Page 1

1


PRECISOU PAGAR PASSAGEM? POUPE! Na hora de realizar, fale a língua do P, de poupança.

SAC CAIXA: 0800 726 0101 (informações, reclamações, sugestões e elogios) Para pessoas com deficiência auditiva ou de fala: 0800 726 2492 Ouvidoria: 0800 725 7474 facebook.com/caixa twitter.com/caixa

2


c a i x a . g o v. b r

Pensou poupanรงa, pensou CAIXA.

3


RICARDO ZIEHLSDORFF Diretor - Corre Brasil

“Somos reconhecidos pela excelência em organização, segurança e atendimento em nossas provas de corrida de rua, por isso queremos proporcionar o momento ideal para você correr atrás dos seus objetivos. Entre nesse movimento e #vemcorrercomagente #vemcorrercomagente”

EXPEDIENTE: DIRETOR: Ricardo Ziehlsdorff ATENDIMENTO: Kenya Barossi

COLUNISTAS

atendimento@correbrasil.com.br

Conheça os profissionais que colaboraram nessa edição da Revista Corre Brasil.

FINANCEIRO: Luciane Soares financeiro@correbrasil.com.br

GUSTAVO CARDOSO MELEGASSI CRN 10-4439

MARKETING e COMUNICAÇÃO:

Colaborador da coluna Corra Leve, Gustavo é nutricionista, especialista em Fisiologia do Exercício e Bodybuilding Coach.

marketing@correbrasil.com.br

www.gustavomelegassi.com

Juliane Dal’Maso Bogo

PARCERIAS E NOVOS PROJETOS Mariana Neves projeto@correbrasil.com.br

ROBERTO VILELA CREA 42514-1 Apaixonado por corridas, Roberto tem experiência em gerenciamento de processos industriais e é diretor executivo e comercial da Mega Assessoria Empresarial e colabora na coluna Trabalho X Esporte. www.megaempresarial.com.br

ADMINISTRATIVO Marcia Costa adm@correbrasil.com.br ESTRUTURA E LOGÍSTICA Robson Rodrigues

BRAVA PILATES

CREFITO 10 117392-F | CREFITO 10 113257-F

Leandro dos Santos

Lorena Chaves e Jaqueline Bilibiu são Fisioterapeutas no espaço Brava Pilates em Baln. Camboriú e colaboradoras da coluna Sua Saúde.

FOTO CAPA

www.facebook.com/bravapilates

Foco Radical CIRCULAÇÃO

POR FALAR EM CORRIDA

Santa Catarina, Paraná,

Enio Augusto e Guilherme Preto possuem o portal Por Falar em Corrida, abordando diversos assuntos sobre o mundo da corrida de forma informativa e divertida!

Rio Grande do Sul e São Paulo

www.porfalaremcorrida.com

www.correbrasil.com.br

GUSTAVO MAIA

facebook.com/correbrasil instagram.com/correbrasil youtube.com/vemcorrercomagente

Jornalista e corredor, Gustavo também é apresentador do Programa Fôlego, viajando e exibindo os eventos mais importantes da corrida de rua do mundo! www.programafolego.com.br

Aqui você encontra o calendário com todas as corridas de Santa Catarina. www.corridassc.com.br


18 - Corrida Rustica de Praia Portonave de Navegantes

15 - Meia Maratona de Chapecó 29 - Meia Maratona Inter. Bal. Camboriú

08- Movimento Cooper - Blumenau 15 - Meia Maratona de Blumenau 22 - Movimento Cooper Jarag. do Sul 29 - Meia Maratona de Brusque

14 - Corrida pela Paz 21 - Meia Maratona de Pomerode

10 - Meia Maratona de São José

24 - Circuito Brisas Praia Brava/Itajaí 17 - Corrida Unimed - Brusque

05 - Meia Maratona de Joinville 19 - Corrida Unimed Caçador

03 - Balneário Night Run 25 - Meia Maratona Inter. Florianópolis

5

02 - Movimento Cooper Indaial 09 - Riders Mountain Bike Festival 16 - Corrida Unimed - Blumenau

23 - Meia Maratona de Araranguá 30 - Corrida e Caminhada Gomes da Costa

15 - Meia Maratona de Natal de Lages


TRABALHO X ESPORTE Por Roberto Vilela

SUA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL CORRE COM VOCÊ? A cada ano que passa tenho a impressão de que os dias ficam mais curtos, as semanas e os meses também. O calendário muda e corremos – literalmente - para acompanhar e atender a enxurrada de demandas que são colocadas sobre as nossas mesas e carreiras profissionais.

Aliás, a palavra evoluir está muito em evidência, pois o contínuo desenvolvimento é a única garantia para nos mantermos competitivos e até mesmo empregáveis. Em meio ao ambiente turbulento e dinâmico do mundo corporativo, estamos nós, os corredores amadores.

Somos constantemente bombardeados por inovações, mudanças nos modelos de negócios e conceitos. Até mesmo algumas verdades que pareciam inquestionáveis e irrefutáveis deixam de valer e precisamos evoluir.

Buscamos equacionar e equilibrar estas demandas, cumprir nossas planilhas de treino e ainda atingir as nossas metas pessoais. A pressão gerada pelos fatores profissionais, familiares e esportivos, muitas vezes nos levam em determinados momentos ao limite, provocando estresse, irritabilidade e até

6


mesmo perda de performance. Nestes momentos é que a inteligência emocional se faz necessária. Lidar de maneira inteligente e equilibrada com os mais distintos sentimentos que nos pressionam é fundamental para manter o controle e continuar EVOLUINDO, lembram da palavra? Em muitos momentos chegamos para as provas preparados, pois cumprimos rigorosamente as orientações do treinador, nutricionista e atletas mais experientes. Mas, ao longo da corrida sofremos a influência de fatores que dificilmente podem ser simulados e acabamos perdendo para nós mesmos. Na realidade, a falta de inteligência emocional gera uma série de inseguranças e ativa distintos medos ou receios, fazendo com que percamos a concentração e, consequentemente, controle da situação. São aqueles dias em que não sabemos explicar o real motivo do desempenho abaixo da expectativa e saímos da competição com a sensação de impotência e decepção. Portanto, fortalecer a mente é tão importante quanto fortalecer os músculos, treinar o corpo e correr longas distâncias. Observe os sinais que seu corpo e a mente emitem. Analise se não está precisando drenar a tensão, cobrarse menos ou até mesmo fazer uma pausa nos treinos mais intensos

ou competições. A máxima sempre assertiva do “menos é mais”, também aplica-se neste momento. Monitore com atenção a sua saúde e os seus resultados. Converse com seu treinador e com atletas mais experientes. Certamente já passaram por momentos similares. O controle da inteligência emocional por sua vez também fortalece e muito o atleta. Existem vários casos de superação e performances que excedem os conceitos lógicos, obtidas por intermédio de muito controle e inteligência emocional. Trabalhe e fortaleça a sua mente na mesma proporção que você faz com seu corpo e esteja seguro que em breve perceberá uma grande evolução. Leia de tudo sempre que puder, aprenda coisas diferentes e jamais limite a sua mente. Converse com pessoas de diferentes níveis intelectuais e faixas etárias. Continue treinando forte, acreditando em sua capacidade e seguindo as orientações dos profissionais que lhe assistem.  Sucesso e boas corridas! *Corredor amador e apaixonado pelo esporte, Roberto Vilela é especialista nas áreas de gestão e estratégias comerciais. Atua em todo o Brasil com clientes de médio e grande porte, com serviços de consultoria comercial, treinamentos e palestras. É também autor do livro Em Busca do Ritmo Perfeito, em que traça um paralelo entre as lições que vivenciou no mundo das corridas e o dia a dia nos negócios.

Roberto Vilela é diretor da Mega Empresarial MEGAEMPRESARIAL.COM.BR

7


8


9


#EUCORROPORAQUI Essas são as fotos selecionadas através das nossas redes sociais da Campanha Por Onde Você Corre. Participe você também com a #eucorroporaqui + #correbrasil. A cada edição uma nova seleção! Daiani Boaventura | @daianiealessandrocabelereiros Percurso: Daiani fez 5km e seu filho Davi 100m na Maratoninha Kids - Meia Maratona Caixa de Araranguá/SC

Alice Geisler | @alicegeisler

Percurso: 10km na 6ª Corrida Gomes da Costa em Itajaí/SC.

Janice | @janice.run

Rafael Silva | @rafasilvaas

Percurso: 5km na Meia Maratona Caixa de Brusque/SC

Percurso: 10km na Meia Maratona de Joinville/SC.

Acompanhe nossas redes sociais e fique ligado nas novidades. @correbrasil

/correbrasil

10

/vemcorrercomagente


11


HISTÓRIA DE CORREDORES

ANDRESSA RODRIGUES

“A minha história com a corrida não tem nada de convencional, isso pra não dizer que é pra lá de atropelada. Na escola, na educação física, tinha muita dificuldade em ficar dando voltas na quadra e pensava: “como as pessoas conseguem correr sem parar, sem doer a barriga, sem ter falta de ar?”. E tinha quase que um devaneio, “ah , se eu pudesse correr...”.

Tem uma

história de

superação para contar e inspirar outros atletas?

Entre em

Os anos se passaram e naquelas de melhorar a saúde e buscar a boa forma acabei adquirindo uma esteira caseira. Nessa época, descobri que minha filha tinha uma cardiopatia aos dois anos e deveria passar por cirurgia. Para desestressar, comecei a fazer caminhadas aceleradas na esteira e um belo dia lancei o desafio de correr 5 minutos sem parar. Para meu espanto, eu consegui. Fiquei muito emocionada, então fui testando intercalar trotes e caminhadas rápidas enquanto ouvia músicas, mantras e fazia pensamentos positivos.

contato conosco pelo email marketing@ correbrasil.com.

br

Pode ser

que sua

história apareça aqui na coluna

“História de Corredores”.

Minha filha operou, deu tudo certo e eu estava me formando em medicina. Desta forma, havia muitos plantões e acabei deixando a esteira de lado. Porém, sempre quando via alguém correndo na rua me dava aquela baita vontade de correr, e pensava: “um dia volto a fazer isso”. Três anos depois, em 2013, entrei em uma academia para buscar boa forma e fazia um treino que intercalava musculação e aeróbico.

12


com um tempo bem legal. Fiz outras 2 meias, melhorando meu tempo em cada uma delas. Meu treinador daquela época me indicou então uma maratona em Florianópolis.

Pra quê?! Aí desandei a matar as séries de musculação para ficar mais tempo na saudosa esteira. Fazia em torno de 3 a 6 km umas 3 vezes por semana. Nessa época, eu era tabagista.

Comecei os treinos específicos e em 2 meses estava pronta, já que naquele ano tinha feito praticamente uma base boa. Em 27/08/2017, fiz minha primeira maratona e simplesmente me apaixonei pela distância. Aí o caminho seria sem volta. Este ano, realizei 2 maratonas, uma no primeiro semestre em Santiago, no Chile, e outra no segundo semestre em Florianópolis novamente.

Tomei coragem quando vi uma foto de uma corrida feminina, tudo rosa e me inscrevi. No dia da corrida, apaguei o cigarro poucos minutos antes da largada e fui. Amei. Simples assim. Terminou a corrida e pensei que gostaria de fazer aquilo para sempre. O bichinho da corrida havia me picado. Porém, tive alguns problemas de saúde e não consegui ir mais à academia, corria uma vez ou outra no estacionamento do condomínio e a corrida foi deixada de lado por um tempo.

A corrida me fez acessar coisas maravilhosas. Sempre apareceu em momentos cruciais em minha vida. Hoje em dia, além de treinar para alcançar o índice de Boston, estou em transição de carreira para uma medicina voltada para o esporte. E com certeza já alcancei coisas inimagináveis dentro de mim mesma. Foram muitas conquistas e muitos amigos. E que venha a próxima maratona.”

Em 2016, voltei para academia, novamente fazendo treino de força e aeróbico. Comecei a escutar podcasts de corrida e fui aumentando as distâncias. Em 2017, encomendei um relógio GPS e entrei em uma assessoria esportiva. Fiz a inscrição em uma meia maratona, a qual consegui completar abaixo de 2 horas,

13


Os Transtornos de Ansiedade, Pânico e Depressão são doenças que podem afetar qualquer um. A OMS (Organização Mundial de Saúde), alerta para um aumento importante destas patologias, sendo que no Brasil a depressão atinge 5,8% da população enquanto os distúrbios relacionados à ansiedade 9,3%.

muito de sua capacidade. Cada vez mais se têm estudado a importância de exercícios físicos e seu impacto na saúde mental. O cérebro é repleto de substâncias químicas, elas são responsáveis pela manutenção do nosso equilíbrio. Acima de 20 minutos de exercício aeróbico, o cérebro libera endorfina, substância que gera euforia, sensação de bem estar e relaxamento muscular. Ultrapassando este período uma série de eventos acontecem em nosso organismo, aumentando mais ainda o beneficio do movimento. Quando a prática é regular, há visível alteração no humor , na disposição e na capacidade de tomar decisões. Sempre oriento os pacientes que pratiquem exercícios, para reduzir estresse, sentirem-se motivados, melhorando a qualidade de vida diretamente.

Estas doenças geram alterações importantes na vida, provocando apatia, pensamentos negativos, incapacidade de tomar decisões, medos diversos, sintomas físicos, (tonturas, sudorese, taquicardia), e em casos graves podem levar ao suicídio. Independente da gravidade de sintomas, há prejuízo visível na qualidade de vida. Inúmeros fatores contribuem para estes quadros, questões genéticas, doenças associadas, fatores externos tais como: perda de pessoas queridas, dificuldades financeiras, separações, e hábitos ruins, como sedentarismo, má qualidade de sono e alimentar.

Não podemos controlar a vida e o que acontece nela, porém podemos controlar algumas medidas que diretamente irão modificar sua qualidade. Movimente-se, corra literalmente atrás de sua felicidade e equilíbrio!

Em uma época onde o tempo é cada vez mais curto, e a exigência cada vez maior temos que ficar atentos, para inserirmos em nosso cotidiano medidas que nos auxiliam a melhorar a qualidade de nossas vidas. O exercício físico regular é uma das mais importantes.

Dra. Andrea Breitenbach Médica Psiquiatra - CRM 11759 RQE 7801 Rua João Bauer, 498 - Sala 403 - Centro - Itajaí/SC

O corpo humano não foi feito para ficar parado. Sedentário, ele adoece, entristece e perde

47. 3046-0911 | 47. 99682-9303

14


15


A Cidade Mais AlemĂŁ do Brasil

te espera de 9 a 21 de Janeiro de 2019

a 36 - Festa @festapomerana /festapomeranaoficial

Pomerana Prefeitura de

Pomerode 16


DESTAQUE

20 e 21.OUT.18 21km | 6km | 10km Trail | Kids

ORGANIZAÇÃO:

REALIZAÇÃO:

APOIO:

PATROCÍNIO:

17

INSCRIÇÕES:


PROGRAMAÇÃO Percurso 10km Trail Run Data: 20 de Outubro às 16h Local: Pavilhão Municipal de Eventos Festa Pomerada - Pomerode/SC

Entrega de Kits Data: 20 de Outubro - Sábado Horário: 10h às 19h Local: Pavilhão Municipal de Eventos Festa Pomerana - Rua 21 de Janeiro, 2150 Centro - Pomerode/SC

Percursos 6km e 21km Data: 21 de Outubro - Domingo Largada 21km: 7h Largada 6km: 7h15 Local Largada: Pórtico Turístico Sul Local Chegada: Pavilhão Municipal de Eventos

* Obrigatório levar 1 kg de alimento não perecível, conforme regulamento.

PREMIAÇÃO Geral Individual Masc/Fem 21km 1º Troféu + R$ 1.000 2º Troféu + R$ 500 3º Troféu + R$ 300 4º Troféu + R$ 200 5º Troféu + R$ 150

Geral Individual Masc/Fem 10Km Trail 1º Troféu 2º Troféu 3º Troféu 4º Troféu 5º Troféu

Categorias Fx Etária Masc/Fem 21Km

Geral Comunidade Masc/Fem 21km 1º Troféu 2º Troféu 3º Troféu 4º Troféu 5º Troféu

A/L– 18 a 24 anos B/M – 25 a 29 anos C/N – 30 a 34 anos D/O – 35 a 39 anos E/P – 40 a 44 anos

Categorias Fx Etária Masc/Fem 10Km Trail

Geral Individual Masc/Fem 6Km 1º Troféu 2º Troféu 3º Troféu 4º Troféu 5º Troféu

A/G– 16/18 a 24 anos B/H – 25 a 34 anos C/I – 35 a 44 anos D/J – 45 a 54 anos E/L – 55 a 64 anos F/M – 65 em diante

F/Q – 45 a 49 anos G/R– 50 a 54 anos H/S – 55 a 59 anos I/T– 60 a 64 anos J/U – 65 a 70 anos K/V – 70 em diante

Cat. Comunidade Masc/Fem 6Km 1º Troféu 2º Troféu 3º Troféu 4º Troféu 5º Troféu

MARATONINHA KIDS Maratoninha Kids Data: 21 de Outubro - Domingo Largada: 9h30 Local: Pista de Atlestismo aos Fundos do Pavilhão de Eventos

Categorias Maratoninha Masc/Fem Masc/Fem: De 5 a 7 anos – 100m Masc/Fem: De 8 a 10 anos – 200m Masc/Fem: De 11 a 12 anos – 400m Masc/Fem: De 13 a 14 anos – 400m

*Idade mínima 5 anos

18


PERCURSOS

19


SUA SAÚDE Por Gustavo Melegassi

NUTRIÇÃO COMO COADJUVANTE NA PREVENÇÃO E TRATAMENTO DE LESOES competitividade e nível de desempenho exigido aos atletas, principalmente de elite, surge um “novo” tipo de lesão denominada de overuse, resultantes de micro lesões repetitivas no mesmo tecido ou estrutura, ao longo do tempo, sendo as mais comuns as fraturas por estresse, as tendinites e a osteoartrite.

Apesar dos avanços nas técnicas de treinamento, materiais esportivos, conhecimentos sobre alimentação e suplementação, dados epidemiológicos referentes às diversas modalidades desportivas revelam uma elevada prevalência de lesões com perfis multifatoriais, influenciando o rendimento e desempenho desportivo.

Uma ótima nutrição é essencial para melhorar o rendimento, freando os mecanismos de fadiga e prevenindo doenças e lesões decorrentes do treinamento.

As lesões mais comuns são as musculares, ligamentares, tendinosas, e as esqueléticas ou ósseas. Associado a crescente

20


ANTIOXIDANTES: O estresse oxidativo causa a diminuição das capacidades físicas e do rendimento, levando em situações mais graves à destruição de membranas e proteínas celulares, estruturas articulares entre outras lesões, decorrentes da peroxidação lipídica que ocorre nas células musculares.

CARBOIDRATOS: A depleção das reservas musculares de glicogênio leva à ocorrência da fadiga, que se associa a lesões musculares, assim os músculos tendem a perder força e capacidade contrátil, diminuindo a proteção articular. A manutenção da glicemia durante corridas longas se faz necessária pois o mau funcionamento do sistema nervoso central originado pelo insuficiente aporte de glicose, origina alterações do equilíbrio, da coordenação neuromuscular, da proprioceptividade, da concentração e da atenção, aumentando a predisposição às lesões.

CÁLCIO E VITAMINA D: O cálcio é um importante elemento para a realização da contração muscular, e também contribui na densidade óssea. Estudos demonstraram que a prática de exercício físico pode aumentar a massa óssea, isso associado com uma alimentação que contenha grandes quantidades de cálcio e produtos lácteos, pois a exclusão desses alimentos pode aumentar os riscos de fraturas. A Vitamina D tem importante papel no organismo, pois além da melhora da imunidade ela que faz a absorção do cálcio para a fixação nos ossos. Uma baixa taxa dessa vitamina pode dificultar a absorção de cálcio, podendo ocorrer riscos de lesões.

PROTEÍNAS: As proteínas possuem função essencial na reparação, manutenção e síntese muscular e que, poderão ser fonte energética em exercícios de longa duração, isso quando as fontes de glicogênio no fígado diminuem, e começam a suprir glicogênio intramuscular para gerar ATP, assim podendo ocorrer as lesões musculares. Importa referir que a ingestão de proteína e carboidrato, torna mais eficiente a síntese proteica e a reposição do glicogénio muscular, atuando de forma sinérgica numa melhor recuperação.

Uma quantidade equilibrada de nutrientes é essencial para a reparação de danos musculares, assim isso pode ser obtido com o auxílio de um nutricionista para ajustar de acordo com as necessidades de cada atleta, pois a composição de cada indivíduo depende de múltiplos fatores, como o sexo, a idade, a modalidade praticada, a posição em campo ou a especialidade de corredores, o nível de prestação desportiva. Assim, reajustando as necessidades energéticas e nutricionais, de forma a otimizar a recuperação e acelerar a reabilitação para que no regresso à prática desportiva do corredor.

21


ENERGEL BLACK Seu corpo precisa de uma boa fonte de energia durante uma atividade física, pensando nisso desenvolvemos o Energel Black, sua absorção gradual e contínua retarda a fadiga precoce e mantém a reposição de glicogênio muscular. Adicionado de eletrólitos, mantém o equilíbrio isotônico garantindo um melhor desempenho e recuperação. Contém cafeína, que mantém o recupe estado de alerta ativo e ainda dá o pique necessário para o melhor rendimento nas atividades. Agora também nos sabores Frutas Vermelhas, Limonada e Abacaxi.

SALTED CARAMEL

GUARANÁ COM AÇAÍ

22


UVA VERDE LIMONADA MORANGO

FRUTAS VERMELHAS

ABACAXI

23


FÔLEGO Por Gustavo Maia

24


UM DIA PARA A HISTÓRIA

Coube a mim espalhar a palavra entre a multidão que me acompanhava no pace de 6min/km, que o cara mais admirado do mundo da maratona, tinha finalmente e, por mérito já com atraso, quebrado a marca um dia fora de Ronaldo da Costa e atualmente pertencia ao compatriota Dennis Kimetto. Espalhar a boa nova é incentivador. Ganhei até alguns segundos no meu pace. Parece que a multidão acelerou com ele, empurrada pela novidade. Em dois km já havia espectadores com cartazes ostentando a nova marca da maratona, 1:15 mais rápida que a anterior. Meu final de prova já não importava. O de ninguém mais importava. Nós éramos testemunhas oculares da história.

Estar na hora certa, no lugar certo e ver a história sendo escrita em tempo real. Nestes quase dez anos de maratonas pelo mundo, poucas vezes pude ter a sensação de estar no olho do furacão, como tive no km 20 da Maratona de Berlim. Vale ponderar que pra mim já não se tratava de uma data qualquer. Eu estava no processo para completar a distância dos 42km pela septuagésima vez. As setenta maratonas já eram motivo de sobra pra me deixar emotivo, mas o que se deu nas ruas da capital alemã, marcaria as vidas daqueles 40 mil maratonistas que dividiam as avenidas com o cara mais rápido da história. Eliud Kipchoge, 2 horas, 1 minuto e 39 segundos depois de dada a largada, faria daquele domingo, um dia inesquescível.

Por fim, como se fosse programado pela organização, mas que de fato fora obra do acaso, a medalha de todos os maratonistas da prova ostentaria a face do novo recordista. Isso porque Kipchoge havia sido escolhido como homenageado pela Maratona de Berlim, por ter sido campeão olímpico dois anos antes. Sendo assim, além de testemunhas da história, ainda teríamos no souvenir mais cobiçado de qualquer maratonista, uma lembrança daquele que se tornaria o dia mais inesquescível das nossas humildes histórias nas corrida. Por mais dias históricos como este, vamos pra cima. Um pé na frente do outro, em busca da maratona perfeita.

Já deu pra você entender então que, enquanto o recordista mundial atravessava a linha de chegada, eu ainda brigava para chegar na metade da prova. Tudo bem. Sem estresse, afinal, eu estava mais ligado na prova dele do que na minha. Levava o telefone em punho pra garimpar as notícias sobre a eventual quebra, que eu estimava, aconteceria de qualquer maneira naquele dia. Duas horas de prova e algumas sapiadas sem sucesso no Instagram, quase me fizeram crer que não era dia de recorde.. mas eu tinha que me certificar: liguei então para a assessora da Adidas que estava na meta, pra que ela sim, finalmente me informasse que a maratona tinha um novo recordista.

Gustavo Maia é apresentador do Programa Fôlego PROGRAMAFOLEGO.COM.BR

25


Simone Ponte Ferraz atleta elite catarinense

POLIAMIDA ESTAMPADA

POLIAMIDA LISA

26


MALHAS TECNOLÓGICAS PARA PERFORMANCE SPORT DRY PROTEÇÃO UV ANTIMICROBIANO CONFORTO TÉRMICO

NÓS INSPIRAMOS O MOVIMENTO 27

/rvbinspira


VIDA DE CORREDOR Por Falar em Corrida

28


PAUSA, O CORPO E A MENTE AGRADECEM que precisar ninguém precisa, mas quando colocamos objetivos e metas, acabamos nos obrigando a cumprir a planilha.

Há sempre uma mistura de sentimentos ao fim de um ciclo de treinos: ficamos satisfeitos pelos objetivos concluídos, às vezes um pouco decepcionados com os resultados, outras vezes felizes por fazer o que se propôs e também sentimos um certo alívio por tudo ter acabado.

Então, parar e descansar, não ter mais essas “obrigações”, acaba dando um alívio na mente, no corpo e em tudo. Não paramos totalmente. Continuamos em movimento, correndo, mas de forma mais recreativa, mais relaxante, sem tanto compromisso com ritmos e tempos. As horas livres aparecem e fazemos outras coisas, podemos focar em outras áreas, sejam pessoais ou profissionais. Inclusive, há mais disponibilidade para planejar o ciclo de treinos seguinte.

Seja uma maratona, uma meia ou qualquer outra prova para a qual treinamos, o ciclo de treinamento segue uma rotina. Começamos com o treino de base, colocamos mais volume, mais intensidade, diminuímos volume e chega o dia da prova desejada. Todo esse planejamento, todos esses treinos, tudo envolve muita disciplina e preparação. Tem que correr, fazer fortalecimento e alguns ainda se envolvem outras atividades paralelas relacionadas ao esporte. Esse dia a dia acaba nos fortalecendo fisicamente, mentalmente, mas também nos desgasta quase que na mesma medida.

Nesses momentos, precisamos entender que a pausa é necessária. Eventualmente, até parar totalmente por uma semana ou mais não é o fim do mundo. O corpo e a mente agradecem. Um pouco do condicionamento é sempre perdido, mas ele se recupera com o treinamento adequado. Não é preciso se desesperar. Seguindo tudo certinho, sem pular etapas, a evolução virá passo a passo.

O cansaço mental, mais até do que o físico, chega quase ao limite no fim de um ciclo de treinos. Por isso que ao cruzar a linha de chegada daquela corrida que foi planejada por meses sentimos um alívio. O resultado pode vir ou não, mas o alívio, ah, ele sempre vem.

Geralmente, o fim do ano traz também o fim do ciclo de treinos. Ainda temos mais alguns meses neste ano para buscar os últimos objetivos. Depois, descansar e pensar no próximo ano e no próximo ciclo. Treinar, correr, participar de provas, ter objetivos, tudo é muito bom. Porém, o descanso, principalmente mental, é importante para que sigamos praticando o esporte durante muito tempo de forma saudável.

Ficamos mais livres. Não precisa mais acordar cedo nos dias de semana, não precisa sair para correr à noite depois de um dia difícil de trabalho ou não tem que reservar os fins de semana para os treinos longos. Sabemos

29


SUA SAÚDE Por Brava Pilates

QUER MELHORAR SEU PACE? Dores, contraturas, estiramentos, torções, câimbras e luxações, nós corredores já sentimos isso em algum momento nos treinos ou competições. As lesões musculares na prática de atividade de intensidade (explosão ou resistência) são muito comuns entre atletas. Para a prevenção dos problemas musculares o nosso corpo precisa de um bom preparo e uma grande liberdade articular e muscular. E essa combinação de flexibilidade com mobilidade trabalhada na liberação miofascial é o que propomos para nossos atletas no Brava Pilates. A liberação miofascial é uma técnica de relaxamento muscular, que, segundo historiadores já era utilizada na Grécia Antiga como forma de recuperar as condições musculares dos atletas olímpicos. Mas, foi nos EUA que a liberação miofascial ganhou o devido reconhecimento como uma poderosa manobra capaz de preparar e reparar os músculos para as atividades físicas. Quando falamos em fáscia, falamos em uma camada de tecido conjuntivo, frouxo ou denso, que envolve estruturas corporais. Nela encontram-se vasos e

30

nervos, sendo a mesma responsável pela sensação de dor, que é a resposta do músculo a um estímulo físico. No nosso dia a dia estamos a todo o momento trabalhando em conjunto com as fáscias e os músculos, desde uma simples caminhada até a uma potência máxima de esforço. A melhora no desempenho do ‘’Pace’’ vem quando você permite passadas mais ágeis combinadas com um corpo mais livre, sem reflexo de resistência ou travas. A liberação miofascial, portanto, teria a função de “destravar” as fáscias, por meio de técnicas manuais ou com aparelhos, capazes de restaurar a sua função, devolvendo a força muscular, diminuindo as tensões, eliminando as dores, trazendo assim de volta os movimentos naturais da musculatura. Devolver a saúde dos músculos e o seu funcionamento é o que buscamos no trabalho desenvolvido com os atletas no Brava Pilates, ganho de força, resistência, mobilidade e flexibilidade, é o que potencializa a sua corrida!


31


www.vemcorrer .com

SEU PRÓXIMO DESAFIO ESTÁ AQUI. Sua vida é movida a desafios. Todos os dias você é colocado a prova e pode melhorar suas habilidades, escolhendo aonde quer chegar. Nós sabemos que você sempre pode ir além, mais longe. Mas para isso, é preciso dar o primeiro passo.

Conheça seu novo portal de inscrições online e prepare-se para seu próximo desafio.

@vemcorrercom

/vemcorrercom

VOCÊ ESCOLHE SEUS DESAFIOS. 32

Profile for Corre Brasil

Revista Corre Brasil #47  

Edição Meia Maratona Caixa de Pomerode 2018

Revista Corre Brasil #47  

Edição Meia Maratona Caixa de Pomerode 2018

Advertisement