Page 1

ANO 28 | EDIÇÃO 335 | FEVEREIRO 2018

ENTREVISTA - MARIO NARITA “ENTENDER O COMPORTAMENTO HUMANO E ACESSAR SUAS EMOÇÕES É A BASE DO PROCESSO LÍMBICO®”

NEWS

REALIDADE AUMENTADA

DESIGN

COEXPAN EMSUR

TECNOLOGIAS GERAM DADOS VALIOSOS

EXPORTAÇÃO

INTEGRA OPERAÇÕES NO BRASIL

DE CACHAÇA VERDE AMARELA

P.12

P.28

P.30


SUMÁRIO

18

ENTREVISTA

MARIO NARITA, CEO DA NARITA DESIGN, É CRIADOR DO PROCESSO LÍMBICO®, UMA METODOLOGIA QUE REVELA A EMOÇÃO QUE ESTÁ POR TRÁS DO DISCURSO RACIONAL DO CONSUMIDOR. ELE APRESENTA CASES DESENVOLVIDOS NO BRASIL E EXTERIOR E SUA VISÃO SOBRE O DESIGN DE EMBALAGEM

08

NEWS

16

AGENDA

24

EMBALAGEM NO MARKETING

26

LUXO

28

REALIDADE AUMENTADA

30

DESIGN

32

FRONTEIRAS

42

COMPETITIVIDADE

SAIBA COMO INTERAGIR COM A REALIDADE AUMENTADA DISPONÍVEL NA EMBANEWS: PASSO 01

Baixe o app ZAPPAR na Apple Store ou na Google Play

4

FEVEREIRO 2018

PASSO 02

Abra o app e aponte a câmera para o Zapcode

PASSO 03

Pronto! Sua revista impressa ganhará vida


EDITORIAL

CLIENTE, VALORIZE A EMBALAGEM!

C

om tantas informações, atualmente as pessoas parecem cada vez mais perdidas. Como eu disse no editorial da edição de janeiro é preciso saber filtrar as informações que realmente interessam para você. O que mais gosto no momento de escrever um editorial é conectar os assuntos e opiniões dos articulistas das seções da revista. Na Entrevista (páginas 18, 19 e 20), Mario Narita explica o que é o Processo Límbico, metodologia que revela a emoção que está atrás do discurso racional do consumidor até os desafios nas relações das novas tecnologias junto às embalagens, como é o caso da Realidade Aumentada que pode levar inúmeras informações aos consumidores, muito além do que estão nos rótulos, assunto retratado por Henry Assef (página 28). Esse assunto também se conecta com o artigo de Embalagem no Marketing (página 24) no qual o Professor Fabio Mestriner fala sobre o novo curso de pós-graduação em Engenharia de Embalagem do Instituto Mauá de Tecnologia baseado na metodologia “Project Based Learning”, na qual os alunos aplicam os conceitos aprendidos em aula diretamente em projetos de embalagem desenvolvidos para empresas reais do mercado. A importância do design da embalagem tem ajudado empresas brasileiras de cachaças a aumentar suas exportações, segundo Juliana Buso do Centro Brasil Design (página 30). No artigo Fronteiras (página 32), Assunta Camilo, do Instituto de Embalagens mostra que investimento na cadeia de produção, nos processos e em embalagens mais sofisticadas estão ajudando no fortalecimento das marcas de chocolates no Equador. Falando em sofisticação, no artigo de Luxo (página 26) de autoria de Paulo Pereira, a utilização de novos recursos em acabamentos e materiais de embalagem criam possibilidades para atender o exigente mercado do luxo. Para completar essa conexão, o artigo do Professor Antonio Cabral (página 42), do Instituto Mauá de Tecnologia, coloca em questão se as relações são ou não colaborativas nas cadeias produtivas a fim de que o valor adicionado a um produto seja compartilhado entre os agentes e todos se mantenham competitivos no mercado. De nada adianta todo esforço da cadeia de embalagens, designers, fabricantes, instituições de ensino, entre outros, se o brand owner considerar o custo o principal fator nesse relacionamento. Já ficou provado que se vende mais quando se inova mais com embalagens funcionais e de visual atraente, tática comumente utilizada em vários países, mas quando é no Brasil lá vem o discurso de custos e impostos, muitas vezes praticados por grandes multinacionais que em vez de valorizar a cadeia produtiva preferem usar materiais de baixo custo e qualidade, tanto nos produtos como nas embalagens, arruinando o bem maior que é a marca de um produto. Mas, isso está mudando, mesmo que de maneira mais lenta do que desejamos, com a troca de informações nos meios digitais e a indignação dos consumidores. Assunta Camilo se me permite vou usar o seu bordão: Embalagem melhor. Mundo melhor! Boa leitura!

Ricardo Hiraishi Fevereiro de 2018

6

FEVEREIRO 2018

FUNDADOR: ROBERTO HIRAISHI (1942 • 2006) Diretor Responsável: Ricardo Hiraishi Administração: Rejane Doria Publicidade: comercial@embanews.com Redação: Elizabeth Keiko Sinzato editorial@embanews.com Circulação e Database: Gislaine Duarte Mucciolo assinatura@embanews.com Influencers desta edição: Antonio Cabral, Assunta Camilo, Fabio Mestriner, Henry Assef, Juliana Buso, Paulo Pereira Projeto Gráfico: FlyJabuti Design Realidade Aumentada: Massfar, empresa autorizada Zappar Brasil e Portugal Impressão e Acabamento: Log & Print Gráfica e Logística S.A.

A Revista EMBANEWS é uma publicação mensal da NEWGEN COMUNICAÇÃO LTDA. REDAÇÃO, ADMINISTRAÇÃO E COMERCIAL: Av. Francisco Matarazzo, 999 Conjunto 22 • CEP 05001-000 • São Paulo/SP • Brasil Tel/Fax: (11) 3864-2390 • (11) 3864-9621 Registrada segundo a Lei de Imprensa no 2º Ofício de Registro de Títulos e Documentos sob nº 31.881 em 17 de julho de 1990. Dirigida ao segmento de alimentos, bebidas, brinquedos, cosméticos, embalagens, farmacêuticos, químicos, e afins. Dirigida aos profissionais: consumidores e fornecedores de embalagens; fornecedores de matérias-primas e de insumos para a confecção de embalagens; fabricantes de máquinas e equipamentos para envase, embalagem, estocagem e transporte; e prestadores de serviços de apoio, associações, universidades e instituições ligadas ao ramo de embalagem. As opiniões dos artigos assinados e dos entrevistados não são necessariamente as mesmas da Revista EMBANEWS. © Direitos Reservados Todos os direitos dos artigos publicados na Revista EMBANEWS são reservados pela Newgen Comunicação Ltda. Proibida a reprodução parcial ou total por qualquer meio de comunicação internet, digital, impresso, etc.

embanews@embanews.com www.embanews.com Exemplar avulso: R$12,50 Assinatura Anual: R$140,00


NEWS

NEWS DESIGN UNIFICA LINHA DE TINTAS SPRAY

Cantoneiras, Pegadores e Rebites

As embalagens das tintas spray Colorgin, marca da Tintas Sherwin-Williams, foram modernizadas, criando maior sinergia entre os produtos da linha. Desenvolvido pela Ph2FullCreativity, o novo design das latas spray, fornecidas pela Brasilata, teve como base de criação uma pesquisa realizada pela Sherwin-Williams com consumidores e revendedores dos produtos em todo o Brasil. No design, uma tag de fundo destaca o logo e o nome do produto, além do selo de liderança na categoria em spray. Essa tag foi aplicada em todos os produtos, para unificar a linha Colorgin. A cor de fundo, de tom contrastante, serve de apoio para as imagens aplicadas, para demonstrar a variedade de aplicação e pintura que cada produto pode oferecer. As latas são litografadas. O verso da embalagem também foi alterado e ganhou uma nova distribuição de textos para facilitar a leitura do consumidor. Para isso, foram desenvolvidos recursos gráficos e ícones diferenciados, separando a apresentação de cada produto e as informações técnicas de uso, com aplicação, composição, segurança e cuidados. www.colorgin.com.br; www.ph2.com.br; www.brasilata.com.br

100% FRUTA PARA CONSUMO FAMILIAR E INDIVIDUAL A empresa alimentícia Superbom, especializada em produtos saudáveis, investiu cerca de R$ 1 milhão no desenvolvimento e produção das duas novas marcas de sucos integrais 100% fruta: Fruta & Cia e Fruto da Fazenda. O Fruta & Cia, um blend de sucos de uva, atende o consumo familiar, em uma porção maior e com um preço mais acessível. Apresentado em garrafas de 1,5 litro da Owens-Illinois, com rótulo da Flexoprint, e em bag-in-box de 10 litros com torneira, produzido pela Gráfica Montese (caixa) e Casagrande (bag de alumínio). Seu layout traduz modernidade e explora tons de roxo, verde claro e branco. “A ideia é criar uma conexão com o varejo e o público jovem/adulto que estão buscando produtos mais saudáveis”, afirma David Oliveira, gerente de marketing da companhia. A linha Fruto da Fazenda, em embalagens Tetra Pak de 200 ml e 1 litro, atende a crescente procura por produtos naturais em porções pequenas. Também é uma opção saudável e prática para as lancheiras das crianças. O design destaca as cores vibrantes das frutas em fundo preto, criando um visual moderno, que se diferencia na categoria. O design das duas linhas é da agência interna da Superbom. www.superbom.com.br 8

FEVEREIRO 2018

8

FEVEREIRO 2018


Olá, eu sou a nova solução de máquina

Plug & Play

Start-up fácil e rápido é comigo mesmo! Consigo envasar com precisão produtos líquidos e viscosos. Meu nome é OPTIMA FM1.

Incrível! Você faz também o fechamento?

Meu amigo OPTIMA CM1 é capaz de trabalhar com diversos formatos de tampas. Ele é muito eficiente! Vocês ajudariam muito no meu processo de produção! Gostaria de conhecê-los melhor. Será um prazer!  Vamos marcar um encontro. Basta contatar-nos através do e-mail info-br@optima-packaging.com

Soluções inteligentes. Grande variedade. Puro entusiasmo. A Optima Consumer é o seu parceiro para o envase e embalagem de produtos das indústrias alimentícia, química e cosmética, além de oferecer soluções de máquina para porções individuais.

OPTIMA do Brasil Máquinas de Embalagem Ltda. | Rua Joana Foresto Storani 500 - Distrito Industrial | 13288-169 Vinhedo - SP | Brasil Phone +55 19 3886-9800 | info-br@optima-packaging.com | www.optima-packaging.com.br


NEWS EMBALAGEM PRESERVA A QUALIDADE DO PAPAYA A Braskem desenvolveu em parceria com a Union of Growers of Brazilian Papaya (UGBP) uma nova solução em embalagem plástica exclusiva para o mercado de mamão papaia. Juntas, as empresas desenvolveram uma embalagem em filme polietileno que permite a maturação mais uniforme da fruta, garante a proteção contra qualquer contaminação e aumenta o tempo de exposição nas bancas em até quatro dias. Segundo Albertoni Bloisi Neto, da área de desenvolvimento de mercado de embalagens de polietileno da Braskem, a principal questão era proteger o fruto, não permitir que a embalagem embaçasse em virtude da cadeia fria em que ele é transportado e sobretudo permitir a respiração da fruta. Além disso, precisava ser resistente ao atrito (entre as frutas) e ter fácil abertura. Os grades de polietileno utilizados fazem parte do portfólio da Braskem. “O que fizemos foi entender a necessidade do cliente e desenvolver a solução mais apropriada”, diz. “Para solucionar o problema da respiração da fruta, fizemos alguns testes e determinamos uma quantidade calculada de micro furos. Isso permite que a fruta possa respirar na cadeia fria, e não amadureça antes da hora”, afirma Albertoni. A nova embalagem já está disponível no Brasil e nos Estados Unidos – um dos principais consumidores de mamão papaia no mundo – nas versões individual e caixa. Com produção média de 600 toneladas de papaia por mês, a UGBP exporta para vários países da Europa e América do Norte e vende também para o mercado interno. www.ugbp.com; www.braskem.com.br

10

FEVEREIRO 2018


NEWS PLANTA INTEGRA OPERAÇÕES DE RÍGIDOS E FLEXÍVEIS A nova planta da Coexpan-Emsur, as duas divisões de embalagens plásticas do Grupo Lantero, com sede na Espanha, está operando no Brasil, em Jundiaí, São Paulo, após se reunirem pela primeira vez em uma plataforma única de negócios. A Coexpan é especializada na fabricação de chapas plásticas rígidas e produtos termoformados, presente no Brasil desde 1997. A Emsur, dedicada a produzir embalagens flexíveis, chega ao Brasil para operar em conjunto com a Coexpan, na fábrica que emprega 67 pessoas e têm cerca de 7.000 m² de área construída, que poderá ser duplicada, de acordo com as futuras necessidades. A nova fábrica está equipada com tecnologia de ponta, destinada principalmente à indústria alimentícia, para atender os mercados brasileiro e sul-americano. Entre as tecnologias disponíveis estão chapas extrusadas de PS e PP com barreira para Form Fill Seal, tecnologia para impressão de rótulos em rotogravura e sleeve, e tampas com aplicação de hot-melt. Segundo Daniel Richena, gerente geral da Coexpan Emsur Brasil, a nova planta trará benefícios e sinergias para atender melhor os clientes, além de prestar apoio ao time global. www.coexpan.com/pt-br

A PERCEPÇÃO DO PÃO ARTESANAL A Wickbold acaba de lançar uma nova linha de pães premium artesanais - a Do Forno, com duas versões: Original (pão branco) e a opção integral, produzida com seis tipos de Grãos Ancestrais. A agência Studio11 Artes, responsável pelo design, trouxe para a embalagem o posicionamento e o território da marca. Através da simplicidade de elementos, a embalagem transmite a percepção de produto artesanal e rusticidade. Esse efeito foi obtido com o uso de um filme plástico que combina o aspecto fosco a uma semitransparência, com predomínio do branco. O vermelho Wickbold, presente nos pães da linha Forma Tradicional, foi reaplicado na embalagem de Wickbold Do Forno Original, para manter a identidade. O verde, explorado no universo dos pães integrais e com grãos, está de volta nos traços da embalagem Wickbold Do Forno Grãos Ancestrais. As embalagens são fornecidas pela Cristal Embalagens e Bazei Embalagens. www.wickbold.com.br; www.studio11artes.com.br; www.cristalembalagens.com.br; www.bazei.com.br

BEBIDA À BASE DE CAFÉ PARA O PÚBLICO JOVEM Nescafé inaugura a categoria de pó para o preparo de frapês com o lançamento de NESCAFÉ Smoovlatté Chocotino e NESCAFÉ Smoovlatté Chocomelo. A novidade da Nestlé foi desenvolvida pensando no público jovem. As latas têm um visual moderno, e seu design começou com um estudo interno do time interno da Nestlé, que foi explorado e aperfeiçoado pela agência CBA B+G. “Após várias pesquisas com grupos do target (millennials), uma das conclusões postas em prática é que tanto a embalagem como o ritual fossem visualmente agradáveis ao target, “prontas pra postar no Instagram”. A aposta foi a combinação do preto com cores vibrantes e grafismos, que remetem ao universo do jovem. A imagem do produto em si, foi incluída depois, para ajudar a explicar a mistura de ingredientes, que ainda é uma novidade na indústria. Como apoio, está sendo explorado o ritual, expandindo assim a identidade para os travel mugs, materiais de PDV, dentre outros”, segundo os responsáveis pelo design. As latas são fornecidas pela Mococa. www.nestle.com.br; www.cba-bmaisg.com; www.mococa.com 12

FEVEREIRO 2018


NEWS MAIOR RESISTÊNCIA NO FILME METALIZADO Em alimentos que requerem maior barreira à luz, gordura e umidade, como snacks, biscoitos, entre outros, é comum o uso de embalagens flexíveis metalizadas, que também se destacam visualmente pelo brilho. A metalização tradicional é obtida através da deposição de uma camada de alumínio sobre o filme plástico. Um problema comum é a fraca adesão do metal ao polímero, devido à baixa energia superficial do metal, resultando em delaminação do material e uma embalagem com falhas. Há uma demanda da indústria por maiores níveis de adesão do metal nos filmes metalizados. A BOBST desenvolveu o processo BOBST AluBond® que proporciona alta adesão de metal e níveis de energia superficial através de metalização a vácuo. O processo BOBST AluBond® é uma tecnologia de revestimento híbrido em linha, que promove a ancoragem química (quelação) das primeiras partículas de alumínio, criando uma camada de ‘semeadura’ (seeding) para a metalização, que fornece propriedades de adesão mais fortes. Isso proporciona alta performance do material durante os processos de laminação, extrusão e revestimento, prevenindo as falhas na embalagem. BOBST AluBond demonstrou aumento da adesão entre o metal e a maioria dos substratos, como PET, BOPP, CPP e PE, durante a metalização a vácuo do alumínio. www.bobst.com

FILMES POLIOLEFÍNICOS PARA EMBALAGEM SHRINK Para o mercado varejista, a Sunnyvale comercializa o filme poliolefínico Greenfilm, ideal para proteger e agrupar produtos diversos. O filme foi desenvolvido para ser utilizado em seladoras automáticas de alta velocidade e seladoras manuais, equipamentos que também fazem parte do portfólio da Sunnyvale. O filme se caracteriza pelo brilho e transparência superior, aliado a uma excelente resistência mecânica, além de manter a selagem uniforme. Contém propriedades distintas de selagem sem liberação de gases, evitando resíduos na barra de selagem. É 100% atóxico e pode ser utilizado diretamente em contato com alimentos. Os filmes Greenfilm permanecem firmes e flexíveis após o encolhimento, resistem à umidade e baixas temperaturas (– 50ºC) e permitem embalar formas e tamanhos variados. www.sunnyvale.com.br

NOVA EMBALAGEM PARA O CONSUMO ‘ON THE GO’ A SIG desenvolveu uma nova geração de embalagens chamada combismile – uma solução voltada para o consumo em movimento. “Os consumidores atuais on-the-go buscam mais que produtos padrão; buscam produtos inovadores, individuais e saudáveis. Mas eles precisam ser convenientes e fáceis de consumir em qualquer lugar, a qualquer hora”, afirma Markus Boehm, CMO da SIG. A combismile é uma resposta da SIG a esses anseios. Com seu formato curvo, moderno e com cantos fáceis de serem dobrados, foi projetada para aumentar o conforto e a conveniência no consumo do produto. A embalagem é refechável graças à tampa de movimento único. Estão disponíveis dois tipos de perfuração: uma para canudos pequenos e uma para grandes. O formato exclusivo da combismile é formado diretamente na máquina de envase de alta velocidade – saída de 24 mil embalagens por hora - e que incorpora uma série de outros benefícios, como flexibilidade de volumes e possibilidade de ter o sistema drinksplus com aplicadores de tampa e canudo. Esta é a solução mais completa da SIG. www.combismile.com 14

FEVEREIRO 2018


AGENDA NACIONAL 2018

INTERNACIONAL 2018

20 a 24 de março de 2018 EXPOPRINT LATIN AMERICA Expo Center Norte – Pavilhões Azul e Branco – São Paulo – SP www.expoprint.com.br

20 a 23 de março de 2018 ANUGA FOODTEC Koelnmesse – Colônia – Alemanha www.anugafoodtec.com

20 a 24 de março de 2018 CONVER EXPO LATIN AMERICA Expo Center Norte – Pavilhão Branco – São Paulo – SP www.converexpo.com.br

16 a 18 de abril de 2018 PACK EXPO EAST Pennsylvania Convention Center – Filadelfia - EUA www.packexpoeast.com

7 a 10 de abril de 2018 FEIRA DO EMPREENDEDOR 2018 Pavilhão do Anhembi – São Paulo – SP http://feiradoempreendedor.sebraesp.com.br/feira

07 a 11 de maio de 2018 NPE Orange County Convention Center – Orlando, FL – EUA www.npe.org

24 a 28 de abril de 2018 FEIMEC São Paulo Expo – São Paulo - SP www.feimec.com.br

8 a 11 de maio de 2018 HISPACK Gran Via Exhibition Centre – Barcelona - Espanha www.hispack.com

Maio de 2018 27º PRÊMIO EMBANEWS São Paulo – SP www.embanews.com

23 a 26 de maio de 2018 PACK PERU EXPO E EXPO PLAST PERU Ciudad Ferial (Costa Verde) – Lima – Peru www.packexpoperu.com; http://expoplastperu.com/

7 a 10 de maio de 2018 APAS SHOW Expo Center Norte – São Paulo - SP www.apasshow.com.br

29 de maio a 1 de junho de 2018 IPACK IMA 2018 Fieramilano – Milão – Itália www.ipack-ima.it

22 a 24 de maio de 2018 FCE PHARMA E FCE COSMETIQUE São Paulo Expo – São Paulo – SP www.fcepharma.com.br / www.fcecosmetique.com.br

5 a 8 de junho de 2018 EXPO PACK MÉXICO 2018 Expo Santa Fé México – Cidade do México – México www.expopack.com.mx

12 a 14 de junho de 2018 EXPOVINIS Expo Center Norte – São Paulo – SP www.expovinis.com.br

07 e 08 de junho de 2018 EXPO LATIN PACK 2018 Espacio Riesco – Santiago – Chile www.latinpack.cl

26 a 29 de junho de 2018 FISPAL TECNOLOGIA São Paulo Expo – São Paulo – SP www.fispaltecnologia.com.br

11 a 14 de junho de 2018 ARGENPLAS Centro Costa Salguero – Buenos Aires – Argentina www.argenplas.com.ar

7 a 9 de agosto de 2018 ANUTEC BRAZIL 2018 Expo Trade Expo Center – Curitiba – PR www.anutecbrazil.com.br

20 a 22 de junho de 2018 LATAMPAPER Hotel Hilton – Cidade do Panamá - Panamá https://latampaper.com/

14 a 17 de agosto de 2018 INTERPLAST Expoville – Joinville - SC www.interplast.com.br

2 a 5 de outubro de 2018 TOKYO PACK 2018 Tokyo Big Sight – Tóquio - Japão www.tokyo-pack.jp/en/

21 a 23 de agosto de 2018 INNOVAPACK / FOOD INGREDIENTS SOUTH AMERICA Transamerica Expo Center – São Paulo - SP www.innovapackexpo.com / www.fi-events.com.br

14 a 17 de outubro de 2018 PACK EXPO INTERNATIONAL / HEALTHCARE PACKAGING EXPO McCormick Place – Chicago – EUA www.packexpointernational.com / www.hcpechicago.com

3 a 5 de setembro de 2018 EXPO ALUMÍNIO São Paulo Expo – São Paulo – SP www.expoaluminio.com.br

26 a 29 de novembro de 2018 ALL4PACK PARIS Paris Nord Villepinte France – Paris – França www.all4pack.fr

16

FEVEREIRO 2018


Visite a feira mais completa em soluções e tecnologia para a indústria de alimentos e bebidas da América Latina

440

Expositores dos setores de: máquinas para embalagens, logística , marcação e codificação, processos, equipamentos e acessórios, embalagens e automação.

ATRAÇÕES

2018

• Fórum Fispal Tecnologia • Indústria 4.0 – Alimentos e Bebidas • Lounge ABRE da Embalagem • Lounge da Inovação – SENAI/SP • Lab de Soluções – SENAI/SP • Consultoria IMT – Instituto Mauá Tecnologia

www.

fispaltecnologia .com.br

Transportadora Oficial

Agência de Turismo Oficial

Parceiro de Mídia

Filiada à

Promoção e Organização


ENTREVISTA

o h n e s De e d s e õ ç o m e PARA ALÉM DA ESTÉTICA, O DESIGN PRECISA LEVAR UMA MENSAGEM AO CONSUMIDOR. O PROCESSO LÍMBICO FOI CRIADO PARA ENTENDER ESSE CONSUMIDOR E O QUE O MOTIVA

E

m meio ao bombardeio de informações a que o consumidor é submetido a cada ida ao supermercado, é possível se perguntar, afinal, o que chama a sua atenção, o que o encanta, e por quê? O que o faz comprar o produto e tornar-se fiel à marca, sonho de todos que disputam aquele espaço na gôndola? Para responder essas questões, Mario Narita, CEO da Narita Design, desenvolveu uma metodologia chamada Processo Límbico®, que tem por princípio entender o comportamento humano e suas emoções. “Quando acessamos suas emoções, conseguimos dialogar com as pessoas”, afirma o designer. Mario Narita está há 40 anos no mercado e iniciou sua carreira em grandes agências de publicidade, inicialmente como assistente de arte e propaganda, mas foi na DPZ, que Petit o levou para o departamento de design. “Eu me identifiquei com o trabalho, pois as marcas e embalagens têm que durar mais no tempo, não são efêmeras como os anúncios, e requerem muito mais profundidade e pensamento”. Há 19 anos, ele fundou a Narita Design, e entre seus clientes estão grandes multinacionais como Ambev, Pepsico, Kimberly-Clark, Mondelēz, Sanofi-Aventis, BRF, Bunge, BIC e J.Macêdo, entre outros. Além do Brasil, já foram desenvolvidos projetos para os Estados Unidos, China, Emirados Árabes, Colômbia, Costa Rica, Peru, Equador,

18

Argentina e Venezuela, assim como projetos que foram estendidos para mais de 90 países ao redor do mundo. EMBANEWS: O que é o Processo Límbico? MARIO NARITA: É uma metodologia que revela a emo-

ção que está atrás do discurso racional do consumidor. Porque no fundo, todo ser humano quer ser reconhecido, amado e procurado. Então, praticamente fazemos tudo em função dos outros. EMBANEWS: Por que ele foi criado? MARIO NARITA: Primeiro, porque nas pesquisas qualitativas tradicionais, o consumidor mente em 3 ocasiões: sobre pressão, quando se exige dele respostas rápidas ou quando ele não quer fazer feio na frente dos outros, deturpando os resultados. Outro ponto é que o processo atual desperdiça tempo e verba; e essa é uma das partes mais relevantes, que quero ressaltar. O método tradicional envolve a escolha entre algumas embalagens, normalmente três, pelos responsáveis pela empresa, presidente e diretores, que passam então para as pesquisas. São processos longos e caros e quando o lançamento é feito, muitas vezes não dá certo. EMBANEWS: Por que isso ocorre? MARIO NARITA: Numa pesquisa qualitativa convencional, as perguntas são direcionadas ao córtex, aquela parte do cérebro responsável pelo pensamento racional e lógico do consumidor. Ele se cansa e tende a mentir

FEVEREIRO 2018

ENTREVISTA.indd 18

23/02/2018 17:40:02


ENTREVISTA nesses momentos. A verdade é que ninguém gosta de pensar. EMBANEWS: E o que faz o Processo Límbico? MARIO NARITA: Nesse processo, o estímulo é feito para a parte límbica do cérebro, onde se processam as emoções. 50% do nosso cérebro é desenhado para decodificar as emoções que captamos através da visão, porque é através da visão que nós captamos o perigo. E mais, nós olhamos e julgamos. Com a embalagem é a mesma coisa. Ao olhar, o estímulo vai direto à emoção. Porque o inconsciente é rápido e automático, não precisa pensar. 90% de nossas atitudes diárias são inconscientes, o ato de compra também. O que o Processo Límbico faz é extrair o não verbalizado e fazemos isso através de vários métodos: visão, tato, objeto, discurso indireto. EMBANEWS: Por exemplo... MARIO NARITA: No método pela visão, um exemplo é o desenvolvimento da embalagem para o lançamento das lâminas de barbear BIC - 4 lâminas. Devido à importância do projeto, um time de executivos franceses da BIC veio ao Brasil para o lançamento e nos escolheu em função do nosso processo. Apresentamos várias opções de embalagens e ao longo do processo de escolha, as pessoas acabavam por explicitar o porquê de suas preferências e rejeições, fatos relevantes na escolha da melhor embalagem. Se não fosse assim, como saberíamos qual é a melhor embalagem para uma marca nova como a BIC, que estava entrando no mercado de 4 lâminas, voltado para a classe B, num mercado dominado por uma marca líder com 70% de participação? E por isso, o nosso índice de acerto é muito alto. Não dá para se basear no gosto pessoal, que ainda predomina no processo de escolha tradicional. As pessoas mudaram. Esse é o alerta que eu faço: é preciso ter humildade e fazer um estudo aprofundado, pois caso contrário perde-se muito dinheiro. EMBANEWS: E quem é o atual consumidor? MARIO NARITA: Hoje o consumidor é rei, ele é extremamente bem informado, não é leal e tem voz ativa, tudo isso graças à internet. Ele também está ficando extremamente preguiçoso, ansioso, irritado. Esse

dado é muito expressivo: 53% das pessoas abandonarão o site se ele demorar mais de 3 segundos para carregar. Outro dado: 60% não retornarão. Você entra em uma busca e só olha os 3 primeiros resultados. Isso faz do tempo o patrimônio mais caro hoje. Relacionado ao tempo, e mais uma vez baseados no comportamento humano, nós classificamos e decodificamos os estímulos visuais na seguinte ordem: primeiro, a cor; em seguida, a forma, os números, e depois as palavras. Assim é que num segundo um desenho pode contar uma história. Temos orgulho de ter criado um patrimônio de marca para as cervejas Brahma, Skol e Antarctica, que são facilmente identificadas, de longe, apenas por suas cores. Por isso, enquanto todos vendem appetite appeal, nós vendemos findabillity – a capacidade de ser encontrável, num mundo com cada vez mais informações. EMBANEWS: Fale-nos de cases envolvendo outros métodos. MARIO NARITA: No trabalho feito para a Dona Benta, da J.Macêdo, trabalhamos com um antropólogo visual, que estuda os estilos de vida e comportamentos das pessoas através dos seus objetos ou de tudo o que ele junta para criar o mundo em volta dele. Vamos à casa das pessoas. Uma descoberta interessante nesse projeto é que a maioria das pessoas tem cozinha pequena e usa a pia para o preparo da comida. Então, uma embalagem de papelcartão, como queria o cliente

a princípio, seria inadequada. Também descobrimos como as pessoas guardam a sobra dos produtos, em saquinhos empilhados de qualquer maneira na despensa. Então, uma boa solução foi o stand up pouch, que fica em pé e tem zíper, e deixa mais organizada a despensa. Outro achado foram os ladrilhos e os panos de prato, que inspiraram todas as possibilidades de embalagens criadas. Quando essa embalagem saiu, vários consumidores nos disseram que se lembravam da casa da avó, e isso nos deixou muito felizes. Não, no aspecto negativo do antigo, mas no sentido emocional que a comida da avó e dos pais consegue nos passar. Porque comida é emocional. EMBANEWS: Que outros métodos já utilizaram? MARIO NARITA: Desenvolvemos um trabalho para a Kimberly-Clark, para definir o desenho de fundo (relevo) do papel higiênico Neve. Queríamos entender qual desenho mais transmitia a ideia de limpeza. Perguntamos aos cegos, e para isso produzimos matrizes em alto relevo para eles tocarem. Para o Toddynho, utilizamos a constelação sistêmica, uma técnica desenvolvida nos consultórios de terapia familiar, para conversar com a mãe e a criança, que trouxe resultados surpreendentes, sobre o relacionamento familiar, e ajudou a Pepsico inclusive a reposicionar os anúncios publicitários de Toddynho. EMBANEWS: Pode nos contar um exemplo desenvolvido para o mercado internacional?

NESTE CASE A INSPIRAÇÃO VEIO DE LADRILHOS E PANOS DE PRATO E DESPERTOU LEMBRANÇAS DA CASA DA AVÓ FEVEREIRO 2018

ENTREVISTA.indd 19

19

23/02/2018 17:40:26


ENTREVISTA MARIO NARITA: Fomos escolhidos para fazer o trabalho de reposicionamento da cerveja americana Shock Top. Eles queriam posicionar a marca em uma atitude mais jovem, ousada, bold. Mas durante o processo – e fomos à Califórnia, porque o mood (estado de espírito) dessa marca tem muito a ver com o de lá, descobrimos que viam Shock Top como uma cerveja para se beber em um momento tranquilo, descontraído, despretensioso, muito distante do posicionamento para o qual queriam mudar. Sabemos que quando uma ideia está incrustrada na mente do consumidor é difícil mudar. Só se consegue isso com muito dinheiro. A empresa percebeu isso e aceitou essa mudança de rota. Esse processo possibilita às pessoas enxergarem o que está acontecendo, evitando um desastre. EMBANEWS: Como você define o estilo da Narita, graficamente, e como esse conceito é transmitido à equipe? MARIO NARITA: Eu sigo o princípio das marcas japonesas; elas são simples e diretas, e o apliquei na comunicação. Hoje em dia calculo que sofremos a pressão de umas 100 mil informações por dia, de todos os lados, o sinal de trânsito, o rádio, internet, WhattsApp. Por isso é preciso ser extremamente simples e direto se quisermos atingir o público, e em nosso caso, ainda mais, pois trabalhamos com grandes clientes e produtos de massa, que exigem muita eficiência. E desenvolver um trabalho consis-

EMBALAGEM MARCOU UM IMPORTANTE LANÇAMENTO DA BIC

tente que tenha uma marca exige uma equipe bem formada. Eu tenho diretores que estão comigo há muito tempo. É preciso ensinar e formar as pessoas continuamente, algo muito difícil, em toda profissão, mais ainda no design. Você precisa de tempo para ser formado e hoje todos têm pressa. EMBANEWS: Como vê o papel do designer de embalagem?

DESENVOLVIMENTO PARA MARCA DE CERVEJA AMERICANA SHOCK TOP 20

FEVEREIRO 2018

MARIO NARITA: O cliente quer passar uma mensagem para o consumidor, mas ele não sabe como e me contrata para passar essa mensagem. Então eu preciso fazer com que essa mensagem chegue ao consumidor de maneira eficiente, por isso preciso entender esse consumidor e por isso desenvolvi o processo límbico. Mas há também o designer artista, que estabelece um monólogo; ele faz, ele coloca no mercado. EMBANEWS: Como jurado em diversas premiações internacionais, como em Cannes, no ano passado, como vê as diferenças entre o design praticado no Brasil e o internacional? MARIO NARITA: Nessas competições, premia-se muito o inusitado, que cabe em nichos. No mercado de massa, as agências brasileiras não ficam aquém e é onde é possível desenvolver um trabalho lá fora. No exterior, a vantagem é que eles têm muito mais dinheiro e o público é graficamente melhor educado para entender a proposta do design. Mas graças à internet, o público brasileiro tem desenvolvido um senso estético mais apurado. EMBANEWS: Como vê os desafios para o futuro? MARIO NARITA: Saber como a tecnologia vai influenciar o mercado de embalagem vai ser um grande desafio. Com o uso do celular para fazer compras, o que antes era visto em uma gôndola em 180 graus, agora está em uma tela de 10 cm². Essa é a gôndola do futuro, que inclui tecnologias como a realidade aumentada, em que já estamos trabalhando. O mais interessante nessa tecnologia é a grande quantidade de informações sobre o consumidor que o cliente passa a ter, mudando as relações. Outra tendência que não tem volta é a crescente conscientização dos consumidores, seja em relação aos alimentos, seja em referência ao propósito das empresas, ou à exigência por um posicionamento igualitário de crença, raça e gênero, ou à sustentabilidade de processos, trazendo novos desafios para todos.

www.naritadesign.com.br


Qualidade sempre em destaque A Globoplast investe em tecnologia e aprimora processos para produzir bisnagas plásticas de máxima qualidade para os segmentos Cosmético, Farmacêutico e Veterinário, Químico e de Alimentos, com vários tipos de acabamentos e diâmetros.

Bisnaga com válvula Pump Air Less Novidade Globoplast apresentada durante a FCE Cosmetique 2017

vendas@globoplast.com.br

|

www.globoplast.com.br

|

fone: +55 11 4156-8400


EMBALAGEM NO MARKETING

Embalagem na nova era do Marketing A UTILIZAÇÃO DA EMBALAGEM COMO FERRAMENTA DE MARKETING E VEÍCULO DE COMUNICAÇÃO ENTROU NA PAUTA E AS ESCOLAS ESTÃO INICIANDO ATIVIDADES E ESTUDOS NA ÁREA

C

onduzir uma marca com sucesso no novo cenário competitivo é uma tarefa cada vez mais complexa que vem exigindo das empresas e profissionais esforços redobrados para tentar acompanhar as grandes e aceleradas transformações por que passam os consumidores na era digital. Segundo o que um alto executivo da Unilever revelou numa entrevista, “Os consumidores mudam mais rapidamente que os produtos, as mídias e as técnicas de comunicação, demandando um esforço extraordinário das empresas apenas para não ficarem muito pra trás.” A fragmentação das mídias, a multiplicidade de canais de comunicação, as mídias sociais e o tempo cada dia mais escasso para acessá-las transformaram o contato das empresas com seus consumidores num grande desafio uma vez que os “encontros” da marca com seus consumidores não conseguem mais ser controlados pelas empresas. Neste contexto, a busca por novas abordagens e ideias que vão além da publicidade e da comunicação de marketing tradicionais, trazendo maior previsibilidade no contato do consumidor com a marca e suas manifestações, passou a estar no centro de uma revolução que vem acontecendo no modelo dos negócios que demanda marketing intensivo nos produtos de consumo. Algumas das mais badaladas agências da atualidade vêm criando campanhas e ações originais que utilizam a internet, a embalagem e outras mídias para, atuando em conjunto, produzir o máximo de impacto na comunicação. 24

FEVEREIRO 2018

Numa delas, a agência convenceu uma grande cervejaria canadense a investir um milhão de dólares na mudança de sua linha de produção para incluir um contra-rótulo nas garrafas. Os novos rótulos foram usados como suporte para propaganda e para conectar o consumidor via internet. As universidades têm trabalhado estes temas e vêm desenvolvendo estudos sobre o novo papel da propaganda e o futuro da mídia. No Brasil onde a publicidade é bastante desenvolvida, posicionada entre as melhores do mundo, a utilização da embalagem como ferramenta de marketing e veículo de comunicação entrou na pauta e as escolas estão iniciando atividades e estudos nesta área. A iniciativa do Instituto Mauá de Tecnologia neste sentido merece ser observada com atenção pois propõe através dos trabalhos e pesquisas de seu recém reunido grupo de especialistas em embalagem, uma nova abordagem para a função da embalagem como integrante do planejamento de comunicação e componente ativo do Branding. A partir da percepção do enorme potencial representado pela embalagem na comunicação de marketing e no trabalho de construção da marca através da presença física de seus produtos na vida dos consumidores, a escola criou um novo curso que integra diversas disciplinas conduzidas por professores especialistas que atuam baseados na metodologia “Project Based Learning”, na qual os alunos aplicam os conceitos aprendidos em aula diretamente em projetos de embalagem desenvolvidos para empresas reais do mercado.

Além do Curso de Pós-Graduação em Engenharia de Embalagem que há mais de 20 vem formando turmas ininterruptamente, agora, em seu novo modelo de cursos modulares, a escola está oferecendo também este programa atualizado e de curta duração. Partindo do princípio que a embalagem é um veículo que pode conduzir mais de cinquenta diferentes ações promocionais já catalogadas, “conectar” o consumidor ao site do produto, divulgar slogans e mensagens publicitárias, integrar a campanha de mídia ao produto físico, e funcionar como ferramenta na construção da imagem de marca e na geração de “brand idea”, não é mais possível utilizar a embalagem apenas para carregar o produto, pois essa abordagem está completamente ultrapassada. A embalagem é um componente precioso por ser uma mídia com 100% dos receptores conhecidos uma vez que ela atinge sempre os consumidores do produto que ela contém. Por isso sua melhor utilização merece a atenção e empenho das empresas e entidades do setor na obtenção de sua mais valiosa contribuição, afinal, falar com o consumidor está a cada dia mais difícil. O que dizer então de entrar em sua casa, no seu armário de banheiro, na sua geladeira, ficar sobre a mesa enquanto ele toma o café da manhã…

FABIO MESTRINER Professor do curso de pósgraduação em Engenharia de Embalagem do Instituto Mauá de Tecnologia fabio@mestriner.com.br


LUXO

A EMBALAGEM DE LUXO AGREGANDO VALOR AO PRODUTO NOVOS RECURSOS EM ACABAMENTOS E MATERIAIS DE EMBALAGEM CRIAM POSSIBILIDADES PARA ATENDER ESSE EXIGENTE MERCADO

N

um momento em que as empresas buscam cada vez mais reduzir os custos das embalagens de seus produtos, as embalagens de luxo ainda ocupam um lugar de destaque, tem seu espaço reservado e venda certa principalmente para o setor cosmético, onde as empresas buscam constantemente uma diferenciação pelo luxo e glamour das embalagens, além é claro da qualidade dos produtos. Exatamente por este motivo, nos últimos anos, o Brasil tem sido alvo de muitas empresas nacionais e internacionais que representam o mercado de luxo no mundo e oferecem uma enorme quantidade de opções de embalagens, luxuosas no design, no material utilizado e na funcionalidade. Empresas como Estée Lauder, Lancôme, Dior, Yves Saint Laurent, Vera Wang, entre outras, já estão inclusive usando Cristais Swarovski em suas embalagens, o que possibilita que seus produtos possam ter um aumento de preço exponencial. Com muita maestria e sustentabilidade, as empresas nacionais Natura, Boticário, Jequiti, Mahogany, Hinodê, entre outras, também estão buscando nas embalagens de luxo uma diferenciação para seus produtos, usando cada vez mais os recursos disponibilizados pelos fornecedores nacionais e internacionais, com opções de embalagem e 26

FEVEREIRO 2018

acabamentos cada vez mais inovadores, que brilham aos olhos de um consumidor cada vez mais seletivo e exigente. Um exemplo disso é a holografia, que além de ser uma ferramenta de segurança, reforça a qualidade percebida e permite obter uma decoração colorida ou metálica de alto brilho, que dá à embalagem uma sensação verdadeiramente luxuosa com excelentes qualidades táteis e superficiais. Alguns fornecedores de resina e acabamentos especiais combinam conhecimentos para desenvolver novos efeitos decorativos usando por exemplo hot stamping holográfico, criando novas oportunidades para design, cores e metalização em materiais extremamente transparentes, os quais são muito utilizados nas embalagens do setor de perfumaria. Esses materiais são conhecidos por dar aos designers de embalagens de cosméticos uma imensa liberdade de expressão, pela sua transparência e moldabilidade, permitindo a criação de inovadoras formas de embalagem. O uso da transparência de materiais plásticos semelhante ao vidro para a translucidez colorida e os efeitos esmerilados permite termos recipientes de cosméticos bonitos e funcionais que brilham, brilham e se destacam nas lojas. Também possibilitam vários efeitos e técnicas de decoração que podem ser

obtidos, como mármore, fosco, brilho, bolha, sobremoldagem, estampagem a quente e metalização. Outra forma que é bastante utilizada para expressar luxo e glamour nas embalagens são as válvulas pump, válvulas spray e bombas pulverizadoras, que além de encantar o consumidor bela sua beleza, facilitam o uso pela forma de aplicação do produto, pela ergonomia e facilidade no controle da dosagem. Vemos também que até nesses itens estão sendo usadas várias formas de acabamento para torná-las ainda mais atrativas e evidentemente conferir aos produtos a mesma percepção de luxo atribuída pelos frascos e tampas. Com isso podemos perceber um forte movimento das empresas no sentido de investir nessas embalagens de luxo que conferem glamour a seus produtos e podem trazer um significativo aumento nas vendas, num mercado extremamente competitivo, no qual cada vez mais consumidores buscam por produtos com preço justo, mas sempre pagam pelos produtos cujo valor agregado é claramente percebido.

PAULO PEREIRA Profissional de Embalagem pauloepereira7@gmail.com


REALIDADE AUMENTADA

QUE O DADO ESTEJA COM VOCÊ

BAIXE ZAPPAR, ABRA O APP E APONTE PARA O DADO

AS TECNOLOGIAS QUE CHEGAM PARA INTEGRAR O FÍSICO E VIRTUAL, ALÉM DA EXPERIÊNCIA, GERAM DADOS VALIOSOS PARA AS MARCAS

D

ados apontam caminhos. São como uma bússola para orientar ações, posicionamentos e estratégias. Para melhorar a experiência do cliente, é essencial entender como ele pensa, suas expectativas e comportamentos. E é exatamente neste contexto que as tecnologias de Realidade Aumentada, Realidade Virtual, Realidade Mista, Inteligência Artificial, Internet das coisas, entre outras coisas, chegam para integrar físico e virtual, experiência e dados valiosos para as marcas. Os relatórios da Gartner 2017 afirmam que 78% dos consumidores querem mais informações do que as que estão nas embalagens. Considerando que as embalagens já estão saturadas de informações e textos obrigatórios, a Realidade Aumentada me parece a ferramenta ideal para atender essa expectativa. E tem mais: 64% dos consumidores se interessam por embalagens interativas, 54% das mulheres gostariam de acessar mais informações sobre cosméticos direto na embalagem, 29% gostariam de usar a tecnologia para ver como o produto funciona antes da compra e 25% gostariam 28

FEVEREIRO 2018

de personalizar seus produtos antes de comprar. No Brasil, os super conectados millennials já representam boa parte da população economicamente ativa. Por motivos óbvios eles são os principais colaborares da empresas: 40% deles gostariam de participar da criação de produtos e marcas. No universo do Mobile Commerce, os dados são impressionantes. Uma em cada três compras online já ocorrem via dispositivo móvel. Nove entre dez consumidores usam o celular dentro da loja física e oito de cada dez compras são influenciadas por dispositivos móveis. Não é por acaso que a Gartner afirma também que profissionais de marketing em todo o mundo planejam aumentar o investimento em análise de dados em 375% nos próximos 5 anos. Mas será que não estamos falando de um público muito específico, super conectado? Não! A prova é que na principal feira de agronegócio do Brasil (sim, agronegócio), é comum encontrar experiências interativas em Realidade Aumentada ou Virtual nos estandes dos principais expositores. Estamos falando de marcas que conversam com o produtor rural, um

público, teoricamente, pouco conectado. O mercado agro entendeu muito bem a importância da tecnologia, caminho sem volta na revolução que estamos vivendo. (Dica: pesquise no google sobre “Vacas conectadas”. É impressionante!) Paradoxalmente, alguns mercados com produtos focados em crianças e jovens (os super conectados de verdade) ainda apresentam um comportamento tímido, conservador. São poucas as iniciativas nacionais de uso da tecnologia em brinquedos, por exemplo. Difícil entender. Mas já temos bons exemplos a serem seguidos: empresas como FestColor, Mochilas Pacific, BigStar Brinquedos, Frimesa, Fraldas Hipopó e Fantasias Sulamericana já estão reimaginando seu portfólio, entregando produtos conectados, interativos e divertidos. O último relatório de 2017 do Gartner prevê 50 bilhões de produtos conectados até 2020. Que o seu seja um deles!

HENRY ASSEF Executivo de Realidade Aumentada e Virtual na Massfar henry@massfar.com


DESIGN

Cachaça verde e amarela

EMBALAGEM DESENVOLVIDA COM DESIGN TEM SIDO UMA DAS SOLUÇÕES PARA FAVORECER O AUMENTO DAS EXPORTAÇÕES DA BEBIDA BRASILEIRA

D

ados oficiais do setor mostram que a exportação de cachaça fechou 2017 em ritmo de crescimento com 10,5% de alta em dezembro em relação ao mesmo mês de 2016. O salto em relação a 2016 foi de 13,4%, o que demonstra a importância que o destilado tem fora do Brasil. Empresas brasileiras têm investido cada vez mais no mercado internacional e a embalagem desenvolvida com design tem sido usada como uma das soluções para favorecer esse crescimento. As cachaçarias Engenho Água Doce, Sanhaçu, Araxá, 3D Indústria de Bebidas e a Destom participaram da primeira e segunda edição do programa Design Export, uma iniciativa da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e do Centro Brasil Design (CBD) e encontraram uma oportunidade para se tornar ainda mais atraentes no exterior utilizando design. A cachaçaria pernambucana Engenho Água Doce tinha a necessidade de se diferenciar em meio à concorrência e de agregar valor ao produto, o que motivou a empresa a buscar um novo design para sua embalagem. Uma premissa do projeto, desenvolvido pelo escritório GRID Design e Estratégia, foi de que a embalagem da cachaça se tornasse um verdadeiro convite a degustá-la, combinando tradição com um visual mais moderno. O trabalho resultou em um reposicionamento da marca, que ga-

30

FEVEREIRO 2018

nhou um tom mais elegante e um visual de destaque. A Araxá Cachaça de Minas, do sudoeste mineiro, fez um redesign de embalagem para a família de cachaças artesanais Braziliana composta por rótulos, caixas e kits com miniaturas para presentes e coleções. O design ficou por conta da chablau! Laboratório de ideias que renovou o conceito da imagem do Brasil que já era praticado pelas embalagens antigas, com seus principais ícones e símbolos, mas sem cair na representação clichê, apostando em composições fotográficas inusitadas que transmitem toda a alma do nosso país, o colorido, o clima. Já no caso da Sanhaçu, marca pernambucana de cachaça orgânica que possui o primeiro alambique do país abastecido totalmente com energia produzida pela luz solar, a ideia era apresentar a cachaça Sanhaçu para o mundo, com foco no Canadá, Alemanha e Estados Unidos. Para cumprir o objetivo, a empresa lançou o Kit Caipirinha Sanhaçu, que carrega toda a popularidade do drink brasileiro, facilitando a entrada da bebida em outros mercados, já que no exterior a caipirinha é mais conhecida do que a cachaça em si. Na segunda oportunidade, a empresa foi novamente conectada com o escritório Herbert Perman Design, que redesenhou as embalagens. O ponto alto desse projeto é o formato diferenciado da garrafa aliado ao rótulo preto e sóbrio. Isso, somado aos selos

de premiações e ao selo de produto orgânico, traz grande força de venda e diferenciação no ponto de venda. A Extrema, cachaça da 3D Indústria de Bebidas, ganhou uma nova embalagem desenvolvida pela Spark design & innovation, também pelo Design Export. Ganhou o nome de “Folha” para exportação, onde foram incorporados elementos que remetem de forma direta e indireta ao aspecto orgânico da bebida. As garrafas também ganharam um toque mais tropical que reforça a nacionalidade do destilado. E a Destom lançou a Huntr, uma bebida mista à base de cachaça, mel, limão, gengibre com um toque de laranja. As empresas não conseguem operar sem as embalagens, o que as tornam indispensáveis para a maioria dos negócios. Por ser o item industrial mais produzido no mundo, ela é considerada um item de avaliação e referência cada vez mais relevante no novo cenário competitivo. Trazer design à embalagem fortalece a imagem da marca e a diferencia da concorrência. E, no caso das cachaças que são exportadas, o design tem um poder ainda maior: conquistar estrangeiros com essa bebida que tem ligação direta com a história do Brasil.

JULIANA BUSO

Coordenadora de projetos do Centro Brasil Design e representante do iF DESIGN AWARD no Brasil juliana@cbd.org.br www.cbd.org.br


FOTO FUTUREPACK

FRONTEIRAS

Equador CONSTRUÇÃO DE MARCAS FORTES PASSA POR EMBALAGENS MAIS SOFISTICADAS

S

ó um bom produto e uma boa embalagem pouco fazem pela empresa, porém podem ser a base para um posicionamento diferenciado e levar à valorização de toda a cadeia envolvida. O Equador está investindo na cadeia de produção de chocolates, desde a plantação do cacau, passando por análises das melhores frutas, processos etc. Este investimento resultou em produtos ganhadores de prêmios internacionais. Um reconhecimento que também aumentou o investimento na escolha de embalagens mais sofisticadas, que realimentam a força das marcas e assim por diante, num círculo virtuoso. Tomemos três exemplos recentes. A marca Caoni estampa no cartucho uma máscara mortuária de ancestrais equatorianos, destacando o nome do país e, em hot stamping, o “100% Cacao Arriba”. O cartucho de papelcartão é impresso frente e verso e a embalagem primária (flow pack) é bem lacrada e tem a marca estampada em dourado. O Pacari também faz uma alusão 32

FEVEREIRO 2018

aos ancestrais pré-colombianos como elemento gráfico, e uma assinatura importante: Chocolate Orgânico premium dá árvores para a barra. O produto recebeu o prêmio Chocolates Awards Gold Mundial, e usa menta dos Andes para “temperar” o produto. Destaca ainda a de-

“O TAMANHO DAS EMPRESAS É IRRELEVANTE PERTO DA IMPORTÂNCIA DE UM BOM PRODUTO E UM TRABALHO BEM PLANEJADO DE BRANDING EM

Todas as marcas de chocolates respeitam a rotulagem de alimentos ao informar através de cores se os teores de açúcar, sal e gordura estão acima, abaixo ou em níveis normais. Além de bom produto e boas embalagens, estas e outras empresas têm investido em campanhas de marketing internacional, visando aumentar internamente o prestígio e no exterior. Embalagem aqui foi um dos itens, mas prova que Embalagem melhor. Mundo melhor!

TODOS OS PONTOS”

nominação Parve (Kosher) ou sem leite e derivados. A embalagem primária (flow pack) é metalizada e traz um cacau estilizado, lindíssima! O Hoja Verde (folha verde) conquistou o prêmio Bronze no mesmo concurso, além de outro prêmio da Academia do Chocolate. Também é orgânico e Koscher, aumentando seu valor no mercado.

ASSUNTA N. CAMILO Diretora da FuturePack Consultoria de Embalagens e do Instituto de Embalagens atendimento@institutodeembalagens.com.br


FSC® Brasil • FSC® F000204 • facebook.com/fscbrasil • www.fsc.org.br


SID - SISTEMA DE INFORMAÇÃO DIRIGIDA

PRÊMIO EMBANEWS 2018

JULGAMENTO É REALIZADO EM SÃO PAULO

Confecção de Anilox Gravação de cilindros para Rotogravura

(11) 5814-3871 (11) 3493-5577

D 20 esde 01

Conheça: www.rcdudas.com.br

Abrindo o calendário de eventos do setor, o julgamento do 27º Prêmio EMBANEWS – Troféu Roberto Hiraishi 2018 foi realizado nos dias 23 e 24 de janeiro, no Hotel Transamerica Executive Perdizes, em São Paulo. O corpo de jurados foi formado por profissionais renomados, indicados pelas entidades vinculadas ao setor de embalagem e apoiadoras do Prêmio EMBANEWS. As peças que obtiverem as maiores notas recebem o Prêmio Destaques do Ano, e dentre estas, a que obtiver a nota mais alta é distinguida como a Melhor Embalagem do Ano, a serem conhecidas na festa do Prêmio EMBANEWS. Esta edição do Prêmio EMBANEWS revelou inovações em design e marketing, aplicação de novas tecnologias e materiais, soluções em sustentabilidade e na nova categoria: logística. Todos os vencedores serão conhecidos do público na grande festa do Prêmio EMBANEWS 2018 a ser realizada na primeira quinzena de maio, em São Paulo. www.embanews.com premio@embanews.com

FEVEREIRO 2018

37


© DIGITAL STARS 2017. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

Nunca uma embalagem de C hicle de Bola teve tanta audiência.

A LINHA BUZZY É DIFERENTE DE TUDO O QUE VOCÊ JÁ VIU. São produtos que literalmente conversam com o público, contam histórias, convidam para um game e entregam o que seu consumidor mais deseja: experiências interativas. Em parceria com a Massfar e sete dos principais Youtubers brasileiros, a RICLAN transformou a embalagem de seus produtos em um poderoso espaço de mídia. Quer conversar com seu público de um jeito realmente novo?

Fale agora mesmo com a Massfar.

16 3102-7822 /MassfarRealidadeAumentada

massfar.com


SID - SISTEMA DE INFORMAÇÃO DIRIGIDA

EXPOPRINT 2018

EVENTO REÚNE A CADEIA DE IMPRESSÃO

Av. Cachoeira, 1059 Vila Industrial Barueri/SP - 06413-000 Fone: (11) 4168-1153 Fax: (11) 4168-1365 embaclass@embaclass.com.br www.embaclass.com.br ** Sopro e Injeção de plásticos. ** Linha Standard de Embalagens Plásticas: Frascos, Potes, Tampas, Bisnagas ** Desenvolvimento de Projetos e Moldes Exclusivos ** Mercados de atuação: Cosmético / Automotivo / Veterinário / Farmacêutico / Alimentício / Químico

A ExpoPrint Latin America 2018 ocorre entre os dias 20 e 24 de março, nos Pavilhões Azul e Branco do Expo Center Norte, em São Paulo. A feira já conta com mais de 90% de seu espaço ocupado, o que reafirma sua posição de maior evento de impressão das Américas. O número de visitantes pré-cadastrados para visitar a feira supera em 28% o alcançado no mesmo período de sua última edição, em 2014. De acordo com Eduardo Sousa, presidente da Afeigraf (Associação dos Agentes de Fornecedores de Equipamentos e Insumos para a Indústria Gráfica), realizadora da feira, as expectativas são enormes; e vários fatores levam a isso. “A ExpoPrint tem qualidade e representatividade, e estamos em um momento econômico mais favorável, com retomada de crédito e maior confiança do empresário; e uma organização e promoção/divulgação da feira impecáveis”. Ismael Guarnelli, diretor da APS Marketing de Eventos, organizadora e promotora da ExpoPrint, ressalta o trabalho realizado: “A ExpoPrint é fruto de um incansável trabalho de quatro anos para levar à indústria a melhor e maior feira de impressão da nossa região.” Em paralelo acontece a ConverExpo Latin America, realizada pela Abflexo/FTA-Brasil (Associação Brasileira Técnica de Flexografia). www.expoprint.com.br e www.converexpo.com.br

FEVEREIRO 2018

39


SID - SISTEMA DE INFORMAÇÃO DIRIGIDA

IPACK-IMA 2018

A FEIRA DE EMBALAGEM NA INNOVATION ALLIANCE

®

DESIGN

hello@flyjabuti.com | (11) 3628 5222 flyjabuti.com

The Innovation Alliance – a Aliança de Inovação que acontecerá na Fiera Milano, de 29 de maio a 1º de junho de 2018, reunirá cinco exposições especializadas: IPACK-IMA, evento para tecnologias no setor de processamento e embalagem; MEAT-TECH, especializado em processamento e embalagem para indústria de carne; PLAST, para a indústria de plástico e borracha; Print4All, o novo formato dedicado à indústria de impressão comercial e industrial; INTRALOGISTICA ITALIA, que traz soluções para manuseio industrial, gerenciamento de armazéns, armazenamento de materiais e operações de picking. O evento promovido pela Fiera Milano conta com um espaço total de 112.800 metros quadrados e devem se apresentar 1.662 expositores diretos de 42 países, com boas perspectivas de crescimento nos próximos meses, segundo os organizadores. O setor de máquinas industriais, representado na feira, movimentou 23,6 bilhões de euros em negócios e empregou mais de 70 mil pessoas na Itália em 2017, e é considerada uma importante força exportadora do país. Mais de 70% da produção de máquinas é exportada. www.ipackima.com

FEVEREIRO 2018

41


COMPETITIVIDADE

RELAÇÕES COLABORATIVAS (OU NÃO) NAS CADEIAS PRODUTIVAS

COMPETIÇÃO NÃO EXCLUI A COLABORAÇÃO. DAÍ O TERMO COLABORAÇÃO COMPETITIVA, QUE PERMITE A TODOS MANTEREM-SE COMPETITIVOS

G

erir ou assumir a governança de uma cadeia produtiva é um dos mais difíceis desafios dos dias de hoje. Entendo que é preciso manter (ou tentar manter) a sincronia entre os diversos agentes, objetivando agregar valor a todos eles, incluindo os consumidores. Para tanto, Cooper; Lambert; Pagh (1997) afirmam que são necessários três elementos básicos: os processos de negócio (foco deste texto), a estrutura da cadeia e os componentes da gestão. Os processos de negócio, referem-se às relações entre os agentes da cadeia que devem ser colaborativas, palavra muito falada (apenas isso) atualmente. Kanter (1994), num ensaio para a Harvard Business Review, que ainda é aplicável no presente momento brasileiro, relacionou e detalhou o que chamou de oito características essenciais para a colaboração competitiva (colaboração para que o valor adicionado a um produto seja compartilhado entre os agentes e todos se mantenham competitivos no mercado). Peço ao leitor ou à leitora a gentileza de não estranharem a expressão em negrito. Ela existe, mas não tem sido usada com muita frequência. Peço também que reflitam sobre o conteúdo de cada uma e se

42

FEVEREIRO 2018

questionem se elas fazem parte do seu cotidiano. São elas: Excelência individual: as empresas são fortes (ou pretendem ser) e têm algo de valor para contribuir no relacionamento. Têm o objetivo de crescimento e não de “fuga” frente a dificuldades diversas; Importância: os relacionamentos são ajustados a objetivos estratégicos e é de interesse de todos o bom e harmonioso funcionamento da cadeia produtiva; Interdependência: as empresas sinergizam suas atividades e serviços; Investimentos: as empresas investem nos demais agentes para demonstrar confiança mútua; Informação: a comunicação é aberta e os objetivos e informações diversas são compartilhados; Integração: as empresas desenvolvem novas maneiras de se relacionar e negociar; Institucionalização: há clareza de responsabilidades nos processos de decisão e as cadeias produtivas funcionam como uma organização; Integridade: o comportamento ético fortalece o respeito mútuo. As perguntas, provocativas, que me veem cada vez que leio essas oito características e penso no que é praticado de forma ininterrupta, são: quando o comprador, de embala-

• • • • •

gem, por exemplo, impõe ao vendedor prazos de pagamento de 120, 150 ou 180 dias, que tipo de relação quer estabelecer? Colaborativa ou predadora? Ganha-ganha ou “só eu ganho”? Qual seria a sua reação, caro leitor e cara leitora, se, no momento da sua contratação, o empregador propusesse pagar o seu primeiro salário mensal somente após 6 meses de trabalho? Em sã consciência, você se submeteria a isso? Não sei quão duradoura será uma relação em que cabem essas perguntas. Torço para que seja curta, muito curta! Referências Bibliográficas COOPER, M. C.; LAMBERT, D. M.; PAGH, J.D. Supply chain management: more than a new name for Logistics. The International Journal of Logistics Management, v.8, n.1, 1997. KANTER, R. M. Collaborative advantage: the art of alliances. Harvard, Harvard Business Review, n.4, p.96 - 112, jul./ago. 1994

ANTONIO CABRAL

Coordenador do Curso de Pós-Graduação em Engenharia de Embalagem no Centro Universitário do Instituto Mauá de Tecnologia (CEUN/IMT) acabral@maua.br


LATIN AMERICA

EM 2018, CRIE OPORTUNIDADES NO SEGMENTO QUE MAIS CRESCE NA INDÚSTRIA DE IMPRESSÃO! FAÇA O SEU CADASTRO

GRATUITO ONLINE

E CONCORRA A UM IPHONE!*

w w w.c o nver ex p o.com.br *imagem meramente ilustrativa

20 a 24 de Março de 2018 - São paulo - SP - BRasil expo center norte | pavilhões azul e branco


Precisão e Produtividade é Promáquina

Linha Completa de Envase Posicionador de Frascos

Enchedora/ Tampadora Monobloco

Rotuladora Linear

CFR 21 part 11

Linha composta por: Posicionador Automático de Frascos Modelo PR 900, Enchedora Automática Volumétrica Linear Modelo VL 16/Tampadora Automática Rotativa Modelo PR 288/DT e rotuladora linear. Os equipamentos Promáquina possuem projeto moderno e versátil. São desenvolvidos para os mais diversos tipos de embalagens com alto desempenho em todos os níveis, desde pequenas e médias até as mais altas produções. Há mais de 29 anos, a Promáquina desenvolve soluções em sistemas de envase e fechamento de embalagens. Nossos colaboradores estão engajados na melhoria continua do nosso padrão de qualidade e na transparência no atendimento ao cliente. Promáquina. Confiabilidade a toda prova.

Soluções na medida exata para os mercados Farmacêutico, Cosmético, Químico e de Alimentos e Bebidas. • Posicionadores • Enchedoras • Rotuladora • Enchedoras de Bisnagas • Aplicadoras de Sleeve • Lavadoras / Sopradoras • Tampadoras • Final de Linha • Encartuchadoras • Contadoras de Comprimidos

www.promaquina.com.br Fone: (+ 55 11) 3686-6722 | DDR 3602-6722

EMBANEWS Nº 335 - Fevereiro 2018  

Mídia líder de mercado no setor de embalagens no Brasil

EMBANEWS Nº 335 - Fevereiro 2018  

Mídia líder de mercado no setor de embalagens no Brasil