Page 1

Neiva Torrezani

Componente curricular

Geografia Anos finais do Ensino Fundamental

Geografia Componente curricular Geografia

ISBN 978-85-20-00225-4

9

788520 002254

Geografia

6ยบ ano


Componente curricular Geografia Anos finais do Ensino Fundamental

Neiva Camargo Torrezani Professora graduada e bacharel em Geografia pela Universidade Estadual de Londrina (UEL-PR). Especialista em Análise e Educação Ambiental em Ciências da Terra pela Universidade Estadual de Londrina (UEL-PR). Atuou como professora de Geografia em escolas da rede particular de ensino.

Geografia

6º ano

2a edição    São Paulo    2015


Copyright © Neiva Camargo Torrezani, 2015 Diretor editorial Lauri Cericato Gerente editorial Silvana Rossi Júlio Editora Natalia Taccetti Editoras assistentes Isabela Gorgatti Cruz e Mirian Martins Pereira Assessoria Bruna Mariana Rodrigues e Jéssica Vieira de Faria Gerente de produção editorial Mariana Milani Coordenadora de produção Marcia Berne Coordenadora de arte Daniela Di Creddo Máximo Coordenadora de preparação e revisão Lilian Semenichin Revisão Viviam Moreira (líder); Revisores: Fernando Cardoso, Kátia Cardoso, Lilian Vismari, Regina Barrozo e Rita Lopes Supervisão de iconografia Célia Maria Rosa de Oliveira Iconografia Erika Nascimento e Priscila Massei Diretor de operações e produção gráfica Reginaldo Soares Damasceno Produção editorial Scriba Projetos Editoriais Assistência editorial Bruna Migotto Barbieri, Erica Mantovani Martins, Erika Fernanda Rodrigues, Karolyna Ap. Lima dos Santos e Kleyton Kamogawa Projeto gráfico Marcela Pialarissi, Laís Garbelini e Dayane Barbieri Capa Marcela Pialarissi Imagem de capa Fotomontagem de José Vitor E. C. formada pelas imagens Ayhan Altun/ Getty Images (fundo) e José Vitor Elorza/ASC Imagens (perfil) Edição de ilustrações Ana Elisa e Rafaela H. Pereira Diagramação Leda Cristina Silva Teodorico Tratamento de imagens José Vitor Elorza Costa Ilustrações Art Capri, Camila Ferreira, Estudio Meraki, Flavio Pereira, Gilberto Alicio, Ingridhi Borges, José Vitor E. C., Leonardo Mari, Luciane Mori Maryane Vioto Silva, N. Akira, Renan Fonseca Cartografia E. Cavalcante Coordenação de produção Cristiano J. Silva Assistência de produção Daiana Melo e Tamires Azevedo Autorização de recursos Erick L. Almeida Pesquisa iconográfica André Silva Rodrigues Editoração eletrônica Luiz Roberto L. Correa (Beto)

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil)

Torrezani, Neiva Camargo Vontade de saber geografia, 6o ano / Neiva Camargo Torrezani. – 2. ed. – São Paulo : FTD, 2015. Bibliografia ISBN 978-85-20-00225-4 (aluno) ISBN 978-85-20-00226-1 (professor) 1. Geografia (Ensino fundamental) I. Título.

15-03731 CDD-372.891 Índices para catálogo sistemático: 1. Geografia : Ensino fundamental 372.891

Em respeito ao meio ambiente, as folhas deste livro foram produzidas com fibras obtidas de árvores de florestas plantadas, com origem certificada.

Reprodução proibida: Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998. Todos os direitos reservados à Editora FTD S.A. Rua Rui Barbosa, 156 – Bela Vista – São Paulo-SP CEP 01326-010 – Tel. (11) 3598-6000 Caixa Postal 65149 – CEP da Caixa Postal 01390-970 www.ftd.com.br E-mail: ensino.fundamental2@ftd.com.br

Impresso no Parque Gráfico da Editora FTD S.A. CNPJ 61.186.490/0016-33 Avenida Antonio Bardella, 300 Guarulhos-SP – CEP 07220-020 Tel. (11) 3545-8600 e Fax (11) 2412-5375


Apresentação Estudar Geografia é uma oportunidade de ficarmos cada vez mais atentos ao mundo em que vivemos, não apenas como simples observadores, mas como indivíduos atuantes e críticos em relação a tudo o que está a nossa volta. Além desses benefícios, o estudo da Geografia nos leva a conhecer o modo de vida de diferentes povos, compreendendo os motivos pelos quais o ser humano utilizou os recursos da natureza, de maneira que transformou as paisagens terrestres, descobrindo e criando novos espaços geográficos. O conhecimento geográfico também contribui para pensarmos e agirmos estabelecendo relações entre o lugar em que vivemos e outros lugares, sabendo que fazemos parte de um mundo conectado. Considerando tudo isso, esta coleção foi elaborada com o intuito de tornar seu estudo ainda mais agradável e de auxiliá-lo(a) a se preparar para os desafios tanto do presente quanto do futuro.

Dja65/Shutterstock/ Glow Images

A autora.


Conheça o seu

livro

Abertura de capítulo Nestas páginas, você verá imagens e questionamentos que nortearão o que será estudado no capítulo.

Geografia em foco Toda vez que você encontrar este ícone, significa que as atividades podem ser respondidas oralmente.

70º

ens terrestres

paisag Geografia em foco Clima e tecnologia nas

George Rose/Getty Images

40º

Equador

São Paulo (SP)

Teresina

10º

OCEANO ATLÂNTICO

Campo Grande

20º

E. Cavalcante

OCEANO PACÍFICO

E. Cavalcante

Porto Alegre 30º

Limite internacional Limite estadual Capital

Coordenadas Está localizada na latitude de 23o ao sul da linha do Equador e a 46o a oeste do meridiano de Greenwich. Então dizemos: 23o S 46o O

Manaus (AM)

3o S 60o O

Porto Alegre (RS)

30o S 51o O

Campo Grande (MS)

20o S 54o O

Teresina (PI)

5o S 42o O

São Paulo

Trópico de Capricórnio

Aqui você encontrará informações complementares, como textos e imagens, que vão enriquecer o seu aprendizado.

150

50º

Manaus

Box complementar

região de A imagem mostra uma da lavoura irrigada no estado em 2013. Califórnia, Estados Unidos,

60º

Cidades

naturalmenregiões do planeta que encontrar lavouras em . Um Atualmente, é possível is para a produção agrícola es climáticas favoráve o ou semiárido. A te não apresentam condiçõ áreas de clima desértic cultivos agrícolas em desenvolvidas técnicas exemplo disso são os é possível porque foram áreas nessas os cultivos agrícopresença de lavouras ser humano pudesse adaptar o que para as cada vez mais elaborad fundamenlas nesses lugares. o preparo do solo foram técnicas de irrigação e as. Além O desenvolvimento de paisagens das áreas desértic e atividade agrícola nas genético tais para que houvess adas para o melhoramento científicas foram direcion lugares. disso, muitas pesquisas , não sobreviveriam nesses características originais suas com que, de plantas melhoradas. com características para obter animais e plantas a produtividade de sua trabalho desenvolvido por exemplo, pode aumentar produtiva, em menos Melhoramento genético: ento genético, um agricultor, Por meio do melhoram animais com maior capacidade de gado bovino pode obter lavoura, ou um criador baixos. tempo e com custos mais

você encontrar este ícone, significa que as atividades devem ser respondidas por escrito no caderno.

capítulo 2

Coordenadas geogvez ráficasque Toda

No ponto de encontro entre um paralelo e um meridian medidas em graus (latitude o, marcados por suas respectiv e longitude), temos uma as coordenada geográfica. nada geográfica que fornece É a coordea localização de qualque r ponto da superfície terrestre Veja, no mapa abaixo, . as coordenadas geográfi cas de algumas capitais brasileiras. Coordenadas geográficas

N

0

440 km

O

L S

Fonte: ATLAS geográfico escolar. 6. ed. Rio de Janeiro: IBGE, 2012. p. 152.

GPS Conhecido por Global Positionin g System (Sistema de Posicionam o GPS foi criado na década ento Global), de 1970, nos Estados Unidos, para fins militares. Além de fornecer a localização exata de objetos ou pessoas na superfície terrestre, informações obtidas por as meio dele auxiliam na delimitaçã o e na medição de elementos que, posteriorm ente, serão representados cartograficamente, como limites de municípios ou de propriedades, rios, morros, entre outros. Atualmente, o GPS é utilizado com diversas finalidade aviação ou simplesmente s, como na navegação, por uma pessoa que queira saber sua localização na superfície do planeta, o melhor trajeto e o tempo a ser percorrido no trânsito em roteiros de viagens. e Na agricultura, o GPS vem sendo intensamente na coleta de dados para utilizado a produção de mapas de extensas lavouras. Com nesse mapeamento, o base agricultor consegue, entre outras informações, identificar as áreas mais produtivas ou aquelas que apresenta m problemas e necessitam de tratamento especial.

Tony West/Alamy/Latin stock

Nesta seção, algumas informações referentes ao assunto estudado serão acrescentadas. É um momento em que você desenvolverá trabalhos relacionados a acontecimentos reais, enriquecendo ainda mais o conteúdo.

Alpinista utilizando GPS em Cumbria, uma região do norte da Inglaterra , em 2009.

53


Explorando o tema Nesta seção, você terá a oportunidade de vivenciar a teoria na prática. São apresentados mapas, gráficos, fotografias, ilustrações e sugestões de pesquisas que contribuirão para o seu aprendizado.

Investigando na prática Nesta seção, você encontrará atividades que podem ser realizadas tanto em sala de aula, no pátio da escola, como em casa ou em um trabalho de campo. Nesse momento você também conhecerá, na prática, as características naturais e sociais do espaço geográfico que o cerca.


No cinema

Momento da Cartografia Nesta seção, você conhecerá diferentes representações para contemplar os aspectos do espaço geográfico.

Na literatura

Este ícone indica sugestões de leituras que tratam de temas relacionados ao assunto estudado.

Este ícone indica sugestões de filmes relacionados ao assunto que você está estudando.

Na internet Este ícone indica sugestões de sites relacionados ao assunto que você está estudando, para leitura ou pesquisa.

Visita Este ícone indica lugares que podem ser visitados, como museus, feiras livres, praças, entre outros, com o intuito de complementar o estudo dos temas abordados em sala de aula.

Consciência e atitude cidadã Existem assuntos que nos levam a refletir sobre nosso cotidiano, influenciando nossas ações com a finalidade de melhorarmos o mundo em que vivemos. Nesta coleção, alguns deles são destacados pelos ícones apresentados a seguir.

Saúde Pense em um dia comum de sua vida e avalie se seus hábitos fazem bem à saúde. Os cuidados médicos, a prática de esportes, as rotinas de higiene e uma alimentação adequada são atitudes simples que contribuem para o nosso bem-estar. Esse assunto faz parte do tema Saúde, um conteúdo que vai chamar a sua atenção para simples procedimentos que colaboram com a qualidade de vida.

Trabalhar e consumir: dois atos que dizem respeito à vida em sociedade. Qual é a importância do trabalho? Que profissão você gostaria de ter? O que é consumo? Será que estamos consumindo de forma consciente? Essas e outras questões fazem parte do tema Trabalho e consumo, um assunto muito importante que influencia o estilo e a qualidade de vida.

Trabalho e consumo

Pluralidade cultural

Existem inúmeras formas de viver e de se relacionar com os outros e com o ambiente. Cada povo tem sua cultura, sua identidade, sua maneira de se manifestar no mundo. Inclusive, em um único país, como no Brasil, existem várias culturas convivendo e interagindo no mesmo espaço. O tema Pluralidade cultural trata justamente dos aspectos pertinentes a esse assunto, como o respeito e a valorização dessa diversidade cultural.


Encontro com... Nesta seção, são apresentados conteúdos que podem ser trabalhados em conjunto com outras disciplinas, e que contribuirão para os seus estudos em Geografia.

Atividades Nesta seção, você realizará atividades que o auxiliarão a desenvolver habilidades fundamentais para a compreensão dos assuntos trabalhados, além de conferir e revisar o que foi estudado.

Atividades Exercícios de compreensão

6. As imagens a seguir retratam lavouras temporá rias desenvolvidas no Paraná, no ano de 2014. estado do Sabendo que neste estado predomina o clima subtropi como você explica a opção dos agricultores cal, em alternar os tipos suas propriedades? Anote de lavouras em a resposta no caderno .

6. Classifique, no caderno, os recursos a seguir em renováveis ou não renováveis. a ) Petróleo b ) Madeira c ) Água

4. Um recurso natural renovável pode se esgotar? Justifique sua resposta.

capítulo 5

3. Escreva, no caderno , qual é a diferença entre recurso renováv el e recurso não renovável.

5. Imagine que uma empresa localizada em seu município vem explorando um recurso não renovável, sem qualquer tipo de planejamento e cuidado com a natureza. Cite a principa l consequência dessa exploração ao longo do tempo.

d ) Carvão mineral e ) Cana-de-açúcar

Ernesto Reghran/Pulsar

2. Explique por que o ser humano vem explorando de maneira cada vez mais intensa os recursos da natureza .

Ernesto Reghran/Pulsar

1. Converse com seus colegas sobre a relação entre trabalho , atividade econômica e espaço geográfi co. Depois, registre suas conclusõ es.

f ) Ouro

Geografia no contexto

Anouk Garcia/Tyba

Marcelo Prates/Jornal Hoje em Dia/Folhapress

7. Observe as fotograf ias a seguir e, depois, responda às questões no caderno.

Lavoura de trigo, no período de inverno, no estado do Paraná, em 2014.

Refletindo sobre o capítu lo

Refletindo sobre o capítulo Área de extração de minério de ferro, no município de Mariana, no estado de Minas Gerais, em 2013.

• Quais elementos naturais estão 190

novável ou não renováv el.

Lavoura de soja, no período de verão, no estado do Paraná, em 2014.

Lavouras temporárias: lavouras que se desenvolve m em períodos de curta duração.

Homem realizando a extração do açaí, em Tarauacá, no estado do Acre, em 2013.

sendo extraídos? Classifiq ue-os como recurso re-

Sexualidade e gênero

Este tema propicia a reflexão sobre os cuidados que devemos ter com nosso corpo, o direito de respeitarmos e sermos respeitados em nossas relações afetivas e de vivenciarmos a sexualidade com segurança.

Agora que você concluiu o estudo deste capítulo , reflita sobre os temas Faça uma autoavaliação nele apresentados. do seu aprendizado a partir

das afirmações a seguir. • A atmosfera da Terra é dividida em cinco camadas. • Ventos, nuvens e precipitações

são fenômenos atmosfé teração de elementos ricos que se formam a atmosféricos, como tempera partir da intura, pressão e umidade . temperatura atmosférica varia de acordo com a latitude, a altitude, continentalidade. a maritimidade e a • A pressão atmosférica pode ser definida como o peso que o ar exerce sobre da superfície terrestre qualquer lugar . • A umidade presente na atmosfe ra é resultado da evapora rios, lagos e da transpira ção das águas dos oceanos ção de plantas e animais , mares, . • Tempo atmosférico corresponde às características da atmosfe mento e lugar. Já o clima ra em um determinado corresponde às caracter moísticas do tempo atmosfé registradas ao longo de rico de um lugar, um período mínimo de tempo de 30 anos. • Os climas da Terra são influenc iados por fatores como maritimidade. latitude, altitude, continen talidade e • O clima influencia as formações vegetais do planeta que, alteradas pela ação humana atualmente, se encontra m bastante .

Neste momento, você poderá retomar os conteúdos abordados no capítulo, além de promover a reflexão e o diálogo com os colegas. Você também poderá fazer uma autoavaliação a fim de avaliar o conteúdo aprendido.

Esse tema está ligado, principalmente, à seguinte pergunta: Como devemos agir? Em nosso cotidiano, é comum vivenciarmos situações e conflitos que nos deixam em dúvida sobre que atitude tomar. Ao discutirmos essas questões, estamos refletindo sobre nossas ações, além de despertar a nossa consciência para a cidadania.

Ética e cidadania

•A

157

Meio ambiente

O planeta Terra é a nossa casa e, portanto, somos responsáveis por ele! Por isso, precisamos ter uma postura consciente e crítica em relação às atitudes que prejudicam o nosso planeta. Sejam ações realizadas na escola, no bairro ou na cidade, não importa, precisamos fazer tudo o que pudermos para conservar o nosso lar.

A tecnologia modifica o espaço e a percepção que temos dele. Por isso, esse assunto está diretamente ligado à disciplina de Geografia. Dessa forma, em determinados tópicos pertinentes será abordado o tema tecnologia.

Tecnologia


capítulo

sumário

1

Estudando Geografia .............................. 12 A Geografia e os lugares ............................................................................ 14 • A relação entre os lugares

Os lugares e as paisagens ........................................................................ 18 • As paisagens não são iguais • Os elementos são naturais, mas a paisagem é cultural

Momento da Cartografia .......................................................................... 22 • Planos da paisagem

Atividades ................................................................................................................ 24 As transformações das paisagens ................................................. 26 • A ação da natureza e a transformação das paisagens • As paisagens são transformadas em ritmos diferentes • O ser humano e as transformações das paisagens

O trabalho, as técnicas e as transformações das paisagens....................................................... 29 • Técnicas e transformações das paisagens

O espaço geográfico....................................................................................... 34 Explorando o tema ......................................................................................... 36 • Diferentes maneiras de observar as paisagens

capítulo

Atividades ................................................................................................................ 38

2

A Cartografia e a representação do espaço geográfico..................................... 40 Cartografia: dos antigos registros à atualidade ................. 42 Evolução tecnológica e Cartografia ................................................44 • Fotografias aéreas • Imagens de satélite

Atividades ................................................................................................................48 Orientação e localização na superfície terrestre ...............50 • Orientação pelos pontos cardeais • Orientação e localização por meio das coordenadas geográficas

Coordenadas geográficas .......................................................................... 53 Representações cartográficas............................................................... 54 • Diferentes formas de representar a Terra • Convenções cartográficas • Escalas

Explorando o tema ......................................................................................... 62 • As imagens de satélites e os problemas ambientais

Atividades ................................................................................................................64


3

capítulo

4

capítulo

Conhecendo o planeta Terra ....... 66 A origem da Terra ............................................................................................68 O tempo geológico e o tempo histórico .................................... 70 As esferas terrestres ..................................................................................... 73 Terra: um planeta no Universo ........................................................... 74 Atividades ................................................................................................................ 76 A forma e os movimentos da Terra .............................................. 77 A Terra não para................................................................................................ 78 • Movimento de rotação • Zonas térmicas da Terra • Movimento de translação

Fusos horários da Terra ............................................................................. 82 • Fusos horários no Brasil

Explorando o tema .........................................................................................84 • O Sol da meia-noite

Atividades ................................................................................................................86

O relevo, as águas e as paisagens .................................................... 88 O relevo terrestre ..............................................................................................90 • Dinâmica interna da Terra e as formas de relevo

Vulcões e terremotos transformam o relevo terrestre ... 91 • Vulcanismo • Terremotos • Dobramentos e falhamentos: lentas alterações no relevo

As rochas e seus minerais ...................................................................... 96 • O Brasil e seus principais minerais

Atividades ............................................................................................................. 100 Dinâmica externa da Terra e as formas do relevo ........ 101 • Ação erosiva no relevo • Ação humana e erosão

As formas do relevo terrestre........................................................... 104 • O relevo brasileiro

Momento da Cartografia ....................................................................... 106 • Mapa altimétrico

Atividades ............................................................................................................. 109 As águas e as paisagens terrestres .............................................. 110 • As águas oceânicas • Importância das águas oceânicas

As águas continentais ................................................................................. 113 • As partes de um rio • A importância dos rios • Regime dos rios

Os rios e as paisagens................................................................................ 118


Bacias hidrográficas ...................................................................................... 119 • As regiões hidrográficas do Brasil

As águas subterrâneas............................................................................... 121 Explorando o tema ....................................................................................... 122 • Aquíferos: reservas superexploradas

capítulo

Atividades .............................................................................................................. 124

5

O clima, a vegetação e as paisagens ........................................... 126 Atmosfera: a camada de gases que envolve a Terra...128 Elementos atmosféricos ...........................................................................129 • Temperatura • Pressão atmosférica • Umidade

Massas de ar, tempo e clima...............................................................136 • Tempo e clima, qual a diferença?

Momento da Cartografia ....................................................................... 140 • Climogramas

Atividades ..............................................................................................................142 Climas do mundo ........................................................................................... 144 • Climas do Brasil

O clima e o modo de vida das pessoas.................................. 148 O clima e as formações vegetais do planeta ...................... 151 Explorando o tema .......................................................................................154 • Formações vegetais e a ação humana

capítulo

Atividades ..............................................................................................................156

6

A natureza e a sociedade nas paisagens............................................... 158 As relações entre os elementos da natureza nas paisagens terrestres .................................. 160 • A interdependência entre os elementos da natureza e a formação dos solos • As interações entre o clima e as correntes marítimas • As relações entre a altitude do relevo e a vegetação

Atividades .............................................................................................................. 167 As relações entre a natureza e a sociedade nas paisagens .......................................................169 • Os rios e a energia hidrelétrica • Os rios e as hidrovias • Relevo e agricultura • Clima e agricultura


Momento da Cartografia ........................................................................ 174 • Croqui: desenhando paisagens

Explorando o tema ....................................................................................... 178

A sociedade, as atividades econômicas e o espaço geográfico ....................... 182

7

capítulo

Atividades ............................................................................................................. 180

8

capítulo

• A poeira do Saara

As atividades econômicas e a organização do espaço geográfico .......................................... 184 As atividades econômicas e os recursos da natureza ................................................................ 186 • Recursos naturais e o extrativismo

Atividades ............................................................................................................. 190 Agropecuária........................................................................................................ 192 • Agricultura • A importância da agricultura familiar no Brasil para a produção de alimentos • Pecuária

Indústria ................................................................................................................... 198 • Os diferentes tipos de indústrias

O comércio e a prestação de serviços .................................... 200 Explorando o tema ..................................................................................... 202 • A atividade agrícola no mundo atual

Atividades ............................................................................................................ 204

A natureza, as atividades econômicas e os problemas ambientais ............ 206 Os problemas ambientais ..................................................................... 208 • Poluição atmosférica • Consequências das mudanças climáticas • Poluição do solo • Desertificação do Sahel • Poluição das águas

Atividades .............................................................................................................222 Fontes de energia e as atividades econômicas ............. 224 • Gás natural • Carvão mineral • Petróleo • Fontes de energia mais limpas

Consciência ambiental ............................................................................. 230 Explorando o tema ..................................................................................... 234 • Água sob ameaça

Atividades ............................................................................................................ 236

Mapa................................................ 238 Bibliografia............................... 240


capĂ­tulo Kathryn Donohew Photography/Getty Images

12

1

A fotografia, registrada em 2014, retrata a Ponte japonesa, localizada em Giverny, França.

Estudando Geografia


A fotografia ao lado retrata o jardim da casa do artista Claude Monet, localizada em Giverny, França. Por considerar esse lugar especial, Monet decidiu reproduzir a paisagem desse jardim em uma tela.

Flavio Pereira

cm x 93,3 cm. . Óleo sobre tela. 89,2 Claude Monet. 1899 élfia (EUA) Museu de Arte da Filad

Em nosso dia a dia frequentamos lugares que consideramos especiais, por exemplo, a nossa casa. Estudar os lugares é muito importante para a Geografia, pois por meio deles podemos conhecer a relação entre o modo de vida das pessoas e as paisagens desses lugares.

A obra de arte Ponte japonesa e lírios-d’água foi produzida pelo pintor francês Claude Monet, em 1899.

A Descreva o lugar que era importante para o artista Claude Monet. B O lugar que era importante para Monet se assemelha a um lugar que

você conhece? C

Se você fosse pintar um lugar de que gosta muito, qual lugar pintaria?

D Em seu dia a dia você frequenta lugares diferentes? Quais são eles?

13


A Geografia e os lugares No dia a dia, além da moradia, frequentamos outros lugares. Vamos à escola, à casa de um vizinho ou de um parente, circulamos pelas ruas do bairro. Nesses lugares, convivemos com outras pessoas e vivemos experiências que tornam tais lugares significativos para nós. Além dos lugares que conhecemos e vivenciamos, existem muitos outros lugares bem diferentes uns dos outros, tanto nas áreas urbanas quanto nas áreas rurais. Planisfério político: povos e culturas

Paul Joynson Hicks/JAI/Corbis/Latinstock

Os massais são um povo que vive na região da África. Suas habitações são cabanas produzidas com estacas de madeira e esterco de vaca e ordenadas em círculos, com os animais domésticos dispostos ao centro, evitando assim que sejam capturados por animais silvestres. Na fotografia podemos ver crianças massais próximas a suas moradias, no Quênia, África, em 2013.

Juvenal Pereira/Pulsar

BRASIL

Assim como outros grandes centros urbanos, a cidade de São Paulo é caracterizada por uma concentração de culturas, pelas numerosas construções verticais, pelo intenso trânsito de veículos e pedestres. Ao lado, vista aérea do centro da cidade de São Paulo, em 2012.

Fonte: ATLAS geográfico escolar. 6. ed. Rio de Janeiro: IBGE, 2012. p. 32.

14


Nômade: povo que não tem habitação fixa; povo que constantemente muda de lugar, geralmente, procurando alimento onde possa se fixar por um curto período.

Gail Palethorpe/Shutterstock/Glow Images

Observe, a seguir, alguns lugares do mundo e conheça um pouco sobre o modo de vida das pessoas que neles vivem.

Hinduísta: pessoa que pratica a religião conhecida como hinduísmo. O hinduísmo é uma das mais antigas religiões do mundo. Aproximadamente 843 milhões de seus praticantes vivem na Índia.

ÍNDIA MIANMAR

takepicsforfun/Shutterstock/Glow Images

QUÊNIA

O rio Ganges é sagrado para os hinduístas. Para eles as águas desse rio purificam a existência. Diariamente, milhares de pessoas banham-se no Ganges, bebem suas águas e depositam nele as cinzas de seus mortos. Na fotografia, pessoas banhando-se nas águas do Ganges e outras realizando cultos às suas margens, na cidade de Haridwar, Índia, 2014.

Os monken são um povo nômade que passa grande parte da vida em barcos. Habitam, predominantemente, o arquipélago de Mergui, localizado próximo a Mianmar, onde é possível avistar, no horizonte, seus pequenos barcos, os kabang. Do mar eles retiram os alimentos que consomem, além de conchas e ostras para comercializar. Eles vivem em terra firme somente no período em que as chuvas e os ventos se tornam mais intensos, dificultando a navegação. Na fotografia, monken em seus kabangs, em 2014.

1. Qual dos ambientes e povos mostrados mais chamou sua atenção? Por quê?

E. Cavalcante

15

capítulo 1

Entretanto, eles não são diferentes apenas por causa dos elementos da natureza, como vegetação, clima e relevo, mas pelo modo como vivem seus habitantes. O modo como as pessoas se relacionam com a natureza, a língua falada, a maneira de se vestir, de se alimentar, as crenças religiosas, ou seja, a cultura dos povos, é diferente em vários lugares do mundo.


A relação entre os lugares Frequentamos lugares diferentes em nosso cotidiano. Esses lugares podem estar próximos de onde moramos ou em bairros mais distantes. Também nos relacionamos com lugares situados em outros municípios, estados e até mesmo em outros países. Essas relações podem acontecer de diversas maneiras, como ao realizarmos uma viagem e ao assistirmos a um programa de televisão que aborde notícias de outros lugares. Outra maneira comum de nos relacionarmos com diferentes lugares é por meio dos produtos que consumimos diariamente. Alguns deles são fabricados em lugares distantes. Além disso, durante o processo de produção, podem passar por etapas que, em geral, são realizadas em diferentes lugares. A seguir, podemos observar algumas etapas do processo de produção do macarrão.

1

2

O processo de produção do macarrão tem início em uma plantação de trigo, conforme mostra a fotografia abaixo, no município de São Luiz Gonzaga, no estado do Rio Grande do Sul, em 2012.

16

Arno Burg/AP Images/Glow Images

Gerson Gerloff/Pulsar

Depois de colhido, o trigo é transportado até uma indústria de moagem, também conhecida como moinho, onde é transformado em farinha. Na fotografia abaixo, trabalhador transporta farinha em uma indústria, na Alemanha, em 2013.


Os meios de comunicação, como os citados acima, trazem informações sobre as características de diferentes lugares, que podem estar próximos ou muito distantes de onde moramos. Entre os diversos meios de comunicação a que atualmente temos acesso está a internet. Ela é a rede mundial de computadores e nos mostra, de maneira rápida e abrangente, diferentes informações sobre os lugares do mundo.

Direção de Agnieszka Holland. EUA: Warner Home Video, 1993. (101 min).

Usando um site de busca, como mostra esta fotografia de 2011, em pouco tempo temos informações sobre uma infinidade de lugares, como Paris, na França.

“Fotomontagem a partir de: André L. Silva/ ASC Imagens e Photodisc/Getty Images”

Quantos lugares diferentes você já conheceu por meio de uma revista, de um livro, de um jornal ou, ainda, pela programação da televisão?

Com a internet, é possível, em poucos instantes, obter informações sobre como vivem as pessoas e também observar paisagens de outros lugares.

Uma garota transforma um jardim abandonado em um lugar muito especial para um grupo de crianças. Neste lugar, o grupo consegue superar uma série de problemas que vivenciam.

4 Ilustrações: Ingridhi Borges

3

capítulo 1

O jardim secreto

Os lugares e a internet

A farinha é utilizada por algumas indústrias que produzem diversos tipos de alimentos, entre eles o macarrão, como podemos observar na fotografia abaixo, de uma indústria na Itália, em 2013.

97/Getty Images

Photononstop/AFP/Other Images

O macarrão produzido na indústria é levado a diversos estabelecimentos comerciais, onde é posto à venda e o consumidor pode adquiri-lo, como mostra a fotografia abaixo, de um supermercado nos Estados Unidos, em 2014.

17


Os lugares e as paisagens Os lugares possuem paisagens diferentes. Paisagem é tudo aquilo que vemos em determinado lugar, em dado momento. Algumas características das paisagens também são percebidas por meio de sons, odores e movimentos. Existem paisagens que são formadas por elementos naturais. Esses elementos podem ser rios, oceanos, formas de relevo, vegetação que foram formados por processos naturais, sem intervenção direta do ser humano. Por isso, essas paisagens não apresentam evidências da ação humana e são consideradas paisagens naturais. Entretanto, atualmente, em nosso planeta há poucas paisagens que não receberam intervenção direta ou mesmo indireta do ser humano.

Alastair Wallace/Shutterstock/Glow Images

Em outras paisagens, predominam elementos culturais, também chamados de artificiais ou humanizados, ou seja, produzidos pela ação humana, como casas, edifícios, escolas, rodovias, lavouras, entre outros. As paisagens compostas por esses elementos são consideradas paisagens culturais. Veja exemplos nas imagens A e B.

E. Cavalcante

A

Iakov Filimonov/Shutterstock/Glow Images

A imagem acima, de 2014, mostra paisagem localizada na França.

E. Cavalcante

B

Visão panorâmica do porto de Barcelona, na Espanha, em 2014.

2. Em qual das imagens, A ou B, predomina elementos naturais? Em qual delas predominam elementos culturais?

18


3. Converse com os colegas sobre as características que diferenciam os elementos que compõem as paisagens.

vegetação

João Prudente/Pulsar

Observe as imagens da cidade de Porto União e da cidade de Barra do Garças. Tanto em uma quanto na outra, podemos observar os mesmos tipos de elementos. No entanto, a maneira como eles estão organizados e as características diversas desses lugares tornam suas paisagens diferentes.

construções

rio

Vista da cidade de Porto União, no estado de Santa Catarina, em 2012.

vegetação

rio

Delfim Martins/Pulsar

Os elementos que compõem as paisagens podem se repetir entre uma paisagem e outra, porém, não exatamente com as mesmas características. Por isso, cada paisagem é única e, geralmente, apresenta aspectos distintos.

capítulo 1

As paisagens não são iguais

construções

Vista da cidade de Barra do Garças, no estado do Mato Grosso, em 2012.

Os elementos são naturais, mas a paisagem é cultural Observe a imagem abaixo. 4. Em sua opinião, essa paisagem pode ser considerada natural ou cultural?

Gerson Gerloff/Pulsar

À primeira vista, podemos pensar que a imagem abaixo retrata uma paisagem natural. No entanto, se analisarmos essa paisagem considerando que os girassóis, embora sejam elementos naturais, cresceram nesse lugar porque foram plantados pelo ser humano e não em consequência da ação da natureza, compreendemos que essa paisagem é cultural.

Lavoura de girassóis em São Borja, Rio Grande do Sul, em 2012.

19


Investigando na prática Os sentidos e as paisagens Vamos realizar uma atividade em que você vai investigar como é possível perceber alguns elementos da paisagem com outros sentidos, além da visão.

O que você vai precisar

••vasos com diferentes tipos de plantas, ou seja,

com texturas, cheiros e tamanhos de folhas diferentes, como hortelã, capim-cidreira e alecrim; ••areia; ••pedras pequenas; ••algodão;

••folhas secas; ••gravetos; ••carteiras; ••pedaços de tecido para vendar os olhos.

Como fazer A Organize os materiais que vocês trouxeram em um local da escola e aguardem na

sala de aula. B O(A) professor(a) deve organizar as carteiras em uma fileira. Em cada carteira deverá

Na fotografia registrada em 2014, na cidade de Londrina, no estado do Paraná, a professora Eloiza organiza nas carteiras os materiais selecionados.

20

José Vitor Elorza/ASC Imagens

colocar os materiais selecionados.


capítulo 1

C Em grupos, com olhos vendados e com

Fotos: José Vitor Elorza/ASC Imagen s

ajuda do(a) professor(a) devem retornar ao local da atividade e se dirigir até a fileira de carteiras. Toque cada um dos materiais dispostos sobre a mesa.

Os alunos da professora Eloiza tocam e sentem o cheiro dos materiais sobre as carteiras. Fotografia registrada em 2014, na cidade de Londrina, no estado do Paraná.

Nesta fotografia registrada em 2014, na cidade de Londrina, no estado do Paraná, os alunos sentem os materiais por meio das mãos.

D Em seguida, sinta o cheiro dos materiais

para percebê-los por meio do olfato. Visita ao parque ou praça Com o professor e os colegas, visite um parque ou praça do município onde mora. Nesse lugar, por meio da visão, procure identificar os elementos presentes nessa paisagem. Depois, utilizando outros sentidos humanos, perceba os cheiros, os sons e os movimentos presentes na paisagem visitada.

Converse sobre suas observações

Com os olhos vendados, aluna sente o cheiro de alecrim. Fotografia registrada em 2014, na cidade de Londrina, no estado do Paraná.

••O que você sentiu ao tocar os materiais que fazem parte da atividade? ••Quais cheiros você sentiu? ••Assim como na atividade, também podemos perceber os elementos das paisagens por meio do tato e do olfato? Dê exemplos.

••Com

seus amigos caminhe pelo pátio da escola e use seus sentidos como o tato, olfato e visão para perceber os elementos da paisagem.

21


Momento da Cartografia Planos da paisagem Podemos analisar uma paisagem por partes, verificando os conjuntos de elementos existentes em cada uma delas. Essas partes, chamadas planos da paisagem, aparecem dispostas horizontalmente, ou paralelas à linha do horizonte. No primeiro plano da paisagem estão os elementos mais próximos de quem a observa e, no último plano, os elementos mais distantes. As fotografias constituem um importante recurso para observação e análise dos planos das paisagens.

Paisagem de uma região no sul do Chile, entre as cidades de Villarica e Pucón, em 2013.

22


capítulo 1

A paisagem destas páginas foi retratada por meio de uma fotografia, na qual podemos verificar os elementos que a compõem e sua organização. Observe os planos da paisagem no esquema a seguir.

No terceiro plano da paisagem, observamos uma montanha com o pico coberto de neve.

Al Argueta/Alamy/Latinstock

Linha do horizonte.

No segundo plano da paisagem, podemos observar a presença de vegetação e algumas construções.

No primeiro plano da paisagem, observamos um lago.

23

Profile for Editora FTD

Vontade saber geo 6  

Vontade saber geo 6