Page 1

P r é m i o Ta l e n t o 2 0 0 9 Correio de Venezuela

@correiodvzla

@correiodvzla

Quinta-feira 12 a Quarta-feira 18 de Fevereiro de 2015

publicaÇão Nº 592

Ano 15 • Depósito Legal: 199901DF222 • BsF. 15

Um ano cheio de projectos

Pag. 5 pub

Os Portugueses dispensam à Virgem da Candelária grande devoção. Foi tema de celebração em diversos centros sociais, e celebrada com mais dimensão na capital caraquenha, numa zona onde vivem inúmeras famílias lusitanas.

Pag. 6

Alex Gonçalves em diversos ‘palcos’

Vem da Rádio, com ´Calma Pueblo´, e segue rapidamente para as primeiras emissões da Sayyeah TV, o primeiro canal de televisão da América Latina na Internet. ‘Radar Venezuela’ terá apresentação de arromba em Caracas, já em Março.

Pag. 18

Desporto

Jany Moreira é uma personalidade conhecida e conceituada entre os Portugueses, mas também nos meios académicos de Venezuela. Recebeu mais três condecorações. Do Estado Miranda e dos Municípios de Baruta e Chacao.

Culto e fé na ‘Morenita’

Cultura

Condecorações confirmam mérito

Comunidade

Comunidade

A Língua Portuguesa, nas vertentes da divulgação e do ensino do idioma de Camões, continua a ganhar adeptos. 2015 será um ano repleto de iniciativas e eventos, cujos animadores se mostram muito optimistas.

Pag. 3

Empate em Lisboa ajuda FC Porto O empate no ‘derby’ da cidade de Lisboa, na I Liga Profissional de Futebol, deixou o Benfica a marcar passo. Ganhou o FC Porto, que viu diminuída a diferença do líder benfiquista. Mas ainda faltam disputar muitos jogos. Pag. 26


2 Editorial

Quinta-feira 12 a Quarta-feira 18 de Fevereiro de 2015 | Correio da Venezuela

retrospectiva Os clubes e associações luso-venezuelanas continuam muito activos, não obstante a situação menos favorável que se vive no País. Diversas iniciativas, mas sobretudo o grande apego e dedicação dos dirigentes dessas instituições, com o nunca subestimado trabalho dos associados, constituem um programa diversificados que nos chega ao conhecimento e que confirmam a execução de vários programas e dos projectos com que alguns se comprometeram. O Centro Português de Caracas continua a demonstrar o seu sentido de responsabilidade social e de solidariedade com diversas causas, como por exemplo a que resultou na colecta de 30 mil bolívares no ‘Canto das Janeiras’ e que serão destinados ao Lar Padre Joaquim Ferreira. Presentemente está em cursouma nova iniciativa denominada ‘Um milhão de metros por Vidal’ que homenageará o falecido nadador olímpico venezuelano. O Centro Luso Larense já elegeu a sua comissão eleitoral e agora prepara um novo processo para eleições, entre diversas actividades e obras de melhoramento das instalações, impulsionadas pela actual junta directiva. O Centro Social Madeirense não deixa de surpreender e em cada semana oferece um amplo programa de actividades desportivas e culturais que procuram o entretenimento dos seus sócios em lugar seguro. Na Casa Portuguesa de Aragua foi inaugurada recentemente uma nova esplanada, agora com novo concessionário, junto da recém-inaugurada piscina, que oferece modernas instalações e um menu surpreendente. O Centro Marítimo de Venezuela, em Turumo, continua a procurar algumas melhorias que se revertam em benefícios para os seus associados, Mais longe, o Centro Português Venezuelano de Guayana prepara-se para os Jogos Feceporven.

dois

1

três 4

O desporto continua a ser um campo de vivências interessantes na comunidade luso-venezuelana e na sua ligação com este País que nos acolhe e do qual fazemos parte. Na semana passada escrevemos sobre Lourdes Gonçalves, com uma experiência dignificante e de prestígio no campo do dirigismo desportivo, que releva a importância que hoje assumimos também, como educadores, nesta sociedade. Lourdes Gonçalves que preside à Federação de Desportos Aquáticos, ganhou no ano passado a designação de ‘Dirigente do Ano’, por votação dos membros do Círculo de Jornalistas Desportivos de Venezuela. Por outro lado, um jovem futebolista, hoje a actuar no Nacional da Madeira, foi chamado para os trabalhos da selecção de futebol de sub-15. É filho de emigrantes, mas volta a Venezuela para com o seu trabalho e a excelência da sua dedicação contribuiu para uma boa representação do País em provas internacionais. Os factos sucedem-se e cada dia e cada ano mais intensamente, o que mostra a cultura desportiva que prezamos e a disponibilidade para honrarmos a bandeira bolivariana. Mas não é apenas no Desporto que a presença e participação de elementos da comunidade se revelam pelo lado que mais no agrada e nos enaltece: o sucesso. É também no sector cultural, onde se assinala o êxito de diversos luso-descendentes: Alex Goncalves, Fernando da Silva, Lance dos Ramos, Flor Elena González, Jesús Nunes e José Fernandes, continuam a destacar-se na rádio, no teatro e na fotografia, demonstrando o seu talento e dignificando o nome das duas Pátrias.

fotoflash

É com satisfação que neste início de ano destacamos os esforços de todos quantos estão envolvidos no Ensino do Português em Venezuela, duma forma particular as entidades Coordenação do Ensino de Português e Instituto Camões. Tivemos acesso há poucos dias ao seu programa de trabalho para 2015, em que se destacam algumas iniciativas e eventos que têm por objectivo uma maior divulgação do idioma lusitano e, ao mesmo tempo, criar oportunidades para que mais pessoas em Venezuela possam aprender e aperfeiçoar os seus conhecimentos da Língua Portuguesa. Conhecemos as dificuldades que estas organizações passam, muitas vezes, ao nível organizativo, e daí relevarmos o interesse e utilidade do programa agora conhecido e que abrangerá, estamos certos, um número ainda maior de interessados. Assim, o cronograma ajustado prevê a participação na Feira Internacional do Livro da Venezuela, com o apoio e presença das empresas editoras portuguesas Lidel e Porto Editora. Em seguida calendariza a realização do Primeiro Encontro de Estudantes da Língua Portuguesa em Venezuela e o Segundo Encontro de Professores de Português em Venezuela. Será celebrada a Semana da Língua Portuguesa na Universidade Central de Venezuela, em Caracas e serão promovidos programas onlinede ensino do Português como língua estrangeira conjuntamente com a Universidade de Carabobo. Igualmente serão promovidas mais certificações de alunos entre os 8 e os 18 anos de idade e o exame CAPLE.

Na ilha de Margarita, Estado de Nova Esparta, chegou a presença das entidades consulares portuguesas. No seguimento de outras jornadas de igual interesse que têm sido promovidas por toda a Venezuela. Os portugueses que vivem longe da capital agradecem e mostrem sensibilizados com este trabalho que tem sido desenvolvido numa perspectiva de facilitar os contactos e promover a resolução de problemas que estão, muitas vezes, relacionados com a burocracia. Longe dos centros de decisão, a solução de determinadas pendências implicam custos importantes, constantes das deslocações que em tempo de crise são ainda mais difíceis de assegurar. O cônsul-geral de Portugal em Caracas, mais uma vez, esteve em despacho fora da capital. Os Portugueses de Nova Esparta estão reconhecidos. Falaram abertamente sobre as questões de mais difícil solução e aproveitaram a oportunidade para solicitar mais ensino de Português. Para os que querem aprender e para os que desejam aperfeiçoar-se. Tudo foi tomado em boa conta.

A Banda Sinfónia Juvenil Simón Bolivar iniciou a sua actividade em 2015 com a interpretação de temas portugueses, com a participação do clarinista António Saiote. Depois de uma digressão de sucesso por terras portuguesas, há alguns meses, este valoroso grupo de jovens músicos continua embalado nas obras de temática lusitana, que lhe tem assegurado a manutenção de uma ligação muito estreita com a Comunidade Luso-Venezuelana. Nos dias de hoje, de alguns inusitados desencontros, é um facto que registamos, na medida em que contribuiu para um maior entrosamento entre jovens crioulos, filhos de pais de várias origens, e todos quantos cultivam a Música. Tem sido, aliás, no terreno das Artes que, nos últimos anos, alguns passos firmes foram dados para um maior conhecimento e cooperação entre os mais jovens, cuja integração, nunca esteve em causa.

Grupo Editorial

www.correiodevenezuela.com Rif.: J-40058840-5

Director Aleixo Vieira Subdirector Agostinho Silva Gerente: Carla Vieira Editor Sergio Ferreira Soares Endereço: Av. Veracruz. Edif. La Hacienda. Piso 5, ofic. 35F. Las Mercedes, Caracas. Telefones: (0212) 9932026 / 9571 Telefax: (0212) 9916448 E-mail: editorial@correiodevenezuela.com

Chefe de redacção Sergio Ferreira Soares |Jornalistas Carla Salcedo Leal, Victoria Urdaneta, Fernando Cámara, Kenner Prieto, Antonio Da Silva |Correspondentes Edgar Barreto (Falcón), Carlos Balaguera (Carabobo), Sandra De Andrade (Aragua), Sandra Rodríguez (La Victoria), Trinidad Macedo (Lara), Silvia K. Gonçalves (Bolívar), Ricardo Santos (Nueva Esparta), Carlos Márques (Mérida), Daniela García (Miranda), Antonio Dos Santos (Zulia) |Colaborações Catanho Fernandes, Arelys Gonçalves, Antonio López Villegas, Isabel Idárraga, Shary Do Patrocinio, Serafim Marques, António Delgado |Publicidade e Marketing Carla Vieira |Paginação Elsa de Sá |Fotografia Francisco Garrett |Distribuição Luis Alvarado, Carlos Agostinho Perregil R. |Impressão Grupo Últimas Noticias. Caracas -Venezuela |Tiragem 15.000 exemplares |Fontes de Informação Agência Lusa, Diário de Notícias, Diário de Notícias da Madeira, Ilhapress, Portuguese News Network e intercâmbio com publicações em língua portuguesa.


Correio da Venezuela | Quinta-feira 12 a Quarta-feira 18 de Fevereiro de 2015

ACTUAL

Venezuela lança novo sistema cambial que permitir vender e comprar divisas Lusa

Entraram na lista publicada na Gazeta Oficial desde alimentos a medicamentos, entre outros. A Venezuela anunciou na segunda-feira, 10 de Fevereiro, que iniciou um “novo esquema cambial” que terá três modalidades, uma delas terá por base uma cotação “totalmente livre” a que os cidadãos e empresas poderão recorrer para vender ou comprar dólares no país. O anúncio foi feito em Caracas, durante uma conferência de im-

Idioma

Língua portuguesa na Venezuela conta com novos projectos Sergio Ferreira Soares

O idioma português continuará em ascensão na terra de Simón Bolívar durante o corrente ano. Quem o diz é o Coordenador do Ensino da Língua Portuguesa na Venezuela do Instituto Camões, Rainer Sousa, que apresentou um programa repleto de iniciativas para levar a cabo até ao final de

2015 com o propósito de dar resposta ao crescente interesse pelo idioma lusitano neste país. A primeira das actividades será a participação, pela segunda vez consecutiva, na Feira Internacional do Livro da Venezuela (FILVEN), que se levará a cabo de 12 a 23 de Março nas instalações do Complexo Cultural Teatro Teresa Carreño. Portugal marcará pre-

sença com um grande stand que contará com uma representação da Embaixada de Portugal, do Instituto Camões e das editoras portuguesas LIDEL e Porto Editora. As pessoas que venham a visitar a FILVEN 2015 poderão adquirir livros da editorial LIDEL ao preço do dólar oficial, além de uma amplia variedade de dicionários da Porto Editora. Por outro

Venezuela 3

prensa conjunta entre o ministro venezuelano da Economia, Finanças e Banca Pública, Rodolfo Marco Torres e o presidente do Banco Central da Venezuela, Nelson Merentes. O novo sistema cambial manterá a cotação de 6,30 bolívares por dólar para as importações prioritárias (alimentação e saúde), unificando as outras duas cotações que vigoravam até agora (12 e 52 bolívares) numa só taxa cujo valor inicial será de 12 bolívares por dólar, mas cujos pedidos continuarão a depender de autorização do Executivo. O novo mecanismo, o Sistema Marginal de Divisas (Simadi) ou sistema “totalmente livre”, entrará em funcionamento esta quarta-feira. O valor da sua cotação não foi

divulgado mas vários economistas dizem que deverá rondar os 180 bolívares por dólar, perto do valor do atual mercado negro cambial. O Simadi despenaliza a troca de dólares e funcionará através de 3.792 organismos e casas de câmbio do país, sendo necessário que os participantes tenham contas em dólares nos bancos venezuelanos. Segundo Rodolfo Marco Torres, a Venezuela manterá a limitação de 3.000 dólares anuais para as viagens ao estrangeiro, tanto para cidadãos nacionais como para estrangeiros radicados no país, deduzindo desse valor os 300 dólares anuais que poderão ser usados para efetuar compras eletrónicas através da Internet. Há 12 anos, a 5 de fevereiro de 2003, a Venezuela implementou um sistema de controlo cambial que desde então impede a livre obtenção de moeda estrangeira no país e obriga os cidadãos e empresários a recorrer às autoridades a fim de obter autorização para aceder a dólares para as importações, viagens ao estrangeiro, compras eletrónicas, recursos para estudos e remessas a familiares.

lado, a Embaixada de Portugal e o Instituto Camões vão distribuir trípticos informativos e promover concursos. Sousa revelou ainda que se encontra em fase de planeamento o Primeiro Encontro de Estudantes de Língua Portuguesa na Venezuela, o qual pretenderá que os alunos de todo o país possam demonstrar as suas qualidades no idioma através da música, poesia e o teatro, entre outras opções. O responsável disse que ainda esperar poder levar a cabo o Segundo Encontro de Professores de Português na Venezuela, que terá como convidado Ricardo Salomão, doutorado em língua portuguesa. Foi também confirmado que, entre 4 e 9 de Maio, a UCV rece-

berá mais uma vez a Semana da Língua Portuguesa, a cargo da professora Digna Tovar, e patrocinado pelo Instituto Camões. Mais, em Abril, Sousa espera que seja possível arrancar com o projecto ‘Diplomado Online de Ensino de Língua Portuguesa” como língua estrangeira, destinado a professores que não possuem credenciais. O curso será ministrado via online pela Universidade de Carabobo, contendo um total de sete módulos que representam 200 horas de estudos, e que culmina com um exame presencial. Para finalizar, recordou que a 23 de Maio irão decorrer as certificações do Instituto Camões para os estudantes dos 8 aos 18 anos em todo o país. Publicidade


4 Venezuela

Quinta-feira 12 a Quarta-feira 18 de Fevereiro de 2015 | Correio da Venezuela

Clubes

Tudo pronto para festejar o Carnaval Fernando Cámara

A festa do Rei Momo será celebrada em grande durante a quadra que se aproxima Com Janeiro a chegar ao fim, também termina o recesso que habitualmente se observa no início de cada ano após as festas natalícias. A atenção vira-se depois para o Carnaval, a primeira festa que surge no calendário. A quadra carnavalesca é um momento festivo que se celebra imediatamente antes da Quaresma cristã e a sua comemoração varia dependendo do ano, oscilando entre os meses de Fevereiro e Março. Cumprindo a tradição, os venezuelanos celebram o Carnaval em grande. E os portugueses também, como se pode constatar, anualmente, em vários clubes lusitanos através dos programas de actividades que planeiam para comemorar o Rei Momo. Festa temática em Valência O Centro Social Madeirense realizará, a 14 de Fevereiro, uma festa para adultos sob o signo dos anos 60, 70 e 80, e na qual cada pessoa terá que marcar presença com um disfarce relacionado com uma destas décadas. No dia seguinte, será a vez das crianças desfrutarem da sua celebração. No recinto haverá colchões insufláveis, pinturas para os rostos e, claro, o ambiente será animado musicalmente. E durante todo o fim de semana será promovida uma ‘piscinada’. Cabe recordar que está permitida a entrada a sócios e a um máximo de cinco convidados. Dias antes, mais especificamente, entre sábado 7 e domingo 8 de Fevereio, a partir das 3:00 pm, o Comité de Cultura promoverá o evento “El Bazar del Día de los Enamorados”. Paralelamente, será realizado o Torneio de Casino para os

sócios da instituição. Festas, ‘piscinada’ e comparsas em Aragua A Casa Portuguesa do Estado Aragua também preparou um programa de eventos e iniciativas para celebrar a quadra carnavalesca. Assim, no domingo, 15 de Fevereiro, será promovida a festa de Carnaval que contará com um espectáculo de bonecos, um concurso infantil de disfarces e música ambiente. Para segunda-feira, 16, será realizada a festa dos adultos que contará com a animação musical da ‘miniteca’ My Way, além da entrega de prémios para os melhores disfarces individuais. De igual modo, será apresentada a comparsa habitual da quadra. O evento começa a

partir das oito da noite. No último dia, terça-feira, 17, será promovida uma ‘piscinada’ para o desfrute de todos os accionistas. Actividades diversas em Guayana O Centro Português Venezuelano de Guayana, sediado no Estado de Bolívar, promoverá durante os dia de Carnaval diversas actividades na área das piscinas do clube. A instituição, que é dirigida pelo Cônsul Honorário de Portugal para a região e também presidente da Federação de Centro Portugueses da Venezuela, Victor Vieira, oferecerá ao público diversas iniciativas, como ‘bailoterapia’, concursos para as famílias e crianças, gincana, entre outras opções.

CP não terá comparsas no Carnaval O Centro Português (CP), situado na urbanização Macaracuay, na cidade de Caracas, já tem pronto o programa para o Carnaval 2015. A surpresa para muitos é que, depois de um fracassado processo de inscrições, a associação decidiu não levar a cabo a tradicional competição de Comparsas. No entanto, de 13 de Fevereiro a 18 de Março está prevista uma série de actividades para desfrute de todos os sócios. A eleição da princesa e princesita está marcada para dia 13, no Salão Nobre, a partir das sete da noite. Será o único evento do dia referente ao Carnaval e o único no qual será permitida a entrada de convidados. De sábado até terça,

apenas os sócios poderão entrar nas instalações. Nestes dias, haverá colchões insufláveis nas piscinas e Dj’s que terão a seu cargo a animação musical. Na segunda-feira haverá uma festa dançável, que também contará com um concurso de disfarces para adultos, no Salão Nobre, a partir das 8 da noite. Carnaval: Uma celebração com história O carnaval combina elementos como disfarces, desfiles e festas dentro de portas ou nas ruas. Apesar das grandes diferenças que a sua celebração apresenta em todo o mundo, a sua característica comum é a de ser um período de permissividade e algum descontrolo. Reza a história, em jeito de lenda, que esta comemoração tem origem em festas pagãs, como as que se celebravam em honra a Baco, o deus do vinho, divindade romana, ou as festas que se realizavam em honrado touro Apis, no antigo Egipto. Ainda de acordo com vários historiadores, o Carnaval remonta às antiga Suméria e Egipto, onde há mais de 5.000 anos, celebrações muito semelhantes às época do Império Romano eram celebradas. Terão sido levadas para a Europa, tendo os portugueses e os espanhóis as levada por seu turno para a América, a partir do século XV. O carnaval está associado principalmente com os países de tradição católica e em menor medida com os cristãos ortodoxos orientais; as culturas protestantes usualmente não celebram o Carnaval ou possuem tradições alteradas, como é o caso do Carnaval dinamarquês. Segundo o livro do Guinness dos Recordes, a maior celebração de Carnaval do mundo é a do Rio de Janeiro. Mas o Brasil não é o único país do mundo onde se festeja o Carnaval em grande. Os carnavais de Santa Cruz de Tenerife e Cádiz, em Espanha; Colónia, na Alemanha; Oruro, na Bolívia; Veneza, em Itália; Barranquilla e Pasto, na Colômbia; Veracruz e Mazatlán no México; e os de Callao, na Venezuela, entram nessa lista. Outro dado curioso é que os carnavais mais longos são os de Montevideu, Uruguai, que dura 41 dias; e os de Gualeguay e Gualeguaychú, Argentina, que duram desde o primeiro fim de semana de Janeiro até o primeiro fim de semana de Março. Na Venezuela, a tradição do Carnaval chegou com a colonização espanhola. Foi no século XVIII que começou a celebrarse em Caracas de maneira mais refinada, com carroças, comparsas, entre outros motivos e adereços. As zonas da Venezuela onde se vive com mais intensidade são Puerto Cabello, San Diego, Barquisimeto, Carúpano, Maturín e El Callao.


Correio da Venezuela | Quinta-feira 12 a Quarta-feira 18 de Fevereiro de 2015

Clubes

Centro Luso Larense escolhe comité eleitoral

Venezuela 5

Fotografias com história

Fernando Cámara

O actual presidente, Manuel de Faria, aspira a ser reeleito. O Centro Luso Larense, situado na cidade de Barquisimeto, Estado de Lara, prepara-se para um novo processo eleitoral. No passado dia 3 de Fevereiro, segunda-feira, realizou-se uma reunião ordinária para a escolha do comité eleitoral que se encarregará de organizar toda a operação para o sufrágio. O referido comité é formado por três pessoas: Luís Ribeiro é o presidente; Darwin Gil é vicepresidente; e Gerardo López como secretário. O período presidencial no clube social larense é de cinco anos, e as ultimas eleições realizaram-se em 2010, ganhas na altura por Manuel de Faria, actual presidente. Faria não pode não voltar a

Espinho Fernando Cámara Fcamara@correiodevenezuela.com

candidatar-se porque os estatutos da associação não o permitem. No entanto, existe o manifesto de um numeroso grupo de sócios que pedem que o actual presidente continue no cargo. Está previsto que as primeiras eleições se realizem em Março e as finais no fim de Abril. De acrescentar que, se vencer

nesta oportunidade, vai para o seu terceiro mandato, já que a primeira vez que ocupou o lugar foi de 1998 a 1999. Vale a pena recordar que este clube social lusitano fica situado ao quilómetro 5 do sector El Manzano em Barquisimeto e foi fundado em 1977.

Homenagem

Jany Moreira condecorado no Dia do Professor Fernando Cámara

Trabalho do docente luso-venezuelano foi mais uma vez reconhecido O professor Jany Moreira voltou a ser objecto de diversas condecorações. Desde o início deste ano, o docente luso-venezuelano foi agraciado pelo Concejo Municipal de Baruta, Concejo Municipal de Chacao e pela Zona Educativa do Estado Miranda, que lhe entregaram reconhecimentos no âmbito do Dia do Professor. A 15 de Janeiro, o docente foi condecorado com a Ordem Félix Luces, na sua única classe, pelo Concejo Municipal de Baruta, num

acto de decorreu nas instalações do Colégio Santa Rosa de Lima, e em reconhecimento pelos anos de serviço prestados. Posteriormente, a 30 de Janeiro, recebeu a condecoração de Supervisor do Ano, por parte da Zona Educativa do Estado de Miranda, no decurso de uma cerimónia realizada no Colégio San Ignacio de Chacao. Finalmente, na sexta-feira, 6 de

Fevereiro, o Concejo Municipal de Chacao outorgou-lhe uma insígnia pelos anos de serviço prestados e pela sua actividade cultural. Refira-se que estes actos de reconhecimento não são casos isolados. O professor Moreira já foi agraciado por diferentes organismos públicos, como a Insígnia de Prata da Alcaldía de Baruta por anos de serviço; pela Alcaldía de Carrizal, Estado de Miranda, com a Ordem Francisco Palacios; Alcaldía Libertador de Caracas por “Buen Republicano”; e Orador de Ordem pela Câmara Municipal de Baruta; entre outros. O docente trabalha como supervisor na Alcaldía de Baruta e no Ministério da Educação, sendo professor de pós-graduação na Universidade Santa Maria. Alem disso, dá aulas de português no Colegio San Agustín de El Paraíso, na zona este de Caracas.

A imagem desta semana foi tirada em Espinho, em 1911, pelo fotógrafo Emilio Biel. Pode observar-se o que parece ser uma estação de comboios. No centro estão dois comboios parados; do lado direito, ao fundo, uns armazéns; do lado esquerdo, um comboio a aproximar-se do local e armazéns. Espinho é uma cidade que pertence ao distrito de Aveiro e à área metropolitana de Aveiro. Em 2011, a população da localidade ultrapassava os 9500 habitantes, e do concelho superava as 30 mil. Na época em que a foto foi tirada viviam no município 12 mil pessoas. É também sede de uma pequena zona urbana com 21 quilómetros quadrados de área e limita a Norte com Vila Nova de Gaia, a Este com Santa Maria da Feira, a Sul com Ovar e a Oeste com o Oceano Atlântico. Durante o domínio do Império Romano, existia uma estrutura numa colina que tinha forma circular e era rodeada por um fosso a Norte, e uma nascente e ribeira a Sul. É actualmente a zona de Páramos. Data do ano 1013. Duzentos anos depois, Espinho começou a ser utilizada para a pesca devido a estar bem perto da costa. Mas não acontecia durante todo o ano: Devido à violência do mar, os pescadores não se assentaram nem construíram casas, ficavam apenas nos tempos da pesca, e no Inverno regressavam às suas casas. O estabelecimento populacional começou por volta de 1776. As primeiras casas eram

feitas de madeira e revestidas de terra, o que se conhece como palheiros. A transição para a pedra foi muito lenta. Mais adiante, muitas destas casas foram compradas e transformadas por famílias endinheiradas, dando origem à comunidade costeira de Espinho. Em menos de 50 anos, converteu-se numa das zonas mais atractivas de Portugal para viver. A devoção religiosa dos habitantes da região levou à construção de diversos monumentos espalhados pela cidade e arredores, ao longo de mais de 200 anos. Um exemplo disto é a igreja matriz, dedicada a Nossa Senhora da Ajuda, que foi construída em 1930, um projecto do arquitecto Adaes Bermudes. Também se realizam na zona diferentes eventos relevantes: A feira semanal, que é a maior de Portugal e possivelmente da Península Ibérica; a Feira Internacional de Animação; o Festival de Música de Espinho; disputamse também ali etapas dos dois circuitos mundiais de Surf e de Voleibol de Praia, entre muitos outros. Actualmente é uma cidade moderna, com uma importante actividade turística, acolhendo milhares de visitantes, tanto portugueses como estrangeiros. É atractiva tanto de Inverno como de Verão porque as temperaturas não são de extremos (a sensação térmica no primeiro é de 23 graus centígrados e no segundo de 12 graus centígrados). A acrescentar a isso, é de fácil acesso, seja por comboio ou automóvel, e está próximo do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto.


6 Venezuela

Quinta-feira 12 a Quarta-feira 18 de Fevereiro de 2015 | Correio da Venezuela

Religião

Lusos renderam homenagem à Virgem da Candelária

Fernando Cámara Daniela Garcia

A santa é a padroeira de diferentes municípios no país. A Virgem da Candelária é, na Venezuela, uma das comemorações religiosas mais importantes e celebrou-se no passado dia 2 de Fevereiro, em diferentes zonas do país, e a comunidade lusitana não deixou a data passar em claro. O Centro Social Madeirense rendeu honras à santa, que é a padroeira do município San Diego, onde está situado o clube, às nove da noite, no Oratório Nossa Senhora do Monte. O Centro Português fez o mesmo às seis da tarde, na sua capela, realizando uma missa e procissão, celebradas pelo padre Alexandre Mendonça. À chegada da redoma à porta principal, os presentes saudaram a Virgem de Fátima; quando chegaram à zona debaixo do corredor, Olga Luzardo rendeu uma sentida homenagem à ‘Morenita’, interpretando o tema ‘Avé Maria’ e saudou-a, do alto, com pétalas de flores, para terminar o rosário. Antes de entrar na capela, finalizando o percurso da procissão, o grupo de meninas da escola de dança flamenca ofereceram um baile à Virgem.

Na paróquia da Candelária, situada no centro de Caracas, e onde vivem muitas famílias portuguesas, a missa começou pelas seis da tarde. No final, realizou-se a procissão com o acompanhamento da Guarda Nacional. Dias antes, ainda não havia a certeza se a imagem sairia à rua devido à insegurança naquela zona.

Santuário de Fátima celebrou primeiro arraial deste ano O santuário da Virgem de Fátima em Lonas de Urquia, Carrizal, Estado de Miranda, viveu uma verdadeira festa no passado domingo, dia 1 de Fevereiro, altura em que se realizou o primeiro arraial do ano em honra à Virgem da Candelária. Um grande número de

Um pouco de história A Venezuela é um país que tem o catolicismo como culto principal, não só devido à colonização espanhola mas também devido à quantidade de imigrantes europeus que se radicaram durante o século XXV. Por isso, houve uma forte fusão entre a sua cultura e a venezuelana que cobriu muitos ramos, entre eles as crenças religiosas. A Virgem da Candelária converteu-se num ritual importante e para muitos devotos, marca o fim da época de Natal. A acrescentar a isso, a Candelária é venerada em diversos lugares. É a padroeira de Turmero, Valle de la Pascua; em Cantaura, Estado de Anzoátegui e do já nomeado Município San Diego, Estado de Carabobo. Inclusive há três paróquias em diferentes Estados que têm o seu nome (Carabobo, Maracaibo e no Município Libertador de Caracas). A veneração à Virgem da Candelária na Venezuela tem a sua origem no último terço do século XVII, altura na qual um importante número de famílias provenientes das ilhas Canárias chegaria a este país, e por isso, difundiram o seu culto na zona. Algo parecido à devoção que existe nos Estados Unidos por parte dos emigrantes irlandeses. A Candelária é a padroeira das ilhas Canárias e o seu culto difundiu-se em cada uma delas, são sete no total. O conjunto dos imigrantes da ilha levaram para a América, como símbolo de identidade, a Candelária. Fizeram-no por duas razões: A primeira porque era a Virgem que mais território cobria nas ilhas e a segunda porque Tenerife era o sítio de onde provinham mais pessoas, já que superavam as restantes. Com efeito, depois de século e meio de espectacular expansão económica, enquanto a Península Ibérica vivia um período de grave penúria, começaram a experimentar-se, no último terço do século XVII, os primeiros sintomas da depreciação internacional dos seus vinhos. A emancipação de Portugal da coroa espanhola e a sua conversão em aliado preferencial da Grã-Bretanha proíbe as exportações Canárias de vinhas para as comunidades portuguesas e britânicas da América. pessoas deslocou-se até esta réplica moderna do santuário de Nossa de Senhora de Fátima, para um evento que contou com animação de José Antonio Yánez, locutor da Cima 96.7 FM. A celebração começou com a habitual missa, seguida de uma procissão da Virgem da Candelária. O padre José António da Conceição disse, na ocasião, que se sentia muito feliz pela participação dos devotos, e falou ainda do seu entusiasmo pela construção do templo. Com o passar do dia, foram muitos os grupos musicais que actuaram, como Ondas de Mar y Tierra, com música llanera, e Alma Lusa, representando baladas populares portuguesas. Também o grupo Tradições de Nossa Terra partilhou algumas das suas danças com o público. Ao finalizar o dia, os colaboradores agradeceram a to-

dos pela participação, comentando que as vendas foram um êxito e que superaram as expectativas, tanto na venda de artigos diversos como de alimentos e bebidas. O cônsul honorário de Portugal nos Altos Mirandinos, Pedro Gonçalves, demonstrou o seu entusiasmo no que diz respeito ao projecto. “Estamos muito agradecidos com as pessoas que têm estado a trabalhar dia a dia para finalizar esta construção o mais brevemente possível, sempre e quando Deus o permita. Baixamos a velocidade devido à dificuldade de conseguir alguns materiais mas a pouco e pouco fomos conseguindo”. O cônsul aproveitou a oportunidade para convidar a comunidade em geral a participar, na próxima quinta-feira, numa jornada destinada a resolver problemas com passaportes, no Consulado, situado no centro Comercial Super Líder.


Correio da Venezuela | Quinta-feira 12 a Quarta-feira 18 de Fevereiro de 2015

Telefones.: (0058212) 2650608/ 2670853

2ª a 6ª feira, das 08h às 22h Sábados, das 10h às 20h

Publicidade 7


08 Portugal

Quinta-feira 12 a Quarta-feira 18 de Fevereiro de 2015 | Correio da Venezuela

Diáspora

Canadá

Vereador luso quer mais jovens luso-descendentes na vida cívica

Luxemburgo

Emigrantes portugueses querem votar nas legislativas

CORREIO/LUSA

“A minha eleição só tem sentido se houver um maior envolvimento dos portugueses na vida cívica da cidade”, disse Martin Medeiros O vereador da câmara canadiana de Brampton, Martin Medeiros, apelou, no passado 2 de Fevereiro, a um maior envolvimento dos jovens luso-descendentes na vida cívica da cidade. “A minha eleição só tem sentido se houver um maior envolvimento dos portugueses na vida cívica da cidade. Estou apenas a abrir uma porta aos jovens lusodescendentes para que eles também possam ter um envolvimento em outras áreas, na política, tanto federal como provincial “, começou por afirmar Martin Medeiros, de 41 anos, filho de emigrantes provenientes de Rabo de Peixe, São Miguel (Açores). Martin Medeiros foi eleito no dia 27 de Outubro de 2014 vereador dos distritos eleitorais 3 e 4 da Assembleia Regional de Brampton com 21,85 % (4.188 votos), numa cidade com 600 mil habitantes, onde residem cerca de 30 mil portugueses e luso-descendentes. O autarca tem assento na câmara e na assembleia da Região de Peel, com 1,3 milhões de habitantes, a segunda maior região do Canadá, e que integra as cidades de Brampton, Mississauga e Caledon. O também conselheiro das comunidades por Toronto prometeu que enquanto decorrer o seu mandato será a “voz da comunidade portuguesa” em Brampton. Tanto Charles Sousa, ministro das Finanças do Ontário, como Ana Bailão, vereadora na Câmara de Toronto, foram referências quando ponderou em candidatarse e incentivou todos os jovens

48 % dos luxemburgueses é a favor da participação dos estrangeiros nas eleições.

CORREIO/LUSA Martin Medeiros foi eleito vereador no dia 27 de Outubro de 2014.

luso-descendentes a “inspirar-se naqueles exemplos”. Martins Madeiros também salientou a necessidade da criação de novos postos de trabalho naquela área, recordando que, nas décadas de 1960 e 1980, os portugueses estabeleceram-se em Brampton no sector fabril que tinha uma “forte expressão” naquela cidade. “Com o passar do tempo, as fábricas foram fechando, não só em Brampton, mas no Ontário, com as taxas escolares dos jovens a não ser o desejado, muitos não têm muitas soluções se não ingressar no ramo fabril ou na construção civil, daí que a criação de novos empregos seja um dos maiores desafios”, declarou. O vereador também reconheceu que outro dos problemas está relacionado com o envelhecimento da população, de comunidades emigrantes provenientes da Europa, nomeadamente de Portugal e de Itália, e que já têm descendentes de terceira geração. “Muitos dos jovens e de pessoas da minha idade, estão a deslocar-se para áreas mais afastadas destes grandes centros. A comunidade portuguesa vai diminuindo a sua presença, não só pelas ilações que vou retirando junto do pequeno comércio que frequento, as padarias, associações, e igreja. É um dos desafios porque quere-

mos manter a nossa importância”, realçou. Martin Medeiros foi nomeado presidente dos serviços empresariais da câmara de Brampton, que envolve áreas como o orçamento e legislação de recursos humanos. Na Região de Peel, tem a vice-presidência dessas mesmas áreas. Brampton tem estado em destaque negativamente na imprensa canadiana pelo alegado gasto indevidamente de verbas públicas pela anterior presidente da câmara Susan Fennel, algo que o luso-descendente quer mudar. “Neste momento está a decorrer uma investigação da Polícia Provincial do Ontário (OPP, sigla em inglês). Temos o objectivo de dar uma maior transparência à contabilidade da autarquia para que a situação financeira fique clara e transparente”, prometeu. Os principais objectivos para este mandato passam por um maior investimento na criação de emprego, melhoria nos transportes públicos, até porque o aeroporto de Toronto está a apenas a 20 minutos da cidade de Brampton. Oficialmente, há 375 mil portugueses ou luso-canadianos no Canadá, mas calcula-se que existam cerca de 500 mil a 600 mil, estando a grande maioria localizada na província do Ontário. Estima-se que 60 a 70% sejam de origem açoriana.

A questão, que vai ser colocada aos luxemburgueses numa consulta pública agendada para 7 de Junho, recolhe o apoio de 78 por cento dos estrangeiros Oitenta e cinco por cento dos portugueses no Luxemburgo querem poder votar nas eleições legislativas do país, uma questão que vai ser referendada este ano, segundo uma sondagem divulgada na primeira semana de Fevereiro. A questão, que vai ser colocada aos luxemburgueses numa consulta pública agendada para 7 de Junho, recolhe o apoio de 78 por cento dos estrangeiros, que representam 44 por cento da população no país. A percentagem de apoiantes do “sim” é mesmo superior entre os portugueses, com 85 por cento a favor, de acordo com a sondagem Politmonitor, realizada para o jornal Luxemburger Wort e a televisão luxemburguesa RTL pelo instituto TNS Ilres.

Para Sérgio Ferreira, portavoz da Associação de Apoio aos Trabalhadores Imigrantes (ASTI), uma das associações que integram a plataforma a favor do direito de voto Migrações e Integração, os resultados da sondagem “vêm demonstrar que os estrangeiros em geral e os portugueses em particular se interessam pela política do país”, contrariando um dos argumentos do lado do “não”. “Enquanto português, congratulo-me, e é recompensador perceber que, apesar de todas as reticências que há de uma forma geral em relação à política, os portugueses se interessam por aquilo que se passa neste país, onde vivem e onde trabalham, e onde provavelmente vão passar a maioria da sua vida”, disse o porta-voz da ASTI. Para Sérgio Ferreira, “o paradigma da emigração dos anos 1970, em que se vinha para o Luxemburgo para construir uma casa em Portugal e depois regressar na reforma, já não corresponde à realidade”, defendendo que o Luxemburgo deve adoptar “uma cidadania de residência”. “As pessoas vão ficando no Luxemburgo, é aqui que têm a sua vida, é aqui que têm os filhos na escola, e é aqui que vivem todos os dias, e é um motivo de regozijo saber que querem participar e ter uma voz activa”, defendeu o porta-voz.


Correio da Venezuela | Quinta-feira 12 a Quarta-feira 18 de Fevereiro de 2015

Publicidad 9


10 Portugal

Quinta-feira 12 a Quarta-feira 18 de Fevereiro de 2015 | Correio da Venezuela

soltas

Função Pública

O Ministério Público está a “acompanhar a situação” e a recolher “todos os elementos” relacionados com a denúncia que inclui uma lista de clientes portugueses do banco suíço HSBC que alegadamente ocultaram fortunas ao fisco. “O Ministério Público está a acompanhar a situação, recolhendo todos os elementos que estão ao seu alcance quer aqueles que têm vindo a público, que os elementos que, eventualmente, possam resultar de processos pendentes”, referiu a Procuradoria-Geral da República (PGR) à agência Lusa, na passada terça-feira, 10 de Fevereiro. A PGR sublinha porém, que, “até ao momento, não foi recebida de autoridades estrangeiras qualquer lista ou informação específica sobre a questão”. O esclarecimento da PGR surge no seguimento do chamado caso SwissLeaks, em que foi divulgado uma lista de clientes portugueses do HBSC que, através do banco suíco, terão ocultado avultadas somas de dinheiro às autoridades tributárias do país de origem. Os desempregados inscritos no IEFP há pelo menos três meses podem acumular parte do subsídio de desemprego com um salário, que pode ser reclamado quando o salário for mais baixo do que a prestação social. De acordo com uma portaria publicada, terça-feira, 10 de Fevereiro, em Diário da República, e que entra em vigor na quarta-feira, o Governo vem agora alterar as regras do diploma já em vigor que permite a acumulação de parte do subsídio de desemprego com um salário, permitindo que este apoio seja reclamado por desempregados inscritos no Instituto do Emprego e Formação Profissional há três meses, contra os anteriores seis meses. A acumulação de parte do subsídio de desemprego com um salário pode ser reclamada sempre que o salário for mais baixo do que a prestação social. A portaria agora publicada tem efeitos retroactivos a contratos assinados desde 1 de Janeiro deste ano.

Funcionários das escolas em greve a 20 de Fevereiro CORREIO/LUSA

Contestar a municipalização da educação e exigir a abertura de concurso para trabalhadores a exercer funções de carácter permanente Os funcionários das escolas vão estar em greve no dia 20, para contestar a municipalização da educação e exigir a abertura de um concurso que integre os trabalhadores a exercer funções de carácter permanente, anunciaram terça-feira, 10 de Fevereiro, sindicatos do sector. “A única responsabilidade desta greve é do Ministério da Educação, que tudo tem feito para que os trabalhadores das escolas estejam insatisfeitos”, defenderam, em conferência de imprensa, em Lisboa, os dirigentes da Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores

Para o sindicato, o que está em causa é “a destruição da escola pública”.

em Funções Públicas e Sociais. Para o sindicato, o que está em causa é uma questão política, “a destruição da escola pública, gratuita e universal, como está prevista na Constituição” da República. O sindicato entende que a descentralização de competências para as autarquias tem como fim a privatização e que assenta numa contradição. “É fundamentada com a aproximação às populações, mas foram encerradas centenas de escolas que estavam mais perto das

famílias”, afirmou o dirigente sindical Artur Sequeira. A responsabilidade pela crónica falta de pessoal nas escolas é atribuída pelos sindicatos deste sector a todos os governos dos últimos anos. Defendem, por isso, a abertura de concursos para que possam ser colocados nas escolas os funcionários necessários ao seu bom funcionamento. Mais uma vez, os sindicatos criticaram a contratação de pessoal a 3,20 euros à hora, através dos cen-

tros de emprego, sem experiência de trabalho com crianças, e que pode ser contratado “ao dia, à hora, à semana”, durante o ano lectivo, o que “disfarça o desemprego e não resolve os problemas”. “Estes trabalhadores têm de ter contrato por tempo indeterminado e não a termo certo”, sustentou Artur Sequeira. Os trabalhadores reivindicam “uma carreira valorizada” e a reposição das 35 horas de trabalho por semana, até porque algumas câmaras municipais já com responsabilidades na educação mantiveram este regime, o que causa discriminação entre funcionários, alegam. “Há de facto uma questão de selvajaria na gestão actualmente. A criação dos mega-agrupamentos foi o maior disparate”, disse o dirigente: “Os trabalhadores são, de uma forma selvática, colocados em qualquer sítio”. Com a greve, pretendem também “deixar uma mensagem” ao próximo governo. “Queremos que os trabalhadores sejam contratados 12 meses por ano”, defendeu Artur Sequeira, segundo o qual há escolas com mais trabalhadores precários do que efectivos.

Sociedade

Especialistas querem lei do álcool mais restritiva CORREIO/LUSA

Os especialistas do Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências (SICAD) defendem que a lei do álcool deve ser mais restritiva, ao mesmo tempo que sugerem mais controlo e fiscalização. Depois de um estudo sobre os padrões de consumo de álcool nos jovens após a nova lei ter entrado em vigor, em meados de 2013, o SICAD concluiu que a frequência e padrões de consumos se mantiveram nos adolescentes e nos jovens. “Parece justificar-se a implementação de medidas mais restritivas, nomeadamente no que toca ao acesso a bebidas alcoólicas por parte de menores

Apesar das restrições, muitos jovens conseguem comprar bebidas alcoólicas.

de idade. Tal, aliás, recebe o consenso dos jovens e profissionais participantes nos estudos realizados”, refere o SICAD num relatório divulgado no10 de Fevereiro. Publicado em Abril de 2013, o

novo diploma legal veio proibir a venda, disponibilização ou consumo de bebidas espirituosas a menores de 18 anos e de cerveja e de vinho a menores de 16. Em dois estudos realizados a propósito da nova lei, concluiuse que jovens e profissionais de estabelecimentos que vendem bebidas consideram a aplicação da legislação como deficitária, havendo uma percepção geral de “uma certa desresponsabilização no seu cumprimento”. Segundo o SICAD, isto constata-se precisamente pela “proporção considerável de jovens inquiridos com idade inferior a 16 anos que adquiriu e tomou bebidas alcoólicas nos 12 meses seguintes à alteração legislativa”. Embora a

grande maioria dos profissionais diga que é habitual pedir cartão de identificação para controlar a idade do cliente, apenas cerca de metade dos jovens com menos de 17 anos disse que alguma vez lhe foi pedida a identificação para a compra de bebidas alcoólicas. “Tanto os jovens como os profissionais entrevistados concordam que a lei é difícil de controlar no que diz respeito à venda de bebidas alcoólicas a menores. As principais dificuldades mencionadas prendem-se com estratégias adoptadas pelos menores para contornar a lei, mas também com a questão de não ser fácil perceber pelo aspecto a idade do cliente”, refere o resumo dos estudos realizados pelo SICAD.


Correio da Venezuela | Quinta-feira 12 a Quarta-feira 18 de Fevereiro de 2015

Orçamento

Forças e serviços de segurança pedem audiência a Cavaco Silva CORREIO/LUSA

Orçamentos para as diversas forças e serviços de segurança “podem colocar em causa o seu normal funcionamento com consequências graves para o país” A Comissão Coordenadora Permanente (CCP) dos Sindicatos e Associações dos Profissionais das Forças e Serviços de Segurança pediu, na terça-feira, 10 de Fevereiro, uma audiência ao Presidente da República devido à necessidade do reforço orçamental para as polícias. Em comunicado, a CCP, que congrega os sindicatos mais representativos da GNR, PSP, ASAE, SEF, Guarda Prisional e Polícia Marítima, refere que os orçamentos para as diversas forças e serviços de segurança “podem colocar em causa o seu normal funcionamento com consequências graves para o país”.

A estrutura, liderada actualmente pelo presidente da Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP), Paulo Rodrigues, sublinha que os vários alertas sobre a necessidade de reforço orçamental “nunca foram ouvidos”. “Dado o actual momento que se vive na Europa, com a ameaça terrorista, que levou a várias reuniões ao mais alto nível dos responsáveis pela segurança europeia e nacional, bem como o discurso da prevenção, deverão ser os motes para reforçar a política orçamental das forças e serviços de segurança”, refere a nota da CCP. Para esta estrutura, “a necessidade do reforço orçamental e de uma política sustentada na área da segurança interna” têm de ser uma realidade para “garantir a eficiência e evitar derivas securitárias” A CCP sublinha também que, nos últimos tempos, o Governo tem realizado várias iniciativas para introduzir alterações legislativas para combater a criminalidade mais grave e de melhorar a comunicação entre as diversas instituições. Porém, a CCP considera que o Estado continua “a confundir defesa nacional com segurança interna, subsistindo algumas ques-

Forças e serviços de segurança pedem reforço nos orçamentos.

tões pouco claras, como sucedeu recentemente com a Polícia Marítima, criando constrangimentos internos de diversa ordem”. Em Janeiro, o ministro da Defesa, Aguiar Branco, exonerou o comandante da Polícia Marítima, vice-almirante Cunha Lopes, após pedido do Chefe do Estado da Armada. “Por tudo isto, e tendo em conta a delicadeza do assunto, a CCP deliberou solicitar uma audiência ao Presidente da República, Cavaco Silva, para apresentar estas questões, que não podem conti-

nuar a ser adiadas sem respostas claras e objectivas”, refere ainda a estrutura. A CCP é constituída pela Associação Sindical dos Profissionais de Polícia (ASPP/PSP), Associação dos Profissionais da Guarda (APG/ GNR), Associação Socioprofissional da Polícia Marítima (ASPPM), Sindicato Nacional dos Guardas Prisionais (SNGP), Sindicato da Carreira de Investigação e Fiscalização do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SCIF-SEF) e Associação Sindical dos Funcionais da ASAE.

Portugal 11 soltas Portugal é o segundo país da União Europeia com mais encargos com parcerias públicoprivadas, que representam o equivalente a 5,12% do PIB em 2013, sendo apenas ultrapassado pela Grécia, de acordo com o Eurostat. Segundo o gabinete de estatísticas da União Europeia, os custos decorrentes das PPP representam 5,12% do PIB português e 6,58% do PIB grego. Em terceiro lugar, no ranking dos encargos públicos com PPP, surge o Chipre, país em que estes contratos pesavam em 2013 4,85% do PIB. O ministro da Economia, António Pires de Lima, afirmou, na terça-feira, 10 de Fevereiro, em Vila Nova de Famalicão, que em 2014 Portugal exportou mais do que importou pelo terceiro ano consecutivo. “Em 2014, a nossa balança comercial não é deficitária”, referiu, adiantando que deverá apresentar um saldo positivo idêntico ao do ano anterior. As exportações terão crescido cerca de 3 por cento. Acrescentou que, para encontrar igual performance [crescimento das exportações três anos seguidos] das exportações portuguesas, seria preciso recuar “pelo menos” 70 anos. Pires de Lima criticou ainda os que, “em tom jocoso”, chamam à aposta na política exportadora “o porta-aviões” do Governo.

FMI

Portugal quer antecipar pagamento de 14 mil ME CORREIO/LUSA

“Já seguiu” para os credores internacionais a carta em que Governo “pede autorização para reembolsar antecipadamente apenas o FMI” O Governo português já enviou aos credores internacionais o plano de reembolso antecipado ao Fundo Monetário Internacional (FMI),

segundo o qual prevê devolver 14 mil milhões de euros ao longo de dois anos e meio. Fonte do Ministério das Finanças confirmou, terça-feira, 10 de Fevereiro, à Lusa que “já seguiu” para os credores internacionais a carta em que Governo “pede autorização para reembolsar antecipadamente apenas o FMI”, parte integrante da ‘troika’ durante o Programa de Assistência Económica e Financeira (PAEF), juntamente com a Comissão Europeia e com o Banco Central Europeu. No plano, o executivo propõe a devolução de “14 mil milhões de euros num prazo máximo de dois anos e meio”, disse a mesma fonte, esclarecendo que esta proposta do

No plano, o executivo propõe a devolução num prazo máximo de dois anos e meio”.

Governo de Portugal será discutida no próxima reunião do Eurogrupo. Caso este plano seja aprovado, isto significa que Portugal vai devolver mais de metade do crédito devido à instituição liderada por Christine Lagarde em dois anos e

meio, uma vez que o Fundo emprestou 27,38 mil milhões de euros, de acordo com a versão mais recente do calendário de amortização da dívida directa do Estado da Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP), de Janeiro. A 21 de Janeiro, a ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, já tinha anunciado no parlamento que Portugal vai proceder ao pagamento antecipado do empréstimo contraído ao FMI durante o resgate financeiro do país, uma vez que o Estado acumulou “um montante de reservas de liquidez muito significativo” que permite “enfrentar com muita tranquilidade” eventuais dificuldades futuras.

Quase metade dos portugueses (48%) utiliza diariamente a Internet, um valor abaixo da média europeia (UE 63%), mas um crescimento de dez pontos percentuais face a 2013, segundo um inquérito Eurobarómetro divulgado na terça-feira, 10 de Fevereiro. Em contrapartida, um total de 44% respondeu nunca utilizar a Internet e, destes, 10% não possuem sequer ligação à rede, segundo dados de 2014. A esmagadora maioria dos portugueses (93%) acede à Internet através do computador (UE 92%), seguindo-se o smartphone para 38% dos portugueses (UE 61%), o tablet para 22% (UE 30%) e o televisor para 3% (UE 11%).


12 Portugal

Quinta-feira 12 a Quarta-feira 18 de Fevereiro de 2015 | Correio da Venezuela

Moçambique

Libertado português que havia sido raptado Maputo CORREIO/LUSA

União Europeia

Passos Coelho diz que Europa deve ajudar Grécia mas não “de qualquer maneira”

Vítima foi raptada na avenida Mao Tse Tung, no centro da capital, por homens armados Um cidadão português que tinha sido raptado em Maputo a 2 de Fevereiro foi libertado ao fim de quatro dias de cativeiro, disse à Lusa fonte do Consulado Geral de Portugal na capital moçambicana. Trata-se de um homem de nacionalidade portuguesa, raptado na avenida Mao Tse Tung, no centro de Maputo, por homens armados, que antes dominaram um polícia e um segurança junto de um café movimentado. A vítima foi libertada na sextafeira e encontra-se bem de saúde, adiantou à Lusa fonte do Consulado Geral de Portugal, na terçafeira, 10 de Fevereiro. Esta libertação seguiu-se à de uma portuguesa, que tinha sido levada por desconhecidos na quarta-feira, na avenida Julius Nyerere, onde se situa a presidência moçambicana, e que foi devolvida à família 24 horas depois. A capital moçambicana voltou a ser palco de uma vaga de raptos

A capital moçambicana voltou a ser palco de uma vaga de raptos. CORREIO/LUSA

nas últimas semanas, com três casos em poucos dias, num momento em que o novo Governo, empossado em meados de Janeiro, prometeu dar prioridade ao combate à criminalidade organizada. A terceira vítima, raptada a 27 de Janeiro na avenida Karl Marx, também no centro de Maputo, também já foi resgatada, revelou na segunda-feira a Policia da República de Moçambique (PRM), no dia em que foram conhecidas dez detenções de suspeitos por esta nova de crime na capital do país. Os dez suspeitos alegadamente integrados em dois grupos foram exibidos na segunda-feira à imprensa pelas autoridades mo-

Comunidades

çambicanas, tendo idades compreendidas entre os 24 e os 35 anos. Alguns dos suspeitos, segundo a PRM da cidade de Maputo, foram apanhados em flagrante delito quando transportavam vítimas raptadas e outros estavam na posse de armas automáticas. Em declarações reproduzidas no diário O País, o porta-voz da PRM em Maputo, Pedro Cossa, admitiu mais detenções no âmbito das investigações em curso. “Mesmo depois da detenção destes grupos, sabemos que há ainda muito trabalho por fazer, sobretudo porque há outros membros foragidos”, afirmou.

José Cesário espera resolver problema do CCP até ao verão CORREIO/LUSA

O secretário de Estado das Comunidades, José Cesário, espera que o Conselho das Comunidades Portuguesas (CCP) tenha as suas eleições até ao final do verão, após a aprovação da votação final global das alterações à lei. “Pretendemos fazer as eleições [do Conselho das Comunidades Portuguesas] até ao verão para

que o próximo Governo possa entrar em funções com este problema resolvido. Após a aprovação da votação final global [na quinta-feira], a lei será sujeita à finalização do processo legislativo, em Belém, para promulgação. A partir do momento que seja promulgado poderemos marcar as eleições já com o novo quadro legislativo”, afirmou, no sábado, 7 de Fevereiro, José Cesário em To-

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, afirmou, domingo, 8 de Fevereiro, que a União Europeia “tem o dever” de ajudar a Grécia a ultrapassar o seus problemas, mas que não o pode fazer “de qualquer maneira”. “A Europa tem o dever e o interesse em ajudar a Grécia a ultrapassar os seus problemas, o que o não pode é fazer de qualquer maneira, o que não se pode dizer é que a Grécia é um problema da Europa, dos portugueses, dos espanhóis e dos franceses”, afirmou Pedro Passos Coelho lembrando que, naquele país, não se está “a começar do

ronto, no Canadá. O CCP passará a funcionar por conselhos regionais, mantendo três comissões temáticas, com a alteração mais significativa a verificar-se no universo eleitoral: “A partir de agora votarão apenas os portugueses recenseados para as eleições legislativas, passamos a ter apenas um único caderno eleitoral, que era o que estava em causa”, salientou o governante. José Cesário realçou ainda que a meta era a de acabar com a “proliferação” de cadernos eleitorais, reconhecendo também a importância da “restauração dos conselhos regionais”, considerados “absolutamente decisivos” para o funcionamento do conselho à escala a nível local. “Este é um passo importante para que o conselho das comuni-

zero” e que “já houve dois programas de assistência”. O governante destacou que a Grécia, “desde o início da crise da dívida soberana, foi sempre tratada como um caso singular” e que foi por isso que teve “soluções que não foram aplicadas a mais ninguém”. “Por exemplo, fez a reestruturação da dívida, nenhum outro país europeu reestruturou a sua dívida”, salientou, acrescentando que “a Grécia dispõe de mais anos para pagar os empréstimos que recebeu, do que Portugal ou a Irlanda”, e que teve “empréstimos bilaterais que outros países não tiveram, quando passaram por estes problemas”.

dades represente de uma forma mais próxima, mais activa, cada comunidade e consiga manter, um diálogo mais activo e mais frequente, não apenas com o Governo em Lisboa, mas também com as embaixadas e consulados. É esse o nosso objectivo”, ressalvou. O Conselho das Comunidades Portugueses passará a ter 80 membros, todos eleitos, com a introdução de secções regionais e a redução para três das comissões temáticas, que se reúnem uma vez por ano. José Cesário marcou presença em Toronto nas comemorações do 41.º aniversário do Amor e Pátria Community Centre, que decorreu na Casa dos Açores do Ontário, antes de seguir para as celebrações do 15.º aniversário da Casa das Beiras de Toronto.


Correio da Venezuela | Quinta-feira 12 a Quarta-feira 18 de Fevererio de 2015

Publicidad 13


14 Cultura

Quinta-feira 12 a Quarta-feira 18 de Fevereiro de 2015 | Correio da Venezuela

Música

Victoria Urdaneta

Consulado Geral de Valência organizou concerto de acordeões Carlos Balaguera cbalaguera@correiodevenezuela.com

Fedra Santos O mundo literário alimenta-se muito da imagem porque esta contribui para o desenvolvimento da imaginação e utiliza a criatividade, dá outra dimensão às palavras, inter-relaciona as artes ao incorporar o desenho e a pintura, convida a sonhar e até serve de chamariz para atrair o leitor e cativá-lo. Uma das profissionais que se tem dedicado à arte da ilustração é Fedra Santos, que nasceu a 19 de Dezembro de 1979 em Freamunde, Paços de Ferreira. A artista portuguesa contou que ‘O Grande Livro das Formigas Rabigas’, de José Viale Moutinho, tornou-se uma homenagem à sua terra e às festas sebastianas, especialmente na ilustração do verso ‘Não digas adeus não digas, Não te ponhas a acenar, Quem este ano veio às Festas, Para o ano há-de voltar’. Vale a pena destacar que Freamunde é uma região com características interessantes, como explicou a ilustradora numa entrevista, pois é uma terra industrial, com uma população muito activa em temas políticos e culturais, o que exerceu influência na vida de Fedra Santos e que se reflecte nos seus trabalhos, onde marcou a sua posição perante diversos factos, sempre com um humor muito próprio. É designer gráfica, licenciada pela Faculdade de Belas Artes do Porto, tendo depois obtido a licenciatura em Design de Comunicação (Artes Gráficas). Mas não só se aprofundou no campo dos contos e livros como também ocupa a parte de gestão numa empresa onde também é sócia e que dá pelo nome de Furtacores Design e Comunicação, com a qual, por certo, é possível estabelecer contacto através do email fedra@furtacores.pt . Para desfrutar das ilustrações da autora pode visitar http://www.fedrasantos.blogspot.com/.

João Pedro Brito Câmara recebeu o público no primeiro concerto do ano. Os jardins do Consulado Geral de Portugal de Valência vestiramse de gala para receber, no passado dia 7, o Clube de Acordeões de Valência, uma instituição sem fins lucrativos que está a celebrar os 50 anos e na qual muitos jovens luso-descendentes receberam com honras o grau de concertistas. A iniciativa foi impulsionada pelo cônsul geral de Portugal no Estado de Carabobo, João Pedro Brito Câmara, acompanhado pelos funcionários consulares da sua jurisdição. A este concerto, cuja participação ultrapassou a centena de convidados, assistiram o cônsul ho-

norário de Maracay, Marcelino de Canha; o presidente da Casa Portuguesa de Aragua, David Alcarias; o presidente da Casa Portuguesa de Valência, Carlos Rodrigues; e o presidente da Academia de Bacalhau de Valência, Manuel Mouta; entre outros. O concerto começou com a reconhecida canção ‘Yesterday’ e prolongou-se entre aplausos du-

rante mais de duas horas. A terceira parte do recital foi dedicada a todos os madeirenses, com um mix que incluiu canções como o ‘Bailinho da Madeira’, ‘Primavera das flores’ e ‘Borda borda’, encerrando com ‘Venezuela’, misturada com oito compassos de ‘Alma Llanera’, com arranjos de Jorge Alvares, que o público ovacionou de pé por muito tempo, como agra-

Música

Grupo Coral do CP participou no IV Festival “Siempre con Don Bosco” Sergio Ferreira Soares

Um total de 52 grupos entoaram os seus cantos de Paz e Solidariedade durante 11 dias em diversos cenários Mais uma vez o Grupo Coral Centro Português apresentou-se com êxito num cenário venezuelano. A última actuação ocorreu na segunda-feira, 26 de Janeiro, durante o IV Festival Coral “Siempre con Don Bosco”, no Templo Nacional San Juan Bosco de Altamira, em Caracas. Um total de 20 membros

do grupo acompanhou, pelo terceiro ano consecutivo, o director Douglas Saldivia nesta iniciativa,

não competitiva, que celebrou o Bicentenário do Padre e Mestre da Juventude.

decimento a tão belo concerto. O cônsul geral de Portugal em Valência, João Pedro Brito Câmara, agradeceu a todos os membros do Clube do Acordeão de Valência, felicitando-os por estes 50 anos de ensino ininterrupto. O director do Clube de Acordeões de Valência, Jorge Álvarez, lembrou que a orquestra do clube é formada por primeiros acordeões em vez de violinos, segundos acordeões, terceiros acordeões e o quarto acordeão executa o papel de violoncelo, depois o piano, contrabaixo e percussão. O Clube de Acordeões não recebe qualquer ajuda governamental, no entanto, “sentimo-nos orgulhosos que desta escola tenham saído muitos luso-descendentes como concertistas em acordeão. Hoje acompanham-nos dois lusos, Cláudia Rocha, de Coimbra, que chegou à Venezuela há nove meses e é primeiro acordeão, e o seu irmão Jean Piero de Jesus, nascido em Valência, terceiro acordeão”.

O programa, que se estendeu entre 22 de Janeiro e 1 de Fevereiro, incluiu a actuação de 52 coros amigos da instituição. Assim, além do Coral do CP, também se apresentaram outros grupos como Coro de Niños del Colegio Domingo Savio de La Asunción; Coro de Campanas Libertador del Colegio San Pedro; Los Niños Cantores de Lara; Coral Aeropuerto; Los Niños Cantores de Cagua; Voces Juveniles de Yaracuy; Coro Sinfónico Juvenil de San Felipe; Ensamble Vocal Ébano; Fundación Schola Cantorum de Venezuela e Coro de Empresas Polar, entre outros, em palcos montades no Museo de Bellas Artes, Museo de Arte Contemporáneo, Museo del Diseño y la Estampa, Auditorio de Fundación Polar, Anfiteatro de El Hatillo, Casa Húngara de Caracas, Colegio Santa María Micaela, Capilla de la Casa Provincial de las Hijas de María Auxiliadora em Altamira e Iglesia Nuestra Señora de Pompei. Ao longo dos seus 15 anos de existência, o Grupo Coral CP já protagonizou inúmeras actuações em actos religiosos e protocolares, além de participações em diversos festivais nacionais e internacionais.


Correio da Venezuela | Quinta-feira 12 a Quarta-feira 18 de Fevereiro de 2015

Publicidade 15


16 Cultura

Quinta-feira 12 a Quarta-feira 18 de Fevereiro de 2015 | Correio da Venezuela

TEATRO

Victoria Urdaneta

Luso-venezuelanos brilham no Micro Teatro de Miami

Victoria Urdaneta

Carla Salcedo Leal csalcedo@correiodevenezuela.com

‘Buena gente’ A peça, cuja autoria é de David Lindsay-Abaire, conta com direcção de Diana Volpe e um elenco integrado por Carolina Leandro, Antonio Cuevas, Haydee Faverola, Rosalía Blanco, Eulalia Siso e Jonathan Mora. A obra aborda a vida de uma mãe solteira que perde o emprego e tem de enfrentar esta situação com uma menina com deficiência. Data: Sextas, 19:00; sábados e domingos, 18:00. Local: Trasnocho Cultural, Paseo Las Mercedes, Caracas.

‘Luna Lunita’ Yamell Mora, Luz Marina Sierra e Oswald Pineda são as protagonistas de um espectáculo infantil, que conta com montagem de Yurubí Castro. A proposta inclui marionetas para divertir o público e mostrar a história de uma menina que vai terminar o sexto grau, o que abre uma janela para grandes experiências. Data: 6 e 11 de Fevereiro, 11:00 (Teatro Alberto de Paz y Mateos, onde a entrada é gratuita). 14, 15, 21 e 22 de Fevereiro, 11:00 (UNEARTE)

Comédia Pela pluma de Enrique Salas chega-nos uma obra que mostra as consequências do alcoolismo de uma maneira particular, incentivando à reflexão sobre esta doença, mas utilizando o humor como principal meio de análise. Chama-se ‘Relatos borrachos’, já percorreu várias cidades e o elenco é formado por Maríalejandra Martín, Daniela Alvarado, Nacho Huett, José Manuel Suárez e Alberta Centeno. Data: Desde 6 de Fevereiro, sextas e sábados, 20:00; domingos, 19:00. Local: Urban Cuplé.

Fer da Silva, Lance dos Ramos e Flor Elena González sobem ao palco todas as noites para conquistar o público durante 15 minutos. O Centro Cultural Espanhol de Miami serviu de palco, durante as últimas semanas, para um espaço no qual as artes marcam presença em inglês e em espanhol. Trata-se das sessões de Micro Teatro Miami, nas quais diferentes peças se apresentam de quarta a domingo, a partir das 7 da noite, em dois idiomas e dois horários diferentes. As salas anglo-saxónicas e latinas enchem-se com uma bem composta proposta, contando, estas últimas, com uma grande quantidade de actores e directores venezuelanos, que levaram o seu talento para fora das nossas fronteiras, e nas quais se destacam os luso-venezuelanos Fer da Silva, Lance dos Ramos e Flor Elena Gon-

Gaita galega

zález. As sessões em espanhol têm dois horários disponíveis, o ‘prime time’ e o ‘golfa’. Na primeira parte está o micro musical ‘Por culpa del amor’, que tem como protagonista o cantor e actor Fer da Silva, que há poucos meses foi trabalhar para os Estados Unidos, enquanto no mesmo espaço, mas com outra peça, também de comédia, ‘Parando bolas’, encontra-se, com um novo look, Lance dos Ramos. Entretanto, a primeira actriz Flor Elena González, acompanhada por Josette Vidal, toma o palco com ‘Casting Express’, uma comédia que também se apresentou duran-

TEATRO

O Inspector Goodman regressa ao teatro

Carla Salcedo Leal

Para iniciar a segunda temporada cheia de energia, e depois de uma bem sucedida primeira temporada, o Grupo Teatral Skena regressa com a obra ‘Ha llegado

un inspector’, na qual o luso-descendente Jesús Nunes partilha o palco com o primeiro actor Jorge Palacios, com Patty Oliveros, Juan Carlos Ogando, Valentina Rizo e Alejandro Iacocca. ‘Ha llegado un inspector’ é uma

te várias temporadas em Caracas, sob direcção de Marcos Purroy. O ‘prime time’ decorre às sextas e aos sábados, das 8:00pm às 11:00 pm, e domingos das 7:00 pm às 10:00 pm, numa primeira temporada que vai até 7 de Fevereiro, enquanto as obras no horário ‘golfa’ se apresentam das 11:00 pm à 1:00 am. O Micro Teatro Miami apresenta, em espanhol, um total de 7 obras por turno, para os quais a audiência obtém 6 passes, no total, para cada dia. Cada sessão tem uma duração de 15 minutos, para um público máximo de 15 espectadores, que, ao finalizar a actuação, decidem qual a peça seguinte a ver.

comédia escrita por John Boynton Priestley em 1946 e representada em Londres durante mais de meio século, e que nesta oportunidade é produzida e dirigida por Basilio Álvarez. A história narra como o que começou como um jantar familiar para celebrar o compromisso entre Sheila Birling e Gerald Croft se torna num interrogatório por parte do inspector Goodman, que chegou a investigar todos os membros da família pela morte de uma jovem. Durante a peça, carregada de mistério, risos e dramatismo, o público tem a oportunidade, inclusive, de fazer uma análise interior, reflectindo sobre a própria vida, sem perder qualquer detalhe do que ocorre na mansão Birling. As actuações acontecem às sextas, às 8 da noite, e aos sábados e domingos às 6 da tarde, e as entradas já estão à venda nas bilheteiras do teatro e através da página da Ticketmundo, por 350 bolívares.

O gaiteiro galego Carlos Núñez regressa ao país e desta vez actuará com a Orquestra Sinfónica de Venezuela, um concerto inserido nas celebrações do aniversário da orquestra, que contará ainda com a participação do grupo de música tradicional Ensamble Gurrufío e com o grupo de dança Semente Nova, da Hermandad Gallega. Data: 21 de Fevereiro, 18:00. Local: Sala Ríos Reyna, Teatro Teresa Carreño, Caracas.

Orquestra em fotos Cento e quarenta imagens documentam as origens do Sistema Nacional de Orquestras e Coros Juvenis e Infantis da Venezuela, e fazem parte de uma mostra intitulada ‘Pioneros’, que dá continuidade às celebrações do aniversário. Os curadores da exposição são Alejandro Blanco Uribe e Antonio Huizi, que fotografou grandes momentos, ensaios e concertos desde 1974. Entrada livre. Horário: de terça a sábado das 12:00 às 20:00, e domingos das 11:00 às 19:00 Local: Avenida Tamanaco del Rosal, Complexo Cultural Chacao, Caracas.

Ilustração A artista e comunicadora social Nathaly Bonilla dará aulas de ilustração em dois workshops programados para este mês. Nas sessões também falará das suas experiências como ilustradora de diversos livros infantis, uma paixão que partilha com a organização das suas próprias mostras gráficas e a realização de arte corporal (tatuagens). Para mais informações, está disponível o email nathalybonilla.tattoo@gmail.com. Data: 20, 21 e 22 de Fevereiro. 28 e 29 de Fevereiro e 1 de Março. Local: Parque Central, Caracas.


Correio da Venezuela | Quinta-feira 12 a Quarta-feira 18 de Fevereiro de 2015

Publicidade 17


18 Cultura

Quinta-feira 12 a Quarta-feira 18 de Fevereiro de 2015 | Correio da Venezuela

showbiZZ

Sergio Ferreira

Alex Gonçalves: Da rádio aos palcos Carla Salcedo Leal csalcedo@correiodeveneuzela.com

“Un Lío En Dólares” Esta comedia, realizada na República Dominicana por Francis Disla, conta a história de Eulogio: um cantante de ‘bachata’ dominicano que viaja até à cidade de Nova Iorque em busca duma vida melhor. Mas a viagem começa a tornar-se complicada desde o momento em que o seu amigo Cheo é preso pelo FBI. Em fuga e sem saber para onde ir nem o que fazer, toma um táxi que o leva a Washington Heights onde arrenda um apartamento, fazendo-se passar por um pintor famoso.

“Cincuenta Sombras De Grey” A história mostra a jovem e inexperiente Anastasia a relacionar-se com o empresário Christian Grey. Ele mostra-se um homem sedutor, inteligente e dominador, o que faz com que ela se sinta atraída. Começa um namoro, mas tudo é feito dentro das regras estranhas de Grey. Conforme o relacionamento avança, Anastasia vai descobrindo o mundo bizarro e atormentado do rapaz. Tudo narrado com cenas quentes de sexo.

Este ano apresenta-se desde muito cedo com uma apertada agenda de trabalho para o animador e locutor que entrou no mundo da ‘stand up comedy’. Alex Gonçalves começou 2015 em grande. Depois de um ano de 2014 com muito trabalho, este novo ano perfila-se como uma nova oportunidade de continuar no caminho do êxito. O ano começou com um novo projecto radiofónico, denominado ‘Calma Pueblo’, no qual partilha créditos com Manuel Silva e Verónica Gómez, transmitido de segunda a sexta, das 11 à uma, programa que captou a atenção não só dos seus habituais ouvintes mas também de

nova audiência que o acompanha dia a dia, ao sintonizar o sinal da La Mega. Anunciou ainda o lançamento

Clubes

Cultura do CP promove novas actividades

“Los Pingüinos De Madagascar “Os Pinguins de Madagáscar” trazem de volta as personagens da popular animação “Madagáscar” e também novidades delirantes que vale a pena conhecer. Os divertidos pinguins popularizados pela trilogia “Madagáscar” estreiam-se a solo no cinema num ‘thriller’ de espionagem cheio de humor. Equipas de super espiões não nascem assim... são chocados. Descobre os segredos das mais espectaculares e mais hilariantes aves secretas da espionagem mundial: Capitão, Kowalski, Rico e Soldado.

de um novo projecto através da Sayyeah TV, o primeiro canal interactivo da Internet TV na América Latina. Ainda que agora se trate

apenas de um micro ao vivo, o projecto, que dá pelo nome de ‘Radar Venezuela’, terá o seu lançamento como espectáculo completo no mês de Março, altura em que Gonçalves aproveitará o sinal ao vivo do canal, às segundas às 8:30 da noite, para falar do que está a acontecer na Venezuela com a stand up comedy, a moda, a música e o estilo de vida neste recanto da América. E enquanto não chega o tão esperado dia, não podia ficar quieto, pelo que retoma a sua digressão ‘Con todo respeto’, que se apresenta de sexta a domingo a partir de 20 de Fevereiro e até 22 de Março, no terraço do Centro Cultural BOD Corp Banca. As entradas para o espectáculo já estão à venda através do sítio www.ticketmundo.com. O agente de Alex Gonçalves anunciou entretanto que em breve serão dadas a conhecer as datas da digressão internacional, na qual visitará cidades como Bogotá, Panamá, Miami, Houston, Atlanta, Quito e Santiago de Chile.

Sergio Ferreira Soares

As iniciativas contam com cada vez mais participantes. A direcção de Cultura do Centro Português, situado a Este da capital venezuelana, presidida por José Alberto de Viveiros, continua a promover actividades culturais para desfrute de associados e amigos do centro social.

Depois do êxito obtido na primeira edição deste ano, o bar A Nau do Centro Português acolhe uma nova noite de Fado Vadio, no próximo dia 26, quinta-feira, a partir das 7:30 da noite. A iniciativa, que é organizada pela direcção de Cultura, imita as noites do fado boémio de Lisboa e é levada a cabo na ultima quinta-feira de cada mês. A jornada começa com a tradicional mensagem de boas vindas por parte de Alberto de Viveiros, para posteriormente dar passagem

às guitarras de Fernando Pires e Osluar Lermo, acompanhados pelos participantes que, de forma espontânea, quiserem participar e cantar. A dinâmica não tem um programa prévio nem ordem de actuações. Segundo Alberto de Viveiros, “o mais importante do encontro é render tributo a este género lusitano que desde 2011 figura na lista representativa do Património Cultural Imaterial da Humanidade da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e a Cultura (UNESCO). Queremos continuar a dar a conhecer o fado, para além de deleitar os amantes do género. Acreditamos que aqui no Centro Português existem muitas pessoas apaixonadas pelo fado, que só precisam de dar a conhecer o seu talento”, disse o dirigente, recordando que este ano, as noites de Fado Vadio serão levadas a cabo na última quinta-feira de cada mês, e não às quartas, como era antes. Brasil e o seu samba invadem o CP Uma verdadeira festa, ao melhor estilo dos carnavais do Rio de Janeiro, será vivida no Cantinho da

Cultura do CP no próximo dia 12, altura em que a direcção de Cultura promove uma nova edição das já tradicionais Noites do Cantinho. A iniciativa, que nesta ocasião se intitula ‘Brasil e Samba’, começa pelas 7:30 da noite nos arredores do salão nobre. O director de Cultura explicou que a actividade vai basear-se numa aula interactiva de samba, para a qual o Cantinho da Cultura tornar-se-á um espaço alusivo ao Brasil e ao seu samba. “Vai ser explicado aos presentes os inícios do samba, os seus instrumentos, as vestes e os diferentes passos de dança, tudo guiado de uma forma interactiva pela Escola de Baile Salsa Open de Venezuela. No final, haverá um brinde com todos os participantes”, explicou Viveiros. O responsável pela direcção de Cultura recorda que as Noites do Cantinho são totalmente gratuitas e abertas à comunidade, acrescentando que já se estão a preparar para a edição seguinte, que está marcada para 19 de Março, uma quinta-feira, e será uma Noite de Jazz.


Correio da Venezuela | Quinta-feira 12 a Quarta-feira 18 de Fevereiro de 2015

Publicidade 19

clasificado

Por motivo de viaje vendo  Casa en el Este de Barquisimeto  Negocio en el Centro de la Ciudad, ramo charcutería muy rentable  Carros modelos nuevos Información 0424 524 18 61


20 Cultura

Quinta-feira 12 a Quarta-feira 18 de Fevereiro de 2015 | Correio da Venezuela

Perfil

José Fernandes vive a fotografía com paixão Fernando Cámara

Um luso-descendente teve uma exposição de fotografia patente na escola de Roberto Mata Os portugueses na Venezuela são conhecidos serem comerciantes em distintos ramos de actividade, como restaurantes, padarias, sapatarias ou peixarias. Muitos dos seus descendentes acabaram por ser profissionais em muitas destas áreas. No entanto, é pouco comum encontrar alguém entre a primeira geração de emigrantes que possua título universitário. Uma dessas excepções é José Fernandes, licenciado em marketing e profissional de fotografia. Nasceu a 23 de Março de 1963, em Ponta do Sol, uma localidade da Ilha de Madeira e. chegou com apenas dois anos de idade à Venezuela. “Não conheço outra pátria que não seja esta. Mas as minhas raízes culturais estão lá fora”, disse o mais velho de três irmãos. O pai era comerciante e a mãe dona de casa. “Vivemos em Los Teques. Depois, algum tempo em Higuerote, por causa dos negócios do meu pai. Mais tarde mudamonos para o centro de Caracas. E desde há 15 anos que resido em El Cafetal”, comentou. Toda a sua preparação académica foi levada a cabo na Venezuela. “A minha primária foi feita no Colégio Monseñor Arturo Celestino Álvarez em La Vega; o secundário, no José Ávalos en El Valle. Depois estudei direito durante uns anos na Universidade Central da Venezuela. Por último, estudou Publicidade e Marketing no Instituto Universitario de Mercadotecnia (ISUM)”, explicou. Devido aos negócios do pai, teve que o ajudar em diferentes épocas do ano, a exemplo do que aconteceu com muitos compatriotas da sua idade. “O meu pai sempre teve restaurantes e durante as férias trabalhava com ele. Nunca trabalhei na área da cozinha mais sim na parte do atendimento ao cliente”, explicou. O marketing é a área em que tem sempre tem trabalhado. “Licenciei-me em 1989. Trabalhei em várias coisas mas sempre na parte

de marketing e vendas. Comecei a trabalhar na parte de Valerrón e Compañía, na parte de marketing de Cosméticos Melody. Depois, passei para uma transnacional que se chama Yigodan e fui executivo comercial na parte de químicos aromáticos. Antes disso, comecei uma empresa de publicidade chamada “RH Publicidad”, por um tempo muito curto. Mas a necessidade de produzir, de ser rentável, de ter independência económica, levaram-me a aceitar oportunidades que se me foram apresentando pelo caminho. Actualmente, sou Gerente de Vendas da Interfragrance Representaciones, que representa uma transnacional na Venezuela, desde há aproximadamente nove anos”. A fotografia tem sido outra grande paixão. “Desde pequeno que é a minha paixão. Gostava das fotografias de documentalistas europeus. Bastavam os artigos que lia, o que fazia, quiçá, de forma algo desordenada mas era didáctico. Sempre fui muito autodidacta no que toca à arte de fazer fotografia. Com a passagem dos anos, fui procurando lugares onde se davam cursos de fotografia. Assim

Nunca planeei criar uma página web. Isso é para gente consagrada. Tenho as minhas contas nas redes sociais onde publico as minhas fotos. Posicionome com um entusiasta sério. Não sei até onde vou chegar mas tem sido uma experiência muito grata”,

cheguei à Escola de Roberto Mata e já estou há três anos a estudar com eles”, contou. Entre 2012 e 2013, foi o momento quando ingressou no workshop de Roberto Mata. “A metodologia deles é derem vários workshops. Há os básicos, que são obrigatórios e que te induzem ao mais simples. Posteriormente, cada um escolhe os workshops segundo as suas inclinações e gostos, quer dizer, vê-se qual é o que mais convém”, observou. A experiência de voltar a estudar tem sido muito agradável. “Foi maravilhoso mas também atemorizante. Encontrei-me com um mundo de pessoas que tinha muito conhecimento. Também estudava com rapazes de 15 anos e que possuem um grande avanço no que é a linguagem fotográfico. No meu caso, tinha conhecimentos mas muito desorganizados. Ou seja, um mar de conhecimento com um centímetro de profundidade. A escola tem servido para formar--me e organizar todos esses conhecimentos”, comentou. José Fernandes realizou na escola de Roberto Mata uma exposição, intitulada “el hombre sin @”, em Novembro passado, com as suas imagens. “Nunca havia planeado isso e fiquei surpreendido quando o Roberto me disse para participar. Eu faço fotografias para mim, não para expô-las ao público. Mas acedi e, olha, correu bem. Inclusivamente, La Alianza Francesa pediu-me para fazer uma exposição nos seus espaços”, acrescentou. José Fernandes criou, juntamente com um amigo, que se chama Javier Morillo, as contas de Instagram @Insta_ve e @Instabw_ve. “Tivemos, através da criação das contas no Instagram a iniciativa de criar um rede na Venezuela que reunisse todos os aficionados da fotografia móvel, para que postassem as suas fotografias de uma forma um pouco mais séria, mais profissional e um pouco mais entusiasta. Também tratamos de apoiar o talento nacional com imagens que não são próprias, dando sempre o crédito correspondente, num grupo que criamos e ainda que não conhecemos todos, compartimos o gosto fotográfico”, expressou. Apesar de estar a viver um bom momento nas redes sociais, continua a ver este trabalho como uma passatempo, um gosto, e não como algo profissional. “Nunca planeei criar uma página web. Isso é para gente consagrada. Tenho as minhas contas nas redes sociais onde publico as minhas fotos. Posiciono-me com um entusiasta sério. Não sei até onde vou chegar mas tem sido uma experiência muito grata”, confessou.


Correio da Venezuela | Quinta-feira 12 a Quarta-feira 18 de Fevereiro de 2015

Publicidade 21


22 Opinião

Quinta-feira 12 a Quarta-feira 18 de Fevereiro 2015 | Correio da Venezuela

Finanças pessoais instantâneas

Quando precisas de uma apólice vida? Isabel Idarraga

Mariela reúne-se semestralmente com o seu assessor financeiros. Numa ocasião, contou-lhe acerca das reacções das pessoas quando referia acerca da importância de dispor de um plano financeiro para a gestão dos rendimentos. “Quando digo que tenho uma apólice de vida fazem-me várias perguntas e a mais recorrente é: Qual é o momento ideal para adquirir una apólice de vida? Muitos pensam que uma apólice de vida é necessária apenas para os pais com filhos pequenos. Pensam que, ante a incerteza do que poderia acontecer com os pequenos no caso dos progenitores falecerem, poderiam garantir a sua segurança financeira de modo

a que, pelo menos, mantivessem a mesma qualidade de vida que usufruem com os pais em vida. Neste caso, os pais responsáveis têm a certeza de que as suas crianças contarão com os recursos para cobrir as necessidades correntes e poderão receber formação para ser adultos e profissionais. Também é uma via utilizada pelos chefes e família com filhos mais velhos que já possuem as suas próprias famílias. Aqui estamos perante pais aposentados que não querem depender dos filhos. Um deles, o que providencia os rendimentos do agregado familiar, deseja garantir que, na sua ausência, o cônjuge conte com rendimentos suficientes para

desfrutar de uma velhice digna e sem sobressaltos financeiros. Há também quem subscreva uma apólice de vida porque possui dívidas consideráveis – habitação, máquinas, equipamentos – e pretende com tal opção prevenir o futuro dos sues entes queridos no caso de falecer inesperadamente. Sonham com que os seus herdeiros recebam apenas activos como herança. A apólice de vida contribuiria com os recursos para pagar os compromissos contraídos, inclusivamente os impostos de sucessão. Já os solteiros podem procurar uma apólice de vida com vantagens de poupança, o que será útil na terceira idade. Podem, além

disso, utilizá-la como garantia de crédito. E se chegarem a sofrer de alguma doença terminal, teriam a alternativa de solicitar até 50% da cobertura para suportar os gastos que uma eventual doença deste tipo acarretaria. Mariela está convencida de que uma apólice de vida faz falta nas distintas etapas da vida de qualquer pessoa. Agradece aos pais por lhe terem ensinado as virtudes desta ferramenta de planeamento financeiro. Graças a esta informação, contratou a sua primeira apólice de vida quando começou a trabalhar. E aproveitou a sua idade para conseguir uma boa cobertura com um prémio baixo.

ta”. Atrever-se a subir o preço do combustível, sem antes deixar de oferecer petróleo a outros necessitados noutras latitudes estrangeiras é uma bofetada demasiado grande como para convencer o povo disso. Os provérbios são sábios: “Luz na rua e escuridão em casa”. Por outras palavras, para a compra de consciências, o regime destina muitos recursos que são do povo venezuelano e fá-lo sem consultar. É para o povo venezuelano que devem reverter as receitas petrolíferas, convertidas

em serviços básicos, abastecimento, energia, saúde, medicinas, escolas, bons salários, segurança social e pública. E é melhor parar de contar. Mas esses dinheiros do erário público vão parar aos bolsos de outras pessoas. Assim que é de cínicos pretender agoniar ainda mais a população venezuelana ao subir o preço do combustível enquanto auxiliamos os “nossos irmãos cubanos”. E doamos tractores e outros bens a Nicarágua, Argentina e Bolívia. Por dizer algo.

altatribuna

O único presente Antonio López Villegas

Na Venezuela, o preço da gasolina é económico. Quase um presente. Quiçá seja o único, porque a inflação, talvez a mais alta do mundo, tem pulverizado o salário do povo e pelos ventos que sopram continuará pulverizando. Na realidade, é a única coisa barata que há aqui. Um litro é mais barato que um litro de água. É inaudito, como muitos dos assuntos que ocorrem diariamente. Mas esse preço é assim, não porque não se saiba quanto vale, senão porque mudá-lo é uma decisão

que, na última vez em que ocorreu, desatou os demónios bem guardados que tem população venezuelana desde há décadas. Há medo de mexer nesse preço. Aumentar o preço deste combustível passa também por deixar de abastecer “A irmã república de Cuba”, com os barris de petróleo que a preços inadmissíveis e em condições de igual forma, recebe a ilha por parte do “bondoso povo venezuelano”. E isso ainda, ao que parece, não está nos planos dos dirigentes de “a revolução boni-

O CORREIO da Venezuela não pode ser considerado responsável e/ou patrocinador das opiniões que são expressas neste espaço.


Correio da Venezuela | Quinta-feira 12 a Quarta-feira 18 de Fevereiro de 2015

Publicidade 23


saúde em día

24 MISCELÂNIA

Quinta-feira 12 a Quarta-feira 18 de Fevereiro de 2015 | Correio da Venezuela

Tisanas: Infusões e decocções para adelgaçar Sergio Ferreira Soares

As tisanas, infusões e decocções de ervas são uma boa ajuda na tarefa de livrar-se dos quilos a mais, mas apenas se seguir uma dieta adequada e exercício físico. Mas qual a melhor para cada caso? A primeira coisa a fazer é distinguir entre os termos ‘chá’ e ‘tisana’: O chá contém cafeína enquanto a tisana é composta de extractos de plantas. Também é importante clarificar a diferença entre infusões e decocções. Nas infusões, a planta nunca deve ferver na água, antes pelo contrário, as folhas, flores ou partes mais delicadas da planta são regadas com água muito quente para que libertem os seus princípios activos. No caso das decocções, ferve-se em água durante aproximadamente cinco minutos as partes duras das plantas. Esta semana, convidamos o leitor a conhecer algumas receitas que podem ajudar na sua saúde.

estimula o metabolismo, pelo que não é aconselhada a pessoas com hipertiroidismo. Para preparar, acrescente um bom punhado de algas a um litro e meio de água e ferva de 15 a 20 minutos, de seguida coe. Tome duas chávenas: Uma concentrada em jejum e outra antes da refeição mais pesada do dia. Decocção de bardana. Esta planta contém inulina, uma fibra que proporciona uma sensação de saciedade, regula o metabolismo da gordura e depura o organismo. Esta tisa-

Chá de fucus. O fucus é uma alga adelgaçante e antioxidante. Devido ao seu elevado teor de iodo, actua sobre a tiróide e

Sabia que…? Carla Salcedo

Chegam as super luas

Sabia que a Super Lua é um evento astronómico que só acontece a cada 15 ou 18 anos e que durante 2014 foi visível três vezes consecutivas? Este evento astronómico, que desperta muito interesse entre os fotógrafos, acontecia com pouca frequência no Planeta, e as razões do aumento da frequência estão a ser estudadas. O certo é que para este ano estão previstas novas ocorrências deste espectáculo estelar. Para começar, é importante que

saiba que uma Super Lua acontece quando durante uma lua nova ou cheia, o satélite natural está mais próximo da Terra do que é habitual, aumentando notavelmente a sua visibilidade e o seu brilho. Cientificamente, a este momento chamase perigeu da lua, ou seja, o ponto de menor distância entre a lua e a Terra, e a primeira deste ano de 2015 ocorrerá a 18 de Fevereiro. Nesse dia, a lua estará situada a 356.991 quilómetros da Terra, no meio de um trio de eventos as-

na prepara-se por decocção, introduzindo num litro de água e fervendo 20 gramas de raiz de bardana, deixando que coza cinco minutos. Depois de retirar do lume, deixar repousar 10 minutos, coar e beber 15 minutos antes das refeições. Chá de kombucha. É um laxante e elimina toxinas, gorduras e colesterol. Fazer infusão de um saquinho de chá em três litros de água quente, verter num jarro de vidro com três colheres de açúcar branco, tapar com um pano de algodão e deixar 15 dias num lugar escuro e fresco. Passado esse tempo, coar. Beber uma chávena ao pequenoalmoço e aumentar a dose até beber três vezes por dia. Decocção de alcachofra. Para fazê-la, use as partes mais duras e amargas desta planta (concentram mais princípios activos). Introduza meio punhado destas folhas duras num litro de água fervendo e deixe que cozam cinco minutos. A alcachofra ajuda o fígado a metabolizar as gorduras, reduz o colesterol e diminui a tensão arterial.

tronómicos que atraem todos os amantes do céu e das estrelas. Vale a pena destacar que as super luas são visíveis na maior parte do Planeta, apesar de apenas determinadas regiões estarem numa zona VIP para assistir ao evento, apreciando com maior precisão a aproximação do satélite natural. E foi já este mês de Fevereiro, no passado dia 6, que a lua se situou a maior distância da Terra, ao alcançar 406.132 quilómetros de separação, pelo que provavelmente se olhou para o céu não pôde ver como de costume o aro branco. Mas se é um dos amantes dos eventos estelares, é importante que saiba que a seguir à Super Lua, no dia 22 de Fevereiro, domingo, haverá uma conjunção entre Vénus e Marte, que fará com que Júpiter esteja mais perto da Terra, e consequentemente, mais visível. À vista desarmada, durante o anoitecer, Vénus e Marte terão apenas meio grau de separação entre si, o que se conhece como uma conjunção de planetas. Vénus será visto como um ponto brilhante e Marte com um tom avermelhado, enquanto Júpiter será umas 170 vezes mais brilhante que Marte, sendo visível toda a noite até meados do mês.

Pensa Verde Carla Salcedo

Mais um segundo em 2015 Quantas vezes dizemos que o tempo passa rápido? Há poucos dias estávamos a desejar um feliz ano novo, e estamos já próximos de celebrar o Carnaval, pelo que talvez aumente essa sensação. Mas apesar de, para nós, talvez o tempo esteja a passar mais rápido, o certo é que este ano durará mais um segundo que 2014, ainda que isto possa ser imperceptível. Nesse sentido, há uns dias, soube-se que este segundo será acrescentado a todos os relógios atómicos do mundo no próximo dia 30 de Junho, mudando um segundo mais rápido a hora de todos os relógios regidos por este sistema. Esta explicação foi dada pelo máximo responsável do organismo do Sistema de Referência Tempo-Espaço (SYRTE), cuja sede se encontra em Paris. Esta entidade encarrega-se da regulação da hora mundial, e terá a tarefa de fazer passar os

relógios atómicos do segundo 23:59:59 para o 23:59:60 e, finalmente, para as 00:00:00, sempre em horário GMT. Como cultura geral, é bom saber que desde 1972, os relógios atómicos e os normais acrescentaram 24 segundos suplementares para actualizar a velocidade da rotação da Terra, que se torna cada vez mais certa graças às tecnologias de medição do tempo, cada vez mais precisas. É importante destacar que todos os aparelhos informáticos ligados a uma rede de satélite, como os tablets, os telemóveis, os computadores, entre outros, devem assimilar a mudança de hora automaticamente, apesar de não se descartar as falhas do sistema, devido a que um segundo pode passar despercebido, inclusive para a tecnologia.

segredos de cozinha

Dourada no forno Receita por: Natividade Maria Santos Pires Prato elaborado por: Chefe David Silva - Four Views Hotels

Ingredientes

Peixe Dourada Coentros Batatas Sal Azeite Cebola Chouriço Cenoura

Preparação

1 2 3

Corta-se a cebola em meias luas e tempera-se a dourada com sal. Abre-se o peixe e recheia-se a barriga com os coentros. Faz-se alguns golpes no peixe. Em cada corte e na barriga coloca-se uma rodela de chouriço.

4

Põe-se o peixe no centro do pirex ou tabuleiro de ir ao forno e à volta coloca-se as batatas, as cenouras às rodelas e o chouriço, rega-se com azeite.

5

Vai ao forno até o peixe estar cozido e douradinho.


Correio da Venezuela | Quinta-feira 12 a Quarta-feira 18 de Fevereiro de 2015

Publicidade 25


26 Desporto

30 adeQuarta-feira Outubro a Quarta-feira 6 dede Novembro de 2014 Correio da Venezuela Quinta-feira 12 18 de Fevereiro 2015 | Correio da |Venezuela

Portugal

I Liga

FC Porto beneficia com empate no dérbi das capital Edmar Fernandes DN MADEIRA

‘Águas’ e ‘leões’ continuam separados por sete pontos. Já os ‘dragões’ ficaram a quatro pontos da liderança Sporting e Benfica empataram, domingo, 8 de Fevereiro, no dérbi lisboeta da 22.ª jornada da liga portuguesa de futebol, resultado que acaba por beneficiar indirectamente o FC Porto, que ganha dois pontos aos directos adversários. Num embate em que o Estádio José de Alvalade registou uma assistência recorde (49.076 espectadores), o Sporting esteve muito perto de conseguir o triunfo frente aos campeões nacionais, ao marcar, por Jefferson, aos 87 minutos. Mas, aos 90+4 minutos, Jardel fez o golo do empate para os ‘encarnados’, que, assim, passam a somar 50 pontos, mantendo sete de vantagem sobre o Sporting, agora com 43. Assim, o FC Porto, que no sábado venceu Moreirense, por 2-0, acaba por ser o grande beneficiado da jornada, ao conseguir encurtar, de seis para quatro, a desvantagem face ao Benfica e aumentar para três o avanço sobre os ‘leões’. Durante a tarde, o Sporting de Braga venceu o Estoril, por 2-0, com golos de Ruben Micael e Pedro Santos, e ‘roubou’ o quarto lugar ao Vitoria de Guimarães, que perdeu em casa frente ao Belenenses, por 1-0. Na luta pela manutenção, destaque para a Vitória do Gil Vicente no Estádio dos Barreiros, superiorizando-se ao Marítimo, por 2-1, enquanto a Académica foi a Setúbal empatar a zero. Em último lugar segue o Penafiel, que nesta jornada perdeu frente ao Paços de Ferreira, por 2-1, e, com 13 pontos, tem agora menos um que Gil Vicente e Académica, 17.º e 16.º respectivamente. Nos jogo com mais golos da jornada, Arouca e Nacional empa-

Curiosas

Maior enchente O dérbi de registou a maior enchente de sempre em jogos oficiais disputados no Estádio José Alvalade, com 49.076 espectadores. Este registo bate o recorde que se tinha verificado em 2011/12, na recepção dos leões ao FC Porto, a 7 de Janeiro de 2012, a contar para a da 14.ª jornada da Liga e que terminou a zeros.

O Sporting foi quem mais procurou vencer a partida.

Destaques do clássico

Reacções de treinadores e jogadores

Luisão Um verdadeiro capitão, que no final do jogo chamou todos os colegas para abraçarem Artur. Em campo foi também verdadeiro líder da equipa nas situações de maior ameaço do Sporting.

Marco Silva (treinador do Sporting): “Grande injustiça. Parabéns aos jogadores, fizeram grande jogo e com grande intensidade. Merecíamos a vitória claramente. Tivemos as melhores oportunidades, não foram muitas é certo, mas sobretudo na segunda parte fomos sempre nós. Não me lembro de uma única defesa do Rui Patrício. A segunda parte foi toda nossa. Na primeira parte houve um certo equilíbrio. Estou triste pelos adeptos, mas faz parte da vida”

Paulo Oliveira Realizou o primeiro dérbi como patrão da equipa e o jovem que os leões recrutaram em Guimarães, entrou concentrado e não caiu no engodo das constantes movimentações dos avançados do Benfica. Jardel De ‘patinho feio’ a herói da equipa encarnada. O defesa central demorou algum tempo a conquistar a admiração dos adeptos mas com o golo de passará a ser visto com outros olhos. taram 3-3, num jogo em que Mário Rondón foi a principal figura, ao apontar os três golos da equipa ‘forasteira’.

Jorge Jesus (treinador do Benfica): “Pensei que fosse terminar 0-0, estava a ver o jogo virado para aí. Sinceramente, não vi o Sporting com grande capacidade para marcar. Também não vi o Benfica, é verdade. Queríamos continuar com seis pontos de avanço sobre o FC Porto, infelizmente não conseguimos.” Rui Patrício (jogador do Sporting): “Fizemos um grande jogo, e era mais que merecida a nossa vitória. Tivemos oportunidades para marcar, mas depois acabámos por sofrer um golo nos descontos. Estamos tristes por este resultado, pelo que fizemos no jogo. Agora temos de reagir, a equipa esta de parabéns, mesmo não conseguindo o resultado que queríamos. A única vez que o Benfica chegou à baliza foi no lance golo. Jardel (jogador do Benfica): “Sabíamos que ia ser muito difícil, mas conseguimos fazer um grande jogo, mesmo sem ter a posse de bola. Suportamos muito bem a pressão do Sporting, infelizmente sofremos um golo perto do fim, mas a nossa equipa acredita sempre até ao último minuto. O meu golo? O mais importante é que ajudou a equipa a não sair derrotada.”

soltas As ligas profissionais de futebol de Portugal e Espanha confirmaram, na segunda-feira, 9 de Fevereiro, que apresentaram uma queixa na Comissão Europeia contra a decisão da FIFA de proibir a repartição da propriedade de jogadores com terceiros, nomeadamente fundos de investimento. “Esta proibição contraria as normas de protecção e concorrência do Tratado de Funcionamento da União Europeia, além das liberdades fundamentais de estabelecimento, prestação de serviços, trabalho e circulação de capitais”, lê-se num comunicado publicado no sítio oficial da Liga de Futebol Profissional (LFP) espanhola.

A candidatura de Luís Figo à presidência da FIFA foi aceite, na segunda-feira, 9 de Fevereiro, pelo Comité de Ética do organismo que superintende o futebol mundial, podendo assim o português apresentarse nas eleições de 29 de Maio. Além da candidatura do português, as restantes três, encabeçadas pelo actual presidente, Joseph Blatter, pelo presidente da federação holandesa Michel van Praag e pelo príncipe Ali bin Hussein, foram também consideradas válidas, estando por isso em condições de se apresentarem a votos. O Sporting defrontar o FC Barcelona na meia-final da Taça UEFA de futsal, a 24 de Abril, no MEO Arena, sendo que o outro encontro coloca frente a frente Kairat Almati e Dina Moscovo. Numa cerimónia que decorreu domingo, 8 de Fevereiro, durante o intervalo do dérbi entre Sporting e Benfica - que dita um ‘nulo’ no final dos primeiros 45 minutos -, o troféu da 14.ª edição da prova entrou para o relvado do Estádio José de Alvalade pelas mãos de Paulo Futre. Para chegar a esta fase, o Sporting, que é o anfitrião, deixou para trás, no Grupo A, os espanhóis do Inter Movistar, no qual alinham os portugueses Ricardinho e Cardinal, os belgas do Charleroi e os búlgaros do Varna.


26 Desporto

Quinta-feira 30 de Outubro a Quarta-feira 6 de Novembro de 2014 Correio da| Venezuela Correio da |Venezuela Quinta-feira 18 a Quarta-feira 18 de Fevereiro de 2015

Venezuela

Torneio Clausura

Zamora FC empata mas mantém-se líder Fernando Cámara

Portuguesa FC conseguiu a primeira vitória do torneio ao golear o Tucanes Apesar de empatar, o Zamora FC manteve a liderança à quinta jornada do Torneio Clausura 2015. Entre os resultados da ronda, o destaque recai sobre as vitórias de Portuguesa, Deportivo La Guaira e Deportivo Anzoátegui sobre Tucanes de Amazonas, Metropolitanos e Llaneros de Guanare, respectivamente. No sábado, 7 de Fevereiro, o Deportivo La Guaira venceu, por 0-1, o Metropolitanos, no Estádio Nacional Brígido Iriarte, tendo o colombiano Fredys Arrieta assinado o único tento da partida. No dia seguinte, no CTE Cachamay, Mineros de Guayana e Zamora FC empataram sem golos. O mesmo resultado foi registado na partida

entre o Aragua e o Caracas, no estádio Hermanos Ghersi (Maracay). Já o Atlético Venezuela e Carabobo FC empataram a duas bolas, no Brígido Iriarte. Anthony Uribe e Héctor Pérez anotaram pelo conjunto local, enquanto que Jesús Quintero e Aquiles Ocanto somaram pela equipa ‘granate’. No Rafael Calles Pinto, o Deportivo Anzoátegui bateu, por 2-3, o Llaneros de Guanare. Pelo quadro oriental marcaram Johnny González, Luis Castillo e Jessuef Guzmán

Futebol

CP arranca com vitória na Liga LEF Master 2015 Fernando Cámara

Equipa lusa sagrou-se vice-campeã no ano passado, após perder na final ante o Centro Ítalo Venezuelano A equipa do Centro Português, de Caracas, entrou a ganhar na Liga de Futebol LEF Master 2015, ao vencer, por 2-1, o Colégio Loyola, em jogo disputado no passado sábado, 31 de Janeiro. As próximas partidas do Centro Português encontram-se agendadas para quarta-feira, 18 de Fevereiro, e quartafeira, 15 de Abril, contra o Centro Ítalo Venezuelano. No sábado, 28 de Fevereiro, será local ante o Colégio Internacional e na quarta-feira, 22 de Abril, visitante. No sábado 7

Desporto 27

de Março e sábado, 16 de Maio, jogará no Colégio Internacional ante o Apracaf. No sábado, 21 de Março, enfrentará o Colégio Los Arcos no Colégio Internacional. E uma semana mais tarde, jogará em casa frente ao Loyola. No sábado, 9 de Maio, a equipa desloca-se a Higuerote, Estado de Miranda, para enfrentar o Club Aguasal, e, a 23 de Maio, contra Los Arcos. O torneio finalizará nesta dia. Recorde-se que no último torneio, realizado no ano passado, o CP sagrou-se sub-campeão após perder na final contra o Centro Ítalo Venezuelano, resultado que colocou um fim à série de três títulos consecutivos do clube luso. Refira-se que este torneio é destinado a homens maiores de 55 anos e que cada equipa tem de enfrentar duas vezes os rivais de grupo. As quatro primeiras equipa de cada chave classificam-se para o Play-Off final.

(na própria baliza). Pelo ‘Batallón Santo’, anotaram Leandro Vargas e Yanoswky Reyes. O Portuguesa FC alcançou a primeira vitória no torneio e logo com uma goleada, por 4-0, ante o Tucanes de Amazonas, no estádio José Antonio Páez. O argentino Tulio Echemaite, num par de ocasiões; Cristian Cásseres e Enson Rodríguez, assinaram os golos da partida. No José Alberto Pérez, Trujillanos e Deportivo Lara não foram

além de um empate a uma bola. Heiber Díaz inaugurou o marcador para os ‘crepusculares’, mas Sergio Álvarez nivelou as acções para os ‘Guerreros de la Montaña’. A ronda ficou incompleta devido a dois adiamentos. El Deportivo Táchira – Zulia foi adiado devido à participação dos ‘aurinegros’ na Copa Libertadores, enquanto que o Petare – Estudiantes não se realizou por causa do acidente que afectou esquadra andina na semana anterior. Assim vai a classificação do Clausura: Zamora, 14 pontos; Anzoátegui, 11; Caracas, 11; Táchira, 9; La Guaira, 9; Atlético Venezuela, 9; Aragua, 8; Llaneros, 7; Petare, 6; Lara, 5; Mineros, 5; Zulia, 5; Tucanes, 5; Portuguesa, 4; Metropolitanos, 3; Trujillanos, 2; Carabobo, 1; Estudiantes de Mérida, 0. Quanto à tabela acumulada: La Guaira, 44; Caracas, 42; Aragua, 39; Anzoátegui, 38; Trujillanos, 38; Zamora, 36; Táchira, 32; Mineros, 30; Tucanes, 30; Lara, 29; Atlético Venezuela, 26; Carabobo, 25; Estudiantes, 24; Llaneros, 19; Petare, 18; Metropolitanos, 18; Zulia, 16; e Portuguesa, 14.

Natação

soltas O Caribes de Anzoátegui ratificou o nome de Omar López como o seu ‘manager’ para a temporada 2015-16, após este ter-se sagrado campeão na campanha que terminou há duas semanas. O estratega revelou ao diário desportivo “Líder” a decisão de se manter no clube: “Reuni-me com o gerente Samuel Moscatel e com o senhor Rafael Gruszka para acertar os detalhes. Praticamente é um facto de que fico com a equipa. Vou ficar mais um ano e me incorporarei no mês de Setembro ou Outubro, quando terminar os meus compromissos nos Estados Unidos”. O jogador venezuelano Mario Rondón admitiu que passou um momento complicado no Nacional explicando que se deveu a insatisfação por não ter saído do clube no verão, quando recebeu propostas de outras Ligas. O avançado foi uma das figuras da jornada na Liga, ao marcar três golos frente ao Arouca (3-3). Em entrevista ao jornal El Universal, reconhece que a sua primeira volta não “esteve de acordo com o rendimento” que desejava. “Agora tenho de trabalhar arduamente para superar os golos que fiz na época passada”, afirmou.

Um milhão de metros nadados por Rafael Vidal Fernando Cámara

Passados 10 anos sobre a morte deste recordado nadador venezuelano. No próximo dia 14, sábado, o Centro Português, situado na urbanização Macaracuay, em Caracas, leva a cabo uma homenagem ao único vencedor de uma medalha olímpica venezuelano: Rafael Vidal. O evento, que dá pelo nome de ‘Um milhão de metros por Rafael Vidal’, consiste em nadar a maior distância possível na piscina. Os sócios que quiserem juntar-se a esta iniciativa poderão fazê-lo entre as 8 da manhã e o meio-dia. Vidal conseguiu, ao longo da sua carreira, um total de 25 medalhas: 17 de ouro, duas de prata

e seis de bronze. Foi o primeiro nadador venezuelano a ganhar uma medalha olímpica na categoria 200 metros estilo mariposa, durante os Jogos Olímpicos de Los Angeles 1984. Vidal faleceu em Caracas na madrugada de 12 de Fevereiro de 2005, num acidente de trânsito na urbanização La Trinidad, na zona Este de Caracas.

O experimente ciclista de rota Tomás Gil sacou ‘rock’ ao asfalto com um tempo de 50 minutos e 18 segundos e logrou o primeiro lugar da categoria Elite na primeira edição do Gatorade BiciRock, que se realizou no domingo, 8 de Fevereiro, nas ruas da município Baruta, Sucre e El Hatillo, num percurso de 21 quilómetros. Ao chegar à meta situada no Colegio Claret, já possuía mais de um minuto de vantagem sobre o competidor mais próximo, Francisco Díaz (51:19), e 52:43 em relação ao terceiro, Gilbert Deucornou. Na quarta posição ficou o também veterano Miguel Ubeto (53:16) e em quinto, Yaguard Isaac (53:57).


imagens da semana

eles respondem

P r ê m i o Ta l e n t o C o m u n i c a ç ã o S o c i a l 2 0 0 9

#EllosHablan Portugal es conocido en todo el planeta por la belleza de sus paisajes y la hospitalidad de sus ciudadanos. Si tuviera la oportunidad de recomendar tan sólo 1 de los cientos de destinos existentes en tierras lusitanas, ¿Cuál sería y por qué? #OPINA #PARTICIPA #ENCUESTA

Unasul diz que sanções unilaterais à Venezuela afectam estabilidade da região

Aldi Idiomas Recomendaría el Palacio de Mafra por su exuberante belleza y magnifica historia. Antonio Pereira Revilla PORTUGAL CONTINENTAL, ESPINHO.PORTO. BRAGA.VIANA DO CASTELO. BARCELOS.AVEIRO.NAZARET.COIMBRA FATIMA.E LISBOA ANTIGUA. Orquidea Matias Lourenco Lisboa y todos sus monasterios... impresionantes... Eugenia Marrao Sintra uma das maravilha de Portugal Mario Tavares Marques Porto sin duda. Es como la segunda capital de Portugal, pero sin el stress de Lisboa

Investigadores de Coimbra desenvolvem tecnologia para detectar minas e explosivos

Correio de Venezuela / @correiodvzla

Norberto Malheiro Sao paisaises muito bonitas Mariaanadasilvade Jesus TODO EL PORTUGAL ES DIGNO DE VISITAR,PERO YO RECOMIENDO,ISLA DE MADEIRA Y PORTO SANTO,MADEIRA POR SUS BELLEZAS Y PORTO SANTO,POR SUS PLAYAS Y ARENAS MEDECINAIS Y POR SU BELLEZA. Marycarmen Figueira Estreito De Câmara De Lobos, Madeira, Portugal por ser la tierra de mis padres , pero todo portugal es hermoso @SGomesAbreu Madeira @dabreucom Porto es espectacular invita la ciudad a caminar sus calles, sentarse a disfrutar el paisaje,,,,y comer exquisitamente

Correio da Venezuela 592  

Edición 592

Correio da Venezuela 592  

Edición 592

Advertisement