Page 1

Publicação da Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues - Ano 7 - nº 19 - Junho/2008

A tradicional Festa Junina realizada na nossa Instituição aconteceu no último dia sete de junho. Tivemos uma animada festa com apresentações de danças típicas e a integração com funcionários, voluntários e familiares dos assistidos. Aproveitamos para agradecer a colaboração de parceiros com doações diversas, a contribuição do voluntariado do Centro Espírita Dr. Bezerra de Menezes que preparou todas as guloseimas da festa e dos educadores e funcionários da Instituição.

Coral Amélia faz apresentação para Belga Metal

Amélia instala cestos de coleta seletiva

No dia oito de maio, a Amélia Rodrigues foi convidada a levar o Coral Amélia Rodrigues para uma apresentação especial na Belga Metal. Sob regência de Julius Cesar Ferreira Batista Gonçalves, o Coral Amélia Rodrigues apresentou o repertório e emocionou a platéia.

A Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues instalou cestos de coleta seletiva em alguns pontos do prédio. A iniciativa faz parte do projeto “Educação Ambiental”, desenvolvido pelos educadores Ricardo Arnostti e Andréa dos Santos que tem como objetivo a sensibilização das crianças e funcionários sobre a importância da preservação do meio ambiente. O foco principal do trabalho dentro da Instituição é a coleta seletiva respeitando os princípios dos 3R´S (reduzir, reutiizar e reciclar). Vale informar que o tema já é desenvolvido com os educandos há mais de seis anos nas aulas de ecologia com a voluntária Clara.

O Coral O Coral Amélia Rodrigues faz parte de um Projeto formado em 2005. Atualmente conta com um grupo de 52 vozes com crianças e adolescentes de 6 a 14 anos para apresentações.

Patrocínio - Quem quiser estabelecer uma parceria de apoio financeiro para manter o Coral basta entrar em contato com o departamento de Captação através do telefone (11) 3186-9756, com Viviane Genain.


Editorial

Campanha arrecada 10.300 latas de leites em pó

O mês de maio foi de grandes emoções para a família “Amélia Rodrigues”. Vimos empresários emocionados ao assistir a apresentação de nosso coral no aniversário da Belga Metal. Os aplausos e os comentários confirmaram que a educação é o caminho certo e urgente para a transformação da sociedade. A homenagem que Lucia Helena Martins recebeu na Rede Record como mãe vitoriosa. Sua história é de perseverança na luta para deixar de ser excluída e integrar-se na sociedade. A Amélia Rodrigues faz parte desta vitória e se emociona com essas histórias. Terezinha Sardano Vice-presidente da Instituição Assistencial Educacional Amélia Rodrigues

A nossa Instituição participou da arrecadação de leite em mais uma edição do Carnafacul, evento promovido pela MB Produções. A empresa promove shows e oferece descontos para quem doa leite em pó no ato da troca dos abadas. Vale informar que a Instituição colabora com o fornecimento da logística para arrecadação e distribuição do leite para as instituições beneficiadas que são escolhidas pela MB Produções. No último evento, realizado em maio, a campanha arrecadou 10.300 latas de leites. Do montante, a Instituição ficou com 2000 latas de leites e distribuiu 8300 latas para as instituições escolhidas.

Fotos: Guilherme Ribeiro

Emoções

Mãe de assistido é homenageada na Rede Record Lucia Helena Martins é mãe do Vitor Augusto Martins Pereira que desde os três meses de idade é assistido pelos projetos sócio educativos da Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues. No mês de maio a diarista recebeu um maravilhoso presente da Rede Record de Televisão, através do Programa Hoje em Dia. Ela foi escolhida pela

produção do programa para participar de uma reportagem em homenagem às mamães. Lucia vibrou com a escolha, uma vez que seu sonho era ir até a emissora. No entanto, tinha mais. Dias antes do programa, que foi transmitido ao vivo, ela foi entrevistada em sua residência na Vila Guiomar pela repórter Solange Boutos, quando contou um pouco de sua história, das dificuldades enfrentadas para sustentar o Vitor e da mão amiga que encontrou na Instituição Amélia Rodrigues. (Acompanhe na reportagem a seguir). Naquele mesmo dia, Vitor foi ao } } }

Apoio

Dr. Antonio Adão Cantalejo Munhoz Especialista em Ortodontia e Ortopedia Facial Rua Campos Sales, 611 - 4º and. cj.42 - Centro – Santo André Fone: (11) 4438-2791

Toda linha de equipamentos e utensílios para Cozinhas Industriais, Restaurantes Açougues, Padarias, Bares, etc...

Tel:(11)4227-6700 www.rebal.com.br


} } } Shopping ABC Plaza com a produção do programa e acompanhado por Keila Andrade Bastos e Gislaine Revite de Carvalho, nossa assessora de imprensa e assistente social respectivamente, comprou um presente para sua mãe. Ele recebeu do programa a quantia de R$ 100,00 e depois de olhar muitas vitrines escolheu algumas peças de roupas para sua querida mãe.

Lucia ganha diversos presentes da emissora A reportagem foi apresentada no dia 12 de maio. Lucia e outras quatro mães foram as protagonistas especiais do quadro do Dia das Mães. Com direito a camarim, maquiagem, frutas e muita emoção Lucia contou mais um pouco de sua história e recebeu o presente surpresa do filho em rede nacional. “Esta é a primeira vez que pude comprar um presente para minha mãe. Antes só pude dar um coração escrito eu te amo”, disse humildemente Vitor. Depois do presente vieram outras surpresas. O apresentador Edu Guedes doou um microondas e logo depois o apresentador Britto Jr. Informou que um telespectador teria passado um e-mail doando um fogão. Ela que já estava sensibilizada, pranteou de emoção. Depois, a direção do programa resolveu abrir uma exceção e permitir que as mães participassem do quadro acerte o que tem na maleta do Britto Jr. A disputa já durava quatro meses e mesmo com várias pistas nenhum telespectador tinha acertado. O resultado é que as mães acertaram e dividiram o prêmio em dinheiro para que cada uma pudesse realizar o sonho de ter uma casa própria. “Eu não estou nem acreditando. Para

“A Amélia foi a mãe que não tive” Lucia Helena Martins, 48 anos, conta que desde criança enfrentou muitas dificuldades para sobreviver por não ter referência familiar, a não ser uma irmã que não vê há mais de 40 anos e também não sabe onde mora. A diarista chegou a Santo André ainda jovem. Naquela época foi atendida várias vezes pelo falecido Doutor Thiago médico que na época era voluntário no consultório na Amélia Rodrigues. Lucia tinha muitos problemas com crises psicológicas, vivia atentando contra a sua própria vida, foi morar na rua e passou a pedir esmolas nos faróis em Santo André. “Eu tentei várias vezes arrumar emprego, mas como não tinha referência pessoal, não me aceitavam”, lembra. Neste tempo a Lucia engravidou e depois que o bebê Vitor nasceu passou a levá-lo para pedir nos faróis junto com ela. Foi neste momento da vida de Lucia, que um funcionário da Instituição a encontrou no farol e pediu que levasse a criança para atendimento na creche. “Quando fiquei grávida foi um desespero.

mim é um sonho que seria impossível realizar sem a ajuda deste programa. Eu não tenho ninguém por mim, não tenho família e somos eu, o Vitor e a Amélia. Eu não sei como agradecer”, disse. A família Amélia aproveita para manifestar a gratidão pela emissora ter escolhido uma mãe de nossa Instituição. “Estamos hoje com a sensação de dever cumprido; de termos alcançado a meta na qual nos todos na Instituição trabalhamos. Oxalá, Deus nos dê a oportunidade de fazer para outras mães tão necessitadas o que estamos conseguindo hoje. Ela é merecedora, batalhadora e estamos aqui para comemorar e agradecer por esta ação da emissora”, disse a vice-presidente da Instituição, Terezinha Sardano.

Eu não tinha nada para oferecer para esta criança. Não tive acompanhamento médico, enxoval e nada. O pai dele foi meu primeiro e único namorado. O relacionamento não passou de um namorinho e nada mais. Por fim, era eu e o Vitor. A Amélia foi a mãe que eu não tive, foi o abraço mais apertado que recebi quando não tinha ninguém e nem para onde correr. Vocês acreditaram em mim e só tenho motivos para agradecer”, disse. Vitor foi matriculado na creche no dia 21 de janeiro de 2000 e até hoje permanece sendo assistido pelos projetos sócio educativos. Hoje Lucia trabalha como diarista, ganha um salário mínimo e mesmo com poucos recursos consegue manter de maneira simples a sua casa.

Apoio

Venda e manutenção de Equipamentos de Combate a incêndio www.protecin.com.br (011) 4476-3900

Tel. 4992-8989 www.ossel.com.br


Aconteceu A Feira do Voluntariado foi um sucesso!

Educandos participam do “Dia da Alegria” Os assistidos da nossa Instituição participaram no dia nove de abril do Dia Nacional da Alegria, iniciativa que proporcionou uma programação exclusiva para instituições que atendem crianças e adolescentes provindos de comunidades de baixa renda. Trata-se de um projeto anual de Responsabilidade Social que envolve as empresas associadas ao Sindicato Nacional de Parques e Atrações Turísticas e a Associação das Empresas de Parques de Diversões do Brasil. Neste dia, os parques promoveram a gratuidade no ingresso e no uso dos equipamentos e os nossos educandos se divertiram no Parque da Mônica (117 assistidos) e no Hopi Hari (100 assistidos).

C&A lança Prazer em Ler edição 2008 O Instituto C&A lançou em maio o Projeto Prazer em Ler edição 2008 no auditório da nossa Instituição. O encontro contou com a participação da coordenação pedagógica da Instituição Amélia Rodrigues, gerentes, supervisores e cerca de 80 associados da C&A, dentre eles, alguns já voluntários do Instituto. Na Instituição Amélia Rodrigues o Projeto “Educar, Desenvolvendo o Prazer em Ler” uma parceria com o Instituto C&A desde

2006, já formou oito mediadores de leitura (educadores) e aproximadamente 200 crianças e adolescentes participantes do projeto. Através do Projeto desenvolvemos mediações de leitura tais como: contações de histórias e empréstimos de livros para crianças e adolescentes. Além disso tivemos a oportunidade de renovação de nosso acervo e a efetivação da construção da sala multimeios (biblioteca, cdteca, gibioteca e videoteca).

A Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues participou da 13ª edição da Feira do Voluntariado, realizada através de uma parceria entre a Prefeitura Municipal de Santo André e a Feasa (Federação das Entidades Assistenciais de Santo André). O evento aconteceu de seis a 10 de maio e reuniu cerca de 30 entidades assistenciais da cidade. Este ano, o diferencial da nossa barraca foi a venda de roupas novas (peças recebidas através de doação) por preços entre R$ 2,00 e R$ 5,00. Foram vendidas cerca de 600 peças e toda verba arrecadada foi revertida para manutenção dos projetos sócio educativos da Instituição. Aproveitamos para registrar e agradecer o envolvimento de todos os voluntários do departamento de costura neste evento.

Instituição participa do 7º Encontro de Educadores A pedagoga Fernanda Mombelli participou de 26 a 30 de maio do 7º. Encontro de Educadores Mediadores de Leitura do programa Prazer em Ler. O encontro foi no Rio de Janeiro e reuniu educadores das 75 organizações sem fins lucrativos parceiras do Instituto C&A na implementação do Prazer em Ler.

Expediente

É uma publicação da Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues Rua Silveiras, 17 - Vila Guiomar - Santo André - SP - Cep: 09071-100 Tel: (11) 3186-9788 - www.ameliarodrigues.org.br Jornalista Responsável: Keila Andrade Passos - Mtb. 36691 imprensa@investidorsocial.org.br Programação Visual e Diagramação: m2comunicação - 4997-0744 Impressão: Unic Gráfica e Editora Ltda. - 4991-2488

Apoio

Fone/fax: 4975-6064 riscozeroseg@uol.com.br www.riscozeronet.com.br

Av. D. Pedro I, 125 - Vl. Pires Sto. André - São Paulo Fone: (11) 4453-1560 www.arlletsbuffet.com.br

Arte e Decoração PABX: (11) 4509-4898 www.buque.com.br

Fique Por Dentro 19  

Fique Por Dentro é uma publicação da Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues, entidade sem fins lucrativos que atende 214 cr...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you