Page 1

Edição 140

Maio de 2018

Polícia Federal prende prefeito de Mongaguá e faz busca e apreensão de documentos na Prefeitura de Peruíbe Foto: Alesp

No caso de Peruíbe contratos investigados são da gestão da ex-prefeita Ana Preto. Já em Mongaguá prefeito é preso com mais de R$ 5 milhões guardados em casa.

Página 05

MAIS UMA PERDA

Depois de Parque da Xuxa, Porto Brasil e Termelétrica a região do Litoral Sul de São Paulo tem mais uma importante perda na questão do desenvolvimento econômico. Agora foi a vez da PETROBRAS anunciar o fim das operações no Aeroporto de Itanhaém. Página 03


02 Peruíbe

Edição 140 - Maio 2018 - O Repórter Regional


Região

Edição 140 - Maio 2018 - O Repórter Regional

03

PETROBRAS não opera mais em Itanhaém A Petrobras suspendeu de forma definitiva os voos de trabalhadores às plataformas marítimas que partiam do Aeroporto Estadual Antônio Ribeiro Nogueira Jr, de Itanhaém. O motivo da suspensão foram razões técnicas e gestão mais eficientes. As operações foram repassadas para o aeroporto de Jacarepaguá, Rio de Janeiro, pois eles já atendem a todas as plataformas, sondas e embarcações que operam na Bacia de Santos. Antes de chegar ao rompimento total da relação entre Petrobras, empresa que administra o aeroporto e Prefeitura de Itanhaém, a situação veio se arrastando por meses. O impasse começou em fevereiro. Na época, a petrolífera transferiu de forma emergencial os voos para a Base Aérea de Santos, que fica no Guarujá. Segundo a empresa, isso aconteceu pois o aeroporto de Itanhaém não tinha mais brigada de incêndio, que havia sido desativada pela concessionária que

administra o local, a Voa SP. A Estatal não pode trabalhar num local sem essa equipe, pois a atitude é contra as regras estabelecidas por ela. A Voa São Paulo tentou entrar em acordo com a Petrobras colocando bombeiros no local para sanar os problemas e as operações voltarem ao normal. Porém, segundo o jornal A Tribuna, as partes não chegaram a um acordo sobre o tempo de duração do contrato de utilização do espaço. A Petrolífera queria mais 15 anos e a gestora do aero-

porto indicava 25. A falta de consenso, fizeram a petrolífera cancelar em definitivo as operações e mandar elas para Jacarepaguá, na Baixada Fluminense. O espaço realizava uma média semanal de 10 viagens para embarcar 90 passageiros. O jornal O Repórter entrou em contato com a Prefeitura de Itanhaém para saber a posição da atual administração sobre o caso. A administração respondeu com uma nota, que você pode conferir abaixo: A decisão da Petrobras

foi comunicada no dia 16 de abril e, de acordo com o próprio documento, se deu por conta de decisões estratégicas que constam no Plano de Negócios da empresa. A Prefeitura de Itanhaém tem buscado as demais partes envolvidas para solucionar a questão. O município deixou suas portas abertas para a Petrobras, o consórcio privado Voa São Paulo (responsável pelo aeroporto) e o Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (DAESP), buscando o retorno dos voos para a cidade.

JURÉIA PESCA

Variedade de produtos, paixão pelo que faz e decoração chamativa. Esses são os ingredientes que Juan Velasco, 58 anos, usa há 14 anos na sua loja de pescaria. A Juréia Pesca. O paulistano, natural da Casa Verde, sempre gostou muito do esporte e resolveu se aventurar neste ramo abrindo uma loja. “Temos uma costa maravilhosa, pesqueiro, ilhas e mar aberto. Somado a tudo isso, eu parei e pensei: vou entrar nesse nicho, é interessante. Aí

eu entrei”, diz ele. Sua Loja está localizada agora na Avenida 24 de Dezembro, 662, Estação (Peruíbe) e tem mais de 5 mil itens espalhados pelo local para o cliente poder examinar o produto que está levando antes de comprar. E isso tem um motivo muito simples. “Brasileiro adora tocar na mercadoria. Eu fiz a loja para isso “. Há 14 anos no mercado, a Juréia Pesca chama a atenção dos clientes não só pela variedade de pro-

dutos, mas por conta dos artesanatos feitos de jornal de diversos tamanhos. O cliente que estiver passando pela rua verá armaduras de cavaleiros da época medieval em tamanho real, rostos do Raul Seixas e da banda de rock Kiss, peixes da costa de Peruíbe do Litoral Sul de São Paulo e miniaturas de naves do Star Wars, Star Trek e outros filmes. Todos esses ingredientes, segundo Juan, despertam a curiosidade das pessoas e acabam fazen-

do elas entrar e conhecer um pouco de sua loja também. “Meu diferencial é o tipo de exposição da loja e a pegada da variedade. Tenho um pouco de tudo para satisfazer todo mundo. Desde pessoas com 8 até 80 anos. Tem vara para criancinha, cor de rosa para mulher e para o cara quer pescar em auto mar”, completou Juan. Aos aventureiros da área que pensam em abrir um comércio, ele dá um simples recado e de grande valia. “Tem um detalhe, tem que gosta muito de pesca”. Além de fornecer material para todo tipo de pescador, Juan sabe da importância da pesca consciente e incentiva para todos os seus clientes por meio de seus uniformes com frase ‘pesque e solte’. A Jureia Pesca funciona de segunda a sábado das 9h às 18h e nos domingos até as 14h.

Condesb, Sindicatos dos Petroleiros e comércio local querem mais informações A decisão da Petrobras mexe diretamente com a economia local e com a regional. O Conselho de Desenvolvimento da Baixada Santista (CONDESB) e a Associação Comercial de Itanhaém (Acai) estão articulando uma movimentação política para tentar reverter a ação da petrolífera. Segundo o G1, portal de notícias da Globo, o sindicato dos Petro-

leiros solicitou a Estatal que forneça para a entidade uma planilha mostrando o quanto a mudança de local vai gerar de economia para ela. A retirada da empresa acontece quase depois de uma década de investimentos no aeroporto Antônio Nogueira Jr. A Companhia investiu R$ 14 milhões para modernizar o local.


04 Peruíbe

Edição 140 - Maio 2018 - O Repórter Regional

Meu Bairro Melhor volta as ruas de Peruíbe A Prefeitura de Pe- Escola Técnica Dimen-

ruíbe voltou a realizar serviços de Zeladoria, por meio do programa Meu Bairro Melhor. A edição do mês de maio aconteceu no bairro Vila Peruíbe, no sábado (5). A iniciativa foi lançada em 2017, mas ainda não tinha acontecido neste ano. Os moradores do bairro Vila Peruíbe receberam limpeza de ruas; profissionais da saúde dando vacinas contra a gripe e febre amarela; enfermeiras fazendo home-care (atendimento nos lares); alunos da

são medindo a pressão arterial dos munícipes; equipe de veterinários realizando vacinação em cães e gatos; orientações sobre benefícios dados pelo Governo e INSS; unidade móvel de prevenção ao câncer bucal, que realizou exames e conscientização da doença e atividades físicas com a fisioterapeuta e educadora física Andreia Salavador. A Prefeitura não divulgou quando o programa voltará a agir nos outros bairros da cidade.

Abandono de emprego A empresa Reysul Materiais para construção Ltda com sede à Rua Profº Jon Teodoresco, nº 39, São João Batista II, Peruíbe SP, inscrita no

CNPJ

05.283.210/0001-58

convoca

a

comparecer em sua sede no prazo máximo de 24h o Sr. Lourival de Souza Gomes, RG 208.252-36 e CPF 033.103.358-52, CTPS 91217/série 604-SP e PIS 13524092852 com endereço à Ind. Viela Itariri, nº 71 – Bairro Caraguava – Peruíbe SP, no prazo de 24h (vinte e quatro horas), sob pena de configurar abandono de emprego sujeito às penalidades previstas no art. 482 da CLT.

Peruíbe é a segunda cidade que menos receberá ICMS do Governo do Estado

A cidade de Peruíbe é segunda que menos receberá dinheiro de ICMS do Governo do Estado de São Paulo neste ano. O último munícipio da Baixada Santista, que receberá cerca de R$ 1,4 milhões, ganha apenas de Mongaguá. Ela recebe 300 mil a menos. Em comparação a Cubatão, que recebe cerca de R$ 26, 7 milhões, Peruíbe ganha cerca de 18,5 vezes a menos. Ao todo, cerca de R$ 35 milhões serão depositados nos cofres públicos das nove cidades da Baixada Santista. Segundo o Diário do Litoral, os repasses feitos pelo Governo, para as cidades da Baixada, começaram no dia 8 de maio (terça-feira) e vão acontecer também nos dias 15, 22 e 29 de maio, além de 5 de junho. Os valores que chegam aos cofres das administrações municipais são referentes a 25% da arrecadação da cidade. A cidade de Pe-

ruíbe, que receberá R$1.438.968,45, só não perde para Mongaguá. Ela receberá cerca de R$ 300 mil a menos e ficará com R$1.114.873,51. Cubatão, por sua vez, receberá cerca de 18,5 vezes a mais o valor de Peruíbe e 23,4 vezes o valor de Mongaguá. O montante de dinheiro que vai chegar no polo industrial da Baixada Santista é de R$26.750.982,16. Confira os valores que os outros munícipios vão receber abaixo:

Abandono de emprego

Bertioga: R$ 1.806.006,10

A empresa Reysul Materiais para construção

Guarujá: R$9.662.517,19

nº 39, São João Batista II, Peruíbe SP, inscrita

Santos: R$ 20.533.004,66 São Vicente: R$6.369.949,12 Praia Grande: R$ 6,704,555.89 Itanhaém: R$ 1.947.914,67

Ltda com sede à Rua Profº Jon Teodoresco, no

CNPJ

05.283.210/0001-58

convoca

a

comparecer em sua sede no prazo máximo de 24h o Sr. Roberto de Souza Gomes, RG 47.075.132-0 e CPF 302.513.358-95, CTPS 33434/série 255-SP e PIS 13030296856 com endereço à Rua Doze, nº 86 – Bairro Antonio Novaes – Peruíbe SP, no prazo de 24h (vinte e quatro horas), sob pena de configurar abandono de emprego sujeito às penalidades previstas no art. 482 da CLT.


Peruíbe 05

Edição 140 - Maio 2018 - O Repórter Regional

MPF processa ex-prefeita Ana Preto, dois ex-secretários e ex-diretores

Polícia Federal em Peruíbe e prefeito de Mongaguá preso. Veja como a foi a ação da Operação “Prato Feito”, na Baixada Duas cidades da Baixada Santista tiveram suas rotinas alteradas nesta quarta-feira (9). Em Peruíbe, a Polícia Federal apareceu para com mandados para investigar o desvio de recursos públicos voltados para a educação. Já em Mongaguá, o prefeito Artur Para Prócida (PSDB) foi preso, pois não sabia explicar qual a origem de aproximadamente 5, 4 milhões de reais que estavam em sua casa. Todas as movimentações fizeram parte da Operação Prato Feito da PF, que foi feita em conjunto com a Controladoria Geral da União (CGU). A ação foi deflagrada nesta quarta. A manhã de Peruíbe recebeu uma visita inesperada. A da Polícia Federal. Os agentes apareceram na Prefeitura e, segundo a assessoria de imprensa da cidade, apreenderam documentos referentes ao

processo de licitação de uniformes escolares de 2013. Na ocasião, a prefeita era Ana Preto (PTB). Em nota publicada no seus canais de comunicação para com a população, a administração se manifestou da seguinte forma: A Prefeitura de Peruíbe informa que Operação da Policia Federal, determinada pela Justiça Federal (Primeira Vara Criminal da Primeira Subseção Judiciária de São Paulo), é realizada nesta manhã no Paço Municipal, cumprindo Mandado de Busca e Apreensão de documentos relativos a processo licitatório para aquisição de uniformes escolares assinado em dezembro de 2013, realizado durante a administração municipal anterior. A equipe de policiais federais foi recepcionada pelo prefeito Luiz Mauricio, que determinou à Se-

cretaria de Administração o pronto atendimento e acesso aos documentos a serem examinados. Agora Mongaguá, a situação foi um pouco mais complicada. Os agentes da PF apreenderam R$5.3913.789,17 na casa do prefeito Artur Parada Prócida (PSDB), durante o cumprimento de mandado da Operação Prato Feito. Ele foi levado pelos agentes, pois não sabia explicar a origem do dinheiro. Esse ato caracteriza o crime de lavagem de dinheiro. Desse montante, segundo o jornal A Tribuna, 4.613.610 eram em reais e o restante estava em dólares. Foi preciso uma máquina para somar os valores e chegar a o resultado final. Todas as medidas foram expedidas a pedido da PF, pela 1ª Vara Criminal Fe-

deral de São Paulo e pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região.

A Operação Prato Feito

Deflagrada na última quarta-feira, a mais nova ação da Polícia Federal tinha como objetivo desarticular grupos que desviavam dinheiro dado pela União para a educação dos municípios. Ao todo, foram desviados mais de R$1,6 bilhões. Foram cumpridos 154 mandados de busca e apreensão, alem de afastamentos preventivos de agentes públicos. Há suspeitas do envolvimento de 85 pessoas, prefeitos, ex-prefeitos um vereador, 27 agentes públicos não eleitos e 40 pessoas da iniciativa privada Cubatão e Santos também foram alvos da operação.

O Ministério Público Federal entrou com ação contra a ex-prefeita de Peruíbe (SP) Ana Maria Preto e outros quatro ex-integrantes da administração municipal por atos de improbidade administrativa que levaram a gestão da Saúde na cidade a uma situação de caos e abandono. As irregularidades constatadas entre 2014 e 2015 incluem a interdição do único hospital do município, o deficit de agentes de combate a epidemias, a falta de ambulâncias, a contratação de médicos sem concurso e a má aplicação de recursos transferidos pelo governo federal. Além da condenação dos responsáveis pelos prejuízos causados aos cofres públicos, o MPF requer que os réus paguem multa de pelo menos R$ 1 milhão pelos danos morais causados à população de Peruíbe, a ser revertida para a execução de projetos sociais na cidade. Fiscalização realizada pelo Departamento Nacional de Auditoria do SUS (Denasus) constatou que todas as unidades básicas de saúde do município estão em situação precária e necessitam de reformas. Paralelamente, em 2014, a Prefeitura recebeu R$ 148 mil do Ministério da Saúde e aplicou o montante no mercado financeiro, ignorando a necessidade de amenizar o deficit estrutural e de pessoal enfrentado pela cidade. Além disso, em setembro do mesmo ano, o único hospital municipal de Peruíbe foi interditado pela Vigilância Sanitária Estadual por não cumprir minimamente as condições de higiene e salubridade exigidas. Fonte: Ministério Público Federal


06 Esporte

Edição 140 - Maio 2018 - O Repórter Regional

ESPORTES Final Torneio Amador de Futebol Amigos do Digão


Edição 140 - Maio 2018 - O Repórter Regional

GALERIA

Esporte 07


08 Esporte

Edição 140 - Maio 2018 - O Repórter Regional

*** Futebol Amador de Peruibe ***

Torneio Amigos do Digão

O torneio ‘Amigos do Digão’ conheceu seus campeões nas categorias 40, 33, Amador e Juvenil. As decisões, exceto a da última categoria, ocorreram ao longo do domingo (6) no campo do Bechir – próximo ao Ginásio de esportes do centro de Peruíbe. Pela categoria 40, o campeão foi o Real Veneza.

O time venceu o Recreio Santista nos pênaltis, após empatar em 1 a 1 no tempo normal. Detalhe, os vencedores da categoria não perderam nenhum jogo ao longo do Torneio Amigos do Digão. Veja a campanha: 6 jogos 2 vitórias 4 empates. 7 gols marcados 5 sofridos. Já na 33, o Caragauva levantou a taça ao vencer o União por 1 a 0.

Com está vitória, o time terminou a edição do torneio com 7 jogos (6 vitórias, 0 empates e 1 derrota. 12 gols marcados e apenas 3 sofridos). No amador, o Vila Baiana foi campeão ao derrotar o Real Veneza por 2 a 0. Os campeões fizeram seis jogos ao longo da competição, perderam e empataram apenas uma

vez. Ao todo, 26 gols foram marcados. Na categoria que decidiu o título primeiro que todos, a Juvenil, deu Vila Baiana mais uma vez. O time conseguiu ganha da equipe da cidade de Peruíbe por 2 a 0 e levantou a taça após 6 jogos do Torneio Amigos do Digão. Foram 6 jogos, sendo 3 vitórias e a mesma quantidade de empates.


Esporte 09

Edição 140 - Maio 2018 - O Repórter Regional

Classificação de todas as categorias Juvenil SUB20

Amador

Veterano 33

Verteano 40


Abandono de emprego

A empresa Reysul Materiais para construção Ltda

com sede à Rua Profº Jon Teodoresco, nº 39, São João Batista II, Peruíbe SP, inscrita no CNPJ 05.283.210/0001-58 convoca a comparecer em sua sede no prazo máximo de 24h o Sr. Antonio Rosa dos Santos, RG 44.119.412-6 e CPF 298.180.76842, CTPS 80659/série 00276-SP e PIS 13150917939 com endereço à Bom Pastor, nº 00160 – Bairro Jardim Caraguava – Peruíbe SP, no prazo de 24h (vinte e quatro horas), sob pena de configurar abandono de emprego sujeito às penalidades previstas no art. 482 da CLT.

SOLICITE UM ORÇAMENTO SEM COMPROMISSO:

(11) 99785-3236 3455-2949

Uma publicação da empresa Silvio S. Junior Edições ME Tiragem: 5.000 exemplares - Impressão: Grafinorte Distribuição desta edição: Peruíbe, Itanhaém e Mongaguá Jornalista Responsável: Silvio Siqueira Junior MTB 20.989 Redação e Reportagem: Silvio S. Junior Produção Gráfica: Bruno Neri Administração: Silvana Ribeiro Siqueira e-mail: comercial@reporterregional.com.br Facebook: fb.com/JornalOReporter - Site: reporterregional.com.br


Peruíbe 11

Edição 140 - Maio 2018 - O Repórter Regional

Cristiano Mota

Conservatório de Tatuí poderá ter polo em Peruíbe Pires (Du) e Nivaldo Mi-

Gonzaga recebe projeto de implantação de novo polo do Conservatório de Tatuí em Peruíbe das mãos de José Augusto Pires (Du) e da maestrina Elizete da Silva Pires

Famoso internacionalmente pelo ensino de excelência, o Conservatório de Tatuí poderá ter um segundo polo para cursos de música. A futura unidade, que se somará à de São José do Rio Pardo, está sendo pleiteada por representantes da cidade de Peruíbe, situada na Região Metropolitana da Baixada Santista. Segundo informou a maestrina Elizete da Silva Pires, gestora da Escola

Municipal Livre de Música “Maestro Zivaldo Ribeiro”, o projeto visa à democratização do ensino da música. A meta é atender a uma região de mais de dois milhões de pessoas que podem estudar música ou beneficiar-se com a parceria. A regente esteve na cidade na manhã de sexta-feira, 20, para discutir a ideia com o ex-prefeito de Tatuí e ex-deputado estadual Luiz Gonzaga Vieira de Camargo

(PSDB). Gonzaga está intermediando um entendimento entre a Prefeitura de Peruíbe e os representantes da maior escola de música da América Latina. Representando o prefeito de Peruíbe, Luiz Maurício Passos de Carvalho Pereira, Elizete participou de duas reuniões para definir os primeiros passos. Em ambas, ela esteve acompanhada pelos assessores parlamentares do deputado federal Samuel Moreira (PSDB), José Augusto

randa. O primeiro compromisso aconteceu no escritório político de Gonzaga, a quem a regente entregou uma cópia do projeto; o segundo, no Conservatório de Tatuí. De acordo com a maestrina, além de Peruíbe, as populações de mais de 25 cidades podem ser impactadas pelo possível novo polo do Conservatório. Entre elas, Tapiraí, Juquiá, Miracatu, Itariri, Pedro de Toledo, Itanhaém, Mongaguá e Santos. “Peruíbe é uma cidade com localização estratégica. Está próxima ao Vale do Ribeira e integra a Região Metropolitana da Baixada Santista. Um polo do Conservatório lá proporcionaria acesso gratuito ao ensino de música de excelência”, relatou. Em princípio, o polo do Conservatório poderá ser instalado nas dependências da unidade da Escola Municipal Livre de Música.

Mais informações (13) 3453-3584

Abandono de emprego A empresa Reysul Materiais para construção Ltda com sede à Rua Profº Jon Teodoresco, nº 39, São João Batista II, Peruíbe SP, inscrita no

CNPJ

05.283.210/0001-58

convoca

a

comparecer em sua sede no prazo máximo de 24h o Sr. Luiz Paulo Silva de Melo, RG 49.700.495-1 e CPF 374.048.578-1, CTPS 82564/série 313 SP

e PIS 16357538257 com

endereço à Av. 06, nº 50 – Bairro Antonio Novaes - SP, no prazo de 24h (vinte e quatro horas), sob pena de configurar abandono de emprego sujeito às penalidades previstas no art. 482 da CLT.


O Repórter Regional Edição 140  

Um jornal a serviço do desenvolvimento

O Repórter Regional Edição 140  

Um jornal a serviço do desenvolvimento

Advertisement