Page 1

Boletim

Bairro a bairro Carro Biblioteca da Escola de Ciência da Informação

Universidade Federal de Minas Gerais – Ano 21 – Nº 1 – Março/ 2017

Estamos de volta! A primeira edição do Boletim Bairro a Bairro de 2017 sempre é publicada em março porque é o mês que o Carro Biblioteca volta a circular pelas comunidades! E neste mês vamos destacar duas datas especiais: o Dia Internacional da Mulher e o Dia do Bibliotecário! Afinal de contas, você sabe qual a origem dessas comemorações? A receita que trazemos é deliciosa e muito fácil de fazer: você já comeu panqueca de carne moída? Hmmm... só de falar já dá água na boca! A Hora da leitura! traz uma divertida e inusitada tirinha e a poesia de destaque fica por conta de Ferreira Gullar, grande escritor brasileiro que morreu em dezembro passado deixando um grande legado literário. Na profissão do mês vamos falar das várias facetas da graduação em música, afinal, o músico não vive só de gaita: é necessário estudo, empenho e dedicação! Por fim, você vai conhecer o Espaço de Leitura da UFMG, um ambiente aberto ao público que permite a leitura de lazer e entretenimento bem no coração do Campus Pampulha.

Boa leitura!

O Boletim Bairro a Bairro é o boletim informativo do Carro-Biblioteca do Centro de Extensão da Escola de Ciência da Informação da UFMG na sua comunidade! Visite o nosso site: carrobib.eci.ufmg.br


Expediente Projeto Boletim Bairro a Bairro Edição Olívia Araújo Alberto Projeto gráfico e diagramação Gustavo Luís Veloso Horta Coordenação e Revisão Profª Marina Cajaíba da Silva Horta

Carro-Biblioteca Coordenação do Carro-Biblioteca Prof. Fabrício José do Nascimento Co-coordenação e Bibliotecária Responsável Gracielle Mendonça Rodrigues Gomes Subcoordenadora e secretária do Cenex Gilma Pereira Funcionário administrativo Edson Lucide do Nascimento (motorista) Bolsistas Ana Flávia Massêo (Letras), Bianca Ribeiro (Museologia), Claudiana Gomes (Letras), Guímel Fonseca (Letras), Larissa Sabino (Letras), Maria Alice da Silva (Letras), Matheus Aguiar (Biblioteconomia), Olívia Araújo Alberto (Biblioteconomia)

Projetos associados - coordenadores Projeto Boletim Bairro a Bairro Profª Marina Cajaíba da Silva Horta Projeto A cidadania da infância em hipermídia Profª Maria Guiomar da Cunha Frota Projeto Conto e Reconto Profª Adriana Bogliolo Sirihal Duarte e Bibliotecária Raquel Miranda Vilela Projeto Inclusão Digital Profª Renata Maria Abranches Baracho Porto e Profª Cátia Rodrigues Barbosa

Agenda de visitas às comunidades 2017 Comunidades Dias Horários São Marcos Segunda 14h – 16h Bonsucesso Terça 9h – 11h Goiânia Quarta 14h – 16h Lagoa Quinta 14h – 16h Morada do Rio Sexta 9h – 11h Tiragem: 120 exemplares

Ilustrações: Freepik.com

Estamos também no Facebook! Perfil: Carro Bibloteca cenex ECI Página: Programa Carro-Biblioteca

boletimbairroabairro@gmail.com Av. Antônio Carlos, 6627. Pampulha CEP: 31.270-901 Tel.: 3409-5202 Impressão: Imprensa Universitária da UFMG


Hora da leitura!

Disponível em: <http://www.pirineu.com.br/imagens.php?imagem=224&galeria=58>. Acesso em: 10 fev. 2017.

Um instante Ferreira Gullar

Aqui me tenho Como não me conheço nem me quis sem começo nem fim Aqui me tenho sem mim nada lembro nem sei

À luz presente sou apenas um bicho transparente

Ferreira Gullar nasceu em São Luís, no Maranhão, em 10 de setembro de 1930 e desde 1940 já escrevia poesias. O reconhecimento da importância de sua obra, contudo, aconteceu apenas a partir da década de 1990, período em que foi agraciado com diversos prêmios e homenagens, entre os quais o Prêmio Jabuti, o Prêmio Machado de Assis e o Prêmio Camões, além de uma indicação ao Prêmio Nobel de Literatura no ano de 2002. Ocupou uma das cadeiras da Academia Brasileira de Letras em 2014 e faleceu recentemente, em 04 de dezembro de 2016, na cidade do Rio de Janeiro, em decorrência de vários problemas respiratórios que culminaram em uma pneumonia. Gostou do poema1 deste mês? Este e muitos outros poemas de Ferreira Gullar podem ser encontrados no acervo do Carro-Biblioteca! GULLAR, Ferreira. Toda poesia (1950-1980). Rio de Janeiro: Civilização brasileira, 1980. 444 p.

1


Você sabia?

8 Março de

DIA INTERNACIONAL DA

MULHER

Essa data foi escolhida numa tentativa de se igualar os princípios entre homens e mulheres. O primeiro Dia Internacional da Mulher foi comemorado em 1908 nos Estados Unidos, quando aproximadamente 1500 mulheres manifestavam a favor da igualdade econômica e política no país. Muitas pessoas acreditam que essa data tão importante surgiu em 1911 após um incêndio em uma fábrica têxtil em Nova York, em ocasião da morte de mais de 100 operárias. Mas, na realidade, antes desse incidente, outros movimentos femininos, tal como a II Conferência de Mulheres Socialistas, já aconteciam ao redor do mundo. O propósito era a luta por vários direitos, sobretudo na área trabalhista, como a redução da carga horária e melhoria das condições de trabalho. A oficialização do Dia Internacional da Mulher surgiu somente 67 anos depois do primeiro dia de comemoração. A data “8 de março” foi reconhecida pelas Nações Unidas em 1977. No Brasil, as movimentações em benefício dos direitos da mulher originaram-se no início do século 20 que, assim como nos demais países, buscavam melhores condições de trabalho e qualidade de vida. Gostou de conhecer um pouco mais sobre o Dia Internacional da Mulher? Você pode encontrar alguns livros que falam mais a respeito no acervo do Carro-Biblioteca. Confira: • Complexo de Cinderela; • Persépolis; • Uma mulher de coragem.


Receita do mês A receita desse mês é fácil e rápida! Com a ajuda de um adulto para o uso do liquidificador você terá uma deliciosa refeição! INGREDIENTES Panqueca • 1 copo de leite; 1 ovo; 1 copo de farinha de trigo; 1 colher (sopa) de óleo; 1 pitada de sal. Molho • 1 fio de óleo para refogar temperos; • 1 cebola média picada; • 2 dentes grandes de alho; • 1 pitada de pimenta-do-reino; • 400 g de carne moída de sua preferência (patinho é mais sequinho); • Sal à gosto; • Água o quanto baste para cozinhar a carne moída; • 1 colher (sobremesa) de orégano; • 1 colher de farinha de trigo (para dar liga); • Salsinha picada a gosto. MODO DE PREPARO • Colocar na panela o óleo, cebola, alho, pimentado-reino e refogar até a cebola estar transparente. Acrescentar a carne moída e sal. Refogar até estar bem sequinha. • Colocar o orégano e a farinha de trigo, misturar e acrescentar a salsinha. Espere esfriar para rechear as panquecas. • Bata todos os ingredientes da panqueca no liquidificador até obter uma consistência cremosa. Unte uma frigideira com manteiga, espere esquentar e despeje uma concha de massa. • Faça movimentos circulares para que a massa se espalhe por toda a frigideira. Deixe assar até que a borda obtenha uma cor dourada. Espere até a massa se soltar do fundo, vire e deixe fritar do outro lado. • Recheie, enrole e à medida que for recheando as panquecas, coloque-as em forma refratária sobre fundo coberto com molho. Regar molho por cima e polvilhar queijo parmesão ralado (opcional). Levar ao forno para gratinar.


Datas comemorativas

Dia do Bibliotecário

O Dia do Bibliotecário é comemorado em 12 de março. Você sabe porque essa data foi escolhida? O Dia do Bibliotecário foi instituído em 1980 pelo Decreto 84.631. A data escolhida homenageia o dia do nascimento do bibliotecário, escritor e poeta Manuel Bastos Tigre que foi o primeiro bibliotecário concursado do Brasil! Ele trabalhou no Museu Nacional do Rio de Janeiro, na Biblioteca Nacional e posteriormente assumiu a direção da Biblioteca Central da Universidade do Brasil. O Boletim Bairro a Bairro já trouxe a você no mês de julho do ano passado em Quando eu crescer eu vou ser... a profissão do bibliotecário. Como já tem um tempinho, vamos recordar quem é e o que esse profissional faz no seu dia a dia. O bibliotecário é o mediador entre o usuário e a informação. Ele é o responsável por desenvolver atividades de organização, tratamento, análise e recuperação das informa-

ções em diversos níveis e suportes físicos, por meios manuais e informatizados. O contato com o bibliotecário pode ajudar muito nas necessidades informacionais de seus usuários. Por exemplo, quando você vai até uma biblioteca e procura um livro que fale sobre o tema daquele trabalho escolar que o professor passou, o bibliotecário pode te ajudar a encontrar a informação que você precisa de uma forma rápida e eficiente! Em Belo Horizonte temos várias bibliotecas de qualidade e todas contam com a presença desse importante profissional, como a Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa (localizada na Praça da Liberdade) e a Biblioteca Infantil e Juvenil de Belo Horizonte (localizada no Centro de Referência da Juventude, na Praça da Estação). Elas possuem acesso gratuito e você pode contar com o auxílio dos bibliotecários sempre que precisar! Parabéns a todos os bibliotecários!


Quando eu crescer, eu vou ser... Músico Ouvir música é sempre bom! Seja na escola, em casa, no ônibus ou na rua... Mas, diferente do ouvinte, o caminho do músico não é só de diversão, tem muito estudo, trabalho e dedicação! Vamos conhecer mais sobre essa profissão? A profissão de músico é regulamentada no Brasil desde 1960 e diz respeito ao profissional capaz de compor, interpretar e executar peças musicais. O músico pode seguir diferentes áreas, são mais de 10 opções de carreira possíveis, sendo as mais procuradas o canto, o instrumento e a produção musical. O curso de Música da UFMG propicia uma formação abrangente, contemplando a teoria e prática musical, formação pedagógica e estudos musicológicos. Os alunos podem atuar em diversas áreas, de acor-

do com a habilitação escolhida: regentes ou músicos de orquestras, corais, grupos de música de câmera, bandas populares, compositores e arranjadores. Podem ainda trabalhar como pesquisadores e coordenadores de projetos musicais, ou como musicoterapeutas em consultórios, escolas e hospitais. Os licenciados em educação musical podem dar aulas na rede regular de ensino, em escolas de música (públicas ou privadas), ministrar aulas particulares, e trabalhar em projetos culturais coordenados por organizações não governamentais. Gostou de conhecer essa profissão? Você pode encontrar mais informações a respeito do curso de graduação de música no site: https://www2.ufmg.br/mostradasprofissoes/Mostra/Cursos/Linguistica-Letras-e -Artes/Musica

UniverCidade Espaço de Leitura Criado na gestão do reitor Ronaldo Pena, o Espaço de Leitura da UFMG oferece à comunidade universitária e ao público em geral lazer e entretenimento de qualidade através da leitura literária e informativa. A proposta, criar uma biblioteca que apresentasse materiais para uma leitura prazerosa, diferenciando-se das outras bibliotecas do Campus que possuem, em sua maioria, somente livros técnicos científicos é um grande sucesso! O espaço é de livre acesso para a comunidade universitária e o público em geral. O acervo é diversificado e inclui livros, revistas, histórias em quadrinhos e dvd’s de variados gêneros literários como poesia, romance, literatura clássica, biografia, literatura infantojuvenil, artes e obras em braile. Local: Andar térreo da Biblioteca Central - Av Antônio Carlos, 6627 - Pampulha. Telefone: 3409-4614 Horário de funcionamento: de 7h30 às 22 horas (segunda à sexta-feira)


O Carro-Biblioteca indica

♫ ♫

O pequeno príncipe Clássico da literatura universal, O Pequeno Príncipe conta a história da amizade entre um homem frustrado por ninguém compreender seus desenhos com um principezinho que habita um asteroide no espaço. O Pequeno Príncipe é o terceiro livro mais traduzido do mundo, contabilizando aproximadamente mais de 160 idiomas, e um dos mais vendidos por todo o planeta. Os delírios de consumo de Becky Bloom Viciada em compras, Rebecca Bloom faz de tudo para ter roupas da moda. Apesar de ser jornalista econômica, ela se mete em altas confusões com o cartão de crédito! Não resiste a um sapato novo nem a uma promoção em lojas de grife. O gerente do banco de Becky vive procurando-a, mas ela faz de tudo para dar aquela escapadinha! Querido John Querido John narra a história de um jovem soldado americano, John, que se apaixona por Savannah. John, um jovem rebelde, se alista no exército logo após terminar a escola, sem saber o que faria de sua vida. Então, durante sua licença, conhece Savannah, a garota de seus sonhos. A atração mútua cresce rapidamente e Savannah jura esperar que ele conclua seus deveres militares para ficarem juntos. Porém, o dia 11 de setembro muda suas vidas. Você também pode enviar a sua sugestão pelo email: boletimbairroabairro@gmail.com

Referências Informações sobre Ferreira Gullar foram retiradas do site <http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/literatura/ferreiragullar.htm >. Acesso em 15 fev. 2017. Informações sobre origem do Dia Internacional da Mulher foram retiradas do site: <https://novaescola.org.br/conteudo/301/por-que-8-de-marco-e-o-dia-internacional-da-mulher>. Acesso em: 10 fev. 2017. Informações sobre a receita de panqueca de carne moída foram retiradas do site: <http://oxigenionews.com/panqueca-de-carne-moida/>. Acesso em: 08 fev. 2017. Informações sobre o dia do bibliotecário foram retiradas do site: <http://www.crb14.org.br/carreira.php>. Acesso em: 13 fev. 2017. Informações sobre o Espaço de Leitura da UFMG foram retiradas do site: <https://espacoleituraufmg.wordpress.com>. Acesso em: 11 fev. 2017. Informações sobre o curso de Música da UFMG foram retiradas do site: <https://www2.ufmg.br/mostradasprofissoes/ Mostra/Cursos/Linguistica-Letras-e-Artes/Musica>. Acesso em: 13 fev. 2017. KINSELLA, Sophie.; FRAGA, Eliane. Os delírios de consumo de Becky Bloom. 4. ed. Rio de Janeiro: Record, 2002. 425 p. SPARKS, Nicholas. Querido John. São Paulo: Novo Conceito, 2010. 287 p. SAINT-EXUPERY, Antoine de. O pequeno príncipe: com aquarelas do autor. 48. ed. rev. Rio de Janeiro: Agir, 2004. 91 p.

Profile for Boletim Bairro a Bairro

Boletim Bairro a Bairro - ano 21 nº 1 março 2017  

Estamos de volta! A primeira edição do Boletim Bairro a Bairro de 2017 sempre é publicada em março porque é o mês que o Carro Biblioteca vol...

Boletim Bairro a Bairro - ano 21 nº 1 março 2017  

Estamos de volta! A primeira edição do Boletim Bairro a Bairro de 2017 sempre é publicada em março porque é o mês que o Carro Biblioteca vol...

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded