Page 1

Revisão do documento está esquecida

Plano Diretor

Pág.10

Tiago Tito lança projeto Estúdio Livre

Incentivo Musical

Pág.08

Espaço de eventos para 5 mil pessoas

Arena ACE de Cultura

Pág.04

Dispositivo para bueiros evita pragas

Válvula MOYNES

Mesmo diante de um cenário de crise nacional, Copa do Mundo reacende em nova-limenses a vontade de ver o país com a vitória seja na política, economia ou no futebol

Pág.06

Produção de pijamas para Lar dos Idosos

Vovô Quentinho

Pág.18


A Banqueta

Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 15 a 21 de junho de 2018

Oportunidades de emprego

Sejamos patriotas!

Quatro anos já se passaram desde a realização da Copa do Mundo nas terras brasileiras. Parece que o trauma do vergonhoso 7 a 1 contra a Alemanha ainda não passou, pois o espírito esportivo para o Mundial, deste ano, demorou um pouco para chegar. Além disso, a paixão nacional perdeu lugar para os inúmeros problemas sociais, econômicos e políticos vivenciados, diariamente, no país. Foi-se o tempo em que a camisa verde e amarela se esgotava nas lojas, as meninas pintavam as unhas com as cores da bandeira do Brasil e os meninos copiavam o corte de cabelo do camisa 10 do time. Ser brasileiro “com muito orgulho e muito amor” ficou naqueles tempos remotos, já que, hoje em dia, a população não tem muito o que comemorar.

Mesmo diante de um governo com mais de de desaprovação, diversos 80% escândalos de corrupção, classes trabalhadoras em greve, queda na economia e mais de 13 milhões de desempregados, a vontade de torcer pela Seleção , no próximo domingo, é grande. Mas, demonstrar o eterno patriotismo no futebol em meio ao caos político e econômico parece ser crime hoje em dia. Julgamento justificável, pois a famosa “Política do Pão e Circo” sempre permitiu que os torcedores do Brasil permanecessem sentados em frente à TV enquanto seus representantes violavam os direitos de todos os “amigos” telespectadores. No entanto, não existe uma regra que impeça os cidadãos de torcerem pela seleção ao mesmo tempo em que lutam pelo país. O que está em falta, na verdade, é discernimento para separar o joio do trigo e força de vontade para mudar o que precisa ser mudado. O que se espera dos brasileiros nessa Copa do Mundo é que a energia gasta para torcer pelo Brasil seja a mesma para buscar melhorias para as mazelas do povo. A atenção dada às partidas seja a mesma dada às reuniões no Congresso Nacional. A análise dos candidatos nas próximas eleições seja tão detalhada quanto é nos lances dos jogos. E que o patriotismo brasileiro ultrapasse as barreiras dos campos e chegue também em todas as esferas sociais.

A frente fria que chega a MG causará uma queda da temperatura no final de semana. Mín: 15 Máx: 25

Nublado com possibilidade de chuviscos.

Mín: 14 Máx: 24

Nublado com possibilidade de chuviscos.

Ruibran dos Reis

Mín: 13 Máx: 24

Nublado sem chuvas

Diretor da Regional da Climatempo Minas Jornal A Banqueta de Notícias - 429ª Edição

Analista de crédito (Nova Lima). Vaga exclusiva para mulheres, entre 18 e 29 anos, com fácil acesso ao Centro da cidade. Currículo: r h @ p e r f e c t a b r a s i l . c o m . b r. Informações: 3694-3349. Restaurante do Fu seleciona cozinheira com experiência. Informações: 3541-9897 ou 985012271. Hospital Vila da Serra seleciona 20 Técnicos de Enfermagem. Sem exigência de experiência. Necessário disponibilidade para trabalho no bloco obstétrico e na unidade de internação. Horário: 6h às 18h (escala 12X36). Salário: R$ 1.312 + benefícios. Enviar currículo: até para o e-mail: 30/06 vagas@hospitalviladaserra.com.br.

Vendedora (BH). Ensino médio Experiência em loja física e ecommerce. Salário: R$ 1.200 + benefícios. Horário: 8h às 18h (seg. a sex.) e 9h às 13h (sábado). Enviar currículo com foto e assunto “vendedora Belvedere: curriculos@quorumrh.com.br.

Insegurança à luz do dia

Direto da Comunidade

“Costumo estacionar meu carro todos os dias, próximo de onde trabalho, na Avenida Rio Branco, no Centro da cidade. Mas, no final do mês passado, fui surpreendida e encontrei o veículo arranhado da lateral até o capô. Gostaria que houvesse mais segurança e fiscalização no local, pois ouvi relatos de outras ocorrências mais graves que aconteceram na região.” Leidiane Santiago Nova Suíça

Resposta - A Prefeitura de Nova Lima informou que esse tipo de ocorrência deve ser tratada diretamente com a Polícia Militar. Já a PM esclareceu que o reforço da segurança será ampliado no trecho mencionado pela moradora. Contato: 31 3541-5701

Alô Banqueta

2

O jornal A Banqueta de Notícias se exime de qualquer responsabilidade BEX Edições Ltda. CNPJ: 11.160.970/0001-70 Fale conosco: 31 3541-5701 / 98569-2926 ou abanqueta@gmail.com sobre opiniões e pontos de vistas expressos em artigos, anúncios e Diretor: Frederico Sarti Mendes publicações assinadas que Jornalista responsável: Júnia Rodrigues exprimam conotações políticas, Redação: Júnia Rodrigues, Janaína Santos e Hully Monteiro religiosas ou sociais, por não Diagramadora: Sônia Souza refletirem as convicções desta Diagramadores aux.: Jordana Matos e Tatiana Dias Comercial: Clauzy Barbosa: 99847-9631-Efigênia Veloso: 98848-4388 diretoria. Reservamo-nos o direito de erro gráfico. Gráfica Editora Sempre - 16.000 exemplares

“Parabenizo o Jornal A Banqueta de Notícias pela edição especial de Meio Ambiente, publicada na última semana. Nós, nova-limenses, somos privilegiados por podermos usufruir da qualidade de vida oferecida por nossa cidade. Espero que possamos comemorar essas riquezas por muitos anos.” Regina Soares Centro


Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 15 a 21 de junho de 2018

A Banqueta

3


4

A Banqueta

Um novo espaço chega ao município com o objetivo de suprir a carência de locais destinados a eventos de médio e grande porte, além de ser um motivador do comércio local. A Arena ACE de Cultura, localizada no Clube da Associação Comercial de Nova Lima (ACE), no antigo Clube do Sesi, é o resultado de uma reforma iniciada, neste ano, na antiga área de eventos da entidade. Hoje, “de cara nova”, a capacidade do local foi ampliada para, aproximadamente, cinco mil pessoas. A inauguração do espaço ocorreu na sexta-feira, 08 de junho.

Principais mudanças

Entre as principais mudanças no local está a retirada de um alambrado que dividia as quadras de peteca e futsal. No lugar dele foi colocada uma rede, removida facilmente antes da realização dos eventos. Além dessa modificação foram suprimidos alguns jardins, realizou-se a pintura da área reformada e uma nova saída de emergência foi construída, totalizando duas. “Se antes o espaço, onde acontecem festas tradicionais como o Arraiá

Arena ACE

de Cultura Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 15 a 21 de junho de 2018

Grandes Produções

Associação Comercial e Empresarial de Nova Lima inaugura espaço de eventos com capacidade para cinco mil pessoas

do Empreendedô e o Encontrão da ACE, tinha 600m² de área coberta, hoje, ele está com, aproximadamente, 1.500m²”, ressalta o diretor de Lazer da ACE, Danúbio Machado.

Estrutura para grandes eventos

Tanto empresários do setor de eventos quanto de empresas, outras associadas ou não a ACE, podem utilizar a arena para cunho social ou corporativo. Os valores da locação podem ser consultados no clube da entidade. Para a presidente da ACE, Tatiane Verônica, a partir da reforma, o espaço oferece ainda mais conforto e segurança para atrações de médio e grande porte. “Nosso município oferece poucas opções de espaço com essa finalidade. A Arena chega para suprir o desejo da população de participar de eventos maiores em um espaço adequado e de fácil acesso”, completa.

Presente à comunidade

Tatiane Verônica reforça ainda que a arena trará

benefícios para empresários e população de forma geral. Isso porque, além da comunidade ter mais uma opção de lazer, a realização de eventos no município promove uma movimentação extra no comércio. Para manter a estrutura de shows, por exemplo, profissionais da região como seguranças, caixas e pessoal para a limpeza podem ser contratados. Ademais, outra tendência é a procura dos frequentadores dos eventos por serviços da região: transporte, lojas para a compra de roupas, sapatos, entre outros. “Toda essa movimentação possibilitará o aumento da geração de renda para os nova-limenses e, consequentemente, da receita do município”, reitera.

Visita ao novo espaço

Quem desejar conhecer o novo espaço pode entrar em contato com a associação, por meio do telefone 3541-2011. Tatiane conta que a novidade tende a ser sucesso e já está dando bons frutos. O próximo evento agendado no local é o show da banda Art Popular, no dia 16 de junho.

Arena ACE de Cultura

Endereço: Clube da ACE (antigo Sesi) - Rua Dr. José Raimundo Nonato Couto, nº 180, Retiro - Nova Lima.


Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 15 a 21 de junho de 2018

A Banqueta

5


6

Válvula MOYNES

A Banqueta

Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 15 a 21 de junho de 2018

Criatividade

Uma cena comum em meio ao ambiente urbano é a presença de ratos e baratas em ruas, bueiros e bocas de lobo. A situação gera transtornos para quem mora próximo dessas áreas, pois em períodos de chuva os animais e insetos saem de seus esconderijos e buscam abrigo nas residências. Devido a isso, o técnico mecânico nova-limense Sérgio Nestor (64) desenvolveu um dispositivo capaz de acabar com este problema. Desde criança, ele sempre teve paixão pela ciência e costumava desmontar brinquedos e máquinas para saber como funcionavam. Os experimentos evoluíram e deram origem à patente de seu primeiro protótipo da Válvula MOYNES, registrada em maio deste ano, no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI).

Mecanismo simples

O nome do equipamento foi registrado no INPI como “disposição construtiva aplicada a módulo de vedação encaixável para bueiro, boca de lobo e caixa de passagem”. Apesar de a nomenclatura ser longa, o funcionamento é simples: trata-se de uma caixa feita de Polietileno de Alta Densidade (PEAD) - um tipo de plástico leve e resistente a roedores com uma válvula acoplada à estrutura. O sistema cria uma barreira física montada à boca de lobo que bloqueia a saída de animais e insetos, além de prevenir a formação de focos do mosquito da dengue e eventuais odores. Tudo isso, sem interferir no funcionamento do bueiro.

Problema antigo

Além da curiosidade, a observação apurada é outra

Dicas

Nova-limense cria dispositivo capaz de bloquear a saída de pragas urbanas de bueiros e bocas de lobo

habilidade que o técnico mecânico cultivou com suas pesquisas. Incomodado com a proliferação de pragas urbanas oriundas de bueiros, ele usou a vasta experiência no setor de projetos, manutenção e montagem adquirida na empresa Copasa e desenvolveu a ideia do produto. “Diversas bocas de lobo da cidade ficavam vedadas para impedir a passagem dos bichos. Mas, isso resolvia parcialmente o problema, pois com a estrutura fechada não há como a água escoar. Em épocas de temporais, a situação se agrava, porque não existe drenagem suficiente e as ruas viram verdadeiros rios”, observa.

Impasse

Porém, impedir a saída dos animais na instalação sem gerar transtornos adicionais tornou-se um quebra-cabeça para o nova-limense. Foram oito anos de pesquisas e diversas tentativas frustradas até chegar ao protótipo atual. Mesmo com o molde concluído, o técnico mecânico enfrentaria ainda quatro anos para deslanchar o projeto. “É como uma música ou um livro que demora anos para amadurecer”, completa.

Nome comercial

Depois de registrado, o dispositivo recebeu um nome fantasia para facilitar a comercialização. A Válvula MOYNES é uma homenagem às pessoas importantes para o criador. “O ‘Moy’ vem do sobrenome de origem inglesa de minha mãe que é Moyle. Acrescentei as iniciais do meu sobrenome ‘Nes’ e daí surgiu o nome. Um observador mais

atento vai perceber que há um S e um C em letra cursiva na logo do produto. É sutil e faz alusão à minha esposa Sônia e às minhas filhas Cibele e Cynthia”, brinca.

Processo longo

Segundo Sérgio, o êxito no projeto só foi possível devido ao auxílio de antigos colegas de trabalho que o orientaram a procurar um escritório de direito especializado em patentes, de Belo Horizonte. “É tudo burocrático. O pedido de patente deve ser bem alinhado à linguagem técnica e de acordo com as normas do INPI. Saí na frente na avaliação do meu protótipo, por causa da idade, senão demoraria mais tempo. Para se ter uma ideia, o instituto divulga somente na terça-feira, a lista com as patentes deferidas. O advogado que me representa junto ao órgão entrou em contato comigo e foi assim que recebi a notícia”, explica.

De acordo com Sérgio, a vida de desenvolvedor de protótipos não é nada fácil. Depois do demorado processo, ele iniciou a comercialização do produto, mas “colher os frutos” de tantos esforços leva tempo para acontecer. “Vou solicitar a carta de exclusividade, pois esse procedimento autentifica que o produto é pioneiro. Por ser completamente novo no mercado, por exemplo, não existe nenhum item concorrente em uma licitação pública em órgãos públicos” comenta.

Na foto ela tinha dez anos, hoje tem 39. Atua como técnica de Farmácia. Trabalha na Fundação Hospitalar N. Sra. de Lourdes (FHNSL). É estudante de Gestão Hospitalar. É apaixonada por essências, uma das suas favoritas é a do sândalo.

Já sabe quem sou? Descubra na próxima edição! O misterioso da edição 426 é o professional coaching Alexandre Silva (Xandão).

Comercialização do produto


Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 15 a 21 de junho de 2018

A Banqueta

7


Incentivo

musical 8

A Banqueta

Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 15 a 21 de junho de 2018

Cultura

Projeto Estúdio Livre, idealizado pelo vereador Tiago Tito, oferecerá gratuitamente espaço e estrutura para bandas e músicos nova-limenses

A “Terra do Ouro e do Verde” possui muitas riquezas, entre elas, as belas vozes de seu povo. A cidade já lançou diversos nomes na dança, no cinema, teatro e, principalmente, na música. No entanto, a cidade é carente de espaços que ofereçam assistência para todas as modalidades artísticas. Pensando nisso, o vereador Tiago Tito (PSD) lançará, neste fim de semana, no bairro Cristais, o projeto Estúdio Livre. Nele, profissionais e iniciantes terão, gratuitamente, um espaço e estrutura para realizarem seus ensaios e demais atividades do ramo musical.

O estúdio

Em parceria com o estúdio Tempus, dos irmãos

Marcel e Gabriel Couto, o projeto vai oferecer, gratuitamente, espaço e estrutura para músicos e bandas nova-limenses. Nele, os profissionais poderão utilizar tanto o local quanto os equipamentos para fazerem seus ensaios em seis dias da semana: de segunda a sexta, das 21h às 23h, e no domingo das 14h às 16h. Além disso, a cada 180 dias, uma comissão formada por músicos de diversos estilos musicais se reunirá para avaliar o desenvolvimento da iniciativa e propor melhorias para ela. No final do ano, os artistas participantes do projeto ainda realizarão um festival na cidade.

“Potencial desperdiçado”

A ideia do projeto surgiu do vereador Tiago Tito (PSD), em 2015, quando ele ainda era candidato ao cargo na Câmara Municipal. Envolvido com o cenário musical da cidade e preocupado com a falta de incentivo na área, ele decidiu colocá-lo em prática. “Nova Lima sempre foi celeiro de grandes talentos, mas infelizmente o ambiente não os favorece. Temos um potencial rico que acaba desperdiçado por falta de estrutura e visibilidade. A intenção do Estúdio Livre é oferecer melhores condições para os músicos atuais e incentivar o surgimento de novos artistas nova-limenses”, conta animado.

Crescimento na música

Quando a banda novalimense 9:07 foi criada, há oito anos, a realidade para os grupos que estavam surgindo naquela época era outra. Composta por três integrantes, entre eles o baterista Paulo Henrique Freitas, ela enfrentou dificuldades para adquirir os equipamentos, conseguir um espaço para ensaiar e ter uma chance de tocar para o público local. “A gente pagava para utilizar o estúdio e saía de Nova Lima para tocar em Belo Horizonte. Acredito que o projeto vai beneficiar principalmente os grupos e músicos que entraram no ramo agora, pois eles terão mais oportunidade de divulgar o seu trabalho e investir naquilo que fazem”, analisa.

Lançamento

O Estúdio Livre será lançado no próximo sábado (16), às 10h, na Rua Aldo Zanini, nº 1.627, bairro Cristais. Os músicos interessados em participar do projeto ainda podem entrar em contato por meio dos telefones: 3542-5954 e 997567-8257.


Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 15 a 21 de junho de 2018

A Banqueta

9


10

A Banqueta

Plano Diretor

Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 15 a 21 de junho de 2018

esquecido

Revisão do documento deveria acontecer até fevereiro, deste ano, porém o assunto caiu no esquecimento da população e dos órgãos públicos

De acordo com a Lei Federal nº 10.257/2001, todo município com mais de 20 mil habitantes deve possuir um Plano Diretor para estabelecer diretrizes sociais, ambientais e econômicas que organizem o seu crescimento e avaliem os impactos provocados por ele. Em Nova Lima, o documento foi elaborado e aprovado, em 2007, e está vigente desde fevereiro de 2008. Porém, ele precisa ser revisado pela administração municipal para depois ser aprovado pela Câmara de Vereadores. A revisão do Plano Diretor deveria ser realizada até fevereiro deste ano, no entanto, isso não aconteceu e, desde então, o assunto permanece adormecido na cidade.

Urgência na revisão

Desde que o Plano Diretor foi aprovado, há 11 anos, Nova Lima cresceu e se desenvolveu bastante. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), atualmente, a cidade possui cerca de 92.178 habitantes e um território de 429 mil km². Já Belo Horizonte, que possui, aproximadamente, 331 mil km², tem mais de 2,5 milhões de habitantes, o que demonstra que Nova Lima ainda tem muito potencial de desenvolvimento. Por isso, a necessidade da revisão do Plano Diretor, pois este crescimento precisa acontecer de forma organizada e dentro dos limites da legislação municipal.

Diversidade territorial

Para o vereador Silvânio Aguiar (Solidariedade), o Plano Diretor reflete a contextualização da realidade de um momento. Quando o documento foi proposto pela administração e modificado pela Câmara de Vereadores, em 2007, os problemas da cidade eram outros. O vereador divide o município,

Foto: Julio Freitas / Dois Cliques

Desenvolvimento

atualmente, em diversas regiões que possuem características distintas. “A Nova Lima do Alphaville tem uma realidade diferente daquela do Jardim Canadá, Macacos ou do Centro Histórico. As coisas mudaram em relação à época em que o Plano foi elaborado. Hoje, temos uma diversidade territorial que necessita de uma revisão urgente do Plano Diretor”, comenta.

vereadores também participassem desse processo, pois quando o documento chegar à Câmara Municipal, quero ter certeza de que ele tenha sido bastante debatido. Espero que a cidade possa crescer e se desenvolver de forma contínua e deixe de depender da mineração para focar em outras vocações como o comércio e a prestação de serviços”, analisa.

Segundo o inspetor chefe do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (CREA/MG), unidade Nova Lima, Marcelo Santana, o Plano Diretor é uma ferramenta essencial para nortear o crescimento do município de forma planejada e sustentável. Com isso a revisão do Plano Diretor deve focar nas necessidades de cada região de Nova Lima. “Em bairros com vocação residencial, os vereadores devem propor uma legislação que englobe a construção de prédios, naqueles com vocação para indústria, uma legislação adequada para a construção de empresas. Além disso, é importante fazer um escoamento de mercadoria na região Noroeste, pois sabemos que a extração minerária é temporária, então, precisamos pensar em uma nova realidade para o município”, sugere.

O secretário de Planejamento André Luiz Rocha reconhece que a revisão do Plano Diretor está atrasada, mas afirma que o primeiro passo já foi dado. “Antes de iniciar a evisão do documento, era preciso a conclusão da revisão das Diretrizes da cidade. São elas que estabelecem a política que o município quer adotar para os próximos anos em diversas áreas, por exemplo, saúde, educação, meio ambiente e desenvolvimento social. Em fevereiro, apresentamos ao Conselho da Cidade as nossas Diretrizes que foram aprovadas com brilhantismo. Agora, já podemos partir para a última etapa do processo de revisão”, salienta.

Vocações das regiões

Participação popular

Silvânio Aguiar salienta que a participação popular é essencial na revisão do Plano Diretor e de qualquer outra política pública que englobe a vida dos cidadãos nova-limenses. “Espero que a sociedade tenha o direito de participar da elaboração do Plano Diretor e que a voz dela seja respeitada na criação da lei. Gostaria que os

Diretrizes aprovadas

Termo de referência

A Secretaria de Planejamento tem corrido contra o tempo. Uma reunião para apresentar um termo de referência ao Conselho da Cidade está agendada para o dia 28 de junho. “A partir da aprovação desse documento, que vai nortear a execução do Plano Diretor, a prefeitura pode iniciar o processo de licitação para a contratação de uma empresa responsável pela elaboração do documento. Assim poderemos iniciar as discussões para aprovação junto à Câmara Municipal”, finaliza.


Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 15 a 21 de junho de 2018

A Banqueta

11


12

“Brasil”

A Banqueta

Pra frente

A vibração das torcidas, de diversas nacionalidades, promete esquentar o maior país em extensão territorial do globo. A Rússia foi escolhida como palco da Copa do Mundo 2018 que começou ontem e vai até o dia 15 de julho. A Seleção Brasileira já entra em campo, no domingo (17), na expectativa de alcançar o hexacampeonato e o peso da tradição de um time com mais vitórias na competição, já coloca o Brasil entre os times favoritos. Favoritismo que não faz parte da realidade do país quando o assunto é política e economia. Diante de um cenário de crise, alguns torcedores se dizem desanimados

Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 15 a 21 de junho de 2018

Copa

em vibrar pela seleção. Entretanto, a paixão do brasileiro tem falado mais alto. Muitos insistem em vestir a camisa do time e sentir a forte sensação proporcionada, como dizem por ai, pelo “maior espetáculo da terra”.

Pacotão do Banqueta

Em clima de verde e amarelo, o A Banqueta apresenta nova-limenses que se jogaram na corrente de vibrações positivas pela vitória do Brasil na competição internacional. O semanário traz

Cruzadinhas da Copa

O Jornal A Banqueta inova mais uma vez e, a partir desta semana, durante toda a Copa do Mundo 2018, traz uma cruzadinha diferente, com 30 perguntas, para testar os conhecimentos dos leitores sobre a competição internacional. Divirtase e, ao mesmo tempo, fique craque no assunto das histórias das copas.

Horizontais

2- Autor do último gol do Brasil na Copa/2014, na derrota diante da Alemanha. 6- Brasileiro, técnico de Portugal na Copa/66. 8- Atacante do Brasil na Copa/70, ora colunista esportivo em BH. 9- Primeiro adversário do Brasil na Copa/2018. 12- (?) Luiz, autor do 2º gol do Brasil contra a Colômbia 2x1 na Copa/2014. 15- Volante do Brasil na Copa/2006, natural de Porto Alegre. 16- Diego (?), atacante do Uruguai, eleito o melhor jogador da Copa/2010. 18- País eliminado pelo Brasil nas oitavas de final na Copa/2014. 20- Lateral-direito do Brasil na Copa/2014. 22- Cidade natal de Telê Santana, técnico do Brasil nas copas de 1982/86. 25- Vulgo 'Furacão', artilheiro do Brasil na Copa/70. 27- Meio-campista do Brasil nas copas de 2014/18, com passagem pelo Corinthians. 28- (?) Arena, palco do jogo Costa Rica x Sérvia na Copa/2018. 29- Cláudio (?), goleiro do Chile na Copa/2014.

também, para torcedores ou não, detalhes sobre o funcionamento do comércio, bancos e órgãos públicos de Nova Lima durante o período. Para se distrair e testar os conhecimentos dos torcedores, temos uma cruzadinha sobre as copas do Mundo. Além disso, um presente promete animar a competição: o “Bolão do Banqueta”, que irá sortear uma camisa oficial da Seleção Brasileira entre os acertadores dos resultados dos dois últimos jogos da seleção, nessa primeira fase classificatória.

Divirta-se com os jogos da seleção e também com um caça-palavras especial sobre Copas do Mundo

na Itália. 4- Autor do gol da França contra o Brasil 1x1 (4x3 nos pênaltis) na Copa/86. 5- Autor do gol da Argentina contra a Suíça 1x0 na Copa/2014. 7- Zagueiro do Brasil na Copa/2006, revelado no Flamengo. 10- Apelido de Aymoré Moreira, técnico do Brasil na Copa/62. 11- Capitão do Brasil na conquista da Copa/1958. 13- Artilheiro do Brasil com 4 gols na Copa/2014. 14- Natural de Teófilo Otoni, presente na seleção 'Canarinho' na Copa/2014.

17- Estádio Monumental de (?), palco da decisão da Copa/78. 19- Total de atletas remanescentes da Copa/2014, presentes na seleção do Brasil na Copa/2018. 21- Presente nas copas/2010/14/18, revelado no Fluminense. 23- País do árbitro Nicola Rizzoli, presente na partida final da Copa/2014. 24- David (?), goleiro da Colômbia na Copa/2014. 25- (?) Rodriguez, artilheiro da Copa/2014 com 6 gols pró Colômbia. 26- Natural de Campina Grande, presente no ataque do Brasil na Copa/2014.

Verticais

1- Goleiro da Inglaterra na derrota diante do Brasil na Copa/70. 3- 'Cidade Eterna', anfitriã da decisão da Copa/90

Solução - Horizontais: 2- Oscar; 6- Oto Glória; 8- Tostão; 9- Suíça; 12- David; 15- Mineiro; 16- Forlan; 18- Chile; 20- Maicon; 22- Itabirito; 25- Jairzinho; 27- Paulinho; 28Samara. 29- Bravo. Verticais: 1- Banks; 3- Roma; 4- Platini; 5- Di Maria; 7- Juan; 10- Biscoito; 11- Bellini; 13- Neymar; 14- Fred; 17- Nuñez; 19- Seis; 21- Marcelo; 23Itália; 24- Ospina; 25- James; 26- Hulk.


A Banqueta

Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 15 a 21 de junho de 2018

Mesmo diante de um cenário de crise nacional, a Copa do Mundo reacende em nova-limenses a vontade de ver o país com a vitória seja na política, na economia ou no futebol

13

QUER GANHAR UMA CAMISA OFICIAL DA SELEÇÃO BRASILEIRA? Participe do Bolão do Banqueta

É muito fácil. Preencha o cupom abaixo, com seus dados pessoais e palpite para os jogos da 1ª fase da Copa do Mundo realizados pela Seleção Brasileira nos dias 22 (Brasil x Costa Rica) e 27 de junho (Brasil x Sérvia). Deposite o cupom até as 19h, do dia 21/06 (quinta-feira), na Lojas Móbile, localizada na Rua Dr. Antonino Fonseca Jr., nº 32, subida do bairro Rosário.

Regras

Atenção! Se mais de um leitor acertar os resultados dos dois jogos, será feito um sorteio entre eles. Caso ninguém acerte os placares, o sorteio da camisa acontece entre todos os apostadores.

Apuração

A apuração será realizada pela equipe de jornalismo do Grupo Banqueta de Comunicação e divulgada, ao vivo, no dia 28/06, a partir das 17h30, no programa Cultura Geral da TV Banqueta. O resultado também será divulgado, posteriormente, no jornal impresso A Banqueta de Notícias.

Fora da rotina

O Brasil, que integra o grupo E, vai estrear na Copa do Mundo, no domingo (17), às 15h, contra a Suíça. Na primeira fase, além dessa partida, a seleção enfrenta a Costa Rica, na sexta-feira (22), às 9h. Já o último confronto da equipe do técnico Tite será contra a Sérvia em uma quarta-feira (27), às 15h.

Funcionamento dos bancos

Durante os jogos do Brasil, os bancos de Nova Lima funcionarão da seguinte forma: nas partidas da seleção realizadas às 9h, as agências abrem de 13h às 17h. Para jogos marcados para às 11h (caso o time passe para a próxima fase), o funcionamento ocorre de 8h30 às 10h30 e de 14h às 16h. Já nas partidas que acontecem às 15h, os bancos abrirão de 9h às 13h.

Jogos do Brasil alteram horário de bancos e órgãos públicos. Comércio pode abrir normalmente

Prefeitura e Câmara

O governo municipal também fará algumas modificações no horário dos servidores da área administrativa em dias de confronto da Seleção Brasileira na fase classificatória. No dia 22 de junho (sexta-feira), o expediente será a partir das 13h e, na quarta-feira (27), o funcionamento será até as 13h. Já a Câmara Municipal não funcionará nos dias de jogos do Brasil.

Saúde e educação

A UPA e PA do JC. funcionarão normalmente durante as partidas. As demais unidades de saúde seguirão o horário de funcionamento da área administrativa. Já a Secretaria de Educação informa que, no dia 22, haverá aula somente à tarde e, no

dia 27, somente pela manhã. A reposição dessas datas será no dia 31/07 (terça-feira), conforme aprovado pela Comissão de Calendário Escolar. A EJA terá aula normalmente.

ACE sugere horários

Segundo a Associação Comercial e Empresarial de Nova Lima (ACE), as empresas têm a liberdade de definir o funcionamento dos estabelecimentos comerciais durante os dias de jogos do Brasil. A entidade reforça que não existe um horário determinado para o comércio funcionar, nesse período, e não há obrigação do comerciante alterar sua rotina. Entretanto, a ACE sugere alguns horários para os empreendimentos que desejarem fazer a mudança. No dia 22, o comércio pode abrir a partir das 12h e, no dia 27, funcionar até as 14h30.


14

Seleção

Leão ao lado da A Banqueta

Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 15 a 21 de junho de 2018

Copa

Villa Nova lança camisa em homenagem à Copa do Mundo

O Leão do Bonfim entrou na escalação dos apaixonados pela Seleção Brasileira e lançou, na semana passada, uma camisa comemorativa à Copa do Mundo 2018. O ex-jogador do Villa Nova e zagueiro da seleção na Copa do Mundo de 82, Luizinho, ao lado de Pinguim e Yuri, jogadores da base do clube, foram os garotos propaganda do lançamento. A peça verde e amarela leva o escudo do Villa Nova e uma marca d’água com o leão, animal símbolo do time nova-limense.

Jogada de marketing

De acordo com o vicepresidente do Villa Nova, Ciro Ferreira, o lançamento de camisas comemorativas do Villa é uma estratégia de marketing que o clube já vem utilizando, desde o ano passado, quando lançou uma camisa na cor preta em comemoração aos 109 anos do clube. “Vale ressaltar que cada torcedor que comprar a camisa comemorativa, lançada em junho, vai ajudar o clube. Isso porque, parte da venda dela volta ao Villa tanto em patrocínio financeiro quanto em material esportivo”, completa.

Torcer para a seleção sem esquecer do Leão

O patriotismo aliado ao amor pelo clube da cidade é o segredo da diretoria para alcançar o sucesso nas vendas das camisas. “Proporcionar ao torcedor a oportunidade de vibrar pelo Brasil, expondo com orgulho o escudo do seu time de coração, é fantástico. A grande maioria dos clubes brasileiros tem feito isso. Na parte de trás da nossa camisa, temos também o número 110, referência à nova idade do Villa Nova que fará aniversário no dia 28 de junho”, finaliza Ciro. *A peça pode ser adquirida na loja Villa dos Esportes (Rua Domingos Rodrigues, 25 - Centro), por R$ 149,90.


Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 15 a 21 de junho de 2018

A Banqueta

15


16

Ruas em verde amarelo A Banqueta

Decorar as ruas durante a Copa do Mundo já virou tradição em Nova Lima. Embora o costume tenha se perdido um pouco com o tempo e devido ao

Bloco do Oswaldão

Daniel Rodrigues é morador do bairro Oswaldo Barbosa Pena II e, na última semana, juntou toda a turma do Bloco do Oswaldão para pintar a Rua Marlene Alevato Ferrari. A bandeira do país, o escudo da seleção, a mascote representada por um canarinho e o emblema da Copa estão entre os desenhos. Daniel afirma que mesmo diante da crise em que o Brasil vive, vai torcer muito pela seleção. “Não se deve misturar as coisas. Devemos ser patriotas e torcer sempre para o melhor, seja no

Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 15 a 21 de junho de 2018

Copa

Pinturas e adereços em diversas regiões da cidade demonstram a confiança e o amor de moradores pela Seleção Brasileira

desânimo diante do cenário nacional de crise, alguns torcedores insistem em mantê-lo vivo. Só de transitar em algumas vias dos bairros Oswaldo

Barbosa Pena, Vila Madeira, Boa Vista, Cabeceiras, Retiro, entre outros, é possível perceber como o torcedor ainda sonha com o título de hexacampeão.

esporte, na economia, na política ou em outras

áreas”, afirma.

vibrar bastante e tomara que consigamos o hexa”,

torce.

Vila Madeira em festa

Érica Ribeiro, moradora da Rua Wenceslau Madeira, conta que a comunidade do bairro Vila Madeira é unida e gosta de participar de iniciativas da região. Dessa forma, a alegria com a chegada da Copa do Mundo contagiou a todos. “Decidimos coletar na vizinhança doações de tintas, TNT, entre outros itens, para a decoração da rua. Por meio de iniciativas assim, queremos também trazer os jovens para perto de nós e passar essa tradição. Vamos colocar a televisão na rua,

Tradição no Boa Vista

Na época em que Hugo Carvalho trabalhava em Belo Horizonte, ele se inspirou na decoração feita na capital mineira, durante a Copa do Mundo de 1970, e decidiu enfeitar, pela primeira vez, a porta da sua casa, localizada na Rua Maria Pertence, no bairro Boa Vista. De lá para cá, outras pessoas aderiram ao processo e a pintura e decoração para os jogos da Seleção Brasileira se tornaram uma tradição no bairro, que passa de geração para geração. “Esse ano, foi criado um grupo no WhatsApp para combinarmos a ornamentação da rua. Crianças e

adultos participaram da ação e foi um momento

único”, conta.


17

A Banqueta

Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 15 a 21 de junho de 2018


18

A Banqueta

Vovô

quentinho Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 15 a 21 de junho de 2018

Acolhimento

Projeto necessita arrecadar recursos para a confecção de pijamas doados aos moradores do Lar dos Idosos

Selecionar botões e moldar cada pijama com perfeição rende trabalho, por horas a fio, e exige atenção, mesmo para uma profissional experiente. Mas, para Gislene Mara, responsável pelo Vovô Quentinho - projeto que tem o objetivo de produzir pijamas para os moradores do Lar dos Idosos Nossa Senhora de Lourdes, em Nova Lima - a ação é mais do que um trabalho, é um gesto de amor. A novalimense realiza a campanha pelo 4º ano consecutivo, mas conta com a parceria voluntária para manter vovôs e vovós bem aquecidos durante o inverno.

“União faz a força”

A inspiração para o projeto surgiu, há quatro anos, em uma visita de Gislene ao Lar dos Idosos, junto da amiga Rosa Guedes. Segundo a fundadora da iniciativa, as duas observaram que os internos da casa mantêm hábitos bem antigos que os deixam desprotegidos durante o frio. “A maioria dos velhinhos se “levanta com as galinhas” e segue para o banho, um reflexo da época da lida na roça”, supõe Gislene. Sensibilizada, ela criou uma fanpage com o objetivo de reunir ajuda financeira e custear a compra do material necessário para fabricar os pijamas.

Criações cheias de afeto

Empresária do ramo gastronômico, a responsável

pela campanha também costura há mais de 30 anos. E foi por meio do ofício que ela custeou os estudos da faculdade. A fabricação de cada conjunto leva, em média, um dia e começa pela criação. “É na visita que percebo as preferências e necessidades deles. Há uma idosa acamada, por exemplo, que precisa de uma peça adequada para a administração dos medicamentos. Já outra senhora faz uso da camisola para dormir, por causa de um hábito religioso. É tudo personalizado, feito com cuidado e carinho”, comenta.

Material oficial

Cada combinação custa em média R$ 90. O tecido usado na confecção é comprado em Belo Horizonte, já que nenhum estabelecimento da cidade comercializa o material, segundo Gislene. “Utilizávamos a flanela, mas descobri a “pluminha”, lavável na máquina e com grande durabilidade. Por meio das doações, em dinheiro, negocio diretamente com o fornecedor. Prefiro trabalhar dessa forma, porque conheço o gosto de cada assistido pelo projeto. Depois de tudo concluído, envio a prestação de contas”, esclarece.

“Fábrica de pijamas”

A produção tem início, logo após a compra do tecido. As amigas voluntárias se revezam nas tarefas para dar conta de tudo, no ateliê de costura

improvisado na casa dela, localizada no bairro Campo do Pires. “Nem todas são costureiras, mas cada uma encontra um jeito de ser útil e todo material é aproveitado. Gostaria de ajudar outros velhinhos ou pessoas necessitadas da cidade, mas por falta de espaço, faço o que é possível. Estamos só aguardando as doações para começar os pijamas”, se entusiasma.

Entrega

A distribuição dos conjuntos na casa de repouso é uma festa, de acordo com a responsável pelo Vovô Quentinho. O grupo de idosos aguarda ansioso pelos “mimos”, mas o gesto é ainda mais simbólico. “Convido os doadores a participarem desse encontro, onde um café com biscoitos e o “bolo fake” do projeto tornam o momento ainda mais prazeroso. Essa é mais uma oportunidade de “aquecer os corações” de quem mais necessita de afeto”, reforça Gislene.

Saiba como ajudar

Informações por e-mail: gislene.mara@oi.com.br ou WhatsApp: 98883-6274. Acompanhe as novidades do projeto pela Fanpage: @vovoquentinho.


19

A Banqueta

Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 15 a 21 de junho de 2018


20

A Banqueta

Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 15 a 21 de junho de 2018

No Fundo do Baú

Esta semana, vamos homenagear o Xurupita, campeão da 13ª edição do Torneio da Amizade, realizado no último sábado. O 2º lugar ficou com o time do Dois Coqueiros, 3º com o Juventude e o 4º com o ADM. Após 13 edições, o ranking do torneio ficou assim: Ferrinho com 4 títulos, Dois Coqueiros, Sativas e Bujaca com 2 e APEM, Bela Vista e Xurupita com 1. Esse ano, o torneio - que tem em sua criação e organização Pablo Silva - homenageou Lucinho do Depósito, ex-secretário de Esporte e Lazer, que faleceu no ano passado e era o principal parceiro do Torneio da Amizade. Em pé: Jordan, Ivan, André, Gabriel Araújo, Rafael, Tico, Marcos Aurélio, Vinícius, Henrique, Igor, Zé Lino, Renato e Emanuel. Agachados: Frederico, Baiano, Tayrone, Walace, Maikon, Pedrim, Rangel, Alan, Sandrim, Tiaguim e Gabriel Luciano.

Xurupita

Enquete - Quais foram os melhores jogadores do Xurupita, de 2018? Envie seu e-mail para: enqueteabanqueta@gmail.com. Resposta da enquete anterior - Os melhores jogadores do Nacional, de 1996, foram: Em 1º lugar com 60% dos votos ficou Celsinho. Em 2º com 30% ficou Marcinho de Amintas. E, em 3º lugar, ficou Galau, com 10% dos votos.


21

A Banqueta

Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 15 a 21 de junho de 2018


22

A Banqueta

Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 15 a 21 de junho de 2018

Festa Country-pira do São Tomás

A tradicional Festa Country-pira do Centro Educacional São Tomás de Aquino foi celebrada, no último domingo (10), no Clube da ACE (antigo SESI). Recheado de canjica, pipocas e quentão, o evento agradou aos apaixonados pelos quitutes juninos. O repertório do cantor Thiago Ribeiro amoleceu o coração dos fãs do sertanejo e a Banda do Marcão agitou a galera. Além disso, os alunos deram um show de simpatia e meiguice nas diversas apresentações. A alegria e descontração tomaram conta do espaço e contagiaram os pais, estudantes, funcionários e colaboradores. Fotos: Luís Fotógrafo e Matheus Monteiro


23

A Banqueta

Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 15 a 21 de junho de 2018


24

A Banqueta

Nova Lima - Raposos - Rio Acima - 15 a 21 de junho de 2018

A banqueta 429  
A banqueta 429  
Advertisement