Issuu on Google+

#29

edição nov./dez. 2009 distribuição dirigida

PsiLGBT Em busca do corpo perfeito

MODA Molhado é divertido

ENTREVISTA Tiago Silva pode sair da política


Editorial

Relaxe: o verão está chegando! A Lado A 29 chega em clima de verão, com ensaio de sungas com o Mr. Gay SC 2009, Lucas Gondin, e textos para lá de divertidos. Com a temporada mais esperada do ano chegando, festas de fim de ano e muita praia, trouxemos uma edição super light e cheia de calor. Em outubro, as declarações do governador do Paraná, Roberto Requião, que fez piada com paradas gays e câncer de mama, mostraram que mais uma vez é preciso articular e proteger a comunidade. O próximo ano é de eleições, por isso precisamos nos preparar melhor e participar da vida política do nosso município, estado e país. Para tanto, trouxemos uma entrevista exclusiva com o Tiago Silva, que assumiu por 60 dias uma cadeira como vereador em Florianópolis. Ele foi eleito suplente mas poderia muito bem ser o titular da cadeira, se a comunidade tivesse votado em peso. Mesmo assim, ele fez um belo trabalho como militante e como funcionário da prefeitura, que colocou Floripa como uma das cidades mais visitadas pelo público gay no Brasil. Para trabalhar a auto-estima, o psiquiatra e novo colunista do site da Lado A Gustavo Pradi Adam escreve brevemente e com muito bom humor sobre auto-imagem e distúrbios causados pela baixa auto-estima. Assunto super em voga antes do verão. Não se estresse. Apesar de o mundo parecer estar em colapso, com declarações homofóbicas, violência, superaquecimento e tudo mais, o importante é ter controle sobre a vida ou ao menos tentar manter a calma. Saiba se preservar e não entrar em situações de risco. Se tiver dúvidas, pare e repense. Cuide da saúde, principalmente da saúde mental. Aproveite o fim de ano para traçar novos rumos para sua vida. Ame muito, principalmente a você mesmo e colha os frutos de uma existência com escolhas conscientes.

4


Expediente capa Foto Cezar Motta Assistente de fotografia Patricia Targa Tadano Produção Allan Johan – Lado A Modelo Lucas Gondin Sunga modelo Shine prata – AussieBum

LADO A # 29 - nov./dez. 2009 Tiragem 5 mil J. Responsável Allan J. Santin DRT-PR 8019 Jornalista Profissional Diplomado Editor Allan Johan Projeto Gráfico Anderson de Souza Diagramação Idéia Prima Website Supermodular Colaboradores do site: Vagner Rossoni, Raquel Gomes, Arthur Virmond de Lacerda Neto, Beto, Fábio de Melo, Anderson de Souza, Fer Valois, Wander Mosco, Erico Tashiro, Fernando Carlos, Paulo, Gregori Medeiros e Giane C. Gottardi.

nesta edição

04 Editorial Relaxe: o verão está chegando! 07 Entrevista Tiago Silva 10 Moda Molhado é divertido 14 Bens de consumo 15 Comportamento O Corpo Perfeito 16 Coisas de mãe E a procura continua 17 Coluna Social 23 Contos do Wander Casulo 26 Guia cultural 29 SC Guia GLS

Contato 41 - 3027.6599 contato@revistaladoa.com.br

31 RS Guia GLS

Para anunciar: contato@revistaladoa.com.br

32 PR Guia GLS Correspondências CP 10321 CEP 80730-970 Curitiba - PR As matérias assinadas não expressam a opinião editorial da Revista Lado A.

6

34 Playlist DJ Anderson Negão 34 Pastel e seus amigos


Entrevista

Tiago Silva Aos 27 anos, Tiago Silva é o primeiro vereador gay assumido da história de Florianópolis. Durante 60 dias, ele assumiu uma cadeira na Câmara dos Vereadores e fez história mais uma vez, ao aprovar por unanimidade a lei municipal que combate a discriminação de pessoas em razão da orientação sexual. Trabalhando na Secretaria de Turismo, ele coordena a área de eventos, entre eles a Parada da Diversidade – da qual é um dos idealizadores, e o Pop Gay, durante o Carnaval. Nascido e criado na comunidade do Morro do Mocotó, Silva enfrentou o preconceito desde cedo por ser negro, pobre e homossexual. Sua trajetória de sucesso é uma lição de como é possível a comunidade gay chegar ao poder e ter suas demandas respeitadas. Lado A - Qual o sentimento que surgiu quando você viu que por pouco não conseguiu uma cadeira como vereador em Floripa mas ao mesmo tempo pegou a suplência? Tiago Silva - Eu vejo que foi uma passagem, para mim, uma experiência nova, nunca tinha passado por isso. Ter tido a oportunidade de chegar em uma eleição e ter feito a primeira suplência já mostra uma grande vitória, mas aquele sentimento né, de ter quase conseguido, esse vai ser um sentimento que vai ficar marcado na história do movimento. Se houvesse mais união, talvez, a gente teria conseguido. Lado A - Como surgiu a oportunidade para ser vereador por 60 dias de Florianópolis? Tiago Silva - Aqui na Câmara existe um rodízio

Tiago Silva não sabe se permanecerá na política e nesses dois meses, já era decidido no partido (PPS) que haveria esse rodízio entre os suplentes. E como eu tinha ficado como primeiro suplente, consegui que eu fosse o primeiro a ser chamado. Lado A - Qual a sua avaliação desses dois meses ocupando este cargo tão importante? Tiago Silva - Olha, nós que olhamos o parlamento, a política do lado de fora, a gente acha que as mudanças podem ser feitas do dia para a noite. E as mudanças não ocorrem assim, eles são demoradas. No Legislativo, qualquer projeto passa por comissões, até chegar ao plenário demora seis meses.

7


Lado A - E como foi a tramitação deste projeto que você aprovou? Tiago Silva - O projeto que combate a discriminação, quando dei entrada no processo, sabia que em dois meses seria impossível aprovar o projeto. Então, nós fizemos pressão, a comunidade compareceu no dia da votação e nós conseguimos que o projeto entrasse em regime de urgência e passasse nas comissões conjuntas. Foi bem interessante porque todos os vereadores se sensibilizaram e fizeram as reuniões da comissão conjuntas e entrou na pauta na semana da Parada, na ordem do dia. Lado A - A aprovação da lei contra a homofobia em Florianópolis foi um marco para a história da cidade. O que diz a lei? Em que dia ela entra em vigor? Tiago Silva - A lei foi sancionada no dia da Parada, 90 dias depois. A lei pune a prática da

8

discriminação em Florianópolis em qualquer estabelecimento municipal, seja privado ou público. Um exemplo, se um gay ou uma lésbica for discriminado em uma repartição, essa lei diz que esse funcionário que discriminou deve sofrer um processo administrativo. Em ambiente privado, advertência e cassação do alvará de funcionamento. E ela reconhece a liberdade de expressão na cidade de Florianópolis, a liberdade homoafetiva, que os gays e as lésbicas podem andar normalmente, como um casal hétero. Lado A - Você será candidato a deputado estadual em 2010? Tiago Silva - Não, não vou ser. Lado A - Mas para vereador (2012) com certeza, não é? Tiago Silva - Também não sei. Eu voltei a estudar. Ano que vem eu vou voltar a fazer o curso de Direito. Lado A - Quanto foi gasto na Parada da Diversidade de 2009? Quem pagou a conta? Tiago Silva - Eu sei que gastou mais de R$130 mil, mas como eu estava na Câmara eu não participei ativamente da questão dos gastos. Eu sei que a Parada nossa vem de anos com dívidas, no primeiro ano não conseguiu patrocinadores, estamos pagando dívidas. No ano passado, tivemos um problema grave com o ECAD, que quer cobrar os direitos autorais, está correndo na Justiça. Agora, a Parada este ano foi algo grande. Tivemos 20 outdoors espalhados pela Grande Florianópolis divulgando o evento. Tivemos uma semana de programação cultural, exposições, os jogos da diversidade, o custo da Parada vem de toda essa semana que é oferecida gratuitamente. Nós tínhamos que ter mais apoio privado, de hotéis, restaurantes,


dos shopping, que ganham, tinham que aplicar mais na Parada. Lado A - Quais os benefícios que a Parada traz para a ilha? Tiago Silva - Existe uma Florianópolis antes e outra depois da Parada, isso é visível. Tem dois momentos: em que nós fazíamos excursões para outras cidades, porque Florianópolis era preconceituosa; e a partir do dia que temos uma parada em nossa cidade, quando e em um dia por ano a cidade para e assiste ao evento. Não há visibilidade melhor para os gays do que uma Parada, que é capaz de levar uma cidade inteira a um dia de reflexão. Lado A - Floripa quer se firmar como referência em Turismo LGBT no Brasil. Por que isso é tão importante? Tiago Silva - Antes de se falar em Parada Gay no Brasil, já se falava no Carnaval gay de Florianópolis. Agora, depois da lei que pune a prática do preconceito, que reconhece a liberdade de expressão, Florianópolis entrou no calendário para concorrer por qualquer tipo de evento. E eu não tenho dúvidas que a vocação da cidade é o Turismo, então temos que trazer esses eventos para a cidade. Lado A - Qual a maior dificuldade na sua carreira política? Tiago Silva - A minha maior dificuldade foi convencer a comunidade gay que só vamos conseguir a transformações, as leis, se tivermos gays comprometidos com a causa na política. Caso contrário, vamos continuar com projetos como o da Marta Suplicy, parado há 14 anos no Congresso, o que criminaliza a homofobia no Brasil: parado no Congresso. Como é que eu em dois meses consegui aprovar uma lei? Porque

eu tive vontade política. Mas para ter vontade política e se aprovar as leis é preciso os gays votarem em gays. Assim como aconteceu com os negros e as mulheres. A grande transformação passa pela política. A política é a arte da transformação. Infelizmente, nós ainda não tivemos oportunidade de gays (assumidos) ocuparem cargos no primeiro escalão da administração para fazermos a grande transformação. Lado A - O que podemos esperar do Tiago? O que você diria para candidatos gays de outras cidades? Tiago Silva - Olha, eu vejo que a comunidade gay tem passado por alguns momentos de transformação. Essa questão de politizar as paradas e dizer que conseguimos reunir três milhões de pessoas na Avenida Paulista mas não conseguimos eleger um deputado que seja comprometido com a causa, eu não vejo avanço. A partir do momento que nós conseguirmos a politização e conscientizar os gays que temos que votar em candidatos comprometidos, candidaturas que tem a sua base LGBT, para conseguirmos a transformação, assim construiremos um Brasil sem preconceito. Se continuarmos com as picuinhas, as invejas, os ciúmes... e deixarmos de lado o compromisso por uma bandeira, que está acima de qualquer pessoa... É preciso ter compromisso com as raízes dessa bandeira. Não adianta ficarmos fazendo paradas gays se não temos leis. As paradas deveriam ser um momento de vitória, que pudéssemos estar festejando. Eu sonho um dia estar em cima de um trio elétrico e gritar bem alto: “O Brasil criminaliza homofobia”, “A união civil foi aprovada”. Então, peço que as candidaturas, que as pessoas possam se estimular a serem candidatas e possam fazer a conscientização com a comunidade gay para fazer a grande transformação.

9


Moda

Lucas veste 60’s short da AussieBum

10


Sunga Retro AussieBum

Sunga Wonder Jock Vermelha AussieBum

11


Sunga Preta Liquet

12

Sunga Branca com neopreme Liquet


Sunga Musgo Redley para AirLab

Sunga xadrez Aspire AussieBum Foto: Cezar Motta Assistente de fotografia: Patricia Targa Tadano Produção: Allan Johan Modelo: Lucas Gondin Agradecimentos: Solis Praia Hotel Itapema (www.solis.tur.br), Liquet (www.liquet.com.br), AirLab (41 3016 6265) e AussieBum (aussiebum.com)

13


Bens de consumo Óculos biodegradável Evoke Feitos em Bio Plastic, material 100% natural, e totalmente biodegradável, a linha Conscious Design da italiana Evoke quer entrar no rol de produtos ecologicamente corretos. O estojo feito em algodão orgânico também se preocupa com a natureza.

Preço: ainda sem tabela de preço no Brasil.

Love my Lips Marca de gloss inglesa que acompanha tiras que prometem detectar drogas comuns no golpe boa noite cinderela. Pequenas quantidades de GHB e Ketamina (Special K) reagem e revelam se a bebida foi batizada.

Preço: 10 libras no site 2lovemylips.co.uk

Living neck lace A designer novaiorquina Paula Hayes criou este ano cordões vivos para se usar no pescoço. Pingentes naturais de plantas singelas em fios vegetais são o destaque de toda uma coleção super ecológica.

HP Netbook Vivienne Tam A segunda geração dos netbooks da Hewlett Packard foi apresentada no Bryant Park, em setembro, durante a semana de moda de NY da primavera 2010. Estampada com borboletas criadas pela estilista Vivienne Tam sobre um tom de dourado claro, com tamanho minimizado, o modelo promete ser fashion e amigo para todas as horas.

Preço: US$700, nos EUA.

14

Preço: o site não informa; paulahayes.com


Comportamento

O Corpo Perfeito Por Dr. Gustavo Pradi Adam* É fato científico que a maioria dos homens gostaria de ter um corpo mais musculoso e com menor percentual de gordura. Estudos demonstram que entre os gays, contudo, a taxa de insatisfação com a auto-imagem corporal (maneira que enxergamos o próprio corpo) é maior. Mostram também que esse descontentamento é inversamente proporcional à auto-estima. Acredito, todavia, que milênios de seleção natural não teriam nos sabotado a ponto de preservar um comportamento à toa. Penso, assim, em razões evolutivas para tal. Talvez determinado grau de insatisfação nos permita levar uma vida mais segura e saudável. Possivelmente em nossos tempos de Homo erectus (não significa o que vocês estão pensando, seus tarados, chequem no Google), quem tivesse uma auto-estima muito insuflada, acabaria se metendo em brigas que não poderia vencer... Como lucrar com isso? Nosso meio cultural sobrevive, em parte, vendendo ideais inatingíveis. Ícones são criados e o “corpo perfeito” (por vezes via Photoshop, não esqueçam) é um dos recursos usados para gerar insatisfação e consumo. Tal fenômeno pode desencadear transtornos psiquiátricos, como a anorexia nervosa (perda de peso intencional, que chega a gerar disfunções fisiológicas), outros transtornos alimentares ou transtorno dismórfico corporal (preocupação patológica com defeito imaginário ou mínimo na aparência). Alguns estudos citam incidência de 20% para transtornos alimentares entre homens homossexuais. Afinal, quantas capas de revistas voltadas ao público

gay mostram homens com pneuzinhos? Em quantas propagandas de cueca o elástico chega sequer a marcar o corpo do modelo? Esqueçam tudo isso por um minuto e tentem se lembrar de sua última balada ou visita à Praia Mole. Dos cinco ou dez caras que mais chamaram a sua atenção, quantos de fato tinham o corpo perfeito? Não estou me referindo a um corpo legal, mas realmente perfeito. Vocês acham que é possível, então, que o que chamou sua atenção tenha sido mais a atitude do que o corpo em si? Talvez eles atraíssem pela sensualidade, reflexo de auto-confiança? Bom, se eles podem, é possível que você também possa. Ouça seus pensamentos. Eles dizem “estou parecendo uma porca gorda, nunca vou conseguir um cara como aquele” ou eles dizem “estou aqui para me divertir, se alguém quiser chegar, sorte dele”? Qual dos dois padrões de pensamento você acha que vai gerar uma atitude mais descontraída, sexy e atraente? Aliás, acho ótima uma música da Regina Spektor que diz “eu tenho um corpo perfeito, mas por vezes eu esqueço; eu tenho um corpo perfeito porque meus cílios aparam meu suor”. * É psiquiatra e terapeuta cognitivocomportamental.

15


Coisas de mãe

E a procura continua... Por Raquel Gomes “Estou cansado. Não vou encontrar a pessoa certa, o parceiro ideal, desisto!”, “Nasci para ficar só!”, comumente ouço essas frases de amigos homossexuais, o que me entristece, pois temos que acreditar sempre no amor. Eu acredito que temos a “tampa de nossa panela”, a pessoa certa, o companheirismo e quero muito ajudar. Comentam que não sabem onde encontrar a pessoa certa. Na balada, dizem, é difícil, pois a maioria vai lá para “pegação”, para beber, se drogar, daí não dá para conhecer uma pessoa por completo, claramente. “Onde mais procurar?” me indagam. No shopping, cinema, na rua, sites de relacionamentos... a maioria já tentou tudo isso e isso gera mais frustração. Há uma sede de amor, uma procura que parece sem fim e sem esperança, o que leva muitas vezes os gays a dizerem: “Acho que vou virar hétero, casar e ter filhos”, sem a real noção do que estão falando, porque alguns são imediatistas, sem paciência e dramáticos. Triste é a perda de esperança, do entusiasmo. Todos queremos e merecemos sermos felizes e se para ser feliz queremos um parceiro ideal ao nosso

16

lado na caminhada, temos que esperar. E vamos têlo com certeza. Mas enquanto isso não acontece, para aliviar a tensão, frustração e o vazio, muitos só tem encontros sexuais e saem com um hoje outro amanhã, disseminando mais frustrações, decepções e até mesmo doenças, o que certamente afastará os prováveis parceiros, ficando mais solitários, pois o preconceito ainda existe. Mas, qual seria a solução? Em primeiro lugar o amor próprio, autoestima, gostar de você, de sua própria companhia, quem se ama e se admira atrai mais, pois transmite segurança e força. Tem que se amar para ser amado. Um bom caráter também faz parte. Ser confiável, amigo, uma pessoa cativante, que os outros sentem prazer em estar perto. Levar uma vida normal, saudável, próspera e feliz para seu próprio crescimento e aprender a compartilhar com os outros. Ser alegre, pois “ser alegre é melhor que ser triste, porque alegria é a melhor coisa que existe”, já dizia Vinicius de Moraes, e a alegria contagia, atrai pessoas. E não ser covarde, deixar de amar por medo de sofrer. Pois quem foge da luta antes de lutar, nunca saberá o sabor da vitória.


Coluna social Exotic New Label na UP (Joinville)

Festa de 4 anos do Side Caffe (Curitiba)

Festa do Vermelho na Cats Club (Curitiba)

17


Coluna social Parada da Diversidade de Curitiba 2009

Parada da Diversidade de FlorianĂłpolis 2009

Reinauguração da Galesi (Blumenau) - by fervo.com.br

19


Coluna social Ammanda na Concorde (Florian贸polis) by fervo.com.br

Festa Phantom na Fly (Blumenau) by fervo.com.br

Le Freak na Levion (Cambori煤) by fervo.com.br

21


29


Contos do Wander

Casulo Por Wander Mosco Braço albino, coberto por cabelos brancos, tão alva era sua pele; nítida impressão: seria transparente? Puxou seu amigo – que já estava todo sobre mim – com vigor. Percebi profundo descontentamento e surpreso discursei: “Pelo menos alguém não quer apenas me abraçar”. Arrependi-me profundamente por aquelas palavras soltas. Dias antes. Computador ligado, uma mensagem apareceu, usava aquele site para mochileiros havia anos, mas nunca recebera qualquer pedido que fosse, nem sequer trocava mensagens em seus mais diversos grupos; todos criados por afinidades. Pessoas se agrupando em oásis sociais onde libertavam sua opinião, sem amarras impostas pela sociedade repressora. Pedia-me espaço para ficar quatro dias, queria conhecer Curitiba. Era alemão – uma foto estampava sua franja loira – só mais tarde perceberia sua real branquitude; fios mais longos, durante semanas habitaram meu apartamento, foram como douradas lembranças. Verifiquei suas referências, me encantei com aquele jeito poético em descrever-se, intitulava-se forasteiro em um inglês bem pobre, mas conciso – tive que usar um tradutor – decidi abrigá-lo; havia avisos por toda página: não somos um “dating site”. Ainda assim minha mente voou entre desejos insólitos. Respondi oferecendo ajuda bem como um cantinho em casa... David trouxe um amigo, tão lindo quanto ele, mas hétero. Primeira noite, preparei uma sopa que era simplesmente tudo quanto eu conseguia pro-

duzir numa cozinha; longa viagem, haviam pego ônibus em São Paulo, várias horas bem sofridas; deliciavam-se, famintos, soltando elogios sem parar. Senti-me chef daquela janta. Consegui comer também, havia dias sentia enjôos, pouca fome... Mais resultados inesperados dessa visita apareceriam: recuperaria meu sono. Aproveitei um relance, enquanto seu amigo se afastou – arrumava suas coisas naquele espaço temporário – suavemente encostei alguns dedos sobre aquela pele macia: “David... I...”. Não pude terminar, tomado em reação tão espontânea ele afastou mãos e impulsos; sumiu pelo corredor para encontrar seu amigo. Enquanto lavava louça, senti um toque, sua mão apertava meu ombro: “Sorry, I got a boyfriend”. Alívio. Entendi tal recusa, também sempre fui fiel, ou talvez fosse quando uma oportunidade surgisse; nunca havia namorado até então. Quase meia-noite, decidimos todos dormir; não me contive e pedi ao David que dormisse comigo aquele noite, mesmo porque só havia uma cama para hóspedes. Ele aceitou receoso – esse pequeno medo retardou seu sono aquela noite, pois ficou utilizando meu computador por mais algum tempo – fui primeiro, ajeitei tudo esperando meu novo amigo, finalmente sentia-me percebido, mesmo com desprezo. Pude observar sua sombra teclando ferozmente. Susto! Acordei com braços me apertando, nossos corpos entrelaçados; mal podia acreditar em como adormeci rápido e ainda mais depressa

23


desmaiei novamente, estava protegido. Problemas desapareciam, minha mente estava limpa finalmente, fracassos não eram mais tão importantes; sono profundo, prazeroso, me tomou. Durante três noites seguidas ele me abraçou ao dormir. Acordei, penúltima oportunidade para tê-lo ao meu lado, arrisquei um beijo; acordou assustado, seus olhos me condenavam. Senti-me tão mal, durante todo dia exalei culpa, desculpas não redimiriam aquele ato desesperado, pueril. Sextafeira sem comemorações ou ansiedade pelo finde. Cheguei para nossa última volta pela cidade, prometi que essa seria uma noite agitada; planejei embalos pela cervejada. Mesmo culpado tentei chegar animado, não havia ninguém. Comprei algumas bebidas para fazer esquenta, mas bebi sozinho. Quando chegaram, eu estava olhando pela janela. Tentei parecer animado – completamente bêbado, cambaleante – corri em sua direção avi-

24

sando que seria pura diversão nossa noite: “We’re gonna have fun”. Seu amigo ficou muito exultante mal podia esperar para tomar umas cervejas beeeeeeeeeeeem geladas. Peregrinamos pela Vicente Machado visitando bares, conhecendo seus estilos, músicas, públicos entre tantas peculiaridades. Irish e Rock pubs foram aprovados por ele tal qual reprovara lugares eletrônicos bem agitados. Decidi finalizar nossa procissão pela Avenida Batel entre tantos estabelecimentos temáticos. Não podia mais beber, já sentia ânsias, quando chegamos ao destino; eles permaneciam intactos nem pareciam ter tomado alguma coisa. Experimentaram várias caipirinhas diferentes e aproveitaram para fortalecer seus corpos com comida mexicana. Enquanto minha cabeça girava chamei um táxi; ia levá-los para o único lugar onde tinha certeza que iriam beber até cair: James. Assim voltamos


ao ponto inicial, Vicente Machado, onde pessoas aglomeradas formavam uma fila gigantesca. Tentava redimir meu desconforto pelo beijo roubado, fiz tudo para tornar aquela noite em puro agito. Após horas esperando, me sentia mal pelos imprevistos, finalmente entramos. Melhorei ao perceber como se divertiam horrores; consegui até uma ideação aventureira onde meu tão sonhado beijo mútuo ocorreria. Sentei, cansado, sonolento; bebedeira encerrada para mim. Seu amigo hétero se aproximou, perguntei se havia conseguido beijar – levei muito tempo pra conseguir ser entendido, havia muito álcool em ambos, finalmente aqueles forasteiros estavam lesados – e finalmente ele me respondeu que só havia conseguido uma mulher durante toda noite; conversamos por muito tempo enquanto eu percebia dois olhos azuis observando tudo, era David acompanhando meus passos. Fomos todos dançar novamente, mesmo

nauseante acompanhei por educação. Tudo rodava, sentei novamente, mal parava em pé quando fui abraçado: ouvi uma voz forte me dizendo ainda não ter conseguido seu segundo beijo. Ri muito quando pediu para que eu fosse seu próximo beijo. Aceitei relutante. Cena não concretizada, David furioso quase bateu em seu amigo. Em casa, ainda cambaleantes, fomos dormir, ecoava em minha cabeça cada palavra proferida contra David; fui tomado pelo remorso. Esperei seus braços, mas ele virara pro lado oposto. Engolindo meu choro, virei, passei minhas mãos por seus ombros que foram expelidas violentamente até conseguir meu objetivo: abracei fortemente seu corpo. Outro dia raiou, estavam com malas prontas quando levantei, me despedi. David voltou, porta aberta abruptamente, beijou minha boca suavemente. Saiu mas ainda ouvi sua voz pela última vez, ecoando: “Danke!”.


Guia Cultural Curitiba Taí - Um Tributo à Carmem Miranda Em comemoração aos 100 anos do nascimento da pequena notável, 300 alunos das oficinas promovidas pelo Centro Juvenil de Artes Plásticas expõem 100 trabalhos em formato A3. São esculturas e cerâmicas sobre a artista luso brasileira.

Defórmicas e Pra Que A artista Eliane Prolik lança catálogo e exposição, resultado de um trabalho de dois anos. As duas séries, Defórmicas - de obras com geometria paradoxal de muito movimento, cor e transformação- e a instalação Pra Que, com palavras e sons, contrastam e exploram a sensibilidade dos expectadores.

SERVIÇO Quando: até 14/01; Onde: Rua Mateus Leme, 56 - São Francisco Quanto: gratuito; Info.: (41) 3323-7482

Defórmicas e Pra Que 29º. Mostra de teatro do Cena Hum

A artista Eliane Prolik lança catálogo e exposição Com 24 espetáculos, a tradicional resultados de um trabalho de dois anos. As duas mostra da escola curitibana atores séries, Defórmicas - de obrasde com geometria parainaugura seu novo teatro, com doxal de muito movimento, corpreços e transformação- e populares comQue, histórias para todos a instalaçãoe Pra com palavras e sons, contrasos A mostra é organizadados pela tamgostos. e exploram a sensibilidade expectadores. escola com a participação de alunos formandos e profissionais. SERVIÇO Quando: de 17/11 a 14/12; Onde: Rua Senador Xavier da Silva, 166 - São Francisco; Quanto: de R$7 a R$15; Info.: www.cenahum.com.br ou (41) 3333-0975

26

SERVIÇO Quando: até 21/02; Onde: Museu da Gravura - Centro Cultural Solar do Barão - Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 533 – Centro; Quanto: gratuito; Info.: (41) 3321-3367


Guia Cultural Florianópolis As Sonatas para Piano de Wolfgang Amadeus Mozart

Respeitando a ordem cronológica das obras, o pianista Alberto Andrés Heller, formado pela Franz Liszt, em Weimar, Alemanha , apresenta quatro recitais com 18 sonatas no total, em um programa completo sobre o artista onde é possível perceber a evolução de seu estilo. SERVIÇO Quando: 02/12 às 20h; Onde: Teatro Álvaro de Carvalho - TAC - Rua Marechal Guilherme, 26 – Centro; Quanto: de R$10 a R$20; Info.: (48) 3028-8070

Mundos Tangíveis Os artistas Alfonso Ballestero e Michel Groisman, do projeto Formação Estética do Público Cego - Museu e Inclusão Social, expõem obras criadas para serem sentidas com os dedos. Uma experiência nova para aqueles que não possuem dificuldades visuais, que podem explorar um novo mundo sensorial.

Porto Alegre 7ª Bienal de Artes Visuais do Mercosul Com 38 obras e performances de artistas brasileiros e de outros países do Mercosul, a bienal se espalha pelo Museu de Arte do Rio Grande do Sul (MARGS) durante um mês e meio. A exposição destaca o desenho como a disciplina para o processo criativo e para a perfeição buscada pelo artista. Separada em três linhas comunicativas, os trabalhos se convergem e exemplificam a criatividade e diversidade da arte latina.

SERVIÇO Quando: até 29/11 – exceto segundas; Onde: MARGS - Praça da Alfândega - Centro; Info.: (51) 3227.2311

Mummenschanz A companhia suíça Mummenschanz, referência mundial em teatro contemporâneo, traz espetáculo que resgata os quase 40 anos de trabalho do grupo, com uma miscelânea de dança, teatro, circo, fantoches e comédia. As máscaras e a Comedia Dell’arte, características da trupe, não ficam de fora desta montagem mágica. SERVIÇO Quando: 06/12 às 19h; Onde: Teatro do Bourbon Country - Av. Túlio de Rose - 100 - Passo D’Areia; Quanto: de R$50,00 a R$150,00; Info.: (51) 3375-3700

SERVIÇO Quando: de 03/11 a 09/12; Onde: Galeria Pedro Paulo Vicchietti – Pc. XV de Novembro, 180 – Centro – de seg. a sex., horário comercial; Quanto: gratuito; Info.: (48) 3324-1209

27


28


» SC Guia GLS « Florianópolis BARES Bar do Deca - Praia Mole (último no sentido Galhetas) Blues Velvet - R.Pedro Ivo, 147 - Centro Café das Artes (F) - R. Esteves Júnior, 734 (anexo Texaco) Jivago Lounge - R. Dep. Leoberto Leal, 4 Rancho do Maneca - SC 405 Km 1, nº 472A Deny’s Bar - R. João Grumiche, trav. 437 - Kobrasol BOATES

Sauna Bianca - Rua Jamaica, 700 - Centro

Blumenau BAR The Flag - R. Alwin Schader, 137- Centro BOATES Galesi Mix 157 - R. Alwin Schader, 157 - Centro FLY MUSIC CLUB - R. Carlos Rieschbieter, 950 - Centro; www.flymusicclub.com.br; telefone: (47) 9914-4477 SAUNA Sauna Bruno - R. Presidente Vargas - 173 - Centro

CONCORDE CLUB - Av. Rio Branco,729 - Centro; www.concordeclub.com.br; telefone: (48) 3222-1981

Criciúma

Mix Café - R. Menino Deus, 47 - Centro

BOATE

SAUNAS

AVA Pub - Rod. Luiz Rosso, 1km após 28º GAC

Thermas Hangar - R. Henrique Valgas, 112 - Centro THERMAS OCEANO - R. Luiz Delfino, 231 - Centro. tel.: (48) 3222-4547

Joinville

PEGAÇÃO

UP Bar - Rua do Príncipe, 766

HUNTER VIDEOCLUB - R. Padre Roma, 431 - Último andar; www.huntervideoclub.com.br; telefone: (48) 3228-5868

BOATES

Magia Video Club - R. Hoepcke, 76 - Centro

Bal. Camboriú BARES Duo Lounge - R. 300, 120 - Centro Sublime Café - R. Alvin Bauer, 555 - Centro BOATES LEVION - Av. Brasil, 3801 - Centro; www.levion.com.br; tel.: (47) 3248-0653; London - Av. do Estado, 1008 (Itajaí - BnC) Yes! - Av. Atlântica, 5740 - Barra Sul SAUNAS Sauna Clube - R. 2450, nº 86 Centro Sauna Batel - R. 2800, nº 422 - Centro

BAR

Ivyx Club Mix - Av. Procópio Gomes, 602 - Centro UP CLUB - Av. JK, 615 - Centro; www.upjoinville.com.br; tel.: (41) 3026-1767 SAUNA Thermas Joinville - R. Independência, 721 - Anita Garibaldi

Lajes BAR Habuhiah Bar - R. Gonçalves Dias, 183 (Fundos) - Coral 2002 - Barreiros

Palhoça BOATE Gloss Club - Pedra Branca

29


» RS Guia GLS « Porto Alegre

Coruja - R. Comendador Coruja, 189 - Floresta

BOATES

Floresta - R. Dr. Valle, 88 - Floresta

Cabaret Indiscretus - R. Ernesto Alves, 169 - Floresta

Plataforma -R. Pernambuco, 2765 - Navegantes

CINE THEATRO YPIRANGA - Av. Cristovão Colombo, 772 - Floresta; www.cinetheatro.com.br; telefone: (51) 3286-2408 Eróticos Videos - Av. Alberto Bins, 786 - Centro Ocidente (Rua J. Telles esq. O. Aranha)

THERMAS POINT SUL - R. Cabral 468 - Rio Branco; www.thermaspointsul.com.br; telefone: (51) 3331-6324 Thermas Mezzaninu - R. São Salvador, 108 - Santa Maria Ghorett

Caxias do Sul

Bom Fim Refugius Megadanceteria - R. Marcílio Dias, 290 - Menino Deus

BOATES

Vitraux Club - R. Conceição, 492 - Centro

NOX - R. Darcy Zaparolli, 111 - V. Iguatemi

Studio 54 - Visconde de Pelotas, 87 - Centro

NEO (F) - Av. plínio Brasil Milano, 427 - Auxiliadora BARES Anexo 456 - R. Fernandes Vieira - 4556 - Bom Fim

São Leopoldo BOATE My Way - R. D. João Becker, 968 - Centro

Cia. da Arte Café - R. dos Andradas, 1780 Era uma vez - Av. Brasil, 132 - São joão Metrô Bar - Av. Farrapo0s (Estação) - S. Geraldo

Pelotas BAR Odeon - Praça Gen. Pedro Osório, 63 - Centro

Píer 174 - R. da República, 174 - Cidade Baixa

BOATE

VENEZIANOS PUB CAFÉ - R. Joaquim Nabuco, 397 - Cidade Baixa; www.venezianos.com.br; telefone: (51) 3221-9275

Free Space - R. 13 de maio, 626 - Centro

SAUNAS

BAR

ARPOADOR - R. Ivo Corsueli, 210 - Petrópolis; www.saunaarpoador.com.br; telefone: (51) 3338-4306

Santa Cruz do Sul Little Up - Júlio de Castilhos, 327 - Centro

Santa Maria

Barros Cassal - R. B. Cassal, 496 - Independencia BOATE Convés Sauna Club -Av. Mauá, 1897 - Centro

Fervo Mix Pub- R. Floriano Peixoto, 1422 - Centro

31


» PR Guia GLS « Curitiba

Cascavel

BARES

BOATE

Blues Velvet - R. Trajano Reis, 134 - S. Francisco

Tribos Club - R. Engenheiro Rebouças, 1935

SIDE CAFFE - Al. Cabral, 613 - Centro; www.sidecaffe.com.br; telefone: (41) 3222-7151 Jack In - Lamenha Lins, 1540 - Rebouças James Bar (F) - R. Vicente Machado, 894 Nick & Cia - R. Clotário Portugal, 98 Opção Bar - R. Saldanha Marinho, 856 - Centro Bar do Simão - R. Visconde do R. Branco, 1687

Foz do Iguaçu BOATE Space N. Club - R. Arq. Décio L. Cardoso, 469 - Centro SAUNAS Club 956 - R. Dom Pedro II, 956 - Centro Sauna Aquarius - R. Eng. Rebouças, 968

BOATES CATS NIGHT CLUB - Al. Dr. Muricy, 949 - Centro; www.catsclub.com.br; telefone: (41)3224-5912 Black Box - Mateus Leme, 585 - Centro New SPM - R. Fernando Moreira, 185 Studio 1001 - Al. Dr. Muricy, 1001- Centro Manhattan - R. Augusto Stelfeld, 199 Twiga - Av. Vicente Machado, 1082 - Batel

Londrina BOATE Friends - R. Bem-Te-Vi, 136 - Centro BARES Valentino - Av. Pres. Faria Lima, 486 - Jd. Maringá NY Lounge - Av. Bandeirantes, 160 - V. Ipiranga

Maringá

CRUISING

BOATES

DRAGON VIDEO BOX - R. Voluntarios da Patria, 475 conj. 708; telefone: (41) 3225-1496

Dvinyl (F) - Av. XV de Novembro, 370

LANCHES Super Dog (F) - R. Manoel Pedro (esquina com a R. Munhoz da Rocha próx. Mc Cabral)

LUXURIUS CONCEPT HALL - Av. São Paulo, 1005 - Zona 7; www.luxurius.com.br SAUNAS Sauna Tropical - Av. Humaitá, 743 Spaço 53 - Av. Centenário, 53 - Jd. Aeroporto

SAUNAS Sauna 520 - R. Sen. Souza Naves, 520 - Cristo Rei

Ponta Grossa

CLUB 773 - BAR E SAUNA - R. João Negrão, 773 - Centro; telefone: (41) 3225-3690

BAR

Sauna Batel - R.Teixeira Coelho, 54 - Batel Caracala - R. Alferes Poli, 1039 - Centro Opinião - R. Amintas de Barros, 749

32

Ponto G Lounge Bar - R. 7 de Setembro, 728


Playlist

DJ Anderson Negão

Dj residente da Concorde, em Florianópolis, desde sua inauguração, em 2001, Anderson Negão é carismático e com uma vibe única que conquista a pista logo que assume as pick ups com muito house e tech house. Com passagens pelas melhores e maiores casas do Sul, atua também fora da cena GLS, em eventos de moda, empresariais e projetos de música eletrônica. Sem dúvidas, Negão é um dos grandes nomes da house music atual e seu nome é sinônimo de pista bombando. Adriel Douglas http://www.myspace.com/djandersonnegao

Top 10 para novembro 01. Armand Van Helden – Witch Doktor (Eddie Thoneick) 02. Global Brothers feat. Mc Roby Rob – Houseworks Makes Me Cum (Vocal Mix) 03. Andrew DDM, Edu Fernades - Free_Your_Feelings_Original_Mix 04. Afrojack - Another Change (DJ Jean Carlo edit Mix) 05. Chus & Ceballos - Magic Voice (Carlos Gomix Magic Power Mix) 06. Louis Garcia - Ibiza 2009 (JuicyDave Ibiza Mix) 07. Velarde & Luque - The Party (Vlada DJ & JP Candela’s Crystal Remix) 08. Ameerah - The Sound Of Missing You (Dave Ramone Club Mix) 09. Dario Nunez – Do You Remember (Original Mix) 10. Guru Josh Project - Crying In The Rain (Nick Corline Remix)

Anderson Negão


New York - Paris - Barcelona - Rome - Madrid - Curitiba

A maior rede de salões

de beleza do mundo Depilação Masculina Promoção de Segunda a Quarta

Tórax + Abdômen + Costas Por R$ 45

Depilação Masculina Íntima Completa Promoção de Segunda a Quarta

www.jeanlouisdavidbrasil.com

18

R. Vicente Machado, 476 - esq. com a Brig. Franco - Centro - Curitiba

Por R$ 60

com mel de abelha e própolis Ligue e agende seu horário: 3233-9970



Revista Lado A - nº 29