Jornal Última Notícia

Page 1

Diariamente na internet - www.ultimanoticia.com.br

Empreendedorismo Incubadora de Empresas abre vagas para cinco novos empreendimentos em João Monlevade. Página 3.

28 de janeiro a 10 de fevereiro de 2022 - Edição 216 - R$ 1,00

Chuvas colocam barragens em alerta e mineiros voltam a temer tragédias Foto: Sisema

As chuvas das primeiras semanas de 2022 em Minas Gerais têm colocado a mineração em alerta, ao mesmo tempo em que moradores de áreas próximas às minas e às barragens voltam a temer a repetição de tragédias como a de Brumadinho e Mariana. O episódio que tirou a vida de

270 pessoas completou três anos na terça- feira (25). De lá para cá, o setor e o poder público anunciaram medidas que prometiam trazer maior segurança à população. No entanto, um dossiê divulgado na semana passada pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) mostra

que o cenário atual segue oferecendo preocupações. Constatou-se que 18 das 31 estruturas de mineração em situação de emergência no estado precisam de medidas emergenciais. Entre as 18 estruturas que deverão passar por alguma intervenção preventiva, três estão em nível 3 de

a cada três canecas de chopp a quarta é por nossa conta! PROMOÇÃO VALIDA ATÉ 31/01/2022

Av. Castelo Branco, 310 e 350, João Monlevade/MG

emergência, o mais preocupante: a Barragem B3/B4, em Nova Lima; a Sul Superior, em Barão de Cocais e Forquilha III, em Ouro Preto. O relatório é fruto de uma parceria com a Fundação Estadual de Meio Ambiente (Feam), órgão ambiental vinculado ao governo

mineiro. Foram reunidas informações como a pluviosidade média que incidiu em cada barragem, a existência ou não de plano para o período chuvoso, a avaliação da performance do sistema de drenagem, as referências a anomalias e patologias registradas, além de ações planejadas

de manutenção e monitoramento. O levantamento, considerado preventivo, foi anunciado como uma resposta aos últimos acontecimentos em meio às chuvas torrenciais. Em algumas localidades, foram registrados mais de 200 milímetros em apenas dois dias. Página 5.


Opinião/Região

28/01 a 10/02/2022 - Pág. 2

Editorial

Sofrimento longe de ser reparado No último dia 25, a queda da barragem em Brumadinho, completou 3 anos. Essa foi a maior catástrofe ambiental da história do Brasil, vitimando 270 pessoas. A apuração da responsabilidade dessa tragédia está longe de ser concluída. O processo é lento e complexo. A experiência anterior envolvendo a Vale/Samarco, em Mariana, mostra que responsabilizar a empresa e seus diretores não é uma tarefa fácil. A Vale afirma ter realizado acordos individuais com mais de 1.600 famílias para indenizar as vítimas de Brumadinho. Apesar disso, em recente decisão proferida pela Justiça do Trabalho de Minas Gerais, movida pelo Sindicato da categoria, foi determinado o pagamento de R$ um milhão de reais por morte de trabalhadores, tendo a Vale não apenas recorrido

Inscrições para o vestibular da Uemg estão abertas até dia 9 Foto: Divulgação

da decisão, mas também classificado como “absurda” a quantia definida a título de danos morais. A Vale, igualmente, celebrou acordo na esfera Cível, tendo em vista os danos causados a terceiros em decorrência do rompimento da barragem, tendo sido fixado o pagamento da quantia de R$ 37.680.000.000,00 (37,68 bilhões de reais) a título de acordo. Apesar das indenizações, é evidente que o sofrimento causado pelo desastre está longe de ser reparado. Isso só irá acontecer quando houver responsabilização dos envolvidos na mais letal tragédia da história da indústria minerária brasileira, para que sirva de exemplo, e as empresas passem a desempenhar suas atividades com respeito a seus funcionários e a comunidade onde estão inseridas. Universidade oferece duas formas de seleção: Vestibular Uemg 2022 ou SISU

Câmara de Itabira realiza concurso público A Câmara Municipal de Itabira abriu inscrições para concurso público. São sete vagas titulares no quadro de servidores, além de formação de cadastro de reservas que poderão ser chamados a qualquer momento diante da necessidade. As oportunidades são para quem tem nível superior e médio completo e os salários variam de R$1.528,33 até R$3.957,31, com carga horária de 30 horas semanais. As vagas são para as funções de analista legislativo, controlador interno, procurador jurídico (apenas cadastro reserva), ouvidor e oficial administrativo. As inscrições serão realizadas exclusivamente via Internet, até às 16h do dia 02 de março de 2022, no site www.institutoconsulplan.org.br. “Trabalhamos muito para que esse dia tão esperado chegasse. Após 16 anos, tenho o orgulho de anunciar que estão abertas as inscrições para o concurso na Câmara de Itabira. Essa é uma oportunidade única para quem está em busca de emprego ou recolocação no mercado de trabalho”, destacou o presidente Weverton Leandro Santos Andrade “Vetão” (PSB).

Estão abertas as inscrições para o vestibular da Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg). São oferecidas 4.734 vagas, em 121 cursos presenciais, distribuídos em 18 municípios de Minas Gerais. Haverá duas formas de seleção: o Vestibular Uemg 2022 (que oferecerá 75% das vagas) e o Sistema de Seleção Unificada (SiSU, com os 25% restantes). O vestibular será organizado e executado pelo Instituto AOCP e as inscrições estão abertas no site vestibular. uemg.br até o dia 9 de fevereiro, com taxa de inscrição no valor de R$ 5. Já a seleção via SiSU acompanhará o cronograma a ser definido pelo Ministério da Educação. O vestibular será composto de provas de conhecimentos gerais, comuns a todos os cursos, com 48 questões de múltipla escolha, considerando os conteúdos do núcleo comum ao ensino médio, e uma questão aberta, de redação. Elas serão aplicadas presencialmente nas cidades nas quais a universidade oferece os cursos no dia 6/3,

em local a ser informado no Comprovante Definitivo de Inscrição. Para os candidatos aos cursos de Música, oferecidos em Belo Horizonte, o percurso será um pouco diferente: eles se submetem primeiro a provas de habilidades específicas, realizadas presencialmente na Escola de Música e, sendo considerados habilitados nessa etapa, seguem para as provas de conhecimentos gerais.

edital, a serem digitalizados e oportunamente encaminhados, na aba área do candidato. Dúvidas e informações sobre o processo seletivo poderão ser encaminhadas, por e-mail, para candidato@institutoaocp.org.br; pelo telefone 0800-603-4200 e pelo Fale Conosco a ser disponibilizado na área do candidato.

Novidades

O Programa de Seleção Socioeconômica da Uemg, Procan, reserva 50% das vagas do vestibular para candidatos nas seguintes categorias: I) Negros, que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas e com renda familiar bruta per capita de até 1,5 salário mínimo; II) Quilombolas, que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas e com renda familiar bruta per capita de até 1,5 salário mínimo; III) Indígenas, que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas pú-

Como novidade, neste ano serão oferecidos três cursos novos, fora da sede: Tecnologia em Cinema e Animação, em Cataguases; Direito e Engenharia Civil, em Guanhães. Para todos os cursos oferecidos no vestibular, no ato da inscrição será possível escolher a categoria na qual se deseja concorrer: pela ampla concorrência (5% das vagas), reserva de vagas (50%) ou pela inclusão regional (20%). Para cada uma delas serão exigidos documentos comprobatórios, listados no

Reserva de vagas

blicas e renda familiar bruta per capita de até 1,5 salário mínimo; IV) Ciganos, que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas e com renda familiar bruta per capita de até 1,5 salário mínimo; V) Egressos de escola pública, com renda familiar bruta per capita de até 1,5 salário mínimo; VI) Pessoas com deficiência. O candidato poderá optar por concorrer a vaga em uma dessas categorias, ao realizar sua inscrição no site do vestibular. Inclusão regional Como forma de contribuir para o desenvolvimento regional, a Uemg reservou 20% das vagas do vestibular para candidatos que, ao mesmo tempo, residam em Minas Gerais e que tenham cursado integralmente o ensino médio em instituições públicas (municipais, estaduais ou federais) sediadas no estado. Será possível optar por concorrer nesta categoria no momento da inscrição.

Contatos:

Diretora Geral

contato@ultimanoticia.com.br / (31) 98959-1000

Dervania Vial

www.ultimanoticia.com.br Publicado desde 2013.


Cidade

28/01 a 10/02/2022 - Pág. 3

Incubadora de Empresas abre vagas para cinco novos empreendimentos Com intuito de estimular o empreendedorismo, a Prefeitura de João Monlevade, por meio da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Econômico, abriu edital de Chamamento Público para selecionar empreendimentos para ocupar módulos na Incubadora de Empresas. O credenciamento das propostas deve ser feito nos dias 21 e 22 de fevereiro, na secretaria de Planejamento. No site da Prefeitura, o candidato encontra o edital completo, a relação de toda a documentação para pleitear as vagas, formulário que deve ser preenchido e plano de negócios. A empresa selecionada terá à disposição sala de uso privado com 80m², capacitações, consultorias e uma infraestrutura de uso comum. O empreendimento pode ocupar o módulo da Incubadora de Empresas por até 36 meses. Nesse período, os empreendedores deverão se estruturar. Em casos específicos, o período poderá ser prorrogado uma vez, por até seis meses, mediante aprovação do Poder Executivo. O prefeito de João Monlevade, Dr. Laércio Ribeiro (PT), disse que a administração

municipal não tem medido esforços para implementar uma agenda voltada para o desenvolvimento econômico em suas mais diversas áreas. “Lançamos o Plano Municipal de Reposta aos Impactos Econômicos da Pandemia Covid-19 para, além de auxiliar os empreendedores locais a retomarem suas atividades, servir de apoio a quem quer iniciar um novo empreendimento. Também temos fornecido apoio técnico e metodológico aos empreendedores nas diversas etapas de desenvolvimento de um novo negócio”, enfatizou. O vice-prefeito e secretário de Planejamento e Desenvolvimento Econômico, Fabrício Lopes (Avante) reforçou que incentivar e implementar políticas públicas que promovam o desenvolvimento econômico é fundamental para diminuição da desigualdade social bem como importante ferramenta para retirada de muitos cidadãos da situação de vulnerabilidade. “Sobretudo em tempos como o de agora, devido à pandemia, é necessário que o poder público reúna todos os seus esforços para a promoção do desenvolvimento

Divulgação/AcomPMJM

econômico, através da geração de emprego e renda, ampliação dos postos de trabalho e qualificação da mão de obra”, disse. Incubadora de Empresas A Incubadora de Empresas foi implantada em 20 de fevereiro de 1995. A unidade foi reestruturada na atual administração, quando o local passou por obras de melhoria como pintura, reparos na rede elétrica e reativação do sistema de monitoramento por câmeras de segurança. O espaço é coordenado pela Secretaria Municipal de Planejamento e Desenvolvimento Econômico e mantida pela Prefeitura de João Monlevade junto com seus parceiros. “É um ambiente que abriga novos negócios, ofertando suporte técnico, gerencial, administrativo e infraestrutura para amparar o pequeno empreendedor. Seu objetivo principal é auxiliar empreendimentos em fases iniciais, para que se fortaleçam e prosperem no mercado”, explicou o agente de Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de João Monlevade, Thiago Henrique dos Santos.

Credenciamento das propostas deve ser feito nos dias 21 e 22 de fevereiro

Dr. Laércio se reúne com comando do Corpo de Bombeiros João Monlevade perto de sediar Corpo de Bombeiros Divulgação/AcomPMJM

Hospital Margarida volta a atender pelo IPSEMG Foto: Arquivo/UN

Atendimento será retomado dia 1º de fevereiro

O Hospital Margarida vai retomar o convênio com o IPSEMG para atendimento dos servidores estaduais ativos e inativos, a partir do dia 1º de fevereiro. O anúncio foi feito

ao provedor do Hospital, José Alberto Grijó, a administradora Jussara, além de vereadores do município no último dia 20, durante visita do deputado estadual Tito Torres (PSDB).

Tito informou também que já está na conta da Prefeitura de João Monlevade o recurso de R$1,5 milhão que será repassado ao Hospital Margarida para aquisição do tomógrafo.

Leilão da Prefeitura de João Monlevade supera meta A Prefeitura de João Monlevade leiloou diversos itens, entre maquinários, equipamentos, móveis, eletrodomésticos e veículos, todos sem utilização pelo Executivo. A previsão inicial de arrecadação era de R$ 51.350 e o montante arrecadado foi

de R$ 216.785. O secretário municipal de Administração, Gilberto Barcelos, explicou que o dinheiro do leilão será usado em ações diversas do serviço público. Ele enfatizou que os itens vendidos já não tinham mais utilida-

de para o município ou exigiam muitos recursos para a manutenção, no caso de veículos. O leilão foi o primeiro feito pela atual administração e realizado de forma virtual pela Leiloeira Oficial Adriana Pires Amâncio.

Encontro foi o terceiro da atual administração com o comando do Corpo de Bombeiros

No dia 17 deste mês, o prefeito de João Monlevade, Laércio Ribeiro (PT), recebeu o comando do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Minas Gerais e, na ocasião, foi visitado um dos locais que atende os requisitos da corporação, no bairro Alphaville. Também participaram da visita o secretário municipal de Obras, Eduardo Bastos, o chefe de Gabinete, Geraldo Giovane, o assessor de

Governo, Gentil Bicalho e o chefe do Setor de Patrimônio, José Silvério dos Santos. O encontro dessa semana foi o terceiro da atual administração com o comando do Corpo de Bombeiros. Laércio Ribeiro classificou a visita como muito positiva e um passo importante para a implantação da unidade na cidade. “As conversas estão avançando e fico satisfeito com o empenho de nossa

administração e com o entusiasmo da corporação. Quando se fala em Corpo de Bombeiros logo as lembranças vêm à cabeça, de nossa luta para sua instalação, há mais de vinte anos atrás, em meu primeiro mandato. O tempo passou, mas nossa dedicação para que João Monlevade tenha uma unidade continua. É um sonho que estamos trabalhando para tornar realidade”, destacou o prefeito.


Região

28/01 a 10/02/2022 - Pág. 4

Escritora são-gonçalense lança livro com recursos da Lei Municipal de Incentivo à Cultura A escritora são-gonçalense Odete Rodrigues lança o livro “Memórias de Dona Geraldina Antunes Rodrigues”. A obra foi produzida com recursos provenientes da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de São Gonçalo do Rio Abaixo, por meio do Edital 03/2021, destinado à publicação e lançamento de livros de escritores da cidade. O livro reúne passagens e memórias deixadas por Ge-

raldina Rodrigues, está disponível ao público desde o dia 25 de janeiro. De acordo com a autora, o projeto busca fomentar em crianças, jovens e adultos o despertar para o hábito saudável da leitura e do conhecimento acerca da poesia. Devido às restrições impostas pela pandemia da Covid-19 no momento da elaboração do projeto, não haverá cerimônia de lança-

mento do livro, mas desde o último dia 25, a população já pode ter acesso à obra através da Biblioteca Municipal e das escolas do município. Além disso, cerca de 300 exemplares serão entregues pela autora em domicílios da cidade. Sobre a autora: Odete Rodrigues nasceu

Nívia Leles/Acom/PSGRA

em São Gonçalo do Rio Abaixo e viveu parte de sua infância na comunidade de Peti. Servidora Pública Municipal aposentada como Agente de Saúde, desde então trilhou vários caminhos, sempre objetiva em busca de seus ideais, os quais a levaram a vivenciar de forma diferenciada a vida e seus diversos estilos de viver.

Catas Altas concede aumento de 140% no cartão alimentação dos servidores públicos A Prefeitura de Catas Altas concedeu um aumento de 140% no cartão-alimentação dos servidores públicos do município. O reajuste significativo do benefício irá gerar um aumento de R$ 292,00 reais, passando dos atuais R$

208,00 para R$ 500,00 a partir de fevereiro. A medida, oficializada por meio do Decreto nº 12/2022, visa garantir mais qualidade de vida aos servidores públicos, além de contribuir para movimentar a economia local. A escritora Odete Rodrigues lança mais uma obra poética

Prefeitura de São Gonçalo inicia ações para minimizar impacto das enchentes Divulgação/Acom/PSGRA

Encontro ocorre para nortear as ações para minimizar os impactos das cheias no município

O Prefeito Raimundo Nonato de Barcelos (Nozinho) se reuniu, na última semana, com especialistas da UFMG para começar os trabalhos que irão nortear as ações para minimizar os impactos das cheias no município. Durante a reunião foram tratados diversos assuntos relativos a essas cheias, como por exemplo, o fenômeno natural “La Niña”, que provoca chuvas intensas no Sudeste e condições mais secas no sul este ano no nosso país. De acordo com o professor Bráulio Magalhães Fonseca, Professor de Instituto de Geociências da UFMG e Coordenador do projeto de Revisão do Plano Diretor de São Gonçalo, o estudo hidrológico tem por objetivo a

realização de ações imediatas e obras relacionadas ao trecho do Rio Santa Bárbara na área urbana central de São Gonçalo do Rio Abaixo, bem como nas ações já iniciadas para a revitalização da área urbana. “Nos últimos dias sofremos com as fortes chuvas que provocaram estragos, perdas e morte. As pessoas mais experientes e vividas se lembrarão das cheias de 1979 e da seca e do apagão de 1999/2001 (que provocou o rebaixamento do nível do reservatório de Peti). Em 2010/2011 também presenciamos fortes chuvas, assim como em 2020 e agora em 2021/2022. “No intuito de reduzir e solucionar os eventos catastróficos e seus

impactos, como o ocorrido no corrente mês, o Prefeito Nozinho e sua equipe entraram em contato conosco e já estamos iniciando um estudo hidrológico inédito no município”, completou o professor. Todas essas ações incluem a parceria da Associação Comercial de São Gonçalo, que vem acompanhando todo esse processo desde o começo. É importante destacar que, desde a última semana, a prefeitura vem avaliando os impactos dessa enchente para tratar a possibilidade de algum tipo de benefício. Uma reunião com lideranças do município será agendada nas próximas semanas para decidir sobre o assunto e avaliar as ações sugeridas.

Barão de Cocais vai distribuir 4 mil kits escolares no próximo mês A Prefeitura de Barão de Cocais distribuirá a toda rede municipal de ensino, a partir do próximo mês, cerca de 4 mil kits escolares. Os kits serão divididos entre educação infantil, anos iniciais (1º ao 5º ano e EJA) e anos finais (6º ao 9º ano). O investimento da Secretaria de Educação corresponde a um total de R$868.679,10. Estarão inclusos nos kits escolares: mochila, cadernos, estojo, agenda, garrafinha de água, lápis grafite, lápis de cor, cola branca, caneta, régua, borracha, tesoura, apontador e demais itens específicos ao período escolar. Para o secretário de Educação, Rodinelly Fonseca, o empreendimento não apenas é um marco histórico para nossa rede de

ensino, “como também é uma ferramenta imprescindível na valorização dos alunos e professores, conduzindo-os para o novo salto que a Educação cocaienses dará neste ano”. Já o prefeito Décio dos Santos acredita que “esse marco histórico é também uma conquista das milhares de famílias cocaienses que, agora, além de economizar com gastos cada vez maiores com a aquisição de materiais escolares, poderá também receber, gratuitamente, um kit de alta qualidade, com materiais de renome e que fortalecem o nível do cuidado e de atenção da nossa gestão para os estudantes, para os professores e seus familiares que formam essa comunidade escolar”.


Geral

28/01 a 10/02/2022 - Pág. 5

Autoridades exigem da Vale novas ações de proteção a 18 barragens em Minas Gerais Foto: Sisema

Barragem Sul Superior, em Barão de Cocais, está no nível 3 de emergência, o mais preocupante

Dezoito barragens instaladas pela mineradora Vale em Minas Gerais precisam de algum tipo de “intervenção preventiva” capaz de minimizar os riscos das fortes chuvas que atingem o estado provocarem algum acidente. A informação foi divulgada pelo Ministério Público de Minas Gerais (MP-MG), no dia 19 deste mês. Analisando informações fornecidas pelas empresas responsáveis por 31 barragens em situação de emergência existentes no estado, técnicos da Fundação Estadual de Meio Ambiente (Feam) e do Ministério Público de Minas Gerais concluíram que 18 empreendimentos, todas da Vales, apresentam alguma ocorrência a ser tratada para evitar maiores danos às estruturas. Entre as 18 estruturas que deverão passar por alguma intervenção preventiva, três estavam em nível 3 de emergência, o mais preocupante: a Barragem B3/B4, em Nova Lima; a Sul Superior, em Barão de Cocais e Forquilha III, em Ouro Preto. Porém, segundo o MP-MG, as recentes chuvas não causaram danos estruturais a nenhuma delas e os técnicos se limitaram a pedir que a mineradora repare eventuais processos erosivos na área ao redor dos empreendimentos. As demais 13 barragens que também estavam em situa-

ção de emergência (níveis 1 e 2) pertencem às mineradoras ArcelorMittal e Minérios Nacional S/A. Segundo o MP-MG, elas não apresentaram nenhum dano ou anomalia causados pelas fortes chuvas. Mesmo assim, continuam sendo monitoradas. Segurança Em nota, o promotor de Justiça, Carlos Eduardo Ferreira Pinto, destacou que a exigência de que a mineradora Vale adote medidas preventivas de manutenção visa a garantir a segurança do entorno dos empreendimentos. “As graves chuvas afetaram diversas estruturas que necessitarão de contínuo e rigoroso acompanhamento por parte dos órgãos de comando e controle”, disse o promotor. “Serão exigidas, das empresas, todas as medidas técnicas possíveis e necessárias para garantir a segurança das estruturas”. A Feam e o MP-MG notificaram a Vale para que adote uma série de medidas preventivas, tais como fazer a manutenção e limpeza dos sistemas de drenagem das barragens; reduzir a contribuição pluvial da bacia de drenagem para o reservatório da barragem; garantir a manutenção de rotina da estrutura, realizando inclusive o controle de vegetação e corrigir os processos ero-

sivos instalados no entorno das estruturas. A partir da notificação, que o Ministério Público afirma ter feito no dia 20, a mineradora terá dez dias para apresentar um relatório técnico com informações sobre as medidas já implementadas e o cronograma de trabalho.

Sisu e Prouni abrem inscrições em fevereiro; Fies, em março

Vale A Vale informou, em nota, que avaliará o conjunto de orientações feitas pelo MP-MG e pela Feam. A empresa assegurou que suas três barragens em nível 3 de emergência não apresentaram nenhuma recente alteração estrutural e só são acessadas por equipamentos controlados à distância. “As três barragens já tiveram suas respectivas contenções finalizadas e as comunidades das Zonas de Autossalvamento foram evacuadas desde 2019. As equipes técnicas fazem neste momento uma avaliação aprofundada para conduzir as melhorias necessárias nas estruturas, especialmente nos seus acessos, afetados pelas intensas chuvas em Minas Gerais dos últimos dias. Para garantir a segurança de suas barragens, a empresa monitora as suas principais estruturas 24 horas por dia, 7 dias por semana, em tempo real”, informou a companhia.

O Ministério da Educação (MEC) divulgou o calendário de inscrições para os processos seletivos de ingresso ao ensino superior. Os estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) já podem se organizar para concorrer às vagas. As inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) poderão ser feitas do dia 15 ao dia 18 de fevereiro. Já o prazo de inscrição para o Programa Universidade para Todos (Prouni) será de 22 a 25 de fevereiro. E, no início de março, do dia 8 ao dia 11, poderão se inscrever os candidatos ao Fundo de Financiamento Estudantil (FIES), que este ano oferta 110.925 vagas. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas, exclusivamente, pela internet. A classificação é feita com base na nota obtida na edição mais recente do Enem. Pode concorrer às vagas do Fies quem fez qualquer uma das edições do Enem a partir de 2010. Programas O Prouni oferece bolsas de estudo, integrais e parciais (50%), em instituições particulares de educação superior. Para

concorrer às bolsas integrais, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo. Para as bolsas parciais (50%), a renda familiar bruta mensal deve ser até 3 salários mínimos por pessoa. Podem se inscrever no Prouni apenas estudantes brasileiros sem diploma de curso superior que tenham participado do Enem mais recente e obtido, no mínimo, 450 pontos de média das notas. Além disso, o candidato não pode ter tirado zero na redação. O Fies tem objetivo de conceder financiamento a estudantes em cursos superiores não gratuitos, com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo MEC. O programa é dividido em diferentes modalidades, possibilitando juros zero a quem mais precisa e uma escala de financiamentos que varia conforme a renda familiar do candidato. Já o Sisu é o sistema informatizado do MEC, no qual instituições públicas de ensino superior oferecem vagas para estudantes participantes do Enem. Os candidatos com melhor classificação são selecionados.


Geral

28/01 a 10/02/2022 - Pág. 6

Minas Gerais suspende exigência do CRLV 2021 até junho Em razão dos efeitos socioeconômicos provocados pela pandemia e as fortes chuvas que atingem todo o estado, o documento será exigido a partir de 1° de junho Minas Gerais suspendeu a exigência do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) referente ao ano de 2021. Com a medida, o documento que estava sendo exigido nas fiscalizações de trânsito desde 1° de janeiro de 2022, passará a ser obrigatório a partir de 1° de junho. A decisão considera a evidência dos efeitos socioeconômicos decorrentes da pandemia, que foram agravados, nos últimos dias, com as fortes chuvas que atingem todo o estado. Assim, para fins de fiscalização, o CRLV referente ao ano de 2019 volta a ser exigido para comprovar a regularidade do veículo em circulação. O documento poderá ser apresentado impresso em papel comum ou no aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT), disponível para aparelhos com sistemas Android e iOS. O porte do CRLV poderá ser dispensado, caso o agente tenha condições de consultar

o sistema do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG) para verificar se o veículo está licenciado. Durante as abordagens ao condutor, a fiscalização de trânsito observará a regularidade dos documentos obrigatórios, que são o CRLV e a habilitação, sendo desnecessário apresentar comprovantes de pagamento dos tributos. Em caso de dúvida sobre a regularidade do CRLV, o proprietário de veículo poderá acessar o site www. detran.mg.gov.br, onde também é possível verificar se há débitos e emitir as guias para pagamento do Imposto de Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), seguro obrigatório (DPVAT), Taxa de Renovação do Licenciamento Anual do Veículo (TRLAV) e eventuais multas. A exigência do CRLV 2022 será definida pelo Detran-MG e as datas serão divulgadas no segundo semestre.

Gil Leonardi/ImprensaMG

CRLV referente ao ano de 2019 volta a ser exigido para comprovar a regularidade do veículo em circulação

Saúde lança nova versão da caderneta de saúde para crianças O Ministério da Saúde enviará até março a estados e municípios uma nova versão da caderneta de saúde. O documento é um instrumento de orientação para pais e responsáveis no processo de acompanhamento do desenvolvimento de suas crianças. A nova versão traz um recurso para identificar crianças com possível Transtorno do Espectro Autista (TEA). O instrumento, chamado checklist M-CHART-R/F, é utilizado para acompanhar

pessoas entre os 18 e os 30 meses de vida. A avaliação pelo instrumento M-CHART-R/F deve ser conduzida em consultas de unidades de atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS). A orientação é que ela seja feita na consulta de puericultura, aos 18 meses de vida. A análise é aplicada por profissionais de saúde que realizam a consulta, com respostas apresentadas pelos pais. Outro item incluído na nova versão da caderneta foi um

conjunto de orientações acerca de como detectar sinais de albinismo. Essa condição é um distúrbio genético marcado pela falta total ou parcial de melanina, o que impacta a cor dos indivíduos. A identificação do albinismo é importante pois a condição implica cuidados específicos. Segundo o Ministério da Saúde, foram incluídas também sugestões de práticas entre pais e filhos, como o estímulo à leitura.

Toda pessoa tem direito a receber uma caderneta de saúde. Os familiares que quiserem adquirir uma para sua criança deve buscar as unidades básicas de saúde da sua cidade ou consultar as secretarias de saúde sobre como obter o documento. Mas o Ministério esclarece que não há necessidade de substituir a antiga caderneta pela nova versão. A versão anterior pode atender as crianças até os nove anos de idade.

Pessoas não vacinadas têm 11 vezes mais chances de morrer por covid-19 Dados colhidos por um estudo da SES-MG mostram a importância da vacinação para salvar vidas Um estudo feito pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), com dados da covid-19 referentes ao mês de dezembro em Minas Gerais, mostra que uma pessoa não vacinada corre um risco 11 vezes maior de morrer em decorrência do vírus do que uma pessoa imunizada com as duas doses.

De acordo com o levantamento, em dezembro, a média de taxa de óbitos por 100 mil habitantes no estado foi de 0,06 para vacinados com duas doses. Para os que tomaram apenas uma dose, a taxa é de 0,12. Já os que não tomaram a vacina, o número chega a 0,71. Para o secretário de Estado

de Saúde de Minas Gerais, o médico Fábio Baccheretti, o estudo mostra a importância da vacinação e derruba os mitos e notícias falsas divulgadas contra a vacina. “Para aqueles que acham que não devem se vacinar e insistem em desacreditar a eficácia da vacina, temos

os dados como resposta. Quem insiste em desconfiar da vacina e achar que trata-se de um produto experimental, não tenha dúvida. Tem que vacinar. Este estudo foi feito para confirmar e corroborar a única saída para a pandemia: a vacinação”, destacou o secretário.

Rede estadual de ensino contará com psicólogos e assistentes sociais para atuarem junto às escolas As escolas da rede estadual de ensino de Minas Gerais ganharão um importante reforço no trabalho de desenvolvimento educacional dos estudantes e no processo de mediação e melhoria das relações com a comunidade escolar. Pela primeira vez, a rede contará com psicólogos e assistentes sociais para atuarem junto às escolas. Ao todo, serão contratados 460 profissionais que irão atuar em núcleos espalhados por todas as 47 Superintendências Regionais de Ensino (SREs). Nas unidades de atuação de psicologia e de serviço social serão desenvolvidas ações que auxiliem no processo de ensino-aprendizagem, com o objetivo de prevenir e minimizar os problemas educacionais, além de orientar a equipe gestora na mediação de conflitos. Os núcleos No núcleo, o trabalho do

psicólogo será o de acompanhar o ambiente escolar e participar do processo pedagógico sem realizar uma atuação clínica. Já o assistente social deverá garantir orientações para a comunidade escolar quanto ao respeito e clareza dos direitos e deveres individuais e coletivos, com foco na melhoria das relações de ensino e aprendizagem. Cada núcleo contará, no mínimo, com um psicólogo e um assistente social. O quantitativo de profissionais levará em consideração o número de escolas estaduais localizadas no município. As Superintendências Regionais de Ensino serão as responsáveis por organizar a implementação dessas unidades, de acordo com a necessidade de atendimento. Serão priorizadas as cidades cujas escolas e regionais tenham mais registros de situações de violação de direitos dos estudantes na rede estadual de ensino.


Geral

28/01 a 10/02/2022 - Pág. 7

Governo de Minas alerta pais para manterem caderneta de vacinação das crianças em dia Os pais e/ou responsáveis por crianças devem se manter atentos ao calendário de vacinação infantil em Minas Gerais. De acordo com dados registrados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), consolidados até novembro de 2021, a cobertura vacinal está abaixo do recomendado para as vacinas importantes durante a infância. Com isso, doenças que já estavam erradicadas podem retornar, acometendo os pequenos e trazendo risco para a saúde. Segundo a coordenadora estadual do Programa de Imunizações da SES-MG, Josianne Dias Gusmão, é necessário que as crianças estejam com o cartão de vacina atualizado, pois muitas doenças podem ser evitadas por meio de vacinação. Atualmente, por exemplo, não há casos registrados de poliomielite (paralisia infantil), resultado alcançado justamente em função da imunização bem-sucedida de crianças. “Muitas doenças comuns no Brasil e no mundo deixaram de ser um problema de saúde pública por causa do suces-

so da vacinação nas últimas décadas. Importante destacar que uma baixa cobertura vacinal contribui par ao retorno de doenças que estavam erradicadas. Foi o que aconteceu em 2019, quando Minas Gerais registrou casos confirmados de sarampo. Esta falsa impressão de que algumas doenças não possam retornar e que a vacinação não é mais necessária é um risco para a reintrodução de doenças", destaca a especialista. Baixa adesão As vacinas BCG e rotavírus têm a cobertura preconizada pelo Ministério da Saúde de 90%. Já as demais vacinas que fazem parte do calendário infantil têm meta de 95%. No entanto, dados parciais de 2021 mostram que a cobertura de vacinas essenciais segue abaixo do ideal em Minas, o que é motivo de alerta. A vacina contra a poliomielite, por exemplo, destinada a crianças de dois, quatro e seis meses, está com 63,68% de alcance (dados parciais até novembro/2021). Con-

siderando apenas a dose de primeiro reforço da poliomielite, aplicada em crianças de 15 meses, a cobertura está em 57,53%. Já na dose de poliomielite destinada a crianças de quatro anos, o número é ainda mais baixo, alcançando apenas 50,56%, o que causa preocupação. Na vacina de febre amarela, destinada ao público infantil menor de um ano de idade, a cobertura é de 63,67%. Outras vacinas ainda apresentam cobertura abaixo do esperado, dentre elas a tríplice viral e a pentavalente, ambas de suma importância para proteger as crianças. Vale lembrar que somente nos primeiros anos de vida, o Estado oferece vacinas que previnem mais de 20 doenças. E o estoque está abastecido. “Importante que os pais ou responsáveis levem as crianças até as Unidades de Saúde para a atualização do cartão de vacina. A vacinação é uma proteção coletiva, pois quanto menos pessoas adoecem, menor é a possibilidade de transmissão de doenças que são evitadas por meio da imunização”, ressalta Josianne.

Arquivo/UN

Ações de melhoria O foco direcionado para a vacinação contra a covid-19, o medo da pandemia e a disseminação de fake news são alguns dos motivos que fizeram com que as pessoas deixassem de levar as crianças para vacinar. Para combater a baixa adesão, a SES-MG tem mobilizado os municípios, por meio de envio de análise de cobertura vacinal, com informes para que fiquem atentos sobre o calendário de vacinação das crianças nas cidades. Além disso, a secretaria mantém diálogo com gestores dos municípios sobre como estão as coberturas vacinais para que eles possam avaliar o território e realizar um planejamento de melhorias. “A SES-MG participa frequentemente de ações de divulgação da importância da manutenção de altas coberturas vacinais. Essas medidas e campanhas são constantes para alertar a população sobre a importância da vacinação”, destaca a coordenadora da Secretaria de Saúde.

Pais ou responsáveis devem levar as crianças até as Unidades de Saúde para a atualização do cartão de vacina

Cemig abre nova Campanha de Negociação de Débitos para atingidos por chuvas em MG Em função das fortes chuvas que atingem Minas Gerais neste começo de 2022, a Cemig lançou uma nova Campanha de Negociação de Débitos para os clientes atendidos em baixa tensão (até 220 volts) e que foram impactados pelas tempestades do início de ano. Atualmente, mais de 340 cidades mineiras já decretaram estado de calamidade pública ou emergência em função das chuvas. A Campanha de Negociação de Débitos da Cemig vai permitir que os clientes solicitem o parcelamento das contas de energia atrasadas em até 12 vezes sem juros em seus canais digitais. Para esse benefício, basta acessar o canal de atendimento Cemig Atende Web ou WhatsApp (31-3506-1160). Nesta condição, o cliente não poderá possuir parcelamentos vigentes. Outra opção de pagamento das contas em atraso em até 12 vezes sem juros é por meio do cartão de crédito,

tanto no Cemig Atende Web quanto no WhatsApp (mande um “oi” para 31-3506-1160, e em seguida digite “Pagamento” e siga as instruções.). Nesta opção, os clientes podem apresentar parcelamento ativo com a companhia. A campanha é válida também para todos os demais clientes atendidos em baixa tensão (até 220 volts) da Cemig, mesmo não impactados pelas tempestades. Para as unidades consumidoras inscritas no Programa Federal de Tarifa Social de Energia Elétrica, os clientes podem aproveitar as condições ainda mais especiais e pagar em até 24 parcelas mensais, sem juros. Como fazer o parcelamento As opções de parcelamento estão disponíveis no Cemig Atende Web, que pode ser acessado no site da companhia (www.cemig.com.br), ou por meio de contato pelo WhatsApp (31 3506-1160), onde o cliente deve enviar um “Oi” e

digitar “Parcelamento”. Pelo portal Cemig, basta realizar o login, selecionar a instalação que possui débito em aberto e, posteriormente, o serviço “Segunda Via e Pagamento de Contas”. Em seguida, o cliente poderá verificar se existe a opção de seleção de débitos e a possibilidade de realizar o pagamento com a utilização de cartão de crédito. Lembrando que, caso o cliente não possua parcelamento ativo, estará disponível a opção de parcelamento em até 12x sem juros. "Na hora de efetuar o pagamento, sugerimos a utilização preferencial do código PIX e por meio dos canais bancários digitais. Além disso, recomendamos que as pessoas aproveitem a oportunidade e coloquem sua fatura no débito automático pelos próprios canais da Cemig. É rápido, fácil e seguro", comenta o gerente de Arrecadação e Adimplência da Cemig, Wellington Cancian. O cliente pode realizar o ca-

Arquivo/UN

Parcelamento pode ser feito até em 12 vezes sem juros

dastro para débito automático em seu banco de preferência, utilizando o código disponível na própria fatura. O procedimento é simples e precisa ser realizado uma única vez. Clientes dos ban-

cos Santander, Itaú, Banco do Brasil, Sicoob, Bradesco, Mercantil e Nordeste podem realizar o cadastro diretamente nos canais de atendimento Cemig. “É importante que os inte-

ressados consultem as condições de parcelamento e deem preferência aos nossos canais digitais, onde as condições são mais facilitadas e o atendimento mais ágil.”, completa Cancian.


Turismo

28/01 a 10/02/2022 - Pág. 8

Parque Nacional do Descobrimento é destino turístico imperdível no município baiano de Prado Com paisagens impressionantes, o parque revela ao visitante uma das mais ricas florestas tropicais da costa brasileira, com árvores imponentes e exemplares de fauna ameaçados de extinção. Ao caminhar pelas trilhas do parque, o visitante pode conhecer uma gameleira bicentenária, ser acompanhado pelo canto do capitão-do-mato (ave típica da região), sentir o aroma da mata ou mergulhar na cultura Pataxó. Com parte de sua área sobreposta à Terra Indígena Comexatibá, o visitante do parque também pode desfrutar de experiências pataxós únicas: conhecer caminhos ancestrais, dançar o awê, apreciar delícias gastronômicas e seu artesanato, entre tantas outras práticas culturais. Para estas atividades, é necessário reserva prévia e acompanhamento de condutor habilitado. Conhecer o Parque Nacional do Descobrimento é mergulhar na natureza e cultura originárias do Brasil. Para orientar sua visita, é recomendável que esteja acompanhando de condutor. As trilhas podem ser percorridas a pé, com caminhos mais fáceis, como a trilha do Macaco-Prego, ou mais longos, como a da Gameleira ou da Juerana. Para os amantes da bicicleta, a Ciclotrilha do Tambor é exclusiva para esta atividade. Alguns atrativos podem ser acessados de carro, como a Lagoa Só Não Vou. A unidade de conservação está aberta à visitação todos os dias da semana, das 6 às 17 horas, com entrada pela BA-489 (Prado – Itamaraju), próximo ao km 35. O Parque Nacional do Descobrimento é um passeio imperdível para quem busca curtir a natureza e ainda ver de perto importantes marcos da história do Brasil.

Fotos: Arquivo/UN

“Quem pisar as areias de Prado e fitar os seus bosques em flor há de certo ficar deslumbrado ante o seu natural esplendor”. O primeiro verso do hino do município baiano de Prado, de autoria do poeta Antônio Soares de Alcântara, descreve poeticamente o local, que possui 84 quilômetros de litoral, formado por 13 praias. Todas com águas cristalinas, calmas e mornas e paisagens emolduradas por coqueirais e falésias. Prado surgiu de uma aldeia de índios que habitavam a margem do rio Jucuruçu, e foi elevada à categoria de Vila em 1755. Segundo os historiadores, o Brasil foi descoberto pela praia da Barra do Caí, que é parte territorial de Prado e fica a 50 quilômetros da cidade. Prado é roteiro indispensável para o turista que prefere praia como destino de viagem no verão. Mas o município tem outras belezas além das praias: é também ótima opção para os viajantes que buscam lugares mais perto da natureza, como o Parque Nacional do Descobrimento. Seus quase 23 mil hectares de mata atlântica nativa tem grande potencial para o ecoturismo, turismo de observação de fauna e de paisagem e a realização de atividades de recreação, educação e interpretação ambiental. Criado em 1999, este é um dos maiores fragmentos protegidos de Mata Atlântica do país, reconhecido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) como Sítio do Patrimônio Mundial Natural “Reserva da Mata Atlântica da Costa do Descobrimento”. Integra também a zona núcleo da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, o Corredor Central da Mata Atlântica e o Mosaico de Áreas Protegidas do Extremo Sul da Bahia.

BubbleAÇAÍ

Sorvetes

& Cafés