUS FISCHER GONÇALVES

55

99715.65.91

OCTO CLIMATIZAÇÃO E REFRIGERAÇÃO LTDA ME - OCTO CLIMA

51

3428.70.65

VINICIUS POLAWSKI DE MELLO - ME ELETRIZA BRASIL

49

3565.13.13

OLMAC SISTEMAS AQUECIMENTO E CLIMAT-THERMOSUL

51

3051.37.37

VINICIUS JOSE NEIS CRUZ

51

98182.75.98

PALMEIRAS SOLUÇOES EM ENGENHARIA ENERGETICA LTDA ME

41

3257.72.43

VITOR REFRIGERAÇÃO LTDA

51

3561.25.34

PATRICK AZEVEDO SPANHE

51

3012.76.44

VOLTYS SOLUÇÕES EM CLIMATIZAÇÃO

54

3435.12.79

PAULO DE TARSO FONTOURA DA SILVA

55

3221.67.66

VRF ENGENHARIA DE CLIMATIZAÇÃO LTDA ME

51

3073.57.01

PAULO OTTO BEYER

51

3217.47.24

PAULO RENATO DOS REIS

54

3028.14.60

PAULO RENATO PEREZ DOS SANTOS

51

3320.35.84

PERFECTIO CONSULTORIA - EIRELI

41

4042.06.00

PERTILE AR CONDICIONADO LTDA

51

3464.12.01

PLANIDUTO AR CONDICIONADO LTDA

51

3336.26.33

PROJELMEC VENTILAÇÃO INDUSTRIAL LTDA

51

3451.51.00

PROJETOS AVANÇADOS ENGENHARIA LTDA

51

3330.64.00

PROTERMICA CLIMATIZAÇÃO LTDA

48

3342.00.49

QUADCLIMA QUADRANTE SOLUÇÕES LTDA

51

3086.43.12

QUIMITEC QUÍMICA INDUSTRIAL LTDA

41

3668.20.55

RECOM RECUPERADORA DE COMPRESSORES LTDA

51

3343.92.54

RECOMSERVICE SUL COMP E SIST AR COND REFRIG LTDA

51

3065.67.01

REFRIGERAÇÃO DE CONTO AR CONDICIONADO

51

3336.19.20

REFRIGERAÇÃO DUFRIO COM IMP LTDA

51

3778.75.55

REFRIGERAÇÃO TUDO FRIO-JOELCI VIEIRA DA SILVA -ME

51

3443.88.45

REFRIMAK PEÇAS E SERVIÇOS LTDA

51

3473.63.88

REGENTECH REGENERADORA DE GASES LTDA

51

3341.73.62

RL SILVA & CIA LTDA EPP

51

3492.80.27

Seja um anunciante Consulte condições através do email assessoria@asbrav.org.br

Revista ASBRAV - 39

guia de associados

KLIFT SERVIÇOS DE CLIMATIZAÇÃO LTDA


Perdeu algum conteúdo de ediçþes passadas? Confira aqui alguns artigos e entrevistas recentes


entrevista

Para não entrar no vermelho Entrevista: Engenheiro eletricista Julio Cezar Kalata

aumentar a eficiência energética em ambientes residenciais, contudo, sempre deverá ser considerada a necessidade de investimento. Fazse necessário um diagnóstico correto do cenário onde o equipamento está ou será instalado, das características do ambiente e do comportamento dos usuários. Podem ser adotadas soluções complexas, incluindo automação, sistemas de controle, condicionadores com alta tecnologia agregada ou simplesmente melhorias na isolação do ambiente e conscientização.

Revista ASBRAV - Um estudo realizado pelo governo apontava que o horário de verão não reduzia mais o consumo de energia. Pode-se A chegada do verão vem acompanhada do afirmar que a popularização dos equipamentos receio dos consumidores com o aumento de ar condicionado é o principal responsável da conta de energia elétrica devido ao uso por esse fenômeno? frequente de equipamentos de ar condicionado e por exigir mais dos aparelhos refrigeradores. O Julio Cezar Kalata - Este é um dos fatores engenheiro eletricista Julio Cezar Kalata explica que contribui para o aumento do consumo, que independente da época do ano, o modo de porém não é o principal. As perdas por falta utilização é o principal responsável pelo aumento de investimentos no sistema elétrico que vão de consumo. Kalata é especialista em eficiência acumulando ao longo do tempo e ausência de energética, mestre em sistemas de energia indicadores de desempenho adequados na e meio ambiente e consultor em sistemas de indústria fazem com que a diferença seja cada vez menor no horário de verão. Uma oportunidade gestão de energia. seria a implantação do sistema de gestão de Revista ASBRAV - Quanto representa para energia na indústria seguindo a norma ABNT o consumidor a utilização frequente dos NBR ISO 50001 tornando, desta forma, uma ação equipamentos de ar condicionado? Como permanente e independente do horário verão. aplicar um projeto de eficiência energética nas residências?

Julio Cezar Kalata - A representatividade é uma função direta da capacidade do aparelho e as características do ambiente. Quanto maior for o tempo em o que o compressor estiver em funcionamento, maior será o consumo e, portanto, mais significativa será a utilização do ar condicionado em relação aos outros equipamentos. Em determinadas situações pode representar até 50% do consumo total. Com relação aos projetos, existem muitas possibilidades para reduzir o consumo e

42 - Revista ASBRAV


empresas deve manter o mercado próximo aos preços atuais. Revista ASBRAV - O refrigerador também pode aumentar o consumo de energia durante este período?

Julio Cezar Kalata - Podemos considerar dois tipos de medidas: racionar ou tornar eficiente. Utilizar um programador para desligar é uma maneira de reduzir o consumo através do racionamento, porém, pode gerar insatisfação dos usuários ou até mesmo o impedimento de algum tipo de trabalho. Tornando o sistema eficiente, o consumo de energia vai reduzir de forma sustentável. Por exemplo, a escolha correta do condicionador, a instalação adequada e o ambiente isolado termicamente irão tornar o sistema eficiente sem gerar desconforto aos usuários.

Julio Cezar Kalata - Independentemente do período, o modo de utilização é o principal responsável pelo aumento de consumo. A quantidade de vezes que a porta é aberta, manutenção, limpeza e instalação são fatores que devem ser monitorados.

Revista ASBRAV - Quais serão os impactos da suspensão da produção e venda de equipamentos de ar condicionado, refrigeradores e congeladores que consomem muita energia?

Julio Cezar Kalata - Comentar que falta de planejamento e investimentos podem resolver o problema não é nenhuma novidade, estes são obrigatórios e têm que ser realizados na prática e não somente na teoria. Para o consumidor, cabe o entendimento que pequenas ações e pequenas mudanças de hábitos vão produzir reduções na conta de energia ao longo do tempo. Também, quando possível, realizar a troca de produtos de baixa eficiência por produtos de alta eficiência, como, por exemplo, a substituição de luminárias, eletrodomésticos e condicionadores de ar.

Julio Cezar Kalata - Esta é uma excelente medida que deveria ter sido adotada há muito tempo. Tanto os consumidores quanto o sistema elétrico serão beneficiados. Em termos de consumo de energia elétrica, o impacto é imediato. Em termos de custo, a competitividade entre as

Revista ASBRAV - Nos últimos meses temos acompanhado a manutenção da bandeira vermelha nas contas de luz. Acreditas que este comportamento deve permanecer? Quais são os hábitos que os consumidores podem adotar para evitar uma fatura alta?

Revista ASBRAV - 43

entrevista

Revista ASBRAV - Quais medidas podem contribuir para a redução da conta de luz? Programar o equipamento para desligar dentro de um período específico e manter uma determinada temperatura colaboram?


artigo técnico

Condicionamento passivo em projetos sustentáveis e eficientes Sistema oferece benefícios como maior controle da temperatura, gerando mais conforto aos ocupantes do ambiente

ção, mas não aquecendo o ar por onde passa e mantendo uma continua troca térmica entre os objetos do mesmo ambiente. Um exemplo de aquecimento por radiação térmica é a sensação de calor que sentimos quando expostos ao sol em um dia de inverno. Se uma nuvem passa na frente do sol, teremos por um instante uma sensação de frio. Esta sensação é causada pela redução da quantidade de radiação solar recebida, entretanto praticamente não existe nenhuma alteração da temperatura ambiente do ar.

A exigência de um maior nível de conforto térmico associado a soluções de baixo consumo energético traz ao mercado, como alternativa de grande eficiência, um sistema há muito tempo utilizado no mercado europeu: o condicionamento passivo. Ele engloba as vigas frias ativas e passivas e também os tetos e paredes frias ou quentes. O sistema de condicionamento radiante tem uma longa história começando na China Antiga, centenas de anos antes das salas de banho Romanas. Explora a vantagem de atingir baixas velocidades de movimentação de ar, com a transferência de calor por meio da radiação entre o corpo vestido e as superfícies adjacentes. Para a quase totalidade das edificações a superfície interna da envoltória com sua área externa exposta as extremas condições do clima apresenta uma interação de troca radiante entre os ocupantes com forte influencia nas condições de conforto térmico. Os sistemas de forro radiante ou teto frio exploram o conceito de radiação térmica: transmitida na velocidade da luz, viaja em linha reta e eleva ou baixa a temperatura dos objetos por absor-

44 - Revista ASBRAV

Tomando a definição de conforto térmico da ASHRAE Standard 55, que a considera uma "condição mental que expressa satisfação com o ambiente térmico", pode-se afirmar que nenhum sistema é completamente satisfatório, se não controlar os três principais fatores de transmissão de calor do corpo humano (radiação, convecção e evaporação), que devem resultar termicamente neutros. Desta forma, o sistema de forros radiantes, com unidades de tratamento de ar exterior tem características de controlar tanto a temperatura do ar ambiente quanto a das superfícies sólidas, utilizando o conceito de temperatura operativa, que tem forte influencia na condição de conforto térmico, podendo a temperatura de o ar ambiente ser mantido de 1 a 2 graus a mais ou a menos (dependendo se for Aquecimento ou refrigeração), gerando uma considerável economia de energia. Há, ainda, outros benefícios no uso do condicionamento passivo, como baixo custo de investimento e manutenção, sustentabilidade e eficiência energética. * Ricardo Albert, diretor técnico da ASBRAV


De forma geral, as instalações de refrigeração industrial são constituídas por sistemas com a finalidade de congelamento ou resfriamento de produtos, bem como o controle de temperatura de ambientes ou processos industriais. Embora tenhamos avançado na melhoria da eficiência dos equipamentos, ainda caminhamos para ótimas condições de eficiência energética das instalações. A mudança de chave acontece quando o conceito de eficiência energética é considerado de forma ampla, ou seja, não apenas na aplicação de equipamentos eficientes, mas também no conceito do projeto, na operação e na manutenção, com foco total na busca da melhor eficiência possível. Muitas vezes, os custos de energia representam cerca de 70% a 80% do custo total de utilização de uma instalação em um ciclo de 15 a 20 anos. Pensar em eficiência energética depois que o sistema já está em operação é possível, mas os resultados serão sempre menores do que àqueles que poderiam ser obtidos se o foco em eficiência energética estivesse presente desde o início.

da eficiência, verificamos uma tendência na redução da carga de amônia nas instalações e também a busca por instalações com refrigerantes naturais, como amônia, CO2 e hidrocarbonetos. A refrigeração industrial apresenta características diferentes do que se vê no segmento de ar condicionado e conforto térmico. Historicamente, enquanto estas áreas estão fortemente baseadas nos fluidos sintéticos, que eram condenados por agredir a camada de ozônio (antigos CFCs e HCFCs) e, ainda agora, contribuir para o aumento do efeito estufa (CFCs, HCFCs e HFCs), a refrigeração industrial sempre foi baseada nos fluidos naturais como gás carbônico (CO2), hidrocarbonetos (como propano) e, sobretudo, Amônia. Desta forma, os novos fluidos atingirão uma pequena faixa de aplicação na refrigeração industrial, em casos que os fluidos naturais não possam ser empregados de maneira eficiente. A busca por melhor eficiência nos sistemas de refrigeração industrial é uma constante. Vale lembrar que a Amônia é um fluido de excelentes características operacionais.

A automação de sistemas de refrigeração tem contribuído e muito para os avanços em relação ao consumo energético. Nossa experiência indica que a utilização de automação integrada em todo o sistema pode representar uma economia de energia entre 15% a 20%. Esta automação pode ser feita por meio de CLP ou de rede de controladores dedicados a cada um dos componentes da instalação, que trabalham de forma integrada, buscando o ponto ótimo de desempenho em função das condições operacionais.

A tecnologia empregada em sistemas com R717 é conhecida há muitos anos, gerando sistemas com alto COP (coeficiente de performance), além de ser um fluido com o melhor coeficiente de transferência de calor para aplicações de refrigeração industrial. Está disponível no mercado e com baixo preço em todo o mundo e, por fim, vale lembrar que a Amônia é um fluido natural que não contribui para o efeito estufa e nem destrói a camada de ozônio.

A melhoria nos sistemas de controle, automação e o uso mais frequente de compressores é um ponto positivo a ser ressaltado no segmento.

* Celina Bacellar é gerente de produto de refrigeração industrial e José Castro é diretor de refrigeração industrial da Johnson Controls Hitachi

Embora não esteja diretamente ligada à questão

Revista ASBRAV - 45

artigo técnico

Refrigeração industrial rumo à plena eficiência energética


obra destaque

Projeto e obra com toque sustentável Maiores desafios foram atingir níveis de excelência em um mercado que ainda engatinhava na certificação LEED A construção do edifício Mr. Shan, em Porto Alegre (RS), iniciou em 2012, com um projeto que teve um grande diferencial para aquele ano: a utilização da simulação termo energética como uma ferramenta de tomada de decisões, não só para a climatização como para a arquitetura do empreendimento. A inovação foi usada desde a concepção inicial do produto, auxiliando no desenvolvimento da fachada do empreendimento e da seleção de equipamentos e materiais. Todo o processo de design foi pautado na busca de um prédio mais eficiente e confortável, garantindo a qualidade do espaço com um baixo custo de operação.

tratação do projeto em fase inicial do desenvolvimento do produto, bem como a participação da consultoria de desempenho energético nessa fase, garantiram que o empreendimento pudesse ter um excelente desempenho térmico e energético, sem sair do orçamento definido pelo O projeto de climatização e a definição por siste- incorporador. mas ocorreu nas fases iniciais de projeto, sempre avaliando a necessidade do produto e a melhor - Quando falamos em conforto, definir a arquirelação de LCC para o empreendimento. A con- tetura é fundamental para atingir os níveis mais

46 - Revista ASBRAV


- O LEED Platinum foi um esforço em conjunto de todos os envolvidos, sempre buscando soluções simples para o empreendimento. Acredito que esse seja o diferencial do Mr.Shan, um empreendimento de alto grau de desempenho sustentável, com soluções simples e muito bem aplicadas – relata. elevados possíveis. A utilização dos peitoris e a solução de casa de máquinas foram tomadas em conjunto entre o projetista de climatização e o arquiteto. Essa decisão aconteceu nas fases iniciais do desenvolvimento do produto, o que facilitou muito a integração do sistema e da arquitetura - afirma o diretor-técnico da Petinelli, Ricciano Liberali.

Ficha Técnica: Arquitetura: Ronaldo Rezende Arquitetura Climatização: Artetec Arquitetura e Engenharia Elétrico: Artetec Arquitetura e Engenharia Equipamento HVAC: Daikin Gerenciamento: Construtora Tedesco Construtora: Construtora Tedesco Instalador HVAC: Nakada Cobertura: Telhado verde + Laje impermeabilizada Paredes: Estrutura metálica com paredes externas em bloco cerâmico e acabamento em reboco. Na face externa o vidro transpassa a parede para acabamento. Vidros: Vidros Sunguard Neutral. Fator solar = 35,6 e Transmissão Luminosa = 25,4 Consumo Anual de Energia: 775369 (simulação para o LEED) Intensidade de Energia: 55.26 kh/m2 Carga Térmica: 40TR (áreas comuns)

O Mr. Shan conta com sete andares, mais um mezanino. Além disso, possui uma sala de convenções com capacidade para 92 pessoas, cafeteria e restaurante com quarenta lugares, quatro elevadores, 253 vagas de estacionamento e gerador de energia que atende 100% do local. O edifício pertence à empresa Bird Fundos de Investimentos Imobiliários. Possui área total de 14.031m², com 6.857m² de área climatizada.

Geração de energia: 10% do consumo das áreas comuns do prédio (8 kWp) Sustentabilidade: Área Permeável: 25% maior do que o necessário para atendimento às legislações locais Eficiência Energética: 32% mais eficiente do que o padrão de referência do LEED Irrigação: Plantas nativas ou adaptadas, sem necessidade de irrigação permanente Renovação de Ar: 30% superior às taxas recomendados pela ASHRAE 62.1 - 2007 Iluminação: 100% luminárias LED, com projeto desenvolvido para ser 40% mais eficiente que a ASHRAE 90.1 - 2007 Climatização: Sistema VRF de alta performance nas áreas comuns do empreendimento Estrutura Metálica: Empreendimento em estrutura metálica reduziu a quantidade de resíduos gerados em loco Destinação de Resíduos: Mais de 75% dos resíduos foram desviados de aterros (reciclagem ou reuso)

Revista ASBRAV - 47

obra destaque

A empresa ajudou na aprovação da certificação LEED, promovida pelo GBC Brasil.


Revista ASBRAV - Mercofrio 2018  
Revista ASBRAV - Mercofrio 2018