Deccs Skateboarding Magazine #64 - Revista Skate

Page 1


[02] - DECCS MAGAZINE


FOTOGRAFO: @IPANIZZON MANOBRA: 540 GRAUS DECCS MAGAZINE - [03]


indice Editorial

ENTREVISTA - SURF

24-25

Foto - @Tallesishii / Manobra: Batida de Bs

CAPA

FLOW/AM

FLOW/AM

FLOW/AM

pagina

pagina

pagina

pagina

12-21

08

09

10

Agradecimento e Novidades

ANDRE PAIVA

[04] - DECCS MAGAZINE

Salve!! Meu nome é Andre Paiva satisfação total, Chegamos na edição N64, gratidão a todos que estão abraçando a Revista Deccs Magazine de uma maneira incrível e acolhedora, Gratidão por todos que estão na edição N64 e aceitaram o desafio de tão pouco tempo. Gratidão também a todos os Fotógrafos e todos os leitores que estão sempre marcando presença nas edições Semanal.

CAPA PIETRO NUNES Esta em nossa Capa - 19/SET- N64 - Com um B/S MUTE AIR - Acompanhe a entrevista - inédita. Corre lá - Pag, 12-21


indice

Editorial

MATÉRIA - 55 VIDEO MAGAZINE

30-31

FLOW/GIRL

FLOW/GIRL

NA MISSÃO

VIDEO PARTE

pagina

pagina

pagina

pagina

22

23

26-29

34-35

EDITORIAL

INDICE

DIRETOR: ANDRE PAIVA REVISÃO: DECCS MAGAZINE EDIÇÃO: SET DIA 19 ED: N64 REDAÇÃO: DECCSMAGAZINE CORREÇÃO: DECCS MAGAZINE ANUNCIE: DECCSMAGAZINE@GMAIL.COM ASSINE: WWW.SHOP.DECCSMAGAZINE.COM.BR

CAPA - PIETRO NUNES: ABERTURA REVISTA - DEDICADO AO CAPA: IND & EDIT FLOW/AM - ALE BRITO: FLOW/AM - DANIEL SOUZA: FLOW/AM - GABRIEL LOUREIRO: FLOW/AM - MAYCON DOUGLAS: FLOW/AM - NICOLAS LIMA:

A REVISTA DECCS MAGAZINE É UMA PUBLICAÇÃO SEMANAL DCS WWW.SHOP.DECCSMAGAZINE.COM.BR

12-21 2-3 4-5 06 07 08 09 10

FLOW/AM - PEDRO PROSDOSSIMI: FLOW/GIRL - ALANA PAULA: FLOW/GIRL - RAISSA DELMONDES: FLOW/SURF - RAFAEL XAVIER: FLOW/NA MISSÃO - BRUNO AJALA: FLOW/MATERIA - 55 VIDEO MAGAZINE: FLOW/NA MISSÃO - JULIO RODRIGUES: FLOW/VIDEO PARTE - LENNON CAMARGO: CONTRA CAPA - ANDERSON LUCAS:

11 22 23 24-25 26-29 30-31 32-33 34-35 36

DECCS MAGAZINE - [05]


FLOW AM

FLOW/AM

ALE BRITO

16 ANOS, 08 ANOS DE SKATE, FORMIGA - (MG) / @ALEBRITOSKTT Como surgiu o interesse de ser skatista? Eu sempre colava na pista com meus pais pra brincar, aí um dia mudei para uma casa em frente a pista, foi daí que vi os moleques andar e me interessei. Como foi se adaptar e ainda conseguir evoluir nessa situação da covid? No começo foi um pouco difícil, mais como eu morava em frente a pista, quando não tinha ninguém eu ia la pra dar um role. Conte sobre seus treinos e preparos físicos? Sempre procuro fazer alguns exercícios aqui em casa para manter o corpo e conseguir andar de skate todos os dias. Você está trabalhando em alguma vídeo parte? Por enquanto não, mas pretendo começar esse corre em breve. Conte sobre uma trip que marcou sua caminhada no skate? Todas, pois é sempre da hora estar viajando com os amigos e fazendo o que mais gosto que é andar de skate, sempre tem umas vivencia a mais. Como está sua caminhada para se profissionalizar? Ando de skate por amor. Deixo acontecer naturalmente tudo no tempo certo. Como está o trabalho em Competições? Devido a pandemia não estava acontecendo, mais quando tem sempre tento colar pois e muito dhr rever os amigos e curtir a vibe do skateboard. Conte um pouco sobre seus patrocinadores que fortalecem seu skate no dia a dia? Só tenho que agradecer a Naip Hom que está chegando junto, e meus pais que sempre acreditou e me ajudou bastante. Influências no skate? Tiago lemos. Mensagem e Agradecimento... Obrigado Deus por tudo que está acontecendo na minha vida e obrigado Deccs magazine pela oportunidade, gratidão. Uma frase? Deus ajuda, é vai na fé não na sorte. [06] - DECCS MAGAZINE

FOTOGRAFO: @FELSUAVE MANOBRA: B/S ROCK


FLOW AM

DANIEL SOUZA

FLOW/AM

34 ANOS, 21 ANOS DE SKATE, SOROCABA – (SP) / @DANIEL_SOUZA_87 Como surgiu o interesse de ser skatista? Surgiu mais ou menos com 10 anos de idade tinha uma menina na rua de casa que havia ganhado um skate do tio dela. E ela emprestava o skate para todos os meninos da rua, porém tinha que ficar esperando chegar a vez e muitas delas as vezes nem chegavam. Foi aí que surgiu o interesse em montar um skate meu. Como foi se adaptar e ainda conseguir evoluir nessa situação da covid? No começo foi um pouco difícil, porém eu morava na cidade de Cabreúva, uma cidade do interior bem pequena e um grupo de amigos de 3 pessoas começou a me chamar para andar com eles, todos tomando todos os cuidados devidos e desde o então mantenho-me andando de skate todos os finais de semana e durante a semana quando possível. Conte sobre seus treinos e preparos físicos? Ultimamente tenho me dedicado muito ao trabalho deixando de lado um pouco o lance de treino e preparo físico, coisa que para qualquer skatista é essencial. Atualmente eu trabalho com representação de 3 marcas de skate: Stickers, Mad Rats e Wats. Isso faz com que mesmo sem estar andando de skate todos os dias eu possa viver ele todos os dias, então acaba se tornando o meu preparo mental para a prática do skate. Você está trabalhando em alguma vídeo parte? No momento não, mas tenho planos futuros para lançar uma vídeo parte em conjunto com alguns amigos (Klebão, Derick, Viny Reis entre outros). Aguardem rs Conte sobre uma trip que marcou sua caminhada no skate? Cara, não foi uma trip para muito longe, mas foi um lugar que ficou marcado para mim, foi um campeonato em Indaiatuba, onde tudo estava propício a dar errado e no final tudo deu muito certo, não conseguimos participar do evento, mas passamos uma semana na city sendo muito bem tratado pelos locais de lá. Como está sua caminhada para se profissionalizar? Sem planos para isso, hj eu trabalho com marcas de skate, portanto me considero um profissional da área do skate e isso é muito gratificante para mim. Como está o trabalho em Competições? Esse ano vou procurar a me puxar mais, pois no próximo ano vou completar 35 anos e gostaria de voltar a competir só que como Old School rs. Conte um pouco sobre seus patrocinadores que fortalecem seu skate no dia a dia? No momento atual tenho tido muito apoio da marca que eu trabalho, a Stickers. O dono da marca também é skateboard e fortalece sempre com o que pode. Sou muito grato por isso. Influências no skate? James Bambam, Klebão, Laurence Reali, Diego Garcez, Marcos Morto e todos os meus amigos que sempre estão comigo na sessão de skate. Mensagem e Agradecimento... Uma mensagem que eu posso dar é ande de skate por amor e com quem te faz bem, que agreguem na sua vida de forma positiva. E eu agradeço à Deus primeiramente, minha família (mãe, pai e irmã), meus amigos Klebão, Viny Reis e Derick Puche e a Kath Bernardino que tem feito muitas sessões de skate com a gente ultimamente. Uma frase? Oque você tem todo mundo pode ter, mas oque você é, ninguém pode ser.

FOTOGRAFO: @ME.VINYREIS MANOBRA: S/S B/S CROOCKED DECCS MAGAZINE - [07]


FLOW AM

FLOW/AM

GABRIEL LOUREIRO

30 ANOS, 18 ANOS DE SKATE, BELO HORIZONTE – (MG) / @GABRIELDERUA Como surgiu o interesse de ser skatista? O interesse surgiu dês de pequeno, sempre via skatistas andando na pracinha do lado da minha casa e com 11 anos ganhei meu primeiro skate. Como foi se adaptar e ainda conseguir evoluir nessa situação da covid? No início da pandemia diminui muito o ritmo que andava skate e encontrei uma nova forma de expressar a minha criatividade e meu estilo de vida, assim criei o @segundavidart que utiliza shapes de skate quebrado como telas para colagens e desenhos. Com isso evolui muito meu emocional, espírito e criatividade o que são valores muito importantes para o skate além da técnica. Conte sobre seus treinos e preparos físicos? Eu sempre me preocupei muito com a saúde, não bebo nem fumo cigarro, uso apenas coisas naturais. Meus treinos são muito focados na evolução do skate, não passo um dia sem andar, é preciso de muita paciência e disciplina para progredir. Você está trabalhando em alguma vídeo parte? Sim! Aqui em bh faço parte da G7 Crew, e estamos sempre colando juntos, filmando e juntando matérias para fazer nosso full vídeo. Mas no momento o próximo projeto que saíra é com o videomaker e skatista Wiliam Fernandes com participação dos skatistas Alexandre Alvarenga, Yaje Popson e Matheus Araujo , o vídeo ainda não tem data definida para sair. Conte sobre uma trip que marcou sua caminhada no skate? As duas vezes que tive a oportunidade de ir para Barcelona foi surreal! Fui com o apoio de marcas que tinha patrocínio em 2011 e em 2017, pude aprimorar e evoluir muito o skate, lá participei de vários campeonatos e filmei manobras na rua, além de fazer parte do full vídeo Pertimet Project. Foi uma vivência muito importante para meu crescimento pessoal também. Como está sua caminhada para se profissionalizar? Me profissionalizar é algo que não almejo com tanta intensidade, por saber a dificuldade que os atletas profissionais que não estão em marcas fortes enfrentam. Muitas vezes as marcas brasileiras não tem a estrutura adequada para um atleta, como bancar viagens, salário, e cotas em dia. Como está o trabalho em Competições? Agora que começaram a voltar mais as competições presenciais aqui em bh estou participando com mais frequência, e é sempre muito bom para ver meu crescimento no skate, com os outros skatistas e comigo mesmo. Conte um pouco sobre seus patrocinadores que fortalecem seu skate no dia a dia? Nesses 19 anos de skate passei por diversas marcas que me auxiliaram na caminhada. Hoje em dia tenho a oportunidade e privilégio de estar com marcas e parceiros que acredito como o Mts, o meu primeiro patrocinador em bh, dono da skateshop DeRua uma das principais referências do skate belorizontino, apesar de não estar aberta atualmente o Mts me ajuda até hoje. A Merlim shades marca de um amigo e skatista me fortalece com óculos de sol, a Formo vertical com peças de skate, a Lewis co com roupas, a Pixado filmes que é uma produtora audiovisual e a Be Happy uma tabacaria. Além disso criei minha própria loja virtual no instagram @loja_prive, um corre independente. Influências no skate? Minhas principais influências são meus amigos que correm junto comigo (Matheus Lima Mts, Yaje Popson, Alexandre Alvarenga, Thiago Lima, Arthur Dias, Alexandre Grilo, Wiliam Fernandes, Matheus Araujo, Akira Utida, Jeferson Felipe Bill, Philipe Guilherme, Lucas Desiderio, Raphael Alves kin, Antônio Gumi, Breno Nobre e todos da G7 Crew). Mensagem e Agradecimento... Gostaria de agradecer primeiramente a Deus, a minha família e minha filha Luana que me motiva e inspira meu corre diariamente, e a Dex Mgazine pela oportunidade e espaço. A minha namorada Débora Gontijo e todos skatistas da G7, eu amo vocês! Uma frase? Humildade e Disciplina.

[08] - DECCS MAGAZINE

FOTOGRAFO: @DIOGOANDRADEFOTOGRAFO MANOBRA: F/S FEEBLE


FLOW AM

MAYCON DOUGLAS

FLOW/AM

23 ANOS, 11 ANOS DE SKATE, ARARANGUÁ - (SC)/ @ENOISCACHORRO_ Como surgiu o interesse de ser skatista? Meu interesse em ser skatista surgiu quando eu ganhei um skate da minha tia Eliene. O skate era do meu primo e ele não andava mais, ai ela me deu. Eu curtia o skate em casa mesmo, mas mudei de colégio e nesse novo colégio conheci a galera que andava de skate. Que viraram meus parceiros com o tempo. Como foi se adaptar e ainda conseguir evoluir nessa situação da covid? No início da pandemia a adaptação foi bem difícil porque eu gosto bastante da rua, aí foi meio que um pesadelo ficar em casa. Depois que a situação melhorou um pouco, comecei a sair pra sessão só com alguns dos meus. Conte sobre seus treinos e preparos físicos? Atualmente eu tento conciliar o trabalho e o skate, um dia trabalho e outro ando de skate. Mas sempre gostei de andar todo dia. Embora eu não veja como treinos, o skate é minha vida e faz parte de mim. Você está trabalhando em alguma vídeo parte? No momento não. Mas esse na real sempre foi o corre. Quando mais novo perdi umas imagens

infelizmente, que me deu uma desanimada. Mas sempre rola umas imagens de projetos dos meus manos que tão filmando na rua. E agora num futuro próximo eu pretendo fazer. Conte sobre uma trip que marcou sua caminhada no skate? Várias trips marcaram minha caminhada no skate, mas acho que a mais marcou minha caminhada foi para São Paulo, eu e mais três parceiros. 11 dias na cidade, selva de pedra, muita rua, muito pico louco. Muito skateboard. Só quem tava lá sabe. Como está sua caminhada para se profissionalizar? No momento eu não penso nisso, não é minha prioridade. Para mim, o importante mesmo é andar de skate. Mas o tempo tá ai, e vamos ver kkkk Como está o trabalho em Competições? Por causa da pandemia, o corre dos campeonatos deu uma diminuida. Porém meu foco é andar na rua, eu gosto de frequentar e quando era mais novo era muito pilhado nas competições, mas ao longo do tempo meu foco mudou e hoje só gosto de participar dos campeonatos que eu realmente me identifico, principalmente se for de rua.

Conte um pouco sobre seus patrocinadores que fortalecem seu skate no dia a dia? No momento eu não tenho patrocínio, eu mesmo faço o meu corre. Mas tenho os camaradas de onde eu venho, que fazem o corre real com o skateboard e sempre fortalecem de alguma forma. Inclusive, um abraço pra vocês! Saudades! Influências no skate? Minhas influências são primeiramente meus manos que andam de skate comigo e estão sempre juntos comigo, desde moleque na caminhada. Depois disso, vem aquela video parte né? do Rodrigo Tx! Pra inspirar na sessão! Mensagem e Agradecimento... Quero agradecer em primeiro lugar a Deus, minha família, e a galera que sempre teve comigo somando no corre do skate e na vida também! ao mano Luiz pela oportunidade de poder falar um pouco do meu rolê de skate. Um salve para minha mina, que tá sempre comigo nessa nova fase! Um salve pro dos meus!! Cês sabe quem são! Gratidão! Uma frase? Skate até morrer!

FOTOGRAFO: @PEDRODEZZEN MANOBRA: BACKSIDE 50 -50 DECCS MAGAZINE - [09]


FLOW am

FLOW/AM

NICOLAS LIMA

17 ANOS, 10 ANOS DE SKATE, CARAPICUÍBA - (SP) / @_NICOLASLIMA1 Como surgiu o interesse de ser skatista? Foi através do meu pai, meu tio e de um amigo muito especial, o Márcio mais conhecido como " chá " que andavam na década de 90° Como foi se adaptar e ainda conseguir evoluir nessa situação da covid? Sempre evitando lugares com muita aglomeração e sempre colando nos picos de rua. Conte sobre seus treinos e preparos físicos? Sempre me alongando é me alimentando bem. Você está trabalhando em alguma vídeo parte? Sim, estou fazendo um projeto com meu amigo Bruno Vinícius, mais conhecido como " BR ", que vai ter a minha parti junto com meu irmão. Conte sobre uma trip que marcou sua caminhada no skate? Por enquanto nunca fui para uma trip. Como está sua caminhada para se profissionalizar? Produzindo pelas ruas, cada dia mais aprendo com skate é sempre com objetivo de ta sempre saindo na revista. Como está o trabalho em Competições? No momento não está tendo muito campeonato, mais quando voltar vou está sempre tentado cola. Conte um pouco sobre seus patrocinadores que fortalecem seu skate no dia a dia? No momento não tenho patrocínio, mas tenho um apoio da @parkskateshop. Influências no skate? Curto muito o role do Tiago Lemos, Silas bisteca, Rodrigo TX, Jp Dantas e no Kevin Romar. Mensagem e Agradecimento... Primeiramente agradeço a Deus, a minha família que sempre me apoiaram, a Deccs pelo espaço na revista e meu amigo Lou Tenca tenda pela foto. Uma frase? Não seja uma pessoa de sucesso, e sim de valor! [10] - DECCS MAGAZINE

FOTOGRAFO: @LOU_TENCA MANOBRA: B/S SMITH GRIND


FLOW AM

PEDRO

FLOW/AM

PROSDOSSIMI 23 ANOS, 13 ANOS DE SKATE, SANTOS - (SP) / @PEDRO_PROSDOSSIMI

Como surgiu o interesse de ser skatista? Muito amor envolvido. Como foi se adaptar e ainda conseguir evoluir nessa situação da covid? Normal, nada mudou. Conte sobre seus treinos e preparos físicos? Todo dia fortalecimento alongamento e andando (sayadin) Você está trabalhando em alguma vídeo parte? Sim, daqui a dois meses sai na @evolution.

Conte sobre uma trip que marcou sua caminhada no skate? Perfume skate co / vivecia hard. Como está sua caminhada para se profissionalizar? Estou a caminho da primeira video part. Como está o trabalho em Competições? Pouco aplicado. Conte um pouco sobre seus patrocinadores que fortalecem seu skate no dia a dia? @bardotonhao sempre fortaleceu na troca de ideias e

evoluçao sempre acredito no meu sonho! @evoluiton shape sempre q precisar e bastante disciplina. Influências no skate? Akira shiroma. Mensagem e Agradecimento... Obrigado skateboard por toda vivencia boa ate hoje e muito mais, so agradece a oportunidade de tar aqui nessa revista! Deus no controle ! Uma frase? Sem medo do medo.

FOTOGRAFO: @WILIANWAS MANOBRA: S/B CROOKED DECCS MAGAZINE - [11]


FLOW Vertical

Salve! Pietro é incrível ter você aqui na revista, se apresente para os Leitores... Olá família me chamo Pietro Nunes e tenho 10 anos sou de São Bernardo-sp (campon) comecei a andar com 5 anos e de lá pra cá aprendi muita coisa sobre skate e campeonato sou bem focado e determinado para aprender novas manobras sou overall ando no vert e no park... Hoje o skate pra min é estilo de vida união, amizade ,humildade e respeito tenho a maior satisfação de fazer parte da família sk8 Pietro qual sua maior influencia? Minha mãe e meu pai desde o começo passando seu conhecimento como meu treinador e me dando as melhores dicas Pra minha evolução Como foi o seu começo no skate? Na verdade meu primeiro contato com o skate foi com 3 anos já sabia ficar em pé mais a paixão veio aos 5 anos quando comecei a andar na pista mirim do campon numa mini ramp.. nesse começo aprendi as manobras básicas stall fifty etc foi 1 ano direto treinando essas manobras até que um dia meu pai falou com o profissional Ricardo tossi e ele me ensinou os primeiros drop no Banks fundo do Campon e com com 6 anos já estava participando de vários campeonatos Kids como Circuito futuro da nação que é bem legal pra quem tá começando ajuda bastante na evolução, e com 7 anos entrei para o vert e estou até hoje Qual o skatista que você mais se inspira quando vê um video de skate? Qual eu me inspiro e nos vídeos do lincoln ueda ,Cris Matheus e não precisa ir muito lonje pra se inspirar aqui na pista cola ao vivo (rss) Rony Gomes, Gustavo fujikawa, Italo penarrubia Dan César, Diego bigode Minhas inspirações. Conte um pouco sobre seus treinos e preparos físicos? meus treinos são de terça a sexta no half ando mais ou menos umas 4 horas no dia e de final de semana ando no park pra descontrair. Algum desejo em especial que gostaria de alcançar como skatista em 2021 ? Em 2021 espero que volte os campeonatos e o meu maior desejo é ser campeão Brasileiro na minha categoria e estou treinando forte para isso

Pietro Nunes

Eu tenho 10 Anos, 5 de Skate sou skatista Vertical da cidade de São Bernardo - (SP) - @pietronuneskt [12] - DECCS MAGAZINE

Trick que se destaca em suas sessões? Com certeza o 540 e p b/s air monstro Conte sobre alguma Trip que mais Curtiu? Lugar que curti demais e vou até hoje é Floripa e fico hospedado na Hi aventure.. lá tem tudo e é o paraíso do skate fora a praia que é pertinho ... Como está o suporte das marcas que fortalecem seu role do dia a dia? Só agradecer as marcas em especial a Dietskateboards que fortalece fortemente meu role com roupas,shapes e lixas e para minha proteção a


F OTO G RA F O : @IPANIZ Z ON M A N O BR A: B / S AIR DECCS MAGAZINE - [13]


FLOW Vertical

Niggli pads chega forte também não deixando faltar nada e tênis a skin reds que vem fortalecendo com os melhores tênis para skate que tem no mercado nos trucks a intruder chega junto O que tem por vim ainda para 2021? Novas manobras que já tá quase e vai completar minha linha , como flip indy hellflip indy e o 720 ..... Esta filmando para alguma Video Part em 2021? Sim estou filmando uma vídeo parte para a marca dietskateboards jaja sai Qual campeonato sonha em correr? Meu sonho é participar das olimpíadas. Títulos alcançados? Eu já participei de vários campeonatos Kids mirim e já fui campeão em 1 de circuitos aos 8 anos eu ganhei em primeiro lugar o campeonato Circuito f d nação na categoria até 12 anos estava treinando forte para os campeonatos federados e fui pra final do Brasileiro 2019 finalizando em 6 aí entrou a pandemia e se foi 2 anos. Como foi mandar o seu Primeiro 540 no Vertical? Nossa quando fala nessa manobra até arrepia .. era a manobra do sonho é não foi fácil voltar ela foi muita dedicação e persistência quase um ano treinando suando chorando eu passava o dia tentando e voltava pra casa sem acertar, dormia pensando nela tinha muito medo de pisar e aos poucos a confiança foi vindo e um belo dia de sol não sei que passou na minha cabeça e eu pisei e adivinha teyyyyy voltei ela na base parecia até até eu já tinha acertado antes de tão perfeito que foi ... se quer saber eu vejo o vídeo do acerto e fico emocionado até hoje. Queremos deixar esse espaço aberto para você estar deixando sua mensagem e agradecimento... Queria agradecer a Deus por proporcionar esses momentos na minha vida e a galera que cola no campon como o Matheus Assis, Raicca ventura, shimada, Gazola , Lucas miniwolf, que sempre me ajuda na minha evolução , Gustavo fujikawa valeu por tudo que me ensina irmão ,também a deccs por estar cedendo este espaço.

[14] - DECCS MAGAZINE


Vertical flow

F OTO G RA F O : @ C E S A RIO.CARVALHO M A N O BRA : A L L E Y O OP MUTE AIR DECCS MAGAZINE - [15]


FLOW Vertical

[16] - DECCS MAGAZINE


Vertical flow

F OTO G RA F O : @ C E S A RIO.CARVALHO M A N O BRA : B/ S ME THOD AIR DECCS MAGAZINE - [17]


FLOW Vertical

[18] - DECCS MAGAZINE


Vertical flow

F OTO F OTO G RA G RA F OF: O@ : C@EAS NA D RIRE O.CARVALHO S KT2014 M A N O BRA :MB/ A NSO FBRA: U LL SBLID / S EAIR DECCS MAGAZINE - [19]


FLOW Vertical

[20] - DECCS MAGAZINE


Vertical flow

FOTOGRAFO: @IPANIZZON MANOBRA: 540 GRAUS

DECCS MAGAZINE - [21]


FLOW Girl

Flow/Girl

ALANA PAULA

25 Anos, 03 Anos de skate, Londrina – (PR) / @lanapsm

Se apresente aos leitores? Salve, eu sou a Alana de Londrina - PR, tenho 25 anos, sou designer de moda, idealizadora da Pop Girls Skate Crew e da UNE Skateboard. Como foi o começo no skate? Conheci o skate quando era criança vendo os amigos dos meus primos andarem, mas só fui pisar em um quando tinha 15 anos e vendi umas peças de roupa que costurei pra poder juntar grana e comprar o meu já que eu não conhecia ninguém que tinha um skate pra eu pegar emprestado e aprender a andar. Fiquei andando por um ano e pouco sozinha, mas depois de passar por várias situações desagradáveis na pista acabei desanimando e ficando parada por uns 5 anos, até que em 2019 eu conheci mais minas que também andavam de skate aqui por perto e entre lesões e pandemia, to aí. Qual sua maior influência no skate? Meus amigos são quem mais me inspiram. Qual manobra que se destaque em suas sessões? Acho que as que eu sempre mando é Ss No Comply, Fakie Varial, Rock to Fakie na base e de switch e o Nose Stall. Playlist da sessão? Rap nacional e hip hop dos anos 90. Você tem patrocínios ou apoios? Não. Qual o seu maior sonho? Conseguir fortalecer a cena do skate feminino local de alguma forma pra que mais minas consigam viver o skate. Muitas mulheres deram a cara a tapa pra gente tá andando hoje e acho que temos que continuar fazendo o mesmo e mantendo esse espírito de união, diversão e evolução do skate. O que você tem feito hoje? Tem algo a nos contar sobre os seus treinos e planos futuros? No momento estou me dedicando a UNE, minha marca de skatewear pra minas e a crew, mas depois que tudo melhorar, espero poder viajar muito com o skate conhecendo picos, pessoas e produzindo material e conteúdo com quem a vida for me apresentando. Maior dificuldade em se manter no skate? As situações mais difíceis que eu passei com o skate aconteceram por eu ser mulher. Desde não poder andar de skate por ser menina até ser assediada no meio da sessão de skate. Mas as minas estão se unindo e é uma honra ser mulher e poder partilhar dessa energia. Fale um pouco sobre seu foco para 2021? Me recuperar totalmente da lesão no tornozelo, evoluir meu role de skate e lançar meus projetos profissionais. Mensagem/Agradecimento... Queria agradecer a Deccs pelo espaço, a quem tá sempre me apoiando, a quem veio antes e abriu caminhos e em especial a quem tava no dia da foto. Foi a minha primeira foto e eu to feliz demais, foi simples, mas com muito amor. Uma frase? Vai dar tudo certo. [22] - DECCS MAGAZINE

FOTOGRAFO: @VINIGREIN / MANOBRA: NOSE STALL


Flow Girl

Flow/Girl

fotografo Perfil: @guardeiseufilme

RAISSA DELMONDES 24 Anos, 10 Anos de skate, Belo Horizonte – (BH) / @raissadelmondess

Se apresente aos leitores? Meu nome é Raissa Delmondes tenho 24 anos, sou skatista artista, e empreendedora, moro em Belo Horizonte /MG Nasci e cresci no Aglomerado da serra, Meu primeiro contato com skate foi na Praça sete de Setembro, centro de BH. Como foi o começo no skate? Eu estudava no centro de BH, e foi lá que tive meu primeiro contato com skate, na praça sete. Uma vez fui acompanhar uma amiga que ia vender brigadeiro na praça sete, aí eu vi um mano andando de skate e pedi pra dar uma volta, nesse dia eu tive meu primeiro contato com skate. Depois desse dia comecei a frequentar mais vezes a praça, e ia pra assistir as pessoas andando de skate. E minha amiga que vendia brigadeiro e morava no centro tinha um skate que era do ex namorado dela e ela me emprestava pra andar no centro depois eu devolvia. Um dia voltando pra casa de uma festa achei um skate na rua, fiquei olhando pra ver se o dono aparecia e nada, fui pra rua de baixo e comecei a andar com esse skate, e ele passou a ser meu primeiro skate…. Depois desse dia nunca mais parei de andar, só pensava em evoluir e me divertir nas ruas do centro. Qual sua maior influência no skate? Minha maior influência no skate são as pessoas que vejo andando de skate e fazendo arte na minha cidade, são as vivências que tive através do skate os amigos que fiz durante minhas trajetórias, ver minha família bem me influencia muito.

Qual manobra que se destaque em suas sessões? Olha, a manobra que eu mais curto é o beckside olli no gap mas eu curto muito um beckside heel na rampa!

mão. Meus planos para o futuro é continuar andando de skate e deixando minha marca no mundo através da arte. E deixar a vida fluir….

Playlist da sessão? Geralmente gosto de ouvir músicas que me inspiram a vencer meus medos e ser resistência nas ruas…com mensagens positivas e que condiz com a minha realidade. Algumas são -Racionais mcs -Clara lima -kamau -Parteum -Criolo -Thasha e Tracie.

Maior dificuldade em se manter no skate? Maiores dificuldades hoje em cima do skate é me manter com peças que estão cada vez mais caras. Não sou de consumir muito, mas acho que o básico é essencial para continuar na caminhada.

Você tem patrocínios ou apoios? Não tenho patrocínio nem apoios. Qual o seu maior sonho? Meu maior sonho é viajar o mundo e conhecer diversas culturas diferentes em cima do skate ! E ver minha família bem e com saúde! O que você tem feito hoje? Tem algo a nos contar sobre os seus treinos e planos futuros? Hoje eu tenho aproveitado cada momento intensamente, sem medo do que está por vir deixando a vida fluir e é assim que as coisas vão chegando pra mim, hoje depois de muito esforço e vivências acumuladas em cima do skate criei uma marca de roupas onde expresso meu estilo de vida, “@RIPPINGSK8. LSD”através do skate e da arte. Nela crio peças com estampas conceituais de desenhos autorais que eu mesma crio, e faço à

Fale um pouco sobre seu foco para 2021? Meu foco para 2021 é continuar escrevendo minha história nas ruas em cima do skate e em outros lugares, ter experiência novas e viver a vida deixando ela me surpreender….. e trabalhar pra mim através da minha nova marca @RIPPINGSK8.LSD Mensagem/Agradecimento... 11- Quero agradecer a Deusa por me permitir viver isso e me fortalecer cada dia mais! Quero agradecer minha família de rua, Neva Helena,meu vô que me fortaleceu no momento que eu mais precisei com a minha nova marca “@RIPPINGSK8.LSD” minha parceira Isabella Rodsil e ao Fel "SUAVE" por me dar esse espaço aqui de poder contar um pouco da minha história para outras pessoas se inspirar cada vez mais e seguir seus sonhos Uma frase? No fundo a gente sabe quem a gente é, é preciso silêncio para escutar a música.

FOTOGRAFO: @FELSUAVE MANOBRA: B/S HEELFLIP

DECCS MAGAZINE - [23]


FLOW Surf

Como nasceu a sua paixão pelo surfe? Começou através dos primos que surfava aí comecei e não parei mais ... Qual foi seu melhor momento numa prancha de surfe? Quando fiquei de pé a primeira vez.... Cada vez há mais mulheres que começam a praticar surfe. Por que aconteceu essa mudança? Pela popularidade .. Hoje o que o Surf significa para você? Oque mudou em sua vida depois do Surf... O surf pramin e vida .. o surf mudou meu modo de viver ... Me sinto mais saudável Além do Surf, você pratica outro esporte? Futebol e muay thai. Como Surf lifestyle a mantém tão jovem? Surf e vida. Patrocinador? Brasílians Creations

Rafael Xavier Eu tenho 32 Anos e 22 de surf, sou Surfista Lifestyle da cidade de Bertioga - (SP) Instagram: @Mi_e_rafa [24] - DECCS MAGAZINE

Seus treinos são frequentes? Sim todos os dias que tem onda .. Fale de sua Família, o que eles acham de ter uma super Surfista que está motivando a todos na cena do surf ? Minha família me apoia de mais ... Mensagem e Agradecimentos... Só agradecer por essa oportunidade aos meus apoiados .. @muitisal @beach fish @pineple


Flow Surf

Foto - @Tallesishii / Manobra: Bottom Turn

Foto - @Tallesishii / Manobra: Aéreo

DECCS MAGAZINE - [25]


FLOW NA MISSÃO

NA MISSÃO Como surgiu a ideia de sair na missão na rua? está produzindo algum projeto em video e foto em especial? Andar na rua com os amigos sempre foi natural as ruas são parques de diversão e nos só queremos nos expressar em meio ao caos da urbanização. Junto da família @sentee estamos produzindo alguns projetos que estarão nas ruas em breve, estes são Energia Natural e Monocromático. E em breve também a vídeo parte. Quais foram as dificuldades enfrentadas nessa missão? Essa missão foi a segunda vez que voltei no pico e a maior dificuldade foi enfrentar o medo e me permitir sentir o pico para fluir natural e conectado com o skateboard. Quais as parcerias envolvidas nessa missão? A família que soma: @sentee @junklifeforjade @camaron_ headshop. Qual a cidade que foi produzido? Dourados. Fale um pouco sobre o pico onde realizou a manobra? Pico sinistro sobre a rodovia da morte de dourados, desafio pois o chão em cima é ruim e a saída é na grama, mas pra quem gosta de um drop insano só chegar em dourados. Para finalizar, qual foi o maior desafio nessa missão? O maior desafio das missões é conciliar todos os corres da vida junto ao skateboard para continuarmos nos expressando do jeito que nos faz bem. Mensagem/Agradecimentos Grato pelo espaço e pela vida, skate é só arte é só expressão. façamos o que nos faz bem agradecer a toda família que corre junto e acredita. Juntos somos mais. Skate vive.

Bruno Ajala EU TENHO 19 ANOS E 9 DE SKATE SOU DA CIDADE DE DOURADOS – (MS) INSTAGRAM: @INSTA_JALA F OTO GR AF O: @B R AN K S S K T [26] - DECCS MAGAZINE


NA MISSÃO flow

FOTOGRAFO: @BRANKSSKT / MANOBRA: OLLIE SHIFT. DECCS MAGAZINE - [27]


FLOW NA MISSÃO

[28] - DECCS MAGAZINE


NA MISSÃO flow

F OTO G RA F O : @ B R ANKS S KT DECCS MAGAZINE - [29]


Flow Materia

55 VIDEO MAGAZINE - UMA GRANDE HISTORIA ATÉ AQUI!

Q

55 VIDEO MAGAZINE - CRIADO POR RODRIGO FEITOSA INSTAGRAM: @55VIDEOMAGAZINE

uando o olhar despercebido passa por uma prateleira cheia de livros, filmes, revistas, estamos vendo uma série de sentimentos em forma de contos, experiências e emoções.

[30] - DECCS MAGAZINE


A partir dessa energia em especial focada em vídeos de skate, muitas histórias estavam guardadas e mofando em prateleiras. Esta vibe será mostrada, através da digitalização de fitas VHS e DVDs. Com o trabalho de resgate de vídeos de skate surge o projeto 55 Vídeo Magazine, com uma curadoria e um desejo de redenção das raízes da cultura do skateboard do Brasil. Além dos resgates, também produzimos vídeos próprios para contar a nossa visão das manobras e histórias vividas através do skate.

DECCS MAGAZINE - [31]


FLOW Na Missão

NA MISSÃO Como surgiu a ideia de sair na missão na rua? está produzindo algum projeto em video e foto em especial? Meu parceiro Júlio gotinha me chamou pra sessão em sampa no Vale pois precisava de algumas fotos para alguns projetos dele e então rolou natural os clicks e essa foto em especial já pensei para produzir para a Deccs. Quais foram as dificuldades enfrentadas nessa missão? O principal de tudo foi o calorzão de sampa, e também a posição que fiquei agachado, foi um pouco cansativo, mas nada demais, porque eu amo fotografar. Quais as parcerias envolvidas nessa missão? Rua1, Clássic, Nachosysombrero, Ordemvideo, 220v Energético, Landfeet, Boss Company. Qual a cidade que foi produzido? São Paulo. Fale um pouco sobre o pico onde realizou a manobra? Vale do Anhangabaú, pico clássico de sampa que foi salvo graças aos skatistas locais de lá. Onde tem as bordas de mármores mais naipes e carregadas de muita história. Para finalizar, qual foi o maior desafio nessa missão? O maior desafio é o calor de São Paulo.

Julio Rodrigues E u sou Skat i s t a P ro f i ssi o na l, te nho 3 3 a n o s , 23 de s kat e s o u d a c i da de - Itú – (SP) / Meu instagram - @sbgotinha

[32] - DECCS MAGAZINE

Mensagem/Agradecimentos... Quero agradecer a Deus e a minha família e namorada. Agradecer à gotinha por ter me chamado para a sessão se não fosse ele não surgiria as fotos. E a Deccs por manter acesa essa chama do skateboarding em Revista.


Flow na missão

J U L I O RO D R I G U E S

Bs Crocked DECCS MAGAZINE - [33]


e d n a r g a um . . . a d a h n i cam

atista k s o d t r a p a video o d inedita a ç a t n s a i l v r e e r t s n a e r do em ra a i a f ç n Esta pa n o a C l r e s o i g ar va L e n n o n C a mg r a n d e p r o d u ç ã o q u e Onde começou a correria do Video? Começou pelas ruas de Florianópolis. sobre essa o g r a m a . C . . n e o v bre Lenn Qual foi a maior dificuldade no oncamargo

Instagram: @l3nn

processo de produção do video ? Infrentar alguns obstáculos, que observava, pelas ruas, e a falta de tempo, devido ao trabalho e as dificuldades de deixarem manobrar nos picos. Destaques do Video? Manobras inéditas em lugares conhecidos, no Brasil.... Quanto tempo do início até a finalização do Video? 2 anos de produção e até o final do ano tem mais, gravações ainda... Conte mais sobre o video? O vídeo tá sendo um projeto, de realmente mostrar minha evolução, devido anos de skate, fazendo tudo com amor e na dor de tomar skatada nas canelas e se ralar todo nas ruas, além disso mostra alguns lugares que sempre quis andar e somar com amigos, o vídeo se chama “nível Pro”

Fale sobre o Lançamento? O lançamento será fim de ano ali por novembro ou dezembro pra fechar o ano com chave de ouro. VideoMakers que estão produzindo a video parte? @jr.Souza @Guimarchi @joaofenope @nanrodriguez

F OTOGR A FO: @PROPRIAS PERN ASPR O D M A NOB RA : B/S BLUNT S LIDE [34] - DECCS MAGAZINE


F OTO G RA F O : @ P RO P RI A S P E RNAS PR OD M A N O BRA: OLLIE DECCS MAGAZINE - [35]