Page 1

Boletim

Bairro a bairro Carro Biblioteca da Escola de Ciência da Informação

Universidade Federal de Minas Gerais – Ano 20 – Nº 4 – Setembro/ 2016

O Boletim Bairro a Bairro desse mês traz uma poesia clássica de Mário Quintana, um dos escritores brasileiros de maior expressão nacional. Já a receita deliciosa do mês é super fácil e prática de fazer: mousse de chocolate! E se você gosta de cinema, certamente já ouviu falar sobre essa profissão que é retratada em muitos filmes famosos de aventura, mas é pouco conhecida pelo público geral: o museólogo! Você descobrirá o que ele faz exatamente e onde pode atuar. Você já foi ao teatro? Já assistiu a algum tipo de peça teatral? Provavelmente já e nem sabia! Por isso vamos contar um pouco sobre os tipos de encenações teatrais comuns de vermos por aí! Também vamos falar sobre uma data muito importante e que precisa ser constantemente lembrada em nossa sociedade, o dia nacional de luta das pessoas com deficiência. O convite do mês é imperdível: um passeio pelo Museu de História Natural e Jardim Botânico da UFMG! Boa leitura!

O Boletim Bairro a Bairro é o boletim informativo do Carro-Biblioteca do Centro de Extensão da Escola de Ciência da Informação da UFMG na sua comunidade! Visite o nosso site: carrobib.eci.ufmg.br


Expediente Projeto Boletim Bairro a Bairro Edição Olívia Araújo Alberto Projeto gráfico e diagramação Gustavo Luís Veloso Horta Coordenação e Revisão Profª Marina Cajaíba da Silva Horta

Carro-Biblioteca Coordenação do Carro-Biblioteca Prof. Fabrício José do Nascimento Co-coordenação e Bibliotecária Responsável Gracielle Mendonça Rodrigues Gomes Subcoordenadora e secretária do Cenex Gilma Pereira Funcionário administrativo Edson Lucide do Nascimento (motorista) Bolsistas Ana Flávia Massêo (Letras), Bianca Ribeiro (Museologia), Claudiana Gomes (Letras), Guímel Fonseca (Letras), Larissa Sabino (Letras), Maria Alice da Silva (Letras), Matheus Aguiar (Biblioteconomia), Olívia Araújo Alberto (Biblioteconomia)

Projetos associados - coordenadores Projeto Boletim Bairro a Bairro Profª Marina Cajaíba da Silva Horta Projeto A cidadania da infância em hipermídia Profª Maria Guiomar da Cunha Frota Projeto Conto e Reconto Profª Adriana Bogliolo Sirihal Duarte e Bibliotecária Raquel Miranda Vilela Projeto Inclusão Digital Profª Renata Maria Abranches Baracho Porto e Profª Cátia Rodrigues Barbosa

Agenda de visitas às comunidades 2016 Comunidades Dias Horários São Marcos Segunda 14h – 16h Bonsucesso Terça 9h – 11h Goiânia Quarta 14h – 16h Lagoa Quinta 14h – 16h Morada do Rio Sexta 9h – 11h Tiragem: 50 exemplares

Ilustrações: Freepik.com

Estamos também no Facebook! Perfil: Carro Bibloteca cenex ECI Página: Programa Carro-Biblioteca

boletimbairroabairro@gmail.com Av. Antônio Carlos, 6627. Pampulha CEP: 31.270-901 Tel.: 3409-5202 Impressão: Imprensa Universitária da UFMG


Hora da leitura!

©Jean Galvão

O Auto Retrato Mario Quintana

No retrato que me faço - traço a traço às vezes me pinto nuvem, às vezes me pinto árvore... às vezes me pinto coisas de que nem há mais lembrança... ou coisas que não existem mas que um dia existirão... e, desta lida, em que busco - pouco a pouco – minha eterna semelhança, no final, que restará? Um desenho de criança... Corrigido por um louco! Mario de Miranda Quintana foi poeta, tradutor e jornalista a maior parte de sua vida. Nasceu em 1906, na cidade de Alegrete, Rio Grande do Sul e é considerado o ‘poeta das coisas simples’, com um estilo marcado pela ironia, pela profundidade e pela perfeição técnica. Traduziu mais de cento e trinta obras da literatura universal, além de escrever inúmeros poemas e livros voltados para o público infantil. Morreu aos 87 anos em Porto Alegre. Gostou do poema1 deste mês? Este e muitos outros poemas de Mario Quintana podem ser encontrados no acervo do Carro-Biblioteca! QUINTANA, Mario. Apontamentos de história sobrenatural. São Paulo: Globo, 2005. 215 p. (Coleção Mário Quintana.)

1


Você sabia? Qual a origem do teatro? No Brasil, comemora-se em 19 de setembro o dia nacional do teatro. Mas, você sabe qual a origem do teatro? O Teatro é uma forma de arte em que uma estória é encenada por vários atores. Ele surgiu na Grécia Antiga, no século VI a.C., como resultado das festas realizadas em homenagem ao deus Dionísio – deus do vinho, do teatro e da insânia. A origem do teatro pode ser remontada desde as primeiras sociedades primitivas, em que acreditava-se no uso de danças imitativas como propiciadores de poderes sobrenaturais. Portanto, o teatro em suas origens possuía um carácter ritualista e, inicialmente, era encenado ao ar livre. Com o passar do tempo, as encenações ganharam locais próprios e assim surgiu o teatro da maneira como conhecemos hoje! No Brasil, o teatro começou no século XVI, com o objetivo de difundir a fé católica. O Padre José de Anchieta, considerado o primeiro autor do teatro brasileiro, escreveu autos (subgênero da literatura dramática) para a catequização dos índios no período da colonização portuguesa. Um exemplo é o “Auto de São Lourenço”, peça escrita em tupi-guarani, português e espanhol.


O teatro tem vários tipos de encenação: existem mais de 18 tipos de peças teatrais e entre elas estão a comédia, o drama, a ópera, o teatro infantil, teatro de sombras e o teatro de fantoches... Um tipo de teatro conhecido é o monólogo (ou oratória), que nada mais é que uma longa fala ou discurso pronunciado por uma única pessoa ou enunciador. Já o teatro musical é um estilo de teatro que combina música, canções, dança, e diálogos falados. No acervo do Carro-Biblioteca você encontra vários livros sobre o teatro, inclusive roteiros prontos para encenação! • Improvisação para o teatro; • Jogos teatrais; • Teatro infantil; • Teatro I, II, III, IV; • Plut, o fantasiminha.

Receita do mês A receita desse mês é de Mousse de Chocolate! Com a ajuda de um adulto para o uso da batedeira você terá uma deliciosa sobremesa!

INGREDIENTES • 1 barra ou 170 gramas de chocolate meio-amargo • ½ tablete de manteiga • ¾ de xícara de açúcar • 3 ovos • 1 folha de hortelã MODO DE PREPARO 1. Derreta o chocolate e a manteiga em banho-maria. 2. Bata as 3 gemas na batedeira e acrescente o açúcar aos poucos até formar um creme. 3. Junte as gemas batidas ao chocolate. Atenção! O chocolate não pode estar muito quente para não cozinhar as gemas! Se for necessário espere esfriar alguns minutos. 4. Em outro recipiente misture as claras em neve e acrescente delicadamente a mistura do chocolate. 5. Leve na geladeira por pelo menos 2 horas. 6. Quando estiver pronto, decore com uma folha de hortelã por cima.


Datas comemorativas Dia nacional de luta das pessoas com deficiência!

O dia 21 de setembro é um dia muito importante e você sabe por quê? É o dia nacional de luta das pessoas com deficiência! Essa data serve para lembrar que devemos nos respeitar para convivermos bem em sociedade onde todos possam aproveitar os mesmos direitos e ter as mesmas oportunidades. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 6,2% da população brasileira tem algum tipo de deficiência. Isso significa que mais de 12 milhões de pessoas em nosso país sofrem com alguma anormalidade seja ela psicológica, fisiológica ou anatômica. As diferenças são muitas e devem ser respeitadas, afinal, todos nós gostamos de ser aceitos do jeito que somos! Infelizmente, não são todas as pessoas que respeitam uns aos outros. Por esse mo-

tivo, o dia nacional de luta das pessoas com deficiência tem o objetivo de conscientizar a sociedade. É muito importante incluir aqueles que são, geralmente, deixados de lado por causa de suas limitações. Dessa maneira, essa data tão especial deixa uma missão para nós: aprender a conviver bem com todos, independente de sua deficiência! Você quer aprender mais sobre inclusão de pessoas com deficiência? No acervo do Carro-Biblioteca existem vários livros que podem te ensinar muito sobre o tema! Confira: • Flor de Maio; • ABC em libras; • Alguém muito especial; • As asas do Joel; • A roda do mundo: poemas.


Quando eu crescer, eu vou ser... Museólogo Você sabe quem é esse profissional e o que ele faz? A Museologia – expressão que provém do grego, ‘museión, ‘museu’ ou ‘lugar das musas’, e ‘logos’, ‘razão’ – é o campo que investiga a instituição conhecida como museu e sua interação com a realidade humana, dando origem a esta compreensão ao abordar a relação entre o ser humano, os aspectos culturais e a natureza, no interior das mais variadas formas de conceber o real. Ela explora todos os ângulos relacionados à existência desse espaço, preparando os profissionais para geri-lo, preservá-lo, produzir mostras e eventos diversos. O museólogo é o profissional que atua nos mais diferentes tipos de museu: os de história natural, os de arte, os históricos, os de ciências... você conhece algum deles? Além dos museus, esse profissional tam-

bém pode atuar nos centros culturais, galerias de arte e muitos outros lugares. Dentre das atividades desenvolvidas pelo museólogo estão a organização de acervos, documentação, estudo e conservação. Realiza inventários, planeja, organiza e coordena a montagem de exposições, podendo estar presente também na ação educativa para a comunicação e formação de conhecimento. O curso de Museologia da UFMG tem duração de 4 anos. O objetivo do curso é formar museólogos aptos para interpretar as relações entre o homem, a cultura e a natureza, nos seus contextos espacial e temporal, de forma a intervir, de maneira responsável, nos processos de identificação, musealização, preservação e uso do patrimônio. Para saber mais sobre o curso de Museologia, acesse o site: http://colgradmuseo. eci.ufmg.br.

UniverCidade Museu de História Natural e Jardim Botânico da UFMG. Um dos lugares mais bacanas para um passeio em família é o Museu de História Natural e Jardim Botânico da UFMG! Localizado em 600 mil metros quadrados de área verde, abriga várias espécies de aves e pequenos animais silvestres, promove atrações superinteressantes para todas as idades, além de preservar um importante tesouro da arte popular: o Presépio do Pipiripau! Ele também abriga exposições permanentes de Arqueologia, Mineralogia e Paleontologia, além das exposições temporárias, que são renovadas a cada estação do ano, com o objetivo de sempre trazer novidades aos visitantes. Endereço: Av. Gustavo da Silveira, 1035 - Bairro Santa Inês Horários: Terça a sexta-feira, de 9 às 12 h e de 13 às 16 h. Sábado e domingo, de 10 às 17 h. Telefones: (31) 3409-7600 / 3409-7650 - Para mais informações: www.ufmg.br/mhnjb


♫ ♫

Eu indico

Ajude-nos a construir essa coluna do Boletim! Este espaço é reservado para as suas opiniões de leitura. Gostou de um livro? Indique-o aqui para que outro usuário possa ter a mesma experiência literária! Não gostou? Pode dizer os motivos aqui também! Para participar basta depositar a sua opinião sobre o livro que leu na caixinha do Carro-Biblioteca. Contamos com a sua participação!

Lanterna Verde Erick, 8 anos

Referências Ilustração Datas comemorativas: disponível em: <http:// blogdakarlitcha.com.br/567/>. Acesso em: 13 ago. 2016. Informações sobre o teatro foram tiradas do site: <http:// renascer-da-arte.blogspot.com.br/2009/04/os-varios-tiposde-teatro.html >. Acesso em: 24 ago. 2016. Informações sobre mousse de chocolate forma tiradas do site: <http://www.tudogostoso.com.br/receita/2513-mousse-de-chocolate.html>. Acesso em: 12 ago. 2016. Informações sobre o Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência foram tiradas do site: <http://www.pessoacomdeficiencia.gov.br/app/sites/default/files/arquivos/%5Bfield_generico_imagens-filefield-description%5D_102.pdf>. Acesso em: 22 ago. 2016. Informações sobre o curso de museologia forma tiradas dos sites: <http://guiadoestudante.abril.com.br/profissoes/ comunicacao-informacao/museologia-686910.shtml>, <http://www.infoescola.com/ciencias/museologia/> Acesso em: 12 ago. 2016.

Você também pode enviar a sua sugestão pelo email: boletimbairroabairro@gmail.com

Profile for Boletim Bairro a Bairro

Boletim Bairro a Bairro - ano 20 nº 4 setembro 2016  

O Boletim Bairro a Bairro desse mês destaca o dia nacional de luta das pessoas com deficiência e traz, ainda, uma poesia clássica de Mário Q...

Boletim Bairro a Bairro - ano 20 nº 4 setembro 2016  

O Boletim Bairro a Bairro desse mês destaca o dia nacional de luta das pessoas com deficiência e traz, ainda, uma poesia clássica de Mário Q...

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded