Jornal Diário de Bordo Nova Santa Rita

Page 1

J O R N A L EDIÇÃO 1 | ANO 1 | SETEMBRO 2022 Vanessa Brizola Prossionalismo e dedicação à frente da Brizz Concept NOVA SANTA RITA

Diário de Bordo chega à Nova Santa Rita

Grupo S&A Publicidade e Propaganda, com sede em Canoas/RS, detentor da Revista Diário de Bordo, traz para Nova Santa Rita o novo Jornal Diário de Bordo Nova Santa Rita.

O município de Nova Santa Rita, que completou 30 (trinta) anos de emancipação política, pois até março de 1992 era o segundo distrito de Canoas, recebeu a atenção do Grupo S&A, que constatou que o mesmo se ressente da falta de um veículo de comunicação desse nível, que sirva de elo de ligação entre a sociedade, os atores econômicos, o poder público e os munícipes santa-ritenses em geral.

O município de Nova Santa Rita, que recebe o novo Jornal Diário de Bordo Nova Santa Rita, localiza-se na região metropolitana da capital gaúcha, distante 26 Km (centro a centro) de Porto Alegre, com uma área territorial de 218 km² e uma população de 30.000 habitantes, isto em “números redondos”, conforme dados retirados do site caravela.info.

Com um PIB anual de 1,8 bilhões de reais, Nova Santa Rita tem o segundo maior PIB “per capita” da região metropolitana de Porto Alegre, com R$-62.000,00 por habitante, “valor superior à média do estado (R$ 42,4 mil), da grande região de Porto Alegre (R$ 44 mil) e da região de Porto Alegre (R$ 46,2 mil)”.

R E V I S T A NOVA SANTA RITA EDIÇÃO 1 |ANO 1 | SETEMBRO 2022 EDIÇÃO 1 |ANO 1 | SETEMBRO 2022 Jornalista Reponsável Leci da Silva Mtb: 11.972 Edição Gráfica Marco Leite RPMT: 6171 Fotografia Sérgio González Diário de Bordo é uma publicação mensal do Grupo S&A Publicidade e Propaganda Eireli Rua Venâncio Aires, 3111 Canoas | RS | CEP 92110-001 E-mail: comercial@diariodebordo.net Periodicidade Mensal As matérias assinadas não refletem necessariamente a opinião da revista, pois são de inteira responsabilidade de seus autores Diretor Geral Carlos Alberto de Azevedo Diretor Comercial Thiago Soares Redação Leci da Silva Bebeto Azevedo 2J O R N A L NOVA SANTA RITA
EDITORIAL

Vanessa Brizola

Tratando a beleza com o seu novo conceito

EDIÇÃO 1 |ANO 1 | SETEMBRO 20223J O R N A L NOVA SANTA RITA Nasce uma empreendedora e um novo conceito em beleza em Nova Santa Rita. O Brizz Concept chegou para mudar o que se conhece no ramo em Nova Santa Rita e Região. Maquiagem, cabelo, massagem, depilação a laser e tudo o que há em beleza feminina, em um espaço moderno, aconchegante e que foca em atender com qualidade todos aqueles que o procuram. Tratando a beleza com o seu novo conceito “De dentro para Fora”, com uma proposta totalmente diferenciada e buscando oferecer aos seus clientes bemestar,qualidadeesatisfação.

Vanessa Brizola, 32 anos, natural de Canoas, ainda pequena veio para Nova Santa Rita. Com uma vocação para cuidar dar das pessoas, os anos passaram e então Vanessa decidiu se dedicar 100% aos seus sonhos, “Brizola, sente que não está trabalhando somente com a beleza exterior e sim com sutileza e bem-estar de suas clientes”. Hoje, com a bagagem cheia de sonhos e conhecimento, vem demonstrando ser essa uma mulher corajosa, determinada, forte, inteligente e talentosa. Vanessa escolheu a dedo o perl de sua equipe, para tratar os detalhes dos sonhos de seus clientes, com um equipe de amigas que há anos vem se lapidando para serem especialistas em suas áreas.

Vanessa hoje concilia o hobby de maquiar, que por muito passava ser terapia, com encarar os desaos de empreender.

Hoje, no mundo do empreendedorismo, que não é fácil, ainda mais recém-saídos de uma pandemia, BRIZOLA, assim carinhosamente conhecida na cidade, tem foco em colocar em prática aquilo que aprendeu aos longos dos 10 anos na Secretaria de Indústria, Comércio e Desenvolvimento de Nova Santa Rita, onde sempre sonhou, ensinou e motivou homens e muitas mulheres a EMPREENDER e se Empoderar.

Vanessa ressalta: “E não paramos por aí, além de vários sonhos para realizar, também tenho colocado as pessoas para sonhar! Um dos segredos para conseguir seguir em frente”, naliza.

Muitas novidades estão chegando, O BRIZZ é só o início de anos de dedicação e trabalho, mas não paramos por aí! Colaboração de Vanessa Brizola.

Estátua de Santa Rita de Cássia

A festa de Santa Rita é organizada pela Paróquia Santa Rita Saiba mais sobre Santa Rita de Cássia: nascida em Cássia, na Itália, no ano de 1381, Rita era lha única e foi entregue em matrimônio pelos pais a Paulo Ferdinando, com quem teve 2 lhos e que, segundo relatos históricos, era grosseiro, violento e sem temor a Deus Ela passou anos tentando converter sua família, mas perdeu o marido e os lhos, e, quando viúva, realizou seu desejo de entrar para a vida religiosa, superando todos os desaos pela santidade No dia 22 de maio de 1457, Rita faleceu no convento das agostinianas, ainda na cidade de Cássia

Principal cartão postal do município, a estátua de Santa Rita de Cássia está localizada na entrada principal de Nova Santa Rita, no acesso pela BR 386. A obra, esculpida pelo canoense Vinícius Cassiano, foi inaugurada em 2001, em uma iniciativa do Rotary Club de Nova Santa Rita, com apoio da AssociaçãodoComércio,Indústria,ServiçoseAgropecuáriadeNovaSanta Rita (Acisa). Santa Rita de Cássia é a padroeira da cidade e sua data é comemorada em 22 de maio, data de seu falecimento Durante a semana, há diversasatividadesemcomemoraçãoàpadroeira

Em 1627 foi beaticada e no ano de 1900 foi canonizada por seus milagres, que a zeram ser chamada de "a santa das causas impossíveis". Desde então, no dia 22 de maio passou a ser celebrado o dia da santa, que é padroeira de diversas cidades, entre elas Nova Santa Rita/RS.

Fonte:turismo.rs.gov.br

EDIÇÃO 1 |ANO 1 | SETEMBRO 20224J O R N A L NOVA SANTA RITA

Moacir Serpa Godoi

Antes mesmo da pandemia, já usávamos ferramentas para fortalecer o comércio local

Sr. Moacir Serpa Godoi, Secretário Municipal de Indústria, Comércio e Desenvolvimento de Nova Santa Rita fala aos leitores do Jornal Diário de Bordo Nova Santa Rita sobre o desenvolvimentoeconômicodomunicípio

DB: Apesar de vastas áreas agricultáveis, o Município de Nova Santa Rita, até por sua localização, junto a uma rodovia federal e próxima à capital gaúcha, é um grande centro industrial e de logística, além de comércios variados e outros serviços. Quais as atividades econômicasprevalentesnomunicípio?

Sec. Moacir Serpa Godoi: Em nosso município possuímos muitos microempreendedores, então possuímos uma diversidade muito grande de atividades econômicas, dentre as mais utilizadas estão o setor de alimentação e de estética.

DB: Quaisasatividadeseoobjetivoespecíco da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Desenvolvimento de Nova Santa Rita?Ouseja,oquefazsuapasta?

Sec Moacir Serpa Godoi: A Secretaria Municipal da Indústria, Comércio e Desenvolvimento tem a competência de desenvolver e executar a política setorial no âmbito municipal, coordenando programas, projetos para o desenvolvimento e o incremento de atividades industriais, comerciais e de serviços: assessorando e assistindo as iniciativas privadas para o desenvolvimento econômico e social localizado, objetivando a alocação de recursos humanos no âmbito da comunidade, maior geração de riquezas e bens para a população em geral; realizando levanta-

mentos estatísticos e cadastrais quanto às atividades pertinentes, assim como o respectivo licenciamento e scalização, objetivando por um lado, o fomento nas áreas e, por outro, sua adequação e observância de regulamentos e normas administrativas; coordenar a implantação de áreas e condomínios industriais e comerciais do Município; coordenar a Sala do Empreendedor, à qual contempla uma unidade de atendimento para orientação, registro e legalização de empresas e tem como objetivo simplicar os procedimentos que dizem respeito ao processo de Alvará, de forma a reduzir a burocracia; incentivar a instalação de novas empresas, comércios e microempresas e promover o intercâmbio e convênios com entidades federais, estaduais, municipais e de iniciativa privada, nos assuntos referentes às políticas de desenvolvimento industrial e comercial.

DB: A pandemia em muito prejudicou a economia em geral, não tendo sido diferente no município de Nova Santa Rita. Quais iniciativas teve o executivo municipal, especialmente na área de indústria e comércio, para manter a atividade econômica e/ou retomá-la, se assim fosseocaso?

Sec. Moacir Serpa Godoi: Em nossa secretaria, antes mesmo da pandemia, já usávamos ferramentas para fortalecer o comércio local, como, por exemplo, a campanha Nova Santa Rita premiada, que a cada 100 reais em compras no nosso município, com sua nota scal e CPF cadastrado, você ganha um número e concorre a diversos prêmios, inclu-

sive no nal de cada ano já sorteamos motos e um carro; durante a pandemia, as pessoas não conseguiam ir trocar as notas sicamente, então desenvolvemos um APP para que elas conseguissem trocar de casa suas notinhas; criamos, também, um catálogo digital, onde as pessoas podiam anunciar seus produtos e serviços que prestavam em nossa cidade e desenvolvemos uma linha de crédito para auxiliar os microempreendedores do nosso município, chamada de microcrédito municipal, disponibilizando 500 mil reais de recursos próprios para os empreendedores.

DB: Omunícipemuitasvezesacreditaestar mantendo servidores municipais em excesso, mas a administração municipal geralmente ressente-se de estrutura administrativa e recursos humanos insuciente Qual a avaliação do Sr Secretário Municipal de Indústria, Comércio e Desenvolvimento de NovaSantaRitanesteaspecto?

Sec. Moacir Serpa Godoi: Em nossa secretaria possuímos um número de servidores que é pequeno, em vista de outras secretarias do município, contudo temos uma equipe dedicada e muito competente, que desempenha suas funções com louvor, sempre buscando o melhor atendimento e desenvolvendo ferramentas e ações para fortalecer e melhorar o desenvolvimento econômico do município.

DB: Que outros destaques o Secretário Municipal de Indústria, Comércio e Desenvolvimento de Nova Santa Rita pode revelar aos leitores do Jornal Diário de Bordo NovaSantaRita?

Sec. Moacir Serpa Godoi: Em nossa secretaria possuímos um setor de segurança pública vinculado e estamos cada vez mais investindo em equipamentos e estrutura para nossa segurança pública municipal Acabamos de adquirir uma camionete blindada para polícia civil e estamos adquirindo também uma camionete para brigada militar, além da ampliação do nosso sistema de cercamento eletrônico municipal e a implantação da Guarda Municipal.

EDIÇÃO 1 |ANO 1 | SETEMBRO 20226J O R N A L NOVA SANTA RITA

ENTREVISTA

Rodrigo Battistella à frente da Prefeitura de Nova Santa Rita

Sr Rodrigo Amadeo Battistella, Prefeito Municipal de Nova Santa Rita, fala com exclusividade aos leitores do Jornal Diário de Bordo Nova Santa Rita e relata sobre o prazer que sente pela gestão pública e dos motivos que o levaram a conquistar o mais alto posto na administração do município.

Rodrigo Battistella - Com muito orgulho galguei o cargo de prefeito da nossa querida Nova Santa Rita. Considero me uma pessoa simples, casado com a Eliane Marisa Stumm e pai da Isabella. Formado em Administração e pós graduado em Gestão Estratégica, sou apaixonado por gestão pública desde muito cedo. Iniciei minha trajetória prossional aos 12 anos, quando comecei a atuar na iniciativa privada, em uma empresa familiar. Foi um momento importante, porque consegui, desde muito jovem, entender o funcionamento de uma organização. Experiência que pude colocar em prática, após alguns anos, na gestão pública. Em 2008 assumi a Secretaria de Indústria e Comércio, atuando nela nas duas gestões da então prefeita Margarete Ferretti, quando zemos grandes mudanças Desburocratizamos os procedimentos através da Sala do Empreendedor, um feito que, à época, trouxe-nos prêmios, tornando-nos referência no Rio Grande do Sul. O espaço, que agiliza a tramitação de processos para o empreendedorismo local, foi criado em 2014 e segue em funcionamento até hoje. Com apenas dois anos de atividade da Sala do Empreendedor, recebemos um dos maiores e mais importantes reconhecimentos, o Prêmio Prefeito Empreendedor. Acredito que esse empenho, nesses oito anos de caminhada junto ao Executivo, permitiu que eu ganhasse a conança da então prefeita e o convite para representar a cidade. Sou um apaixonado pela gestão pública e, quem me conhece sabe, tenho a missão e a dedicação de melhorar a qualidade de vida das pessoas. Não é fácil, exige muitas horas de planejamento, estudo e participação ativa na vida social de nosso município, mas seguimos atuando, pensando no melhor para nossa sociedade.

JDB: UmacidadecomoNovaSantaRita,commaisde200 km² de território e aproximadamente 30.000 habitantes, tem das mais variadas necessidades a serem supridas pelo administrador municipal. Quais os critérios para priorizar os escassos recursosdoscofrespúblicoscomasnecessidadesenfrentadas?

Rodrigo Battistella - Trabalhamos com planejamento. Temos um secretariado técnico, que, junto à nossa Administração, tem diálogo aberto com os bairros, associações comunitárias, representantes de entidades, comércios e vereadores. Muitas demandas temos consciência, outras nos são apresentadas e, a partir daí, traçamos um perl, fazemos um estudo técnico e vericamos a viabilidade – ou não – da realização das solicitações Nossa prioridade é a Educação e a Saúde, além da infraestrutura e mobilidade Realizamos grandes investimentos na área Somente em infraestrutura temos 300 quilômetros de vias a serem pavimentadas na cidade. Um exemplo da nossa preocupação é a meta de realização de asfalto em nossa cidade. Só neste ano, através da Secretaria de

Desenvolvimento Urbano e Habitação, vamos fechar com quase 15 quilômetros de pavimentação São obras de qualidade, com projeto, licenciamento, diálogo social e desenvolvimento para Nova Santa Rita com os olhos no futuro.

JDB: OMunicípiodeNovaSantaRita,comvastas áreas agricultáveis e por sua localização, junto a uma rodoviafederalepróximaàcapitalgaúcha,éumgrande centro industrial e de logística, além de comércios variados e outros serviços. Qual(is) desta(s) vantagem(ns) econômicas e/ou geográcas são consideradas pelaadministraçãomunicipalnaxação/estruturação dapolíticadedesenvolvimentodomunicípio?

Rodrigo Battistella - Nova Santa Rita está se tornando o maior e mais completo polo logístico do Rio Grande do Sul, devido a uma posição estratégica singular e com área para desenvolvimento disponível muito signicativa. Somos um ponto estratégico para o transporte de mercadorias, devido ao acesso a quatro modais logísticos: rodoviário, hidroviário, com a presença de três rios navegáveis nos limites da cidade, ferroviário, que se estende até o polo petroquímico da região, e aeroportuário, já que estamos a 15 minutos do Aeroporto Internacional de Porto Alegre. Não podemos esquecer do mercado consumidor que está ao nosso redor, mais de quatro milhões de pessoas. Isso atrai investimentos, grandes empreendimentos e famílias, porque elas também buscam um lugar tranquilo para viver. O Rio Grande do Sul é um Estado em desenvolvimento Por exemplo, temos a gigante do e-commerce, Amazon. Em 2020, com um investimento de R$ 50 milhões, aqui instalou o centro de distribuição no Rio Grande do Sul, com operação implantada no parque logístico 3SB, na BR386. A Reiter Log - empresa gaúcha de logística - é outra gigante instalada em nosso município, gerando ce3rca de dois mil empregos diretos, renda e investimentos em caminhões a gás. Localizada às margens da BR-386, a empresa é referência no segmento de transporte e logística, oferecendo soluções para os principais players do Brasil, atuando no Brasil, Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai.

JDB: Outro ponto fundamental dentro do desenvolvimento do município é a formação educacional dos jovens e adultos. Quais as metas estão sendo desenvolvidasparaagregarvaloresàeducação?

Rodrigo Battistella - Educação é prioridade na nossa gestão Queremos transformar Nova Santa Rita em referência na área. Temos prossionais altamente capacitados, com constantes realizam e especializações, para melhor atender nossos estudantes. Esse anseio, por óbvio, é seguido de muito trabalho. Somos o município pioneiro no Estado do Rio Grande do Sul na implantação das Salas Makers, ideia buscada em Sobral, cidade do Ceará que conta

com a escola de maior Índice de Desen volvimento da Educação Básica (Ideb) no país. Fomos, com a secretária de Educação e Cultura, Maria Rita Feijó, e a diretora de Educação, Natália Mota, a Sobral/CE, em 2021, para conhecer as tecnologias e entender o porquê desse “boom” na qualidade educacional. Nos encantamos e trouxemos para cá. A primeira Sala Maker do Rio Grande Sul foi inaugurada em julho, equipada com kit de ferramentas, material didático, três máquinas de fabricação digital (impressora 3D, cortadora a laser e recorte). Baseado no movimento 'Faça Você Mesmo', incentiva os pequenos – de todas as idades - a criar, experimentar e compartilhar soluções, mesmo sem conhecimento prévio Hoje já expandimos e estamos na quarta Sala Maker Motivo de orgulho para nós, como entusiastas da educação, esse trabalho vai fazer com que os pequenos desenvolvam suas habilidades, trabalhando a lógica e a tomada de decisões Vale lembrar que esses espaços coloridos, completos e dinâmicos vão desde a educação infantil até a Educação de Jovens e Adultos (EJA). Acreditamos na transformação de nosso Estado, e país, através da educação. No entanto, precisamos mudar o modo que passamos os ensinamentos, para que os estudantes saiam preparados da sala de aula. Esse é um passo fundamental. Além dele, começamos a instalação de Salas de Leitura nas instituições de ensino do município e investimos na qualicação dos educadores. Temos o Programa de Formação em Gestão Pedagógica e Desempenho da Aprendizagem Escolar, realizado com os gestores de cada instituição municipal. O responsável pelas principais atividades é o professor doutor Herbert Lima, atual secretário de Educação de Sobral, que, aliás, segunda-feira, dia 26, estará em nosso município para a segunda fase da iniciativa.

JDB: Uma importante fonte de renda para o cidadão, e fonte de receita para um município, é o turismo. Quais os projetos da administração municipal deNovaSantaRitanessaáreaeoquejáestásendofeito?

Rodrigo Battistella - Nova Santa Rita não é uma cidade turística, no entanto, estamos preparando projetos e pontos para nosso município Já temos alguns pontos que são tradicionais Temos aqui o maior parque automobilístico da América Latina, o Velopark, localizado às margens da BR-386. Da iniciativa privada, é um espaço de competição, entretenimento e muita aventura, inaugurado em 2008. Sedia competições, atraindo pessoas dos quatro cantos do Rio Grande do Sul. Temos o Parque Olmiro Brandão, local que sedia as festas de nossa cidade. Temos pista de caminhada, um lago ideal para quem gosta de tomar um chimarrão, enquanto as crianças aproveitam o ar livre, em meio a natureza É comum, nos ns de semana, vermos pessoas aproveitando o local.

EDIÇÃO 1 |ANO 1 | SETEMBRO 2022 8J O R N A L NOVA SANTA RITA

Considero um dos parques mais completos e bonitos da Região Metropolitana de Porto Alegre. No bairro Morretes, no interior, temos uma casa histórica. Um local em que a princesa Isabel teria estado. A residência ca às margens do Rio Caí, de propriedade da Família Borges. Lá, a princesa, Conde d'Eu e os três lhos do casal teriam se instalado. Entre os projetos, está a construção da réplica da Igreja Santa Rita de Cássia, como o que há no povoado italiano de Roccaporena, região da Umbria, local que Santa Rita nasceu Além desses objetivos, vamos construir uma nova Casa de Cultura, na antiga sede do Executivo municipal.

JDB: Ao comemorar seus 30 anos de emancipação política, Nova Santa Rita necessita de uma infraestrutura com atenção especial e constante em questões como limpeza, pavimentação, esgoto, iluminação pública, recolhimento de lixo, rede de esgoto e outros. Como a administração municipal supera as repetidas necessidadesemcadaumadessasáreas?

Rodrigo Battistella Com muita gestão Enfrentamos essas diculdades com um corpo técnico qualicado, muito estudo e planejamento. Aproveito para frisar, aqui, que este ano de 2022 nalizaremos com 170 licitações, para atender as mais diversas áreas do município e regiões de Nova Santa Rita. Temos iniciativas na área do saneamento, educação, segurança pública e saúde. Nossa cidade está em obras: até o m do ano completaremos em torno de 15 quilômetros de pavimentação.

JDB: Outro problema que de há muito aige a população de Nova Santa Rita é o transporte coletivo urbano. O que foi feito e o que está para ser feito em relação à tal indispensável estrutura urbana? Quais as reais possibilidades de solução de tais necessidades do contribuinte?

Rodrigo Battistella - O transporte público é o maior problema que temos em nossa cidade. Temos o seguinte cenário, o transporte municipal – que é nossa responsabilidade, como o nome já diz – vem sendo feito e o contrato respeitado. Agora, o intermunicipal nos causa preocupação.

Para tentar resolver o problema, estivemos, em maio, na Fundação Estadual de Planejamento Metropolitano e Regional (Metroplan). Pedimos a troca da empresa responsável por esse serviço, sem sucesso. Fizemos uma audiência pública sobre o tema, na Câmara de Vereadores, logo na sequência, mas nada de solução. As condições dos ônibus são historicamente precárias Operam em nossa cidade sem as mínimas condições e não é de agora. Assim como não é de agora que levamos as reclamações até o governo do Estado. Representamos junto ao Ministério Público (MP), para que alguma atitude seja tomada. Nossa população precisa de um transporte eciente, com coletivos de qualidade, mas infelizmente a responsabilidade passa pelo Estado, não por nós. Para o município, basta cobrar e exigir atenção ao cumprimento do contrato.

JDB: O crescimento de um município deve ser uma ação equilibrada em todos os sentidos. No âmbito da habitação, há incrementos importantes a considerar Quaisaçõesvêmsendorealizadasnosentidodeevitarque NovaSantaRitavenhaapadecerdoproblemadefaltade moradia Quais os incentivos fazem parte dos novos projetos, especialmente para agregar maior agilidade e maiores possibilidades de moradia aos trabalhadores de baixarenda?

Rodrigo Battistella - Nós somos o município da Região Metropolitana que mais cresceu em arrecadação de ICMS, conforme dados da Receita Estadual divulgados em setembro do ano passado O resultado disso é o número de investimentos que vêm sendo realizado no empreendedorismo e na atração de novas empresas. Essas atratividades geram emprego e renda à sociedade Com relação ao mercado imobiliário, ele tem crescido de forma exponencial. Há muitas famílias realizando o sonho da casa própria e muitas outras chegando e investindo em nossa cidade. Temos construtoras e incorporadoras realizando novos loteamentos e investindo em condomínios fechados. O mercado imobiliário tem crescido com força, somos uma cidade pujante, em pleno desenvolvimento, no sentido literal da palavra Diante dessa

mudança de cenário de Nova Santa Rita, estamos revisando nosso Plano Diretor, revisando a mobilidade urbana e acompanhando o crescimento. É importante que tenhamos um desenvolvimento organizado e que consigamos absorver toda essa demanda.

JDB: Que outros destaques o Sr. Prefeito Municipal de Nova Santa Rita pode revelar aos leitores do Jornal Diário de BordoNovaSantaRita?

Rodrigo Battistella Completamos 30 anos em março deste ano. Temos investimentos e frentes em todas as áreas. Ressalto aqui a Policlínica, a qual assinamos o edital de abertura de licitação no mês de julho. É a maior obra já realizada na história de Nova Santa Rita e vai mudar a forma com que a saúde é pensada e feita em nosso município. Orçada em cerca de 15 milhões de reais, serão 3.200 metros quadrados divididos em área de atendimento eletivo, área de urgência e emergência adulto e pediátrica, refeitórios, área de gestão, miniauditório, estacionamento e áreas urbanizadas de acesso, com praças e paisagismo. Teremos atendimento 24 horas para todos que precisarem, cumprindo uma das 13 metas prioritárias de quando assumimos. Tudo é com recurso próprio. A nova estrutura ampliará de quatro para 15 médicos especialistas, além da oferta de exames de imagem.

Temos o novo Centro Administrativo, um sonho antigo, que vai se tornar realidade. Orçado em 15 milhões de reais, concentrará todo o Executivo Municipal em um único local. Serão 5,5 mil metros quadrados de área construída, com mais de 100 vagas de estacionamento, que vai ser erguido no Centro, nas proximidades da avenida Santa Rita, onde a área de terra já está preparada. Não posso deixar de falar da nossa Secretaria de Agricultura. Nova Santa Rita é a maior produtora de orgânicos do Rio Grande do Sul. Aqui, temos assentamentos da reforma agrária que se tornaram referência no país, não apenas pela agricultura e pecuária, mas pelas agroindústrias. Hoje, temos inúmeros programas desenvolvidos pela pasta, que atinge do pequeno ao grande produtor rural. Somos um polo, não só logístico, mas de produção de orgânicos. Só neste ano, investimos mais de 6 milhões de reais para nossos agricultores. Temos programas de melhorias de acessos, fruticultura, psicultura, distribuição de hortaliças orgânicas, patrulha agrícola e muito mais. Na Educação, beneciamos os estudantes da rede municipal com material escolar completo. Desde mochila, uniforme, material escolar e, implementamos neste ano, a entrega de tênis. É muito bom quando chegamos nas instituições e vemos o resultado do investimento. A merenda, por exemplo, é adquirida dos produtores de nossa cidade. São alimentos de qualidade e orgânicos. Na Saúde, implementamos o programa Zera Fila, com atendimentos aos sábados, para reduzir o tempo de espera para especialidades No Meio Ambiente, criamos programas, incentivamos a adoção de animais de rua e criamos o Vet no Bairro, para levar atendimento veterinário até as comunidades. Somos a gestão do diálogo, temos o Gabinete Aberto – todas as terçasfeiras pela manhã – para ouvir a população, mediante agendamento e, além disso, criamos o Prefeitura em Movimento, sempre às últimas quintas-feiras do mês. Prefeito, vice, secretários e todas as pastas do governo vão até os bairros para escutar. O próximo será dia 29 de setembro, na Escola Municipal José Bonifácio, no bairro Pedreira, às 19 horas. Somos uma prefeitura em movimento, com foco no cidadão e no desenvolvimento saudável para nossa cidade. Somos uma gestão para todos, respeitando as diferenças e trabalhando com transparência e responsabilidade.

EDIÇÃO 1 |ANO 1 | SETEMBRO 20229J O R N A L NOVA SANTA RITA

A capital gaúcha do melão

Situada a 26 quilômetros de Porto Alegre (centro a centro), na região metropolitana, Nova Santa Rita é a capital gaúcha do melão.

A região metropolitana de Porto Alegre tem muitas áreas agricultáveis e muito bem aproveitadas. Aqui destacamos o município de Nova Santa Rita, que, entre tantas culturas agrícolas plantadas, éaCapitalGaúchadoMelão.

Nova Santa Rita é destaque por estar próxima da capital e com seguir manter a “vida típica do interior” para muitos de seus habitantes. Nova Santa Rita ainda tem em grande parte de sua base econômica a agricultura, sendo e o cultivo do melão abundante, o que lhe garantiu o título de capital Gaúcha do Melão.

A cidade realiza, anualmente, a Festa do Melão, o que não foi possível fazer durante a pandemia de Covid19, mas voltará a promover essa cultura, em NovaSantaRita,brevemente

A produção industrial do município de Nova Santa Rita concentra-se em cimento, alto-falantes, móveis vergados e tecidos. Na pecuária, destacamse os bovinos, suínos e frangos. Os produtos agrícolas mais importantes são, além do melão, arroz, melancia,mandiocaeverduras.

EDIÇÃO 1 |ANO 1 | SETEMBRO 202210J O R N A L NOVA SANTA RITA
AGRICULTURA&PRODUÇÃO Acorte da Festa do Melão eAgroecologia de 2019: RAINHA- Camila Duarte 1ª PRINCESA- Kauane Barboza 2ª PRINCESA- Kássia Klein RAINHAMIRIM - Maria Luisa de Mello (51) 99431-6902

DESENVOLVIMENTO

Município conta com mais uma escola

A Rede Notre Dame, da Congregação das Irmãs de Nossa Senhora, hoje já presente no município de Nova Santa Rita com a Casa de Formação Notre Dame, o Centro de Eventos Notre Dame e a Escola Notre Dame, em visita ao Prefeito Rodrigo Battistella, em agosto, trouxe-lhe a notícia que ampliará suas atividadesemNovaSantaRita.

Ciente que a educação é indispensável para o crescimento e o sustento do ser humano, o supremo gestor do município cou bastante entusiasmado com a ampliação da rede de educação particular, por ser uma instituição de ensino com excelente conceito e que traz a necessária qualicação dos munícipes, desde tenra idade “Ficamos muito felizes com a chegada dessa do novo empreendimento educacional Isso demonstra a importância que a nossa cidade tem para a região e Estado do Rio Grande do Sul. Somos incentivadores da área porque, na nossa visão, somente dessa maneira conseguiremos mudar a realidade de nossopaís”,armaoalcaide.

“Nosso plano é de, em breve, ofertar o Ensino Fundamental do 1º ao 9º ano”, destaca o gerente nanceiro da Rede Notre Dame, Sergio Stringhini, acrescentando que “o propósito é atender, inicialmente, uma turma de cada ano da Educação Infantil e Ensino Fundamental, crescendo conforme a demanda Nova Santa Rita é um município que está em

plena expansão, tanto em número de habitantes como no aumento de empresas queseestabelecemnacidade”.

Com o crescimento da estrutura educacional em Nova Santa Rita, o município, cada vez mais, atende as necessidades de seus habitantes, que não precisam mais levar seus lhos para estudar em outrascidadesdaregião.

EDIÇÃO 1 |ANO 1 | SETEMBRO 202212J O R N A L NOVA SANTA RITA

AGRICULTURA

ORGÂNICOS: pioneirismo e cuidado com o meio ambiente

Há quase uma década Adir Bourscheid, 56 anos, e Edi Bourscheid, 59, não consomem e nem cultivam alimentos que são produzidos com o uso de agrotóxicos. Tudo o que entra na propriedade, localizada no Assentamento Santa Rita de Cássia 2, em Nova Santa Rita, distante cerca de 30 quilômetros da capital do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, é orgânico. Tanto que a família é a única produtora de mudas de hortaliças orgânicas da região Sul do Brasil, conforme o Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Conforme Edi, a ideia de ter uma vida mais saudável motivou a mudança de hábitos. Ela e o marido iniciaram com o plantio de mudas medicinais e, com o tempo, hortaliças e ores. Em um primeiro momento, o objetivo era que os produtos se destinariam apenas para o consumo próprio, aos poucos, amigos e vizinhos souberam da produção e a procura aumentou. “Existia uma demanda no mercado de mudas, então seguimos Nosso objetivo sempre foi a produção de alimentos de qualidade, preservando o meio ambiente e a vida”, diz.

Enquanto arruma uma das bandejas de hortaliças, Adir se orgulha do investimento feito na propriedade. “É muito difícil ser orgânico, mas é graticante. Não temos muitos recursos, trabalhamos com o nosso giro. A ureia usada nas plantas é orgânica, das nossas duas vacas, que se alimentam no campo, sem o uso de suplemento e totalmente sem agrotóxico Nada que não seja orgânico entra aqui”, garante. De acordo com o produtor, poucas são as linhas de crédito disponíveis em instituições nanceiras que lhe dão a possibilidade de ampliar suas produções.

Na propriedade familiar, Bourscheid relembra que os três lhos colaboraram no início e, hoje, é apenas o casal e alguns colaboradores. “Estamos avançando e pretendemos seguir. Eu tenho o sonho, uma ideia, de ajudar o povo das feiras orgânicas que temos pelo Estado e defendo que elas devam ser 100% orgânicas. É mais saúde e qualidade de vida”. O agricultor diz que são produzidas cerca de 300 bandejas semanalmente, cada uma com 200 mudas. Entre as espécies cultivadas estão: rúcula, alho, alface, tomate, espinafre e brócolis. O tempo de deixá-las prontas para a venda varia conforme a espécie. “É um trabalho que exige muita dedicação. A gente cuida com muito empenho, todos os dias”.

Ano passado, ele conta que a propriedade foi contemplada no Programa Municipal de Incentivo à Produção Orgânica, com o recebimento de estufa agrícola, com área coberta total de 268,8 m². Investimento de R$ 34.500, que melhora a infraestrutura produtiva da família. Hoje, são três estufas destinadas à produção de hortaliças que são distribuídas em feiras orgânicas, para assentamentos e agricultores de diversas cidades do Estado e algumas regiões de Santa Catarina. “Ficamos muito felizes, pois isso nos permite ampliar o cultivo. Muitas vezes a gente olha e nem acredita que conseguiu chegar até aqui. É um caminho de muita diculdade, mas não desistimos.”

Com sonhos, Bourscheid arma que ainda terá um espaço para fazer o seu próprio substrato orgânico, com uso de folhas de árvores da propriedade. “Fazemos uma agricultura sustentável, queremos levar isso adiante. Nós fazermos essa produção resulta em um diferencial grande; hoje é uma ideia, mas que vou dar seguimento”, frisa ele. Nos 12 hectares do sítio utilizados para a agricultura familiar, mais quatro destinados à reserva ambiental, há cães, patos, coelhos, vacas, além de animais silvestres que circulam livremente pelo espaço. “Toda forma de vida é respeitada”.

Crescimentode450%naprodução deorgânicos,dizMapa

A denição de produtor orgânico está prevista no Decreto 6.323 de 2007, que regulamenta a Lei 10.831/2003, conceitua produtor (orgânico, art. 2º, inc. XI) como sendo “toda pessoa, física ou jurídica, responsável pela geração de produto orgânico, seja ele in natura ou processado, obtido em sistema orgânico de produção agropecuária ou oriundo de processo extrativista sustentável e não prejudicial ao ecossistema local”.

Procurado, o Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) garante que o país tem mais de 26 mil produtores orgânicos. Com base no Cadastro Nacional de Produtores Orgânicos (CNPO), ao longo dos últimos 12 anos houve crescimento de mais de 450% do setor, uma média de 37% ao ano. Em 2010 guravam 5.934 agricultores no CNPO e, em fevereiro de 2022, 26.702.

Cidadedosorgânicos

Conhecida como a capital da produção orgânica no País, Nova Santa Rita tem programas municipais voltados à agroecologia e incentivo à agricultura orgânica, coordenados pela Secretaria de Agricultura. “Nosso intuito, ao longo dos anos, sempre foi de estimular e propiciar condições para que as produções pudessem ser feitas sem o uso de fertilizantes químicos e agrotóxicos. Isso representa a preservação do meio ambiente e mais saúde para a comunidade e os consumidores. A consciência ambienta,l em nosso município, é estimulada desde as escolas”, frisa o prefeito Rodrigo Battistella.

A maior parte desses produtos sai dos quatro assentamentos que existem na cidade, com mais de trezentas famílias assentadas pela reforma agrária. “Quando falamos em orgânicos, falamos em saúde, falamos em qualidade de vida. Cada vez mais aumenta a procura pela comunidade e nós incentivamos isso há alguns anos; nossos assentamentos são referência na produção de alimentos livres de agrotóxicos, o que é motivo de orgulho para nossa cidade”.

Conforme o titular da Secretaria de Agricultura, Emerson Giacomeli, o Executivo disponibiliza mudas de orgânicos aos produtores do município que têm interesse. “Isso é feito através do contrato de aquisição de mudas de Olerícolas Orgânicas. Neste ano, assinamos no início de junho e todo processo de contratação se deu por inexigibilidade de licitação, pelo fato da família Bourscheid ser a única produtora de mudas hortaliças orgânicas da região Sul”. É o segundo ano consecutivo que isso ocorre.

Entre setembro de 2021 a março de 2022 foram distribuídas mudas para mais de 100 agricultores, 10 escolas e hortas comunitárias. “Isso representa desenvolvimento da produção agrícola, realização de atividades pedagógicas nas escolas e promoção de hortas comunitárias de subsistência.” Até o momento, foram fornecidas mais 2.100 bandejas, somando mais de 4,6 milhões de mudas, divididas em 11 variedades.

Textoefoto:FranceliStefani

EDIÇÃO 1 |ANO 1 | SETEMBRO 202213J O R N A L NOVA SANTA RITA

Emei Paulo Freire recebeu o primeiro espaço “faça você mesmo”, para educação infantil

Em uma cerimônia realizada na tarde de 12 de setembro, com a presença do Prefeito Rodrigo Battistela, da secretária municipal de educação e cultura Maria Rita Feijó, da diretora da Escola Municipal de Educação Infantil Paulo Freire Carla Daiane da Silva, da presidente da Câmara Municipal de Vereadores Iêda Bilhalva (MDB) e dos vereadores Rodrigo Pedal (PT) e Débora da Causa Animal (MDB), na Escola Municipal de Educação Infantil Paulo Freire, no bairro Berto Círio, em um momento histórico para a comunidade santa ritense, foram inauguradas a quarta Sala Maker e a segunda Sala de LeituradomunicípiodeNovaSantaRita.

De acordo com a Wikipédia, “A cultura maker se baseia na ideia de que as pessoas devem ser capazes de fabricar, construir, reparar e alterar objetos dos mais variados tipos e com diversas funções. Maker é uma palavra em inglês que signica fazedor, no sentidodecriador,realizador,fabricante.”

A sala Maker, portanto, possibilita aos 191 alunos, do berçário ao pré dois, que frequentam a instituição em turno integral, poder construir, consertar, modicar e fabricar os mais diversos tipos de objetos e projetos. “Nesse primeiro contato dos estudantes

vimos a emoção ao encontrar o espaço totalmente novo, decorado, pintado e pronto para ser utilizado, com todo material arrumado e à disposição deles. É a educação que transforma, é a educação que garante um futuro melhor para cada um. É isso que queremos disponibilizarparaeles”,dizoprefeitoBattistela.

A nova Sala Maker está equipada com máquinas de fabricação digital, como impressora 3d, cortadora a laser e plotter de recorte, com todo mobiliário é adaptado para atender a demandaeaestaturafísicadeseusalunos.

Já a Sala de Leitura, contando com 100 exemplares de obras infantis, não só incentivam o contato dos pequenos com a leitura e o mundo lúdico dos livros, mas também estimulam sua criatividade “Acreditamos que o futuro do nosso país são jovens e crianças. Esse processo depende da leitura, do aprendizado e para termos seres humanos transformadores, independentes e pensantes, precisamos promover acesso ao conhecimento, para que possam ter suas prossões e, com isso, fazerem umpaísdiferente”,expressaoprefeito.

Considerado mais um momento histórico para a comunidade, ambas ideias foram buscadas pelo Executivo na cidade cearense de

Sobral, durante uma visita de uma comitiva da cidadenoEstado.

A inauguração ocorreu na data de aniversário da Escola Municipal de Educação Infantil Paulo Freire, de Nova Santa Rita, e teve parabéns e bolo para comemorar o momento. “Aqui eles serão incentivados a trabalhar a criatividade por meio da aplicação de atividades e projetos interdisciplinares com uso de tecnologia, objetos recicláveis e outros materiais”, assevera o prefeito Battistella, acrescentando que “Queremos transformar o ensino de Nova Santa Rita referência no Estado do Rio Grande do Sul Já começamos esse movimento, quesóvaicrescer”

Asseverando que, além da Escola Municipal de Educação Infantil Paulo Freire e da Escola Municipal Ensino Fundamental Treze de Maio, que teve a primeira sala de leitura no município, também as Escolas Municipais de Ensino Fundamental Antônio Alfredo Amorim e Rui Barbosa receberão, brevemente, o equipamento, a Secretária Municipal de Educação e Cultura Maria Rita Feijó conclui que “com certeza, será uma bela ferramenta de apoio à educação nas escolas para os professores, funcionários e voluntários promoverem a leitura e até utilizá-la para armazenaroutroslivrosemateriaispedagógicos”.

EDIÇÃO 1 |ANO 1 | SETEMBRO 202215J O R N A L NOVA SANTA RITA EDUCAÇÃO

Festejos Farroupilha movimentam a cidade

Grande programação foi organizada pela Prefeitura Municipal de Nova Santa Rita, juntamente com as Entidades Tradicionalistas do município, para comemorar a Semana Farroupilha de 2022. As festividades levaram milhares de pessoas ao Centro de Eventos Olmiro Brandão, entre os dias 13 e 20 de setembro, sendo o ponto alto a chegada da Chama Crioula, recebida pelo prefeitoRodrigoBattistella.

Marcelo Possamai,prefeito Rodrigo Battistella e o Secretário de Indústria e Comércio, Moacir Serpa Godoi. Prefito Rodrigo Battistella, Cantor João Luiz Corrêa, a primeira dama Eliane Stumm Battistella e a pequena Isabela Stumm Battistella. Prefeito Rodrigo Battistella recebendo a Chama Crioula. Prefeito Rodrigo Battistella, músico e radialaista Pedro Ernesto Denardin e Luiciano Brandão. Presidente da Câmara de Vereadores, Ieda Bilhalva, SusanaTorrada em homenagem na Sessão Solene da Câmara e Leonardo Vieira Presidente da Câmara de Vereadores, Ieda Bilhalva Toninho Pfeil, Vice-Prefeito de Nova Santa Rita Presidente das EntidadesTradicionalistas, Leonardo Vieira e a Secretária de Educação e Cultura, Maria Rita Feijo Por Leci da Silva
EDIÇÃO 1 |ANO 1 | SETEMBRO 202216J O R N A L NOVA SANTA RITA EVENTO
Issuu converts static files into: digital portfolios, online yearbooks, online catalogs, digital photo albums and more. Sign up and create your flipbook.