Issuu on Google+

mercadoeeventos.com.br

REPORTAGEM ESPECIAL

FOLHA DO TURISMO

Roadshow Turismo 2014 Junho/2014 - 2ª quinzena - Ano XII - Nº 250 - Tiragem: 16.400 exemplares

Depois de passar por Salvador, Recife e Fortaleza, será a vez de Rio de Janeiro e São Paulo sediarem o Roadshow Turismo 2014, em agosto. Realizadas em abril e maio, as três edições iniciais capacitaram um total de 1,2 mil agentes de viagens. Saiba mais sobre as próximas etapas. Página 12

Junho de 2014 - 2ª quinzena

ENTREVISTA

1

Cuba

Annie Morrissey, da Atlântica Hotels

Rede Atlântica quer alcançar 110 hotéis no país até 2016 Página 3 AGENDA

Minas Tur e Avirrp movimentam calendário de eventos em agosto Página 26

Havana e Varadero conquistam turistas Visitantes se mostram fascinados com a cultura da capital e com as praias paradisíacas. Páginas 10 e 11

BRASIL

CRUZEIROS

AVIAÇÃO

FEIRAS E EVENTOS

8º Top MSC premia maiores vendedores da última temporada

Manaus e Belém comemoraram início do novo voo da Tap

“Bourbon Partner” é entregue em noite de festa em Atibaia

Evento ocorreu a bordo no navio MSC Divina, que pela primeira vez passou pela costa nacional. Página 14

Rota é considerada uma conquista para o Norte do país por impulsionar ligação com a Europa. Página 9

Clientes e parceiros do turismo nacional foram homenageados pelo trabalho realizado. Página 19

Luciana Fernandes assume diretoria de Marketing do MTur 5 AVIAÇÃO

American Airlines registra crescimento de 23% este ano 8 CRUZEIROS

Roberto Fusaro, Marcia Leite, Pier Paolo Scala, Adrian Ursilli e Flávio Lambstaain, da MSC

Batismo do voo na chegada a Manaus

Equipe de vendas da Bourbon liderada por Jeferson Munhoz

Na comemoração dos 42 anos, CVC anuncia campanha de vendas e nova logotipo. Página 15

Costa Cruzeiros incorpora navios da Ibero

13

FEIRAS E EVENTOS

FEIRAS E EVENTOS

BNT Mercosul reúne trade no Beto Carrero World Edição contou com grande participação de agentes da Argentina, Paraguai, Uruguai, Chile e Peru. Página 22 Geninho Góes e Jair Pasquini, organizadores da BNT Mercosul

FIT Cataratas: 6 mil visitantes e mais de 600 marcas expostas Feira cresce e destaca investimentos de quase R$ 2 bilhões no Turismo de Foz do Iguaçu. Páginas 20 e 21

Corte da fita

GBTA destaca potencial do mercado corporativo Durante conferência, Brasil é lembrado como oitavo país em gastos de viagens do setor. Página 24 Wellington Costa, diretor regional da GBTA para o Brasil

Convenção de Vendas e Comercial da Trend reuniu 800 funcionários para treinamentos e palestras. Página 17

Ski & Golf antecipa detalhes da feira deste ano 23 AGÊNCIAS E OPERADORAS

Abav se une a entidades em prol do turismo

16

HOTELARIA

Palladium abre Hard Rock Ibiza e consolida destino

18


2 Junho de 2014 - 2ÂŞ quinzena


ENTREVISTA

O desafio de crescer na contramão de um mercado em compasso de espera Luiz Marcos Fernandes

MERCADO & EVENTOS - Vocês anunciaram recentemente 11 novas unidades para este ano. Como está o planejamento até 2016? Mudou alguma coisa em função do crescimento modesto da economia? Annie Morrissey – De fato nossa ideia é manter o ritmo. Neste ano temos um Radysson com 292 apartamentos na Barra, três hotéis em Belo Horizonte totalizando mais 656 apartamentos, unidades em Bauru, Santos e Rio Branco. Enfim, são mais dois mil apartamentos no total, chegando a marca de 92 unidades até o final deste ano. Até 2016 nossa meta é chegar aos 110 hotéis no país. Recebemos diversas propostas de investidores e isso acontece com base num planejamento e numa análise de mercado. Existem mercados que já estão superados, como Belo Horizonte e Manaus, entre outros. Mas tudo depende de uma expectativa de retorno e do momento do mercado. M&E - Como vê a preocupação com o volume de oferta no pós-Copa em algumas das cidades-sede. Qual seria a alternativa para se manter boas taxas de ocupação? Annie Morrissey – Essa é uma questão complexa e preocupante. De fato, o ideal seria que tivéssemos calendários de eventos bem planejados e novos espaços para eventos a fim de manter as taxas de ocupação da hotelaria em alta. Se você observa o último relatório do Fohb, observa que as taxas de ocupação são negativas em cidades como Rio, São Paulo, Salvador, Brasília, Manaus. Claro que durante a Copa acontece um boom, uma demanda maior. Vejo que havia uma expectativa muito boa em relação à Copa e que acabou em boa parte não se concretizando, com uma procura abaixo do esperado. Até mesmo entre os jogos da Copa se precisa buscar manter as taxas oferecendo descontos e promoções. Enfim, usar a criatividade e boa estratégia, uma das marcas da Atlântica Hotels. Creio que os conventions terão um trabalho redobrado para buscar alternativas a fim de manter o mercado corporativo aquecido após o término dos jogos. Isso não será fácil. Sabemos que o Brasil é um país caro para o turista estrangeiro. Não ficou caro com a Copa. Já era caro antes. Se bem que não acho que as tarifas hoteleiras não estão num patamar absurdo como muitos afirmam. Em eventos como uma Copa é natural haver preços mais elevados. Claro que abusos sempre existem, mas o turista tem opções para escolher o que quer. M&E - Este ano vocês realizaram uma convenção com o tema “Sou Mais Atlantica”, em Jundiaí. Em qual foco, dentro da estratégia comercial, se deu maior ênfase? Annie Morrissey – A ideia é criar uma fidelização com os nossos hóspedes. Estamos em 46 cidades no país e

de carreira valorizando quem se qualifica. Se estou abrindo 40 hotéis vou precisar de 40 gerentes gerais e posso encontrar boa parte destes profissionais na minha equipe. M&E - O modelo de classificação de hotéis continua indefinido. A seu ver, qual a melhor estratégia para um mercado como o do Brasil? Annie Morrissey – Eu creio que o importante é você deixar claro para o cliente que tipo de hotel ele vai encontrar para suas necessidades. Nós dividimos as nossas bandeiras em categorias. Cada marca tem seu DNA. Creio que o modelo do governo não deu o resultado

esperado e as redes decidiram implementar seus modelos. Lembro que o cliente hoje em dia está muito mais bem informado e para isso conta com uma série de ferramentas. para motivar o cliente. M&E - Depois de um crescimento de 10,4% no volume de negócios, gerando mais de R$ 653 milhões em receita, a Atlantica prevê um crescimento 13% maior para o ano. Acredita que estes números possam se manter ? Quais os pilares para manter aquecida a receita do grupo? Annie Morrissey – Creio que sim. Quanto aos pilares, dentro da estratégia comercial, eu diria que um deles é sem dúvida oferecer ao cliente um produto bem definido, apresentado com transparência e criatividade. Para isso temos procurado criar um ambiente propício para a equipe e sempre com capacidade para oferecer, com rapidez, aquilo que o mercado necessita.

Junho de 2014 - 2ª quinzena

Diante de uma economia com fraco desempenho, que prevê um crescimento inferior a 2%, e dúvidas sobre o legado do pós-Copa, em cidades que já registram um excesso na oferta de quartos, a Atlântica Hotels aposta num crescimento superior a 30% para os próximos três anos, chegando a administração de 110 hotéis contra 82 atuais. Para isso, o grupo se baseia numa estratégia que tem como foco qualidade de serviço e novas ferramentas tecnológicas, incluindo um novo site, que entra em operação em agosto. Nesta entrevista ao M&E, a vice-presidente de Vendas e Marketing, Annie Morrissey, se confessou otimista em relação ao mercado brasileiro e, mesmo diante de um ano atípico, confirma que o cronograma de abertura de novos hotéis com as bandeiras do grupo não foi alterado.

ampliando nossa participação. Estamos com um trabalho atuante nos hotéis onde combatemos a exploração do turismo sexual e também com nossas equipes de venda que não fazem apenas visitas de cortesia, mas realizam contatos mais profissionais, já com estudos prévios de potenciais clientes. A verdade é que atualmente as grandes redes têm investido cada Annie Morrissey vez mais na qualificação de seus funcionários. Nós temos o programa Cidade Atlântica, que oferece aos quatro mil funcionários a oportunidade de participar de mais de 100 módulos de treinamento. E o mais importante é que criamos um programa

3


Visto eletrônico: agora é aplicar

Lição de casa

Junho de 2014 - 2ª quinzena

Luiz Marcos Fernandes

4

Em plena disputa pela Copa do Mundo, nossos governantes e empresários já podem ter uma ideia inicial do legado que fica para o país deste grande evento esportivo. Tivemos sete anos para nos preparar de modo adequado. Mas nem tudo ficou dentro do esperado. Tirando a área esportiva onde a torcida é grande, tivemos derrotas fora do campo. Basta observar que as inaugurações de muitas obras aconteceram mesmo que ainda inacabadas. Houve problemas de mobilidade urbana com dificuldades de deslocamento principalmente em dias de jogos, baixa adesão ao Pronatec, programa de capacitação de mão de obra e, por fim, o eterno drama dos passageiros em aeroportos mal planejados e com serviços deficientes, que comprovam a total falta de competência de seus administradores. Um verdadeiro gol contra. Estes são apenas alguns dos itens negativos que fazem parte de uma extensa relação de problemas enfrentados pelos brasileiros e turistas, e que acabam por fazer com que a nossa imagem no exterior fique a mercê de críticas e comentários pouco elogiosos. Verdade que tivemos alguns avanços, como foi o caso da hotelaria que investiu na expansão dos meios de hospedagem e colocou 300 mil leitos a disposição de nossos visitantes. Há que se considerar investimentos em boa parte das cidades-sede. Claro que o custo Brasil subiu. Basta tomar como modelo o preço médio das diárias nos hotéis. Preços na faixa de R$ 1.500 cobrados por alguns estabelecimentos revelam que a antiga

prática dos abusos não foi esquecida. O grande desafio será no pós Copa. A exemplo dos grandes estádios para a Copa em cidadessede sem grandes times de futebol, o volume excessivo na oferta de quartos em alguns centros urbanos mais distantes do eixo Rio-São Paulo, preocupa com razão. Para preencher essa lacuna, o ideal seria que esse tipo de iniciativa viesse acompanhada de um calendário de eventos bem planejado e a construção de centros de convenções que poderiam viabilizar a captação de eventos. Como os recursos do Prodetur apenas agora estão sendo liberados, os projetos para centros de convenções só devem sair do papel a partir de 2016. Não resta dúvidas de que o Brasil nunca esteve tão em evidência na mídia mundial. A hospitalidade brasileira também ajuda muito na imagem do país. Mas a verdade é que poderíamos ter ido muito mais longe se tivéssemos feito um planejamento adequado com competência. Muito do que foi prometido ficou apenas no papel. Que as lições de casa fiquem como exemplo pois 2016 vem aí com as Olimpíadas. Não podemos cometer o mesmo erro duas vezes. Se o Governo e a iniciativa privada não souberem aproveitar a oportunidade destes megaeventos, então nada mais resta a fazer. Vamos continuar na nossa triste mediocridade tupiniquim oferecendo serviços com padrão terceiro mundo. Luiz Marcos Fernandes é chefe de Reportagem. Formado em Comunicação Social e pós-graduado em Turismo

Turismo e economia Luciano Palumbo Os empresários do setor de turismo estão atentos ao desenvolvimento econômico do país. Em uma breve pesquisa feita com operadores, companhias aéreas, hotéis e agências corporativas, a preocupação com o futuro econômico do Brasil já ganha lugar de destaque. Os bons resultados obtidos em todos os elos da cadeia produtiva nos primeiros meses do ano, agora, dão lugar à preocupação, que em alguns casos, chega a beirar do desespero. O setor, que recebeu financiamento de R$ 13,5 bilhões de instituições federais e teve um aumento significativo de receita com a evolução dos anos anteriores, de acordo com o estudo do Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC), agora sofre com o impacto dos grandes eventos e a desaceleração mundial. Em 2013, sobre o impacto do turismo no mundo, o setor de viagens e turismo contribuiu com 9,5% para a economia global. Os números do Brasil mostram que o setor apresentou uma contribuição total – em 2013 – que incluiu as atividades diretas, indiretas e induzidas do turismo - de 9,2% do PIB, o equivalente a US$ 205,6 bilhões (ou R$ 443,7 bilhões) gerados. Esse número já não será o mesmo este ano. Operadores de turismo não acreditam que as quedas nas vendas de pacotes sejam consequência da realização da Copa do Mundo. Eles afirmam que a economia do país está em queda. Da mesma maneira, os gestores de viagens corporativas, que tinham faturamentos mensais na casa dos R$ 20 milhões, em junho,

acreditam não passar de R$ 7 milhões com o advento da Copa. A queda é real e pode comprometer o desenvolvimento do segmento de serviços de uma maneira geral. As aéreas, por sua vez, estão cada vez mais adeptas às megapromoções para minimizar o prejuízo nas vendas. O mercado está estranho e as pessoas estão com medo de viajar. Os problemas de aeroportos não amenizam a queda nos preços dos bilhetes e, assim, o turista interno e internacional não adere ao modelo de transporte. Na outra ponta, os hoteleiros – prejudicados com a demanda da Copa – hoje estão com quartos vazios e preços baixos. Mesmo assim, a economia no turismo não decola, ou não gera ocupação. A realidade é que os meses de junho e julho serão períodos de baixo faturamento no turismo brasileiro. As expectativas, no entanto, ainda esbarram no período pós Copa. A espera pelas eleições e pelo rumo que o país tomará nos próximos quatro anos, ainda deixam os viajantes internos mais cautelosos quando o assunto é referente ao gasto com viagens. Na verdade, o que nos resta agora é torcer, não só pela seleção brasileira – que ainda joga a Copa –, mas pelo desenvolvimento econômico de um dos países que mais cresceu entre os BRICs nos últimos anos. Luciano Palumbo é jornalista e editor-executivo do M&E e Folha do Turismo. Possui especialização em Economia e Planejamento Estratégico.

Carlos Eduardo Cadoca Valeu a persistência. O Brasil, enfim, vai seguir o mesmo caminho da Austrália e do México e adotará a emissão de visto pela internet para turistas que quiserem visitar o país. Apresentei este projeto há seis anos, em 2008, quando o procedimento ainda era inédito, mas foi preciso uma longa tramitação na Câmara dos Deputados e muitas rodadas de discussão com o Itamaraty, que resistia a ideia, para viabilizar a proposta. Mas essa etapa felizmente está vencida. A ordem agora é olhar para frente. A expectativa é pela regulamentação da lei por parte do Executivo. Implantado, o visto eletrônico deverá provocar impacto no fluxo de visitantes no país. Mais turistas no Brasil mexe positivamente com a nossa economia. A lei 12.968, sancionada no dia 7 de maio, que oficializou a nossa proposta e altera o Estatuto do Estrangeiro, é efetivamente um marco para o turismo brasileiro porque cria um processo rápido e moderno. A poderosa agilidade da rede mundial de computadores passa a ser nossa parceira. O método tradicional será mantido, mas poderemos oferecer está nova alternativa com os cuidados com a segurança preservados. As estatísticas apontam para um cenário positivo. Dados da Organização Mundial do Turismo (OMT) revelam que países que investem em processos que facilitam a emissão do visto podem incrementar em até 25% o fluxo de visitantes. Podemos chegar lá. O desafio é grande e já está lançado. O país recebeu 5,2 milhões de visitantes em 2012,

segundo o OMT, o que nos projetou para o 45º lugar no ranking mundial. O primeiro lugar, disparado, é da França ( 83 milhões). Os Estados Unidos receberam 62,7 milhões, China 57,7 milhões e Espanha 57,1 milhões. O México, que hoje já tem o visto eletrônico, chegou a 23,4 milhões. Números do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) revelam que em 2013 a estatística melhorou um pouco, quando atingimos a marca de seis milhões de visitantes. A expectativa para este ano é a de chegar a sete milhões. Número ainda pequeno diante dos concorrentes, como se vê, e que reflete um erro cometido durante muitos anos, que foi o de não projetar adequadamente o produto Brasil nas “prateleiras” do mercado internacional. Uma mudança na política de divulgação do país lá fora associada à modernidade da emissão do visto pode, sim, mudar o cenário e virar este jogo. Seria um falso otimismo esperar resultados já para a Copa. Perdemos o timing, infelizmente, mas abrem-se novas e preciosas oportunidades, inclusive com as Olimpíadas de 2016. A atividade econômica do turismo, como se sabe, responde rápido quando estimulada. O desafio é acertar o ponto. Demos um passo importantíssimo. Estou otimista. A nova lei, com certeza, pode ajudar a recontar a história do turismo internacional no Brasil. Carlos Eduardo Cadoca é Deputado Federal (PCdoB-PE), integrante da Comissão de Turismo da Câmara e autor do projeto que cria, no Brasil, o visto eletrônico para turistas estrangeiros.

Turismo em dados

Número de vistos emitidos pelos EUA a brasileiros sobe 6% em maioo A Missão Diplomática dos Estados Unidos no Brasil processou mais de 90.776 mil vistos no mês de maio deste ano. Somente no Consulado Geral dos Estados Unidos no Recife, a demanda de vistos teve um aumento de mais de 6% em relação ao mesmo período em 2013. A média diária de pedidos no mês foi de 2.088 em São Paulo, 1.044 no Rio de Janeiro, 504 em Brasília e 362 no Recife. Ainda de acordo com as informações divulgadas, o Consulado dos EUA no Recife foi o que teve o maior crescimento no país:

no período, foram emitidos 19% mais vistos lá que no mesmo mês em 2013. No Rio de Janeiro e São Paulo, o aumento foi de 7% e 4%, respectivamente. O Distrito Federal teve a menor taxa com apenas 2%. Mais de metade dos vistos concedidos pelo governo norte-americano a cidadãos brasileiros saiu do Consulado de São Paulo: 47.478. No Rio foram processados 24.322 vistos, em Brasília, 10.753 brasileiros tiraram o documento, e 8.223 tiveram a autorização de entrada nos Estados Unidos processada no Recife.

Carga de trabalho consular

Brasília

São Paulo

Rio de Janeiro Recife

Total

Média de solicitantes / dia em maio de 2014

504

2.088

1.044

362

--

Vistos processados em maio de 2014

10.753

47.478

24.322

8.223

Vistos processados em 2014 51.688

229.491

116.939

39.952

438.070

% em relação ao mesmo período de 2013

2%

4%

7%

19%

6%

*Tempo de espera para agendamento

2 dias

2 dias

2 dias

2 dias

--

90.776

Banco Central divulga dados de brasileiros e estrangeiros em abril Os gastos de brasileiros em viagens internacionais chegaram a US$ 2,344 bilhões em abril, o maior resultado já registrado pelo Banco Central (BC). No mesmo mês do ano passado, essas despesas chegaram a US$ 2,096 bilhões. De janeiro a abril, os gastos também foram recorde ao somar US$ 8,218 bilhões, contra US$ 8,080 bilhões em igual período de 2013. As receitas deixadas por estrangeiros em viagem no Brasil chegaram a US$ 547 milhões, no mês passado, contra US$ 585 milhões em igual mês do ano passado. Nos quatro meses do ano, as receitas somaram

US$ 2,318 bilhões, ante US$ 2,505 bilhões de janeiro a abril de 2013. Com esses dados dos gastos e as receitas, a conta de viagens internacionais fechou negativa em US$ 1,797 bilhão, em abril, e em US$ 5,9 bilhões, no primeiro quadrimestre. Esses dados das viagens internacionais fazem parte da conta de serviços – registro de receitas e despesas do Brasil com o resto do mundo em viagens internacionais, transportes, aluguel de equipamentos, seguros. Em abril, o saldo dessa conta ficou negativo em US$ 4,364 bilhões e, no quatro meses do ano, o déficit chegou a US$ 14,801 bilhões.


BRASIL

Fornatur discute com o ministro plataforma para o Turismo Anderson Masetto e Sinéia Coelho

Luciana Fernandes assume diretoria de Marketing do MTur

Luciana Fernandes

Anderson Masetto A convite do ministro do Turismo, Vinicius Lages, Luciana Fernandes assumiu a diretoria de Marketing do Ministério do Turismo. A nomeação da executiva aconteceu no final de maio. Sob o seu guarda-chuva estarão ações importantes como as campanhas de comunicação do órgão e o apoio do Ministério a feiras e eventos realizados no Brasil. Luciana tem oito anos de atuação na Empetur – órgão oficial de promoção do Turismo de Pernambuco. Neste período, ela passou por diversos cargos, como executiva, gerente de marketing internacional e, nos últimos três anos ocupou a Diretoria Comercial do órgão. A profissional também teve uma passagem pela Prefeitura de Recife. “Neste novo cargo, terei o mesmo empenho e paixão que tive em Pernambuco. Vou repetir isso, agora com o Brasil”, declarou Luciana durante a sua participação na reunião do Fornatur. O trabalho de Luciana ficou notabilizado pelas ações da Empetur em âmbito nacional, incluindo a marcante participação nos principais eventos do Turismo no Brasil e no mundo. Entre os destaques, as campanhas Curta Pernambuco e Pernambuco é só chegar, que estão presente junto às agências, operadoras e público final, além das diversas parcerias com companhias aéreas e operadoras para a ampliação da comercialização do destino. Despedida - Em seu último dia de trabalho na Empetur, os funcionários da empresa organizaram uma festa surpresa para Luciana. Todos os colaboradores da empresa se reuniram em um café da manhã para prestar homenagens. Em clima de muita emoção, Luciana agradeceu a todos que, junto com ela, ajudaram a alavancar o turismo pernambucano.

Pedro Galvão, secretário da Bahia, Kátia Bittencourt, da Embratur, Roy Taylor, do M&E, Silvana Nascimento, da Setur-MG, Vinicius Lages, ministro doTurismo, Oreni Braga, presidente do Fornatur, Luciana Fernandes, do MTur, e Orlando Souza, daTur.SP

como São João em diversos estados do Nordeste e o Festival de Parintins, por exemplo, ajudam a fomentar o Turismo e a reforçar a imagem dos destinos. “Vamos rever esta portaria para tentar sair da retranca”, disse.

“As festas são produtos turísticos fortes e a Copa é uma oportunidade de mostrá-los ao mundo, já que muitas acontecem justamente neste período”, adicionou a chefe de gabinete da Embratur, Kátia Bittencourt.

Junho de 2014 - 2ª quinzena

A presença do ministro do Turismo, Vinicius Lages, deu o tom da primeira reunião do Fórum Nacional de Secretários Estaduais e Dirigentes de Turismo (Fornatur) sob o comando da presidente da Amazonastur, Oreni Braga, que aconteceu no final de maio, em Salvador. Em seu discurso de posse, a dirigente prometeu fortalecer o Fornatur como entidade para que os Estados possam efetivamente contribuir na construção de uma política de desenvolvimento do setor. Entre as definições do encontro, ficou a elaboração de um documento que será apresentado a todos os candidatos à Presidência da República como plataforma do Turismo nacional. “Vamos fazer do Fornatur um braço forte do MTur, vamos fortalecer o colegiado, pois é aqui que nossos parceiros podem expor suas ideias, suas reivindicações. E tem mais, são os estados que promovem o Brasil no exterior. Então eles têm que estar fortalecidos, nós temos que ajudar a resolver suas fragilidades”, destacou Oreni. “Este é um fórum extremamente importante de interlocução e um parceiro fundamental junto com o Conselho Nacional do Turismo”, complementou Lages. O anfitrião do evento, o secretário estadual de Turismo da Bahia, Pedro Galvão, destacou que o Fornatur ganha muito em ter como presidente alguém com o

conhecimento de Oreni, que integra a entidade há 11 anos. Ele acrescentou que é no Fórum que todas as proposições importantes relacionadas ao turismo, incluindo os recursos financeiros disponibilizados pelo MTur e Embratur, são discutidas e encaminhadas. Pleitos dos estados – Os secretários aproveitaram a presença do ministro para apresentar algumas reivindicações. Além da participação na Abav 2014, também foram abordados temas como o apoio do órgão a festas regionais e a criação de um observatório com os dados consolidados do setor. “A reunião trouxe pontos importantes e o ministro se mostrou disposto a levar os nossos pleitos e discutir no Ministério. O encontro foi extremamente proveitoso e o resultado é muito promissor”, afirmou Oreni. Questionado pelos secretários, o ministro se mostrou disposto a rever o apoio do órgão às festas regionais. Lages afirmou que eventos

5


BRASIL

MTur: o Brasil deve se preparar para as mudanças no Turismo

Junho de 2014 - 2ª quinzena

Luiz Marcos Fernandes e Samantha Chuva

6

Depois de manifestar sua esperança de que o Brasil receba bem os turistas aqui presentes para a Copa do Mundo, o ministro do Turismo, Vinícius Lages, fez um alerta para que os diferentes setores que integram a cadeia produtiva do turismo estejam atentos para as mudanças ocorridas no turismo mundial e também no novo perfil do turista. “Temos enormes desafios e também oportunidades. Cabe aos setores público e privado se prepararem de modo adequado com mais investimentos para podermos ter um ganho de competitividade. A Copa do Mundo não é a linha de chegada, mas um megaevento que traz ao país milhares de turistas. Temos ainda um enorme potencial a ser explorado”, admitiu. As declarações foram feitas durante o seminário “O Brasil na rota do turismo mundial”, organizado pela CNC, no Hotel Windsor Atlântica, no Rio de Janeiro, com a participação do governador, Luiz Fernando Pezão, e do presidente da FBHA, Alexandre Sampaio. Na ocasião, Alexandre Sampaio destacou a importância desta iniciativa. “Decidimos promover este amplo debate para discutir um planejamento adequado pós Copa e os desafios a serem superados”. Já o governador Luiz Fernando Pezão destacou as iniciativas do Prodetur, como os três novos centros de Convenções que serão construí-

Alain Baldacci, presidente da Sindepat

Salvador Saladino, presidente da Bito, com Rosana Bety, da Abeoc

Antônio Pedro Figueira de Mello

Vinicius Lummertz, do MTur

Carlos Valadares

Alexandre Sampaio, Vinícius Lages e o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão

dos em Nova Friburgo, Cabo Frio e Paraty. “Além disso, estaremos entregando até o final do ano a estrada Paraty-Cunha. Antônio Pedro Figueira de Mello, secretário Especial de Turismo do Município do Rio de Janeiro, declarou que o foco da Riotur agora é aproveitar a mídia estrangeira que está no país e a visibilidade do evento para promover a cidade. “O evento está sendo televisionado para mais de três bilhões de espectadores. Quinze mil profissionais da imprensa estão no Brasil. Não quero falar das oportunidades que perdemos durante a organização da Copa, quero destacar a oportunidade que temos: aproveitar o momento para mostrar o Rio de Janeiro”, ressaltou o secretário. De acordo com Antônio Pedro, três itens fazem a diferença e de-

vem colocar o Rio de Janeiro em destaque: o International Broadcast Centre, espaço destinado às emissoras de rádio e televisão que possuem direitos de transmissão do megaevento; o Presentation Studios, local onde as transmissões podem ser feitas de 10 estúdios com o visual da orla de Copacabana; e o Fifa Fan Fest, um espaço com um telão onde as pessoas assistem aos jogos. “A Copa do Mundo acontece no Brasil todo, mas principalmente na televisão, e queremos aproveitar ao máximo esse momento único. Queremos mostrar que o brasileiro sabe realizar como ninguém uma festa. E temos expertise e know-how no assunto, a exemplo do Carnaval e do Réveillon, que todos os anos atraem milhares de pessoas para a cidade e demandam uma enorme logística da Riotur”, finalizou o secretário.

Enrico Fermi, da ABIH Nacional e José Francisco Salles, do MTur

FBHA pede a Dilma que inclua alimentação fora do lar no Brasil Maior

Dilma Rousseff e Alexandre Sampaio

Rafael Massadar O governo federal se reuniu, no fim de maio, no Palácio do Planalto, com os setores contemplados pelo Brasil Maior para anunciar que tornará permanente a desoneração da folha de pagamento. Na oportunidade, a Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA) - que conquistou junto ao governo a inclusão da hospedagem - reiterou com a presidente Dilma Rousseff o pedido para inserir no Brasil Maior a alimentação fora do lar e as empresas de eventos. Outro pleito da FBHA, desta vez em favor do setor de hospedagem, foi que a isenção de PIS/Cofins para faturamento diretamente de clientes no exterior seja estendida às reservas intermediadas por operadoras nacionais de receptivo. Como em sua maioria são micro e pequenas empresas, atualmente, elas não podem usufruir da isenção desses impostos. Além da presidente Dilma, estavam presentes o ministro da Fazenda, Guido Mantega; do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Mauro Borges; e o secretário de

Política Econômica, Márcio Holland. Durante a reunião, o presidente da FBHA, Alexandre Sampaio, destacou que “para a hotelaria, a primeira fase do Brasil Maior foi muito positiva: contribuiu com o aumento da empregabilidade, o crescimento da massa salarial e a elevação das exportações. A vinda de mais turistas para o Brasil está ajudando a equilibrar o balanço de pagamentos da conta turismo”, acrescentou. De acordo com Sampaio, apenas para os hotéis econômicos, geralmente constituídos em sociedades de cotas de participação, a desoneração não foi boa. Como estes meios de hospedagem trabalham com preços baixos e pouca mão de obra, o faturamento foi proporcionalmente mais tributado. Na reunião, a Federação apoiou ainda a extensão do Brasil Maior aos parques temáticos de entretenimento, que são intensivos de mão de obra e negócios extremamente sazonais. O Plano estabelece medidas de desoneração da folha de pagamento visando a maior competitividade dos setores e o crescimento da economia do país.

Setur-BA e Cuba discutem possibilidade de voo Havana-Salvador Relações de turismo entre a Bahia e Cuba foram discutidas pela cônsul Laura Ivet Pujol Torres, e o secretário estadual do Turismo, Pedro Galvão, que se encontraram em meados de maio, na sede da Setur-BA. Durante a reunião, foi aventada a possibilidade de incluir uma conexão em Salvador para o voo São Paulo-Havana, da companhia Cubana de Aviación. O secretário disse estar aberto a receber a proposta da empresa aérea e fazer a mediação com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), e ainda destacou aspectos similares entre destinos baianos e cubanos. “A Setur tem interesse em estreitar relações com Cuba. Um voo passando por Salvador levará baianos para o país, assim como trará cubanos para conhecer os nossos atrativos. E temos muitos laços de ligação: Santiago de Cuba, por exemplo, tem muitas características similares às de Salvador”, comentou Galvão. Já Laura Torres, quer ampliar o recebimento em Cuba de grupos interessados em turismo especializado e em intercâmbio. “Temos os atrativos de sol e praia, mas queremos receber grupos interessados em turismo cultural e científico. Esses segmentos são os que mais crescem e que mostram características importantes do nosso país”, disse a cônsul cubana.


EXTERIOR Porto Rico cresce 20% e espera receber 30 mil brasileiros por ano até 2015

Espanha quer mais turistas brasileiros em 2014 Luciano Palumbo

Pedro Menezes Ainda pouco explorado pelo mercado brasileiro, Porto Rico é um reduto de oportunidades que se estendem para todos os tipos de público. Não é só pelas belas praias, agitada vida noturna, hotéis de todas as estrelas e rica gastronomia. A diversão vai além, com práticas na área do turismo de aventura, esportes náuticos, surf e, claro, as mesmas ofertas que você encontra nos Estados Unidos. Isso porque, Porto Rico fica em terras norte-americanas. Com isso, torna-se obrigatório o visto americano para brasileiros. “Sabemos que o número de brasileiros que visita os Estados Unidos tem aumentado exponencialmente, de modo que o número de cidadãos brasileiros com visto para os EUA é grande. Só para se ter uma ideia, em 2013, mais de dois milhões de brasileiros visitaram os Estados Unidos. Este número representa um aumento de 400% nos últimos 10 anos. Você pode imaginar que nós também queremos ficar com uma pequena porcentagem desse total”, explica Enrique Banuchi, diretor de Vendas e Marketing do Escritório de Turismo de Porto Rico para América Latina. Apenas 3.000 brasileiros visitaram Porto Rico em 2013. Para Enrique, essa estatística deve ser ampliada, caso o país saiba da magnitude do mercado brasileiro. “Em Porto Rico nunca demos a devida importância ao mercado brasileiro. A partir deste ano, nosso comportamento começou a mudar drasticamente. Decidimos tomar medidas mais eficazes para conquistar, ainda mais, esse mercado promissor brasileiro. O Brasil é o terceiro maior mercado da América Latina para Porto Rico. Para 2016, nosso objetivo é torná-lo o número um.” Já para 2014, o diretor de Vendas e Marketing do Escritório de Turismo de Porto Rico para América Latina espera um crescimento de 20%. “Queremos que a média de brasileiros chegue a 30 mil por ano até 2015. Para isso, embora não tenhamos voos diretos do Brasil, disponibilizamos, juntos as companhias, voos rápidos e com preços razoáveis. Estamos sempre planejando projetos de cooperação com as companhias aéreas que vão para Porto Rico a partir de diferentes partes do Brasil como Copa, Avianca e todas as outras companhias aéreas norte-americanas. Claro que uma das principais coisas que fazemos é cultivar nossas relações com os grandes operadores e agentes de viagens no Brasil buscando acordos de cooperação para incentivar o turismo para a ilha.” Turquia recebe homenagem de vereadores paulistanos No final de maio, a Câmara Municipal de São Paulo realizou uma sessão solene em homenagem à Turquia. A ação aconteceu na semana em que foi comemorado, pela primeira vez na cidade o Dia da Turquia, instituído pela Lei 15.840/13, que estabelece a data em 29 de maio. O projeto é de autoria do ex-vereador Oliveira (PSD). O cônsul geral da Turquia em São Paulo, Mehmet Özgün Arman, destacou a relação entre o Brasil e a Turquia, especialmente os laços proporcionados pelo Turismo. Ele lembrou que os dois países não exigem mais vistos e que hoje a Turkish Airlines voa diariamente entre São Paulo e Istambul. “Saímos de 30 mil brasileiros na Turquia em 2011 para 100 mil em 2013”, comemorou. “As nossas relações cresceram nos últimos dez anos e o Turismo colabora muito com isso”, complementou.

A cônsul da Espanha no Brasil, Elvira Marcos Salazar, e a diretora Geral do Turespaña, Marta Quesada

Junho de 2014 - 2ª quinzena

Enrique Banuche

Com o objetivo de ampliar a promoção do Turismo da Espanha no Brasil, a diretora Geral do Turespaña, Marta Quesada, e a cônsul da Espanha no Brasil, Elvira Marcos Salazar, apresentaram algumas ações que o país fará na busca por mais turistas brasileiros. Entre elas, a promoção dedicada ao público consumidor do turismo de luxo, convenções e compras. Atualmente, o Instituto Cervantes, em São Paulo, recebe a exposição “Brasil-Espanha: unidos pela mesma paixão”. Segundo Marta, o país recebeu mais de 400 mil brasileiros em 2013. “O número ainda é baixo, por isso vamos proporcionar mais ações junto ao publico final, agentes e operadores”, disse. A diretora do Turespaña ressaltou que o brasileiro gasta muito mais que o turista internacional que visita a

Espanha. “O gasto médio diário do turista é de 100 euros, enquanto os brasileiros gastam 200”, afirmou. A Espanha ocupa atualmente o terceiro mercado de turismo de convenções no mundo e o segundo em gastos de turistas, segundo informações da Turespaña. “Nos últimos seis anos, o número de desembarques na Espanha cresceu muito. No ano passado, chegamos a oito milhões”, disse. Marta afirmou que vai focar em mercados diferenciados no Brasil, já que precisa ainda entender a demanda do brasileiro quanto ao turismo no “seu” país. “Vamos identificar para onde e o que o brasileiro deseja, então, promover e capacitar”, afirmou. “Tivemos um acréscimo de 5% no número de desembarques brasileiros na Espanha o ano passado. Este ano, esperamos crescer de acordo com a perspectiva mundial”, disse, referindo-se à estimativa da OMT de crescer entre 4% a 5%.

7 Publieditorial


AVIAÇÃO

AA cresce 23% em 2014; voo GRU/LAX registra alta ocupação

Junho de 2014 - 2ª quinzena

Luciano Palumbo

8

Com pouco mais de cinco meses de operação, o voo Guarulhos/Los Angeles/Guarulhos da American Airlines registra altas taxas de ocupação desde seu lançamento. Outra novidade da americana é o crescimento de 23% em receita em relação a 2013, em função da alocação de aeronaves maiores nas rotas operadas. Segundo o diretor regional de Vendas da companhia, Dilson Verçosa Jr., Los Angeles é a quarta porta de entrada nos Estados Unidos e seu grande diferencial é ser o único voo diário e direto que parte do Brasil para a cidade americana. A frequência iniciada em 18 de dezembro de 2013 é operada com um Boeing 777-200 e tem capacidade para 247 passageiros – 16 assentos na primeira classe, 37 na executiva e 194 econômica. Verçosa afirma que a companhia passará a operar o voo Guarulhos/Miami com um Boeing 777-300ER - hoje feito com o Boeing 777-200.

Dilson Verçosa Jr., American Airlines

“A nova operação está prevista para outubro. Isso resultará em uma maior oferta de assentos e mais benefícios para os passageiros”, disse. Novidades - O executivo ressaltou que não haverá muitas novidades para o período, porém o mais importante é a migração da operação da companhia para o T3, em Gua-

rulhos. “Não há novos voos ou frequências programadas para o segundo semestre. Porém, em setembro, teremos toda a nossa operação transferida para o novo terminal do GRU Airport (Terminal 3). Além disso, no dia 2 de julho completaremos 24 anos ininterruptos de operação no Brasil”, comentou. Verçosa destacou ainda o retrofit das aeronaves Boeing 767-300 (operam regularmente voos para Miami a partir de Curitiba/Porto Alegre, Rio de Janeiro e de Belo Horizonte, além de voos para Nova York e Dallas, com saída do Rio), que passarão a contar com telas individuais de entretenimento de bordo na Classe Econômica, além de poltronas que reclinam como uma cama na Classe Executiva. Atualmente, a American Airlines oferece 95 voos semanais a partir de nove cidades brasileiras como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Manaus, Recife, Salvador, Brasília, Curitiba e Porto Alegre para Nova York, Miami, Dallas e Los Angeles, nos EUA.

Luiz da Gama Mór, vice-presidente da Tap

Em palestra, Mór cobra diálogo entre agentes e companhias aéreas Anderson Masetto Após a diminuição das comissões pagas pelas empresas aéreas às agências de viagens, o Brasil se tornou um território hostil para as companhias. Esta é a opinião do vice-presidente executivo da Tap, Luiz da Gama Mór, que foi um dos palestrantes convidados pelo Skal São Paulo para falar sobre o mercado aéreo no país, em evento realizado no final de maio.“Na época em que as comissões diminuíram, ao invés de procurar o diálogo, as agências de viagens procuraram a justiça”, lembrou. “Hoje o mercado está pagando o preço deste afastamento”, complementou o executivo, citando casos de países que passaram pelo mesmo processo, mas com transições menos traumáticas. Para ele, há um espaço muito grande para que companhias e agências trabalhem de uma forma mais integrada. Mór acredita que um diálogo onde as partes entendam as dificuldades umas das outras, pode ajudar o Turismo brasileiro a construir um planejamento melhor. “Temos que parar de culpar as companhias por tudo. Estes conflitos só geram desintegração”, finalizou. Presente na plateia, o presidente da Abav Nacional, Antonio Azevedo, reiterou que quando as comissões começaram a ser cortadas, o entendimento da entidade era o de que os direitos dos agentes de viagens estavam sendo feridos. No entanto, lembrou que por conta disso o Brasil desenvolveu um sistema único de distribuição no mundo, que é baseado nas consolidadoras. “Existem conversas em andamento, afinal os nossos clientes são os mesmos”, afirmou. Mudanças – O executivo falou também sobre as diversas transformações do setor no Brasil. “O Brasil tinha uma companhia de bandeira e isso era bom, pois ela ajudava a regular o mercado. Depois veio a Tam, a Gol e a Azul, cada uma com a sua estratégia e modelo de negócio”, contou. “Sem a Varig, o setor perdeu o seu interlocutor, mas veio a Abear que tem agora este papel”, complementou.

Mais notícias de AVIAÇÃO EMIRATES A Emirates anunciou Stephane Perard como novo diretor-geral da companhia no Brasil. O executivo assumiu a posição no último dia 02/06, dando suporte ao crescimento da companhia no país. Francês, casado com uma brasileira, Stephane Perard é um profissional com mais de 10 anos de experiência na indústria da aviação tendo trabalhado em diversos cargos gerenciais. Ele trabalhou para a Etihad Airways pelos últimos sete anos. Baseado em Abu Dhabi, ocupou, desde 2012, o cargo de gerente de Performance de Malha Aérea. “O Brasil é um mercado estratégico para a Emirates Airline e espero continuar o desenvolvimento da proposta de valor da Emirates e dos serviços oferecidos para todos os nossos clientes no Brasil”, afirmou Perard. TAM No dia 31 de maio, a Tam inaugurou o voo Fortaleza-Miami. De acordo com o site da companhia aérea, até o mês de julho, as passagens para a classe econômica estão esgotadas. A nova frequência, que é operada por um Boeing 767, com capacidade para 223 passageiros, é realizada aos sábados, com saída às 23h35min, do aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza, e chegada prevista para as 6h50min em Miami. No trecho Miami-Fortaleza, a aterrissagem na capital será às 21h25min, com saída dos Estados Unidos às 14h.


AVIAÇÃO

Voo da Tap para Belém e Manaus teve investimento de R$ 150 mi Luiz Marcos Fernandes e Rafael Massadar

OPINIÕES “Sempre tivemos a convicção de que esse espaço do país estava muito longe da Europa. Isso afastou o mundo, que tem uma ampla ambição de um dia conhecer a Amazônia. E não é só turismo, é mais que isso, pois a gente aproxima a execução dos negócios. Estamos convictos de que este voo vai permitir que uma quantidade imensa de produtos da indústria, da agricultura e produtos locais da Amazônia tenham seus mercados consolidados na Europa”. Vice-presidente da Tap, Luiz Mór “A Tap fez um ótimo negócio em vir para uma das três cidades do Brasil que tem efetiva vocação de cidade mundial, junto com Rio de Janeiro e São Paulo. Ninguém se iluda contra isso. Eu tenho fé inquebrantável de que nossa cidade poderá se tornar um futuro centro financeiro a partir deste voo, que quebra o isolamento de Manaus com o restante do mundo”. Prefeito de Manaus, Artur Neto “O nosso desafio agora não é ficar nos três voos por semana via Manaus. O que nós queremos mesmo é voo diário para as duas localidades e nós sabemos que isso vai acontecer. O que demonstra essa viabilidade é que nós já temos nesse voo lançado há quatro meses 40 mil reservas, algo que me surpreendeu”. Presidente da Tap, Fernando Pinto “Observamos que a Europa foi responsável pela vinda ao Brasil de mais de 1 milhão e 200 mil turistas, dos quais muitos visitaram o Pará. Com o voo direto esse número de europeus que vai escolher o Pará como destino prioritário na Amazônia e no Brasil será ainda maior”. Presidente da Paratur, Marcelo Mendes

Cerimônia reuniu autoridades em Belém e Manaus. O novo voo da Tap é considerado uma conquista para a região Norte do Brasil, facilitando ligações com a Europa

oportunidades neste setor. Recentemente, a Tap entendeu o potencial da região e acredito que, mais do que em frequência semanal, os voos passarão a ser diários”, disse Oreni, ao revelar que, até agosto, a empresa informou que todos os voos estão lotados para Manaus. Na ocasião, o secretário de Turismo do Pará, Adenauer Góes, fez um resgate histórico da importância da relação entre Portugal e o Pará e destacou que “o Estado ansiava há

muito tempo por este voo, que vem incrementar a economia do Pará e de toda a região Amazônica. Tenho certeza que este voo vai gerar muitos ganhos, levando a cultura, a gastronomia, os costumes e a beleza do Pará a todo o mundo”, declarou. Adenauer completou: “O turismo paraense ganha com a chegada do voo direto Belém-Lisboa, uma nova rota de fluxo com a Europa. Portugal, França, Espanha, Alemanha, Itália,

Holanda, e outros países nos quais a Paratur já vinha realizando ações promocionais, agora estão mais próximos e com certeza se tornam fortes emissores de turistas à região”. Com a nova operação, a Tap passa a servir 12 cidades no Brasil, sendo 81 frequências semanais. Em 2013, a empresa aérea transportou 1.541.723 passageiros no conjunto das linhas do Brasil, com uma taxa média de ocupação dos aviões elevada, da ordem dos 84,2%.

Junho de 2014 - 2ª quinzena

Por volta das 14h do dia 3 de junho, pousou no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, em Manaus, o voo 0035 da Tap Linhas Aéreas, direto de Lisboa. A rota é considerada uma conquista, fruto da intermediação da Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur), e do Governo do Pará (através da Secretaria de Turismo do Estado), junto à Tap, visando facilitar o intercâmbio turístico e de negócios entre a Europa e o Norte do Brasil. De acordo com o presidente da Tap, Fernando Pinto, o projeto recebeu um investimento de US$ 150 milhões, mas que, a seu ver, terá retorno imediato, uma vez que a demanda para a região está cada vez mais crescente. “O mundo todo tem interesse em conhecer a Amazônia. O retorno não vem só para nós da Tap, como também para a população amazonense e paraense”, afirmou, acrescentando que dados estatísticos da companhia apontaram um crescimento turístico significativo nas doze capitais brasileiras nas quais a empresa já atua. Inicialmente, a empresa vai operar com a frequência semanal de três dias: às terças-feiras, sextas e aos domingos. Os voos partem de Lisboa às 9h30 e chegam a Manaus às 13h40. Uma hora após a aterrissagem, a aeronave segue para Belém (PA). A presidente da Amazonastur, Oreni Braga, disse que a parceria com a Tap vem sendo articulada há dez anos, mas que o evento Copa foi decisivo para o inicio da operação. “Em todos os eventos de turismo na Europa, o Amazonas estava lá sendo exibido como uma janela de

9


DESTINO

Junho de 2014 - 2ª quinzena

Turistas na Praça da Revolução

10

Carros antigos são vistos com frequência em Cuba

Charutos e rum: especiarias tradicionais do país

Cuba: sol, praia e história em Havana e Varadero Anderson Masetto O melhor das praias do Caribe, resorts all inclusive, serviços de primeira, cultura e história. Estes atributos podem ser encontrados em muitos destinos, mas quando se fala de Cuba é necessário agregar mais uma coisa: alegria. O povo cubano e toda atmosfera da ilha torna a estada uma experiência inigualável. Música, dança e muita festa acompanham o turista durante toda a viagem, uma característica que faz com que os brasileiros se sintam literalmente em casa. Uma boa notícia para agências e operadoras é que a ilha de Fidel está mais perto do Brasil. Além de opções de conexões com a Copa Airlines, via Cidade do Panamá, é possível chegar ao destino em um voo direto com a Cubana de Aviacion, que conta desde o ano passado com uma frequência por semana entre Guarulhos (SP) e Havana. Havana - Um passeio pela capital, Havana, é fascinante. Em alguns momentos se tem a impressão de estar em uma viagem no tempo. Carros americanos da década de

1950 ganham as ruas como se fossem novos e os anos não tivessem passado. Mas eles são mais do que um capricho ou peças de colecionadores. É possível dar um passeio a bordo desses automóveis, que servem as vezes de taxi. O preço é um pouco mais alto do que os taxis tradicionais, mas é uma experiência das mais procuradas pelos visitantes. Andar a pé também faz parte do roteiro. Caminhar pelas ruas do centro – também chamado de Havana Velha – é um programa obrigatório para os turistas. A arquitetura colonial e muitos dos monumentos remetem à colonização espanhola. Paradas na Catedral de Havana, na Praça de Revolução e no Museu do Rum devem estar no roteiro. Mas um passeio pelo centro histórico não é completo sem uma passada no tradicional La Bodeguita del Medio, um dos mais tradicionais bares da cidade. Entre as características principais, está a música – como a grande maioria dos bares e restaurantes de Cuba. As canções típicas, como Guantanamera e até um

Entardecer em Havana

hino do próprio empreendimento, vêm acompanhadas de drinques como o tradicional Mojito ou até mesmo uma cerveja. No entanto, o

Praia de Cayo Blanco, próxima a Varadero, onde é possível nadar com os golfinhos

local não serve apenas bebidas. Há refeições completas para o almoço ou jantar, bem como petiscos. As paredes denunciam o cunho turístico do La Bodeguita. Todas assinadas por gente que passou por ali de diversos lugares do mundo. No andar de cima, fotos de celebridades no local. Entre eles, atores brasileiros – as novelas daqui são sucesso em Cuba -, chefes de estado de países como Venezuela e China e, em um lugar de destaque, o ex-presidente Lula. Ainda pelo centro velho, vale uma parada no bar La Floridita para saborear o seu famoso Daiquiri. Trata-de da bebida favorita no bar favorito do escritor norte americano, Ernest Hemingway. O local conta com uma estátua de Hemingway e a bebida é feita da mesma forma de quando o escritor frequentava o bar, na década de 1930. Outro lugar que vale a visita é o Tropicana. Uma casa de show que resiste ao tempo, pois está aberta desde 1939. Muita música latina, rum e artistas de primeira linha fazem uma apresentação empolgante. Varadero – A grande maioria dos pacotes vendidos no Brasil combina

a capital Havana com Varadero. Embora não fique do lado da ilha banhado pelo mar do Caribe, as praias podem ser paradisíacas e além da água morna e cristalina, os resorts all inclusive fazem parte da gama de atrativos disponíveis no destino. Além de relaxar em uma praia e dos serviços – que estão entre os atributos mais elogiados do destino – há uma série de passeios por pequenos paraísos próximos a Varadero. Entre eles, destaca-se Cayo Blanco, uma pequena ilhota que conta com uma praia de areias finas e águas transparentes e mornas, e ainda um restaurante com comidas típicas de Cuba. A diversão, no entanto, começa bem antes de se chegar a ilha. O acesso é feito de catamarã, em um percurso de pouco mais de uma hora. Já na embarcação, muita música, animação e, claro, bebidas a base de rum. Antes de encontrar o seu destino, o barco faz uma parada para um mergulho nas águas cristalinas. Com um snorkel, é possível nadar e observar a fauna e flora local. Outro atrativo é interagir com os golfinhos, também no caminho entre Varadero e Cayo Blanco.


DESTINO

Praça das Armas e praias paradisíacas em Varadero

Junho de 2014 - 2ª quinzena

11

Outros destinos O turismo de Cuba não é feito somente de Havana e Varadero. Há diversos destinos que também podem ser visitados. Entre os destaques está Trinidad, que é patrimônio da Unesco desde 1988. Trata-se de um passeio histórico pelas casas e construções coloniais, mas há ainda belas praias. Outra dica é passar pela cidade que é conhecida por ter um memorial dedicado a Che Guevara, Santa Clara – que fica a cerca de 300 quilômetros de Havana. Falando em praias, Cayo Coco e Cayo Guillermo estão estre as mais bonitas e mais procuradas pelos turistas.

Para vender Em 2013 cerca de 17 mil brasileiros visitaram Cuba. No entanto, o governo local aposta que há ainda um grande potencial a ser explorado, por isso, investirá – ainda em 2014 – em uma campanha institucional voltada ao público final. Além de treinamentos, em parceria com a Abav, aos agentes de viagens. Um dos primeiros passos é o investimento para promoção conjunta do destino com um pool formado por Sanchat, Flot, Visual, Flytour Viagens, Nascimento e MMT Gapet. Para entrar em Cuba é necessário visto, que se obtém por meio do consulado cubano no país. A moeda local (para os turistas) é o CUC, também chamados de pesos conversíveis. Mesmo com cotação variável, ele sempre se equivale a aproximadamente um dólar. Outra característica é a recomendação aos turistas em portar sempre dinheiro vivo, uma vez que os empreendimentos que aceitam cartões ainda são poucos.

Bandeiras cubanas em frente a Embaixada dos Estados Unidos no país


REPORTAGEM ESPECIAL Roadshow Turismo 2014

Após Nordeste, Roadshow Turismo desembarca no Rio de Janeiro

Junho de 2014 - 2ª quinzena

Anderson Masetto

12

Salvador, Recife e Fortaleza. Essas três capitais do Nordeste foram as primeiras a receber o Roadshow Turismo 2014. Realizadas em abril e maio, as três edições capacitaram um total de 1,2 mil agentes de viagens. Eles tiveram a oportunidade de conhecer as novidades dos patrocinadores e parceiros do evento e depois de assistir a uma palestra do presidente da Trend Operadora, Luis Paulo Luppa. No próximo dia 19 de agosto será a vez dos profissionais do Rio de Janeiro participarem do Roadshow. O evento é fruto de uma parceria entre Mercado & Eventos e Trend Operadora e conta com o patrocínio do Governo da Bahia, Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), correalização da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA) e apoio da Best Wester e

Evento teve início com um coquetel, em Salvador

Avianca. A Avianca é a transportadora oficial. Salvador – Já na primeira etapa as expectativas foram superadas, com a presença de 380 agentes de viagens. Na ocasião, o vice-

Plateia lotada para a palestra de Luis Paulo Luppa, em Fortaleza

-presidente do M&E, Roy Taylor, falou sobre o conceito do evento. “Como a distribuição do Mercado & Eventos, o evento é sem custo para o agente. Reunimos um time formado

pela Trend, Bahia, CNC e Avianca para dar mais ferramentas para o principal canal de distribuição relacionado ao público final”, disse. Recife – Mais de 400 profissionais participaram do Roadshow na capital pernambucana. Além dos profissionais de Recife, foram organizadas caravanas de Caruaru (PE), João Pessoa (PB), Maceió (AL) e Natal (RN). “Tivemos todos os patrocinadores e apoiadores apresentando as suas novidades antes da palestra principal e expondo os seus produtos durante o coquetel”, explicou o diretor de marketing da Trend Operadora, Vitor Bauab. Fortaleza – Na capital cearense o evento ganhou uma inovação. Os parceiros, realizadores e patrocinadores da ação participaram de um painel que discutiu as principais tendências, desafios e oportunidades para as agências de viagens. O debate foi mediado por Vitor Bauab. Ele ressaltou que o principal objetivo do evento é colaborar com o desenvolvimento do agente de viagens. “Queremos mostrar o que essas empresas pensam em relação ao mercado e o que elas estão trazendo de oportunidades para as agências”, afirmou. “Teremos mais cinco etapas, sempre com a mesma dinâmica e o mesmo objetivo, que é levar conhecimento aos agentes”, complementou Taylor. FBHA - Em paralelo com o Roadshow Turismo em Salvador, Recife, Fortaleza, foi realizado o Encontro FBHA – Excelência na Qualidade em Serviços para os Segmentos de Hospedagem e Gastronomia, promovido pela Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação. Foram abordados temas técnicos como segurança dos alimentos, legislação e eficiência energética, além de liderança, com uma palestra motivacional. “Este conceito de evento se reveste no apoio dos sindicatos. Planejamos em consenso com as bases e levamos aos empresários novas tecnologias, produtos, iniciativas de marketing e novidades que podem ser aproveitadas pelos empreendimentos”, afirmou Alexandre Sampaio, presidente da FBHA. Um show de motivação – O auge do evento é a palestra ministrada por Luis Paulo Luppa. Nas três apresentações, o “Vendedor Pit Bull” falou sobre a importância para os agentes de viagens em vender serviços e não preços. “Muita gente me pergunta o que é preciso fazer para ganhar mais. Mas esta é a pergunta errada. O ponto é saber porque as pessoas compram e as pessoas compram valor”, ressaltou. “A internet só comunica valor. O agente de viagens vende serviço, pois é ele que gere a viagens, dá dicas e mostra as melhores opções para o cliente. Isso a internet não faz”, reiterou.

Programe-se! As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site www.roadshowturismo.com. br. Veja as datas dos próximos eventos. 19 de agosto ................. Rio de Janeiro 26 de agosto ......................... São Paulo 09 de setembro ............... Porto Alegre 14 de outubro ............. Belo Horizonte 25 de novembro ...................... Curitiba


CRUZEIROS Setor de Cruzeiros teve queda de 17,8% na temporada 2013/2014

MSC anuncia a construção de dois novos navios por € 2.1 bilhões Rafael Massadar A MSC Cruzeiros anunciou em meados de maio a assinatura do contrato com a Fincantieri para a construção de dois novos navios e a opção de mais um. Os transatlânticos se integrarão à frota, que atualmente conta com 12 embarcações. O acordo foi firmado em Roma, no Palazzo Chigi, entre a MSC Cruzeiros e a Fincantieri na presença do Presidente Executivo da MSC Cruzeiros, Pierfrancesco Vago; do CEO da MSC Cruzeiros, Gianni Onorato; e do CEO da Fincantieri, Giuseppe Bono. O novo protótipo chamado de “Seaside” será o maior navio já construído pela Fincantieri. Contará com 2.070 cabines para hóspedes e 759 destinadas à tripulação, bem como 43.500m² disponíveis em áreas públicas. “Essa novidade nos permitirá dobrar a capacidade de nossa frota até 2022. Com a chegada dos novos navios, alcançaremos a capacidade de atender aproximadamente 80 mil hóspedes por dia”, afirma Gianni Onorato, CEO da MSC Cruzeiros.

Mais notícias de CRUZEIROS PULLMANTUR Jorge Vilches é o novo presidente e CEO da Pullmantur. Vilches será o responsável por liderar a direção estratégica da companhia marítima e por manter seu ritmo de crescimento e liderança. O novo presidente vai reportar-se diretamente a Richard D. Fain, presidente e CEO da Royal CaribbeanCruisesLtd. Jorge Vilches tem dez anos de experiência no setor de turismo. Durante sua trajetória profissional, desempenhou diferentes funções de responsabilidade no LATAM Group, grupo líder na indústria aeronáutica da América do Sul, entre elas a de CEO da área de negócio de longa distância – a maior divisão do grupo em termos de capacidade e lucratividade -, cargo que ocupou durante os últimos anos. ROYAL CARIBBEAN A Royal Caribbean lançou em meados de maio uma campanha de incentivo para os agentes de viagem de todo o país. As reservas da Temporada 2014/2015 na América do Sul do Splendour of the Seas, realizadas até o dia 13 de julho, darão direito a 5% de comissão adicional. A oferta é válida para reservas individuais e de grupos nominados, em cabines externas e superiores, para todas as saídas, exceto Natal, Ano Novo e Travessia Europa - Brasil. E para reservas até o dia 30 de junho, o segundo hóspede ganha 50% da tarifa. Para receber a comissão adicional, a agência de turismo deve estar cadastrada no site www.manualdoagente.com.br/promocoes, com todas as informações solicitadas preenchidas.

Em novembro de 2013, o então Grand Mistral, da Ibero Cruzeiros, foi incorporado à Costa Cruzeiros como Costa Neo Riviera. O próximo navio que também passará pelo mesmo processo é o Grand Celebration, que após uma reforma vai adotar o nome Costa Celebration. A Ibero Cruzeiros não virá ao Brasil na próxima temporada. A empresa seguirá oferecendo seu estilo espanhol de navegar nos cruzeiros programados até o final de 2014 para o Mediterrâneo. Após esse período, as operações da Ibero serão todas realocadas para a Costa. “A marca Costa está bem posicionada para conduzir a expansão do Grupo Costa na Espanha. Assim, garantimos um melhor desempenho no país”, disse Michael Thamm, CEO do Grupo Costa. Temporada 2014/2015 - No Brasil a Costa Cruzeiros terá dois mega navios com mais de 100 mil toneladas na América do Sul entre novembro de 2014 e março de 2015. São eles: Costa Favolosa e Costa

Grand Celebration passará por reforma e vai virar Costa Clebration

Pacifica. O Costa Favolosa vem para sua terceira temporada consecutiva, atendendo aos pedidos do mercado brasileiro. Grande destaque na comédia nacional “Meu passado me condena”, com Fábio Porchat e Miá Mello, o transatlântico retorna e garante ao público o que há de mais moderno e tecnológico em entretenimento a bordo. O Costa Favolosa fará roteiros de três (mini cruzeiros) a oito

noites, com embarques em Santos e visitando a Bahia e a região do Prata alternadamente. Chamado de navio da música, o Costa Pacifica também servirá a América do Sul pela segunda vez. A embarcação, que já havia operado na região na temporada 2011/2012, volta para realizar viagens de oito e nove noites pelo Prata (Buenos Aires e Montevidéu), saindo do porto do Rio de Janeiro.

Junho de 2014 - 2ª quinzena

O segundo Estudo de Perfil e Impactos Econômicos de Cruzeiros Marítimos no Brasil, realizado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) a pedido da Clia Abremar (Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos), revelou que, durante a temporada 2013/2014 - com início em novembro de 2013 e término em abril deste ano - a movimentação econômica total (impactos diretos e indiretos das armadoras e dos cruzeiristas e tripulantes) foi de R$ 1,15 bilhão. Desses, R$ 693 milhões são despesas das armadoras com suprimentos, custos portuários, combustíveis, alimentos e bebidas, água e lixo, marketing, excursões e despesas de escritório. O restante – R$ 455 milhões – se refere aos gastos totais que os 596 mil cruzeiristas e os cerca de 2.600 tripulantes movimentaram durante a temporada. O maior volume de gastos se divide entre comércio varejista (souvenirs e presentes em geral), alimentos e bebidas, transporte e passeios turísticos.

Costa Cruzeiros incorpora navios da Ibero

13


CRUZEIROS

MSC Divina chega ao Rio pela 1ª vez com quatro mil turistas

Junho de 2014 - 2ª quinzena

Pedro Menezes

14

A fuga dos navios Nessa última temporada, nossos navios transportaram 596.532 hóspedes pelo Brasil de novembro de 2013 a abril deste ano, uma queda de 18,5% em relação aos 732 mil da temporada anterior, ou menos 136 mil embarques. Desta vez, tivemos onze navios em roteiros pelo litoral brasileiro, e sempre com capacidade total, pois a demanda continua forte. Aliás, demanda não é o problema do nosso setor, como sabemos. Na temporada anterior foram quinze navios de nossas empresas associadas. E 17 navios entre 2011 e 2012. Essa queda deve continuar para a próxima temporada, prevista para começar em novembro deste ano, talvez com dez navios. Infelizmente, configura-se uma tendência de fuga de navios dos mares brasileiros, em razão do alto custo da operação que temos aqui. Os gastos das companhias de Cruzeiros Marítimos no Brasil estão entre os maiores do mundo, levando-se em conta os impostos, a praticagem (o preço que se cobra pelas manobras nos portos) e combustível. É por isso que as empresas mandam seus navios para países onde os custos são menores, como a Austrália.

Ele é robusto, imponente, moderno, elegante e chegou pela primeira vez ao Brasil. Os adjetivos se referem ao MSC Divina. Jornalistas e profissionais do turismo foram convidados para uma visita técnica ao gigante luxuoso de 1.751 cabines, com capacidade para 3500 passageiros, no começo deste mês. Além disso, o MSC Divina ainda foi responsável por receber o 8º TOP MSC – Melhores do Ano 2013, evento que revelou os principais parceiros que mais se destacaram durante o último ano em diferentes categorias. O MSC Divina, procedente de

Miami, fez sua primeira escala no Rio de Janeiro, local onde o M&E foi convidado a embarcar. O navio permanecerá até o dia 16 de julho na Costa Brasileira, passando pelos portos do Rio de Janeiro, Santos, Salvador, Recife e Fortaleza. Mais de quatro mil turistas desembarcaram no Rio, oriundos dos Estados Unidos. A maioria veio ao Brasil para acompanhar os jogos da Copa do Mundo, que começaram no último dia 12. Desde abril, a MSC Cruzeiros mudou o estilo de classificar as diferentes cabines e os pacotes. Com tabelas mais simples e mais opções

e benefícios, as categorias receberam nomes para indicar os níveis: Bella, Fantástica, Áurea e o MSC Yatch Club, considerado uma experiência única no navio, com serviços e espaços exclusivos, além de mordomo 24h. A MSC optou por essa nova abordagem para a venda de cruzeiros através de “experiências”. De acordo com a companhia, deste modo, existe uma orientação adequada a cada perfil de hóspede para atingir a expectativa desejada, com maior equilíbrio e coerência entre o valor pago e os serviços adquiridos. O MSC Yacht Club só é válido para o Prezioza, Divina, Fantasia e Esplendida.

De todo modo, a menor participação brasileira fez a América do Sul recuar de 3,9% em 2013 para 3,3% em 2014 no mercado global, enquanto a do Caribe subiu de 34,4% para 37,3% e da Australásia aumentou de 5% para 5,9%. Hoje, os dez primeiros do ranking dos Cruzeiros Marítimos são os seguintes: Estados Unidos, Grã-Bretanha e Irlanda, Alemanha, Itália, Austrália e Nova Zelândia, Canadá, Brasil, Espanha, França, Escandinávia e Finlândia. A CLIA Abremar Brasil continua a trabalhar para que este País volte a crescer e recuperar o posto de quinto maior mercado de Cruzeiros no mundo. Hoje ocupamos a sétima posição, apesar de mostrar exaustivamente ao governo brasileiro os projetos para alavancar o setor. Como sabemos, o poder público no Brasil é vagaroso na tomada de decisão, ao contrário da iniciativa privada. A Abremar tem o dever de abrir as portas para o desenvolvimento dos Cruzeiros Marítimos, estreitando as relações com o governo e lideranças políticas do País e mostrando que nossa atividade é muito importante para toda a indústria do turismo nacional, por gerar milhares de empregos em terra e a bordo, por desenvolver a economia nos municípios onde os navios fazem escala e por abrir as cortinas do nosso País aos turistas estrangeiros que nos visitam.

Navio MSC Divina

Área externa do navio, com destaque para piscina

Premiados com o 8º Top MSC

Roberto Fusaro, Marcia Leite, Pier Paolo Scala, comandante, Adrian Ursilli e Flávio Lambstaain, da MSC

Afinal, nossa atividade chegou a criar 25 mil postos de trabalho no auge do seu crescimento, mas esse número vem caindo nos últimos anos. Não é um dado interessante para um governo que tem nas taxas baixas de desemprego uma de suas principais bandeiras.

MSC Divina estreará no Brasil A MSC Cruzeiros trará o MSC Divina pela primeira vez ao litoral do país, aproveitando o Mundial no Brasil durante os meses de junho e julho. Tradicional nos roteiros do Caribe, o transatlântico faz parte da classe Fantasia, com os maiores navios da frota, como o MSC Preziosa, destaque da última temporada sul-americana. A embarcação passará por Santos, Rio de Janeiro, Fortaleza, Recife e Salvador e a operação faz parte de um afretamento exclusivo para o evento.

Pullmantur recebe Jorge Vilches como novo presidente e ceo Jorge Vilches acaba de ser nomeado presidente e CEO da Pullmantur. Vilches será o responsável pela direção estratégica da armadora e se reportará diretamente a Richard D. Fain, presidente e CEO da Royal Caribbean Cruises Ltd. O executivo traz dez anos de experiência no setor de turismo. Recentemente esteve à frente da LATAM Group como CEO da área de negócio de longa distância, a maior divisão do grupo em termos de capacidade e lucratividade.

Ídolo brasileiro comanda clínica de tênis no 13º Bem-estar da Costa Cruzeiros A Costa Cruzeiros anuncia a participação de um dos maiores ícones do tênis brasileiro, Carlos Alberto Kirmayr. O tenista comandará a segunda edição da Clínica de Tênis Kirmayr em Alto-Mar a bordo do mega navio Costa Favolosa entre os dias 7 e 14 de fevereiro de 2015. Em sete noites, o cruzeiro Bem-Estar visita as cidades de Montevidéu e Buenos Aires. A quadra do navio será transformada na Arena Kirmayr. No local, os passageiros poderão participar de aulas lúdicas de tênis com a equipe de Kirmayr ou assistir de camarote aos treinamentos técnicos da 2ª Clínica de Tênis Kirmayr em Alto-Mar. Também está programada uma aula especial de Cardio Tênis. A modalidade combina os principais movimentos do tênis com exercícios cardiovasculares e de alta queima calórica ao som de músicas animadas.

Royal Caribbean lança campanha de incentivo para agentes de viagem A Royal Caribbean lançou uma campanha de incentivo para os agentes de viagem de todo o país. As reservas da Temporada 2014/2015 América do Sul do Splendour of the Seas, realizadas até o dia 13 de julho de 2014, darão direito a 5% de comissão adicional. A oferta é válida para reservas individuais e de grupos nominados, em cabines externas e superiores, para todas as saídas exceto Natal, Ano Novo e Travessia Europa - Brasil. E para reservas até o dia 30 de junho, o segundo hóspede ganha 50% da tarifa.

8º Top MSC premia agentes a bordo do MSC Divina A MSC promoveu, durante a passagem do MSC Divina pelo Brasil, o 8ª TOP MSC - Melhores do Ano 2013, a bordo da embarcação que passou pela primeira vez pela costa nacional. O tradicional evento da armadora celebrou o sucesso das agências de viagem que mais venderam cruzeiros MSC durante a temporada 2013/2014. A cerimônia, sempre marcada para o segundo semestre, teve o privilégio de ser adiantada para acontecer durante o final da Grand Voyage do MSC Divina, entre as cidades de Rio de Janeiro e Santos, devido ao Mundial de futebol no Brasil. Adrian Ursilli, diretor comercial da armadora, comentou sobre os resultados e agradeceu a presença de todos na abertura do evento. “Tratase de um evento conjunto, no qual apresentamos os navios da frota e mostramos nossos produtos, além de toda essa merecida premiação. A companhia continua crescendo e aproveito o espaço para agradecer aos tripulantes que fazem do navio um sucesso absoluto. Grand Voyage é um produto muito importante para a MSC. Quando vemos o cliente final curtindo todos os ambientes e programações, é uma satisfação”. Para a temporada 13/14, Adrian afirmou que a ocupação foi altíssima. “Em termos qualitativos e quantitativos tivemos resultados positivos, além de um bom índice de satisfação. A MSC é uma referência na qualidade do produto e serviço oferecido”. O

executivo ainda explicou a baixa no volume de mini-cruzeiros pela costa brasileira. “Trata-se de uma redução na oferta no mercado em geral. Acredito que esteja diretamente ligado a elevação de custos. A competitividade do mercado brasileiro perde pra outros mercados que estão surgindo”. Adrian comentou ainda sobre a Temporada 2014/2015. “Somando todas as armadoras, 11 navios estão previstos, diferente dos 20 na temporada passada, devido a outras oportunidades e destinos mais vantajosos. Apesar disso, somos sempre fortes no país e teremos quatro navios da MSC na próxima temporada, com uma taxa de ocupação que é sempre elevada. A previsão de voltar a crescer em 2015/2016 vem embalada pelo mercado corporativo. Ainda sim, o Brasil é o 2º mercado do mundo,

com 20% do total de vendas da MSC. Itália é o nosso primeiro mercado”. Foram indicadas 14 categorias diferentes para a comemoração. Entre os destaques do Top Premium, estavam agências que conseguiram bater a meta de vender mais de 1 milhão de dólares em viagens MSC, durante a última temporada. Nascimento Turismo, Tam Viagens, CVC e Visual Turismo estiveram entre as premiadas. Toda a confraternização ocorreu no teatro do MSC Divina, o Pantheon Theatre, em uma cerimônia que reuniu cerca de 600 convidados. Recepcionados pelos principais executivos da empresa, os parceiros convidados puderam conferir os resultados da alta procura da última temporada sul-americana, que embarcou 290 mil latinos nos cruzeiros 2013/2014, sendo 250 mil brasileiros.

Confira os premiados TOP Premium: Agaxtur Turismo, Central Marítima Brasil, CVC, Decolar.com, Mendestur, Nascimento Turismo, Sealink, Tam Viagens, Viajar Barato e Visual Turismo TOP Destinos Internacionais: Web Viagens TOP Empreendedor: Bib’s Tour, PromoAção e Projeto Emoções TOP Excursões: Esatur, Delta Turismo e Magic Tour TOP Grupos Afinidade: JB Operadora, Atlantis Viagens, BR Afora Turismo, RA Turismo Faltur TOP Grupos Corporativos: GI, Personal Travel Vip, Renase, Trix Eventos e Turismo e Tô Indo Viagens TOP MSC Online: Central de Cruzeiros, Marsans e Casa do Agente TOP MSC Yacht Club: Weigand e Aquarius Eventos & Viagens TOP Regional Centro-Oeste: Heiwa Turismo, Premier Turismo, Quatro Estações Viagens e Turismo TOP Regional Nordeste: Lobotur Viagens e Turismo, Millenium Viagens e Turismo e Pinheiro Turismo TOP Regional Sul: Cia Tour, Interlaken Viagens e Turismo, e Lagetur TOP Revelação Interior RJ: H-Tur Agência de Viagens, Dunia Viagens e Turismo e 4 cantos TOP Revelação Interior SP: Interglobe Turismo, Monções Turismo e Monte Alegre Turismo TOP Seguro: Lopes Turismo e Marcante Turismo


AGÊNCIAS E OPERADORAS

“Não esperávamos ir tão longe”, reconhece Patriani

Luiz Marcos Fernandes A CVC comemora 42 anos. Testemunha ocular e participante efetivo desde o início da trajetória do Grupo CVC, Valter Patriani, superintendente da operadora, reconhece (decorridos mais de quatro décadas desde o início da trajetória da empresa) que ao traçar os planos e metas junto com Guilherme Paulus, não tinha ideia de que a pequena agência estaria um dia fazendo parte da história do turismo do Brasil, na condição de maior operadora do país. “Na época, nossos planos eram bem mais tímidos e jamais sonhamos ir tão longe. Mas com trabalho e competência as coisas foram acontecendo e hoje estamos aí”. O dirigente reconhece que a Copa do Mundo acabou interferindo nas vendas. “O problema é que com essa questão da Copa as escolas mudaram o calendário das férias e isso gerou confusão no planejamento das férias do meio de ano”, admitiu. Sobre a mudança na logomarca, Patriani diz é apenas uma estratégia de marketing. “É mais uma modernidade para gerar um impacto visual mais próximo das redes virtuais. Não temos objetivo de desconstruir nada. Continuamos atuando do mesmo jeito, atendendo as agências e ao público, e se trata apenas de uma campanha”, admitiu. Trajetória - A CVC opera no mercado brasileiro há 42 anos e já transportou mais de 20 milhões de passageiros em viagens nacionais e internacionais. É a maior operadora de viagens da América Latina e é líder na preferência do consumidor brasileiro.Tem transformado o mercado de turismo brasileiro através de estratégias inovadoras, tendo sido a primeira operadora brasileira a fretar aeronaves, a adotar um modelo de distribuição de produtos no varejo, a parcelar a venda de pacotes e a oferecer produtos acessíveis para consumidores de todos os perfis. Possui o maior portfólio de produtos e serviços de turismo da América Latina (são mais de 1.000 opções de viagens de lazer, para destinos turísticos do Brasil e do mundo), e a maior rede de distribuição de produtos e serviços de turismo do Brasil, com mais de 800 agências exclusivas, 6.500 agências de viagens multimarcas credenciadas em todo o Brasil e um canal de internet que recebe cerca de 4,5 milhões de visitas mensalmente (www.cvc.com. br). A cada ano, a CVC embarca mais de 3 milhões de brasileiros em viagens de lazer pelo Brasil e todos os continentes. Em 2013, a companhia registrou 13,5% de crescimento em reservas confirmadas, se comparado com 2012, tendo movimentado R$ 4,4 bilhões em reservas.

Anderson Masetto e Luiz Marcos Fernandes Um novo conceito como forma de identificar e reforçar o posicionamento da CVC junto ao mercado e aos seus consumidores e fornecedores. Deste modo, Marcelo Oste, diretor de Marketing da CVC, justificou o lançamento oficial – no aniversário de 42 anos da operadora - do novo slogan. “A decisão de lançar essa nova marca da CVC, não é apenas uma questão de estética, mas uma proposta de um novo conceito onde se reforça o DNA da empresa, baseado na prestação de serviços, permitindo, com isso, trazer para perto clientes e fornecedores”, adiantou ele. A decisão de alterar o slogan“CVC. Tudo por uma boa viagem”, que ficou no ar por dois anos, foi tomada com o objetivo de apresentar também um novo conceito. A partir de agora a empresa

apresenta essa nova imagem baseada no slogan “sempreComVC”. O logo também ganha uma nova identidade visual temporária, com o acréscimo de um underline. Segundo Marcelo Oste, a decisão de mudar já vinha sendo discutida e coincidiu com a data de aniversário da CVC. “Ao contrário das

OTAs, a CVC tem uma estratégia completamente diferenciada no seu posicionamento junto aos clientes e fornecedores, de modo a atender seus passageiros. É isso que a gente busca, uma identificação maior com os clientes, por meio desta nova marca que será divulgada também nas redes sociais”. Junto com a logo está prevista igualmente uma campanha publicitária institucional com anúncios na mídia. Posteriormente, a operadora passa a assinar a campanha para o varejo em todo o Brasil. “O objetivo é pouco a pouco ir fixando este novo conceito junto ao mercado”. Todo o trabalho foi realizado em parceria com a Publicis Brasil e a empresa de consultoria de branding Setor 2 ½. Na campanha institucional, os anúncios trarão a logomarca CVC com nova identidade visual, com um traço inferior (underline) unindo o C ao VC, sintetizando o conceito “sempreComVC” com uma linguagem digital e moderna.

Junho de 2014 - 2ª quinzena

Valter Patriani

CVC comemora 42 anos e muda logomarca

15


AGÊNCIAS E OPERADORAS

Abav cria Conselho Consultivo e agrega mais entidades congêneres

Junho de 2014 - 2ª quinzena

Luciano Palumbo

16

União para ampliar a atuação do turismo. Essa foi a explicação para a participação da Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura (Abeta), Associação Brasileira das Agências de Viagens Corporativas (Abracorp), Associação Brasileira dos Organizadores de Viagens Educacionais e Culturais (Belta) e Associação Brasileira de Turismo Receptivo Internacional (Bito), como associadas congêneres à Abav Nacional, se unindo a Associação das Agências de Viagens Independentes do Interior do Estado de São Paulo (Aviesp), congênere desde fevereiro deste ano. Na ocasião, ainda foi apresentada a criação do Conselho Consultivo da Abav Nacional, composto pelos presidentes das entidades e presidido pelo presidente da Abav Nacional, Antonio Azevedo. “Nos unimos para troca

Antonio Azevedo junto aos representantes das entidades que, agora, se tornam associadas congêneres da Abav

de ideias e conhecimento em busca de uma sinergia para o crescimento do turismo nacional. A criação do conselho permite, ainda, a elaboração de pautas pertinentes a todas as entidades e garante a sinergia das ações de maneira conjunta”, disse Azevedo. Sob o mote “Unidos somos mais fortes”, as entidades, segundo Azevedo, agora terão maior capacidade de atuação já que os objetivos são comuns. “Vamos oferecer [Abav

Nacional] um trabalho em conjunto em defesa do fortalecimento da cadeia produtiva do turismo, além de ampliar o apoio, considerações técnicas e jurídicas sobre temas pertinentes às suas atuações [entidades congêneres]”, comentou. O conselho será formado por Antonio Azevedo, da Abav Nacional, Carlos Robles (Belta), Marcelo Matera (Aviesp), Salvador Saladino (Bito), Edmar Bull (Abracorp) e Douglas Simões (Abeta).

Participações – Com a assinatura do termo de cooperação e ainda, com a criação do Conselho Consultivo, as entidades passarão a se favorecer, como já acontece com a Aviesp – primeira congênere deste grupo. A associada do interior já detém uma agenda de cursos para o segundo semestre deste ano – em parceria com o Iccabav – a possível participação da Abracorp [quase certa] e de outras entidades na Aviestur 2015. A grande mudança, será a volta da feira para o mês de abril com a mudança para Campinas. “Com certeza, com a vinda destas entidades surgirão novas oportunidades para os agentes do interior do Estado de São Paulo”, afirmou o presidente da Aviesp, Marcelo Matera.

Além do intercâmbio de informações, outras garantias já foram anunciadas como a participação das entidades na Expo Internacional de Turismo, que acontece de 24 a 28 de setembro, em São Paulo. A Abracorp terá novamente a Ilha Corporativa com palestras e painéis; a Abeta, este ano terá um espaço de mais de 4 mil m² com experimentação, congresso e comercialização e deverá também participar da Aviestur 2015; a Bito - que há alguns anos participa da Abav - também terá novidades e a Belta que, nesta edição, terá um estande dedicado aos associados, além de participar da Vila do Saber como fez em 2013.

Nascimento Turismo e Princess reforçam parceria

Veja o que disse cada um dos novos associados “Ficaremos cada vez mais fortes estando juntos. A criação do Conselho Consultivo é extremamente positiva. A Abracorp está pronta para atender o interesse de todasentidades congêneres associadas á Abav Nacional”, disse Edmar Bull, presidente da Abracorp. “Esta é uma grande oportunidade para juntar o trade turístico nacional. Assim criamos um

canal de decisão dentro da necessidade. Esta é uma nova visão do trade. Vamos criar pautas de curto, médio e longo prazos”, afirmou Salvador Saladino, presidente da Bito. “Com essa parceria e se tornando associada à Abav Nacional podemos mostrar a sinergia do segmento de aventura com todos os outros setores do turismo, seja ele de lazer ou corporativo”, comentou Douglas

Simões, presidente da Abeta. “Para a Belta, a associação é bastante significativa se levarmos em conta a soma e a participação de cada entidade comprometida. A nossa atuação será de maneira geral, sem diferenciar o turistas educacional, do lazer ou corporativos. Queremos agregar valor”, ressaltou Carlos Robles, presidente da Belta.

Ruy Brasolin e Pablo Zabala, da Princess, entre Kleber Silva e Cleiton Feijó, da Nascimento

Lisia Minelli No ultimo dia 27, a Nascimento Turismo em parceria com a PrincessCruises promoveu um treinamento em São Paulo para agentes de viagens com objetivo de apresentar as novidades da armadora. Entre elas, o novo navio da armadora RegalPrincess - irmão gêmeo do Royal Princess - que foi inaugurado no último dia 20. Segundo Pablo Zabala, diretor de Vendas da PrincessCruises, o navio possui 141 toneladas e tem capacidade para 3.600 passageiros, tendo um tripulante para cada 2,5 hóspedes. “Os passageiros percebem o serviço diferenciado e a proposta do navio ainda tem cabines com varandas e internas e atrativos para toda a família, de todas as idades”, explicou. Para Cleiton Feijó, diretor Comer-

cial da Nascimento, o evento também reforça a parceria entre as empresas. Em 2013 a operadora registrou um crescimento de 13,87% nas vendas da armadora e a meta de 2014 é crescer mais 15%.“Este é um produto com feedback muito positivo, que tem um ticket médio duas vezes maior que a média dos cruzeiros internacionais”, comentou. A meta da Nascimento é transportar 300 passageiros na Princess em 2014. Outra novidade anunciada no evento, foi a chegada de Kleber Silva na operadora. Ele ocupa há três meses o cargo de gerente da Central Marítima da Nascimento Turismo. Para Feijó, a chegada de Kleber vem para contribuir na continuidade da história da operadora no segmento marítimo, além de aumentar e solidificar a parcerias com as armadoras.

E-HTL: “Parcerias vão beneficiar agentes”, diz gerente

Simone Ricio, Fernando Machado Júnior, Rosmário Santa Cruz e Renata Melo

Rafael Massadar A E-HTL apresentou para os agentes do Rio de Janeiro os seus novos produtos internacionais. São eles: as redes hoteleiras Riu e Best Western, além de oficializar Hertz e Avis, já disponíveis para os agentes de viagens desde o início de abril. “O principal benefício da parceria é a redução do preço para o cliente final. Os negócios podem ser feitos diretamente com as redes, onde o agente pode vender esses hotéis a preços bem mais acessíveis”, disse a gerente do Departamento Internacional da E-HTL, Renata Melo. Com os novos produtos, a E-HTL incorpora no seu portfólio oito mil pontos de retirada de automóveis em mais de 170 países, além de ter 104 unidades disponíveis da Riu e mais

4.500 da Best Western. “A rede americana entrou em nosso site desde o dia 4 de junho”, destacou Renata Melo. A executiva, entusiasmada, afirmou ainda que atualmente o departamento internacional reflete grande parte do market-share da E-HTL. “Nosso destino com a maior procura é os Estados Unidos. Com essas parcerias devemos aumentar nossas vendas no departamento entre 5 e 10%”, acredita a gerente. Rio de Janeiro - A gestora Regional de Vendas do Rio de Janeiro da E-HTL, Simone Ricio, prevê números acima da meta para 2014. “O departamento Internacional só cresce no Estado”, comemorou. Parceiros - “Com a parceria aumentamos nossos mercados”, relatou o diretor de Vendas Brasil da Riu, Rosmário Santa Cruz.


AGÊNCIAS E OPERADORAS

Trend: Convenção foca em oportunidades de mercado e lacunas da Copa 2014 Luciano Palumbo e Anderson Masetto

niu Luppa, que abriu os trabalhos do Treina Trend. Ele lembrou que mesmo passando de 300 para 800 funcionários, a Trend não perdeu a sua essência, que é o foco nas pessoas. “O ambiente da empresa me faz ter orgulho de ser Trend. Eu escuto que a empresa muda muito, mas há uma diferença muito grande entre mudança e evolução. O mundo se move e o que acontece com a tecnologia, mobilidade social e economia nos influenciam. Temos que acompanhar essas mudanças”, complementou. O evento, que aconteceu no Sheraton WTC, e teve como parceiros a Gol, Traval Ace, Pernambuco, Pullmantur, Avis e Amex.

Vice-presidentes e diretores posam para a foto com a atriz vestida de Merilyn Monroe

Luppa apresenta nova estrutura organizacional da Trend Divisão que busca o crescimento. Segundo o presidente da operadora, Luis Paulo Luppa, a Trend necessita de mudanças para continuar crescendo em grande escala. Pensando nisto, o executivo dividiu as ações comerciais e nomeou Vitor Bauab como diretor Comercial Nacional - onde cuidará de todo o relacionamento com fornecedores e o desenvolvimento de novos produtos nacionais. Bauab acumula ainda a diretoria de Marketing junto à nova pasta. Já a vice-presidente de Vendas e Resultados, Gabriella Cavalheiro, passa a supervisionar também a área Comercial Internacional da empresa, que tem como diretora Jacqueline Lacoste [ex-presidente da Tourico Holidays na América Latina].

Outra novidade foi a contratação de Serafim Oliveira como novo diretor de Atendimento da operadora. O executivo chega num momento de reestruturação da empresa e cuidará de todo relacionamento interno e externo com fornecedores e clientes. “Vamos focar no atendimento personalizado, buscando diferenciais para os clientes nacionais e internacionais”, comentou Oliveira ao M&E. O executivo assume o cargo deixado por Aristides Patrício, que assume um novo papel dentro da Trend que deve ser anunciado nos próximos 50 dias, segundo Luppa. “Temos um desafio de replanejar a empresa no próximo mês de julho. Estamos formando um time competente com agressividade e trans-

parências em suas ações”, afirmou. Outra contratação anunciada pelo presidente da operadora foi a de Robson Gomes como novo diretor de TI. A área de Bauab também apresentou Thais Medina, ex-BlueTree, como gerente de Marketing Estratégico. Mercado - Hoje, segundo Luppa, a área internacional da operadora já responde por 25% do share. “Há três anos, quando lançamos, eram apenas 3%. Este ano devemos fechar em 30%”, afirmou. No Lazer, com o conhecimento de Bauab, Luppa acredita em um rápido crescimento. “Atualmente o lazer responde por 15% das vendas. A expertise do Vitor [Bauab] deve ampliar esse número também”, disse.

Junho de 2014 - 2ª quinzena

A Trend realizou, de 5 a 7 de junho, a Convenção de Vendas e Comercial que reuniu 800 funcionários para treinamentos e palestras. O evento, segundo o presidente da operadora, Luis Paulo Luppa, focou na oportunidade de mercado e nas lacunas estabelecidas com a realização da Copa do Mundo nos meses de junho e julho. “O evento era para acontecer em agosto, mas decidimos antecipar e criar, junto aos nossos colaboradores, uma energia contagiante para mover nossos clientes nos meses de Copa”, comentou. “Queremos deixar aos nossos colabora-

dores um legado chamado conhecimento”, destacou Luppa, ressaltando que o maior ativo da operadora são as pessoas. No clima da Copa, os participantes vestidos com a camisa 10 da Trend Operadora pareciam rumar para um jogo da seleção brasileira, mas era na verdade o Treina Trend 2014, que no último dia do evento reuniu colaboradores da empresa de todo o país para um dia de treinamentos e apresentação de novidades. No escopo, palestras estratégicas e motivacionais, análises de mercado e a promoção do mais novo produto da operadora, a central de cruzeiros internacionais. “Somos um canil de pit bulls”, defi-

17

Luis Paulo Luppa, José dos Anjos e Washington Preti seguram o Oscar

MTur anuncia campanha para viagens domésticas

O Ministério do Turismo (MTur) começou uma nova campanha de promoção. Denominada “Brasil para brasileiros”, ela tem como objetivo estimular as viagens domésticas. As ações envolvem investimentos de mídia e a presença de promotores das 12 cidades-sede da Copa do Mundo mostrando os atrativos dos destinos nacionais. A revelação foi feita pela diretora de Marketing do órgão, Luciana Fernandes. Ela esteve presente no Treina Trend, representando o ministro Vinicius Lages. “Vamos mostrar que viajar pelo Brasil está barato e que as pessoas podem aproveitar isso”, explicou Luciana. Segundo ela, a ideia é apresentar os destinos brasileiros como oportunidades para o ano todo. “Temos uma oferta imensa, com as orlas maravilhosas do Nordeste, no início do ano o Carnaval, depois a Semana Santa, as festas de São João, as regiões de serra para o inverno e enfim o verão com sol e praia”, complementou. Luciana afirmou que atualmente 90% dos turistas que visitam os destinos do país são brasileiros, mas afirmou que ainda há uma oportunidade muito grande, pois a base de consumo foi ampliada.


HOTELARIA

Palladium abre Hard Rock Hotel Ibiza e inicia festas no Ushuaïa

Junho de 2014 - 2ª quinzena

Lisia Minelli

18

A rede espanhola Palladium Hotel Group inaugurou o Hard Rock Hotel Ibiza. O hotel faz parte da primeira linha da marca Hard Rock International e a união das duas marcas deu origem ao primeiro hotel da bandeira na Europa. O hotel foi inaugurado oficialmente no dia 13 de junho. Segundo Abel Prats, CEO do Palladium Hotel Group, a abertura do Hard Rock faz parte de um plano estratégico de consolidar o destino como a melhor praia do Mediterrâneo. “Já temos o conceito de música e festas, e a chegada da bandeira, onde a música é a principal característica, só vem agregar ao destino”, disse. De acordo com Prats, este é o primeiro de muitos outros Hard Rock que virão, na Europa. “O novo empreendimento veio para

atender uma demanda de famílias com crianças”, comentou. O hotel também terá foco em eventos, grupos e MICE. O Hard Rock está localizado ao lado do já consagrado Ushuaïa Ibiza Beach Club e do recém lançado Ushuaïa The Tower, hotéis famosos por suas festas que recebem alguns dos mais conceituados DJ’s do planeta. No último dia 24, o Ushuaïa realizou a sua tradicional Opening Party, com a presença de mais de sete mil pessoas. A festa representou a abertura oficial da quarta temporada de festas do empreendimento que segue até outubro. Sendo julho e agosto a alta temporada com festas sete dias por semana. Segundo Juan José Calvo, diretor Corporativo de Vendas e Marketing, o Ushuaïa é um parque temático para adultos combinando a infraestrutura de um hotel com as melhores festas. “Nes-

Leandro Marttos, da CVC, Carollina Abud, Abel Prats e Juan José Calvo, do Palladium, com Luis Sobrinho, da Air Europa

ta temporada teremos a presença de seis dos dez melhores DJ’s do mundo”, afirmou. Novos hotéis – Além do novo empreendimento, o grupo tem planos de converter quatro hotéis Fiesta em Ibiza por três Palladium e um Grand Palladium, até 2015. Já em relação a novos hotéis, a

Brasil é o terceiro mercado internacional da Air Europa Com oito voos no país, a Air Europa considera o Brasil seu terceiro maior mercado internacional – atrás apenas de Venezuela e Itália. Em Salvador, já são mais de dez anos de operação com três voos semanais; já em São Paulo as cinco frequências tiveram início no final de 2013. Segundo Alberto Cladera, gerente geral de Vendas da companhia, a ideia

é aumentar esse número de voos saindo da capital paulista. “Este voo tem uma aceitação muito boa, com taxas de ocupação de quase 90%. O Brasil ainda não é nosso principal volume de vendas na América do Sul, mas é o país que tem maior número de frequências”, disse. Para Cladera, a Air Europa tem uma expectativa muito grande em relação ao Brasil. “O mercado brasileiro esta com sua economia estável

e o número de viajantes cresce a cada ano. Acreditamos no potencial e apostamos no crescimento do país”, declarou. O gerente ainda antecipou o plano de renovação da frota que a partir de 2016 começa a receber os novos Boeing Dreamliner. No total há uma encomenda de oito aeronaves e as duas primeiras serão incorporadas à companhia em 2016.

Opening Party do Ushuaïa

rede tem intenção de inaugurar no México um Grand Palladium e um Royal Suites, em 2016; no Caribe, a intenção é lançar um Ushuaïa também em 2016; e na Jamaica, mais dois empreendimentos, sendo um Grand Palladium e outro Royal Suites, em 2017. “Além disso, temos planos de expandir a marca Only You em diversas capitais europeias, e quem sabe em São Paulo e Nova York”, antecipou Prats. Tecnologia – Com um investimento de mais de meio milhão de euros, o Palladium Hotel Group está apostando em inovação e tecnologia nos hotéis da rede. A primeira novidade é a implantação da pulseira inteligente nos hotéis Ushuaïa The Tower, Ushuaïa Beach Club e Hard Rock de Ibiza. Segundo Calvo, o objetivo é facilitar a estadia dos hóspedes no destino. De acordo com ele, este é um piloto do projeto que será expandido a todos os 50 empreendimentos do grupo pelo mundo. Segundo ele, a pulseira poderá ser usada para compras e

acesso aos apartamentos, reserva de restaurantes, entre outras atividades. “Este é um CRM real time. É uma inovação na indústria”, declarou. Parceria com CVC – A parceria entre a CVC e o Palladium Hotel Group acaba de ganhar mais força com a inauguração do Hard Rock Hotel Ibiza. A partir de agora, a operadora comercializa com exclusividade bloqueios para os hotéis da rede na ilha. Segundo Leandro Amadeu de Mattos, gerente sênior de Produtos Internacionais Europa e Destinos Exóticos da CVC, a ideia surgiu do bom relacionamento entre as empresas e os resultados das duas Villas CVC nos resorts Grand Palladium na Bahia e Punta Cana. A CVC prepara o lançamento de roteiros para Ibiza e passa a incluir roteiros de luxo em seu portfólio. Segundo Mattos, a CVC esta investindo em produtos de maior valor agregado. De acordo com ele, os produtos individuais e customizados são os que mais crescem na operadora.

CNTur e Sebrae lançam novo programa de gestão Luciano Palumbo A Confederação Nacional do Turismo (CNTur) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) lançaram o programa “Avançando na Gestão de Micro e Pequenas Empresas do Turismo Brasileiro”.Trata-se de um programa de capacitação empresarial inovador que promove o aprimoramento da gestão e a inclusão de boas práticas e inovações nas micro e pequenas empresas do setor de turismo, em sistema inédito de didática e consultoria participativa. “Serão 1,5 mil empresas beneficiadas em todo território nacional, por meio de capacitação”, disse o presidente da CNTur, Nelson de Abreu Pinto. Com a novidade nesta edição, o projeto contempla também o lançamento de um edital de seleção e contratação de uma pequena operadora hoteleira e a criação de uma “Central de Reservas e de Negócios” exclusiva.

“Todo esse processo de licitação e aperfeiçoamento terá o apoio da CNTur/Sebrae que terá como missão oferecer taxas mais baixas e acessíveis, principalmente para a pequena hotelaria e meios de hospedagem. O programa recebeu investimento de R$ 7,2 bilhões e focará numa pequena taxa de adesão das empresas participantes. “Serão 20 empresas divididas entre as 75 regiões detectadas em 20 estados”, comentou. O projeto prevê incremento de faturamento de 10% e ampliação da gestão em 60%, após conclusão. Agentes – O presidente da Fenactur, Michel Tuma Ness, ressaltou que a criação da central de reservas deve preservar o comissionamento dos agentes de viagens, mesmo sendo para empreendimentos de pequeno porte. “Hoje, o agente não tem mais comissões de aéreas e muitos hotéis também desfavorecem a profissão”, comentou.

Mais notícias de HOTELARIA ACCOR O Grupo Accor lançou dois quartos temáticos inspirados no futebol, arte e brasilidade para celebrar a Copa do Mundo. Para a decoração dos quartos, foram convidados dois arquitetos renomados que escolheram os móveis e detalhes de cada uma das acomodações. Os hotéis escolhidos para a homenagem ao Brasil na Copa foram o Caesar Park Ipanema managed by Sofitel, no Rio de Janeiro, e o Pullman São Paulo Vila Olímpia, em São Paulo. Ambos os quartos, tanto do Rio de Janeiro quanto o de São Paulo, estão à disposição para reservas diretamente na recepção ou por telefone. O valor da diária do apartamento temático sai a partir de R$ 1.500. PRODIGY BERRINI O Prodigy Grand Hotel & Suítes Berrini, empreendimento administrado pela GJP desde março de 2013, está passando por uma remodelação e a primeira fase acaba de ser concluída. Segundo Marc Balanger, gerente geral do hotel, no total serão investidos R$ 5 milhões, sendo R$ 3 milhões somente nos apartamentos. Segundo Balanger, o conceito criado para este Prodigy, com foco na modernidade e contemporaneidade, servirá de padrão e será ampliado para as próximas unidades inauguradas da marca.


FEIRAS E EVENTOS

Bourbon premia profissionais do turismo com “Bourbon Partner” Luciano Palumbo Com o objetivo de premiar os melhores clientes e parceiros do turismo nacional, a Bourbon Hotéis & Resorts realizou, no Bourbon Atibaia Convention & Spa Resort, a primeira edição do Bourbon Partner. O evento, além de premiar, visa estreitar o relacionamento com seus canais de distribuição do mercado

turístico, além dos clientes de lazer nacional e internacional, corporativo e eventos. Segundo o diretor de Vendas, Jeferson Munhoz, hoje a rede prioriza os canais de distribuição responsáveis por mais de 80% das vendas em todos os empreendimentos dentro e fora do país. “Temos um share bem diferenciado com grande força para o segmento Mice [30%], corporativo [30%], lazer e e-commerce [11%

cada] onde estão concentradas as vendas via OTAs”, disse. Os 18% restantes, de acordo com o executivo, são feitos por canais diretos. Entre os premiados, empresas como CVC, Nascimento, Visual, Danlon Turismo, Sajotur, Booking.com, Expedia.com, Petrobrás. Terramar, BBTur, MM Eventos, Hypermarcas, Central de Eventos, Magazine Luiza, Telefônica Vivo, Medley, Monsanto, Sanofi Avents e Limatur.

Cleiton Feijó recebeu a premiação pela Nascimento Junho de 2014 - 2ª quinzena

Afonso Gomes Louro, da Visual, esteve entre os premiados

Bourbon dobrará sua capacidade de hospedagem até 2016 Com mais de oito inaugurações previstas para os próximos dois anos, a rede Bourbon de Hotéis & Resorts vai passar de três mil para sete mil leitos até 2016. A informação é do diretor de Vendas, Jeferson Munhoz, que ressaltou os 50 anos da rede – comemorados em 2013 – e as inaugurações das unidades Rio by Bourbon e Grand Bourbon, aliados ao crescimento da rentabilidade e expansão da marca pela América Latina. “Com a marca Rio by Bourbon estaremos nas cidades de Foz do Iguaçu, Curitiba, Botucatu, Limeira, Macaé, Ponta Grossa e Ciudad del Este, no Paraguai. Já com a marca Grand Bourbon, a grande inauguração será em Alphaville, na grande São Paulo”, comentou. Munhoz destacou que a rede também busca conversões e que, neste ano, mais novidades sobre as marcas devem surgir. O executivo destacou a área de Business Intelligence criada para estudar o histórico da rede e garantir uma precificação ideal de acordo com a região e a demanda de hospedagem. Além disso, o novo segmento está à frente das decisões estratégicas da companhia que direciona os novos investimentos. “Hoje temos mais de 20 hotéis [pipelines] em negociação”, afirmou. Ocupação – De acordo com ele, a ocupação cresce desde o inicio do ano. “Somamos uma taxa média de 70% em Foz e outros 55% em Atibaia, o que chega a ser excelente. Com relação à rede, o crescimento já chega a 10% em receita no primeiro semestre, sem o fechamento do mês de junho”, destacou. Internacionais – Munhoz destacou o fechamento do primeiro ano de operações do Bourbon Exclusive Jardin Escondido by Coppola, em Buenos Aires. “Fechamos o ano com 70% de ocupação”, ressaltou. O hotel é a casa onde o cineasta norte-americano Francis Ford Coppola viveu alguns anos. A marca BE é focada na personalização e na exclusividade no tratamento de seus clientes. Além de BUE, o crescimento das operações do Bourbon Conmebol, no Paraguai, também foi citado pelo executivo. “Com três anos, crescemos no acumulado de receita e ocupação cerca de 30% ao ano”, emendou.

Equipe de vendas da Bourbon liderada por Jeferson Munhoz

Serguey Jr, da CVC, recebe prêmio

19


FEIRAS E EVENTOS FIT Cataratas

FIT Cataratas destaca investimentos no Turismo de Foz do Iguaçu

Junho de 2014 - 2ª quinzena

Anderson Masetto

20

Aproximadamente 6 mil visitantes, 219 estandes e 600 marcas expostas. Este foi o saldo da 9ª edição do Festival Internacional de Turismo das Cataratas (FIT), que aconteceu no início de junho em Foz do Iguaçu (PR). Outro destaque foram os investimentos que o destino está recebendo – tanto privados como públicos – em infraestrutura para o Turismo, que somam quase R$ 2 bilhões. “Foz do Iguaçu vive um momento mágico, com todas as instituições unidas e atuando juntas pela cidade. O destino está colhendo os frutos do que começou a ser plantado há sete anos, com a gestão integrada do Turismo”, definiu o superintendente de comunicação da Itaipu, Gilmar Piolla. Ele lembrou que os investimentos na cidade são recorde e que ela passará por uma grande transformação nos próximos anos.

Gilmar Piolla, superintendente de Comunicação da Itaipu e autoridades durante a cerimônia de abertura

Estão sendo investidos R$ 1 bilhão da iniciativa privada e mais R$ 800 milhões do poder público em uma série de projetos. Entre eles, um novo hotel da rede Slaviero, com 960 apartamentos. Foz também ganhará mais dois shoppings, restaurantes e um mu-

Corredores movimentados durante a feira

seu. “O poder público também está fazendo a sua parte, com revitalização da Rodovia das Cataratas, o Marco das três Fronteiras e o Espaço das Américas”, reiterou Piolla. Ele citou ainda a ampliação do aeroporto da cidade, cujo projeto já foi aprovado, e o

Beira Foz, um plano urbano que será apresentado em breve e que tem como objetivo modernizar diversas áreas do município. A feira - “Gostaria de parabenizar a organização do festival. Mais de seis mil pessoas passando por aqui estes dias. É um número muito expressivo”, afirmou o governador do Paraná, Beto Richa, que visitou o evento. “Não tenho dúvidas de que Foz do Iguaçu está consolidada como um grande destino turístico, tanto pelas riquezas naturais como pela capacidade de desenvolvimento”, complementou. “Sem dúvida, o evento atendeu às expectativas, é nítido o crescimento da feira em todos os sentidos, e a presença de tantos apoiadores demonstra que estamos no caminho certo para cada vez mais desenvolver o setor”, comemorou o coordenador do FIT, Paulo Angeli. Homenagens – Durante a cerimônia de abertura, a organização da feira homenageou os “Amigos do Festival”. Guilherme Paulus, fundador e presidente do Conselho da CVC e presidente da GJP; Roberto Bacovis, presidente da Abav-PR; Sérgio Flores, da Embratur; Michel Tuma Ness, presidente da Fenactur; e Marcela Bacigalupo, ministra do Turismo do Paraguai (representada por Sofia Para, secretaria de Turismo do Alto Paraná) receberam o troféu. 2015 - Os agentes de viagens e expositores podem colocar na agenda, a FIT Cataratas 2015 já tem data marcada. O evento, que alcançará a sua 10ª edição, acontece nos dias 17, 18 e 19 de junho, no Rafain Palace Hotel & Convention Center. Entre as inovações, segundo o organizador Paulo Angeli, estará uma área voltada a tecnologia e ampliação do espaço dedicado ao ecoturismo e turismo de aventura.

Feijão Amigo presta homenagens em Foz

Michel Tuma Ness, Jacyra Abujamra, o governador Beto Richa e a primeira dama Fernanda

Como já é tradição, o Clube do Feijão Amigo fechou o primeiro dia da FIT Cataratas. O evento aconteceu no Mabu Thermas Grand Resort e contou com a presença de 1,5 mil pessoas. A grande homenageada da noite foi a matriaca da família Abujamra, Jacyra. Também receberam menções Maurice Closs, governador da província argentina de Missiones e Jorge Samek, diretor geral da Itaipu. O governador do Paraná, Beto Richa, também esteve presente. Ele ressaltou a importância do encontro e da atividade turística no estado. “Aqui estão pessoas que ajudam a fazer o turismo, atividade que gera riqueza e renda. Temos orgulho de ter Foz do Iguaçu, um dos principais destinos do mundo”, discursou.


FEIRAS E EVENTOS FIT Cataratas

Mais notícias do evento

Mabu - Durante o evento foi apresentado o projeto “Praia Termal”, do Mabu Thermas Grand Resort. As obras já estão em andamento e a conclusão está prevista para o início de dezembro deste ano. “Com o aumento do número de apartamentos de 208 para 362 unidades em 2012, percebemos a necessidade de oferecer um espaço ainda maior para a diversão”, explicou o presidente do conselho de administração do Grupo Mabu, Alberto Abujamra. A rede também apresentou a marca Mabu Express, de categoria econômica. Ela deve operar em cidades médias do interior brasileiro. Parque das Aves - Em março o Parque das Aves inaugurou um novo viveiro que tem capacidade para abrigar até 200 araras e mais 100 exemplares de outras espécies. Trata-se do maior do mundo deste gênero. “Também estamos com uma nova comunicação visual e trocamos todas as placas informativas do parque”, afirmou a gerente Comercial do parque, Kárin Wolf. Também entrou no ar um novo site, que conta com mais informações do parque e das espécies. No ano passado, o empreendimento recebeu um total de 503 mil visitantes. A expectativa para 2014 é alcançar um crescimento de pelo menos 10%. Itaipu - O Porto Kattamaram passou a integrar o portfólio de passeios da Itaipu Binacional. A embarcação navegará pelo Lago de Itaipu e tem capacidade para até 200 pessoas. Serão quatro passeios por dia, com destaque para o último, que permitirá aos visitantes apreciar o pôr-do-sol no meio do reservatório da maior hidrelétrica do mundo. No local foi construído um pier e um restaurante para atender os visitantes. A navegação, que irá durar aproximadamente uma hora, será feita beirando a barragem da usina, que tem aproximadamente 8 quilômetros de extensão e une Brasil e Paraguai. Nas noites de sexta e sábado, o passeio ganha um charme a mais, com uma visita à iluminação da barragem. Comtur - O mandato de Paulo Angeli na presidência do Conselho Municipal de Turismo de Foz do Iguaçu está chegando ao fim. Após dois anos ele deixa o cargo e o diretor da All Brazil Tours, Licério Santos, assume o comando do órgão. “A integração em Foz do Iguaçu é muito forte, com Prefeitura, Comtur e CVB atuando juntos”, explicou Santos. “Somos um órgão consultivo e deliberativo. Tudo que acontece no destino passa primeiro pelo Conselho, que tem cumprido bem o seu papel”, complementou. Santur - Armindo Haro Neto acaba de ser nomeado diretor de Marketing da Santa Catarina Turismo (Santur). O executivo esteve em Foz do Iguaçu (PR) para participar da sua primeira feira, a FIT Cataratas. Antes de assumir o cargo, Neto atuou na érea esportiva e foi, por duas vezes prefeito de Joaçaba. “Fizemos um trabalho para inserir Joaçaba no mapa do Turismo no Brasil. Desenvolvemos o nosso Carnaval de Rua e o Turismo Religioso”, afirmou.

Paulo Angeli, da FIT Cataratas, Sérgio Flores, da Embratur, e Jaime Nascimento, secretário de Turismo de Foz

Roberto Bacovis, da Abav-PR, e Licério Santos, da All Brazil

Sean Corte Real, Artur Fernando e Jovane Freier, da GJP

Vilson Santos e artistas da churrascaria Rafain

Junho de 2014 - 2ª quinzena

Tecnologia - Uma das inovações da feira foi um totem dentro dos estandes e um QR-Code no crachá dos visitantes, que permitiram a troca de informações de contato online, ao invés de cartões de visitas, e a distribuição de material. Esta foi a primeira experiência desta tecnologia na feira e, de acordo com o organizador, Paulo Angeli, foi bem recebida pelos participantes e será ampliada em 2015. O nome da ferramenta é E-Take e foi desenvolvida pela Eits. Para esta edição, a ação teve a adesão de dez expositores.

Candido Ferreira Neto e a equipe do Rafain

Guilherme Paulus foi um dos homenageados

21


FEIRAS E EVENTOS BNT Mercosul

BNT Mercosul reuniu mais de 6 mil visitantes no Beto Carrero World Luciano Palumbo

Junho de 2014 - 2ª quinzena

A 20ª edição da BNT Mercosul, realizada nos dias 23 e 24 de maio, no Beto Carrero World, em Penha (SC), recebeu 6.020 profissionais, entre agentes de viagens, operadores, empresários e representantes de destinos do país. Com foco no público nacio-

nal, nesta edição, houve uma participação grande de agentes da Argentina, Paraguai, Uruguai, Chile e Peru. A 21ª edição da BNT Mercosul será nos dias 22 e 23 de maio de 2015. “Estamos satisfeitos por termos cumprido nosso objetivo por mais um ano: levar qualificação e aproximar os profissionais da área com comprometimento

22

Pasquini, Goes, Walendowsky, Doubrawa e Telles abrem oficialmente a BNT Mercosul

e seriedade em oferecer um evento completo que gere retornos eficazes em negócios”, avaliaram os organizadores Geninho Goes e Jair Pasquini. Geninho - que acumula o cargo de diretor de marketing do Beto Carrero – afirmou que o local deve receber um centro de convenções e brincou: “Para que a BNT aconteça aqui – em 2015 – o Centro de Convenções deve estar pronto nos próximos meses”, referindo-se ao espaço não comportar mais a quantidade de agentes e expositores. Nesta edição, a feira recebeu 435 expositores e 160 estandes. Ações - Neste ano, a BNT Mercosul também segue com edições internacionais, estas, em formato de workshop. No dia 21 de outubro, acontecerá em Santiago, no Chile, e, no dia 23 de outubro, será realizada

em Córdoba, na Argentina. O principal objetivo é levar destinos, produtos e serviços brasileiros para serem apresentados aos principais polos

emissores de turistas internacionais. Prêmios – Os ganhadores do prêmio de melhor estande da BNT foram Búzios, Espirito Santo e Brusque.

M&E recebe prêmio por cobertura jornalística A diretora Geral do Mercado & Eventos em São Paulo, Mari Masgrau, recebeu das mãos de Geninho Goes e Jair Pasquini, o Prêmio de Jornalismo BNT concedido à Roy Taylor [e equipe], vice-presidente do jornal, na categoria “Evento e Lançamentos”. O prêmio se refere à cobertura jornalística

realizada pelo M&E no ano de 2013. “Tivemos excelentes matérias durante essa primeira edição do Prêmio de Jornalismo e nossa principal intenção é reconhecer os profissionais que divulgam os produtos e serviços turísticos do país com excelência”, comentam os diretores Goes e Pasquini.

BCW apresenta Madagascar a agentes e entrega “Campeões de Vendas” O Beto Carrero World apresentou – durante o encerramento da BNT Mercosul – a nova atração Madagascar aos agentes de viagens e jornalistas presentes no parque. A nova área temática, com mais de 25 mil metros quadrados e valores que ultrapassam 20 milhões de reais investidos, é a maior fora dos Estados Unidos. Além disso, a noite marcou a entrega do prêmio “Campeões de Vendas” para os maiores vendedores do parque em 2013/2014.

Segundo o presidente do BCW, Adalgiso Telles, ainda este ano o parque deve lançar três novas atrações. “Teremos uma parada que vai reunir todos os personagem do parque e outra – que será um show – somente com os personagens da Dream Works Animation. Além da reabertura do restaurante West Selvagem”, disse ao M&E. Campeões -Entre os Campeões de vendas, agências de todo o país do exterior se destacaram. Em São Paulo, Atitude Turismo, Azul Viagens e CVC foram os melhores. No

Rio de Janeiro, a vencedora foi a Paloma Turismo. Mas o grande campeão – agência que mais emitiu voucher do parque – foi a Casa do Turista, sediada em Bombinhas, Santa Catarina. Entre os ganhadores, o destaque ainda para agências como a Fantasy Turismo (PA), Intercontinental (ES), Mirarmar Turismo (MG), Transpassaporte e J Lopes (PR), Skytour, Shopping Tour, União, CG Tour e Viagens S/A (SC), e Santa Luiza, Cativa e Singridtour (RS).

Mari Masgrau recebe prêmio das mãos de Geninho Goes e Jair Pasquini

Carlito Lopes e Gustavo Souza, da Nascimento Turismo

Valdir Walendowsky e a equipe Santur

A comitiva de Porto Seguro formada pelo secretário de Turismo, Luis Otávio, Geovson Magno, Alexandre Delporto e Luis Fernando

Equipe da Bahiatursa: Renato Senna, Mauro Figueredo, baiana Marly Trindade e Victor Souza

Pedra da Ilha terá hotel junto ao Beto Carrero World

A pousada Pedra da Ilha – localizada no Balneário de Penha, em Santa Catarina – prepara expansão para 2016. Com cerca de R$18 milhões em investimentos, segundo o diretor e proprietário, Osmar José Vailatti, nos próximos 90 dias será iniciada a construção de um hotel – em frente ao Beto Carrero World – com previsão de entrega nos próximos dois anos. “Teremos, além da pousada, um hotel três estrelas com 102 apartamentos, área de eventos para 300 pessoas, piscinas e uma completa área de lazer”, disse ao M&E.

Pullmantur lança parcelamento de extras na BNT Mercosul

Com o objetivo de incrementar ainda mais as vendas na região sul do país, a Pullmantur lançou durante a BNT Mercosul o parcelamento de despesas extras a bordo dos navios durante a temporada de cruzeiros 2014/2015. “Vamos parcelar tudo em cinco vezes sem juros em cartões de bandeira nacional para viagens na América do Sul, Caribe e Europa”, comentou o gerente de Vendas e Corporativo da companhia. “Temos um foco grande na região sul, que hoje representa cerca de 35% do share dentro da companhia”, finalizou Moraes.

Nascimento tem novo executivo na região sul

Abertura de mercado. A afirmação é do novo executivo de contas da Nascimento Turismo, Gustavo Sousa. Segundo ele, neste primeiro momento, a busca é pela ampliação do mercado na região ainda [quase] inexistente dentro do share de vendas da operadora. “Estou em home-office, mas temos planos – de acordo com a demanda – de crescer e possivelmente ter uma base por aqui”, comentou.

BHG conclui 80% da reforma do GondenTulip de Foz

Com mais de 80% da reforma do Golden Tulip Internacional de Foz concluída, o hotel se prepara para lançar promoções de hospedagem para os próximos meses. A informação é do gerente Regional de Vendas, Luciano Motta. Segundo ele, para dar maior comodidade aos hospedes de lazer e corporativo, o hotel realizou um completo retrofit nos apartamentos com a colocação de piso frio e troca de equipamentos, além da modernização do centro de eventos, que hoje possui capacidade para três mil lugares. “Estamos investindo em conforto para melhor hospedar nossos hospedes e ampliar a captação de eventos corporativos no empreendimento”, disse.


FEIRAS E EVENTOS

Ski & Golf Fair cresce 70% para 2014; público deve dobrar Luciano Palumbo

Rosário apresenta atrativos para agentes e operadores em São Paulo

Martín Bulos, secretário de Turismo da Província de Santa Fé, e Héctor De Benedictis, secretário de Turismo da cidade de Rosário

Anderson Masetto Local onde nasceram Leonel Messi, Che Guevara e Fito Páez. Lá também estão localizados o maior cassino da América Latina e o maior monumento da Argentina. Estes são apenas alguns dos atributos de Rosário – cidade localizada na Província de Santa Fé, na Argentina. O destino está de olho no mercado brasileiro e, no final de maio, fez uma apresentação na Casa Argentina, em São Paulo, para um grupo de agentes e operadores. “O mercado brasileiro é muito importante para nós. Hoje somos muito mais emissivos, mas queremos melhorar esta relação”, afirmou o secretário de Turismo de Rosário, Héctor De Benedictis. “Estamos aqui para fortalecer o nosso receptivo e mostrar os nossos atrativos para os agentes de viagens brasileiros”, complementou. Junto ao secretário, uma comitiva de agências receptivas e hotéis também veio ao Brasil para visitar operadoras e agências de viagens. Outro ponto forte do destino são os congressos e eventos, que atualmente movimentam a maior parte do fluxo de visitantes na cidade. No entanto, o objetivo, segundo Benedictis, é desenvolver também o mercado de lazer. “Temos muitos centros recreativos, shoppings, natureza e um forte turismo histórico e cultural”, destacou. “Rosário abriga o Monumento da Bandeira, o maior da Argentina, inúmeros museus e um circuito dedicado ao Che Guevara”, adicionou. A Tam conta com voos diários entre São Paulo e Rosário desde o dia 1º de janeiro. Já a Gol, voa cinco vezes por semana ao destino, também a partir da capital paulista. Também é possível chegar ao destino via Buenos Aires com a Aerolíneas Argentinas.

coquetel e sorteios com a participação de marcas como, por exemplo, as motos Harley Davidson. “A ideia é mostrar todos os produtos esportivos de luxo”, comentou Paula Becker, organizadora do evento. Inscrições - Outra novidade para este ano será a relação de comprometimento dos agentes de viagens com relação aos agendamentos referentes às reuniões. “No ano passado, a entrada não necessitava de inscrição. Este ano, para os agentes e operadores, o investimento é de R$ 50, realizados no ato da inscrição, que serão devolvidos caso todos os agendamentos sejam cumpridos em sua totalidade”, comentou Paula. No caso dos agendamentos feitos via web, os profissionais terão 70% de seus horários marcados online. “Os outros 30% serão marcados pelos próprios expositores, que solicitarão esses profissionais de acordo com seus interesses”, emendou. Para informações e inscrições acesse www.skigolffair.com.br.

Junho de 2014 - 2ª quinzena

A 2ª edição da Ski& Golf Fair + Hype Sports – que acontece no dia 1º de setembro, no Club Homs, em São Paulo - trará ao país novas modalidades esportivas associadas ao esqui e golfe, como bike, vela, moto e mergulho. Além disso, a feira, que cresceu 70% em número de expositores em relação a 2013, espera um público 50% maior nesta edição. Segundo a organizadora do evento, Ondina Becker, a expectativa é ampliar cada vez mais os destinos de luxo e esportes no país e difundir essa cultura entre os agentes de viagens e operadores. “Este ano teremos novos destinos, com cerca de 50 expositores e expectativa de público de mais de 600 visitantes”, comentou. O crescimento, segundo Ondina, está diretamente ligado ao interesse dos expositores que, na edição de 2013, ofereceu muito mais atrativos de esportes de luxo, além do esqui e do golfe, proposta inicial da Feira. “Este ano, a inclusão dos hypesports amplia não só a oferta de destinos, mas a de produtos dentro e fora dos resorts”, disse, referindo-se aos produtos de verão oferecidos pelos fornecedores. Paula Becker, também organizadora do evento, ressaltou a movimentação dos negócios na feira na edição passada. “Não temos esses números, a movimentação foi muito grande no primeiro dia. Por isso, reduzimos o tempo de feira nesta segunda edição”, afirmou. No país, cerca de 75

mil esquiadores viajam duas vezes por ano e golfistas (25 mil) até três vezes no mesmo ano. “Cerca de 20% dessas viagens para a prática do golfe são vendidas por agências. No caso do esqui, o número sobe a 53%”, disse. O gasto médio dos turistas nestas modalidades chega U$ 3,5 mil a cada sete dias. Entre os novos fornecedores, o destaque para Saint Petesburg/Clearwater, Aeromexico, Conextur, Promperu, Tourspain, Centro de Turismo Trentino, Cervinia, Nevada, Los Cabos, entre outros. Participam, ainda, como apoiadores o SPCVB, e as secretarias de Esportes e Turismo de São Paulo. O M&E é media partner em mais esta edição da Ski& Golf Fair. Torneio – Este ano, o evento acontece no Terras de São José Golfe Clube, em Itu, no dia 31 de agosto. A organização, segundo Ondina Becker, espera cerca de 500 participantes, que acompanharão, além do torneio de golfe, passeio ciclístico, almoço,

Paula, Rafael e Ondina Becker

23


FEIRAS E EVENTOS GBTA

GBTA: Brasil será quinto maior mercado de viagens corporativas

Junho de 2014 - 2ª quinzena

Anderson Masetto

24

Durante a Conferência GBTA Brasil 2014, foi divulgado o Business Travel Index Brasil, estudo elaborado pela Fundação GBTA sobre a projeção de gastos com viagens corporativas. O vice-presidente de pesquisa da entidade, Joe Bates, afirmou que hoje o Brasil é o oitavo país que mais gasta neste segmento, com US$ 31,2 bilhões registrados em 2013, mas deve subir no ranking já neste ano. De acordo com o executivo, as viagens corporativas domésticas devem ter um aumento de 12,5% e as internacionais, 6%. Desta forma, o país irá ultrapassar a Coreia do Sul e se tornar o sétimo maior mercado já em 2014. “A projeção é que em dois anos o Brasil chegue a US$ 45,5 bilhões em gastos de viagens corporativas, se tornando o quinto maior mercado”, projetou Bates. Ele lembrou do rápido crescimento do setor nos últimos anos. Em 2001, os gastos em

viagens corporativas no Brasil eram de US$ 2 bilhões por trimestre. Hoje, a cada três meses são despendidos cerca de US$ 8 bilhões. “Há um crescimento contínuo no setor”,

ressaltou o diretor regional da GBTA para o Brasil, Wellington Costa. Segundo ele, mesmo com um avanço menos acelerado que o previsto, a tendência sempre foi de crescimento.

Wellington Costa, diretor regional para o Brasil, Joe Bates, VP de Pesquisas, e Kevin Maguire, ex-presidente da GBTA

“A infraestrutura pode ser um gargalo. Não falo da falta de investimentos, pois há verbas, mas de investimentos mal geridos”, destacou. Mundo – De acordo com a pesquisa, serão gastos neste ano US$ 1,2 trilhões no setor em 2014, um crescimento de 8,2% em comparação ao ano passado. As projeções apontam para um avanço de 7,6% em 2015; 7,2% em 2016; e 7,1% em 2017. A América do Norte tem a maior fatia do bolo, com 27%, seguida da Europa, com 25%, 37% Ásia e Pacífico, e 12% os demais, sendo 5% da América Latina. “Os Estados Unidos são o maior mercado, com US$ 273,9 bilhões, seguido da China, com US$ 225,1”, contou.

Evento recebeu mais de 250 participantes e discutiu tendências do setor

Evento contou com mais de 250 participantes

Sessões educacionais, tendências, estatísticas, painéis, motivação e network. O mundo das viagens corporativas esteve em debate durante dois dias na Conferência Global Business Travel Association (GBTA), que recebeu cerca de 250 participantes, sendo metade de gestores de viagens e a outra metade de fornecedores, como agências corporativas, hotéis e companhias aéreas. “A programação foi desenvolvida por mais de 60 gestores e 20 expositores. Todos fornecedores de primeira linha”, explicou o diretor regional da GBT para o Brasil, Wellington Costa. “A GBTA está apostando na profissionalização de gestores e fornecedores do setor a preços acessíveis. Prova disso é que traremos a nossa academia para o Brasil no segundo semestre”, complementou. Região em crescimento – A América Latina, de acordo com Costa, é a região que mais cresce proporcionalmente dentro da entidade. Embora ainda seja a terceira (atrás dos Estados Unidos e Europa), o incremento médio anual é de 20%. “Hoje temos 700 gestores de viagens associados e estamos em plena expansão”, finalizou. Tecnologia - Uma das mais concorridas sessões educacionais do evento foi sobre tecnologia. Com o tema “A revolução na gestão tecnológica em viagens corporativas”, o painel teve a moderação de Rogério Miranda, da Lemontech, e a participação de Peterson Prado, da Avipam, Keila Hanashiro, do Santander, e Roberto Matsuzuka, do Bradesco. Miranda fez uma apresentação sobre a evolução do mercado de viagens corporativas, explicando como as demandas levaram o mercado a profundas mudanças ao longo das últimas décadas. Keila Hanashiro, gestora de viagens do banco Santander, afirmou que, com o surgimento dessas tecnologias, este profissional deixou de ser um mero gestor de contratos e passou a exercer uma função muito mais estratégia nas empresas. “O volume de informações é muito grande e sem a tecnologia não conseguiríamos gerir tudo isso”, afirmou. “Com isso, as TMCs deixaram de ser simples emissoras para se tornar consultoras”, completou. Peterson Prado, da Avipam, também foi pelo mesmo caminho. Para ele, as agências que sobreviveram a essas mudanças foram as que investiram em tecnologia. “Hoje vemos uma grande demanda de interface de dados e as TMCs que possuem sistemas de back office automatizados têm um grande grau de competência para gerir os dados do cliente”, comentou.


WWW.MERCADOEEVENTOS.COM.BR

Últimas galerias de fotos  Veja fotos da conferência GBTA 2014  MSC Divina chega ao Rio pela  1ª vez com quatro mil turistas  Bourbon entrega “Bourbon Partner”  a empresas do país  8º TOP MSC premia agentes  a bordo do MSC Divina  Veja as fotos do segundo  dia da FIT Cataratas

27/05 a 02/06 1ª - Luciana Fernandes assume diretoria de marketing do MTur 2ª - Dilma: “aeroportos não tem padrão fifa, mas padrão Brasil” 3ª - CVC comemora 42 anos, muda logomarca e lança novo conceito 4ª - American Airlines cresce 23% em 2015; voo GRU/LAX registra alta ocupação 5ª - Companhias aéreas estão pessimistas com a Copa do Mundo

Vem

do Turismo

 O ex-CVC, Marcos Rentes, foi anunciado como novo gerente de Vendas da Ancoradouro para Campinas e Região.  A estrutura da Avis no Brasil passa por uma reformulação e conta com Ricardo Kaiser, que antes atuava como gerente nacional, e passou a ocupar o cargo de gerente-geral de Vendas da locadora no país.  Marcelo Vital Brazil foi eleito o novo presidente da Ubrafe.  A Abreu Online ampliou sua equipe com duas novas contratações. Em função do aumento de utilização do serviço de Help Desk, a plataforma de reservas já conta com o reforço de Michel Nicolay neste segmento. Já o contratador de hotéis, Fred Russo, vem reforçar a equipe a fim de ampliar a oferta hoteleira nos diversos destinos oferecidos pela empresa.  A Royal Caribbean anunciou André Pousada, diretor Comercial da Royal Caribbean Brasil, como responsável pela gestão do escritório da companhia na Cidade do México como General Manager. Os gerentes Alexander Haim e Alex Calabria, responsáveis pelas atividades de vendas da companhia no Brasil, responderão diretamente para Ricardo Amaral, vice-presidente regional para América Latina e Diretor Geral Brasil. Marcio Monti assumirá a responsabilidade de operações da companhia também para o México, como Regional Operations Manager Latin America.  Madalena Halmenschlager foi anunciada como nova gerente operacional do Porto Seguro Praia Resort..  Para a abertura de mercado, a Nascimento Turismo contratou Gustavo Sousa, como novo executivo de contas da Operadora para a região Sul.  A American Airlines anunciou sua nova estrutura de Vendas no Brasil. Alexandre Cavalcanti, que está à frente da Gerência de Vendas da companhia para Centro-Oeste, Nordeste e Norte do Brasil desde outubro de 2010, assumiu também os estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais e Mato Grosso.  Daniel Nasser assumiu o cargo de gerente-geral do novo hotel da Hotelaria Brasil, o Best Western Plus Pampulha Desing Hotel, que foi inaugurado este mês.  Ana Paula Freitas de Oliveira assumiu a Diretoria Operacional da Flytour American Express Serviços de Viagens.  A Hertz promoveu Leandro Aliseda para a posição de diretor sênior de Vendas e Terceirização de Frotas da operação brasileira.  A Assist Card Brasil anunciou Eliana Muriel Gralatto como nova gerente Comercial.  Após sete anos como gerente de vendas, Valter Onishi deixou a Visual Turismo para dedicar-se a novos negócios no segmento de transporte e logística. Quem assume o seu lugar é o executivo Celso Andrade. Onishi contabiliza 25 anos no turismo.  O Barra Sul Praia Hotel anunciou Cristiano Molina como seu novo gerente Operacional.  A BWT contratou Rhayner Sousa, ex-Ambiental, que se junta ao time de Vicente Reis e Adonai Arruda Filho para ser responsável pelo interior do estado e por desenvolver produtos e parcerias cooperadas.  A Turnet Turismo anunciou a contratação do executivo de contas Airton Lira, ex-CVC. O trabalho de novo promotor abrangerá as agências de viagens pertencentes a Zona Leste de São Paulo, além das cidades de Mogi e Suzano.  O Avis Budget Group anunciou a contratação de dois novos executivos para sua fase de expansão no mercado brasileiro: Ricardo Kaiser assume a Gerência de Vendas. Para a Gerência de Seminovos, a escolhida foi Jaqueline Viccari.  Armindo Haro Neto foi nomeado diretor de Marketing da Santa Catarina Turismo (Santur).

1ª - Trend anuncia desligamento de Daniel Santos 2ª - Construtoras têm projeto de R$ 5 bilhões para novo aeroporto em SP 3ª - Voo da Tap chega a Manaus em clima de festa 4ª - Luppa apresenta nova estrutura organizacional da Trend 5ª - MSC Divina chega a Rio pela 1ª vez com quatro mil turistas

Nenhum Ampliação dos aeroportos Mobilidade urbana Investimento na rede hoteleira

Junho de 2014 - 2ª quinzena

03/06 a 09/06

Vai

&

TOP 10 mais lidas no site do M&E

EM ENQUETE, O M&E QUESTIONOU AOS INTERNAUTAS: Qual legado a Copa do Mundo de 2014 deixará para o turismo?

25


Junho de 2014 - 2ª quinzena

AGENDA

26

PASSAPORTE

Minas Tur já tem comercializados mais de 75% dos estandes

>> Com a troca de comando da Embratur após a saída de Flávio Dino e a nova gestão de Vicente Neto à frente do Instituto, tendo Sérgio Flores como diretor de Marketing, o calendário de participação do Brasil nas principais feiras internacionais passará por uma revisão. Segundo confirmou Marco Lomanto, diretor de Produtos e Destinos da Embratur, o novo calendário deverá ser divulgado nas próximas semanas com os ajustes previstos pela administração atual.

O 9º Minas Tur já registra mais de 75% de seu espaço comercializado. O evento, que será realizado no Minascentro no dia 28 de agosto, terá a participação de expositores nacionais e internacionais de operadoras, destinos turísticos, hotéis, companhias aéreas, cruzeiros, entre outros. “Nesta edição, em função da alteração da data, conseguimos trazer mais expositores, principalmente operadoras, que irão trabalhar na feira seus produtos da alta temporada de 2014. Além disso, estivemos em Belo Horizonte desde o ano passado, intensificando as visitas, e participamos de eventos de turismo em todo o Brasil, investindo forte na prospecção dos expositores e, com isso, foi

>> A ligação aérea de Campo Grande com a cidade boliviana de Santa Cruz de La Sierra, anunciada pela empresa Amazonas, durante encontro com o governador André Puccinelli, foi comemorada pelo trade turístico de Mato Grosso do Sul. O voo internacional fomentará não apenas o turismo interno, como possibilitará a conexão do Estado com outros destinos na América do Sul.

mais tranquilo fecharmos uma quantidade maior e melhor de contratos”, explicou Cláudia Miranda, da Promove Eventos, organizadora do Minas Tur. Além dos tradicionais expositores, a edição deste ano traz o Salão de Turismo GLS, onde empresas focadas em atender a este público específico, apresentarão seus produtos e serviços diferenciados aos agentes de viagens. “O turismo tem se mostrado cada vez mais segmentado e o agente que conhece bem seu cliente consegue fazer uma venda eficiente. A nossa ideia em trazer o turismo GLS para o Minas Tur tem o intuito de aprimorar o conhecimento do agente mineiro neste nicho de mercado”, explicou Cláudia.

Avirrp abre inscrições dia 25 e espera 4 mil agentes Neste ano, a feira da Associação das Agências de Viagens de Ribeirão Preto e Região (Avirrp) chega a sua 18ª edição. O evento acontece nos dias 15 e 16 de agosto no Centro de Eventos Taiwan, em Ribeirão Preto (SP). Os agentes de viagens interessados em participar poderão se inscrever a partir do dia 25 de junho até 12 de agosto. A expectativa, segundo o presidente da entidade, Emerson Silveira, é receber aproximadamente quatro mil profissionais nos dois dias. Silveira revelou que o evento contará com 40 caravanas de todo o Brasil. Os roteiros e quantidade de vagas para cada região estarão disponíveis junto com a inscrição. De acordo com ele, 90% de todos os

espaços já foram comercializados e a feira contará com 226 estandes e mais de 600 marcas expostas. O Fórum Avirrp, que nos anos anteriores aconteceu nos mesmos dias da feira, terá mudanças. “O Fórum ganhou força e então resolvemos separá-lo da feira. Ele será feito em um outro momento e estamos estudando as datas”, explicou. Uma outra novidade deste ano é a cerimônia de abertura, que acontece em um novo espaço do Centro de Eventos Taiwan. Durante a feira, ele será transformado para que os estados possam fazer apresentações culturais nos dois dias do evento. Serviço: www.feiraavirrp.com.br

Festuris já tem mais de 60% comercializado e muda sistema de caravana e tours Faltando pouco menos de seis meses para a 26ª edição do Festuris, o evento já apresenta números expressivos em sua área comercializada. Mais de 60% do espaço físico da feira já foi vendido, demonstrando um aumento nas vendas comparado ao mesmo período em 2013. O evento acontece de 6 a 9 de novembro na Serra Gaúcha. O Festuris e a Feira Internacional da Espanha (Fitur) anunciaram um acordo para potencializar os negócios. Conhecida pelo famoso parque de montanhas-russas e safáris, Busch Gardens, Tampa também estará presente no Festuris. Visando apresentar o real potencial turístico do Rio Grande do Sul a grandes países como Estados Unidos, Itália, Peru, entre outros, o Festuris resolveu inovar o modelo de recepção para as caravanas internacionais que visitam o Estado no período do evento Com uma parceria formada juntamente às companhias aéreas Tam e Tap, o mercado gaúcho tem nas mãos uma oportunidade ímpar para estreitar laços e apresentar seus principais atrativos para um grupo

específico de profissionais do turismo de diversos países da América do Sul, América do Norte e Europa. Visando sempre o aprimoramento de seus projetos, a organização do Festuris buscou, junto aos secretários de Turismo envolvidos no processo, apresentar um novo formato de programação para os convidados. No antigo formato de recepção, cada destino recebia apenas um grupo de convidados por dois dias, que depois seguia para Gramado, não tendo a oportunidade de conhecer as belezas dos outros municípios participantes. Para potencializar os resultados e apresentar a região como um roteiro completo e um produto para o exterior, nesta edição as caravanas percorrerão todos os municípios que participam da ação, finalizando o roteiro no evento. Roteiros - Com o foco em apresentar os principais atrativos da Serra Gaúcha a estes profissionais de turismo internacionais, o roteiro contempla, além da cidade de Gramado, destinos como Garibaldi, Bento Gonçalves e Flores da Cunha, além de Canela, Nova Petrópolis e Cambará do Sul.

Ceará discute hospedagem pelo Tempo Compartilhado A Associação para o Desenvolvimento Imobiliário e Turístico do Brasil – ADIT Brasil, realiza, entre os dias 7 e 9 de agosto, em Aquiraz, no Ceará, a 2ª edição do ADIT Share, evento que detalha o universo da Indústria de Propriedade compartilhada – Timeshare Fractional. O ADIT Share passou a integrar o calendário de eventos fixos da ADIT Brasil desde a sua primeira versão, ocorrida ano passado, em Goiás. O evento aborda o conceito, a estruturação e o

funcionamento dos empreendimentos conceituados como Propriedade Compartilhada, que apresenta grande potencial de crescimento no Brasil, mostrando-se como forte tendência para os players da hotelaria de lazer e empreendimentos de segunda residência e para os desenvolvedores de parques aquáticos e resorts. Felipe Cavalcante, presidente da ADIT Brasil, destaca que a entidade tem promovido essa indústria desde a sua fundação e assegura que “haverá um boom desse tipo de produto no Brasil nos próximos anos”.

Tome Nota Entur - A Stella Barros Turismo e a Air Europa confirmaram presença na 7ª edição do Encontro Nacional de Turismo da Bahia (Entur), que acontece nos dias 14 e 15 de agosto, no Fiesta Bahia Hotel, em Salvador. A Stella Barros participa pela primeira vez do evento. Segundo o supervisor comercial da empresa, Willian Guedes, será importante participar do Entur para estreitar relações e ampliar os contatos com o trade baiano e do nordeste de modo geral. Já a Air Europa participa desde a primeira edição do Entur. Abav - O Rio de Janeiro deve ser anunciado como estado patrono da Abav Expo 2014 - que acontece entre os dias 24 e 28 de setembro no Pavilhão de

Exposições do Anhembi, em São Paulo - nas próximas semanas. A proposta do estado já foi feita e negociada com a entidade e, de acordo com Gisele Lima, diretora da Promo Inteligência Turística, empresa que organiza o evento, a assinatura do contrato será feita nos próximos dias. Equipotel - De 15 a 18 de setembro a Reed Exhibitions Alcantara Machado promove, no Anhembi, a Equipotel, considerado maior evento de Hospedagem, Alimentação e Serviços da América do Sul. São mais de 850 expositores distribuídos numa área de 60 mil metros quadrados, representantes de 20 países, 1500 marcas e a expectativa de um público de 60 mil visitantes.

>> Inaugurado no último dia 23 de maio, o novo Terminal Hidroviário de Belém “Luiz Rebelo Neto” facilita o acesso de turistas para ilhas e áreas fluviais. O local também está se tornando uma referência aos turistas que embarcam ou desembarcam de Soure, Salvaterra e outros municípios do arquipélago do Marajó, oriundos do Amazonas, de Macapá e outros destinos. Instalado no antigo galpão 9 da Companhia Docas do Pará (CDP), o novo terminal também abriga lojas de artesanatos e biojóias, vestuários, lanchonetes e outros atrativos >> A presidente Dilma Rousseff afirmou, em reunião com integrantes do Partido Progressista (PP), que os aeroportos brasileiros não têm “padrão Fifa”, tem “padrão Brasil”. Dilma garantiu que o povo brasileiro vai receber, sem violência, mas com carinho e afeto os turistas que aqui chegarem durante estes dias de Copa. Ela ainda afirmou “Transformar um aeroporto em uma grande rodoviária não tem mal nenhum”. >> O turismo nacional é a principal aposta da Abreu Online (AOL) este ano. Por isso, o sistema de reservas online acaba de lançar o primeiro catálogo de viagens totalmente dedicado ao país. Com mais de 1.600 opções de hospedagem no portfólio, a AOL apresenta uma seleção dos melhores hotéis e resorts, em destinos de Norte a Sul. >> O Governo Federal pretende conceder autorizações para que aeroportos privados ofereçam voos comerciais. A afirmação foi feita pelo ministro-chefe da Aviação Civil, Moreira Franco, em audiência pública realizada na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados. De acordo com o ministro, a medida possibilitará um fortalecimento da aviação regional, além de atender a alta demanda de aviação executiva. >> A Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA) divulgou as estimativas referentes às contratações temporárias nas cidades-sede da Copa do Mundo, nestes meses de junho e julho, nos setores de hospedagem e alimentação fora do lar. Os números referem-se às contratações formais. Segundo as estimativas, o setor de hospedagem terá, no total, 7 mil contratações, com São Paulo liderando a lista, com 2 mil contratações, seguido por Rio de Janeiro (1.500), Belo Horizonte (800), Salvador (800), Curitiba (450), Porto Alegre (400), Recife (350), Fortaleza (250), Natal (200), Cuiabá (100), Brasília (100) e Manaus (50). >> Dados apresentados pelo Panorama da Hotelaria Brasileira – publicação anual da HVS e da HotelInvest – revelam que, pelo segundo ano consecutivo, houve queda nos principais indicadores que medem o desempenho dos hotéis. Em 2013, a ocupação média sofreu uma redução de 3% e houve uma forte desaceleração no reajuste das diárias médias, que caíram 0,5%. Como consequência, a receita por apartamento disponível (RevPAR) caiu 3,5%. >> As companhias aéreas brasileiras Avianca, Gol e Tam terão 67 mil voos para atender a forte demanda para as cidades-sede da Copa do Mundo. São 500 aviões no ar e 7,2 mil assentos disponibilizados durante todo o período da competição. >> O mercado aéreo doméstico brasileiro cresceu 8,2% em demanda apurada em passageiros-quilômetros transportados (RPK) em abril, frente a igual mês de 2013. Com isso, a taxa de ocupação (“load factor”) subiu 7,2 pontos percentuais, para 79,5%. Os números também apontam queda de 0,8% na demanda de abril ante março. A oferta, por sua vez, foi reduzida em 3,2% no mesmo intervalo comparativo, o que elevou a taxa de ocupação em 1,87 ponto percentual. >> Em abril, a Tam perdeu mercado e enfrentou queda de 0,15 ponto frente a março, finalizando o mês com “market share” de 38,76%. Já a Gol elevou sua participação em 0,24 ponto, para 36,4%. A Azul terminou o mês com 16,9% e a Avianca com 7,9%. Os dados foram divulgados pela Abear. >> Segundo a Iata, o gasto global com transporte aéreo deve chegar a US$ 746 bilhões em 2014, o que equivale a 1% do PIB mundial. O número de passageiros deve chegar a 3,3 bilhões e beneficiar uma crescente rede global, além de propiciar tarifas aéreas 3,5% mais baixas em termos reais (descontada a inflação). As empresas também estão se beneficiando do crescimento da conectividade e de uma queda de 4% nas taxas de frete, descontada a inflação. >> O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) liberará R$ 2,7 bilhões para financiar obras de infraestrutura na cidade do Rio de Janeiro, que serão realizadas até os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016. A verba será usada na construção do corredor exclusivo de ônibus (BRT) Transolímpica, na ligação entre os BRTs Transolímpica e Transbrasil e na duplicação do Elevado do Joá, que liga a zona sul à Barra da Tijuca.

www.mercadoeeventos.com.br Circulação nacional através de mala direta Presidente Adolfo Martins Vice-presidente Executivo Roy Taylor (roytaylor@mercadoeeventos.com.br) - (55-21) 3233-6319 Diretora de Marketing Internacional Rosa Masgrau (rosamasgrau@mercadoeeventos.com.br) - (55-21) 3233-6316 Diretora Geral de São Paulo Mari Masgrau (mari.masgrau@mercadoeeventos.com.br) - (55-11) 3123-2247 Editora-chefe Natália Strucchi (natalia.strucchi@mercadoeeventos.com.br) - (55-21) 3233-6263 Editor-executivo Luciano Palumbo (luciano.palumbo@mercadoeeventos.com.br) - (55-11) 3123-2240 Chefe de Reportagem Luiz Marcos Fernandes (luiz.fernandes@mercadoeeventos.com.br) - (55-21) 3233-6262 Chefe de Reportagem SP Anderson Masetto (anderson.masetto@mercadoeeventos.com.br) - (55-21) 3123-2239 Diretor de Internet Fernando Martins | Diretora de Planejamento Andréa Martins Diretor Jurídico José Manuel Duarte Correia | Gerência de Tecnologia GRM | Fotógrafo Eric Ribeiro | Designer Daniel Costa Reportagem Rio (55-21) 3233-6353 | Reportagem São Paulo (55-11) 3123-2239/2240 Lia Bianchini (lia.bianchini@mercadoeeventos.com.br) | Lisia Minelli (lisia.minelli@mercadoeeventos.com.br) Rafael Massadar (rafael.massadar@mercadoeeventos.com.br) | Pedro Menezes (pedro.menezes@mercadoeeventos.com.br) Samantha Chuva (samantha.chuva@mercadoeeventos.com.br) Atendimento ao leitor redacao@mercadoeeventos.com.br - (55-21) 3233-6353 Departamento Comercial Rio de Janeiro (55-21) 3233-6319 São Paulo (55-11) 3123-2222 Rio de Janeiro Rua Riachuelo, 114 - Centro - CEP 20.230-014 - Telefone e Fax (55-21) 3233-6201 São Paulo Rua Barão de Itapetininga, 151 - Térreo - Centro - CEP 01042-001 - Tels (55-11) 3123-2222 - Fax (55-11) 3129-9095 Representante Comercial em Brasília CPM Consultoria Planejamento Mídia Ltda. (márcio@marketingcpm.com.br) (55-61) 3034-7448 / SHN Quadra 2 - 15º Andar - Salas 1514/1515 / Executive Office Tower - Brasília/DF - CEP 70702-905 Representante Comercial nos Estados Unidos Brazil Travel Media - Claudio Dasilva (www.braziltm.com - claudio@braziltm.com) +1 (954) 647-6464 / 401 E Las Olas Blvd # 130 - Fort Lauderdale - Florida - 33301 - USA Os artigos e opiniões de terceiros publicados na edição não necessariamente refletem a posição do jornal.

Errata 1: Ao contrário do que foi publicado, a Festa do Peão Boiadeiro de Barretos vai de 21 a 31 de agosto // Errata 2: O Roadshow Turismo 2014 será realizado no Rio de Janeiro, no dia 19 de agosto, e em São Paulo, no dia 26 de agosto.

Mercado & Eventos é uma publicação do


Junho de 2014 - 2ÂŞ quinzena

27


28 Junho de 2014 - 2ÂŞ quinzena


Mercado & Eventos Edição 250