Page 1

P r é m i o Ta l e n t o 2 0 0 9 Correio de Venezuela

@correiodvzla

@correiodvzla

Quinta-feira 25 de Setembro a Quarta-feira 1 de Outubro de 2014

publiCaÇãO Nº 575

Ano 14 • Depósito LegAL: 199901DF222 • BsF. 10

João noLAsco DeixA muitA sAuDADe A comunidade lusitana na ilha de Margarita foi abalada pelo falecimento do cônsul honorário João Nolasco, no passado dia 22 de Setembro. Uma personalidade por quem os Portugueses tinham elevada estima e admiração, e que acompanhou nesta sua luta inglória contra um cancro.

pub

A sociedade de Desenvolvimento da madeira incluiu a Venezuela na lista das acções de promoção do Centro internacional de negócios da madeira em sete países, nove cidades e dois continentes. pag. 4

o secretário de estado da Agricultura, José Diogo Albuquerque, anunciou que as candidaturas às próximas medidas de apoio ao investimento do novo programa de Desenvolvimento Rural abrem em novembro deste ano. pag. 10

Fer nando da silva apresentou videoclip de ‘Virgen de la calle’ O actor e cantor luso-venezuelano continua a somar êxitos à sua carreira profissional. A primeira transmissão do audiovisual foi no segmento ‘Lo actual’, transmitido todos os dias pela televen. pag. 16

Desporto

novo programa de Desenvolvimento Rural em portugal

Cultura

‘mulher migrante de Venezuela’ discute a portugalidade

portugal

Comunidade

pag. 3

Centro Social madeirense alia-se ao cs marítimo o centro social madeirense celebrou uma aliança com o club sport marítmo da madeira, que milita na primeira divisão de portugal, com o objectivo de desenvolver o talento futebolístico em Venezuela. pag. 27


2 Editorial

Quinta-feira 25 de Setembro a Quarta-feira 1 de Outubro de 2014 | Correio da Venezuela

retrospectiva

seis

No capítulo da beneficência também há novos eventos, cujas receitas pretendem contribuir para melhorar a vida dos que precisam. A Sociedade das Damas Portuguesas anunciou novas reuniões, como sempre ao almoço, e o Centro Português de Caracas uma nova edição da sua Festa Cor-de-rosa. Iniciativas que reúnem também os Portugueses e os que com

fotoflash

Um defensor dos Portugueses

Grupo Editorial

www.correiodevenezuela.com Rif.: J-40058840-5

Paz que a Virgem deixou nas suas Aparições em Fátima é o mote das celebrações que ocorrem em diversos sítios da Venezuela, a maioria organizadas pelos Portugueses, mas muitas já com a mão dos nossos irmãos venezuelanos, a quem trouxemos a Boa Nova e com quem, em cada ano, nos juntamos para celebrar a alegria de vivermos este tempo.

A par dos critérios de sustentabilidade o apoio das empresas a acções que envolvam a sociedade em que se integram é hoje uma atitude louvável, se bem que recorrente entre as grandes companhias. Automercados Plaza, marca venezuelana de grande prestígio, fundada por Portugueses e gerida já pela segunda geração, esteve focada na organização da Meia Maratona que reuniu cerca de 3.000 atletas. Foi obra. Animador e, naturalmente, inspirador para novas iniciativas.

dois

Portugalidade é o tema do Congresso da Associação Mulher Migrante de Venezuela. Sem dúvida que pode ser um debate interessante, se conseguirem abordar os novos caminhos que a Portugalidade abriu e a construção em curso, sem esquecer o prestígio que o País hoje ganha no exterior. Portugal empreende um novo caminho de descoberta global, tal como nos tempos idos das epopeias marítimas, e também com pessoal capacitado e que prestigia a Nação Portuguesa. O debate da Portugalidade não deve resumir-se aos tempos de Afonso Henriques, de Pedro Álvares Cabral ou de Vasco da Gama. Há um tempo novo, que soçobrou aos escombros da descolonização, que sobreviveu à Revolução dos Cravos e aos seus excessos, às experiências governamentais em Lisboa, de menor sucesso, e que alinha hoje numa Europa igual e num retornar a África e às ex-colónias, de onde saímos precipitadamente, sem planos e sem nada. Há um novo espírito, renovador em toda a sua dimensão que define este velha-nova Portugalidade que as senhoras pretendem debater. E sabê-lo-ão, certamente, fazer da melhor maneira

Outubro é um mês importante para a Comunidade Portuguesa em Venezuela. Fátima é um altar mundial para onde se dirigem todas as preces e um motivo inspirador para os crentes. As festividades ultrapassam os espaços de oração e organizam-se ao redor dos motivos de culto e na esperança de reunir o maior número de compatriotas, descendentes e amigos. A mensagem de União e de

três

1

O constante ambiente de violência que se vive em Venezuela, resultado da acção de grupos de bandidos armados que nem a maior vigilância policial e o empenho governamental conseguem deter, continua a fazer vítimas entre os Portugueses, porventura mais expostos dadas as suas actividades ligadas ao comércio e aos pequenos negócios. Mais expostos, porque são objectivos alcançáveis pelos sem lei que vivem neste País que ajudamos a construir e a se reerguer, com trabalho e dedicação. Pagam-nos com a morte! E neste cenário em que algumas estatísticas apontam melhorias, mas que os números finais somam uma enormidade incrível de homicídios, no topo dos ‘rankings’ mundiais – qual guerra fratricida – continuam a morrer Portugueses. Gente de bem, alvo procurado de bandidos sem escrúpulos que nada respeitam, na busca de mais um pagamento ou de um ajuste de contas incompreensível.

Director Aleixo Vieira Subdirector Agostinho Silva Gerente: Carla Vieira Editor Sergio Ferreira Soares Endereço: Av. Veracruz. Edif. La Hacienda. Piso 5, ofic. 35F. Las Mercedes, Caracas. Telefones: (0212) 9932026 / 9571 Telefax: (0212) 9916448 E-mail: editorial@correiodevenezuela.com

eles convivem e que demonstram a grande actividade da Comunidade, não obstante a situação político-económica que se vive. Há, felizmente, em todos a noção e compreensão de que estas coisas não podem ser interrompidas, já que o trabalho social deve ser contínuo e sobretudo cuidado nos tempos mais conturbados.

Diversos luso-descendentes de Venezuela continuam a dar nas vistas no mundo das artes e do espectáculo. Fernando Silva lançou um novo vídeo e executantes de bandas crioulas estarão em destaque nos próximos dias nos Prémios Pepsi Music e no Festival das Novas Bandas. Um exemplo de integração que não é novidade, mas também uma prova da qualidade que nos distingue e da contribuição que continuamos a dar a este País, com novas gerações perfeitamente entranhadas no tecido social venezuelano.

Morreu João Nolasco. Infelizmente não foi surpresa para quem acompanhou os seus últimos tempos de vida. Sempre que há vida há esperança e foi um pouco seguindo as palavras sábias do Povo que se acreditava que o nosso cônsul na Ilha Margarita (Estado de Nova Esparta) poderia estar mais algum tempo entre nós. João Nolasco teve uma vida cheia, trabalhou arduamente em benefício da Comunidade Portuguesa, tendo assumido as funções de Cônsul Honorário em 2004. As suas actividades sempre andaram aliadas a cargos de direcção no Centro Social Luso Venezuelano da ilha, aí pugnando também pelo melhor viver, pelo bem-estar e pelo conforto dos seus compatriotas, numa missão de grande fraternidade que foi, aliás, o norte da sua vida, uma caminhada consciente e voluntariosa a favor dos que precisam de ajuda e que necessitam de um apoio para reivindicar direitos ou para, simplesmente, cumprir as suas obrigações de cidadão. Foi este, aliás, o grande trabalho de João Nolasco. Não o podemos esquecer nesta hora. A amizade que nos dedicou, o Bem que fez a todos e o Homem Bom que o destino impiedoso nos roubou no primeiro dia do Outono. Deixou-nos a saudade e o exemplo. Mas também a certeza de que todos podemos ser melhores quando trabalhamos com amor ao próximo.

Chefe de redacção Sergio Ferreira Soares |Jornalistas Carla Salcedo Leal, Victoria Urdaneta, Fernando Cámara, Kenner Prieto, Antonio Da Silva |Correspondentes Edgar Barreto (Falcón), Carlos Balaguera (Carabobo), Sandra De Andrade (Aragua), Sandra Rodríguez (La Victoria), Trinidad Macedo (Lara), Silvia K. Gonçalves (Bolívar), Ricardo Santos (Nueva Esparta), Luis Canha (Mérida), Daniela García (Miranda), Antonio Dos Santos (Zulia) |Colaborações Catanho Fernandes, Arelys Gonçalves, Antonio López Villegas, Isabel Idárraga, |Administração Ma.Fernanda Pulido |Publicidade e Marketing Carla Vieira |Paginação Elsa de Sá |Recepção María Albertina De Faría |Fotografia Francisco Garrett |Distribuição Luis Alvarado, Carlos Agostinho Perregil R. |Impressão Cadena Capriles, Operadora La Urbina C.A. Caracas -Venezuela |Tiragem 15.000 exemplares |Fontes de Informação Agência Lusa, Diário de Notícias, Diário de Notícias da Madeira, Ilhapress, Portuguese News Network e intercâmbio com publicações em língua portuguesa.


Correio da Venezuela | Quinta-feira 25 de Setembro a Quarta-feira 1 de Outubro de 2014

HOmeNagem

Faleceu João Nolasco Sergio Ferreira Soares

O Cônsul Honorário de Portugal no Estado de Nueva Esparta faleceu vítima de doença prolongada A comunidade lusitana radicada na ilha de Margarita, Estado de Nueva Esparta, encontra-se de luto em virtude do falecimento do Cônsul Honorário João Nolasco, registada na manhã da passada

segunda-feira, 22 de Setembro. Mensagens de afecto e manifestações de solidariedade irromperam pelas redes sociais, demonstrando a elevada estima e admiração que João Nolasco inspirava junto de quem o conhecia e tinha conhecimento da dura batalha que vinha travando há alguns anos a esta pare contra o cancro. João Duarte Nolasco nasceu a 13 de Maio de 1931, em Fermentelos, concelho de Águeda, região de Aveiro, filho de João Simões Nolasco e Maria Duarte Timoneo. Emigrou para a Venezuela a 9 de Setembro de 1954, estabelecendo-se na ilha de Margarita, Esta-

do de Nueva Esparta, onde veio a desempenhar um papel fundamental no Centro Social Luso Venezuelano e exercer funções de Consulado Honorário de Portugal desde Janeiro de 2004. Actualmente, o seu nome figurava como presidente do mencionado clube lusitano. “Nos anos em que liderou o consulado em Margarita, sempre tratou de ajudar a colónia portuguesa no que estava ao se alcance. Além disso, não solo era um cônsul senão que um grande amigo para muitas pessoas. Era muito carinhoso e sempre tentava ajudar com o que fosse necessário a quem precisava e algum tipo de ajuda ou informação”, assegura Gloria Dos Santos, a sua mão direita no consulado e que agora assumirá as rédeas do mesmo, no qual se encontram inscritos 1.354 portugueses e seus familiares registados na região insular.

CaraCaS

Polícia deteve líder de grupo que assassinou comerciante madeirense CORREIO/LUSA

As detenções tiveram lugar durante uma ‘rusga surpresa’ no bairro Gramoven de Cátia Autoridades policiais venezuelanas confirmaram, terça-feira, 23 de Setembro, terem “capturado” quatro indivíduos, entre eles o líder, de um grupo criminoso que em Julho último terá sequestrado e assassinado um comerciante madeirense em Caracas. “Agarrámos o líder do grupo”, disse, aos jornalistas, o comissário Douglas Rico, subdiretor do Corpo

A vítima foi sequestrada depois de chegar à padaria “El Arabito”, em Cátia.

de Investigações Científicas, Penais e Criminalísticas (Cicpc, antiga Polícia Técnica Judiciária). Segundo fontes policiais, as detenções tiveram lugar durante uma ‘rusga surpresa’ no bairro Gramoven de Cátia, oeste de Caracas,

durante a qual outros três criminosos morreram nos confrontos com a polícia. Durante a operação, a polícia encontrou uma ossada humana e um cadáver em estado avançado de decomposição, que vão ser

submetidos a provas forenses para identificar a identidade das vítimas. A 8 de Julho o comerciante português José Enrique Maia Sardinha, de 40 anos, foi sequestrado por vários homens armados depois de chegar à padaria “El Arabito”, da qual era proprietário, em Cátia. Quatro dias depois as autoridades encontraram uma cabeça e as mãos de um homem, nas proximidades do Mercado de San Martín, confirmando mais tarde trataremse de partes do corpo do comerciante português, que era filho de emigrantes naturais do Porto Moniz, Madeira. A 21 Julho as autoridades anunciaram que tinham detido duas mulheres e que procuravam quatro homens suspeitos de envolvimento no sequestro do comerciante.

Venezuela 3 soltas Durante a celebração do Dia Internacional da Paz, num acto que decorreu na Avenida Bolívar, na cidade de Caracas, o Presidente Nicolás Maduro aprovou o pedido do ministro do Interior e Justiça, Miguel Rodríguez Torres, de 250 milhões de bolívares para cobrir as necessidades do Plano Pátria Segura para o último trimestre do ano, tendo também assinado o Plano Nacional de Desarmamento.

A responsável pela Autoridade Única Nacional de Trâmites e Autorizações, Dante Rivas, informou, na sua coluna de opinião, que estão a “trabalhar no desenvolvimento do Governo Electrónico”, com a finalidade de “digitalizar tudo para que o cidadão viva melhor”. Indicou ainda que “os funcionários do Estado devem motivar-se perante esta possibilidade de combater a burocracia”. Wilmer Barrientos será o presidente da junta interventora da direcção de mercado nacional da Pdvsa, organismo que se encarregará de inspeccionar essa direcção. Nessa junta estarão também Dester Rodríguez, Juan Rivas, José Moya, Jorge Sánchez, Roberto Delgado, Mauricio Herrera, María Eugenia Noroño, Jaime López e Roberto Colina. O Presidente da República, Nicolás Maduro, assinou, no domingo, acordos de cooperação com a República Popular da China a fim de impulsionar o desenvolvimento das grandes missões Vivienda Venezuela e Barrio Nuevo, Barrio Tricolor, com um investimento de 2.000 milhões de dólares. Publicidade


4 Venezuela

Quinta-feira 25 de Setembro de 2014 a Quarta-feira 1 de Outubro | Correio da Venezuela

A Arte De FOtOgrAFAr

ASSOCiAçõeS

‘Mulher Migrante de Venezuela’ discute a portugalidade Fernando Cámara fcamara@correiodevenezuela.com

O segundo congresso da associação decorre a 9 de Novembro, em Caracas. Já está marcado o II Congresso Nacional da Mulher Migrante na Venezuela: Será a 9 de Novembro, domingo, no Salão Caroní, no Hotel Gran Meliá Caracas, uma forma de celebrar a portugalidade na Venezuela. O programa contempla, na abertura, a recepção aos participantes e a entrega do material que será usado durante o evento. De seguida, a secretária geral e a co-

ASSOCiAçõeS

missária do congresso dirão umas palavras de boas-vindas. De início, haverá dois painéis: O primeiro tratará sobre a mulher luso-venezuelana, e o segundo sobre a língua portuguesa na Venezuela. Depois, será realizado um debate público sobre ambos. No final, os participantes terão um intervalo para almoço por conta própria. Após o almoço, terão lugar os terceiro e quarto painéis, que terão como conteúdo os luso-descendentes com êxito e a juventude luso-venezuelana. Depois disto, lugar para um debate público, seguindo-se um coffee-break. O quinto e último painel será acerca da portugalidade na Venezuela e no mundo, com o respectivo debate público. O evento termina com a apresentação das

Lar Padre Joaquim Ferreira apresenta a nova direcção Sergio Ferreira Soares sferreira@correiodevenezuela.com

A Associação Civil Lar Padre Joaquim Ferreira, situada no sector Los Anaucos do Estado de Miranda, apresentou formalmente as pessoas que integram a sua junta directiva para o período 20142016, entre as quais se destacam vários membros do grupo ‘Netas do Lar’. A informação foi divulgada através de um comunicado, no passado dia 1 de Setembro. A nova junta directiva é presidida por Osvaldo Lúcio Freitas da Costa, apoiado por José António Braz Ferreira e Maria Fernanda da

conclusões. O evento de 2013, ‘Congresso Mundial da Mulher Migrante’, foi considerado um êxito. A reflexão no final da nota de imprensa, no encerramento deste evento, dizia: “Esta reunião era para celebrar: O cenário, o presente, reflectir, questionar as múltiplas facetas da cidadania das mulheres. Demos mais um passo no longo caminho pela frente no mundo da diáspora, e, em particular, da diáspora no feminino. Como disse o poeta, “o caminho faz-se andando”, e esta associação, a pé, iniciada pelas mulheres e os homens de valores, faz com que os combatentes e os desejosos de um mundo melhor tenhamos todos mais confiança, apesar das limitações, mas já com os olhos postos no futuro.”

Silva de Moreira, na primeira e segunda vice-presidência, respectivamente. A secretária da entidade será Maria Luísa Martins de Andrade, com a assistência de Jeannette Leonor de Sousa. A tesouraria do Lar Padre Joaquim Ferreira estará a cargo de Maria Rosa Moreira de Martins e a vice-tesouraria nas mãos de Maria Goreti Antunes da Hora de Ferreira. Os Assuntos Internos serão dirigidos por Maria Lourdes dos Santos de Sousa, assistida por Manuel Gilberto Gonçalves Nunes, enquanto que a direcção de Alimentos estará a cargo de Luísa Virgínia Campos de Campos, assistida por Fernanda Bernandes Rodrigues de Pereira. O director de obras do lar lusitano será Diamantino Marques Amaral, assistido por José Egídio de Sousa Monteiro. Finalmente, a direcção de Relações Públicas seguirá as directrizes de Maria Margarita Beja dos Santos, com assistência de Maria Natália da Graça de Castro.

Domingos Alvão Fernando Cámara

A imagem desta semana é do primeiro comboio que chegou à Estação de São Bento, no Porto, no ano de 1896. A fotografia foi tirada por Domingos Alvão, que nasceu no Porto em 1872, e morreu na mesma cidade em 1946. Alvão era natural da zona de Campo de Regeneração (actualmente Praça da República), e nasceu no seio de uma família da nova burguesia. Conheceu Emilio Biel, q u e fo i s e u mentor. A juntar a isso, no final do século XIX, dirigiu a Escola Prática de Fotografia do Foto-Velo Clube, no número 120 do Caminho de Santa Catarina, no Porto. Nesse mesmo local, em 1903, começou a funcionar a Casa Fotografia Alvão, que, em 1926, deu lugar à firma Alvão e Companhia Lda. Admirado por fazer a simbiose entre um quadro pitoresco e um documento etnográfico naturalista, Alvão foi galardoado com diversos prémios entre 1914 e 1936, entre os quais se destaca a medalha de prata na Feira Internacional de Leipzig, em 1914, pela sua participação na representação portuguesa. Nos seus retratos, utilizava planos grandes ou enquadramentos médios ou aproximados.

Foi um dos fotógrafos oficiais de grandes empresas e instituições e também do Estado português. A sua obra foi editada em várias publicações da época, como a Ilustração Portuguesa ou a Gazeta das Aldeias. Existe também um trabalho chamado ‘Portugal’, editado em 1934. No ano seguinte, recebeu o título de Cavaleiro da Ordem Militar de Cristo. Também em 1934, a Casa Alvão recebeu o trabalho de revelação fotográfica da primeira Exposição Colonial, que se realizou no Palácio de Cristal, no Porto, e tinha um lugar na árvore da avenida Lima, temporariamente chamada avenida da Índia. Na altura, recebeu o Diploma de Cooperação, assinado pelo ministro das Colónias, Armindo Monteiro, e por Henrique Galvão, comissário da exposição. Em 1936, ganhou uma medalha num certame em Málaga, pela imagem Sentinela Adormecida. No mesmo ano, competiu no Concurso de Fotografia Nacional de Exposições, uma iniciativa do jornal O Século, conseguindo o primeiro prémio com a fotografia de uma paisagem da Lousã; o segundo com uma imagem do Mosteiro dos Jerónimos; e ainda uma menção honrosa para o conjunto de imagens apresentadas.

Em 1937, o seu sócio, Álvaro Cardoso de Azevedo, torna-se no único proprietário da Casa Alvão e Companhia, onde permaneceu até 1967.


Correio da Venezuela | Quinta-feira 25 de Setembro a Quarta-feira 1 de Outubro de 2014

ArrAiAl

Guatire vai celebrar a Virgem em Outubro Carla Salcedo Leal csalcedo@correiodevenezuela.com

Os organizadores da actividade esperam reunir fundos para concluir a obra. Como já é habitual, o Centro Sociocultural Virgem de Fátima volta a organizar as festas em honra à Virgem de Fátima durante o mês de Outubro, com um rechea-

do calendário de actividades. Assim, no domingo, 12 de Outubro, véspera da aparição da Virgem, a comunidade reúne-se para celebrar Nossa Senhora em família, numa verbena cujos fundos revertem para a construção do Santuário de Guatire, que terá início pelas 10 da manhã. A celebração litúrgica realizase na ala principal pelo meio-dia, seguindo-se um almoço, e uma série de actuações musicais que animarão os visitantes até ao início da noite. Sob o tema ‘coloca um azulejo

CP promove procissão de velas Sergio Ferreira Soares Sferreira@correiodevenezuela.com

com o teu nome, o da tua família ou da tua empresa’, os organizadores da actividade procuram chamar a atenção de todos aqueles que possam colaborar financeiramente para continuar com a construção da que será a casa da Virgem em Guatire. Entretanto, na segunda-feira,

13 de Outubro, realiza-se o famoso rosário luminoso, pelas 6:30 da tarde, dando lugar à missa e procissão de velas, pelas 7:00 da noite, com o qual se concluirão as festividades oficiais na zona. O Santuário de Guatire encontra-se situado na Urbanização Castillejo de Guatire.

tugal) aos três pastorinhos, Lúcia, Francisco e Jacinta. Reza a história da última aparição que num chuvoso 13 de Outubro, no mesmo ano, a Senhora apareceu aos três pastorinhos e a mais de 70 mil pessoas que marcaram presença nessa tarde, ainda que os únicos que podiam ver a Virgem eram os três primos. É por isso que a comunidade lusa dos Altos Mirandinos não quer

deixar passar a data em claro e celebrará o dia no local onde está a ser edificada a réplica do Santuário, em Lomas de Urquía. O arraial começa às 9:00 am, com a habitual missa, que será seguida da grande festa, na qual haverá a vendas de comida, sobremesas e bebidas típicas, além de uma variedade de apresentações musicais para o entretenimento de todos os participantes.

ArrAiAl

Santuário de Fátima promove festa em honra da padroeira Sergio Ferreira Soares sferreiracorreiodevenezuela.com

Habitantes de los Altos Mirandinos poderão desfrutar de uma nova jornada festiva com angariação de fundos A Associação Civil Amigos de Nossa Senhora de Fátima de los

Altos Mirandinos encontra-se a ultimar os preparativos para a homenagem à sua padroeira, a Virgem de Fátima. A réplica moderna do Santuário que se encontra a ser erguido em honra da santa lusa, no Sector Llano Alto do Município Carrizal, Estado de Miranda, acolherá um novo arraial no domingo, 19 de Outubro, uma festa que procura recordar a última aparição da Virgem ante os três pastorinhos. Desde 13 de Maio de 1917 que a Santíssima Virgem Maria apareceu por seis vezes em Fátima (Por-

Venezuela 5

Junta Directiva encabeçará a passagem da imagem pelas instalações do clube A tradição de honrar a Virgem Fátima com a procissão de velas, na noite de 12 de Outubro, será celebrada, como é costume, na Associação Civil Centro Português, em Caracas, onde, todos os anos, centenas de crentes enchem a capela e acompanham a junta directiva numa emocionante procissão pelas instalações do clube. Neste sentido, o centro social convidou a todos os seus associados para participarem na tradicional procissão da Virgem de Fátima, que este ano foi agendada para domingo, 12 de Outubro, a partir das 7 da noite. A cerimónia será oficiada pelo pároco da missão católica portuguesa, Alexandre Mendonça. A direcção de comunicação do CP aproveitou esta ocasião para recordar aos sócios que no referido dia não será realizada a habitual missa do meio-dia.


6 Venezuela

Quinta-feira 25 de Setembro de 2014 a Quarta-feira 1 de Outubro | Correio da Venezuela

BenefiCênCia

Sociedade de Damas ultima iniciativas do ano Sergio Ferreira Soares Sferreira@correiodevenezuela.com

A instituição de referência no campo social da comunidade lusitana radicada na Venezuela, a Sociedade de Beneficência de Damas Portuguesas, continua a trabalhar afincadamente para cumprir os objectivos traçados aquando da sua fundação, em 1969: estender uma mão amiga aos mais carenciados da sociedade. É assim que a direcção encontra-se a ultimar as derradeiras actividades do corrente ano com a intenção de lograr uma angariação de fundos que permita prosseguir com as obras de caridade, razão de ser da insti-

tuição. O programa já planeou várias iniciativas. Assim, no domingo, 5 de Outubro, a instituição presidida por Maria Eugénia Lovera de Freitas, promoverá o Almoço de Outono na Quinta Lelly da Urbanização Macaracuay, sede da organização em Caracas, onde os participantes poderão desfrutar de partos como Bacalhau à Gomes de Sá, Feijoada à Trasmontana, Frango no forno, Atum com Milho, Arroz com couve e Legumes. Os fundos angariados neste encontro de comensais reverterão, na totalidade, para o Lar Padre Joaquim Ferreira. O evento arranca a partir da 1 da tarde. Para finalizar os eventos de 2014, a Sociedade de Damas tem agendado o Almoço de São Martinho, a 23 de Novembro, cuja ementa prevê contempla o Caldo Verde, Bacalhau assado com batatas, castanhas assadas e pudim. Esta iniciativa também será realizará na sede da associação. Os interessados em participar deverão solicitar mais informações através do número de telefo-

ne 0212-2562239, em horário de expediente. Uma instituição, muitos beneficiados O Lar Padre Joaquim Ferreira, outras instituições e milhares de pessoas têm sido os principais beneficiados com as actividades que esta organização sem fins lucrativos leva a cabo ao longo do ano. O seu trabalho de beneficência inspirou-as a criar formas diferentes de recolher fundos para as causas que defendem, por exemplo, através da publicação de um livro de receitas tradicionais portugueses. Sua mais recente iniciativa foi a celebração do Bingo 45.º Aniversário, no passado dia 15, no Centro Português, em Caracas, com a finalidade de celebrar e dar continuidade ao trabalho de responsabilidade social. A presidente saliente da associação, Teresa Fernandes, expressou nesse momento que apesar da situação do país, a participação e apoio da comunidade continua a ser incondicional: “Oferecem sempre o seu apoio”.

BenefiCenCia

Centro Portugues luta contra o cancro da mama

Sergio Ferreira Soares Sferreira@correiodevenezuela.com

TraDiçãO

Centro Português celebrou as vindimas em grande Sergio Ferreira Soares Sferreira@correiodevenezuela.com

Diversas apresentações musicais animaram sócios e convidados entre uvas e vinho A tradição voltou a ser cumprida, no passado domingo, 21 de Setembro, na Associação Civil Centro Português, em Caracas, com a

realização do Arraial das Vindimas, uma festa muito popular, espontânea e alegre, que se celebra em Portugal ao finalizar a dura tarefa da recolha das uvas. Os sócios reuniram-se no centro social a partir das 11:00am para desfrutarem das actuações musicais do Grupo La Sensación, Alma Lusa, Josue El Cantante, Dancas y Cantares, e dupla de Simón Díaz e Euler Guillen. Olga Gomes, directora de Relações Públicas da instituição foi encarregada de apresentar e animar a jornada, enquanto que

os membros da Junta Directiva e da Comissão de Damas atenderam pessoalmente as barracas de venda de comidas e bebidas típicas, e também de doces tradicionais portugueses e venezuelanos. A sensação da jornada foi protagonizada pela “Sopa de pedra”, vencedora do II Festival da sopa do Centro Marítimo da Venezuela, realizado a 31 de Agosto último, em Turumo, da autoria das cozinheiras Augusta Manuela de Noronha Gamelas e Ana de Castro.

Desde há algum tempo, o Centro Português, em Caracas, leva a cabo actividades de beneficência com o objectivo de colaborar com diferentes instituições. Una de las actividades pro fondos que ha tenido mayor auge en los últimos años es la “Festa cor de rosa”, en la que las personas se reúnen con la finalidad de luchar contra el cáncer de mama en Venezuela. O cancro da mama é uma das doenças que mais afecta milhões de mulheres à escala mundial. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), ocupa o primeiro lugar entre os cinco tipos de cancro mais comuns que causam a morte de mulheres em todo o mundo. Na Venezuela, são

diagnosticados diariamente nove casos, dos quais quatro levam à morte, sendo a segunda causa de morte oncológica. O Comité de Damas do Centro Português em Caracas levará a cabo a ‘Festa cor-de-rosa’, a 18 de Outubro, a partir das 8:00 da noite, no salão nobre. O evento contará com a actuação da orquestra “Asdriel y su Banda” e com a animação do Dj Salvatore e Elio Gutiérrez. Nesse dia, o público participante deverá usar uma peça cor-derosa, pois o laço com esta cor foi o símbolo com o qual a organização se posicionou, para além de ser um símbolo internacional usado por pessoas, empresas e organizações que se comprometem a criar consciência sobre o cancro da mama. Para mais informações, visite: www.centroportugues.com

Na Venezuela, são diagnosticados diariamente nove casos, dos quais quatro levam à morte.


Correio da Venezuela | Quinta-feira 25 de Setembro a Quarta-feira 1 de Outubro de 2014

“O ambiente é responsabilidade de todos”

Venezuela 7 Perfil

Victoria Urdaneta vurdaneta@correiodevenezuela.com

A ecologia é um termo que está na moda, mas uma minoria está realmente ligado a ela. Uma das profissionais que defende a Natureza é a advogada Maritza da Silva dos Santos, que se dedica, há mais de 15 anos, ao ambiente, do ponto de vista do Direito. Fez duas pós-graduações, uma em Processo Civil, pela Universidade de Santa Maria, e outra em Direitos Humanos, pela Universidade Central de Venezuela. Para além disso, tem vários diplomas, dois mestrados em matéria ambiental tirados no Chile e no Peru, e é coordenadora geral das comissões de Trabalho e Direitos Humanos no Colégio de Advogados de Caracas. “A Ve n e z u e l a e s t á m u i to adiantada em matéria legislativa, o assunto é aplicar essas leis. A Constituição de 1999 refere-se à Natureza como bens tutelados juridicamente, com protecção especial. No artigo 107, fica claro o alcance constitucional da educação ambiental, e o artigo 127 expressa que é um dever de todos cuidar do ambiente, de forma a não ser apenas responsabilidade de Estado ou das empresas mas também do cidadão”, explica, sublinhando que cada um tem a sua quota parte de participação. Por outro lado, o Ministério do Ambiente que esteve em funções até há umas semanas “foi pioneiro na América Latina, no âmbito da Declaração de Estocolmo de 1972”. Se bem que é certo que foram dados alguns passos de gigante, Santos assinala que não há tribunais nem juízes especializados em matéria ambiental, mas sim em termos penais, que absorveram o tema. Segundo a perita, a USM “foi a primeira universidade a dedicar-se ao direito ambiental, ainda que já existam diversas instituições com esta especialidade. No entanto, não são dirigidas especificamente a advogados, porque na realidade são de âmbito técnico”, explica Silva, que é professora na pós-graduação de Direito Ambiental Empresarial, dirigida a engenheiros, na Universidade Metropolitana, e de Direito Ecológico na USM.

Semente madeirense

A Declaração de Estocolmo, atrás mencionada, foi emitida pela Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano, que decorreu na Suécia de 5 a 16 de Junho de 1972. Participaram 113 países e, pela primeira vez, foi debatida a problemática do meio ambiente, aumentando a consciência política sobre a Natureza, e ficou clara a importância do Direito nesta matéria. Responsabilidade Empresarial A par da legislação, diz Silva, é preciso trabalhar na educação, promovendo o cuidado pela Natureza, a reciclagem, o aproveitamento dos recursos com responsabilidade, entre outros aspectos, tanto nas escolas e instituições, como em organizações não governamentais e em empresas. No que toca a empresas, destaca “os Supermercados Plaza, Supermercados Gama, que são ambientalmente responsáveis, realizam constantemente actividades em favor do ambiente saudável e têm acções concretas, como os sacos biodegradáveis”. Também refere “a Farmatodo, a Pan Bimbo e a Venamcham”.

Nasceu no Funchal, Madeira, a terra dos seus pais: Maria da Silva e António dos Santos, que chegou na década de 50 “para procurar um futuro melhor, trabalhar para cuidar dos seus irmãos mais novos e dos seus filhos”. O pai veio só, depois, numa viagem que fez à Madeira, conheceu aquela que viria a ser sua esposa. Voltou à Venezuela mas regressou à ilha para casar e formar uma família, que cresceu em terras venezuelanas desde 1963. “Primeiro geria uma ‘bodega’, e depois dedicou-se a trabalhar num talho durante mais de 50 anos.” Sempre conservaram as tradições, “como bons madeirenses, nunca nos afastamos dos costumes, reunimo-nos nos dias festivos, comemos pratos típicos, dançamos e celebramos o facto de sermos uma família muito unida.” Hoje em dia, Silva está casada, tem um filha de 8 anos de idade e pensa permanecer na Venezuela “até que Deus o queira, pois este país deu-me muitas oportunidades e tenho que retribuir”. Mas também se sente agradecida à Madeira: “A minha terra deu-me raízes sólidas, e aos meus pais.” Por seu turno, os seus pais ensinaram-lhe grandes lições para a vida: “Do meu pai aprendi o amor ao trabalho, e da minha mãe, que temos de gostar do que fazemos para fazê-lo bem.”

Leis em acção Artigo 107. A educação ambiental é obrigatória nos níveis e modalidades do sistema educativo, assim como também na educação cidadã não formal. É de cumprimento obrigatório nas instituições públicas e privadas, até o ciclo diversificado, o ensino da língua castelhana, a história e a geografia da Venezuela, assim como os princípios do ideário bolivariano. Artigo 127. É um direito e um dever de cada geração proteger e manter o ambiente em benefício de si mesmo e do mundo futuro. Todas as pessoas têm direito, individual e colectivamente, de desfrutar de uma vida e de um ambiente seguro, saudável e ecologicamente equilibrado. O Estado protegerá o ambiente, a diversidade biológica, os recursos genéticos, os processos ecológicos, os parques nacionais e monumentos naturais e demais áreas de especial importância ecológica. O genoma dos seres vivos não poderá ser patenteado e a lei que se refira aos princípios bioéticos regulará a matéria (...).


Venezuela 8 Portugal

Quinta-feira 25 de Setembro de Outubro | Correio da Venezuela Quinta-feira 17 a Quarta-feira 24 dea Quarta-feira Setembro de12014 | Correiodeda2014 Venezuela

Cidade

Carla Salcedo Leal csalcedo@correiodevenezuela.com

C.aracas, oficialmente Santiago de León de Caracas, foi fundada há 446 anos, e desde então converteu-se na capital da Venezuela, o centro onde funcionam as sedes principais do campo administrativo, financeiro, comercial e cultural, para além dos poderes públicos. Ainda que tenham sido os espanhóis a ficarem com o crédito pela conquista da Venezuela no século XV, destacam-se na história a existência de conquistadores portugueses nas missões da Rainha Isabel, a Católica. Não obstante, só no século XVI estas missões penetraram no território nacional, fazendo a primeira tentativa em 1558, para colonizar o que hoje conhecemos como Caracas. Caracas, a cidade dos telhados vermelhos e montes iluminados, mantém-se viva e sorridente, recebendo todos os seus habitantes e visitantes, com o seu melhor ambiente de gala. O imponente monte Waraira Repano, melhor conhecido por “El Ávila”, cujas finas linhas que roçam o céu, é comparado por muitos como um gorila deitado, de peito ‘inchado’, com o Hotel Humboldt entre as suas pernas e o seu enorme rosto virado para este da cidade. Os encantos da capital, 446 anos depois da sua fundação, continuam sendo mais fortes que os problemas que afligem o vale que enamorou tantos. A insegurança e o excesso de população converteram-se em mais um habitante, com o qual os caraquenhos aprenderam a viver, na selva de cimento. Esse “não sei quê” torna muito mais atractiva a aniversariante que cada vez mais se despede de tantos filhos como os recebe, sejam eles oriundos do estrangeiros ou do interior do país. Mas o certo é que, o nome de Caracas é original da tribo que vivia num dos

JOãO FernandeS de León

O português que ajudou a fundar

Caracas

Sabia que um comerciante luso acompanhou Diego de Losada na missão de fundar a cidade de Santiago de León de Caracas?

vales costeiros contíguos à actual cidade pela parte norte, o Vale de Los Caracas, que por serem índios conhecidos e tratados pelos espanhóis, começaram a fazer correr a palavra no oriente do país como topónimo de toda a zona.

História de imigrantes É do conhecimento público que a cidade foi fundada por Dom Diego de Losada, mas um dos principais aliados deste conquistador foi um português, oriundo de Vila Nova, Portimão, João Fernandes de León, e que fundaria a

cidade de Guanare, em 1593, naquele que é hoje conhecido como estado Portuguesa. Fernandes de León pertencia a uma poderosa família do Algarve, que por motivos comerciais se mudou para Cádiz, a partir de onde decidiu viajar para a América como imigrante

contratado pela Casa de Contratação das Índias, em Sevilha. Chegou à Venezuela, ao Puerto de Borburata, actualmente estado Carabobo, onde contraiu matrimónio com Menca de Barrios, filha de um conterrâneo, António de Barrios, Tenente de Justiça de Borburata, mas a sua felicidade pouco duraria, pois a esposa viria a morrer tempos depois. Anos mais tarde, conheceria aquela que viria a ser a mãe das suas filhas, Maria e Leonor, uma conterrânea de nome Violente Pacheco da Acosta, com quem formou uma família que viria a estreitar laços com a distinta família Bolívar. Foi em 1566 que Fernandes se juntou às expedições de Diego Losada, participando, em 1567, na fundação da hoje capital da República, pelo que graças à sua actuação na missão, Losada encomendou as costas do Rio Tuy. E assim este insigne conquistador português inicia a sua caminhada pela Venezuela, conquistando e dominando distintas zonas do centro e das serranias do país.


Correio da Venezuela | Quinta-feira 25 de Setembro a Quarta-feira 1 de Outubro de 2014

Publicidade 9


10 Portugal soltas Cerca de cem hectares de culturas hortícolas, de um total de 500 afectados pelas cheias no concelho da Lourinhã, estão destruídos por completo, estimou, terça-feira, 23 de Setembro, a Associação Interprofissional de Horticultura do Oeste (AIHO). O presidente da associação, António Gomes, disse à agência Lusa que a maior parte dos agricultores destes 500 hectares não tem seguros.

A Ordem dos Farmacêuticos lançou, esta semana, uma campanha pelo uso responsável dos medicamentos, recordando dados da Organização Mundial da Saúde que estimam que metade da população não toma correctamente os seus remédios. Ema Paulino, presidente da Secção Regional de Lisboa da Ordem dos Farmacêuticos, explicou à agência Lusa que a campanha vai dirigir-se aos cidadãos em geral, mas também os profissionais de saúde. Três portugueses, de 16 anos, receberam, terça-feira, 23 de Setembro, em Varsóvia, o primeiro prémio da 26.ª edição do Concurso da União Europeia para Jovens Cientistas, com projectos nas áreas da matemática e da biologia, informou a Comissão Europeia. João Pedro Araújo (matemática) e a dupla Mariana Garcia e Matilde Moreira (biologia) vão receber, cada, um prémio de sete mil euros, partilhando o primeiro lugar com Lubos Vozdecky, um jovem checo que apresentou um trabalho no domínio da física.

Quinta-feira 25 de Setembro a Quarta-feira 1 de Outubro de 2014 | correio da Venezuela

AgRicultuRA

Novo Programa de Desenvolvimento Rural em Novembro CORREIO/LUSA editorial@correiodevenezuela.com

Governo espera ter o programa “completamente em funcionamento” em meados de 2015 O secretário de Estado da Agricultura, José Diogo Albuquerque, anunciou, terça-feira, 23 de Setembro, que as primeiras medidas de apoio ao investimento do novo Programa de Desenvolvimento Rural (PDR) 2014-2020 vão abrir a 15 de Novembro deste ano. “Estamos na fase final de aprovação” do PDR 2014-2020 pela Comissão Europeia, mas, “independentemente dessa fase processual”, as primeiras medidas “vão abrir a 15 de Novembro” e o Governo espera ter o programa “completamente em funcionamento” em meados de 2015, disse José Diogo Albuquerque. O governante falava à agência Lusa à margem do II Encontro Nacional do Azeite - I Jornadas Olivum, que decorrem em Ferreira do Alentejo, no distrito de Beja,

numa organização do município e da Olivum - Associação de Olivicultores do Sul. O Governo “acordou” com o comissário europeu que vai avançar com as primeiras medidas a 15 de Novembro, nomeadamente as emblemáticas medidas do investimento, de jovens agricultores e da agro-indústria, mesmo que o PDR 2014-2020 não esteja aprovado pela Comissão Europeia “Nunca antes se avançou tão

rapidamente num programa, mas também nunca antes se percebeu que se se não houver hiatos de investimento e formos rápidos na programação e disponibilização dos fundos os agricultores respondem”, frisou. O actual Programa de Desenvolvimento Rural (Proder) 20072013 “está a ser executado em três anos, em vez de ser executado em seis anos, que era o que devia ter sido normal”, se não tivesse “come-

FiNANçAS

governo está a trabalhar para a redução da carga fiscal CORREIO/LUSA

O embate entre um pesado de mercadorias e um ligeiro, no IP4, entre Amarante e Vila Real, provocou, na tarde de terça-feira, 23 de Setembro, três mortos, disse à Lusa fonte dos bombeiros. Segundo Rui Ribeiro, comandante da corporação de Amarante, as vítimas mortais seguiam todas no ligeiro. O alerta para o acidente foi dado às 18:55.

José Diogo Albuquerque participou no II Encontro Nacional do Azeite.

çado com atraso”, “mas com o PDR isso já não vai acontecer”, porque o programa “vai começar a tempo e horas”, disse. Segundo o secretário de Estado, o actual Proder está com uma taxa de execução de 87%, a qual deverá chegar aos 92% até ao final deste ano e aos 100% em meados de 2015. José Diogo Albuquerque disse, por outro lado, que o sector do azeite em Portugal é “dinâmico” e já permitiu ao país ser “auto-suficiente em produção” e a “chave para o futuro” é “a integração vertical”, através da criação da organização interprofissional do sector. O pedido de formalização da organização interprofissional do sector do azeite, um passo que Espanha e França “já deram” e Portugal “tem que dar”, já está no Gabinete de Planeamento e Políticas (GPP), disse o secretário de Estado. A organização interprofissional permitirá ao sector do azeite organizar-se “de uma forma estruturada entre a produção, a indústria e a distribuição, planear o que quer do futuro” e cumprir metas e objectivos, como mais produção, investigação e inovação, estabelecer melhor as práticas comerciais e prever o que quer em termos de regulação do mercado, sublinhou.

A garantia e dada pelo primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, garantiu, no domingo, 21 de Setembro, que “não há ninguém no Governo que não esteja

a trabalhar firmemente” para a redução da carga fiscal, mas tal só vai suceder se as condições do país o permitirem. “Não há ninguém no Governo que não esteja a trabalhar firmemente para esse propósito ser alcançado. Se teremos ou não condições, já em 2015, para remover algumas destas medidas de carácter extraordinário - uma vez que outras já começámos a remover - é uma questão que a realidade nos

Passos Coelho prometeu empenho para suavizar carga fiscal.

dirá se é possível ou não”, afirmou Pedro Passos Coelho, em Ansião, no distrito de Leiria. “Seja como for, o nosso propósito tem que ser só um, fazê-lo de acordo com a realidade do país, para não acontecer em Portugal o que aconteceu em 2009, quando em vésperas de eleições um Governo entendeu que devia baixar os impostos, subir os ordenados na função pública e passado dois anos estávamos a pedir ajuda externa”, continuou Passos Coelho, afiançando que isso não fará “seguramente”. O também líder do PSD falava aos jornalistas antes do Conselho Nacional do partido, órgão máximo entre congressos, que discute o relatório “Territórios de baixa densidade/territórios de elevada potencialidade” e analisa a situação política.


Correio da Venezuela | Quinta-feira 25 de Setembro a Quarta-feira 1 de Outubro de 2014

Clima

Verão registou 2.ª temperatura mais baixa desde 1989

Portugal 11

SOCiedade

Câmara de lisboa e Santa Casa criam centro para sem-abrigo CORREIO/LUSA

foi “significativamente inferior ao normal, com o maior número de dias a verificar-se no Alentejo, particularmente no interior”. Neste verão ocorreu uma onda de calor entre os dias 11 e 17 de Junho, tendo-se ainda registado, entre 10 e 17, temperaturas iguais ou superiores a 40 graus. O IPMA, que classificou o último O verão deste ano registou a severão de normal, indica também gunda temperatura mais baixa dos que os valores médios da quantiúltimos 25 anos, tendo-se apenas dade de precipitação foram próxiverificado uma onda de calor em mos do normal. Junho, segundo o Instituto PortuNo entanto, acrescenta que “a guês do Mar e da Atmosfera (IPMA). precipitação total no verão regisO boletim climatou valores acitológico sazonal ma do normal do IPMA, divulno litoral, entre o gado no passado Minho e Setúbal O equinócio do domingo, 21 de e também na reSetembro, sobre gião de Mértola Outono começa o verão de 2014 e inferiores ao às 03:29 de terçaindica que os normal no resmeses de Junho, tante território”. feira e marca o Julho e Agosto tiO boletim início do Outono. veram uma temchama atenção peratura média para o mês de do ar inferior ao Julho, que foi o normal, que foi oitavo mais chude 20.9 graus centígrados. voso desde 1931 e o mais chuvoso “No verão de 2014 o valor da deste século. temperatura média foi o segundo Como fenómenos relevantes valor mais baixo desde 1989. Valoocorrido no último verão, o IPMA res inferiores da temperatura do ar aponta a onda de calor em Junho inferiores aos deste verão de 2014 em alguns locais do país e a ausênocorreram em cerca de 30 por cencia de temperaturas superiores a tos dos anos”, adianta o mesmo do40 graus em Agosto, situação que cumento. já não se verificava desde 1996. De acordo com o IPMA, o núO equinócio do Outono comemero de dias com temperatura ça às 03:29 de terça-feira e marca o máxima entre os 30 e os 35 graus início do Outono.

CORREIO/LUSA

Meses de Junho, Julho e Agosto tiveram uma temperatura média do ar inferior ao normal

Centro de alojamento, em Santa Apolónia, terá capacidade para 24 utentes A Câmara de Lisboa e a Santa Casa da Misericórdia vão construir um centro de alojamento de transição para pessoas sem-abrigo em Santa Apolónia, com capacidade para 24 utentes, segundo uma proposta apresentada na quartafeira, 24 de Setembro. Na proposta, a que a Lusa teve acesso, lê-se que aquele centro surge na sequência do Plano Cidade para a Pessoa Sem-Abrigo que, juntamente com a Estratégia Integrada para as Pessoas SemAbrigo em Lisboa, aponta para a “necessidade de criação na cidade de um modelo de residência de transição para pessoas em situação sem-abrigo”. O centro de alojamento resulta de responsabilidades partilhadas entre a Câmara de Lisboa e a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML). A autarquia vai disponibilizar um terreno municipal para a instalação do centro, enquanto a SCML vai suportar os encargos financeiros para a sua implementação, competindo-lhe assegurar a sua construção. O centro vai ter capacidade máxima para 24 utentes, cinco

O CORREIO da Venezuela participa o sentido falecimento de

João Nolasco que em vida desempenhou as funções de Cônsul Honorário de Portugal em Nueva Esparta e presidente do Centro Luso Venezuelano de Margarita. A direcção, redacção e restantes colaborares deste semanário endereçam as suas mais sentidas condolências aos familiares, amigos e próximos neste momento de dor. Paz à sua alma.

A autarquia vai disponibilizar um terreno municipal para a instalação do centro.

camas de emergência e pretende dora e de acompanhamento para “assegurar alojamento com carác- o centro de alojamento que irá “acompanhar ter provisório e a instalação e o transitório duO centro surge funcionamenrante o período t o” d a q u e l e máximo de 12 na sequência do equipamento. meses, com vista Plano Cidade Na reunião à transição para de quarta-feira uma resposta para a Pessoa da Câmara de habitacional Sem-Abrigo Lisboa foi tammais estruturabém debatida da e definitiva”. a celebração Providenciar um local de convívio e de refei- de um protocolo entre a autarções e estimular competências de quia e a SCML para a cedência e organização e de responsabilida- gestão de um edifício no Bairro Padre Cruz, onde vão funcionar de são outros dos objectivos. As duas entidades vão, ainda, uma creche e residências assisticonstituir uma comissão instala- das para idosos.


12 Portugal soltas O economista Daniel Traça afirmou, terça-feira, 23 de Setembro, que se Portugal tivesse crescido ao nível da média europeia entre 2000 e 2010 a dívida pública teria ficado pelos 66% do PIB em 2013, alertando para a necessidade de alavancar o crescimento económico. “Os números mostram que a nível da dívida, na altura da intervenção [2011] estávamos a 102%, mas estaríamos a 61% do PIB. Hoje [final de 2013] estamos a 123% e estaríamos a 66%. É isto que significa crescer”, afirmou o professor.

Uma equipa de investigadores quer registar as memórias de familiares dos 100.000 portugueses que participaram na I Guerra Mundial, dos relatos que fizeram aos diários que escreverem, passando pelos postais, e objectos diversos. Trata-se da iniciativa “Dias da Memória” que irá decorrer de 17 a 19 de Outubro, na Assembleia da República, em Lisboa, que abre portas a todos que queiram partilhar histórias de família, postais, cartas, objectos ou quaisquer “registos que ajudem a perpetuar a memória da I Grande Guerra”, disse à Lusa a historiadora Fernanda Rollo.

As obras no Túnel do Marão vão arrancar até final de Setembro, afirmou, terça-feira, 23 de Setembro, o secretário de Estado dos Transportes, após a assinatura dos contratos da empreitada, adjudicada por 54 milhões de euros abaixo do valor base. “[As obras] são mesmo para começar [até ao fim do mês]. Já temos o visto do Tribunal de Contas, temos os fundos disponíveis, não só comunitários mas a contrapartida nacional.

Quinta-feira 25 de setembro a Quarta-feira 1 de outubro de 2014 | Correio da Venezuela

Comunidades PoRtuguesas

Retoma conselhos regionais no CCP CORREIO/LUSA

Alteração legislativa propõe reposição dos conselhos regionais e de país e o fim das secções temáticas O Governo quer alterar o funcionamento do Conselho das Comunidades Portuguesas, eliminando as comissões temáticas e regressando ao sistema de conselhos regionais e de país, segundo uma proposta que começou a ser na quinta-feira, 25 de Setembro, no parlamento. O executivo pretende introduzir “alterações cirúrgicas” na lei, que sofreu a última mudança em 2007, no Governo socialista, que “têm a ver com questões que não têm corrido bem”, disse à Lusa o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Cesário. A principal alteração prevista na proposta de lei do Governo é a reposição dos conselhos regionais e de país e o fim das secções temáticas. “O desaparecimento dos conselhos regionais e de país [mudança efectuada há sete anos] contribuiu para afastar os conselheiros das respectivas comunidades. Há sete anos foi dito que estavam a ser cometidos erros gravíssimos, que vieram a confirmar-se na prática”, considerou o governante, criticando a anterior alteração à lei do funcionamento do Conselho das Comunidades Portuguesas (CCP), que foi aprovada na altura apenas com os votos do PS. Para Cesário, “o principal problema foi o desaparecimento dos conselhos regionais e o modo como passou a ser composto o conselho permanente”, o que representou “um erro terrível, que condicionou o funcionamento do Conselho todos estes anos”. Com esta alteração, o debate sobre os problemas que afectam as comunidades será “mais ajustado à realidade de cada país”, garantindo “muito maior proximidade com as pessoas que os conselheiros representam”, segundo o secretário de Estado. “É a esse nível que a actividade do conselho é mais útil. Quando os conselheiros de todo o mundo se sentam para discutir os problemas das comunidades, no fundo estão a discutir problemas que são muito diferentes de região para região.

José Cesário diz que serão alteradas coisas “que não têm corrido bem”.

da República”, porque “havia situDepois há dificuldade de daí resulações perfeitamente anormais de tarem propostas concretas”, referiu. conselheiros que não eram recenActualmente, o CCP é constituído seados ou de pessoas que votavam por 73 conselheiros, dos quais 63 nos consulados e estavam recensesão eleitos por sufrágio universal adas em Portugal”, mencionou. directo e dez designados. Por outro lado, a lei passará a No diploma, o Governo avanelencar “os diversos círculos eleiça também com a reposição da torais, que ficam completamente situação anterior do conselho perclaros”, acrescentou Cesário. manente do CCP, que “passa a ser Questionado feita com resobre se o orçapresentantes mento do CCP será dos conselhei“O principal reforçado, já que ros regionais”, problema foi o a falta de verbas enquanto na atr ibuídas pelo actual versão é desaparecimento Governo é uma das eleito pelo pledos conselhos críticas recorrentes nário. dos conselheiros, “Há conregionais e o o secretário de Estinentes que modo como tado afastou essa praticamente possibilidade. não estão repassou a ser “Tem a ver com presentados” composto o Orçamento do neste órgão Estado. Há dificule a forma de o conselho dades em todos eleição “propermanente”. os sectores, houve vocou alguma redução em todos querela eleios serviços. Espetoral que não ramos que progressivamente essas ajudou em nada a que os trabalhos situações venham a ser recuperado conselho corressem com a efidas, mas é uma recuperação que cácia devida”, disse o governante. vai ser lenta”, explicou. Por outro lado, o Governo proNum parecer emitido no final põe que passe a haver uma “coindo ano passado a propósito da cidência dos eleitores do conselho proposta, o conselho permanente com os eleitores para a Assembleia

do CCP afirmava discordar das alterações sugeridas, por considerar que não traduzem “melhorias substanciais” da lei em vigor. Durante a discussão da proposta de lei do Governo, na próxima quinta-feira, em plenário, será ainda debatido um projecto de lei do PCP, que também critica o actual modelo de organização em comissões temáticas. “A organização do Conselho em comissões regionais é a que melhor potencia a possibilidade de trabalho e de reflexão conjunta dos conselheiros, sendo o modelo mais eficiente para o acompanhamento das comunidades e das suas problemáticas”, defendem os deputados comunistas, na sua proposta. O PCP alerta ainda que para um “funcionamento regular e adequado” do CCP, o financiamento deve ser “coberto pela dotação orçamental atribuída ao ministério dos Negócios Estrangeiros”. Os deputados comunistas lamentam que “os diversos governos” não valorizem este órgão consultivo, que, exemplificam, não foi chamado a emitir posição sobre a redução da rede consular, a implementação das permanências consulares, a definição da rede escolar ou a imposição de uma propina para o ensino da língua e cultura portuguesas.


Correio da Venezuela | Quinta-feira 25 de Setembro a Quarta-feira 1 de Outubro de 2014

Publicidade 13


14 Portugal

Quinta-feira 25 de Setembro a Quarta-feira 1 de outubro de 2014 | Correio da Venezuela

Diáspora

Estabiliza número de trabalhadores lusos em Espanha CORREIO/LUSA

A Global International Relocation começou em 2008 com três funcionários.

Portugal

“Não há apoios para os emigrantes que querem investir” CORREIO/LUSA

Lamento é feito pelo presidente da maior empresa portuguesa de mudanças internacionais O presidente da Global International Relocation, Jorge da Costa, considerou, em entrevista à agência Lusa, no domingo, 21 de Setembro, que não existem apoios para os emigrantes portugueses que pretendem regressar e investir em Portugal. “Não há apoios para os emigrantes que querem investir em Portugal”, lamenta este gestor português que viveu a maior parte da sua vida lá fora, e hoje é presidente da maior empresa portuguesa de mudanças internacionais e ‘relocation’ (transferências internacionais de pessoas e departamentos), que começou a operar em 2008. Jorge da Costa afirma que criar a Global International Relocation “foi rápido”, mas depois é que começaram as dificuldades, a começar pela falta de informação sobre os apoios disponíveis. “Era importante que houvesse algum instituto que pudesse dar apoio aos portugueses que vêm lá de fora e obtiveram conhecimento e ‘know how’. Principalmente a nível

burocrático, que é um dos problemas com os quais perdemos muito tempo”, sublinha. O investidor português afirma aliás que essa falta de informação conduziu à perda de incentivos numa candidatura através do Iapmei, devido a questões burocráticas a que era alheio, mas que “teriam sido muito importantes e provavelmente até teriam ajudado a criar mais postos de trabalho”. Já a licença de construção para as instalações da sede que este gestor teve de pagar à Câmara Municipal de Sintra foi “um desincentivo para investir e um valor completamente absurdo”, 42 mil euros, acrescenta. Apesar de ter pensado em desistir do investimento, que actualmente totaliza 2,7 milhões de euros, Jorge da Costa continuou em frente e diz que hoje não se arrepende. A Global International

Relocation começou em 2008 com três funcionários e tem agora 28, entre embaladores e pessoal de escritório, aos quais se somam outros 30 trabalhadores indirectos nas épocas altas do negócio. E até ao final de 2014, deverão entrar mais quatro a seis trabalhadores. Com sede em Sintra e instalações também no Porto, uma das grandes vantagens da empresa são os recursos humanos, considera o gestor. “Posso dizer que a qualificação dos recursos humanos em Portugal é de um alto nível. Com muita facilidade consigo encontrar aqui funcionários que falam três, quatro ou cinco idiomas, o que em nenhuma outra parte do mundo consigo”, sublinha o presidente da Global International Relocation. O conhecimento de línguas é neste caso muito importante, uma vez que todo o negócio se desenvolve através de fronteiras. “A Global International Relocation está dedicada às mudanças internacionais de altos quadros empresariais e funcionários em missão, como militares, adidos, pessoal da Unicef, da Nato”, explica. Mudar de país é aliás uma experiência constante na vida de Jorge da Costa, que poucos meses depois de nascer saiu de Portugal com os pais, que trabalhavam numa multinacional. “Fomos correndo por vários países e mudando sempre de um país para outro”, conta. Assim, não admira que o gestor português tenha passado toda a carreira em empresas nas áreas de mudanças internacionais (‘moving business’) e de ‘relocation’, ou seja, quando é necessário transferir um trabalhador acompanhado ou não da família para um novo país, ou mesmo o departamento integral de uma empresa ou embaixada. Nessa actividade, trabalhou na Venezuela, Estados Unidos (Miami) e Brasil. Entretanto surgiu a oportunidade de vir a Portugal, onde só tinha estado de férias, e foi quando Jorge da Costa e a família decidiram construir a sua vida no país.

O número de trabalhadores portugueses em Espanha era no final de Agosto de 39.154, praticamente idêntico ao que se registava no mesmo mês de 2013 (39.291), segundo dados oficiais divulgados em 23 de Setembro último. Desde o início do ano o número de trabalhadores portugueses em Espanha aumentou em 1.789, o que representa um crescimento de 4,78%, segundo os dados do Ministério do Emprego e Segurança Social espanhol. Este crescimento inverte a

tendência que se verificou nos últimos anos, especialmente desde o início da crise em 2008, quando o número de imigrantes portugueses a trabalhar em Espanha caiu praticamente para metade. Só em 2013 o número de imigrantes portugueses a trabalhar em Espanha caiu quase 8%. Apesar do aumento total desde o início deste ano, em termos mensais o número de imigrantes a trabalhar até caiu - menos 200 do que em Julho, com uma redução de 0,51%. A comunidade de trabalhadores portugueses é já a quinta entre as de cidadãos da UE.

Publicado primeiro livro sobre lusos em Nova Jérsiia CORREIO/LUSA

O primeiro livro sobre a presença portuguesa no estado de Nova Jérsia, “Os portugueses em New Jersey”, da autoria de Fernando Santos, chegou às livrarias nos Estados Unidos, no passado 17 de Setembro. “Ao contrário do que acontece com outras comunidades portuguesas numerosas dos Estados Unidos, a de Nova Jérsia não teria, sem este livro, um suporte bibliográfico público e de acesso fácil para que conste o nosso passado e presente entre as gerações futuras”, afirmou o autor à agência Lusa. Fernando Santos, de 69 anos,

foi director do jornal Luso-Americano durante mais de 30 anos. A ideia de escrever este livro surgiu há vários anos, quando ainda dirigia esta publicação, mas apenas recentemente o projecto avançou. Santos contou que “a ideia tornou-se obsessiva quando, nos anos 1990, a acentuada queda numérica da emigração portuguesa para os Estados Unidos tornou perceptível que um dia, as comunidades portuguesas de Nova Jérsia, perdida a língua e possivelmente a cultura, se esvairiam na sociedade americana.” O livro está à venda na livraria e na página do Luso-Americano na Internet.


Correio da Venezuela | Quinta-feira 25 de Setembro a Quarta-feira 1 de Outubro de 2014

Publicidade 15


16 Cultura

Quinta-feira 25 de Setembro a Quarta-feira 1 de Outubro de 2014 | Correio da Venezuela

MúSiCa

Sergio Ferreira

Fortaleza Prohibida Num bairro típico de Detroit, os edifícios de tijolos abandonados servem agora de abrigo aos criminosos mais perigosos. Incapaz de controlar o crime, a polícia construiu um gigantesco muro de contenção em torno desta área para proteger o resto da cidade. Damien Collier é um polícia infiltrado, determinado em apanhar Tremaine, o assassino do pai, e acabar com a corrupção. A realização está a cargo de Camille Delamarre e o elenco conta com actores como Apergis Carlo, Rota Catalina, Denis David e Paul Walker.

Lucy Lucy, uma jovem norte-americana a estudar na cidade de Taipé, capital de Taiwan, é forçada a transportar uma droga sintética chamada CPH4, que terá de carregar dentro do próprio corpo numa viagem à Europa. Quando é apanhada e violentamente agredida, rompe-se o saco de estupefacientes que trazia no interior do corpo e a droga é lentamente assimilada pelo organismo. Um “thriller” de ficção científica escrito e realizado pelo francês Luc Besson.

Fer da Silva apresentou videoclip de ‘Virgen de la Calle’ Sergio Ferreira Soares sferreira@correiodevenezuela.com

O audiovisual do tema promocional foi dirigido por Nuno Gómes O actor e cantor luso-venezuelano Fernando da Silva continua a somar êxitos à sua carreira profissional, depois de, na passada segunda-feira, ter estreado o videoclip ‘Virgen de la Calle’, do tema promocional com o mesmo nome. A primeira transmissão do audiovisual foi no segmento ‘Lo Actual’, transmitido todos os dias pela Televen, no noticiário, ao meio-dia. Através de uma nota de imprensa, Silva confessa ter desfrutado muito do processo de gravação do videoclip, no qual participam a animadora e modelo Andreina Castro e o actor Dimas González. O audiovisual, que já se encontra a circular nas redes sociais, mostra um soldado, um guerrilheiro e uma virgem, que se unem numa história repleta de emoção. “Foi um trabalho intenso de 22

horas sem parar, mas estou muito feliz, porque todos os que participaram trabalharam com coração, e o resultado é um belo vídeo, com uma trama cheia de detalhes que espero que todo o público desfrute”, comenta Fer. O clip foi dirigido por Nuno Gómes, que também criou o guião desta história de amor proibido na qual se destacam milhares de velas voando ao melhor estilo de Hollywood, uma chuva torrencial e o emblemático colégio de enfermaria da UCB, entre personagens de época. A direcção de fotografia esteve a cargo de Reynaldo Ortíz, enquanto Mayte Calzacorta esteve à frente da direcção de arte, com produção executiva da Compostela Films&Arts. Para além de promover o videoclip e cumprir diversos compromissos, Fer da Silva empreenderá uma digressão

por Maracay, Valência, Barquisimeto, San Felipe e Maracaibo, com a finalidade de levar todo o sentimento do seu primeiro single, ‘Virgen de la calle’, que passa com insistência nas diversas rádios do pais. Fer trabalha incansavelmente na sua carreira musica, e está a gravar novas canções que prometem agradar o público.

Chegaram os prémios mais esperados A história verídica de Paul Potts, um tímido e oprimido jovem, empregado de loja durante o dia e cantor de ópera amador à noite. Aos 37 anos, Paul Potts tinha já abandonado os seus sonhos musicais, limitando-se a sobreviver ao dia-a-dia. Paul transforma-se num verdadeiro fenómeno do YouTube depois de ser escolhido por Simon Cowell para o concurso “Britain’s Got Talent”. Encantando todo o mundo com a sua fantástica voz, Paul vence o concurso e conquista os corações de milhões de espectadores. A realização é de David Frankel.

Sergio Ferreira Soares

Pepsi Music 2014 realiza-se a 24 de Setembro e serão transmitidos pela Televen A terceira edição dos prémios mais importantes do talento venezuelano vai realizar-se a 24 de Setembro e os máximos representantes da música nacional vão encontrar-se no Hotel Eurobuilding, em Caracas para a disputa dos Prémios Pepsi Music 2014. Este ano, os galardões contam com 146 nomeados em 61 categorias de gé-

neros distintos e será transmitido a 25 de Setembro, a partir das 7 da noite nos ecrãs da TELEVEN. A apresentação da gala, na qual serão entregues 15 estatuetas mais o prémio honorífico pelo percurso musical, estará a cargo do reconhecido animador Ramón Castro. O cenário receberá as melodias de Desorden Público, Viniloversus e Los Cadillacs, enquanto que o inesquecível Simón Díaz inspirará um cálida homenagem por parte de Francisco León e Mirla Castellanos. Nesta ocasião, a interacção com os telespectadores será relevante: a plataforma interactiva 10.0 de TELEVEN manter-se-á activa durante toda a transmissão dos Prémios Pepsi Music e ali os

Mr Cacri Cacri é um cão de rua que vive num refúgio de animais abandonados e sonha ter uma família. Os dias passam e ele e os amigos esperam ser adoptados, mas um dia vê-se obrigado a deixar o local, dando início a uma história cheia de música, alegria e ternas lições sobre a amizade, a irmandade, a humildade, a perseverança e a atitude positiva. A peça é protagonizada por Daniela Alvarado e Oriana Ramírez. Data: Sábados e domingos, às 2:00 pm. Local: Urban Cuplé.

Gugu Buh

MúSiCa

Mi Gran Oportunidad

Victoria Urdaneta

usuários, através de www.televen. com/10.0, terão acesso as conteúdos exclusivos do evento que reúne, ano após ano, o mais esperado espectáculo nacional. Também através de www.televen.com/premiospepsimusic poderá ser acedida informação acerca do galardão. Momentos atrás câmaras, vídeos exclusivos, fotos da alfombra azul e um ramalhete de imagens dos talentos nomeados e convidados especiais fazem parte da gala digital preparada pelo canal de Horizonte. Na quinta-feira, desde as 7 da noite, a etiqueta #PepsiMusic e a conta @ TelevenTV servirá para os utilizadores desta rede social seguirem minuto a minuto o que se passa na entrega dos famosos prémios.

Gugu Buh é a história de um monstro que, cansado de assustar e viver na obscuridade, um dia revela o seu desejo mais oculto: Divertir as crianças. Isto chega aos ouvidos do pai, que o desterra por considerá-lo uma desonra para a raça monstro. Então, Gugu Buh inicia uma aventura à luz do dia em busca da felicidade. A peça é dirigida por José Manuel Suárez e protagonizada por Daniela Alvarado e César Román. Data: Sábados e domingos, às 3:30 pm. Local: Urban Cuplé.

Entre as bocas do dragão e da serpente O monólogo escrito por Rodolfo Izaguirre e Carlos Sánchez Torrealba, que é protagonista da obra, mostra a vida de Don Jesús Izquierdo, mais conhecido como Chuchú, vive numa casa de cuidados lutando contra a Alzheimer. É uma obra onde fica um manifesto da solidão de quem padece desta doença e os sentimentos que ficam vivos, apesar de esquecidos. Data: De 13 a 28 de Setembro, sábados e domingos, às 6:00 pm. Local: Centro de Criação Artística TET.


Correio da Venezuela | Quinta-feira 25 de Setembro a Quarta-feira 1 de Outubro de 2014

Publicidade 17


18 cultura Victoria Urdaneta

José Rodrigues dos santos É interessante conhecer quais os escritores contemporâneos que mais vendem nas livrarias. Segundo várias fontes editorais, um dos que vende maior número de edições é José Rodrigues dos Santos, jornalista e escritor, ultimamente marcado por uma grande polémica. É um dos rostos mais conhecidos da televisão pelo seu trabalho como pivot do telejornal na estação pública, RTP, e conta com inúmeros reconhecimentos nacionais e internacionais pelo seu trabalho como repórter. No entanto, a grande paixão do jornalista é a literatura, especialmente os ensaios e as novelas. Tem mais de 100 mil exemplares por título, o que mostra que não tem sido bem sucedido apenas em frente às câmaras mas também na edição dos seus livros. Da sua caneta saíram obras como ‘A ilha das trevas’, ‘A filha do capitão’, ‘Codex 632’, ‘A fórmula de Deus’, ‘O sétimo selo’, ‘A vida num sopro’, ‘Fúria Divina’, ‘Anjo branco’, ‘O último segredo’, ‘A mão do diabo’, ‘O homem de Constantinopla’ e ‘Um milionário em Lisboa’. Conhecido um pouco do seu caminho actual, vejamos o início: Nasceu em Moçambique em 1964. Passou por várias cidades até que se estabeleceu em Lisboa em 1983 para estudar na Universidade de Lisboa. Em 1988, contraiu matrimónio com Florbela Cardoso, com quem teve duas filhas, Catarina e Inês Cardoso Rodrigues dos Santos. Na sua carreira na comunicação social, foi repórter da BBC, época na qual cobriu inúmeros confrontos sociais, ensinou jornalismo na Universidade de Lisboa, a par do seu trabalho como director e apresentador de diversos espaços informativos. A polémica envolveu o jornalista este ano, após uma entrevista a José Sócrates, expr imeiro ministro e actual comentador da RTP, devido a algumas perguntas incómodas por causa do jornalista.

Quinta-feira 25 de setembro a Quarta-feira 1 de Outubro de 2014 | correio da Venezuela

Música

Lusos em destaque no Festival Novas Bandas

Sergio Ferreira Soares sferreira@correiodevenezuela.com

A iniciativa reinventa-se na sua edição deste ano. O talento lusitano promete continuar a dar que falar durante a nova edição do Festival Novas Bandas. A Fundação Novas Bandas, com o patrocínio da OnRecords e Pampero, em aliança com o Centro Cultural Chacao, Cultura Chacao, Baruta Cultural, Hatillo Cultura, IESA, Audio Place, Sibelius Fest, Embaixada da Argentina e La Mega anunciaram que este ano a iniciativa irá decorrer entre 4 e 18 de Outubro, em diferentes localidades de Caracas, onde alguns luso-descendentes membros de diversos grupos irão entreter o seu público. Durante os dias 14, 15, 16 e 17 de Outubro, no Teatro Chacao do Centro Cultural Chacao, as 12 bandas seleccionadas medirão forças. Cada noite contará com um convidado especial, que encerrará a sessão, começando na terça, 14, com o projecto VRock Sinfónico da Orquestra Experimental de Rock de Barquisimeto, sob a direcção de Jesús Vásquez (Percucello), que renderá tributo ao pop rock venezuelano das últimas duas décadas, com vozes convidadas de Asier Cazalis (Caramelos de Cianuro), Octavio Suñé (Ex La Nave), Alain Gómez (Famasloop), Henry Ollarves (BioShaft), El Rojo (4to Poder), OneChot e Laura Guevara. Na quarta,

15, o punk rock de Los Mentas fará decorre o foro ‘Tendências Musium ‘passeio’ pela sua discografia, cais na Era Digital, com Alejandro enquanto na quinta, 16, será a vez Fernándes (Cochino Pop), Huwen dos Candy66. Na sexta, 17, os meArnone ( Tutupash) e Humberridenhos de Charliepapa estreiam to Sánchez (El Nacional), na Sala o seu repertório musical com um Cabrujas de Cultura Chacao, no espectáculo que promete ser mesmo recinto onde se efectuará eléctrico e hipnotizante para os o lançamento do livro de Cayayo, presentes. Alma Perpetua, escrito por EugeNa quarta, dia 15, na Sala La nio Miranda, assim como a homeViga do Centro Cultural Chacao, nagem acústica que será realizada decorre a palestra Rock Para Ler: por Octavio Suñé junto com El Encontro de investigadores e esKmarón e Alberto Arcas (Okills) a critores do rock de cá, com Euge8 de Outubro, e Rodrigo Gonçalnio Miranda, Félix Allueva, Carlos ves (ViniloVersus), Gabriel Figueira Zerpa, William (Gaélica) e Laura Padrón, Ruddy Guevara, a 10 de Gonzalez e GeOutubro. Graças Este ano a rardo Guarache. à Embaixada da iniciativa irá Hatillo CultuArgentina, para decorrer entre 4 ra cede os seus domingo, 12 de espaços livres e Outubro, está e 18 de Outubro, locais da zona marcado ‘Tu ciem diferentes (Pueblues, C.C. catriz en mi: TriGalerías, Plaza buto a Gustavo localidades. el Hatillo, EstaCerati’, pela mão cionamento do de Luis Iran (Los Anfiteatro) para Paranoias) Octaapresentar uma gama de artistas, vio Suñé e Laura Guevara. cantautores, e projectos experiNo sábado, 18 de Outubro, mentais que marcarão o final da como encerramento do Festival tarde de quinta-feira, 16, e sexta, Novas Bandas 2014 e em aliança 17, para deleite dos presentes: com a Sibelius Fest, a banda venLa Pequeña Revancha, Del Pez, cedora do FNB14 vai actuar na os alunos da Academia Yamaha, Praça Alfredo Sadel a partir das Somalunar,Kuámasi, Marianne 12:00 m, junto com os guitarrisMalí e Danel Sarmiento com o seu tas finalistas deste evento anual, sound system. o espectáculo de Los Beat3 com Antes das competições do Fesuma homenagem às canções mais tival Novas Bandas 2014, serão ledestacadas, com a guitarra de The vadas a cabo actividades na Praça Beatles; a banda vinda do espaço, de Los Palos Grandes, no sábado, Los Humanóides, retoma o ‘Cele4 de Outubro, com a projecção do bración Rock’, reinterpretando o filme ‘Detrás de la puerta’, de Zasom que caracterizou o nosso país pato 3. Na quinta, 9 de Outubro, nos últimos 55 anos de história.

Victoria Urdaneta

sessão de degustação da ‘alto Nível’ ‘Alto Nível’ é uma empresa que tem por objectivo organizar reuniões especiais para aumentar o círculo social dos participantes, para que conheçam futuros aliados de negócios num ambiente relaxado. Em breve será realizada uma sessão de degustação, com brindes, rifas e muito mais. As entradas são limitadas e para fazer parte desta experiência, é preciso reservar lugar através do 0424-600-7781. Data: Sexta 26 de Setembro, às 7:00 pm. Local: Cala Rest & Lounge.

Vintage Market O Vintage Market regressa com as suas já clássicas rebaixas. Neste espaço, é possível comprar ou trocar acessórios, ao ar livre, e com mais de um ponto de venda. Nasceu como alternativa mais económica para os caraquenhos, onde há peças novas e tesouros escondidos, acessórios originais, e a acrescentar a isso, os visitantes podem aproveitar os preços de saldo. Data: Domingos 21 e 28 de Setembro, 10:00 - 18:30. Local: Restaurante La Guayaba Verde (dia 21) e praça Sucre de El Hatillo (dia 28).

Novas Bandas 2014 “A edição 2014 vai ser a mais completa da história do festival”, assegura Félix Allueva, presidente da Fundação Novas Bandas. Entre os concorrentes estarão bandas de Caracas, Maracaibo, Barquisimeto, Puerto La Cruz, El Tigre, Valencia e San Cristóbal. Também será realizado um tributo a Gustavo Cerati e uma palestra sobre literatura de rock venezuelano. Data: Desde terça, 14, a sexta, 17 de Outubro. Local: Centro Cultural Chacao.


Correio da Venezuela | Quinta-feira 25 de Setembro a Quarta-feira 1 de Outubro de 2014

Publicidade 19


20 Opinião

Quinta-feira 25 de Setembro a Quarta-feira 1 de Outubro de 2014 | Correio da Venezuela

FinançaS peSSOaiS inStantâneaS

Emigrar requer uma boa preparação

Isabel Idarraga

Rafael recebeu vários convites de amigos e empresários de outros países para emigrar. Consciente de que é um passo importante para o qual necessita preparar-se, efectuou várias viagens ao estrangeiro, avaliou oportunidades interessantes e, antes de seguir, pergunta ao seu amigo Armando, que conta com experiência no caso: “Como me preparo para emigrar?” Actualmente, os movimentos de pessoas entre países são mais frequentes que no passado. A emigração obedece a várias causas, entre as que se encontram: estudar, trabalhar, investir, fugir

uma perseguição, acompanhar familiares. Nestes tempos somos testemunhas do êxodo de muitos amigos. Sabemos que fizeram antes de partirem? Todo o processo de emigração requer um trabalho prévio para evitar inconvenientes futuros. É preciso deixar resolvidos todos os assuntos no país de origem. O passo inicial é fazer uma lista de todos os trâmites que é cumprir nas vertentes pessoal, legal, profissional, familiar. Se um casal jovem, com filhos menores, estima partir dentro de um ano, tem muito que fazer antes de ir e deve começar de imediato.

Um dos aspectos mais burocráticos é a legalização de títulos profissionais, certificação de notas e plano de estudos, além das constâncias originais de empregos e referências bancárias e comerciais. Na vertente pessoal, é imprescindível legalizar cédulas de nascimento e, segundo o país e as condições da viagem, obter certificados de antecedentes penais, vacinas e seguros de saúde. Si, no momento da despedida, falta resolver assuntos como vendas de veículos ou bens imóveis, trâmites de bolsas ou pedidos finais, será necessário deixar uma procuração a alguém de confian-

ça para que os resolva em seu nome. Sugere-se encerrar as contas bancárias, cancelar os cartões de crédito e outros empréstimos bancários. É muito conveniente submeter-se uma revisão médica geral e solicitar os relatórios médicos quando se padeceu de doenças como hepatite ou cancro, assim como quando se sofre de enfermidades crónicas como hipertensão. Deve-se actualizar a história médica completa de crianças e adultos. Isto é parte do que há que se fazer no país de residência, pelo que fica pendente a preparação para a nova vida no outro país.

que, noutras latitudes desenvolvidas, pareceria paradoxal, uma vez que a Venezuela é um país que “tem de tudo”. E é lamentável que tenhamos “aterrado” com esta conduta. Com a agravante de que é um círculo vicioso, já que quem é alvo da acção, muitas vezes já está predisposto para responder. Sabemos que a palavra que suja a mente termina por sujar o espírito e vice-versa. É dizer, vamo-nos acostumando a esta maneira de proceder que nos perdemos as oportunidades

que a vida nos põe à frente. E é aqui quando aparece esse pecado capital chamado orgulho, que nos leva a distanciar-nos dos seres mais queridos. Alguns estão convencidos de que vão viver para sempre, sem sequer equacionar a possibilidade de que de o único que podemos estar seguros é de que vamos morrer. Creio firmemente que devemos levantar os olhos para as estrelas e pensar nisto seriamente. Claro, nem todos o farão. Dizem que a força de andar se aprende ao

passo. Mas nem todos o aprendem apesar das idades. Há gente a quem os anos “passam-lhe em cima” e não lhe permitiram descobrir que na vida não existem casualidades mais sim causalidades. E se meditamos um pouquinho a sós nestas reflexões quiçá estejamos a tempo de não perder tudo. Façamos um exercício simples e perguntemo-nos: Somos rancorosos? Ofendemo-nos com facilidade? Tendemos a exagerar as situações? Somos uns desses intolerantes radicais?

altatribuna

Intolerância nossa

Antonio López Villegas

Definitivamente, tenho que aceitar e concluir que nos convertemos numa sociedade de intolerantes. Em todas as áreas e em toda a ordem. E não é grátis nem absurdo porque as razões sobram. A realidade esbofeteianos diariamente e a paciência tem os seus limites. Cada dia, ao sentirmo-nos encurralados num beco sem saída, o único que nos restou é recorrer à violência, não necessariamente física. Ante o primeiro desacordo respondemos e reagimos duma maneira

O CORREIO da Venezuela não pode ser considerado responsável e/ou patrocinador das opiniões que são expressas neste espaço.


Correio da Venezuela | Quinta-feira 25 de Setembro a Quarta-feira 1 de Outubro de 2014

Publicidade 21


saúde em día

22 MISCELÂNIA

Quinta-feira 25 de Setembro a Quarta-feira 1 de Outubro de 2014 | Correio da Venezuela

Diferencie dengue, chinkungunya e febre hemorrágica Sergio Ferreira Soares

Nos últimos dias, a população venezuelana tem sido assolada por problemas de saúde que criaram um clima de incerteza devido aos sintomas semelhantes: O vírus da dengue, o vírus do chikungunya e o síndrome febril hemorrágico. A primeira coisa que os médicos destacam é a necessidade de um diagnóstico adequado, já que ainda que os sintomas sejam parecidos, os tratamentos para cada um dos problemas são diferentes. Rafael Orihuela, ex-ministro da Saúde e investigador na área, deu ao diário El Nacional alguns detalhes a ter em conta para cada uma das doenças: Para ele, a chave está em diferenciá-las e aplicar o tratamento adequado. O vírus do chikungunya caracteriza-se pelo aparecimento de febre e dores nas articulações; podem ocorrer dores musculares, dores de cabeça, cansaço e erupções cutâneas. A maioria dos pacientes recupera

totalmente, mas algumas dores nas articulações podem durar meses, ou inclusive anos. Em alguns pacientes com condições crónicas prévias, o chikungunya pode causar insuficiência pulmonar, cardíaca e renal. O processo começa com a pele a ficar vermelha, e podem aparecer bolhas ou chagas. Entre as complicações mais comuns provocadas por este vírus está o chamado “choque por febre”, que pode levar à morte. A infecção por dengue causa elevação súbita da temperatura, cansaço geral e uma dor muito característica na zona dos olhos ou nas pálpebras. O paciente pode ter febre alta e dores musculares e nas articulações. Se a pessoa chega a apresentar quadros hemorrágicos, pode ser mortal. Não existe nenhuma vacina contra o dengue, mas tratamento para aliviar as dores e baixar a febre. Segundo Orihuela, na Venezuela, 85% dos casos de dengue e chikungunya simples apresentam “poucos sintomas,

Sabia que…? Carla Salcedo

‘Alma Llanera’, o sentir venezuelano Quem não se sente venezuelano ao ouvir a toada ‘Yo nací en esta rivera del Arauca vibrador. Soy hermano de la espuma, de las garzas, de las rosas, y del Sol’? Certamente já se sentiu muito emocionado ao ouvir esta peça, inclusive estando fora do país. Mas sabia que a nossa ‘Alma llanera’ já cumpriu 100 anos de existência? No passado dia 19, sextafeira, a peça composta por Pedro Elías Gutiérrez, que se baseou num texto do escritor e jornalista Rafael Bolívar Coronado, alcançou o seu primeiro centenário. E esta data não podia ser deixada passar em claro, já que a peça foi considerada durante décadas o segundo hino nacional da Venezuela. Nesse sentido, o Ministério do Poder Popular para a Cultura declarou como Bem de Interesse Cultural da República Bolivariana de

Venezuela a criação artística musical ‘Alma Llanera’, através de uma providência publicada na Gazeta Oficial número 40.500, de 18 de Setembro de 2014. O que provavelmente você desconhecia é que a ‘Alma Llanera’ nasceu originalmente como uma ‘zar-

ou simplesmente as pessoas não apresentam nenhum”. Uma das formas de prevenir estas doenças é evitar deixar águas estagnadas e destapadas nas casas e espaços comunitários, para impedir a proliferação dos mosquitos.

Pensa Verde Carla Salcedo

Gelo negro que avança com rapidez

Finalmente, o síndrome febril hemorrágico é um conceito geral de qualquer doença que provoque “um quadro hemorrágico violento”. Orihuela assinala que os casos deste síndrome apareceram nas zonas do país onde está a ocorrer o maior número de casos de dengue e chikungunya.

zuela’, que estreou oficialmente a 19 de Setembro de 1914, no Teatro Caracas, mais conhecido como ‘Coliseo Veroes’, sob o nome ‘Alma Llanera: zarzuela en un acto’. Naquela altura, a representação esteve a cargo da companhia espanhola de Matilde Rueda. A peça conquistou os venezuelanos de imediato, ao ponto, inclusive, de Rafael Bolívar Coronado ter sido premiado pelo general Juan Vicente Gómez, Presidente à época, com uma bolsa de estudo em Espanha. ‘Alma llanera: Zarzuela en un acto’ viajou por diferentes países do mundo, recebendo críticas positivas por parte do público, mas com a morte de Coronado, a obra foi apresentada pela última vez como uma peça de teatro no Teatro Olimpia de Caracas, com arranjos de Rafael Guinand, e a sua composição recebe uma nova adaptação de Pedro Elías Gutiérrez, que, com autorização do seu autor, torna a peça independente e apresenta-a com a Banda Marcial de Caracas, a 31 de Dezembro de 1914, na praça Bolívar do centro de Caracas. Actualmente, existe mais de uma centena de versões da canção, que foi interpretada por grandes músicos.

Jason Box, professor de glaciologia do Serviço Geológico da Dinamarca e Gronelândia, assegurou, há poucos dias, que o gelo na Gronelândia está mais escuro do que é costume, o que fez disparar os alarmes dos ambientalistas e especialistas, já que nunca se tinha visto ou registado algo semelhante. A explicação mais provável para este fenómeno é a combinação de um menor número de tempestades ou de neve, pó trazido pelo vento, actividade microbiana e nuvens de fuligem causadas pelos incêndios florestais, o que não descarta uma segunda possibilidade, que é realmente inquietante, que é o facto de tal ser uma consequência do aquecimento global. O professor Box mencionou os misteriosos bura-

cos que apareceram na Sibéria, este ano, e as bolhas de metano na costa atlântica como prova de que o Árctico pode mudar de forma rápida e imprevisível, e as suas investigações são sustentadas por estudos sérios provados, como o cálculo realizado este ano, que mostra que o manto de gelo é 5,6% mais escuro e produz uma absorção adicional de energia que equivale aproximadamente ao dobro do consumo de electricidade anual nos Estados Unidos. Box assegura que o principal desafio é determinar que parte da fuligem que se encontra na Gronelândia provém dos incêndios florestais, que se registaram este ano nunca como antes, e que parte se deve a outras causas, como por exemplo às emissões de fumos procedentes das fábricas.

segredos de cozinha

Bacalhau Fresco Receita por: Maria Bela Ornelas Prato elaborado por: Chefe Octávio Freitas - Four Views Hotels

Ingredientes

500 gr Filete de Bacalhau Fresco 2 Fatias de Presunto 150 gr Broa de Milho q.b Ervas aromáticas q.b Sal q.b Pimenta 5 Dentes de Alho q.b Rucola q.b Azeite

Preparação

1 2

Tempere o Bacalhau a Gosto e reserve. Corte fatias finas de broa de Milho e frite com um pouco de azeite junto com as fatias de presunto.

3

Leve o Bacalhau ao Forno até ver as lascas se separar.

4

Acompanhe com uma salada de rucola e Tomate.


Correio da Venezuela | Quinta-feira 25 de Setembro a Quarta-feira 1 de Outubro de 2014

Publicidade 23


24 Desporto

Quinta-feira 25 de Setembro a Quarta-feira 1 de Outubro de 2014 | Correio da Venezuela

Portugal

I LIga

Empate no Dragão oferece liderança isolada ao Benfica CORREIO / LUSA

Quarteto desfez-se e a formação comandada de Jorge Jesus está só, depois de um sofrido 3-1 ao Moreirense O Benfica fez uma pré-temporada horrível e perdeu mais de metade do “onze” que selou o 33.º título nacional em 2013/14, mas, volvidas cinco jornadas, parece ter conseguido afastar todos os “fantasmas” ao isolar-se na liderança. Depois do tropeção do Vitória de Guimarães, na sexta-feira, 20 de Setembro, dois dias depois foi a vez de Rio Ave e FC Porto também não ganharem, pelo que o quarteto desfez-se e a formação comandada de Jorge Jesus está só, depois de um sofrido 3-1 ao Moreirense. Na Luz, a formação de Moreira

na recepção ao Sporting (1-1) -, o de Cónegos marcou primeiro, aos Benfica está sozinho na frente, dois 16 minutos, por João Pedro, e mapontos à frente do Vitória de Guinietou os “encarnados”, com Julio marães, empatado (1-1) sexta-feira César na baliza, até aos 57, altura na recepção ao Paços de Ferreira, e em que Talisca “obrigou” Marcelo do FC Porto. Oliveira a ver o segundo amarelo. Os “dragões” somaram o seContra 10, e o enorme apoio gundo empate consecutivo, dedo seu público, o conjunto comanpois do 1-1 em dado por Jorge Guimarães, num Jesus conseguiu jogo marcado dar a volta ao repela expulsão do sultado, com tenO Benfica está central brasileitos dos seus latero Maicon, que rais, primeiro um sozinho na frente, viu o vermelho “golão” de Eliseu, dois pontos à directo, por uma aos 69 minutos, e frente do Vitória entrada perigodepois um remasa, logo aos 25 te oportuno de de Guimarães minutos. Maxi, aos 77. Apesar de joAos 83 minugar com menos tos, o brasileiro um, num jogo Lima acabou que começou com 45 minutos de com uma longa seca de golos e seatraso devido à chuva, os “dragões” lou o 3-1 final, ao concretizar uma dominaram o encontro por comgrande penalidade, que ele próprio pleto, mas tiveram eficácia “zero”, havia conquistado. quatro dias depois do 6-0 ao BATE Com 13 pontos – só não venceu

O líder Benfica sofreu muito e casa para vencer o Moreirense.

Borisov, para a “Champions”. Se vimaranenses e portistas empataram, o Rio Ave, que era o líder do quarteto, face aos 12-2 em golos, ainda fez pior, ao cair por 2-1 na recepção ao Arouca, que jogou sem o autor do segundo tento desde os 52 minutos, quando foi expulso. O “capitão” Tarantini ainda anulou, aos 48 minutos, o golo inicial de Nildo, aos 14, mas já não houve resposta para o “tiro” de David Simão, que selou, aos 51, o primeiro triunfo fora do “onze” de Pedro Emanuel. O Rio Ave manteve-se, assim, com 10 pontos, sendo alcançado pelo Belenenses, de Lito Vidigal,

SELECçãO NaCIONaL

Engenheiro do ‘penta’ sucede a Paulo Bento CORREIO / LUSA

Fernando Santos herda uma selecção com um atraso de três pontos para Dinamarca e Albânia Fernando Santos, o “engenheiro do penta” do FC Porto, chega à selecção portuguesa de futebol, depois de ter comandado a selecção da Grécia e de ter sido um dos quatro treinadores com os “grandes” no currículo. Aos 59 anos, o técnico, formado em engenharia electrónica e telecomunicações, sucede a Paulo Bento no comando da selecção portuguesa, que vai ter por missão qualificar para a fase final do Campeonato da Europa de 2016, a disputar em França, herdando

um atraso de três pontos para Dinamarca e Albânia, que lideram o Grupo I, à frente de Arménia, que tal como Portugal ainda não pontuou, e Sérvia, que ainda não jogou. Fernando Santos repete o feito do brasileiro Otto Glória, o único dos quatro técnicos que passaram pelos bancos de Benfica, FC Porto e Sporting, que também comandou a equipa das “quinas”, algo nunca feito nem por Jesualdo Ferreira, nem pelo chileno Fernando Riera. O percurso do técnico brasileiro na selecção lusa durou perto de nove meses, entre 22 de Setembro de 1982 e 08 de Junho de 1983, e terminou de forma fulminante, depois de uma goleada ao sétimo jogo, por 5-0 na visita à União Soviética, no caminho para o Euro1984. Santos, que se tornou um treinador de referência na Grécia, ao comandar AEK, Panathinaikos, cujo percurso se cingiu a quatro jogos,

O Mundial2014 terminou com a suspensão do técnico por oito jogos.

e PAOK e, finalmente, a selecção, nos últimos quatro anos, regressa a Portugal, onde treinou EstorilPraia, no início da carreira, e Estrela da Amadora antes de chegar aos “grandes”. O primeiro foi o FC Porto, clube que levou uma vez à conquista do título nacional, em 1998/99, então o quinto consecutivo dos “dragões”, dando sequência aos “bis” obtidos

por Bobby Robson e António Oliveira. Ao feito inédito em Portugal, de um clube se sagrar cinco vezes consecutiva campeão, seguiram-se duas temporadas como “vice”, atrás de Sporting, 1999/2000, ainda com o super-goleador Jardel de “azul e branco”, e Boavista, em 2000/01, respectivamente. Seguiram-se duas tempora-

que venceu em casa o Marítimo por 1-0, graças a um golo “tardio”, aos 85 minutos, do médio ex-benfiquista Miguel Rosa, de cabeça. Logo a seguir, no sexto lugar, surge o Sporting, que, depois de três empates consecutivos, dois para o campeonato, goleou fora o Gil Vicente por 4-0, com tentos de Adrien e Nani, nos primeiros 11 minutos, e ainda de Slimani e Carrillo. Os “leões”, que na próxima ronda recebem o FC Porto, em embate marcado para sexta-feira, somam os mesmos nove pontos do Marítimo e mais um do que o Sporting de Braga, que empatou 1-1 no reduto do Nacional, no sábado.

das na Grécia, onde venceu uma Taça em 2001/02 pelo AEK, antes do primeiro regresso a Portugal, para o comando do Sporting, em 2003/04, a que se seguiram mais duas épocas em solo helénico, para novamente assumir um “grande”, no caso o seu clube preferido, o Benfica, não conseguindo melhor do que o terceiro lugar no campeonato de 2006/07, tendo sido substituído após a primeira jornada da época seguinte. Pouco depois, retornou à Grécia, onde permaneceu mais sete temporadas, as últimas quatro na selecção, que levou aos quartos de final do Euro2012, “caindo” frente à Alemanha (4-2), depois de um apuramento sem derrotas, e aos “oitavos” do Mundial2014, fase em que foi eliminado nas grandes penalidades pela Costa Rica (5-3 nas grandes penalidades, após 1-1 no tempo regulamentar e no prolongamento. O Mundial2014 terminou com a suspensão do técnico por oito jogos, num processo em que o Comité de Apelo da FIFA ainda vai avaliar o recurso ao castigo, que, caso se confirme, pode afastar Fernando Santos das áreas técnicas dos jogos de qualificação de Portugal para o Euro2016.


Correio da Venezuela | Quinta-feira 25 de Setembro a Quarta-feira 1 de Outubro de 2014

Publicidade 25


26 Desporto

Quinta-feira 25 de Setembro a Quarta-feira 1 de Outubro de 2014 | Correio da Venezuela

Venezuela

TOrneiO AberTurA De FuTebOl

Deportivo Táchira agarrado à liderança Fernando Camara Fcamara@correiodevenezuela.com

O Carabobo do lusodescendente Jhonny Ferreira subiu ao quarto lugar A sexta jornada do Torneio Abertura de futebol, disputada no passado fim-de-semana, 20 e 21 de Setembro, ficou marcada pelas vitórias do Deportivo Táchira e do Deportivo La Guaira, ante o Tucanes de Amazonas e Mineros de Guayana, respectivamente. No sábado, 20, o Metropolitanos e Deportivo Lara empataram a uma bola no Estádio Nacional Brígido Iriarte. José Romo abriu o marcador para os visitantes aos 32´, tendo Anderson Arciniegas empatado a contenda aos 91´. Já no domingo, 21, no estádio Hermanos Ghersi de Maracay, o Aragua FC venceu, por 2-1, o Zamora FC. Gustavo Rojas bisou, com tentos apontados aos 16´ e 55´, pela equipa local. Carlos López descontou aos 74´. A grande surpresa da jornada foi protagonizada pelo Deportivo La Guaira, a bert, por 2-1, o Mineros de Guayana no CTE Cachamay. Zamir Valoyes desfez a igualda-

FuTebOl

Os jogadores portugueses venceram na final, disputada no Estádio dos Coqueiros

de inicial aos 23´, enquanto que Adalberto Peñaranda e Imanol Iriberry encarregaram-se de dar a volta ao marcador com golos 66´ y 83´, respectivamente. O luso-descendente Pablo Camacho jogou os noventa minutos pela equipa visitante. No José Alberto Pérez, o Trujillanos venceu, por 3-0, o Estudiantes de Mérida. James Cabezas, aos 49´ e 69´, e Sergio Alvarez, aos 92´, assinaram os tentos da parti-

da. O Deportivo Táchira goleou, por 4-0, o Tucanes de Amazonas, em Pueblo Nuevo. Gelmín Rivas, aos 18´ e 32´; Wilker Ángel, aos 30 e César González, aos 45+2´; sentenciaram o triunfo do onze ‘aurinegro’. No estádio José Antonio Páez, o Portuguesa FC não foi além de um empate sem golos ante o Deportivo Anzoátegui, tendo o luso-venezuelano Ricardo Martins jogado os 90 minutos pela equipa

Centro Social Madeirense alia-se ao CS Marítimo Fernando Camara

Clube sediado no Estado de Carabobo quer ajudar a desenvolver o futebol nacional O Centro Social Madeirense celebrou uma aliança com o Club Sport Marítmo do Funchal, que milita na primeira divisão de Por-

oriental. O mesmo resultado foi registado no Brígido Iriarte, entre Atlético Venezuela e Deportivo Petare. O luso-descendente Daniel Da Silva entrou em campo aos 66´. No Rafael Calles Pinto, o Carabobo, dirigido pelo luso-descendente Jhonny Ferreira, derrotou, por 2-1, o Llaneros de Guanare. Aquiles Ocanto, aos 11´, e Jesús Quintero, aos 20´, marcaram pelos ‘granates’. Andrés Ponce, aos 20´, anotou pelo ‘Batallón Santo’.

tugal, com o objectivo de desenvolver o talento futebolístico no país. O presidente da instituição, Paulino Ramos, explicou ao diário Notitarde que treinadores do clube madeirense vão deslocar-se à Venezuela em três fases. Na primeira, para trabalhar com os treinadores locais na área da preparação física; segundo, para observar jogadores das distintas categorias; e, terceiro, para tratar de levar os melhores jogadores para Portugal. Ramos disse que Carlos Pereira, presidente do Marítimo, está interessado no talento venezuelano e foi graças a isso que procurou uma aliança com o Centro Social Madeirense. “Nós temos categorias que vão desde a sub-6 à sub-18 e estas categorias serão beneficiadas com este pacto”, disse Ramos ao Notitarde. O Marítimo é um dos clubes com mais tradição em Portugal e com uma grande base de apoio na Ilha da Madeira.

soltas O ‘cerrador’ venezuelano do Cerveceros de Milwaukee, Francisco Rodríguez, alcançou, no sábado, 20 de Setembro, o décima lugar da lista de lançadores com mais ‘salvados’ na história das Grandes Ligas de Beisebol igualando o esquerdino Randy Myers, com 347 resgates. Também é o jogador mais jovem a acumular tal feito.

José Altuve chegou, no domingo, 21 de Setembro, aos 220 ‘hits’ na vitória por 8-3 do Astros de Houston sobre o Marineros de Seattle. O venezuelano ficou em 4-2. No dia anterior, superou a Magglio Ordóñez e converteu-se no venezuelano com mais imparáveis numa campanha.

O avançado José Salomón Rondón fez um hat-trick na vitória por 5-0 do Zenit de São Petersburgo sobre o Rostov. O avançado venezuelano é o goleador da liga russa com 7 tentos. Em França, Juan Falcón jogou 84 minutos e marcou um golo no triunfo, por 3-1, do Metz sobre o Bastia. Doze velejadores venezuelanos vão participar nos Jogos Centro-americanos e do Caribe 2014 de Veracruz, no México, entre 14 e 30 de Novembro. Alguns membros da comitiva participaram nos Jogos Sulamericanos de Playa Vargas 2014. Windi Graterol, da Columbus Sport 99, converteu-se no primeiro jogador a ganhar, pela segunda vez nesta edição da Liga Nacional de Basquetebol (LNB), a distinção de Mais Valioso da Semana, ao somar os ‘honres’ durante a quinta semana de acção.


Correio da Venezuela | Quinta-feira 25 de Setembro a Quarta-feira 1 de Outubro 2014

Meia Maratona

soltas

Mais de 3000 correram com os Automercados Plaza´s organizada pela cadeia de supermercados. Os vencedores absolutos da meia maratona foram: Norberto Gutiérrez no primeiro lugar, com um tempo de 1:10:11; em segundo lugar, William Díaz, com 1:10:15, e José Lara em terceiro, com 1:10:20. No feminino, chegaram ao pódio: Jennifer Zambrano, com um registo de 1:23:14, Marisela González com 1:26:58 e Yolexa Artahona com 1:30:18. O clima esteve fresco e com pouco sol. Ainda assim, a satisfação dos participantes foi grande, como se pôde ver através de manifestações dos próprios nas redes sociais. Los Scouts de Venezuela apoiaram este evento com uma campanha de reciclagem.

Fernando Câmara

Norberto Gutiérrez e Jennifer Zambrano foram os vencedores nas categorias masculina e feminina. Decorreu, no passado dia 21, a meia maratona de 21 quilómetros e a caminhada de 5 quilómetros dos Automercados Plaza´s. Mais de 3000 atletas partiram às seis da manhã, numa rota entre Las Mercedes, Altamira e regresso pela Avenida Rio de Janeiro até Las Mercedes. Esta foi a quinta corrida

Clubes

Actividades desportivas continuam a crescer no Centro Social Madeirense Clubes

Retomadas aulas de natação no CP Fernando Câmara Reynaldo Torres

As actividades desportivas continuam no auge no Centro Social Madeirense (CSM) de Valência, no Estado de Carabobo, graças às politicas impulsionadas pela actual junta directiva e direcção de desportos. Na sequência desta aposta no desporto, o nadador Reynaldo Torres, desportista da instituição, conseguiu a sétima posição nos 200 metros mariposa, com o tempo de 2.08.60, no Campeonato Nacio-

nal Aberto de Natação, realizado no Parque das Nações Unidas, na cidade de Caracas, de 3 a 6 de Setembro. Posicionou-se como o melhor atleta menor de 18 anos nesta prova. A juntar a isso, finalizou em 13.º nos 50 metros costas. Entretanto, o CSM abriu espaço a uma nova modalidade desportiva, que teve início a 16 de Setembro: A patinagem. As aulas decorrem de terça a quinta, todas as semanas, das 4:00 pm às 6:00 pm, com a professora María Alejandra Rojas, patinadora profissional.

As classes de iniciação e um ‘piscinazo’ marcam o início do calendário das práticas aquáticas Findo o período de férias, o Centro Português, em Caracas, está retomar a prática das suas modalidades desportivas, sendo que a natação é uma das principais apostas da instituição. As-

Desporto 27

sim, duas actividades marcam o arranque desta disciplina. Todos os sábados, das 8:30 às 9:30 da manhã, a professora Katherine Monteverde estará ministrando classes de natação gratuitas desde o nível iniciação, unicamente para sócios. No sábado, 27 de Setembro, entre as 11 da manhã e as 7 da noite, será realizada na área das piscinas a iniciativa “Gran Piscinazo de Regreso a Clases”. Haverá colchões insufláveis, bolas de água e muito mais. Além disso, a música será de DJ Álex Nunes, DJ Jorge Salazar e DJ Uvita.

O basquetebolista nacionalizado venezuelano Donta Smith foi transferido para o Bucaneros de La Guaira, desde o Toros de Aragua, que por sua vez receberá Rafael “Chamo” Pérez, Hebert Bayona e Samuel Marseille. Smith foi o melhor jogador da Venezuela no Prémundial de 2013, no Poliedro, com 14,5 pontos e 7,8 ressaltos por encontro. No domingo, 14 de Setembro, o receptor Wilson Ramos deu o triunfo ao Nacionales de Washington sobre o Mets de Nova Iorque ao bater um ‘home run’ na sétima entrada, com um homem na base. O marcador final ficou em 3-0. Foi o seu décimo quadrangular da temporada. A Venezuela caiu para o grupo II da Zona Americana da Copa Davis ao perder por 1-4 ante o Uruguai. Ricardo Rodríguez, Jesús Bandres, Roberto Maytín e Luis David Martínez representaram as cores nacionais nesta eliminatória. David Souto esteve ausente devido a uma lesão no cotovelo. Por outro lado, o capitão Willy Campos renunciou ao cargo que ocupava há cinco anos.

A venezuelana Stefany Hernández ocupa agora a sétima posição do ranking mundial da modalidade de BMX da União Ciclista Internacional, com um total de 1041 pontos. As suas boas prestações em distintas competições contribuíram para a subida num número importante de posições.


imagens da semana

eles respondem

P r ê m i o Ta l e n t o C o m u n i c a ç ã o S o c i a l 2 0 0 9

‘Speedy’ González estreia-se na Indycar O automobilista venezuelano Rodolfo ‘Speedy’ González assumiu, na passada segunda-feira, 22, o desafio de testar a IndyCar, no circuito Barber Motorsport Park, em Birmingham, Alabama, Estados Unidos, convidado pela escudaria Dayle Coyne Racing. O crioulo conduziu rápido e de forma constante, mas muito prudente, já que tudo era novo: O carro, a categoria, a pista e a equipa com a qual estava a trabalhar. Na primeira saída à pista, focou-se em conhecer um pouco o carro e ir gerindo a pouco e pouco para fazer os ajustes necessários e fazer um bom trabalho, já que pilotos e especialista no circuito estavam atentos ao seu desempenho. Ao concluir a primeira prova, o piloto disse que as viaturas são muito parecidas às da Fórmula Um, mas o volante não é assistido,e por isso é preciso trabalhar muito para dominar a máquina com grande pressão da força G.

#OPINA Algunos prefieren la Catira, la Viuda y la Gringa, mientras que otros optan por las clásicas Pelúa, Sifrina y Dominó. Hay quienes no dejan de comer las Tumbarrancho, Periquera y Reina Pepiada… Los más arriesgados las llenan de Huevos de Codorniz, Bacalao y hasta Rompecolhón. Sea cual sea el relleno, la ‪#‪AREPA‪ es un orgullo para todos y cada uno de los venezolanos, donde quiera que se encuentren. Por eso, te invitamos a que aclames con nosotros: ¡Feliz Día de la Arepa! DiaMundialDeLaArepa Y a ti: ¿Con que te gusta la arepa?

Lisboa chegou a ficar parecida com Veneza... A passada segunda-feira, 22 de Setembro, último dia do verão em Portugal, foi de temporal, em particular, de uma forte chuvada na região de Lisboa. Várias partes da capital ficaram completamente alagadas. A intensidade foi tal que arrastou esplanadas em Alcântara, por exemplo. As ruas da Baixa estiveram cortadas, mas também na Alta de Lisboa se registaram estragos. Em Benfica também se registaram inundações e a Praça de Espanha transformou-se num autêntico lago. A Câmara de Lisboa diz que foi apanhada e surpresa e só foi informada da previsão meteorológica de chuva forte em cima da hora. Entre as duas e as três da tarde, a hora de maior precipitação, o Regimento Sapadores de Bombeiros registou mais de 150 pedidos de ajuda.

Baeta Armindo T la mejor h de codorniz con mechada Seni Semog como la rellenes siempre es rica.

Correio de Venezuela / @correiodvzla

Moises Efrain Teixeira Rangel la reina pepeada es la mejor, pero con hambre hasta con mantequilla nada mas es buena jajajaja Jorge Nieto las abuelas las preparaban fritas con un huequito en el centro, jamón con tomate y un toque de mayonesa..!!! dios. Izabel Santana AREPA ADORO ! Americo de Olival Reina ALASKA, que buenas eran Filosmar Para mi la mas divina es con Mahonesa y Diablito Elydefreitas La arepa q más me gusta es la de pernil con queso amarillo y mantequilla ummmm...

Correio da Venezuela 575  

Edición 575

Correio da Venezuela 575  

Edición 575

Advertisement