Page 1

35 Diário do Alentejo 11 abril 2014

Durão Barroso responsabiliza Vítor Constâncio pelo caso Alves dos Reis. Pacheco Pereira em Aljustrel: comentador usou “dinamite cerebral” para realizar rebentamentos na mina. facebook.com/naoconfirmonemdesminto

Governo investe pouquíssimo no Alentejo em infraestruturas e transportes até 2020 - Executivo justifica medida com a necessidade dos alentejanos andarem mais a pé

Inquérito

“Nós não queríamos dizer nada, mas olhem que estão a f ic ar com a anquinha larga!” Foi com esta frase que fonte do Governo justificou o paupérrimo investimento na região em infraestruturas e transportes até 2020. Apesar da revolta sentida na região, o Executivo mantém a sua decisão, justificando a mesma com argumentos de.. peso. “Ninguém vos manda abus ar tanto do pão, do pão de rala, do pão com linguiça, do pão com manteiga, do pão com melão, do pão de alho, do pão com Nutella, do pão com manteiga de cor e do pão de alho com manteiga de alho. O vosso médico de família diz que vocês têm de andar a pé, mas preferem ficar em casa a emborcar gelado de rum com passas enquanto veem o ‘Quem quer ser milionário’. É um favor que vos estamos a fazer. Foram muitos anos a viver acima das possibilidades, agora temos de reduzir custos”. “Não se habituem a essas mordomias dos transportes públicos. Isto é para o vosso bem: vão adorar ir de Ficalho a Sines a pé, às duas da tarde, num dia de agosto. Diz que faz maravilhas à pele e à linha!”, acrescentou enquanto fazia festas num gato branco e se ria maleficamente.

Mas alguém tem dúvidas? Em vez de passarem a vida a sentir-se miseráveis e a desfrutar das maravilhas da procura de um emprego de sonho de 485 euros, andam por aí só a cravar vidas no Candy Crush Saga e a postar vídeos de gatos a tocar piano, de cães que são resgatados de uma lixeira ou de gatos que resgatam cães de uma lixeira enquanto tocam piano. Qualquer dia, se não temos mão nesta gente, querem comer bifes e mais não sei quê…

Acha que os desempregados passam o tempo agarrados ao Facebook?

ISABEL JONET, 54 ANOS Acionista no Banco Alimentar contra a Fome

Investigação “Não confirmo, nem desminto”: Terroristas portugueses da Al-Qaeda são alentejanos e dizem que é mais seguro trabalhar na organização terrorista do que em Portugal! Foi notícia de capa nesse tal semanário que se chama… “Expresso”, ou lá o que é. Há mais de 10 portugueses referenciados pelos serviços secretos por terem ligações à Al-Qaeda. Mas a “Não confirmo, nem desminto” foi mais longe (a sério, fomos mesmo muito longe) e enviámos o nosso correspondente em Mourão até Cabul que descobriu esses portugueses num campo de treinos na capital afegã: “Posso avançar com toda a certeza que os membros portugueses da organização eram claramente alentejanos. Houve vários sinais que são inegáveis: as patilhas até à bochecha, a pausa a meio da manhã para beber um café e um folhado com gila… Mas o momento mais esclarecedor foi o seguinte: apesar de convertidos ao Islão, foram os únicos que comiam carne de porco às escondidas, nomeadamente secretos e torresmo do rissol!”. O nosso intrépido repórter conseguiu chegar à fala com um dos terroristas alentejanos que lhe explicou o porquê desta nova vida. “Foi a melhor coisa que fiz! Sou licenciado e em Portugal só andava de trabalho precário em trabalho precário e aqui dão-me todas as condições para exercer a minha profissão – se eu quiser ir raptar um diplomata, não tenho de preencher papelada, ou se quiser rebentar com um tanque americano, não preciso de uma licença. Isto é que é estímulo ao empreendedorismo! Em Portugal levava meses para marcar uma consulta no SNS; aqui tenho seguro de saúde e se fizer um serviço como bombista suicida ainda me oferecem Betadine! Em Portugal tinha de ir trabalhar para Barrancos e aquela estrada é mais perigosa do que um caminho de cabras cheio de minas em Peshawar ou mesmo do que andar no IP8. Estava cansado de uma vida de loucura e aqui é mais sossegado: em Portugal estava sujeito a ficar cego só de ir às compras pelo Natal, aqui o máximo que tive foi um caldo de peixe que me caiu mal!”, explicou.

JUVENAL ACOMODADO, 33 ANOS Cliente do Banco Predial de Corte Gafo

Acho que a senhora dona Isabel tem toda a razão. Eu sou desempregado e não tenho nada dessas modernices. Quando me quero divertir faço outras coisas mais saudáveis como sair à rua, respirar, disputar uma sandes de fiambre semicomida com o cão da minha vizinha, enfim… o habitual… Isso dos computadores sempre me fez muita espécie por causa dos vírus. E eu que nem tenho as vacinas em dia. Ainda tenho de levar a do tétano e a da peste bubónica.

CRISTIANO FEL, 28 ANOS Presidente do clube de fãs do Game of Thrones de Santa Bárbara dos Padrões

As palavras dessa senhora são uma ver-go-nha! E deixam-me profundamente indignado e revoltado! Estou aqui, estou capaz de pegar no meu tablet e fazer um post extremamente crítico sobre esta situação abjeta! Essa senhora nem vai saber o que lhe caiu em cima! E a seguir vou fazer um post a criticar as pessoas que passam a vida a colocar posts indignados no Facebook. Era encostá-los a uma parede e enchê-los de revolta! Metem-me nojo profundo! Mesmo! E o pior são aqueles tipos que criticam as pessoas que metem posts indignados no Face…

Edição N.º 1668  

Diário do Alentejo

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you