Page 1

Investir no social é acreditar no futuro

Boletim de Circulação Interna da I. A. E. "Amélia Rodrigues" Ano 6 - nº 16 - Setembro/2007

Público elege Cartão de Natal Amélia Rodrigues

Fotos: Guilherme Ribeiro

Nossa Instituição promoveu a eleição do Cartão de Natal Amélia Rodrigues. Ao todo concorreram 130 desenhos produzidos pelos assistidos. Numa primeira etapa, os funcionários e voluntários elegeram seis finalistas e na segunda etapa aconteceu uma votação dos cartões na praça de eventos do ABC Plaza Shopping. A votação aconteceu durante a exposição de indicadores de qualidade do Projeto Sementinha. Os clientes elegeram o desenho de Rodrigo Aparecido Nunes Pereira, 12 anos, do Centro Pré-Adolescente (CPA). A imagem ilustrará o cartão de Natal da Amélia Rodrigues. O encerramento do evento foi marcado com a apresentação do coral das crianças que cantaram quatro canções.

Jovens Construindo a Cidadania Soldados e cabos da Polícia Militar de Santo André assistiram à encenação de duas peças teatrais este mês na sede da Instituição. O evento faz parte da programação do “Jovens Construindo a Cidadania” (JCC), projeto da Polícia Militar implantado na Amélia Rodrigues, que tem como objetivo estimular a cidadania e formar novas lideranças que possam melhorar o ambiente, o convívio escolar e da comunidade.

O Teatro Mudo apresentou conceitos sobre os prejuízos do consumo de álcool e drogas e a outra peça destacou a importância do respeito ao próximo. Ambas peças foram encenadas por alunos do Centro PréAdolescente. Estavam presentes no evento autoridades da Policia Militar, o sargento Daniel Pereira dos Santos (coordenador do JCC), soldados e cabos da PM, a diretoria da Instituição e o representante do Comandante do CPA-M 6

Coral e dança da Amélia Rodrigues na Fundação Os alunos da nossa Instituição abrilhantaram a abertura da Semana de Pedagogia do Centro Universitário Fundação. Apresentaram um coral regido por Samuel Valais pela manhã e à noite coreografias dirigidas por Edgard Rosa. O coro foi entoado pelos alunos do Centro de Juventude e CPA e as coreografias por alunos do CPA e CJ da tarde. O CPA da manhã ainda apresentou o Repente da “Amélia” (letra escrita pelos alunos).


Editorial A Polícia Militar do Estado de São Paulo, inspirada em um modelo americano que tem dado certo no tocante à redução do número de jovens envolvidos com drogas e violência a partir de uma convivência sadia com os policiais dentro da sala de aula, desenvolveu dois programas: o PROERD (Programa de Prevenção ao Uso de Drogas e Violência) e o JCC (Jovens Construindo a Cidadania). Trata-se da inclusão de um policial preparado e vocacionado dentro da sala de aula para, a partir de exemplos práticos e instrução específica, esclarecer a garotada sobre as conseqüências danosas das drogas e da violência, até porque, ambas sempre andam juntas. O programa foi aprovado pela escola paulista de medicina após uma extensa pesquisa que constatou os resultados práticos ao verificar um número reduzido de jovens oriundos dos referidos programas envolvidos com drogas em se comparando com os demais após alguns anos. A Instituição Educacional e Assistencial Amélia Rodrigues abraçou mais essa causa e tornou-se a pioneira na parceria com o 10º Batalhão da PM na implantação do JCC envolvendo os jovens do Centro Pré Adolescente e as primeiras turmas do PROERD já se formaram. O entrosamento da equipe da Amélia Rodrigues com os policiais militares sargento Daniel, soldado Carrera e soldado Andreza foi imediato, tornando nossa Instituição uma referência de parceria onde todos ganham, em especial os adolescentes. Trata-se de uma ação valorosa da Polícia Militar, mas é sem dúvida um grande testemunho de fé da Creche Amélia Rodrigues. Fé nas instituições, fé na vida, no futuro e na criatura humana. Todos queremos uma sociedade com mais segurança e a melhor arma para isso é a educação. Nisso professores e policiais estão de mãos dadas. O PROERD e o JCC, com o apoio da Amélia Rodrigues provam que lugar de polícia é na sala de aula. Edson Sardano Comandante do 41º Batalhão da Polícia Militar

Apoio

2

Um café muito especial Em comemoração ao Dia dos Pais, no dia 10 de agosto passado, a Instituição Amélia Rodrigues promoveu um dia especial aos pais dos assistidos. A Instituição organizou um delicioso café da manhã regado a sorteio de brindes. Nossos agradecimentos para Cidinha Guedes, que doou produtos da Natura e Avon, e para Embelleze que proporcionou cortes de cabelos gratuitos.

Corte de cabelos gratuitos no Dia dos Pais No Dia dos Pais a Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues recebeu uma equipe do Instituto Embelleze (empresa que ministra cursos na área de beleza e estética) que realizou cortes de cabelos aos familiares dos assistidos, gratuitamente.

A ação aconteceu das 9h às 17h e realizou 49 cortes de cabelos. “Sempre promovemos eventos similares e acaba sendo uma via de mão dupla. Bom para nossos alunos, pela capacitação profissional, bom para a comunidade por receber os serviços gratuitamente e, para nós, comprovando nosso compromisso com a responsabilidade social”, disse o orientador técnico e pedagógico da Embelleze, Alexandre Tadeu dos Santos. Mais informações através do telefone 4979-5700.

Sacolas de Natal Quem quiser colaborar com a Sacolinha de Natal Amélia Rodrigues já pode retirar com a Assistente Social Gislaine (3186-9788). Você pode optar em colaborar com quatro tipos de sacolas: roupas e calçados; materiais pedagógicos; alimentos ou gestante.


O “Repente da Amélia” Os adolescentes do Centro PréAdolescente (CPA) da manhã escreveram o “Repente da Amélia” com coordenação e supervisão da educadora Juliana Clair Lima Hodel. O Repente foi apresentado a toda Instituição este mês e ainda foi levado à comunidade da Tamarutaca. O Repente apresentou em sua letra o respeito pela Instituição e ainda o carinho pelo Instituto C&A que é parceiro no Projeto Prazer em Ler. Parabéns a todos pela criatividade e carinho.

Sete e trinta da manhã, Eu caminho pra “Amélia”. Vou parar lá na cozinha, Ver “juju” professorinha Pra começar um bom bom dia, E trabalhar minhas idéias. Pra manter a dentadura Vou à pia do banheiro. Com a escova e a pasta, Um minuto só não basta; A pro Ju só ta de olho Tenho que escovar direito. Chegando na nossa sala Um bate-papo bem gostoso Higiene é o lema , Sabonete é o esquema, De saúde sem problema, E sovaco bem cheiroso. Se eu respeito meu colega Eu também sou respeitado. A Prô ju ensina tudo Até como ficar sentado. Ela pega no meu pé, Pois por ela sou amado. Aqui se pratica esporte E se aprende a dançar;

Corpo e mente trabalhando Só pra se equilibrar; Na preguiça dou um sacode E começo a balançar. Por muitas necessidades, Se vai à coordenação; É Fernanda. É Solanginha, É Gislaine, ou Soninha De lá sai muito elogio, Bronca e orientação. Nós gostamos de ajudar, Nós já fomos ao berçário, Nível 1 e nível 2, No pré 1 e no pré 2, No CJ ali do lado, Sempre ouvimos: obrigado De repente na parede Um comunicado eu vejo. Amanhã vai ter bazar O bazar é da C&A. Muita gente vem pra cá O negócio é ligeiro.

Projeto “Prazer em ler”. Um minuto, por favor, Pra falar de combustível, Na comida tem amor, O tempero é incrível, Nosso rango é o melhor, È o carinho comestível. Vira e mexe, mexe e vira, Saímos pra passear Minha mãe autorizou, A prô Ju comunicou Proibida a intriga, Vamos embora aproveitar. E para finalizar, Queremos agradecer A todos os envolvidos, Que fazem isso acontecer. Nós amamos a Amélia,

E falando em C&A Vou falar, vocês vão ver; Levo e leio um livro em casa Leio a história pra valer Quando eu leio, crio asas,

Crianças participam do McDia Feliz

Encerramento do curso de gestantes

Crianças e adolescentes ganharam tickets para degustar o Big Mac nas Lojas do McDonald´s no último dia 25 de agosto. A Instituição recebeu os tickets de empresários parceiros. Ao todo foram distribuídos 220 tickets.

O encerramento do curso de gestantes do primeiro semestre foi uma festa. 20 mamães ou futuras mamães receberam lindos enxovais preparados com muito carinho pela equipe responsável pelo curso que é comandado pela Dorinha. O curso é oferecido por nossa Casa através de uma parceria com o Programa Agente Comunitário de Saúde da Vila Guiomar. O curso serve

de orientação à gestante, nos vários aspectos de sua gravidez e parto, bem como nos cuidados com seu bebê.

Entrega de Uniformes Alunos receberam novos uniformes. Ao todo foram distribuídos gratuitamente 250 kits a todos os alunos, desde o berçário até a pré-escola. Cada kit contém três calças, três blusas e três camisetas. A ação faz parte da política de inclusão social defendida pela Instituição que proporciona igualdade nas condições de convívio entre os assistidos.

Apoio

3


Agradecimento

“Muito obrigada Amélia por acreditar em mim” O casal Cosmiro Alves da Silva, 45 anos e Eliana Aparecida Jesus Bezerra, 41 anos, é mais uma das famílias assistidas pela Amélia Rodrigues que manifestam sua gratidão nesta reportagem. A história de amizade e cumplicidade deu início em 1990 quando Eliana descobriu que a Instituição distribuía sopa e ticket de leite para famílias carentes residentes nos núcleos Tamarutaca, Sacadura Cabral e Palmares. Como precisava trabalhar, Eliana fez a inscrição na Amélia Rodrigues e conseguiu vagas para deixar os filhos na creche. Na época, ela era catadora de papelão e trabalhava também de faxineira em casas de família. “Era um trabalho muito difícil, mas eu fazia de tudo para ajudar meu marido nas despesas de casa”, comenta Eliana. Um susto e uma boa notícia Um dia Eliana conta que se atrasou para buscar as crianças na creche e a Dona Terezinha Sardano, atual vice-presidente da Instituição, pediu para conversar com ela. “Passou mil coisas na minha cabeça. Pensei que ela iria brigar comigo, mas ela me chamou para trabalhar na limpeza geral da creche. Nunca vou esquecer a alegria que senti no meu coração e a gratidão que tenho pela ajuda que recebi”, disse.

Momentos difíceis Eliana comenta que em um dos piores momentos de sua vida recebeu a ajuda dos amigos da Amélia Rodrigues. Sua casa localizada na avenida Dom Jorge Marcos de Oliveira foi derrubada pela Prefeitura e a família ficou sem ter onde morar. “Estava dormindo e fui acordada com o barulho do trator. Só deu tempo para tirar meus filhos e nossa roupa”, lembra.

Sem teto e desiludidos relatam que mais uma vez conseguiram amparo psicológico e ajuda na Amélia Rodrigues. “Nós ficamos muito tristes, mas nossos amigos daqui da Instituição levantaram nossa auto-estima e ainda nos ajudaram na construção de uma casa de dois cômodos”, afirmam. Hoje, com muito trabalho a família já conseguiu aumentar a construção que é um sobrado de três quartos, sala, banheiro e cozinha.

Educadores em formação continuada A Instituição defende a formação continuada para os educadores e no mês de julho fazemos uma pausa nas atividades com as crianças para participarmos de propostas de reciclagem profissional. Este ano, os educadores participaram de dinâmicas de sociabilização, palestra da Unimed sobre medicina preventiva, sessão de cinema, visita ao museu da Língua Portuguesa, Visita Cultural a Exposição Leonardo da

Vinci e Exposição Corpo Humano na OCA do Ibirapuera. Além disso os educadores participaram de outros momentos como XI Semana de Formação Profissional promovida pela FEASA, Formação com o Instituto C&A no projeto Prazer em Ler e do V Congresso Internacional de Educação promovido pela Fundação Santillana e Editora Moderna.

No ano de 2002 Eliana teve problemas de saúde e teve que se afastar da Instituição e aposentar-se. A Instituição prestou todo auxílio burocrático para sua aposentadoria. “Para mim foi um prazer trabalhar aqui na Amélia, pois aprendi muito com todos os colegas de trabalho. Sempre tive o apoio e uma palavra amiga da dona Terezinha. Sei que grande parte da educação dada aos meus filhos, devo à creche que educou meus filhos, a mim e o meu marido com a alfabetização. Chegamos aqui com muitos problemas até na vida conjugal por causa do vício do alcoolismo do meu marido, mas com muito carinho e atenção superamos tudo. Vocês acreditaram no meu marido, deram emprego e oportunidade a ele”, disse. Eliana lembra que a sensibilidade da equipe “Amélia Rodrigues” foi tão grande que até detectaram um sonho na vida de um dos filhos, Hélio Bezerra da Silva, que queria ser jogador de futebol e a creche fez a matrÍcula dele em uma escola profissional do esporte. As filhas também foram alcançadas por este amor. A equipe pedagógica percebeu que Camila tinha problemas de relacionamento e por isso foi encaminhada para tratamento psicológico e ainda fez cursos de artesanato e teatro desenvolvidos na Instituição. “Obrigada por acreditar que nossa família tinha jeito”, finaliza.

Precisa-se de Dentistas Voluntários

A Instituição promove uma campanha para captação de dentistas voluntários. A Instituição oferece atendimento gratuito às crianças, seus familiares e à comunidade que reside nos núcleos Tamarutaca, Sacadura Cabral e Palmares. Quem quiser abraçar esta causa basta entrar em contato na Central do Voluntário através do telefone 3186-9788 com Gislaine.

Campanha dos novos colaboradores

A campanha para novos colaboradores continua. Quem quiser colaborar conosco basta entrar em contato através do telefone 3186-9788.

4

Expediente

É uma publicação da Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues Rua Silveiras, 17 - Vila Guiomar - Santo André - SP - Cep: 09071-100 Tel: (11) 3186-9788 - www.ameliarodrigues.org.br Jornalista Responsável: Keila Andrade Passos - Mtb. 36691 imprensa@investidorsocial.org.br Programação Visual e Diagramação: m2comunicação - 4997-0744 Impressão: Unic Gráfica e Editora Ltda. - 4991-2488

Fique Por Dentro 16  

Fique Por Dentro é uma publicação da Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues, entidade sem fins lucrativos que atende 214 cr...