Page 1

Fábricas de Cultura de Diadema: Sala de Recursos Esteve lá! Teatro na Escola: “Ouçam: ser Mulher não é crime!”


2

DEZEMBRO / 2019

Quer publicar alguma ação de sua escola aqui? Entre em contato conosco! Telefone: 4053­4762 E­mail: npediadema@gmail.com Foto da Capa: EE. Profª Olga Fonseca Direção Geral Profª Liane de Oliveira Bayer Direção Profª Eva Gonçalves Ramos (Diretor I ­ NPE) Editor de Arte e Diagramação Francisco H. B. Felipe Revisão Gramatical Francisco H. B. Felipe Wanessa A. G. Santana


DEZEMBRO / 2019

3

S U M Á R IO ­ B O A S P R Á T IC A S

Palavra da Dirigente ............................................................................. 04 Reencontro de Gerações ...................................................................... 05 Master Chefe..........................................................................................07 Teatro na Escola: "Ouçam: ser Mulher não é crime!" .........................09 Fábricas de Cultura de Diadema: Sala de Recursos Esteve Lá! ...........10 1º Seminário EFAPE: Aprendizagem.....................................................13 Vem Pra USP...........................................................................................14 Jogos Escolares 2019...............................................................................16 Coletânea de Histótias Narrativas e Relatos Autobiográficos...............18 SAEB......................................................................................................20 Jogos da Primavera: uma aventura no reino das palavras......................22 Feira de Matemática..............................................................................24 Miguel Reale e Feminicídio...................................................................26 Formações para Professores: Anos Iniciais...........................................28 Ação Formativa para Professores de Química.......................................31 M.M.R - Método de Melhoria de Resultados........................................32


4

DEZEMBRO / 2019

Palavra da Dirigente E mais um ano letivo chega ao seu final! Escolas ainda em pleno trabalho de recuperação de aprendizagem, cumprindo com seu importante papel de busca pela equidade de oportunidades de aprendizagem e inclusão social. Foram muitas as vivências vitoriosas com nossos alunos e professores, sempre apoiados e liderados por uma equipe de gestores comprometida com a melhor escola pública de São Paulo. Este número da revista “Boas Práticas” traz uma pequena amostra de quanto se trabalhou para ofertar o melhor a nossos alunos, professores e comunidade. Parabenizo e agradeço a todos que engrandeceram o nome da Educação Paulista em Diadema! Desejo, acredito, de coração, que o ano de 2020 seja repleto de muitas realizações em nossas escolas. Um Natal de muita PAZ e BEM para todos nós e um 2020 repleto de venturas! Abraço carinhoso... Liane de Oliveira Bayer


DEZEMBRO / 2019

5

Reencontro de Gerações

No inicio de setembro deste ano, os ex-alunos das turmas de 2005 da EE. Prof. Antônio Branco Rodrigues Júnior, reuniram-se para trocar experiências com os alunos de 201 9 que tiveram a oportunidade de conhecer um pouco da realidade profissional após a conclusão do Ensino Médio. O evento contou com a participação de todo o corpo docente e equipe gestora que, com alegria, incentivou os projetos de vida, afinal acreditam no potencial de todos e de cada um. Durante algumas horas houve um clima de confraternização e muito carinho entre todos os participantes, quando ficou claro que

o esforço de cada um é de extrema importância para a realização pessoal e profissional. Muitos exalunos ficaram emocionados com a demonstração de carinho ao serem expostas fotos do tempo em que estudaram na escola. Em depoimentos, alunos comentaram da felicidade de encontrarem ex-professores que tanto se preocuparam com sua educação e, como todo aluno, só mais tarde perceberam a importância dos ensinamentos, seja de conteúdo, seja de experiência de vida. Muitos dos ex-alunos que estiveram presentes seguiram para carreiras em áreas como Engenharia


6

DEZEMBRO / 2019

em suas diversas modalidades, Enfermagem, Direito, Tecnologia da Informação, Economia, entre outras profissões, e agradeceram à escola pela ajuda na realização de sua formação social e pessoal. Equipe Gestora da EE. Professor Antônio Branco Rodrigues Júnior


DEZEMBRO / 2019

7

Master Chef no Gregório Bezerra étnico racial, étnico-cultural (indígena, africana, europeia e asiática) e os interesses políticos e econômicos. As turmas foram separadas em grupos, e a cada grupo, foram distribuídos os principais alimentos consumidos na época para que os alunos pesquisassem e montassem seus pratos.

Com o intuito de apresentar a América pré-colombiana aos alunos dos sétimos anos, o professor de História, Odilon Pereira da Silva, propôs uma versão de Master Chef para que os alunos pudessem ter contato com a cultura milenar indígena e nada melhor que fazer isso através da alimentação. Além de trabalhar o conteúdo proposto, desenvolveu-se a habilidade de trabalhar em equipe, bem como as habilidades de analisar e comparar a dinâmica econômica nas colônias portuguesa e espanhola na América e de identificar a distribuição territorial da população brasileira em diferentes épocas, considerando a diversidade

O cardápio apresentado, foi um verdadeiro sucesso! Com as escolhas feitas pelos alunos, foram preparados os seguintes pratos: arroz, calabresa, creme de milho, canjica com amendoim afinal o


8

DEZEMBRO / 2019

milho é um dos principais itens da alimentação, assim como a batata doce, base do delicioso pudim de batata doce. Tivemos ainda chá de amendoim, bolo de amendoim; lasanha à bolonhesa, cujo ingrediente principal é o tomate, e o bolo de tapioca cujo elemento fundamental é a mandioca. Os alunos, além de produzirem os pratos, elaboraram cartazes informativos, a prepararam a decoração e organizaram-se para servir. Através deste projeto os alunos desenvolveram as habilidades propostas e assimilaram o conteúdo. Foi gratificante e satisfatório para todos os envolvidos, em especial para os alunos que foram protagonistas na

construção do saber. Odilon Pereira da Silva Junior , professor de história da EE. Deputado Gregório Bezerra.


DEZEMBRO / 2019

9

Teatro na Escola: "Ouçam: ser Mulher não é crime!" Considerando-se o aumento substancial do feminicídio nos últimos anos, os alunos da EJA da EE. Prof.ª Lydes Rachel Gutierres, desenvolveu no mês de setembro de 201 9, sob a orientação da Profa. Leidiane e com a colaboração do Prof. Claiton Gentili, o projeto "Ouçam: ser Mulher não é crime!” Durante o desenvolvimento do projeto, foram feitas pesquisas, rodas de conversa, exibição de vídeos, leitura de textos, que foram mote para a discussões. Afinal, é de suma importância que todos conheçam e compreendam o assunto feminicídio e isso foi possível por meio das discussões, exposições de fatos e reflexões acerca da violência, descriminação e

menosprezo sofridos por algumas mulheres. O projeto culminou em seminários, na apresentação da peça teatral “Ouçam: ser Mulher não é crime!”, encenada pelos alunos do 3º termo A, e na exposição de cartazes. Equipe Gestora da EE. Prof.ª Lydes Rachel Gutierres


DEZEMBRO / 2019

10

Fábricas de Cultura de Diadema: Sala de Recursos Esteve Lá! “Só veem as belezas do mundo, aqueles que têm belezas dentro de si.” (Rubem Alves)

A sala de Recursos nas escolas é uma importante ferramenta para que os alunos, com necessidade de atendimento pedagógico especializado, apresentem-se como cidadãos produtores de sua própria história tentando aproximá-los do Universo Educativo de forma integrada e plena. Muitas vezes, as oportunidades para este público tornam-se limitadas, pois ainda existe a falsa ideia que eles não avançam nas habilidades primordiais para todo e qualquer indivíduo ser, estar e acontecer na

sociedade. Pensando nisso e acreditando totalmente nas habilidades destes alunos, a EE. Profª Olga Fonseca, procura oferecer momentos de interação que comprovem que cada um tem seu potencial que pode e deve ser explorado a partir de novos desafios. Com esse intuito, no dia 1 9 de setembro, os alunos da sala de recurso saíram a campo para participar de uma oficina no espaço Fábricas de Cultura, localizada na rua Vereador Sonnewen Neto, nº 1 35 – Centro de Diadema.


11 O espaço conta com as atividades culturais de dança, circo, música, escrita criativa, artes visuais, capoeira, teatro, foto e vídeo e profissionais preparados para acompanhar os grupos que para lá se dirigem. Para essa visita, além dos alunos, também foram convidadas algumas mães que puderam acompanhar e desfrutar, junto aos

seus filhos e demais alunos, deste espaço tão interessante. O percurso até o espaço Cultural foi realizado a pé, partindo da escola. O passeio pelas ruas de Diadema foi muito animado e os alunos demonstraram autonomia e interesse pelos locais por onde passaram. Até lá o grupo não fazia ideia de como seria a oficina, mas todos estavam curiosos e com muitas expectativas.

DEZEMBRO / 2019

Após analisarem as possibilidades de oficinas oferecidas, os alunos optaram por participar da Oficina Agogô, ministrada por Afonsinho Menino, pois a sinopse apontou para uma atividade mais dinâmica com um produto final, isto é, a confecção de um agogô, que poderia ser levado para casa. Durante a oficina, Afonsinho atendeu a todos os participantes com muita clareza, oferecendo as orientações necessárias. Sua empatia com o grupo, foi imediata e essencial para o sucesso da atividade. Ao final, cada participante, com a orientação adequada, confecciou seu instrumento e


DEZEMBRO / 2019

aprendeu um pouco de sua história, como manuseá-lo e o tipo de som por ele produzido. A oficina também proporcionou aos alunos passarem por diversos momentos de ampla interação com outras pessoas, pois havia outros participantes na oficina, tornando assim a experiência mais rica e dinâmica. Os alunos contaram ainda com o apoio de uma equipe muito comprometida, preocupada com a qualidade do atendimento e disposta a orientá-los, deixando os alunos

12

muito à vontade. As professoras Miriam Pereira e Camila Scaldelai relataram que a atividade foi uma nova experiência para os alunos, que conheceram um espaço dinâmico, convidativo e culturalmente rico. Miriam Pereira professora da sala de recursos da EE. Professora Olga Fonseca


13

DEZEMBRO / 2019

D.E Diadema marca presença no 1º Seminário EFAPE: Aprendizagens

A Escola de Formação de Professores – EFAPE, durante os dias 02 e 1 2 do mês de julho, realizou o 1 º Seminário EFAPE: Aprendizagens com mais de 30 oficinas e 20 palestras. Dentre os muitos participantes, que buscavam novas práticas pedagógicas, estava a Professora Coordenadora Juliana Elias Ramos Morais, da EE João de Melo Macedo, que participou de 5 oficinas. Entre todas as oficina destacou-se a “Conselho de Classe” por repensar e abordar o espaço coletivo de avaliação e sua estrutura. Estes pontos destacados nessa oficina, foram compartilhados com os professores da escola, de modo a aprimorar o acompanhamento pedagógico. Para conferir o conteúdo das palestras acesse os vídeos no perfil da SEDUC no YouTube pelo link: https://youtu.be/4AD1 nE1 CLak Por Juliana Ramos Morais


14

DEZEMBRO / 2019

Vem pra USP! A com peti ção U S P d e Con h eci m en to (CU Co) é u m d esafi o cri ad o, excl u si vam en te, para estu d an tes d a red e pú bl i ca d o E stad o d e S ão Pau l o e é parte d o prog ram a “Vem pra U S P” . O CU Co tem com o propostas val ori zar os estu d an tes d o E n si n o M éd i o d as E scol as Pú bl i cas E stad u ai s. A com peti ção é com posta por d u as fases: a pri m ei ra o n -lin e con sti tu íd a por 1 8 testes d e m ú l ti pl a escol h a q u e abord am con h eci m en tos g erai s e a seg u n d a, presen ci al q u e ocorre n a U n i d ad e E scol ar. A com peti ção bu sca i n cen ti var o i n g resso d os estu d an tes d a red e pú bl i ca d e en si n o pau l i sta n os cu rsos d e g rad u ação d a U S P e, ao m esm o tem po, esti m u l á-l os a m el h orar o d esem pen h o n as d i sci pl i n as q u e com põem o con teú d o prog ram áti co d os processos sel eti vos d e acesso ao E n si n o S u peri or. E m 2 0 1 9 , ti vem os i n scri tos 3 6 6 estu d an tes m atri cu l ad os n as escol as d e n ossa D i retori a para a 1 ª fase; d este total , 4 4 ch eg aram à fase fi n al d a com peti ção, ten d o com o prem i ação a i sen ção d a taxa d a F U VE S T. Parabén s aos parti ci pan tes d a com peti ção e aos professores q u e con tri bu em para a con stru ção d o proj eto d e vi d a d e tod os os estu d an tes. Eva Gonçalves Ramos ­ Diretora do Núcleo Pedagógico

Alunos Premiados Adonias Filho Adonias Filho Ana Maria Poppovic Ana Maria Poppovic Anchieta Padre Anecondes Alves Ferreira Antonieta Borges Alves

Guilherme Lourenço Da Silva Wendel Nunes Carvalho Camila Pereira Félix Lucas Xavier Alecrim Nicolly Ferreira Fernandes Luiz Gabriel Da Silva Neto Gabriely Cristina Ribeiro Audibert


15

DEZEMBRO / 2019

Antonieta Borges Alves Antonio Branco Rodrigues Junior Augusto De Oliveira Jordao Delcio De Souza Cunha Delcio De Souza Cunha Delcio De Souza Cunha Gregorio Bezerra Gregorio Bezerra Jardim Arco Iris Jardim Arco Iris Joao De Melo Macedo Joao Ramalho Jose Artigas Jose Artigas Jose Fernando Abbud Jose Fernando Abbud Jose Fernando Abbud Jose Iamamoto Jose Marcato Jose Marcato Jose Marcato Juscelino Kubitschek De Oliveira Etec Juscelino Kubitschek De Oliveira Etec Lydes Rachel Gutierres Marie Nader Calfat Mercia Artimos Maron Oswaldo Lacerda Gomes Cardim Riolando Canno Simon Bolivar Simon Bolivar Simon Bolivar Sylvia Ramos Esquivel Sylvia Ramos Esquivel Sylvia Ramos Esquivel Vila Santa Maria Vila Santa Maria Vila Socialista

Maisa Santos Pereira Rafael G. Do Nascimento Vinycius Lira Pinto Cindy Gabriela F. Valadão Katleen Chaves Silva Laryssa Silva Almeida Laisa Dias De Oliveira Samara Ribas Dos Santos Gabriéla K. N. Gonçalves Josefa S. Das V. Ferreira Michel Alves De Oliveira Jhon Maylli Santos Pascoal Gabriela Souza De Paula Jaqueline Gomes De Lima Amanda Queiroz Silva Isaque Martins Da Mata Stephany S. M. De Miranda Yuri Oliveira De Assis Aisha D. A. D. Da Silva Ester Souza Felix Lucas Carvalho Lopes Jéssica Quinteiro Rodrigues Luana Andreza F.Cazarin Norma Cristina Pires De Brito Larissa Amâncio Samantha L. De Oliveira Andressa De Oliveira Nobre Samara De A. S. Raimundo Natasha Garcia Oliveira Rian Silva Peres Vinicius Dutra Rodrigues José Vitor S. De Oliveira Laura Freitas Oliveira Lívia Mendes Tristão Ana Paula Dos Santos Maria E. R. Vasconcelos Rafaela Nunes De Andrade


DEZEMBRO / 2019

16

JOGOS ESCOLARES DO ESTADO DE SÃO PAULO ‐ 2019

Os JEESP têm por objetivo promover por meio da prática esportiva a integração e o intercâmbio entre os alunos das Unidades Escolares Estaduais: Anos Finais e Ensino Médio, com idade entre 1 3 a 1 7 anos e visam a descoberta de novos talentos esportivos e fomentam o desporto escolar no Estado de São Paulo. A maior competição estudantil da América Latina teve disputa nas categorias infantil e mirim nas modalidades de Atletismo, Basquete, Damas, Futsal, Handebol, Tênis de Mesa, Voleibol e Xadrez, com realização das fases locais (D.E),

sub-regionais e regionais. A Diretoria de Ensino região de Diadema teve a participação das seguintes escolas:


17

DEZEMBRO / 2019

Medalhistas Atletismo Fem/Masc Antonieta Borges Alves, Fabio Eduardo R. Esquivel, José Marcato e José Piaulino. Futsal Masc. Orígenes Lessa. Handebol Fem./Masc. Miguel Reale. Adonias Filho Anecondes Alves Ferreira Antonieta Borges Alves Délcio de Souza Cunha Diadema ETEC Juscelino Kubitschek de Oliveira Fabio Eduardo R. Esquivel General José Artigas Homero Silva José Marcato José Piaulino Miguel Reale Orígenes Lessa Pedro Madóglio Riolando Canno Silvia Ramos Esquivel Soldado José Iamamoto Vila Santa Maria Vila Socialista. O destaque deste ano foi a categoria mirim com classificação em cinco modalidades esportivas na fase regional, mostrando que o trabalho de base tem bom nível técnico e dedicação por parte dos professores e alunos.

Tênis de Mesa Fem./Masc. Diadema Fabio Eduardo R. Esquivel. Xadrez Fem. Ind./Equipe EE Diadema. Carlos Alberto de Oliveira Ferreira PCNP – Educação Física


DEZEMBRO / 2019

18

Coletâneas de Histórias Narrativas e Relatos Autobiográficos

Em 201 8, a Professora Elisabete de Língua Portuguesa, da EE. Professor Miguel Reale, iniciou com os 6º anos, estudos de “tipologia narrativa”. A professora relata que selecionou, com os estudantes, textos narrativos para momentos de leitura compartilhada em sala para que eles pudessem se apropriar das características da narrativa. Assim, em meio histórias que eram contadas durante as aulas, surgiu nos alunos interesse

em elaborarem uma coletânea de textos narrativos criados por eles. Aproveitando a proposta contida no Caderno do Aluno – São Paulo Faz Escola, iniciaramse as produções dos textos, nos quais os alunos puderam contar suas histórias em duplas ou trios produtivos, ilustrando-as para que fossem organizadas em um livro que recebeu o nome de “Coletânea de Histórias Narrativas”. Em 201 9, a Professora Elisabete teve a oportunidade de


19

DEZEMBRO / 2019

permitiu um trabalho interdisciplinar enriquecedor. Esse trabalho culminou no segundo livro que recebeu o nome de “Nossas Memórias e Relatos Autobiográficos”. Rosyane Figueiredo Professora Coordenadora Pedagógica

continuar trabalhando com as mesmas turmas, agora nos 7º anos, desse modo, foi possível dar continuidade ao trabalho agora com ênfase nos gêneros memórias e relatos autobiográficos. A professora Elisabete relata que foi um trabalho muito interessante, foi perceptível a evolução nas aprendizagens de seus alunos tanto no quesito leitura quanto na escrita, facilitando a participação de alunos da Educação Especial, que tiveram suas produções adaptadas e suas páginas garantidas nos livros. Os alunos ficaram bastante animados com a produção do segundo livro, que ainda contou com a orientação das professoras de Arte Telma e Gabriela, o que


DEZEMBRO / 2019

20

SAEB 2019

Aconteceu em 03 de Outubro, a Ação Formativa SAEB/1 9, para os Diretores e Presidentes dos Grêmios Escolares de todas as unidades escolares da Diretoria de Ensino de Diadema, com a condução pedagógica das Supervisoras: Lilian e Roseli, apoiadas pelos PCNP Hamilton, Mirza e Rosi; focando no objetivo de mobilizar os alunos gremistas para a importância do chamamento e do envolvimento dos estudantes; mobilizando-os para uma participação consciente na Avaliação Externa que abrangeu todos estudantes das redes públicas

e privadas do país; com a finalidade de diagnosticar a Educação Básica e verificou alguns fatores que poderiam interferir no desempenho dos estudantes, fornecendo incentivo sobre a qualidade de ensino nacional; os alunos que participaram são das turmas de: creche e pré escola da Educação Infantil, 5º e 9º anos do Ensino Fundamental e 3º série do Ensino Médio. Nessa edição SAEB a aplicação das provas ocorreu no período de: 21 de Outubro à 01 de Novembro e contou com duas novidades: • Avaliar a alfabetização no 2º ano do Ensino Fundamental, por meio de um ditado (Ler e Escrever) que, também, pela primeira vez foi mediado; • Os alunos do 9º ano fizeram provas de Ciências da Natureza e de Ciências Humanas, tomando por referência a BNCC (Base Nacional Comum Curricular) de 201 7. Começando com o acolhimento festivo dos alunos gremistas e diretores, o ponto alto da reunião contou com a análise dos resultados positivos de nossa diretoria na edição de 201 7 e foram socializadas sugestões de encaminhamentos pedagógicos motivadores aos alunos para repertoriar a ação nas escolas , os presentes saíram com a tarefa de


21

DEZEMBRO / 2019

Anos Finais e Ensino Médio: 1 º lugar: EE General José Artigas 2º lugar: EE Sylvia Ramos Esquível 3º lugar: EE Riolando Canno Agradecemos o envolvimento de todas as equipes escolares e parabenizamos os alunos pela presença e participação consciente. Mirza PCNP Anos Iniciais

criar um vídeo (de até 5 min de duração) com o tema: SAEB 201 9 contando com a participação dos gestores e alunos, para serem enviados até 1 8 de Outubro. Após a seleção dos vídeos recebidos pela diretoria a Comissão Julgadora tendo como base os critérios estabelecidos de análises: tempo de duração, clareza na informação, criatividade visual e sonora, envolvimento da gestão e alunos na criação; escolheu os premiados:

Anos Iniciais: 1 º lugar: EE Profº Roberto Frade Monte 2º lugar: EE Vereador Atael Fernando Costa 3º lugar: EE Raul Saddi


DEZEMBRO / 2019

22

Jogos da Primavera: uma aventura no reino das palavras

Em agosto iniciaram-se os Jogos da Primavera: uma aventura no reino das palavras, que contou com a participação de 1 3 escolas, num total de 90 alunos divididos em equipes compostas por 4 participantes. Com o objetivo de proporcionar atividades, para os alunos do 5º Ano, 9ºAno e 3ª Série, que enfatizassem a recuperação e aprofundamento das habilidades na disciplina de Língua Portuguesa, de acordo com os resultados da AAP e SARESP. Os jogos apresentaram três etapas: A primeira etapa, não teve caráter eliminatório, e foi realizada na unidade escolar dos alunos inscritos e consistiu na participação das equipes em um teste com questões de múltipla escolha. on-line,

A segunda, composta por um teste de múltipla escolha on-line, também, aconteceu na unidade escolar, no entanto, para esta etapa os alunos fizeram, individualmente, leitura prévia de um livro indicado de acordo com o ano/série. Após a segunda etapa as duas equipes, de cada segmento, que apresentaram a maior pontuação passaram para a fase final.


23

DEZEMBRO / 2019

As equipes finalistas foram: 5º Ano EE. Roberto Frade Monte EE. Jornalista Rodrigo Soares Junior 9º Ano EE. João Carlos Gomes Cardim EE. Marie Nader Calfat 3ª Série EE. Padre Anchieta EE. João Carlos Gomes Cardim As finais ocorreram, na Diretoria de Ensino - Região de Diadema, nos dias 1 2 e 1 3 de novembro. Parabéns aos alunos e professores que participaram com tanto empenho dos jogos. Equipe Organizadora dos Jogos da Primavera: uma aventura no reino das palavras.


DEZEMBRO / 2019

24

Feira de matemática ‐ Momento de Interação

No dia 31 /08, na E.E Sérgio Buarque de Holanda, aconteceu mais uma edição da Feira da Matemática, que contou com exposições de trabalhos, confecção de jogos, interações dos alunos e professores com as famílias. Houve apresentação das formas geométricas, sistema solar e origamis, tudo construído pelas professoras e alunos. Com a proposta recebida da Diretoria de Ensino de Diadema, a escola seguiu as recomendações por

ano/série desenvolvendo as atividades no 1 º ano com jogos de raciocínio lógico; 2º ano animais do pantanal e prendedores matemáticos; 3º ano animais do mar, sistema solar e origami; 4º ano biografias de matemáticos famosos e reciclagem do lixo; os 5º anos com os biomas do Brasil e área e perímetro. A proposta atrelada ao EMAI mostrou aos alunos que a matemática está inserida em todos os aspectos do cotidiano. Com isso, perceberam a


25

DEZEMBRO / 2019

importância da matemática desmistificando e ressignificando seus conceitos. “Gostei de fazer lições para a feira, de montar os sólidos geométricos com palitos de dentes e massinha, também me emocionei no palco quando estava desfilando” (sic) Renata 4ºano A. Houve grande participação da comunidade prestigiando os alunos. "A exposição dos trabalhos da minha turma 'bombou', os pais adoraram e se divertiram com os jogos criados pelos alunos” (sic) Professora Maria Júlia 1 º ano A. Equipe Gestora


DEZEMBRO / 2019

26

Projeto Feminicídio: a união da educação com o protagonismo juvenil

Na EE. Professor Miguel Reale, durante as aulas do 8ºAno A o Prof. Mário da disciplina de Geografia, em uma abordagem de temas cotidianos, tratou um assunto bem recorrente na contemporaneidade: “Feminicídio”. Em seguida houve a problematização dos casos de assassinatos possibilitando a percepção de alguns fatos, como: ciúmes, ofensas, agressões e situações que antecedem as práticas mais extremas. Foi então que os alunos propuseram transformar a temática da aula em “projeto”. Discutiram então a construção do projeto e chegando a um consenso partiram para a realização. De imediato, traçaram os rumos do projeto buscando estruturá-lo apontando o que seria necessário para seu desenvolvimento. De posse dos materiais coletados

o projeto foi iniciado e outras turmas foram convidadas: 8º anos, 9º anos e 1 ª séries do Ensino Médio – período da manhã – e alunos das 1 ª, 2ª e 3ª séries do Ensino Médio do período noturno. Os Profs. Ariston de Matemática, Carlos de Arte e o Prof. Thiago e Profa. Jaciara de Língua Portuguesa juntaramse ao com o Prof. Mário tornando um projeto multidisciplinar permitindo que o projeto ganhasse forma e proporções


27

DEZEMBRO / 2019

nas mãos de seus protagonistas. Dúvidas, incertezas e angústias antagonizavam com a criatividade, imaginação e sonhos de nossos estudantes que ansiosos levantaram questões como: Quais e quantas áreas do conhecimento explorar?, Como poderiam apresentar tema tão complexo por meio das variadas formas de expressão?, O que faremos: seminários, danças, rap, poemas, cartografia, coral, artes plásticas? Quais escolher?, Quais aptidões e afinidades deveriam ser levadas em consideração?. Assim, munidos de dúvidas, resistência, resiliência, coragem, dedicação e empenho, sendo acolhidos e orientados por todos os envolvidos. Hoje, sentindo-se orgulhosos e confiantes se mostram preparados para

enfim apresentar, nos dias 02 e 03 de dezembro de 201 9, o projeto: “Feminicídio - O último degrau da violência contra o gênero feminino”. Prof. Mário E.E. Professor Miguel Reale


DEZEMBRO / 2019

28

FORMAÇÃO PARA PROFESSORES ‐ Anos iniciais

A Diretoria de Ensino de Diadema promoveu nos dias: 1 4, 1 6, 22, 23 e 29 do mês de Agosto deste ano, cinco encontros formativos, viabilizando a presença de todos professores dos 5º anos das escolas estaduais de Diadema, em ação formativa colaborativa ao Programa Ler e Escrever/EMAI, para potencializar o planejamento pedagógico e a recuperação das habilidades fragilizadas dos alunos; repertoriando a prática docente com a orientação da Equipe de PCNP dos Anos Iniciais: Ana Lígia, Elaine, Mirza, Regina e Rosi e as Supervisoras: Chênia e Luciane; em

dinâmica de alternância desses docentes, sem prejuízo das rotinas pedagógicas dos alunos. Foram analisadas estratégias de leitura com foco nas matérias jornalísticas, cartazes publicitários e infográficos abordando a temática do BULLYING: pois segundo o IBGE, continua crescendo a ocorrência de casos nas escolas brasileiras, por essa razão foi necessária a retomada do tema com a finalidade de socializar o posicionamento de leitores diante destes fatos, pontuando o resgate das habilidades:


29

DEZEMBRO / 2019

- identificar a posição/opinião de uma declaração de sujeitos relacionada ao fato retratado em uma notícia; - identificar uma opinião em relação a um acontecimento retratado em uma notícia veiculada em jornal; - localizar informação explícita que contextualize o leitor em relação ao tema abordado; Os professores tiveram oportunidade de vivenciar em grupos: sugestões de estratégias pedagógicas diferenciadas e socialização de boas práticas, para qualificar o planejamento pedagógico das rotinas e do projeto de recuperação e reforço. Dando continuidade ao processo formativo, nos dias: 1 2 e 20 do mês de

Setembro, compareceram os professores de 2ºs e 3ºs anos representantes das U.E., para expandir a ação formativa pedagógica e o encaminhamento das sequências didáticas, foram propostas atividades com situações de aprendizagens concretas: adivinhas, jogos de alfabetização, dominó de transformação de medidas, Jogo ASMD – 4 operações matemáticas e relógiosanalógicos. Com a proposta de repertoriar o Projeto Didático: Quem Reescreve um Conto, Aprende um tanto! – Ler e Escrever, foi socializada uma Sugestão Literária com 1 7 versões diferenciadas da história “Chapeuzinho Vermelho” incentivando as diversas situações de leitura diária


DEZEMBRO / 2019

pelos alunos e/ou professores considerando também as características dos gêneros textuais e seus propósitos comunicativos. A maior relevância dos encontros foi a presença e participação dos professores dos anos iniciais, sempre envolvidos nos constantes estudos e pesquisas dos nossos Guias de Planejamento e Orientações Didáticas Ler e Escrever/EMAI e Matriz de Avaliação Processual, aliados a BNCC e suas 1 0 Competências Gerais. PCNP MIRZA ANOS INICIAIS

30


31

DEZEMBRO / 2019

Ação Formativa para

Professores de Química

No dia 11 de junho de 201 9, aconteceu na Diretoria de Ensino de Diadema o encontro dos professores de Química da Rede Estadual, onde a professora convidada, Sonia Beneti da EE. Prof. João Carlos Gomes Cardim, demostrou suas práticas e motivações pedagógicas mais relevantes no processo de ensino aprendizagem e quão positivamente elas refletem em seu trabalho junto aos alunos. A Professora convidada, apresentou os fatos de maior impactos positivos: enriquecimento da aula, empolgação do aluno no processo de aprendizagem, maior interatividade, compromisso, organização e disciplina nos trabalhos realizados em grupo e individual, e os principais reflexos percebidos no desenvolvimento de

novos trabalho. Trouxe também, relatos em vídeos das atividades realizadas com os alunos para a feira de Ciências e as produções realizadas. Durante a ação formativa, conduzida pela PCNP de Química Roseli Reis , além da participação da professora convidada, houve uma roda de conversa entre os professores de Química que foram instigados a falar sobre suas práticas metodológicas, as quais deram resultado na aprendizagem dos alunos , proporcionando assim, uma troca de experiências com os demais colegas de trabalho. Roseli Reis PCNP de Química


DEZEMBRO / 2019

32

MMR – Método de Melhoria de Resultados

O Método de Melhoria de Resultados (MMR) faz parte do Programa Gestão em Foco da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, cujo objetivo é promover a melhoria contínua na qualidade do aprendizado. O Programa MMR foi implantado em 201 7 em 1 3 Diretorias de Ensino da Capital. Em 201 8, se expandiu para mais 39 Diretorias, entre elas a Diretoria de Ensino – Região de Diadema. O primeiro movimento foi a criação do Comitê Regional que é composto pelo Dirigente Regional de Ensino, 1 Gestor do Projeto, 2 Facilitadores, 2 Membros dos Supervisores de Ensino e 2 Membros do Núcleo Pedagógico. Após a formação do comitê, os Facilitadores e o Gestor participaram

durante uma semana de formação para compreender melhor o método. Retornando à Diretoria para formar os demais membros do comitê e os Gestores das 57 escolas que foram divididas em 3 ondas, para que posteriormente realizassem o mesmo processo nas Unidades Escolares. Durante as formações puderam conhecer e compreender as 8 etapas do Método, que norteiam o trabalho tanto na Diretoria de Ensino quanto nas escolas. Estas etapas consistem em conhecer o problema, quebrar o problema, identificar suas causas, a partir dessa informação elaborar planos de melhoria, implementá-los, acompanhando estes planos bem como seus resultados e, quando necessário corrigir os rumos registrando e disseminando as boas práticas que


33

DEZEMBRO / 2019

acontecem na Diretoria de Ensino e nas Unidades Escolares. Durante todo este percurso, o método oferece às escolas, momento de Mentoria, o qual Gestor e Facilitadores, antes de cada reunião de Nível 3, colocam-se à disposição da Equipe Gestora das Unidades Escolares para o esclarecimento de dúvidas acerca do Método. As reuniões realizadas periodicamente são chamadas de Reunião de Nível: Reunião de Nível 3 realizada nas escolas com a presença do supervisor, Reunião de Nível 2 realizada pelo Comitê Regional que conta com a participação dos supervisores, PCNP e escolas. A Reunião de Nível 1 é o momento em que o Dirigente de Ensino apresenta à Secretaria de Educação e ao Comitê Central todo o material e os resultados da Diretoria de Ensino. Durante estes dois anos de MMR a Diretoria de Ensino – Região de Diadema vem evoluindo em seus indicadores, uma vez que as ações de seu plano de melhoria têm enfatizado a

importância das formações voltadas para temáticas como: reforço e recuperação da aprendizagem através das habilidades fragilizadas das AAP e ADC, sequência didática, liderança, rotina do professor coordenador, observação em sala de aula, metodologias diversificadas, gestão de pessoas. Prof. David Ricardo Mioto (Gestor MMR)


Profile for NPe Diadema

14ª Edição  

Revista Boas Práticas

14ª Edição  

Revista Boas Práticas

Advertisement