Revista Petro & Química n°386

Page 46

Produtos & Serviços

Válvula com zero emissão

@Divulgação

A redução de emissões fugitivas é uma prioridade máxima na batalha contra as mudanças climáticas. E é por isso que a empresa holandesa Mokveld Valves BV lançou uma inovação exclusiva, com zero emissão – a primeira válvula do mundo sem vedação dinâmica para a atmosfera. A Mokveld incorporou um atuador elétrico à sua nova válvula, eliminando inteiramente a vedação na haste para a atmosfera. Projetos de válvula comuns dependem da vedação na haste, para evitar que o fluido do processo vaze para o meio ambiente. Esse tipo de vedação dinâmica na haste está sujeito ao desgaste, à deterioração e à degradação com o passar do tempo, apresentando emissões acentuadas. Ao eliminar completamente a vedação na haste, a nova válvula com zero emissão, da Mokveld, evita todo tipo de vazamento para a atmosfera, durante todo o ciclo de vida da válvula. Esta tecnologia revolucionária representa um passo à frente em relação às metas do Escopo 1 de emissão de GEE – zero emissões fugitivas. A válvula com zero emissão consome muito pouca energia, e exige uma força de atuação baixa. Isso é possível com a eliminação da vedação da haste e o atrito associado, em combinação ao projeto com marca registrada da Mokveld, com balanço integral da pressão. O consumo de energia durante a vida útil da válvula é ainda mais reduzido, com o corte de potência no acionamento da válvula sob condições estáveis, utilizando uma porta de acionamento com autofrenagem. Isto contribui para cumprir as metas do Escopo 2 de emissões de GEE – reduzido as emissões indiretas. As baixas forças de atuação, em combinação com a tecnologia de ponta de servocontrole, proporciona uma precisão inigualável. O desempenho do controle global da válvula melhora com praticamente zero tempo ocioso, e zero sobrepassagem. Por mais de dezoito meses, os ensaios de campo confirmaram integralmente os benefícios do projeto, resultando no status TRL7. A Mokveld é bastante conhecida, por seus projetos testados e aprovados de elementos inteiriços de fluxo axial, com seu fluxo otimizado e uma linha completa de guarnições de controle. Esses produtos serviram de base para o desenvolvimento desta válvula. O projeto compacto e leve da válvula contribui para cumprir as metas do Escopo 3 de emissão de GEE – emissões reduzidas na cadeia de valores. Ajudando nossos clientes a reduzirem seus Escopos 1, 2 e 3 de emissões de GEE, com o mais baixo impacto ambiental possível, a Mokveld orgulhosamente apresenta sua válvula com tecnologia de ponta: a válvula com zero emissão.

46

Petro & Química

no 386

Compósitos de espuma para partes estruturais de aerogeradores

@Divulgação

Um avanço impressionante levou a energia eólica a se tornar uma das principais fontes de eletricidade no Brasil, com participação de 10% na matriz nacional. Em dez anos, a capacidade instalada saltou de menos de 1 gigawatt para os atuais 19 gigawatts. O cenário é animador para as espumas de PET (polietileno tereftalato) ArmaPET Struct, da Armacell, cada vez mais presentes em partes estruturais, como pás e naceles, dos aerogeradores. Combinadas a outros materiais, como fibra de vidro e resinas, as espumas ArmaPET Struct são utilizadas na produção de compósitos para a moldagem das pás e da nacele – gabinete que fica no topo da torre do aerogerador, e que abriga o gerador, o transformador, a caixa de multiplicação (transmissão), e outros componentes do sistema de geração eólica. Os compósitos, que utilizam núcleo em PET, são ideais para os geradores eólicos, porque viabilizam estruturas de altíssima resistência mecânica, porém, leves, garantindo desempenho adequado aos rigores da aplicação. A leveza se deve à estrutura de células fechadas das espumas, resultante da injeção de um gás inerte no processamento do material plástico. Uma pá de aerogerador pode ter mais de 80 metros de comprimento, pode pesar mais de 10 toneladas, e está constantemente submetida a esforços gigantescos, quando em operação. Isso dá ideia do quão tecnologicamente avançado deve ser o seu material estruturante.