Angel Vianna: corpo, dança e movimento

Page 1

CADERNO DO PROFESSOR

ANGEL VIANNA: CORPO, DANÇA E MOVIMENTO

DANÇA



guia de ícones

analisar, questionar, elaborar hipóteses, comentar (questionando)

apresentar, relatar, compartilhar em voz alta

assistir, apresentar (vídeo)

comentar, explicar dica discutir, conversar ler observar, ver (imagens) observar, ver (obra de arte)

pesquisar, aprofundar, procurar

recuperar, retomar, relembrar

registrar, criar, destacar, grifar, completar

trabalho interdisciplinar



título

Angel Vianna: corpo, dança e movimento

apresentação Artista, pesquisadora e propositora da dança como linguagem expressiva, Angel Vianna é tema desta sequência didática, que relaciona pesquisa e processos criativos.

objetivos • Conhecer Angel Vianna e aproximar a dança do espaço escolar. • Desenvolver a prática da dança de maneira orgânica e processual, abordando

pesquisa e movimentos. • Apreciar as falas e reflexões de Angel Vianna por meio de vídeos, para melhor compreender seu processo criativo. • Instigar a consciência corporal.

áreas do conhecimento Dança.

segmento(s) e habilidades da BNCC Ensino Fundamental - Anos iniciais e finais: EF15AR08, EF15AR09, EF15AR10, EF15AR11, EF15AR12, EF69AR09, EF69AR10, EF69AR11, EF69AR12, EF69AR13 e EF69AR15.


duração 6 aulas.

recursos necessários • Computador com acesso à internet. • Aparelho de som. • Equipamento fotográfico ou celular com câmera. • Projetor ou tablet. • Papéis variados, lápis de cor, tesoura sem ponta e materiais diversos para desenho e pintura. São Paulo, 2021


desenvolvimento 1º MOMENTO

Vamos pensar sobre dança? Comece a atividade com uma roda de conversa, perguntando para a turma o que sabem sobre dança e se conhecem Angel Vianna. Deixe que expressem seus saberes, suas impressões, e faça perguntas como: Vocês gostam de dançar? Que tipo de dança e quais danças brasileiras conhecem? Vocês já viram apresentações de dança? Em seguida, apresente a bailarina e pesquisadora Angel Vianna, por meio de seu verbete no site da Enciclopédia Itaú Cultural e da exposição Ocupação Angel Vianna. Exiba o vídeo A aula de papel e pergunte: Como as pessoas ocupam o espaço? Por que a atividade parte dessa exploração espacial? Por que usar o papel? Quais objetivos foram alcançados? Antes de assistirem ao vídeo, como imaginavam que seria “A aula de papel”? Por fim, peça que representem, por meio de desenhos, ilustrações e esquemas visuais, o que pensam sobre o tema “Corpo, dança e movimento”. Incentive a turma a usar a imaginação para explorar o esquema corporal (cabeça, tronco, membros superiores e inferiores, articulações e movimentos), utilizando materiais como lápis de cor, canetinha, giz de cera, papéis e tecidos.

2º MOMENTO

Vamos conhecer mais sobre a dança? Comece a aula retomando os conteúdos trabalhados na aula anterior. Quando se dialoga a respeito do que foi vivenciado e experienciado, ocorre a assimilação e consolidação do conhecimento, e em dança esse processo não é diferente! Solicite que a turma se organize em duplas e acessem o site da Enciclopédia Itaú Cultural para pesquisar verbetes na categoria da dança, como danças populares, videodança, cururu, Grupo Corpo, Mercedes Baptista, Mariana Muniz,

ANGEL VIANNA: CORPO, DANÇA E MOVIMENTO

7


Rainer Vianna e Klaus Vianna. Leiam juntos o verbete academia de dança e pergunte: Onde o termo academia de dança foi criado? Quando a dança começou a ser institucionalizada e estudada? Quem foi Luís XIV e qual é sua importância para o estudo da dança? Quando a dança clássica chegou ao Brasil? Proponha a criação de uma colagem eletrônica, com textos e imagens diversas, que sintetize suas impressões e descobertas sobre os verbetes pesquisados. Acompanhe o desenvolvimento das duplas. O intuito da colagem é perceber que é possível fazer anotações e registros sobre a dança. Como em qualquer outra área do conhecimento humano, há inúmeras investigações, metodologias e experiências realizadas por profissionais da dança.

3º MOMENTO

Vamos conhecer Angel Vianna? Inicie a aula assistindo ao vídeo de apresentação, no site da Ocupação Angel Vianna. Aprofunde os saberes sobre a história da artista e seu início na dança, por meio dos registros de sua época como estudante, nos anos 1940. Mostre os desenhos feitos por Angel quando frequentava a Escola Guignard, também disponíveis no site da Ocupação Angel Vianna, destacando sua multidisciplinaridade. Analise as figuras humanas com a turma, observando os gestos e a maneira como Angel retrata o corpo e os movimentos dos trabalhadores. Finalize a aula discutindo as falas da artista acerca do corpo e instigue a turma a comentar suas impressões em uma roda de conversa. Cada pessoa tem seu ponto de vista, e a troca e o diálogo colaborativo ajudam na aprendizagem. Como atividade para casa, sugira que assistam ao vídeo As aulas, com depoimentos de ex-alunos e ex-alunas de Angel Vianna, para enriquecer a aprendizagem.

Para ampliar seu conhecimento, sugerimos o vídeo Angel Vianna – Série Cada Voz, disponível em seu verbete na Enciclopédia Itaú Cultural, em que a artista fala sobre aspectos de sua trajetória profissional e pessoal. Também indicamos a leitura dos artigos “Da Montanha ao Mar”, de Joana Ribeiro da Silva Tavares, e “O corpo revelado por Angel Vianna”, de Márcia Feijó.

8

CADERNO DO PROFESSOR


4º MOMENTO

Vamos mexer o corpo? Proponha uma atividade lúdica-criativa. Organize o espaço e faça um jogo simples, mas bem divertido, com uma sequência de poses a partir dos comandos a seguir: 1 - Peça que se levantem, façam uma pose e parem o movimento ao ouvir o sinal (conte até 3 e dê o comando “congelar”). 2 - Repita mais 2 ou 3 vezes o comando, pedindo que criem gestos diferentes dos anteriores. 3 - Depois de “descongelar” a última pose, solicite que formem duplas e brinquem de gestos e movimentos espelhados. 4 - Peça que as duplas se unam e formem equipes com 4 integrantes, para repetir as etapas anteriores, mas agora em grupo. 5 - Pergunte para a turma como foi a brincadeira, o que criaram e o que observaram durante a atividade. 6 - Por fim, converse sobre a importância dos nossos movimentos, dos gestos, de como articulamos os membros superiores e inferiores e de como ocupamos diferentes planos no espaço.

5º MOMENTO

Vamos aprender mais sobre a dança? Nesta aula, dê a oportunidade de desenvolverem seus conhecimentos no aspecto mais técnico da linguagem da dança, explicando conceitos como planos (alto, médio e baixo) e eixos (horizontal, vertical e diagonal). É bom lembrar que alguns termos são bem técnicos e com nomes difíceis para a faixa etária, use expressões mais simples como: ritmos, tempo e espaço, que deverão ser apresentados, explicados e vivenciados com exemplos.

ANGEL VIANNA: CORPO, DANÇA E MOVIMENTO

9


Os planos sempre estão relacionados com a base do palco (solo ou chão): plano baixo significa que o gesto será realizado no chão; plano médio, o gesto ocorre da altura dos joelhos até a região das costelas; e plano alto significa que o gesto acontece em pé, tendo ou não os membros superiores erguidos acima da cabeça. Como eixo, indique e aponte a localização da coluna vertebral e sua importância para a sustentação do corpo. Em linha gerais (figuras 1 a 6), denominamos eixo vertical quando a coluna vertebral forma um ângulo de 90 graus em relação ao chão, ou seja, quando ficamos em pé. Eixo diagonal é quando a coluna fica inclinada em relação ao chão (entre 45 e 60 graus), e, eixo horizontal, quando a coluna vertebral fica paralela ao chão, ou seja, quando estamos deitados.

1

3

10

Figuras 1 e 2: Plano alto/eixo vertical. Reprodução fotográfica: Luciano Carmo de Oliveira

2

Figuras 3 e 4: Plano médio/eixo vertical. Reprodução fotográfica: Luciano Carmo de Oliveira

4

CADERNO DO PROFESSOR


Figura 5: Plano médio/eixo diagonal. Reprodução fotográfica: Luciano Carmo de Oliveira

Figura 6: Plano baixo/eixo horizontal. Reprodução fotográfica: Luciano Carmo de Oliveira

Na parte final da aula, convide a turma para se reunir em equipes de 4 a 6 integrantes e produzir trabalhos colaborativos em dança. Cada grupo deve criar cenas com movimentos, eixos e planos.

ANGEL VIANNA: CORPO, DANÇA E MOVIMENTO

11


6º MOMENTO

Vamos experienciar e dançar? Comece a aula retomando o que a turma observou e aprendeu anteriormente, resgatando os conceitos de eixos e planos por meio de roda de conversa. Em seguida, proponha que, novamente em grupos, montem uma coreografia utilizando uma sequência de movimentos. Deixe a turma livre para criar e interagir. Incentive a troca de experiências, de liberdade em relação ao corpo, aos movimentos e à dança. Converse sobre a importância da criação dos movimentos, que deve acontecer de forma livre e autônoma. Cada grupo poderá escolher qualquer tema ou tipo de coreografia, não só de dança (pode ser uma cena ou uma sequência simples de movimentos), a partir dos planos e eixos estudados. Podem usar músicas ou qualquer sonoridade e ritmo que contribuam para os processos criativos. Se necessário, peça que cada grupo crie uma partitura de movimentos, o que pode ser feito por meio de desenhos, fotografias ou em pequenos vídeos, pois, para assimilação corporal, é importante repetir várias vezes os movimentos.

7º MOMENTO

Mostrando o que aprendemos em dança! Já familiarizados com a linguagem da dança, a turma retomará o que foi desenvolvido nas aulas anteriores, mostrando o que conseguiram criar e experimentar, e exibindo os resultados que obtiveram coletivamente nos ensaios. Valorize a criação autônoma da linguagem da dança nas apresentações das equipes e ressalte a importância da coletividade para o ensino e a aprendizagem. Pergunte aos grupos quais foram os planos, eixos, movimentos e deslocamentos da arte da dança que vivenciaram ao lidar com o corpo, o espaço, os movimentos, os ritmos, o tempo e as construções coreográficas.

12

CADERNO DO PROFESSOR


reflexão final

A

proposta possibilitou a aproximação entre o trabalho da bailarina Angel Vianna e a sala de aula, onde muitas vezes a linguagem da dança é apenas objeto de apreciação, não sendo aprofundada como área de conhecimento. A turma teve a oportunidade de vivenciar saberes, repensar a dança no espaço escolar e em experiências coletivas, percebendo-se como agentes criativos.

verbetes utilizados • Academia de Dança • Angel Vianna • Cururu • Danças Populares • Escola Guignard • Grupo Corpo • Klaus Vianna • Mariana Muniz • Mercedes Baptista • Rainer Vianna • Videodança

referências ACERVO Angel Vianna. Site. Disponível em: http://www.angelvianna.art.br. Acesso em: abr. 2020. BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). 3ª versão. Educação é a Base. Brasília: MEC, 2017. Disponível em: http:// basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_ site.pdf. Acesso em: jun. 2021. ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileira. São Paulo: Itaú Cultural, 2021. Disponível em: http://enciclopedia.itaucultural.org.br. Acesso em: jul. 2021. ESCOLA ANGEL VIANNA. Sobre Rainer Vianna. 2013. Disponível em: http:// escolaangelvianna.locaweb.com.br/blog/?p=437. Acesso em: abr. 2020.

ANGEL VIANNA: CORPO, DANÇA E MOVIMENTO

13


FEIJÓ, Márcia. O corpo revelado por Angel Vianna. In: OCUPAÇÃO Angel Vianna. São Paulo: Itaú Cultural, 2018. p. 18-21. Disponível em: https://issuu.com/ itaucultural/docs/public_angel_vianna_issu. Acesso em: abr. 2020. FIGURAS da dança. Angel Vianna. São Paulo: São Paulo Companhia de Dança, 2010. 1 DVD. 1 Libreto. MILLER, Jussara. Memórias do corpo: a tríade Vianna de mestres brasileiros da dança. São Paulo: Itaú Cultural, fev. 2018. Disponível em: https:// www.itaucultural.org.br/memorias-do-corpo-a-triade-vianna-de-mestres-brasileiros-da-danca. Acesso em: abr. 2020. OCUPAÇÃO Angel Viana. São Paulo: Itaú Cultural, 2018. Disponível em: https:// www.itaucultural.org.br/ocupacao/angel-vianna/. Acesso em: ago. 2020. Exposição realizada no período de 28 fev. 2018 a 29 abr. 2018. REIS, Adriano de Paiva. (Re)Conhecendo os “fundamentos da dança”. Universidade Federal de Juiz de Fora, MG. Portal do Professor, MEC, 2010. Disponível em: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?pagina=espaco%2Fvisualizar_aula&aula=22418&secao=espaco&request_locale=es. Acesso em: abr. 2020. TAVARES, Joanna R. da Silva. Da Montanha ao Mar. In: OCUPAÇÃO Angel Vianna. São Paulo: Itaú Cultural, 2018. p. 10-15. Disponível em: https://issuu.com/ itaucultural/docs/public_angel_vianna_issu. Acesso em: abr. 2020.

14

CADERNO DO PROFESSOR



núcleo enciclopédia Gerência Tânia Rodrigues Coordenação Glaucy Tudda Produção e Pesquisa Beatriz Pastore (estagiária) Elaine Lino Karine Arruda Revisão Vânia Valente Redação Luciano Carmo de Oliveira (terceirizado) O conteúdo desta publicação foi lido e comentado por professoras e professores atuantes em diferentes etapas de escolarização.

núcleo comunicação Gerência Ana de Fátima Sousa Coordenação Carlos Costa Direção de Arte Arthur Costa Projeto Gráfico Serifaria Design Girafa Não Fala Produção Editorial Victória Pimentel