Page 1

''Moléculas, problema e soluçãoPalestras de abril discutem fontes alternativas de energia e mudançasclimáticas'' Fonte:PesquisaFapesp Online (http://revistapesquisa.fapesp.br/?art=4426&bd=1&pg=1&lg) Edição 183-Maio 2011

Resumo Crítico ''A química e o clima: energia e soluçõesambientais'' Com o avanço tecnológico dos últimos séculos, houve uma retração na qualidade de vida do planeta: estamos vivendo mais, sem dúvidas, mas não estamos vivendo melhor. Enchentes, queimadas, excesso de calor... Estes tópicos já se tornaram permanentes nas pautas dos meios de comunicação. Para tentar mudar esta situação, está ocorrendo, em São Paulo, um ciclo de conferências, promovido pela FAPESPe pela Sociedade Brasileira de Química, sendo que a primeira delas foi sobre geração alternativa de energias e sua relação com a Química. É notório que a Química por sua vez está diretamente ligada a todos estes problemas (e principalmente às suassoluções). Na questão energética há muito no que se pensar: para suprir a demanda internacional a energia nuclear é inviável, por ser muito caro e oferecer certo risco à população; Infelizmente, grande parte dos países não tem condições de produzir energia hidrelétrica, por não ter um potencial hídrico adequado, tornando este tipo também distante de ser aplicado... Várias formas novas de energia e combustíveis estão sendo estudadas e apesar de ainda serem caras e terem um baixo potencial, podem no futuro, vir a substituir os combustíveis fósseis, grandes contribuintes dos problemas ambientais. Uma solução pode estar nos biocombustíveis, por terem uma taxa de emissão de gás carbônico (CO2) muito menor, que consegue ser absorvida pelas plantas e algas. Os biocombustíveis têm no Brasil um grande pólo tecnológico, nos deixando à frente dos paísesdesenvolvidos nesta questão. Apesar do dióxido de carbono (CO2) ser o maior vilão conhecido, não é só ele que contribui para o aumento da temperatura na terra: o óxido nítrico (NO),


produzido a partir da queima de combustíveis, e o metano (CH4), obtido através da extração de combustíveis minerais, como o carvão e o petróleo, são os outros dois principais gases que contribuem para o efeito estufa e necessita-se diminuir drasticamente suas emissõesantes que o planeta ultrapasse o chamado 'ponto de virada', onde mesmo com todo esforço e investimentos, não há como voltar para o estado anterior, permanecendo com temperaturas e problemas ambientais elevados. Um dos lugares que mais pode sofrer com estas mudanças no clima, é a Amazônia: caso a temperatura média do planeta aumente mais do que 3,5°C, haverá um processo de savanização, onde se perdem árvores, dando lugar a uma vegetação rasteira. Para bloquear este processo é preciso limitar o aumento à 2°C, diminuindo drasticamente a emissão dos gasesjá citados. Cabea Química fazer a ponte entre a Física e a Biologia, para demonstrar que é possível manter nossos padrões atuais, de comércio, indústria e vida, sustentavelmente. Através deste ciclo de palestras e diversas outras iniciativas, é possível divulgar este assunto, fazendo com que a população, já que as palestras são abertas ao publico, se conscientize de que é preciso mudar a situação imediatamente. Referências: Pesquisa FAPESP online, disponível em <http://revistapesquisa.fapesp.br/? art=4426&bd=1&pg=1&lg> Acessoem 17, 25 e 26 de maio de 2011 Wikipedia, disponível em <http://pt.wikipedia.org/wiki/Metano> Acesso em 25 de maio de 2011 Alunos online, disponível em <http://www.alunosonline.com.br/quimica/catalisadores.html> Acesso em 17 de maio de 2011

resumocritico-andreaeandressa-vfinal  

resumocritico-andreaeandressa-vfinal