Page 1

Boletim de Circulação Interna da I. A. E. "Amélia Rodrigues" Ano 6 - nº 15 - Junho/2007

Investir no social é acreditar no futuro

Festa Junina Amélia Rodrigues A tradicional Festa Junina realizada na nossa Instituição aconteceu no último dois de junho e contou com a animada apresentação da quadrilha infantil e depois a integração com funcionários, voluntários e familiares das crianças assistidas. Para realizar a festa contamos com doações de amigos e colaboradores, apoio das Lojas C&A, Caixa Econômica Federal, Gráfica Campestre e também a preciosa colaboração dos participantes dos cursos e reuniões mediúnicas do Centro Espírita Dr. Bezerra de Menezes que prepararam todas as guloseimas da festa e dos educadores e funcionários da Instituição. Nossa Gratidão. Fotos: Guilherme Ribeiro

Campanha de Alimentos da Escola de Formação de Soldados da PM beneficia a Amélia Rodrigues Os soldados do Centro de Formação Cel. PM Eduardo Assumpção realizaram este mês a Campanha Soldado Solidário. Pelo segundo ano consecutivo a 5º Companhia doou sua arrecadação, ou seja, 17 toneladas de alimentos para nossa instituição que redistribuiu 13 toneladas para instituições de Santo André, Mauá, Ribeirão Pires, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, São Paulo e Suzano. “Mais uma vez ficamos muito emocionados com a doação e pudemos dividir com outras instituições carentes”, comentou o presidente da Instituição, Miguel Sardano. Vale informar que a primeira campanha arrecadou sete toneladas de alimentos que também foram repassados entre outras instituições. A campanha fez parte do 23º Jogos de Integração do Centro de Formação de Soldados Cel. PM Eduardo Assumpção. Os jogos envolveram os soldados das Foto: Guilherme Ribeiro

cinco companhias do Centro de Formação que participaram de atividades variadas como disputas de vôlei, futebol, natação, cabo de guerra, xadrez, tênis de mesa e a categoria filantropia que tem a arrecadação de alimentos.


Editorial

Quem dá aos pobres empresta a Deus? Você já deve ter ouvido esta frase alguma vez em algum lugar. Será que é assim que funciona o mecanismo das Leis Divinas com relação aos nossos gestos de solidariedade na Terra? Analisemos. Se assim pensarmos estamos negociando com Deus. Porque Deus usa o homem para ajudar outro homem? Em muitas circunstâncias a mão de Deus se vale da mão do homem. Deus não poderia ajudar o homem diretamente? Claro que sim. E porque se vale do homem para beneficiar seu semelhante? Aí é que está a sabedoria Divina. Deus dá ao homem a oportunidade de fazer o bem através do semelhante. Neste caso o endereço de Deus é o nosso semelhante. Este é o caminho da elevação

espiritual. Naturalmente, para que esta doação tenha um valor maior, autêntico, não deve ser feita com esta intenção de barganha. Quanto mais anônima e abnegada for a doação maior valor terá perante a Divindade, como afirmou Jesus. “Que a mão esquerda não saiba o que a direita dá”. Onde eu quero chegar com essa conversa? estou falando dos nossos parceiros e colaboradores. Graças a Deus, podemos contar com eles na realização dos nossos projetos educacionais e de promoção humana. Nossos parceiros e colaboradores se associam a nós e juntos somos a mão de Deus para chegar aos atendidos pela Instituição. Todos somos agraciados com as bênçãos de Deus. O retorno vem, não como uma

graça, mas pela Lei Natural de Causa e Efeito. Quem planta uma boa semente colherá frutos saborosos. Nossas congratulações a todos os nossos parceiros. Miguel de Jesus Sardano Presidente

do Tempo No Túnel de

A mudança de sorte de uma catadora de papelão Essa é a história da vida de Joanice Góis da Silva, 37 anos, mãe de quatro filhos: Jéssica (17 anos), Karen (13 anos), Laíssa (10 anos) e Marcos Lucas (9 anos). Uma vida regada a dificuldades, mas foi mais uma família amparada pela “mãe” Amélia Rodrigues. Tudo começou em 1987 quando requereu vagas para os filhos na creche. A vida Joanice casou com vinte anos e do relacionamento teve dois filhos. Poucos anos depois o pai das crianças faleceu e as despesas do lar ficaram ainda mais difíceis em casa. Casou novamente e teve os outros filhos, mas o marido saiu de casa e desapareceu. Mais uma vez, Joanice enfrentou a vida, arregaçou as mangas e buscou o sustento dos filhos. Foi quando passou a contar com a mão da Instituição. A primeira ajuda foi a inserção dos quatro filhos na Instituição Amélia Rodrigues.

Apoio

2

A vida profissional também não foi nada fácil. Bateu em várias portas, até encontrar a cooperativa de coleta seletiva e entrar no ofício de catadora de resíduos de alimentos e recicláveis. A renda era um salário mínimo e uma cesta de alimentos. O trabalho não era fácil, mas ela manteve-se firme para poder sustentar os filhos. “Havia dias que chegava em casa tão cansada que tinha vontade de chorar e sem contar o cheiro forte que ficava nas roupas”, disse. Um dos momentos mais difíceis foi quando cortou o rosto quando lançava o saco de lixo no carrinho. “Nós usávamos as luvas, mas elas não evitavam totalmente os acidentes. Era uma situação muito difícil. O carrinho era muito pesado”, afirma. Enquanto trabalhava, as educadoras da Instituição cuidavam das crianças. O grande dilema da família era a precariedade de moradia. Eles moravam num barraco de madeira na Tamarutaca que tinha cozinha em baixo e quarto em cima e na porta de entrada um esgoto a céu aberto. “Não dá para contar o número de vezes que entraram ratos na minha casa”, relata. Mas sua sorte começou a mudar o dia em que a assistente social e a Julinha

(voluntária da Instituição) foram visitá-la e viram que a situação era mesmo precária. Além do risco de desmoronamento, em dias de chuvas, a casa ficava alagada de tanto que entrava água pelo telhado danificado. Além disso, existia outro grande risco que era de contaminação devido a presença de esgoto a céu aberto na porta de casa. Na época, a instituição viabilizou a construção de uma nova casa para a família, que possuía três cômodos e garagem. “Eu não tenho palavras para agradecer tudo que a família Amélia Rodrigues fez por mim e pelos meus filhos. Em todos os piores momentos da minha vida, eles estavam presentes e estenderam as mãos para mim. Quando eu precisei de gás eles me deram, quando não tinha remédio, eles me deram e quando não tinha mais ninguém por mim, lá eles estavam. A Amélia Rodrigues faz parte da minha família e da minha vida”, disse. Hoje, Joanice é auxiliar de limpeza na Fundação Santo André e vive numa casa segura e confortável ao lado dos filhos. “Sofri muito, mas tive grandes amigos aqui que me ajudaram a ser o que sou hoje”, finaliza.


Instituição preza por alimentação balanceada A Instituição Amélia Rodrigues serve todos os dias cerca de 900 refeições preparadas com muito carinho por uma equipe de cozinheiras profissionais. Na Amélia Rodrigues o cardápio obedece todas as recomendações de uma alimentação balanceada. “A instituição possui um cardápio balanceado que garante uma dieta rica em nutrientes construtores (carnes), energéticos (arroz) e reguladores (frutas), com variedade e equilíbrio”, comenta a nutricionista do Sesi, Patrícia Fingetto Lincon, que deverá iniciar uma proposta para ministração de palestras e cursos aos pais dos assistidos sobre educação alimentar e orientação a gestantes, através de uma parceria entre o Sesi e a Amélia Rodrigues. Um dos diferenciais do cardápio Amélia Rodrigues aos funcionários é o Dia Vegetariano. Neste dia o cardápio é alternativo, à base de vegetais e frutas e sem a ingestão de qualquer tipo de carne ou peixe. As vantagens de uma alimentação sem carne são inúmeras como diminuição do colesterol e ainda o favorecimento a educação alimentar.

“Jogos Pan-Amelicanos”

Os educadores da nossa instituição estão trabalhando no projeto dos “Jogos Pan-Amelicanos”, nomenclatura alusiva aos Jogos Pan-Americanos 2007 e ao nome da Instituição Amélia Rodrigues. No dia dois de julho aconteceu a abertura em que participaram as seguintes equipes: Mamadeira - Nível I, Fraldinha - Nível II, Chupeta - Nível III, Traquinas - Pré I, Além das Letras - Pré II e Juvenil com CJ e CPA. As crianças e adolescentes participaram de atividade esportivas até o dia 12 de julho.

Pinos de Encaixar - Espessuras Diferentes - R$ 13,00

Bloco Lógico de Encaixar GR. R$ 17,00

Pinos de Encaixar 05 peças GR. - R$ 13,00

Barras de Encaixar R$ 17,00

Pinos de Encaixar GD. 6 Peças - R$ 15,00

Pinos de Encaixar PQ. 12 Peças - R$ 10,00

Tel.: 3186-9788

Obrigada Eunice Biscaro Eunice Biscaro, 80 anos, é voluntária do setor de Costura da Instituição Amélia Rodrigues e no último mês mudou para Porto Alegre. Ela, que há 13 anos trabalhava carinhosamente no setor, lamentou sua mudança, pois já não poderá contribuir com os serviços voluntários na instituição. “A Amélia Rodrigues é minha vida. Vocês são grandes amigos e tenho certeza de que recebi muito mais do que doei”, disse. Ela conta que desde que sua mãe faleceu, conheceu a Amélia Rodrigues e passou a ser voluntária fiel todas as segundas, terças e quintas-feiras à tarde. “Eu cheguei aqui na Amélia muito triste e deprimida pela falta da minha mãe e recebi muito carinho de todos”, disse. Eunice morava em Santo André com a irmã que tem 78 anos, mas os filhos que

moram em Porto Alegre decidiram que seria melhor elas estarem mais perto da família.

Apoio

3


Aconteceu Amélia participa da Feira do Voluntariado Mais uma vez participamos da Feira do Voluntariado. A Feira aconteceu em maio e reuniu diversas entidades de Santo André. O nosso estande contou com uma grande variedade de artigos artesanais como porta papel higiênico, colchas de retalhos, brincos e pulseiras, panos de prato e outros artigos tudo confeccionado com muito carinho pela equipe de voluntariado.

Foto: Guilherme Ribeiro

Amélia arrecada 9.321 sacos de leite em pó A nossa Instituição participou da campanha de arrecadação de leite no Carnafacul, evento promovido pela MB Produções do Marcelo Borgerth. A MB Produções promove shows e oferece descontos para quem doa leite em pó no ato da troca dos abadás. No último evento, realizado em maio, a campanha arrecadou 9.321 latas de leite. Do montante, a Instituição ficou com 1.721 latas e distribuiu as 7600 latas para outras instituições

Amélia forma Segunda turma do Proerd O Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd) do Comando do 10ª Batalhão de Polícia Militar Metropolitano formou este ano a segunda turma de alunos da Instituição. Os alunos são do Centro Pré-Adolescente (CPA), de 11 a 14 anos e contribuíram com uma encenação de teatro muito emocionante e convincente. Isto prova que todos tem consciência do que se refere ao combate as drogas.

Dia das Mulheres O Dia Internacional da Mulher na Instituição Amélia Rodrigues mereceu homenagem e sorteio de presentes especiais para as mães e funcionárias da Instituição.

ONG Brasil Multicultural. As mães ainda participaram de sorteio de presentes.

Instituto C&A em formação de voluntariado na Amélia Rodrigues Mais um ano de atividades em parceria com Instituto C&A no Projeto Prazer em Ler. Este ano temos uma novidade: Além do CJ e CPA, inserimos a Educação Infantil no projeto pois entendemos que o incentivo a leitura começa com os nossos pequenos leitores.

Projeto Curumim esteve na Amélia Este mês, em nossa parada pedagógica, tivemos a oficina Reciclando Valores, proporcionada pelo Projeto Curumim (ONG localizada em Atibaia - SP). Esta oficina proporciona através da reciclagem de papel, uma reflexão sobre o significado e o sentido de cada uma das etapas desenvolvidas no processo de fazer o papel, estabelecendo uma relação com sua própria vida e um link entre o lixo externo e interno.

Dia das Mães Em maio as mães participaram de um delicioso café da manhã e uma homenagem musical dos alunos do CJ e CPA, participante do grupo de coral em parceria com a

Agradecimento aos parceiros A Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues agradece a colaboração de parceiros que contribuíram para realização de eventos ocorridos este ano. “Um sonho só se realiza por meio de uma ação conjunta, verdadeira e permanente. Graças à união de várias pessoas engajadas na luta para amenizar as diferenças sociais, hoje estamos semeando junto aos menos favorecidos os frutos que esperamos colher no futuro”, comenta o presidente da instituição, Miguel Sardano. No evento Noite da Pizza, a Instituição agra-

4

Expediente

dece o Laticínios Verona (4436-6679) pela doação de azeitonas e o Horti Fruti São Paulo (4365-4932) pela doação de cebola e tomate. Para a Festa da Páscoa, agradecemos a doação de biscoitos e chocolates doados pelo Instituto Arcor (4034-8940). Para Festa do Dia das Mães agradecemos a Padaria Nancy (4436-6840) pela doação de pães e bolo; Padaria Cristal (4436-6070) que doou bolo de laranja; Padaria La Vypan (4368-6391) pela doação de 60 pães; Doceria Campestre (4991-1497) que doou

bolo; Restaurante Questo Pasta (49942384) que doou frios e frutas; Interativa Farmácia de Manipulação (4437-4007) que doou kit de produtos naturais (alimentação); Instituto Embelleze (4979-5700) pela doação de uma cesta de produtos; Cidinha Guedes representante da Natura (44279887) que doou produtos Natura e Tânia Mazzetto pela doação de 60 botões de rosa. Para finalizar, agradecemos a doação da C&A ABC Plaza, Central Plaza e Campos Sales e da Caixa Econômica para realização da Festa Junina.

É uma publicação da Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues Rua Silveiras, 17 - Vila Guiomar - Santo André - SP - Cep: 09071-100 Tel: (11) 3186-9788 - www.ameliarodrigues.org.br Jornalista Responsável: Keila Andrade Passos - Mtb. 36691 imprensa@investidorsocial.org.br Programação Visual e Diagramação: m2comunicação - 4997-0744 Impressão: Unic Gráfica e Editora Ltda. - 4991-2488

Fique Por Dentro 15  

Fique Por Dentro é uma publicação da Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues, entidade sem fins lucrativos que atende 214 cr...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you