Page 1

ASSINANTE - VENDA PROIBIDA

Presidente: Aurélio José Fernandes de Paiva

Sul Fluminense, quarta-feira, 27 de dezembro de 2017 Ano 24 • Edição nº 8587

diariodovale.com.br | Preço: R$ 1,50

Acidente deixa seis mortos na BR-393 Três das vítimas fatais eram crianças; em Barra do Piraí, homem morreu em colisão com poste após matar mulher Uma colisão entre dois automóveis causou a morte de seis pessoas no quilômetro 176 da BR-393, na altura de Paraíba do Sul. Os veículos bateram de frente, provocando a morte, no local, de três pessoas, que ficaram presas às ferragens. Três das vítimas fatais eram crianças. Em Barra do Piraí, Willian Santana Medeiros, de 28 anos, morreu em um acidente de car ro, após matar a tiros Maria das Graças da Silva Rodrigues, de 50 anos. O rapaz, após esfaquear e atirar em Maria das Graças, saiu de carro em busca de socorro, quando perdeu o controle do veículo e bateu em um ponto de ônibus. 

POLÍCIA | Página 4

Grave: Três dos mortos em acidente na BR-393 ficaram presos às ferragens

Barra Mansa

CEIA DE NATAL

Rodrigo Drable espera pagar servidores até o dia oito

Clínicas recebem animais com intoxicação alimentar Divulgação

As clínicas veterinárias receberam um grande número de animais vítimas de intoxicação alimentar, nos dias que sucederam o Natal. Ou seja, mais que muita gente, muito bicho saiu da dieta em Volta Redonda na propícia época para as comilanças de Natal. Em uma clínica da cidade, de dez atendimentos realizados no feriado, pelo menos cinco foram relacionados ao problema de má alimentação. 



POLÍTICA | Página 3

Parque Aquático será reaberto e já faz exames de associados O Parque Aquático Municipal será reaberto no dia 5 de janeiro, após quase um ano de portas fechadas para obras de reparos, reformas e inovações. Com isso, a secretaria municipal de Esporte e Lazer (Smel) iniciou ontem os

Na boca: Animais comem muito junto com os donos e acabam passando mal

Após compras, é hora das trocas de presentes

exames médicos para os usuários do Parque Aquático Municipal. Para evitar deslocamento e favorecer os associados, as unidades de saúde dos bairros também estão aptas a promover o exame. 

CIDADES | Página 6

Garotos do Voltaço se preparam para Copinha Divulgação



planos foram frustrados por um bloqueio determinado pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio, que fez com que cerca de R$ 13 milhões ficassem indisponíveis nas contas da prefeitura. O prefeito foi para as redes sociais, onde explicou o caso com um vídeo.

Volta Redonda

CIDADES | Página 6

O número de trocas e reclamações por conta dos presentes de Natal no comércio deve aumentar, junto com o aumento nas vendas de fim de ano. Para que possa ter direitos garantidos, a população deve estar atenta às regras estabelecidas no Código de Defesa do Consumidor (CDC), conjunto de normas que tratam da proteção do consumidor. Uma delas, por exemplo, diz que se houver defeito, o Código de Defesa do Consumidor garante o direito de troca.

O prefeito de Barra Mansa, Rodrigo Drable (PMDB), afirmou que pretende quitar a folha salarial de dezembro do funcionalismo até o dia oito de janeiro, que corresponde ao quinto dia útil do mês que vem. A intenção do prefeito era pagar os salários dos servidores antes do natal, mas seus

A comissão técnica da equipe sub-20 do Volta Redonda divulgou a pré-lista dos jogadores que irão disputar a Copa São Paulo de Futebol Júnior. Dos 26 pré-selecionados, 22 disputaram o Campeonato Estadual sub-17 e sub-20 deste ano pelo Voltaço. No entanto, o treinador Neto Co-

lucci precisará cortar um atleta antes de seguir com o time para Itapira-SP. A viagem está programada para acontecer no dia 1° de janeiro. O Esquadrão de Aço está no grupo 19, ao lado do Itapirense-SP, Estanciano-SE e FortalezaCE. A Copa começa dia 2. 

ESPORTES | Página 10

O ano em que o mundo pegou fogo

ECONOMIA | Página 7

Devolve: Lojas devem novamente ficar cheias com consumidores interessados em trocar mercadorias

‘Não existe planeta B’ foi o lema do encontro do clima em Paris; no Brasil tivemos um inverno e uma primavera anormalmente secos

Lazer &Cia 

Capa


2 DIÁRIO DO VALE

OPINIÃO



QUARTA-FEIRA, 27 DE DEZEMBRO DE 2017

MOSAICO

ARTIGO

Condução coercitiva: do STF sai muita confusão jurídica Luiz Flávio Gomes

Um ministro do STF concedeu duas liminares no sentido de proibir a condução coercitiva de pessoas que entram na mira da Lava Jato. Meras liminares (que exprimem nada mais que a opinião de um único juiz). O diretor-geral da Polícia Federal já aproveitou o embalo pró-impunidade reinante na nossa cleptocracia para dizer que vai seguir essas liminares, até que o Plenário da Corte resolva o assunto. Não há data para isso. Nenhuma liminar dos ministros do STF tem efeito vinculante, ou seja, não se torna obrigatória no país. Se a Polícia não cumprir a ordem do juiz de primeiro grau, poderá ser penalmente responsabilizada. Se nada for feito contra o renitente, a Justiça se desmoraliza. A confusão jurídica está plantada.

Na Lava Jato já foram Cada ministro (isoladeterminadas 225 condu- damente) se transformou ções coercitivas. A lei num “mini” Supremo. sobre o assunto (Código Em lugar de um, temos de Processo Penal, art. onze Supremos. Um ba260) é clara: ela só pode tendo cabeça com o ouser deferida depois que tro. Sua credibilidade a pessoa é intimada e está em xeque. não comparece em juízo. Há três anos o tema Na operação Lava da condução coercitiva é Jato não se promove a objeto de grande controintimação precedente. A vérsia, que pegou fogo condução no dia em coercitiva, que um excom isso, é presidente decretada acabou senCada ministro de for ma do levado direta. Isso coercitiva(isoladamente) se é que está mente para transformou num sendo quesprestar estionado. “mini” Supremo. Em clarecimenO STF tos sobre lugar de um, temos foi ima givários sunado para postos delionze Supremos gerar estatos. bilidade juC l a r o rídica. Hoje que o STF se transforjá deveria mou, no entanto, em vir- ter discutido isso no Pletude das confusas e fre- nário. Há tempos duas quentemente partidariza- ações diretas foram prodas decisões monocráti- postas, uma do PT e oucas dos seus ministros, tra da OAB. em fonte de intermináO STF vai enrolando veis polêmicas. as controvérsias até Cada vez mais nossa onde consegue. A restriCorte se iguala às congê- ção ao foro privilegiado neres latino-americanas já estava praticamente e, sobretudo, bolivaria- decidida, quando houve nas. um suspeito pedido de

Mudança de partido

vista. Lógica da “embromação” (que favorece a corrupção sistêmica vigente). Sobre a condução coercitiva o legislador também já podia ter definido o tema. Persiste, no entanto, sua omissão. Daí a interferência do Judiciário. Esse ativismo judicial quando solicitado pelas par tes não deslegitima a atuação da Corte. De qualquer modo, uma simples mudança na lei resolveria tudo. A proibição da condução coercitiva não impedirá a polícia de investigar os delitos. Mas um efeito colateral poderá ser produzido: a decretação de mais prisões temporárias. Até aqui, já foram 111 na Lava Jato. Esse número tende a aumentar significativamente se o STF pôr fim à condução coercitiva direta. Luiz Flávio Gomes é jurista. Criador do movimento Quero Um Brasil Ético.

Colaboração Produtiva: por que o super-herói precisa da Liga da Justiça? Celso Braga Você já deve ter percebido que, nos filmes de super-heróis, agora, eles são postos em times, o formato ‘liga da justiça’. Com os problemas mais complexos e os desafios cada vez mais incertos, os talentos individuais precisam ser combinados na hora de enfrentar os problemas. Portanto o super-herói precisa do seu time. Você já reparou que estamos como pessoas, profissionais e sociedade enfrentando a mesma situação? Na busca por explorar as habilidades e potencialidades individuais, surgem os movimentos colaborativos. Um exemplo simples se passou comigo: os pais da escola de meu filho estavam reclamando de como os livros estavam ficando mais caros e um deles propôs que fizéssemos uma feira de livros para trocar, vender e aproveitar melhor os livros de nossos filhos. Bingo, uma economia de 40%. Depois, soube que, em vários lugares, outras iniciativas iguais estavam ocorrendo. Sem falar em lojas colaborativas, onde se divide espaço para diversos empreendedores apresentarem seus produtos ou os espaços de coworking que são uma realidade para quem quer trabalhar com baixo custo, e há muitos outros exemplos. Com o intuito de reunir pessoas, potencialidades e ideias, as empresas estão procurando ambien-

tes mais colaborativos. O das de organizações, escolas e tema ‘colaboração’ faz parte pessoas da sociedade sobre o de uma medida internacio- tema e chegamos a uma definal de saúde organizacional, nição: “Colaboração Produtiva empresas mais colaborativas significa pessoas que trabase renovam mais rápido e lham juntas para um propósilogo são mais sustentáveis. to comum, utilizando o máxiProblemas mais cabeludos mo de suas potencialidades sendo resolvidos por times em um fluxo contínuo de colaborativos têm sido uma aprendizagem, mantendo um premissa. Se hoje um jovem envolvimento emocional dufor procurar emprego, ele rante o processo” (extraído do certamente será avaliado por livro ‘Inovação: Diálogos sobre sua capacidade de trabalhar Colaboração Produtiva’). Colaborar é diferente de junto, colaborando, e quem está empregado e não traba- ajudar. Ajudar o outro signilha colaborativamente, está fica se doar para alguém que cada vez mais sob o risco ter precisa de sua habilidade ou recurso. Coespaço para laborar tamocupar. bém é difeEm casa, na escola e Se hoje um jovem for rente de cooperar. Coopeem vários amração ocorre bientes, o asprocurar emprego, quando cada sunto é o ele certamente será um dos enmesmo. Devolvidos faz senvolver haavaliado por sua a sua parte bilidades colaseparadaborativas capacidade de mente e, topara enfrentrabalhar junto, dos juntos, tar os desafios esperam que de um mundo colaborando a combinacada vez mais ção deles interde penleve ao redente. Tarefa difícil para pessoas que, sultado. Ao colaoborar, tracomo nós, foram criadas e balhamos juntos para um têm no entorno uma socie- objetivo comum de forma indade que se pauta mais pela terdependente para conscompetição do que pela cola- truirmos algo. Às vezes, traboração. Há muito para falar tamos tudo como uma coisa sobre isso e despertar para a só, mas são diferentes. A outra questão é que é necessidade de aprender a necessário que a colaboração colaborar. Por causa disso, começa- seja produtiva. Muitas pessomos a pesquisar sobre colabo- as relacionam ser produtivo ração produtiva. Porque não é com trabalhar mais ou fazer a colaboração pela colabora- muito esforço para produzir ção, mas aquela que nos leva em maior quantidade. Parea um resultado qualitativa e ce uma ideia que enraizada quantitativamente melhor. Du- em nossa cabeça. Para venrante um ano, dialogamos cer essa ideia equivocada, com uma série de pessoas vin- agreamos ao conceito de co-

laboração o valor de ser também produtiva. E isso não requer trabalhar mais ou se esforçar mais. Uma simples ideia dada em 15 minutos, por exemplo, pode nos ajudar a ganhar milhões se agregada ao ato de fazer diferente. Não podemos mais apenas fazer por fazer. Para ser produtivo, o pensar e o fazer andam juntos. O conhecimento, a análise e as ideias têm valor e devem ser estimuladas em todos. Líderes - e quero dizer aí pais, professores, políticos, presidentes, diretores, gerentes etc. precisam colaborar produtivamente cada vez mais como resposta aos problemas mais complexos e incertos que vivemos. Desde o nosso modelo de avaliação educacional, competições ou mesmo em nossos lares, fomos estimulados desde sempre a vencer individualmente, a sermos melhores que os outros, a concorrer para obtermos um espaço melhor para cada um e agora isso precisa ser visto como algo coletivo e não individual. Eu só posso estar bem se outros também estiverem e a forma de realizar essa façanha é juntos.

Celso Braga é Mestre em Educação, pós-graduado em Psicodrama Sócio Educacional pela ABPS, é qualificado como professor supervisor pela Febrap e Psicólogo.

O DIÁRIO DO VALE vai publicar alguns comentários feitos por internautas sobre reportagens publicadas no site do jornal. Por questão de espaço, nem todos os comentários serão publicados e alguns podem ser resumidos. A redação pode sofrer algumas mudanças para adequar o 'estilo internet' a uma publicação impressa. Cartas para o jornal podem ser enviados por e-mail para cartas@diariodovale.com.br e também através do site, na seção "Fale Conosco". O endereço do site do DIÁRIO DO VALE é www.diariodovale.com.br

DIÁRIO DO VALE Diretor-Presidente: Aurélio José F. de Paiva Editora Chefe: Sônia Paes Avenida Nossa Senhora do Amparo, nº 160, loja 1 - Niterói Volta Redonda - RJ - Cep 27283-370 - Tel: (24) 3212-1812 - 3347-4477



Redação: redacao@diariodovale.com.br  Departamento Comercial: comercial@diariodovale.com.br  Departamento de assinatura: assinatura@diariodovale.com.br



Departamento de arte: composicao@diariodovale.com.br  Esporte: esporte@diariodovale.com.br  Caderno Lazer & Cia: lazer@diariodovale.com.br ○

Fundado em 5 de outubro de 1992

CNPJ: 39.555.503/0001-69



Na véspera do Natal, o prefeito usou as redes sociais para comunicar o ingresso na nova sigla e desligamento do PSD. 

Com direito a foto ao lado do cacique estadual do novo partido, Cesar Maia, que abonou a ficha do novo filiado. 

Diogo fez elogios ao atual vereador, que governou a capital fluminense por 12 anos. 

“(Cesar Maia) Realizou grandes e importantes feitos, como a construção da Linha Amarela, Cidade do Samba, Centro Luiz Gonzaga de Tradições Nordestinas e Hospital de Acari, por exemplo!”, escreveu o prefeito.

Boas perspectivas O prefeito de Resende afirmou ainda que a transferência de legenda tem a ver com projetos importantes para Resende no futuro e já no presente. Segundo Balieiro, apesar da felicidade de integrar a nova legenda, o que mais pesou foi mesmo a perspectiva de ter um governo mais forte politicamente na disputa cada vez mais acirrada entre os municípios por verbas federais. Convite A Prefeitura de Angra está convidando todos os responsáveis por estabelecimentos que produzem lixo infectante, para uma reunião no auditório da Defesa Civil, no dia 27 de dezembro (quarta-feira), às 19h. O encontro vai tratar de assuntos relacionados à coleta desse tipo de lixo nos estabelecimentos e a presença de todos é indispensável.

Isenções O regime isenta da cobrança de PIS/Pasep, Cofins, e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) as empresas que produzem bens, comercializem ou prestem serviços relacionados a aeronaves.

Faltando A autora, deputada Laura Carneiro (PMDB), argumenta que em 2012, uma alteração na legislação do Retaero, incluiu o setor espacial entre os beneficiários da isenção fiscal, mas sem atender toda a cadeia produtiva do setor.

Apoio Relator na comissão, o deputado Marcos Reategui (PSD-AP) apoiou o texto: “As modificações e definições propostas no projeto impõem maior clareza sobre os segmentos beneficiários do Retaero e trazem estímulo importante ao setor espacial brasileiro”, opinou o deputado.

Legislação Risco Lixos infectantes são resíduos que podem causar danos às pessoas e ao meio ambiente como ataduras, luvas cirúrgicas, agulhas, cateteres e outros tipos de materiais que normalmente são utilizados por clínicas, laboratórios e farmácias. Rumo ao espaço A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços da Câmara dos Deputados aprovou proposta para incluir as empresas da área espacial no Regime Especial Tributário para a Indústria Aeronáutica Brasileira (Retaero).

Ele observou que hoje a legislação não per mite novas inscrições no Retaero. Para corrigir esse problema, ele apresentou substitutivo para estabelecer que as empresas que prestem serviços ou produzam bens na área espacial tenham prazo de 10 anos para ingressar no programa. Pelo texto, as isenções de PIS/Pasep, Cofins e IPI podem ser usufruídas por essas empresas pelo prazo de 5 anos.

Tramitação A proposta ainda será analisada de forma conclusiva pelas comissões de Finanças e Tributação (inclusive quanto ao mérito); e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Redação, Comercial, Administração e Assinaturas Avenida Nossa Senhora do Amparo, nº 160, loja 1 - Niterói - Volta Redonda - RJ Cep 27283-370

FALE COM O DIÁRIO

EMPRESA JORNALÍSTICA DIÁRIO DO VALE LTDA.

O prefeito de Resende, Diogo Balieiro, é o mais novo integrante das fileiras do DEM.

Tel: (24) 3347-4477 - 98156-2843 Whatsapp para envio de matérias: (24) 99818-3199 Gráfica: Rua Geraldo Di Biase (ou Rua Governador Luiz Monteiro Portela), 485 Aterrado - Volta Redonda - Cep 27.213-080 - Tel: (24) 3346-2275 O noticiário nacional é fornecido pelas agências Folha e Lance Exemplares atrasados - Solicitar através do telefone (24) 3347-4477 DIARIO ONLINE | www.diariodovale.com.br SITE ATIVO DESDE 1996

© Copyright 2014 Empresa Jornalística Diário do Vale Ltda. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo do Diário do Vale em quaisquer meios de comunicação, eletrônicos ou impressos, assim como em sites comerciais, sem a autorização por escrito do detentor dos direitos autorais. A proibição se aplica tanto ao conteúdo da edição impressa, quanto da edição online do Diário do Vale. É permitido, porém, o uso de links direcionados ao site do Diário do Vale ou a páginas do seu conteúdo.


QUARTA-FEIRA, 27 DE DEZEMBRO DE 2017

DIÁRIO DO VALE 3

POLÍTICA



Rodrigo Drable espera pagar servidores de Barra Mansa até o dia oito de janeiro Plano da prefeitura era quitar folha de pagamentos até o natal, mas bloqueio judicial impediu Arquivo

Barra Mansa Em postagem na rede social Facebook, o prefeito de Bar ra Mansa, Rod r i g o D r abl e ( P M D B ) , af ir m o u q u e p r e t e n d e quitar a folha salarial de dezembro do funcionalismo até o quinto dia útil do mês que vem, ou seja, oito de janeiro. A intenção do prefeito era pagar os salários dos servidores antes do natal, mas seus planos foram frustrados por um bloqueio determinado pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio, que fez com que cerca de R$ 13 milhões ficassem indisponíveis nas contas da prefeitura. O prefeito disse que conseguiu recursos para pagar uma parte do funcionalismo na próxima quinta-feira (28): “Apesar do sequestro que a justiça fez nas contas da prefeitura, conseguiremos pagar 60% dos funcionários no dia 28/ 12, graças, também, a devolução de R$1.080.000,00

que a Câmara Municipal f e z , e f o i e nv i a d o p e l o Presidente Marcelo Borges”, escreveu Rodrigo. O prefeito também informou que está suspend e n d o t o d o s o s o u t r os pagamentos para ter recursos que lhe permitam quitar o restante da folha salarial. “Conseguiríamos pagar todos antes do Natal, mas enfrentamos mais esse desafio. E vamos superar!”, disse o prefeito.

O bloqueio A decisão judicial aconteceu, segundo a prefeitura, porque o governo anterior não havia colocado em dia o pagamento dos precatórios, que são valores que o gover no municipal deve e foram cobrados judicialmente. A Justiça envia então uma determinação de pagamento (o precatório), mas, mesmo com o documento, muitas vezes as prefeituras demor ava m a p a g ar. Re c e n t e -

mente, uma lei deter minou que essas pendências sejam postas em dia. Dos R$ 12,9 milhões bloqueados, boa parte se refere a transferências do g over no feder al, do Fundeb (Fundo de Desenvo l v i m e n t o d a E d u c a ção), de convênios com o Ministério da Educação e outros órgãos da União e do Estado do Rio de Janeiro. Dados oficiais do governo mostram que até o final de março de 2017 for a m p a g o s R $ 3 2 m i lhões em salários e benefícios atrasados de servidores ativos e inativos como explica o secretário de Fazenda, Everton Re z e n d e. “ F i z e m o s u m planejamento no início do ano para quitar dívidas, honrar salários dos servidores e fechar o ano com as contas atuais em dia. O prefeito Rodrigo Drable cumpriu em dia os salários dos servidores pagando antecipadamente até o último dia útil do mês”, completou.

Previsão: Rodrigo Drable pretende pagar parte do funcionalismo na quinta e o restante no dia oito de janeiro

Prefeitura de Volta Redonda inaugura hoje o Hospital do Idoso Arquivo

Volta Redonda

O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva (Podemos), entrega hoje o Hospital do Idoso, em cerimônia prevista para as dezesseis horas, no prédio do hospital, na Vila Santa Cecília. O Hospital do Idoso funcionará no antigo Hospital São Camilo. A nova unidade de saúde do município será uma extensão de atendimento a melhor idade do Hospital Municipal Munir Rafful, no Retiro. Samuca anunciou a intenção de criar o Hospital do Idoso em agosto deste ano, já definindo que o estabelecimento seria insta-

lado nas dependências do prédio do São Camilo, desativado há quase um ano. Naquela época, os donos do prédio e o prefeito assinaram um protocolo de intenções para o aluguel do prédio. Em novembro, a Justiça anunciou que levaria o prédio a leilão, o que levou a manifestações em redes sociais prevendo que o projeto poderia não ser levado a efeito. Samuca pediu autorização à Câmara Municipal para adquirir o prédio no leilão. Os vereadores deram seu aval e um representante do poder público chegou a fazer um lance, mas o leilão foi suspenso, também por ordem

judicial. Com isso, a prefeitura manteve sua intenção inicial, que era a locação do prédio, e as obras de adaptação foram iniciadas. Com os serviços concluídos, o hospital vai entrar em funcionamento. A nova estrutura terá capacidade para 60 leitos sendo seis UTIs, além de dois centros cirúrgicos numa área de 1,7 mil metros quadrados e representará a grande revolução no atendimento médico com especialistas para os pacientes idosos. Pronto: Hospital do Idoso começará a funcionar na Vila Santa Cecília

TSE define normas de segurança para as eleições 2018 Brasília Entre as resoluções que regerão as Eleições Gerais de 2018, aprovadas pelo Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na sessão extraordinária da última segunda-feira (18), está a que dispõe sobre a assinatura digital e a fiscalização do sistema eletrônico de votação. A resolução também aborda o registro digital do voto, a auditoria de funcionamento das urnas eletrônicas e os procedimentos de segurança dos dados dos sistemas eleitorais. Pela norma, é chancelado a diversas entidades acessar antecipadamente os softwares desenvolvidos pelo TSE para serem utilizados nas eleições, desde que para fins de fiscalização e auditoria. O acesso deverá ocorrer em ambiente específico e sob a supervisão do TSE, a partir de seis meses antes da data do primeiro turno do pleito, conforme as regras estabelecidas no texto aprovado pela Corte Eleitoral. Além de órgãos da Administração Pública como o Ministério Público, Congresso Nacional, Supremo Tribunal Federal (STF), ControladoriaGeral da União (CGU) e o Departamento de Polícia Federal, também poderão ter acesso aos programas entidades da sociedade civil, como partidos políticos, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Sociedade Brasileira de Computação (SBC), Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Crea) e departamentos de Tecnologia da Informação de universidades.

Assinatura digital e lacração dos sistemas A resolução especifica quais programas serão fiscalizados, auditados, assinados digitalmente, lacrados e verificados, tais como o gerenciador de dados, aplicativos e interface com a urna eletrônica, os programas de transporte e recebimento de arquivos da urna, seus sistemas operacionais e de segurança, além de sistemas de criptografia, entre outros. Os programas utilizados pela urna eletrônica e o sistema eletrônico de votação são digitalmente assinados e lacrados numa cerimônia que consta do Calendário Eleitoral e que é descrita na resolução “Assinatura Digital, Fiscalização do Sistema de Votação”. Nessa cerimônia, são convocadas a designarem representantes para participar do processo de assinatura digital e lacração as entidades a quem o acesso aos sistemas foi chancelado. Para isso, deverão apresentar à Secretaria de Tecnologia da Informação (STI) do TSE o certificado digital com o qual assinarão os programas, visando conferir a sua validade. Antes da cerimônia de assinatura digital e lacração dos sistemas, os representantes que forem designados pelos órgãos públicos e pelas entidades civis poderão realizar auditorias nos programas. Depois disso, eles acompanharão a compilação e assinatura digital dos programas do sistema eletrônico de votação pelo presiden-

te do TSE ou por um ministro ou servidor que tenha sido expressamente indicado por ele para essa função. A assinatura contará com certificados emitidos por autoridade certificadora credenciada pelo Comitê Gestor da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil). A partir daí, os programas assinados serão lacrados e ficarão sob a guarda do TSE. Caso as entidades participantes da cerimônia de assinatura digital e lacração desejarem também assinar os programas a serem utilizados nas eleições, a resolução determina que elas poderão utilizar programas desenvolvidos e distribuídos pelo TSE. No caso de preferirem usar um programa próprio, os respectivos representantes designados terão um prazo de 90 dias para entregar à STI os programas-fonte a serem empregados na assinatura digital; o certificado digital emitido por autoridade certificadora vinculada à ICP-Brasil, contendo a chave pública correspondente àquela que será utilizadas na cerimônia de assinatura digital e lacração; e as licenças de uso das ferramentas de desenvolvimento empregadas na construção do programa, caso o TSE já não as possua. Todos os programas-fonte, programas executáveis, arquivos fixos dos sistemas, arquivos de assinatura digital e chaves públicas terão seus resumos digitais (hash) calculados e também assinados pelo presidente do TSE, além do secretário da STI. Cópias desses resumos serão

entregues aos representantes das entidades e instituições presentes na cerimônia, bem como serão publicados no portal do TSE na internet. Depois da assinatura e da lacração, quaisquer alterações a serem feitas nos programas do sistema eletrônico de votação deverão ser autorizadas expressamente pelo presidente da Corte Eleitoral e divulgadas por meio do portal do TSE na internet. Na hipótese de serem alterados os programas, uma nova cerimônia de assinatura digital e lacração dos sistemas deverá ser convocada.

Programas para análise de código As entidades e instituições credenciadas poderão utilizar programas de análise de códigos para analisar os softwares, desde que sejam programas de conhecimento público e comercializados normalmente. Programas que não atendam a essas especificações não poderão ser utilizados nos equipamentos da Justiça Eleitoral. Os programas aprovados pela STI deverão ser instalados em equipamentos da Justiça Eleitoral no ambiente destinado ao acompanhamento das fases de especificação, desenvolvimento, de assinatura digital e lacração dos sistemas. A partir daí, as entidades e instituições credenciadas poderão apenas consultar os resultados dos testes e dados estatísticos obtidos com o respectivo programa de análise de código

apresentado, não sendo permitida sua extração, impressão ou reprodução por qualquer forma.

Verificação das assinaturas digitais Para verificar as assinaturas digitais dos programas do sistema eletrônico de votação, os representantes das entidades e instituições cadastradas deverão formalizar um pedido ao juiz eleitoral ou ao respectivo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), nos prazos determinados pela resolução, a qualquer momento antes da cerimônia de geração de mídias ou da carga das urnas eletrônicas, ou cinco dias antes das eleições. Essa verificação poderá, aliás, ser determinada de ofício pelo juiz eleitoral ou pelo TRE. A execução dos procedimentos de verificação somente poderá ser realizada por técnico da Justiça Eleitoral, na presença dos representantes das entidades e instituições que comparecerem ao ato. Além a conferência dos hash, poderá ainda haver a conferência dos dados constantes no boletim de urna, caso essa verificação seja feita após as eleições. Exclusivamente no TSE serão feitas as verificações dos sistemas Preparação e Gerenciamento, e do Receptor de Arquivos da urna eletrônica, também com a presença das entidades que a resolução indica para o processo.

Auditoria de funcionamento da votação eletrônica Segundo a resolução, ca-

berá aos TREs realizar, por amostragem, auditoria de funcionamento das urnas eletrônicas para fins de verificação do funcionamento das urnas sob condições normais de uso. Essa auditoria será realizada por uma comissão presidida por um juiz de Direito e quatro servidores da Justiça Eleitoral, desses sendo um da Corregedoria Regional Eleitoral, um da Secretaria Judiciária e um da STI. O Ministério Público deverá indicar um representante para acompanhar o processo de auditoria, que também poderá ser acompanhado por representantes indicados pelas entidades e instituições indicadas pela resolução. Essa auditoria deverá ocor rer em um só local, que seja público e com expressiva circulação de pessoas, no mesmo dia e horário da votação oficial, em ambos os turnos. Esses locais deverão ser divulgados com antecedência pelos respectivos TREs. Serão sorteadas seções eleitorais, de zonas diferentes, para a realização da auditoria: três nos estados com mais de 15 mil seções no cadastro eleitoral; quatro nos estados que possuam de 15 mil a 30 mil seções; e cinco nos demais estados. Nas seções sorteadas as ur nas serão substituídas por outras para que a original seja auditada. Também fará parte da auditoria a realização de votação em cédulas de papel, depositadas em urnas de lona.


4 DIÁRIO DO VALE

POLÍCIA



QUARTA-FEIRA, 27 DE DEZEMBRO DE 2017

Seis morrem em acidente na BR-393 Três das vítimas fatais da colisão eram crianças; em Barra do Piraí, homem matou mulher e morreu depois em colisão Paraíba do Sul

Seis pessoas que morreram em um acidente envolvendo dois carros, na noite desta segunda-feira (25), na BR-393 (Rodovia Lúcio Meira), Km 176, em Paraíba do Sul. Os veículos bateram de frente, provocando a morte, no local, de três pessoas, que ficaram presas às ferragens. Dos seis mortos, três são crianças. Outras seis vítimas foram levadas ao Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Três Rios, sendo que três delas não sobreviveram aos ferimentos. Os corpos seguiram para o Instituo Médico Legal (IML), também em Três Rios. Na unidade hospitalar, ainda estão internadas mais três pessoas que estavam nos veículos.

Barra do Piraí Uma briga entre familiares, no feriado de Natal, provocou a morte de duas pessoas. Willian Santana Medeiros, de 28 anos, morreu em um acidente de carro, após matar a tiros Maria das Graças da Silva Rodrigues, de 50 anos. O rapaz, após esfaquear e atirar em Maria das Graças, saiu de carro em

busca de socorro, quando perdeu o controle do veículo e bateu em um ponto de ônibus. Willian foi socorrido em hospital em Pinheiral, sendo em seguida, transferido para Hospital São João Batista, em Volta Redonda, mas não resistiu aos ferimentos. Maria das Graças teria se envolvido na discussão para defender a sobrinha, que era companheira de Willian.Policiais da 88º Delegacia de Polícia registraram a ocorrência.

Mais De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, nove pessoas morreram nas estradas federais do estado do Rio de Janeiro, neste final de semana do Natal. Dados divulgados, na manhã desta terça-feira (26), pela Polícia Rodoviária Federal apontam 81 acidentes. As estatísticas se referem aos dias 22 (sexta-feira) ao dia 25 (segunda-feira), quando 88 pessoas se feriram, conforme ocorrências da PRF. Os acidentes com vítimas fatais foram contabilizados em três dias. O primeiro deles, ocorreu no sábado (23), quando um mo-

Polícia registra dois assassinatos no Natal no Sul Fluminense Volta Redonda e Barra Mansa

Policiais re gistraram dois homicídios que ocorreram no Natal, no Sul Fluminense. Na noite de se gundafeira (25), Pablo Henrique Gomes da Silva, de 31 anos, foi morto a tiros, dentro de uma casa, na Rua Antônia Matilde, no bairro Três Poços, em Volta Redonda. Ele morreu no local. Policiais militares infor maram já ter o nome do suposto crimi-

noso. O corpo da vítima foi levado para o Instituto Médico Legal (IML), que fica no mesmo bairro. O crime foi re gistrado na 93° DP (Volta Redonda). Em Bar ra Mansa, policiais civis, da 90ª DP (Bar ra Mansa), também re gistraram, na madrugada do Natal, o assassinato de Luiz Gustavo de Oliveira da Silva, de 19 anos. Ele foi morto a facadas em cima de uma ponte de acesso ao bairro Piteiras

Coincidência trágica: Willian morreu ao buscar socorro para Maria das Graças, que ele havia matado torista morreu em uma colisão na BR-116, na altura de Magé, na Baixada Fluminense. No domingo (24), o choque entre dois veículos em Campos dos Goytacazes, Norte Fluminense, matou uma criança de três anos e um adulto de 50, além de ferir gravemente duas pes-

soas. Na noite desta segundafeira (25), ocorreu outro acidente grave. Dois veículos colidiram na BR-393, em Paraíba do Sul, no Centro-Sul Fluminense, e três pessoas morreram no local. Seis feridos foram levados em estado grave para a Santa Casa de Três Rios,

onde três pessoas não resistiram e morreram.

Infrações O balanço da Polícia Rodoviária Federal informa ainda que foram emitidos 1.634 autos de infrações, entre sexta e segunda-feira. Mais de 300 mo-

toristas foram autuados por ultrapassagens proibidas e 81 por condução sem o cinto de segurança. A constatação do consumo de álcool levou à autuação de seis pessoas, enquanto 25 foram autuadas por se recusarem a passar pelo teste do bafômetro.

Menor é apreendido por Pedreiro é preso policiais em Angra dos Reis com droga no Eucaliptal Angra dos Reis

Policiais Civis da 166ª DP (Ang ra dos Reis) apreenderam, neste final de semana, em flag rante delito, um adolescente de 17 anos. Ele passou a responder por prática de ato infracional análogo aos crimes de Tráfico de Dro g as e Associação para o Tráfico. O menor ao ser abordado, na comunidade de Santo Antônio, portava uma pistola calibre 9 milímetros. O rapaz tentou reagir, mas acabou dominado. Segundo agentes, o menor exercia a fun-

ção de olheiro de uma boca-de-fumo e, junto com ele, havia far ta quantidade de drogas, além de dois homens. Um deles, que estava armado, seria supostamente o gerente-geral do tráfico, na localidade, e ao perceber a presença dos policiais fugiu, realizando disparos de arma de fogo. O outro homem, após tentar, sem sucesso, desar mar um dos policiais, também conseguiu fugir. Além da pistola, foram apreendidos 407 invólucros contendo cocaína, 83 com maconha e 35 frascos de “cheirinho da loló”.

Volta Redonda

Policiais do 28º Batalhão da Polícia Militar prenderam nesta segunda-feira (25), um pedreiro de 46 anos suspeito de tráfico de drogas. Ele foi flagrado com seis pinos de cocaína e R$ 70, na Rua Nilo Peçanha, no Eucaliptal, após os agentes receberem denúncia de q u e h av i a ve n d a d e entor pecentes no local. O s P M s, a n t e s d e abordarem o suspeito,

observaram o movim e n t o d o p e d r e i ro, que ao fazer contato com usuários de drog as, c a m i n h ava a t é uma moita, onde escondia o entorpecent e. A o s e r d e t i d o o suspeito confessou que trabalhava como p e d r e i r o, m a s q u e também comercializava droga. Segundo os policiais, cada pino de cocaína era vendido por R$ 35. O pedreiro foi levado para a 93ª DP (Volta Redonda).

PM apreende drogas escondidas embaixo de telhas Resende

Policiais do 37º Batalhão da Polícia Militar apreenderam na tarde de domingo (24), 79 pinos de cocaína. Um homem foi preso após esconder os entorpecentes embaixo de telhas de amianto, no quintal da casa onde morava na Rua 4, no bairro Surubi Velho. Agentes receberem denúncia anônima informando que o suspeito costumava vender drogas na praça do bairro, mas observaram, ao chegarem ao local, que havia um homem saindo de um comércio. Ao revistarem o suspeito nada de ilícito foi encontrado. Pouco depois, policiais foram levado ao mesmo local, por outro suspeito que mostrou onde a droga estava escondida. Ele foi levado para a 89ª DP (Resende). Esconderijo: Drogas estavam embaixo de uma telha de amianto


QUARTA-FEIRA, 27 DE DEZEMBRO DE 2017

DIÁRIO DO VALE 5

CIDADES



Bacia do Rio Sesmaria terá investimento de R$ 1 milhão Recursos foram liberados esta semana pela Agência Nacional de Águas, após aprovação de projeto enviado pela AMAR Divulgação

Resende A bacia do Rio Sesmaria, que já vem recebendo uma atenção especial através do projeto PSA Hídrico, desenvolvido em cinco propriedades da região com a aplicação de um milhão de reais, vai ganhar mais investimentos em 2018. Esta semana, a Agência Nacional de Águas (ANA) anunciou a liberação de R$ 985.866,85 para serem aplicados na recuperação ambiental da bacia, que tem cerca de 149 km2 de área de drenagem. Os recursos, oriundos do projeto Produtores de Água, foram captados junto à ANA após a apresentação de um projeto elaborado pela AMAR (Agência do Meio Ambiente do Município de Resende), em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural, entre outros parceiros. O projeto, que prevê a aplicação dos recursos em diversas ações de proteção e recuperação ambiental como o reflorestamento de áreas localizadas no entorno dos rios, instalação de fossas em propriedades rurais, adequação e manutenção de estradas como a da Limeira, construção de pequenas barragens, além da compra de mudas, adubos e insumos, concorreu com mais de 200 propostas apre-

sentadas à Agência Nacional de Águas, ficando em quarto lugar. - Inicialmente, apenas três propostas seriam contempladas com a liberação de recursos. Mas, após analisarem nosso projeto e constatarem que Resende já desenvolve um programa nesta área, que é o PSA Hídrico, executado com recursos da AGEVAP e que já prevê o pagamento por serviços ambientais, os técnicos da ANA decidiram selecionar nosso projeto – explicou o presidente da AMAR, Wilson Moura. De acordo com Moura, as ações ambientais que já estão sendo desenvolvidas na região de abrangência do Rio Sesmaria, e as que serão implantadas no próximo ano, visam recuperar a bacia que foi considerada muita degradada por um diagnóstico socioambiental elaborado recentemente. Ainda segundo ele, a degradação e a falta de cobertura vegetal nas margens do rio ocasionam um dos maiores problemas enfrentados pelo manancial que é o carreamento de material, especialmente terra, para dentro do rio, fazendo com que ele fique cada vez mais raso e com a calha cada vez mais larga. Em 2010, uma tromba d’água ocorrida no distrito de Formoso, em São José

Alvo: Projeto prevê aplicação dos recursos em diversas ações de proteção e recuperação ambiental do Barreiro, onde o rio nasce, provocou enchentes nos bairros Ipiranga, Jardim Brasília e Chácara do Tácito, em Resende, justamente em função do assoreamento do rio. Mais investimentos –

Com a liberação, esta semana, de R$ 985.866,85 pela Agência Nacional de Águas, a AMAR alcança, em 2017, a marca de R$ 3.077.753,77 em recursos externos captados para aplicação em projetos ambien-

tais no município. Os demais recursos captados são: R$ 1 milhão (Projeto PSA Hídrico – Pagamento por Serviços Ambientais/Agevap); R$ 327.156,25 (Plano Municipal de Gerenciamento Integrado de Resíduos/

Agevap); R$ 554.730,67/ CCA/SEA (Parque Municipal Fumaça e Jacuba); R$ 110 mil (Projeto Plantar Florestas para Colher Água/Agevap); R$ 100 mil (Melhorias no Horto Municipal/Nissan).

Detran abre vagas para curso Educação divulga resultado de reciclagem para infratores da primeira fase de matrículas Sul Fluminense

O Detran abriu 25 vagas para o próximo curso de reciclagem de condutores infratores, que começará no dia 22 de janeiro, para motoristas profissionais. As inscrições devem ser feitas pelo site do dep a r t a m e n t o (www.detran.rj.gov.br) e se destina àqueles que já entregaram suas carteiras de habilitação suspensas. Os alunos terão 30 horas de aulas sobre leis de trânsito, direção defensiva, relacionamento interpessoal e primeiros socorros.

O curso é gratuito e será realizado na Escola Pública de Trânsito, na Rua Mem de Sá 163 (Lapa), na capital. As aulas serão dadas às segundas, quartas e sextas, das 13h às 16h40. Para se matricular, os selecionados deverão apresentar a CNH, constando que exerce atividade remunerada; caderneta de exames (que será fornecida após a confirmação da inscrição); CPF; identidade; e informar o local de residência, até o dia 19; além de já ter pago a taxa pelo exame de reciclagem, de R$

101,16 (Duda com o código 210-0, a ser obtido no Bradesco). Após o pagamento da taxa, os interessados devem ligar para o teleatendimento do Detran — (21) 3460-4040 ou 3560-4042 (capital) ou 0800-0204041 (interior) —, solicitando o agendamento para o serviço de alteração de dados com o curso de reciclagem de condutores infratores (CRCI). Para mais infor mações, os candidatos podem ligar para o telefone (21) 2332- 9634 ou enviar um e-mail para cfcdetran@detran.rj.gov.br.

Sul Fluminense A Secretaria de Educação divulga o resultado da alocação da 1ª fase de matrículas. A consulta está disponível no site Matrícula Fácil (www.matriculafacil.rj.gov.br) e no portal da secretaria (www.rj.gov.br/seeduc). Os candidatos também poderão conferir o resultado por meio do link na página oficial da Secretaria de Educação no Facebook (www.facebook.com/ SeeducRJ). Na 1ª fase de matrículas foram feitas cerca de 227 mil inscrições. Do total, mais de 180 mil alunos que se cadastraram pela internet são das redes públicas de ensino (mu-

nicipal, estadual e federal); aproximadamente 31 mil da rede privada e mais de 13 mil inscrições são de candidatos que estavam afastados dos estudos e decidiram retornar às salas de aula. Além disso, cerca de 460 mil estudantes renovaram suas matrículas para o ano letivo de 2018. – Registramos um bom número de inscrições e renovações de matrículas. Esse sistema informatizado, no qual o candidato faz seu cadastro pela internet e seleciona a escola que deseja estudar, é acessível e tem auxiliado muito o estudante no momento de escolher a unidade de sua preferência e, também, no acompanhamento do anda-

mento da matrícula – disse o secretário de Educação, Wagner Victer. O ano letivo de 2018 na rede estadual de ensino começará no dia 5 de fevereiro.

Serviço Confirmação de matrícula: 3 a 8 de janeiro de 2018 (o candidato precisa ir à unidade de ensino na qual foi alocado para confirmar a matrícula). Segunda fase da pré-matrícula: 16 a 19 de janeiro de 2018. Confir mação da matrícula da 2º fase: 24 a 26 de janeiro de 2018. Início do ano letivo: 5 de fevereiro de 2018.

Mais de 200 idosos participam das atividades de encerramento de 2017 Divulgação

Itatiaia

Cerca de 240 idosos participaram na última semana do encerramento das atividades de 2017 do Centro de Convivência do Idoso - CCI. O Centro, coordenado pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, oferece durante o ano todo oficinas, palestras e confraternizações aos participantes. A programação de encerramento contou com apresentação do grupo de teatro ‘Os Corajosos’, que encenou uma peça de Natal que retratou a história do Nascimento de Jesus. O grupo é formado pelos ido-

sos que participam das atividades do CCI. Na sequencia foi realizado um almoço para todos os usuários. O evento contou com a presença do Vice-Prefeito, Sebastião Mantovani, da Secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Raquel Rocha, da Coordenadora da Proteção Social Básica, Luenir Castelo Branco Rocha e da Coordenadora do CCI, Marluce Veiga. Também estiveram presentes os vereadores Cristian de Carvalho e Andréa de Carvalho Jardim. As atividades do Centro de Convivência do Idoso estão previstas para retornarem no mês de fevereiro.

Estado do Rio de Janeiro Prefeitura Municipal de Barra Mansa Secretaria Municipal de Saúde Coordenação de Com pras e Licitações AVISO DE ERRATA JUSTIFICATIVA DE DISPENSA ONDE SE LÊ: A Empresa BARRA MARKET CENTER COM. DE PROD. ALIM. LTDA apresentou o menor preço no valor total de R$ 59.821,94 (cinqüenta e nove mil, oitocentos e vinte e um reais e noventa e quatro centavos). LEIA-SE: A Empresa BARRA MARKET CENTER COM. DE PROD. ALIM. LTDA apresentou o menor preço no valor total de R$ 59.951,84 (cinqüenta e nove mil, novecentos e cinqüenta e um reais e oitenta e quatro centavos). Angelita dos Santos Halfeld Pregoeiro

O Centro de Convivência do Idoso Para melhor atender os participantes o CCI também oferece no município várias atividades, entre elas aulas de ginástica, hidroginástica, Massagem - Shiatsu, dança de salão, oficina da memória, yoga, violão, entre outras.Todas as aulas são gratuitas e atendem usuários com idade acima de 60 anos. Além das oficinas, os idosos ainda contam com palestras e confraternizações. Dentre elas estão a Festa do Dia das Mães, o Arraiá do CCI, as comemorações do Mês do Idoso, entre outras. Para que os moradores de outros bairros possam participar, o CCI também oferece aulas em Núcleos como nos bairros Vila Flórida, Penedo e Maringá. Tanto em Penedo, quanto em Maringá as aulas são realizadas no CRAS – Centro de Referência de Assistência Social do bairro. Em Maringá as aulas também são abertas para os moradores de Maromba.

Cultural: Programação de encerramento contou com apresentação do grupo de teatro


6 DIÁRIO DO VALE

CIDADES



QUARTA-FEIRA, 27 DE DEZEMBRO DE 2017

NATAL

Intoxicação foi maior causa dos atendimentos veterinários Profissionais recomendam dar somente alimentos apropriados; receita é não sair da dieta Divulgação

Volta Redonda Neste período de festas natalinas, as clínicas veterinárias que trabalharam com plantão durante o Natal registraram um aumento nos atendimentos de casos provocados por intoxicação alimentar. Ou seja, mais que muita gente, muito bicho saiu da dieta em Volta Redonda na propícia época para as comilanças de Natal. De acordo com a médica veterinária Mariana Bastos Souto, durante o plantão de Natal sua clínica registrou 10 ocorrências. - Tivemos um aumento nas ocorrências de intoxicação. Quatro casos de gastroenterite hemorrágica, um caso de ferida provocada por queda de um gato, um caso de traumatismo craniano de um cão que caiu do colo de uma visita durante as comemorações. Também registramos um caso de infecção no olho e

outro caso de edema pulmonar registrado em um cão já idoso que deve ter se alimentado inadequadamente nas festas – informou a veterinária. Segundo Mariana, o ideal neste período é evitar certas comidas de Natal para os bichinhos. O recomendado é deixar o animal em um cômodo separado da casa e longe das comemorações. Neste período, alerta a veterinária, os atendimentos provocados por gastroenterite hemorrágica são os mais frequentes. - O recomendado é não dar estes petiscos de Natal, optando por oferecer o que o animal está acostumado – recomendou. Em outra clínica, a proprietária Carla Freitas também confirmou que os problemas causados por intoxicação são as causa que mais levam os animais domésticos ao veterinário. - Às vezes, durante um

churrasco ou ceia, o cão acaba comendo algum pedaço de linguiça ou carne temperada, seja no chão ou oferecido por alguém, causando com isso uma intoxicação. Em dezembro é o tipo de ocorrência mais comum. No fim de ano registramos um aumento de 20% neste tipo de atendimento – diz. Além da intoxicação a clínica também registra um aumento na procura por donos de pets querendo remédios para evitar mal estar nas viagens ou para acalmá-los durante os fogos de fim de ano. - Para estes casos, eu recomendo palitos fitoterápicos na forma de petisco ou em gotas para acalmar durante as viagens. Também ocorrem casos de atropelamento, mas a incidência maior é no fim de ano. Tudo que envolve a agitação do pet neste período eu recomendo um medicamento para acalmá-los – aconselha.

Volta Redonda inicia exames médicos para Parque Aquático Volta Redonda

A prefeitura de Volta Redonda, por meio da secretaria municipal de Esporte e Lazer (Smel), iniciou nesta terça-feira, dia 26, os exames médicos para os usuários do Parque Aquático Municipal.

O local será reaberto no dia 5 de janeiro. Os exames estão sendo realizados na sede da Smel, na Ilha São João. Com o objetivo de descentralizar a realização dos exames e evitar filas, o serviço também está sendo oferecido em todas as unidades básicas de saú-

de. Na sede da Smel, os exames estão sendo realizados às terças de 8 às 12 horas e de 14 às 17 horas. Já às quartas, os usuários podem comparecer à Smel das 14 às 17 horas. E às sextas, os exames serão feitos das 8 às 12 horas.

Atenção: Animais não devem fugir da dieta normal sob o risco de passar mal

O g er e n t e c o mer c i a l , C a rl o s Henrique Andrade, perdeu o cachorro, que atende pelo nome de Urso, na tarde de sábado (24), véspera de Nat a l . O c ã o, d e g r a n d e p o r t e, d a cor car amelo, fugiu do sítio “Três Marias”, na estrada Vargem AlegrePinheiral. O animal é dócil. Quem obtiver maiores inf or m a ç õ e s, f avo r entrar em contato pelos telefones: (24) 99263-6649 ou (24) 99251-2693.


QUARTA-FEIRA, 27 DE DEZEMBRO DE 2017

DIÁRIO DO VALE 7

ECONOMIA



Consumidores devem estar atentos às regras sobre trocas dos presentes Produtos considerados essenciais, como geladeira, devem ser restituídos imediatamente Divulgação

Rio As vendas neste período do Natal cresceram e, com isso, o número de trocas e reclamações também tende a aumentar. Apenas até o dia 20 de dezembro, foram registradas mais de 11.700 reclamações sobre problemas com compras feitas para o Natal no portal Reclame Aqui. Para que possa ter direitos garantidos, a população deve estar atenta às regras estabelecidas no Código de Defesa do Consumidor (CDC), conjunto de normas que tratam da proteção do consumidor. Se houver defeito, o Código de Defesa do Consumidor garante o direito de troca. O artigo 18 diz que “os fornecedores de produtos de consumo duráveis ou não duráveis respondem solidariamente pelos vícios de qualidade ou quantidade que os tornem impróprios ou inadequados ao consumo a que se destinam ou lhes diminuam o valor, assim como por aqueles decorrentes da disparidade, com as indicações constantes do recipiente, da embalagem, rotulagem ou mensagem publicitária, respeitadas as variações decorrentes de sua natureza, podendo o consumidor exigir a substituição das partes viciadas”. Produto considerado essencial, como geladeira, deve ser restituído imediatamente. Quando o problema for aparente, isto é, for facilmente visível, o prazo do direito de reclamar é de 30 dias, tratando-se de fornecimento de serviço e de produtos não duráveis, como alimentos, e de 90 dias, no caso de serviço ou produtos duráveis, a exemplo de eletrodomésticos. Se o defeito não for aparente, esses prazos começam a contar quando o problema for diagnosticado. Essas regras também estão no artigo 18 do CDC. Pela lei, as lojas não têm a obrigação de trocar todos os tipos de produto. Por exemplo, roupas que não agradaram ou brinquedos repetidos só podem retornar às prateleiras se a loja oferecer essa condição e estiver dentro do prazo estipulado por ela. Nesses casos, é importante guardar embalagem, etiquetas e nota fiscal, a fim de comprovar a data da compra e também que o produto não foi usado, além de outros critérios que o próprio estabelecimento tenha inserido em sua política de trocas. O advogado Paulo Roque Khouri, especialista em

Mudança: Consumidores iniciam período de volta ás lojas mas agora para trocar presentes direito do consumidor, explica que a troca em decorrência de desagrado, sem que haja defeito, embora não esteja regulamentada, já faz parte da cultura do comércio brasileiro, que busca manter a fidelidade dos clientes. “O comerciante tem uma ideia de que não pode recusar a troca”, resume, acrescentando que, por isso, é comum que a informação sobre impossibilidade de trocas seja destacada no estabelecimento comercial. Outro ponto que ele destaca é o fato de a lei brasileira não admitir a troca por dinheiro nos casos de arrependimento de compra em lojas físicas. As lojas, em suas próprias políticas de troca, acabam criando opções. Em um shopping na região central de Brasília, Alexandre Trindade, aguardava na fila, formada por cerca de sete pessoas, sua vez de trocar o presente. É que a mãe errou e comprou uma blusa um pouco maior do que o modelo dele. Questionado sobre os direitos do consumidor, Trindade logo informou que a blusa “está com a etiqueta”. A vendedora da loja de departamentos informou que ela possibilita a troca por um vale de valor equivalente, o qual pode ser usado em qualquer outra unidade da

rede. Em geral, o prazo para a reparação é de 30 dias e o for necedor também tem um mês para consertar a falha. Se o problema não for resolvido nesse período nem tiver sido objeto de negociação, o consumidor tem o direito escolher entre a substituição do produto por outro em perfeitas condições de uso; a restituição imediata da quantia paga, inclusive com os valores atualizados, ou o abatimento proporcional do preço. No caso de fornecimento de produtos in natura, o consumidor pode cobrar providências do fornecedor imediato, exceto quando identificado claramente seu produtor.

Compras online Ao fazer uma compra fora do estabelecimento comercial, como no caso da internet ou por revistas, o consumidor pode usufruir do chamado direito de arrependimento. Nesse caso, a troca pode ser efetivada em até sete dias, contados a partir do recebimento do produto. A pessoa pode, nesse período, desistir da aquisição e pedir o dinheiro de volta, sem arcar com frete ou outros custos. O Reclame Aqui considera que o alto número de

problemas que tem sido registrado nesta época está associado ao fato de muitos consumidores terem aproveitado a Black Friday, no dia 24 de novembro, para comprar presentes. Até agora, os setores que receberam maior número de reclamações por este portal foram: lojas virtuais, noda e calçados, transportes, eletroeletrônicos e eletrodomésticos. Apesar do crescimento do volume de compras pela internet, o Brasil ainda não

tem uma regra sobre comércio eletrônico. No país, esse tipo de transação é regulamentada pelo Decreto 7.962, de 2013. O advogado Paulo Roque Khouri avalia, contudo, que a regra, que trata, sobretudo, da disponibilização de informações nos sites, é insuficiente. Consumidores que precisem trocar produtos adquiridos em sites hospedados no exterior, por exemplo, podem ter dificuldades. “Teoricamente, esses sites estão submetidos às

regras do Brasil. Mas, se os consumidores tiverem problemas, esse fornecedor teria que ser demandado no exterior”, detalha o especialista. Na opinião dele, “é um vazio que existe muito grande em nosso direito e deixa muito exposto o consumidor”. Para evitar problemas, ele sugere que as pessoas façam compras em sites com credibilidade, pois, assim como no mundo físico, “na inter net, há bons e maus fornecedores”.

Vendas no Natal têm aumento após três anos de retração As vendas a prazo na semana anterior ao Natal, entre os dias 18 e 24 de dezembro, aumentaram 4,72% na comparação com as de 2016. Trata-se do primeiro ano de crescimento após três anos consecutivos de retração. Os dados, divulgados nesta terça-feira (26), são do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). Os resultados de vendas a prazo no Natal nos anos anteriores foram: -1,46% (2016), 15,84% (2015) e -0,7% (2014). Neste ano, com exceção do Natal e do Dia das Crianças

(crescimento de 3%), nas demais datas festivas, as vendas não tiveram resultados animadores: Páscoa (+0,93%), Dia das Mães (-5,50%), Dia dos Namorados (-9,61%) e Dia dos Pais (-2,18%). “O acesso ao crédito mais difícil e os juros elevados ainda limitam o poder de compras dos brasileiros, mas, com a economia dando sinais de retomada, os consumidores foram às compras de forma menos tímida que nos últimos anos e também nas outras datas comemorativas de 2017”, disse o presidente do SPC Brasil, Roque Pelli-

zzaro. Segundo Pellizzaro, porém, embora o crescimento deste ano pareça forte, ainda está longe dos resultados dos anos anteriores à crise econômica. O cálculo de vendas a prazo é baseado no volume de consultas feitas ao banco de dados do SPC Brasil, com abrangência nacional, entre os dias 18 e 24 deste mês. Segundo levantamento da entidade, o gasto médio do brasileiro com o total de presentes de Natal girou em torno de R$ 461,91. A estimativa é de que a data movimentasse cerca de R$ 51 bilhões na economia.

Clubes sociais de VR pagarão Sistema antifraude bloqueou 52 mil alíquota diferenciada de ISS requerimentos do seguro desemprego Volta Redonda

A prefeitura promove r á a c o n c e s s ã o d e uma alíquota diferenciada no Imposto Sobre Ser viço de Qualquer Natureza (ISSQN) para entidades desportivas e recreativas da cidade, como os clubes sociais. As entidades vão pagar 2% sobre a receita bruta dos serviços que presta ao seu quadro social. Em razão da Lei Federal Complementar 157/2016, as entidades poderiam ser tributa-

das em até 5%. De acordo com a secretária de Fazenda de Volt a Re d o n d a , N o r ma Chaf fin, as entidades eram isentas de pagamento de ISS, mas isso foi proibido por conta d a L e i Fe d e r a l C o m plementar 157/2016. - A referida lei federal inibiu os prefeitos que façam concessão de qualquer benefício fiscal que resulte em carga tributária menor que a alíquota mínima estabelecida para o ISS, que atualmente é de 2% - co-

mentou Norma. Nor ma Chaffin destacou ainda que o benefício será de grande impor tância para os clubes sociais. “Essa medida tenta amenizar a carga tributária das entidades desport iv a s e r e c r e a t iv a s , visto que suas atividades não visam lucro quando prestadas ao seu quadro social. O benefício fiscal concedido será de g rande valia aos clubes estabelecidos no municíp i o ” , c o m e n t o u N o rma.

Rio O sistema antifraude no seguro desemprego bloqueou 52 mil requerimentos em todo o país, desde dezembro do ano passado. Com isso, o governo já obteve economia superior a R$ 678 milhões para os cofres públicos. A expectativa é de que, quando a ferramenta abranger outros tipos de benefícios, como seguro defeso e abono salarial, a economia chegue a R$ 3 bilhões. Desenvolvido pelo Ministério do Trabalho a um custo de R$ 78 milhões, o sistema é uma plataforma tecnológica criada com o objetivo de ampliar a capacidade de identificação de requerimentos suspei-

tos do benefício. Além de justificar o bloqueio de pagamentos indevidos, a ferramenta possibilita também a identificação dos culpados desse tipo de desvio de recursos públicos. De acordo com o ranking divulgado nesta terça-feira (26) pelo Ministério do Trabalho, o estado que apresentou maior número de casos suspeitos foi o Maranhão, que teve 16.427 pedidos bloqueados. Em se gundo lugar está São Paulo, com 9.328 pedidos, seguido do Pará, onde foram bloqueadas 3.363 solicitações. A plataforma cruza todas as bases de dados do ministério, em especial a do Cadastro Geral de Empregados e Desemprega-

dos (Caged), com as da Receita Federal e da Caixa Econômica. Casos que levantem suspeitas de fraudes são comunicados à Polícia Federal. Por meio dessa ferramenta, é possível analisar 700 mil requerimentos de seguro desemprego por mês. Por meio de nota, o Ministério do Trabalho informa que quem tiver o benefício bloqueado será comunicado e que, como há casos em que o trabalhador desconhece que seus dados estão sendo usados por fraudadores, aqueles que tiverem o seguro bloqueado devem procurar o Ministério do Trabalho, a fim de esclarecer a situação.


8 DIÁRIO DO VALE

NACIONAL



QUARTA-FEIRA, 27 DE DEZEMBRO DE 2017

Nacional

Governo Central registra primeiro superávit para novembro desde 2013 Resultado primário leva em conta a diferença entre receitas e despesas, desconsiderando os juros da dívida pública Rio A alta da arrecadação provocada pela recuperação da economia e o pagamento de concessões referentes ao leilão de usinas hidrelétricas fizeram o Governo Central obter o primeiro resultado positivo para meses de novembro em quatro anos. No mês passado, o Tesouro Nacional, a Previdência Social e o Banco Central registraram superávit primário de R$ 1,348 bilhão. O resultado primário leva em conta a diferença entre receitas e despesas, desconsiderando os juros da dívida pública. Desde 2013, o Gover no Central

não fechava novembro com resultado positivo. No mesmo mês do ano passado, o Governo Central tinha registrado déficit de R$ 38,467 bilhões, o pior resultado da história para o mês. O resultado de novembro diminuiu para R$ 101,919 bilhões o déficit primário acumulado em 2017, ainda o pior valor registrado para os 11 primeiros meses do ano desde o início da série histórica, em 1997. Pela Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), o Governo Central tem de fechar o ano com déficit de R$ 159 bilhões. Na semana passada, o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, disse que a equipe econô-

mica tem condições de cumprir a meta com pequena folga.

Cemig No mês passado, o governo contou com dois fatores para impulsionar as receitas. Além da recuperação econômica, que fez a arrecadação federal subir em novembro, o Tesouro reforçou o caixa com o pagamento de R$ 12,1 bilhões dos leilões para renovar a concessão de quatro usinas hidrelétricas da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig). Em dezembro, o Tesouro receberá R$ 10 bilhões dos leilões de concessão de petróleo e gás e R$ 3

REDE PÚBLICA

Total de matrículas nos ensinos fundamental e médio cai em 2017 Divulgação

Mapeando: Levantamento do Inep detalha o número de matrículas iniciais na educação Rio O número de alunos matriculados em escolas públicas no ensino fundamental e no ensino médio em 2017 caiu, mas houve aumento nas matrículas de creches e pré-escola, bem como na educação especial. Os dados são do Censo Escolar da Educação Básica 2017, divulgado nesta terça-feira (26) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Este ano, segundo o levantamento, o total de alunos matriculados no ensino fundamental em escolas públicas foi de 22,05 milhões, o que representa uma queda de 1,62% em relação a 2016. No ensino médio, foram 6,68 milhões em 2017, queda foi de 2,85% na comparação com o ano passado. O número de alunos matriculados em creches da rede pública subiu 6,8%, chegando a 2,2 milhões. Na préescola, também houve aumento no número de alunos matriculados, com um total de 3,87 milhões e crescimento de 2,64% em relação a 2016. A Educação de Jovens e Adultos (EJA) registrou um aumento de 4,1%, com 2,92 milhões estudantes matriculados em 2017. Em todas as etapas, o total de matrículas na rede pública este ano chegou a 37,75 milhões, leve redução de 0,5% na comparação com 2016. Na educação especial, voltada para o atendimento de alunos com necessidades especiais, foi registrado aumento no número de matriculas em todos os segmentos.

Censo O levantamento do Inep detalha o número de matrículas iniciais na educação básica das redes públicas municipal e estadual de ensino, que abrangem a creche, pré-escola, os ensinos fundamental e médio, a EJA e a educação especial. Os dados incluem as áreas urbana e rural e a educação em tempo parcial e integral. A segunda etapa do Censo Escolar 2017 terá início no próximo mês, quando serão coletados os dados sobre o rendimento e o movimento escolar dos alunos. O Censo Escolar é feito anualmente, sob coordenação do Inep. Segundo o órgão, a ferramenta é indispensável para que os atores educacionais possam compreender a situação educacional do país, das unidades federativas, dos municípios e do Distrito Federal, bem como das escolas e, com isso, acompanhar a efetividade das políticas públicas.

Rio de Janeiro No Rio, das 227 mil inscrições recebidas pela Secretária Estadual de Educação (Seeduc), aproximadamente 31 mil são de alunos da rede privada que tentam migrar para rede pública – o equivalente a cerca de 14% do total de inscritos nas 1.250 escolas da rede estadual. . Os dados foram divulgados nesta terça-feira (26) pelo Núcleo de Imprensa do Palácio Guanabara e indicam que, nesta 1ª fase de matrícula, mais de 180 mil alunos se cadastraram pela

internet e são das redes públicas de ensino (municipal, estadual e federal). Mais de 13 mil inscrições são de candidatos que estavam afastados dos estudos e decidiram retornar às salas de aula. No total, cerca de 460 mil estudantes renovaram suas matrículas para o ano letivo de 2018. A consulta aos nomes dos estudantes inscritos está disponível no site Matrícula Fácil e no portal. Os candidatos também podem conferir o resultado por meio do link na página oficial da Secretaria de Educação no Facebook. Ao comentar o processo de inscrições, o secretário de Educação, Wagner Victer, ressaltou o fato de que a informatização do processo das inscrições tem facilitado a escolha da unidade de ensino por parte dos alunos. “Registramos um bom número de inscrições e renovações de matrículas. O sistema informatizado, no qual o candidato faz seu cadastro pela internet e seleciona a escola que deseja estudar, é acessível e tem auxiliado muito o estudante no momento de escolher a unidade de sua preferência e no acompanhamento do andamento da matrícula”, disse. O ano letivo de 2018 na rede estadual de ensino do Rio de Janeiro começará no dia 5 de fevereiro e a confirmação da matrícula deverá ser feita entre os dias 3 a 8 de janeiro do próximo ano. Para tal, o candidato precisa ir à unidade de ensino na qual foi alocado para confirmar a matrícula. A segunda fase da pré-matrícula ocorrerá entre os dias 16 e 19 de janeiro, com a confirmação ficando para os dias 24 a 26.

bilhões de concessões de aeroportos leiloados no início do ano. Os recursos extras fizeram as receitas líquidas do Governo Central subir 3,5% de janeiro a novembro em valores nominais. Ao descontar a inflação, no entanto, a variação real cai para zero. No mesmo período, as despesas totais também subiram 3,5%, com variação real zero ao desconsiderar a inflação. A estabilização das despesas só foi possível porque o governo cortou despesas não obrigatórias para compensar o crescimento de gastos obrigatórios. De janeiro a novembro, os gastos com a Pre-

vidência Social subiram 6,1% acima da inflação em relação ao mesmo período do ano passado. Os gastos com o funcionalismo federal aumentaram 7,1% também acima da inflação.

Cortes de gastos As despesas discricionárias (não obrigatórias), no entanto, caíram 13,8% na mesma comparação, desconsiderando a inflação. Os gastos de custeio (manutenção da máquina pública) acumulam queda real de 8,5%. Ao longo do ano, diversos programas e serviços federais enfrentaram restrição de recursos,

como emissão de passaportes, vigilância rodoviária e universidades federais. Os investimentos – obras públicas e compra de equipamentos – totalizaram R$ 35,595 bilhões e recuaram 35,2% em termos reais (excluindo a inflação). Os empreendimentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) somaram R$ 19,8 bilhões de janeiro a novembro, com queda real de 40,3% em relação aos mesmos meses do ano passado. Principal programa habitacional do governo, o Minha Casa, Minha Vida gastou R$ 2,364 bilhões, com retração real de 61%.

Miguel e Alice foram os nomes mais registrados no país em 2017 Rio Miguel foi o nome masculino mais registrado nos cartórios de todo o país em 2017, segundo levantamento da Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-BR). De janeiro a 10 de dezembro, os pais de quase 26 mil recém-nascidos escolheram o nome bíblico e de origem hebraica para os seus bebês. Os nomes de Arthur (21.161 registros) e Davi (15.372) aparecem em segundo e terceiro lugar entre os mais escolhidos este ano. Para as mulheres, os três nomes que lideram o ranking dos registros de nascimento são Alice (18.508), Valentina (13.193) e Helena (12.615). Considerando os nomes compostos, os primeiros nomes mais escolhidos foram Maria (80.192) e João (44.450). Segundo a associação, Maria tem 885 variações de registro, com destaque para Maria Eduarda. O nome João aparece com 154 va-

riações, com João Miguel sendo a principal. A pesquisa mostra ainda que Enzo, com ou sem variações, está entre os nomes considerados “da moda” para os meninos, enquanto alguns caíram em desuso, como Liliana, Sônia e Régis. Os nomes identificados como os mais diferentes foram Riquelmi, Moa, Darcksson, Ambar, Iasã, Zeonilde, Dã, Steice e Donald. A pesquisa foi baseada em informações enviadas à Central

de Informações do Registros Civis Nacional pelos estados do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina, do Paraná, de São Paulo, do Espírito Santo, de Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Goiás, do Distrito Federal, de Rondônia, do Acre, Amapá, de Roraima, do Ceará, de Pernambuco e Alagoas. Os cartórios desses estados somam quase 1,5 milhão de registros. Segundo a Arpen, os cartórios dos outros estados ainda estão adequando o sistema de informação.

Os 10 nomes mais frequentes de meninos:

Os 10 nomes mais frequentes de meninas:

1. Miguel 2. Arthur 3. Davi 4. Heitor 5. Gabriel 6. Bernardo 7. Lorenzo 8. Enzo Gabriel 9. Pedro Henrique 10. Pedro

1. Alice 2. Valentina 3. Helena 4. Laura 5. Sophia 6. Maria Eduarda 7. Lorena 8. Julia 9. Heloisa 10. Livia


DIÁRIO DO VALE 9

QUARTA-FEIRA, 27 DE DEZEMBRO DE 2017



Estado do Rio de Janeiro Prefeitura Municipal de Paraty FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N 029/17 VIGÊNCIA: 22/12/2017 A 22/12/2019 Homologação publicada no Diário Oficial do Município em: Jornal Diário do Vale – Edição nº 8585 - Datada de 22/12/2017. Empresa: FAHL & MOREIRA GRÁFICA E EDITORA DE PARATY LTDA ME CNPJ: 10.540.914/0001-07 Telefone: (24) 3371-9387 E-mail: servgrafparaty@gmail.com Endereço: Rua José Vieira Ramos, n. 41-A - Chácara – Paraty – RJ Cep: 23.970-000 Aos vinte e dois dias do mês de dezembro de dois a mil e dezesseis (22/12/2017), nesta cidade, a Prefeitura Municipal de Paraty/RJ, Órgão Gerenciador deste Registro de Preços, com endereço na Alameda Princesa Isabel s/n, Pontal Paraty, CEP 23970-000, inscrito no CNPJ sob o nº. 12.640.342/ 0001-55, representada pelo Secretário de Saúde – Ordenador de Despesas, Martha Cardoso Cruz, brasileira, portador da Carteira de Identidade nº 10781473-3/IFP e CPF nº 079.275.297-06, residente na Rua Presidente Pedreira nº 10, Bairro de Fátima - Paraty/ RJ, CEP 23970-000, a seguir denominado ÓRGÃO GESTOR, RESOLVE registrar os preços para futura e eventual execução de serviços gráficos diversos e outros materiais (carimbos, crachás, etc.) incluindo, quando necessário a confecção da arte final e acabamentos afins, visando ao atendimento dos diversos Departamentos da Secretaria Municipal de Saúde/SMS, conforme especificações e quantidades constantes no TERMO DE REFERÊNCIA - ANEXO I e à empresa FAHL & MOREIRA GRÁFICA E EDITORA DE PARATY LTDA ME, CNPJ 10.540.914/0001-07, estabelecida na Rua Japoranga n. 1970 – Japuíba – Angra dos Reis/RJ - Cep: 23.934-055, cuja proposta foi classificada no certame, Processo Licitatório nº. 7463/2017 – Pregão Presencial nº. 016/17, adiante denominada FORNECEDOR, nos termos da Lei nº 8666/93, com as alterações e demais normas legais aplicáveis, e ainda pela Lei Federal nº 10.520/2002 e Decreto Municipal nº 085/2013, firmam a presente ATA DE REGISTRO DE PREÇOS, a qual apresenta seqüência de classificação, observada as condições enunciadas nas cláusulas que seguem: 1 - DO OBJETO 1.1. A presente licitação tem por objeto o REGISTRO DE PREÇOS para execução de serviços gráficos diversos e outros materiais (faixas, banners, carimbos, cartazes, crachás) incluindo, quando necessário a confecção da arte final e acabamentos afins, visando ao atendimento dos diversos Departamentos da Secretaria Municipal de Saúde/SMS, conforme informações e especificações técnicas e estimativas de quantitativos de preços contidas no Termo de Referência – ANEXO I. 2 - DA VIGÊNCIA 2.1. Esta Ata de Registro de Preços tem vigência de 1 (um) ano contado da data da sua assinatura, com eficácia legal após a publicação do seu extrato no Diário Oficial do Município, tendo início e vencimento em dia de expediente, devendo-se excluir o primeiro e incluir o último. 3 - DO PREÇO 3.1. O preço ofertado pela empresa signatária da presente Ata de Registro de Preços é o seguinte, de acordo com a respectiva classificação no Pregão:

1

4 - DA AUTORIZAÇÃO DO SERVIÇO 4.1. A autorização para cada prestação de serviço emitida pela Secretaria e/ou Departamentos requisitantes, será precedida pela emissão da “Autorização de Serviços”, a qual deverá mencionar o tipo de material, quantidade e prazo de entrega. 4.2. O prazo máximo para cada prestação dos serviços gráficos solicitados será o estabelecido no item 6 deste Termo, contados a partir do dia útil seguinte ao recebimento de cada “Autorização de Serviços” e a entrega obedecerá ao local indicado na respectiva OS. 5 - DO PRAZO DE ENTREGA 5.1. O prazo para a apresentação de provas e entrega dos materiais será de 10 (dez) dias após o recebimento da “Ordem de Serviço”, podendo ser prorrogado, desde que plenamente justificado, atendendo aos interesses e conveniência do GESTOR da ARP. 5.2. O FORNECEDOR que não cumprir o prazo acima estipulado sofrerá as sanções da Lei 8.666/93 e suas alterações, salvo motivo de força maior ou caso fortuito, devidamente comprovado e reconhecido pelo GESTOR da ARP. 5.3. No caso da confecção de banners, faixas, adesivos, Folders/panfletos cuja arte seja fornecida pelo GESTOR da ARP e o layout não se encontre anexo, é necessário que a mesma possibilite a verificação das características da arte a ser impressa, tais como: cores de impressão, diagramação, padrões de fontes de textos, etc., e a impressão e acabamento dar-se-á após o aceite da prova pelo GESTOR da ARP. 5.4. Caso a prova não seja aceita pelo setor responsável pela fiscalização do Contrato, deverá ser apresentada nova prova, no prazo máximo de 24 (vinte e quatro) horas; 5.5. Os trabalhos de impressão e acabamento somente deverão ser executados, após a aprovação das provas apresentadas, pelo GESTOR da ARP. 6 - DA FISCALIZAÇÃO E DO RECEBIMENTO DOS SERVIÇOS 6.1. Nos termos do art. 67 Lei nº 8.666, de 1993 e as normas estabelecidas na IN CGM Nº 03, de 30 de janeiro de 2017, o acompanhamento e a fiscalização serão exercidos por meio de um representante (denominado Fiscal), designado formalmente por cada Secretaria, ao qual compete acompanhar, fiscalizar, conferir e avaliar a execução do objeto, bem como dirimir e desembaraçar quaisquer dúvidas e pendências que surgirem, determinando o que for necessário à regularização das faltas, falhas, problemas ou defeitos observados, aos quais de tudo darão ciência ao FORNECEDOR, conforme determina o art. 67, da Lei nº 8.666/1993, e suas alterações. 6.2. Não obstante ser o FORNECEDOR o único e exclusivo responsável pela execução do objeto reserva-se a CONTRATANTE no direito de, sem restringir a plenitude dessa responsabilidade, exercer a mais ampla e completa fiscalização. 6.3. A execução do objeto deverá estar rigorosamente dentro das normas vigentes e das especificações estabelecidas pelos órgãos competentes e pelo GESTOR da ARP, sendo que a inobservância desta condição implicará a sua recusa, bem como a sua devida adequação/ substituição, sem que caiba ao FORNECDOR qualquer tipo de reclamação ou indenização.

6.4. As decisões e providências que ultrapassem a competência do Fiscal do contrato serão encaminhadas ao GESTOR DA ARP para adoção das medidas convenientes, consoante disposto no § 2º do art. 67, da Lei nº. 8.666/93. 6.5. Os materiais deverão ser recebidos da seguinte forma: a) Provisoriamente, em até 5 (cinco) dias após o recebimento do material pelo servidor designado como Fiscal, para efeito de posterior verificação da conformidade do material com as especificações constantes no Termo de Referência; b) Definitivamente, pelo servidor designado como Fiscal, mediante Termo circunstanciado, assinado pelas partes, após o decurso do prazo de observação que comprove a adequação do objeto aos termos constantes no Termo de Referência, observado o disposto mo art. 69 da Lei 8.666/93. 6.6. O recebimento, provisório ou definitivo, não exclui a responsabilidade do FORNECEDOR pelos padrões adequados de qualidade e garantia dos materiais fornecidos, cabendolhe sanar quaisquer irregularidades detectadas. 6.7. A fiscalização se reserva o direito de não receber os materiais que estiverem em desacordo com o previsto neste instrumento convocatório, podendo aplicar as sanções cabíveis, nos termos da legislação vigente 7 - DA DOTAÇÕES ORÇAMENTÁRIAS 7.1. As despesas decorrentes desta licitação correrão por conta da dotação orçamentária de 2017: 8 - DAS OBRIGAÇÕES DO FORNECEDOR 8.1. Atender imediatamente aos pedidos de entrega; 8.2. Sujeitar-se a mais ampla e irrestrita fiscalização por parte do servidor designado pelo GESTOR da ARP encarregado de acompanhar a execução do contrato, prestando todos os esclarecimentos que lhe forem solicitados e atendendo as reclamações formuladas; 8.3. Executar o fornecimento e entrega dos materiais de acordo com o requisitado e dentro dos prazos estipulados; 8.4. Não delegar ou transferir a execução do contrato a terceiros, sem prévia anuência do GESTOR da ARP; 8.5. Manter, durante toda a execução do contrato, as condições de habilitação e qualificação exigidas também durante o processo licitatório; 8.6. Comunicar imediatamente ao Fiscal designado pelo GESTOR da ARP, quando verificar condições inadequadas para execução do contrato ou a iminência de fatos que possam prejudicar a sua execução; 8.7. Responsabilizar-se integralmente por prejuízos decorrentes 8.8. Atender às exigências de qualidade, atentando-se, principalmente, para as prescrições contidas no art. 39I, da Lei Federal nº 8.078, de 1990 [Código de Defesa do Consumidor]. 9 - DAS OBRIGAÇÕES DO SIGNATÁRIO GESTOR 9.1. Receber o objeto no prazo e condições estabelecidas no Edital e seus anexos; 9.2. Prestar as informações e os esclarecimentos pertinentes que venham a ser solicitados pelo FORNECEDOR; 9.1.3. Rejeitar, no todo ou em parte, os materiais gráficos fornecidos em desacordo com as obrigações assumidas pela empresa registrada; 9.1.4. Atestar as faturas correspondentes, por intermédio do fiscal designado para essa finalidade, desde que cumpridas todas as formalidades e exigências, nas condições, prazo e preços pactuados; 9.1.5. Efetuar o pagamento devido pela execução de cada serviço solicitado, no prazo estabelecido, desde que cumpridas todas as formalidades e exigências previstas; 9.1.6. Comunicar ao FORNECEDOR qualquer irregularidade na elaboração e fornecimento dos materiais gráficos; 9.1.7. Acompanhar e fiscalizar o cumprimento das obrigações da contratada através e servidor/comissão especialmente designada; 9.1.8. Aplicar ao FORNECEDOR as penalidades depois de constatada às irregularidades, garantindo o contraditório e ampla defesa; 9.1.9. A Administração não responderá por quaisquer compromissos assumidos pelo FORNECEDOR por terceiros, ainda que vinculados à execução do presente Termo de Referência, bem como por qualquer dano causado a terceiros em decorrência de ato praticado pelo FORNECEDOR, seus empregados, prepostos ou subordinados. 9.1.10. Observar às demais exigências estabelecidas no Edital e seus anexos. 10 - DO PAGAMENTO 10.1. A licitante contratada deverá apresentar a documentação para a cobrança respectiva na Secretaria Municipal de Saúde, até o 5º (quinto) dia útil posterior à data final do período de adimplemento da obrigação. 10.2. O pagamento será efetuado em até 10 (DEZ) dias, mediante a apresentação da Nota Fiscal/Fatura,devidamente atestada, confirmando o recebimento dos produtos,desde que se obedeça às formalidades legais e contratuais previstas. 10.2.1. Se a nota fiscal/fatura for recusada por incorreção material ou financeira, o pagamento só será efetuado após as devidas correções, dispondo a SMS do prazo estabelecido anteriormente para pronunciar-se sobre o aceite da nota fiscal corrigida. 10.3. A proponente deverá indicar o número de conta corrente e Agência dos seguintes Bancos: Itaú S/A, Banco do Brasil S/A, Banco Bradesco S/A ou Caixa Econômica Federal. Tal exigência deve-se ao fato de haver novo sistema de pagamento brasileiro, e se não forem tomadas tais medidas, a Prefeitura não arcará com despesas onerosas com tarifas adicionais para cheques e DOCs acima de R$ 5.000,00 (cinco mil reais). 10.4. Ocorrendo atraso no pagamento das obrigações e desde que este atraso decorra de culpa da SMS, o valor devido será acrescido de 0,1% (um décimo por cento) a título de multa, além de 0,033% (trinta e três milésimos por cento), por dia de atraso, a título de compensação financeira, a serem calculados sobre a parcela devida. 10.5. O pagamento do acréscimo a que se refere o item anterior será efetivado mediante autorização expressa do Secretário Municipal de Saúde, em processo próprio, que se iniciará com o requerimento da CONTRATADA dirigido ao Secretário. 10.6. Caso a SMS antecipe o pagamento da CONTRATADA, poderá ser descontado da importância devida 0,033 % (trinta e três milésimos por cento) por dia de antecipação. 11. DO CANCELAMENTO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS 11.1. A presente Ata de Registro de Preços poderá ser cancelada de pleno direito pela Administração, assegurados o contraditório e ampla defesa, quando: a) o detentor da Ata não cumprir com as obrigações constantes desta Ata de Registro de Preços; b) o detentor da Ata não entregar o produto constante da Nota de Autorização de Empenho no prazo estabelecido e a Administração não aceitar sua justificativa; c) o detentor da Ata der causa à rescisão administrativa de contrato decorrente de registro de preços, a critério da Administração; d) em qualquer das hipóteses de inexecução total ou parcial decorrente do registro de preços, se assim for decidido pela Administração; e) os preços registrados se apresentarem superiores aos praticados no mercado e o detentor da ata não aceitar reduzir o seu preço registrado; f) por razões de interesse público devidamente demonstradas e justificadas pela Administração; 11.2. A comunicação do cancelamento do preço registrado nos casos previstos será feita pessoalmente, por correspondência com aviso de recebimento ou qualquer outro meio que garanta ciência ao detentor da Ata, juntando-se o comprovante ao processo de administração desta Ata de Registro de Preços. 11.3. No caso de ser ignorado, incerto ou inacessível o endereço do detentor da Ata, a comunicação será feita por publicação no órgão encarregado das publicações oficiais do Município, considerando-se cancelado o preço registrado a partir da publicação. 11.4. A solicitação do detentor da Ata para cancelamento dos preços registrados deverá ser formulada com a antecedência de 30 (trinta) dias, facultada à Administração a aplicação das penalidades previstas em lei, caso não aceitas as razões do pedido. 12- DAS SANÇÕES ADMINISTRATIVAS 12.1. A recusa injustificada do licitante vencedor em assinar o Contrato, aceitar ou retirar o instrumento equivalente, dentro do prazo estabelecido, caracteriza o descumprimento total da obrigação assumida, sujeitando-o as penalidades legalmente estabelecidas; 12.2. Pela inexecução total ou parcial do objeto desta ARP, o GESTOR poderá, garantida a prévia defesa, aplicar ao FORNECEDOR as seguintes sanções: I. Advertência; II. Multa, nos seguintes termos: a) Em relação ao prazo estipulado, de 1% (um por cento) do valor do fornecimento, por cada dia de atraso; b) Pela recusa em executar o fornecimento, caracterizada em dez dias após o vencimento do prazo estipulado, de 10% (dez por cento) do valor do fornecimento; c) Pela demora em corrigir falhas do fornecimento executado, a contar do segundo dia da data da notificação da rejeição, de 2% (dois por cento) do valor do fornecimento, por cada dia decorrido; d) Pela recusa do FORNECEDOR em corrigir as falhas no fornecimento executado, entendendo-se como recusa o fornecimento não efetivado nos cinco dias que se seguirem à data da rejeição: 10% (dez por cento) do valor do serviço/fornecimento rejeitado. III. Suspensão temporária do direito de licitar e contratar com a Administração Municipal, conforme disposto no inciso III do art. 87 da Lei n.º 8.666/93. IV. Declarações de inidoneidade para licitar ou contratar com a PMP enquanto perdurarem os motivos determinantes da punição ou até que seja promovida a reabilitação perante a própria autoridade que aplicou a penalidade, que será concedida sempre que o FORNECEDOR ressarcir ao GESTOR da ARP, pelos prejuízos resultantes e depois de decorrido o prazo da sanção aplicada com base no item III acima. 12.5. Além das penalidades citadas, o FORNECEDOR ficará sujeita, ainda, no que couberem às demais penalidades referidas no Capítulo IV da Lei Federal nº 8.666/93. 12.6. As multas estabelecidas podem ser aplicadas isoladas ou cumulativamente, ficando o seu total limitado a 10% (dez por cento) do valor contratado, sem prejuízo das perdas e danos cabíveis. 12.7. As multas poderão ser descontadas do pagamento imediatamente subseqüente à sua aplicação. 12.8. Na aplicação das penalidades de advertência, multa e suspensão temporária será facultada a defesa prévia no respectivo processo, no prazo de 5 (cinco) dias úteis. 12.9. Na aplicação das penalidades de impedimento de licitar e contratar e de declaração de inidoneidade será facultada a defesa prévia no respectivo processo, no prazo de 10 (dez) dias. 12.10. As multas são independentes entre si, podendo ser aplicadas em conjunto ou separadamente com as demais penalidades previstas, após a análise do caso concreto e não exime o FORNECEDOR da plena execução do objeto contratado. 12.11. Nenhuma parte será responsável perante a outra pelos atrasos ocasionados por motivo de força maior ou caso fortuito. 12.11.1. Consideram-se motivos de força maior ou caso fortuito aqueles constantes no artigo 393 do Código Civil Brasileiro. Fica eleito o foro da Justiça da Comarca de Paraty, para dirimir os conflitos que possam ocorrer no presente compromisso. E, por estarem juntas e acertadas, firmam as partes o presente instrumento em 04 (quatro) vias de igual teor, forma e data. MARTHA CARDOSO CRUZ SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE CONTRATANTE DR. RODRIGO OLIVEIRA DE MESQUITA PROCURADOR GERAL DO MUNICÍPIO JOÃO LUIS FAHL FAHL & MOREIRA GRÁFICA E EDITORA DE PARATY LTDA-ME


10 DIÁRIO DO VALE

ESPORTES



QUARTA-FEIRA, 27 DE DEZEMBRO DE 2017

Jornais chilenos apontam Rueda próximo de acerto com seleção Mesmo sem qualquer confirmação, as publicações afirmam que o anúncio será feito em janeiro Rio

O Flamengo está em busca de reforços para a próxima temporada, mas vive clima de apreensão após jornais chilenos apontarem que a Federação do país negocia a contratação do técnico Reinaldo Rueda. Mesmo sem qualquer confirmação, as publicações af ir mam que o anúncio será feito em janeiro, por conta da diminuição da multa rescisória do treinador com o clube carioca. Segundo os chilenos, o

presidente da Federação, Arturo Salah, esteve na Colômbia para ter uma reunião com Rueda e se mostrou otimista. - Tive uma reunião muito boa com Reinaldo Rueda. Falamos de treinador para treinador. Me interessava muito conhecer seu sentimento, sua visão sobre o futebol e também ele queria conhecer o presidente da federação chilena. Estamos em evolução e as coisas vão avançando - falou o dirigente, que já foi técnico do Colo Colo e Cobreloa.

O auxiliar de Rueda, Carlos Velasco, também falou sobre o assunto, mas destacou que ambos seguem como funcionário do Flamengo. - Sou empregado do Flamengo e devo respeitar ao meu clube e o meu treinador. Sempre é um reconhecimento ser lembrado para uma seleção nacional e muito mais ainda pelo campeão da América, mas a única pessoa autorizada a falar disso é o nosso treinador. Sem dúvida, as decisões que ele tomar serão bem acatadas

por quem trabalha ao seu lado - declarou. O jor nal chileno explicou que a Federação espera a virada do ano, pois a multa rescisória de Rueda com o Flamengo cairia de US$ 750 mil (R$ 2,5 milhões) em 2017 para US$ 400 mil (R$ 1,3 milhões) e 2018.

Zagueiro na mira O F lamengo está às voltas com a possível saída do técnico Reinaldo Rueda, que gera interesse da seleção do Chile. Porém, isso não impede

o clube de correr atrás de reforços para a próxima temporada, ano em que o Rubro-Negro tentará os títulos que não vieram em 2017. Segundo o jornal português A Bola, o zagueiro Pedro Henrique, do Vitória de Guimarães, é alvo da equipe carioca para 2018. De acordo com a publicação, a volta ao Brasil é uma “fortíssima possibilidade”. Ainda segundo a imprensa portuguesa, o gerente do Fla, o ex-zagueiro Mozer, gosta do futebol do defensor e seria

um dos responsáveis pela indicação. Pedro tem 25 anos. No Brasil, o zagueiro foi revelado nas categorias de base do Goiás, passando também por diversos times por empréstimo. Ele está na Europa desde 2015, sempre no Vitória de Guimarães. Para a zag a, o F lamengo conta atualmente com Réver, Rhodolfo e Juan como principais opções. Pablo, campeão brasileiro com o Corinthians, também é alvo do Rubro-Negro para o próximo ano.

Voltaço divulga a pré-lista de selecionados para a Copinha 2018 Divulgação

Volta Redonda

A comissão técnica da equipe sub-20 do Volta Redonda divulgou neste sábado, dia 23, a pré-lista dos jogadores que irão disputar a Copa São Paulo de Futebol Júnior, que será realizada entre os dias 2 e 25 de janeiro de 2018. Nela constam 26 jog adores, sendo que o treinador Neto Colucci precisará cortar um atleta antes de seguir com o time para Itapira-SP. A via g em está programada para acontecer no dia 1° de janeiro. Dos 26 pré-selecionados, 22 disputaram o Campeonato Estadu-

al sub-17 e sub-20 dest e a n o p e l o Vo l t a ç o. Destes, cinco defenderam o Tricolor na Copinha 2017: o goleiro Ave l i n o , o z a g u e i r o Ro g e r, o l a t e r a l - e s querdo Leandro e os atacantes JV e Matheus Pelé. O Esquadrão de Aço está no grupo 19, ao lado do ItapirenseS P, E s t a n c i a n o - S E e Fortaleza-CE, adversário da estreia tricolor, em partida marcada para o dia 4 de janeiro, às 21h. Esta será a terceira ve z que o Voltaço irá disputar a Copinha. Nas outras duas, a equipe acabou eliminada na primeira fase da competição.

Confira a pré-lista: Goleiros: Avelino e Pepe Laterais: Júlio César (LD), Nycholas (LD), Marcio (LE) e Leandro (LE) Zagueiros: Roger, PV, Rodrigão e Carlão Volantes: Breno, Bodão, Eulalio e Santiago Meias: Felipe e Bambam Atacantes: Joarley, Matheus Pelé, Matheus Cesdê, Zé flores, Caio Vitor, JV e Valter Centroavantes: Motor, Dudu e Gabriel Teles

Crescendo: Volta Redonda tem tudo para realizar uma boa campanha na Copinha

Gilberto próximo de ser confirmado no Flu Rio O Fluminense deve confirmar nos próximos dias a chegada do lateral-direito Gilberto como reforço. O jogador atuou pelo Vasco no Campeonato Brasileiro, mas não teve seu empréstimo renovado com a Fiorentina-ITA. A chegada de Gilberto ameniza o problema que os tricolores enfrentam no setor. O titular Lucas retornou ao Palmeiras, enquanto o reserva Renato acertou com o Ceará. Com isso, o elenco o Fluminense só contava com o jovem Matheus Norton para a posição em 2018. Gilberto será o segundo reforço confir mado pelo Fluminense para a próxima temporada. O primeiro foi o volante Jadson, que estava na Ponte Preta. A diretoria tricolor ainda busca nomes para reforçar o elenco. O clube ainda tenta negociar Gustavo Scarpa, mas rejeitou todas as propostas apresentadas

até o momento. Corinthians, Palmeiras, São Paulo e Grêmio demonstraram interesse no jogador, mas os cariocas querem emprestálo em troca por outros atletas.

LDU-EQU confirma Orejuela O volante Orejuela não irá permanecer no futebol brasileiro em 2018. Nas últimas negociações antes do Natal, o Fluminense definiu o empréstimo do jogador para a LDU, de Quito. Através das redes sociais, o time equatoriano confirmou o negócio. Orejuela não conseguiu render em 2017 o futebol que o levou a ser contratado pelo Fluminense, que detém 60% de seus direitos. Ele foi um dos destaques do Independiente Del Valle na Libertadores de 2016. O contrato de Orejuela com o Fluminense é válido até 2020. O empréstimo do meio-campista com a LDU terá duração de uma temporada.

Vasco de olho em Kieza e Robinho Rio

A diretoria do Vasco cor re atrás de reforços para a disputa da Libertadores. Após confirmar as chegadas de Leandro Desábato e Rildo, os dirigentes cr u z m a l t i n o s m i r am dois atacantes. Os nomes de Robinho e Kiez a f o r a m ve n t i l a d o s e m S ã o J an u á r i o s e gundo a imprensa carioca. A chegada de Robinho seria em uma negociação mais complexa. Um g rupo de empresários f ir maria o vínculo com o jogador. Em troca do pagamento dos salários do atleta, considerado alto para os padrões vascaínos, o clube estampa-

ria a uma marca relacionada a este g rupo na camisa cruzmaltina durante a temporada. Já o acerto com Kieza pode vir se for ma mais simples. O Vasco emprestaria o meia Escudero ao Vitória, que cederia o atacant e. N o e n t a n t o , n e nhum dos clubes confirmou a negociação. C a s o a m b o s a c e rtem, o Vasco resolveria o problema no ataque, setor considerado mais carente pela diretoria. O dirig entes esperam concluir todas as ne gociações com reforços até a reapresentação do elenco, marcada para o d i a 3 d e j a n e i r o, e m São Januário.

Botafogo

Airton não deve seguir no clube Rio

Enquanto se movimenta em busca de refo r ç o s, o B o t a fo g o pode perder mais um volante do elenco para 2 0 1 8 . Ap ó s n e g o c i a r Br u n o S i l v a c o m o Cr uz e i r o, o s a l v i n e gros não devem renovar o contrato de Airton. O jogador, que se recupera de lesão, não foi procurado pelos dirigentes. Air ton deu a volta por cima no clube durante os 4 anos que esteve em General Severiano. O volante chegou ao Botafo go apenas para manter a forma e conquistou seu espaço no elenco e coroa da torcida, principalmente pela raça em campo. Este ano, o jo-

gador era titular quando sofreu uma fratura n o t o r no z e l o e m j u nho, no clássico contra o Flamengo pelo Campeonato Brasileiro. Quem deve per manecer é Dudu Cearense. O volante tem discutido a renovação de contrato com a diretoria e o acerto está próximo. Mesmo sem ser t i t u l a r, o j o g a d o r é tido como importante dentro do elenco pela experiência. S o b r e r e f o r ç o s, o Botafogo se gue em busca de um atacante e o mais próximo de vestir a camisa alvinegra em 2018 é Gilberto. O jogador segue em negociação com os alvinegros, mas o acerto é visto com otimismo pela diretoria carioca.


É ANIMAL

Queima de fogos de artifício pode ser prejudicial para cães e gatos lazer@diariodovale.com.br Sul Fluminense, quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Ideal é deixar o seu pet dentro de casa no dia da virada do ano, em um ambiente bem seguro  Página 4

O ano em que o mundo pegou fogo ‘Não existe planeta B’ foi o lema do encontro do clima em Paris; no Brasil tivemos um inverno e uma primavera anormalmente secos Fotos: Divulgação

Jorge Luiz Calife jorge.calife@diariodovale.com.br O ano de 2017 foi marcado por incêndios devastadores que mataram mais de 100 pessoas em Portugal e atingiram também a região de Los Angeles, na Califórnia. Aqui no Brasil o clima seco e a estiagem longa também ajudaram a propagar o fogo que devastou nossas já escassas reservas ambientais. No Caribe o super furacão Irma provocou devastação nas ilhas de Barbuda e São Martinho. Até o super radiotelescópio de Arecibo, em Porto Rico, ficou fora de ação devido aos ventos de categoria 5 do Irma. Outro furacão, no Texas, inundou a cidade de Houston. No oceano Ártico o degelo sem precedentes deixou os ursos polares morrendo de fome. Sem as banquisas de gelo eles não conseguem caçar seu alimento. Apesar da posição contrária do presidente americano Donald Trump, o mundo continua unido para reverter os efeitos da mudança climática e do aquecimento global. Em novembro tivemos o encontro do clima de Paris, cujo lema foi “Não há plano B porque não existe planeta B”. Como enfatizou o presidente francês Emmanuel Macron na abertura da nova cúpula do clima. “Estamos perdendo a batalha. Não estamos agindo com rapidez suficiente. E não existe plano B porque não existe planeta B”, disse o presidente. Provocando Donald Trump, que prometeu “fazer a América grande novamente”, Macron propôs fazer nosso planeta voltar a ser grande. A 21ª Cúpula do Clima da ONU esbarrou na falta de financiamento para implementar fontes de energia não poluidoras. Enquanto isso não acontece, o mundo enfrenta períodos de seca e grandes tempestades, como já previam os cientistas durante a primeira cúpula do clima, aquela que aconteceu no Rio de Janeiro em 1992. No Brasil tivemos um inverno e uma primavera anormalmente secos. A cidade de Belo Horizonte passou 100 dias sem ver uma gota d’água cair do céu. Na Reserva Ambiental da Chapada dos Veadeiros 65 mil hectares de vegetação viraram cinzas. Na ilha do Bananal as lagoas viraram poças de lama de onde as equipes do Ibama tiveram que retirar jacarés atolados. As represas do centro oeste quase secaram. Sobradinho, na Bahia, ficou com seu reservatório reduzido a 3,4% do volume total.

Catastrófico: O olho do Irma visto da estação espacial

Chamas: Incêndio em Portugal matou mais de 100

Extremos Agora, o verão chegou e com ele as chuvas torrenciais e as inundações. Estamos vivendo em um mundo de clima extremo. E como eles disseram em Paris, não existe um planeta B, um mundo para onde a humanidade possa se mudar, como nos filmes de ficção científica, se o nosso planeta se tornar inabitável. Agora, em dezembro, a agência espacial Nasa anunciou que o sistema solar da estrela Kepler 90 tem oito planetas principais como o nosso. O problema é que este sistema solar gêmeo fica a 2500 anos-luz da Terra. Mesmo que tivéssemos naves capazes de se aproximarem da velocidade da luz, levaríamos 250 séculos para chegar lá. E não valeria a pena. A temperatura média nos mundos de Kepler 90 fica em torno dos 400 graus centígrados. Em nosso sistema solar o único mundo, além da Terra, que oferece condições de habitação é Marte. Mesmo assim o ser humano não sobrevive um minuto na superfície de Marte sem um traje espacial. Os cientistas falam em modificar a atmosfera marciana para suportar vida humana, em um processo chamado de terraformação. Mas, levaria mais de 300 anos para o processo ser concluído e o ar de Marte se tornar respirável. E o ano terminou com a Califórnia pegando fogo novamente. Lá esses incêndios são comuns devido a um tipo de vegetação altamente inflamável e os chamados ventos de Santana, que sopram do interior do deserto. Diferente de Portugal onde o fogo surpreendeu a todos. As imagens deste novo mundo apocalíptico foram a marca de 2017. Como a foto chocante do urso polar desnutrido, e do céu de Londres pintado de amarelo, imitando o cenário do Blade Runner.

Tragédia: Ursos morrem de fome no Ártico

Planeta B: Calor em Kepler 90i chega a 400 graus


CADERNO LAZER

2 DIÁRIO DO VALE 

QUARTA-FEIRA, 27 DE DEZEMBRO DE 2017

HORÓSCOPO

CIRCUITO ***A programação dos cinemas, exposições, teatro e música são fornecidos pelos realizadores dos eventos, e pode sofrer alterações.

Divulgação

*** O Cine Gacemss, em Volta Redonda, está em recesso no mês de dezembro devido à intensa programação de fim de ano. *** O Cine 9 de Abril, em Volta Redonda, não funcionará no dia 31 de dezembro.

às 21h20, legendado. Telefone (24) 3355-0759. Cine Glória Valença – sessões às 18h30 e 21h30, dublado. Hoje a sessão das 21h30 será legendada. Telefone (24) 2453-3040. AVALIAÇÃO: “AdoroCinema” (), “Cinema com rapadura” (Sem avaliação), “Cinemascope” (Sem avaliação), “O Globo” (Sem avaliação), “Omelete” (Sem avaliação), “Rubens Ewald” (Sem avaliação), “Veja” (Sem avaliação).

Representação Pré-estreia

Fala Sério, Mãe! De Pedro Vasconcelos. Com Larissa Manoela, Ingrid Guimarães, Marcelo Laham. Filme nacional. COMÉDIA - Ângela Cristina (Ingrid Guimarães), mãe da adolescente Maria de Lourdes (Larissa Manoela), está tendo a experiência de guiar sua filha durante uma das fases mais complicadas da vida. Ela vive uma montanha-russa de emoções, com medos, frustrações e um caminhão de queixas para descarregar. Por outro lado, Malu, como prefere ser chamada, também tem suas insatisfações. Teimosa, sofre com os cuidados excessivos e com o jeito conservador da mãe. Cine Show Volta Redonda – Sala 4, sessão às 21h10. Telefone (24) 3342-5604. Cine Show Barra Mansa – Sala 2, sessão às 19h30. Telefone (24) 3323-1097. Cine Show Resende – Sala 1, sessão às 21h10. Telefone (24) 3354-6224. Cine Show Angra dos Reis – Sala 4, sessão às 21h10. Telefone (24) 3367-2013. Cine Show Barra do Piraí – Sala 2, sessão às 19h30. Cine A, Shopping PátioMix Resende – Sala 1, sessões às 17h10 e 19h10. Telefone (24) 3355-0759. Cine Glória Valença – sessão às 19h, dublado. Telefone (24) 24533040. AVALIAÇÃO: “AdoroCinema” (Sem avaliação), “Cinema com rapadura” (Sem avaliação), “Cinemascope” (Sem avaliação), “O Globo” (Sem avaliação), “Omelete” (Sem avaliação), “Rubens Ewald” (Sem avaliação), “Veja” (Sem avaliação).

Estreia

O Rei do Show De Michael Gracey. Com Hugh Jackman, Michelle Williams, Zac Efron. COMÉDIA MUSICAL, DRAMA A história de P.T. Barnum (Hugh Jackman), showman empreendedor conhecido como “Príncipe das falcatruas”. Entre suas criações estão um museu de curiosidades e um circo próprio, em que eram apresentados animais, freaks e fraudes de todo tipo. Lá ele inventou o ”O Maior Espetáculo da Terra”, em cartaz até hoje no Ringling Bros. and Barnum & Bailey Circus. Cine Show Volta Redonda – Sala 3, sessões às 17h e 19h10, dublado. Sessão às 21h20, legendado. Telefone (24) 3342-5604. Cine Show Agulhas Negras, em Resende – Sala 1, sessões às 17h e 19h10, dublado. Sessão às 21h20, legendado. Telefone (24) 3354-6224. Cine Show Angra dos Reis – Sala 3, sessões às 16h50 e 19h, dublado. Sessão às 21h10, legendado. Telefone (24) 33672013. Cine A, Shopping PátioMix Resende – Sala 2, sessões às 14h45, 16h45 e 19h, dublado. Sessão às 21h, legendado. Telefone (24) 3355-0759. AVALIAÇÃO: “AdoroCinema” ( e meia), “Cinema com rapadura” (Sem avaliação), “Cinemascope” (Sem avaliação), “O Globo” (), “Omelete” (Sem avaliação), “Rubens Ewald” (), “Veja” (Sem avaliação).

Continuação

A Estrela de Belém De Timothy Reckart. Com Vini Rodrigues, Cristina Mel, Caique Oliveira. ANIMAÇÃO, AVENTURA - Bo é um jovem asno que está cansado de ficar aprisionado em um estábulo, onde sempre anda em círculos para fazer com que o moinho funcione. Incentivado pelo pássaro Davi, seu melhor amigo, ele consegue escapar e, na fuga, se esconde em meio a uma festa de casamento. Ao término do evento, ele é encontrado pela recém-casada Maria, que carrega no ventre aquele que será conhecido como o filho de Deus. Cine Show Volta Redonda – Sala 3, sessão às 15h10, dublado. Telefone (24) 3342-5604. Cine Show Agulhas Negras, em Resende – Sala 1, sessão às

Thor: Ragnarok

Pré-estreia Filme ‘Fala Sério, Mãe!’ já está sendo exibido na região De Pedro Vasconcelos, com Larissa Manoela, Ingrid Guimarães e Marcelo Laham, a comédia nacional conta a história de Ângela Cristina (Ingrid Guimarães), mãe da adolescente Maria de Lourdes (Larissa Manoela), que está tendo a experiência de guiar sua filha durante uma das fases mais complicadas da vida. Ela vive uma montanha-russa de emoções, com medos, frustrações e um caminhão de queixas para descarregar. Por outro lado, Malu, como prefere ser chamada, também tem suas insatisfações. Teimosa, sofre com os cuidados excessivos e com o jeito conservador da mãe.

15h10, dublado. Telefone (24) 33546224. Cine Show Angra dos Reis – Sala 2, sessão às 14h20, dublado. Sala 3, sessão às 15h, dublado. Telefone (24) 3367-2013. Cine A, Shopping PátioMix Resende – Sala 4, sessão às 14h, dublado. Telefone (24) 3355-0759. Cine Glória Valença – sessão às 17h, dublado. Telefone (24) 2453-3040. AVALIAÇÃO: “AdoroCinema” ( e meia), “Cinema com rapadura” (), “Cinemascope” (Sem avaliação), “O Globo” (), “Omelete” (Sem avaliação), “Rubens Ewald” (Sem avaliação), “Veja” (Sem avaliação).

As Aventuras de Tadeo 2: O Segredo do Rei Midas De Enrique Gato. Com Oscar Barberán, Trevor White, Michelle Jenner. Filme em 2D e 3D. ANIMAÇÃO - Tadeo, pedreiro e aspirante a arqueólogo, é muito aventureiro e sempre se mete em grandes aventuras. Quando ele descobre que o colar do rei Midas, que transformava tudo que tocava em ouro, existiu de verdade, ele logo sai numa jornada com seus amigos rumo a Los Angeles. Mas um problema surge quando Sara, uma de suas amigas, desaparece misteriosamente. Cine Show Volta Redonda – Sala 4, sessões às 15h40, 17h30 e 19h20, dublado. Telefone (24) 3342-5604. Cine Show Resende – Sala 1, sessões às 15h40, 17h30 e 19h20, dublado. Telefone (24) 3354-6224. Cine Show Angra dos Reis – Sala 4, sessões às 15h40, 17h30 e 19h20, dublado. Telefone (24) 3367-2013. Cine A, Shopping PátioMix Resende – Sala 4, sessões às 15h45 e 17h30, dublado. Telefone (24) 33550759. AVALIAÇÃO: “AdoroCinema” (Sem avaliação), “Cinema com rapadura” (Sem avaliação), “Cinemascope” (Sem avaliação), “O Globo” (Sem avaliação), “Omelete” (Sem avaliação), “Rubens Ewald” (Sem avaliação), “Veja” (Sem avaliação).

Liga da Justiça De Zack Snyder. Com Ben Affleck, Henry Cavill, Gal Gadot. Filme em 2D e 3D. AÇÃO, FICÇÃO CIENTÍFICA - Impulsionado pela restauração de sua fé na humanidade e inspirado pelo ato altruísta do Superman (Henry Cavill), Bruce Wayne (Ben Affleck) convoca sua nova aliada Diana Prince (Gal Gadot) para o combate contra um inimigo ainda maior, recém-despertado. Juntos, Batman e MulherMaravilha buscam e recrutam com agilidade um time de meta-humanos, mas mesmo com a formação da liga de heróis sem precedentes - Batman, Mulher-Maraviha, Aquaman (Jason Momoa), Cyborg (Ray Fisher) e The Flash (Ezra Miller) -, poderá ser tarde demais para salvar o planeta de um catastrófico ataque. Cine 9 de Abril, em Volta Redonda, sessão às 19h, dublado. Telefone (24) 3348-5014. AVALIAÇÃO: “AdoroCinema” ( e meia), “Cinema com rapadura” ( e meia), “Cinemascope” (Sem avaliação), “O Globo” (), “Omelete” (), “Rubens Ewald” ( e meia), “Veja” (Sem avaliação).

Os Parças De Halder Gomes. Com Tom Cavalcante, Whindersson Nunes, Tirullipa. Filme nacional. COMÉDIA - Chantageados e enganados por um ambicioso trambiqueiro (Oscar Magrini), Toinho (Tom Cavalcante), Ray Van (Whindersson Nunes), Pilôra (Tirullipa) e Romeu (Bruno de Luca) precisam organizar uma festa inesquecível de casamento sem nenhum dinheiro no bolso. Caso falhem, terão que lidar com o maior contrabandista da famosa rua 25 de Março em São Paulo, que é também o pai da noiva (Paloma Bernardi). Cine A, Shopping PátioMix Resende – Sala 1, sessões às 15h e 21h15. Telefone (24) 3355-0759. AVALIAÇÃO: “AdoroCinema” (Sem avaliação), “Cinema com rapadura” (Sem avaliação), “Cinemascope” (Sem avaliação), “O Globo” ( ), “Omelete” (), “Rubens Ewald” (Sem avaliação), “Veja” (Sem avaliação).

Extraordinário De Stephen Chbosky. Com Julia Roberts, Jacob Tremblay, Owen Wilson. DRAMA, FAMÍLIA - Auggie Pullman (Jacob Tremblay) é um garoto que nasceu com uma deformação facial, o que fez com que passasse por 27 cirurgias plásticas. Aos 10 anos, ele pela primeira vez frequentará uma escola regular, como qualquer outra criança. Lá, precisa lidar com a sensação constante de ser sempre observado e avaliado por todos à sua volta. Cine Show Volta Redonda – Sala 2, sessões às 14h30, 16h45 e 19h, dublado. Sessão às 21h15, legendado. Telefone (24) 33425604. Cine Show Barra Mansa – Sala 2, sessões às 15h, 17h15 e 21h15, dublado. Telefone (24) 33231097. Cine Show Resende – Sala 2, sessões 14h30, 16h45, 19h e 21h15, dublado. Telefone (24) 3354-6224. Cine Show Barra do Piraí – Sala 2, sessões às 15h, 17h15 e 21h15, dublado. Cine A, Shopping PátioMix Resende – Sala 4, sessões 19h15 e 21h30, dublado. Telefone (24) 3355-0759. Cine Glória Valença – sessão às 21h35, dublado. Telefone (24) 2453-3040. AVALIAÇÃO: “AdoroCinema” ( e meia), “Cinema com rapadura” (), “Cinemascope” (Sem avaliação), “O Globo” (), “Omelete” (), “Rubens Ewald” (Sem avaliação), “Veja” (Sem avaliação).

Star Wars - Os Últimos Jedi De Rian Johnson. Com Daisy Ridley, John Boyega, Oscar Isaac. Filme em 2D e 3D. FICÇÃO CIENTÍFICA, AÇÃO Após encontrar o mítico e recluso Luke Skywalker (Mark Hammil) em uma ilha isolada, a jovem Rey (Daisy Ridley) busca entender o balanço da Força a partir dos ensinamentos do mestre jedi. Paralelamente, o Primeiro Império de Kylo Ren (Adam Driver) se reorganiza para enfrentar a Aliança Rebelde. Cine Show Volta Redonda – Sala 1, sessões às 14h45 e 17h45, dublado. Sessão às 20h45, legendado. Telefone (24) 3342-5604. Cine Show Barra Mansa – Sala 1, sessões às 14h45, 17h45 e 20h45, dublado. Telefone (24) 3323-1097. Cine Show Agulhas Negras, em Resende – Sala 2, sessões às 14h45 e 17h45, dublado. Sessão às 20h45, legendado. Telefone (24) 33546224. Cine Show Angra dos Reis – Sala 1, sessões às 14h45 e 17h45, dublado. Sessão às 20h45, legendado. Telefone (24) 33672013. Cine Show Barra do Piraí – Sala 1, sessões às 14h45 e 17h45, dublado. Sessão às 20h45, legendado. Cine A, Shopping PátioMix Resende – Sala 3, sessões às 15h45 e 18h30, dublado. Sessão

De Taika Waititi. Com Chris Hemsworth, Tom Hiddleston, Cate Blanchett. AÇÃO, FICÇÃO CIENTÍFICA Thor (Chris Hemsworth) está preso do outro lado do universo. Ele precisa correr contra o tempo para voltar a Asgard e parar Ragnarok, a destruição de seu mundo, que está nas mãos da poderosa e implacável vilã Hela (Cate Blanchett). Cine 9 de Abril, em Volta Redonda, sessão às 21h, dublado. Telefone (24) 33485014. AVALIAÇÃO: “AdoroCinema” (), “Cinema com rapadura” (), “Cinemascope” (Sem avaliação), “O Globo” (Sem avaliação), “Omelete” (), “Rubens Ewald” (), “Veja” ().

* ‘29º Salão Internacional de Humor de Volta Redonda’ - A exposição pode ser conferida até dia 30 de dezembro, no Espaço das Artes Zélia Arbex, na Vila Santa Cecília, em Volta Redonda. Mais informações pelo telefone (24) 3350-8586. * ‘Andar com Fé’ - A Casa de Cultura Poeta Brasil dos Reis, em Angra dos Reis, recebe a exposição dos artistas Lyla Melo, Cássia Silva, Ronaldo Oliveira e Sueli Messias. Com telas, oratórios, relicários e pinturas decorativas em madeira e porcelana, a mostra pode ser visitada até o dia 3 de janeiro, de segunda à sexta-feira, das 10h às 18h, e aos sábados e domingos, das 10h às 14h. * ‘História de São João Marcos’ - A Casa da Cultura Manoel Gonçalves de Souza Portugal apresenta a mostra permanente, que reúne fotos e relatos de antigos moradores sobre a primeira cidade tombada pelo Patrimônio Histórico Nacional, em 1939. Pode ser vista na Sala José Joaquim de Moraes Penna (Praça Fagundes Varela, Centro, Rio Claro), de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. * ‘Memória Ferroviária de Resende - Uma viagem ao passado’ - A exposição tem caráter permanente e pode ser conferida de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, e aos fins de semana das 9h às 14h, no hall de entrada da antiga Estação Ferroviária, localizada na Praça da Bandeira, também conhecida como Praça do Trenzinho, em Campos Elíseos, Resende.

Áries - (21-3 a 20-4) - Boa influência para o romance e o casamento. Previna-se contra perigos de acidentes, relacionados com a água e produtos químicos, de um modo geral. Cuide da saúde e evite atos que possam afetá-lo moralmente. Sucesso em pesquisas. Touro - (21-4 a 205) - Alguma coisa importante, alguma notícia inesperada poderá deixá-lo aborrecido e irritado. Procure superar sua emotividade colocando-se acima dos acontecimentos. Novas oportunidades de sucesso no plano social e amoroso. A intuição está clara para todos os assuntos comerciais e financeiros.

Libra - (23-9 a 22-10) - Sendo este um dia bastante propício, você poderá obter lucros compensadores em negócios relacionados com líquidos e na aquisição de bens móveis e imóveis. Você deve intensificar as suas atividades profissionais. Escorpião - (2310 a 21-11) Uma disposição tranquila e excelente estado mental para entabular novas coisas visando sua melhora geral. A elevação da personalidade será o ponto máximo de seu sucesso. Melhora da saúde, mas não se descuide. Agindo assim você terá recompensas no setor financeiro.

Gêmeos - (21-5 a 20-6) - Dia benéfico para cuidar de assuntos financeiros e sociais. Pessoas nascidas amigas haverão de lhe proporcionar muitas alegrias. Aguarde boas notícias de parentes afastados. O dia oferece maior felicidade para a mulher deste signo.

Sagitário - (2211 a 21-12) Momento benéfico para cuidar de assuntos financeiros e sociais. Pessoas amigas vão lhe trazer muita alegria. Aguarde boas notícias de parentes afastados. Tendência a se apegar mais às coisas materiais, enquanto por outro lado, existe a tendência de você aceitar maiores desafios.

Câncer - (21-6 a 22-7) - Suas possibilidades de êxito estão aumentadas neste dia. Pode conseguir grande progresso em muita coisa agora. Confie nas pessoas que o cercam. Tenha mais determinação e coragem em tudo que empreender. Muito sucesso profissional e continua a sua ascensão da popularidade.

Capricórnio (22-12 a 20-1) - Evite prejudicar sua saúde não cometendo excessos alimentares ou alcoólicos. Não confie demais, também, em subordinados e estranhos. O sucesso pessoal e a evolução da sua personalidade serão evidentes.

Leão - (23-7 a 228) - Negócios relacionados com o sexo oposto trarão bons lucros. Fase favorável ao namoro. O seu trabalho exigirá que você faça algumas viagens e em uma delas, você deverá ficar longe de casa por um período mais longo. Virgem - (23-8 a 22-9) - Procure estabelecer o equilíbrio. Faça cada coisa no seu devido tempo. Dê atenção a sua família e saiba que ela exercerá uma influência muito boa em você. Influência astral muito benéfica e renovação profissional para solucionar seus problemas financeiros e pessoais.

Aquário - (21-1 a 19-2) - Espetacular influência astral para você. Poderá realizar grandes e lucrativos negócios, ter sua situação financeira elevada, receber dinheiro considerado perdido. Com a posição de Vênus, você estará equipado, na capacidade de usar o seu magnetismo e carisma pessoal para atrair melhores benefícios dentro do seu trabalho. Peixes - (20-2 a 20-3) - Evolução da mente e do espírito está previsto para você. Contudo, deverá evitar precipitações ao realizar negócios e tome cuidado com acidentes e com sua saúde. Você deve se precaver contra o mau humor a que estará predisposto.

* ‘Navegando’ – A exposição, de Paulo de Lira, pode ser conferida até dia 5 de fevereiro na Casa Larangeiras. A mostra faz parte de uma série de trabalhos produzidos em diversas técnicas e com uma imensa variedade de materiais utilizados. O visitante vai conhecer através das pinturas, as embarcações típicas do litoral fluminense, com suas cores marcantes esparramadas sobre o mar; a arquitetura rica do período colonial; e a singela beleza das favelas. Os trabalhos podem ser vistos de terça a sexta-feira, das 10h às 18h, e sábado e domingo, das 10h às 14h. A Casa Larangeiras fica na Rua Arcebispo Santos, 131, Centro, na Praça Zumbi dos Palmares. * ‘O Grande Veleiro’ – A exposição, inspirada na obra de Arthur Bispo do Rosário, pode ser conferida até dia 11 de março de 2018, de terça a sexta-feira, das 10h às 19h, sábados, domingos e feriados, das 14h às 19h, na Unidade Sesc Santa Rita (Rua Dona Geralda, 15, Centro Histórico, Paraty). A entrada é gratuita. Mais informações pelo telefone (24) 3371-4516. * ‘Retratos do Jongo’ – A exposição dos fotógrafos Carlos Augusto e Carla Godinho, pode ser conferida no Ponto de Cultura do Jongo de Pinheiral, na Rua Bulhões de Carvalhos, nº 146, Centro. As visitas devem ser agendadas pelo e-mail (creasfjongopinheiral@ig.com.br). Mais informações pelo telefone (24) 97401-9776.

Dr. José Antônio Siqueira Psicólogo - Fonoaudiologo CRP 10148

CRFa. 8807

"Dê um novo sentido à sua vida" CONVÊNIOS: CAPS, Banco do Brasil, Petrobrás, CAARJ, Saúde Bradesco e Medservice

Novo Endereço

BARRA MANSA

VOLTA REDONDA

Av. Domingos Mariano, nº83 Sl 804 Ed. Vila Lobos - Centro

Rua 25 A, nº23 - Sala 615, Ed. CBS - Centro

Tel: (24) 98803-1243

Psicoterapia Reichiana Integração Mente & Corpo Maria Isabel A. Soares

CADERNO

Lazer &Cia lazer@diariodovale.com.br

EXPEDIENTE Editado pela Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. CNPJ 07.506.590/0001-78 Rua 25-A, nº 23, sala 101 - Edifício CBS Vila Santa Cecília - Volta Redonda - CEP 27260-160

CRP 05/21711

Av. Paulo de Frotim, 590 sl 901 - Ed. Plaza Business Center Aterrado - Volta Redonda

Tel: (24) 3344-0375


Mário Sérgio CADERNO LAZER

QUARTA-FEIRA, 27 DE DEZEMBRO DE 2017

DIÁRIO DO VALE 3 

www.diariodovale.com.br/noticias/mario-sergio mariosergio@diariodovale.com.br

Cátia Vianna

TÚNEL

DO

TEMPO

*A Pérsia passa a se chamar Irã (1935). *A Bélgica é admitida como Estado-Membro da ONU (1945). *Criação do Fundo Monetário Internacional (FMI) (1945). *Reconhecimento da independência da Indonésia pelos Países Baixos (1949). *Henrique Mecking, o Mequinho, torna-se aos 14 anos campeão brasileiro de xadrez (1965). *A Espanha aprova a Constituição democrática, depois de quatro décadas de franquismo (1978). *A ex-primeira ministra Benazir Bhutto é assassinada no Paquistão (2007). *Morre Pedro Gastão de Orleans e Bragança, neto da Princesa Isabel (2007). *Início dos bombardeios da Operação Chumbo Grosso, por Israel, por contra alvos palestinos na Faixa de Gaza (2008).

Zig-Zag

O casal de empresários José Fardim e Karla Falcão, recebendo Thiago Pereira Cátia Vianna

Fotos: Divulgação

O advogado Lucas Dalbone (aniversariante do dia) ganhando os primeiros carinhos de Emily

*Uma coisa é certa. Volta Redonda, ganhou uma população maior no final de semana, por conta dos festejos natalinos. *Haja vista um trânsito intenso pelas ruas da cidade, sem falar na quantidade fora do normal de veículos estacionados pelos bairros. *Explica-se: é a oportunidade dos que trabalham fora vir estar junto de seus familiares. *Agora para o clima de Réveillon, muita gente, nos preparativos para colocar o ‘pé na estrada’ rumo ao litoral ou regiões serranas. *Depois de ter realizado com sucesso, a ‘Ceia de Natal’, e o ‘Almoço de Natal’, o Hotel Bela Vista se prepara para manter a tradição e realizar, desta vez, o ‘Réveillon Tropical’ na pérgula da piscina. *Além do diversificado leque gastronômico, terá também uma pista para que os participantes possam dançar muito ao som da Big Band do maestro e músico Guerra e também apresentação de Bateria de Escola de Samba. *O espaço contará também com Open Bar de Drinks com: caipirinhas e coquetel (cachaça, vodka e saquê) e três ilhas com buffet completo: pratos quentes e frios, saladas, petiscos e sobremesas inclusos no pacote.

Sala Vip

Este colunista, com Thiago Pereira e Rose Vilela

O médico Ivan Jordão (aniversariante do dia) com sua amada, a nutricionista Ivyna Jordão

Corpo Fora

Viviane Faxas (aniversariante do dia)

*Evitar a gravidez por meio da operação masculina, a vasectomia, parece não ser considerada pela maioria dos casais atualmente. *O número de operações caiu 60% em uma década. *Em 2011, foram realizadas quase 40 mil e no ano seguinte chegou apenas 15 mil. *Os dados são da Inglaterra e foram publicados pelo jornal Daily Mail.

*É grande a expectativa da mudança de local para as comemorações oficiais do Réveillon de Volta Redonda. *Sai da curva do rio e vem para a Vila Santa Cecília. *Além da queima de fogos do alto do Escritório Central, terá de atrações musicais show com ‘Paralamas do Sucesso’, bandas Mistureba e Amplexos. *Aniversariantes do dia: o advogado Lucas Dalbone; a jornalista Giovana Damaceno; Viviane Faxas; o médico Ivan Jordão; Vivian Faria; Shirley Gomes; Rosa Maria Fonseca; Laura Caldas; Patrícia Martins Passos; Maria das Dores Mota, a Dodora; Paola Campos; Lélio Pereira Barbosa; Joyce Mikaelly; Pedro Henrique Sousa; Cleide Bicchelli; Elida Monteiro; Ruthileia Silva. *O comércio de uma maneira geral não pode reclamar. *Nas últimas horas que antecederam o Natal, era difícil conseguir fazer compras, as lojas estavam, em sua maioria, lotadas o tempo todo. *Os empresários José Fardim e Karla Falcão, na noite de sábado tiveram uma visita surpresa: Thiago Pereira. *Bastante carismático ele foi festejado por todos os presentes no Vitória Restaurante, inclusive atendendo aos inúmeros pedidos de fotos. *Estava acompanhado de sua mãe Rose Vilela, que estava toda feliz diante da oportunidade do filhão mais perto dela. *Nesta noite de muito alto astral teve show da dupla Julinho Marassi e Gutemberg, além de uma ‘canja’ especial de Lucca Marassi. Aliás, casa lotada.


CADERNO LAZER

4 DIÁRIO DO VALE 

QUARTA-FEIRA, 27 DE DEZEMBRO DE 2017

Queima de fogos de artifício pode ser prejudicial para cães e gatos Ideal é deixar o seu pet dentro de casa no dia da virada do ano, em um ambiente bem seguro Divulgação

O novo ano se aproxima e, junto com ele, as festas de virada de ano, o que para muitos pets é sinônimo de medo extremo, estresse e fobia, o que não é nada bom para eles. Isso porque a maioria dos animais apresenta verdadeira fobia diante do som dos fogos de artifício. Animais com fobia costumam babar muito (hipersalivação), perdem o apetite, respiram com dificuldade, se desesperam e ficam o tempo todo procurando um lugar seguro para se esconder, geralmente algum local menor do que eles. Nessas situações, eles podem acabar se machucando ao tentar pular uma cerca ou muro, por exemplo. Mesmo o cão ou gato mais confiante e equilibrado pode se assustar e ficar com medo dos sons que não são comuns para ele. Isso porque a audição dos cães e gatos é mais sensível do que a nossa. Para se ter uma ideia, nós humanos somos capazes de perceber ondas sonoras na frequência de aproximadamente 16 a 20.000 hertz (ciclos por segundo), enquanto os cães são capazes de ouvir vibrações sonoras de 10 a 40.000 hertz, e os gatos ouvem até 65.000 hertz; o que lhes proporciona uma captação maior do som. Então, como vimos, a audição dos cães e gatos é mais aguçada, o que justifica a agitação e o medo extremo diante de barulhos como os de fogos de artifício. A boa notícia é que tem algumas coisas que você pode fazer para ajudá-los a passarem com mais tranquilidade por esse período de festas e fogos.

Veja como - Dessensibilize-o: Antes

Dica

Medo de fogos: Mantenha seu animal devidamente identificado com uma placa na coleira da virada do ano, dessensibilize o seu pet, ou seja, faça-o se acostumar com o som dos fogos de artifício. A melhor maneira de se fazer isso é pegar vídeos na internet sobre fogos de artifício, e colocá-los algumas vezes ao dia e baixo para o seu pet ouvir. Associe o som dos fogos com algo que seu animalzinho goste, como por exemplo, petisco preferido, brinquedo, cafuné, escovação. Aumentando o volume do vídeo aos poucos de forma que ele não perceba muito. Se em algum momento o seu animal demonstrar algum sinal de medo, abaixe o volume até o ponto em que ele se sinta confortável e volte a aumentar aos poucos. Repita o quanto for necessário todos os dias até que seu animalzinho consiga ouvir o som dos fogos bem alto sem ficar com medo. Se você não teve tempo para preparar seu pet para o Ano Novo, ou se a dessensibilização não eliminou o medo dele completamente, existem outras coisas que você pode fazer para amenizar o medo dele por fogos. Essas dicas geralmente são úteis para animais que têm um nível médio/moderado de medo. - No dia da virada do ano, não mude seu comportamento. A maioria dos donos tende a mimar e aco-

lher seus animais até mesmo antes de eles demonstrarem medo pelos fogos. Eles fazem mais carinho que o normal, abraçam, falam com os animais com voz doce. Ao invés de ajudar a acabar com o medo, esse comportamento do dono reforça ainda mais o medo deles. Sendo assim, se o pet demonstrar medo, o tutor deve manter sempre uma postura que transmita a sensação de segurança. Por mais que se tenha pena, não se deve abaixar para confortar o animalzinho, pois eles podem associar medo com carinho; - É importante tomar cuidado com fugas. Cães e gatos amedrontados, no desespero, tentam fugir a qualquer custo para longe do barulho. Sendo assim, não se esqueça de fechar bem as portas e as janelas. Verifique se cercas e portões impedem a fuga deles; - O ideal é deixá-los dentro de casa no dia da virada do ano, em um ambiente bem seguro. Sendo assim crie um local apropriado para ele ficar. Camufle o máximo o som dos fogos nesse ambiente, ligando um rádio ou TV. Ligue também o ventilador e/ou o ar-condicionado. Mantenha as luzes acesas. Feche bem janelas e portas. Coloque cobertores pesados ou até mesmo um colchão tampando a janela e outras frestas. Deixe

Existe também o conhecido “truque do pano”. É um método chamado de Tellington Touch. Esse método consiste em amarrar o corpo do cachorro com uma faixa, fazendo com que ele se sinta abraçado. Ela pressiona alguns pontos estratégicos do corpo do animal, fazendo com que a circulação sanguínea nesse local seja estimulada, acalmando o animal e não deixando que ele fique tenso no momento dos fogos. Porém, há veterinários que defendem o uso dessa faixa e outros não, isso porque, ainda não foi comprovado a eficácia dessa técnica. A única forma então de saber se esse método será bom ou não para o

‘Abraçado’: Método consiste em amarrar o corpo do cachorro com uma faixa seu cãozinho, é aplicando-a. Veja na foto como amarrar o seu cãozinho. Mas tome

cuidado para não apertar muito e nem deixar o nó em cima da coluna.

Quer ver o seu bichinho de estimação aqui também? Basta enviar uma foto dele para o e-mail (glayce.cassaro@diariodovale.com.br). Sugestões e dúvidas também são bem vindas. Mais informações pelo WhatsApp (24) 98816-1583. junto dele, utensílios que ele goste, como caminhas, panos e brinquedos. Petiscos também são bem-vindos nessa hora. Além disso, alguns cães chegam a quebrar portas de vidro, ferindo-se gravemente na hora do desespero, para tentar se refugiar. Por isso, nunca se esqueça de verificar se o local onde ele estará abrigado é seguro e livre de perigos. Se você tiver mais de um animal, o ideal é deixá-los separados para evitar brigas; - Mesmo com todos os cuidados citados acima, é

preciso manter seu animal devidamente identificado com uma placa na coleira, onde constem o nome dele e um telefone para contato; pois nunca sabemos do que eles são capazes na hora do desespero; - Nunca deixe-o preso na coleira. Muitos animais, quando presos, morrem por enforcamento, no desespero de fugir dos fogos e rojões; - Uma outra opção é fazer uso de um protetor auricular nos minutos antes da queima de fogos e retirá-los logo após. Para isso recomenda-se o uso de algodão,

ou se preferir, pode ser usado também os protetores auriculares moldáveis próprios para eles; - Em casos mais severos, onde seu animalzinho fica aterrorizado com fogos de artifício, pode ser que nenhuma dica acima funcione para amenizar o medo dele. Se você acha que seu pet é um desses casos, converse com um médico veterinário, pois pode ser que seja preciso administrar uma medicação contra ansiedade ou algum sedativo que ajude seu cão a ficar mais calmo durante os fogos.

CULTURA

Programa Rio de Janeiro a Janeiro recebe inscrição de 678 projetos ABr

O Programa Rio de Janeiro a Janeiro recebeu um total de 678 inscrições de projetos culturais, esportivos e corporativos, que se candidataram a entrar no calendário oficial da iniciativa. Lançado em setembro, o objetivo do programa é viabilizar a realização de um calendário turístico anual com cerca de 100 eventos estratégicos nas áreas de cultura, esporte, turismo e negócios, para incentivar o fluxo de turistas e a criação de empregos, colaborando para a recuperação econômica do estado. As informações são da Agência Brasil. Os dados das inscrições foram divulgados segundafeira (25) pelo Ministério da Cultura (MinC), que lidera o programa em parceria com as pastas do Desenvolvimento Social, do Turismo e do Esporte, governos do estado e do município, iniciativa privada, empresas estatais e Sistema S. Cerca de metade dos eventos cadastrados é inédita e a maior parte é cultural, com 81%. Os esportivos so-

mam 13% e os corporativos são 6%. Do total, 63% são propostas para a capital, 32% para o interior e 4% para a região metropolitana. Segundo o ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, o

Primeiro evento oficial do Calendário Rio de Janeiro a Janeiro é o Réveillon, que atrai 2,7 milhões de turistas para a queima de fogos em Copacabana resultado das inscrições superou a expectativa e mostrou que o programa foi reconhecido e valorizado pelo setor de eventos do Rio de Janeiro. “Estou bastante otimista de que vamos conseguir gerar os resultados esperados para o estado e para a população fluminense. Este número também demonstra a força que o setor de even-

tos, de cultura, de economia criativa e de esporte tem no Rio”. As inscrições foram feitas no Portal da Fundação Getulio Vargas (FGV) entre os dias 16 de novembro e 15 de dezembro. A FGV passa, agora, a avaliar os eventos “com base no impacto turístico, na atração de investimentos, na geração de emprego e renda, na inclusão social e no potencial de continuidade e expansão”, de acordo com o MinC. Não há um número máximo de eventos para entrar no calendário, que já conta com 93 eventos, e os selecionados serão anunciados no fim de janeiro. Com a entrada para o calendário oficial Rio de Janeiro a Janeiro, os eventos podem ter o apoio das leis federais de incentivo à cultura e ao esporte e patrocínio de empresas estatais. A previsão é de investimentos de R$ 1 bilhão, somando todos os apoiadores, sendo R$ 150 milhões do governo federal. A FGV vai medir o impacto cultural, social e eco-

Rio de Janeiro a Janeiro: Objetivo do programa é viabilizar a realização de um calendário turístico anual com cerca de 100 eventos estratégicos nas áreas de cultura, esporte, turismo e negócios nômico dos eventos e divulgará relatórios trimestrais e uma avaliação final. De acordo com a fundação, a expectativa é de que o programa gere um incremento de 20% no fluxo de turistas,

com impacto de R$ 6,1 bilhões na economia do estado e a geração de 170 mil empregos. O primeiro evento oficial do Calendário Rio de Janeiro a Janeiro é o Réveillon,

que atrai 2,7 milhões de turistas para a queima de fogos em Copacabana. A ocupação hoteleira para o período já ultrapassa os 80%, chegando a 92% em Copacabana e no Leme.

8587 diario quarta feira 27 12 2017  
8587 diario quarta feira 27 12 2017