Page 1

Revista da Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação Edição 25 - Julho e Agosto de 2017 - Ano VI

Refrigeração sustentável e econômica Novas tecnologias em fluidos refrigerantes

Entrevista: Boas práticas na refrigeração


Programa ASBRAV de Ensino e Treinamento

PatrocĂ­nio


editorial

Vem aí mais uma edição do Mercofrio A ASBRAV prepara com muito zelo e dedicação a organização de mais uma edição do nosso Congresso Mercofrio, referência nacional do setor que congrega diversas empresas e profissionais em busca de atualização e qualificação. No último mês, ao lado da diretoria da ASBRAV, construímos os eixos centrais do evento que ocorre em 2018. A temática será concentrada em torno do desenvolvimento de ideias para o HVAC que ajudam a construir um ambiente do amanhã melhor. Sustentabilidade, inovação, uso de novas tecnologias, otimização de custos e qualidade do ar interior devem estar presentes na grade de programação. Os temas estão cada vez mais no escopo de quem trabalha no setor e diante de um mercado extremamente competitivo é indispensável que tenhamos conhecimento sobre os assuntos. O esforço é cada vez maior para que, mesmo diante de um cenário político e econômico desfavorável, possamos nos manter competitivos. De olho, ainda, na qualificação profissional, anunciamos com grande satisfação que em breve será lançada a versão atualizada das edições do Guia de Climatização de Ambientes Fechados Não Residenciais e do Guia de Aquisição e instalação de ar condicionado. Os instrumentos tornaram-se aliados importantes para propagação do conhecimento técnico na área esclarecendo muitas dúvidas de profissionais e do usuário final. Através de ações, como essa, a entidade mantém-se dedicada a promover cada vez mais a qualificação de profissionais para que possam bem servir a população em todas as áreas. Eduardo Hugo Müller - Presidente da ASBRAV

DIRETORIA EXECUTIVA Gestão 2017/2018 Presidente: Eduardo Hugo Müller 1ª Vice-presidente: Paulo Fernando Presotto 2º Vice-presidente: João Carlos Antoniolli 3º Vice-presidente: Mário Alexandre Möller Ferreira Secretário: Anderson Rodrigues Tesoureiro: Adão Webber Lumertz Diretoria de Comunicação e Marketing: Márcio Hoffchneider Diretoria Administrativa Financeira: Luiz Afonso Dias Diretoria Patrimônio/Tesoureiro: Adão Lumertz Secretário: Anderson Rodrigues Diretoria Institucional:Sérgio Helffensteller Diretoria de Ensino e Treinamento: Paulo Otto Beyer Diretoria Técnica: Ricardo Albert Diretoria Patrimônio: Adão Lumertz Diretoria Social: Hani Lori Kleber Diretoria Setorial Ar Condicionado: Fernando Pozza Diretoria Setorial Refrigeração: Marcelo Marx Diretoria Escritório Regional SC: Arivan Zanluca Diretoria Escritório Regional PR: Carlos Ribeiro Diretoria representação São Paulo: Luiz Carlos Petry CONSELHO DELIBERATIVO Gestão 2017/2018 Conselheiros Titulares: Bolivar Peres Fagundes Gilmar Luiz Pacheco Roth Luiz Alberto Hansen Madeleine Schein Marcos Kologeski Mario Henrique Canale Mauricio Fernandes Barbosa de Carvalho Rafael Torres Telmo Antonio de Brito Conselheiros Suplentes: João Henrique Schmidt dos Santos Marco Machado Cesa Ricardo Vaz de Souza CONSELHO EDITORIAL REVISTA ASBRAV Coord do conselho editorial: Madeleine Schein, Cristiane Paim, Guilherme Chiarelli Gonçalves, Hani Lori Kleber, Luiz Afonso Dias, Márcio José Pereira Hoffchneider, Rafael Leal Guimarães e Telma Rosa Jornalista Responsável: Marcelo Matusiak (MTB 10063) Redação PlayPress Assessoria e Conteúdo: César Moraes, Francine Malessa, Mariana da Rosa e Giovanni Andrade. Tiragem: 400 exemplares impressos e 10 mil contatos eletrônicos Impressão: Gráfica Odisséia

assessoria@asbrav.org.br

(51) 3342-2964 / 3342-9467 (51) 9 8632 2416 / 9 8634 2417

SEDE RIO GRANDE DO SUL (PORTO ALEGRE) Rua Arabutan, 324 Bairro Navegantes Porto Alegre/RS CEP 90240-470 ESCRITÓRIO REGIONAL DE SANTA CATARINA E-mail: asbrav.sc@gmail.com ESCRITÓRIO REGIONAL DO PARANÁ E-mail: asbrav.pr@gmail.com

www.asbrav.org.br

04 - Revista ASBRAV


índice

06 Entrevista: Boas práticas na refrigeração

14 Fortalecimento do setor refrigerista é a marca dos 22 anos da ASBRAV

20 Qual o momento certo para iniciar um projeto de ar condicionado

15 17 20

Notícias: Qualidade do ar interior evita doenças

Notícias: Troféu Oswaldo Moreira reconhece empresas e personalidades do HVAC-R Notícias: Dia para celebrar a importância do profissional refrigerista

Revista ASBRAV - 05


entrevista

Boas práticas na refrigeração Condições adequadas de armazenamento, temperatura e tecnologias efetivas são fatores fundamentais para serem observados A refrigeração comercial e industrial não trata apenas de congelar alimentos ou mantê-los no frio. O cuidado deve contemplar desde organização de determinados produtos durante esse processo até a escolha dos equipamentos que possam suprir as demandas necessárias. Dimensionamento do espaço, investimentos em tecnologias de qualidade e a divulgação de informações importantes aos profissionais do setor são os apontamentos feitos pela nutricionista, Luciana Meneghetti, para manter as boas práticas na refrigeração de alimentos. 1 - Segundo dados do relatório da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura, cerca de um terço do alimento feito para o consumo humano é desperdiçado. Qual a parcela que se pode atribuir à refrigeração de alimentos nesse índice?

desconhecimento de equipamentos. Detalhes que podem ser evitados com a instrução correta sobre a localização dos equipamentos, como exemplo não encostar os equipamentos na parede, pois pode reduzir a circulação de ar em torno dele e acaba aquecendo muito o motor. São práticas que não recebem o devido cuidado nos estabelecimentos e assim, se atribui algumas falhas aos aparelhos e tecnologias em vez de focar em boas práticas para o melhor manuseio. Um exemplo claro disso é o subdimensionamento do equipamento para o seu objetivo. Não adianta colocar seis freezers para manter alimentos, sendo que é possível substituir por uma câmara fria, onde haveria um ganho em relação ao consumo de energia e o dimensionamento do que será usado.

Luciana Meneghetti: Não é possível colocar na balança apenas a questão da refrigeração, pois são múltiplas situações. Se tratando de hortifruti, o impacto é grande, pois é um alimento sensível e que não conta com uma condição adequada de refrigeração. São vários fatores que influenciam isso, desde a colheita, passando pelo armazenamento, transporte, distribuição até o consumo. É um produto sensível que é carregado muitas vezes em caixas e oscila entre o quente e o frio, chegando ao consumidor com perda de qualidade. O armazenamento, geralmente é feito no mesmo lugar que a carne, 3 - Na sua avaliação, quais aspectos devem ser o que é errado. A carne precisa de uma tempe- respeitados para refrigeração comercial e inratura abaixo de 5 graus e o hortifruti precisa ser dustrial de alimentos? conservado entre 7 a 10 graus. Luciana Meneghetti: É importante destacar a 2 - Existem erros que estão sendo cometidos manutenção da temperatura correta durante todo período de armazenamento, sem variapelos profissionais do segmento? ções bruscas. A temperatura ideal de refrigeraLuciana Meneghetti: Percebemos situações de ção fica, geralmente, entre 0 e 5 graus. Sabemos

06 - Revista ASBRAV


Luciana Meneghetti: A chave é a organização de capacitações em diversas ordens, desde o profissional que trabalha na produção até o consumidor final. É necessário mostrar as temperaturas adequadas e processos de eficiência ener4 - Que diferenças podem ser consideradas gética, junto à indústria e também as melhores para conservação de alimentos a partir da formas de armazenamento junto à população. refrigeração e do congelamento? Nos últimos tempos, temos visto algumas preocupações de supermercados quanto a questão Luciana Meneghetti: Para refrigeração, a tem- de armazenamento com o objetivo de não ter peratura ideal é entre 0 e 5 graus. Alimentos queda nos ganhos econômicos. como queijos, podem ser mantidos em uma temperatura maior, dependendo do tipo, já os 7 - Como você avalia o momento da refrigerapescados necessitam de mais frio, com uma ma- ção comercial e industrial? nutenção próxima de 0 graus. Para manter o alimento congelado a temperatura é de – 12 graus Luciana Meneghetti: A indústria vem se aprimoou menos, o que impossibilita que as bactérias rando bastante e tem caminhado na direção de se multipliquem, porém, elas não são elimina- um design que favoreça as boas práticas. Hoje, das. O congelamento do alimento deve ser feito a limpeza dos equipamentos é bem mais fácil, em temperaturas ainda mais baixas e de modo principalmente, porque o setor está mais focamais rápido para que não se tenha perda de qua- do no que chamamos de design higiênico. Isto lidade no produto. é, ter os cantos arredondados, ser um produto com materiais favoráveis a limpeza, que torne 5 - Aponte os desafios na refrigeração de esse processo mais simples e isso tem melhoraalimentos. do. A limpeza está diretamente ligada às boas práticas, na forma como fazer um degelo correLuciana Meneghetti: Percebemos muitas ações tamente, assim como evitar oscilações de temda vigilância sanitária em que são encontrados peratura. produtos armazenados em temperaturas inadequadas pela baixa capacidade do equipamento 8 - Qual a sua projeção para o segmento? ou de um subdimensionamento que não correspondem à demanda. É necessário saber que Luciana Meneghetti: Os empresários estão cada todo alimento precisa de um frio necessário vez mais conscientes de que se não houver uma para conter a multiplicação de bactérias. Den- boa cadeia de frio, seu custo final vai ser mais tro da legislação, temos bactérias que podem elevado. É fundamental um investimento iniexistir em baixa quantidade, em sua flora inicial cial de modo que proporcione um aparelho que da matéria-prima. Porém, há duas bactérias que trabalhe com eficiência energética e renda econão podem estar presentes no produto desde a nomias com produtos de limpeza, mão de obra sua conservação: a Salmonella e a Listeria mo- e principalmente, a conservação do produto finocytogenes. Importante lembrar que não há nal. A perda econômica está ligada ao controle alimento esterilizado e a temperatura fria é o da matéria-prima e para a melhor condição de que melhor garante a qualidade sanitária do ali- produtos que se pode oferecer, fica clara a immento. portância de tecnologias rentáveis e focadas em suprir as demandas de cada tipo de armazena6 - O que seriam consideradas como ações mento. positivas para a disseminação de informações sobre boas práticas?

Revista ASBRAV - 07

entrevista

que nessa faixa há uma multiplicação muito lenta de bactérias patogênicas. Assim, dá pra manter ele pelo maior tempo possível em boa qualidade.


notas e lançamentos

Engenheiro associado da ABRAVA recebe prêmio ASHRAE

Full Gauge Controls apresenta linha ThermOn

A dedicação e o destaque no setor HVAC-R levaram o engenheiro associado da Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento (ABRAVA), Oswaldo Bueno, a receber o prêmio DSA - Distinguished Service Award da ASHRAE, no mês de junho, durante a reunião plenária do encontro de verão da ASHRAE Associate Society Alliance Meeting em Long Beach, Califórnia (EUA). Bueno valorizou o reconhecimento do seu trabalho e agradeceu o apoio familiar.

Danfoss investe em novo centro universitário O novo centro universitário em Sønderborg, na Dinamarca, contará com instalações de nível superior internacional para pesquisa, inovação e teste e fornecerá uma base completamente nova em eletrônica para cursos de engenharia e engenharia civil. O Centro de Eletrônica Industrial (CIE na sigla em inglês) oferecerá instalações laboratoriais de ponta que impulsionarão o setor de eficiência energética.

Para atender novos mercados, a Full Gauge Controls lançou uma série de termostatos que podem ser aplicados para fornos do tipo a gás, elétrico ou a lenha. A linha ThermOn é produzida com a qualidade reconhecida mundialmente nos produtos da empresa e nasce pronta para receber certificações internacionais. Além disso, possui interface amigável e intuitiva que facilita a operação e configuração. Conta com bloqueio de funções, evitando que terceiros alterem os parâmetros; frontal hermética (IP 65), que oferece alta proteção contra a entrada de sujeira e umidade.

Ilha do Meio Ambiente promove ideias de sustentabilidade na Febrava Os visitantes da Feira Internacional de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação, Aquecimento e Tratamento de Ar (FEBRAVA) terão a oportunidade de se aprofundar sobre temas relacionados à sustentabilidade, eficiência energética e economia.

dos no setor de refrigeração e ar condicionado e que são extremamente prejudiciais ao meio ambiente quando liberados diretamente ao ar livre. O objetivo, de acordo com o responsável pelo espaço, Paulo Neulaender, é mostrar que os processos são fundamentais para a preservação da camada de ozônio e para evitar o aqueciA Ilha do Meio Ambiente contará com a apresen- mento global, além de serem economicamente tação de processos de recolhimento, reciclagem viáveis. A FEBRAVA ocorre entre 12 e 15 de seou regeneração dos fluídos refrigerantes utiliza- tembro, na São Paulo Expo, em São Paulo (SP).

08 - Revista ASBRAV


RLX divulga planta de nova fábrica durante a Febrava

A Trane recebeu duas premiações no 24º Destaques do Ano Smacna Brasil -2016. A premiação é considerada uma das mais importantes do mercado brasileiro para o setor de HVAC. Durante a cerimônia de premiação realizada, no dia 10 de agosto de 2017, no Milenium Centro de Convenções, na cidade de São Paulo, o Diretor Geral da Trane no Brasil, Luiz Moura, recebeu a premiação de destaque como fabricante de sistemas de Aquecimento, Ventilação e Ar Condicionado (HVAC) pelas obras do Laboratório Sabin-Medicina Diagnóstica e Jaguar Land Rover.

A unidade, localizada na Zona Franca de Manaus e com capacidade inicial de 20 milhões de quilos por ano, é considerado como um marco na recente e já consagrada história da RLX Fluidos Refrigerantes. A novidade será apresentada, oficialmente, durante Febrava, em São Paulo (SP), que acontece entre 12 e 15 de setembro.

A sede do Laboratório Sabin - Medicina Diagnóstica, localizada na cidade de Brasília (DF), possui 14.000m² de área construída e o Núcleo Técnico Operacional (NTO) tem capacidade produtiva instalada para realizar cinco milhões de exames por mês. O edifício foi construído com o conceito das edificações verdes, possui a certificação internacional LEED (Leadership in Energy and Environmental Design) no nível Gold, e requeria um sistema de ar condicionado e de ventilação mecânica que proporcionassem dos ambientes laboratoriais ao mesmo tempo em que garantissem eficiência energética e segurança operacional. No segundo projeto premiado, a obra Jaguar Land Rover, localizado na cidade de Itatiaia (RJ), a empresa Ergo Engenharia optou por instalar um Sistema de Captação de Condensados, que coleta a água de condensação dos fancoils da Casa de Máquina e direciona para as Torres de Resfriamento para garantir eficiência energética da obra.

- Este volume atenderá às indústrias, o mercado varejista e parte da produção será dedicada também a exportação. O investimento está estimado em 3,6 milhões de reais e segue o plano de expansão da RLX no Brasil. A nova planta também produzirá o fluido R-410 A, uma mistura de dois fluidos HFC, que não degrada a camada de ozônio, e que foi desenvolvida para substituir o R-22 em equipamentos novos e projetados para R-410A – relata o CEO da RLX, Ramon Lumertz. Esta é a segunda participação da RLX na feira. A expectativa é superar ainda mais o resultado que foi muito positivo no primeiro ano no evento. O RLX 134 U.V.® combina o R-134a com um potente corante ultravioleta, de alta tecnologia, que possibilita a rápida detecção de vazamentos em sistemas projetados para utilização do fluido refrigerante R-134a, como ar-condicionado automotivo, refrigeradores domésticos, entre outros.

Revista ASBRAV - 09

notas e lançamentos

Trane® é premiada internacionalmente


capa

Eficiência energética e cuidado com o meio ambiente planta de São José dos Campos, em São Paulo, e que oferece muitas vantagens na comparação com tudo que foi visto até hoje – afirmou o coordenador de aplicação de produtos HVAC, João Carlos Antoniolli.

Segmento investe alto em tecnologias que ajudam consumidores, sociedade e profissionais

Lançado no início de junho de 2017, em evento em São Paulo (SP) o sistema tem avançados ganhos em eficiência e sustentabilidade.

- Um ponto importante foi a redução no nível de ruído das máquinas. Esse avanço foi possível A preocupação com o meio ambiente e a eficicom o uso de compressores que possuem uma ência energética são elementos que norteiam o cobertura metálica com isolamento e ventiladodesenvolvimento de novas tecnologias, quando res mais eficientes - comentou o engenheiro de o assunto é refrigeração comercial e industrial. aplicação HVAC, Márcio José Pereira HoffchneiPara chegar aos resultados desejados, fortes der. investimentos são feitos na fabricação de máquinas e qualificação de profissionais, mas tão A tecnologia em fluidos refrigerantes do tipo importante quanto isso tem sido o debate em HFOs, considerada a solução para substituição torno dos fluidos refrigerantes, considerados dos fluidos atuais, foi destaque em palestra reacomo uma parte indispensável dessa discussão lizada na sede da ASBRAV - Associação Sul Braambiental. Além da aplicação de novos elemensileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquetos, faz-se fundamental a qualificação profiscimento e Ventilação. A iniciativa foi promovida sional para que sejam aplicadas boas práticas em parceria com a Chemours. nos serviços de instalação e manutenção. O momento é singular com inovações constantes - São tecnologias mais sustentáveis e entene muito investimento por parte dos fabricantes demos que esse é o futuro da refrigeração, por em busca dos substitutos ao conhecido modelo atender a exigência globais de redução de utiR-22. lização de produtos que provocam o efeito estufa. Estamos investindo muito nessa tecnoloConsiderado como um novo capítulo na história do desenvolvimento de sistemas de climatização em HVAC, o VRF Hitachi Set Free Σ traz melhor desempenho, flexibilidade no projeto e instalação, fácil instalação e conforto. Entre os ganhos estão integração de sistemas, fácil manutenção, melhor custo de vida útil e estética. As características foram apresentadas em palestra para instaladores e projetistas, realizada no final de agosto, em Porto Alegre (RS). - Trata-se do único VRF fabricado no Brasil, na

10 - Revista ASBRAV

Márcio José Pereira Hoffchneider falou durante encontro realizado na ASBRAV.


Líder de vendas OEM Brasil, Carlos Ribeiro

A empresa também aposta no RLX 134UV que traz um diferencial na questão ambiental muito importante, pois permite detectar o vazamento de uma forma muito eficiente, eliminando vazamentos que são altamente prejudiciais ao meio ambiente.

gia e apostamos que é um caminho sem volta – afirmou o líder de vendas OEM Brasil, Carlos - Para o mecânico é excelente, porque o tempo Ribeiro. de trabalho do profissional é muito menor. Ele só precisa de uma lanterna com luz negra e rapiO processo de substituição deverá ser gradual damente identifica onde está a falha. Com o uso abrangendo a refrigeração industrial, comercial dessa tecnologia, há um ganho importante no e residencial. A expectativa é que a legislação aspecto de incentivar a manutenção preventiseja um grande impulsionador desse processo, va. Ao invés de corrigir um problema já grave de ou seja, a partir do momento em que o governo vazamento, será possível identificá-lo precoceobrigar os setores a fazerem a transição a mu- mente evitando que fluidos sejam lançados na dança acontecerá de forma mais impactante. atmosfera – completa. Outro debate importante é o ganho em eficiência energética a partir do uso da tecnologia. Na Arkema, diversos produtos são anunciados A estimativa é que o produto consiga, depen- como sucessores dessa tecnologia. O Frane® dendo da instalação, chegar a uma economia de 427A, é o principal item para realizar o retrofit aproximadamente 10%. do R-22 em ar condicionado, aquecedores e sis-

temas de refrigeração. Segundo o fabricante a Na visão do CEO da RLX Fluidos Refrigerantes, tecnologia R427A supera outros processos de Ramon Lumertz, há uma tendência muito forte, retrofit na maioria das aplicações. especialmente na Europa e nos Estados Unidos, de preocupação com o meio ambiente. - Temos uma fábrica pronta para fabricação dos fluidos da quarta geração que são o HFOs. São produtos que já não agridem a camada de ozônio e o GWP é baixíssimo. O nosso grande desafio é promover a qualificação dos profissionais. Lembramos, ainda, que o mercado precisa estar atento a produtos que tenham certificado de origem e de qualidade – afirmou o gerente comercial da Forane, Alexandre Lopes. O faturamento global hoje da Arkema é de 7,5 bilhões de Euros e desse montante, 2,9% do é dedicado à pesquisa e desenvolvimento no mundo inteiro. RLX investe em novas tecnologias sustentáveis

Revista ASBRAV - 11

capa

- Entre os produtos que investimos para seguir essa tendência, trouxemos o RLX 425 que é um dos elementos alternativos ao R22 que agride a camada de ozônio e tem o menor índice de GWP, entre todos os substitutos – explica Lumertz.


capa

Higienização e Boas Práticas Outra demanda atual é a criação de produtos que facilitam a higienização dos equipamentos. Em muitos, casos, as tecnologias antigas não possuíam recursos para uma limpeza interna favorável. Com o tempo, foi ganhando espaço a escolha por aparelhos que tenham um evaporador mais simples na hora de limpar e com uma carenagem com componentes antifúngicos.

A primeira providência foi um investimento inicial no sistema de refrigeração e iluminação. Anteriormente, suas lojas trabalhavam com expositores frigoríficos abertos. A partir de uma mudança, todos os equipamentos foram substituídos por tecnologias novas e fechadas.

Dentro das boas práticas, é importante chamar atenção para a necessidade na cooperação - A Vigilância Sanitária, com toda razão, está tanto de quem oferta o serviço de refrigeração cada vez mais em cima desses aspectos. É fun- quanto de quem contrata. Na visão de Marx, é damental que existam boas práticas no cuidado fundamental o contato direto para transmissão e limpeza dos evaporadores e nos equipamen- de informações dos profissionais do segmento tos de modo geral. Em muitos aparelhos antigos refrigerista com o público consumidor dos proque não tinham uma higienização adequada, a dutos. câmara fria transformava-se em uma caixa de sujeira, de modo que, quando os ventiladores - Há um grande despreparo dos instaladores paravam e eram ligados novamente, as bac- para verificar os parâmetros corretos de supetérias eram levadas para cima dos produtos – raquecimento e subresfriamento, que são imdestaca o diretor setorial de Refrigeração, da prescindíveis nesse processo. Porém, percebo ASBRAV - Associação Sul Brasileira de Refrige- também um desleixo dos consumidores com o ração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventila- funcionamento do aparelho, de forma que as ção, Marcelo Marx. câmaras frias vão piorando suas condições por falta de um acompanhamento preventivo – exSegundo dados da Associação Gaúcha de Su- plica. permercados (Agas), o consumo de energia elétrica é o segundo maior custo fixo de um su- Um aspecto que pode auxiliar nas boas prátipermercado, perdendo apenas para a folha de cas é a psicrometria do ar, ou seja, o estudo da pagamento. Dentro deste gasto com energia umidade do ar. Os reflexos da ausência de uma elétrica, 50% é proveniente dos aparelhos do conscientização para esse nicho de mercado posistema de refrigeração e ar condicionado. dem representar a perda de produtos e consequente redução da lucratividade. O responsável técnico do setor de Refrigeração da Asun Supermercados, Rogério Luis Machado Souza, investe em expositores frigoríficos, iluminação e boas práticas entre os trabalhadores. - Através de palestras dadas aos colaboradores, conseguimos passar alguns detalhes como não deixar uma luz ligada sem necessidade, verificar se os equipamentos estão com as portas fechadas e outras medidas que nos trouxeram benefícios – relata Rogério

10 - Revista Asbrav


notícias

Fortalecimento do setor refrigerista é a marca dos 22 anos da ASBRAV ASBRAV celebrou mais um aniversário ampliando suas iniciativas de capacitação e atualização profissional

A noite festiva marcou, também, homenagem para a presidente da gestão 2015-2016, Hani Lori Kleber, a primeira mulher a presidir a associação. Hani foi agraciada com uma placa em agradecimento ao seu trabalho e com a inauguração de sua fotografia na galeria de presidente da ASBRAV. A celebração teve, ainda, a presença dos ex-presidentes Luiz Afonso Dias, Mário Alexandre Ferreira, Bolivar Fagundes e Luiz Alberto Hansen, além de expressivo número de associados da entidade.

Jantar, com direito a bolo, parabéns a você e homenagens celebrou, na quinta-feira (11/05), os 22 anos da Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação - ASBRAV. No evento realizado na sede da entidade associativa, em Porto Alegre, o presidente Eduardo Hugo Müller destacou o crescimento da missão de fortalecimento dos setores abrangidos pela ASBRAV, fruto do trabalho desenvolvido desde 1995. - Importante dar ênfase ao esforço e a dedica- Comemoração pelos 22 anos da ASBRAV ção de todos aqueles que contribuem para que a ASBRAV seja uma entidade destacada, em nível nacional, na oferta de capacitação e atualização profissional para seus associados e na criação de mão de obra qualificada para os segmentos em que atuamos - lembrou Eduardo Hugo Müller O presidente falou, também, sobre o programa Qualificar, que engloba todos os cursos promovidos pela ASBRAV sob uma única marca, iniciativa que celebra, de forma concreta, os 22 anos de existência da entidade. Segundo Eduardo Müller, a ação vai permitir intensificar a qualificação dos profissionais do setor refrigerista. Homenagem para Lori Hani Kleber

14 - Revista ASBRAV


Equipamentos de ciclo reverso oferecem conforto térmico diferenciado As baixas temperaturas do inverno favorecem o surgimento de doenças respiratórias como gripe, pneumonia, sinusite e reações alérgicas. Garantir a qualidade do ar interior, com renovação do clima e manutenção da temperatura e do sistema de ar condicionado, é a principal forma de se evitar a proliferação destas patologias. O convívio em ambientes fechados pode gerar um composto químico conhecido como dióxido de carbono (CO2) que afeta diretamente o bem-estar das pessoas, conforme aponta o engenheiro mecânico e integrante do Conselho Fiscal da ASBRAV - Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação, Cesar Augusto Jardim de Santi.

- Ao inspirar e expirar as pessoas produzem uma certa quantidade de CO2 que, após algum tempo e sem a renovação do ar no ambiente, pode tornar-se nocivo, fazendo com que as pessoas sintam-se cansadas, com sono, sofram uma queda de produção e, ainda, podem contrair uma doença respiratória devido a redução de imunidade pelo gás produzido entre elas – explica Santi. A renovação do ar interior, previsto em normas regulamentadoras, deve estar contemplada no projeto do sistema de ar condicionado central e, no caso de ambientes domésticos, que utilizam o split, o recomendado é deixar uma fresta na janela. O ajuste de temperatura também deve ser levado em consideração. Santi destaca que a Organização Mundial da Saúde (OMS) prevê que o ideal é entre 21° e 23°, tanto no inverno quanto no verão.

Revista Asbrav - 13

notícias

Qualidade do ar interior evita doenças


notícias

Troféu Oswaldo Moreira reconhece empresas e personalidades do HVAC-R

Tradicional premiação ofertada pela Revista do Frio distingue profissionais da indústria e do comércio de refrigeração e climatização A premiação mais esperada do ano pelos empresários e profissionais da indústria e do comércio de refrigeração e climatização foi entregue, no mês de junho, em São Paulo (SP). Os destaques do ano de 2016 foram agraciados com o Troféu Oswaldo Moreira, homenagem ao fundador da Revista do Frio e empreendedor que participou ativamente da história do HVAC-R no Brasil. Foram apontados vencedores do prêmio, por meio de votação eletrônica realizada durante o evento em terminais de computador disponíveis no local, com base na lista tríplice indicada pela organização, a LG Eletronics, na categoria Indústria de Ar Condicionado; Danfoss Brasil, na categoria Indústria de Refrigeração; Refrigeração Cacique, na categoria Comércio de Refrigeração e Poloar Ar Condicionado, na categoria Comércio de Ar Condicionado. Samuel Kohn foi escolhido como Personalidade do Comércio de Refrigeração e Ar Condicionado e Omar Martins Aguilar, como Personalidade da Indústria de Refrigeração e Ar Condicionado.

16 - Revista ASBRAV

- Tivemos mais uma noite de homenagens e reconhecimento. Espero contar com todos vocês em 2018 - ressaltou a cofundadora da Revista do Frio, Mary Moreira, ao final da solenidade. A entrega do Troféu Oswaldo Moreira teve início em 1991, por iniciativa da Revista do Frio, premiando profissionais e empresas do setor de HVAC-R por seus trabalhos feitos para elevar a qualidade dos produtos e serviços oferecidos.


Celebrado em 7 de julho, o Dia do Refrigerista marcou o necessário reconhecimento aos profissionais cujas inúmeras ações que desempenham ajudam a melhorar a qualidade de vida das pessoas. Nos dias atuais, é cada vez mais imprescindível a presença deste técnico capacitado para atender as demandas de instalação, manutenção, operação e controle de sistemas de refrigeração e climatização.

- O segmento é repleto de oportunidades para quem se qualifica. Por isso, a ASBRAV está sempre investindo na promoção de iniciativas, como cursos, palestras e seminários, entre outras, que ajudam o profissional a se especializar e a crescer no mercado. Empresas e profissionais do ramo avaliam que a mão de obra qualificada ganha cada vez mais espaço no Brasil – ressalta Márcio.

O diretor de Comunicação e Marketing da ASBRAV, Márcio José Pereira Hoffchneider, destaca que, com a devida qualificação, o profissional refrigerista pode trabalhar ou empreender negócios para atender às necessidades de fábricas, estabelecimentos comerciais ou residências.

A ASBRAV parabenizou a todos os profissionais refrigeristas pelo seu dia e reforçou sua condição de entidade que contribui, de forma sólida e eficiente, para o fortalecimento do mercado que representa.

Revista ASBRAV - 17

notícias

Dia para celebrar a importância do profissional refrigerista


notícias

Avançam tratativas para criação de sindicato de empresas prestadoras de serviço Sindratar vai defender os interesses das empresas do segmento de refrigeração, aquecimento, climatização e ventilação

Uma reivindicação antiga das empresas prestadoras de serviços no segmento de refrigeração, aquecimento, climatização e ventilação do Rio Grande do Sul está prestes a se tornar realidade. A expectativa é que, em breve, o Sindratar-RS, sindicato que congrega estes empreendimentos, receba seu registro sindical, passando a ter plenas condições de atuar na defesa dos interesses da categoria. A diretoria que está tratando da formalização do sindicato, presidida pelo diretor institucional da

ASBRAV - Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação, Sérgio Helfesteller, promoveu assembleia geral para expor a atual situação da entidade. O encontrou, realizado em julho, na sede da ASBRAV, debateu assuntos pertinentes ao registro sindical e traçou objetivos como pleitear medidas de interesse e promover eventos e ações de integração. - O Sindratar-RS será um sindicato que vai representar todas as empresas do segmento. Com isso, teremos um poder maior para defender os interesses da categoria, especialmente no campo trabalhista e tributário - afirma Sérgio Helfesteller. Participaram do encontro representantes de empresas do segmento, empresários individuais e profissionais ligados à área de refrigeração, aquecimento, climatização e ventilação. O Sindratar já é atuante em cinco estados brasileiros, São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Bahia e Ceará, colaborando, como órgão técnico e consultivo, no estudo e soluções das demandas relacionadas à categoria.

Palestra no Paraná debate qualidade do ar interno C

O escritório regional da ASBRAV - Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação no Paraná realizou uma palestra sobre a importância da qualidade do ar interno, no mês de julho, na sede da Escola Técnica Profissional, em Curitiba (PR).

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

O encontro abordou o tema analisando suas principais causas e efeitos, formas de obtenção e perspectivas de melhorias nos cuidados com a renovação de ar em ambientes fechados no Brasil.

Ministrada pelo engenheiro e consultor técnico da Sictel/Sicflux, André Zaghetto, a palestra reuniu quarenta profissionais do setor refrigerista paranaense.


O curso sobre plano de manutenção, operação e controle de ar condicionado (PMOC), promovido pela a ASBRAV - Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação está com inscrições abertas. A qualificação é voltada para engenheiros, técnicos e demais profissionais da área de refrigeração. O conteúdo abrange as informações básicas para compreender, identificar oportunidades e elaborar um PMOC, seguindo as premissas estabelecidas nas leis e normas vigentes. O evento ocorre no sábado (23/09), das 9h às 16h.

A programação apresenta temas como embasamento legal, referências e responsabilidades técnicas, normas de relevância, rotinas recomendadas, requisitos necessários e toda a estrutura para a elaboração do PMOC, desde como colher informações até o modelo de plano. A carga horária da qualificação é de seis horas.

O evento ocorre na sede da ASBRAV, localizada na Rua Arabutan, 324, Bairro Navegantes. O valor de investimento é de R$ 200,00 para associados da entidade e R$ 300,00 para demais interessados. Mais informações podem ser obtidas O palestrante é o engenheiro, Arnaldo Lopes pelo e-mail secretaria@asbrav.org.br ou pelos Parra. Formado como engenheiro mecânico, de telefones 3342 2964, 3342 9467, 99151 4103 e segurança, de refrigeração e ar condicionado, 99151 4104. ele acumula 31 anos de experiência em empresas do segmento refrigerista. anuncio noite do clima - 6.pdf 1 04/09/2017 09:54:49

Reserve esta data 24 de novembro (sexta-feira)

Restaurante Panorama da PUC-RS Ambiente exclusivo, incluindo coquetel e jantar, música para ouvir e dançar Informações ASBRAV em Porto Alegre (51) 3342-2964 / 3342-9467 secretaria@asbrav.org.br - www.asbrav.org.br

notícias

ASBRAV promove qualificação no segmento de ar condicionado


artigo técnico

O momento certo para iniciar um projeto de ar condicionado Bom planejamento resulta em instalação de custo compatível, boa eficiência energética e alta eficiência na obtenção de conforto aos usuários Em 2004, Patrick MacLeamy desenhou um conjunto de curvas com base em uma observação bastante evidente: um projeto arquitetônico torna-se mais difícil de mudar quanto mais desenvolvido se torna. MacLeamy estabeleceu um conceito, comumente referenciado no setor de design e construção, a Curva de MacLeamy, para ilustrar a escalada do custo das modificações de projeto à medida que a equipe avança no processo de design. Suas curvas de distribuição tempo-esforço estão entre as fontes mais citadas para os pesquisadores interessados em incorporar a implementação de Modelagem de Informações da Construção (BIM) na indústria de arquitetura, engenharia e construção. No eixo horizontal, estão as etapas do surgimento de uma edificação, desde o pré-projeto até a construção da edificação. Estas etapas no gráfico são para o projeto colaborativo, onde todas as especialidades trabalham em colaboração, atualmente usando as plataformas BIM. Nas fases iniciais, as modificações exigem pouco esforço dos projetistas. Com o passar do tempo, elas vão ficando mais trabalhosas, com um decréscimo da curva laranja, que representa a facilidade de mudança. Estas alterações, no início, apresentam baixo custo para os projetos, o que vai aumentando com o passar do tempo, pelo avanço do planejamento, das definições, do detalhamento e compra de materiais para a obra, chegando a uma fase de “estourar o orçamento” durante a construção, conforme pode ser observado na curva verde.

20 - Revista ASBRAV

Tradicionalmente utilizado, o projeto convencional tem seu máximo esforço do time de projetistas com suas especialidades no meio de todo o processo, representado pela curva tracejada em azul claro, quando as facilidades de mudança já são baixas e os custos das mudanças já apresentam valores mais elevados. Para o projeto convencional, as etapas do eixo horizontal devem ser deslocadas para a direita até ficarem similar à curva do projeto colaborativo. Neste caso, as mudanças já são mais difíceis e caras. Estas análises indicam que, quanto antes o projeto integrar todas as diferentes disciplinas, mais barata e eficiente será a edificação. Isto aponta para a necessidade de, entre outras disciplinas, o projeto de ar condicionado entrar o mais cedo possível no lançamento e desenvolvimento dos projetos, principalmente o arquitetônico. A situação ideal é de que, quando o arquiteto começar a lançar as ideias de um projeto, como forma, orientação solar, constituição de paredes, janelas, coberturas, isolamentos térmicos e outros, chame o engenheiro de ar condicionado para desenvolver estes conteúdos, de preferência por simulação termo-energética, como o EnergyPlus, por exemplo, e fazer a escolha e lançamento prévio do sistema de ar condicionado entre os mais indicados para o projeto em desenvolvimento.


- Espaço para circulação dos dutos de insufla- Diretor de Ensino e Treinamento da ASBRAV ção, se for ar central, com acesso para inspeção e diretor da ProjeTerm Projetos e Consultoria e para retorno do ar às máquinas; - Tipo de difusão de ar a ser usada e grelhas de retorno;

Revista ASBRAV - 21

artigo técnico

A escolha do sistema de ar condicionado enca- - Outros não citados específicos para a solução minhará a definição das diversas exigências que escolhida. o sistema escolhido irá precisar, como: Estas escolhas provavelmente exigirão mudan- Espaço para as máquinas internas, com acesso ças no projeto arquitetônico e em alguns dos para manutenção, área para o retorno do ar, to- projetos das demais especialidades, sendo esta mada de ar exterior, pontos de força e de drena- a hora mais indicada para que as mudanças segem, conexão com os dutos de distribuição de jam feitas, no projeto colaborativo. Portanto, arquitetos, no começo do seu projeto, chame o ar, atenuação acústica se necessário; engenheiro de ar condicionado para bem enca- Espaço para as máquinas externas, com acesso minhar a solução de climatização. para a manutenção, circulação do ar de condensação (verão), ponto de força e drenagem, ava- Engenheiro Mecânico, Prof. e Dr. Paulo Otto Beyer liação dos níveis de ruído;


obra destaque

Renner reformula totalmente seu refeitório Obra contemplou espaço de alimentação para os colaboradores da empresa

Com o objetivo de construir um novo espaço para que os funcionários sintam-se abraçados pela empresa, a Lojas Renner reformou totalmente o refeitório corporativo em Porto Alegre (RS).

de um dos prédios administrativos, o que aumenta muito o impacto e repercussão da obra aos olhos do cliente. Do ponto de vista ambiental, atuamos na correção de diversos fatores de conforto. Em especial: qualidade do ar, controle acústico com redução de ruído, controle de odoO projeto foi elaborado pelo arquiteto da em- res dos alimentos, desempenho luminotécnico presa R4 Desing, Marlon Braga. O sistema de (luz natural e artificial), visuais e paisagens – exclimatização foi coordenado pelo engenheiro plica Marlon Braga. Ricardo Albert. O entorno também foi tratado com a criação - Havia necessidade de ampliação da capaci- de pátios, passeios cobertos, paredes e terraços dade do refeitório com relevantes ganhos em verdes, jardins, pisos drenantes, em linha com habitabilidade e operação. O projeto cresceu as melhores práticas de biofísica aplicada a esmuito em complexidade por termos o desafio paços corporativos. de manter o refeitório em operação ao longo de toda a obra. Além disso, o espaço fica no térreo No projeto de climatização, foi substituído o sis-

22 - Revista ASBRAV


Outro diferencial do projeto é que a área de cozinha é climatizada, permitindo melhorar o armazenamento dos alimentos e conforto térmico dos funcionários..

De acordo com Ricardo Albert, a solução tornou-se viável pela análise dos regimes de ocu- As coifas do refeitório trabalham com sistema pação e demanda de carga térmica do prédio de eliminação de gordura através de lâmpadas administrativo quanto ao refeitório. UV, garantindo uma exaustão de ar isenta de poluentes. Para a obra, foi adotado um procedimento de disponibilização de maior carga térmica para o A equipe da Renner, coordenada pela arquiterefeitório, quando da menor ocupação do pré- ta Alessandra Shargorodsky e pela arquiteta dio administrativo, que é no horário de almoço. Fabiana Merino Lemos, também participou de todo processo da reforma. A empresa Prandix - Foram realizadas algumas soluções inovado- Construções foi quem executou a reforma do ras, pensadas para aquele ambiente. Um exem- refeitório e da recepção da sede administrativa. plo é que foi instalado um sistema de economizador baseado no controle de entalpia. Ou seja, Os projetos iniciaram em janeiro de 2016, enquando as condições climáticas e a umidade quanto a obra ocorreu entre junho de 2016 e foi relativa do ar forem menores, vai pegar o ar da inaugurada no verão de 2017. rua, economizando energia e aumentando a qualidade interna. Além disso, o controle de re- Cerca de quarenta profissionais trabalharam novação de ar é feito por ventiladores com mo- simultaneamente para a reforma do local, que tores eletrônicos, atuados com sensores de CO₂ recebe mais de 1.300 pessoas diariamente. no ambiente – afirma Ricardo Albert.

1- Idenficação da Obra Nome: Refeitório Corporativo Lojas Renner Endereço: Rua Joaquim Porto Vilanova, n° 401, Porto Alegre (RS)

Estrutural: Carpeggiani Projetos Estruturais Elétrico: Drive Engenharia PPCI: Optare Engenharia Automação: Drive Engenharia Hidrossanitário e Gás: Optimus Projetos

Proprietário: Lojas Renner Complementares Uso Principal: Refeitório Área Total: 1.200m² (Refeitório, Cozinha, Pátio Lazer e Técnico) Área Climatizada: 783m² (Refeitório e Cozinha) Arquitetura: R4DESIGN CREA/CAU: Engenheiro Ricardo Albert Climatização: Albert Engenharia de Instalações

Gerenciamento: JP Projetos Construtora: Prandix Construções Luminotécnico: Arquiteta Cristina Maluf Acústica: Arquiteto Luciano Nabinguer Cozinha: Bertrand Arquitetura & Design Orçamentos: Multiprojetos Engenharia e Arquitetura

Revista ASBRAV - 23

obra destaque

tema por Condensação a Ar Dedicado ao refeitório por um sistema de fancoils, com aproveitamento da água resfriada pelo Chiller do prédio.


opinião

Segredos do Marketing Digital necessário uma presença digital eficiente, alinhada com as estratégias da empresa. Ao estruturar o plano, faz-se necessário definir os canais que a empresa irá atuar. Engana-se quem pensa que hoje, mídia digital é apenas Facebook. São diversas ferramentas que podem ser utilizadas para atingir o público alvo, como: marketing de conteúdo, pesquisas online, landing page, Google Adwords, YouTube, redes sociais (Instagram, Facebook, Linkedin, Pinterest, entre outros).

Presença digital das empresas é fundamental no cenário atual O marketing digital já é uma realidade há bastante tempo e cada vez mais é peça fundamental na estratégia das empresas. No Brasil os números só crescem. Segundo Ibope Media, são mais de 105 milhões de brasileiros na internet, sendo o 5º país mais conectado no mundo. De acordo com a Pesquisa Brasileira de Mídia 2016, a internet se tornou o segundo meio de comunicação mais utilizado.

O marketing de conteúdo tem trazido um resultado muito efetivo para as empresas, já que ele garante informação relevante para o consumidor, auxilia em todo o processo de compra e ainda gera visibilidade e, autoridade para a marca, um dos principais objetivos da mídia digital. Com um conteúdo bem formatado fica fácil construir a presença digital da empresa. Se faz muito importante definir os canais que serão utilizados, visto que estar em todos, sem uma atuação ativa e constante não é estratégico. Avaliar onde estão os concorrentes, analisar o setor e, principalmente, identificar o que o seu público alvo “consome” é essencial para uma visibilidade assertiva.

Por fim, vale salientar que as estratégias digitais devem estar em sinergia com a offline. Apesar No primeiro semestre de 2017, o e-commerce de precisarem de recursos e atuações distintas, faturou R$ 21 bilhões, representando um cresas estratégias devem estar alinhadas em todos cimento de 7,5% em relação ao ano anterior. E os meios de comunicação com o cliente. Vale a agora, como ficar de fora? Hoje já não é mais pena envolver o consumidor que utiliza o meio possível! Por isso fala-se tanto na importância digital até seu ponto de venda, para que os redos profissionais estratégicos atuarem de masultados sejam atingidos conforme planejado. neira ativa nos canais digitais, visando ter uma boa reputação da empresa com seu público alvo. Publicitária e diretora da Trend Marketing, Caroline Brogni. Como fazer isso? O primeiro passo é planejar! É importante desenvolver um planejamento estratégico estruturado com objetivos bem claros. Hoje em dia não basta um post “bonitinho”, é

24 - Revista ASBRAV


Cód

Fone

CREAR CENTRO REF AR COND-DANILO MAXIMO SANTOS

47

99128.24.49

ACEL

51

3211.45.30

CURTIS CONSULTORIA S/C LTDA

51

3019.37.23

ACJ ENERGIA E CLIMATIZAÇÃO LTDA

51

3041.48.45

DAIKIN MCQUAY AR CONDICIONADO BRASIL LTDA

11

3123-2525

ACMASUL SISTEMAS DE VENTILAÇÃO E CONTROLE AMBIENTAL

51

3013.42.89

DANIEL HOFFMANN SCHARDONG - HSCLIMATIZAÇÕES

51

99699.01.09

ACUSTIKA SUL ENGENHARIA LTDA

51

3344.11.88

DARLEI CARVALHO - ME FRIO DO VALE NA TEMPERATURA CERTA

51

99606.62.09

ADEMILSON DOS SANTOS XAVIER

51

98575.07.97

DELEON DOS REIS VITH

51

3529.50.62

ADEMIR SILVA

51

3347.70.79

DELTA FRIO INDUSTRIA DE REFRIGERAÇÃO LTDA

51

3536.15.51

AERIS QUALIDADE DO AR EIRELI ME

51

99963.51.79

DIFUSTHERM INDUSTRIAL DE METAIS LTDA

41

3059.82.00

AERODUTO

51

3343.49.83

DIMENSIONAR ENGENHARIA SISTEMAS DE CLIMATIZAÇÃO

51

3029.70.75

AGRAZ REFRIGERAÇÃO LTDA

51

3751.26.91

DOCTOR FRIO - GRM AR CONDICIONADO LTDA-EPP

51

3557.83.84

AGST CONTROLES E AUTOMAÇÃO LTDA

51

3343.04.73

E W CLIMATIZAÇÃO LTDA - GRUPO E W

47

99948.73.19

AIR CLEAN - M C PEREIRA & CIA LTDA

51

3426.16.76

EDSON M BIONDO & CIA LTDA ME - SUL FRIO REFRIGERAÇÃO

55

3026.21.70

AIR COOL MANUTENÇÃO E INSTALAÇÃO LTDA

51

3478.43.23

EDUARDO GUS BROFMAN

51

3331.66.15

AIR SHOP EQUIP CONFORTO TERMICO LTDA

51

3094.28.88

EJR ENGENHARIA LTDA

51

3201.37.00

AIRSIDE IND COM DE PRODUTOS PARA CLIMATIZAÇÃO LTDA

51

3473.62.58

ELETRO AR SUL LTDA

51

3340.12.47

AIRSTUDIO ENGENHARIA LTDA

51

3326.19.33

ELIAS DA SILVA MOURA

51

98917.78.81

ALBERT ENGENHARIA DE INSTALAÇÕES LTDA

51

3342.39.05

ENCLIMAR ENGENHARIA DE CLIMATIZAÇÃO LTDA

51

3371.28.41

ALEXANDRE TOCCHETTO

51

3357.22.25

ENGE REPRESENTAÇÕES TÉCNICAS LTDA - ME

51

3737.77.51

ALIMAC REPRESENTAÇÕES - EIRELI

51

2112.81.92

ENGEMESTRA

51

3061.39.35

AMANDA LAMIM DOS SANTOS EIRELI - EPP

47

3323.32.77

ENGENHAR CLIMATIZAÇAO EIRELI

51

3594.78.30

AMBIENTALIS ANALISES DE AMBIENTES LTDA

48

3028.30.69

ENGETÉRMICA AR CONDICIONADO LTDA

51

3342.54.33

AMILLPASSOS REFRIGERAÇÃO INDL LTDA

51

3581.54.56

EPEX IND COM DE PLÁSTICOS LTDA

47

3334.31.00

ARCONET LTDA

41

3032.43.90

ERA DO GELO CLIMATIZAÇÃO LTDA

51

3557.60.01

ARMACELL BRASIL LTDA

11

3146.20.50

ESCOLA TÉCNICA PROFISSIONAL LTDA

41

3332.70.25

ARMANT AR CONDICIONADO LTDA

51

3085.80.50

EUROCABLE BRASIL IMP E EXP LTDA

51

3375.82.00

ARMAX AR CONDICIONADO COM E SERV LTDA

51

3339.29.31

EWARE CLIMATIZAÇÃO LTDA - EWARE SERVICE

51

3428.74.84

ARSA CONSULTORIA COM REPRES LTDA

51

3332.18.20

EXXA CONSTRUTORA LTDA

41

3074.11.44

ARSELF AR CONDICIONADO LTDA

51

3337.34.34

FERNANDO DUTRA DEL CASTILLO

53

3235.90.20

ARTECH CLIMATIZAÇÃO LTDA ME

51

3033.29.12

FLÁVIO RIBEIRO TEIXEIRA

51

98424.36.45

ARTECNICA LTDA - A.R.TECNICA LTDA EPP

51

3212.34.90

FLÁVIO VANDERLEI ZANCANARO JR

55

99958.53.65

BARELLA ENGENHARIA LTDA

54

3314.87.55

FRIGELAR COMERCIO E INDUSTRIA LTDA

51

3396.59.53

BDS AR CONDICIONADO LTDA

51

3337.33.55

FRIZA COMERCIO MATERIAIS ELETRICO E HIDRAULICO LTDA

54

3462.15.19

BERLINERLUFT DO BRASIL LTDA

51

3579.85.50

FULL GAUGE ELETROCONTROLES

51

3475.33.08

BETO REFRIGERAÇÃO E CLIMAT - LUIZ ROBERTO COSTA DA ROSA

51

3416.09.00

GBF VENTILADORES ELEFANT

51

3352.03.33

BRY-AIR BRASIL CLIMATIZAÇÃO LTDA

41

3698.22.22

GIRELLI REFRIGERAÇÃO LTDA

41

3349.29.64

CARAVAGGIO REFRIGERAÇÃO E SERVIÇOS

55

3421.19.41

GLOBUS SISTEMAS ELETRÔNICOS LTDA

51

3374.05.55

CARLOS ALBERTO BRIGEIR DA SILVEIRA

51

3443.45.60

GM AR CONDICIONADO LTDA

51

3451.16.00

CERT LTDA

51

3711.78.89

GOOD SERVIÇOS DE CLIMATIZAÇÃO LTDA

41

3667.20.10

CEZAR AUGUSTO GORRESE RAYMUNDO

51

99806.30.04

HEATEX BRASIL - ENEXCO SOLUÇÕES

47

3366.27.33

CLEMAR ENGENHARIA LTDA

48

3331.30.00

HEITOR MACHADO VICARI JUNIOR

51

3472.87.32

CLIMA SHOP QUALIDADE DO AR INTERIOR LTDA

48

3028.28.25

IMARCON PRESTADORA DE SERVIÇOS LTDA ME

51

3446.25.97

CLIMATIZA COMÉRCIO DE PRODUTOS E SERVIÇOS LTDA

51

3059.90.90

INGERSOLL-RAND IND COM SERV DE AR COND AR COMP REFRIG

11

5014.63.00

CLIMAZON INDUSTRIAL LTDA

51

3477.96.87

INSTATEC INDÚSTRIA METALÚRGICA LTDA

51

3061.39.68

CLOVIS FERNANDO VASQUEZ AMARO

51

99164.86.67

INTERTECH CONSULT

21

2426.30.44

COLD FRIGOR - RER SISTEMAS TERMICOS LTDA - ME

51

3074.99.97

JOÃO CARLOS BIDEGAIN SCHMITT

51

3209.43.42

COLDAR ENGENHARIA E COMÉRCIO LTDA

51

3343.33.15

JOAPE IND EQUIPAMENTOS AMBIENTAIS LTDA

51

3205.25.55

COLDBRAS S/A

51

3303.22.22

JOHNSON CONTROLS-HITACHI AR CONDICIONADO DO BRASIL LTDA

51

2102.62.82

CONCEITO TECNICO PROJ PLANEJ ASSESSORIA LTDA

51

3221.21.37

JOSE ANGELO MOREN DOS SANTOS

51

99952.96.16

CONFORTARE AR CONDICIONADO LTDA

51

3311.00.00

JOSE HAROLDO CARVALHO SALENGUE

51

3430.30.02

CONSTARCO ENGENHARIA E COMERCIO LTDA

11

3933.50.00

JOSE RENE FREITAS GASSEN

51

3731.11.11

CORREA MANUTENÇÃO

51

3273.05.25

JULIO CESAR SILVA DA SILVA

51

3367.10.59

Revista ASBRAV - 25

guia de associados

Razão Social


guia de associados

JULIO CEZAR SCHRAMM SCHENKEL

51

98124.08.10

REFRIGERAÇÃO TUDO FRIO-JOELCI VIEIRA DA SILVA -ME

51

3443.88.45

JULIO ZIMMERMANN

51

3712.29.41

REFRIGESA REFRIGERAÇÕES LTDA

51

99905.97.11

KLEBER REPRESENTAÇÕES LTDA

51

3021.67.18

REFRIMAK PEÇAS E SERVIÇOS LTDA

51

3473.63.88

KLIFT SERVIÇOS DE CLIMATIZAÇÃO LTDA

51

2117.78.55

ROGER MERG SARAIVA

51

98131.96.04

KLIMASUL - JB & MP COM REPRESENTAÇÃO LTDA

51

4103.05.25

RONI DE LIMA SANTOS

51

9175.24.61

KOPI INSTALAÇÕES LTDA

51

3465.55.30

S & P BRASIL VENTILAÇÃO LTDA - OTAM

51

3349.63.63

LF WOLMANN

51

99849.54.60

SÃO CARLOS AR CONDICIONADO LTDA

51

3473.94.17

LG ELECTRONICS DO BRASIL LTDA

11

98117-6512

SCHEIN GESTÃO EMPRESARIAL

51

3337.11.18

LINDOMAR VIEIRA DA COSTA SILVA

51

3673.15.70

SERRAFF INDUSTRIA DE TROCADORES DE CALOR LTDA

51

3716.14.48

LUCIANO LOPES SIMÕES

51

3086.40.35

SERVTECH SERVIÇOS E PEÇAS P/AR CONDICIONADO LTDA

51

98298.86.94

LUCIO ALBINO AMARO DA SILVA

51

98496.28.95

SICTELL IND COM PRODUTOS ELETRICOS E METALICOS LTDA

47

3452.30.03

LUIZ ANTONIO PICCOLI JUNIOR

51

99811.30.06

SMART SOLUÇÕES LTDA-MERCATO AUTOMAÇÃO

51

3032.17.77

M CESA

51

3338.74.39

SO FRIO INDUSTRIA E COMERCIO DE REFRIGERAÇÃO LTDA

51

3261.92.82

MAGNUS RECUPERADORA DE COMPRESSORES

51

3473.35.40

SOCLAM AR CONDICIONADO LTDA

51

3207.99.10

MARCELO GOMES CAJU

51

99304.52.75

SPM ENGENHARIA S/C LTDA

51

3332.11.88

MARCELO PERES BECHSTEDT ACCURSO

51

99492.86.86

SR REFRIGERAÇÃO E MANUTENÇÃO

51

3261.48.74

MARCOS ANDRE RIBEIRO HORBACH

51

98051.95.51

SUL CLIMA ENGENHARIA

51

3032.11.29

MARCUS VINICIUS SIMIONI

51

3208.29.68

SUPERMERCADOS GUANABARA S/A

53

3230.12.00

MARIO CESAR OSORIO

48

99971.64.83

TEC AR COMÉRCIO DE AR CONDICIONADO LTDA

51

3032.54.52

MAURO CESAR RABUSKI GARCIA

51

3022.14.93

TECNOLÓGICA CONFORTO AMBIENTAL LTDA

48

3240.05.05

MAURO ULLMANN CLIMATIZAÇÃO E REFRIGERAÇÃO

51

3013.51.41

TELCO EQUIP REFRIGERAÇÃO LTDA

51

3354.67.97

MEDEIROS ENGENHARIA DE CLIMATIZAÇÃO LTDA

51

3012.76.44

TELEINFORMATICA SUL LTDA

51

3358.65.00

MIGUEL CHAVES CUSTODIO

51

3331.40.07

TEMPCONFORT ENGENHARIA DE CLIMATIZAÇÃO LTDA

51

3362.64.27

MONOFRIO - HBSR REFRIGERADORES DE LIQUIDOS LTDA-EPP

54

3458.12.22

TERMOPROL ZANOTTI DO BRASIL

51

3341.48.05

MONTERMICA REFRIG E AR CONDICIONADO LTDA

51

3435.40.07

TESTONI INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA

51

3341.44.11

MP AUTOMAÇÃO LTDA

51

3465.55.13

TIAGO JOSÉ BULLA

51

3092.38.01

MRI ENGENHARIA LTDA

51

3471.55.32

TIMOTEO FERNANDES DE SOUZA

51

3215.32.49

NEOCLIMA - NCLIMA ENGENHARIA DE CLIMATIZAÇÃO LTDA

51

3061.50.40

TROMPOWSKY REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS LTDA ME

48

99185.94.94

NILTON LUIS BATISTA CALEGARI

51

3344.53.34

UDO ADOLF

51

99985.32.54

NOVUS PRODUTOS ELETRÔNICOS LTDA

51

3323.36.00

URANUS AR CONDICIONADO LTDA

51

3222.89.54

OCEAN SERV COMERCIO E SERVIÇO LTDA

22

2772.51.57

VERTICON SERVIÇOS E COMERCIO LTDA ME

51

3118.01.73

OCTO CLIMATIZAÇÃO E REFRIGERAÇÃO LTDA ME - OCTO CLIMA

51

3428.70.65

VG PETINELLI CONSULTORIA TÉCNICA LTDA

41

3094.33.96

PALMEIRAS SOLUÇOES EM ENGENHARIA ENERGETICA LTDA ME

41

3257.72.43

VIDALAR PROJETOS E INSTALAÇÕES DE AR CONDICIONADO LTDA

49

3319.93.00

PATRICIA DOS SANTOS DUARTE

51

99865.69.73

VINICIUS JOSE NEIS CRUZ

51

98182.75.98

PAULO DE TARSO FONTOURA DA SILVA

55

3221.67.66

VOLTYS SOLUÇÕES EM CLIMATIZAÇÃO

54

3435.12.79

PAULO OTTO BEYER

51

3217-4724

VRF ENGENHARIA DE CLIMATIZAÇÃO LTDA ME

51

3073.57.01

PAULO RENATO DOS REIS

54

3028.14.60

WELSON DE SOUZA FRANÇA

51

99537.76.42

PAULO RENATO PEREZ DOS SANTOS

51

3320.35.84

YBEMAC AR CONDICIONADO LTDA

51

3337.73.90

PERFECTIO CONSULTORIA - EIRELI

41

4042.06.00

PERTILE AR CONDICIONADO LTDA

51

3464.12.01

PLANIDUTO AR CONDICIONADO LTDA

51

3336.26.33

PROJELMEC VENTILAÇÃO INDUSTRIAL LTDA

51

3451.51.00

PROJETOS AVANÇADOS ENGENHARIA LTDA

51

3330.64.00

PROTERMICA CLIMATIZAÇÃO LTDA

48

3342.00.49

QUADCLIMA QUADRANTE SOLUÇÕES LTDA

51

3086.43.12

QUIMITEC QUÍMICA INDUSTRIAL LTDA

41

3668.20.55

RECOM RECUPERADORA DE COMPRESSORES LTDA

51

3343.92.54

RECOMSERVICE SUL COMP E SIST AR COND REFRIG LTDA

51

3065.67.01

REFRIGERAÇÃO CAPITAL LTDA

51

3326.23.66

REFRIGERAÇÃO DE CONTO AR CONDICIONADO

51

3336.19.20

REFRIGERAÇÃO DUFRIO COM IMP LTDA

51

3778.75.55

26 - Revista ASBRAV

Seja um anunciante Consulte condições através do email assessoria@asbrav.org.br


O CONHECIMENTO ABRE NOVAS OPORTUNIDADES.

Com os cursos de evolução profissional do SENAI-RS, além de acumular conhecimento em diversas áreas da indústria, você fica capacitado e atualizado para as exigências do mercado de trabalho. Conheça alguns dos cursos disponibilizados pelo SENAI-RS e aumente as oportunidades.

ALIMENTOS E BEBIDAS CURSOS

CARGA HORÁRIA

DIA DA SEMANA

TURNO

INVESTIMENTO

Confeiteiro

160h

Seg a Qui

T

R$ 2,300.00

Padeiro

160h

Seg a Qui

N

R$ 1,628.00

Cozinheiro

204h

Seg a Qui

N

R$ 3,200.00

CARGA HORÁRIA

DIA DA SEMANA

TURNO

INVESTIMENTO

64h

Sábado

MeT

R$ 925.00

AUTOMAÇÃO CURSOS

Introdução em Automação de Sistemas

ELETROELETRÔNICA CURSOS

CARGA HORÁRIA

DIA DA SEMANA

TURNO

INVESTIMENTO

Eletricista Instalador Predial

160h

Seg a Qui

N

R$ 1,680.00

Eletricista Instalador Residencial EAD 20% presencial

160h

Sáb de 15 em 15 dias

MeT

R$ 390.00

Eletricista Instalador Industrial EAD 20% presencial

380h

Sáb de 15 em 15 dias

MeT

R$ 855.00

METALMECÂNICA CURSOS

CARGA HORÁRIA

DIA DA SEMANA

TURNO

INVESTIMENTO

Fabricação Mecânica

100h

Seg a Qui

N

R$ 1,050.00

Fabricação Mecânica

100h

Sábado

MeT

R$ 1,050.00

Mecânico de Usinagem Convencional

250h

Seg a Qui

N

R$ 2,600.00

Mecânico de Usinagem Convencional

250h

Sábado

MeT

R$ 2,600.00

Torneiro CNC

160h

Seg a Qui

N

R$ 1,920.00

Novo (Usinagem CNC – Centro de Usinagem)

160h

Seg a Qui

N

R$ 1,920.00

Desenvolvimento de Projetos Mecânicos

100h

Sábado

MeT

R$ 1,600.00

Desenvolvimento de Projetos Mecânicos

100h

Seg a Qui

N

R$ 1,600.00

REFRIGERAÇÃO E CLIMATIZAÇÃO CURSOS

CARGA HORÁRIA

DIA DA SEMANA

TURNO

INVESTIMENTO

Limpeza e Higienização de Split

15h

Seg a Sex

N

R$ 300.00

Limpeza e Higienização de Split

15h

Sábado

MeT

R$ 300.00

Instalação e Manutenção de Condicionadores de Ar Split e INVERTER

68h

Seg a Qui

N

R$ 1,100.00

Instalação e Manutenção de Condicionadores de Ar Split e INVERTER

68h

Sábado

MeT

R$ 1,100.00

Refrigeração Doméstica e Condicionadores de Ar

120h

Seg a Qui

N

R$ 1,365.00

Refrigeração Doméstica e Condicionadores de Ar

120h

Sábado

MeT

R$ 1,365.00

Básico de Refrigeração Comercial e Industrial

72h

Sábado

MeT

R$ 1,110.00

Básico de Refrigeração Comercial e Industrial

72h

Sábado

MeT

R$ 1,110.00

Dimensionamento de Sistemas de Câmaras Frigoríficas

52h

Sábado

MeT

R$ 832.00

Manutenção de Sistemas de Câmaras Frigoríficas

60h

Sábado

MeT

R$ 975.00

Capacitação em Boas Práticas em Sistemas de Ar-Condicionado do tipo Split e Janela

32h

Seg a Qui

N

Gratuito

CARGA HORÁRIA

DIA DA SEMANA

TURNO

INVESTIMENTO

36h

Sábado

MeT

R$ 450.00

GESTÃO E TI CURSOS

Principais Rotinas de um Departamento Pessoal

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES SENAI Visconde de Mauá - Av. Sertório, 473 | Navegantes - Porto Alegre/RS | (51) 3904.2615 - apoio.maua@senairs.org.br

HORÁRIO DE ATENDIMENTO

Segunda a sexta-feira, das 7h30 às 20h.

/senairsoficial senai rs . org . br 0800 51 8555


TENHA UM FUTURO DE SUCESSO Venha estudar na FAPRO e na Escola Técnica Profissional

PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DA CLIMATIZAÇÃO

01 vez por mês (Sexta e Sábado).

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ELETROTÉCNICA

Voltado para Climatização

CURSO TÉCNICO EM REFRIGERAÇÃO E CLIMATIZAÇÃO

Modalidade Finais de Semana

FONE:

(41) PARA CONHECER A PROGRAMAÇÃO COMPLETA ACESSE NOSSO SITE.

3332-7025

R. Eng. Rebouças, 2213 | Curitiba - PR

www.escolaprofissional.com.br

Revista ASBRAV - Jul/Ago  
Advertisement