Page 1

PUCRS | Projeto de Pesquisa de Mercado Em Publicidade e Propaganda | 2020/2 Prof. Ilton Teitelbaum Lucas Mucke, Marina Gonçalves, Miguel Bilhar, Nicolas Lima, Patryc Pinto e Rita Karasek.


Sumário (3-7)

Introdução da Pesquisa

(8/10)

Síntese Metodológica Geral

(11/25)

Desk Research

(26/50)

Etapa Qualitativa

(51/76)

Etapa Quantitativa

(77/87)

Considerações finais e implicações da Pesquisa

(88) Apêndice


03

Tema Problema

Redes sociais e o consumo de conteúdos entre jovens, de 16 a 34 anos, que residem em Porto Alegre e região metropolitana, durante o isolamento social da Pandemia de 2020.

O isolamento social, decorrente da pandemia de 2020, influenciou diferentes hábitos de consumo de jovens, de 16 a 34 anos, moradores de Porto Alegre e região metropolitana?


04

Justificativa Os jovens estão em ascendência no consumo de conteúdos, sejam eles on-line ou off-line e durante a Pandemia esses hábitos de consumo mostraram uma crescente. Outros meios de comunicação cresceram, mostrando a curiosidade dos jovens em ter experiências diferentes. Porém demonstram que sentem falta do mundo off-line, como por exemplo irem ao cinema. Por serem mais flexíveis a alterações os jovens se tornam um objeto de estudo com diferentes possibilidades.

Enfoque

Relação de consumo de conteúdo entre os jovens, de 16 a 34 anos, que residem em Porto Alegre e região metropolitana.


05

Objetivo Geral Investigar como está sendo a relação de consumo de conteúdos pelos jovens, de 16 a 34 anos, moradores de Porto Alegre e região metropolitana, durante o isolamento social decorrente da Pandemia de 2020.


Objetivos Específicos Analisar como o jovem* se comporta no dia a dia e avaliar como o isolamento social influenciou na rotina do público-alvo. Identificar se os novos hábitos concomitam com aumento ou diminuição de consumo de conteúdo. Identificar os tipos de conteúdo que mais são acessados e identificar quais plataformas/redes sociais têm uso mais recorrente. Identificar como o público-alvo busca informação, através de online ou offline. Analisar o que o jovem pensa sobre o que se produz de conteúdo hoje. Verificar como as pessoas imaginam se relacionar com conteúdos no futuro. *De 16 a 34 anos, moradores de Porto Alegre e região metropolitana.

06


Objetivos utilizados Identificar os tipos de conteúdo que mais são acessados e identificar quais plataformas/redes sociais têm uso mais recorrente.

Identificar se os novos hábitos concomitam com aumento ou diminuição de consumo de conteúdo.

Verificar como as pessoas imaginam se relacionar com conteúdos no futuro.

07


08

Síntese Metodológica


Fluxo de trabalho

09

Etapa 1: Qualitativa

Entrevistas em Profundidade com 4 especialistas Entrevistas em Profundidade com 6 pessoas

Etapa 2: Quantitativa 1 questionário de preenchimento online Amostra: 200 respondentes Público: 16-34 anos / homens e mulheres

Etapa 3: Análise e comunicação dos resultados

Diagnóstico e apresentação.


Análise e comunicação dos resultados Data da entrega do Relatório Qualitativo: 16 de outubro de 2020. Resultados da pesquisa realizada com 4 especialistas.

Data da entrega do Relatório Quantitativo: 27 de novembro de 2020. Resultados da pesquisa realizada com 200 respondentes via formulário online.

Data da entrega do Relatório Final: 11 de dezembro de 2020. Resultados das pesquisas qualitativa e quantitativa com as considerações do grupo.

Data da apresentação em Banca: 14 de dezembro de 2020. Relatório completo para a apresentação.

10


11

Desk Research


Pandemia de 2020

12

O Coronavírus, em 2019, se espalhou mundialmente e afetou a saúde de toda a população mundial. No Brasil oficialmente afetou em março de 2020. De uma hora para outra devem ficar em isolamento social para impedir a transmissão deste vírus, ainda sem vacina. Inicialmente somente os supermercados, restaurantes e hospitais estavam abertos, uma mudança drástica no cotidiano. As pessoas precisaram procurar ainda mais por conteúdo para passar os seus dias, em casa e isolados, de forma mais agradável.


13

A Era dos Conteúdos O cenário da publicidade com o passar das décadas se tornou muito competitivo. Fazer o público descobrir produtos em comerciais já não é mais suficiente. É necessário fidelizar o cliente e não só adquirir novos. Essa é a era do relacionamento, traduzida nos conteúdos que as empresas produzem e compartilham no seu espaço digital. As eras do marketing:

Pré Revolução Industrial

1860 - 1920

1920 - 1940

1940 - 1960

1960 - 1990

1990 - 2010

2010 - Presente

Fonte: Site Rock Content, 2017, acessado em 10/09/2020.


14

A Era dos Conteúdos A origem do Content Sapiens:

O que se vê em comum nesta imagem é o conteúdo. Cada época tinha a sua limitação e transformações foram tornando o conteúdo uma ferramenta indispensável. Fonte: Site Rock Content, 2017, acessado em 10/09/2020.


Consumo de Conteúdo Falta de concentração + Ansiedade Diminuição da leitura como entretenimento

Busca por vídeos e séries.

A sensação constante de FOMO (Fear of missing out / medo de perder algo) é constante na população, em relação às notícias sobre o Coronavírus. Fonte: Site TAB/UOL, 2020, acessado em 10/09/2020.

15


Consumo de Conteúdo

16

Presença dos jovens na web

2003 35%

2013 85%

+50%

Descobrem novos conteúdos através:

Em 2015...

15 horas

era o tempo gasto semanal com conteúdo

Fonte: Site Mundo do Marketing, 2015, acessado em 02/09/2020.

33%

comerciais

18%

23%

família e amigos

redes sociais


Relação com Smartphones Em 2009... 1/3

dos jovens preferem conversar digitalmente pelo celular do que pessoalmente

...11 anos depois, se repete

2012: 40% dos jovens tem seu próprio smartphone 2019: 90% dos jovens tem seu próprio smartphone Fonte: Portal G1, 2019, acessado em 10/09/2020.

17


Consumo de Lives

18

Em 2020... Com o surgimento do isolamento social muitas marcas e artistas, de todos os ramos, realizaram lives em suas redes sociais, principalmente no Youtube e no Instagram. Além de entretenimento e visibilidade, as lives tem o objetivo de arrecadar doações para os mais desfavorecidos com a crise.

+ 4.900% desde março

as buscas por conteúdo ao vivo

Fonte: Site Exame, 2020, acessado em 02/09/2020.

R$ 17,6 milhões

em doações vindas das lives

+ de 120 shows


Consumo de Games Em 2015...

19 horas era o consumo dos semanais adolescentes 45% da receita dos games em 2019 vem do mobile

Tablets 19.9%

Fonte: Pesquisa App Annie, 2020, acessado em 04/09/2020. Fonte: Pesquisa Gamingscan, 2019, acessado em 08/09/2020.

19

Desde março de 2020... + 20,8% acessos à sites de games + 30% download de games no celular 45% da receita 35% da receita

Smartphones 80.1%

Google Play Store App Store (Apple)

Fonte: Site Tecnoblog, 2015, acessado em 11/09/2020. Fonte: Site CBN, 2020, acessado em 02/09/2020. Fonte: Site Comscore, 2020, acessado em 02/09/2020.


Consumo de Games Em 2019... 1º lugar no mercado de games

20

Desde março de 2020... + 5 Bilhões de horas de conteúdo assistidas

2º lugar no mercado de games Fonte: Pesquisa App Annie, 2020, acessado em 04/09/2020.

Jovens preferem

Stream de games. Fonte: Pesquisa Streamlabs, 2020, acessado em 10/09/2020.


Consumo de Notíciais Em 2020... + 42,6% acessos à sites de informações desde março

Porém...

Consomem de forma mais superficial, não tendem a se aprofundar no assunto e tendem a não pagar por receber essas informações.

Quando a notícia interessa procuram-na diferentes meios, na tv e na tela do celular, buscando diferentes visões e opiniões.

Fonte: Site Comscore, 2020, acessado em 02/09/2020.

21


Consumo de Vídeos Dados do Youtube: 2014: 2017: 2018: 2019:

Brasil como 2º maior consumidor diário 95% população online brasileira o acessava = diminuição de tempo na TV 19 horas de consumo por semana no site as pessoas procuram no Youtube o que não encontram na TV

Fonte: Site Exame, 2020, acessado em 02/09/2020.

22


Consumo de Streaming

23

+33% uso da televisão para consumir streaming.

+ 15,8 Mi

+ 190% de acessos

+27%

Parceria com a Rede Globo com exibições de comerciais na emissora, algo inédito na história.

de novos usuários

de receita

Fonte: Site Olhar Digital, 2020, acessado em 05/09/2020.

+ 32%

de acessos por conta da inserção de séries populares como Killing Eve

Criação de séries com conteúdo sobre a pandemia realizados durante o isolamento social


Redes Sociais

24

Em 2010...

22% do tempo gasto na web é com redes sociais O Brasil era o 5º país que mais acessava as redes sociais Fonte: Instituto de pesquisas Nielsen, 2010, acessado em 05/09/2020. Fonte: G1, 2010, acessado em 06/09/2020.

Em 2020...

O Brasil passou para a 2ª posição 3h34min do tempo gasto diariamente é nas redes sociais Fonte: Portal Terra, acessado em 08/09/2020. Fonte: Hootsuite, acessado em 06/09/2020.


O futuro do conteúdo

25

Consumo de conteúdo concentrado em apenas um “super”-aplicativo, o SuperApp. A tendência de consumo é concentrar muito mais no e-commerce do que nas idas às lojas e shoppings. E destaque também para o freio desse consumo excessivo.

63% vão visitar menos a loja física

60% consideram que os gastos com itens supérfluos do dia a dia – como moda e cosméticos – vão ficar em segundo plano. livestreaming: influenciadores digitais utilizam sua gama de seguidores para realizar ofertas de produtos em tempo real na internet ja é tendência na China. Fonte: Portal Tecmundo, acessado em 18/09/2020. Fonte: Portal Veja, acessado em 16/09/2020.


26

Etapa Qualitativa


27

Síntese Metodológica Etapa Qualitativa


Técnicas 6 entrevistas em profundidade de modo online: Richard, 23 anos, Professor Luciana, 22 anos, Estudante Gustavo, 22 anos, Engenheiro Monica, 25 anos, Desenvolvedora de software Daniel, 22 anos, Contador Natalia, 25 anos, Auxiliar Administrativa

28

4 entrevistas em profundidade com especialistas de modo online, são eles: Allan Carvalho, 25 anos, Streamer Henrique Lempke, 21 anos, Jogador Profissional de FIFA Braian Rizzo, 30 anos, Podcaster Michele Nascimento, 26 anos, Jornalista e Redatora


29

Distribuição Usuários da Web

MULHER

HOMEM

3

3

Youtuber

1 1

Gamer

1

Streamer

Jornalista TOTAL

1 10 respondentes

Período da coleta de dados: 28 de setembro a 13 de outubro de 2020.


30

Resultados


31

Resultados Comportamento de Consumo


Relação com a Internet

32

O que procuram:

ESTUDAR PREPARAR AULAS

SOCIALIZAÇÃO

LAZER

FILMES

REDES SOCIAIS PESQUISA

SÉRIES

PASSATEMPO INFORMAÇÃO

COMUNICAÇÃO


Relação com a Internet

33

O que procuram:

"De tudo um pouco: desde inspiração até oportunidades de emprego." Michele, Jornalista

"Conteúdo curto (resumido) como clipes, gravações pequenas e normalmente coisas que as pessoas não tem como fazer em casa/não sabem fazer." Henrique, Jogador Profissional de FIFA


Influência dos conteúdos

34

Consumidos rigorosamente: jogos, música, notícias, previsão do tempo e redes sociais. Acreditam que as redes sociais e a internet como todo influenciam diariamente seus usuários. Gênero mais influenciável, segundo os especialistas entrevistados: Michele (jornalista) Henrique (FIFA) e Allan (jornalista)

"Através de alguns conteúdos sou influenciada a consumir determinados produtos/serviços" Luciana, 22 anos, estudante


Interatividade entre consumidor e produtor de conteúdo

35

Os jovens entrevistados não costumam interagir com os produtores de conteúdo. Porém acreditam ser um diferencial que os produtores interajam com o público. Já a jornalista Michele percebe o contrário de seu público:

"Como sou redatora de conteúdo, sim, as vezes vejo retornos bem legais vindo dos consumidores."


36

Resultados Consumo de conteúdo na Pandemia 2020


Consumo de conteúdo na Pandemia

37

Mudanças no consumo de conteúdo a partir da Pandemia de 2020: aumentou consideravelmente, e além das finalidades anteriores agora acessam a internet para ver a família, já que no isolamento social não é possível encontrá-los pessoalmente.

"Passaram a consumir bem mais, e a comprar mais também." Michele, 26 anos, jornalista

"O público aumentou bastante e a interação também." Allan, 25 anos, streamer


Consumo de conteúdo na Pandemia

38

O consumo de conteúdo ajuda a lidar com as incertezas e instabilidades da Pandemia. Mas não deixam esse consumo de conteúdo ser a prioridade na rotina em casa, apesar de terem importância efetiva em suas vidas.

Novos conteúdos vistos após o início da Pandemia:

Mercado financeiro, linguagem de programação, pintura, adestramento de cães e aulas de idiomas.


Interatividade entre consumidor e produtor de conteúdo na Pandemia "Sim, mas este retorno tem sido positivo e também negativo, por conta de vendas por e-commerce (que também aumentaram gradativamente)." Michele, 26 anos, jornalista

"Nas redes sociais sim, visualização de stories especialmente."

39

Braian, 30 anos, podcaster


Interatividade entre produtor de conteúdo e seu público na Pandemia

40

Os conteúdos dos especialistas agora são direcionados para a realidade mundial de isolamento social:

"No início, quando se defendia a permanencia em casa, sempre frizamos o estilo e conforto para curtir dentro do lar. Hoje, com a flexibilização, seguimos com a mesma premissa, mas com maior leveza." Michele, 26 anos, jornalista

"Um pouco, é inevitável, mas prefiro que meu conteúdo seja um refúgio dos problemas do dia a dia." Braian, 30 anos, podcaster


Mudanças na comunicação entre produtor e consumidor de conteúdo na Pandemia Os conteúdos dos especialistas agora são direcionados para a realidade mundial de isolamento social pelo fato de a conscientização do atual momento ser tão importante.

"Trocamos totalmente o ritmo, principalmente quando lidamos com dia a dia e lifestyle de pessoas que estavam sempre na rua. Trabalhamos com um público que trabalha de segunda à sexta, presencialmente. Com a pandemia, eles se adaptaram e nós tivemos de nos adaptar junto." Michele, 26 anos, jornalista

41


Relação entre o conteúdo e a saúde mental na Pandemia

42

Quanto às notícias sobre o Coronavírus, os entrevistados estão divididos. Uns preferem alienar-se para lidar bem com a saúde mental e outros desejam manter-se sempre informados para ver os progressos da vacina.

E a saúde mental foi afetada:

"Pois eu mesma, que consumo estes conteúdos, vejo que pude desenvolver novos gostos e vontades através de tutoriais da internet. Foi uma nova maneira de se redescobrir, com certeza."

Michele, 26 anos, jornalista

"Acredito que sim, faz muita falta sair de casa e socializar, muitos não respeitam a quarentena por causa disso."

Richard, 23 anos, professor


Relação entre o conteúdo e a saúde mental na Pandemia Saúde mental na Pandemia:

"Creio que sim, afasta um pouco as pessoas dos problemas diários." Henrique, 21 anos, jogador FIFA

43

"Pelo feedback que temos, muitas pessoas buscam companhia e interação nas Lives. Muitas são sozinhas ou até sofrem de depressão."

Allan, 25 anos, jornalista

Os conteúdos possibilitam uma realidade diferente e de esperança.


44

Resultados Perspectivas no consumo de conteúdo pósPandemia


O consumo de conteúdo pós-Pandemia

45

Sobre os hábitos de consumo pós Pandemia, a tendência é de crescimento. "Durante o primeiro periodo acredito que haverá um grande boom de consumo de todo tipo."

" Trabalharemos pra isso também: estar onde as pessoas estão."

Michele, 26 anos, jornalista

Monica, 25 anos, desenv. de Software

Um conteúdo que é tendência contínua é sobre os E-sports, os esportes virtuais. As pessoas, durante a Pandemia, jogam mais e estão mais atentos a esse meio.


A qualidade do conteúdo pós-Pandemia Por ser algo incerto, as opiniões se dividem. Afinal, pela tendência de crescimento em produtores de conteúdos, eles perderão a qualidade, buscando somente o like? Para a Jornalista Michele: "Talvez sim! Mas não deixará de ser algo realmente influente no mundo das divulgações. O público saberá filtrar conteúdos de qualidade." Michele, 26 anos, jornalista

46


A relação do conteúdo com as marcas pós-Pandemia O marketing de conteúdo já é uma realidade brasileira, porém tende a fortalecer-se após o término da Pandemia.

Com a presença constante de produtores de conteúdo em publicidades para grandes marcas, o conteúdo e a preocupação com o redor do mundo serão um requisito para as pessoas consumirem/comprarem uma marca e seu ideal.

47


A relação de dependência do conteúdo pósPandemia A dependência das pessoas pelo consumo de conteúdo continuará após o encerramento do isolamento social?

48

"Sim! Por experiência própria, sei que o consumo tem se tornado parte do dia a dia das pessoas, que estão cada vez mais trabalhando com internet." Michele, 26 anos, jornalista


A idealização da realidade do consumo de conteúdo pós-Pandemia "Poderia diminuir, aproveitar mais a vida ao ar livre." Natalia, 25 anos, aux. administrativo

"A mesma! Que nos sentíssemos próximos como já dizem que se sentem. (Tanto no meu conteúdo pessoal, quanto no profissional)" Michele, 26 anos, jornalista

49

"Saudável, menos tv e video game e mais caminhadas ao ar livre." Monica, 25 anos, des. software

"Boa lembrança que estivemos firmes durante o isolamento."

Braian, 30 anos, podcaster


Desafios na produção de conteúdo pósPandemia "Ainda mais trabalhosa. Conquistar um público que tem exigido cada vez mais detalhes, requer muito mais trabalho e profissionalismo." Michele, 26, jornalista

"Deverá existir mais investimento nessa área e nas ferramentas de trabalho." Allan, 25 anos, streamer

50


51

Etapa Quantitativa


52

Síntese Metodológica Etapa Quantitativa


Técnica Coleta por auto-preenchimento através de um questionário online. Questionário com 32 perguntas e 9 etapas, englobando perguntas sobre o consumo de conteúdo antes, durante e depois da Pandemia de 2020. Para a realização do questionário foi utilizado o Google Forms. O questionário teve 263 respostas, destas, 200 respostas válidas.

Período de coleta: 03 a 18 de novembro de 2020.

53


54

Resultados


55

Resultados Com quem falamos


Caracterização da amostra: gênero

56

Não Binário 2.5%

Homens 46.5%

TOTAL: 200 respondentes

Mulheres 51%

34

(16 a 20 anos)

16

49

(21 a 25 anos)

62 (21 a 25 anos)

10

(26 a 34 anos)

24 (26 a 34 anos)

93 homens

(16 a 20 anos)

102 mulheres

3

(16 a 20 anos)

2

(21 a 25 anos)

5 não binários


Caracterização da amostra: localidade e ocupação Região Metropolitana 35,00%

Só Só trabalha trabalha 18,00% 18%

Porto Alegre 65,00%

TOTAL: 200 respondentes

57

Só estuda 24.5%

Trabalha e estuda 55.5%


Caracterização da amostra: renda e com quem vive Sozinhx Sozinhx 8.5% 8,50%

Abstenção Abstenção 13.5% 13,50%

Namoradx 17,00% 17%

AtéR$ R$800,00 800,00 Até 14% 14,00%

Parentes Parentes 71,00% 71%

TOTAL: 200 respondentes

58

De R$ 801,00 a R$ 1.200,00 De R$ 800,00 14.5% a R$ 1.200,00 14,50%

+ de R$ 1.200,00

+ de R$ 1.200,00 58,00% 58%


59

Resultados Comportamento de consumo


60

Relação com a Internet 71% dos entrevistados consideram-se heavy user (usuários superativos) na internet.

28,50 28.5%%

71,50 % {200 respondentes | questão simples}

71.5%


Relação com a Internet Tempo de internet por dia: 19,50 %

De 1 a 4 horas Mais de 4 a 8 horas

42,00 % 26,50 %

Mais de 8 a 12 horas Mais de 12 horas

12,00 %

{200 respondentes | questão simples}

61

A maioria passa entre 4 e 12 horas por dia na internet, 68,50 %. Uma parcela mínima, mas a ser observada, passa mais da metade do dia online.


62

Relação com a Internet Manhã Manhã 7.5% 7,50%

Essas horas conectados geralmente são no turno da noite para 79% dos entrevistados.

{200 respondentes | questão simples}

Tarde Tarde 13.5% 13,50%

Noite Noite 79,00% 79%


Consumo de conteúdo

63

Conteúdos mais consumidos entre os entrevistados: 75,50 %

Séries Música

69,50 % 48,50 %

Vídeos Filmes

42,00 %

Jogos

42,00 % 19,00 %

Podcast Reality Show Do it yourself

As séries, música e os vídeos são a maior preferência de conteúdos para os entrevistados. A moda do Do it yourself ainda não é uma tendência para eles.

5,00 % 2,50 %

{200 respondentes | questão múltipla}


Interatividade entre consumidor e produtor de conteúdo

64

NãoNão importante importante 6.5% 6,50%

Mais de 90% dos entrevistados acreditam que é importante a relação de um produtor de conteúdo com o seu público, um diferencial no sucesso do canal... ...Porém, a diferença entre os que interagem e os que não interagem com produtores de conteúdo é mínima, apenas 7% .

Importante Importante 93,50% 93.5%

Não interage Não interage 46,50% 46.5%

{200 respondentes | questão simples}

Interage Interage 53,5% 53.5%


65

Resultados Consumo de conteúdo na Pandemia 2020


Consumo de conteúdo na Pandemia Mudanças no consumo de conteúdo a partir da Pandemia de 2020: segundo 37,33% dos respondentes houve alteração no consumo de conteúdo após o início da Pandemia de 2020 e 51% afirmam que as finalidades de acessar a internet foram alteradas.

Não Houve alteração 49,00% Item 2 49%

Item 1 51%

Houve alteração 51,00%

66


Consumo de conteúdo na Pandemia Mudanças no consumo de conteúdo a partir da Pandemia de 2020:

41,14% dos entrevistados afirmam que o consumo de conteúdo ajuda a conviver com as incertezas da Pandemia.

67


Consumo de conteúdo na Pandemia

68

Mudanças no consumo de conteúdo a partir da Pandemia de 2020: Vídeos rápidos

44,50 %

Redes Sociais

44,00 % 42,00 %

Notícias

34,00 %

Podcast

31,50 %

Jogos

29,00 %

Música Do it yourself A volta da TV na rotina

Os vídeos rápidos, as redes sociais e as notícias são a maior preferência de conteúdos nessa Pandemia. O retorno da televisão na rotina de isolamento é algo a ser destacado em uma era de streamings.

18,00 % 13,00 %

{200 respondentes | questão múltipla}


Alterações na rotina na Pandemia que a sua rotina foi alterada 33,68% dos entrevistados consideram pelo consumo de determinado conteúdo

39,00% 39%

61%

61,00%

A Pandemia trouxe mudanças na rotina das pessoas, o consumo de conteúdo aumentou. Além desse aumento, 61% dos entrevistados afirmam que iniciaram uma atividade nesse período de isolamento.

69


Alterações na rotina na Pandemia Essas atividades são: A prática de exercícios, os cuidados com a alimentação e com a pele destacam-se nessa Pandemia.

34,50 %

Exercícios

22,50 % 22,50 %

Cuidados com a pele Cuidados com a alimentação

20,50 %

Leituras de livros

18,00 %

Reformas na casa Estudo de algum idioma Aperfeiçoar conhecimentos de culinária

{125 respondentes | questão múltipla}

70

16,50 % 10,50 %


Relação entre o conteúdo e a saúde mental na Pandemia Não afetou-se Item 2 10,00% 10%

Sobre a saúde mental dos entrevistados, 90% destes afirma que afetou-se nessa Pandemia.

Item 1 Afetou-se 90%

90,00%

71


72

Resultados Perspectivas no consumo de conteúdo pósPandemia


O consumo do conteúdo pós-Pandemia

73

Os conteúdos que os entrevistados gostariam que crescessem os hábitos de consumo pósPandemia: 50,00 %

Séries Filmes

44,00 % 35,50 %

Vídeos

33,00 %

Música

28,50 %

Podcast

25,50 %

Redes Sociais Do it yourself Reality Show

As séries, filmes e vídeos são os conteúdos que os entrevistados mais desejam um aumento no mercado pós-Pandemia. Vê-se que os reality shows não são mais tão populares quanto antigamente.

18,50 % 13,00 %

{200 respondentes | questão múltipla}


O consumo e a qualidade do conteúdo pós-Pandemia

74

Sobre os hábitos de consumo pós Pandemia, segundo os respondentes, a tendência é de crescimento.

88%

57,50% acreditam que as pessoas tendem a consumir cada vez mais após o encerramento da Pandemia.

51,00% acreditam que os conteúdos tendem a aumentar ainda mais a sua qualidade de produção.

{200 respondentes | questão múltipla}


A relação do conteúdo com as marcas pós-Pandemia

75

Pouco Pouco menos menos 3,00% 3%

O marketing de conteúdo já é uma realidade brasileira. 67% acreditam que as marcas investirão muito mais em produção de conteúdo nesse futuro pós-Pandemia.

{200 respondentes | questão simples}

Pouco mais Pouco mais 30% 30,00%

Muito mais Muito mais 67,00% 67%


A idealização da realidade do consumo de conteúdo pós-Pandemia 28,50 28.5%%

36,50 36.5%%

71,50 % 71.5%

71,50 % consideram-se heavy users...

{200 respondentes | questão simples}

76

63,50 %

63.5%

... e, ao mesmo tempo, 63,50 % gostaria de consumir conteúdo com menor frequência pósPandemia.


77

Considerações Finais e Implicações


78

Considerações Finais Comportamento de consumo


Considerações O comportamento de consumo de conteúdo em geral se baseia em usuários ativos na internet, conforme visto na pesquisa qualitativa. Nesta pesquisa esse dado é comprovado quando 71% dos entrevistados consideram-se heavy users na internet. Passam geralmente de 4 a 8 horas do seu dia conectados na internet e preferem o turno da noite para consumir conteúdo. Os conteúdos mais tradicionais como os filmes, as séries e os vídeos são os preferidos.

79


80

Considerações Finais Consumo de conteúdo na Pandemia 2020


Considerações O isolamento social da Pandemia deste ano faz com que os entrevistados permaneçam mais em casa, e portanto, mais tempo do seu dia consumindo conteúdos na internet. Houve um aumento considerável no consumo de conteúdo e também nas finalidades de uso da internet. Agora utilizam a internet também para ficar atualizado sobre as notícias, principalmente por causa da Pandemia e a espera pela vacina.

Além das mudanças quanto ao uso da internet, outro dado interessante é que as pessoas agora estão realizando atividades que gostariam de ter iniciado antes do período de isolamento. As que se destacam são os cuidados com a pele, a alimentação e a prática de exercício. Os conteúdos são relevantes também para conviver com as incertezas dessa Pandemia e ajuda a preservar a saúde mental.

81


82

Considerações Finais Perspectivas no consumo de conteúdo pósPandemia


Considerações As perspectivas do universo de consumo e produção de conteúdo são de um aumento constante. Haverá cada vez mais pessoas consumindo diversos tipos de conteúdo, como também um leque de produtores de conteúdo. Porém o público tende a ficar cada vez mais crítico e seletivo.

Em contrapartida, o ponto mais importante visto nesta pesquisa é a controversia de: ao mesmo 71% dos entrevistados consideram-se heavy users, 63,5% gostariam de consumir menos conteúdo após o encerramento da Pandemia.

83


84

Implicações


85

Implicações Consumo de conteúdo: 75,50 %

Vídeos rápidos

44,50 %

Música

69,50 %

Redes Sociais

44,00 %

Vídeos

48,50 %

Notícias

42,00 %

Filmes e Jogos Podcast

42,00 %

Podcast

34,00 %

Jogos

31,50 %

Séries

Reality Show

19,00 % 5,00 %

Do it yourself

2,50 %

antes da Pandemia

Séries Filmes

50,00 % 44,00 %

Vídeos Música

35,50 %

Podcast

28,50 %

33,00 %

Música

29,00 %

Redes Sociais

25,50 %

Do it yourself

18,00 %

Do it yourself

18,50 %

A volta da TV na rotina

13,00 %

Reality Show

13,00 %

durante a Pandemia

pós-Pandemia


Implicações Séries

75,50 %

Música

69,50 %

Vídeos

48,50 %

Filmes e Jogos Podcast

42,00 %

Reality Show

19,00 % 5,00 %

Do it yourself

2,50 %

antes da Pandemia

86 O consumo de vídeos é o grande destaque da pesquisa. Ele cresceu 4% entre os conteúdos e se mantém entre os mais assistidos nas 3 fases.

Vídeos rápidos

44,50 %

Redes Sociais

44,00 %

Notícias

42,00 %

Podcast

34,00 %

Jogos

31,50 %

Séries Filmes

50,00 % 44,00 %

Vídeos Música

35,50 %

Podcast

28,50 %

33,00 %

Música

29,00 %

Redes Sociais

25,50 %

Do it yourself

18,00 %

Do it yourself

18,50 %

A volta da TV na rotina

13,00 %

Reality Show

13,00 %

durante a Pandemia

pós-Pandemia


Implicações Uma grande surpresa nos resultados dessa pesquisa é que mais de 60% dos respondentes deseja consumir menos conteúdo. Jovens de 16 a 34 anos. É a geração que mais deveria consumir a internet, é uma grande controvérsia. Associamos essa forte opinião à saúde mental desses jovens. Os produtores de conteúdo, bem como as marcas que os contratam, devem pensar estratégicamente no conteúdo que oferecem aos seu público. As pessoas estão cada vez mais seletivas.

87


Apêndice

Roteiro da Etapa Qualitativa

88

Roteiro da Etapa Quantitativa

Questionário da Etapa Quantitativa


Porto Alegre, 2020.

Obrigadx! Lucas Mucke, Marina Gonçalves, Miguel Bilhar, Nicolas Lima, Patryc Pinto e Rita Karasek

Profile for iltontei_pucrs

Consumo de Conteudo_Relatorio_2020-2  

Relatório da pesquisa sobre Consumo de Conteúdo realizada em 2020-2.

Consumo de Conteudo_Relatorio_2020-2  

Relatório da pesquisa sobre Consumo de Conteúdo realizada em 2020-2.

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded