Page 1

P r é m i o Ta l e n t o – C o m u n i c a ç ã o S o c i a l 2 0 0 9 Correio de Venezuela

@correiodvzla

@correiodvzla

Sexta-feira 12 a Quinta-feira 18 de Agosto de 2016

publicaÇão Nº 663

Ano 16 • Depósito Legal: 199901DF222 • BsF. 50

Emigrantes na Assembleia Regional só após Revisão Constitucional O Fórum Madeira Global, que se realizou no Funchal esta semana, abordou a questão da representatividade da Diáspora Madeirense na Assembleia Legislativa da Região Autónoma. O próprio Governo concorda, mas para isso será necessário rever o Estatuto Regional e a Constituição Portuguesa. /P.3

Abertas contas solidárias com a Madeira P.3 Tradição cumpre-se nos centros portugueses P.6 Desporto cresce em Turumo P.22 pub

Conselheiros da Diáspora Madeirense ajudam na reconstrução

União Europeia apoia Portugal

Os novos membros do Conselho da Diáspora Madeirense tiveram uma primeira reunião, onde acertaram alguns pontos que gostariam ver implementados com a ajuda dos Governos Regional e da República, para cooperar no apoio às populações atingidas pelos fogos que têm assolado a ilha. /P.3

Portugal activou o Mecanismo de Proteção Civil da UE para impedir o avanço de fogos florestais em diversos pontos do país, faz notar a Comissão Europeia em comunicado. Em resposta imediata ao pedido de assistência, a UE mobilizou através deste mecanismo um plano de combate a incêndios. /P.8


2 Editorial

Sexta-feira 12 a Quinta-feira 18 de Agosto de 2016 | Correio da Venezuela

retrospectiva

1

Os incêndios florestais estão a dizimar os campos portugueses e de uma maneira muito particular na cidade do Funchal, na ilha da Madeira, onde a tragédia chegou no decorrer deste semana. Impiedoso, e na boleia implacável de mãos criminosas, o vento soprou forte de Nordeste pelo anfiteatro funchalense abaixo arrastando consigo o lume devastador que queimava as serras e depois destruiu várias casas das zonas altas das freguesias de São Roque, Monte, Imaculado Coração de Maria, Santa Luzia, Santa Maria Maior e São Gonçalo, até chegar à zona histórica de São Pedro, já dentro da cidade, onde os prejuízos são também importantes. Mas pior que tudo foram algumas vidas que se perderam, em locais de pior acesso e onde o lume avançou como que levado por rastilho incontrolável. O dia 9 de Agosto é mais um dia de memórias tristes, tal como o 20 de Fevereiro de 2010, em que os prejuízos e danos pessoais e materiais foram, infelizmente, maiores. Para quem vive numa ilha sabe que estas coisas acontecem ciclicamente e têm efeitos ainda piores quando as populações minimizam os perigos e esquecem o rigor que todos precisam colocar no seu trabalho e na observância de medidas essenciais de prevenção. Uma desgraça deixa um rasto de morte e de destruição, mas deixa também muitas lições e ensinamentos que são necessários ser absorvidos com a humildade que caracteriza o Povo Ilhéu. Os Madeirenses já se levantaram, já deitaram mãos ao trabalho. Melhor, ainda não se deitaram depois dessa noite negra. Ao nascer do Sol já estavam no terreno. Entre o espanto e o choro, com a dor a cortar corações, ganharam força para limpar e prosseguir. Agora há que fazer contas e reconstruir. O Presidente da República e o Governo da República chegaram à Madeira nos dias seguintes. Levaram a solidariedade dos Portugueses, também com os seus campos a arder e a notícia de que ninguém ficará sem casa e que as vidas serão reconstruídas. Por toda a Diáspora a solidariedade estende-se e as iniciativas de recolha de apoios multiplicam-se a favor dos desalojados madeirenses que se contam por mais de um milhar em cerca de 250 habitações destruídas e de algumas outras também afetadas pelo fogo. Mas a Madeira e os Madeirenses não esmorecem e já arrebitaram. A ilha está linda como sempre, os pontos turísticos e nomeadamente os hotéis continuam a receber os turistas e os visitantes que não deixaram de chegar à ilha. A hospitalidade tradicional do povo ilhéu, o mesmo que não disfarça as cicatrizes da tragédia, mas que tem a vontade hercúlea que move montanhas, mostra-se com o mesmo sorriso nos lábios. Quem chegar à Madeira nos próximos dias pouco se aperceberá dos efeitos da devastação do fogo, salvo nas zonas queimadas, pois os postais serão preservados e rapidamente reabilitados. Há um trabalho em curso que terá resultados visíveis a breve prazo. A Madeira conta com todos para ultrapassar mais esta fase menos boa da sua vida.

2

Decorreu na ´Pérola do Atlântico´, no início da semana, o Fórum Madeira Global, uma iniciativa do Governo Regional através do Centro das Comunidades Madeirenses e das Migrações, que teve por principal objectivo a discussão e debate de questões relacionadas com a Emigração, com foco particular na vida dos Madeirenses e seus descendentes na Diáspora. Terra de Emigração por excelência, com cerca de quatro vezes a sua população permanente fora do arquipélago, a Madeira continua a dar grande importância às matérias que envolvem os Emigrantes, em diversas circunstâncias, que não só e apenas, as que são favoráveis a um maior entrosamento das atividades económicas e financeiras desses filhos da terra, quando resolvem investir no retorno ao seu País. E basta olharmos para actual situação em Venezuela para podermos ter ideia de que nem tudo são rosas no caminho dos Emigrantes. Nem nunca foram, aliás. Basta atentarmos um pouco na história de muitos dos que partiram para além-mar, porque existe um manancial de histórias de sucesso que começaram com muitos amargos de boca. E há ainda, sejamos sinceros, os que agora precisam de ajuda de alguém, e aos quais a Comunidade não pode negar. Durante o Fórum Madeira Global foi nomeado ainda o Conselho das Comunidades Portuguesas, constituído por 21 conselheiros que representam diversas áreas geográficas, e que servirá de elemento de ligação entre o Governo Regional da Madeira e os Madeirenses que vivem fora do arquipélago. Neste Fórum foram ainda anunciadas algumas resoluções do Governo Regional da Madeira, nomeadamente a criação do ‘Investe Madeira’, um gabinete de apoio aos Emigrantes que pretendam investir na Região Autónoma, ao jeito da já existente ‘Loja do Cidadão’ cujo principal objectivo é desmaterializar muita da burocracia que hoje enfrentam os empresários que pretendem investir em Portugal.

fotoflash Os fogos florestais e urbanos que assolaram a ilha da Madeira nesta semana levou ao cancelamento de alguns dos tradicionais arraiais da terra natal de muitos Portugueses que hoje vivem em Venezuela. O Arraial de Nossa Senhora do Monte foi o mais duramente atingido pelas medidas que foram decididas pelos respectivos párocos das freguesias afetadas pelos incêndios. Será apenas celebrado o evento religioso, com Procissão em Honra de Nossa Senhora do Monte, Padroeira da Ilha da Madeira. A própria Igreja Paroquial do Monte ficou no meio de dois focos de fogo que desceram pelas encostas abaixo e que levaram a destruição a duas freguesias em cota inferior, onde se registou a destruição de dezenas de habitações, e, infelizmente, as três mortes ocorridas no 9 de agosto. Até ao próximo fim-de-semana, encontram-se proibidos também todas as licenças para lançamento de fogos pirotécnicos, em toda a ilha.

Grupo Editorial

www.correiodevenezuela.com Rif.: J-40058840-5

Director Aleixo Vieira Subdirector Agostinho Silva Gerente: Sergio Ferreira Soares Endereço: Av. Veracruz. Edif. La Hacienda. Piso 5, ofic. 35F. Las Mercedes, Caracas. Telefones: (0212) 9932026 / 9571 Telefax: (0212) 9916448 E-mail: editorial@correiodevenezuela.com

Chefe de redacção Sergio Ferreira Soares |Jornalistas Ommyra Moreno, Carla Salcedo Leal, Victoria Urdaneta, Kenner Prieto, Antonio Da Silva |Correspondentes Edgar Barreto (Falcón), José Manuel De Oliveira (Falcón), Carlos Balaguera (Carabobo), Sandra Rodríguez (Aragua), Trinidad Macedo (Lara), Silvia K. Gonçalves (Bolívar), Mariana Santos (Nueva Esparta), Luis Canha (Mérida), Carlos Marques (Mérida), Daniela García (Miranda), Antonio Dos Santos (Zulia) |Colaborações Catanho Fernandes, Arelys Gonçalves, Antonio López Villegas, Isabel Idárraga, Shary Do Patrocinio, Serafim Marques, António Delgado, Carla Angarita |Publicidade e Marketing Carla Vieira |Paginação Elsa de Sá |Fotografia Francisco Garrett |Administração Cindy Calabria |Distribuição Luis Alvarado, Carlos Agostinho Perregil R. |Impressão Grupo Últimas Noticias. Caracas -Venezuela |Tiragem 15.000 exemplares |Fontes de Informação Agência Lusa, Diário de Notícias, Diário de Notícias da Madeira, Ilhapress, Portuguese News Network e intercâmbio com publicações em língua portuguesa.


Correio da Venezuela | Sexta-feira 12 a Quinta-feira 18 de Agosto de 2016

REUNIÃO NO FUNCHAL APRESENTA PROPOSTAS AO GR

Conselheiros da Diáspora mobilizam-se para ajudar a Madeira

Correio da Venezuela

Reunião de emergência realizada na sexta-feira avança com várias propostas para que a solidariedade externa chegue aos afectados Um grupo de recém nomeados Conselheiros da Diáspora Madeirense reuniram-se esta sexta-feira, dia 12 de Agosto, a seu pedido, na Secretaria Regional dos Assun-

tos Parlamentares e Europeus, de modo a estabelecer metedologias de apoio aos afectados pelos recentes incêndios que assolaram a Madeira. Da reunião informal, que contou com a presença dos Conselheiros que tiveram possibilidade de responder à chamada de urgência dos seus pares, ficaram as seguintes propostas: Centralizar os apoios nas contas do Governo Regional, ou que este se associou, para a tragédia, de modo a garantir a boa aplicabilidade do fundos recolhidos e a não dispersão de meios. Propor ao Governo Regional que envie cartas aos embaixadores de Portugal e Consulados, si-

tuados nos paises de acolhimento de todos os Conselheiros, dando conta da nomeação dos mesmos e informando os números das contas solidárias aos afetados pelos incêndios, o que foi aceite imediatemente pelo Governo Regional. Divulgar pela imprensa desses Países a informação acima descrita Propor que os Conselheiros dinamizem iniciativas nos países onde residem de modo a angariar fundos, nomeadamente em clubes e associações Solicitar ao Governo Regional que proponha à RTP a colocação de um quadrado no canto do ecrã do seu canal Internacional com os números das contas Que nas conclusões do abruptamente terminado Fórum Madeira Global, precisamente devido aos incêndios, conste uma referência à tragédia e às formas de ajudar os afetados. O Secretário Regional dos Assuntos Parlamentares e Europeus, Sérgio Marques, que não pôde estar presente por se encontrar no terreno aferindo dos estragos nas zonas altas de confluência entre o Funchal e o Concelho de Santa Cruz, bem como da situação das estradas sob fogo na Calheta, agradeceu a iniciativa dos Conselheiros, garantindo que o Governo tudo fará para concretizar as iniciativas propostas.

madeira

Cancelado Fórum Madeira Global Correio da Venezuela

Devido à situação de emergência por causa dos fogos no Funchal, foi cancelado o Fórum Madeira Global, uma iniciativa governamental dedicada às comunidades. “O Governo Regional cancelou o programa do ultimo dia do Fórum Madeira Global , veiculo de contacto e reflexão com os Emigrantes Madeirenses e com a própria emigração, devido aos incêndios de grandes proporções

que afetam a Madeira. Já ontem os trabalho foram condicionados da parte da tarde tendo sido cancelado um cocktail que teria lugar na Quinta da Vigia. O Governo Regional compromete-se a realizar a agenda que constava no último dia dos trabalho num futuro a determinar.” explicou o Governo. Há muitos emigrantes a passar dificuldades e que por uma uma razão ou outra não procuram ajuda, sendo conhecidos casos de quem viva na rua. Mas também idosos que, sem pensão de refor-

ma nem ajuda de familiares, dependam do apoio das várias casas portuguesas/madeirenses criadas ao longo de décadas. Esses e tantos outros foram os testemunhos deixados pelos participantes no segundo debate. O Fórum abordou a questão da representatividade da Diáspora Madeirense na Assembleia Legislativa da Região Autónoma. O próprio Governo concorda, mas para isso será necessário rever o Estatuto Regional e a Constituição Portuguesa.

Venezuela 3

AJUDA CHEGA DO EXTERIOR

Abertas contas solidárias com a Madeira

Correio da Venezuela

Desde o dia seguinte ao da tragédia que atingiu a Madeira, nomeadamente a cidade do Funchal, no dia 9 de agosto, começaram a chegar à Madeira apoios de diversas partes do mundo. Primeiro do Continente, onde foi montada uma operação de recolha de bens e fundos, com o apoio de diversas entidades e instituições. Depois conforme os ecos das tragédias, por todos os recantos onde vivem Madeirenses e Portugueses não tardaram as mensagens de solidariedade e disponibilidade para ajudar no que seja necessário para reerguer das cinzas os edifícios perdidos e valer às pessoas que nesta tragédia tudo perderam. Há muitas dezenas que ficaram apenas com a roupa que tinham no corpo e são obrigados agora a recomeçar vidas que tinham construído ao longo de dezenas de anos. Estão abertas algumas contas solidárias e, aliás, através dos sistemas bancários e de Multibanco, é possível fazer doações para as contas que reverterão a favor da reconstrução da Madei-

ra e de apoio aos que tudo perderam na vaga de incêndios. Aqui deixamos a indicação de trêss contas, uma aberta no Município do Funchal e outras através da Cáritas Portuguesa e da Cruz Vermelha Portuguesa, onde podem ser depositadas contribuições: Câmara Municipal do Funchal Instituição Bancária: BANCO SANTANDER Título da Conta: ‘Funchal Solidário – Incêndio de Agosto-2016’ Nº Conta: 0003 42777599020 IBAN: PT50 0018 0003 4277 7599 0201 0 BIC/SWIFT: TOTAPTPL Cáritas Portuguesa Instituição Bancária: Caixa Geral de Depósitos Título da Conta: ‘Cáritas ajuda a Madeira’ Número de conta: 0035 0697 0059 724 013 028 Cruz Vermelha Portuguesa Delegação Regional da Madeira I BAN: PT 5 0 -0 0 3 3 -0 0 0 0 45426331707-05, id. Bancária: BCOMPTPL.


4 Venezuela

Sexta-feira 12 a Quinta-feira 18 de Agosto de 2016 | Correio da Venezuela

comunidade

Conselheiros realizarão visita oficial ao Estado Falcón Os dirigentes também vão estar presentes num debate organizado por jovens luso-falconianos

Beneficência

ma oficial estão incluídas uma série de reuniões cm as direções da delegação de Mulher Migrante Falcón, dirigentes do Centro Português em Punto Fijo, dirigentes dos grupos folclóricos Encantos de Portugal, Filhos dos Emigrantes e Nova Geração da Península de Paraguana, assim como os representantes das

comissões pastorais dedicadas às comemorações em honra à Virgem de Fátima. Os dirigentes também vão estar presentes num debate organizado por jovens luso-falconianos nas instalações do Centro Português de Puto Fijo e marcaram conversas com personalidades portuguesas e venezuelanas da

região. Para além do mais, foram programadas entrevistas para o canal de televisão “Falconia TV”, para o espaço de rádio “Portugal 92.1 FM”, que é conduzido pelo locutor de origem portuguesa Mário Joaquim Pereira e para o programa televisivo do jornalista Edgar Barreto.

Sociedade de Damas Portuguesas já tem data para almoço de outono Ommyra Moreno Suárez

A instituição continua a promover os seus diferentes programas de apoio para os mais necessitados A Sociedade de Beneficência de Damas Portuguesas preara-se para realizar o seu tradicional almoço de outono, que foi marcado para o domingo 16 de outubro na sede da associação, localizada na urbanização Macaracuay, a Este da cidade capital. A iniciativa será realizada para angariar fundos em benefício do Lar Padre Joaquim Ferreira. O evento contará com uma variedade de propostas gastronómicas da cozinha portuguesa, tanto da ilha da Madeira como do

Luso foi assassinado em Valencia Ommyra Moreno Suárez

O funcionário estava parado num semáforo na avenida Lara

Ommyra Moreno Suárez

Os conselheiros das Comunidade Portuguesas, eleitos pelo circuito eleitoral “Venezuela/Occidente”, área consular de Valencia, Fátima De Pontes e Leonel Moniz da Silva, vão realizar uma visita oficial na próxima sexta-feira dia 8 e no sábado dia 10 de setembro no Estado Falcón. Durante a visita, os conselheiros vão participar em encontros com a comunidade portuguesa residente naquela localidade, com o movimento associativo luso falconiano e a rede empresarial cm gerência lusa. Da mesma forma, no progra-

insegurança

O oficial da Polícia Municipal de Valencia, Moisés Pereira, foi assassinado na tarde da passada terça-feira quando estava parado num semáforo da capital de Caracas. O funcionário estava numa mota na avenida Lara de Valencia, retido por um semáforo, e foi atacado por indivíduos que lhes deram um tiro no pescoço, causando-lhe morte quase imediata. Os criminosos roubaram a arma ao agente. Após o assassinato, a Polícia Municipal de Valencia ativou um dispositivo de segurança que conseguiu dar com o paradeiro de um dos mafiosos, que enfrentaram as comissões que lhes seguiam os passos, terminando morto.

Continente, entre elas atum frito, milho frito e feijoada, entre outros. Recorde-se que a Sociedade de Damas, umas das instituições com maior tradição na comunidade luso-venezuelana, é constituída por 28 mulheres, que têm a função de concretizar uma série de iniciativas em prol dos mais necessitados. Atualmente, as damas estão a elaborar uma lista de medicinas, com a qual esperam realizar uma recolheita entre as autoridades lusas e a comunidade para ajudar os pacientes que estão a fazer tratamentos médicos e não conseguem os medicamentos. Da mesma forma, na lista também serão incluídos os medicamentos indispensáveis para o bem-estar das pessoas da terceira idade que residem no Lar Padre Joaquim Ferreira. Neste sentido, a presidente da associação, Fátima de Pontes Pita, deixou um apelo à comunidade para que doem medicamentos que tenham nas suas casas e que não necessitem, especialmente os de doenças crónicas. O próximo evento organizado pela Sociedade de Beneficência de Damas Portuguesas será o Almoço de São Martinho, que se realizará no dia 20 de novembro. Embora só se vão realizar quatro eventos de angariação de fundos por ano, a instituição está aberta diariamente para receber qualquer tipo de contribuição.


Correio da Venezuela | Sexta-feira 12 a Quinta-feira 18 de Agosto de 2016

Publicidade 5


6 Venezuela

Sexta-feira 12 a Quinta-feira 18 de Agosto de 2016 | Correio da Venezuela

clubes

Caracas e Valencia comemoram Nossas Senhoras do Monte e da Saúde Sergio Ferreira Soares

As direções do Centro Português, Centro Social Madeirense e Centro Marítimo da Venezuela celebram a tradição Uma vez mais, a Associação Civil Centro Português, localizada no setor Macaracuay do este de Caracas, promove uma festa com o melhor estilo luso, com a finalidade de ressaltar os costumes e a idiossincrasia do povo ibérico. Trata-se do arraial em honra à Nossa Senhora do Monte e Nossa Senhora da Saúde, que terá lugar no domingo dia 14 de agosto, a partir do meio-dia, na área da Fuente de Soda. A jornada inicia-se às 12h00 com a tradicional missa, dirigida pelo Padre Alexandre Mendonça, para posteriormente dar lugar à festividade que incluirá a venda de alguns pratos e bebidas típicas de Madeira e Continente, assim como também a apresentação de grupos folclóricos, músicas de dança e outras surpresas. O Diretor de Cultura do Centro Português, José Alberto Viveiros, assegurou ao CORREIO que para além da situação do país é importante fazer um esforço e impulsionar este tipo de atividades, pois nelas está a

continuidade e o futuro da comunidade luso-venezuelana. «Comemorar os nossos santos é transmitir esse legado tão bonito aos nossos filhos e netos». O Centro Madeirense levará a cabo, no próximo sábado dia 20 e domingo 21 de agosto, as “Festas de Nossa Senhora do Monte Fé, Tradição e História”. As comemorações iniciam-se no sábado, a partir das 19h30, com a apresentação de shows musicais, um bazar madeirense e um encontro de despiques, um género popular na ilha de Madeira, característico pelo seu canto improvisado. No domingo 21 de agosto, a partir das 16h00, realiza-se a missa, seguida por uma procissão com os fiéis pelos espaços do centro social. Às 16h00, terá lugar uma festa, a qual será animada por grupos folclóricos, que aproveitarão oportunidade para enaltecer o melhor da ilha da Madeira com as suas danças populares. A jornada termina às 21h00 com um espetáculo de fogo-de-artifício e balões de desejo. O Centro Marítimo de Venezuela também vai honrar Nossa Senhora da Saúde com uma grande festividade que incluirá o grupo venezuelano “La Quinta Escala”, para além de degustar uma grande variedade de pratos e bebidas típicas lusas. O encontro é domingo dia 21 de agosto, a partir das 12h00, no clube localizado no sector de Turumo do Estado Miranda.

Nossa Senhora do Monte: Um pouco de história São várias as lendas de Nossa Senhora de Fátima que passaram de geração em geração. Não existem documentos que fixem a data da lendária aparição da Virgem a uma jovem no Terreiro da Luta, mas poderá ter ocorrido em Outubro de 1477. Quando se deu a aparição, já existia a Capela de Nossa Senhora da Encarnação, mandada construir por Adão Gonçalves Ferreira em 1470. Reza a história que uma menina brincava durante toda a tarde com uma pastorinha desconhecida, que lhe ofereceu uma merenda. A pequena contou a história aos familiares, ao regressar a casa, mas não acreditaram nela porque nesse recanto tão afastado da povoação, era pouco provável que se encontrasse uma pastorinha. No dia seguinte, voltou a acontecer a mesma coisa. Ao terceiro dia, o pai decide seguir a filha e ficou perplexo ao ver que a pequena falava e brincava com uma imagem da Virgem Maria, que se encontrava sobre uma rocha. O homem decide contar a história às autoridades, que colocaram a imagem na Capela de Nossa Senhora da Encarnação.

Nossa Senhora da Saúde: Um pouco de história Tradicionalmente invocada pelos doentes, tornou-se particularmente cultuada a partir dos finais do século XVI, sendo-lhe atribuída a intervenção miraculosa que levou ao fim de vários surtos de peste ocorridos em Portugal. Em sua honra, nas povoações libertas do flagelo, foram-lhe erigidas igrejas ou dedicadas velhas capelas preexistentes. Assim, o primeiro surto, ocorrido em Lisboa no reinado de Dom Sebastião, em 1568, atingiu o seu ponto máximo no Verão do ano seguinte; ante a elevada mortandade, a população da capital começou a organizar procissões em honra da Virgem, para que por sua intercessão pudesse cessar a peste. Tendo a mortalidade decrescido até ao começo da Primavera seguinte, o povo agradecido passou a celebrar anualmente uma procissão em honra de Maria, sob a invocação de Nossa Senhora da Saúde, no 1.º Domingo de Maio. A imagem protectora foi depositada na Igreja do Colégio de Jesus, tendo mais tarde sido transferida, em 1662, para a pequena Capela de Nossa Senhora da Saúde e de São Sebastião da Mouraria, na freguesia de Santa Justa, próxima ao Rossio.

breves Recolha de 20% das assinaturas se realizaria a finais de outubro A presidente do Conselho Nacional Eleitoral (CNE), Tibisay Lucena, indicou que se cumprissem todos os requisitos estabelecidos na norma, a recolha de 20% das assinaturas se realizaria a finais de outubro. Igualmente, assinalou que logo após este processo passarão 90 dias para a execução do referendo. «A comemoração do referendo revogatório de mandato se levará a cabo dentro dos 90 dias contínuos seguintes à sua convocatória».

Governo estima reabilitar 500.000 moradias em 2016 O presidente da República, Nicolás Maduro, durante o seu programa televisivo “Em Contacto com Maduro”, indicou que, até ao final do ano em curso, o Governo pretende reabilitar cerca de 500.000 moradias no âmbito da Gran Misión Nuevo Tricolo. «Se não fosse graças às grandes missões, a guerra económica teria feito grandes estragos nas famílias venezuelanas», assegurou.

Desmantelados 200 toneladas de produto em Tocuyito

empresas

Excelsior Gama oferece um fim de semana de #EnergiaEnFamília nas Mercedes Ommyra Moreno Suárez

A iniciativa será totalmente grátis para o público presente No próximo sábado dia 13 e domingo 14 de agosto, a praça Alfredo Sadel de Las Mercedes, localizada a este da cidade capital, vai converter-se na zona mais divertida e saudável de Caracas,

a propósito da realização do segundo fim de semana de #EnergiaEnFamilia, organizado pela cadeia de supermercados Excelsior Gama. Trata-se de uma atividade totalmente gratuita para o público assistente que contará com o apoio da autarquia de Baruta, que oferecerá os espaços da praça para a realização do evento e prestará apoio na segurança. Adicionalmente, vai ser contratado um serviço de segurança privado para controlar os presentes. Guesy Millán, gerente de compras

da empresa, indicou que esta atividade lhes vai permitir chegar a um grupo importante de pessoas, dando-lhes a oportunidade de desfrutar ao ar livre e partilhar com a família e amigos. «Vamos ter atividades para todos os membros da família; desde os mais fitness até os que só querem dançar e divertir-se de uma forma sã. Para as crianças, vai haver muitas surpresas, tais como um parque de aventuras, parede de escalada e a presença de palhaços de Dr. Yaso com as suas dinâmicas».

O superintendente Nacional para a Defesa dos Direitos Socio-económicos (Sundde), William Contreras, informou que foram desmantelados 200 toneladas de produtos o mercado de Tocuyito. Nesse sentido, o superintendente detalhou que, de entre os produtos desmantelados, estão: «massa, arroz, açúcar, café, azeite, grãos, compotas, fraldas de crianças, toalhitas, entre outros. Alguns destes produtos não tinham sido autorizados pelos organismos competentes, sendo que as irregularidades encontradas estão associadas à apresentação, peso, preço, entre outros. Há outras pessoas detidas.


Correio da Venezuela | Sexta-feira 12 a Quinta-feira 18 de Agosto de 2016

Publicidade 7


8 Portugal

Sexta-feira 12 a Quinta-feira 18 de Agosto de 2016 | Correio da Venezuela

estudo global

Procura de bens e serviços de consumo de energia é elevada nos jovens DN Madeira

Os consumidores portugueses estão alinhados com a média global quanto ao grau de confiança que têm no seu fornecedor de energia A procura de bens e serviços ligados ao consumo de energia é elevada, especialmente nos jovens entre os 18 e 34 anos, também conhecidos como os ‘millennials’, revela um estudo global da Accenture. O estudo anual sobre os consumidores de energia chama-se “The energy consumer: thriving in energy ecosystem” e analisa as respostas de mais de 9.500 inquiridos em 17 países, com Portugal incluído. Uma das conclusões é de que “os millennials’ exercem uma forte influência sobre as principais tendências de fidelização dos consumidores num contexto marcado por um vasto e complexo conjunto de fornecedores de energia concorrentes que oferecem produtos, serviços e experiências inovadoras”, refere a Accenture, em comunicado.

Os resultados dos 500 inquiridos em Portugal, com o universo de ‘millennials’ a representar 39%, demonstram que os consumidores portugueses “estão alinhados com a média global quanto ao grau de confiança que têm no seu fornecedor de energia: 47% têm essa confiança em relação a informação sobre produtos de distribuição de energia como painéis solares, carregamento de veículos elétricos e serviços de manutenção ligados a baterias domésticas (média global é de 46%)”. No entanto, “a maioria dos inquiridos (51%) diz não receber ou ter recebido qualquer tipo de informação do seu fornecedor sobre recursos energéticos distribuídos

(DER) nos últimos 12 meses e apenas 22% se recordam de a ter recebido”, adianta a Accenture. Mais de um quarto (28%) dos inquiridos portugueses afirmou “confiar inteiramente nas sugestões recebidas do seu fornecedor sobre otimização e eficiência dos consumos de energia”, sendo que “este valor está também muito abaixo do valor médio da edição deste ano do estudo, que é de 40%”, refere. “Nesta matéria, os filipinos são os que mais confiam nessas sugestões, com 69%, e os britânicos, com 25%, os menos confiantes”, adianta. “Contudo, a confiança no operador parece estar a aumentar em

Portugal. Comparando os dados do estudo de 2015 com os de 2016, verifica-se que na edição do ano passado, 48% dos inquiridos portugueses declaravam estar abertos a mudar de operador se detetassem condições mais favoráveis. Na edição deste ano, essa predisposição é declarada por 43%, cinco pontos percentuais a menos”, acrescenta a Accenture. “Na relação com o fornecedor de energia, os participantes portugueses neste estudo gastam quase 19 minutos (18,8 minutos) quando se trata de um contacto presencial, mas se o contacto for feito através de meios digitais, o tempo gasto desce para quase metade: 10 minutos”, conclui. O estudo aponta que os ‘millennials’ querem ser os primeiros a ter acesso a novos produtos e serviços de energia. Por exemplo, “no que se refere à gestão do consumo de energia em casa, nos próximos cinco anos, 61% dos mais jovens estão recetivos a dispor de uma aplicação que monitorize e controle remotamente os equipamentos de casa versus os 36% dos consumidores com mais de 55 anos”. Mais de metade (56%) dos ‘millennials’, “o dobro das pessoas do escalão com mais idade, estão recetivos a adquirir um painel solar nos próximos cinco anos”, acrescenta, salientando tratar-se também de uma geração mais exigente.

INVEST MADEIRA

Governo Regional cria uma agência do investimento externo DN Madeira

O Governo Regional, “dentro de pouco tempo”, vai operacionalizar a agência de investimento externo chamada Invest Madeira. A novidade foi avançada por Eduardo Jesus, secretário regional da Economia, há pouco no Fórum Madeira Global, na conferência ‘Fiscalidade e Investimento’. A ideia é de ter uma agência vocacionada para dar uma resposta imediata às situações que as pessoas colocam. “Alguém que pretenda fazer um investimento na Madeira com determinadas características, hoje já se pode dirigir ao Governo, através da nossa secretária na Direcção Regional da Inovação, onde é acolhida e todas estas questão são respondidas no momento. Entendemos que tudo isto tinha de ter um corpo diferente e uma presença diferente e por isso evoluímos para a agência e que será o elemento que comunica tudo isto e recebe os interessados”, referiu. Convidados para a conferência foram também José Egídio Monteiro, Paulo Matias, e Roberto Figueira.

Incêndios

Mais de 300 incêndios em todo o País e quase seis mil homens no terreno DN Madeira

Os casos mais problemáticos registavam-se nos distritos do Porto, Braga, Aveiro e Viseu. Mais de 300 incêndios florestais e quase seis mil homens no terreno são o balanço, com o nor-

te do país a ser a zona mais atingida, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil. Até às 19:30, a ANPC tinha registado “319 incêndios florestais com mais de 5.887 operacionais, 1.544 meios e 74 missões com meios aéreos”, resumiu, ao início da noite, o Comandante Operacional Nacional, José Manuel Moura. Os casos considerados mais problemáticos e que mobilizavam mais operacionais ao início da noite de hoje registavam-se to-

dos a norte do rio Mondego: nos distritos do Porto, Braga, Aveiro e Viseu. Em Aveiro havia registo de “cinco situações preocupantes”, nos concelhos de Agueda, Arouca, Albergaria, Castelo de Paiva e Anadia. Em Viana do Castelo, as atenções estavam centradas nos incêndios de Arcos de Valdevez, Caminha e Viana do Castelo. A ANPC considerou ainda preocupantes os incêndios em Vieira do Minho (distrito de Bra-

ga), Castanheira de Pera (Leiria) e Gondomar (Porto). José Manuel Moura alertou para a previsão do agravamento das condições meteorológicas nas próximas horas, entre as 23:00 e as 06:00, altura em que os ventos

poderão atingir os 80 ou 90 Km/ hora. No entanto, o comandante acredita que o número de incêndios do dia de hoje se aproxime dos registados na terça-feira, quando a ANPC contabilizou 365 fogos.


Correio da Venezuela | Sexta-feira 12 a Quinta-feira 18 de Agosto de 2016

Portugal 9

incêndios

Trinta e quatro concelhos do continente em risco ‘Máximo’ de incêndio DN Madeira

Está também prevista uma pequena subida de temperatura nas regiões Centro e Sul Trinta e quatro concelhos dos distritos de Faro, Santarém, Coimbra, Guarda, Castelo Branco, Coimbra, Viseu, Porto, Viana do Castelo, Vila Real e Braga apresentam risco ‘Máximo’ de incêndio, segundo o Instituto do Mar e da Atmosfera. Os concelhos de Monchique (Faro), Mação, Sardoal (Santarém), Oleiros, Vila de Rei, Sertã (Castelo Branco), Pampilhosa da Serra, Góis, Oliveira do Hospital (Coimbra), Figueiró dos Vinhos, Pedrógão Grande, Castanheira de Pera e Miranda do Corvo (Coimbra), Guarda, Sabugal, Gouveia, Celorico da Beira, Trancoso, Fornos de Algodres e Aguiar da Beira (Guarda) estão hoje em risco ‘Máximo’ de incêndio, de

acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). Estão também em risco ‘Máximo’ de incêndio os concelhos de Moimenta da Beira, Sernancelhe, Vila Nova de Paiva, Castro Daire e São Pedro do Sul (Viseu), Arouca, Castelo de Paiva (Aveiro), Baião e Valongo (Porto), Vila Pouca de Aguiar, Ribeira de Pena (Vila Real), Cabeceiras de Basto e Póvoa do Lanhoso (Braga) e Arcos de Valdevez (Viana do Castelo). O Instituto colocou também em

risco ‘Muito Elevado’ e ‘Elevado’ de incêndio vários concelhos de todos os distritos (18) de Portugal continental. O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, que podem variar entre ‘Reduzido’ e ‘Máximo’. O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 em cada dia, relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas. O IPMA prevê para hoje no con-

tinente céu pouco nublado ou limpo, aumentando temporariamente de nebulosidade durante a tarde no interior da região sul, vento fraco a moderado do quadrante leste, soprando temporariamente de noroeste no litoral oeste durante a tarde. Nas terras altas prevê-se vento moderado do quadrante leste, sendo moderado a forte, com rajadas até 70 quilómetros por hora, até meio da manhã e a partir do final da tarde. Está também prevista uma pequena subida de temperatura nas regiões Centro e Sul. Na Madeira prevê-se períodos de céu muito nublado, apresentando-se geralmente pouco nublado nas vertentes sul, vento moderado de nordeste, soprando por vezes forte nos extremos leste e oeste da ilha, rodando para norte durante a tarde e pequena descida da temperatura mínima. Para os Açores a previsão aponta para períodos de céu muito nublado com boas abertas, possibilidade de aguaceiros fracos no grupo oriental (Santa Maria e São Miguel) e vento leste fraco a bonançoso.

incêndios

Perto de 25 mil assinam petição que pede 25 anos de prisão para incendiários DN Madeira

Uma petição que pede que seja aumentada a pena máxima para quem atear fogos florestais para 25 anos de prisão tinha, pelas 20:00 de hoje, perto de 25 mil assinaturas. O autor da petição que tem como título “25 anos de prisão para quem (atear/mandar) fogo florestal” escreve ser “um cidadão português cansado de assistir ano após ano à destruição do património florestal principalmente devido a mão criminosa”. Contactado pela Lusa, o autor da petição, Rafael Carvalho, explicou que esta “foi lançada [na terça-feira] por volta das 11:00 com o objetivo de apelar a todos os portugueses para que alguma coisa seja feita para que [se possa] mudar o paradigma do que tem acontecido ano após ano, que é a destruição do património florestal”.

“Venho apelar à voz do povo português para que possa ser alterada a pena penal máxima dos oito anos para os 25 anos de prisão para quem atear fogo às nossas florestas. Basta de ter mão leve para os criminosos que, por prazer ou interesses económicos, destroem o nosso património, põem vidas humanas em risco, e nos fazem gastar milhares de euros nos combates aos incêndios”, pode ler-se na mensagem que o autor da petição redigiu, defendendo que os cidadãos têm “o poder de mudar as coisas matando o mal pela raiz”. Numa adenda datada de hoje na página Petição Pública, Rafael Carvalho pede assistência de voluntários que possam “prestar apoio jurídico nesta petição, na altura em que for apresentada” à Assembleia da República, algo que acontecerá quando o número deixar de “evoluir significativamente”.

Questionado sobre se o aumento da potencial pena de prisão seria a melhor forma para pôr fim aos incêndios florestais, Rafael Carvalho considerou que “a atual pena é muito baixa” e disse que a “quem pratica este tipo de crimes não lhe acontece rigorosamente nada”. “Penso que se a pena fosse alterada essas pessoas pensariam duas vezes antes de fazer tal crime”, acrescentou Rafael Carvalho

que se mostrou “um pouco surpreendido” com a adesão à petição. Por entre múltiplos comentários de signatários, encontram-se quem proponha medidas adicionais: “não merecem é viver são uns assassinos”, como escreve uma das subscritoras que assinou apenas Maria, à semelhança de Ana M., que refere que “deviam era serem postos lá no meio, presos ainda vão comer à nossa conta”.

incêndios

União Europeia apoia Portugal DN Madeira

Portugal activou o Mecanismo de Proteção Civil da UE para impedir o avanço de fogos florestais em diversos pontos do país, faz notar a Comissão Europeia em comunicado. Em resposta imediata ao pedido de assistência, a UE mobilizou através deste mecanismo um plano de combate a incêndios, gerido por Itália como parte da “capacidade tampão” da UE, desenvolvido para apoiar os recursos nacionais quando requerido. Acrescem-se duas aeronaves de combate aos fogos provenientes de Espanha. O Centro de Coordenação de Resposta de Emergência (CCRE), da Comissão Europeia, ativo na monitorização de incêndios florestais, encontra-se em contacto com as autoridades de proteção civil dos países que fazem partes deste mecanismo. “A UE apresenta-se solidária com Portugal no auxílio ao combate aos fogos no país. Encontramo-nos em contacto contínuo com as autoridades nacionais de diferentes Estados integrados no Mecanismo de Proteção Civil da UE para coordenar a resposta. Os nossos pensamentos estão com aqueles que foram afetados e com os que responderam em primeiro lugar, que se encontram a fazer o seu melhor no combate às chamas”, declarou Christos Stylianides, Comissário Europeu para a Ajuda Humanitária e Gestão de Crises. O CCRE recorre a serviços de monitorização nacionais, dados do Sistema Europeu de Informação sobre Incêndios Florestais (EFFIS) e imagens de satélite para providenciar uma visão mais alargada da situação europeia.


10 Portugal

Sexta-feira 12 a Quinta-feira 18 de Agosto de 2016 | Correio da Venezuela

turismo

Governo lança programa cultural para promover Algarve durante época baixa DN Madeira

relatório anual

Mais de 500 pessoas com deficiência apresentaram queixa por discriminação em 2015 DN Madeira

Outro dos organismos que recebeu queixas foi a Entidade Reguladora da Saúde Mais de 500 pessoas com deficiência apresentaram queixa no ano passado por discriminação, mas a maior parte dos processos acabou arquivada, e em apenas quatro casos houve lugar a contraordenação, segundo dados do Instituto Nacional de Reabilitação. De acordo com a informação do Relatório Anual - 2015 sobre a prática de atos discriminatórios em razão da deficiência e do risco agravado de saúde, publicado pelo Instituto Nacional de Reabilitação (INR), em 2015 foram apresentadas 502 queixas por pessoas com deficiência. Destas 502 queixas, a maior parte foi apresentada ao Provedor de Justiça, que recebeu 357 reclamações, por alegadas práticas discriminatórias em áreas como as acessibilidades, segurança social, prémios desportivos, estacionamento, educação, saúde, banca ou fiscalidade. Destas, 207 acabaram arquivadas. Outro dos organismos que recebeu queixas foi a Entidade Reguladora da Saúde, à qual 46 pessoas reclamaram, por causa de “potenciais situações de discriminação,

em razão da deficiência e do risco agravado de saúde”, sendo que 33 processos estão ainda a ser analisados pelos serviços competentes. O Instituto de Registos e Notariado (IRN), por seu lado, recebeu 16 reclamações por causa da falta de acessos ou acessibilidade reduzida das pessoas com deficiência motora e também pela falta de apoio de intérprete de língua gestual, sendo que foram todas arquivadas. Estas são apenas algumas das 17 entidades que receberam queixas de pessoas com deficiência e deram conhecimento delas ao INR que, por sua vez, recebeu 12 queixas, totalizando 18 os organismos que receberam queixas de pessoas com deficiência. Contabilizando só as 17 entidades, sem o INR, foram apresentadas 490 queixas, a maior parte das quais (271) por causa de situações de limitação do exercício de direitos. Em segundo lugar aparecem as queixas por causa de recusa ou limitação de acesso aos cuidados de saúde (14%), seguindo-se a recusa ou limitação de acesso a estabelecimentos de ensino (9%). No total, incluindo as queixas do INR, houve 502 reclamações, sendo que apenas em 48 (9,5%) “foi dado do devido encaminhamento” e só quatro (0,79%) resultaram em processos contraordenacionais, já que a maioria das queixas (282) foram arquivadas e 172 (34,2%) ainda têm processo a decorrer. “Em comparação com o ano

de 2014, verificou-se um aumento significativo no número de queixas apresentadas, uma vez que em 2014 foi registado um total de 353 queixas e, no ano de 2015, foram contabilizadas 502 queixas”, lê-se no relatório. Estes números significam que, entre os dois anos, houve um aumento de 42,2%. De acordo com o INR, continua a haver dificuldade em definir de forma correta o que é discriminação, com base na deficiência ou risco agravado de saúde e em fazer prova. Especificamente no que diz respeito ao facto de só terem havido quatro processos de contraordenação em 2015, o INR justifica com o “facto de algumas entidades com competência instrutória e sancionatória nos termos legais, optarem por analisar as situações objeto de queixa no âmbito de procedimentos de outra natureza”, havendo outras que põem em causa a sua competência para abrir processos de contraordenação. Apesar do aumento no número de queixas poder mostrar que as pessoas estão mais informadas e sensibilizadas, o INR entende que continua a haver um “longo caminho para percorrer”. “Há que continuar a aposta na informação e sensibilização e na adoção de dinâmicas de promoção da não-discriminação e da igualdade de oportunidades, de forma a permitir-se uma utilização mais eficaz dos mecanismos disponíveis”, lê-se no relatório.

O programa surgiu como uma resposta à necessidade de o Algarve ter vida nos meses de outubro a maio O Governo apresentou hoje em Lagos, Faro, o programa Algarve Cultural, com um orçamento de 1,5 milhões de euros, que conta com mais de 600 espetáculos para dinamizar a região durante a época baixa. Entre outubro deste ano e maio de 2017, os 16 concelhos do Algarve vão poder contar com 626 espetáculos, entre teatro, música, literatura ou gastronomia, num programa com um investimento de 1,5 milhões de euros por parte da Turismo de Portugal, com mais de 90% do orçamento destinado à programação. Um festival em torno do contrabando em Alcoutim, uma festa de anos do “tavirense” Álvaro de Campos, jazz nas adegas de vinho de Silves, o regresso do Festival Internacional de Música do Algarve ou uma iniciativa que alia arte contemporânea com gastronomia de autor são algumas das 48 propostas aceites para a 1.ª edição do programa. “Interessa-nos o desencadear de ações, de projetos e programas que depois se possam multiplicar”, sublinhou o ministro da Cultura, Luís Castro Mendes, que falava aos jornalistas à margem da apresentação do programa, que decorreu hoje ao final da tarde, no centro

de Ciência Vivia de Lagos. Apesar de esta iniciativa ter um orçamento mais reduzido do que aquele que foi destinado ao programa Allgarve (chegou a ter 5 milhões de euros), o ministro enfatizou que o programa se mede “pela participação e pela construção de um tecido, de uma atividade comum entre autarquias, criadores locais e o Estado” e não pelo dinheiro com que arranca. De acordo com a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, o programa surgiu como uma resposta “à necessidade de o Algarve ter vida nos meses de outubro a maio” - algo que era apontado como uma falha pelos operadores internacionais. O desafio foi lançado em junho aos agentes culturais locais e às 16 autarquias da região, sendo que, no espaço de dois meses, foram selecionadas 48 propostas. Para Ana Mendes Godinho, a iniciativa pretende transformar-se num “motivo complementar para que as pessoas optem” pela região na época baixa, considerando ser necessário mostrar um outro Algarve que não o mar e o sol: “há muito mais para fazer”. O programa divide-se em diferentes áreas de atuação, nomeadamente literatura, memória, património material e imaterial, música, teatro, gastronomia e paisagem. Em Alcoutim, vai-se realizar o Festival do Contrabando (março de 2017), em São Brás de Alportel há uma “viagem” até ao início do século XX (maio de 2017), em Tavira haverá em outubro a Festa de Anos de Álvaro de Campos (heterónimo de Fernando de Pessoa, que “nasceu” em Tavira) e em Silves vai-se aliar o jazz às provas de vinho.


Correio da Venezuela | Sexta-feira 12 a Quinta-feira 18 de Agosto de 2016

Publicidade 11


12 Publicidade

Sexta-feira 12 a Quinta-feira 18 de Agosto de 2016 | Correio da Venezuela

Correio da Venezuela | Sexta-feira 12 a Quinta-feira 18 de Agosto de 2016

Publicidade 13


14 Publicidade

Sexta-feira 12 a Quinta-feira 18 de Agosto de 2016 | Correio da Venezuela


Correio da Venezuela | Sexta-feira 12 a Quinta-feira 18 de Agosto de 2016

Clubes

Ommyra Moreno

Piano Piano Intitulada MarcoMaggi/Piano Piano, é a primeira exibição individual na Venezuela do artista uruguaio, que atualmente um dos mais destacados, reconhecidos e comemorados criadores visuais da América Latina. A reveladora exposição é composta por vinte obras de pequenos, médios e grandes formatos, que incluem instalações monumentais, de parede e de chão, constituídas por centenas de peças geométricas bi e tridimensionais diminutas realizadas em papel distribuídas de forma aleatória ao longo das superfícies de paredes e colunas brancas da sala. Entrada Livre Data: até 14 de agosto Local: Espacio Monitor. Centro de Arte Los Galpones. Transversal 8 con Av. Ávila. Los Chorros.

Unlimited Daniel Medina apresenta em Carmen Araújo um exercício visual à volta do retângulo, um dos elementos fundadores de toda a pitura e uma das figuras mais utilizadas na tradução geométrica. Nestas obras, um retângulo vazio – uma figura abstrata, um marco ou um bastidor – converte-se na matriz inicial de um jogo, ao mesmo tempo desconstrutivo e combinatório, graças ao qual elabora desenhos inusuais. Data: até 11 de setembro Local: Carmen Araujo Arte. Urb. Sorokaima, Calle Rafael Rangel Sur, Hacienda La Trinidad.

Crianças do CP podem ver “Angry Birds” e “Capitão América” Sergio Ferreira Soares

A instituição continua a promover tardes de cinema infantil durante as férias O Centro Português, através da Direção de Cultura, estende um convite aos mais pequenos da casa para que participem na terceira e quarta semana das “Tardes de Cinema Infantil 2016”, todas as quintas-feiras, às 18h00, no Cantinho da Cultura. Na atividade, destinada unicamente a sócios e que se repete às quintas-feiras até ao dia 8 de setembro, sendo oferecidas pipocas aos menores de doze anos. Até ao dia 11 de agosto, o filme a transmitir será “Angry Birds: The Movie”, produzido por Rovio e Sony, dirigido por Fergal Reilly e Clay Kaytis. A história leva-nos a uma ilha povoada inteiramente por pássaros que vivem felizes e que, na sua maioria, não voam. Neste lugar paradisíaco, há três outsiders: Red, um pássaro com problemas de mau feitio; Chuck, um pássaro amarelo hiperativo, e Bomb, um pássaro negro muito volátil. Embora tenham tenta-

A obra de Rosley Labrador tenta procurar o último suspiro da vida, da carne, do desejo, da beleza antes de deixar de respirar na imagem. Porque a imagem que ele consegue é precisamente a imagem que existe, não na fotografia, mas nesse preciso instante antes de ser tirada: em cada uma das suas fotos podemos entrar e dar um passo atrás para observar o que havia antes. Entrada Livre Data: até 10 de setembro Local: ONG. Sala 1, El Gusano e sala Pediatría.

Estudantina do Centro Luso Larense levou serenata aos geriátricos de Barquisimeto Responsáveis das instituições mostraram-se satisfeitos com a visita

do adaptar-se, nenhum dos três conseguiu se encaixar nesta ilha. Tudo muda quando chega ao local uns misteriosos porquinhos de cor verde que vão trazer muitos problemas. É assim que estes três pássaros um pouco marginalizados e excêntricos averiguam sobre o que os porquinhos recém-chegados estão a tramar. O rei porquinho Leonard e a sua malvada manada planeado uma estratégia para conseguir os tão apreciados ovos dos pássaros. Uma semana mais tarde, na quinta-feira 18 de agosto, será a vez de “Capitão América: Civil

War”. O filme, produzido por Marvel Entertainment e Sony Pictures Imageworks, começa onde acabou “Vingadores: A Era de YUltrón”, pois Steve Rogers lidera a nova equipa dos Vingadores na sua incessante tarefa de proteger a humanidade. Depois de outro incidente ao nível internacional envolver os Vingadores, causando danos colaterais, a pressão política obriga a pôr em marcha um sistema para depurar responsabilidades e criar um organismo que determine quando há que recorrer aos serviços da equipa de super-heróis.

clubes

“Solo a’ellas”apresentou-se no Centro Social Luso-venezuelano Os sócios do centro social também puderam desfrutar de um variado repertório com o melhor da música das décadas de 70s, 80s e 90s O Salón Páez do Centro Social Luso-venezuelano, localizado em Araure, Estado de Portuguesa, foi o cenário que recebeu, na passada sexta-feira 5 de agosto, o espetáculo humorístico “Sólo pa’ellas”. Trata-se de um show protagonizado por Arturo Rodríguez “El Duro”; Jordy González “El Consentido”; Napoleón Rivero “El Gordo” e Juan

clubes

Ommyra Moreno Suárez

Ommyra Moreno Suárez

Estertor

Cultura 15

Carlos Barry “El Machazo”, que está na quarta temporada. Adicionalmente, os sócios puderam desfrutar de um variado repertório de música das décadas dos 70s, 80s e 90s. Desta forma, os quatro talentos venezuelanos marcam o seu regresso ao cenário venezuelano para divertir o público com as suas reflexões e aventuras,

sobre o complicado do universo feminino, abordando com as suas próprias experiências o tema da mulher e a sua parte psíquica. Arturo Rodrígue “El Duro” custa-lhe manter uma relação séria, é um aventureiro sem limites e o seu lema é “macho que se valoriza não se reproduz no cativeiro”. Fora das tabelas desenvolve atividade

No passado domigo 7 de agosto, a estudantina do Centro Luso Larense realizou uma visita ao Ancianato Corazón de Jesús e ao Hogar San Vicente de Paul, ambos localizados na cidade de Barquisimeto. Durante o encontro, o membros do grupo, dirigidos pelo professor Orlando González, ofereceram uma serenata aos residentes dos geriátricos, onde interpretaram um repertório cm várias peças musicais entre lusas e venezuelanas. Por sua vez, os responsáveis das instituições e os residentes, que disfrutaram do espetáculo, destacaram o trabalho da estudantina e se mostraram satisfeitos com a visita.

como comediante em “Portadas” e em “El Show del Vacilón” por Venevisión, para aém de possuir 11 anos de trajetória artística. Jordy “El Consentido” falará sobre as suas aventuras e conquistas, fazendo um recorrido por todos os caminhos da sexualidade. Ainda, vai partilhar com o público as suas armas infalíveis de sedução e as táticas empregues para levar para a cama as mulheres mais sexys do país. A filosofia de Napoleón Rivero “El Gordo” defende que devemos comer o mundo e essa premissa rege a sua vida literalmente. Neste show, faz uma retrospetiva da sua vida de solteiro, reconhece a mulher venezuelana como a mais bonita do planeta, sem que isto a exclua de ser a mais perigosa e dominante. Juan Carlos Barry “El Machazo” é quem menos tem testado o sexo feminino, mas não podemos deixar-nos enganar, pois sabemos para deixar uma mulher feliz só temos que lhes dar o que se chama de P.V.P. – prata, viagens e prazeres. O espetáculo dirigido por Juan Carlos Barry é produzido por Carlos Rodriguez, conhecido como “Rafucho el Maracucho”.


16 Cultura

Sexta-feira 12 a Quinta-feira 18 de Agosto de 2016 | Correio da Venezuela

CINEMA

Ommyra Moreno Suárez

O meu amigo o dragão O filme consiste num ‘remake’ do clássico de 1977, “O meu amigo o dragão”, que combina ficção e personagens ao vivo ao mesmo tempo, a história de uma criança órfã chamada Pete e o seu melhor amigo um dragão chamado Elliot que pelos vistos sempre esteve escondido. O filme tem como atores Dallas Howard como Grace, um guarda que descobre Elliot; o joven de 10 anos, Oakes Fegley, como Pete; Wes Bentley como Jack, o dono de uma quinta; Karl Urban como o irmão de Jack, Gavin; Oona Laurence é Natalie, uma pequeña amiga de Pete; e Robert Redford como o pai de Grace. Dirigida por David Lowery e produzida por Jim Whitaker, com Barrie Osborne como produtor executivo. O guião é de Lowery e Toby Halbrooks.

Star Trek: Sem limites O USS Enterprise, a nave insígnia da Frota Estelar liderada pelo capitão James T. Kirk (Chris Pine), volta a navegar no universo para ter a certeza de que a Terra está segura, assim como os restantes planetas aliados, tudo em nome da Federação Unida de Planetas. Mas a tranquilidade durará pouco e o perigo vai chegar-lhes. A primeira etapa da sua missão levará a tripulação do USS Enterprise a um território desconhecido. A sua travessia de vigilância prontamente se vai converter numa corrida pela sobrevivência espacial. Com a nave praticamente destruída e sem forma de se comunicar com a base, a tripulação deverá enfrentar um novo e feroz inimigo, Krall.

Lusodescendente protagoniza filme venezuelano Ommyra Moreno Suárez

A largo-metragem foi rodada, na sua totalidade, na zona de Hornos de Cal, localizada a oeste da cidade capital A atriz luso-venezuelana Zhandra de Abreu, protagoniza juntamente com Mascioli Zapata o filme venezuelano “4 esquinas”, que chegará às salas de cinema na próxima sexta-feira diz 12 de agosto. A largo-metragem foi realizada sob a direção de Jackson Gutiérrez. “4 esquinas conta a história de como um jovem humilde, o jogador de basquetebol Juan Manaure, cresceu em Hornos de Cal na paróquia San Agustín, ganhou uma bolsa para estudar em Nova Iorque e conseguiu cumprir os seus sonhos, um deles foi jogar basquete com Michael Jordan. O filme, rodado na sua totalidade na zona de Hornos de Cal, localizado na zona oeste da cidade capital, contou com a colaboração dos residentes da zona e da própria família de Manaure. «Eu amo as

comunidades e acredito que vou continuar a fazer filmes dentro delas, porque me identifico completamente com estas pessoas», expressou Robert Gracias, produtor do filme.

SHOWBIZZ

Marjorie de Sousa confirma relação com Julián Gil Ommyra Moreno Suárez

Medo profundo Nancy (Blake Lively) é uma jovem que está a tentar superar a dor da perda da sua mãe, que faleceu recentemente. Um dia, enquanto está a surfar tranquilamente numa praia recôndita, de repente é atacada por um gigantesco tubarão branco. Por sorte, consegue sobreviver, mas o problema é que fica presa numa pequena ilha a apenas 200 metros da costa. A distância é curta e escapar parece simples, mas conseguir a salvação não é simples porque é vigiada pela sua presa. Assim, para sair dali terá que se encher de coragem e usar todos os recursos.

O projeto cinematográfico conta com as atuações de Elba Escobar, Coquito, Robert Splinter Garcia, Mirian Abreu, Yeliscar Negrin, Gustavo Ferrin (Rekeson), Victor David Diaz, Luis Bhetelmy, Alexander Vargas, Laureano Olivares, Yonaiker Vásquez, Ambar de Abreu, Pedro Escobar, Anthony Rivero, El Conde de La Salsa e Edward Perez. Na realização, também participaram outros exjogadores da Liga Profissional de Basquetebol da Venezuela, como Luis Bethelmy, Victor Díaz, Omar Walcott Roberts e Alexander Vargas. Espera-se que a história da largo-metragem sirva de inspiração para demonstrar aos jovens que, apesar das adversidades, os sonhos sim se podem cumprir.

Os atores já tinham tido um romance turbulento em 2007 quando gravavam a telenovela “Isla Paraíso” A atriz luso-venezuelana Marjorie de Sousa retomou a sua relação amorosa com o argentino Julián Gil. Os artistas revelaram a novidade em simultâneo ao publicar a mesma foto nas suas respetivas contas da rede social Instagram. «O primeiro amor nem sempre chega pela ordem certa… #Mio@juliangi”, pode ler-se na mensagem publicada pela lusodescendente. A mesma mensagem foi publicada pelo

ator. Esta mensagem levantou suspeita entre os fãs sobre um novo começo na relação amorosa, pois é do conhecimento geral que os atores já tinham tido um turbulento romance em 2007, quando gravavam a telenovela “Isla Paraíso”, onde Julián foi protagonista e Marjorie antagonis-

ta. Posteriormente, voltaram a se encontrar na telenovela “Hasta El Fim Del Mundo”, mas descartaram qualquer hipótese de relacionamento, alegando à imprensa que eram só amigos. E terá sido até agora, quando se voltaram a se encontrar nas gravações da telenovela do produtor Juan Osorio “Sueño de Amor”, onde ao que parece decidiram reviver o relacionamento amoroso. “Sueño de amor” terminou as suas gravações na semana passada, depois de sete meses de trabalho. De Sousa confessou ter uma sensação estranha quanto ao final da produção: «é muito estranho porque entrei a meio e acabou muito rápido, mas foi bonito, diferente, E bom mudar e gostei de mudar, de sair da minha zona de conforto».

Ommyra Moreno Suárez

Tabú Tabú é um espetáculo de comédia para adultos que tem como figura principal dentro da montagem um travesti que é responsável por fazer a comédia do nosso show, com cinco atores em cenas que farão o público espetador viver o proibido e o oculto. Esta peça escrita por Fernando Martínez e Yanosky Muñoz vai dar ao público a possibilidade de se rir dos seus próprios tabús, com temas como: Homens que não estão “bem dotados”, o “espuelazo”, Swingers, os banhos públicos, entre outros. “Tabú” estará em cena no Urban Cuplé (CCCT) de 24 de junho a 25 de setembro às sextas e sábados às 20h00 e aos domingos às 19h00.

No longo Caminho do Éden Uma mulher chamada Amelia Marcano é torturada com a finalidade de saber do paradeiro do seu filho que está desaparecido. Um jovem de 19 anos, estudante de liceu que aparentemente parece estar envolvido em encontros com agentes políticos conspiradores, num momento em que o país vive intensos dias de guerra social: com greves estudantis e descontentamento com os partidos políticos. O monólogo No Longo Caminho do Éden, escrito por José Gabriel Núñes e magistralmente interpretado por María Alejandra Telliz pode ser visto até ao domingo 14 de agosto no Espacio lural del Trasnocho em Caracas.

Psicopatia Jauja Trata-se de uma comédia sobre a relação neurótica de uma psiquiatra com os seus pacientes num dia de consulta muito particular e esgotado. Três pacientes com diferentes transtornos de personalidade transmitem os seus problemas a uma psiquiatra e, no processo, se desencadeiam uma série de situações absurdas, inesperadas e anormais que fazem o público rir. A obra conta com a participação de quatro atrizes de reconhecida trajetória teatral, como Virinia Urdaneta, Liliaa Meléndez, Sandra Villanueva e Shaiara Pineau . Escrita por Julie De Grandy, produzida por Nohely Arteaga e Catherina Cardozo, sob a direção de Marialejandra Martín.


Correio da Venezuela | Sexta-feira 12 a Quinta-feira 18 de Agosto de 2016

Moda Ommyra Moreno

teatro

Alfredo Correia fez parte do II Acampamento Criativo Juvenil Ommyra Moreno Suárez

Como usar os riscados que estão na moda? O estampado bicolor volta para demonstrar pode ser renovado em cada temporada com apresentações em diferentes formas e estilos. A tendência parte dos riscos de estilo marinheiro, que têm sido inspiração para muitas marcas. Os riscos são um dos estampados mais usados nesta temporada de primavera/verão 2016. Na verdade, voltam todos os anos, mas sempre com toques novos e originais. Em quase todas as marcas mais económicas, vais encontrar camisolas e jerseys de riscas, perfeitos para combinar com jeans. Ainda, tens as saias com volumem e “largo midi” com riscas ou vestidos com riscas de duas cores, estilo skater ou lady. Dior, Prada, Ralph Lauren e Salvatore Ferragamo não podem estar enganados. Verticais, horizontais, em zig zag, largas, estreitas, de cores. São um dos estampados mais antigos, imortalizados por Chanel. Há opiniões de todos os tipos, embora a maioria seja de que as riscas dão uma aparência de mais uns quilos quando são na horizontal. Neste ano de 2008, o doutor Peter Thompson levou a cabo um estudo onde assegura que os riscos horizontais fazem uma pessoa parecer mais magra. Apesar do seu êxito e má reputação, as riscas horizontais não nos fazem parecem mais largos. Trata-se, recordam os especialistas, de conseguir harmonia, dar maior volume à parte do corpo que tenha menos para conseguir um efeito proporcional. E para esse fim os riscos horizontais podem ser muito úteis. No caso de ser uma mulher um pouco mais forte, ou por exemplo com ancas largas, é melhor optar por riscas muito finas ou com um intervalo muito curto entre elas, pois desta forma dão menos volume. A tendência de riscas pode ser conjugada com qualquer vestuário, pois trata-se de uma tendência fácil de levar pela sua simplicidade e todas as suas combinações possíveis.

O lusodescendente destacou-se pela sua visão artística num semnúmero de produções audiovisuais O diretor artístico luso-venezuelano Alfredo Correia participou como instrutor no II Acampamento Criativo Juvenil. Trata-se de um programa de formação curto em que os participantes terão a oportunidade de conhecer e descobrir as distintas áreas de teatro e aproveitar o tempo de repouso. Durante quatro semanas, os membros vão se envolver nas

áreas de atuação, dança, direção, dramaturgia e produção, com a finalidade de desenvolver um pro-

jeto com montagem final que foi apresentado ao público. O Grupo Fábula, com mais de seis anos de

Cultura 17

experiência teatral, prepara os seus acampamentos de férias para crianças e adolescentes 2016, que se iniciam a 1 de agosto e contarão com uma série de professores reconhecidos nas Artes Cénicas venezuelanas. Na iniciativa, também estiveram presentes grandes figuras do teatro venezuelano, como Fernando Azpúrua, Armando Álvarez, Jonathan Collet, Marianery Amín, Irene Casanova, Giannina Pavone e Oscar Domínguez. Correia se tem destacado pela sua visão artística num sem-número de produções audiovisuais para reconhecidos artistas e marcas comerciais no nosso país. Semanas atrás, soube-se que o lusodescendente coordenou a direção de arte para o vídeo “La Muñeca” do artista Mike Bahía, que foi gravado na Venezuela. No vídeo, Mike mostra uma vez mais o seu gosto por tocar a guitarra à beira da praia e para além do mais inclui atividades divertidas como surfar, dançar, jogar com uma bela mulher e patinar na autoestrada, com a ajuda de uma “quatrimoto”, conduzida por uma miúda que acompanha toda a viagem.

música

Viniloversus estreia nova música intitulada “Broken Cities” música

Francisco Vieira no Top 10 de Monitor Latino Ommyra Moreno Suárez

O grupo anunciou o seu début no mercado anglo-saxónico com “Only hungry for you” A banda venezuelana Viniloversus, da qual faz parte o músico luso-venezuelao Rodrigo Gonçalvez, anunciou o lançamento da sua nova música “Broken Cities”, que será estreada antes da sua apresentação no III Points Festival de Miami, juntamente a LCD Soundsystem, M83 e Thievery Cororation. O quinteto assegura que se trata de um tema com uma estrutura bastante pop, mas que consegue manter uma intenção meio rock. Ainda assim, assegura-

ram que todo o disco vai ter esse elemento de agressividade controlada partindo de um ponto de vista mais experimental e pop, ao contrário do formato clássico da banda. Há alguns meses, o grupo está a residir na cidade de Miami, Estados Unidos, onde recentemente saíram com a sua primeira música em inglês intitulada “Only hungry for you”, que foi publicada gratuitamente na página web da banda. «Foi um processo muito difícil no início, mas com o tempo Miami soube receber-nos e estamos muito agradecidos com todo o que nos tem oferecido. Desde o primeiro dia, a prioridade tem sido arranjar um espaço onde trabalhar. Tínhamos quase três anos riffs e ideias acumuladas, para além das canções que iam saindo», assinalou.

Ommyra Moreno Suárez

O lusodescendente está atualmente num tour de apresentações pela cidade de Miami O DJ e produtor Francisco Vieira conseguiu o sexto lugar na prateleira de Pop de Monitor Latino com o seu mais recente tema “Déjà Vu”. A música, que marca o regresso de Vieira à palestra musical, contou com a colaboração de Gonzo na produção e com Camila Sánchez nas vozes. Foi tão grande o êxito deste que o lusodescendente está atualmente num tour de apresentações pela cidade de Miami. «Este ano, também tinha como meta começar a apresentar-me fora da Venezuela

e deram-se estas oportunidades. Na verdade, não há palavras para descrever como me sinto bem por representar o meu país em terras internacionais. Miami é uma das capitais da música eletrónica ao nível mundial, é um privilégio tocar numa cidade onde grandes nomes deste género se têm apresentado», assegurou. É importante destacar que o tema “Déjà Vu” é assinado pela famosa “Poprox Muzik”, que tem trabalhado temas de grandes exponentes do género, como Afrojack, Deorro e TJR, o que representa o início da sua projeção internacional. “Estou super agradecido a todos os que têm apoiado o tema. Desde que comecei a minha carreira tive como meta conseguir que uma canção minha entrasse no top da rádio dos meus pais”.


18 Miscelânea

Sexta-feira 12 a Quinta-feira 18 de Agosto de 2016 | Correio da Venezuela

Saúde em dia

Pensa Verde Carla Salcedo Leal

Opções para uma casa ecológica

Do stress à diabetes Carla Salcedo Leal

Um recente estudo clínico, publicado no Canadá por uma reconhecida revista médica, determinou que as mulheres que ocupam postos de trabalho de baixa hierarquia e sofrem de stress no local de trabalho têm quase o dobro das probabilidades de sofrer de diabetes do que as mulheres que não sofrem de pressão profissional. Neste estudo, destaca-se que, ao contrário dos homens, as mulheres reagem, com frequência, ao stress comendo produtos com mais açúcar e gordura do que consumiriam normalmente, pelo que se descobriu uma relação directa entre o stress e a diabetes nalguns países.

A investigação, que esteve a cargo do Instituto de Investigação sobre Trabalho e Saúde e do Instituto de Ciências Clínicas Analíticas, ambos da cidade de Toronto, foi realizada durante nove anos e comprovou a relação entre o grau de autonomia no trabalho e a incidência de diabetes na população feminina. Assim, ficou em evidência que o stress laboral pode favorecer a diabetes através de dois fenómenos: Por um lado, através das perturbações geradas no sistema neuro-endócrino e no sistema imunitário, que provocam uma maior produção de hormonas como a cortisona e a adrenalina, e por outro, pelas

mudanças no comportamento alimentar e o gasto energético. O estudo foi feito com um total de 7443 pessoas, do qual resultou que menos de 19% da população composta por mulheres padeceu de diabetes devido ao stress laboral a que se viu submetida nos locais de trabalho. Este número é superior aos relacionados com o tabagismo, a bebida, a actividade física ou o nível de consumo de frutas e verduras, e supõe um risco menor ao da obesidade. Os homens parecem longe desta realidade, já que a sua maneira de lidar com o stress é muito diferente da forma como as mulheres o fazem.

Sabia que...?

Ter uma casa mais amiga do ambiente tornou-se praticamente numa necessidade, sobretudo para quem se prepara para adquirir a sua primeira casa. Nesse sentido, alguns especialistas dão conselhos para que viver numa casa ‘ecológica’ seja uma opção também alcançável para quem acede à sua primeira casa ou apartamento. Em primeiro lugar, recomendam procurar estas propriedades em locais onde as falhas geológicas ou as águas subterrâneas não afectem o terreno, mas que se evite também viver em terrenos próximos de zonas industriais ou ruidosas, assim como evitar a proximidade a linhas de alta tensão. Os painéis solares ou placas fotovoltaicas também se tornaram uma excelente e económica opção para

produzir energia no lar, a tal ponto que até se pode recorrer a colectores solares térmicos alimentados por água residual depurada para ter água quente nas casas de banho ou nas principais tubagens da casa, pelo que também é importante a instalação de dispositivos que limpam ou depuram a água. Entretanto, os acumuladores nocturnos, apoiados pela energia solar fotovoltaica, também se apresentam como um dos sistemas mais eficazes para criar calefacção em locais frios. No que diz respeito aos electrodomésticos, o importante é empregar aparelhos de baixo consumo, que não produzam ondas electromagnéticas e que não emitam gases nocivos, e dispor de tomadas de terra em bom estado também ajuda a causa.

Ommyra Moreno Suárez

Curiosidades sobre os Jogos Olímpicos Os Jogos Olímpicos Rio 2016, cuja cerimónia de abertura foi realizada no passado dia 5 de agosto, converteu-se num evento mundial que, para além do mais, está ligado a muitos mitos e curiosidades que remontam à época greco-romana. Os primeiros Jogos Olímpicos da Antiguidade de que temos registo se terão comemorado no ano 776 c.C., ano em que por primeira vez registaram o nome dos vencedores. Pelo menos desde esta data e até que o imperador Teodosio os proibiu em 394 a.C. não deixaram de se comemorar a cada quatro anos, convertendo-se no eixo cronológico dos gregos. O fogo do oráculo de Zeus em Olimpia o encendia como vencedor da primeira prova do pentatlo, o que deu lugar à atual cerimónia da tocha olímpica. Nos primeiros Jogos Olímpicos, a prova estrela era o pentatlo, cujo vencedor atingia um enorme prestígio entre os gregos. A primeira das

Segredos de cozinha

Frango delicioso

provas era o dromos, uma corrida ao longo do estádio de quase 200 metros, equivalente à atual prova de velocidade, os cem metros lisos. O seu vencedor era o que acendia o fogo sagrado no altar de Zeus. Seguiam-lhe o salto de longitude ou halma, muito parecido ao triplo salto, e o lançamento de disco. O akontismo ou lançamento de jabalina estava claramente relacionado ao treino militar e à caça. A quinta prova, que era de luta, só acontecia

em caso de empate entre os participantes. Na segunda metade do século VI a.C., entre as Olimpiadas 60 e 66, um homem converteu-se num mito dos jogos. Proveniente de Crotona, no sul de Itália, Milón foi seis vezes vencedor absoluto em Ollímpia, outras tantas vezes nos Jogos Píticos, dez nos Ístmicos e nove nos Nemeos. Foi uma marca inigualável em todos os tempos dos jogos desportivos: permaneceu mais de 24 anos no topo da fama.

INGREDIENTES:

Coxas e pernas de frango | Iogurtes naturais | 1 pacote natas | 1 sopa cebola | Pimenta

PREPARAÇÃO: • •

Põe-se a marinar as pernas e as coxas de frango (dá-se uns golpes) de um dia para outro com todos estes ingredientes. No dia seguinte vai ao forno a 180º


Correio da Venezuela | Sexta-feira 12 a Quinta-feira 18 de Agosto de 2016

Opinião 19

palavras Jurídicas

Como investir na Madeira? Já pensou na Zona Franca?

Ana Cristina Monteiro Advogada Obteve o título de advogada em Caracas – Venezuela, pela Universidade Santa Maria no ano de 1996, e está inscrita no Instituto de Previsión Social del Abogado de Caracas. Obteve equivalência do título de Licenciada em Direito no ano 2011 pela Universidade de Lisboa, e está inscrita no Conselho Regional da Madeira da Ordem dos Advogados. Escritório localizado no centro do Funchal, especificamente na Rua do Bom Jesus, 8-9 – Centro Comercial Europa, 3º. Andar - Sala 304. 9050-028 Funchal Contactos telefónicos: 291 644 784 – Fax: 291 644 784 // Móvel: 968 527 808 E-mail: anacristinamonteirom@ gmail.com / anamonteiro-53773m@adv.oa.pt

A Madeira, como parte integrante de Portugal, beneficia da larga rede de Acordos de Dupla Tributação celebrados por Portugal. No âmbito do Centro Internacional de Negócios da Madeira, as empresas licenciadas beneficiam de um dos regimes fiscais mais vantajosos da União Europeia (5% de imposto sobre os lucros), garantido até 2027. Na Região Autónoma de Madeira foi criada no ano de 1984, a Zona Franca de Madeira (ZFM), também conhecida como Centro Internacional de Negócios da Madeira (CINM), com o objetivo principal de promover o investimento estrangeiro na região através de benefícios fiscais e baixas taxas de impostos. Em linhas gerais, a última alteração do regime manteve os mesmos princípios de 1984, manteve de forma permanente a taxa de impostos do 5% até 2027 y eliminou a inclusão das empresas do sector agrícola neste sistema. Dentro das atividades económicas que podem ser beneficiadas deste regime especial estão incluídas as atividades indus-

triais transformadoras, produção e distribuição de eletricidade, gás e água, comerciais, imobiliárias e de alugueres, de transporte, educação e gestão de participações sociais de natureza não financeira. E, no lado oposto, foram excluídas as entidades que exerçam atividades intragrupo, as entidades que exerçam atividades nos setores siderúrgico e das fibras sintéticas, consultoria para negócios, atividades financeiras e de seguros, agrícola e empresas consideradas em dificuldades ou sujeitas a uma injunção de recuperação. Às entidades devidamente licenciadas a partir de 01-01-2015 e até 31-12-2020, para o exercício de atividades industriais, comerciais, de transportes marítimos e aéreos e serviços de natureza não financeira, consagra-se um regime especial de taxa reduzida de tributação, passando a tributar-se os rendimentos em IRC até 31 de dezembro de 2027, à taxa de 5%, e não a 21%. Na zona franca industrial, mantém-se a dedução de 50 por cento à coleta do IRC, desde

que preencham, pelo menos, duas das seguintes condições: Contribuam para a diversificação da economia regional, nomeadamente através do exercício de novas atividades de elevado valor acrescentado; Promovam a contratação de recursos humanos altamente qualificados; Contribuam para a melhoria das condições ambientais; Criem, pelo menos, 15 postos de trabalho, que devem ser mantidos durante um período mínimo de cinco anos. Para beneficiar do regime especial, as entidades devem dar início às suas atividades no prazo de 6 meses (12 meses no caso de atividades industriais e de transportes marítimos ou aéreos), devendo ainda criar entre 1 a 5 postos de trabalho nos 6 primeiros meses de atividade e realizar um investimento mínimo de €75.000 na aquisição de ativos fixos tangíveis ou intangíveis nos 2 primeiros anos, ou, criar 6 ou mais postos de trabalho nos 6 primeiros meses de atividade. Por outro lado, os sócios ou acionistas das entidades

sujeitas a este regime gozam de uma isenção sobre os lucros colocados à sua disposição por essas sociedades, sujeitos à aplicação da taxa reduzida de 5%, e aos que derivem de rendimentos no estrangeiro salvo quando incluam operações com entidades sujeitas a um regime claramente mais favorável; também se isenta os juros e outras formas de remuneração de suprimentos, abonos ou adiantamentos de capital por si feitos à sociedade ou devidos ao não levantamento de lucros ou remunerações. Convém tomar em atenção que esta isenção não pode ser usufruída por sócios residentes em regime fiscal mais favorável e em determinadas circunstâncias por sócios residentes em Portugal. Os eventuais benefícios que sejam concedidos às entidades licenciadas ora referidas em quanto a imposto do Selo, IMI, IMT, derramas regional e municipal e taxas ficam sujeitos à limitação de 80% relativamente a cada um destes tributos e a cada ato ou período a eles sujeitos.

Finanças pessoas instantâneas

Planear em férias as compras para o próximo ano escolar

Isabel Idárraga

Raquel costuma descansar na época de férias escolares para desfrutar de uns dias de lazer junto com o marido e os filhos. Durante o ano escolar, as crianças trabalham muito, têm excelentes notas e sonham com essas duas semanas nas quais vão com os pais a um local que não conheçam. Raquel, fiel ao seu estilo de vida, organiza tudo com antecipação. Nesta época, planeia comprar os materiais escolares, o que lhe permite poupar dinheiro, tempo e angústias. A planificação é uma ferramenta poderosa em todos os aspectos da vida das pessoas, no entanto, é pouco valorizada por quem vive para o curto prazo. No campo das finanças pessoais, a planificação é o processo median-

te o qual se tomam decisões no presente, considerando a situação actual, para alcançar objectivos no futuro. Um exemplo são os pais que preparam um orçamento de materiais e uniformes escolares e todos os anos fazem as compras com antecipação. A falta de programação leva as pessoas a agir sem medir as consequências dos seus actos e, geralmente, quando se dão de conta dos erros cometidos, é muito tarde para emendar ou os custos são muito elevados. A ausência de organização impede a preparação para o amanhã. Lamentavelmente, há pais que, se bem que oferecem aos seus filhos umas férias espectaculares todos os anos, são capazes de esquecer a compra dos uniformes, o que os

obriga a faltar aos primeiros dias de aulas. Nas finanças pessoais, não planificar acarreta perda de dinheiro, fruto de compras de última hora ou realizadas de forma compulsiva. A senhora que se dá conta às 6 pm do dia anterior ao início das aulas que os uniformes que ficaram do ano passado não servem aos filhos, sai para comprar com urgência. Não tem tempo de rever preços, qualidade e variedade. Acaba por comprar o primeiro que encontra, ainda que isso afecte o orçamento familiar. O exercício da planificação permite estabelecer prioridades e identificar os factores internos e externos que podem incidir na concretização dos objectivos. Uma mãe de crianças em idade escolar sabe

que quanto mais cedo comprar os materiais escolares e uniformes, mais variedade de produtos e melhor relação qualidade/preço irá encontrar. Poderá fazer as compras agrupadas e para além disso, evitar o congestionamento provocado por quem deixa tudo para a última da hora. Cada vez que os seus filhos terminam as aulas e antes de começar as férias, Raquel revê o que serve e o que não, separa o que pode trocar com outras mães que fazem esta tarefa cedo como ela, oferece outra parte, e prepara a lista do que lhe faz falta. Aproveita este momento para adquirir o que precisa e, antes de sair em passeio com a sua família, sabe que pode esquecer o tema do material escolar até ao próximo ano.

O Correio de Venezuela não pode ser considerado responsável ou patrocinador das opiniões expressas neste espaço


26 20 Desporto

Quinta-feira1230a de Outubro a 18 Quarta-feira Novembro deda 2014 | Correio da Venezuela Sexta-feira Quinta-feira de Agosto 6dede2016 | Correio Venezuela

Portugal futebol

União quer jogo à porta aberta para fazer recolha de bens essenciais

soltas José Carvalho na final de canoagem slalom no Rio’2016

DN Madeira

O União da Madeira solicitou hoje que o seu jogo da segunda jornada da II Liga de futebol, com o Sporting de Braga B, seja disputado à porta aberta para recolher bens essenciais destinados a apoiar as vítimas dos incêndios na região. O clube pretende aproveitar o jogo para fazer uma recolha de bens essenciais, que serão entregues a uma instituição de solidariedade social, para apoio aos desalojados dos muitos incêndios que assolam a ilha da Madeira e que já provocaram três mortos. Por precaução, o treino de quinta-feira, que estaria agendado para o complexo do clube, na Camacha, foi alterado para o Centro Desportivo da Madeira, local onde receberá no próximo sábado o Braga B. Anuladas ficam as ações de captação para todos os escalões de formação do clube, cujo departamento está agora a cargo do ex-treinador da Académica de

O canoísta português José Carvalho qualificou-se hoje para a final de C1 slalom, ao garantir um dos 10 lugares de apuramento para a corrida decisiva. Com o Chefe de Missão, José Garcia, a acompanhá-lo durante o percurso, o português fez um tempo 101,04 segundos e, mesmo antes de os 14 canoístas terminarem as meias-finais, garantiu uma vaga na final. Coimbra, José Viterbo, que apenas serão retomadas na próxima sexta-feira. Os incêndios que deflagraram na segunda-feira no Funchal provocaram três mortos e cerca de mil desalojados, entre residentes e turistas.

futebol

Ronaldo e Pepe regressaram aos treinos do Real Madrid DN Madeira

Os internacionais portugueses Cristiano Ronaldo e Pepe regressaram hoje aos treinos do Real Madrid, no dia seguinte ao triunfo dos madridistas na Supertaça Europeia de futebol. “Cristiano Ronaldo e Pepe regressaram aos treinos após desfrutarem das férias e de vencerem o Campeonato da Europa com a seleção de Portugal. Depois de saudarem Zidane e a sua equipa técnica, ambos realizaram exercícios no interior da cidade Real Madrid e posteriormente realizaram corrida contínua no relvado”, lê-se no sítio oficial dos ‘merengues’ na Internet. De acordo com a mesma fonte, em Valdebebas, também realizaram alguns exercícios com bola os jogadores Gareth Bale, Tony Kroos e Martin Odegaard. O campeão europeu Real Madrid conquistou na terça-feira a sua terceira Supertaça Europeia, ao vencer o Sevilha

M u i t a s c a s a s e u m h o te l (Choupana Hills) foram afetados pelo fogo, mas os avultados prejuízos materiais não estão ainda contabilizados. A gravidade da situação na região autónoma da Madeira levou a Autoridade Nacional de Prote-

futebol

Marítimo procura alcançar os lugares europeus com nova liderança DN Madeira

por 3-2, após prolongamento. A imagem que acompanha esta notícia foi publicada na página oficial de Cristiano Ronaldo no facebook, onde além do regozijo dos fãs, podem ler-se comentários de pessoas a pedir ao futebolista que ajude a sua gente. O atleta, oficialmente, ainda não reagiu à tragédia que uma vez mais se abateu sobre a Madeira. Recorde-se ainda que em 2010, quando o jogador estava no início da carreira no Real Madrid, aproveitou a marcação de um golo num jogo do campeonato espanhol para o dedicar à sua terra, que tinha sido fustigada pela aluvião de 20 de Fevereiro.

ção Civil (ANPC) a mobilizar 120 operacionais, que se juntaram a 30 dos Açores, para apoiar o combate aos incêndios. Só no concelho do Funchal, estão mobilizados cerca de uma centena de bombeiros de duas corporações.

O Marítimo prepara-se para ‘atacar’ a I Liga portuguesa de futebol 2016/17 com a habitual meta dos lugares europeus na mira mas, desta feita, com um novo treinador e novos ‘capitães’ de equipa. À procura de fazer esquecer a péssima temporada anterior, marcada pelo elevado número de expulsões (19) e de golos sofridos (63), além do desapontante 13.º lugar final, o presidente Carlos Pereira não tardou em fazer alterações, começando, desde logo, pela equipa técnica. Paulo César Gusmão, de 54 anos, conhecido como PC Gusmão, foi o escolhido para suceder a Nelo Vingada, uma aposta num treinador brasileiro, o que não acontecia desde Lori Sandri, em 2008/09.

No entanto, a mudança também foi vivida no próprio plantel pois os ‘capitães’ Briguel, João Diogo, Rúben Ferreira e Salin deixaram de jogar no clube. Briguel terminou a carreira de jogador, passada sempre no Marítimo, e vai assumir um cargo na estrutura ‘verde-rubra’ enquanto os restantes abandonaram a Madeira depois dos respetivos contratos terem expirado. O médio brasileiro Fransérgio, que já havia envergado a braçadeira em algumas ocasiões na época transata, e o extremo Edgar Costa, um dos poucos jogadores madeirenses restantes na equipa, serão os, mais que prováveis, novos líderes do balneário. Com um orçamento para esta época a rondar os cinco milhões de euros, foram 11 os reforços contratados até ao momento.

Rio2016: Lima e Carmo melhoram na vela Os velejadores portugueses Gustavo Lima e Sara Carmo tiveram o seu melhor dia nos Jogos Olímpicos Rio2016, subindo ao 16.º posto e ao 26.º das respetivas classes. Gustavo Lima conseguiu mesmo o melhor registo luso nos Jogos, ao ser oitavo na sexta regata, depois de mais um 15.º posto, na quinta, passando a somar 73 pontos, menos 20 do que o décimo classificado, o último que vai à ‘Medal Race’. Por seu lado, Sara Carmo logrou acabar as primeiras regatas na Baía de Guanabara no ‘top-20’, com um 18.º posto na quinta regata e um 13.º na sexta, passando a totalizar 108 pontos.

Gastão Elias perde e despede-se dos Jogos Olímpicos O português Gastão Elias foi hoje afastado na segunda eliminatória do quadro de singulares masculinos do torneio de ténis dos Jogos Olímpicos Rio2016, ao perder com o norte-americano Steve Johnson. No ‘court’ número quatro do Complexo de Ténis do Rio2016, o número dois português, que ocupa o 60.º lugar do ‘ranking’ mundial, cedeu perante o 22.º da hierarquia em dois ‘sets’, pelos parciais de 6-3 e 6-4, em uma hora e oito minutos. Com o desaire de Gastão Elias, o ténis português despediu-se do Rio de Janeiro, pois João Sousa também já tinha sido afastado e os dois jogadores lusos caíram igualmente na variante de pares.


Correio da Venezuela | Sexta-feira 12 a Quinta-feira 18 de Agosto de 2016

Publicidade 21


26 22 Desporto

Quinta-feira1230a de Outubro a 18 Quarta-feira Novembro deda 2014 | Correio da Venezuela Sexta-feira Quinta-feira de Agosto 6dede2016 | Correio Venezuela

Venezuela Clubes

Desporto cresce no Centro Marítimo da Venezuela Sergio Ferreira Soares

Os sócios da instituição desfrutam de uma grande variedade de atividades Uma vez mais, o Centro Marítimo da Venezuela demonstra o caráter desportivo que a instituição tem tido desde as suas origens, quando noutra época, sob o nome de Associação Deportiva Luso Venezolana, oferecia aos seus sócios um amplo cronograma de atividades e disciplinas desportivas. Nesta ocasião, Alfredo Amaral e a sua equipa de trabalho anunciaram a ativação de diferentes iniciativas, que procurar impulsionar o desporto na comunidade luso-venezuelana e oferecer aos sócios opções

Férias em grande Como parte das atividades programadas para o período de verão de 2016, a direção do Centro Marítimo da Venezuela anunciou a realização de um Plano de Férias a cargo da empresa “Recreações ISI”. Com o nome “Eco Plan VIP 2016”, a iniciativa procura oferecer um espaço de espairecimento aos mais pequenos, em que se misturam atividades desportivas, culturais e recreativas. A primeira semana está agendada para a segunda-feira 15 agosto. Os interessados podem mandar e-mail para Jeymybadillo3@gmail.com ou ligar para (0212)4176474 – (0416)9309051.

clubes

Acaba Torneio Taça Portugal no Centro Luso Larense

de entretenimento na comodidade das suas instalações. Prova disto são as Aulas de Natação, distribuídas de forma contínua durante todo o ano e destinadas aos mais pequenos da casa. As sessões terão lugar às terças e quintas, a partir das 14h30. Os pais podem inscrever os seus filhos a partir dos seis meses de idade. O custo da inscrição é de 3.000 bolívares e as mensalidades têm o mesmo valor. Igualmente, a instituição oferece Aulas de Karaté de segunda a sexta a partir das 17h30 e rotinas de ginásio de segunda a sexta entre as 7h00 e as 19h00. Não menos importantes são as aulas de Futebol, área forte da instituição, sendo que estas se realizam à tarde das sextas, sob a tutela do coordenador desportivo Joaquim Esteves.

empresas

Supermercados Plaza’s promovem meia-maratona e caminhada em benefício da Fundação Techo Correio da Venezuela

Ommyra Moreno Suárez

A final do Torneio Taça Portugal foi realizada no passado dia 23 de julho, após três meses de jogos de bolas ‘criollas’ nas categorias masculino e feminino. O evento desportivo teve lugar nos campos do Centro Luso Larense em Barquisimeto. Contadoras, Pausides 60, Aproupel, Caricoa, Hispaven. Compabeer, Rines, Hidolara, Administradoras e Luso foram as equipas que participaram na categoria feminina. Contadores, Upel, Auto partes, Impulso, Seniat, Polibarq, Pauside 60, Rines Carwil, Hidrolara e Luso foam as

que particiaram na masculina. Na categoria feminina, a equipa campeã foi Rines Carwil. Hidrolara foi subcampeã. O terceiro lugar foi para a equipa Contadoras. Rossana Castellanos, da equipa Hidrolara, foi constituída Campeã Boche Aire. Xiomara Colombo, da equipa Rines, foi premiada como Campeã Arrime. Finalmente, Maritza González, da equipa Administradoras, levou o título de Campã Boche Rastrero. Na categoria masculina, a equipa campeã foi o Seniat. Rines figurou-se como subcampeã. Contadores conseguiu o terceiro lugar.

As inscrições para a sétima edição da meia-maratona e caminhada 5K da Fundação Plaza Alimentando Conciencia finalizaram no passado sábado dia 30 de julho. Contudo, os interessados ainda têm a oportunidade, até o próximo dia 21 de agosto, de se inscrever na meia-maratona 21k. A iniciativa tem como propósito ajudar a Fundação Techo, uma instituição sem fins lucrativos que se dedica à reinserção social e laboral de cidadãos em condição de carência. Os atletas vão sair às 6h00 de domingo, 18 de setembro, da Plaza Alfredo Sadel, em Las Mercedes, e percorrerão um trajeto que os levará pelas ruas e avenidas dos municípios Baruta, Sucre e Chacao. A tradicional caminhada de 5K será unicamente

no município Baruta e partirá às 7h00. A entrega de materiais será o sábado dia 17 de setembro, entre as 9h00 e as 16h00, na Plaza Alfredo Sadel, onde adicionalmente haverá uma Pasta Party. Tanto nesse dia como no dia 18 de setembro vai ser realizada uma Jornada de Reciclagem que no sábado se inicia às 9h00. No total, vão participar 3.000 pessoas, 2.500 dos quais estar na meia-maratona.

soltas Boxeador venezuelano passou a quartos-de-final nos Jogos Olímpicos O boxeador Gabriel Maestre passou automaticamente aos quartos-de-final dos Jogos Olímpicos Rio 2016, logo depois de confirmada uma fratura no pómulo do seu contendor italiano em peso wélter, Vicenzo Mangiacapre, que não se apresentará nesta categoria. O venezuelano, oriundo do estado Anzoátegui, começou com uma vitória em peso wélter masculino, categoria de 69 kg, dos Jogos Olímpicos de Rio 2016 perante o lutador alemão Arajik Marutjan. O crioulo deu uma impressionante cátedra de boxe nos primeiros dois assaltos e isso foi suficiente para conseguir a vitória. Agora garante o diploma para a delegação nacional.

Francisco Limardo eliminou França em espada olímpica Francisco Limardo conseguiu a sua segunda vitória consecutiva e avançou para a tabela dos 16 melhores ao derrotar 15 por 14 ao francês Daniel Jerent, classificado como quarto do mundo e candidato a reclamar o ouro na espada individual dos jogos. Limardo tirou uma vantagem de 13-10 que defendeu esperando o ataque do francês ara responder desde o fundo da pista. Mas o galo foi à frente 14-13 e Francisco fez gala de seriedade para defender com crueldade e conseguir dois enfartes que lhe deram o segundo trunfo na competição.

Rubén Limardo pediu desculpa depois de ter sido eliminado do Rio 2016

O esgrimista venezuelano Rubén Limardo pediu desculpas ao país depois de ter sido eliminado nesta terça-feira nos 16º de final de espada individual. «Não me saiu o trabalho. É muito duro para mim, é difícil porque levar a carga de um aís, do abandeiramento, acredito que havia muita pressão», disse logo após o seu primeiro confronto em Rio 2016. O venezuelano expressou a sua deceção após perder por 15 ponnto a 5 frente ao egípcio Ayman Fayez.


Correio da Venezuela | Sexta-feira 12 a Quinta-feira 18 de Agosto de 2016

Publicidade 23


P r e m i o Ta l e n t o a l a C o m u n i c a c i ó n S o c i a l 2 0 0 9

Imagem da semana

Três mortos e mais de mil pessoas evacuadas devido a incêndios na Madeira

Gabrie Maestre passou a quartos dos Jogos Olímpicos Rio 2016

Correio de Venezuela 663  

Edición 663

Correio de Venezuela 663  

Edición 663

Advertisement