Page 1

Publicação da Instituição Amélia Rodrigues - Nº 45 - Out/Nov/Dez de 2015 - Santo André - SP

Todas as virtudes em ação

Bondade, gentileza e fraternidade são mais do que conceitos abstratos para as crianças que fazem parte da Amélia Rodrigues. Assim que entram na Instituição, essas virtudes são trabalhadas diariamente. Durante o ano todo, os educadores, por meio do Projeto Anual, estimulam os pequenos a exercitar, pelas brincadeiras, o espírito de solidariedade, tanto internamente, quanto na família e na comunidade. Segundo a educadora Luciana Giane Justo, as crianças interagem muito bem com todas as atividades propostas. “Utilizamos histórias para ensinarmos a importância de cuidarmos bem uns dos outros”, comentou. São passados aos educandos o sentimento de gratidão que devem ter a Deus, independente da religião que professem, e a tudo de bom que os cercam.

“Também ensinamos a ser gratos pela família que possuem, mesmo que não seja no formato convencional (papai, mamãe etc.). Há crianças criadas pelos tios, pelos avós”, observou. Luciana comenta ainda que a cada nova tarefa realizada com as crianças há sempre o resgate dos valores já trabalhados. “Amar o próximo signica respeitá-lo, ser gentil, ser bondoso, ser fraterno”, observa a educadora, enfatizando a necessidade de colocarmos todas as virtudes em ação.


Editorial

Causa e Efeito Chegou 2016 e com ele tantas ansiedades, perspectivas, esperanças de mudanças alvissareiras. Normalmente, auguramos coisas boas para o mundo e para nós. Mas, dois desejos se destacam no rol de nossas expectativas – saúde e paz. É o que mais se pede para o ano novo. Entretanto, temos um enigma para decifrar: a quem dirigir nosso pedido? Quem nos pode dar saúde e paz? Parece uma pergunta fácil de responder. Claro que é Deus. Quem mais teria poder para tanto? É aí que está o nosso engano. Reitamos. Qual a origem das doenças? Quais as causas que geram insegurança, medo, pânico, etc.? Nós mesmos, os seres humanos, por meio de abusos generalizados, maltratando a mãe natureza, que deveria ser amada e protegida. O comportamento humano está dando prioridade ao consumo e ao lucro, em detrimento da saúde. Nossa atmosfera está contaminada, nossos rios envenenados, nossas matas devastadas. Agora, que estamos já sentindo o “efeito estufa”, o aquecimento global, ameaçando nossa sobrevivência, os dirigentes das nações estão reunidos para encontrar uma solução urgente para minimizar a tragédia iminente.

Não estamos fazendo apologia do desespero, mas é muito provável que 2016 não seja nada promissor. O que nós, o povo, podemos fazer para que os anos vindouros sejam menos trágicos? De quem depende a mudança inadiável? De todos nós, povo e governo. Quanto à política, que é uma ciência respeitável, tornou-se uma ciência desvirtuada e conspurcada pelos interesses pessoais, gerando tanta corrupção. Portanto, não vamos tratar aqui desse tema complexo, que merece um estudo à parte. O livre-arbítrio que o Criador nos concedeu alcançou o auge da irresponsabilidade. Estamos pagando o preço pela desídia. Seguindo o Sermão Profético da Bíblia, isso é só o começo. Concluindo, nosso pedido para o Ano Novo é que Deus tenha Misericórdia de nós. O que semeamos, estamos colhendo. É a Lei de Causa e Efeito.

Uma Publicação da Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues Presidente: Terezinha Sardano 1º Vice-presidente: Miguel Sardano 2º Vice-presidente: Baldir Padilha Rua Silveiras, 17 – Vila Guiomar Santo André SP - CEP: 09071-100 Tel. (11) 3186.9788 contato@ameliarodrigues.org.br www.ameliarodrigues.org.br Textos: Suzete Botasso Revisão: Miguel Sardano, Terezinha Sardano, Nádila Gilotti e Rosemarie Giudilli Equipe Técnica: Adriana Padilha Protti e Andréa Santos Projeto Gráfico e Diagramação: Marco Beller - (11) 4438.8834 Impressão: Lis Gráfica e Editora - (11) 3382.0777 Tiragem 5.000 Copyright Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo deste informativo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da entidade.

Nota Fiscal Paulista: você também pode colaborar þSeja um Digitador Voluntário þColoque uma Caixa para Recolhimento dos Cupons Fiscais em seu estabelecimento ou indique o de um amigo þDeposite sua Nota/Cupom Fiscal em caixinhas com identicação da Amélia Rodrigues

2 Contate-nos: (11) 3186-9755/56 - contato@ameliarodrigues.org.br


Aconteceu - Fotos Divulgação

Semana da Criança

Sol, piscina e diversão

Dança no Parque Central

r |Presentes foram doados por amigos da Instituição

|Crianças zeram a festa em parque aquático

|Jovens mostraram seus talentos

Para marcar o Dia das Crianças na Instituição, os educadores prepararam uma semana cheia de atividades, entre os dias 5 e 9 de outubro, com direito à Festa do Pijama, dia do Palhaço, do Ridículo, Fantasia e muito mais. Os pequenos aproveitaram bolos, doces e salgados, além de ganharem brinquedos doados por diversos amigos.

As crianças do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos puderam aproveitar uma tarde de diversão no Parque aquático Wet'n Wild, em Itupeva, São Paulo, dia 10 de novembro. O passeio é viabilizado com verba do Fumcad (Fundo Municipal da Criança e do Adolescente), que tem como objetivo nanciar projetos que garantam os direitos da criança e do adolescente.

No dia 07 de novembro, o Grupo de Dança da Amélia Rodrigues, formado pelos adolescentes, mostrou seu talento artístico ao participar da 2ª Mobilização Social pela Educação, que ocorreu no Parque Central, em Santo André. Segundo o professor e secretário de Educação da cidade, Gilmar Silvério, o foco do evento é mostrar os trabalhos coletivos desenvolvidos na rede municipal de ensino. O convite também foi extensivo para instituições de ensino privado, prossionalizantes e Ongs.

Educação Emocional Planeta Sustentável

|Ação visa criar cidadãos mais conscientes

|Crianças aprendem a lidar com os sentimentos

No nal do mês de novembro, a turma do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos fez o encerramento do Projeto Amigos do Zippy. De acordo com a educadora Gildete Vilella, a ação visa trabalhar a saúde emocional das crianças. “Conversamos sobre sentimentos como: raiva, ciúmes, alegria, e tristeza”, relatou. A educadora observa que os pequenos são orientados a não reprimirem o que sentem, e a lidar com as emoções da melhor maneira possível, buscando

saídas que não prejudiquem a si mesmos nem o próximo. “Notamos que eles aprendem a lidar melhor com os conitos em sala de aula”, observou a educadora, enfatizando a importância do trabalho emocional para formação de adultos mais saudáveis. Amigos do Zippy é um projeto desenvolvido por Befrienders International, entidade com sede em Londres, Inglaterra. Foi implementado no Brasil pelo Centro de Valorização da Vida (CVV).

Nada melhor que ensinar as crianças, desde pequenas, a utilizar de recursos disponíveis na natureza de forma sustentável. Para isso, o Projeto SustentaAbc, entidade sem ns lucrativos, desenvolveu diversas ações com os educandos da Amélia Rodrigues, em 2015. Por meio de atividades práticas, os jovens do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos são incentivados a separar o lixo, repensar a alimentação e a priorizar produtos naturais ao invés de industrializados. Segundo a educadora Maraceli Santos, os conceitos são bem internalizados, “Os alunos levam o que aprenderam para casa. Em reunião de pais, eles informam que os lhos cobram as atitudes conscientes”, observou. Ao realizar palestras e projetos para públicos diversos, o SustentABC objetiva difundir práticas sustentáveis e consequentemente a diminuição de resíduos gerados na região do Grande ABC.

3


Fotos: Arquivo


Acompanhe o que aconteceu no quarto trimestre de 2015 01 Aniversariantes | 02 Teatro Sesc 03 Estimulação - Berçário 04 Apresentação de Violão | 05 Poliesportivo - Maternal II B 06 Suco de Laranja - Fase I A | 07 Entrega de Presentes - Polícia Militar 08 Projeto Alimentação - Fase II | 09 Jabuticabeira | 10 Confraternização *S.C.F.V 11 Artes - Maternal II A | 12 Formatura Buffet Kid Beeruta *S.C.F.V - Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos


Prêmio Investidor Social

Empresas e amigos da Instituição também foram homenageados Em meio a tantas turbulências que estamos vivendo, o pessimismo e a desesperança chegam, às vezes, a prevalecer. Mas é preciso encontrar um tempo para deixar Renascer, dentro de cada um de nós, a Esperança de Um Novo Amanhecer. Esse foi o tema do espetáculo apresen-

tado pelas crianças da Instituição Amélia Rodrigues, dia 05 de novembro, no Teatro Municipal de Santo André, no 16º Prêmio Investidor Social, para homenagear as empresas e prossionais liberais que investem na entidade. No evento foram prestigiados também os “Amigos da Amélia”, representados

por prossionais, empresas e organizações que realizam trabalhos voluntários na Instituição. Durante o espetáculo, os educandos mostraram seus talentos por meio da dança, do canto e da utilização da auta, bailando e entoando melodias: “Asa Branca”, de Luiz Gonzaga, “Ode à Ale-

Tel: (11) 4978-1531 www.chicaroni.com.br


gria” e “Quarto Movimento da 9ª Sinfonia”, de Beethoven, entre outros. Os educadores também zeram parte da festa ao entrarem no palco com um coral regido pelo professor de música Rodrigo dos Reis. A coreograa foi assinada por Edgard Rosa, e o gurino cou a cargo da equipe de voluntárias da costura da Amélia Rodrigues.

Parceria do bem Criado pela Instituição Amélia Rodrigues em 2002, o Projeto Investidor Social visa à captação de recursos para manter seus projetos socioeducacionais oferecendo, em contrapartida, aos prossionais liberais e às empresas, ferramentas de Marketing Social, agregando assim maior valor à marca apresentada.

Acima: Apresentação das crianças da Instituição Amélia Rodrigues. À direita: Amigos da Amélia À esquerda: Investidores Sociais Fotos: Bárbara Almeida

Tel: (11) 4977-8720 www.protecin.com.br

Tel: (11) 4992-8989 www.ossel.com.br

7


Depoimento

A melhor sensação do mundo para uma mãe zelosa por seus lhos é saber que eles estão sendo bem cuidados e orientados nos momentos em que não podem estar sob sua proteção. É dessa forma que se sentem Adriana Santos, mãe da Lara, e Evanilde Ribeiro, mãe da Mirela, ambas com 6 anos e educandas na Instituição Amélia Rodrigues. Moradoras do bairro onde ca a entidade lantrópica, tanto Adriana quanto Evanilde sempre passavam em frente à Amélia e sonhavam em ver seus lhos matriculados. “Tentei primeiro para o mais velho, que hoje tem 23 anos, mas não consegui”, contou Adriana. A opor-

tunidade surgiu bem mais tarde quando o marido, Jailson, foi contratado pela Editora Bezerra de Menezes (EBM), empresa que loca espaço na Instituição. Na época, matricularam a pequena Lara, que contava com 3 meses. Já Evanilde esperava por esse momento antes mesmo de casar. “Eu sonhava que se um dia tivesse um bebê, gostaria de vê-lo aqui”, disse. Quando conheceu o marido e engravidou de Mirela, veio logo à creche, atrás do curso para Gestantes. “Aprendi a fazer uma manta com a Tia Dorinha, que guardo até hoje”, revela. Com o nascimento da lha, a vaga veio somente quando a pequena contava com 2 anos e meio. “Nesse período tive muito apoio da minha sogra para que eu pudesse trabalhar” comentou.

Gratidão

|Adriana e Lara: amor e segurança

Para Adriana, a Amélia Rodrigues é um segundo lar. “Agradeço a Deus por deixar minha lha aqui. É como se tivesse deixado com alguém da minha família”, comentou. “A cada dia, a Lara

Mantenha uma criança sorr

Seja um Sócio-Colaborador A partir de R$ 20,00 mensais (11) 3186.9788

Matriz - Pq. Novo Oratório Unidade - Pq. das Nações Unidade - Vila Pires

2884.6500 4997.4499 4972.8899

indo

Fotos: Divulgação

Amélia Rodrigues: nossa segunda casa |Evanilde e Mirela: sonho realizado

chega em casa com novidades e já está lendo”, comemorou. Mãe e lha ainda superam a tristeza por conta do falecimento do Jailson, há quase dois anos. “Tem dias que bate saudade, é difícil. Mas graças a Deus a Lara está bem. Desde o dia do falecimento até hoje, ela não faltou um dia, porque aqui se sente muito segura”. Evanilde também se emociona ao expressar gratidão pela Instituição. “Minha lha estar aqui é um sonho realizado”, relata. “Os projetos são muito bons porque trabalham as crianças para o lado bom da vida”, observou. “Quando penso que um dia ela vai sair daqui, já começo a entrar em aição. A Amélia Rodrigues é uma mãe”, nalizou.

Fique Por Dentro 45  

Fique Por Dentro é uma publicação da Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues, entidade sem fins lucrativos que atende 214 cr...