Page 1

Ano 1 | Edição 04 | Maio/Junho 2014

Luiza Trajano: Mulher de poder no Magazine Luiza

Página 23

n Rede Feminina

de Câncer no ABC é atuante

n Parto Natural: opção de menor risco à saúde do bebê

n Programa Brasil Sorridente completa 10 anos

Página 14

Página 22

Página 26

n Tudo sobre a

2ª Caminhada Mulheres Determinadas |1 Página 30


PROMOÇÃO

Mulher só paga 50% do valor da refeição no almoço. Obs: Não é válido para buffet por quilo. 2|


|3


Expediente / Sumário

Redação (11) 3423-6816 | (11) 2988-2115 (11) 2988-2105 | (11) 97240-3561 (11) 96012-4549 E-mails redacao@mulherdeterminada.com.br publicidade@mulherdeterminada.com.br redacao@jornalexata.com.br Diretora Administrativa Luisa Lúcio da Silva Departamento Jurídico: Dra. Eurli Furtado de Miranda Marketing Político Erisson Silveira

Editorial................................5 Nutrição...............................6 Profissão..............................8 Mães......................................9 Maternidade..................10 Segurança.......................11 Artigo.................................12 Saúde.................................14 Solidariedade................18 Esperança........................20 Gestação..........................22 Capa...................................23 Política...............................26

Publisher Thiago Ugliano Editora Andressa Tonetto Jornalistas Andressa Tonetto Márcio Donizete - Mtb 74.183/SP Marcos Tadeu Alcaide - Mtb 30.059/SP Ulysses Varela - Mtb 192/AM Colaboradores Thiago Ugliano Karina Crendedio

Entrevista.........................28 Perfil...................................29 Ação...................................30 Moda..................................34 Esporte..............................36 Esporte..............................37 Educação.........................38 Trabalho...........................40 Turismo.............................41 Juventude.......................42 Cultura .............................43 Horóscopo e Teste......44 Gastronomia.....................45 Dica de Beleza...................46 Luiza Trajano: de varejista a executiva do Magazine Luiza

11

23

Cláudia Rigón comanda PM da região

Diagramação Evelyn Domingues - Mtb 48.250/SP Tratamento de Imagem Fabiano Ibidi - Mtb 73.391/SP Fotografia Rosineile Siqueira Relações Públicas Ivone de Souza Exposito Impressão Gráfica Mundo

14

Rede de Câncer atua fortemente no ABC Caminhando juntas na mesma direção

Circulação Grande ABC, Litoral e São Paulo (capital e interior)

30

A Revista Mulher Determinada é uma publicação bimestral, do DIVULGAÇÃO

As matérias e artigos assinados não expressam a opinião desta Revista. Auditoria:

4|

22

Parto Natural: mais segurança e menor risco ao bebê


Editorial

Fechar uma porta e abrir uma janela para um novo amanhecer. Mais um mês se passou e chegamos ao meio de um ano cheio de acontecimentos. Neste mês de maio pudemos homenagear todas as mães e mulheres batalhadoras que conseguiram provar, acima de tudo, que ser mulher vai muito além da sensibilidade e feminilidade. Há muita luta e determinação em meio disso. Agora chega um mês novinho em folha, para podermos planejar, realizar e fazer acontecer. Foco, força e fé. Essas são as palavras chaves para seguirmos fortes e determinadas. E exemplo maior pra isso tudo é a capa deste mês, Luiza Trajano, mulher de pulso forte, vem à frente de uma rede de lojas comandando como ninguém. Assim como Luiza, outras mulheres de fibra, que tomam a frente de suas famílias, fazendo o papel de mãe, mulher e empresária, ilustram com destaque essa edição. Damos um foco especial para as mulheres que lutam diariamente contra uma doença que atormenta grande parte delas: o câncer de mama, trazendo a nossa caminhada contra o câncer e a violência doméstica, nos dando uma força maior para a próxima edição. Trazemos também entrevistas dedicadas ao dia das mães e a dádiva maior para uma mulher, dar a luz a um ser de Deus. Isso tudo em entrevistas exclusivas com uma futura mamãe de gêmeos e uma mamãe em dose tripla, mãe de trigêmeos. O esporte feminino não fica para trás. Podemos conferir uma esportista determinada que não deixou alguns problemas que teve a abalar e seguiu em frente com determinação. A técnica Laís Elena, do time de basquete de Santo André, também dá um show de simpatia e humildade. A para-atleta Verônica Hipólito, do Sesi Santo André, é exemplo de superação. Deixou para trás os problemas de saúde que teve, e sempre orgulha o país com grandes resultados que nos fazem ter grande esperança para a Olimpíada do Rio de Janeiro, daqui a aproximadamente dois anos. E que os novos ventos traga paz, amor e força para seguirmos confiantes e plantando o bem por ai, que esta edição seja de total reflexão, e que estimule toda MULHER DETERMINADA a ir buscar seus sonhos e sempre ser melhor!n

|5


Nutrição

Thiago Ugliano

Mix de produtos da loja Mundo Verde

O natural faz bem! n THIAGO UGLIANO redacao@mulherdeterminada.com.br

Não é de hoje que a alimentação saudável vem sendo pauta em rodas de amigos. Cada dia que passa as pessoas se preocupam mais com sua saúde e bem estar, e a febre do momento são os superalimentos, compostos por muitas vitaminas, minerais e fibras, que ajudam na redução de peso, colesterol, doenças cardiovasculares e em até alguns casos, o câncer.

6|

Os sucos verdes, shakes, chás e até bolos vêm sendo preparados por marcas especializadas nesse tipo de alimentação e agradando muito ao público serviço n Mundo Verde – Shopping

Metrópole - Praça Samuel Sabatini, 200, Alameda de Serviços do Shopping Metrópole, Centro – São Bernardo - Tel: (11) 4330-6889 Site: www.mundoverde.com.br

natureba. A loja Mundo Verde do Shopping Metrópole é forte neste segmento e tem uma gama de produtos bem variados. O mix de produtos conta com alimentos integrais, orgânicos, funcionais, sem glúten, sem lactose, sem adição de açúcar, encapsulados, suplementos para atletas e até aromaterapia, ou seja, qualquer dieta que esteja fazendo o cliente irá encontrar o que precisa por lá. Vale a pena a visita, e tenha certeza que de sacola vazia a pessoa não sai. n


O GRAACC eStá em feStA. Com a ajuda de muita gente, estamos ampliando o nosso hospital e as chances de recuperação de crianças e adolescentes com câncer. Alcançamos um índice de cura de cerca de 70%, sendo que aproximadamente 90% dos pacientes de todo Brasil são encaminhados pelo SUS. Nosso orgulho é poder mostrar a cada colaborador que sua doação é investida com muita responsabilidade para oferecer aos pacientes um tratamento digno, humano e comparado aos melhores do mundo. Continue doando, continue acreditando. Se depender da gente, nossas crianças vão apagar muitas velinhas nesta vida.

www.GRAACC.ORG.BR |7


Profissão

Profissional, mãe e mulher! n THIAGO UGLIANO

Divulgação

redacao@mulherdeterminada.com.br

Em 1985, quando possuía ainda 15 anos de idade, mesmo contra a vontade de seus pais Benito e Denise, Jéssica Rabuscky Davanzo foi trabalhar como recepcionista em um consultório médico no Ibirapuera, tendo se destacado a ponto de ser promovida como instrumentadora cirúrgica, após fazer o respectivo curso técnico. Embora possuísse talento e competência para seguir carreira independente, tendo em mente que “nenhum sucesso profissional justifica o fracasso no lar”, abdicou de seguir sua promissora carreira na área da saúde, fazendo opção por trabalhar junto com seu marido Luís Ricardo Vasques Davanzo (atual presidente da OAB – Ordem dos Advogados do Brasil, subseção de São Bernardo), sendo administradora de seu escritório de advocacia desde 1992. Nesta época já era casada e tinha ainda aos seus cuidados as filhas, Raíssa, hoje com 19 anos, Munick, 22, e Aline, 27; mas não poupou esforços em concluir o curso de Bacharelado em Direito pela UMC - Universidade Mogi das Cruzes em 1997. O exemplo desta mulher fez com que Aline e seu marido José Américo também concluíssem curso superior em 2010 e 2012, respectivamente, sendo que Munick irá se formar este ano, e Raíssa em 2016, todas em Direito. Religiosa, Jéssica tem como seu livro de cabeceira a Bíblia Sagrada, levando consigo as palavras do livro sagrado como estímulo de vida. E como ninguém é de ferro, tem seus momentos de lazer, gosta de passar os finais de semana na praia, caminhando à beira mar durante o dia, e andando de bicicleta no final da tarde. É por estas e outras razões que Jéssica é Mulher Determinada. Tem pulso forte em sua profissão, e com a determinação profissional vem à frente da sua família, incentivando e tirando de cada um o seu melhor. n

Advogada Jéssica Davanzo é exemplo de determinação na vida profissional e familiar


Mães

Da descoberta surpresa à expectativa do parto n Tadeu Alcaide redacao@mulherdeterminada.com.br

A confirmação de uma gravidez é um momento familiar muito especial e emocionante, ainda mais para os pais de primeira viagem. É uma situação que vem cercada de enormes expectativas, desde a perfeita formação e desenvolvimento do feto, a revelação do sexo do bebê, a escolha do nome, os preparativos para deixar o quarto arrumado para quando o filho chegar. Enfim, a lista é imensa. Mas, certamente, nenhuma situação deve causar tanta surpresa para a gestante e seu companheiro quanto saber que tem mais de uma criança a caminho. É o caso da cirurgiã dentista Vanessa Battistini, moradora de São Bernardo. Grávida aos 34 anos, suspeitou que havia algo diferente no resultado de seu exame de sangue,

já que o índice de Beta HCG estava muito acima do valor de referência. Ao pesquisar no “Doctor Google”, soube que poderia ser uma gestação bem evoluída ou...uma gravidez múltipla! O resultado da pesquisa a deixou em estado de alerta, e então, em seu primeiro exame transvaginal, veio a confirmação: estava grávida de gêmeos. “Foi um susto! De imediato fiquei muito feliz, depois não parava de pensar nos gastos, no trabalho que eu ia ter, mas logo todas as preocupações passaram e a felicidade me inundou, com a ideia que sou uma pessoa abençoada, por ter dois bebês ao mesmo tempo”, contou Vanessa, que agora está na 33ª semana da gestação. Seu marido, Romulo Oliveira Faustino, ficou muito feliz com a notícia, pois sempre sonhou com a paternidade, mas também ficou

Foto : Viviane R. Bacci/Estúdio Viviane Bacci Fotografias/(11) 98959-2966 / (11) 3458-7883/www.vivianebacci.com.br

um pouco assustado com a ideia de serem duas meninas. Segundo ele, já é difícil lidar com uma mulher, imagine com três. O casal já começou a dividir as responsabilidades, e cada um escolheu um nome para as gêmeas: o pai escolheu Rafaela e a mãe Maria Eduarda. Agora, fica a ansiedade para o tão esperado dia do nascimento. Sobre como vai administrar a atenção e os cuidados com as crianças, e se está preparada para encarar a dupla tarefa de mãe, Vanessa confessa: “Não sei direito... mas acho que com a ajuda dos familiares e do meu marido. Tenho plena convicção que vamos conseguir. Só vou saber se estou preparada quando elas nascerem. Acredito muito em Deus e se ele me deu essa missão é porque vou conseguir cumpri-la da melhor forma possível.” n


Maternidade

Você sabe o que é ‘Método Canguru’? n ANDRESSA TONETTO

Para quem ainda não conhece, o Método Mãe Canguru é um novo sistema usado nas enfermarias do Hospital da Mulher “Maria José dos Santos Stein”, localizado em Santo André, que foi inaugurado nessa sexta-feira (30). O método é um sistema no qual o recém-nascido permanece em posição vertical, junto ao corpo da mãe, apenas para os bebes com baixo peso ou prematuro. Tudo isso, com o objetivo de aumentar o vínculo entre a mãe e o bebê e contribuir para o desenvolvimento do recém nascido. “O contato com o corpo da mãe promove a manutenção dos níveis adequados de temperatura corpórea do bebê e o seu desenvolvimento neurológico é melhor, principalmente pelo fortalecimento dos laços afetivos. O bebê é mantido na posição até atingir 2

10 |

Divulgação

redacao@mulherdeterminada.com.br

Prefeito Carlos Grana e o secretário de Saúde, Dr. Homero Nepomuceno acompanham de perto o novo método do Hospital

quilos ou quando seria a data provável do parto, quando ele começa a ficar agitado, a subir pela mãe e a suar. É como se estivesse na hora de nascer mesmo, dentro de uma gestação completa”, diz a Dra. Rosa Maria Pinto Aguiar, superintenden-

te do Hospital da Mulher. Com a presença do prefeito Carlos Grana e do secretário de Saúde, Dr. Homero Nepomuceno Duarte, a inauguração da enfermaria conta com oito leitos e será destinado aos bebês que receberam alta da UTI Neonatal, para receberem os cuidados especiais. O método Mãe Canguru ajuda no desenvolvimento da criança, evitando infecções hospitalares, e tem como objetivo estabelecer uma maior segurança e apego entre a mãe e o bebê. O Hospital Da Mulher apesar de implantar essa enfermaria específica, também incentiva a prática nas próprias residências, quando o bebê receber alta. Na posição titulada como “Canguru”, o bebê corre menos risco de sufocamento, tendo menos refluxo, deixando as vias aéreas livres. n


Segurança

Liderança feminina na polícia do ABC n ANDRESSA TONETTO

Há quem diga que as mulheres não se posicionam no mercado de trabalho e, muitas vezes, não conquistam o cargo desejado. Cláudia Rigon, 46 anos, atual coronel do comando efetivo da Polícia Militar nos mostra que isso sem dúvida é coisa do passado. Sendo a segunda mulher a assumir o comando da PM no ABC, Cláudia conta que a vontade de ingressar na profissão veio do berço, já que seu pai fez parte da Polícia Militar. “Meu pai foi policial militar. Então convivendo com ele na profissão, acabei conhecendo os aspectos profissionais da carreira e tomei a decisão com o maior objetivo da possibilidade de ter um crescimento profissional, independente de qualquer apadrinhamento”, diz. Após o seu crescimento profissional, a coronel destaca que houve momentos em que notou o preconceito por exercer uma profissão que é considerada muitas vezes masculina. “Em 1987, quando entrei, houve sim muito preconceito, o que é normal. Mas a mulher em si, com a seriedade dela, vai conquistando o seu espaço. E com o tempo os que tinham preconceito entenderam que nós, mulheres, tínhamos o mesmo objetivo que todo mundo”, comenta a coronel. Com mais de 27 anos de

Rosy Siqueira

redacao@mulherdeterminada.com.br

Cláudia Rigon é a segunda mulher a comandar o efetivo da PM no ABC

corporação e conquistando o mérito de ter sido a primeira da turma da Academia Barro Branco, em 1989, Cláudia defende o trabalho das mulheres na corporação e afirma que chegou até onde está hoje por mérito próprio. “Hoje existem 60 coronéis

na polícia no Estado de São Paulo. Três são mulheres. Eles respeitam muito porque nós não chegamos aqui à toa, eu tenho uma carreira e a minha vida inteira foi uma luta. Todas as oportunidades eu aproveitei. Quem atinge o último posto da polícia militar tem um respeito perante todos e foi o que aconteceu comigo”, afirma. “Ser coronel e fazer parte desse ramo me traz um sentimento de gratificação, de estar fazendo um trabalho para a sociedade. Nosso juramento de formatura destaca sacrificar a própria vida se preciso for. Tudo isso para a sociedade e muitos não entendem, vêem a policia com um sentimento de repressão”, complementa a coronel. Para finalizar, Cláudia Rigon dá um recado para as mulheres que muitas vezes tem a capacidade de exercer a profissão, mas ainda sim se retraem com medo do preconceito que infelizmente ainda existe. “Temos que seguir o nosso sonho. Acreditar que o potencial que nós temos é o nosso guia. Se formos ficar dependendo da aprovação dos outros e colaboração, no final pode faltar. A polícia militar é uma instituição democrática e não temos restrição para mulheres. A mulher dá um equilíbrio para a nossa atividade. Homens e mulheres se complementam. E eu acredito nessa harmonia entre os dois sexos na polícia militar”, finaliza Cláudia. n

| 11


Artigo

Crianças em Risco * ariel castro alves

No dia 4 de abril de 2014, o menino Bernardo Boldrini, de 11 anos, desapareceu. Posteriormente, com o encontro do corpo da criança pela Polícia, após 10 dias do desaparecimento, o crime passou a ser esclarecido, envolvendo como possíveis autores o próprio pai e a madrasta. Denuncias de negligência contra o pai e de maus tratos contra a madrasta já eram de conhecimento da Vara da Infância da cidade de Três Passos, no Rio Grande do Sul, onde o menino vivia. Casos de negligência são comuns no Brasil, mas como não deixam marcas aparentes, são subestimados pelas autoridades que deveriam proteger as crianças. Dados do SIPIA (Sistema de Informações para a Infância e Juventude) mostram que as pessoas que as crianças mais dependem e confiam são as principais responsáveis por violações dos direitos infantojuvenis no País. Os dados do SIPIA são resultantes de casos computados por 4.945 Conselhos Tutelares do País. De um total

de 229.508 casos de violações aos direitos de crianças e adolescentes registrados no País, entre os dias 1 de janeiro de 2009 ao dia 16 de abril de 2014, em 129.620 ocorrências, as próprias mães (73.392), pais (45.610), os responsáveis legais (4.403), além de padrastos (5.224) e madrastas (991), são os acusados, equivalendo a praticamente 55% do total de casos. No caso do menino Bernardo, o erro da Vara da Infância e Juventude foi de não providenciar um estudo psicossocial imediato, através de uma equipe técnica multidisciplinar que ouvisse todos os familiares, visitasse a casa, e também entrevistasse a própria vítima, além das famílias e das crianças com as quais o menino convivia. Faltou um estudo técnico mais apurado, para verificar o que estaria por trás do pedido de socorro da criança, que não queria mais viver naquela casa, com aquelas pessoas que não o tratavam com atenção e carinho e

Ariel de Castro Alves, advogado, coordenador da Comissão da Infância e Juventude da OAB - SBC e Membro do Condeca (Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente) - Crm: 15164

12 |

sim com desrespeito, desamparo e omissão. Outro problema geral é que as famílias não contam com acompanhamentos, orientações e atendimentos permanentes por parte dos programas de assistência social no Brasil. Os atendimentos são sempre esporádicos, diante de situações graves. Além disso, as Varas da Infância e Juventude não têm estrutura adequada, já que muitas vezes os juízes acumulam funções e não contam com uma equipe de técnicos para auxiliarem os magistrados. No caso do menino Bernardo o sistema de proteção social e judicial falhou como um todo. Até quando? n


| 13


Saúde

Todas em função de uma única luta n ANDRESSA TONETTO n MÁRCIO DONIZETE n TADEU ALCAIDE n ULYSSES VARELA redacao@mulherdeterminada.com.br

14 |

se divide em várias sedes, cada uma com uma missão específica conforme a necessidade da população. Além disso, a rede tem como objetivo maior divulgar a doença tão temida pelas mulheres, visando sua prevenção e o suporte aos doentes e familiares. Sem fins lucrativos, a instituição possui uma equipe de voluntários dedicados a uma causa na qual acreditam, compartilhando um momento de fragilidade do próximo com muito amor e atenção. Entre as atividades realizadas, as sedes podem oferecer palestras para alertar o público sobre os principais problemas vividos pelas mulheres em torno do câncer de mama, auxílio a

Arquivo Pessoal

Considerada a doença inimiga do ser humano, o câncer pode dar as caras aparentemente do nada e se espalhar em uma velocidade alarmante. Há alguns anos, até então, a doença era titulada como fatal. Hoje, com o avanço da ciência e medicina, esse diagnóstico mudou. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), seis em cada dez tumores podem ser curados se forem descobertos no início. Além disso, a entidade constatou que o câncer de mama será um dos principais a atingir a população feminina e masculina, sendo responsável por mais de 57 mil casos novos em 2014. Conforme ainda as estatísticas, neste ano, a cada 100 mil mulheres, 50 podem ter câncer de mama. A idade é o principal fator de risco e, o número de casos aumenta de forma acelerada após os 50 anos. No universo feminino, a doença é mais comum do que imaginamos. Os tipos que mais atacam as mulheres são o câncer de mama e o de colo do útero, e para isso, cuidados nunca são demais. Realizar exames periódicos e ter conhecimento sobre as novidades em tratamentos podem trazer uma melhor prevenção e até a cura do diagnóstico. Em prol da causa, a Rede Feminina do Combate ao Câncer

medicamentos, visitas domiciliares e até área de beleza para os pacientes. Tudo para aproximar a população há uma causa maior. “O maior objetivo da Rede feminina de Combate ao Câncer do Estado de São Paulo é promover a saúde, Campanhas de esclarecimento, desmistificar a doença, prestando o suporte necessário às Instituições vinculadas à mesma. As Instituições nos relatam suas maiores dificuldades (ou as reconhecemos nos momentos de encontro) e deste modo procuramos gerar a elas condições de atendimento e melhoria de informações”, diz Gilze Maria, presidente da Rede Feminina de Combate ao Câncer da sede de São Paulo.

Sede do Estado de São Paulo Fundada em 1953 pela jornalista e voluntária Carmen Prudente, a sede começou com um pequeno grupo de amigas, que hoje se transformou em uma respeitada instituição feminina de combate ao câncer. A sede de São Paulo tem como maior objetivo orientar e dar apoio a todas as associações do Estado, que atuam nesta área de luta contra a doença. Com uma equipe de 28 mil voluntários em toda a região, a sede promove atividades como atendimento fisioGilze Maria C. Francisco terápico, nutricional e psicológico para a mulher com câncer de mama, orientações jurídicas, oficinas de artes, dança de salão, yoga, meditação, academia, piscina, Banco de Perucas, entre outros. Hoje, a sede tem


como presidente a Gilze Maria Costa Francisco, que também é fundadora e presidente do Instituto Neo Mama, localizada na baixada santista. serviço n Sobre a Rede estadual: Fundação: 1953 - Presidente: Gilze Maria Costa Francisco - Endereço: Rua Rafael Correa Sampaio, 354 - Sala 2- Santo Antônio – São Caetano - Telefone: (11) 4224-5098 Site: http://redefemininaesp.org.br/

Rede Feminina de Combate ao Câncer de Diadema A Rede Feminina de Combate ao Câncer de Diadema é uma associação sem fins lucrativos, filantrópica, com o objetivo de divulgar informações sobre o câncer e incentivar sua prevenção. Fundada há seis anos por um grupo de amigas inspiradas nos ideais de Carmem Prudente, considerada uma referência no combate ao câncer no Brasil, a RFCCD conta com 10 voluntárias das mais diferentes áreas de atuação, que prestam amparo ao portador e sua família, apoio psicológico, orientações jurídicas e arrecada donativos para pessoas carentes. “Nossa captação de recursos está em alguns amigos que nos ajudam com doações mensais de cestas básicas e outros donativos, e fazemos eventos para gerar renda e guardar um pouco para a construção da nossa sede”, explica a presidente da entidade, Cláudia de Freitas. Atualmente, os produtos

dade de Santo André tem a Associação Projeto Crescer do ABC, que tem foco no câncer infantil. serviço

n Sobre a Associação Viva

Melhor de Santo André: Fundação: 1999 - Presidente: Vera Emília Chiavelli Teruel - Endereço: Rua 1º de Maio, 133, 3º andar, Centro – Santo André - Telefone: (11) 4433-3053 / 4426-8597 - Site: www.grupovivamelhor.org.br

que mais necessitam são fraldas geriátricas e leite em pó. Quem quiser participar dos eventos organizados pela Rede, confira o que já tem programado: • Junho - Desfile infantil Cláudia de Freitas no dia 1º de junho • Julho - Bazar de roupas usadas / Chá de maquiagem • Agosto - Jantar na Pizzaria Vero Verde / Brechó • Setembro - Congresso em Joinville • Outubro - Paella / Outubro Rosa (trabalho de conscientização do câncer de mama) Arquivo Pessoal

“Temos acolhimento em recebê-las. Nossas voluntárias já passaram pelo câncer de mama, e as que cheVera Emília gam aqui têm essa mesma oportunidade de cura. Estamos aqui para ajudá-las psicologicamente e esteticamente, e a gente vê a mudança antes e depois, muda o comportamento da paciente. Queremos ver as pessoas felizes”, disse a presidente Ver Emília Chiavelli Teruel, que ajudou a fundar a associação. Além da Viva Melhor, a ciArquivo Pessoal

Associação Viva Melhor Mulheres Mastectomizadas em Santo André Um grupo de amigas, que estava com câncer de mama, enfrentava dificuldades com a auto-estima e com as orientações sobre a doença. Como no ABC não havia nenhuma ONG (Organização Não-Governamental) que tratasse da parte psicológica para enfrentar esse problema de saúde, elas se uniram, e em 1999 fundaram a Associação Viva Melhor – Mulheres Mastectomizadas. Atualmente, conta com cerca de 60 voluntárias, que realizam palestras informativas, confeccionam perucas e próteses para as pacientes, auxiliam na parte psicológica da paciente e da família com atividades recreativas, e até organizam uma caminhada em prol da causa todo ano. Desde a fundação, cerca de 4 mil mulheres já foram atendidas pela Viva Melhor e cerca de 3 mil próteses foram doadas. A associação possui parcerias com o Hospital das Clínicas, Faculdade de Medicina do ABC, Pró-Pharmacos e Morisco, que oferecem serviços para as voluntárias do projeto.

serviço

n Sobre a Rede de Diadema:

Fundação: 2007 - Presidente: Cláudia de Freitas - Endereço: Rua Quinze de Novembro, 275, Canhema – Diadema - Telefones: (11) 4075-3298 / 4076-2282 - Site: www. redefemininadiadema.org.br

| 15


Divulgação/AVCC

Saúde Rede Feminina de Combate ao Câncer de São Bernardo Ajudar quem realmente precisa é uma das características mais fortes da Associação de Voluntários em Combate ao Câncer do ABC (AVCC), uma organização que dá apoio ao processo da cura das doenças oncológicas e ao tratamento de pacientes no ABC como parte da Rede Feminina de Combate ao câncer em São Paulo. O maior diferencial da entidade é dar um suporte para a humanização do tratamento aos pacientes, aos familiares e aos cuidadores, além de fornecer medicamentos próteses mamárias, perucas, roupas, para as mulheres em tratamento, assim como as braçadeiras, agulhamentos e alimentos (desde cesta básica, leite, Sustagem, até alimentos de dieta especial). Outro diferencial é a prestação de atendimento pedagógico e psicológico e o auxilio no transporte para os locais de tratamento. Segundo a diretora presidente da AVCC, Valdineia Cavalaro, o trabalho já dura 19 anos. “Tratamos de famílias carentes que deixam de exercer suas atividades normais para cuidarem de seus entes e que precisam de um pouco de conforto material e emocional”, destacou. Com a colaboração 180 voluntárias, atende a cerca de 200 pacientes mensais, entre eles cerca de 90 mulheres. As ações da AVCC dependem de donativos, ajuda financeira e ainda dos eventos como almoços beneficentes divulgados no Facebook. serviço

n Sobre a rede de São Bernardo:

Fundação: 1994 como Rede Feminina de Combate ao Câncer, mas em 1997 tornou-se a AVCC. - Presidente: Valdineia Cavalaro - Endereço: Rua Marechal Deodoro, 1226, Centro – São Bernardo - Telefone: (11) 4123-2171 - Site (Facebook): www.facebook.com/ pages/AVCC-Associação-das-Voluntárias-para-o-Combate-ao-Câncer/130655757062857 - E-mail: voluntarioavcc@hotmail.com

Grupo de voluntárias do AVCC, que trabalham em prol das pacientes

Rede Feminina de Combate ao Câncer de São Caetano Fundada em 1971 por Santina Moretti, após convite da fundadora e presidente da Associação Paulista Feminina de Combate ao Câncer, Carmen Prudente, a finalidade da Rede em São Caetano é a realização de campanhas de prevenção, apoio às pacientes carentes portadores de câncer e seus familiares. Entre as atividades, a Rede fornece medicamentos, cestas básicas, leite, suplementos complementares e realiza palestras sobre diversos temas ligados ao câncer. Há área de beleza para as pacientes no Hospital Heliópolis e biblioteca para orientação sobre o assunto. O local possui também departamento jurídico, departamento psicológico e área de artesanato. Hoje em dia, 110 voluntárias fazem parte da

Rede Feminina de Combate ao Câncer - Mauá A Rede Feminina Voluntária de Combate do Câncer - Mauá (Refema) busca desenvolver um projeto social e solidário capaz de amenizar o sofrimento das pessoas que sofrem com o câncer. Para isso busca ser a contribuição necessária a quem necessita de informação e acolhimento, proporcionando a palavra amiga, o abraço e o apoio solidário. A Rede de Mauá depende da sociedade para amenizar o sofrimento dos pacientes com a doença.“Em pouco tempo conseguimos realizar as primeiras palestras e a distribuição de panfletos educativos. Hoje são 30 voluntárias dando assistência e apoio psicológico aos portadores de câncer e familiares”, enfatiza a


serviço

n Sobre a Rede de São Caetano:

Divulgação/Rede SCS

Fundação: 1971 - Presidente: Marlene Depólito Santi (desde 2012) - Endereço: Rua Rafael Correia Sampaio, 354, bairro Santa Paula - São Caetano - Telefone: (11) 4229-2398 Site: www.redefeminina.org.br

Trabalho realizado pelas voluntárias da Rede Feminina de São Caetano

presidente da Refema, Maria Inês Mendonça. Atendendo a 51 pessoas por mês, sendo a maioria (39) mulheres, a Refema depende de doações em contas bancárias e realiza eventos como jantares, sopas, chás, venda de artesanaMaria Inês Mendonça to e um brechó que ajudam na aquisição das cestas básicas, remédios, orientação judicial e psicológica. O calendário de eventos pode ser consultado no site. serviço

n Sobre a Rede de Mauá

Fundação: 2005 - Presidente: Maria Inês Mendonça - Endereço: Rua Alonso de Vasconcelos Pacheco, 381, Vila Bocaina - Mauá - Telefone: (11) 4547-1800 (atendimento só à tarde) - Site: http://www.redefemininamaua.org.br/doacao.asp - E-mail: redefemininamaua@redefemininamaua.org.br

Divulgação/Rede Mauá

Arquivo Pessoal Arquivo Pessoal

Rede Feminina de Combate ao Câncer de São Caetano. Entre as atividades, a Rede fornece medicamentos, cestas básicas, leite, suplementos complementares e realiza palestras sobre diversos temas ligados ao câncer. Há área de beleza para as pacientes no Hospital Heliópolis Marlene Santi e biblioteca para orientação sobre o assunto. O local possui também departamento jurídico, departamento psicológico, e área de artesanato. Hoje em dia, 110 voluntárias fazem parte da Rede Feminina de Combate ao Câncer de São Caetano. “A maior procura dos pacientes na Rede é para compra de medicamentos e devido seu alto custo, ou seja, temos tido uma despesa bastante onerosa. Futuros parceiros seriam bem vindos e faríamos em contraproposta palestras sobre prevenção em suas empresas e comércios”, apelou a atual presidente da instituição, Marlene Santi.

Trabalho realizado pela Rede Feminina de Mauá, inaugurado há nove anos

| 17


Solidariedade

Associação Se Toque Melhor em Diadema n Tadeu Alcaide

A história da Associação Se Toque Melhor teve início em 2002, quando Catarina Cailan de Oliveira Branco começou a fazer tratamento contra o câncer de mama e foi apresentada à Associação Viva Melhor de Santo André, um grupo de apoio às mulheres mastectomizadas. Com a ajuda da prefeitura de Diadema, Catarina abraçou a causa e levou os trabalhos da Viva Melhor para a Casa Beth Lobo, onde funcionou até 2007, mudando-se em seguida para a sede do EDAP (Escola Diadema de Administração Pública). Buscando maior autonomia na realização dos trabalhos, o grupo de voluntárias de Diadema decidiu criar sua própria associação em 2009. A partir da combinação dos nomes Se Toque Mulher e Viva Melhor, foi criada a Associação Se Toque Melhor, que hoje funciona no prédio do Centro de Apoio Psicossocial Integral (Capsi), no centro de Diadema, com 15 colaboradoras. No novo espaço que foi disponibilizado pela prefeitura são realizados encontros semanais para oficinas e produção de artesanato, cuja renda é revertida em matéria prima para a confecção de novos trabalhos, como tecidos para pintura, tintas e pincéis. Outras atividades oferecidas pelo Se Toque Melhor são palestras preventivas ministradas

18 |

Tadeu Alcaide

redacao@mulherdeterminada.com.br

Rosita Guarnieri (camiseta rosa) com o grupo de voluntárias da Se Toque Melhor

por profissionais da saúde, como médicos, enfermeiros e dentistas, apoio psicológico à mulheres que são submetidas à mastectomia (cirurgia de remoção completa de mama), bem como venda de sutiãs com prótese a preço de custo. A STM também promove a auto-estima e dá assistência às pacientes que fazem quimioterapia e radioterapia, através do empréstimo de perucas e outros utensílios, como cadeiras de rodas, cama de hospital, andador e cadeiras de banho. Apesar do falecimento da Dona Catarina em 2013, aos 81 anos, permaneceu o legado para

o grupo de mulheres que continua com os trabalhos voluntários da associação. Rosita Guarnieri assumiu a coordenação das voluntárias e pretende voltar a realizar bingos beneficentes, capacitar colaboradoras para as palestras e reorganizar todo o material informativo e de divulgação, e faz um apelo: “Peço que as voluntárias que já terminaram o tratamento, que não abandonem o nosso grupo, já que o nosso lema é viver bem e é isso que o Se Toque Melhor proporciona, uma convivência prazerosa, que nos ajude a esquecer um pouco as dificuldades que enfrentamos.” n

serviço n Colabore com a Associação Se Toque Melhor - Rua Oriente Monti, 28,

Centro – Diadema - Tel: 4053-5240 / Cel. 98529-2677 (Rosita)


| 19


Esperança

O drama das famílias dos desaparecidos n ULYSSES VARELA

Imagine a pessoa que você mais gosta ao seu lado, e num piscar de olhos, essa pessoa simplesmente desaparece, sem dizer adeus ou deixar pistas. Nessa hora o chão some, o sentimento de perda avança e o medo de nunca mais reencontrar um pai, uma mãe ou um filho, pode durar o resto da vida. Essa é a realidade de 200 mil famílias no Brasil que sofrem com o desaparecimento de pessoas, segundo dados oficiais. A dimensão exata deste problema ninguém conhece. Só em São Paulo a Delegacia de Pessoas Desaparecidas, ligada ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), estima que, 18 mil pessoas desapareçam por ano. A imprecisão sobre os números é algo que chama a atenção, pois apesar da atuação do poder público ainda não é possível se chegar ao número exato de pessoas desaparecidas ou encontradas. Segundo a titular da 4ª Delegacia de Pessoas Desaparecidas do Departamento Estadual

Fotos: Divulgação

redacao@mulherdeterminada.com.br

Ivanilse Esperidão da Silva

dicas O que fazer no desaparecimento crianças, adolescentes ou adultos: 1- Procure manter a calma e identificar os locais onde o desaparecido poderá estar e comunique amigos e parentes 2- Registrar o boletim de ocorrência na delegacia mais próxima da residência ou o boletim de ocorrência eletrônico no endereço www. policiacivil.sp.gov.br. 3- Ter uma foto recente do desaparecido e a descrição detalhada do desaparecido. 4- Após o reencontro informar a delegacia para dar baixa no boletim de ocorrência e o desbloqueio de documentos.

de Homicídios e Proteção à Pessoas (DHPP), a delegada Maria Helena do Nascimento, a Polícia Civil de São Paulo vem fazendo um bom trabalho na busca a pessoas desaparecidas. “A instituição consegue solucionar mais de 80 % dos casos, embora esse índice não seja oficial. O número de pessoas encontradas mortas gira em torno de 10% do total de casos registrados”, revela. Apesar do o trabalho realizado pela polícia, o Ministério Público e as Organizações Não Governamentais (ONGs), a falta de recursos tecnológicos para cruzar e atualizar informações ainda é ineficaz, pois os dados referentes às queixas de desaparecimentos levam em consideração poucos critérios. Mães da Sé Após sentir na pele o desaparecimento da filha em São Paulo, Ivanilse Esperidião da Silva criou a Associação Brasileira de Busca e Defesa a Crianças Desaparecidas (ABCD), uma entidade que congrega familiares e amigos de pessoas desaparecidas. Conhecida como Mães da Sé, a ABCD atua em cooperação com

Grupo Mães da Sé (ABCD) pede maior atenção para o problema das pessoas desaparecidas


as autoridades, auxiliando na busca dos desaparecidos. “Infelizmente, hoje, no Brasil, é mais fácil obter informações ou recuperar um carro roubado do que uma pessoa desaparecida”, desabafa a presidente da ABCD sobre a falta de informatização e de uma política de comunicação entre as polícias estaduais brasileiras, o que impossibilita uma apuração precisa sobre o número anual de desaparecidos, o perfil e as causas que levam ao desaparecimento. O fato de não se ter uma dimensão exata do problema, segundo Ivanilse, dificulta o apontamento de soluções e alimenta o desinteresse da sociedade e do próprio Estado pela questão. “Apesar disso a ABCD continua atuando para amenizar o sofrimento das famílias vítimas do desaparecimento. Para isso mantemos um site (http://www.maesdase.org.br/) no qual cadastramos o desaparecimento e acompanhamos cada caso, além de realizarmos os encontros na Praça da Sé,

Priscila Belfort, irmã do lutador Vitor Belfort continua desaparecida

em São Paulo, para sensibilizar a sociedade e as autoridades sobre o problema”, finalizou Ivanilse. Ações no ABC Se no país já é difícil conhecer a realidade, em regiões como o ABC não é diferente. De acordo com a psicóloga e coordenadora do Programa Reencontro da Fundação Criança de SBC e membro do Núcleo e Pesquisa, Ação e Trabalho Social (NUTAS – PUC/SP), Vania Brito Caires, o que existe na

Aproximadamente 200 mil famílias sofrem com ente desaparecido no Brasil

região são números imprecisos que podem chegar a aproximadamente 690 desaparecidos por ano, mas somente crianças e adolescentes, sendo 290 em São Bernardo, única cidade do ABC que desenvolve um trabalho específico sobre o desaparecimento de crianças e adolescentes. Vania Caires alerta para que em qualquer situação de desaparecimento o primeiro órgão a ser acionado seja a Policia Civil, validando a Lei 11.259/2015 que trata da busca imediata. “Para que haja um trabalho efetivo e integrado a policia, assim que recebe a notificação, deve notificar a Rede de Atendimento formada por instituições que devem assumir o compromisso social de enfrentar o desaparecimento no país, como as Polícias Civil, Militar e Rodoviária, o IML, o Conselho Tutelar, entre outros órgãos).” Vania lembra ainda que mais vale a recordação que números. “As pessoas são o nosso maior patrimônio, pois levam nome, sobrenome, identidade genética e personalidade, tem pai, mãe e serão sempre insubstituíveis. Por isso a importância de entendermos o fenômeno do desaparecimento para pensarmos mecanismos de enfrentamento”, finalizou. n

| 21


Gestação

Parto natural: benefícios ao bebê n Tadeu Alcaide

Um dado alarmante sobre os partos no Brasil revela que mais da metade deles ocorrem através de cesarianas, mais precisamente 52,3%, enquanto que o considerado aceitável pela Organização Mundial de Saúde (OMS) é de 15%. Essa taxa trouxe à tona uma discussão, em que o parto natural passa a ter uma valorização maior, conquistando o apoio de celebridades, como Fernanda Lima e Gisele Bündchen, que tiveram essa experiência e abraçaram a causa. Com isso, o ofício de parteira, tão tradicional em povoados rurais, foi repaginado e voltou à cena, aliando o conhecimento secular com a formação na área de obstetrícia, além do apoio físico e psicológico das doulas, profissionais que acompanham a gestante do pré-natal ao parto. Sabe-se que no parto natural há menor risco de sangramento e infecção, menor taxa de desconforto respiratório e de internações de recém-nascidos na UTI. A mãe participa ativamente, o bebê nasce no momento certo, evitando as complicações que acometem os prematuros. Entretanto, há vários mitos que contribuem para o alto índice de cesarianas. A dor de parto, o cordão umbilical em volta do pescoço do bebê, o

22 |

Arquivo pessoal

redacao@mulherdeterminada.com.br

Larissa e Fernando tiveram a pequena Helena em casa, com o auxílio de parteiras

alargamento da genitália feminina, são alguns deles. “Ainda existe uma grande parcela da população que vê a cesariana como um parto menos doloroso e mais seguro para o feto. Essa visão é totalmente distorcida, já que temos métodos eficientes para controle da dor do trabalho de parto”, afirma o presidente da Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo (Sogesp), Paulo Nowak. A excessiva indicação médica para cesariana, sem que haja uma real necessidade, evidencia um esquema semelhante a uma linha de produção, por conta da facilidade e rapidez no parto agendado. A artista andreense La-

rissa Tymezka optou pelo parto domiciliar, depois de encontrar muita dificuldade para ter o parto natural na região onde mora. Contratou uma enfermeira obstétrica, uma obstetriz e uma doula, e deu à luz à Helena em casa. “Tivemos uma experiência fantástica, num ambiente tranquilo que é o nosso lar, o tempo inteiro na companhia do meu marido, me apoiando, me dando suporte, físico e emocional. Nossa filha nasceu em meia luz, com a luz do dia entrando no quarto, numa manhã de sexta-feira, e foi direto para o meu colo, e seu cordão foi cortado apenas quando parou de pulsar. Foi uma experiência indescritível que recomendo”, relatou Larissa. n


Luiza Trajano esteve no 3º Congresso das Metalúrgicas, em abril, e foi recepcionada pelo diretor administrativo Teonílio Barba

Luiza Trajano: Mulher de poder no Magazine Luiza A empresária de sucesso que passou por todos os setores da loja até chegar ao ponto máximo de uma das principais redes do Brasil

| 23


Capa

De varejista a executiva do Magazine Luiza n ANDRESSA TONETTO redacao@mulherdeterminada.com.br

Há tempos em que a sociedade feminina está deixando de lado o posto de coadjuvante, passando a ser protagonista de sua própria história e sucesso sem perder a feminilidade e delicadeza. O empreendedorismo ganhou destaque conforme os últimos anos, deixando evidente que o espaço da mulher no mercado pode ser a causa desta nova mudança. Capacidade, responsabilidade e liderança são consideradas os três itens principais para se atingir o grande sucesso profissional. Com eles, Luiza Helena Trajano, 63 anos, passou de varejista a diretora e empresária superintendente da rede de varejos Magazine Luiza. Considerada uma das mulheres mais poderosas do Brasil, Luiza Trajano, formada em Direito e Administração de Empresas, ocupou o cargo até então dirigido pelo seu próprio pai, com muito esforço e profissionalismo, conduzindo um grupo de cerca de 800 lojas e transformando seu empreendimento em uma das maiores redes varejista do país. Do balcão à presidência Luiza fez por onde, e como todo e qualquer bom profissional, começou por baixo. Iniciou a trabalhar aos seus 12 anos de idade como balconista na loja da família e ao longo dos anos pas-

24 |

sou por todos os departamentos da companhia até chegar à superintendência, no ano de 1991. Desde então, seu sangue empreendedor é conhecido e respeitado por todo o mercado e claro, por todo o Brasil. Hoje, considerada o maior exemplo de mulher empreendedora, Luiza Trajano é protagonista do atual mercado varejista brasileiro e defende com unhas e dentes a ascensão das mulheres no mundo corporativo. Há mais de quatro décadas circulando pelos corredores do Magazine Luiza, a empresária tem se destacado muito nos últimos anos. Uma das vitórias memoráveis de Luiza foi à realização da união da empresa com as Lojas Maia e Lojas do Baú, do grupo Silvio Santos, causando de imediato a admissão de três mil pessoas para a rede de funcionários. Luiza Trajano, ao longo de sua carreira, conseguiu expandir a empresa de forma constante, apesar dos diversos momentos difíceis entre as crises econômicas do Brasil. Sem muito segredo, a presidente do Magazine Luiza carrega o sucesso por onde anda. “Hoje, ter velocidade é um quesito imprescindível para qualquer empresa e profissional.

Porém, cada um desenvolve seu próprio estilo, e acredito que não existe uma receita pronta ou dicas universais”, afirma Luiza. Sucesso profissional No ano de 2002, a empresária conquistou o prêmio Empreendedor do Ano, realizado pela empresa Ernst & Young. Logo em seguida, no ano de 2003, o Guia Exame considerou a loja Magazine Luiza a melhor empresa para se trabalhar. Em 2010, por sua vez, Luiza concorreu novamente ao prêmio empreendedor do ano, promovi-

do pela consultoria internacional Ernst & Young, ficando entre as três primeiras colocadas. E, em 2011, foi eleita uma das principais executivas brasileiras pelo jornal


Edmilson Magalhães/SMABC

Metalúrgicas do País inteiro prestigiaram participação de Luiza Trajano no Congresso Luiza Trajano assumiu a presidência do Magazine Luiza em 2009

Divulgação

Valor Econômico. “Empreende dorismo, para mim, é fazer acontecer, independentemente do cenário, opiniões ou estatísticas. É ousar, fazer diferente, correr riscos em nome de uma ideia, acreditar no seu ideal e na sua missão”, diz a empreendedora. Personalidades como Luiza Trajano fazem crer que a mulher pode conquistar todos os papéis propostos para ela ao longo de sua jornada. Como mãe, dona de casa, amiga e profissional.

3º Congresso das Metalúrgicas do ABC A empresária participou recentemente do 3º Congresso das Metalúrgicas do ABC, onde visa desde o princípio à participação da mulher no ramo, além de destacar a questão dos direitos femininos que vem ganhando cada vez mais espaço na sociedade. “Temos que valorizar as coisas boas que o nosso Brasil tem e acreditar na força transformadora da mulher. Chegou o nosso momento”, disse Luiza Trajano. Além de apoiar a participação massiva feminina, Trajano elogiou o modelo de organização do Sindicato dos Metalúrgicos. “A organização dos trabalhadores em comitês nas empresas é importante para modernizar as relações de trabalho”, afirma a empresária. Não é só Luiza Trajano que apoia a presença feminina no mercado de trabalho, o diretor adminis-

trativo do Sindicato dos Metalúrgicos, Teonilio Barba, também segue a mesma linha de raciocínio. “Nós defendemos a maior participação e organização da mulher na categoria metalúrgica, já que 85% dos trabalhadores nesse meio são homens. Queremos ampliar a participação das mulheres nos postos mais altos nas direções das empresas”, comenta o diretor. E não mediu esforços ao elogiar a presença de Luiza Trajano no evento. “O 3º Congresso veio no sentido de reforçar e tirar as pautas para essa luta. Além disso, nossa principal pauta é o direito aos 180 dias de licença remunerada, bandeira que deve ser uma das principais lutas das centrais sindicais. A Luiza Trajano é uma mulher brilhante e a fala dela foi motivo de inspiração para as centenas de metalúrgicas que participaram do evento”, finaliza Barba. n

| 25


Política

Brasil Sorridente comemora 10 anos Brasil Sorridente em São Bernardo São Bernardo venceu as etapas estadual e nacional do Prêmio Brasil Sorridente de 2013, na categoria dos municípios com mais de 300 mil habitantes, pelas políticas públicas em saúde bucal implantadas na cidade. O prêmio, concedido pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO) e pelo Ministério da Saúde, foi um centro odontológico completo na UBS Riacho Grande, entregue em março deste ano. “A importância do Brasil Sorridente para a cidade de SBC, na Alvarenga e Vila União é dar para essa

n TADEU ALCAIDE

São Bernardo do Campo recebeu no dia 28 de maio, a mais nova unidade do Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), localizada no bairro Alvarenga. A inauguração contou com as presenças da presidenta da República Dilma Rousseff, do ministro da Saúde Arthur Chioro, do pré-candidato ao Governo do Estado Alexandre Padilha, do prefeito Luiz Marinho e de outras autoridades políticas e profissionais da Saúde da região. O evento marcou os 10 anos do programa Brasil Sorridente, com a inauguração simultânea de outras quatro unidades de CEOs, nas cidades de Lucrécia (RN), Macaé (RJ), Rubiataba (GO) e Terra Santa (PA). O Brasil Sorridente - Política Nacional de Saúde Bucal - foi criado em 2004, na gestão do presidente Lula, para promover a prevenção e recuperação da saúde bucal da população brasileira, ampliando o acesso ao tratamento odontológico gratuito, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

Fotos: Wilson Magão/PMSBC

redacao@mulherdeterminada.com.br

população várias especialidades e tratamentos. Com isso, as pessoas irão sorrir e mastigarão melhor. Outra coisa é que não precisarão se deslocar desta região para o CEO da Nova Petrópolis que fica muito longe.” Disse o Dr Francisco Angelo Biagioni, coordenador de saúde bucal de São Bernardo. O CEO Alvarenga recebeu o nome da dentista Cinthya Magaly Moutinho de Souza, assassinada por um grupo de assaltantes, em abril de 2013, em um crime que chocou o Brasil. A prima da dentista, Mônica Moutinho, recebeu uma placa com a homenagem e revelou que Cinthya realizava trabalhos so-

Dilma inaugura Centro de Especialidades Odontológicas (CEO)- Alvarenga, em São Bernardo

26 |


Chioro, Dilma, Marinho, Odete Gialdi, Alexandre Padilha e Gilberto Pucca com a equipe de odontologistas

ciais e ajudava pessoas carentes que não podiam pagar pelo tratamento. Agora, a cidade já conta com duas unidades, sendo que a primeira atende no bairro Nova Petrópolis, e há previsão que a terceira será inaugurada em janeiro de 2015, no Jardim Silvina, conforme anunciado pelo prefeito Luiz Marinho. “Hoje é um dia importante para inauguração da segunda unidade do Centro de Especialidades Odontológicas, que eu prefiro chamar de Brasil Sorridente. A primeira funciona no centro e realiza 3,4 mil atendimentos. Nesta aqui, nós vamos dobrar a capacidade de atendimento. Se Deus quiser, em janeiro de 2015 nós vamos inaugurar a terceira unidade no Jardim Silvina e passaremos a atender quase 10mil procedimentos por mês”, declarou Marinho. O programa no Brasil Arthur Chioro destacou os avanços na área odontológica, alcançados através do programa Brasil Sorridente, afirmando que o Brasil construiu a maior política

pública de saúde bucal do mundo, com reconhecimento da OMS (Organização Mundial de Saúde). “Com essas cinco unidades inauguradas hoje e as outras oito que estão sendo credenciadas nesta portaria que eu acabei de assinar, nós chegamos no dia de hoje a 1.013 unidades do Brasil Sorridente em todo país.”, complementou o ministro. Durante a solenidade, o telão eletrônico transmitiu ao vivo um trecho do discurso do prefeito da cidade goiana de Rubiataba, Jakes de Paula, que estava entregando naquele momento a unidade do CEO em seu município, através do link ao vivo da EBC (Empresa Brasil de Comunicação). Dilma exalta conquistas na saúde bucal O discurso da presidenta Dilma Rousseff encerrou o evento, ressaltando a importância da saúde bucal na vida das pessoas, e pontuou as ações do Governo Federal para garantir o acesso da população aos serviços odontológicos especializados oferecidos pelo Brasil

Sorridente. “Nesses dez anos nós, de fato, mudamos um procedimento. Nós completamos o SUS, porque enquanto não tinha saúde bucal, a Atenção Básica estava incompleta, não era integral. A partir do momento em que, lá em 2004, nós iniciamos esse processo, a saúde bucal passou a integrar o Sistema Único de Saúde.”, disse Dilma. Dilma exaltou as conquistas do Brasil Sorridente e comemorou a marca de 500 mil próteses, que contemplaram os usuários, que segundo a presidenta, é um número 20 vezes superior ao registrado antes da implantação do programa. Custos A construção do CEO Alvarenga teve investimento de R$ 1,7 milhão, financiados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), além de R$ 442 mil, destinados à compra de mobiliário, computadores e outros equipamentos. Os dez equipamentos odontológicos foram fornecidos pelo Ministério da Saúde, que também repassará mensalmente R$ 19,5 mil para manutenção da unidade. n

| 27


Entrevista

Em defesa à mulher de Goiás submissão e sofrimento. É necessário, além das ações de repressão, a adoção pela família, sociedade e Estado de uma série de medidas que visam conscientizar todo e qualquer cidadão de que os direitos alheios devem ser respeitados.

n THIAGO UGLIANO redacao@mulherdeterminada.com.br

Mulher Determinada – Qual a forma de tentarmos reduzir, pelo menos pela a metade, a violência contra a mulher? Delegada Laura – Acredito que a redução eficaz da violência contra a mulher não seja algo que se resolva somente de forma repressiva, ou seja, com a atuação da polícia. Nós atuamos quando a agressão já ocorreu, e não raro somente após a vítima passar uma vida inteira de

28 |

Arquivo Pessoal

Que um delegado(a) precisa de um pulso forte para comandar uma delegacia todo mundo sabe, e com a delegada Laura de Castro Teixeira não seria diferente. Antes de se submeter a uma operação de troca de sexo, ela era responsável pelas delegacias de Senador Canedo e Trindade, ambas em Goiás, e foi chefe no Genarc – Grupo Especial de Repressão a Narcóticos. Com essa experiência, agora Laura está como delegada plantonista, é chefe do grupo DEAM – Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher. Como o índice de agressão e crimes contra a mulher vem crescendo a cada dia, a delegada assume o novo posto com uma grande missão: diminuir e combater esses casos. Confira um breve bate papo que a Revista Mulher Determinada fez com ela para saber um pouco mais sobre seu trabalho na Delegacia da Mulher.

Como incentivar mulheres agredidas a fazer a denúncia de agressão? Antes de tudo é necessário conscientizar as mulheres de seus direitos. Creio que, além de consciência de seus direitos, as mulheres têm de ter atitude, e valorizar mais a si mesmas do que a seus parceiros, saindo da situação de risco na qual se encontram e tendo a coragem de manter suas decisões. Você acha que só a Lei Maria da Penha é suficiente para garantir a proteção da mulher, considerando que muitas mulheres que denunciam, voltam a ser agredidas, e outras vezes, até assassinadas? A Lei Maria da Penha é um instrumento importante na defesa das mulheres em situação de violência doméstica e familiar contra a mulher. No entanto, ela por si só não opera milagres. Eu sou policial e, por ter optado por essa profissão, levo uma vida cercada de cautelas: não saio sozinha em determinadas horas e locais, evito contato com certas pessoas e não frequento locais que, no meu sentir, são inapropriados para mim. O Estado não estará sempre presente para ajudá-la. Então, o primeiro passo, é afastar-se do agressor. Depois, cercar-se de cautelas para não se expor a risco, e buscar ao máximo a ajuda de familiares e amigos, evitando sua exposição desnecessária. n


Perfil

Mulher relevante na mídia do ABC Uma comendadora de renome no ABC e cheia de homenagens ao longo da carreira. Almeria Carvalho Ferreira Pedroso de Moraes tem bagagem na imprensa regional, mas parte de sua vida foi no Ceará, na sua cidade-natal Crato, que fica no interior do estado. Nascida em 28 de maio de 1960, Almeria chegou ao ABC em 1986 e trabalhou em diversas empresas ligadas ao setor de marketing por um período, até chegar a um cargo na Secretaria de Educação de São Caetano em 1992. Ficou como secretária até 1994, até se transferir ao Hospital Maria Braido. Mas a vida de Almeria era, de fato, na comunicação. Quatro anos depois virou sócia da Empresa Jornalística Marketing do Grande ABC, hoje jornal Tribuna do ABCD. Desde então, exerce as funções de diretora administrativa financeira e editora responsável, além de tomar conta da coluna social do veículo. A família também é do mesmo ramo, o marido Antonio Julio Pedroso de Moraes e a filha Mariana Moraes. Seu trabalho e a repercussão do Tribuna passaram a ser reconhecidos na região, e ela foi condecorada em junho de 2000, por unanimidade pelos membros, como dama comendadora da Sociedade Brasileira de Heráldica e Medalhística Ecoló-

gica, Humanística Cultural, Beneficente e Educacional e a Ordem de São Maurízio de Thebas. No ano seguinte, em Santo André, a Sociedade Amigos da Vila Planalto e Adjajências lhe entregou uma homenagem pelas causas da mulher que sempre ajudou a disseminar. Em 2004, a Rotary Club de São Caetano também deu um certificado para Almeria pelo trabalho que faz. A Apacos (Associação Paulista de Colunistas Sociais), em homenagem ao Dia do Colunista Social, celebrado em 8 de dezembro, entregou um diploma de reconhecimento para ela em 2005, na Câmara Municipal de São Paulo. Quem foi a responsável pela solenidade foi a presidente da associação, Vera Martins. E o reconhecimento não parou por aí. Dois anos mais tarde, a Associação dos Empreendedores de Riacho Grande e a Subprefeitura do Distrito Ecológico de Riacho Grande, entregou um diploma para Almeria pela dedicação e relevante trabalho feito no ABC junto à comunidade.

Até hoje, ela permancece entre os principais nomes na imprensa regional e ajuda o ABC a ter mais uma opção de consumo de informação. Pelo serviço à população e a coragem de tentar a vida em São Paulo, vinda do Nordeste, o perfil de Almeria Moraes se encaixa como uma Mulher Determinada. n Moraes tem Almeria 16 anos de serviços prestados na vida social do ABC

Arquivo Pessoal

n MÁRCIO DONIZETE redacao@mulherdeterminada.com.br

| 29


Fotos: Thiago Ugliano e Karina Crendedio

Ação

Caminhando juntas na mesma direção n ANDRESSA TONETTO redacao@mulherdeterminada.com.br

O universo feminino ainda enfrenta problemas na sociedade atual que precisam ser mudados o quanto antes. De acordo com dados da Secretaria de Saúde, em São Bernardo foram confirmados 177 casos de câncer de mama em mulheres em 2012 e 168 novos casos em 2013. Fora a violência contra a mulher, que segue assustadoramente entre todo o Brasil.

30 |

Muitas mulheres, por não se interessarem ou desconhecerem sobre o assunto, acabam sofrendo com a doença por não terem conhecimento da prevenção do diagnóstico. Poucas delas sabem, que o câncer de mama, se reconhecido e tratada com rapidez, pode ser eliminado. Por isso, a informação é tão importante hoje em dia. O que a sociedade necessita é de maiores causas que lutam pela vida feminina, iniciativas que façam o público conhecer todos os proble-

mas que esse universo enfrenta, maiores centros voluntários para informar a mulher moderna sobre as prevenções e tratamentos sobre o câncer de mama. Cientes de todos esses problemas, a segunda edição da Caminhada Mulheres Determinadas agitou a cidade de São Bernardo no dia 18 de maio, em um domingo, com uma ação de combate ao câncer de mama e à violência contra a mulher, unindo mulheres de todo o ABC com muita garra, força e determinação.


“A Sedesc (Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania) e a prefeitura de São Bernardo do Campo estão juntos na ação com as mulheres. Em agosto, a cidade receberá um ônibus que vai atender em regiões de difícil acesso, para dar assistência às vítimas de violência doméstica.” Lourdes Ventura, diretora de Políticas Afirmativas da Sedesc.

“As mulheres determinadas que participaram do evento estão de parabéns, a adesão foi favorável e através disso, as mulheres que estiveram presentes ou até mesmo as que ficaram sabendo do evento e não puderam comparecer vão ter uma maior conscientização em relação as questões de violência da mulher e saberão como evitar essas ocorrências e, o mais importante, saberão se prevenir em relação ao câncer de mama.” Luís Ricardo Vasques Davanzo, 48 anos, presidente da OAB - Subseção São Bernardo do Campo.

“É de total importância esta caminhada. Principalmente neste momento difícil que atravessamos, onde a saúde é totalmente precária no nosso país. A prevenção é o melhor remédio! Parabéns, Luisa Lucio, pela Caminhada Mulheres Determinadas.” Cidinha Scarabelli, da família Scarabelli.

“Mãe e filha participam da Caminhada Mulheres Determinadas . Quanto mais cedo se conscientizar, prevenir e esclarecer, melhor será para evitar danos maiores.” Nicoli Scarabelli e Marinelli Scarabelli, da família Scarabelli.

“Essa caminhada é importante porque, além da divulgação que as mulheres têm na prevenção ao câncer, é também uma conscientização ao combate à violência à mulher e doméstica. Elas precisam ser unidas com as famílias. Hoje em dia, as mulheres lutam contra a violência, mas precisamos lembrar que a mulher é a âncora da família. Viemos apoiar essa causa ao lado do Dr. Davanzo e equipe porque é uma causa social que merece atenção.” Jéssica Davanzo, esposa do presidente da OAB de São Bernardo, Luiz Ricardo Vasques Davanzo.

“É muito importante essa caminhada porque conscientiza as mulheres para questões importantes como a prevenção do câncer de mama e da violência contra a mulher. Venham para a rua, vamos abraçar essa causa. Parabéns à Luisa e às mulheres que compareceram ao evento. Todas merecem uma salva de palmas porque são guerreiras e determinadas!” Denise Moreira, diretora executiva do Sindicato dos Metalúrgicos de Santo André e Mauá e diretora da Associação dos Aposentados de Santo André.

“Estamos em um grupo de 24 idosas que viemos nesse passeio maravilhoso que a Luisa (Lucio) organizou. É uma iniciativa muito importante para o câncer de mama, HPV, que mata várias mulheres, e estamos juntos para levantar essa bandeira!” Sílvia Valente, professora e representante do Rotary Club de Santo André Oito de Abril.

“Que essa caminhada aumente cada vez mais, que continuem vindo ajudar a causa. Um viva às mulheres! Vamos caminhar juntos nessa!” Toquinho, do comitê sindical de empresas do Sindicato dos Metalúrgicos de Santo André e Mauá. “Informação nunca é demais, movimentos em prol de causas como essa nunca é demais, por isso viemos de Diadema, em um grupo de 55 mulheres, para que a população em geral veja que tem pessoas preocupadas com essas causas, se apropriem disso e se tornem multiplicadoras, como na questão da violência, além de não deixarem acontecer com elas, ficam de olho nas amigas. Conscientizar as pessoas com relação a esses dois temas tão importantes no universo feminino é de fundamental importância.” Antonia Efigênia Gomes Bezerra, coordenadora do programa Mulheres em Movimento, de Diadema.

“A falta de informação induz algumas mulheres a um câncer mais avançado. Porque se ela consegue fazer o diagnóstico desde o começo como eu fiz, acho que a chance de recuperação e sobrevivência é muito maior. Por isso é muito importante todas nós, mulheres, apoiarmos essa causa e, acima de tudo, valorizarmos a vida.” Monica Rabelo, moradora de SBC, 44 anos. Psicóloga – vitima do câncer de mama em 1999. (representou o grupo SBC Trans).

“É interessante, você tem de pensar na questão do câncer de mama e conscientizar as mulheres. Todas as mulheres precisam fazer os exames de prevenção.” Célia Lourenço, Corretora de imóveis. A corretora gravava parte da caminhada em frente ao escritório que trabalha na Av. Kennedy.

| 31


Ação Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), o câncer de mama será um dos principais a atingir a população feminina este ano, sendo responsável por mais de 57 mil casos novos em 2014. Sabendo disso, não foi à toa que a Caminhada obteve um resultado a mais do que o esperado em relação ao número de pessoas que se importam com a causa. Foram registradas em torno de 500 mulheres, entre 18 e 75 anos presentes no evento. Vestindo a camisa rosa e apoiando as mulheres determinadas, o público começou com um breve aquecimento às 8h, no estacionamento do Ginásio Poliesportivo Adib Moysés Dib, com muita música e animação. Após o aquecimento, o grupo seguiu em direção a Avenida Kennedy, com faixas, músicas e muito protesto defendendo a causa maior: a mulher. Crianças, famílias, homens, maridos e claro, muitas mulheres fizeram desta ação uma grande festa, sendo guiados pelo carro do Sindicato dos Metalúrgicos de Santo André e Mauá. Fechando uma faixa inteira da Avenida Kennedy, o grupo parou em frente ao Corpo de Bombeiros e retornou ao seu ponto inicial, onde o evento continuou com muita animação de volta ao estacionamento do Poliesportivo. A Caminhada foi emocionante do começo ao fim, onde todos os presentes puderam sentir a força feminina e a dor que muitas delas passaram e passam até hoje, seja com a violência ou com o câncer. No encerramento, foi realizado sorteios de inúmeros brindes que agitaram todos no local. A organizadora do evento, Luisa Lucio da Silva, se mostrou satisfeita com o resultado e confirma uma nova caminhada para 2015. “Fiquei muito satisfeita com o resultado da segunda caminhada. O que mais me proporcionou satisfação foram às pessoas da classe ABC, que não são minhas amigas, muito menos políticas, mas abraçaram a causa, sabendo a dificuldade do dia a dia que a população enfrenta para combater esse tema: câncer e violência”, diz Luisa.

32 |


PATROCINADORES E COLABORADORES Restaurante e Pizzaria Lagabbia | Benfica Transportes | Tupperware – Distribuição Alpha | Estação Leopoldina Parrilla | Estrela Brinquedos | Clube Mesc | CPP – Centro do Professorado Paulista | Rei do Abadejo – Praiano Restaurante | Armando Veículos | Restaurante São Judas Tadeu Demarchi | Assorth – Associação de Hotéis, Restaurantes, Turismo e Similares de São Bernardo | Família Scarabelli | Sindicato dos Metalúrgicos Santo André e Mauá | Auto Shopping Global | Everlast – Energy Drink | Ellen Gold | Secretaria de Esporte de São Bernardo do Campo.

A 2ª Caminhada Mulheres Determinadas teve a honra de receber no evento uma equipe de mulheres de Santo André, que vieram participar da caminhada com o objetivo de somar força e ação, além das que vieram de Diadema, do Grupo Mulheres em Movimento, que não conheciam o projeto, mas agregaram valores na causa. A ação também recebeu o apoio da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de São Bernardo, com a presença do presidente Dr. Luís Ricardo Vasques Davanzo, acompanhado de sua esposa Jéssica Davanzo e outras advogadas que também se integraram na ação. O Sindicato dos Metalúrgicos de Santo André também marcou presença na Caminhada, com o apoio da diretora executiva Denise Moreira, mulher guerreira que já tem grande experiência em liderar movimentos deste porte. Com o apoio do Sindicato, o evento foi fortalecido e valores de outras empresas e entidades participantes foram agregados. As mulheres que participaram da primeira e desta segunda Caminhada mostraram ser comprometidas com a sociedade e com a ação, e ajudaram muito a mobilizar mais pessoas que possam caminhar junto em prol da causa no próximo evento em 2015. Por fim, o Grupo Exata de Comunicação lamenta a ausência dos vereadores das sete cidades e das Deputadas Vanessa Damo e da Deputada Ana do Carmo, de São Bernardo do Campo, que se disseram comprometidas com as mulheres, mas não compareceram ao evento, muito menos apoiaram e enviaram os seus assessores. Isso mostra o quanto estão comprometidas com a violência e a saúde feminina. Fica um alerta ao povo para a próxima eleição em 05 de outubro. Quem realmente representa as mulheres do ABC? n

| 33


Moda

Está chegando a estação do charme e da elegância n THIAGO UGLIANO

As passarelas já nos revelaram quais as principais tendências da moda para o inverno 2014, porém, com a chegada do outono as ruas e as vitrines já estão a todo vapor, então é hora de ficar de olho na época mais elegante e charmosa do ano. O mix de tendências que vimos nos principais desfiles da Moda Inverno 2014 já estão no gosto do público, isso porque a variedade de tendências agradam vários estilos de mulheres. Separamos por tópicos os principais itens que você deve ficar de olho e que estarão com tudo neste inverno 2014, por isso, dê uma boa olhada em seu guarda-roupas e veja o que pode ser reaproveitado também neste ano. Neste inverno de 2014 a moda inverno traz o cinza-mescla como uma das principais cores da estação, mas o preto que é um clássico ele e o off-white não perdem espaço neste inverno, mas a estação mais fria do ano traz cores quentes como os tons de vermelho citados na ultima edição da revista Mulher Determinada, e o vinho, que vem para esquentar os dias frios. O verde e azul também dão o ar da graça na estação para colorir a estação cinzenta. Além disso, o dourado e o prateado podem ser usados sem medo, abuse! As calças trazem uma cintura mais alta, o mesmo vale para as saias, já nas barras as calças trazem de volta também a boca de sino muito usadas nos anos 70, e as pantalonas que apresentam um comprimento menor, na altura das canelas. As roupas mais justas e retas chegam forte, como podemos ver nas saias lápis, nos vestidos tubinho e nos tops mais justinhos. Uma grande aposta são as saias godês que remetem às roupas dos anos 60. As estampas animais, ou animal print, prometem não ir embora tão cedo, caíram no gosto da Mulherada, e até mesmo em produções voltadas para o publico masculino podemos ver a tendência chegando forte, além disso, estampas florais também tem um grande destaque. E com certeza, você, Mulher Determinada, já pode ter visto por aí nas ruas lindas peças de couro. Neste inverno o couro vem com força máxima, ele aparece com tratamentos diferenciados e ganha novas texturas, assim como o couro, que também ganha companhia, sendo comum vermos diferentes tecidos combinados com o material na mesma peça. E aí, está preparada para arrasar, e esbanjar elegância na estação mais charmosa do ano? n

34 |

Fotos: Divulgação

redacao@mulherdeterminada.com.br


Esporte

Esperança para 2016 e exemplo de superação n MÁRCIO DONIZETE

Um nome ainda novo no cenário do esporte de alto rendimento paralímpico do Brasil, mas já bastante conhecido nos bastidores. Verônica Silva Hipólito, de 18 anos, acumula currículo de gente grande nas competições de atletismo, entre eles uma medalha de ouro no Campeonato Mundial de Para-Atletismo em Lyon (FRA) em julho de 2013 e vários recordes quebrados. Porém, sua vida passou por sérios problemas nos últimos anos. Quando praticava judô, em 2009, a jovem teve detectado um tumor no cérebro, denominado de adenoma hipofisário, e precisou operar com urgência, tirando-a dos esportes com impacto. “Minha vida mudou radicalmente em um período de uma semana”, conta a para-atleta com exclusividade à Mulher Determinada. Ela procurou alguma modalidade sem contato físico, até que achou no atletismo a oportunidade de crescer. Filiou-se a um clube em Santo André e se destacou, porém, mais uma vez passou por problemas sérios. Um AVC (acidente vascular cerebral) em março de 2011 paralisou parcialmente o lado direito de Verônica e ela se recuperou. O que a adolescente não soube é que sequelas ficariam devido ao problema. Chegou a desistir oficialmente do atletismo, mas sua amiga Nathália Chacon, que a acompanha até hoje, a convidou a voltar para o esporte.

36 |

Márcio Donizete

redacao@mulherdeterminada.com.br

Verônica: “O treinador Daniel Biscola me ensinou a ser humilde e a ter responsabilidade”

“De tanto dela me ‘encher o saco’, vim fazer o teste no Sesi”, brinca. A jovem foi aprovada nos testes da equipe olímpica e entrou para o Centro de Atividades do Sesi (Serviço Social da Indústria) Theobaldo de Nigris, em Santo André. Levou a sério a modalidade e foi convencida a mudar sua condição, passando de atleta convencional (para pessoas sem deficiência) à para-atleta. Desde então quebrou recordes nacionais e ganhou diversas competições no Estado e no Brasil. Mas era pouco para Verônica, que começou a se destacar internacionalmente. Foi campeã sul-americana dos 100m e 200m rasos e no salto em distância, e do Para-Pan de Jovens na mesma modalidade. O auge veio em

2013 na etapa do Campeonato Mundial de Para-Atletismo, em Lyon (FRA), onde foi ouro nos 200m rasos e chegou a ser recordista mundial por um dia nos 100m rasos, com o tempo de 13s19, superado posteriormente. O tumor no cérebro retornou no ano passado, e a jovem toma remédios para controlá-lo. Agora, ela é esperança em 2016 na Olimpíada do Rio de Janeiro e manda um recado. “Não duvidem de mim, porque quando sou desafiada, vou atrás. Foi assim nas provas nacionais e no Mundial, e também na conciliação de estudos e competições”, conclui. Em breve, Verônica, paralelamente ao esporte, cursará Economia na Universidade Federal do ABC. n


50 anos de vida ao basquete andreense MÁRCIO DONIZETE

“Se eu ficar aqui contando minhas histórias, vou ficar a semana inteira falando”. Foi com essa fala em tom de brincadeira que a técnica Laís Elena iniciou a entrevista exclusiva à Mulher Determinada. Nascida em 1943, em Garça, cidade do interior de São Paulo, Laís Elena Aranha da Silva carrega uma bagagem dificilmente vista no mundo esportivo. São exatamente 50 anos de dedicação ao basquete feminino de Santo André, sendo 10 anos em quadra e 40 comandando a equipe andreense como treinadora (se contado time de base e adulto). “Nunca parei para pensar que são 50 anos no basquete. Fiquei sabendo disso porque um jornalista me falou recentemente que cheguei como jogadora no C.A.

Pirelli [antigo time de Santo André na modalidade] em 1964 como jogadora”, conta. A esportista é considerada uma das primeiras na história da modalidade no Brasil, sendo técnica do time adulto feminino de Santo André desde 1983, um número admirável e inédito dentro da profissão de treinadores brasileiros. Mas a carreira na área técnica começou dez anos antes, em 1973. Laís Elena coleciona diversos títulos ao longo de sua carreira como treinadora. Foram mais de 50 competições, entre campeonatos brasileiros, campeonatos paulistas e campeonatos abertos. Mas o que ficou em sua memória como o principal título da treinadora, foi a primeira edição da Liga de Basquete Feminino, em 2011. “Falei para as jogadoras: é o primeiro campeonato da Liga

e temos que colocar o nome de Santo André como primeiro campeão. Então se empenhem e tragam esse título para nós”, destaca. A LBF é nada mais nada menos que o Campeonato Brasileiro de Basquete, formado há 3 anos, com novo nome. Depois de tanto tempo no ramo, Laís tem o objetivo de eternizar sua história para o mundo todo, através do livro dos recordes (Guinness Book), com o maior número de carreira em um único clube. “Entrar no Livro dos Recordes é uma coisa que realmente pode acontecer. Um que poderia me superar é o Hélio Rubens, que ficou bastante tempo no Franca Basquete, mas em 2012 ele saiu e foi para o Uberlândia”, comenta. Hélio Rubens foi jogador do Franca por 24 anos e atuou mais 20 anos como técnico da equipe do interior paulista. n

Laís Elena: “Recebi uma proposta irrecusável do Ourinhos em 2011, mas o amor por Santo André é tão grande que me segurei aqui”

Márcio Donizete

n ANDRESSA TONETTO

| 37


Educação

A força da mulher na luta pela educação n MÁRCIO DONIZETE

“Gostaria de começar minha fala apresentando um número composto por apenas três algarismos, diferente dos que são apresentados aqui (na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte) com tantos algarismos, que é o número do meu salário base: nove, três, zero, ou seja, 930 reais”. Com aplausos na sessão, a então professora Amanda Gurgel iniciou seu discurso, em 10 de maio de 2011, reivindicando a melhoria da educação e valorização dos professores. Na época, o pronunciamento ganhou o Brasil e foi notícia nos principais jornais e mídias do país. A repercussão das declarações de Amanda rendeu a ela ser a vereadora mais votada da história de Natal, no Rio Grande do Norte, e, proporcionalmente, a mais votada das capitais brasileiras nas eleições municipais de 2012: foram 32.819 votos. Em entrevista à Mulher Determinada, mesmo sendo eleita, a parlamentar do PSTU (Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado) não teve a situação atendida pelas esferas de governo. “Da parte do governo, de fato, não houve mudanças. A situação continua uma calamidade. Continua existindo a ideia de que o caos na educação é uma fatalidade, que não pode ser transformado, que é algo normal”, critica. “Com a presidenta Dilma, não chegamos a conversar. Mas fui a Brasília, em abril do ano passado,

38 |

Divulgação

redacao@mulherdeterminada.com.br

Amanda Gurgel: “O salário da categoria continua uma miséria, e os professores tem que pular de escola em escola para multiplicá-lo”

para uma audiência no Ministério da Educação (MEC), com a Assessoria Especial do MEC, para tratar dos problemas da educação pública em Natal”, acrescenta. A classe dos professores ainda é desvalorizada no Brasil. Muito trabalho e pouca compensação financeira. “A situação dos professores é de extrema desvalorização. O Piso Salarial Nacional, de 1.697 reais, e os Planos de Carreiras não são cumpridos em diversos estados e cidades do país. É um absurdo”, afirma. Nas eleições deste ano, Amanda Gurgel ainda não pretende ser candidata a deputada, mesmo com a votação expressiva que teve como vereadora. “Fui eleita a vereadora mais votada da história

de Natal, com 32.819 votos, e isso me deixa muito orgulhosa pela confiança que a população depositou em mim. Fizemos uma avaliação dentro do partido, com a base, com os militantes, e chegamos à conclusão de que é preciso prosseguir com as lutas políticas em Natal”, garantiu. Amanda é militante do PSTU, partido que reivindica melhorias na classe trabalhista do país. Porém, estar no partido não agrada parte do público, que criticou e vaiou a vereadora em manifestações dos professores em 2013. “Não temos medo das manifestações. Somos parte delas. Queremos mudar o país nas ruas, como os milhões que foram aos protestos”, finaliza. n


| 39


Márcio Donizete

Trabalho

Denise junto aos presidentes do Sindicato, entre eles Cícero Martinha (pres. licenciado – de camisa amarela à esq.) e Fofão (pres. atual – de camisa amarela ao centro)

Dia das mães metalúrgicas em Sto. André e Mauá n MÁRCIO DONIZETE redacao@mulherdeterminada.com.br

De olho no último Dia das Mães, comemorado no segundo domingo de maio, o Sindicato dos Metalúrgicos de Santo André e Mauá promoveu uma homenagem especial para as mamães das metalúrgicas, mostrando que elas são exemplos de Mulheres Determinadas. Quem foi organizadora do evento foi a diretora-executiva do Sindicato e coordenadora do Departamento da Mulher, Denise Moreira. “O tema da homenagem é ‘Mãe: a eterna campeã’, já em clima de Copa do Mundo, que está chegando. Queremos mencionar também a mãe como o Brasil por um todo, o país como mãe de todos nós que moramos aqui. Mas além

40 |

de festa e lazer o evento é reflexão, procuramos essa conscientização pelos direitos políticos delas”, diz Denise com exclusividade para a reportagem da revista. O grupo Trovadores Urbanos, que iniciou a festa, fez as cerca de 500 pessoas que comparecerem ao evento se emocionassem com canções voltadas para a mãe. Sorteios de brindes, um baile e um bingo que premiou várias mulheres também animaram a sede do sindicato, no Centro de Santo André. Denise, que é mãe (de três filhos), destaca que essas mães são atuantes dentro da categoria. “Elas comparecem em todas as assembleias, que ocorrem todo segundo sábado do mês aqui na sede, são aproximadamente 300. A maioria das nossas sócias aposentadas e

metalúrgicas são mulheres”, afirma a diretora-executiva, que também faz parte da diretoria da Associação dos Aposentados de Santo André. A maioria que foi ao evento de Dia das Mães era de aposentadas. A iniciativa de Denise foi enaltecida pelo presidente em exercício do Sindicato, José Braz, o Fofão. “Acompanho a Denise no dia a dia, nas portas de fábricas, e ela é batalhadora. Acorda cedo, faz assembleias, sobe no caminhão para discursar e é aplaudida. É um exemplo de mulher brasileira, que arregaça a manga”, exalta. O presidente licenciado Cícero Martinha também compareceu à festividade e falou brevemente do papel da mãe hoje na família, além de comemorar seu aniversário, completado neste mês. n


Turismo

O paraíso é logo ali! Fotos: Divulgação

n THIAGO UGLIANO redacao@mulherdeterminada.com.br

E pra quem pretende fugir do oba-oba da Copa do Mundo, uma bela opção é a pousada Caburioca, no litoral norte de São Paulo,em São Sebastião, na praia de Camburi. Encantadora por sua beleza natural e proximidade da exuberante Mata Atlântica que a rodeia, o local se torna um lugar especial pra esquecer um pouco do corre-corre das grandes cidades. Cercada por belas paisagens, trilhas e cachoeiras encantadoras, a pousada oferece um ótimo serviço e uma acomodação incrível, com suítes ao redor de uma piscina climatizada em torno de 30 graus,fazendo dela uma opção favorável nos dias mais frios, fazendo você ter convicção que a paz e o sossego moram logo ali. O local também oferece serviço de restaurante na piscina, que inclui drinks, sucos, petiscos e porções, que contam com um serviço de praia, oferecendo cadeiras de praia e guarda-sol. Além disso, a pousada tem um diferencial muito interessante: a oca móvel, que é um carrinho de golfe utilizado por até sete pessoas, para o translado até a praia, localizada a 600 metros da Caburioca. É uma van para quem quiser ir conhecer a rua principal de Camburi, considerada uma das melhores nas noites do litoral norte de São Paulo, com restaurantes e bares noturnos muito bem frequentados por gente bonita e descolada. Além disso, a pousada tem um diferencial muito interessante:

Pousada Caburioca é opção para calmaria no período da Copa do Mundo

a oca móvel, que é um carrinho de golfe utilizado por até sete pessoas, para o translado até a praia, localizada a 600 metros da Caburioca. É uma van para quem quiser ir conhecer a rua principal de Camburi, considerada uma das melhores nas noites do litoral norte de São Paulo, com restaurantes e bares noturnos

muito bem frequentados por gente bonita e descolada. Então aí fica uma dica da Revista Mulher Determinada, para você aproveitar com a família ou com o(a) companheiro(a). Se resolver dar um pulo por lá, diga que leu a matéria na nossa revista e ganhe 15% de desconto. n

serviço n POUSADA CABURIOCA - Rua das Rosas, 445, São Sebastião-SP

| 41


Fotos: Wilson Magão/PMSBC

Juventude

Coordenadora de Ações Para a Juventude de São Bernardo, Mariana Perin

Parque da Juventude Citta di Marostica, o maior parque de esportes da América Latina

Cajuv de SBC – diversão e arte para os jovens n Tadeu Alcaide redacao@mulherdeterminada.com.br

Algo tão necessário para a juventude quanto a educação e a saúde é o acesso às atividades culturais, esportivas e de entretenimento, para que possam desenvolver suas habilidades nas mais diferentes áreas, além de socializar com um grupo que tenha os mesmos interesses. Com o objetivo de proporcionar oportunidades para que os jovens do município possam ter uma orientação e estímulo para aprimorar seus talentos, a Coordenadoria de Ações para a Juventude (Cajuv) de São Bernardo vem atuando nesse sentido. Com formação em Rádio e TV e Artes Cênicas, a produtora cultural Mariana Perin atua na área de políticas de Juventude há oito anos e assumiu a pasta do

42 |

Cajuv em 2013. Com ampla experiência em eventos e produções culturais e artísticas, Mariana foi assessora de programação e comunicação da Estação Jovem, em São Caetano, em 2008, onde mais tarde passou a ser coordenadora de Juventude, de 2009 a 2012. Como produtora freelancer, chegou a trabalhar em grandes espetáculos, como a Virada Cultural Paulista, em 2012 e 2013, e o Festival Black na Cena, considerado o melhor festival internacional de 2012 pelo portal Terra. À frente do Cajuv, Mariana tem desenvolvido muitas atividades para os jovens, como oficinas, em 52 modalidades, como Aerografia, Artes Circenses (Aéreo, Clown e Malabares), Bike, Break, Bateria, Canto, Capoeira, Coral, Dança, Dan-

ças, Defesa Pessoal, Desenho, Escalada Esportiva, Fotografia, Graffiti, Música, História em Quadrinhos, Mangá, Moda, Skate, Teatro, e outros. Para participar é necessário ter entre 14 e 29 anos, estar estudando ou com segundo grau completo e ser morador de São Bernardo. Outro importante espaço de lazer, cuja gestão é do Cajuv, é o Parque da Juventude Citta di Marostica, popularmente conhecido como Pista de Skate de São Bernardo do Campo, o maior parque de esportes da América Latina. Desta forma, os jovens de São Bernardo podem praticar suas atividades preferidas, com toda a segurança, ter um convívio social que fortaleça sua auto-estima e proporcione o bem estar. Essa é a missão do Cajuv. n

serviço n Cajuv - Avenida Redenção, 271, Centro – SBC- Tels: 4126-3657 / 4126-3651


Cultura

Livros introduzem crianças no rock e cinema Quem poderia imaginar que astros do rock poderiam dar bons exemplos para a criançada? Pois foi essa inusitada combinação que fez do livro ilustrado “Rock Para Pequenos” um sucesso do mercado editorial, conquistando tanto os pais, quanto os baixinhos. A autora, Laura Macoriello, conta que tudo começou com um blog que ela criou quando sua filha Olívia nasceu, há quatro anos, no qual compartilhava suas experiências como mãe, de maneira bem descontraída. Felipe Gasnier, dono da Edições Ideal, leu o blog, gostou dos textos e a convidou para escrever um livro de rock voltado ao público infantil. Laura já tinha contato com literatura infantil, pois costuma ler histórias para sua filha, teve a ideia de escolher alguns nomes bem co-

nhecidos do rock, que de alguma forma poderiam transmitir mensagens educativas para as crianças, como no caso de Jimi Hendrix, que tocava guitarra com os dentes, deixando como lição a importância de uma boa escovação, para conservar a dentição forte e saudável. As ilustrações mostram roqueiros ilustres, como Elvis Presley, Beatles, David Bowie, entre outros, com contornos de personagens de quadrinhos, nos traços de Lucas Dutra, que também é fã de rock, e soube caracterizar os personagens com bastante riqueza de detalhes. Após o sucesso de“Rock Para Pequenos”, a Edições Ideal apostou novamente na dupla Laura e Lucas para a publicação de um novo título, que apresentasse às crianças, personagens marcantes de filmes e lançou “Cinema Para Pequenos”, com ícones da sétima arte de todos os tempos, como o Senhor Myagi,

Indiana Jones, Harry Potter, Capitão Jack Sparrow e muitos outros. Assim, a editora criou um catálogo infantil, e a coleção “Para Crianças” foi se ampliando, com o lançamento do segundo volume do “Rock Para Pequenos”, em março deste ano. Laura confessa que não imaginava que seus livros tivessem tamanha repercussão. O primeiro volume do “Rock Para Pequenos” já está indo para a terceira tiragem. Sobre a receptividade de seu trabalho junto às crianças, a escritora comenta que nas sessões de autógrafo são os adultos quem mais a procuram. “Na verdade, o assédio parte primeiro dos pais, depois as crianças acabam se interessando.” Quando perguntada se podemos esperar alguma novidade na coleção, Laura revela: “Podem esperar sim, mas ainda não posso falar a respeito, só posso dizer que será tão legal quanto os outros.” n

A escritora Laura Macoriello e seus livros da coleção “Para Pequenos”

Flávio Loco Ferraz

n TADEU ALCAIDE redacao@mulherdeterminada.com.br


ÁRIES 21/03 a 20/04

Touro (23/10 a 21/11)

GÊMEOS 21/05 a 20/06

CÂNCER 21/06 a 21/07

Leão 22/07 a 22/08

VIRGEM 23/08 a 22/09

Libra 23/09 a 22/10

Escorpião 23/10 a 21/11

SAGITÁRIO 22/11 a 21/12

CAPRICÓRNIO 22/12 a 20/01

AQUÁRIO 21/01 a 19/02

PEIXES 20/02 a 20/03

44 |

Quando o desejo é de progresso, tudo pode ser melhorado e vivido com satisfação, mas é importante atentar para um detalhe: a generosidade deve ser cultivada. Olhar para o futuro e determinar o que tem em mente é de poder incontestável, mas saiba que, jamais deve ocultar detalhes importantes de quem está diretamente envolvido no assunto. Quer andar para frente? Excelente opção! No entanto, nada acontece por si só. Seu esforço deve ser na direção do autoconhecimento, com a consciência das ilusões que provocam sua tristeza. Repentinamente o novo surge e com ele a insegurança, mas não se pode voltar para trás, por isso siga avante e procure auxílio de quem tem experiência no assunto. Enfrentamento é a dica! Manter-se estável é tarefa bastante árdua para a maioria de nós, mas é possível. Em momentos difíceis ou no seu dia a dia, faça orações de sua preferência para acalmar a mente. Vitórias podem ser festejadas e por bons motivos, no entanto, saiba que nada é para sempre nesta vida, pois tudo muda e por isso, mantenha reservas que considera importantes. Se o coração apertar um pouco e a tristeza quiser permanecer, não se deixe levar. O melhor é buscar as causas e resolver o que puder agora. Aos poucos tudo passa, mas não jogue nada “debaixo do tapete”. Mágoas quando muito duradouras impedem o crescimento. O ressentimento mantém o passo lento e transforma-se em revolta. É importante não fingir e pelo menos para si, admitir o que precisa mudar. Sonhar com um amor não é ruim, mas benéfico se estimula aproximações. Mas é preciso não depositar no outro todas as necessidades de afeto que se tem. Perceber os limites é importante. Algumas tristezas podem atrapalhar o bom andamento das coisas. É urgente perceber melhor os motivos, pois podem estar fundamentados em ilusões, que necessitam de reavaliação. É hora de voltar-se para si mesmo e refletir sobre tudo aquilo que causa angústia e dúvida. Se o medo estiver de fundo, é melhor tentar dominá-lo e buscar novas soluções para o que se quer. Quando a noite, na hora de dormir o sono não vem e as preocupações tomam conta da cabeça, é melhor não reforçar os sentimentos de incapacidade, mas, pelo contrário, cultivar o valor próprio.

VOCÊ É FIEL? Perfil de infidelidade feminina Há três tipos básicos de mulheres : a infiel sem culpa, a infiel com culpa e a sempre fiel. Mas existem também variações e alternâncias entre um perfil e outro, como esclarece Olga Tessari, psicóloga e autora do livro Dirija Sua Vida sem Medo (Letras Jurídicas). 1) Se descobrisse que seu parceiro a trai, você: a) Daria o troco na mesma moeda, sem pensar duas vezes e sem culpa; b) Pensaria em traí-lo também, mas sabendo que se sentiria mal em seguida; c) Ficaria muito chateada, mas a primeira reação seria colocar tudo em pratos limpos e resolver essa história com ele. 2) Apesar de amá-lo, a relação está passando por um período monótono, com sexo morno e previsível. Para colocar um pouco mais de sabor em sua vida, decide: a) Ligar para aquele seu “amigo colorido” confiável , que costumava contatar na fase de solteirice, ou decide investir em territórios nunca antes explorados e entra num site de relacionamentos; b) Aceita o convite para um café com aquele colega gentil do escritório para desabafar sobre seus problemas e, quem sabe, ver as coisas do ponto de vista masculino; c) Conversa com o amado e tenta, juntos, incrementar a vida sexual com novas ideias e até brinquedos de sexy shop. 3) Uma amiga muito bem casada acaba de lhe contar que se envolveu com outro homem. Sua primeira reação é: a) Querer saber de todos os detalhes, inclusive os mais íntimos sem nenhuma recriminação a ela porque a vida é curta e devemos nos permitir novos prazeres; b) Ouve com atenção e curiosidade sobre os encontros, mas a lembra de suas responsabilidades com o marido e a família; c) Alertá-la sobre os perigos de viver essa relação e colocar a perder não só o marido mas tudo o que conquistaram juntos. 4) Em uma festa, um bonitão se aproxima e diz que estava apenas aguardando o seu parceiro se afastar para lhe dar seu cartão com as palavras: me ligue. Quando o moço vira as costas, você: a) Fica agradavelmente surpresa com a ousadia e telefona para ele no dia seguinte para conhecer melhor esse homem tão impetuoso; b) Assusta-se com a atitude, embora não negue que foi uma bela massagem no ego; c) Fica desconfiada sobre o que ele quer e joga o cartão no primeiro lixo que encontra. 5) Ao sair do cinema, seu parceiro e amigos criticam a postura da personagem feminina do filme que, apesar de ser boa mãe, amada pelo marido e ter um casamento estável, era infiel. Seu comentário foi: a) Os homens fazem isso há anos. Por que as mulheres não podem ter o direito de ter suas aventuras também? ; b) A relação deles parecia boa, mas ela não se sentia tão feliz assim, o marido não lhe dava a atenção necessária; c) Ela não deveria ter tido um caso. Ganhou um sentimento de culpa que poderia ser evitado. 6) O amigo do seu namorado que, aliás, é um gato, se insinua para você quando ele não está por perto. Como reage? a) Gosta do fato de o rapaz não se deter apesar da amizade com seu parceiro e sinaliza que ele pode ir adiante; b) Estranha a situação e se faz de desentendida, mas no fundo se sente envaidecida com o ocorrido; c) Dá um chega para lá no moço e o lembra quem é seu namorado. Maioria de respostas A - Infiel sem culpa Você pode amar seu marido, mas, se sentir alguma monotonia no relacionamento, não teme se aventurar com outro. Ficará alerta quando alguém interessante aparecer ou mesmo irá em busca de quem lhe atraia. Será sempre muito cuidadosa e fará o possível para manter tudo no maior sigilo. Tem uma forma de conduta quase masculina: quer ter prazer, sentir a adrenalina da aventura e do inesperado e momentos divertidos, porém sem muito compromisso. Maioria de respostas B - Infiel com culpas Eventualmente você pode se arriscar a ter uma aventura fora da relação oficial, mas isso sempre virá acompanhado de uma certa dose de tristeza e a sensação de que o marido poderia lhe dar mais e o casamento ser melhor. As desculpas para a existência desses relacionamentos extraconjugais, em geral, passam pela carência afetiva, falta de atenção do parceiro. Ao ter um caso, você procura no homem afinidades, conexão, gostos parecidos e, principalmente, muito carinho. Maioria de respostas C - Fiel ao extremo Você não admite a ideia de infidelidade de jeito nenhum. Para você, tudo pode ser resolvido com uma boa conversa e atitudes reais dos dois parceiros no sentido de manter o relacionamento. Até entende que as amigas procurem em outros homens o que não encontram em seus pares. Mas não as estimula nesse sentido e sempre defende que, se o relacionamento tem problemas, um terceiro elemento trará mais dores de cabeça. Acha que, ao trair o outro, será infiel a você mesma.


Gastronomia

O bom ficou ainda melhor! n THIAGO UGLIANO redacao@mulherdeterminada.com.br

Com 65 anos de tradição, o restaurante São Judas Tadeu não perdeu o jeitinho caseiro de fazer o seu delicioso frango com polenta e nem ficou parado no tempo: inovou e cresceu junto com o corre-corre das grandes cidades. Agora o São Judas Tadeu traz para você o novo membro da família. Com uma estrutura moderna e aconchegante a Família Demarchi traz para São Bernardo a nova loja instalada no São Bernardo Plaza Shopping. A loja esbanja sofisticação e atração ao cliente. A decoração inspirada na linda cidade de Toscana, na Itália, chega a te abraçar e fazer viajar, além de poder se deliciar com os tradicionais e famosos pratos do restaurante. No espaço rola um happy hour de domingo a quinta-feira, com um chopp super gelado e petiscos secretos da família Demarchi. É um bom lugar para reunir os amigos depois de um longo dia de trabalho, ou seja, vale a pena conferir os sabores. O atendimento continua o mesmo de seis décadas, e agora, com a facilidade e o conforto do shopping. n

serviço n RESTAURANTE SÃO JUDAS

TADEU – São Bernardo Plaza Shopping - Avenida Rotary, 624, Ferrazópolis – São Bernardo - Área Gourmet, acesso B - Tel: 4128-3440 www.restaurantesaojudas.com.br

| 45


Dicas de Beleza

Beleza feminina Olá Galera! Esta semana iremos falar a respeito das tendências para o cabelo outono/inverno 2014. Os tons loiros continuarão com tudo nas estações mais frias do ano. Além disso, o comprimento no ombro com fios repicados e bagunçados também estarão super presentes. Para quem vai a uma festa, os rabos de cavalos altos ou baixos, lisos e estruturados, bem como as tranças estarão em alta durante todas as estações. As franjas estão com tudo, todos os tamanhos e de vários jeitos. A técnica ombre-hair em tons de dourados ou terrosos, também vão abalar o outono/ inverno. Nunca esquecendo que a hidratação ou reconstrução capilar e imprescindível em todas as estações. Beijos e boa semana. n

Patrícia Zambaldi é proprietária Salão de Beleza Hayzam - Rua Maria Scopel Takeship, 14 - JD 3 Marias - SBC - 4365-2461/ 2355-3490

UNID OS

PELA MESM A

PA IXÃO 46SHOPPING | METROPOLE | PRAÇA SAMUEL SABATINI, 200 - CENTRO – SÃO BERNARDO DO CAMPO - SP


| 47


48 |

Revista Mulher Determinada - Edição 04  
Revista Mulher Determinada - Edição 04  
Advertisement