Page 1

ELA ANDA DANÇANDO, ESCREVE COM PAIXÃO E JÁ PASSOU DEZ DIAS SEM ABRIR A BOCA

MARIA DISTRIBUIÇÃO GRATUITA E EXCLUSIVA NO EMBARQUE E DESEMBARQUE DE CONGONHAS

CASADEVALL

DÁ UM CHUTE NA MESMICE E SURPREENDE COM SUA GARRA E SENSIBILIDADE ESPECIAL

FRANQUIAS

A FEIRA DA ABF, OS CASES INSPIRADORES E AS OPORTUNIDADES NOS AEROPORTOS

VIAGEM

UM PASSEIO IMPERDÍVEL PELA TOSCANA E A DESCOBERTA DO VALE DOS MELLOS, NA MANTIQUEIRA

31

DIAS TEM MAIO E A AGENDA 29HORAS TEM

124

PROGRAMAS PARA TODAS AS HORAS DE TODOS OS DIAS DO MÊS


vire a chave e vรก

alugue na movida apresente seu cartรฃo de embarque e garanta o melhor preรงo

reserve jรก: movida.com.br 0800-606-8686 baixe o aplicativo:


WI-fi 4g Móvel no carro*

voou, alugou

a partir de

R$

85 m o v i d a e x p r e s s ***

,90 **

re tire e devolva diretamente no estacionamento vip de congonhas

Imagens meramente ilustrativas. *R$ 20,00 a diária. Sujeito a disponibilidade. **Preço referente ao Grupo AX e mediante apresentação de cartão de embarque do dia da retirada do veículo; o valor pode variar de acordo com a ocupação de cada loja; consulte a tarifa em nosso site. ***Valor referente ao serviço Movida Express, taxa única de R$ 30,00 por contrato.

multiconectado.


mAIo 2017 Ed. 91 Publisher: Pedro Barbastefano Júnior conselho editorial: Chantal Brissac, Claudio Elisabetsky, Clóvis Cordeiro, Didú Russo, Georges Henri Foz, Luiz Toledo, Pedro Barbastefano Júnior e Kike Martins da Costa redação: Chantal Brissac (diretora de redação); Kike Martins da Costa (editor assistente); André Cordeiro (repórter); Ana Júlia Cano (estagiária); Rose Oseki (diretora de arte); Karen Suemi Kohatsu (designer) gerente de produto: Ariovaldo Dias (ariovaldo@29horas. com.br) colaboradores: André Yoshikawa, Carlos Monteiro, Didú Russo, Doroteia Fragata, Georges Henri Foz, Juliana Ferreira Simões, Leão Serva, Luiz Toledo, Maria Shirts e Rogerio Mesquita PUBLICIDADE Diretor escritórios regionais: Luiz Carlos Stein (stein@29horas.com.br)

08

20 22

60

assistência comercial: Silene Barbieri Ciciliato

37

ComEr, bEbEr, VIVEr AdEgA A história do Gallo Nero e os vinhos da Toscana com DiDú russO

82

horA LIVrE luiZ TOlEDO deixa a arma de lado e pega os cannoli

30

destaques CAPA

A atriz paulistana Maria casaDEvall decola nos projetos da TV e do cinema e conta um pouco sobre sua trajetória e seu estilo de vida

ESPECIAL frAnquIAS O franchising só cresce no Brasil: veja em nosso especial informações sobre a ABF Franchising, cases de inspiração e outras novidades

52

VIAgEm Mergulhe no coração da TOscana em um passeio que inclui Florença e Siena, e conheça o valE DOs MEllOs, na Serra da Mantiqueira

A revista 29hOras respeita a liberdade de expressão. As matérias, reportagens e artigos são de responsabilidade exclusiva de seus signatários. 29hOras – Av. Nove de Julho, 5966 - cj. 11 Jd. Paulista - São Paulo - Cep: 01406-200 Tel.: 11.3086.0088 Fax: 11.3086.0676

29HORAS na rEDE: twitter.com/revista29horas facebook.com/revista29horas

29h SP-rIo

gEOrgEs hEnri fOZ faz o leitor salivar com suas dicas de casas italianas

29hOras é uma publicação mensal da MPC11 Publicidade Ltda.

www.29hOras.cOM.Br

mobILIdAdE

As novidades na maior ponte aérea das Américas

Brasília – Leonardo Freitas (leonardo.freitas@ootb.net.br) curitiba – Alexandre Martins (alexandre.martins@29horas.com.br) santa catarina – Jean-Luc Jadoul (jljadoul@terra.com.br) rio de Janeiro – Rodrigo Oliveira (rodrigo@rjmidia.com.br) florianópolis – Sonia Meireles (sonia@yaguar.com.br) campinas e região – Marília Perez (marilia@imediataonline.com.br ribeirão Preto – João Queiroz (comercial@bbipublicidade.com) norte e oeste do Paraná – Marcelo Pajolla (pajolla@pajolla.com) Mato grosso do sul – Armando Miranda (armando@tmidiabrasil.com.br) atibaia – Daniel Paladino (dpaladino@ld2comunicacao.com.br)

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA E EXCLUSIVA NAS SALAS DE EMBARQUE E DESEMBARQUE DO AEROPORTO DE CONGONHAS

muSAS gAStronomIA ArtE múSICA CuLturA hotELArIA mídIA

Ocupar os espaços públicos é o que Maria shirTs propõe

58

Jornalista responsável: Chantal Brissac (MTB 15.064)

hora h

colunas

comercial (comercial@29horas.com.br): gerente: Rafael Bove Equipe: Angela Saito, Flávia Moraes, Giovanna Barbastefano e Raphael Favilla

impressão e acabamento: Prol Editora Gráfica Ltda.

sumário

63

aGenda 29h

124 programas para todas as horas de todos os dias do mês

A tiragem e distribuição desta edição de 65.000 exemplares é auditada pela BDO.

Capa – Maria Casadevall, fotografada por Rogério Mesquita; tratamento WM Fusion


hora h

Musas

Versatilidade no palco

Cantora, atriz e bailarina, Sara SarreS moStra Seu talento em “o Homem de la manCHa”, em Cartaz até 28 de maio no teatro alfa A brasiliense Sara Sarres dança, canta e sapateia desde os cinco anos de idade, quando começou a frequentar um conservatório musical e aprender balé e canto. Ela também estudou piano e fez aulas de teatro. “Sem querer eu fui desenvolvendo dança, música e teatro, as três performances necessárias para o teatro musical, a minha paixão. Tive sorte de ter esta formação bem diversificada”, explica Sara, que na adolescência ainda ganhou bolsas de estudo para estudar ópera fora do país, além do piano. “Amo tocar, mas o meu chamado foi o canto, eu não gosto de ser uma concertista solitária”. Aos quinze anos ela estreou como a Rainha da Noite da ópera “A Flauta Mágica”, de Mozart; também interpretou Musetta em “La Boheme”, de Puccini, e Micaëla em “Carmen”, de Bizet, no Teatro Nacional de Brasília. Uma das estrelas da nova geração de musicais, Sara, de 35 anos, pode ser vista agora no premiado espetáculo “O Homem De La Mancha”, em cartaz no Teatro Alfa. A adaptação da obra-prima de Miguel de Cervantes, transformada em clássico da Broadway, em 1965, por Dale Wasserman, é dirigida por Miguel Falabella. “Ele tem uma direção generosa, consegue extrair com muita doçura o melhor de cada um”, ela define. Na pele de Aldonza/Dulcinéia, a grande paixão de D. Quixote, a artista encanta com sua versatilidade no palco. Afinal, ela não apenas canta muitíssimo bem, mas também dança e atua divinamente. Considerada uma soprano “lírico-leggero”, ou no linguajar dos musicais, “crossover” – porque consegue tanto trabalhar em óperas como em musicais –, Sara ficou bastante conhecida por sua atuação em “O Fantasma da Ópera”. Durante dois anos, ela viveu Christine, a protagonista, na montagem do Teatro Abril, em São Paulo. O grande desafio – e um sonho realizado – foi interpretar Christine em inglês, na China. Em 2016, ela foi convidada pela direção britânica do musical, em Londres, para integrar a turnê do espetáculo que está há mais de trinta anos encantando o mundo. “Fiquei muito honrada porque, para essa turnê comemorativa, os produtores americanos e ingleses escolheram suas Christines favoritas”, diz a artista. “Foi uma experiência incrível ensaiar no teatro da Broadway, em Nova York, com a direção original, e sair em turnê com este que é um dos mais simbólicos musicais do mundo”, diz Sara. Chantal Brissac

8 | 29HORAS | Maio 2017


foto cassiano grandi

Sara Sarres canta tanto em musicais quanto em รณperas

9


hora h

gastronoMia

o quinto sabor

o aizomê Completa dez anoS e Segue Como referênCia da CozinHa japoneSa em São paulo

10 | 29HORAS | Maio 2017

A chef Telma Shiraishi e seus pratos: magret defumado em cerejeira japonesa e polvo grelhado com abóbora japonesa laqueada

fotos rafael salvador

É em uma discreta casa de tijolos com a numeração “39” na Rua Fernão Cardim que se encontra um dos restaurantes japoneses mais tradicionais da cidade. O Aizomê, nome que deriva da arte milenar japonesa de trabalhar com a cor índigo (o tom mais forte do azul), completa dez anos de vida. À frente da cozinha está a chef Telma Shiraishi, 46, que, trajada com o seu dólmã branco, concede uma entrevista para a 29HORAS. “No começo o Aizomê foi criado pensando na colônia japonesa”, ela conta. “Não tinha aqui em São Paulo um restaurante que se parecesse com os do Japão, e eles sentiam falta disso”. Com o tempo isso foi mudando e hoje o cardápio ganhou um toque mais autoral e moderno, mas sem abandonar suas origens. Isso porque Telma traz um pouco de sua história em cada prato elaborado. A mistura certa de ingredientes vem de sua experiência com a base de química e ciências que teve no período em que estudou Medicina na USP. O olhar aos detalhes, de como a cerâmica certa pode aprimorar o alimento (inclusive, ela usa a cerâmica de Kimi Nii), vem de seus dois anos de trabalho no setor da moda: foi assistente do estilista Fause Haten. “Na cozinha japonesa priorizamos o ingrediente local e sazonal”, ela explica. “Então, além dos pratos fixos, o nosso menu degustação é diferente todo dia, pensado com base nos ingredientes que temos em mãos”. Telma conta que esse esmero em usar o melhor ingrediente do dia é para buscar o umami, o quinto sabor que, junto com o doce, salgado, amargo e azedo, compõe o paladar humano. O umami é um sabor pouco explorado na cultura ocidental e Telma o descreve como “a sensação de dar água na boca”. É no laboratório da cozinha, fazendo experimentações com verduras e legumes, que ela consegue alcançar esse sabor diferenciado em seu cardápio. “Os pratos japoneses não têm muita gordura, tudo é pensado para harmonizar os ingredientes”. Exemplo disso é o prato de peixe com milho doce, em que os clientes acham que o protagonista é o peixe, quando na verdade o foco é o milho. A proteína não é o principal da culinária japonesa, mas sim o equilíbrio. O Aizomê é o lugar ideal para quem quer ser transportado para a verdadeira cozinha japonesa, diferente dos nossos habituais rodízios de sushi. É um cardápio verdadeiramente artesanal. André Cordeiro


hora h

arte

fotos © DoUGLAs, emory / AUtVIs, BrAsIL, 2017

Acervo poderoso

“Todo Poder ao Povo! Emory Douglas e os Panteras Negras”, mostra que fica até o dia 4 de junho no Sesc Pinheiros, é focada no trabalho do diretor artístico, designer e ilustrador do “The Black Panther”, jornal do Partido dos Panteras Negras. Fundado em 1966 na cidade de Oakland, Califórnia, o Partido dos Panteras Negras foi uma importante organização política extraparlamentar americana. Seus integrantes foram idealizadores de manifestos ideológicos com reivindicações sociais, econômicas e políticas para a comunidade afroamericana nos Estados Unidos. Autor da máxima “Todo poder ao povo!”, Emory Douglas, que também foi Ministro da Cultura do partido, traçou o conceito estético do movimento, em um trabalho que mistura desenho com as possibilidades limitadas de reprodução da imagem a que tinha acesso e técnicas da gráfica publicitária. Com curadoria do coletivo colombiano La Silueta, a exposição traz também um acervo de fotolivros,

fotos DIVULGAÇÃo

SeSc PinheiroS exPõe obraS de emory douglaS, deSigner, iluStrador e miniStro da cultura do Partido norte-americano doS PanteraS negraS

Ilustrações do jornal do Partido dos Panteras Negras em mostra no Sesc Pinheiros

cartas e discos de Douglas e uma seleção de imagens do fotojornalista Stephen Shames. A exposição vai até o dia 4 de junho, tem entrada gratuita e ocupa o espaço expositivo do 2° andar do prédio do Sesc Pinheiros. Rua Paes Leme, 195, tel. 3095-9400.

música

TAlenTo precoce foto operAomnIA

Premiado PianiSta britânico, benjamin groSvenor faz Sua eStreia na Sala São Paulo

O pianista Benjamin Grosvenor vem ao Brasil pela primeira vez

12 | 29HORAS | Maio 2017

Nascido no sul da Inglaterra há 24 anos e formado pela Royal Academy of Music de Londres, Benjamin despontou cedo no cenário da música erudita: aos onze anos venceu a Competição de Jovens Músicos da BBC. Reconhecido mundialmente por suas performances cheias de entusiasmo – o jornal inglês The Independent descreve sua música como “poética e gentilmente irônica, brilhante, inteligente e com um toque de humor” –, o pianista se apresenta em São Paulo pela primeira vez nos dias 23 e 24 de maio, pela Temporada da Cultura Artística. Com o mesmo repertório para as duas noites, Grosvenor abre o recital com “Arabesque em dó maior”, de Robert Schumann; em seguida interpreta “Sonata para piano n° 13 em si bemol maior”, de Mozart, e a famosa obra de Beethoven “Sonata para piano em dó sustenido menor n° 14”. Obras de Alexander Scriabin, Enrique Granados e Franz Liszt também estão no programa. Os recitais acontecem na Sala São Paulo, às 21h, com ingressos entre R$ 50 e R$ 255. Praça Júlio Prestes, nº16, tel. 3256-0223.


Clube de Turismo bancorbras.com.br


hora h

cultura

fotoS divulgacão

Made in Japan

A JAPAN HOUSE, QUE ABRIGA O NOVO RESTAURANTE DO CHEF JUN SAKAMOTO, ABRE EXPONDO LINDAS OBRAS FEITAS DE BAMBU

São Paulo foi a cidade escolhida para receber a primeira Japan House do mundo, um espaço de US$ 30 milhões para exposições, seminários, workshops e atividades que trarão ao Brasil os mais relevantes criadores e empreendedores japoneses da atualidade nas artes, no design, na moda, na gastronomia, na ciência, na tecnologia e nas inovações relativas a urbanismo e mobilidade. No final deste ano, a Japan House de Londres deve ser inaugurada e, em 2018, será a vez da de Los Angeles. A Japan House São Paulo abre suas portas ao público no dia 6 deste mês, no início da Avenida Paulista, com três pavimentos, que somam 2.500 m² de área útil. No térreo, funciona um café, uma lojinha com produtos Made in Japan, a biblioteca, um pequeno jardim para relax e contemplação e o início da área dedicada a exposições – a primeira mostra reunirá obras que revelam a leveza, a força e a flexibilidade do bambu, com esculturas de Chikuunsai Tanabe, Nakatomi Hajime, Kawashima Shigeo, Akio Hizume e Kazuo Hiroshima. No andar do meio ficam as salas destinadas a palestras, aulas, reuniões e workshops. O terceiro piso é onde fica o novo restaurante do chef Jun Sakamoto (com 70 lugares e um cardápio semelhante ao do Junji, que funciona no Shopping Iguatemi) e a continuação do espaço destinado às mostras e exposições de arte e design. O projeto arquitetônico da Japan House é do consagrado Kengo Kuma – o mesmo arquiteto que criou as formas do novo estádio que sediará a abertura da Olimpíada de 2020, em Tóquio. Na fachada, peças de madeira formam uma trama sem nenhum prego ou parafuso – tudo é engenhosamente encaixado.

14 | 29HORAS | Maio 2017

No alto, a casa na avenida Paulista, obra do arquiteto Kengo Kuma; acima, Ryuichi Sakamoto, que fará a abertura no Auditório Ibirapuera

Nos salões do térreo e do segundo andar, grandes estruturas deslizantes – chamadas de fusuma – delimitam os ambientes, podendo deixá-los mais amplos e sem divisórias ou menores e mais intimistas, conforme a necessidade de cada evento ou ocasião. Para marcar a abertura da Japan House, dois grandes shows nos dias 7 e 8 reunirão os músicos Ryuichi Sakamoto e Jun Miyake no palco do Auditório Ibirapuera, aberto para o parque e com entrada gratuita. A expectativa é que o público seja de milhares de nisseis, sanseis e paulistanos que se interessam pela rica cultura nipônica. Miyake terá entre seus convidados um quarteto de cordas formado por músicos da OSESP, enquanto Sakamoto fará uma homenagem a Tom Jobim, acompanhado de Jaques e Paula Morelenbaum. Ah, e a Japan House São Paulo tem ainda mais uma grande atração: nos sanitários, os vasos são equipados com aquela duchinha e o ventilador que tornam muito mais divertido, higiênico e prazeroso o ato de ir ao banheiro! Kike Martins da Costa Japan House São Paulo: Avenida Paulista, 52, Paraíso, tel. 3285-3734.


Agora você tem mais um motivo para visitar a cidade de Ribeirão Preto!

recepção

piscina

apto. luxo double

O mais novo hotel da cidade, com o conforto e qualidade de serviços que somente a rede de hotéis Transamérica podem lhe oferecer.

Venha conferir, hospede-se conosco. Central de Reservas:

(11) 5547 1166 0800 012 4400 (Demais Cidades)

Café da manhã

Estacionamento

Wi-fi

Piscina

Acessibilidade

www.transamerica.com.br

Sala de eventos

Academia

Sauna


hora h

foto divulgação

hotelaria

A fachada do imponente Tangará, cercado por áreas de Mata Atlântica nativa e por jardins desenhados pelo paisagista Burle Marx

Luxo sem iguaL na cidade Hotel Palácio tangará começa a receber HósPedes este mês, com um sofisticado sPa da grife sisley e gastronomia a cargo do Premiado cHef Jean-georges VongericHten Já entrou num palácio? Agora você poderá fazer isso sem sair de São Paulo. A partir do dia 10 deste mês, o seis estrelas Palácio Tangará começa a receber hóspedes e clientes para seu spa e seus restaurantes. Inicia também a realização de festas e abre suas salas de reunião para eventos corporativos. O empreendimento, operado pelo grupo alemão Oetker Collection – que tem em seu portfólio hotéis icônicos como o Eden Roc de Cap d'Antibes, o Le Bristol de Paris e o The Lanesborough de Londres – ocupa o casarão que teve sua construção iniciada pelo magnata Baby Pignatari (neto do conde Francesco Matarazzo) na região do Panamby. A propriedade é toda cercada por áreas de Mata Atlântica nativa e por jardins desenhados pelo paisagista Burle Marx, que somam 138 mil m² de vegetação exuberante e paz. O silêncio ali só é interrompido pelo som das aves que habitam as árvores e os lagos da vizinhança. A propósito, o nome do hotel é uma homenagem a uma ave típica da fauna brasileira, o Tangará. O hotel tem 141 espaçosos apartamentos, sendo 59 suítes. A menor tem 47 m² de área, e a maior – a suíte Royal – tem nada menos que 279 m² (sem falar nos 250 m² do seu terraço exclusivo). Nos banheiros, as amenities são da grife italiana La Bottega, que desenvolveu uma fragrância sob medida para o hotel.

16 | 29HORAS | Maio 2017

Os arquitetos Luiz Ricardo Bick, William Simonato e Patricia Anastassiadis se dividiram na revitalização e design de interiores – a dupla Bick & Simonato foi responsável pelos quartos e suítes, e Patricia, pelas áreas sociais e comuns, como o lobby e os quatro restaurantes e bares. Na área para eventos, o destaque é o salão Cristal, com pé-direito de 9 metros de altura, capacidade para 530 convidados e terraço que se abre para o Parque Burle Marx. Dezenas de casamentos já estão agendados neste espaço. Na gastronomia, a atração é o restaurante Tangará Jean-Georges, com 70 lugares – incluindo uma chef's table na cozinha – e cardápio criado por Jean-Georges Vongerichten, que comanda mais de 30 casas estreladas em Nova York, Paris e Xangai. O dia a dia será pilotado pelo francês Pascal Valero (ex-Kaá, Eau e NB Steak). Além da linda piscina externa, o hotel terá também um fitness room com modernos equipamentos da Technogym, uma piscina interna semi-olímpica com fundo de mármore e luz natural graças a sua claraboia de vidro, um salão de beleza e um spa gerenciado pela francesa Sisley – o primeiro da sofisticada marca de cosméticos na América Latina. O gerente-geral que rege essa orquestra toda é Celso do Valle, que veio do Belmond Hotel das Cataratas, em Foz do Iguaçu. Mas tanto luxo tem um preço: as diárias variam de R$ 1.500 a R$ 38 mil. K.M.C.


Motores | Automação | Energia | Transmissão & Distribuição |

TINTAS

CAPAZES DE

RESISTIR A QUALQUER DESAFIO “No mar os nossos desafios são enormes e durante a volta ao mundo na EXPEDIÇÃO ORIENTE encontramos desafios dos mais diversos. Por isso, para garantir a proteção do Veleiro Kat contamos com toda a expertise das tintas Náuticas WEG”.

Vilfredo Schurmann Capitão da Expedição Oriente e velejador com diversas expedições no currículo, incluindo 2 voltas ao mundo

Linha Náutica WEG A WEG possui uma linha completa de tintas para pintura de embarcações de lazer. São promotores de aderência, primers, seladores, antiicrustantes e acabamentos de alta performance que compõem um sistema completo de excelente resistência e durabilidade.

Tintas oferecendo proteção total.

www.weg.net

Tintas


hora h

foto visualhunt

mídia

É preciso estar atento com as notícias que vemos no celular, nem tudo é real

Os perigOs da pós-verdade Fórum da aNEr traz à toNa quEstõEs importaNtEs para o jorNalismo atual “Pós-verdade” foi a palavra escolhida pelo Oxford Dictionaries para definir o ano de 2016 e a Associação Nacional de Editores de Revistas (ANER) promoveu um fórum para discutir o papel do jornalismo diante desta nova era. O fórum ocorreu no dia 4 de abril no Hotel Tivoli Mofarrej, em São Paulo. Durante o evento qualificados palestrantes manifestaram sua opinião sobre o assunto. O primeiro a abrir o debate foi o jornalista e acadêmico Carlos Eduardo Lins da Silva que comparou duas capas da Revista Time: a primeira sob o título de “Deus está morto?”, de 1966, e a segunda “A verdade está morta?”, de 2017. A capa da Time faz alusão à candidatura de Trump, que em seu discurso costuma fabricar fatos que se alinhem a seus interesses políticos. Inclusive, Carlos Eduardo foi muito feliz em seu discurso quando usou o termo “pós-fato” como sinônimo de “pós-verdade”, o que vai de encontro com a própria definição do Oxford Dictionaries: “que se relaciona ou denota circunstâncias nas quais fatos objetivos têm menos influência em moldar a opinião pública do que apelos à emoção e a crenças pessoais”. Então melhor do que imaginarmos “verdade x mentira”, o dualismo “fato x ficção” parece ser mais palpável. Em outras palavras, nada mais é do que esse boom de notícias falsas que vimos se alastrar pelas redes sociais durante o ano passado. Como mostrou João Gabriel de Lima, diretor de redação da Época, as duas notícias falsas mais compartilhadas de 2016 foram: “Papa Francisco

18 | 29HORAS | Maio 2017

endossa Trump” e “Hilary vende armas para ISIS”. João também trouxe o seguinte questionamento: “por que pessoas compartilham notícias falsas mesmo depois de saberem que não passam de ficção?”. O filósofo Luiz Felipe Pondé respondeu em seu discurso que as pessoas não estão preocupadas em saber se é verdade aquilo que compartilham, mas sim se corrobora com aquilo que elas acreditam. Ou seja, a emoção fala mais alto que a razão. Pondé usou como analogia o romance “Os Demônios” de Dostoievski que usa a filosofia niilista para chegar em duas máximas: “não existe verdade” e “verdade é poder”. Segundo Pondé, se formos por essa linha, chegamos em um relativismo onde “o que existe são narrativas e essa narrativa toma poder”. E como combater as noticias falsas? A imprensa seria a vacina dessa indústria da pós-verdade? Eugênio Bucci, acadêmico e jornalista, acredita que isso procede em termos, pois infelizmente as redações não são garantias de verdade; a própria imprensa é responsável por muitas inverdades. Também não parece justo culpar as redes sociais como as únicas disseminadoras de notícias falsas pois isso não é uma tendência que se limita aos tempos de hoje. Se por um lado a internet é o espaço de muita desinformação o oposto também vale: é um espaço de alta informação. Graças às redes inúmeros movimentos sociais ganharam visibilizade e passaram a ser discutidos. Talvez o melhor seja encontrar um denominador comum, no qual os veículos impressos consigam ganhar maior relevância nas redes sociais. André Cordeiro


por Maria ShirtS

Fotos #viresuacidade via visual hunt / cc BY-sa — Festival Baixocentro via visual hunt / cc BY-sa

mobilidade

O Largo da Batata e a Praça Roosevelt são exemplos de espaços públicos que, ocupados, tornaram-se ambientes acolhedores

Esquina paranoia dElirantE

Para viver a cidade sem medo é Preciso ocuPá-la. as novas gerações já entenderam isso, e estão usando as cidades – no mundo todo – de outras maneiras. é resPonsabilidade do Poder Público dar suPorte Para tanto “Você não tem medo de andar de bicicleta sozinha?” Acho que esta é uma das perguntas que mais ouço no dia a dia. Claro que eu tenho medo. Qualquer mulher que ande sozinha em uma cidade grande, em qualquer meio de transporte, sente medo. Não precisa estar a pé ou de bicicleta. Andar no ônibus ou metrô também nos constrange – seja por causa de assédio ou outra violência. Temos medo até no táxi, no Uber. Inclusive dirigindo, no carro: mulheres são tidas como mais vulneráveis e, por isso, mais propensas a assaltos e sequestros. O problema é quando o medo vira paranoia. Eu mesma já fui assaltada mais de uma vez na cidade. É muito chato. E traumático. No dia seguinte, todo mundo vira um assaltante em potencial – por causa da paranoia. Você fica olhando para trás, para os lados. Depois de um tempo, no entanto, você continua vivendo a vida. Ou deveria. Para além de algum trauma, há quem diga que esse sentimento é consequência das nossas vidas muradas. Um psicanalista chamado Christian Dunker tem essa tese: porque nos isolamos em condomínios, acabamos perdendo o contato com a rua. O de fora (dos muros) será sempre um estranho e, no limite, uma ameaça.

20 | 29HORAS | Maio 2017

Uma das maneiras de arrefecer essa paranoia é estimular o uso do espaço público. Fornecer infraestrutura, lazer e opções tanto no centro quanto na periferia para a população sair de casa, se conectar com a cidade, com os vizinhos, com a sociedade. Por isso que iniciativas como a Paulista Aberta, o Circuito SpCine de Cinema (que aconteceu em abril, levando filmes premiados a regiões diversas da capital paulista) e a Virada Cultural (que ocorre agora nos dias 20 e 21 de maio) são tão importantes para a cidade. Quanto mais deserta e desocupada, mais insegura ela fica. As novas gerações já entenderam isso, e estão usando as cidades – no mundo todo – de outras maneiras. Como toda mudança começa pelos jovens, tenho esperança de que o movimento transborde para as outras gerações. É responsabilidade do poder público dar suporte para tanto. Afinal, como diria o rapper Xis: “A esquina é perigosa, é atraente, olha quanta gente, que movimento interessante [...] Eu tô na paz!” Maria Shirts é cicloativista, pedestrianista e trabalha na Folha de S.Paulo. Email: maria.shirts@gmail.com


29h sp-rio

a maior ponte aérea das américas FOTO Felipe panFili

teatro

Além de mesmo autor, o diretor, o figurinista e o cenógrafo da novela “Vamp” também estão presentes na produção do musical

VAMPIROS DE NOVELA INVADEM O PALCO

SUCESSO NA TV GLOBO NO INÍCIO DOS ANOS 90, VAMP VIRA ESPETÁCULO MUSICAL EM CARTAZ NO TEATRO RIACHUELO, PROTAGONIZADO POR NEY LATORRACA E CLAUDIA OHANA A novela “Vamp” está de volta, mas agora como espetáculo musical que mistura comédia, terror, suspense e, claro, uma animada trilha sonora, com muito rock. Exibida em 1991/92, a novela cult de Antonio Calmon, assim como a peça, tem como protagonista a roqueira Natasha (Claudia Ohana), que vende sua alma ao Conde Vlad (Ney Latorraca) em troca do sucesso. Ele, apaixonado por sua presa, faz de tudo para conquistá-la, mas Natasha, com o passar do tempo, tenta loucamente se livrar dele e da maldição de ser vampira para sempre. Para isso, ela se une à caçadora Penn Taylor (interpretada por Evelyn Castro) e vai atrás de um amuleto escondido numa cidade litorânea, onde vivem a família do capitão Jonas (Luciano Andrey) e a de Matoso (Osvaldo Mil). Uma novidade em relação à novela é a personagem Madrácula (vivida por Claudia Netto), uma hilária vampira portuguesa que aparece como a controladora mãe do malvado Vlad. A montagem teatral tem direção de Jorge Fernando

22 | 29HORAS | Maio 2017

e é o mais novo projeto da Aventura Entretenimento, dos sócios Aniela Jordan, Fernando Campos e Luiz Calainho. Em cartaz no Teatro Riachuelo, tem figurinos de Lessa de Lacerda e cenários de José Claudio Ferreira. A direção musical é de Tony Lucchesi, e a coreografia de Alonso Barros. Aproveitando o sucesso da vampiromania, ressuscitada por livros e filmes como os da saga “Crepúsculo”, os produtores decidiram literalmente desenterrar a trama da novela do final do século passado e introduzir alguns toques mais modernos e atuais, como as referências a zumbis e a Michael Jackson, de modo a tornar a história ainda mais interessante para o público jovem. Mas a verdade é que nada disso seria necessário, porque, como diz a própria Claudia Ohana, “histórias de vampiro são como jeans: nunca saem de moda”. Teatro Riachuelo - Rua do Passeio, 38, Centro, tel. (21) 2533-8799. Ingressos de R$ 25 a R$ 180.


gastronomia

VOCÊS QUEREM BACALHAU?

Desde o final dos anos 1970 servindo especialidades portuguesas em Niterói, o restaurante Gruta de Santo Antônio cruza a Baía de Guanabara e inaugura uma filial no Vogue Square, na Barra da Tijuca: a tasca Filho d’Mãe. O novo empreendimento é comandado pelo chef Alexandre Henriques, filho da lendária Dona Henriqueta, responsável pelo sucesso da “matriz” niteroiense. O cardápio mantém alguns pratos consagrados de lá, mas outros aparecem em uma versão mais contemporânea. Ao lado dos bolinhos de bacalhau com queijo Serra da Estrela, das alheiras assadas e do arroz de pato, brilham o bacalhau Vogue (assado e servido com batatas coradas, cenoura, ovos e camarão), o bacalhau Filho d’Mãe (confitado no azeite e acompanhado de risoto de abobrinha, queijo Grana Padano e cebolas ao curry) e as pataniscas de bacalhau com arroz e tomate. Nos finais de semana tem também

FOTO divulgaçãO

SUCESSO HÁ DÉCADAS EM NITERÓI, RESTAURANTE PORTUGUÊS INAUGURA FILIAL NA BARRA COM NOME ÚNICO: FILHO D'MÃE

Bacalhau Filho d’Mãe, acompanhado de risoto e cebolas ao curry

leitão à bairrada, com farofa de miúdos, batatas ao murro e molho apimentado. A carta de vinhos lista 120 rótulos, em sua grande maioria portugueses. Tasca do Filho d’Mãe - Avenida das Américas, 8.585 (Vogue Square), Barra da Tijuca, tel. (21) 3030-9080.

bebidas

DRINQUES EM DESFILE FOTO TOmas rangel

PICI TRATTORIA LANÇA COLEÇÃO DE COQUETÉIS, COM RELEITURAS DE CLÁSSICOS E CRIAÇÕES ASSINADAS PELO BARMAN MARCELO EMÍDIO

O Pici Trattoria acaba de lançar sua nova coleção de drinques, entre releituras e criações autorais, desenvolvidas pelo jovem barman Marcelo Emídio. Uma das novidades é o French 75 (gim, suco de limão siciliano, xarope de açúcar e espumante). Outros lançamentos são o refrescante Mint Julep (“mojito” gringo, que mistura whiskey Jack Daniel’s com folhas de hortelã, suco de limão e xarope de gengibre), o Pici Mule (gim, frutas vermelhas, limoncello artesanal e espuma de limão siciliano) e o Mezzogiorno – uma combinação de gim infusionado em cardamomo com abacaxi, água tônica e sucos de grapefruit e de limão siciliano. Para quem curte um certo amargor, o Don Negroni é uma versão do clássico coquetel feito com gim e vermute em versão envelhecida em um barril de carvalho. Para escoltar as maravilhas etílicas, a cozinha oferece pratos tipicamente italianos, como o nhoque ao pesto com creme de burrata e raspas de limão siciliano ou o espaguete à carbonara. Pici Trattoria - Rua Barão da Torre, 348, Ipanema, tel. (21) 2247-6711.

Ao lado, Pici Mule, com seu toque único de limoncello artesanal

23


29h sp-rio

A mAior ponte AéreA dAs AméricAs

gastronomia

FOTO wagner pinheirO

20 ANOS DE COMIDAS SAUDÁVEIS NO CENTRO

COM CARDÁPIO ASSINADO PELA NUTRICIONISTA BIANCA HERMIDA E PELO CHEF IVANÉRIO RODRIGUES, O VERDE VÍCIO EXPLORA AS CARACTERÍSTICAS NATURAIS DOS INGREDIENTES

A nova filial mantém a tradição no ambiente e no cardápio

gastronomia

SASSARICANDO NO GALEÃO

CONFEITARIA COLOMBO ABRE FILIAL NO AEROPORTO INTERNACIONAL TOM JOBIM E SE PREPARA PARA EXPANDIR ATUAÇÃO

O restaurante Verde Vício comemora duas décadas com novidades. A casa, especializada em culinária saudável, tem cardápio assinado pela nutricionista Bianca Hermida e pelo chef Ivanério Rodrigues, que se esforçam para valorizar as texturas, os sabores e os aromas de cada ingrediente utilizado em suas receitas. Quem curte peixe pode pedir um filé de tilápia com aspargos, tomates cereja, creme de espinafre e arroz com açafrão, enquanto os fãs de uma boa massa certamente vão se deliciar com o penne com camarões e pesto de coentro. Para quem gosta de opções contemporâneas, a sugestão é o risoto de camarão com banana e curry. Na hora da sobremesa, a dica é provar a torta de abacaxi com tapioca. Se você estiver no Centro da cidade, é possível fazer pedidos para delivery, que são entregues por funcionários que se locomovem de bicicleta, utilizando sacolas e embalagens biodegradáveis. Verde Vício - Rua Buenos Aires, 22, Centro, tel. (21) 2233-9602.

Patrimônio histórico e sentimental do Rio de Janeiro, a centenária Confeitaria Colombo acaba de inaugurar um café no Aeroporto Internacional Tom Jobim, o Galeão, na área restrita de embarque, no Terminal 2. Na decoração do espaço, os destaques são o bonito balcão de mármore e a icônica claraboia, com desenhos em estilo Belle Époque. No cardápio, coxinhas, empadas, as famosas torradas Petrópolis e sanduíches de rosbife, mozzarella e rúcula ou de salmão com cream cheese e molho de maracujá. Entre os doces, clássicos como o viradinho de nozes e o pastel de nata, além de tarteletes de chocolate com avelã e bombas de creme. Para beber, cafés preparados com o blend exclusivo da casa, acompanhados de biscoitinhos artesanais. “Depois da experiência bem-sucedida que tivemos aqui e com o quiosque no acesso ao Corcovado, temos planos de expandir esse formato e levar a Confeitaria Colombo para outros pontos da cidade”, afirma Rafael Zambrotti, gerente geral da confeitaria. Confeitaria Colombo - Avenida Vinte de Janeiro, s/ nº, Terminal 2, Ilha do Governador, tel.(21) 3398-2208.

24 | 29HORAS | Maio 2017

FOTOs divulgaçãO

Croquetes de abóbora recheados com queijo de coalho


29h sp-rio

A mAior ponte AéreA dAs AméricAs

gastronomia

DE NAPOLI PARA A COBAL DE BOTAFOGO

FARINHA, MOLHOS E ATÉ MESMO ALGUMAS DAS COBERTURAS DAS REDONDAS DO PIZZA PARK HUMAITÁ SÃO ELABORADOS COM INGREDIENTES DA ITÁLIA Há mais de 25 anos, o Pizza Park Humaitá é referência pelo capricho e por suas receitas tradicionais. Instalado na Cobal Humaitá, em Botafogo, começou fazendo sucesso por suas pizzas de massa fina assadas no forno a lenha, e mais recentemente passou a servir também opções com massa mais grossa, para agradar aos mais diferentes paladares. Produzidas com a ultrafina farinha de trigo 00, as massas descansam por 48 horas antes de ir ao forno e, no preparo do molho, são usados tomates pelados de San Marzano. Entre as coberturas, o destaque do novo cardápio é a pizza de Burrata Trufada (mozzarella de búfala, queijo gorgonzola, folhas de rúcula, presunto Parma e azeite trufado). Entre as tradicionais, os carros-chefes são a

arte

Diretamente do forno, a tradicional redonda sabor Margherita

Da Nona (mozzarella, berinjela, alho, cebola e orégano) e a clássica Margherita. Além de pizzas, a casa serve pastas artesanais, como o spaghetti à carbonara, e empanadas com diversos recheios. Pizza Park Humaitá - Rua Voluntários da Pátria, 448, Humaitá, tel. (21) 2537-5383.

VIRAGENS E MIRAGENS BRASILEIRAS EXPOSIÇÃO NA CASA FRANÇA-BRASIL REÚNE OBRAS DE GRANDES ARTISTAS NACIONAIS QUE COMPÕEM A FABULOSA COLEÇÃO DA FUNDAÇÃO EDSON QUEIROZ, DO CEARÁ

fotos divulgação

A Casa França-Brasil recebe até o final de junho a exposição “Viragens: Arte Brasileira em Outros Diálogos”, que exibe um recorte de uma das coleções mais importantes do país, a da Fundação Edson Queiroz, sediada na Universidade de Fortaleza (Unifor). A mostra reúne 75 obras de artistas como Alfredo Volpi, Candido Portinari, Rubem Valentim, Hélio Oiticica, Mira Schendel, Lasar Segall, Anita Malfatti, Di Cavalcanti, Guignard, Vicente do Rego Monteiro, Victor Brecheret, Frans Krajcberg, Ismael Nery, Maria Martins, Samson Flexor, Abraham Palatnik, Tomie Ohtake e Luiz Sacilotto. O objetivo dos curadores é construir diálogos múltiplos que perpassam alguns capítulos da arte brasileira, com obras produzidas entre 1913 e os anos 1980. O “ponto de viragem” é a expressão que evidencia o momento quando duas substâncias se afastam do ponto de referência. Assim, obras de épocas diferentes são colocadas frente a frente e se confrontam, criando surpreendentes interlocuções. nonono nononono

26 | 29HORAS | Maio 2017

Casa França-Brasil - Rua Visconde de Itaboraí, 78, Centro, tel. (21) 2332-5277.


29h sp-rio

A mAior ponte AéreA dAs AméricAs

arte

ElEgância E modErnidadE

baixa gastronomia por carlos monteiro carlos.monteiro@saravah.com.br

autor de uma das mais poderosas crônicas visuais do brasil na primeira metade do século XX, José carlos de brito e cunha (1884-1950), o J. carlos, é o tema da exposição que acaba de estrear na Galeria marc Ferrez do instituto moreira salles. com curadoria de cássio loredano, Julia Kovensky e Paulo roberto Pires, a exposição “J. carlos: originais” mostra 290 desenhos pinçados entre os cerca de mil itens originais. o acervo reunido pelo filho do artista também inclui coleções encadernadas das publicações em que J. carlos atuou, como “careta”, “Para todos”, “Fon-Fon” e “almanaque tico-tico”. acredita-se que a produção de J. carlos supere os 50 mil desenhos, entre caricaturas, charges, cartuns, alfabetos tipográficos, vinhetas e publicidade, publicadas nas primeiras revistas ilustradas do brasil. J. carlos foi um dos primeiros representantes do modernismo no brasil, com a leitura – direta ou indireta – que fez do art nouveau e da art déco a partir da década de 1910. isso pode ser percebido nos desenhos que fez de arranha-céus e seus interiores, nas roupas e nos corpos de suas melindrosas e afrodites, desenvolvendo um estilo completamente seu. Instituto Moreira Salles - rua marquês de são vicente, 476, Gávea, tel. (21) 3284-7400.

foto divulgação

Desenho criado para publicação na revista Careta, 1950

28

foto carlos monteiro

Dono De um estilo inimitável, o cronista visual J. carlos é obJeto De uma bela exposição no instituto moreira salles

Lá é possível acompanhar a Porchetta sendo preparada

Espírito dE porco quE lava a alma que tal um sanDuíche com a mais crocante e Deliciosa carne suína?

caminhávamos num sábado ensolarado pela ipanema de leila Diniz, na qual um dia, nos idos de 1969, o jornalista carlos leonam aplaudiu, a partir do arpoador, o pôr do sol. vínhamos eu, o expert em cinema Paulo martins, o poeta e ensaísta adriano spínola e o cineasta sylvio back dispostos a lavar a alma com uma boa porchetta – sanduíche de porco –, uma forma tradicional italiana de assar o porco, com vários temperos e lentamente, em fogo baixo. o toque final é feito com uma “pururucada” em um maçarico. em plena e charmosa visconde de Pirajá, onde chico buarque ficava “olhando as saias de quem vive pelas praias, coloridas pelo sol...”, nos acomodamos em banquetas, apreciando o preparo da porchetta ali ao nosso lado. os aromas emanados são intraduzíveis. há também a possibilidade de sentarse no mezanino com ar-condicionado. Uma ressalva: esse festival de delícias acontece apenas aos sábados, das 11h às 19h. mas vale a pena se programar para saborear a iguaria. Espírito de Porco Porchetteria - Empório Grão & Cia - rua visconde de Pirajá, 282, ipanema, tel. (21) 2513-4681.


CAPA

30 | 29HORAS | Maio 2017


O sorriso espontâneo de Maria Casadevall captado pelas lentes do fotógrafo Rogério Mesquita

Maria, Maria pOR ana júlia cano FOTOS RoGÉRio MESQUiTa

TRATAMENTO DE IMAGEM WM FUSION

ATRIz DE TV, INTEGRANTE DA cOMpANhIA DE TEATRO SATyROS E AMANTE DO SIlêNcIO, MARIA cASADEVAll REVElA UM pOUcO SObRE SUA TRAjETóRIA E ESTIlO DE VIDA

31


FOTO TV GlObO

CAPA

MAriA ChegA PArA A entrevistA AndAndo PelA ruA CoM uM

gingado de moleca, cabelos molhados, all stars, calça legging e um camisetão. Para não mentir, havia uma leve sombra nude no canto das pálpebras, prova miúda de que ela se produziu para o encontro. O café no qual pretendíamos ir estava fechado, assim como o astral da atriz e da repórter. A revelação de quem é a Maria Casadevall – ou fragmentos disso – só veio posteriormente, com a troca de e-mails feita ao longo das madrugadas insones de São Paulo. Filha da advogada Teresa Cristina Burza Casadevall, a quem prefere chamar de Geni – apelido para genitora –, e do empreendedor e ex-piloto de Fórmula 3 Fábio Ayrton de Oliveira Gonzaga, Maria Carolina teve uma infância feliz e comunitária: no prédio em que morava havia muitas crianças e todas brincavam juntas na área comum. Foi nessa época que ela e as amigas inventaram a companhia de teatro “Garotas Papillon” para brincar de ensaiar e apresentar peças para os moradores do edifício. Atuação, no entanto, não foi o que Maria sempre quis. Após o colégio, a fã de Truffaut, Coppola e Bertolucci fez faculdade de Rádio e TV, a qual detestou, mudando assim para jornalismo, curso com o qual se identificou por gostar de escrever e por amar as palavras de forma quase religiosa. Mas na metade da graduação Maria já estava inundada pelo universo cênico, descoberto em cursos e a partir do contato com os palcos e companhias da Pça. Roosevelt. “Nesse momento comecei a entender que em cena eu poderia fazer o que queria, que era juntar o corpo, a palavra e a imagem e, enfim, decidi

32 | 29HORAS | Maio 2017

que queria estudar teatro a fundo”, sintetiza a artista, que integra a companhia de teatro Satyros desde 2008. Após peças como “Roberto Zucco” e “Haiti somos nós”, as novelas “Amor à vida” e “I love Paraisópolis” e a série “Lili, a ex”, em abril Casadevall embarcou em mais dois projetos, no ar na Rede Globo: a supersérie “Os dias eram assim”, na qual interpreta Rimena, uma médica chilena envolvida com a causa humanitária em meio às ditaduras da América do Sul, e a minissérie “Vade retro”, com a misteriosa personagem de cabelos azuis meio humana, meio deusa chamada Lilith. Os projetos do semestre da jovem se estenderam para fora da TV e em maio ela filmará o longa-metragem “Mulheres alteradas”, sob a direção de Luis Pinheiro, o mesmo diretor com quem trabalhou na série “Lili, a ex”. Nessa altura do texto, e com trabalhos em tantos formatos diferentes, cabe dizer que uma das características que acompanham Maria desde sua infância é a vontade de inventar e experimentar. Exemplo disso é a sua página no Instagram, repleta de artes gráficas, criações textuais próprias e vídeos com minúcias do cotidiano. Quando questionada sobre a preferência entre trabalhos no teatro ou na TV, a atriz esclarece: “A TV foi uma surpresa de percurso, não era uma meta. Hoje a minha vontade é estar em cena, seja no cinema, na TV ou no teatro”. Maria, que atuou em “A ordem do caos... Ou” – curta-metragem de Fernando Leal selecionado para o festival de Cannes na categoria Short Film Corner – explicita que, independentemente da plataforma, escolhe os trabalhos com a mesma cautela. “Primeiramente eu

FOTO TV GlObO

Maria e Renato Góes na supersérie “Os dias eram assim”; abaixo, como Lili, na série “Lili, a ex”, com os atores Felipe Rocha e Fiuk


“o Silêncio Me fAsCinA. ele pRovoca eM MiM uM estAdo de nAturezA, de ESSência, que às vezes fiCA diSTanTE eM Meio Ao CotidiAno”

33


CAPA

FOTO TV GlObO

Segundo a atriz, essas mume pergunto: ‘o que estou danças estão associadas a lendo mexe comigo?’ Se uma tomada de consciência me provoca alguma coisa, política. “A gente faz poé capaz que provoque nos lítica a todo momento na outros também. O segundo vida, nossas escolhas são passo é: ‘eu gostaria de conpolíticas”. Além da revotar essa história? Por quê?’” lução na alimentação sem Em gravação no Rio de carne, Maria defende a luta Janeiro até setembro e com das mulheres por liberdatantos projetos engatilhade e igualdade de gênero. dos, surge a curiosidade “Se ser feminista é acredisobre o processo criativo tar que a mulher pode ser da atriz. Como decorar o que ela quiser, desde que tantos textos? A falante de a escolha parta sempre dela inglês, francês e truqueimesma e que as oportunira no espanhol retifica: “A dades oferecidas sejam as palavra ‘decorar’ nunca faz mesmas dadas aos homens, parte dos meus processos sim, sou feminista”. Para de ensaio e preparação. O alcançar essa e outras muque existe é um entendidanças, Maria enfatiza que mento que vai se dando levanta a bandeira da ementre mim e o texto por patia, do conhecimento, da conta da convivência quase tolerância e do diálogo. diária que me obrigo a ter Atenta aos seus hábitos, com ele desde o momento Casadevall também evita o em que recebo os primeiconsumo exacerbado. Ela ros escritos. Aos poucos, reinventa as próprias rouaquelas palavras se tornam pas, frequenta brechós, é parte orgânica da criação”. supercuriosa quanto aos Debruçada sobre o texto ao guarda-roupas coletivos e, longo de dias, Maria tamquando precisa comprar bém revela que o processo algo novo – seja uma peça de desenvolvimento em Como Lilith da série “Vade Retro”: vilã bem-humorada e sensual de roupa, um acessório, um relação aos projetos acaba patê ou um disco –, prioriza pequenos produtores nacioacontecendo de forma bastante solitária. Solidão e silêncio costumam ser estados aflitivos para nais preocupados com a sustentabilidade e as condições todos. Maria vai na contramão. Embora muito comunica- de trabalho de todos os envolvidos no processo. A questão da valorização nacional alcança igualmente tiva, ela tem um fascínio misterioso pelo silêncio. “Uma vez escrevi: ‘num dia de muitas palavras acontece a des- o campo da cultura. Ouvinte do programa “Som a pino”, poesia’. O silêncio provoca em mim um estado de natu- da rádio Eldorado, e de clássicos como Noel Rosa, João reza, de essência, que às vezes fica distante em meio ao Gilberto e Gal Costa, até chegar nas brasilidades modercotidiano”. Essa, inclusive, foi uma das razões que a levou ninhas de Céu, Criolo e Pitanga em Pé de Amora, Maria a experimentar, no ano passado, um retiro de silêncio de define “O haver”, de Vinicius de Morais, como o poema dez dias em Córdoba, na Argentina. “Poder praticar o si- de sua vida. Atualmente, a leitora está na prosa, cumlêncio por dez dias e ao mesmo tempo estar em convivên- prindo uma velha promessa de encontrar-se com João cia coletiva, inclusive de divisão de tarefas, sem contato Guimarães Rosa. Degustando “Grande Sertão: Veredas” nenhum com o meu mundo aqui fora, foi, em conjunto diariamente, a atriz viu-se em Riobaldo, que vive dizenao aprendizado de uma técnica rígida de meditação, uma do “Se lembro, tenho”. Pensando em qual superpoder combinação bastante poderosa. Uma experiência trans- escolheria, caso pudesse escolher algum, ela conclui que teria a “supermemória”, para poder acessar suas próprias formadora de autoconhecimento e disciplina”. Vegetariana desde os dezesseis anos, ela acredita pia- lembranças aos detalhes, como trechos de livros, cenas de mente nas pequenas revoluções cotidianas em cadeia. filmes, cheiros, cores, sentimentos e pensamentos. Ao se “Conforme você vai agindo de maneira diferente no seu deparar com o personagem do sertão e sua frase, Maria se cotidiano, as pessoas ao redor vão notando essa transfor- iluminou. “Compreendi Riobaldo. Sinto igualzinho, pois mação de hábitos e isso acaba virando uma corrente”. quero lembrar para nunca perder”.

34 | 29HORAS | Maio 2017


FOTO ARQUIVO pESSOAl

As parceiras Maria e sua gata Coelha Veja outras fotos no Instagram @mariacasadevall

24 de março de 2017, 11:02

FOTO VISUAlhUNT

"Ana, Essa manhã, ao acordar, permaneci por alguns minutos na cama e troquei o primeiro olhar do dia com a minha gata, chamada Coelha. Isso me dá muita força e coragem. Ainda deitada, olhei o céu através da minha janela – tenho uma fixação obsessiva por janelas – até que resolvi deixar a cama já curiosa para saber a hora – sempre atenta para pisar primeiro com o pé direito no chão, uma besteira minha. Eram 8h46 – esse é geralmente o único momento do dia em que fico verdadeiramente curiosa em saber a hora. Feito meu primeiro xixi do dia, segui para a sala – conjugada com a cozinha – e pus a água do café para ferver enquanto colocava na cumbuca a comida pastosa que a Coelha gosta de comer pela manhã. Sou cutucada por uma espécie de alegria boba só porque vou provar uma manteiga vegana que ganhei ontem do meu pai. E essa alegria cresce quando sinto o cheiro do café invadir a casa, isso me lembra coisas muito simples que me deixam bastante feliz (como na música da “Noviça Rebelde”), são elas: o cheiro do café, ficar olhando a chuva, ouvir passos em trilhas na mata, pedregulhos e na madeira do palco antes do espetáculo começar, e sustentar o silêncio perto de alguém que se ama. Nessa hora, me dei conta de que ontem tinha chegado até mim um presente enviado por um amigo pelo correio: um disco de vinil do Leonard Cohen e dois livros de poesia também do gênio Leonard. Tirei o pó da minha vitrola, que se chama Tonico Bonifácio, e coloquei Leonard para tocar. Fui invadida pela imensidão das coisas simples com uma força avassaladora, transcendi. Fiz três vídeos, os quais postei no meu Instagram, e tudo isso fez com que eu tivesse a ideia de te descrever essa manhã meio mágica, já que você tinha me perguntado o que eu fazia ao acordar. Sim, esse acordar foi especial, embora tenha sido feito de coisas que se repetem quase todas as manhãs: pé direito, café preto e uma impressão de que acabo de nascer. Maria"

35


DE 6 A 28 DE MAIO


especial

FOTO shuTTersTOck

Franchising

Um setor consolidado Desde o início do franchising no Brasil – com a escola de idiomas Yázigi, em 1954, a primeira franquia de serviços do país –, milhares de pessoas vêm realizando o sonho de empreender. Segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), são 142,6 mil unidades de negócios, vinculadas a 3.039 redes, com faturamento de R$ 151,2 bilhões em 2016, e uma projeção de crescimento entre 7% e 9% para 2017. Não é pouca coisa. Por isso, esse mercado é o tema do nosso especial, que engloba também a 26ª edição da ABF Franchising, que irá acontecer entre 21 e 24 de junho no Expo Center Norte, em São Paulo. Boa leitura, bons negócios!

37


FOTOs divulgaçãO

FOTO andressa casTrO / divulgaçãO

Franchising

Altino Cristofoletti Junior, presidente da ABF; e a ABF Franchising Expo de 2016

Um negócio qUe já deU certo

Considerado o quarto maior merCado do mundo em número de franquias, Com 142,6 mil unidades, o país ColeCiona uma trajetória de suCessos nesse setor O Brasil é um dos países de maior sucesso com o franchising. “São mais de três mil marcas brasileiras; uma estrutura de governança corporativa, com um conselho de associados; e muito profissionalismo”, ressalta Altino Cristofoletti Junior, presidente da ABF. “Além de ser a guardiã do franchising brasileiro, focamos na formação e na capacitação de profissionais e na expansão nacional e internacional desse modelo de negócio”, afirma. O presidente da associação observa que, nesses últimos cinco anos, a faixa etária dos novos empreendedores do franchising tem baixado. “Antes, eram pessoas com 40 anos em média; agora, há muitos jovens de 25, 30 anos interessados em empreender. No atual mundo de economia compartilhada, o franchising não envolve apenas a loja física, mas o e-commerce, o porta a porta, vários outro canais”. Para André Friedheim, diretor internacional da ABF, este modelo é bem-sucedido mesmo em períodos de crise. “Em geral, 80% dos negócios costumam fechar no Brasil depois de dez anos de atividade. Já no setor de franquias este número cai para 15%”, afirma o executivo. Cristofoletti e Friedheim destacam segmentos de acessórios, saúde, bem-estar, beleza e educação como nichos fortes no setor, mas lembram que o empreendedor não deve

38 | 29HORAS | Maio 2017

se guiar por essas nuances. “Tudo é muito cíclico, por isso o empresário não deve investir porque esta é a bola da vez. O que deve nortear a escolha do negócio é a afinidade, o gosto”, frisa o presidente da ABF. Em sua 26ª edição, de 21 a 24 de junho, a ABF Franchising Expo – principal referência do mercado nacional de franquias e uma das maiores feiras do mundo nesse setor – espera este ano superar o número de expositores de 2016 (cerca de 400) e ter um público equivalente, na casa das 65 mil pessoas. Em 2016, pela primeira vez, ocorreu paralelamente à feira a Franchising Week, conjunto de seminários e palestras sobre o mercado. Agora esta semana vai ser “esticada”, com mais dias. Outra novidade desta feira é o “Mall do futuro”, um pequeno shopping center com marcas e serviços que serão usados nos próximos anos. Também a interação com o Sebrae, que já existia em outras edições, será maior desta vez: além do estande, haverá cursos gratuitos e até caravanas de empreendedores de outros estados e cidades. A ABF Franchising Week promoverá intervenções em comunidades, ações promocionais e de degustação que envolverão o público dentro e fora do Expo Center Norte. Toda a programação estará disponível na palma da mão por meio do aplicativo ABF Connect.


A Imaginarium, que conta com 211 pontos de venda no país; e a Saccaro, fabricante gaúcha de mobiliários residenciais e comerciais

Decoração e Design crescem mesmo na crise Marcas se valeM do sisteMa de franquias para expandir seus pontos de venda, perMitindo uMa vivência Maior dos consuMidores coM os produtos A crise econômica atingiu e segue atingindo vários lares brasileiros, mas ainda assim o segmento de franquias de casa & decoração apresentou de 2015 para 2016 um crescimento de 9%, e as perspectivas são muito boas para 2017. Basta ver o interesse e o número de visitantes que a Mostra Artefacto e a Casa Cor estão registrando este mês aqui em São Paulo. A compra de móveis e objetos de decoração é algo que, para a maioria dos consumidores, requer um test-drive, uma avaliação pessoal tátil e visual – algo que não se adequa muito bem ao ambiente virtual dos e-commerces. Por conta disso, o setor totalizava 5.849 lojas no sistema de franquia ao final de 2015 no país. Grandes marcas atuam nesse segmento, como a Ornare, a Artex, a Copel, a Kitchens e a Orlean, mas também há redes de menor porte, como a i-Stick, a Moldura Minuto, a Fom, a Uatt? e a Loft. Na percepção de João Saccaro, diretor de mercado da fabricante gaúcha de mobiliários residenciais e comerciais, as franquias estão aumentando nesse segmento justamente por proporcionarem um contato direto entre o consumidor e o produto. “Elas oferecem um modelo de negócio formatado e com padrões validados, que permitem que a gente consiga levar ao consumidor a experiência da marca em sua essência”, afirma o executivo. A marca aposta nas franquias para crescer e já está pre-

42 | 29HORAS | Maio 2017

sente em mais de 60 endereços, sendo 22 franquias no Brasil e seis no exterior. Já a Imaginarium – marca líder em venda de peças de design e produtos criativos para decoração no mercado brasileiro – soma 211 pontos de venda, e todos pertencem a franqueados. Duas características são fundamentais para o sucesso da marca: a inovação e a agressiva estratégia de expansão. É inovando que ela não para de surpreender seus consumidores, lançando 400 novos itens por ano e associando-se a parceiros como Disney, Peanuts e Fox, que constantemente trazem produtos conectados com as tendências e temas que cativam a atenção e o interesse dos consumidores, com uma pegada “fun”. Quanto à estratégia de expansão, a Imaginarium não se limita a um formato apenas de franquia e atua em total parceria com o franqueado em todas as etapas do processo, desde a escolha do modelo de franquia – compact, fit, master, premium, mini-quiosque ou quiosque – que mais se encaixa com o investimento estimado do franqueado até a abertura e a operação da loja. Dessa forma, a empresa fechou 1016 com um faturamento de R$ 230 milhões e crescimento de 15% em relação a 2015. Até o final deste ano, espera contabilizar a abertura de 25 novas operações franqueadas. O investimento mínimo para a abertura de um ponto de venda da Imaginarium é de R$ 35 mil. Kike Martins da Costa

foto guilherme congra / divulgação

foto divulgação

foto bendita imagem

Franchising


Expansão

aEroportuária Lojas em terminais aéreos promovem aLta visibiLidade da marca e possibiLidades de crescimento

Uma verdadeira vitrine. O ambiente dos aeroportos está no foco de muitos franqueadores e franqueados. Não é por acaso. O aumento do fluxo de passageiros nos últimos dez anos tornou este cenário um lugar ideal para vendas de qualquer espécie: de alimentos a roupas e acessórios, passando por serviços como locação de carros, lavanderias e spas, há de tudo um pouco no universo aeroportuário. Que o diga Gustavo Albanesi, sócio fundador da rede Buddha Spa – a maior rede de spas urbanos do país, com 29 unidades distribuídas em quatro estados –, que inaugurou em fevereiro uma unidade no Aeroporto Santos Dumont. O spa foi implantado em um quiosque de 15m² no embarque e desembarque de passageiros e funciona das 7h às 22h, com serviços de spa dos pés e massagens rápidas. “A expectativa é que possamos atender cerca de três mil pessoas por mês”, afirma Albanesi. “O local traz uma ótima visibilidade para a marca e permite ao cliente experimentar o que oferecemos em nossas estruturas de spas mais completos. Esta é a primeira unidade nesse ambiente e pretendemos expandir o modelo para outros aeroportos e shoppings”. Também no Rio, Reinaldo e Irani Varela, proprietários da franquia Divino Fogão, inauguraram em agosto último um novo modelo de negócios, com uma loja no Galeão, o Aeroporto Internacional Tom Jobim. Com 189 unidades em shopping centers, a rede especializada em comida de fazenda vislumbra ampliar sua atuação em aeroportos. “O custo do aeroporto é muito alto, o investimento passou de R$ 1,5 milhão, mas estamos otimistas com o desempenho da loja. Como abrimos em meio aos Jogos Olímpicos, a recuperação foi boa”, explica Reinaldo.

44 | 29HORAS | Maio 2017

foto KEINYANDRADE

Franchising

Irani e Reinaldo Varela, proprietários da franquia Divino Fogão

Na Divino Fogão, todos os pratos são feitos no dia: das sete da manhã às 11 horas. “Quando abre para o almoço, a comida está fresquinha e gostosa. Isso, a meu ver, é o diferencial da nossa marca: qualidade nos ingredientes, no preparo e na apresentação”, diz ele, relembrando sua interessante trajetória. Há 35 anos, Reinaldo, nascido em Mirandópolis, no interior de São Paulo, decidiu abrir na capital paulista um lugar para vender comida típica da fazenda, a sua preferida desde a infância. “Sempre adorei cozinhar e com a minha esposa, Irani, comecei a desenvolver essa história cheia de sabores”. A loja do Galeão faz parte da estratégia da rede de ampliar a sua participação de mercado em todo o país. Reinaldo e Irani esperam fechar o ano com um crescimento em torno de 15%. As lojas em aeroportos costumam ter valores de aluguel em média quatro vezes maiores do que o mesmo espaço em shoppings, alto custo operacional e grande burocracia, mas o alto fluxo de pessoas de diversas regiões do mundo e classes sociais – e com tempo para andar, comer, gastar e esperar – compensa os custos. Atento a essa tendência, Mauricio Albuquerque, superintendente da rede Jin Jin, pretende ampliar o número de unidades em aeroportos, inclusive de quiosques. Hoje a rede conta com duas lojas da marca Jin Jin Wok (modelo para praças de alimentação) nos aeroportos internacionais de Guarulhos (SP) e Salvador (BA). “O modelo quiosque propõe aos clientes da rede uma opção de refeição rápida e de qualidade, e a nossa marca Jin Jin Sushi traz um cardápio com pratos frescos e rápidos. O público que a rede quer atingir vai de encontro com o atual público dos aeroportos brasileiros. Além disso, o modelo na forma de quiosque não necessita de um grande espaço para operar e pode ser implantado e operado nesses ambientes com sucesso”, afirma Albuquerque. Já a marca Nutty Bavarian tem 19 quiosques, dentre os 130


espalhados pelo país, em aeroportos brasileiros – o mais recente foi inaugurado em janeiro no Aeroporto Estadual de Ribeirão Preto Dr. Leite Lopes. A marca, aberta em 1996 por Adriana Auriemo, também está fortemente empenhada em expandir seus produtos internacionalmente. A empresa inaugurou a primeira unidade em março de 2016 nos Estados Unidos e hoje conta com oito pontos na terra do tio Sam. Do mesmo jeito que os aromas doces dos grãos torrados e glaceados da Nutty Bavarian atraem passageiros, o frango do Belgaleto, que faz parte da rede gaúcha Di Paolo, seduz os famintos que passam pelo Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre. Paulo Geremia, empresário e sócio-fundador do grupo, quis democratizar a típica culinária italiana, com foco no galeto na brasa. “É uma comida de muita qualidade e sabor para um público que está cansado de comer sanduíches ou salgadinhos”, pontua. Comida é o nicho mais presente em aeroportos. Por isso mesmo, o empresário Ricardo Campagnoli, sócio da marca paulistana Cookie’n Ice, de sanduíches de cookies com sorvete, mira nesse cenário, mas não em curto prazo. “Os aeroportos estão no radar da empresa, sim, mas em uma segunda fase. No momento, decidimos atuar mais fortemente

46 | 29HORAS | Maio 2017

fotos divulgação

foto eduardo liotti

Franchising

Paulo Geremia, da rede gaúcha Di Paolo; a marca Cookie’n Ice, que foca nos cookies com sorvete; e a Jin Jin Wok

em shopping centers”, afirma Campagnoli. Recém-inaugurada, e com cinco franqueados em São Paulo, Ribeirão Preto e Rio de Janeiro, a empresa quer se consolidar antes de estender suas asas. Com modelos de quiosques em formatos de trailers e bikes, espera produzir, até o final de 2017, cerca de 1 milhão de cookies e 200 mil litros de sorvete. “Até 2020, a expectativa é encerrar o ano com um total de 70 pontos de venda”, prevê o empresário, e certamente algumas dessas unidades estarão no ambiente aeroportuário. “Costumamos dizer na Cookie’n Ice que nossa melhor unidade será sempre a próxima, pois nosso projeto é vivo, e deve ser aprimorado constantemente. Contamos com nossos parceiros de projeto e fabricação, que trazem experiências, sugestões e novos conceitos para avaliarmos em conjunto, fazendo evoluir nossos quiosques”, diz o empresário.


FranchiSing

O país dOs empreendedOres CinCo histórias para se inspirar no franChising por André Cordeiro

O que significa ser empreendedor? É lutar por um sonho e não abaixar a cabeça. Em um país com tantos entraves burocráticos, com uma legislação tributária excessiva e uma CLT ultrapassada que mais parece dificultar a vida do empregador, ser empreendedor no Brasil não é uma tarefa

fácil. No entanto, somos um dos maiores países do mundo em franchising, o que mostra a alma empreendedora do brasileiro. Vale aquela regra: “se você consegue abrir um negócio no Brasil, você consegue em qualquer lugar”. A seguir, cinco histórias de franquias e de seus criadores.

foto alexandre virgilio

< Saudável obSeSSão

para empreender não tem idade >

Dona Alzira Ramos tinha 60 anos quando sofreu com a perda da mãe e de seu emprego. Durante esse momento difícil, a renda vinha da fábrica de pipocas do marido, localizada no centro do Rio de Janeiro. Para distrair a cabeça, ela começou a fazer bolos em seu apartamento. O cheiro dos seus bolos ganhou fama entre os vizinhos e, aos poucos, ela começou a aumentar a produção, vendendo até fatias para um botequim ao lado. A demanda subiu tanto que Alzira chegou a produzir cem bolos por dia, feitos artesanalmente com uma amiga, sem suporte de batedeiras. Assim, em 2008, decidiu abrir a primeira loja da Fábrica de Bolo Vó Alzira no bairro da Tijuca, zona norte carioca. Cinco anos mais tarde, em 2013, entrou no franchising. Hoje são 194 franquias em todo o Brasil. A proposta é oferecer bolos caseiros, do tipo que nossas avós faziam, a preços acessíveis (em torno de R$ 20). “Eu pensava muito no meu filho, no que eu estava deixando para ele, porque eu não tinha nada”, diz Alzira, 72 anos. “Eu tinha que lutar, achar alguma coisa e eu gostava de cozinhar. Acho que Deus viu o que eu passei e me ajudou. A gente não pode desanimar, nunca desanimar”.

48 | 29HORAS | Maio 2017

foto divulgação

Depois de uma carreira de quinze anos no mercado financeiro, Sidney Rabinovitch decidiu se aventurar no empreendedorismo. A inspiração para criar a FOM, marca de almofadas e acessórios, veio de uma visita que sua esposa, Betina, fez a uma feira de Paris, quando ela conheceu marcas que produziam almofadas com o poliestireno expandido (EPS), um tipo de isopor leve e espumado. A partir daí, Sidney e Betina começaram a produzir as primeiras peças em casa, saindo atrás de compradores. Por causa da alta qualidade dos produtos, conseguiram fechar contrato com a Tok Stok, para a qual vendiam pufes. Vislumbrando o potencial do negócio, Sidney decidiu associar os seus produtos a uma marca e, em novembro de 2006, a FOM inaugurou um quiosque no Shopping Market Place, em São Paulo. “Os meus conhecidos me achavam louco por me arriscar em um negócio”, lembra Sidney. “Mas eu acreditava, de uma maneira obcecada, que daria certo. Criei um mecanismo de não escutar ninguém e mantive o foco”. Hoje a FOM conta com mais de 42 pontos de vendas espalhados nas principais cidades e aeroportos do país.


franchising

< De volta às raízes

Aos 19 anos, o carioca Leandro Souza – filho de um porteiro e uma empregada doméstica – foi para os EUA, sobrevivendo com três trabalhos por dia em Los Angeles. Juntou dinheiro e abriu uma empresa de vallet parking. Em 2009, com o pico da crise econômica mundial, Leandro viu o seu negócio e o de tantos outros fecharem. Diante da situação, ele juntou suas economias e voltou para o Rio de Janeiro. A ideia do Espetto Carioca surgiu após observar o sucesso que as barracas de churrasquinho faziam nas esquinas. “Voltar para o Brasil foi um baque de cultura”, conta Leandro. “A burocracia e a complexidade para abrir um negócio aqui não existem nos EUA. Ser empresário no Brasil hoje é ser campeão”. No final de 2009, o empresário e dois sócios abriram a primeira unidade no Recreio, zona oeste do Rio, onde o sucesso foi imediato. Inauguraram em seguida mais duas lojas e em 2012 decidiram virar franquia. Em 2016 a rede fechou o ano com 26 unidades – sendo 24 no Rio, uma em Juiz de Fora (MG) e outra em Piracicaba (SP) – e um faturamento de R$ 53 milhões. foto edgard pacheco

foco e Determinação >

Quando decidiu vender sua casa, em Taubaté, no interior de São Paulo, para investir em uma pizzaria, Luzia Costa não pensava que iria perder tudo. Mas o negócio foi à falência e ela se viu morando de aluguel em uma casa de pau a pique com um bebê de um ano no colo. Nesses tempos, ela vendia pirulitos e conservas de tomates secos para sobreviver. Mudou-se com o marido para Roseira e as coisas começaram a melhorar. Luzia entrou em um curso de estética oferecido pela prefeitura da cidade e destacou-se entre os alunos, pois já havia trabalhado como manicure. Decidiu então morar em Ubatuba, no litoral do estado, onde fazia massagem na praia e nos condomínios, trabalhando até meia noite. Em um ano, conseguiu juntar dinheiro para pagar as dívidas da pizzaria e voltou a morar em Taubaté, onde recomeçou sua vida, desta vez focada na estética das sobrancelhas. Em 2013, Luzia inaugurou a primeira Sóbrancelhas; quatro meses depois já havia uma franqueada. Em 2016, a rede teve um faturamento de R$ 50 milhões e ingressou no mercado internacional, na Argentina, com as marcas Sólocejas e Beryllos. “É muito fácil quebrar, é muito difícil crescer”, acredita Luzia, de 36 anos. “Se em algum momento eu tivesse dúvida do meu negócio, eu ainda estaria na praia”.

Pioneiro Das microfranquias Durante dez anos, Artur Hipólito foi CEO do Grupo Multi Holding, que inclui marcas como a Wizard. Esse know-how ajudou-o, sem dúvida, quando decidiu abrir a franquia de reforço escolar Tutores. “Eu tenho uma filha com déficit de atenção e um enteado com dislexia”, conta Artur. “E a gente não encontrava ninguém que nos ajudasse. Vimos que no exterior já havia redes de franquias estabelecidas que pensavam nessa dificuldade de aprendizagem e como ajudar os pais. E disso nasceu a Tutores”. O sucesso da Tutores, hoje com 110 franquias pelo Brasil, ajudou a ampliar o negócio. Com a entrada do novo sócio, Marco Imperador, surgiu então o Grupo Zaiom, com foco nas franquias

50 | 29HORAS | Maio 2017

de baixo custo. Hoje o Grupo Zaiom é o líder nacional em microfranquias e tem marcas como Home Angel, Doutor Faz Tudo e Dr. Jardim. São mais de 500 unidades franqueadas no Brasil. Artur Hipólito acredita que vender é atender às necessidades e desejos dos clientes e proporcionar momentos mágicos que façam valer a pena a compra. “É com esse objetivo que podemos conquistar e manter os clientes”, afirma. Palestrante, Hipólito é também autor do livro “Competindo pelo Cliente”, destinado a quem queira conhecer o mundo das vendas. “Acho importante compartilhar minhas experiências com jovens que queiram empreender”.


viagem

dolCe fAr

niente O melhOr da TOscana é se perder nO própriO rOTeirO

foto bridge-florence-sunset / visualhunt

pOr André Cordeiro

52 | 29HORAS | Maio 2017


À esquerda, o Duomo de Florença: obra-prima da arquitetura renascentista; à direita, o David de Michelangelo e a Ponte Vecchio

Não existe sol igual ao sol da toscaNa. o céu é de um azul

forte e irá segui-lo pelas colinas verdejantes ao longo dessa região que ocupa quase 23 mil km² da Itália. De carro ou de trem, você verá os prados cortados por trilhos, as montanhas ao fundo, as dispersas casas amarelas e os típicos ciprestes italianos que parecem ter saído de um quadro do Van Gogh. É a região dos vinhos, da arte, da história e do amor. São dez as províncias que compõem a Toscana: Arezzo, Florença, Grosseto, Livorno, Luca, Massa-Carrara, Pisa, Pistoia, Prato e Siena. É tanto para se ver e fazer que algumas pessoas entram na paranoia de planejar dia por dia, minuto por minuto, para conseguir visitar o máximo de locais possíveis. Apesar desse ser um jeito válido de viajar ele vai contra a própria filosofia da Toscana: dolce far niente! Sim, o doce fazer nada. E o “nada” aqui não é para ser entendido no sentido literal da palavra, mas sim como aproveitar o momento e deixar-se levar pelas surpresas de cada cidade. Vamos supor que você tenha dez dias na Toscana, o que fazer? Ao invés de ficar um dia em cada província, o melhor seria escolher no máximo três. Quais? Vai da sua preferência, mas se quiser ir ao coração desse lugar o melhor é ir para Florença e Siena. Florença é a capital e a maior cidade da Toscana, com cerca de 380 mil habitantes. Foi o berço do Renascentismo e a cidade natal do poeta Dante Alighieri. É uma cidade fascinante que exala arte. Melhor dica: ande a pé pelas ruas. Não entre na furada de pegar aqueles ônibus turísticos, tira todo sentido da experiência. É uma cidade fácil de localizar; sempre que se perder é só olhar para além dos telhados e procurar o topo do Palazzo Vecchio. O palácio que foi a residência da família Médici e hoje é a sede da prefeitura fica na Piazza della Signoria. A praça é praticamente um museu a céu aberto com estátuas como o Netuno, de Bartolomeo Ammannati; a réplica do David de Michelangelo; Hércules e Caco, de Baccio Bandinelli; o incrível Rapto das Sabinas, de Giambologna; e tantas outras. Ali também fica a entrada da Galeria Uffizi, o maior museu da Europa depois do Louvre, com verdadeiras relíquias da arte renascentista como “A Anunciação”, de Leonardo Da Vinci. Perto dessa região, na Via dei Neri, você vai encontrar o melhor sanduíche da cidade, trata-se do All'Antico Vinaio, que chega a formar fila no quarteirão. A dica é escolher o seu sanduíche e comer na rua. De sobremesa, no final da mesma

fotos andré cordeiro

via, vá à Gelateria Dei Neri e pague €1,80 para experimentar o melhor do gelato italiano com direito a dois sabores. Recomendação: uma bola de pistache e outra de caramelo. Caminhe na Ponte Vecchio, veja o rio Arno refletir o sol e as várias lojas da alta joalheria. Do outro lado da ponte, na margem direita do Arno, você encontrará o Palácio Pitti, que acolhe um belo jardim, os Jardins Boboli. Para apreciar o pôr do sol o lugar é a Piazzale Michelangelo, de onde se tem uma vista panorâmica da cidade. Não pode faltar no roteiro a catedral de Santa Maria del Fiore e seu imponente Duomo. A obra-prima da arquitetura renascentista merece ser visitada todos os dias que você estiver em Florença. De manhã, de tarde, à noite, com sol ou com chuva, o Duomo nunca é o mesmo. Nenhuma foto faz jus ao tamanho daquele monumento e à emoção que é vê-lo ao vivo. Inclusive, essa beleza estonteante pode cau-

53


fotos andré cordeiro

viagem

As várias paisagens de Siena: acima, a torre do Palazzo Pubblico; abaixo, a Piazza del Campo; em seguida, a movimentação típica de uma rua da cidade

sar a chamada Síndrome de Stendhal, batizada assim depois que o escritor Stendhal desmaiou após visitar, em 1817, a Basilica de Santa Croce. Para quem estuda arte o choque é muito grande de pisar no mesmo lugar em que passaram Michelangelo, Rafael, Da Vinci, Dante e outros mestres. Outros pontos importantes são a Catedral de Santa Maria Novella, a Acadèmia, onde está o David de Michelangelo, e a Basilica di San Lorenzo, mas a verdadeira viagem acontece com o que você descobrir por conta própria, entre uma atração e outra. Pode ser o caso de um capuccino na cafeteria Volume na Piazza Santo Spirito, sentando-se nas mesas de fora e apreciando o ir e vir das pessoas. Ou quem sabe um delicioso fagottini de pera com queijo de fondue na La Gratella, na Via Guelfa. E o que beber? Isso não deveria ser uma dúvida. Você está na região dos vinhedos mais nobres do mundo, o nosso colunista Didú Russo que o diga! Em qualquer restaurante que entrar, peça sempre pelo “vino della casa”, e o garçom perguntará se quer o branco ou o tinto. Não tem erro. Na Toscana, bebe-se vinho como se fosse água. O “vino della casa” vale também em Siena. A 70 km de distância de Florença, Siena é uma cidade de colina com quase 60 mil habitantes, distribuída ao redor da Piazza del Campo, considerada uma das maiores e mais preservadas praças medievais da Europa. Nesta praça estão localizados o Palazzo Pubblico e a famosa Fonte Gaia. A cidade é composta por 17 bairros, dos quais dez são representados na corrida de cavalos, o famoso Palio de Siena, uma das festas mais comemoradas da Toscana e que ocorre nos dias 2 de julho e 16 de agosto. Se estiver com tempo vá a Pisa e tire uma foto com a famosa torre. Mas não existe uma regra a ser seguida na Toscana. Faça o que sentir vontade: perca-se, encontre-se, apaixone-se e descubra a sua própria Toscana.

54 | 29HORAS | Maio 2017


foto divulgação

viagem

O Valle dos Mellos visto de uma suíte do Botanique; na outra pág., o conforto da vila; o Empório dos Mellos; e a fachada do hotel com sua imensa horta

Toscana brasileira

Encravado no Triângulo das sErras E cErcado dE monTanhas E cachoEiras, o hoTEl BoTaniquE é a cErEja do Bolo dE um projETo maior quE EnvolvE coaBiTação, Educação E susTEnTaBilidadE por Chantal BrissaC

O cenário é o coração da Mantiqueira, a 1500 m de altitude, na confluência de três municípios: Santo Antonio do Pinhal, São Bento do Sapucaí e Campos do Jordão. Foi ali que, em 2007, a empresária Fernanda Ralston Semler começou a delinear o seu projeto de vida. Primeiro, decidiu criar um núcleo de desenvolvimento com a comunidade local e trouxe o método da Escola Lumiar, considerada uma das doze mais inovadoras do mundo pela Unesco. Abriu uma unidade pública e uma particular, acolhendo as crianças da região e atraindo também famílias com filhos pequenos de São Paulo e do Rio, que foram em busca de uma vida com mais sentido e menos pressão. Com o tempo, as raízes de Fernanda e o marido, Ricardo, foram se fixando mais e mais. À frente da Fundação RalstonSemler, o casal começou a pensar em projetos de formação e emprego para a comunidade. A construção do Botanique Hotel & Spa veio depois. “Quisemos primeiro engajar as pessoas com a escola e o trabalho, para depois inaugurar o hotel, em 2012. Eu não queria ser um ET no entorno. Dessa forma, a gente criou um vínculo bacana com os moradores”, explica Fernanda. “Não temos turnover entre os funcionários. Todos moram na região e estão aqui desde o início”. Com 80 mil m² de área construída – em meio a uma pro-

56 | 29HORAS | Maio 2017

priedade com três milhões de m² no Bairro dos Mellos –, o belíssimo Botanique é definido por Fernanda como exemplo do “pós-luxo”. “É um novo olhar para o luxo, que resgata a hospitalidade, a natureza, o silêncio, o conforto e a elegância singular, 100% brasileira”, ela diz. São apenas 17 suítes e vilas que impressionam pelo tamanho (entre 100 e 300 m²) e o projeto de decoração, que expressa o laço do hotel com a realidade local. Só peças de designers nacionais, pedras mineiras nas paredes, madeira de demolição, livros de nossos autores nos quartos e uma trilha sonora com muita bossa nova e MPB. Protegidas pela vegetação, as vilas têm absoluta privacidade e um acolhimento delicioso, que pode fazer com que os hóspedes, em geral casais, não queiram sair dali. Ao redor do hotel, em vez de jardins projetados, vê-se uma instigante e imensa horta orgânica disposta em 450 caixas. Os legumes, hortaliças e verduras compõem algumas das criações do chef Gabriel Broide, à frente do restaurante Mina; as ervas também abastecem o spa, recheado de tratamentos relaxantes. Mas quem curte movimento pode malhar na academia, andar a cavalo ou ainda pedalar pelo Vale dos Mellos, vilarejo que lembra muito a Toscana por suas cores e atrações. Uma delas é a gelateria Eisland, pertinho da cachoeira do


fotos divulgação

Lageado. Em uma fazenda de gado Jersey que produz leite tipo A você saboreia incríveis gelatos italianos. Alguns metros adiante, a Casa da Mata cultiva shitakes; alguns passos depois, vale parar no Apiário Levi, no Sítio do Quintal, onde uma família produz um fantástico mel da montanha. O Bairro dos Mellos tem muitos encantos, como os ateliês de móveis artesanais de André Marx e o de Morito Ebine, o sítio de orgânicos Harmonia, a fábrica de chocolates das Senhoritas – freiras de uma congregação local –, e o Empório dos Mellos, com seu cardápio de ótima comida caipira. Todo esse astral de roça acolhedora, mas contemporânea, é uma opção para quem quer sair dos grandes centros. Depois de anos de estudo, com base nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, Fernanda Ralston lança agora o Habitat dos Mellos, uma comunidade planejada no Vale dos Mellos. “É como se fosse um vilarejo sustentável, com hortas comunitárias e muita natureza. Uma vida integrada ao entorno, sem muros e com um jeito mais harmonioso de conviver. Eu quero ficar velhinha aqui”, diz Fernanda, mãe de quatro filhos. Além de moradia, o Habitat dos Mellos propõe facilitar a cocriação de espaços educacionais, artísticos, culturais, laboratórios de fabricação e centros tecnológicos de ponta. A população local, fortalecida por parcerias com organizações nacionais, internacionais e colaboradores externos, irá participar ativamente do processo de implementação. Um modelo que passa longe da maior parte dos condomínios fechados, que excluem a coabitação com pessoas de outras classes sociais e não interagem com a comunidade. Esse conceito tende a beneficiar tanto o destino em si quanto o turismo, já que traz experiências com sustentabilidade, justiça social, riqueza cultural, autenticidade, harmonia – justamente alguns dos pilares do “pós-luxo”, que diz não ao exibicionismo, à ostentação e ao excesso. Um formato inspirador, como é esse lugar na Serra da Mantiqueira.

57


comer, beber, viver

por georges henri foz

foto divulgação

Quando o inverno chegar...

Tentei fazer desta coluna um overview das franquias – tema do nosso especial – que valem a pena na gastronomia, mas confesso que, após bastante insistência nas pesquisas, sou obrigado a jogar a toalha. O nosso leitor não é cliente regular de praças de alimentação e as únicas franquias que conseguem manter a qualidade original da matriz são as de refeições rápidas. Como esta também não é a minha especialidade, vamos deixar este tipo de comida para lá. Mas a boa notícia é que, com o frio que está se anunciando, vale rever e pôr em dia os vários italianos de qualidade que São Paulo abriga. Vou citar os que realmente valem a pena, OK? Não importa a faixa de preço deles, tem de tudo. Começando pelo bairro de Pinheiros, temos o Più e seu filhote recentemente aberto, o Piccolo. Também ficam no bairro a excelente Vinheria Percussi e a Buttina. Não estou citando pratos específicos porque tudo é muito bom nessas casas: as massas, as carnes e os risotos. Nos Jardins, tem qualidade para todos os bolsos. Entre a avenida 9 de Julho e a Estados Unidos e a Rebouças temos cinco bons representantes da categoria. Em ordem decrescente de custo temos o Gero, do grupo Fasano, a Osteria Del Pettirosso, o Picchi, o Tapo e a Bottega Bernacca. Atenção, porque na mesma rua Padre João Manuel, só que no número 795, tem outra casa do mesmo dono (o Bottega Bernacca Griglia), só que ali o foco são as carnes. Nos Jardins, do outro lado, entre a 9 de Julho e a Brigadeiro, temos o clássico e várias vezes citado nesta coluna, o restaurante Tatini, e um novato muito legal: o Tonton, que traz um cardápio agradável e que não se atém à culinária italiana, propondo algumas carnes e massas (como o Radiatore, tipo fusilli, ao molho de rabada) que o justificam nesta lista para o frio.

58 | 29HORAS | Maio 2017

foto tadeu brunelli

Nos dias mais frios, um restauraNte italiaNo pode ser tudo o que você precisa para ficar bem

No alto, pici com ragu de linguiça da Modern Mamma Osteria e o ravioli doppi in velutata di manzo da Vinheria Percussi

Pelo Itaim também estão plantadas várias bandeiras boas, das quais quatro se destacam. A Trattoria Fasano, que além de carregar a tradição do nome está cravada numa casa tombada embaixo do edifício mais monumental da região, oferece versões de todos os clássicos da gastronomia da bota. É por lá também que fica o primeiro endereço da premiada casa do grupo Due Cuochi, sempre muito disputada. E é neste mesmo bairro que estão duas ótimas surpresas que ainda não fizeram o primeiro aniversário e têm a vantagem de ter preços mais módicos. O Nino Cucina e o Moma (Modern Mamma Osteria). Este último é a cartada mais recente da dupla Paulo Barros (que fundou o Due Cuochi) e Salvatore Loi (ex-chef do Fasano). Vale muito a pena. Nao tem frio que não se curve a uma receita clássica bem executada, ainda mais se for acompanhada de um bom vinho tinto. Garanto que nesses próximos meses, quando sentir que o inverno chegou, você vai querer ter esta lista de imigrantes junto a você. Até! georges@29horas.com.br


por didú russo

fotos divulgação

AdegA

Villa-Triturris, vinícola produtora do Chianti Classico na Toscana, e o mascote da região, o Gallo Nero

EstupEnda toscana Falar sobre os vinhos toscanos daria um livro... Por isso, vou me ater aqui à zona do chianti clássico, que Fica entre Florença e siena. salute!

A matéria sobre a Toscana feita pelo André Cordeiro me deixou entusiasmado para falar dessa região, mas para falar de vinho toscano seria necessário um livro, pois teríamos que explicar sobre a mais antiga DOC, falar de Chianti, do Gallo Nero, dos supertoscanos, dos Brunello di Montalcino, de vinícolas que existem desde antes de descobrirem o Brasil... Então escolhi contar apenas a história do Gallo Nero para distrair seu voo. A zona do Chianti Clássico é a parte da Toscana que fica entre Florença e Siena. A região demarcada é de 70 mil hectares que incluem: Castellina in Chianti, Gaiole in Chianti, Greve in Chianti, Radda in Chianti e parte de Barberino Val d’Elsa, Castelnuovo Berardenga, Poggibonsi, San Casciano in Val di Pesa e Tavarnelle Val di Pesa. Florença é a capital da Toscana. Conta-se uma história bem engraçada – que “se non è vero è ben trovato” – sobre a origem do Gallo Nero, que toda garrafa de Chianti Clássico ostenta. Conta-se que, em tempos medievais, Florença e Siena disputavam o território de Chianti. Havia enormes disputas e até batalhas para determinar a divisa do território, até que alguém propôs uma ideia: em determinado dia, ao raiar do sol, quando o galo cantasse, um cavaleiro sairia de Florença e outro de Siena

60 | 29HORAS | Maio 2017

em direção à cidade oposta. Onde eles se encontrassem seria então a divisa oficial. Pois bem, o pessoal de Siena escolheu um galo branco empertigado e bem nutrido, para que cantasse forte de madrugada, mas os florentinos escolheram um galo pretinho mirrado e faminto, que, lógico, acordou mais cedo e pôs-se a cacarejar enquanto o galo sienense dormia com os anjos... O resultado é que Florença ficou com quase toda a região de Chianti. O Gallo Nero, que era também o emblema da Liga Militar de Chianti no século XIV, e que todo Chianti Clássico DOCG ostenta, significa que o vinho traz, no mínimo, 80% de uvas Sangiovese, que o vinhedo tem 4.400 vinhas por hectares e uma média de 2 kg de uvas por vinha. Há tanto para falar de Chianti, mas a dica importante que queria deixar é que se trata de vinho excepcional para acompanhar a macarronada. Sua acidez e sua estrutura combinam à perfeição com os molhos de tomate, e com carnes também. Sempre que puder, prefira os Chianti Clássicos e Reserva, que garantem qualidade e envelhecimento antes da venda. Prometo voltar ao tema em outras edições. Saúde! Didú Russo é editor do site www.didu.com.br


5h às 11h

11h às 17h

80

70

A Mostra Artefacto reúne ambientes inspirados no universo da moda

O restaurante Zucco vai servir raviolis de burrata no Dia das Mães

17h às 23h

23h às 29h

78

65

Zélia Duncan protagoniza o musical “Alegria, Alegria”, no Teatro Santander

agenda 29h fotos divulgação

por kike martins da costa

O hambúrguer é uma das novidades do renovado cardápio do bar Riviera

MAIO É O MÊS DAS MÃES E DA DECORAÇÃO PROGRAMAÇÃO NA CIDADE INCLUI A CASA COR E A MOSTRA ARTEFACTO, ALÉM DE GRANDES SHOWS NO ALLIANZ PARQUE E NO AUTÓDROMO DE INTERLAGOS Maio é o mês das mães, mas nem só para elas a nossa Agenda traz novidades e sugestões. A programação cultural de São Paulo está fervendo, com shows do veterano Sting e do jovem popstar Ed Sheeran no estádio Allianz Parque e de bandas heavy como Linkin Park e Slayer no Maximus Fest, no Autódromo de Interlagos. Isso tudo sem falar na Virada Cultural, que promete 24 horas ininterruptas das mais diversas atrações. No Teatro Bradesco, a companhia de dança norte-americana Pilobolus apresenta seu novo espetáculo, e no Teatro Santander o musical “Alegria, Alegria” celebra os 50 anos do Tropicalismo. E não acabou: os palcos da cidade recebem ainda o tenor espanhol José Carreras, Marisa Monte, o britânico Pete Doherty e a finlandesa Tarja Turunen.

Para quem gosta de futebol, o mês terá a volta do Campeonato Brasileiro, com Corinthians, Palmeiras, São Paulo e Santos voltando a campo. E, nos cinemas, Ridley Scott ressuscita seu Alien e Johnny Depp encarna mais uma vez o pirata do Caribe Jack Sparrow. Com essa lista de atrações, é bom tomar uns drinques para relaxar. Dois bons bares para fazer isso são os recém-inaugurados The Juniper 44º e Sky Hall Terrace Bar. Se a fome bater, vá conhecer a nova casa especializada em carnes dry aged coordenada pelo premiado chef peruano Renzo Garibaldi, o restaurante Cór. Bom proveito! kikecosta@uol.com.br

63


maio

01 segunda 02 terça 5h às 11h

da Feira ao hipermercado A 33ª edição da APAS Show, maior feira supermercadista no mundo, reúne até o dia 5 mais de 650 empresas expositoras de 17 países no Expo Center Norte e espera receber mais de 70 mil visitantes ávidos por conhecer as novas tendências do varejo e do mercado consumidor. A expectativa é gerar negócios na ordem dos R$ 6 bilhões. Rua José Bernardo Pinto, 333, Vila Guilherme, tel. 20898500.

11h às 17h

pÃes orGÂnicos

O Broto de Primavera é um restaurante vegano comandado pelo chef André Cantu. Há quase seis anos, oferece uma grande variedade de caprichados e saborosos pratos, como a paella de pimentões, vagem, tofu, cogumelos, algas e tomates cereja. Rua São Joaquim, 295, Liberdade, tel. 3203-1340.

5h às 11h

Em uma construção de 1904, tombada como Patrimônio Histórico, a padaria belga Le Pain Quotidien acaba de inaugurar sua 7ª loja na cidade, ao lado do shopping Pátio Higienópolis. No cardápio, opções completas de café da manhã, almoço, lanches da tarde e jantar. Tem ainda tábua de brunch com frios, docinhos, queijos variados, ovos em vários preparos, croissants, bebidas quentes, sucos e muito mais – sem falar nos pães orgânicos, elaborados com processo de fermentação natural. Avenida Higienópolis, 698, Higienópolis, tel. 3562-2344.

11h às 17h

O restaurante Mestiço, comandado pela chef Ina de Abreu, está com novidades em seu menu executivo servido nos almoços dos dias de semana, incluindo entradas, pratos principais e sobremesas. Segunda é dia de medalhão de filet mignon com fettucine, cogumelos e brócolis. Rua Fernando de Albuquerque, 277, Consolação, telefone 3256-3165.

17h às 23h

aLmoÇo VeGano

Até dia 8, o Auditório do Masp recebe as apresentações do espetáculo “Monólogo Público”. No palco, Michel Melamed mistura teatro, manifesto e performance, discutindo o que é pós-verdade, ficção e público e privado nos dias de hoje. Ingressos a R$ 60. Avenida Paulista, 1.578, Bela Vista, tel. 3149-5959.

deZ aninhos

eXecUtiVo no mestiÇo

17h às 23h

FaLando soZinho

64 | 29HORAS | Maio 2017

cLUBe das LULUZinhas O App FemiTaxi foi criado em dezembro de 2016, conectando as taxistas à clientela feminina, garantindo qualidade e cordialidade no atendimento. Disponível nos sistemas iOS e Android, a plataforma atualmente encontra-se em operação apenas em São Paulo e em Belo Horizonte. Para baixar o app e obter mais informações, acesse www.femitaxi.com.br.

fotos divulgação

Tato Giovannoni, Alexandre Mazza e Arturo Isola acabam de lançar o gim Amázzoni, um destilado elaborado com álcool de cereais e treze botânicos, como zimbro, louro, coentro, mexerica, aroeira, cacau, maxixe e cipó-cravo. É ótimo para ser tomado puro ou usado no preparo de drinques. Cada garrafa de 750 ml custa R$ 125 no Armazém de Los Man. Rua Dr. Virgílio de Carvalho Pinto, 171, Pinheiros, tel. 3061-2740.

23h às 29h

23h às 29h

Gim amaZÔnico

Para celebrar o 10º aniversário do restaurante Osteria Del Pettirosso, o chef romano Marco Renzetti serve até o dia 6 um menu especial de vegetais em dez etapas. O cardápio será oferecido nos jantares de terça a sábado por R$ 200. É necessário fazer reserva. Entre os destaques do menu estão o mil-folhas de legumes, a frittatina (omelete) com alcachofra e queijo pecorino, a tradicional sopa pasta & fagioli (de feijões e massa fresca), os nhoques de berinjela com manteiga e manjericão e o pudim de ricota com tomatinhos confitados e hortelã. Alameda Lorena, 2.155, Jardins, tel. 3062-5338.


5h às 11h

constrUÇÃo & destrUiÇÃo A Janaina Torres Galeria apresenta até o dia 13 uma exposição com obras de Heleno Bernardi. O artista multimídia que reside no Rio de Janeiro traz pinturas, fotografias, vídeos e uma instalação – frutos de sua pesquisa sobre as cidades, os espaços urbanos e suas formas de uso. Rua Joaquim Antunes, 177, Jardim Paulistano, tel. 2367-9195.

11h às 17h

seGaLL e o BrasiL Até o dia 22, a exposição “Idas e Vindas: Segall e o Brasil” apresenta um panorama da produção de Lasar Segall, com enfoque especial na Fase Brasileira e seus desdobramentos, sem deixar de lado períodos e tendências importantes, como a sua produção inicial, fortemente influenciada pelo impressionismo e pelo período expressionista. Em cartaz no Museu Lasar Segall, tem entrada gratuita. Rua Berta, 111, Vila Mariana, tel. 2159-0449.

A família que comanda há cinco gerações a Basilicata acaba de abrir um restaurante no segundo andar da padaria, no Bixiga. A casa serve receitas caseiras do sul da Itália, como o maltagliati, a molicata e a guimirella. Tem também fusilli, bacalhau e stinco de vitela assado e servido com batatas rústicas, ervilha assada e purê de grão de bico. Rua Treze de Maio, 596, Bixiga, tel. 3289-3111.

17h às 23h

5h às 11h

03 quarta 04 quinta

O Dire Straits Legacy, que se apresenta hoje no Espaço das Américas, reúne músicos que passaram por esta lendária banda comandada pelo gênio Mark Knopfler e que deixou como legado hits como “Sultans of Swing”, “Money for Nothing” e “So Far Away”. Ingressos de R$ 180 a R$ 380. Rua Tagipuru, 795, Barra Funda, tel. 3864-5566.

BiXiGa 2.0

dos oLhos para a Boca

11h às 17h

A blogueira Roberta Julião é quem comanda o café Da Feira Ao Baile, onde são servidos deliciosos bolos, docinhos apetitosos e maravilhosas tortas e quiches, que podem ser doces e também salgadas. A de cogumelos com cream cheese é um absurdo de boa, assim como o bolo Cookão e o brownie com brigadeiro de paçoca. O charmoso sobradinho onde o café está instalado abriga ainda um espaço para aulas e eventos. Rua Mateus Grou, 80, Pinheiros, tel. 3062-0450.

17h às 23h

reViVaL

Em cartaz somente até hoje no Teatro Eva Herz, a peça “Mulheres Ácidas” fala das relações, dos medos, das frustrações, dos anseios e dos encontros de várias mulheres. No palco, Cristiane Wersom e Marianna Armellini dão vida a uma série de personagens, de diferentes idades. Ingressos a R$ 40. Avenida Paulista, 2.073, Jardins, tel. 3170-4059.

BiritaGem aVec eLeGance

Feminino compLeXo

O tradicional bar e restaurante Riviera acaba de reabrir, com algumas novidades. Na seção de comidinhas, os destaques são o bacalhau em natas e a polenta cremosa, além do hambúrguer Riviera. Da carta de bebidas, assinada pelo premiado mixologista Kennedy Nascimento, prove a soda italiana ou o iced tea da casa. Avenida Paulista, 2.584, Consolação, tel. 3258-1268.

23h às 29h

23h às 29h

fotos divulgação

LiFtinG no riViera

Com bonito ambiente art déco, o The Juniper 44˚é o mais novo bar do Itaim. Atrás do balcão de mármore, o mixologista Matheus Cunha perpetra drinques clássicos e suas inventivas criações, como o The Book (vodca, xarope de alecrim, folhas de hortelã e espuma de uvas niágara) e o Essence (vodca de pera, xarope de cardamomo, suco de grapefruit e lemon bitters). Para beliscar, petiscos do chef André Galante, como os canapés de polvo com guacamole. Rua Dr. Renato Paes de Barros, 123, Itaim, tel. 3078-1540.

65


maio

emBUtidos artesanais

mecenas

Desde 1948, o Seu Gijo produzia e vendia deliciosos embutidos artesanais. Recentemente, ele faleceu, mas a fabriqueta e a lojinha continuam firmes. Lá, é possível comprar ótimas linguiças calabresas, toscanas e romanas, além de alheiras e codeguins. Rua Dr. Pinto Ferraz, 16, Vila Mariana, tel. 5904-3694.

5h às 11h

06 sábado Acontece no Solar da Marquesa de Santos a exposição “Yolanda Penteado, a Dama das Artes de São Paulo”, que através de fotos, textos, documentos e depoimentos aborda a trajetória da aristocrata patronesse das artes da cidade na década de 1920. Ela teve importante papel na criação do Museu de Arte Moderna e na organização das Bienais. Entrada gratuita. Rua Roberto Simonsen, 136, Centro, tel. 3105-1369.

11h às 17h

5h às 11h

05 sexta

O Grande Prêmio São Paulo de Turfe acontece hoje e amanhã no Jockey Club a partir das 13h. Além do glamour da corrida de cavalos haverá um festival de food trucks e recreação infantil para o público, que tem entrada franca. Avenida Lineu de Paula Machado, 1263, Cidade Jardim, 2161-8300.

noVidades do Jamie

Foi dada a LarGada

Paulinho da Viola e Marisa Monte se apresentam juntos hoje no Citibank Hall. Marisa, que há muito tem uma forte conexão com a Velha Guarda da Portela, agora sobe ao palco com Paulinho, um dos grandes nomes da agremiação carioca. Juntos, eles entoam clássicos do samba, como “Foi um Rio que Passou em Minha Vida”. Ingressos de R$ 100 a R$ 560. Avenida Nações Unidas, 17.955, Santo Amaro, tel. 4003-5588.

17h às 23h

marisa & paULinho

techno indUstriaL

66 | 29HORAS | Maio 2017

23h às 29h

23h às 29h

inVentiVas perFormances BadBadNotGood é um trio canadense formado por Matthew Tavares (teclados), Chester Hansen (baixo) e Alex Sowinski (bateria). O grupo que mistura hip hop e jazz se apresenta hoje no palco do Cine Joia explorando sonoridades instigantes. Ingressos a R$ 140. Praça Carlos Gomes, 82, Liberdade, tel. 3101-1305.

O baixista e cantor britânico Sting apresenta hoje no Allianz Parque o show de sua turnê “57th & 9th”, com as faixas de seu mais recente álbum de rock, pop e uma pegada jazzística. O ex-líder da banda The Police sobe ao palco acompanhado por três músicos: o guitarrista Dominic Miller, o baterista Josh Freese e o guitarrista Rufus Miller. O cantor e compositor Joe Sumner será o convidado especial e fará o show de abertura. Ingressos de R$ 150 a R$ 700. Rua Palestra Itália, 1.800, Pompeia, tel. 4003-1212.

A Bodybeats realiza hoje no bar Madame um festival com música eletrônica industrial. As grandes atrações são as bandas belgas Dive, True Zebra e The Juggernauts e a holandesa The Force Dimension. A noite terá ainda sets dos DJs José Roberto Mahr e Eneas Neto. Ingressos a R$ 140. Rua Conselheiro Ramalho, 873, Bela Vista, tel. 3262-4350.

fotos divulgação

11h às 17h

O restaurante Jamie’s Italian está com nove novidades no cardápio. Entre elas, a bruschetta de almôndegas, o risoto de cogumelos, verdes da estação e mozzarella de búfala, os panzerotti de abóbora (massas recheadas com abóbora assada, ricota, alecrim e amaretti) e o rump steak (suculento miolo de alcatra grelhado, servido com manteiga de alho, salada verde e funky chips). Na hora da sobremesa, vale provar a panna cotta de baunilha com calda de frutas da estação e bolinho de chocolate com recheio cremoso, servido com sorvete de baunilha e praliné. Avenida Horácio Lafer, 61, Itaim, tel. 2365-1309.

17h às 23h

eVerY LittLe thinG he does is maGic


ciÊncias diVertidas

coLomBian draWinGs

O Museu Catavento celebra seus oito anos de sucesso e festeja o título de um dos dez melhores museus do Brasil, concedido pelo Travellers’s Choice 2016 do site TripAdvisor. Suas 250 instalações interativas de interesse tecnológico, científico e cultural estão divididas em quatro seções – Universo, Vida, Engenho e Sociedade. Ingressos a R$ 6. Avenida Mercúrio, s/ nº, Parque Dom Pedro II, Centro, tel. 3315-0051.

A artista colombiana Johanna Calle retorna à Galeria Marilia Razuk com a exposição “Babel”. A mostra, que fica em cartaz até o dia 20, traz um conjunto de 79 obras, divididas em três séries de desenhos que integram sua produção mais recente: “Minúsculas”, “Párrafos” e “Simbiontes”. Rua Jerônimo da Veiga, 131, Itaim, tel. 3079-0853.

11h às 17h

O restaurante Buttina, que há vinte anos faz sucesso em Pinheiros, acaba de abrir uma filial no Morumbi Town Shopping. No cardápio, os destaques são os nhoques, o spaghettini di cacao (massa artesanal à base de cacau ao molho de mascarpone e presunto cru) e os gamberi alla birra (camarões salteados no alho, cerveja e pimenta vermelha). Avenida Giovanni Gronchi, 5.930, Morumbi, tel. 5063-4091.

17h às 23h

nUoVa BUttina

Romper as barreiras do estereótipo latino. É com essa proposta que surge o Festival Mucho!, que acontece hoje na Audio Club. No palco, apresentam-se os uruguaios do No Te Va Gustar, os argentinos do The Nada e os brasileiros da banda Francisco El Hombre. Ingressos a R$ 140. Avenida Francisco Matarazzo, 694, Água Branca, tel. 3862-8279.

5h às 11h

5h às 11h

07 domingo 08 segunda doLce Vita

11h às 17h

A Cuordicrema renova o seu cardápio e apresenta uma série de novidades. Entre elas, os Frappuccinos (bebidas feitas com café espresso, leite, um gelato à escolha do cliente e cobertura de chantily) e sobremesas como a torta de chocolate, o bolo de churros, o brownie de chocolate com nozes e o petit gâteau de frutas vermelhas – todas, claro, acompanhadas por um dos deliciosos gelatos italianos da marca. Alameda Lorena, 1.501, Jardins, tel. 3062-3982.

17h às 23h

Los hermanos

O Deigo é um dos poucos restaurantes japoneses de São Paulo em que o menu foca na culinária típica da ilha de Okinawa. O cardápio tem sashimis e saquês, mas os carros-chefes são pratos menos óbvios, como o joelho de porco ensopado e o goyá champuru, um mexidão de carne de porco, ovos, tofu e goyá (espécie de pepino amargo). Praça Almeida Júnior, 25, Liberdade, tel. 3207-0317.

piZZas de cara noVa

O novo cardápio do Galpão da Pizza, reformulado pelo chef Rodrigo Felício (do Capivara Bar), tem redondas individuais de fermentação natural com coberturas clássicas como Margherita, Marinara, Pepperoni, Parma com rúcula e criações menos usuais, como a Allo Zola (molho de tomate, gorgonzola, radicchio e alecrim), a Ai Funghi (molho de tomate, cogumelos Paris, alho e queijo pecorino) e a Java com abobrinha, que usa a linguiça de javali já famosa na casa, acrescida do vegetal, molho de tomate e parmesão. Rua Dr. Augusto de Miranda, 1.156, Pompeia, tel. 3871-5556.

made in Jamaica

23h às 29h

23h às 29h

fotos divulgação

okinaWa É aQUi

A cerveja jamaicana Red Stripe, presente em mais de vinte países, agora também está à venda no Brasil. A lager está sendo importada e distribuída pela Casa Flora e possui um sabor levemente caramelado, coloração clara, amargor leve e 4,7% de álcool. Cada garrafa de 330 ml custa R$ 13,90 no e-commerce Clube do Malte (www. clubedomalte.com.br).

67


maio

ÁGUa termaL

Patrimônio Vivo de Pernambuco, o artista J. Borges expõe suas obras no Caixa Cultural. A mostra apresenta 30 xilogravuras – dez delas inéditas – e suas matrizes, além de obras assinadas por dois de seus filhos, Pablo e Bacaro Borges. Entrada gratuita. Praça da Sé, 11, Centro, tel. 3321-4400.

Ideal para viagens de avião ou locais com ar condicionado forte, pois forma uma película protetora na pele, evitando o ressecamento, a nova Eau De Beauté da Anna Pegova acalma as irritações, coceiras e vermelhidões, refresca a pele e melhora a sua elasticidade. Cada frasco com 150 ml custa R$ 78. Avenida Rouxinol, 918, Moema, tel. 5055-1744.

A Tasca do Arouche passou a oferecer recentemente a opção de delivery. Os pedidos podem ser feitos pelo telefone. E o menu tem opções como os bolinhos de bacalhau, os risoles de camarão, os croquetes, as casquinhas de siri, o camarão ao curry com arroz de espinafre e a moqueca de frutos do mar com arroz de coco. Largo do Arouche, 212, Centro, tel. 3224-1421.

portUGa QUe Vai atÉ VocÊ

5h às 11h

cordeL encantado

5h às 11h

10 quarta

11h às 17h

09 terça

saLadas FUncionais

A cachaça artesanal Mazzaropi agora pode ser degustada no restaurante Esquina Mocotó e no bar Cão Véio. Produzida artesanalmente num alambique de São Luís do Paraitinga, ela possui cor de caramelo, é licorosa, aveludada e tem notas suavemente picantes. Esquina Mocotó: Avenida Nossa Senhora do Loreto, 1.108, Vila Medeiros, tel. 2949-7049 | Cão Véio: Rua João Moura, 871, Pinheiros, tel. 4371-7433.

68 | 29HORAS | Maio 2017

A nova sede do Casa de Francisca é um prédio de 1910, o Palacete Teresa. Além das atrações que se apresentam no palco, da cozinha saem pratos aconchegantes, executados pela chef Katia Lyra (ex-Lola Bistrot). Bons exemplos são o curry de abóbora com cogumelos salteados, arroz sete grãos e castanha-de-caju ou a costelinha confitada com feijão-de-corda e queijo de coalho, quiabo e farofa. Rua Quintino Bocaiúva, 22, Centro, tel. 3052-0547.

11h às 17h

resenha O Artilheiros Bar é um espaço temático dedicado ao futebol, decorado com bandeiras e escudos de times. Tem mais de cinco TVs sintonizadas em canais esportivos e, no cardápio, cervejas geladinhas e petiscos como sandubas, vários tipos de espetinhos e a porção de carne-seca acebolada com abóbora grelhada. Rua Mourato Coelho, 1.194, Pinheiros, tel. 2638-0628.

fotos divulgação

23h às 29h

marVada pinGa

As novas sugestões do Madero contemplam pessoas com restrições alimentares, como intolerância a glúten ou ovos. Parceria do chef Junior Durski com Pati Bianco, o menu traz saladas como a Madero Fit (folhas, molho pesto, parmesão, tomate cereja, quinoa, creme de palmito, amêndoas laminadas e frango grelhado) e a Madero Veggie, com folhas, creme de balsâmico, grão de bico salteado, azeitonas roxas, tomates cereja, queijo coalho grelhado e amêndoas laminadas. Rua Bandeira Paulista, 823, Itaim, tel. 3079-6558

aconcheGo da Francisca

17h às 23h

O Pátio SP é o mais novo bar da Vila Madalena. No cardápio, a ênfase é nos clássicos da baixa gastronomia paulistana, como os sanduíches de carne louca e o frango a passarinho. Outras boas pedidas são os espetinhos de queijo coalho com melado, os mini-hambúrgueres e os bolinhos de bacalhau. Na seção de bebidas, tem chope Colorado e drinques como o Viaduto do Chá (cachaça com infusão de mate, limão, maracujá e xarope de gengibre). Para adoçar, tem pavê de chocolate, queijadinhas com cocada e gelatina colorida. Rua Mourato Coelho, 1.272, Vila Madalena, tel. 2386-0908.

23h às 29h

17h às 23h

pÁtio paUListano


11 quinta

12 sexta 5h às 11h

O bar Guarita, do barman Jean Ponce e do chef Greigor Caisley, está com novidades em seu cardápio. Entre elas, a coxinha com recheio de frango, abóbora e coentro, o bolinho do Momo (de arroz e queijo) e drinques como o Mercedes (bourbon, Campari, vermutes tinto e dry, bitter de cardamomo, Brasilberg e gotas de óleo de pequi), o Saví (cachaça branca, calda cítrica de capim santo e Peychaud’s Bitter), o 77 (gim Virga e calda de camomila) e a releitura do Bloody Mary, servida com uma generosa lasca de queijo Grana Padano. Rua Simão Álvares, 952, Pinheiros, tel. 3360-3651.

11h às 17h

Sucesso de público e crítica no Rio, “Uma Vida Boa” agora está em cartaz até o dia 26 no Teatro Eva Herz. Com texto de Rafael Primot, o espetáculo traz Amanda Mirásci como protagonista da peça baseada em uma história real ocorrida nos EUA em 1993, quando B., um homem nascido num corpo de mulher, é assassinado. Ingressos a R$ 40. Avenida Paulista, 2.073, Jardins, tel. 3170-4059.

O Museu da Imigração apresenta até junho a exposição “Migrações à Mesa”, com cadernos de receitas antigos, passados de geração para geração, que funcionam como uma valiosa fonte histórica, rica em conteúdos que revelam o cotidiano e os hábitos alimentares das famílias de imigrantes. Ingressos a R$ 10. Rua Visconde de Parnaíba, 1.316, Brás, tel. 2692-1866.

O Coco Bambu acaba de lançar um cardápio vegetariano. Entre as receitas criadas por Daniela Barreira, os destaques são a robata de legumes (dois espetinhos com legumes, cogumelo Paris e tofu grelhados), a lasanha de berinjela e a moqueca de banana com arroz branco, pirão e farofa. Avenida Antônio Joaquim de Moura Andrade, 737, Vila Nova Conceição, tel. 3051-5255.

17h às 23h

5h às 11h 11h às 17h

A Mr. Cheney acaba de lançar dois sabores exclusivos para o Dia das Mães: o Cookie Brigadeiro (com massa de cacau em pó e pedaços de chocolate meio amargo, revestido com chocolate granulado) e o Cranberry Cookie (massa de chocolate branco com pedaços de cranberry e generosa cobertura de cranberry). Rua Joaquim Floriano, 462, Itaim, tel. 95330-3533.

17h às 23h

tradiÇÕes FamiLiares

23h às 29h

Ópera do cais A Casa Triângulo apresenta até o dia 13 a exposição individual “Ópera do Vento”, com 72 obras do artista Nino Cais. Usando o mundo à sua volta para criar seus desenhos, intervenções, objetos e vídeos, ele utiliza também livros, fotografias, roupas e itens corriqueiros do dia a dia. Rua Estados Unidos, 1.324, Jardim América, tel. 3167-5621.

Até dia 28, fica em cartaz no Teatro Folha a peça “O Empréstimo”. A comédia, com texto de Jordi Galceran, é estrelada por André Mattos e Leonardo Miggiorin e toda a ação se desenvolve na sala do gerente de um banco, com um cliente desesperado tentando obter um empréstimo. Ingressos de R$ 40 a R$ 60. Avenida Higienópolis, 618, Higienópolis, tel. 3823-2323.

cookies para as mamÃes

coco, BamBU e oUtros VeGetais

transtraGÉdia

Fascinantes aLienÍGenas

23h às 29h

fotos divulgação

comes & BeBes

sitUaÇÃo aBsUrda no Banco

Estreia hoje nos cinemas o filme “Alien: Covenant”, dirigido pelo britânico Ridley Scott – o mesmo dos primeiros episódios da saga, estrelados pela atriz Sigourney Weaver. A ação agora se passa em 2104. Viajando pela galáxia, os tripulantes da nave colonizadora Covenant encontram um planeta remoto com ares de paraíso inexplorado. Mas o local guarda terríveis segredos e tem o sobrevivente David (Michael Fassbender) como habitante solitário.

69


maio

13 sábado 14 domingo 5h às 11h 11h às 17h

A rotisseria Bologna, que recentemente completou 90 anos de sucesso, segue funcionando em regime 24H e vendendo ótimos pães, salgadinhos, sorvetes e sanduíches. O carro-chefe da casa é a coxa creme, que vende mais 2.000 unidades por mês. Rua Augusta, 379, Consolação, tel. 3256-1108.

5h às 11h

Depois do enorme sucesso em Nova York, chega ao Teatro Vivo o espetáculo “Estranhos.com”, com direção de Emílio de Mello e elenco encabeçado por Deborah Evelyn e Johnny Massaro. A peça narra a história de amor entre personagens de mundos distintos: ele é um jovem blogueiro que faz sucesso na web com relatos sobre suas experiências sexuais; ela, um pouco mais velha, é uma professora de literatura e escritora avessa ao mundo digital e das celebridades. Ingressos de R$ 25 a R$ 80. Avenida Chucri Zaidan, 2.460, Brooklin, tel 97420-1520.

roLa a BoLa

aLmoÇo para a mamÃe

11h às 17h

O Zucco Cucina, na área gourmet do Morumbi Shopping, tem em seu menu novidades, ideais para este almoço do Dia das Mães. Entre elas, o ravioli di burrata al burro di tatufo bianco (massa recheada com mozarella e maçã, sobre espuma de queijo grana padano), o risotto milanese con vitello (risoto de açafrão com ragu de vitela e ervilhas frescas) e o pesce con olive e pomodoro (pescada cambucu ao molho de tomate e azeitonas, com purê de mandioquinha). Avenida Roque Petroni Jr., 1.089, Brooklin, tel. 5181-1092.

17h às 23h

shhhhh! O Museu de Arte Sacra apresenta até junho a mostra de objetos escultóricos “Silencio” (primeira pessoa do singular do verbo silenciar), da artista plástica, designer e joalheira Elisa Stecca. As peças convidam a uma observação atenta e induz a um momento de contemplação silenciosa. Ingressos a R$ 6 (aos domingos, a entrada é gratuita). Avenida Tiradentes, 676, Luz, tel. 3326-5393.

23h às 29h

proFissionaL das cerVeJas A ABS (Associação Brasileira de Sommeliers) oferece hoje a partir das 9h um curso de formação profissional para sommeliers de cervejas. A aula visa capacitar o participante para atuar em lojas, bares, restaurantes, distribuidores, importadoras e cervejarias. Inscrições pelo site www.abs-sp.com.br. Rua Gomes de Carvalho, 1.327, cj. 21, Vila Olímpia, tel. 3814-7853.

Começa este fim de semana mais uma edição do Campeonato Brasileiro de Futebol. Nesta primeira rodada, o Corinthians enfrenta hoje a Chapecoense no Itaquerão e, amanhã, o Palmeiras pega o Vasco no Allianz Parque, o São Paulo encara o Cruzeiro em Belo Horizonte e o Santos joga com o Fluminense no Rio de Janeiro.

rock, metaL & hardcore

17h às 23h

seXo VirtUaL

O Maximus Festival agita hoje o Autódromo de Interlagos, com três palcos, 12 horas de sonzêra e atrações literalmente da pesada, como as bandas Linkin Park, Slayer, Prophets of Rage, Five Finger Death Punch, Ghost, Hatebreed, Rise Against, Pennywise, The Flatliners e as brasileiras Oitão e Dead Fish, entre outras. Ano passado, a primeira edição do festival reuniu 25 mil fãs, e a expectativa é que este ano o público seja ainda maior. Ingressos de R$ 260 a R$ 800. Avenida Sen. Teotônio Vilela, 261, Interlagos, tel. 4003-1527.

Antes vizinhos, os clubes Beco 203 e Anexo B passam a dividir o mesmo imóvel. O local que antes abrigava apenas o Beco receberá duas festas por noite, uma de cada clube, em diferentes andares. O público poderá frequentar ambas com o mesmo ingresso. A união foi feita para abrir espaço para a cervejaria Mea Culpa, o novo bar dos mesmos sócios. Rua Augusta, 609, Consolação, tel. 3969-0203.

70 | 29HORAS | Maio 2017

Vai Uma coXa creme?

fotos divulgação

23h às 29h

pop & indie


segunda 15 5h às 11h

pedacim de minas O Quitand’arte é uma lojinha que conjuga empório e café. Comercializa quitutes como pães de queijo, bolos de fubá com goiabada, biscoitos de polvilho, bolachas amanteigadas, doces de leite, compotas, balas de mel, cachaças, cafés e o rico queijo Catauá, feito com o gordo leite de vacas da raça Jersey. Rua Joaquim Antunes, 391, Pinheiros, tel. 3061-0320.

11h às 17h

A rede norte-americana de restaurantes de comida asiática P.F. Chang’s acaba de inaugurar mais uma unidade em São Paulo, no Shopping Pátio Higienópolis. Com 450 m² e capacidade para 233 pessoas, tem arrojado projeto arquitetônico e um grande mural grafitado. No cardápio, delícias como os camarões Kung Pao (com pimenta seca, amendoim e aipo), o Mongolian Beef (carne bovina com brotos de ciboulette e molho de alho e shoyu) e o Sesame Chicken (frango com gengibre e gergelim). Rua Dr. Veiga Filho, 133, Higienópolis, tel. 3823-2499.

17h às 23h

O TGI Fridays, precursor do termo “happy hour” nos Estados Unidos, agora também tem promoções nos fins de tarde, a partir das 17h. Às segundasfeiras, a casa oferece o esquema “Pague 5, Leve Balde com 6”, em que o cliente ganha mais uma garrafa de Budweiser na compra de cinco, por R$ 54,95. Para acompanhar, peça uma porção de Buffalo Wings, asinhas de frango servidas com crocantes bastões de aipo e quatro opções de molho. Avenida Cidade Jardim, 56, Jardim Europa, tel. 3062-9425.

23h às 29h

o pF asiÁtico do sr. chanG

A cerveja espanhola Estrella Galicia lançou uma edição limitada com rótulos criados por três renomados artistas brasileiros de street art: Leiga, Cusco Rebel e Shock Maravilha. Os desenhos especiais adornam as garrafas de 600 ml e de 330 ml e estão à venda nos melhores empórios de bebidas e supermercados da cidade.

a Verdadeira happY hoUr

foto divulgação

cerVeJa & GraFite

71


maio

17 quarta 5h às 11h

GULoseima LoW carB A Lilóri, primeira padaria a oferecer apenas produtos livres de glúten e lácteos, acaba de incluir uma novidade no seu menu: o delicioso brownie sem açúcar feito com chocolate diet, óleo de coco, ovos, amêndoas e adoçantes naturais, servido com ganache diet. De casca crocante e massa úmida, cada unidade com 60 g custa R$ 17,50. Rua Peixoto Gomide, 1.486, Jardins, tel. 3068-8061.

11h às 17h

arte Latina A Galeria de Arte do Centro Cultural Fiesp recebe até junho uma das mostras mais abrangentes e representativas da arte abstrata da América Latina. A exposição “Construções Sensíveis: a Experiência Geométrica Latino-Americana na Coleção Ella FontanalsCisneros” reúne 124 pinturas, desenhos, esculturas, fotos e vídeos de 63 artistas de sete países. Entrada gratuita. Avenida Paulista, 1.313, Bela Vista, tel. 3146-7439.

Na zona sul, o ateliê Arteterapia São Paulo usa recursos artísticos – desenho, pintura, colagem, escultura, música, poesia, fotografia e grafite, entre outras técnicas – para tratar depressão e outros transtornos em atendimento individual ou em grupo. Segundo a arteterapeuta Vera Melo, essas atividades ajudam em situações adversas, dando ao paciente mais autonomia para conduzir sua vida. www.arteterapiasaopaulo.com.br

17h às 23h

5h às 11h

16 terça

O restaurante All Seasons acaba de reformular seu cardápio. A chef Márcia Micheli foi a consultora na seção de vegetarianos e introduziu no menu a moqueca de caju com arroz colorido com cúrcuma e salsinha e o escondidinho de jaca com farofa crocante. Alameda Santos, 85, Paraíso, tel. 2627-1336.

arte terapia

11h às 17h

restaUrante BeLGa O Chez Vous serve especialidades da Bélgica, como os mexilhões com batatas fritas e pratos preparados na cerveja – vale provar as almôndegas com pimenta jalapeño e o ensopado de carne lentamente cozida na cerveja belga com cenoura, bacon e batatas. De sobremesa, vá de gaufre – o waffle original. Avenida Lavandisca, 395, Moema, tel. 5051-6263.

FrUtos do mar na sUa Festa

estaÇÃo dos VeGetais

O buffet Arroz de Festa, do banqueteiro Alexandre Cymes, acaba de lançar a Ilha de Frutos do Mar. É justamente nesses meses de inverno que os crustáceos e moluscos entram em sua melhor época. A empresa pode montar um balcão desses na sua festa. O menu (disponível no site www.arrozdefesta.com.br) inclui receitas e combinações diferentes, originais e apetitosas, como as ostras frescas com yuzu, as vieiras com molho de champagne e o salmão gravlax com molho escandinavo. Rua Mário Maglio, 85, Butantã, tel. 3896-6029.

Em sua 10ª edição, o Burger Fest reúne até o dia 28 dezenas de bares, restaurantes e lanchonetes que vão servir versões inéditas e criativas de hambúrgueres. Confira a lista completa de participantes em www. facebook.com/BurgerFestOficial. Este ano, o parceiro oficial de delivery é a Uber Eats. A segunda edição do ano está marcada para novembro.

72 | 29HORAS | Maio 2017

23h às 29h

23h às 29h

Festa do hamBÚrGUer

O Bro Burger é o novo empreendimento de quatro jovens – entre eles um dos idealizadores e sócio do açougue The Butcher. A casa serve seis opções de sandubas – uma delas é vegetariana, feita com falafel. Um dos burgers mais vendidos é o elaborado com 160 g de carne de gado Wagyu. Para acompanhar, além dos chopes Madalena IPA e Larger e Founders All Day IPA, a dica é o refresco não alcoólico Broselha (limonada com groselha). De sobremesa, peça o indulgente bolo no pote da We Lov Cakes. Alameda Barros, 161, Santa Cecília, tel. 3565-7777.

fotos divulgação

17h às 23h

de irmÃo para irmÃo


quinta 18 5h às 11h

GeLato WorLd toUr Chega a São Paulo a competição internacional que vai escolher o melhor gelato artesanal do mundo. Hoje e amanhã, a etapa brasileira acontece na fila paulistana da Carpigiani Gelato University, com a participação de vários mestres gelatieri do país. O vencedor representará o Brasil na final, que acontece em setembro em Rimini, na Itália. Alameda Franca, 447, Jardim Paulista, tel. 2503-7077.

11h às 17h

A Padaria da Esquina, de Vítor Sobral e Edrey Momo, agora serve de segunda a sexta, das 12h às 15h, uma opção de Prato do Dia, sempre com bacalhau. Todos as sugestões custam R$ 39,50. Segunda é dia de açorda de bacalhau; terça é a vez do bacalhau com broas; na quarta, a atração é o bacalhau com natas; quinta tem como destaque o bacalhau Zé do Pipo (em lascas, com cebolas caramelizadas, purê de batatas, maionese e azeitona) e, às sextas, a casa serve o bacalhau espiritual – desfiado e envolto em creme de natas gratinado. Alameda Campinas, 1.630, Jardim Paulista, tel. 2387-0448.

17h às 23h

Libanês de origem armênia, Ara Malikian é um dos mais brilhantes e expressivos violinistas do planeta. Seu abrangente repertório inclui composições de Bach, Vivaldi, Piazzolla, Bowie e Radiohead. Por essas e por outras, seu show hoje no Teatro Bradesco é simplesmente imperdível. Ingressos de R$ 50 a R$ 190. Rua Palestra Itália, 500 (Shopping Bourbon), Pompeia, tel. 4003-1212.

23h às 29h

esQUina da BacaLhoa

Estreia hoje nos cinemas o filme “Real – O Plano por Trás da História”, que revive os bastidores da equipe econômica de Brasília que arranjou um engenhoso meio de frear a inflação do país em meados da década de 1990. A direção é de Rodrigo Bittencourt e o elenco traz Emílio Orciollo Neto, Bemvindo Sequeira e Norival Rizzo, entre outros.

Um VioLinista no shoppinG

foto divulgação

economia com emoÇÃo

73


maio

20 sábado

1º pULitZer BrasiLeiro

impressionismo à BrasiLeira

5h às 11h

19 sexta A mostra anual do MIS dedicada à fotografia apresenta sete exposições. Entre elas, uma seleção de Mauricio Lima, que ganhou o Prêmio Pulitzer 2016 com a cobertura sobre a crise dos refugiados na Europa para o jornal “The New York Times”. Lima acompanhou durante nove meses uma família de sírios desde a cidade de Afrin, na Síria, até Estocolmo, na Suécia. Ingressos a R$ 6. Avenida Europa, 158, Jardim Europa, tel. 2117 4777.

5h às 11h

O espetáculo infantil “A Arca de Noé”, em cartaz somente até amanhã no Teatro Gazeta, reúne canções de Vinícius de Moraes e Toquinho – verdadeiros clássicos da música popular brasileira para crianças. A peça é uma viagem pelo mundo encantado das rimas e da imaginação. Ingressos a R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia). Avenida Paulista, 900, Bela Vista, tel. 3253-4102.

poesia no paLco

made in FinLand

A banda brasiliense Capital Inicial sobe hoje ao palco do Citibank Hall para apresentar um show baseado naquele que o quarteto realizou em Nova York em junho de 2015 e gerou o CD “Acústico NYC”, reunindo sucessos dos mais de 30 anos de carreira do grupo. Ingressos de R$ 35 a R$ 110. Rua Bragança Paulista, 1.281, Chácara Santo Antônio, tel. 4003-1212.

17h às 23h

17h às 23h

capitaL do mUndo

Virada na Virada

74 | 29HORAS | Maio 2017

23h às 29h

23h às 29h

BaLada eLetrÔnica, com certeZa O estádio da Portuguesa recebe hoje, a partir das 23h, uma festança que promete 14 horas de muita música e diversão. A After X tem como grande atração o badalado DJ Steve Aoki, que chegou a liderar a lista dos artistas de dance que mais arrecadavam dinheiro em tours nos EUA. Ingressos de R$ 70 a R$ 130. Rua Comendador Nestor Pereira, 33, Canindé, tel. 4003-1212.

A cantora finlandesa Tarja Turunen se apresenta hoje no palco do Tom Brasil, com um repertório eclético que vai do pop ao clássico. O show faz parte da turnê de divulgação dos álbuns “The Shadow Self” e “The Brightest Void”, lançados em 2016. Ingressos de R$ 55 a R$ 280. Rua Bragança Paulista, 1.281, Chácara Santo Antônio, tel. 4003-1212.

A edição de 2017 da Virada Cultural acontece de hoje para amanhã, com os principais shows em três locais: o Autódromo de Interlagos, o Parque do Carmo e o Sambódromo do Anhembi. O Centro receberá atividades de menor proporção. A ideia é que o bairro seja uma região de passeio durante a Virada, sem grandes palcos. Confira a programação completa em www.viradacultural. prefeitura.sp.gov.br.

fotos divulgação

A rede Corrientes 348 – especializada em carnes argentinas como o Ojo Del Bife e o Tapa de Cuadril grelhadas na parilla e servidas com caprichados acompanhamentos – oferece como entradas as clássicas empanadas, agora em versão mini. Elas podem ser recheadas de carne, de carne com passas, de queijo com cebola, de queijo com alho poró ou de abobrinha. Para finalizar a refeição com chave de ouro, prove as panquecas de doce de leite argentino com sorvete de creme. Rua Com. Miguel Calfat, 348, Vila Olímpia, tel. 3849-0348.

O MAM – Museu de Arte Moderna – apresenta até agosto a mostra “O Impressionismo e o Brasil”, com cerca de 70 pinturas de 1860 até 1930. Oito telas são de Pierre-Auguste Renoir, um dos precursores do movimento na França, e as demais são de 10 artistas brasileiros e estrangeiros residentes no país, como Antonio Parreiras, Arthur Timotheo da Costa e Giovanni Battista Castagneto. Ingressos a R$ 6. Entrada gratuita aos sábados. Avenida Pedro Álvares Cabral, s/nº, Parque Ibirapuera, tel. 5085-1300.

11h às 17h

11h às 17h

empanaditas


domingo 21

TEATRO

FOLHA

Quando estiver em São Paulo venha conferir.

Não dá pra não ir.

Veja SP

5h às 11h

sanGUe Bom A Tabasco traz de volta ao mercado brasileiro o Bloody Mary Mix, agora em uma versão de 946 ml, uma mistura pronta para a execução do drinque em casa apenas adicionando vodca e gelo. Ele também é perfeito para quem quiser tomar um suco de tomate temperado à perfeição. Cada garrafa está sendo vendida em supermercados e empórios gourmet a preços em torno de R$ 45.

Vera trattoria O EMPRÉSTIMO Sextas às 21h30 - Sábados às 20h e 22h - Domingos às 20h

11h às 17h

No térreo do Eataly, a Trattoria Itália serve menus inspirados nas várias regiões da Velha Bota, criados pelo consagrado chef José Barattino. Em cartaz até junho, o atual cardápio foca nas delícias da Campania, como a mozzarella in carozza (mozzarella de búfala com anchovas empanadas), a impepata di cozze (mexilhões cozidos no vinho branco), a pizza fritta, a braciola napoletana (carne recheada de legumes, uva passa e guanciale), o spaguetti alla Nerano (com abobrinha e provolone) e o gnocchi alla sorrentina (nhoques de batatas ao sugo e gratinado). Avenida Pres. Juscelino Kubitschek, 1.489, Vila Olímpia, tel. 3279-3300.

17h às 23h

José Carreras, um dos “Três Tenores”, se apresenta hoje no Citibank Hall. O catalão interpretará composições como “Amore Perduto”, “Dreaming of You” e “Love Is a Melody”, entre outros sucessos pop e trechos de óperas. Os ingressos custam de R$ 125 a R$ 900. Avenida Nações Unidas, 17.955, Santo Amaro, tel. 4003-5588.

23h às 29h

foto divulgação

JURO QUE É VERDADE - Sábados à meia-noite

Típico drinque italiano, o Tintoretto é um dos hits no pizza-bar Fior Di Grano. Variação do Bellini, é feito com espumante, suco de romã e gelo. É um ótimo aperitivo para quem vai comer uma pizza individual Margherita ou Forte (de tomates, mozzarella de búfala e calabresa defumada). Avenida Rouxinol, 621, Moema, tel. 2506-5106.

O HOMEM DAS CAVERNAS - Quartas e Quintas às 21h

Veja SP

Guia da Folha

tenor cataLÃo CINDERELA LÁ LÁ LÁ - Sábados e Domingos às 16h

coQUeteL coLorido e reFrescante

JOÃO E MARIA? - Sábados e Domingos às 17h40 Verifique na porta do teatro a classificação indicativa de todas as peças em cartaz. Alvará Corpo de Bombeiros - 12/02/2018 e Alvará Municipal - processo 2014-01.130.552-7

Promoção:

75

Patrocínio:


maio

arte & arQUitetUra

5h às 11h

Em cartaz no MuBE (Museu Brasileiro de Escultura) até 2 de julho, a exposição “Pedra no Céu” traça um paralelo entre a arte e a arquitetura brutalista de Paulo Mendes da Rocha, autor do projeto do museu. A mostra reúne as referências e diálogos que o arquiteto estabeleceu com a obra de artistas como Magritte, Henry Moore, Debret, Rugendas, Amilcar de Castro, Carlito Carvalhosa, Carmela Gross, Cildo Meireles e Nuno Ramos, entre outros. Avenida Europa, 218, Jardim Europa, tel. 2594-2601.

A rede de restaurantes temáticos Johnny Rockets acaba de inaugurar uma unidade no Shopping Morumbi. No cardápio, hambúrgueres e seus já clássicos milk shakes, disponíveis em mais de 20 versões. O ambiente remete aos antigos diners norte-americanos, com móveis, luminárias e objetos dos anos 1950. Avenida Roque Petroni Junior, 1.089, Brooklin, tel. 5181-2899.

JohnnY Be Goode

5h às 11h

as VaQUinhas estÃo de VoLta A Cow Parade Brasil retorna a São Paulo. Nesta edição, terá 55 vaquinhas coloridas pintadas por artistas locais como Binho Ribeiro, Marangoni, Glauco Diógenes, Fernanda Eva, Locones, Alexandre Truff, Does, Lucas Ksenhuk e Morandini. Elas serão posicionadas até o dia 26 em locais como a Avenida Paulista, a Alameda Lorena, a Rua Amauri, a Praça Benedito Calixto, o shopping Eldorado e as estações de metrô Ana Rosa, Luz e Brás.

11h às 17h

22 segunda 23 terça de BandeJa pra VocÊ

A importadora La Pastina e a vinícola chilena Cono Sur trazem para o Brasil duas versões mini do icônico vinho Bicicleta. Apelidados carinhosamente de “Bicicletinhas”, os lançamentos Cabernet Sauvignon 187 ml e Pinot Noir 375 ml rendem uma e duas taças, respectivamente. As garrafinhas custam de R$14 a R$ 27 e estão à venda em empórios de bebidas e supermercados.

76 | 29HORAS | Maio 2017

A chef Bel Coelho explora a riqueza da gastronomia brasileira até o dia 27 no novo menu do restaurante sazonal Clandestino. Tem pratos como o polvo grelhado com picles de chuchu, a tapioca com magret de pato defumado, tucupi preto e cupuaçu, a brandade de pirarucu seco com mandioca ouro e azeite de jambu e o sorbet de caju, mel de jataí e farofa de castanha. Rua Medeiros de Albuquerque, 97, Vila Madalena. Reservas pelo e-mail reservas@clandestinorestaurante.com

No bar Guilhotina, o mixologista Márcio Silva serve criações autorais como o Maldade Pouca É Bobagem (rum infusionado com especiarias, bourbon, gengibre, limão e club soda) e o Guilhotina Tônica (gim, caju, água tônica, pimentas, manga e manjericão). Rua Costa Carvalho, 84, Pinheiros, tel. 3031-0955.

Bons drinQUes

fotos divulgação

23h às 29h

se BeBer, nÃo pedaLe

inGredientes natiVos

17h às 23h

Para homenagear os trinta anos de carreira de seu chef e fundador, Sérgio Arno, o restaurante La Pasta Gialla apresenta cardápio com pratos do primeiro restaurante do chef, o La Vecchia Cucina. Criações como o camarão com gorgonzola, o ravioli de vitela com pistache ao molho roti e aspargos, o risoto ao leite e espinafre com provolone defumado, entre outros, estarão disponíveis em todas as unidades da rede, como a do Itaim. Rua Pedroso Alvarenga, 528, tel. 3079-3557.

A Lanchonete da Cidade traz para seus almoços o #FicaCombinado, menu fechado a R$ 29 com batata palito, bebida (chá gelado ou limonada) e hambúrguer. Servido em uma bandejinha, tem um sanduba selecionado para cada dia da semana. Segunda é a vez do vegetariano Quitandinha, enquanto as terças têm como sugestão o A La Presse, o hambúrguer prensado. Quarta é dia do hambúrguer de frango Piu-Piu, e às quintas a casa serve o Supimpa. Por fim, às sextas, o destaque é o Cooper Burger, com cheddar, relish de pepino e mostarda forte no pão preto. Alameda Tietê, 110, Jardins, tel. 3086-3399.

23h às 29h

17h às 23h

11h às 17h

trent'anni


ZinG! poW! crÁs! trim!

deLÍcias da antonietta

A Central Galeria apresenta até o dia 27 a primeira exposição da artista carioca Gabriela Mureb em São Paulo. A mostra, intitulada “Rrrrrrrrrr”, é composta por uma série de máquinas alteradas, motores, vídeos e desenhos que evocam experiências do corpo humano e de aparatos mecânicos com a linguagem. Rua Mourato Coelho, 751, Vila Madalena, tel. 2645-4480.

17h às 23h

O Antonietta Cucina renovou completamente o seu cardápio. Prove os arancini all’Arrabbiata (bolinhos de arroz recheados com linguiça e mozzarella), a língua com ovo mollet, o risoto de camarão e cogumelos defumados, o tagliatelle com alcachofras e o polvo com creme de pistache e batatas. Prato que consagrou o Antonietta no Bib Gourmand do Guia Michelin, o peixe com crosta de castanha servido com espaguete de pupunha e purê de beterraba se mantém no cardápio. Rua Mato Grosso, 402, Higienópolis, tel. 3214-0079.

23h às 29h

5h às 11h

quarta 24

O britânico Pete Doherty faz show hoje no Cine Joia. Guitarrista, junkie profissional e encrenqueiro mór, ele é um dos fundadores do grupo Libertines e líder dos Babyshambles. Com sua nova banda, o Puta Madres, ele promete apresentar as faixas de seu álbum mais recente, “Hamburg Demonstrations”. Ingressos de R$ 50 a R$ 120. Praça Carlos Gomes, 82, Liberdade, tel. 3101-1305.

11h às 17h

foto divulgação

casa modeLo Acaba de começar a edição 2017 da Casa Cor SP, a maior e melhor mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo das Américas. O evento, que recebe cerca de 100 mil visitantes anualmente, continua sediado no Jockey Club, desta vez até o dia 23 de julho. Ingressos de R$ 56 a R$ 165. Avenida Lineu de Paula Machado, 1.075, Cidade Jardim, tel. 4003-1212.

Fora da Lei & QUeridinho

O DESCONTO SÓ É VÁLIDO PARA O PREÇO DA PIPOCA CHOCOLATE. A PROMOÇÃO NÃO É VÁLIDA PARA COMBOS PROMOCIONAIS E BEBIDAS. PROMOÇÃO EXCLUSIVA PARA MEMBROS CINEMARK MANIA. O DESCONTO É VÁLIDO SOMENTE PARA MEMBROS COM CARTÃO ATIVO E POR TEMPO LIMITADO. PARA TER ACESSO AO DESCONTO, É NECESSÁRIO QUE A COMPRA SEJA REALIZADA NAS BILHETERIAS. PROMOÇÃO NÃO CUMULATIVA. PARA MAIS INFORMAÇÕES, CONSULTE O SITE CINEMARK.COM.BR.


maio

26 sexta 5h às 11h

da komBi à LoJa FiXa Após três anos circulando pela cidade em uma Kombi equipada com máquina de café, o Bio Barista Coffee Truck agora tem endereço fixo. A lojinha do barista Alex Pereira serve cafés preparados com grãos da Fazenda Fortaleza, de Mococa (SP) em vários métodos. Para comer, tem pães de queijo, tortas, sanduíches, cookies e bolos. Rua Helvétia, 640, Campos Elíseos, tel. 96562-7126.

11h às 17h

artesatoVski Até o dia 28, a Praça de Eventos do shopping Center Norte recebe a Feira Internacional de Artesanato e Decoração (Interart), que expõe peças típicas de 11 países. Este ano, a grande novidade é a presença da Rússia, que traz releituras das tradicionais Matryoshkas, bonecas de diferentes tamanhos que se encaixam umas nas outras. Travessa Casalbuono, 120, Vila Guilherme.

O Memorial da América Latina apresenta a exposição “Rá-Tim-Bum, o Castelo”, megaprodução em que o público tem a chance de entrar em um castelo idêntico ao da série, construído numa área de 700 m² anexa ao Pavilhão da Criatividade. Ingressos de R$ 10 a R$ 20. Avenida Auro Soares de Moura Andrade, 664, Barra Funda, tel. 3823-4600.

17h às 23h

5h às 11h

25 quinta

Na celebração dos 50 anos da Tropicália, o musical “Alegria, Alegria” homenageia o movimento que mudou a história da música brasileira. Protagonizado por Zélia Duncan e com direção de Moacyr Góes, o espetáculo está em cartaz no Teatro Santander. Completam o elenco mais 15 atores e bailarinos. Ingressos de R$ 25 a R$ 250. Avenida Pres. Juscelino Kubitschek, 2.041, Vila Olímpia, tel. 4003-1022.

pLatiLLos deL dÍa

toUr peLo casteLo

11h às 17h

Em sua Comedoria Gonzales, no Mercado de Pinheiros, o ultracriativo chef boliviano Checho Gonzales introduziu novas receitas em seus Pratos do Dia. As novidades incluem o arroz de porco com milho e couve, o guisado de coelho ao vinho branco, as bochechas de garoupa com purê de batatas e vinagrete e os mexilhões em sopa de abóbora com milho. Cheque a opção do dia na grande lousa que fica ao lado do caixa e bom apetite! Rua Pedro Cristi, 31, Pinheiros, tel. 3813 8719.

17h às 23h

tropicÁLia cinQUentona

Com quase 50 anos de estrada, a banda Renaissance foi uma das pioneiras do rock progressivo britânico. Liderada pela cantora Annie Haslam, com sua incrível voz de cinco oitavas, o sexteto apresenta hoje no Espaço das Américas clássicos como “Ashes Are Burning” e “Can You Understand?”. Ingressos de R$ 110 a R$ 340. Rua Tagipuru, 795, Barra Funda, tel. 3864-5566.

piratas no escUrinho

carpet oF the soUnd C

M

Y

CM

MY

78 | 29HORAS | Maio 2017

CY

CMY

K

fotos divulgação

O Santa Teresa é mais um bar da Vila Madalena que homenageia bairros cariocas. Além de pratos batizados a partir de símbolos da Cidade Maravilhosa, como “Maracanã” e “Garota de Ipanema”, o cardápio oferece bolinhos de arroz, caldinhos de feijão preto, lulinhas à dorê e refrescantes sacolés de frutas. Rua Fradique Coutinho, 888, Vila Madalena, tel. 2307-6192.

23h às 29h

23h às 29h

da Gema

Estreia este fim de semana nos cinemas de todo o Brasil o blockbuster “Piratas do Caribe - A Vingança de Salazar”. Nesse novo episódio da saga, o capitão Salazar (Javier Bardem) é a pedra no sapato do capitão Jack Sparrow (Johnny Depp). Ele lidera um exército de piratas fantasmas assassinos e está disposto a matar todos os piratas existentes no planeta. Para escapar, Sparrow precisa encontrar o Tridente de Poseidon, que dá ao seu dono o poder de controlar o mar.


irmÃo contra irmÃo Mario Bortolotto dirige o espetáculo “Oeste Verdadeiro”, de Sam Shepard, que tem Sérgio Guizé, Carcarah, Mara Faustino e Walter Figueiredo no elenco e fica em cartaz até junho no Teatro & Bar Cemitério de Automóveis. A peça mostra o reencontro dos irmãos Austin. Um deles é um bem-sucedido roteirista de cinema e TV e o outro é um outsider, que passa grande parte de seu tempo no deserto e vive de pequenos roubos. Provocados por uma mistura de aversão e inveja, eles se confrontam quase ao ponto da morte. Ingressos a R$ 40. Rua Frei Caneca, 384, Consolação, tel. 2371-5743.

A loja Cartel 011 abriga até o dia 28 a Doritos Mystery Shop, espaço onde os consumidores terão acesso aos produtos personalizados da marca, desenvolvidos especialmente para o novo lançamento. Aos sábados, DJs vão animar sunset parties a partir das 16h. Entrada gratuita. Rua Artur de Azevedo, 517, Pinheiros, tel. 29 3081-4171. FINAL HORAS - MINC.pdf 1 24/03/17

11h às 17h

foto divulgação

Festinhas misteriosas

ARTE

17h às 23h

BrUnch no pomodori O restaurante Pomodori volta a servir brunch aos sábados, das 12h às 16h. O menu inclui pães, queijos, frios, iogurte grego, sucos, cafés, geleias artesanais, ovos beneditinos, brusquetinhas de salmão defumado, ostras, um risotto, uma massa e outros pratos – além de deliciosos docinhos. Custa R$ 130 por pessoa. Rua Dr. Renato Paes de Barros, 534, Itaim, tel. 3168-3123.

aposentado em crise Estreia este fim de semana nos cinemas o filme “Comeback”, que conta a história de Amador (vivido por Nelson Xavier), ex-pistoleiro hoje relegado ao ostracismo. Solitário e amargurado, ele coleciona em um álbum os recortes de jornal de seus antigos crimes. Até o dia que resolve voltar à ativa. Produzido pela O2 Filmes, tem 18:10 direção e roteiro de Érico Rassi.

23h às 29h

5h às 11h

sábado 27

79


maio

oVer the top steaks

5h às 11h

moda & decoraÇÃo O showroom da Artefacto da Haddock Lobo recebe mais uma edição da Mostra Artefacto, misturando moda e decoração. Desta vez, os arquitetos e designers de interiores criaram os ambientes inspirados pelo trabalho de estilistas. Por exemplo, Zize Zinke homenageia Alexandre Herchcovitch e Patrícia Anastassiadis busca as referências de Lethicia Bronstein. Entrada gratuita. Rua Haddock Lobo, 1.405, Jardins, tel. 3087-7000.

11h às 17h

reFris especiais Com toques cítricos que potencializam a sensação de refrescância, a Coca-Cola Laranja e a Coca-Cola Limão Siciliano chegam em edição limitada para reforçar o portfólio premium da marca no Brasil. Com 30% menos açúcar do que a Coca-Cola original, as novidades estão disponíveis em latas sleek de 310 ml, a preços que variam de R$ 3,49 a R$ 4,65.

O restaurante Baião Cozinha Nordestina serve gostosos pratos típicos, como moquecas, bobós de camarão, ensopados de bode, galinha cozida com feijão-de-corda e o clássico baião de dois com carne de sol. Para “molhar o bico”, oferece variadas opções de cachaças artesanais. Rua Traipu, 91, Pacaembu, tel. 4306-2078.

17h às 23h

5h às 11h

28 domingo 29 segunda

Ed Sheeran se apresenta hoje no estádio Allianz Parque. O cantor britânico já vendeu mais de 22 milhões de álbuns no mundo inteiro e, neste show, canta hits como “Thinking Out Loud”, “Shape of You” e as canções de seu novo CD, “÷”. Ingressos de R$ 110 a R$ 680. Rua Palestra Itália, 200, Pompeia, tel. 4003-1527.

arretado de Bom

11h às 17h

pop hits

O chef peruano Renzo Garibaldi, do premiado restaurante Osso, em Lima, foi quem montou o cardápio do recéminaugurado Cór, casa especializada em carnes dry aged assadas na lenha. Quem comanda o dia a dia na cozinha é a chef Thais Alves (ex-Maní), que prepara cortes como o New York Strip e o T Bone, servidos com acompanhamentos que podem ser uma crocante farofa, uma seleção de saborosos legumes grelhados ou o repolho preparado na brasa, com pasta de castanha do Pará e molho de ostra. Praça São Marcos, 825, Alto de Pinheiros, tel. 3726-2908.

sandUBas no Boteco

Baseada na ópera do italiano Ruggero Leoncavallo, a peça “Pagliacci” inaugura a mostra especial em homenagem à trajetória dos palhaços Agenor e Padoca, criados pelos atores Fernando Sampaio e Domingos Montagner, do grupo La Mínima – companhia que completa 20 anos em 2017. Em cartaz no Teatro do Sesi, no Centro Cultural Fiesp, o espetáculo tem entrada gratuita. Avenida Paulista, 1.313, Bela Vista, tel. 3528-2000.

A 1900 Pizzeria, com 33 anos de tradição, lança sua primeira carta de cervejas artesanais, com consultoria da sommeliére Carolina Oda. São oito rótulos, de vários estilos, que harmonizam com as caprichadas redondas da casa. Entre eles, estão a nacional Dama American Lager, a weissbier alemã Paulaner Naturtrub e a blond ale belga Affligem. Rua Estado de Israel, 240, Vila Mariana, tel. 5575-1900.

80 | 29HORAS | Maio 2017

23h às 29h

23h às 29h

piZZa com cerVeJa

O bar Armazén Paulista lança seu Menu Especial de Sanduíches. Entre os destaques estão o Rústico (carne suína desfiada, molho barbecue e alface americana no pão de hambúrguer), o Pork Burger (picanha suína, cebola caramelizada, queijo prato e alface no pão australiano), o Frango Crocante (frango empanado, maionese de erva doce, cebola, maçã verde e rúcula na baguete), o Beirute (finas fatias de cupim, rodelas de tomate, alface e mozzarella no pão sírio) e o Hot Dog de salsicha com maionese de repolho e cenoura, vinagrete e mozzarella derretida. Alameda Jauaperi, 570, Moema, tel. 5052-9334.

fotos divulgação

17h às 23h

paLhaÇada sÉria


31 quarta 5h às 11h

ÁGUa para QUem tem sede A Ambev acaba de lançar a água mineral AMA. 100% do lucro das vendas dessa bebida serão revertidos a projetos de acesso à água potável no semiárido brasileiro. Com baixo teor de sódio, a AMA está à venda online pelo site Emporio.com. A caixa com 12 garrafas de 500 ml custa R$ 21,48.

11h às 17h

pro dia nascer FeLiZ A Sweetshop Pâtisserie e Café é um excelente lugar para quem quer tomar aquele caprichado café da manhã. Servido até as 11h30 no sistema à la carte, tem opções como os croissants com salmão defumado, creme de limão siciliano e dill, os ovos mexidos com pão de forma na chapa e as panquecas norte-americanas com Nutella ou doce de leite – sem falar nos variados chás e cafés, quentes ou gelados. Rua Alagoas, 852, Higienópolis, tel. 99340-8976.

O chef Fábio Vieira incluiu novos pratos no cardápio do Micaela. Entre as novidades estão o gaspacho de açaí, o udon (massa oriental à base de trigo) em caldo suíno, tucupi negro, gema de ovo, farofa de torresmo e mariscos, o hambúrguer com maionese de gorgonzola com whisky, mostarda, melado de cana, rúcula e cebola roxa e o pirarucu grelhado ao molho de moqueca. Rua José Maria Lisboa, 228, Jardim Paulista, tel. 3473-6849.

17h às 23h

5h às 11h

30 terça

O Sky Hall Terrace Bar tem 1.000 m² de espaço a céu aberto, com vista para uma das mais movimentadas esquinas da cidade. No bar, o chileno Rodrigo Sepulveda prepara drinques como o Steve McQueen (bourbon whiskey, licor de ameixa, suco de grapefruit e gotas de bitter de laranja) e o Bloody Mary Fumet (vodca, suco defumado de tomates e ostras, limão siciliano, lemon pepper, cenoura e salsão). Para beliscar, prove os sanduíches de frango com gruyère ou a tapioca italiana (com mozzarella, tomate e manjericão). Avenida Pres. Juscelino Kubitscheck, 1.327, sobreloja, Vila Olímpia, tel. 2828-9740.

toQUe BrasiLeiro

11h às 17h

saBores de Los andes O boteco Doña Luz Empanadas, comandado pela chilena Luz Cristi, é o lugar ideal para quem aprecia boas empanadas recheadas de carne, frango ou queijo. E a casa serve ainda ótimos pastéis de choclo (espécie de escondidinho coberto com pasta de milho). Para finalizar, alfajores de doce de leite. Rua Costa Aguiar, 1.425, Ipiranga, tel. 3375-6786.

terraÇo GoUrmet

A companhia norte-americana Pilobolus Dance Theatre apresenta hoje e amanhã no Teatro Bradesco seu mais recente espetáculo, “Shadowland 2: A Nova Aventura”. Misturando acrobacias e um incrível jogo de sombras, os corpos dos bailarinos se fundem a outros ou a materiais inusitados para criar figuras surpreendentes, que se projetam em uma tela colocada na parte da frente do palco. Bem-humorada, a trama traz referências de filmes de ficção científica até desenhos animados e comédias românticas. Rua Palestra Itália, 500 (Bourbon Shopping, 3º piso), Pompeia, tel. 4003-1212.

BotecaGem de oUtono

VeGetarian Jap

O cardápio do botequim Zé Bonito tem pratos especiais para este outono. Entre eles, o picadinho de filé mignon e o caldinho de abóbora com gengibre. O outono pode ser uma estação seca, mas as comidinhas do bar dão água na boca. Além disso, o bar conta com apresentações ao vivo de duplas sertanejas e DJs. Rua Helion Póvoa, 51, Vila Olímpia, tel. 3045-4684.

Com 25 anos de história, o restaurante japonês Koi introduz diversas novidades vegetarianas em seu cardápio. Entre elas, os guiozas recheados com tofu, shimeji, shitake e edamame, os rolinhos harumaki recheados de legumes e ainda os niguiris de berinjela ou de shitake e os hossomakis de pepino empanado. Avenida Sabiá, 488, Moema, tel. 5051-0664.

23h às 29h

23h às 29h

fotos divulgação

17h às 23h

danÇa contemporÂnea

81


hora livre

por luiz toledo

Faltava alguma coisa para acompanhar os depoimentos das delações premiadas da Lava Jato: os cannoli. Digo os, no plural, porque cannoli no singular é cannolo. Mas, como é impossível comer um só, todo mundo fala cannoli. A máfia ajudou a popularizar esse milenar doce siciliano. Pelo menos nos filmes. A frase “Leave the gun, take the cannoli” (deixe a arma, pegue os cannoli), dita por Clemenza em “O Poderoso Chefão”, depois de o seu capanga ter metido três tiros num desafeto da famiglia, é uma das mais famosas do cinema. Quase por acaso descubro que meu vizinho é um talentoso fabricante dessa iguaria (minha mulher é esse “quase”). Ele faz a massa e frita os tubinhos e a mulher (desta vez, a dele) faz o recheio. Prefiro os tradicionais, recheados com creme de ricota. Recomendo: Cannoli do Calimano. Não ga-

82 | 29HORAS | Maio 2017

foto Divulgação

Cannoli. nho nada com esses cannoli – talvez alguns quilos, mas é só. Mas faço essa recomendação porque ela ilustra – e esse é o assunto desta coluna – o que imagino ser uma tendência que deve crescer rapidamente: o consumo, digamos, engajado. As pessoas vão escolher produtos e serviços não só pela qualidade, preço, etc., mas pela conduta das empresas que os produzem. Isso já é fato em questões que envolvem meio ambiente, trabalho escravo e por aí vai. E não vai parar por aí. Grana é o voto que os consumidores depositam nas caixas registradoras na hora de eleger uma marca. E, diferentemente das eleições, com grana eles podem votar 24 horas por dia, todos os dias. Inclusive aos sábados, domingos e feriados. Capisce? yestoledo@gmail.com


G ING RUNNING ? *

GET GOING. CORRA COM O SEU RITMO CARDÍACO NO PULSO, COM O NOVO TOMTOM RUNNER 3. VEJA A SUA FREQUÊNCIA CARDÍACA NO PULSO

Já imaginou correr sem a cinta peitoral? Monitore sua frequência cardíaca no pulso com monitor integrado. Diga adeus às cintas suadas e à irritação.

CORRA COM MÚSICA, ESQUEÇA O SEU CELULAR*

Ouça mais de 500 músicas no seu relógio com GPS. Armazene suas playlists no relógio e ouça sem fios, enquanto corre. * Disponível na versão com música.

NUNCA CORRA DUAS VEZES O MESMO PERCURSO

Faça o upload de novos percursos para o relógio, para descobrir novos lugares com confança. Explore novas zonas e encontre o caminho de volta com o seu percurso apresentado no relógio.

tomtom.com/running

Marca oficial:

SPORTS *Vamos correr?

Distribuído pela DPC do Brasil Ltda - www.dpcdobrasil.com.br

revista 29HORAS - ed. 91 - maio 2017  

Revista mensal com agenda cultural de São Paulo, distribuída no aeroporto de Congonhas. Capa: Maria Casadevall

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you