Page 1

Ano 1 | Edição 05 | Agosto-Setembro-Outubro | 2014

|1


2|

|3


Expediente / Sumário

Redação (11) 3423-6816 | (11) 2988-2115 (11) 2988-2105 | (11) 97240-3561 (11) 96012-4549 E-mails redacao@mulherdeterminada.com.br publicidade@mulherdeterminada.com.br redacao@jornalexata.com.br Diretora Administrativa Luisa Lúcio da Silva Departamento Jurídico: Dra. Eurli Furtado de Miranda Marketing Político Erisson Silveira

Editorial

Editorial................................5 Nutrição...............................6 Gastronomia.....................8 Ação...................................10 Saúde.................................11 Segurança.......................12 Violência...........................14 Projeto...............................18 Educação.........................21 Cidades.............................22 Capa...................................23

Editora Andressa de Castro - Mtb 59.420/SP Jornalistas Andressa Castro - Mtb 59.420/SP Márcio Donizete - Mtb 74.183/SP Marcos Tadeu Alcaide - Mtb 30.059/SP Colaboradora Sarah Galvano Relações Públicas Selma Ferreira Roca Diagramação Evelyn Domingues - Mtb 48.250/SP

Política...............................26 Entrevista.........................28 Esportes............................29 Saúde da mulher.........30 Homenagens.................31 Moda..................................36 Turismo.............................38 Cultura...............................40 Social..................................42 Horóscopo/Teste.........44 Entrevista.........................45 Educação.........................46 Hospital da Mulher oferece atendimento humanizado

11

30

Odete Gialdi e a reestruturação da saúde pública em SBC

Tratamento de Imagem Luana de Lima Sena Fotografia Rosineile Siqueira Impressão Gráfica Mundo Circulação Grande ABC, Litoral e São Paulo (capital e interior)

14

Sônia Garcia, na passagem do Ônibus da Mulher pelo ABC

Cidinha Scarabelli é uma das homenageadas da Mulher Determinada 32

A Revista Mulher Determinada é uma publicação bimestral, do DIVULGAÇÃO

As matérias e artigos assinados não expressam a opinião desta Revista. Auditoria:

26

4|

Miriam Belchior é uma das sete ministras da Presidência da República

ERRATA - Na edição nº 4, publicamos uma matéria com a Jéssica Rabuscky Davanzo, na página 8, onde destacamos no subtítulo que Jéssica exerce a profissão de advogada. Entretanto, a informação está incorreta, pois ela é formada em Bacharelado em Direito. A revista Mulher Determinada reconhece o erro e pede desculpas pelo equívoco.

Há um ano acreditei no meu sonho: criar uma revista direcionada à mulher. Uns vibraram com a ideia. Outros olharam torto. Segui minha caminhada. Persisti e me esforcei mesmo diante das situações desanimadoras, dos obstáculos, dos desafios que apareceram, sejam eles relacionados à vida pessoal, profissional, etc. Foram tantas reuniões de pauta, tantas entrevistas, tantas ideias para mostrar um novo cenário: antes, as mulheres tinham papéis específicos na sociedade: nasciam para serem filhas exemplares e, mais tarde, esposas, donas de casa e mães dedicadas. Passados alguns séculos a mulher passou a buscar a igualdade de gêneros e a conquistar seu espaço no mercado de trabalho. Diga-se de passagem, o exemplo da primeira presidente mulher aqui no Brasil. Em cada edição retratamos ações e atitudes que fazem parte da vida de nossas leitoras: uma mulher poderosa que não precisa de planos, ela simplesmente escreve o roteiro da vida à lápis para que possa ir corrigindo com cada erro, enquanto vai experimentando alguns fenômenos em sua vida. Na parte de projetos especiais marcaram positivamente o primeiro ano da revista, como a “Caminhada Mulheres Determinadas” que resultou no periódico impresso. Sei que novos projetos virão. A revista teve credibilidade ao divulgar as primeiras-damas do grande ABC e da capital, bem como as mulheres que exercem papel de liderança e estamparam nossas capas, como Dilma Rousseff, Maria da Penha, Miriam Belchior e Luiza Trajano. Nesta edição, homenageamos diversas mulheres da região do ABC que fazem a diferença no dia a dia e, com experiência e determinação, constroem a história do país, e também destacamos o protagonismo feminino nas mais altas esferas do governo, como na matéria sobre as atribuições das ministras chefe da Presidência da República. Agradeço aos parceiros e patrocinadores que acreditam no projeto, que com seu apoio e responsabilidade, caminham lado a lado com a revista. Amor e gratidão a todos que participaram e participam de um ano da revista Mulher Determinada. Finalizo meu agradecimento parafraseando uma frase de Picasso: “Há pessoas que transformam o sol numa simples mancha amarela, mas há também aquelas que fazem de uma simples mancha amarela o próprio sol!” Luísa Lucia da Silva, diretora do Grupo Exata e Evolução

|5


Nutrição

Informe Publicitário

Primavera: época de renovação

O bom ficou ainda melhor!

n Andressa de Castro redacao@mulherdeterminada.com.br

Pétalas de Alcachofra Com Crosta de Castanha e Pasta de Cottage Por Chef Fit Funcional Pedro Moura

O clima começa a ficar mais agradável e já temos mais ânimo para sair de casa e aproveitar o dia e a noite, então por que não começar a fazer aquela caminhada no parque? Além de ser um excelente exercício é ótimo para estar em contato com a natureza, curtir a paisagem e aliviar as tensões do dia a dia. Aproveite a estação para ter uma alimentação mais saudável e alimentos frescos para renovar seu cardápio. Para o nutricionista Leandro Kuroda, fundador do site: www. saudecomdefinicao.com.br, ter certeza que a alimentação escolhida está saudável e é funcional basta avaliar se é possível sentir o corpo leve e a mente alerta e serena. “Quando o corpo ‘pede’ para que sejam feitos exercícios, e não quando fazemos por ‘obrigação’, não ter oscilações de humor ou desejos incontroláveis por comida, além de um intestino regulado e a ausência de sensação de estufamento indicam que a alimentação escolhida está equilibrada”, explica Kuroda. Tudo isso deve ser levado em conta, não apenas se o alimento é ou não saudável, mas sim, todo o conjunto da dieta e como ela impacta no organismo. “Não existe dieta milagrosa. Pode ser que funcione muito bem para uma pessoa e para outra não. Sem contar que dietas restritivas tendem a criar o efeito sanfona, pois

6|

Rendimento: 2 porções Ingredientes • 2 Alcachofras cozidas em água com sal e suco de meio limão • 1/2 xíc. (Chá) Queijo Cottage • 1/2 xíc. (Chá) Iogurte Natural Não Adoçado • 1 colher (chá) Azeite Extra Virgem • 1/2 colher (chá) ervas finas • 1 colher (chá) Alcaparras • 1 dente de Alho espremido • Sal e Pimenta e Noz-Moscada a gosto • 2 ovos ligeiramente Batidos • 1/2 xícara de Castanha de Caju processada • 1/2 xícara de Farelo de Aveia processada • 1 colher (chá) Orégano • 1/2 colher (sopa) Manteiga. Modo de preparo: 1 - Em uma panela com água, sal e suco de meio limão, coloque as duas alcachofras em fogo médio de deixe a água ferver com elas dentro. Ela ficarão prontas de 40min a uma hora, dependendo do tamanho das alcachofras. Elas estarão prontas quando a pétala sair facilmente. 2 - Enquanto você espera a água ferver e a as alcachofras ficarem prontas, vamos preparar a crosta de Castanha. Coloque num processador as castanhas e o farelo de aveia e processe. Depois adicione o Orégano, sal e pimenta a gosto e misture com uma colher. Reserve. 3 - Em um recipiente, coloque 2 ovos e tempere com sal, pimenta do reino e noz-moscada a gosto. Bata levemente até as claras integrarem com as gemas. 4 - Com as alcachofras prontas, retire-as da água. Retire as pétalas e reserve-as. Quando chegar no fundo, retire os “pelinhos” e reserve o fundo dela. 5 - Em um processador, coloque os fundos das alcachofras, Cottage, Iogurte, ervas finas, alcaparras, azeite extravirgem e o alho espremido e processe tudo até ficar uma pasta homogênea. 6 - Pega uma pétala, passe a sua base na mistura de ovos, em seguida passa nas mistura de Castanha para empanar. Repita o processo até acabarem as pétalas. 7 - Em uma frigideira grande, untada levemente com manteiga, frite as pétalas empanadas com a crosta até ficarem douradas. 8 - Para servir, coloque a Pasta de Cottage no centro de um prato e “espete” as pétalas empanadas com a crosta de castanha nesta pasta, criando uma flor.

ninguém consegue passar a vida toda se privando de tudo. O ideal é ter uma dieta balanceada, supervisionada por um profissional e quanto menos consumo de alimentos industrializados mais saudável e funcional”, destaca Kuroda. Confira a sugestão de recei-

ta que utiliza a alcachofra, uma flor que é fonte rica em vitaminas C e K, ácido fólico, potássio, magnésio, fósforo, manganês e ferro. É também rica em fibras, principalmente em inulina, um excelente probiótico que promove uma flora intestinal mais saudável. n

Com 65 anos de tradição, o restaurante São Judas Tadeu não perdeu o jeitinho caseiro de fazer o seu delicioso frango com polenta e nem ficou parado no tempo: inovou e cresceu junto com o corre-corre das grandes cidades. Agora o São Judas Tadeu traz para você o novo membro da família. Com uma estrutura moderna e aconchegante a Família Demarchi traz para São Bernardo a nova loja instalada no São Bernardo Plaza Shopping. A loja esbanja sofisticação e atração ao cliente. A decoração inspirada na linda cidade de Toscana, na Itália, chega a te abraçar e fazer viajar, além de poder se deliciar com os tradicionais e famosos pratos do restaurante. No espaço rola um happy hour de domingo a quinta-feira, com um chopp super gelado e petiscos secretos da família Demarchi. É um bom lugar para reunir os amigos depois de um longo dia de trabalho, ou seja, vale a pena conferir os sabores. O atendimento continua o mesmo de seis décadas, e agora, com a facilidade e o conforto do shopping. n

serviço n RESTAURANTE SÃO JUDAS

TADEU – São Bernardo Plaza Shopping - Avenida Rotary, 624, Ferrazópolis – São Bernardo - Área Gourmet, acesso B - Tel: 4128-3440 www.restaurantesaojudas.com.br

|7


Gastronomia

Aguçar os sentidos A uma hora de carro de SP, em um só lugar, o pessoal do ABC pode desfrutar de uma experiência gastronômica memorável, enquanto as crianças vão fazer um programa bem diferente – conhecer uma criação de cabras de verdade, além de interagir com a natureza da Serra da Mantiqueira. Trata-se do Capril do Bosque, que reúne criação de cabras para produção de leite, uma queijaria para fabricação de queijos finos artesanais, e um Bistrô Degustação, com cardápio exclusivo. O visitante é levado a conhecer o local, as cabras, os cabritinhos recém-nascidos, além de ouvir curiosidades contadas pela proprietária, Heloísa Helena. Para fechar o dia, assiste ao pôr-do-sol com vista panorâmica para a Serra do Lopo, cartão postal da cidade, a 972m de altitude.No Capril, o visitante é levado a conhecer as instalações da fazenda, como a criação de cabras e cabritinhos recém-nascidos que encantam adultos e crianças, ouvem histó-

rias e curiosidades contadas pelo criador e passeia pelo lindo jardim que cerca o Bistrô. Para fechar o dia, assiste ao pôr do sol com vista panorâmica para a Serra do Lopo, cartão postal da cidade, a 972 metros de altitude. Fotos: Divulgação

n Andressa de Castro redacao@mulherdeterminada.com.br

Bistrô Estilo artesanal no fogão a lenha

Hobby que virou negócio Depois de dedicar anos à carreira acadêmica, Heloisa Collins resolveu expandir e profissionalizar um sonho antigo de cultivar, consumir e desenvolver queijos. “Há anos comecei a fazer queijos por hobby mesmo. Sempre dava de presente e convidava amigos para provar. Até que os elogios renderam a ideia de vender os produtos”. A propriedade foi comprada na década de 70. “Nesta época fazia queijo de vaca. Depois, nos anos 80, comprei as primeiras cabras. Até meados dos anos

Alta gastronomia e entretenimento são atrações do Capril do Bosque

O cardápio serve pratos frios e quentes, desenvolvido com base nos tipos de queijo

Hoje, a Capril do Bosque trabalha com nove diferentes tipos de queijo caprino

versidade Católica de São Paulo) que iniciou seu projeto com apenas cinco animais.

90 só fazia queijo fresco, curado, curado de massa cozida e mussarela. Mas quando a internet chegou, muitas foram as descobertas de fermentos e mofos em diferentes países, além de livros sobre queijos em livrarias no exterior. Iniciei, então, algumas experiências com queijos finos de leite de cabra. E eles começaram a ficar bons”, relembra a ex-professora da PUC-SP (Pontifícia Uni-

Queijo gourmet As receitas dos queijos são mantidas em segredo. “Cada queijeiro tem seus truques, seus toques, e isso a gente não revela”, afirma Heloísa. Hoje, a Capril do Bosque trabalha com nove diferentes tipos de queijo caprino: Queijinhos do Lobisomem (Chevre à l´huile), Lua do Bosque (Camembert), Pirâmide do Bosque Cendré (Valençay), duas variedades Rolinhos do Bosque (Sainte Maure Blanc ou Cendré); Caprino do Embaixador (Caprino Romano), Azul do Bosque; Coração em Brasa (maturado com carvão e recheado com pimentas mexicanas); Grego do Bosque (queijo feta que está em processo de registro).

Os quatro destaques da produção são o Azul do Bosque, o Pirâmide do Bosque, o Caprino do Embaixador e o Lua do Bosque. O primeiro é cremoso e feito com um mofo azul, chamado Penicilium Roqueforti , usado em todo o mundo na produção de queijos do mesmo tipo, como o famoso Roquefort Francês. O Pirâmide usa no processo de fabricação carvão vegetal importado da França. Uma vez por mês a queijaria se transforma em sala de experiências tipo “mão na massa”. “Oferecemos uma oficina gourmet de queijo de cabra na qual os alunos aprendem uma porção de coisas sobre queijos em geral e queijos de cabra em particular, fazem queijo e discutem sobre diferentes usos do queijo de cabra fresco cremoso na cozinha”, revela. No que diz respeito às certificações para venda e comércio, o Capril do Bosque conquistou o Sistema de Inspeção Estadual de SP (SISP) que possibilita iniciar vendas em todo o estado, inclusive na Capital. n

Apreciar uma comida do campo com toques de requinte. Essa é a proposta do bistrô Capril do Bosque. O salão é charmoso, acomoda 30 pessoas, com pé-direito alto. Quem assina o menu é Juliana Raposo, filha da proprietária. As grandes estrelas são os risottos. A chefe destaca o de “queijo azul com molho de figos”, de “camembert com ervas e limão siciliano”, e “funghi italiano”. Cada risotto é preparado individualmente. “Nosso estilo é artesanal e nossos instrumentos principais de trabalho são o fogão e a lenha. Como bons adeptos do Slow Food, tiramos do forno à lenha nosso pão, especialmente desenvolvido para acompanhar a delicadeza de nossos queijos”, conta a chefe. Do forno à lenha saem outras delícias como o cabrito assado ao vinho, batatas dauphinoise, crepes gratinados, o stinco – corte especial de cabrito, cuja carne é comprada no mercado especializado e produzida a partir de raças de corte. “Não abatemos animais na propriedade”, avisa Juliana. A carta de bebidas inclui vinhos elegantes, equilibrados e acessíveis, caipirinhas de cachaças locais (a região é famosa por seus alambiques artesanais).

serviço n Capril do Bosque, Joanópo-

lis, 120 km de São Paulo - Fins de semana e feriados, com reservas - Contato: (11) 996 090 773. Site: www.caprildobosque.blogspot.com

|9


Ação

Saúde

Projeto Ensina-me e a inclusão social no trabalho n TADEU ALCAIDE

À frente da reestruturação da saúde sos de Medicina no município, sendo que um deles já terá início em fevereiro de 2015. Questionada sobre como Assumir o comando da será a transformação do Hospital Secretaria de Saúde de São BerMunicipal Universitário (HMU) nardo do Campo representa um em Hospital da Mulher, a secreenorme desafio. Afinal, a rede pútária informou que o HMU tem blica de saúde do município encomo perfil cuidar da gestante e volve dezenas de equipamentos do bebê, mas que vinha fazendo e é considerada referência naciotambém internação clínica, em nal. São 33 unidades básicas de função do déficit de leitos de insaúde (a 34ª está em construção), ternação no município. nove UPAs, quatro hospitais, qua“Ele já está sendo pensado tro farmácias populares, dois cencomo Hospital da Mulher, mas tros de especialidades odontolóprecisa passar por uma reforma gicas, sete CAPs, oito residências e ampliação”, explicou a terapêuticas, três policlíniDivulgação secretária. cas e uma série de outros Sobre o Hospital serviços, articulados em de Clínicas, Odete diz o uma rede que envolve cerequipamento está graca de 8 mil trabalhadores dativamente ampliane centenas de milhares de do seus serviços. Ele já usuários do Sistema Único conta com 90 leitos de de Saúde (SUS). clínica médica e 20 de À frente dessa giUTI, serviço ambulatorial gantesca estrutura está e cirúrgico de ortopedia, uma mulher, Odete Gialalém do ambulatório de di, que substituiu Arthur e hospital-dia de otorriChioro, o atual ministro da nolaringologia. Saúde, em fevereiro deste “O HC já realizou ano. Desde 2009 ela intecerca de 1.600 internagra a equipe do prefeito ções e mais de 6 mil conLuiz Marinho, como diresultas. Em meados de tora administrativa da Se2015, o HC estará funciocretaria de Saúde e depois nando plenamente, com como secretária-adjunta um total de 293 leitos. de Saúde. Trata-se de um hospital Uma de suas princide Primeiro Mundo, orpais atribuições está sengulho para todos os cido a de manter o ritmo do dadãos de São Bernardo”, programa de reestruturaGialdi conseguiu aprovação pelo MEC de dois cursos declarou Gialdi. n ção física da rede de saúde. de medicina em SBC, um deles terá início em 2015 n Andressa de Castro

redacao@mulherdeterminada.com.br

Maria do Rosário já trabalhava na concessionária de transportes coletivos Metra, em São Bernardo, há aproximadamente quatro anos, quando recebeu o convite da presidente da empresa Maria Beatriz Setti Braga, entre 2009 e 2010, para coordenar um projeto voltado à inclusão social de pessoas com deficiência intelectual. Apesar de no início ter se assustado com tamanho desafio, Zezé, como é conhecida pelos colegas da empresa, aceitou a tarefa e se dedicou para que o projeto Ensina-me não fosse apenas mais uma ação como tantas outras que existem nos locais de trabalho, que visam apenas cumprir a Lei de Cotas para Deficientes, mas que proporcionasse o desenvolvimento da pessoa com deficiência. Formada em Pedagogia e pós-graduada em Gestão de Pessoas e Psicologia Organizacional, Zezé organizou um trabalho em conjunto com os departamentos de Recursos Humanos e Recrutamento e Seleção, para conscientizar e sensibilizar os funcionários da instituição sobre a situação de seus futuros colegas com deficiência intelectual, orientando sobre suas capacidades e limitações. O resultado foi um ótimo acolhimento por parte dos colaboradores da empresa sem de-

10 |

Tadeu Alcaide

redacao@mulherdeterminada.com.br

Maria do Rosário, a Zezé, coordenadora do programa de Inclusão Social da Metra

ficiência e uma troca constante de aprendizado com os novos contratados do projeto. Cada funcionário responsável pela capacitação profissional de algum colaborador com deficiência assumia voluntariamente um papel de “padrinho” do novo colega. “É impressionante como essa empresa mudou e se tornou mais humanizada. É como se um funcionário apadrinhasse uma pessoa com deficiência e dissesse - esse eu vou ensinar, vou ajudar a desenvolver como pessoa – Virou uma outra empresa”, afirmou Zezé. Muitos contratados do Ensina-me chegam sem nenhu-

ma escolaridade ou qualificação profissional, e com o treinamento que recebem acabam se capacitando para desempenhar as mais variadas funções, desde auxiliares de limpeza, mensageiros, até ajudante de manutenção dos ônibus da empresa. Com isso, a experiência que projeto trouxe a todos foi a de uma convivência harmoniosa e mais tolerante, respeitando e valorizando as condições de cada indivíduo. “A principal mensagem deixada pelos deficientes é que estamos todos os dias aprendendo, uns com os outros. Por isso o nome do projeto é Ensina-me”, concluiu Maria do Rosário. n

Todas as obras de construção, reforma e ampliação das unidades são gerenciadas pela própria Secretaria. Apesar do pouco tempo de gestão, Odete já inaugurou uma nova UBS, construída no bairro Montanhão, e a UBS Baeta Neves, totalmente reformada e ampliada. Também já inaugurou as novas sedes dos CAPs Álcool e Drogas Infantojuvenil Assunção e do Alvarenga. Outra importante conquista de sua administração foi a aprovação pelo MEC de dois cur-

| 11


Segurança

15 anos de dedicação à GCM de São Caetano n MÁRCIO DONIZETE redacao@mulherdeterminada.com.br

Em 1999, a GCM (Guarda Civil Municipal) de São Caetano inovou, ao criar a primeira turma de guardas femininas. Sônia Soares da Silva fez parte daquele grupo, que iniciou uma história no ramo pela cidade. Resolveu arriscar, fazendo concurso público, e deixar a recepção de uma concessionária de automóveis, onde trabalhava até então. Hoje, 15 anos depois, ela ganhou respeito dentro da corporação e é uma das principais funcionárias da Guarda. “Não tinha experiência nenhuma, na época achei interessante para mim e resolvi entrar. Foi por livre e espontânea vontade mesmo, porque não

tinha membro da família dentro da corporação. Foi por gostar. Quando entrei, sempre quis me dedicar à Guarda Municipal, sem ter a intenção de sair pouco tempo depois”, conta Sônia. A paixão é tanta pela profissão, que a guarda, de 40 anos, é casada com um policial militar. Antes de entrar na GCM, nenhum membro da família tinha ligação com a área policial. Sobre o preconceito, Sônia explica que, quando a turma de guardas femininas foi criada, havia uma desconfiança da classe masculina, mas que hoje a situação é encarada com naturalidade e respeito. “Na época, tinha um certo machismo, sim, porque estávamos ‘invadindo’ o espaço deles. Mas hoje em dia já

aceitam tranquilamente”, declara. “É uma experiência diferente. Nós, mulheres, temos que valorizar a profissão”, ressalta Sônia. Pelo trabalho realizado ao longo do tempo, Sônia foi conquistando reconhecimento. Foi capa da primeira edição de uma revista especializada em guardas civis municipais, foi escolhida para testar um modelo de pistola oriundo dos Estados Unidos na sede da Guarda, e até participou de um concurso de ‘Miss Guarda’ em Curitiba, ficando em oitavo lugar, com participantes do Brasil inteiro. Perguntada sobre a possibilidade de virar modelo e deixar o ramo policial, a funcionária brincou: “Não, já passei dessa época”, garantiu em meio a risadas. n

Márcio Donizete,

Sônia Soares da Silva fez parte da primeira turma feminina da GCM de São Caetano

12 |

| 13


Violência

No mês em que a Lei Maria da Penha completa oito anos de existência, a região do ABC foi contemplada com a vinda do Ônibus da Mulher, que percorreu durante toda segunda quinzena de agosto, bairros periféricos e assentamentos precários de Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra, oferecendo assistência, acolhimento e orientação às mulheres em situação de violência. A chegada da unidade móvel adaptada para atendimentos de casos emergenciais e preventivos de violência doméstica à região se deu através do Grupo de Trabalho Gênero, do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, como parte do conjunto de ações promovidas pela Secretaria de Políticas para a Mulher (SPM), do governo federal.

A recepção do ônibus ocorreu no dia 15 de agosto, na sede do Consórcio Intermunicipal do ABC, em Santo André, ocasião em que também foi lançada a Cartilha Regional de Serviços do Grande ABC “Enfrentamentos à Violência Contra as Mulheres”, elaborada pelo GT Gênero, cujo conteúdo orienta sobre a violência contra a mulher, e lista os endereços dos serviços existentes em cada município, para atendimento e apoio às vítimas de violência doméstica e de gênero. A equipe do Ônibus é composta por profissionais de diferentes áreas de atuação, como assistentes sociais, psicólogos, advogados e educadores sociais. Também integram a equipe, três motoristas do sexo feminino, que assumiram o volante da unidade de atendimento itinerante. No balanço divulgado pelo Consórcio Intermunicipal, foram registradas 2.596 participações de

pessoas nas atividades multidisciplinares realizadas pelas prefeituras, sendo que 438 foram atendidas pelas equipes do ônibus, durante sua passagem pela região. Na estimativa do GT Gênero, entre 9% e 10% dos atendimentos correspondiam a casos de violência doméstica e familiar. “O balanço é extremamente positivo. Foi muito importante as equipes terem ido aos lugares mais remotos da região, levando às mulheres informações e orientações sobre os serviços existentes nos municípios para o atendimento à violência doméstica”, disse a coordenadora do GT Gênero, Maria Cristina Pache Pechtoll. Estima-se que dos 2,5 milhões de habitantes da região, aproximadamente 1,3 milhão sejam mulheres, muitas delas vivendo em áreas de mananciais, periferias e assentamentos precários. São Caetano A cidade de São Caetano foi a primeira a receber o Ônibus da Mulher, no dia 18 de agosto, através da ação conjunta da Secretaria de Assistência e Inclusão Social com o

Rosy Siqueira

eida/PMSCS Robson de Alm

Lideranças femininas da região do ABC reunidas na chegada da unidade móvel

14 |

Ônibus da Mulher é recepcionado na ede do Consórcio Intermunicipal Grande ABC

Consórcio Intermunicipal. O prefeito Paulo Pinheiro (PMDB) acompanhou o trabalho das assistentes sociais, psicólogas, advogadas e educadoras sociais e enalteceu as ações desenvolvidas pelo grupo da unidade móvel. “Queremos assegurar que os direitos das mulheres sejam cumpridos. Dessa forma, orientar, esclarecer e acolher as vítimas de violência doméstica são ações fundamentais na tentativa de coibir essa prática”, disse o prefeito. A secretária de Assistência e Inclusão Social do município Andreia Neves avaliou positivamente a atividade. “Ao longo do dia, cerca de 350 pessoas receberam orientações diversas e materiais explicativos”, comentou. “Distribuímos centenas de exemplares da Cartilha de Serviços do Prefeito Paulo Pinheiro conhece as instalações do Ônibus da Mulher e a equipe de profissionais

Rosy Siqueira

n TADEU ALCAIDE redacao@mulherdeterminada.com.br

Eric Romero/PMSCS

Em prol das mulheres vítimas de violência no ABC

Em Ribeirão Pires, além dos profissionais do ônibus, participou a equipe do Ambulatório de Infectologia

Grande ABC Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres, produzida pelo Grupo de Trabalho Gênero do Consórcio, e seguiremos nosso trabalho de atendimento às vítimas por meio do Centro de Referência Especializado de Assistência Social, o Creas.” Na ocasião, a população também teve acesso a outras atividades, tais como contação de histórias, atividades corporais, oficinas

lúdicas para crianças, aulas de artesanato, orientações sobre saúde e ainda pôde tirar dúvidas dos serviços prestados pela prefeitura, como concessão de benefícios e participação em programas sociais Ribeirão Pires No dia 19 de agosto foi a vez da Estância Turística de Ribeirão Pires ser visitada pelo Ônibus da Mulher. A unidade ficou estacionada

| 15


Nº de mulheres que receberam atendimento 15 24 138 26 82 143 10 438

sistência Social de Ribeirão Pires”, afirmou a secretária.

Três motoristas femininas se revezam ao volante da Unidade Móvel

São Bernardo Em São Bernardo do Campo, as atividades da Unidade Móvel do Programa “Mulher Viver sem violência” foram coordenadas pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania, entre os dias 21 e 22 de agosto, na unidade da Fundação Criança, bairro Santa Cruz, na região Pós Balsa. Houve participação de cerca de 300 pes-

soas, com 26 atendimentos sociais e orientações jurídicas. As atividades foram organizadas pelo Grupo Intersecretarial – GI, formado por representantes de todas as secretarias, e pela sociedade civil. Foram realizados atendimentos individuais às mulheres, artesanato com o Grupo “Mostrando seu Talento”, oficina de Cerâmi-

Interior do ônibus foi adaptada para o trabalho dos profissionais envolvidos na ação

Atividades do Ônibus da Mulher atraem mais de 2500 participantes no ABC

ca, atividades culturais; contação de Histórias, atividades corporais, atividades para crianças, oficinas sobre Direitos das Mulheres e Saúde da Mulher, bem como informações sobre serviços oferecidos pela prefeitura. “Esta foi mais uma ação extremamente importante na prevenção e enfrentamento a violência contra as mulheres, envolvendo várias pessoas neste território”, avaliou Márcia Barral, secretária municipal de Desenvolvimento Social e Cidadania. Diadema Encerrando sua passagem pelo ABC, o Ônibus da Mulher esteve em Diadema nos dias 29, 30 e 31 de agosto, datas em que a unidade prestou atendimento na praça Lauro Michels (centro), e na praça Presidente Prudente – Eldorado (região Sul) e na rua Itália – Jardim das Nações – (região Norte), respectivamente. Durante os três dias que permaneceu na cidade, a equipe do Ônibus contou com a parceria de uma equipe da Casa Beth Lobo, composta por assistente social, psicólogo e advogado, que ficou responsável por recepcionar as mulheres em situação de violência, e dar a elas a orientação necessária, para que depois do primeiro atendimento elas fossem encaminhadas aos

Ronaldo de Lima

na Praça Ishiro Hidaka, onde realizou 20 atendimentos e mais de 30 orientações e encaminhamentos às moradoras do Parque Aliança, entre serviços de acolhimento social, aferimento de pressão, e outros. A equipe do Ambulatório de Infectologia do município participou da ação com informações para prevenção de doenças sexualmente transmissíveis – DSTs/ Aids, além de outras ações de Saúde e orientação. Para a secretária de Assistência e Desenvolvimento Social da cidade, Sônia Garcia, os serviços do Ônibus são importantes para complementar os trabalhos que a prefeitura vem desenvolvendo junto à população. “É um ganho para a cidade e para as mulheres. Um carinho, um cuidado e uma enorme oportunidade. O Ônibus da Mulher é um projeto, trabalhado em parceria com o Grupo de Trabalho de Gênero do Consórcio, que vai ao encontro do trabalho de acolhimento e fortalecimento de vínculos difundido por nós da As-

Nº de pessoas que participaram da ação 350 50 340 300 518 440 598 2.596

Gabriel Mazzo/PMETRP

Data Município 08/08 São Caetano do Sul 19/08 Ribeirão Pires 20/08 Rio Grande da Serra 21 e 22/08 São Bernardo do campo 23, 24 e 25/08 Mauá 26 e 27/08 Santo André 28, 29 e 30/08 Diadema TOTAL

Rosy Siqueira

Violência Saúde

Prefeito de Diadema Lauro Michels marcou presença na chegada do ônibus na cidade

serviços do município. O prefeito Lauro Michels (PV) ressaltou a necessidade do poder público oferecer todo suporte às vítimas de violência. “Basta de violência contra a mulher. Nesta ação estão envolvidos diversos órgãos da prefeitura, para oferecer o melhor atendimento às mulheres da nossa cidade”, comentou Michels. A ação em Diadema foi realizada por meio de parceria entre a Coordenadoria de Políticas Públicas para as Mulheres e Centro de Referência à Mulher em Situação de Violência - Casa Beth Lobo, da Secretaria de Assistência Social e Cidadania, com apoio de diversas secretarias e serviços municipais.

Nos três dias, os técnicos da Casa Beth Lobo atenderam 17 mulheres dentro do “Ônibus da Mulher”, enquanto que os serviços nas tendas foram prestados a 619 mulheres. Segundo a coordenadora de Políticas Públicas para as Mulheres, Alzair Guimarães, este ônibus beneficiou também as mulheres que estão em bairros mais afastados e não conseguiam chegar aos postos de atendimento da Prefeitura. A motorista do ônibus, Cleide Tameirão, disse se sentir honrada em participar do projeto, “É uma realização profissional e pessoal, a mulher precisa desta inclusão e desta política afirmativa”, comentou. n

| 17


Projeto

#Poenorotulo pede clareza nos rótulos n Andressa de Castro redacao@mulherdeterminada.com.br

A rotina da família da fisioterapeuta Adriana Beraldo, de Santo André, mudou literalmente, há cinco anos. Após descobrir a duras penas que o filho mais novo, Lorenzo, de 5 anos, tem alergia severa a leite. A família começou a viver um mundo novo. “Tiramos vários alimentos da dieta da família e fiquei impressionada por não achar informações consistentes sobre o tema. A proteína do leite existe em vários produtos que nem poderíamos ter ideia, como colchões, cremes para o corpo, lenços umedecidos, bolachas, salames, vinhos”, disse. Ela dá o exemplo de um creme de chantilly que não contém no rótulo o ingrediente leite, e sim, caseinato de sódio, uma proteína do leite. “Quantas pessoas sabem disso e conhecem esses nomes difíceis? A pessoa acha que não tem leite”, comenta. Por causa da alergia severa de Lorenzo, a mãe toma cuidados redobrados como almoçar fora apenas em lugares onde sabe que a cozinha é confiável e comparecer nas festas. “Fomos a um aniversário que servia espetinho de queijo. Uma das convidadas, que tinha acabado de comer o alimento, fez carinho em Lorenzo, que teve reação alérgica imediata. Saímos correndo da festa e conseguimos medicá-lo no carro”.

18 |

Outro momento de sufoco vivido pela fisioterapeuta foi o lencinho umedecido usado no filho. O menino teve reação rápida e precisou ser medicado. “Ele estava na casa da avó que usou o produto, sem saber que tem leite em sua composição”, comenta. Transparência Para pedir mais segurança para comer, 700 mães de crianças alérgicas se uniram na internet e criaram a campanha Põe no Rótulo. Lançada em fevereiro deste ano, o grupo tem o objetivo de conscientizar a sociedade sobre os riscos que a falta de informações nos rótulos podem trazer para as pessoas que têm alergia. Dependendo do grau de sensibilidade, o alérgico pode ter choque anafilático, fechamento da glote, além de outras reações graves que podem levar à morte. Celebridades como Thiago Lacerda, Leticia Spiller, Juliana Paes e Zeca Baleiro postaram fotos no Facebook, Instagram e Twitter apoiando a campanha, usando a hashtag oficial #poenorotulo. A mobilização foi tanta que sensibilizou a Diretoria Colegiada da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), que regula os rótulos dos alimentos no Brasil. Para definir mudanças nos rótulos que contêm substâncias capazes de provocar alergia, o órgão abriu consulta pública online. Organizadora da campanha, a advogada Maria Cecilia

Cury lembra das dificuldades encontradas no dia a dia para comprar produtos seguros para seu filho Rafael, de dois anos. Fez até um doutorado em Direito Constitucional abordando a rotulagem de alérgenos nos alimentos. Rafael tem alergia a leite e a soja e nunca consumiu amendoim, oleaginosas e crustáceos, por serem altamente alérgenos. Um estudo conduzido em 2009 pela Unidade de Alergia e Imunologia do Instituto da Criança, do Hospital das Clínicas, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, mostrou que 39,5% das reações alérgicas infantis são relacionadas a erros na leitura de rótulos. Cury conta que recai sobre as famílias a responsabilidade da leitura atenta de cada rótulo com uma grande lista de ingredientes, muitas vezes, com letra pequena e termos desconhecidos, para descobrir se aquele alimento pode fazer mal. “Os SACs são nossos maiores aliados. Mas tem muitas empresas que não sabem a importância da informação objetiva e clara sobre o maquinário que produz vários alimentos e pode acontecer a contaminação cruzada dos produtos. E como não é lei, isso não vem explícito. As pessoas acham que alergia alimentar é frescura, é uma coceirinha, mas pode ser fatal para quem tem alergia severa”, informa a advogada.

Campanha reúne famílias de crianças com alergia alimentar e celebridades em defesa de informações clara nas embalagens Fotos: Divulgação

Cartilha Recentemente, a equipe da campanha e a Proteste Associação de Consumidores se juntaram para lançar uma cartilha. A publicação pretende não só auxiliar os alérgicos, mas também os parentes para que possam identificar nos rótulos os ingredientes que podem acarretar problemas à saúde. Esta cartilha pretende ser um guia prático de consulta para as famílias que ainda não estão acostumadas com as crises alérgicas. Um dos grandes problemas enfrentados por essa parcela da população é que no Brasil ainda não há legislação que obrigue os fabricantes a expor em destaque os alérgenos. Porém, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) realizou uma consulta pública sobre a inclusão de dessas informações. Ainda não há prazo para a medida entrar em vigor. É sempre importante ficar atento nos ingredientes e produtos para evitar crises alérgicas. Por isso, o acompanhamento de um profissional capacitado é essencial na escolha do cardápio.v

a lha dentar i t r a C a Alim

i Alerg

As mães sempre atentas a cada rótulo, muitas vezes, com letra pequena e termos desconhecidos


Projeto

Olho Vivo Para esclarecer dúvidas sobre o que são alimentos alergênicos, a diferença entre alergia alimentar, intoxicação e intolerância alimentar, entre outros assuntos, entrevistamos Neusa Falbo Wandalsen, coordenadora do Setor de Alergia e Imunologia Clínica, do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina do ABC. 1 - Quais são os alimentos alergênicos? E o que eles podem provocar? É possível dar uma lista deles? De pelo menos uns 10 alimentos? Alergia é uma modificação da resposta do indivíduo a determinadas substâncias, que normalmente são inofensivas para outras pessoas. Isso ocorre, por exemplo, em uma festa em que todos comeram camarão, mas apenas uma pessoa apresentou coceiras e manchas vermelhas na pele. Trata-se de resposta alérgica e o individuo em questão apresentou urticária. Quando uma criança toma uma vacina contra a gripe, seu organismo procura fabricar substâncias de defesa contra o micróbio da gripe. Esses elementos chamam-se anticorpos e são desejados, pois previnem a doença. Mas quando uma pessoa come camarão e fabrica anticorpos contra esse alimento, os anticorpos passam a ser indesejáveis, pois irão provocar a doença alérgica. Tudo ou praticamente quase tudo pode causar alergia ao organismo das pessoas, incluindo alimentos e medicamentos – principalmente antiinflamatórios, antibióticos e analgésicos. Os elementos que induzem as manifestações alérgicas são chamados alérgenos. As reações são devidas à reunião do alérgeno ao anticorpo e as manifestações clínicas da alergia dependerão do local do organismo onde ocorrem. Os principais órgãos e sistemas acometidos são a pele, aparelho respiratório (pulmões, nariz, faringe e laringe) e gastrointestinal. Cerca de 90% dos casos de alergia alimentar estão relacionados ao leite de vaca. Os demais são atribuídos, principalmente, ao trigo, ovos, soja, milho, amendoim, peixes e camarão.

Educação

2 - É verdade que os alimentos à base de leite trazem muita alergia? Sim. Conforme dito anteriormente, cerca de 90% dos casos de alergia alimentar estão relacionados ao leite de vaca e surgem na infância precoce. Os demais são atribuídos, principalmente, ao trigo, ovos, soja, milho, amendoim, peixes e camarão. 3 - Qual a diferença entre alergia alimentar, intoxicação e intolerância alimentar? A intolerância alimentar caracteriza-se pelas reações não causadas por mecanismos imunológicos e dependem das propriedades farmacológicas do alimento ou das características do paciente. Ex: intolerância à lactose: reação ao açúcar do leite por falta da enzima lactase no indivíduo. É ela que ajuda a digerir a lactose e sem ela o indivíduo tem má digestão e diarréia. Já a alergia alimentar é uma reação causada por um mecanismo do sistema imunológico, ou seja, do sistema de defesa do organismo.Só que é uma defesa errada, que causa uma doença. As alergias alimentares podem aparecer logo após o contato com o alimento (reações imediatas, causadas pela imunoglobulina IgE) ou aparecer mais tardiamente (reações tardias, não mediadas por IgE). A intoxicação não é um nome correto. Emprega-se para designar a erupção cutânea tipo urticária (pápulas pelo corpo, com coceira) causada por alergia a alimento. 4 - Como descobrimos se temos alergia a determinado alimento? Quais são os exames realizados e qual tratamento se descobrimos que temos alergia a determinados alimentos? Precisamos bani-lo da nossa alimentação ou há algum tipo de tratamento? Alergia é uma doença que se apresenta em crises ou surtos de sintomas. As doenças alérgicas podem surgir em qualquer parte do organismo, com sintomas às vezes semelhantes aos produzidos por causas não alérgicas. A primeira medida terapêutica é chegar a um diagnóstico correto com avaliações clínicas e laborato-

riais completas, que englobam testes alérgicos, consultas ambulatoriais e exames de sangue específicos para pesquisa de alergias. Depois, conhecendo-se as causas da doença alérgica, afastá-las o mais completamente possível. No caso da alergia a um medicamento, deve-se sempre estar atento a ela, e quando procurar um médico por um problema qualquer, sempre informá-lo a respeito dessa alergia. E jamais se automedicar! O tratamento medicamentoso vem a seguir, e depende do tipo da alergia. Exemplo: antihistamínicos, higiene nasal e corticosteróides tópicos para a rinite. Em crianças, são necessários alguns cuidados especiais: higiene nasal mais frequente; maior ingestão de líquidos; drogas apropriadas para a faixa etária; atenção às infecções secundárias ao processo alérgico; prevenção com as vacinas disponíveis. As vacinas de alergia são eficazes quando bem indicadas e na impossibilidade de se afastar os alérgenos da vida do paciente. São indicadas para o tratamento da asma, da rinite, da conjuntivite alérgica e das alergias a insetos picadores, como abelhas, vespas e formigas. 5 - Os tipos de alimentos estão relacionados aos sintomas da alergia? Quais os sintomas mais comuns? Não. Os sintomas da alergia não dependem do alimento e variam de paciente para paciente. Especificamente nas alergias alimentares, os sintomas mais comuns são: • Digestivos/intestinais: diarreia, cólica, dor abdominal e obstipação intestinal. • Cutâneos: urticária e eczema (inflamação da pele com muita coceira e placas avermelhadas, com ressecamento, crostas ou vesículas). • Anafilaxia: Também chamado de choque anafilático, é um episódio grave que reúne sintomas como falta de ar, queda da pressão arterial e inchaço. • Respiratórios: São mais raros no caso de alergia alimentar, mas podem ocorrer em forma de tosse e chiado no peito. n

Curso de capacitação inédito no ABC Divulgação

n redação redacao@mulherdeterminada.com.br

A Fundação do ABC firmou convênio com uma das mais importantes instituições de ensino do país na área de pós-graduação e extensão com programas customizados para empresas: a Fundação Dom Cabral. A partir da parceria, terá início em outubro a primeira edição do curso de especialização em Gestão de Negócios com Ênfase em Saúde, cujo foco principal é a capacitação de gestores em nível de diretoria – como superintendentes, diretores técnicos e clínicos. Com 10 meses de duração e investimento total de R$ 25,5 mil por aluno, a nova pós-graduação foi criada para suprir demanda crescente da FUABC por mão de obra altamente especializada na gestão de equipamentos de saúde. “Estamos em franca expansão e precisamos de novos gestores para nossas unidades. Por isso decidimos procurar a Fundação Dom Cabral. A partir dessa parceria, pretendemos treinar nosso pessoal e abrir espaço para que profissionais externos se capacitem, tornando-os potenciais líderes para nossos equipamentos de saúde”, planeja o presidente da Fundação do ABC, Dr. Marco Antonio Santos Silva. A parceria com a Dom Cabral vem fortalecer o trabalho de pós-graduação desenvolvido na Faculdade de Medicina do ABC e viabilizar um curso voltado ao gestor de elevado nível hierárquico na organização, sintonizado com o mercado e com o cenário atual da saúde pública e privada, no Brasil e no mundo. Cada unidade mantida pela Fundação do ABC poderá indicar um representante para a pós-graduação. As Divulgação

Diretora de Recursos Humanos da Fundação do ABC, Caroline Saint Aubin

demais vagas estarão disponíveis para gestores externos interessados, que deverão preencher requisitos mínimos curriculares e de formação profissional para ter as matrículas aprovadas. Um dos destaques da pós-graduação em Gestão de Negócios com Ênfase em Saúde é a metodologia de ensino, cujo foco privilegia a aprendizagem baseada em problemas e em times. Ao todo serão 288 horas em aulas presenciais durante 10 meses, além de 72 horas de atividades a distância e outras 72 horas para elaboração do trabalho de conclusão de curso. Os encontros ocorrerão somente uma vez por mês, em três dias seguidos de aulas – entre quinta-feira e sábado. Interessados no novo curso podem baixar a ficha de inscrição no site www.fuabc.org.br. Mais informações pelo (11) 2666-5498 ou pelo e-mail selecaofuabc@fuabc.org.br. Presidente da Fundação do ABC Dr. Marco Antonio Santos Silva

| 21


Gestação Cidades

Capa

n Andressa de castro redacao@mulherdeterminada.com.br

Divulgação

Elas se reúnem para costurar.Enquanto bordam uniformes escolares, profissionais e esportivos, abordam assuntos rotineiros, mas também colocam para fora uma série de questões pessoais delicadas. Para várias, o encontro da Cooperativa Costura Bem de Diadema é uma oportunidade de trocar experiências – sem falar que a atividade desenvolvida e a única fonte de renda para muitas participantes. “O projeto mudou minha vida. Aqui conquistei novas amigas, autoconfiança e aumentou minha renda familiar. Sempre acreditei no cooperativismo, na relação sem patrões nem empregados, decidi apostar nisso para gerar renda e dar poder às mulheres”, diz Elenice da Silva Alves, de 46 anos, atual presidente da Cooperativa. Elenice trabalha há mais de 23 anos como costureira. Fez o curso ainda jovem e, como precisava cuidar do filho de um ano e grávi-

22 |

da do segundo, decidiu trabalhar por conta própria. “Graças a Deus criei meus filhos com o sustento da costura. Tenho orgulho da minha história. Agora vivo uma nova fase com a Cooperativa Costura Bem, que me fez perceber que ainda é possível viver com paixão e prazer”, diz ela, que relembrou do primeiro trabalho da Cooperativa, que foi a produção de 3,2 mil kits escolares para a Secretaria de Esporte da cidade. O projeto, criado no ano passado, pela Incubadora Pública de Empreendimentos Populares e Solidários (Ipeps), da prefeitura de Diadema, tem 56 oficinas espalhadas pela cidade, principalmente nos bairros Serraria e Eldorado, e o objetivo é ampliar. Há seis meses, o projeto fechou nova parceria com as escolas municipais onde estão confeccionando bolsas recicláveis com as caixas de leite. Até agora, foram produzidasmais de 700 bolsas.

Legalização Um dos problemas enfrentados pela Costura Bem é a falta de CNPJ para prospectar novos trabalhos. Mas as dificuldades não dissiparam os planos. Ao invés disso, os desafios serviram de estímulo e uniu as mulheres. Assim, o grupo conquistou a confiança da empresa Brasil Fera, de São Bernardo do Campo, que decidiu apostar suas fichas no projeto e está realizando a abertura da empresa. Interessados Qualquer pessoa pode participar das oficinas, desde que já tenha alguma habilidade com a costura. Para isso, é necessário se inscrever no curso técnico de capacitação oferecido nos centros públicos Eldorado e Nações e no Centro Comunitário 18 de Agosto, que tem a duração de três meses. n

Divulgação/PSDB Mulher

Valorização pelo bordar

Para Aécio Neves, o governo tem de olhar com atenção à mulher

‘Mulheres de Peito’ em todo o país, propõe Aécio n MÁRCIO DONIZETE redacao@mulherdeterminada.com.br

serviço: n Departamento de Economia Solidária - Tel: 4057-7416

O candidato à presidência da República, Aécio Neves (PSDB), está em campanha pelo Brasil e tem um plano de governo também voltado à mulher. Ele tem como meta, caso eleito, ampliar para o país o Programa Mulheres de Peito, ação feita hoje em dia somente no Estado de São Paulo pela atual gestão do governador Geraldo Alckmin (PSDB), que busca a reeleição no Palácio dos Bandeirantes em 2014. Atualmente, o Mulheres de Peito conta com quatro carretas que circulam pelo Estado em 300 postos fixos, que têm como objetivo melhorar o acesso ao exame

de mamografia para diagnóstico do câncer de mama. O presidenciável afirmou que a importância da iniciativa aumenta as chances de cura da doença, que mata milhares de mulheres todo o ano. “São cerca de 10 mil mulheres por ano, e o diagnóstico precoce faz toda a diferença. As possibilidades de cura são enormes. Hoje, no Brasil, pelo menos 50% dos municípios não têm um mamógrafo. O governo federal, a partir dessa experiência, vai buscar levar esses exames para todas as regiões do Brasil”, disse Aécio durante a visita da carreta na Capital, em agosto. Recentemente, o candidato também destacou o papel feminino na sociedade e a importância

de se ter políticas voltadas exclusivamente a elas, durante discurso de lançamento da agenda do partido. “As mulheres devem merecer políticas estruturantes que garantam o fortalecimento dos novos papéis que exercem. Mulheres são mães, são esposas, são filhas, são donas de casa, são trabalhadoras, são estudantes, são chefes de família; para cada um destes papéis, o governo deve olhar com atenção e com a responsabilidade de emancipação e empoderamento”, frisou o presidenciável pelo PSDB. Nestas eleições, Aécio Neves tem como concorrentes postulantes para presidente três mulheres: Luciana Genro (Psol), Marina Silva (PSB) e a atual presidenta da República, Dilma Rousseff (PT). n

| 23


Capa

Léo Silva/PSB

Ichiro Guerra/PT

Dilma Rousseff: “Eles acham que basta olhar para uma mulher, de cara feia, que a gente cede”

Dilma Rousseff ressalta garra da mulher n MÁRCIO DONIZETE redacao@mulherdeterminada.com.br

A força feminina será uma das pautas da candidata à reeleição para presidência da República, Dilma Rousseff (PT). A atual chefe de Estado já fez história na política brasileira, como a primeira presidente mulher da história do país, e agora, ponteando as pesquisas para intenção de voto, com Marina Silva (PSB) aos seus calcanhares, quer manter projetos na pasta para mais quatro anos. “Nós, mulheres, quando encasquetamos com uma coisa, vamos até o fim. Então, encasquetem, teimem, não desistam”, convocou Dilma durante encontro com mulheres em São Paulo, no início de setembro. A declaração

24 |

se remete ao papel feminino na sociedade, que vem evoluindo a cada ano, mas ainda caminhando a passos lentos. A petista lembrou que nas faculdades, elas já são maioria. “Os dados mostram que as mulheres são maioria nas universidades públicas e privadas. Isso mostra a garra delas”, recordou. Segundo Censo da Educação Superior do Inep/MEC de 2012, 55% das matrículas foram feitas por mulheres, enquanto 44,5%, por homens. A participação delas é maior do que da população brasileira (51,5%), o que reforça a fala de Dilma. A candidata do PT (Partido dos Trabalhadores) resumiu o plano de governo voltado a esse público. Em documento, que pode ser acessado no site oficial

de campanha, a atual presidente pretende “mais empoderamento, autonomia e violência zero”, que “serão as diretrizes das políticas para as mulheres no próximo período da presidenta Dilma”. “A implementação da Casa da Mulher Brasileira será decisiva para este objetivo, assim como as medidas de promoção da igualdade”, complementou. Ainda no encontro em São Paulo, Dilma Rousseff ironizou. “Eles acham que basta olhar para uma mulher, de cara feia, que a gente cede”, explicando que a mulher sabe compreender, mas não se enfraquece na hora de uma decisão. “Quando você tem um lado, você luta por ele, chega onde chegamos, até ir para a prisão”, finalizou.n

Entre as ações de governo, Marina Silva quer instituir o Fundo Nacional de Políticas Públicas para as Mulheres

Marina Silva à mulher: trabalho, violência e saúde n MÁRCIO DONIZETE redacao@mulherdeterminada.com.br

Marina Silva virou a nova candidata do PSB (Partido Socialista Brasileiro), com a morte de Eduardo Campos, em agosto. As eleições começam a tomar rumo, e mesmo com as recentes polêmicas envolvendo seu plano de governo, na hora de definir propostas para as mulheres, as coisas parecem mais definidas para a eleitora. Denominado de ‘Plano de ação para mudar o país’, as políticas voltadas à classe feminina estão divididas em um tripé. O primeiro se remete ao mercado de trabalho, onde Marina acredita na igualdade das oportunidades. De acordo com ela, é preciso “adotar mecanismos de combate à discri-

minação contra mulheres no mercado de trabalho”, “fomentar o empreendedorismo das mulheres, proporcionando oportunidades para que possam alfabetizar-se ou voltar a estudar” e “estimular a instalação de creches em todo o país, para garantir às mulheres o direito de acesso ao trabalho, à renda e à educação.” O segundo pé é voltado à violência doméstica. Hoje, a mulher tem melhor respaldo da justiça, mas ainda busca mais melhorias. Segundo a socialista, as ações têm de “fortalecer a prestação de atendimento jurídico às mulheres vítimas de violência (defensorias públicas, promotorias e varas especializadas)”, “estadualizar e requalificar os abrigos temporários para as mulheres em situação de violência, acom-

panhadas dos filhos” e “instalar Centros de Referência Especializados no Atendimento às Mulheres em Situação de Violência vinculados a organismos municipais.” Já no último pé, a candidata propõe aumentar o acesso aos direitos femininos. No plano de governo, Marina quer “implementar em todo território nacional o Programa de Planejamento Reprodutivo, com oferta de contraceptivos pelas farmácias populares, difundir o parto humanizado e criar condições concretas para que ele possa ocorrer também na rede pública”, “contribuir com os estados para implementar Hospitais da Mulher” e também “instituir o Fundo Nacional de Políticas Públicas para as Mulheres, com repasses para estados e municípios.” n

| 25


Capa Política

As ministras-chefe da presidência da República

País ainda tem predominância masculina na política, mas as mulheres estão conquistando cada vez mais espaço

n TADEU ALCAIDE | redacao@mulherdeterminada.com.br

As mulheres são maioria no país, representando 51% da população brasileira, contra 49% de homens, segundo censo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Mas este dado ainda não se reflete proporcionalmente no meio político, onde ainda há uma predominância masculina, embora aos poucos, as mulheres venham conquistando posições nos mais altos escalões do governo. A equipe ministerial da presidência da República, que já chegou a ter dez pastas comandadas por mulheres, do total de 39 ministérios que compõem o governo, hoje conta com sete titulares do sexo feminino, ou seja, elas ocupam 18% dos cargos de chefia na Esplanada dos Ministérios. Conheça as principais atribuições das ministras da presidência da República. MARTA SUPLICY é a titular do Ministério da Cultura (MinC), e tem como áreas de competência a política nacional de cultura e a proteção do patrimônio histórico e cultural. Por meio das metas do Plano Nacional da Cultura, o MinC trabalha a concepção de cultura articulada em três dimensões: simbólica, cidadã e econômica. A criação do Vale Cultura é uma das principais marcas da ministra.

Divulgação

26 |

TEREZA CAMPELLO comanda o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, criado pelo ex-presidente Lula, em 2004, para promover a inclusão social, a segurança alimentar, a assistência integral e a renda mínima de cidadania às famílias que vivem em situação de extrema pobreza, através da implementação de programas, como o Bolsa Família e criação de políticas públicas de desenvolvimento social.

Antônio Cruz/ABr

MIRIAM BELCHIOR é responsável pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, que tem como competência a formulação do planejamento estratégico nacional, viabilizar novas fontes de recursos para o governo federal, realizar estudos da conjuntura socioeconômica, coordenar parcerias público privadas, administrar o patrimônio da União, entre outras. Miriam é responsável pela gestão do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Valter Campanato/EBC

IZABELLA TEIXEIRA está à frente do Ministério do Meio Ambiente, pasta responsável por promover estratégias para a proteção e a recuperação do meio ambiente, o uso sustentável dos recursos naturais e a inserção do desenvolvimento sustentável na implementação de políticas públicas. Em setembro de 2013 foi homenageada pela Organização das Nações Unidas (ONU) com o prêmio “Campeões da Terra”, por sua liderança política na redução do desmatamento na Amazônia.

LUIZA HELENA DE BAIRROS é ministra-chefe da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, cujas principais atribuições são formular, coordenar e articular políticas e diretrizes para a promoção da igualdade racial, proteção dos direitos dos indivíduos e grupos étnicos, com ênfase na população negra. Dentre as ações desenvolvidas pela ministra, destaca-se a criação da Lei das Cotas em concursos públicos federais, que assegura 20% das vagas para candidatos negros ou pardos.

Valter Campanato/EBC

Eleonora Menicucci de Oliveira é ministra da Secretaria de Políticas para Mulheres (SPM), tem como principal objetivo promover a igualdade entre homens e mulheres e combater todas as formas de preconceito e discriminação, trabalhando em Políticas do Trabalho e da Autonomia Econômica das Mulheres, Enfrentamento à Violência contra as Mulheres, e Programas e Ações nas áreas de Saúde, Educação, Cultura, Participação Política, Igualdade de Gênero e Diversidade.

Valter Campanato/EBC

IDELI SALVATTI é ministra chefe da Secretaria de Direitos Humanos, cujas principais atribuições são propor políticas para a promoção dos direitos humanos, articular parcerias com os três poderes, governos, sociedade civil e organizações internacionais na defesa dos direitos humanos, além de receber denúncias de violações de direitos da criança e do adolescente, da pessoa com deficiência, da população LGBT e de todos os grupos sociais vulneráveis.

Wilson Dias/ABr

| 27


Entrevista

Esportes

Muçulmana é pioneira na candidatura política n MÁRCIO DONIZETE | TADEU ALCAIDE redacao@mulherdeterminada.com.br

A questão religiosa no Brasil, no âmbito político, vem ganhando destaque nos últimos tempos. No ABC, neste ano, uma mulher pretende ser a primeira muçulmana a ocupar um cargo na Câmara dos Deputados. A mineira Neide Tameirão, coordenadora adjunta do setorial interreligioso do PT (Partido dos Trabalhadores), pretende quebrar essa barreira na política. A Revista Mulher Determinada fez uma entrevista exclusiva com ela. Confira: Mulher Determinada – Atualmente, há muitas discussões sobre a questão de líderes religiosos na política, que levam as crenças e dogmas de suas igrejas para o campo político, sendo que vivemos em um estado Laico. Por ser uma praticante do Islamismo, qual a sua opinião sobre a influência dos grupos religiosos na política brasileira? Neide Tameirão – A minha opinião é de que somos

28 |

hoje a maior religião do mundo, inclusive, declarados pelo papa Francisco. Por vivermos em um estado Laico, vemos a necessidade de haver múltiplas representações para que tenha equilíbrio e oportunidade ao islã de mostrar ao mundo, com atitudes e ações,

verdadeiros pilares e princípios. MD - Como você vê a participação das mulheres no atual cenário político do Brasil? NT – Vejo uma participação muito tímida em relação ao ideal para nossa condição atual, uma vez que temos hoje, segundo dados do TSE, mais Divulgação de 52% do eleitorado feminino, e uma representação de apenas 8% em média nas instâncias representativas no Brasil. Precisamos de uma efetiva participação e um real apoio dos partidos políticos e da sociedade.

Aos 41 anos, Neide possui experiência em diretorias de sindicatos

MD - Por ter experiência como fiscal de trânsito (é técnica em transporte e trânsito pela ETESP), na sua opinião, quais são as medidas que os governos devem adotar para melhorar a mobilidade urbana nas grandes metrópoles? NT - É necessário um planejamento estratégico e investimento pesado no transporte público eficiente, inclusive como medida econômica dos recursos esgotáveis, como combustíveis e defesa das questões ambientais. n

Pista de skate em SBC tem dia só das mulheres Márcio Donizete

n MÁRCIO DONIZETE redacao@mulherdeterminada.com.br

Certamente, se você tiver andando pelo centro de São Bernardo às terças-feiras no fim da tarde e tiver vontade de entrar no Parque da Juventude – Città Di Marostica, verá um grande fluxo de mulheres na pista de skateboarding. Isso porque a pista é exclusivamente delas neste dia da semana, entre as 18h e 21h. As praticantes de patins, skate e até BMX (bicicross) utilizam o espaço livremente para fazerem suas manobras radicais. Uma das responsáveis por isso acontecer é a skatista profissional Renata Paschini, conhecida na modalidade como Renatinha, presidente da Associação Feminina de Skate (AFSk), que creditou a conquista desse espaço às skatistas Juliana Martins e Valéria Borges. “Elas viram a necessidade das meninas iniciantes que começaram a andar ter um espaço para elas, porque a pista é muito cheia, e a garota que está começando tem vergonha de cair e medo de ser atropelada pelos homens”, explica. “Então a pista exclusiva só para elas colabora para tirar essa timidez, fazer amizades, se distrair e treinar com segurança”, ressalta a atleta. Essa tese de Renatinha é reforçada por Luana Iamamoto, skatista desde criança e frequentadora da pista. “As meninas são cordiais, ajudam umas às outras. Cada dia é uma superação, faz esquecer dos problemas diários”, disse Luana. A praticante, de 27 anos, retomou o esporte após a conclusão da faculdade de Odontologia e uma lesão originada por um tombo que levou. “Quando é apaixonada pelo o que faz, não tem jeito, tive de voltar”, celebra. Ela Divulgação/AFSk

Luana Iamamoto: “Quando é apaixonada pelo o que faz, não tem jeito, tive de voltar”

também contou que a amizade com outras skatistas do espaço é tanta que elas já viajaram para outras cidades de São Paulo só para andarem de skate juntas. Renatinha contou que até famílias usam o espaço, como mãe e filha. “Me sinto realizada, porque você vê as mães curtindo, trazendo a filha e praticando junto dela. Isso é gratificante”, comemora. “Tem casos em que a filha desistiu do skate e a mãe permanece andando”, revela, afirmando que as gerações mais antigas têm mais força de vontade para o contínuo do skate. Aliás, idade não é barreira para ser skatista. É o caso da fisioterapeuta Alê Estainofi, de 39 anos, que está todas as terças na pista e também frequenta o parque em outros dias da semana para pegar dicas de manobras com companheiros mais experientes. “O skateboarding rejuvenesce as pessoas”, definiu. De acordo com dados de 2011 da Confederação Brasileira de Skate (CBSk), cerca de 186 mil mulheres praticam skate no país. Mas esse número, em 2014, com certeza já foi superado. n Dezenas de skatistas mulheres se divertem na pista de São Bernardo às terças-feiras

| 29


Saúde

Determinada

Atendimento humanizado é a marca do Hospital n TADEU ALCAIDE redacao@mulherdeterminada.com.br

Divulgação

Ao longo de seus seis anos de atividades, o Hospital da Mulher Maria José dos Santos Stein, em Santo André, tem se tornado uma referência em Saúde da Mulher no ABC, especialmente pela atenção dedicada às gestantes, mães e bebês, através de ações que estimulam o bem estar das pacientes, em um momento tão importante, como a gestação e o nascimento dos filhos. Integrante da Rede Cegonha, que é a rede regional de atenção ao pré-natal, parto, puérperio, recém nascidos e crianças até dois anos de idade, o Hospital da Mulher promove campanhas e adota práticas em benefício da saúde das mães e dos bebês, seguindo o conceito de atendimento humanizado e priorizando o parto normal. Segundo a superintendente do Hospital da Mulher, Dra. Rosa Maria Pinto Aguiar, o risco de morte materna associada à cesariana é 3,5 vezes maior que o mé-

30 |

todo natural. O parto via vaginal traz melhor recuperação da mulher, além de menos riscos de infecções, hemorragias e lesões de órgãos como bexiga, uretra, artérias e intestinos. São necessários menos medicamentos e o risco de trombose também é menor, já que a paciente pode se movimentar durante todo o trabalho de parto e volta a caminhar mais rápido do que depois de uma cesárea.

Recentemente, o Hospital da Mulher realizou um minifórum sobre aleitamento materno, visando incentivar e conscientizar sobre os benefícios dessa prática, reforçando a necessidade constante de aconselhamento, apoio e estímulo da mulher que amamenta. “O aleitamento materno é fundamental para o desenvolvimento da criança. Promover essa prática é também auxiliar na redução da mortalidade materna e infantil, além de assegurar mais saúde para as mães e seus bebês”, explica a Dra. Rosa Maria. Outra prática adotada pelo Hospital é o Método Mãe Canguru, que é um sistema no qual o recém-nascido com baixo peso ou prematuro permanece em posição vertical, “colado” junto ao corpo da mãe. Trata-se de programa de humanização e assistência neonatal, que implica no contato precoce pele a pele entre mãe e bebê prematuro. n A superintendente do Hospital da Mulher, Dra. Rosa Maria, alerta sobre os riscos da cesárea

Elas fazem a diferença n andressa de castro redacao@mulherdeterminada.com.br

Fazer o bem sem olhar a quem. Parece clichê mas muitas pessoas ainda acreditam que é possível ajudar ao próximo mesmo dentro de uma rotina puxada do dia a dia, sem se importarem com o tempo que vão se dedicar a esse apoio e ainda investem suas ideias criativas em grandes ferramentas de transformação social. O objetivo delas é enxergar problemas que ainda não são reconhecidos pela sociedade, apresentar ideias e alternativas inovadoras através de uma perspectiva diferenciada dentro de um trabalho comunitário/voluntário, lecionando em salas de aula, ocupando cargos públicos, entre outras ações. São pessoas que construíram seu sonho, perseguindo-o e avaliando-o a cada instante. Elas sabem que não deve ficar no plano do inconsciente, lamentando o quanto seria bom se

fosse verdade, e sim incluir em suas ações diárias novas formas de testar objetivos e confrontá-los com os sonhos. É sempre legal conhecermos histórias de mulheres que nos inspiram e nos representam, e quando vemos que todos os esforços dessas pessoas estão sendo reconhecidos, parece até que é com a gente que está acontecendo! Me sinto assim quando vejo amigas, clientes e mulheres empreendedoras sendo reconhecidas por seus trabalhos, exemplos e empreendedorismo. Nesta edição especial do aniversário de um ano, escolhemos mulheres ímpares que se destacam por suas histórias bacanas e de sucesso. São pessoas especiais, que mudam mentalidades e melhoram a vida à nossa volta. Muitas delas são mulheres, como as que a Revista Mulher Determinada reuniu. Parabéns pelo trabalho de todas.

| 31


Determinada

Arlete Passari Cancelliero

É natural de Piracicaba-SP e filha de José Passari e Laura Lovadini Passari. É casada com José Maria Cancelliero e possui quatro filhos: Fernando, Fábio, José Maria e Maria Laura, além de três netos: Lucas, Giulia e Maria Luiza. Formada em pedagogia na Faculdade de Educação da Unimep, diplomou-se professora no Colégio Nossa Senhora Assunção. Ingressou no Magistério Estadual em 1967, no Grupo Escolar Parque Erasmo Assunção, em Santo André. Após várias remoções, aposentou-se na Escola Estadual “Professora Olívia Bianco”.

Leni Costa dos Santos

Leni Costa dos Santos nasceu em 28 de fevereiro de 1969 e é diretora-tesoureira do Sindicato das Refeições do ABC. É casada e tem três filhos. Sua vida ao batente começou logo aos 11 anos para ajudar a família, que teve o desfalque do pai, que morreu. Após sete anos trabalhando em cozinha industrial, Leni passou a se interessar por sindicatos, para lutar pelos seus direitos trabalhistas. Frequentou assembleias e até levou novos sócios. Em 1998 recebeu o convite para ser diretora no Sindicato das Refeições regional e está lá até hoje. De acordo com ela, “correndo atrás dos sonhos e dos objetivos, com certeza se vencerá na vida, com dedicação, respeito, humildade e amor.”

32 |

Cidinha Scarabelli

É empresária juntamente com seu marido José Scarabelli, sendo conhecida por sua dedicação e atuação no ramo de assistência social, sempre ajudando como voluntária nos eventos da terceira Idade de São Bernardo do Campo. Mineira, de família humilde, lutou juntamente com Scarabelli para construir com muito esforço e amor uma linda família. Pelas graças recebidas de Deus, pela família que tem e pelos amigos que adquiridos nestes longos anos, sempre retribui as bênçãos através de ações sociais em ajuda ao próximo.

Loretana Paolieri Pancera

Nasceu em Piracicaba-SP, e seus pais são Carlos Paolieri e Virgínia Paoleri. É viúva, e possui um filho, Eugenio Pancera Neto, casado com Claci Jacinta Dietrich Pancera, além dos netos Matheus e Guilherme. É formada no curso primário do Grupo Escolar “Buenos Aires”, curso secundário no Liceu Eduardo Prado, fundamental no Padre Anchieta, e pedagogia na Faculdade de Filosofia, Ciência e Letras da “Nove de Julho”, em São Paulo.

Profª. Maria Lúcia de Almeida

Professora normalista, formada pela Escola Normal e Colégio Estadual de Tupã, atual Instituto de Educação Índia Vanuiri, fez seus primeiros estudos em sua cidade natal, Monte Azul Paulista, onde cursou o Grupo Escolar e o Ginásio Municipal. É licenciada em Pedagogia pela Faculdade de Filosofia, Ciência e Letras de Mogi das Cruzes, possuindo ainda, o curso de Administradores Escolares, realizado no Instituto de Educação Dr. Américo Brasiliense, em Santo André, São Paulo. Iniciou no magistério público em fevereiro de 1956, vindo a se remover para São Paulo em 1962, passando a substituir a direção de escola do Grupo escolar Vila Ramos, em Franco da Rocha, até 1970, quando ingressou no cargo efetivo da Escola Estadual de 1º Grau Nova Aliança, em Osasco.

Rosana de Vito Izzo

49 anos, casada com Edison Ferreira e mãe de Ísis De Vito Izzo Ferreira. Cirurgiã Dentista, formada pela Universidade Metodista de São Paulo, em 1987. Funcionária da Prefeitura de São Bernardo do Campo desde 1989, trabalhou como Cirurgiã Dentista até início de 2010, quando passou a Chefe da Seção de Odontologia Especializada, cargo que ocupa até o momento.

Odete Carmen Gialdi

Nascida em Encantado-RS, Odete Carmen Gialdi é secretária de Saúde de São Bernardo do Campo desde fevereiro deste ano. Formada em História, com especialização em Direito Sanitário, também tem mestrado em Gestão e Políticas Públicas pela Fundação Getúlio Vargas. Odete trabalha no Sistema Único de Saúde (SUS) há 15 anos, tendo iniciado a vida pública na Secretaria de Saúde do Rio Grande do Sul, como diretora administrativa e financeira. Em 2003, foi trabalhar no Ministério da Saúde como diretora-adjunta do Departamento de Assistência Farmacêutica e, posteriormente, foi secretária-adjunta de Gestão do Trabalho, Educação e Saúde no ministério.

Silvia Miranda

Possui 20 anos de experiências em relações pública sendo hoje diretora do Grupo Pró São Bernardo. Silvia é diretora do Grupo Pró São Bernardo, que é um elo de comunicação entre os munícipes e o poder público. No qual oferece aos moradores um canal amplo para sugestões, criticas, elogios para uma cidade melhor. O Grupo já realizou grandes eventos e tem como seu lema: “construir um futuro hoje!”

| 33


Determinada

Denise Moreira

Natural de Teresina, capital do Piauí, Denise Moreira chegou ainda jovem ao ABC e traçou uma trajetória de 12 anos de lutas e conquistas no Sindicato dos Metalúrgicos de Santo André e Mauá, entidade na qual é diretora executiva e coordena o Departamento da Mulher, voltado para projetos e ações das trabalhadoras metalúrgicas. Incentivadora de uma maior participação feminina nas atividades sindicais, Denise defende importantes pautas de reivindicações voltadas para as mulheres, como a ampliação da licença maternidade para 180 dias, igualdade salarial, fim da violência de gênero. Além de ser uma sindicalista atuante, Denise também é diretora da Associação de Aposentados de Santo André e Região, e membro da diretoria da Força Sindical de São Paulo.

Marcia Barral

É formada em História pela USP Exerceu por mais de dez anos atividades docentes junto a Secretaria Estadual de Educação de SP. Atuou como assessora parlamentar em mandatos na Câmara Municipal de São Paulo, Câmara Federal e Senado Federal.

Andréa de Castro Alves

40 anos, nascida na cidade de Santo André, formou-se em 1997 pela Universidade Braz Cubas. Começou a trabalhar muito jovem, aos 15 anos de idade numa assistência técnica nesta cidade de SBCampo. Após ouvir queixas de um cliente acerca de um serviço prestado e proceder a leitura atenta do Código de Defesa do Consumidor nasceu sua paixão pelo Direito. Já cursando a faculdade, foi laborar na Ordem dos Advogados do Brasil Seção SBCampo auxiliando os advogados na triagem da Assistência Judiciária e também colaborando na Sala dos Advogados do Fórum Cível onde conheceu a advogada Irma Pereira Maceira, que lhe deu a oportunidade de estagiar e se aprofundar no dia a dia da advocacia, onde permaneceu até pouco depois de sua formação acadêmica.

Lilian Cabreira

Vereadora (PT) de Diadema, cidade em que nasceu, mulher determinada, sempre participou ativamente em todas as campanhas do PT, teve um papel de destaque no acompanhamento e participação, no processo de fortalecimento do S.U.A.S - Sistema Único de Assistência Social. Ainda na gestão do Prefeito Mario Reali foi integrante do COMPEDE – Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência e responsável pela Coordenadoria de Politicas Públicas para as Mulheres. Tem atuado na defesa da qualidade dos serviços prestados a população, com ênfase na defesa dos direitos da mulher e da juventude, considerando que as mulheres de Diadema sempre foram protagonistas nas lutas encampadas na busca de maiores conquistas.

Rosa Maria Aguiar

Como superintendente desde janeiro de 2013 e a primeira mulher a dirigir o Hospital da Mulher, Dra. Rosa Maria Pinto de Aguiar, fala do sucesso do hospital, que hoje é referência em toda região na atenção à saúde da mulher. “O sucesso atingido em curto prazo revela o potencial dessa instituição em crescer e se desenvolver cada vez mais. Dá fôlego para que toda a equipe continue superando obstáculos, a fim de oferecer atendimento humanizado e de qualidade”. Rosa Maria Pinto de Aguiar, formada em medicina há (formada em 79) 35 anos pela Faculdade de Medicina do ABC, com especialização nas áreas de Pediatria, Puericultura e especialista em Saúde Pública.

Neide Tameirão

Neide Tameirão, 41 anos, é casada e tem três filhos. Técnica em Transporte e Trânsito pela ETESP, cursa Direito na UMESP, é tesoureira do SINDFISC no 5º mandato e secretária da NCST-Nacional. Coordenadora adjunta do Setorial inter-religioso do PT estadual. Nasceu em Diamantina, MG, foi católica e era ativa na igreja, entretanto encontrou sua paz espiritual e convicção da fé no Islã. Trabalhou na agricultura na infância, mudouse para Santo André para estudar. Em 1988, iniciou sua trajetória no transporte na viação Alpina, aos 18 anos prestou concurso público na ETCSBC, e tornou-se a 1ª fiscal de tráfego mulher na região, e sofreu preconceito por ser jovem e mulher a comandar vários trabalhadores. Em 1995, elegeu-se na CIPA, em sua primeira eleição.

Silmara Conchão

Mestra em Sociologia pela Universidade de São Paulo (FFLCH/USP - 2008). Doutoranda em Medicina Preventiva/ USP. É professora do Departamento de Saúde da Coletividade e Vice-Coordenadora da Comissão de Extensão da Faculdade de Medicina do ABC (COMEX). De 2005 a 2008 coordenou dois Programas da Secretaria Municipal de Saúde de Santo André, responsável pelas áreas de Saúde da Juventude e Atenção à Violência e Abuso Sexual. Possui curso de especialização na área da Violência Sexual pelo PAVAS/ Faculdade de Saúde Pública/USP (2008). Coordenou a Assessoria dos Direitos da Mulher da Prefeitura de Santo André e o Grupo de Trabalho Gênero e Raça do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC de 2001 a 2005. Tem experiência nas áreas: Educação, Saúde e Sexualidade, Gênero, Raça, Juventude e Violência. Graduada e pósgraduada na área da Educação Física.

Maria Izabel A. Noronha, a Bebel

Maria Izabel Azevedo Noronha, mais conhecida como Bebel, é atual presidenta da APEOESP(Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo) e está em seu quarto mandato consecutivo à frente da entidade. Sua trajetória é marcada pela luta em favor dos profissionais da Educação no estado de São Paulo, buscando uma maior valorização da categoria e melhores condições de trabalho. Bebel também é professora de Língua Portuguesa na cidade de Piracicaba e Vice-presidente da Câmara de Educação Básica do Conselho Nacional de Educação, órgão do Ministério da Educação, como representante dos trabalhadores.


Moda

Lançamentos para inspirar a estação mais quente do ano n Andressa de Castro

Pele O Óleo para Banho Amêndoas, Mahogany,  é excelente no combate ao ressecamento, pois retém a umidade natural da epiderme

Cuide-se Bem Hidratante de Banho Frutas Vermelhas e Avelã é uma ótima opção para quem quer potencializar a hidratação da pele embaixo do chuveiro

Lançamento da Embeleeze o Famíllia ChiC é voltada para os cuidados com os pés e mãos, composta de seis

Make Up

redacao@mulherdeterminada.com.br

As novidades no mundo da moda e beleza não param de surgir. São novos produtos para cuidar da pele, do cabelo, acessórios para dar um “plus” no visutal, itens de maquiagem e vários outros mimos, sempre com o objetivo de deixar as mulheres cada vez mais lindas. Para você não se perder no meio de tantas novidades, preparamos um mix com os principais lançamentos. Se joga, bonita...

Cabelo Perfeito para os dias em que não é possível dedicar tanto tempo aos cabelos, Batiste Shampoo e Condicionador a Seco diminui o frizz, hidrata, nutre e dá brilho sem deixar os fios oleosos

Nova linha de maquiagem premium da Avon potencializam os resultados de cor e luz deixando o look altamente sofisticado

A Redken apresenta produtos para cabelos louros: o inovador Blonde Idol, com exclusivo Kera-Bright System, que fortalece e realça o brilho dos fios louros

Acessórios/Bijoux A marca Contém 1G aposta no batom Floral Intenso Cremoso Ao pensar no verão, a marca Morana apresenta uma coleção que promete ser a protagonista dos looks mais elegantes da estação. A marca Olha Que Linda traz seleção especial de beijos, com inspiração no icônico Rolling Stones

36 |

Estojo de maquiagem Vult - “Detalhe é Tudo”, que tem como conceito principal revelar e afirmar que o que faz a diferença na beleza de cada mulher é a soma de pequenos detalhes.

A linha Smooth Perfect, da Schwarzkopf é indicada para cabelos rebeldes, difíceis de disciplinar

Os acessórios da nova coleção da C&A em parceria com a estilista Patrícia Bonaldi e a Mattel

Modelo de bolsa da Le Postiche, coleção da atriz Giovana Antonelli

| 37


Turismo

Clima do interior Fotos: Divulgação

n Andressa de Castro redacao@mulherdeterminada.com.br

Orquidácea: um dos melhores do Brasil em termos de organização, limpeza e qualidade de cultivo

A centenária Igreja Matriz

Ceviche do Restaurante Casarão

38 |

Belezas naturais, boa gastronomia e hospedagem, além do clima de interior. Esses são alguns dos atrativos que chamam a atenção para conhecer Guararema. Localizada a 81 quilômetros do ABC, ao lado da região do Vale do Paraíba, no interior paulista, tem fácil acesso pelas principais rodovias. Atualmente, Guararema é considerada a divisa entre a agitação dos grandes centros e a tranquilidade de uma cidade com cara de interior. Não é à toa que muitas pessoas fogem da agitação das cidades grandes para as chácaras e sítios da cidadezinha, de cerca de 30 mil habitantes. Conhecida como a “Pérola do Vale”, a cidade faz jus ao apelido, com montanhas majestosas que a circundam, parecendo mesmo um colar de pérolas. Esse pedacinho do Vale do Paraíba é um ótimo destino para o turismo mesmo para um final de semana. Entre os pontos turísticos estão o Recanto do Américo, Ilha Grande, a Igreja Nossa Senhora D’ajuda e Nossa Senhora da Escada onde está situada a única imagem de São Longuinho do Brasil. Outro atrativo é a já famosa Orquidácea, considerado um dos melhores do Brasil, em termos de organização, limpeza e qualidade de cultivo. A Orquidácea produz, em média, 150.000 mudas/ano. Vale a pena ganhar um pedaço da tarde entre as coloridas e perfumadas flores.

Comidinhas No quesito gastronomia, Guararema tem opções para todos os gostos. Desde a comida caseira, com clima de fazenda, até pratos mais elaborados. Uma boa dica é o Casarão da Freguesia Bistrô e Café, no bucólico bairro da Freguesia da Escada, em meio à natureza, é uma boa pedida. Já no Restaurante Arandela, a comida caseira é, sem duvida, uma das atrações, como a galinhada, a carne seca com mandioca, a costelinha de porco na cachaça e as massas fazem a diferença no momento da escolha em Guararema. O ambiente atende até cem pessoas, com estacionamento próprio e com vista para uma belíssima paisagem natural. A biodiversidade e o lago são colírio para os olhos enquanto se come. No centro da cidade, a dica é conferir a culinária mais natural do Baobah, que oferece pratos com ares veganos, apesar do acarajé fazer grande sucesso por lá. A cidade conta com opções de hospedagem para todos os gostos, é possível escolher entre hotéis com estrutura maior, com opções de lazer e gastronomia diversificadas até pousadas que acolhem o visitante com o aconchego de casa. Entre as opções estão: a Pousada Sapucaia (www.sapucaia.tur.br); a Pousada e Restaurante Arandela (www. pousadaarandela.com.br);o Vale do Sonho Hotel & Eventos (www. valedosonho.tur.br); Pintado na Brasa Hotel Fazenda (www.pintadonabrasa.com.br), e Guararema Parque Hotel (www.guararemahotel.com.br) n

| 39


Cultura

Os benefícios do Vale-Cultura à sociedade

Programação cultural n ANDRESSA de castro redacao@mulherdeterminada.com.br

Durante a abertura da 23ª Bienal do Livro de São Paulo, no dia 22 de agosto, a ministra da Cultura Marta Suplicy divulgou dados atualizados sobre o uso do Vale Cultura. Marta revelou que a compra de livros, jornais e revistas representam 82% das operações feitas com o cartão. De acordo com dados do Ministério da Cultura, em seis meses já foram emitidos mais de 223 mil cartões com potencial de movimentação no setor de R$ 25 bilhões por ano. Com o objetivo de promover maior acesso do público à cultura, o Vale-Cultura é um benefício de R$ 50 mensais em um cartão pré-pago, válido em todo o país, que é oferecido por empresas a trabalhadores contratados pelo regime CLT e tem como público-alvo quem recebe até cinco salários mínimos (R$ 3.620). Esse benefício possibilita acesso ao teatro, cinema, museus, espetáculos, shows e na compra de livros, CDs, DVDs, revistas e jornais. “Nós estamos muito animados, pois é um projeto absolutamente novo, que as empre-

Rosy Siqueira

n ANDRESSA TONETTO redacao@mulherdeterminada.com.br

Ministra da Cultura incentiva população a ter mais acesso a arte.

sas estão começando a entender como funciona, os trabalhadores também estão sendo informados aos poucos, então nós estamos no começo de um grande programa que vai ter a importância como a do Ticket alimentação, mas maior, pois abrangem mais trabalhadores, é o maior programa social, pois tem o potencial de 42 milhões de trabalhadores do Brasil”, disse Marta Suplicy. O Vale-Cultura tem potencial para alcançar 5,1 milhões de empresas instaladas no país, beneficiando até 42 milhões de trabalhadores. Deste total, 36 milhões ganham até

cinco salários mínimos – o que poderia injetar na cadeia produtiva da cultura R$ 25 bilhões ao ano. A Ministra da Cultura ressaltou ainda que trabalhadores que tem com acesso a cultura são trabalhadores que se qualificam. “O trabalhador que tem acesso a cultura, lazer, diversão é um trabalhador que se qualifica. E esse é um recurso que vai criar musculatura aqui na cidade para os grupos culturais, Então grupos culturais que apresentavam uma sala com 80 pessoas assistindo, pode passar até 100”, finaliza Marta Suplicy. n

Para Marta Suplicy, “é um projeto abosolutamente novo, que as empresas estão começando a entender como funciona”

“Beatles Lado D” Prestes a comemorar 35 anos de vida artística, a Cia de Dança do Ballet Quartier Latin, reestreia o espetáculo Beatles Lado D, no dia 28.09, no Teatro Municipal de Santo André. Embalado pelas canções da mais famosa banda de rock de todos os tempos “The Beatles” o roteiro é composto por 25 de suas, inesquecíveis, canções. À frente dos novos projetos e na direção artística está Marisa Ballarini, premiada coreógrafa e diretora do também andreense centro de ensino “Ballet Quartier Latin”, fundada nos anos 80. Ingressos à venda na Quartier Latin, Super Banca e Bilheteria do Teatro. Inf.: 4994-0713.

Rap feminino em Santo André A cantora e rapper paulistana Lurdez da Luz faz show do seu novo trabalho “Gana pelo Bang” no Sesc Santo André. Lurdez procurou inspiração nas músicas produzidas nos guetos de lugares como Jamaica, Inglaterra, Índia, Nigéria, Angola, África do Sul e do Brasil. Este mix de sonoridades permeia todo o disco, imprimindo uma característica alegre, mas sem deixar a força característica de seu rap. A sonoridade do novo trabalho difere dos anteriores. A MC, que antes se apresentava ao lado de um DJ, agora é acompanhada de músicos com referências na black music, dando um caráter mais dançante ao show. Preço: R$ 20 a R$ 4. Sábado (13/09), às 20h. Inf.: 4438-9819. Música no Parque Programação permanente da Prefeitura de SBC, que elegeu o Parque Municipal Engenheiro Salvador Arena como espaço privilegiado para a música na cidade. Acontece no dia 28.09 duas apresentações da banda: Mordy Rex (banda de SBC que já abriu shows de nomes do rock nacional como Catedral, Marcelo Nova, Golpe de Estado, Velhas Virgens); Garotas Suecas (indicado ao prêmio Reve.

Shakespeare invade Mauá Para homenagear os 450 anos de Shakespeare, o Sesi-SP realiza uma programação especial, levando em consideração os diferentes gêneros e as diversas propostas de encenação de suas peças teatrais. O Sesi Mauá integra o evento com o espetáculo Shakespeare Amarrotado, que será encenado no dia 20/09, as 16h, com o grupo Caso de Matraca. O espetáculo de clown com música e interação com a plateia uma de suas mais conhecidas peças: Romeu e Julieta. A trama propõe um debate entre palhaços a respeito dessa que é uma das mais conhecidas e universais histórias de amor. O grupo Caso de Matraca nasceu do encontro de artistas que nutrem o interesse pelo clown. Em seu primeiro concurso, foi premiado no 13º Cultura Inglesa Festival. Sesi Mauá, avenida Presidente Castelo Branco, 237, Jardim Zaira. Inf.: 4542-8977.

| 41


Camarote Vip

1. Mister e Miss 3º Idade de Diadema; Desine Perin e Apoiadores do Projeto Água Marinha; 3 Marcia Massari e Luciana Bessone; 4 Denise Perin, Carla Morando, Luciana Bessone e Netinho; 5 Aracy, Cidinha, Hildete, Denise e Vereador Minami; 6 Mario Zerlotti, Antonio Roberto Casa, Roberto Concon, Hildete dos Santos, Maria Aparecida Trevisan e Miquelina Pellegrino; 7 Cidinha Scarabelli, Vereador Minami, Hildete, Roberto Concon, Denise, Netinho, Carmen, Yasmim, Sarah Scarabelli; 8 Mari Scarabelli e Cidinha Scarabelli; 9 Amigas de Honra prestigia a Miss 3º Idade; 10 Aracy, Luzia, Sandrinha, Mari, Cidinha, Vera, Marcia, Denise, Zezinho e Thiago; 11 Maria Ozélia Lourencini, Zezinho Scarabelli, José Roberto e Cidinha Scarabelli; 12 Sueli Camargo; 13 João Martins (Presidente do Clube Mesc) e Fernanda Martins; 14 Nicoli Scarabelli, Mari Scarabelli e Sarah Scarabelli; 15 Ildema Santos, Cidinha Scarabelli e Vera Rio; 16 Dr. Luis Ricardo Davanzo, Benito Rabuscy e Dra. Jessica Davanzo; 17 Aparecida Montilha; 18 Livia Cortinóvis e Ildema Santos; 19 Thelma Freitas Cartola, Dra. Flavia Di Favari, Dra. Marcia Nonato , Dra. Irma Maoeira, Dra. Rosana chiavassa e Dra. Lidia Porfirio; 1 2

1

10

11

12

13

14

3 2 18

16

17

15

Dr. Waldir Cartola e Telma Freitas Cartola; 21 Dra. Flavia Di Favari, Michelle Faria e Dra. Andrea Castro Alves; 22 Dr. Luis Ricardo Davanzo e Dra. Jessica Davanzo; 23 Cantor Thiaguinho e Fran 20

4

6

5

19

Rosy Siqueira e Ildema Santo

7

42 |

8

9

20

21

22

23


Entrevista

Touro (23/10 a 21/11)

GÊMEOS 21/05 a 20/06

CÂNCER 21/06 a 21/07

Leão 22/07 a 22/08

VIRGEM 23/08 a 22/09

Libra 23/09 a 22/10

Escorpião 23/10 a 21/11

SAGITÁRIO 22/11 a 21/12

CAPRICÓRNIO 22/12 a 20/01

AQUÁRIO 21/01 a 19/02

PEIXES 20/02 a 20/03

Em setembro de 2014, Ariano, um novo ciclo de vida iniciará em seu Zodíaco, portanto, tenha em mente novos objetivos e metas para sua existência, pois é o momento de trabalhar e muito, principalmente, sua carreira profissional. Em Setembro de 2014, Taurino, mês extremamente produtivo para este Signo em todos os sentidos da existência, então, aproveite o momento para tomar atitudes positivas rumo à evolução espiritual, emocional, social e profissional com sabedoria. Em Setembro de 2014, Geminiano, algumas mudanças emocionais estão a caminho, então, aproveite a oportunidade e coloque seus sentimentos em ordem, liberte-se das amarras da vida para que possa seguir em frente com novas atitudes. Em Setembro de 2014, Canceriano, o lado do bom senso estará em alta durante todo o período, portanto, tente observar as situações a sua volta, independente de qual área da vida, comprometa-se em mudar o que for preciso. Em Setembro de 2014, Leonino, você deverá tomar cuidado com a insensatez ao se deparar com diferentes ideias das pessoas, cuidado com a pressa ao realizar as tarefas do dia a dia, então, a solução é auto-observação durante o período de 30 dias. Em Setembro de 2014, Virginiano, fique mais atento em relação às adversidades ao seu redor, aproveite tudo de bom da vida, tente não fixar olhares para atitudes e comportamentos negativos, muitas situações são ótimas para outras pessoas e não para você. Em Setembro de 2014, Libriano, mês bastante agitado para você, pois muitas situações poderão ocorrer momentaneamente, aproveite sua sensibilidade e tente trabalhá-la ao seu favor, discernindo o que é bom ou não para sua vida como um todo. Em Setembro de 2014, Escorpiano, mês de bastante ação, movimento em sua vida, haverá muitas transformações e também vários obstáculos a serem superados, portanto, sua palavra-chave para todo o período é harmonia entre plano físico, emocional e espiritual. Em Setembro de 2014, Sagitariano, mês dinâmico, ativo e seu desejo de ambição estará mais acentuado do que nunca, então, aproveite a oportunidade e concretize seus sonhos de forma positiva e auspiciosa. Em Setembro de 2014, Capricorniano, mês para você pensar em seu repouso físico e mental, período para rever suas atitudes sobre o que fazer em seu tempo livre, portanto, cultive mais saúde em sua existência. Em Setembro de 2014, Aquariano, mês excepcional para você enfrentar suas próprias dúvidas, preocupações e fraquezas internas, portanto, uma autoanálise e autoavaliação serão necessárias para seu crescimento em todos os sentidos, porém sem autocríticas. Em Setembro de 2014, Pisciano, mês positivo para qualquer trabalho solidário ou simplesmente ajudar as pessoas a sua volta de acordo com suas possibilidades, pense nisso com carinho e coloque seu lado generoso em ação.

VOCÊ É UM LÍDER? Certas pessoas têm um sentido inato de autoridade. A maior parte das figuras históricas que tinham carisma eram líderes. O magnetismo que emanava delas atraía multidões de aderentes. Faça o teste e descubra se você tem o perfil de liderança: 1) Olhe para as três filas de números abaixo. Se os somar de forma a obter três resultados, qual deles será o mais elevado? (Responda em 10 segundos): a) 08360157 b) 5190035140 c) 41905014 2) Em geral, as pessoas precisam saber por que recebem ordem para fazer uma determinada coisa. a) Verdadeiro b) Falso 3) Acredita que há alturas que as suas decisões não devem ser questionadas a) Verdadeiro b) Falso 4) Os líderes devem estabelecer relações pessoais com aqueles que lideram a) Verdadeiro b) Falso 5) Para dar uma impressão de objetividade, um chefe deve fechar os ouvidos aos problemas dos colegas a) Verdadeiro b) Falso 6) Em qualquer amostragem da população, algumas pessoas são tão fracas ou estúpidas que não servem para nada a) Verdadeiro b) Falso 7) Acima de tudo, um bom líder deve ser temido a) Verdadeiro b) Falso 8) Pedir ajuda aos colegas ou à família é sinal de fraqueza a) Verdadeiro b) Falso 9) Elogiar é mais produtivo que criticar a) Verdadeiro b) Falso 10) É melhor trabalhar dia após dia, que fazer planos a longo prazo a) Verdadeiro b) Falso 11) As emoções de um líder tem pouca influência sobre a produtividade daqueles que o rodeiam a) Verdadeiro b) Falso 12) Se estamos zangados com alguém, devemos mostrá-lo, e não nos coibirmos a) Verdadeiro b) Falso 13) Um bom chefe deve, ele mesmo, fazer grande parte do trabalho a) Verdadeiro b) Falso Respostas: Marque 10 pontos para cada resposta certa: 1–a 6 – Falso 10 – Falso 2 – Verdadeiro 7 – Falso 11 – Falso 3 – Verdadeiro 8 – Falso 12 – Falso 4 – Falso 9 – Verdadeiro 13 – Falso 5 – Falso Se marcou entre 110 e 130 pontos (pontuação máxima): Tem as qualidades necessárias para ser líder, isto é, se respondeu às perguntas honestamente. Se não ocupa uma posição de autoridade neste momento, é natural que seja porque nunca se importou com isso, ou porque não lhe interessa. Você daria um excelente diretor. Tem talento e instinto para conseguir poder pessoal e o bom senso de não abusar dele. Se marcou entre 50 e 100 pontos: Certamente não nasceu para ser líder, mas pode tornar-se um com facilidade se aprender as técnicas apropriadas. Tudo que precisa é de um pouco de discilpina e perseverança. Se marcou 40 pontos ou menos: É sem dúvida uma pessoa tímida e introvertida. Está mais à vontade entre os seus livros no escritório que à cabeça de uma hierarquia. Mas se conseguir ultrapassar a timidez, pode descobrir que tem, escondida em si, uma inclinação para a autoridade. Mesmo que não seja esse o caso, é sempre útil saber como dirigir o barco. Fonte: E-book “Como se tornar um líder”

44 |

Arquivo Pessoal

ÁRIES 21/03 a 20/04

Linda e sexy com quilinhos a mais... e daí? n Andressa de Castro redacao@mulherdeterminada.com.br

O estereótipo de mulher magra e bonita está caindo por terra quando a questão é se sentir bem consigo mesma e arrasar em vários setores da vida. Afinal, seria muito limitador se a beleza tivesse só um padrão, não é mesmo? Pois é esse o exemplo da modelo plus size Ingrid Kriigen. Aos 33 anos de idade, sulsancaetanense, casada e mãe de gêmeos. Há seis meses na profissão de modelo Plus Size, Kriigen conquistou os títulos de Miss ABCD, de Miss São Paulo e 1ª princesa no Miss Brasil. Mulher Determinada Quando decidiu ser modelo plus size? Ingrid Kriigen - Tudo começou em marco de 2013. Uma amiga avisou que a agência Lumega, de São Caetano, estava realizando um concurso plus size na região do abc e falou

para me inscrever. Fiquei em dúvida. Minha auto-estima andava meio pra baixo. Falei com o meu marido que me incentivou. Em agosto aconteceu o concurso e competi com 40 candidatas. Fui eleita Miss ABCD. Como premiação concorri ao Miss São Paulo Plus Size e venci. No Miss Brasil conquistei como 1ª princesa. MD - As pessoas acham que, para ser modelo, basta ser magra. No mercado Plus Size, qualquer gordinha pode ser modelo, então? IK - As medidas para ser modelo plus size variam entre o manequim 44 e 56, além da beleza e outros cuidados. Esse mercado está cada vez mais exigente. Temos que nos cuidar sempre. MD - Por que as mulheres com sobrepeso têm conquistado espaço? IK -Hoje somos muitas. Formadoras de opinião e modificando a visão da sociedade preconceituosa, que

acreditam que todos devem seguir seus padrões: magra para ser bonita. O mercado está valorizando a beleza plus size temos vários exemplos na mídia e o nosso espaço só tende a crescer. MD - O Brasil está acompanhando essa tendência? E o ABC? O que falta para despontar? IK - O Brasil cresceu muito. Esta muito mais fácil encontrar roupas lindas, sensuais, atraentes na moda GG. Antes não era assim. Só encontrávamos roupas sem formas, e nada atraente. Já no ABC falta se desenvolver mais. Não vejo muitas lojas especializadas. Existem pouquíssimas opções e variedades. Falta divulgação. MD - Dá para viver só como modelo plus siz no Brasil? Tem outra profissão? IK -São poucas modelos que conseguem viver da profissão. É uma questão que temos que melhorar. Hoje minha profissão é apenas modelo. n

| 45


Educação

Informe Publicitário

A prioridade é a educação de qualidade n redação redacao@mulherdeterminada.com.br

Sol, sol e mais sol Ressecamento, falta brilho, enfraquecimento e pontas duplas são alguns dos sintomas pós-temporada de praia. Isso é comum na estação, pois a exposição aos raios ultravioleta racha a cutícula do cabelo e retira a umidade, deixando o cabelo seco e frágil. Cabelo preso toda hora Rabo de cavalo, coque e trança são ótimas opções de penteados quando o calor está de matar. Porém, manter o cabelo preso por muito tempo pode comprometer a resistência da fibra capilar por causa da tração feita pelo elástico ou pelos grampos de metal. Miss chapinha Na temporada de calor, abusar dos equipamentos elétricos pode acentuar os danos aos fios. Em excesso e em alta temporada, secadores, bobes quentes, modeladores de cachos e pranchas alisadores levam ao dano, enfraquecendo a fibra capilar e fragilizando ainda mais os fios.

Divulgação/Apeoesp

A Educação é o bem maior da nossa sociedade. Por meio da educação pública, gratuita, de qualidade para todos e todas, podemos construir uma nação mais desenvolvida, justa, igualitária. A educação prepara crianças e jovens para o exercício da cidadania, para transformar a realidade, para exercer plenamente seus direitos. Como professora e militante da causas da educação, faço da minha profissão uma forma de contribuir para este novo mundo pelo qual lutamos. Como militante sindical e presidenta da APEOESP, busco sensibilizar mais e mais pessoas para esta missão, não apenas entre os professores e professoras, mas na sociedade de uma forma mais geral. Esta luta e este trabalho vêm merecendo por parte dos integrantes do magistério estadual e dos municípios paulistas, associados À APEOESP, reconhecimento e apoio, por meio do voto. Pela quarta vez,

Meninas de Verão... Que detonam os fios...

Maria Izabel Azevedo Noronha, a Bebel da Apeoesp, em comício na Av. Paulista

a terceira consecutiva, fui reeleita para a Presidência deste que é o maior sindicato da América Latina, um dos maiores do mundo, com 186 mil associados. Entre as prioridades para este novo mandato, está a busca de melhores condições de trabalho para os professores, valorização profissional, plano de carreira justo e melhores salários. A média salarial dos professores no estado de São Paulo é a menor entre 24 pro-

Mergulho na piscina Por remover a oleosidade natural dos fios, o cloro costuma deixar o cabelo áspero e poroso. A lógica é clara: se a camada externa de proteção está machucada, as proteínas que estão dentro do fio vão embora rapidinho.

SoluçõesP ara trazer o brilho de volta Prato perfeito Inclua linhaça, sardinha, salmão e outras opções ricas em ácidas graxos no cardápio. Consumir carnes magras, leguminosas, sementes e cereais integrais também é importante, porque são boas fontes de ferro e zinco, nutrientes que contribuem para fortalecer o cabelo.

o cabelo um deserto só. ‘’O ideal é esperar no mínimo 20 dias e caprichar na hidratação caseira com um creme de tratamento potente’’. De dentro para fora Com os danos, o fio perde proteína, enfraquece e ganha uma estrutura repleta de porosidade. Para trazer a força, brilho e a beleza de volta, só com uma reconstrução poderosa. Consulte sempre um profissional a área. Converse com seu cabeleireiro para o melhor tratamento e aproveite bem o verão.

Tempo na coloração Todo tipo de tintura permanente altera a estrutura do fio, causando uma leve agressão que, aliada aos danos do verão deixa

Patrícia Zambaldi é proprietária Salão de Beleza Hayzam - Rua Maria Scopel Takeship, 14 - JD 3 Marias - SBC - 4365-2461/ 2355-3490

fissões de nível superior pesquisadas, sendo que meta 17 do Plano Nacional de Educação prevê a equiparação salarial. Estamos na luta por essa equiparação, que exige um aumento total de 75,33%. Uma APEOESP cada vez mais forte, mais atuante e representativa se faz também com professores mobilizados. Por isso, no dia 25 de setembro, às 10 horas, no MASP (Avenida Paulista), vamos realizar uma grande assembleia estadual. n

Uma APEOESP cada vez mais forte, mais atuante e representativa se faz também com professores mobilizados

| 47


48 |

Revista Mulher Determinada - Edição 05  
Revista Mulher Determinada - Edição 05  
Advertisement