Deccs Skateboarding Magazine #40 - Revista Skate

Page 1




indice Editorial

Agradecimento e Novidades

ANDRE PAIVA

0404 -Deccs DeccsMagazine Magazine

Salve!! Meu nome é Andre Paiva satisfação total, Chegamos na edição N40, gratidão a todos que estão abraçando a Revista Deccs Magazine de uma maneira incrível e acolhedora, Gratidão por todos que estão na edição N40 e aceitaram o desafio de tão pouco tempo. Gratidão também a todos os Fotógrafos e todos os leitores que estão sempre marcando presença nas edições Decimal.

EDITORIAL DIRETOR EDITORIAL: ANDRE PAIVA

REDAÇÃO: DECCSMAGAZINE

EDITOR REVISTA: ANDRE PAIVA

CORREÇÃO: DECCS MAGAZINE

REVISÃO: DECCS MAGAZINE

PUBLICIDADE: 79 9984-1524 - ANDERSON

EDIÇÃO: ABR DIA 01 ED: N40

ASSINE: WWW.SHOP.DECCSMAGAZINE.COM.BR

A REVISTA DECCS MAGAZINE É UMA PUBLICAÇÃO DECIMAL DCS


indice Editorial

DANILO GARCIA

FOTOGRAFO: ALEX ROCHA (SANSÃO) INSTAGRAM: @ALEXROCHA_FOTOGRAFIA MANOBRA: OLIE INDY-AIR

INDICE

CAPA

CAPA - MAHRINA VEIGA: IND & EDIT - DANILO GARCIA FLOW/AM - MARLON LIMA : FLOW/AM - BRENO MATOS: FLOW/AM - KAUÊ GOMES : FLOW/AM - VICTOR AYUB : FLOW/AM - VICTOR AFONSO :

12-21 2-3 06 07 08 09 10

FLOW/AM - KAUAN TEIXEIRA : FLOW/CHECK: FLOW/GIRL: ISADORA GABRIELE FLOW/GIRL: MARIA EDUARDA FLOW/GIRL: PAULA CONC FLOW/INICIANTE: ANTONIO ELIAS FLOW/INICIANTE: SAMUEL AUGUSTO FLOW/MATERIA - CARRO 13 :

WWW.SHOP.DECCSMAGAZINE.COM.BR

11 26-31 23 24 25 32 33 34-35

Mahrina Veiga Esta em nossa Capa de ABRN40/ Com um B/s Croocked - Acompanhe a Entrevista inédita. Corre lá - Pag, 12-21. DeccsMagazine Magazine- -0505 Deccs


FLOW AM

MARLON

FLOW/AM

LIMA

18 ANOS, 8 ANOS DE SKATE, BARUERI - SÃO PAULO / @MARLON_LIMA_

Se apresente aos leitores? Salve Família. Me chamo Marlon Lima, tenho 18 anos, moro na Zona Oeste de São Paulo (Barueri) e hoje vou falar um pouco sobre o meu corre do skate. Como se interessou pelo skt? Mais ou menos ali na época de 2011, época até dos Emo e tals, teve uma febre de skate monstra aqui no meu bairro ( Jd. Paulista), todo mundo tinha skate. Quando vi os mano mandando as trick pela primeira vez,fiquei de cara, eu não conseguia entender a parada , era muito novidade pra mim porque até então eu só tinha tido “contato” com o skate no Vídeo Game Tony Hawk project 8. Então no mesmo ano, no meu aniversario, minha tia me deu um skate. Deixei o skate mofando em casa uma época mas depois comecei a andar e conhecer melhor. Sua família te apoiou no inicio? Apoiou sim, mas demorou um pouco pra mim ganhar meu skate porque minha família tinha medo de eu me machucar e pa. Depois de um tempo ficou de boa, nos meus primeiros campeonatos minha família até colava pra me ver. Quais são seus patrocínios? Nos últimos meses a Briks Skateboard ( @brikskateco) vem me dando uma força em relação a não passar os perrengue de ficar sem shape mas é um APOIO mesmo, não é nada certo. Agradeço ao Luís Volpi por fortalecer. O Rodrigo Leal ( Maizena) também me fortalece direto com os matérias, mas no momento não tenho patrocínios. Como esta sendo sua correria no cenário Amador? Os campeonatos estão suspensos nos últimos meses por conta da pandemia, então eu tô dando mais foco em Filmar na rua e fazer foto. Mas quando acabar isso tudo, quero voltar a correr uns campeonatos, mesmo nervoso eu curto a adrenalina dos camp. Como anda o movimento do skate Amador em sua cidade ? Já foi melhor. Alguns anos atrás aconteciam vários circuitos e campeonatos aqui nas pistas, até bolsa atleta da prefeitura rolava pra alguns manos, tinha aula de skate nas pistas e pa. Hoje em dia já tá mais fraco, os campeonatos diminuíram muito e falta um pouco de união de nós skatistas mesmo pra até exigir a melhora das pistas que infelizmente estão zoadas. Mas ainda sim tem uns moleque bom aqui : Douglas Dias, Bruno Vinicius, Wesley Santana, Rian Carvalho são alguns dos que estão fazendo um corre dahora do skate. Esta filmando para alguma vídeo parte? Qual? Há mais ou menos uma semana atrás eu e meus parceiros entregamos uma vídeo part da nossa Crew, chamado “YOUNGSZONE ” que está disponível no canal da Black media. Como esse vídeo já foi entregue, no momento tô com outro projeto juntamente com o meu mano Bruno Vinicius( br ) que tá filmando a gente pra um projeto de vídeo que ainda não tem nome certo. Qual foi sua ultima Trip ? Fui pro RJ em janeiro de 2021 com os moleque da minha Crew, passamos uma semana la na casa de um parceiro, um salve pro Paulo que sempre recebe a gente muito bem. Andamos de skate demais e aproveitamos a praia. Dificuldades das Ruas em manobrar ? A maior dificuldade mesmo é não estar com um skate bom no momento da missão .Andar de skate na rua já é difícil, sem peça boa fica mais difícil ainda (risos). Fale um pouco sobre seu foco para 2021? Meu foco pra esse ano é evoluir meu skate na Rua e filmar bastante, conhecer lugares e pessoas novas. Para finalizar, deixe sua mensagem e agradecimentos? Quero agradecer ao Jefferson Xavier que sempre me ajuda em relação a filmar e tirar as fotos. Agradecer aos amigos próximos também que sempre estão me incentivando de todas as formas. Só gratidão. Uma frase? Chora agora, Ri depois. 06 - Deccs Magazine

Fotografo: Jefferson Xavier Instagram: @Picpeu Manobra: Fs Nose slide


FLOW AM

BRENO

FLOW/AM

MATOS

18 ANOS, 5 ANOS DE SKATE, SÃO BERNARDO DO CAMPO (SP) / @BRENOMATOS_SKT

Se apresente aos leitores? Prazer, me chamo Breno Matos, tenho 18 anos e sou de São Bernardo do Campo. Como se interessou pelo skt? Quando eu vim morar em São Paulo, eu tinha 9 anos, conheci o skate com 13 anos, fui com minha mãe pra dar um passeio por São Bernardo, até que entramos em uma overboard e assim foi o meu primeiro contato com o skate, eu nunca tinha visto nada de skate e ninguém praticando onde nasci (Garanhuns-PE), a primeira vez que subir em cima do skate, senti uma sensação incrível, não queria nem descer mais, até que minha mãe viu a alegria que sentir por andar bem pouquinho e resolveu comprar o skate pra mim. Sua família te apoiou no inicio? Não tive nenhum apoio familiar no começo, minha mãe não se importava muito com eu andar de skate na frente de casa, até que eu fui ficando mais e mais apegado pelo o skate, e queria sair pra lugares que ela não conhecia, dai acabou que ela começou a me proibir bastante de sair pra andar. Quais são seus patrocínios? Love Skate Supply. Como esta sendo sua correria no cenário Amador? Nada fácil, porém tenho meus planos e acredito que quando essa pandemia passar, colocarei tudo em prática. Como anda o movimento do skate Amador em sua cidade ? O movimento vai indo bem por São Bernardo, diversos amigos meus estão na correria, sem pressa nenhuma, apenas deixando o corre fluir, me incentiva muito!. Esta filmando para alguma vídeo parte? Qual? Nesse tempo de pandemia não estou filmando muito, mas estou registrado algumas imagens, provavelmente não vai ser uma vídeo part, mas se der tudo certo vou ver bem o que pode sair mais pra frente. Qual foi sua ultima Trip ? Um evento pesadíssimo que rolou na inauguração da nova pista da saúde, meus parabéns ao trabalho incrível que os cara realizaram na pista. Dificuldades das Ruas em manobrar ? Muitos skatistas sabem que a rua não é fácil, eu mesmo, tem vezes que levo dias pra me adaptar ao pico dependendo da manobra que vou puxar, porém na minha opinião a rua é o melhor lugar de se evoluir. Fale um pouco sobre seu foco para 2021? Se as coisas melhorarem, andar de skate por mais tempo, gravar uma vídeo part, conhecer gente nova, correr campeonatos, e deixar tudo fluir naturalmente. Para finalizar, deixe sua mensagem e agradecimentos? Primeiramente a minha mãe e meus primos e todos os meus amigos por estarem acompanhado essa minha trajetória, obrigado love skate supply por estar sempre me fortalecendo, e obrigado decss por está disponibilizando o espaço, e parabéns por esse grande trabalho magnífico que estão produzindo, obrigado!!!! Uma frase? Em tudo sou grato a Deus!

Fotografo: Guilherme Miranda Instagram: @Gui_qq Manobra: Heelflip Deccs Magazine -07


FLOW AM

KAUÊ

FLOW/AM

GOMES

18 ANOS, 7 ANOS DE SKATE, CARAPICUÍBA ( SP ) / @KAUEGOMESSKT_ Se apresente aos leitores? Salve família skateboard , meu nome é Kauê Gomes , falo diretamente de Carapicuiba Z/O Como se interessou pelo skt? A 7 anos atrás um vizinho meu que já fazia um rolê de skate fortaleceu o seu próprio skate para eu começar a andar pelo fato de ele ter umas outras responsas , Salve ( Rafael ) satisfação ! Sua família te apoiou no inicio? Minha família tinha dúvidas do que eu me tornaria. E então para o começo desse incentivo foi preciso provar que o rolê sempre foi por amor e sempre andando no caminho certo ! Quais são seus patrocínios? Park Skate Shop fortalecendo ! Como esta sendo sua correria no cenário Amador? Sempre andando de skate e se divertindo com a crew , filmando as trick e evoluindo cada vez mais.

Como anda o movimento do skate Amador em sua cidade ?

O skate na Z/O em relação a amadores esta cada vez mais se multiplicando , crescendo e evoluindo. Esta filmando para alguma vídeo parte? Qual? Recentemente foi lançado o vídeo da nossa crew (Youngszone) e mesmo após o lançamento estamos gravando para soltar uma “part” individual de todos da crew. Qual foi sua ultima Trip ? Em janeiro no meio do mês , eu e mais um grupo de amigos fizemos uma viagem para o Rio De Janeiro (RJ) , uma experiência bem pesada e que proporcionou boas lembranças. Dificuldades das Ruas em manobrar ? O skate em si ele é difícil, nós que somos skatistas temos sempre que estar evoluindo.. Fale um pouco sobre seu foco para 2021? Algumas metas foram alcançadas , o real foco está ao todo , com tudo oque vem acontecendo necessitamos de saúde e proteção , mas no corre do skate sempre.

Para finalizar, deixe sua mensagem e Agradecimentos?

Agradeço a Decs pelo espaço e pela oportunidade , sou grato todos os dias ao meus amigos que sempre incentivou tanto no skate como em algumas paradas da vida , gratidão

Uma Frase?

Se Você tem um sonho, jamais Não desanda e faz o corre ! 08 - Deccs Magazine

Fotografo: Jefferson Xavier Instagram: @Picpeu Manobra: FLIP


FLOW AM

VICTOR

FLOW/AM

AYUB

20 ANOS, 9 ANOS DE SKATE, PORTO ALEGRE-RS / @VICTORAYUB Se apresente aos leitores? Salve rapaziada, meu nome é Victor, sou natural da cidade de São Borja, no interior do Rio Grande do Sul. Como se interessou pelo skt? O skate surgiu na minha vida quando eu tinha uns 7 anos de idade, quando meu vizinho ganho um skate de brinquedo e a gente andava em um mercadinho na frente da minha casa. Sua família te apoiou no inicio? Meu pai sempre me apoiou e me incentivou a andar de skate, gratidão enorme pelo o que ele já fez por mim Quais são seus patrocínios? Não tenho patrocínio. Como esta sendo sua correria no cenário Amador? Então, nessa pandemia não tá rolando evento então tô mais focado em filmar na rua.

Como anda o movimento do skate Amador em sua cidade ?

Na minha cidade natal a cena tá fraca, mas agora que eu estou morando em Porto Alegre, a gurizada faz acontecer. Esta filmando para alguma vídeo parte? Qual? Tô filmando pra minha primeira vídeo parte. Qual foi sua ultima Trip ? Conheci a quadrinha em Imbituba, lugar muito da hora. Dificuldades das Ruas em manobrar ? Dificuldade na rua sempre tem, mas a gente sempre busca concluir a missão. Fale um pouco sobre seu foco para 2021? Meu foco pra 2021 é conseguir fazer as imagens na rua pra logo menos largar a vídeo part. Para finalizar, deixe sua mensagem e agradecimentos? Quero agradecer toda a gurizada que corre comigo, e tá sempre fortalecendo na caminhada. Uma frase? Nunca desistir

Fotografo: Guilherme Isoppo Instagram: @isoppogui Manobra: Croockd Nollie flip out Deccs Magazine - 09


FLOW AM

VICTOR

FLOW/AM

AFONSO

28 ANOS, 16 ANOS DE SKATE, PALHOÇA - SC / @VICTTORAFONSO

Se apresente aos leitores? Me chamo Victor Afonso, ando de skate desde 2005 e além de ser skatista amador sou fotografo, e trabalho como Social Media. Como se interessou pelo skt? O skate sempre me acompanhou desde criança, mas foi em 2005 que realmente eu iniciei no lifestyle das ruas, na época eu já colava nas bancas de revistas e já flagrava as marcas e skatistas da cena, navegava em sites e sempre fui totalmente ligado ao contexto do skate de rua, nunca me dei bem em campeonatos, então fiz minha caminhada voltada pro lado Free Skate. Eu só me sinto vivo produzindo conteúdos. Sua família te apoiou no inicio? O inicio pra min foi da hora, eu era bem novo e só via o skate como uma diversão e sempre curtia ver outros skatistas nos picos que eu colava, minha família sempre me apoio e ajudava como podia me levando pra algumas pistas. Até hoje eles entendem que nunca foi só uma fase, eu realmente levei a parada pra vida e hoje já faz 16 anos que ando. O skate é meu eterno lifestyle! Quais são seus patrocínios? Strange Crew, Kamoa e Hammer Burgers

Fotografo: Daniel Bob Instagram: @danielbobfotos Manobra: WALLIE 10 - Deccs Magazine

Como esta sendo sua correria no cenário Amador? Na verdade eu nem me considero um skatista amador do corre, por que não corro campeonatos e nem tenho a pretensão de me tornar um profissional oficial tipo pela CBSK essas coisas, mas carrego comigo a eterna vontade de produzir os trabalhos e conteúdos para as marcas e projetos que me apoiam. Como anda o movimento do skate Amador em sua cidade ? Aqui na grande Florianópolis tem muitos skatistas bons, alguns fazem o corre certinho e viajam para outras cidades e buscam reconhecimento através do seus respectivos talentos, mas a falta de campeonatos impede que os mesmos possam ganhar destaque na cena local. O lance mesmo é sempre tentar se jogar para fora, pra ganhar mais vivência e bagagem de vida. Esta filmando para alguma vídeo parte? Qual? Sim, eu e meus irmãos da Strange Crew estamos filmando desde o final do ano passado para o nosso primeiro Full vídeo, intitulado Atividade de Rua, na qual pretendemos lançar final desse ano pelo canal da Black Media.

Qual foi sua ultima Trip ? Porto Alegre (RS) pra tirar uma brisa no I.A.P.I Dificuldades das Ruas em manobrar ? Na maioria das vezes as condições dos picos, chão ruim e etc... e também os seguranças e a policia que só atrasa o corre da arte de rua. Fale um pouco sobre seu foco para 2021? Esse ano pretendo me dedicar muito nos meus trabalhos como fotografo, e também preciso me puxar para a minha vídeo parte no projeto independente que estou fazendo junto com minha crew, além de andar tenho como meta ajudar outros skaters a ganhar visibilidade através do meu projeto @strangecrew.skateboard que esse ano completa 8 anos. Para finalizar, deixe sua mensagem e agradecimentos? Gostaria de agradecer a todos que me inspiram através da real arte, seja os meus amigos do skate, da música ou artistas independentes. Um salve à todos do underground, a rua é nossa casa! Uma frase? FUCK THE HATERS.


FLOW AM

KAUAN

Flow/AM

TEIXEIRA

17 ANOS, 5 ANOS DE SKATE, LENÇÓIS PAULISTA-SP / @KAUANTEIXEIRASKT

Se apresente aos leitores? Meu nome é Kauan, tenho 17 anos, ando de skate dês dos 12, sou de lençóis paulista interior de sp. Como se interessou pelo skt? Sempre achei da hora, meu irmão começou andar, eu já me interessei também, montei um skate pra mim, comecei andar e daí começou o amor pelo carinho. Sua família te apoiou no inicio? Depois que alguns meses. Quais são seus patrocínios? Nenhum. Como esta sendo sua correria no cenário Amador? Tá sendo bacana, estou na categoria Am faz pouco tempo, então não tem muito oque falar. Como anda o movimento do skate Amador em sua cidade ? Anda meio de vagar. Esta filmando para alguma vídeo parte? Qual? Por enquanto não, mas pretendo. Qual foi sua ultima Trip ? Em sp, colei em um evento que teve por lá. Dificuldades das Ruas em manobrar ? Dificuldade não tenho, só um pouco de tensão, mas sai às trick. Fale um pouco sobre seu foco para 2021? Pretendo conhecer novos picos, colar em eventos, viver mais o skate, ter experiências novas com o skate. Para finalizar, deixe sua mensagem e agradecimentos? Agradeço a o garcia pelo corre que fez, a diretoria da revista, agradeço pelo espaço e pela foto. Uma frase? Seja seu foco!

Fotografo: Arthur Gomes Instagram: @arthurgomesdasfotos Manobra: Nollie Nose Deccs Magazine - 11


Skater PRO

MAHRINA VEIGA NA EDIÇÃO DECIMAL DESSE MÊS NA DECCS MAGAZINE ESTAMOS TRAZENDO UM POUCO DA VIVÊNCIA DA SKATISTA QUE RECENTEMENTE PASSOU PARA PROFISSIONAL, SKATISTA DA CIDADE DE MARINGA-PR, COM MUITO SKATE, HOJE REPRESENTANDO O CENÁRIO PROFISSIONAL DE SKATE BRASILEIRO... CONHEÇA UM POUCO DA VIVENCIA DA MAHRINA VEIGA ... "SKATER PROFISSIONAL"

Mahr

MAH VEIGA TEVE SUA PRIMEIRA CAPA COMO AMADORA E AGORA LANÇANDO A SUA CAPA COMO PROFISSIONAL. ENTREVISTA POR DECCS MAGAZINE

@MAHVEIGA_

M

ah é incrível ter você aqui novamente, agora lançando Capa como Profissional, Conta um pouco sobre a trajetória? Salve família skateboard, primeiro de tudo quero agradecer muito pelo espaço aberto a todos os skatistas, que a Deccs Magazine vem proporcionando, sempre com excelente qualidade, criatividade e informação! Em minha primeira edição, há um ano atrás, passei um panorama desde meu início no skate, até o retorno pós lesão. De lá pra cá, a trajetória permanece com muita luta, ainda mais nesse momento ímpar que o mundo está vivendo, com a pandemia da Covid-19. Manter as bases do rolê e da mente são grandes desafios nesses tempos! Mesmo assim, colhi frutos importantes dessa jornada de quase 15 anos em cima do carrinho, um deles foi o Lançamento do Pro Model pela Jah Light Skate, o ingresso ao time do Vaca Loca Café Vegano e enfim o reconhecimento por parte da CBSK como primeira skatista a profissionalizar no Street, no Estado do Paraná. Com lockdowns, academias fechadas e praças interditadas, estou focando mais em estudos para desenvolvimento das organizações nas quais faço parte, e em ações de representatividade para o Skate Feminino. Mah você foi reconhecida como profissional pela CBSK, conte como foi essa experiência? Apesar de um pouco desgastante esse processo, como a maioria dos skatistas que já deram entrada no pedido, sabem. Foi gratificante ter uma resposta positiva, ainda mais depois de tudo o que passei e ouvi de muitas pessoas, que desacreditavam que eu voltaria a andar depois da cirurgia ou que não queriam ver uma menina que veio de baixo, passava dificuldades para manter seu rolê, viajar.... Andava em bairros afastados do centro e desenvolveu suas bases na rua, chegar a ter esse reconhecimento. A maior felicidade é receber inúmeras mensagens de pessoas que se inspiram em minha história para continuar seguindo suas convicções e sonhos, independente das adversidades que surgem. 3 - De amador para profissional o que mudou em sua caminhada? Não teve mudanças significativas, pelo menos por enquanto, pois a formalização coincidiu com essa fase sem eventos, queda do mercado e treinos escassos. Mas hoje, estou tendo uma outra visão do skate profissional e assim, buscando melhorias para ele também, agora a luta aumentou de tamanho rs! Você acompanha outros skatistas que se inspiraram em você ? Amo acompanhá-los, dar dicas, incentivar. Agora pouco mesmo, antes de começar a responder a entrevista, estava conversando com um menino de Atibaia, que me conheceu através da revista, estávamos trocando ideias e fotos de skate. É algo que senti falta quando comecei a andar, e sei que faz toda diferença na vida das pessoas. Levo isso como missão, pois para mim, isso é ser skatista, é pensar no todo, no futuro das novas gerações.

12 - Deccs Magazine

Fotografo: Roniel Fonseca Instagram: @ronielfonseca


rina veiga Skater empresario

PRIMEIRA MULHER A NARRAR UM CAMPEONATO BRASILEIRO DE STREET, EM 2019 - CLUBE CORINTHIANS ( FOTÓGRAFO @allisondecarvalho)

PRIMEIRA FOTO DE SKATE TIRADA ENTRE 2006/2007 - PISTA CENTRAL DE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS (FOTÓGRAFO DESCONHECIDO)

Deccs Magazine - 13


Skater PRO

Fotografo: Roniel Fonseca Instagram: @ronielfonseca

14 - Deccs Magazine


Skater pro

Conte um pouco sobre seus treinos e preparos físicos? Olha, devo confessar que tá osso! Rs Ano passado fui liberada da fisioterapia para andar somente se estivesse firme na academia, e aí plaww, tudo no abre e fecha repentino... Não está dando para manter constância, além da pressão que é pensar que se nos machucarmos, não haverá hospital para atender, o que afeta diretamente o psicológico de qualquer atleta. É um misto de sensações, tanto de impotência, quanto de que “estamos perdendo tempo”, como de falta de perspectiva do futuro. Busco fazer uns exercícios de propriocepção em casa, e com todos os cuidados saio raramente para andar de bike, skate na pegada, não está rolando. O que estou tentando fazer é treinar e focar a mente para não surtar mesmo rs! Algum desejo em especial que gostaria de almejar como skatista em 2021 ? Me manter segura com o que escolhi fazer, pois sei que meus deveres estou cumprindo, como skatistas precisamos dos nossos direitos assegurados, como um plano de saúde e uma renda que sustente, por exemplo. Fala um pouco sobre sua lesão e se já esta 100% curada? Pra quem não sabe, em 2018 tive uma lesão grave no joelho direito, nos treinos para o Oi Stu Qualifying Series, o engessamento de toda perna sem drenagem do líquido sinovial e a demora para liberação a da cirurgia, que aconteceu só em 2019, causaram o atrofiamento do músculo da coxa e calcificação da patela. O que rendeu muita dor, inúmeras sessões de fisioterapia e algumas sequelas, não só físicas. Hoje, depois de quase dois anos, consegui recuperar 85% do movimento e o psicológico vem sendo trabalhado aos poucos, em cada sessão que consigo fazer. Conte sobre alguma Trip que marcou sua caminhada ? Uma das que mais curti, foi para o Skate Para Meninas Street Show em 2011, caraca, fazem 10 anos disso! Foi uma das primeiras vezes que fui pra São Paulo com as meninas do Paraná. Um evento muito marcante, pois foi o primeiro voltado ao feminino que participei, com campeonato dividido em categorias feminino 1 e 2, Best Trick, árbitras mulheres: Tatiane Marques, Ana Paula Negrão, e Renata Paschini, tour pelas pistas, finalizando na Blue Square. Pude ver e conhecer de perto, Alexis Sablone, Leticia Bufoni, Eugenia Ginepro, dentre outras meninas da Argentina que ficaram num hostel junto com a gente! Meu nível de skate era bem diferente, mas isso era o que menos importava, a melhor coisa era estarmos juntas celebrando cada manobra e união, num evento totalmente inspirador! O que tem por vir para o ano de 2021? Acredito que sairão novos models, e não só de shape! E claro, muito trabalho pelo skate nos bastidores, para que possamos colocar em prática assim que essa onda pandêmica passar. Teremos sua Video Part em 2021 como profissional ? Nossa! Esse é um grande desejo do meu coração, desde os ajustes do primeiro Pro Model, esperamos que esse cenário nos deixe concretizar, se não, apenas em 2022. Conte um pouco sobre seu Pro Model, como foi o desenvolvimento dele? Quando entrei na Jah Light, meu patrocinador já queria mandar fazer, porém eu dei uma segurada, pois ainda não tinha sido liberada para andar. Eu queria ter confiança que voltaria, mas algumas pessoas já esperavam e cobravam, pois consideravam muito toda a história que construí no skate, e mesmo se eu não voltasse a andar, queriam ter um model meu em sua parede ou nos pés, isso é algo que me emociona muito. E acabou dando tudo certo, voltei a andar, fui realizando outros sonhos e obtendo novas conquistas, como sair em maiores mídias, como o que foi oportunizado aqui na Deccs, conseguimos nos unir no Paraná para realização de eventos femininos e demais reivindicações através do Movimento Gurias Skateboard, trabalhando junto da

Fotografo: Roniel Fonseca Instagram: @ronielfonseca

Deccs Magazine - 15


Skater PRO

Associação Feminina de Skate e outras entidades pra muita coisa acontecer, fui também convidada a ser locutora do Brasileiro em 2019...E senti que chegou o momento de lançar o Model! Foi bem louco, pois aconteceu logo que decidi me mudar de Curitiba, cidade onde lancei as sementinhas durante anos. A arte foi desenvolvida pelo Artista e Skatista Maringaense Rique.sk e traz em sua mensagem: Força; Sustentabilidade; Alimentação Saudável; e a principal: Família: Lembranças da minha maior incentivadora: Rosemeri Teresinha Rocha (mãe), que sabendo o quanto eu gostava e gosto de abacate, plantou um pé em nosso quintal, me esperava pós campeonatos e trips, sempre com uma vitamina em mãos, elas me fortaleciam. "Quando sabemos o quanto algo importa para quem amamos, nos movemos, e é isso que eu levo dia-a-dia pelo skate: ''AMAR É AÇÃO, AMAR É REMAR TODO DIA." Conte um pouco sobre as marcas que fortalecem a sua caminhada ? São elas: Jah Light Skate e Vaca Louca Café Vegano, A Jah Light, como citei acima, somou desde quando eu estava em processo de recuperação, embarcou também apoiando os eventos de skate feminino do Gurias junto conosco, e mesmo com essa crise, segue enviando as cotas de acordo com o possível, e está com uma equipe grande de skatistas. O Vaca Louca Café Vegano é um ambiente que sempre amei desde que vim as primeiras vezes para Maringá, há uns 7 anos atrás, localizado ao lado de um dos spots favoritos, o Banks, sempre fortaleceu a cena local. Um dos donos é pioneiro da modalidade BMX na cidade e sempre amou o skateboard e as culturas e rua. Nossas visões de mundo batem muito, e além de garantirem alimentação saudável sem sacrifício animal, e super acessível, sempre estão de portas e coração abertos para um bate-papo e novas idéias. Agradeço muito a Deus por tudo o que tem proporcionado viver, pelas pessoas maravilhosas que encontrei e que me dão suporte nessa caminhada, também pela força, essencial na superação de cada desafio. Desejo saúde e vida longa a todos, para que possamos juntos celebrar novas conquistas para o skate e para o mundo. Tamo Junto! Skate Salva Siempre ----------------------------------------------------------Créditos - Fotografia Fotografo: Roniel Fonseca Instagram: @ronielfonseca

16 - Deccs Magazine


Skater pro

Fotografo: Roniel Fonseca Instagram: @ronielfonseca

­ Deccs Magazine - 17


MAHRIN Skater pro

Fotografo: Roniel Fonseca Instagram: @ronielfonseca

19 - Deccs Magazine


A G I E V A N pro Skater

Fotografo: Roniel Fonseca Instagram: @ronielfonseca

Deccs Magazine - 18


Skater pro

20 - Deccs Magazine


Skater pro

Fotografo: Roniel Fonseca Instagram: @ronielfonseca

Deccs Magazine - 21


FLOW Girl

Flow/Girl

ISADORA GABRIELE

11 Anos, 3 anos de skate, Lençóis Paulistas - SP / @Isaxavierskatelife Se apresente aos leitores: Meu nome é Isadora, tenho 11 anos e 3 de skate, moro em Lençóis Paulistas - São Paulo e represento o skate Feminino. Quando você começou a andar de skate? Como foi esse começo? Em 2018.Sempre gostei das coisas radicais e sempre quebrei tudo que meus pais me davam aí pedi um skate de Natal e papai Noel foi bem legal kkk então me encontrei .depois disso nunca mais parei de andar skate é minha vida. Qual foi o maior incentivo? Meus pais , meus patrocinadores,Tiago Negrety,García. Qual manobra que se destaque em sua sessões? Eu gosto muito de mandar o varial flip ppis acho uma manobra muito bonita. Que tipo de som você curte ouvir para andar? Gosto muito de trap isso me empolga bem Kk. Você tem patrocínios ou apoios? Sim patrocinador é a dreams skateboad e apoio da Flash ramp Park e Orígenes. Qual o seu maior sonho? Ser skatista profissional. E ganhar a vida fazendo o que amo. O que você tem feito hoje? Tem algo a nos contar sobre os seus treinos e planos futuros? Treinado duro . Então estou correndo uns camps on line e estou no top junto com as barbas e assim que passar a pandemia quero voltar a correr os camps presenciais e viajar bastante. Maior dificuldade em ser skatista na sua area? Maior dificuldade é que na cidade onde moro só eu de menina que faço um rolê de skate então fica meio difícil ir pra pista as vezes , não que eu sofra preconceito ou algo do tipo é que sou pequena e meus pais as vezes não podem me levar mais mesmo assim consigamos dar um jeitinho pra ir todos os dias. Fale um pouco sobre seu foco para 2021? Quero correr mais camps . E esse ano quero me classificar no campeonato Paulista pra poder correr o brasileiro .Ja sou campeã paranaense mais agora que mais um título a mais pra minha carreira. Mensagem/Agradecimento? Quero agradecer a revista por ceder essa oportunidade também a Deus primeiramente e quero agradecer o tio García por me ajudar no dia da gravação e o pumba fotógrafo o Rivero pela filmagem do vídeo a minha equipe dreams skateboad e meus pais por acreditar em mim . Uma frase? Seja conduzido pelo seus sonhos. 22 - Deccs Magazine

Fotografo: Arthur Gomes Instagram: @Arthurgomesdasfotos Manobra: Big ollie no gap


FLOW Girl

PEPETAH OLIVEIRA 28 Anos, 15 anos de skate, Sobral-Ceará / @pepetah

Se apresente aos leitores? Meu nome é Edilândia, conhecida como pepetáh Como foi seu começo no skate? Comecei, com 13 anos antes de anda de skt eu andava de patins ae teve um campeonato de skate aqui na minha cidade. E um cara que andava de skate me chamou pra participar na época era válido tentativa eu participei, e fiquei em 4*lugar depois desse campeonato não parei mais de anda de skt, meu primeiro skate foi minha mãe que mim deu até o primeiro tênis de skate foi ela quem mim deu. Minha família sempre me apoia. Qual foi o maior incentivo? Minha mãe e meu pai Eles sempre me apoia. Qual manobra que se destaque em sua sessões? Antsmith Que tipo de som você curte ouvir para andar? Eu gosto mais da batida do som eletrônica e alguma variadas, gospel, biat. Você tem patrocínios ou apoios? Só um apoio que é dá dochville. Qual o seu maior sonho? Ser profissional e viaja pra vários lugares pra fazer imagem fotográfica de manobra e conhece outras menina que ande de skate. O que você tem feito hoje? Tem algo a nos contar sobre os seus treinos e planos futuros? Eu treino 4 dia na semana na quarta, quinta e domingo vou pro culto na igreja o restante da semana eu vou anda de skt. Maior dificuldade em ser skatista na sua area? Pra mim no momento tá sendo a falta de patrocínio que é muito difícil pra mim, quando eu ganho algum campeonato eu vendo as peças e guardo a grana pra ir pra outro campeonato. Fale um pouco sobre seu foco para 2021? Meu foco é treina e participar de um evento grande fora. Mensagem/Agradecimento? Sou grata a Deus por tudo por ter minha mãe e meu pai que sempre me apoiaram. Uma frase? Nunca Desista dos seus sonhos

Foto: Arquivo pessoal

Deccs Magazine - 23


FLOW Girl

MARIA

FLOW/GIRL

EDUARDA 15 Anos, 5 anos de skate, Itapetininga-SP / @duda.piloto

Se apresente aos leitores? Salve família, me chamo Maria Eduarda, tenho 15 anos, nasci e moro em Itapetininga/sp. Quando você começou a andar de skate? Como foi esse começo? Então comecei a andar de skate por que minha irmã andava com uns amigos por diversão, eu via ela andando, me interessei, e um dia pedi a ela para me ensinar. No começo ela tinha medo q eu me machucasse e não deixava muito, mas mesmo assim sempre que eu conseguia pegava o skate dela escondido e tentava andar. Depois de um tempo minha família percebeu que eu gostava mesmo daquilo e começaram me apoiar, ganhei uns 2 skate de brinquedo até que um dia no meu aniversário minha tia me deu um de verdade que facilitou muito para eu começar a evoluir de verdade. Depois disso eu fiz amigos na rua onde eu morava e andei la durante 2 anos só no solinho mesmo, fui começar ir na pista de skate em 2018 e ate hoje nao parei mais. Qual foi o maior incentivo? Meu maior incentivo foi sempre a minha vontade de andar de skate, aprender manobras, superar meus medos, e alcançar meus objetivos. Qual manobra que se destaque em sua sessões? Minha manobra dos sonhos sempre foi 360 flip, e hoje posso dizer q finalmente aprendi ela, e é uma sensação maravilhosa todas as vezes que eu acerto essa trick, e cada dia estou fazendo de tudo para deixar ela mais na base o possível. Que tipo de som você curte ouvir para andar? Não costumo ouvir música andando, mas quando estou num campeonato e está tocando um som, curto muito os raps mais antigos que trazem muita ideia sobre a rua, vivências etc, como racionais, sabotage, djonga, criolo entre outros. Você tem patrocínios ou apoios? Atualmente não, mas estou treinando bastante para estar somando com alguma marca futuramente. E também tenho meus amigos que me ajudam muito com shape, tênis e sempre estão me fortalecendo com o que preciso. Qual o seu maior sonho? Hoje meu maior sonho é viver do skate, viajar o mundo através disso, competir campeonatos mundias e fazer o que amo o resto da vida. O que você tem feito hoje? Tem algo a nos contar sobre os seus treinos e planos futuros? Com meu treinador André Hiromi, estamos trabalhando bastante para minha evolução, infelizmente com todo esse caos da pandemia estou um pouco limitada mas estou produzindo alguns conteúdos de rua. Melhorando a situação vamos trabalhar novamente na pista, meu foco está em campeonatos e buscando parceiras pra somar na minha caminhada. Maior dificuldade em ser skatista na sua área? Hoje em dia não vejo nenhuma grande dificuldade para mim, por eu ser menina e andar de skate as vezes rola um certo preconceito com pessoas de fora que não conhecem a cena do skate. Mas graças a Deus aqui na pista que eu sou local todos tem um grande respeito por mim e por todas as meninas que andam. Fale um pouco sobre seu foco para 2021? Principal plano para 2021 é evoluir muito, treinar bastante e quando a pandemia der uma trégua participar de eventos e campeonatos. Mensagem/Agradecimento? Quero agradecer a Decs Magazine pela oportunidade de estar mostrando um pouco do meu corre para vocês. Obrigada também a todos meus amigos e familiares que me apoiam nessa ideia que é o skate! Gratidão!!! Uma frase? É preciso impor a si mesmo algumas metas para se ter a coragem de alcançá-las. 24 - Deccs Magazine

Fotografo: Arthur Gomes Instagram: @Arthurgomesdasfotos Manobra: Rock slide


FLOW Girl

PAULA

FLOW/GIRL

CONC

30 Anos, 14 anos de skate, Rio de Janeiro- Maricá (RJ) / @paula_conc Se apresente aos leitores: Olá! Meu nome é Paula Conc, skatista carioca. Adoro tricks criativas e obstáculos diferentes. Além de andar de skate, atuo com comunicação científica. Adoro brilho, cores, céu azul, sol e praia. Quando você começou a andar de skate? Como foi esse começo? Comecei a andar de skate aos 16 anos junto com amigos num brizolão perto de casa. Depois passei a andar na pista da Granito, onde conheci meninas que também estavam começando no skate. Qual foi o maior incentivo? Minhas amigas qua também andavam na época e também meus pais. Qual manobra que se destaque em sua sessões? Handplant rock'n roll e flamingo Que tipo de som você curte ouvir para andar? Punk, funk ,samba enredo,etc... Rs! Você tem patrocínios ou apoios? Vaka Skateboard e Transtorno Skateboard. Qual o seu maior sonho? Uma minirrampa no quintal de casa. E um freezer do lado! Hahaha! O que você tem feito hoje? Tem algo a nos contar sobre os seus treinos e planos futuros? Tenho buscado tricks e obstáculos diferentes para me divertir e fazer vídeos. E após a pandemia, desejo aumentar meus dias de sesh, e participar mais de alguns campeonatos, estar mais junto da galera. Maior dificuldade em ser skatista na sua area? Ofertas para skate feminino e criativo. Fale um pouco sobre seu foco para 2021? Aprender tricks diferentes, filmar e fotografar mais. Mensagem/Agradecimento? Agradeço a todos que de alguma forma estão presentes na minha vida fazendo a diferença para melhor. #coraçãozinho #chuvadebrilho/ Uma frase? "Ousadia e alegriaaaa!"

Fotografo: Jonathan "Bactéria Instagram: @jonathanbacteria Manobra: Handplant Deccs Magazine - 25


CHECK

SKATER: GREG FELIX INSTAGRAM: @GREGFINGERBOARD MANOBRA: NOLLIE FS CROOKED NOLLIE FLIP OUT

26 - Deccs Magazine


MANOBRA: FLIP

MANOBRA: BS FLIP

MANOBRA: FLIP FS NOSE TAIL

Deccs Magazine - 27


CHECK

Fotografo: Dennes Ferreira Insta: @dennesferreira

28 - Deccs Magazine

SKATER: SAMUEL PIRES - INSTA : @SGT_SAMUELPIRES - MANOBRA: FS NOSEBLUNT SLIDE REVERSE


CHECK

Fotografo: SID-PICS Insta: @sidpicsfotografo SKATER: WELLINGTON - INSTA : @MUSQUITOSK - MANOBRA: SWITCH FLIP

Deccs Magazine - 29


CHECK

Fotografo: Joao Fenope Insta: @joaofenope 30- Deccs Magazine

SKATER: PIETRO NUNES - INSTA : @PIETRONUNESKT - MANOBRA: FRONTSIDE OLLIE


CHECK

Fotografo: Tiaguinho Insta: @tiaguinho_films SKATER: FILIPE DIEHL - INSTA : @FILIPE_DIEHL- APOIO: @DSSKATESHOP MANOBRA: CROOCKD TO FAKE

Deccs Magazine - 31


FLOW iniciante

ANTONIO

FLOW/INICIANTE

ELIAS

15 ANOS,5 ANOS DE SKATE, LENÇOIS PT - SP / @ANTONIO3LIAS_SKT

Se apresente aos leitores? Meu nome é Antonio elias, tenho 15 anos, ando de skate dês dos 9 pra 10 anos de idade, sou de Lençóis paulista inteiro de sp. Como se interessou pelo skt? Quando eu era criança meu pai me deu um skate, mais não levei muito a sério por ser muito novo, mais já gostava bastante, aí quando fiquei mais velho peguei interesse pelo carrinho, enchi o saco da minha mãe pra me levar na loja e montar um skate, elá me levou, aí foquei e tô até hj no corre. Sua família te apoiou? Eles não ligam muito. Quais são seus patrocínios? Nenhum Como esta sendo sua correria no cenário do skate? Tá da hora demais, estou andando todos os dias com meus amigos treinando e aprendendo manobras, e o mais importante c divertindo bastante. Esta filmando para alguma vídeo parte? Qual? Ainda não, mais já tá nos planos. Como anda o movimento do skate em sua cidade ? Tá da hora, tem muita molecadinha começando andar agora. Conta um pouco sobre sua ultima Trip ? Minha última trip, foi pra sp, correr um campeonato. Dificuldades das Ruas em manobrar ? Não muito, o psicológico fica mais abalado por ser rua, mais não pode pensar muito, tem que se jogar. Fale um pouco sobre seu foco para 2021? Andar muito de skate, treinar, evoluir c divertir bastante e fazer novas amizades. Para finalizar, deixe sua mensagem e agradecimentos? Queria agradecer, Garcia Rodrigues também o Arthur Gomes pela foto, e a deccs magazine pelo espaço. Uma frase? EU TENHO UM SONHO.

32 - Deccs Magazine

Fotografo: Arthur Gomes Instagram: @Arthurgomesdasfotos Manobra: Nose slide


FLOW iniciante

SAMUEL

Flow/iniciante

AUGUSTO

14 Anos, 2 anos de skate, Ribeirão Pires - Sp / @Szskt_samu Se apresente aos leitores? Salvee, meu nome é Samuel tenho 14 anos, nasci e to sendo criado em Ribeirão Pires (Grande ABC) e sou skatista iniciante. Ando de skate desde os 6 anos, porém comecei a vive ele a 2 anos atrás no final de 2019. Como se interessou pelo skt? Graças ao meu tio, ele me chamou para ir na casa dele que eu ia ter uma surpresa e na época eu tinha uns 5 anos, chegando lá tinha uma árvore de natal gigante, com vários presentes em baixo e ele falou "o teu é aquele ali". Era o maior que tinha, eu fiquei feliz de mais pois eu achei que era uma guitarra. Ai chegou no dia do natal, eu ganhei o presente, abri e era um skate fiquei muito mais feliz. Sua família te apoiou? Apoia mas não apoia, eles aceitam que ando mas me enche o saco. Quais são seus patrocínios? No momento eu não tenho. Como esta sendo sua correria no cenário do skate? To iniciando ela, esse ano ai eu to na bala pra lança um vídeo, não é uma vídeo part, eu to tendo de inspiração o Murilo Romão. Aguardem... Esta filmando para alguma vídeo parte? Qual? * Não, no momento não. Como anda o movimento do skate em sua cidade ? Bom mas da para melhora. Em relação aos skatistas ta bom, mas agora ao nível da pista e condição do skate aqui ta péssimo. Aqui tem 1 skateshop que vende as parada com uns preços absurdos de caro e a pista foi abandonada, se não é os local a pista ainda ia ta cheia de buracos. Conta um pouco sobre sua ultima Trip ? Infelizmente eu nunca fiz uma trip, mas como eu moro em. Dificuldades das Ruas em manobrar ? Acredito eu que as pessoas a sua volta, mas eu não vejo isso como dificuldade. Isso para mim é charme, é o que da aquele "felling" bom de anda na rua, tudo na rua é mais vivo. Fale um pouco sobre seu foco para 2021? Meu foco é estuda e anda de skate, o resto é consequência. Tenho minhas metas, mas não é meu foco ainda. Para finalizar, deixe sua mensagem e agradecimentos? "Obrigah skateboh" é assim que os pro fala né? Kakakakaka Mas é isso, obrigado pela oportunidade e eu nunca imaginei que isso poderia acontecer assim de repente. Mãe to em uma revista. Uma frase? Viva não sobreviva...

Fotografo: Renan Rezende Instagram: @rnnzeravac Manobra: Fs 180 fakie nose grind Deccs Magazine - 33


MATÉRIA carro 13

MATERIA ´

CA R R O 1 3

S

alve rapaziada firmeza , sou Maicon Reginal e venho a agradecer a Deccs Magazine pela oportunidade que estão nos dando ! Esse carro é conhecido como Carro 13 , é de um amigo nosso que se chama Diego Korn , um nome muito forte no skate brasileiro, o carro tava sempre na frente da loja da Lixa 13 ,assim que eu vi parado mais de um dia , perguntei “Eae Diego quando vamos manobrar nele ?”, ele respondeu “ Só vamos esperar um pouco pra ver oque vamos fazer com ele !” E passou uns dias e não deu outra , ele manobrou no carro , vi o vídeo e não perdi a oportunidade pra colar nessa sessão com ele, é chamei meus amigos pra colar também , assim que chamei meu amigo Silas Ribeiro ele deu um salve no Lou Tenca para registrar essa sessão, é assim rolou esse Bs Fake Nose Grind , e Bs Grind do meu irmão ,foi uma vivência e tanto que será guardado pro resto da vida ! Muito grato pela sessão e a todos que estavam junto ! -------------------------------------------Créditos Skaters Maicon Reginaldo Nicolas Reginaldo Cidade Carapicuíba Zona Oeste de São Paulo Instagram @maicon_limaa_ @_nicolaslima1 Fotografo Lou Tenca - @lou_tenca

34 - Deccs Magazine

Fotografo: Lou tenca Instagram: @lou_tenca Manobra: Bs fake Nose grind


MATÉRIA PROJETO

O 13 Fotografo: Lou tenca Instagram: @lou_tenca Manobra: Bs grind

Deccs Magazine - 35