Page 1

Publicação da Instituição Amélia Rodrigues - Nº 46 - Jan/Fev/Mar de 2016 - Santo André - SP

Educação para o Amor Entender e educar as emoções é condição primordial para viver em equilíbrio, em qualquer fase da vida. Então, por que não começar esse aprendizado na infância? Essa é a proposta da Instituição Amélia Rodrigues, em 2016. De acordo com Andréa Santos, Coordenadora Pedagógica da Entidade, o Projeto Anual tem como foco orientar a criança a entender seus próprios sentimentos e a respeitar o do próximo. “Ao fortalecer a afetividade, nos tornamos pessoas mais felizes, éticas, seguras e capazes de conviver com os outros”, assegura a coordenadora. “Acreditamos que ao falar sobre sentimentos criamos um ambiente acolhedor, mais humano”, observa. Na prática Dizer o que nos faz bem e o que nos incomoda, assim como não somatizar angústias e ansiedades, nem sempre é tarefa simples. “É difícil para um adulto expressar o que sente, imagine para uma criança”, relata a educadora Luciana Justo. Alegria e tristeza, amor e raiva, ciúmes, gratidão, amizade, nervosismo, mudanças, perdas e paz fazem parte dos temas que serão abordados. Para estimular os pequenos a falarem sobre isso, a educadora comenta que o primeiro passo é estabelecer a conança. Para tal, estão sendo realizadas atividades que visam estimular a criança a dar esse passo. O educador tem por função conduzi-las em busca de saídas

que auxiliem na transformação de sentimentos ruins em sentimentos nobres. Gratidão Faz parte ainda do Projeto Anual levar as crianças “ao passado” para conhecerem a história da Instituição Amélia Rodrigues, que em 10 de novembro completará 30 anos de existência, e com isso vivenciar a gratidão. De acordo com a educadora Camila Matos, com a ajuda das voluntárias da costura, foram criados os bonecos Miguel e Terezinha Sardano, fundadores da Entidade e protagonistas das vivências e dos sentimentos envolvidos nessas três décadas de atividades. “Estimulamos a participação das crianças para a composição das mascotes. Uma delas observou que dona Terezinha adora colares, e que a boneca não tinha um”, destacou. Os pequenos estão aprendendo também sobre vida e obra de Amélia Rodrigues, que dá nome à Instituição (veja página 08).

Instituição

Amélia Rodrigues


Editorial

Mulher, simplesmente, mulher Algo que ressuma como absurdo é discutir os direitos da mulher. Questionar o que ela pode ou não pode, deve ou não deve fazer, já é discriminação de gênero, ou seja, o sexo feminino é diferente do masculino, o que leva o movimento feminista, por meio de várias instituições, reivindicar, lutar e proclamar o direito de igualdade. Na Terra existem ainda culturas que a consideram e a tratam como propriedade do homem, e que estabelecem normas que restringem sua liberdade. De onde vem esse costume machista, prepotente, escravagista e desumano? A nosso ver, a resposta está na história da civilização humana (pouco civilizada ainda) e nós chamamos de livros sagrados de religiões milenárias. Infelizmente, essa herança cultural ainda persiste em alguns países do Oriente. Isso não é nenhum segredo e pode ser constatado na mídia. No Ocidente, o machismo se manifesta na violência contra a mulher e as crianças, o que merece nosso repúdio.

O tempo e a evolução vêm comprovando a capacidade, a competência e o valor da mulher em todos os ramos das atividades humanas. Isso para falar apenas do lado material, prossional, doméstico. E o que diz respeito à sensibilidade, à ternura, à beleza, à maternidade? A mulher, mãe de família, esposa, educadora é a segurança do lar. A presença feminina, no Ocidente, está em toda parte como parceira, trabalhando ao lado do homem, construindo uma sociedade melhor. É evidente que há exceções. O mundo não sobrevive sem a mulher. Quanto a uma parte do Oriente, que ainda não a respeita, só nos resta a compaixão e a misericórdia divina.

Aedes Aegypti: aqui não Percebendo a preocupação das crianças em relação ao mosquito Aedes Aegypti, as educadoras Letícia Matos e Luciana Justo tiveram a ideia de iniciar campanha de esclarecimento e combate ao causador das doenças Zika Vírus, Chikungunya e Dengue, na Instituição Amélia Rodrigues.

2

Foto: Divulgação

|Crianças zeram campanha de conscientização na creche

Segundo a educadora Letícia, os educandos estavam receosos perante os mosquitos que apareciam. “Começamos explicando que nem todos são o Aedes Aegypti, e que esse tem carac-terísticas próprias”, pontou. As educadoras elucidaram as crianças apresentando imagens do mosquito, bem como as doenças que provoca, os sintomas e forma de combater os criadouros. Os pequenos confeccionaram material de divulgação e saíram pela creche distribuindo folhetos pelos departamentos e vistoriando os ambientes. “Não pode deixar água parada”, repetiam em coro.

Uma Publicação da Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues Presidente: Miguel Sardano 1º Vice-presidente: Baldir Padilha 2º Vice-presidente: Terezinha Sardano Rua Silveiras, 17 – Vila Guiomar Santo André SP - CEP: 09071-100 Tel. (11) 3186.9788 contato@ameliarodrigues.org.br www.ameliarodrigues.org.br Textos: Suzete Botasso Revisão: Miguel Sardano, Terezinha Sardano, Nádila Gilotti e Rosemarie Giudilli Equipe Técnica: Adriana Padilha Protti e Andréa Santos Projeto Gráfico e Diagramação: Marco Beller - (11) 4438.8834 Impressão: Lis Gráfica e Editora - (11) 3382.0777 Tiragem 5.000 Copyright Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo deste informativo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da entidade.


Aconteceu

Noite da Pizza reúne mais de 450 pessoas na Amélia Rodrigues Em clima de alegria e descontração, mais de 450 pessoas tiveram a oportunidade de comer bem, cantar e dançar durante a 52ª Noite da Pizza com Música ao Vivo, realizada na Instituição Amélia Rodrigues, dia 12 de março. Durante toda a noite, a Banda DM conduziu o público com vasto repertório musical composto por hits dos anos 80, 90 e atuais. Já o paladar dos presentes foi saciado com deliciosas pizzas nos sabores Calabresa, Muçarela, Atum, Marguerita e à Moda. Tudo montado e servido por uma equipe de mais de 40 trabalhadores voluntários, em sistema rodízio e viagem.

|Público pôde comer bem e se divertir no local

O evento contou com patrocínio e apoio das empresas: Aja Alimentos, Banda DM, Chicaroni Água Potável, Flytour, Ossel, Pantera Imóveis, Planet Copiadora e Protecin. E também Queijos Joana, Victory English e Studio Embalagens. A Instituição recebeu ainda doações da Laticínios Verona.

|Pizzas foram ser vidas no sistema rodízio

Acompanhada da lha e amigos, Olívia Santos disse ter adorado o evento. “As pizzas estavam deliciosas, com a massa crocante, ninha e bem recheada”, relatou. “O ambiente também estava excelente, muito harmônico. Até dancei”, disse. Para Nelson Roberto Gomes foi uma noite linda. “Pude rever os amigos, ouvir boa música e comer uma pizza excelente. E o melhor de tudo, ajudar as nossas crianças”, pontuou. “Foi 10. Parabéns a todos”, elogiou. |Banda DM tocou vasto repertório musical - Fotos: Bárbara Almeida

3


Fotos: Arquivo


Acompanhe o que aconteceu no primeiro trimestre de 2016 01 Fase II B - Artes | 02 Berçário II | 03 Maternal I - Projeto Fraldinha 04 Projeto Gestantes | 05 Berçário II - Aula de Música 06 Fase I B - Parque | 07 Projeto Alimentação *SCFV 08 Berçário I | 09 Panetone Gigante | 10 Fase I A - Projeto Caixa Surpresa 11 Fase II A - Jogos | 12 Carnaval *SCFV *S.C.F.V - Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos


Aconteceu

Educandos ganham novo Espaço para Leitura Imagine um lugar cheio de vida e de cor para que as crianças possam viajar pelo universo do conhecimento. Essa é a proposta do novo Espaço de Leitura, inaugurado no início do ano, na Amélia Rodrigues. Com mais de mil títulos à disposição dos educandos, os livros foram todos catalogados por temas para facilitar a

consulta tanto dos educadores quanto dos pequenos leitores. Uma das responsáveis pelo trabalho de organização, que contou com o auxílio de outras prossionais, foi Luciana Justo. Segundo a educadora, antes os livros disputavam espaço com os brinquedos, na brinquedoteca, agora não mais. “As crianças têm adorado a novidade”.

Foto: Divulgação

|Local facilita acesso aos títulos

Sala de Informática está de cara nova

Foto: Bárbara Almeida

|Equipamentos foram substituídos

Os Educandos da Amélia Rodrigues já podem contar com uma Sala de Informática totalmente reformulada. No mês de março, toda a parte de equipamentos, bem como mobiliário, foram trocados e atualizados por meio de verba de emenda parlamentar, da Secretaria de Desenvolvimento Social do Governo do Estado de São Paulo, indicação do Deputado Estadual Davi Zaia. De acordo com Inês M. Penachio,

analista de suporte de informática da entidade, a mudança foi signicativa. “Antes trabalhávamos com micros antigos, que travavam durante as aulas e não permitiam acesso à Internet”, relatou. “Agora, o rendimento melhorou muito com os novos equipamentos”, elogiou Inês que, após o expediente, é professora voluntária de Informática para jovens, colaboradores da Amélia Rodrigues e Comunidade.

Grupo de Dança se apresenta em encontro de Rotarys Clubes No dia 02 de março, o Grupo de Dança da Amélia Rodrigues apresentou-se no Encontro das ASFAR`s (Associações de Famílias de Rotarianos) e Casas da Amizade, na sede do Camp em São Bernardo do Campo (SP). Realizado anualmente, o evento reúne Associações Benecentes de mulheres dos Rotarys Clubes do ABC, Litoral e São Paulo, que fazem trabalhos voluntá-

rios de diversos tipos nas comunidades de suas cidades. “Considero muito importante compartilhar e apresentar parte do trabalho da Instituição Amélia Rodrigues, que todos reconhecem de extrema importância para nossa comunidade”, disse Rosana Baptista Sant’ana, Presidente da Asfar do Rotary Club de Santo André Norte.

Foto: Tricia Lopes

|Adolescentes da Amélia abrilhantaram o evento

Crianças divertem-se em cama elástica

Foto: Divulgação

|Equipamento fez alegria dos pequenos

Visando proporcionar um dia divertido aos educandos da Amélia Rodrigues, Francisval Oliveira, pai da pequena Thayla, que frequenta a Instituição, emprestou, no nal do ano passado, uma cama elástica para alegria de todos. O equipamento, cujo aluguel comple-

Tel: (11) 4977-8720 www.protecin.com.br

menta a renda que ele ganha como instrutor de autoescola, foi instalado gratuitamente no pátio da Instituição, onde as turminhas puderam aproveitar ao máximo. Para o pai de Thayla “é uma grande alegria poder proporcionar o bem para as pessoas”, comentou.

Tel: (11) 4992-8989 www.ossel.com.br


Aconteceu

Festa de Páscoa faz alegria das crianças da Amélia Chocolates foram arrecadados em ações solidárias Com sorriso estampado no rosto e coração cheio de alegria, no dia 24 de março as 214 crianças da Instituição Amélia Rodrigues receberam do “Coelhinho” presentes de Páscoa durante a festa realizada na Instituição. Usando a criatividade, educadores colocaram a mão na massa e confeccionaram, com cada turma, as cestinhas para abrigar os bombons e os ovinhos de chocolate que chegaram por meio de campanhas realizadas pela entidade. De acordo com a responsável técnica da Instituição, Adriana Padilha, por meio de ações voluntárias foram arrecadados mais de 300 caixas de Bombons e Ovos de Páscoa, sucientes para presentear os educandos. “Foi muito bacana a participação de todos. Não esperávamos esse resultado, principalmente pela questão do preço” declarou. “Os funcionários da entidade também colaboraram. E com isso podemos compartilhar com outra instituição benecente em Rio Grande da Serra”, comemorou.

|Bombons e Ovos de Páscoa foram distribuídos aos pequenos - Fotos: Bárbara Almeida

Zumba Solidária Empenhados em proporcionar uma Páscoa feliz às crianças da Amélia, sete professores de Educação Física, do Grupo Z Prime, toparam o desao e realizaram a 1ª Zumba Solidária, dia 20 de março, no Ginásio de Esportes da entidade. Sob o comando dos professores Renata Bono, Sabrina Viana, Kathlenn Soares, Aline Albim, Aline Souza,

Ricardo Pereira e Luan Martelline, mais de 150 pessoas dançaram, pularam e suaram a camisa, em duas horas de aula, ininterruptas. Também integrou esse time um ex-aluno da Amélia Rodrigues, Marcos Silva, que hoje é

|Voluntários comandaram 2 horas de aula

funcionário da Instituição e faz parte do grupo de dança da entidade. Para participar, as pessoas contribuíram com caixa de bombom ou R$ 10,00. O resultado superou as expectativas. A Instituição Amélia Rodrigues agradece a todos aqueles que, direta ou indiretamente, contribuiram para a realização de todas as ações de Páscoa. |Mais de 150 pessoas participaram da Zumba Solidária - Fotos: Divulgação

7


Especial

Quem foi Amélia Rodrigues? Amélia Augusta do Sacramento Rodrigues, mais conhecida por Amélia Rodrigues, nasceu em 26 de maio de 1861, na Fazenda Campos, Freguesia de Oliveira Campinhos, Município de Santo Amaro da Puricação, no Estado da Bahia. Desde cedo mostrou sua vocação inata para o magistério e durante sua vida foi reconhecida como expoente cultural das Letras na Bahia. Foi professora emérita, poetisa, escritora, teatróloga. Começou a lecionar ainda muito jovem no Arraial da Lapa e depois em Santo Amaro da Puricação, onde exerceu a prossão de professora por oito anos consecutivos. Em 1891, pelo seu amor à causa do ensino, diante de sua capacidade ímpar na tarefa de ensinar e pelo grande conceito na comunidade, passou a lecionar na Escola Central do Bairro Santo Antônio, em Salvador. Mesmo após se aposentar, Amélia Rodrigues continuou trabalhando em prol do ensino: fundou o Instituto Maternal "Maria Auxiliadora", que mais tarde

transformou-se na "Ação dos Expostos". Aproveitando o tempo disponível, dedicou-se à literatura e ao jornalismo, colaborando em publicações religiosas, como "O Mensageiro da Fé", "A Paladina" e "A Voz". Escreveu as peças teatrais "Fausta" e "A Natividade", poesias "Religiosa Clarisse" e "Bem Me Queres", obras para literatura infantil, didáticas e romances. O governo do Estado da Bahia, por meio da lei nº 182, de 20 de outubro de 1961, criou o Município de Amélia Rodrigues, em homenagem à educadora. Amélia Rodrigues faleceu em 22 de agosto de 1926, aos 65 anos de idade, deixando a marca de um trabalho inigualável, tanto na educação quanto na Literatura e na Assistência Social.

Custa pouco fazer o bem. Doe!

Shopping ABC Matriz - Pq. Novo Oratório Unidade - Pq. das Nações Unidade - Vila Pires

2884.6500 4997.4499 4972.8899

Av. Pereira Barreto, 42 - Santo André - SP Tel.: (11) 4437-4243 shoppingabc@flytour.com.br

Super Banca Av. Lino Jardim, 1180 - Santo André - SP Tel.: (11) 2896-1444 superbanca@flytour.com.br

Tel.: (11) 2759-8577 www.laticiniosjoana.com.br

Tel: (11) 4978-1531 www.chicaroni.com.br

Fique Por Dentro 46  

Fique Por Dentro é uma publicação da Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues, entidade sem fins lucrativos que atende 214 cr...