Issuu on Google+

mercadoeeventos.com.br

AGENDA DE FEIRAS E EVENTOS

FOLHA DO TURISMO

BNTM, Encatho e Salão Baiano são destaques Abril de 2012 - 2ª quinzena - Ano IX - Número 198

BNTM, que acontece em São Luís, espera gerar US$ 250 milhões em negócios. Feira de 2013 será realizada na Bahia. Página 30 ENTREVISTA

Abril de 2012 - 2ª quinzena

1 Ricardo Amaral, presidente da Abremar

Abremar: cruzeiros continuam em alta no país apesar da burocracia do governo e dos altos custos de operação

Catedral de São Basílio, na Praça Vermelha

Página 3

Moscou

AGÊNCIAS E OPERADORAS

Visual abre escritório no Rio de Janeiro

27

EVENTOS

Capital da Rússia quer mais brasileiros Crescimento da malha aérea para o Brasil, via Europa, estimula turismo entre países. Página 22

MS terá Bolsa de Turismo e aquário de água doce

25

EXTERIOR

Turijobs e M&E: parceria com vagas de empregos. Página 7 21º ENCONTRO ANCORADOURO

Evento cresce 20% este ano Confira a cobertura do evento realizado no Bourbon Atibaia. Encarte Especial

Confira cobertura do 4º Workshop Mundo Agaxtur. Página 24

AGÊNCIAS E OPERADORAS

AVIAÇÃO

Texas quer receber brasileiros para compras

19

BRASIL

Rextur,Trend e Advance criam RTA

Avianca tem novos executivos

Empresa nasce com mais de 60 pontos de vendas e faturamento de R$ 3 bilhões. Página 9

Rodrigo Napoli assume a Diretoria Comercial. Empresa revela planos e metas. Página 20

São Luís promove São João e quer mais turistas

5

AGÊNCIAS E OPERADORAS Marcelo Sanovicz, Goiaci Guimarães e Luis Paulo Luppa

Juarez Cintra Filho e Juarez Neto

Flytour e Best Western realizam treinamento

Rodrigo Napoli e Tarcísio Gargioni

8

EXTERIOR

CRUZEIROS

Navio Disney Fantasy já está em operação

EXTERIOR

Broadway quer vendas antecipadas no Brasil

AGÊNCIAS E OPERADORAS

Abracorp: associadas faturam R$ 10 bilhões em 2011

M&E esteve a bordo do mais novo navio da Disney e conheceu suas atrações e novidades. Página 14

Operadoras e agências ganham incentivo para a venda antecipada de ingressos para shows. Página 23

Agências de viagens corportivas comemoram crescimento de 40,2% no ano passado. Página 11

Área de lazer externa do navio

Bob Hofmann, diretor da Broadway Inbound

Cassio Oliveira e Edmar Bull, da Abracorp

Ancoradouro abre consolidadora no Rio. Página 13

Ceretur e MGM treinam agentes em São Paulo. Página 10

Magic Kingdom revela suas novas atrações

18

AGÊNCIAS E OPERADORAS

CVC anuncia novos diretores em três áreas

12

BRASIL

Com IGLTA, país entra na rota do turismo LGBT

6


2 Abril de 2012 - 2ÂŞ quinzena


ENTREVISTA

Cruzeiros continuam em alta no Brasil Lisia Minelli

M&E – Faça um balanço de sua gestão nesses últimos três anos e

Ricardo Amaral, presidente da Abremar

migo como presidente. Eu concordei porque acho que temos ainda muito que fazer. Mas só aceitei esse novo desafio mediante alteração no estatuto. A partir de agora haverá um rodízio a cada mandato. A cada nova eleição uma pessoa de uma determinada companhia mantenedora assumirá a presidência. A ideia é que essa companhia só volte a exercer o cargo após todas terem tido essa oportunidade. Se a associação tem interesses comuns, não importa quem é o presidente e sim o interesse no desenvolvimento do segmento. M&E - Recentemente você disse que o Brasil está mais próximo de alcançar o 4° lugar no ranking mundial do mercado de cruzeiros marítimos e que o país tem potencial, mas esbarra na burocracia. O que falta para atingirmos essa meta? Ricardo Amaral - O crescimento do Brasil depende de outros mer-

cados. Enquanto o Brasil cresce, os outros destinos crescem também. E enquanto os nossos dados são sazonais, de outros destinos são anuais. Os maiores mercados são Estados Unidos (10 milhões de clientes), Inglaterra (1,5 milhão), Alemanha (1,2 milhão), Itália (889 mil), e Brasil (792 mil). As possibilidades do Brasil são enormes, mas as burocracias também. Muito se fala de problemas na infra aeroportuária. Mas não é só isso, eu acredito que o país tenha problema de infraestrutura de modo geral, seja em portos, aeroportos, estradas, etc. Essa é nossa realidade. Os investimentos necessários no segmento serão feitos por uma questão econômica, mas não acredito que isso fará com que o país fique mais competitivo. Só fará com que Brasil tenha uma condição mínima operacional. Os locais onde os investimentos estão sendo feitos são destinos já consolidados e não há nenhum novo destino sendo desenvolvido. Temos também as questões tributárias brasileiras. Hoje é mais caro você fazer um roteiro para o Nordeste do que para Buenos Aires. E esse tipo de problema não é só dos cruzeiros, é um problema de gestão governamental, onde tudo é muito difícil e complexo, gerando custos elevados. M&E - Com esse cenário, você acredita que o cruzeiro ainda é um produto interessante para o brasileiro? Ricardo Amaral - Os navios saem lotados durante toda a temporada.

Os cruzeiros são uma excelente opção para o turista. São muito competitivos. Os preços são bons, são acessíveis pois podem ser pagos em até dez vezes e os navios tem padrão internacional. O mesmo navio que faz cruzeiro na Europa e Caribe vem para a costa brasileira. São navios modernos, revitalizados, a gastronomia é internacional. A qualidade não muda ao chegarem no país, ao contrário, melhora porque itens como feijoada e guaraná são incluídos no cardápio para agradar ao público brasileiro. M&E - Qual a avaliação da temporada atual? E as expectativas para a próxima? Ricardo Amaral - O resultado será de acordo com a oferta que temos. Os navios ainda estão operando e alguns deles têm lugares para venda. Ainda não temos dados consolidados, mas vejo a temporada de forma bem positiva. Apesar da oscilação de câmbio, foi uma temporada muito boa, até melhor que o planejado. Para a próxima temporada ainda é muito cedo fazer uma avaliação, cada companhia tem a sua estratégia e elas ainda estão anunciando suas ofertas. Por exemplo, uma delas já anunciou que vem com mais navio enquanto outra com menos um. Seria muito preliminar falar disso no momento. Mas não vejo mudanças drásticas. M&E - Os recentes incidentes com Continua na página 4 >>

Abril de 2012 - 2ª quinzena

Em dez anos, o segmento de cruzeiros marítimos no Brasil teve um crescimento médio de 20% ao ano – enquanto os demais mercados apresentaram um resultado de apenas 7%. Para dar conta de tantas situações que envolvem um grande setor em expansão e ajudar o então novo segmento a se desenvolver, foi criada em 2006 a Abremar (Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos). No início, Eduardo Nascimento esteve à frente da associação. Em 2009, Ricardo Amaral assumiu a presidência. Após três anos, em março de 2012, ele foi reeleito para mais dois anos de mandato. Segundo Amaral, o bom desempenho de sua gestão e as conquistas do segmento foram alguns dos principais motivos para a sua permanência. Em entrevista concedida ao MERCADO & EVENTOS, Amaral fez um balanço de sua gestão, falou dos avanços dos cruzeiros no Brasil e da atual temporada. Ele ainda comentou sobre as dificuldades do segmento devido às burocracias governamentais e dos altos custos de operação, mas falou com felicidade do potencial dos cruzeiros no país. Além disso, revelou porque aceitou novamente o desafio de estar à frente da Abremar e que só aceitou o convite mediante uma alteração no estatuto da entidade, que a partir de agora não permite novas reeleições.

fale também de sua reeleição para o biênio 2012-2014 e suas principais metas dentro da associação. E quanto a mudança do estatuto da Abremar? Ricardo Amaral – O Eduardo Nascimento fez um ótimo trabalho à frente da associação e eu acabei assumindo a presidência em um mandato tampão (2009-2010). Nesse meio tempo estruturamos a Abremar. Montamos uma estrutura com sede independente e contratamos uma equipe dedicada. Nesses últimos três anos, tivemos grandes vitórias. Apresentamos um relatório onde mapeamos toda a estrutura de cruzeiros no Brasil para podermos ter uma base de discussão com o governo e de certa forma orientar os investimentos. Fizemos também grandes avanços na saúde pública, com a criação de um manual em conjunto com a Anvisa para adaptar as regras já existentes do segmento lá de fora para o mercado brasileiro. Outra conquista foi a lei que regulamenta as remessas para pagamento de serviços turísticos no exterior onde os cruzeiros estão incluídos. Este foi um trabalho em parceria com a Abav e a Braztoa; e fizemos também o protocolo de intenções com o Fohb. Essas foram algumas vitórias, mas tivemos muitas outras. E quando surgiu o momento da eleição, o conselho da Abremar que é formado pelas companhias mantenedoras achou que o trabalho vinha sendo bem feito e mostrou interesse que ele continuasse co-

3


OPINIÃO

Oportunidade única

Abril de 2012 - 2ª quinzena

Roy Taylor

4

A realização das Olimpíadas em Londres, que acontecem entre julho e agosto deste ano é mais uma oportunidade para que o Brasil, sede do próximo evento, em 2016, possa realizar uma grande promoção junto ao mercado internacional. Até o momento apenas o Rio de Janeiro programou ações específicas na capital londrina para divulgação do destino. Em eventos anteriores, como a Copa do Mundo de 2010, realizada na África do Sul, a própria Embratur teve a iniciativa de realizar este trabalho de promoção na Casa Brasil, uma ação que mereceu destaque na mídia internacional. Em Londres não há até o momento nada mais previsto a não ser a participação de representantes das diretorias da Embratur e do Ministério do Turismo. É pouco, muito pouco. Não existe ao longo de toda a história esportiva nenhum país do mundo que tenha tido a oportunidade de realizar em tão curto espaço de tempo eventos da magnitude da Copa do Mundo e as Olimpíadas, em 2014 e 2016, respectivamente, como acontece com o nosso país. Neste sentido é fundamental que o Brasil não deixe passar esta oportunidade para divulgar e promover toda a sua diversidade de atrativos e até mesmo mostrar os investimentos em infraestrutura que estão sendo realizados para estes megaeventos esportivos. Não se pode deixar passar em branco uma chance destas. Da mesma forma que é papel também do Ministério do Turismo fomentar políticas que estimulem o setor doméstico. Até este mês de abril não se registrou nenhum tipo de medida por parte do MTur neste sentido, ou seja, estamos já próximos das férias de

julho e não há qualquer registro de iniciativas por parte do MTur para fomento do turismo doméstico. As promessas de resgatar programas como Viaja Mais Melhor Idade e Vai Brasil feitas na posse do atual ministro Gastão Vieira estão ainda em compasso de espera. Do mesmo jeito se encontra a Lei Geral do Turismo, que por falta de um modelo de fiscalização permanece apenas como letra morta. A única ação concreta prevista deve ocorrer durante a Rio + 20 em junho, fato que levou o MTur a cancelar o Salão do Turismo – Roteiros do Brasil que recebia a cada edição um público de 100 mil visitantes. Diante deste quadro, e levando-se em consideração que os estados não poderão fazer muito, em função de estarmos em pleno ano eleitoral, a expectativa é que a exemplo do ano passado, pouca coisa avance. Promessas por parte do Governo existem, como a de uma desoneração fiscal do setor, mas nada de concreto ainda. O dado preocupante é o fato de estarmos há dois anos da Copa do Mundo e não mais do que um ano de eventos como a Copa das Confederações e a Jornada Mundial da Juventude, que deve atrair ao Rio de Janeiro dois milhões de jovens católicos de todo o mundo. Torna-se urgente colocar em práticas as ações de promoção e medidas que possam fomentar a indústria do turismo e melhorar a qualidade do nosso turismo receptivo. Sem isso, corre-se o risco de deixar passar oportunidades únicas que poderiam colocar o país entre os destinos mais visitados nesta próxima década. Roy Taylor é jornalista, publicitário e vice-presidente executivo da Folha do Turismo e Mercado & Eventos

Iguais, porém diferentes Mario Brizon A visita da presidente Dilma Rousseff ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, no início de abril, revelou alguns pontos importantes de nossa política externa e do sentimento que atualmente os países do chamado “primeiro mundo” nutrem pelo Brasil, um país forte e pujante, respeitado e admirado por todos. A “Brasilmania” tem sido um termo utilizado pelos economistas para denotar o quanto os estrangeiros hoje, mais do que nunca, nos admiram. Quando no exterior perguntam de onde você é e você diz, sou do Brasil, quase que imediatamente vem a expressão que reflete admiração, “Ah, do Brasil”. Pois bem, se superamos com resiliência as crises mundiais de 2008 e 2011, se nossa economia tornouse uma das maiores do mundo, se nossos turistas viajam por todo globo terrestre gastando os tubos, tudo isso chama a atenção. E quando falamos de brasileiros gastando em viagem, temos que dar um destaque especial aos Estados Unidos, afinal, lá estão os paraísos de compras e os grandes parques temáticos que atraem milhares de brasileiros. E usando de sua diplomacia, os americanos sabem que hoje o Brasil é um parceiro estratégico, não apenas nas questões que envolvem o turismo, claro, mas em questões comerciais e de política internacional. Quando Dilma e Obama sinalizam claramente que a questão da exigência de vistos pode vir a ser abolida, é sinal de que os players deste mercado

continuam sendo os mesmos de antes, mas agora são iguais, mesmo sendo diferentes. O Brasil ganhou o respeito que merece. Como disse a secretária de estado norte-americana, Hillary Clinton, “estamos confiantes que o estreitamento das relações entre os dois países servirá para estabilizar o hemisfério e também para as duas economias”. Além do visto, outros acordos comerciais anunciados também foram importantes para a indústria brasileira, como o acordo entre Boeing e Embraer e o reconhecimento da cachaça como um bebida legitimamente brasileira. Há ainda que se destacar os esforços que os americanos têm feito para agilizar a liberação dos vistos e o anúncio muito positivo de abertura de mais dois consultados dos EUA no Brasil, em Belo Horizonte e Porto Alegre. A vitória da diplomacia brasileira, aliada aos bons resultados da política externa e da economia nos aproximam cada vez mais do maior player global do mundo, um vizinho próximo, cujo mercado é altamente consumidor. Temos muito a ganhar com isso, mas temos que cuidar dos nossos problemas principais, como a infraestrutura, para suportarmos com elegância e maturidade o crescimento que já nos impulsiona. Mario Brizon é jornalista, publicitário, professor de Turismo, pós-graduado em Marketing e em Política e Estratégia, e diretor de Redação do Mercado & Eventos e da Folha do Turismo

Citações e Reflexões “A consistência é o último refúgio dos sem imaginação” (Oscar Wilde, 1885)

Marketing da experiência estimula turismo de aventura Sérgio Franco Nos dias de hoje, a tendência mais forte em relação ao marketing relacionado a qualquer serviço ou produto, no Brasil e no mundo, é o chamado marketing da experiência. O objetivo é levar as pessoas a conhecerem algo novo e despertar nelas a vontade de uma nova prática. Em relação a isso, a Adventure Sports Fair foi pioneira em aplicar esse conceito numa feira de turismo, criando oportunidade para que visitantes experimentem as atividades de aventura e se sintam estimulados a praticar a cultura da vida ao ar livre. Prova de que isso dá certo, são os 14 anos de existência do maior evento de ecoturismo e turismo de aventura da América Latina, que ocorre de 18 a 21 de abril na Bienal do Ibirapuera, em São Paulo. No evento, é possível sentir um pouco da experiência de aventura, assim como receber orientações dos especialistas em cada modalidade, conhecer os equipamentos corretos, as roupas, os calçados e tudo o que vai ser necessário para a viagem. Até mesmo saber mais sobre o destino que se quer visitar e de que forma interagir com ele por meio de uma atividade outdoor. Também é possível assistir palestras com os aventureiros que já visitaram diversos destinos e com isso obter dicas preciosas antes do embarque. Ou seja, tem-se a experiência do que pode ser uma viagem de ecoturismo e turismo de aventura, se conhece as opções mais atraentes e estimula-se, a vontade de tornar toda essa bagagem em vivência real. Mas não basta apenas falar de aventura, é preciso vivenciar isso para saber que esse tipo de turismo é muito acessível e prazeroso.Para isso, ampliamos a quantidade de clínicas e palestras, além de manter todas as possibilidades de experimentação como tanque de canoagem, a pista de gelo, o tanque de mergulho, as pistas off-road, parede de escalada, arvorismo, entre outras atividades. A feira, a cada ano, tem-se tornado mais abrangente,

pois os turistas que hoje viajam para a natureza não são mais apenas pessoas ousadas, que o fazem de forma autônoma, mas sim famílias inteiras, com adultos, crianças e até idosos. E os destinos estão preparados para oferecer atividades para pessoas de todas as idades. Todo o apelo do evento hoje é levar as pessoas para a “Vida ao Ar Livre”, principalmente os jovens, que hoje são massacrados com os apelos publicitários para que fiquem em frente ao computador na internet, nos games ou mesmo na TV. Aprofundando essa tendência de se tornar cada vez mais abrangente, este ano teremos pacotes que vão desde uma simples caminhada na Serra da Cantareira, no município de São Paulo, até viagens espaciais, oferecidas pela nova operadora do astronauta brasileiro Marcos Pontes. E para estimular ainda mais o público, a Adventure Sports Fair foi antecipada para abril o que facilitou o lançamento de equipamentos dentro da feira e já facilita a programação das próximas férias. Novos modelos de roupas, mochilas e calçados das principais marcas, até equipamentos como um ultraleve, que pode ser transportado no porta malas do carro, que não necessita de brevê e leva os viajantes para locais onde não chegariam de carro, estarão no evento. Até mesmo as grandes discussões sobre o futuro do turismo serão discutidas no FITS (Fórum Interamericano de Turismo Sustentável), que tem inscrições gratuitas. Tudo isso dentro de um mesmo espaço para proporcionar uma experiência que estimule o ecoturismo e o turismo de aventura. No Brasil, a prática das atividades ao ar livre vem crescendo a cada ano e por meio da Adventure Sports Fair tornaram-se até um case de sucesso para quem fala em marketing e experiência da marca. Sérgio Franco é idealizador e organizador da Adventure Sports Fair.

>> Continuação da página 3

alguns navios na Europa podem ter algum impacto negativo na temporada 2012-2013? E quanto aos problemas sanitários a bordo dos navios na costa brasileira? Como os brasileiros reagiram a esses episódios? Ricardo Amaral - Os acidentes na Europa sem dúvida impactam de forma negativa o segmento, mas quem já viajou de navio sabe o quanto eles são seguros. Acidentes de navio impactam da mesma forma que um acidente de avião ou de carro. A pessoa fica preocupada, mas continua viajando. Seja por necessidade ou não. No decorrer do tempo essa preocupação diminui e se dissipa. Num primeiro momento houve um impacto no volume de reservas, mas já houve recuperação em relação ao mesmo período do ano anterior. Cruzeiro marítimo é uma coisa boa para o hóspede e para a economia, pois gera emprego e é isso que precisa ser divulgado. Além disso, o Relatório de Inspeções em Cruzeiros Marítimos garante que todos os navios de cruzeiros das associadas Abremar possuem plenas condições de salubridade e segurança e por esse motivo, viajar em quaisquer deles não representa risco à saúde pública. M&E - Em 2009, o MTur criou o Grupo de Turismo Náutico e disse que este setor teria prioridade. Como anda a relação da Abremar com o MTur? E como andam as negociações do governo com as armadoras para termos navios durante a Copa? Ricardo Amaral - O GT Náutico

existe e as pessoas que o conduzem têm muito interesse no segmento. Temos o apoio do Ministério do Turismo, mas a minha percepção é talvez o governo não dê muita sustentação ao MTur. Não acredito que o problema seja o ministro ou o ministério e sim as prioridades do governo: saúde, educação, e justiça. O plano estratégico do governo é Copa do Mundo e Olimpíadas? E dentro de tudo isso tem os cruzeiros, que eu acho que são uma grande oportunidade. Em relação a termos ou não navios na Copa, acho que não teremos. Há muito tempo venho falando que não haverá navios na Copa e nas Olimpíadas por falta de tempo. Se não fretar o navio agora ou se não se flexibilizarem as condições de operações, não haverá navios nesses períodos. As companhias estão muito interessadas, mas no atual cenário não é viável. Porque o custo de operação na Europa é muito mais baixo e a receita é muito mais alta. O deadline para a Copa, por exemplo, é no máximo até julho deste ano porque já estamos vendendo navios para temporada 2013-2014. M&E - Quando será o Cruise Day deste ano e quais as novidades do evento? Ricardo Amaral - Neste ano, toda a coordenação do Cruise Day esta a cargo de William Hirsch, um dos diretores da Abremar. O que posso adiantar é que mudaremos um pouco o formato e voltaremos a focar mais no agente de viagem. No decorrer do tempo o evento se

tornou híbrido com o Fórum Abremar, que envolvia as autoridades. O que foi importante para demonstrar a importância do segmento. Agora, separando os três eventos, manteremos o Seatrade como atividade regional dos cruzeiros – que este ano acontece em Buenos Aires; o Cruise Day voltado a capacitação e divulgação; e o Fórum com foco na relação governamental. Ao fazer tudo junto, de certa forma um ou outro acabava não sendo tão desenvolvido por conta de um objetivo maior. Ainda não sei dizer quando será realizado o Cruise Day, que já tinha uma data prevista, mas fiquei sabendo há pouco que ela foi reagendado. M&E - Junto com sua reeleição na Abremar foi anunciado também o novo presidente executivo Aurélio Maduro, no lugar de André Pousada. Por que a troca? Ricardo Amaral - A Abremar tem um foco muito grande nas ações governamentais. Quando o André Pousada veio, trouxe seu conhecimento do trade turístico que era necessário naquele momento, que era unir o trade com o governo. A chegada do Aurélio é uma evolução pois ele tem um background de ciências políticas e relações governamentais. O André cumpriu uma etapa muito importante, mas também tinha interesse em voltar para o mercado de trabalho. Ele pediu para sair em novembro e desde então estávamos procurando alguém para assumir o seu lugar. Ele já tem diversas propostas e em breve deve estar voltando.


BRASIL

ABIH-RJ e CNO garantem que não faltarão vagas em hotéis para Rio + 20

Alessandra Bizoni A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio de Janeiro confirmou, durante seminário sobre o Rio+20, Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, realizado no Centro Cultural Banco do Brasil, que para este evento quase 12 mil quartos estão reservados e contratados pelo Comitê Nacional da Organização. O número representa 70% da oferta dos apartamentos de hotéis quatro e cinco estrelas. Diante destes números a ABIH-RJ já faz uma projeção de uma taxa de ocupação de até 95% dos apartamentos, lembrando que muitos eventos paralelos acontecerão na semana entre os dias 17 e 24 de junho. Segundo Alfredo Lopes, presidente da ABIH-RJ, até 2016 a cidade ganhará 10 mil novos apartamentos e 36 novos hotéis. Já para o final deste ano, deve ter início no Rio a construção de 5.800 novos apartamentos. “Destaco o empenho das autoridades do Rio e do governo federal para oferecer uma boa infraestrutura de turismo receptivo”, afirmou. Já o secretário nacional do Comitê Nacional de Organização (CNO) da Rio+20, ministro Laudemar Aguiar, assegurou que não haverá problemas para alocar membros de delegações estrangeiras que participarão da Rio+20. Laudemar Aguiar informou que pelo menos 84 delegações solicitaram hospedagem. Além disso, a Organização das Nações Unidas (ONU) já registrou 100 pedidos de inscrições de chefes de estado ou líderes de governo para pronunciamento oficial na conferência. O volume de visitantes, estimado em 50 mil pessoas credenciadas para as atividades oficiais — fora o público que deve participar de uma gama de atividades paralelas — não espanta os organizadores. Segundo o secretário nacional do Comitê Nacional de Organização da Rio+20, cidade alguma no mundo tem um estrutura permanente para um evento deste porte e a hospedagem alternativa e solidária é uma prática comum no exterior. “Entre hotéis de cinco e quatro estrelas, temos hoje cerca de 50% de leitos do Rio de Janeiro já bloqueados. Já atendemos a mais de oito mil membros das delegações estrangeiras” explicou Laudemar Aguiar. Ainda com relação à acomodação dos visitantes, Laudemar Aguiar informou que a prefeitura ofereceu espaços para acampamentos. Por enquanto, a área do parque da Quinta da Boa Vista está reservada. Mas outros locais já foram cedidos pela prefeitura e seu uso ainda está sob análise dos organizadores. A Rio+20 será realizada em etapas. Entre os dias 13 e 15 de junho, os comitês se reunirão para as negociações diplomáticas, já que o objetivo é levar o documento final, pronto para aprovação dos chefes de estado ou líderes de governo. De 16 a 19 de junho serão realizados debates com a sociedade civil sobre grandes temas voltados para o desenvolvimento econômico e social. E no período de 20 a 22 de junho acontecerá a conferência, para a qual foram convidados os 193 Estados membros da ONU. As atividades serão realizadas no RioCentro, no Parque dos Atletas (Cidade do Rock), no Autódromo e na Arena HSBC.

Fernanda Lutfi A prefeitura de São Luís (MA), por meio da Secretaria Municipal de Turismo, realizou no dia 31 de março, no Rio de Janeiro, um evento para a divulgação do São João 2012. O lançamento teve como objetivo mostrar os atrativos turísticos da cidade e levar informações aos agentes de viagens que estão vendendo pacotes para o São João. De acordo com Liviomar Macatrão, secretário municipal de Turismo, o crescimento de turistas esperado para esse ano é de 12% em função das comemorações dos 400 anos de São Luís. A expectativa é que a ocupação dos hotéis fique na média de 75% e 85% ao longo do ano. “Mas falando somente do São João, acredito que o crescimento será de 5%, estamos esperando cerca de 200 mil pessoas para comemorar essa festa com a gente”, comenta Macatrão. O secretário adiantou que uma das novidades para o evento este ano será a transmissão nacional ao vivo do São João. No entanto, o canal de TV ainda não pode ser divulgado. “Para este ano estamos fazendo um plano de divulgação maior. Vamos divulgar nas mídias aeroportuária e especializada,

Liviomar Macatrão, secretário municipal de Turismo

na televisão, no rádio, além das parcerias com operadoras, como é o caso da MGM, que organizou esse evento junto com a Setur”, ressalta o secretário. Para mostrar a programação de eventos e os atrativos da capital maranhense, a cidade conta com novos meios de divulgação: as redes sociais. A capital maranhense, alinhada à sua estratégia

de promoção dos 400 anos da cidade, mapeou os principais canais digitais e criou perfis para interagir com o público. O objetivo é mostrar seus atributos turísticos, além de divulgar os principais atrativos da cidade, programação oficial de eventos de São Luís, dicas e compartilhamento de fotos e vídeos. Entre os canais escolhidos, a cidade tem perfis no Facebook, Twitter, YouTube e Flickr. Segundo Roberto Mello, gerente de vendas nacional da MGM, a operadora já vendeu cerca de 300 pacotes para o São João 2012, mas a expectativa é que esse número dobre. “Mas o nosso foco não é apenas na festa de São João, queremos chamar mais a atenção dos brasileiros para o destino São Luís. Já foram vendidos 1.000 pacotes para a cidade até o momento, mas esperamos levar 4.000 brasileiros para a capital ainda este ano, ou seja, um crescimento de 40% em relação a 2011. O evento de lançamento e divulgação do São João 2012 foi realizado na Chopperia Brazzoka, na Lapa (RJ), e estavam presentes cerca de 200 agentes de viagens. Para animar a tarde dos agentes, foi convidado o cantor maranhense César Nascimento. Antes de passar pelo Rio o evento foi realizado em São Paulo e Belo Horizonte.

Abril de 2012 - 2ª quinzena

Lauremar Aguiar

São Luís espera crescimento de 5% no São João 2012

5


BRASIL

Brasil entra na rota mundial do turismo LGBT

Abril de 2012 - 2ª quinzena

Lisia Minelli

6

Pela primeira vez, a IGLTA (International Gay and Lesbian Travel Association) promoveu sua Convenção Anual Global na América do Sul. O evento ocorreu entre os dias 12 e 14 de abril, em Florianópolis (SC). Segundo Tanya Churchmuch, presidente do conselho de diretores da IGLTA, este foi o maior evento já realizado fora dos Estados Unidos. Foram cerca de 250 delegados de diversos países reunidos para networking e aprendizado no segmento de turismo LGBT. Antes da convenção, a presidente esteve em São Paulo para anunciar as novidades do evento. Participaram junto com ela LoAnn Halden, diretora de relacionamento com a imprensa da IGLTA, Heitor Ferreira Filho, diretor de marketing da Abrat-GLS e Clovis Casemiro, embaixador da IGLTA no Brasil. “Este evento coloca de vez o Brasil na rota do turismo LGBT mundial”, afirmou Ferreira Filho. Para Tanya, foi da máxima importância esta convenção acontecer na América Latina, pois esta é uma região de grande interesse para o mercado de turismo LGBT. “Estamos aqui para mostrar todo o profissionalismo do segmento. Grandes empresas estiveram reunidas junto com órgãos públicos, conventions, destinos e autoridades para discutir um segmento que cada vez ganha mais força e representatividade dentro das

comunidades”, disse. Para a presidente do conselho, esta é uma grande oportunidade do Brasil se consolidar como destino friendly, não só cidades como São Paulo e Rio, já bem conhecidas, mas despertar o interesse por outros destinos também, como é o caso de Florianópolis, onde ocorreu a convenção. “Estima-se que esse mercado movimente em torno de US$ 150 bilhões por ano”, informou. Além da delegação internacional e as autoridades locais, o evento contou com a participação de agentes de viagens, operadores de turismo, destinos turísticos, membros da hotelaria e companhias aéreas, escritores/editores de mais de 20 meios de comunicação do mundo. Durante a convenção, algumas premiações também foram distribuídas. Entre eles o Annual Student Tourism

Heitor Ferreira, da Abrat, LoAnn Halden, da IGLTA, Douglas Magri, da Abrat, Tanya Churchmuch e Clovis Casemiro, da IGLTA

Awards, que neste ano premiou seis estudantes, sendo quatro brasileiros; e o Annual Travel Honors, que homenageia pessoas e empresas que ajudaram a tornar o mundo mais convidativo para viajantes LGBT. Durante a convenção ainda foi lançado o novo site da associação (www. iglta.travel). Segundo Casemiro, este novo site é muito mais interativo e permitirá uma maior conversa entre os membros da associação, o mercado de turismo LGBT e o público final. Em paralelo a convenção em Florianópolis, uma parte da delegação esteve em São Paulo no dia 16 de abril para promover um workshop, na sede da Abrat GLS. Fundação IGLTA - O IGLTA se prepara para seu 30º aniversário na indústria de viagens LGBT, e para comemorar acaba de anunciar oficialmente a criação da Fundação IGLTA para o Turismo LGBT. Esta entidade sem fins lucrativos, com um conselho independente do governo, vai funcionar junto com a associação para melhorar a capacidade de apoiar a comunidade LGBT em todo o mundo. A missão da fundação tem três pilares: ampliar as oportunidades educacionais para a próxima geração de profissionais de turismo LGBT; apoiar destinos emergentes LGBT; e participar de projetos que demonstram a compaixão de viajantes LGBT para os lugares que visitam.

Eduardo Bulhões assume Setur-RN no lugar de Ramzi Elali

Luiz Fernando Moraes deixa Setur de Porto Alegre e Anseditur

Ramzi Elali deixa Setur-RN

Luiz Marcos Fernandes Luiz Fernando Moraes

Luiz Marcos Fernandes Conforme adiantou o M&E em janeiro, durante a Fitur, na Espanha, o secretário de Turismo de Porto Alegre, Luiz Fernando Moraes, deixou no início de abril o cargo. A transmissão de posse aconteceu na Assembleia Legislativa e contou com o prefeito José Fortunati e o governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro. O secretario adjunto, Raul Mendes da Rocha, assumiu a secretaria. Luiz Fernando, que presidia ainda a Associação Nacional dos Secretários e Dirigentes de Turismo das Capitais e Destinos Indutores (Anseditur) deixou o cargo, uma vez que o estatuto da entidade não permite sua permanência no mesmo. O exsecretário vai concorrer a vereador por Porto Alegre nas próximas eleições. “Minha saída da Secretaria de Turismo já estava decidida e estou tranquilo porque teremos uma continuidade nos programas implantados, uma vez que o Raul era o secretário adjunto”, destacou ele. Quem assumiu a presidência da Anseditur foi Ivane Fávero, secretária de Turismo de Bento Gonçalves, e que era vice-presidente financeira da entidade. Na vice-presidência quem assumiu o cargo foi Liviomar Macatrão, secretário de Turismo de São Luís, uma vez que o secretário de Turismo de Salvador, Claudio Tinoco, também deixou o cargo pelo mesmo motivo. Liviomar passa também a ocupar a presidência do Conselho da Anseditur.

MT ganha Plano Diretor de Turismo, mas Setur quer ajustes Luiz Marcos Fernandes O plenário da Assembleia Legislativa do Mato Grosso aprovou o projeto de lei de autoria do deputado estadual Airton Português (PSD) que cria um programa permanente de planejamento estratégico e desenvolvimento do turismo no estado. O projeto estabelece critérios e diretrizes para investimentos dos recursos públicos estaduais e federais direcionados ao turismo e gerenciados pelo Governo do Estado de Mato Grosso. Pela proposta caberá ao órgão público estadual a elaboração do planejamento estratégico de desenvolvimento turístico, além de conceder aos municípios interessados o título de

Estância Turística, observado critérios estabelecidos, a fim de distribuir as ações e os recursos de acordo com seu planejamento. A classificação de Estância Turística será concedida ao município que o requerer e comprovar, por exemplo, que possui atrativos de natureza histórica, artística ou religiosa, ou de recursos naturais e paisagísticos; oferecer condições para o lazer dentro do padrão mínimo indispensável de atendimento e salubridade ambiental; infraestrutura mínima capaz de atender às populações fixa e flutuante, como rede hoteleira para atendimento da demanda turística, áreas para lazer e recreação, jardins ou bosques para passeio público. Após a concessão do título, as Estâncias Turísticas serão classificadas em bronze, prata

ou ouro, de acordo com a pontuação obtida, considerando parâmetros como criação de centro de apoio ao turista, inventário de oferta turística, calendário de eventos, plano municipal de turismo e criação de um fundo municipal para o setor. A secretária de Turismo do MT, Tetê Bezerra, criticou o projeto de lei. “O projeto precisa de ajustes uma vez que deve levar em consideração o Plano Nacional de Turismo e os programas de regionalização. Não concordamos com os critérios de classificação porque não levam em consideração as características e necessidades dos municípios turísticos”, alertou ela, que pretende apresentar emendas ao projeto antes da aprovação pelo governador.

O empresário Ramzi Elali não é mais secretário de Turismo do Rio Grande do Norte. O dirigente entregou carta à governadora Rosalba Ciarlini (DEM) solicitando sua exoneração em caráter irrevogável. Os motivos para sua saída foram o descontentamento com a falta de atenção do Governo para com a pasta. Elali havia sido indicado para a Setur pelo grupo político do ministro Garibaldi Filho. Quem assume interinamente o cargo é o secretário adjunto, Eduardo Bulhões, que pode vir a ser efetivado. Na carta de demissão, Elali declara que a saída foi por motivos pessoais, agradece a confiança depositada durante os 15 meses de gestão e afirma que o momento é favorável ao setor. “Hoje existe harmonia entre as entidades representativas do Rio Grande do Norte e o Governo do Estado. Além disso, plantamos muitas sementes que com certeza darão frutos em breve. Para isso é necessário que seja dada continuidade as ações e projetos em andamento”, escreveu. Ele encerrou afirmando que acredita que esta é uma grande oportunidade para o governo reinventar o Turismo do Rio Grande do Norte e que vai retomar suas obrigações de empresário e presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do RN. A própria governadora Rosalba Ciarlini reconheceu um investimento “pouco significativo” no ano passado, anunciando a duplicação dos recursos para a divulgação turística em 2012. Ela afirmou que serão investidos R$ 4 milhões.


BRASIL

Link para o portal Turijobs já está disponível no M&E E a parceria vai aproveitar o tráfego de ambos”, afirmou Xavier Martín Canals, diretor geral do Turijobs. O Turijobs, que existe há 11 anos, reúne cerca de 2.200 ofertas de emprego no setor em diversos países. Suas atividades começaram na Espanha, mas o portal também atua em outros países, como Portugal, França, México, Turquia e foi implantado no Brasil há mais de um ano. As vagas podem ser consultadas no site www.mercadoeeventos.com. br. Os interessados devem cadastrar seu currículo e esperar pelas oportunidades. As empresas também podem oferecem suas vagas no portal

Xavier Martín Canals, da Turijobs e Rosa Masgrau, do M&E

Fernanda Lutfi O Mercado & Eventos (www. mercadoeeventos.com.br) agora oferece um novo serviço em seu portal: o blog “Volta ao Mundo”. O blog possui relatos das experiências vividas pelo fotógrafo José Ramalho durante a viagem que está fazendo ao redor do mundo para conhecer as Sete Novas Maravilhas do Mundo Moderno.

Fotógrafo José Ramalho

A viagem é iniciativa da Star Alliance, que tem o objetivo de promover seu bilhete de volta ao mundo. E o M&E vai republicar o blog em seu site com o objetivo de auxiliar os agentes de viagem a conhecerem melhor os destinos. Acompanhe as dicas de viagem no blog: www.mercadoeeventos. com.br/site/webroot/me_blogs/ jose_antonio_ramalho/

Comitiva do Pará visita CVC e apresenta PlanoTurístico Lívia Maio Uma comitiva do Pará, formada por autoridades de órgãos de turismo e da Infraero, iniciou no final de março um programa de visitas pelo Brasil com o objetivo de apresentar o Plano de Desenvolvimento Turístico do Estado do Pará. Começando pela operadora CVC, o grupo foi recebido por Guilherme Paulus, presidente do Conselho de Administração, Francisco da Rocha Campos, o Xiko, presidente da operadora, Fabio Mader, diretor comercial nacional e Tony Santiago, representante da CVC no Estado do Pará, que ouviram os principais pontos para a promoção e desenvolvimento do turismo paraense nos mercados regional, nacional e internacional, utilizando ferramentas de inteligência de mercado, desenvolvimento de novos produtos turísticos e fortalecimen-

Abril de 2012 - 2ª quinzena

O link para o portal Turijobs já está no ar no site do Mercado & Eventos. O Turijobs é um portal de emprego exclusivo para turismo e hotelaria, tendo como objetivo promover a formação online de estudantes e profissionais do setor. A aliança entre o M&E e o Turijobs, que foi anunciada durante a Fitur, na Espanha, vai permitir que os leitores do M&E tenham acesso direto às informações sobre os cursos de especialização e vagas no mercado de trabalho. “Com a união, o M&E vai unir informação e capacitação ao seu conteúdo. O que é importante para o Brasil.

Acompanhe no M&E o novo blog “Volta ao Mundo”

7

Fábio Mader e Xiko Campos, da CVC, David Leal, secretário da Indústrial e Mineração do Pará, Adenauer Góes, presidente da Paratur, Guilherme Paulus, presidente do Conselho de Administração da CVC, Francisco Ferreira, da Infraero-PA e Tony Santiago, da CVC-PA

to dos produtos turísticos atuais. A fim de incrementar o fluxo turístico ao estado, a equipe da CVC já prepara estudo de novos produtos para complementar o portfólio já existente para o estado. A agenda de visitas inclui passagens pelas companhias aéreas Tam, Gol, Azul e Air France para a discussão de novas

rotas rumo ao Pará, que darão auxílio à formatação de novos produtos. O programa de visitas é liderado por Adenauer Góes, presidente da Paratur e secretário de Turismo do Pará; Francisco Ferreira, da Infraero do Pará; David Leal, secretário da indústria e mineração do Pará e Tony Santiago, representante da CVC no Pará.


AGÊNCIAS/OPERADORAS

Best Western promove treinamento com a Flytour Business Travel Abril de 2012 - 2ª quinzena

Lisia Minelli

8

WTTC 2012 confirma participação de 85 palestrantes A edição 2012 do World Travel & Tourism Council Summit acontece nestes dias 16 a 19 de abril nas cidades de Sendai e Tóquio (Japão). Este ano, o fórum tem como tema principal “A indústria dinâmica em tempos turbulentos”. O assunto foi escolhido, justamente, para mostrar a solidariedade da indústria de viagem e turismo ao Japão, afetado pelos terremotos e tsunamis em março do ano passado. Durante três dias, o WTTC tem a participação de 85 nomes do setor de turismo e viagens mundial em nove sessões de debates. “O fórum é muito mais do que um debate. É um caldeirão onde os empresários e autoridades se encontram para fazer negócios e ampliar sua rede de relacionamento”, afirmou David Scowsill, presidente e CEO do WTTC. Ele lembra que a indústria de viagens e o setor de turismo têm como papel servir de motor para o crescimento econômico e para a geração de empregos no mundo. Scowsill reforça, no entanto, que os governos precisam fazer sua parte, promovendo políticas de incentivo e fiscais. “Essa cúpula global traz todos esses interlocutores em conjunto e cria um ambiente para o diálogo e para a tomada de decisões e ações”, completa. Confira a relação de alguns palestrantes do fórum: 9 9 9 9 9 9 9 9 9 9 9 9 9 9 9 9 9 9 9 9 9 9

Tadao Ando – arquiteto Fujio Cho - presidente do conselho da Toyota Motor Corporation Parag Khanna – diretor da Hybrid Reality Instituto Atsutoshi Nishida - presidente e CEO da Associação de Viagens e Turismo do Japão e presidente do conselho da Toshiba Corporation Taleb Rifai - secretário-geral da Organização Mundial do Turismo (OMT) Root Alan - cineasta e aventureiro Hon Sr. Marthinus van Schalkwyk - ministro do Turismo da África do Sul Maurice Strong - presidente fundador da Cosmos International Inc Michael Frenzel - presidente do conselho executivo da TUI AG James Hogan - presidente e CEO da Etihad Airways Shinichiro Ito - presidente e CEO da All Nippon Airways Tom Klein – presidente da Sabre Holdings Jim Murren - presidente e CEO da MGM Resorts International Chris Nassetta - presidente e CEO da Hilton Worldwide Masaru Onishi - diretor representante e presidente da Japan Airlines Co Frits van Paasschen - presidente e CEO da Starwood Hotels & Resorts Worldwide, Inc Chen Rong, CEO da China International Travel Service Jeffrey Rutledge - presidente e CEO da Travel Guard Worldwide John Slosar – CEO da Cathay Pacific Airways Ltd Hiromi Tagawa - presidente e CEO da JTB Corp Willie Walsh - CEO da International Airlines Group Gordon Wilson - presidente e CEO da Travelport

Veja a grade de palestras do WTTC 2012: 9 Terça-feira 17 abril de 2012 (Westin, Sendai) Sessão 1 - Recuperação de Desastres: Lições do Japão e outros lugares (08h30 - 10h30) Sessão 2 - Asia Viagens & Turismo: Um olhar sobre o interior (11h-12h) Sessão 3 - Asia Viagens & Turismo: Perspectivas Globais (12h40-13h45) 9 Quarta-feira 18 de Abril (Pamir Centro de Convenções, em Tóquio) Sessão 1 - Japão: onde está agora, onde vais? (08h30 - 10h30) Sessão 2 - Rápidas mudanças no mundo (11h-12,30) Sessão 3 - Companhias Aéreas: seu papel e mudanças (14h-15h15) Sessão Especial - Sociedades de Revitalização (15h45-16h15) Sessão 4 - Nossa História: falar a uma só voz (16h15-17h30) 9 Quinta-feira 19 de Abril (Pamir Centro de Convenções, em Tóquio) Sessão 5 - Entendendo os consumidores de amanhã (08h30 - 10h05) Sessão especial - Geoffrey Kent entrevista Root Alan, cineasta ganhador do Oscar e aventureiro (10h05-10h30) Sessão especial - Visão da Toyota para futuros veículos - apresentação do convidado Fujio Cho, CEO da Toyota (11h -11h30) Sessão 6 - Turismo para o amanhã (11h30-13h10)

A Best Western promoveu durante todo o dia 29 de março uma ação de agradecimento com a Flytour Business Travel. O objetivo segundo Beatriz Chaimsohn, gerente de vendas da associação de hotéis, foi celebrar a parceria entre as empresas e comemorar as boas vendas de 2011. A ação foi realizada na sede da Flytour, em Alphaville (SP). Outras estão sendo pensadas e serão realizadas ao longo do ano de 2012 com os demais parceiros. De acordo com Matt Teixeira, diretor geral de vendas para América do Sul da associação, todos os anos a Best Western promove ações de agradecimento com seus parceiros. “Nesta ocasião, junto com a Flytour, resolvemos pensar em algo diferente, por isso passamos o dia todo fazendo treinamentos com os funcionários e ainda oferecemos um almoço bem americano com hot dog e refrigerante para todos”, explicou. Cerca de 250 pessoas foram treinadas e várias diárias sorteadas por meio de um quiz com os participantes. Os treinamentos, segundo ele, são para divulgar as novidades da Best Western. “Aproveitamos para contar várias coisas que estão acontecendo.

Harumi Burstin, da Flytour, Beatriz Chaimsohn, da Best Western, Marisa Scortecci, da Flytour e Matt Teixeira, da Best Western

Como o recente lançamento da classificação dos hotéis, a inauguração do primeiro hotel Premiere no Brasil e o futuro lançamento de um hotel Plus em Porto de Galinhas”, disse. O Best Western Premiere foi inaugurado há algumas semanas em Natal, na Praia de Ponta Negra; já o Best Western Plus ainda está em fase de finalização. Segundo Teixeira, os resultados do ano passado ainda estão sendo fechados, mas é difícil contabilizar a participação do Brasil no resultado. “Queremos esse ano estar mais próxi-

mos dos parceiros brasileiros. O país está muito interessante para os investidores e a partir de agora estaremos estipulando metas e acompanhando de perto os resultados desse mercado”, disse. Segundo Beatriz, nos próximos cinco anos, um grupo de investidores irá construir 30 novos hotéis Best Western no Brasil. Atualmente, o país possui 18 unidades, sendo duas Plus (no Rio de Janeiro e Porto de Galinhas); uma Premiere (em Natal); e os demais são Best Western Regulares. No mundo, são mais de 4.200 hotéis em mais de 100 países.

MMTGapnet ingressa na hotelaria corporativa e amplia filiais Leila Melo Com o cargo de gerente geral de operação nacional online, Roberto Araújo chega a MMTGapnet disposto a revolucionar. O executivo assumiu a nova função no início de abril. Até então, ele era assistente direto do presidente da Trend Operadora. “A MMTGapnet já tem um histórico de sucesso e acredito que não será difícil desenvolver a hotelaria corporativa e toda a área de reservas online”, destacou Araújo ao receber a reportagem do MERCADO & EVENTOS na sede da operadora em São Paulo. A superintendente da MMTGapnet, Ana Maria Berto, também estava presente e garantiu que a operadora está pronta para entrar com força no mercado corporativo. “Apostamos na força dos agentes de viagens. Eles não querem ficar nas mãos de uma ou duas empresas”, completou. O novo gerente geral já iniciou o reforço de sua equipe e a mudança de processos internos. Toda a parte de sistemas passa por uma reformulação para que as agências de viagens consigam realizar o faturamento das vendas. Até junho, novos produtos serão lançados. De acordo com Araújo, as 1.600 agências de viagens cadastradas na MMTGapnet já terão acesso imediato aos novos serviços de hotelaria corporativa e nacional. “Queremos atender as outras 1.500 agências especializadas nesse segmento, aproveitando a própria expertise da MMTGapnet no mercado”, acrescentou o executivo. As primeiras transformações no site tiveram início

Ana Maria Berto, superintendente da MMTGapnet e Roberto Araújo, gerente geral de operação nacional online da MMTGapnet

no mês passado, quando a operadora passou a disponibilizar a venda de todo o pacote de viagem online e com integração 100% ao back office. Ainda nesse primeiro semestre, a empresa pretende aumentar seu time de colaboradores para 28 profissionais. Hoje, são 12 empregados atuando nos departamentos de Hotelaria Corporativa e Nacional. A meta da MMTGapnet é, pelo menos, manter os bons resultados alcançados nesse primeiro trimestre. “Março passado foi um dos melhores meses dos últimos dez anos da operadora. E isso contribuiu para que tivéssemos um crescimento de 39% nos primeiros três meses deste ano se comparado ao mesmo período do ano passado”, ressaltou Ana Maria Berto. Ela mencionou que uma das grandes vantagens da MMTGapnet é facilitar todo o processo de venda e o grande portfólio da operadora em produtos internacionais. “Em lazer, os

pacotes de Estados Unidos, Caribe, Europa e América do Sul são bastante procurados, incluindo os bloqueios exclusivos”, declarou. Esses bons resultados também favorecem os planos de expansão da MMTGapnet. Atualmente, a companhia soma 11 escritórios espalhados pelo Brasil. Assim como a sede situada na capital paulista, todas as filiais são próprias. As mais recentes aberturas aconteceram nas cidades de Natal (RN) e São Luís (MA). “Até o final de 2012 abriremos mais seis pontos de vendas nas seguintes localidades: Vitória, Florianópolis, Recife, Fortaleza, Manaus e Goiânia”, adiantou Ana Maria Berto. As operações em São Paulo, segundo a superintendente, correspondem a 40% da receita total da MMTGapnet. Os outros escritórios já representam 60% do faturamento. “A tendência é que esse percentual se pulverize ainda mais e a cidade de São Paulo não passe dos 35% em representação”, comentou. Cada filial conta com uma média de 10 funcionários. Eureka - Os produtos de hotelaria online e corporativa também integrarão o Eureka, programa de incentivo da MMTGapnet. Ao comprar com os parceiros da operadora, o agente de viagem acumula moedas Eureka e pode utilizá-las em qualquer produto e site da MMTGapnet. “Já temos novas empresas interessadas em participar do programa. Contamos com mais de 15 mil agentes de viagens ativos. E temos participantes em 24 estados brasileiros”, enfatizou a superintendente.

Teamamerica e Best Western fortalecem parceria Leila Melo A Teamamerica Receptive Tour Operator, em parceria com a Best Western, realizou no final de março um jantar de confraternização em São Paulo para operadores locais. Recentemente, a rede hoteleira fechou contratos para a construção de 30 hotéis na Índia e está disposta a investir no mercado da América latina. De acordo com Matt Teixeira, diretor

de vendas para a América do Sul da Best Western, o grupo irá lançar 30 hotéis até 2018 no Brasil. Os operadores foram recebidos ainda por Priscila Monteiro, diretora de Desenvolvimento de Mercado Brasil da Teamerica e por Beatriz Chaimshon, diretora da Best Western. Entre os participantes estavam Nascimento Turismo, MMTGapnet, Viagem Listo e Turismundo. A Teamaerica Receptive Tour Operator comemora dez anos de atuação no país em 2012.

Matt Teixeira, da Best Western, Priscila Monteiro e Beatriz Chaimsohn, da Teamamerica Receptive


AGÊNCIAS/OPERADORAS

Trend, Rextur e Advance criam o Grupo RTA Marcelo Sanovicz, da Advance, Goiaci Guimarães, da Rextur e Luis Paulo Luppa, da Trend

Luis Paulo Luppa, presidente da Trend, palestra para funcionários sobre a RTA

Alexandre Camargo, diretor de vendas da Trend

Diretoria da nova RTA

Andre Freller, da Advance

O Grupo Royal Travel Alliance (RTA), mais nova empresa do segmento de turismo, foi anunciado para o trade no dia 2 de abril. A RTA é formada por Rextur, Trend e Advance, sendo cada uma delas detentora de 33% das ações. Hoje, as três empresas já são sócias igualitárias da Reserva Fácil, que dentro de 60 dias abrigará todas as ofertas da RTA. Para o anúncio, foi realizada uma coletiva de imprensa com a presença dos presidentes Luis Paulo Luppa, da Trend, Goiaci Guimarães, da Rextur e Marcelo Sanovicz, da Advance. Segundo Luppa, a criação da RTA foi um namoro de 14 meses entre os acionistas. “Esta aliança é 100% voltada para os agentes de viagens, que nasceu com foco na prestação do melhor serviço, de uma forma eficiente e inteligente”, disse. No último final de semana de março, os presidentes estiveram a bordo do Vision of the Seas com um grupo de vendas da nova RTA para o alinhamento mercadológico da nova empresa. Segundo Luppa, mais de 200 executivos de vendas das três empresas estiveram presentes e tiveram a oportunidade de aprender sobre a RTA e o sistema Reserva Fácil. Dando continuidade a apresentação da RTA, em duas semanas os executivos sairão em roadshows pelo Brasil, visitando diversas agências de viagens. De acordo com Sanovicz, a RTA é formada por pilares. O primeiro é uma plataforma única, focada nos agentes oferecendo soluções para o mundo corporativo. Já outro pilar pode vir a ser o segmento de lazer. “Embora as três empresas tenham suas áreas de lazer, a RTA é focada no segmento corporativo. Por enquanto será assim, mas nada impede que no futuro não possamos pensar em soluções conjuntas também para o lazer”, disse. A RTA possui hoje mais de 1.200 funcionários, mais de 60 pontos de vendas, capacidade de atender até 10 mil agências e um faturamento de R$ 3 bilhões. “Os números mostram que a nova RTA já nasceu grande”, declarou Luppa. Para 2012, a estimativa é que, juntas, as empresas faturem algo em torno de R$ 3,3 bilhões. Luppa ainda adiantou que comitês estão sendo criados na RTA para os trabalhos. “Já temos o de Marketing, que está fazendo ações de planejamento de mídia, eventos e outros, e de Tecnologia, que trabalha na melhoria dos processos e inteligência”, contou. Segundo ele, o objetivo é que a implementação da nova empresa não atrapalhe o dia a dia dos funcionários. Entre os ganhos da RTA, os presidentes citaram a produtividade - que no momento é imensurável para Sanovicz; os benefícios para os colaboradores; a comunicação integrada; o back office e o faturamento, que passam a ser um só para todos. Os presidentes lembraram que embora Rextur, Trend e Advance façam parte da mesma aliança, todas continuam trabalhando de forma independente, divulgando suas marcas. Fusão - Outro anúncio feito durante a coletiva foi o início da fusão entre Rextur e Advance. “A partir de agora, uma é acionista da outra. Não divulgaremos quanto é a participação de cada uma, mas estamos trabalhando conjuntamente e alinhando processos”, explicou. As duas empresas juntas possuem 570 colaboradores, 31 pontos de distribuição e um total de emissão de bilhetes de R$ 2,2 milhões. O objetivo é fechar 2012 com 630 funcionários e R$ 3,3 milhões em emissão. “Esta foi uma decisão natural de unir as empresas, já que ambas possuem o mesmo tipo de produto - consolidadora aéreo”, disse Guimarães. Ambas as empresas continuam atuando de forma independente e terão um conselho de administração presidido por Goiaci Guimarães e um corpo diretivo onde Marcelo Sanovicz será o presidente executivo. Em relação à Trend, ele disse que por se tratar de produtos diferentes, a fusão ainda não está sendo pensada. Mas ele não descartou a possibilidade. “Por enquanto vamos aprender muito um com o outro sobre nossos produtos, depois vemos como ficarão as coisas”, finalizou.

Abril de 2012 - 2ª quinzena

Lisia Minelli

Equipe comemora a criação da RTA

Colaboradores na convenção da RTA

Advance e Rextur selam início da fusão das empresas

9


AGÊNCIAS/OPERADORAS

Ceretur e MGM treinam agentes de viagem na sede paulista do M&E Abracorp divulga balanço anual do setor de viagens corporativas Abril de 2012 - 2ª quinzena

Mercado brasileiro bate recorde e cresce mais do que o estrangeiro; tarifa média hoteleira nacional cresce 20%

10

A Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas (Abracorp) divulgou os principais indicadores mercadológicos das suas agências associadas em 2011, que foram responsáveis por um terço da movimentação do setor, e comprovou mais uma vez a importância das suas estatísticas, demonstrando o ótimo desempenho do segmento de viagens corporativas no Brasil. O assunto, tratado com destaque na imprensa nacional, foi um dos mais falados no setor de viagens e turismo, bem como nas editorias de economia. Os números demonstram que houve acréscimo de 20,33% na diária média dos hotéis nacionais em relação ao ano anterior, totalizando R$ 234,63 em 2011. “Esse incremento deve-se ao aumento da demanda registrado no setor de viagens corporativas no Brasil, resultado do ótimo momento econômico que o país passa, ultrapassando até o desempenho de grandes nações europeias”, afirma o presidente do Conselho de Administração da Abracorp, Edmar Bull. De acordo com a entidade, a tendência de aumento na diária média dos hotéis nacionais retrata um processo de recuperação das perdas acumuladas em anos anteriores. No ano de 2009, por exemplo, a diária média apurada pela Abracorp estava em R$ 175,13. Nos hotéis internacionais, a diária média percorreu o sentido contrário e registrou baixa de 20,58% em relação a 2010, passando de R$ 295,21 para R$ 234,46. “Além da crise na Europa, o crescimento das viagens domésticas e internacionais para o Brasil, com destaque para o aumento da demanda por eventos corporativos em nosso país, os hotéis estrangeiros receberam menos hóspedes corporativos. No ano passado, por exemplo, a cidade de São Paulo liderou o ranking Abracorp dos destinos nacionais mais procurados, com quase 1,5 milhão de visitantes provenientes do mercado de viagens corporativas, enquanto Buenos Aires, na Argentina, que liderou o ranking dos destinos internacionais, foi procurada por 73 mil visitantes do segmento”, revela Bull. As estatísticas Abracorp também revelam aumento de 9,43% no preço médio das passagens aéreas emitidas para voos realizados pelas companhias nacionais, que saltou de R$ 423,33 em 2010 para R$ 463,23 no ano passado, totalizando mais de 9,3 milhões de bilhetes emitidos resultando em movimentação superior a R$ 4,3 bilhões. Os voos internacionais que atenderam os viajantes de negócios também registraram em 2011, de forma mais contida, aumento de 4,9% no preço médio das passagens aéreas. Foram emitidos cerca de 1,3 milhão de bilhetes, com movimentação total superior a R$ 2,9 bilhões.

Roberto Mello, da MGM, Ely da Silveira, da Ceretur e Juan Torres, do M&E

Apresentação da Ceretur

Lisia Minelli A Operadora Receptiva Ceretur, em parceria com a MGM Operadora, promoveu no início de abril um treinamento sobre o Estado de Santa Catarina para agentes e operadores na capital paulista. O evento aconteceu na sede paulista do MERCADO & EVENTOS/FOLHA DO TURISMO e ainda contou com o apoio da Abav-PR, Funturismo, Secretaria de Turismo de Santa Catarina e Santur. Cerca de 30 pessoas estiveram presentes para conferir as novidades do destino e da operadora. Segundo Ely Ribeiro da Silveira, diretora comercial da Ceretur, este foi o primeiro workshop itinerante da operadora, que tem como meta treinar agentes e operadores dos estados de São Paulo, Paraná e Rio de Janeiro. “Esta ação de

treinamento já tem duração de três anos e até agora cerca de cinco mil pessoas já foram capacitadas”, disse. Na apresentação, Ely mostrou aos participantes o Projeto Destinos e Roteiros Integrados, que visa diminuir a sazonalidade da região e o novo Projeto pedagógico Educantur. Além de São Paulo, o workshop já passou pelas cidades de Londrina (PR), Maringá (PR), Foz do Iguaçu (PR), São José do Rio Preto (SP), Ribeirão Preto (SP), Campinas (SP), Rio de Janeiro (RJ) e Curitiba (PR). “A meta é promover em torno de 32 eventos como este em todo o Brasil, mas ainda não temos mais confirmações, pois dependemos das parcerias”, explicou. Para ela, os treinamentos são importantes para que os agentes tenham mais condições de realizarem suas vendas. “Os agentes já vendem mui-

to mesmo sem conhecerem o destino, com um pouco de conhecimento então eles irão vender muito mais”, declarou. De acordo com Roberto Mello, gerente nacional de vendas da MGM, Santa Catarina é um dos destinos campeões de vendas na operadora e a parceria com a Ceretur já dura alguns anos. “Por ser um destino prioritário para a MGM estamos sempre promovendo ações de divulgação. Além desses workshops itinerários, muitos outros estão sendo organizados”, disse. Entre as novidades da MGM, ele destacou aos participantes a décima edição do Workshop MGM, que acontece no dia 17 de maio, em Curitiba. “Este é um evento muito profissional que reunirá neste ano 300 expositores e mais de três mil agentes”, disse.

MK Travel realiza coquetel de capacitação para agentes

O relatório com todas as estatísticas Abracorp 2011 está disponível para download na Sala de Imprensa Virtual da entidade (http://www.pressclub.com.br/abracorp/).

PESQUISA INTERNA DE VENDAS - EVOLUÇÃO Jandyra Coutinho

Andréa Nunes, executiva de vendas da Lan Airlines; Aline Freitas, gerente de operações da MK Travel; Guilherme Reis, gerente comercial da MK Travel; Mariana Bruggia, coordenadora da Bop e Nelson Moreira, supervisor comercial da Travel Ace

Larissa D`Almeida

Estatísticas Abracorp

DESTINOS MAIS PROCURADOS - NACIONAL

A MK Travel Operadora realizou no final de março, no clube Ginásio Português, no Rio de Janeiro, um coquetel de capacitação para cerca de 200 agentes de viagens, onde apresentou seus produtos na América Latina. Participaram do evento as empresas parceiras da operadora: Bop (The Best of Patagonia), Lan Airlines e Travel Ace. Apesar de seu principal produto ser o destino Orlando, a operadora apresentou, durante o evento, alguns dados de crescimento de 2011, com média de 99,44% na América Latina. Segundo Aline Freitas, gerente de operações da MK Travel, o resultado positivo é fruto do trabalho de parceiros e agentes. Além

disso, ela sinaliza a forte tendência de um novo nicho. “O mercado de corridas está crescendo cada vez mais e para o maratonista é interessante praticar seu esporte preferido em novas paisagens”, declarou. Em seguida, o grupo Bop fez a apresentação de seus produtos, que incluem o hotel Alvear e o restaurante Esquina Carlos Gardel (que apresenta o tradicional Tango Show), em Buenos Aires; o hotel Llao Llao, em Bariloche; o Eolo Hotel e a Estância Cristina, em El Calafate e os cruzeiros austrais. Além disso, as opções do grupo também incluem o hotel The Singular, que possui janelas panorâmicas nos quartos, em Punta Arenas, entre outros. Na sequência, a Travel Ace fez demons-

MK Travel lança temporada 2012 com destaque para o Orlando Teens Lívia Maio

Estatísticas Abracorp

DESTINOS MAIS PROCURADOS - INTERNACIONAL

Estatísticas Abracorp

No começo de abril, a MK Travel e os principais parques de Orlando lançaram a temporada de julho de 2012 com diversas novidades para cerca de 250 agentes de viagem cariocas. Jandyra Coutinho, diretora da MK Travel, apresentou o principal serviço da operadora: Orlando Teens. Em julho deste ano o Orlando Teens tem saídas nos dias 14, 17, 18 e 20. O pacote conta com 13 noites, 27 refeições, incluindo restaurantes como Pizza Hut; Planet Hollywood; Buca Di Beppo e três festas. “Eu recepciono todos os passageiros e me responsabilizo por qualquer situação que venha ocorrer com eles. Na nossa empresa o diferencial é a confiabilidade, temos o cuidado de transmitir a segurança que nossos clientes precisam”, declarou Jandyra. Já o Orlando Fantasy é um serviço individual disponibilizado pela MK Travel, tem seis opções e está disponível o ano todo. É oferecido nas ca-

tegorias econômico, completo, super completo, especial e super especial. Aline Freitas, gerente de operações, apresentou o Orlando Fly & Drive. O Casas em Orlando é mais uma opção que a MK Travel oferece para seus clientes. Esse serviço é para quem deseja curtir Orlando em família, sem ficar preso ao cronograma do grupo. “Vocês, agentes, precisam ter noção do custo/benefício de cada serviço oferecido por nós. Essa palestra é para vocês saberem de todas as novidades. Dependendo do perfil do cliente, vocês poderão vender o melhor serviço”, avaliou Aline. “Nós somos a única operadora de viagem com escritório em Orlando. Isso quer dizer que o cliente terá apoio 24h, todos os dias da semana, o ano todo. Todo o atendimento é feito em português, com pessoal qualificado. Nossos atendentes são guias e podem responder prontamente a qualquer solicitação por parte do cliente.”, divulgou Guilherme Goetten, gerente comercial da MK Travel.

tração em vídeo de sua oferta de soluções para viagem, que incluem serviços tradicionais como acompanhamento médico, garantia de regresso em caso de acidentes, entre outros, e os novos produtos para gestantes e praticantes de esportes. Encerrando a noite, a Lan Airlines apresentou sua gama de rotas na América Latina, com 15 destinos internos no Chile, 13 na Argentina, 14 no Peru e 4 no Equador. Para finalizar, Guilherme Goetten Reis, gerente comercial da MK Travel, agradeceu aos seus “principais parceiros da América do Sul” e, em declaração para MERCADO & EVENTOS, disse que pretende manter o ritmo de crescimento para 2012, além de promover mais destinos como Europa e Ásia.

SeaWorld Entertainment divulga novidades em seus parques Renato Gonçalves, representante de marketing do SeaWorld Entertainment no Brasil, esteve no café da manhã realizado pela MK Travel e comentou sobre os quatro parques na Flórida, destacando as novidades para a temporada de julho de 2012. No dia 27 deste mês será lançado no SeaWorld um cinema de última geração em 360º. O Turtle Trek terá estrutura oval e o filme será passado em todo o campo visual, dando a impressão que o visitante faz parte da estrutura. Já o Parque Discovery Cove lançará o Fresh Water Oasis, que é uma imitação de uma floresta tropical com águas climatizadas.


AGÊNCIAS/OPERADORAS

Associadas Abracorp faturam R$ 10 bilhões em 2011 Leila Melo

Wings Travel Management faz parceria com a V7 Viagens Ana Elisa Teixeira Em seu 20º aniversário, a Wings Travel Management, uma empresa global de gestão de viagens com foco nos setores de Petróleo & Gás, Marítimo e Corporativo, anunciou a aquisição de participação na agência de viagens corporativas V7 Viagens, baseada no Rio de Janeiro. A V7 Viagens ganhou exposição ao atender diversas empresas multinacionais no mercado de petróleo e gás, e permitirá a Wings ampliar a sua oferta em soluções de viagens. “Estamos entusiasmados com esta nova aquisição e o que isso significará para os nossos clientes”, disse Tony Sofianos, CEO da Wings Travel Management. Esta aquisição é o mais recente passo no empenho da Wings em servir seus clientes globalmente, expandindo sua área de atuação ao redor do mundo. A Wings vem desenvolvendo e ofertando aplicativos e soluções tecnológicas, auxiliando empresas em suas necessidades de logística de pessoal, especialmente em se tratando de viagens para áreas de exploração e produção desafiadoras e sob condições adversas de oferta. “Sabemos que as sólidas relações da V7 com os principais clientes e fornecedores na região serão muito importantes ao apoiar os nossos esforços para atender os nossos passageiros de maneira mais eficiente”, disse Sofianos.

Diretoria da Abracorp: Rubens Schwartzmann, Cassio Oliveira, Edmar Bull, Ronaldo Waltrick e Marcos Balsamão

um incremento de 18,37%. Nas posições seguintes estão: American Airlines (R$ 338 milhões); Tap (R$ 210 milhões); Air France (R$ 206 milhões) e Lufthansa (R$ 167 milhões). Ao todo, a Abracorp emitiu 1,2 milhão de bilhetes aéreos internacionais com um ticket médio de R$ 2,3 mil. Hotelaria - Os hotéis independentes representaram a maior movimentação da Abracop em

2011 no segmento nacional. “Analisamos cerca de 20 mil hotéis no país e eles corresponderam a R$ 656 milhões de nossas vendas”, lembrou Cássio Oliveira. Depois surgem as outras redes com R$ 199 milhões; Accor com R$ 180 milhões; Atlantica com R$ 162 milhões e a Blue Tree com R$ 66 milhões. Em room nights geradas, a Abracorp contabilizou 7,16 milhões, sendo que 3,3 milhões

Abril de 2012 - 2ª quinzena

A Associação Brasileira de Agências de Viagens Corportivas (Abracorp) atingiu a marca de R$ 10,18 bilhões de faturamento em 2011. O número é 40,20% maior ao registrado no ano anterior, quando a entidade movimentou R$ 7,2 bilhões. O resultado equivale às operações das 29 agências associadas e foi apresentado no final de março em São Paulo. “O mercado de turismo tem crescido três vezes o PIB. No ano passado, superamos essa margem, com um incremento cinco vezes maior”, afirmou Cássio Oliveira, coordenador do Comitê de Produtos da Abracorp. Nesse primeiro trimestre, de acordo com ele, a entidade superou suas perspectivas comerciais com resultados bem melhores aos registrados nos anos anteriores. Neste cenário, a estimativa, segundo Edmar Bull, presidente da Abracorp, é obter um crescimento de 15% em faturamento este ano. No mercado nacional, desses R$ 10 bilhões, R$ 4,3 bilhões foram provenientes das vendas de bilhetes aéreos; R$ 1,6 bilhão de hospedagens; R$ 547 milhões em eventos e R$ 171 milhões em locação. Já no mercado internacional, os associados venderam R$ 2,9 bilhões em passagens aéreas; R$ 152 milhões em hospedagem; R$ 104 milhões em eventos e R$ 16 milhões em locação. Ao longo de 2011, as associadas somaram uma mão de obra de 8.077 colaboradores contra os 6.086 verificados em 2010. Desse montante, 67% atuam nas áreas de atendimento, emissão e vendas e 30% está realocado para trabalhos administrativos. “Também passamos a analisar o fluxo de estagiários nas agências associadas. No ano passado, as empresas somaram 223 estagiários”, disse Cassio Oliveira. Aéreo - A Tam foi a empresa mais comercializada pela Abracorp em 2011 no segmento nacional, com R$ 1,89 bilhão. Em seguida, aparecem a Gol, com R$ 1,47 bilhão e a Azul, com R$ 415 milhões de passagens vendidas. “Na Azul, inclusive, conseguimos bater a marca de 1 milhão de passageiros transportados. Foram exatamente 1,04 milhão de clientes”, destacou Oliveira, mencionando que no comparativo de vendas e share, a Azul foi a que mais cresceu, 151,88%. Com a Tam, a Abracorp acumulou um volume de 9,3 milhões de pessoas e com a Gol, o índice ficou em 3 milhões. A tarifa média praticada ficou em R$ 463,23. No mercado internacional, a Tam aparece, novamente, no topo da lista, sendo a empresa aérea mais comercializada pelos associados. Foram ao todo, R$ 536 milhões em vendas de passagens aéreas, o que correspondeu a

foram provenientes das redes independentes. A diária média praticada ficou em R$ 234,63. “A rede Windsor registrou a maior tarifa, R$ 441. Acredito que esse resultado se deve ao aumento de demanda em hospedagem pela qual vem passando a cidade do Rio de Janeiro”, avaliou o coordenador, lembrando que a rede obteve um aumento de 86,74% no comparativo de vendas e share de 2011 na Abracorp. Em hotelaria internacional, as associadas atingiram uma receita de R$ 152 milhões com 476.230 room nigths geradas e uma diária média vendida a R$ 320,52. Destinos - No segmento nacional, a Abracorp somou 1,49 milhão de passageiros corporativos transportados para São Paulo. Em segundo lugar ficou o Rio de Janeiro, com 993 mil; em terceiro, a cidade de Brasília, com 449.579 clientes e em quarto lugar, Belo Horizonte. Para a capital mineira, a entidade transportou 361.385 pessoas. Internacionalmente, a cidade mais vendida foi Buenos Aires, com 73 mil passageiros. O ranking dos destinos mais comercializados no exterior é formado por: Miami, com 30 mil; Lisboa, 29 mil; Nova York, 26 mil e Paris, com 25 mil consumidores embarcados.

11


AGÊNCIAS/OPERADORAS

Luis Soto e Maurício Dezen assumem diretorias na CVC Abril de 2012 - 2ª quinzena

Luiz Marcos Fernandes e Leila Melo

12

Como parte de suas estratégias de crescimento, a CVC Operadora anunciou a nomeação do executivo Luis Soto para assumir a diretoria de Projetos de Expansão, novo cargo criado na estrutura da companhia que terá como um de seus objetivos expandir e desenvolver novos mercados.Com 35 anos de experiência no turismo, sendo 14 deles dedicados à CVC, Soto tem ampla experiência no setor, com atuações em diferentes frentes da cadeia produtiva. Na CVC, o executivo tem trilhado uma trajetória de sucesso, com experiências acumuladas em departamentos de operações rodoviárias, comercial nacional e comercial internacional, até ter assumido, há alguns anos, a gerência e posteriormente a direção geral do departamento de Produtos Internacionais. Luis Soto permanece interinamente à frente do

Luis Soto e Mauricio Dezen

departamento de produtos internacionais até a chegada de um novo gestor, que será anunciado em breve. No novo desafio, Luis Soto atuará em conjunto com duas vice-presidências, a de Luiz Fogaça (administrativo-financeiro) e a de Sandro Sant’Anna (de canais de vendas), e integrará a equipe de Canais de Vendas, formada pelos líderes

Roberto Vertemati (expansão da rede de varejo e CRM), Vitor Bauab (canais estratégicos), Bruno Rolim Affonso (canais especializados/nichos) e Fabio Mori (internet). Para Xiko da Rocha Campos, presidente da CVC, esta nova diretoria reforça ainda mais a estrutura da empresa, permitindo muito mais foco na expansão dos negócios. Já Maurício Ricardo Dezen assumiu como novo diretor de operações da CVC. O executivo irá potencializar negócios e integrar estratégias dedicadas às operações nos mais de 100 destinos ofertados no Brasil e no mundo. Com mais de 15 anos de experiência acumulada em companhias dos setores de serviços e indústrias, Dezen é formado em Administração de Empresas, com MBA em Finanças Corporativas, e atuou em mercados internacionais, nos Estados Unidos, México e Argentina, e no Brasil, onde trabalhou em empresas como Unimed, American Express, entre outras.

CVC: novo diretor de produtos internacionais é Emerson Duran Lisia Minelli A CVC Operadora também confirmou a contratação de Emerson Duran como seu novo diretor de produtos internacionais, que se une ao time da operadora para coEmerson Duran mandar a área até então dirigida por Luis Soto, recentemente nomeado à diretoria de projetos de expansão. O executivo iniciou suas atividades na CVC no dia 4 de abril e integra a equipe do vicepresidente de produtos, operações e marketing, Fabio Godinho, também formada pelos diretores Fabio Mader (produtos nacionais) e Mauricio Dezen (operações) e, em breve, também por um novo gestor de marketing. Com quase 20 anos de experiência em desenvolvimento de negócios e gestão de produtos, Emerson Duran tem como objetivo dar continuidade ao trabalho que já vinha sendo feito no desenvolvimento de novos produtos e serviços para destinos turísticos internacionais, para as mais de 100 e novas localidades do mundo que a CVC vier a operar. O executivo é graduado e pós-graduado em administração de empresas pela EAESP/FGV e cursou MBA na Kellogg School of Management of Northwestern University. Antes de chegar à CVC, o executivo estava à frente da direção-geral da Confrapar, gestora de fundos de investimentos, de onde se desligou para assumir o desafio na CVC. Para Xiko da Rocha Campos, presidente da CVC, o departamento internacional já é uma área consolidada, que tem como um dos principais objetivos manter, bem como desenvolver e ampliar o portfólio de produtos da CVC, que oferece em sua totalidade mais de 700 opções à escolha dos consumidores e agentes de viagens, em viagens domésticas e internacionais.

Visual lança escritório no Rio de Janeiro

Valter Onishi, Alexandre Dias e Afonso Gomes Louro

Rafael Massadar No início deste mês, a Visual Turismo reuniu agentes de viagens para comemorar a inauguração da sua filial no Rio de Janeiro. Um sonho antigo, de acordo com o diretor Afonso Gomes Louro. “Sempre tivemos interesse no mercado carioca. Acreditamos no mercado dessa cidade”, disse. E completou anunciando que o seu foco será no agente de viagem. O evento também foi marcado pela apresentação do gerente Alexandre Dias, que vai comandar a filial na capital fluminense. O executivo, que tem 18 anos de experiência no setor de viagens, com passagens por operadoras e hotéis, sonha alto. “Sentíamos a falta da Visual no Rio de Janeiro e nossa meta já é incomodar as concorrentes ainda este ano”, anuncia. Baseada em São Paulo, a Visual Turismo já conta com mais nove filiais nas cidades de Campinas, Ribeirão Preto, Brasília, Belo Horizonte, Campo Grande, Curitiba, Goiânia, Porto Alegre e Santo André. A nova filial está na Avenida Presidente Vargas, 509 - 4º andar, Centro. O telefone é (21) 3178-6200. Como a filial de Campo Grande vem apresentando números expressivos, Afonso Louro antecipou ao MERCADO & EVENTOS, que a Visual vai abrir um escritório em Cuiabá. Outro destaque do encontro foi o 2º Workshop da Visual que acontecerá no dia 13 de junho, no Sheraton, em São Paulo, com o tema “Uma história de amor com os agentes de viagem”. Nele, a operadora vai divulgar a sua seleção de roteiros nacionais e internacionais. “Já temos mais de 200 estandes vendidos e pretendemos aumentar mais ainda este número. No dia vamos ter a apresentação de um cantor ou cantora de renome de músicas românticas”, antecipou o diretor da Visual Turismo.


AGÊNCIAS/OPERADORAS

Nascimento fecha novos fretamentos para Cancún Luiz Marcos Fernandes

Adriano Gomes deixa Trend e assume gerência na Nascimento

Adriano Gomes

Leila Melo A Nascimento Turismo tem um novo gerente de planejamento e produtos. O cargo foi ocupado por Adriano Gomes, ex-diretor de novos negócios da Trend. “Já vinha conversando com a Nascimento há algum tempo e o que me encantou foi o projeto de desenvolver uma nova linha de produtos nacionais a médio e longo prazo. A Nascimento já é referência no segmento internacional, especialmente no Caribe e Estados Unidos, e tenho confiança de que o mesmo acontecerá no segmento nacional”, explicou Gomes, ao MERCADO&EVENTOS. Gomes irá se reportar diretamente ao diretor de operações, Oswaldo Freitas. A operadora está, inclusive, fortalecendo as equipes de atendimento em produtos nacionais. “A Nascimento está reestruturando e novas contratações estão sendo realizadas. Cada filial da Nascimento também terá um profissional especializado no atendimento nacional”, reforçou Gomes. O gerente adiantou que já iniciou negociações com companhias áreas para ampliar a oferta de roteiros nacionais nos períodos de dezembro deste ano e janeiro de 2013. Paralelamente, Gomes ampliará a atuação da Nascimento no ramo internacional a partir de fretamentos e bloqueios.

Rafael Massadar Após o sucesso em São Paulo, a Ancoradouro inaugura seu primeiro escritório no Rio de Janeiro. A sala foi aberta oficialmente no dia 2 deste mês. O M&E foi até a nova sede para conferir a novidade. Ainda em fase de ambientação, conforme explicou o diretor da Ancoradouro, Carlos Alberto Ferreira, a filial carioca tem planos ambiciosos. “Nos primeiros meses vamos ter um pouco de cautela para ver como se encontra o mercado da cidade, mas até o fim do mês nossa meta é chegar ao mesmo nível das outras consolidadoras”, disse. Segundo Kaká, o foco será no atendimento. Para ele, o site da Ancoradouro é de fácil navegação, mas com essa política pretende conquistar cada vez mais agentes de diversas regiões.

Luiz Eduardo, Carlos Alberto Ferreira e Luisa Bernardino

“Nesta semana, o escritório já emitiu alguns boletos, mas ainda em fase de testes”, disse. Para que tudo saia sem problemas, a Ancoradouro trouxe de Campinas para o Rio, Luisa Bernardino, para treinar o pessoal de atendimento. O processo deve durar mais uma semana. Luiz Eduardo Ferreira, irmão de Kaká e

também diretor da unidade, confirma que a expectativa de vendas é grande. Para isso, segundo, ele, foram contratados alguns profissionais experientes que já passaram pelas concorrentes para atingir metas propostas. A filial da Ancoradouro no Rio de Janeiro fica localizada no centro da cidade, na Rua da Quintanda, 20.

Abril de 2012 - 2ª quinzena

A operadora Nascimento Turismo fechou durante o evento Tianguis Turístico, em Puerto Vallarta, um acordo com a Aeroméxico para o fretamento de voos para Cancún durante as férias de julho. Com a novidade, a operadora pretende oferecer produtos de alta temporada para o badalado Caribe mexicano por um preço ainda mais competitivo. Os bloqueios aéreos serão atendidos pelo novo equipamento 737-800 da companhia mexicana. Desde já, a Nascimento disponibiliza aproximadamente 1.200 lugares para o período de 30 de junho a 29 de julho. Os embarques serão feitos por São Paulo, sempre aos sábados e domingos. “Nossos fretamentos durante a temporada de julho garantem tarifas especiais e também economia de tempo, já que os voos farão apenas uma breve parada em Lima para abastecimento, e seguirão direto para Cancún. Se comparados com os voos regulares que fazem escalas de até 4 horas, estes seguramente são mais vantajosos para os passageiros”, define o diretor de Operações da Nascimento Turismo, Oswaldo Freitas. A operadora promete divulgar, durante as próximas semanas, os programas com os fretamentos, todos com opção de pagamento em até dez vezes sem juros.

Ancoradouro abre consolidadora no Rio com foco no atendimento

13


CRUZEIROS

Disney Fantasy: novo navio tem mais de 100 opções de entretenimento a bordo

Abril de 2012 - 2ª quinzena

Anabel Moutinho

14

Com quase a totalidade dos navios em condições excelentes, melhoramos a cada ano Em setembro do ano passado, a Abremar se reuniu com autoridades de saúde pública do Brasil e representantes de companhias mundiais de Cruzeiros Marítimos para uma discussão construtiva, a fim de adequar as exigências sanitárias e atender às condições da atividade, com base principalmente na segurança e na saúde de passageiros e tripulantes. Na mesma época, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou o Relatório de Inspeções em Cruzeiros Marítimos mostrando que, durante a temporada 2010/2011, a porcentagem de doentes a bordo foi de 0,09% do total de turistas transportados. Índice considerado normal para quaisquer locais com grande circulação de pessoas, como metrôs, ônibus, aviões, hotéis, piscinas, praias, cidades etc. Nesta ocasião, portanto, membros da CLIA (Cruise Line International Association), do European Cruise Council, da Anvisa e da Abremar discutiram o desenvolvimento de um manual oficial que unificou as exigências sanitárias mundiais para todos os navios de cruzeiro que passam pelo Brasil. Montamos e traduzimos um documento com mais de 70 páginas para que ambos os lados - governo e armadoras -, pudessem chegar a um entendimento e, juntas, alinhar o discurso. Acreditamos que, com isso, todos os interesses ficaram contemplados: de quem inspeciona, de quem traz o navio, de quem trabalha na atividade e, principalmente, do turista. O último resultado da inspeção da Anvisa, divulgado nesta semana, que, inclusive, trata de uma avaliação parcial da temporada 2011/2012, é um exemplo da seriedade com a qual o setor trata o tema. Nós, da Abremar, vemos as avaliações da Agência de maneira positiva, ao contrário de algumas interpretações distorcidas, publicadas na imprensa. Só temos a comemorar. Entre os 17 navios de associadas da Abremar avaliados, quatro (23,5%) apresentaram excelentes condições e foram englobados no padrão A da Agência; onze (64,7%) encontram-se na categoria B, ou seja, com condições sanitárias acima da média; e dois (11,8%) foram classificados na categoria C, que abrange os navios em condições sanitárias satisfatórias (na média). Isso significa que 88,2% dos navios teve avaliação excelente ou acima da média.

Começou a navegar oficialmente no dia 31 de março, o novo navio da Disney Cruise Line, o Disney Fantasy, homônimo em tamanho e capacidade ao Disney Dream, que foi lançado no ano passado. Antes viagem de inauguração, o Disney Fantasy navegou três dias exclusivamente para mídia e alguns integrantes do trade latino-americano como representantes da CVC e Tam Viagens. O MERCADO & EVENTOS conferiu de perto as mais de 100 opções de entretenimento a bordo. E se engana quem pensa que o navio é totalmente voltado para o público infanto-juvenil. O Disney Fantasy dispõe de áreas exclusivas para adultos que vão desde piscinas até a “Europa”- espaço de bares e boate que tem como temas países europeus e traz o melhor de cada um com decoração e bebidas típicas a bordo. O navio que tem 1.250 cabines e pode transportar até quatro mil pessoas, incluindo os 1.458 tripulantes, irá navegar a partir do Porto Canaveral, Flórida, em itinerários de sete noites no Caribe que se alternam entre leste (St. Maarten e St. Thomas) e oeste (Grand Cayman, Costa Maya, Cozumel). Todos incluem uma parada na ilha particular da Disney, Castaway Cay. Mas para

Disney Fantasy ancorado na ilha particular da Disney nas Bahamas, Castaway Cay

Karl Holz, presidente da Disney Cruise Line, os itinerários não são a principal atração. Holz afirmou que a maior preocupação quando se constrói um navio Disney é com a história que vai ser contada. E Kevin Eld, vice-presidente de produção criativa da Disney, destaca que a história do Disney Fantasy vem carregada de magia e com mais de 100 opções de entretenimento. Karl explicou a preocupação com as opções de lazer: “Este navio foi projetado para itinerários de longa duração,

As companhias, que vêm ao Brasil fazer cabotagem ou roteiro internacional, respeitam, há décadas, regulamentos americanos, canadenses e europeus que ditam os cuidados sanitários em navios. Além disso, faz parte do papel das companhias marítimas transparecer suas ações, principalmente quando se trata de saúde pública. Os resultados estão disponíveis em um Hotsite da Anvisa, que também traz as orientações aos turistas sobre saúde a bordo. O constante empenho das armadoras elevou, desde a primeira avaliação da Agência de Vigilância Sanitária, o padrão de qualidade das embarcações e, como resultado, a maioria dos navios reavaliados em 2012 teve seu Índice de Conformidade aumentado e sua Pontuação de Risco diminuída. Este resultado prova que as companhias têm se adequado às normas e exigências do órgão brasileiro, bem como elevado o padrão de qualidade sanitária das embarcações, algo fundamental para garantir férias seguras e o alto índice de satisfação tão almejado pelas empresas.

Musical Aladim

Lobby principal do navio

Ricardo Amaral, presidente da Abremar

MSC Fantasia estréia no Brasil com grande variedade de cabines Na próxima temporada, a MSC Cruzeiros traz o MSC Fantasia, maior e mais belo navio a realizar uma temporada regular no Brasil. A embarcação oferecerá cabines diferenciadas, como a Aurea Suíte, com amplas varandas e closets e decoração muito sofisticada. Além disso, a área exclusiva do MSC Yacht Club, com piscina, restaurante e lounge privativos e acomodações de alto requinte. Com 1.637 cabines, destacam-se ainda cinco piscinas, 12 jacuzzis, cinema 4D, simulador de Fórmula 1 e opções para todos os públicos e gostos!

Karl Holz, presidente da Disney Cruise Line; Tom Staggs, CEO dos parques e resorts da Walt Disney e Randy Garfield, vice-presidente executivo de vendas

Camila Silva e Tatiana Sorrenti, respectivamente gerente e supervisora de produtos Disney CVC

Novos roteiros são anunciados

Costa Cruzeiros traz cinco navios na temporada 2012-13 A Costa Cruzeiros, pela primeira vez em sua história, trará cinco navios à América do Sul no verão 2012-13, o Costa Favolosa, o Costa Fascinosa, o Costa Magica, o Costa Serena e o Costa Fortuna. A companhia oferece ainda novas possibilidades de embarques em Maceió (AL), Salvador (BA) e Imbituba (SC) e cruzeiros mais longos de 16 noites. Inaugurado no ano passado na Itália, o Costa Favolosa fará roteiros para Bahia e Sudeste, enquanto o Costa Fascinosa, que será inaugurado em maio, disponibilizará cruzeiros rumo ao Prata, incluindo Argentina e Uruguai. Enquanto a temática do Costa Favolosa faz uma homenagem aos contos de fadas, o Costa Fascinosa oferece ambientes inspirados em clássicos do cinema. Ambos trazem o que há mais moderno em entretenimento, como piscinas com teto retrátil, simulador Grand Prix (carro de corrida), cinema 4D, restaurantes com alta gastronomia, cassino, discoteca, bares, shopping a bordo, monitores para as crianças, entre outras atrações.

Royal Caribbean anuncia parceria com Universal Orlando Resort A Royal Caribbean e o Universal Orlando Resort estão com uma parceria que combina os cruzeiros da companhia com hospedagem no Universal Orlando Resort. Os hóspedes que optarem por unir as férias em alto mar com a estadia nos resorts desfrutarão de pacotes customizados e facilidades nas duas hospedagens. O programa oferece três ou quatro noites no Universal Orlando Resort com um mini-cruzeiro de três ou quatro noites pelas Bahamas a bordo do Monarch of the Seas, quatro ou cinco noites pelo Caribe no Jewel of the Seas, ou sete noites pelo Caribe no Freedom of the Seas. O pacote também inclui ingressos para visitas aos parques Universal Studios Florida e Universal’s Islands of Adventure, entradas grátis para algumas casas noturnas do Universal CityWalk e traslados entre aeroporto, hotel, parques temáticos e porto, além do Universal Express, que permite acesso rápido às atrações de ambos os parques, sem as filas normais. Para mais informações acesse www.royalcaribbean.com.br/universal.

então nos preocupamos em criar uma quantidade de experiências que preencham todos os sete dias de navegação”. Para Joe Lanzisero, vice-presidente criativo e designer da Walt Disney, entre as atrações exclusivas do Disney Fantasy, uma das experiências mais marcantes é o show que acontece no restaurante Animator’s Palace. Durante o jantar os hóspedes desenham um boneco em um papel e entregam para os garçons. No meio do jantar começa um show e os bonecos desenhados por cada um criam vida e ao lado do Mickey e toda sua turma tornam-se animados. O novo navio tem também três musicais ao estilo da Broadway – Disney Wishes, Aladdin e Disney Belives, em apresentações de 45 minutos com efeitos holográficos. Karl Holz destaca: “Para mim isso é o que o Disney Fantasy tem de mais especial, poder ver no rosto de cada hóspede e também da tripulação, a magia da Disney se transformando em sorrisos”. Dentre as outras opções de lazer estão: os shows estilo Broadway, quadros mágicos nos corredores, o Aquaduck (montanha-russa de água de 765 metros de comprimento com voltas e reviravoltas) e o Tube, boate para adultos. Bruce Vaughn, vice-presidente de criação da Walt Disney, destacou: “Apesar da elegância e do tamanho, o Disney Fantasy não perdeu a intimidade com o hóspede. A experiência de sentir que está onde deveria estar”.

Sharon Siskie, vice-presidente de vendas para as américas da Disney e Flávia Light, diretora de vendas para América Latina da Disney

Fernando Morato e Erivaldo Silva, gerentes de operação internacional da Tam Viagens

Turista brasileiro é estratégico para Disney Cruise Line Flávia Light, diretora de vendas para a América Latina da Disney, em conversa com o MERCADO & EVENTOS, disse que os brasileiros são uma parcela significativa dos cruzeiristas dos navios da Disney Cruise Line. Ela revelou com exclusividade que tanto o Dream quanto o Disney Fantasy tem maior apelo para turistas latino-americanos. “Os outros navios da frota - o Wonder e o Magic - são navios menores e por isso eram preenchidos rapidamente por americanos sem a necessidade de um mercado externo. O Dream e o Fantasy - com a capacidade de quatro mil passageiros tem um apelo maior por cruzeiristas de fora dos Estados Unidos. Neste cenário o Brasil se destaca”, ressalta Flávia. A Tam Viagens e a CVC mandaram representantes para conhecer o Disney Fantasy, na viagem pré-inaugural. Erivaldo Silva e Fernando Morato, gerentes de operação internacional da Tam Viagens afirmaram que os cruzeiros Disney representam de 10% a 15% das vendas da empresa para a Disney em geral. A Tam Viagens comercializa 30 mil noites

na Disney por ano, e os cruzeiros estão incluídos neste número. Camila Silva, gerente de produtos Disney da CVC, disse que os cruzeiros Disney representam menos de 10% das vendas para Disney e este destino representa 18% do total de vendas internacionais da empresa. “O perfil de brasileiro que procura um cruzeiro na Disney é aquele que está voltando pela segunda, terceira vez na Disney e quer fazer algo novo”, destaca Camila. Segundo ela, o navio Dream é o mais procurado porque já está na mídia e tem roteiros de 3 ou 4 noites, atraindo brasileiros que fazem um roteiro conjugado com os parques da Disney. “O Fantasy tem um itinerário de sete noites. Apesar de não ser o perfil atual do turista brasileiro, vai ter muito apelo por ser novo. O brasileiro gosta de coisa nova, de lançamento”, explica Camila. Ambas as empresas já começaram a comercializar o Disney Fantasy. Na última quinzena de março, a Tam Viagens já vendeu 15 cabines e a CVC cinco. Elas não têm bloqueio para os cruzeiros da Disney.

A Disney Cruise Line vai navegar a partir de novos portos, incluindo Nova York, Galveston, Texas e Miami pela primeira vez. Além disso, a Disney Cruise Line vai oferecer novos itinerários, com novos destinos tais como Veneza, Itália e as Ilhas Gregas. O Disney Magic já tem a partir de maio 20 saídas de Nova York para Bahamas e New England. Ainda em maio, o Disney Wonder sai de Seattle para o Alaska em um roteiro de 14 dias. A partir de Los Angeles, o Wonder navega sete noites para a Riviera Mexicana durante todo o ano. Em setembro, o porto que entra na rota é Galveston, em roteiros de 12 noites para Grand Cayman, Costa Maya e Cozumel, também com o navio Magic. Em 2013, a companhia vai à Europa. A partir 01 de junho de 2013, o Disney Magic começa itinerários mediterrânicos, incluindo quatro noites, sete noites e 12 noites. Os novos itinerários de 12 noites incluem destinos como Veneza, Itália, Croácia e Costa Dálmata em um itinerário e Ephesus, na Turquia, e as Ilhas Gregas, incluindo Atenas, em outro. O navio sai de Barcelona.


LOCADORAS

Master´s implanta novo sistema de reservas e investe em frota própria Leila Melo

Localiza ultrapassa a marca de 500 agências na América Latina Larissa D`Almeida A Localiza Rent a Car, rede de aluguel de carros, acaba de ultrapassar o número de 500 agências distribuídas em oito países (Argentina, Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru e Uruguai). Com 450 filiais no Brasil, a locadora passou a marca de 100 mil carros na frota em 2011. A estratégia de crescimento da rede se deu também via franchising, e foi decisiva para a expansão da Localiza, já que ampliou a rede de distribuição no Brasil e na América do Sul. Atualmente, 50% da rede de agências da empresa é composta por franquias. O diretor de Franchising da Localiza, Bruno Andrade, afirma que o segredo está em fazer experiências internas antes de repassá-las aos franqueados. “Nossa expansão é feita de forma estruturada. Sabemos lidar com as diferenças regionais, mantendo os valores da companhia e o padrão da Localiza em todas as agências”, explica Andrade. Para Gina Rafael, diretora da Localiza, o objetivo da empresa é estar presente em todos os mercados economicamente viáveis e em todos os aeroportos com voos comerciais, visando ampliar a liderança e se consolidar no setor de aluguel de carros. Gina também destaca que a posição alcançada pela Localiza se deve aos seus diferenciais. “Além de ser líder em números de agências, o padrão das instalações da Localiza é diferenciado, com pontos de atendimento bem localizados. Estamos sempre priorizando nossos clientes”, aponta a diretora. Além disso, mais de 1.400 atendentes das agências brasileiras da Localiza participaram do Treinamento Nacional de Atendimento, realizado pela companhia ao longo de 2011. O conteúdo é voltado para os colaboradores que lidam diretamente com o cliente e visa reforçar os padrões de atendimento e procedimentos. Durante o treinamento, os atendentes aprendem técnicas de atendimento, negociação e vendas. “É um importante momento para alinhamento e revisão de procedimentos, na busca de um atendimento de excelência e no desenvolvimento das pessoas como profissionais de sucesso. Estamos certos que garantiremos mais crescimento, rentabilidade e elevados índices de satisfação de nossos clientes”, explica Cristina Chaves, diretora de atendimento da Localiza.

Andrés Piza, gerente de relacionamento e Celso Aredes, diretor de vendas e marketing da Master´s Transportes

em 40 e a previsão para o final deste ano é atingir um total de 52 automóveis. Em fevereiro, a empresa integrou à frota dois ônibus de luxo. Internacional - Em fevereiro passado, a Master´s Transportes também comemorou um ano de operação no mercado internacional. Com uma sede própria na Flórida (Estados Unidos), a empresa mantém parcerias com receptivos nas cidades de Nova York, Miami, Orlando, Las Vegas e São Francisco. “Nesses locais, nosso cliente é recebido por

motoristas falando português e conta com suporte 24 horas”, afirmou Celso Aredes, mencionando que o transporte nessas localidades é feito em carros de luxo e vans. No período de um ano, a Master´s atende em média 1.500 eventos nos Estados Unidos. O diferencial, segundo ele, é a possibilidade de todo o pagamento do serviço de transporte internacional ser feito no Brasil e faturado para a agência. “O cliente não fica com o custo da taxa em moeda estrangeira. Nos últimos dois meses já percebemos um aumento importante no fluxo de grupos de executivos brasileiros”, comentou. Meios de pagamento - Conselheiro da Abgev e responsável pelos comitês de Meios de Pagamento e de Logística de Eventos, Celso Aredes é defensor da implantação de um cartão de pagamento com prazo de 60 dias para o cliente corporativo. “Queremos encontrar uma bandeira bancária para oferecer o produto. Se não conseguirmos encontrar parceiros nos grandes bancos, vamos buscar interessados no varejo e em marcas como BMG”, antecipou. Em conjunto com a Abracorp, a Abgev pretende promover em breve um fórum sobre esse tema e desenvolver acordos.

Abril de 2012 - 2ª quinzena

A Master´s Transportes terá um novo sistema de reserva e monitoramento de seus serviços. A ferramenta já está em fase de testes. A proposta, segundo Celso Aredes, diretor de vendas e marketing da Master´s Transportes, é controlar o atendimento de todas as solicitações de transporte de passageiros do segmento corporativo. “Por meio dessa tela, nossa equipe comercial se compromete a acompanhar todo o processo e responder dentro de um prazo limite”, declarou Aredes, com exclusividade ao MERCADO & EVENTOS. Junto com o gerente de relacionamento, Andrés Piza, o executivo recebeu nossa reportagem no início de abril em São Paulo. “Buscamos conhecer nosso cliente e reforçamos nosso conceito de mobilidade corporativa. Por isso, a partir desse sistema, passamos a enviar todas as informações do serviço de transporte para a empresa ou cliente final via SMS”, completou. Embora esteja há 15 anos no mercado, a profissionalização e a formatação da estratégia de negócio da companhia teve início nos últimos dois anos com a entrada de Celso Aredes. “A empresa era familiar. Ela tinha apenas dez funcionários. Mudamos nosso modelo de gestão e de marketing e priorizamos nossa atuação no segmento corporativo. Com isso, já contabilizamos 57 colaboradores e que incluem as áreas de operação, vendas, comercial e call center”, destacou o diretor, lembrando que a Master´s se segmentou em núcleos de atendimentos diferenciados para executivos dos ramos automobilístico, farmacêutico e médico. Para este ano, a Master´s irá investir em um planejamento de gestão direcionado aos clientes corporativos de grandes bancos. “Somos uma empresa de logística em transporte e procuramos saber quem são nossos clientes e suas características a fim de fornecer um serviço personalizado e que atenda às expectativas”, explicou Aredes. Atualmente, cerca de 30% do volume de negócios da Master´s vem do segmento bancário. Além disso, cerca de 90% das transações da Master´s são feitas por intermédio das agências de viagens. “Focamos no atendimento dos clientes das agências TMC´s e podemos dizer

que somos a única empresa de logística de transporte executivo reconhecida pela Abracorp como fornecedora”, ressaltou Aredes. Paralelamente, a empresa fornece serviços para o consulado americano e mexicano e atende diretamente executivos de empresas como Itaú, Bradesco, Camargo Corrêa, Pfizer, Unilever, Volkswagem, Sky, Net, Bunge e Alstom. No ano passado, a Master´s registrou um crescimento de 110%. O faturamento alcançou a marca de R$ 20 milhões, sendo que grande parte desse resultado se deve, de acordo com o diretor, aos investimentos em treinamento da equipe. A cada três meses, a Master´s realiza capacitações de assistência ao motorista. “Ele deve estar alinhado às práticas e discursos da empresa”, acrescentou. Para este ano, a estimativa da companhia é crescer 30% em faturamento. “Vamos ainda seguir com nossos planos para nos tornarmos um grande fornecedor de veículos para empresas do setor como Shift”, adiantou. Além de motoristas bilígues, carros blindados e monitoramento 24 horas, a Master´s trabalha com frota própria. Em 2010, a empresa tinha 28 veículos, entre carros de luxo, vans, micros e ônibus. Hoje, esse número já está

15


16 Abril de 2012 - 2ÂŞ quinzena


Abril de 2012 - 2ÂŞ quinzena

17


EXTERIOR

Magic Kingdom revela as atrações de seu maior plano de expansão

Abril de 2012 - 2ª quinzena

Anabel Moutinho

18

A maior expansão da história do Magic Kingdom está em andamento, um projeto que vai praticamente dobrar o tamanho da Fantasyland, programada para abrir no fim de 2012. Entre os destaques está previsto o Under the Sea Journey of the Little Mermaid, uma atração onde todos poderão viajar com Ariel, personagem principal da Pequena Sereia, acima e abaixo das ondas tendo como um pano de fundo musical as canções do filme. Outra aposta é o Castelo da Fera, baseado no filme “A bela e a fera” e situado sobre uma colina. O restaurante “Be Our Guest” contará com um jantar no elegante salão de baile ho-

mônimo ao filme. Com capacidade para 550 pessoas o restaurante vai oferecer “fast food” de dia e serviço de jantar completo com serviço de mesa, à noite. Perto da Vila da Bela, os hóspedes poderão encontrar o Gaston’s Tavern and Bonjour! Village Gifts. Fora do castelo está Belle’s Cottage e Enchanted Tales with Belle. A atração começa na oficina de Maurício, onde um espelho mágico é a porta para uma nova experiência de contar histórias: os visitantes são transportados para a biblioteca da Fera onde partem em um interativo conto de fadas. Mas isso é apenas o começo daquilo que os visitantes vão descobrir quando o projeto multi-fase estiver concluído. Entre outras novidades está o Trem

da Mina dos Sete Anões, que levará os visitantes a um passeio musical onde um milhão de diamantes vão brilhar. A montanha-russa contará com um sistema único e a viagem será acompanhada pela música do clássico filme da Disney e figuras animadas de Branca de Neve e os Sete Anões. No Hall de conto de fadas das princesas, Aurora, Cinderela e outras princesas da Disney, como Tiana e Rapunzel vão receber os convidados em sua nova casa, uma corte real e elegante no local onde está hoje a atração Snow White’s Scary Adventures. E já começou a funcionar o novo circo Storybook, com dois carrosséis que circulam no ar sobre Dumbo, o Elefante Voador.

Brasil é mercado prioritário para DMC da Turquia

Art of Animation Resort: novo hotel da Disney abre no fim do ano A Walt Disney Parks and Resorts levou o MERCADO&EVENTOS para conhecer o Art of Animation Resort, o novo hotel da Disney com inauguração prevista para o final de 2012. O novo resort terá suítes direcionadas para as famílias e contarão com designers inspirados em quatro temas diferentes: O Rei Leão; Procurando Nemo; Carros e A Pequena Sereia. Localizado ao lado do Pop Century Resort da Disney, o Art of Animation terá 1.120 suítes familiares nas alas de O Rei Leão, Carros e Procurando Nemo e 864 quartos temáticos nas alas de A Pequena Sereia, somando um total de quase 2.000 novas uni-

dades. As suítes terão sala e quarto, oferecendo um espaço extra para as famílias. “Esse projeto ressalta o nosso otimismo em relação ao futuro, já que continuamos investindo em novas experiências para os nossos hóspedes

em todo o mundo”, afirmou Tom Staggs, presidente da Walt Disney Parks and Resorts. Os restaurantes têm como tema as paisagens dos filmes. E a piscina tem decoração do filme “Procurando Nemo”.

Piscina do Art of Animation Resort

Flórida espera mais 20% de brasileiros na próxima temporada Anderson Masetto Desde 2011 o Brasil é o principal emissor de turistas para a Flórida, quando 1,4 milhão de brasileiros visitaram o destino, ultrapassando o Reino Unido. Com o objetivo de cultivar e ampliar o relacionamento com o mercado brasileiro e expandir ainda mais este número, uma missão comandada pelo Visit Florida esteve no país no final de março. Entre outras atividades, foi oferecido um almoço para cerca de 50 operadores paulistas em São Paulo. O presidente do Visit Florida, Christopher Thompson, destacou a importância do Brasil para o destino e lembrou que em 2011 os brasileiros gastaram US$

Marcelo Novais, da Tereza Perez, e Fernando Harb, do Greater Fort Lauderdale CVB

Christopher Thompson e Denise Arencibia, presidente e diretora para a América Latina do Visit Florida

2,2 bilhões no estado, entre compras, restaurantes e hotéis. “Em 2011 tivemos um aumento de 38% no número de brasileiros. A expectativa para a próxima

José Roberto Trinca, da American Airlines, e Marco Ferraz, da Braztoa

Castelo da Fera ainda em construção

temporada de verão é de um crescimento de, pelo menos, 20%”, revelou. Um fator que pode acelerar este crescimento é a entrada do Brasil no programa Visa Waiver, que permitiria o ingresso de brasileiros nos Estados Unidos sem a necessidade de visto. Thompson acredita que neste caso o número de brasileiros na Flórida aumentaria pelo menos 50%. Sobre a entrada do Brasil no Visa Waiver, Thompson acredita que deverá acontecer em breve. Ele afirma que o país está caminhando a passos largos para obter o benefício. “Estou muito otimista sobre o Visa Waiver. Isso deve acontecer em menos de dois anos”, finalizou.

Marina Barros, do Visit Florida, entre Gabriella Cavalheiro e Simone Araujo, da Trend

Lisia Minelli Com 35 anos de atuação no mercado - com foco principalmente nos Estados Unidos, Reino Unido e Europa - a MEP Destination Management agora volta seus olhos para o Brasil. A empresa, que tem sede em Istambul (Turquia), especializada em eventos, incentivos e turismo de luxo individual acaba de firmar uma parceria no Brasil com a The Collection. O objetivo dessa união é criar uma sinergia entre os países e desenvolver o mercado brasileiro. Os executivos das duas empresas estiveram na sede paulista do MERCADO & EVENTOS para falar dessa parceria e dos serviços oferecidos. Cantekin Temizer, da MEP DMC e Joana Pais, da The Colletion, foram recebidos pela diretora geral de São Paulo, Mari Masgrau. Segundo Temizer, o Brasil esta descobrindo o destino Turquia. “Após o lançamento dos voos diretos da Turkish o crescimento do fluxo de brasileiros aumentou no destino. E isso despertou o interesse da DMC em trabalhar esse mercado. O turismo de luxo dos brasileiros já é comum na Turquia, especialmente em Istambul e Capadócia, mas os incentivos e eventos ainda não. Nosso objetivo é apresentar todas as oportunidades que o destino oferece, com todo seu diferencial e dinamismo. O Brasil tem um potencial enorme no segmento”, disse. Para ele, a experiência no destino é única, pois mistura cultura milenar com o modernismo de uma grande metrópole. Segundo Joana, a MEP é referência no segmento em Istambul. “A cidade é mundialmente reconhecida pela sua hotelaria de luxo, e essa hotelaria recomenda a seus clientes a MEP como a empresa mais especializada nesse segmento de eventos e incentivo”, declarou. Para ela, a grande diferenciação da empresa é a sua expertise em apresentar o des-

Mari Masgrau recebe Cantekin Temizer, da MEP DMC e Joana Pais, da The Collection

tino Turquia como algo renovado, criativo e inovador aos seus clientes. “Além do segmento MICE, a MEP é também especializada em turismo de luxo individual. Sua proposta é elevar o patamar de seus eventos e realizações bem como promover outros destinos da Turquia, para sair da rota Istambul e Capadócia, cidades já consolidadas”, explicou. De acordo com Joana, culturalmente Brasil e Turquia são muito próximos pela sua hospitalidade, alegria, modo acolhedor de receber, conversar e conviver com as pessoas. “O brasileiro se sente bem no destino. E a mistura de influências é muito enriquecedora para o turista”, disse. Para Temizer, ter um representante no Brasil será de máxima importância para dar suporte aos clientes com treinamentos e ações pontuais. “Isso ajudará com certeza a aumentar o interesse pela Turquia”, declarou. A MEP DMC conta com guias no destino falando português para melhor atender os brasileiros e a The Collection já possui pedidos de empresas brasileiras interessadas em promover seus eventos no destino. Durante uma semana inteira, o executivo da MEP esteve no Brasil visitando agências de eventos e incentivos para apresentar o destino e as ferramentas para que eles possam promover melhor a Turquia para concorrer com outros países na realização de eventos. Para maiores informações: (11) 7743-8242; joana@thecollectiondestinations.com.


EXTERIOR Icca mostra estatísticas de captação de eventos na 3ª edição da GMM

Megan Bozath, Liliana Rivera, Frances Pina, Estela Martinez e Brad Smyth

Julio Urban, da Idealiza Eventos, Arnaldo Nardone, da Icca e Marco Lomanto, da Embratur

O presidente da International Congress & Convention Association (Icca), Arnaldo Nardone, foi o convidado especial da terceira edição do Global Meetings Management (GMM), evento que aconteceu no início de abril, em São Paulo. Hoje, a Icca tem 900 membros entre convention bureaux, companhias aéreas, centros de convenções e organizadores de eventos de 87 países. “Participo da GMM com a intenção de mostrar um pouco do nosso trabalho e o quanto a América Latina está crescendo na captação de eventos internacionais. Em 2010, tivemos um aumento de 6% de eventos internacionais nesta região em comparação a 2009. Fecharemos os dados de 2011 em maio, mas já posso adiantar que com certeza teremos respostas positivas”, disse o presidente. Segundo o ranking de 2010, o Brasil ocupa a oitava posição entre os países que mais sediam eventos internacionais e o presidente da associação afirmou que pelo fato de o Brasil ser a sexta potência mundial a oportunidade de negócios só tende a crescer. “Os eventos internacionais também são feitos pelo destino, sem o marketing para o turismo ficaria difícil sediar tantos eventos no Brasil. Temos 338 cidades no mundo que têm sócios da Icca e acredito que essa posição para o Brasil é um privilégio”, contou. Em entrevista exclusiva para o M&E, Nardone apontou alguns pontos cruciais durante o seu mandato de dois anos e ressaltou o que ainda falta para o Brasil sediar mais eventos. “A Icca tem interesse em ter sócios em todas as regiões do mundo e pretendo até o final do mandato abrir ao menos dois novos escritórios. Acredito que o que falta para o Brasil é mais trabalho nas cidades e uma aliança entre os sistemas público e privado para assim podermos aumentar mais o número de eventos”, comentou. A palestra de Nardone apresentou casos de trabalhos realizados tanto no Brasil como no exterior que mostraram as estatísticas da captação de eventos internacionais e atendimento ao setor corporativo, datados em 2010. “Teremos os resultados de 2011 a partir de maio, mas como o Brasil é o terceiro país do mundo a ter mais empreendedores, acredito que neste último ano o número de reuniões cresceu. Com certeza o mundo está de olho na América Latina”, concluiu o presidente.

Cingapura tem aumento de brasileiros em 2011 Luiz Marcos Fernandes Com os voos da Singapore Airlines operando três vezes por semana, via Barcelona, o volume de brasileiros em Cingapura cresceu 45% em 2011 em comparação ao ano anterior. A informação foi divulgada no Rio de Janeiro pela gerente da Singapore Tourism Board (STB) para Estados Unidos e América Latina, Kristi Shalla. “Recebemos no ano passado um volume de 14.250 turistas brasileiros que viajaram a negócios ou a lazer para o nosso destino e a nossa expectativa é de que esta procura continue a aumentar gradativamente com os novos voos”, explicou ela. Kristi, que estava acompanhada do diretor da International Enterprise Singapore (escritório de São Paulo), Anchit Sood, confirmou que se este volume continuar a crescer, Cingapura poderá ter um escritório em SP futuramente. “Esta, de fato, é uma possibilidade para um futuro próximo já que os brasileiros estão em busca de novos destinos na Ásia”, lembrou. A dirigente aproveitou sua estada no Brasil para visitar operadores e agências no Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília e Porto Alegre. Segundo ela, Cingapura possui cinco milhões de habitantes e tem muitas características próximas às do Rio, incluindo o clima tropical. “Além do mais, temos uma diversidade cultural com nossos festivais, comida, shoppings e excelentes hotéis, além de ser um destino também para o mercado do turismo de luxo”.

Luiz Marcos Fernandes Além de Nova York e a Flórida, o Texas quer ser uma nova alternativa para compras capaz de atrair os turistas brasileiros que viajam aos Estados Unidos. Com este objetivo, uma delegação com representantes de Dallas e Houston e do turismo do Texas, bem como de shoppings e outlets promoveram no Rio de Janeiro, um almoço para agentes de viagens, na Churrascaria Fogo de Chão.

Na opinião de Estela Stuart, diretora de Turismo do CVB de Forth Worth, é importante que os brasileiros descubram as vantagens deste destino. “Sem dúvida temos os melhores preços dos Estados Unidos”, destacou ela. Já o diretor do Texas Tourism, Brad Smyth, lembrou que os brasileiros já somam quase 50 mil por ano no Texas. “Estes números vêm subindo ano a ano e o Brasil lidera os países da América do Sul”, afirmou ele. Carolyn Petty, presidente do Tax Free Shopping,

Abril de 2012 - 2ª quinzena

Ana Elisa Teixeira

Texas promove destino no Rio como roteiro de compras

destacou as vantagens para compras e lembrou que existe uma relação de lojas que garantem a devolução de até 70% nas compras pelo sistema de taxfree. “Desde o ano passado esta devolução ocorre em dinheiro e representa uma grande vantagem para os turistas”, afirmou ela. Para consultar a relação de lojas que oferece esta vantagem basta consultar o endereço eletrônico www.taxfreeshoppingtexas. com. Quem também destacou o atendimento aos turistas foi Megan Bozarth, gerente de marketing do DFW, aeroporto internacional da Dallas/Fort Worth, que chega a registrar um movimento anual de 60 milhões de passageiros. “Temos uma equipe de embaixadores que falam inclusive português nos terminais de desembarque facilitando a comunicação com os brasileiros”, afirmou. Uma equipe da American Airlines, liderada por Frances Pina, gerente de vendas e marketing para o Rio de Janeiro, prestigiou o evento. Na ocasião, ela confirmou que a demanda pelos voos rumo ao Texas procedentes do Brasil têm registrado boa ocupação “Os voos para Dallas e Houston têm tido excelente aproveitamento e estamos trazendo nosso equipamento mais moderno em dezembro, o Boeing 777-300 ER para operar nesta rota a partir do Brasil”, destacou ela. Estiveram presentes representantes da MakTour, Interamerican Network, Abreu, RBW, Nascimento Turismo, Shangri-Lá, MMT Gapnet e Nice Via Apia.

19


AVIAÇÃO

Avianca se reestrutura e apresenta novos executivos Abril de 2012 - 2ª quinzena

Leila Melo

20

Coordenado interinamente por Tarcísio Gargioni há dois anos, a diretoria comercial da Avianca já tem um responsável. Desde a semana passada essa função está sendo exercida por Rodrigo Napoli. “Mudamos nossa estrutura para fortalecer nosso relacionamento e vendas com os agentes de viagens”, afirmou Tarcísio Gargioni, vice-presidente comercial e de maketing da Avianca, ao apresentar oficialmente no início de abril em São Paulo o novo executivo. Napoli tem 15 anos de experiência na área comercial em hotelaria e atuou em hotéis de São Paulo de categoria upscale. “Sempre tive o sonho de trabalhar na aviação. É um desafio novo, onde servirei de suporte para as ações de Tarcísio no Brasil, consolidando a Avianca no mercado”, disse Napoli. Entre as metas do novo diretor comercial da Avianca está crescer a participação da venda indireta de bilhetes aéreos. Atualmente, entre 40% e 60% da comercialização das passagens da Avianca é feita via agência de viagem. A proposta é aumentar esse número para até 70% ainda este ano. Sob a supervisão de Napoli estarão agora sete gerências regionais. São elas: Sul (Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná); São Paulo; Rio de

Rodrigo Napoli, Tarcísio Gargioni, Rodinei Correa e Anselmo Mastandrea

Janeiro, Espírito Santo, Belo Horizonte; Oeste (Campo Grande, Cuiabá, Porto Velho) e Brasília. A região Nordeste foi desmembrada em duas gerências. A primeira ficará sediada em Recife e cuidará das operações na capital pernambucana, Juazeiro do Norte, Fortaleza, Natal e João Pessoa. A segunda estará localizada em Salvador e cuidará das atividades da Avianca na capital baiana, em Aracaju, Petrolina, Ilhéus e Maceió.

A gerência Oeste já tem seu novo gerente: Rodinei Correa. “Tenho uma grande missão pela frente. A Avianca ainda tem muito a se desenvolver no centro-oeste do país”, comentou Correa. O executivo tem 37 anos de experiência, sendo que nos últimos dez anos atuou na Gol. A gerência de São Paulo continua sob o comando de Pedro Sorrentino. “Mais de 40% de nossa receita ainda está em São Paulo”, lembrou Gargioni.

Fevereiro: demanda e oferta de aéreo doméstico é a maior desde 2000 Os indicadores de demanda e oferta do transporte aéreo doméstico atingiram o maior registro para o mês de fevereiro desde o início da série Dados Comparativos, em 2000. A demanda doméstica aumentou 12,9% em fevereiro. A taxa média de ocupação dos voos internacionais (operados por empresas brasileiras) teve o melhor aproveitamento para o mês de fevereiro dos últimos sete anos. A participação das companhias líderes no segmento ficou em 73,58% em fevereiro de 2012, com queda de 7,26% em relação ao mesmo período de 2011. Isso demonstra o aumento da fatia das demais empresas, que cresceu 27,88% no mês passado, subindo de 20,66% para 26,42% em fevereiro de 2012. Demanda e oferta - A demanda doméstica manteve crescimento, com um aumento de 12,9% em relação a fevereiro de 2011, enquanto a oferta

doméstica teve expansão de 15,06% no mesmo período. A oferta doméstica vem registrando recorde desde 2004. O índice de oferta atinge recorde de crescimento desde 2005. No transporte aéreo internacional de passageiros, a demanda subiu 8,95% em fevereiro de 2012 frente ao mesmo mês de 2011, enquanto a oferta registrou crescimento de 1,16% no mesmo período. Ocupação de voos - A taxa média de ocupação dos voos domésticos de passageiros alcançou 66,61% em fevereiro de 2012, índice 1,89% menor que o de fevereiro de 2011, que foi de 67,89%. O mesmo índice nos voos internacionais de passageiros operados por empresas brasileiras alcançou 79,87% em fevereiro de 2012, com aumento de 7,70% em relação ao índice de fevereiro de 2011. Participação de mercado - A Tam e a Gol lideraram o mercado doméstico em fevereiro de 2012 com participação

(em termos de passageiros-quilômetros pagos transportados) de 39,13% e de 34,46%, respectivamente. A soma da participação de mercado das líderes em fevereiro de 2012 (73,58%) caiu 7,26% em relação ao mesmo mês de 2011, quando essas empresas detinham 79,34% do mercado. Isso demonstra que a participação das demais empresas apresentou crescimento de 27,88% no período, tendo passado de 20,66% em fevereiro de 2011 para 26,42% em fevereiro de 2012. A terceira maior companhia aérea do Brasil, Azul, superou a marca de 10% de participação de mercado em fevereiro de 2012, o que demonstra o aumento do nível de concorrência no setor. No mercado internacional, as duas companhias (Tam e Gol) responderam por 98,81% da participação de empresas brasileiras no transporte aéreo, dos quais 87,54% da Tam e 11,27% da Gol.

Tony Garcia deixa gerência de contas da Tam Leila Melo Tony Garcia não é mais gerente de contas chaves da Tam Linhas Aéreas. Após dez anos, ele deixou a companhia aérea no início de abril e partiu para novos desafios. Ele enviou um comunicado ao mercado agradecendo a confiança, carinho, ajuda e profissionalismo que marcou seu relacionamento

na empresa. “Hoje chega ao fim o meu ciclo na Tam. Agradeço a Deus pelo privilégio de termos convivido esses quase 37 anos de aviação e meu muito obrigado pela confiança, carinho, ajuda e profissionalismo que norteou o nosso relacionamento”, disse. Klaus Kühnast, diretor de vendas da Tam, também divulgou um comunicado e fez questão de agradecer ao trabalho de Tony Garcia nesses dez anos. “Após

quase dez anos, hoje foi o último dia de trabalho do nosso querido amigo Tony aqui na Tam. Foram alguns dias de conversa, mas resolvemos juntos que este seria o melhor momento para que o Tony seguisse para novos desafios”, afirmou o comunicado. Künhast ressaltou o comprometimento, trabalho, profissionalismo de Garcia e desejou sucesso em sua nova caminhada.

Veja outras notícias da Avianca Voos - Até o final de 2012, a estimativa da Avianca é realizar 200 voos por dia - hoje esse índice está em 147 voos diários - com a entrada de novos aviões e com a ampliação da malha aérea. Na primeira quinzena de setembro, a companhia inicia frequências para Maceió. Paralelamente, novos voos serão acrescidos nas rotas já existentes. As cidades de Natal e João Pessoa ganharão mais uma frequência cada uma. Frota - Ao todo, a Avianca opera em 22 destinos e em 24 aeroportos. “Essa expansão será reforçada com a chegada do sexto A318 no final de maio. Até 2013, iremos receber mais 10 aeronaves A318”, destacou Gargioni. A Avianca já conta com uma frota de três A319, cinco A318 e quatro A320. Os 14 modelos de Fokker MK 28 da empresa sairão definitivamente de operação em 2013. “Em nossos quatro A320 oferecemos 172 assentos e mantemos uma ocupação de 85%”, completou. Ocupação - Na projeção anual, a Avianca espera encerrar 2012 com uma média de ocupação de 76,03% e uma receita de 65% “É uma meta ousada, uma vez que o mercado de aviação por si deve crescer de 7% a 9% este ano. Portanto, vamos continuar com o pé no acelerador”, justificou. Apenas nos dois primeiros meses deste ano, a Avianca cresceu 101% em oferta de assentos e 94% em receita por passageiro se comparado ao mesmo período do ano anterior. A Avianca acumula, atualmente, um market share de 4,78%. “Pretendemos chegar aos 5,4 milhões de passageiros transportados em 2012 e 31 aero-

naves, sendo 17 modelos Airbus”, acrescentou o vice-presidente. Marketing e fidelidade - Além de oferta aérea, a Avianca aposta em ações de marketing e na atualização do site de vendas para a conquista de mais clientes e receita. Lançado no final de março, o site www.avianca.com.br - já obteve um crescimento de 35% em visitantes. O Programa Amigo, por sua vez, ganhará incentivos com a entrada de novos parceiros. “Estamos negociando a entrada de hotéis”, adiantou Gargioni, lembrando que a previsão é ter 1,2 milhão de membros até o final deste ano e chegar a 2,1 milhões em 2013. Cargas - A divisão de cargas passa a ser uma das prioridades da Avianca em 2012. A companhia aérea contratou Anselmo Mastandrea para ocupar a gerência operacional de carga aérea. “Vamos dobrar o volume de carga transportada este ano”, disse Mastandrea. No ano passado, a Avianca Cargo faturou R$ 21 milhões. Para este ano, a perspectiva é alcançar a marca de 41 milhões. Para isso, a empresa já planeja incluir em seu portfólio novos produtos como a carga expressa e vem aumentando sua equipe de colaboradores. Somente no call center de cargas, cinco novos funcionários integraram o quadro. Para as operações nos aeroportos, mais 12 empregados ingressaram na empresa. Essas mudanças aconteceram nos últimos 30 dias. “Com a chegada de novas aeronaves Airbus vamos conseguir transformar o espaço do porão em receita. A carga é fundamental para o equilíbrio econômico da Avianca”, explicou Tarcísio Gargioni.

Gol inicia demissões, reduz operações e frota Luiz Marcos Fernandes Diante de um prejuízo de R$ 710,4 milhões, contra um lucro líquido do R$ 214 milhões no ano anterior, a Gol já trabalha este ano com meta de crescimento zero na oferta de assentos. Para reduzir os custos a empresa já confirmou cortes de pessoal e do número de voos da empresa. A Gol informou que está eliminando de sua malha de 80 a 100 voos diários entre este e o próximo mês. Operando entre 1.100 e 1.150 voos diários, isso significará um corte de 8% na malha operacional. Entre os dias 6 e 16 deste mês, a companhia lançou um plano de licenças não remuneradas para pessoal de bordo, cujo objetivo, segundo o Sindicato Nacional dos Aeronautas, era conseguir a adesão de 220 profissionais (120 pilotos e 100 comissários). Houve 48 pedidos de licença e 28 de desligamento. O número de demissões efetivadas chegou a 130. Sem revelar números exatos, a Gol

também está reduzindo a frota de 120 aeronaves. Além da devolução de cinco Boeings 767, a empresa está repassando aeronaves para a Webjet, acelerando o plano de renovação de frota da companhia, com a troca de seus 737-300 por modelos 737-700, mais modernos. A empresa também está fechando suas salas VIPs nos aeroportos de Curitiba e Porto Alegre.. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) confirmou que a Gol está autorizada a reduzir o número de comissários por voo para três. Hoje, a empresa opera com quatro funcionários por avião. A medida, que valerá para as 42 aeronaves 737-700, com capacidade para 144 passageiros, abre espaço para que a companhia reduza o quadro de funcionários. Segundo executivos ligados à empresa, isso deverá ocorrer a partir de maio. Pelos cálculos de especialistas, os cortes deverão atingir cerca de 250 comissários.

Lan receberá 32 aeronaves Boeing 787 Dreamliner A Lan será a primeira companhia latino-americana e uma das primeiras do mundo a ter o Boeing 787 Dreamliner em sua frota. Com um investimento de US$ 3,5 bilhões, a Lan receberá, a partir do final de 2012, 32 aeronaves Boeing 787, pelo período de dez anos. As primeiras cidades a receberem voos dos 787 serão Santiago, Buenos Aires, Lima, Los Ângeles, Madri e Frankfurt.


HOTELARIA Hotel Monte Alegre passa por reestruturação

Arne Sorenson cumprimenta funcionários na visita aos hotéis da rede

Novo CEO da Marriott International visita Brasil Luiz Marcos Fernandes e Lisia Minelli

Sandra Verdan, gerente geral do hotel Monte Alegre

O Hotel Monte Alegre está reformulando seu perfil no mercado e acaba de finalizar uma reforma que iniciou em 2008. O empreendimento dobrou de tamanho e agora conta com 166 apartamentos divididos nas categorias stand, superior e suíte. As diárias variam de R$400 a R$600 dependendo da categoria do quarto e do número de pessoas. O hotel possui quartos single, duplo, triplo e quádruplo. O hotel oferece serviços como piscina, academia, sauna, wi-fi, espaço business com quatro salas para reunião, auditório para 84 pessoas, restaurante com ar-condicionado para 120 pessoas. “O nosso restaurante além de ser um diferencial no hotel, é aberto ao público e possui um preço fixo de R$30 com direito a sobremesa. A cada dia da semana é oferecido um cardápio especial. Na sexta feira, por exemplo, é dia de festa, temos feijoada com a casa lotada”, divulgou Sandra Verdan, gerente geral do Hotel Monte Alegre. O Hotel, agora, tem seu perfil mais voltado para o público corporativo e recebe eventos como seminários de professores, fóruns, reuniões de grandes empresas, entre outros. “Nosso hotel recebe sempre grandes companhias aéreas como a Gol, Webjet, Tam Avianca, o que é uma grande gratificação para nós. Todos sabem que esses clientes são exigentes e saber que eles voltam ao nosso hotel é a confirmação de trabalho bem feito”, declarou Luis Claudio, executivo de contas do Hotel. O Hotel faz parte do grupo Ok, que possui outros três empreendimentos na cidade do Rio de Janeiro e acaba de adquirir um hotel em Belo Horizonte. Todos os hotéis da rede estão passando por reformas para apresentarem um mesmo padrão.

FBHA avalia desenvolvimento do turismo no Brasil Ana Elisa Teixeira A Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA) realizou no início de abril um seminário de Turismo e Negócios. O encontro apresentou casos de países que sediaram a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos e discutiu estratégias, metas e possíveis resultados para o desenvolvimento do turismo no Brasil. Alexandre Sampio, presidente da FBHA, ressaltou o encontro como uma oportunidade para a troca de experiências e ferramentas. “Queremos contribuir para o mercado do turismo brasileiro”, contou. A primeira palestra com o tema, “Turismo Receptivo”, abordou ideias, dados e metas que a Embratur espera atingir com o mercado internacional. “Estamos com o Plano Aquarela desde 2004 e esperamos muitos eventos até 2020. Este ano, por exemplo, teremos o Rio+20 com mais de 120 delegações internacionais, 86 chefes de Estado confirmados e 50 mil inscritos”, falou Marcelo Pedroso, diretor de mercados internacionais da Embratur. Com o plano Aquarela, a Embratur tem o objetivo de buscar resultados de longo prazo, ter parceria entre o setor público e privado e focar o Brasil como destino global apoiando os grandes eventos esportivos. “Com a marca lançada em 2005, hoje 20% dos turistas internacionais conhecem o Plano Aquarela”, ressaltou Pedroso. Para 2012 a Embratur foca em 17 mercados, Argentina, Chile, Colômbia, Paraguai, Peru, Uruguai, Alemanha, Espanha, Estados Unidos, França, Reino Unido, Itália, Holanda, Portugal, Canadá, México e Bolívia. “Os 11 primeiros representam 70% do turismo internacional no Brasil e até 2020 esperamos cerca de 10 milhões de turistas internacionais no país”, disse o diretor. Para Orlando de Souza, diretor de marketing da Tur.SP, o turismo está em um momento virtuoso no Brasil. “Este tipo de encontro possibilita a discussão para que possamos abrir caminhos para um movimento ainda mais positivo. Até 2016 teremos grandes eventos e existe muito trabalho a ser feito”, comentou.

Abril de 2012 - 2ª quinzena

Lívia Maio

Desde o mês passado a Marriott International tem um novo CEO , Arne Sorenson. Logo após sua posse o dirigente visitou o Brasil com o objetivo de conhecer de perto o mercado local e dar as boas vindas a mais de mil associados da Marriott em quatro diferentes propriedades: o JW Marriott Rio de Janeiro, Marriott Executive Apartments São Paulo, Renaissance São Paulo e o Marriott São Paulo Airport Hotel. “Estamos emocionados por receber a visita do Arne em nossos hotéis e muito felizes por ele ter escolhido o Brasil como sua primeira viagem como CEO da empresa”, afirma Gil Zanchi, country manager do Brasil e gerente geral do Renaissance São Paulo Hotel. “O Brasil representa o maior potencial de crescimento para a Marriott International”, completa. Durante sua visita, Sorenson se encontrou com associados no Renaissance São Paulo Hotel, que se formaram no Youth Career Iniciative, um programa educacional profissionalizante, com seis meses de

duração, para jovens de baixa renda que acabaram de se formar no ensino médio. Ele proporciona aos estudantes não somente um treinamento voltado para competências de trabalho, mas para a vida. Em parceria com o International Tourism, o Youth Career Iniciative da Marriott já formou 1.600 jovens. “Ao longo de sua carreira os associados da Marriott têm acesso a programas corporativos de treinamento e serviços para ajudar no seu bemestar. O comprometimento da companhia com o desenvolvimento profissional dos seus funcionários é evidente. Mais de três mil dos gestores atuais começaram suas carreiras na Marriott em cargos iniciais”, disse Sorenson. “Nossos associados são extremamente importantes para nosso negócio e são o coração cultural da empresa. “O talento, experiência e dedicação dos funcionários da Marriott durante o trabalho é o que torna possível para nós para atender a milhões de clientes em todo o mundo com a qualidade pela qual somos reconhecidos no mercado”. Marriott Airport - O São Paulo Airport

Marriott Hotel, localizado próximo ao aeroporto internacional de Guarulhos, finalizou uma ampla atualização em sua propriedade, com investimento de mais de R$ 3 milhões. Dentro de um conceito chamado de “great room”, todo o lobby do hotel foi reformulado para se adequar à nova proposta de bem atender da Marriott. Segundo João Paulo Berger, gerente geral do hotel, o novo lobby tem capacidade de atender as diversas exigências de seus hóspedes. “O novo lobby permite a fusão das atividades sociais e comerciais, tanto individualmente como em pequenos grupos. É possível atender aos padrões de exigência dos viajantes que trabalham non-stop, e transitam entre trabalho, voos, relaxamento e socialização”, afirmou. Com uma área de mais de mil metros quadrados, o novo lobby do hotel integrou a antiga recepção, business center, bar e o restaurante, que se tornaram um espaço único. “O espaço deixa de ser apenas para chegadas e partidas e se torna um ambiente multifuncional”, declarou. Anexos estão outros ambientes funcionais além de outros espaços como as Communal Tables, locais para socialização e a Individual Zone. Todo o espaço conta com internet wireless como cortesia. A recepção também mudou e agora conta com três estações de atendimento, sendo uma exclusiva para hóspedes classificados como Elite Members.

21


DESTINO

Abril de 2012 - 2ª quinzena

Teatro Bolshoi, Kremlin e vista da cidade

22

Moscou, portas abertas para o turismo Luiz Marcos Fernandes Os tempos do comunismo já se foram e os ares da democracia levaram para a Rússia não apenas a modernidade, mas a força do turismo mundial. Com uma população de 10,5 milhões de habitantes, a capital Moscou recebe anualmente mais de três milhões de turistas, segundo dados de 2010. Mesmo levando em conta que a capital russa ainda perde para St. Petersburgo como principal destino turístico no que se refere ao fluxo do mercado internacional, é possível notar redes de hotéis de bandeiras internacionais e modernos shoppings na metrópole. Na busca de novos mercados, incluindo o Brasil, que pode ser alcançado de forma eficiente desde a abertura do voo para Lisboa, Moscou tem investido também na melhoria do turismo receptivo de olho no potencial cultural e sua riqueza histórica. Apesar de ser o principal destino emissor de turistas na América do Sul para Moscou, com pouco mais de dez mil turistas por ano, o Brasil representa

para a indústria do turismo daquele país um mercado de grande potencial. O fim da exigência de visto para brasileiros e russos, fruto de um acordo entre as relações diplomáticas entre os dois países, representou um primeiro passo. De olho no crescimento da malha aérea interligando o Brasil, via Europa, o Convention Bureau de Moscou junto com associações e entidades de turismo, decidiu participar este ano, pela primeira vez, da Feira das Américas, que acontece em outubro, no Rio de Janeiro. Moscou também tem procurado se promover e recentemente sediou a Mitt, a maior feira de turismo da Rússia, que chega a receber quase 80 mil visitantes, durante quatro dias no Expocenter. Na ocasião, Alexander Davidov, gerente geral do Moscou Exhibition & Convention City, destacou a importância de buscar novos destinos e aumentar o fluxo turístico para a cidade. “De fato aproveitamos para divulgar nosso destino em grandes feiras. Quanto ao Brasil, entendo que o mercado brasileiro tem grande interesse pelo nosso país, principalmente aqueles que viajam ao

exterior com o objetivo de conhecer novos destinos como Moscou. Creio que será importante também divulgar nossas atrações junto aos agentes e operadores do Brasil para fecharmos boas parcerias”, adiantou ele. O dirigente confirmou também que Moscou está com um novo portal com informações sobre o destino. Segundo Davidov, estão sendo ampliados a cada dia o número de voos internacionais, com opções até mesmo para o Brasil, mas ainda com conexão em cidades europeias. É o caso da Iberia, que faz a conexão em Madri, e a Lan, Tap e Alitalia, entre outras, que fazem conexões em cidades de seus países e de lá seguem para Moscou. Para se ter uma ideia do interesse por este destino, a Tap, que começou suas operações em 2009, já superou desde outubro do ano passado a marca de 40 mil passageiros transportados por ano a partir de Lisboa. Nossa reportagem, no ano passado, inclusive, numa viagem de retorno para o Brasil, via Tap, a partir de Lisboa, flagrou um grande número de turistas russos a bordo, com destino ao Rio de Janeiro.

A capital russa tem investido também na melhoria da infraestrutura com novos shoppings e hotéis de melhor qualidade como é o caso do Radisson Royal Hotel e o Golden Ring, ambos cinco estrelas. O que chama a atenção dos turistas são ainda as construções clássicas e em estilo bizantino, tendo como destaque o prédio do Kremlin. Boa parte dos cerca de três milhões de turistas estrangeiros que visitam Moscou anualmente têm no roteiro de turismo e cultura seu atrativo maior. O cartão postal continua a ser o conjunto arquitetônico da Praça Vermelha onde se destacam, além do Kremlin, a igreja de São Basílio, o Museu Histórico e o Monumento a Lenin, entre outros atrativos. Com o término do inverno e temperatura mais tépida, Moscou tem no

sistema de transportes coletivos um modo fácil de deslocamento evitando os engarramentos que se formam nas ruas centrais na hora do rush. Já no aeroporto internacional de Domodevovo, os passageiros contam com serviço de trem que faz ligação com o centro da cidade, distante 35 quilômetros. Já a rede de metrô com 12 linhas conta com mais de 300 quilômetros. Entre as 182 estações, algumas são famosas pela arte e arquitetura, muitas delas em mármore e consideradas verdadeiras obras de arte como a de Kieskaya, conhecida como Palácio Subterrâneo. Cerca de nove milhões de pessoas utilizam o metrô diariamente. Recomenda-se aos turistas estrangeiros terem em mão sempre um mapa com as linhas já que as indicações estão em alfabeto cirílico usado na Rússia.

Alexander Davidov e Olga Larchenkova, do Moscou Convention e OlgaTeplova, do MoscouTravel Fair

Bons hotéis e padrão internacional

Praça Vermelha é o ponto de partida Em Moscou o passado socialista deixou marcas. Quando o motorista de táxi passa em frente ao prédio da KGB ele certamente não deixa de fazer um comentário ao turista sobre o temor dos russos em relação àquela instituição. Já nas proximidades da Praça Ver-

melha o trânsito fica mais complicado, uma vez que algumas ruas não são abertas ao tráfego. O melhor é caminhar e admirar a beleza arquitetônica. Junto a este complexo histórico e cultural funciona o mais luxuoso shopping de Moscou, o Gum, com

lojas de grife, restaurantes e alas enfeitadas por árvores artificiais e até um chafariz. A moeda circulante em Moscou é o rublo. Na realidade € 1 equivale aproximadamente a 30 rublos. A diferença de fuso horário é de sete horas (a mais) em relação ao Brasil.

Moscou, como toda metrópole, tem hotéis de rede como Holiday Inn, Sheraton, Ibis, entre outras. Segundo os dados de uma pesquisa efetuada no ano passado, 94% dos hóspedes de hotéis de classe executiva estão satisfeitos com as condições de alojamento. Os serviços desses hotéis de cinco estrelas de nível superior são utilizados frequentemente por turistas estrangeiros e empresários russos em viagens de negócio. Mas os turistas estrangeiros que se alojam em hotéis mais modestos estão menos satisfeitos. Segundo os dados da mesma pesquisa, apenas 74% dos visitantes estão satisfeitos com as condições de alojamento em hotéis de três estrelas. Muitos hotéis desta classe foram construídos há 30 ou 40 anos e hoje carecem de reformas. As diárias, dependendo da época, oscilam entre € 250 e € 500 euros. Ao mesmo tempo, os hotéis de categoria turística têm uma taxa média de ocupação de 60%. Nas recepções o hóspede é bem atendido e o inglês é o idioma mais utilizado para comunicação. Informações: www.travel2moscow.com


EVENTOS

Broadway Inbound quer parceria do trade para venda antecipada de shows Natália Strucchi

motivos. “Portanto vemos a necessidade de convencimento do trade a vender os ingressos antecipadamente”. A preocupação com os mercados prioritários, com destaque para o Brasil, tem simples justificativa. Dados da US Travel revelam o crescimento do número de brasileiros nos Estados Unidos, alcançando a quarta colocação em 2011. E as previsões para 2012 são ainda mais positivas, com expectativa de crescimento superior a 10% e terceira colocação no ranking, ultrapassando a Alemanha. Em números de gastos nos EUA, os brasileiros já ocupam a terceira colocação, com US$ 9 bilhões, sendo US$5,8 mil por pessoa. Nesse quesito, à frente dos brasileiros estão apenas Reino Unido e Japão. O tempo médio de estadia dos brasileiros foi de 17 noites e o aumento das visitas em relação a 2010 foi de 25,3 %, maior médio em relação aos outros mercados, que foi de 5%.

Sheraton NY finaliza renovação e destaca importância do Brasil O Brasil está entre os mercados prioritários para o Sheraton NY. Além dos brasileiros, ingleses e alemães completam a lista. Para receber da melhor forma esses hóspedes, a ideia é se adaptar aos gostos dessas nacionalidades da melhor forma possível. “Temos como objetivo tornar a estada dos turistas a mais confortável e para isso treinamos sempre nosso staff e melhoramos os serviços”, disse a diretora de vendas da rede Starwood, Mary Beth O’Connor. O gerente geral da rede Starwood, Mark Sanders, ressaltou o importante papel do governo dos EUA para facilitar a entrada de

visitantes e flexibilizar o processo de visto. O hotel passa por uma renovação com investimento de US$ 150 milhões e que termina em maio deste ano. No projeto, que teve início no começo de 2011, uma transformação do chão ao teto, ampliando o tamanho de todos os 1.780 quartos, suítes e do Sheraton Club Lounge. Segundo o diretor de vendas e marketing do hotel, Kai Fischer, durante a primeira etapa de reforma, já finalizada, os andares foram fechados um a um para não comprometer o funcionamento do hotel. “New York continua a manter sua posição como popular destino turístico para visitantes internacionais

e recentemente emergiu como a melhor escolha para viajantes nacionais”, lembrou. Sem revelar números, eles garantiram que a ocupação média se mantém alta. O total de visitantes em Nova York em 2011 representou aumento de 3,5% em relação ao ano anterior, antecipando a sua meta de alcançar 50 milhões de visitantes até 2012. Em 2010 este movimento significou US$ 31,5 bilhões a mais na economia da cidade, enquanto em 2011 subiu para US$ 32 bilhões, com os hotéis registrando uma ocupação média de 85%.

Adél Grobler e Michaelyn Fesler, da Broadway Inbound

Mark Sanders, Mary Beth e Kai Fischer

Vejas outras notas Godspell (Circle in the Square Theatre) - O retorno inédito do musical de Stephen Schwartz, Godspell, que foi exibido pela primeira vez há 40 anos, reconta a história de Jesus e seus apóstolos por meio de um musical inspirado no rock ‘n roll. O show foi modernizado por Michael Holanda, ganhando uma roupagem funk, e conta com direção musical de Charlie Alterman. De acordo com Kristin Johnson, diretora de publicidade e marketing da Davenport Theatrical Enterprises, o show apresenta a nova geração de estrelas da Broadway. Segundo Jody Bell, diretora de vendas da Davenport, esse é um show para todas as idades. Zarkana (Radio City Music Hall) - Depois de completar o primeiro verão em NY, Zarkana retorna à Broadway entre os dias 6 de junho a 2 de setembro. “Temos acrobacias fantásticas. São 90 minutos e 81 artistas num teatro com cinco mil assentos. Além de tudo, não existe um idioma, criamos uma língua própria, portanto todas as pessoas, de diferentes nacionalidades, podem assistir sem problemas”, justifica Jacob Kimbro, diretor de vendas de NY do Cirque Du Soleil. Após a temporada em NY, o show segue para o Ária Resort, em Las Vegas, onde será permanente. Jersey Boys (August Wilson Theatre) - Ganhador do Tony Award 2006 (Oscar da Broadway), esse show pode ser assistido com auxílio de um aparelho de áudio com tradução para quatro línguas, incluindo o português. “Ele não traduz as falas ou músicas, mas explica do que se tratam as cenas seguintes”, explicou Jessica Ludwing, diretora de marketing da Dodgers. O serviço tem custo adicional entre US$ 10 e US$12. Jesus Christ Superstar (Neil Simon Theatre) - Jessica Ludwing, diretora de marketing da Dodgers, também representa esse outro musical, que reestréia na Boradway sob a direção de Des McAnuff. “Ele conta a última semana da vida de Cristo”, lembra Jessica. A trilha inclui canções como “I Don’t Know How To Love Him,” “Everything’s Alright” e “Superstar.” Chicago (Ambassador Theatre) - O musical já ganhou seis Tony Awards, dois Olivier Awards, um Grammy e elogios do público e da crítica. Essa é a produção norte-americana há mais tempo na Broadway. “Ele apresenta muita dança, já foi traduzido para varias línguas e países. Um show adulto, sexy e com humor negro”, avalia Kenneth Sperr, diretor de marketing da National Artists Company. Memphis (Shubert Theatre) - O M&E conversou ainda com dois atores de Memphis. “É um espetáculo humano, cheio de energia. Não é perfeito, mas mesmo se você não sabe a história, a música te envolve. Pessoas de 12 até 70 anos amam a nossa música. Me sinto abençoado de fazer parte desse espetáculo”, define Derek Baskin. “Música é algo universal, todo mundo pode sentir, independente do idioma. A música une as pessoas, não importando a vida que cada um leva. Memphis toca você, te inspira”, concluiu J. Bernard Calloway. The Gershwins Porgy and Bess – O show retorna à Broadway após 35 anos da primeira versão. Em cartaz há apenas três meses, tem atraído diversos turistas e deixado o teatro Richard Rodgers lotado em todas as apresentações, como garantiu Alana Karpoff, da área de imprensa do espetáculo.

Abril de 2012 - 2ª quinzena

A Broadway Inbound quer encorajar as operadoras e agências a venderem os ingressos antecipados para os shows da Broadway. Assim, o turista já sai do seu país com a garantia de que vai assistir aos shows escolhidos. “Desta forma aumentamos a oportunidade de vendas de agentes e operadores. É possível incluir os shows como parte de um roteiro, num pacote, ou vender apenas os tickets”, explicou o diretor da Broadway Inbound, Bob Hofmann. Para incentivar esse processo, foram escolhidos representantes em países prioritários, sendo o Brasil um deles, através do Brazil Experts Bureau (BEB) de Silvia Luise Hackmann e Julienne Gananian. “Além desse suporte, os profissionais podem utilizar nosso website para ajudar a vender os shows, mostrando alguns vídeos, por exemplo”, disse o diretor. As operadoras devem se

registrar no site www.broadwayinbound.com para trabalhar com os produtos. No Brasil, 25 operadoras já vedem os shows. Bob defende que a compra antecipada é também sinônimo de bons assentos, o que um turista geralmente procura quando viaja. As operadoras e agências credenciadas podem vender uma seleção com os melhores shows da Broadway, oferecidos pela Broadway Collection, empresa criada em resposta a uma grande demanda para shows da Broadway oriunda da indústria de viagens e turismo e que hoje conta com 18 musicais em seu catálogo. Em 2011, cerca de 12 milhões de pessoas assistiram aos espetáculos, superando a marca que se mantinha de 11 milhões nos anos anteriores. Apesar dos altos números, Bob recorda que ainda existe um bom percentual de turistas que saem de seus países com a ideia de assistir a um show, mas acabam não concretizando isso por diversos

Bob Hofmann, da Broadway Inbound com Kenneth Sperr, Jessica Ludwig, Kristin Johnson, Jody Bell e Jacob Kimbro, representantes dos musicais

23


EVENTOS 4º Workshop Mundo Agaxtur

Agaxtur entra na era digital com novas ferramentas

Abril de 2012 - 2ª quinzena

Lisia Minelli

24

Durante a abertura do 4º Workshop Mundo Agaxtur, o presidente da operadora, Aldo Leone Filho, apresentou as novas ferramentas tecnológicas que prometem facilitar a vida dos agentes de viagens. A principal delas é o novo sistema de reservas voltado para os agentes, ferramenta que irá oferecer pacotes já prontos, com objetivo de agilizar o processo de juntar as opções de hospedagem, transporte e outros serviços. Além disso, dará maior autonomia para o profissional. Para utilizar esta ferramenta, basta a agência se cadastrar no novo portal que entrou em atividade no último dia 27. “Entramos de vez na era digital, mas sempre respeitando os agentes de viagens”, disse Leone. “Esta nova ferramenta não veio para competir com os agentes, mas para ajudá-los. Somos contra a venda direta ao consumidor final”, completou. Para Leone, estas inovações fazem com que a operadora dê um salto para um novo mundo digital. “Esta é uma revolução que estamos promovendo no mercado”, disse. O presidente revelou que em breve o portal também vai permitir a compra de passagens aéreas. Outra ferramenta é de reservas

Diretoria da Agaxtur

online para o consumidor final. Por meio deste sistema, o consumidor poderá pesquisar, escolher e efetuar a reserva direto no site da operadora, mas sem que haja prejuízo ao agente. Outra novidade, também para o consumidor final, é um buscador com várias opções de produtos, como passagens aéreas, hotéis, cruzeiros e até pacotes e ingressos para os parques da Disney. Nesta opção também será possível efetuar a reserva por meio da ferramenta no site. Em relação às novas ferramentas do site

1

4

Durante o workshop, a Agaxtur também apresentou sua nova folheteria, que agora completou o portfólio da empresa com produtos do mundo inteiro incluindo destinos exóticos e uma parceria com a Lan. No entanto, a ideia foi distribuir o mínimo possível de papéis. Por isso, os agentes que passaram pelo evento receberam um pendrive com o material. A 4ª edição do Mundo Agaxtur contou com 92 estandes e cerca de 150 expositores, 16 treinamentos divididos em duas salas e mais de

da Agaxtur, o diretor comercial, Jarbas Junior, acredita que o volume de vendas irá aumentar. “Não podemos mensurar, mas nosso site atualmente conta com 200 mil acessos ao mês, se disso tudo uma porcentagem virar venda, já será um aumento muito grande”, disse. Para ele, o estímulo das vendas aumentará, pois a demora antes existente para confirmação da reserva deixou de existir. “Além disso, a operadora já pensa em ações e promoções para estimular ainda mais as vendas no site”, declarou. 2

5

6

9

10

11

13

14

15

7

3

8

1 - Ariel Rodriguez, Cerise Ferreira, Sonaira Zanella e Ivan Blanco, da Aerolineas Argentinas. 2 - Daniella Muniz, Marcelo Martins e Gisele Torrano, do Meliá. 3 - Maria Elenilda, Cesar Araújo e Gabriela Leonardo, do Bourbon 4 - Juarez Cintra, da Ancoradouro. 5 - Sandra DeSilva, de Aruba. 6 - Leopoldo Tiberi, da Emprotur Bariloche. 7 - Rene Hermann, da Costa, Isabel Pareja, da Viajes Pacífico e Ian Gillespie, da Avianca. 8 - Autoridades cortam a fita. 9 - Rodolfo Silva, da Costa Cruzeiros. 10 - Glaucia Lopes, do Grand Palladium. 11 - Douglas Araujo e Elaine Freitas, da Tam. 12 Simone Preuhs e Claudio Oliveira, da Pullmantur. 13 - Fernando Nobre, da Universal Orlando. 14 - Jean Saraiva, da Oceania Cruises. 15 - Marco Ferraz, da Braztoa e William Périco, da AbavSP. 16 - Luciene Xavier e Raul Monteiro, da Iberostar. 17 - Tasso Gadzanis, da SPTuris e Mari Masgrau, do M&E

12

16

1.700 agentes de viagens. Segundo a vice-presidente, Andrea Leone, cerca de 500 pessoas foram para São Paulo em caravanas do interior do estado, um crescimento de 20%. Resultados - Nos últimos cinco anos, a Agaxtur tem apresentado um crescimento de 25% ao ano. “Triplicamos a empresa neste período”, disse o presidente. Segundo ele, o segmento corporativo e o de cruzeiro marítimo internacional são aqueles que mais crescem. No total, as vendas nacionais representam 20% contando os incentivos. Já os cruzeiros registram 30%, sendo que no último ano os cruzeiros internacionais tiveram um crescimento de 35% nas vendas no Brasil. A expectativa é que em 2012, 45 mil passageiros embarquem em cruzeiros vendidos pela Agaxtur. Novas lojas - De acordo com o Aldo Leone, o momento é de crescimento e expansão dos serviços da Agaxtur. “Temos nos adequado para atender a demanda do mercado, em especial, aos agentes de viagens e ao público que viaja com a gente”, comenta. Para isso, a operadora está ampliando sua atuação. Desde março, funciona uma nova loja em Santiago, no Chile, em parceria com uma operadora local para fazer o receptivo dos clientes da Agaxtur. No final de maio, a loja de Santos - onde começou a Agaxtur - será reinaugurada e tematizada em cruzeiros marítimos. Para o segundo semestre a expansão continua para as cidades de Londrina e Brasília. A Agaxtur possui atualmente oito lojas, sendo duas em São Paulo, e uma em Campinas, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Bariloche, Buenos Aires e Santiago.

17

Gastão Vieira projeta 240 milhões de viagens domésticas até 2015 Rafael Massadar O ministro do Turismo Gastão Vieira participou no início deste mês, na Comissão de Turismo e Desporto da Câmara dos Deputados, de uma audiência pública com o objetivo de debater os planos e programas do Ministério para este ano. O convite partiu do presidente da comissão, deputado José Rocha (PR-BA). Estiveram presentes diversas autoridades, como a secretária nacional de políticas do turismo, Bel Mesquita; o secretário nacional de programas de desenvolvimento do turismo, Fábio Mota; e o secretário executivo do ministério, Valdir Simão.

No início de sua fala, Vieira fez um panorama das próximas ações do ministério e declarou que o turismo é um fator importantíssimo para a geração de emprego. “O Brasil tem vocação para ser líder mundial no turismo”, disse. E destacou: “O objetivo é posicionar o Brasil como uma das três maiores economias turísticas do mundo, até 2022, atrás só dos Estados Unidos e China.” O ministro também comentou sobre a inclusão do setor de turismo no pacote de desoneração, anunciado pela presidente Dilma Rousseff. Projeto em que os hotéis foram contemplados com a eliminação da contribuição patronal ao INSS de 20%, que será substituída pela alíquota de 2% sobre o faturamento

das empresas. Segundo o governo, a desoneração da folha de pagamento tem como objetivos reduzir os custos de produção e exportação, gerar mais empregos e formalizar a mão de obra. Outro tema abordado por Gastão Vieira foram as diretrizes do Plano Nacional de Turismo 2012-2015. Segundo ele, um dos objetivos do PNT é aumentar para 240 milhões o número de viagens domésticas realizadas até 2015. Copa do Mundo - O Ministério do Turismo vai qualificar 240 mil profissionais até a competição em 2014. “A maioria dos turistas de Copa ainda não conhece o Brasil. São estes turistas que precisamos conquistar”, disse o ministro.

Ministro Gastão Vieira na audiência pública no Congresso Nacional


EVENTOS

Recife te Quer premia vencedores e apresenta nova identidade visual

Em uma noite histórica para o turismo do Recife foi lançada a nova identidade visual da marca Recife te Quer, que será usada nos próximos anos em todas as ações comerciais e estratégicas de marketing para promoção do destino no Brasil e no mundo. O público teve a oportunidade de conferir os melhores de 2011, em oito categorias, no 1º Prêmio Recife te Quer. Para marcar as duas estreias foi escolhido o Forte do Brum, no Bairro do Recife. Estiveram presentes cerca de 150 convidados, entre representantes do trade turístico, formadores de opinião e autoridades. O prefeito do Recife, João da Costa e o secretário de turismo da cidade, André Campos, foram os anfitriões. Na premiação, foram escolhidos o melhor hotel, restaurante, evento do ano, companhia aérea, bar/boteco, locadora de veículo, atrativo turístico, e agências de viagem/ receptivo. Os vencedores foram, respectivamente, Atlante Plaza, Restaurante Leite, Carnaval do Recife, Tam, Boteco Maxime´s, Localiza, Oficina Brennand e Luck Viagens. “O prêmio é uma forma de homenagear e reconhecer o excelente trabalho que tem sido desempenhado por todas as categorias do setor turístico da cidade. É também representativo, pois ouviu os mais diversos segmentos da sociedade e teve a participação popular, uma vez que os delegados do Orçamento Participativo tiveram direito a voto”, afirmou Campos. João da Costa lembrou o crescimento ano a ano do setor turístico. “Na cadeia produtiva dos serviços, o turismo exerce um papel estratégico nas oportunidades, na geração de emprego e renda e na qualificação do

Juan Pablo de Vera é eleito presidente da Ubrafe Luiz Marcos Fernandes O executivo Juan Pablo De Vera foi eleito no final de março como novo Presidente do Conselho de Administração da União Brasileira dos Promotores de Feiras (Ubrafe), para a gestão 2012-2014. Presidente da Reed Exhibitions Alcantara Machado, empresa associada à entidade e maior promotora de feiras de negócios da América Latina, o uruguaio Juan Pablo acumula 17 anos na empresa e dez como responsável pelo escritório no Brasil. Com a presença de associados da Ubrafe, a votação ocorreu durante a Assembleia Geral no auditório da entidade, em São Paulo, e elegeu a chapa “Progresso”. Com 26 anos de atuação, a Ubrafe é a entidade privada que congrega e representa as empresas respon-

Juan Pablo De Vera

sáveis pela realização das mais de 200 principais feiras de negócios brasileiras. Sob a liderança da Ubrafe, o setor de feiras cresceu 680% de 1992 a 2012 em área locada para a realização de feiras e garantiu o ingresso das feiras brasileiras na agenda mundial de negócios de mais de 35 segmentos econômicos.

Rosa Masgrau e Nilde Brun. Ao lado, Carlos Alberto Ferreira, Nilde Brun, Milton Nascimento, André Pucinelli, Ronald Ázaro e o deputado Edson Giroto

Luiz Marcos Fernandes Em noite de festa no Rio Scenarium com cerca de 200 convidados entre agentes de viagens, operadores e autoridades, o governo do Mato Grosso do Sul realizou o lançamento do guia gastronômico da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), com degustação de comidas típicas regionais e show do compositor, violeiro e cantor Almir Sater, além da promoção do destino. Na ocasião, o governador do MS, André Pucinelli (PMDB) destacou a integração e a beleza pantaneira. “Mato Grosso do Sul é uma grande miscigenação de raças e costumes, mas somos um estado jovem com muitas belezas naturais para se ver, onde cada região tem suas peculiaridades”, afirmou. Na ocasião, o governador e os convidados assistiram a um vídeo, onde o destaque foi a apresentação

do projeto Aquário do Pantanal que deve ser inaugurado até dezembro do próximo ano com investimentos de R$ 89 milhões. Localizado no complexo da Aldeia Indígena, em Campo Grande, o empreendimento ocupará uma área de 28 mil metros quadrados e será o maior aquário de água doce do mundo, com mais de seis milhões de litros d´água e sete mil animais aquáticos. Segundo Nilde Brun, presidente da Fundação de Turismo do MS, este será mais um atrativo regional. Ela confirmou também que em junho, no período de 17 a 23, o estado promoverá a primeira Bolsa Internacional de Turismo com 150 buyers e suppliers, além de jornalistas estrangeiros. “Queremos divulgar o nosso destino junto a mercados prioritários e, além da América do Sul, estamos trabalhando agora também os Estados Unidos”, adiantou. Prestigiaram o evento o secretário

de turismo do estado do Rio de Janeiro, Ronald Ázaro, o secretário de turismo de Bonito, Augusto Mariano, o cantor Milton Nascimento, o deputado federal Edson Giroto, o presidente do conselho de turismo, Alex Furtado, o subsecretario de Turismo do RJ, Mauricio Lobo, o expresidente da Abav Nacional, Carlos Alberto Ferreira, que agora está à frente da Ancoradouro Rio, o presidente da Abrasel-MS, Rubio Moraes, o supervisor da Azul, Sebastião Garcia, a diretora de marketing internacional do M&E, Rosa Masgrau e o gestor de produtos da Viagens Master, Marcos Bastos, entre outros. O supervisor da Azul, Sebastião Garcia confirmou juntamente com Fabrício Alves Corrêa, da Coordenadoria de Transportes Aéreos do Governo de MS, que a empresa aérea iniciará em breve voos para Dourados, Bonito, Campo Grande e outras regiões do Mato Grosso do Sul.

Abril de 2012 - 2ª quinzena

Luiz Marcos Fernandes

Raul Azedo

João da Costa, prefeito de Recife, Alberto Feitosa, secretário de Pernambuco, e André Campos, secretário do Recife

destino”, analisou. De acordo com Alberto Feitosa, secretário de turismo de Pernambuco, o estado vive “um momento de sucesso no turismo do Recife, que é a marca de Pernambuco, a porta de entrada. A cidade também tem se consolidado como rota de grandes shows internacionais, como o de Paul McCartney, graças ao empenho pessoal de André Campos e da Prefeitura do Recife”, disse. A noite teve ainda uma apresentação de frevo da Companhia de Dança Luden, e da DJ Lala K. Os convidados tiveram a chance de conferir o Happening do aniversário da cidade na homenagem aos 475 anos, comemorados no último dia 12 de março com 120 apresentações no Recife, Rio de Janeiro e São Paulo. Músicos, atores e bailarinos caracterizados com roupas de trabalhadores como garçons, funcionários de limpeza e roupas sociais surpreenderam a todos em um ritmo de frevo e alegria num momento de grande descontração. Estiveram presentes José Otávio de Meira Lins, da Câmara de Turismo da Fecomércio-PE, Samuel Oliveira, vice-presidente do Recife Convention Bureau e hoteleiro, Ariadne Quintela e Luiz Felipe Moura, da Abrajet-PE, Eduardo Cavalcanti, da ABIHPE, Jorge Sales, da Abav-PE, Fernando Nicácio, da Infraero, José Aquino, do Singtur, Sérgio Arôxa, da Astur-PE, Júlio Crucho, da SHRBS-PE, Roberta Correia, do Sebrae-PE, entre outros. Identidade visual - Depois de seis anos, a identidade visual da marca Recife te Quer ganha desenhos, cores e aplicações mais modernas e alegres. A ideia é fortalecer o turismo de lazer na capital pernambucana. A tradicional sombrinha de frevo, por exemplo, aparece moderna como nunca se viu antes. A aplicação da marca será em uma variada gama de produtos do Recife, que serão utilizados em ações comerciais e estratégias de marketing do turismo da cidade, como canecas, vestuário, bola de futebol, sandálias e em inéditos tags de mala. Além disso, a marca poderá se adequar ao segmento em que vai atuar como turismo de saúde e LGBT.

MS promove destino, anuncia aquário e Bolsa de Turismo

25


EVENTOS

Nova diretoria da Abeoc-SP quer focar em capacitação

Abril de 2012 - 2ª quinzena

Anderson Masetto

26

A Associação Brasileira das Empresas de Eventos de São Paulo (Abeoc-SP) tem uma nova diretoria. Osvaldo Barbosa, da RV Mais Promoções e Eventos, tomou posse no final de março na presidência da entidade para o triênio 2012/2014. Ele ocupa o lugar de José Eduardo Rodrigues, que estava no cargo desde 2008 e assume agora a vice-presidência de comunicação e marketing da Abeoc Nacional. Barbosa ressaltou a gestão de Rodrigues, agradeceu a confiança dos associados e definiu algumas metas para a sua gestão. A principal delas é contribuir com a qualificação dos profissionais do setor. “Vamos criar cursos de capacitação para os diversos tipos de eventos. Sabemos que a falta mão de obra qualificada é um entrave para melhorar nossas empresas”, disse. “Também teremos cursos para gestores, focados nos empresários”, complementou. O novo presidente da Abeoc-SP também prometeu a contratação de uma assessoria jurídica. Ele lembrou que as empresas de eventos sofrem com as diversas brechas nas leis e acabam criando muitos passivos, o que justifica um auxílio aos associados neste sentido. “Vamos tentar criar um modelo padrão de contrato e orientar as empresas associadas”, explicou. Barbosa falou ainda sobre o bom momento que vive o segmento de eventos. Ele acredita que em 2012 o setor deve crescer em torno de 10% em relação ao ano passado. “O avanço na economia colocou o Brasil como um destino viável para os eventos, mas para seguir este ritmo temos que melhorar a nossa gestão e eliminar alguns entraves do setor para que a nossa ativi-

dade não se torne de risco”, destacou. Em seu discurso de despedida, Rodrigues também fez questão de focar no avanço do setor e na expectativa de crescimento para os próximos anos. “O setor mudou e está cada vez mais forte. Com os problemas econômicos na Europa e nos Estados Unidos, o mundo vira os seus olhos para a América Latina e principalmente para o Brasil. Somos a bola da vez, o destino do mundo e temos que mostrar o que este setor representa para a economia do país”, discursou.

José Eduardo Rodrigues e Osvaldo Barbosa, ex e atual presidente da Abeoc-SP

Porto de Galinhas aumenta sua oferta hoteleira em 2012

Otaviano Maroja, Massimo Pellitteri, Carmen Loyo e Marcos Tiburtius

Lisia Minelli

Nova diretoria da Abeoc-SP

Veja quem são os membros da nova diretoria da Abeoc-SP Diretoria Presidente: Osvaldo Barbosa (RV Mais Promoções e Eventos) Vice-presidente: Eduardo Souza Melo (Torresan Eventos) Diretora Administrativa: Regina Maria Andrade de Mello Carvalho (Recon Eventos) Conselho Fiscal Presidente: Abraham Gurvitch (Ecology Passagens e Turismo) Vice-presidente: Sonia Maria Sigaud Winter (S. Winter Eventos Especiais) Conselheira: Denise Tibiriça (Denise Eventos) Diretores convidados Diretor de captação e recursos: Teriange Souza (Levitatur Viagens e Turismo) Diretor de capacitação: Rodrigo Cordeiro (Acqua Consultoria)

Em 2012, a Associação dos Hotéis de Porto de Galinhas (AHPG) completa 20 anos. Neste período, acompanhou o crescimento do destino e participou ativamente neste processo. Famosa por sua estrutura, atualmente a região conta com 16 hotéis e 200 pousadas. E até o final do ano ganhará mais um empreendimento. Ainda sem nome definido, o novo hotel terá 63 apartamentos de frente para o mar e é do mesmo dono do Hotel Armação, um dos associados da AHPG. Para anunciar este novo projeto e divulgar o destino, um grupo de hoteleiros associados promoveu um almoço em meados de abril em São Paulo, com a presença de Otaviano Maroja, presidente da associação e diretor comercial do BW Solar Porto de Galinhas; Massimo Pellitteri, vice-presidente e diretor do Hotel Armação; Carmen Loyo, suplente do diretor financeiro e diretor do Marulhos Resort; e Marcos Tiburtius, um dos fundadores da associação. Para Maroja, Porto de Galinhas depende exclusivamente do turismo e, por isso, uma das principais atividades da associação é ajudar a promover o destino. “Entre as nossas principais ações está a realização de famtours para o destino com o objetivo de capacitar agentes e operadores para melhor vender nossos produtos. Acredito conhecendo melhor o destino, as vendas possam aumentar”, disse. Além dos agentes e operadores, a associação, em parceria com o município e os empresários locais, promove presstrips com jornalistas para divulgar o destino na mídia e assim, atingir também o público final. A associação procura também estar próxima dos poderes públicos à procura de soluções em conjunto para impulsionar a visibilidade de Porto de Galinhas. “Este é um trabalho permanente que fazemos em feiras junto ao trade, treinamento e capacitação

de mão de obra junto com Sebrae e prefeituras, bem como ações pontuais em mercados de interesse, como esta em São Paulo”, explicou. A cidade conta com uma oferta de 13 mil leitos e em 2012, ganhou mais 240 leitos com a inauguração do Best Western Plus Viva Porto de Galinhas. Além do novo hotel, que será inaugurado em dezembro. A taxa de ocupação gira em torno de 70% a 80% durante a alta temporada. “Sendo que no período de férias e feriados esse número chega a 90% de ocupação”, declarou. Segundo Maroja, o destino recebeu em 2010 mais de 720 mil visitantes – crescimento de 20% em relação ao ano anterior, sendo que a maioria é proveniente do Estado de São Paulo. Mercados como Minas Gerais e Distrito Federal são outros que despontam em visitas no destino. Entre os estrangeiros, a maioria são argentinos, uruguaios e portugueses. De olho na Copa de 2014 – Pernambuco será sede da Copa do Mundo 2014 e pensando nas oportunidades, o município de Ipojuca – onde se localiza Porto de Galinhas – esta desenvolvendo um projeto no estádio de Nossa Senhora do Ó para atrair as delegações internacionais. Segundo Marcos Tiburtius, as características da cidade e de seus hotéis são boas e interessantes para as delegações treinarem antes dos jogos. “Pensando nessa oportunidade, o município junto com a Federação Pernambucana de Futebol desenvolveu um projeto para adaptação do estádio de Nossa Senhora do Ó, com objetivo de se adequar as exigências da Fifa e assim receber treinos”, disse. A ideia é que este projeto venha a se tornar um complexo esportivo, dando maior oportunidade de desenvolvimento do esporte e do turismo na região. De acordo com Maroja, as obras devem iniciar ainda neste ano com recursos da própria prefeitura da cidade onde o estádio está localizado.

Ilhas Virgens Britânicas querem interação com o mercado brasileiro Ana Elisa Teixeira As Ilhas Virgens Britânicas apresentaram novidades com produtos e programas luxuosos em visita ao Brasil em meados de abril. A gerente de marketing das Ilhas Virgens Britânicas, Lynette Harrigan, realizou um seminário para agentes de viagens, em parceria com a Designer Tours e apresentou o destino como opção turística para brasileiros. “Esta é a primeira vez que venho ao Brasil divulgar o destino. Recebemos muitos americanos e porto-riquenhos, mas queremos aumentar o número de turistas da América Latina e o Brasil é um grande foco”, disse Harrigan. O arquipélago, composto por 60 ilhas, aposta na divulgação das três ilhas mais visitadas: Tortola, Virgin Gorda e Jost Van Dyke. “Estamos divulgando-as através de promoções com hotéis, ações em feiras como a Travel Week e press trips e famtrips. Os agentes de viagem estão muito interessados em conhecer o que as Ilhas Virgens Britânicas têm a oferecer”, contou a gerente. O maior foco do arquipélago é o turismo

Tomás Dardet, assessor das Ilhas Virgens Britânicas para Porto Rico e América Latina e Lynette Harrigan, gerente de marketing das Ilhas Virgens Britânicas

náutico que está, inclusive, entre os 100 melhores lugares do mundo para mergulhar e velejar. “As Ilhas Virgens Britânicas são ideais para lua de mel ou para viagens em família. Apesar de estarmos próximos aos Estados Unidos e o nosso idioma oficial ser o inglês, os brasileiros que pretendem visitar o arquipélago não precisam de visto”, ressaltou Harrigan. Outra grande aposta para o público brasileiro é um website com versão em português lançado em dezembro de 2011. Para mais informações acesse: www.bvitourism.com.br.


EVENTOS

Capital Region USA debate mídias online e jornalismo Leila Melo

Embratur define com cidades-sede estratégia de promoção para Copa

Marco Lomanto, da Embratur, se reuniu com representantes das cidades-sede

Luiz Marcos Fernandes A Embratur esteve reunida com os secretários de Turismo das cidades-sede da Copa do Mundo Fifa 2014. O objetivo do encontro foi dar continuidade na parceria inédita, firmada para promover 14 eventos em diferentes países do mundo para divulgar o Brasil como sede do mundial. Além dos representantes estaduais, estiveram presentes o chefe de gabinete da Embratur, Paulo Guilherme de Araújo; o diretor de mercados internacionais da Embratur, Marcelo Pedroso; o diretor de marketing da Embratur, Walter Vasconcelos; e o diretor de produtos e destinos da Embratur, Marco Antonio Lomanto. Cada cidade-sede será anfitriã de uma edição da ação, que acontecerá na Argentina, Chile, Colômbia, Peru, Uruguai, Estados Unidos (com duas edições), México, Alemanha, Espanha, França, Inglaterra, Itália e Portugal. A iniciativa terá um dia de duração, com a realização de workshops e um evento chamado Vivência Brasil. A primeira edição acontecerá em junho, no Chile, e terá Brasília como cidade em destaque. Para o secretário de turismo de Brasília, Luiz Otávio Neves, ter a capital do país como anfitriã do primeiro evento será estratégico. “O Brasil estará em comemoração pelos 50 anos do bicampeonato mundial, conquistado em 17 de junho de 1962, e Brasília estará em contagem regressiva para a abertura da Copa das Confederações, que acontecerá em 15 de junho de 2013”, relatou o secretário. “Nosso objetivo é apresentar para profissionais de turismo, imprensa e formadores de opinião estrangeiros os atrativos turísticos, a gastronomia, a música e a cultura das capitais que receberão jogos da Copa”, explicou o diretor de Mercados Internacionais da Embratur, Marcelo Pedroso. Durante os workshops, serão realizadas apresentações sobre o Brasil e destinos turísticos da Copa do Mundo Fifa 2014. A cidadesede anfitriã terá destaque ao longo de toda a programação. Já no evento Vivência Brasil, haverá degustação de gastronomia brasileira e apresentação cultural da cidade anfitriã. A programação da ação também prevê a realização de coletiva de imprensa, com portavozes do Ministério do Turismo, Embratur, e secretarias de Turismo das 12 cidades-sede.

Heidi Johannesen, do Capital Region USA, Garrett Graff, editor do Washington Magazine e Cristiane Franck, da United Airlines

pouco de sua função se comparado a web. “A internet pode ser um grande aliado de revistas mensais, que oferecem uma análise mais apurada de determinado assunto. Mas quando se tem a notícia online e um jornal diário, o atraso na informação é de, pelo menos 12 horas. É um modelo antigo e que não serve para os dias de hoje”, argumentou. Graff lembrou que aqueles que procuram as mídias online estão atrás de informações com rapidez e uma visão geral do tema. “Essa pessoa

não tem interesse em uma análise aprofundada. E para trabalhar na web, o jornalista deve se especializar para atender a esse público. Esse será um dos desafios para as próximas décadas. O editor revelou ainda que é fundamental saber para qual público a notícia interessa. “Para aquele leitor que vê na informação uma oportunidade de negócios e para o crescimento de um setor da economia, é válido uma publicação cobrar um valor por isso. “Normalmente, as análises valem

Abril de 2012 - 2ª quinzena

Como o jornalismo e suas técnicas mudam com a evolução das mídias online e a globalização? A partir desse questionamento, Garrett Graff, editor do Washington Magazine, apontou caminhos para a profissão de jornalista nos dias atuais e seus principais desafios. O jornalista visitou o Brasil e promoveu no final de março em São Paulo um debate para os profissionais da área. O MERCADO & EVENTOS esteve presente e conheceu mais desse jornalista, que também ficou conhecido como o primeiro blogueiro a ser convidado para a Casa Branca. O evento contou com o apoio da Capital Region USA, órgão de promoção turística de Washington DC, Maryland e Virginia, e da companhia aérea United Airlines. O modo de se comunicar passa por uma revolução, segundo Graff. E essas mudanças acabam por influenciar os relacionamentos com as instituições e os governos. “A sociedade espera que as informações divulgadas nas mídias sociais e nos blogs respondam seus anseios e sirvam como forma de engajamento e interação com os demais”, afirmou. O jornalista ressaltou, no entanto, que a internet deve servir como uma ferramenta para se aplicar o jornalismo midiático. “As pessoas buscam as mídias sociais - twitter, facebook, revistas em formato de Ipads - para se informarem com mais rapidez. Nesse caso, o jornalismo deixa sua função mais sistemática para ganhar uma conotação mais cotidiana”, justificou. Nos Estados Unidos, por exemplo, Graff observa que o jornal diário perde um

mais do que o preço pago para receber o jornal ou a revista”, destacou. Por outro lado, grande parte do leitor online utiliza a internet para entretenimento. “São notícias fast food, que não provocam o engajamento, apenas entretém e por isso são gratuitas”, reforçou, mencionando que esse cenário provocará reflexos nos governos nos próximos anos. Em outro ponto, o editor defende que as mídias online acabam por favorecer o aparecimento de novas “vozes”. Os jornalistas se transformam em marcas e seus artigos, em produtos de valores. “Ele acaba por se tornar mais conhecido que a publicação onde trabalha. Hoje, é muito comum profissionais de grandes jornais partirem para os blogs. É um movimento que não se via há cinco anos”, comentou. O papel das mídias online é crucial para o jornalismo “falar” por todos os canais. As informações de uma revista, de acordo com ele, ganham maior abrangência e importância quando são divulgadas no facebook, twitter, versões para ipads, vídeos e newsletters. “Os próprios leitores se tornam disseminadores dessas notícias ao compartilharem com seus amigos e conhecidos. A comunicação acontece rapidamente”, acrescentou.

27


FEIRAS

Rendez-vous en France recebe 900 visitantes internacionais

Abril de 2012 - 2ª quinzena

Ana Elisa Teixeira

28

A Agência de Desenvolvimento Turístico da França (Atout France) e seus parceiros realizaram no final de março, em Paris, a Rendez-vous en France Travel Market 2012, uma das principais feiras de turismo francês. Depois de dois anos fora da capital, o Rendez-vous en France voltou a Paris para sua 7ª edição com 675 expositores franceses e cerca de 900 visitantes internacionais, sendo 30 brasileiros. “Apenas um quarto das agências e operadoras brasileiras presentes estão vindo pela primeira vez. O Rendez-vous en France é importante para diversificar os destinos apresentados. Cerca de 90% dos brasileiros que chegam ao país visitam somente Paris. Queremos modificar este número”, explicou Jean-Philippe Perol, diretor das Américas da Atout France. A intenção da Atout France é investir para que o brasileiro visite também Bourdeaux, Marselha e a região de

Jean-Philippe Perol, diretor das Américas da Atout France e Christian Mantei, CEO da Atout France

Provença. “O mercado brasileiro está sempre crescendo e no ano passado nós tivemos 580 mil brasileiros visitando a França, o maior mercado emissor das Américas. Nos últimos dez anos o mercado cresceu e para o ano de 2020 esperamos 1,5 milhão de brasileiros no país”, comemorou. De acordo com Paul Roll, diretor do Paris CVB, a intenção do evento é estimular os profissionais de turismo a conhecerem melhor a França e, consequentemente, passar alguns

dias em Paris, usufruindo da estrutura turística. “É muito gratificante ter um evento desde porte na cidade”, contou. “Para incrementar o turismo francês, em junho deste ano fecharemos uma pesquisa com a Interamerican para termos mais autonomia nas decisões quanto a incentivos, congressos e seminários do mercado francês no Brasil”, finalizou. Entre as agências e operadoras brasileiras participantes do evento estavam: Interpoint, Porto Brasil, MMTGapnet, CVC, Tamoyo Internacional, Staff One, Conquest Operadora, Bon Voyage, Master Operadora, MGM Operadora, Casablanca, Françatur, Top Service, Incomum Turismo, Tourlines, Fligen AG Viagens, Tainiks, Bahiatravel, FVO,

HP Travel, Promocional Travel, Ematur, Canadá Turismo, MK Travel e A.Koglin. Estratégia digital - A Atout France apresentou no evento a estratégia digital da marca. O site www.rendezvousenfrance.com começou a ser preparado em 14 de julho de 2011 e estará completo no final deste ano. A nova plataforma traz ao turista novidades sobre destinos e acomodações. “Estamos buscando uma evolução no mercado e apostamos nesta estrutura digital. Este é um projeto importante em razão da evolução do Rendez-vous e de sua importância para o mercado francês”, comentou Christian Mantei, CEO da Atout France. De acordo com ele, o processo, ainda em construção, teve

mais de seis milhões de visitantes e está disponível em 14 idiomas. “Uma característica da Atout France é investir em comunicação e queremos fazer do site uma porta de entrada para nossos destinos. Toda a região irá adotar essa evolução digital e assim poderemos comercializar de forma mais eficaz o turismo regional”, disse. O intuito do site é poder obter uma clientela fiel e abrir espaço para publicidade. Jean-Philippe Perol salientou que o objetivo da estratégia digital é criar uma relação com o trade e poder obter um perfil dos visitantes. “O interessante é que teremos uma parceria com todas as regiões do país e a internet é o grande foco do mercado atual”, finalizou Perol.

Evento supera expectativas dos operadores brasileiros Os operadores e agentes de viagens brasileiros avaliaram e garantiram que o evento ofereceu mais conhecimento sobre as cidades que podem interessar ao público brasileiro. Em Paris, por exemplo, há 42 novos empreendimentos entre hotéis, restaurantes e museus. “No ano passado levamos cerca de 40 mil passageiros para a França. Temos interesse em abrir novos produtos e acredito que o pequeno famtour que fizemos por Provença será de grande ajuda na formatação de novos pacotes”, afirmou a supervisora de produtos da CVC, Karina Araujo. José Eduardo Barbosa, diretor da Flot Operadora, destacou o crescimento de 45% no número de brasileiros que visitaram a França pela primeira vez em 2011.

Para este ano, é previsto um aumento na demanda. “Participei de uma reunião sobre o assunto e fiquei impressionado. O brasileiro é o novo consumidor e nosso mercado está tão aquecido que muitos fornecedores franceses estão querendo investir. Estive há dois anos no Rendezvous na cidade de Nice, mas acredito que desta vez tivemos um aproveitamento muito maior”, comentou. A MMTGapnet pretende aumentar a gama de fornecedores e melhorar acordos já existentes. “Vim para o Rendez-vous en France com o objetivo de fechar acordos com a região de Provença, Côte d’Azul e o sul da França. O ideal é tentar diversificar e a participação em eventos internacionais é sempre gratificante”, concluiu Mariana Azevedo, MMTGapnet.

José Eduardo Barbosa, diretor da Flot e Carlos Franca, diretor da Staff One Tours

Élodia Berta, do Paris CVB

Daiane Souza, da Incomum, Karina Araujo, da CVC e Mariana Azevedo, da MMT Gapnet

Christian Mantei, CEO da Atout France

Eloi Courcoux, da Disneyland Paris

Cyrille Saboya, do Turismo de Marselha

Karina Araujo e Maria Victoria Altez, da CVC

Nelly Girault, diretora de promoção do Museu do Louvre e Anne Fauquembergue, gerente de marketing do Museu do Louvre

Jean-Pierre Blat, do Comitê Paris Îl-de-France, Federico Gonzalez, da Euro Disney e Paul Roll, do Escritório de Turismo de Paris e do Paris CVB

Jorl-El Teixeira, da Tourlines, André Raynaud, da Atout France e Felipe Dias, da Master Tturismo

Agentes e operadores brasileiros durante o evento

Disneyland Paris completa 20 anos e investe no turismo corporativo No dia 12 de abril a Disneyland Paris (www.disneylandparis.com) completou 20 anos. Para comemorar o parque realiza o espetáculo de luzes Disney Dreams, no castelo da Bela Adormecida e uma festa temática. O show foi apresentado, pela primeira vez, aos participantes da Rendez-vous em France durante coquetel de abertura do evento. O diretor de negócios da Disneyland Paris, Eloi Courcoux, explica que o grande foco atual do parque é o turismo

corporativo, com a realização de eventos. “Estamos com dois centros de convenções dentro do parque com capacidade para 10 mil pessoas. Sabemos que o mercado brasileiro está em constante crescimento e estamos estudando a possibilidade de futuramente investir em parcerias com o trade para realização de eventos”, disse. A Disneyland Paris promove 1.000 eventos por ano. “Acho que nosso maior diferencial é a criatividade”, concluiu.

Veja outras notas Marselha - A cidade, localizada ao sul da França, foi escolhida a Capital Europeia da Cultura para 2013, pela primeira vez. O título fará com que a cidade tenha mais de 300 dias de eventos. A programação contará com exposição de obras de renomados artistas como Pablo Picasso e Auguste Rodin. De acordo com o diretor de marketing do Turismo de Marselha-Provença, Hugues de Cibon, a intenção é promover ainda mais o destino como opção cultural e de turismo. “Recebemos cerca de 10 milhões de turistas de todo o mundo e 10 mil deles são brasileiros. Para mais informações acesse o site www.mp2013.fr ou o perfil no Facebook www.facebook.com/marseille-provence2013. Museu do Louvre - Lens - A cidade de Lens, no norte da França, foi escolhida para abrigar o novo Museu do Louvre. Ele será inaugurado no dia 4 de dezembro de 2012. O novo Louvre terá seis áreas divididas entre galerias, espaço para eventos e jardins. A União Europeia, a cidade de Lens e o governo francês investiram €150 milhões na construção do museu, projetado pelos arquitetos japoneses Kazuyo Sejima e Ryue Nishizawa. “A Galerie du temps, Glass Pavillon, Museum Storerroms e o Park terão entrada gratuita até dezembro de 2013, um ano após a inauguração. O espaço La Scène e a Temporary Exhibitions Hall custarão €9 por pessoa. No mês de inauguração, estaremos também com a grande obra, Saint-Anne, de Leonardo da Vinci”, contou Anne Fauquembergue, gerente de marketing do Museu do Louvre-Lens. Para mais informações acesse o site: www.louvrelens.fr.


EVENTOS

São Paulo é referência em economia criativa no Brasil Lisia Minelli

CVB Joinville lança campanha de promoção do destino O Joinville Região Convention & Visitors Bureau lançou uma nova campanha de promoção do destino. Desenvolvido pela Exit Comunicação Estratégica, o projeto tem como objetivo promover a região como destino de negócios e eventos. A campanha está sendo viabilizada com recursos da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte por meio do Funturismo. Esta é a primeira vez que o Joinville Região CVB desenvolve uma estratégia de comunicação com uma campanha elaborada e com foco nos objetivos da entidade: gerar negócios para a região. A campanha busca ainda identificar os chamados “embaixadores locais” parceiros e entidades que possam contribuir para a captação de eventos. A campanha abrange dois públicos diferentes. Nos veículos de comunicação de Joinville e Região, os materiais buscam novos associados e embaixadores para a captação de mais eventos e, consequentemente, de negócios. Nacionalmente, o convention posiciona a região como destino ideal para o segmento de eventos. Novo site - O Joinville Região CVB lançou ainda um novo site. O objetivo é estimular mais acessos às informações sobre eventos, em especial os de negócios, na região e divulgar o trabalho da entidade. O site www.eventosemjoinville. com.br foi totalmente reformulado, tornando a página mais dinâmica e atual. Nela, há interface com as redes sociais, link para o site da Infraero com informações sobre pousos e decolagens, vídeo de Joinville, calendário de eventos e outros serviços. Anote os novos emails: diretoria@eventosemjoinville.com.br, administrativo@eventosemjoinville.com.br, captação@ eventosemjoinville.com.br e associado@eventosemjoinville.com.br.

Abril de 2012 - 2ª quinzena

Com o apoio da São Paulo Turismo, foi lançado no final de março o livro “Cidades Criativas - Soluções Inventivas - o papel da Copa, das Olimpíadas e dos museus internacionais”, organizado por Ana Carla Fonseca. O livro reúne especialistas que trazem exemplos de diferentes cidades que já passaram pela experiência. Na ocasião, os convidados participaram de um debate sobre economia criativa e o legado dos grandes eventos para as cidades. Para Luciane Leite, diretora de turismo e entretenimento da SPTuris, o legado desses eventos vai além do desenvolvimento da infraestrutura. “O maior bem deixado será sem dúvida o desenvolvimento do conhecimento, da cultura e de seus talentos criativos”, disse. Segundo a diretora, em janeiro foi lançado pela SPTuris um estudo sobre o impacto das economias criativas para a cidade de São Paulo. “Até então não tínhamos ideia de quanto esse segmento significava para a cidade. Após o estudo, soubemos que a economia criativa movimenta em torno de R$ 40 bilhões, só na capital - cerca de 10% do PIB”, declarou. Outro dado do estudo mostra que a taxa de crescimento do emprego formal no Brasil é de 5,4%, da economia criativa em SP é de 9,2%; já 29% dos empregos formais da capital estão na economia criativa (140 mil empregos). “São Paulo é uma referência nesse segmento para o Brasil por todos os eventos que oferece e a SPTuris apoia todos eles por considerar as atividades da maior importância para o

desenvolvimento sustentável do destino”, declarou. De acordo com Caio Luiz de Carvalho, diretor da Entretainment & Experience e autor do prefácio do livro, devido aos eventos que a capital oferece, os turistas estão cada vez passando mais tempo na cidade. “E não é por causa dos negócios e sim pelos atrativos culturais que a cidade oferta como shows, teatros, cinemas, museus e muito mais”, disse. Segundo ele, após o investimento em economia criativa, a capital teve um incremento no tempo de permanência dos visitantes. “Antes, um turista a negócios ficava de dois a três dias, hoje ele fica em média cinco”, lembrou. Além de Luciane Leite e Caio Luiz de Carvalho, participaram no debate a organizadora do livro Ana Carla Fonseca, o deputado federal e ex-secretário municipal especial para grandes eventos, Walter Feldman, curador do Museu do Futebol, Leonel Kaz, e o ator Odilon Wagner. Ao final do evento, os participantes receberam gratuitamente um exemplar do livro.

Ana Carla Fonseca, Caio Luiz de Carvalho e Luciane Leite

29


AGENDA

PASSAPORTE

BNTM confirma Bahia em 2013 e espera gerar US$ 250 milhões em São Luís

Abril de 2012 - 2ª quinzena

Luiz Marcos Fernandes

30

A Bahia será sede da Brazil National Tourism Mart (BNTM) em 2013. A informação foi confirmada por Roberto Pereira, secretário-executivo da Fundação Comissão de Turismo Integrado do Nordeste. Segundo ele, o estado será responsável pela festa de encerramento da BNTM deste ano, que acontece, em São Luís, capital maranhense, entre os dias 9 e 13 de maio. “Será importante que a Bahia sedie este evento lembrando que em 2013 estaremos às vésperas da Copa do Mundo no Brasil e Salvador é uma das cidades sede”, destacou ele. Por sua vez, o secretário de Turismo da Bahia, Domingos Leonelli, pediu um prazo à direção da CTI Nordeste, com a intenção de consultar o trade baiano, para saber de que forma a iniciativa privada poderá contribuir para a realização do evento no estado. Já em relação à edição deste ano,

Pereira confirmou a vinda de 300 buyers e 140 suppliers que estarão divulgando seus produtos e serviços no Centro de Produção Artesanal - Seframa, onde acontecerá o evento. “Temos o apoio de importantes companhias aéreas como a Tap e Tam e a nossa expectativa é que esta edição possa gerar em negócios em médio e longo prazos um volume próximo a US$ 250 milhões. Teremos também uma programação de famtours antes e depois do evento”, afirmou. Pereira confirmou que durante a reunião realizada pela CTI em Recife, além da confirmação da Bahia como próximo estado a sediar o evento, ficou definido que os secretários estaduais do Nordeste encaminharão um documento ao ministro do Turismo, Gastão Vieira, com uma série de reivindicações, entre elas, cobrando uma solução para o problema da malha aérea e a má distribuição de voos para a região, o que prejudica o turismo e a economia dos estados. Informações: www.bntm.com.br

1ª WTM Latin America inicia comercialização de espaços no Brasil haja compradores interessados nos destinos, produtos e serviços As empresas brasileiras interessadas turísticos promovidos pelos expoem participar da 1ª edição da World sitores. O diretor salientou ainda Travel Market Latin America (WTM que cerca de 50% do evento será Latin America) já podem reservar seus direcionado ao segmento recepespaços. A Reed Travel Exhibitions tivo. “A WTM Latin America vai promoveu no início de abril em São inovar no mercado brasileiro. Será Paulo uma apresentação comercial para a primeira vez que teremos um empresas internacionais com represengrande evento internacional focado Lawrence Reinisch e Polly tações no país, como redes hoteleiras, em inbound para o Brasil e paíMagraw, da Reed Travel Exhibitions representantes comerciais, companhias ses vizinhos”, completou Reinisch. aéreas e órgãos governamentais. A feira acontece entre os O diretor reforçou que negociações estão sendo feitas com dias 23 e 25 de abril de 2013, no Transamérica Expo Center. companhias aéreas, destinos, locadoras e convention & visitors Conforme havia antecipado o MERCADO & EVENTOS bureau para incrementar a presença internacional no evento. no começo de março, a estimativa dos organizadores é de A Reed realiza apresentação comercial também em cidades receber sete mil visitantes e até mil expositores. no Norte, Nordeste e Sul do país. A WTM Latin America já foi O evento será totalmente business to business. Já está lançada no Chile e na Argentina. Considerada um dos maiores confirmada a participação de 200 buyers internacionais. eventos de turismo do mundo, esta é a primeira vez em 32 De acordo com Lawrence Reinisch, diretor da WTM anos que a WTM (World Travel Market), que ocorre anualLatin America, o mais importante para a feira é que mente em Londres, é reproduzida em outro lugar do planeta. Leila Melo

Encatho será este mês em Florianópolis Os setores de produtos e serviços especializados nos segmentos de hospedagem, alimentação, higiene e limpeza e novas tecnologias têm encontro marcado em Florianópolis de 25 a 27 de abril, no CentroSul. Nesse período, a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Santa Catarina (ABIH-SC) realiza a 24ª edição de sua tradicional Feira de Produtos e Serviços para Hotéis – Exprotel, evento que a cada ano vem atraindo maior número de participantes. A Exprotel integra a programação do Encontro Catarinense de Hoteleiros (Encatho) que este ano chega à sua 26ª edição com uma programação que inclui reuniões, palestras, fóruns, debates, oficinas especializadas, seminário, simpósio, entre

outros. A 24ª Exprotel vai apresentar novidades em serviços, produtos e equipamentos para a hotelaria, entre lançamentos de cama, mesa, banho, móveis, telefonia, informática, novas tecnologias, segurança, gestão de serviços, decoração, além de alimentação, bebidas e produtos de higiene e limpeza. A organização já comemora o sucesso de mais esta edição da feira. Todos os espaços disponíveis para locação já estão comercializados. “Este é o resultado dos negócios gerados a cada evento. São centenas de hoteleiros em busca de novidades, qualidade, produtos diferenciados e, é claro, bons preços”, comenta o presidente da ABIH-SC, João Eduardo Amaral Moritz. Informações: www.encatho.com.br/2012

Salão Baiano terá espaço para Turismo Religioso O 1º Salão Baiano de Turismo, que será realizado entre 17 e 19 de maio, no Centro de Convenções de Salvador, contará com um espaço dedicado ao segmento religioso. Durante o evento, diversas manifestações de religiosidade do povo baiano estarão em destaque, assim como um pouco mais da história da Irmã Dulce, que segue a caminho da canonização. Os visitantes poderão conferir ainda uma réplica da Gruta de Bom Jesus da Lapa, que recebe todos os anos milhares de romeiros e uma réplica das vestimentas de cada uma das alas da Festa do Divino, que acontece na região 50 dias

após a Páscoa. A prefeitura da cidade também pretende levar para o evento um documentário que retrata as festas de Bom Jesus, além de folheteria e informações de prestadores de serviço da região. “Para nós, é essencial a realização do Salão e esperamos que ele continue. Esta é a oportunidade de mostrar o que Bom Jesus tem de bom ao trade turístico, que pode trazer um público diferenciado para a região, estimulando o desenvolvimento da cidade”, afirma a secretária de turismo de Bom Jesus da Lapa, Roberta Andrade. Informações: www.setur.ba.gov.br

>> Chegaram ao fim as negociações para a formação de uma forte parceria entre Ancoradouro, Flytour, Esferatur e Agaxtur. Depois das reuniões e das propostas discutidas, chegou-se a conclusão que o negócio em parceria seria inviável em função dos números e projetos que eram muito diferentes do que a proposta original formulava. Diversos aspectos se misturavam, o que não agradou as partes. >> No entanto outro negócio pode estar surgindo no mercado das operadoras de turismo: uma sinergia de operações ou joint venture entre as operadoras Ancoradouro e Agaxtur. As negociações e reuniões sobre o assunto estão em andamento e caso se confirme a parceria, a mesma se dará nas operações das operadoras das duas empresas. Entre as ideias que podem ser colocadas em prática, a emissão do aéreo da Agaxtur seria feita pela Ancoradouro Consolidadora, além disso as vendas da Agaxtur para Disney e cruzeiros no interior de São Paulo seriam feitas pela Ancoradouro Operadora. >> Foi eleita no final de março a nova diretoria do Skal Rio. O ex-presidente, Nilvando Oliveira, que já ocupou o cargo por dois mandatos, e não poderia mais ser reeleito, foi então substituído na presidência da entidade por Fábio da Luz, diretor da Esferatur. Como só foi inscrita uma chapa, a nova diretoria foi eleita e apresentada durante um almoço na Firjan. >> As empresas da América Latina que vão participar do evento de turismo dos Estados Unidos, o Pow Wow, de 21 a 25 de abril deste ano, em Los Angeles (Califórnia), estarão protegidas com o Cartão de Assistência Integral ao Viajante, depois da parceria firmada com a Travel Ace Assistance. >> Em encontro com empresários brasileiros no início deste mês, na Câmara de Comércio Americana em Washington, a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, anunciou a abertura de dois novos consulados dos EUA no Brasil, nas cidades de Belo Horizonte e Porto Alegre. A medida pretende ampliar tanto o fluxo de turistas quanto o de negócios entre os países. >> A internacionalização do negócio da Transhotel dá os seus resultados, com um crescimento nas vendas a nível global de 15,81% em 2011. Por regiões, a América aumentou o seu faturamento em 33,08%, com resultados muito positivos em três dos seus principais mercados: Argentina (+40,94%), México (+37,74%) e Brasil (+20,66%); e APAC (Ásia e Pacífico), que incorporou a Singapura no ano passado, cresceu 201,7%, o que prova o grande potencial de uma região onde o fornecedor turístico protagonizou o seu mais recente desembarque. Nos mercados EMEA (Europa, Oriente Próximo e África), o crescimento foi superior a 11%. A Itália e a França – os dois mercados mais destacados – aumentaram 9% as suas vendas. >> O diretor da Accor para América Latina, Roland Bonadona, afirmou que o desenvolvimento de projetos hoteleiros é mais que o resultado de investimentos privados: é um trabalho conjunto de alto custo e com grande retorno. “A Accor está com 80 projetos que deverão ser entregues em 2014, época da Copa do Mundo”, disse. A expectativa é que as 12 cidades que terão jogos durante a Copa do Mundo tenham cerca de 118 mil quartos. “A Accor espera crescer 40% no período de jogos e obter 30% a mais de clientes diretos. Acho que o Brasil ainda tem um problema na qualidade de atendimento e o nosso maior desafio será lidar com os diferentes idiomas”, comentou Bonadona. >> O chairman do VisitBritain, Christopher Rodrigues, acredita que o Brasil terá que investir pesado em infraestrutura. “Com os Jogos Olímpicos esperamos 4,6 milhões de visitantes adicionais e, nos últimos quatro anos, 25 milhões de libras foram investidas para melhorar a nossa imagem com uma campanha unificada que engloba todos os setores do turismo. Nossa meta é que 90 milhões de pessoas nos vejam”, afirmou. Além disso, o acordo de cooperação firmado em dezembro de 2009 entre a Embratur e o VisitBritain foi renovado. >> Segundo Jay Neuhaus, diretor de marketing da Fifa para a Copa do Mundo 2014, o evento trará ao Brasil três bilhões de espectadores e experiência para o turista estrangeiro que tiver oportunidade de estender a permanência. “Espero que o torcedor tenha oportunidade de conhecer toda a infraestrutura que o país oferece”, comentou. >> Em homenagem às mulheres executivas, o Transamérica Executive Congonhas, em parceria com a Maison Payot Institute De Beauté, realizou no início de abril um coquetel para cerca de 50 convidadas mulheres de empresas parceiras da unidade. Na ocasião, profissionais da Maison Payot deram dicas de etiqueta pessoal e empresarial, penteados para o dia a dia e massagens relaxantes, como também orientações de maquiagens corporativas para elas. Durante o evento, Adriana Montenegro, gerente geral da unidade, brindou o término do retrofit dos 149 apartamentos. >> O advogado e músico Jonga Cunha é o novo presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur). Ele foi apresentado à imprensa no começo de abril, numa coletiva na sede da empresa, no Dique do Tororó. Jonga terá o desafio de preparar o Carnaval 2013 para a nova gestão municipal. “Eu costumo fazer mil coisas ao mesmo tempo, mas decidi me concentrar 100% na Saltur a partir de agora”, divulgou. >> A Emirates Airline lançou, no início de abril, a plataforma global de marca chamada Hello Tomorrow, projetada para estimular o engajamento do consumidor. A Emirates está embarcando em uma campanha integrada de marketing e comunicação com uma nova promessa de marca, que pretende evoluir de viagem a estilo de vida. “A nova campanha revela a confiança que temos em nossos produtos e serviços e nossa visão de futuro para o crescimento da companhia”, disse Maurice Flanagan, vice-presidente executivo da Emirates Airline e Grupo.

Rio promove workshop de turismo O 12° Worktour (Workshop Carioca de Turismo) acontece na Firjan, no dia 30 de maio. O evento vai reunir expositores de diversas regiões do estado do Rio de Janeiro. Estarão presentes a Secretaria de Turismo de Arraial do Cabo, o Convention Bureau de Petrópolis e o de Nova Friburgo, apresentando as novidades da região. Já confirmaram presença diversas operadoras e companhias aéreas como Avianca/Taca, Master Operadora,

Schultz, Nice Via Ápia, Trade Tours, New It Club, entre outras. Além disso, haverá uma área destinada a operadoras de turismo de aventura, com representantes de diversas modalidades apresentando produtos como rafting, canoagem, montanhismo, escalada, entre outros. Também acontecerão palestras de capacitação para os agentes. Expositores ainda podem se inscrever. Informações: http://worktourevento2012.webs.com/

Tome Nota Skal - Acontece, de 30 de maio a 3 de junho, a 42ª edição do Congresso Nacional do Skal Internacional do Brasil, em São Luís (MA). Com foco no rumo do setor para os próximos anos, o evento levanta a discussão sobre a era do carbono zero e inovações do setor tecnológico como impacto no seguimento de viagens. Segundo a organização, são esperadas cerca de 400 pessoas. Informações: www. eventmaster.com.br/event/skal/site/content/inicio Centro-Oeste Tur - A Promove Eventos Especiais realizará neste dia 19 de abril, o 22º Centro-Oeste Tur – Salão de Negócios Turísticos, no Oliveira’s Place, em Goiânia. O evento, que é o maior da região e o quinto do Brasil, é voltado exclusivamente para os profissionais de turismo e órgãos do setor. A expectativa para este ano é de receber cerca de 1.100 agentes

de viagens de Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Triângulo Mineiro e Tocantins. A feira profissional de turismo contará com 400 expositores que apresentarão as novidades de destinos, roteiros e pacotes de viagens para a próxima temporada. Este ano, o Centro-Oeste Tur contará com presença de mais de 30 operadoras argentinas, chilenas e paraguaias. Na ocasião, acontecerá o 1º Festival de Pão de Queijo da região, uma realização da Girau Operadora de Belo Horizonte. Informações: www.promoveeventosgo.com.br Visit USA - A feira de turismo Visit USA 2012, evento oficial do turismo americano e iniciativa da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil e do Departamento de Comércio dos EUA, acontece nos dias 15 de maio, em São Paulo e 18 do mesmo mês, no Rio de Janeiro. Informações: www.visitusa.com.br.

o jornal de maior circulação no mercado de turismo

www.mercadoeeventos.com.br

Presidente Adolfo Martins Vice-presidente Executivo Roy Taylor (roytaylor@folhadoturismo.com.br) - (55-21) 3233-6319 Diretor de Redação Mario Brizon (mario.brizon@folhadoturismo.com.br) - (55-21) 3233-6263 Diretora de Marketing Internacional Rosa Masgrau (rosamasgrau@folhadoturismo.com.br) - (55-21) 3233-6316 Diretora Geral de São Paulo Mari Masgrau (mari.masgrau@folhadoturismo.com.br) - (55-11) 3123-2247 Diretor de Projetos Especiais Juan Torres (juan.torres@folhadoturismo.com.br) - (55-11) 3123-2222 Editora Natália Strucchi (natalia.strucchi@folhadoturismo.com.br) - (55-21) 3233-6263 Chefe de Reportagem Luiz Marcos Fernandes (luiz.fernandes@folhadoturismo.com.br) - (55-21) 3233-6262 Chefe de Reportagem SP Leila Melo (leila.melo@folhadoturismo.com.br) - (55-11) 3123-2240 Diretor de Internet Fernando Martins | Diretora de Planejamento Andréa Martins Diretor Jurídico José Manuel Duarte Correia | Gerência de Tecnologia GRM | Designer Daniel Costa Reportagem Rio (55-21) 3233-6353 | Reportagem São Paulo (55-11) 3123-2239/2240 Ana Elisa Teixeira (anaelisa.teixeira@folhadoturismo.com.br) | Anabel Moutinho (anabel.moutinho@folhadoturismo.com.br) Anderson Masetto (anderson.masetto@folhadoturismo.com.br) | Fernanda Lutfi (fernanda.lutfi@folhadoturismo.com.br) Larissa Dalmeida (larissa.dalmeida@folhadoturismo.com.br) | Lisia Minelli (lisia.minelli@folhadoturismo.com.br) Livia Maio (livia.maio@folhadoturismo.com.br) | Rafael Massadar (rafael.massadar@folhadoturismo.com.br) Atendimento ao leitor mercadoeeventos@mercadoeeventos.com.br - (55-21) 3233-6353 Departamento Comercial Rio de Janeiro (55-21) 3233-6319 | São Paulo (55-11) 3123-2222 Geraldo Ramos (geraldo.ramos@folhadoturismo.com.br) | Leila Barcellos (leila.barcellos@folhadoturismo.com.br) Renata Araújo (renata.araujo@folhadoturismo.com.br) Representante Comercial em Brasília CPM Consultoria Planejamento Mídia Ltda. (márcio@marketingcpm.com.br) (55-61) 3034-7448 / SHN Quadra 2 - 15º Andar - Salas 1514/1515 / Executive Office Tower - Brasília/DF - CEP 70702-905 Representante Comercial nos Estados Unidos Brazil Travel Media - Claudio Dasilva ( www.braziltm.com - claudio@braziltm.com) +1 (954) 647-6464 / 401 E Las Olas Blvd # 130 - Fort Lauderdale - Florida - 33301 - USA Rio de Janeiro Rua Riachuelo, 114 - Centro - Cep 20.230-014 - Telefone e Fax (55-21) 3233-6201 São Paulo Rua Barão de Itapetininga, 151 - Térreo - Centro - Cep 01042-001 - Tels (55-11) 3123-2222 - Fax (55-11) 3129-9095 Os artigos e opiniões de terceiros publicados na edição não necessariamente refletem a posição do jornal.

Mercado & Eventos é uma publicação do


Abril de 2012 - 2ÂŞ quinzena

31


32 Abril de 2012 - 2ÂŞ quinzena


FOLHA DO TURISMO

Abril de 2012 - 2ª quinzena - Ano IX - Número 198

Equipe Ancoradouro comemora sucesso do evento

Uma história feita de vida, família e amigos Um evento emocionante e extremamente profissional. Assim foi o 21º Encontro Ancoradouro, realizado no Bourbon Atibaia, entre os dias 29 de março e 1º de abril. O evento contou com 650 pessoas, um crescimento de 20%. O discurso de abertura foi feito em dobradinha pelo presidente do Grupo, Juarez Cintra Filho e pelo diretor geral, Juarez Cintra Neto. No próximo ano, o Encontro deverá receber entre 40 e 50 profissionais do Rio de Janeiro, cuja primeira filial foi inaugurada no início de abril. A edição de 2013 já está confirmada e será entre os dias 7 e 10 de março, novamente no Bourbon Atibaia.

O famoso Rafael e seu avô, Juarez Cintra. Evandro Mesquita, que comandou a Noite do Vermelho, patrocinada pela Tam e Juarez Cintra com diretoria da Ancoradouro e as autoridades presentes na abertura

Abril de 2012 - 2ª quinzena

Grupo Ancoradouro, 25 anos

1


Juarez Cintra Filho e Juarez Neto dividem púlpito na cerimônia de abertura mente de ideia por que percebi que a história da Ancoradouro é uma história de vida, de família e de amigos. É mais do que números, vendas e conquista de mercado”, disse. Juarez Cintra Neto, que já divide o comando da empresa, também seguiu na mesma linha no seu discurso, feito em dobradinha com o pai. Ele reconheceu que ainda não consegue ver a Ancoradouro daqui a dez anos, mas já imagina como ela estará em cinco.

“Eu também poderia dizer agora que daqui a cinco anos vislumbro a empresa através de percentuais maiores, em acelerada expansão, talvez se lançando em outros países. Mas prefiro falar sobre a minha visão humana”, discursou. “Quero que a Ancoradouro crie a mais poderosa rede de amigos de toda a indústria. Não amigos virtuais, mas reais”, completou. Assista o vídeo com os discursos na íntegra no portal do M&E: www.mercadoeeventos.com.br

Abril de 2012 - 2ª quinzena

O Grupo Ancoradouro está completando 25 anos e as comemorações tiveram início na noite de 28 de março, com a abertura do 21º Encontro Ancoradouro. No seu discurso de abertura, Juarez Cintra Filho, presidente do grupo, ressaltou que a história da empresa foi construída com a família e amigos. “Pensei em mostrar nossa evolução em números, porcentagens, volume de vendas e enfeitar com alguns gráficos. Mas mudei radical-

2

Auditório ficou lotado na abertura

Autoridades durante a abertura do evento

Juarez Cintra Filho ficou emocionado

Klaus Kühnast, da Tam, entre Silvia e Juarez Cintra

Roy Taylor, do M&E, com Paulo Nascimento, da Azul, e Valdir Walendowsky, da Santur

Mario Ponticelli, da Amadeus, presenteou Juarez Cintra pelos 25 anos da Ancoradouro

Fiat 500 da campanha Dupla Chance Ancoradouro foi exposto no dia da abertura do 21º Encontro

Trio cantou Águas de Março ao final da cerimônia de abertura

Ralf Aasmann, da Emirates

Nelson Oliveira, da South African, e Flávio Passos, da Lan

Gleyson Ranieri, da Air Canada

Cristiane Frank, da United

Carmen Lage, da Iberia

Goiaci Guimarães, da Rextur, conversa com Mario Carvalho, da Tap


Roberto Roman, da Travel Ace, Wiliam Périco, da Abav-SP e Aviesp, Emerson da Silveira, da Avirrp, e Ricardo Amaral, da Royal Caribbean

Marcos Calixto, da Copa Airlines, com Antônio Sgro, da Alitalia

Roy Taylor, do M&E, e Juarez Cintra, da Ancoradouro

Ricardo Aly, do Bourbon

Renato Hagopian, da Qatar, com Lúcio Yamashitafuji, da Aeromexico

Abril de 2012 - 2ª quinzena

Michel Tuma Ness, da Fenactur, e Antônio Azevedo, da Abav Nacional

Jantar da primeira noite foi oferecido pela Azul

3

Claudio Gebelian, da Travel Ace, Carlos Alberto Ferreira, da Ancoradouro-RJ, e Carlos Barros, da Hertz

Tecnologia foi tema da palestra de abertura A palestra de abertura do 21º Encontro Ancoradouro foi ministrada por Décius Valmorbida, vice-presidente executivo da Amadeus, que falou sobre tecnologia e como ela pode influenciar no futuro da indústria do turismo, lembrou das transformações que o Brasil e o mundo passaram nos últimos 25 anos e apontou algumas oportunidades na indústria nos próximos anos. “O crescimento do canal online, a desagregação do conteúdo das companhias aéreas, a expansão das corporações, a diferença entre revenda e varejo e a integração de mídias móveis e sociais são pontos fundamentais”, disse. “As vendas online, que são vistas como um monstro pelas agências está crescendo. Pesquisas nossas apontam que em 2015 11% do mercado será online. O que ninguém olha é que ainda restam 89% de clientes que querem outros canais”, completou.

Decius Valmorbida

Rosângela e Rachel Ricci, diretoras do Grupo Ancoradouro

Luiz Teixeira, da Delta, Eduardo Bernardes, da Gol, e Marc Bailliart, da AirFrance/KLM

Família Cintra comemora sucesso do Encontro Ancoradouro Em uma tríplice entrevista exclusiva em vídeo, que pode ser conferida na íntegra no portal do M&E (www.mercadoeeventos.com.br), os principais diretores do Grupo Ancoradouro, Juarez Cintra Filho, Silvia Cintra e Juarez Cintra Neto, falaram da emoção e do sucesso que tem sido realizar 21 edições ininterruptas do Encontro, e também da felicidade de se chegar ao Jubileu de Prata da empresa. Silvia disse que todas as edições do evento foram marcantes pois cada uma delas teve suas características próprias. “O evento só cresce, só fica melhor. Cada ano fica mais especial”, comentou. Já Juarez Cintra Filho, falou com emoção sobre três palavras que marcaram o discurso de abertura do Encontro deste ano: vida, família e amigos. “Essas três palavras são as mais importantes da existência, tanto de um ser humano quanto de uma empresa”. Ele ressalta a força da família e rasga elogios a Juarez Neto, como um funcionário dedicado e que decidiu acompanhá-lo na empresa. O presidente confirma que o evento cresceu

20% este ano, com 150 agentes a mais, até em função da abertura do escritório em São Paulo. “A gente se preocupa muito em não perder a qualidade do evento e a qualidade nos serviços”. Ele ressaltou que os expositores não querem sair do evento e lembrou que Orlando (EUA) e Santa Catarina começaram este ano. “Realmente o evento, sem falsa modéstia, é extremamente profissional, onde se sente o retorno”. Ele reforçou a abertura do escritório no Rio de Janeiro e admitiu também a possibilidade de parcerias futuras. “Futuramente todas as empresas vão se associar”. Neto reconhece a responsabilidade de estar assumindo a empresa. Sobre a emoção de fazer uma dobradinha com o pai no púlpito na abertura do Encontro, ele revelou que ambos fizeram um treinamento e que foi muito legal dividir o momento com o pai. Ele lembrou dos principais parceiros do evento, que também são os principais parceiros nos negócios. “Essas empresas são de uma importância muito grande para nós”.


GALERIA Abril de 2012 - 2ª quinzena

Alex Calabria e Marcelo Gomes, da Royal Caribbean

Juarez Cintra e Nestor, o mascote da Ancoradouro

Juarez Cintra Neto e Aldo Leone Filho, da Agaxtur

Claudia Lobo e Allan Moura, do Visit Orlando

José Ozanir, gerente geral do Bourbon Atibaia, e Michel Tuma Ness, ladeando Alceu Vezozzo Filho e Alceu Vezozzo, da rede Bourbon

Valdir Walendowsky, da Santur, e a equipe da iniciativa privada de Santa Catarina

Cristiane Coelho, da Alfa Mundi, e Daiana Fraga, da F7 Turismo

Adriana e Maria Tereza Godoy, da DRI Viagens

4

Marina Almeida, da Vera Parodi, e Thais Camilis, da Viaje Mais

Janaína Ferrari, da Facility, Tatiana Martins, da Happy House e Marcia Trindade, da TGV

Carolina Beluco, da Magic, e Claudia Bastos, da Nix

Carolina Alcant, da Viagens Premium, e Tatiane Silva, da Costa Turismo

Alison Bitar, da Angeltur, Elisete Rodrigues, da Amadeus Turismo, e Angela Iancki, da Escala Turismo

Beatriz Camargo, da Autêntica, e Rachel Grieco, da Rachel Moares

Kelen Leal, da Fae Turismo, Angela Iancki, da Escala Turismo, e Priscila Rodrigues, da Teag Turismo

Ana Gaona, da G2 Viagens, e Lucia Cordeiro, da MC Tur

Jessica Alves, da Las Palmas, Jane Amorosa, da Scort, e Hellena Gozzo, da Aton


GALERIA

Michel e Alexandre Tuma Ness que ofereceram a famosa mortadela

Adalberto Klein entre Daniela Santos e Rose Almeida, da Emirates

José Santiago, da Total Turismo

Iago Puntel, Paula Daros, Bruna Soares, Verônica Leardini, Daniel Castanho e Gabriela Falcete, da Ancoradouro

Vera Marcelino e Cláudia Traballi, da Ancoradouro

Anderson Santos, da EPTur

Giana Verde e Nathalia Faraj, da CI

Abril de 2012 - 2ª quinzena

Enrico Bacco, da Vacance Turismo, com Roberto Garbin e Juarez Cintra Neto, da Ancoradouro

5

Elaine Santos e Fernanda Almeida, da Mogi Travel

Paulo Querino, da VCT, Adalton Tamaoki, da Alessandra Porto e Luiz Carlos, da Hangar

Lara Lis, da Lea Turismo, e Wellington Neves, da Belle Tur

Diego Savion e Kauê Freitas, da Ancoradouro

Emanuelle Carvalho e Julio Rodrigues, da Tam

Patrícia Ruiz, da R&S, Narciso Santos, da Maratur e Diego Bauck, da Griffe de Viagens

Jesus Garcia e Daniela Favoretto, da Delta

Ione Sandra, da Asa Sul e Ana Lúcia, da Analu Turismo

Isabella de Oliveira, da Multinacional e Renata Santos, da IMM

Renata Marins, da Alcance, Norma Leite, da Benetton, e Maria Elisa Silva, da Verdeblu

Ronaldo Pereira, da Mitto e Clemente Santos, da ABC


Abril de 2012 - 2ª quinzena

Diretores da Ancoradouro anunciam novidades

6

Em entrevista exclusiva ao M&E, três diretores da Ancoradouro Operadora fizeram um balanço das palestras que foram aplicadas aos agentes de viagem durante o evento e também anunciaram as novidades de cada um dos seus mercados. Entre os principais destaques está a confirmação do fretamento de um A340 para a temporada de neve em Ushuaia, na Patagônia Argentina. Cacalo Destro, diretor América do Norte, Sérgio Gagliardi, diretor América do Sul, México e Caribe, e Leonardo Coutinho, diretor Europa, Oriente e África falaram ainda sobre os demais projetos para este ano. Segundo Cacalo Destro, durante o evento foram lançados pacotes para o Alasca. “Este é um destino diferente, que o brasileiro já está procurando mais”. Segundo o diretor, também foram lançados os programas de moto nos Estados Unidos e fly e drive, que visam dar maior flexibilidade para os passageiros. Já Leonardo Coutinho, informou que as vendas para a Europa cresceram 20% em relação ao ano passado. “Temos procura para os países clássicos, como Itália e França e também para os países do leste europeu”, disse. Ele acrescenta que foi lançada uma programação nova para destinos diferenciados como Croácia com Bósnia e Montenegro, além de um novo programa para a França. Para Sérgio Gagliardi, o nível dos agentes de viagem deste ano melhorou muito. “Os agentes

Diretores internacionais da Ancoradouro, Leonardo Coutinho, Sergio Gagliardi e Cacalo Destro, antes da festa da Delta

estavam com interesse consistente, vieram para participar de um evento de caráter profissional”, disse. Gagliardi acrescentou ainda as novidades que foram apresentadas durante o evento. “Lançamos o manual 2012 e 2013, agregamos novos destinos, compusemos novos programas. Temos 48 destinos nos países que compõe essa faixa (América do Sul, México e Caribe) com 57 programas regulares, disponibilizados no nosso site e também no manual”, disse. O executivo acrescentou que foi lançado um produto para o destino Ushuaia, na Argentina. Um destino que, segundo ele, tem um boa quantidade de neve e uma neve de maior qualidade, com um período de maior vigência. “Há uma estação de esqui que oferece vilas invernais para aqueles passageiros que não esquiam, onde há outras atividades, como andar de trenó e motos de neve”, disse. Como novidade em primeira mão, ele informou que Ushuaia vai contar com o fretamento de um A340 direto de São Paulo. “Durante o mês de julho teremos o fretamento com 210 assentos em classe econômica e mais 32 em classe executiva. Esse voo oferece também a possibilidade para aqueles que querem mais conforto para viajar em classe executiva”, conclui. A entrevista completa com os três pode ser conferida no portal do M&E: www.mercadoeeventos.com.br.

Juarez Cintra Filho com Kaká, representante da Ancoradouro no Rio de Janeiro

Juliana Gil e Ana Paula Gil, da JNK, com Thaisa Sisterolli, da La Nave

Janice Andrade, da Fischer, Isabel Vitorio, da Bella e Jussara Chaise, da Cliper

Daiana Braga, da Japtour, Guacyr Soares, da Poltrona 1 e Ligia Terra, da Renata Calil

Filiais de São Paulo e Rio de Janeiro devem ser principais da Ancoradouro em três anos Em 2011 o Grupo Ancoradouro levou sua operadora e em seguida a consolidadora para a capital paulista. Neste ano é a vez do Rio de Janeiro receber a consolidadora Ancoradouro – fruto de uma sociedade com Carlos Alberto Amorim Ferreira (o Kaká, ex-presidente da Abav Nacional) e Lula Amorim. Para Juarez Cintra, presidente da empresa, estes serão os dois principais escritórios do grupo em pouco tempo. “A tendência é que São Paulo seja a nossa filial mais forte. Em apenas oito meses, ela já ultrapassou Bauru e está se aproximando de São José dos Campos”, disse. “Daqui a três ou quatro anos, ela deverá ser a maior, à frente da matriz. E esperamos que o Rio de Janeiro seja o terceiro”, completou Juarez Cintra Neto, diretor geral do grupo. Sobre a nova filial do Rio de Janeiro, que foi inaugurada este mês, Cintra revelou que seu planejamento começou há cerca de oito meses. A escolha de Kaká e Lula, segundo ele, aconteceu devido ao grande conhecimento dos dois no mercado carioca. “Eles abriram mão da agência que tinham, a CL, e já estão sendo preparados há algum tempo. Evento - Juarez Cintra Filho fez um balanço positivo

desta edição. Ele acredita que a cada ano o Encontro fica mais refinado e a qualidade, tanto dos participantes, como dos fornecedores, também está maior. “Crescemos 20% em participantes e chegamos a 650 pessoas. Agregamos quatro novos fornecedores e já percebemos que este é o limite para não perder qualidade”, afirmou. Juarez Cintra Neto, por sua vez, disse que há agora o desafio de agregar os agentes de viagens do Rio de Janeiro no próximo ano. Ele descartou a possibilidade de fazer dois eventos por ano e de aumentar muito a quantidade de participantes. “Aumentar uma ou duas pessoas é possível fazer. Mas já estamos quase no limite”, ressaltou. “Nossa preocupação é sempre com o profissionalismo. Temos que dar uma resposta para o expositor, que é a dedicação dos agentes, pois são eles que fazem o evento acontecer”, destacou. No próximo ano, o Encontro deverá receber entre 40 e 50 profissionais do Rio de Janeiro. No entanto, conforme explicou Juarez Cintra, há um grande desafio a ser enfrentado em dois ou três anos. A edição de 2013 já está confirmada e será entre os dias 7 e 10 de março, novamente no Bourbon Atibaia. “Vamos continuar aqui, pois a estrutura é muito boa, bem como o pessoal, o serviço e a localização”, finalizou.

Adriana Godoy, Janaína Lima e Jaqueline Luciano, da GX High Education

Monize Rodrigues, da Speed, Luciana Martins, da Soney Tur, e Jeniffer Lopes, da Home Travel


GALERIA

Sônia Vaccari, da Sunlight, Vanderlene Bortoleto, da Nova Brasil, e Yvone Oliveira, da Shadai

Vicente Cataldo e Silvia Rossi, da SVTur

Hellen Gozzo, da Aton, Mariana Cardoso, da Trust, e Renata Serrano, da Barbarella

Carlos Lafonte, da Eny Turismo e Rodrigo Gagliardi, da Trip Fun

Caroline Santos, da Escultur, e Katharine Carvalho, da B Tour

Abril de 2012 - 2ª quinzena

Alexandre Massotti, da Rosa Massotti, e Maria Luiza, da Fragatta

Thaisa Sisterolli, da La Nave, Taisa Resende, da Taian Viagens, e Leila Geraldo, da Mundo Afora

7

Danilo Barbizan, Ronaldo Coelho e Wagner Figueiredo, da Ancoradouro

Maria Eunice e Laura Baggio, da Única Turismo

Sabrina Britto, da CJ, Ronaldo Coelho, da Ancoradouro, e Greice de Assis, da Nardelli

Kamila Vianna, da Internacional, André Silva, da Espaçotur, e Flávia Rocha, da Village Brasil

Fabiola Freire, da Caue, e Fernanda Souza, da Tam

Marcela Servidon, da Cataduva Tur, Fernanda Ferreira, da Illitur, e Jéssica Silva, da Via Mundi

Joaquim Machado, do Guia do Mundo, eTiago Ferreira, doViva AdventureTravel

Silvana Venturelli, da Infinitur Turismo, Thiago Pereira, da Intercities Turismo, e Giulina Santos, da Planar

Renata Bastos, da Volare, e Regiane Oliveira, da Ellis

Sandra Lorenzoni, da Clube Turismo, e Samanta Gonçalves, da Conception, com Marcio, da Ancoradouro


Abril de 2012 - 2ª quinzena

Show da Blitz anima jantar oferecido pela Tam

8

A Noite do Vermelho, patrocinada pela Tam, encerrou o segundo dia do 21º Encontro Ancoradouro. A grande atração da noite foi a banda Blitz, que subiu ao palco do Bourbon Atibaia para animar os agentes de viagemque passaram todo o dia em treinamentos e capacitações. O diretor de vendas da companhia, Klaus Kuhnast, destacou a parceria da Tam com a Ancoradouro e também a sua amizade com Juarez Cintra, presidente do grupo. “A Tam é uma empresa que nasceu no interior de São Paulo e valoriza a região”, disse. No painel, atrás do palco, também havia uma mensagem ressaltando o interior. “Com a gente o interior é o ponto de partida para o Brasil e o mundo”. Tarifas promocionais - A Tam apresentou durante as palestras do encontro algumas tarifas promocionais para os agentes de viagem. Partindo de São José do Rio Preto, a tarifa está a partir de R$ 209 para Recife e R$ 195,95 para Salvador. Saindo de Ribeirão Preto para esses mesmos destinos, as tarifas saem a partir de R$ 298 e R$ 200,95. Também existem preços diferenciados a partir de Campinas, Brasília, Salvador e Congonhas. No internacional, as tarifas para Montevidéu saem a partir de US$ 269. Partindo do Galeão, há preços promocionais para Frankfurt (US$ 799) e para Londres (US$ 798).

Equipes da Tam e da Ancoradouro

Ricardo e Roberta Amaral curtindo o show da Blitz

Silvia e Juarez Cintra, com Evandro Mesquita e Klaus Kühnast

Diretoria da Ancoradouro com a equipe do M&E

Agentes de viagem se vestiram de vermelho para o jantar patrocinado pela Tam

Evandro Mesquita com Juarez Cintra Neto e sua esposa Flávia

Juarez Cintra Filho, Klaus Kühnast e Juarez Cintra Neto, com a equipe da Tam

Rachel e Rosângela Ricci, com Evandro Mesquita


Emoção no almoço de Santa Catarina

Royal Caribbean patrocina primeiro almoço no Encontro de 2012 O almoço do dia 30 de março, no 21º Encontro Ancoradouro, foi patrocinado pela Royal Caribbean, que é representada no interior de São Paulo pela Ancoradouro. O diretor para a América Latina e Caribe da armadora, Ricardo Amaral, entregou uma placa gigante em homenagem aos 25 anos da Ancoradouro para Juarez Cintra, que ficou emocionado. Amaral ressaltou que para a próxima temporada o Vision of the Seas não virá ao país devido aos altos custos de operação no Brasil. “Para se ter uma ideia, o custo de levá-lo para Buenos Aires é 12% menor com as taxas cobradas”, disse. Por outro lado, ele comemorou o crescimento dos cruzeiros no Brasil e revelou que o escritório brasileiro da armadora já é o segundo maior do mundo, perdendo apenas para o Reino Unido.

Durante almoço da Royal Caribbean, Ricardo Amaral entrega painel a Juarez Cintra da Ancoradouro. Diretoria das duas empresas comemoraram

Representantes de Santa Catarina e família Cintra com imagens da Santa Paulina e da Bem Aventurada Albertina, e emocionados, Juarez Cintra e Valdir Walendowsky durante almoço de Santa Catarina

na capacitação. Naturalmente estaremos presentes em outros eventos da Ancoradouro”, disse. Ele acrescentou que dará continuidade ao trabalho de promoção de Santa Catarina nos mercados onde a Ancoradouro está presente, notadamente no interior de São Paulo. Walendowsky confirmou que durante a abertura do evento manteve contato com Paulo Nascimento, vice-presidente comercial e de marketing da Azul Linhas Aéreas e sugeriu a criação de uma nova rota ligando Buenos Aires, na Argentina, a Florianópolis, Foz do Iguaçu e Campinas. “Seria um fato novo essa rota, interligando

esses destinos”. Nascimento já havia adiantado que a Azul estuda a inclusão de rotas na América do Sul na sua malha. “Nossa conversa despertou interesse na Azul e os destinos são complementares, não concorrem”, avaliou o presidente da Santur. Ele também falou sobre o Congresso da IGLTA que será realizado em Florianópolis no mês que vem e que reunirá compradores internacionais, operadoras e imprensa estrangeira. “Nós já fizemos muitos cursos de capacitação nos equipamentos que recebem este segmento. Temos vários empreendimentos especializados no segmento GLS”.

Azul patrocina jantar de abertura do 21º Encontro Ancoradouro O jantar de abertura do Encontro Ancoradouro foi patrocinado pela Azul Linhas Aéreas. O presidente do Grupo Ancoradouro, Juarez Cintra Filho, fez questão de lembrar a parceria com a companhia e lamentou a ausência do presidente da aérea Pedro Janot, que está se recuperando de um acidente. “É uma ausência que estou sentindo. Mas ele está presente aqui sim”, disse Cintra, enquanto era exibida uma foto de Janot no telão. O vice-presidente comercial e de marketing da Azul, Paulo Nascimento, destacou o forte crescimento da companhia, ressaltando que ela voa hoje para 50 destinos e que apenas quatro capitais ainda não são atendidas pela Azul. “Já temos pedido para voar para Porto Velho. Só

faltará Boa Vista, Macapá e Rio Branco”, contou. Em entrevista em vídeo ao M&E, Nascimento falou também da possibilidade da Azul começar a voar para o exterior. “É uma ideia que está em estudo, mas deverá ocorrer em 2013”, revelou. Antônio Américo, gerente de vendas da Azul, lembrou do apoio que a companhia recebeu do Grupo Ancoradouro em seu início, no ano de 2008. “Tínhamos apenas dois voos e o Juarez já nos convidou para apresentar a companhia aos agentes no Encontro Ancoradouro”, lembrou. Avirrp - Na ocasião, Emerson Silveira, presidente da Avirrp, subiu ao palco para entregar a Juarez Cintra uma placa dos agentes de viagem de Ribeirão Preto em homenagem aos 25 anos da empresa. Durante jantar de abertura, patrocinado pela Azul, com as presenças de Paulo Nascimento e Antônio América, além de Juarez Cintra e Juarez Neto, Emerson Silveira, da Avirrp, homenageou a Ancoradouro

Abril de 2012 - 2ª quinzena

Primeiro destino nacional da participar do Encontro Ancoradouro, o Estado de Santa Catarina, foi representado pela Santa Catarina Turismo, que patrocinou o almoço de 31 de março, uma feijoada. Juarez Cintra Filho, presidente do Grupo Ancoradouro, comentou que pela primeira vez um destino nacional esteve presente no encontro e fez elogios a Valdir Walendowsky, presidente da Santur, a quem chamou de “exemplo de homem público”, por sua dedicação e trabalho. Walendowsky, por sua vez, reconheceu o alto nível do encontro e classificou o modelo adotado de capacitação dos agentes como muito eficiente. Ele enfatizou ainda o esforço e trabalho que têm sido feitos no Brasil e no exterior na promoção do Turismo de Santa Catarina, que como resultado posicionou o estado como o terceiro em Turismo no Brasil. “Somos o terceiro estado em Turismo no Brasil, atrás apenas de São Paulo e Rio de Janeiro”. Valdir aproveitou para chamar ao palco os representantes da iniciativa privada do Turismo catarinense que também compareceram ao evento. E a emoção foi forte quando o dirigente entregou a Juarez Cintra uma imagem da Santa Paulina. SC - Valdir Walendowsky em entrevista exclusiva em vídeo ao M&E, que pode ser conferida na íntegra no site www.mercadoeeventos.com.br, revela estar muito satisfeito com os resultados do evento. “Gostei muito do modelo do evento. É ótimo sermos o único destino nacional presente

9


GALERIA Abril de 2012 - 2ª quinzena

Priscila Rodrigues, da Teag, Wagner Barreiro, da Monte Athos, Renata Marins, da Alcance, e Alessandra Zago, da Animatour

Francisca França, do Majestic Palace Hotel

Diego Bauck, da Griffe de Viagens, Renato Correa, da Royal Tur, e Etenivaldo Souza, da Sonho Real

Luciana Rodrigues, da TC Operadora, e Karin Amorim, da The Client

Patricia Sakamota, da Yume Turismo

Antonio Carlos Carbone, da Carbone Turismo

Paula Mendes, da First Class, Ana Lúcia Busnardo, da Itajubá Turismo, e Camilla Bonatti, da Rochatur

Lilian Puch, da Casagrande, e Fabiana Souza, da Portofino

Suiane Cristina, da Walquíria Turismo

10

Monique Silva, da Ponta Verde, Monize Rodrigues, da Speed, Samara Costa, da Tecla World, e Jeniffer Lopes, da Hone Travel

Janice Andrade, da Fischer Tur, Cristiane Lopes, da Nani Turismo, e Denise Cristiano, da Mundilink

Tatiane Tobias, da Zarone Turismo, Janaine Nunes, da MG Travel

Germano Vinhas, da Acapulco, Mônica Leles, da Travel Hub, Sabrina Britto, da CJ, Denise Teixeira, da Sea Cruises e Elton Pena, da Topo do Mundo e Silvio Sampaio, da The First

Eliana Machado, da Arte Brasil, Fran Correa, daF&R Viagens, Cleia Veronezi, da San Mar

Renata Junqueira, da Outback Turismo, Marília Novaes, da Nova Opção, Lilian Puch, da Casagrande, e Fabiana Sousa, da Portofino

Tatiane Tomie, da Foco, Tatiana Pinheiro, da Islatur, e Maria Bighetti, da RG, e Eliane Galeno, da RRG

Erica Oliveira, da Aerotravel, Caroline Trentine, da Planet Tur, Vivian Odone, da Vega Viagens, e Naira de Lima, da ARK Turismo


GALERIA

Cristiane Marcílio e Yanna Shitikova, da Turismo 10

Celso Takahashi, da Lex

Kelly Frigatto, e Michele Cortucci, da Rosa Massotti

Livia e Ezio de Souza, da Tastur

Abril de 2012 - 2ª quinzena

Thais Camile, da Viaje Mais, Milene Geise, da Vera Parodi, Claudia Bastos, da Nix Travel, e Francine Mendes, da Pelegrinus

Igor de Oliveira, da Isos, e José Eduardo Filho, da Plena

Julio Rodrigues e equipe da Tam

11

Mônica Carbonari e Luciana Marin, da Yes

Patrícia Ribeiro e Florença Marsam, da Eventho

Elaine Rafael, da RRG, Ricardo Fernandes, da Clipper, Lucia Celestino, de Bauru, Paula Salles, da Maptur, Maria Luiza, da Yonge, e Franciela Schmidt, da SJP

Gabriela Pace, da Tombatur, Elton Penna, da Topo do Mundo, e Luciana Gurgel, da Ypytur

Cassio Takano, Alessandra Tortora e Guilherme Machado, da Copa Airlines

José Carlos, da Canade e Alison Bitar, da Angel

Sandra Guzman e Ana Beatriz, da Interamerican

Françoise Correa, da F&R, Maria Tereza Abreu, da Novo Horizonte, Cristina Takada, da Vip Vale e Flávia Rocha, da Village Brasil

Flavia Zancheta, da Via Mundi, Nestor, da Ancoradouro, e Adriana Souza, da Via Mundi

Sarah Guarmeri, da CVG e Carolina Crepaldi, da Novita


M&E faz apresentações e a cobertura do Encontro

Abril de 2012 - 2ª quinzena

O Mercado & Eventos foi um dos 34 fornecedores presentes no 21º Encontro Ancoradouro. Nas apresentações, comandadas pelo diretor de redação e pelo diretor de projetos especiais da empresa, Mario Brizon e Juan Torres, respectivamente, os profissionais puderam conhecer um pouco da empresa e dos produtos do grupo voltados para o turismo. O carro-chefe das publicações dirigidas é o jornal

12

M&E, que tem tiragem de 16.500 exemplares a cada quinzena. “É importante ressaltar que a publicação é gratuita e que cerca de nove mil vão para agências de viagens de todo o Brasil”, disse Brizon. “Queremos estimular cada vez mais a nossa parceria com os agentes”, completou. Torres falou também sobre as publicações voltadas ao mercado internacional, a Folha do Turismo Brasil, que é distribuída nas grandes feiras de turis-

Agente de viagem lendo o M&E

Juarez Cintra assistindo palestra na sala do M&E

mo no mundo todo; e da Folha do Turismo, revista mensal, voltada para o publico final e que conta com 60 mil exemplares. Juarez Cintra prestigiou uma das apresentações. A equipe do M&E no evento contou ainda com as presenças de Roy Taylor, Rosa Masgrau, Mari Masgrau e Anderson Masetto. O M&E fez a cobertura online, inclusive com entrevistas em vídeo e galeria de fotos que podem ser conferidas no site: www.mercadoeeventos.com.br.

Juan Torres e Mario Brizon, do M&E, apresentaram os produtos do grupo aos agentes de viagans

Delta promove festa de encerramento do Encontro Ancoradouro A Delta Airlines promoveu a festa de encerramento do 21º Encontro Ancoradouro na noite de 31 de março. Foi uma festa Black Tie, ambientada em Las Vegas. Juarez Cintra Neto lembrou dos 15 anos de parceria entre a Ancoradouro e a companhia e agradeceu pela

confiança da empresa. “Nós acreditamos na Delta e a Delta acreditou na Ancoradouro. Hoje ela já é a segunda maior companhia aérea do mundo”, disse. Já Luiz Teixeira, diretor da Delta, reforçou os voos que a empresa opera, seu crescimento no mercado e a grande parceria com a Ancoradouro, um projeto

que teve grande apoio de Juarez Cintra Neto. Durante a festa, a equipe da Ancoradouro preparou uma surpresa para os agentes de viagem. Eles fizeram uma espécie de flash mob e dançaram todos juntos com uma coreografia ensaiada para depois brindarem a todos os convidados.

Equipe da Ancoradouro realizou flash mob durante a festa da Delta

Juarez Neto, Flávia, Silvia e Juarez Cintra, Luiz HenriqueTeixeira, Roberta e Ricardo Amaral

Diretoria do M&E também prestigiou noite da Delta, com Juan Torres, Mari e Rosa Masgrau e Roy Taylor

Leonel Rossi, da Abav Nacional, e Ricardo Roman, da Interamerican

Cezar Aveiro, da BCA, Romilde Bonine, da DSE, e Emerson Silveira, da Avirrp

Família Ancoradouro posando para foto oficial antes da festa da Delta

Rachel Ricci e Chico Cintra, trajados a rigor para a noite da Delta

Salão do Boubon foi ambientado com o tema Las Vegas


Mercado & Eventos Edição 198